Page 1

Panorama Gestão - Tecnologia - Mercado

Ano 1 • No 03 • Abril/2013

w w w. r evis tapan o ramahospita la r.com.b r

Novos investimentos

Beneficência Portuguesa

capa.indd 1

agendamento online

CHRISTOVÃO DA GAMA

Sites oferecem serviços para facilitar o agendamento de consultas através da internet

Hospital investe em serviços de hemodinâmica e nova ressonância magnética

22/04/13 15:38


2capa.indd 2

19/04/13 10:42


Editorial

Panorama

Edição: Ano 1 • N° 02 • Março de 2013 Presidência e CEO Victor Hugo Piiroja e. victor.piiroja@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7501 Gerência Geral Marcela Petty e. marcela.petty@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7502 Financeiro Rodrigo Oliveira e. rodrigo.oliveira@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7761 Assistente Administrativo Michelle Visval e. michelle.visval@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7765 Marketing Ironete Soares e. ironete.soares@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7500 Designers Gráficos Débora Becker e. debora.becker@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7509 Bob Nogueira e. bob.nogueira@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7763 Web Designer Robson Moulin e. robson.moulin@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7763 Analista de Sistemas Fernanda Perdigão e. fernanda.perdigao@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7707 Sistemas Wander Martins e. wander.martins@vpgroup.com.br t. +55 (11) 4197.7762 Editora e Jornalista Responsável Renata Primavera (MTb: 62723) e. renata.primavera@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7767 Redação Viviam Santos e. viviam.santos@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7766 Publicidade - Gerente Comercial Christian Visval e. christian.visval@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7760 Publicidade - Gerente de Contas Victorio Rosa e. victorio.rosa@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7769 Publicidade - Gerente de Contas Ismael Pagani e. ismael.pagani@vpgroup.com.br t. + 55 (11) 4197.7768 A Revista A revista Panorama Hospitalar apresenta ao administradores de hospitais e clínicas notícias atualizadas sobre o mercado, entrevistas e reportagens sobre novas tecnologias e os principais temas do segmento, além de coberturas jornalísticas dos eventos do setor.

Brasil na mira dos players internacionais do mercado de saúde

O

mercado brasileiro mostrou grande preocupação nos últimos meses com uma possível futura concorrência entre empresas nacionais e multinacionais, com grandes possibilidades de negócios em nichos, em especial nos próximos cinco anos. Responsável por movimentar 259,8 bilhões de reais ao ano no País, – o que significa 9% do PIB (Produto Interno Bruto)-, a área de saúde desperta o desejo de grandes companhias estrangeiras em áreas que vão da indústria aos serviços de assistência, segundo especialistas da área. Além da indústria farmacêutica e de saúde animal, em voga já há algum tempo, o segmento de equipamentos e suprimentos também está na mira de grandes empresas estrangeira Exemplo disso é a chegada da primeira fábrica da Toshiba Medical do Brasil (TMB), inaugurada na cidade de Campinas no primeiro trimestre deste ano. A companhia enfatizou no discurso de inauguração que o momento é favorável para o mercado de saúde da América do Sul, centralizado em torno do Brasil, que deve passar por um período de crescimento constante nos próximos anos, em função, principalmente, dos avanços contínuos tecnológicos e das melhorias na infraestrutura brasileira de saúde. O secretário da Saúde do Estado de São Paulo, Giovanni Guido Cerri, representando o governo paulista na ocasião, foi por outra linha, destacando os benefícios que a vinda da empresa internacional irá atender às necessidades do mercado, melhorando, assim, o que será oferecido à população. A discussão está só no início, e os próximos anos serão definitivos para se chegar a uma conclusão definitiva dos possíveis benefícios e malefícios de uma disputa mais acirrada entre as empresas nacionais e multinacionais do mercado. Para os gestores, a novidade nessa terceira edição da revista Panorama Hospitalar é a entrada de nosso novo colunista, André Carneiro, doutor em Administração com ênfase em Marketing no Setor de Saúde e vasta experiência no Mercado de Saúde, que já em seu primeiro texto traz um fluxograma para ajudar os gestores de marketing de Serviços em Hospitais. Ainda nessa terceira edição, trazemos as novidades da Beneficência Portuguesa de São Paulo, um dos mais antigos hospitais da cidade e que continua a investir em reformas e novos equipamentos para se manter como um dos principais centros de saúde privados da América Latina. Somente esse ano, a instituição inaugurou um novo centro cirúrgico – com investimento de R$ 45 milhões – e o Instituto do Fígado, o maior núcleo especializado em doenças hepáticas do Brasil, preparado para atendimento ao SUS e transplantes. Esperamos que aprecie essa e outras matérias que trazemos com exclusividade até nosso leitor. Boa leitura e até nossa próxima edição!

Panorama Hospitalar Online s. www.revistapanoramahospitalar.com.br Tiragem: 15.000 exemplares Impressão: HR Gráfica

Renata Primavera comunicação integrada

Editora

Alameda Amazonas, 686, G1 - Alphaville Industrial 06454-070 - Barueri – SP • + 55 (11) 4197 - 7500 comunicação integrada www.vpgroup.com.br

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

editorial.indd 3

3

19/04/13 15:57


Sumário

NESTA EDIçÃO

26 Case Study

Beneficiência Portuguesa de São Paulo faz constantes investimentos em tecnologia e modernização da estrutura com novidades em seu centro cirúrgico e inauguração do Instituto do Fígado

16

Noticias

Primeira fábrica da Toshiba Medical do Brasil já está em operação

Hospital Israelita Albert Einstein

06 ENTREVISTA

07

Os principais fatores dos 26 indicadores de qualidade definidos pela ANS, e como os hospitais podem implementar e monitorar as melhorias.

libera entrada de bichos de estimação para visitar pacientes

Siemens fornece equipamento

08

robótico para Sala Híbrida do Hospital PróCardíaco, no Rio de Janeiro

Produtos e Serviços

12

sincron Philips bace healthcare

CASE study Hospital Dr. Christovão da Gama passa a oferecer novo serviço de ressonância magnética e hemodinâmica Investimento em equipamentos Philips faz parte do plano de ampliação e melhoria da instituição, iniciado em 2008

Ficha Técnica

14

Cios Alpha Siemens

Mundo hospitalar

20

Encontros mensais entre executivos da área de saúde discutem principais questões do setor Business Club Healthcare foi criado este ano com intuito de promover encontros entre presidentes e diretores de empresas do segmento healthcare para a realização de negócios, parcerias e troca de informações.

24

Espaço gestor Agendamento de consultas online Sites e plataformas para dispositivos móveis oferecem serviços para clínicas, médicos e pacientes, para facilitar o processo de agendamento de consultas através da internet. Desafios da gestão estratégica em serviços de saúde Livro é indicado para gestores do setor de saúde que querem ter conhecimentos para desenvolverem metas e manterem alto nível através de gestão estratégica.

Mundo hospitalar

Jornada Paulista de Radiologia ocorre no início de maio em São Paulo

sumario.indd 4

36 40

Ponto de vista

André Carneiro Os 5 D’s da Gestão do Marketing de Serviços em Hospitais

44

AGENDA

Update 48

4

32

50

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

22/04/13 15:34


Monitores para Diagnóstico Sony A Qualidade e Tecnologia que você Conhece Aplicada para Radiologia

LMD-DM50

5MP P&B, ideal para Mamografia Independent Sub-pixel Drive** até 15MP

LMD-DM30

3MP P&B, ideal para CT, MRI, US, DR e CR. Independent Sub-pixel Drive** até 9MP

LMD-DM20

2MP P&B, ideal para CT, MRI, US, DR e CR

Em conformidade com os padrões e normas médicas nacionais e internacionais:

FDA, MDD e ANVISA. A Série LMD-DM de monitores foi projetada para ser utilizada na exibição e visualização de imagens para diagnósticos por médicos e profissionais da saúde em conformidade DICOM. São monitores para diagnósticos de alta qualidade e performance, com a confiabilidade e a durabilidade Sony.

LMD-DM30C

3MP Color, ideal para PET/CT, MRI, NM, Cardiologia e US

LMD-DM20C

2MP Color, ideal para MRI, CT, US, NM e Cardiologia

Revendedores Autorizados Sony Brasil:

©2013 Sony Corporation. Todos os direitos reservados. As características e especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. “SONY” é uma marca comercial da Sony Corporation. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade de seus respectivos criadores. Imagens meramente ilustrativas. *Garantia de 5 anos para peças e serviços e de 1 ano para painel de LCD, válida para série LMD-DM através da compra via revendedores autorizados Sony Brasil. **Tecnologia Independent Sub-pixel Drive: Aumenta em três vezes a resolução original, aplicável apenas aos modelos LMD-DM50 e LMD-DM30. Para utilizar a função Independent Sub-pixel Drive, é necessário um software especial de visualização. Para mais detalhes, por favor, entre em contato com revendedor autorizado Sony Brasil.

sumario.indd 5

19/04/13 15:58


Notícias

Primeira fábrica da Toshiba Medical do Brasil

está em operação em Campinas

J

á está em operação a primeira fábrica da Toshiba Medical do Brasil (TMB), inaugurada na cidade de Campinas (SP), para produção de equipamentos de diagnóstico por imagem e softwares complementares. Presente à cerimônia de inauguração, Satoshi Tsunakawa, presidente da Toshiba Medical Systems do Japão, destacou que essa é a segunda unidade industrial da companhia fora do Japão. “O projeto da Toshiba Medical é de vir logo para o Brasil, sexta maior economia do mundo”. Ele também salientou que essa será a plataforma exportadora dos produtos da companhia para outros países da região. A expectativa da companhia é que o mercado de saúde da América do Sul, centralizado em torno do Brasil, experimente uma expansão constante nos próximos anos, em função dos avanços contínuos tecnológicos e das melhorias na infraestrutura brasileira de saúde. O secretário da Saúde do estado de São Paulo, Giovanni Guido Cerri, que representava o governador paulista Geraldo Alckmin na solenidade, disse que os produtos da TMB são muito adequados a um país em

6

noticias.indd 6

desenvolvimento. “Trazer uma fábrica destes equipamentos é atender bem a realidade do mercado brasileiro, com serviços de manutenção mais eficientes, evitando processos de importação, com preços mais acessíveis, em reais.” O presidente da Toshiba Medical Brasil, Gerardo Schattenhofer, comentou que “ trata-se de um momento memorável, que reafirma o compromisso de 40 anos do Grupo Toshiba Medical Systems com o Brasil; compromisso não somente comercial e industrial, mas que envolve um forte comprometimento de responsabilidade social e contribuição com a saúde do povo brasileiro”. Ele acrescentou que a proposta da companhia é “investir bastante em pesquisa e desenvolvimento”. Segundo ele, a ideia é contribuir com o desenvolvimento tecnológico do Brasil. “Pretendemos, em futuro relativamente próximo, começar a exportar software e aplicações clínicas desenvolvidas no País, além de aparelhos de indústria brasileira”, frisou. A planta da Toshiba Medical do Brasil tem 2.500 metros quadrados e está localizada no condomínio industrial Techno Park, em Campinas.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

19/04/13 16:01


Notícias

Hospital Israelita Albert Einstein libera entrada de bichos de estimação para visitar pacientes Após três anos de testes e preparo de equipes, o Hospital Israelita Albert Einstein liberou, sob rígido protocolo, que bichos de estimação visitem pessoas internadas - mesmo em unidades semi-intensivas. “Meus filhos moram fora de São Paulo, são muito ocupados. A Clara (uma cadela da raça fila) acaba me fazendo companhia em horas difíceis. Ela é parte da família. Poder tê-la comigo no hospital faz a diferença no meu ânimo, na minha disposição”, diz o advogado Ennio de Paula Araújo, que está em tratamento contra um câncer na bexiga. Clara teve de passar por uma avaliação de seu veterinário, que deu um laudo atestando sua boa saúde, e tomar um banho caprichado antes da visita. Os donos apresentaram os documentos de vacinação e se comprometeram a mantê-la tranquila. A entrada de bichos no Einstein - gatos e passarinhos também são aceitos - faz parte também do cumprimento de regras de uma certificação internacional de humanização que o hospital conseguiu no ano passado. O Einstein é o 35º hospital do mundo e o primeiro da América Latina a conseguir o selo concedido pela organização americana Planetree. “Poder receber seus bichos aqui era um desejo frequente dos pacientes. Eles fazem bem e, sem dúvida, interferem na cura”, afirma Rita Grotto, gerente de atendimento do hospital. O hospital diz que recebeu só uma queixa até hoje. A mãe de uma criança com leucemia reclamou da presença de um cão, mas recuou depois de receber explicações. Paulo de Tarso Lima, coordenador da área que implanta as medidas de humanização no Einstein, afirma que “não está se falando de uma vontade de todos os pacientes” e que “também não se autoriza a presença dos bichos em qualquer lugar, de qualquer maneira”. Para o médico, o contato com os bichos pode levar “felicidade, paz e bem-estar” e auxiliar a recuperação de algumas pessoas. “O encontro com um cão ajuda a relaxar, a retomar a preocupação com o corpo, o que pode ficar perdido em pacientes crônicos.” O Conselho Regional de Medicina de SP e a Sociedade Brasileira de Infectologia não se manifestaram sobre a questão.

