a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1


Índice

10

Ultraformer III : Um aliado no tratamento da flacidez

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

22

Planejamento Virtual de Cirurgia Ortognática Dr. Luis Gustavo Jaime Paiva

Dra. Cássia Maria Gomes dos Santos

12

Quando a criança necessita de adequações curriculares na escola? Kariny Garcia

14

Protocolo Sobre Implantes Uma excelente alternativa as “dentaduras” convencionais!

24

Lipoaspiração de Alta Definição Dr. Rogério Morale de Oliveira

10

26

Sorriso perfeito Dra. Paula Cardoso

20

34

28

Epidemia de Obesidade no Brasil Dr. Luiz Henrique De Sousa Filho

Dr. Paulo Victor de Moura Costa

15

Foliculite Decalvante e Foliculite Abscedante, você conhece essas doenças? Dra. Lorena Dourado

16

Você está desnutrido? Dra. Heloise Medeiros

30

Dr. Thiago Barbosa Caixeta

24

32

Harmonização Orofacial Dra. Danuze Camila Peixoto Machado

34

17

Artrose do ombro

Reabilitação Oral com Implantes Dentários

ESPECIAL CAPA Por que algumas pessoas parecem sentir o peso da idade e outras envelhecem sem se sentirem e nem parecerem idosas? Dra. Aline Aparecida Longatti Carvalho Tavares

Dr. Rogério Alencastro Prof. Dr. Cassiano C. S. Pereira

18

Cérebro e Intestino: Uma ligação que vai além do comer e ser feliz Dra. Adriana Meneses

38

O que é medicina nuclear? Dr. Bruno Galafassi Ghini

40

Você sabia que existe ortopedista especialista em mãos? Dr. Henrique Bufaiçal

20

O que é Osteoartrite da Coluna? Como tratar? Dr. Daniel Labres Da Silva Castro

6

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

42

Glaucoma: fique alerta! Dr. Fábio Daga

30 34

32


Expediente

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

REVISTA TRIMESTRAL Março/2020 | ANO 05 | Nº 17 | Goiânia/Anápolis.GO Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69

ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 | e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Carlos Correia Borges, 970 - Sala 1 - CEP: 87040-240 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: paulopaixão@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, Bruno Assunção, Jean Carlos, Marcio Garcia. CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Marcia Souza. FOTOGRAFIAS: Ferucci 62 98163 3219. JURÍDICO: Reghin Teixeira Advocacia Empresarial José Renato Reghin, Luiz Henrique Teixeira. CIRCULAÇÃO: Goiânia, Anápolis e região.

NOSSA CAPA

Dra. Aline Aparecida Longatti Carvalho Tavares Nutróloga - CRM/GO 13210 - RQE 11992

Foto Capa: Murillo Maione 62 98142-4142

FRANQUIAS Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com. br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com. br - 44. 99911-8081 | 44. 98811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 99916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga | Sandra Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 99912-5253 | 48. 99914-0810 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude.com.

DIREÇÃO GERAL

br - 66. 99683-1899 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 99133-3334 | 48. 99610-5357 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99991-2500 - Goiânia-GO - Tiago de Souza Brito | Josiane Vicentim - goiania@sempresaude.com.br - 62. 99649-2036 | 62. 98326-2003 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos | Bruno Bellio - joinville@sempresaude.com.br - 47. 99930-6364 | 47. 99930-7637 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com.br - 22. 988475455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paulopaixao@sempresaude.com.br -

Marcelo Adriano Lopes da Silva

Ueslei Dias Rampani

44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paranavai@sempresaude. com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@ sempresaude.com.br - 42. 99987-8180 | 42. 99835-0400 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola - portovelho@

FRANQUEADOS DESTA UNIDADE

sempresaude.com.br - 69. 99366-1466 | 69. 99366-1470 - Rio Verde-GO - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - rioverde@sempresaude.com.br - 64. 99625-8105 | 64. 99625-8305 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 | 66. 98139-7824 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato | Kelly Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 | 17. 99669-7771 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Luiz Carlos Rampani - rampani@sempresaude.com. br - 66. 99994-2442 | 66. 99659-7210 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude. com.br - 34. 99990-2479 | 34. 99967-1225 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 98407-0698 | 44. 99941-9930 | 44. 3622-8270

Tiago Brito (Diretor)

Josiane Vicentim (Diretora)

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS

Tiago Brito: Josiane Vicentim:

62 99649.2036 62 98326.2003

goiania@sempresaude.com.br

/RevistaSaudeGoianiaeRegiao Você também pode ler esta edição pelo site:

www.rsaude.com.br As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores.

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

7


Editorial Revista Saúde® Goiânia Em atendimento às exigências da sociedade, de informação ágil e eficiente no impresso e no digital, aproximamos a população dos profissionais da saúde, caminhando juntos para estar sempre em constante inovação e evolução, tendo como objetivo central o compromisso de gerar resultados significativos. Temos orgulho de ser a maior revista goiana, além de um dos principais veículos no segmento SAÚDE, onde nunca deixamos de atingir nosso principal objetivo, que é o de fornecer um conteúdo que transforma a vida das pessoas. Nós construímos relacionamentos e consequentemente amizades, e ter profissionais de nossa cidade instruindo a população sobre tratamentos, cuidados, entre outras informações, é o que construiu a confiança e credibilidade que você leitor tem em nossa revista. Boa leitura, e um forte abraço!

Os Diretores Josiane Vicentim - Contato: 62 9 8326-2003 Tiago Brito - Contato: 62 9 9649-2036 goiania@sempresaude.com.br www.rsaude.com.br/goiania

8

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO


Ultraformer III :

Um aliado no tratamento da flacidez O Ulttraformer III® é um tipo de procedimento não invasivo utilizado para promover a estimulação de colágeno, destruição de gordura localizada e reposicionamento de tecido assim, sustentando, tonificando e melhorando a flacidez da pele e tecido muscular. O aparelho é utilizado para tratamentos faciais e corporais. É utilizado para promover o lifting facial e combate a flacidez e gordura localizada. O procedimento não é invasivo (não há cortes e perfurações), não necessita de anestesia geral e é realizado em consultório, proporcionando um retorno imediato às atividades diárias. O tratamento pode ser feito em qualquer época do ano, como também em qualquer tipo de pele, pois, o procedimento não agride a pele superficialmente. O Ultraformer III® tem a tecnologia baseada em ultrassom micro e macrofocado, ou seja, os transdutores de ultrassom microfocados aquecem as camadas mais profundas da pele em até 4,5mm, no lugar propício para estimular a formação de colágeno, retardar a flacidez e melhorar a elasticidade. Ele age no SMAS (Sistema Músculoaponeurótico Superficial) com uma incrível melhora na flacidez da musculatura do rosto e pescoço e contorno facial, além de atuar na produção de colágeno, de-

terminando uma atenuação das rugas. Já os transdutores de ultrassom macrofocados aquecem o tecido subcutâneo em até 13mm, no lugar propício para destruição de gordura facial e corporal. O aparelho é indicado para o tratamento da flacidez profunda e contorno facial, rejuvenescimento do pescoço, área dos olhos, rejuvenescimento de mãos, destruição de gordura localizada corporal, de papada e rosto. O efeito é imediato após o procedimento, mas o ápice do resultado será atingido em até 3 meses, com efeito lifting a cada dia. A duração do tratamento é variável, devendo ser reaplicado anualmente, em média. O Ultraformer III® não substitui os resultados da cirurgia de lifting, porém, a tecnologia provou ser uma alternativa atraente para aqueles que ainda não estão prontos para a cirurgia, bem como para aqueles que necessitam de um resultado com maior agilidade.

DRA. CÁSSIA MARIA GOMES DOS SANTOS Dermatologia CRM/GO 14063 | RQE 9871 CURRÍCULO • Residência em Dermatologia pelo Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad; • Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; • Fellow em Dermatoscopia Ospedale Santa Maria Nuova Itália; • Fellow em Oncologia Cutânea Harvard Medical School EUA; • Fellow em Capilaroscopia Ospedale San Martin Itália; • Especialização em Oncologia Cutânea Universidade Federal de São Paulo; • Efetiva da Equipe de Melanoma e Pele do Hospital Araujo Jorge - Goiânia/GO; • Colaboradora da Residência de Dermatologia no HC - UFG.

10

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Mais Informações


Quando a criança necessita de adequações curriculares na escola? Quando o assunto é educação e inclusão, existem aí uma série de questionamentos que afligem as famílias e a escola, principalmente no início do ano letivo, sobre o processo de aprendizagem de educandos que exigem adequações no processo de ensino. Desta forma, nós, os Psicopedagogos, somos bastante consultados para alinhar estratégias de ensino na escola e analisar sobre a necessidade de adequações curriculares visando a inclusão e o desenvolvimento do aluno que apresenta essa necessidade educacional. Várias são as dúvidas e questionamentos sobre esse processo, principalmente depois da promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9.394/96 que trata também da perspectiva de uma educação inclusiva e que contemplam as adaptações e adequações curriculares necessárias para que a escola inclusiva atenda esses educandos em suas necessidades e particulares, que são bem específicas. Como funcionam as adaptações curriculares? As adaptações curriculares se constituem nas possibilidades e estratégias de ensino para atuar de forma direcionada frente às necessidades e dificuldades apresentadas pelo educando. Sugere que a equipe escolar junto à família e até mesmo a equipe multidisciplinar que acompanha a criança, pensem na adequação do currículo regular alinhada às condições do perfil cognitivo do aluno, sendo reajustada a partir do PEI (Plano de Ensino Individualizado), bem como as atividades pedagógicas, de avaliação e de estratégias de ensino.

