Page 1

ano 11 l nº 58 www.revistahost.com.br

by Auroraeco Viagens África do Sul, Colômbia e Índia

Destinos encantadores para fugir do turismo convencional e viver experiências únicas

A HORA E A VEZ DO BRASIL

(Re)descubra as belezas naturais e as peculiaridades da cultura de diferentes regiões do país em roteiros que esbanjam charme

top hotéis

Hospede-se com sofisticação em terra firme ou sobre as águas do mar


publisher e editor Flavio Mendes Bitelman MTB 68810/SP

fbitelman@revistahost.com.br presidente Guilherme Padilha guipadilha@auroraeco.com.br comercial Marina Zalszupin coordenação editorial Eliana Castro elianamcastro@terra.com.br projeto gráfico e direção de arte Ana Luiza Vilela analuvilela@gmail.com gerente financeira Juliana Vasconcelos colaboradores desta edição Daniel Almeida (ilustração) José Américo Justo (revisão) impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. tiragem 12.000 exemplares redação, administração, publicidade e correspondência

Rua Cônego Eugênio Leite, 920 Pinheiros, São Paulo, SP – CEP 05414-001 telefone (11) 3061-9025 | fax (11) 3898-1503

A revista Host & Travel by Auroraeco Viagens é uma publicação da editora Jobson Brasil Ltda.

Fotos Auroraeco Viagens Brazilian Luxury Travel Association Djalma Neto DuVine Cycling + Adventure Co. Estrela D’Água Fazenda São Francisco do Corumbau Hacienda Hotel Vira Vira Ilana Lichtenstein Ion David Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort Kiaroa Eco-Luxury Resort Latinstock M/Y La Pinta M/Y Passion Parador Casa da Montanha Pousada Rancho do Peixe Pousada Vila Kalango Roberto Mesquita Roney Aleixo Tatiana Campora Tierra Hotel & SPA


editorial

A hora e a vez de conhecer o Brasil

É

hora de redescobrir o país. As razões são muitas e variadas, assim como a diversidade de opções que temos para oferecer. Talvez, o principal motivo de o viajante optar pelo Brasil, atualmente, seja a desvalorização do real, que torna as viagens para o exterior mais caras. Mas muito mais do que razões de ordem financeira, nosso país oferece opções incríveis para os diferentes tipos de viajante, do mais independente ao mais exigente em termos de serviço e acomodação. A edição número 58 da Host & Travel by Auroraeco traz em destaque justamente o Brasil e suas múltiplas opções naturais e culturais, excelentes alternativas de hospedagens e experiências maravilhosas, de norte a sul. Ou será que você já conhece todos os principais destinos brasileiros, como Amazônia, Bonito, Chapadas, Foz do Iguaçu, Jalapão, Lençóis Maranhenses, Pantanal, Inhotim, Cidades Históricas de Minas, Fernando de Noronha? Será que já esteve nas inúmeras praias paradisíacas dos litorais sul, sudeste e nordestino? Em nosso país, só não temos destinos relacionados à neve. Em compensação, nossas exuberantes fauna e flora e nossa “multiculturalidade” nos colocam entre os melhores lugares do mundo para viajar e também nos tornam um destino único em termos de variedade. Viajar pelo Brasil é o maior barato! Boa leitura e boa viagem,

Kriz Knack

Guilherme Padilha Presidente – Auroraeco Viagens Flavio Bitelman Publisher – revista Host & Travel

3


30

42 10 56 38 62 Capa: Fernando de Noronha / Lisandro Bastos de Almeida; Ilustração: Daniel Almeida Contracapa: Amazônia / Shutterstock


sumário

edição especial nº 58 | 2015

Seções 6 Travel online

Sites e aplicativos para tornar suas viagens melhores e mais práticas

8 Travel journal

Detox & Yoga na Amazônia: a designer de interiores Tatiana Campora revela sua experiência

10 Top hotels

Destacamos hospedagens – em terra firme e sobre o mar – para passar dias incríveis

64 Inside

Guilherme Padilha, presidente da BLTA, fala sobre a importância de colocar o Brasil na rota luxo nacional e internacional

66 Agenda

Programe destinos maravilhosos para curtir nos próximos meses

68 Vistagram

Compartilhamos em fotos a beleza de alguns lugares

30 Destinos em destaque

África do Sul, Colômbia e Índia: encante-se pela riqueza de suas histórias e cores vibrantes

38 Navegar é preciso

Um encontro da literatura com a música sobre o Rio Negro

42 Brasil

Redescubra destinos brasileiros que, além da exuberante natureza e cultura autêntica, oferecem acomodações charmosas e atendimento mais que especial

56 Sobre duas rodas

Maiorca, Piemonte e Lagos Chilenos: roteiros para você curtir entre pedaladas

62 Tendência

Empresas investem em turismo especial para incentivar funcionários, ajudar gestores e fidelizar clientes

5


Seu único trabalho será fazer as malas

Luxo à brasileira Quer fazer uma viagem para descansar com a família, jogar polo e golfe ou simplesmente encontrar um refúgio romântico? No site da Brazilian Luxury Travel Association, BLTA, você pode descobrir um Brasil sofisticado e que vai muito além de Rio de Janeiro, Salvador, Foz do Iguaçu e Amazônia. Basta clicar em uma das sugestões de Roteiros Combinados que você terá acesso a várias opções de turismo exclusivas para montar a experiência dos seus sonhos. A vantagem do site é que todos os destinos propostos oferecem apenas as mais charmosas opções de pousadas, lodges e hotéis brasileiros, que fazem parte dessa associação que seleciona apenas os melhores lugares para você se hospedar, o que garante que, qualquer que seja sua escolha, vai passar seus dias de descanso cercado de muito conforto e mimos, em locais que também têm a preocupação com a sustentabilidade da região em que está instalado. Brazilian Luxury Travel Association

www.blta.com.br

6

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

O site da Auroraeco Viagens está ainda melhor. Com o novo layout ficou mais fácil conferir os roteiros exclusivos que a operadora oferece para você sair do roteiro convencional. Tudo bem organizado para facilitar na hora da sua busca. Em Destinos, você faz sua seleção por país. Na aba Bike Tours, encontra apenas as experiências para quem quer conhecer o mundo sobre duas rodas. E se não tem ideia de onde ir, mas sabe se prefere um tour em que o foco é a gastronomia, corporativo ou mais família, entre em Estilo. Em Datas, você pode checar quando cada programa será realizado. O site também dá acesso ao blog Auroraeco, para você acompanhar novidades sobre o universo do turismo, ler textos que contam detalhes sobre as experiências propostas. Depois que tiver feito a escolha, a Auroraeco vai cuidar de tudo e seu único trabalho será fazer as malas. Auroraeco Viagens

www.auroraeco.com.br


t rav e l o n l i n e

Biodiversidade de bolso Tudo que você precisa saber sobre voos O FlightAware é um aplicativo gratuito que rastreia voos nacionais e internacionais. Pode ser baixado no iPhone ou ser usado pelo site. Entre as informações que ele oferece, estão atrasos, cancelamentos, alterações de portal e terminal e conexões. A busca pode ser feita pelo nome da companhia aérea, pelo número do voo, pela rota (ponto de partida e chegada) ou pelo número de registro da aeronave. Através dele, você pode receber notificações push para celular e alertas de voo. No aplicativo, você também tem acesso ao boletim meteorológico, em tempo real, de vários pontos do mundo.

www.flightaware.com

Map of Life (MOL) é um aplicativo criado pela Universidade de Yale com Nasa, eBird, Google e outros parceiros, fontes de pesquisa para fauna e flora do planeta. Basta fornecer sua localização ou escolher uma região para receber informações sobre bichos e plantas que já foram catalogados por estudiosos. A ferramenta, além de ser um ótimo guia para quando fizer seus roteiros ecológicos, matando sua curiosidade, também colabora com pesquisas científicas e projetos de conservação da natureza. A partir do aplicativo, é possível enviar – do lugar em que você está – as espécies que avistar, o que serve para manter as informações atualizadas. Os mapas de área de distribuição de plantas e animais, seus pontos de ocorrência e as áreas de proteção são fornecidos por IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), WWF (Fundo Mundial para a Natureza), GBIF (Sistema Global de Informação sobre a Biodiversidade), além de outras instituições. O MOL está disponível em cinco idiomas (ainda não existe em português) para smartphones iPhone e Android. Map of Life

www.mol.org

7


Detox & Yoga

na Amazônia Tatiana Campora, 37 anos, designer de interiores, conta como foi passar uma semana a bordo do Amazon Premium, comendo raw food e meditando em meio ao maravilhoso cenário da região por Tatiana Campora

O

que mais chamou minha atenção para o programa Detox & Yoga, da Auroraeco, foi que a viagem iria reunir a prática de yoga, da qual sou adepta há cerca de dois anos; raw food, que é um tipo de alimentação em que estava bastante interessada, desde que fiz um curso com a chef Manuela Scalini em São Paulo; e a possibilidade de conhecer a Amazônia, lugar que tinha curiosidade de visitar, embora tivesse pouca informação sobre a região. Sou casada, tenho dois filhos pequenos e uma rotina bem agitada. Então, uma vez por ano, me dou ao direito de tirar alguns dias só para mim, curtindo algum lugar que seja maravilhoso e que me ajude a recarregar as energias. Por isso, o programa me pareceu sob medida para mim. Embarquei nessa aventura sozinha, a bordo do barco Amazon Premium. E a primeira boa surpresa foi constatar que as acomodações eram ótimas. Porque, quando contava para meus amigos que passaria uma semana em um barco, comendo apenas comida vegetariana crua, as pessoas imaginavam que seria uma aventura exótica demais, dormindo em redes e com muitos mosquitos e pernilongos. Apesar de ter recebido as informações sobre como seria o passeio, eu não tinha noção do que realmente iria encontrar. E adorei ver que, mesmo estando em um barco, teria todo conforto: cabine com ar condicionado, banheiro bom, cama confortável e que ainda

8

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

poderia contar com o atendimento atencioso da equipe. Para minha total felicidade, no Rio Negro não havia mosquitos nem pernilongos. Mas essas foram apenas o começo de uma série de outras boas surpresas. Viajar de barco pela Amazônia é uma experiência única. Acordávamos muito cedo e às seis horas já estávamos praticando yoga, momento em que recebíamos as boas-vindas dos botos-cor-de-rosa, que vinham se exibir e nadar bem pertinho de nós. Ao pôr do sol, quando fazíamos outra sessão, tínhamos aquele céu incrível, com uma lua cheia linda e muitas estrelas. É verdade que a prática da yoga exigia mais equilíbrio, porque o barco balança um pouco – e esse foi um desafio legal e logo me adaptei. Pudera. Praticar yoga naquele belo cenário não é uma situação comum e ajuda a relaxar. Outro ponto surpreendente foi a alimentação. Embora eu já tivesse alguns conhecimentos sobre raw food e já seguisse um cardápio saudável em casa, não sou vegetariana e havia uma pontinha de preocupação de como seria passar tantos dias com esse novo estilo de comida, porque no fundo a gente imagina que vai acabar comendo só alface e frutas. E não foi nada disso. Fiquei impressionada com o trabalho das chefs Manu e Cynthia, que criaram pratos deliciosos e sofisticados. Todos os “laticínios” – queijos, leite e outros – eram feitos de castanhas e amêndoas. Nosso menu foi bem variado. Tivemos hambúrguer vegano, jantar mexicano, moqueca de


t rav e l j o u r na l

“A experiência foi linda e me tornou ainda mais saudável”, conta Tatiana, que fez o Detox & Yoga, roteiro de barco na Amazônia realizado pela Auroraeco Viagens

caju e até Chocolate Party, com sobremesas deliciosas. E o mais impressionante: sem sair da raw food, culinária na qual os alimentos são cozidos em temperaturas abaixo de 41 graus para que suas enzimas e nutrientes sejam preservados. Também tive a oportunidade de provar frutas típicas da região, entre elas, ingá, tucumã e bacuri. Para mim, que adoro frutas, foi um prazer descobrir sabores tão exóticos, que nunca havia experimentado antes. Todos os dias fazíamos alguns passeios de canoa. Como era época das cheias, passávamos por entre a copa das árvores, a cerca de 5 metros do chão, o que formava um cenário inusitado. Fizemos passeios a pé, conhecendo comunidades indígenas e observando a natureza deslumbrante, com várias

espécies de animais e plantas. E essa foi a primeira vez que vi um bicho-preguiça de perto. Em uma visita à comunidade Terra Preta, pude conversar com as crianças da tribo sobre suas brincadeiras preferidas, a pedido dos meus filhos, e eles ficaram encantados em saber que são as mesmas, como esconde-esconde, por exemplo. O capitão do barco avisava quando estávamos em um trecho sem piranhas para podermos nadar. Então, a gente entrava na água e, com aquele calor, era uma delícia. Na volta, trouxe muitas fotos e acabei ganhando vários novos amigos. Quando comecei a viagem, conhecia apenas a chef Manu e os professores de yoga da My Yoga, onde frequento. Sou um pouco tímida, só que o fato de compartilhar tantas experiências físicas e sensoriais, e dividir os interesses semelhantes, tornou mais fácil minha aproximação com as pessoas que estavam no Detox & Yoga. Montamos um grupo no WhatsApp, por meio do qual continuamos a nos comunicar e também marcamos alguns encontros ao vivo. Tudo isso fez com que essa semana de férias se tornasse inesquecível. Voltei relaxada, mais leve, mais aberta ao mundo. Aprendi O que levar algumas receitas e truques da raw food para essa viagem. que estou incluindo no meu dia a dia Tatiana dá em São Paulo. Em vez de praticar yoga as dicas: apenas duas vezes por semana, tenho “Protetor solar, ido às aulas quatro vezes por semana. chapéu e câmera A experiência foi linda e me tornou fotográfica com ainda mais saudável. E isso, sem dú- cartão de memória vida, trouxe – e ainda está trazendo – extra para muitos benefícios para minha mente, registrar cada meu corpo e meu organismo. E, quan- paisagem, animal, do a gente se sente bem, mais equili- nascer e pôr do sol brada, é capaz de encarar o mundo de – um mais incrível um modo tranquilo.” l que outro”. 9


