__MAIN_TEXT__

Page 1

informa

Fotos: Adriana Damasceno

INFORMATIVO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO • 8/abr a 21/abr de 2019 | nº 541

A readequação começou pelo mobiliário, mas outras novidades também estão previstas

Mobiliário e equipamentos novos na Biblioteca Central Melhorias também incluem mais espaço e ações de modernização e acessibilidade

C

adeiras estofadas e ergonômicas, mesas com caixa elétrica para a conexão de equipamentos eletrônicos, armários guarda-volumes com acesso por meio de biometria, novos equipamentos de informática e liberação de mais uma área com 400 metros quadrados para estudos. A Biblioteca Central, localizada no campus de Goiabeiras, está de cara nova e, segundo o diretor Fábio Medina, outras melhorias estão por vir. A readequação do espaço teve início no segundo semestre de 2018 e, até o momento, demandou um investimento da ordem de R$ 2,7 milhões. Outros espaços estão sendo construídos, como a sala com recursos de tec-

Informa541.indd 1

nologia assistiva para atender pessoas com deficiência, uma sala multiuso equipada para a realização de projeções e videoconferência, e um miniauditório, além do já existente, com capacidade para 50 pessoas. “Toda essa readequação foi pensada para promover o bem-estar do usuário enquanto ele usa o espaço da Biblioteca para estudos ou pesquisas, individuais ou em grupo”, afirma Medina. O diretor destaca que, paralelo a isso, foi colocado em prática um plano de aquisição de materiais, possibilitando uma análise ainda mais criteriosa do acervo bibliográfico, a fim de atualizá-lo e ampliá-lo sempre que necessário.

Preservação Fábio Medina aponta que a Biblioteca precisa contar com a colaboração dos frequentadores para a preservação do acervo bibliográfico, dos espaços de estudo, bem como dos novos mobiliários e equipamentos: “É importante que esse patrimônio, que é um bem público, seja preservado para que todos possam se beneficiar”. O setor iniciará uma campanha de conscientização dos usuários, visando à conservação dos bens do local. A Biblioteca Central Fernando de Castro Moraes coordena os procedimentos técnicos de todas as unidades do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIB) da Ufes, composto por outras nove bibliotecas setoriais. Atualmente, o SIB/Ufes conta com um acervo formado por 351 mil exemplares e 151 mil títulos. Disponibiliza 13 mil títulos de dissertações e teses com 18 mil exemplares, 2.200 títulos com 3.100 exemplares de multimeios, e 138 mil fascículos de periódicos.

05/04/2019 10:49:04


foto do leitor Este espaço está aberto para a publicação de fotos sobre a Ufes, produzidas por você, leitor. A imagem deve ter alta resolução e formato horizontal. O envio pode ser feito para o e-mail fotodoleitor@ufes.br. Na mensagem, é importante informar o local onde foi registrada a imagem, o nome do autor, sua relação com a Ufes (se estudante, técnico-administrativo, professor ou funcionário de empresa terceirizada) e telefone para contato. A cada edição, uma foto será selecionada para publicação. Foto da servidora Danielle Knuth retrata o céu de fim de tarde no campus de São Mateus, com a cantina e o Laboratório de Anatomia ao fundo

agenda acadêmica Aula Magna Internacional com Michele Taruffo e Daniel Mitidiero Data: 10 de abril, das 8 às 12 horas Local: Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) Realização: Mestrado em Direito Processual Informações: direito.ufes.br Roda de conversa “Ecologia do Alfabetizar-se” Data: 11 de abril, às 14 horas

Local: auditório do Centro de Educação Realização: Programa de Pós-Graduação de Mestrado Profissional em Educação (PPGMPE) e Comissão Permanente de Avaliação de Políticas de Educação (Copappe) Informações: ce.ufes.br XVI Simpósio Nacional de Geografia Urbana (Simpurb) Data: 14 a 17 de novembro. Inscrições e submissões de trabalhos: 15 de abril a 16 de junho

Locais: Teatro da Ufes e Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN) Realização: Departamento de Geografia Informações: simpurb2019@gmail.com XII Seminário Capixaba sobre o Ensino da Arte Data: 11 a 14 de junho Local: Teatro da Ufes Realização: Departamento de Artes Visuais Informações: facebook.com/SCEAufes

