Page 1

Página 24

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

MANGA – PROPRIEDADES MEDICINAIS

Foto de mangueira carregada Consulte sempre seu médico. Esta fruta deliciosa, refrescante no verão, tem quase quinhentas variedades. Isso mesmo, quinhentas! Nativa da Índia, trazida de Goa pelos colonizadores portugueses, a manga é altamente nutritiva, rica em fibras, proteínas, sais minerais e vitaminas (A, B, C). Deve-se evitar, porém, o suco da fruta verde, porque contem substâncias abortivas. Nome científico: Mangifera indica Família: Anacardiáceas Nome comum: mangueira, manga Origem: Índia e Burma D e s c r i ç ã o e característica da planta: a mangueira apresenta copa bem enfolhada e pode variar de tamanho em função da variedade, da fertilidade do solo, da idade e do porta-enxerto. Em geral, as plantas não enxertadas podem atingir 40 metros de altura, enquanto que nas culturas comerciais e com plantas enxertadas, as plantas chegam a 7 metros. Para impedir o crescimento

excessivo da copa, são feitas podas controladas de formação e de produção. Plantas de menor porte facilitam o trabalho para controle de pragas e de doenças e na operação de colheitas. As folhas são grossas, coriáceas, inteiras, lanceoladas, verde-escuras na parte superior, a nervura principal e as secundárias são salientes e a coloração amarelo-esverdeada. Na extremidade dos ramos, forma-se uma inflorescência denominada panícula. Normalmente, a planta floresce e frutifica uma vez por ano, mas, com a adoção de técnicas especiais, como poda e aplicação de hormônios de crescimento ou a combinação de estresse hídrico por 30 a 70 dias e com a aplicação foliar de nitrato de potássio ou cálcio, consegue-se provocar o florescimento e frutificação mais de uma vez ao ano e na época desejada. No Brasil, essas técnicas são usadas com sucesso, principalmente, no Vale do São Francisco, nos estados de Pernambuco, Bahia e Minas Gerais. As primeiras flores a se abrir nas panículas são hermafroditas (30%), elas têm os dois sexos juntos, e depois vêm as masculinas (70%). Numa única panícula, formamse de 400 a 17.000 flores, mas somente algumas delas

resultam em frutos e atingem a fase de colheita. Em geral, duas doenças causadas por fungo, o oídio e a antracnose, podem destruir totalmente as flores. A mangueira se desenvolve e frutifica bem em clima quente e não tolera geada. A propagação é feita através de enxertia de uma variedade desejada em um porta-enxerto de outra variedade de mangueira. Plantas enxertadas são recomendadas porque nos pomares, a época de frutificação, o tamanho e a cor dos frutos ficam uniformes. Em plantas enxertadas, a frutificação pode ocorrer a partir do segundo ano e, comercialmente, no terceiro ou no quarto ano. O fruto tem uma casca externa e, logo abaixo, a polpa que pode ser fibrosa (“fiapos”) ou com pouca fibra e um caroço (semente) grande ou pequeno conforme a variedade. Externamente, a cor do fruto pode ser vermelha, roxa, amarela ou verde, em várias tonalidades relacionadas às variedades, assim com o seu tamanho. As comerciais mais conhecidas e exportadas têm as seguintes características: Haden, casca amareloavermelhada, peso médio 480 gramas; Tommy atkins, vermelho-amarelada, peso médio 580 gramas e Keitt, amarelo-esverdeada, peso médio 600 gramas.

P r o d u ç ã o e produtividade: o Brasil é um grande produtor de manga e está entre os oito maiores produtores mundiais dessa fruta, junto com o México, as Filipinas, a Índia, o Paquistão e a África do Sul. Em 2001, o Brasil produziu 540.000 toneladas em 67.000 hectares e exportou 94.000 toneladas, representando 17,4%.da sua produção. A região Nordeste é a principal produtora com 53% do total. A produtividade média no Nordeste é estimada em 20 toneladas por hectare, mas em áreas onde adotam técnicas mais avançadas chegam produzir 40 toneladas por hectare. Para o estado de São Paulo, a média é estimada em 9 a 10 toneladas por hectare. Utilidade: a fruta é consumida principalmente ao natural, como fruta fresca, mas é processada também em pedaços em caldas, sucos, néctar, geléias e sorvetes. Partes utilizadas: Casca dos ramos, folha, fruto.

Propriedades medicinais da manga A manga - fruto da mangueira, árvore frondosa da família das Anacardiáceas originária do Sul da Ásia, hoje cultivada em toda os países tropicais e subtropicais- apresenta uma polpa carnosa, algumas vezes fibrosa, amarela em diversos tons, rica em terebintina, um óleo-resina, e de agradável paladar ao natural ou sob forma de compotas, marmeladas, geléias e refrescos. As mais conhecidas variedades, que apresentam diferenças no tamanho, na forma , no colorido e no sabor, são as seguintes: Manga-espada, alongada e achatada dos lados. Permanece verdolenga mesmo após a maturação. Manga-rosa, arredonda e lindo colorido amarelo, matizado de rosa. Tamanho variável segundo a região

produtora. Manga-bourbon, mais ou menos esférica e verdeamarelada. Manga-família, mais ou menos esférica e verdeamarelada. Manga-favo-de-mel, alonga e intensa coloração amarela; muito doce. Manga-carlotina, pequena e arredondada. Amarelo-esverdeada, com pintinhas escuras, alto teor de vitaminas C. Manga-coração-deboi, como o nome indica, apresenta-se sob a forma de um coração. A manga é uma fruta saborosa e nutritiva, hoje nativa em certas regiões do Brasil. Ajuda a tratar de: anemias, bronquites (asmáticas e catarrais), desnutrição, escaras, escorbuto, feridas (incluindo as bucais), gengivites, tosses, úlceras varicosas.

Utilidades Medicinais Anemia - A manga pode ser incluída na dieta dos anêmicos, junto com alimentos que contenham ferro. Asma - Chá das folhas tenras da mangueira. Tomar morno, com mel. Diarréia - Tomar o chá dos ramos tenros. Digestão, distúrbios da Fazer uma ou mais refeições só de manga. Dispepsia - Ver digestão, distúrbios da. Diurese - Comer mangas ou tomar o suco. Respiratórias, doenças das vias - Xarope de manga: cozinhar o suco natural de manga com mel, até ficar reduzido à metade. Tomar uma colher de sopa de hora em hora. Sarna - Cataplasma com a goma-resina que se extrai do tronco. Verminoses - Preparar um decocto dos brotos dos ramos e da amêndoa das sementes, bem triturados, e tomar, em jejum, na dose de uma xícara de chá, juntamente com suco de limão.

NOROESTE NOROESTE

NOROESTE nos

31 de Maio de 2011 CIRCULAÇÃO:

NOTÍCIAS

Itaocara, Aperibé, Pádua, Cambuci, São Sebastião do Alto, Macuco, São Fidélis, Cordeiro, Miracema, Itaperuna, Laje do Muriaé, São José de Ubá, Porciúncula e Natividade

A 7 1

Ano XVII

- Um novo jeito de fazer jornal

NOTÍCIAS

Nº 169

31 de Maio de 2011

R$ 0,50

Alcione questiona e Consórcio UHE Itaocara esclarece a questão do ICMS Itaocara-RJ - Depois de uma onda de boatos envolvendo a questão de quem receberia o ICMS a ser gerado pela Usina Hidrelétrica denominada Itaocara I, que será construída entre ItaocaraAperibé, no trecho médiobaixo Rio Paraíba do Sul, o Consórcio UHE Itaocara se fez representar a Prefeitura de Itaocara, no dia 12/05/11, através da firma “Martineli Advocacia Empresarial”, através dos doutores Rodrigo Sampaio Ribeiro de Oliveira e Sônia Ferreira Soares, para por fim as insistentes especulações sobre a repartição de receitas tributárias entre municípios em razão da arrecadação do ICMS pelo Estado do Rio de Janeiro, segundo

a qual “todo ICMS seria creditado ao município de Aperibé”. Segundo os palestrantes já citados, autoridades no assunto, “O ICMS será dividido em partes iguais entre Itaocara e Aperibé”. Além das questões do ICMS e do Royalty, estes já resolvidos, o Prefeito Alcione Araújo está ainda preocupado com os impactos sociais e ambientais que deverão ocorrer em suas maiorias em Itaocara, já que quase toda movimentação do empreendimento será na margem direita do Rio Paraíba do Sul, quer dizer em terras itaocarenses, e isso se traduzirá no comércio, na educação, na segurança, no transporte, na saúde, no esporte e até no lazer,

em face da maior estrutura que Itaocara oferece e da facilidade ao acesso ao canteiro de obras. Daí os contatos constantes que o Prefeito Alcione Araújo, e sua equipe, vêm mantendo com o empreendedor para que este possa mitigar ao máximo esses impactos. Outras reivindicações do Prefeito Alcione ficam por conta da justa e rápida indenização aos proprietários das terras atingidas, o aproveitamento das terras ao entorno da barragem, a segurança para Batatal e Itaocara e a criação de uma área para desenvolvimento turístico no local. Para quem não sabe, a barragem terá um lago com mais de 60 Km2 e atingirá uma profundidade de até 35 metros.

Prefeito Alcione

Cambuci vive ondas de protestos Presidente Michel revoluciona Acaba a “Lua de Mel” o Poder Legislativo Cambuci-RJ- Cansados entre o prefeito e parte de reivindicar melhorias para Demonstrando imensa a cidade e para os distritos, competência, excelente senso do povo de Aperibé sem que os ecos dos seus gritos de administração, visão de Como se diz, “tudo é bom enquanto dura” e pelo que se escuta pelas ruas da cidade de Aperibé, principalmente nas periferias, a “lua de mel” entre o povo e o prefeito está chegando ao fim. Muita gente á está sentindo falta, como se diz, do “governo popular” do prefeito Foguetinho que, apesar de muita crítica de alguns setores elitizados da população, realizou uma administração progressista e divulgou Aperibé para todos os recantos do país através do futebol, sem falar em obras como a Casa da Cultura e a praça que a circunda, a ponte construída na estrada Aperibé-Funil, calçamento do bairro Fagundes, a esmerada limpeza pública, a Quadra de Esportes, o calçamento de ruas da cidade, a construção de galerias de escoamento de águas pluviais, a conservação das estradas rurais, a recuperação do Hospital, a construção do Parque das Exposições, e tantas outras obras e serviços que beneficiavam o povo aperibeense, principalmente aos mais humildes e carentes. É bem verdade, porém, que o Dr. Flávio tem feito boas obras no município... O grande desgaste político do ilustre e integro Prefeito de Aperibé, o Dr. Flavio, como

Prefeito de Aperibé, Dr. Flávio apurou a nossa reportagem, fica por conta da ausência de Aperibé no campeonato estadual, da administração do Hospital, do esvaziamento do centro da cidade a ser provocado pela mudança da Prefeitura para o Parque das Exposições, em local distante e de difícil acesso para a população mais carente e do alto valor da contribuição de iluminação pública. Estas são as principais causas, dentre outras, que estão acabando com a citada “lua de mel”, isto em falar na debandada geral que começa a acontecer dentro do seu grupo de sustentação política, inclusive dentro do que o apoiou em sua eleição, fato já em evidência na cidade.

cheguem às frias salas da Prefeitura, o povo resolveu criar o movimento “Cambuci em Ação” e este adotou a boneca “Maria do Socorro” como forma de protesto contra alguns políticos locais. Ela, foto do jornal “Folha da Cidade”, acompanha os integrantes do “movimento” em suas manifestações, como aconteceu recentemente durante uma reunião da Câmara de Vereadores, ocasião que os estudantes exigiam a regularização do transporte escolar. O poder público de Cambuci vem sendo acusado de deixar o município totalmente abandonado e órfão de obras. Nossa reportagem esteve no distrito de Funil e pode observar o abandono em que se encontra a sede do distrito, com ruas sujas e esburacadas, bem como suas estradas rurais, como a que liga Funil a Goiabal, sem condição de tráfego. Isto sem falar na estrada Funil- Três Irmãos- Cambuci que está em lastimável estado de conservação sabendo-se, porém que a mesma é “estadual”, mas que poderia ser bem conservada caso a Prefeitura se empenhasse junto ao governo estadual para tal fato. Campeão de crescimento negativo, Cambuci hoje só vive de saudade do passado, quando tinha comércio forte, indústria e prestação de serviços e boa administração pública.

A boneca Maria do Socorro Musa do Povo de Cambuci Para ilustrar bem a situação em que Cambuci vive mergulhado, basta citar uma frase dita a nossa reportagem por um morador da cidade, JPS, que não quis se identifica:- “É uma lástima que um município com o potencial de Cambuci para se desenvolver, viva nessa agonia mortal e pior, sendo notícia depreciativa constante na mídia. Se alguém der um tiro de canhão em suas ruas não acertará ninguém, de tão vazias que estão, prova inconteste de seu esvaziamento econômico”. Quem quiser participar das reuniões do movimento “Cambuci em Ação” e conhecer as “idéias” De sua musa inspiradora, a boneca “Maria do Socorro” é só comparecer a toda terceira quinta-feira do mês, às 19:30 horas, na quadra do “Tamos Aí”.

futuro e, principalmente, a consciência de sua responsabilidade como parceiro independente do Poder Executivo na busca do progresso de Itaocara para propiciar melhor condição de vida para o povo. Michel aderiu à modernidade e já está disponibilizando na internet todas as informações da Câmara, além de haver introduzido o sistema de Protocolo Digital. A celeridade no andamento dos processos, a cordialidade no trato com o povo, vereadores e servidores é também sua marca registrada. Sua sensi-

bilidade é tamanha que até introduziu na Cãmara o “Vale Refeição”, um programa de grande valia para aqueles que trabalham no Poder Legislativo. Agora, uma grande inovação e que está repercutindo muito e positivamente junto ao povo, que é o programa da Câmara que vai ao ar pela Rádio Embalo FM.

Lauro Fabri conquista o povo de Varre e Sai Varre e Sai-RJ – Nossa reportagem esteve em Varre e Sai na última terça-feira, 24/05/11, para fazer uma matéria especial sobre o município que é destaque nacional na produção de vinho de uva e também para esclarecer a topomínia do município, que é fato de curiosidade nacional. Isto feito. Fomos surpreendidos por grande número

de pessoas descontes com os atuais rumos políticoadministrativos que Varre e Sai vem tomando e citam Antônio Said como exemplo de administrador. Ao mesmo tempo, disseram da expectativa de que Lauro Fabri, sobrinho do ex-prefeito Antônio Said, e seu sucessor político, venha a ser candidato e, com isso dar novo rumo aos destinos de Varre e Sai


NOROESTE NOROESTE

Página 02

NOTÍCIAS

Editorial POLÍTICA, RELIGIÃO & INCOMPETÊNCIA Chico Marra * Estamos vivendo numa era em que o eleitor membro de uma Igreja qualquer está vinculando, preferencialmente, o seu voto político a um candidato da mesma igreja ou seita. Evidentemente que ninguém pode ter nada contra tal atitude, apesar da separação existente entre o poder temporal e o espiritual. Muito pelo contrário, eis que tal atitude demonstra a preocupação religiosa com o futuro, até do neófito ou leigo, da comunidade onde se vive. Em avatares remotos, no tempo do Império, o Brasil tinha uma religião oficial-a católica, história essa encerrada com o advento da República. Claro que se se puder conciliar a reciprocidade do espírito religioso do eleitor para com a capacidade do candidato da mesma religião, tanto melhor, eis que o que toda religião almeja, além da salvação das almas, é o progresso revertendo-se para o bem comum de toda sociedade, principalmente da mais carente que é, sem dúvida, a grande discriminada pelos políticos na atualidade, com as raras e devidas exceções. Daí, não ser nenhuma heresia o questionamento que se fizer da capacidade do candidato para desempenhar a contento o seu mandato. Se este não for capaz, politicamente, é claro, que se vote em qualquer outro que o seja, mesmo que de outra religião ou seita. Até em questão de ideologia política, deve-se procurar conciliar as duas coisas, ou seja, o companheirismo com a capacidade. Se assim não for, dificilmente as barreiras que existem pelas estradas serão afastadas para que o progresso possa passar e chegar... Para todos, é claro... Aliás, o questionamento da capacidade do candidato deve ser prática comum para todos aqueles, independentemente da religião professada, que queiram verdadeiramente o progresso do seu município e o bem-estar do povo. O que não se deve, sob nenhum pretexto, é votar por votar, votar apenas por ser amigo de alguém, ou companheiro de qualquer filosofia de vida, sem que este tenha a devida e exigida capacidade para desempenhar a respectiva função, sob pena de, assim não sendo, contribuirse para escrever uma história com final bem infeliz, um final onde o progresso é o grande ausente e a velha e condenável prática nepótica e de baixa politicagem seja a grande vencedora. Ninguém precisa ter dúvida de que o voto por amizade, por companheirismo ou por paga de favor, qualquer que seja o rótulo que se dê a escravidão do voto, sem a devida qualificação do escolhido para receber o sufrágio, é um ato impensado e infeliz, que se reverterá irremediavelmente contra o próprio eleitor e seus descendentes, pela ausência que ele (o voto) trás de indústrias, empregos, habitação, educação (principalmente superior), assistência médico- odontológica, segurança, lazer, equilíbrio ambiental, estradas, saneamento, eletrificação urbana e rural, água encanada, telefonia, segurança, respeito aos direitos do deficiente e a terceira idade, política agrícola, distribuição de renda mais justa, salários dignos, orçamento participativo e tudo o mais que possa dar dignidade a vida humana, o que é um direito inalienável do cidadão. Essa consciência, a consciência desse direito do povo, repita-se, de que cabe ao poder público propiciar essa garantia além, evidentemente, do conhecimento que o candidato tenha dos meios de se buscar esses objetivos, é que faz a diferença entre os candidatos que se apresentam para receber o voto. A fé cega, religiosa ou política, impede o uso da razão. Cabe ao eleitor, para fugir da pecadora cumplicidade com os desmandos causadores dos seculares atrasos, questionar a capacidade, o conhecimento e a vontade política de cada um para decidir em quem votar. O voto, parafraseando alguém, é a arma mais poderosa e com ela se pode fazer a maior revolução sem se derramar uma gota de sangue sequer. É preciso ter muito cuidado, isso vale tanto para religiosos ou não, e observação profunda para se descobrir os “lobos vestidos com pele de ovelhas”, isso em se tratando de política onde, não raras vezes, o discurso não representa de fato o pensamento ideológico do candidato e não custa nada observar que os interesses da elite não são, obrigatoriamente, os mesmos do povão. E olha, tem tanta gente elitista, forçando uma tremenda barra, querendo ser popular... mas isso é só agora em época eleitoral. Você, eleitor, principalmente servidor público, já reparou como as elites se juntam para eleger alguém que possa ser manobrados para servir aos seu interesse? Se a Prefeitura quebra, não importa. Se o pagamento do servidor atrasar como antigamente, também não importa. Depois das eleições, como sempre ocorre, com as devidas e elogiosas exceções, salve-se quem puder...

NOTÍCIAS

NOos ROESTE NOROESTE

An 17

CNPJ-MF 39.416.235/0001-02 Redação: Rua Gilceria Jorge de Oliveira, 390 - CEP.: 28.570-000 - Itaocara - RJ Diretor: Jonathan Sabino de Faria

Programador Visual: Fabiane da Cunha - Cel.: (24) 8811-3906 - E-mail: fabicunha@click21.com.br drfranciscomarra@yahoo.com Representante: ESSIÊ PUBLICIDADES Impressão: Gráfica Hoffmann - Tel.: (22) 3824-2499 - Itaperuna - RJ As matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não corresponde, obrigatoriamente, a opinião do Jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

OPINIÕES Paulo Passarinho

O mês de abril nos trouxe a marca dos cem primeiros dias do governo de Dilma Rousseff, período simbólico e que muitos consideram suficiente para que tendências e ações desenvolvi-

das por um novo governante já possam ser avaliadas com uma menor margem de incertezas ou equívocos. Foi também o quarto mês de governo da primeira presidente de nossa curta e pobre história republicana.

Inicialmente, cabe lembrar, tanto à direita quanto à esquerda observamos avaliações que procuravam mostrar otimismo no início do governo, especialmente em sua inevitável comparação com Lula.

Educação Infantil Heloísa Helena

A defesa dos Direitos das Crianças é sempre parte dos discursos políticos e dos programas

eleitorais... Entretanto a realidade de abandono e negligência do setor público para com elas mostra claramente como a demagogia é

ferramenta poderosa para vitórias eleitorais e instrumento perverso de preservação do absurdo processo de aniquilamento da infância.

A honestidade sob suspeita Dr. Chico Marra

As recentes notícias envolvendo o fabuloso e repentino enriquecimento do Dr. Palocci, ex-manda-chuva do governo Lula, então envolvido em grandes escândalos, volta agora no governo Dilma como o todo poderoso Ministro-Chefe da

Casa Civil e de novo frequenta a midia, acusado de enriquecimento vertiginoso em 4 anos. Mas isso não é nenhuma novidade e o povo já deveria conhecer esse “jeito petista” de governar, sempre abafando os escândalos que pipocam desde o primeiro governo Lula. Blindagem de corruptos

é com eles mesmos. Mas ainda tem Genoino, Valério, Sarnei, e o rei de Buriti Alegre (Goiás), o conhecido Dr. Delúbio Soares e muitos outros. Por muito menos Collor de Mello foi cassado. Se ficar só nisso... Mas, ao que parece, a mídia ainda vai ter muito que noticiar...Pobre Brasil...

Governo Alcione investe no Esporte Dando prosseguimento em sua política de valorizar o esporte com lazer e condição de inserir o ser humano no contexto social, o prefeito Alcione Araújo tem dado todo apoio ao Secretário de Esportes Roninho para reestruturar o setor e vale informar que o município possui ter estádios próprios, O

Estádio da cidade, o de Jaguarembé e o de Batatal. Batatal está fora do campeonato por decisão própria, vale informar. O Estádio de Itaocara está em excelentes condições e o de Jaguarembé foi objeto recentemente de melhorias. O campeonato municipal urbano seguirá conforme a Tabela ao lado:

Oito canoístas da ACAI são beneficiários do Programa Bolsa Atleta do Governo Federal

Mais uma vez, a dengue avança em todo o país e os números de casos e mortos se multiplicam a cada dia. Somente até o dia 26 de

fevereiro, segundo levantamento do Ministério da Saúde, foram registrados 155.613 casos e 51 mortes em todo o Brasil. O número de mortes sob investigação chega a 112. A re-

Eliomar Coelho

Orçados inicialmente em cerca de R$ 400 milhões, os Jogos Pan-Americanos e ParapanAmericanos abocanharam R$ 4 bilhões dos cofres públicos.

Quando anunciam os megaeventos, os governantes falam em legado social, trabalham a autoestima do cidadão carioca, mas o que fica são ‘elefantes brancos’. São equipamentos que,

se bem utilizados, serviriam à população, como centros de preparo para atletas. Mas parece que a prefeitura prefere subutilizar esses espaços, ou simplesmente entregá-los à iniciativa privada.

Peixinhos Leandro Konder

Trinta anos atrás, o poeta Ferreira Gullar me contou uma historinha que jamais esqueci. O protagonista do relato era um comerciante

português que havia enriquecido no Brasil. De repente, não se sabe por que, o homem resolveu comprar uns peixinhos coloridos que viu em Lisboa. Trouxe-os para o Rio.

Porém, as condições da viagem, naquela época, eram precárias. Instalados num grande recipiente de vidro, os peixes não suportaram a longa viagem e morreram todos.

193 anos do nascimento de Karl Marx Paulo Kautscher

Em 5 de maio de 1818, nascia Karl Marx. Marx e Engels, no final da década de 40 do século XIX, tornaram-se os representantes das

posições políticas e teóricas do proletariado, posições estas resultantes do processo histórico e social. E, nesse sentido, iniciaram, fundaram uma nova ciência, o marxismo, o

materialismo histórico (ciência da história) e o materialismo dialético, enquanto expressão da luta de classes proletária, da ideologia proletária em luta com a ideologia burguesa.

