Panorama Audiovisual - Edição 101

Page 1

Entrevista

NILSON FUJISAWA

Ano 8 - Edição 101 - Março/Abril 2020

Presidente e Fundador da LineUP

Novo coronavírus

O impacto do covid-19 na indústria audiovisual

Libere seu poder criativo O novo e revolucionário aplicativo para tablet e painel Creative Grading da Grass Valley fornece controle total do poder criativo das câmeras Grass Valley.

Copyright © 2019 Grass Valley Canada. Todos os direitos reservados. Especificações sujeitas a alterações sem aviso prévio.


Getting the Thrill Across. World Cups and countless other games. Global album launches streamed live over the web, major rock festivals brought to millions, classical performances in any venue. Lawo is where the thrill is. By appointment to the

ROCK IN RIO, Brazil

most talented people on the planet. All over IP, in cutting-edge quality.

HYPERX ESPORTS ARENA, USA

MediaParc, Switzerland

Arena OB Z, United Kingdom

GEARHOUSE COLUMBUS, USA

GRANGER COMMUNITY CHURCH, USA

www.lawo.com


NAB 2020 Cancelada/ Adiada: decisão dura, porém necessária Hoje recebemos a notícia do cancelamento da edição 2020 da NAB Show, que seria realizada em abril em Las Vegas. Após a confirmação do primeiro caso de Coronavirus em Las Vegas, na semana passada, e o anúncio também hoje, de que a classificação da Organização Mundial de Saúde foi alterada para Pandemia Global, acredito que esta foi a decisão mais coerente a ser tomada. Visito a NAB Show em Las Vegas todos os anos desde 2002, esta seria a minha 19ª participação na feira e nem tinha me dado conta disso, até ter sido impedido de fazer algo tão natural todo mês de abril: viajar até Las Vegas e reencontrar amigos e clientes. Construí uma carreira no mercado audiovisual com a criação da Panorama Audiovisual e dei início a um novo desafio, há quase 10 anos atrás como promotor e organizador de eventos, basicamente por causa da NAB. Este grande evento me deu a oportunidade de crescer profissionalmente e aprender ano após ano, mas também me deu a chance de fazer grandes amigos e parceiros de longa data. São muitos anos aprendendo e convivendo com excelentes profissionais, que se dedicam e vivem o mercado de A/V, Rádio, TV, Streaming e Cinema. Tenho a sensação que vivemos em um grande mundo pequeno.

Ano 8 • N° 101 • Março/Abril de 2020

Redação Jornalista responsável

Keila Marques keila.marques@vpgroup.com.br

Editor

Ricardo Batalha redacao@vpgroup.com.br

Arte Carlos Borges Jr

Comercial contato@vpgroup.com.br

Para quem não conhece a história da NAB Show, já são 97 anos desde a primeira edição! E pela primeira vez na história do evento, teremos um cancelamento / adiamento em nome do bem-estar e da segurança de todos. São 1.800 expositores e mais de 100.000 visitantes de 161 países que participam do evento todos os anos. É muita gente! Por isso, e também dada a sua importância em lançamento de tendências e tecnologias, a NAB é um dos eventos de tecnologia mais importantes e tradicionais do mundo! O ano de 2020 começou mostrando que é de grandes transformações e novos desafios. Com a propagação do COVID-19, percebemos o quanto somos frágeis. O vírus rapidamente se alastrou e atravessou o mundo, deixando todos os países em estado de alerta. Como profissionais de comunicação e promotores de feiras e eventos, estamos diariamente acompanhando a evolução da pandemia e as diretrizes das instituições de saúde sobre como proteger nossos participantes. Esperamos que este momento ruim acabe logo para que todos possam voltar às suas rotinas criativas, mas, desta vez, com mais consciência e humanidade, compreendendo que precisamos proteger uns aos outros, pois no fim do dia, o que realmente importa é ter saúde e poder transitar em segurança. Uma boa leitura!

Presidente & CEO Presidência e CEO

Victor Hugo Piiroja victor.piiroja@vpgroup.com.br

Panorama Audiovisual Online www.panoramaaudiovisual.com.br

Tiragem: 16.000 exemplares Impressão: Gráfica57

Victor Hugo Piiroja Presidente da VP Group Al. Madeira, 53, cj 92 - 9º andar - Alphaville Industrial 06454-010 - Barueri – SP – Brasil +55 11 4197-7500 www.vpgroup.com.br PanoramaAV

PanoramaAVBR


>>

Sumário o globo

P4

10 Novo coronavírus: a ameaça invisível A disseminação global do Covid-19 impacta o setor audiovisual

Pela primeira vez em quase 31 anos no ar, o “Domingão do Faustão” foi apresentado sem plateia

Nesta Edição 06 Showcase

33 Case Study

Campinas aperfeiçoa a comunicação entre vereadores e a população com sistema MAM

De Nadai Solutions realiza produção remota de jogo de futebol por redes de dados 4G

08 Lawo

34 Agenda

Lawo comemora 50 anos com aumento nas vendas de soluções IP

30 Entrevista

20 CNN Brasil Novo canal estreia no País com mais de 17 horas diárias de conteúdo ao vivo

20 CNN Brasil

Nilson Fujisawa, presidente e fundador da LineUP, relembra a trajetória da empresa e aponta tendências para o mercado de broadcast

30 10 Perguntas


A Sony apresenta uma solução ideal para produção ao vivo em 4K / HD, oferecendo operação eficiente e expandindo as aplicações no mercado Broadcast, além da criação de conteúdo para produção. A nova câmera portátil HD HXC-FB80 é equipada com três sensores CMOS ExmorTM Full-HD de 2/3 de polegada para fornecer excelente sensibilidade (F13 @ 50 Hz e F12 @ 59,94 Hz no modo 1080) com uma relação sinal/ruído típica de -60 dB. Esse sensor de imagem permite que a câmera seja configurada com flexibilidade, conforme necessidade, e você pode usar uma ampla gama de formatos de saída. A recém desenvolvida plataforma 3G aprimora as capacidades da HXC-FB80 no processamento de sinais de 1080/50P e 59,94 59,94P, ao mesmo tempo em que mantém baixo consumo de energia. Além disso, em combinação com a unidade de controle de câmera 4K / HD HXCU-FB80, a HXC-FB80 oferece capacidade de expansão útil, incluindo upscale de 4K e Suporte HD-HDR (no padrão HLG - Hybrid Log-Gamma)* para uma solução preparada para o futuro. O software opcional de Controle Remoto HZC-RCP5 (baseado em PC) também está disponível para composição de sistema de aplicação mais simples. * Suportado com a HXC-FB80 e o HXCU-FB80. O suporte HD-HDR requer atualização de firmwar ONDE COMPRAR: REVENDAS AUTORIZADAS SONY BRASIL


P6

>>

Notícias

Campinas aperfeiçoa a comunicação entre os vereadores e a população A cidade adotou a solução de Gerenciamento de Mídia da SHOWCASE para acelerar o compartilhamento de vídeos

A

Câmara Municipal de Campinas, no interior paulista, solucionou o complexo desafio de disponibilizar rapidamente as imagens de todos os discursos para compartilhamento em redes sociais e canais de notícias. Para acompanhar a evolução das mídias digitais, era preciso acelerar os processos de gravação, seleção, identificação e distribuição dos conteúdos. No Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da SHOWCASE , também em Campinas, foi desenvolvido o ShowBrowser, um sistema para gerenciar ativos de mídia (Media Asset Management) em tempo real e acelerar a produção de conteúdos para qualquer plataforma. Implantado na Câmara Municipal, por meio do Grupo Mais, no segundo semestre de 2019, o ShowBrowser permitiu à equipe técnica iniciar o processo de criação e catalogação dos clipes de vídeo durante os discursos. Tão logo um vereador finaliza sua participação numa Sessão Plenária, o sistema de MAM da SHOWCASE conclui o arquivamento e identificação. Tudo acontece em segundos e imediatamente a assessoria do parlamentar pode fazer download dos arquivos. Para facilitar a pesquisa, os técnicos da câmara preenchem campos como nome, temas apresentados e assuntos correlatos, que ficam vinculados ao arquivo original. Todos os vídeos

podem ser baixados em computadores e dispositivos móveis ou enviados por e-mail e WhatsApp, em baixa resolução ou Full HD. O Centro de Controle da SHOWCASE, que monitora dezenas de canais de televisão em todo o Brasil, também dá suporte às operações da Câmara Municipal de Campinas com pronto atendimento 24 horas por dia. A partir de um sistema de ingest eficiente, simples e dinâmico, o ShowBrowser garante compartilhamento de arquivos para download, edição e compartilhamento com extrema velocidade. PA