O que é o Plano de Ensino Individualizado? O PEI é um instrumento que orienta a equipe escolar em relação aos objetivos, atividades pedagógicas e formas de avaliação de cada indivíduo, partindo de uma sequência lógica de conteúdo alinhada ao currículo regular de acordo com o perfil cognitivo e particularidades do educando. Neste documento as estratégias de ensino é uma forma de mensurar a evolução da criança que também será contemplada com o objetivo de incluí-la em todo processo de ensino. Afinal, quando a criança tem o direito a essas adequações? Geralmente quando os educandos necessitam de uma avaliação diagnóstica ou que apresenta uma síndrome ou outros transtornos relacionados ao neurodesenvolvimento, são crianças que certamente exigem para sua efetiva inclusão em escolas regulares, seja ela pública ou privada, de um plano de ensino individualizado e metodologias que promovam o aprendizado, e outras estratégias que envolvam inclusive não só a parte pedagógica, mas também as habilidades sociais, de linguagem e comportamentais, uma vez que essas crianças apresentam comprometimentos em relação a alguns preditores para aprendizagem. Vale ressaltar, que todo

esse processo está previsto na Lei nº 9394/, que ampara o pleno acesso ao ensino de qualidade e que respeite todas as suas especificidades. Como a escola e a família podem contribuir nesse processo? As adaptações curriculares de modo geral, envolvem novas possibilidades nas estratégias de ensino, adequações nos objetivos e conteúdos abordados e exige do educador e equipe escolar uma organização didática em relação a recursos, atividades pedagógicas, adaptação do ambiente, das estratégias e avaliação. A família é também parte integrante desse processo porque colabora com informações essenciais que ajudam a equipe escolar a entender as preferências do educando, a forma como ele se comporta e se relaciona, e todos os pontos importantes de sua vida escolar que podem contribuir com o processo de adaptação. A participação de um Psicopedagogo(a) poderá auxiliar no processo de adequação curricular e essa parceria tem como objetivo alinhar junto à escola, estratégias e recursos necessários para construir o PEI de acordo com o perfil cognitivo do aluno, a fim de propiciar à criança meios que facilitem e potencializem o processo de aprendizagem, com recursos apropriados.

KARINY GARCIA Psicopedagoga Clínica e Coach Kids CURRÍCULO • Formação em Pedagogia; • Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional; • Formação Internacional de Coach Infantil pela CEO KIDS; • Mediadora do Método Teacch para Autismo; • Especializanda em Neurociência com enfoque em avaliação e intervenção Psicopedagógica; • Alfabetizadora pelo Método das Boquinhas.

62 98581-6244 Ed.Buena Vista Office Design - Av. T-4, 619 - Sala 607. St. Bueno, Goiânia/GO Kariny Garcia - Psicopedagoga Clinica e Coach Kids @karinygarciapsicopedagoga

12

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Protocolo Sobre Implantes

Uma excelente alternativa as “dentaduras” convencionais!

No Brasil, o numero de pessoas que procuram por implantes dentários têm crescido bastante. Com o avanço da tecnologia, diferentes técnicas podem ser utilizadas para que possamos atender cada vez mais qualidade e agilidade nossos pacientes, buscando sempre o melhor resultado possível.

Dentes ausentes precisam ser repostos para evitar riscos de comprometer toda a arcada dentária dificultando a função mastigatória, fonética e inclusive a estética. Se a perda de um dente já é desagradável, imagina pacientes que perderam todos os dentes ao longo da vida? Esses pacientes totalmente desdentados geralmente utilizam uma dentadura (prótese total) que por ser uma prótese removível não traz a mesma qualidade, confiança e segurança que uma prótese total fixa sobre implantes, chamada de prótese Protocolo. A prótese Protocolo é uma prótese do tipo fixa, em que são instalados implantes dentários e em seguida usados para fixar a prótese, restabelecendo a mastigação, estética, conforto e segurança. Por se tratar de uma prótese fixa, que não será removida pelo paciente, comporta-se de maneira mais similar aos dentes naturais, fazendo com que os pacientes possam sorrir, mastigar e falar sem a preocupação da prótese machucar, estar bamba (“frouxa”) ou “sair” da boca gerando situações constrangedoras. Além disso, temos a possibilidade de realizar a instalação dos implantes e da prótese do tipo Protocolo em “carga imediata”, processo em que instalamos a Protocolo em até 72 horas após a cirurgia, trazendo muito mais agilidade ao tratamento.

O êxito do tratamento depende de um adequado diagnóstico e planejamento do caso pelo cirurgião-dentista (implantodontista), que decidirá a melhor forma de conduzir o tratamento reabilitador.

Marque uma consulta para fazer a sua avaliação e tenha seu sorriso renovado! Benefícios da Prótese Tipo Protocolo Sobre Implantes: • É fixa (não removível); • Pode ser confeccionada em “carga imediata”; • Proporciona aparência e função mais semelhantes ao dente natural; • Evita dores causadas pelas próteses totais desadaptadas; • Melhora todo o aspecto facial; • Custo acessível.

DR. PAULO VICTOR DE MOURA COSTA Odontologia e Implantodontia CRO/GO 14.477 CURRÍCULO • Graduação em odontologia pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU); • Especialista em Implantodontia pela ABO Goiás; • Mestre em Odontologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG); • Doutorando em Odontologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG); • Professor da especialização em Implantodontia Personnalité (FASAM).

OdontoBlink: Avenida C-182, nº 428, Jardim América - Goiânia/GO.

(62) 3092-4242 | (62) 9.9952-6999 @dr.paulovictormoura | drpaulovictorodonto@gmail.com 14

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Foliculite Decalvante e Foliculite Abscedante, você conhece essas doenças? “Meu couro cabeludo está cheio de espinhas doloridas com saída de secreção e queda de cabelo, o que pode ser?” Se você pretende ter cabelos saudáveis e bonitos por longo tempo, é necessário que conheça alguns dos problemas que podem surgir no couro cabeludo, explica a Dra Lorena Dourado Alves, Dermatologista com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e com Formação em Tricologia (ciência que estuda o cabelo) pela Faculdade de Medicina do ABC e pela USP. Segundo a Dra Lorena Dourado, um problema comum no couro cabeludo é a foliculite, que é uma inflamação no folículo piloso. Uma espécie de “espinha” que fica avermelhada com pús e dor no local. Pode aparecer isoladamente, com poucas lesões ou várias simultaneamente. Quando aparecem isoladas, podem ser apenas uma manifestação de um couro cabeludo mais oleoso ou surgir por efeito de algum produto que estiver aplicando no couro cabeludo ou ser a manifestação de alguma doença do couro cabeludo. A Dra. Lorena explica que as doenças mais comuns que se manisfestam com lesões que lembram espinhas no couro cabeludo são a foliculite decalvante, a foliculite abscedante e o líquen plano pilar (Este será explicado em uma próxima edição). A foliculite decalvante é uma doença que começa com lesões de foliculite, mais comuns na região do vértex (topo) da cabeça e no processo de cicatrização das lesões, evolui com falhas no couro cabeludo de aspecto cicatricial, onde não há mais o nascimento de cabelos nesse lugar e com formação de “tufos” de cabelo, como se vários fios se unissem formando um grande “buquê de fios” (mais de 8 fios saindo do mesmo local, sendo que nas pessoas sem essa doença

saem, geralmente, até 4 fios do mesmo local). “É uma doença que embora ainda não tenha cura, deve ser tratada para atingir um controle e evitar a piora das lesões”, informa a Dra Lorena Dourado. A foliculite abscedante, também conhecida como foliculite dissecante, é uma doença que é mais comum em homens. Caracteriza-se por lesões de foliculites com acúmulo maior de pús, formando uma área “molinha ao toque” (devido à quantidade de pús acumulada embaixo da pele naquele local) e queda de cabelo no local. Os pacientes apresentam dor e saída de secreção purulenta nestes pontos de acúmulo de pús. Conforme explica a Dra Lorena Dourado, “Junto com as espinhas, ela faz parte de um grupo de doenças, que

apresenta formação de abscessos que são grandes coleções de pús. Esse pús localiza-se mais profundamente no couro cabeludo e, dessa forma, com o tratamento, é possível que o cabelo volte a nascer novamente no local afetado”. Se você apresenta um couro cabeludo sensível, com dor, coceira, descamação, foliculite ou outros problemas, procure um dermatologista com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para que este faça seu diagnóstico e inicie seu tratamento da forma mais adequada às suas necessidades clínicas. “Lembre-se que não só seus cabelos, mas também seu couro cabeludo merecem atenção e cuidados constantes para ficarem sempre bonitos e saudáveis”, conclui a Dra Lorena Dourado.

DRA. LORENA DOURADO Mais Informações

Dermatologia CRM/GO 11663 | RQE 7207 CURRÍCULO • Especialista em Dermatologia pela UFG (MEC) e pela SBD; • Área de atuação em Cabelos pela faculdade de medicina do ABC e pela USP; • Dermatologista Responsável pelo Ambulatório de Cabelos da UFG.

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

15


Você está desnutrido? Temos a tendência de considerar desnutrida, a pessoa com a silhueta magra. Porém, a desnutrição vai muito além do que nossos olhos veem. É frequente que, pessoas dentro da faixa de peso ou acima dela, estejam na verdade, DESNUTRIDAS.

Nosso padrão alimentar tem mudado, seja por conveniência, ansiedade ou falta de tempo passamos a consumir alimentos com muitas calorias e baixa qualidade nutricional que ocasionam a desnutrição. Fatores culturais também influenciam muito o consumo de alimentos. Isso porque algumas culturas ou religiões podem proibir o consumo de determinados alimentos, ou a dieta contém poucas calorias. Suas causas podem ser devido a uma má alimentação, problemas de saúde e até mesmo ingestão de medicamentos que desregulam o organismo. Para diagnóstico, o IMC (índice de massa corporal) é um índice levado em consideração como um dos indicativos, porém, não pode ser o único.

Isso porque o IMC não tem condições de avaliar a composição do peso de cada pessoa, ou seja, não distingue o que é chamado pelos especialistas de massa magra (ossos, músculos, água e vísceras), medição esta feita através da bioimpedância que consegue fazer uma análise do funcionamento do organismo.

Em crianças os sintomas podem incluir: • Incapacidade de crescer dentro da taxa esperada; • Mudanças de comportamento, como sentir irritação, ansiedade ou letargia; • Mudanças na cor dos cabelos e cor da pele.

Os sintomas mais comuns em adultos são: • Perda de peso considerável em um curto prazo de tempo; • Demora um longo tempo para se recuperar de infecções; • Demora na cicatrização de feridas; • Irritabilidade; • Falta de concentração; • Dificuldades para se manter aquecido; • Diarreia persistente; • Depressão.