Top 10

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

Seja em terra firme, seja em altomar, você merece se hospedar com muito conforto e desfrutar de serviços especiais. Selecionamos os melhores lugares para que seus dias de descanso sejam simplesmente perfeitos

hotéis

Charme e sofisticação para dias incríveis

11


12

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

A

Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort

ninhado entre o mar e as montanhas de Alagoas, ao longo de uma das mais belas praias de areia branca do Brasil, Barra de São Miguel, o hotel Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort é um paraíso perdido. Projetado pelo arquiteto Osvaldo Tenório, este hotel eco-chique segue o estilo contemporâneo, com madeira local, concreto e vidro. Possui 23 quartos classificados em cinco tipos de habitações distintas. As villas ficam praticamente sobre a areia e alguns quartos têm acesso exclusivo para a praia e piscina privativa. Além de poder ouvir o som do mar, você vai dormir em cama king size com lençóis de algodão egípcio e travesseiros de pena de ganso – e ainda terá à sua disposição uma adega e um banheiro com jardim interno. Os quartos mais simples são as suítes, do tipo apartamento. Apesar de serem menos espaçosas, compensam com vista para uma área de natureza preservada e contam com visão parcial do mar, além de terem ofurô na varanda. No entorno da propriedade, variados tons de verde da Mata Atlântica e o azul-turquesa do mar alagoano. E na parte externa do hotel, uma deslumbrante piscina de borda infinita, cuja água se confunde com a água do mar, um convite para relaxar ao final do dia vendo o pôr do sol. O projeto engloba também o Kaamo, restaurante, winebar & lounge, sob a consultoria do renomado chef César Santos, reconhecido pelas principais revistas europeias e jornais internacionais, como The New York Times. No Kaamo Winebar você poderá escolher pessoalmente seus vinhos, como se estivesse sem casa, para acompanhar as delícias do restaurante Kaamo. Os pratos servidos são muito bem elaborados, como cataplana mista, preparada com camarão e lagosta no leite de coco, com cheiro-verde, pimentão colorido e pimenta de cheiro. Ela vem acompanhada de purê de banana, arroz com brócolis e farofa de camarão seco. Depois de jantar, a pedida é ir para o Kaamo Lounge, que à noite oferece uma deslumbrante vista, perfeita para namorar. Para relaxar, além da linda praia – praticamente só sua –, você pode fazer um dos vários tratamentos oferecidos pelo Kenoa Spa, que usa produtos e tratamentos da Shiseido e Germaine de Capuccini. Com tantos mimos, pode ter certeza de que suas férias serão maravilhosas.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort www.kenoaresort.com

13


Estrela D’Água

E

moldurada pela Mata Atlântica e por uma praia paradisíaca, a Pousada Estrela D’Água, no charmoso vilarejo de Trancoso, na Bahia, é o refúgio ideal para quem busca exclusividade e privacidade. Antigo refúgio de Gal Costa, a casa da cantora é hoje sede principal da pousada. O estilo rústico-chique do projeto combina com a paisagem. São 28 charmosas acomodações imersas na exuberante natureza da região, divididas em quatro diferentes categorias: Suíte Superior, Suíte Solarium, Bangalôs Master e Estrela. Além do exclusivo Bangalô da Costa, com 200 metros quadrados, vista para o mar e varanda com jacuzzi privativa. O serviço de concierge da pousada conta com um assistente pessoal para atender qualquer tipo de solicitação do hóspede e oferece passeios exclusivos por lugares maravilhosos. Também pode providenciar atividades especiais para quem curte aventuras, como passeios de bike, aulas de mergulho, stand-up, quadriciclo, lancha e caiaque. Os amantes do golfe podem ir ao Terravista Golf Course, o mais bonito e bem projetado campo da América Latina, que fica a apenas 4 quilômetros de distância. Com gramado que se estende pelo alto das falésias de Trancoso e vista para o mar, jogar golfe vai ser mais que um esporte. Caso queira ter mais contato com a cultura local, o assistente pode providenciar uma visita à reserva indígena dos pataxós. Se ama bichos, peça para ir aos observatórios de baleias e de pássaros selvagens. Você vai adorar. No Spa Estrela D’Água, ao som do mar, você pode experimentar diferentes tipos de massagem, com produtos feitos com matéria-prima da Amazônia e da própria natureza local. Um presente para o corpo. Apesar de estar a apenas 600 metros do badalado Quadrado, centro de Trancoso, que reúne restaurantes e bares, a Estrela D’Água tem três restaurantes. O Aldeia de São João mistura a tradicional culinária baiana com cozinha contemporânea. E tem uma ótima carta de vinhos, criada por experts. Seja no almoço, seja no jantar à luz de velas, a vista para o mar torna a experiência única e ainda mais saborosa. No Sushi da Estrela, o menu tem combinados que mixam sabores japoneses com toques brasileiros. Durante todo o dia, você ainda pode saborear as famosas caipirinhas de frutas e gostosos petiscos servidos pelo Bar da Costa.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Estrela D’Água www.estreladagua.com.br

14

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

15


Fazenda São Francisco do Corumbau

C

orumbau, “lugar distante” na língua dos pataxós, é um dos mais lindos recantos da Bahia. Ali está a fazenda São Francisco do Corumbau, localizada à beira-mar e bem no meio de exuberantes coqueirais. Hospedar-se lá é ter uma experiência bem exclusiva. São apenas quatro bangalôs superluxo com jardim privativo; duas suítes de luxo no andar superior da sede; e dois bangalôs independentes, cada um com duas suítes. Bem pertinho, a praia de areia branquinha e água verdeesmeralda será praticamente só sua. E o mais bacana é que você pode curtir ambientes diferentes. Dentro da fazenda, pode visitar várias ilhas por entre os manguezais. Na praia, pode pedalar à beira-mar ou fazer mergulhos em meio a uma infinidade de peixes de diferentes espécies. Também vale navegar em uma escuna ou caiaque para visitar os corais de Itacolomi, subir o Rio Corumbau, que faz divisa entre a fazenda e a reserva indígena do Monte Pascoal. Aproveite para ir à Praia do Espelho e para descobrir as belezas da Barra do Cahy. O restaurante da fazenda serve pratos internacionais e delícias típicas da Bahia, a maioria à base de peixes e frutos do mar pescados em Corumbau, acompanhados de produtos colhidos na horta orgânica da propriedade. Para acompanhar, escolha um dos 40 rótulos de vinho. Ao final do dia, relaxe na varanda de seu bangalô tomando um drinque especialmente preparado para você. De noite, a pedida é descansar numa rede admirando o mar à sua frente. l 16

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Fazenda São Francisco do Corumbau www.corumbau.com.br


TOP HOTÉIS

Kiaroa Eco-Luxury Resort

O

Kiaroa Eco-Luxury Resort foi construído em uma região quase inexplorada, cercado pela Mata Atlântica do imenso santuário bem preservado e em frente a piscinas naturais formadas pelas águas transparentes da Península de Maraú, na Bahia. As suítes e os bangalôs do Kiaroa são inspirados nos mais famosos destinos da Polinésia Francesa, da África e em elementos da região. E a decoração é tipicamente tropical, valorizando o artesanato e a cultura locais. São oito suítes e 14 bangalôs. Entre eles, o Moorea Luxo, com quarto e sala, vista para o jardim e piscina privativa com deque; e o Malindi, que segue o estilo da mais charmosa praia do Quênia, na África, com deque com hidromassagem e vista sensacional da floresta. Para chegar lá, você tem à sua disposição uma pista de pouso privativa (homologada pelo DAC) e um heliponto. A diversão é variada. Dentro do resort, quadra de tênis, vôlei de areia, piscina de 800 metros quadrados. Fora do Kiaroa, também há muitos programas para fazer: um mergulho nas piscinas naturais de Taipus de Fora; ver a maravilhosa paisagem da Península de Maraú, de cima do Morro do Farol; tomar um banho na famosa cachoeira de Tremembé. Para se refazer, o Armonia SPA oferece vários tratamentos, além de o espaço ter sauna seca e a vapor, piscina coberta e um deque com vista para a floresta tropical. O Kiaroa tem um charmoso restaurante com menu com carnes, aves, massas, saladas e, claro, frutos do mar. Há ainda um cardápio light, para quem deseja manter a forma sem abrir mão do sabor. Na carta de vinhos, rótulos de safras excepcionais vão tornar sua refeição ainda mais prazerosa. O resort tem à disposição dos hóspedes um serviço muito especial: servir um jantar à luz de velas no seu próprio bangalô. Perfeito para criar aquele clima romântico.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Kiaroa Eco-Luxury Resort www.kiaroa.com.br

17


Pousada Vila Kalango

C

ajueiros e coqueiros são algumas das belezas naturais que cercam a pousada de charme Vila Kalango, em Jericoacoara, no Ceará, uma das mais belas praias do Brasil. O espaço, de frente para o mar e bem ao lado da Duna do Pôr do Sol, está totalmente integrado à natureza, com materiais típicos da região, como tijolos de argila vermelhos, piso de madeira muiracatiara e telhados de palha de carnaúba. Para receber os hóspedes, a pousada possui 24 acomodações únicas, divididas em apartamentos, bangalôs e palafitas, a 3 metros do chão, sobre colunas de eucalipto. A palafita Comfort, por exemplo, possui duas varandas, uma com vista para o mar e a outra para a duna. Um dos pontos altos da Vila Kalango é que os funcionários são moradores locais que conhecem muito bem a região e por isso capazes de dar ótimas dicas de passeios. Vale a pena visitar a Praia do Preá, Pedra Furada, Lagoa Azul, Lagoa do Paraíso, Mangue Seco, Barrinha e o delta do Rio Parnaíba. Outro programa que você pode curtir durante sua estada na pousada é aprender (ou aprimorar) técnicas de kite, windsurfe, surfe e stand-up paddle. Dentro da Vila Kalango funciona a Escola Ticowind Jeri. Se você adora velejar, pode chegar até a pousada por mar e deixar seu veleiro e todo equipamento na guarderia, sem nenhum custo adicional. Para dar aquela relaxada, o melhor lugar é o Luma Espaço Relaxante, também na pousada, com diversas massagens e tratamentos. Ou nadar na piscina de 19 metros, rodeada por espreguiçadeiras, com a maravilhosa vista para a Praia de Jericoacoara e as dunas. O restaurante da propriedade serve comida regional e brasileira, com vista para o mar. À tarde, vá para o lounge. Com redes, o espaço fica bem na areia. E é o lugar perfeito para acompanhar o mais famoso pôr do sol do Ceará. 18

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Pousada Vila Kalango www.vilakalango.com.br


TOP HOTÉIS

Pousada Rancho do Peixe

I

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Pousada Rancho do Peixe www.ranchodopeixe.com.br

nstalada em uma enorme fazenda de coqueiros, a Pousada Rancho do Peixe, na Praia do Preá, município de Cruz, a apenas 12 quilômetros de Jericoacoara, no Ceará, é muito charmosa. Seu projeto arquitetônico, assinado por Gui Mattos, tem conceito e design simples priorizando o uso de materiais locais, tanto na construção quanto na decoração. São 22 bangalôs construídos sobre deques suspensos, de madeira retirada de áreas de reflorestamento, cobertos com palhas de carnaúba e rodeados por coqueiros e dunas. Há 14 bangalôs, alguns de frente para o mar e outros em um lindo jardim de coqueiros. Os bangalôs recebem até quatro pessoas e possuem deques privativos, varandas, redes e espreguiçadeiras. Se viajar com seus filhos, eles vão se divertir no Ranchinho, onde monitores oferecem várias atividades. E de noite há serviço de babby-sitter. A maravilhosa piscina de 25 metros tem lounge para descanso, bar, pizzaria e restaurante com cardápio regional e um exclusivo para vegetarianos. O Spa, com vista para a praia e diversos tipos de massagem, tratamentos de pele e cuidados terapêuticos, é o lugar certo para revigorar as energias. Pudera. Entre os passeios locais, não deixe de ir a Jericoacoara, ao Parque Nacional de Jericoacara e ao Parque Eólico. Mangue Seco, Lençóis Maranhenses e delta do Rio Parnaíba são outras opções. Alguns passeios podem ser feitos a cavalo. A Rancho do Peixe também possui uma escola de kitesurfe, chamada Rancho do Kite, considerada uma das melhores do mundo. Na própria escola você aluga o equipamento.