Zizek: “nada está perdido” Benedetto Vecchi

A crise do capitalismo alimenta o crescimento, na Europa, de um populismo inquietante e autoritário, que tem em Sílvio Berlusconi o maior intérprete. Mas abre também espaço inédito para uma política que tenda à

sua superação, como mostra esta entrevista com o filósofo esloveno Slavoj Zizek, por ocasião do lançamento do livro Primeiro como tragédia, depois como farsa. Escrita em estilo sóbrio, a obra analisa o mundo depois da crise econômica e a tendência

de muitos governos de intervir, por meio de financiamento das dívidas dos bancos e das grandes instituições financeiras, para evitar aquilo que apenas há poucos anos parecia a trama de um filme de ficção sobre o colapso do capitalismo.



PRIMEIRARODADA     RODADA DIA SEM JOGO1 12/06/2011 DOM JOGO2 19/06/2011 DOM FOLGAL:     



SEGUNDARODADA 

TERCEIRARODADA 

gião Norte, a mais afetada, registrou 31,6% dos casos. As sérias falhas administrativas na orientação dos profissionais de saúde no combate à dengue , da midia e da população.

Corrida sem barreiras

CAMPEONATOMUNICIPAL 2011ͲITAOCARA

   RODADA DIA SEM JOGO1 24/06/2011 SEX JOGO2 26/06/2011 DOM FOLGAL:     

Inoperância do Estado acarreta a endemia de dengue Dr. Eraldo Bulhões

Página 23

- Um novo jeito de fazer jornal

Esportes

Tentando explicar o inexplicável

E x p e d i e n t e

Jornal Noroeste Notícias Revista e Editora Ltda

- Um novo jeito de fazer jornal

A ACAI – Associação de Canoagem de Itaocara só tem a comemorar nos últimos anos. Fundada em 2005 e desde lá tem demonstrado grandes resultados nas Etapas dos Campeonatos Brasileiro de Descida, modalidade da canoagem que visa demonstrar o controle do competidor sobre seu barco em águas rápidas (corredeiras) enquanto percorre uma pista pré-definida no menor tempo possível, e como fruto deste sucesso seus atletas campeões brasileiros e colocados até terceiro lugar no ranking nacional passaram a fazer jus a um auxílio de R$ 925,00 por mês durante um ano, podendo ser renovado conforme os resultados nas competições posteriores. Este benefício é proveniente do Programa Bolsa Atleta do Governo Federal, gerido pelo Ministério do Esporte, que visa garantir a manutenção pessoal aos atletas de alto rendimento. Com isso, busca-se dar as condições necessárias para que se dediquem ao treinamento esportivo e possam participar de competições que permitam o desenvolvimento de suas carreiras. Os atletas da ACAI estão enquadrados na modalidade da Bolsa Atleta Nacional que fornece o benefício de R$ 925,00 aos três melhores colocados em competições nacionais ou no ranking do

esporte. Os beneficiários do programa são oito canoístas: Abelzinho, Diom e Marlon beneficiários desde 2010 e que renovaram este ano; Joelson Nativo, Thiago Prego, Dalvann, Mallony e Kaka. Os diretores da ACAI Jefferson Figueiredo(Jefinho), Walnner Viégas e o Presidente Abel Ferreira Viégas (Abel Velho do Rio) são só orgulho. “Depois de tantos anos de muita luta pelo esporte, com pouquíssimo apoio seja público ou privado, vermos a canoagem crescendo vertiginosamente é muito bom. Os nossos atletas são grandes campeões. Atualmente quando se houve falar de que o atleta é de Itaocara os demais logo tremem” relata Jefinho. “Há muito tempo Itaocara é referência na Canogem de Descida” lembra Walnner. “Ainda temos muito a conquistar e estamos somente no começo da batalha. Ainda veremos atletas da ACAI despontando no cenário mundial da modalidade e quem sabe veremos um dos nossos canístas nas olimpíadas do Rio em 2016” diz Abel Velho do Rio. “É bom lembrar que trata-se de R$ 88.000,00 de recursos que a ACAI traz pro município gerando renda para os canoístas” retrata Jefinho” No pódio, em primeiro plano, o campeoníssimo Abelzinho Viégas, de Itaocara.

   RODADA DIA SEM JOGO1 03/07/2011 DOM JOGO2 01/07/2011 SEX FOLGAL:         RODADA DIA SEM JOGO1 10/07/2011 DOM JOGO2 24/07/2011 DOM FOLGAL:     

QUINTARODADA



   RODADA DIA SEM JOGO1 29/07/2011 SEX JOGO2 31/07/2011 DOM FOLGAL:  

 

EQUIPEDACASA NACIONAL PORTELA UNIÃO 

 X X  

EQUIPEVISITANTE E.NOVA JAGUAREMBÉ  

  EQUIPEDACASA UNIÃO JAGUAREMBÉ E.NOVA 

   X X  

  EQUIPEVISITANTE PORTELA NACIONAL  

  EQUIPEDACASA NACIONAL E.NOVA PORTELA

   X X 

  EQUIPEVISITANTE UNIÃO JAGUAREMBÉ 



QUARTARODADA 

 

   EQUIPEDACASA JAGUAREMBÉ PORTELA NACIONAL

    X X 

  EQUIPEVISITANTE UNIÃO E.NOVA 







 

 

 

EQUIPEDACASA PORTELA E.NOVA JAGUAREMBÉ

 X X 

EQUIPEVISITANTE NACIONAL UNIÃO 

Esporte é Vida. Pratique esportes para ter uma vida mais saudável.


Página 22

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Cidade

Literatura

Prefeito Alcione Araújo dá banho de obras em Itaocara po de Semente, onde Quem não passa pelo que circunda será construído o Bairro Caxias deveria passar prédio para abrigar para ver a reuma escola profiscapeasionalizante. mento Mas nem só de das ruas trabalho e obras transvive uma cidade versais à e o seu povo, eis Avenida que o lazer e a Cônegos cultura também Ananias e são essenciais desta tame a municibém, fato palidade tem que é uma cuidado de antiga reioferecer isso vindicação ao povo, dos moradoo d n u g e res do local, prou através da ais... S caba m is anos, já com os a competênhoje um dos o ã n ina que raújo, em do outros govern u q cia do prebairros mais á m É lcione A culos que em A , s e feito e do progressistas õ formaç quinas e veí in á seu Secretário de Cultura da cidade de mais m a R o d o - e Turismo, o consagrado Itaocara. Mas viária, a Magno Henrique Resende: o Teatro isso é apenas o Municipal Kiud, a Escola de começo: a AveMúsica, a Músinida Pastor José ca na Henrique da PraMata, do lado ça, a direito do VaCalçalão de Caxias, da das bem como as Artes, ruas que para o Carela convernaval, gem, tamo Fobém serão gueirão recapeadas e agora, em ato fato ocorcontinuo. rido em 29 A l é m de agosto, disso, a a palestra Rua São Alcione inicial para José, a P r e sidente Araújo, Prefe a realização m a i s ito da fund do filme “Pamoviação D de Itaocara a ER, ina o lado d tápio Silva- O mentada ugura o o n o v Filme” , uma da cidade, está sendo toa RJ-11 6 realização talmente preparada para Martins, de Alexanganhar um asfalto de altís- com prosseguimento até dre Palma, sima qualidade, isto para ao Camda Faculsuportar o grande fluxo dade de de veículos Educação que por ela da UFRJ, passam diaJ ú l i o riamente. Ela Hungria, é, guardadas as jornalisdevidas proporta e amções, a “Avenida bientaBrasil” de Itaolista e cara . Também Pre, segundo fontes feitubem informadas, ra de o governo Alcione Itaoestará asfaltando cara, a Rua Nilo Peçaque nha em Laranjais, a a r u lt u vai Sebastião da Penha gric ado a a lh e r p r o j e t a r o Rangel, a Avenida a p A Município de Itaocara no Presidente Sodré, a

Página 03

- Um novo jeito de fazer jornal

E tome mais máquinas... cenário nacional e internacional. Também é de se destacar a transformação do Posto da CEDERJ em

numa concorrida solenidade acontecida na Praça Cel. Guimarães, ocasião em que o Prefeito Alcione

Máquinas

Reflexões Heterogênias... Enlouquecer é preciso No contato rotineiro da vida, certas ocasiões geram inúmeras indagações sobre a informalidade do convívio individual. De fato, questionar e tentar a busca de novas hipóteses para o que se diferencia é altamente arriscado e também excitante. O contorno labial sofre alterações informativas, indicando aceitação ou controvérsia. A temperatura corporal aumenta assim como as batidas do coração. O castanho desses olhos sedutores propicia uma verdadeira tempestade ideária no jogo de palavras. Não obstante ainda, a comunicação teima em responder o que é humanamente impossível. O silêncio grita para que a voz apareça sem receios. E ela, trazendo sons roucos e contidos, surge na tentativa de acalmar eloqüentes expectadores. Em cada ruído, a simbolização remete ao imaginário e almeja alguma coerência. A temporalidade se reflete e vai de encontro a cada expressão externalizada no pequeno cubículo. Como se fosse possível, a espontaneidade consegue

Pólo, fato de vital importância para a evolução da Educação em Itaocara. Nota da Redação: O novo asfalto da Rua São José foi inaugurado no dia 29 de setembro de 2010,

Araújo pediu ao presidente do DER, a reconstrução da Estrada Itaocara- Cambuci, recebendo em troca a informação que tal rodovia já está nos planos para ser asfaltada em breve.

intimidar a introspecção e deixá-la confusa perante aos significados emergidos. Diante da internalidade, os rastros deixados na calçada e o perfume exalante misturando-se com o aroma noturno estão criando inquietude e indecisão. A água límpida que cai sobre a pele morena molha e desajusta ainda mais a expressão facial indefinida. O paradoxo vem inevitavelmente, causando dor e tristeza, mas não descarta possibilidades. Frente às escolhas, as mãos se entrelaçam, assim como as pernas se cruzam como uma forma de se defender do perigo, entretanto, o brilho que presenteia o conjunto harmônico que compõe a juventude quer arriscar, mesmo sabendo da existência de sombras impiedosas e invasivas. Acompanhar cada madrugada e despertar com o barulho de vivos também tem magia. E porque não se embriagar com esse tempero especial durante esses anos que ainda restam, sem medo de ser feliz?

Angústia da introspecção É necessário que confissões sejam feitas. Enquanto se acredita em determinado potencial, existem variáveis demonstrando o contrário. O frio tocando o corpo arrepiado e frágil vem de encontro à tristeza incontrolável. Durante a linguagem, a construção diária parece desmoronar em poucos segundos. A sensibilidade está aflorada e os olhos estão perdidos. A vontade de saciar a dor com o silêncio total é infinita. Nessas notas musicais que compõem a melodia sentimental, a subjetividade está tentando encontrar um sentido para o que aconteceu. De repente, o vigor se esconde, a alegria dá espaço ao desespero e a mente se desajusta totalmente. Naquela praça em noite chuvosa, as risadas anunciavam o fim de uma calmaria. Nesse estado, nada mais importa, mesmo que amanhã o sol brilhe ou que essas árvores acordem orvalhadas. Encontrar palavras para designar a profundidade de uma cena inesquecível e que marcará o começo ou fim de um novo caminho tem certo grau de dificuldade. Aquelas expressões e vozes estão inundando os pensamen-

Finalmente...

Maquinas, máquinas e Maquinas - Ninguém nunca adquiriu tantas como Alcione....

By Giselle Fallone Marra Mulher... Bicho complicado mesmo!

tos. Outro som é iniciado. Vê-se a criança e a lembrança dos conflitos ressurgirem. A insistência em sobreviver tem permitido que alguém continue a respirar. Perceber próprios erros é fundamental; ser compreendido também. Em outra ocasião, talvez renasça a luminosidade dos encontros ou tudo possa continuar da mesma forma. O medo e a confusão não perdoam. O refúgio é inexistente e os pulmões não executam satisfatoriamente sua função. Enquanto músicas fazem companhia, um filme se repete a todo o momento. A continuação de mais um texto deve ser interrompida, afinal: Que as frases se comportem e a praticidade apareça.

Ouvindo Djavan, certas emoções coincidem com seus olhares. Nesse verão que só faz chover, a água também molha faces por instantes dolorosos. Eis que nas pedras da cachoeira ou no fundo do mar se escondem tesouros preciosos e totalmente protegidos, assim como os seus lábios. Para abri-los, é preciso encontrar apenas uma chave em meio ao turbilhão de tantas. A expressão dos pensamentos por meio da voz suave, misturada à transpiração excessiva e agitação motora está indicando a presença de um sentimento devastador. Seria amor? Desejo? Querer? Impossível a resposta se o toque não acontece. No sábado de flores orvalhadas e o sol escondido, escuta-se dois verbalizando. Qual o intuito de uma escrita tecnicista quando o principal consiste em um aperto de mão? O cheiro de perfume doce conseguiu viajar até aqui. Ao término de um sonho, os cabelos não precisam ficar presos, mas eles insistem em dançar ao vento. A pele está macia e as mãos deslizam facilmente entre as curvas mais visíveis. Entre sorrisos e expectativas, a rua se torna o cenário

para o encanto. As frutas vermelhas do jardim representam a vivacidade presente no corpo doentio. Observando o céu e as nuvens, é possível ver a pureza do infinito. Inclinando-se para as lembranças, sente-se a genuinidade de enamorados. Um misto de envolvimento ardente e quebra de regras invade. É necessário que as palavras cubram o vazio angustiante quando, ao olhar o retrato colorido e causador de tenacidade, recordações teimam em atrapalhar a normalidade de um ser. No fim do mês, a rotina pode sofrer alterações. Em dias que antecedem, planos podem ser feitos, alterados ou excluídos. Felicidade tende a ser resgatada ou expulsada dos pensamentos. Ansiedade controlada ou aumentada. A estação atual estará substituída pelo outono. As árvores perderão suas folhas, outros aromas farão parte dos bosques. Mudanças inevitavelmente acontecem, mas a essência continua. Espera-se que na tarde tão almejada, os sorrisos ainda se comuniquem como antes; que o abraço ainda aqueça e que se uma pétala cair daquela rosa, que seja para marcar um ciclo positivo e de esperança.

Em um dia comum, milhões de pessoas comemoram o dia da Mulher. Na confusão das minhas idéias, penso para o que serve essa data comemorativa. Voltando aos tempos remotos, vê-se o feminino totalmente reduzido. Não ser homem representava inferioridade, submissão, sofrimento e dores psicofísicas. Lá está a pequena cozinhando para seu marido, esperando seu primeiro filho. Descasca a cebola, o alho, o tomate. Coloca na panela e vem aquele aroma que demora sair do corpo. De repente, percebe que seu amado abre a porta, tira o casaco e o coloca no sofá. Deita-se, pega o jornal do dia e logo adormece, enquanto o banquete é preparado. Ela sente algumas pontadas, mas não reclama. Termina seu trabalho e apóia-se na cadeira da cozinha. Convida aquele que está deitado para almoçar. Durante a refeição, não sabem o que dizer. O silêncio está fazendo barulho inconsciente. Ele se levanta, deixa o prato e os talheres usados no canto da pia, acende um cigarro e pega a chave do carro: vai voltar ao trabalho. À tarde, ela se desespera porque sente que seu bebê está pra nascer. Imediatamente, liga para o seu companheiro, que não pode sair do escritório no momento. Então, telefona para a mãe, que tenta chegar o mais rápido possível à casa da filha. Não dá tempo de ir ao hospital e a criança terá que nascer ali mesmo. Sentindo dores terríveis, percebe seu órgão genital se rompendo e gritos assustadores acontecem. Depois de algum tempo, sente que deu à luz. Em meio ao sangue de suas entranhas, eis que um belo menino é apresentado ao mundo. Derramando um pranto com um misto de sensações, ela continua deitada, enquanto a genitora faz o serviço higiênico. Agora, uma nova vida precisa de atenção e carinho. O pai acabara de chegar e fica feliz ao ver que ganhou um filho homem. Dá um beijo na testa de sua mulher e vai se alimentar. Todos os dias, ela lava, passa, cozinha e observa a criança. Como se fosse uma bola de fio, seus pensamentos estão entrelaçados e ela chora tanto. Tem crises histéricas, mas seu marido jamais a compreenderá. Mesmo assim, como aprendeu com a avó, vida de mulher é assim mesmo. Os anos passam e esposo está progredindo nos negócios, enquanto o filho entra na escola e a mãe continua fazendo bordados. Assim, a cada cólica, menstruação e hormônios desesperados, o feminino viu o amanhecer sem perspectivas, vivendo em função do outro e anulando sua própria racionalidade. No século XXI, apenas um progresso acontece: Agora, as mulheres também trabalham fora e ganham dinheiro. Estão cada

vez mais entusiasmadas com os estudos e não se cansam de almejar especializações nas suas devidas áreas. Mesmo assim, insistem em chamar a atenção de suas presas por seus dotes físicos. Uma tatuagem em lugares estratégicos mexe com o imaginário de muitos homens. A minisaia revela coxas turbinadas, produzidas pela academia. O decote da blusa mostra o silicone. O aplique deixa os cabelos longos e sedutores. A maquiagem retira as imperfeições. O clareamento dentário faz a menina ter um sorriso brilhante (literalmente). A importância para o belo é cada vez mais presente no contexto atual. O real conquistado pela brasileira tem endereço certo: compra de vestuários para agradar o sexo oposto, sapatos de diferentes formas, tamanhos e cores, batons, brilhos, base, corretivo, pó, rímel, lápis para os olhos perfumes, bolsas, cintos e se der certo, deixam um pouco do salário na poupança, até completar para realizarem uma drenagem linfática, lipoaspiração, implante de silicone no bumbum ou outra plástica que está fazendo sucesso no momento. Eu me pergunto para que tanta dedicação ao corpo se o cérebro feminino pode se expandir para outros roteiros. Os homens, na maioria dos casos, preferem gastar com objetos importantes, como carros, casas ou algo de valor. O corpo até tem pneuzinhos da cerveja dos fins de semana, mas isso não é problema para os mesmo, que sabem aproveitar cada segundo da vida com uma flexibilidade incrível. Se a mulher conseguiu desviar-se do único papel que exerceu durante toda a sua existência: cuidadora do lar, do marido e mãe, sinto dizer que ela está terrivelmente presa ao culto da beleza. A TV instiga o tempo todo a imagem da perfeição e por incrível que pareça, faz o feminino se sentir fraco diante aos photoshop’s e curvas modificadas por cirurgias caras e sacrificantes. Por mais que os livros sejam interessantes, que o emprego esteja uma maravilha, parece que as veias ultrafinas das pernas estão incomodando muito. “Eis que gastarei 80% do meu salário para tratálas”. No mês seguinte, lembra-se da marca de catapora no bumbum e resolve fazer um preenchimento. Mas tem também aquela verruga na axila que deve ser tirado. Esqueceu também de comprar produtos para tirar o frizz do cabelo e assim sucessivamente. Para mim, isso não significa crescer como MULHER, mas sim, continuar mostrando sua insignificância e a necessidade de ser reconhecida pelo homem como aquela que tem as ancas com boa capacidade para a geração de filhos, aquela que tem a bunda arrebitada e que os excita e finalmente... Aquela que nunca soube acreditar em sim mesmo e seguir um caminho mais tranqüilo por falta de amor próprio. Resumo em poucas palavras minha indignação com tantas: Antes – PRISÃO MATRIMONIAL E DOMICILIAR; Depois – PRISÃO CORPORAL; Futuro – ALGUM OUTRO TIPO DE PRISÃO, COM CERTEZA. Logicamente, meu texto não é cabível para todas, mas se você se encaixa, me perdoe, porque eu também sou mulher.


Página 04

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

Carta a uma Mãe DANDARA DAFFINE

Chico Marra

Uma brisa amena que rolava pela Rua Capitão Lessa suavizava o imenso calor que fazia na noite de 12 de novembro de um tempo remoto, mas que cisma de continuar presente. A voz trêmula, o desejo e a emoção à flor- da- pele criavam expectativas do primeiro beijo eis que, naquela época, lá pela década dos dourados anos passados, as idades, as nossas idades, eram atreladas ao descobrimento dos segredos do primeiro amor. Daí a presença constante em meus lábios do sabor de beijos trocados ao luar, acontecidos numa janelinha azul de uma casa que o asfalto engoliu pouco tempo depois, beijos molhados de emoção e perfumados pela fragrância da florada dos laranjais próximos do quintal do Sr. Castro... Ah! Já vai longe o tempo em que era verão de palavras e o calor também estava nos lábios. Não sei, mas mesmo tanto tempo depois, agora sem a brisa da juventude, você ficou no ar, cheia de perfumes e cores, não chegou para ficar e nem desfez o silêncio, não disse nenhuma palavra, mesmo que amarga, eis que cheia de ingredientes outros de desencontros causados pelo caminhar em estradas paralelas e até já corroídas pelo peso dos anos e dos passos que quebraram a ampulheta do tempo. Não diz e nem ouve nenhuma palavra. Você, não! Eu, sim, ainda ouço passos, vozes, risos e choros. Mas eu ainda sinto perfumes, maciez de pele, músicas cantadas no banheiro e o silêncio cúmplice das tardes que findavam perto da casa da D. Efigênia. Você, não. Eu, sim, ainda tenho gravados nas minhas retinas os seus grandes olhos verdes, a pele morena, o sorriso brilhante e único, a sua volta do internato do Colégio Itaocara aos sábados... E eu que pensei poder ter tudo isso para sempre, esquecido de que a vida, quase sempre, é feita de desencontros, desencantos e momentos e que, como diz o poeta, “tudo é eterno enquanto dura”. Talvez se eu tivesse lutado, não fosse covarde e soubesse que o tempo não espera, agora não estaria aqui cantando o amor perdido, sentado num banco de praça com um copo de cachaça nas mãos... Hoje eu vi você na rua e a sensação de arrepio da pele continua. Sabe? Um grande amor, o verdadeiro, não morre jamais, pois o encantamento o protege contra as adversidades e o próprio tempo. Pena que ele não passe de um contrato unilateral! Passou o tempo. Você não passou! É que esse portal, o que permite o entrar e sair na história da vida não se fechou desde então, não permitindo com isso que um mundo mágico se abrisse a cada dia à espera do milagre de sua volta. Aí, meu amor, eu colocaria o sol na noite, se você sentisse frio, botaria brilho no meu olhar já cansado, para iluminar seus caminhos, encheria minhas mãos de carícias e diria que você foi, é, e sempre será, o único amor de minha vida. Ah! Era preciso só um sinal, um olhar atravessado, um corpo assanhado, e eu largaria tudo para me jogar nos seus braços. Mas você não veio, não deu nenhum sinal e nem mandou qualquer recado, nem mesmo pelo colibri que todas as manhãs beija as flores cheias de néctar e que debruçam na janela do meu quarto. Ah! Você apenas

foi embora sem dizer nem mesmo um adeus. Pois é, meu amor, o trem da vida parou em tantas estações e em nenhuma delas você desceu, embora eu estivesse postado em todas elas esperando-a. Ah! As cores da primavera, as flores, os sanhaços azuis que moravam na goiabeira do quintal, o verde do bambual que guarnecia a ponte de madeira, o cinza da porteira, a areia encostada ao muro, o banquinho, o quintal do Dulcidedes Soares, os coloridos barquinhos de papel lançados à correnteza da chuva... Que pena que você não tenha fixado na retina dos seus olhos tudo isso. Que pena! Ah! Bem que eu não devia ter dito como o bacurau: “amanhã eu vou”. No amor é preciso ir agora, ontem mesmo, para não se chorar como choro agora. Ah! Se eu pudesse recuar no tempo, certamente, com a experiência de hoje e sem os arroubos da juventude, saberia que o tempo, quando não aproveitado, é o maior inimigo do amor que se perdeu... Não se pode deixar para depois o dizer “eu te amo”, daí ter sido um pecado mortal o não ter dito estou aqui meu amor... Eu amo você! E o vento? Faltou ventar? Se ventasse você viria? E se viesse, você ficaria nos meus braços? Ficaria? Mas, infelizmente, o vento não passa e nem fica. Só a fúria do não ventar persiste no ar. Hoje eu lamento não ter compreendido que você foi o arco-íris de minha vida e que em cada filão de suas cores abria-se um mundo de rara beleza e magia... Nem parece, apesar dos longos anos passados, que as flores das laranjeiras e mangueiras do quintal do Senhor Adauto Castro já feneceram... Elas continuam, hipoteticamente, exalando seus delicados perfumes, perfumes que um dia foi testemunha do nosso amor. Ah!! Se eu pudesse voltar pelo túnel do tempo, diria que o meu amor por você foi como o do colibri pela flor; como o da raiz pela terra; como o do coiote pela serra; como o do peixe pela água; como o do lobo pela lua; como da criança pela rua; como o do vento pelas águas do mar; como o do preso pela liberdade; como o do pulmão pelo ar; como o do nariz pelo cheiro; como da flor pelo canteiro, como o do itaocarense pelo Paraíba. Ah! Talvez eu devesse dizer que o meu amor, embora impossível, continua enorme e que a minha saudade é imensa, mesmo que hoje não passe de uma utopia: bate no peito uma saudade, batem no peito dez saudades; batem no peito cem saudades, bastem no peito mil saudades... Ah! Meu amor, tudo isso é mentira: a grande verdade é que batem no peito milhões de saudades de você, cheias de sabores, cores, flores e cantos. Só você é que não vê e nem nunca viu, que o meu amor é intenso e imenso e que já não existem lenços, pelas lágrimas choradas, para enxugar meus prantos de saudades...