Brasil sediará primeiro Fórum Internacional de

Regulamentação para Tecnologia Biomédica

P

ela primeira vez acontecerá no Brasil um encontro focado em tecnologia biomédica. Iniciativa da PUC-SP e da Northwestern University (EUA), o 1º Fórum Internacional de Regulamentação - Tecnologia Biomédica: Discussões Estratégicas para um Brasil com Mais Saúde -, será realizado nos dias 23 e 24 de maio, no Expo Center Norte de São Paulo. A evolução do mercado de saúde e participação de 0,6% no PIB têm impulsionado cada vez mais ações para a regulamentação e adequação do setor. Com a percepção da necessidade de integrar todas as áreas pares da Engenharia Biomédica - tecnológica, médica, administrativa, econômica e jurídica, entre outras -, o meio acadêmico se mobiliza para abordar os assuntos pertinentes a este universo, resultando na primeira iniciativa específica com a contribuição de professores de uma das maiores universidades americanas e da PUC-SP. Focado nesta temática, o primeiro fórum reunirá especialistas renomados do segmento e profissionais altamente qualificados que terão a oportunidade de compartilhar conhecimento e experiências visando a atender a crescente demanda existente no país. Entre os temas abordados durante o fórum estão

Avaliação Econômica na Saúde, Manutenção da Tecnologia Médica, Pesquisa Clínica e Gestão Eficiente de Boas Práticas. Além disso, os participantes terão acesso ainda aos temas pertinentes à certificação do Inmetro e sessão acadêmica contendo a experiência internacional como modelo para os novos profissionais brasileiros. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

noticias.indd 7

7

22/04/13 15:39


Notícias

Siemens fornece equipamento robótico para Sala Híbrida

do Hospital Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro

O

Hospital Pró-Cardíaco, localizado no Rio de Janeiro, adquiriu recentemente o Artis zeego da Siemens, equipamento robótico que permite otimizar procedimentos cirúrgicos, intervencionistas e híbridos mais complexos. É o primeiro com sistema de eixos múltiplos, o que facilita o tratamento do paciente durante as intervenções e ainda dispõe de softwares específicos para aplicações avançadas que trazem mais segurança para o médico dentro da sala cirúrgica. Instalado na recém-inaugurada Sala Híbrida do hospital, o Artis zeego foi projetado para atender às necessidades de cirurgiões e garantir melhores resultados nos procedimentos, tanto na área de radiologia intervencionista, cardiologia e neurointervenção quanto nos procedimentos cirúrgicos e híbridos nas áreas de cirurgia cardiovascular, vascular e neuro, além de proporcionar a visualização de tumores em alta definição. “As possibilidades de uso clínico do Artis zeego são diversificadas, assim podemos projetar o equipamento de acordo com a necessidade do cliente, fornecendo tecnologia e soluções de última geração para intervenções cirúrgicas invasivas e minimamente invasivas, sempre focando em imagens em alta definição aliada à menor dose de

radiação. Para o Pró-Cardíaco, por exemplo, a Siemens fornece, além do CLEAR e CARE, softwares como o syngo DynaCT Cardiac, syngo InSpace 3D, syngo iPilot e syngo iGuideToolbox”, comenta Antonio Carlos Ribeiro, gerente de negócios da Siemens Healthcare no Brasil.

Olympus lança aparelho e sistema de laparoscopia 3D A Olympus Medical Systems Corp comercializará nos Estados Unidos até o final de abril as vendas progressivas em todo o mundo de um novo sistema 3D de laparoscopia capaz de apresentar imagens tridimensionais de órgãos internos durante a cirurgia, além de um aparelho laparoscópico 3D com ponta flexível - o primeiro do mundo com esta característica. A cirurgia laparoscópica é feita usando endoscópios cirúrgicos (laparoscópicos) que são inseridos no corpo através de algumas pequenas incisões no abdômen, para permitir ao cirurgião a visualização de dentro da cavidade abdominal. É uma técnica muito usada como alternativa aos procedimentos anteriores de incisão aberta. Projetado para fornecer maior precisão na cirurgia, os produtos 3D auxiliam com a imagem tridimensional transmitida no monitor do sistema. As operações são similares ao sistema de laparoscopia convencional 2D, para que os médicos fiquem rapidamente familiarizados com o sistema.

8

noticias.indd 8

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

19/04/13 16:01


Notícias

Parceria entre HCor e Ministério da Saúde completa três anos com 13 mil laudos emitidos Mais de 13 mil exames realizados pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), em todo o Brasil, receberam laudos emitidos à distância pela Central de Telemedicina do HCor - Hospital do Coração -, nos últimos três anos. A parceria firmada pelo hospital com o Ministério da Saúde busca agilizar o atendimento a pacientes com problemas cardíacos. Dos exames realizados entre 2010 e 2013, o HCor emitiu 1.418 laudos de infarto agudo do miocárdio e outros 295 que identificavam algum tipo de arritmia. Os laudos são emitidos por uma equipe especializada em até quatro minutos. Isso dá subsídio a um atendimento de urgência mais preciso, o que aumenta as chances do paciente sobreviver e reduz o risco de sequelas. Os primeiros minutos são fundamentais em casos de infarto e arritmias. Cerca de 80% das mortes por infarto acontecem nas primeiras 24 horas após o evento cardiovascular, sendo que 65% delas se concentram na primeira hora. “O projeto é um sucesso. Estamos fornecendo tecnologia de ponta e atendimento especializado para salvar vidas”, afirma o cardiologista Hélio Penna Guimarães, um dos responsáveis pelo projeto no HCor. Um pequeno aparelho, semelhante a um smartphone, transmite o exame de coração (eletrocardiograma) do paciente para a Central de Telemedicina do HCor. O sinal do equipamento, chamado de Tele-Eletrocardiografia Digital, é enviado via telefonia celular ou por uma linha fixa, com sinal de internet.

www.sonosite.la noticias.indd 9

SonoSite, Inc. Matriz Mundial 21919 30th Drive SE, Bothell, WA 98021-3904 Tel: +1 (425) 951-1200 ou +1 (877) 657-8050 Fax: +1 (425) 951-6800 E-mail: sonohq@sonosite.com

SonoSite do Brasil (NOVO ENDEREÇO) Rua Estado de Israel, No. 233, Vila Mariana, São Paulo, SP 04022-000, Brasil Tel: +55 11 99657 0164

19/04/13 16:01


Notícias

Hospital do Servidor reduz em 30% consumo

de energia e economiza R$ 2,3 milhões

C

ampanha interna realizada pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) resultou na redução em 30,6% do consumo de energia elétrica do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), na capital paulista, nos últimos três anos. O percentual representa uma economia de R$ 2,3 milhões aos cofres do Instituto. Medidas de gestão e eficiência contribuíram para o resultado obtido, tais como a troca de caldeiras elétricas por caldeiras a gás, modernização do sistema de ar condicionado e das instalações elétricas, reforma e modernização dos elevadores e reforma das cabines primárias. “A sustentabilidade é um dos quatro pilares

10

noticias.indd 10

estratégicos do Iamspe. Um hospital do porte do HSPE, com cerca de mil leitos, tem um consumo alto de energia. Por isso, é fundamental investir em processos de racionalização do uso”, afirma o superintendente do Iamspe, Latif Abrão Junior. Além disso, em 2012, foram realizadas campanhas internas de economia de água e telefone. Desde 2009, com a renegociação do contrato do Iamspe com a Sabesp, também houve redução de 20% na fatura de consumo de água no HSPE. No ano passado, a instituição deu início ao processo de contratação do projeto Pura, da Sabesp, para a realização de ações como caça-vazamentos e substituição de torneiras. A economia projetada é de mais 5%.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

19/04/13 16:01


Notícias

Fanem vence concorrência internacional para equipar UTI neonatal de novo hospital no Egito A Fanem, empresa brasileira que fabrica produtos de neonatologia, venceu uma concorrência e vai embarcar cerca de 70 de seus produtos para equipar a UTI neonatal do Al Galaa Military Hospital, que será inaugurado em abril na cidade do Cairo, Egito. “Há hoje muita receptividade para os nossos produtos no mercado internacional e estamos comemorando este negócio, sobretudo porque vencemos as principais concorrências, frente aos mais tradicionais fornecedores de equipamentos neonatais do mundo, o que confirma a qualidade e a competitividade dos produtos da Fanem no mercado internacional”, afirma Djalma Luiz Rodrigues, diretor executivo da empresa. Entre outros produtos, o Al Galaa adquiriu fototerapias da família Bilitron, produtos que empregam tecnologia 100% brasileira para o tratamento da icterícia neonatal. Desde 2004 no mercado, a família Bilitron inovou ao lançar a tecnologia Super LED, consolidando a fototerapia como uma das mais avançadas terapêuticas para tratamento de icterícia, com redução em 40% no tempo do tratamento dos bebês, em comparação com equipamentos halógenos. Atualmente a Fanem exporta seus produtos para mais de 90 países.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

noticias.indd 11

11

19/04/13 16:01


Produtos e Serviços

Sincron apresenta pêra de chamada por sopro Um dos produtos lançados recentemente pela Sincron é esta pêra, que oferece facilidade de uso e conforto para as pessoas com necessidades especiais. Ela possui superfície ultrassensível que aciona o sistema com um simples sopro, ideal para pacientes com destreza manual limitada. As pêras podem ser utilizadas com a maioria dos sistemas de chamadas de enfermagem da empresa. Entre outras vantagens que o produto apresenta estão a braçadeira ajustável, que se encaixa em qualquer alça de cama ou cabeceira, e os bicos assopradores descartáveis www.sincron.com.br

Equipamentos para terapia de sono da Philips Respironics Equipamentos para terapia do sono são sistemas que utilizam pressão positiva contínua de ar, e podem ser a principal arma no tratamento da AOS. A Philips Respironics possui diversos modelos de CPAPs e BiPAPs para melhorar o conforto e o sono do paciente e, com isso, a sua saúde. A plataforma System One (foto), por exemplo, usa tecnologia avançada para fornecer os cuidados necessários, ao mesmo tempo que facilita o gerenciamento dos dados de tratamento do paciente. Já o sistema de terapia do sono BiPAP autoSV gerencia pacientes com distúrbios respiratórios complexos do sono, combinando diversas tecnologias para reconhecer e reagir às alterações das necessidades de pressão. O BiPAP autoSV trata das apnéias e hipopnéias obstrutivas, centrais e complexas, além da respiração periódica. www.respironics.com

Linha de produtos Cleanis, com a Bace Healthcare A Bace Healthcare traz ao Brasil a exclusiva linha de produtos absorventes da empresa francesa Cleanis, que atua no mercado há 12 anos. A nova tecnologia, presente em mais de 20 países, é composta por um material superabsorvente que solidifica líquidos de maneira rápida e eficaz, reduzindo o risco de vazamentos, odores e, principalmente, infecções. Entre os produtos estão forros para comadre, vasos sanitários, sacos absorventes para vômito, assim como urinol descartável para homens - tradicionalmente conhecido como papagaio. Os artigos são ideais para a higiene em geral e, particularmente, para o combate de infecções nosocomiais, aquelas adquiridas em meio hospitalar durante a internação ou após a alta do paciente, quando este esteve hospitalizado ou passou por procedimentos médicos. Os forros da linha Cleanis podem ser hermeticamente fechados e depositados no lixo comum ou em resíduos de risco biológico se o paciente possui doença contagiosa. www.bace.com.br

12

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

produtos_servicos.indd 12

19/04/13 16:03


produtos_servicos.indd 13

23/04/13 16:04


Ficha Técnica

Cios Alpha No segundo semestre deste ano, a Siemens lança um novo C-arm para uso em cirurgia de trauma e ortopedia, entre outros. Em comparação com os dispositivos disponíveis atualmente, ele oferecerá maior potência e uma imagem completa, sem recortes, mesmo durante a rotação. Isto é possível devido aos seus novos colimadores radiográficos, que rodam em conjunto com o tubo de raios X - normalmente estacionário, o que leva a um recorte dos cantos da imagem. Com 25 quilowatts, os raios-x penetrarão na maioria dos pacientes, mesmo nos com problemas de obesidade, e a empresa promete que o novo sistema interno de refrigeração deve se manter mesmo durante longos processos. Seu sistema detector de 30x30 centímetros, combinado com a potência de 25 quilowatts, oferecerá alta resolução, imagens de alto contraste e pode cobrir as melhores estruturas na faixa de submilímetros - um recurso particularmente benéfico em cirurgias minimamente invasivas, em que cateteres e instrumentos são utilizados com frequência. O Cios Alpha também tem uma interface touchscreen, para proporcionar aos cirurgiões maior segurança e comodidade no centro cirúrgico.