Canon lança sua primeira câmera 4K de entrada para o mercado A EOS Rebel SL3 já está sendo vendida no e-commerce e nas redes de varejo

U

ma câmera leve, compacta e completa. É assim que os entusiastas da imagem e da fotografia classificam a Canon EOS Rebel SL3, a menor DSLR já produzida pela Canon, líder mundial em soluções de imagem digital, que possui alta qualidade no registro de fotos e gravação de vídeos. A partir desta quarta-feira (12), a Rebel SL3 estará disponível na rede de varejo. A câmera também já pode ser comprada no e-commerce da Canon. A Canon EOS Rebel SL3 é mais leve que sua antecessora, a SL2, menor e com mais funções. Ideal para quem ama registrar os principais

momentos e busca uma qualidade superior à oferecida em celulares. A interface guiada está de volta neste modelo com algumas melhorias, como o modo Creative Assist que garante a aplicação de vários efeitos de imagem enquanto o usuário fotografa. Isso torna a EOS SL3 excelente para quem procura por um modelo simples sem descartar as possibilidades criativas proporcionadas por uma câmera que conta com toda a linha de lentes Canon EF e EF-S. A nova câmera vem equipada com processador de imagem DIGIC 8, que traz mais precisão de cores, redução de ruídos, maior qualidade de imagem e mais durabilidade da bateria. Além disso, tem resolução de 24 MP / Sensor APS, o que garante fotos mais nítidas e em alta resolução, ISO 100-25600 e 5.0 Fps (frames por segundo) o que possibilita registrar até cinco fotos por segundo. O produto possui conexão Wi-Fi e Bluetooth, permitindo a transferência de fotos de forma rápida e prática. “A EOS Rebel SL3 oferece uma série de possibilidades para quem quer produzir vídeos e fotos em 4K através de um equipamento com preço acessível”, afirma Manuela Nobre, gerente de Marketing da Canon do Brasil. PA


SOLUÇÕES CRIADAS PRO SEU NEGÓCIO A Panasonic faz questão de oferecer equipamentos com o melhor desempenho pra você que trabalha no setor audiovisual, desde câmeras profissionais que filmam em 4K até monitores e projetores pra compor cenário. Produtos de alta performance e criados especialmente pra você, que busca as melhores soluções e tecnologias pras suas produções.

CÂMERA PTZ COM NDI

Se interessou? Entre no site e confira o que nós criamos pra fazer sua empresa crescer. www.panasonic.com/br/business

Panasonic do Brasil

CÂMERA DE PRODUÇÃO 4K

MONITOR 4K

PROJETORES

SAIBA MAIS


P8

>>

Notícias

Lentes Cooke Anamórfica/i SF trazem beleza ao filme Pinóquio O enquadramento anamórfico, os metadados das lentes e o Cooke Look ajudaram a dar vida à adaptação do clássico do cinema italiano

O

diretor de fotografia Nicolaj Bruel e o diretor Matteo Garrone, que trabalharam juntos no premiado longa-metragem Dogman em 2018, repetiram sua colaboração – e sua seleção das lentes Cooke Anamorphic/i SF – no filme italiano de live action Pinóquio, estrelado pelo vencedor do Oscar Roberto Benigni.

“Dogman registrou a primeira vez que usei as lentes Anamorphic/i SF, e elas me deram exatamente o que eu queria, trazendo um toque de charme e cremosidade à escuridão, enquanto lidava muito bem com fontes de pouca luz e luz forte. Já Pinóquio, embora muito diferente em matéria de história, é outro conto relativamente sombrio, por isso decidimos usar estas lentes novamente”, explica Bruel. Para fazer uma adaptação live action do clássico conto de fadas sobre um boneco de madeira que é trazido à vida, a produção tinha alguns desafios. “Em primeiro lugar, a história original é um conto italiano amado, por isso foi uma grande responsabilidade para Matteo assumir”, disse Bruel. “Em segundo lugar, tivemos que encontrar um equilíbrio entre os aspectos sombrios da história e ainda transformá-lo em um filme de família, assustador, mas não para assustar as crianças.” A escolha de Bruel das lentes Anamorphic/i SF – e a Cooke Look – ajudaram a trazer o coração para a escuridão. “Amo a maneira como essas lentes retratam a pele humana. Sinto que me ajudam a tirar o sentimento estéril que você pode obter com a captura digital. Eu também adicionei um pouco de difusão extra para um visual ainda mais romântico”, disse ele. Pinóquio foi lançado na Itália em dezembro de 2019 e recentemente apresentado no Festival Internacional de Cinema de Berlim 2020. PA

Lawo comemora 50 anos com aumento nas vendas de soluções IP O aniversário representa ainda o ano comercial de maior sucesso da empresa até o momento, com o crescimento de 40% da receita

A

Lawo lançou as comemorações do seu 50º aniversário em janeiro com uma festa repleta de estrelas Michelin para seus mais de 300 funcionários na cidade natal da empresa, Rastatt, na Alemanha. O aniversário representa ainda o ano comercial de maior sucesso da empresa até o momento, alcançando um resultado recorde de receita que representou um crescimento de 40%. Esse desempenho excepcional foi gerado por uma adoção extraordinária das soluções de mídia IP da Lawo, com base nos principais produtos de tecnologias de vídeo, áudio, fluxo de trabalho e monitoramento. Fundada por Peter Lawo em 1970, Lawo começou como um escritório de engenharia fornecendo soluções técnicas sob medida antes de se concentrar na tecnologia de transmissão e produção de mídia. A motivação criativa de seu fundador e de seu filho Philipp, que assumiu o cargo de CEO em 1999, garantiu que a inovação contínua ajudasse a evoluir e transformar a empresa em companhia verdadeiramente global. A visão inicial da empresa de tornar o IP uma infraestrutura única e unificada para todos os tipos de transporte de sinal na produção

e transmissão de mídia desencadeou uma estratégia corporativa clara que resultou no foco nativo em IP da empresa atualmente. Isso incluiu o desenvolvimento e a definição de RAVENNA como um padrão aberto de mídia sobre IP há mais de dez anos. A crença de Lawo em padrões abertos no setor e sua contribuição ativa de experiência e conhecimento para organizações do setor também ajudaram a pavimentar o caminho para o AES67, Ember + e ST2110. Hoje, a Lawo é reconhecida como um fornecedor de soluções de infraestrutura de mídia à prova de futuro. A empresa continuará a celebrar seu 50º aniversário com vários eventos e apresentações on-line ao longo de 2020. PA



P 10

>>

Reportagem

Novo coronavirus aperta o pause na indústria audiovisual Para combater o covid-19, o distanciamento social é acatado pela indústria e gera o cancelamento das produções de filmes, séries, novelas e eventos

El País

Por Keila Marques

A NAB Show, feira de broadcast, entretenimento e novas mídias realizada anualmente em Las Vegas (EUA) foi cancelada pela primeira vez em quase 100 anos de história

N

os últimos anos, acompanhamos a migração das verbas publicitárias dos meios tradicionais de comunicação, televisão, rádio, jornais e revistas, para a internet, inicialmente através de banners publicitários e, mais recentemente, por meio das redes sociais, com posts patrocinados e ascensão dos influenciadores digitais. Muitos veículos precisaram se reinventar e expandir seu alcance através de mídia digital, enquanto outros simplesmente encerraram suas atividades. Com a pandemia, os veículos tradicionais reafirmaram seu papel de peso e recuperaram prestígio, como fonte de notícias com credibi-

lidade. A quantidade de notícias falsas espalhadas em redes sociais e portais sem crivo editorial é cada vez maior. Se por um lado, a TV aberta ganha audiência, por outro, tem que ser virar para manter a grade de programação. Nos casos em que não foi possível cancelar a participação da plateia ou substituir o apresentador, a alternativa foi interromper a produção e apelar ao “Vale a Pena Ver de Novo”. Na TV aberta, as produções das novelas foram afetadas. A novela “Amor de Mãe”, da Rede Globo, precisou ser interrompida e substituída por uma reprise, já que não seria seguro para os atores e equipe técnica continuarem gravando. A mesma situação ocorreu na



>>

Reportagem

Record, com a produção das novelas “Amor sem igual” e “Gênesis”. Em clima de fim de mundo, “Gênesis” será substituída pela reprise da novela “Apocalipse”, uma decisão polêmica quanto a verdadeira necessidade de reavivar o tema num momento delicado como o que estamos vivendo agora. O SBT, por sua vez, suspendeu as gravações de “As Aventuras de Poliana”. Programas de auditório continuam sendo produzidos, mas sem a presença de público no estúdio de gravação. Pela primeira vez em quase 31 anos no ar, o “Domingão do Faustão” foi apresentado sem plateia e, posteriormente, também adotou a exibição de reprises. Os outros programas da Globo seguiram o protocolo, como “Encontro com Fátima Bernardes”, “Altas Horas”, “Se Joga”, “The Voice Kids” e “Programa do Bial”. No SBT, os programas de auditório também cancelaram a participação da plateia e todos os apresentadores idosos de transmissões ao vivo, incluindo o próprio Silvio Santos, estão com seus programas pausados, apresentando reprises. Na indústria de cinema, o distanciamento social movimentou todas as etapas da cadeia produtiva, uma vez que as filmagens, produções, dublagens, estreias e exibições foram cancelados. Clássicos como “Star Wars” e “Jurassic Park” estão com as produções congeladas. A principal medida tomada por estúdios e distribuidores foi o adiamento das estreias, como a do novo filme de James Bond – “007 - Sem Tempo Para Morrer” –, adiada para o dia 19 de novembro. Nos Estados Unidos, a Disney adiou o remake de “Mulan”, a Universal reagendou para 2021 o nono episódio de “Velozes e Furiosos” e “Mulher-Maravilha 1984” teve lançamento alterado de junho para agosto.

