Page 1

Desafios da Implementação de Incubadoras em locais Improváveis Estudo de caso: Startup Portimão Luís Matos Martins

Teresa Preta

TERRITÓRIOS CRIATIVOS Lisboa, Portugal luis.matos.martins@territorioscriativos.eu

TERRITÓRIOS CRIATIVOS Lisboa, Portugal teresa.preta@territorioscriativos.eu

Inês Marques TERRITÓRIOS CRIATIVOS Lisboa, Portugal ines.vieira.marques@territorioscriativos.eu

Abstract— This paper presents the challenges of Startup Portimão, the business incubator in municipality of Portimão, implementation in an unlikely location. One year after its opening, it is relevant to share the best practises and strategies that enabled this incubator to become a successful case. Keywords: Startup Portimão, Incubator, Entrepreneurship, Smart Cities

I.

INCUBADORAS E O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA LOCAL

Após a crise económica vivida em Portugal, com o período de austeridade imposto pela Troika, fez como que os portugueses mudassem radicalmente de mentalidade e atitude. Querem fazer mais e melhor, são mais autónomos, menos conformados, mais inovadores e sem medo de mudanças. Para além do cidadão comum, também o Governo português despertou interesse na importância da criação de novos negócios, desenvolvendo medidas de apoio e incentivos ao empreendedorismo através do programa StartUp Portugal. A StartUp Portugal tem como visão o alargamento a todo o país e a todos os setores de atividade da dinâmica empreendedora. Portugal tem hoje um dos mais vibrantes ecossistemas de empreendedorismo europeus, decorrente dos investimentos realizados na última década em qualificação de recursos humanos, infraestruturas e tecnologia, que proporcionam bastantes oportunidades para quem pretende lançar ou investir em novos negócios. Nesse sentido, e a partir da vontade e visão estratégica do município, surge a Startup Portimão. Portimão é uma cidade portuária da região do Algarve, no Sul de Portugal. O seu principal motor económico é o Turismo devido ao clima ameno durante todo o ano e à proximidade das praias. Portimão será ainda a Cidade Europeia do Desporto em

2019 onde desenvolverá atividades de incentivo à prática desportiva. A Startup Portimão está integrada no Centro de Negócios de Portimão, e é uma incubadora de empresas que se diferencia pela sua infraestrutura e localização, em pleno autódromo internacional do Algarve. Direcionada para as ‘cidades inteligentes’, nas áreas da energia, mobilidade, turismo, governança e qualidade de vida, a Startup Portimão pretende ser uma infraestrutura de suporte a projetos preferencialmente ligados às smart cities, beneficiando do carácter internacional do autódromo e da proximidade com grandes marcas e de grandes aglomerados de pessoas e potenciais clientes, junto dos quais as startups poderão testar os seus protótipos e validar os seus produtos e serviços. Esta caraterística confere à Startup Portimão uma proposta de valor única a nível nacional. No seguimento da parceria entre a Câmara Municipal de Portimão e o Autódromo Internacional do Algarve – que cedeu as instalações em regime de comodato-, a Startup Portimão, segundo a Presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, “surge com o objetivo claro de promover o empreendedorismo e inovação no concelho de Portimão, criar emprego e fixar pessoas no território, disponibilizando o ambiente e os serviços indispensáveis ao desenvolvimento dos negócios.” O estudo de caso que aqui demonstramos incidirá sobre as medidas de implementação da Startup Portimão no que concerne à gestão e dinamização da incubadora. O empreendedorismo e as incubadoras de negócios são uma realidade relativamente recente um pouco por todo o país. O governo, criou o programa Startup Portugal, de onde destacamos a RNI - rede nacional de incubadoras, que integra incubadoras de base científica, ligadas a universidades, a associações empresariais e autarquias de todo o país, de forma a que qualquer startup, independentemente da sua localização, possa aceder aos mesmos serviços e condições disponíveis nas grandes cidades.


Atualmente a Startup Portimão integra a RNI – Rede Nacional de Incubadoras, sendo ainda acreditada para a medida Vales de Incubação disponibilizada pelo governo, no âmbito da estratégia nacional Startup Portugal. Esta medida pretende promover a capacidade empreendedora e fomentar condições para a aceleração e sucesso de novas empresas, apoiando o desenvolvimento do negócio, por via da contratação de serviços de incubação a incubadoras previamente acreditadas. II.

