Page 1

O MELHOR DA CIDADE TIMEOUT.COM.BR 22/9 A 21/10 2013 R$ 9,90

uguês t r o P Em #22 o ã ç i Ed ISSN 2238-0744

+ SEBASTIÃO SALGADO + 30 x BIENAL + MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA

SABOR DE ARTE

Você tem fome de cultura? Selecionamos 10 cafés e restaurantes em museus e centros culturais CAPA_22_Fabs_19set.indd 1

23/09/13 18:25


O MELHOR DA CIDADE NOS MELHORES HOTÉIS

A revista Time Out São Paulo também pode ser encontrada nas

anuncios22.indd 2 Anuncio Hoteis-PT.indd 2-3

23/09/13 12:13

m


s

MANHATTAN

melhores bancas da cidade, nos stands da SPTuris dos aeroportos de Congonhas e Internacional de Guarulhos e na Movida Rent a Car

anuncios22.indd 3

23/09/13 01/08/12 12:13 18:13


O mês na cidade 22 de setembro a 21 de outubro

Pulsa SP Observações sobre a cidade. Radar

Compras & Estilo

6

42

De grandes shoppings até feiras de antiguidade, encontre o que você está procurando na cidade.

a cap

10

Cafés culturais

www.timeout.com.br

Os restaurantes e cafés de museus e galerias são ótimas pedidas para um lanche rápido ou almoço completo na companhia de belas obras de arte.

Cinema 43 Prepare-se para a maratona. A 37ª

Comes & Bebes Restaurantes Fomos conhecer a culinária

Gay 47 A SPTuris lançou seu primeiro guia

Mostra Internacional de Cinema homenageia Stanley Kubrick.

de turismo LGBT.

18

rural do Jacarandá, receitas tailandesas autênticas do Made in Thai e hambúrgueres feitos com meticulosidade na rede H3 Hamburgology.

31

O festival Beer Experience chega à sua terceira edição em um lugar maior, com centenas de cervejas, gastronomia e música ao vivo.

Arte & Exposições

38

Sebastião Salgado volta suas lentes para as paisagens naturais dos lugares mais remotos e preservados.

48

Teatro & Dança

53

O grupo Gogol Bordello volta à cidade para mostrar sua receita de punk cigano. Alexandre dos Santos Silva/© Galeria Paulo Kuczynski

Bares & Cafés

Música & Noite

A jovem autora Michelle Ferreira assina dois espetáculos que revelam conflitos urbanos.

Futebol  54 Correndo o risco de rebaixamento, Cara a cara A escultura ‘O Impossível’, de Maria Martins

o São Paulo espera sair da crise com o novo técnico.

Circulando em SP

55

Telefones e endereços essenciais para o turista na cidade.

Dizem por aqui

Design da capa Bia Gomes e Rafaela Garcez Foto da capa Shutterstock Imagem da obra de arte Shutterstock/© Igor Golovniov

LucasTerribili/divulgação

Nossa capa na versão em inglês

Eu quis mostrar um mundo em total equilíbrio. Gostaria que as pessoas, vendo a exposição, redescobrissem a dignidade que uma paisagem tem, assim como um ser humano. Combinação ousada Queijo burrata fresco e aspargos no prato do Mangiare

SebastiãO SALGADO, fotógrafo Na página 38

4 timeout.com.br  Setembro 2013 100 ÍNDICE_Bia_23set.indd 4

23/09/13 18:32


anuncios22.indd 5

23/09/13 12:13


Pulsa SP

Élen soares

Panorama

Em todo canto Às vezes, a vida selvagem resiste nos lugares mais improváveis. Vá até o topo do Edifício Itália, o melhor ponto de observação da cidade, e talvez veja um urubu sobrevoando o céu urbano. Já não é preciso de sorte para se deparar com o onipresente sabiá-laranjeira. O pássaro que é símbolo oficial do Estado de São Paulo, incomodou alguns moradores no último mês por causa do gorjear incessante. Nós, porém, esperamos que eles sigam com a cantoria.

Carta da editora Não há como contestar o poder dos negócios e finanças quando se trata de São Paulo. Mas no que diz respeito à nossa missão na Time Out São Paulo – trazer a vida cultural da cidade, sua cena noturna e de restaurantes à vida nas nossas páginas impressas e em nosso site – a arte e a gastronomia são as áreas em que SP mais se destaca. Nós reconstatamos a verdade desse fato a cada mês quando preparamos a revista, o que trouxe

uma dose dupla de prazer para a pesquisa do tema da matéria de capa desta edição. Ao reunir as duas especialidades da cidade, mergulhamos em alguns de nossos museus e centros culturais favoritos para encontrar os melhores lugares para se mesclar cultura com um bom almoço, ou para um café ou conversa na sequência de uma exposição provocativa. Se você usa a gastronomia como uma desculpa para tardes

de contemplação artística, ou o contrário, vá para nossas páginas e confira a nossa seleção. Ela inclui o restaurante Santinho, no Museu da Casa Brasileira, o moderninho Chez MIS, para drinques pós-exposição, e o Pret do MAM, para longos almoços com vista para o parque além do Museu de Arte Moderna. Fique ligado também em dois locais que vão incrementar essa cena em breve.

Claire Rigby

SIGA Leia a matéria de capa da edição passada em j.mp/TOSP_baresjazz

6 timeout.com.br  Setembro 2013 200 PULSA SP NOVO 2_bia_23set.indd 6

23/09/13 12:26


anuncios22.indd 7

23/09/13 12:13


Caia em nossa rede timeout.com/sao-paulo

No site timeout.com.br, no Facebook e no Twitter divulgamos, de forma imediata, uma seleção exclusiva com dicas de restaurantes, filmes, festas, shows, exposições, peças de teatro, e muito mais. Fique ligado!

Time Out São Paulo é uma publicação da Editora Dansville Ltda. Rua Valdir Niemeyer, 58 Perdizes, São Paulo – SP 01257-080, Brasil. Tel +55 (11) 3071-3309 Email contato@guiatimeout.com.br Publisher Silvio Giannini

Siga-nos no Twitter para nossa seleção diária dos melhores shows, exposições e eventos: @TimeOutSP

Diga-nos o que você mais ama na cidade em nossa página: facebook.com/ timeoutsaopaulo

Fotografe São Paulo e compartilhe no Instagram usando a hashtag #timeoutsp e nos siga: @timeoutsp

Vem aí em nosso site Centenas de críticas de restaurantes, bares, cafés e clubes, constantemente atualizadas, além de reportagens e fotos de nossas edições anteriores estão esperando o seu acesso.

Editorial Editora-chefe Claire Rigby Subeditora (Inglês) Catherine Balston Subeditoras (Português) Fabiana Caso, Marina Monzillo Editores-assistentes convidados CM Gorey, Juan Cifrian e Rafael Argemon Repórter Cecília Gianesi Tradução Christopher Mack, Christine Puleo, Mariana Leite, Melina Mance Rio de Janeiro Editora (Português) Alice Moura Editor (Inglês) Doug Gray Design Diretora de arte Bia Gomes Estagiária de design Rafaela Garcez Tratamento de imagem Gráfica Aquarela

são Paulo timeout.com.br

Colaboradores Texto Dave Calhoun, Anna Fitzpatrick, Evelin Fomin​, ​Danielle Goldstein, Tom Huddleston, Joshua Rothkopf​ Foto Ju Martinez

divulgação

Matt Saville/divulgação

Publicidade – 3071-3309 r. 22 Diretor comercial Elcio Farigo Gerentes de conta Luciana Gomes e Luiz Guerreiro

Tame impala Kevin Parker e

cia. tomaram gosto pela cidade. Eles trazem o seu dream rock psicodélico para mais uma rodada no Cine Joia, no dia 16/10. j.mp/TOSP_tameim

Gastronômade Se tiver cacife, junte-se ao grupo endinheirado

para um banquete ao ar livre no dia 6/10, em um hotel perto de Amparo, a 125 km de São Paulo. j.mp/TOSP_gastronomade

Rio de janeiro timeout.com/rio-de-janeiro

Marketing e distribuição 3071-3309 r. 18 Diretora de marketing & novos negócios Virginia Castro Administração Diretor financeiro Gregório Correa de Ávila Analista financeira Sueli Maria da Silva

Time Out São Paulo é publicado sob licença e em colaboração com a Time Out International Ltd London UK. A marca Time Out é usada sob licença da Time Out Group Ltd, 251 Tottenham Court Road, London W1T 7AB, UK +44 (0)20 7813 3000. www.timeout. com © Copyright Time Out Group Ltd 2013 Time Out Group

Black Sabbath Fechando

sua turnê brasileira de modo apoteótico, o legendário grupo britânico leva o seu barulho ao Sambódromo do Rio no dia 13/10. j.mp/TORJ_blacksa

International MD David Woodley International Content Director Marcus Webb International Editor Chris Bourn International Art Director Anthony Huggins

divulgação

divulgação

tomás rangel/divulgação

Chairman Tony Elliott

PIPO O chef Felipe Bronze, mais conhecido pela cozinha contemporânea do celebrado Oro, agora mira a tradicional comida de boteco em seu novo restaurante Pipo, no Leblon. j.mp/TORJ_ppo

Nenhum pagamento de qualquer natureza garantiu ou influenciou as resenhas desta publicação. A Time

SÍTIO ROBERTO BURLE MARX

Um dos maiores legados do paisagista no Brasil, o sítio restaura novo espaço. O Ateliê abriga esculturas e parte da colação de livros de Burle Marx. j.mp/TORJ_blmx

Out São Paulo mantém sua independência editorial e os anunciantes não recebem garantias ou tratamento especial de nehuma ordem: um anunciante pode receber uma boa ou má avaliação. Impresso no Brasil por Gráfica Aquarela Distribuído pela Euromag 3473-9178

8 timeout.com.br  Setembro 2013 200 PULSA SP NOVO 2_bia_23set.indd 8

23/09/13 12:27


PROGRAMAÇÃO

SETEMBRO A NOVEMBRO 2013

O ogro mais amado do mundo está chegando! administrado por

Curta temporada!

Classificação: Livre SEX. às 20h30min, SÁB. e DOM.. às 15h e às 19h REALIZAÇÃO

Classificação Livre

Sessões a preços populares 31 de outubro 07 e 21 de novembro Quintas-feiras às 19h Ingressos a partir de R$30,00*

REALIZAÇÃO

*Valor referente à meia entrada

OS MELHORES DO MUNDO

HERMANOTEU NA TERRA DE GODAH

PROJETO NOVA NO TEATRO APRESENTA JORGE VERCILO

25 e 26/09 | QUA. e QUI. às 21h |

29/10 | TER. às 21h30min |

Classificação 12 anos

Classificação 12 anos

BACHIANA FILARMÔNICA SESI SP

IL VOLO

REGÊNCIA JOÃO CARLOS MARTINS

JOVENS TENORES QUE CONQUISTARAM O MUNDO

22/10 | TER. às 21h |

06,11 e 12/11 | QUA QUA.,SEG.eTER.às 21h |

Classificação 10 anos

Classificação Livre

ROD HANNA ON BROADWAY

ALCEU VALENÇA

Curta!

facebook.com/teatrobradesco

ACÚSTICO

UMA SUPER PRODUÇÃO DO MUSICAL DOS MUSICAIS

23/10 |QUA. às 21h |

25/11 | SEG. às 21h |

Classificação 16 anos

Classificação Livre

Informe-se sobre benefícios Bradesco, Zaffari Card, Bourbon Card e outros descontos no site teatrobradesco.com.br. Ingressos à venda na bilheteria do teatro de domingo a quinta das 12h às 20h, sexta e sábado das 12h às 22h e pelo Ingresso Rápido: 4003-1212. Endereço: Bourbon Shopping São Paulo. R. Turiassú, 2100 - Piso Perdizes.

Siga!

@teatrobradesco

Teatro Bradesco administrado por

PARA GRANDES PROJETOS, GRANDES SOLUÇÕES

anuncios22.indd 9

23/09/13 12:13


RODRIGO ZORZI/DIVULGAÇÃO

TOME

cultura

10 timeout.com.br Setembro 2013 401 CAFES CULTURA_Bia_23set.indd 10

23/09/13 12:33


SANTINHO O restaurante é uma das atrações principais do Museu da Casa Brasileira

Para os insaciáveis por arte, ANNA FITZPATRICK e CATHERINE BALSTON recomendam cafés e restaurantes que são emoldurados pela fartura estética de museus e galerias

U

m café incrível, que vem com um museu até que legal junto.” Esse slogan insolente, criado pela agência de publicidade Saatchi & Saatchi em 1988 para o Victoria & Albert Museum de Londres, usou uma pitada de eufemismo britânico para atrair visitantes ao museu e para chamar a atenção para a sua pródiga coleção de obras de arte e objetos de design. O anúncio gerou controvérsia na época, com os membros do conselho em polvorosa por causa do tom que viam como excessivamente frívolo – a campanha também tinha frases como “Onde mais lhe dão £100 milhões em objetos de arte grátis em cada salada de ovos?” –, mas, desde então, ganhou espaço nos livros didáticos como um chamariz altamente bem-sucedido. Um de seus aspectos menos comentados é a sugestão simples, quase subliminar, de que um dia no museu pode incluir a oportunidade de um almoço glorioso antes da visita, ou de tomar um chá da tarde prazeroso para digerir tudo o que você acaba de ver. Pensando bem, não há um jeito melhor de apreciar a alta cultura do que misturá-la com um pouco do que você gosta, seja um simples cafezinho com bolo na Pinacoteca, com vista para os jardins do Parque da Luz, ou sorvendo coquetéis sofisticados no Chez MIS enquanto um dos eventos descolados do Museu da Imagem e do Som (MIS) acontece logo ao lado. O chá da tarde na Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, no Morumbi, é um prazer um pouco mais distante, porém vale a viagem graças ao fascinante acervo de obras de arte, enquanto o bufê de almoço no MAM, no restaurante Pret, é outro dos favoritos do público dos museus. Pavimentando o caminho para uma tendência que está prestes a decolar, o restaurante paulistano Capim Santo deu o pontapé inicial em janeiro de 2011, quando abriu uma filial de sua aclamada cozinha dentro do Instituto Tomie Ohtake, seguida por uma segunda dentro do Museu da Casa Brasileira (leia mais na página seguinte). Na mesma pegada, há uma dupla de novos concorrentes na jogada, começando pelo novíssimo bar, atualmente em construção, no andar de cima do Sal Gastronomia, do outro lado do pátio da Galeria Vermelho (no roteiro de Arte). O bar de tema náutico, que deve abrir em outubro, vai se chamar Amiral Place e tem como um dos sócios o chef do Sal, Henrique Fogaça. Também está no horizonte a abertura de um restaurante ou bar dentro da Pivô, prevista para o começo do ano que vem, levando mais opções de arte com comida para um público deliciosamente eclético.

Setembro 2013 timeout.com.br 11 401 CAFES CULTURA_Bia_23set.indd 11

23/09/13 12:33


Flor Café

@ Pinacoteca

Em meio ao vibrante Jardim da Luz, o Flor Café é perfeito para uma pausa vespertina

Flor Café Pinacoteca. Pça. da Luz, s/nº, Luz, 3313-1583. Ter. e qua., 10h-17h30; qui., 10h-17h30; sex. e sáb., 10h-17h30. Pratos principais, R$ 23,50-R$ 35; cafezinho, R$ 3,50. pinacoteca.org.br

Carla Oliveira/DIVULGAÇÃO

Localização é a palavra-chave no Flor Café, cafeteria com espaço ao ar livre situado na Pinacoteca, imponente museu de tijolos aparentes. Passe pelo ambiente escuro fechado e vá direto para o verdadeiro atrativo – o pátio de mármore preto e branco, onde mesinhas permitem que os visitantes contemplem o vizinho Jardim da Luz. O parque público mais antigo da cidade é o paraíso para observar o movimento, cheio de detalhes curiosos como coretos, árvores centenárias de quando funcionava como jardim botânico, no século 18, e mais de 50 esculturas do acervo da Pinacoteca – sem falar nos personagens interessantes, como operários de obras cochilando no horário do almoço e uma legião mais velha de prostitutas em busca de um trabalho vespertino. A Estação da Luz, de estilo clássico britânico, também pode ser avistada por entre as árvores. Absorva a vista enquanto pede um cafezinho (R$ 3,50) e uma fatia de bolo (R$ 4). Também há almoços comuns: a lasanha (R$ 23,50) e salada de macarrão penne (R$ 27) são opções tragáveis.

Na sombra Absorva a vista das esculturas do acervo da Pinacoteca e das árvores centenárias do Parque da Luz sob os guarda-sóis do Flor Café

Santinho

Rodrigo Zorzi/DIVULGAÇÃO

Tanto visitantes do museu como trabalhadores da região fazem fila para almoçar no casarão

Iluminação natural A construção de vidro do Santinho revela os jardins

@ Museu da

Casa Brasileira

Um dos poucos vestígios da opulência das residências do período do ciclo do café que restam na cidade, o Museu da Casa Brasileira ainda resiste na Avenida Faria Lima. Em total contraste com as torres de vidro que o cercam, o museu é uma mansão elegante que já foi a casa da rica família Prado, transformada em um espaço dedicado a mostras de design e arquitetura. No horário do almoço, porém, a atração principal é mesmo a comida. O pessoal dos escritórios faz fila no novo restaurante Santinho para provar o prato especial do dia, como a moqueca de peixe, acompanhada de arroz com castanha de caju, farofa e coco, mais sobremesa (quinta-feira, R$ 49). Ocupando a ala direita da casa e se abrindo para o tranquilo jardim dos fundos, o Santinho substituiu o restaurante Quinta do Museu. O novo estabelecimento é fruto da criatividade da chef Morena Leite, responsável pelo excelente restaurante brasileiro Capim Santo (no roteiro de Restaurantes). Mas o bufê do Santinho não é barato – prepare-se para desembolsar R$ 43, durante a semana, ou R$ 69, aos fins de semana. Faça o investimento valer a pena e prolongue o almoço, principalmente aos domingos, quando os jardins do museu recebem bossa nova ao vivo. Esqueça o relógio e não se apresse para ir embora também no Santinho original, localizado no térreo do icônico Instituto Tomie Ohtake (Avenida Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900, institutotomieohtake.org.br), a poucos quilômetros de distância, em Pinheiros – onde é fácil passar a tarde conferindo a exposição que estiver em cartaz. Os dois endereços do restaurante fazem uso econômico das cores, nas cadeiras, nos aventais dos garçons e nas panelas fumegantes do bufê, em interessante contraste com as paredes brancas do museu. Santinho Museu da Casa Brasileira. Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.705, Jd. Paulista, 3032-2277. Ter. a dom., 10h-18h. Prato principal, R$ 49; bufê, R$ 43-R$ 69. mcb.sp.gov.br

12 timeout.com.br  Setembro 2013 401 CAFES CULTURA_Bia_23set.indd 12

23/09/13 12:34


Procura-se anuncios22.indd Feijoada 13 TO_EN.indd 1

9/17/13 23/09/136:44 12:14 PM


Citron

@ Centro Cultural São Paulo

Ao ar livre, o restaurante self-service e lanchonete é o ponto ideal para apreciar a arquitetura do CCSP

Citron Centro Cultural Sao Paulo (CCSP). R. Vergueiro, 1.000, Paraíso, 3203-0656. Restaurante: seg. a sáb., 11h30-15h. R$ 39 (1 kg). Lanchonete: seg., 9h-16h; ter. a sáb., 9h-20h. Cafezinho, R$ 3,50; sanduíches, R$ 6,50-R$ 8,50. centrocultural.sp.gov.br

Salão de Chá

João Mussolin/DIVULGAÇÃO

As cores primárias são uma característica inconfundível do novo restaurante Citron, no primeiro andar do Centro Cultural São Paulo (CCSP), embora os vermelhos, verdes e amarelos berrantes das cadeiras de plástico evoquem mais uma creche do que um centro cultural. As mesas ficam dispostas sob uma cobertura curva e têm vista agradável para o jardim – uma ótima opção para dias ensolarados, mas pode ficar tranquilo, há mesas lá dentro para quando o tempo está ruim. O Citron é um self-service por quilo (R$ 3,90 por 100g) e, embora não tenha nada da criatividade do Santinho, oferece um almoço perfeitamente satisfatório. Se você só quiser um café e um lanche antes de visitar o CCSP, o Citron também tem lanchonete, com boas opções como sanduíches e pão de queijo. Não se trata de uma programação por si só, mas é um bom pit stop enquanto se explora o espaçoso centro cultural – uma façanha arquitetônica impressionante, com vão aberto, passarelas suspensas, paredes com painéis de vidro e quatro andares que abrigam bibliotecas, espaço de exposições e um terraço incomum na cobertura, com gramado e tudo.

Clube da cultura Enquanto explora o CCSP, faça uma parada para um almoço, lanche ou café no colorido Citron

@ Fundação Maria Luisa

Siomara Amadeu Limongi/DIVULGAÇÃO

Chá da tarde impecável, servido em sofisticadas peças de prata, em mesas com arranjos florais

Doce sabor Requinte e serviço primoroso no chá da tarde do Salão de Chá

e Oscar Americano

NO MAIS REMOTO bairro do Morumbi fica a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano. Situada em um parque de 75 mil metros quadrados, ela é a antiga residência do engenheiro paulistano Oscar Americano, sua esposa Maria Luisa e seus dois filhos. A impressionante casa modernista, uma caixa branca de concreto, fica na beira de um morro suave; a parte de baixo, com colunas, leva a um pátio agradável e sombreado, onde o Salão de Chá serve lanches e chá da tarde. Lugar tranquilo graças à localização remota, é ideal para uma escapada durante a semana. As mesas redondas espalhadas pelo espaço são ocupadas por famílias no fim de semana e lotam a cada duas semanas no domingo, quando a fundação abriga um recital de música clássica pela manhã. O chá da tarde, um tanto caro (R$ 55), é servido em xícaras de prata e em sofisticados aparelhos com guloseimas dispostas em três níveis. Ele pode ser saboreado a qualquer momento – embora seja bom fazer reserva. Uma aposta melhor é um dos lanches simples, como uma generosa fatia de quiche (R$ 25), um croissant (R$ 7) ou tostex (R$ 9). Se estiver a fim de um mimo, peça uma garrafa de vinho branco Carmen (R$ 30, 375 ml; R$ 60, 750 ml) e uma fatia de bolo caseiro (R$ 8,50). Dentro da casa, você pode conferir a coleção de arte de Americano, de tamanho considerável e que inclui retratos da época do império, cerâmicas e obras de um dos modernistas brasileiros mais conhecidos, Candido Portinari. Não deixe de passar no estúdio do antigo morador: decorado com móveis de madeira, pinturas e a coleção de livros dele, é o único cômodo que ainda preserva o estilo da década de 1960, exatamente como Americano o deixou. O ingresso para a casa custa R$ 10, mas a entrada é gratuita no primeiro sábado de cada mês. Salão de Chá Fundação Maria Luisa e Oscar Americano. Av. Morumbi, 4.077, Morumbi, 3742-0077. Ter. a dom., 10h-17h. Pratos principais, R$ 22R$ 25; cafezinho, R$ 4; sanduíches, R$ 7-R$ 9. fundacaooscaramericano.org.br

14 timeout.com.br  Setembro 2013 401 CAFES CULTURA_Bia_23set.indd 14

23/09/13 12:34


anuncios22.indd 15

23/09/13 12:14


Chez MIS

@ Museu da

Imagem e do Som

Menus especiais de almoço e uma boa carta de bebidas valem a visita

Chez MIS Museu da Imagem e do Som (MIS). Av. Europa, 158, 3467-3441, Jd. Europa. Ter. a sex., 12h-15h e 18h-1h; sáb., 12h-2h; dom., 13h-0h. Pratos principais, R$ 32-R$ 109. mis-sp.org.br

Rudá Cabral/DIVULGAÇÃO

Vista para o jardim também é o destaque do Chez MIS – imperdível durante o dia, dada a peculiar localização do restaurante, dentro de uma caixa de vidro no meio dos jardins do Museu da Imagem e do Som (MIS). A decoração minimalista em preto e branco garante uma estética moderna que combina com o visual do museu, mas o ambiente é bem informal. Durante a noite, as velas dão o clima – a cera acumulada forma esculturas na parede. Afunde-se em um dos dois sofás de couro ao lado da clientela hipster do Chez para estudar o cardápio, que consiste principalmente em saladas e sanduíches. Mas o restaurante também tem um especial de almoço nos dias de semana, com um aperitivo de minipolenta frita ou salada, uma entrada e sobremesa (R$ 35). Na carta de bebidas e petiscos há algumas misturas originais como martíni de melancia (R$ 22-R$ 37) e daiquiri de mel envelhecido (R$ 27), e outras mais tradicionais e recentes, como pisco sour (R$ 27), que pode ser saboreado enquanto se beliscam chips de presunto Serrano (R$ 24) ou tartar de salmão na torrada (R$ 28).

Esparrame-se Um dos dois sofás de couro onde se senta a clientela cool

E tem mais... Il Pastaio Pan Aroma Café na Casa das Rosas Patricia Corvo/DIVULGAÇÃO

luigi stavale/DIVULGAÇÃO

O café é uma joia escondida na Avenida Paulista, localizado atrás de uma de suas mais antigas mansões. Av. Paulista, 37, Bela Vista, 3289-8897. ilpastaio.com.br

Uni no MASP Excelentes almoços por quilo no andar de baixo do museu. Av. Paulista, 1578, Bela Vista, 3253-2829.

Pret do MAM

CCBB

Escolha o bufê de preço fixo e aproveite a vista do Parque do Ibirapuera pelo vidro. Parque do Ibirapuera, portão 3, V. Mariana, 5085-1306. mam.org.br/visite/restaurante

Em um dia de sol, escolha uma mesa no ambiente do lado de fora deste magnífico centro cultural. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651.

Sal Gastronomia na Galeria Vermelho Refeições gostosas no pátio da excepcional galeria de arte. R. Minas Gerais, 352 Consolação, 3151-3085. salgastronomia.com.br

16 timeout.com.br  Setembro 2013 401 CAFES CULTURA_Bia_23set.indd 16

23/09/13 12:34


Comes & Bebes Restaurantes, bares e cafés

ju martinez

Restaurantes18 Bares & Cafés31

Culinária rural A salada integra o menu descomplicado do restaurante Jacarandá

99 ABERTURAS_Bia_23set.indd 17

23/09/13 12:21


Restaurantes (A)provamos

ju martinez

Jacarandá

Casa de árvore Uma caixa de vidro protege o Jacarandá que batiza o restaurante, em um jardim de inverno

Se você não prestar atenção, vai caminhar pela Rua Alves Guimarães mil vezes e deixar passar batido o Jacarandá. O restaurante, nascido em novembro de 2012, tem alma discreta, quase matuta, com suas paredes terracota claras que escondem um charmoso quintal estendido. Nos fundos do terreno, onde foi construído o ambiente do restaurante, está a árvore entronizada, como uma joia em uma caixa de vidro – um pequeno jardim de inverno, por onde uma luz ambiente preenche o espaço já bem arejado. Entrar no quintal do Jacarandá é como fazer uma viagem para uma roça que já existiu em alguma das muitas vidas passadas da cidade. Em um caminho de tijolos envolto por pedrinhas, uma venda dá as boasvindas. O casebre milimetricamente arquitetado parece ter a melhor das curadorias da roça: ali estão pacotes das balas caseiras de doce de leite na palha com gostinho de infância, embalagens dos cafés especiais da fazenda, com a marca Coffee Lab,

doce de leite argentino, queijo da Canastra e goiabada de São Gonçalo de Minas. Seguindo adiante, nos fundos está o restaurante aconchegante, que soube escolher o mínimo necessário para compor a decoração do lugar – um alento para quem não aguenta mais os ambientes coxinhas que se alastraram como cupins pelos restaurantes da cidade. Pães fresquinhos, com miolo macio e casquinha crocante, mais o combo manteiga cremosa + jarrinha de azeite + sal marinho, foram oferecidos como couvert – e aceitos pelo grupo. Mas também resolvemos pedir o duo de empanadas (R$ 10), uma de queijo e outra de carne. Estavam gostosas, bem recheadas, com um tempero suave que não pesou depois. Com um cardápio enxuto de apenas dez pratos, o momento da escolha pode ser mais focado: pedimos a costela de porco com batata doce assada (R$ 51), de carne tenra e saborosa. Em um primeiro olhar, o acompanhamento (as batatas) parecia pouco para a composição do prato – mas não era. Também escolhemos bife de chorizo grelhado

com abóbora assada em redução no molho de carne (R$ 65), apenas correto, sem deixar lembranças marcantes, e a famosa lasanha de abóbora, espinafre e queijo da Canastra (R$ 39). Embora o sabor da abóbora tenha sido tomado pelo do espinafre, o prato estava delicioso, crocante por fora (com o gratinado) e cremosa por dentro, com um delicioso molho de tomates de zero acidez. Há

R. Alves Guimarães, 153, Pinheiros, 3083-3003. Seg a sex., 12h-15h, 19h-0h; sáb. e dom., 12-0h. Pratos principais, R$ 39-R$ 65. Tatu Bar & Palco: Qui. a sáb,, 20h-01h.

ju martinez

Culinária rural faz desse restaurante uma espécie rara

ainda opções de omelete, como o à milanesa com bacalhau e grão-debico (R$ 12) para um lanche leve. Na próxima vez – e certamente haverá uma próxima vez – provaremos sem falta. Para a sobremesa, experimentamos o bolo de chocolate com nata (R$ 12), divino, cremoso e doce na medida certa – nem muito nem pouco. Pedimos ainda o pudim de queijo da Serra (R$ 15), mas a delícia mais marcante foi, sem dúvida, o pudim de dulce de leche (R$ 12), realmente imperdível até para os menos amantes do doce. Mas a experiência toda não precisa se limitar ao ambiente do restaurante. No começo do ano, os donos decidiram investir em um espaço de happy hour: o Tatu Bar & Palco, que fica no subsolo. A placa preta colocada no muro lá da entrada, logo abaixo do ‘Jacarandá’, é desnecessária, não orna e confunde. Mas logo se dá um desconto, já que o espaço, com décor classudo de pegada underground, com sofás de couro que margeiam as paredes e um palquinho em que se quer subir e cantar algo bem sexy, é mais um desses cantos que a cidade tem sede por receber. Evelin Fomin

Dez pratos O polvo grelhado com batatinhas integra o menu enxuto

18 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 18

23/09/13 16:46


Alguém decidiu tratar hambúrguer como ciência? Ótimo, nós também gostamos da ideia, afinal hambúrguer bom é assunto sério. E, veja, a rede portuguesa H3 Hamburgology cumpre o que seu nome atrevido promete. Com lojas em dez shoppings de São Paulo, incluindo o Eldorado e Morumbi (no roteiro de Compras), a H3 Hamburgology foca exclusivamente em hambúrgueres. Eles oferecem suculentos discos de 200 gramas de carne, grelhados segundo o ponto de cozimento indicado pelo cliente. Mas se você está pensando em devorar um sanduíche com as mãos, está no endereço errado. A casa serve apenas a iguaria sem pão, com talheres de verdade e em

tO BurgP er Pegue Guia o seu exe

prato previamente aquecido. Você pode montar Time do Hambúrmplar do o hambúrguer O g estan ut São Pau uer da com o acompades d lo nos a h otéis nhamento de sua e 150SPTuris, da cid bares preferência – fritas, ade. salada ou arroz. E há ainda um menu de opções de finalização de molhos. Experimente o H3 Tuga, descarada homenagem a Portugal. O hambúrguer chega com um ovo a cavalo e um molho puxado na cerveja, alho e louro. Além das lojas em São Paulo, a rede também está presente em Salvador e Recife. Silvio Giannini Av. Roque Petroni Júnior, 1.089, Morumbi, 4003-4132. Seg. a dom., 10h-22h. Hambúrgueres, R$ 15,45-R$ 22,95 (com fritas). h3.com.br Outros endereços por toda a cidade.

divulgação

A ciência do hambúrguer perfeito chega aos shoppings de São Paulo

Comes & Bebes

H3 Hamburgology

Expertise Com molho de cerveja, alho e louro, o H3 Tuga vem com ovo

Pequeno restaurante tailandês acerta o alvo com menu típico

“Você consegue comer comida tailandesa?”. Na Tailândia, os garçons fazem essa pergunta com uma preocupação sincera pelo seu bem-estar, duvidando de sua capacidade de lidar com os pratos mais picantes. Mas, em São Paulo, o mais provável é que fãs frustrados da comida tailandesa façam a pergunta – e a resposta geralmente é negativa. É tão difícil encontrar boa culinária tailandesa na cidade quanto devorar um curry verde sem suar. Os poucos

lugares que valem a pena estão longe de tradicionais – é só pensar no Mestiço, queridinho do fusion, no excelente Obá, ou no Tele-Thai. É aí que entra o Made in Thai, da chef brasileira Camila Paludi, que estudou gastronomia do sudeste asiático na ilha de Koh Samui e voltou pronta para abrir uma casa tailandesa informal. Prescindindo de decoração chique, o foco de Paludi é a cozinha, especialmente a comida de rua que virou moda na Tailândia. Isso fica evidente logo de cara no menu simples do restaurante – rabiscado em uma lousa improvisada em uma parede branca – e também

simplicidade refrescante é excelente para isso. Juan Cifrian R. Augusta, 1.524, Consolação, 3253-1677. Seg. a sex., 12h-15h; sáb., 12h-16h. Pratos principais, R$ 20-R$ 24.

juan ciifrian

Oriente-se O arroz frito com curry panang é uma das três opções de almoço

na despretensiosa chef, que prepara os pedidos em uma cozinha aberta. Escondido no fundo de um corredor de paralelepípedos na agitada Rua Augusta, o Made in Thai serve apenas almoço e é uma novidade bem-vinda, não só porque se diferencia dos almoços já batidos, mas também porque a recente revitalização da região dificultou que lugares parecidos arquem com o aluguel por ali. Exceto por alguns enfeites budistas e um refúgio promissor no subsolo, o pequeno espaço não tem a ambientação da maioria dos restaurantes tailandeses de outros países, mas compensa isso com a comida. O aromático arroz frito com curry panang (R$ 20) estava leve e cremoso, embora um pouco suave demais. Mas nossa decepção acabou com a chegada do curry verde picante (R$ 20), uma deliciosa mistura com leite de coco que não estava ardida o suficiente para preocupar o garçom, porém satisfatoriamente apimentada. O pad thai de camarão (R$ 24) veio leve e saboroso, com todos os ingredientes necessários e servido com garfo e colher. Para sobremesa, refrescamos o paladar com a única fusão brasileira e tailandesa do menu: o brigadeiro de cidreira (R$ 3), uma variedade mais leve do famoso docinho, feita com chá de erva-cidreira. Você consegue comer comida tailandesa? Sim, consegue. E esse lugarzinho compacto e de

divulgação

juan ciifrian

Made in Thai

Despojado No topo, brigadeiro de erva cidreira, um dos itens do cardápio

Setembro 2013  timeout.com.br 19 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 19

23/09/13 16:46


Comes & Bebes

Rota da gula o sistema

Itália a gosto Pratos regionais

Visitamos os restaurantes de forma anônima e pagamos a conta sempre. Ah, e não nos interessa avaliá-los após a inauguração. Mas depois de, ao menos, dois meses. Envie sugestões para gastronomia@guiatimeout.com.br aberto nos últimos dois meses imperdível opções vegetarianas Wi-Fi grátis música ao vivo simpático ao público gay drinques BCB bom custo-benefício NOVO

clássico, localizado em um dos bairros italianos mais tradicionais da cidade, foi fundado em 1924. Sua decoração empoeirada, com quadros antigos, lhe confere um ar autenticamente nostálgico, que muitas pizzarias modernas falham ao tentar copiar. Recomendamos a pizza Castelões, com mussarela e calabresa artesanal, e a Margherita. Mas não importa seu pedido, esteja certo de que a massa será leve, crocante, coberta de molho de tomate com manjericão e queijo de qualidade impecável. R. Jairo Góis, 126, Brás, 3229-0542. 12h-16h e 19h-0h. R$ 39-R$ 64; couvert, R$ 9. Não aceita cartão.