Pela primeira vez em quase 31 anos no ar, o “Domingão do Faustão” foi apresentado sem plateia e, posteriormente, também adotou a exibição de reprises.

São programas de TV, séries e filmes que geram milhares de empregos, movimentando um mercado que, agora, está totalmente parado.

No Brasil, 91% das salas de cinema foram fechadas após a quarentena contra a pandemia. Seriam 3.210 telas paradas, das 3,5 mil salas do país. De acordo com o levantamento do Filme B Box Brasil, São Paulo tem o maior número de salas fechadas (1.051), após o governador de São Paulo, João Dória, determinar o fechamento dos cinemas no estado. Na sequência vêm os estados do Rio de Janeiro (377 salas), Paraná (197) e Minas Gerais (190). Com as salas de exibição fechadas pelo combate à pandemia, os estúdios estão negociando adiar os lançamentos ou, em alguns casos, lançar diretamente nas plataformas de streaming, que acabaram ganhando audiência em meio ao caos. Séries de televisão também precisaram ter seus lançamentos adiados. A Netflix anunciou a paralisação de todos seus filmes e séries, que são gravados nos Estados Unidos e no Canadá, a partir do dia 16 de março. Numa longa lista de projetos afetados, o maior surge

o globo

P 12



P 14

>>

Reportagem

No Brasil, 91% das salas de cinema foram fechadas após a quarentena contra a pandemia, são 3.210 telas paradas, das 3,5 mil salas do país.

em “Stranger Things”, cuja produção da 4ª temporada tinha acabado de começar — inclusive, a Netflix chegou a lançar um vídeo especial com a reunião do elenco para ler os novos episódios. Nos últimos dias, outras produções do catálogo da plataforma tinham sido pausadas, como o filme de “The Prom” (de Ryan Murphy, com Meryl Streep e Nicole Kidman); e as séries “Lucifer” (com Tom Ellis) e “Grace and Frankie” (com Jane Fonda e Lily Tomlin). Ainda seguindo o protocolo de combate ao coronavírus, a Netflix suspendeu o trabalho de dublagem de alguns de seus títulos. Situação semelhante ocorre com a Amazon, que congelou a produção da série “Lord of The Rings” e todas as outras produções originais do estúdio. A Warner Bros também anunciou a interrupção da produção de mais de 70 séries e pilotos, assim como a Apple, que paralisou todas as gravações de externas. Já a plataforma de streaming Disney+, apesar de ter cancelado a produção de suas séries, como “Muppets Live Another Day” e “Book of Enchantment”, assumiu o protagonismo do The Walt Disney Company, que segue com parques fechados e filmagens para cinema suspensas. Lançada

em novembro de 2019 com a expectativa de alcançar 50 milhões de assinantes até 2022, a plataforma viu os números aumentarem conforme a quarentena foi adotada ao redor do mundo. Em cinco meses de operação, bateu a meta projetada para os próximos dois anos – só nos últimos dois meses foram mais de 20 milhões assinantes. Segundo o instituto Nielsen, a pandemia deve gerar um acréscimo de 60% no consumo de streaming global. O mesmo estudo analisa que ¾ dos consumidores estão assinando novos canais de streaming para dispositivos conectados. De acordo com uma reportagem do The New York Times, o número de telespectadores da Twitch, plataforma de streaming de videogames da Amazon, do dia 8 até o dia 22 de março, cresceu 31% nos Estados Unidos. Para os streamers da plataforma, que estão acostumados com o isolamento social – já que trabalham diretamente do próprio quarto todos os dias da semana, cerca de 11 horas por dia –, esse momento pode ser crucial para conquistar mais inscritos. Ainda de acordo com o NYT, o número de horas assistidas por dia pelos usuários dos Estados Unidos, durante as semanas analisadas, passou de 33 milhões para 43 milhões. Outra pesquisa interessante é a da NET Claro, a qual revelou que, a partir de 12 de março, um dia após a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretar pandemia do coronavírus, a audiência da TV a cabo aumentou em 36%, em comparação com a média geral. A pesquisa



P 16

>>

Reportagem

ainda apontou o aumento de 118% da audiência de canais jornalísticos; de 35% de canais infantis; e 61% de canais relacionados a filmes e séries. Muita gente assistindo a vídeos na internet via streaming significa excesso de tráfego de dados. Como resultado, as plataformas de streaming precisaram reduzir a qualidade da imagem para garantir a estabilidade do sinal. Netflix e YouTube foram as primeiras e começaram pela Europa, diminuindo a pressão sobre a internet no continente. Em seguida, Amazon e Disney decretaram a redução. Depois foi a vez da Globoplay, plataforma de streaming da Rede Globo. Em nota publicada no portal de notícias G1, a emissora explica que “os perfis de resoluções mais altas como 4K e Full HD serão temporariamente suprimidos. A maior resolução para conteúdos ao vivo e em VoD será a HD. A taxa de bitrate praticada na resolução Full HD, de 5,8 Mbps, cairá para 2,8 Mbps na transmissão HD.” Ainda de acordo com a emissora, um capítulo de novela com 60 minutos de conteúdo em Full HD, que consumia 2,5 Gb, passará a requerer 1,2 Gb, ou seja, uma economia de dados de 52%. A emissora ressalta também que a redução só afeta o tráfego de dados, não havendo limites para a quantidade de vídeos nem para o total de horas consumidas. “Esta é uma medida de solidariedade e responsabilidade”, disse Raymundo Barros, diretor de Tecnologia da Globo. São programas de TV, séries e filmes que geram milhares de empregos, movimentando um mercado que, agora, está totalmente parado. Com isso, muitos profissionais aguardam liberação de verbas para projetos que já estão aprovados para, pelo menos, começar a pré-produção e reaquecer a indústria nesse momento de crise.

Eventos cancelados O avanço da pandemia afetou a comunidade esportiva e, consequentemente, as emissoras de TV e Rádio que fazem as transmissões ao vivo das competições. Primeiro com o cancelamento das temporadas americanas da NBA e NHL e MBL, os torneios esportivos na América Latina e Europa e, mais recentemente, o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, pela primeira vez na história dos Jogos. No Brasil, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspendeu, a partir de 16 de março, por prazo indeterminado, as competições nacionais sob sua coordenação que estão em andamento: Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20. Com o calendário do futebol brasileiro suspenso, os jornalistas esportivos foram transferidos para outros departamentos com foco na cobertura da pandemia, segundo apurou a reportagem do UOL Esporte. Contando Globo, Record e Band, são pelo menos 120 profissionais, entre repórteres, editores, produtores e outras funções. Globo e Record são os canais que mais usam jornalistas esportivos na cobertura da pandemia. Oficialmente, a emissora carioca confirma mais de oitenta profissionais que estão emprestados para o trabalho sobe o coronavírus. Eles estão espalhados entre cinco emissoras do grupo, em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Recife. Se a pandemia foi capaz de cancelar eventos de alcance nacional e mundial, também teve potência para obrigar eventos internacionais importantes aos diversos segmentos da indústria de tecnologia a serem cancelados, sem a possibilidade de adiamento em 2020. O governo americano decretou o cancelamento de qualquer evento com mais de 100 pessoas reunidas e, desta forma, ficou impossível realizar a NAB Show, maior encontro de tecnologia audiovisual do mundo. A feira de broadcast, entretenimento e novas mídias realizada em Las Vegas (EUA) todo mês de abril tinha a expectativa de receber cerca de 100 mil visitantes de 160 países e 1.800 expositores. “Por quase 100 anos, a NAB Show oferece um valor superior e a me-