Foi aproximadamente em maio de 2005: Em meio a discussões rotineiras, brigas desgastantes e diálogos inexistentes que um ciclo foi fechado para uma família. Aos 15 anos, época em que os hormônios de qualquer adolescente pulam incessantemente e se externalizam através da raiva e do estresse, na maioria dos casos, presente na fala, a incompreensão por meio de pai e mãe aconteceu. Desde meu nascimento, tenho escutado em uma porcentagem considerável, apenas o que uma criança jamais deveria aprender. O pai, símbolo de guardião da casa, nunca teve esse poder e hoje, vê-se que é um pobre homem; sempre fraco em suas decisões e que precisa, no auge dos seus 57, de opiniões da mãe e do irmão. A mãe, desesperada por não ter em seu companheiro a segurança desejada por qualquer mulher, também não reagiu. A criança cresceu sozinha. Ela já tinha sinais evidentes de ansiedade (vômitos antes de ir pra escola), choros constantes, medo do escuro, medo do pai (quando quebrava elementos da casa). Os olhos desse pai, quando estava nervoso, eram medonhos. Enquanto escrevo essa frase, os olhos lacrimejaram. A cena era muito pavorosa. Eu tenho pensado muito na minha infância nesses anos e vejo que tem muito pra ser recordado. Sem ter o que comer, sem carinho, a mãe quis sair. Ela conseguiu um emprego. Com seis anos, ganhei meu primeiro vestido xadrez com tonalidade preta e branca. Lembro da felicidade ao acompanhá-la nas escolas em que lecionou. Ver seus alunos adultos aprendendo; ver os olhos de cada um se concentrando nas tarefas. As festinhas, as fotos. O pai continuava parado. Eu tinha minha companhia, mesmo assim. A mãe, por mais que tivesse medo também, tentava, dentro de suas limitações (pausa porque as lágrimas caíram e me desestruturei), fazer o seu papel de cuidadora. Lembro tantas vezes da avó e da tia chamarem minha genitora para passear lá. Ah! Mal sabiam do poder que tinham sobre essa mãe. De repente, lembro de um avô que gostava de mim. Isso me remete ao meu individualismo, do meu egoísmo quando pedia coisas para ele. Hoje penso que isso não foi um crime. Crianças são assim mesmo. Crescendo num lar decadente, me tranquei no banheiro com nove anos durante uma briga dos que me criaram e pedi baixinho pra que Deus me levasse embora quando completasse 10 anos. Mas ele não me ouviu e deixou que presenciasse mais e mais cenas terríveis. Meu apego aos estudos era o que me confortava. Ser a melhor aluna da sala foi a maneira que encontrei para me sentir alguém, já que em casa eu não significava nada. Com 13 anos, a mãe me apresentou o codinome Juvenal. Na minha inocência, imaginava lindamente tudo que ela me dizia sobre o príncipe. Os seus olhos brilhavam quando falava nele. E isso me fazia feliz também. Era a chance de aquela mulher ser feliz como merecia. Ela relatou que quando tudo estivesse bem, teríamos (eu e ela) uma vida melhor. Nas idas aos sábados à noite para a casa da vó, me lembro de homens te galanteando. Isso me causava angústia. Ficava enciumada. Mas nunca te puni por isso. Aos 13 anos também, ganhei meu complexo de inferioridade.

Comecei a ver as outras meninas, me sentia feia. A gorda, o cabelo feio, as espinhas. Não sabia que isso era normal. Pra mim, era pesadelo. Ninguém me compreendia. Eu estava desesperada. Mesmo assim, eu e mãe ainda passeávamos. Conversávamos. Limpar a casa no sábado era um sacrifício, mas no fim do dia, comíamos pizza vendo TV. Enquanto ela fez faculdade, eu me sentia bem acompanhando essa sua trajetória. Admirava seus trabalhos, gostava de ir com ela pra assistir aula. Queria entender suas apostilas. Quando tinha dúvidas sobre matérias no colégio, a gente discutia soluções. Hoje sinto falta dessas conversas. Lembro-me que a última vez em que eu me senti bem foi quando o Zé Luiz veio pra cá e ficou uns dias. Nós três nos divertíamos. Fomos comprar meus materiais escolares. Você me ajudava a escolher roupas. Confesso que em muitos casos, senti raiva porque nas nossas diferenças, rixas aconteciam e você sempre dizia que a culpada era eu. E até hoje eu não sei quem errou. E daí, em um dia que coloquei ABBA pra você ver, enquanto estava deitada em sua cama, você chorava e eu pedia que ficasse. Mas foi embora e eu fiquei desesperada. Levou coisas. A casa chorou junto comigo. Eu precisava te dizer tudo isso, mas como não tenho mais liberdade, por favor, entenda o sentido dessas palavras. Depois desse dia, eu e você tentamos reconstruir nossas vidas. Eu ainda tinha esperança de que voltasse, mas um dia, você assumiu seu romance com o príncipe e eu senti que tinha te perdido para sempre. Ainda mais quando revelou sua gravidez. Você pode perceber o quanto fui forte. Nunca fiz escândalos. Mas por trás dessa face tranqüila, é que desenvolvi todos os meus problemas. Quando entrei na faculdade, foi a pior fase da minha vida. Eu chorava todos os dias. Sabia que te falar não adiantaria. Aí eu comecei as crises de falta de ar, me bati por diversas vezes (tenho sinais no corpo), gritei desesperadamente dentro deste quarto. Durante esses quase seis anos, eu perdi a minha vida. Eu estou lutando sempre, mas como eu sempre digo para pessoas mais próximas, é como se eu tivesse uma ferida sangrando; um buraco que apenas uma pessoa poderia preencher. Sei que você também está tentando; tem progredido. Tem uma casa confortável, pode comprar o que precisa. Tudo que você merece, você tem. O problema é que eu fiquei pra trás. Desde a primeira vez, quando eu era criança e me disse que ia embora, eu queria ficar com você. Mas sempre me dizendo que não poderia, porque não tinha dinheiro pra me sustentar, eu aceitava e ficava aqui. Mas hoje é diferente. Quando você me liga, compartilhando suas alegrias, eu gostaria tanto de estar vivenciando tudo isso juntas. Preciso te revelar que jamais imaginei que poderia te perder para o seu príncipe. Quando você me contava sobre ele, aqui em casa, pensei que você me encaixava na sua vida. O que não aconteceu. Sei que você sente que tem pendências comigo. Eu já percebi. Mas agora, com 21 anos e um irmão de quatro, eu não espero mudar muita coisa. Você criou sua própria família e junto com a sua mãe e irmãos, tem conseguido muito bem seguir adiante. Eu não. Por mais que eu não queira aceitar até hoje, eu era apegada demais em você e sempre

Página 21

Série Pareceres

Rosa dos Ventos e Literatura Prantos & Cantos

- Um novo jeito de fazer jornal

desejei estar perto. Eu sinto que a vida foi cruel comigo. Sempre sozinha neste quarto, não tenho coragem para te procurar, porque não agüento o gênero do seu companheiro. Meu irmão não me deixa conversar com você e eu entendo. Ele também está sendo egoísta como eu fui. Isso vai passar. Eu chorei praticamente o tempo todo enquanto te escrevo isso, mas agora me sinto aliviada. Saiba que não te culpo por nada. Apenas sinto sua falta. Meu pai continua moleque. Minha avó é a única que pode te substituir em 2% apenas. Eu não sei se vou conseguir viver por muito tempo, porque a minha dor emocional e física também se torna cada vez mais insuportável. O que considero pior nesse contexto é saber que tantas pessoas sofrem porque as mães morreram e eu tenho a minha, mas não posso ser sua filha querida. Eu me sinto uma criança indefesa, mas ao mesmo tempo, uma guerreira. Meus colegas de faculdade me respeitam, mas sabem que eu escondo um segredo que meus olhos não sabem esconder: a tristeza ao observar os outros. É como se eles soubessem que eu sinto falta de alguém. Não sei se você vai ler isso ou mesmo entender, mas foi feito de coração e com muito pranto caindo. Sinto muito sua falta e não poder contar com você nesses anos foi a minha pior experiência. Não posso mais pular em você de manhã e você ficar brava comigo. Só te peço uma coisa: Se você não der certo com seu príncipe, por favor, NUNCA abandone meu irmão. Ele talvez não possa ser forte quanto eu. Lembre-se de que ele nasceu de você e te ama tanto quanto eu. Se eu continuar viva, eu vou tentar o máximo ser feliz. Eu sei. Ganhei muitas limitações que você não sabe, mas lutarei. Ainda quero passear com você e o Zé e ensiná-lo que a vida só tem sentido quando temos alguém do nosso lado e que pai e mãe são insubstituíveis e que dinheiro e conforto não significam nada se você está sozinho no mundo. O passado não vai voltar, mas lembre-se de que se eu te fiz passar vergonha naquele dia na represa, chorando loucamente, foi porque eu tive medo de morrer, porque estive muito doente naquela época. A falta de ar estava acabando comigo e eu não queria ir embora sem te dizer o quanto gosto de você. Não sei te dizer tudo isso olhando pra você, porque sei que nós duas somos as maiores fragilizadas pelo que aconteceu. Por todo nosso sofrimento. Tentamos ser fortes quando nos encontramos. Pode ser exagero essa carta, mas é um desabafo da pessoa que mais te defendeu nessa vida. Se abri mão de você e preferi cuidar de mim sozinha só pra te ver feliz, não duvide do meu amor... Siga seu caminho como tem feito. Estou orgulhosa por suas conquistas! Só não se esqueça de que, enquanto eu estiver viva, estarei esperando por você. Minha ferida só vai cessar quando sentir seu amor de novo. Mil beijos e um mundo inteiro pra você desfrutar! Amo você! Esta é uma carta real, que retrata uma experiência vivida a partir do desmoronamento de um lar, mas apesar da emoção e da declaração de amor, não foi respondida, fato que aumenta ainda mais o tamanho da ferida da missivista. (nota da redação).

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAOCARA ASSESSORIA JURÍDICA Senhor Prefeito, Atendendo a consulta verbal feita por Vossa Excelência a respeito do CONTRATO DE EXCLUSIVIDADE nº. 027/2008, firmado com o BANCO ITAÚ que, mediante diversas cláusulas tem por objetivo “a prestação de serviços de pagamento da folha de servidores /funcionários ativos, inativos e pensionistas, bolsistas, de prestadores de serviços vinculados à administração Direta do Município, a centralização da receita municipal e o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços, conforme cláusulas constantes deste instrumento, do Edital, e do respectivo Termo de Referência, parte integrante do presente. A licitação de Depósito de Disponibilidade de caixa não engloba o objeto do Contrato”. Em síntese, é o que reza o contrato e este não faz menção à Exclusividade de Empréstimos Consignados em Folha de Pagamento. Isto quer dizer, em bom português, que não há menção de exclusividade para empréstimo consignado em folha a favor do contratado. O Anexo I, por sua vez, explicita no Item 3- Objeto da Licitação, repetindo o contrato, no subitem 3.1, que “O presente certame tem por objeto a prestação de serviços, com exclusivi-

dade, de pagamento da folha de servidores/funcionários ativos, inativos e pensionistas, estagiários, bolsistas; de prestadores de serviços vinculados à administração direta do Município, a centralização da receita municipal e o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços dentro dos termos do presente Edital e respectivos Anexos, numa clara repetição do que fora escrito anteriormente. Não é objeto da presente licitação o depósito de disponibilidade caixa”. Mais uma vez, agora no Anexo I, não se fala em “Exclusividade” do Banco vencedor do certame, in casu o Banco Itaú, para fins do Empréstimo Consignado em folha de pagamento. No “Termo de Referência”, mais uma vez essa “Exclusividade’ também não consta do item 4-OBJETIVOS, no subitem 4.1 Esta figura de “EXCLUSIVIDADE’ só vem a aparecer, mui discretamente e sem nenhuma consistência, no Item 10, subitem 10.2, assim mesmo com ressalvas, quando diz: “O Município, após a celebração do contrato conseqüente desta concorrência, não mais conveniará com qualquer outra instituição que não o vencedor do certame, exceto se este não dispuser dos serviços requeridos, a fim de INAUGURAR (o destaque é nosso) empréstimos com

consignação em folha de pagamento, mas cumprirá com todas as obrigações conseqüentes das avenças firmadas até então. O assunto esgota aí. Claro que existem pendências outras, inclusive de responsabilidade do vencedor do certame. É o RELATORIO. PASSO AO PARECER: Nem é preciso, Senhor Prefeito ser especialista em direito Administrativo, Constitucional e Direito do Consumidor, dentre outros, para se chegar à conclusão de que existem vícios insanáveis no Edital e respectivos Anexos, que deles fazem verdadeiras cláusulas “Leoninas” e que devem, segundo a luz do bom Direito, serem tidas como NÃO ESCRITAS, não devendo estas produzir nenhum efeito. Mas este Parecer versará apenas em relação à Consignação de Pagamento e a Renegociação da dívida daí oriunda. Ambas não devem prosperar, serem mantidas, com exclusividade no contexto contratual e isso se dá, principalmente, por dispor sobre direito do servidor/consumidor que é amparado pelo Código de Defesa do Consumidor e que, também, NÃO é Receita e NEM despesa da Municipalidade. O Município, Senhor Prefeito, como é de sabência geral, im casu, figura apenas como mero

“averbador”, isto é, lança na ficha financeira do servidor e repassa o valor da prestação descontado deste ao respectivo Banco. Nada mais. Nem “fiador” o município o é. O servidor, Senhor Prefeito, o tomador do empréstimo, tem todo direito de procurar uma instituição financeira que lhe ofereça melhores condições de juros e prazos. Não pode um “Contrato” assinado a sua revelia, sem sua autorização, lhe impor restrição de tamanha repercussão no seu direito. Volto a repetir: A Prefeitura na pode negociar o que não é seu, devendo limitar-se, in casu, às suas receitas e despesas outras que não sejam salários ou vencimentos. Aliás, a Circular nº 3.552, SISBACEM 21104/2663, de 14/01/2011, VEDA as instituições financeiras celebração de convênios, contratos ou convênio, ou acordos, que impeçam o cliente a operações de créditos ofertadas por outras instituições. A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil, em sessão realizada em 12 de janeiro de 2011, com base no artigo 10, inciso VI e 18, § 2º, da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, Decidiu: Art. 1º - Fica vedadas as instituições financeiras, na prestação de serviços, na contratação e operações, a celebração de contratos ou

acordos que impeçam ou restrinjam o acesso e clientes a operações de crédito ofertadas por outras instituições, inclusive aquelas com consignação em folha de pagamento. Art. 2º- Esta Circular entra em vigor na data de sua publicação. Brasília, 14 de janeiro de 2.011. Ora, se a Lei supramenciona que é datada se 1964, e na qual se baseia a circular do Banco Central, já proibia a dita exclusividade, não há porque impedi-la agora. Um bom exemplo dessa assertiva fica por conta do Estado do Rio de Janeiro, onde dezenas de bancos operam com o empréstimo consignado para seus servidores, sem falar na própria União, no TJ, etc. Daí, Sr, Prefeito, o entender desta Assessoria no sentido de que a EXCLUSIVIDADE para que um Banco só opere com os empréstimos consignados para os servidores da municipalidade não tem o amparo da Lei. É O PARECER.

Noel? Ah! Papai Noel nunca existiu pra ele... sua casa nunca esteve na rota do trenó de renas... A vida passa com o tempo e este se encarrega de matar todos os sonhos e aí vem a morte e o leva... Mas é o Funeral? Nenhuma reserva financeira foi amealhada mesmo que só para pagar o caixão dos mais baratos. Até mesmo depois de morto o corpo, o espírito sofre para chegar ao “mundo paralelo” e lá, se conseguir dinheiro para pagar a passagem de ida- O Funeral- ele verá se tudo que lhe disseram é verdade, que o “pobre’ aqui na Terra será rico

no Céu... Mas, convenhamos, a passagem para o “de cujos’ ir ao céu, papear com são Pedro e mostrar-lhe seu atestado de sofrimento, é tão barata... R$ 250,00! Não custa fazer-lhe a última vontade e assim, por tudo que do processo consta, esta Assessoria opina pelo DEFERIMENTO, para que a “viagem” seja feita e o espírito de Luis Carlos Veloso tenha um bom lugar no céu, se é que o sofrimento purifica a alma. É o PARECER.

Itaocara, em 23 d e maio de 2009.

FRANCISCO MARRA DE MORAES Assessor Jurídico- Ma t. 5002/4 Mat. 5002/4

PROCESSO Nº 1197, de 18/04/11 REQUERENTE: JOSÉ CLAUDIO ALVES VELOSO ASSUNTO: AJUDA DE CUSTO FUNERAL- Valor R$ 250,00 Excelentíssima Senhora Chefe de Gabinete

opinando favoravelmente. Às fls. 6 estão o CPF e o RG do Requerente. Já às fls. 7, está o Parecer Favorável da Secretária de Ação Social, DEFERINDO o requerimento. É o Relatório. Passo ao Parecer:

JOSÉ CLAUDIO ALVES VELOSO, já qualificado na inicial, vem à presença desta Municipalidade para solicitar Ajuda de Custo em face de despesas com o funeral de Luiz Carlos Veloso, conforme certidão de óbito de fls. 5 e nota fiscal de fls. 4. Às fls. 3 está o Parecer Social,

Pobre é mesmo sofredor nato, passa a vida toda trabalhando de Sol a Sol nas lides campesinas ao sabor das intempéries da vida, ou seja, vítima de formigas, espinho, capim navalha, grão de galo, chuva, sol ardente e tudo o mais. Depois de uma noite mal

dormida, fato causado pela falta de ventilador, colchão duro, de capim, ou esteira, sem cobertor no inverno e sempre amedrontado pela coruja que farfalha suas asas na cumieira da casa de pau-a-pique.... Ah! Mas a lua cheia entra pelas frestas da parede, diriam... Só que o frio também... e a coberta é “peleja” e como faz frio em Santa Bárbara! No fogão de barro, sem fumaça, as panelas vazias. Frutas? Frutas que o pobre conhece só as nativas ou baratas, como ingá, goiaba, jenipapo, mamão, manga, laranja... Maçã, uva e outras delícia, nunca nem viu. Papai

Assessoria Jurídica, em 10/05/2011.


NOROESTE NOROESTE

Página 20

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

País / Estatísticas

Número de brasileiros cresceu quase 20 vezes em 138 anos foram realizadas entrevistas em 56,5 milhões de domicílios (83,7%). Foram classificados com fechados 899 mil domicílios (1,3%), nos quais não foi possível realizar as entrevistas, informa o IBGE. O Censo também encontrou 6,1 milhões (9%) de domicílios vagos, ou seja, domicílios que não tinham morador na data de referência (noite de 31 de julho para 01 de agosto de 2010). Entre 2000 e 2010, o crescimento populacional não foi uniforme no país. As maiores taxas de crescimento foram observadas nas regiões Norte (2,09%), onde a componente migratória e a maior fecundidade contribuíram para o crescimento diferencial.

Os dez Estados que mais aumentaram suas populações em termos relativos se encontram nessas duas regiões, com destaque para Amapá e Roraima, que apresentaram um crescimento médio anual de 3,45% e 3,34%, respectivamente. As regiões Nordeste (1,07%) e Sudeste (1,05%) apresentaram um crescimento populacional semelhante. A região Sul (0,87%), que desde o Censo de 1970 vinha apresentando crescimento anual de cerca de 1,4% foi a que menos cresceu, influenciada pelas baixas taxas observadas no Rio Grande do Sul (0,49%) e no Paraná (0,89%). O Sudeste foi responsável pela maior parcela crescimento

populacional em termos absolutos, tendo absorvido 37,9% do crescimento total do país entre os dois últimos censos. O segundo lugar em importância correspondeu ao Nordeste, cujo peso no incremento populacional entre 2000 e 2010 alcançou 25,5%. Essas duas regiões detiveram 63,4% (13,3 milhões de pessoas) do total do incremento da população na última década. Os Estados com maior participação absoluta no crescimento populacional do país na década passada foram São Paulo (20,2$ do incremento populacional, ou 4,2 milhões de pessoas), Minas Gerais (8,1% ou 1,7 milhão), Rio de Janeiro (7,6% ou 1,6 milhão), Pará (6,6% ou 1,4 milhão) e

Ceará (4,9% ou 1,0 milhão). Estas duas últimas assumiram os postos que na década anterior eram de Bahia e Paraná. As regiões mais populosas foram a Sudeste (com 42,1% da população brasileira), Nordeste (27,8%) e Sul (14,4%). Norte (8,3%) e Centro-Oeste (7,4%) continuam aumentando a representatividade no crescimento populacional, enquanto as demais regiões mantêm a tendência histórica de declínio em sua participação nacional. Os Estados mais populosos do Brasil – São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná – concentram, em conjunto, 58,7% da população total do país.

Em dez anos, população feminina superou a masculina em 4 milhões População brasileira somou cerca de 190 milhões de habitantes no ano passado O Brasil passou a ter quase 4 milhões de mulheres a mais do que homens em dez anos, segundo dados do Censo Demográfico 2010, divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A relação entre os gêneros, segundo o estudo, é de 96 homes para cada 100 mulheres. “Isso já vem ao longo dos censos e é em função da mortalidade. Apesar de nascerem mais homens, como a mortalidade dos homens é superior à das mulheres ao longo da vida, no final, você tem um contingente maior de mulheres” – explicou Fernando Albuquerque, gerente de projetos da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE. De acordo com Albuquerque, nascem 105 homens a cada 100 mulheres, mas como eles estão mais vulneráveis a situações de violência, por exemplo, o número de mortes é maior. A capital carioca foi apontada no levantamento como a unidade da Federação com a menor

proporção entre pessoas do sexo masculino e feminino, a concentrar 91,2 homens para cada 100 mulheres. A Região Norte é a única do país onde o contingente masculino é superior ao feminino. Segundo Fernando Albuquerque, esse fenômeno ocorre “em função dos movimentos migratórios e também do tipo de atividade – extrativa e de mineração -, em que os homens são a grande maioria”. Outra constatação do levantamento que verificou a situação demográfica do país e as mudanças ocorridas entre 2000 e 2010 foi o envelhecimento da população brasileira que soma cerca de 190 milhões de habitantes (190.755.799) no ano passado. De acordo com o IBGE, o crescimento absoluto da população adulta e o aumento da participação da população idosa no país foram os fatores que mais contribuíram para o aumento da população brasileira. O Censo Demográfico mostra que os grupos etários de menos de 20 anos vêm

O número de mortes para homens é muito maior que o das mulheres cativa é que estados da região norte e nordeste iniciaram o processo de transição demográfica mais tarde do que no Sudeste, Sul e Centro-Oeste. - O declínio da fecundidade foi posterior ao das outras regiões isso faz com que o número de filhos ainda seja

Página 05

- Um novo jeito de fazer jornal

Política & Corrupção:

Relatório da PF confirma mensalão do Governo Lula e envolve mais políticos A revista Época deste fim de semana divulgou matéria com base no relatório fi nal da Polícia Federal sobre o mensalão. O material aponta que o dinheiro utilizado pelo valerioduto, operado pelo empresário Marcos Valério, seria proveniente dos cofres públicos. As investigações também apontam o envolvimento de mais políticos no caso. De acordo com as investigações, o segurança Freud Godoy, que trabalha com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde a campanha de 1989 e é íntimo da família, confessou à PF que recebeu R$ 98 mil de Marcos Valério. Ele disse que se tratava de pagamento dos serviços de segurança prestados a Lula na campanha de 2002 e durante a transição para a Presidência.

mais alto do que em outras regiões. Segundo Fernando Albuquerque, a tendência é de uma convergência no país, “com redução da diferença entre fecundidade e mortalidade entre as grandes regiões brasileiras”.