Uma dieta equilibrada e saudável é a maior arma na prevenção da desnutrição. Ter uma alimentação rica em frutas, verduras e cereais integrais, bem como proteínas magras, ajuda no combate à desnutrição. Alimentos e bebidas ricos em gordura ou açúcar não são essenciais para a maioria das pessoas e só devem ser consumidos em pequenas quantidades. Se você possui alguma condição que aumente o risco de desnutrição, busque tratamento!

DRA. HELOISE MEDEIROS Médica CRM/GO 14810 CURRÍCULO • Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto; • Pós-Graduada em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

16

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Mais Informações


Reabilitação Oral com Implantes Dentários O cuidado com a saúde, a estética, o aumento da idade média de vida, a melhora da autoestima e o fortalecimento da educação odontológica levaram a população a procurar cada vez mais por saúde bucal. O aumento nos tratamentos associados a implantes foi resultado

o paciente à melhora da qualidade

carga imediata, permite instalar o

de vida e convívio social.

implante e a prótese na mesma sessão ou em até 72 horas. A exigência do paciente está voltada principalmente para a redução do tempo de tratamento, o custo e a estética. O paciente recupera imediatamente sua função mastigatória e a estética. É uma técnica que está sendo utilizada cada vez mais, com boa previsibilidade de sucesso. É importante lembrar que para realizar a técnica de carga imediata, é necessário um planejamento preciso das condições biológicas do paciente, tal como: quantidade e qualidade óssea.

da insatisfação dos pacientes com

A técnica cirúrgica realizada para

a falta de dentes e o desconforto

instalar os implantes depende de

das próteses parciais removíveis

uma criteriosa avaliação do pacien-

e totais. Hoje, com a evolução das

te. Quando bem indicada e executa-

técnicas cirúrgicas, a melhoria da

da por um profissional cuidadoso e

qualidade do implante, o avanço

experiente, os resultados são os me-

dos métodos de diagnóstico e maior

lhores possíveis. A técnica cirúrgica

conhecimento da anatomia dos te-

convencional é realizada em várias

cidos envolvidos, a reabilitação oral

etapas e demora um pouco mais.

de pacientes com próteses fixas e

Após a instalação dos implantes, é

implantes, tornou-se um método

necessário esperar por 4 meses na

previsível, seguro, eficaz, rápido e

mandíbula e por 6 meses na ma-

mais confortável, com ótima satis-

xila para colocar a prótese fixa ao

fação estética e funcional, levando

implante. Já a técnica cirúrgica de

DR. ROGÉRIO ALENCASTRO CRO/GO 8029 - Reabilitador Oral

• Especialista em Dentistica Restauradora • Especialista em Prótese Dentária • Especialista em Ortodontia • Invisalign Doctor

PROF. DR. CASSIANO C. S. PEREIRA CRO/GO 11.121 - Cirurgião-Dentista

• Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia BMF/CFO; • Especialista em Implantodontia FAISA PR/CFO; • Mestre e Doutor em Cirurgia Bucomaxilofacial UNESP/SP; • Pós-Graduado em Cirurgia Ortognática e Cirurgia da ATM - JRG / SP; • Cirurgião Bucomaxilofacial HUGOL e HUAPA SES-SUS/GO; • Cirurgião Bucomaxilofacial ÂNIMA Centro Hospitalar Anápolis/GO; • Professor dos cursos de Especialização em Implantodontia UFG e ABO Goiânia • Coordenador de Especialização de Harmonização Orofacial na Orthoway Goiânia/GO; • Criador do Protocolo Cirúrgico RINO 4D com Cursos Avançados em todo o Brasil;

62 3321-2005 | 62 3098-4534 | 62 99318-4072 Av. São Francisco de Assis, 1110 - Jundiaí - Anápolis/GO

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

17


Cérebro e Intestino:

Uma ligação que vai além do comer e ser feliz A nutróloga Adriana Meneses explica a conexão entre esses dois órgãos e como 90% da produção da serotonina, responsável pela sensação de bemestar, vem do intestino. Com o avanço dos estudos sobre a saúde e a crescente preocupação com o bem-estar, sabe-se que o corpo humano opera de forma sistêmica e integrada, onde cada órgão executa seu papel para o funcionamento do nosso organismo. Mas o que muito se especula e pouco se sabe, é da importância da ligação entre o nosso cérebro e o intestino. A verdade é que em um cenário onde 18,6 milhões de brasileiros sofrem de ansiedade, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), essa ligação e seus efeitos nunca estiveram tanto em pauta. A gastrocirurgiã, Adriana Meneses, explica que a natureza tão individual do intestino e sua “afinidade” com o cérebro se dá pelo fato do órgão compactado em nosso abdome ser formado por mais de 500 milhões de neurônios, as mesmas células que formam o cérebro. “Além disso, lá são produzidos mais de 30 neurotransmissores cruciais para o nosso corpo, como por exemplo a dopamina e também a serotonina, que é um neurotransmissor com atuação no cérebro e regula o sono, humor, apetite, o ritmo cardíaco, a temperatura corporal, a sensibilidade à dor, os movimentos e as também as funções intelectuais”, explica.

Estudos apontam que 90% da produção da serotonina acontece no intestino na medida em que as bactérias intestinais são responsáveis pela produção de triptofano, que é precursor desse neurotransmissor. Com isso a saúde intestinal precisa ser um ponto de atenção, é o que diz Adriana Meneses. “Se você tem um desequilíbrio entre bactérias boas e ruins no intestino, a sua produção de serotonina pode ser prejudicada. Por isso é de extrema importância um acompanhamento profissional para acompanhar sua saúde intestinal. Esse acompanhamento auxilia, inclusive, o tratamento de ansiedade e outras doenças mentais na medida em que podemos modular a flora intestinal”, pontua Adriana.

A gastrocirurgiã e nutróloga também reforça que é justamente por essa riqueza de informações e microrganismos essenciais para a saúde do corpo humano, que  devemos nos atentar aos cuidados intestinais. “O intestino humano que não tem uma boa saúde deixa de auxiliar na produção dos neurotransmissores e isso debilita tanto a saúde física quanto psicológica de um paciente.”, explica a gastrocirurgiã. Com isso entende-se a necessidade de cuidados com a saúde cada vez mais integrados e multidisciplinares para que possamos cada vez mais auxiliar o nosso corpo em seu funcionamento correto, seja psicologicamente ou fisicamente.

DRA. ADRIANA MENESES CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO | NUTROLOGIA CRM/GO 12857 | RQE 9568 | 10247 CURRÍCULO • Membro Titular Especialista em Nutrologia pela ABRAN; • Membro Titular Especialista em Gastrocirurgia pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD; • Cirurgia Geral, Girurgia do Aparelho Digestivo e Obesidade pela Beneficência Portuguesa SP - Instituto Garrido Obesidade e Gastroenterologia; • Formada em Medicina pela faculdade de Ribeirão Preto - UNAERP.

18

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


O que é Osteoartrite da Coluna? Como tratar? Osteoartrite é o mesmo que osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa. No conjunto das doenças agrupadas sob a designação de “reumatismos”, a osteoartrite é a mais frequente.

A osteoartrite em coluna envolve as facetas articulares, a articulação facetária é uma articulação sinovial verdadeira, ou seja, possui cartilagem em sua superfície, sendo envolvida por uma cápsula ricamente vascularizada e inervada pelo ramo medial do ramo dorsal do nervo espinhal e estão localizadas na parte posterior da coluna vertebral. A osteoartrite (artrose) é uma doença que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas, entre elas os osteófitos, conhecidos, vulgarmente, como “bicos de papagaio”.

A artrose das articulações facetária em adultos são um evento relativamente comum e aumentam com o envelhecimento da população. A articulação facetária tem sido implicada como a fonte causadora de lombalgia em cerca de 15 a 45 % dos casos de dor lombar crônica.

O sintoma típico é a dor lombar crônica que pode ser uni ou bilateral, sendo capaz de se irradiar para os MMII sem um padrão radicular, geralmente não ultrapassando os joelhos. O paciente normalmente refere alívio da dor com a flexão do tronco e relata piora com a extensão do tronco, movimentos rotatórios e atividades físicas. A nutrição de uma articulação depende de sua atividade dentro de limites fisiológicos, a atividade funcional de uma junta é fundamental para a sua saúde. A inatividade excessiva é nitidamente prejudicial. Portanto, o sedentarismo, obesidade, doenças reumatológicas, genética, envelhecimento e tabagismo, são os principais fatores envolvidos na gênese da artrose da coluna.

Apesar de comum e fazer parte do processo natural de envelhecimento, a artrose na coluna deve ser tratada, pois pode se tornar crônica e levar a complicações mais sérias como limitação das funções, prejudicando a qualidade de vida. A doença pode afetar qualquer região da coluna (cervical, torácica, lombar, sacral) e causar dores na região afetada. O tratamento clássico da artrite de coluna envolve a perda de peso, atividade física sob orientação, parar de fumar e uso de medicação analgésica e antiinflamatória. Nos casos em que o tratamento clínico falha e o paciente permanece com quadro álgico lombar ou cervical, muitas técnicas minimamente invasivas vêm ganhando espaço e se demonstrando efetivas no tratamento da dor lombar e cervical crônica; como é o caso da infiltração intra-articular da faceta, do bloqueio do ramo nervoso que supre a articulação facetária e a neurotomia percutânea por radiofreqüência. Esses procedimentos geralmente são realizados sob sedação leve, guiados por ultrassom ou radioscopia e duram em média de 30 a 45 minutos e permitem alívio imediato da dor e retorno precoce às atividades laborais e físicas. Basicamente esses procedimentos podem ser realizados em todos os pacientes com artrose em coluna; a presença de doenças como hipertensão, diabetes, patologias da tireoide e rins não contraindicam o procedimento, sendo esses pacientes ricamente beneficiados pelo alívio da dor em coluna e subsequente redução do uso de medicação analgésica e anti-inflamatória.