Sugestões de pauta: 4009-2383, 4009-2203, 4009-2204 ou jornalismo.supecc@ufes.br / Edição digital disponível em: comunicacao.ufes.br/edições-2019 UFES - Universidade Federal do Espírito Santo Reitor: Reinaldo Centoducatte Vice-Reitora: Ethel Maciel Informa - Uma produção da Secretaria de Comunicação da Superintendência de Cultura e Comunicação da Ufes. Superintendente de Cultura e Comunicação (em exercício) e jornalista responsável: Thereza Marinho Jornalistas: Adriana Damasceno, Ana Paula Vieira, Camila Fregona, Hélio Marchioni, Jorge Medina, Lidia Neves, Luiz Vital e Nábila Corrêa Estagiárias: Danielle Gonçalves Revisão: Monick Barbosa Programação visual: Evandro Campos, Leonardo Paiva e Mariana Simões Apoio: Aurenice Cruz, Deborah Constancio, Eliza Gobira e Tatiana Candeia. Endereço: Av. Fernando Ferrari nº 514, Goiabeiras-Vitória/ES - CEP: 29075-910 Tiragem: 3 mil exemplares Impressão: CSS Editora

2 Informa541.indd 2

8/abr a 21/abr de 2019

05/04/2019 10:49:14


Administração Central

Programação de aniversário começa no dia 2 de maio

Ação solidária arrecada doações para pessoas atendidas pelo Hucam A ação integra o calendário de atividades em comemoração aos 65 anos da Ufes

A

Ufes iniciou, no dia 4 de abril, uma ação solidária para arrecadação de alimentos não perecíveis, fraldas descartáveis (infantis e geriátricas), roupas para recém-nascidos, kits de higiene pessoal e leite em pó (integral e NAN, para recém-nascidos). Todos os objetos recolhidos serão entregues à Sociedade dos Amigos do Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Sahucam) para doação aos pacientes carentes. A ação integra o calendário de atividades em comemoração aos 65 anos da Ufes e será realizada em todos os campi. Qualquer pessoa pode fazer sua doação nos pontos de coleta localizados no prédio da Reitoria (2º andar); em todas as pró-reitorias; nas secretarias dos centros de Ciências da Saúde (campus de Maruípe), Ciências Humanas e Naturais, Educação Física e Desportos, Ciências Exatas, e Educação (campus de Goiabeiras); na Prefeitura Universitária; nas sedes do Sindicato dos Trabalhadores da Ufes (Sintufes) e da Associação dos Docentes da Ufes (Adufes). As doações também poderão ser entregues no dia 5 de maio, quando será realizada, no campus de Goiabeiras, mais uma edição do Domingo de Lazer na Ufes, desta vez com atrações especiais em comemoração ao aniversário da Universidade. Na ocasião, será mon-

tada uma tenda no estacionamento ao lado do Teatro Universitário. Necessidades - A presidente da Sahucam, Sirley Louro, explica que as doações são dirigidas aos pacientes internados e àqueles que precisam de itens básicos de uso pessoal quando recebem alta: “O Hucam é um hospital de referência, que atende pessoas de todo o estado e até do sul da Bahia que, muitas vezes, não têm condições de comprar coisas básicas, como escova e pasta de dente ou uma sandália de dedo. Para os bebês, a doação de enxoval e de leite é uma grande ajuda”, afirma. A Sahucam é uma sociedade civil sem fins econômicos, que se propõe a arrecadar recursos para ajudar os pacientes do Hospital por meio do Serviço de Assistência Social. O objetivo é amparar o paciente nas suas mais variadas necessidades. O Hucam é o hospital-escola da Ufes, fundamental para a formação dos profissionais da área de saúde. Funciona com 300 leitos, atendendo, gratuitamente, 24 horas por dia, pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital realiza cerca de 1.200 procedimentos cirúrgicos e 16 mil consultas por mês.