As investigações também ligam ao esquema ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel (PT), e o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB). Segundo o documento, uma das empresas de Marcos Valério, a DNA, pagou R$ 650 mil, em 2003, à empresa Alfândega Participações, de Álvaro Jucá, irmão Romero Jucá. O relatório da polícia diz que a forma como o dinheiro foi gasto pela empresa não foi comprovada. A polícia também descobriu que Rodrigo Fernandes, tesoureiro da campanha de Pimentel à prefeitura de Belo Horizonte em 2004, recebeu R$ 247 mil. Procurados pela revista, Pimentel não quis se pronunciar e Jucá não respondeu. As investigações também apontam que o banqueiro Da-

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Norte e Noroeste terão plano de desenvolvimento Núcleo de Imprensa

diminuindo no contingente populacional. No cenário brasileiro, apenas no Norte e no Nordeste ainda mantêm uma base mais larga, ou seja, um contingente de jovens ainda maior do que em outras regiões. De acordo com o gerente de projetos do IBGE, a justifi-

NOTÍCIAS

Notícias...Notícias... Notícias...Notícias... Notícias...Notícias... Notícias...

IBGE atualiza Censo de população se aproxima dos 191 milhões O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) atualizou os dados do Censo 2010 e mostrou nesta seta-feira (29) que a população do Brasil é de 190.755.799,23, 100 a mais do que o dado divulgado em novembro do ano passado. Em comparação com o Censo de 2000, houve um aumento de 12,3%. Segundo dados apurados no Questionário do Universo do Censo 2010, a população brasileira cresceu quase 20 vezes em 138 anos, quando foi realizado o primeiro levantamento. A pesquisa apresenta um detalhamento dos dados pelo Censo realizado no ano passado pelo instituto. Do total dos 67,5 milhões de domicílios recenseados,

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy Barbosa, apresentou ontem as conclusões do estudo sobre o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Norte e do Noroeste do Estado, durante evento realizado no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, na Assembleia Legislativa (Alerj). Segundo o secretário, o plano começou a ser gerado em 2007, quando se iniciaram as discussões com a Petrobras. O convênio com a estatal, porém, foi assinado em 2008 e o estudo foi concluído no ano passado. Ele explicou que o plano abrange 22 municípios das duas regiões e conta com 52 macroprojetos de curto, médio e longo prazos, com as especificações básicas e estratégias de suporte financeiro desses empreendimentos. Realizado pelo Consórcio Rionor - instituição contratada pelo Estado para este fim - o objetivo do plano é induzir o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida da população local. - Os macroprojetos, que

abrangem várias atividades, e explicou as intervenções que precisam ser feitas para melhorar o sistema viário e o transporte coletivo – disse Sérgio Ruy. O secretário também destacou a importância da formação de um consórcio de municípios da região, com participação do Estado, para a implantação desses projetos. - A partir da disponibilização da carteira de projetos vamos começar a definir por onde vamos iniciar o trabalho, incluindo os investimentos previstos dentro do Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, que está começando a ser elaborado agora – afirmou. O evento promovido pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado, da Alerj, foi aberto pelo presidente da casa, deputado Paulo Melo. Ele afirmou que o Rio tem hoje um cardápio variado de investimentos de mais de US$ 180 bilhões até 2013, entre eles a instalação de uma siderúrgica em São João da Barra e o megaprojeto do Porto do Açu.

niel Dantas tentou garantir o apoio do governo petista por intermédio de dinheiro enviado às empresas de Marcos Valério. Depois de se reunir com Dirceu, então ministro da Casa Civil, Dantas recebeu de Delúbio Soares um pedido de ajuda financeira de US$ 50 milhões. Segundo a PF, a propina foi aceita. Pouco antes de o mensalão vir a público, uma das empresas controladas pelo banqueiro fechou contratos, que seriam fajutos, com Valério - apenas para que houvesse um modo legal de depositar o dinheiro. A PF ainda não descobriu os reais beneficiários do dinheiro. As investigações também confirmaram a participação no mensalão de mais sete deputados federais, dois ex-senadores e um ex-ministro. Os

investigadores desvendaram como funcionava o esquema de lavagem de dinheiro após analisar as contas de Marcos Valério. Eles identificaram que elas recebiam recursos do fundo Visanet, em tese destinado ao marketing de cartões da bandeira Visa. Somente no governo Lula, o fundo repassou R$ 68 milhões às agências do publicitário. Ao analisar os milhares de transações bancárias do esquema, os peritos perceberam que a saída de dinheiro para os políticos coincidia com a entrada de recursos desse fundo, liberados pelo Banco do Brasil. A partir dessa descoberta, foi possível rastrear o caminho do dinheiro. De acordo com a revista Época, o dinheiro saía de duas contas de Marcos Valério no Banco do Brasil, passava pelo

Banco Rural e, na sequencia, era repassado aos beneficiários reais. Mensalão O mensalão veio à tona em junho de 2005, quando ex-deputado Roberto Jefferson, denunciou a história de corrupção no País. Com isso, sobrevieram as investigações e uma CPI. O procurador-geral da República qualificou o grupo como uma “organização criminosa”, liderada pelo primeiro-ministro informal desse governo, o petista José Dirceu. O relatório final da Polícia Federal sobre o caso do mensalão está sobre a mesa do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e deverá seguir em breve para o gabinete do ministro Joaquim Barbosa, o relator do caso do mensalão no Supremo Tribunal Federal.

ANA abre seleção para projetos de conservação de água e solo Agência escolherá projetos que englobem boas práticas ambientais para melhorar a qualidade e a quantidade da água, como: plantio de matas ciliares com mudas nativas e educação ambiental Com a erosão, muitos sedimentos acabam se depositando em rios, o que gera problemas, como inundações e a redução da produtividade agrícola. Porém, existem técnicas para minimizar os processos de erosão e degradação dos recursos hídricos, provocados pelo mau uso do solo. Sabendo disso, a Agência Nacional de Águas (ANA) abriu uma chamada pública para a seleção de projetos de conservação de água e solo visando ao aumento da oferta e à melhoria da qualidade da água no Brasil. Até 15 de julho, os órgãos e entidades da administração direta e indireta dos municípios, estados e Distrito Federal poderão enviar suas propostas. Haverá a seleção de pelo menos 12 projetos – seis ações de conservação de água e solo em qualquer bacia hidrográfica – que se enquadrem no pagamento por serviços ambientais (PSA) – e seis iniciativas de conservação de água e solo em importantes bacias hidrográficas que possuem um quadro de degradação de água e solo. São elas: Doce; Paraíba do Sul;

Paranaíba; Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ); Piranhas-Açu; e São Francisco. Cada projeto poderá receber até R$ 500 mil, sendo metade neste ano e a outra metade em 2012. Caso haja possibilidade orçamentária, a ANA chamará projetos que ficarão num cadastro de reserva. Especialistas da Agência farão a seleção segundo os critérios do Chamamento Público nº 1, que pode ser acessado no Portal dos Convênios do Governo Federal. A divulgação dos selecionados ocorrerá em 12 de agosto. As propostas deverão conter técnicas de recuperação de água e solo, como a construção de barraginhas (para captação e infiltração da água da chuva), terraços em nível e barragens subterrâneas. Além disso, os projetos deverão prever o cercamento de áreas de interesse para conservação ambiental, plantio de mudas de espécies nativas, readequação de estradas rurais, ações de educação ambiental, iniciativas de monitoramento hidrometeorológico e outras que possibilitem a melhoria da oferta qualitativa e quantitativa da água, desde que atendam às exigências da Agência. Com todas estas ações, a ANA espera a redução da erosão nas bacias dos projetos selecionados e a melhoria da qualidade e da quantidade de

água nesses locais, assim como a readequação de estradas rurais e o maior aproveitamento de água de chuva. A Agência também prevê os seguintes resultados: o comprometimento formal dos beneficiários com a conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), o envolvimento dos órgãos gestores de recursos hídricos nas ações dos projetos selecionados e a participação da sociedade nas ações e processos de melhoria ambiental, por meio da educação ambiental. Para projetos de municípios, a contrapartida financeira será de 2% a 8% do valor do projeto. Para os estados e o Distrito Federal o percentual varia de 10% a 20%. Já os consórcios públicos terão uma contrapartida de 2%. Programa Produtor de Água Desde 2001, a ANA realiza o Programa Produtor de Água, uma iniciativa de pagamento por serviços ambientais que incentiva produtores rurais a adotarem voluntariamente boas práticas de conservação de água e solo, como: recuperação e a proteção de nascentes. Quanto maior o serviço ambiental prestado, maior o pagamento para o produtor. Oito estados e o Distrito Federal já o adotam. Para mais informações sobre o Produtor de Água, acesse: www.ana.gov.br/produagua.


NOROESTE NOROESTE

Página 06

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Política

Educação & Cultura

Itaocara na Vanguarda Educacional e Cultural

Teatro Municipal KIUD Só não enxerga que não quer: Itaocara está evoluindo positivamente em todos os sentidos e isso se faz presente, exemplificando, na Educação e na Cultura, eis que a transformação do Posto CEDERJ em pólo da Cecierj veio trazer uma oferta maior de cursos gratuitos para Itaocara e região: Aqui já estão presentes, funcionando no Colégio Municipal “Professor Nildo Caruso Nara”, com muito sucesso, os cursos à distância, a tendência do ensino superior no Brasil: Biologia- UENF, 35 Vagas; Matemática- UFF, 10 vagas; Pedagogia- UNIRIO, 40 vagas; Computação- UFF,

15 vagas, estes já em pleno funcionamento. Agora chega o novíssimo e esperado curso, pela carência de profissionais na região, de Administração Pública- UFF, que oferece 50 vagas. A inscrição para o vestibular vai até o dia 25/05/2011 e a prova será no dia 28/06/11. Maiores informações podem ser conseguidas através dos telefones 022- 3861. 4844 e 3861. 2937 ou no Site www.cederj. edu.br. Segundo informações colhidas por nossa reportagem junto a Fundação CECIERJ, pólo regional de Itaocara é um dos que tem tido grande crescimento e destaque no cenário da Educação à dis-

Casa da Cultura- Batatal tância e isso se dá pela parceria que se mantém com a Prefeitura, o empenho da Secretária de Educação e o competente trabalho do Professor Paulo César Araújo. Já em relação à Cultura, cita-se a criação do Teatro Municipal, da Escola de Música, da Calçada das Artes e agora na criação da casa de Cultura de Batatal. Isto sem falar é claro, no Projeto Música na Praça, na continuidade do projeto “FOGUEIRÃO”, que trará neste ano renomados artistas como Daniel, e no Carnaval Vivo, que é sempre o melhor da região. A Cultura está nas mãos do inigualável Henrique Resende, fato que garante o sucesso sempre crescente do carnaval itaocarense e de tudo o mais que ele projeta e realiza. Afinal, “nem só de trabalho e pão vive o ser humano”. Mas isto e outras

Página 19

- Um novo jeito de fazer jornal

grandes obras e serviços prestados pela Prefeitura, através do prefeito Alcione Araújo, algumas pessoas não querem

enxergar, preferindo fazer uma oposição sistemática, em retaliação face aos seus interesses próprios contrariados. Em recente matéria publicada na mídia, foi focada a situação de “escolas abandonadas” na zona rural, mas que, na verdade, estão em fase iniciada de projetos de reformas e/ou em fase de extinção por falta de alunos. Mas a tal reportagem não mostrou as escolas rurais reformadas, inclusive com ar refrigerado, etc. É àquela velha história que se aplica a certas pessoas: “Verdade ou Mentira? Não importa, o nosso caso é falar mal”. De tudo isso, uma constatação fica patente: algumas dessas pessoas são “paraquedistas” no município, sem nenhuma integração com este, desconhecidas da população e que nada fizeram de útil pela Terra Itaocarense e seu povo...

‘Estadão’:

Manobra liquida dívidas de partidos com verba pública Os rombos que o ano eleitoral de 2010 deixou nas contas do PT e do PSDB serão integralmente cobertos por recursos públicos em 2011, graças à manobra do Congresso que, em janeiro, elevou em R$ 100 milhões os repasses da União para o Fundo Partidário. Depois de bancar parte da campanha presidencial de Dilma Rousseff, além de outros candidatos a governos estaduais e ao Congresso, o PT chegou ao fim de 2010 com um déficit de quase R$ 16 milhões - nú-

mero divulgado semana passada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas receberá cerca de R$ 16,8 milhões extras neste ano graças ao incremento do Fundo Partidário, aprovado por unanimidade pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso e nem sequer debatido pelo plenário. No caso dos tucanos, a receita extra será exatamente igual ao déficit nas contas de 2010: R$ 11,4 milhões. Como o PSDB tem uma dívida pequena de eleições anteriores, de cerca

de R$ 500 mil, com essa ajuda poderá até encerrar o ano com superávit. No total, o Orçamento da União destinará este ano R$ 265 milhões para o Fundo Partidário, ao invés dos R$ 165 milhões previstos. Mas os líderes partidários acharam pouco. Em uma articulação cuja paternidade nunca foi reivindicada, eles turbinaram o Fundo Partidário em 56% em termos reais, o maior aumento anual desde 1995, quando foi fixado em R$ 0,35 por eleitor. “É um claro exem-

Depois de o Estado ter revelado a manobra para “estatizar” dívidas da campanha de 2010, em janeiro passado, Dilma chegou a avaliar a possibilidade de vetar a injeção de R$ 100 milhões no cofre dos partidos. Assessores fizeram circular a versão de que ela teria ficado insatisfeita com a atitude dos parlamentares, principalmente em um momento em que seria necessário anunciar cortes para equilibrar as contas do governo. Mas Dilma não enfren-

tou o lobby dos partidos. Em uma reunião com a presidente, em fevereiro, os ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Luiz Sérgio (Relações Institucionais), ambos do PT, disseram-lhe que o aumento do fundo havia sido fruto de acordo entre legendas da base e da oposição. Os ministros temiam que o descontentamento com um eventual veto se refletisse em votações de interesse do governo no Congresso - principalmente a do salário mínimo.

estar concluída em 280 dias, isto é, em 31/01/36. Porém, “Ä ocorrência de problemas na fundação sobre a ilha que serve de apoio aos 3º e 4º vãos, à procura de rocha firme a 10 metros abaixo do nível do terreno e das águas do Paraíba, exigiu a dilatação do prazo por 90 dias”. A inauguração da ponte ocorreu no dia 03/05/1936, às 11h00min. Era Governador do Estado o Almirante Protégenes Guimarães, e prefeito de Itaocara o Sr. Alcebíades de Carvalho. Estava assim realizado o grande sonho da população itaocarense, graças, principalmente ao seu deputado Carlos de Faria Souto. A ponte compunha-se e se compõe ainda, de sete vãos em arco de corda, de 80 metros os externos, de 81 metros os intermediários, além de quatro outros com viga reta de 10 metros livres, um dos quais sobre o Parque Faria Souto, totalizando 840 metros. O estrado mede 6,50 metros de largura com uma pista rolante asfaltada de 5 metros (que foi agora, durante o Governo Garotinho, expandida para evitar engarrafamento, inclusive construindo-se uma passarela para pedestres) e dois passeios laterais de 0,75 metros (que foram suprimidos para o alargamento da pista de rolamento). A obra foi contratada por 1.564 contos e com as obras complementares ficou em cerca de 1.800 contos. “Nas obras foram concretados 2.072 m2 consumindo 23.000 sacos de cimento, 3.900 m3 de areia, 236 m3 de pedra de alvenaria, 800 m3 de madeira, 4.300 Kg de pregos e 234.000 Kg. de ferro

(vergalão), segundo dados do BIOP n.º 27, p. 20”. A resistência da ponte foi calculada para suportar um comboio de caminhões de 12 toneladas cobrindo 2/3 dos vãos livres. Apesar dessa previsão, que era compatível com a época, ela suportou quando da construção da Fabrica de Cimento Alvorada, em Cantagalo, a carreta Jofeir, carregada com parte de maquinaria, pesando uma única peça mais de 100 toneladas, sem contar com o cavalo mecânico, a carreta especialmente construída e toda a frota de segurança e apoio. Recentemente, por ocasião de sua “reconstrução”, no ano de 2001, a ponte Ary Parreira deu mostras inequívocas de que sua estrutura suporta mais peso do que imaginaram seus construtores, recebendo, além do tráfego muito mais intenso, maior capacidade de tonelagem dos veículos, um peso acessório imenso; o resultado do peso da nova passarela, da colocação do novo asfalto (por cima do velho) feito tendo o carvão mineral como base, uma revolução na arte de asfaltar e das muretas laterais, agora sem os passeios, mas com uma passarela para pedestres. Isto sem falar no trânsito mais que pesado gerado pelas carretas cada vez maiores e o aumento do tráfego em geral, principalmente com o advindo do desvio de parte do trafego da BR-101 que fora interditada por desabamento de parte da ponte de Campos dos Goytacazes ocorrido em janeiro de 2007.

História

A Ponte Ary Parreira

Calçada das Artes

plo de legislação em causa própria”, disse o cientista político Aldo Fornazieri, diretor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. “Os partidos fizeram um cálculo e elevaram o Fundo Partidário para cobri-las.” Se nos últimos 15 anos o Fundo Partidário tivesse sido corrigido apenas pela inflação, além de acompanhar o aumento do eleitorado, estaria hoje em cerca de R$ 150 milhões, ou 57% abaixo do valor atual. Recuo no Planalto.

Um dia, há muitos sóis passados, o povo da Aldeia da Pedra sonhou com uma ponte que a ligasse ao município de Santo Antônio de Pádua, através do Rio Paraíba do Sul. Com isso, diziam, evitariam os constantes acidentes com balsas e barcos que singravam as caudalosas e profundas águas do velho rio. Muitas luas se passaram, até que em 1936 a majestosa ponte Ary Pareiras, então a maior do Estado, foi construída. Passaram-se os anos e um dia um jornalista escreveu: “Itaocara tem uma ponte. Itaocara tem uma ponte de concreto armado”. Tem... E bem no caminho que hoje vai para Aperibé. Mas quem sabe como era o transporte e a própria passagem para o “outro lado do rio?”. Quem sabe a sua história? Antes dela, a ligação da Aldeia da Pedra, e posteriormente do próprio município de Itaocara, o distrito de Pedro Corrêa e o próprio município de Pádua, era feita por barcos e canoas através das águas do Paraíba que, naquela época, era mais caudaloso e não tinha tantas ilhas. Era um festival de barcos, canoas e balsas singrando o rio de um lado a outro e. o grande sonho da população itaocarense, o grande desafio, era a construção de uma ponte e esse sonho veio amadurecendo: Em 1895, o Deputado Dr. Sebastião Barroso conseguiu aprovar o seu projeto que mandava “incluir no quadro de obras públicas de

Ponte Ary Parreiras de Itaocara , em 1936 caráter geral a construção de uma ponte sobre o rio Paraíba, em frente à Vila de Itaocara.” Era um projeto vago, impreciso e que não foi realizado, mas teve o mérito de levantar a questão para o debate. Decorridos 29 anos após o “projeto Sebastião Barroso”, o deputado itaocarense Antônio Pitta de Castro, parente dos “Farias Soutos”, em 1924, apresentou à Assembléia Legislativa um projeto que autorizava o governo do Estado do Rio de Janeiro a “mandar construir uma ponte sobre o rio Paraíba em frente à cidade de Itaocara”. O jornal O Nível, em 02/11/1924, assim noticiou tal fato: “Agora o Cel. Pitta de Castro revive o assunto, apresentando um projeto claro, explícito e não anódino como aquele do Dr. Sebastião Barroso”. Mas, infelizmente, ainda não foi

daquela vez que o sonho itaocarense de ter uma ponte de concreto armado sobre o rio Paraíba do Sul, se transformou em realidade. As barcas e os botes continuavam violentando as águas do velho Rio Paraíba do Sul. Somente com o acontecimento de um fato novo a situação veio a ser modificada, dando a expectativa de sair-se do marasmo de então: A Estrada de Ferro Leopoldina Railway, que servia a região, havia conseguido junto ao Governo Federal autorização para aumento de tarifas nas linhas de concessão federal. Era governador do Estado do Rio de Janeiro naquela época o Dr. Feliciano Sodré, que “consentiu na majoração especificando, porém, em cláusula expressa, que 10% dessa majoração teria aplicação especial e que seria mencionada no respectivo contrato. Em função dessa cláusula, reuniram-se

no Palácio do Governador a bancada federal de deputados e o governador expôs, apontando num mapa, quais as especificações que desejava incluir no projeto”. O representante itaocarense na Câmara Federal era na ocasião o Dr. Carlos de Faria Souto, tio do Dr. Carlinhos, que se encontrava presente na reunião e que com grande capacidade de argumentação, “expôs a necessidade de se fazer à ligação São Fidélis a Portela e Itaocara a Aperibé, construindo-se em Itaocara uma grande ponte ferroviária e rodoviária, mostrando as vantagens dessa ligação”. O Dr. Feliciano Sodré, após ouvir a explanação do Deputado Faria Souto, apaixonou-se verdadeiramente pela causa e determinou “que a par de outras, fosse incluída no contrato, na condição “sine qua nom” da majoração das tarifas, a construção da ponte de Itaocara, com o prolongamento do ramal ferroviário de Portela a São Fidélis”. A Leopoldina durante algum tempo consegui fugir do compromisso, até que, com a Revolução de 30, veio para o Estado o comandante Ary Parreiras que elaborou o projeto da estrada Niterói-Espírito Santo com a variante JaguarembéMinas. Com esse plano, a Leopoldina foi obrigada a entregar ao Governo do Estado o saldo de 10% da majoração tarifária para a construção da ponte. Assim, no dia 09/12/34, o Almirante Ary Parreiras autorizou o início das obras. O contrato foi firmado com a firma Leão, Ribeiro e Cia, uma firma portuguesa. A obra, segundo o contrato, deveria

Do livro “Casa de Pedra”, do Dr. Francisco Marra de Moraes.


