Page 1

Estética M6 – Tema 9.2


Plano de trabalho 1. Origem do termo 2. O que é uma experiência estética? 2.1. A estética e os sentidos 2.1.1. Estética e raciocíno ou vs. raciocínio? 2.2. A estética e a arte 2.2.1. A estética no quotidiano - utensílios, culinária, arquitetura, … etc. 2.2.2. A estética nas artes: artes plásticas, música, literatura… 2.2.3. A estética do ponto de vista das artes performativas


1. Origem do termo aisthésis • Na sua origem, significava sensação ou perceção. Designava o tipo de experiência ou conhecimento que se obtém por intermédio dos sentidos.


Universalidade da experiência estética

www.arrowheadology.com; ipabrac.com.br;


2. O que é uma experiência estética 2.1. A estética e os sentidos

Temas das primeiras investigações • Que coisas podemos conhecer através dos sentidos? • Que valor tem esse conhecimento? É fiel ao objeto? • Como funciona esse tipo de experiência? – Que partes da mente estão envolvidas? – Que partes/qualidades do objeto são captadas ou descartadas? – Na representação do objeto, o que depende da mente e o que depende do objeto?


• A mente capta um conjunto de dados sensoriais que interpreta e organiza segundo esquemas inatos: – capacidade para reconhecer padrões geométricos, rostos, etc.; – Mecanismos e leis da perceção: …


Mecanismos e leis da perceção

darleisimioni.blogspot.com


Constância da forma

movimento/deslocação + sequência

psicologiabemimagens.blogspot.com


Profundidade: Indicadores binoculares • Cada olho recebe uma imagem diferente. O cérebro faz a sobreposição e interpreta-as como um objecto de três dimensões


Profundidade: Indicadores binoculares • •

Convergência + focagem = distância

vergencia.w3br.com

• P. 125: Se Vermeer tivesse esfumado a imagem em primeiro plano, a perceção de profundidade seria maior


Profundidade: ilusão ótica criada pela dissonância entre a focagem e a convergência •

escritonosom.blogspot.com


Indicadores Monoculares • Tamanho relativo • Interposição • Perspetiva linear (aproximação do ponto de fuga) centros5.pntic.mec.es es.goldenmap.com


Leis da Perceção (Gestalt): Figura-fundo •

ladyprojects.blogspot.com


Leis da Perceção (Gestalt): Agrupamento


Leis da Perceção (Gestalt): proximidade •

users.totalise.co.uk


Leis da Perceção (Gestalt): Fechamento


Leis da Perceção (Gestalt): Semelhança


Leis da Perceção (Gestalt): Simplicidade • Preferimos as formas simples… se necessário, tansformamos objetos complexos em formas simples


Leis da Perceção (Gestalt): Continuidade • Assumimos a continuidade dos objetos baseando-nos em sequências, texturas ou ritmos


Leis da Perceção (Gestalt): Continuidade


Nota: numa mesma perceção são aplicados diferentes processos: – Agrupamento – Continuidade – Figura-fundo – Fechamento – Proximidade – Semelhança – Indicadores de profundidade e distância… Consegues verificá-los neste exemplo? →


2. O que é uma experiência estética 2.1. A estética e os sentidos

• Secs. XVIII e XIX – Kant, Goethe, Schopenhauer: – Conhecimento não racional dos objetos? – Associada a sentimentos? (de prazer, desprazer…) …ao gosto (apreciações subjetivas). – Valores / juízos de valor. – Tem valor cognitivo ?


Estética  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you