19


20

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

Parador Casa da Montanha

O

ecovillage Parador Casa da Montanha, em Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul, é, sem dúvida, um dos mais lindos e diferentes lugares que você vai conhecer. Localizado numa fazenda próxima do Parque Nacional dos Aparados da Serra e do Cânion Itaimbezinho, a propriedade possui 19 barracas térmicas, únicas no Brasil, inspiradas nos famosos lodges africanos. Cada barraca tem um deque exclusivo com banheira de hidromassagem e uma lareira externa, com vista panorâmica para os vales dos Campos de Cima da Serra. A Suíte Superior, grande novidade do hotel, segue o conceito luxo rústico, com telhado de santa-fé, paredes de lona e detalhes de madeira. Perfeito para quem quer descansar bem no meio da natureza, o Parador Casa da Montanha oferece vários passeios lindos. Entre eles, visita à Cachoeira dos Venâncios e aos cânions Fortaleza e Itaimbezinho. Para descobrir essas maravilhas, você pode ir de quadriciclo ou a cavalo. Existe, também, a possibilidade fazer um tour aéreo – o Tri Experience Sobre os Canyons é a oportunidade de sobrevoar os cânions. A área social possui uma charmosa sala de estar com uma enorme lareira de pedras, bar, mesa de bilhar e sala de jogos. O Fogão de Chão Sobre o Deck é um espaço para os hóspedes perfeito para contemplar as estrelas enquanto se engatam animadas conversas numa roda de chimarrão comendo deliciosos pinhões da região, ao som dos estalos da lenha queimando. A Adega de Vinhos Incomuns é uma atração à parte para você entrar e escolher sua bebida como se estivesse em casa. A seleção de vinhos pouco conhecidos, feita por sommeliers, traz informações sobre a região onde o vinho foi produzido, tipo de uva e dicas de harmonização para, depois, você levar sua garrafa para acompanhar deliciosos pratos feitos com ingredientes da região – alguns preparados em tradicionais panelas de ferro – ou o típico churrasco campeiro, preparado em fogo de chão. O Spa é um dos lugares perfeitos para passar a tarde. Você escolhe entre a sauna seca e a jacuzzi com água do rio aquecida. E ainda pode relaxar na casa de banho, aquecida por salamandra e sistema de calefação. No final do tarde, não perca a Cerimônia ao Pôr do Sol. Ela é realizada a cada entardecer, em um ritual com músicas e poemas para se despedir do Rei Sol em meio aos campos e araucárias, vista privilegiada de todo o hotel.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Parador Casa da Montanha www.paradorcasadamontanha.com.br

21


Tierra Hotel & SPA

I

lha de Chiloé, Atacama ou Patagônia? Qualquer que seja sua escolha, você pode ter certeza de que ficará muito bem acomodado se escolher os excelentes hotéis butique da rede Tierra, todos com sistema all inclusive. O mais novo da rede é o Tierra Chiloé, situado na Ilha de Chiloé, ao sul do Chile onde a Cordilheira dos Andes se encontra com o oceano. A arquitetura do lodge está em sintonia com os belíssimos arredores. Com apenas 12 apartamentos, a propriedade segue os passos do Tierra Atacama e do Tierra Patagonia por oferecer experiências excepcionais e serviço personalizado para seus hóspedes. E se completa com seu próprio barco, o Wiliche, que navega no arquipélago. São oferecidas excursões diárias, com guias por meio dos quais você terá a chance de conhecer melhor a cultura e a natureza da região. O Tierra Atacama, ao norte do Chile, é ótima opção para quem vai viajar com a família. Ele fica bem no meio da deslumbrante paisagem do deserto, mas está a apenas cinco minutos de carro do centro de San Pedro de Atacama (e a pouco mais de 15 minutos de bicicleta). Seus quartos têm varandas que dão vista para o deslumbrante Vulcão Licancabur. Entre várias vantagens de se hospedar ali, está a comodidade de um concierge que vai ajudá-lo a montar programas inesquecíveis: escalada de vulcões; trekking da lua cheia, em que dá para ver as sombras da Lua no deserto; e a excursão astronômica, desenvolvida em parceria com o observatório Ahlarkapin. Localizado ao sul do Chile, o Tierra Patagônia é perfeito para tirar dias tranquilos. O hotel parece uma escultura. Seus quartos dão vista para as Torres del Paine e para o Lago Sarmiento, de cor azul intenso. Ali, você vai curtir seus dias de descanso fazendo belíssimos passeios. Entre eles, o safári fotográfico em Torres del Paine.

Tierra Hotel & SPA, com duas maravilhosas opções

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Tierra Hotels www.tierrahotels.com

22

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

23


24

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

Hacienda Hotel Vira Vira

P

ucón, no Chile, também é conhecida como a Entrada da Cordilheira. A aldeia situa-se ao longo das margens do Lago Villarrica, no sopé do Vulcão Villarrica, com várias reservas naturais quase intocadas no entorno. Entre elas, o Parque Nacional Huerquehue, com fauna e flora deslumbrantes. E é ali perto que está o Hacienda Hotel Vira Vira, um dos mais incríveis lugares para se hospedar na região, perfeito para viajar com a família. A propriedade está às margens do Rio Liucura, uma atração e tanto. São 21 quartos confortáveis e bem equipados. As suítes que ficam na sede são para quem procura uma experiência mais “caseira”, com decoração feita pelos próprios donos do Vira Vira. Já as suítes que ficam à direita do edifício principal oferecem um espaço maior, mas igualmente acolhedor. As Villas possuem sala de estar, lareira e terraço com vista para o rio ou para o majestoso Vulcão Villarica. Além disso, têm jacuzzi ao ar livre para que, à noite, você possa relaxar sob o maravilhoso céu chileno. A Ruca é uma suíte especial, encostada em uma lagoa natural e bem no meio de uma floresta nativa. Fica no segundo andar do edifício, onde são oferecidas aulas de Arte e Espíritos, com atividades como aulas de ioga e de arte. Antes de ser um hotel, o Vira Vira foi uma fazenda. Com isso, você e sua família poderão aproveitar as férias para ter uma experiência rural. Há galinhas, vacas, ovelhas, cabras e até uma queijaria e uma horta para produzir boa parte dos alimentos utilizados pelo restaurante do hotel. À beira do rio, há uma área para piquenique, em uma espécie de praia fluvial, com churrasqueira, e um dos muitos ofurôs espalhados pela propriedade para você relaxar. Mas seus passeios podem ir muito além dos 40 hectares da fazenda hotel. Caiaque, pescaria, rafting, visitas às águas termais e às grutas vulcânicas da região são atividades que fazem parte do pacote all inclusive. Na cozinha do hotel, de onde saem excelentes pratos preparados com ingredientes fresquinhos, você pode ter aulas de gastronomia.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Leia mais em Hacienda Hotel Vira Vira www.hotelviravira.com

25


Passion

I

deal para quem deseja realizar, em família ou com amigos, um cruzeiro em direção a Galápagos, a bordo de um iate moderno e para lá de luxuoso, o M/Y Passion é capaz de acomodar 12 pessoas em quatro cabines duplas e duas individuais, todas com banheira. Quem ficar nas cabines Master ou Vip tem o privilégio dos banheiros feminino e masculino serem individuais. Sim, há muitas outras comodidades nessa embarcação, cujo foco é proporcionar uma viagem agradável em todos os aspectos, desde o trajeto sobre as águas até a pausa nas praias. Com design moderno, o navio conta com deques, sky lounge na cobertura de 80 metros quadrados, terraço privativo com jacuzzi, sala de leitura, de estar e de refeições ao ar livre. Com se não bastasse, o bar é acompanhado de uma mesa de jogos, a sala de jantar tem uma incrível vista de 360 graus da paisagem e há um minicinema com uma vasta biblioteca de filmes. Enquanto estão a bordo, os passageiros têm sossego garantido. E, ao desembarcarem nas ilhas, a animação é certa! Jet ski, mergulhos com snorkel, caiaque e prancha de wakeboard são alguns dos equipamentos à disposição. Para atendê-lo, a tripulação é formada por 12 pessoas que vão acompanhá-lo nos passeios pelas praias. Baltra, Baía de Darwin (Ilha Genovesa) e Bartolomé são alguns dos pontos encantadores que você conhecerá. Você vai amar a fauna formada por atobás-de-pata-azul e outras centenas de animais que verá bem de perto. O roteiro inclui Pinnacle Rock (em Bartolomé), ótimo lugar para nadar e ver uma colônia de pinguins; Charles Darwin Research Station; a Ilha Rábida, onde leões-marinhos descansam em suas areias. Na praia dessa pequena ilha (4,9 quilômetros quadrados), pode-se observar colônias de lobos-marinhos, iguanas-marinhas, canários e várias espécies de pinzones-de-darwin – conjunto de aves formado por diferentes espécies estudadas por Charles Darwin, que tiveram papel determinante para que o naturalista formulasse a teoria da evolução. Plaza Sur, Santa Fé, Punta Suárez e Española também fazem parte do percurso do Passion.

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br

26

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

27


28

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


TOP HOTÉIS

Q

Iate La Pinta

ue tal navegar pelas Ilhas Galápagos a bordo do mais moderno iate La Pinta? Ele tem capacidade para acomodar 48 pessoas e conta com amplas janelas, jacuzzi, cardioginásio, caiaques, barco com fundo de vidro, sun deck e espreguiçadeiras. Sem contar que a embarcação possui as maiores cabines entre os navios de Galápagos, permitindo com que muitas das cabines possam conectar-se. As janelas panorâmicas nas áreas sociais, a plataforma de observação na proa e nas áreas de convés são como painéis que exibem a paisagem como se fossem pinturas. Planejado para o maior conforto dos passageiros, o iate conta com alguns serviços no programa. Entre eles, excursões gratuitas, palestras de história natural, transferências em Galápagos, roupas de mergulho e traslados. E você ainda terá o acompanhamento de guias naturalistas, que vão dar explicações sobre as regiões visitadas. São três opções de destino: Galápagos Oriental (quatro dias), Norte de Galápagos (cinco dias) e Galápagos Ocidental (oito dias). A primeira rota inicia por San Cristóbal, a capital da província de Galápagos, e permite conhecer as ilhas Punta Pitt, Cerro Brujo e Santa Cruz. O segundo itinerário começa na Ilha de Santa Cruz, o mais populoso dos arquipélagos, onde há tartarugas-gigantes, e, em seguida, a aventura parte para Bartolomé, terminando com uma visita emocionante à caldeira submersa da Ilha Genovesa – lugar privilegiado onde vivem milhares de aves marinhas. Já a terceira opção de passeio parte da exploração de Fernandina, considerada uma das mais intocadas ilhas no mundo, e segue pelas ilhas centrais, explorando a Baía Plácida de Santa Fé, bem como as falésias dramáticas de Plaza Sur e a praia vermelha da Ilha Rábida. Depois, em Santa Cruz, você vai conhecer Cerro Dragón, com suas iguanas terrestres e a Charles Darwin Research Station. Dos mesmos donos do iate La Pinta, o Santa Cruz II é o novo e sofisticado barco que acaba de ser lançado com três opções de roteiros para Galápagos. Para saber mais, entre em contato com a operadora Auroraeco Viagens. l

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br

29


Dê um novo colorido às suas férias

O gigantismo e a riqueza da arquitetura indiana surpreendem os visitantes o tempo todo 30

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


D E S T I N O S E M D E S TA Q U E

Á

África do Sul Colômbia Índia

frica do Sul, Colômbia e Índia são três países bem diferentes, mas que, em comum, possuem o poder de encantar seus visitantes pela riqueza de suas culturas autênticas e também pela beleza de suas cores vibrantes – presentes em suas paisagens e/ou na arquitetura local. Também são países que possuem muitas (e ótimas) histórias e atrações para quem deseja viver experiências únicas, que fujam daquelas que são oferecidas pelas viagens mais convencionais. Nas próximas páginas, desvendamos um pouco sobre o espírito de cada lugar para você decidir qual combina melhor com seu estilo. Depois, basta fazer as malas e deixar-se surpreender!

31


África do sul

A

adrenalina da espera, em silêncio, para ver de pertinho um dos big five (leão, leopardo, elefante, rinoceronte e búfalo) e inúmeros outros animais selvagens aguça todos os sentidos. E, de repente, as cores da savana com seus nuances cáqui e pontos de verde-escuro vivo da copa das árvores contrastam ainda mais com o imenso céu azul. Fazer um safári fotográfico na África do Sul é uma das maiores emoções que alguém pode sentir na vida. O país oferece ótimas opções. Mas o Parque Nacional Kruger é, sem dúvida, a melhor alternativa. Primeiro por ser a maior reserva do país, com cerca de 20 mil quilômetros quadrados. E também por possuir lodges de luxo em que o conforto e os serviços de alto nível oferecem uma hospedagem perfeita. Entre eles, safáris em 4x4 que contam com a ajuda de guardas florestais, os rangers, que, além de terem grande conhecimento da fauna e flora – e adorarem explicar detalhes sobre as espécies que você verá –, são excelentes rastreadores. Sua única “preocupação” nesses dias será entrar em contato com o maior número de bichos em seu hábitat natural e fotografá-los. “Preocupação” porque, ao contrário do que muitos imaginam, estar em uma reserva não garante ver todos os animais – principalmente os big five. E é exatamente essa incerteza que torna a experiência tão bacana. Saber que

32

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

a natureza segue seu curso e que nada é previsível. Em compensação, você vai viver a cada dia no Kruger uma aventura diferente, com cenários novos e surpresas que, certamente, lhe darão muito prazer. Como, de repente, encontrar uma zebra com seu filhote. Ou então, durante um safári noturno, depois de muita peleja e, claro, graças à expertise dos rangers, conseguir finalmente ver uma leoa voltando com a caça pendurada entre os dentes. Cenas que, muito mais do que rechear álbuns e álbuns fotográficos, ficarão para sempre impressas na sua memória. Aproveite que está na África do Sul para conhecer Cape Town ou, em bom português, Cidade do Cabo, capital administrativa do país. A cidade é bastante agitada e oferece muitas atrações. Entre elas, o Victoria & Alfred Waterfront (1860), que é lindo. Também não deixe de ir à Table Mountain, a 1 806 metros de altitude, para ver o pôr do sol, porque é um show. Vale uma visita a Robben Island, edifício em que o ícone anti-apartheid Nelson Mandela ficou encarcerado e que, hoje, é Patrimônio da Humanidade; e um passeio pelo antigo Cabo das Tormentas, atual Reserva Natural do Cabo da Boa Esperança, área tombada pela Unesco, que possui flora e fauna preservadas. O lugar é maravilhoso.