Brooklin, Morumbi & Berrini INDIANO Govinda Com 30 anos de

existência, o Govinda representa uma interessante mistura de arquitetura luso-brasileira e decoração indiana. O

divulgação

PORTUGUÊS Bacalhoeiro O fato de a

PIZZA Castelões Esse restaurante

Na sombra dos arranha-céus da Avenida Berrini, este agradável bufê com tudo incluso serve uma das melhores comidas orgânicas da cidade. Frustrados pela falta de ingredientes frescos, os empreendedores do Recanto Vegetariano decidiram não só abrir seu próprio restaurante, mas também abastecê-lo com seus próprios vegetais orgânicos - eles até mostram provas fotográficas da origem dos vegetais. R. Flórida, 1.442, Brooklin, 5506-8944. Seg. a sex, 11h30-15h; dom., 12h-16h. R$ 26-R$ 29. Não aceita cartões de crédito. recantovegetariano.com.br

ITALIANO Vicolo Nostro Escondido

Brás, Mooca & Tatuapé Zona Leste ser a região mais populosa da cidade representa boas novas aos gourmets, com a abertura de bons restaurantes. Esta casa elegante é um deles e serve um clássico da cozinha portuguesa: o bacalhau. Comece pela frigideira de polvo com sal grosso e siga com o bacalhau a lagareiro – postas douradas no azeite, com sal na medida certa, acompanhada de alho, cebola, brócolis, azeitonas e batata assada. Para sobremesa, peça o arroz doce com canela ou a delicada sericaia do Alentejo – um pudim de leite e ovos. São deliciosos. R. Azevedo Soares, 1.580, Tatuapé, 2293-1010. Ter. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 12h-1h; dom., 12h-17h. R$ 58-R$ 88; couvert, R$ 17. bacalhoeiro.com.br

VEGETARIANO Recanto Vegetariano

As diferentes regiões italianas, que eram autônomas antes da unificação do país, mantêm uma infinidade de costumes locais – e culinárias independentes até hoje. Celebre a gastronomia regional com os menus especiais de 20 restaurantes italianos da cidade – cada um representando uma região diferente – na segunda Semana da Cozinha Regional Italiana, de 13 a 20/10. Comece com a Emilia-Romagna no familiar Spadaccino, depois rume ao sul para um gostinho de Abruzzo no veterano Vinheria Percussi. Encerre a jornada em Puglia, no Pasquale, queridinho sem frescura da Vila Madalena. Mais detalhes no roteiro. Acesse j.mp/TOSP_semanait para conferir os preços e todos os participantes. forro é sustentado por vigas de madeira aparentes (no século 19, a casa foi uma fábrica de processamento de gordura), enquanto suntuosos móveis indianos preenchem os diversos ambientes. O couvert é um bom começo: oito molhos diferentes e pão caseiro. Você não pode perder os clássicos da cozinha indiana – peça curries de cordeiro ou frango. R. Princesa Isabel, 379, Brooklin, 50924816. Seg. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 12h-16h30 e 19h-0h; dom., 12h-17h. R$ 32,90-R$ 66,90; almoço, R$ 33,90; couvert, R$ 17,90. govindarestaurante. com.br VEGETARIANO Moinho de Pedra Com

a experiência adquirida em vários endereços vegetarianos de São Francisco, nos Estados Unidos, a chef Tatiana

Cardoso abriu seu próprio restaurante em uma bela casa da Chácara Santo Antônio, na zona sul de São Paulo. Na lousa em cima do balcão, encontram-se descritos os pratos do dia (R$ 30, de segunda a sexta e R$ 35, no sábado). Para a sobremesa, vá de iogurte escorrido, batido com mel e calda de frutas vermelhas orgânicas (R$ 14,50, de segunda a sexta, R$ 16,50 no sábado). Logo na entrada, há um empório de alimentos naturais, integrais e orgânicos e uma farmácia com fitoterápicos, cosméticos e chás medicinais. Encontram-se ali também produtos sem glúten, lactose e açúcar. R. Francisco de Morais, 227, Santo Amaro, 5181-0581. Seg. a sex., 8h30-11h e 12h-13h30; sáb., 9h-11h e 12h-16h. R$ 35-R$ 45. moinhodepedrarestaurante.com.br

entre as luminosas torres de escritórios da Berrini, o Vicolo Nostro é um dos poucos restaurantes de qualidade na área que abre também para o jantar. O vasto espaço em tom terracota, com trepadeiras crescendo nas paredes, é famoso pelas reuniões no almoço e jantares de negócios, mas não só por isso. O local serve comida italiana autêntica: ganhou o selo de aprovação Ospitalità Italiana em 2011, por seguir ao pé da letra as tradições da cozinha da Itália. Comece com o divino couvert de pães italianos, queijo de cabra e azeitonas. Como sugestão do chef para o prato principal, congro com crosta de sirí e arroz selvagem – impressionante (embora o cappelletti estivesse salgado demais). É um pouco caro, mas se você puder, deixe-se levar pelo charme do lugar e pela boa comida. R. Jataituba, 29, Brooklin, 5561-5287. Seg a qui., 12h-15h, 19h-0h; sex., 12h-15h, 19h-1h; sáb., 12h-16h30, 19h-1h. R$ 39-R$ 105; almoço, R$ 38-R$ 56; couvert, R$ 16. vicolonostro.com.br

Centro, Luz & Bom Retiro GREGO Acrópoles É fácil imaginar esse restaurante desempenhando um papel coadjuvante em um filme de Woody Allen ou fazendo uma aparição curta em Seinfeld, como a quintessência do comércio familiar de bairro. Conhecido pela boa comida, atrai paulistanos de todos os cantos da cidade, que se juntam em frente da casa para tomar um chope enquanto esperam pacientemente até que uma mesa seja liberada. Um pouco mal localizado, pode ficar lotado demais nos fins de semana. A decoração é surrada, com fotografias gastas de templos em ruínas. A cozinha fumacenta prepara clássicos da gastronomia grega, como moussaka e cordeiro assado, junto a alguns clássicos italianos. Não é nada espetacular, mas é uma opção caseira, boa e honesta. R. da Graça, 364, Bom Retiro, Centro, 3223-4386. Metrô Tiradentes. 12h-23h. R$ 30-R$ 60; couvert, R$ 25-R$ 45. restauranteacropoles.com.br BCB

20 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 20

23/09/13 16:46


umbrella.cx anuncios22.indd 21

23/09/13 12:14


Comes & Bebes

FRANCÊS La Casserole Desde a inauguração, em 1954, pouca coisa mudou nesse bistrô – o que definitivamente não é um problema. O serviço é agradável e charmoso e a culinária está aprovada. O cardápio não faz concessões – há clássicos como tripes à la mode de Caen e rins de vitela ao molho de vinho Beaujolais, além de um cordeiro bem preparado e coq au vin saboroso. Durante o dia, vale a pena caminhar pela região, passear pelo mercado de flores ao lado e aproveitar uma parte de São Paulo que resistiu às demolições. Lgo. do Arouche, 346, Centro, 3331-6283. Metrô República. Ter. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 19h-0h; dom., 12h-18h. R$ 38,50-R$ 72,50; couvert, R$ 10-R$ 14. lacasserole.com.br VEGETARIANO Nutrisom Aberto em

1980, este bufê vegetariano da velha guarda do centro de São Paulo continua imbatível. A decoração simples e meio datada pode não causar a melhor das impressões, mas a comida é sempre feita com um toque de imaginação. Comece escolhendo entre uma variedade de saladas ou com uma tigela de sopa e, em seguida, sirva-se no balcão de pratos quentes, que normalmente inclui uma dúzia ou mais de pratos brasileiros que variam diariamente e que são apresentados sempre lindos e cheirosos. O cheesecake e o sorvete complementam este bufê de alta qualidade. Para quem está na região, é uma opção muito econômica - preço fixo de R$ 20 durante a semana ou um pouco mais aos domingos, embora não abra aos sábados. Uma filial mais nova e mais elegante foi aberta na Vila Olímpia, atraindo para o almoço hordas de pessoas que trabalham por ali. Vd. Nove de Julho, 160, sobreloja, 3255-4263. Seg. a sex., 11h-15h15; dom., 11h30-16h30; fecha aos sábados. Seg. a sex., R$ 19,90; dom., R$ 27. Outro endereço R. Ramos Batista, 443, Vl. Olímpia, 2639-5799. nutrisom. com.br

da cidade no fim de semana, aproveite o popular bufê de almoço. Só não espere o melhor serviço do mundo. Av. Ipiranga, 200, República, 3120-4442. Seg. a sáb., 11h30 -0h. R$ 25-R$ 40; R$ 35,90 por quilo; couvert R$ 5-R$ 10. varandacopan. com.br

Consolação & Higienópolis

do Mundo, os garçons o tentarão com um carrinho de sobremesas ou preparar uma deliciosa banana flambada bem na sua frente. Lembre-se de que sexta-feira é dia de frutos do mar e peixe, e que as sobremesas e bebidas são cobradas à parte. Av. Angélica, 430, Santa Cecília, 3664-0070, Metrô 3, Santa Cecília e Marechal Deodoro. Seg. a sáb., 11h30-23h30; dom., 11h3023h. Pratos principais, R$ 39,90-R$ 55. angelicagrill.com

TÁ NA ÁREA

AMERICANO 210 Diner A lanchonete já se popularizou ARGENTINO 348 Parilla entre os que procuram um ao Pq. Porteña Aos finais de farto prato típico dos Estados Próximos Aires o semana, esse restaurante Unidos em Higienópolis. Buen é visível a quadras de Você morreria feliz se a distância graças à longa fila sua última refeição fosse o na porta, formada por clientes famoso macarroni and cheese, pacientes, que bebem cerveja gelada salpicado com cogumelo, que eles têm enquanto esperam por uma mesa. no cardápio. O sanduíche de atum e A casa é argentina não só no nome, os hambúrgueres também não deixam mas principalmente pela miríade de a desejar. Experimente o de porco – autênticos cortes de carne apresentados robusto, grelhado e coberto por costela no menu. Há dúvidas se o vacio (também desossada ao molho barbecue. R. Pará, 210, Higienópolis, 3661-1219. Metrô conhecido como corte especial 348) de Paulista. Ter. a qui., 12h-15h e 19h-0h; fato supera o bife de chorizo, mas chame sex. e sáb., 12h-16h e 19h-0h30; dom., mais gente para ir com você e tire a 12h-17h e 19h-23h. R$ 16-R$ 52. Menu dúvida. Para acompanhar a carne - que executivo, R$ 24-R$ 49. 210diner.com. vem no ponto que você quiser - peça br a papa tasso: fatias de batata frita crocantes. As costelas de porco são CHURRASCARIA Angélica Grill ideais para quem quiser substituir a Você precisa estar bem carnívoro carne, e as empanadas são imperdíveis. quando visitar esse enorme rodízio Teto com vigas aparentes, cadeiras de – onde come carne saída da grelha vime, mesas de madeira rústica e muitas à vontade. Os garçons circulam pelo plantas emprestam à essa antiga casa salão bem iluminado com 25 tipos de de bairro um clima caseiro e tradicional. carne, e você enche o prato até dizer R. Bahia, 364, Higienópolis, 4306-0348. chega. Complemente a refeição com Ter. a sex., 12h-15h30; 19h-0h; sáb.,12hacompanhamentos do extenso bufê de 0h; dom.,12h-18h. R$ 59,50-R$ 100; saladas (sushi, pães, verduras e muito couvert grátis. mais), mas tenha cuidado para não ITALIANO Cantina e Pizzaria Piolin exagerar – você pode não conseguir Todo mundo parece ser habitué nesse aproveitar toda a riqueza de carnes. restaurante italiano verde e vermelho. O manejo do prato no rodízio é uma Esse fato pode ter algo a ver com a arte que requer prática. Se você estiver duradoura popularidade junto ao meio concorrendo ao título de Maior Glutão

teatral – a casa apoia peças e oferece refeições com desconto para os atores. Completamente despretensioso, o lugar funciona há mais de 40 anos sob o comando de José Alves de Godoy, conhecido como Mosquito. Experimente a sua já testada e aprovada invenção, a lasanha alla romanesca, uma saborosa massa que leva molho branco, ervilhas, presunto e cogumelos. R. Augusta, 311, Consolação, 3256-9356. 11h3016h. R$ 50-R$ 117 (duas pessoas); almoço, R$ 15,50; couvert, R$ 9,50. cantinaepizzariapiolin.com.br BCB ITALIANO Camelo O que começou em 1957 como um restaurante árabe servindo esfihas e humus, se reinventou ao longo dos anos e hoje é uma das pizzarias mais tradicionais da cidade. Ampla, iluminada, cheia e acolhedora, a Camelo serve pizzas em massa crocante, como a especial da casa - pizza Camelo - com escarola, bacon, palmito e azeitonas, ou a opção com tomates secos e a saudável rúcula. Desviando um pouco da temática italiana, outra opção saborosa é o frango à passarinho. R. Engenheiro Edgar Egídio de Souza, 98, Higienópolis, 3822-5050 Aberto 18:00 à 01:00 Sex. e sáb., 18h-1h, dom; a qui., 18h-0h. R$ 64-R$ 116 (para dois). Outros endereços por toda a cidade. pizzariacamelo.com.br. VARIADO Carlota A chef gaúcha Carla Pernambuco tem uma criatividade invejável. Em sua cozinha multicultural, a gastronomia internacional é misturada à culinária típica brasileira. Os resultados são surpreendentes. O incrível mignon de cordeiro com ratatouille provençal e o agnolotti de queijo de cabra são apenas dois exemplos que explicam o fato de o Carlota ter uma legião fiel de fãs. Finalize com a recriação do clássico ‘Romeu e Julieta’, suflê de goiaba com calda quente de catupiry, uma delícia! R. Sergipe, 753, Higienópolis, 3661-

ALEMÃO Schnaps Haus Morrendo de vontade de comida alemã? Wilkommen (bem-vindo) ao Schnaps Haus. Uma das poucas opções de culinária alemã em São Paulo, esse restaurante está mais para taverna familiar do que para restaurante sofisticado. O schnitzel com páprica é de longe o melhor prato da casa: o tenro lombo de porco, também com molho de páprica e acompanhado por uma porção enorme de purê de batata e arroz (que dá um toque brasileiro à refeição), é memorável. Os pratos servem facilmente duas pessoas. R. Diogo Moreira, 119, 3031-9886, Pinheiros. Metrô Faria Lima. Seg. a sex., 12h-15h e 18h-23h; sáb., 12h-23h; dom., 12h-17h. R$ 18,30-R$ 41,50; almoço, R$ 18-R$ 28. schnapshaus.com.br

pés do Copan, edifício desenhado por Niemeyer, o Varanda é uma opção confiável de jantar se você se encontrar no Centro para uma noitada. Grupos de executivos e amigos se reúnem no meio da semana para beber, conversar e comer. Janelas que vão do chão ao teto dão vista para grandes cartõespostais da cidade, ainda movimentada até bem tarde. O cardápio combina com o clima discreto, com opções à la carte de massas, carnes ou peixes, como o salmão grelhado ao molho de alcaparras (R$ 42). Se você estiver naquela parte

leo feltran/divulgação

BRASILEIRO Varanda Copan Aos

Menu renovado Levando os sabores a sério, a pizzaria Bráz lançou sete combinações novas de pizzas em sua unidade de Pinheiros, entre elas a Norma (na foto, R$ 63,50), com berinjela, tomate, ricota e manjericão

22 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 22

23/09/13 16:50


anuncios22.indd 23

23/09/13 13:02


História na mesa Degustação

FRANCÊS Ici Bistrô Esse chique e

clássico restaurante francês recebe elogios desde sua inauguração, em 2002. Os aperitivos incluem a lula Panée, crocante e temperada. Mas prepare-se: a modesta porção é um truque para abrir o apetite – já usado há muito tempo pelos principais representantes da hautecuisine francesa. O filé de atum com gergelim é macio e bem saboroso, e as sobremesas também merecem destaque, principalmente, os profiteroles gelados e a exclusiva pain perdu - uma deliciosa fatia de torrada francesa caramelizada, servida com compota de pera banhada em creme de leite. R. Pará, 36, Higienópolis, 3259-6896. Metrô Paulista. Seg. a qui., 12h-15h e 19h-0h; sex., 12h-15h e 19h30-0h30; sáb., 12h30-16h e 19h30-0h30; dom., 12h30-17h. R$ 41R$ 69. icibistro.com.br.

ÁRABE Kebabel A proposta do Kebabel é “cerveja e kebabs”. Servidos no tradicional pão pitta, os kebabs são magrinhos, mas cheios de sabor. Prove um de falafel com vinagrete, picles, especiarias árabes e tahini (pasta de gergelim) à parte. Quem adora carne pode escolher os kebabs de cordeiro, frango ou kafta. Se ainda estiver com fome, esbalde-se com uma porção de couve-flor frita ou de linguiça defumada de javali. Para matar a sede, peça as premiadas Colorado Appia ou Indica (chope, R$ 7,50), produzidas em Ribeirão Preto, ou uma das várias garrafas importadas, como a belga Delirium Nocturnum (R$ 36). Faz entregas na região. R. Fernando de Albuquerque, 22, Consolação, 3259-1805. Metrô Consolação. Ter. a qui., 18h-0h; sex., 12h-0h; sáb., 13h-0h; dom., 18h-0h. Pratos principais, R$ 18,90-R$ 22,90. Outro endereço R. João Moura, 871, Pinheiros, 3062-7530. kebabel.com.br CARNES La Frontera Menos conhecida

que a tão amada steakhouse argentina Martín Fierro, o La Frontera foi aberto em 2006, mas ainda permanece como um segredo a ser decoberto, mesmo que localizado entre duas das ruas mais movimentas de Higienópolis. O dono classifica a casa como argentina, mas o menu é inspirado por sabores de toda a América do Sul. A paleta de leitão, assada no forno por três horas e coberta com uma crosta, que vem estalando, e purê de batata – chega tenra e cheia de sabor à mesa. O sommelier Ezequiel Rodrigues selecionou uma lista de 120 vinhos excelentes: ouví-lo descrever as opções é um prazer à parte. Faça o teste. R. Coronel José Eusébio, 105, Higienópolis, 3255-8867. Seg. a qui., 12h-15h, 19h30-0h; sex., 12h-15h, 20h-1h; sáb., 12h30-17h, 20h-1h; dom., 12h30-17h30. R$ 27-R$ 87; almoço, R$ 42.

FRANCÊS La Tartine Não há erro ao escolher o La Tartine para um jantar informal com amigos. É um pequeno bistrô com três ambientes aconchegantes: dois no térreo e um no primeiro andar, onde se pode esperar por uma mesa em um dos sofás – mas não se surpreenda se encontrar uma fila descendo pela escada nos fins de

é excelente, e o cupim, absolutamente delicioso. Boa comida a preços acessíveis. Não deixe de dar uma olhada na carta de vinhos. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3151-3085. Ter. a sex., 12h-15h e 20h30-0h; sáb., 12h-15h30; 20h30-0h. R$ 38-R$ 68; almoço executivo, R$ 29. salgastronomia. com.br Σ Σ Σ ITALIANO Tappo Trattoria Esse corredor claustrofóbico, com apenas dez mesas, serve culinária italiana fantástica. O ambiente é romântico e aconchegante, e a comida está à altura. O carpaccio de filé mignon é suculento, enquanto os bolinhos de ricota com molho de tomate são saborosos sem serem enjoativos. Assim como o espaço, a lasanha à bolonhesa e o espaguete à la matriciana (bacon, tomate e cebola) surpreendem com uma suavidade que desafia a ideia de que a culinária italiana é pesada. As massas artesanais são o segredo. R. da Consolação, 2.967, Jd. Paulista, 3063-4864. Ter. a sex., 12h-15h e 19h30-0h; sáb., 12h30-16h e 19h30-0h; dom., 12h30-17h. R$ 39-R$ 74; couvert, R$ 6. tappo.com.br

mauro holanda/divulgação

Comes & Bebes

9465. Seg., 19h-0h; Ter. a qui., 12h-16h e 19h-0h; sex., 12h-16h e 19h-1h; sáb.,12h-1h; dom., 12h-18h. R$ 48- R$ 73; couvert, R$ 11. carlota.com.br

O chef do momento em São Paulo, Jefferson Rueda, ganhou prêmios rapidamente com a combinação incomum de culinária italiana com comida do interior paulista em seu restaurante Attimo. Elevando ainda mais o nível, Rueda acaba de lançar seu primeiro menu-degustação (R$ 220), através do qual guia os comensais em uma jornada pela história da imigração no Estado ao longo de 14 pratos. Sua versão do virado à paulista (na foto) transforma a receita tradicional de feijão, carne de porco, linguiça, arroz, ovo frito e couve em uma beleza do tamanho de uma garfada. É essencial fazer reserva. No roteiro. semana. O cardápio, pequeno e com preços razoáveis, apresenta pratos da cozinha tradicional francesa, como quiche com salada, steak au poivre e coq au vin. R. Fernando Albuquerque, 267, Consolação, 3259-2090. Metrô Consolação. Seg. a sáb., 19h30-0h30. R$ 24-R$ 38. BCB VARIADO Mestiço Ótimo restaurante

contemporâneo, com inspiração na culinária tailandesa e um ambiente simpático ao público GLS. A casa se atualiza sempre, mudando a decoração e o cardápio, mas ao mesmo tempo mantém seus pratos principais e a fidelidade à boa cozinha. Como entrada, peça uma porção de krathong thong – cestinhas tailandesas de massa crocante, recheadas com frango, milho e especiarias. Para o prato principal, prove os curries tailandeses ou vegetarianos, que virão em porções fartas, acompanhadas por arroz de jasmim. Os viciados em chocolate vão adorar os brownies – peça ao garçom para caprichar na calda de chocolate, doce e cremosa. O toque final é a conta: você não irá à falência, o que é um bônus em uma cidade onde os preços dos restaurantes muitas vezes extrapolam. R. Fernando de Albuquerque, 277, Consolação, 3256-3165. Metrô Consolação. Dom. e seg, 11h45-0h; ter. a qui., 11h45-1h; sex. e sáb., 11h45-2h.

R$ 34-R$ 72,50; almoço, R$ 41-R$ 44. mestico.com.br BAIANO Rota do Acarajé Esse

restaurante prepara um acarajé delicioso, exatamente como você desejaria. Além disso, também serve uma moqueca baiana saborosa. A decoração despretensiosa e a localização conferem ao local um ar descontraído. É como se você estivesse na Bahia – sensação reforçada pelo serviço simpático, mas extremamente lento. Relaxe, aproveite a cerveja gelada e deixe o relógio de lado. Durante a próxima hora, ou mais, você será o rei. R. Martim Francisco, 529, S. Cecília, 3668-6222. Metrô Santa Cecília. Ter. a sáb., 12h-23h; dom. e fer., 12h-18h30. R$ 54-R$ 115. (as porções servem de 2 a 3 pessoas).

CONTEMPORÂNEO Sal Gastronomia

Localizado na Galeria Vermelho, de arte contemporânea, evoluiu de um simples café para um restaurante fusion moderno, muito popular entre artistas, jornalistas e paulistanos descolados. As mesas externas são convidativas para um sábado ensolarado, enquanto a área fechada reflete na decoração a contemporaneidade do menu. Os pratos sempre levam temperos exóticos ou são servidos com os acompanhamentos brasileiros típicos. O gnocchi com caprichado molho de tomate e cordeiro

Ibirapuera & Moema ITALIANO/BRASILEIRO Attimo Vem do calor das panelas de barro e das seculares receitas da cozinha paulista a inspiração do chef Jefferson Rueda para produzir criativas releituras e fusões da culinária ítalo-caipira. Prove a pamonha recheada com codeguim e fonduta de queijo tallegio e o nhoque de batata-roxa com orelha de porco. Para a sobremesa, vá de pavê Romeu e Julieta. R. Diogo Jácome, 341, Vila Nova Conceição, 5054-9999. Seg. a sáb., 12h-16h, 19h0h; dom., 12h-17h. Pratos principais, R$ 39-R$ 79; couvert, R$ 12,80. attimorestaurante.com.br PIZZARIA Bráz Dizem que a pizza em São Paulo é tão boa que até os italianos têm inveja. É uma afirmação muito ousada, mas se quiser conferir, o Bráz é um bom lugar para tirar a prova e formar sua própria opinião. Em Moema ou em qualquer uma das outras três localizações, comece com uma das especialidades da casa, o pão de linguiça mergulhado em azeite de oliva picante, seguido de qualquer uma das pizzas do cardápio. Parece não haver nenhuma opção ruim no menu, mas entre os destaques está a ‘Fosca’ (presunto defumado, mussarela e catupiry) e a quatro-queijos ‘Favorita’, com taleggio, pecorino, caciocavallo e gorgonzola. R. Graúna, 125, Moema, 5561-0905. Dom. a qui., 18h30-0h30; sex. e sáb., 18h30-1h30; R$ 45-R$ 55 (pizza média). Outros endereços R. Vupabussu 271, Pinheiros, 3037-7973; R. Sergipe 406, Higienópolis, 3255-8090. casabraz. com.br BUFÊ Prêt no MAM Nesta impressionante obra arquitetônica, você tem um almoço fantástico (e caro) ao lado de designers, artistas e fashionistas vestidos para matar. A casa fica dentro do Museu de Arte Moderna, no Parque do Ibirapuera. O ambiente bem iluminado tem formato de meia-lua, com uma bela vista para o Jardim das Esculturas, projetado por Burle Marx. Dependendo do dia, você pode encontrar

24 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 24

23/09/13 16:47


anuncios22.indd 25

23/09/13 12:15


Comes & Bebes

salmão fresco ou um bolo de carne de dar água na boca. Essa é a melhor opção de comida se estiver passando o dia na São Paulo Fashion Week, na Bienal de Arte ou em uma das inúmeras atividades culturais que acontecem por aqui. Pq. do Ibirapuera, MAM, s/nº, Ibirapuera, 5085-1306. Ter. a dom., 10h-18h. R$ 49-R$ 56.

A cura Artesanais e paulistas

MEXICANO Sí Señor Este animado bar com temática Tex-Mex é bem popular entre casais, grandes grupos e famílias. O cardápio varia um pouco em cada uma das nove filiais da rede, mas espere os pratos de queijo e feijão tradicionais, como nachos, tacos e burritos, acompanhados por uma seleção divertida e despojada de coquetéis. Um bufê de almoço traz frescor ao menu, enquanto qualquer prato pedido numa quarta, quinta ou domingo lhe garante um vale-comida para o mesmo prato às segundas e terças. Arriba! Al. Jauaperi, 626, Moema, 3476-4650. Seg. a sex., 12h-15h e 18h-0h; sáb., 12h-2h; dom., 13h-0h. Pratos principais, R$ 25-R$ 85 (para dois); almoço, R$ 32-R$ 42. Outros endereços por toda a cidade. sisenor.com.br

BRASILEIRO Beth Cozinha de Estar Beth quase sempre pode ser encontrada atrás do balcão desse self-service, ajudando os clientes a decidir qual a melhor opção entre seus pratos caseiros. Com um público formado basicamente por executivos do Itaim Bibi, esse bufê oferece uma seleção de saladas e molhos, peixes, frangos e carnes, com acompanhamentos como creme de espinafre ou de milho, legumes e banana grelhados. Às quartas e aos sábados, é servida a tradicional feijoada em uma versão mais leve. Se sobrar espaço para a sobremesa, você não se decepcionará com o flan ou a mousse de coco. R. Pedroso Alvarenga, 1.061, Itaim Bibi, 3073-0354. Seg. a sex., 12h-15h30; sáb., 12h30-16h. R$ 48-R$ 59. bethcozinha. com.br

Itaim e Vila Olímpia

CARNES Baby Beef Rubaiyat

A família Iglesias é sinônimo de competência no ramo. Ao longo dos anos soube associar carnes de altíssima qualidade de rebanho próprio a um serviço impecável, em um ambiente temperado por elegante modernidade. As unidades Faria Lima e Santos são as mais formais, lotadas de altos executivos. Se você, no entanto, deseja ver e ser visto à sombra de uma enorme árvore cercada de gente bonita, escolha a unidade Figueira Rubaiyat. Av. Brig. Faria Lima, 2.954, Pinheiros, 31658888. Seg. a qui., 12h-15h30 e 19h-0h; sex., 12h-15h e 19h-0h30; sáb., 12h0h30; dom., 12h-18h. Pratos principais, Outros endereços R$ 76-R$ 215. Al. Santos, 86, Jardim Paulista, 31705100. Figueira Rubaiyat. R. Haddock Lobo, 1.738, Jd. Paulista, 3087-1399. rubaiyat.com.br CARNES Barbacoa Com preços no

patamar do Fogo de Chão, outro rodízio de luxo da cidade, o Barbacoa não é

ITALIANO Biondi A fachada falsa rústica

LucasTerribili/divulgação

PIZZARIA A Tal da Pizza O negócio começou como uma pizzaria familiar, fora da cidade, sem talheres nem garçons e clientela cult entre a elite de São Paulo. Essa descendente da Tal da Pizza é totalmente diferente, com cadeiras e sofás de couro estilo Luís XV que estão muito longe da simplicidade rural. A pizza é boa, inclusive as combinações mais aventureiras, como a Scaramouche, com berinjela, uva passa, ameixa, pimentão, mussarela e castanha de caju. Quando estivemos lá, numa noite de quinta-feira, havia poucos clientes. Talvez os paulistanos saibam onde comer pizza tão boa quanto, só que por menos. De qualquer forma, arregace as mangas – o lugar é fiel a suas origens, portanto você não encontrará talheres aqui – e mergulhe de cabeça. R. Dr. Mario Ferraz, 351, Itaim Bibi. 30793599. Seg. a qui., 19h-0h; sáb., 19h-1h; dom., 18h-0h. Pizza grande, R$ 75. ataldapizza.com.br

as opções à la carte. À noite, velas acesas dão o clima mais romântico ao local. O menu traz principalmente clássicos da cozinha francesa e italiana, com toques brasileiros. Se você quiser somente um drinque, o cardápio de aperitivos também vale a pena. R. Pedro Humberto, 9, Itaim Bibi, 3074-6363. Seg. a qui., 12h-0h; sáb., 12h-1h; dom., 12h-17h. R$ 42-R$ R$ 128; almoço, R$ 66-R$ 92; couvert, R$ 8-R$ 12. bardesarts.com.br

Farinhas, óleos e até tomates importados da Itália geralmente são considerados selos de autenticidade nos cardápios de muitos restaurantes italianos da cidade. Mas não no Mangiare, que acaba de lançar cinco novos pratos cujos ingredientes principais são carnes curadas artesanais fornecidas por um pequeno produtor de São Bento do Sapucaí, no interior paulista. Peça o Piatto di Salumeria Artigianale (na foto, R$ 60) – uma travessa de carnes curadas e frutas, servida apenas aos sábados. No roteiro. Até dezembro de 2013. barato, mas sua variedade e qualidade de cortes e tipos de carne, incluindo peixes e javali, é impressionante. Enquanto a maioria das churrascarias tem o ambiente de uma sala de aeroporto, a atmosfera de clube de cavalheiros daqui, com uma abundância de cadeiras de madeira escura com braços de couro, agrega ao sentimento de bem-estar, e o bar é um lugar aconchegante para uma caipirinha antes do jantar. Espere por um banquete de boas carnes; calças com cinturas de elástico são recomendadas. R. Dr. Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi, 3168-5522. Seg. a sex., 12h-15h

e 19h-0h; sáb., 12h-17h e 19h-0h30; dom., 12h-18h e 19h-23h. Preço fixo, R$ 94,90. Outros endereços D&D Shopping, Av. das Nações Unidas, 12.555, Brooklin, 3042-9244; Morumbi Shopping, Av. Roque Petroni Jr.. 1.089, Morumbi, 518-6898. barbacoa.com.br FRANCÊS/ITALIANO Bar des Arts

Um reduto para todos os sentidos pode resumir esse restaurante: da bela mansão onde está instalado, do seu jardim milimetricamente cuidado ao seu cardápio caprichado. Vá almoçar em um dia ensolarado e escolha entre o bufê e

desse restaurante, de tijolos e argamassa, contrasta com o interior moderno, em cores leves, madeira e couro bege. Janelões do chão ao teto criam um ambiente iluminado e arejado durante o dia. À noite, grandes luminárias dão um brilho intimista. O menu-degustação é bom para o que é cobrado (R$ 140 por seis pratos). Uma série muito bem executada – culinária clássica italiana adaptada aos ingredientes brasileiros – chega à mesa com uma boa apresentação. Começamos com uma salada caprese – tomate fresco e confitado, pesto e mussarela de búfala cremosa – e terminamos com um trio da típica sobremesa italiana panna cotta, passando por massas, frutos do mar e carnes. Das poucas opções à la carte, o risotto . R. Pedroso Alvarenga, 1.026, Itaim Bibi, 3078-5273. Ter. a sex., 12h-15h30 e 19h-1h; sáb., 19h301h; dom., 13h-17h. R$ 46-R$ 79. biondirestaurante.com.br.