O aniversário de 65 anos da Ufes é celebrado no dia 5 de maio, mas a comemoração oficial terá início no dia 2 de maio, com o hasteamento da bandeira da Universidade, às 9 horas, no campus de Goiabeiras. Nesse mesmo dia, às 18h30, no Teatro Universitário, haverá o lançamento de um selo filatélico e de um carimbo comemorativos, com a logomarca dos 65 anos. A primeira obliteração (carimbo) do selo será realizada pelo reitor Reinaldo Centoducatte. O selo ficará sob posse da Ufes, podendo ser usado em correspondências oficiais enviadas pela Universidade, como presente para autoridades e para a composição de coleções filatélicas. O selo não será vendido nas agências. No dia 5 de maio, o campus de Goiabeiras vai abrigar mais uma edição do Domingo de Lazer na Ufes, que, além das oficinas e atividades esportivas e culturais gratuitas, contará com outras atrações para que toda a comunidade possa comemorar o aniversário da Universidade. A programação também inclui, ao longo do mês de maio, apresentações especiais da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo (Oses) no Teatro Universitário, mostras de cinema no Cine Metrópolis e a Feira Literária Capixaba (Flic). Ao longo do ano, várias atividades acadêmicas e culturais serão realizadas como parte das celebrações dos 65 anos. Nos campi da Ufes em Alegre, Maruípe e São Mateus, também haverá atividades comemorativas dos 65 anos. Toda a programação será detalhada nos veículos de comunicação da Universidade.

3 Informa541.indd 3

05/04/2019 10:49:17


Goiabeiras: cantinas têm reabertura prevista para maio A comunidade acadêmica do campus de Goiabeiras que está com saudade das cantinas do Centro de Artes (CAr), do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) e do Cine Metrópolis pode esperar pela reabertura dos espaços no próximo mês de maio. As três cantinas estão passando por processo de licitação e a previsão é de que os novos contratos sejam firmados no próximo mês. As licitações tiveram início entre os dias 20 e 27 de março e, atualmente, estão na seção de habilitação, quando os interessados apresentam suas candidaturas e a Ufes analisa a documentação das empresas. Aquelas que estiverem habilitadas a oferecer o serviço passam para a próxima etapa do processo, que é a apresentação de propostas. O diretor da Divisão de Licitação da Gerência de Compras e Contratações da Pró-Reitoria de Administração (Proad), Matheus Silva, explica que o edital e o projeto básico da licitação estabelecem os critérios para o serviço, como horário de funcionamento e cardápio mínimo do estabelecimento. Além disso, também é uma exigência ser empresa do ramo com experiência no fornecimento de lanches. Segundo Silva, os contratos das cantinas geralmente são firmados por 2 a 3 anos e não há limite para participação nas licitações. O servidor ressalta ainda que a cantina do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN) também está contemplada na licitação, mas não chegou a ficar fechada neste caso porque o contrato atual ainda está vigente. Os campi de Alegre e São Mateus, no interior do estado, contam com uma cantina cada. Segundo as subprefeituras dos campi, ambas estão com contratos vigentes.

4 Informa541.indd 4

Foto: Hugo Cristo

Acontece na Ufes

Estudantes, empreendedores e técnicos da Prefeitura de Vitória durante encontro do projeto

Estudantes desenvolvem projetos para famílias empreendedoras de Vitória Parceria prevê encontros mensais para orientações sobre negócios e serviços

E

studantes da Ufes do curso de Design e da disciplina Tópicos Especiais em Psicologia Social firmaram uma parceria com o Serviço de Inclusão Produtiva (SIP) da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) de Vitória, por meio da qual desenvolverão projetos e estratégias de identificação visual, exposição e comercialização dos produtos e serviços de 12 famílias empreendedoras acompanhadas pelo SIP. Essas famílias participam dos serviços da Semas, como os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), os quais atuam nos 12 territórios do município de Vitória. O objetivo da parceria é exercitar, em situações reais, as técnicas aprendidas na Ufes e vivenciar a prática profissional. “Os alunos entram em contato com empreendedores que não poderiam pagar pelo trabalho de design e que não teriam acesso a esse tipo de conhecimento”, relata o professor do Departamento de Design Hugo Cristo.

Neste mês de março, foi realizado o primeiro encontro (foto) entre estudantes, empreendedores e técnicos da Prefeitura Municipal de Vitória, no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), localizado na Ilha das Caieiras. Durante o evento, que abordou o tema “Planejamento: o caminho do sucesso”, os alunos conheceram os negócios e serviços das famílias participantes, com o intuito de orientá-las a impulsionar as vendas.  A proposta é que os encontros sejam mensais. Segundo  Cristo, a convivência dos membros do projeto com os trabalhadores do SIP permitirá aos estudantes descobrir as particularidades e necessidades de cada empreendimento. “A imersão em novas ideias de design, por exemplo, ocorre graças ao relacionamento entre esses dois grupos,  supostamente distintos, em um processo de ajuda mútua”, explica o professor. “A gente aproxima o estudante do empreendedor para ensinar o aluno a trabalhar intensivamente em um projeto”, completa. 8/abr a 21/abr de 2019

