Julho/2022

Page 1

informativo

BASÍLICA SANTUÁRIO NOSSO SENHOR DO BONFIM

ANO 7 JULHO-2022


PALAVRA DO REITOR

PERGUNTE AO REITOR

O QUE É O SÍNODO 2021-2023? “MESMO NA SUA VELHICE, QUANDO TIVEREM CABELOS BRANCOS, SOU EU AQUELE QUE OS SUSTENTARÁ” (ISAÍAS 46, 4) Com alegria celebraremos no dia 26, deste mês, a memória litúrgica de São Joaquim e Sant’Ana, os pais da Virgem Maria e avós de Jesus Cristo. Uma oportunidade de destacar mais uma vez que o Deus encarnado quis vir ao mundo no seio de uma família a fim de se igualar completamente à nossa condição humana. Recordar a vida de São Joaquim e Sant’Ana também nos faz voltar os nossos olhares no que diz respeito a valorização da presença dos idosos e dos avós na sociedade como testemunhas da fé e, principalmente, da vivência cotidiana da Igreja, onde a partir da sua sabedoria, zelo e experiência de vida contribuem para o eficaz anúncio da Boa Nova de Cristo. Como reitor da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim, é uma expressiva alegria ter na Mansão da Misericórdia, imagens que representam modelos de confiança e obediência a Deus, tal como foram os pais da Santíssima Virgem Maria. É um convite que desperta em cada fiel que as contempla o desejo de se colocar à disposição dos desígnios Divinos, independentemente da idade e condição que se encontra. Que neste mês você possa se dedicar inteiramente na missão de conduzir as pessoas do seu convívio familiar nos caminhos do Evangelho a fim de que como São Joaquim e Sant’Ana, colher bons frutos mediante o compromisso de conduzir e ensinar aqueles que precisam se aproximar de Deus.

Pe. Edson Menezes da Silva Reitor da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim

O que é o Sínodo 2021-2023? A palavra “sínodo” deriva do grego “sýnodos”, que significa “reunião”. Já o verbo grego “synodéo” significa “fazer um caminho com alguém”. Neste contexto, em outubro de 2021, toda a Igreja foi convocada pelo Santo Padre, o Papa Francisco, a percorrer um novo percurso fundamentado no tema: “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. Com a articulação das fases (arqui) diocesana, continental, universal e de implantação — esta que acontecerá a partir de 2023 —, a Igreja passa a entender que a sinodalidade é o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milênio. Sendo assim, este itinerário motivado pelo Papa Francisco, é a “atualização” proposta pelo Concílio Vaticano II, onde, caminhando lado a lado e refletindo em conjunto sobre o caminho percorrido, com o que for experimentando, a Igreja poderá aprender quais são os processos que a podem ajudar a viver a comunhão, a realizar a participação e a abrir-se à missão. Uma tragédia global como a pandemia da Covid-19, despertou, por algum tempo, a consciência de sermos uma comunidade mundial que viaja no mesmo barco, onde o mal de um prejudica a todos. Nisto, o caminho sinodal desenvolve-se num contexto histórico, marcado por mudanças na sociedade e por uma passagem crucial na vida eclesial. Nisto, a sinodalidade representa a via mestra para a Igreja, chamada a renovar-se sob a ação do Espírito e graças à escuta da Palavra. (Com informações de vaticannews.va)

Pe. Edson Menezes da Silva Reitor da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim


VOCÊ SABIA?

ARTIGO

A CARIDADE E A DEVOÇÃO DO SENHOR DO BONFIM

O HINO DO SENHOR DO BONFIM E A INDEPENDÊNCIA DA BAHIA Você sabia que o Hino Oficial do Senhor do Bonfim tem uma ligação com a Independência da Bahia? O hino foi composto a pedido da Devoção do Senhor do Bonfim, Mantenedora da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim, por ocasião dos festejos pelo centenário da Independência da Bahia, em 2 de julho de 1923. A letra é do Dr. Egas Muniz de Aragão e a música de Remígio Domenech.