Ficha Técnica Fabricante: Siemens Lançamento: 2013 Tipo de aparelho: C-arm móvel Principais diferenciais: • Novos colimadores radiográficos • Interface touchscreen

14

Panorama Hospitalar – Abril, Fevereiro, 20132013

ficha_tecnica.indd 14

19/04/13 16:03


Ideal para

APLICADOR DE SAPATILHA DESCARTÁVEL AUTOMÁTICO

Clínicas Fábricas Hospitais Escritórios Residências Laboratórios Ind. Eletrônicas Ind. Alimentícias

Higiene e conveniência 1. Fácil de usar 2. Seguro e rápido 3. Higiênico e prático 4. Dispensa eletricidade 5. Conforto na aplicação 6. Dispensa o uso das mãos

O Propé Mágico foi desenvolvido com o objetivo de facilitar a aplicação de sapatilhas descartáveis de forma prática e higiênica.

Veja vídeo demonstrativo em nosso site: www.raskalo.com.br

ficha_tecnica.indd 15

Modelo sem suporte

Modelo maleta sem suporte

Modelo com suporte

Você coloca o pé na máquina e o Propé é aplicado automaticamente.

p rodutos que embelezam

Caxias do Sul | RS | Brasil Fone|Fax: 54 3222.7778 www.raskalo.com.br vendasprope@raskalo.com.br

19/04/13 16:03


Entrevista

Daniela Albuquerque

Indicadores da ANS para hospitais

privados Por Viviam Santos

Os principais fatores dos 26 indicadores de qualidade definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, e como os hospitais podem implementar e monitorar as melhorias. Daniela Albuquerque é formada em Comunicação Social, pós-graduada em Gestão de Negócios pela Escola Superior de Propaganda e Marketing e atualmente está cursando uma especialização em Sistemas de Gestão. Ela atua há cinco anos com implementação em sistemas de gestão e possui experiência em marketing de relacionamento e planejamento estratégico de organizações.

A

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está realizando testes dos indicadores de qualidade de hospitais privados brasileiros. A fase inicial, que vai até junho deste ano, conta com a participação de 42 hospitais voluntários. Na segunda fase, a partir de julho, a avaliação se tornará obrigatória a todos os hospitais vinculados às redes das operadoras de planos de saúde. Nessa primeira etapa, cada unidade será analisada em 26 indicadores de qualidade do atendimento ao paciente em cada unidade. Os hospitais com bom desempenho receberão um certificado de qualidade da ANS, com a letra “Q”, que ficará ao lado do nome do estabelecimento na lista de prestadores de serviços que fazem parte dos livros e portais das operadoras de planos de saúde. A analista de qualidade da Templum Consultoria Online, Daniela Albuquerque, indica quais são os melhores caminhos que os hospitais podem seguir até alcançar o nível de qualidade estabelecido pela ANS, e como tais indicadores poderão transformar o setor de saúde no Brasil.

16

Panorama Hospitalar - Quais são os principais desses 26 indicadores a serem seguidos pelos hospitais? Daniela Albuquerque - Os indicadores são divididos em classes: segurança, efetividade, acesso, eficiência, equidade e centralidade no paciente. Por exemplo, em segurança, há a taxa de mortalidade institucional, taxa de mortalidade cirúrgica, neonatal, implantação de protocolos clínicos, entre outras indicações. Em eficiência, são analisadas taxa de ocupação do hospital, média de permanência do paciente, etc. Em equidade, são analisados como a pessoa com deficiência física acessa o hospital, em todos os níveis, qual é a prioridade aos indivíduos mais vulneráveis, etc. Entre outros exemplos. Dezesseis desses indicadores estipulados pela ANS são definidos como “essenciais”, ou seja, os hospitais terão que atendê-los obrigatoriamente. Os outros dez indicadores são “recomendados”, por isso são opcionais. A ANS está fazendo essa lista de indicadores para que o País chegue ao nível europeu e norte-americano; para o Brasil ter um nível mundial de excelência em saúde.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

entrevista.indd 16

19/04/13 16:05


Daniela Albuquerque

Entrevista

A ANS está fazendo essa lista de indicadores para que o País chegue ao nível europeu e norte-americano; para o Brasil ter um nível mundial de excelência em saúde.”

Panorama Hospitalar - Você acredita que os indicadores, quando cumpridos, irão melhorar os hospitais de modo geral? Daniela Albuquerque - Se o hospital tiver condições não só de monitorar esses indicadores, mas também de ter um sistema para analisar, é melhor. Porque se há um problema em algum dos indicadores, chamamos de “análise de causa raiz”, para, então, saber qual frente tomamos. Por este motivo, se o hospital tiver um sistema de gestão para analisar esses indicadores, aí sim melhoraria a condição geral do hospital. Desta forma, os indicadores se transformam em informações para a melhoria do processo. Muitos desses indicadores já são pedidos pelos órgãos responsáveis, como a Anvisa, então esses dados o hospital já possui. Porém, cada um desses indicadores agora tem uma ficha técnica, a qual o hospital deverá cumprir. Como consultoria, por exemplo, nós indicamos como ele irá manter ou melhorar esses dados, que devem ser reportados mensalmente. Se o hospital mantém a taxa de ocupação igual em um ano, por exemplo, nós temos que averiguar porque esse dado não diminuiu.

Através do indicador pode-se verificar se melhorou ou não após um período de tempo. Panorama Hospitalar - Quais são os níveis desses indicadores? Daniela Albuquerque - Cada um tem uma ficha técnica que estabelece um parâmetro, dependendo do que for. No próprio site da ANS essas informações estão disponibilizadas. Panorama Hospitalar - O gestor do hospital privado consegue fazer essas mudanças de quais formas? Ele deve contratar um serviço especializado, ou sua equipe de gestão consegue fazer isso? Daniela Albuquerque - Se ele tiver o software de gestão, que chamamos de “ERP” (sigla de “Enterprise Resource Planning”) - e normalmente os hospitais têm -, ele consegue, sim, planejar as mudanças. É só pegar as fichas técnicas e criar uma fórmula para se chegar aos dados requeridos. Para aplicar essas mudanças no hospital, por si só, já é difícil. Para se ter uma ideia, nós trabalhamos com auditorias, onde Panorama Hospitalar – Abril, 2013

entrevista.indd 17

17

19/04/13 16:05


Entrevista

Daniela Albuquerque

Tela da plataforma de interação com os clientes da Templum Consultoria Online

É super importante que o gestor entenda que é um caminho sem volta: se ele não se adequar, ele ficará fora de uma tendência mundial e deve pensar sempre no cliente. Isso está ocorrendo em todos os nichos de mercado, não só com hospitais. Quem não atender aos requisitos do cliente estará fora do mercado atual. Não é mais questão de diferencial competitivo, é questão de sobrevivência.” 18

analisamos os resultados e estabelecemos “ações corretivas”, “ações preventivas” e “oportunidade de melhoria”. Identificamos a causa raiz do problema para atuarmos nela. Se a meta está fora do que foi estipulado, temos que tomar a ação corretiva – o que está causando aquela meta fora do padrão, ou em “não conformidade”, para, então, termos um plano de ação para corrigir essa causa. No caso de um indicador bom, mas com alta probabilidade de não conformidade num futuro próximo, nós elaboramos uma ação preventiva. E há casos em que os indicadores estão bons e não há muita probabilidade de não conformidade, mas onde enxergamos uma oportunidade de melhoria. É aí que o padrão de qualidade, como a ISO 9000, encaixaria. Os pilares da proposta da ISO 9001 são atendimento aos requisitos dos clientes e melhoria contínua, e o hospital que segue esta ISO tem que comprovar, em auditorias anuais, que os resultados estão melhorando. Panorama Hospitalar - Os hospitais adequados aos indicadores receberão o selo “Q” de qualidade. O hospital que não mostrar esse selo não está cumprindo os indicadores? Daniela Albuquerque - Eles não atendem mesmo a esses requisitos. Ainda não temos a informação oficial de que poderá haver multa caso os indicadores obrigatórios não sejam cumpridos; cada caso será analisado pela ANS. Porém, a ANS cita muito

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

entrevista.indd 18

19/04/13 16:05


Daniela Albuquerque

Entrevista

A sacada da Templum é a transferência de conhecimento, para que a empresa fique dona do seu processo de melhoria. Se a empresa tem funcionários competentes para lidar com as questões de melhorias, ela consegue andar com as próprias pernas após a consultoria”. a questão do cliente. Se o cliente vê na publicação que o hospital não tem o selo de qualidade, ele pode deixar de ser seu cliente. Já que essas informações serão públicas, há este risco. Panorama Hospitalar - Qual o objetivo da Templum como consultoria online? Daniela Albuquerque - A Templum é focada no desenvolvimento de pessoas e organizações por meio de sistemas de gestão. Nós fornecemos subsídios para que a empresa atenda aos critérios estabelecidos e para que tenha uma melhoria contínua – o pilar da ISO 9000. Precisamos identificar, implementar, medir e monitorar os itens. Atendemos o Brasil inteiro através do site; a nossa plataforma é online, trazendo todas as formas de interação com o cliente. A sacada da Templum é a transferência de conhecimento, para que a empresa fique dona do seu processo de melhoria. Se a empresa tem funcionários competentes para lidar com as questões de melhorias, ela consegue andar com as próprias pernas após a consultoria. Lembrando que não é a Templum que certifica os indicadores, mas há órgãos certificadores específicos. E depois a ANS divulga essas certificações e averigua. Panorama Hospitalar - Quais são as dicas da Templum para o gestor de hospital privado que quer se adequar aos indicadores? Quais

são os pensamentos que ele deve ter em mente antes de iniciar esse processo? Daniela Albuquerque - É super importante que o gestor entenda que é um caminho sem volta: se ele não se adequar, ele ficará fora de uma tendência mundial e deve pensar sempre no cliente. Isso está ocorrendo em todos os nichos de mercado, não só com hospitais. Quem não atender aos requisitos do cliente estará fora do mercado atual. Não é mais questão de diferencial competitivo, é questão de sobrevivência. Se quiser se manter no mercado, é preciso procurar os sistemas de gestão para estar dentro ou além da conformidade requerida. Panorama Hospitalar - Você comentou sobre a ISO 9001, que não é obrigatória. Por que ela é relevante? Daniela Albuquerque - Se o hospital tem o certificado da família ISO 9000, padrão internacional de qualidade, ele tem os melhores padrões, aceitos no mundo inteiro. A gente indica que, se o hospital quer atender aos indicadores da ANS da melhor forma possível, na totalidade, implemente essa ISO. Desta forma, há o sistema completo para gerenciar todas as informações e ir além do que é obrigatório. Leva mais tempo para se aplicar do que as adequações dos 26 indicadores, mas podemos começar por eles e depois partir para os outros requisitos da ISO, e, em até em um ano, tudo fica em conformidade com os padrões internacionais. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

entrevista.indd 19

19

19/04/13 16:05


Mundo Hospitalar

EVENTO

Encontros mensais entre executivos

da área de saúde discutem principais questões do setor

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Por Renata Primavera

Business Club Healthcare foi criado este ano com intuito de promover encontros entre presidentes e diretores de empresas do segmento healthcare para a realização de negócios, parcerias e troca de informações. 20

E

m 2013, a empresa de consultoria TM Jobs concebeu o Business Club Health, um clube voltado para as empresas e executivos da área da saúde, propiciando a troca de informações, experiências e conhecimentos para a criação de boas práticas de gestão e desenvolvimento do setor. Mensalmente serão realizados encontros com temas específicos, com apresentações de especialistas na questão. “Ao reunirmos pares que vivenciam experiências semelhantes em seu dia a dia, promovemos uma interação mais assertiva acerca das principais dificuldades e soluções encontradas”, explica a diretora da TM Jobs, Tânia Machado. Em fevereiro, foi o realizado o primeiro encontro, com o tema “Planejamento Estratégico e Terceirização”, que contou com palestras de Valdir Ventura, presidente do Hospital e Plano de Saúde São Cristóvão (em São Paulo), e de Gustavo Sergio Carvalho, diretor administrativo do Hospital Vera Cruz (de Campinas), além de

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

mundo_hospitalar_Evento.indd 20

19/04/13 16:06


Entre no mundo digital com a Agfa HealthCare Perfeita solução para instituições de pequeno e médio porte que desejam migrar para o mundo digital.

CR 30-Xm

• Ideal para diferentes aplicações: Mamografia, Radiografia Geral, Ortopedia, Perna e Coluna Completa e Odontologia. • Alta qualidade de imagem para mamografia digital • Digitalizador de mesa, versátil para ambientes descentralizados • Alta eficiência no fluxo de trabalho • Fácil instalação e manutenção

C

M

Y

CM

MY

Produto registrado no MS/ANVISA sob no. 80497200010

CY

CMY

K

CR 10-X

• Ideal para aplicações de Radiografia Geral, Ortopedia, Perna e Coluna Completa e Veterinário. • Digitalizador compacto de mesa para ambientes descentralizados de Radiologia • Permite a instalação em unidades móveis • Digitalizador robusto de fácil instalação e manutenção

Saiba mais sobre Agfa HealthCare:

www.agfahealthcare.com

mundo_hospitalar_Evento.indd 21

19/04/13 16:06


Mundo Hospitalar

EVENTO

Diretor executivo do Grupo Bandeirantes, Rodrigo Lopes destacou a importância de se pensar de forma ampla a gestão.