NOROESTE NOROESTE

Página 18

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

Página 07

Meio Ambiente

Religião

Transposição de águas para o Guandu mata o rio Paraíba

EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO

(Agora é São Paulo que quer fazer desvio) by Chico Marra

Que o rio Paraíba do Sul, com seus mais de 1.000 quilômetros de curso, banhando três estados e fornecendo água para matar a sede de mais de 14 milhões de pessoas, além de abastecer indústrias e servir para irrigação, está definhando a cada dia que passa, ninguém tem dúvida. Basta olhar para o seu leito e nele se verá sempre uma pedra nova, uma ilhota que se inicia e suas margens avançam rio adentro, sem falar no assoreamento que faz o seu curso ficar sempre mais raso e o espelho d´água menos cristalino. Para um rio que era navegável e que até já teve porto para exportação de café, em São Fidélis, fato que obrigou o estado a construir a uma estrada para permitir que a produção do café produzido em Estrada Nova e município do Alto pudesse ali chegar para ser embarcada, a agonia que o levará a morte é dolorosa e lamentável. Tanto a ANA, quanto a NOS, afirmam que a situação crítica do Paraíba decorre dos longos períodos de estiagem e a conseqüente baixa média de precipitação pluviométrica, mas, contudo, muita gente questiona essas opiniões, embora abalizadas. Mas, e o povão, o cidadão comum, que vê a Paraíba cada dia mais seco, pensa a respeito? Primeiro, é preciso dizer que os governos do três estados que ele banha: São Paulo, Minas e Rio de Janeiro, nunca tiveram uma política em sua defesa e, muito pelo contrário, sempre se omitiram com relação à destruição de

A vazante do Paraíba sua mata ciliar, esta no mínimo legal de 30 metros a partir do início de cada margem, além, evidentemente, de nada fazer contra o despejo de esgotos domésticos in natura no seu leito, sem falar, é claro no lançamento de dejetos industriais e comerciais, inclusive hospitalares, que poluem suas águas, sem esquecer-se dos matadouros públicos também responsáveis. A prova maior do descaso governamental está presente nos recentes lançamentos de poluentes altamente tóxicos em suas águas, a partir do Campo de Semente, vindos através do rio Pomba, outra vítima do sistema. Ainda há a falta de preocupação com o eco-sistema, não fiscalizando os predadores

que pescam fora de época, com tarrafas, redes e até compressores, no caso do camarão pitu, na conhecida Volta do Camarão, em zona rural de Laranjais, colhem mudas de flores silvestres, orquídeas e bromélias principalmente, matam e/ou apreendem pássaros, aves e animais, muitos deles já em extinção e alguns salvos por migrarem para o alto das serras, dando-se destaque para os abrigos das denominadas serras da Água Quente, Santa Bárbara, Portela, Bolívia e matas diversas, como a existente na Estrada Itaocara-Portela, nestas havendo ainda macacos, pacas, gambás, guaxinins, tamanduás, mão pelada, pequenas onças, cachorro e gato- do-

mato, além de pássaros, aves e flores nascidas das sementes ali lançadas pelo vento ou transportadas por pássaros e insetos. No vale do rio Negro, do Ribeirão das Áreas e do Pomba, tudo se repete sob os olhares complacentes do IBAMA, SERLA e FEEMA, com suas respectivas competências. Ou seriam incompetências? A transposição das águas do rio Paraíba do Sul, em Santa Cecília, num volume de descarga mínima de 90 m3 por segundo, podendo chegar até l60m3/s, conforme autorização concedida a Light pelo Decreto 68.324 de 9/3/1971, modificado pelo Decreto 81.436 de 9/3/1978, quer dizer o desvio das águas garan-

te o volume necessário de água ao rio Guandu, responsável por 85% do abastecimento da capital e de 78% dos municípios da baixada; atendendo a uma clientela de cerca de 14 milhões de pessoas. Isto quer dizer que o “Sistema Guandu” abocanha grande parte das águas do Paraíba, deixando este quase morto no interior fluminense, sendo tal fato o principal causador da diminuição do volume d´água do médio e baixo Rio Paraíba do Sul, além da contribuição das diversas represas localizadas na sua bacia ou mesmo no seu próprio leito para tal sinistro fim. A previsão de recuperação do Paraíba, acabando-se com o desvio de suas águas em Santa Cecília (Sistema Guandu)

não é nada otimista para quem deseja ver o velho rio “bufando de alegria” e retomando os lugares que já foram seus, pelo menos até que, segundo técnicos da CEDAE, “a dessalinização e o tratamento das águas marinhas se tornem tecnologicamente e economicamente viáveis”, fora disso, dizem alguns técnicos, “a redução de bombeamento para o Guandu é alternativa de curto prazo”. Só que não estamos em Israel ou outro país tecnologicamente desenvolvido, apesar de algumas experiências já feitas no nordeste brasileiro com algum sucesso. Enquanto isto não acontece, nós vamos viver e conviver com pouca água, pelo desvio citado e as muitas represas, e grande índice de poluição, até mesmo fecal, pelos esgotos domésticos in natura, pelos dejetos industriais e comerciais despejados no Rio Paraíba do Sul, além do envenenamento de suas águas que são invadidas pelos agrotóxicos que não têm a mata ciliar para servir de barreira. Agora, porém a situação do velho Rio Paraíba do Sul deve ficar mais complicada e insustentável com a decisão do Governo de São Paulo de também desviar suas águas fins para abastecimento de algumas cidades paulistas, fato que, somado com o desvio de Santa Cecília, para o Sistema Guandu, no Estado do Rio, certamente decretará a morte do médio e baixo Paraíba. Com a palavra a ANA- Agência Nacional de Águas, o Governo do Rio, os senhores senadores e deputados do Rio de Janeiro...

O Consórcio Light/CEMIG já está em Itaocara Pelo visto, a calcularse pela movimentação de pessoal e veículos ligados ao consórcio Light/CEMIG na cidade, inclusive com diversas casas alugadas, sem falar no pessoal de campo que já está no local da obra, A Hidrelétrica Itaocara agora sai mesmo do papel, dizem, e em breve suas turbinas estarão gerando energia para toda a região noroeste fluminense. Segundo

informações colhidas por nossa reportagem a obra, que conta com financiamento do BNDS deverá estar iniciada definitivamente no início de 2011. uma outra informação importante, que vem a confirmar o que se disse anteriormente nesta matéria, é o pedido de informações sobre a alíquota do ISSQN que teria sido feito às prefeituras de Itaocara e Aperibé.

Apesar da grande resistência de alguns setores ambientalistas, os mesmo que são contra a Fábrica de Cimento Mizu, a Hidrelétrica de Itaocara deverá mesmo acontecer, assim como também a Mizu. Quanto à primeira, é de se dizer que a Lei Municipal que “proíbe’ a construção de hidrelétricas no leito do Rio Paraíba do Sul em território itaocarense

não será obstáculo para a sua construção, eis que a competência para legislar sobre rios cabe a União. Quanto à segunda, a Mizu, o argumento de que no local existe uma caverna e ‘mangue” não procede, eis que uma caverna tem características próprias, estalactites, profundidades, etc, e essa não passa de um “buraco de tatu” e o brejo citado não acolhe nem mesmo

um sapo. Na verdade, o povo itaocarense já não agüenta mais ver grassar o desemprego no município, enquanto os visinhos se industrializam, geram empregos e diminuem a desigualdade social. A pergunta que se faz a tais “ambientalistas” é: Será que só Itaocara não pode se industrializar? Recentemente também esteve em Itaocara o corpo técnico da Santa Giselle Em-

preendimentos, firma que pretende construir uma hidrelétrica nas imediações do Campo de Semente, que ficaria, se construída, a cerca de 19 quilômetros da Hidrelétrica Itaocara e colocaria suas águas às portas da cidade. Outra notícia importante é que as indenizações aos proprietários das terras a serem alagadas pela Hidrelétrica Itaocara já estão sendo providenciadas.

Saiba mais sobre a viagem astral, também chamada de desdobramento espiritual, o intrigante fenômeno em que espírito e matéria se distanciam por alguns preciosos instantes Apesar de a sensação de poder realizar uma viagem como esta ser fascinante, dificilmente se pode comandar o destino do corpo astral. “É fantasioso dizer que vamos passear onde queremos. Realizar uma projeção conscientemente e com lembranças já é difícil. E mais difícil ainda é controlar o destino dessa viagem”, afirma Figueiredo.

Texto • Kathlen Ramos

Sabe aquela estranha sensação de estar quase pegando no sono e de repente ter uma vertigem? Você já teve a impressão de voar pelo seu quarto e contemplar seu próprio corpo na cama? Ou então, passou pela experiência de, pouco antes de acordar, querer abrir os olhos ou mover os braços e não conseguir? Mais do que sonho ou alucinação, para espíritas e esotéricos, tudo isso pode ser explicado como “viagens astrais” ou “desdobramento espiritual”. Estas experiências são caracterizadas pelo afastamento entre o espírito e o corpo físico, em razão do afrouxamento, mesmo que momentâneo, dos laços que os mantêm unidos. “A viagem astral é uma espécie de sonho, só que muito mais nítido e coerente. Podem-se visualizar cenas e encontrar pessoas, encarnadas ou desencarnadas. As impressões são muito mais intensas, pois ocorrem por meio das faculdades espirituais”, afirma a diretora

da Federação Espírita Brasileira (FEB), Marta Antunes de Moura. Quase sempre as projeções acontecem de modo involuntário ou espontâneo, durante o sono. Em outros casos, ocorrem em situações de Experiências de Quase Morte (EQM), comuns a pacientes terminais. “O corpo físico relaxa naturalmente e surgem sensações

como inchamento, morbidez e entorpecimento físico. No momento do distanciamento, existe a sensação de um pequeno choque e ouvese um ruído parecido com uma estação de rádio fora de frequência”, conta o estudioso, praticante de viagens astrais e criador da maior comunidade do Orkut com o tema, Beraldo Lopes Figueiredo.

O Apocalipse e ou o Juízo Final Qual o futuro do Planeta Terra e do universo? Por que estão acontecendo tantas coisas ruins no mundo? Qual a finalidade do apocalipse ou juízo final citados na Bíblia, e quando poderemos ter a certeza deste estar acontecendo? Espiritismo - Para tantas e tais perguntas não se pode dar respostas claras em tão poucas linhas, mas se pode adiantar que o Planeta Terra terá uma civilização muito avançada a partir do 3º Milênio e isto já está em curso, principalmente com a aproximação em direção ao nosso Orbe, desde 1950, de um planeta com massa superior a da Terra. Tal fato vem provocando a inclinação do eixo da Terra, acarretando um grande desequilíbrio ambiental e faz prever que a “teoria poética” de que “o sertão vai virar mar” e, por consequência, a recíproca também poderá ser verdadeira, como se vê na obra “O Terceiro Milênio”, de Ramatis, psicografado pelo médium italiano Pietro Ubaldo. Mas pensará errado quem pensar que o desequilíbrio da Terra, que antecede aos “novos tempos” que virão, fica só no campo da natureza. Na verdade, será muito mais profundo, com imenso desequilíbrio psicológico das pessoas, de muitas delas, fato que já vem acontecendo. Todavia, a “providência divina” já está, desde 1985, reencarnando espíritos iluminados na Terra, com a missão de preparar o nosso mundo para esse inevitável acontecimento- são as “crianças sagradas”... E o Brasil em sendo, como é, “O coração do mundo e a pátria de evangelho”,

segundo Humberto de Campos, vem recebendo muitas delas. O Governador da Terra, o iluminado espírito de Jesus Cristo- o filho de Deus, que muitos dizem, erroneamente, ser o próprio Deus, está à frente dessa trincheira na luta do bem contra o mal e esse duelo final, quer dizer, a evolução da Terra para uma vida sem crimes, sem cadeias, sem guerras. Certamente o bem vencerá e a luz para espantar a escuridão já se acende. É preciso, porém saber separar o “joio do trigo”, tirar a capa de ovelha que cobre o lobo, não dar crédito aos fanáticos que leiloam o “céu” e prometem falsas salvações. O antídoto do mal é o bem... O Juízo Final da Bíblia, ligado ao fim do mundo, é uma hipótese da Igreja romana para justificar a teoria da ressurreição, ou seja, a afirmação de o homem ter uma única vida, e depois dela, o “Juízo Final” e a conseqüente “absolvição ou condenação eterna”. Sua visão apocalíptica é uma exteriorização desta teoria. Arder eternamente no “fogo do inferno” não faz parte da pregação espírita. Para a Doutrina Espírita não haverá fim de mundo, mas sim um fim de ciclo evolutivo, com a retirada de Espíritos renitentes no mal, os quais serão levados a mundos inferiores, como aconteceu com no planeta Capela, localizado fora do sistema solar, de onde viemos e que passou por transformações iguais as que acontecerão com a Terra. Por causa deste fim de ciclo examina-se as previsões do Apocalipse, sob a ótica espírita, quando afirma que a Terra passará de um mundo Expiação e Provas

para um mundo de Regeneração, agora no terceiro milênio. Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias – Mórmons- Haverá o julgamento. O julgamento é bíblico. Haverá um novo mundo, o mundo será transformado, haverá céus, onde os santos habitarão, aqueles que foram fiéis, e o que está acontecendo é um prenúncio. Se você ler Mateus 24, você vai ver que havia a mesma preocupação que existe hoje, por parte de alguns teólogos e estudantes, que se preocupavam com relação ao futuro. Mas Cristo já havia revelado que “o Juízo Final seria precedido de guerras e rumores de guerras, que o oriente se levantaria contra o ocidente, pais contra filhos e filhos contra pais, tudo isto faz parte, quando estas coisas acontecerem, próximo estará o fim”. O dia e à hora só Deus sabe. Falsos cristos e falsos profetas fazem parte desta fase na qual estamos vivendo, pois cada religião tem a sua verdade. Judaismo - Não existem teorias apocalípticas no Judaísmo. Cada fim é um começo. O fim de um milênio é o começo de outro milênio. E o fim de épocas determinadas sempre são épocas conturbadas, mas temos provas na história que se surgem crises múltiplas, também surgem soluções. No século XX, conquistamos distâncias com as comunicações, computadores, Internet, etc... No século XXI, o desafio maior é conquistar a proximidade entre os seres humanos... E levá-los a Deus. Islamismo- Só Deus sabe o futuro da Terra e das pessoas. Só

Perigos e descobertas O risco que envolve as viagens astrais é um assunto contraditório. De acordo com o Instituto Internacional de Projeciologia e Conscientologia (IIPC), aparentemente não há problemas, partindo do princípio de que todos temos essa experiência pelo menos uma vez durante cada noite de sono. O estudioso Beraldo Figueiredo também acredita que não há riscos. “Não existe perigo de qualquer natureza em se projetar. Do contrário, teríamos milhares de mortos durante seus sonhos”, afirma. No entanto, no espiritismo, que denomina essa experiência como Desdobramento Espiritual, as projeções podem ser

perigosas, sim. “Despreparados, é possível deparar-se com espíritos desvirtuados, que podem provocar sofrimentos e controlar nossos passos”, alerta a diretora da FEB, Marta Antunes. Dessa maneira, no espiritismo, os desdobramentos ocorrem em reuniões focadas, tendo como finalidade o benefício do próximo. Apesar de serem governados pelos mesmos princípios, os espíritas frisam que existe, sim, uma diferença entre o desdobramento, pregado pela religião, e a viagem astral, de conotação popular. O método espírita é natural e espontâneo, não lançando mão de rituais ou exercícios para obtenção. Na doutrina de Kardec, para realizar um desdobramento, é necessário estar num lugar tranquilo, afastado de ruídos. Depois, é preciso fazer uma prece e entrar em um estado de concentração. “Na sequência ocorre o transe, de forma espontânea e, com auxílio de espíritos desencarnados, afasta-se do corpo físico”, explica Marta.

aumentou os problemas no mundo, demasiou o ilícito, abertura de camada de ozônio aumentou o número de mudanças ruins e drásticas para o ser humano e ainda sobre o que a Bíblia fala em relação ao dia do Juízo Final não é, necessariamente, a pregação do Islamismo. Há um provérbio que diz “Se a montanha não vem a Maomé, Maomé vai a Montanha”. O livro sagrado do Islã, o Alcorão, prega o Juízo Final, mas não o fim do mundo, é o bem vencerá ao mal, é o que nos diz o nosso profeta sobre os sinais da chegada do Juízo Final, no qual pequenos e grandes, ricos e pobres, todos serão julgados de acordo com os seus merecimentos. Os sinais do começo desse novo tempo estão por todos os lados e deles, os pequenos sinais são mais de 95 e já se esgotaram todos. Os grandes sinais são seis e entre eles esta a volta de Jesus Cristo. Obs.: a diferença de tempo entre nós e Deus conforme o que Deus disse no Alcorão: “um dia com Deus é igual há mil anos que contam na Terra”, quer disser isso que o tempo terreno difere do temo celestial... Testemunhas de Jeová - A Bíblia é bem clara ao dizer que a Terra existirá para sempre (Eclesiastes 1: 4). O propósito original de Deus era de que todo este planeta fosse um imenso e lindo paraíso (Gênesis 2:15), e embora a situação atual seja calamitosa, temos todos os motivos para confiar que isto ainda vai se realizar, num futuro não distante (Isaías 65: 20-25). Quanto ao universo como um todo, sabe-se que ele tem um tamanho que desafia a imaginação dos mais ousados sonhadores, sendo que já foram detectados corpos

celestes a milhões de anos-luz distantes daqui. Existem bilhões de galáxias, cada uma com bilhões de estrelas. A bíblia não declara especificamente o propósito de Deus quanto a estes incalculáveis corpos celestes, só podemos especular que a Terra possa não ser o único planeta habitado. Sobre o fato de estarem acontecendo tantas coisas ruins no mundo, a bíblia é bem enfática em nos mostrar que estamos no fim do atual sistema de coisas. Pode-se ler sobre isto em Mateus 24 e 25, Lucas 21 e 2 Timóteo 3: 1-7 (além de várias outras passagens). Por favor, entendam bem, não estamos aqui falando sobre o “fim do mundo”, muito menos sobre o fim da vida na Terra. Mas este sistema de coisas que presenciamos terá um fim em breve. Isto não é algo a ser temido, muito pelo contrário, significará o fim de tanta dor e sofrimento na Terra e abrirá caminho para uma nova ordem justa. Como este sistema acabará? A Bíblia prediz uma “grande tribulação” que começará com um ataque desferido pelo elemento político deste mundo contra “Babilônia, a Grande”, o império mundial da religião falsa. (Mateus 24:21; Revelação 17:5, 16) Jesus disse que, durante esse período, “o sol ficará escurecido, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e os poderes dos céus serão abalados”. (Mateus 24:29) Isso talvez indique que ocorrerão fenômenos celestiais literais. De qualquer forma, as luzes brilhantes do mundo religioso serão expostas e eliminadas. Depois, Satanás, chamado de “Gogue da terra de Magogue”, usará homens corruptos para fazer um ataque total Continua na página 8


Página 08

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Religião

O Apocalipse e ou o Juízo Final ao povo de Jeová. Mas Satanás não será bem-sucedido, porque Deus salvará seus servos. (Ezequiel 38:1, 2, 14-23) A “grande tribulação” atingirá seu clímax no Armagedom, “a guerra do grande dia de Deus, o Todo-poderoso”. Ela eliminará todos os vestígios da organização terrestre de Satanás, abrindo o caminho para bênçãos infindáveis para os sobreviventes e um imenso numero de pessoas que já faleceram, mas que voltarão pela ressurreição. — Revelação 7:9, 14; 11:15; 16:14, 16; 21:3, 4. Isoladamente, alguns aspectos das profecias que descrevem os últimos dias talvez pareçam aplicar-se a outros períodos da História. Mas, em conjunto, as evidências profetizadas indicam os nossos dias. Para ilustrar: as linhas que formam as impressões digitais de uma pessoa formam um padrão que não pode pertencer à outra pessoa. Semelhantemente, os últimos dias têm seu próprio padrão de sinais, ou acontecimentos. Eles formam uma “impressão digital” que não pode pertencer a nenhum outro período. Consideradas com os indícios bíblicos de que o Reino Celestial de Deus já está dominando, as evidências dão uma base sólida para concluir que estamos mesmo nos últimos dias. Além disso, há provas claras nas Escrituras de que o atual sistema iníquo será destruído em breve. Sobre quando isto ocorrerá, isto é, o dia e hora exatos do fim deste sistema, simplesmente não é possível saber antecipadamente. Mas podemos afirmar que quando ele chegar, não haverá nenhuma dificuldade em se entender que se trata de um ato divino. Ninguém confundirá com um acontecimento natural. Também é muito importante destacar que quando estes eventos começarem, já será tarde demais para se tomar alguma ação em se posicionar a favor do lado de Jeová, o que requer que tomemos uma posição agora, imediatamente. Como reagiremos às evidências de que estamos nos últimos dias? Considere o seguinte: quando se aproxima uma tempestade destrutiva, tomamos precauções sem demora. O que a Bíblia prediz para o sistema atual deve induzir-nos à ação. (Mateus 16:1-3) Podemos ver claramente que estamos nos últimos dias deste sistema mundial. Isso deve motivar-nos a fazer quaisquer ajustes necessários para obter o favor de Deus. (2 Pedro 3:3, 1012) Referindo-se a si mesmo como o agente para a salvação, Jesus faz uma convocação urgente: “Prestai atenção a vós mesmos, para que os vossos corações nunca fiquem sobrecarregados com o excesso no comer, e com a imoderação no beber, e com as ansiedades da vida, e aquele dia venha sobre vós instantaneamente como um laço. Pois virá sobre todos os que moram na face de toda a Terra. Portanto, mantende-vos despertos, fazendo todo o tempo súplica para que sejais bem sucedidos em escapar de todas estas coisas que estão destinadas a ocorrer, e em ficar em

pé diante do Filho do homem.” — Lucas 21:34-36. Catolicismo - O planeta Terra vive as dores do parto como a mulher grávida que está dando à luz um filho. Adversidades, perseguições e provações, colocam a dura prova a fé dos homens. Sempre foi assim. E no começo do cristianismo também os cristãos estavam sofrendo uma terrível perseguição. Para animar as primeiras comunidades que já não aguentavam mais tamanho sofrimento, São João escreveu o Apocalipse revelando (Apocalipse significa Revelação) a Boa Notícia da chegada de Deus que vem para nos libertar. Qualquer interpretação do Apocalipse feita para meter medo no povo deve ser considerada como errada e falsa. Tirando o véu, João faz aparecer aos olhos do povo a Boa Nova que estava aí, dentro dos acontecimentos e que o povo não estava enxergando. A Boa Nova é esta; Deus é o Senhor da história. O Imperador, por mais que grite e oprima os cristãos, não passa de um pobre coitado. Seu destino será a derrota total. Por meio deste anúncio forte e vigoroso, o Apocalipse desloca o peso da balança da vida. Enfraquece o cargo da perseguição que pesava de um lado. Fortalece o peso da fé do outro lado. E o povo se equilibra de novo na vida. A respeito do Juízo Final, o Novo Testamento fala dele principalmente na perspectiva do encontro final com Cristo, mas repetidas vezes afirma também a retribuição, imediatamente depois da morte, de cada um em função de suas obras e de sua fé. Igreja Presbiteriana - Volto a dizer: não somos os donos da verdade. A Igreja Presbiteriana não é a dona da verdade. Baseando-se no que está escrito na Bíblia e conseguimos entender, como existem coisas ainda indecifráveis até hoje, entre isto está o livro Apocalipse, que significa Revelação. Quando será estes dias de que fala o Apocalipse ? Não sabemos. Existem os sinais, filhos contra pais, pais contra filhos, rumores de guerras, fome, peste, seca, terremoto, maremotos, etc... E isto nós já estamos vendo há várias décadas. Enquanto o homem se encontra no estágio de um gigante na tecnologia e na ciência, ele se transforma num pigmeu no lado moral, tanto faz no primeiro ou terceiro mundo. Qual explicação lógica para tudo isto? Não deveria a evolução ser um equilíbrio? A distribuição das riquezas, poucos tem acesso ao itens básicos de sobrevivência e as oportunidades não são iguais para todos... Então, cadê a riqueza produzida pela ciência? O que falta não é a ciência ou tecnologia, o que está faltando é Deus. Os homens estão tentando provar que conseguem viver sem Deus. E quanto ao futuro? A Bíblia diz que haverá um novo Céu e uma nova Terra, aonde haverá justiça, sem sofrimento, eternamente. E nós cremos e aguarda-

mos isto. Como eles serão? Nós não imaginamos e o futuro só a Deus pertence. Um paraíso, animais, todos nus, não sabemos como será. Não poderia ser aqui mesmo na Terra, só que com o homem renascido, moralmente? Pois onde há Deus há a paz e a serenidade. Religião de Deus- Esta questão pode ser respondida com uma máxima do fundador da Legião da Boa Vontade e Proclamador da Religião de Deus, Alziro Zarur: “A Lei Divina julgando o passado, determina o futuro. Futuro de cada criatura humana. Futuro de cada povo ou nação”. Vemos, então, que a humanidade colhe o que plantou ao longo dos anos, nada mais, nada menos. Quanto ao futuro, depende de nosso presente: ou nos integramos nas leis de Deus para alcançarmos um futuro melhor, individual ou coletivo, ou continuaremos escrevendo um futuro de mazelas. É óbvio que há um planejamento divino para o planeta Terra, e como todo planejamento tem um prazo, chegará o momento da avaliação final, ou seja: saber os que poderão, pelas suas obras, continuar ou não fazendo parte do planejamento. Por isso, o Cristo ensinou em Seu Evangelho que na casa (o universo) de Seu Pai há muitas moradas. O Apocalipse é esse planejamento divino que vai dar a cada, um julgamento conforme suas obras. A finalidade do livro das profecias finais é avisar amigavelmente a humanidade do que ocorre e ocorrerá devido aos nossos próprios atos. É uma carta de um amigo alertando sobre a necessidade de trilharmos o bom caminho: “Eu sou o caminho, a Verdade, e a Vida e ninguém vai ao Pai senão por mim- Jesus”. Quanto ao Juízo Final, diariamente somos levados a julgamento. Os sinais do cumprimento das profecias estão em toda parte. No entanto, a maior delas, que é a Volta triunfal de Jesus ao planeta Terra, Ele mesmo diz não saber em que data ocorrerá, somente o Pai sabe. Certamente é preciso que os corações estejam preparados, pois somente quando a humanidade clamar: “Bendito é aquele que vem em nome do Senhor! Ora vem Senhor Jesus!” é que se dará sua Volta Gloriosa, porém, antes, é preciso que Sua mensagem seja elevada à Religião, à Filosofia, à Arte, à Ciência, ao Esporte, à Política, enfim, a todos os ramos do saber humano. Umbanda e Candomblé- O futuro do planeta Terra é o de continuar sendo a nossa morada divina. Quanto ao Apocalipse ou Juízo Final citados na Bíblia, trata-se de uma interpretação teológica pertencente a outras religiões, e não compete a nós, os umbandistas, discuti-la. Essas interpretações não fazem parte de nossas preocupações religiosas, já que acreditamos que todo ser é julgado e direcionado por Deus assim que desencarna. Porém, sabemos que haverá esse Juízo