Muitos profissionais aguardam liberação de verbas para projetos que já estão aprovados para, pelo menos, começar a pré-produção e reaquecer a indústria nesse momento de crise.

lhor experiência possível para expositores e participantes. Sabíamos que, se não pudéssemos cumprir essas expectativas, não avançaríamos. Manter a comunidade segura e saudável é a maior prioridade da NAB; portanto, estamos adiando ao crescente consenso das autoridades de saúde pública sobre os desafios colocados pelo coronavírus”, afirmou o presidente e CEO da NAB, Gordon H. Smith. Para reduzir o impacto desta difícil decisão, os organizadores anunciaram o NAB Show Express, uma experiência digital que fornecerá um canal para os expositores compartilharem informações, anúncios e demonstrações de produtos. Outra iniciativa que busca contribuir positivamente para a indústria audiovisual é promover ainda mais a NAB Show New York – não cancelado até o momento –, com novos programas, parceiros e experiências. “Estamos empolgados em ingressar na NAB Nova York e esperamos ter uma grande presença lá. Como muitos em nosso setor, entendemos a difícil decisão que a NAB teve que tomar em relação ao evento de Las Vegas, mas estamos otimistas de que Nova York oferecerá uma experiência fantástica para fornecedores e participantes”, afirmou Tim Shoulders, presidente da Grass Valley. Com o cancelamento da NAB Show, as grandes companhias tiveram que se reinventar para promover os lançamentos de novos produtos e atualizações de soluções programadas para o evento. Além de não terem o tradicional palco de estreia mundial, tiveram que criar uma estratégia para atrair a atenção do público em um momento tomado pelo medo e por incertezas, diante da possibilidade de uma recessão econômica mundial. A saída necessária foi investir em webinars, eventos e cursos online. A ARRI Academy anunciou o lançamento de um novo curso em vídeo desenvolvido para todos os níveis de profissionais de iluminação e produção de vídeo. “Controle de sistemas de iluminação”, com o especialista Richard Cadena, é dividido em 11 partes e serve como guia para quem quer começar a trabalhar com controle de iluminação digital, usando redes baseadas em DMX, RDM, DMX sem fio e ethernet. Com aulas que variam de 5 a 34 minutos, os participantes obterão um conhecimento prático das tecnologias padrão e emergentes e serão treinados na mais recente tecnologia de iluminação. A Grass Valley organizou uma série de eventos com a GV LIVE Presents, que começa com um webinar ao vivo realizado no dia 3 de abril, às 11h EDT, intitulado “GV LIVE Presents – Enabling Business as Usual When Business Isn’t Usual”. O seminário on-line gratuito se concentrará em como aproveitar ao máximo as soluções da Grass Valley para oferecer suporte a fluxos de trabalho remotos e melhorar a experiência do visualizador com uma força de trabalho distribuída, inclusive doméstica.


Optical Disc Archive

OPTICAL DISC ARCHIVE Proteja seus dados, hoje e a longo prazo.

O Optical Disc Archive é a moderna solução de alta capacidade para armazenamento de mídia, backup no local e gerenciamento de ativos da SONY. Mais rápido do que as fitas e mais confiável do que os discos rígidos, ele oferece acesso aleatório e imediato ao seu conteúdo.

ODC-3300R

ODS-280U

ODC-1500R

ODS-D77U

R E N T A PA C K Opções de locação para linha Optical Disc Archive compostas por drive leitor / gravador USB, mídias, serviços de suporte técnico e SLA (Service Level Agreement), com opções por períodos de 3 ou 4 anos. Contate: rentapack@sony.com Supported by

GRENKE

BROADCAST BANKING E D U C AT I O N C O R P O R AT E MEDICAL pro.sony/bp_BR


P 18

>>

Reportagem

Já no dia 23 de abril, a Grass Valley apresentará o GV LIVE Presents – Innovate 2020. Durante esse programa de uma hora ao vivo, a empresa anunciará suas mais recentes inovações de produtos e atualizações estratégicas por meio de um noticiário ao vivo às 11h e às 21h EDT. O GV LIVE Presents – Innovate 2020 será ancorado por um apresentador de um estúdio que apresentará o presidente da Grass Valley, Tim Shoulders, juntamente com vários especialistas da indústria da empresa. Para manter a conexão com os clientes e parceiros, a GatesAir lançou diversas iniciativas virtuais como o GatesAir Connect: Virtual Events, um programa especial de webinars educacionais e eventos online para informar e engajar os visitantes dos eventos da indústria que foram cancelados ou adiados. Incluirão atualizações de produtos, apresentações sobre termos técnicos específicos e debates com convidados especiais. O GatesAir Virtual Booth Meetings é uma simulação de uma visita ao estande da empresa que oferece o encontro com os Executivos de Vendas e Gerentes de Produto da GatesAir de forma personalizada, parecida com um bate-papo durante a feira. Já o GatesAir University oferece uma grande variedade de videoaulas ministradas por especialistas da GatesAir para operadores e engenheiros sobre o mundo da radiofrequência, as novidades do broadcast e os produtos GatesAir. A Brainstorm anunciou a “Semana Virtual”. Trata-se de um evento 100% online, com sessões virtuais ao vivo e gravadas sobre as tecnologias, produtos e soluções avançadas da marca, com ênfase especial nos últimos anúncios que estavam programados para a NAB. A “Semana Virtual” terá início no dia 20 (segunda-feira) e irá até o dia 24 de abril, com dezenas de seminários on-line. A Brainstorm quer garantir que qualquer pessoa no mundo tenha acesso a informações sobre novos produtos e recursos na data e hora mais convenientes. Os webinars serão focados nos conjuntos virtuais fotorrealistas do InfinitySet e na realidade aumentada, incluindo o Unreal Engine , os fluxos de trabalho dos conjuntos virtuais de transmissão usando o InfinitySet como um hub para várias tecnologias e o Aston como o mais versátil sistema de criação de gráficos em movimento 2D / 3D, CG e sistema de reprodução, com interesse especial em ambientes de fluxo de trabalho gráfico.

No Brasil, a CBF suspendeu as competições nacionais por prazo indeterminado, o que, consequentemente, afetou as emissoras de TV e Rádio que fazem as transmissões ao vivo das partidas

A Ross Video anunciou o Ross Live | 2020, programa de dez semanas de lançamentos de produtos, liderança e experiência em produção ao vivo. De meados de abril até o final de julho, a companhia organizará uma série semanal de apresentações, vídeos e webinars para anunciar os lançamentos de produtos e as atualizações de soluções mais recentes, além de discussões de especialistas sobre as melhores práticas em diversos ambientes de produção ao vivo. “Com grande parte do mundo em confinamento, trabalhando em casa e tendo que se adaptar aos efeitos do vírus COVID-19, queremos que os clientes saibam que estamos aqui para apoiá-los muito além do tradicional evento NAB Show, e acho que nossas sessões do TechTalk farão exatamente isso”, afirmou David Ross, CEO da Ross Video. Já a VSN lançou uma alternativa digital interessante aos eventos físicos tradicionais que foram adiados ou cancelados devido a circunstâncias excepcionais. O VSN Wired será o primeiro evento 100% digital da marca, apresentando as últimas notícias de produtos, novas soluções para todo o campo de mídia, além de atendimento com agentes e especialistas sobre as necessidades específicas de cada empresa. Considerando o cenário atual de quarentena, a AEQ tomou a iniciativa de promover um webinar gratuito focado em operação remota, onde serão discutidos os elementos básicos para continuar fazendo rádio em casa. O evento apresentou palestras sobre como gerenciar remotamente um mixer, contribuir com entrevistas e gerar anúncios sem sair de casa. O treinamento foi apresentado por Bernardo Saiz, Gerente de Vendas da AEQ na Espanha. A Sennheiser SoundAcademy começou a fornecer webinars gratuitos de treinamento profissional em áudio e demonstrações de produtos. Os seminários on-line abrangerão uma ampla variedade de tópicos, desde microfones sem fio, áudio para vídeo a microfones para formação de feixe de conferência. Eles foram criados para clientes das indústrias da música e audiovisual, além das equipes de produção de filmes e vídeos, e de setores educacional e corporativo. As sessões de treinamento gratuitas serão oferecidas às 1h30, 6h30 e 11h00 (todos os horários no horário da costa leste dos EUA), o que permite que pessoas de todo o mundo se sintonizem. Para saber mais sobre os lançamentos de produtos e soluções previstos para a NAB Show 2020 acesse o portal da Panorama Audiovisual: www.panoramaaudiovisual.com.br. PA


| Plataforma All-in-one para Produções Ao Vivo. Imagine um Sistema de Produção all-in-one que combina a performance de um grande switcher com o impacto visual de gráficos em 3D, acesso imediato a servidores de vídeo e alta qualidade de áudio – com a confiabilidade e a estabilidade de equipamentos independentes. Switcher Real

CARBONITE | O switcher de produção é o coração de qualquer produção ao vivo. Graphite inclui o poder de produção de um Carbonite – o switcher de médio porte mais popular do mundo – construído em um hardware dedicado (PCIExpress Card).

www.rossvideo.com/graphite

www.rossvideo.com/graphite

GC Real

XPRESSION | Gráficos podem transformar uma produção e Graphite vem equipado com o melhor. Xpression, sistema de grafismo da Ross, é utilizado pelas maiores produções de Hollywood, Instalações Esportivas e redes de tv. Graphite também inclui XPression Clips – ferramenta que adiciona a funcionalidade de um vídeo servidor ao XPression.