DR. DANIEL LABRES DA SILVA CASTRO Ortopedista Cirurgião de Coluna CRM/GO 12.999 | RQE 7.551 CURRÍCULO • Titular em Ortopedia e Traumatologia pela Sociedade Brasileira de Ortopedia - SBOT e Sociedade Brasileira de Coluna - SBC; • Formação em Ortopedia pela Universidade Federal de Goiás; • Fellowship em coluna pelo Hospital Geral de Goiânia e Instituto de Ortopedia da USP- São Paulo.

20

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Mais Informações


Planejamento Virtual de Cirurgia Ortognática A Cirurgia Ortognática é um procedimento cirúrgico bucomaxilofacial que busca proporcionar uma harmonia entre os ossos da maxila (dentes superiores) e mandíbula (dentes inferiores) que sofreram distúrbios no crescimento durante o desenvolvimento, resultando em deformidades dentoesqueléticas comprometedoras da função mastigatória e estética facial. As deformidades dentoesqueléticas podem ser verticais (face longa, sorriso gengival, sorriso envelhecido, mordida aberta), horizontais (mandíbula para trás - retrognatismo, mandíbula para frente – prognatismo) e transversais (mordida cruzada). A correção cirúrgica dessas deformidades deve implicar na análise do crescimento esquelético em todas as direções. Para tal, utilizamos, em nosso consultório, softwares para planejamento cirúrgico virtual tridimensional (3D). O planejamento virtual da cirurgia ortognática associa o uso de imagens tomográficas, fotos da face e modelos virtuais dos dentes superiores e inferiores (obtidos após escaneamento dos modelos de gesso dos maxilares), permitindo a visualização dos resultados em vista tridimensional, podendo corrigir quaisquer assimetrias através de cirurgias realizadas previamente no computador. Essa previsibilidade de resultados implica, ainda, em melhor prognóstico pós-operatório, minimizando riscos e complicações decorrentes dos procedimentos cirúrgicos.

Agende uma consulta com o Dr. Luis Gustavo Jaime Paiva e tire todas as suas dúvidas sobre esses e outros assuntos relacionados à cirurgia bucomaxilofacial e implantodontia. DR. LUIS GUSTAVO JAIME PAIVA Cirurgião Bucomaxilofacial - CRO/GO 11757 CURRÍCULO • Graduado em Odontologia pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Goiás; • Residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia; • Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial; • Mestre em Implantodontia/Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia; • Doutorando em Implantodontia/Cirurgia Bucomaxilofacial, pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia; • Professor da Área de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial da Universidade Paulista – UNIP Goiás; • Professor da Especialização em Implantodontia UNIP Goiás e do Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral da Associação Brasileira de Odontologia – ABO Goiás.

62 3089.9082 | 9 8166.2896 Hospital Unique: Av. T-03 c/ T-53, n.2199, St. Bueno - Goiânia/GO

22

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Lipoaspiração de Alta Definição A técnica de lipoaspiração de definição abdominal (Lipo HD), criada pelo cirurgião plástico Alfredo Hoyos, tem o objetivo de desenhar o contorno muscular, proporcionando resultados mais naturais. É Indicada para pacientes que tenham dificuldade para definir a musculatura abdominal, torácica, braços ou glútea.

Para isso pode ser utilizado um aparelho de radiofrequência (Vaser®) que auxilia no desenho da musculatura, esculpindo a gordura para marcar as divisões do abdome. Não é técnica de emagrecimento, assim como a lipoaspiração tradicional também não é. Existe um limite de gordura que pode ser aspirada (5 a 7% em relação ao peso), estabelecida pelo Conselho Federal de Medicina.

Pacientes obesos, fumantes ou com flacidez de pele não podem realizar a cirurgia. No pós-operatório é muito importante a utilização de malhas compressivas e a realização de drenagem linfática, que irão ajudar a diminuir o edema (inchaço). Essa técnica pode ser associada a

Mais Informações

abdominoplastia e/ou a lipoescultura (transferência de gordura para os glúteos, tórax ou braços). O acompanhamento nutricional e a realização de atividades físicas regulares são fundamentais para a manutenção dos resultados.

DR. ROGÉRIO MORALE DE OLIVEIRA Cirurgia Plástica CRM/GO 10728-GO | RQE 5118 CURRÍCULO • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica desde 2001; • Residência Cirurgia Plástica Hospital das Clínicas da Unicamp 2001 à 2004; • Residência Cirurgia Geral Hospital das Clínicas da Unicamp 1999 à 2000; • Graduação Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp. 1998.

24

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Sorriso perfeito Quem nunca se impressionou com um sorriso alinhado e branquinho? As lentes de contato/facetas cerâmicas garantem o sorriso perfeito. As facetas odontológicas é “moda” há tempos. Surgiram em Hollywood na década de 30 e viraram “febre” entre artistas da indústria cinematográfica, que já adotava certos padrões estéticos nos elencos. No Brasil, a popularização foi na década de 80, por volta de 1985. E hoje é amplamente utilizada com comprovação cientifico e técnica apurada. Para tirar todas as suas dúvidas, conversamos com o dentista PAULA CARDOSO, supertalentosa e querida pelos GOIANIENSES 1. Cerâmica ou Resina : qual material devo usar pra fazer minha lente de contato dentária? As lentes de contato dentárias, como são conhecidas popularmente, podem ser feitas de resina ou de cerâmica e são cimentadas sobre os dentes pelo dentista para melhorar a harmonia do sorriso, conferindo dentes alinhados, brancos e bem ajustados. As lentes/facetas de resina composta apresentam excelentes resultados estéticos e podem ser realizadas em uma única consulta dentária e são mais econômicas quando comparada com a cerâmica. Entretanto, necessitam de polimentos periódicos para manutenção do brilho e cor. Se opção for pelas lentes/facetas de cerâmicas, podem ser necessárias mais consultas pois dependem de uma etapa laboratorial o que pode tornar o procedimento total um pouco mais caro. No entanto, são mais duradouras mantendo a cor e brilho, o que pode ser melhor à longo prazo.

*Cerâmica ou porcelana pode ser considerado o mesmo tipo de material odontológico. 2- Qual a diferença da lente para a faceta de porcelana? Tanto a lente de contato quanto a faceta de porcelana são usadas para transformar o sorriso, o que muda é a necessidade de preparo e espessura. Segundo a doutora, as facetas requerem maior desgaste dos dentes, sendo indicada para dentes que possuem múltiplas restaurações, ou que a cor esteja muito alterada, escurecida. Len-

26

Revista Saúde | Março. 2020 | rsaude.com.br

tes não requerem nenhum preparo e são extremamente finas, chegando a ter 0,2 mm. 3- Demora muito pra fazer as lentes de contato cerâmicas? Para transformar a arcada, é preciso, em média, uma consulta para planejamento e três sessões de 4 horas. E se você pensa em fazer o procedimento, mas tem medo da dor, a Profa. Dra. Paula Cardoso garante que não precisa se preocupar. “Não é um procedimento dolorido porque é feito com aplicação 100% em esmalte. Prova disso é que 90% dos casos conduzidos pela Dra Paula Cardoso são feitos sem o uso de anestesia”. 4-Para fazer lentes de contato Cerâmicas preciso desgastar meus dentes? Essa pergunta é extremamente abrangente e totalmente diferente da necessidade de individualização dos casos e planejamentos. É totalmente possível fazer lentes de contato cerâmicas SEM NENHUM PREPARO ou com mínimo preparo, mas tal técnica tem indicações exatas como: dentes já lingualizados (que não tem projeção ) com cor claras e gengiva espessa. E essa indicação é determinada por dentistas experientes como Dra Paula Cardoso que além de professora tem uma experiência clínica de 20 anos. BONS PROFISSIONAIS SERÃO, SEMPRE QUE POSSÍVEL, CONSERVADORES. 5-Como são feitos os moldes? Atualmente, temos 2 maneiras de obter os modelos para realização das lentes/facetas cerâmicas: Convencional (tradicional) ou Digital. A técnica convencional amplamente descrita na literatura é extremamente eficiente. Entretanto, Dra Paula Cardoso usa e apresenta uma nova tecnologia com scanner digital e o uso do sistema CAD/CAM (computer-aided-design/computer-aidedmanufacturing) caracterizando uma verdadeira mudança de paradigma na Odontologia, visto que esta tecnologia possibilita a realização das lentes/facetas em alta qualidade com a utilização de novas ferramentas consideradas precisas e eficientes em um menor número de consultas, sem a necessidade de moldagem convencional.

6- Fiz lentes cerâmicas superiores ... tenho que fazer inferiores? Não necessariamente! Mas se o paciente selecionar uma cor muito Branca para as lentes de contato superiores (BL1) ele obrigatoriamente terá que fazer nos dentes inferiores para não ficar uma diferença muito grande de cor. 7- Fiz lentes de contato cerâmicas tenho que voltar de 6 em 6 meses? O aumento da sobrevida dessas restaurações está diretamente ligado com a rigorosa manutenção delas, que consiste em manter um acompanhamento clínico-radiográfico periódico dos trabalhos instalados e adequada rotina de higienização. Cada caso deve ter seu retorno indicado pelo dentista mas geralmente, segundo Profa. Paula Cardoso, o retorno deve ser anual. Seguindo essas recomendações, os estudos clínicos indicam uma durabilidade das facetas de em média 10 a 15 anos. 8 - Posso trocar as facetas e lentes de contato dental quando os resultados são insatisfatórios? Entre os principais problemas estéticos encontrados em tratamentos com facetas e lentes de contato dental, destacam-se estes: ausência de detalhes anatômicos, facetas e lentes muito arredondadas e espessas junto às gengivas, falta de harmonia e alinhamento com lábios e rosto, excesso de volume, facetas e lentes acinzentadas e sem brilho e cores brancas e opacas e sem efeitos de transparência E para os pacientes que querem remover a lente, a boa notícia é que é possível. “Hoje existe uma tecnologia avançada com uso de laser ou pontas diamantadas especificas para remoção das facetas/lentes cerâmicas”. Paula Cardoso


Epidemia de Obesidade no Brasil Em dez anos, a obesidade avançou em todas as faixas etárias no Brasil. Um em cada cinco brasileiros é obeso e mais da metade da população está com excesso de peso.