D E S T I N O S E M D E S TA Q U E

O Parque Kruger é um dos maiores e mais procurados para safáris fotográficos

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Melhor época O outono na África do Sul (meados de fevereiro a abril) é, de certo modo, o melhor momento do ano para uma visita. Chove muito pouco em todo o país: faz calor – sem exageros – e a temperatura vai caindo à medida que a estação avança. Na Cidade do Cabo, o outono é fantástico, com dias ensolarados e noites aprazíveis. Outra boa estação para ir ao país é no inverno (de maio a julho), quando os dias são secos, com sol e um pouco de vento. Nessa época é conveniente levar roupas quentes, pois as noites são frias.

33


ColÔmbia

E

squeça tudo o que tem visto na tela ou ouvido falar sobre a Colômbia retratada em Narcos, seriado que faz sucesso na Netflix, dirigido por José Padilha e com Wagner Moura no papel do traficante Pablo Escobar. As décadas sombrias em que o país vivia sob o domínio do narcotráfico não têm absolutamente nada a ver com a Colômbia atual, onde, como diz a propaganda turística criada pelo governo, “o risco é você querer ficar”. O jogo de palavras do slogan faz todo o sentido para quem decide aproveitar os dias de férias em uma das duas cidades colombianas mais procuradas pelos viajantes: Cartagena e Bogotá. O colorido das fachadas das casas e as varandas floridas do centro de Cartagena das Índias, ou simplesmente Cartagena, nos fazem viajar ao período colonial espanhol. Declarada Patrimônio Cultural da Unesco (1984), a simpática e charmosa cidade colombiana tem muitos de seus edifícios originais preservados dentro das muralhas de 8 quilômetros de extensão (originalmente havia 11 quilômetros). Ali, você deve visitar a Catedral de Santa Catalina de Alejandría, ou apenas Catedral de Cartagena, a mais importante da cidade. Outro ponto importante é a Igreja San Pedro de Claver, em frente à Plaza de la Aduana, Monumento Nacional da Colômbia. De lá, você vai ver a Torre do Relógio, erguida no século

34

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

19 – por sua altura, ela pode ser vista de vários cantos da cidade. Para admirá-la de perto, vá até a entrada da Plaza de los Coches. Reserve um tempo para ir à Plaza de Bolívar, com árvores enormes, perfeitas para fazer uma pausa das caminhadas e fugir do calor. A Plaza Santo Domingo é boa opção para uma noite animada – o local fica repleto de artistas de rua e... turistas – e para você jantar em um dos muitos restaurantes. E também para ver La Gorda Gertrudis, estátua do famoso artista colombiano Fernando Botero. Se você está em busca de agito, Bogotá, a terceira capital mais alta do mundo, é uma boa alternativa. Suas ruas são bem movimentadas, repletas de lojas, galerias e universidades, e com belíssimos bairros em meio à natureza. No centro histórico da cidade, chamado de La Candelaria, você pode visitar bibliotecas, museus, bares, livrarias, a sede do governo e o Palácio da Justiça, ao largo da Plaza de Bolívar. E reservar mais tempo para conhecer o Museu Botero, casa colonial repleta de peças de arte não só do artista que lhe dá nome mas também de Picasso, Renoir, Dalí, Matisse, Monet e Giacometti. Em seguida, vá ao Museu do Ouro, cuja exibição permanente tem mais de 32 mil peças de ouro. E reserve um bom tempo para conhecer a mundialmente famosa Catedral de Sal, construída no interior das minas de sal. Uma linda experiência.


D E S T I N O S E M D E S TA Q U E

Construções históricas e a hospitalidade das pessoas são encantos da Colômbia

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Melhor época Para visitar Cartagena, evite a estação chuvosa, de maio a novembro. Bogotá também pode ser evitada durante os períodos de chuva – geralmente, entre março e maio, e setembro e novembro.

35


Índia

A

s cores, os aromas, as pessoas, os contrastes, o místico, o sagrado, a multiplicidade cultural, o caos das ruas... Viajar para a Índia não é exatamente turismo, é uma experiência de vida. Logo que descer do aeroporto vai notar que a maioria dos indianos tem um modo gentil que lembra a hospitalidade do povo que mora nas pequenas cidades interioranas do Brasil. Por isso, aproveite para conhecer esse país que possui mais de 1 bilhão de habitantes que parecem sentir prazer em agradar às pessoas. Não deixe de incluir em seu roteiro Nova Délhi, Jaipur e Agra, destinos que podem dar uma boa amostra do que é a Índia. A capital, nova Délhi, pulsa em um cenário pluricultural. Suas ruas são barulhentas, o tráfego, confuso, mistura carros, riquixás, transeuntes que, no primeiro momento, vão deixá-lo um pouco confuso. A melhor dica é não tentar entender a falta de lógica na circulação urbana: só aceite e se entregue a espaços monumentais maravilhosos. Entre eles, a Mesquita de Jama Masj, com suas cúpulas do século 17 em formato de suspiros gigantes, de onde se escuta o belo chamado dos muezins anunciando as preces diárias dos muçulmanos. E dois patrimônios da humanidade. O Forte Red, típico palácio-forte de 1648, possui 2 quilômetros de muralhas de pedras vermelhas com até 30 metros de altura. Já a Tumba de Humayun é um mausoléu erguido em

36

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

homenagem ao segundo imperador mongol, Humayun, por sua esposa, Haji Begun. A arquitetura lembra o Taj Mahal, só que com arenito vermelho. Para observar os indianos, faça um passeio por Connaught Place, com cafés, lojas e restaurantes para você curtir. Entre as sensacionais paisagens do desértico Rajastão está Jaipur, a cidade rosa. Vale contemplar a vista da cidade do alto do Templo dos Macacos, com vários deles circulando pelo prédio, que possui tanques de purificação. E visitar o Forte Amber, erguido pelo marajá Raja Man Singh I (1592) no topo de uma colina com vista para o Lago Maota. Por dentro, abriga salas espelhadas e, do lado de fora, é cercado por maravilhosos jardins. Agra, cidade do estado de Uttar Pradesh, fica às margens do Rio Yamuna. Foi fundada em 1566 pelo sultão Akbar. Sua mais famosa atração é o suntuoso Taj Mahal, Patrimônio da Humanidade. Além da beleza e complexidade de seu traçado arquitetônico, o mausoléu é o símbolo do amor do rei Shah Jahan. Ele tinha várias esposas, mas Aryumand Banu Begam era a mais amada, a quem chamava pelo nome de Mumtaz Mahal – “a eleita do palácio”. Quando Mumtaz faleceu, ao dar à luz o décimo quarto filho, Shah ordenou a construção do Taj Mahal para abrigar o corpo de sua falecida esposa. Ele está enterrado no mesmo local, ao lado da esposa predileta. l


D E S T I N O S E M D E S TA Q U E

A Índia é mais que uma viagem: é uma experiência de vida

Quem leva Auroraeco Viagens Tel. (11) 3086-1731 www.auroraeco.com.br Melhor época Para visitar a Índia, prefira os meses entre setembro e novembro, quando termina a época das monções (ventos, chuvas e trovoadas intensas).

37


Uma viagem literária

A exuberância da Amazônia e a imensidão do Rio Negro formam o cenário para o projeto Navegar é Preciso, cinco dias entre escritores e as belezas naturais da região

38

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


nav e g a r é p r e c i s o

Passar cinco dias a bordo de um confortável barco que viaja sobre as águas do Rio Negro reunindo escritores e músicos que vão desvendar as maravilhas amazônicas junto com você é mais que um passeio: é uma experiência de vida

H

á viagens que proporcionam o prazer de desvendar regiões que a gente ainda não conhecia, rendendo ótimas surpresas, belas paisagens e muitas fotos. Existe ainda um tipo de programa que, além de tudo isso, tem o poder de nos transformar. É o caso do projeto Navegar é Preciso, experiência criada há cinco anos pela operadora Auroraeco Viagens em parceria com a Livraria da Vila. O projeto, que ano que vem terá sua sexta edição, é uma dessas raras oportunidades em que pessoas que amam literatura e natureza se reúnem dentro do confortável IberoStar Grand Amazon tendo por cenário a exuberância das florestas amazônicas e a imensidão do Rio Negro. 39


Cinco anos de sucesso O projeto Navegar é Preciso, que em maio comemorou 5 anos, além de ser uma experiência única, se tornou um programa respeitado por amantes da literatura, pois tem reunido importantes nomes dessas áreas. Entre eles, os escritores Valter Hugo Mãe, Ignácio de Loyola Brandão, Edney Silvestre, Humberto Werneck, José Eduardo Agualusa, Laurentino Gomes, Cristóvão Tezza, Alejandro Zambra, Xico Sá, Marcelino Freire, Eliane Brum, Fabrício Carpinejar, Joca Terron e Reinaldo Moraes. E também os grupos musicais Barbatuques, Mawaca, Projeto Coisa Fina e as cantoras Marina de la Riva e Fabiana Cozza. O mais bacana é que, apesar de o Navegar é Preciso seguir o mesmo modelo – reunindo atividades literárias, musicais e passeios pela Amazônia –, uma viagem nunca é igual à outra, porque a interação das pessoas com os autores e artistas convidados, bem como a maneira como cada grupo olha para a natureza da região, é completamente diversa, mas sempre muito rica.

40

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

O próximo Navegar é Preciso será entre 25 e 29 de abril. Entre os convidados a dar esse passeio estão os escritores Fernando Morais, Rodrigo Lacerda, Noemi Jaffe, Raphael Montes e Mario Prata. O músico Zeca Baleiro e a atriz Clarice Niskier também embarcarão nessa jornada tão especial. O mais bacana dessa viagem é que nela acontecem conexões que perduram mesmo após a volta, porque é um momento em que todos podem parar e trocar ideias sobre assuntos que, muitas vezes, em meio à correria do dia a dia, não têm tempo, estimulados pelas atividades culturais, como leituras, encontros entre escritores e também apresentações musicais ao longo dos cinco dias de navegação. Fora as atividades que acontecem dentro do barco, o grupo vai desvendar a vegetação e as inúmeras espécies de animais que vivem na região, terá contato com comunidades ribeirinhas, vai Quem leva conhecer projetos socioambientais, Auroraeco Viagens percorrer trilhas da mata e obser- Tel. (11) 3086-1731 var os lindos botos-cor-de-rosa. l www.auroraeco.com.br


nav e g a r é p r e c i s o

Araras, botos-cor-de-rosa, passeios pela mata, bate-papos literários e apresentações de música fazem parte desse programa inesquecível

41


(Re) descobrindo o Brasil Preparamos alguns destinos brasileiros em que você terá acesso a belas paisagens, curiosidades históricas, praias rústicas e badaladas. Todos com charmosos hotéis e pousadas e ótimos serviços. Perfeitos para você conhecer melhor nosso país, recarregar as baterias e, claro, fugir da alta do dólar. Pode fazer as malas!

42

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


M at m AT é Ér R iI a Ad De Ec Ca A pa PA

Y

es, nós temos bananas, samba, Rio de Janeiro, carnaval, Salvador, bumba meu boi, Foz do Iguaçu, bossa nova, acarajé... Sim! Nós temos tudo isso e muito mais. Temos vários destinos lindos e culturas variadas dentro do Brasil, capazes de encantar os estrangeiros e também os próprios brasileiros que, talvez, ainda não tenham descoberto tão bem o próprio país em toda sua exuberância e diversidade. Somado a isso, este ano, com a alta do dólar, se tornou um excelente momento para aproveitar o país e se render aos destinos brasileiros – e, caso você ainda não tenha nos últimos tempos realizado muitas viagens nacionais de lazer, pode ter certeza de que terá ótimas surpresas. Graças a iniciativas da Brazilian Luxury Travel Association, a BLTA (leia a entrevista na página 64), e de outras associações, o país, atualmente, oferece várias opções para quem deseja conhecer os mais charmosos roteiros brasileiros, onde a natureza é linda e a cultura autêntica, com muito conforto e o privilégio de contar com serviços especiais. Razões mais que suficientes para você colocar o Brasil na rota das suas próximas férias. Para ajudar a desfrutar do melhor das maravilhas brasileiras, a Host & Travel preparou esta reportagem em que destaca alguns dos recantos mais incríveis promovidos especialmente pela Auroraeco Viagens para você (re)descobrir o país.