HAMBÚRGUER Butcher’s Market A nova hamburgueria da cidade fez sua lição de casa para copiar os seus similares nova-iorquinos, da cozinha ao décor. Os hambúrgueres são grandes e vêm no prato acompanhados de batata frita, anéis de cebola empanados e uma saladinha. Há uma boa variedade de cervejas especiais para acompanhar. Na hora da sobremesa, não deixe de experimentar o sanduíche de sorvete com dois cookies da Mr. Cheney. O ambiente evoca um galpão do Meat Packing District, em Nova York, com ganchos de açougueiro pendendo do teto e lâmpadas protegidas por arame. R. Bandeira Paulista, 164, Itaim Bibi, 2367-1043. Seg. a sex., 12h-15 e 19h-1h; sáb., 12h-1h. Chili cheese burguer, R$ 27; jarra de dois litros de cerveja Guinness, R$ 63. butchersmarket.com.br VEGETARIANO Cachoeira Tropical Saudades das refeições da época de estudante? Este restaurante self-

26 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 26

23/09/13 16:47


CONTEMPORÂNEO Cantaloup O

arquiteto contemporâneo Arthur Casas, que está por trás dos restaurantes Kosushi e Kaá, transformou uma antiga padaria em um restaurante impressionante. Passe pela porta de três metros de altura, entre em um jardim de inverno com teto de vidro e, depois, no salão de jantar – onde vigas expostas do teto de pé-direito alto, os tijolos brancos e as toalhas de mesa branquíssimas criam um ambiente sofisticado, minimalista e industrial. A comida, com raízes nas culinárias francesa e italiana, tem um toque moderno e boa apresentação. A adega, que fica à mostra no restaurante, tem 400 rótulos de dez países. Não vá embora sem tomar um café, senão você perderá a oportunidade de provar os sublimes petits fours. R. Manuel Guedes, 474, Itaim Bibi, 3078-3445. Seg. a qui., 12h-15h e 19h30-0h; sex., 12h-15h e 19h30-1h;

sáb., 19h30-1h; dom., 12h-17h. Pratos principais, R$ 39-R$ 110; almoço, R$ 61; couvert, R$ 9. cantaloup.com.br

composta por crocante de arroz, creme de feijão, paio e farofa de couve. E isso é só o começo. PERUANO Chifa Wok De A casa oferece todas as combinações de um menulex p o in K a comida fusion, poucas degustação O cinemR. Joaquim parecem tão corretas como de seis pratos Itaim, no, 466 a praticada nos restaurantes que rivaliza Floria chifa de Lima, no Peru. com qualquer Misturando as cozinhas restaurante do chinesa e peruana com astuta Michelin. R. Domingos simplicidade. Chifa Wok é especializado, Fernandes, 548, V. Nova como o nome indica, em pratos feitos Conceição, 3045-2154. Seg., 12h-15h; com iguarias cozidas e fritas na panela ter. a sex., 12h-15h e 19h30-23h30; sáb., wok. Não dá para errar com o clássico 13h-16h e 20h-0h. R$ 15-R$ 32; almoço, arroz chaufa (R$ 30-R$ 36), um arroz R$ 48. closdetapas.com.br frito com uma carne à escolha do cliente. MEDITERRÂNEO Di Bistrot Apenas Pedimos o kam lu wantan (R$ 36), estava os clientes menos observadores não uma confusão colorida de sabores, com perceberão a decoração eclética – por pedaços de pato, frango e porco fritos vezes kitsch – quando entrarem pela juntamente com legumes e lascas de porta desse restaurante do Itaim: pêssego, tudo coberto com molho de estofados com estampa de leopardo, tamarindo e wontons fritos. R. Min. lustres antiquados e uma profusão Jesuíno Cardoso, 513, Itaim Bibi, 4324de obras de arte. A personalidade 7868. Seg. a sex., 12h-15h e 19h-23h; excêntrica do primeiro chef, Cássio sáb., 13h-16h e 20h-23h. Pratos Machado, está literalmente impressa principais, R$ 24-R$ 48; almoço, R$ 30. nas paredes – a decoração e a exibição chifawok.com.br de arte paulistana são uma homenagem CONTEMPORÂNEA Clos de Tapas Com ao artista Di Cavalcanti. Mas a atração cardápio reinventado a cada seis meses, principal é a comida extraordinária o restaurante conta com a criatividade criada por Mariana Fonseca, a nova do casal de chefs Ligia Karasawa e Raúl chef e proprietária, que se inspirou em Jiménez. O couvert é servido em duas Portugal e na Grécia, onde trabalhou etapas: a primeira com pães e manteiga durante muitos anos. O polvo grelhado de amburana com castanha-do-pará com páprica o transportará diretamente e conserva de legumes. A segunda é para uma taverna grega. Não perca

Timeout_Zucco_Meia-pagina_portugues.pdf

1

15/07/13

Tá NA ÁREA

16:45

o prato que é a assinatura da chef: atum fresco servido com creme de wasabi e mostarda. Deixe espaço para a sobremesa: a criatividade de Fonseca não para nos pratos principais. Prove a terrine de goiabada com molho de queijo. Simplesmente deliciosa. R. Jacurici, 27, Itaim Bibi, 3079-9098. Seg. a qui., 12h-15h e 20h-0h; sex., 12h-15h e 20h-1h; sáb., 13h-17h e 20h-1h. Pratos principais, R$ 34-R$ 58; almoço, R$29,90; couvert R$ 12. dibistrot.com.br

Comes & Bebes

service oferece comida vegetariana ótima e simples a um preço fixo em um ambiente de cafeteria. Prove o que quiser, escolhendo entre uma variedade de saladas, pratos quentes e sobremesas, por menos de R$ 20 por pessoa, ou escolha a opção de três pratos. As duas filiais servem pratos de peixe e frango. R. João Cachoeira, 275, Itaim Bibi,31675211. Seg. a sex., 11h-15h; sáb. e dom., 11h30 -16h. Pratos principais, R$ 18-R$ 20.. Outros endereços Av. São Gabriel, 300, 3884-8868;, R. Gaivota, 1.330, Moema,5542-9561. cachoeiratropical.com.br

ITALIANO Due Cuochi Cucina Com atmosfera vibrante, essa casa no Itaim Bibi talvez seja o restaurante italiano mais refinado da cidade. O espaço ostenta dezenas de janelas e atrai tanto famílias como empresários. O jeito mais acessível de conhecer o lugar é degustar os deliciosos pratos executivos oferecidos de segunda a sexta, por R$ 44, um dos melhores custos-benefícios da cidade. Se você preferir o menu à la carte, prove o tagliolini ao sugo com camarões – todas as massas são caseiras. Ainda que o restaurante recomende fortemente a bisteca à fiorentina, a carne pode ser um pouco dura. A casa não aceita reservas para o almoço, por isso, chegue cedo para conseguir uma mesa. R. Manoel Guedes, 93, Itaim Bibi, 3078-8092. Seg. a qui., 12h-15h e 19h-0h; sex., 12h-15h e 19h-1h; sáb., 12h-16h e 19h-1h; dom., 12h-17h. R$ 35-R$ 78; couvert, Outro endereço R$ 13,50. Shopping Cidade Jardim, Av. Magalhães de Castro, 12.000, 3º andar, 3758-2731. duecuochi.com.br

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Setembro 2013  timeout.com.br 27 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 27

23/09/13 16:47


Um lugar de cozinha italiana e cultura

De segunda a segunda das 12hs as 2hs

O mais completo e melhor restaurante italiano

MEXICANO Hecho en Mexico É

preciso ficar atento quando se trata de comida mexicana nesta cidade. Você pede uma porção de nachos e, quando se dá conta, está sendo servido de Doritos com queijo. Ai, que pesadilla! No entanto, há alguns poucos restaurantes que fazem jus ao México do nome como esta casa do Itaim. Com decoração básica – mesas dobráveis, pratos de metal e pôsteres de lucha libre nas paredes – e um menu despretensioso, o Hecho en Mexico é uma taquería simples e gostosa, um dos poucos lugares da cidade onde se consegue comer bem por menos de R$ 20. Combine uma garrafa gelada de Dos Equis com totopos – nachos caseiros servidos com salsa ou guacamole. Os PFs do almoço vêm em proporções de hombre fuerte, pilhas de carne, arroz, feijão e guacamole, além de um ovo frito opcional (R$ 15,90-R$ 17,90). R. Doutor Renato Paes de Barros, 538, Itaim Bibi, 3073-0833. Seg. a sáb., 12h-0h. R$ 15,90-R$ 17,90. hechoenmexico.com

CHURRASCARIA Jardineira Grill Uma

Trattoria, Buffet, Adega, Bar e Clube do Whisky

Transporte gratuito dos Principais hotéis da cidade

Rua Treze de Maio, 848 Bela Vista - São Paulo/SP Fone: 11 2842.9620 www.villatavola.com.br

Novo na área Benedictine

Médio não faltam em São Paulo, desde kibes e esfihas de lanchonete até alguns restaurantes de alta gastronomia. Com um menu de comida libanesa saudável e outras especialidades, o Gibran do Itaim, mais que a maioria, serve o que você esperaria encontrar em uma mesa de jantar em Beirute .Esfihas fofas e macias, com queijo e basturme - uma versão armênia do pastrami - e a profundamente saborosa mohamara - um molho de pimenta vermelha e nozes, menos apimentada que a versão turca - são alguns dos destaques imperdíveis deste bistrô claro e espaçoso. R. Comendador Miguel Calfat, 296, Itaim Bibi, 20831593. Seg. a qui., 12h-15h e 19h-22h30; sex. e sáb., 12h-15h e 19h-0h; dom., 12h-17h. Pratos principais, R$ 14-R$ 38; almoço, R$ 22-R$ 30. restaurantegibran. com.br

das primeiras casas de São Paulo a oferecer o sistema de rodízio, tem carnes de boa procedência, mas puristas devem fazer vista grossa para a farta oferta de peixes e frutos do mar, incluindo sushis e camarões no bufê de saladas. Av. dos Bandeirantes, 1.001, V. Olímpia, 30480299. Seg. a qui., 12h-16h e 19h-0h30; sex., 12h-16h, 19h-0h30; sáb., 12h0h30; dom., 12h-22h30. Rodízio, R$ 94. jardineiragrill.com.br FRANCÊS/ITALIANO Kaá A mais nova casa franco-italiana da cidade, do celebrado chef Pascal Valero, é mais um dos refinados refúgios amazônicos de São Paulo, projetado pelo arquiteto Arthur Casas. O ambiente externo (com teto retrátil) possui uma parede monumental, coberta com mais de 7 mil plantas tropicais (no idioma tupi, Kaá significa ‘floresta’). Valero, que se transferiu da França para o Brasil em 2002, já esteve à frente de dois dos melhores estabelecimentos da cidade: o Le Coq Hardy e o restaurante Eau, no Grand Hyatt Hotel. O carro-chefe é o peixe da estação, com cogumelos e óleo de trufas. Como sobremesa, a melhor pedida é o fondant de chocolate com creme de coco e banana. Para apreciar a elegância da floresta tropical em toda sua grandiosidade, uma mesa na parte externa deve ser reservada com

divulgação

Comes & Bebes

LIBANÊS Gibran As delícias do Oriente

O mais recente estabelecimento a integrar uma das melhores ruas gastronômicas da cidade, no Itaim Bibi, é o Benedictine – um espaço iluminado, com tijolos expostos e pontuado por um exuberante jardim vertical. O chef e proprietário Marcílio Araújo, que já comandou a rede francesa Le Vin, mira a Itália. Ele importou de lá algumas máquinas de macarrão para produzir massas frescas diariamente, como o bigole (R$ 49), que é um tipo de espaguete, e o cavatelli (R$ 48), massa em formato de pequenas conchinhas. Rua Dr. Mário Ferraz, 37, Itaim Bibi, 3034-3125.

antecedência. Av. Juscelino Kubitschek, 279, Vila Olímpia, 3045-0043. Seg. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 12h-17h, 19h-1h; dom., 12h-17h. R$ 39,50R$ 67; R$ 53; couvert, R$ 13. kaarestaurante.com.br JAPONÊS Kinoshita Improvisação é a palavra-chave nessa cozinha japonesa, que pratica um conceito chamado Kappo cuisine: apresentação imaculada, em criações únicas, preparadas espontaneamente pelo mestre Tsuyoshi Murakami e sua equipe. Depois de calorosas boas-vindas, o maître lhe indicará destaques do cardápio, como os Nameko, pequenos cogumelos japoneses, delicadamente servidos no interior de um limão. Inovações como escalopes e ovas de bacalhau em suco de limão e laranja, servidos em um copo de martini, são delícias para o paladar – com preços à altura, é claro. R. Jacques Félix, 405, V. Nova Conceição, 3849-6940. Seg. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 12h-16h e 19h-0h. R$ 30R$ 75; R$ 49-R$ 68 (almoço executivo); couvert, R$ 8. restaurantekinoshita.com. br PERUANO La Mar O salão do La Mar foi um dos lugares mais agradáveis que tive o prazer de jantar recentemente. Amplo, iluminado e com pé-direito alto, apresentando ricos detalhes de turquesa brilhante, este ambiente prepara você

para o sabor fresco da especialidade da casa: ceviche. Mas não se apresse: peça um Pisco Sour enquanto olha o cardápio. Peça o menu-degustação de ceviche se quiser variedade; mas seja lá o que fizer, não perca o ceviche Nikkei com atum, e fique maravilhado com o sabor rico, marcante e doce do gergelim e do molho leche-de-tigre. As sobremesas não são lá essas coisas - vá por nós fique longe do gosmento e super doce suspiro Limeño. R. Tabapuã, 1.410, Itaim Bibi, 3073-1213.Seg.. a qui., 12h-15h e 19h-0h; sex., 12h-15h e 20h-1h; sáb., 12h-16h e 20h-1h; dom., 13h-17h. Pratos principais, R$ 35-R$ 60; almoço R$ 42 lamarcebicheria.com EClÉTICO Le Bou O nome, o toldo e as

cortinas de redinha nas janelas possuem todos os trejeitos de um bistrôfrancês. É difícil passar pelo Le Bou à noite e não ser seduzido pela leve luz bucólica que emana de dentro. Ache um lugar no salão intimista do segundo andar para um jantar discreto ou sente no longo banco que demarca as paredes cor de pera no térreo, onde a visão da cozinha mostra um pouco da ação. A hora do almoço no meio da semana é movimentada quando grupos de executivos locais chega para os les plats du jour - um cardápio do dia não-francês que traz entradas como a polenta ou sopa de milho com um prato principal encorpado - Tarte Goiás - uma torta de

28 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 28

23/09/13 16:47


frutos do mar Rufino´s O Rufino´s

sempre foi, para muitos clientes, o melhor restaurante dedicado aos peixes e frutos do mar da cidade balneária do Guarujá, a apenas 90 quilômetros da capital. O título faz justiça aos peixes, sempre fresquíssimos, e às clássicas receitas do chef espanhol que dá nome ao restaurante. Para sorte dos paulistanos, a tradicional casa subiu a serra do mar para também se instalar na capital. Experimente a tranche de badejo ou a generosa bandeja de grelhado de frutos de mar e você entenderá a razão para tantos elogios. R. Doutor Mario Ferraz, 377, Itaim Bibi, 3074-8800. Seg. a qui., 12h-15h, 19h-0h; Sex., 12h-16h e 19h-1h; Sáb., 12h-1h; Dom., 12h-23h. R$49-R$148; couvert, R$ 17,50. rufinositaim.com.br. Outro endereço Shopping Morumbi, Av. Roque Petroni Jr, 1089, Morumbi, 5182-8599. rufinosmorumbi.com.br

Jardins MEXICANO Obá Falta comida mexicana decente em São Paulo – sem dúvida porque faltam mexicanos na cidade. O restaurateur Hugo Delgado resolve

os dois problemas: ele é um chilango da Cidade do México em carne e osso e, embora às vezes a falta de acesso a alguns ingredientes atrapalhe, faz um trabalho fabuloso na seção do menu do Obá dedicada a sua terra natal – as carnitas (tacos de carne suína cozida), o feijão frito, o guacamole e as margaritas. A cozinha também prepara uma variedade de pratos tailandeses, italianos e brasileiros, servidos nas mesas comunitárias em uma casa colorida dos Jardins. Embora praticamente tudo seja gostoso aqui, tamanha ausência de comida mexicana realmente boa na cidade nos deixa a pergunta: por qué? R. Melo Alves, 205, Jd. Paulista, 30864774. Seg. a qui., 12h-15h e 20h-0h; sex., 12h-15h e 20h-1h; sáb., 13h-16h30 e 20h-1h; dom., 13h-16h30. Pratos principais, R$ 39,90-R$ 67; almoço, R$ 21,90. obarestaurante.com.br BRASILEIRO Capim Santo O restaurante

de Morena Leite, em clima bem tropical, é dividido em dois ambientes, ambos jardins. O pátio, na frente, remete às praias baianas, com bancos de madeira e almofadas, enquanto o impressionante jardim dos fundos é dedicado à majestosa floresta amazônica (ali é preciso reservar). Como aperitivo, peça um pastelzinho de pato com molho de pitanga. O couvert vem com bolachas e vatapá. Prove o camarão com palmito pupunha, servido no coco verde. Os garçons são atenciosos e conectados aos desejos dos clientes. Al. Min. Rocha Azevedo, 471, Jd. Paulista, 3068-8486. Metrô Consolação. Ter. a

sex., 12h-15h e 19h30-0h; sex., 12h-15h e 19h30-0h; sáb., 12h30-16h30 e 19h0h; dom., 12h30-16h30. R$ 59-R$ 89; almoço, R$ 49-R$ 73; couvert, R$ 16,50. capimsanto.com.br CONTEMPORÂNEO Adeo Esse

restaurante de fachada discreta nos Jardins é bastante agradável para dias mais quentes. Seu menu contemporâneo é aberto a novos sabores. Para começar, prove as costeletas suínas defumadas com molho barbecue (R$ 19,50) e se prepare para o prato principal. Não deixe de provar a galinha d’angola com polenta ao parmesão (R$ 29,50), destaque do menu. Há bons pratos com bons preços, como o risoto de limão siciliano com camarões (R$ 26,90). As sobremesas pareciam um pouco limitadas e sem inspiração, do petit gâteau (R$ 11) à torta crocante de chocolate (R$ 6). Al. Jaú, 1.203, Jd. Paulista, 3061-3937. Metrô Trianon-Masp. Seg. a sex., 11h30-15h. R$ 16,50-R$ 45,50. adeocuisine.com. br

Lapa, Perdizes & Barra Funda CHURRASCARIA Fogão Gaúcho

Instalado em uma zona semi-industrial, este restaurante reina sozinho. A qualidade das carnes, o ponto de salga e o zelo no uso da brasa estão em perfeito equilíbrio. Para completar, tem um eficiente serviço. O ambiente tem materiais de qualidade, ainda que não

conte com um belo projeto arquitetônico. Em compensação, possui boa área de bar. Av. Marquês de São Vicente, 1.767B, Barra Funda, 3611-3008. Seg. a qui., 11h30-16h e 18h-23h30; sex. e sáb., 11h30-23h30; dom., 11h30-22h. Jantar, R$ 72; almoço, R$ 78. fogaogaucho.com.br PERUANO Killa Nessa casa colorida e bem iluminada em uma rua tranquila de Perdizes, a comida não é apenas peruana, mas novoandina. O conceito consiste em misturar técnicas de preparo pré-colombianas com elementos da cozinha europeia. No Killa, a ênfase recai sobre o prato mais conhecido do Peru, o incrível ceviche. Ele é delicioso, com delicadas lascas de peixe de sabor suave, gentilmente mergulhadas em aromas cítricos. Atenção pois algumas porções são pequenas demais. R. Rua Padre Chico, 324, Perdizes, 8551-8511. Ter. e qui., 19h-23h30; sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 13h-16h e 20h-0h; dom., 13h-17h (fecha seg.). R$ 30-R$ 39. killa.com.br

Comes & Bebes

galinha, azeitona e ovos, servida com salada. O cardápio do jantar traz pratos franceses como o cassoulet ou steak poivre. R. Bandeira Paulista, 387, Itaim Bibi, 3078-6704. Seg. a sex., 12h-16h; sáb., 12h-17h; ter. a sáb., 19h-0h. Pratos principais, R$ 28-R$ 72; almoço, R$ 22R$ 42. lebou.com.br

ASIÁTICO Nama Baru Com uma cozinha menor que um elevador, esse pequeno mas bem arranjado local é bom para um almoço à base de pad thais, curries e outras especialidades do Sudeste Asiático. A salada Buda (R$ 27) é imperdível, com uma mistura de sabores e texturas com tempurá de lulas crocantes, coentro, juliana de legumes, menta e amendoins. O geng han lae (R$ 32) é um ensopado de curry bem forte e feito com barriga de porco e tamarindo –

Setembro 2013  timeout.com.br 29 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 29

24/09/13 14:52


TAILANDÊS Namga O sucesso do delivery Tele-Thai deixou claro aos seus proprietários que a cidade precisava de um restaurante de comida tailandesa. Os pratos de boa qualidade e com apresentação caprichada logo fizeram da casa aberta em Perdizes outro sucesso. Clássicos tailandeses adaptados ao paladar brasileiro, pratos como o leve e crocante pad thai com curry verde aromático e o khao soy kai (sopa de noodle com curry suave) estão no menu ao lado de outros mais criativos, como a suculenta lula recheada com carne de porco e os bolinhos de peixe servidos com molho de pimenta. R. Apiacás, 92, Perdizes, 2507-1774. Seg. a qui., 12h-15h e 19h-22h30; sex. e sáb., 12h-15h30 e 19h-23h30. R$ 23-R$ 39; almoço, R$ 29. namga.com.br

Vila Madalena & Pinheiros INTERNACIONAL Arturito Intimistas painéis de madeira escura, iluminação austera e assentos estilosos (estofados e com almofadas) distinguem esse luxuoso integrante da cena gastronômica de São Paulo. O lugar lota nos fins de semana desde que o restaurante e sua moderna chef e co-proprietária, a argentina Paola Carosella, ficaram famosos. O menu,

maravilhosamente variado e sempre em mutação, inclui alguns pratos incomuns no Brasil, tais como perna de cordeiro, ceviche (peixe cru marinado em sucos cítricos) e a especialidade argentina asado de mollejas (pâncreas assado). O menu também conta com clássicos extraordinários: massas frescas, carnes de primeira (prove o excelente ojo de bife) e carne de porco, além de uma ampla carta de vinhos. R. Artur Azevedo, 542, Pinheiros, 3063-4951. Ter. e qua., 12h-15h e 19h-0h; qui. e sex., 12h-15h e 19h-1h; sáb., 12h30-16h e 19h-1h; dom., 12h30-16h. Pratos principais, R$ 42-R$ 103; almoço, R$ 45-R$ 56. arturito. com.br ITALIANO Mangiare Escondido na Vila Leopoldina, o Mangiare reúne o máximo de clientes possível em seu caro, mas confortável, antigo depósito. Depois de alguns ajustes iniciais, o Mangiare agora funciona como uma afinada orquestra – a massa é servida al dente, as carnes grelhadas são suculentas e os garçons são calmos. Não deixe de provar o delicioso couvert de pães da casa. O macarrão maltagliati com ragoût à bolonhesa (R$ 32) é uma opção deliciosa mas, se você estiver acompanhado, experimente a vera bisteca alla fiorentina (R$ 120 para dois) – uma carne T-bone coberta de alho e Rosemary. Para finalizar em grande estilo, o trio dell’amore (R$ 15), feito com o chocolate brasileiro Amma, é um prazer em dose tripla. Av. Imperatriz Leopoldina, 681,Vila Leopoldina, 30345074. Seg. a sáb., 12h-16h, 19h-0h;

gorgonzola (filé mignon coberto com molho de gorgonzola e acompanhado de bolinhas de batata) são os destaques. Para encerrar, prove o tiramisú clássico, feito com mascarpone, com uma xícara de café. R. Cônego Eugênio Leite, 523, Pinheiros, 3088-4920. Ter. a qui., 12h-15h e 19h-23h30; sex., 12h-15h e 19h-1h; sáb., 12h-16h30 e 19h30-1h; dom., 12h-16h. R$ 42-R$ 105; almoço, R$ 42; couvert, R$ 6,90-R$ 8,10. vinheriapercussi.com.br

dom., 12h-17h, 19h-23h. FR 32-R$ 60. mangiaregastronomia.com.br ECLÉTICO Miya O jovem e talentoso chef Flávio Miyamura ganhou experiência em alguns dos melhores restaurantes contemporâneos da cidade antes de abrir o Miya em um sobrado de Pinheiros, em 2012. O pequeno restaurante tem um charme despretensioso, com um longo sofá de couro marrom em uma das paredes de tijolos à vista; no andar de baixo, um conjunto intimista de mesas leva ao bar que faz as vezes de sala de espera, montado em um terraço aberto. Quanto à comida, o menu é compacto e eclético, inspirado na carreira de Miyamura. Não perca a entrada de terrine de foie gras (R$ 42) ou o tempurá de lula crocante. Para o prato principal, a carne de porco com missô, acelga japonesa e molho de gergelim (R$ 38) é uma boa opção. Os pratos com arroz – como o arroz cremoso com pato e o risoto de cerveja preta com cebolas carameladas – têm tamanhos moderados e são servidos em lindos pratos fundos. R. Fradique Coutinho, 47, Pinheiros, 3259-8760. Ter. a sex., 12h-15h e 19h-0h; sáb., 13h-16h e 20h1h; dom., 13h-17h. Pratos principais, R$ 27-R$ 79; almoço, R$ 45 (ter. a sex.). restaurantemiya.com.br

AUSTRÍACO Wolf’s Garten Markus, do resort de ski alpino Lech, abriu esse restaurante com sua esposa brasileira Mônica em 2007, trazendo para a cidade a única opção de cozinha austríaca. Markus, que se orgulha em levar pessoalmente os pedidos às mesas, faz do Wolf’s Garten uma surpresa agradável. Experimente a costela de carneiro perfeitamente cozida ou a especialidade da casa, o peito de pato, servido com banana da terra acompanhado de um apfelstrudel fenomenal. R. Lisboa, 284, Pinheiros, 3088-4367. Seg., 12h-15h; ter. a sáb., 12h-15h e 7h30-0h. R$ 38-R$ 51; almoço, R$ 23-R$ 31; couvert R$ 9. wolfsgarten.com

Essa é boa Altas horas

ITALIANO Pasquale Não é a Don

Pasquale, a famosa ópera de Donizetti, que esse restaurante homenageia, mas sim o proprietário, que nasceu na região de Puglia, na Itália. Para fãs da culinária italiana – ou seja, a maioria de nós –, o lugar oferece a combinação certa de entradas, massas e vinhos. Com nova sede, desde 2011, o restaurante compensou com espaço o que perdeu em charme. Para começar, prove a berinjela marinada, o delicioso queijo boursin e alguns nacos generosos de salame (preparado na casa). E isso é só o começo. R. Girassol, 66, V. Madalena, 30810333. Metrô Sumaré. Seg.-sáb., 12h-0h. R$ 21,50-R$ 41. pasqualecantina.com. br ITALIANO Spadaccino No meio da agitada Vila Madalena, esse restaurante é um oásis de tranquilidade para almoços e jantares em família. A comida é italiana tradicional feita com execelência. O risoto de camarão é saboroso e tem meia dúzia de camarões grandes, carnudos e suculentos. O penne de cogumelos é no ponto, o crème brûlée é delicioso, e verde – sim, verde – coberto por uma casquinha perfeitamente crocante. R. Mourato Coelho, 1.267, V. Madalena, 3032-8605/3518-8843. Seg., 19h-23h; ter. a qui., 12h-15h e 19h-23h; sex., 12h-15h e 19h-1h; sáb., 10h-1h; dom., 12h-0h. R$ 32-R$ 51; almoço, R$ 32-R$ 42; couvert, R$ 8. spadaccino.com.br ITALIANO Vinheria Percussi Aberto em 1985 por Luciano Percussi, italiano da Ligúria, a casa ganhou consistência e beleza com a participação da segunda geração. A filha de Luciano, a chef Silvia Percussi, comanda a cozinha, enquanto seu irmão Lamberto assume o posto de restaurateur, supervisionando o salão de jantar e a adega. O delicioso scaloppine di pollo al limone con gnocchi di ricotta con spinaci (filé de peito de frango com molho de limão e nhoque de ricota com espinafre) e o maravilhoso filetto ao

divulgação

Comes & Bebes

ideal para grandes apetites. R. Barão do Bananal, 991, Pompeia, 2548-7749. Ter. a sex., 12h-15h30; sáb. e dom., 12h-17h. R$ 27-R$ 44; almoço executivo, R$ 25. namabaru.com.br

Paris 6 Padarias e cafés 24 horas são uma aposta certa para comer tarde da noite, mas o Paris 6, a grande dama da noite paulistana, é um dos poucos restaurantes da cidade que realmente nunca dormem. Rex Jantar às 3h da manhã não precisa ser sinônimo de gordurosos hambúrguer e fritas. A boa pedida aqui são pratos como salmão com molho de framboesa ou filé mignon nesse novo, simpático e peculiar restaurante. Sujinho Garçons com gravata-borboleta deslizam pela tradicional casa de bisteca da cidade servindo carne em todas as suas formas, como bifes, hambúrgueres, porções e muito mais.

30 timeout.com.br  Setembro 2013 500 RESTAURANTES_Bia_23set.indd 30

23/09/13 16:48


Bares & Cafés Dá-lhe cerveja

Para todo gosto Cuidado com a lei seca e a ressaca, são mais de 500 cervejas para provar em três dias

Mesa comunitária Público matando a sede na edição 2012 do Beer Experience

Beer Experience Pavilhão da Bienal. Av. Pedro Álvares Cabral, s/no, portão 3, Parque do Ibirapuera, 2638-7000. 27/09, 18h-1h; 28/09, 14h-2h; 29/09, 12h-20h. R$ 170 por três dias; R$ 580 por três dias na área vip. beerexperience.com.br

Divulgação

J. Klaveren/Divulgação

que pratica preços também populares, em que algumas das estrelas gastronômicas da cidade harmonizarão boa comida com opções de cerveja. Música ao vivo acompanhará as muitas degustações, com os roqueiros cariocas de ‘countrycore’ do Matanza na primeira noite, a ginga de Seu Jorge na segunda e os lendários Demônios da Garoa fechando a festa no último dia. Ainda na temática musical – no que parece ser uma jogada de marketing –, haverá uma seção dedicada às cervejas com a marca de bandas de rock, como a Trooper do Iron Maiden e a Weizen do Sepultura, enquanto a área VIP Karavelle, no mezanino, terá open bar e bufê de canapés para os visitantes que gastarem mais.

Serginho Massa/Divulgação

do Ibirapuera – os dois imensos andares do prédio abrigarão 50 expositores e receberão cerca de 20 mil apaixonados por cerveja. Os destaques do evento de três dias incluem o Chefs na Rua, projeto incrivelmente popular

Divulgação

Todos sabemos da onipresença de cerveja aguada e industrial nos bares e mercados, mas, felizmente, a sede por opções mais saborosas está gerando um interesse cada vez maior por rótulos alternativos. Uma grande transformação pode levar mais tempo, mas, nos últimos anos, microcervejarias locais – como a Cervejaria Nacional, em Pinheiros – têm oferecido ales e stouts feitas in loco. Assim como marcas artesanais mais caras como a Colorado, de Ribeirão Preto, a Baden Baden, de Campos do Jordão, e a Wäls, de Belo Horizonte, que têm injetado no mercado bebidas artesanais de boa qualidade, que vão de IPAs a ales fortes ao estilo belga. Capitalizando a crescente paixão por cervejas premium, o Beer Experience é um festival que reúne mais de 500 rótulos, comida gourmet e música ao vivo. Esta terceira edição em São Paulo foi expandida para atender à demanda de público e se mudou para o Pavilhão da Bienal, no Parque

Divulgação

Festival reúne microcervejarias locais, bebidas artesanais, pratos gourmets e música ao vivo. CM Gorey conta mais

Na trilha da cerveja Matanza (ao alto), Seu Jorge e Demônios da Garoa

Setembro 2013timeout.com.br 31 520 BARES & CAFÉS_Bia_23set.indd 31

23/09/13 17:33


Envie sugestões para gastronomia@ guiatimeout.com.br aberto nos últimos dois meses imperdível Wi-Fi grátis música ao vivo boas opções para refeição simpático ao público gay

NOVO

Brooklin, Morumbi & Berrini Cervejaria Ô Fiô Os apreciadores de ale e lager vão se sentir à vontade com o cardápio de cervejas desse bar. Venha em uma tarde de sol para aproveitar o espaço externo, enquanto experimenta algumas das centenas de cervejas nacionais e importadas. As brasileiras estão dividas por região, com mais de 25 marcas só do Estado de São Paulo, caso da stout Baden Baden, mais suave do que a irlandesa Guinness. Aproveite para experimentar uma das dez loiras do Rio Grande do Sul. Aos sábados à tarde, a ótima feijoada é acompanhada por samba de raiz ao vivo. R. Lício

Marcondes Amaral, 51, Morumbi, 3721-6636. Ter. a sex., 18h-últ. cliente; sáb. e dom., 12h-últ. cliente. Cerveja 600ml, R$ 6,50-R$ 200; caiprinha, R$ 10. cervejariaofio.com.br Verissimo Se ler um texto de Luís Fernando Verissimo já é uma delícia, imagine poder bebê-lo. Não é ficção: neste bar, prove o Sexo na Cabeça, um drinque que homenageia um dos livros do escritor gaúcho. É uma caipirinha de abacaxi, com limão e lima-da-Pérsia tão boa quanto a publicação. Tudo na casa faz referência ao também jornalista, humorista, desenhista e, nas horas vagas, músico – aliás, de vez em quando, ele se apresenta no bar. Depois de se acomodar – o atendimento é gentil e eficiente – peça um Entrevero, feito de massa de tapioca com queijo coalho, recheado com pato desfiado e coberto com requeijão nordestino e couve mineira crocante (R$ 32). R. Flórida, 1.488, Brooklin, 5506-6748. Seg. a qua., 11h30-1h; qui. a sáb., 11h30-2h. Cerveja 600ml, R$ 8; caipirinha, R$ 12-R$ 14. verissimobar.com.br

Nossa Senhora! O fato de esse bar estar em uma esquina tranquila do bairro do Morumbi não deixa nunca suas mesas vazias. Com janelões abertos para a calçada, a visão do ambiente interno simpático convida a uma longa happy hour regada a cerveja bem gelada, acompanhada de tentadoras porções de minipastéis de queijo ou carne (R$ 14,50). Se as mesas da calçada já estiverem ocupadas, as que ficam próximas às janelas também são agradáveis. Quando a fome bater, o cardápio tem boas opções como o filé ao molho de gorgonzola (R$ 46). A variada carta de vinho também merece atenção. R. D. Armando Lombardi, 784, Morumbi, 3721-4927. Seg. a sáb., 12h-0h; dom., 12h-18h. Cerveja, R$ 6-R$ 15; caipirinha, R$ 15,50-R$ 19,50.

