Revista Foco 193

Page 1

– Ano XVII – Nº 193 – Outubro de 2011

OUT/2011 - Nº 193 - R$15,00

Revista

®

CIRCULAÇÃO NACIONAL

O futuro começa aqui!






















editorial

A Deus toda a honra e toda a glória pela realização desta revista

20

ual é o problema de errar e assumir o erro? Se assimilamos bem (muito bem!) os nossos acertos, por que não aceitar os nossos erros? O que há de mal em encarar a frustração e reconhecê-la com naturalidade diante de si e dos outros? Ninguém é perfeito 24 horas por dia. E nem precisa ser. Ora, errar é humano e, acima disso, essencial para nosso crescimento e amadurecimento. Quando cometemos um engano, é natural sentirmos decepção. Porém o melhor da vida é quando nossos deslizes nos fazem acordar e ver que precisamos crescer! Então, antes de se culpar, lembre-se de que os escorregões são como o corrimão: eles nos dão apoio para ir em frente. Assim, em vez de parar e retroceder num momento difícil, tome impulso e corra atrás do prejuízo. Magoou uma pessoa, disse palavras duras, foi prepotente e se mostrou melhor e maior que alguém? Tudo bem: sempre é tempo de se arrepender, reparar o que foi feito, reconquistar o amor e a confiança de quem quer que seja. Basta querer! Cada passo adiante é a transformação de uma falha em acerto. Na revista do mês de outubro, visitamos em São Paulo o bom amigo e chef Giancarlo Bolla, que conta sua história de vida, quando aqui chegou da Itália, e as inúmeras vitórias que ocorreram em sua vida, fazendo aquilo que mais gosta: cozinhar; para os homens, o que é preciso saber a fim de interpretar corretamente os dizeres de um convite e evitar constrangimentos ao se vestir; no trabalho, acredite nas suas capacidades; a jornalista Márcia Casali aborda os tratamentos que aliviam as dores na coluna; outra matéria escrita pela jornalista Márcia Casali é sobre a alimentação balanceada, que faz parte da saúde bucal; matéria sobre sustentabilidade, sobre como todos nós podemos contribuir; fomos verificar o que a homeopatia, uma ciência à parte, pode fazer pela saúde dos indivíduos; Mara Amaral aborda a Ligúria, a Riviera Italiana, e suas belezas; Paladar vem com o par perfeito: queijo e vinho formam uma dupla antiga e tradicional, e a matéria aborda os elementos da harmonização; Foco responde sobre saúde com o médico Plínio Brant; Pedro Gordilho focaliza a União dos Compositores e o Rach 2 em São Petersburgo; para ajudá-los a dormir com os anjos, falamos sobre os tipos de sono e nos aprofundamos em cada problema e sua solução; para estar em forma e em plenitude, leve uma vida saudável e tenha muita disposição; Márcia Rocha nos apresenta o que está atualmente na moda para os homens; uma reportagem de destaque foi elaborada pela jornalista Fernanda Caixeta, que apresenta o risco que as mulheres correm em ter um infarto, muito maior que os homens; a jornalista Flávia Landim escreve sobre como organizar um evento e, como requer paciência, dedicação e, acima de tudo, disponibilidade de tempo, já existem muitas empresas para serem contratadas para esse fim. Além das matérias citadas, apresentamos muitas outras interessantes. Para terminar, quero que vocês parem para pensar em quanta coisa boa existe no mundo ao nosso alcance: gentileza, amor, amizade, compaixão... Quero deixar claro que também é fundamental a determinação. Sem ela, é difícil cumprirmos nossas promessas. Com ela, podemos ter um objetivo e traçar um plano até obtermos a vitória. Amigos, até o próximo mês com muitas outras novidades para todos. Aguardem!



D-P

C B

consuelo@revistafoco.com.br D  A

R A

redacao@revistafoco.com.br C E C B, A P P  V, A D, C C, F M, J A M, P C B, P G  R C 

R C C B, F C, F L, M C, M S  W S C F G fabiani@revistafoco.com.br E  A T S criacao@revistafoco.com.br E  M M R D G A L anunciofoco@gmail.com A C C S comercial@revistafoco.com.br F B S, G T, R P  L L

F C C C, C B, J T S, J C D, K O  P L P G B D I RR D C P-C D. F T L  S  W B  M J. financeiro@revistafoco.com.br

Durma com os anjos 26

Em primeira mão

38 40

Márcio Cotrim Sobre chatos

42

Aristóteles Drummond Economia em xeque

44

Carlos Chagas A limpeza precisa continuar

46

Paulo Castelo Branco Primeira mulher

48

José Alberto Couto Maciel Histórias da História

50

Wilson Granjeiro O poder da paciência

52 56

Capa Mara Amaral Ligúria, a Riviera Italiana

60

Pedro Gordilho A União dos Compositores

C: R P

64

Test Drive Pajero Dakar

D S P O C C B R R

Florian Madruga Drummond vive

I M B D B M C mcirilo@inflightmidia telefone: (11) 4702-4630 mcirilo@inflightmidia

Consuêlo Badra

Uma nova escola para os seus filhos

SH/Sul Quadra 06, Conjunto “A”, Bloco “E”, Sala 809 Edifício Business Center I - CEP: 70.322-915 – Brasília-DF (61) 3248-7868 / 3532-4436

Sucursal São Paulo

expediente

R C B, N C, C B  F S

         . A       M F E L,   ,  -    . Acesse www.revistafoco.com.br

C A D, A T, C B, C C, C P, D K, J A, M G, D A, F L, F M, G A, J A M, L T, M C, P C B, P A, P G, R C , M C, M A  P P

172. Sono

68

Ambientes Planejando com estilo

74

Autoestima Acredite nas suas capacidades

78

Verão 2012 Fio a fio, mecha por mecha

22


96

172. Remédio Natural

Coluna Aliviar as dores

Homeopatia

Planeta

102

Sustentabilidade

Etiqueta

110

Respostas aos leitores

Superação

116

Fernando Fernandes

Boas e novas

126

Novidades da capital

Gente em Foco

128

Destaques de Brasília

106. Comportamento Para estar em forma

Novidades

132

Foco nas novidades

Moda

150

Resumo da ópera

Sono

172

Durma com os anjos

178

Remédio Natural Homeopatia

Gilberto Amaral

198

A corte candanga

Pomona Politis

200

Planeta diplomacia

202

144. Elegância Os trajes masculinos

Cenas em Foco Flashes

102. Planeta Sustentabilidade

88. Paladar Queijos & vinhos

23


Della Henri

de Adriana Orlandi

Heloisa Hargreaves

Sara Volpato

Fátima Alvim Lucia Reis

Odette Trotta

Marta Castiñeiras

CONSUÊLO BADRA

Tetê Adriano de Araújo

24


Mariana Campelo

Maria Luiza Mathias de Souza

Dora Lettieri

Liliam Gurgulino

Luciana Van Damme Nathanry Osório

Bia Koffes

Lia Dinorah

CONSUÊLO BADRA

Fátima Costa

25


mais paparicado do país, atualmente, é o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, dono do mais novo partido, o PSD. Ele conseguiu formar bancadas no Congresso Nacional, nas Assembleias Legislativas, Câmara Municipal e governos estaduais. O homem é um azougue. Para onde irá em 2014?

MALHAÇÃO A Academia Body Tech inaugura sua segunda unidade na cidade na primeira quinzena de dezembro, já com as obras bem adiantadas no Sudoeste.

como uma das estrelas no último programa do PSDB na televisão, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vai desempenhar papel importante na eleição do ano que vem, principalmente para dar mais musculatura ao seu partido. Em relação a tantas denúncias de corrupção, FHC tem a resposta na ponta da língua: “A coisa pública tem que ser respeitada como tal e não ser objeto nem da apropriação privada nem político-partidária. Isso é uma linha. Não é esquerda nem direita, é republicana”.

FLORES

O governador Agnelo Queiroz é o aniversariante do dia 9 de novembro. Cumprimentos de todos da equipe Foco.

CARNES

Nova coleção do designer Fabrizio Giannone traz cores vibrantes aliadas às formas e texturas das flores, ícone máximo da estação. Braceletes, brincos, anéis, colares, bolsas e sapatilhas exploram as ricas formas das flores em peças de desejo. Fabrizio está instalado com sua joalheria no Shopping Iguatemi.

As irmãs Tatiana e Adriana Cardoso movimentaram a cidade dias atrás com a inauguração da Boutique de Carnes Viande, especializada nos melhores cortes. Entre os convidados que marcaram presença, o primo delas, Júnior Batista, presidente do Grupo JBS – Friboi.

consuêlo badra 26

CIENTÍFICO No mesmo mês em que inaugura a Unidade Taguatinga, o Centro de Câncer de Brasília (Cettro) realiza seu I Simpósio Internacional, com foco em câncer de pulmão. Será nos dias 18 e 19 de novembro, no Hotel Nobile, com a presença do Dr. John Gouldman (EUA) e videoconferência com o Dr. Ben Slotman (Holanda). Para a palestra de abertura, virá o cancerologista brasiliense Guilherme Cantuária, radicado nos Estados Unidos há mais de 20 anos.

CFW Nos dias 28 a 30 de novembro, Brasília vai respirar moda com a realização da 11ª edição do Capital Fashion Week. Este ano, Márcia Lima leva seu conceituado evento para a Câmara Legislativa do DF. Mais uma vez, o CFW abre espaço para três novos talentos: Hudson Lucas, Eliana Murargy e a anapolina Luciana Machado. Também constam do line-up estilistas do Capital: Camila Prado, Anna Paula Osório, Ivan Hugo e Romildo Nascimento. Em sete anos de existência, o CFW apresentou mais de 300 coleções de marcas de Brasília e descobriu 35 novos estilistas.

A aniversariante do dia 17 de novembro Melissa Gontijo cercada por Vera Coimbra e Yara Curi.

CEGONHA Durante a inauguração da loja Tiffany & Co. no Shopping Iguatemi, a gerente Silvia Badra com o vice-presidente para América Latina, Luciano Rodembusch.

NA AGENDA

Fernanda Machado e Luis Gustavo Farah estão felizes da vida com a chegada de mais um herdeiro. O casal está à espera de um menino para fazer companhia para a irmã Carolzinha. O bebê nasce em maio de 2012.

APOSTA NO ESPORTE

A estilista Ana Paula Ávila está a mil com a elaboração da coleção de inverno da Confraria, especializada em belíssimas bolsas e sapatos.

De 11 a 15 de novembro ocorre, em Goiânia, ocorre o 48° Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica. O encontro reunirá renomados especialistas brasileiros e estrangeiros. Entre os palestrantes estará o cirurgião Fausto Bermeo, que comanda em Brasília a Interplástica FB. O especialista participará do capítulo sobre Rinoplastia.

PAPARICADO

PAPEL IMPORTANTE

Não há nenhuma dúvida que o político

Reabilitado pela cúpula tucana e colocado

Uma das maiores perdas do PSDB no troca-troca de partido aconteceu em Sergipe.

BASTIDORES

A Lupo vai abrir megastore em Araraquara, São Paulo, sede da empresa, em maio de 2012. Projeto de R$1,2 milhão será exclusivo da Lupo Sport, linha de artigos esportivos criada há um ano. A meta é ter 50 lojas no país até 2013, englobando Brasília.

GRANDE PERDA


O empresário, ex-governador, ex-senador e ex-deputado federal Albano Franco desfiliou-se da legenda após 18 anos de militância. E explicou: “Foi uma decisão dolorida. Desde novembro de 2010 eu estava desconfortável por causa da interferência do diretório nacional e da influência que o DEM exercia nas decisões do partido no estado”. Albano está sendo assediado por vários partidos para nova filiação. Ele é uma grande liderança política e empresarial no estado.

da rede, em Michigan e Dallas (EUA). A Domino’s está em nove estados brasileiros.

PULGAS ROLANDO A maior jogada política dos últimos tempos foi dada pelo ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deixando o PMDB e se filiando ao PSD, partido do Kassab, e, tacada perfeita, transferindo seu domicílio eleitoral de Goiás para São Paulo. Com isso, Meirelles se credencia para ser candidato à prefeitura de São Paulo ano que vem. A decisão de Henrique Meirelles embaralhou a sucessão de Gilberto Kassab, deixando outros candidatos como Gabriel Chalita e Fernando Haddad com a pulga atrás da orelha.

voltar à consultoria empresarial ou à militância política. Fala-se, no PT, numa possível candidatura à prefeitura de Ribeirão Preto em 2012. Foi lá que tudo começou para Palocci.