Etimologicamente, a palavra “caridade” deriva do latim “carĭtas”, que se traduz em auxílio, afeição, ternura, generosidade e amor, de forma incondicional, diante das diversas dificuldades que o próximo estiver ultrapassando (materiais, físicas, morais, sociais, etc). Em outras palavras, ser caridoso é se importar com o bem-estar do próximo em todos os sentidos, auxiliando quem estiver precisando de sua ajuda, sem pensar em contrapartida e sem exigir nada em troca, pois a recompensa está na felicidade do próximo. Nós, devotos do Senhor do Bonfim, consideramos esse princípio basilar do cristianismo — a caridade — como um modus vivendi a ser difundido em toda a sociedade, visando reduzir a fome, a pobreza e a desigualdade social. Viva a Devoção do Senhor do Bonfim!

Carlos Rátis

Membro da Devoção do Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim


CAMPANHA

MENSAGEM DO JUIZ

PROJETO BOM SAMARITANO: A CARIDADE COMO EXTENSÃO DA MANSÃO DA MISERICÓRDIA

A BASÍLICA DO BONFIM ESTÁ ABERTA TODOS OS DIAS, GRAÇAS A VOCÊ! A generosidade dos devotos é que ajuda a manter toda a estrutura da nossa Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim. A nossa alegria, como irmãos que somos, é ter sempre você conosco, vindo à Igreja do Bonfim, participando da Santa Missa, recebendo os sacramentos ou conhecendo mais sobre a história desse patrimônio tão amado por todos. Em funcionamento todos os dias, graças a você que contribui na Campanha Devotos do Senhor do Bonfim, a nossa querida Basílica está sempre sendo bem cuidada pela gestão da Devoção do Senhor do Bonfim, sua Mantenedora. Assim, a Irmandade agradece muito a todos que cuidam com carinho desse templo sagrado, que reúne pessoas de todos as partes do mundo.

Neste mês de julho, comemoramos o Dia Nacional da Caridade (19/07), o qual tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a prática e difusão da solidariedade, principalmente junto àqueles que mais precisam. Na oportunidade desta celebração, ressaltamos a importância do ‘Projeto Bom Samaritano’, obra social e de misericórdia da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim e da Devoção do Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim. No ano de 2018, inspirado na parábola do Bom Samaritano (Lc 10, 29-37) e por entender que a prática da caridade é um dever da Igreja, padre Edson Menezes, reitor da Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim e Capelão da Devoção do Bom Jesus do Bonfim, criou o projeto objetivando, inicialmente, retirar da condição de mendicância muitos pedintes que viviam instalados nas escadarias da Basílica, bem como atender às inúmeras pessoas carentes que procuravam auxílio na Igreja. Hoje, o ‘Projeto Bom Samaritano’ atende cerca de 300 pessoas por mês e, além do fornecimento de cestas básicas, oferece assistência e atendimentos nas mais diferentes áreas: saúde, apoio jurídico, espiritual, inserção no mercado de trabalho e orientação para abertura de pequenos negócios e sobrevive, principalmente, das doações de fiéis e devotos e dos recursos financeiros repassados pela Devoção do Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim. Por tudo isso, neste mês em que comemoramos a prática da caridade, convido você a também tornar-se uma extensão da Mansão da Misericórdia, sendo um doador, voluntário ou parceiro do nosso ‘Projeto Bom Samaritano’. Que o Senhor Bom Jesus do Bonfim e Nossa Senhora da Guia continuem a nos ajudar na manutenção desse projeto que acredita na força transformadora da caridade e na misericórdia como formas de resgatar a dignidade humana.

Christovão Rios de Britto

Juiz da Devoção do Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim

Em sintonia com a importância da preservação do meio ambiente, optamos por não disponibilizar mais o Informativo Senhor do Bonfim impresso. Porém, você sempre poderá acessar a versão digital em nosso site: santuariosenhordobonfim.com.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS! santuariosenhordobonfim.com @bonfimsantuario @basilicasantuariodosenhordobonfim bonfimsantuario

EXPEDIENTE | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E DIRIGIDA Coordenação: Devoção do Senhor do Bonfim e Vicariato Episcopal do Bonfim Diagramação: Daniel Ramos (Amex) Jornalista: Anna Carolina Lima (Amex) - DRT/BA 3691 Fotos: Gildo Lima e Arquivo da Basílica. Basílica Santuário Nosso Senhor do Bonfim Largo do Bonfim nº 236 / CEP 40 415 475 - Salvador - BA Tel: (71) 3316-7550 - Campanha Devotos do Senhor do Bonfim

Amex Marketing e Comunicação Integrada (12) 3133-2890