43


chapadas CHAPADA DIAMANTINA No coração da Bahia, mais precisamente na Chapada Diamantina, você irá encontrar um dos mais belos cenários do Brasil. A enorme Mata Atlântica, campos floridos e a imensidão das planícies verdes nos surpreendem com a visão de pontos de caatinga, cerrado e também com gigantescos paredões, desfiladeiros, cânions, grutas, cavernas, rios e cachoeiras. Ali, você poderá observar mais de 50 tipos de orquídeas, bromélias e trepadeiras. E espécies de animais como tamanduá-bandeira, tatu-canastra, porco-espinho, gatos selvagens, capivaras e inúmeros tipos de pássaros e cobras encantam e despertam a curiosidade dos turistas. E o melhor: essas maravilhas naturais estão sob a proteção do Parque Nacional da Chapada Diamantina, que atua como órgão protetor local. Apesar de esse ser um destino recomendado para visitar o ano todo, os meses entre novembro e abril são ótimas opções, porque as chuvas de verão deixam os banhos de cachoeiras ainda mais gostosos. A viagem começa em Lençóis, principal cidade da região, que mantém o charme das ruas de paralelepípedos e do casario colonial, abrigando pousadas e restaurantes. Com um veículo 4x4, siga para Remanso, comunidade quilombola 44

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

onde você poderá alugar um barco (para até seis pessoas) a remo e descer, em cerca de duas horas, o Rio Santo Antônio, passando por Marimbus, o Pantanal da Chapada. Lá, várias espécies de peixes e inúmeras aves aquáticas vão deixá-lo encantado. Outro programa é fazer uma caminhada curta até os caldeirões de hidromassagem do Rio Roncador, que tem sua nascente situada a 1 400 metros do nível do mar. O Vale do Capão é a porta de entrada do Parque Nacional da Chapada Diamantina. E existem muitas trilhas. Entre elas, a Cachoeira da Fumaça, famosa mundialmente por sua queda de 422 metros de altura – uma das maiores do Brasil. Sua caminhada será recompensada com a vista sensacional: se tiver um pouco de coragem, poderá se deitar sobre a pedra no alto para ver a queda-d’água lá de cima. E verá que a água evapora antes de tocar o chão, dando o aspecto de fumaça que originou o nome da cachoeira. Em dias de sol, o espetáculo é ainda mais bonito: o vapor mais a luz geram arco-íris em várias partes da queda. Outro presente que a Chapada Diamantina oferece aos turistas é a Gruta Torrinha, uma das mais completas, se considerarmos a riqueza e a diversidade de seus espeleotemas, explorados em duas horas de caminhada. O Morro do Pai Inácio, a 1 120 metros de altitude, é outro passeio obrigatório. São 300 metros de subida íngreme, que


M AT É R I A D E C A PA

Cachoeiras, montanhas e flora sĂŁo alguns dos atrativos da Chapada Diamantina

45


46

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


M AT É R I A D E C A PA

Cavernas e grutas são alguns dos passeios que você não pode perder

pode ser feita a pé ou de bicicleta. Mas o cenário do caminho já vale o esforço. E, quando você chega ao topo, depois de cerca de 20 minutos, sente a paz do silêncio e o vento soprar enquanto curte uma paisagem de cartão-postal, com a visão de 360 graus da Chapada Diamantina.

CHAPADA DOS VEADEIROS Dezenas de cachoeiras e complexos de quedas-d’água, morros, chapadões naturais e uma enorme variedade de pássaros são algumas das atrações da Chapada dos Veadeiros. A 220 quilômetros de Brasília, a região, uma das mais antigas do planeta – com até 2,5 bilhões de anos –, é o ponto mais alto do Planalto Central brasileiro. Localizada no estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso, Cavalcante, Colunas do Sul, São João d’Aliança e Teresina, é boa opção para quem deseja meditar, descansar e para quem gosta de praticar rapel e outras atividades radicais. Para começar a viagem, vá ao vilarejo São Jorge, ocupado inicialmente por garimpeiros em busca de quartzo. A vila, que mantém certo charme hippie, fica entre o Vale do Rio Preto, onde está o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, e o Vale do Rio São Miguel, posição bastante privilegiada para quem quer conhecer o melhor da região sem longos deslocamentos. O passeio no Vale da Lua, em uma propriedade perto do parque, vai levá-lo ao leito do Rio São Miguel, com uma paisagem exuberante, composta de rochas nos mais inusitados formatos, esculpidas pelas águas ao longo de milhares de anos – o que dá o aspecto lunar que originou o nome do

local. Aproveite para conhecer a fazenda Espaço Infinito, que possui uma trilha que passa ao largo do Cânion Raizama, com uma bela vista panorâmica. O próprio Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, ali perto, merece a caminhada de 12 quilômetros pela trilha que leva aos Saltos do Rio Preto. No primeiro deles, de 120 metros, você vai ficar encantado de ver a Chapada inteira. Depois, poderá se refrescar na grande piscina natural formada por outro salto, de 80 metros. E na volta curtir hidromassagens naturais das Pedreiras. As Cataratas dos Couros são outra visita que você precisa fazer. Com uma caminhada de cerca de 1,5 quilômetro às margens do Rio dos Couros, você chega ao início das quedas, de onde o rio despenca, em várias etapas, de um grande cânion com quase 300 metros de desnível, formando um festival de cachoeiras e piscinas. Um passeio pela Cachoeira de Almécegas 1, com 45 metros de queda e uma imensa piscina para banho, completa o roteiro básico, que, para aproveitar bem, requer pelo menos cinco dias.

praias PIPA Se você pensa em uma viagem em que possa curtir natureza rústica e aproveitar noites animadas em bares e restaurantes charmosos, seu destino é a Praia de Pipa, que fica no município de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte. Em apenas quatro dias, vai conseguir desfrutar do melhor que a região oferece. Falésias gigantes, dunas, coqueiros, areias brancas e fofas, além de um belíssimo mar azul, habitado por 47


Falésias, coqueirais e igrejas fazem parte dos cenários encantadores do nosso Brasil

48

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


M AT É R I A D E C A PA

tartarugas e golfinhos, fazem dessa praia um recanto paradisíaco – localizada a cerca de 80 quilômetros, você ainda pode, se quiser, tirar um tempinho para conhecer a simpática e agitada capital. Em Pipa, pode-se fazer o turismo de modo convencional ou desvendar suas belezas naturais pedalando. No sentido sul, fica Sibaúma, vilarejo originado de um antigo quilombo que mantém parte das tradições e praias de areias finas que formam uma longa faixa onde as ondas se quebram em alguns trechos de forma suave e em outros, mais forte, sob medida para surfistas. Ali acontece um espetáculo que não se deve perder: o encontro do mar com a foz do Rio Catu, que separa o município de Tibau do Sul de Canguaretama. Aproveite para se refrescar em uma das várias piscinas naturais, beber água de coco bem gelada ou um drinque com petiscos – as barracas da praia servem ótimos peixes e camarões. A oeste, não muito distante, o rio passa por fazendas de camarões e ainda é possível fazer um tranquilo passeio de caiaque, apreciando os manguezais e a Mata Atlântica – que, em alguns pontos, formam túneis naturais sobre o Catu. Quando estiver retornando a Pipa, verá o lindo cenário da Rota das Falésias. Outro passeio que vale é alugar um bugue e ir para a Baía Formosa, praia ao sul de Pipa, com falésias coloridas. Também é nessa região que fica a Mata Estrela, maior reserva da Mata Atlântica do Rio Grande do Norte. No lugar, lindo, fica a Lagoa de Araraquara, formada por águas das chuvas em meio às dunas.

TRANCOSO Praias, manguezais e rios são atrativos naturais de Trancoso, charmoso vilarejo localizado no topo do pequeno monte da cidade de Porto Seguro, na Bahia. Seu

cenário é formado por jaqueiras, mangueiras, amendoeiras e jacarandás. O principal ponto de encontro é o Quadrado, onde está a Igreja de São João Batista e as charmosas casinhas construídas em linha reta – todas baixas e grudadas umas nas outras. Ali também estão pousadas bacanas, lojas de grife e artesanatos descolados, além de ótimos bares e restaurantes. Na parte da manhã, relaxe nas belas praias de areias brancas e mar azul-esverdeado. Entre elas, a dos Nativos, Coqueiros e Rio Verde, as mais agitadas. Se quiser sossego, vá para Ponta de Itaquena, praia selvagem com corais e piscinas naturais. Ponta de Itapororoca, ao sul de Trancoso, é uma praia semideserta – dá para ir pedalando. Formada por recifes que, na maré baixa, tornam-se aquários naturais, tem peixes de diversas cores e tamanhos. Taípe é outra opção de praia tranquila – e ponto de nudistas –, isolada por falésias de até 20 metros. O mar é aberto e batido com ondas altas. Lá, as tartarugas aparecem na época da desova. Barracas dão apoio com serviço de bar e restaurante self-service, banheiros e estacionamento. Rio da Barra, com falésias vermelhas e brancas – que Pero Vaz de Caminha descreve na Carta do Descobrimento – e piscinas naturais, fica 3 quilômetros ao norte de Trancoso. Seus trechos desertos são perfeitos para banhos de mar. A Praia da Barra do Rio dos Frades, também deserta, tem águas mansas e partes com manguezais. Se a maré estiver baixa, você poderá atravessá-la a pé até a margem oposta, onde há uma pequena vila de pescadores. Os nativos costumam ajudar na travessia de volta. Paralelo a essa praia, corre o Rio dos Frades, dividindo as praias de Trancoso e as praias do Curuípe. Ali, também dá para atravessar a pé quando a maré está baixa. O rio é limpíssimo e repleto de peixes. Atração que vale conhecer. Os efeitos dos reflexos do Sol nas piscinas naturais formadas no mar originaram o nome: Praia do Espelho – oficialmente, Praia do Curuípe. Extensa, com areias e águas claríssimas, merece uma visita mais demorada.

ITACARÉ Morros cobertos pela Mata Atlântica e coqueiros emolduram as belíssimas praias de Itacaré, na Costa do Cacau, litoral baiano ao sul de Salvador. Antigo refúgio dos coronéis do cacau, a vila de Itacaré mantém a charmosa arquitetura, com casarões em estilo colonial, muitos deles reformados, transformados em restaurantes, bares, cafés, casas noturnas e lojas. O destino é perfeito para quem quer aproveitar tranquilos dias de sol sem abrir mão da agitação noturna – que é mantida o ano todo. Mas se pretende passar as férias fazendo ecoturismo, ou esportes radicais, também vai encontrar ali muitas opções. Itacaré possui uma Área de Preservação Ambiental (APA), com rios e cachoeiras, e é possível praticar 49


Ilhéus a Itacaré. É composta pelas praias do Sargi, Pé de Serra, Prainhas da Serra e Pompilho. Sargi tem águas mornas, transparentes e areia fininha, além de bares e restaurantes, uma delícia para descansar. Pompilho e Prainhas da Serra são pontos para curtir a exuberante natureza, com o mar próximo à foz do Rio Tijuípe. Na Pé de Serra, aprecie a chegada das jangadas, bonito e típico espetáculo.

rafting, mountain bike, arvorismo e trilhas de rapel. Entre as 14 principais praias, está a da Concha, perto do centro da cidade. É a mais movimentada, com barracas e pousadas. A Praia da Ribeira, longe do centro, pode ser alcançada de carro pelo Caminho das Praias. Cercada pela beleza da Mata Atlântica, também oferece estrutura para o turista, com barracas de bebidas e tira-gostos, razão pela qual também é bem movimentada. Sua beleza é incontestável: um pequeno rio desce da serra, formando cachoeiras e criando uma refrescante piscina de água doce. De noite, vá à Praia de Coroinha, no centro de Itacaré. Com suas areias escuras, ela é ponto de encontro: possui muitos bares, apresentações de capoeira e som ao vivo. Agora, se o seu negócio não é badalação, experimente algumas das praias mais preservadas. A Prainha é considerada uma das mais bonitas do Brasil e bastante frequentada pela turma do surfe. Fica entre dois morros cobertos pela Mata Atlântica e suas areias são margeadas por um vasto coqueiral. O acesso é feito através de uma trilha de cerca de 40 minutos de caminhada em meio à mata, onde você pode fazer pausas para se refrescar nas cachoeiras e nos ribeirões. Jeribucaçu fica dentro de uma fazenda de coqueiros, deserta quase o ano inteiro. É um destino mais para contemplação da natureza, pois ali se dá o encontro das águas do mar com rio, formando uma correnteza não recomendável para banho. São José é uma praia localizada em uma área de preservação ambiental, com coqueiros, areias brancas e ondas fortes – ótima para surfe. Cercada por hotéis e resorts de luxo, possui charmosos restaurantes. Para ver tartarugas que fazem suas desovas ali, vá até Itacarezinho. Serra Grande é um dos lugares que você não pode deixar de conhecer. Seu acesso é feito pela Estrada Parque, que liga 50

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

GUAJIRU Em Trairi, a pouco mais de uma hora de Fortaleza, no Ceará, fica a Praia de Guajiru, onde o mar é calmo e há piscinas naturais de água morna para relaxar. Ao final da tarde, uma ótima ideia é alugar um bugue ou quadriciclo e percorrer uma das trilhas das dunas de Flecheiras, onde o pôr do sol é maravilhoso. As dunas da Praia de Mundaú são outro belo passeio. Lá, não deixe de ir até o alto para ver o encontro do rio com o mar. Se procura um pouco de ação, vá à Lagoa do Jegue, onde os amantes de kitesurfe costumam praticar o esporte. A Reserva de Pedrinhas, na divisa de Trairi com Paraibapa, vale uma visita mais demorada. Tendo a Mata Atlântica como cenário, você pode fazer um passeio de catamarã pela lagoa. Quem curte aventura deve planejar uma visita ao sertão de Trairi. O trajeto é longo e deve ser feito em veículo 4x4. A dica é sair cedo e ir bem preparado porque o local não tem infraestrutura para turismo. Aplique filtro solar (e leve para reaplicar durante o caminho), leve cantil com água, use boné ou chapéu. Quando chegar ao sertão, vai entender por que esse é um passeio e tanto. A paisagem é típica de semiárido,


M AT É R I A D E C A PA

Mergulhar em águas cristalinas, caminhar na areia e curtir o pôr do sol são experiências maravilhosas

com mandacarus, aroeiras... e você ainda terá contato com as simpáticas pessoas que moram ali.

