Issuu on Google+

Auto de Natal 2011: A Estrela Cintilante

(ATENÇÃO: quando falo em lado esquerdo e lado direito do “palco”, falo sempre para quem está virado de frente para o “palco”)

A estrela... as estrelas. Maria, S. José e o Menino. Um burro e uma vaca ao seu lado. Os anjos, os pastores e as ovelhas...Os presentes, a festa e a alegria... O anúncio que ecoou em toda a Terra: PARA OS HOMENS NASCEU UM NOVO DIA! Os Reis Magos, os camelos, a distância percorrida... a viagem de Natal. A mensagem de paz ao mundo inteiro, ganhando dimensão universal. Toda a terra glorifica o Deus – Menino! Chegou o Espírito de Natal!

Entra em palco o 1º, 2º e 4ºano, enquanto o narrador diz o texto anterior, colocando-se nas posições definidas nos ensaios. Quando o narrador acabar de ler, o 2ºano dança a canção “Espírito de Natal”

Narrador: Era uma vez uma estrela muito pequenina e com uma luz muito fraquinha entra a Estrela Cintilante pelo lado direito do palco e a pré dos pequeninos pelo lado esquerdo do mesmo. Muitas das outras estrelas do céu desprezavam-na, não gostavam desta pequena estrela entra a Estrela Má pelo lado esquerdo ninguém queria ser amiga dela, ainda por cima tinham um coro que encantava o céu e do qual esta estrelinha pouco brilhante não podia participar porque estas estrelas não deixavam.

A Pré dos pequeninos canta o refrão da canção “Estrelas Sentinelas” fazendo movimentos corporais para toda a música. Quando acabar a atuação a pré sai por trás do lado esquerdo do “palco”

Estrela Brilhantina (má): A tua luz é tão faquinha que os homens da Terra nem te vêem entra a borboleta Não és bonita como nós! Brilhas pouco! És feia! Por isso é que não podes cantar no nosso coro! Borboleta: Para de dizer asneiras! Vai-te embora! Tu é que és muito feia! Só dizes disparates, estrela espampanante! a estrela má sai de cena pelo lado esquerdo e entra a pré por este mesmo lado

A estrelinha suspirava de tristeza, ela gostaria que os homens a conhecessem e apontassem para ela no céu dizendo que ela era tão linda como todas as outras estrelas que vivem no imenso céu azul.

Borboleta: Estrelinha vou-te alegrar com uma linda canção. Borboletas! Estrelinhas! a borboleta e a estrela ficam em palco apreciar a atuação da pré, e quando esta acabar a borboleta desloca-se para a beira dos alunos do 4º ano que irão tocar no Instrumental Orff

Ano Letivo 2011/2012 Carina Figueiras Ramos


Auto de Natal 2011: A Estrela Cintilante A Pré dos grandes canta e dança “Borboleta pequenina”. Quando acabar a atuação a pré sai por trás do lado esquerdo do “palco” enquanto o narrador diz o seguinte texto.

Ela tinha o sonho de um dia poder ser uma estrelinha muito brilhante e linda como todas as outras estrelinhas do céu. E um dia o sonho realizou-se, pois vieram anjos ter com ela entram os 3 anjos pelo lado esquerdo e, a estrela aproxima-se do centro do “palco”

Anjo1: Somos os mensageiros de Deus. Ele escolheu-te para guiares os três Reis Magos. Tu vais mostrar-lhes onde vai nascer o filho de Deus, chamado Jesus. Estrela Cintilante (boa): Uau…Eu fui a escolhida! Porquê? Nem sou a mais bonita do céu! Anjo 2: Porque tu és uma estrela com sentimentos de bondade, amizade, humildade, generosidade… Anjo 3: Nós temos visto o que se tem passado contigo linda estrela. Anjo 1: As outras estrelinhas não gostam de ti só porque não és tão brilhante como elas, mas tens uma coisa que elas têm pouco! Anjo 2: Os tais sentimentos que ainda agora te falei… bondade, amizade, humildade, generosidade… Anjo 3: Estes sentimentos são muito valiosos e as estrelinhas do céu precisam de aprender uma grande lição. Estrela Cintilante: Seja feita a vontade de Deus! Farei o melhor que puder. Anjo 1: Brilha, brilha linda estrela, brilha com a luz de Deus! Ilumina o caminho para todos que quiserem poderem visitar o menino Jesus os 3 anjos deslocam-se para a beira dos alunos do 4º ano que vão tocar no Instrumental Orff. E a estrela iluminou-se. Era a mais linda e brilhante do céu a estrela desloca-se para a gruta.