CHEGA AO RIO O grupo Emiliano, referência da hotelaria paulista, procura terreno no Rio de Janeiro para abrir um cinco estrelas. Quer ficar na Zona Sul.

REFORMA O Copacabana Palace entra em reforma em junho de 2012, logo após a Rio+20. Vai acertar o lobby e alguns andares do prédio principal. Para chegar ao anexo, onde funcionará a recepção durante as obras, será reaberta a passagem da Av. Atlântica ao lado da piscina. Ministro Carlos Ayres Britto aniversaria dia 18 de novembro. Seguem daqui nossos sinceros cumprimentos.

DILETTO

ARTPLAN A Artplan ganhou a conta da Domino’s Pizza. Para estudar a marca, a agência participa de programa de treinamento

GOURMET O deputado e ex-lutador Acelino Popó Freitas já está se integrando à vida social de Brasília. Muito simpático e festejado, nas horas de folga cozinha para os amigos íntimos.

DÍGITOS A PDG, maior incorporadora das Américas, acaba de comunicar ao mercado os resultados de lançamentos e vendas do terceiro trimestre de 2011. A empresa alcançou R$2,65 bilhões em valor geral de vendas (VGV) pro rata (valor proporcional), representando um crescimento de 30,1% em relação ao mesmo período de 2010. Na Capital Federal, o último lançamento da PDG foi o residencial Itamaraty, em Taguatinga.

DCORE NA CASA COR

Vandira Peixoto é a aniversariante do dia 25 de novembro e será muito festejada.

E AÍ, PALOCCI? Cumprida a quarentena de quatro meses desde que foi demitido da Casa Civil, por denúncias de suposto enriquecimento ilícito, o ex-ministro Antônio Palocci já pode voltar à sua atividade profissional. Só falta ele definir onde vai ancorar seu barco:

A empresária Priscylla Pontes, da Dcore, teve participação ilustre deste ano na Casa Cor Brasília. Presente em cinco ambientes da mostra.

POESIA E ESQUIZOFRENIA O poeta Ferreira Gullar abrirá, mês que vem, o Congresso Brasileiro de Psiquiatria, no Riocentro. Pai de dois esquizofrênicos, Gullar falará sobre a importância da internação. Ele diverge do projeto do Governo Federal que quer acabar com internações em clínicas psiquiátricas.

consuêlo badra

A marca de picolés Diletto foi escolhida como um dos parceiros do “Momento Itália Brasil 2011/2012”, na Embaixada da Itália. O publicitário Fábio Meneghini, um dos sócios da Diletto, esteve presente ao lançamento na Embaixada, aqui em Brasília. Meneghini aproveitou a ocasião para lançar os novos sabores da marca: Pistache D.O.C. e Doce de Leite. Os convidados puderam degustar os picolés. As delícias podem ser encontradas nas melhores delicatessens e restaurantes da cidade e nos quiosques do Terraço Shopping e do Iguatemi.

Em destaque o carinho e amizade de mãe e filha: Márcia e Iracema Torres.

27


homenagem a Roberto Campos pelos 10 anos da morte do economista. Tudo a cargo do acadêmico Merval Pereira.

PRÉVIAS ABERTAS

Paulo Afonso Zuba é o aniversariante do dia 13 de novembro. Na foto, ele acompanhado de Esther Schattan e sua mulher Denise.

FERIDAS

O senador Eduardo Suplicy decidiu enfrentar o ex-presidente Lula e a direção do PT propondo, em carta, a realização de prévias abertas para a escolha do candidato do partido à prefeitura de São Paulo. O senador paulista alegou que tal procedimento é adotado em países como os Estados Unidos, França e Argentina. Como se sabe, a família Suplicy tem dois pré-candidatos: o senador Eduardo e a senadora Marta.

Ex-participante da luta armada contra a ditadura militar, o senador Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB de São Paulo, foi escolhido como relator da Comissão da Verdade, que vai apurar os crimes ocorridos naquele período. Segundo ele, “para os familiares desaparecidos, é uma história que nunca vai se fechar. Em alguns casos, jamais saberão o que ocorreu com seus parentes que sumiram da face da Terra sem deixar vestígios”. Essa é uma história que vai reabrir muitas feridas.

CINEMA

consuêlo badra

Um dos maiores nomes do cinema, o diretor Nicholas Ray, se fosse vivo, estaria completando cem anos. Para comemorar a data, o CCBB promove a primeira retrospectiva completa do diretor do clássico Juventude Transviada. A mostra ficará até o dia 13 de novembro à disposição dos interessados. Outros destaques da cinematografia de Ray são O crime não compensa e Quem foi Jesse James?. A viúva de Nicholas, Susan Ray, virá à cidade especialmente para a mostra.

28

O Brasil poderá ser o paraíso dos vereadores a partir da eleição municipal do ano que vem, quando serão eleitos mais de 59 mil edis. Isso porque a atual legislação autorizou o aumento de cadeiras nas Câmaras Municipais dos 5.565 municípios. Atualmente o país tem 51.419 vereadores. Os partidos estão se preparando para a disputa da maior eleição que já houve no Brasil. Quem eleger mais vereadores e prefeitos leva vantagem para a eleição de 2014.

O 4 Doze Bistrô (412 Sul) está em clima de festa. O charmoso restaurante comemorou, no dia 7 de outubro, dois anos de muito sucesso. Os proprietários da casa, os restaurateurs Daniel e Daisy Vieira, estão a mil com o sucesso e a aceitação da casa.

José Isaac Peres estará em Brasília para inaugurar a nova ala VIP dos restaurantes, dia 9 de novembro.

PARA AS FASHIONISTAS Cris Guerra programa rasante por Brasília. A titular do blog “Hoje Vou Assim” apresentará com exclusividade a coleção de bijuterias criada pela designer Lita Raies sob sua curadoria. O evento será na sede da Athena, com vente privée, na noite de 9 de novembro. Renata La Porta assina o catering.

BUFFET NO BHUMI

Grandes nomes da arquitetura de Brasília foram fazer um tour pela Ásia, com paradas em Bangkok, Hong Kong e Cingapura. Entre muitos, Denise Zuba, May Moura, Walléria Teixeira, Nardim Júnior, Adriana Orlandi e Márcio Corrêa. O retorno se dará dia 5 de novembro.

Na correria do dia-a-dia, comer de forma saudável, sem gastar muito tempo, é algo imprescindível. Pensando no bem-estar de sua clientela, o restaurante Bhumi Cozinha Orgânica e Saudável (113 Sul) inova mais uma vez. A casa agora oferece diariamente como opção para o almoço um delicioso buffet de alimentação saudável e natural por quilo. Antes, a casa só trabalhava com a opção à la carte.

A Academia Brasileira de Letras, cujo presidente é o bom amigo Marcos Vilaça, agendou para o próximo mês de novembro uma

LEVAR VANTAGEM

2 ANOS

TOUR

HOMENAGEM

bricar seu modelo de tablet, em Jundiaí, São Paulo. Já recebeu o sinal verde do Ministério de Ciência e Tecnologia. O equipamento será lançado até o fim deste ano. A empresa investe R$69 milhões por ano em P&D. Parte disso foi para o tablet.

TABLET A Itautec já está pronta para começar a fa-

Afranio Rodrigues da Cunha e a aniversariante Bia Koffes, do dia 25 de novembro.

RETORNO AO BRASIL David Guetta, o DJ e produtor francês considerado rei da música eletrônica que tem 24 milhões de fãs no Facebook e lotou o Riocentro ano passado com 18.000 pessoas, vai voltar ao Brasil. Tocará em 11 cidades. No Rio, será dia 30 de dezembro, num evento oficial do Rio Music Conference 2012.


não confia nem nos políticos nem em seus partidos. As mais recentes acusações de corrupção reforçam no cidadão essa desconfiança com os seus representantes. Por outro lado, os bombeiros militares, as igrejas e as Forças Armadas estão entre as instituições mais respeitadas pelo brasileiro.

BEBÊ A BORDO

SONHO O governador Geraldo Alckmin, do PSDB, anuncia uma possível aliança com o PSD de Gilberto Kassab. O objetivo, em princípio, é para a eleição do próximo ano. Mas o alvo está apontado para 2014, quando Alckmin sonha com a rampa do Planalto, e Kassab com o Palácio dos Bandeirantes. Pelo visto, José Serra está fora da aliança.

Grazi Massafera está grávida. É o primeiro filho dela e do ator Cauã Reymond. Eles estão juntos há cinco anos.

NATAL O arquiteto e decorador Nardim Junior, a cada ano, surpreende mais seus clientes com sua coleção de Natal. Este ano, a loja Nardim Junior Home (409 Sul) conta com muitas novidades para quem quer incrementar a decoração nesta data tão linda. E como Natal é a cara dos pequeninos e faz os grandinhos reviverem áureos tempos, ele prepara um espaço infantil multicolorido repleto de pirulitos, balas e bombons.

INVEJA MATA Nos EUA, Obama tem participado de até dois jantares por dia para arrecadar fundos para seu partido. A US$30 mil por cabeça. Já um lugar à mesa dos tucanos, em jantar programado para dezembro, custa R$1 mil.

AMOR E CAPITAL O livro Love and capital – Karl and Jenny Marx and the birth of a revolution, da jornalista americana Mary Gabriel, será lançado aqui pela editora Zahar, em 2012. A obra mostra Marx como pai protetor e marido amoroso.

COMEMORAÇÃO Outubro foi um mês de comemorações na Faculdade e Escola Técnica LS. 28 alunos da instituição foram aprovados no último concurso da Secretaria de Saúde – DF. Além disso, depois de uma viagem a Nova Iorque, a diretora da LS, Sayonara França, completou mais um ano, no dia 22, festejando com a família e amigos.

VERGONHA O Ibope pesquisou a confiabilidade de 18 instituições e, mais uma vez, o Congresso Nacional e os partidos políticos receberam o pior índice apontado pela maioria dos entrevistados. Praticamente o brasileiro

DA RAÇA O ministro da Fazenda, Guido Mantega, será premiado no Troféu Raça Negra, no dia 13 de novembro. “Vamos homenageálo pela condução da economia, a ponto de termos 42% de negros nessa nova classe média. Agora tem negão no aeroporto, no shopping, em todo lugar”, diz o presidente da Afrobras, José Vicente.

THE FIFTIES O sucesso da primeira unidade da hamburgueria The Fifties em Brasília foi tão grande que a rede inaugura sua segunda casa na Capital Federal, no ParkShopping. O empreendimento faz parte do Espaço Gourmet, centro gastronômico do shopping que será aberto para o público no dia 10 de novembro.

SEGUNDO DISCO O Procurador da República, Antonio Carlos Bigonha, que dedica sua trajetória profissional a combater a improbidade e a corrupção no Brasil, resgatou sua formação em música clássica e acaba de lançar seu segundo disco: Urubuyoeba, com músicas instrumentais para piano, com arranjos e regência de Dori Caymmi. Quero aproveitar para agradecer o CD.

Três elegantes da nossa sociedade: Conceição Pinheiro, Márcia Lima e Lucinha Itapary.

LETRAS Weni Maranhão sempre muito linda.

FAMILY RECIPE Akiko Thurnauer, um autodidata que já trabalhou em cozinhas como a do Nobu’s, tem agora um lugar para chamar de seu, com receitas japonesas que fogem do sushi e do sashimi. Fica na 231 Eldridge Street, Lower East Side, em Nova York.

Lygia Bojunga deve receber das mãos da presidente Dilma Rousseff a comenda Ordem do Mérito Cultural no Recife, dia 9 de novembro. A Biblioteca Nacional indicou a escritora devido à sua importância na formação de leitores no país e na internacionalização do livro brasileiro.

PALESTRA Mesmo no cargo de vice-presidente da República, Michel Temer não deixa de lado

consuêlo badra

Claudia Villas-Boas aniversaria dia 29 de novembro.

29


sua contribuição acadêmica. Doutor em Direito Constitucional, ele fez a abertura do 14° Congresso Brasiliense de Direito Constitucional, onde pôde debater os direitos sociais no Brasil. O convite para a palestra foi feito a Temer pelo ministro do STF Gilmar Mendes.

TROCA DE GUARDA Terminou a due diligence na Jequeti Cosméticos de Silvio Santos. Com isso, está sacramentada sua venda para a Coty Beauty – dona de marcas como Adidas, Calvin Klein e Pierre Cardin. Os mais conservadores avaliam que o negócio ronda a casa do R$700 milhões. Os mais otimistas, R$ 1 bilhão.