05/04/2019 10:49:17


Acontece na Ufes

Ufes inicia 2019 com cinco novos cursos de pósgraduação

Relatório de Autoavaliação aponta potencialidades e fragilidades da Ufes O documento deve ser utilizado como instrumento de gestão da Universidade

A

Comissão Própria de Avaliação da Ufes (CPA) concluiu o Relatório de Autoavaliação Institucional (RAI) da Universidade – ano-base 2018 –, cujo objetivo foi identificar as potencialidades e as fragilidades apontadas pela comunidade acadêmica, a fim de viabilizar melhorias na instituição. Infraestrutura, acessibilidade, segurança, transparência, manutenção e comunicação foram alguns dos pontos avaliados pelos participantes. A pesquisa que possibilitou a elaboração do relatório foi realizada por meio de questionário on-line e contou com a participação de 1.587 estudantes de graduação, 672 estudantes de pósgraduação, 431 professores e 407 servidores técnico-administrativos de todos os quatro campi (Goiabeiras, Maruípe, Alegre e São Mateus). O RAI – ano-base 2018 está disponível para consulta pública no endereço eletrônico avaliacaoinstitucional.ufes.br/relatorios-autoavaliacaoinstitucional. Gestão - A coordenadora da CPA, professora Eliana Zandonade, explica que a autoavaliação das instituições de

ensino superior é um dos componentes básicos do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e deve ser utilizada como instrumento para a gestão da Universidade. “A avaliação interna é um processo de caráter diagnóstico e de compromisso coletivo. O objetivo é indicar as fragilidades e potencialidades da instituição, com o intuito de promover maior qualidade das ações de ensino, pesquisa e extensão, observados os princípios do Sinaes e as especificidades da Universidade”, afirma a coordenadora. Ela explica ainda que, após coletados e analisados os dados, cada membro da CPA elabora os comentários sobre a avaliação. Ao final, o relatório apresenta um plano de ações estratégicas dirigido aos gestores. Atualmente, a CPA é composta por dois membros de cada um dos seguintes segmentos: docentes, técnicos-administrativos, estudantes (um da graduação e um da pós-graduação), e sociedade civil organizada; além de um aluno egresso da Ufes. Eles participam de grupos de trabalho semanais e se reúnem mensalmente.

A Ufes iniciou o ano de 2019 com mais cinco cursos de pós-graduação: os doutorados em Economia, Ciências Contábeis, Filosofia e Ciências Sociais, e o mestrado em Ciência da Informação. Os cursos foram aprovados em dezembro de 2018 e três deles já realizaram seus primeiros processos seletivos: o doutorado em Economia, que ofertou cinco vagas; o mestrado em Ciência da Informação, com nove vagas; e o doutorado em Ciências Sociais, com 12 vagas. O doutorado em Filosofia está com inscrições abertas até 31 de maio. São oferecidas oito vagas nas linhas de pesquisa Ética e Filosofia Política; e Filosofia Contemporânea. O edital está disponível no site filosofia.ufes.br. Já o doutorado em Ciências Contábeis tem a publicação do primeiro edital prevista para ocorrer entre abril e maio de 2019. Serão ofertadas seis vagas nas linhas de pesquisa Controladoria e Organizações; e Contabilidade e Finanças. O edital será publicado no site cienciascontabeis.ufes.br. O diretor de Pós-Graduação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) da Ufes, Valdemar Lacerda Júnior, ressalta que a criação dos novos cursos consolida um esforço mútuo entre a PRPPG, departamentos, centros de ensino, professores, técnicos-administrativos e estudantes. “Esse resultado ocorreu devido a um planejamento estratégico que, em alguns casos, começou anos atrás, buscando a melhoria do desempenho dos cursos existentes, para que fosse possível pleitear a criação desses novos cursos junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)”, explicou. Segundo o diretor, com tais oportunidades, “a Ufes amplia as linhas de pesquisa oferecidas à comunidade e reafirma sua importância no que tange à formação do quadro de profissionais qualificados para as sociedades cabixaba e brasileira”.