Mais Informações

Entre jovens de 18 a 24 anos, a incidência quase dobrou, saltando de 4,4% para 8,5%. Em uma verdadeira epidemia, o ponto mais importante a se entender sobre a doença é que seu tratamento deve ser individualizado e realizado por uma equipe multidisciplinar, envolvendo médico, nutricionista, psicólogo, educador físico, dentre outros profissionais. Atualmente, existem vários métodos para o tratamento da obesidade, dentre eles, os medicamentos, os tratamentos endoscópicos e a cirurgia bariátrica. Para que se obtenha sucesso no tratamento, independente do método optado, o indivíduo deve modificar seus hábitos de vida, realizando uma dieta saudável e praticando atividades físicas regularmente. Para alguns pacientes com IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 27 kg/ m² que já tentaram dietas frustradas, diminuir o apetite é fundamental para a perda de peso. A alternativa, nesses casos, pode ser o balão intragástrico, método menos invasivo, que não exige cirurgia ou internação hospitalar. Resultados do tratamento no Brasil foram destaque recentemente na ObesityWeek, nos Estados Unidos. O consenso brasileiro de balão intragástrico (publicado em 2018) reuniu dados de 40 mil tratamentos e apresentou uma média de redução de peso de 18,4% (passando de 20% em alguns casos), com índice de efeitos adversos abaixo de 2,5%.

O balão intragástrico (ou balão gástrico) é um dispositivo de silicone aprovado em mais de 80 países e utilizado no Brasil há mais de 15 anos. O dispositivo ocupa 50% ou mais do volume do estômago, o que provoca saciedade precoce, levando à ingestão de menor quantidade de alimentos e, consequentemente, perda de peso. A colocação do balão e a sua retirada são procedimentos realizados em caráter ambulatorial (sem a necessidade de internação), por meio de endoscopia (mesmo exame utilizado para o diagnóstico de doenças como esofagite e gastrite) e sem a necessidade de cirurgia ou incisões/cortes no abdome. O balão é introduzido até o estômago e preenchido com 500 a 700ml de líquido. O tempo máximo de permanência de cada dispositivo é de 1 ano. Portanto, podemos concluir que este é um método de tratamento seguro, efetivo e com bons resultados no tratamento do sobrepeso e da obesidade.

DR. LUIZ HENRIQUE DE SOUSA FILHO Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva CRM/GO 11.825 | RQE 12.607 | RQE 8.385 CURRÍCULO • Membro Titular da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG); • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED); • Presidente da Sociedade Goiana de Gastroenterologia (SGG); • Coordenador dos Cursos “Imersão em Cirurgia e Endoscopia” (IMERSÃO).

28

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Artrose do ombro Artrose, osteoartrose ou osteoartrite é o nome que damos ao desgaste de uma articulação. Este fenômeno pode ocorrer na articulação do ombro por diversos motivos, desde um desgaste natural ou sem motivo aparente, o qual denominamos como idiopático, até o comprometimento da articulação causado por sequela de fraturas, deslocamento, osteonecrose, infecção articular, lesão crõnica dos tendões do ombro e outras causas menos comuns. O desgaste articular pode causar principalmente dor e limitação da movimentação normal da articulação do ombro em diferentes magnitudes. Quanto mais grave o desgaste e degeneração da cartilagem articular e do osso subcondral, piores costumam ser os sintomas. Por tratar-se de uma doença de natureza degenerativa, a maioria dos pacientes portadores desta condição são pessoas mais idosas. Em contrapartida o desgaste articular por sequela de traumas graves, osteonecrose e até mesmo por infecção articular, pode acometer jovens. O tratamento para as fases iniciais da doença consiste em aliviar os sintomas de dor e tentar manter uma boa mobilidade da articulação, o mais próximo do normal possível. Com o passar do tempo os sintomas costumam aumentar e a dor, associada a limitação para atividades básicas do dia a dia intensificam-se. Atividades como trocar uma

roupa, pentear o cabelo e até mesmo tomar banho sozinho passam a ser um desafio constante e a qualidade de vida fica cada vez pior. Quando o tratamento com medicamentos e fisioterapia já não estão mais sendo eficazes, devemos considerar a abordagem cirúrgica. As técnicas cirúrgicas disponíveis para o tratamento desta condição deverão ser avaliadas em cada caso específico de forma individualizada. A cirurgia para substituição articular do ombro, ou artroplastia do ombro (como é conhecida no meio médico) pode ser considerada opção terapêutica. Trata-se de um procedimento cirúrgico onde é realizada a substituição das estruturas lesadas por componentes artificiais. A prótese de ombro pode ser parcial (quando se substitui somente a cabeça umeral) ou total (quando toda articulação é substituida). A cirurgia de substituição do ombro foi realizada pela primeira vez nos Estados Unidos na década de 1950 para tratar fraturas graves do ombro. Ao longo dos anos, tal procedimento passou a ser usado para muitas outras condições dolorosas do ombro, como doeças de-

generativas, artrose pós-traumática, artrite reumatóide, necrose avascular da cabeça do úmero, artropatia póslesão do manguito rotador e sequelas de fratura. Geralmente os pacientes candidatos às cirurgias de substituição articular são idosos e que já lidam com a doença articular do ombro há muito tempo. A artroplastia do ombro é um procedimento seguro e eficaz para aliviar a dor e ajuda o paciente a retomar às suas atividades diárias. Por tratar-se de um procedimento cirúrgico de alta complexidade é importante que o paciente seja avaliado e tratado por um profissional com experiência nesta área de atuação. A decisão de realizar uma cirurgia de substituição articular deve ser tomada em consenso entre o paciente, seus familiares e o cirurgião ortopedista.

DR. THIAGO BARBOSA CAIXETA Ortopedia e Traumatologia CRM/GO 13291 | RQE8070 CURRÍCULO • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo; • Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; • Preceptor do Serviço de Treinamento Avançado em Cirurgia do Ombro e Cotovelo do Hospital das Clínicas - UFG; • Responsável pelo Serviço de Cirurgia do Ombro e Cotovelo do Centro de Ortopedia Especializada - COE.

30

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Mais Informações


95% QUER ECONOMIZAR ATÉ

NA SUA CONTA DE LUZ?

VENHA ECONOMIZAR COM A EMPRESA QUE É REFERÊNCIA NACIONAL EM ENERGIA SOLAR, SÃO MAIS DE

10.000 OBRAS EM TODO O BRASIL! RESIDENCIAIS

COMERCIAIS

INDUSTRIAIS

RURAIS

ILUMISOL

WWW.ILUMISOLENERGIASOLAR.COM.BR

goiania@ilumisolenergiasolar.com.br (62) 3586 - 6805 / (62) 9 9967-7703 Av. Perim, 515 - St. Residencial Itamaracá, Goiânia - GO


Harmonização Orofacial A harmonização orofacial diz respeito ao conjunto de procedimentos responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional da face.

É o conjunto de técnicas que promove proporções equilibradas ao rosto, com procedimentos minimamente invasivos se comparados a uma cirurgia plástica. Sua indicação é feita para pacientes que apresentam envelhecimento leve a moderado da face e estão insatisfeitos com a aparência. O procedimento é indicado para corrigir rugas e marcas de expressão (até as mais profundas), melhorar contorno facial e promover a volumização nas áreas que necessitem. Dentre as técnicas usadas na harmonização orofacial, estão a aplicação de toxina botulínica e o preenchimento com ácido hialurônico. Sendo que, o preenchimento labial, a rinomodelação, preenchimento malar e de mento estão sendo frequentemente utilizados, por serem menos invasivos, sem necessidade de anestesia geral nem de cirurgia. Antes de realizar o procedimento, o paciente passa por uma avaliação minuciosa para que sejam identificadas as técnicas ideais para cada caso em particular. No dia do procedimento, é realizada uma anamnese do paciente com testes de alergia e assepsia do local. Para o preenchimento com ácido hialurônico, é usado anestésico local. O produto é injetado e modelado, o tratamento dura em média 40-60 minutos dependendo da região a ser tratada.

É importante que o paciente siga as orientações com alguns cuidados simples para garantir um resultado satisfatório. As principais recomendações são: não realizar exercícios físicos por em média quatro dias, não se expor ao sol pelo tempo indicado pelo profissional e não massagear o local onde foi injetado o ácido hialurônico por até 3 dias. Para regiões onde foi realizado o preenchimento com ácido hialurônico, a durabilidade é em media de 8-12 meses, podendo chegar a 18 meses, dependendo do organismo de cada paciente e do estilo de vida de cada um. Para regiões com aplicação de toxina botulínica, a durabilidade é de 4-6 meses variando também de paciente para paciente. Eu vejo no meu consultório, pacientes felizes por terem conseguido fazer um verdadeiro resgate na autoestima. Recebo muitos depoimentos das minhas pacientes relatando que tiveram excelente melhora no casamento, no trabalho e na vida social. Esses depoimentos me motivam a estudar e me dedicar cada dia mais! Fico muito feliz em contribuir com o meu conhecimento para a felicidade das minhas pacientes! Quero ressaltar que, para ter segurança, esses procedimentos devem ser executados por um profissional que tenha conhecimento científico e técnico.

DRA. DANUZE CAMILA PEIXOTO MACHADO Cirurgiã Dentista CRO/GO 13922

@dradanypeixoto | (62) 99978-1654 Av. T-7, Qd. R-34, n°371, 21° andar, sala 2120, Edifício Lourenço Office, Setor Oeste - Goiânia - GO

32

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Especial Capa

Por que algumas pessoas parecem sentir o peso da idade e outras envelhecem sem se sentirem e nem parecerem idosas?

Embora o envelhecimento seja um processo biológico, ele pode ser controlado. Um estilo de vida adequado é uma das prioridades para a longevidade saudável e já está provado que a adoção desses hábitos, seja em qual for o período da vida, diminuem os efeitos negativos da modernidade.