OS TERRITÓRIOS CRIATIVOS

Os Territórios Criativos é uma empresa de consultoria, formação, inovação e apoio à gestão, para empreendedores, empresários e autarcas. Assumem neste momento a gestão das seguintes incubadoras: a Startup Portimão, Ericeira Business Factory, Mafra Business Factory e Alvaiázere+, tendo ainda estado presentes no arranque da Loures Inova e no Plano estratégico da Rede de Incubadoras de Viseu Dão Lafões. As suas principais missões são a dinamização de espaços e o desenvolvimento de um ecossistema propício à inovação, ao empreendedorismo e ao desenvolvimento de projetos. A Startup Portimão surge então do acordo com a Câmara Municipal de Portimão como promotor, com o Autódromo Internacional do Algarve como entidade de apoio através de cedência de espaço, e com os Territórios Criativos como parceiro e consultor com expertise na área. Com experiência adquirida nas incubadoras apoiadas pelos Territórios Criativos, constatámos que são muitas as vantagens de um modelo de gestão em outsourcing. Enumeramos de seguida algumas delas: - Fácil acesso a Know-How especializado; - Facilidade de penetração no ecossistema empreendedor; - Rede alargada de contactos e parceiros na área do empreendedorismo; - Isenção de recursos humanos por parte da Câmara Municipal de Portimão; - Dinamização imediata de ações para os empreendedores e ou abertos ao público; - Redução de custos operacionais; Constatamos que este é um modelo exemplar que deve ser replicado por outras incubadoras, nomeadamente de gestão autárquica. Ao longo deste artigo, iremos expor as medidas de implementação e atuação por parte dos Territórios Criativos ao longo do primeiro ano da Startup Portimão, através dos seguintes títulos: Seleção dos projetos/ ideias e candidatos, Características da incubadora e perfil do empreendedor/equipa Implementação de mecanismos de captação de novos projetos/empreendedores, Mentoria a projetos incubados física e virtualmente, Criação de rede de parceiros consistente e diversificada, Dinamização de eventos e formação.

III.

A STARTUP PORTIMÃO

A Startup Portimão foi inaugurada a 10 de agosto de 2017 e tem como prioridade o acolhimento de empresas e atividades nas áreas das “Smart Cities” – Cidades inteligentes – Energia, Mobilidade, Turismo, Governança e Qualidade de Vida. Seleção de projetos/ ideias e candidatos A Startup Portimão abrange todas as pessoas singulares ou coletivas com perfil de empreendedor, com espírito inovador, empenhados em encontrar as infraestruturas necessárias para criar e gerir as suas próprias Startups. As candidaturas apresentadas serão selecionadas de acordo com os seguintes critérios fundamentais: a) Inserção nas áreas estratégicas definidas; b) Acréscimo de valor para a economia local; c) Valorização dos recursos humanos e criação de postos de trabalho. d) Potencial e sustentabilidade prevista do negócio; e) Grau de importância da empresa no apoio às outras empresas residentes; f) Ligação com outras empresas do concelho ou nacionais (spin-off). É critério preferencial, o facto da empresa candidata estar sediada no Município de Portimão. Características da empreendedor/equipa

incubadora

e

perfil

do

A Startup Portimão apoia projetos globais, representando um impacto bastante positivo não só para a economia local como também para o mercado nacional. Dos 46 projetos que se candidataram ao processo de incubação na Startup Portimão, estão instalados – a 10 de Setembro de 2018 – 15 projetos, 14 presenciais e 1 virtual, sendo que a taxa de ocupação é de 99%. Prevê-se a inauguração de mais 3 espaços de cowork para 2019 com ocupação prevista de mais 20 empreendedores. No que concerne aos setores de atividade, através do seguinte gráfico conseguimos analisar que 45% são projetos da área das Smartcities; 25% Programação e desenvolvimento web; 15% Alimentar, 10% Marketing e 5% Blockchain.