5 Informa541.indd 5

05/04/2019 10:49:19


Acontece na Ufes

Bolsa TCC: Fapes apoia trabalhos sobre empreendedorismo Já pensou em receber uma ajuda de custo de R$ 400 para fazer seu trabalho de conclusão de curso? É exatamente isso que a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) está oferecendo por meio do Edital 001/2019, uma chamada pública para apoiar trabalhos de conclusão de curso (TCCs) voltados ao empreendedorismo. Essa é a primeira vez que a autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) está com inscrições abertas para selecionar os trabalhos finais de graduação. Os estudantes podem se inscrever até 26 de abril.   A Fapes destina R$ 800 mil para o edital “Bolsa TCC”, como ficou conhecido, divididos em duas chamadas, para selecionar 200 bolsistas em cada etapa. A primeira já está aberta e a segunda será realizada entre 26 de agosto e 4 de outubro. Os selecionados poderão receber o auxílio por até cinco meses.  “Nossa intenção é estimular a inovação e o empreendedorismo nos alunos concluintes da graduação. Já que são obrigados a defender um trabalho para concluir a faculdade, por que não apoiar uma ideia desenvolvida com conhecimento técnico e científico para estimular o espírito empreendedor?”, levanta a diretora-presidente respondendo pela Fapes, Lucia Aparecida Araujo.  Os interessados devem submeter as propostas à Fapes por meio do Sistema de Informação e Gestão (SigFapes). É necessário estar cursando o penúltimo ou último semestre, além de estar devidamente matriculado na disciplina de TCC ou projeto de graduação, com orientador já definido. O edital está disponível no site fapes.es.gov.br.

6 Informa541.indd 6

Ufes sedia Intercom Sudeste 2019. Inscrições abertas Prazo para envio de trabalhos vai até 17 de abril

E

studantes, pesquisadores e profissionais de Comunicação do Espírito Santo, de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Minas Gerais se reunirão em Vitória entre os dias 3 e 5 de junho no XXIV Congresso de Ciências da Comunicação da Região Sudeste, o Intercom Sudeste 2019. O evento, sediado no campus de Goiabeiras da Ufes, espera cerca de 2 mil pessoas durante os três dias de atividades. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site  portalintercom.org.br. Para a submissão de trabalhos, o prazo vai até o dia 17 de abril. O Congresso tem como tema  Fluxos Comunicacionais e Crise da Democracia. O presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom),  Giovandro Marcus Ferreira, explica a escolha da temática: “Estamos vivendo um momento de transformações econômicas e culturais. Mudaram as formas de pegar um táxi ou pedir comida, e nós temos que refletir sobre essas mudanças olhando a partir da comunicação. Quais discussões oferecemos para entender isso? Esse é um momento muito interessante para refletir”, pondera o pesquisador. No campo da democracia, Ferreira também vê diversos pontos para o debate. Segundo ele, o momento atual envolve uma sociedade de emissores, em que a circulação de ideias ocorre de forma diferente e há um embaralhamento entre as figuras do emissor e do receptor da comunicação. O presidente da Intercom ainda ressalta que a mediatização tem mudado as instituições, a vida dos indi-

víduos e a dinâmica dos meios de comunicação: “Nada melhor do que a academia se debruçar sobre as implicações da comunicação para a democracia”. Ferreira também destaca a característica dos congressos regionais da Intercom que, de acordo com ele, dão capilaridade à pesquisa em Comunicação. Para Edgard Rebouças, membro da Comissão Organizadora do Intercom Sudeste 2019, o evento também tem o potencial de reunir diversas áreas e cursos: “Realizar o Intercom na Ufes é muito importante não apenas para os cursos da área da Comunicação. Nossos temas de pesquisas são interdisciplinares e dialogam com problemáticas da Educação, das Ciências Sociais em geral, da Saúde e das Tecnologias. Por isso a participação é aberta a todos. Também é importante por mostrar como nossas pesquisas e cursos de graduação e de pós da Ufes têm se destacado no cenário nacional”. Submissão de trabalhos Estudantes de graduação ou recémformados (2018-2019) podem enviar trabalhos para a Jornada de Iniciação Científica em Comunicação (Intercom Júnior) e para a Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom). Os doutores, doutorandos, mestres, mestrandos, especialistas, graduados, professores e pesquisadores podem submeter artigos para as Divisões Temáticas (DTs). As normas, ementas, valores das taxas de inscrição e outras informações estão disponíveis no site portalintercom.org.br. 8/abr a 21/abr de 2019