Carlos Oyama, diretor de suplly chain do Albert Einstein, apresenta o case da entidade, que realiza a racionalização das compras alinhada à adequação da política e nível de serviço do hospital.

apresentações de especialistas de TI, que apontaram a importância da aplicação de estratégia em TI. O executivo do São Cristovão relatou as decisões que levaram a uma melhoria de 240% no resultado operacional em quatro anos. “Tivemos que mudar a cultura da instituição para conseguirmos dar essa guinada no grupo. Envolver a equipe foi fundamental”, afirmou. A visão estratégica que norteou as mudanças no grupo foi a de tornar o hospital o principal serviço da operadora de planos de saúde. “Percebemos que trocávamos custo por preço ao atender outras operadoras, e isso nos trouxe um resultado deficitário ao longo do tempo”. Este norte fez com que o hospital permanecesse com apenas duas das 42 operadoras com quem tinham contrato de prestação de serviços. Já Gustavo Sergio Carvalho discorreu sobre a experiência prática do Hospital Vera Cruz, em Campinas, com a terceirização de diversas atividades. “Essa é uma importante iniciativa para o setor. O Business Club Health proporciona a troca de experiências através de discussões que auxiliam na abertura de novos caminhos e oportunidades para os profissionais da área”. 22

O primeiro encontro do Business Club Healthcare teve como tema “Planejamento Estratégico e Terceirização”. Já o segundo foi voltado a gestão de custos na compra de materiais OPME e os desafios para equilibrar as contas” No mês seguinte, em março, o foco do encontro foi a gestão de custos na compra de materiais OPME – (órteses, próteses e materiais especiais) e os desafios para equilibrar as contas em um ambiente cada vez mais comprometido com os custos da assistência à saúde. Carlos Oyama, diretor de supply chain do Albert Einstein, compartilhou o case da entidade, que realiza a racionalização das compras alinhada à adequação da política e nível de serviço do hospital. “Como o setor hospitalar é fragmentado, reunir gestores no mesmo ambiente facilita a interação e troca de experiências em questões que, por vezes, angustiam os gestores. Dividir a prática com outras organizações e obter o feedback em um ambiente fechado e exclusivo proporciona o acesso às mais diferentes experiências, além de agregar novas informações”, explica o executivo. Outro palestrante convidado para a ocasião, Rodrigo Lopes, diretor executivo do Grupo Bandeirantes, destacou em sua apresentação a importância de se pensar de forma ampla os modelos de gestão, e não apenas os relacionados às OPME´s. “Não discutimos apenas esta questão, visamos o algo a mais”, acrescentando que “ao trabalharmos com compromisso compartilhado com a produtividade, temos confiança mútua e transparência. Também não podemos esquecer da importância da comunicação em todas as direções”. Os próximos encontros do Business Club Healthcare já estão definidos. No dia 25 de abril, o tema será “Gestão de Pessoas em Saúde”; em 16 de maio, “Gestão de Custos”. Para mais informações de como de participar dos eventos, entre no site do clube: www.bchweb.com.br.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

mundo_hospitalar_Evento.indd 22

19/04/13 16:06

A


Precisamos de um Precisamos de um Precisamos de um Precisamos Precisamos de de um um

ventilador ventilador ventilador

versátil do qual podemos versátil dorealmente qual realmente podem versátil do qual realmente podemos versátil versátil do do qual qual realmente realmente podemos podemos

depender. depender. depender. Dr. Departamento de Dr. S. Goga, Departamento de Anestesia Dr.S. S.Goga, Goga, Departamento deAnestesia Anestesia Dr. S. Departamento de Anestesia Dr.KwaZulu S.Goga, Goga, Departamento de Anestesia de Natal, África do Sul KwaZulu África do Sul deKwaZulu KwaZuludeNatal, ÁfricaNatal, doSul Sul de de KwaZuluNatal, Natal,África Áfricado do Sul

Novo Savina 300 - Feito para suas necessidades Savina 300atender - Feito às para atender às suas necessidades NovoSavina Savina Novo 300--Feito Feito para atender àssuas suas necessidades Novo Novo Savina300 300 - Feitopara paraatender atenderàs às suasnecessidades necessidades

Em todo o mundo, os ventiladores Savina têm fornecido de 400 milhões horas de de horas de Em todo o mundo, os ventiladores Savina mais têm mais dede milhões Em todo todo oo mundo, mundo, os ventiladores ventiladores Savina têm fornecido fornecido mais fornecido de 400 400 milhões milhões de400 horas de Em os Savina têm mais de de horas ventilação com qualidade. O Savina 300 possui ventilação de turbinas que lhe dá independência ventilação com qualidade. O Savina 300 possui ventilação lhede dá Em todo ocom mundo, os ventiladores Savina têmventilação fornecido de 400 milhões deque horas de independência ventilação qualidade. OSavina Savina 300 possui demais turbinas quede lheturbinas dáindependência independência ventilação com qualidade. O 300 possui ventilação de turbinas que lhe dá de infraestrutura real e proporciona ventilação avançada confiável mesmo condições infraestrutura real300 eventilação proporciona ventilação avançada e confiável mesmo em condições ventilação com de qualidade. O Savina possui ventilação deeeturbinas que lhe dáem independência de infraestrutura real e proporciona avançada confiável mesmo em condições de infraestruturadesafiadoras. real e proporciona ventilação avançada e confiável mesmo em condições desafiadoras. de infraestrutura real e proporciona ventilação avançada e confiável mesmo em condições desafiadoras. desafiadoras. desafiadoras. Para iNFormaçõeS aDiCioNaiS: www.Draeger.Com e TeL.: + 55 11e 4689-4900 Para iNFormaçõeS aDiCioNaiS: www.Draeger.Com TeL.: + 55 11 4689-4900 ParaiNFormaçõeS iNFormaçõeS aDiCioNaiS:www.Draeger.Com www.Draeger.Com e TeL.: ++ 55 55 11 4689-4900 4689-4900 Para aDiCioNaiS: Para iNFormaçõeS aDiCioNaiS: www.Draeger.ComeeTeL.: TeL.: + 55 11 11 4689-4900

Dräger. para Dräger. Tecnologia para a Vida. Dräger.Tecnologia Tecnologia paraa aVida. Vida. Dräger. Dräger.Tecnologia Tecnologiapara paraaaVida. Vida.

Anuncio_Savina_300_novo.indd mundo_hospitalar_Evento.indd 23 1 Anuncio_Savina_300_novo.indd 1 Anuncio_Savina_300_novo.indd 1

23/01/2013 19/04/13 13:21:58 16:06 23/01/2 23/01/2013 13:21:58


Mundo Hospitalar

JPR

Jornada Paulista de Radiologia traz novidades do setor de

diagnóstico por imagem Por Renata Primavera

Evento realizado pela Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico de Imagem ocorre no início de maio em São Paulo

A

43ª Jornada Paulista de Radiologia (JPR’2013), considerado o maior evento da especialidade na América Latina e o quarto mais importante do mundo, acontece de 2 a 5 de maio no Transamérica Expo Center, em São Paulo. A jornada abrigará ainda o 14º Congresso Mundial de Ultrassom em Medicina e Biologia (WFUMB 2013) e o 16º Congresso da Federação Latino-americana de Ultrassom (FLAUS 2013), ambos realizados pela primeira vez no Brasil. Os congressos são organizados pela Federação Mundial de Ultrassom em Medicina e Biologia (WFUMB), pela Federação Latino-americana de Ultrassom (FLAUS) e a pela Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (SPR).

24

Para este evento são esperadas mais de 18 mil pessoas, entre congressistas, expositores e visitantes. O conteúdo científico foi dividido em dois programas distintos - ultrassom e demais modalidades, nos quais 600 professores brasileiros e estrangeiros irão conduzir o conteúdo nas 29 salas do evento. Confira o que as principais empresas do mercado apresentarão nessa edição da Jornada Paulista de Radiologia a seguir:

GE Healthcare

A GE Healthcare apresenta suas últimas inovações na área. O novo LOGIQ E9 com XDclear possui um sistema geral de imagem versátil, capaz de auxiliar no fornecimento de imagem de excelente qualida-

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

mundo_hospitalar_jpr.indd 24

22/04/13 15:31


JPR

Mundo Hospitalar

paciente: o barulho excessivo gerado durante o exame. Os scanners convencionais podem gerar ruído acima de 110 decibéis (dBA), equivalente a shows de rock, resultando na necessidade do uso de protetores de ouvido. Com o Silent Scan, é possível realizar a digitalização de maneira quase silenciosa, reduzindo o ruído para nível de som ambiente, de aproximadamente 78 decibéis (dBA). Esse fator pode melhorar a experiência do paciente durante a realização do exame, além do equipamento gerar uma excelente qualidade de imagem.

Agfa Healthcare

Na área de Soluções IT, o destaque entre os lançamentos da Agfa Healtcare vai para o Impax Agility – nova geração de sistemas RIS/PACS desenvolvido em plataforma web. Ele possui total portabilidade para o uso em dispositivos móveis, unificando os ambientes RIS/PACS em uma mesma base de dados. Isso facilita o gerenciamento de todo o ambiente, além de uma simplificação expressiva nos processos de implementação, atualização, suporte e manutenção. Já na área de Imaging a empresa terá a demonstração dos produtos CR 10-X e o CR 30-Xm, digitalizadores compactos para ambientes descentralizados de Radiologia.

Fujifilm

de em diversos biotipos de pacientes. Além disso, o ultrassom pode ser integrado em tempo real, com imagens previamente adquiridas em tomografia computadorizada, ressonância magnética, PET ou mamografia. O XDclear combina três tecnologias de transdutores em uma só: single crystal, dissipador de calor e amplificador de sinal. Esses fatores fazem com que a profundidade e a resolução do exame aumentem em cerca de 10 centímetros. Outro lançamento da GE Healthcare será o Silent Scan, uma solução que chega para revolucionar o mercado de ressonância magnética. A tecnologia foi desenvolvida para abordar um dos obstáculos mais significativos para o conforto do

A Fujifilm participa da JPR 2013 com seu portfólio completo de produtos e soluções. “Estamos trazendo para o Brasil os mais recentes lançamentos da Fujifilm. Os clientes que nos visitarem poderão conferir as soluções que os ajudarão a expandir seus negócios, a partir da radiologia digital e telerradiologia”, diz Mauro Gondo, diretor da Fujifilm NDT. Entre os produtos apresentados está o D-EVO, um detector portátil, específico para Raios-X, que promete facilitar o trabalho dos radiologistas e trazer benefícios aos pacientes. Extremamente leve e fácil de usar, permite a visualização das imagens dos exames em apenas um segundo, proporcionando ganhos de produtividade, além de maximizar a qualidade das imagens. Já para os pacientes, a utilização de D-EVO diminui o tempo de espera e reduz a exposição à radiação, graças à tecnologia ISS (Irradiation Side Sampling) Method, que oferece imagens altamente nítidas, mesmo com doses baixas. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

mundo_hospitalar_jpr.indd 25

25

22/04/13 15:31


Case Study

Beneficência Portuguesa

Novas instalações do centro cirúrgico e Instituto do Fígado

na Beneficência Portuguesa Por Viviam Santos e Renata Primavera

Unidade em São Paulo faz constantes investimentos em tecnologia e modernização da estrutura com novidades em seu centro cirúrgico e inauguração do Instituto do Fígado, maior núcleo da especialidade no Brasil.

U

m dos hospitais mais antigos da cidade de São Paulo, fundado em 1859, a Beneficência Portuguesa de São Paulo investe constantemente em reformas e novos equipamentos para se manter como um dos principais centros de saúde privados da América Latina. Atualmente a instituição possui cerca de seis mil colaboradores e mil e quinhentos médicos, que atendem cerca de 1,5 milhão de pacientes em mais de 60 especialidades médicas. A Beneficência Portuguesa de São Paulo é composta por duas Unidades: o Hospital São Joaquim, com cinco blocos; e o Hospital São José, especialmente projetado para oferecer aos pacientes o que há de mais moderno em hotelaria hospitalar e tecnologia. Com uma área total de 143 mil metros quadrados, atualmente a Instituição é considerada também um centro de referência em transplantes. Entre 1973 e 2010, foram realizados mais de quatro mil transplantes de coração, fígado, medula, rim, pulmão, pâncreas, entre outros. O hospital também possui o maior banco de sangue privado da América Latina, essencial para a realização de transplantes. Atualmente, atende 250 doadores por dia, recebendo aproximadamente 30 mil doações por ano.

26

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 26

19/04/13 16:07


Beneficência Portuguesa

Case Study

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 27

27

19/04/13 16:07


Case Study

Beneficência Portuguesa

Uma das salas do novo centro cirúrgico, que teve um investimento de R$ 45 milhões entre a melhoria das instalações e a aquisição de novos equipamentos, todos com tecnologia avançada.