BRASÍLIA WINE HOUSE O Unique Palace receberá de 11 a 13 de novembro a primeira edição da Brasília Wine House, feira de vinhos com a participação de importadoras, vinícolas, adegas, tabacarias e restaurantes da cidade. O evento será uma ótima oportunidade para ficar por dentro dos últimos lançamentos do mercado, promover ideias, discutir novidades e tendências de forma prazerosa. A curadoria do evento é do sommelier Paulo Kunzler. Estênio Campelo, o presidente do Senado, José Sarney, e Geraldo Vasconcelos, durante a entrega do Troféu Sereia de Ouro 2011, ocorrido em Fortaleza.

SHOW Será no dia 16 de dezembro o show que o inglês Pete Doherty fará em São Paulo. Ex-namorado de Kate Moss, famoso pelos problemas com drogas e algumas prisões, ele se apresentará no Cine Joia, balada que abre em novembro, em festa da agência Nova.

QUASE UMA BABÁ Conhece o “personal garçom”? É o novo profissional no retumbante mercado de casamentos, que fica a festa inteira ao lado do casal. Suas funções: não deixar que o noivo passe a noite com o uísque na mão e nem que a noiva beba de estômago vazio. Na prática, está ali para evitar vexames e as constrangedoras fotos da tradicional bebedeira.

consuêlo badra

HAPPY-HOUR

30

O horário de verão chegou e uma boa dica é aproveitar essa sensação de uma hora a mais no final do dia em um happy-hour com os amigos. No Centro Gastronômico Belini Pães e Gastronomia (113 Sul), às terças-feiras, a partir das 18 horas, os clientes que pedirem pizzas e crepes à la carte ganham 15% de desconto.

RÉVEILLON Um aviso para quem for passar a virada do ano no Rio de Janeiro: as atrações do palco do réveillon de Copacabana serão: Beth Carvalho, Seu Jorge e Latino. A cerimônia será apresentada por Otaviano Costa.

FÉRIAS A CVC está apresentando oferta recorde de um milhão de pacotes de viagens nacionais e internacionais para a temporada de novembro ao carnaval de 2012. O Caribe é destaque, com voos fretados da Gol.

MEMÓRIAS Salvatore Cacciola tem planos de transformar em livro sua passagem pelo complexo penitenciário de Bangu. O ex-banqueiro está em liberdade condicional desde fins de agosto, após cumprir quatro anos da pena de 13. É autor de Eu, Alberto Cacciola, confesso, no qual conta sua versão sobre o escândalo do Banco Marka.

EVENTO Evandro Jr. foi homenageado na Casa Cor Brasília, no último dia 19. A participação na New York Gift Fair rendeu alta de 80% nas vendas do artista plástico.

OLHO VIVO

TODO CUIDADO... No momento é recomendável não convidar o ex-governador José Serra e o senador Aécio Neves para, juntos, discutirem a sucessão da presidente Dilma Rousseff. Os dois são tucanos, como se sabe, e estão se estranhando porque querem sentar na cadeira dela. Aécio quer discutir 2014 agora. Serra diz que isso é “colocar o carro adiante dos bois”. Para o bem da oposição, o melhor é mantê-los afastados.

mento de uns dez ministérios”. Corajoso, o peemedebista.

Quando novembro chegar, de 7 a 12, durante o almoço e jantar, haverá no Restaurante A Bela Sintra a I Semana Gastronômica – Portugal à Mesa. Imperdível. Carlos Bettencourt deverá estar presente. O charmoso português Bettencourt comentando que em 2012 vai abrir o A Bela Sintra em Angola. Adriana Colela, esta jornalista e Fátima Freitas de Castro.

VAMOS ENXUGAR Nunca na história deste país um aliado do governo foi tão franco em relação à redução de ministérios como o senador Valdir Raupp, de Rondônia, no exercício do cargo de presidente do PMDB. O senador declarou ser favorável à redução do atual número de ministérios, que são 38. Ele declarou: “É sempre bom enxugar os ministérios. Eu sou favorável ao enxuga-

CHEGANDO Produzido há 400 anos, o mezcal só será importado comercialmente no Brasil a partir de novembro. O país receberá sua primeira remessa desse tradicional destilado mexicano, cujo sucesso quer alcançar o da tequila. A WLV (0/xx/11/23641789), que está trazendo a bebida, terá cinco marcas e três estilos diferentes, com preços entre R$50 e R$120.

MARITA Em homenagem a sua mãe, Marita Mar-


tins, referência em nossa sociedade pela impecável elegância e requinte, o empresário Luiz Estevão de Oliveira está erguendo um luxuoso edifício com salas para escritórios por andar, no Setor Bancário Sul.

ANTECIPADAMENTE

MODELITO Fernanda Caiado foi a Miami e Nova York, ao lado da mãe Sandra, em busca do vestido de seu casamento dia 22 de dezembro, com Gláucio Guerra.

ELE ERA FOGO Vai ser lançada pela coleção Aplauso a biografia do compositor Ronaldo Bôscoli, assinada por Denilson Monteiro. O título é A bossa do lobo. Ele tanto namorou Maysa e Elis Regina como estava no apartamento de Nara Leão quando a bossa nova nasceu. Assim, a biografia conta a história dos bastidores da MPB e a das alcovas do Rio nos anos 60.

Equipe médica do Instituto do Coração de Taguatinga. shopping – que antes de passar por uma gigantesca reforma tinha apenas uma livraria, restaurantes e cinemas – tornou-se uma das principais atrações da cidade.

15 ANOS DE SUCESSO Em setembro de 2011, o Instituto do Coração de Taguatinga celebra uma data muito especial, 15 anos de experiência no tratamento e diagnóstico de pacientes na área de cardiologia. Fundado em 1995, o Incor Taguatinga é uma das unidades mais avançadas e prestigiadas do Brasil. O sucesso é resultado do encontro dos sonhos de nove cardiologistas de renome no mundo da medicina. O instituto existe para oferecer à população soluções e a assistência necessária à saúde do coração e ao bem-estar das pessoas. Pelo alto nível dos profissionais que compõem seu quadro, e em função dos grandes investimentos em altíssima tecnologia, o Incor Taguatinga rapidamente tornou-se referência em procedimentos invasivos cardiovasculares no Brasil e na América Latina.

PRESENTE NATALINO

3 ANOS A belíssima loja Tania Bulhões, no ParkShopping, comemora, no dia 22 de novembro, o terceiro ano de sucesso em nossa Brasília. Para comemorar a data, receberá clientes para elegante coquetel, e parte das vendas do dia será revertida para uma entidade assistencial.

RIO DE JANEIRO O Recreio, no Rio, ganhará, em 2013, o shopping Crystal Mall. Ficará na Estrada dos Bandeirantes, próximo ao Riocentro. Será construído como grande vitrine, com todas as 111 lojas voltadas para a rua.

CVC EM ALTA Guilherme Paulus, da GJP Hotéis e Resorts, foi tratar com Eduardo Paes, no Rio, sobre o hotel que a empresa irá construir no Aeroporto do Galeão. O contrato de R$17,6 milhões com a Infraero é de fevereiro. As obras começam no início de novembro. Criador da CVC e capitalizado pela venda da Webjet, Paulus está de olhos abertos a novos negócios.

AZUL

Joyce Cardoso, a proprietária da Talento Joias, Terezinha Géo Rodrigues, e Ana Maria Gontijo.

Roberto Carlos está nos últimos ajustes de áudio do show que fez em Jerusalém. A apresentação será transformada em CD e DVD de fim de ano. O Rei já marcou mais um show em São Paulo. Será no dia 25 de novembro, no Ginásio do Ibirapuera. Antes disso ele se apresentará, no mesmo mês, no Credicard Hall, nos dias 9, 10 e 11.

BUENOS AIRES

DESFILE

Acaba de ser inaugurado o Recoleta Mall, em Buenos Aires, para alegria dos portenhos e turistas. Localizado num dos bairros mais chiques e turísticos da cidade, o

A marca Kipling vai fazer um desfile com crianças, no ParkShopping, no próximo dia 9 de novembro.

A primavera chegou com suas flores, frescores e cores maravilhosas para Raquel Salaro e Tainá Frota, sócias no Chá das Duas, o escritório de design gráfico e fotográfico queridinho das noivas brasilien-

Já se encontra no Brasil, vindo de Toulouse, na França, o primeiro ATR72-600 da Azul, considerado o mais novo turboélice do mundo. A voadora brasileira adquiriu 30. Vai receber um por mês, com opção de mais dez.

SPRING COLLECTION

consuêlo badra

O governo da presidente Dilma Rousseff não completou um ano e sua sucessão já é discutida. O senador Aécio Neves, do PSDB de Minas Gerais, declarou-se pronto para a disputa em 2014, e que tanto faz se o adversário for Lula ou Dilma. Alguns tucanos ficaram excitados com a declaração do senador mineiro. Dirigentes do partido de oposição gostaram. Já os líderes de partidos da base do governo chamaram Aécio de oportunista.

31


ses. Com sua Spring Colletion, essas talentosas meninas estão colhendo belas flores nos seus “jardins criativos”, elaborando convites e álbuns de casamento, registrados em Pirenópolis, Paris e Pará.

NA FRENTE Convidado durante almoço fechado do Conselho Empresarial da América Latina, Aloizio Mercadante disse “sim”. Fará a palestra de abertura da Conferência Américas + 10, aqui em nossa Brasília, no final de novembro.

LESSÓ A empresária Amélia Cristina Ottoboni no maior entusiasmo com a inauguração de sua loja Lessó, de calçados, no Conjunto Nacional, dia 8 de novembro. A coleção está belíssima.

Sociedade Brasileira de Biologia e Medicina Nuclear e Imagem Molecular, Dr. Celso Dario Ramos. O médico, que é professor da Unicamp e integra o corpo clínico do Hospital Albert Einstein, abordará o papel da tecnologia nuclear na detecção, no estadiamento e no tratamento do câncer. O Simpósio acontecerá no Restaurante Dalí, localizado no Brasil 21. As inscrições são gratuitas.

infantil, recém inaugurada em Brasília, é o novo reduto fashion para crianças. A ideia de lançar a Enfance partiu das empresárias Tatiane Vendramini e Dreissiane Vendramini. Irmãs e sócias, as duas uniram a experiência da maternidade de uma à experiência profissional da outra, com especialização em Negócios de Moda. A loja tem tudo, como roupas, acessórios, kit berço e artigos para o mundo infantil.

CHIQUE

BOM PARTIDO

O hit atual nos restaurantes chiques da cidade é pedir, junto com o vinho, uma garrafa de água frisante. É um meio termo entre a água com gás e a sem. Tem “bolhinhas de ar” menores e faz sucesso entre gourmets e entendidos no assunto.

O empresário e reitor do UniCeub, Getúlio Lopes, é o mais novo solteiro da cidade. Após o término de seu relacionamento com Karen Louise, tem circulado sozinho pelos eventos sociais da capital.

Eraldo Alves Filho concluiu este mês seus estudos em História Universal na University of Greenwich, em Londres. A avó Lygia Camargo e a mãe Tãnia estão vibrando com a notícia.

FEIRA A ECOSOL – Cooperativa Central de Apoio ao Sistema ECOSOL no DF, base Brasília, está anunciando o 1° Salão de Negócios da Acessibilidade, Reabilitação e Inclusão Social, que será realizado no período de 14 a 16 de novembro, na Ala Sul do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

consuêlo badra

SOLIDARIEDADE

32

FORMANDO

BOA NOVA Dr. Iran, presidente do CRM, Dr. Dimitri e deputada Liliane Roriz.

É impressionante a boa vontade do brasiliense em fazer o bem sempre que o convocamos. Foram 500 pessoas que disseram “sim” ao convite que Vânia Ladeira e Janaína Ortiga Abi-Ackel fizeram para aplaudir a grife Madame Simões, que desfilou com as joias da designer Vânia Ladeira no dia 3 de outubro, no Espaço de Eventos da Casa Cor Brasília 2011. O evento foi sucesso total. Foram arrecadados R$40.000, e compradas 54 próteses de silicone para mulheres mastectomizadas da rede pública. As originais criações de Vânia Ladeira em ouro, prata e gemas coloridas se destacaram fortemente na passarela e reforçaram ainda mais o desejo de consumo.