Mixer de áudio real

RAVE | Vídeos incríveis necessitam de áudios tão bons quanto. Graphite vem com com mixer de áudio digital de 28 canais com painel de conexão, opcional, tanto para linha quanto microfone com especificações muito interessantes e baixo nível de distorção.


P 20

>>

Reportagem

CNN: GIGANTE AMERICANA INICIA OPERAÇÃO NO BRASIL Com mais de 17h diárias de jornalismo ao vivo, o novo canal CNN Brasil aposta em serviços para tornar a operação inteligente e sustentável Por Keila Marques

E

strear em meio ao surto do novo coronavírus aumentou ainda mais o desafio da nova emissora, CNN Brasil, de implementar o padrão da marca norte-americana de notícias. A primeira transmissão ocorreu às 20h do domingo, 15 de março, em todas as operadoras no canal 577 HD. O programa escolhido foi o CNN no Ar, que foi exibido até 23h35. O telejornal registrou 0,8 ponto no mercado nacional de televisão por assinatura, contra 1,1 da GloboNews, enquanto BandNews e Record News marcaram 0,1 ponto cada, de acordo com dados prévios do Ibope Kantar. A programação multiplataforma 24 horas, através do site www.cnnbrasil.com.br e pelas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn), além de plataformas de podcast, conta com mais de 17 horas diárias de jornalismo ao vivo. Ela está disponível para cerca de 15,5 milhões de assinantes das principais operadoras de TV por assinatura. Com sede em São Paulo e praças em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ), a emissora conta um time de 400 jornalistas, incluindo repórteres espalhados pelo país e correspondentes internacionais. As primeiras grandes contratações foram de Evaristo Costa e William Waack. Pouco

Com sede em São Paulo e praças em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ), a emissora conta um time de 400 jornalistas

tempo depois, outros nomes de peso foram anunciados como Monalisa Perrone, Reinaldo Gottino, Cris Dias, Phelipe Siani e Mari Palma.

Desafios tecnológicos O acordo de licenciamento da marca CNN foi assinado em janeiro de 2019 com a CNN International Commercial (CNNIC), que integra o


Reportagem <<

conglomerado da WarnerMedia, detentor de canais como HBO, TNT e Cartoon Network. Considerando o porte da operação, os maiores desafios foram o tempo e o som. Primeiro o tempo, porque o prazo para a construção da sede da emissora e as duas praças foi de seis meses, o que significa três obras simultâneas em cidades distantes. Para a sede, o local escolhido foi o coração da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, a mais movimentada do País. Por isso, o projeto de acústica recebeu

P 21

O local escolhido para a sede da CNN Brasil foi o coração da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista

a missão de garantir o pleno funcionamento dos estúdios que fazem face à avenida. Parte do projeto de implementação da emissora foi terceirizado através da Casablanca, produtora audiovisual com vasta experiência em

LANÇAMENTO SET 2019

SISTEMAS PARA TELEVISÃO POR ASSINATURA Todo ecossistema videomart, incluindo o TVPLAY, o melhor sistema de exibição do Brasil, agora disponível por assinatura! Toda linha de exibidores a partir de 10 X R$ 422,50* (licença anual)

sempre atualizado

melhor suporte

treinamento incluso

baixou, usou! *Esse valor é referente ao exibidor TVPLAY SE

comercial@videomart.com.br | www.cloud.videomart.com.br | PABX: (21) 2142-1300


P 22

>>

Reportagem

operação de produção de televisão, que ficou responsável pela integração das soluções e tecnologias, além da coordenação de toda a equipe operacional da TV, atualmente, formada por 130 profissionais. Como o canal tem 17h30 de conteúdo ao vivo por dia, a operação é crítica e a responsabilidade é grande. “Temos tido êxito na operação”, afirmou o diretor de tecnologia da CNN Brasil, Rafael Duzzi, em entrevista para a Panorama Audiovisual. “A visão executiva da CNN é focar no que fazemos melhor, que é a produção de notícias. Temos focado o

As câmeras escolhidas pela emissora para os estúdios, e também para a equipe ENG, são da marca Sony

Os diferenciais dos estúdios da CNN Brasil são os painéis de LED controlados por um sistema de gestão de conteúdo que dá flexibilidade à criação visual do Jornalismo para investir em diferentes cenários

máximo possível em serviços, como uma estratégia que torna a operação inteligente e sustentável.” Uma etapa importante da produção de notícias está na seleção dos equipamentos que integrarão o portfólio da emissora. Para estabelecer uma padronização da imagem da CNN Brasil, a escolha dos modelos e da marca das câmeras, tanto de estúdio quanto as de gravações externas, foi uma ação conjunta com a equipe de engenharia da Casablanca. O voto final foi para a Sony, modelo PXW-Z280 para



P 24

>>

Reportagem

As praças da CNN Brasil são conectadas por meio de links privados através do sistema PAM da Avid, Media Central CloudUX, possibilitando o acesso remoto e em tempo real de todo o conteúdo produzido na matriz da emissora

as equipes de ENG (coleta de notícias externas, na tradução literal) e modelo FB80 para as câmeras de estúdio, além do switcher XVS-7000. Para assegurar a estabilidade de grande parte das transmissões ao vivo da emissora, a 2Live, parceira local da LiveU, ficou responsável pelo fornecimento de tecnologia. São 15 unidades LU300 HEVC em campo em conexão direta com a estação na Avenida Paulista via IFB, possibilitando qualidade e velocidade às entradas ao vivo. Já as quatro unidades móveis da CNN Brasil contam com a solução LU610, encoder em rack, e antenas MIMO que dão mais robustez às coberturas. Uma plataforma de distribuição já utilizada pela CNN Internacional, o LiveU MATRIX, foi selecionada por permitir o intercâmbio de conteúdos entre Atlanta, sede da rede, e as subsidiárias mundo afora. Paul Ferguson, diretor de tecnologia da CNN, acredita que o recurso é hoje

indispensável e será de suma importância para o canal brasileiro: “Temos centenas de contribuições via Matrix e o Brasil será uma fonte importante”, afirmou. A plataforma Matrix proporciona a rápida visualização dos feeds e a imediata utilização num telejornal. “E tudo isso sem necessidade de nenhum hardware adicional e de banda que, se fosse via satélite, traz um custo extra relevante para a operação”, observou Eldad Eitelberg, da 2Live. Tratando-se de uma emissora que recebe feeds do mundo inteiro, o grande desafio é monitorá-los, bem como garantir que nenhum conteúdo possa ser desperdiçado e que, em caso de breaking news, seja possível plugá-los diretamente com a transmissão ao vivo. São mais de 30 conteúdos ao vivo chegando o dia todo na central de controle. Para stand ups ágeis e contribuições de breaking news, a CNN Brasil utiliza os aplicativos LU Smart nos smartphones dos correspondentes. O vídeo é enviado ao vivo do celular, via 4G, mas trafegado em nuvem com encoder H.265, da LiveU. “Isso dá mais confiabilidade e sobretudo respeito ao conteúdo transmitido”, avaliou Eitelberg. As Equipes de ENG convencionais e os videorreporteres saem da emissora sempre equipados com um kit de reportagem mobile. As praças da CNN Brasil são conectadas por meio de links privados através do sistema PAM da Avid, Media Central CloudUX, possibilitando o acesso remoto e em tempo real de todo o conteúdo produzido na

A emissora conta com um time de 400 jornalistas, incluindo repórteres espalhados pelo país e correspondentes internacionais. As primeiras grandes contratações foram de Evaristo Costa e William Waack. Pouco tempo depois, outros nomes de peso foram anunciados como Monalisa Perrone, Reinaldo Gottino, Cris Dias, Phelipe Siani e Mari Palma, entre outros.