Enquanto em 1945 a expectativa de vida no Brasil era de 43 anos, hoje a média atual fica em torno de 76 anos segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e essa média tende a continuar em crescimento, onde se estima que a partir de 2030 os idosos brasileiros serão mais numerosos que as crianças. Mas para que a melhor idade chegue com qualidade de vida, as pessoas devem se preparar para uma vida longa, e para chegar lá com saúde é preciso ter atitude, treino, estratégia e determinação. As principais causas de “tornar-se velho” são os maus hábitos, como o estresse, poucas horas de sono, falta de 34

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

hidratação, sedentarismo, alimentação desequilibrada, uso de drogas e a automedicação, exemplos estes que são prejudiciais à saúde e à possibilidade de viver mais e com melhor qualidade. Estudos mostram que atitudes como fumar, consumir baixa quantidade de frutas, legumes e verduras, ingerir álcool e não praticar atividades físicas regularmente influenciam diretamente no adoecimento da população. Tem-se uma estimativa de que 25% da longevidade deve-se a influência genética e cerca de 75% aos hábitos. Uma das principais mudanças que devem ocorrer na população para se alcançar uma longevidade com qualidade e sem tantas limitações e restrições é a conscientização de que sua saúde não deve ser marcada pela procura por assistência quando as doenças já estiverem instaladas. A prevenção é o caminho!

Mas como fazer isso?

- Invista em um cardápio baseado em vegetais, peixes, frutas, grãos integrais, azeite e castanhas, não é por acaso que Icária na Grécia e Sardenha na Itália, são dois dos cinco lugares do mundo com maior população centenária. - Controle seu peso. A Organização mundial da Saúde (OMS) aponta o sobrepeso como fator de risco para diabetes, câncer e doenças do coração. - Relaxe. Ficar constantemente irritado não estraga somente seu humor. A

manutenção de um estado de estresse por longos períodos pode ser prejudicial à saúde. Os resultados de níveis elevados de cortisol podem ser um aumento nos níveis de açúcar e pressão arterial, uma diminuição da libido, entre outros. Reduzir os níveis de estresse irá proteger sua saúde a longo prazo. - Elimine a principal causa de morte evitável do mundo, o cigarro. De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), após 12h à 24h sem fumar os pulmões já funcionam melhor, em três semanas a respiração fica mais fácil, e o risco de infarto do miocárdio cai para a metade após um ano livre dessa droga. - Mexa-se. As doenças do coração e do cérebro são as principais causas de morte entre os brasileiros e a atividade física pode ajudar a evitá-las. Estudos comprovam que jovens que praticam exercícios aeróbicos chegam à meia idade com a memória preservada, as chances de desenvolver demência são reduzidas. Além disso, pratique atividades de força para constituir sua “poupança” de músculos para prevenir a baixa de massa magra do idoso ou Sarcopenia (que também pode ocorrer em pessoas mais jovens) e a baixa massa óssea, o que pode comprometer a sua mobilidade no futuro. - Durma bem. Um sono de qualidade preserva a cognição e reduz o risco de depressão, doenças cardiovasculares e a ansiedade. É durante esse interva-


Especial Capa Não percebemos, mas nós envelhecemos todos os dias. A forma como vivemos nossas vidas agora e como nos sentimos hoje é o que decidirá de alguma maneira, se vamos desfrutar de nossa velhice ou não. E você? Vai envelhecer ou ficar velho? lo que o corpo fortalece o sistema imunológico e libera a secreção de hormônios importantes para a saúde. É indicado dormir entre 6 a 8 horas por noite, sem interrupções. - Cultive as amizades, a solidão pode encurtar a vida tanto quanto a obesidade, de acordo com um estudo da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos. Cuidado com as relações virtuais, essas são superficiais e, muitas vezes, sem vínculo emocional. Busque conviver com grupos que tenham interesses semelhantes ao seu agora. Quando estiver na velhice terá muito tempo livre e o que fará com ele é uma decisão construída ao longo da vida. - Tome sol, mas bem pouco e com cautela. Para reforçar a formação dos ossos (fonte de vitamina D) 15 minutos de sol por dia são suficientes. Quem não pode tomar sol ou tem carência desse nutriente, deve fazer uso de suplementos prescritos pelo seu médico. - Faça seus exames de rotina regularmente. É costume de grande parte dos brasileiros visitar um médico apenas quando sua saúde já está bastante debilitada. Isso é um grande erro, pois muitos quadros podem estar em um estado avançado, dificultando seu tratamento (e em alguns casos, é irreversível). - Se programe financeiramente. Remédios, tratamentos, exames e consultas médicas podem consumir boa parte das suas despesas, e nessa fase, provavelmente os ganhos reduzirão, então se programe o quanto antes para ter segurança mais tarde. - A informação ajuda a pessoa a se cuidar melhor, fazer escolhas alimentares inteligentes, eleger exercícios adequados, até mesmo reconhecer sinais precoces de determinadas doenças e buscar por ajuda profissional. Além de tudo o que foi dito acima, a chave para permanecer “jovem” consiste em SORRIR. Rir é uma fonte de vitalidade, e ninguém é tão velho a ponto de não poder se divertir. Cultivar o bom humor é um exercício fantástico para nosso cérebro. As crenças, os valores pessoais e as práticas espirituais também são muito importantes.

DRA. ALINE APARECIDA LONGATTI CARVALHO TAVARES NUTRÓLOGA CRM/GO: 13.210 | RQE: 11.992 CURRÍCULO • Diretora Técnica da Clínica Longatti Vitae; • Membro Titular da Associação Brasileira de Nutrologia desde 2017; • Membro Hands-on em Obesidade e Nutrologia do Exercício do ICANLab na Clínica Giorelli de Nutrologia; • Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Barbacena (FAME).

rsaude.com.br | Março . 2020 | Revista Saúde

35


Especial Capa


Especial Capa


O que é medicina nuclear? Essa é uma especialidade da medicina que diagnostica e trata doenças de maneira indolor e segura. Os procedimentos feitos pela medicina nuclear fornecem informações que não estariam disponíveis de outra forma ou que seriam obtidas através de métodos mais invasivos (como cirurgias) ou mais caros. Esses procedimentos frequentemente identificam anormalidades no início da progressão de uma doença, muito antes que esse problema se torne aparente ou visível por outro método. Isso possibilita o tratamento mais precoce, quando é maior a chance de sucesso.

Por que recebe o nome de medicina nuclear?

O nome vem de um medicamento que é ligado a uma pequena quantidade de material radioativo. Essa combinação é chamada de radiofármaco. Há muitos diferentes tipos de radiofármacos disponíveis para estudar diferentes órgãos e tecidos do corpo.

Como funcionam os radiofármacos?

Os radiofármacos são administrados no corpo por injeção, inalação ou por via oral. A quantidade administrada é muito pequena e ele migra para seu lugar específico no organismo, que pode ser uma doença ou outra anormalidade. A porção radioativa do radiofármaco emite radiação, conhecida como raios gama (similar a raios-X), que é então

detectada por um equipamento chamado gama-câmara. Esse tipo de câmara não faz barulho que possa assustar, e ao contrário de outros aparelhos de imagem, como tomografia computadorizada, não emite nenhum tipo de radiação para o paciente. Ainda assim, ela permite ao médico nuclear ver o que está acontecendo dentro do seu corpo. Para fazer as imagens, pede-se ao paciente que se deite sobre uma maca, e são feitas imagens durante alguns minutos. São essas imagens que permitem que o médico especialista diagnostique as doenças.

Os radiofármacos são seguros?

Completamente. Como qualquer remédio, são preparados com todo cuidado e submetidos a testes de qualidade, além de aprovados pelas autoridades sanitárias ao redor de todo o mundo. O risco de reação alérgica é praticamente negligível, 2 incidentes para cada 100.000 injeções, já que a quantidade injetada no corpo humano corresponde a 1 um centésimo de milionésimo de um grama. Para efeito de comparação, o contraste usado para imagens de raios-X causa 2000 a 3000 incidentes a cada 100.000 injeções.

Eu serei exposto a radiação danosa?

Assim como ao realizar exames de raios-X, mamografia ou tomografia computadorizada, você receberá uma quantidade de radiação. Essa quantidade de radiação é calculada de forma segura para seu peso, e não resulta em risco. A quantidade de radiação média que a pessoa recebe é igual ou mesmo

menor que a radiação natural que se recebe em um ano. A radiação natural que recebemos em nosso dia a dia vem da exposição solar, do espaço, do solo, de rochas ou mesmo de produtos domésticos como a televisão.

Que tipo de doenças podem ser diagnosticadas pela medicina nuclear?

A medicina nuclear diagnostica muitos tipos diferentes de doenças. Também pode determinar se certos órgãos estão funcionando normalmente. Por exemplo, podemos saber se o coração está bombeando sangue adequadamente, se o cérebro está recebendo fluxo sanguíneo de forma normal e se as células cerebrais estão funcionando corretamente. Também podemos ver se os rins estão executando suas funções de forma adequada, ou se o estômago consegue esvaziar o alimento após ingerido, ou se existe uma fratura óssea tão pequena que não seja visível ao raio-X, ou encontrar cânceres e determinar se eles estão respondendo ao tratamento, ou ainda procurar por locais infectados no nosso corpo.

Existe alguma contraindicação? Preciso tomar algum cuidado especial depois de fazer o exame?

A única contraindicação é gravidez, mas ainda assim essa contraindicação não é absoluta. Depois da maior parte dos procedimentos de medicina nuclear a única recomendação é ingerir líquidos e urinar o mais frequentemente possível, porque isso ajuda a eliminar o radiofármaco do seu corpo.

DR. BRUNO GALAFASSI GHINI MEDICINA NUCLEAR - CRM/GO 9326 | RQE 7429 CURRÍCULO • Médico Nuclear Graduado pela UNICAMP; • Título de Especialista pelo Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

38

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Mais Informações


Você sabia que existe ortopedista especialista em mãos? Estamos tão acostumados a pegar algum objeto pequeno com o movimento de pinça, abotoar um botão ou até mesmo digitar no celular que não reparamos nos movimentos das nossas mãos e dedos. Em cada uma, são 27 ossos trabalhando em harmonia, somando 54 nas duas. Isso sem contar nos diversos ligamentos, nervos, tendões e músculos que se unem aos ossos para compor toda a estrutura complexa de movimento que precisamos para realizar tarefas ao longo do dia. Muita coisa não, é mesmo? Por causa de sua complexidade e importância, as mãos ganharam uma especialidade dentro da Ortopedia: a Cirurgia de Mão. Para se tornarem habilitados os médicos passam por uma residência adicional com duração de dois anos.

Mas o que faz o especialista em mãos?