Norteña. Jovens de 20 e poucos anos gravitam em torno do palco onde há grupos apresentando-se ao vivo – às terças, samba; nos outros dias da semana, soul, jazz, afrobeat e rock. São poucas mesas, portanto, você pode ter de passar a noite toda em pé. A música, contudo, faz o esforço valer a pena. Há um espaço no andar de cima, com almofadões enormes – suba para tomar um ar ou provar um dos aperitivos ou sanduíches. R. Pedro Taques, 124, Consolação, 2503-2810. Metrô Paulista. Ter. a sáb.., 21-últ. cliente.

Essa é boa Menu de pub

Centro, Luz & Bom Retiro Bar da Dona Onça Apesar do ‘bar’ no nome, este clássico do Centro é mais um restaurante, com um menu extenso que inclui massas e carnes e atrai bastante gente para almoço e jantar. Vale a visita, nem que seja por sua localização, no térreo do Edifício Copan, obra íconica de Oscar Niemeyer, e perto de outros lugares históricos da cidade. Decorado com estampa de onça e madeira, o bar tem um charme aconchegante. Não perca a caipiroska de caju e porções como o croc milanesa (bife a milanesa aperitivo). Av. Ipiranga, 200, loja 2.729, Centro, 3257-2016. Metrô República. Seg. a qua., 12h-23h; qui. a sáb., 12h-0h; dom., 12h-17h. Cerveja long neck, R$ 7; caipirinha, R$ 18. bardadonaonca.com.br Terraço Itália Você pode até achar que está em um clube para cavalheiros de Londres, mas vai se lembrar que é São Paulo quando observar a vista incrível pelas janelas desse bar no topo do Edifício Itália. No 41º andar, os clientes ficam ‘acima’ dos outros arranha-céus da cidade e até mais altos do que os helicópteros. Instale-se em uma das cadeiras de couro marrom e aproveite a atmosfera retrô, acompanhado de uma caipirinha de saquê e manjericão. O bar marca pontos pelo eficiente serviço. Av. Ipiranga, 344, 41º andar, Centro, 2189-2929. Seg., a qui., 15h-0h; sex. e sáb., 15h-1h; dom., ‘5h-23h. Chope, R$ 8; caipirinha, R$ 22; couvert, R$ 30. terracoitalia.com.br

Consolação & Higienópolis Kabul Nada lembra o Afeganistão nesse bar e casa de shows. Ao cruzar as portas de vidro, você se depara com bartenders preparando saborosas caipirinhas de morango, kiwi e abacaxi, ou servindo garrafas de Original ou da uruguaia

divulgação

Comes & Bebes

Rodada da vez

Twelve Bistro Clássicos dos pubs britânicos podem ser harmonizados tanto com um bom vinho como com uma cerveja ale nesse bistrô de Pinheiros. Peça uma das mais recentes criações do chef e proprietário australiano: os ovos escoceses, ou bolovo (R$ 12) – uma iguaria clássica britânica, feita de ovos envoltos em carne de porco. All Black Nesse pub sofisticado, a cerveja preta (que, aliás, é Guinness) está nas tortas – a de carne Arthur Guinness (R$ 17) –, nos hambúrgueres – guinness burger (R$ 15) – ou da maneira convencional – em uma caneca tipo pint (R$ 18). O’Malley’s Com boa comida de pub, o O’Malley’s, ponto de encontro de britânicos, serve ‘bangers and mash’ (salsicha com purê de batata, R$ 34) e Irish stew (versão cremosa do ensopado de carneiro e legumes, R$ 29), saborosíssimos.

32 timeout.com.br  Setembro 2013 520 BARES & CAFÉS_Bia_23set.indd 32

23/09/13 17:34


Participe do Satisfeito um movimento global de combate à fome infantil e ao desperdício de alimentos.

Onde encontrar o Satisfeito A Bela Sintra Bacalhau do Zé Bra.do Capim Santo

1. Escolha

Girarrosto Italy

um restaurante que faz parte do Satisfeito.

Kaá Maremonti Mercearia do Conde Pecorino - Jardins Pecorino - Vila Nova Conceição

2. Peça

Piselli

seu prato Satisfeito, com 2/3 do tamanho.

Tasca do Zé e da Maria Trindade Vinheria Percussi Zena Caffé - Itaim Zena Caffé - Jardins

Baixe o APP e encontre um restaurante perto de você.

3. Ajude a combater a fome de crianças.

iPhone

A economia gerada pelo

Android

Apoio de mídia

#PratoSatisfeito segue em dinheiro para organizações que combatem a fome de crianças.

anuncios22.indd 33

contato@satisfeito.com

23/09/13 12:15


THE SAILOR revista TIMEOUT -ABRIL2013- 83 x 240.pdf 1 02/04/2013 17:02:28

Comes & Bebes

Cerveja, R$ 7,95; caipirinha, R$ 14,50. kabul.com.br Sancho Bar y Tapas Uma alternativa mais sofisticada na Rua Augusta, o Sancho Bar y Tapas leva a temática espanhola do menu – tapas para compartilhar e porções individuais tipo pintxo, feitas com pão e coberturas deliciosas – até a decoração, com pôsteres antigos de touradas e bandeiras bascas. A música também mistura sucessos espanhóis com rock, e o show ao vivo de guitarra flamenca é um deleite às segundas e quartas (20h30-22h30). Vinhos espanhóis podem ser pedidos na taça (R$ 15-R$ 30), mas você precisará de poderes mediúnicos para interpretar o enigmático menu de coquetéis, com misturas únicas que aparecem sem explicação alguma. R. Augusta, 1.415, Consolação, 31411956. Seg. a qua., 11h30-16h e 17h30-0h; qui., 11h30-16h e 17h30-1h; sex., 11h3016h e 17h30-3h; sáb., 17h30-3h; dom., 17h30-0h. Chope, R$ 5,50; caipirinha, R$ 14. sanchobarytapas.com.br Suíte Savalas O nome desse bar é uma referência a Telly Savalas, ator que interpretava o policial careca Kojak em uma série de TV nos anos 1970. O tema da casa – se é que há algum – gira em torno das fotos emolduradas de programas e filmes de TV que se tornaram cults. Uma espécie de pista de dança espontânea irrompe entre as mesas. A casa – com suaves luzes vermelhas e decoração simples – lota, com um público jovem e variado. R. Mato Grosso, 398, Higienópolis, 32594355. Qua. a sáb., 21h-3h. Cerveja, R$ 6,50; caipirinha, R$ 15; couvert, R$ 15. suitesavalas.wordpress.com

C

M

Y

CM

MY

CY

Ibirapuera & Moema

CMY

Bar Ao Vivo Esse estabelecimento pequeno e charmoso é um meio-termo entre um bar de jazz escuro e um pub animado e, como o nome indica, é um bom lugar para ouvir música ao vivo. A lista inclui figuras respeitadas, entre as quais veteranos da bossa nova, como o Zimbo Trio. Para beber, experimente o Martíni do Chef, elaborado com vodca premium, Cointreau e Curaçau Blue. R. Inhambu, 229, Moema, 5052-0072. Seg. a sáb., 19h-2h. Chope, R$ 4,90; caipirinha, R$ 13,90; couvert, R$ 10-R$ 40. aovivomusic.com.br

K

Bar do Batista A comida e a música, ótimas, são a alma desse boteco de Moema cujo dono, o Batista, descreve os frequentadores como “amigos, e não clientes”. Originalmente, o bar pertencia aos pais de Elis Regina. Ela nunca pôs os pés no lugar, mas hoje muitos músicos passam a tarde aqui. “Nossa comida não é nada elaborada, mas é bem feita”, garante o dono. E nós confirmamos. Não deixe de provar o pastel de camarão e o bolinho de bacalhau. Av. Ceci, 868, Moema, 11 5055-1435. Seg. a sex., 7h-23h; sáb., 8h-18h. Cerveja, 600ml, R$ 4,50. caipirinha, R$ 6-R$ 20.

Itaim Bibi & Vila Olímpia Bardot ‘Comer, beber, paquerar’ é o mantra desse bar no Itaim Bibi. Entre no clima com o Brigitte, um coquetel com vodca, licor de framboesa e suco de

cranberry. As tardes de domingo são um grande sucesso entre o público jovem (couvert, R$ 20-R$ 40). R. Clodomiro Amazonas, 260, Itaim Bibi, 3071-2859. Seg. a sex., 17h-últ, cliente; sáb., 12h-últ. cliente; dom., 14h-últ. cliente. Chope, R$ 5-R$ 5,50; caipirinha, R$ 16, couvert, R$ 40. botecobardot.com.br BottaGallo Ao se aproximar desse bar, é fácil se confundir ao ver um monte de gente do lado de fora, conversando e tomando cerveja, nos bancos compridos ou em pé. São clientes satisfeitos, fumando um cigarro depois da refeição, certo? Errado. Eles estão na fila de espera, porque aqui vale a pena. Comece com um dos coquetéis – o martíni Vesper, com um toque de limão, é uma boa pedida. Uma vez lá dentro, instalado em uma das rústicas mesas de madeira, deixe que os garçons eficientes e simpáticos tragam os chopes e peça uma ou duas deliciosas porções de petiscos. R. Jesuíno Arruda, 520, Itaim Bibi, 3078-2858. Seg. a qui., 12h-15h e 18h30-1h30; sex., 12h-15h e 18h302h30; sáb., 12h-2h30; dom., 12h-23h. Chope, R$ 4,10; caipirinha, R$ 13,50. bottagallo.com.br Botequim do Hugo Esse bar charmoso e acolhedor contrasta profundamente com os bares e restaurantes elegantes do Itaim, especialmente se não houver lugar na frente e você ficar no ambiente dos fundos, junto aos engradados de cerveja e freezers. A cerveja é gelada e o ‘buraco quente’ – carne moída no pão com queijo derretido – é excelente. Mas não chegue tarde: o Botequim do Hugo fecha cedo. R. Pedroso Alvarenga, 1.014, Itaim Bibi, 3079-6090. Seg. a sex., 16h-22h. Cerveja 600ml, R$ 6; caipirinha, R$ 8. botequimdohugo.com.br Eu Tu Eles Esse bar é popular entre os adeptos da happy hour que trabalham nas proximidades da Faria Lima. A decoração é rústica, com lâmpadas nuas e paredes de barro e o cardápio combina boas cervejas (incluindo Serramalte e Quilmes) e quitutes saborosos. Experimente a tapioca com gorgonzola. Domingo à tarde, o bar tem música ao vivo (pop-rock). Av. Brig. Faria Lima, 2.902, Itaim Bibi, 3071-4535. Ter. a sex., 18h-1h30; dom., 4h-1h. Cerveja 600ml, R$ 8,40; caipirinha, R$ 16,90; couvert, R$ 20-R$ 40. eutuelesbar.com.br Johnnie Wash O bar se tornou praticamente um do tipo temático, oferecendo serviço de lava-rápido e se tornando naturalmente um reduto de motociclistas amantes de HarleyDavidson e afins. Combinada ao rock’n’roll nostálgico dos anos 1950, também é uma atração na happy hour. Se James Dean tivesse vivido em São Paulo, ele certamente adoraria ter provado a ‘MaracuJack’ – caipirinha de maracujá com Jack Daniels – enquanto via sua Triumph TR5 Trophy 1955 receber o tratamento completo. R. Dr. Cardoso de Mello, 570, Vila Olímpia, 3044-1195. Sáb. a ter., 8h-20h; qua. a sex., 8h-0h. Chope, R$ 4,90; caipirinha, R$ 18; couvert, R$ 15 (sex.). Na Mata Café Esta casa é tudo menos um café. Funciona como bar, restaurante e tem um espaço para shows. A música eletrônica ambiente embala a happy hour dos grupos de engravatados e baladeiras

34 timeout.com.br Setembro 2013 520 BARES & CAFÉS_Bia_23set.indd 34

23/09/13 17:34


Wall Street Bar Se em uma noite dessas você estiver se sentindo como Gordon Gekko – personagem de Michael Douglas no filme Wall Street - Poder e Cobiça, de 1987, vá direto ao Wall Street Bar, no Itaim. Junte-se aos empresários, desate o nó da gravata e e entre na discussão sobre a cotação dos drinques e pratos, exibidos em painéis eletrônicos. Quanto mais pedido for o item, mais caro ele fica. As paredes são revestidas de tijolos e azulejos e a decoração inclui uma grande réplica do touro de Wall Street. Mas não se preocupe, você não está na Bolsa de Valores. Aqui, eles servem comida e bebidas de verdade. R. Jerônimo da Veiga, 149, Itaim Bibi, 3873-6922. Seg. a sáb., 18h-2h; dom., 15h-23h. Consumação, R$ 15-R$ 30. wallstreetbar.com.br

Jardins All Black A rua comercial ultrachique Oscar Freire é o último lugar onde você esperaria encontrar um bom pub, mas lá está o All Black. Não é um bar irlandês autêntico, nem mesmo no nome, que parece homenagear a seleção neozelandesa de rúgbi, que tem o apelido de All Blacks. Nomenclatura à parte, este é um pub de alto nível, que atende a uma clientela sofisticada. Sua fachada é preta, há madeira escura em todo o interior e uma tela extragrande para a exibição de jogos importantes. Todas as cervejas de praxe do outro lado do Atlântico estão disponíveis na torneira atrás do balcão, como a Guinness (R$ 19,50/pint), que pode ser combinada com o Guinness burger (R$ 20). R. Oscar Freire, 163, Jd. Paulista, 3088-7990. Seg., 18h-0h; ter. e qua., 18h-1h; qui. e sex., 18h-3h; sáb., 19h-3h30. Chope, R$ 8-R$ 18,50; couvert, R$ 15-R$ 45. allblack.com.br O’Malley’s Essa casa grande e barulhenta adoraria ser chamada de um ‘tradicional pub irlandês’, o segundo lar dos britânicos que vivem na cidade. Mas o O’Malley’s é tão popular entre os brasileiros quanto entre os estrangeiros, que vêm até aqui procurar alguém para conversar – ou mais do que isso. A casa se parece mais com um dos pubs das redes que podem ser encontradas nas estações de trem de Londres do que com um acolhedor pub tradicional, mas há cervejas do México, da República Tcheca e da Bélgica. Ótimo lugar para se embebedar assistindo a rugby irlandês. Al. Itu, 1.529, Jd. Paulista, 3086-0780. Seg. a qui., 12h4h; sex. e sáb., 12h-5h; dom., 12h-4h. Chope, R$ 7-R$ 20; caipirinha, R$ 13. Entrada, R$ 10-R$ 35 (a partir das 22h). omalleysbar.net

Vila Madalena & Pinheiros Cervejaria Nacional Em São Paulo, nenhuma cerveja viaja uma distância tão curta do barril ao copo quanto nessa microcervejaria e bar. Sente-se no canto do primeiro andar, de onde se veem os grandes tanques de fermentação lá embaixo, ou suba ao salão de jantar, no último andar, para mais aconchego. Se você gostar de cerveja, encare a experiência completa com uma degustação (R$ 19,90), uma amostra de 150ml de cada uma das cinco cervejas da casa: weiss, lager, India pale ale (IPA), brown ale e stout. O atendimento simpático e a boa comida fazem desta uma ótima opção para sair em turma: nas noites de terça, tem jazz ao vivo e, às quintas, blues. Avenida Pedroso de Morais, 604, Pinheiros (3628-5000/cervejarianacional.com.br). Aberto seg. a quar., 17h-0h; qui., 17h1h30; sex. e sáb., 12h-1h30. Preços chope R$ 7,90; caipirinha R$ 14; couvert R$ 12.

Comes & Bebes

de calças justas e salto alto. Do cardápio, fique com as caipirinhas de uva-itália e lima-da-Pérsia. A área do restaurante é retangular, com filas de mesas paralelas ao bar e assentos confortáveis. Bom cenário para provar o peito de pato ao molho de vinho ou um menos pretensioso cheeseburger. Fique longe do ceviche com iogurte e hortelã, mas mantenha-se na casa para as apresentações musicais, com pop, rock, dance e MPB, sempre nas noites de semana. Se a banda que faz tributo a Stevie Wonder for se apresentar, não perca. R. da Mata, 70, Itaim Bibi, 3079-0300. Seg.,12h15h30; ter. a sáb., 12h-15h30 e 19h30-últ. cliente. Chope, R$ 9; caipirinha, R$ 13,90. namata.com.br

Pense num lugar arretado!

Twelve Bistro Aqui, o negócio é: cerveja e comida caseira e saborosa. O menu eclético, criado pelo proprietário e chef, o australiano Gregor Caisley, é bem executado, mas o bar (aberto em 2011) dá uma sensação de que ainda precisa acertar o passo. Recentemente, em uma noite de sexta, o agradável terraço de frente para a rua – a ponta mais tranquila da Simão Álvares – estava ocupado apenas pela metade. Os pastéis de cordeiro com curry e chutney de manga (R$ 16), uma versão saborosa do petisco frito tipicamente brasileiro, são uma boa aposta para começar. Para acompanhá-los, escolha uma das cervejas da respeitável seleção, com muitas opções brasucas, inclusive a popular Colorado. Também vale a pena conferir as cervejas de outras partes do mundo. Rua Simão Álvares, 1.018,Vila Madalena (3562-7550/twelvebistrot. com.br). Aberto ter. a sáb., 12h-0h; dom., 12h-19h. Preços chope R$ 4,90; caipirinha R$ 14. Ringue Lounge Carpete vermelho, candelabros e fotografias de pugilistas famosos e celebridades vestidas como boxeadores – David Bowie é uma delas – estão na decoração desse bar. Sim, a casa tem ‘ringue’ no nome, tema que permeia a decoração da casa. Mas, a despeito da decoração levemente kitsch, o lugar é boa opção para um drinque e, ao som do DJ residente, agrada e anima a clientela. R. Lisboa, 191, Pinheiros, 3082 -7904. Ter. a qui., 20h-2h; sex. e sáb., 20h-4h. Couvert, R$ 10 (sex. e sáb.); long neck, R$ 8-R$ 10; caipirinha, R$ 12-R$ 27. ringuelounge.com.br Filial Este bar pertence aos irmãos Altman, que em 1980 abriram seu primeiro bar na Vila Madalena, dedicado ao chorinho. O cardápio de caipirinhas é impressionante, experimente a de cachaça com limada-pérsia. Sente-se do lado de fora e observe a agitação da movimentada e vibrante Vila Madalena. R. Fidalga, 254, V. Madalena, 3813-9226. Seg. a sex., 17h-4h; sáb. e dom., 12h-3h. Chope, R$ 5,90; caipirinha, R$ 15,50. barfilial.com.br

Pratos, bebidas e petiscos brasileiros

Sábados Feijoada no Canto do Samba Rua Medeiros de Albuquerque, 471- Vila Madalena Reservas: (11) 3813-6814 | facebook/cantomadalena Setembro 2013  timeout.com.br 35

520 BARES & CAFÉS_Bia_23set.indd 35

23/09/13 17:34


Comes & Bebes

Roteiro de cafés Envie sugestões para gastronomia@guiatimeout.com.br.

Novo na área Frida & Mina

opções vegetarianas Wi-Fi grátis

Centro, Luz & Bom Retiro CAFÉ Café Girondino Com o nome de um antigo café da época em que os hotéis de luxo ficavam no centro e seus clientes precisavam de um bom local para sua dose regular de cafeína, o Girondino de hoje é um dos poucos da região onde se pode tomar um café nos fins de semana ou à noite, após conferir uma exposição no CCBB ou ter explorado o Mosteiro de São Bento. Café (R$ 3,20), chá e até cerveja, além de doces e bolos, são oferecidos ao lado do menu de almoço, que inclui opções de massas e carnes. R. Boa Vista, 365, 3229-4574. Metrô São Bento. Seg. a qui., 7h30-22h30; sex., 7h30-23h; sáb., 8h-20h; dom., 8h-19h. Cafezinho, R$ 3,20; sanduíches, R$ 9,90-R$ 19,90. cafegirondino.com.br

Jardins PÂTISSERIE Mara Mello A doceria pode

ser pequena, mas traz delícias impecáveis. Apresentados na vitrine de maneira que beira à perfeição, os doces variam de macarons, madeleines e petit fours para serem comidos (não só) com os olhos. O brigadeiro vem em embalagens de 290g para você devorar a colheradas, sem dó. Experimente o saboroso brigadeiro de Ovomaltine, feito de cacau, Ovomaltine e chocolate, com Ovomaltine extra para salpicar sobre o doce. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.308, Jd. Paulistano, 30815229. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 10h3017h. Cafezinho, R$ 3,20; doces, R$ 2R$ 16. maramello.com.br

CAFÉ Santo Grão A casa oferece bons grãos e é um ótimo lugar para observar o movimento da elegante Rua Oscar Freire. A acústica na área da frente pode dificultar a conversa, portanto, refugie-se nos fundos se preferir mais tranquilidade. R. Oscar Freire, 413, Jd. Paulista, 30829969. Seg., 9h-1h; ter. a qui., 8h-1h; sex. a sáb., 8h-2h; dom., 8h-0h. Cafezinho, R$ 4,80; sanduíches, R$ 28,80-R$ 37. santograo.com.br

Itaim & Vila Olímpia CAFÉ Octavio Tomar um cafezinho neste espaço é toda uma experiência: desde a arquitetura até o décor interior, com poltronas de design ‘swan’, tudo aqui irá envolvê-lo. O café, mais as opões do cardápio, finalizam o objetivo. Endossado pela barista Cecília Sanada, o menu traz bebidas à base de café preparadas com os grãos da fazenda Nossa Senhora Aparecida, na região Alta Mogiana, no interior do Estado. Além do espresso (R$ 5,10) bem tirado, há variações como o espresso romano, que leva um pedacinho de casca de limão. Prove ainda os pratos preparados pela chef Kika Toledo e, ao final, uma rabanada com calda de melaço (R$ 13,80). Av. Brig. Faria Lima, 2.996, Itaim Bibi, 3074-0110. Seg. a sex., 7h45-22h; sáb., 9h-23h; dom., 9h-22h.

Thaís Antunes/divulgação

Consolação & Higienópolis PADARIA Benjamin Abrahão A unidade dos Jardins dessa rede de padarias é a mais moderna, mas a de Higienópolis, mais antiga e tradicional, é bastante procurada pelos doces e croissants – especialmente o de presunto, acompanhado por café ou suco. R. Maranhão, 220, Higienópolis, 32581855. Cafezinho, R$ 2,70; sanduíches, R$ 7,90-R$ 10,20. 6h-20h30. Outros endereços R. José Maria Lisboa, 1.397, 3061-4004; Barcelona, R. Armando Penteado, 33, Higienópolis, 3826-4911; PUC, R. Monte Alegre, 984, Perdizes, 3865-8613; Mackenzie, R. Maria Antônia, 403, 3257-8795; Uninove, Av. Dr. Adolpho Pinto, 109, térreo e 7º andar, 3822-1763. benjaminabrahao.com.br

cria suas delícias geladas com mexericas e pitangas, entre outras frutinhas brasileiras. R. Manuel Guedes, 85, Itaim Bibi, 3476-1881. Um sabor, R$ 8; dois sabores, R$ 11; três sabores, R$ 13. Outro endereço Shopping Market Place, Morumbi, 4111-5689. vipiteno.com.br

Vila Madalena & Pinheiros

A base do sorvete produzido diariamente na Frida & Mina Sorvete Artesanal leva leite orgânico. A casa é um novo empreendimento de abordagem artesanal, como já diz o nome. Não importa se você escolher sabores como café (feito com grãos produzidos no interior de São Paulo), menta com chocolate (com flocos de chocolate orgânico da Bahia) ou se quiser ser moderninho e optar por caramelo salgado ou morango com vinagre balsâmico: a ordem daqui é perseguir o frescor e o regionalismo. R. Artur de Azevedo, 1.147, Pinheiros, 2579-1444. Cafezinho, R$ 5; sorvete, R$ 7-R$ 13. fridaemina.com.br Cafezinho, R$ 5,10; sanduíches, R$ 14,50R$ 34. octaviocafe.com SORVETERIA Vipiteno Indo além

do conceito tradicional de sorveteria, a Vipiteno também serve folhados, quiches, macarons e prepara smoothies de

Ades batidos com sorvete. A sorveteria se esmera em oferecer um autêntico gelato italiano. e oferece taças e outros combinados no cardápio. Além dos sabores clássicos como limão siciliano e pistache, o chef francês Laurent Suaudeau, que assina o menu da Vipiteno,

CAFÉ Coffee Lab Figura importante do novo status do café em São Paulo, a barista Isabela Raposeiras é grande pesquisadora do assunto e garimpa grãos produzidos em território nacional. Vestidos de jaleco, os baristas preparam o café com o mesmo cuidado de cientistas, convidando o espectador a participar dessa experiência. Faça um ‘ritual’ (R$ 9-R$ 13), como o que contém duas xícaras do mesmo café, um preparado com o método French Press e outro com o AeroPress, e desafie-se a perceber as diferenças entre eles. R. Fradique Coutinho, 1.340, Vila Madalena, 33757400. Seg. a sex, 10h-19h; sáb.: 11-20h. Cafezinho, R$ 4,50; sanduíches, R$ 6R$ 10. coffeelab.com.br CAFÉ Ekoa O conceito de alimentação consciente está presente em tudo o que é servido aqui. A casa incentiva a alimentação com baixa emissão de carbono, evitando frutas e vegetais importados e utilizando ingredientes de época. R. Fradique Coutinho, 914, V. Madalena, 3032-7842. Metrô Vila Madalena. Seg. a sex., 10h-21h; Sáb., 12h-20h. Cafezinho, R$ 3,50; sanduíches, R$ 9,20-$18,50. ekoacafe.com.br

36 timeout.com.br  Setembro 2013 520 BARES & CAFÉS_Bia_23set.indd 36

23/09/13 17:34


Por aí

O mês na cidade

Rochelle Costi/divulgação

Arte38 Compras42 Cinema43 Gay47 Música & Noite48 Teatro & Dança53 Futebol & Copa do Mundo 201454

Coleção idílica Uma das fotos da retrospectiva de Rochelle Costi, em cartaz na Luciana Brito Galeria

99 ABERTURAS_Bia_23set.indd 37

23/09/13 12:22


Arte & Exposições Muito prazer, Planeta Terra

Frutos da Amazônia As mulheres da povoação Zo’é usam o urucum para colorir os corpos, em foto de 2009

Salgado diz que ‘Genesis’ é quase uma nova apresentação do planeta. Em Península Valdés, na Patagônia Argentina, ele capturou o instante em que uma gigantesca baleia-

SEBASTIÃO SALGADO/Divulgação

O brasileiro Sebastião Salgado construiu reputação internacional fotografando pessoas: diferentes tribos, etnias e grupos sociais que sofrem o impacto das transformações do meio ambiente, da economia e da industrialização. Com projetos como ‘Trabalhadores’ e ‘Êxodos’, ele ganhou prêmios, fama e prestígio. ‘Genesis’, o mais recente trabalho desse economista mineiro que virou um dos fotógrafos mais importantes do mundo, resultou em um livro, um documentário dirigido por Wim Wenders e uma exposição que chegou este mês ao Sesc Belenzinho. Com sua conhecida estética de cenas em preto e branco com formas e texturas tão perfeitas que beiram a beleza plástica, Salgado se volta nesse conjunto de 245 imagens para o que há de mais intocado na Terra: paisagens exóticas, animais raros, aldeias isoladas. O homem continua a ser retratado, mas como elemento integrante da natureza. Agora o alerta ambiental emitido pelo fotógrafo não é mais focado na degradação, mas no que ainda está puro e preservado.

SEBASTIÃO SALGADO/Divulgação

Você ficará maravilhado com o mundo selvagem que Sebastião Salgado compilou em ‘Genesis’, garante Marina Monzillo

Close Em 2004, Salgado clicou, a partir de um barco, baleias na Patagônia

franca-austral erguia a cauda. No vertiginoso close, é possível ver as nervuras de sua pele. Na Sibéria, Salgado enfrentou um frio de -45º C para clicar imagens oníricas da tribo nômade Nenets. Na Amazônia, conviveu com os índios Zo’é, que não tinham contato com a civilização há 15 anos. Com o laço de amizade que criaram, o fotógrafo registrou o dia a dia deles, como a pintura corporal com urucum e a confecção de flechas. Foram oito anos de viagens por lugares exóticos ou remotos como Ilhas Galápagos, Etiópia, Nova Guiné e Sumatra. “Eu quis mostrar um mundo em total equilíbrio. Gostaria que as pessoas, vendo a exposição, redescobrissem a dignidade que uma paisagem tem, assim como um ser humano”, comentou Salgado ao divulgar o projeto. Ele afirma que 46% do planeta ainda está praticamente como era no início dos tempos (daí o nome Genesis) e que temos de preservar isso. Salgado faz a parte dele por

meio do Instituto Terra, iniciativa que mobiliza parceiros e capta recursos para recuperar áreas verdes devastadas e promover a educação ambiental. No Sesc Belenzinho, as imagens começam a se revelar já do lado de fora, enganando alguns visitantes sobre o tamanho da exposição, devido à falta de sinalização. Entre para apreciar as cinco seções, divididas de acordo com o ecossistema retratado. Em meio à exibição, o painel da manada de búfalos na Zâmbia, fotografada de balão em 2010, impressiona pela dimensão: 13 m X 10 m. As luzes prateadas refletidas no mar convidam o público para um mergulho nessa coleção de territórios e seres selvagens e belos. Genesis Sesc Belenzinho. R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. Ter. a sáb., 10h-21h; dom. e fer. 10h-19h30. Até 1/12. Grátis. sescsp. org.br/belenzinho

38 timeout.com.br  Setembro 2013 720 ARTE_23set_Bia.indd 38

23/09/13 12:40


Galerias

Retrospectiva Rochelle Costi

Envie sugestões para arte@ guiatimeout.com.br (redação), e claire@guiatimeout.com.br (editora).