PORTINARI 2014

SIMPÓSIO

AVÓS

Para promover um fórum de debate e o intercâmbio entre especialistas de diferentes áreas, o Grupo Núcleos realizará, às 19h30 do dia 3 de novembro, o Simpósio “Contribuições Atuais da Medicina Nuclear no Manejo do Paciente Oncológico”. À frente do encontro estará o Presidente da

Ana Maria e José Celso Gontijo na maior felicidade com a notícia dada por Tamara (filha) e o genro José Rudge Filho que vem aí o primeiro herdeiro do jovem casal.

Gastão Vieira, ministro do Turismo, costura com o MinC e a Fundação Cândido Portinari, para 2014, uma grande exposição multimídia de obras do fabuloso pintor brasileiro (1903-1962). Será simultânea nas 12 cidades-sede da Copa.

NO BRASIL Priscilla, a rainha do deserto, o musical da Broadway, estreia em São Paulo em março do ano que vem. A produtora Geo ainda não sabe se levará o espetáculo para o Rio. É que, acredite, não há na cidade teatro no qual possa entrar o ônibus, principal peça do cenário.

MODA INFANTIL O nome não deixa dúvidas: a Enfance – moda

Silvana Castro recebe no dia 22 de novembro em sua joalheria Bezalel, no Gilberto Salomão, o apresentador Cid Moreira. Ao lado da mulher Fátima Sampaio, ele lança o livro Boa Noite, biografia que conta sua história e a evolução da TV Brasileira.

ANIVERSARIANTES Quero mandar daqui nossos cumprimentos aos aniversariantes de novembro: Mônica Maciel, Carlos Gurgulino, Flávia Santana, Fernando Queiroz, Tamara Bontempo, Sigmaringa Seixas, governador Agnelo Queiroz, senador Sergio Guerra, Janine Brito, Maria Vasconcelos, Rodolfo Canhedo Azevedo, Paulo Cesar Oliveira, Jane Godoy, Helio Doyle, Wanderval Calaça, Charlotte, Alexandre Garcia, Celia Ervilha, Paulo Afonso Zuba, Salma Farah, Arthur Virgílio, Valmir Amaral, Melissa Gontijo, Geraldo Vasconcelos, Edson Sebba, Vicente Limongi Neto Sepúlveda Pertence, senador Cesar Borges, Patrícia Nasr, Fernando Leite, Orlando Taurisano, Bia Koffes, Lucia Reis, Vandira Peixoto, Teresa Silva, diplomata Roberto Ardenghy, maquiador Pedrinho, Vania de Souza (dos Cassinos), Claudia Villas Boas, Juarez Abdulmassih, Valéria Leão Bittar e José Ornellas de Souza.



RECORDAR é

viver Fotos: Célio Costa e Henrique Guillen

Pedro Paulo Leone Ramos e Luciana (1985)

CENAS EM FOCO

May Moura, Vânia Magalhães e Bebel Gomes Leiras (1988)

34

Moema Leão cercada pelas filhas Valéria Leão Bittar e Viviane Piquet (1988)

Eurides Brito (1987)

Ricardo Stambowsky e Beki Klabin (1987)

Eliana Starling, Terezinha Bracarense e Cleucy de Oliveira (1988)


Casal Sonia e Adhemar Ghisi com a filha Carminha (1988)

Leila Richers e Humberto Saade (1986)

Chico Recarey e Xuxa (1986) Joyce Cardoso (1988)

Célia Mendonça (1988)

Mara e Gilberto Amaral (1986)

CENASEM FOCO

Casal Graciomário Queiroz e Wilma (1988)

Consuêlo Badra e o casal deputada Nice Lobão e ministro Edison Lobão (1987)

35


Margarida Lofego de Oliveira, Terezinha Bracarense, Isa Mozzato, Martha Lawall e Solange

CENAS EM FOCO

Guida Nogueira, Branca Leite, Isa Mozzato, Wilma Alves Pereira e Lucia Toller

36

Yara Curi e Marita Martins (1973)

Celia Borges (1988)

Ivanilde, Ivone Lobo, Maria Josina Cunha Campos e Suzana Botafogo

Consuêlo Badra, Paulo Cesar de Oliveira, Wilson Frade, Gilberto Amaral, Rosana Beni e José Rodolfo Câmara (1987)


Consuelo Wassita (1971)

Bianca Lage (1987)

Carmem Fonseca, Margarida Lofego Oliveira, Consuêlo Badra e Daura Filpo (1986)

Maria Salomão, Marina Slaviero, Yara Curi e Branca Leite

Dady Câmara, Celia Câmara e Lea Leal (1988)

Maria Inês Pinheiro e Marita Martins Pinto (1987)

CENASEM FOCO

Roberto e Yara Curi no dia do casamento (1966)

37


Florian Madruga

Drummond vive

ARTIGOS

O

38

ano está acabando. 2011 já era. E 2012 está bem ali. Na barra do horizonte, querendo mostrar a cara. O ano que chega promete. Não na política. Nem na economia. No futebol também não. Bom mesmo no ano que vem vai ser a poesia. E por um motivo bastante prosaico: Carlos Drummond de Andrade, o poeta, completa 110 anos de vida. Cutuca-me aqui no lado, bem em cima da quarta costela direita, meu amigo, o psicólogo Froyd Viena, companheiro de fim de tarde no balcão da pastelaria da Rodoviária: – Drummond morreu. E faz tempo, disse com um copo de caldo de cana na mão e um pastel de queijo na boca. – E poesia morre? Perguntei ao doutor. – Drummond está vivíssimo. Basta reler algumas de suas maravilhosas poesias ou sua prosa inteligente, continuei. De Drummond, parece só não existir sua cidade natal, Itabira, que, certa vez num desabafo, ele profetizou: – Itabira é um retrato na parede. E como dói. A poesia de Drummond, além de atual, está presente no cotidiano das instituições e das pessoas. Agora mesmo, quando se assiste ao debate se “há bandido atrás da toga”, lembrei-me do poema No meio do caminho: No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho. Tinha uma pedra. No meio do caminho tinha uma pedra. Nunca me esquecerei desse acontecimento. Na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca esquecerei que no meio do caminho. Tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho. No meio do caminho tinha uma pedra.

Teria sido premonição do poeta de que, um dia, entre o Supremo Tribunal Federal e o Conselho Nacional de Justiça, teria uma pedra? E do E agora, José? Quem não se lembra? Está sem mulher, Está sem discurso, Está sem carinho, Já não pode beber, Já não pode fumar, Cuspir já não pode, A noite esfriou, O dia não veio, O bonde não veio, O riso não veio, Não veio a utopia, E tudo acabou. E tudo fugiu, E tudo mofou, E agora, José? A poesia de Drummond está presente no dia-a-dia das pessoas, nos lugares, nas igrejas, nas escolas, em qualquer canto. Por isso mesmo seria tão bom se uma dessas tantas autoridades que existem por aí decretasse 2012 como o Ano Carlos Drummond de Andrade, e que sua poesia, todo dia, fosse recitada na Rodoviária, nos Tribunais, na Esplanada dos Ministérios, no Buriti, na W3, no Congresso Nacional, no Palácio do Planalto, nas Embaixadas, enfim, nas ruas. Quem sabe, se isso fosse possível, a vida, talvez, fosse mais suave. DO SAUDOSO JOSÉ MINDLIN, O BIBLIÓFILO, SEMPRE LÚCIDO: “O Brasil não é um país lógico, mas funciona”.



Márcio Cotrim

Sobre chatos

ARTIGOS

N

40

ão vou falar dos insetos anopluros da família dos pediculídeos, habitualmente alojados na região pubiana, sobrancelhas e axilas. Vou tratar, isto sim, de uma das figurinhas infelizmente fáceis da espécie humana, tanto que até viraram tema de livro, como o Tratado Geral dos Chatos, de Guilherme Figueiredo. Para ele, “chato é o indivíduo, ser, coisa ou evento cuja lembrança tem a capacidade de inspirar sentimentos contrários à alegria de viver, à paz de espírito e ao entendimento entre os homens”. Prefiro, porém, a definição de Gilberto Amado: “Chato é o sujeito que não nos faz companhia e nos rouba a solidão”, se bem que, para Nelson Rodrigues, a maior das chaturas seria o convívio com um paulista... Ah, as chaturas do mundo! Delas estamos cercados desde o primeiro albor do dia até cerrarmos nossas compassivas pestanas. Trazem-nos indizível tédio. Não uma descabelada ira ou aumento de pressão, mas infinito cansaço, o enfado da perda de tempo, de jogar conversa fora, longe do boteco onde ela acontece deliciosamente. Você conhece coisa mais chata que entrevista de jogador de futebol antes do jogo? A mesma gororoba de sempre, a leviana garantia da vitória, de gols de placa, o apelo aos uivos da torcida, vacuidades proferidas a esmo para atender ao renitente repórter. Até que entrevistas depois do jogo às vezes são mais interessantes. No calor da vitória ou da derrota, surgem coisas menos nauseantes. A crítica ao juiz ladrão, a palavra cabotina do técnico vitorioso (“eu ganhei, nós empatamos, vocês perderam”...) e de repente, sonoros e cabeludos palavrões de protesto contra os dirigentes, os adversários, o gramado e a senhora genitora do árbitro.

O mesmo cansaço se dá nas entrevistas à beira de quadras de vôlei e basquete, mas pior mesmo é ter que aturar a lenga-lenga de um piloto de Fórmula 1 discorrendo sobre máquinas e motores e suas chances na corrida do dia seguinte. Tudo a mesma baboseira. Outro tipo de entrevista chatíssima é a de lojista em época de Natal, Páscoa, Dia das Mães, de florista de porta de cemitério em Dia dos Finados, ou de peixeiros na véspera de Sexta-Feira Santa. O movimento sempre está fraco “mas pode melhorar”, as vendas ainda não estão animadas “mas podem animar”, e segue o enfadonho aranzel. Igualmente chatas são as matérias com empresários reclamando do governo e do Fisco, de pecuarista explicando que a entressafra é a culpada pelo altíssimo preço da carne, de donos de laboratórios justificando os absurdos aumentos dos remédios e dos diretores de escola defendendo os escorchantes preços das mensalidades. De vez em quando cruzam os ares batidas e inócuas expressões do tipo: “É a fase de transição pela qual passamos”, “melhor aguardar os acontecimentos”. Ou nos assustamos com indignadas criaturas que, revirando olhos atômicos, perguntam “Onde vamos parar?”, ou, pior, “Para onde vai o Brasil?”. Tudo oco, encheção de linguiça de quem não tem coisa alguma a declarar. Impostura e embromação, eis o que é. A nós, embromados, só resta bocejar e, ato contínuo, desligar o aparelho como medida de profilaxia auditiva. Quem nos dera que os chatos sumissem de nossa vida e os mentirosos desaparecessem da telinha e, em seu lugar, viesse gente interessante, sensível e, sobretudo, sincera. Xô, impostores! Xô, chatos!



Aristóteles Drummond

Economia em xeque

ARTIGOS

N

42

ão adianta tapar o sol com a peneira, costumava afirmar Aureliano Chaves quando estava diante de fatos e números. E assim deve ser para não haver frustrações e não aumentar dificuldades de qualquer ordem em relação ao momento econômico. O Brasil está sem projetos em andamento. Os investidores estão desconfiados. A maioria das obras já licitadas está parada por falta de recursos ou problemas de licenciamento, quando não de suspeitas da AGU ou do Tribunal de Contas. Essa paralisia assusta. O Aeroporto de São Luís funciona numa cabana e, como as obras estão atrasadas, fizeram outra licitação que provocará a desmontagem da atual. Seria um caso do bom senso prorrogar o contrato existente, pelo mesmo preço. Aditar contratos tem sido prática abusiva e, quando é recomendável, não é feito. Basta uma onda de mercado e vamos ter dificuldades. A questão do álcool está mal explicada. O país do etanol não possui produção nem para seu mercado interno. Como pode? A questão do câmbio já nos coloca como um dos lugares mais caros do mundo. A consequência é este déficit na conta-turis-

mo, uma vez que os brasileiros lotam praticamente todos os voos disponíveis até março. E os gastos não são maiores justamente pela falta de oferta de assentos. Não se percebe pragmatismo no debate nacional. Parte do governo ainda está preocupada com teses políticas e ideológicas para tumultuar a vida do Congresso e gerar crises. A prioridade que devemos eleger é a de liberar os gargalos que fazem com que o país tenha limites ao seu crescimento e à sua competitividade. Reformas são inadiáveis. Basta ver o que acontece na Europa. A demora foi fatal para Portugal e Espanha, que sabiam há muito tempo o que deveriam ter feito. A presidente deve sofrer e muito. Ela é mais uma executiva do que política. Essa situação é claramente percebida por ela, que já vinha acompanhando o PAC. E ainda tem de ficar ouvindo teses levianas de “companheiros” e ser contida na operação de limpeza ética que começou e teve de parar. O senador Aécio Neves, no entanto, já deu sinal de que a oposição e outros segmentos da sociedade podem apoiar propostas vindas do Planalto para o bem do Brasil.