Gráfico: Áreas de atividade da Startup Portimão


Relativamente aos empreendedores, em 18 empreendedores apenas 3 têm menos de 25 anos, sendo que uma percentagem relevante enveredou pela criação do próprio emprego no seguimento de situação de desemprego ou por opção de mudanças de vida e/ou recomeços no Município de Portimão. O caso da Startup Portimão permite concluir que o empreendedorismo não escolhe idades e que as ideias não têm de ser obrigatoriamente inovadoras para vingarem. Acreditamos que ser empreendedor é fomentar ideias, sendo que quando integrado numa incubadora de negócios, o empreendedor amplia o seu conhecimento e as suas ideias, colhendo frutos mais rápida e assertivamente. Implementação de mecanismos de captação de novos projetos/ empreendedores. Com o objetivo de captar novos projetos e empreendedores, a equipa de dinamização da Startup Portimão aposta em várias estratégias, nomeadamente: 1) Roadshow de divulgação pelo concelho e a nível nacional. a) visitas de escolas secundárias e de ensino superior: para dar a conhecer as instalações e serviços da Startup Portimão e possibilitar o contacto dos jovens com os empreendedores. b) Entidades públicas e juntas de freguesia: através do pedido de divulgação da Startup Portimão e os seus serviços junto dos cidadãos e habitantes de cada freguesia. c) Empresas locais: por forma a divulgar a Startup Portimão e os seus serviços junto das empresas e criar sinergias com vista a parcerias; d) Associações locais: por forma a divulgar a Startup Portimão e os seus serviços, criar sinergias com vista a parcerias e alargar a rede de parceiros de divulgação. 2) Apresentação da incubadora e dos seus serviços a todos os visitantes da incubadora, encarando cada visitante como um potencial cliente da incubadora. 3) Divulgação permanente nas redes sociais (Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin,). 4) Produção de vídeos de divulgação da incubadora e dos projetos instalados. Mentoria a projetos incubados física e virtualmente Os Territórios Criativos trabalham diariamente no sentido de fomentar a partilha de conhecimentos sobre gestão do negócio, partilha de informações sobre novas medidas de apoio, bem como de contactos com potenciais clientes ou financiadores. Estas iniciativas de mentoria ocorrem tanto formal como diariamente num contexto mais informal, quer por esclarecimento de questões, solicitação de aconselhamento e/ou apoio em determinados temas. Criação de rede de parceiros consistente e diversificada

A incubadora Startup Portimão, dispõem de um conselho consultivo diversificado, constituído por entidades públicas, privadas, de âmbito nacional e local, instituições de ensino superior, particulares, empresas locais, associações sem fins lucrativos e entidades de capital de risco. Para além do conselho consultivo e dos parceiros principais já enunciados ao longo deste artigo, destacamos ainda aqueles com quem temos uma parceria mais regular: - Isabel Neves & Associados - CASES - Sage Portugal - Turismo de Portugal - Startup Portugal - Gastão Cunha e Ferreira: consultoria ao nível da propriedade intelectual, mentoria e realização de workshops - Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa - IEFP – Instituto Emprego e Formação Profissional – Delegação do Algarve - Região de Turismo do Algarve - Direção Regional de Agricultura e Pescas o Algarve - ATP – Associação de Turismo de Portimão - UALG – Universidade do Algarve - CI-AMAL- Comunidade Intermunicipal do Algarve - IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude - NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve - IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. - ISMAT – Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes - ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários – Núcleo Algarve - FNABA - Federação Nacional de Associações de Business Angels - CCDRA – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região do Algarve - UALG CRIA – Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia - ACRAL - Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve Dinamização e organização de eventos e formação Um dos objetivos da equipa de dinamização da Startup Portimão é promover iniciativas de empreendedorismo tanto para a incubadora como para os munícipes de Portimão. Expomos da seguida todos os eventos dinamizados pela SP com bastante relevância a nível nacional e internacional: • Reunião sobre o Call COSME, onde os Territórios Criativos avançaram com uma candidatura conjuntamente com um parceiro, onde se preveem várias atividades na Startup Portimão.