FERNANDO DE NORONHA Paraíso. A expressão é batida, mas não há outra capaz de traduzir o que é conhecer Fernando de Noronha, que reúne as mais lindas praias brasileiras. E, não importa se é mergulhador experiente ou iniciante, pode ter certeza de que irá se divertir e conseguir observar o mundo submarinho, pois há atividades para todos. As 21 ilhotas que compõem o arquipélago, pertencente a Pernambuco, com matas e areias douradas misturadas ao mar em tons de azul-turquesa e esmeralda são o cenário ideal para desfrutar de dias tranquilos. No Porto de Santo Antônio, você pode fazer um passeio de barco pela costa do Mar de Dentro, acompanhado por golfinhos. Faça uma pausa na Baía do Sancho, uma das mais amadas da região – e do Brasil. Suas águas cristalinas de muitas tonalidades, gigantescas falésias cobertas de verde e bancos de corais são parte da atração. A Praia da Conceição, ao pé do Morro do Pico, é ótima para caminhadas e alterna águas calmas e mais bravas – para surfe –, além de ter um dos bares mais famosos do lugar, o Duda Rei. A Praia do Cachorro, mais frequentada pelos moradores, tem uma piscina natural formada no meio das rochas e mar de águas calmas na maior parte do ano. A Praia do Meio traz uma curiosa pedra pião, com uma base fina que se equilibra em rochas menores. As três são perfeitas para observar os mais lindos pores do sol de Fernando de Noronha – lembrando que os de outros lugares da ilha também não

deixam nada a desejar. Na Baía dos Porcos, com apenas 100 metros de extensão, há piscinas naturais onde vai observar, com máscara e snorkel, animais marinhos e ainda apreciar a beleza do Morro Dois Irmãos. A Praia do Leão, onde há o maior índice de desova de tartarugas marinhas do arquipélago, é uma experiência à parte. O Morro da Viuvinha, a seu lado, possui incontáveis ninhos e por isso é considerado um santuário de aves. Enquanto estiver na praia, de areias avermelhadas e águas transparentes, poderá observar o voo de diferentes espécies. Há alguns programas que você deve considerar. Um deles é uma visita à sede principal do Projeto Tamar. E o outro é o passeio de Prancha Submarina, em que você é rebocado por uma prancha, ligada ao barco por uma corda, para ver as belezas do fundo do mar. Na parte histórica da Vila dos Remédios, as atrações são a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, construída em 1772 pelos portugueses e tombada pelo Iphan; as ruínas da Fortaleza, do século 18; o Memorial Noronhense (Espaço Cultural Américo Vespúcio), com reproduções de fotos antigas e textos sobre a história e a formação geográfica de Fernando de Noronha.

ALTER DO CHÃO Praia de água doce, localizada na margem direita do Rio Tapajós, a cerca de 30 quilômetros de Santarém, no Pará, Alter do Chão é conhecida como o Caribe da Amazônia. E ocupa o primeiro lugar no ranking das dez mais belas praias do Brasil, de acordo o jornal inglês The Guardian. Para aproveitar suas águas turquesa e areias 51


branquinhas, vá entre os meses de agosto e janeiro, quando a “praia” aparece, pois é o período de vazante do rio. É importante lembrar que a região oferece diferentes espetáculos, além de ser um balneário bem balado no verão. Entre eles, o encontro do Rio Tapajós com o Rio Amazonas, em que as águas não se misturam; o Lago do Maicá, com seu espelho d’água; e pássaros de diversas espécies. A Floresta Nacional do Tapajós (Flona), importante unidade de conservação da natureza da Amazônia, também possui uma riqueza cultural que vale a visita: populações ribeirinhas com hábitos próprios e aproximadamente 500 índios da etnia mundurucu, divididos em três aldeias: Bragança, Marituba e Takuara. Um passeio muito bacana é pegar uma lancha e navegar pelo Rio Tapajós em direção ao sul, vendo a floresta tropical dentro da Flona até chegar a Maguari, com branquíssimas praias e um igarapé. Lá, os simpáticos moradores são ótimos anfitriões. Costumam convidar as pessoas para visitar a produção do couro ecológico – feita do látex extraído das seringueiras. E você ainda poderá almoçar em uma casa de família, ouvindo as histórias da floresta, contadas pelos moradores. Na Vila de Alter do Chão, às margens do Lago Verde, também é uma boa pedida visitar os igarapés dali, com uma lancha. Além das águas cristalinas, você vai adorar dar um mergulho e observar a variedade de peixes. Ao final do dia, o melhor ponto é a Ponta do Cururu, bastante frequentada pelos botos e de onde a visão do Sol se pondo é simplesmente linda.

52

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

selvagem AMAZÔNIA Primeiro lugar no ranking das Sete Maravilhas da Natureza, que destaca marcos paisagísticos de valor universal no mundo, a Amazônia também detém o título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Nela, está Novo Airão, a pouco mais de 180 quilômetros de Manaus. Ali, você vai se encantar com os botos que brincam com as pessoas no flutuante da Dona Marilda, um dos passeios mais famosos. Não deixe de ir ao Parque Nacional de Anavilhanas, com cerca de 400 ilhas, por onde você passeia de voadeira (pequeno barco movido a motor) por quase uma hora pelos corredores do arquipélago, que parecem um labirinto. A aventura dá direito a paradas para mergulhos refrescantes. E inclua no roteiro o Parque Nacional do Jaú – depois de Anavilhanas, o segundo maior parque nacional do Brasil, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. O acesso é feito pelo Rio Negro, em uma voadeira que leva aproximadamente três horas para alcançar o destino. Entre setembro e janeiro, durante a vazante dos rios, você ainda tem a chance de curtir a Praia da Velha, ótima para tomar um banho. Fora isso, em qualquer época, vale visitar as corredeiras do Rio Carabinani, de leito rochoso que passa entre as densas florestas de suas margens. No meio das rochas, pequenas quedas-d’água e piscinas se formam: dê um mergulho porque a água é deliciosamente refrescante. Outro ponto alto é a Cachoeira do Itaúbal, que deságua


M AT É R I A D E C A PA

Observar pássaros de diversas espécies e a peculiar flora amazônica são algumas das atividades mais procuradas pelos visitantes

em uma piscina natural de águas vermelhas: um show. Outro destino amazônico maravilhoso é Alta Floresta, no extremo norte do Mato Grosso. O encontro da floresta tropical com o cerrado, em que a mata virgem hospeda árvores centenárias, macacos, borboletas, antas, cervos e mais de 600 espécies de aves (araras, tucanos e papagaios são apenas algumas delas), é um ótimo motivo para você colocar o lugar no roteiro de férias. Mas pode ter certeza de que, uma vez lá, vai descobrir muitas outras maravilhas. Em Alta Floresta está o Parque Estadual do Cristalino, de extrema importância para a conservação da biodiversidade, com muitas espécies endêmicas, entre elas o macaco-aranha-de-cara-branca, símbolo do parque. Trilhas pela floresta ao som de pássaros e bichos, banhos em praias de águas doces e cristalinas, esportes de aventura vão tornar seus dias de descanso ainda mais prazerosos. Entre os destaques, a Trilha das Rochas, onde poderá ver a região do alto da Torre de Observação; a Trilha da Taboca, área em que a floresta fica parcialmente submersa pelas águas dos rios em alguns meses do ano; e a Casa do Saleiro, de arquitetura rústica. Diversos mamíferos se alimentam no local. E você pode ver bem de perto anta, queixada, cateto, tamanduá-bandeira, tamanduá-mirim... Um passeio de barco pela Trilha da Castanheira nos faz sentir minúsculos diante da imensidão das árvores centenárias, onde vivem uirapurus, com um dos mais belos cantos daquelas bandas. O pôr do sol no Rio Teles é um dos mais lindos espetácu-

los – não perca. Antes, caminhe pela Trilha da Serra, local montanhoso e com vegetação mais seca, por onde macacos de diversas espécies brincam de galho em galho.

PANTANAL O pôr do sol multicolorido e os sons de tuiuiús, tucanos, araras-azuis e de muitas outras espécies são alguns dos espetáculos que poderá ver e ouvir durante as férias caso seu destino seja o Pantanal, hábitat detentor dos títulos de Patrimônio Natural da Humanidade e de Reserva da Biosfera. Se você nunca visitou esse santuário ecológico, uma ótima opção é começar por Miranda, no Mato Grosso do Sul, considerada a Porta do Pantanal, porque a partir dessa cidade, localizada entre Campo Grande e Corumbá, tem início o típico cenário pantaneiro, composto por buritis, aroeiras, ipês e perobas. Nos meses da cheia (de outubro a maio), do trevo da entrada da cidade já é possível avistar os alagados. Entre as maravilhas, não deixe de ver o encontro das águas cristalinas do Rio Salobra com as águas turvas do Rio Miranda – ambos fazem parte da bacia hidrográfica do Paraguai. O Refúgio Ecológico Caiman mantém uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), com cerca de 5 600 hectares, e promove várias atividades ligadas ao ecoturismo. Entre elas, caminhadas pelas trilhas pantaneiras, safáris fotográficos, observação de pássaros, passeios de canoas canadenses e focagens noturnas. Além de cavalgadas realizadas com um guia de campo e peão em uma autêntica comitiva pantaneira – uma experiência e tanto. 53


cidades históricas OURO pRETO, TIRADENTES As ladeiras calçadas de pedras margeadas por antigos casarios e igrejas de Ouro Preto, a cerca de 100 quilômetros de Belo Horizonte, Minas Gerais, nos transportam para o século 18. A arquitetura preservada dessa cidade guarda ainda um dos maiores acervos barrocos do Brasil – como obras de Aleijadinho e Ataíde – e recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade em 1980. Comece seu passeio pela Praça Tiradentes. Lá, você vai visitar o Museu da Inconfidência (antiga Casa da Câmara e Cadeia) e o Museu de Ciência e Técnica (antigo Palácio dos Governadores) e admirar as fachadas das casas de estilo colonial. A Casa dos Contos, outra atração de Ouro Preto, mantém exposições documentais, numismáticas da Casa da Moeda do Brasil e do Banco Central do Brasil e outras mostras culturais. O Museu da Inconfidência abriga documentos e objetos que evocam a Inconfidência Mineira e obras diversas do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. No Museu do Oratório, a antiga Casa do Noviciado é outro bonito programa. As igrejas de Ouro Preto são pontos que merecem demoradas visitações. Entre as mais imponentes, está a Igreja Nossa Senhora do Pilar (1733), com mais de 400 quilos de ouro e de prata em pó nas talhas da nave e da capela-mor. Na sacristia da igreja funciona o Museu de Arte Sacra, repleto de peças do século 18. Já a Igreja São Francisco de 54

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

Assis é a mais famosa de Ouro Preto, pois é considerada obra-prima de Aleijadinho. Em 2009, foi classificada como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo. A mais charmosa das cidades históricas mineiras é, sem dúvida, Tiradentes, a cerca de três horas de Belo Horizonte. No caminho, antes de chegar à cidade, vale uma parada em Congonhas do Campo para esticar as pernas, almoçar e visitar o Santuário de Bom Jesus do Matosinho. Ali estão as 66 figuras da Paixão de Cristo, esculpidas em cedro, e as estátuas dos 12 profetas talhadas em pedrasabão – consideradas as obras máximas de Aleijadinho. Quando se chega a Tiradentes, o encanto não acaba. Emolduradas pela Serra de São José – com as típicas montanhas mineiras –, encontram-se suas ruas coloniais calçadas com pedras pés de moleque, suas igrejas do século 18 e seu preservado casario formado por sobrados que abrigam restaurantes, pousadas, antiquários e lojas de artesanato, que acendem lampiões na fachada ao anoitecer. Aproveite para curtir tudo com calma, caminhando. No centro histórico estão o Chafariz de São José, considerado o mais belo do Brasil, e a Igreja Matriz de Santo Antônio, que possui em seu interior um belo órgão, tido como um dos 15 mais importantes do mundo. Reserve algumas horas para pegar a Trilha das Lagoas, que vai até a vila de Bichinhos. No vilarejo funciona a Oficina de Agosto, com objetos artesanais produzidos por artesãos locais. Outro simpático (e nostálgico) passeio é pegar o trem Maria-Fumaça, que


M AT É R I A D E C A PA

O estilo colonial dos casarios e a modernidade da arte de Inhotim são contrastes de Minas Gerais

leva a São João del Rei. Além de a viagem ser uma graça, contemplando a natureza e os recantos da região, ao chegar ao destino, você pode visitar o centro histórico da cidade – em especial, a Igreja de São Francisco de Assis, referência da arquitetura religiosa colonial de São João del Rei. Adorável.