05/04/2019 10:49:19


Divulgação

Acontece na Ufes

Para coordenador, iniciativas como a Mostra de Profissões ajudaram a alavancar o curso

Curso de Estatística da Ufes é um dos melhores do país Graduação obteve nota máxima na última avaliação do Ministério da Educação

O

bacharelado em Estatística da Ufes obteve nota 5 na avaliação presencial feita pelo Ministério da Educação (MEC) no último mês de março. O curso, que forma para uma das profissões consideradas promissoras no futuro, passou a ser o mais bem avaliado do Brasil, junto com o da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). No Espírito Santo, a Ufes é a única instituição a oferecer formação nessa área. O curso obteve nota máxima em todos os critérios referentes ao corpo docente, além de ter sido bem avaliado em relação à infraestrutura e à organização didático-pedagógica. Na avaliação in loco anterior, em 2015, a graduação em Estatística havia recebido nota 3, em uma escala de 1 a 5. Desde então, passou por uma reestruturação e aprovou um novo Projeto Pedagógico de Curso (PPC). O coordenador do curso de Estatística, professor Bartolomeu Zamprogno, afirmou que o resultado foi fruto de um empenho coletivo do corpo docente, dos servidores técnico-administrativos, dos estudantes e de diversos setores da Ufes. “Desde que assumi a coordenação, em 2016, fizemos várias atividades para alavancar o curso. Buscamos mos-

trar o que a Estatística faz, por meio da Mostra de Profissões e da Semana de Estatística. Fizemos divulgação para os estudantes de ensino médio, órgãos públicos e empresas privadas. Buscamos melhorar a infraestrutura, ampliando os laboratórios e adquirindo novos computadores, além de investir na compra de livros e em acessibilidade, para atender deficientes físicos. Em diálogo com os professores, incorporamos à grade curricular o que há de mais atual em relação à Estatística”, relatou o professor Zamprogno. Além de obter a nota máxima em Estatística, o Centro de Ciências Exatas alcançou nota 4 nas outras graduações oferecidas: Física, Matemática e Química. Para a coordenadora da Secretaria de Avaliação Institucional (Seavin) da Ufes, Leila Massaroni, o resultado reflete o entendimento da importância da avaliação para o aprimoramento do ensino na Universidade. “Queremos fortalecer a cultura de ter o processo de avaliação como instrumento de gestão, para subsidiar a melhoria dos cursos da Ufes, atendendo aos critérios estabelecidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo MEC”, afirmou.

Naufes promove debate sobre ações para pessoas com deficiência O Núcleo de Acessibilidade da Ufes (Naufes) realiza, no dia 23 de abril, às 14 horas, um debate sobre as diversas questões relacionadas ao acesso e à permanência das pessoas com deficiência na universidade. O evento, que é aberto ao público, será realizado na sala 5 do IC-4, no campus de Goiabeiras, em Vitória. De acordo com o coordenador do Naufes, Douglas Ferrari, a proposta é apresentar as ações de acessibilidade que o setor desenvolve na Ufes. Para o debate, o coordenador espera a participação de pessoas com deficiência e seus familiares, coordenadores e integrantes de núcleos de educação especial dos municípios, de secretarias de Educação e da área social, e de conselhos da pessoa com deficiência, bem como de instituições e profissionais que trabalham na área. Os projetos do Naufes contemplam estudantes com deficiências física, auditiva, visual e intelectual, deficiências múltiplas, transtornos globais de desenvolvimento e superdotação. No primeiro semestre letivo de 2019, ingressaram 45 estudantes com deficiência na Ufes, totalizando 149 que recebem atendimento social do Naufes e suporte acadêmico. O Núcleo conta com 19 monitores nos campi de Goiabeiras e Maruípe e oito no de Alegre – no de São Mateus não há demanda. Todos recebem treinamento para atuação em sala de aula, produção de material, mobilidade e outras ações. Os monitores também realizam tradução de textos para vídeos e desenvolvem atividades no Laboratório de Educação Física Adaptada, do Centro de Educação Física e Desportos (CEFD). O Naufes promove ainda mediações com os colegiados de cursos que possuam estudantes com deficiência, propondo adaptações para atender às necessidades desses alunos.