Página 17

- Um novo jeito de fazer jornal

Economia Final e quem for digno de ficar na terra, ficará. Os que não forem, serão exilados para “outras moradas” Igreja Adventista do Sétimo Dia - Aí tem uma dezena de perguntas. Tudo que está relacionado ao fim do mundo a Bíblia chama de escatologia. O futuro da Terra é o retorno de Cristo. Até Cristo voltar às coisas não chegarão a um conserto pleno. Pode ser que melhore um pouco de um lado, um pouco do outro, mas a tendência é sempre piorar. E isso não é uma visão pessimista, mas simplesmente uma visão realista da história. Numa linha geral o passado é sempre melhor do que o futuro. Sempre que você olhar para o passado, este sempre será bem visto. Isto é devido a estarmos vivendo num mundo onde há o pecado. Enquanto o pecado não for banido completamente não teremos um mundo perfeito. Falando filosoficamente, o ferro, enferruja. A madeira, apodrece. O homem fica velho, corcunda, careca. Tudo com o tempo piora. Nada melhora. Dizer que existe evolução é você ir contra a lei natural da vida. O tempo sempre ajuda a degradar algo quando existe pecado. Na Bíblia está escrito que jamais veremos um filho de Deus mendigar o pão. Qualquer filho de Deus não tem medo de crise ou recessão. Quem me dá o pão é Deus. Um amigo meu disse um dia: “Ah ! Mais é fácil para falar porque você está empregado. Eu estou há quinze anos desempregado e Deus não está ouvindo as minhas preces. Eu falei: ao contrário. Ele está ouvindo a você mais do que eu. Porque durante nesses quinze anos você está comendo sem trabalhar. Você está desempregado, mas sem fome, frio, sede, etc... Porque enquanto nesses quinze anos eu estou acordando às 7 hs e durmo às 10hs para sustentar a minha família. Está chegando a um ponto em que a humanidade dirá: este mundo não tem mais jeito. É a hora exata em que Cristo dirá: tem sim. E isto se fará fazendo uma nova Terra. A hora da volta de Cristo precisava encontrar um ponto exato, pois se não fosse assim, para que Ele voltar ?. Assembléia de Deus - Esta pergunta tem uma resposta muito longa, creio que não adiantaria muita coisa se eu disse para você, que o futuro do planeta Terra seria o lago de fogo. Por que coisas ruins estão acontecendo no mundo, a bíblia diz que o mundo jaz no maligno. O Apocalipse é a revelação de Deus aos homens e o juízo final vai servir para sentenciar a cada ser humano. No juízo final, todos estarão diante do grande juiz de toda a terra, e lá seremos julgados e sentenciados por tudo o que fizemos e deixamos de fazer. Diz a Bíblia – uns seguirão para o descanso eterno e outros para o tormento eterno. Igreja Batista - A certeza dos acontecimentos a bíblia nos ensina que só a Deus pertence. As coisas ruins acontecem por que o Homem se distanciou de Deus e o juízo final tem como finalidade

restaurar a ordem perdida. Budismo - Sobre o futuro do planeta e questões sobre Apocalipse e Juízo Final, o Budismo não se pronuncia. Mas em relação às coisas ruins que estão acontecendo no mundo, o ensinamento budista relata que o ser humano tem inúmeras virtudes e também inúmeros defeitos e que a causa do sofrimento dos seres humanos é o apego, o egoísmo e a ignorância. Podemos afirmar que muitas coisas ruins que estão acontecendo no mundo são frutos da ignorância e egoísmo dos seres humanos. Por exemplo: as violências físicas, os assassinatos, os roubos, as guerras, etc. Cada um, individualmente sempre será julgado de acordo com os seus atos. Seicho-No-Ie - Vamos por parte. Primeiro, não nos preocupamos com o futuro. Apenas vivificamos e vivemos intensamente o presente. Como disse Jesus, “a cada dia basta o seu cuidado”. A Seicho-No-Ie entende que o que está escrito no Gênesis, Capítulo 3, é uma profecia de que a economia materialista, bem como a medicina materialista, ou todas as formas de pensamento materialista atingindo um certo desenvolvimento entraria em declínio e se desintegrarão. Portanto, há necessidade de que a humanidade volta a sua mente para Deus, isto é, é preciso que deixem o pensamento materialista e se voltem para a espiritualidade. O fato de a pessoa abortar uma criança pensando unicamente na conveniência dos pais é apenas um dos atos desse pensamento materialista --, que por sinal atinge milhões de crianças por ano só no Brasil --, traz conseqüências funestas para a humanidade, em forma de terremotos, furações ou chuvas torrenciais. Quanto ao Apocalipse, a Seicho-No-Ie entende que pelo fato de a expressão “princípio” no texto do Gênesis “No princípio, Deus criou o céu e a terra”, não significa o “início”, quer dizer que também não existirá o “fim”. Como Deus é Vida eterna, tudo que Ele criou também tem vida eterna. Já quanto ao Juízo Final está se processando aqui e agora. “Aquele que tiver queimado a ilusão, pelo contrário, viverá; aquele que tiver queimado a treva, pelo contrário, verá a luz. A doença será curada e o padecimento se apagará”, diz um trecho das Revelações Divinas da Seicho-No-Ie. Hare Krishna- O planeta está ruim porque as pessoas não se deram conta de que estão se afastando do verdadeiro motivo de estarmos aqui: servir a Deus. O número de crianças indesejadas também aumenta, o que não causa somente um dano psicológico como baixa o nível de religiosidade do mundo. O propósito de vir a este mundo material é nos desenvolver e desenvolver o amor puro que devemos ter. Mas o que acontece hoje em dia? O governo só engana, as pessoas não têm emprego e partem para o crime, do crime vem drogas, violência, prostituição e falta de fé. Aliás tudo começa com a falta de fé, tudo é controlado por Krishna e quem não se refugia em Deus não pára de sofrer.

ECONOMIA- Tendência

Ibovespa Futuro abre em alta, refletindo ganhos externos SÃO PAULO – O Ibovespa futuro inicia a sessão desta quarta-feira (27) em alta de 0,27% a 68.060 pontos, mantendo a trajetória de ganhos observada na véspera. Os mercados externos também avançam, em dia marcado pelo término da reunião do Fed sobre política monetária

nos EUA. Diante do encontro, espera-se também novas sinalizações de que o programa de compra de títulos, conhecido por QE2, será de fato encerrado em junho. Além disso, novos resultados corporativos de empresas europeias levam as bolsas de re-

gião a registrarem o quinto pregão consecutivo com os índices no campo positivo. No entanto, o banco suíço Credit Suisse frustrou as expectativas do mercado nesta sessão ao reportar um lucro líquido pior que o esperado em seu resultado trimestral.

O VÍCIO DO JOGO Soraia Issa de Carvalho

Médica alerta sobre o transtorno compulsivo do jogo e suas várias formas de tratamento. No início é sempre uma brincadeira, uma atividade saudável e de entretenimento. Mas, com o passar do tempo, pode transformar-se em um vício incontrolável. O transtorno patológico de jogo é uma dependência psicológica, caracterizada por comportamentos compulsivos de hábitos executados inúmeras vezes. São hábitos aprendidos, seguidos por alguma gratificação emocional, trazendo um alívio de ansiedade ou de angústia no jogador. O assunto vem ganhando importância crescente atualmente, principalmente, pela repercussão no horário nobre da TV brasileira. A Rede Globo está abordando a compulsão pelo jogo na novela Insensato Coração, através do personagem Kleber, vivido pelo ator Cássio Gabus Mendes, que já perdeu a família e o emprego como jornalista devido ao vício. Com isso, e devido ao fácil acesso a vários tipos de jogos disponíveis no país, dos mais simples, como os de loteria, aos mais perigosos, como corridas de cavalo, cartas e bingos, além dos jogos eletrônicos popularizados pela

internet, o tema vem ganhando cada dia mais atenção. Segundo a médica e psicanalista, Soraya Hissa de Carvalho, tudo começa com pequenas apostas, na maioria dos casos, entre homens. Ela explica que algumas pessoas não controlam o comportamento diante do jogo e, conseqüentemente, causa o descontrole em todos os sentidos da sua vida. Não impondo limites, o jogador pode comprometer a vida social, a renda, o trabalho, os compromissos financeiros e, até mesmo, a ruína de seus familiares, diz a psicanalista. O ato compulsivo de jogar tem comportamentos e reações idênticas ao abuso do álcool e drogas e do hábito intempestivo do vômito (bulimia e anorexia), e juntos apresentam resultados negativos para a vida, com conseqüências físicas, psicológicas e sociais graves. Conforme explica a médica, o jogador compulsivo alimenta, de forma doentia, a idéia de sucesso imediato, e considera que perder o jogo será apenas uma

circunstância eventual. Tornando uma grande fonte de prazer em realizá-lo com freqüência, o jogador acredita que a sorte pode chegar a qualquer momento, gastando todo no jogo, perdendo a noção do contexto real da vida, explica Soraya. Assim como acontece com outros hábitos compulsivos, o tratamento para o transtorno patológico de jogo tem poucas referências na medicina. De acordo com médica, já existem no Brasil algumas clínicas de assistência a essa vítimas, chamadas Grupos de Jogadores Anônimos. Ela destaca que o transtorno pode ser tratado com acompanhamento de psicoterapias, psicodinâmicas, terapia familiar, cognitiva e comportamental, além de uso de antidepressivos. Especialista em endocrinologia, geriatria e reabilitação psiquiatria, medicina tradicional chinesa, medicina psicossomática, psicooncologia e tanatologia, neurociência e comportamento, suicidologia e psicanálise.

Outras referências Na agenda doméstica, destaque ao IPCFipe (Índice de Preços ao Consumidor) que novamente indicou aumento da inflação ao marcar taxa de 0,65% na terceira quadrissemana de abril. Além disso, o Bradesco divulgou seus números trimestrais, ten-

do alcançado no primeiro trimestre deste ano um crescimento de 27,5% no lucro líquido, frente ao mesmo período de 2010. Passando para a Ásia, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s cortou a perspectiva para o rating do “AA-” do Japão de estável para negativa.

Por fim, foi divulgado no Reino Unido os números preliminares para a variação do PIB britânico no primeiro trimestre de 2011. Os números indicaram crescimento de 0,5% na margem – em linha com o esperado e acelerando frente ao observado nos últimos três meses de 2010.

Bradesco arremata o Berj por R$ 1,8 bilhão Rio- O Banco do Estado do Rio de Janeiro (BERJ) foi comprado pelo Bradesco por R$ 1,8 bilhão em um leilão realizado no dia 20 de maio corrente, na BM&FBOVESPA e com isso levo u ainda o direito de operar, por três anos , a folha de pagamento dos servidores ativos, inativos e pensionistas d Governo do Estado do Ri de Janeiro, a partir de janeiro de 2012, o que equivale a mais 430 mil novas contas para o banco. Para o Secretário de Estado da Casa Civil, Regis Fichtner o ágio de quase 100% (99,8%) sobre o valor mínimo demonstra a confiança do mercado na atual administração estadual e na pujança econômica do Estado: “ – É uma grande vitória para o Estado. É uma demonstração de confiança no Estado do Rio de Janeiro, na condução do Estado pelo governo Sérgio Cabral. Quatro grandes bancos brasileiros disputaram um banco em liquidação e a folha de pagamento d Estado do Rio de Janeiro. Foi uma disputa acirrada e o Bradesco ganhou. Estamos muito felizes com esse resultado, que ultrapassou todas as nossas expectativas. Isso representa a pujança econômica do

Estado, a confiança que o mercado hoje tem no Governo do Estado do Rio de Janeiro”, disse o secretário. O lance mínimo para arrematar o BERJ era de R$ 513 milhões e o Bradesco ofereceu R$ 1,025 bilhão pelo banco. A segunda maior oferta foi do Banco do Brasil , com um lance de R$ 729,365 milhões; seguido pelo Santander, com lance de R$ 651 milhões e o Itaú, com R$ 590,022 milhões. Ao todo, o Bradesco vai pagar R$ 1,8 bilhão, incluindo o preço do BERJ, a folha de pagamento do Estado e os emolumentos da Bolsa. O banco assumirá a folha de pagamento em janeiro de 2012. Com o arremate, o Bradesco recebe um crédito fiscal de R$ 3 bilhões. De acordo com o diretor do Bradesco Poder Público, Renan Mascarenhas Carmo, daqui a cinco dias, quando deve acontecer a assinatura do contrato com o Governo do Estado, o Bradesco pagará 20% do valor total da comprado BERJ mais a folha de pagamento dos servidores do Estado. Segundo ele, a segunda parcela deve ser paga daqui a 150 dias. _ O Estado do Rio de Janeiro está de parabéns pela

transparência com que conduziu este processo. Para o Bradesco esta vitória é significante, pois reforça a nossa presença no estado. Afinal, o Bradesco é o patrocinador das Olimpíadas e isto para nós é muito importante. O Bradesco é um banco preparado para atender os servidores públicos. Serão abertos mais de 40 postos de pagamentos nas diversas secretarias e várias agências_ disse Mascarenhas. Leilão exclui “Banerjão” e acervo cultural do banco O Decreto nº 42.432, assinado pelo Governador Sérgio Cabral, excluiu da venda o “Banerjão”- edifício no centro da cidade que foi sede do banco-, avaliado em R$ 86 milhões, e um terreno na Avenida Paulista, comprado nos anos 70, que vale R$ 60 milhões. O governo também prevê a manutenção do acervo cultural do BERJ, estimado em R$ 11 milhões, que inclui obras de Di Cavalcanti, Alfredo Volpi e Anita Malfati. Aos atuais acionistas minoritários do BERJ será pago o valor dos imóveis desapropriados na proporção de sua participação no capita social. Fonte: estadorj.governo@gmail.com.

Defesa do Consumidor:

Depois de três anos dívida não pode ser cobrada Ninguém é bom pagador se não tem dinheiro e o SERASA/SPC tem “deitado e rolado em cima do nome do desafortunado consumidor que por linhas tortas da vida fica inadimplente e, por isso, com o nome sujo na praça por longos cinco anos ou até mais. Agora, porém, esse calvário está diminuindo de intensidade: O Tribunal de Justiça do Estado do

Rio de Janeiro-TJ acaba de reduzir esse prazo para três anos e quem, depois dessa nova regra, continuar com o seu nome na lista desses serviços de “proteção ao crédito” poderá acionar a justiça para reabilitar seu nome e até pedir indenização por perdas e danos morais. O novo Código Civil, prevê esse prazo de 3 anos. É bem verdade que

os comerciantes, bancos e indústrias, bem como os seus os seus órgãos de defesa (Serasa/SPC), continuam dizendo que prevalece o disposto no Código de Defesa do Consumidor, mas não é assim e prevalece o que é mais benéfico para o consumidor e, aliás, este último está defasado em relação ao primeiro, ou seja ao Código Civil que é posterior.


NOROESTE NOROESTE

Página 16

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Cidade

Geral

Prefeitura de Itaocara reforma e amplia o Mercado do Produtor Atendendo a uma justa reivindicação dos produtores rurais do município e de fora dele, o Prefeito Alcione Aráujo determinou a reforma e expansão das “pedras’, que é o local de exposição de mercadorias, para atender a crescente expansão dos negócios ali efetuados. A obra já está concluída. O Município de Itaocara é hoje reconhecido como grande produtor de hortifrutigranjeiros, produzindo e larga escala tomate, vargem, jiló, abobrinha, berinjela, quiabo, sendo o maior produtor estadual deste último. Além disso, ali também podem ser encontradas frutas como coco, maracujá, banana,

goiaba e tantas outras mais, além de especiarias,

como pimentas, inclusive do reino, urucum, etc, e

Praça dos Quiosques vai receber novo Calçadão Para quem curte a beleza e a magia da Praça “Pedro Eugênio de Oliveira Sardinha”, a Praça dos quiosques que foi construída pelo Governo José Romar Lessa, de saudosas lembranças, através do então Secretário de Obras do Município, Alcione Araújo, e revitalizada pelo prefeito Manoel Faria, o prefeito de Itaocara, Alcione Araújo, tem uma ótima notícia para dar ao povo: um novo calçadão está

sendo projetado para o local, o mais nobre “point” da cidade, só que agora o mesmo terá inicio na antiga Praça da Ciência, que fica ao lado do Hospital Municipal de Itaocara. Segundo o prefeito Alcione Araújo, “Além do novo e moderno Calçadão dos Quiosques, a prefeitura também irá reformar o Monumento dedicado ao profeta Moisés, que fi ca na citada praça e que é uma obra com a marca

do gênio que foi o Dr. Carlos Moacyr de Faria Souto, o conhecidíssimo Dr. Carlinhos, um dos grandes prefeitos que o município já teve, e que precisa ser refeita”. Tal assertiva do Prefeito Alcione vem de encontro aos anseios da população itaocarenses e, alías, é isto que vem sendo reivindicado pelo ilustre itaocarense e amante inveterado de Itaocara e sua história, o fotógrafo José Bechara.

Prefeitura de Itaocara inicia contenção do Morro do Cruzeiro

que são produtos, dentre outros, expostos na feira

agrícola que acompanha o Fogueirão. É de se realçar que se concentra no lugar Conceição, zona rural de Jaguarembé, uma grande produção de goiaba, esta utilizada, principalmente, na agroindústria local. Para quem não conhece o Mercado do Produtor de Ponto de Pergunta, este localizado em Jaguarembé, no antigo prédio do IBC dos áureos tempos do café e que fora construído por indicação do Deputado Federal Dr. Carlos de Faria Souto, ilustre representante de Itaocara, que também foi o responsável direto pela construção da Ponte Ari Parreira, e que depois abrigou a “Casa Nazareth”, esta dirigida pelo Irmão Pedro, cujo prédio

e respectiva área foram adquiridos pelo município através de vigorosa decisão tomada pelo prefeito Joaquim Monteiro, vale a pena informar que o mercado funciona às 5ª e 6ª feiras, quando recebe um público estimado em cerca de 5 mil pessoas. Hoje o sucesso das atividades do Mercado do Produtor ultrapassa as fronteiras do município e do próprio estado, dada excelência e diversificação dos produtos ali oferecidos, além da segurança derivada da existência da ótima Patrulha Rodoviária localizada bem no entroncamento da rodovia RJ-116 com a que liga o “Ponto de Pergunta” a São Fidélis. Agência NN.

Itaocara na vanguarda da proteção ambiental (Governo Alcione quer resolver problemas ambientais) Para quem vive preocupado com a questão ambiental, a Prefeitura de Itaocara tem algumas notícias importantes: Até a algum tempo, o morro fronteiriço à Prefeitura Municipal, parte do Morro Bela Vista, era considerado como em sendo o “Pulmão da Cidade”, tal era a exuberância e o verde de sua mata nativa, uma verdadeira fonte de oxigênio! Mas aos poucos essa mata foi desaparecendo e em conseqüência algumas casas foram invadindo o local, inclusive com sérias ameaças urbanísticas ao centro da cidade. Em 2008, no governo Manoel Faria, tal área foi reflorestada com a plantação de centenas de pés de árvores nativas na região. Com o Projeto

“Sombra Verde”, idealizado pelo artista plástico Henrique Resende, contando com total apoio da Prefeitura, dezenas de árvores também já foram plantadas em ruas da cidade e muitas delas já estiveram floridas nesta última primavera, além de propiciar sombras e abrigar pássaros. Alcione continua tocando esses dois importantes projetos... Outra questão de vital importância para a preservação do meio ambiente é a referente à colheita e depósito do Lixo Urbano. Para resolver esse crônico problema, o governo Alcione liderou a criação do Consórcio do Lixo, este assinado com os município de Pádua, Aperibé, Cambuci, São Fidélis, Italva e Cardoso Moreira e o

aterro sanitário ficará localizado no distrito de Pureza (S.F). Sua estrutura já está toda montada, inclusive com CNPJ. Com isso, a questão do lixo urbano estará totalmente resolvida. Outra luta está sendo iniciada: É o tratamento de esgotos que são despejados in natura no Valão de Caxias. Os primeiros contatos já foram iniciados com a Secretaria Estadual de Ambiente. Outra grande iniciativa do Prefeito Alcione Araújo foi à criação da Guarda Municipal Ambiental, cujo projeto já foi aprovado pela Câmara de Vereadores e transformado em Lei. Aliás o Consórcio já está formado e o aterro sanitário ficará em Pureza, onde já se comprou uma grande área para sua instalação.

Prefeitura de Itaocara reforma escolas rurais Itaocara- Depois de anos de constates lutas, os moradores do Morro do Cruzeiro conseguiram um grande vitória: a obra de contenção do grande barranco que já estava desmoronando

e colocando em risco a vida das pessoas ali residentes. Agora, graças aos esforços do prefeito Alcione Araújo, a prefeitura de Itaocara, em conjunto com o Governo Federal, já iniciou a

obra. Segundo informações colhidas por nossa reportagem, a referida obra terá um custo de cerca de R$ 500 mil e deverá estar pronta em breve

Ao contrário do que parte da mídia vem informando, a prefeitura de Itaocara já reformou, na administração Alcione Araújo, diversas escolas rurais, como, exemplificando, que inclusive receberam ar condicionado e computador. É a modernidade que chega às escolas rurais e garante conforto

Página 09

- Um novo jeito de fazer jornal

e melhores condições de aprendizado aos alunos. Algumas escolas, porém, dizem fontes palacianas, “deverão ser fechadas em face do ínfimo contingente de alunos”. Segundo tais fontes, o fechamento dessas unidades escolares se faz necessário em se analisando o fator custo x benefício, eis que

não se justifica manter uma estrutura escolar para atender 3 ou 5 alunos, principalmente quando se pode transferir essa clientela para outra escola próxima sem nenhuma perda para alunos e corpo docente e administrativo, eis que a prefeitura dispõe de veículos para transportar o pessoal.

DETRAN-RJ bloqueia Taxis Cassados Itaocara-RJ- Altas fontes ligadas ao Governo do Município de Itaocara informaram a nossa reportagem que “o DETRAN-RJ acaba de bloquear vistorias, emplacamento, transferência, vendas e tudo o mais que estiver ligado aos taxis cassados pelo Decreto nº 1.007/10. Esses ex- taxis também não poderão trafegar

e se assim o fizerem poderão se apreendidos e levados para o depósito público”. Informações não oficiais dão conta de que o Governo Federal e o Estado do Rio de Janeiro executarão os proprietários dos ex-taxis para recuperar a isenção do IPI e a diferença paga a menor do IPVA nos últimos cinco anos. Para tanto,

dizem, tais poderes já estão municiados com toda documentação necessária, tais como Nota Fiscal do veículo adquirido com isenção do IPI, na qual costa o nome do proprietário e seu CPF, bem como endereço, fatores necessários para o ajuizamento das respectivas ações. Vale ressaltar que a Prefeitura de Itaocara nomeou uma Comissão

Especial para fiscalizar o exercício da profissão de todos os taxistas. Com base no relatório dessa comissão e citando todos para apresentação das respectivas defesas, caso quisessem, é que a municipalidade consumou o fato. Para quem não sabe, é bom esclarecer, repetindo o que já foi publicado no BIOPI, jornal oficial do Município, que a

iniciativa da cassação dos taxis fantasmas foi tomada em atenção provocação do Ministério da Fazenda e da Assembléia Legislativa do Estado, através do seu Departamento de Denúncias “ALÔ ALERJ”. Vale ainda informar que o TJ, em ações já movidas contra o Município de Itaocara, tem decidido por unanimidade a favor deste último.