INHOTIM O que faz Inhotim ser o Instituto Inhotim, reconhecido internacionalmente como um dos mais importantes redutos de arte – em 2014 ele ocupava a 23ª posição da Travelers’Choice Museus, publicação da Tripadvisor que seleciona os 25 mais bem avaliados museus do mundo –, é sua grandiosidade, no sentido literal. A propriedade fica na cidade mineira de Brumadinho, a 60 quilômetros da capital, e ocupa um espaço de 786 hectares – dos quais, 440 são área de preservação ambiental. E se tornou o maior centro de arte ao ar livre da América Latina, por abrigar mais de 500 obras distribuídas em galerias e edificações erguidas entre fragmentos de mata e cinco lagos ornamentais. Cildo Meireles, Vik Muniz, Hélio Oiticica, Ernesto Neto, Matthew Barney, Doug Aitken, Chris Burden, Yayoi Kusama, Paul McCarthy, Zhang Huan, Valeska Soares, Marcellvs e Rivane Neuenschwander são alguns dos cerca de 100 artistas (de pelo menos 30 nacionalidades) que possuem trabalhos lá – alguns têm galeria própria para seus acervos, caso de Adriana Varejão, Hélio Oiticica e Tunga. Inhotim também possui uma significativa coleção botânica, reunindo 4 300 espécies de todos os continentes,

algumas raras. Entre as raridades, a flor-cadáver, espécie nativa da Ásia conhecida como a maior flor do mundo. Por isso, é preciso tempo – no mínimo três dias – para curtir essa experiência única. Para percorrer o parque, há a opção de caminhar ou usar um carrinho – o ideal é fazer a combinação dos dois, deixando o carrinho para alguns trechos mais íngremes. E você não precisa ser um “papa vernissages” nem um connoisseur de arte contemporânea para aproveitar a visita. Inhotim parece um parque de diversões para adultos: muitas instalações para o visitante interagir – na piscina, do artista Jorge Macchi, ele recria uma caderneta de endereços onde você consegue dar um mergulho para se refrescar; já na Cosmococa, de Hélio Oiticica em parceria com o cineasta Neville d’Almeida, pode-se deitar nas redes. E, depois de sair de cada espaço artístico, você “refresca” os olhos contemplando a beleza dos jardins projetados por Burle Marx antes de entrar em outro. Muitas instalações aguçam todos os sentidos. Impossível não se sentir impactado pelas imagens formadas pelos reflexos de água, céu e das próprias pessoas que param para observar a obra Narcissus Garden, da japonesa Yayoi Kusama. São essas vivências, que nos colocam frente a frente com a arte como Quem leva parte da natureza e, por isso, da Auroraeco Viagens nossa vida, que fazem a viagem a Tel. (11) 3086-1731 Inhotim ser tão fantástica. l www.auroraeco.com.br 55


Descubra os encantos de Maiorca, Piemonte e Lagos Chilenos

56

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


S O B R E D UAS R O DAS

Revelamos algumas das boas surpresas que esses três roteiros, criados especialmente para fazer de bicicleta, oferecem: cenários lindos, ótimas bebidas e deliciosas comidas

Maiorca

F

alésias gigantes e a imensidão do mar azul-turquesa do Mediterrâneo são parte da natureza que você vai contemplar durante essa viagem de bicicleta a Maiorca, maior ilha do arquipélago das Ilhas Baleares, localizado a leste da Espanha. O passeio tem início na encantadora cidade de Alaror, pedalando por suas vinícolas e por cidades graciosas como Lloseta, Biniamar, Mancor de la Val, Moscari. Em Polença, você irá se hospedar no luxuoso Hotel Son Brull & SPA, que oferece vários tratamentos para relaxar e recarregar as energias depois de fazer o percurso em sua bike. Ali, também, você poderá jantar no famoso restaurante do 3/65 Son Brull, com especialidades tradicionais preparadas pelo renomado chef Rafel Perelló. O programa inclui uma cavalgada até Alcudia, antiga capital romana de Maiorca, e continua, de bicicleta, ao longo da Península Formentor, uma das áreas mais espetaculares da Cordilheira Tramuntana. O esforço para pedalar é grande, mas coragem: será recompensado pela vista esplendorosa. Na volta, uma descida vai levá-lo até o Vale de Sóller (que, em árabe, significa “vale do ouro”, alusão aos laranjais da região) para visitar a cidade, com suas simpáticas ruas estreitas e arquitetura em que o antigo (igrejas e construções com influências mouriscas) e o novo (edifícios modernistas) se misturam. A viagem prossegue com pedaladas pela belíssima via costeira que liga Deia a Sóller. Quem curte adrenalina pode montar um percurso mais desafiador até Col de Sóller. Outro percurso lindo é a rota costeira de Deia para Andratx, através de Valdemossa, Banyalbufar e Estellencs. Durante o passeio, o cenário, formado por montanhas, é simplesmente deslumbrante. Ao longo da viagem, além de degustar os melhores vinhos espanhóis, terá a oportunidade de experimentar a excepcional culinária regional, com influência mediterrânea.

O mar azul-turquesa do Mediterrâneo é parte da maravilhosa paisagem de Maiorca, na Espanha, que você poderá contemplar sem pressa, passeando de bicicleta

57


PIEMONTE

C

omida fantástica, vinhos deliciosos e a paisagem espetacular da Cordilheira dos Alpes ocidentais – com os maciços do Monte Bianco, Monte Rosa e Monte Cervino. Eis alguns dos atrativos que você encontrará em Piemonte, na Itália. E que merecem ser desfrutados entre pedaladas, em um roteiro exclusivo oferecido pela Piedmont Bike Tour. A programação começa no magnífico Hotel La Villa, construído em 1600, uma das mais luxuosas hospedagens locais. Rodeada pelos imponentes Alpes e Apeninos, a região é famosa por seus vinhedos, patrimônio cultural pela Unesco. O primeiro passeio é conhecer as cidades de Quaranti e Mombaruzzo. Na volta, delicie-se com a famosa culinária de Piemonte, berço do movimento Slow Food, que tem trufas brancas e carnes de caça entre os ingredientes principais. Detalhe: o jantar, servido no restaurante La Vie, será preparado pelo aclamado chef Charlie Mozley. No dia seguinte, você andará de bicicleta por planícies, em direção ao Rio Bormida, até chegar ao sopé dos Apeninos. Castelos medievais estão na rota, incluindo o de Morsasco, onde haverá uma pausa para um piquenique gourmet. A viagem continua em direção à cidade termal de Acqui Terme. Explore as charmosas ruas de paralelepípedos e faça uma parada estratégica para saborear um gelato. O dia termina com um jantar íntimo na quinta (ou “cascina”, em dialeto piemontês) do Guido, onde desfrutará da hospitalidade calorosa de sua família e conhecerá suas vinhas. No terceiro dia, hora de pedalar ao longo das colinas do Langhe, em meio à paisagem intimista dominada por vinhedos (se der sorte, pode até ver algumas trufas) e cidades medievais graciosas como Montabone Rocchetta Palafea. O almoço será no restaurante familiar La Casa Nel Bosco, do casal Gianni e Mina. Na sequência, vai conhecer o Mosteiro San Maurizio, do século 17, convertido em luxuosa propriedade, onde irá pernoitar. Desfrute de vistas inigualáveis sobre o Dolcetto, suas vinhas Moscato e seus jardins lindos. Nos últimos três dias, você terá o prazer de conhecer Barbaresco, pequena e charmosa vila com vinhos de renome; e a vila medieval de Monforte, onde provará os melhores vinhos Barbera, Dolcetto e Barolo. E ainda irá visitar o Castelo de Grinzane Cavour, casa histórica de Camillo Cavour, primeiro-ministro da Itália.

58

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015


S O B R E D UAS R O DAS

Piemonte, na Itália, é o berço do movimento Slow Food. Ali, você poderá experimentar as delícias da gastronomia da região, visitar as vinícolas pedalando e degustando excelentes vinhos

59


O contraste do verde com o azul do céu e o branco da neve fazem parte da beleza deste roteiro

LAGOS CHILENOS

A

charmosa Pucón e Puerto Varas, com seu Vulcão Osorno, são as cidades chilenas que você irá conhecer pedalando. Seu primeiro – e lindo desafio – é ir de Pucón ao Lago Caburgua. A rota possui subidas de diferentes intensidades. Durante o passeio, você poderá observar pássaros, árvores nativas e o Vulcão Villarrica. Depois de tanto esforço, desfrute de um saboroso almoço acompanhado de cerveja artesanal. Em seguida, relaxe em um banho nas termas de Pucón. O programa inclui ainda uma pequena caminhada até o povoado Mapuche, perto da fronteira com a Argentina. Ali, vale uma visita ao Centro Cultural para conhecer essa comunidade local. Em seguida, você segue de bike às margens do Rio Trancura, com os primeiros 35 quilômetros por uma planície com vista para os três majestosos vulcões do Parque Nacional: Villarrica, Quetrupillán e Lanín. A merecida pausa para almoçar deve ser feita no famoso restaurante da chef mapuche Anita Epulef. Ela prepara pratos típicos em que entram ingredientes locais como pinhão e quinoa, além de outros com nomes e sabores exóticos – pimenta merkén, erva cochayuyo e cogumelos digüeñes e chicarrón del serro. Os pãezinhos, yiwiñ kofke e rngal kofke, são preparados com farinha de pinhão e linhaça, delícias que você precisa provar.

60

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

Pedalar pelo Parque Nacional Villarica até o Rio Puesco ou ao setor Mamuil Malal, no limite com a Argentina, é outra experiência que você não deve perder antes de seguir para Puerto Varas. O roteiro inclui uma visita a Osorno (de Puerto Varas a Osorno, há traslado de carro), conhecida como a capital chilena do gado. Lá, você reiniciará suas pedaladas para ver os povoados colonizados por alemães no final do século 19. A estrada passa por algumas subidas e lindas praias ao longo do Lago Llanquihue, segundo maior do Chile. E, certamente, irá se encantar com a magnitude dos vulcões Osorno, Puntiagudo, Casablanca e Puyehue e com a beleza dos Andes nevados. O almoço, feito em restaurante administrado por uma família alemã, além de outras iguarias, serve carne de javali. A viagem conta ainda com um passeio pela bela costa norte do Lago Llanquihue até o simpático povoado de Frutillar, e pelo lado sul do mesmo Llanquihue até Petrohué, dentro Quem leva do Parque Nacional Vicente Pérez Auroraeco Viagens Rosales. Essa estrada é considerada Tel. (11) 3086-1731 uma das mais lindas de todo o pro- www.auroraeco.com.br grama. Aproveite a ida ao parque DuVine Cycling + para visitar as cachoeiras Saltos de Adventure Co. Petrohué. Vai adorar. www.duvine.com.br


S O B R E D UAS R O DAS / e n t re v i s ta

Qual a dica para uma pessoa que está fazendo pela primeira vez turismo de bicicleta? Desconecte seu celular, conecte-se à viagem usando todos os seus cinco sentidos e, sobretudo, relaxe. Andar de bicicleta é uma experiência sensorial e você nunca deve se esquecer de parar para cheirar as rosas, provar um vinho e saborear com calma as delícias típicas de cada região. Estar de bicicleta permite uma maior interação com a população local, o que nos leva a uma maior compreensão de sua cultura. Assim, cada viagem torna-se uma experiência muito rica em diversos aspectos e, por isso, inesquecível. Que destino você indicaria àqueles que precisam recarregar a bateria? Por quê? Realmente, fazer bike tour é algo perfeito para relaxar e, ao mesmo tempo, voltar com as energias renovadas. Então, minha dica é procurar aquele roteiro que tem a ver com a experiência que pretende ter. Se você ama vinhos, vá a Piemonte, na Itália, ou a Bordeaux, na França. Se procura um desafio, escolha roteiros com muitas montanhas. Para as famílias, eu recomendo Provença, na França, ou Maiorca, na Espanha.

Dicas do expert

Andy Levine, ciclista apaixonado, é fundador da DuVine Cycling + Adventure Co. (parceira da Auroraeco Viagens), operadora expert em viagens especiais, criadas para quem deseja conhecer diferentes pontos do planeta de bicicleta, degustando bons vinhos, experimentando alta gastronomia e tendo contato próximo com a natureza e a cultura de cada local. “A inspiração para criar minha empresa nasceu em Borgonha [região da França famosa por produzir excelentes vinhos], em 1996, enquanto percorria de bicicleta o caminho entre Gevery Chambertin e Beaune, com vinhedos dos dois lados”, lembra. Desde então, Andy criou roteiros de bike turismo em mais de 20 países. Host & Travel aproveitou uma de suas raras pausas – ele vive pedalando para descobrir novas rotas para a DuVine – para conversar sobre o que o biker empresário mais ama: viajar de bicicleta, é claro.