Carlos Chagas

MENSALEIROS EM AGONIA

A limpeza precisa continuar

ARTIGOS

I

44

mporta menos se João Dias for um bandido que inventa e acusa sem provas ou se Orlando Silva vem sendo vítima de um complô entre a Fifa e Ricardo Teixeira, por conta da Copa do Mundo. A verdade é que não dá mais para o ministro permanecer. Seu desgaste pessoal só não é maior do que o desgaste do governo. Da lambança restrita ao choque com o ex-policial, salta aos olhos o abuso que vem marcando o conluio existente entre o poder público e montes de ONGs fajutas e criminosas. Porque a farra não se limita ao Ministério dos Esportes, como antes não se circunscrevia ao Ministério do Turismo. A metástase generalizou-se, vinda do governo Fernando Henrique, passando pelo governo do Lula e mantendose no governo Dilma. Inocente ou culpado, Orlando Silva lidera o noticiário e sofre a indignação nacional diante desse expediente primário da criação de organizações-não governamentais feitas para mamar nas tetas do tesouro público e irrigar os caixas de partidos políticos, grupos próximos do poder, amiguinhos e até simples espertalhões empenhados em enriquecer. Se há ONGs sérias, que prestam serviço à sociedade, seu número parece infinitamente menor do que as arapucas infiltradas na administração federal, estadual e municipal. Dizendose não-governamentais, transformaram-se em penduricalhos do governo, sempre prontas a molhar a mão e o bolso das autoridades encarregadas de facilitar-lhes o assalto. Raros são os Ministérios onde ONGs não são financiadas pela corrupção, existindo também os dedicados a falcatruas ainda maiores, através das empreiteiras. Quatro ministros já foram triturados nas engrenagens que agora espremem o titular dos Esportes, tornando-se uma questão de tempo saber quando será expelido. Melhor faria se evitasse o espetáculo encenado por Antônio Palocci, Pedro Novais, Wagner Rossi e Alfredo Nascimento, que resistiram inutilmente antes de mergulhar nas profundezas.

A cada novo escândalo denunciado no país, diminuem as chances de absolvição dos 39 mensaleiros em julgamento no Supremo Tribunal Federal. Não se cometerá a perigosa ilação de presumir o voto dos ministros da mais alta corte nacional de Justiça, valendo apenas registrar terem sido raros os casos em que ela decidiu desligada da opinião pública. Os ventos que sopram na sociedade irrompem pelas frestas e até pelas janelas do Supremo, ainda que alguns de seus integrantes sustentem, teoricamente, a necessidade de decisões calcadas exclusivamente na lei e na jurisprudência. Estão os Meritíssimos atentos ao que se passa do lado de fora. A indignação nacional cresce a olhos vistos diante do espetáculo de corrupção encenado no país. Ficou para o primeiro semestre do ano que vem o julgamento dos réus implicados na mãe de todas as lambanças do governo Lula. É mais tempo para a descoberta de novas falcatruas, aumentando a reação nacional e levando os mensaleiros à agonia.

ADEUS REFORMA POLÍTICA De forma lenta, a reforma política sumiu do noticiário. Na Câmara e no Senado arrastam-se bissextos debates e análises nas comissões técnicas, mas ninguém acredita mais na mudança das diretrizes eleitorais básicas. Até porque passou o prazo para sua aplicação nas eleições do ano que vem, por impositivo constitucional. Como 2014 está distante e imperscrutável, senadores e deputados dedicam-se a deixar tudo como está, em termos institucionais. Até a mudança na data da posse dos novos presidentes da República ficou para um dia, no futuro…

SUMIU Mesmo sem integrar a comitiva da presidente Dilma à África, quem sumiu foi a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Nenhuma intervenção teve a ex-senadora na crise porque passa o PCdoB, a partir das denúncias contra o ministro Orlando Silva. Não é com ela se os comunistas históricos viramse substituídos por capitalistas ditos não-governamentais, encarregados de impulsionar suas ONGs. Duas explicações surgem a respeito: Ideli refluiu em sua atuação pela ausência de problemas político-partidários de vulto, nas relações da base parlamentar oficial com o governo, ou… Ou a ministra resolveu adotar a máxima que Mussolini aplicava para a Itália na primeira metade do século passado: “Administrar os italianos não é apenas impossível, é inútil”.



Paulo Castelo Branco

Primeira mulher

ARTIGOS

É

46

sabido que a primeira mulher do mundo foi Eva. Era uma moça bonitinha e com um corpo de academia. Talvez tivesse umas gordurinhas fora dos padrões atuais, mas, como naquele tempo ela e Adão só comiam frutas, ficou fácil para ele abocanhar a maçã da moça e nos criar para que crescêssemos e nos multiplicássemos. Gregório não sabia dessas histórias e nem de outras. Vivia para o trabalho, e nem a novela assistia. O que sabia era o que se falava na repartição: – Quem vai ficar no lugar do Gregório é a Lucineide. Ele era o chefe do departamento de pessoal e considerado um sujeito rigoroso e de péssimo humor. A troca dele por Lucineide poderia amenizar os conflitos permanentes entre a chefia e os funcionários. A troca de comando se efetivou com a publicação no Diário Oficial. Na despedida, todos no auditório, Gregório começou o seu discurso: “Sei que não fui um chefe adorado por meus funcionários, mas a minha substituição por uma mulher me coloca no patamar daqueles que fracassaram na vida. A primeira mulher que conheci foi minha mãe, dona Rosa, como nós a chamávamos. Éramos onze filhos e vivíamos pendurados em nossa mãe, que mantinha duas crianças mamando nos peitos, envoltos numa fralda para não cair ao chão. Mexia as panelas com desenvoltura e empurrava o resto dos filhos com as pernas para que a deixassem em paz. Adulto, recém-empossado na função pública, separei uma pequena importância para ir a um cabaré onde meus colegas se divertiam. Foi ali que conheci a primeira mulher na cama. Madívia era uma mulher de cabelos loiros tingidos, pele estorricada na labuta na roça, mãos ásperas e com uma estatura que me deixava longe dos seus lábios, que, naquela época, não

podiam ser beijados. – Só beijo na boca o homem que amo, diziam as moças. Ela havia chegado a casa há uma semana. Por inexperiência e incentivo dos companheiros, contratei os serviços de Madívia. Fomos para o quarto imundo e com marcas de sangue dos pernilongos, formando um imenso painel. Quando ela tirou a roupa, assustei-me com seu corpo maltratado e marcado por cicatrizes. Não consegui transar, e Madívia foi gentil com a minha falha e ficou minha amiga. Durante anos fui frequentador assíduo do cabaré e da cama de Madívia, até o meu casamento com Gildete, que foi a primeira e única mulher com quem me casei. A primeira mulher que criei, como Adão e Eva, chegou a mim pelos braços de Gildete. Era miúda, cabeluda e barulhenta. A mãe cuidou dela com amor e carinho até os dias de hoje, é a sua eterna criança, mesmo exercendo sua atividade de engenheira civil no comando da construção de um trembala na China, onde é a primeira mulher no país a conduzir o trabalho de quinze mil operários. Agora chegou a minha vez de ser colocado para escanteio pela primeira mulher a chefiar esta seção. Sei que a Dra. Lucineide é competente e respeitada pelo seu trabalho, no entanto, nunca na minha vida fui comandado por uma mulher e, tenho certeza, não poderei suportar tal constrangimento. Pedi a minha aposentadoria e vou-me embora. Obrigado”. Na primeira semana em que ficou em casa, Gildete exigiu dele que lavasse a louça, comprasse pão e leite pela manhã, recuperasse danos ocasionais nos equipamentos domésticos e a acompanhasse em exercícios em uma academia de ginástica. Tem telefonado para Lucineide em busca de uma função gratificada, pois já não aguenta mais ser mandado por sua mulher. Lucineide nem dá bola para a solicitação.



José Alberto Couto Maciel

Histórias da História

ARITGOS

A

48

cho que nós, que já vivemos muito, temos a ideia e a lembrança de que os tempos antigos eram melhores, que lá viviam heróis e grandes figuras e que bom foi o tempo em que vivemos, na década de 50, 60 ou 70, por exemplo. É necessário, porém, desmistificar um pouco essa fantasia, porque nada será como antes, mas pode estar sendo muito melhor e poderá ser melhor ainda. É claro que coisas boas aconteceram, mas quanto mais longe você for no passado, cultuando as figuras lá existentes, poderá verificar, após um estudo aprofundado, que elas não eram aquilo que os historiadores enaltecem. Exemplificando, é possível saber, em recente livro, sobre a desmistificação da história, que Santos Dumont, na verdade, não foi quem inventou o avião, pois com seu dinheiro todo gostava de “deslumbrar” em Paris, voando de balões de diversas formas, sendo que em seu primeiro avião havia também um pequeno balão para dar sustento na saída. Vê-se que o Aleijadinho, tão famoso em Minas Gerais, decorreu da invenção de um historiador, sessenta anos após a morte do artista, considerando que suas obras eram feitas por um aleijado, descrito quase como um “Quasímodo”, somente porque o escultor tinha um pequeno defeito nas mãos. Suas obras ficaram tão famosas que continuaram a ser feitas mesmo depois de sua morte e ninguém sabe mesmo da verdade. Os Beatles, e eu ainda me lembro, ficaram em baixa quando John Lennon se fechou em um quarto de hotel, nu, com a Yoko, aquela japonesinha feia e magra, e deixava se fotografar para o mundo, como se aquilo fosse um exemplo para uma juventude acostumada a cantar suas músicas. Getúlio Vargas deu um tiro no coração somente porque Carlos Lacerda fez uma campanha da ladroagem de seu go-

verno, através de seu guarda-costas Gregório. Quer dizer, o herói de quinze anos de ditadura e mais quatro anos de presidência como eleito deu um tiro no peito somente porque um deputado esculhambava com ele em uma televisão que nem funcionava direito. Imaginem se hoje todos os ladrões de colarinho branco dessem um tiro no peito. Não haveria cemitério para enterrá-los. Juscelino Kubitschek construiu uma cidade inteira quase sem licitações, e o mesmo Carlos Lacerda tentou derrubá-lo, dizendo que era o governo que mais roubava, juntamente com seus ministros. No Supremo Tribunal Federal, em 1968, havia reclamações constantes da demora na conclusão dos processos, e na Câmara e Senado poucos membros eram considerados honestos. O Tribunal Superior do Trabalho mantinha a paridade de composição com os demais órgãos da Justiça do Trabalho, e ministros classistas, que nada conheciam de Direito, formavam a jurisprudência superior para todo o país. Os musicais da Metro eram os filmes que mais chamavam o público, mas vendo os mesmos agora, é possível sentir como se fossem chanchadas brasileiras, sem qualquer técnica. Nos governos revolucionários todos sabiam que havia roubo em todos os Poderes da República. A diferença é que, na época, a imprensa não poderia contar isso para ninguém. Assim, os heróis vão ficando menos heróis quanto mais antigos ficam, sendo que, atualmente, temos ainda muito que evoluir, especialmente na área política e social. Mas a medicina, o avanço eletrônico, a possibilidade de comunicação global imediata e todo o progresso tecnológico que se faz em progressão geométrica certamente deixam o mundo de hoje bem melhor do que o vivido nos tempos passados e, nesse compasso, melhor mesmo será o mundo dos nossos netos.