O 1º ano já em palco desde o início da peça, como estrelas de cenário, desloca-se para o centro deste enquanto o narrador diz a última frase. Cantam/dançam a versão Rock “Brilha, brilha lá no céu”

entram os 3 reis magos juntamente com o 3ºano, pelo lado esquerdo, colocando-se nas posições definidas nos ensaios enquanto o narrador diz a próxima frase:

Na Terra, os três reis magos, ao verem a estrela tão brilhante disseram Rei Mago 1: Mas que quer isto dizer? Rei mago 2: Esta estrela é diferente! Rei Mago 3: É a estrela do menino Jesus! Vamos segui-la.

O 3ºano toca, na Flauta de Bisel Soprano, e dança a melodia “Sol, mi, Blues”. No fim desta peça o 3ºano fica sentado na parte de trás do “palco” esperando pela próxima atuação e, os 3 reis magos seguem a sua viagem até à gruta dando uma voltinha pelo espaço definido nos ensaios.

Ano Letivo 2011/2012 Carina Figueiras Ramos


Auto de Natal 2011: A Estrela Cintilante Enquanto o narrador diz a seguinte frase, as personagens seguintes entram lentamente em palco, e quando estiverem todos dizem os seus diálogos

No entanto, a estrela já tinha iluminado o caminho a um galo, a uma flautista, a um anjo e aos pastores. Galo: Eu sou o galo que veio acordar os pastores de Belém adormecidos.Com o meu cantar “cócórócócó” ficaram todos estarrecidos. Anjo 4: Eu sou o anjo Gabriel, vim anunciar aos pastores com alegria o nascimento de Jesus, Filho da Virgem Maria. 2 Pastores: Nós somos os pastores, levaremos connosco o nosso gado para oferecê-lo a Jesus, o Deus – Menino, Filho de Deus e Messias Incarnado. Flautista: E eu sou a Flautista, levo comigo a minha linda flauta para alegrar o caminho dos pastores e da lua que já está bem alta.

O galo, o anjo, a flautista e, os pastores seguiram o caminho da estrela cintilante ao som de uma bela canção estas personagens dão uma voltinha pelo espaço definido nos ensaios. Enquanto isso, na gruta Nossa Senhora e S. José cantavam uma canção para embalar o menino Jesus.

Um grupo de alunos do 4ºAno toca a melodia da canção “Ondas do Mar” (“Lua Lua”), na flauta de bisel Soprano, do livro Da Escola ao Palco O mesmo grupo de alunos do 4º ano toca no Instrumental Orff a mesma canção anteriormente ouvida, enquanto Nossa Senhora canta esta mesma canção para o menino Jesus

S. José: Que linda música Maria! Nossa Senhora: É uma canção de embalar José! Cantaremos muitas vezes para o nosso menino adormecer. Que alegria, lá estava a estrela do Redentor iluminando uma gruta. Os pastores, o galo, o anjo e a flautista estavam radiantes. entraram na gruta, ajoelharam-se e um dos pastores diz a seguinte frase - Menino Jesus aqui estamos nós para Te Adorar e oferecer as nossas prendas com todo o nosso amor.

Seguindo o caminho que a estrela iluminava, os três reis magos também encontraram uma gruta iluminada. Antes de entrar na gruta para adorar o menino Jesus cantaram em coro:

Enquanto o narrador diz o texto anterior, o 3ºano retoma as posições da atuação anterior e canta, com movimento corporal, com os três Reis Magos a canção “Os três Reis Magos”

Ano Letivo 2011/2012 Carina Figueiras Ramos


Auto de Natal 2011: A Estrela Cintilante Para a nossa amiga estrela foi uma noite maravilhosa, pois ela brilhou em honra de Jesus! Quando amanheceu, ela apagou-se mas a alegria daquela noite ficou-lhe para sempre no coração. As outras estrelinhas começaram a tratar a Estrela Cintilante com muito respeito, entra a estrela brilhantina pelo lado esquerdo e foi aí que a Estrela Brilhantina disse para a Estrela Cintilante:

Estrela Brilhantina: Esta é a estrela de Belém! Na noite de Natal foi a estrela mais brilhante de todos os tempos. Em todos os presépios vemo-la a iluminar a gruta de Belém e a dar a sua luz a Jesus.

Todos entram em palco ao som da música “À entrada do Presépio” finalizando o Auto-de-Natal. Quando estiverem todos os alunos reunidos, cantam “Para toda a nossa escola um Feliz Natal”

Um Bom Trabalho;) Um Feliz e Santo Natal

Ano Letivo 2011/2012 Carina Figueiras Ramos


Auto de Natal