Servidor Público de Itaocara EDUCAÇÃO: vai ter casa própria Em sua gestão à frente do destino do Município de Itaocara, o Prefeito Alcione Araújo, vem tomando providência para buscar o seu progresso real, atacando crônicos problemas até então esquecidos sem, contudo esquecer-se de que o maior patrimônio da municipalidade é o seu povo, aí incluído o servidor público. Por isso é que diversas questões ligadas a Educação, Saúde, Trabalho, Cultura e Turismo, Transporte, etc, estão sendo atacadas com determinação e competência. Agora,

por exemplo, para facilitar a vida do servidor público, o Prefeito Alcione Araújo acaba de firmar convênio com o Banco do Brasil para realizar um dos maiores sonhos da categoria, a conquista Casa Própria, isto sem falar que ele tem concedido reajuste salarial todos os anos em seu governo e paga em dia o salário do servidor. Como um servidor (MFP), que não quis se identificar por questões óbvias, disse a nossa reportagem que “muita gente fala, mas só fala. Alcione faz.”

Vem aí a Escola Técnica do Campo de Semente Para cumprir mais uma promessa de campanha, o prefeito Alcione Araújo vem lutando para dotar a cidade de Itaocara de uma Escola Técnica para capacitar trabalhadores, dando-lhes maiores oportunidades de entrar no competitivo e exigente mercado de trabalho, principalmente agora em que o Governo do Estado volta suas atenções para o desenvolvimento das regiões norte e noroeste fluminenses, ao prometelhes, oficialmente, toda estrutura para que muitos municípios, cerca de 20 deles, entrem no carro da história de um progresso maior. É projeto do Governo de Itaocara construir a Escola Técnica na localidade do Campo de Semente, já que o Governo do Estado está doando ao Município uma área de terras com cerca de 10.000 m2 e para viabilizar tal projeto

a prefeitura, através da CEDAE, já levou até ao local uma rede de abastecimento de água. A par dessa iniciativa também está previsto o prolongamento do asfalto da Rua Magno Martins, obra realizada nesta gestão de 2009/2012, até ao citado local, fato pelo qual o governo Sérgio Cabral já se comprometeu. Outra obra que também beneficiará o acesso à futura Escola Técnica, bem como outros usuários da mesma, é o recapeamento total da rodovia Itaocara x Cambuci, assunto sempre constante na agenda do prefeito Alcione e que a ele foi prometido publicamente pelo presidente da Fundação DER por ocasião da inauguração do novo asfalto da Rodovia RJ-116, fato ocorrido no final do ano de 2010 na Praça Cel. Guimarães, em Itaocara, sob as vistas do nosso padroeiro Frei Thomás...

Governo de Itaocara constrói Creche-Escola em Jaguarembé Atendendo a uma justa e antiga reivindicação do povo, o Prefeito Alcione Araújo determinou a construção de uma CrecheEscola em Jaguarembé. A obra, que é uma parceria Prefeitura-PADEM, Programa “Somando Forças”, que já está em fase final de construção, faltando apenas pequenos detalhes da parte externa, está sendo construída em terreno adquirido do espólio de Iosmar Gama e está situada a Rua Prefeito “Alcebiades Carvalho”, no centro da sede do distrito. A obra tem por finalidade oferecer a clientela infantil de Jaguarembé, serviço de Creche e de Ensino Infantil nos moldes oferecidos pela Escola Municipal de Educação Infantil “Jaisa Vieira Pinheiro”, esta localizada no bairro BNH e que é modelo

de excelência neste tipo de ensino na região. Falando à nossa reportagem, o Prefeito Alcione Araújo disse da sua “alegria de poder atender a esta justa

reivindicação da população de Jaguarembé, eis que reconhece o sacrifício do povo, principalmente das mães cujos filhos estão na faixa etária que se enquadra

na clientela destinada a creche-escola”. A previsão de funcionamento desta nova unidade educacional é para o segundo semestre deste ano de 2011.

Meio Ambiente em Itaocara é Referência Regional (Olé, olá, o Rio Paraíba vai voltar a Respirar)

Pois é, se dependesse mesmo só do Governo de Itaocara, o Rio Paraíba do Sul voltaria a respirar, mas ele ultrapassa a sua área de ação, mas contando com o decidido apoio da Secretária de Estado de Ambiente, Marlene Ramos, bem como através de decisões próprias, o governo do Município de Itaocara vem se destacando na região em relação à questão ambiental: o Projeto “Sombra Verde” , que cuida de reflorestar áreas degradadas plantar árvores no perímetro urbano, é sucesso absoluto; a limpeza urbana, inclusive com lavagem de ruas, tem sido muito elogiado; o Consórcio do

Lixo, liderado por Itaocara, é uma atitude de grande alcance ecológico e que levará o lixo itaocarense para o aterro sanitário localizado em Pureza (SF) e agora a grande revolução ambiental- A introdução em Itaocara do revolucionário método de tratamento de esgotos sanitários, que hoje são despejados in natura no Rio Paraíba do Sul através dos valões de Caxias, o principal receptor, e Escolástica, este último vindo dos bairros Cidade Nova, Cidade Seca e Florestal e que agora serão tratados por elevatória e canalizados em tubulações até perto do Campo de Semente, onde serão despejados no

Rio Paraíba do Sul já em condição potável. A obra, orçada em mais de 1,5 milhões de reais, já esta sendo projetada e para isso uma equipe de engenheiros, ambientalistas e outros técnicos especializados, já estiveram, e alguns ainda estão, na cidade de Itaocara. A grandiosa obra, pioneira na região, que visa resolver um problema centenário, até agora inatacado, vem sendo tratada com muito carinho pelo Governo Municipal, através da Secretária Municipal de Meio Ambiente, com irrestrito apoio do Governo do Estado e da Secretária de Estado de Ambiente, Marlene Ramos.


Página 10

NOROESTE NOROESTE NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

AMANDA RIPPER

Geral

@ Subindo a Serra

pousa naquele “aeroporto”. Agora que o cara tá motorizado, então...

Pois é, para quem não sabe, dizem que “pinto” sobe a Serra da Bolívia, mas não sobe a Serra de Petrópolis. Será por medo do “Dedo de Deus” ou do intenso frio? Há quem diga que por causa dos dois... Mas, de qualquer modo, na dúvida, é melhor esperar o verão chegar... O risco é bem menor. Ah! Faltou dizer, tem uma bela mulher que adora, ou adoraria, subir a Serra da Bolívia e amar no cume dela, mesmo que rolasse serra a baixo...

@ Na Internet

Pois é, uma é “A”, a outra é “M”, e ambas são lindas. Uma é loira e a outra morena, 18 e 20 anos, 1,70 m e 1,67 m, respectivamente, esbeltas, meigas e mágicas. Residem na periferia de Itaocara. As duas andam sempre juntas e topam qualquer programa... Adoram dividir o mesmo homem e são insaciáveis. Noite dessas elas foram vistas entrando no motel “Shaloom”, que significa paz, acompanhadas de um comerciante, que “banca” as duas, mas, segundo elas, “o cara não é de nada” e elas é que fazem “o serviço” nele...

@ Festa do Cavalo... Amanda estava de bobeira na última “Festa do Cavalo” acontecida em Itaocara e de repente deu de cara com um casal bem conhecido na sociedade... Ele “A”, proprietário rural e ela “M” uma linda comerciária, estavam transando na carroceria de uma caminhoneta e esta balançava tanto que até chamou a atenção de muita gente, inclusive da Amanda. O detalhe “sórdido” é que ele é casado e a mulher dele, “R”, estava na festa....

@ Central de Boatos... É incrível como a mente humana, de alguns, é tão pérfida, principalmente quando se trata de política, ou politicagem: dia desses no Calçadão Prefeito Otílio Pontes, em Itaocara, um grupo de pessoas da oposição ao atual governo estava “reunido” para decidir o que falariam do prefeito na próxima edição de certo jornal, por sinal muito bem feito e com excelentes artigos. De repente, um dos presentes disse: -“ mas não podemos divulgar esta notícia, pois a mesma não é verdadeira”. A resposta veio logo: - “Não importa, o importante é falar mal, já que o povo acredita no que lê. A gente sabe que o prefeito é bom, mas se quisermos vencer a próxima eleição temos que detonar o cara”... Olha, vem mentira por aí...

@ De Volta & Mais pornô... Um casal bem “pornô” que frequentava constantemente esta coluna, dela estava ausente por bom tempo. Agora está de volta com redobrada fome de sexo... Você se lembra do homem que ficava dentro do Armário para ver a mulher transando com outro? Pois é, continua fazendo isso, só que agora quando o “Ricardão” e sua esposa estão no auge, ele sai do armário e participa da transa, ora ativo, com a mulher, ora passivo com o “Ricardão”, um crioulo de dois metros de altura... Pois é, tem gosto pra tudo...

O crime & o contrato social Francisco Marra de Moraes*

Pois é, tem internautas por aí dizendo que corre pela net, num site desses, um filme no qual uma garota de Itaocara e outra de Aperíbé, ambas maiores de idade e lindas, uma morena e outra loira, ficam nuinhas de tudo, em poses eróticas e até se amando, num vídeo muito bem produzido e de fazer inveja aos assinantes do Canal 150 da Sky. Quem já viu dizem que é um espetáculo e, ao mesmo tempo, um desperdício. Nenhum preconceito, principalmente agora com a nova Lei ...

@ As duas irmãs...

@ Destaque em Comunicação @ Educação no Trânsito Pois é, apesar do esforço da Prefeitura de Itaocara para disciplinar o trânsito na cidade, inclusive com radares e multas, parece que a novidade “novidade” não vem metendo medo naqueles que preferem o tumulto, a desordem. Hoje (28/05), entre 8 e 9 horas, um táxi da cidade avançou os sinais colocados na Rua São José, com luz vermelha, em alta velocidade. Mas tem gente “boa” que adora violar regras do trânsito. Será que eles sabem que estão sendo multados ou que vão ser? Quero ver é quando mexer nos bolsos deles e as suas carteiras de motorista forem cassadas... Além disso, algumas pessoas também continuam estacionando seus carros em locais proibidos, encima de calçadas, praças, jardins e em ruas como a que fica ao lado da Praça da Concha Acústica, com seus meio-fios pintado de amarelo...

@ Nova Prefeitura, romance novo... Todo mundo sabe que o prefeito Flávio, por sinal excelente administrador, está construindo a sede da Prefeitura de Aperibé lá no Parque das Exposições que o ex-prefeito Foguetinho havia edificado. Pois é, mas o que ninguém ainda sabe é que certo empresário de Aperibé, reconhecido “garanhão”, está freqüentando o tal prédio e levando junto a “gatérrima” “L”, uma “loiraça” de 18 aninhos e que era virgem até bem pouco tempo e ainda dizem que a bela é “sapata...”

@ Profetizando ? Pois é, noite dessas, já no inverno, “R” e “M”, ambos estudantes de escola particular,estavam no alto no monumento “Moisés”, na beira-rio de Itaocara, no maior agarra-agarra. No chão, ao lado, uma garrafa de vodka e duas mochilas. Depois que saíram, no local ficou uma calcinha preta rendada... Olha, pessoal o “Moisés” está condenado e a prefeitura vai interditar o local para reformar sua estrutura. Até lá, toda distância dele é pouca...

@ Amor “vale tudo”... Pois é, uma linda morena itaocarense (V), solteira, de olhos verdes e muito meiga, que já teve todos os homens que quis, uma verdadeira “rainha” que vive na mente erótica de muitos homens, onde deita & rola, suspira & excita, virou a cabeça de um cara aperibeense que é casado e bem casado, mas que nunca teve uma mulher como a sua nova e divina musa que, ao contrário da casada, faz de tudo e divinamente bem, como ele próprio diz. Segundo se comenta, o felizardo encontrou o verdadeiro prazer

Pois é, quem trabalha sério, respeito, criatividade e competência, só pode mesmo alcançar absoluto sucesso. É o caso da Rádio Embalo FM, que tem tudo isso e ainda diversifica sua programação com extremo bom gosto, sem falar na sua independência e na prestação e serviços de utilidade pública. Esta a razão do merecido sucesso, um sucesso que extrapola o município de Itaocara e chega ao Brasil inteiro através do Site www.radioembalofm.com, inclusive com chat para bate papo, podendo pedir música ao vivo. Parabéns para a Rádio Embalo FM, seus diretores, programadores, comunicadores e todos que ali militam...

agora e até está falando em largar sua mulher para assumir a “divina” itaocarense, a “rainha do sexo”...

@ Politicando em Itaocara/Aperibé Pois é, a eleição ainda está tão longe e já se comenta pelas ruas de Itaocara, principalmente no “Congresso” das 4 Esquinas, o mais badalado “point” político da cidade, onde se sabe de tudo, os nomes dos prováveis candidatos ao cargo de Prefeito de Itaocara: Gelsimar, Dr. Antônio de Pádua, Ricardo do Altevo, Helinho Pits Car ou Marcinho, Flavinho “Garotinha”, Waltair Sias, Tucalo, Sandra “Faria”, Paulo Cesar Rimes e outros. Pelo que o NN vem escutando por aí, todos são excelentes candidatos e com grandes possibilidades de subir as escadarias da nova prefeitura. Em Aperibé, dizem, três já são candidatos certo: O atual vice Edmilson, o Dr. Flávio e Vandelar (da fundição). Mas comenta-se que um candidato de peso esta para surgir na última hora, um cara de grande prestígio ligado a área da saúde... Quem será? Amanda sabe, mas não diz. Aliás, o NN vai encomendar uma pesquisa para saber como anda o prestígio do pessoal junto ao povo...

@ “Aeroporto” de Mulher É incrível como “L”, de Aperibé, tem sorte com mulher: O cara é separado, mora só e numa bela casa e sabe viver. Sua residência está sempre cheia de belas mulheres, em horários alternados, do local e de cidades vizinhas como Itaocara (Portela), Pádua, Cambuci e Itaperuna... Só mulherão! Dizem que tem uma gatinha de Aperibé que é um tremendo avião que

Página 15

- Um novo jeito de fazer jornal

Pois é....O clic da maquina fotográfica de Alex pegou sua bela prima, Gracielle Moraes numa pose em que mostra sua beleza especial. O “clic” ocorreu na Praça Faria Souto, em Itaocara....

@ Flagrante Forjado Pois é, você, leitor, sabe quem recepcionou a equipe de TV que esteve em Itaocara para filmar uma “escola abandonada” ? Pois é... dizem que foi a equipe de um jornal que faz oposição acirrada ao prefeito. Mas antes, dizem, testemunhas que viram, um pessoal foi até a tal escola, arrombou portas e armários, espalhando documentos, livros e mais materiais escolares pelo chão... E toda essa armação teria sido pra “preparar” um flagrante com a intenção de desmoralizar o prefeito. Quais interesses motivaram tais atitudes? Não será surpresa se certo jornal estampar uma sensacionalista matéria a respeito em sua primeira página....

Não é só o homem que mata, mas o homicídio é um privilégio dele e isso vem de longas e imemoriais eras, desde o começo do mundo com Cain e Abel nas calmas terras do Paraíso, quando não existia nenhuma regra punitiva fora da divina. Matava-se por qualquer motivo: pela comida, pela disputa de mulheres, pelo espaço de terra, pela tocha de fogo. A segurança e o respeito eram coisas e/ou direitos desconhecidos e isso fazia com que todo mundo vivesse na maior incerteza e desespero, apesar da pouca consciência predominante. A impunidade campeava e no decorrer dos anos a noção de que era preciso uma organização social, mesmo que mínima, foi tomando conta dos homens, surgindo, precariamente, na época, o que hoje se chama de “governo”. Daí o surgimento do “Contrato Social”, isto é, a outorga de poderes de legislar e punir feita pelo povo (a sociedade) ao governo. Nascia para o homem, à convivência com direitos e deveres, punindo-se ou absolvendo-se os acusados de violar tal contrato... Mas nem todo homicídio e/ou tentativa, embora taxados como crimes na legislação penal são puníveis, eis que o próprio Código prevê a exclusão da punição quando se caracteriza a existência, in casu, da legítima defesa em qualquer das suas modalidades, inclusive a putativa. Até mesmo quando não caracterizada, a LD, pode-se defender a “legítima limpeza”, esta acontecendo contra àquelas “vítimas” provocadoras

e verdadeiras “fábricas de réus”. Isto porque a paz social da maioria deve prevalecer sobre esses que são graves e constantes ameaças à própria sociedade. O crime é, no mínimo, um fato bilateral, daí ser preciso, caso se queira fazer justiça, perquirir o comportamento de ambos antes, durante e depois do evento crime e não como se faz, quase sempre, analisando o comportamento do réu, deixando a suposta “vítima” alheia ao evento quando se sabe que, às vezes, é ela- a suposta vítima- a acionadora do gatilho que a vitimara, apesar da tendência do “Parquet” de considerar toda evidência como prova, quando esta é contrária ao acusado e desprezar toda e qualquer evidência que seja contrária à “vítima” ... Fugindo dos “padrões” tradicionais da definição de que “age em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem”, é preciso acrescentar que assim também age todo aquele que é agredido em seu direito, qualquer que seja a forma, e o Estado não está presente, através de seus representantes, para defendê-lo. Quando isso acontece, quando o Estado está ausente, através da autoridade policial, o cidadão retoma, legitimamente, os poderes que ele outorgou ao próprio Estado e este, representado pelo Poder Judiciário, não pode puni-lo. É a quebra do Contrato Social, à volta ao “status quo ante” ou, melhor dizendo, ao tempo em que não havia o “contrato social”...

Glaucoma: SUS registra 3 milhões de atendimentos em mais de oito anos e investimento cresce 300 vezes No dia nacional de combate à doença, governo comemora avanços na assistência gratuita a pacientes que, se não cuidados adequadamente, podem perder a visão. No Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, comemorado nesta quinta-feira (26), o Brasil apresenta relevantes avanços na assistência aos pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com diagnóstico desta doença oftalmológica. De janeiro de 2003 ao último mês de março foram realizados, no SUS, mais de 3 milhões de atendimentos a pacientes com glaucoma, entre exames, consultas e cirurgias. Em oitos anos – de 2003 a 2010, a assistência para estes brasileiros cresceu 145 vezes, saltando de 10.150 procedimentos para 1.472.675. Em oito anos, o investimento do Ministério da Saúde, neste segmento, aumentou quase 300 vezes: passou de R$ 294 mil, em 2003, para R$ 87 milhões. “Os dados são extraordinários e nos permite comprovar o esforço que o Ministério da Saúde vem fazendo para aumentar o acesso da população, como um todo, ao SUS”, comemora o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. “Imbuídos desse foco, de busca pelo acesso cada vez maior ao Sistema, é que trabalhamos sob a orientação da

presidenta Dilma Rousseff, pela inclusão dos brasileiros e pela erradicação da miséria”, acrescenta o ministro. Causada pela lesão do nervo óptico e relacionada à alta pressão do olho, o glaucoma pode causar sérias alterações no campo visual e até cegueira. De acordo com estatísticas da Organização Mundial de Saúde (OMS), de 1% a 2% da população acima de 40 anos é portadora de algum tipo de glaucoma, que representa a segunda causa de cegueira no mundo e a terceira no Brasil. Doenças como diabetes, hereditariedade, miopia e lesões oculares são as principais causas do glaucoma. ASSISTÊNCIA – Na rede pública de saúde, quase dois mil estabelecimentos prestam atendimento oftalmológico gratuito à população, incluindo a assistência para pacientes com glaucoma. Em todo país, 29.311 profissionais de saúde atuam área de Oftalmologia. Deste total, 14.398 trabalham no SUS, garantindo atendimento também a pacientes com diagnóstico de glaucoma. Ao longo dos anos, foram introduzidas novas medidas de assistência aos pacientes com glaucoma na rede pública de saúde; desde a oferta de colírios até cirurgia, quando necessária.

E, desde o ano passado, esse atendimento também é garantido por meio do Aqui Tem Farmácia Popular. O medicamento maleato de timolol foi incluído na lista dos produtos do programa, desenvolvido em parceria com a rede privada de farmácias e drogarias, cuja oferta de medicamentos e outros produtos garante desconto de até 90% à população. Só nos últimos três meses, a oferta deste colírio aumentou 83,98% nas unidades credenciadas ao Aqui Tem Farmácia Popular PREVENÇÃO – Na rede pública de saúde, uma das principais estratégias de combate ao glaucoma é feito por meio de prevenção às doenças que causam o problema. As ações preventivas permitem a detecção precoce do glaucoma, o que contribuiu para o tratamento mais rápido e adequado. “O SUS tem, de fato, o que comemorar. O atendimento e o acesso à saúde de muitos brasileiros foram bastante ampliados e os pacientes com glaucoma têm garantido a cobertura assistencial. Isso é muito positivo”, analisa Maria Inez Gadelha, coordenadora de Alta e Média Complexidade do Ministério da Saúde, que reforça a importância da prevenção. “As pessoas precisam estar atentas, buscando o diagnóstico precoce

e o tratamento adequado para evitar repercussões graves da doença, como a cegueira”, disse. SAIBA MAIS SOBRE A DOENÇA: • Pessoas com histórico familiar de glaucoma têm cerca de 6% de chance de desenvolver a doença. • Os diabéticos e negros são mais propensos a desenvolverem glaucoma de ângulo aberto – em geral, este tipo de glaucoma não apresenta sintomas e o paciente não sente dor e perde lentamente a visão. • Já os asiáticos têm maior tendência a desenvolverem glaucoma de ângulo fechado, forma da doença em que ocorre um rápido aumento da pressão do olho. Os sintomas podem incluir dores oculares e dores de cabeça intensas, olhos avermelhados. • A prevalência de doenças oculares que levam ao comprometimento da visão cresce com o avanço da idade. As taxas maiores de cegueira e baixa visão são observadas com o aumento da vida média da população. • Na população com mais de 50 anos de idade, as principais causas de cegueira são a catarata, o glaucoma, a retinopatia diabética e a degeneração macular (perda da visão no centro do campo visual, a mácula).

Novos Cartões de Crédito terão menos Tarifas Regras entram em vigor em junho Começam a valer, a partir de 1º de junho, as novas regras que reduzem o número de tarifas cobradas dos consumidores pelas operadoras de cartões de crédito. As normas para o setor foram estabelecidas pela resolução n° 3.919/2010 do Conselho Monetário Nacional (CMN). Os consumidores pagarão no máximo, cinco tarifas do cartão: a anuidade, o pedido de uma segunda via do cartão, o uso de canais de atendimento para saques em dinheiro, a avaliação emergencial de linhas de crédito ou pagamento de contas com o cartão. A redução no número de tarifas será obrigatória apenas para os cartões que forem emitidos a partir de 1º de junho deste ano, conforme explica cartilha do Banco Central divulgada nesta terça-feira (24). Segundo o Ministério da Justiça, as mudanças foram motivadas pelo número de reclamações por cobranças indevidas registradas

no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) que integra Procons de todo País. As reclamações passaram por análise no Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do ministério e, em seguida, foram encaminhadas ao Banco Central. Outra novidade aprovada pelo conselho é que só poderão ser oferecidos dois tipos de cartões de crédito: os básicos e os diferenciados, que podem ser nacionais ou internacionais. Os cartões do tipo

básico são exclusivos para o pagamento de compras, contas ou serviços. O valor da anuidade de utilização deve ser o menor preço cobrado pela operadora, entre todos os cartões oferecidos. Também fica proibida, a associação a programas de benefícios ou recompensas para os cartões básicos. Já os cartões diferenciados, além de permitir o pagamento de compras, estão associados a programas de benefícios e recompensas. O preço da anuidade desse tipo de cartão deve abranger, além da utilização para

o pagamento de compras, também a participação do usuário nos programas associados ao cartão. Pagamento da fatura – A partir de junho, o pagamento mínimo da fatura mensal não poderá ser inferior a 15% do total cobrado. Já em 1º de dezembro de 2011, o valor mínimo corresponderá a 20% daquele total. Os demonstrativos e as faturas mensais dos cartões de crédito deverão, ainda, trazer informações claras e separadas sobre os encargos cobrados, de acordo com cada operação realizada. Também deverá constar do extrato o valor a ser cobrado no mês seguinte, caso o consumidor opte pelo pagamento mínimo. Saiba Mais - O Banco Central lançou cartilha que explica as mudanças. O manual está disponível em www.bcb.gov.br. Reclamações sobre operadoras de cartão de crédito podem ser feitas pelo telefone 0800-979-2345, das 8h às 20h, de segunda a sexta.