Wilson Granjeiro

O poder da paciência

ARTIGOS

H

50

á três alunos na minha escola que se tornaram meus amigos, enquanto eu me transformei, para eles, em espécie de consultor, mentor, guru, confidente, algo do gênero. Pois bem. Esses alunos não aguentam mais esperar pela aprovação. Já estão impacientes, irritados, incapazes de aguardar mais um pouco. Os três têm uma característica em comum: são – como diriam meus conterrâneos nordestinos – aperreados. Sempre que me encontram, relatam a angústia que sentem e pedem aconselhamento. É para esses alunos, e para milhares de outros concurseiros, que dedico essa mensagem, em que ofereço algumas palavras extraídas da experiência, das leituras e da minha crença no trabalho e no poder da paciência. Em vez de ficarmos com raiva, em pânico, estressados, desmotivados ou frustrados enquanto nos preparamos para um concurso, na véspera da prova ou em caso de reprovação, deveríamos ser capazes de analisar a situação por outra perspectiva. Deveríamos avaliar, por exemplo, como essas experiências contribuem para nosso aprendizado. Como elas nos ajudam a desenvolver serenidade, tão importante para voltarmos para a “fila” e persistirmos na jornada rumo à carreira pública. Sem paciência, não podemos aprender as lições que a vida nos ensina e não conseguimos amadurecer. A consequência é que não conquistamos os resultados esperados. Isso vale para o empregado, para o estudante, para o político, para o governante, para o concurseiro. A paciência nos imbui da firmeza e da capacidade necessárias para caminharmos em direção aos nossos objetivos e sonhos. Tomemos o exemplo dos estudantes asiáticos. Por serem treinados desde cedo para persistir, eles costumam apresentar desempenho melhor do que a média dos americanos. Obviamente, ter paciência e perseverar, a despeito dos obstáculos, não significa, necessariamente, que obteremos resultados incríveis. Contudo, a paciência aumenta as chances de concretizarmos nossos sonhos – sonhos como o de ser aprovado para um bom cargo público. A paciência nos ajuda a enfrentar os obstáculos do caminho e a reagir aos desafios com força, coragem e otimismo. É essa virtude que nos permite compreender que temos limitações típicas

do ser humano. É ela que nos dá fôlego para perseverar apesar dessas limitações. Enfim, quando somos pacientes, aumentamos as chances de conquistar aquilo que almejamos. Extraio daí este conselho: quando passar por frustração ou for submetido à derrota – seja na vida, seja nos negócios –, seja humilde e se pergunte o que você pode aprender com essa experiência. Certamente a paciência será a principal lição. A genialidade dos grandes mestres – aqueles a quem se atribui a responsabilidade por grandes feitos e que são fonte de inspiração – está na capacidade de exercer a paciência. De fato, as pessoas cuja serenidade admiro parecem saber qual é o momento ideal para a escolha que precisam fazer. Elas sabem que há o tempo de esperar e o tempo de agir. Acima de tudo, confiam na própria intuição e sabedoria para identificar um ou outro momento. Felizmente, uma característica que por certo herdei dos meus pais foi a paciência para esperar e discernir entre a hora de parar, a hora de recuar e a hora de avançar. E minha experiência de vida me ensinou que todos nós somos capazes, talentosos e competentes para perceber cada um desses momentos. Aprendi, ainda, que cada um de nós tem atitude e disposição quando a vida nos desafia. Toda vez que vencemos um obstáculo, vivenciamos a sensação de dever cumprido. Ora, em cada uma dessas superações, agimos da mesma forma: não nos esquivamos do problema, mas usamos a paciência para resolvê-lo. Vencida a batalha, crescemos um pouco mais. Por isso, um dos principais conselhos que posso dar para meus alunos concurseiros é este: quando um novo desafio surgir para testar a sua paciência, repita para si mesmo: eis mais um estímulo para o meu crescimento e sucesso. Vez ou outra fico ansioso de verdade. Nessas horas, quando me falta paciência – além de contar até vinte ou fazer uma corridinha de 20 quilômetros ou mais –, leio a Bíblia. Há uma oração de que gosto muito: “Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as coisas que posso mudar e sabedoria para distinguir umas das outras”. Uma última mensagem: Faça o que num primeiro momento você acha que é incapaz de fazer. Bons estudos, e tenha paciência!



Seriรถs:

capa

uma nova escola para os seus filhos

52


É possível um colégio que alie criatividade e inovação para combinar teoria e prática? Que tenha ensino contextualizado e interdisciplinar? Que tenha interesse nas inovações tecnológicas e no desenvolvimento individual dos alunos? É. E ele se chama Seriös Por Nathália Cardim e equipe Fotos: Ricardo Padue

Consultor do Colégio Seriös, professor Cristiano Muniz, é enfático: “ A educação é o futuro de um país. Sem ela, não há futuro”

ciência da importância de investir, e bem, em educação. “O Colégio Seriös abre as portas com responsabilidade, tendo como meta a formação de cidadãos. É uma proposta que tem continuidade e temos certeza de que os bons resultados na aprendizagem vão acontecer. Estaremos atentos aos avanços e aos novos conhecimentos e tecnologias da área, para que sejamos referência em educação no Brasil”, diz. Na primeira fase, o Colégio vai funcionar com Educação Infantil e Ensino Fundamental I, até o quinto ano, nos turnos matutino e vespertino. Depois, a intenção é ampliar para todo o Ensino Fundamental e também para o Ensino Mé-

dio. Com discrição, o empresário Heinz aponta ainda mais longe: “Universidade, sim!”. Sempre com o olho no futuro.

Ensino contextualizado De acordo com a concepção do pensador e psicólogo russo Lev Vigotsky, o conhecimento não é algo situado fora do indivíduo, mas uma construção histórica e social. Dessa forma, o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função de suas interações sociais e condições de vida. Adotando as teorias de Vigotsky como a base de sua prática pedagógica, o Seriös propõe uma educação que preconiza um olhar diferenciado sobre cada

capa

“Mandarim?”, pergunta uma mãe de aluno que veio conversar na sede do Colégio Seriös, na 902 Sul. “É, mandarim”, confirma a diretora. O idioma chinês ofertado no ensino fundamental é apenas um exemplo de como a mais nova escola de Brasília está conectada a um mundo em constante transformação. E a diretora completa: “O inglês continua na grade curricular, mas estamos preparando a criança também para a realidade dos tempos modernos, que já está aí”. É com essa proposta, de buscar novas maneiras de pensar e de agir, com o pé no presente e a cabeça no futuro, que nasce uma instituição de excelência no ensino. Fundado pelo grupo Aurora, empresa com 24 anos de experiência e alta solidez financeira, o Colégio Seriös já foi criado para ser referência em Brasília. “É ousado, mas nós viemos para fazer o melhor, só aceitamos o melhor”, diz Heinz Kudiess, presidente do grupo. E para tanto, o colégio investe em proposta pedagógica consolidada, infraestrutura de ponta e equipe bem capacitada. Desde setembro, o colégio recruta os melhores professores da cidade, capitaneados por uma equipe de coordenação que trabalha unida há mais de dez anos. Todos envolvidos num projeto pedagógico contextualizado e com resultados extremamente satisfatórios. A busca foi um sucesso e o time já está quase todo montado, composto somente por profissionais experientes. Mãe de três filhos, a sócia-proprietária Jerusa Kudiess afirma que montar o Seriös é um sonho que se realiza: “Pensei nos meus filhos, para cada detalhe da escola. Quero oferecer a eles e às crianças de Brasília o que há de melhor em educação, com conforto, segurança, confiança e respeito”. O empresário Heinz Kudiess tem cons-

53


criança, tendo o professor como o maior mediador desse processo de desenvolvimento. E prega ainda que é brincando que as crianças se apropriam da realidade à sua volta e, por isso, é fundamental a existência de espaços para interagirem e produzirem juntas.

“São 12 anos de excelentes resultados no processo ensino-aprendizagem da criança. É isso que nos encanta” Andréa Bichara, diretora pedagógica do Colégio Seriös

capa

Essa proposta vem sendo desenvolvida há 12 anos pela equipe que compõe o corpo docente do Seriös e consiste no que o Ministério da Educação já apregoa para a educação do país inteiro. Trata-se de um projeto consolidado, idealizado pela diretora pedagógica Andréa Bichara, com 27 anos de experiência na área, e pelos professores Cristiano Muniz e Albertina Mitjáns, consultores do Seriös. Cristiano

54

é vice-diretor da Faculdade de Educação da UnB e Albertina é internacionalmente reconhecida na área de criatividade e inovação educativa e por seus livros sobre educação, como Criatividade, Personalidade e Inovação. “Nós não estamos experimentando nada. A proposta é sólida e já existe”, afirma Andréa. “O que há de novo é a gestão administrativa, porque a pedagógica já existe há 12 anos, graças a essa equipe que está junta há tanto tempo. Essa é a visão de um grupo que obtém excelentes resultados no processo de ensinoaprendizagem da criança, promovendo o desenvolvimento integral do aluno. E é isso o que nos encanta”. A equipe pedagógica comprova a tese de que o processo de ensino e de aprendizagem deve ser contínuo, com avaliações constantes, sempre focado em objetivos pedagógicos e na reação dos alunos. “É importante sabermos de nossas crianças se o que elas adoram em suas escolas é o ambiente, os colegas ou o processo de ensino e aprendizagem. Será que de fato

é avaliado o aprendizado? Essas crianças sabem falar sobre o que aprendem? Gostam da forma como aprendem? Em nossas ações educativas, esse resultado não é apenas testado, mas também comprovado”, completa Andréa. “A aprendizagem é significativa porque tudo que se propõe aos alunos tem um sentido e é contextualizado. Eles se utilizarão das informações por todo seu processo de aprendizagem e em situações do cotidiano. E se o Ensino Médio no Brasil também trabalha com uma abordagem interdisciplinar, para ajudar os alunos a ingressarem na universidade, o Seriös pode se vangloriar de aplicar essa metodologia desde o maternal”. Andréa faz, no entanto, questão de esclarecer que “todo conteúdo é adequado às faixas etárias e níveis de conhecimento”. E garante: as crianças ficam mais satisfeitas e adoram ir para a escola!

“Sou apaixonada por educação. Acredito muito na experiência da contextualização e interdisciplinaridade” Marilda Walber, professora do Colégio Seriös

A professora Marilda Luísa Walber, pós-graduada em História do Brasil, é apaixonada por educação e acredita muito na experiência da contextualização e interdisciplinaridade. Ela conta que já trabalhou com essa proposta também no sul do país, onde se formou. Há 10 anos na equipe, afirma que é preciso muita dedicação para realizar as atividades interdisciplinares. E inspira-se em Paulo Freire, ao falar sobre a profissão: “Só


desperta a paixão de aprender quem tem paixão em ensinar”. “O método funciona!”, como atesta Tatiana Passagli, mãe de Caio e Igor, ambos ex-alunos de profissionais que agora integram o corpo do Colégio Seriös: “Nessa contextualização, os professores não menosprezam a capacidade das crianças diante das questões. Eles contribuem para elevar o nível cultural delas. O diferencial está justamente em desconstruir aquele modelo tradicional de ensino com respostas reproduzidas em série”. Tatiana é só elogios para a proposta pedagógica e para o material didático, inteiramente elaborado pela equipe. E afirma ainda que essa forma de ensino e aprendizagem é muito benéfica para seus filhos, que se posicionam com muita tranquilidade para responder questões, realizar atividades e fazer provas.

Psicologia escolar Mônica Chaperman, especializada em psicologia escolar e atualmente terminando uma outra especialização, dessa vez em psicopedagogia, está ali para entender o desenvolvimento de cada aluno. Mônica atua em parceria com a equipe pedagógica da escola em prol da ideia de inclusão. Tanto a inclusão voltada para os estudantes com necessidades especiais, que precisam de currículo e atenção diferenciados, como a voltada para os que chegam de outra cidade ou outro país e apresentam dificuldades momentâneas para se adaptar ao novo contexto. Numa síntese dessa abordagem, Mônica lembra que a escola deve observar todas as particularidades dos estudantes.

“Há 11 anos na equipe, posso afirmar que a singularidade aqui é responsabilidade de todos nós. Temos compromisso com a aprendizagem do nosso aluno”.

De olho no futuro No Colégio Seriös, teoria e prática andam lado a lado com os mais modernos recursos pedagógicos. Com tecnologia de ponta, as salas estão equipadas para otimizar ainda mais a proposta pedagógica. O Seriös é a primeira escola no Distrito Federal a trazer para todas as salas de aula a lousa tecnológica, uma espécie de quadro negro sensível ao toque, que interage com a Internet. A lousa ajuda a complementar as explicações dos professores e facilita a compreensão dos alunos, que têm acesso a conteúdos mais detalhados e informações imediatas. Outro destaque são as atividades diferenciadas que fazem parte do currículo e possibilitam aos alunos novas interações com a escola e com seus colegas, novas

maneiras de enxergar o mundo e, principalmente, novas descobertas sobre si mesmos. Entre elas estão mandarim, inglês, educação financeira e empreendedorismo, ética, artes circenses, ginástica acrobática , artes plásticas, artes cênicas, música, gastronomia e educação tecnológica. Cada uma das disciplinas é pensada e elaborada para desenvolver habilidades nos alunos, despertar neles uma conexão com a realidade. Por meio desses espaços lúdicos e de todo o seu projeto pedagógico, o Seriös pretende preparar alunos mais conscientes para os desafios do futuro. São atividades que estimulam pontos fundamentais no desenvolvimento individual, como a criatividade, a organização, o trabalho em equipe, a tolerância, a apreensão de outras culturas e a convivência com as diversidades. Valores que fazem a diferença na educação. E na vida.