Basta experimentar qualquer dor ou limitação para escovar os dentes ou levar uma xícara de café até a boca para entendermos porque a especialidade é necessária. Esse ortopedista é responsável por reparar e reconstruir lesões nas mãos e nos punhos, que podem ser de origem óssea, tendinosa, ligamentar, nervosa, muscular ou cutânea (nas camadas da pele). Além das lesões causadas por acidentes (de trânsito, de trabalho ou explosões de fogos de artifício), esse especialista também atua no tratamento de doenças degenerativas ou deformidades congênitas.

Recentemente, estive em viagem ao Vietnã, onde pude participar de um mutirão de cirurgias de mão para pacientes carentes com doenças congênitas nas mãos. Ao lado de médicos de destaque de diversos países, as cirurgias proporcionaram não apenas uma experiência profissional enriquecedora, mas também um crescimento pessoal incrível. Doenças comuns que podem demandar cirurgia muitas doenças degenerativas que surgem nas mãos necessitam de tratamento em função de seus sintomas dolorosos, limitação de movimentos ou até mesmo de formidades. O especialista em mãos é o médico mais indicado para avaliar e indicar o tratamento mais adequado, que pode incluir cirurgia. Dentre as que mais surgem no consultório, destaco abaixo as principais e seus sintomas.

Artrose: Desgaste da articulação causado por infecções, trauma, degeneração ou doenças inflamatórias (como artrite reumatoide). Seus sintomas são dor na mão, rigidez nas articulações, inchaço dos dedos e dificuldade para escrever ou pegar um objeto. Em estágio avançado, podem surgir nódulos no meio ou na base dos dedos.

Síndrome do túnel do carpo: É uma doença do sistema nervoso (neuropatia), provocada pela compressão do nervo mediano no carpo, estrutura localizada entre a mão e o antebraço. A doença geralmente está associada a algumas condições como tendinites, traumas, e doenças reumáticas. Mulheres grávidas também podem desenvolver a síndrome. Os sintomas que merecem atenção são as dores e dormências e formigamentos noturnos. Outro fator que merece a atenção é a atrofia da região tenar da mão, onde ficam os músculos da base do polegar. Se esse nervo fica apertado dentro do túnel do carpo pode também ocorrer atrofia dessa musculatura e essa condição é um sinal de gravidade. Dedo Em Gatilho ou Tendinite dos Flexores: O dedo em gatilho é uma

inflamação do tendão que permite o movimento de dobrar o dedo. Quando afetado, o dedo fica sempre dobrado, mesmo quando se tenta abri-lo, causando dor intensa na mão. Os sintomas são dor na base dos dedos ou na palma da mão, inchaço e endurecimento do dedo. Além disso, quando a inflamação é crônica, ao tentar esticar o dedo, ele produz um estalido doloroso parecido com um gatilho.

Mais Informações

DR. HENRIQUE BUFAIÇAL CRM/GO 11627 CIRURGIA DA MÃO - RQE 7911 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - RQE 7921 CURRÍCULO • Especialista em Cirurgia da Mão e Microcirurgia; • Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás - UFG; • Residência em Ortopedia e Traumatologia no Hospital das Clínicas – UFG; • Residência em Cirurgia da Mão no Hospital Ortopédico de Belo Horizonte/MG; • Fellow em Cirurgia da Mão e Microcirurgias pelo Institut Européen de la Main França/Luxemburgo; • Chefe do Serviço de Mão do CRER.

40

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Glaucoma: fique alerta! Na semana dos dias 8 a 14 de março é realizada a semana mundial do glaucoma, um evento patrocinado pela Associação Mundial de Glaucoma. O intuito é orientar que a prevenção do glaucoma pode ser realizada através de um simples exame oftalmológico com um médico especialista na doença. Vamos entender um pouco mais dessa que é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. O que é o Glaucoma?

Doença ocular que causa danos progressivos ao nervo óptico, impedindo o transporte de informações visuais ao cérebro. Se não tratado, o glaucoma piora gradualmente o dano visual, sem aviso nem sintomas óbvios para o paciente (ou seja, é ASSINTOMÁTICO), levando eventualmente à cegueira. Prevê-se que 111,8 milhões de indivíduos terão glaucoma até 2040 e que 78 milhões de pessoas estejam atualmente vivendo com glaucoma, das quais 4 milhões já com dano visual grave. 90% dos casos de glaucoma não são diagnosticados em países em desenvolvimento como o Brasil.

Qual é a causa do Glaucoma?

Acreditava-se que a causa da maioria, ou mesmo de todos os glaucomas, era o aumento da pressão ocular, no entanto já se sabe que mesmo pessoas sem uma pressão ocular aumentada podem sofrer de glaucoma. Portanto, a pressão ocular é considerada o principal fator de risco, mas existem fatores adicionais a serem observados, como ascendência racial, histórico familiar, alta miopia e idade.

Quais os tipos de Glaucoma?

Existem vários tipos de glaucoma, alguns podem ocorrer como uma complicação de outros distúrbios visuais (os chamados glaucomas secundários), mas a grande maioria é primária, ou seja, ocorre sem causa conhecida. Algumas formas de glaucoma podem ocorrer no nascimento (congênitas) e outras durante a infância (juvenis). No entanto, na maioria dos casos, o glaucoma aparece após a quarta década de vida e sua frequência aumenta com a idade. O tipo mais comum de glaucoma no adulto é o Glaucoma Primário de Ângulo Aberto (mais comum em brancos e negros), seguido pelo Glaucoma de ângulo fechado (mais comum em pacientes de ascendência asiática).

Quais os pacientes que estão sob risco? Existem pessoas que são mais vulneráveis ​​ao glaucoma. Isso inclui:

• Origem africana, hispânica ou asiática; • Pressão ocular alta; • Míopes ou hipermétropes; • História de trauma ocular; • História de uso crônico de corticosteróides; • Pessoas com diabetes, enxaqueca, pressão alta e baixa e má circulação sanguínea.

Como se realiza a prevenção, diagnóstico e o tratamento da doença?

Atualmente, não há cura para o glaucoma e a perda de visão devido à doença é irreversível. No entanto, medicamentos ou cirurgias (tradicionais ou a laser) podem interromper ou retardar qualquer perda adicional da visão. Atualmente existem cirurgias chamadas minimamente invasivas através das quais conseguimos um tratamento menos invasivo e efetivo, evitando a piora visual. Entretanto a detecção precoce é fundamental para limitar a deficiência visual e impedir a progressão em direção a uma deficiência visual grave ou cegueira, e para isso é imprescindível uma consulta com um médico oftalmologista especialista em glaucoma, o qual poderá solicitar e interpretar de forma correta exames complementares caso esses se façam necessários.

• Idade superior a 40 anos; • História familiar de glaucoma;

Mais Informações

DR. FÁBIO DAGA Oftalmologista CRM/GO 22.410 | RQE 11596 CURRÍCULO • Graduado em medicina pela Universidade Federal do Paraná - UFPR; • Residência em Oftalmologia pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - ISCM/SP; • Glaucoma pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP; • Catarata e Cirurgia Refrativa pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP; • Doutorado na Universidade da Califórnia em San Diego – UCSD; • Doutorado no Duke Eye Center, da Duke University; • Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma, da Sociedade Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa, da American Glaucoma Society, e da American and European Societies of Cataract and Refractive Surgery.

42

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


ESTEJA ALÉM DO QUE SE VÊ LANÇAMENTO DE PRODUTOS DIGITAIS GERENCIAMENTO DE REDES SOCIAIS PRODUÇÃO DE CONTEÚDO FOTOGRAFIA VÍDEOS

grupojanela.com.br 62 98265-1313


Cristiano Batista, proprietário da Só Ótica, lidera projeto da saúde em Goiânia/GO O empresário é pré-candidato a vereador da capital goiana. Conhecido pelas ações sociais que realiza em Goiânia e em todo território estadual, Cristiano Batista é um nome forte para concorrer às eleições de vereador na Capital goiana. O empresário da rede “Só Ótica” tem se fortalecido com apoios políticos do partido Avante no estado de Goiás. Cristiano Batista reside em Goiânia há 45 anos e desde cedo tem se dedicado à saúde da população carente. Nos últimos anos promoveu mutirões de consultas médicas oftalmológicas. Óculos de grau também se tornaram política de assistência social aos mais necessitados. Neste ano, Cristiano realizou uma campanha na Escola Interação - uma instituição filantrópica que ajuda crianças carentes - no Setor Curitiba III, bairro humilde da capital. A ação aconteceu em conjunto ao Projeto ‘Bombeiro-Mirim, com a doação de mais de 70 atendimentos oftalmológicos, entre crianças e adultos. Cristiano também fez a doação de cerca de 40 óculos para os moradores da região. Por meio do Projeto “Olhar Goianira” que visa trazer mais qualidade de vida às crianças e adolescentes do município, em parceria com o prefeito da cidade, Carlos Alberto Andrade, Cristiano Batista participou da campanha

“Saúde nas Escolas” e fez a doação de 200 óculos e 200 consultas para crianças de 5 a 14 anos, no ano de 2018.

Mutirões da saúde realizados:

O empresário e técnico óptico trabalha desde os 13 anos de idade no ramo de ótica. Cristiano coleciona amigos no segmento. É muito próximo do Deputado Estadual Simeyzon Silveira.

Doação de 150 consultas oftalmológicas e de 100 óculos para uma comunidade em Jataí, no ano de 2017.

Cuidado com pets

Cristiano Batista também tem se dedicado à proteção dos animais. O empresário participou do resgate de 50 cães e 20 gatos de Abadiânia, que se encontravam debilitados, abandonados e em situação de maus tratos. Destes, ele adotou 5 cães. Ao todo, Cristiano Batista resgatou das ruas de Goiânia mais de 150 animais abandonados. “Para mim, saúde é cuidar das pessoas. Proporcionar um óculos, uma consulta, meios para que um exame ou uma cirurgia aconteça faz toda a diferença na vida das pessoas”, disse Cristiano Batista.