Butantã

Galeria Vermelho Projetada em 2002 por três arquitetos – entre eles o premiado Paulo Mendes da Rocha, a Vermelho ostenta um belo jardim e uma impressionante fachada, usada para instalações, projeções e eventos. A galeria tem uma reputação merecida de descobrir e investir em novos artistas. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. Ter. a sex., 10h-19h; sáb., 11h-17h. galeriavermelho.com.br

Itaim Bibi & Vila Olímpia Casa Triângulo Instalada em uma casa grande e estilosa no Itaim Bibi, a Triângulo promove e divulga artistas brasileiros e estrangeiros com projeção internacional desde 1988. Sem medo de chocar e diversificar, apresenta pinturas pálidas e infantis de Camila Macedo, que exalam uma misteriosa inocência, bem como as esculturas de Nazareth Pacheco. R. Paes de Araújo, 77, Itaim Bibi, 3167-5621. Ter. a sáb., 11h-19h. casatriangulo.com.br Luciana Brito Galeria Esta elegante galeria representa 20 artistas brasileiros e estrangeiros consagrados, incluindo nomes icônicos como Marina Abramovic, nascida na Sérvia e conhecida como ‘avó da arte performática’. R. Gomes de Carvalho, 842, V. Olímpia, 3842-0634. Seg. a sáb., 10h-19h. lucianabritogaleria.com.br Galeria Oscar Cruz Trabalhando com arte contemporânea por mais de 15 anos, a Galeria Oscar Cruz marca presença nas principais feiras e eventos internacionais desse segmento. O grande espaço, dividido em dois andares, focaliza o trabalho de artistas brasileiros, cobrindo pinturas, fotografias, instalações e esculturas. R. Clodomiro Amazonas, 526, Itaim Bibi, 3167-0833. Ter. a sex., 11h-19h; sáb. 11h-17h. galeriaoscarcruz.com.br

Jardins Coleção Particular Esta não é uma galeria comum: trata-se de um acervo particular e também da paixão do colecionador de arte Oswaldo Costa. Construído ao longo de 40 anos, o conjunto é uma raridade no mundo dos compradores de arte, já que está aberto

Com um trabalho que busca a beleza nas coisas comuns, a artista Rochelle Costi abre neste mês uma grande mostra individual, com duas séries de obras. A instalação ‘O Tempo Todo’ é uma retrospectiva de sua carreira, de meados dos anos 1980 à atualidade. Parte da mostra, a série de imagens ‘Lugar Comum’ revela objetos comuns que a artista coleciona em seu ateliê em São Paulo, como se fossem um arquivo pessoal incessante de coisas mundanas. Na Luciana Brito Galeria. No roteiro. 25/9-1/11. Grátis.

a todos e é o próprio dono quem dá as boas vindas para quem quiser vê-lo – com direito a histórias saborosas sobre os artistas. A seleção tem alguns dos mais importantes artistas brasileiros dos últimos 50 anos, com obras de nomes como Geraldo de Barros, Cássio Michelany, Cildo Meireles e Leonilson. Uma peça deste último tem como matéria-prima um papel de embrulho de uma marca de roupas. Há também uma obra de Leda Catunda feita com serrotes, sua obsessão na época. Preste atenção nas inovadoras pinturas e esculturas do artista paulistano Sergio Romagnolo. R. Artur de Azevedo, 51, Jd. Paulista. Visitas agendadas por telefone, 2365-9575. colecaoparticular.com. Emma Thomas Após dois anos dividindo um endereço com a Baró Galeria, na Barra Funda, essa galeria descolada, jovem e “emergente” cresceu e está fincando raízes em um espaço, construído sob medida nos Jardins. O prédio tem uma fachada impressionante, feita de tijolos expostos enviesados que criam uma superfície com centenas de perfurações. Lá dentro, um ambiente clássico de exposição, no estilo cubo branco, leva a um grande escritório, que a galeria pretende dividir com outros nomes, em uma espécie de co-working. E, lá no topo, um terraço dá vista para as copas das árvores dos Jardins. R. Estados Unidos, 2.205, Jd. Paulista, 3666-6489. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 11h-17h. emmathomas.com.br

Galeria Luisa Strina Essa elegante galeria é um dos pilares do circuito artístico contemporâneo mais refinado. Representa grandes nomes como Cildo Meireles, o artista conceitual brasileiro de destaque, além de estabelecidos talentos, como Alexandre da Cunha. R. Pe. João Manuel, 755, Jardins, 3088-2471. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 10h-17h. Outro endereço R. Oscar Freire, 502, Jardins. galerialuisastrina.com.br Mendes Wood Esta galeria injeta um toque de entusiasmo e ousadia bem joviais à cena artística da cidade. Propriedade dos galeristas Pedro Mendes, Felipe Dmab e Matthew Wood, este último dos Estados Unidos, a Mendes Wood é uma galeria de vanguarda, cujos representados agora incluem o principal artista conceitual do Brasil, Tung, assim como um elenco de jovens brilhantes. R. da Consolação, 3.368, Jardins, 3081-1735. Metrô Consolação. Seg. a sex., 11h-19h; sáb., 11h-17h. Não aceita cartão. mendeswood.com Mônica Filgueiras & Eduardo Machado Filgueiras, que infelizmente faleceu em 2011, era uma veterana da cena artística paulistana. Ela tinha acabado de se unir com o galerista Eduardo Machado para formar uma galeria em conjunto. O espaço apresenta desde street art até trabalhos do escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret, responsável pelo famoso

Arte

Consolação

Rochelle Costi/divulgação

Galeria Leme Esse espaço abriga uma galeria dinâmica que representa artistas nacionais e estrangeiros, com especial foco na América Latina. No início de 2012, a Leme levantou acampamento e se mudou para um novo endereço, duas quadras do primeiro. Av. Valdemar Ferreira, 130, Butantã, 3093-8184. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 10h-17h. Não aceita cartão. galerialeme.com

Monumento às Bandeiras que fica em frente ao Parque Ibirapuera. R. Bela Cintra, 1.533, Jd. Paulista, 3081-9492. Metrô Consolação. Seg. a sex., 10h30-19h30; sáb., 10h30-14h30. Não aceita cartão. Galeria Nara Roesler Influente nome na arte de São Paulo, além de ela ser uma negociadora experiente e ocupada, Nara Roesler administra o endereço online da Galeria Motor (galeriamotor.com.br) ao lado de seu filho. A pintora japonesa Tomie Ohtake e o jovem artista Rodolpho Parigi são apenas alguns dos nomes representados por ela. Av. Europa, 655, Jd. Europa, 3063-2344. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 11h-15h. nararoesler.com.br Zipper Galeria Essa nova galeria localizada nos Jardins é um empreendimento conjunto do galerista Fabio Cimino, com os jovens Danilo Beltran e Melina Valente. A ênfase é no novo e no pop. As fotografias de pessoas se bronzeando em varandas da cidade, do fotógrafo de moda e de arte Felipe Morozoni, são exemplos de iniciativas desse novo time – em sua melhor forma. R. Estados Unidos, 1.494, Jardins, 4306-4306. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 11h-17h. zippergaleria.com.br

Perdizes & Pompeia Gravura Brasileira Aberta em 1998 por Alberto Fuks e Eduardo Besen para expor arte impressa clássica e contemporânea, esse espaço já organizou mais de cem exposições em sua sede. É uma das poucas galerias do Brasil que trabalha exclusivamente com gravuras e as obras não só são chamativas, como também variam consideravelmente. R. Dr. Franco da Rocha, 61, Perdizes, 3624-0321. Seg. a sex., 10h-18h; sáb., 11h-13h. gravurabrasileira.com

Pinheiros Amoa Konoya A relação de Walter Gomes da Silva com os povos indígenas vem desde 1984. Hoje, a galeria vende obras de mais de 60 aldeias espalhadas pelo país, de cerâmicas com padrões geométricos a pontas de lanças. R. João Moura, 1.002, Pinheiros, Metrô Sumaré, 3061-0639. Seg. a sáb., 9h-18h. amoakonoya.com.br Galeria Estação A arte popular brasileira é o foco dessa galeria dirigida por Vilma Eid. Sua coleção tem obras fascinantes, incluindo artistas como José Antônio da Silva. O local tem também uma loja com belos livros e artesanato. R. Ferreira de Araújo, 625, Pinheiros, 3813-7253. Seg. a sex., 10h-18h; sáb., 11h-15h. galeriaestacao.com.br Galeria Logo O espaço claro e versátil da Galeria Logo, que também inclui um porão para que duas exposições aconteçam concomitantemente, é o preferido da galera do skate e grafite. Inaugurada em 2011, ela começou com força, com grandes e ambiciosas mostras. Nós gostamos em especial das pinturas ccomplexas e coloridas de Walter Nomura e das fotogradias de Flávio Samelo. R. Artur de Azevedo, 401, Pinheiros, 3062-2381. Ter. a sáb., 11h-19h. galerialogo.com

Setembro 2013  timeout.com.br 39 720 ARTE_23set_Bia.indd 39

23/09/13 12:41


Galeria Virgílio O espaço arejado e a agradável cafeteria da Galeria Virgílio são pontos de encontro do público de arte em Pinheiros, e o local não se envergonha de ser intelectual. Portanto, não se surpreenda ao se deparar com um curso de jornalismo de mídia social ou um show de jazz do multi-instrumentista Renato Anesi acontecendo juntamente com exposições de artistas locais, como Diego Belda e sua “escultura” de mesa de sinuca. R. Virgílio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, 2373-2999. Seg. a sex., 10h-19h; sáb, 10h-17h. galeriavirgilio.com.br

Santa Cecília

Arte

Baró Galeria Muito importante na cidade, a Baró faz coisas em grande escala, com uma programação em constante mudança e uma ousadia inconfundível. A proprietária, a espanhola Maria Baró, desenvolveu uma boa conexão com artistas de outros países latino-americanos. Sua galeria ocupa um galpão grande e arejadona Barra Funda, bairro em ascensão no mundo das artes. R. Barra Funda, 216, Barra Funda, 3666-6489. Metrô Marechal Deodoro. Ter. a sex., 11h-19h; sáb., 11h-17h. barogaleria.com

Vila Madalena Choque Cultural Essa galeria despretensiosa, influente e ousada dedica-se à arte urbana brasileira, desde grafiteiros até designers de pranchas de skate e gravuristas. No início de 2013, ela fechou seu primeiro e muito querido espaço, na Rua João Moura, e passou a concentrar suas atividades no que antes era seu segundo endereço na Vila Madalena. R. Medeiros de Albuquerque, 250, V. Madalena. Ter. a sex., 10h-18h; sáb., 12h-18h. choquecultural.com.br Central Galeria Entre os novos integrantes da cena de arte contemporânea de São Paulo, essa galeria abriu as portas no térreo de um prédio residencial da movimentada Avenida Rebouças no final de 2010. Dois anos depois, mudou-se para um espaço maior na Vila Madalena, juntamente com a Galeria Ímpar. Com a missão de descobrir talentos saídos das escolas de arte de São Paulo, a Central representa uma diversidade de jovens artistas. Fique de olho nos portarretratos únicos e fortes de Nino Cais – suas obras estiverem entre os maiores destaques da Bienal de São Paulo de 2012. R. Mourato Coelho, 751, V. Madalena, 2645-4480. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 10h-17h. Não aceita cartão. centralgaleriadearte.com Fortes Vilaça Até mesmo os leigos sentem a qualidade dessa que é uma das galerias brasileiras mais bem estabelecidas no circuito internacional. Grandes nomes figuram na sua lista de artistas, como os gêmeos grafiteiros Otávio e Gustavo Pandolfo e Vik Muniz, que vive em Nova York – provavelmente o artista brasileiro mais conhecido no mundo. Vale também conhecer o Galpão, filial do Bom Retiro, mas recomendamos ir àquelas redondezas de táxi. R. Fradique Coutinho, 1.500, V. Madalena, 3032-7066. Ter. a sáb.,

10h-19h. Outro endereço Galpão Fortes Vilaça, R. James Holland, 71, Bom Retiro, 3392-3942. Ter. a sáb., 10h-19h. Não aceita cartão. fortesvilaca.com.br Galeria Ímpar Explore a obra de artistas contemporâneos nessa casa da Vila Madalena, cuja curadoria é da artista Dedeia Meirelles. Aspirantes a artistas também podem participar de oficinas regulares. R. Mourato Coelho, 1.017, V. Madalena, 2645-4480. Seg. a sex., 10h-19h. galeriaimpar.com.br Galeria Millan André Millan é um dos ícones do mercado brasileiro de arte contemporânea e representa nomes como o artista, designer e escultor Tunga – um dos mais importantes no Brasil. Mas Millan também expõe trabalhos de fotógrafos, como Bob Wolfenson, o astro da moda brasileira cujas fotografias de armas, animais silvestres e máquinas caça-níqueis confiscados pela polícia são lindas. E, por outro lado, intelectualmente instigantes. R. Fradique Coutinho, 1.360, V. Madalena, 3031-6007. Seg. a sex., 10h-19h; sáb, 11h-17h. galeriamillan.com.br Raquel Arnaud A curadora de arte contemporânea Raquel Arnaud especializou-se em abstração geométrica em sua galeria São Paulo Gabinete de Arte desde 1980, revelando talentos, como Lygia Clark. Em março de 2011, mudou-se para um novo espaço, maior, dividido em três andares, onde o piso térreo é um arquivo permanente para sua coleção Sergio Camargo. R. Fidalga, 125, V. Madalena, 30836322. Seg. a sex., 10h-19h; sáb, 12h-16h. raquelarnaud.com Galeria Transversal A galeria que há dois anos se estabeleceu na Barra Funda agora tem um novo QG, na Vila Madalena, com 400m2, o dobro do tamanho do primeiro. Dê uma passada para conferir e aproveite para visitar as galerias Fortes Vilaça e Millan, perto dali. O espaço mais antigo será usado apenas para exposições e cursos esporádicos, e também como acervo; portanto, ligue antes de ir à Barra Funda. R. Fidalga, 545, V. Madalena, 3392- 5287. Ter. a sex.. 11h-19h; sáb., Outro endereço R. do 11h-18h. Bosque, 206, Barra Funda, 3392-5287. Ter. a sex., 11h-20h; sáb., 11h-14h. galeriatransversal.com.br

Vila Mariana White Cube São Paulo Esta é a primeira grande galeria internacional a chegar a São Paulo – mas apostamos que não será a última. Aberta em dezembro de 2012, a White Cube, de Londres, começou com uma mostra individual de uma de suas estrelas britânicas, Tracey Emin. O espaço também representa Antony Gormley, Damien Hirst e uma longa lista de grandes talentos internacionais, alguns dos quais já estão disputando uma mostra em São Paulo. Além de trazer artistas de seu atual elenco para expor em São Paulo, a galeria também levará artistas brasileiros para seu novo e imenso espaço em Bermondsey, Londres, e talvez até mesmo para sua filial de Hong Kong. R. Agostinho Rodrigues Filho, 550, V. Mariana, 4329-4474. Ter. a sáb., 11h-19h. whitecube.com

40 timeout.com.br  Setembro 2013 720 ARTE_23set_Bia.indd 40

23/09/13 12:55


Centros culturais & museus

divulgação

Balzaquiana 30 x Bienal

E lá se foram 30 anos de Bienais na cidade. A retrospectiva ‘30 x Bienal – Transformações na arte brasileira da 1ª à 30ª edição’ traz a chance de refletir sobre a idade balzaquiana da grande mostra. Estarão expostos imagens, documentos de arquivo e obras de mais de 100 artistas brasileiros que participaram da Bienal ao longo dos anos. Uma oportunidade imperdível para mergulhar na nata da arte brasileira, de Maria Martins a Tatiana Blass, e enxergar a simbiose entre a Bienal e a produção nacional nas últimas décadas. Pavilhão da Bienal. Parque do Ibirapuera, Portão 3, 5576-7600. 21/9-8/12. Grátis. bienal.org.br Metrô Brigadeiro. Ter. a sex., 9h-20h; sáb. e dom., 11h-20h. Midiateca, ter. a sex., 9h-20h; sáb. e fer., 11h às 20h. itaucultural.org.br GRÁTIS MuBE Um imenso espaço de concentro, com jardim, espelho d’água e esculturas abre caminho para o Museu Brasileiro da Escultura. As mostras e um grande auditório dividem a área da construção de características contemporâneas, projetada por Paulo Mendes da Rocha. Av. Europa 218, Jd. Europa, 2594-2601. Ter. a dom., 10h-19h. mube.art.br Museu de Arte Contemporânea (MAC) Esse museu detém mais de 10 mil obras de artistas como Picasso, Matisse, Modigliani, Portinari e Di Cavalcanti. Com duas unidades, o maior espaço fica no campus da USP, na Cidade Universitária. O menor, de mais fácil acesso, está no Parque do Ibirapuera e exibe obras dos principais artistas e brasileiros. Pav. Ciccillo Matarazzo, 3º andar, R. Pedro Álvares Cabral, Pq. do Ibirapuera, 5573-9932. Ter. a dom., 10h-1. Outro endereço Cidade Universitária, R. da Pça. do Relógio, 160, 3091-3039. Sáb., dom. e fer., 10h-16h. mac.usp.br

Museu de Arte Moderna (MAM) Fundado em 1948 e inspirado no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), o MAM possui mais de 5 mil obras de artistas brasileiros aclamados, como Regina Silveira, Cildo Meireles e Leonilson. Sua missão é exibir arte brasileira moderna e contemporânea, e também possui o Jardim de Esculturas, de seis mil metros quadrados. R. Pedro Álvares Cabral, Parque Ibirapuera , 5085-1300. Ter. a dom., 10h-18h. R$ 5,50; grátis, dom. mam.org.br Museu de Arte de São Paulo (MASP) O principal museu de São Paulo fica em uma imponente caixa vermelha de concreto e vidro, suspensa sobre quatro colunas de concreto, e domina a Avenida Paulista. Lá dentro, encontramse grandes nomes da arte mundial. Há obras de Picasso, Gainsborough, Hieronymus Bosch e Goya, assim como de artistas brasileiros importantes, como Cândido Portinari e Anita Malfatti. Em resumo, é o melhor acervo de arte europeia e brasileira na América do Sul – ainda que somente cerca de 500 das 7 mil obras do museu sejam expostas por vez. Av. Paulista, 1.578, Jd. Paulista, 3251-

5644. Metrô Trianon-MASP. Ter. a dom., 11h-18h (a bilheteria fecha às 17h); qui., 11h-20h (a bilheteria fecha às 19h). R$ 7-R$ 15; grátis, ter. masp.art.br Museu da Casa Brasileira Pertecente no passado à família Prado, de poderosos barões do café, essa bela mansão preservada abriga um museu especializado em decoração e design. O acervo inclui mobília dos séculos 17 ao 21. O museu sedia exposições temporárias, bem como uma premiação anual de design. Há ainda um ótimo restaurante – Quinta do Museu – e, nas manhãs de domingo, o terraço e o jardim são cenários de deliciosas apresentações musicais gratuitas. Av. Brig. Faria Lima, 2.705, Jd. Paulistano, 3032-3727. Ter. a dom., 10h-18h. Estudante, R$ 2; R$ 4; dom. e fer., grátis. mcb.sp.gov.br Museu do Futebol Tem emoção, história e diversão de sobra. Único no mundo dedicado ao esporte, esse museu emprega tecnologia moderna para contar a trajetória da maior paixão brasileira. Você vai reviver momentos importantes do futebol por meio de vídeos, fotografias, gravações e narrações originais, além de jogos interativos e eventos regulares. Aproveite para bater um pênalti e medir a velocidade de seu chute. Pça. Charles Miller, 1, Pacaembu, 3663-3848. Ter. a dom., 9h-17h. Estudante, R$ 3; R$ 6; grátis (menores de 7 anos e às quintas). museudofutebol.org.br Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil São 1.592 metros quadrados de área expositiva, dividida em três andares do Edifício Bunkyo, em pleno bairro da Liberdade. O museu guarda fotografias, documentos e arquivos que cobrem os cem anos de história da imigração japonesa no Brasil. R. São Joaquim, 381, Liberdade, 32081755. Metrô Liberdade. Ter. a dom., 13h30-17h30. R$ 1-R$ 6; grátis (menores de 6 anos e maiores de 65). bunkyo.org.br Museu da Imagem e do Som (MIS) Uma grande obra realizada em 2008 reformou o prédio de concreto, que abriga um acervo de 30 mil fotografias, filmes e gravações. Entre os registros sonoros, há depoimentos de Tarsila do Amaral e Tom Jobim. O museu também realiza exposições e retrospectivas temporárias inovadoras e sedia animadas festas mensais no sábado à tarde em seu quintal. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. Ter. a sex., 12h-22h; sáb., dom. e fer., 11h-21h. Estudante, R$ 2; R$ 4. mis-sp.org.br Pivô Localizado em um dos prédios mais icônicos de São Paulo – o Copan, de Oscar Niemeyer –, esse espaço amplo foi inaugurado em 2012. Além de exposições eventuais, também promove peças performáticas. A missão de interagir com algumas das outras galerias já resultou em mostras trazidas pelas descoladas galerias Emma Thomas e Mendes Wood. (Este lugar é considerado um centro cultural por não ter fins lucrativos e, portanto, aparece neste roteiro). Av. Ipiranga, 200, loja 48, Centro, 3255-8703. Metrô República. Ter. a sáb., 12h-18h. pivo.org.br

Arte

Centro Cultural São Paulo Esse tradicional espaço cultural de aparência aerodinâmica, situado em uma colina perto da Avenida 23 de Maio, é um feito arquitetônico impressionante e engenhoso. Mostras de arte, festivais de cinema, performances e workshops ocorrem nos vários andares desse vasto espaço. Uma escada em espiral leva a um jardim na laje do edifício, onde você pode sentar e aproveitar a vista do horizonte da cidade. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso, 3397-4002. Metrô Vergueiro. Ter. a sex., 10h-20h; sáb., dom. e fer., 10h-18h. centrocultural.sp.gov.br GRÁTIS Centro da Cultura Judaica Esse edifício em formato de Torá, projetado pelo arquiteto Roberto Loeb, está protegido por portões resistentes. Após o ataque contra duas instituições judaicas argentinas nos anos 1990, outras entidades da América Latina reforçaram a segurança. O conjunto dispõe de livraria e oferece mostras cinematográficas e peças de teatro. Obras de grandes artistas são trazidas de instituições culturais de todo o mundo. R. Oscar Freire, 2.500, Jd. Paulista, 3065-4333. Metrô Sumaré. Ter. a sáb., 12h-19h; Dom. e fer., 11h-19h. culturajdaica.org.br GRÁTIS Fundação Ema Gordon Klabin O eclético conjunto de exposições reflete os interesses da colecionadora Ema Klabin ao longo de quatro décadas. Arte pré-colombiana, europeia, asiática e africana, artes decorativas e prataria adornam esta bela casa, que, por si só, já é uma obra de arte. Visitas guiadas às terças, quintas e sextas, às 14h, 15h e 16h, e aos sábados, às 10h, 11h30 e 14h; pode-se agendar por telefone ou no site do museu. A casa ainda recebe atrações musicais regularmente. R. Portugal, 43, Jd. Europa, 3062-5245. Seg. a sex., 10h-17h; sáb., ver programação. R$ 5R$ 10. emaklabin.org.br Instituto Tomie Ohtake Localizado em um imponente arranha-céu, de vidro intercalado com ondas de aço roxo e marrom e batizado em homenagem à artista nipo-brasileira que completou 98 anos em novembro do ano passado, o Instituto domina a paisagem de Pinheiros. Projetado pelo filho da artista, Ruy Ohtake, um dos arquitetos brasileiros mais amados e odiados do País, o Instituto não tem medo de chocar com exposições desafiadoras. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. Ter. a dom., 11h-20h.. institutotomieohtake.org.br Itaú Cultural Instalado em um prédio espelhado da Avenida Paulista e dirigido por um dos maiores bancos do país, esse é um espaço dedicado à arte brasileira nas suas mais diversas expressões. Mostras, filmes, shows, peças, cursos e oficinas compõem sua vasta programação sempre com entrada grátis. O instituto mantém ainda uma midiateca voltada para pesquisa e divulgação da arte e da cultura brasileira. Seu acervo tem mais de 30 mil documentos – tudo fica disponível para pesquisa ou empréstimo. Av. Paulista, 149, Paraíso, 2168-1700.

Setembro 2013  timeout.com.br 41 720 ARTE_23set_Bia.indd 41

23/09/13 12:41


Compras & Estilo Roteiro

Novo na área Orbi

Antix Após cinco anos sendo vendida em lojas multimarcas, as fãs da Antix se mobilizaram pelo Twitter para pedir uma sede própria. A dona, Patrícia Shin, garante que foi esse empenho do fã-clube que a impulsionou a consolidar um plano que tinha desde 2006: de agora em diante, quando você quiser desfilar por aí com um dos vestidos ultraestampados, característica marcante da grife, é só seguir até o Shopping Vila Olímpia. Os tecidos usados são produzidos na Espanha, o que, garante Mariana, é sinônimo de qualidade. Shopping Vila Olímpia, R. das Olimpíadas, 360, V. Olímpia, 3047-6292. Seg. a sáb., 10h-22h; Dom. e fer., 11h-20h. Outro endereço Bazzar Store, R. Domingos de Moraes, 142, V. Mariana, 5549-3771. antixfashion.com.br

Envie sugestões para shopping@ guiatimeout.com.br (redação)

Shopping centers Bourbon É fácil caminhar por esse shopping, os corredores são amplos e bem sinalizados. Lojas, serviços e restaurantes são organizados e você quase sempre sabe onde está, só precisa ficar atento se for de carro. O estacionamento fica nos últimos andares do prédio. O cinema tem 11 salas. A mais atrativa é a equipada com tecnologia Imax, ideal para aproveitar os efeitos especiais dos filmes. O shopping também é a casa do equipado e bonito Teatro Bradesco. R. Turiassu, 2.100, 38745050. Seg. a sáb., 10h-22h; dom. e fer., 14h-20h. bourbonshopping.com.br

JK Iguatemi O mais novo shopping da cidade se esmera na opulência. O piso é lustroso e brilhante, os elevadores,são forrados de madeira e as janelas, imensas – algo incomum para um shopping – deixam a luz natural entrar. Além de alguns dos melhores restaurantes da cidade (Varanda, Tre Bicchieri) e previsíveis sinônimos de luxo como Chanel e Bulgari, as novidades são as primeiras filiais brasileiras da Sephora e da londrina Topshop e sua grife associada, Topman. Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041,V. Olímpia. 3152-6813. Seg. a sex., 10h30-23h; sáb., 10h-23h; dom., 11h-22h. Os horários de lojas, bares e restaurantes podem variar. jkiguatemi.com.br Pátio Higienópolis Vá com tempo. Localizado numa avenida arborizada do bairro de mesmo nome, o shopping tem muitas opções de cafés e docerias, bom para sentar e ver o movimento. Cachorros são bem-vindos por aqui e desfilam por seis pisos de lojas. Cansou de provar roupas? Aproveite para ir ao teatro ou a uma das seis salas de cinema.

Ducha Você vai mudar sua concepção de banho nesta loja de cosméticos e acessórios para uma das horas mais relaxantes do dia. Impossível não se divertir com a touca com chifres do capeta (R$ 39). As crianças vão adorar a bucha de hambúrguer ou as que imitam pedaços de bolo. Se quiser deixar até o banheiro no clima natalino, a bucha em formato de árvore de Natal é uma ótima. Para os mais sérios, há sabonetes líquidos, em barra e esfoliantes, de fragrâncias que variam do chocolate à lima. R. Augusta, 2.725, Jardins, 30863226. Seg. a sex., 9h30-18h30; sáb., 10h-14h. duchacosmeticos.com.br

divulgação

Cidade Jardim Há mais shoppings em São Paulo do que seria possível conhecer ao longo de toda uma vida, mas esse tem Kate Moss, sucedendo Sarah Jessica Parker, como garotapropaganda. O shopping luxuoso, parte de um complexo com 12 torres, abriga grifes como Hèrmes, Giorgio Armani, Montblanc e o estilista brasileiro Carlos Miele. Não perca a Chocolat du Jour, uma das melhores lojas de chocolate da cidade. Av. Magalhães de Castro, 12.000, Cid. Jardim, 3552 -1000. Seg. a sáb., 10h-22h; dom. e fer., 14h-20h. shoppingcidadejardim.com

Lojas

Originalmente montada por dois brasileiros em Londres, a loja de decoração Orbi está aproveitando o sucesso de sua primeira filial brasileira, em Belo Horizonte, para abrir uma nova frente em São Paulo. Enquanto na loja de Londres eles vendem apenas móveis de edição limitada criados pela nata dos designers brasileiros, por aqui estão se especializando em notáveis móveis, luminárias, tapetes e obras de arte de designers internacionais, como Rory Dobner. R. Cônego Eugênio Leite, 285, Jd. Paulistano, 3083-5426. orbibrasil.com Av. Higienópolis, 618, Higienópolis, 3823-2300. Seg. a sáb., 10h-22h.; dom. e fer., 14h-20h. patiohigienopolis.com.br Vila Olímpia Um pouco mais vazio do que os outros shoppings da cidade, este espaço de compras é uma boa opção para quem quer mais traquilidade na hora de admirar seis andares de vitrines. A praça

de alimentação é espaçosa e confortável, com restaurantes de gastronomias variadas, mas pode ficar cheia na hora do almoço. O cinema tem sete salas de programação que acompanham os grandes lançamentos mundiais. R. Olímpiadas, 360, V. Olímpia, 40034173. Seg. a sáb., 10h-22h.; dom. e fer., 11h-21h. scvilaolimpia.com.br

Flávia Aranha Estilo marcante e sofisticação despretensiosa são marcas das criações da estilista Flavia Aranha, que resolveu seguir o caminho das pedras com uma bandeira sustentável, ao menos no que diz respeito a um dos fatores mais poluentes da indústria têxtil, o tingimento. Com peças em algodão orgânico, de cortes simples, minimalistas e, por vezes, geométricas, elas são finalizadas com a beleza em tons pastel vindos direto da natureza. Uma peça pode custar muito, mas usar um modelo livre de tóxicos e cheios de personalidade não tem preço. R. Aspicuelta, 224, V. Madalena, 3031-1703. Seg. a sex., 10h-19h; sáb., 10h-18h. flaviaaranha.com.br Iande A loja de Helena Shizue Yamanaka, a Iandé – ‘nosso’ em tupi-guarani, vende itens de mais de 80 tribos de índios, quilombos e outras comunidades que preservam suas tradições, incluindo cestarias, redes, cerâmica, máscaras, bancos, instrumentos musicais e ornamentos, entre outros. Cada objeto é acompanhado de um livreto que conta a história da tribo que o produziu e sua função. R. Augusta 1.371, cj 14, 3238-4924. Seg. a sex., 9h-17h30; sáb. 9h-14h. iande.art.br

42 timeout.com.br  Setembro 2013 600 COMPRAS & ESTILO_Bia_23set.indd 42

23/09/13 12:42


Cinema A maratona vai começar

Inocência perdida A adaptação de ‘Lolita’, de Vladimir Nabokov, por Kubrick fará parte da retrospectiva do cineasta

O grande homenageado desta edição é ninguém menos que Stanley Kubrick (1928-1999), um dos diretores mais importantes de todos os tempos. Junto com a exibição de clássicos modernos como Dr. Fantástico, 2001: Uma Odisseia no Espaço, Laranja Mecânica, Lolita, O Iluminado e outros trabalhos do norte-americano, haverá também uma exposição no MIS (Museu da Imagem e do Som) ilustrando sua rica carreira. Com curadoria de Hans-

divulgação

São Paulo é considerada uma das capitais mundiais da gastronomia, mas poderia muito bem ser a da sétima arte também. Tanto que a Mostra Internacional de Cinema chega à sua 37ª edição e é uma das atrações mais aguardadas da cidade. Tem gente que tira férias, enquanto outras pessoas viajam especialmente para a capital paulista só para seguir essa incrível maratona de filmes. Mesmo dois anos após a morte de seu idealizador, Leon Cakoff, o evento não esmoreceu e segue levando às salas de cinema paulistanas uma ótima amostra da produção cinematográfica mundial, de filmes vencedores e participantes dos principais festivais do planeta a fitas independentes de países fora do eixo tradicional, além de retrospectivas e exibições especiais. Essa realidade é vista na lista de títulos confirmados para este ano, com trabalhos de diretores como Jean-Luc Godard e Peter Greenaway (3 x 3D), Hirokazu Kore-eda (Like Father, Like Son), Bille August (Night Train to Lisbon) e Jafar Panahi (Pardé), além de filmes de cineastas ascendentes, como La Bande des Jotas, de Marjane Satrapi, diretora da ótima animação Persépolis; Ilo, Ilo, de Anthony Chen, vencedor da Câmera D’Or do Festival de Cannes deste ano, e Matterhorn, de Diederick Ebbinge.

divulgação

Rafael Argemon aponta os destaques da 37a Mostra Internacional de Cinema, que homenageia Stanley Kubrick

Homem x máquina ‘2001: Uma Odisseia no Espaço’ estará na programação

Peter Reichmann, do Deutsches Filmmuseum de Frankfurt, Alemanha, e colaboração de Christiane Kubrick, viúva do cineasta, a mostra terá figurinos, objetos de cena, documentos e fotos originais dos filmes de Kubrick. Complementando a iniciativa, a editora Cosac Naify lançará, em parceria com a Mostra Internacional de Cinema, o livro Conversas com Kubrick, em que o crítico francês Michel Ciment revisa a obra do diretor, unindo textos analíticos a depoimentos do próprio cineasta. O prefácio é de Martin Scorsese. Nesta edição, a Mostra também homenageia o cultuado cineasta filipino Lav Diaz, que costuma abordar as questões sociais e políticas do seu país de origem. Diaz participou da seção Orizzonti, do Festival de Veneza de 2007, onde ganhou um Leão de Ouro Menção Especial com o filme Morte na Terra de Encantos. Seu último trabalho, Norte, o Fim da História, foi exibido na seção Un Certain Regard, do Festival de Cannes de 2013.

Entre as sessões especiais, há a cópia restaurada de Nathan, o Sábio, um clássico do cinema mudo alemão, de 1922, dirigido por Manfred Noa. O filme, que será exibido na área externa do Auditório Ibirapuera, ficou desaparecido entre 1930 e 1996, quando foi encontrado em Moscou. Nathan foi proibido pelo governo alemão no período que antecedeu o nazismo. A projeção será acompanhada por trilha composta especialmente para o filme pelo libanês Rabih Abou-Khalil, executada pela Orquestra Petrobras Sinfônica. Quem também terá três filmes exibidos por conta da comemoração de seu 110o aniversário é Yasujiro Ozu, o grande mestre dos dramas familiares japoneses, um gênero próprio do país que por lá é chamado de Gendai-Geki. São eles: Contos de Tóquio, de 1953; Flores do Equinócio, de 1958; e A Rotina Tem seu Encanto, seu último trabalho, de 1962. 37ª Mostra de Cinema de São Paulo De 17 a 31/10. Programação completa em mostra.org.

Setembro 2013  timeout.com.br 43 740 CINEMA_Bia_23set.indd 43

23/09/13 13:05


Estreias Elysium

Cinema

Parece haver algo de errado no primeiro filme feito nos Estados Unidos por Neill Blomkamp. Enquanto a estreia do cineasta sul-africano, com Distrito 9, em 2009, foi uma revigorante rajada de ficção científica inteligente, obra de um roteirista e diretor talentoso e íntegro, Elysium parece ser produto de algum comitê cauteloso de Hollywood. Ele mantém a característica de ‘filme de ação com consciência social’ que havia em Distrito 9, mas esquece a vitalidade vertiginosa em que vale tudo. Matt Damon está vigoroso – embora um pouco inexpressivo – como o operário futurístico cuja vida despenca quando sofre um acidente com radiação no trabalho, o que lhe deixa apenas cinco dias de vida. Sua única esperança é ir a Elysium, o paraíso em órbita reservado exclusivamente para os ricos e impiedosos, comandando pela CEO francesa interpretada por Jodie Foster – de cabelo curto, fria e nada convincente.

Há momentos em Elysium que retomam a intensidade de tirar o fôlego do primeiro filme de Bloomkamp, a maior parte envolvendo o ator sul-africano Sharlto Copley, um mercenário africâner desfigurado, único personagem com algum brilho (embora valha salientar que o elenco também inclui os atores brasileiros Alice Braga e Wagner Moura). Os efeitos especiais são soberbos do início ao fim, e algumas sequências de ação – incluindo um magnífico roubo de um carro Smart, na metade do longa – justificam o preço do ingresso. Mas trata-se de um filme confuso e mal estruturado, com uma trama cheia de lacunas e sem nenhuma conclusão satisfatória. Talvez seja mais um caso de expectativa elevada: após Distrito 9, estamos cientes do que esse cineasta ousado é capaz. Ele é muito mais do que esse filme conceitualmente audaz, por vezes estimulante, mas basicamente um blockbuster sem personalidade. Tom Huddleston

Stephanie Blomkamp/divulgação

Elysium. Dir. Neill Blomkamp, EUA, 2013. Matt Damon, Sharlto Copley, Jodie Foster, Alice Braga. 109 min.

Estreia em 20 de setembro.

Homem do futuro Wagner Moura estreia nos EUA, ao lado de Matt Damon

“Tem uma festa na casa do Franco...” Se essas palavras, proferidas nos primeiros minutos de É o Fim, estreia de Seth Rogen e Evan Goldberg

(roteiristas de Superbad) na direção, o deixam apreensivo, você não está sozinho. Será esta mais uma comédia com intenção de provocar

É o Fim

Suzanne Hanover/divulgação

This Is the End. Dir. Evan Goldberg e Seth Rogen, EUA, 2013. James Franco, Jonah Hill, Seth Rogen. 107 min.

Fim da festa Seth Rogan (à esq.) chamou os amigos para interpretarem a si mesmos nessa comédia apocalíptica

amor, admiração e compaixão pelos meninos mimados de Los Angeles? Mas daí o ator Michael Cera entra em cena e as coisas começam a melhorar. É o Fim traz Rogen e uma lista de talentos cômicos interpretando eles mesmos, todos presos na bela mansão de concreto de James Franco enquanto o apocalipse começa do lado de fora. O filme é indulgente e frágil, demanda do espectador um alto nível de familiaridade com os atores principais e uma tolerância igualmente alta com piadas sobre maconha e masturbação. Mas também pode ser realmente engraçado (Cera espirrando cocaína e apalpando bundas é um destaque), e há espaço para algumas críticas afiadas à infantilidade masculina e aos modismos de Hollywood. Não é nenhum clássico da comédia, mas traz uma boa dose de autogozação, bem humorada e simpática. Tom Huddleston Estreia em 27 de setembro.

44 timeout.com.br  Setembro 2013 740 CINEMA_Bia_23set.indd 44

23/09/13 13:05


anuncios22.indd 45

23/09/13 12:15


Foxfire: Confissões de uma Gangue de Garotas Após vencer a Palma de Ouro em 2008 por Entre os Muros da Escola, o diretor francês Laurent Cantet lança sua adaptação em inglês de Foxfire: Confissões de uma Gangue

de Garotas, romance de Joyce Carol Oates do início dos anos 1990. Ambientado na década de 1950, é a história de um grupo de adolescentes alienadas em uma cidadezinha do

imovision/divulgação

Dir. Laurent Cantet, França/ Canadá, 2012. Raven Adamson, Katie Conseni, Madeleine Bisson. 143 min.