As salas do novo centro cirúrgico ocupam dois andares da Beneficência Portuguesa de São Paulo, todas projetadas para a realização de cirurgias de média e alta complexidade, além de procedimentos minimamente invasivos com sistema de vídeo, monitores suspensos, sistema de roteamento de imagens e gravação digital. Novo centro cirúrgico

A Beneficência Portuguesa de São Paulo inaugurou em março o novo centro cirúrgico, que teve um investimento de R$ 45 milhões entre a melhoria das instalações e a aquisição de novos equipamentos, todos com tecnologia avançada. Os recursos fazem parte do plano diretor, que prevê ações de modernização em toda a instituição até 2015. As salas do novo centro cirúrgico ocupam dois 28

andares da Beneficência Portuguesa de São Paulo, em uma área de mais de cinco mil metros quadrados. Todas foram projetadas para a realização de cirurgias de média e alta complexidade, além de procedimentos minimamente invasivos com sistema de vídeo, monitores suspensos, sistema de roteamento de imagens e gravação digital. As instalações foram projetadas dentro dos mais modernos padrões internacionais.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 28

19/04/13 16:07


Beneficência Portuguesa

Case Study

A Beneficência Portuguesa de São Paulo realizou em 2012 mais de 20 mil cirurgias. “Com a reforma e a modernização do espaço, o corpo clínico terá à disposição ambientes e equipamentos para a realização de cirurgias e procedimentos, compatíveis com os melhores centros cirúrgicos do Brasil e do mundo. Está previsto um aumento no número de cirurgias de todas as especialidades”, afirmou o superintendente geral da Beneficência Portuguesa, Fabio Teixeira.

Instituto do Fígado

Também em março foi finalizada a inauguração do Instituto do Fígado da Beneficência Portuguesa de São Paulo. A criação do maior núcleo especializado em doenças hepáticas do Brasil, que conta com 700 metros quadrados, foi anunciada pela instituição no final

O Instituto do Fígado dispõe de uma equipe de 134 profissionais preparados para tratar todos os tipos de doenças hepáticas, como esteatose, cirrose, câncer, além de realizar transplantes.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 29

29

19/04/13 16:07


Case Study

Beneficência Portuguesa

Dr. Ben-Hur Ferraz Neto, diretor do Instituto do Fígado, Alexandre Padilha, ministro da saúde, e Dr. Rubens Ermírio de Moraes, presidente do Hospital, durante a inauguração do Instituto do Fígado.

GPS do fígado

O

Instituto do Fígado contará com um aparelho inédito no Brasil, o GPS do fígado, usado em cirurgias para extração de câncer, mesmo em casos iniciais. O GPS utiliza o método da ablação, capaz de queimar (por radiofrequência) tumores a partir de um centímetro de diâmetro. e permite ao cirurgião visualizar o órgão em três dimensões - os aparelhos de ablação em funcionamento no País utilizam a tecnologia bidimensional sendo, portanto, menos precisos. Dependendo da localização do câncer, é possível que o procedimento seja feito com pequenos cortes com o diâmetro de uma agulha. Além do GPS, o Instituto também oferecerá o Fibroscan, equipamento para avaliação de fibrose hepática que substitui o método tradicional, ou seja, a biópsia. “É semelhante a um aparelho de ultrassonografia, e faz uma medição de ondas emitidas entre dois pontos do fígado e, pela sua intensidade, avalia o grau de fibrose do órgão”, afirma a superintendente do instituto, Fernanda Terracini.

30

de 2012. Desde então, o local passou por inúmeras mudanças, que incluem reformas na estrutura física e compra de equipamentos com tecnologia de ponta. O Instituto dispõe de uma equipe de 134 profissionais preparados para tratar todos os tipos de doenças hepáticas, como esteatose, cirrose, câncer, além de realizar transplantes. Os pacientes serão tratados com equipamentos de alta tecnologia, como o GPS do Fígado, aparelho inédito no Brasil, utilizado em cirurgias de extração de câncer (veja o box). “Este projeto foi desenvolvido para complementar a excelência no atendimento já consagrado da instituição às especialidades. Nosso intuito é modificar a história do tratamento das doenças hepáticas no País”, comentou o presidente do hospital, Dr. Rubens Ermírio de Moraes, durante o evento de inauguração. O instituto foi concebido para atender, prioritariamente, pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Brasil. A expectativa é que sejam realizados cem transplantes de fígado ainda neste ano. “O projeto foi criado para oferecer aos pacientes do Sistema Único de Saúde um atendimento de qualidade. O tratamento será individualizado e humanizado, acompanhado da expertise da equipe médica e alta tecnologia. Existem mais de 200 doenças do fígado, sendo a mais comum a esteatose, que é o excesso de gordura no órgão. Trataremos todos esses tipos de doenças, mas os transplantes são nossa prioridade”, comentou

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 30

19/04/13 16:07


Beneficência Portuguesa

Case Study

A unidade de internação do Instituto do Fígado conta com 24 leitos de enfermaria e oito leitos dedicados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) - outros oito devem ser implantados nos próximos meses.

O Instituto do Fígado foi concebido para atender, prioritariamente, pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Brasil. A expectativa é que sejam realizados 100 transplantes de fígado ainda neste ano. o Dr. Ben-Hur Ferraz Neto, um dos mais renomados profissionais nessa área, diretor do projeto e professor titular de cirurgia da PUC-SP. A unidade de internação conta com 24 leitos de enfermaria e oito leitos dedicados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento ao Sistema Único de Saúde - outros oito devem ser implantados nos próximos meses. “Ou seja, agora temos uma capacidade instalada para atendimento de 32 pacientes por dia, exclusivamente voltada para o SUS, além dos leitos da unidade privada, de saúde suplementar e pacientes particulares”, explica a superintendente do Instituto do Fígado do hospital, Fernanda Terracini. Segundo ela, o instituto ainda tem ambulatórios diários, salas de reunião e videoconferência, além de uma sala de procedimentos específicos para o fígado, na própria unidade de internação. O foco da instituição na área não terminou com a inauguração. Este mês, a Beneficência Por-

tuguesa de São Paulo promoverá o I Simpósio Internacional do Instituto do Fígado. O evento gratuito contará com a presença de renomados especialistas mundiais, como o presidente da organização não governamental “Médico sem Fronteiras”, Prof. Paul McMaster; do Reino Unido; e o chefe da Unidade de Transplantes da Universidade de Zurich, na Suíça, Prof. Pierre-Alain Clavien. O Simpósio discutirá o cenário do transplante de fígado e multivisceral no mundo, as tecnologias atuais, os protocolos e o futuro da hepatologia. Além disso, os palestrantes irão compartilhar experiências vivenciadas ao longo da carreira. Os presentes poderão acompanhar uma mesa redonda coordenada pelo Prof. Paul McMaster. “O evento tem como objetivo mostrar aos participantes quais as perspectivas da área para o futuro e compartilhar experiências realizadas no exterior que possam ser aplicadas em tratamentos no Brasil”, afirmou Ben-Hur. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Beneficência Portuguesa.indd 31

31

19/04/13 16:07


Case Study

Dr. Christovão da Gama

Hospital Dr. Christovão da Gama passa a oferecer novo serviço

de ressonância magnética e hemodinâmica

Por Renata Primavera | Fotos Marco Silva

Investimento em equipamentos Philips faz parte do plano de ampliação e melhoria da instituição, iniciado em 2008 32

N

os últimos três anos, a saúde privada na região do Grande ABC, no estado de São Paulo, passou por grandes transformações, com o fechamento de hospitais tradicionais e a chegada de grandes grupos à região, caso da Rede D’Or, responsável atualmente pelo Hospital Brasil, localizado em Santo André. Tentando ir contra essa tendência e se manter no mercado, o Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama (HMCG) optou

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Christovao da Gama.indd 32

19/04/13 16:09


Dr. Christovão da Gama

Case Study

Esses investimentos em tecnologia são essenciais para que o hospital continue a seguir sua missão, de atendimento médico através da melhoria contínua de nossos serviços, que seguimos há aproximadamente cinco anos”, afirmou Marcos Vinicio Artemtchonque, diretor técnico do hospital.”

O equipamento de ressonância magnética Ingenia de 3 Tesla, da Phillips, permite a realização do exame em menor tempo que os equipamentos convencionais.

por investir na ampliação de sua unidade e na compra de equipamentos com as mais modernas tecnologias disponíveis na área de saúde. Foram aportados R$ 35 milhões desde 2008, e a expectativa da instituição é crescer até quarenta por cento neste ano. As mudanças já começaram a surtir efeito. Com a

construção do novo prédio em seu complexo, o hospital passou a contar com mais nove mil metros quadrados de área, totalizando 18 mil metros quadrados, e seu quadro atual passa de 180 para 300 leitos. O hospital, que tinha cerca de oitocentos funcionários no ano passado, aumentou sua equipe para mil e duzentos trabalhadores. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Christovao da Gama.indd 33

33

19/04/13 16:09


Case Study

Dr. Christovão da Gama

Equipe realiza procedimento de Hemodinâmica em paciente, para análise do fluxo do sangue nos vasos.

Ressonância Magnética

Entre os grandes investimentos realizados pela instituição em 2013 está o novo serviço de ressonância magnética. O equipamento Ingenia de 3 Tesla, da Phillips, permite a realização do exame em menor tempo que os equipamentos convencionais, e com imagens com maior grau de resolução, gerando menos repetições de exames. “Esses investimentos em tecnologia são essenciais para que o hospital continue a seguir sua missão, de atendimento médico através da melhoria contínua de nossos serviços, que seguimos há aproximadamente cinco anos”, afirmou Marcos Vinicio Artemtchonque, diretor técnico do hospital. Os benefícios na utilização do aparelho da Philips são inúmeros. A nova tecnologia identifica estruturas menores que um milímetro, possibilita maior nitidez de contraste dos tecidos do sistema nervoso, e permite o estudo de vãos cerebrais, das artérias carótidas e dos demais segmentos do corpo humano. Além disso, é possível a realização de diagnósticos apurados de lesões musculoesqueléticas, diagnóstico precoce do câncer de mama, de próstata, entre outros. Segundo o médico radiologista Aldemir Humberto Soares, o equipamento de última geração, além de diagnóstico mais rápido e preciso, valoriza 34

o bem-estar do paciente. “Sua estrutura amplia o conforto ao paciente de sobrepeso e também evita a sensação de claustrofobia, já que o arco de abertura é maior nas extremidades e seu comprimento é mais curto”, disse o especialista.

Hemodinâmica

Outro equipamento adquirido recentemente pela instituição é o Allura, também da Philips. Ele é um dos mais modernos do mercado para a realização do procedimento de Hemodinâmica, que estuda o fluxo do sangue nos vasos. A tecnologia avançada permite uma grande variedade de intervenções, combinando um amplo campo de visão com detector plano de alta resolução e ferramentas avançadas para aperfeiçoar o diagnóstico e tratamentos em 3D. “Nós estamos fazendo um acompanhamento constante da evolução tecnológica. O hospital passa a fazer parte de um grupo de hospitais que atende à complexidade da área cardiológica e também na parte de exame de imagens”, complementa Artemtchonque. A Hemodinâmica oferece não apenas o diagnóstico, mas também o tratamento de doenças de alta complexidade. O procedimento consiste na introdução de

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Christovao da Gama.indd 34

19/04/13 16:09


Dr. Christovão da Gama

um cateter pela artéria femoral ou pela artéria radial, por onde é injetado o contraste que possibilita a visualização interna. Como o procedimento é minimamente invasivo, a recuperação é mais rápida e com menor risco, se comparado às técnicas cirúrgicas tradicionais. O serviço funciona 24 horas e conta com uma equipe especializada nas áreas de cardiologia, neurologia e cirurgia vascular para acompanhar o paciente durante o procedimento. O médico cardiologista responsável, Manoel Cano, afirma que o equipamento de última geração permite visualizar a artéria em alta precisão, o que resultará em um diagnóstico extremamente preciso. “Angioplastias coronarianas, cateterismo cardíaco e implante de endoproteses serão alguns dos procedimentos realizados na Hemodinâmica em relação à cardiologia”, diz o especialista. Para o médico cirurgião vascular, Celso Higutchi, os avanços na área possibilitaram a ampliação

Case Study

no número de procedimentos pouco invasivos para tratamento de patologias vasculares. “Aneurismas, obstruções de vasos, malformações vasculares e até mesmo alguns tipos de tumores podem ser tratados sem a necessidade da cirurgia convencional”, acrescenta Higutchi. Na área de neurorradiologia intervencionista o equipamento permite o tratamento de malformações arteriovenosas e derrames cerebrais, além de aneurismas, segundo o neurologista José Guilherme Caldas. “O equipamento contribui de forma inquestionável na obtenção de melhores resultados no atendimento neurológico”. A preferência por equipamentos Philips é decorrente de parceira entre a empresa e o hospital, como explica Artemtchonque: “Nós já possuíamos equipamentos Philips, incluindo as soluções integradas em todo o sistema de informação, de prontuário eletrônico, entre outros”. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

Christovao da Gama.indd 35

35

19/04/13 16:09


Espaço Gestor

Internet

Agendamento

de consultas

online

Por Viviam Santos

Sites e plataformas para dispositivos móveis oferecem serviços para clínicas, médicos e pacientes, para facilitar o processo de agendamento de consultas através da internet. 36