NOROESTE NOROESTE

Página 14

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Geral

TJ cobra dívidas milionárias de Municípios do Rio (e ITAOCARA é o segundo menor devedor)

Deu no Jornal “O Globo”, edição de 24 de maio de 2011: Quarenta e nove prefeituras devem mais de R$ 230 milhões em precatório e podem ter receitas seqüestradas. Um levantamento feito agora em maio pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro revelou que mais de 50% dos municípios do estado estão com depósitos para pagamento de precatórios atrasados há mais de 10 anos. Itaocara é o segundo menor devedor no estado, fato que comprova a ótima administração do Município. Veja os devedores:

• Aperibé: R$ 304.615,34

• Iguaba Grande: 23.991,01

• Paty do Alferes: R$ 89.732,14

• Araruama: 1.024.335,24

• Itaguaí: R$ 2.327.083,67

• Piraí: R$ 57.674,70

• Armação de Búzios: R$ 13.210,60

• Itaocara: R$ 18.602,79

• Porto Real: R$ 550.720,41

• Arraial do Cabo: 1.823.286,60

• Itatiaia: R$ 834.230,46

• Resende: R$ 1.831.839,47

• Barra Mansa: R$ 3.948.456,06

• Laje do Muriaé: R$ 367.268,36

• Rio Bonito: R$ 60.382,60

• Belfo Roxo: R$ 992.336,93

• Magé: R$ 6.534.842,78

• Santo Antônio de Pádua R$ 55.566,69

• Cabo Frio: 74.147.799,72

• Mangaratiba: R$ 1.663.377,94

• São Fidelis: R$ 243.574,38

• Cahoeiras de Macacu: R$ 60.986,22

• Vassouras: R$ 78.388,54

• São Gonçalo: R$ 11.340.473,67

• Cambuci: 173.250,31

• São João de Meriti: R$ 1.839.996,22

• Campos: 583.580,83 • Cardoso Moreira: R$ 47.528,09 • Carmo: R$ 735.987,49 • Levy Gaparian: R$ 19.173,10 • Cordeiro: R$ 488.836,18 • Duas Barras: 612.413,06 • Duque de Caxias: 5.997.981,51 • Paulo de Frontin: 29.706,62

• Mendes: R$ 35.330,52 • Natividade: R$ 475.334,94 • Nilópolis: R$ 1.616.112,92 • Nova Iguaçu: R$ 11.021.619,16 • Paracambi: R$ 282.215,63 • Paraíba do Sul: R$ 2.436.498,90 • Paraty: R$ 436.606,08

• Saquarema: R$ 108.289,60 • Sumidouro: R$ 258.716,50 • Tanguá: R$ 9.215,62 • Teresópolis: R$ 98.404.624,79 • Trajano de Moraes: 1.655.188,97 • Três Rios: R$ 1.029.828,62 • Valença: 487.214,37 • Varre-Sai: R$ 336.691,61

Grupo “Corpo Livre” faz Bolsa Família transfere R$ 1,4 bilhão sucesso em Itaocara para 12,9 milhões de famílias em maio O Grupo “Corpo Livre” tem alcançado grande sucesso em Itaocara, atendendo principalmente a garotada de pouco ou nenhum poder aquisitivo, graças à dedicação e desprendimento de seus professores, principalmente o professor Jorgete. Dia desses, a Secretária de Ação Social do Município de Itaocara, professora Leila Martins de Araújo, que tem verdadeira paixão por eventos dessa natureza, principalmente quando se trata de clientela mais humilde, compareceu ao salão para prestigiar e dar apoio aos organizadores. Fotos abaixo

 1 - Foto de alunos do grupo Corpo Livre; 2 - Grupo Corpo LivreFoto Jorgete; 3 - Grupo de alunos Corpo Livre e, ao centro, A Secretária e Ação Social Leila Martins Araújo...

O benefício varia de R$ 32 a R$ 242, de acordo com o perfil de renda e a quantidade de filhos de até 17 anos. Para terem direito ao benefício, as famílias precisam cumprir contrapartidas de educação e saúde Brasília, 26 - Em maio, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) transfere aos beneficiários do Bolsa Família R$ 1,4 bilhão. O pagamento de 12,9 milhões de famílias atendidas pelo programa de transferência de renda será concluído no dia 30. O calendário de pagamento é escalonado e organizado de acordo com o final do cartão Bolsa Família. Teve início no dia 18 de maio, com a liberação de saques para os beneficiários com cartão de final número 1, e prossegue até o dia 30, para aqueles com cartão de final número zero. O pagamento é efetuado por meio da Caixa Econômica Federal, responsável também por enviar os cartões aos beneficiários. O benefício financeiro pago pelo programa varia de R$ 32 a R$ 242, de acordo com o perfil de renda e a quantidade de filhos de até 17 anos. Para terem direito ao benefício, as famílias precisam cumprir contrapartidas – as condicionalidades de educação e saúde: todas as famílias precisam

vacinar os filhos de até 7 anos e fazer acompanhamento do crescimento infantil e vigilância nutricional das crianças (peso e altura) e do pré-natal para as mulheres, além de assegurar a permanência de crianças e jovens na escola. Cumprindo essas condições, compromissos com o programa, a família assegura o recebimento do Bolsa Família e garante seus direitos. Cabe aos municípios assegurar a oferta desses serviços e realizar o acompanhamento e o registro nos sistemas dos ministérios da Educação e da Saúde, parceiros na gestão das contrapartidas do Bolsa Família. Implementado pelo MDS, o Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Governo Federal. Tem como principal meta o alívio imediato da pobreza e a segurança alimentar. De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Análises Social e Econômicas (Ibase) realizada entre 2006 e 2008, 87% das famílias beneficiadas pelo programa afirmaram usar os recursos recebidos para adquirir alimentos, 46% para a compra de material escolar e 37% para medicamentos. Além disso, 72% dos responsáveis pelas unidades familiares beneficiadas afirmaram que aumentou a quantidade de alimentos servidos

em sua mesa. Informações atualizadas – Os beneficiários e os gestores municipais do Programa Bolsa Família devem ficar atentos ao processo de atualização cadastral do programa em 2011, cujo prazo final é 31 UF de outubro, e in- AC clui informações como mudança AL de endereço ou AM da renda mensal e aumento ou AP diminuição do BA número de pes- CE soas na família. Os beneficiários DF recebem em seus ES extratos de pagamento o aviso GO da necessidade MA de atualizar os MG dados. Neste ano, MS os municípios MT precisam atualizar os cadas- PA tros de mais de PB 1,3 milhão de PE beneficiários. A confirmação ou PI alteração das in- PR formações gerais RJ dos beneficiários, introduzida RN pelo Decreto nº RO 6.135, de 2007, deve ser feita a RR cada dois anos. RS Quem estiver SC com os dados desatualizados SE há mais de dois SP anos e não passar pela revisão TO cadastral corre Total

Geral

Prefeitura de Itaocara prepara município para a chegada da Usina Hidrelétrica Segundo fontes ligadas a Prefeitura de Itaocara, “o prefeito Alcione Araújo está deveras preocupado com os impactos que advirão com a chegada, em definitivo, do empreendedor para construir a UHE Itaocara, já agora em agosto, e as medidas a serem tomadas para minimizar tais impactos, já que o município, por sua localização e infra-estrutura deverá ser o mais procurado para atendimentos em saúde, educação, segurança, lazer, transporte, meio ambiente, moradias, trânsito e tudo o mais...

Assim, trabalhando em silêncio, Alcione Araújo vem dotando o município de obras e serviços para minimizar tais impactos, tais como: Reforma do Hospital Municipal, com ampliação e compra de novos e modernos equipamentos, além de contratação de médicos de diversas especialidades, no sistema de plantão diário, além de já está reformando os Postos de Jaguarembé e Estrada Nova, com projetos na mesma área para Portela, Laranjais e Batatal. Na área da

Segurança, os contatos já estão sendo feitos com o comandante do 36º Batalhão de Pádua, visando mais policiais e viaturas. Na área do Trânsito as medidas já estão em andamento com a municipalização do trânsito, a sinalização das ruas da cidade, colocação de radar, criação de zonas de estacionamento, inclusive com carga e descargas em horas certas. Além disso, os radares poderão ser úteis para fotografa acontecimentos que ocorram na cidade. Na área da Educação,

Foto Reprodução

o risco de perder o benefício. Rogéria de Paula Ascom/MDS (61) 3433-1105 www.mds.gov.br/ssaladeimprensa

58.707

Valor 7.608.222,00

419.775

48.682.413,00

291.250

37.610.299,00

49.682

6.560.592,00

1.661.888

189.406.909,00

1.043.352

118.286.057,00

101.909

9.375.764,00

187.724

20.422.226,00

328.492

35.498.117,00

903.577

109.977.633,00

1.131.220

121.610.274,00

133.373

14.686.977,00

166.412

18.379.792,00

693.601

87.753.845,00

474.691

53.630.184,00

1.099.120

124.384.883,00

439.463

50.046.865,00

454.191

47.149.706,00

699.202

77.159.218,00

339.516

37.794.040,00

110.656

12.856.384,00

45.143

5.850.593,00

444.862

48.497.654,00

139.517

14.677.672,00

240.555 1.199.584 129.408 12.986.870

27.884.857,00 127.240.335,00 14.736.524,00 1.467.768.035,00

nas escolas municipais e municipalizadas, as obras ou já foram concluídas ou estão em andamento ou, ainda, em fase de projetos, sem falar nos contatos para se construir uma escola técnica em Campo de Semente e na transformação do Posto do Cerderj em Pólo do Cecierj, já com 6 cursos e agora com o de administração pública, inédito na região, totalmente gratuitos e mantidos por faculdade oficiais. Na área da cultura e do Turismo, já se criou a calçada das artes, a música na pra-

Aos 83 anos, morreu Ataíde Faria, o “pai” de Aperibé Segundo o Vereador Pedro Paulo, “Aperibé está de luto e vai ficar assim por muito tempo: é que morreu o “pai” de Aperibé, um dos pilares maiores da emancipação política do município e seu primeiro prefeito, além de ter sido vereador de lutas homéricas, na câmara de Pádua, antes da emancipação, em defesa de Aperibé. Como cidadão foi exemplo de amor ao próximo, de honestidade comprovada e sua palavra sempre mereceu crédito junto à população. Ele foi sepultado no cemitério local no dia 24/05/11. Como

primeiro prefeito, com parcos recursos financeiros, tratou de consolidar a emancipação aperibeense, além de voltar suas vistas para a área social, procurando atender, preferencialmente, aos mais carentes, estes sempre vitimas dos sistemas até então vigorantes. Além do mais, comprometido com o futuro de Aperibé, sempre escolheu seu secretariado usando o critério da competência. Morreu Ataíde Faria, o “pai” de Aperibé, e o povo chora... Que ele descanse em paz, afinal sempre foi justo e cumpriu com suas obrigações...”

ça, o teatro municipal, a escola de música e mantém-se a excelência do Fogueirão e do Carnaval e já se prepara o novo Calçadão para a praça dos Quiosque, com remodelação total, agora indo da praça Toledo Piza até a praça da Geografi a. Na área do transporte público, já se tem linhas urbanas e serão melhoradas. Com relação ao meio ambiente, as medidas já estão sendo tomadas com a criação do Consórcio do Lixo firmado com diversos municípios e o tratamento de todo

o esgoto da cidade por elevatória e canalizado, após o tratamento, em tubulações até o Campo de Semente onde será despejado no Rio Paraíba, já como água potável. Tal obra é em parceria com o Estado e seus engenheiros já fazem todos os levantamentos necessários. É uma nova cidade, um novo município que surge e, apesar de tudo isso ainda se paga em dia, até antecipadamente, aos servidores, e aos fornecedores. O município nunca teve tanto crédito como tem agora”.

Cresce o consumo de café entre os jovens Pesquisa aponta que, de 2003 a 2010, subiu de 85% para 91% o percentual de pessoas entre 15 e 19 anos que bebem café regularmente. Dado faz parte de estudo da ABIC realizado com apoio do Ministério da Agricultura

Maio/2011 Famílias

Página 11

- Um novo jeito de fazer jornal

Brasília (26/05/2011) - Os jovens brasileiros estão consumindo mais café. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 26 de maio, aponta que, de 2003 a 2010, subiu de 85% para 91% o percentual de pessoas entre 15 e 19 anos que declararam ter o café como bebida habitual. Na faixa de 20 a 26 anos, o percentual passou de 83% para 90%, no mesmo período. O estudo “Tendências de Consumo de Café” é realizado anualmente pela Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC) com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “O café se tornou ‘fashion’ e os jovens se juntaram aos seus pais no gosto pelo nosso cafezinho”, comemora o diretor do Departamento do Café do Ministério da Agricultura, Robério Silva. Segundo a ABIC, as pesquisas que mostram os benefícios da bebida para a saúde e a variedade de receitas com café combinado com leite vaporizado, calda de chocolate e chantilly contribuíram para ampliar os consumidores jovens. A pesquisa mostrou tam-

bém que a preferência pela bebida aumentou entre as pessoas com mais de 36 anos: de 96% para 98%, nos últimos sete anos. Houve, ainda, a confirmação de que o café é a segunda bebida mais consumida pela população acima dos 15 anos, atrás apenas da água e à frente dos refrigerantes. Em 2010, esse comportamento foi apontado por 95% dos entrevistados, que afirmaram ter o café entre as bebidas habituais. Os entrevistados também disserem ter consumido o produto na véspera e no dia da entrevista. Para a pesquisadora responsável pelo estudo, Ivani Rossi, esse dado mostra consistência no consumo da bebida. “Não é um produto sazonal. É um consumo consistente identificado ao longo dos anos”, afirma. Outra constatação do estudo é o crescimento do hábito de tomar café fora de casa. A quantidade de pessoas que declararam saborear um cafezinho em padarias, cafeterias, restaurantes e outros locais saltou de 14%, em 2003, para 57%, em 2010 – um aumento de 307%. Nesse universo, o café coado ou filtrado tem a preferência de 94% dos consumidores. Porém, houve um crescimento de 21,3% no consumo de espresso e café gourmet. Hábitos de consumo Entre os que bebem café espresso, 100% disseram con-

sumi-lo puro após o almoço e após o jantar. Para 55% dos entrevistados, um bom café é o saboroso e que deixa um gosto bom na boca. A pesquisa mostrou ainda que 45% das pessoas consultadas afirmaram que pagariam mais por um bom café, outro dado que mostra a busca por qualidade. Os benefícios da bebida também foram objeto do estudo. Das 1.680 pessoas entrevistadas, 50% declararam conhecer as vantagens do consumo regular. A principal – mais disposição – foi apontada por 70%. A melhoria da memória e da concentração foi mencionada por 30% das pessoas consultadas em 2010. Entenda melhor A pesquisa “Tendências de Consumo do Café” retrata o perfil do consumo em 2010. Para realizar o estudo foram entrevistadas 1.680 pessoas acima de 15 anos, em 19 municípios de todas as regiões do país. A pesquisa anual tem a intenção de identificar a posição do café nos hábitos de consumo e levantar informações que permitam acompanhar a evolução de mercado. O estudo é realizado pela Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), com recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) do Ministério da Agricultura. (Da Redação, com informações da ABIC)


NOROESTE NOROESTE

Página 12

NOTÍCIAS

- Um novo jeito de fazer jornal

31 de Maio de 2011

NOROESTE NOROESTE

31 de Maio de 2011

NOTÍCIAS

Página 13

- Um novo jeito de fazer jornal

Cidade

A oposição só fala, Alcione faz... Itaocara de Cara Nova Só não vê a transformação que o prefeito Alcione Araújo está realizando no Município de Itaocara quem não quer, quem tem seus interesse particulares, indevidos, prejudicados, ou quem faz oposição apenas por fazer, na tentativa de abocanhar ganhos políticos e essa “cara nova” está bem visível no asfaltamento de diversas ruas na cidade e nos distritos; no esmero na limpeza das vias públicas; na melhoria da iluminação pública; no do consórcio do lixo; na iniciativa para se resolver em definitivo o crucial problema dos esgotos domésticos, industriais e hospitalares que são despejados in natura nos cursos d`água- já em andamento; no cuidado com as estradas rurais; nas políticas referentes à Saúde Pública, de Assistência Social , Agrícola e de Educação. Tudo isso pode ser verificado na prestação variada de serviços; na construção de diversas obras de grande impacto para o Município, tais como o asfaltamento do centro da cidade, a construção do prédio da pré-

Itaocara disciplina trânsito. Agora tem radar na rua... escola de Jaguarembé, a reforma e ampliação do Mercado do Produtor, em Ponto de Pergunta; na reforma ampliação e modernização de Centro de Saúde e no Hospital de Itaocara; no asfalto e Laranjais; na transformação do Posto do CEDERJ em Pólo Cecierj, fato que permitiu trazer diversas faculdades, inclusive a novíssima de Administração Pública, cujo vestibular será em ju-

Alcione asfalta rua de Laranjais Depois de dezenas de anos, o povo de Laranjais passou a ser lembrado pela Prefeitura de Itaocara, primeiro foi com Nicola Nicolau, Washignton Marinho, Carlinhos do Kid e Pedro Nassif, como viceprefeitos que foram, e fizeram muito por Laranjais. Recentemente, o ex-prefeito Manoel Faria conseguiu o asfalto de Laranjais a Cantagalo e a construção da moderna Quadra de Es-

Prefeitura de Itaocara cria a “Casa da Cultura” em Batatal

portes, e agora Alcione Araújo asfaltou a Rua Nilo Peçanha, uma velha reivindicação do povo. Outras obras estão previstas para breve, segundo fontes da Secretaria de Obras.

lho vindouro e para o qual se oferecerá 50 vagas; na construção de diversas pontes; na construção da Casa da Cultura em Batatal; na aquisição de terras confrontantes com o cemitério da cidade para ampliação e construção de sua capela mortuária; na aquisição da nova sede da Prefeitura e ua reforma (antigo fórum); no Projeto “Arte na Praça”; no Projeto “Música na Praça”; na criação da Escola de

Música e Teatro Municipal; na aquisição de máquinas pesadas, leves e veículos diversos, na cassação dos vergonhosos taxis fantasmas; Agora, enfrentando, um dos mais cruciais problemas da cidade, o governo Alcione Araújo está municipalizando o trânsito e já se inicia uma nova ordem com a sinalização da Rua São José (foto), no centro da cidade. Só não vê quem não quer...

Prefeitura de Itaocara decreta: pobre não pagará Contribuição de Iluminação Pública Ao contrário do que está ocorrendo em outros municípios, o prefeito Alcione Araújo, reconhecendo as dificuldades pelas quais passam os mais carentes resolveu, com o aval da Câmara Municipal, isentar de pagamento da Contribuição de

Iluminação Pública todo aquele consumidor cuja conta não ultrapasse 100 kw. É o que consta do Dec reto nº. 990/10. Para quem não sabe, a Contribuição de Iluminação Pública tem por objetivo manter a iluminação de vias públicas.

O prefeito Alcione (D) e sua esposa, Leila Martins de Araújo - Secretária de Ação Social

Prefeitura de Itaocara reforma escolas rurais Ao contrário do que parte da mídia vem informando, a prefeitura de Itaocara já reformou, na administração Alcione Araújo, diversas escolas rurais, como, exemplificando, que inclusive receberam ar condicionado e computador. É a modernidade que chega às escolas rurais e garante conforto e melhores condições de aprendizado aos alunos. Algumas escolas, porém, dizem fontes palacianas, “deverão ser fechadas em face do ínfimo contin-

gente de alunos”. Segundo tais fontes, o fechamento dessas unidades escolares se faz necessário em se analisando o fator custo x benefício, eis que não se justifica manter uma estrutura escolar para atender 3 ou 5 alunos, principalmente quando se pode transferir essa clientela para outra escola próxima sem nenhuma perda para alunos e corpo docente e administrativo, eis que a prefeitura dispõe de veículos para transportar o pessoal.

Muito mais já foi feito e mais ainda será, incluindo Portela e Estada Nova também....

Aproveitando-se das facilidades de verbas concedidas pelo estado para transformação de antigas estações de trens da Estrada de Ferro Leopoldina em Casas de Cultura, o prefeito Alcione Araújo está acabando de reformar e modernizar a Estação de Batatal para tal finalidade. Segundo o Secretário de Cultura e Turismo, Henrique Resende, “tal iniciativa virá preencher uma lacuna no setor da cultura itaocarense, esta tão rica em história e produção artística e quem vem a somar-se a Escola de Música e ao Teatro Municipal, estes criados no governo do prefeito Alcione Araújo”. Ainda em referência à Cultura, lembra Henrique Resende, que “a Secretaria de Cultura e Turismo tem recebido todo apoio do prefeito Alcione Araújo, e assim

Casa da Cultura- Batatal foi criado o espaço permanente denominado “Calçadas das Artes”, na Rua Frei Tomás, ao lado do Recanto da Saudade, onde se expõe trabalhos

de artistas itaocarenses e da região, com grande sucesso, bem como se realiza o Projeto “Música na Praça”, que acontece sempre às sextas-feiras,

na Praça dos Quiosques, e se projeta agora a construção de uma Academia de Ginástica, ao ar livre, na mesma rua, à margem do Rio Paraíba do Sul”.

Prefeitura de Itaocara vai ampliar Prefeitura reforma Hospital de Itaocara o cemitério da cidade e construir Todo mundo sabe que depois da desapropriação feita, uma moderna capela mortuária em 2005, pelo prefeito MaSensível aos problemas de superlotação e ausência de capela mortuária no cemitério de Itaocara, o prefeito Alcione Araújo, depois de adquirir através de escritura pública o terreno contiguo ao cemitério, localizado a direita deste, de propriedade do Espólio de Arthur José Dias, com área de 4.379, 14 m2, conforme autorização legislativa transformada na Lei nº. 830/09, de 11 de dezembro de 2009, para expansão do já saturado “campo santo”, o prefeito determinou a construção de obras no local, inclusive cuidando de tomar medidas de proteção ambiental. Agora o

município acaba de adquirir também o imóvel localizado a esquerda, em sua divisa, de propriedade do Sr, Fernando “Carangueijo” e outros, isto através de desapropriação amigável, conforme o decreto editado pela municipalidade, sendo que nesta área será construída, além de nova expansão, uma moderna e funcional Capela Mortuária, fachada abaixo, com todo esmero para oferecer conforto para quem ali comparecer para velar seus entes queridos. Com isso, o prefeito Alcione Araújo atende a uma justa reivindicação da população Itaocarense

noel Faria, o hospital de Ita ocara passou a ser referência regional por sua excelência no atendimento. Agora, complementando esse grande trabalho, o Prefeito Alcione Araujo está reformando o prédio e equipando o Hospital com modernas aparelhagens. Tudo isso para propiciar melhor e mais digno atendimento ao povo. Todo mundo deve se lembrar da penúria com que vivia o citado hospital antes da desapropriação: sem remédio, sem material para Raio X e até se cobrando consultas. Hoje, tudo mudou para melhor... Ma só dá valor ao Sistema Municipal de Saúde de Itaocara quem viaja e tem a infelicidade de precisar de atendimento público em outra cidade ou quem assiste TV e vê o caos das filas, da falta de leitos, dos atendimen-

Foto Hospital Reformado tos em calçadas e corredores e das mortes causadas pela falta de atendimento. Quem duvidar das reformas compra de equi-

pamentos e do atendimento médico, é só fazer uma visita ao Hospital de Itaocara nesses “novos tempos”...

Jornal Noroeste Notícias  

jornal 169 completo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you