Doação de 200 consultas oftalmológicas e 120 óculos para os moradores do Chapadão do Céu, em 2018. Doação de 110 consultas oftalmológicas e 60 óculos em Bela Vista de Goiás, no ano de 2018. Doação de 150 consultas oftalmológicas e 105 óculos para os moradores de Senador Canedo, em 2018. Doação de 45 consultas oftalmológicas em uma campanha realizada no Colégio Estadual Irmã Gabriela, no Conjunto Riviera.


Curtas

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

CARNAVAL EM NY O casal de dentistas e professores Dra Paula Cardoso e Dr Rafael Decúrcio decidiram passar o feriado prolongado de carnaval em Nova Iorque. Foram cinco dias de descanso e contemplação das novas tendências do primeiro mundo. De acordo com Rafael, “Nova Iorque poderia ser como qualquer outra selva de pedra, que a beleza natural foi dominada pelo concreto, mas não é. ‘NY’ é um sistema natural, vivo, que emana energia, que alimenta a criatividade, que está em constante ebulição”.

CURSO DE IMERSSÃO EM TRICOLOGIA A Dra. Lorena Dourado esteve em São Paulo entre os dias 9 e 12 de Dezembro de 2019, participando como palestrante do Módulo II do Curso de imersão em Tricologia, na ocasião falando sobre Foliculite Abscedante e Alopecia de Tração. Na foto estão todas as palestrantes, sendo além da Dra. Lorena, Dra. Aline Donati, Dra. Kakizaki e Dra. Fernanda Consenza.

50

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

JORNADA PAULISTA DE CIRURGIA PLÁSTICA O Dr. Rogério Morale de Oliveira, participou da Jornada Paulista de Cirurgia Plástica. Na foto, estão o Dr. Rogério e Dr. Alfredo Hoyos, criador da técnica de Alta Definição.


Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

Curtas

CIRURGIA ORTOGNÁTICA O Dr. Luís Gustavo Jaime Paiva, neste mês de fevereiro, ministrou aula sobre Cirurgia Ortognática para a Especialização em Ortodontia do Instituto Lenza.

DEFESA DE MESTRADO Neste início de ano, o Dr. Paulo Víctor de Moura especialista em implantodontia, apresentou sua defesa de Mestrado pela Universidade Federal de Goiás.

EVENTO GRATUITO PARA MÉDICOS Em parceria com a Revista Saúde Goiânia e Região, as sócias da Plena Estratégias Criativas, Mariana Dalcin e Karolina Vieira, vão realizar o primeiro encontro de Marketing de Saúde. O evento será gratuito e terá dicas práticas com foco em produção de conteúdo, divulgação ética e gestão de reputação para médicos e outros profissionais da área.

AULA SOBRE EFEITOS DO CALOR SOBRE O FIO DO CABELO A Dra. Lorena Dourado deu aula na Pós-Graduação de Tricologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo no dia 6 de Fevereiro deste ano. O tema da aula foi: Efeitos do calor sobre o fio do cabelo e orientações para prevenir.

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

51


Curtas

INSTRUTORA INTERNACIONAL A mestre em Fisioterapia e instrutora internacional do PediaSuit, Silvana Vasconcelos (à esquerda), esteve em Florianópolis para ministrar palestra para os dirigentes das APAEs de Santa Catarina e ainda realizou mais um curso de treinamento PediaSuit Básico para fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais da entidade. Diretora da Rede Silvana Vasconcelos, que inclui o Centro Catarinense de Reabilitação Neurofuncional, a fisioterapeuta já formou mais de 200 profissionais no estado.

VIAGEM EM FAMÍLIA A Dra. Fernanda Figueira em viagem com seu esposo, o empresário Dr. Ademilton Arantes, e os filhos do casal Guilherme e Kefren. Na ocasião, estiveram em Nova York, Boston, orlando e Miami.

52

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

FÊMINA CLINICA DE ESTÉTICA A Dra. Paula Azevedo (centro) e sua equipe multidisciplinar com fisioterapeutas, nutricionista e endocrinologista inauguraram, no último sábado, a Fêmina Clínica de Estética. O espaço foi ampliado e totalmente reformulado.

BALNEÁRIO CAMBURIÚ A Dra. Danuze Camila Peixoto Machado, seu esposo Márcio Caetanni e a filha Ana Carolina Peixoto, estiveram aproveitando o restante de 2019, na casa de praia da família que fica Balneário Camboriú. Na foto ainda temos a Chanel, que não ficou de fora.


Curtas

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

FERIADO DE CARNAVAL

PARCERIA ENTRE MÃE E FILHA

A Dra. Alessandra Meireles e seu esposo, o Dr. Glauco Prado Silva, juntamente com seus amigos Paola Arcipretti Moura e Philippe de Sousa Dias, aproveitaram o feriado de carnaval para um passeio descontraído na Argentina. Na foto brindam o momento no “Señor Tango”, a maior casa de espetáculos de Buenos Aires, onde o tango é o protagonista indiscutível.

A Dra. Daniela Neder, diretora responsável pela CENII, tem mais um motivo para comemorar, pois sua filha Ester Neder estudante de odontologia esta iniciando seu estagio em sua clinica. Que tenha muito sucesso nessa nova jornada!

CURSO DE IMERSSÃO EM TRICOLOGIA Dos dias 3 à 6 de Fevereiro deste ano ocorreu em São Paulo, o Curso de Imersão em Tricologia, no qual a Dra. Lorena Dourado participou como palestrante, na ocasião falando sobre Foliculite Abscedante e Alopecia de Tração . Na foto estão a Dra. Lorena , Dra. Fernanda Brito, Dra. Aline Donati, Dra. Kakizaki e Dra. Fernanda Consenza.

54

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Social

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

ENCONTRO DE EX-RESIDENTES DE UROLOGIA Nos dias 13 a 14 de Dezembro de 2019, no decorado Vítreo da Opus, aconteceu o I Encontro de Ex-residentes de Urologia Hospital Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi.

56

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Social

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

AÇÃO SOCIAL NOVA OLINDA Quando somos capazes de olharmos para o nosso semelhante como um irmão que só não teve as mesmas oportunidades que nós, com certeza estamos caminhando de encontro ao Criador, pois, Ele, nos enxerga sempre com amor, independente de nossa condição evolutiva! Ação Social Nova Olinda @por1sorriso @2dedosdeprosa.soma @fundacaocasagrande

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

57


Social

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

COPA SAGA NISSAN OPEN Neste mês de Fevereiro foi realizado na academia Go Winner Tennis a 2ª Copa Saga Nissan Open. Parabéns a todos os participantes, ao Rogério Sato diretor da academia e toda a equipe Go Winner pela organização e promoção deste evento, que tem no esporte um meio de confraternizar e unir pessoas. 60

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

Social

EQUIPE DENTÍSTICA Em Janeiro reunimos nossos alunos e terminamos nossa semana assim... juntos! Porque juntos somos mais fortes! “Seremos sempre a sombra por trás do brilho de nossos verdadeiros protagonistas, nossos alunos” Equipe Dentística.

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

61


Social

Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

CARNAVAL CENTRO GOIANO DE REABILITAÇÃO NEUROFUNCIONAL O Centro de Reabilitação Neurofuncional (CGRN) promoveram um bloquinho e assim, seus pequenos pacientes puderam curtir o carnaval. Mesmo com a grande quantidade de chuva naquele dia, no momento do desfile deram uma pausa e assim, o percurso foi maior do que o esperado. 62

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br


Revista Saúde Edição 17 | Março . 2020 | Goiânia/Anápolis.GO

CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL

ODONTOLOGIA

Dr. Luis Gustavo Jaime Paiva

Dra. Danuze Camila Peixoto Machado

Hospital Unique

Edifício Lourenço Office

Av. T-03, nº 2199 - St. Bueno - Goiânia/GO

Av. T-7, n°371, Sala 2120 - Setor Oeste -

62 3089.9082

Goiânia/GO

Guia de profissionais

62 99978-1654

ESPORTE

Go Winner Tennis Av. C-197, Qd. 498-a Lt.7, Jardim Améria Goiânia/GO

Profª. Dra. Paula Cardoso ICEO Odontologia Rua 3, nº 677, St. Oeste - Goiânia/GO 62 98222-0178

62 3991-2310

Dr. Paulo Víctor de Moura Costa TECFIT - Academia Sim Pesos

OdontoBlink

Rua 1129, nº 234, St. Marista - Goiânia/GO

Av. C-182, nº 428, Jardim América - Goiânia/GO

62 3609-1661 | 62 99844-0909

62 3092-4242 | 62 99952-6999

FONOAUDIOLOGIA

Dr. Carlos Henrique de A. Ferreira Quero Ouvir Av. Dr. Ismerino Soares de Carvalho, 528 - St. Aeroporto - Goiânia/GO 62 3212-0214

ODONTOLOGIA

Dr. Rogério Alencastro Lumini Lumini - Clínica de Especialidades Av. São Francisco de Assis, nº 1110, Jundiaí Anápolis/GO 62 3321-2005 | 62 3098-4534 | 62 99318-4072

PROTÉSES DENTÁRIAS

Willian de Deus

Prof. Dr. Cassiano C. S. Pereira

Creare

Lumini - Clínica de Especialidades

Rua Anhangá, nº 581, casa 1, Parque Amazônia

Av. São Francisco de Assis, nº 1110, Jundiaí -

- Goiânia/GO

Anápolis/GO

62 3921-1132 | 62 99983-0699

62 3321-2005 | 62 3098-4534 | 62 99318-4072

PSICOPEDAGOGIA

Dra. Daniela Neder

Kariny Gomes Garcia Corrêa

CENII - Centro Integrado de Implantodontia

Instituto Eu - Psicologia e Autoconheci-

Av. José R. de Morais Neto, Qd.171 Lt.32, Sala

mento

05, Galeria Amazônia, Parque Amazônia –

Ed. Buena Vista Office Design, Av. T-4, nº 619,

Goiânia/GO 62 3954-9944 | 62 98511-4361

Sala 607 - St. Bueno - Goiânia/GO 62 98581-6244

Revista Saúde | Março . 2020 | rsaude.com.br

63


Profile for Revista Saúde

REVISTA SAÚDE - GOIÂNIA - EDIÇÃO 17 - 25/03/2020  

REVISTA SAÚDE - GOIÂNIA - EDIÇÃO 17 - 25/03/2020