C

ada vez mais surgem novas plataformas para auxiliar a relação entre médicos e pacientes, a fim de facilitar o canal de comunicação e informatizar os dados, resultando em agilidade de consultas e agendamentos. Esse é o caso de novos sites para agendamento de consultas. Qualquer profissional da saúde que atenda em consultório e tenha registro em seus respectivos conselhos pode se cadastrar no site (médicos, dentistas, nutricionistas, fisioterapeutas, entre outros), informando suas especialidades, e o paciente também se cadastra nos sites para ter acesso ao profissional de saúde que deseja, através de filtros como especialidade e região. Além disso, há a diminuição de outro problema comum em consultórios: o não comparecimento do paciente no horário de consulta. O YepDoc e o AvalDoc são dois sites com este fim. O YepDoc foi fundado pelo administrador de empresas Guilherme Pizzini e começou a operar em

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_agendamento.indd 36

19/04/13 16:12


Internet

Espaço Gestor

Detalhes da interface de usuário do YepDoc e Avaldoc

abril de 2012. O fundador do site sentiu a necessidade no País após atuar em empresas da indústria farmacêutica e tomou como base um modelo norte-americano: “Trabalhei por alguns anos na indústria farmacêutica e acompanhava o dia-a-dia de médicos, pacientes e secretárias. Quando conheci o modelo de negócios criado por uma empresa americana, não tive dúvidas de que se encaixaria na realidade brasileira. Fizemos adaptações que hoje nos permitem dizer que o YepDoc ajuda a melhorar o desempenho dos consultórios médicos, odontológicos e de profissionais que atuam na área da saúde de uma maneira geral. Essas adaptações surgiram ao percebermos que os profissionais dessa área, em sua grande maioria, não possuíam boas práticas de administração”. O AvalDoc foi fundado em junho de 2012 por quatro sócios: Fernando Fusaro da Silva Pares, David Fusaro da Silva Pares, Evandro Lima e Vicente Barbur Neto. “A ideia surgiu quando um colega de faculdade

e eu tentávamos saber como solucionar o problema de horários ociosos em alguns consultórios e, ao mesmo tempo, a dificuldade de pacientes em encontrar esses horários que estavam livres. Por telefone, esse procedimento fica difícil, pois demanda um número grande de ligações e um tempo enorme”, explica um dos fundadores, o médico David Pares. Ambos os sistemas são baseados em website, por isso basta ter uma conexão na internet para também acessá-los através de dispositivos móveis, como smartphones e tablets. O AvalDoc, atualmente, tem aproximaPanorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_agendamento.indd 37

37

22/04/13 15:44


Espaço Gestor

Internet

Serviço Avaldoc: www.avaldoc.com.br YepDoc: www.yepdoc.com.br

Nos sites Avaldoc e YepDoc é possível que um paciente encontre médicos e outros profissionais de saúde e visualize os horários disponíveis, para, então, agendar sua consulta”. damente 100 mil acessos por mês ao site e mais de duas mil consultas agendadas e realizadas por mês. O YepDoc garante que esse número aumenta gradativamente. Nos dois sites é possível que um paciente encontre médicos e outros profissionais de saúde e visualize os horários disponíveis, para, então, agendar sua consulta. No AvalDoc, o paciente pode filtrar essa busca por localização ou convênio que o profissional atende. Quando isso é feito, o médico recebe uma notificação. “Algumas horas antes da consulta, confirmamos essa consulta com o paciente através de um SMS, o que diminui outro problema que os profissionais da saúde têm, do não comparecimento”, afirma Pares. Além de marcar presença na internet - com um perfil profissional completo com fotos, formação, descrição, e horários de atendimento -, os sites são “uma ferramenta de gestão importante, que diminui custos, alivia o trabalho das secretárias e otimiza o tempo da clínica”, complementa o fundador. O YepDoc segue a mesma ideia, mas foca seu serviço em três serviços diferentes: inclusão na web, gestão da agenda e lembrete de consultas. “A inclusão cria e disponibiliza o site dos profissionais na internet, assim eles podem expor seus currículos, imagens de suas clinicas e horários disponíveis para atendimento, o que permite aos pacientes agendar consultas 24 horas por dia, sete dias por semana. Com a gestão de agenda, nós identificamos que entre 10 e 15% dos pacientes que agendam uma consulta simplesmente não comparecem. Através desse serviço, confirmamos a presença dos pacientes, via e-mail, SMS e telefone, reduzindo o índice a 2%. Já com o lembrete de consultas 38

C p e d p O fundador do site YepDoc, Guilherme Pizzini, sentiu a necessidade no País após atuar em empresas da indústria farmacêutica e tomou como base um modelo norte-americano

M m C C | C L M

identificamos, junto aos médicos, que boa parte dos pacientes normalmente não retorna dentro do prazo estipulado para consultas de rotina ou preventiva, que são aquelas consultas feitas com o objetivo de identificar algum problema em estágio inicial. Para essas situações criamos o lembrete, que envia SMS em data pré-programada, solicitando que o paciente agende uma nova consulta”, exemplifica Pizzini. Cada tipo de serviço tem um valor, pago mensalmente. Pizzini afirma que há mais procura dos pacientes por médicos ginecologistas e por dentistas - que são os profissionais mais cadastrados no YepDoc. No AvalDoc não é diferente, mas assim como os ginecologistas, também são bem procurados os oftalmologistas, dermatologistas e endocrinologistas e, segundo Pares, por este motivo são os profissionais com maior número de cadastros. Os planos desses sites são de melhorias para evoluir o sistema e, ao longo prazo, tornarem-se ferramentas indispensáveis nos consultórios – mesmo que seja através de software instalado no computador. Os fundadores do AvalDoc lançam atualizações e melhorias no sistema semanalmente. “Um de nossos objetivos é otimizar a gestão de clínicas e consultórios, e nosso sistema, em breve, oferecerá uma ferramenta muito mais robusta para auxiliar o profissional da saúde, nessa área que não temos uma boa formação, e deixar com que se preocupe menos com a administração da clínica, onde o enfoque é o cuidado com o paciente”, diz o médico fundador. O YepDoc tem como próxima etapa, por sua vez, oferecer seus serviços em todo o País e, em seguida, em toda a América Latina.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_agendamento.indd 38

19/04/13 16:12


multiline Versátil. Projetado para a sua necessidade.

Carro de procedimentos especiais, desenvolvido para você. Mudando os acessórios, você tem o mesmo carro com diferentes funções: Carro de Anestesia | Carro de Isolamento | Carro de Curativo | Carro de Medicamentos | Carro de Emergência | Carro de Terapia | Carro para Artroscopia | Carro para Beira de Leito | Carro para Áreas Críticas | Carro para Materiais

c arus

Quando você precisar saiba com quem contar.

Indispensável para o profissional nos momentos de emergência.

Fácil de manobrar, com um corpo em polímero de alta resistência e estrutura em tubos de aço. Possibilita o acesso simultâneo de várias pessoas ao mesmo tempo. Possui um corpo leve e resistente e uma estrutura forte que suporta cargas elevadas.

Projetos desenvolvidos especialmente para auxiliar na recuperação do paciente. Com designer arrojado, é um carro leve e fácil de movimentar, projetado para maximizar o espaço e a produtividade. Na linha pediátrica, com cores e figuras lúdicas, acompanha a decoração e torna o ambiente mais agradável, trazendo maior facilidade ao profissional nos cuidados com a criança. Um carro que auxiliará na humanização do tratamento.

Fone: 55 (11) 36452226 | Fax: 55 (11) 38319741 w w w.healthmoveis.com.br

esp_gestor_agendamento.indd 39

peagade

Detalhes fazem toda a diferença, tornando o ambiente bonito, moderno e humano.

Fabricado no Brasil

19/04/13 16:12


Espaço Gestor

livro

Desafios da gestão estratégica

em serviços de saúde

Por Viviam Santos

Livro é indicado para gestores do setor de saúde que querem ter conhecimentos para desenvolverem metas e manterem alto nível através de gestão estratégica. 40

A

Fundação Dom Cabral (FDC), o Hospital Sírio Libanês e a Editora Campus/Elsevier lançaram ao fim de 2012 o livro “Desafios da Gestão Estratégica em Serviços de Saúde”. A obra foi organizada pela professora da FDC Luciana Faluba Damázio e por Carlos Alberto Gonçalves, professor associado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A publicação de 248 páginas tem como objetivo discutir os desafios da gestão estratégica nos serviços de saúde, apresentando temas que abrangem um grande espectro de conhecimento, para os gestores deste campo de trabalho. De acordo com a autora Luciana Damázio, o livro é também destinado aos gestores de serviços de saúde em formação. “O trabalho é considerado oportuno diante da relevância do assunto, especialmente considerando-se a dinâmica das transformações que

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_livro.indd 40

19/04/13 16:13


livro

vem ocorrendo no contexto da saúde e a consequente necessidade de leitura nesse ambiente e adaptação das organizações”, diz ela. A autora considera que um dos pontos fortes desse trabalho é a seleção dos autores, “que foi criteriosa e levou em consideração tanto a experiência prática quanto a acadêmica”. O resultado é um time composto por profissionais da área da gestão e da área da saúde. “Essa combinação permite olhares complementares para o tema, em gestão estratégica de serviços de saúde”, complementa. Para o desenvolvimento do livro foi feita uma ampla pesquisa com os gestores das principais instituições de saúde do país, a fim de estabelecer o perfil de competência desse gestor, que orientou o desenvolvimento da proposta. “Isso permitiu conhecer as especificidades e particularidades do setor”, afirma a professora. Essa parceria resultou em diversos programas para formação de gestores e executivos de instituições de saúde, tanto do setor público quanto do setor privado. “Tratam-se de soluções educacionais inovadoras, que utilizam estratégias de ensino-aprendizagem de ponta, com conteúdos de gestão totalmente focados no contexto do setor de saúde. Dentre eles, destaca-se o Programa de Gestão da Atenção à Saúde, uma especialização lato sensu, do qual sou coordenadora; e também o Mestrado em Inovação e Tecnologia em Saúde, do qual sou professora”, comenta. O outro autor, Carlos Alberto Gonçalves, é doutor em Administração pela Universidade de São Paulo (USP) em 1986 e atualmente é professor associado da UFMG e Fumec, desenvolvendo também diversos trabalhos acadêmicos e outras publicações. Atua na área de administração, com ênfase em estratégia das organizações e mercadologia. Neste livro, a discussão inicia-se a partir do macroambiente dos serviços de saúde, incluindo os públicos relevantes e os tipos de relacionamento das organizações de saúde. Há a análise sobre a gestão estratégica em serviços de saúde, que combina o entendimento do macroambiente com a análise do ambiente interno desses serviços. A partir disso é desenvolvida uma discussão sobre o ambiente interno do negócio, analisando tópicos relacionados à estrutura, sistemas e processos internos. “Indicadores de desempenho também estão contemplados, visto que se tornaram ferramentas fundamentais no processo de implementação e aprimoramento da estratégia. E, ainda, uma análise reflexiva sobre o desenvolvimento tecnológico e de ino-

Espaço Gestor

Livro “Desafios da Gestão Estratégica em Serviços de Saúde”.

vações no campo da gestão em saúde, explorando o cenário nacional em relação às oportunidades e obstáculos na relação tecnologia e inovação na gestão em saúde e competitividade voltada à agregação de valor aos usuários”, explica Damázio. O livro finaliza com uma breve discussão sobre a sustentabilidade. “Dessa forma, espera-se percorrer os principais desafios da gestão estratégica em serviços de saúde, levando o leitor a reflexões pertinentes, que possam impactar a sua prática profissional”.