7 Informa541.indd 7

05/04/2019 10:49:20


Foto: Nádia Braga

Cultura

agenda cultural Teatro Universitário O ator Emílio Dantas traz, para o Teatro Universitário, o espetáculo Ele ainda está aqui (12 anos). Cheia de humor, a peça traça o paralelo de três irmãos de diferentes países (Brasil, Portugal e Angola), que se conhecem a partir da morte do pai. São três vidas distintas discutindo seus futuros a partir do que lhes resta no presente: uma herança. Sessões: 13 de abril, às 20 horas, e 14 de abril, às 18 horas. Dando continuidade ao projeto Sócio de Carteirinha do Clube Big Beatles – no qual o Teatro Universitário recebe, todo mês, um grande nome da música brasileira para cantar e tocar exclusivamente clássicos dos Beatles –, neste mês, a convidada será a cantora carioca Eliana Pittman. A banda Clube Big Beatles é formada por Léo Teixeira (voz e baixo), Mark Fernandez (guitarra, violão e teclado), Guto Ferrari (voz e bateria), Junior Curcio (voz, guitarra e violão) e Edu Henning (percussão e gaita). Sessão única: 25 de abril, às 21 horas. Os ingressos podem ser adquiridos no site tudus.com.br ou na bilheteria do Teatro, de terça a sexta-feira, das 15 às 20 horas. Mais informações: (27) 3335-2953. Galeria de Arte Espaço Universitário Para encerrar a exposição Múltiplo Comum – obras do acervo fotográfico, a Secretaria de Cultura e a Editora da Ufes lançam um catálogo contendo fotografias da mostra. O lançamento da publicação, que será distribuída gratuitamente, ocorrerá na Galeria, no dia 10 de abril, das 19 às 21 horas. O catálogo, assim como a exposição, reflete a multiplicidade de temas e abordagens que caracterizam a produção fotográfica do último meio século no estado. A obra também expõe o trabalho de constituição, catalogação e preservação do acervo feito pela Galeria, que completou 40 anos em 2018.

8 Informa541.indd 8

Os ensaios já começaram, com a participação de 51 crianças

Criarte terá coral infantil O coro será formado por crianças com idade entre 4 e 5 anos

U

ma ação conjunta da Secretaria de Cultura da Ufes e do Centro de Educação Infantil Criarte permitiu a criação de um coral formado por estudantes dos grupos quatro (4 anos) e cinco (5 anos) da escola. A preparação das crianças, que participam voluntariamente, está a cargo de Jean Molinari, um dos regentes do Coral da Ufes. Segundo o secretário de Cultura, Rogério Borges, a parceria visa desenvolver um projeto artístico-pedagógico de canto coletivo: “Temos como base a necessidade da criança de se expressar e de desenvolver seu lado interpretativo e a percepção da sua sensibilidade”, explica. Os ensaios do coro ocorrem duas vezes por semana na sala Multiúso do Criarte e contam com a participação de 51 alunos. “As crianças estão muito empolgadas com a oportunidade. Nos ensaios, estão sempre eufóricas e muito animadas com o trabalho”, contou uma das

pedagogas da escola, Nádia Braga. O maestro Molinari dá mais detalhes sobre o repertório: “As músicas terão letras educativas, sobre respeito e cuidados com o instrumento, a voz e o meio ambiente”. O projeto também valorizará as culturas capixaba e nacional, e estimular a escuta de compositores eruditos, como Mozart e Beethoven. Apresentações - O Coral Infantil do Criarte já tem várias apresentações previstas para este ano, como as presenças nas comemorações do aniversário de 65 anos da Ufes, em maio; na festa junina do Criarte, em junho; no festival Cantares, em outubro; e na festa de encerramento do ano letivo, em novembro. “Essa é mais uma oportunidade de trabalharmos diferentes linguagens com as crianças. Ter um coral infantil é uma importante contribuição do ponto de vista cultural e musical”, concluiu a pedagoga.

8/abr a 21/abr de 2019

05/04/2019 10:49:21

Profile for Universidade Federal do Espírito Santo

Jornal Informa | Ufes | n° 541 | 08/03/2019  

Jornal da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) destinado à divulgação das atividades desenvolvidas pelas áreas de ensino, pesquisa...

Jornal Informa | Ufes | n° 541 | 08/03/2019  

Jornal da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) destinado à divulgação das atividades desenvolvidas pelas áreas de ensino, pesquisa...

Profile for ufes
Advertisement