Estreia em 20 de setembro.

R.I.P.D. – Agentes do Além R.I.P.D. Dir. Robert Schwentke, EUA, 2013. Ryan Reynolds, Kevin Bacon, Jeff Bridges. 96 min.

Mesmo com uma atuação divertida de Jeff Bridges (como mais um policial do faroeste que saiu da prisão, ele repete seu personagem intratável de Bravura Indômita), os elementos insossos da comédia de ação R.I.P.D. – Agentes do Além se amontoam como cadáveres não enterrados. Primeiro vem o lindo Ryan Reynolds, o protagonista mais sem graça de Hollywood, que mais uma vez não consegue animar uma produção milionária que gira em torno dele. Como um tira obscuro de Boston prestes a decepcionar sua amorosa esposa, ele chega muito rapidamente à simplória expiação no além; seu parceiro (Kevin Bacon) atira em seu rosto. De repente, há um novo emprego para ele, de policialfantasma – acrescente pelo menos mais quatro cadáveres incômodos: os dos autores desse roteiro cheio de clichês, que está no topo da pilha de rejeitados pelo ator Will Smith, que, por sua vez, não está em sua melhor forma se tomarmos como base seu novo filme, Depois da Terra). O enredo paralelo, da relação entre o certinho e confuso Reynolds e o veterano profissional sobrenatural

Bridges, acabará com qualquer boa lembrança que você tiver de filmes excêntricos sobre policiais parceiros. As rusgas – na verdade, apenas uma história envolvendo comida indiana – são escassas. Mas de qual cadáver sai o fedor que impregna o filme? Certamente do diretor picareta Robert Schwentke, cuja falta de

personalidade para perseguições ao estilo de Os Caça-Fantasmas e para a violência leve acaba parecendo um vício por besteiras. É realmente demais quando Boston tem um colapso em uma chuva de destroços, mas, mesmo assim, não dá para sentir nada. R.I.P.D. – Agentes do Além entra

para a lista dos filmes que tentaram ser blockbusters e não conseguiram (O Ataque, O Cavaleiro Solitário etc). Todos eles parecem ter gosto de pipoca de ontem; que tal começar com um roteiro realmente bom, para variar? Joshua Rothkopf Estreia em 27 de setembro.

Universal Pictures/divulgação

Cinema

Reação feminina Gangue de adolescentes comete atos de vandalismo como resposta à misoginia de uma pequena cidade

norte do estado de Nova York que reage à misoginia (e, em alguns casos, ao abuso). Elas formam uma gangue e cometem atos aleatórios de vandalismo e violência. A beleza de Entre os Muros da Escola estava no conjunto eletrizante e unido que Cantet obteve com uma turma de estudantes parisienses. Ele tenta o mesmo neste filme, elencando um grupo de atores amadores para interpretar as integrantes da gangue, mas o efeito tem menos sucesso. Algumas das atuações são estranhas – ainda que Raven Adamson tenha carisma de verdade como a líder Legs – e, comparado a Entre os Muros, o enredo não parece tão tenso e determinado. O que Cantet consegue é oferecer uma noção de tempo e espaço, e nos persuadir de que as ações e atitudes dessas meninas são compressíveis, até justificáveis, em um mundo onde os homens as tratam como idiotas ou como objetos sexuais. Dave Calhoun.

Mortos-vivos Jeff Bridges (à. esq.) e Ryan Reynolds vivem policiais fantasmas em filme insosso e cheio de clichês

46 timeout.com.br  Setembro 2013 740 CINEMA_Bia_23set.indd 46

23/09/13 13:06


Gay Roteiro

Por aí

SP guiada Turismo LGBT

CAFÉ Frey Café & Coisinhas Esse

Envie sugestões para gls@guiatimeout.com.br (redação).

A Lôca Se o logo da balada, a imagem da Rainha de Copas de Alice no País das Maravilhas, já não diz tudo, os nomes de algumas festas – Tapa na Pantera e Loucuras – dão o recado: as coisas podem ficar meio loucas, no melhor dos sentidos. As paredes são escuras e as batidas de techno e pop embalam frequentadores de diferentes tribos – de gays arrumadinhos a travestis. R. Frei Caneca, 916, Consolação, 3159-8889, Metrô Consolação. Qui. a sáb., 0h-7h; dom., 20h-6h. R$ 25-R$ 40. aloca.com.br Blue Space Este megaclube exclusivamente gay tem capacidade para receber 1.500 pessoas, que se divertem com os shows de drag queen e se deliciam com os go-go boys. Na pista de dança principal, a música é geralmente um bate-estaca não muito estimulante: garotos recém-saídos da adolescência dividem a pista com barbies. Há também um darkroom (onde nada e ninguém são de ninguém). R. Brigadeiro Galvão, 723, Barra Funda, 3666-1616. Metrô Mal. Deodoro. Sex. e sáb., 23h-7h; dom., 20h1h. R$ 20-R$ 28. bluespace.com.br. Bubu Lounge Os três ambientes espalhados em mais de mil metros quadrados são amigáveis para héteros. No lounge, há shows ao vivo de samba e MPB. House e techno dominam a pista principal. Para as lésbicas, há uma festa mensal chamada Bubu Só para Elas. R. dos Pinheiros, 791, Pinheiros, 30819659. Qua., sex. e sáb., 23h30h-últ. cliente; dom., 19h-últ. cliente. R$ 10-R$ 60. bubulounge.com.br Club Yacht A temática marítima dessa casa do Bixiga buscou inspiração estética nas listras náuticas de Jean Paul Gaultier e em referências a Atlântida e Iemanjá. O espaço arejado, com uma grande pista de dança cercada por dois mezaninos, é decorado com paredes azuis e balcões espelhados; com pé-direito alto, o teto é cravejado de conchas e tem luzes piscantes que dão uma sensação do glamour dos anos 1980. Entre as bebidas da casa, o Sailor (com rum branco, menta, licor maraschino e soda, R$ 25), é servido por bartenders vestidos a caráter. R. 13 de Maio, 701, Bela Vista, 3104-7157. Qua. e qui., 23h30-5h; sex., 0h-5h; sáb., 0h-9h. Cerveja long neck, R$ 8; caipirinha, R$ 12; consumação mínima, R$ 40R$ 120. clubyacht.com.br Espaço Muss Não pode ir a Salvador? Tudo bem, basta ir até o Centro de São Paulo para sentir o clima Afro-Brasil. A pista de dança é embalada por homens tocando samba ao vivo e por um DJ que coloca axé, hip hop e funk. R. Bento

JOSÉ CORDEIRO/SPTURIS

Clubes

São Paulo tem uma das maiores Paradas Gays anuais do mundo, então faz sentido que a cidade finalmente tenha reconhecido o turismo LGBT ao produzir seu primeiro guia turístico específico para esse público. A publicação bilíngue da SPTuris contém destaques bastante genéricos, como museus, restaurantes e clubes, mas também inclui um itinerário de uma semana bem útil. Disponível para download gratuito em cidadedesaopaulo.com/download. Freitas, 66, República, Metrô República, 3361-4160. Qua., 20h-últ. cliente; sex. e sáb., 21h-últ. cliente; dom., 19h-0h. R$ 15. espacomuss.com.br The L Club No clube das garotas, você econtra todos os tipos: das Ellen DeGeneres às Portia de Rossi e todos os outros que estão entre os dois extremos. Às sextas, tem MPB ao vivo no lounge externo, mas a pista principal ferve mesmo é com com tribal house. Melhor noite: sextas-feiras. R. Luís Murat, 370, Vl. Madalena, 2604-3393. Sex., 23h-6h. R$ 15-R$ 20. thelclub.com.br The Society Do mesmo dono da The Week, a sede desta balada é um luxuoso casarão antigo, com uma pista de dança no térreo e um lounge carpetado no piso de cima. Os frequentadores nunca jogam as camisetas para cima, mesmo quando o DJ Paulo Pacheco anima a pista com músicas pop. R. Mq. de Paranaguá, 329, Consolação, 3154-1669. Sex., 0h-últ.

cliente; dom., 21h-últ. cliente. R$ 60R$ 80. thesociety.com.br The Week A The Week é o que os clubes (gays ou héteros) estão tentando ser. É uma espécie de Ibiza no meio de São Paulo. Aos sábados, o público de duas mil pessoas é formado por homens musculosos, casais heterossexuais e celebridades que se dispersam nas duas pistas de dança e na área da piscina. R. Guaicurus, 324, Lapa, 3868-9944. Sáb., 0h-8h. R$ 60-R$ 80. theweek.com.br Tunnel Com 16 anos, a casa é conhecida por realizar shows cafonas e concursos absurdos. A música fica por conta dos DJs da casa e os shows dos fins de semana são animados por Nany People, uma das drag queens mais famosas do Brasil. Na decoração, murais de mosaico e pisos que imitam o estilo do arquiteto espanhol Gaudí. R. dos Ingleses, 355, Bela Vista, Metrô Brigadeiro, 3285-0246. Sex. e sáb., 23h-6h; dom., 19h-0h. R$ 20.

animado café e bar atrai o público que procura um espresso durante o dia. É o ponto favorito de alguns grupos de amigos, e à noite recebe alguns casais, muitos em primeiro encontro. O delicioso mojito é bom para entrar no clima. R. Frei Caneca, 703, Consolação, 3539-0858. Ter. e qua., 16h-0h; qui. a dom., 16h-1h. Cerveja 600ml, R$ 6,60; caipirinha, R$ 15. freycafe.com.br. ACADEMIA Gaviões Essa academia tem três andares e funciona 24 horas por dia. Parada quase obrigatória para os fanáticos por exercício e saradões que se preparam para se mostrar na balada. A mensalidade inclui treino com pesos, aulas de aeróbica e karatê, entre outras modalidades. R. 13 de Maio, 812, Bela Vista, 3285-3269. 24h. Outras unidades por toda a cidade. R$ 190. ACADEMIA Commando Fitness A localização conveniente e a mensalidade barata fazem desta academia pequena e sem frescuras uma das favoritas entre os gays que moram na região da Frei Caneca. R. Augusta, 810, Consolação, 9442-8697. Seg. a qui., 6h-1h; sex., 6h0h 0h; sáb.,10h-18h; dom., 12h-15h. R$ 15 por dia; R$ 190 por mês. SAUNA Thermas Lagoa Você baba nos go-go boys na sua balada favorita? Aqui, você pode encontrar uma “seleção” dos melhores deles à disposição. R. Borges Lagoa, 287, V. Clementino, 5573-9689. Metrô Santa Cruz. Seg. a qui., 14h-0h; sex., 14h-2h; sáb., 14h-1h; dom., 14h-0h. R$ 40-R$ 50. thermaslagoa.com.br COMPRAS Acessórios Arco-Íris Gosta de acessórios? Um grupo de designers de joias produz colares, pulseiras, camisetas, cintos, chaveiros, lingerie e roupas de banho voltados para o público LGBT. Tudo é estampado com a bandeira arco-íris e pode ser encontrado nas lojas física e virtual. R. Vitória, 833, República, 3337-3768. Metrô República. Seg. a sáb., 11h-20h; dom., 16h-22h. acessoriosarcoiris.com.br COMPRAS Shopping Frei Caneca O Frei Caneca consolidou seu papel de epicentro gay em 2003, quando um segurança pediu que dois homens gays na entrada shopping parassem de se beijar. A gerência do lugar compensou o ocorrido com um evento promocional especial, tendo o beijo como tema. Hoje, o público gay compõe a maioria dos clientes. R. Frei Caneca, 569, Consolação, 3472-2000. freicanecashopping.com. COMPRAS SP Gay Bikers O primeiro grupo gay de ciclismo do Brasil organiza passeios pela cidade e algumas vezes fora dela. As únicas exigências: que os participantes sejam maiores de 18, tenham a própria bicicleta e usem capacete. Quando chove, o passeio é cancelado. Dom., 10h. Quitanda Greengrocer, Pça. Cordeiro de Farias, Consolação. sp-gay-bikers.blogspot.com

Setembro 2013 timeout.com.br 47 750 GAY_23set_Bia.indd 47

23/09/13 13:08


Música & Noite

divulgação

Receita cigana

Caldeirão vibrante Apesar de a formação ter mudado ao longo dos anos, a banda se manteve fiel à estética que mescla punk e música do leste europeu

Os punks ciganos do Gogol Bordello voltam a São Paulo com faixas de seu último álbum, conta CM Gorey

tradicional cigana e do leste europeu. E, apesar de a banda frequentemente se embrenhar por outros gêneros, como o dub, e ter acumulado traços de outros estilos de world music ao longo da carreira, seu som continua

Desde que a banda Gogol Bordello foi formada, em 1999, em Nova York, seu crescente sucesso a coroou como a principal promotora do ‘gypsy punk’: batidas insistentes e pesadas, acompanhadas de vocais extremamente harmônicos e metálicos – lamentosos e francos – e com fortes riffs de rock que abrem caminho para violões rápidos, mutantes e rítmicos. Tudo isso pontuado por acordeões, cornetas e cordas que mantêm a forte presença da música

O último álbum não tem grandes inovações, mas segue efetivamente a trilha não convencional da banda instantaneamente reconhecível e é a trilha sonora perfeita para festas regadas a vodca. Com uma formação em constante mutação e que atualmente conta com integrantes da Rússia, China, Etiópia, Equador, EUA e Brasil, a banda vem a São Paulo após

outros três shows no país (inclusive uma apresentação no Rock in Rio) para divulgar Pura Vida Conspiracy, o álbum que seguiu Trans-Continental Hustle, de 2010. O último disco não traz grandes inovações nem oferece muito em

termos de desvios inesperados, mas continua seguindo a original tradição da banda, com faixas como ‘Malandrino’ (com toques metais mexicanos), ‘Lost Innocent World’ (com uma explosiva guitarra garage, ela salta para um refrão engrossado por bongôs

e cordas melódicas), e a calma e suave ‘I Just Realized’ (mais de três minutos de tranquilidade em meio à loucura animada). Quando canta em inglês – o que prevalece na maior parte do tempo, embora as letras sejam temperadas com ucraniano e espanhol, entre outras línguas –, o líder Eugene Hütz tem um sotaque soviético carregado. Mas esse pormenor acaba funcionando para a banda, garantindo mais um pouco de autenticidade a um grupo composto por cidadãos do mundo em constante viagem, que não precisam de nenhuma outra prova de seu compromisso com a diversão. Gogol Bordello HSBC Brasil. R. Bragança Paulista, 1.281, Santo Amaro, 5646-2120. 25/09, 21h. R$ 50-R$ 280. hsbcbrasil.com.br

48 timeout.com.br  Setembro 2013 760 MÚSICA_Bia_23set.indd 48

23/09/13 13:10


anuncios22.indd 49

23/09/13 12:15


Ouça bem Cantora baiana homenageia disco clássico da MPB no projeto ‘73 Rotações’ Lá se foram 40 anos do lançamento de um dos discos fundamentais da MPB: Secos e Molhados. O revolucionário álbum que saiu em pleno regime militar – apesar de cheio de críticas sociais – vendeu mais de um milhão de cópias e revelou a figura andrógina e icônica de Ney Matogrosso. Com clássicos como ‘Sangue Latino’, ‘O Vira’ e ‘Rosa de Hiroshima’, o glam rock cheio de referências folclóricas brasileiras influenciou uma infinidade de artistas nacionais. Entre eles, a cantora e compositora baiana Karina Buhr, que faz sua homenagem interpretando todas as canções desse disco fundamental no Sesc Santana, a primeira das apresentações do projeto ‘73 rotações’, onde bandas atuais tocam álbuns famosos lançados em 1973. “Tudo ali é tão emocionante que todo mundo que escutou esse disco, que viu as imagens deles, ao

vivo, ou muito anos depois, foi e é influenciado por Secos e Molhados de alguma forma”, empolga-se Karina. Mas ainda que tenha uma identidade sonora que combina com o ‘regionalismo universal’ do grupo formado por João Ricardo, Ney e Gérson Conrad, a cantora explica que esse não é o projeto idealizado por ela desde seu nascimento. “Isso de interpretar músicas de outras pessoas ou até um disco inteiro não é exatamente uma coisa que a princípio me deixe muito confortável. Durante um tempo até pensei que não aceitaria, mas achei maravilhoso o convite do Sesc, porque acho esse disco uma preciosidade. A ideia não é nem repetir, nem fazer coisas mirabolantes de arranjos, mas cantar, tocar, estar no palco sentindo essas músicas que sempre me emocionaram e me emocionam tanto. Tenho isso como um desafio mesmo.” E o show de Karina é só o começo. O projeto ‘73 Rotações’ promove uma série de quatro apresentações de homenagens entre os dias 26 e 29 de setembro.

Andrezza Fonseca/divulgação

Karina Buhr interpreta Secos e Molhados

Revisão glam Karina Buhr encara como desafio fazer a sua versão do clássico

A programação segue com Cidadão Instigado tocando The Dark Side of The Moon, do Pink Floyd (dia 27); a cantora Céu interpretando Catch a Fire, de Bob Marley (28); e Fred 04 cantando o disco homônimo de Nelson

Cavaquinho (29). Rafael Argemon Karina Buhr Interpreta Secos e Molhados Sesc Santana. Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jd. São Paulo, 2971-8700. 26/9, 21h. R$ 12-R$ 24. sescsp.org.br

Música & Noite

(A)provamos King Krule

Talento precoce Archy Marshall produziu um surpreendente LP de estreia

Archy Marshall – que atende pelo nome King Krule e tem apenas 19 anos – criou um LP de estreia nada menos que fenomenal. Por quê? Bem, comecemos por suas raízes no sul de Londres. Suas guitarras escolhidas a dedo ecoam as dos colegas do grupo Filthy Boy (também do distrito londrino de Peckham) em ‘Out Getting Ribs’, enquanto ‘Will I Come’ e ‘Foreign 2’ mostram a inclinação do sudeste de Londres para o pós-dubstep melancólico. Ainda assim, o álbum como um todo consegue soar único, novo e acessível a qualquer um, de norte a sul. Mesmo quando Marshall insere riffs complicados de jazz, eles dão profundidade aos refrões de guitarra, em vez de prejudicá-los. Nas letras, ele lamenta tanto empregos sem futuro como relacionamentos fracassados. “Um dia posso ter você, mas por enquanto

não me importo”, queixa-se em tom de barítono sombrio em ‘A Lizard State’. É impressionante que ele componha faixas como essa há anos – escreveu ‘Easy Easy’, a primeira música do disco, quando tinha só 12 anos. Nessa idade, a maioria de nós estava comprando nosso primeiríssimo single. Compor baladas sobre o mal-estar urbano não é o passatempo mais comum na puberdade, mas Marshall é diferente, e faz algo especial. Dê atenção a ele. Danielle Goldstein

divulgação

Jamie-James Medina/divulgação

6 Feet Beneath the Moon (XL)

50 timeout.com.br  Setembro 2013 760 MÚSICA_Bia_23set.indd 50

23/09/13 13:10


Ministério da Cultura e Instituto Alfa de Cultura apresentam

28 e 29 de setembro

Beleza e perfeição no espetáculo da mais importante companhia de dança contemporânea do Japão.

5 e 6 de outubro

Por sete vezes, um novo espetáculo para comemorar os 25 anos da Quasar.

R. Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro Bilheteria: 11 5693.4000 e 0300 789 33 77 www.teatroalfa.com.br |

/teatroalfa

@teatroalfa

L

patrocínio:

apoio:

anuncios22.indd 51

realização:

23/09/13 12:15


Na trilha do som

De volta à ordem Peter Hook

Envie sugestões para musica@ guiatimeout.com.br e baladas@ guiatimeout.com.br (redação)

Jazz

Música & Noite

Indie & Rock Alberta #3 A pista pode ser embalada tanto por hits da disco music como por faixas indies, tudo depende da noite. A decoração é estilosa, com muitas referências à música e uma grande imagem de Bob Dylan, que dá as boas vindas aos rockers e modernos que frequentam o local. Apesar do espaço pequeno, ele foi bem dividido entre três ambientes, com direito a uma animada pista de dança no andar de baixo. Ótimo para a happy-hour (grátis) e para se jogar na dança. Mas atenção ao relógio: depois das 22h o ingresso pode ficar caro. Av. São Luís, 272, República, Centro, 31525299. Metrô Anhangabaú. Ter. a sab., 19h-últ. cliente. Entrada, R$ 15-R$ 35 (após as 22h); chope, R$ 4; caipirinha, R$ 12. alberta3.com.br Inferno Club Qual é a trilha sonora no Inferno? Rock’n’roll, é claro. Toda a ambiência combina com o gênero: paredes de oncinha, muito vermelho e um neon que acende o enfático nome do clube. Shows ao vivo e DJs incendeiam a pista espaçosa, frequentada por amantes do estilo – o preto é a cor dominante no figurino dos habitués. Em algumas noites, há outras vertentes musicais como o funk e o hip hop. R. Augusta, 501, Consolação, 3120-4140. Metrô Consolação. Qui. a dom., 23h-6h. Entrada, R$ 10-R$ 30; cerveja longneck, R$ 8; caipirinha, R$ 15. infernoclub.com.br

Samba Bar Brahma Um clássico de São Paulo, que fica na esquina mais famosa da cidade, a Avenida Ipiranga com São João, eternizada em Sampa, de Caetano Veloso. Oferece música ao vivo com

Stefano Masselli/divulgação

Jazz nos Fundos Como um bar de jazz deveria ser: escuro (luz vermelha fraca), simples e despretensioso. Fica na parte de trás de um estacionamento, mas a música é excelente e, no fim das contas, o que importa é o Jazz. R. João Moura 1076, Pinheiros, 3083-5975. Ter. a sáb., 20h2h30; shows, 22h e 1h. Metrô Sumaré. Couvert, R$ 13-R$ 19; cerveja, R$ 4h50; caipirinha, R$ 11. jazznosfundos.net Madeleine Os músicos gostam de tocar nesse misto de restaurante e bar. É um lugar agradável, com muita madeira na decoração, pé-direito alto e um mezzanino que possibilita uma vista de cima dos shows. Está sempre cheio, mas o serviço pode ser irregular. Recomendamos as segundas de jazz-pop. R. Aspicuelta, 201, V. Madalena, 2936-0616. Seg. a sáb., 19h; shows, 21h30. seg. a qua., R$ 17; qui. a sáb., R$ 23 (cons. mín. R$ 50). Chope, R$ 6,90; caipirinha, R$ 15,90. madeleine.com.br

Um ato de ultrajante sacrilégio vindo de um veterano presunçoso, ou uma bem-vinda oportunidade de ouvir canções únicas tocadas ao vivo para quem perdeu o New Order nos bons tempos? Seja qual for a sua resposta, o cara que usa a maior alça de todos os tempos para tocar o baixo dessa vez vai mergulhar na discografia do New Order, tocando na íntegra os álbuns Movement, de 1981, e Power, Corruption & Lies, de 1983. Cine Joia, Pça. Carlos Gomes, 82, Sé, 32313705. cinejoia.tv. 4/10, 22h. R$ 60-R$ 160. shows de samba, MPB, choro e jazz. Av. São João, 677, República, 33333030. Metrô República. Seg., 16h-1h; ter. a qui., 11h30- 2h; sex., 11h30-4h; sáb., 11h30-últ. cliente; dom., 11h30-últ. cliente;  shows, seg., qua. e qui., 22h30; ter., 21h; sex., 23h30; sáb., 23h30; dom., 20h. Entrada: R$ 14-R$ 75. Chope, R$ 5,50; caipirinha, R$ 16,50. barbrahmasp.com Ó do Borogodó Esse espaço compacto é a melhor casa de samba na cidade para quem gosta de dançar, beber e cantar de segunda a sábado. Às segundas, o Gafieira Nacional é altamente recomendado por seu estilo purista e as quartas ficam lotadas por causa de Dona Inah e seu grupo. R. Horácio Lane 21, Sumaré, 3814-4087. Chope, R$ 6;

caipirinha, R$ 7,50 - R$ 9,50, couvert, R$1 5-R$ 20. Seg. a sáb., 21h-3h; sáb., 13h -3h; dom., 19h-0h.

Ecléticos Caos Este pequeno espaço no Baixo Augusta vive abarrotado de clientes animados que se dividem entre o bar e a pista de dança. Os DJs são ecléticos e aa paredes e prateleiras são repletas de memorabilia dos anos 1980 e 1990 – de pôsters de cinema a aparelhos de telefone e até maçanetas. Nem o teto é poupado, afinal, durante o dia a Caos funciona como uma loja de antiguidades. Ao barman, peça uma cerveja ou o drinque Geisha– saquê, chá verde, uva e lichia. R. Augusta. 584, Consolação, 2365-1260.

Ter. a qui., 20h-2h; sex., 20h-3h; sáb., 21h-3h. Cerveja 600ml, R$ 9; caipirinha, R$ 15,90; consumação R$ 40- R$50. caos584.com.br Gloria A antiga igreja na Bela Vista transformou-se em templo da dança com o Glória. Sede de festas diferentes ao longo da semana, atrai o público gay em algumas noites, e tipos variados em outras, com estilos que vão do eletrônico ao hip hop, passando pelo soul, disco e pop. O terraço é estonteante. R. 13 de Maio 830, Bela Vista, 3287 3700. Qui. a sab. 23h-últ. cliente. Entrada, R$ 20-R$ 50; cerveja longneck, R$ 9; caipirinha, R$ 18. clubegloria.com.br Grazie a Dio! Nem grande, nem pequena demais, essa é uma das melhores casas de música ao vivo para samba, samba-rock e MPB em São Paulo. Aproxime-se, dance e entre no clima - ou sente-se nos cantos e aproveite o jantar. Há música ao vivo de terças a sábados, mas o destaque fica com as sextas de samba-rock com o Clube do Balanço, que são muito boas. Aos domingos, Marquinho Dikuã, um dos principais sambistas paulistas, faz um show explosivo com os Sambasonics. R. Girassol 67, V. Madalena, 3031-6568. Metrô V. Madalena. Cerveja, R$ 4,50R$ 5,50; caipirinha, R$ 10,90; couvert, R$ 15-R$ 25. 20h-últ.-cliente; fecha seg. e qua. grazieadio.com.br Lions Instalada em um prédio da década de 1950, a casa tem um certo ar de exclusividade. Depois de subir as escadas do prédio, você vai se deparar com um ambiente surpreendente no quesito estético. O salão tem pé-direito alto e é decorado como um clube de cavalheiros, com animais empalhados nas paredes e móveis chamativos. Cada uma das duas pistas mostra o seu charme: uma delas exibe um impressionante jogo de luz que tira proveito dos efeitos de espelhos. Mas a vedete do espaço é o terraço: com vista para a catedral da Sé, é a área mais disputada, tanto por fumantes como não fumantes. O menu musical é variado, com hip hop, soul e funk. Av. Brigadeiro Luís Antônio, 277, Centro, 3104-7157. Ter., qui. a sáb., 0h-6h. Entrada, R$ 30R$ 120; cerveja longneck, R$ 8; caipirinha, R$ 18. lionsnightclub.com.br

Eletrônicos D-Edge Para entusiastas da música eletrônica, sempre vale conferir a programação desse clube, que leva às suas picapes alguns dos melhores DJs internacionais e nacionais. O sistema de iluminação pulsa de acordo com o ritmo dos beats, e o terraço feito após a ampliação da casa é um dos chamarizes, que fica lotado. Al. Olga, 170, Barra Funda, 3667-8334. Metrô Barra Funda. Seg., qui. a sáb., 0h-últ. cliente; dom. 5h-12h. Entrada, R$ 30-R$ 80; cerveja lata, R$ 8-R$ 9; drinks, R$ 14-R$ 25. d-edge.com.br Hot Hot O sistema de som é um dos mais poderosos da cidade, amplificando beats eletrônicos dos DJs nacionais e internacionais que se revezam nas cabines, bombando a ampla pista do andar inferior. O público costuma ser de jovens endinheirados, ou amantes de eletrônica. R. Santo Antônio, 570, Bela Vista, Centro, 2985-8685. Metrô Anhangabaú. Qui. a sab., 0h-últ. cliente. Entrada, R$ 30-R$ 80; cerveja longeneck R$ 8; caipirinha R$ 15. hothotsite.com.br

52 timeout.com.br  Setembro 2013 760 MÚSICA_Bia_23set.indd 52

23/09/13 13:10


Teatro & Dança Duas peças de teatro podem levá-lo a conhecer melhor a cidade (e a si próprio), diz Evelin Fomin

ligiane braga/Divulgação

Poucas peças em cartaz na cidade retratam com tal força questões intrínsecas à vida cotidiana cosmopolita como as da jovem autora paulistana Michelle Ferreira, que assina dois espetáculos em cartaz, Tem Alguém que nos Odeia, no Teatro Augusta, e Os Adultos Estão na Sala, no Tusp. Formada em Ciências Sociais e na Escola de Arte Dramática (EAD), ambas pela USP, Ferreira faz parte desde 2003 do seleto grupo de autores do Núcleo de Dramaturgia do CPT (Centro de Pesquisa Teatral).

Conflitos Cena de ‘Os Adultos...’

Ainda que distintas, cada história parte de um universo urbano, com suas pluralidades e peculiaridades. Tem Alguém que nos Odeia, terceiro texto de Ferreira encenado neste ano, retrata a vida amorosa entre duas mulheres que vivem em um prédio onde os conflitos de convivência vão sendo revelados por meio de personagens comuns ao paulistano, como uma síndica ineficiente, uma vizinha e um padre proselitista. O tema da homofobia em um condomínio de uma grande cidade, texto encomendado à autora especialmente para esta montagem, se desenrola em um clima de suspense. As atrizes, também produtoras, Ana Paula Grande e Bruna Anauate, não imaginavam encontrar resistência de empresas para patrocínio e tiveram de recorrer ao crowdfunding (doações coletivas) para finalizarem a produção. A direção, também milimetricamente calculada, tem a assinatura de José Roberto Jardim, da premiada companhia Os Fofos Encenam. Já o texto Os Adultos Estão na Sala também tem a assinatura de Ferreira na direção, desta vez, de seu coltivo, a Má Companhia Provoca. Com pitadas da escola do teatro do absurdo e uma linguagem frenética, essa comédia dramática se passa

Léo Ramos/Divulgação

Dramas urbanos

Amor à prova Casal enfrenta resistências em ‘Tem Alguém que nos Odeia’

em uma “metrópole de terceiro mundo”, que vê surgir pequenos grupos de manifestantes, enquanto três mulheres neuróticas se reúnem na sala de um apartamento. A sincronicidade com as manifestações reais desencadeadas em julho de 2013 traz uma conexão ainda mais urgente com a plateia. Enquanto as mulheres conversam sobre assuntos que vão dos problemas com drogas à aparência, um garoto (invisível ao público) ouve tudo. A reflexão que se pretende aparece tanto nos conflitos representados pelas mulheres como

na relação da criança com tais assuntos, inerentes à vida urbana. Em sua quarta temporada, você tem pouco tempo para conferir. Corra! Tem Alguém que nos Odeia Teatro Augusta Sala Experimental. R. Augusta, 943, Cerqueira César, 3151-2464. Qua. e qui., 21h. R$ 30. 50 minutos. 14 anos. Até 3/10. teatroaugusta.com.br Os Adultos Estão na Sala Tusp. R. Maria Antônia, 294, Consolação, 3123-5233. Qua. e qui., 21h. R$ 20. 70 min. 14 anos. Até 26/9. usp.br/tusp

Peça para ver Temporada de Dança Teatro Alfa 2013

Rubens Cerqueira/Divulgação

Ainda dá tempo para conferir alguns destaques do festival

Leve A Quasar mostra nova peça

A Temporada de Dança do Teatro Alfa deste ano nem precisava chegar à 10ª edição para mostrar a que veio, sendo já há alguns anos referência importante na cena da dança. Este ano, que começou com apresentações da SPCD (São Paulo Cia. De Dança), segue com programação de ponta até novembro. Pelos palcos do Alfa passaram também na primeira quinzena de setembro a cia. de dança da americana

Trisha Brown. Mas ainda há tempo para acompanhar outros destaques, como a cia. Sankai Juku, considerada uma das mais importantes do Japão, com os encantadores movimentos de butô como marca registrada. Sua apresentação na temporada será nos dias 28 e 29/9. Já habitués do festival, os goianos da Quasar também marcam presença e, neste ano, apresentam o novo espetáculo Por 7 vezes, assinado pelo coreógrafo Henrique Rodovalho, nos dias 5 e 6/10. Na outra ponta, o belga Sidi Larbi Cherkaoui faz seu début no

Brasil, sendo um representante relevante da coreografia contemporânea atual, com muitas acrobacias e contorções – ele assina a coreografia do filme Anna Karenina. Sua cia. sobe no palco nos dias 25 e 27/10. Confira a programação completa, que inclui também o Grupo Corpo e o Grupo de Rua. EF Temporada de Dança 2013 Teatro Alfa. R. Bento de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. R$ 40 a R$ 170. Até 24/11 (as datas para assinantes são diferentes). teatroalfa.com.br/ temporada2013

Setembro 2013  timeout.com.br 53 780 TEATRO & DANÇA_Bia_23set.indd 53

23/09/13 13:12


Futebol & Copa do Mundo 2014 Na corda bamba Em jogos do São Paulo, o canto “Tenho Libertadores, não alugo estádio. Sou hexa brasileiro, nunca fui rebaixado. Sou, eu sou Tricolor ” é um dos favoritos da torcida. E ele representa muito bem o time, que ganhou dos são-paulinos o merecido apelido de Soberano, por toda sua história vitoriosa. Mas as coisas não são mais as mesmas no clube acostumado a vencer. Se 2012 terminou bem para o São Paulo, com a conquista do título da Copa Sul-Americana, 2013 não trouxe a mesma sorte. A equipe se viu em situação complicada logo na fase inicial da Copa Libertadores da América, e correu o risco de uma eliminação precoce e inédita. Seguindo o lema ‘Clube da Fé’, o Tricolor conseguiu a última vaga para as oitavas-de-final, afastando aquela que seria sua pior participação no campeonato. No mata-mata, foi eliminado pelo Atlético Mineiro, que se tornaria campeão meses depois, com direito a uma goleada por 4x1 em um dos jogos. No Campeonato Paulista, a eliminação foi na semifinal, para o Corinthians. No Brasileirão, as coisas continuaram a não funcionar. O time paulistano teve um começo pior do que o do Corinthians em 2007 e do Palmeiras em 2012 – anos em

Jogos em destaque Calendário das partidas Esta seção contém a nossa seleção dos melhores jogos dos maiores times de São Paulo. Horários, preços e outros detalhes podem mudar, então é melhor confirmar antes de ir. Os ingressos podem ser comprados online nos sites ingressofacil.com.br e futebolcard.com.br.