Os desafios da gestão em saúde A autora do livro comenta que o setor de saúde cresceu muito e experimentou um alto nível de desenvolvimento tecnológico. Por ser um setor complexo, exige níveis elevados de capacitação, lida com tecnologia de ponta e envolve diversas instituições com interesses distintos. “O sistema de saúde vigente na grande maioria dos países está longe de atender às demandas instaladas. No Brasil, não é diferente; o que se verifica na prática é uma demanda maior do que a oferta de serviços de saúde na rede pública”, diz Damázio. Panorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_livro.indd 41

41

19/04/13 16:13


Espaço Gestor

livro

A publicação tem como objetivo discutir os desafios da gestão estratégica nos serviços de saúde, apresentando temas que abrangem um grande espectro de conhecimento, para os gestores deste campo de trabalho.” Para ela, a lacuna das demandas da rede pública é preenchida pela saúde suplementar, ou seja, a participação da iniciativa privada no sistema de saúde brasileiro, por meio das operadoras de planos de assistência à saúde, que financiam os tratamentos, diante do alto custo dos mesmos. “De um lado, há os serviços de saúde públicos com excesso de demanda. De outro lado, serviços de saúde da rede privada lidando com empresas operadoras de planos de saúde, que intermediam a relação com o usuário e possuem, dessa forma, certo grau de controle sobre a demanda. A própria demanda dos serviços de saúde possui uma dinâmica muito específica, visto que o usuário adquire seus serviços em função de uma necessidade real e, muitas vezes, não desejada”, lembra. Damázio também lembra que os serviços de saúde no Brasil - a exemplo do que ocorre em diversos países - “enfrentam outros grandes desafios diante de mudanças ocorridas no contexto ambiental”. Alterações no perfil demográfico do país (redução da taxa de natalidade, aumento da expectativa de vida e processo de urbanização) exigem, cada vez mais, ações de saúde voltadas para a idade adulta e para a terceira idade, que utilizam esses serviços com maior intensidade e, consequentemente, geram maiores custos. “Junto com isso, mudanças no perfil das doenças vêm demandando a adoção de novos tipos de tratamentos, equipamentos, tecnologias, intervenções e, portanto, de novos investimentos”, nota. Para atender a esse contexto de mudanças, a autora indica que é preciso uma adequação por parte dos serviços de saúde, e de alto nível de capacitação dos seus gestores, que permita atender às novas demandas instaladas. O que é uma boa gestão em saúde? A autora explica: “Uma boa gestão é aquela que consegue desenvolver uma boa análise do contexto no qual a sua organização está inserida, avaliando as alterações nas variáveis macroambientais, para fornecer insumos para a elaboração da estratégia. Para isso, é importante estar ligado nos acontecimentos e possuir bons 42

Luciana Damázio, coautora do livro.

canais de informação, preferencialmente estruturados, que possam constantemente monitorar as variações do ambiente externo da organização”. A partir disso, é importante elaborar ou rever a estratégia, que permita que a organização atinja seus objetivos. “É preciso também conhecer e monitorar os diversos aspectos do ambiente interno da organização, a fim de propor planos de ação e indicadores de desempenho, que irão viabilizar a implementação da estratégia”, acrescenta. Para garantir que a boa gestão seja constante, a autora do livro sugere que o gestor tenham formações e capacitações especializadas em administração e negócios. “Diante da complexidade do setor de saúde e de suas instituições, os gestores de serviços de saúde precisam ser altamente capacitados em conteúdo e práticas de gestão, sejam eles médicos ou não. Para aqueles que não são profissionais da área de saúde, sempre existe a possibilidade de ter um bom consultor da área médica para assuntos específicos, caso haja necessidade”. A especialização na área diferente do gestor, segundo ela, garante a qualidade técnica do serviço. A professora alerta: “É fundamental para um serviço de saúde e também é tarefa do gestor. Afinal, condutas de gestão equivocadas podem levar a grandes prejuízos e até à falência da organização”. A prática da gestão estratégica é a chave para o negócio em saúde: “O gestor precisa compreender as condições de mercado sob as quais opera, obtendo informações sobre o que acontece a seu redor - demanda, concorrência, regulação - e combinando tudo isso com a complexidade da sua organização, para garantir a sua sobrevivência no mercado, com retornos acima da média. Exatamente por isso precisam ser altamente capacitados em gestão”, finaliza.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

esp_gestor_livro.indd 42

19/04/13 16:13


R

R R

242o24so4oss anaann

Inovando Inovando Inovando com com Tecnologia com Tecnologia Tecnologia (Desde (Desde (Desde 1989) 1989) 1989)

Acondicionamento Acondicionamento Acondicionamento Térmico Térmico Térmico parapara Alimentos para Alimentos Alimentos

AA ALBAN, AALBAN, ALBAN, fundada fundada fundada háhá 24 há24 anos, 24anos, anos, sempre sempre sempre buscando buscando buscando novas novas novas tecnologias tecnologias tecnologias para para para melhorar melhorar melhorar o oo processo processo processo dentro dentro dentro dos dos dos hospitais hospitais hospitais e preocupada e epreocupada preocupada com com com o bem-estar o obem-estar bem-estar e satisfação e esatisfação satisfação dos dos dos pacientes, pacientes, pacientes, oferece oferece oferece osos melhores os melhores melhores produtos produtos produtos emem acondicionamento em acondicionamento acondicionamento térmico térmico térmico individual individual individual para para para alimentos. alimentos. alimentos. Prato Prato Prato Térmico Térmico Térmico Infantil Infantil Infantil

Bandeja Bandeja Bandeja Térmica Térmica Térmica Gourmet Gourmet Gourmet

Linha Linha Linha dede produtos deprodutos produtos Bandejas Bandejas Bandejas de café de de café dacafé manhã da da manhã manhã Bandejas Bandejas Bandejas lisaslisas lisas Bandejas Bandejas Bandejas térmicas térmicas térmicas Bules Bules térmicos Bules térmicos térmicos Canecas Canecas Canecas térmicas térmicas térmicas comcom e com sem e sem etampa sem tampa tampa Carros Carros Carros de aço de de aço para aço para transporte para transporte transporte fechados fechados fechados e abertos e abertos e abertos

Talheres Talheres Talheres descartáveis descartáveis descartáveis Carro Carro Carro de Transporte dede Transporte Transporte Aberto Aberto AbertoCarros Carros Carros de aço de de aço térmicos aço térmicos térmicos refrigerados refrigerados refrigerados A GRANEL A GRANEL A GRANEL E KITS E KITS E KITS Clorin Clorin Clorin - Higienização - Higienização - Higienização de água de de água eágua e e alimentos alimentos alimentos

BuleBule Térmico Bule Térmico Térmico

Descartáveis Descartáveis Descartáveis parapara as para bandejas as as bandejas bandejas Embalagens Embalagens Embalagens MultiMulti Uso Multi Uso Uso Garrafas Garrafas Garrafas térmicas térmicas térmicas Identificadores Identificadores Identificadores de dietas de de dietas dietas KitsKits deKits talheres de de talheres talheres e copos e copos e copos descartáveis descartáveis descartáveis Máquinas Máquinas Máquinas de lavar de de lavar louças lavar louças louças e bandejas e bandejas e bandejas Pratos Pratos Pratos térmicos térmicos térmicos

Carro Carro Carro de Aço dede Aço Térmico Aço Térmico Térmico Refrigerado Refrigerado Refrigerado para para Transporte para Transporte Transporte de Bandejas dede Bandejas Bandejas

Suporte Suporte Suporte BD BD 14 BD para 14 14 para paraRodas Rodas Rodas Maciço Maciço Maciço Macia Macia Macia carro carro térmico carro térmico térmico

Suporte Suporte Suporte parapara bule para bule e bule garrafas e garrafas e garrafas térmicas térmicas térmicas Suporte Suporte Suporte parapara copos para copos copos e potes e potes e de potes de de sobremesa sobremesa sobremesa Suportes Suportes Suportes parapara refeição para refeição refeição na cama na na cama cama Xícaras Xícaras Xícaras térmicas térmicas térmicas

2020-4500 2020-4500 2020-4500

Tel.: Tel.: Tel.: (11) (11) (11) E-mail: E-mail: E-mail: Vendas@alban.com.br Vendas@alban.com.br Vendas@alban.com.br Visite Visite Visite nosso nosso nosso site site site

www.alban.com.br www.alban.com.br www.alban.com.br Stand Stand Stand ALBAN ALBAN ALBAN 2012 2012 2012

Venha Venha Venha nos nos nos visitar visitar visitar nana na FEIRA FEIRA FEIRA HOSPITALAR HOSPITALAR HOSPITALAR 2013 2013 2013 2121 21 aa 24 a24 24 dede de Maio Maio Maio - Das - -Das Das 12h 12h 12h àsàs 21h às21h 21h Expo Expo Expo Center Center Center Norte Norte Norte - Pavilhão - -Pavilhão Pavilhão Azul Azul Azul - Rua - -Rua Rua D/C D/C D/C Deus Deus Deus é Fiel! é Fiel! é Fiel!

esp_gestor_livro.indd 43

19/04/13 16:13


Ponto de Vista

Marketing

Os 5 D’s da Gestão do Marketing de Serviços

em Hospitais

N

ão é de hoje que se discute a complexidade de administrar um hospital, tanto no meio acadêmico quanto no meio produtivo. Toda essa discussão não é à toa; os hospitais são, em realidade, organizações extremamente difíceis de gerir. Que o diga Peter Drucker, um dos mais respeitados pensadores de gestão que já existiu, que em 1975 afirmava que “poucos processos industriais são tão complicados quanto o hospital”. Vários outros pensadores discutem a complexidade que é administrar um hospital, porém, gostaria de destacar também o pensamento de outro ícone da gestão, um dos maiores pensadores vivos da administração no mundo, Henry Mintzberg, que afirmou que “administrar a mais complicada corporação deve ser quase brincadeira de criança quando comparada à administração de qualquer hospital”. Toda essa complexidade advém da natureza de uma organização hospitalar, pois a mesma é composta por várias situações de origens interna e externa. Internamente podemos citar: 1) o leque de profissões que atuam no hospital, onde cada uma contém suas diretrizes e prioridades; 2) o caráter urgente das decisões; 3) os diversos níveis de graduação; 4) a diversidade de negócios numa só organização; 5) o caráter ininterrupto do serviço; 6) o alto custo em manter os serviços funcionando com qualidade; 7) a diversidade de interesses, etc. No ambiente externo, a complexidade assume uma proporção ainda maior, pois o hospital lida com questões alheias à sua vontade, que na maioria das vezes extrapolam seus limites de governabilidade. São problemas oriundos das relações com as fontes pagadoras, seja o Sistema Único de Saúde ou a Saúde Suplementar, das mudanças na política econômica, das variações demográficas, da interferência da indústria farmacêutica e tecnológica, das variações epidemiológicas da população atendida, da movimentação da concorrência, dentre tantas outras origens. Tais problemas, tanto de origem interna quanto externa, geram uma necessidade de métodos de gestão, principalmente gestão mercadológica. Utilizando minha experiência como gestor em saúde e acadêmico-pesquisador dessa magnífica área, idealizei um modelo que visa facilitar o hospital na sua gestão de marketing, modelo este que estará se transformando em livro muito em breve - chama-se “Os 5 D´s do Marketing Hospitalar”, ou seja, Diagnosticar, Definir, Desenvolver, Desempenhar e Devolver, explicado, de maneira resumida, a seguir:

44

André Carneiro é doutor em Administração com ênfase em Marketing no Setor de Saúde. Professor, Pesquisador e Prático da Administração, ele possui vasta experiência no Mercado de Saúde.

1. Diagnosticar: esta função diz respeito à capacidade que o hospital tem que ter para identificar oportunidades de mercado, bem como verificar também possíveis ameaças. Sem esta função, todo o planejamento hospitalar fica comprometido, pois ela é o alicerce de todas as outras funções. Cabe ao gestor hospitalar, ao realizar o diagnóstico, analisar principalmente as seguintes questões: Análise do Perfil Epidemiológico, Análise das Fontes Pagadoras, Análise dos Segmentos de Mercado, Análise da Concorrência, Análise da Cadeia de Fornecimento, Análise de Preços, Análise da Satisfação dos Clientes, Análise da Participação no Mercado, Análise das Unidades de Negócio e Análise Comportamental e Psicográfica dos Clientes. 2. Definir: esta função tem como papel principal o de decisão, ou seja, o de priorização de ações a serem desenvolvidas pelo gestor hospitalar. No ambiente hospitalar, muitos são os desejos para investimentos, mas cabe ao gestor tomar a decisão correta sobre eles. A má aplicação dos recursos gera dois grandes problemas para o hospital: baixos resultados financeiros e pouca resolutividade na assistência. Para tomar uma decisão mais próxima do ideal, cabe ao gestor hospitalar analisar quais as ações que irão gerar um

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

ponto_de_vista.indd 44

19/04/13 16:13


www.vpgroup.com.br contato@vpgroup.com.br Solicite uma visita: (11) 4197-7500 comunicação integrada

ponto_de_vista.indd 45

19/04/13 16:13


Ponto de Vista

Marketing

is Externas ao Hospit e v á i r al Va Diagnóstico

definição

desenvolvimento desempenho

devolução

Vari áv

e i s I n t e r n a s d o H o s p it a l

maior resultado e priorizá-las, com resultados que podem ser assistenciais, financeiros, mercadológicos etc. A tomada de decisão é o fator-chave nesta fase, em que o gestor necessitará de um leque de informações gerenciais para exercer seu papel, com uma dependência direta da etapa anterior; ou seja, uma boa definição dependerá de um bom diagnóstico. 3. Desenvolver: esta função tem como papel principal o desenvolvimento dos planos de ação. Esses planos são alimentados pelas definições anteriores. Tais planos têm o objetivo de clarificar as decisões em ações práticas, definindo as ações, responsáveis, prazos, orçamentos, indicadores e metas. São ações de desenvolvimento: planejamento do desenvolvimento de novos serviços e produtos, planejamento da comunicação, planejamento da política de preços, planejamento da distribuição dos serviços (acesso e comodidade), planejamento das pessoas, planejamento dos processos e planejamento do ambiente físico. 4. Desempenhar: caberá ao gestor nesta função simplesmente agir. Ou seja, esta função contempla a implementação das ações planejadas na função anterior. Essa etapa tem um papel fundamental nos resultados, pois, caso a mesma não seja desempenhada a contento, 46

o resultado não aparecerá. Ela tem o papel principal de execução das ações planejadas. Inclui-se aqui o lançamento e a implementação do serviço, é a fase de materialização do que foi planejado (desenvolvido). 5. Devolver: esta etapa tem como principal função a análise dos resultados. Nesta fase, os indicadores de mercado ocupam um papel essencial. O gestor hospitalar deve comparar o desempenho alcançado com as ações planejadas anteriormente. As devolutivas servirão de inputs para o novo ciclo de ações. São indicadores essenciais de marketing a Satisfação de Clientes, a Participação de Mercado, a Lucratividade por Serviço, Taxa de Ocupação, entre outros. Os resultados obtidos e mensurados pela função desenvolver são, ao mesmo tempo, saídas e insumos para o reinício do processo. Todas essas etapas não podem ser visualizadas de maneira isolada, mas sim de maneira sistêmica e cíclica para funcionar adequadamente. Na gestão não existem fórmulas mágicas de sucesso, por isso, não proponho aqui uma solução instantânea. Cada hospital tem suas particularidades, por isso este modelo na verdade é um método que irá auxiliar o hospital na sua estratégia de crescimento de mercado.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

ponto_de_vista.indd 46

19/04/13 16:13


20ª Feira Internacional de Produtos, Equipamentos, Serviços e Tecnologia para Hospitais, Laboratórios, Farmácias, Clínicas e Consultórios

21a 24 maio 2013

Expo Center Norte SÃO PAULO

Participe deste grande momento da saúde n Lançamentos de 1.250 empresas n Expositores de 35 países n Novos produtos e serviços

Informação e Conhecimento HOSPITALAR realiza simultaneamente mais de 60 congressos, seminários, jornadas e reuniões setoriais focadas em gestão.