Reportagem <<

Na imagem, as viaturas da emissora que transportam as equipes de ENG e os videorrepórteres, sempre equipados com um kit de reportagem mobile

P 25

matriz da emissora. Já para os sistemas de gerenciamento de ativos de mídia, o sistema Viz One Enterprise da marca VizRT está sendo implantado com toda a infraestrutura baseada em tecnologia de última geração da CISCO e um sistema de hiperconvergência de alta disponibilidade. Com o objetivo de arquivar a enorme quantidade de mídia gerada pelo ciclo de produção 24/7, todo o armazenamento local está baseado em Storage Nexis da Avid. No entanto, a possibilidade de mover parte do conteúdo para a nuvem está sendo estudada. “Ainda é cedo para dizer qual será a estratégia, uma vez que o acervo é muito novo, a rotatividade de conteúdos é alta e os serviços em nuvem são onerosos no Brasil quando se trata dessa movimentação”, apontou o diretor de tecnologia da CNN Brasil, Rafael Duzzi. Quanto ao sinal de distribuição, é por satélite e redundância com fibra para o envio até o headend da operadora de satélite. Desde a estreia, o canal permanece, temporariamente, com o sinal aberto nas maiores operadoras de TV por assinatura e disponível para 100% da base de assinantes. Durante a fase promocional, o público tem acesso à programação ao vivo pelo site www.cnnbrasil.com.br e pelas redes sociais do canal com o acesso liberado. Após este período, o sinal será fechado e somente os assinantes com os pacotes compatíveis terão acesso ao canal, seja pela distribuição por cabo, IPTV, satélite ou nos aplicativos das próprias operadoras. PA

E-mail: contato@alliance-technologies.com.br Telefone: (12) 3631-1217


P 26

>>

Case Study

Inovação na transmissão esportiva De Nadai Solutions realiza a produção remota do jogo Ponte Preta x Bragantino para a SporTV por redes de dados 4G Por Keila Marques

A

cobertura de eventos esportivos alcançou outro patamar quando a produtora De Nadai Solutions teve a iniciativa de fazer uma produção remota para o canal SporTV, na cobertura do jogo Ponte Preta (1) x Bragantino (2), realizado no último dia 9 de março. A partida de futebol, válida pelo Campeonato Paulista, foi transmitida ao vivo, sem unidade móvel, SNG ou geradores, direto do Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), enquanto outra equipe comandava a produção no estúdio na cidade de São Paulo. O projeto partiu do princípio de que a captação precisava manter um padrão de alta qualidade de imagem. Ao trabalhar com múltiplas câmeras ao vivo, é importante configurá-las adequadamente para manter este padrão em cada ângulo. Para alcançar este resultado, a operação das câmeras foi concentrada em um rack RPS (sistema de produção remota) e o controlador CCU (painel de controle de câme-

Equipe da produtora De Nadai Solutions trabalhando remotamente na produção do jogo Ponte Preta x Bragantino para o canal SporTV

ra), que normalmente é instalado em uma mesa de controle, colocado junto ao rack, possibilitando ao técnico operar o vídeo durante a transmissão no estádio. “Diferentemente do formato tradicional de transmissão, no qual o operador pega a câmera ENG, a saída SDI, bate o branco e grava, na produção remota com cinco câmeras, foi preciso evitar que cada operador criasse a sua configuração de branco, e esta foi a solução que encontramos”, explicou Igor Moraes, sócio-fundador da De Nadai Solutions, em entrevista para a Panorama Audiovisual. Como destacou Moraes, as câmeras utilizadas não eram são ENG, mas modelos Broadcast da Sony, com CCU e conexão via fibra


Case Study <<

A produtora envolveu 8 profissionais na operação no estádio, cinco operadores de câmeras, dois assistentes e um técnico

SMPTE. Outro detalhe importante do projeto foi encontrar uma solução para disponibilizar um vídeo de baixa resolução para ser operado no controle. Para montar essa infraestrutura, a produtora fechou parcerias com empresas da indústria de Broadcast, sendo a TVU Networks a primeira delas. A empresa forneceu o TVU Producer, um switcher para a produção de vídeo ao vivo, com múltiplas câmeras e até 4 feeds, baseado em nuvem. Além de incluir a participação do público, gráficos, gravação, câmera lenta e replays, a solução também entrega o conteúdo simultaneamente para várias plataformas e saída SDI, sem hardware ou software instalado. Para fazer a transmissão da partida de futebol, a produtora contou com quatro mochilas TVU Timelock para produção de vídeo remota ao vivo sem fio, com capacidade para sincronizar com precisão até 6 transmissores de vídeo. A TVU Timelock permite configurar até seis transmissões no mesmo delay para alcançar a sincronização com

P 27

saída para o estúdio para produção imediata. Cada mochila tem até seis chips de operadoras de telefonia para garantir a média de megabytes necessária à transmissão. “Sempre contrato uma internet dedicada de no mínimo 50 megabytes e bidirecional, e com o rack consigo distribuir para todo mundo”, afirmou Moraes. O rack a que Moraes se refere é o TVU RPS (Remote Production System), sistema de produção remota multicanal que sincroniza até seis transmissões ao vivo para enviá-las ao estúdio da produtora, onde acontece a produção ao vivo, com precisão de frame e genlock. Com o intuito de oferecer uma transmissão segura via IP, o sistema utiliza codec HEVC/H.265 e otimiza o uso de dados. Como complemento, o gerenciamento de prioridade de canal possibilita escolher qual imagem tem prioridade em caso de queda na taxa de bits. Ainda assim, se ocorrer qualquer falha, é possível utilizar a mochila TVU Timelock como backup. O rack conta com nobreak de 6 KVA e um gerador próprio de 10 KVA, garantindo a energia necessária à transmissão. Com a utilização de ambos os sistemas, o TVU RPS e a mochila TVU Timelock, está resolvida a questão da unidade móvel e, consequentemente, da montagem de conexões de rede de alta velocidade com fio no estádio. “A TVU me abraçou em Las Vegas no ano passado [durante a NAB Show, a feira de broadcast realizada anualmente na cidade], me deu total apoio e desde então fizemos mais de 30 horas de testes com as soluções da marca, até chegar ao modelo de transmissão remota ideal. Atualmente, já fizemos com a TVU, a Meia Maratona de São Paulo, Meia Maratona do Rio de Janeiro, as corridas de SP e RJ organizadas pela YESCOM e a Milhas Garoto, a prova mais importante de vitória”, comemorou Moraes. Vale destacar que, durante a pandemia do coronavírus, a TVU está disponibilizando o TVU Producer como um serviço gratuito para que as organizações de mídia mantenham suas notícias e eventos ao vivo no ar.


P 28

>>

Case Study

Ficha técnica SISTEMA DE VÍDEO 1 Switcher Carbonite 14X14 (ROSS) 1 Matrix Mediornet Micron 36X36 (Riedel) 2 Replay Mira (ROSS) 1 Playout Tria (ROSS) 1 GC Xpression (ROSS) 1 Servidor TVU RPS (TVU NETWORKS) 1 TVU Producer (TVU NETWORKS) 2 LU2000 (LIVEU) 2 Vidiugo (TERADEK) 2 Estações de trabalho com Adobe Premiere PRO CC (PC genérico) 1 Wirecast (TELESTREAM) 5 Câmeras PTZ PIVOTCAM (ROSS) 5 Câmeras HXC-100RF (SONY) 5 Câmeras HXC-FB75 (SONY)

A segunda parceira da DE Nadai Solutions nesta iniciativa de produção remota em eventos esportivos foi a Alliance Technologies, empresa brasileira representante de grandes marcas do mercado como Riedel Communications e Ross Video. No último mês de fevereiro, a Ross Video enviou um engenheiro à produtora para aplicar um treinamento técnico operacional. “As soluções da Ross Video oferecem uma entrega de altíssima qualidade”, reforçou Moraes. O treinamento durou uma semana, abrangendo principalmente os sistemas da marca que fazem parte do portfólio da produtora: o MIRA, um sistema de replay instantâneo para eventos ao vivo e transmissões esportivas com um sistema de repetição multicanal; o XPression, que é o sistema de geração de gráficos em movimento em tempo real da marca e o Switcher Carbonite 14X14 e o Playout Tria. Um detalhe interessante do sistema de replay é que as imagens transmitidas ao vivo durante o jogo ficam gravadas. Assim, ao final da partida, é possível fazer um MM (melhores momentos) sem acessar o servidor. O sistema permite a gravação direta de até 6h de vídeo. Outra marca representada pela Alliance, que agora também faz parte do portfólio de produção remota da produtora, é a Riedel, empresa alemã que forneceu o intercomunicador Matrix ARTIST-64 acompanhado de um painel de controle. Já a conectividade via fibra foi garantida por uma pequena central técnica, ROB, montada no estádio para gerenciar o transporte de sinais para a nuvem, onde a equipe localizada na produtora recebia via TVU RPS e servidor duplo.