Tatiana Passagli e os filhos elogiam o Seriös: “É a escola dos nossos sonhos”.

COntAtO: (61) 3049-8800 (61) 9949-6606

capa

O Colégio Seriös inicia as aulas em 2012, mas já está de portas abertas para você conhecê-lo. Para isso, basta fazer uma visita à sua sede, na 902 Sul, todos os dias, das 7h às 19h. Ou, então, pode assistir a uma palestra de apresentação da proposta pedagógica, 2ª feira, das 19h às 21h. Em 2012, o colégio iniciará as turmas de educação infantil e ensino fundamental até o 5º ano. E a partir de 2013, já amplia até o 9º ano. As reservas de vagas podem ser feitas na própria sede, na 902 Sul. Os pais que fizerem as reservas ainda este ano terão desconto especial.

55


Ligúria,

a Riviera Italiana

Cinque Terre

mara amaral

A

56

região da Ligúria tem uma longa costa escarpada, e o mais importante é não ter pressa para descobrir seus inúmeros atrativos, para aproveitar a viagem. Dividida em duas partes, “Riviera Ponente” (que faz fronteira com a França) e “Riviera di Levante”, essa faixa estreita fica entre o Mar da Ligúria e a cadeia montanhosa formada pelos Alpes Marítimos e os Apeninos. Em tempos remotos, estabeleceu-se um povo primitivo, de onde veio o nome “Ligúria”. Para os romanos, que a duras penas a conquistaram, ela era antes de tudo uma zona de passagem, tanto que algumas cidades romanas foram levantadas em áreas planas, como Albenga, Luni e Gênova. O litoral tem vários portos, com povoados aninhados na encosta ou à beira-mar. Há muitos centros históricos e castelos nessa região. Como no passado os feudos e cidades autônomas estavam constantemente às voltas com problemas de defesa, foram construídas casas com torres para observação. As muralhas defendiam as cidades mais ricas. Nas cidades históricas, há patrimônio artístico e edificações religiosas romanas. Gênova é o grande centro da região da Ligúria. Saindo de Nice,

Vernazza, Cinque Terre


Porto de Gênova

CINQUE TERRE Na Riviera do Sol Nascente ficam cinco cidadezinhas fundadas na Idade Média, sendo que Manarola e Riomaggiori são as maiores, depois vêm Vernazza, Corniglia e Monterosso. Os piratas sarracenos, que invadiram o pedaço, vinham atraídos pelo vinho adocicado e por uma grande variedade de atrativos. As antigas regiões das vinícolas hoje também servem como trilhas que os turistas percorrem nas montanhas. A região das “Cinque Terre” esteve durante muitos anos isolada do mundo dos turistas, sobreviviam da pequena produção de vinhos e da pesca. Nos últimos anos, tiveram seu fluxo turístico bastante aumentado. A região

é uma pequena delícia para os viajantes que já conhecem bastante as grandes cidades, como Florença e Roma. A infraestrutura hoteleira está cada vez melhor, enfim, a região está sendo muito visitada. Em Manarola, como não há píer, os barcos dos pescadores ficam suspensos por cordas; há muitos monumentos interessantes, e uma paróquia dedicada à Virgem Maria e São Lourenço, do século IV. De Gênova, o trem leva uma hora e meia para chegar até o local.

Bem no centro da orla fica o mais importante centro comercial da Itália, durante séculos um poderoso porto; aqui nasceu o grande almirante Andréa Dória e Cristovão Colombo, o descobridor das Américas. Hoje, seus pontos fortes turísticos contam toda sua história aos visitantes. Entre os principais, temos a Catedral Gótica de São Lourenço, o centro cultural do Palácio Ducale, o Parco Municipale (Galeria de Arte Moderna), a Igreja e Convento de Santo Agostinho, a Praça São Mateo (1278), a Porta Soprana, portão leste da cidade, e o Porto, com intensa movimentação no cais. No Palácio Belimbau ficam os afrescos do artista de Gênova, Tavarone, homenageando Cristovão Colombo. A casa de seu pai pode ser visitada. O Porto é o ponto mais movimentado, era um centro naval poderoso nos séculos XI e XII. A Lanterna, farol restaurado em 1543, encanta os turistas, e os barcos de passeio saem de Ponte Spínola.

mara amaral

GÊNOVA

Mônaco, o transporte é feito em linha reta, pelas rodovias A10 e A12, e há muitas atrações, como Rapallo, Portovenero, a Península de Portofino, San Remo, Rapallo, Camogli, Portovenero, Vila Hanbury etc.

57


ONDE SE HOSPEDAR Hotel Villa Steno, La Scogliera e Pasquale – Cinque Terre; Hotel Villa Azzurra – Cinque Terre; Hotel Britannia, Gênova – end.: Centro, via Balbi 38; Nyala Suite – San Remo; Royal Hotel – San Remo, Corso Imperatrice 80; Grande Hotel Savóia – end.: Via Arsenale Di Terra, 5 – Gênova; Hotel Bristol Palace – end.: Via XX Settembre 35, no centro – Gênova.

Villa Azzurra

ONDE COMER Trattoria Rosmarino – end.: Salita del Fondaco, 30 – Gênova; La Casa dei Capitani Restaurant – end.: Piazzale Giuseppe Rusca – Gênova; Ristorante Zeffirino – Via 20 Settembre – Gênova; Trattoria da Maria – Vico Testadoro, 14-r 16123 – Gênova; Trattoria Dal Billy, Manarola – Cinque Terre; Il Pirata delle Cinque Terre, Vernazza – Cinque Terre.

Cinque Terre

mara amaral

E POR NADA NO MUNDO PERCA...

58

Visitar a Vila Hanbury, onde o botânico inglês Thomas Hanbury e seu irmão (1867) criaram um jardim de plantas exóticas, que hoje é o maior jardim botânico da Itália – Corso Montecarlo, 43; Arriscar a sorte no Cassino de San Remo; Visite Portofino – imperdível; Confira a cidade de San Remo, onde se realiza o maior festival de música da Itália; A Catedral Gótica de São Lourenço.

Email: maraamaral2002@hotmail.com



PEDRO GORDILHO 60

A Uni達o dos Compositores e o Rach 2 em

S達o Petersburgo


Stravinsky visita a sede da União dos Compositores

É

PEDRO GORDILHO

emocionante o ingresso na instituição tradicional da bela cidade de São Petersburgo, a União dos Compositores. Por lá passaram os fundadores da música russa, a saber, Glinka, Mussorgski, Rimsky Korsakov, Tchaikowsky. Todos eles têm retratos pintados (óleo sobre tela) nas paredes da pequena sala de concertos, que contempla apenas cento e cinquenta lugares. Realiza três festivais por ano, que se iniciam a partir do mês de outubro. É, pois, uma sala que acolheu pessoas famosas e conhecidas de todas as épocas, tendo completado já 75 anos. A União dos Compositores tem um grande mérito: o de procurar conservar com muito cuidado o que existe de mais expressivo na área musical da cidade. Por isso, apresentar-se nesta sala é garantia de excelência. Em outubro de 1962, o grande compositor russo Igor Stravinsky visitou a sede. Foi, como se descreveu – na presença de Vera Arturovna e Robert Craft, maestro americano e seguidor do mestre russo, autor de uma brilhante biografia do compositor –, uma volta ao lar. As pessoas foram visitá-lo na sede da União dos Compositores naquele memorável outubro e ficaram, como se colhe dos arquivos da casa, com impressão de que a União dos Compositores não recebeu Stravinsky. Foi Stravinsky quem, como um amável host, recebeu todos aqueles que estavam ansiosos por conhecê-lo e descobrir sua música moderna e fascinante. Monumento dedicado a Glinka

61


PEDRO GORDILHO

Van Cliburn na sede da União dos Compositores

62

Memorável foi também a apresentação conduzindo a Orquestra Sinfônica do Tedo pianista norte americano Van Cliburn atro Mariinsky. É comovente ouvir esse famoso conno auge da Guerra Fria e ganhador do Prêmio Tchaikowsky (de pianista solis- certo. Principalmente lá, onde está preta). Esse concurso internacional de piano sente, em sua plenitude, a alma russa é hoje realizado no Texas, nos Estados dominando o seu território. O pianista Unidos, e esse primeiro ganhador norte apresentou uma interpretação calma, americano, ainda saudável, preside o júri sem os excessos de arrebatamento que costumam acontecer. Acordes prolonque confere o prêmio. A entidade é hoje presidida por Grigory gados e muito bem marcados. Arpejos Korchamar, nascido em 1947, compositor na medida do justo. Nenhuma demasia, prolífico, com uma reputação celebrada nada de definições românticas em busem São Petersburgo como a revelação de ca de emoções fortes. Senão a marca do gênio do compositor, numa peça que remaior expressão dos tempos presentes. Em quarteirão situado nas imediações presenta a reinvenção da vida, a recriaestá o prédio onde faleceu Peter Tchaiko- ção de uma jornada que esteve durante wsky. É um belo prédio, datado de meados do século XIX, em cujo andar superior o grande melodista partiu definitivamente. Na sala de concertos Mariinsky, à noite, apresentação do Concerto para Piano nº 2 de Sergei Rachmaninov. Ao piano, Daniel Pollack, que chamou a atenção do mundo para o seu imenso talento quando tornou-se vencedor do Concurso Internacional de Piano Tchaikovsky. Na regência, Valery Gergiev, Aqui morreu Tchaikowsky

Retrato de Tchaikowsky

algum tempo fora do esplendor. Que som! Afinação absoluta, andamento na medida, a melodia que vai se repetir no Rach 3 é apresentada com elegância. É perfeito sem ser mecânico, como na China, perfeccionista no âmbito da interpretação erudita. É uma dádiva divina poder chegar a uma noite gloriosa como aquela. O primeiro movimento esteve um pouco mais lento do que os intérpretes costumam fazê-lo. Já no segundo movimento, o solista procurou frisar ricamente a belíssima melodia central. O arpejo final destacou sem pressa um trecho rico, romântico tardio, até voltar à melodia do segundo tempo. E uma verificação: quanto mais se ouve o Rach 2, mais se ama o Rach 2. No terceiro movimento, o solista apresentou um brilho imenso, gigantesco no ataque, mas sem-


Apresentação do Rach 2

Chostakowski

pre mais lento do que o comum. Há um grande destaque para a mão esquerda. O grau máximo da dramaticidade é obtido sem prejuízo do toque romântico. A melodia volta com os violinos cheios de luz e de bons sentimentos. O piano ocupa seu lugar e o pianista mostra seu gigantesco talento. Essa obra prima foi estreada em 27 de outubro de 1901, tendo como solista o próprio autor. Como se sabe, celebra a volta de Rachmaninov à criação, à produção musical, após três anos de sepulcral silêncio. Sabe-se que o fracasso

de sua Primeira Sinfonia, quatro anos antes, havia mergulhado o compositor num estado depressivo de gravidade, felizmente superado em decorrência de psicoterapia individual aplicada pelo médico hipnotizador Niels Dahl. Foi esse médico quem, no curso do procedimento tão bem sucedido, propôs ao compositor silente escrever um concerto para piano que seria um sucesso universal, como tem sido, nas muitas décadas vencidas, o nº 2. E o concerto foi dedicado, precisamente, ao seu terapeuta. Não há dúvida que o compositor, embora tenha vivido durante largos anos fora da Rússia, notadamente nos Estados Unidos, produziu uma música russa. Foi uma personalidade muito especial que, apesar de proceder da aristocracia russa, tinha algo especial contra o snobismo das antigas famílias. Com isso ele ganhava amigos facilmente. Sua simplicidade, sua retidão tiveram muito que ver com seu notável êxito fora da Rússia, nomeadamente nos Estados Unidos. Ele gostava de classificar a gente de boa ou má. Com o primeiro grupo ele se encontrava sempre em termos amistosos, cordiais e estimulava a intimidade. O último ele simplesmente evitava. E sempre foi modesto em seu comportamento com as pessoas. Deixou uma obra esplendorosa para a história da música de nosso tempo e em 28 de março de 1943 sobreveio a morte, calma e tranquila, talvez com um pouco de tédio, cerrando os olhos do gênio. Sua existência material terminava e tinha início a imortalidade de sua música.