Peça já sua credencial para visitar a feira No portal www.hospitalar.com, clique em Peça sua Credencial.

NOVIDADE!

Tudo sobre a HOSPITALAR na palma da sua mão com o aplicativo para celular e tablets Baixe agora

Empreendimento

Gestão e Realização

http://www.hospitalar.com/appios

Tudo sobre a feira:

www.hospitalar.com

ponto_de_vista.indd 47

www.hospitalar.com/appandroid

visitantes@hospitalar.com.br Tel.: (11) 3897-6158/6178/6192 @hospitalarfeira Siga-nos:

19/04/13 16:13


Update

Educação

MBA em Saúde

com Ênfase na Gestão

de Clínicas e Hospitais

A

Fundação Getúlio Vargas (FGV) oferece anualmente o “MBA Executivo em Saúde com Ênfase na Gestão de Clínicas e Hospitais” em duas de suas unidades em São Paulo (SP), de março a abril. O curso tem duração de 22 meses, com 456 horas/aula. O MBA destina-se aos profissionais com formação de nível superior, com dois anos de experiência profissional relevante que exerçam ou pretendam exercer funções de liderança em clínicas, hospitais, laboratórios, seguradoras, planos de saúde e cooperativas de saúde. O objetivo do curso é desenvolver nos participantes uma visão sistêmica abrangente a longo prazo, a fim de tornar o gestor um bom negociador, desenvolvedor de equipes, mudanças e conflitos, com a competência de trabalhar com planos, ações e resultados. O curso ainda pretende mostrar a importância de analisar cenários para a tomada de decisões com

48

update.indd 48

mais consistência, considerando as peculiaridades inerentes aos serviços de saúde e, neste contexto em particular, as clínicas, hospitais, laboratórios, seguradoras, planos e cooperativas de saúde. Basicamente, as disciplinas do curso vêm da área de gestão e administração, mas com ênfase à área da saúde e subdivididas em núcleos diferentes durante o MBA. Dentre elas: “Gestão dos Serviços em Saúde”, “Aspectos Jurídicos em Saúde”, “Gestão de Custos em Saúde”, “Contabilidade para Executivos em Saúde”, “Gerenciamento de Casos e Medicina Baseada em Evidências”, “Negociação, Administração de Conflitos e Gestão da Mudança em Clínicas e Hospitais”, entre outros. Cada aluno deverá fazer um trabalho de conclusão de curso (TCC), apropriado aos objetivos do programa. Para obter mais informações, acesse o site http://mgm-saopaulo.fgv.br.

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

19/04/13 16:14


O MELHOR DA TECNOLOGIA E GESTテグ HOSPITALAR, na plataforma que vocテェ escolher:

Revista digital

|

Portal web

|

Redes sociais

siga-nos em: facebook.com/panoramahospitalar

twitter.com/PanoramaHosp

www.revistapanoramahospitalar.com.br update.indd 49

19/04/13 16:14


Agenda

fique por dentro

abril Highlights of ASH na América Latina 2013 Highlights of ASH na América Latina 2013 é um encontro promovido pela Sociedade Americana de Hematologia (ASH) e Sociedad Chilena de Hematología para que especialistas de renome mundial apresentem as pesquisas mais relevantes da 54ª Reunião e Exposição Anual, que podem proporcionar atendimento de alto nível para os pacientes.

25 e 26 de abril Local: CentroParque Santiago, Chile www.hematology.org/Meetings/Highlights/7037.aspx

maio 7º Simpósio Internacional de Endoscopia Digestiva Especialistas nacionais e internacionais estarão reunidos para a 7ª edição do Simpósio Internacional de Endoscopia Digestiva, um dos mais importantes eventos científicos do calendário Sobed. Nesta edição estarão presentes temas relevantes da especialidade, discussões de casos clínicos, sessões de vídeos e transmissão ao vivo do California Pacific Medical Center.

Jornada Paulista de Radiologia A Jornada Paulista de Radiologia é considerada o principal evento de Diagnósticos por Imagem da América Latina e o quarto maior do mundo. Ela se destaca pela quantidade de visitantes, provenientes de diversas partes do mundo, e pelo alto nível científico, já que reúne conferencistas nacionais e internacionais de renome, e temas que refletem as mais recentes descobertas da atualidade. 2 a 5 de maio Local: Transamérica Expo Center São Paulo, SP www.spr.org.br/jpr

Africa Health 2013 Feira dedicada a todos os profissionais de saúde e os compradores comerciais médicos, e que, este ano, contará com a primeira participação brasileira, num pavilhão com 90 metros quadrados, com objetivo de abrir o mercado africano e iniciar uma visibilidade do setor médico brasileiro neste continente. 8 a 10 de maio Local: Johannesburg Expo Centre Joanesburgo, África do Sul www.africahealthexhibition.com

Hospitalar 2013 Feira internacional de produtos, equipamentos, serviços e tecnologia para hospitais, laboratórios, farmácias, clínicas e consultórios.

2 e 3 de maio Local: Hotel Pestana Salvador, BA

21 a 24 de maio Local: Pavilhões do Expo Center Norte São Paulo, SP

www.sobed.org.br/web/medico/unico.aspx?id_secao=354

www.hospitalar.com/hospitalar/infos.html

50

agenda.indd 50

Panorama Hospitalar – Abril, 2013

19/04/13 16:15


Liderando oomercado mercado de vídeo Liderando Liderando o mercado de de vídeo vídeo Liderando Liderando oomercado mercadode devídeo vídeo de vídeo Liderando o ,mercado de vídeo juntos ,no no país de em rede juntos juntos , no país país de de em em rede rede juntos , ,no nopaís paísde de em emrede rede juntos s de maior juntos, no país de em rede maior crescimento mundial. maior crescimento crescimento mundial. mundial. maior maior crescimento crescimento mundial. mundial. mundial. maior crescimento mundial.

Axis é éparte fundamental relação com OO Programa OPrograma Programa dede Canais deCanais Canais Axis Axis é parte parte fundamental fundamental dede nossa denossa nossa relação relação com com o oo O OPrograma ProgramadedeCanais CanaisAxis Axisé parte é partefundamental fundamentaldedenossa nossarelação relaçãocom como o mercado, como empresa orientada por canais. Para a Axis, os parceiros mercado, mercado, como como empresa empresa orientada orientada por por canais. canais. Para Para a Axis, a Axis, os parceiros os parceiros e nossa relação O Programa com o de Canais Axis é parte fundamental de nossa relação com o mercado, mercado,como comoempresa empresaorientada orientadapor porcanais. canais.Para Paraa aAxis, Axis,ososparceiros parceiros são uma extensão de nossa equipe, com papel-chave na estratégia são são uma uma extensão extensão de nossa de nossa equipe, equipe, com com papel-chave papel-chave na estratégia na estratégia dedede a a Axis, osmercado, parceiroscomo empresa orientada por canais. Para a Axis, os parceiros são sãouma umaextensão extensãodedenossa nossaequipe, equipe,com compapel-chave papel-chavenanaestratégia estratégiadede mercado e no sucesso geral de nossa empresa. mercado mercado e no e sucesso no sucesso geral geral de nossa de nossa empresa. empresa. ave na estratégia são uma deextensão de nossa equipe, com papel-chave na estratégia de mercado mercadoe no e nosucesso sucessogeral geraldedenossa nossaempresa. empresa. mercado e no sucesso geral de nossa empresa.

BENEFÍCIOS DO PROGRAMA

• Contato direto com a Axis

• Vantagens e margens ampliadas

• Ganhos exclusivos através de recursos de marketing e vendas Axis

• Suporte para definição de preços de projetos

• Suporte técnico ilimitado e gratuito

: alhes acesse Para mais det r/ is.com/pt/partne http://www.ax ex.htm /ind ram rog channel_p

3capa.indd 51

BENEFÍCIOS PROGRAMA BENEFÍCIOS BENEFÍCIOS DODO DO PROGRAMA PROGRAMA BENEFÍCIOS BENEFÍCIOS DO DO PROGRAMA • •Contato direto com aPROGRAMA • Contato Contato direto direto com com a Axis aAxis Axis BENEFÍCIOS DO PROGRAMA • Contato • Contato direto direto com com a Axis a Axis

• •Vantagens e emargens ampliadas • Vantagens Vantagens e margens margens ampliadas ampliadas • Contato direto com a Axis •• Vantagens •Ganhos Vantagens e margens e margens ampliadas ampliadas exclusivos através • Ganhos • Ganhos exclusivos exclusivos através através de de recursos derecursos recursos • Vantagens e margens ampliadas • Ganhos •deGanhos exclusivos exclusivos através através dede recursos recursos marketing e vendas Axis de marketing de marketing e vendas e vendas Axis Axis • Ganhos exclusivos através de marketing marketing edefinição vendas e vendas Axis Axisde recursos • de para • Suporte •Suporte Suporte para para definição definição de de preços depreços preços de de projetos deprojetos projetos de marketing e vendas Axis •• Suporte •Suporte Suporte para para definição definição dede preços preços dede projetos projetos técnico ilimitado e gratuito • Suporte • Suporte técnico técnico ilimitado ilimitado e gratuito e gratuito •• Suporte para definição de de projetos • Suporte Suporte técnico técnico ilimitado ilimitado e gratuito epreços gratuito • Suporte técnico ilimitado e gratuito

acesse: detalhessse : ace Para mais sse r/ : ace tne es espar alh alh /pt/ det om is det is.c ma://w .axis ra ma ww Parahttp Pa r/ htm tne par partner/ /pt/ /pt/ ex. om om /ind is.c is.c ace .ax .ax ram : sse: ww ww rog sse ://w l_p ace http://wcha http nne es es htm htm alh alh ex. detis det isram /ind /index.r/ r/ ma ma rampar ra rog rog Para Pa l_p l_p tne nne partne channe cha /pt/ om om/pt/ is.c is.c .ax .ax ww ://w http://w httpww htm ex.htm /ind ram ramex. rog rog/ind l_p sse: nne ace channe chal_p es alh det Para mais r/ is.com/pt/partne http://www.ax ex.htm /ind ram rog channel_p

19/04/13 10:43


Soluções para Medicina Soluções para Medicina Soluções para Medicina

Soluções Sony. Alta tecnologia, Soluções Sony. Alta tecnologia, Soluções Alta tecnologia, qualidadeSony. e performance para Medicina. qualidade e performance para Medicina. qualidade e performance para Medicina. Telemedicina Telemedicina Telemedicina

Monitores OLED Monitores OLED Monitores OLED Monitores para radiologia Monitores para radiologia Monitores para radiologia

Impressoras Impressoras Gravadores Gravadores Impressoras Gravadores Para mais informações, acesse: Para mais informações, acesse: www.sonypro.com.br Para mais informações, acesse: www.sonypro.com.br

www.sonypro.com.br

4capa.indd 3

Câmeras Câmeras Câmeras

Monitores eMonitores equipamentos 3D e equipamentos 3D Monitores e equipamentos 3D

FilmStations FilmStations FilmStations ©2013 ©2013 Sony Sony Corporation. Corporation. Todos Todos os os direitos direitos reservados. reservados. As As características características ee especifi especificações cações estão estão sujeitas sujeitas aa alterações alterações sem sem aviso aviso prévio. prévio. “SONY” “SONY” éé uma uma marca marca comercial comercial da da Sony Sony Corporation. Corporation. Imagens Imagens meramente meramente ilustrativas. ilustrativas. ©2013 Sony Corporation. Todos os direitos reservados. As características e especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. “SONY” é uma marca comercial da Sony Corporation. Imagens meramente ilustrativas. ©2013 Sony Corporation. Todos os direitos reservados. As características e especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. “SONY” é uma marca comercial da Sony Corporation. Imagens meramente ilustrativas.

19/04/13 10:44

Panorama Hospitalar 03 - Abril 2013  

A revista Panorama Hospitalar apresenta ao administradores de hospitais e clínicas notícias atualizadas sobre o mercado, entrevistas e repor...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you