Quais seus roteiros preferidos? Isso é muito difícil... É como escolher, entre os filhos, um favorito. Então, vou confiar em nossos clientes e dar como dicas os destinos mais procurados por eles. A Borgonha, que tem muita história e ótimos vinhos, além de ser o lugar em que a DuVine começou. A Toscana, onde nossos guias moram quando não estão trabalhando. Lá é nosso quintal. Temos tantos amigos lá, que nossos hóspedes podem se sentir em casa. Fora que é um destino de ciclismo clássico, e uma grande viagem para quem está começando. Portugal amo porque está fora dos roteiros convencionais – e por isso pouco conhecidos. Mas nossos guias locais poderão levá-lo a lugares especiais: os melhores hotéis butique e ótimas vinícolas da região. A Croácia combina muito bem com bicicleta e barco. Cada ilha tem sua própria atmosfera e magia. Santa Bárbara, na Califórnia, é linda o ano todo. É ótimo dar um mergulho no Pacífico após umas pedaladas durante o verão. No outono e no inverno, fica ainda mais incrível por ser época da colheita nas vinícolas. l

61


Programa de viagens para empresas

T

irar os funcionários do ambiente convencional de trabalho favorece o fortalecimento das relações entre a equipe, porque fora do contexto de estresse eles terão tempo para trocar outras ideias que vão além da execução de tarefas do escritório, o que, depois, no retorno, certamente irá se converter em produtividade. Premiar os clientes com viagens também ajuda a estreitar os laços e a confiança entre eles e sua corporação. Foi por isso que a Auroraeco Viagens criou, há mais de dez anos, uma área focada exclusivamente em roteiros customizados para corporações. E se tornou expert nesse segmento. Com o passar dos anos, a área focada em empresas cresceu e os custos com programas inusitados para motivação, hoje, não são mais vistos como gasto, e sim como investimento. A Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) revelou que as agências associadas à entidade registraram, em 2014, aumento de 14,5% na movimentação de negócios em relação ao ano anterior. Para incentivar e fidelizar clientes e colaborares, os programas 62

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

promovidos pela operadora Auroraeco Viagens apostam em experiências surpreendentes, como voos de balão sobre o maravilhoso céu dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão, de onde se pode admirar a paisagem composta por dunas, oásis de chuva represada, as águas verdes e azuis do mar que valorizam o dourado de suas areias. Ou um jantar à luz de velas, ao ar livre, no Deserto do Atacama, no norte do Chile. A altitude elevada (5 mil metros), a pouca luminosidade artificial, o baixíssimo nível de poluição e de umidade fazem com que o céu da região seja o melhor lugar do mundo para ser observado. Impossível não se encantar com as incontáveis estrelas. E, a olho nu, é possível distinguir a Via Láctea e dezenas de estrelas cadentes em uma única noite. Os retreats – ou retiros – são os indicados para altos executivos. A ideia é levar presidentes e diretores de empresas ou grupos de executivos como o YPO (Young President OrganizaQuem leva tion) para pequenos hotéis tops Auroraeco Viagens de linha em lugares remotos. Tel. (11) 3086-1731 Metade do dia, eles são estimuwww.auroraeco.com.br


t e n d ê n c i as

lados a trocar experiências sobre vários temas. Entre eles, a solidão da presidência e os novos rumos para negócios. Na outra metade do dia, o grupo é recompensado com atividades culturais e passeios ao ar livre. Os hotéis, eco-lodges ou pousadas oferecidos pela Auroraeco Viagens estão situados em regiões com paisagens maravilhosas e têm serviços de altíssimo nível, além de proporcionar passeios e atividades fora do comum para que a experiência se torne inesquecível. Entre alguns dos tipos de programas mais procurados estão os passeios de bicicleta e visitas a vinícolas locais. No segmento Team Building/Trust Building, a Auroraeco Viagens sai completamente do convencional. Desenvolveu um modelo, em parceria com a empresa alemã Wilderness Experience, em que, antes da viagem proposta, são realizadas reuniões com o grupo que irá para a imersão. Durante essas reuniões, além de conhecer as pessoas, é possível diagnosticar o programa ideal para atender às necessidades daquela turma. A partir disso, o roteiro e as atividades a serem realizados são planejados. O programa culmina com uma dinâmica colaborativa em que os participantes, por meio de diferentes desafios propostos, vão entendendo melhor a importância de uma relação baseada na transparência e na confiança entre os colegas de trabalho. l

Roteiros inusitados ajudam os funcionários, colaboradores e clientes a associar sua corporação às boas experiências que uma viagem proporciona, como momentos de lazer, diversão e recompensa

Empresas procuram roteiros inusitados, que combinam programas e dinâmicas de grupos, para aumentar desempenho, fidelizar clientes e até achar soluções criativas para questões corporativas

63


Brasil está na rota do luxo por Eliana Castro

Criada em 2008, a Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) tem trabalhado para divulgar o país a turistas estrangeiros que buscam experiências únicas, com serviços de alto nível e máximo conforto. E os primeiros resultados já podem ser notados

O

mercado de viagens de luxo tem crescido ano a ano. Cada vez mais, tem aumentado o número de turistas em busca de serviços personalizados de alto nível e que ofereçam experiências únicas e autênticas, sempre levando em consideração a sustentabilidade desses destinos. Atualmente, o Brasil ocupa a quarta posição na lista de maiores mercados receptores de turismo de luxo. Parte desse resultado é consequência da atuação da BLTA (Brazilian Luxury Travel Association). Nesta entrevista, Guilherme Padilha, presidente da BLTA e da Auroraeco Viagens, conta como a associação opera e como o Brasil, apesar de estar bem colocado no ranking do turismo de luxo mundial, ainda tem potencial para crescer. Por que a BLTA foi criada? A BLTA é uma associação de classe que reúne os melhores e mais exclusivos produtos e experiências do trade turístico brasileiro para promover o Brasil como destino de luxo. Ela surgiu da ideia de que, juntos, somos mais fortes para conseguir alcançar esse objetivo. Com isso, esperamos tornar o Brasil um destino de luxo reconhecido nos mercados nacional e internacional. Nossa meta é, até 2020, colocar o país como o principal representante desse tipo de turismo na América Latina. Na prática, como vocês atuam? Realizamos uma série de roadshows e de outros eventos – como feiras de turismo de luxo –, fora do Brasil e aqui dentro. Recentemente, estivemos em Los Angeles, São Fran-

64

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

cisco e Nova York. Agora, iremos fazer eventos nas embaixadas de Londres e Paris. Nos eventos, após as apresentações, temos uma rodada de negócios entre membros BLTA, agentes e operadoras. E encerramos com um coquetel para networking. São ações que ajudam a chamar a atenção para o nosso país como destino de luxo. Outro ponto importante do nosso trabalho é a elaboração de pesquisas e de estudos sobre o turismo de luxo no Brasil. E nos tornamos uma importante fonte de informação e referência no segmento, para os mercados nacional e internacional. Além disso, a BLTA tem um convênio de ações cooperadas com a Embratur – que vai até 2018. Quais características um hotel/pousada/resort ou operadora deve reunir para fazer parte da BLTA? A associação é muito criteriosa. Claro que, ter tempo de mercado e ser reconhecido pelo segmento de turismo de luxo são fatores importantes e, por isso, levados em consideração. Até porque, algumas empresas do setor, entre elas Copacabana Palace e Fasano – que fazem parte da BLTA –, ajudam a chamar a atenção para marcas menos conhecidas, mas que atendem muito bem ao segmento luxo. Esses não são os únicos critérios. O caminho para se tornar membro da BLTA é, antes de tudo, entrar em contato conosco. Em seguida, a empresa deve apresentar uma série de documentos para a associação validar. Outros quesitos que consideramos essenciais são a capacidade de atender em mais de um idioma, o fato de mais de a metade dos membros conhecer determinada marca, ter um selo Relais & Châteaux ou de outras entidades ligadas ao turismo de luxo. Para as operadoras, os pré-requisitos são


inside

semelhantes. Mas elas precisam ter entre seus roteiros viagens focadas no segmento luxo do Brasil – como é o caso da Auroraeco. Depois que essa documentação é validada, fazemos uma visita técnica com o formulário da BLTA. Só depois de passar toda essa triagem, o hotel ou a operadora serão submetidos à votação dos associados (30 hotéis e quatro operadoras) da BLTA. Não é fácil, mas com esses cuidados garantimos um padrão de excelência que precisa ser respeitado quando se pensa em turismo de luxo. Houve alguma mudança nessa expectativa do estrangeiro em relação ao Brasil? Qual? Os destinos mais procurados pelos estrangeiros continuam a ser a Amazônia, Foz e Rio de Janeiro. Essa é a santíssima trindade do nosso turismo para os estrangeiros. É raro a gente fechar um roteiro para um estrangeiro sem que tenha uma visita ao Rio de Janeiro. Acontece que, cada vez mais, empresas parceiras da BLTA têm incluído com sucesso outros destinos: Inhotim e Paraty – esta última por causa da Flip – são alguns exemplos de viagens que têm tido procura pelo turista estrangeiro, porque possuem atrações que recebem atenção da mídia internacional. À medida que a gente vai mostrando roteiros brasileiros que oferecem conforto e serviços personalizados, a procura por esses lugares vai aumentando. Mas é preciso que esses destinos e operações sejam sustentáveis. O turista estrangeiro escolhe o hotel não apenas pelo luxo que ele oferece e pela beleza no seu entorno: ele quer saber se há a preocupação com a comunidade e com a natureza. E a BLTA estimula seus associados a promoverem ou se engajarem em ações que visem a sustentabilidade local. Quais os projetos da BLTA para aumentar ainda mais a presença brasileira no mercado internacional de viagens de luxo? Vamos continuar a fazer nossos roadshows para promover o turismo luxo do Brasil no exterior. Ampliar nossas press trips, ações em que convidamos jornalistas estran-

Guilherme Padilha em apresentação roadshow em Nova York para agentes de viagem

geiros renomados para experimentar alguns de nossos roteiros. Esse tipo de ação apresenta bons resultados porque gera mídia que impacta diretamente o consumidor final. A cada semestre, fazemos eventos para o trade de turismo em diferentes cidades brasileiras. Criamos parcerias com marcas de luxo que têm interesse em vender seus produtos para os hotéis que fazem parte da BLTA em troca de benefícios para os associados. Também trabalhamos o ano todo em Brasília, onde participamos, com a Embratur e outras associações, do planejamento estratégico da promoção do destino brasileiro no exterior. Estamos presentes nas feiras de turismo de alto padrão. E somos a única associação com a preocupação em levantar e divulgar dados do segmento luxo para o mercado que alimentam a imprensa especializada. Os resultados já podem ser notados, mas queremos mais. O Brasil é um país belíssimo para conhecer. Atualmente, temos uma estrutura mais que adequada. A BLTA existe para mostrar esse Brasil que pode ser descoberto sem abrir mão do conforto e do luxo. Com a alta do dólar, temos muita procura de turistas brasileiros e estrangeiros por destinos que oferecem uma estrutura de alto padrão aqui. Essa é uma grande oportunidade de apresentar destinos incríveis, com hotéis e serviços de alto nível, onde o viajante vai investir a metade do que gastaria fazendo uma viagem internacional obtendo a mesma qualidade no serviço Veja mais em e nas instalações. l www.blta.com.br

65


4 a 10 Saída Regular

Jalapão, TO

31/10 a 4/11 Feriado de Finados

Vinhedos de Mendoza, Argentina

1a6 Feriado de Finados

Maiorca Bike Tour, Espanha

18 a 22 Feriado do Dia Nacional da Consciência Negra

Chapada Diamantina, BA

66

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

30 a 4 /1/2016 Réveillon

Patagônia Chilena

30 a 3 /1/2016 Réveillon

Ilhas Galápagos, equador

31 a 3 /1/2016 Réveillon

Amazônia, AM

3a9 Retiro de Praia

Barra de São Miguel, AL

22 a 25 Saída Regular

Chapada dos Veadeiros, GO

22 a 25 Saída Regular

Jose Ignácio Bike Tour Uruguai


6 a 10

8 a 13

Carnaval

Saída Regular

Toscana Bike Tour, Itália

Atacama, chile

7 a 11

14 a 18

Carnaval

Chapada Diamantina, BA

6a9 Carnaval

Mendoza Bike Tour, argentina

Retiro de Praia

4a8 Saída Regular

Pantanal, MS

17 a 22 Feriado de Tiradentes

Provence Bike Tour, frança

Barra Grande, BA

26 a 1/6 Feriado de Corpus Christi

Lares Adventure, Peru

17 a 22 Feriado de Tiradentes

4 a 10 Saída Regular

Holanda Bike Tour (Mês das Tulipas)

Jalapão, TO

25 a 29

20 a 25

6ª edição do Navegar é Preciso, Amazônia, AM

Feriado de Páscoa

Napa & Sonoma Bike Tour, ESTADOS UNIDOS

24 a 27 Feriado de Páscoa

Trancoso, BA

67


Janela para o mundo Viajar é mais que conhecer lugares. É provar e compartilhar experiências... instagram.com/auroraeco

68

Host&Travel by auroraeco viagens _edição especial 2015

Siga-nos!


Auroraeco Viagens Tel: +55 11 3086-1731 reservas@auroraeco.com.br www.auroraeco.com.br facebook.com/auroraeco instagram.com/auroraeco


Host 58  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you