Resultados A produtora envolveu oito profissionais na operação no estádio, sendo cinco operadores de câmeras, dois assistentes e um técnico. No formato convencional, mais 10 pessoas seriam necessárias, entre diretor de TV, operador de replay, coordenador, dois operadores de áudio (um para a equipe de jornalismo e outro para a unidade móvel), assistente de cabine, técnico de elétrica e motorista.

SISTEMA DE ÁUDIO 1 First Mixer QL 5 (YAMAHA) 1 Second Mixer DM-100 (YAMAHA) 1 RIO 3224 (YAMAHA) 1 RMIO-64D (YAMAHA) 8 Wireless Microphones (Lectrosonic) 8 Wireless Microphones (SENNHEISER) SISTEMA DE COMUNICAÇÃO 1 Intercomunicador Matrix ARTIST-64 com Painel (RIEDEL) Sistema de internet 1 Link RADIO 100 Mb simétrico 1 FIBRA 200Mb simétrica 3 Redes de internet local 100Mb SISTEMA DE ENERGIA 1 Gerador 100KvA 2 UPS 6KvA (PARALLEL) 1 Energia local

Como parte da equipe permaneceu na produtora, em vez de ir ao estádio, ao final da produção todos voltaram para suas casas. “A principal vantagem dessa mudança é a qualidade de vida. Aquele time que viajava para longe da família, agora volta para casa após o trabalho”, observou Moraes, se referindo a profissionais como diretores de TV, coordenadores e demais especialistas, que podem mudar a rotina devido ao trabalho remoto. Um aspecto comercial, igualmente importante em tempos instáveis como o que estamos vivendo agora, é fazer mais de uma transmissão no mesmo dia. Então, em uma carga horária de trabalho de oito horas, é possível ter uma equipe no controle de duas transmissões ao vivo, em locais e horários diferentes, trabalhando remotamente na produtora. A questão do tempo é uma particularidade importante da produção remota, pois existe um delay peculiar ao processo deste tipo de trabalho. O operador que está no estádio recebe um comando do diretor de TV ou do coordenador da operação, ambos baseados na produtora, com um atraso de até três segundos. Soma-se a isso, o tempo que o operador levará para interpretar a mensagem e subir a imagem solicitada. “O time que está no controle da ação precisa entender que existe um delay entre o comando e o que aparece no ar e que isso não é um problema, é uma característica deste tipo de produção. Este fator precisa ser levado em consideração para não gerar estresse desnecessário”, esclareceu Moraes. As equipes de produção remota tradicionais sempre dependeram do uso de equipamentos com custo elevado, como a unidade móvel e o uplink de satélite, para transmitir áudio e vídeo ao vivo ao estúdio. No entanto, à medida que a tecnologia evoluiu, as conexões de banda larga se tornaram mais robustas e confiáveis. Assim, como uma solução mais econômica, o streaming de vídeo tem se mostrando uma opção vantajosa para a produção remota em transmissões ao vivo. PA



P 30

>>

10 Perguntas

10P

Nilson Fujisawa Presidente e Fundador da LineUP, integradora de sistemas para Mídia Digital Por Keila Marques

C

om uma longa trajetória no mercado broadcast, Nilson Fujisawa construiu uma carreira sólida dedicada à engenharia de televisão. Em 1991, fundou a LineUP para fazer a manutenção de equipamentos profi ssionais de áudio e vídeo da Sony. Posteriormente, o empresário expandiu a atuação, especializando-se em Integração e Engenharia de Sistemas, Projetos, Instalação, Cabeamento, Venda de Equipamentos, Revenda Autorizada e Assistência Técnica Autorizada. Atualmente, a empresa está entre as principais integradoras de sistemas de áudio e vídeo para o mercado brasileiro de Mídia Digital. A LineUP tem um portfólio repleto de projetos para emissoras de TV, produtoras, universidades, unidades móveis, eventos esportivos e empresas de telecomunicação em todo o território nacional. Mais recentemente, países da América Latina e da África também entraram para lista de destinos atendidos pela equipe especializada de Fujisawa. Ao longo desses 29 anos, a empresa foi responsável pela implantação da DirecTV DTH, em 1996, na cidade de Barueri (SP); a participação na Copa do Mundo da França, em 1998, como parte da equipe técnica do SBT SP e da ESPN Brasil; a sede da atual Fox Sport, localizada na Barra da Tijuca (RJ), em 2016; e a atualização de mais de 37 emissoras afiliadas da TV Globo. Para atender estes grandes players da indústria de mídia televisiva, a LineUP oferece assistência técnica autorizada e especializada de fabricantes à altura, como Sony, FOR-A, JVC e AEQ. Ao se dedicar a estes clientes e fabricantes da indústria, Fujisawa adquiriu conhecimento e experiência, além de conquistar amigos e muitas histórias para contar. Na entrevista a seguir, Fujisawa conta um pouco da jornada da empresa e faz uma previsão das tendências do mercado de broadcast que, segundo ele, irão se estabelecer nos próximos anos.

Panorama Audiovisual: Como começou a LineUP? Nilson Fujisawa: A LineUP foi inaugurada em janeiro 1991, com a prestação de serviços de manutenção para equipamentos profissionais de áudio e vídeo da Sony utilizados por produtoras de São Paulo. Dois anos depois, ampliamos a oferta de serviços para atender um novo nicho de mercado: as emissoras de TV. A partir daí, passamos a fazer manutenção de sistemas de áudio, vídeo e, também, de comunicação para produtoras de vídeo e emissoras de TV de todo o País. Em 2001, agregamos mais uma área ao nosso portfólio, de revenda de equipamentos e sistemas, como parceiros da Sony Professional do Brasil no atendimento ao mercado nacional. Hoje, somos a única empresa do mercado profissional que possui uma Assistência Técnica própria para reparos de equipamentos profissionais de áudio e vídeo e

1

estamos investindo na infraestrutura do nosso laboratório, atendendo a Sony Professional, JVC Professional, FOR-A, NTT High End CODECS, LEADER Instrumentos, entre outras marcas das quais somos revendedores. PAV: Atualmente, quais são os principais parceiros tecnológicos da LineUP, que é uma das principais integradoras de sistemas do Brasil? Nilson: Somos uma Integradora completa para os mercados de Rádio, TV e Mídias Digitais. Temos equipes de pré-vendas técnicas, vendas e logística e pós-vendas, além de uma equipe especialista em Engenharia de Sistemas. Nossos principais parceiros tecnológicos são: Aveco Automation, FOR-A, Harmonic Video, JVC Professional, AEQ, SSL- Audio, LEADER Instru-

2


10 Perguntas <<

mentos, NTT Encoders, VITEC Codecs, IBM/TECHDATA-Aspera, Ecodigital-Diva Archive, Tedial-MAM, MOG Ingest and End to End Solutions e SONY Professional. PAV: A LineUP tem expandido seus negócios, atendendo clientes além do território brasileiro. Quais são os principais países e mercados no exterior? Nilson: Iniciamos um projeto para uma rede de Rádio, TV e Mídias Digitais, em janeiro de 2019, na África do Sul, e, agora, estamos fazendo integrações de projetos com parceiros tecnológicos na América do Sul. Para os próximos anos, temos planos de atender projetos especiais fora do mercado brasileiro como integradora de soluções.

3

PAV: A propagação do coronavírus mudou a rotina nas emissoras de TV. Como a LineUP planeja oferecer serviços de Treinamento Técnico e Operacional, Consultoria e Integração de Sistemas? Nilson: Passamos a oferecer atendimento virtual desde o primeiro caso detectado no Brasil, pois boa parte dos trabalhos pode ser realizada via internet. Alguns casos específicos precisaram ser adiados, como manutenção eletrônica, instalações de sistemas, site survey, etc.

4

5

PAV: A pandemia do COVID-19 intensificou o uso do streaming em diversas plataformas. A LineUP já sentiu o impacto desse aumento? Como tem contribuído com seus clientes?