Helio Suenaga/LatinContent/Getty Images

Cecília Gianesi analisa a situação do São Paulo Futebol Clube, que enfrenta sua maior crise

Medalhão sem brilho Rogério Ceni, goleiro e capitão do Tricolor paulista, não tem mais rendido como antes

que terminaram rebaixados para a Série B – e colecionou recordes negativos. Foram 14 partidas sem vencer, 8 derrotas consecutivas, 6 delas em casa, no Morumbi. Foi também o maior período sem marcar gols. O Soberano, maior pontuador desde que foi adotado o sistema dos pontos corridos, se vê diante de uma ameaça que nunca fez parte de seu dia a dia: a do risco de rebaixamento. Na metade do campeonato, há um mês, o São Paulo ainda amargava a penúltima colocação. Um time que inclui Paulo Henrique Ganso, Jadson e Osvaldo não pode ter o elenco

como o problema. Então, o que está acontecendo? Por que a equipe não consegue dar liga? Os veteranos Rogério Ceni e Luís Fabiano, apesar de terem talento e experiência, não parecem render tanto como antes. O presidente Juvenal Juvêncio, no poder desde 2006, é apontado como um dos vilões do time que era exemplo de administração e organização. Em uma atitude ditatorial, por exemplo, ele alterou o estatuto do clube, que não permitia um terceiro mandato. Por outro lado, o técnico Paulo Autuori foi demitido. Agora a bola está com Muricy

Ramalho, que foi tricampeão à frente do time entre 2006 e 2008. E ele começou bem, comandando a equipe em três vitórias consecutivas contra adversários diretos: Ponte Preta, Vasco da Gama e Atlético-MG. Talvez a Série B faça bem para o São Paulo, como fez para o rival Corinthians. Talvez se o time cair ele volte a ser o que era. Talvez. Mas isso é algo que torcedor nenhum quer descobrir. Os são-paulinos desejam continuar cantando que nunca foram rebaixados. E os jogadores devem fazer de tudo para manter esse hino soando.

29 DE SETEMBRO Brasileirão: São

13 DE OUTUBRO Brasileirão: São

uruguaio Forlán ou a promessa santista, o menino Gabriel? 22h, Vila Belmiro. 22 DE OUTUBRO Brasileirão: Corinthians x Criciúma Cada ponto conquistado é importante para o Corinthians, que quer uma vaga na Libertadores. 16h, Pacaembu.

Paulo x Grêmio O São Paulo precisa da vitória para se manter fora da zona de rebaixamento, enquanto o Grêmio quer vencer para ainda sonhar com o título. 16h, Morumbi. 2 DE OUTUBRO Brasilerão: Corinthians x Bahia Em plena decadência depois de um bom começo no Brasileirão, o Bahia encara o igualmente desacreditado Corinthians, que passa por má fase e já deu adeus ao título de 2013. 22h, Pacaembu 2 DE OUTUBRO Brasileirão: Santos x São Paulo Paulo Henrique Ganso brilhou ao fazer dupla com Neymar – agora no Barcelona – e espera voltar a encantar vestindo a camisa do São Paulo, mesmo que contra o seu antigo time. 22h, Vila Belmiro.

Paulo x Corinthians O São Paulo não sabe o que é ganhar do Corinthians no Morumbi desde 2007. Este seria um ótimo momento para relembrar a sensação. 16h, Morumbi. 13 DE OUTUBRO Brasileirão: Santos x Ponte Preta Os novos ‘meninos da Vila’ querem dar motivos para os torcedores santistas sorrirem após a saída de Neymar. 16h, Vila Belmiro. 16 DE OUTUBRO Brasilerão: São Paulo x Náutico Mais uma chance de ouro para reerguer os são-paulinos contra o pior time do Brasileirão. 22h, Morumbi. 16 DE OUTUBRO Brasileirão: Santos x Internacional Quem vai levar a melhor nesse duelo: o experiente

Estádios de Futebol Pacaembu Pça. Charles Miller, Pacaembu, 3664-4650. Metrô Clínicas. R$ 30-R$ 120. Morumbi Pça. Roberto Gomes Pedrosa, 1, 3749-8000. R$ 30-R$ 120. Não aceita cartão de crédito. Vila Belmiro R. Princesa Isabel, s/no, Santos, (13) 3257-4000. R$ 20- R$ 60.

54 timeout.com.br  Setembro 2013 790 FUTEBOL_Bia_230set.indd 54

23/09/13 13:13


Circulando em SP 56 58

SHUTTERSTOCK

Mapa Informações Úteis

Ritmo aquático A fonte anima o Parque do Ibirapuera e é uma atração para os motoristas

99 ABERTURAS_Bia_23set.indd 55

23/09/13 12:22


J AC A AR R.

BÊ ITA M

R.

MI

Á R. S ABA R

BR SA

PA M

PL ON A

AL AM ED A

CA

UL HO PEV A R. IT A

O CL AR

RI O

AL AM ED A

R.

SA AV .B

AL AM

RG .L UÍ

NA S

ED A

CA M PI

TA PI RA TÌ BA R.

R.

M

IM A DE L EU GÊ NI O

UE LU Z

R. Q

JO AQ UI M

PL ON A

R. PA M

AM ED A AL

R. M. DA

RO F. J OÃ R. Á OM LVA AR R

LH O

DA

AN OE L

R. P

LI

A

N

RE GA

EI XO TO

R. P

CH

O M AE ST R

NÓ B

GO M

AN CA

ID E

AL

R. AVID CAMP .D

R R .M VA . DR AR AL SO . N ÍLIA AM LE ÉL ED R SO A N CA M PI NA S

VE DO

AZ E

RO CH A

M IN . AM ED A

TO

PR E RI O

R.

PL ON A

A

AN EC

R. FR EI C ID E

GO M IX OT O R.

PE

R. AU GU ST A

R. PA M

LO BO

AD DO CK R. H

AU GU ST A R.

M AN UE L

JO ÃO PA DR E R.

EJ

CI NT RA

BE LA R.

R.

M

OA CI R

PI ZA

R. IT ACO LO

ICA AV. AN GÉL

IS ÉL IC

A

E IN AS GE RA M

AV .A NG

R.

R

AU GU ST A

AV .

JO

R.

R. PIC PRO AR F. OL O

AP IVA

A BI

R.

RA

ITA

R.

A

CI NT R R. BE LA

M AN UE L

OÃ O

PA DR EJ R.

CR DI ISTÓ NI V Z ÃO R. A TI N

RTON

SENN

A

A

Museu de Arte Contemporânea

DE AL M EID A

Museu de Arte Moderna

EN ÇO

RME ILHE

R.

OR TIM

IQU 23/09/13 13:14 ENR MH E

O R. D

ER A

ÁRIO TEN

RE AG

EN TO C UAR

O Praça prof. .C Rossini Tavares .A R Praça R de Lima Salan Sal

.S AV

Praça

LE

JÁC OM E

RDOSO

AL D

E TO OD EDR

ORTIZ

ANDES

Praça de Ba

S UE EN IG R. M DR RO IO ÚLV HI R. F NACC PEN O OUR R. D’

R. BRÁS CA

NÇ O

BI RA PU

EN AR G R.

ILI A

R. P MIR ACHEC AND O D E A

AÇ UN UN GA

R. LO UR

R. C

I RIO A

R. P

LMEIDA

O VIÁ COMPLEX

U ACA R. M

ENÇO DE A

V

Obelisco do Ibirapuera

Auditório Ibirapuera

HO MIN

LÉM

R. PEIXOTO GOMIDE

RI

AR

R. A NG ATU BA

R. M AJ. R NAT FL . JOÃ AN OR O AEL ÊN CIO R. MA PRO RC F. E US . R. M. RIT TE R ER AIS

LO BO DO CK

R. HA D

R. RU T

R. T EVIO R. D T PAC R. ES HEC DRA OF S ERR FER EIR REIR A A

MAR O

R. J AN UÁ RIO R. M FERMANU IRAG N R. T AND EL ME LIA AJA ES ND ES

A

R. C EAR Á

R. DES. PAULO PASSALÁQUA

ANHA

AÇ U

A

TI NA R. ARG EN R. DI N

PARQUE DO IBIRAPUERA

S UE

R . DO

AQUES FÉ LIX

AVENIDA RE PÚBLICA DO LÍBANO

MÉ XIC O R.

INA AR

ED

R.

UB A R.

R

VIO PORTU SIL GA R. L

AL VE S

OL AÇ ÃO CO NS

NT R

R. TERRA NOVA

BI A CO LÔ M R.

PA

CH EK

NO V

ACA JU

R. Q U JO S É EIR P. D OS E

MO

R. A R

A

. ED GA

R. E NG

URINH

. M . TO RAIS

A A IV

TE I XE IRA GU STA VO

MORAIS

MO S RA

DO RO

. VILA ÇA

EO .T

SSIO M R. CÁ A

M EL O

DR . R. R.

CI LA

BE R.

A EZ UE L

R. VE N

PA NA M Á

R. ST E

UR O

AV .E

R. ES PA NH A

TS

KU BI NO

DA

M EL O

R. R. D

JA M AI CA

R.

LU PE AT Ã

IU C R.

R.

VE NE

ZU EL A

R. GU AD EL UP E

A

AL VE S

DA SIL VA M.

G.

GU AD E

R.

A

R.

OL R. P

RR

GL AT E R. IN

ICA BÉ LG

ILAÇ M. V

R. C.

AL R. T. DE AL ME MEI IDA DA

DE

R. C ARD OSO AL AM ED A A AT LÂ NT IC

SÁ DE

ILV A

DA S

TE IRO AT LÂ NT IC R.

AL AM ED AG .M ON R.

LO VE . HAROLDO BRG

R.

EL

ES AGR AV. S

AV. CHEDID JAF E

T

R. SÃ O

MA RÃE S

R. AL CAR ME DO ID S A O

R. O . CA TÃO

I LO V

AU AV .E UR

OP A

R. V E RD

JA RD IM ID AD E AV .C

UNIDAS ÇÕES

AV. D AS N A

AV. S ANTO A

R

R

NO O R N H

O

ORÁ S R. M

R. C. SOARE S

MO

R.

R.

DI OG O

DO SC

R

AR IRI S

COVERDE

FA RE L

AR DI M

DA DE J

CI

R. T U RI

R. FERNÃO DIAS

Circulando em SP

E

AV .

R. NA TING U

I

SO

OF. A . DEL AMA RE

R. D R

R. CARDEAL AR

AR

AV. PR

CU

Praça Eisenhower

AL BR CA

V

R.

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

ES VAR

G.

HA

L RO Á ED

NG .

C R.

OI VA O R. J AN SIL K RM DA AL R. E EIRO CH RIB TS OT ÍS G LU R. IBA RIT

ILH O

IN MO CA O NT ME RA LI V

ES RL

N PO

EL F

.P AV

R. E

R

KO Z

O R. D

OS

R.

R.

EIR

A

Forte do Ibirapuera Conjunto Esportivo Constâncio Guimarães

LFO

R. DOMIN GOS FERN

R. BALTAZ AR DA VEIG

C

PARQUE IBIRAPUERA

R. AZ PROF EVE . FIL DO AD E

AV. REÚBLICA DO LÍBAN

. IVO R. DR ASCA D. FR

O ACH ÃO C R. JO

MINA R. A R

OZ

L

ED O

R. J OÃ OL OU RE ANDES

O

.P AI S

ZE

M

AD E

ST AN H

ET

ND R

CA

CA RD I

R. AR AB Á

S

R TU AR R. R O EI NH PI

SO ON AF IRA R. RRE FE

R.

R. J OÃ OL OU REN ÇO

GOS FER N

O TIN LA CO R.

Praça Jacinto Moreira Cabral

RA

OA ZEV

RE NÇ O

O NT BE

MO UR R. LO AA U

RQ MA

SA IN T-H ILA IR E

A

A PINTO

T EN

AL A FE RN ÃO

O IR

O OÃ

O

ERE I

NO

DE

R.

PIM

TA IÁ

BE

.J DR

I ÔN NT

IA LIC FE R. AIA M

LAD ELF

S TI N

R. P RO F. F I

STO SP

UIM

R. LIMA BARR R. TEIXEIR

IR A I VE OL

Ó

EG BR

AM ED A

R EstádioSIcar OA O ÍLI M BCastro .A

AV. SRG .M ÁR IO

Monumento às Bandeiras

RG

AR EM IQU NR HE R. IO PA AM .S DR Z R. RA NIEL R FE OTO R. OTA M S DIA

S BARRO

R. B A

ND EA

DE RA

TE EN

Praça Armando de Sales Oliveira

NIO TÔ AN

SA RU

M R.

Í IA ND JU

R.

ES RR TO

A R. ÍS . LU

M LE

PA UL IS

R.

AS

O IR HE

S LE

TO

AL

ED A

R.

O NI TÔ AN ÍS LU . RG . B R. AVTRO RO PP DO M LF AI O R

A

RI CA ZA

C SÉ JO R.

Praça Cedro de Líbano EM

AV .

OM SB DO

R DO

RO

EL NS CO R.

TE A DI

HO M

AL AM

EO

I HE

AS

A

R DO . SÃ PI O C NH A

TO S

A

T E. M

UR

L SE

T

EZ EN

AN C

R.

D ON

N CO

R OU NC

V R.

IT U

À AR AR GU

H R.

R.

TE BI

A N LÂ EN

RE

EIR QU

EL

FR

IN

R.

AR FF

ED A

SA N

R.

IA

ED A

PL

Hospital Humberto

R TU O AR Ã R. RAZ F

O

IL AS BR

C SE ON

R BA NA ME

AL AM

R.

IS

OB SL

AL AM

AL AM ED A

TA TA BA

IA EL

NC A

Trianon Masp

A

R PR . PR UD ES EN . AI TE U AG

A IST

Praça Dr. Clemente de Faria

FR A

DE

BO A

ED A

N RE LO

AV

A ID EN . AL M ITÃ

N. GE R.

I RA IVE OL

D TO EN R. B

AV. A. JOAQ

R. DOMI N

R.

R.

U AQ

ES

M VALI UIAR S. AG R. DE É R D . SO R. DR

O TR ES MA

LIS

A ED

Praça das Guianas

AL AM

R. T ATU Í

U EJ O ED A NC OV AVESSBRA N A TR URO D I O EN R PA R.

AV IR

JO SÉ M AR IA

ITI E HA R. S ND DO CO NI CA SU R. DO TA ES R.

A AN

R.

R. CA ÇA PA VA

Praça Nicolau Scarpa

AS

D R.

R CO . CA M RL EN O AL S E

R.

R. BA RÃ R O DE . LU DE CA PÉR CA M CI PA AR O R NE GO A . PR M A AM ZEV OF AR ED . AL O

.B AV

TÉ R. IBIA

ES DE . R. PA R. D R

ISTA PAUL

I

IO ÓRC

A RI PÉ ES R.

R.

A ASILI

UÇU R . UR

IRA NDE R. B A

Hospital E Maternidade São Luís

R.

de Brito

O

R. TEN. NEGRÃO

IN LAP R. B.

U

O OB SL

A ND RO GI

R. BR

N ORIA IM FL AQU R. JO

EJ

O LH

RO

OS

ISTA PAUL

à APU R. TAB

U

IRO RIBE ATA

DE

Parque Ten. Siquiera Campos (Parque Trianon)

IT

É RAR R. ITA S REITA DE F LANO

R R. BA

G. VA EN LE R. ON M

Masp

AM AL

HO ND UR

A ER ITA AV IM Praça . SAR LO PR R RIL R. Dr. Álvaro CY

A RUD O AR SUIN R. J E

A RUD

A UB .C

F N. GE R.

NGA VARE OSO AL

IA EL

NO ZA SU

GABRIEL

BARR

R R. PED

ED OV AN ID

R.

ED A

NIA NTÔ AA ON

EIR E

CO RI

R.

C R.

G R.

AV. SÂO

L GABRIE

R. JAPÃO

E ES D R. PA

A CEM R. ITA

AL AM

A

R. D

FR

TO

IL AS BRR. EQUADOR

A

R. R. M.

BA R. URIMONDU

LICIO

. R. DR

FE R. A.

A CEM R. ITA

R.

Hospital Nove de Julho

A EC

RCU R. HE

RL OS

Praça Alexandre de Gusmão

R. BOLIVIA

R

R. CHIL

I ND LÂ EN

DA

MA R.

PA UL IS TA

EN.

M.

SC AR

R PO

A ID EN

R.

O TR ES

NC

E

DO S

Praça America

DÁ NA CA

CA

AN

MA JAFET

R. O

R.

AV

O GR

N LA HO

R.

R.

A

FR A

LO

R.

AN SA LV AD OR GUA IAQU IL

EN AV

AV .

NT OS

TÔ NI O

A TR

A AD

ED A

ED A

IC RE R. F

IR ES

AN

N CI

N R. DO

AL AM

NT CE VI R. ÉLIX F

UN I

UE R

QU E

R. LH O

R. G ÓPO LIS

AR SÉ JO EP. ECA R. D O N S AF

E GIP ER R. S

IT U

Consolação SA

AS A

LB UQ

AL

AM

R. S

E

AL AM ED A

JA Ú

LA BE R.

NH

TI E

ES TA D

OS

AS CA

ED A

O ÇÃ

PI R. SÃ O CARLOS DO

ED A

R. P IAU Í

LA SO ON AC R. D

R. M AT I

R. LU ÍS CO E

AV. HIG IEN

AR A NH ÃO

O EDR R. P QUES SA

AL AM

AL AM

A

R.

R. GUATEMALA

S CO

GAL

M R R. INT C

A R. IAR

S CON

AM ED A

JARDIM PAULISTA

Praça Libertador Simon Bolívar

ITO J. BR

U DRIG

AL

Praça Antônio Nogueira

AL

RE

U BO

S ÇA

N RE

R FA . VIT SA Ó NO RIO

AI GU

R.

R.

RI CA

O

DE . V. AIS R MO

R. DR. MARTINICO PRA

Cemitério da Consolação

R. F. DE A

VIA D KOE UTO OKUHARA I

ÁGU A

R. PERU

HIA R. BA

IRA

IO ÉB UZ

FR EI RE

Igreja Nossa Senhora do Brasil

R TU

R. B.

S RO AMPO

AR

AS R. ANTILH

CAR

C

G AS R. MIN

VIE CO LA AQ U

RA

LIS PO R. ITÁ

BA GATU D AN R. ORRO VER R. M

S ICA

AL

Praça Gen. San Martin

S NA TE .A

O R. P

MATA

MA GN ÓL IA S

R. M

O SS RO OG AT R. M

CONSOLAÇÃO

IRIM

E R. ITAQ U

R. P A

E SÉ

A RN ALD

. AV

R. UR U

Praça dos Incas

DIA ÂN

A R. D

OF. R. PR

SC

OIÁS R. G

JO L. CE R.

D BA

OS

RA OU

B NL OE GR

Z ERRA

DR.

R. BAHIA

A CH R.

N ID

A RANH UZA A E SO . E. D R . DR

AT ÉRIA CALF R. N I G IGUEL OR M NDAD OME R. C LUZ C. DA R. VIS RREIA

TI OF. A

LON

AV.

R. A LAG OA S

ERG IPE

R. AVARÉ

E AQU R . IT

R. B

AM POS

LIN SC DA

.A VARÉ

R

ES

M ÃO JO R.

R.

ILON

R. ITAC

I UR

à AR IM GU

TE EN AL EV OT AP

A

DA

R. CH

R. P R

I R. CH

LOBO

OSO ARD

DE C

UB Á

DR. O. P

C R.

ES LV

I EN

RA RREI

. J. C

ECEU

Ê

R. ITA TI B

. EN

IRES DE C

R. S

R. ITAPEM

A ES P. R. D SALÁQU PAS

IRE A R.

DO SU

Praça Vincent van Gogh

O LH JU

R. DO

ANCO

. AL R. DR

I

J ITA R.

ERU NA

RE

AV

. J. FE

R. MIN

CEL

R. ITAET

Clínicas

IML

A

Estádio Paulo Machado de Carvalho

R. ITAJ

HOSPITAL

IAN

V NO

S S. JU

AURU .B

R. ITATINGA

A IO MP SA

Museu do Futebol

R. MODIG -LIANI

BA TU

R. ITA P

RF IA IST CR R.

RE AV. P

.

O

R.

ITAIM BIBI

DIAS

ARES R. SO RROS DE BA

R R. J. F

R. CEL

R. E STA

O AR SUÍN R. JE

R ÚNIO ÃES J GALH E MA

D UTO

LF

Cemitério do Araçá

DO VE

TA

GA REN ALVA

S R. LUÍ

O CO POLD R. LEO

R. J. L SEN

IRA

CA OS

ZE

R. IAIÁ

FER

AS ZON AMA

A UEIR NOG R. L.

LÁ ÁCIO

ROSO

IANO FLOR

R. C.

IBE CA

Igreja de Santa Fundação Armando Álvares Parque Terezinha Buenos Aires Penteado (FAAP)

R. ITÁPOLIS

R. DEP. F. ARANHA

R.

S PINA R. TA

URO ADO

OR AV. H

R. PED

EL ANU R. M ES GUED

ES

R. T INH OR ÃO

ARTIM FRANCISCO

O

ITA TIA R

R. BAHIA

IV.S R. L

R

AR N ALD

O ARN AV.

O R. P. DE M N AC Ô

QU ENO

R. O

R

AV

EIGA DA V

A RENG

TI OCEN

R. BEI

R. DO

. PE

R. N I

ÇA

R. NORUEGA

RÚ SS IA

IM AQU R. JO

LIMA

EU IS

850 SERVIÇOS_Bia_23set.indd R56 OCIO

TA ATIS

L CO

LENA R. HE AM BIA

MORAIS

Museu da Imagem e do Som de São Paulo

VIERA R . BA

NIMO

R. VIR

ARIA

R.

NEG

OR A

R. S. SACRAMENTO

VIM AL DA RU AR

IA

. INN OF. A

NIOR

B MOS R. RA

AL NCH R. FU

ÓS

R. SU ÉCIA

A OEIR ACH ÃO C R. J O RLA R. C A ES GUED NUEL R. MA

ALVA

R. PR

NETO

REU

SIA

RG. F AV . B

PES

B DE A

RE CA BU

E ED OV .N

JO ARAÚ

I

R. LO

NDES RNA R. FE

. R. F

R. R.

NHA EMA R. AL

TU RQ U

à BAPU R. TA

Z

R. ASPÁ

LH AGA DE M

IA ÓN

R. M. DE PRATA

R. S E

R. TO SÃO MÉ

A BO LI S

I UR MA .A

RA

LIBA ATA

IAS ÁC AC AS AV. D

O COUT

U

T AR

RA SI L

Praça das Nações Unidas R. FRAN

A

IS DE

OW BAC TA

Á

O POLD R. LEO

DR.

EA RD

R.

R. SUIÇA

R.

IVA

56 timeout.com.br  Setembro 2013 R CA . GO RV M AL ES HO DE

O AD

LI ITÁ R.

R. JERÔ

JÚ ÃES

F. G.

EI R

AV. DR

R. PE RU

RIA R. AUST

R

FER

. DA R. A R. D EIRA SILV IM ALV

S R. TAQUE

N RU MA R. PR O

RA

TE

DA AN IRL

RA SA

à APU

R AV. HO

FÉ R. TE

E NT LE VA

S NE TU AN

Igreja São José

EM AT GU R. I

IO ÁR R. M

R. TAB

AV .

AS UÇ BO RE

A

R. PA

R. D A.

Praça Valdomiro Maluhy JUBA R. CO Parque Municipal Praça Mário Pimental L E MICH Nicolau EÃO PO L NA David ÁFER R. CIO L

ÃO AD AL

Vila Olímpia

R.

A NI D VE

R. SOFIA

R. DINAMARCA

DO

A

VA SIL

Praça Luis Carlos Paraná

AZ

Ó RID

TAJURÁ S

TE PO CA

IM QU OA JA CU PIR AN G

R. JUQUIÁ

.

SO DRO R. PE

ICI UR AC R. J

O OR OD

R.

DO IN AC GR R.

INA IST CR TA AN V. PEN .S S. E ITA R. D PIR AP UÃ

IA

F. A RO R. P

S MO . RA

ZEVED OA

R.

ÃO

PE RN AM BU CO

R. A. PENTEADO

Cemitério Santíssimo Sacramento

R.

J R. VI

R.

IA ÓC SC IN RC

TE

U MO ÃO JO

ES UN

R.

A

TR US R. A

R.

E UM

D R. M DE ITOR

R . HE

EAS PS Infantil do CAR V Hc Int. da PS Infantil do HC ALHO DE AG UIA Criança Inst. da Criança R

R.

T AN

IRA RE

R FER

E R. S

Praça Dep. Alfrânio de Oliveira

UMONT

IRE RE

UIM AQ JO

R CO

IO ÁR R. M

AS

IRÓS

R.

O LH VA AR

R.

A IAN AR R. M

R. D

ID UN

. J. A. DE QUE

Cidade Jardim

R

R. IT APIT ANG UI

O OR OD TE R.

Praça Portugal

IO PA AM R. S

R.

IZA T. P ES. R. D ÃO NÇ SA RO SSU IO AL EA ÔN BR RT DE NT CA AE ME A. P. A R. L MA EL. ES. R. C

R. D

O NT

DA

EIR

EIA RR CO

G R.

QU

R. M ON SEN H

AIO MP SA

EC

ITE LE

R

A R. C

. PI R. O R. D

Esporte Clube Pinheiros

Jóquei Clube

E RD VE CO

Igreja Senhor Bom Jesus

Praça Buritama

ITA

AR

.D NN P. G R. MA U HA O SC ITÃ LE UE CO RI Q CI S AN EN FR R. R. H

NIO GÊ EU

HO

OS EIR

E NT DE RU

RF CA

A BO LIS R.

L EA RD CA

OS

S ÇA OU

R. GRÉCIA

Museu da Casa Brasileira

à UM UC R. T

TE EN

A BO LIS

IN UT CO UE

EI V

L VA

S ÃE AR UIM

RA OU M

OU

IQ AD

LIS PO INÓ IAP

FF MA

P R.

R.

TE PO CA

G ES LV

O INT OP

GR

FR

Shopping Center Iguatemi

R. RNA OS LDO

H AL RV

R.

RA R. I

R. A

Sumaré

Praça Gastão Vidigal

ON T ALAMEDA G. M

A LIM

R. IB

INA

REB

EI INH SP

L. B CE R.

E R.

ES A CÕ SN DA AV.

A ILH AD

R.

L GE AN

ID A EN AV

IA MA

Praça Lola Brah

Praça Benedito Calixto

E

CA US TE MA

A LIN RO

IA AR G. F

RIA NG HU

EIR HO NT ZIN MO RE G. CA DA . JA ME R A AL

IL .M

R.

RD

DE R.

CA

S

A LEX UF SLA A CE UZ EN SO R. V E D IO ÁR GR A . R

Praça Yitzhak N Rabin LA

R.

A R.

O ÍLI

R. S

L IDA

.D

.P AV

GO NE CÔ R.

I RG .V DR R.

E NT DE

IA AR R. M

. BR

CI RA R. I

E AV CH

RO NO DE IA

R.

E

PRU

ITO ED EN R. B

RI

R. C

A IAN OV A I AN M RIST ZU R. C TE ON

M

ÃO JO R.

ERQ U

. R. C

O

ED .M R. P

UD BIC

Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

V IO PA AM

A ILV AS OD

Clube A. Hebraica

R.

R. MEDEIROS DE ALBUQ U

NE . LA

AGA

NIO TÔ AN

DU AN R. M

Praça Guilherme Kawall

DE ER OV MP CA

O R. D

R.

IQU

IRO TE ON EM

AV

IS OL ÓP PI N R. IBIA

U BO

O R. G. DE BRIT

ARIA EGO

R. H

I AS

R EN R. H

A EIR

E .D . H ÃO A A USM ON S G R. D SALE CI A R R. I

R.

. BR R. B

S RE VA ÁL

GO GA HA UN

L

. RE AV

VE CO AR AL DE R CA

R.

DE ER OV RC LA EA RD A C

R. DOS PINHEIROS

Praça Joaquim Roberto ÇAS

I

I CO HO CIS EL AN CO FR TO R. RA

C R.

Praça Padre Septimio Ramos à Arante NT

R.

T RA MU IS LU R.

PINHEIROS

R. M. CARRASCO

R DU AN R. M

R.

L MÁ .A

PO MB A P E TR ÓPO L LIS

R.

A NH

IA AS

OL

OU

TI

A

M R.

O

IS CR

. R. F

Cemitério de São Paulo

AIO MP SA RO HO EL DO EO OV R. T TIÃ AS AS EG EB DO VE R. S MIM A ZE NJ EA D BE . R R TU R R. A

S

CO AS

R ED R. P

UAIÇUI

A CO UC AN I. L FR R. DA

ES AN

IR

ÃO SIM

IS RA

RR CA

RE PE

H OC AR AD

R.

ER AC P. L DE

MO RO VA ÁL R.

. R. B

CIO INÁ

R.

DE O LH

. R. G

RI DE B

Igreja do Calvário

A LG DA

HAS R.

Praça Horácio SabinoTO

SS IRA

FI R.

A ELT ICU

AV

R. HEITOR PENTEAD O

R. C. DE SOUSEL

G R.

HO TIN

S MIRAN VE G. RE AD .P

B R. A

U CO UE

S

R. D O P AS

R. MO N S A NTO

R. SIMPATIO

ISA

L IZA AT R. P O ISÃ FA R.

RD

A

R

ter

IN

NIA MO AR

IQ AD

O LH OE OC AT

R. W

AR AP

TO UI IQ

Igreja resbiteriana

TOSO

RIG

H R.

FR

UR MO

R. Z

R.

R. JUPUÁ

R.

AV .P ED RO SO

RA

O R.

A

R.

R.

S

R. MORÁS

EI OR

A FIN EL

NIO

M A. J.

D R.

ANTÔ

RIN PU UR

AL

VILA MADALENA P R.

Igreja Nossa Senhora de Fátima

Praça Gen. O. Álvares

ON RM HA

Praça João

R. N .

A

R.

SIA DÉ

Igreja Santa Maria Madalena

Francisco Lisboa CO LO NIZ AÇ ÃO JOÃO MIGU EL JA RR A

M. H . LOP ES

R OU

N.

OL SS

CA IRA

R.

AV AL CÂ NT I

R. MADALENA A LO EID ÇA LM ON EA OG F. D R. IRMÃ R. ZA NE VE ICÓ JER R. IA R.

IRA

RO

R.

AP

A

M

R. I P

G R. GA AL FID

R

R. F. C

ERÓ

R.

R. A

S ÃE AR IM

R.

U R. L

O

ÃO JO R.

OR TI Z

É R. AGISS

EIR

Praça José Carlos Burle

IA S ÁR MIN

.H EIT OR D E

R. Z EQU INHA DE ABREU

U .G .P LM R. A

PA UL IST ÂN IA

R.

R.

A DU . PÁ EN A R. S LES CAIN SA E BO R. D R. B

pinheiros, vila madalena, jardim paulista & itaim bibi PACAEMBU

Vila Madalena R. PED RO

EN. C. LACERDA VERGU R. S

Praça Rui hington Pereira

R. BRG. MELO

circulando em SP

R.

UI REITAS G EF

LEI R. WANDER

D SÉ

J

R.

R. CAMARGO ARANHA O

R. IP


RA R O DRIG UE S

R. D O M AN T. DE MELO R. DR. P. ARB UES R. GU ILHER ME R. G. MAW R. D. DUTR A

R. S ÃO LÁZ R. P ARO OS R. D SIDÔN A CA IO NTA INÁCI O REIR R. E A CON OM IZAD O RA

AM OS IO R

. PA IS

R. A

TAD

O

L IN

O ES

R. P

AD

AVE NID

A TAR EIR CAN

R. D A

R. SANTA ROSA

R. DU T

R. BARÃO DE DUPRAT

MARÇO

DO SC HAHIN

R. 25 DE

R. C. AB

R PU LA PO

VIADUTO D I

R. D EST OS UD ANT ES R. G LIC ÉRI O AL

EITE

R. G LIC ÉRI O

R. T EIX EIR

R. SC UVER O

PIZ A IM

R. JO AQ U R. MA ZZ IN I

DA V CL ILA OR IN

PE IX OT O

L

R. S CA EN. C RVA . T. LH DE O

TO RR ES

A

MAPAS POR NEXOLASER ©TIME OUT SÃO PAULO

R.

R. ALBINA B AR R. A BO UG SA US TO DE TO LE D O Á

R. MARA C AI

R. APO R

MU N

IZ D ES

OU

SA

ITÉ

EI R R. B

AT UR

R. OL IV

R. RO

BERTSON

DA FRA NCO

AV. LACE R

R. PAU LO

ÃO C BAS TI R. S E

OROZI MBO

ARN EIRO

EIRA DO VALE

R. D R. J OÃ OM AI A

ZIO PÁ R. TO

EIR O

AM

GE N. C

R.

I

ALD

GA R IB

R. A NIT A

TA MA ND AR É

GE RA

É DA R R. TA MA N

R. R

MA ND O AV. AR

R. ÔNIX

NCO

Cemitério de V. Mariana

R. JOSÉ COMPARADO

NDUBA

R. CEL. DIOGO

AV. LA CERDA FRA

R. MARA

Praça Rosa Alves da Silva

R. ANADIA TISTA C AETAN O

Y NE

SA RA NH A

IO

S SO

C ÍN RO AT OP

S PA

LA AU R. P

IRO

ID

SIS AS

R. XIMBÓ

R. DR. NUMA PE R

R. ARTUR R. DR. ALVINO SABÓIA LIMA

EID A

OP ÁZ IO

R. APENINOS

R. NI LO R. CHUI

DO

Praça Prof. Belmiro Nascimento M

R. PEDRA AZUL

R. ALFRED MARTINS O R. URUQUE

R. TAGUÁ

R.

DE

R. VERG UEIRO R. VERGUEIRO

VILA INGLEDOS SES

U

IÚVA

BOC A

R. Q .

DA IA

R. C SÃO ONDE JOA DE QU IM

LIBE RDA AV. DA

ÃO DE IJU I

R. BAR

AV. PRESTES AVENIDA TIRAD MAIA ENTE S ABRE

LORÊN CIO D E

R. F

OB AD AR Ó

EN TO

MIQ U

AR DIM

EST RO C

R. F. G. AND MACHADO RADE

AVENIDA CRUZEI

NSO

R. AF O

IAS

G. TO B

R. BR

RO

AV. CÁS PER LÍ BE

NOV ED E JU LHO

R. L ÍBE R

ID A

ÃO B

R. FO RM

ELI NA R. MA

AV. 23 DE MAIO

R. MA CARV RTINIAN ALHO O DE

A AV. T I

R. AM AZO

PENA

R. LU BAVIT RRE IA D EM ELO

R. C O IAN O

.C RIS PIN

R. C

OS A

R TO . CEL LE . X DO . D E

AV EN

R. S

NG A

IP A

V. IR

O

R. SANTO AMARO

R. F .

TÔ NI O LU ÍS

RG .