• Visitas de Estudo do curso superior de Turismo da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve e da Escola Secundária António Aleixo, de Portimão • Visita da Câmara Municipal de Portimão • Presente na ação de Team Building da Please Network Algarve (empresa inserida na Startup Portimão). • Presente na Feira de Emprego da Universidade Europeia e IADE- Creative University, através dos parceiros, Territórios Criativos • Presente na India Business Seminar • Presente na visita da Embaixatriz da Índia ao município de Portimão • Presente na Web Summit • Presente na Rede de Incubadoras do Algarve • Presente no Seminário sobre Alternativas ao Turismo de Sol e Mar, organizado pela DUAL • Presente na Portugal Smart Cities em trabalho de divulgação • Presente nas jornadas de Economia do Barlavento • Esteve em Istambul, no Global Entrepreneurship Congress 2018 • Presente na Start Work • Presente na reunião de apresentação da cidade de Portimão como Cidade Europeia do Desporto em 2019. • Presente no evento de apresentação da nova Racing School • Presente no Encontro Nacional de Incubadoras • Realizou 1º BootCamp de empreendedorismo na StartUP Portimão • Realizou um Roadshow pelas escolas do Município • Sessão de Crowdfunding Portugal com a empresa PPL Crowdfunding • Acolheu a iniciativa do grupo FreeCodeCamp Portimão (Learntocode/Techtalks/Networking) desde Abril • Realizou o evento Get In The Ring, juntamento com a Territórios Criativos • Acolheu o Meetup sobre Inbound Marketing • Realizou o GovTech e uma sessão de esclarecimento sobre o mesmo • Grupo de estudo Free Code Camp, aberto à comunidade por forma a ensinar programação. Dinamizada pelos empreendedores Tiago Fernandes e Jorge Batista da Startup Portimão. PARCERIAS E SINERGIAS CRIADAS NA STARTUP PORTIMÃO

Uma das principais razões pela qual os empreendedores procuram as incubadoras para instalar o seu projeto é a expetativa de criação de sinergias e de cooperação com outras startups. Todas as empresas poderão ser fornecedoras e clientes entre si. Estas iniciativas partem, para além dos próprios empreendedores, dos Territórios Criativos, através das reuniões

agendadas mensalmente com todos os empreendedores por forma a debater ideias criando ligações mais estreitas. PRÓXIMOS DESAFIOS

O próximo desafio é conseguir aumentar a taxa de ocupação da Startup Portimão, preferencialmente com projetos ligados ao às Smart cities. O desafio carece apenas da construção de aumento do espaço físico já prevista para 2019. Iremos ainda estar presentes na Web Summit 2019. CONCLUSÃO A experiência de um ano na gestão da inovadora incubadora de empresas Startup Portimão, permitiu fundamentar um vasto leque de estratégias e desafios que foram sendo superados de forma positiva e que se pretende que sejam replicáveis noutras incubadoras. Este estudo demonstrou que, do modelo de gestão em outsourcing desta incubadora municipal à geração de ideias, foram muitos os contributos que aqui se conseguiram compilar. REFERENCES [1] [2]

[3] [4] [5] [6]

[7]

[8] [9] [10] [11] [12] [13] [14]

Business Incubation International Case Studies: International Case Studies, OECD, 1999 Caetano, Dinis Manuel Correia, “Incubadoras de Empresas e Modelos de Incubaçaõ em Portugal: Incubadoras Regionais vs. Universitárias”, Dissertação de Mestrado em Economia da Inovação e Empreendedorismo da Universidade do Algarve, Faro, 2011. European Commission Enterprise Directorate, Benchmarking of Business Incubators, Final Report, Centre of Strategy & Evaluation Services, 2002. Despacho nº15/2014 — PCM, Objetivos Estratégicos, 2014-2017, CMM. INaudax (2012), Incubação 360°, Audax e 4Change. Maletz, Edison Afonso e Dieter Rugard Siedenberg, “A Gestão dos Fatores Críticos de Sucesso nas Incubadoras de Empresas da Região do Ruhr – Alemanha”, XXXI Encontro ANPAD, Rio de Janeiro, Brasil, 2007. Miziara , Guilherme N. e Marly Monteiro de Carvalho, “Fatores Críticos de Sucesso em Incubadoras de Empresas de Software”, Revista Produção, Associaçaõ Brasileira de Engenharia de Produção - ABEPRO Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, 2008. http://www.oecd.org/innovation/policyplatform/48136826.pdf https://www.dinheirovivo.pt/fazedores/rede-de-incubadoras/ http://rae.fgv.br/sites/rae.fgv.br/files/artigos/10.1590_S167656482005000100011.pdf http://observador.pt/2016/05/17/incubadoras-startups-nao-sao-as-quatroparedes-contam/ http://startupportimao.pt/ https://www.vivaportimao.pt/a-nao-perder/18-noticias/434-startupportimao-abre-portas Martins, Luis Matos e Teresa Preta, “Os desafios da dinamização das incubadoras de Empresas”, 2016



Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.