P 31

Em tempos de Covid-1, no qual os produtores de conteúdo como Netflix e Globo necessitam reduzir o tráfego de dados/mídia para evitar um colapso na internet, é justificável configure o sistema de output em 1080i ou 720p

Nilson: Já sentimos, sim, de imediato. Os clientes solicitaram orçamentos e, devido à urgência, alguns até equipamentos com modalidade de empréstimo – são os codecs de vídeo, TVU, IBM-Aspera, assim como as soluções de TV Anywhere. Neste tempos especiais de COVID-19, no qual os produtores de conteúdo como Netflix e Globo necessitam reduzir o tráfego de dados/mídia para evitar um colapso na internet, é justificável que você configure o seu sistema de output em 1080i ou 720p, que possui uma boa qualidade e certamente deixará os telespectadores igualmente satisfeitos. Os conteúdos FULL HD HDR oferecem uma qualidade boa para assistir filmes e seriados.

Equipe LineUP, da esquerda para a direita: Edson Fugita, Lilian Souza (em pé) e Tatiane Santana (sentada); em pé ao fundo da esquerda para a direita: Ricardo Murata, Guilherme Cunha, Ricardo Chrispim e, por último (sentado), Max Noach, representante da empresa SSL.


P 32

>>

10 Perguntas

Acima, estande da LineUp na feira SET Expo de 2019, em São Paulo; e abaixo, Nilson e Max Noach (SSL) fechando parceria de revenda autorizada

Projetos da LineUP: acima para a TV Liberal de Belém, no Pará, e abaixo, para o estúdio da FOX Sports do Rio de Janeiro

PAV: A produção remota, virtualização e o IP já são realidade nos principais broadcasters mundiais, mas como vocês estão preparados para atender esta demanda dos clientes? Nilson: Estamos preparados para atender as demandas com trabalho em conjunto com os fabricantes-parceiros e a própria engenharia dos clientes. Neste momento, o nosso mercado de Rádio, Televisão e Mídias Digitais estão fazendo a atualização tecnológica para otimizar e minimizar os custos operacionais, com isso as produções remotas, central cast, virtualizações, nuvem e a infraestrutura de Rede para distribuição de Mídia sobre IP é uma importante atualização tecnológica.

6

PAV: Como está o panorama da produção 4K entre os seus principais clientes? Nilson: Estamos fornecendo soluções de captação e edição para as produções 4K de nossos clientes de Pro-AV da LineUp há mais de quatro anos. O que está acontecendo agora é que as câmeras com 4K Nativo Pro-Av são mais recentes, assim como as produções 4K Broadcast já vêm sendo produzidas pelas produtoras e as emissoras cabeças de rede. A LineUp sempre participou com soluções, como processadores, monitoração, conversor up/ down, switcher KVM, switcher de vídeo e outras soluções do ambiente de produção. Nestes últimos anos passamos a oferecer os CODECS de vídeo 4K com NTT e demais parceiros.

7

PAV: Em momentos de crise, os broadcasters precisam intensificar o jornalismo em tempo real. Como a LineUP pode ajudar, do ponto de vista técnico, a otimizar a ação das equipes de redação e externas? Nilson: Somos revendedores da TVU Networks, que tem soluções de TV Anywhere para gravar e transmitir conteúdo via celular, tanto que tenho assistido muitas reportagens ao vivo por celular

8

em sistemas multicast para o jornalismo. A equipe de redação já está com a interface para publicar estes conteúdos TV Anywhere a qualquer instante, assim como a equipe de recepção de sinais que entram no broadcast-center ao vivo. PAV: Quais tendências tecnológicas a LineUP está trazendo para os clientes do mercado brasileiro? Nilson: Trazemos as tendências tecnológicas sempre em duas etapas. A primeira é aquela que os clientes querem usar no momento, a segunda inclui os produtos que os clientes querem testar para criar conteúdos diferenciados em um futuro breve. Não envolve somente a qualidade de áudio, vídeo e metadados enriquecidos, mas também o fluxo de trabalho e a otimização operacional com o máximo de automações possível, fazendo um ‘mix’ com a parte humana e tecnológica. Tivemos solicitações de uma emissora de TV para testar um processador 8K para um evento e a FOR-A, marca da qual somos revendedores e tem esta solução. Por isso, estamos trabalhando para atender este cliente.

9

PAV: Como vê a evolução do mercado de broadcast nos próximos anos? Nilson: Alto crescimento de áudio e vídeo através do celular em função da expansão do 4G/4G+ e 5G, alta demanda de reestruturação das emissoras de TV, aberta e a cabo, com novos Setup-Box poderosos, inteligentes e com multimídia. Também vejo alta demanda de processos de produção Cross-Mídia na parte de redação, captação, pós-produção, playout, etc.; casos especiais de modelos de negócios fazendo ‘Revenue Share’ entre os produtores de conteúdo e os fabricante/integradoras em forma de contratos. Por fim, a consolidação de soluções mais acessíveis de sistema de Net TV para análise e processamento de cobranças de inserções comerciais, chamadas, vinhetas, etc. PA

10



P 34

>>

Programe-se!

Agenda Confira as datas de realização das principais feiras do setor audiovisual até o fechamento desta edição

11 a 15 de Setembro / Amsterdam (Holanda) IBC

O IBC, evento de mídia, entretenimento e tecnologia, reúne mais de 56 mil participantes de 150 países ao redor do mundo anualmente em Amsterdam para conferir os lançamentos de novos produtos e soluções dos principais fornecedores de tecnologia do mundo. O evento conta com mais de 1.700 expositores na área de exposição, além de uma conferência realizada simultaneamente com palestras, debates e workshops liderados pelos grandes especialistas do setor audiovisual. https://show.ibc.org/

21 a 22 de Outubro / Nova Iorque (Estados Unidos) NAB NY

A NAB Show, tradicional feira de broadcast, entretenimento e novas mídias realizada todo mês de abril em Las Vegas foi cancelada neste ano. Para reduzir o impacto desta difícil decisão, os organizadores anunciaram o NAB Show Express, uma experiência digital que fornecerá um canal para os expositores compartilharem informações, anúncios e demonstrações do produto. Outra iniciativa que busca contribuir positivamente para a indústria audiovisual é promover ainda mais o NAB Show New York, que até o momento não foi cancelado, com novos programas, parceiros e experiências. https://www.iscwest.com/

07 a 10 de Dezembro / São Paulo SET EXPO

A SET EXPO, maior feira de tecnologia e negócios de mídia e entretenimento da América Latina, é realizada em São Paulo tradicionalmente no mês de Agosto. Neste ano, o evento foi adiado para Dezembro. São mais de 150 expositores representando mais de 400 marcas nacionais e internacionais de empresas referência no setor de equipamentos, tecnologias e serviços do mercado de audiovisual, telecomunicações, radiodifusão e mídia eletrônica em geral. Toda a cadeia produtiva do setor audiovisual – da produção à entrega – está presente na SET EXPO, com soluções e modelos de negócios inovadores. https://set.org.br/events/setexpo/

09 a 12 de Setembro / Campo Grande (Mato Grosso do Sul) Church Tech Expo

A Church Tech Expo, Feira Internacional de Tecnologia, Inovação, Infraestrutura e Soluções para Templos e Igrejas, é um ambiente exclusivo para líderes religiosos e suas equipes de tecnologia encontrarem os lançamentos de novos produtos para captação de imagens e streaming, projeção, acústica, sonorização, mixagem, produção musical e iluminação. Além da área de exposição, o evento conta com um Congresso formado por uma programação direcionada às principais demandas dos profissionais da área. Realizada há cinco anos no mês de junho em São Paulo, neste ano, a Church Tech Expo ocorrerá no mês de setembro em Campo Grande (Mato Grosso do Sul). http://churchtechexpo.com.br/



Illumination | Reshaped A fonte de LED pontual ultra luminosa com uma variedade de óticas. O Orbiter é um refletor de LED ultra luminoso, ajustável e direcional da ARRI. Todos os sistemas do Orbiter são completamente novos e projetados com a versatilidade em mente. O novo painel de luz de seis cores do Orbiter, oferece uma ampla gama de cores e uma excelente reprodução de cores em todas as temperaturas de cor, além da dimerização suave de 100 a 0%. Com sua ótica cambiável, o Orbiter pode se transformar em muitos tipos diferentes de luz, incluindo projeção (spotlight ou elipsoidal), aberto, soft light e outras futuras possibilidades. O Orbiter é o refletor mais avançado já criado, com uma nova e empolgante tecnologia incorporada em cada um.

Aberto

Conheça mais sobre os diversos recursos do Orbiter em: www.arri.com/orbiter Orbiter® é uma marca registrada da Arnold & Richter Cine Technik GmbH & Co. Betriebs KG.

Elipsoidal

Light Bank

Domo