AV .B

RTINIA NO D E

ELLIS

R. MA

R. MAJ. DIOGO

AN

R BO . DO RO S RÓ S

R. APENINOS

PARQUE DA ACLIMAÇÃO

DO P RA DO A ÃO ETIST R. JO R. AM

ÉD PELOS OS R. J

S ÃE

UE ERG

O

R. T

AR UIM R. G

R. V

IN

R. RAMO N PENHARRUBIA

R. C

R DA . TEI SIL XEIR VA A

RV AL HO CA DE R. LE ÔN CI O

SIL VA

DA TE IX EIR A

R.

R. TUTÓIA

VE

MAN UE

Setembro 2013 timeout.com.br 57

R. D SO R. NIC UZA OLAU Q U E DE IO IRÓZ MO SY . TA R R. ALCEU WAMO R. RDO LI D . L R UA E Ó ED ARTIN IR UE M O ANSO DE Q

TÃO UBA R. C

R. CA CEL RL . PA OS U L

ALFR EDO

R. A RTUR

AV .B RG . LU IS

NÉ BIA S

R. OT ÁV IO

BR EG A NÓ

DA

M AN OE L R.

R. DR .

AN TÔ NI O

EU G IM JO AQ U

IO SA NT ÔN

RG .L UÍ AV .B

RO F. J OÃ R. Á OM LVA AR RO INH DE O ME NE ZE S

LUÍS AV. SÃO

R. EPITÁ PESSOA CIO

PRAD O

ND AVA

O

ELOS NCESES R. DOS FRA

LI M A DE ÊN

RI O PL ON A

AL AM ED A

R. PA M

NA S

CA M PI

IO

CL AR

O

AL AM ED A

R BR . SA AN NT CA A

PEV A R. IT A

AV .

R. P

R. AL M

A

S UBA

RE GA

LABA RO ST

R

NÓ B

A AT ÁG

R. BR ÁS C

CE STA ATI R. B

DA

A FIR SA R . A

O AD ALV R. S RREIA CO

AN OE L

AR LO SS AM PA IO

UL HO

EJ

ED

NO V

R. PIC PRO AR F. OL O

IM A DE L

OR PESTANA

R. FO

BÊ ITA M

R. PEIXOTO GOMIDE

UL HO

PL ON A

PA M

R.

NA S CA M PI

ED A EU GÊ NI O

TE N. AZ E

O

JO AQ UI M

PRAD O

CI LIA

L ANA SAO ARG NT A CE

ERID I

RTUN ATO

SC O NC I

RA

.F

R. DO NA V

TATU I

R. BA R

R. M

R. S ABA R

Á

R.

MI

R. IT ACO LO A

AN EC

ID E

GO M

IX OT O PE

AL AM

R.

R RIN CA BA OS A R. UAN G

UE LU Z

DO

INA

AM ED A

E AC .M

AL RM

AL

R.

ES

R EI VI

. TU AV

R. Q

R. JE PASCSUINO OAL

A GÉLIC ÃO D E

R. SÃ O

AV. A N

VICEN TE D

ALBU

ICA R. FR EI C

R.

M AN UE L AN CA

BR

CA AL AM ED A

R. M.

EU S

AV. ANG ÉLICA

R. PIRIN

R. E PAU LA

QUERQ UE LIN S

O

R. DR .

JU AV. AN GÉL

LO BO

AD DO CK

AU GU ST A

R. H

R.

R R .M VA . DR AR AL SO . N ÍLIA AM LE ÉL ED R SO A N CA M PI NA S

AL AM ED A

RO R.

TOS S SAN

GABR IEL D O

R. DR.

SILIO MAC HAD

. BRA R. DR

AC A AR R.

ACA JU R. A R

R. C EAR Á

CI NT RA

BE LA R. JO ÃO PA DR E R.

VE DO

AZ E

ID E GO M

SA

TA PI RA TÌ BA

E

R.

D R.

AD

PL ON A

R ND EA

R. PA M

SD

LI

ST

LIN S UQ UE RQ UE

SA E

SIL VA

BRO TER O

R. C ON SEL HEIR O

DR .A

LB

PI

R. T U

PU

AS

DA SM AN GA BE IR R. QU JOSÉ EIR P. D OS E

AI S A

ÉL IC

PI ZA R OA CI M

R. RO CH A

M IN . AM ED A

EI XO TO

CARV ALHO

RU R. IT APIC U

R. LO

TA R. M AR

R ME . CAP SSI . AS R. T R AI

R. DE

EG ÍD IO . ED GAR

RI

E

IN AS GE R

M

AV .A NG

R.

R

RO

AL A

AD OLFO PI R. DR .A LF R

RA LD O

ME ID A

RE S

TO R

AEM BU

PAC

NID A AVE

R. E NG

AP IVA R.

I

OB

R. P

DO O OR RG NT LA EDE R

A

CH

OS T

I PA

E UZ CR A R. US SO

O

R

.D

R. DOS PARECIS

Largo Ns. da R Conseição . VITÓRIO E

R.

O

A IM CL AA AV. D S VE AL

TR AS

M AE ST R

DE ANDRADE

ER

ÇÃ O

INI NT

Circulando em SP

R. ESPIRITA

R. BUENO

R. DIOGO VAZ

Pr. Gen. Polidoro

R. ESMERALDA

C R.

R.

. PASSOSAV. PREF. PASSOS AV. PREF

R. LIV. ALVES TRAVESSA RUGERO

R. SINIMBU

VIA

RA

O

R

AD EST DO

TE

I

RIT

OI

DA ENI AV

R ED

S R. M.

MP DO

R. ANITA FERRAZ

AIS

S R. PIRE OS RAM SA VES TRA EIROGA QU

R. DA FIGUEIRA

R.

O NG RE VA AL O R. DAS IC CARMELITAS ER ED A FR A. RR R. O R. ZE RM BE CA DO R. S TIN AR M S.

R.

ER

CAS O LU R. D

R. C. GARCIA

ADO AVENIDA DO EST

ÇO

ES GU D RI

Z

R. CORREIA DIAS

AR EM

R. MITUTO MIZUMOTO

BI RU R.

JA SP E

G

R. ARUJÁ

RO

APÉS R. DO LAV

R. SÃO JOÃO BATISTA

O

IR A R . S AF OU VEI A

E RR FE

Praça Zuinglio Themudo Lessa

S

RITO OB UND TA R AIM OS C D DA R. TO INO AN ER S F ZE ITO R. PIR ES . R

É DR

O

A PE

LIN MA UR .T AV

U CR

R

R. LEOPOLDO MIGUEZ

OM

R.

ER

Pedro II

E EIR FR CAR IRA N UE ALE NQ DE U J O R. OT T R.

R. FELÍCIO ELIAS R. PERDÕES

R.

RN TU SA

O DI ÁU CL

PIT . JÚ

R. PERVASC EIR O A

de Mello Malhei

R. JE N

EI

NO RA

R. MAALM. UR ITI

R. LINS

S

R.

R. CA CHA RLOS GAS R. AN

O

R. DR. T. DE LIMA

DO

S R.

DA

ILO

RIG OD

Igreja do Carmo

N. O TÁVI O GOMES

ÃO AÇ

U R.

ANA ES T

R. DOS ESTUDANTES

AV. DA ACLIM

TA MO

MA R. P. A

AC R. NIO

DO R. CONSELHEIRO FURTA

A SD

LIBERDADE R. GUALAXO

OS

PARA ÍS

IRE

N

R. CONSELHEIRO FURTADO

IA ÓR GL

F

IO

DES R. MEN RA EI CALD

RA

S TO AN SS

ET ÚL IO

R. N

R. DO

R. S A N

R. DA

LIX

AM

E ALM

O

R.

N. SE

IC EL

O EIR UR LO R.

É R. F R. D

C DE

TO POR

. DE

H COEL TÔNIO

P R.

R. ITA TINS

D IM

E ERM

R SCA

IROZ QUE

JO SÉ G

S VE AL

R. MAESTRO CAR

LH GUI

EL. O R. C

A DE R. EÇ

R. GALVÃO BUENO

O TR AS

Vergueiro

Catedral Ortodoxa

EL A R. EST

R. T E

R PO . ROC MB H O A R. PA ND IÁ CALÓ

AMPOS

R.

R. DR. EDUARDO A MA

Praça Toronto

Templo Budista Busshinji

XEI TEI

R. SÃO PAULO

Museu da Imigração Japonesa

Hospital do Servidor Público Municípal

R. PEDRO IVO

S EITA E FR OD

R. DOS AFLITOS

INGUI

IQUEIRA C

C R.

Hospital Beneficência Portuguesa

. B. AV

ISEU RES

R. DA GLÓRIA

R. PIRAPIT

ONSE . S IM R. R

AIO AQUIM R. SÃO JO

5D R. 2

MBRO

EM S. Joaquim

R PR . PRO UD F. EN AN TE TÔ N

Praça Pres. O Paraíso Gamal Abdel MAI S Nasser DE R. CORREIA DIA 23 . AV

SÉ AN

R. FA GUN DES R. J. FE ROCHARREIRA

Mercado Municipal

Templo -OESTE Praça José Luís Quannin AV. RADIAL LESTE

R. BARÃO DE IGUAPE

R. DR. S

R. JOÃO JULIÃO

EL ES.

TÃO UBA R. C

S FON R. A

M

Hospital Santa Helena

R. C. DE SOUSA NAZARÉ

Igreja do Beato Anchieta

R. DR. LUN D

R. TOMÁZ GONZAGA

UI

A

Corpo de ERA BATINGU Bombeiros R. TA Igreja de Nossa Senhora da Cabeça

R. SANTA LUZIA

Largo da PólvoraR. AMÉRICO DE CAMPOS

IO

R. D

SOA

. JACE GUAI

XII

EIR A

SOU S

S

O

P GEL RAN AV.

Praça da Sé

R. F. DE OLI V

DE S OUS SA

R. C. ASSAD ABDALLA

ÁRI

LUÍS

A T A T E R ES

Praça Dr. João Mendes

N R. JA

VIELA ITORO RÓ

R. V. BRÁS

Catedral Metropolitana

LINA PAU ONA

VIADUT O JACE GU R AI

DALE NA

R. PIO

Liberdade

R DE . CD SÃ A. O JO AQ

Museu do Futebol

R

TA CHIE . AN

R. S FEIJ EN. Ó IAC HU ELO

D UTO

R. LENT ISCO

A IO DE M R. 13

O BÍLI

Convento de São Francisco de Assis R. R

D 23

NTA MA

A NID AVE

O R. SANTO AMAR

DROS O

R. SA

P

R. JAPURÁ

R. RUI BARBOSA

R. PE

ARE Í

Pátio do Colégio

. RO R. B R. D

O TEAD

R

R. B. CO NSTAN T

D Parque Dom Pedro II

ISTA AV. BOA V

PEN

R. DA QUITANDA

ARLO

É

LAKIAN . KHER

R. M PEDRO II O

E NOVE

. R. Á

R. 15 D

Á

Praça do Patriarca

D VIA

R. DO BIXIGA

R. PA ULA

São H. B. JAFET Bento R. CL ÃO A JO OL R. RIC B

. C.

R. L. DE CAMÕES

IA ÊN IG

Praça R. de Azevedo Parque VIA DU AnhangaTO DO baú CH

R . C. A

DOR O

AETAN O

R. D R

R. M. C

NAZAR

SOUSA

DE RLOS R. C A

EF

IL BR

R. ABOLIÇÃO

A

DE R. DOM F. SOUSSA

A DE

O

R. CONSELHEIRO CARRÃO

JAC

R. SÃO C

R. DAS FL ILHA ORES

N. QUEIRÓS

E RG . JO .R

ÁRIO SEMIN

A NT SA

AV . SÃ OJ OÃ O

U

Liceu de Artes e Ofícios

R. JO ÃO T EO

R. MA UÁ VILA MAR SANTA IA VILA VILA BUENO SANTA CLAR A

Mosteiro de São Bento

O

R. DO

UT

Largo do Paiçandú

Teatro Municipal

S P I QUE

R. JACEGUA I LHO R. A. B A R. RB V. OS PR AD A O

R. HUMAITÁ

R. MAJ. DIOG

CI NT R

S DA

RIO ICÁ OT OB

ÓI OD VIA D

O ILH R. F. F R. D

I ÔN . ANT DO S

VIA DU TO

R. ABOLIÇÃO

DE CARVA

É

A

A DR AN

CO AN BR

R. D

7 R.

R. MARIA JOS

IRO RAMALHO

AU GU ST A

S DO

RI O

L VA AR E R. CONSELH

TO

R.

I DA

EC

R . AR A ÚJO

RE

O NF RIU

EN AV

D V.

AL

T DO

ES

R. .D AV

A. R.

G DE

Francisco

O ANT R. S

NDA

R. 25 DE JA NEIRO

Luz

AV. SE

E MIRA

R

M . 24 AI D O E

R. SANTA ERNESTINA

RTO

AVID CAMP .D

R. GEN. COUTO DE MAGALHÃNES

R.

S NA

S DO R.

BIR TIM

AS

Ç UA

R. ITARIRI

ND LA VE LE

AIA GU

A

R. JO RG

Luz

R. WASHINGTON LUÍS

R. IG

SA RBO BA SA . SÁ RBO BA R. B . SÁ R. M

O LIN PAU

AC ED AM AL

R.

R RO AU

Museu de Arte Sacra STES Tiradentes

F. PR E

Pinacoteca do Estado

RIA ITÔ OV

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Negros

AR

HO UL EJ

F. L A

R. A

Í LU

LA AIO TE EM ES R. 3D .2 AV

R.

AÇÃO NSOLD R. DA CUOIRI NO E ANDRADE R. Q

Shopping Pátio Paulista

R PO

C

CH AIA ID . SA

ST AV O

Hospital Osvaldo Cruz

R. A

S CA L. O

ÁS M TO R.

LES UI TI AQ SET MA

RU

R

GU

Basílica de Nossa Senhora do Carmo de São Paulo

NA VIA PAIO AM R. S

N NE

GA RA

IA UM R. T

LA TÓ TU R.

R.

SA ES L AV R VIL TR NDE OIN O PO R. J AN RM D R. E EIRO RIB

O R. D

IN MO CA TO EN AM

R LI V

AL

R.

OÃ O

IM

Igreja Nossa Sra do Paraíso

E R. C

I STE

R. D R

L

S LE

PR O

Praça Amadeu Amaral

ROS BAR

RA RO AU

Biblioteca Municipal

NIO NTÔ

FE RR AZ

AL AR AM

S LO

ZE

ET

O NT BE

R HA

LH VA AR

É OS R. J

O

S BIA NÉ

E

JO AQ U

ÇÃO

R. DR. ISTA R. BAT

SA

LD FAE . RA

IO ÁR R. M

AR

R. L TR EM D AV E CO E OL ESS UT IVE A V IN IRA ER A HO

R.

O R. RUI BARB

R R. D

C R.

SA ES AV IA TR UTÓ T

CO AN BR

ADO

NÉ BI AS

SA NT OS

D R.

José Gaspar

A R. FORTALEZ

PA UL IS TA

U SG

SÉ JO S M R O R. B. DO AR DE R. E B ITA D PE TIN IN NI ÃO GA O R R C BA A M A R . OV Praça Dom R. N

U

I

TO A SAN

IGA DU O BIX TO A. PUGLISI - A. D

ESES R. DOS INGL

OT ÁV IO

OB CIN AL R.

R TU

O NI TÔ AN

C R.

R. BENTO FREITAS

R HO P

R. 13 DE MAIO

R.

IT

ED NOV

A NID AVE

R PO . AN RR TÔ IO NIO

BR AG A

AV . ED A

DE

DO

S ÕE SM

OCLE CIAN A

RR O S

CIRCULANDO EM SP

. DR Primeira Igreja EIT A ALHO A RV Anhangabaú Presbiteriana EC R. JOSÉ BONIFÁCIO OD Largo São R Independente R. ÁLVA

E

RTIN R. MA

RRETO

O. PO RT O

AM

R.

República ÊS

RIO SÓ .O

R. C EL.

Parque da Luz

R. MAUÁ

O

R. R. FREITAS

A R. DR. LUÍS B

DE LEÃO

AT O

DO

DE L IM A

R. D R. R. DE B A

R. AL FRED O MA IA

RÉS SO IMO BRO R. A OM C. L OF.

R R. P

EN BU

IO AR EIR

E ER

R. ALM. MARQUES

CI NC IN

AV . SÃ OJ

BELA VISTA

DR .F AU ST O

IA ÔR VIT

R.

R . UNA

NSOLA

Praça Dom Orione

Conjunto Esportivo Constâncio Vaz Guimarães

AR

ES RR TO

ILH O

LH SE

PRES. ARTUR DA COSTA E SILVA ADA LEV IR A

R. ROCHA

. SENG

CE L.

R

EL F

N CO R.

E VIA

R. SANTO ANTÔN IO ATO RAN .G .L DR R. CARDEAL LEME R.

DR. S EN G

R.

R EstádioSIcaro OA de O ÍLI Melo BCastro .A

KO Z

A EIR

AS IN

Á AGU

A

M R.

850 SERVIÇ OS_Bia_23set.indd 57 GA RE

AL

Forte do Ibirapuera

R.

O IR HE EL NS

AV. SRG .M ÁR IO

Monumento às Bandeiras

R.

S ÕE SM GU

OS

R.

ER TE RA MOS R. M. DUTRA

R.

JA Ú

CA RD IM

ES

Praça Armando de Sales Oliveira

IM

RAN

Í IA ND JU

.B AV

L DE

E PA

R. PAMPLONA

O NI TÔ AN ÍS LU . RG

R.

TE EN

S

A

AS M LE ÉC OS

FE RN ÃO

O IR

R DO

UR

J R.

Praça Cedro de Líbano EM

R. D R RI BE IR ÃO PR ET O

D R.

Edificio Italia

R.

GUERRA

Hospital Pró Matre Paulista

AL AM ED A

M AR QU

N GE

R.

Praça da República

R. DA CO

R. N

R. V

R. AR AB Á

BE

IO ÓR OS UE A R. UQ RAD TO D ST L E SA R.

EO

D ON

A

SA IN T-H JO ILA SÉ IR M E AR IA L

OM SB DO

À AR AR GU

T E. M

H R.

Z NE VE R.

R. SANTA ISABEL

R. UNA R. ULISSES PARANHOS

AL AM ED A

IO ÓR

HO

EIRO CARRÃO R. CONSELH

R.

OS

EIRO

RIOS

FATEC

Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Julio Prestes

Estação Ferroviária Julio Prestes

Largo do Arouche

HA AN R. AV

R.

R.

R.

T

HO M

IO IN

PA UL IS TA

R.

A BO IS

EL

L SI A IST

AV .

AL AM ED A

R TU O AR Ã R. R AZ F

AR FF

A

. EN

R. RIB

TANA R. DE

O

R. TR ÊS

REPÚBLICA

R.

IAS AX EC

R. DOAR OU CH E

I ATA RAV

R. MANUEL DUTRA

TO RE

IS

IA

PL

R DO . SÃ PI O C NH AR AL LO S

A

DE S ON DO AC NI SU DO TA ES R.

IA EL

. DR

R BA

ED

Académia Paulista de Letras

Brigadeiro

R.

IDE

Praça Franklin Roosevelt R. G

RA INT

Coração de Jesus IA ÉT Praça Júlio LV HE Prestes R.

G R.

R. SÃO VICENTE

Hospital Humberto

TO S

TA TA BA

N RE LO ITI HA R.

C R.

RO ST

ITAS

QU DU

R. MAJ. SERTÓRIO

ÇÃO SOLA

IRO RIBE ATA

R.

A ED

aça das uianas O OB SL

E FRE

R.

ED A

. AV

ÊS D

D LANO

SA RU Centros de Informação Turísticas TA

R PR . PR UD ES E . I NTE UA AG R PA

AD ELA

Igreja da Consolação

R. SILVI

R. CA ÇA PA VA

AM AL

R.

Estação de Metrô ALAM ED AL A J AM IT U ParqueE DE ED A V FR O A N NC Hospital A A D NI AL VE AM AIgreja

VIL A

R. MAJ. SERTÓRIO

ES

TE

R. T ATU Í

RA INT

R. GEN. JARDIM

AN TÔ NI A

A ED AM AL Largo

IA

C NA .A AV R . SÃ OJ OÃ O

R. PAIM

Principais pontos turísticos

AR ÃO DE CA IO PA R NE GO A . PR M A AM ZEV OF AR ED . AL O

Praça Nicolau Scarpa

LIS BO A

NC A

ÉT ELV .H

END

É RAR R. ITA

RCU

Praça Rotary

TE

Praça Princesa Isabel

R. MARQUÊS DE ITU

EC CAN FREI R.

A EC

R CO . CA M RL EN O AL S E

SA N

RA NC HE S

STA UGU R. A

DE

AM ED A

FR A

R. M AR IA

CON R. DA

A TR

R R. BA

G. VA EN LE R. ON M

AB

U ARQ R. M

N CI

Praça Alexandre Trianon Masp de Gusmão AL ED A

EN. JARDIM

.M R. P R. D

AL AM JO SÉ M AR IA

L

OZ

N CE VI R. ÉLIX F

R.

R. G

EIR QU

AN

R. HE

RL OS

AL

Hospital Nove de Julho

U

O VA

Santa Casa de Misericórdia

DE

CA

NH

IT

UTO D

ÓPO LIS

MA JAFET

PA UL IS TA

R. CA N

R. F.

.

TÔ NI O

CE IÇ ÃO

A AD

NT OS

AN

PI R. SÃ O CARLOS DO

SA

EI C

TE LE AG ED AM

Sta. Cecília

RO S

RM

IR ES

R.

BA R

N R. DO

LH O

AL

NIA NTÔ AA ON

O EDR R. P QUES SA

IO ÉB UZ

AV .

R R. F

R. E. GUIMARÃES

R. LU ÍS CO E

AV. HIG IEN

LA BE R.

QU E

NN MA

AS

R. D

E SÉ

AS A

H OT AN ED AM AL

O INT

.C R. C

E GL

R. MARQUÊS DE ITU

O ÇÃ

UE R

VA SIL DA

R

ED A

CO N

PA LM EI R

A SÉ JO EP. ECA R. D ONS AF

JO L. CE R.

A

LA SO ON AC D . R

LB UQ

DA S

A AP

R. DR. MARTINICO PRADO

E GIP ER R. S

R. BAHIA

P.

Cemitério da Consolação

R. M AT I

R.

R. JAGUARIBE

R. P IAU Í

Masp

ED A

TU

AR A NH ÃO

JARDIM Parque Ten. Siquiera (Parque PAULISTA Campos Trianon)

AL AM

A

RC

O

R. M

O SS RO OG AT R. M

R. F. DE A

AL AM ED A

A DE I

R. IM AC .

IRO I BE

A AL

R. DR. VILA NOVA

R

R. P A

IA AH

JA Ú

AL AM

Igreja do Imaculado Coração de Maria

Igreja de Santa Terezinha

ERG IPE

Consolação

NC

AR ED AM

ÃO

ÃO

RONES

Shopping Higienópolis

CONSOLAÇÃO

DE . V. AIS R MO

FR A

AL

AR

FIL HO

R. A LAG OA S

IAD U A OEI TO OKUHAR

E MA

R. BA

NÓ PO LIS

VIE RA CO LA AQ LIS UIR PO A R. ITÁ

IT U

IRO

O INA RD RV UA ED INE DA AM ME VIL LA

R DA ME

R.

R. BAHIA

R. ITÁPOLIS

.A VARÉ

R. B

P ILVA R. S

S DA

IBE

O AD

OP TIÃ AS EB

EIG A

E R. ITAQ U

.B

PR

Marechal Deodoro

AR RO S

Fundação Armando Álvares Parque Penteado (FAAP) Buenos Aires

C

E R.

R. S

IG IE

PE RN AM BU CO

OIÁS R. G

ED A

D R.

MP CA

DR .V

MA RA NH

R. T INH OR ÃO

A

Q UE ITA

R.

ED AB

R. MARTIM FRANCISCO

R.

IRIM

AL AM

HO TIN

J

R.

A ILV

DE

R.

R. S

ED A

R MA

O SÃ

R.

LIA

S VE HA SC

O RÃ

AV .H

R. ITAPEM

AL AM

A

M.

A LM

R. A. PENTEADO

G AS

IR IVE

LIO JÚ N. O GE D R. LGA SA

I AT

ITA TIA R

dio Paulo achado Carvalho

R. MIN

STA. CECÍLIA

U

B DA

T ES R. A.

OIT ACÁ S

A US SO

A DU . PÁ EN A R. S LES CAIN SA E BO D . R R. B

BA GATU D AN R. ORRO VER R. M

ABRE

BA

A

R.

Museu Futebol

OL

DE

NO D E

A IM

O IN

FOR

R. DE MEMILIO ENEZ ES

MBU

S PE

AL US SO

ID EN AV

R. F . E.

RIB AS

R.

RO EI LH SE

R.

A

R. ITAMAR

ARA

R

ON .C

RA

R.

SPIN HEI R

R. G

R. E .

R BA

DE

BR

EI

MARQU ES

R. D

ÃO JO

M

AD ED AM AL

R.

IO

E OT

E AM AL

R. C ÃN DID OE

P LO

S RO

DA

REPÚBLICA, CONSOLAÇÃO, BELA VISTA, SÉ & LIBERDADE

Largo Padre Péricles R. D

R.

C ES

FU N

O IN ER AM

R EL . DO ISA N A

RT AG IPU RU

A S VE HA

C R.

GA OL

RG SÉ

A ED M

O VÃ AL

N

23/09/13 13:15


Informações úteis Bombeiros e emergências médicas (Resgate) 193. Polícia 190. DEATUR (Delegacia Especializada de Atendimento ao Turista) R. da Consolação, 247, Centro, 3151-4167 e 3259-2202.

SAÚDE Para emergencias médicas, vá para um dos hospitais públicos da cidade, como o imenso Hospital das Clínicas (Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 255, Pinheiros, 2661-0000, hcnet.usp.br), mas prepare-se para encarar uma multidão. Entre os hospitais particulares, uma opção é o Hospital Nove de Julho (R. Peixoto Gomide, 625, Bela Vista, 3147-9999, hospital9dejulho.com.br), que fica perto da paulista e aceita pacientes sem plano de saúde. Consulte a lista completa de hospitais de São Paulo em saude.sp.gov.br.

Circulando em SP

SEGURANÇA O visitante deve tomar precauções para evitar ser vítima de furtos e assaltos. Mantenha seus pertences sempre à sua vista. Seja cuidadoso com seu laptop ou tablet. Abra mão de joias de aparência cara e seja discreto ao usar câmeras e celulares. Cheque se bolsas e mochilas estão fechadas; não manuseie grandes quantias de dinheiro; não forneça informações pessoais para qualquer pessoa; use só transporte cadastrado. A maioria dos lugares de São Paulo é segura para se andar a pé durante o dia, mas, à noite, evite ruas escuras e onde há pouca circulação de pedestres. Fique atento a motos com passageiro na garupa, esta é uma maneira comum de assalto. Se um bandido se aproximar, não reaja. Ao dirigir, fique atento nos faróis e evite deixar a janela aberta. Por esse motivo, os motoristas tendem a ignorar os semáforos e placas de ‘pare’ à noite. Tranque o carro sempre.

INFORMAÇÃO TURÍSTICA O site oficial de turismo de São Paulo é cidadedesaopaulo.com. Existem várias Centrais de Informação Turística (CITs), como a localizada na Av. Paulista, 1.853. Às quintas-feiras, às 20h, um tour pelo Centro sai do Teatro Municipal. O passeio de duas horas é feito a pé e é gratuito. Informações: 3256-7909 ou 3019-8831.

TRANSPORTE CHEGAR E PARTIR

De avião Aeroporto Internacional de Guarulhos (6445-2945, infraero. gov.br), ou Cumbica, fica a 40 km do Centro e opera voos domésticos e internacionais. Guaracoop (6445-7070, radiotaxiazulebranco.com.br) é o serviço de táxi localizado na saída

do desembarque. As tarifas são fixas e variam de R$ 75 a R$ 130, dependendo do bairro de destino. Por R$ 35 há o ônibus executivo Airport Bus Service (3775-3861, airportbusservice.com.br), que faz paradas em bairros centrais, grandes hotéis e na Rodoviária do Tietê, onde há estação de metrô. A opção mais econômica, embora demorada, é o ônibus circular no 257 para o metrô Tatuapé (R$ 4,30). Congonhas (5090-9000, infraero. gov.br) opera voos domésticos e está a 8 km do centro. As opções de transporte são as mesmas: táxi (R$ 30-R$ 40), ônibus executivo (R$ 35) ou circular (R$ 3). A 99 km de São Paulo fica ViracoposCampinas (3725-5000, infraero.gov.br). A companhia aérea Azul (3003-2985, voeazul.com.br) opera voos que partem dali para várias cidades brasileiras. De ônibus Há três principais terminais em São Paulo, todos conectados ao metrô. A Rodoviária do Tietê (Av. Cruzeiro do Sul, 1.800, 3866-1100), da Barra Funda (R. Maria de Andrade, 664, 3866-1100), e do Jabaquara (R. dos Jequitibás, s/nº, 38661100). Pelo socicam.com.br, pesquisa-se os destinos operados por cada companhia. As passagens também são adquiridas nas rodoviárias ou pelos sites das companhias. No verão e em feriados, recomenda-se comprá-las com antecedência.

TRANSPORTE PÚBLICO O metrô de São Paulo é limpo, seguro e rápido. Entretanto, fazer baldeação costuma ser necessário e alguns bairros não são servidos pelo metrô, só por ônibus. Tarifas & bilhetes Se vai ficar na cidade por um período longo e usar o transporte público, vale a pena ter um Bilhete Único. Esse cartão dá descontos, permite integração entre ônibus, metrô e trens da CPTM, por R$ 4,65, e pode ser comprado nas estações de metrô. Metrô Existem quatro linhas de metrô. Há mapas nas estações. Uma viagem custa R$ 3. O metrô costuma funcionar entre 4h30 e 0h. (0800-7707722, metro.sp.gov.br). Ônibus circulares Informações são obtidas pelo telefone 156 ou pelo sptrans.com.br. A tarifa é de R$ 3. CPTM A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (0800- 0550121, cptm.sp.gov.br) é uma extensão do metrô. Um bilhete custa R$ 3, e a integração com o metrô é permitida sem custo adicional. TÁXIS Os táxis de São Paulo são brancos. O jeito mais seguro de pegá-los é no ponto ou chamando um rádio-táxi. Táxis comuns também podem ser pegos na rua – um pouco menos seguro. Um novo modo de solicitar um táxi é por meio dos aplicativos para smartphones Easy Taxi e 99taxis. A bandeirada começa

Um instante em SP

INST

@timeoutsp

Rodrigo G Silva (@rodgsilva)

EMERGÊNCIAS

Marque suas melhores fotos de São Paulo no Instagram com a hashtag #timeoutsp. Uma delas pode ser escolhida pela equipe da Time Out São Paulo para aparecer nesta página. Neste mês, selecionamos o clique do MASP, de Rodrigo G. Silva (@rodgsilva) em R$ 4,10. Cada quilômetro adicional custa R$ 2,50. A bandeira 2 vale entre 20h e 6h. A maioria das corridas custará entre R$ 20 e R$ 50. Central Táxi 3035-0404. Delta Rádio Táxi 5072-4499. Ligue-Táxi 2101-3030/3873-3030.

DIRIGIR Aluguel de veículos

Os motoristas de São Paulo são agressivos e os congestionamentos podem ser um pesadelo, assim como encontrar onde estacionar. Dirigir não é uma necessidade de quem está visitando a cidade. Para alugar um carro, é preciso ter carteira de motorista e cartão de crédito. A idade mínima é de 25 anos. Hertz 3258-9384/ hertz.com Localiza 5533-3535/localiza.com Movida 3075-8686/movida.com.br

Estacionamento

Durante o horário comercial, existe a exigência de cartão-horário (Zona Azul) em algumas ruas mais movimentadas, fique atento às placas e marcações no asfalto. O valor por hora é de R$ 3. O talão de Zona Azul (dez folhas por R$ 28) pode ser comprado em bancas de jornal.

Rodízio

Entre 7h e 10h e 17h e 20h, há o rodízio de veículos no Centro expandido. Às segundas, placas com finais 1 e 2 não podem circular; às terças, 3 e 4; às quartas, 5 e 6; às quintas, 7 e 8; e às sextas, 9 e 0.

Bicicleta Há poucas ciclovias em São Paulo, mas bons lugares para andar de bicicleta são o Parque Ibirapuera, a Cidade Universitária e às margens do Rio Pinheiros. O passeio é mais seguro e prazeroso durante os fins de semana, quando há menos trânsito de carros. Aos domingos e feriados, entre 7h e 16h, existem as ciclofaixas – faixas das ruas que são delimitadas para o uso exclusivo dos ciclistas. Aos fins de semana e feriados, bicicletas são permitidas no metrô e existe um novo programa de aluguel em vários pontos da cidade (bikesampa.com).

A pé Os melhores bairros para se caminhar são o Centro, Higienópolis e Jardins (mas não é seguro fazê-lo à noite). A Rua Oscar Freire é ótima para ver vitrines das grifes. O Parque Ibirapuera tem várias trilhas. Bairros como Vila Madalena, Consolação e Bela Vista também são agradáveis, mas possuem mais ladeiras.

Necessidades especiais São Paulo é pouco adaptada a portadores de deficiências físicas. A agência Go in São Paulo (3289-3814, goinsaopaulo. com.br) oferece serviços a cadeirantes. O Instituto Mara Gabrilli (img.org.br) dá informações gerais.

58 timeout.com.br  Setembro 2013 850 SERVIÇOS_Bia_23set.indd 58

23/09/13 13:15


anuncios22.indd 59

23/09/13 12:16


APRECIE COM MODERAÇÃO C

M

Y

CM

MY

CY

MY

K

facebook.com/josecuervo anuncios22.indd 60

23/09/13 12:16

Revista Time Out SP - PT - Ed.22/set. 2013  
Revista Time Out SP - PT - Ed.22/set. 2013  

Revista Time Out SP - PT - Ed.22/set. 2013

Advertisement