Pajero Dakar Por Marcelo Solmucci – Fotos: Divulgação

test drive

O

64

Rali Paris-Dakar é o mais famoso e, seguramente, o mais temível rali do mundo. As areias do deserto já fizeram diversas vítimas fatais e só a “glória” de completar a prova já é motivo de orgulho para a maioria desses “guerreiros”. É nesse cenário que a Mitsubishi Pajero foi exaustivamente testada e se transformou em uma verdadeira lenda do mundo off-road, ao vencer por 12 vezes a competição. Nós, felizes consumidores, não precisaremos encarar as armadilhas do deserto para usufruir de toda a tecnologia conquistada pela marca dos 3 diamantes, a Mitsubishi. A Pajero Dakar chegou ao mercado para substituir a Pajero Sport – versão intermediária da marca –, e posso garantir que a alusão ao rali faz jus a esse legítimo off-road e faz com que dirigir em estradas de terra se transforme em um enorme prazer.


grande entrada de ar. Lateralmente o desenho é limpo, com as caixas de rodas bem altas. A traseira tem lanternas horizontais que invadem a tampa do porta malas e que lembram a ASX. O interior é amplo e confortável, com espaço de sobra para todos os passageiros, até mesmo para quem senta na terceira fila de bancos, que pode ser embutido no assoalho, liberando área no porta–malas. Os assentos da 2ª fila são montados sobre um trilho, sendo possí-

vel regular a distância entre os bancos. Muito útil e inteligente. O acabamento é de boa qualidade apesar do grande uso de peças plásticas. Os bancos são em couro com detalhes em tecido e a posição de dirigir é muito agradável. Um dos pontos fortes é o sistema multimídia com GPS em português, com mapas atualizados de mais de 1250 cidades. Possui rádio CD, MP3, DVD e sistema Bluetooth, tudo isso em uma tela touch screen de 7 polegadas. Os passageiros da 2ª fila de

test drive

O excelente desempenho em terrenos acidentados se deve aos novos ângulos de entrada (36°) e de saída (25°) e à boa altura do solo (21,5cm). Tudo isso sem contar com as 4 opções de tração, que fazem uma enorme diferença: 4x2 (tração traseira ideal para asfalto), 4x4 (diferencial central atuante) para pisos escorregadios, 4x4 (diferencial central bloqueado) para terra ou areia e 4x4 reduzida, para as mais severas condições. Destaque para a excelente suspensão, cujo conjunto dianteiro é composto por braços duplos, amortecedores telescópios, molas helicoidais e barra estabilizadora, e a traseira conta com a suspensão 3-link com barra estabilizadora, amortecedores telescópios e molas helicoidais. Na cidade, o SUV (Sport Utility Vehicle) impressiona, e na estrada é muito confortável e gostoso de guiar, não só pelo excelente motor 3.2 diesel com 165cv, como também pelo câmbio automático de 4 velocidades com opção de trocas sequenciais, que permitem ultrapassagens rápidas e seguras. Só não se deve abusar nas curvas, devido à altura do carro (1,84m). Menção honrosa para o incrível raio de giro da Pajero Dakar (5,6m), que ajuda tanto em manobras na cidade como em dificuldades nas trilhas. O design é bastante agressivo e bonito. A frente lembra a picape L200 Triton. Tem duas grades cromadas entre o conjunto óptico com símbolo da Mitsubishi no centro e um pouco abaixo tem uma

65


Dados Técnicos Motor Potência

3.2 4 cilindros – 16 válvulas 165 cv a 3800 rpm

torque

38,1kgf.m /2000 rpm

câMbio

automático de 4 marchas, sport moded

tração

super select 4WD(ss4)

Direção

Hidráulica progressiva

roDas Pneus

aro 17” 265/65r17

coMPriMento

4,69m

altura

1,84m

largura

1,81m

entre-eixo Porta-Malas Peso tanque susPensão

2,80m 615 l 2710kg 90 l Dianteira: independente tipo McPherson;

test drive

traseira: 3-link com molas helicoidais,amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora

66

Freios

abs com ebD

cores

Vermelho bordeaux, Verde Pantanal, branco alpino, cinza londrino, Prata rodhium, Prata técno e Preto Ônix

Preço

r$149.000

bancos podem viajar assistindo a filmes em telas de LCD, localizadas atrás dos bancos da frente. Sensacional! Parece que você está na 1ª classe. O ar-condicionado é digital com controle de saída independente para a terceira fileira de bancos. O volante de 3 raios, revestido em couro e com acabamentos metálicos, possui controles de áudio e piloto automático. O painel de instrumento é moderno, de fácil leitura e visibilidade. Quer mais? A fábrica japonesa espalhou pelo carro 14 porta-trecos! Bom demais. No quesito segurança, a Pajero Dakar HPE (High Performance Equipament) não faz feio; possui freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD (controle eletrônico de frenagem), air bag duplo, sensor de chuva, sensor de iluminação e sistema de tração 4WD. Gostou? Então passa na Nara Veículos e faça um test drive. Você não vai se arrepender. O carro é um show.



68

Ambientes


Planejando com estilo N

o competitivo mercado de móveis planejados, as indústrias do ramo se desdobram para lançar produtos com acabamentos exclusivos para tornar seus móveis ainda mais personalizados.

Ambientes

Texto e fotos: Clausem Bonifácio

69


PLOTER NO VIDRO As portas dos armários em vidro contam agora com uma novidade: a impressão de fotos e gráficos. Essa execução utiliza tecnologia de ponta para a impressão personalizada de estampas, grafismos e imagens diretamente no vidro. O processo de pintura funciona por meio de uma impressora que utiliza tintas e nanotecnologia. Esse processo permite uma impressão com a mais alta qualidade de imagem e grande durabilidade.

Ambientes

SLIMSTONE

70

Exclusivo no Brasil, o Slimstone é a uma pedra natural na espessura de cinco milímetros que, ao ser aplicada sobre um “composite”, tecnologia inspirada na indústria náutica e aeronáutica, adquire grande resistência à flexão e ao impacto. O processo torna o produto 70% mais leve e mais resistente do que a pedra natural de vinte milímetros, o que facilita o processo de instalação e confere versatilidade de aplicabilidade. O inovador Slimstone Lumen permite um diferencial ainda maior, a retro iluminação, unindo a sofisticação da pedra com a luz. Sua utilização vai além do mobiliário, na execução em frentes de gavetas, portas ou bancadas, também tem ampla aplicação na construção civil e na arquitetura, podendo ser aplicado em elevadores, revestimentos de lareiras e paredes, ou ainda em luminárias e painéis iluminados. Designs de objetos de decoração também utilizam esse material em suas criações.


GRAFISMI

Ambientes

Espaços personalizados merecem um cuidado maior com relação aos meios de torná-los realmente a “cara” de seus donos. Essa técnica permite gravar fotos ou desenhos diretamente em padrões variados de laminado decorativo escolhido pelo cliente ou arquiteto. Posteriormente, a peça com a gravação é instalada em frentes de mobiliário ou painéis de parede que personalizam e diferenciam ambientes de forma inusitada. A tecnologia Grafismi já ganhou inúmeras composições, inclusive já esteve exposta no maior ícone de arte do mundo, o Museu do Louvre, quando foi escolhida pelo designer Kiko Sobrino para protagonizar algumas de suas obras.

71


DUPONT-CORIAN®

Ambientes

O Dupont-Corian® é um material maciço composto por 70% de minerais naturais e 30% de acrílico. É um produto sólido que pode ser utilizado em aplicações residenciais, comerciais, áreas de saúde e laboratórios. Por ser maciço e resistente, é utilizado em bancadas, cubas, lavabos, revestimentos ou mesas. O produto, além de permitir a confecção de móveis projetados, é uma alternativa ao tradicional granito, ao mármore e até ao aço inox. Além da grande variedade de cores disponíveis, o Corian® possui um toque agradável, a resistência da pedra e a higiene do aço inox. O material não é poroso, por isso não mancha, sendo permitido o contato direto com alimentos, pois não retém odores. É resistente a impactos e de fácil reparo em caso de danos, podendo, dessa forma, ser aplicado em áreas de utilização intensa e diária. Entre os benefícios ainda está a grande versatilidade na composição de projetos exclusivos, curvos ou retilíneos, e, melhor ainda, o fato de não apresentar frestas ou rejuntes que possam acumular sujeira ou microorganismos. Pode ser aplicado na versão fosca, semibrilho ou brilhante.

72



No trabalho,

acredite nas suas capacidades

Não vamos ensinar a preparar a poção mágica para a promoção. Duas especialistas na matéria aconselham: quer triunfar? Então pare e comece por se conhecer Por Consuêlo Badra – Foto: João Telles Sá

autoestima

A

74

ntes de mais nada, compete perguntar: o que é um profissional de sucesso? Onde se compram os manuais para vir a ser? É preciso ser implacável, sacrificar a vida pessoal? Depois, vem a resposta desconcertante: um profissional de sucesso é, acima de tudo, uma boa pessoa. Assim pensam Raquel, consultora de Marketing Pessoal, e Isabel, da Heidrick & Struggles, empresa especializada no recrutamento e treino de quadros médios e superiores. “Não há soluções mágicas para o sucesso”, diz Isabel, médica de formação, hoje envolvida em aconselhamento comportamental e treino de executivos. “Este é um processo de autoquestionamento e implica um grande exercício de humildade”.


Pare, pense e analise Uma caminhada de sucesso não se faz sem um balanço pessoal e sem deitar por terra algumas ideias preconcebidas.

Um líder não é um chefe Para Isabel, associamos erradamente liderança a postos de chefia. “O porteiro de uma empresa pode ser um líder porque me impressiona positivamente. Não consigo falar em liderança sem falar em autoconhecimento e crescimento pessoal”. Raquel também não vê o sucesso no lugar que ocupamos na hierarquia da empresa. “A pessoa de sucesso transmite serenidade e a ideia que está no cargo onde quer estar. É preciso se conhecer a fundo, estar atenta ao que a rodeia, saber para onde quer ir e angariar o que for preciso para chegar lá.

Esteja preparada para pensar de outra maneira “O modelo mental que nos serviu para chegar onde estamos pode deixar de fazer sentido”, diz Isabel. “É preciso nos prepararmos para sair da nossa zona de conforto. Nessa altura, aprendemos a rever situações que nos causavam stress. O desconforto maior é termos a coragem de perguntar a nós mesmos: será que tenho coragem de fazer qualquer coisa diferente?”.

Pare de se preocupar tanto com o que esperam de você “Uma das maiores fontes de angústia nas sociedades ocidentais é a de satisfazer expectativas. Bloqueamos e só funcionamos à base daquilo que achamos que esperam de nós. Mas, porque sinto algo intensamente, não quer dizer que seja verdade!”, observa Isabel. “Não sabemos se gostamos de nós próprias, mas queremos que outros nos passem essa mensagem?! Muitas vezes, quem mais nos apreciou não nos mandou o ‘presente’ embalado da maneira que esperávamos”.

A faculdade não nos ensina tudo Raquel tem um conselho para quem ainda não acabou a universidade. “Durante o curso, façam estágios, sejam contratados e despedidos, experimentem o que o mundo laboral tem para lhe oferecer. A faculdade nos dá a ferramenta, mas não nos ensina a usá-la”. No primeiro ano de trabalho, as palavras de ordem são aprender e manter um perfil discreto.

Descubra a atleta que há em você Por que os profissionais de sucesso se parecem tanto com os da alta competição? A resposta não está nas medalhas... Os esportistas têm mais hipóteses de sucesso. “Com o despor-

to, vem a disciplina, a maior capacidade de libertar tensões, de relativizar dificuldades, o controle do corpo, de atingir objetivos, de se superar a si próprio”, argumenta Raquel. Tudo o que um bom profissional precisa, portanto.

O caminho também é feito de quedas “Até chegar à meta já corri, esfolei os joelhos, já levantei e recomecei a correr. A filosofia budista tem uma abordagem interessante dessa questão: é preciso aceitar as coisas boas com as más”, argumenta Raquel. Isabel não acredita na palavra fracasso: “Todos temos vulnerabilidades, e se não as testarmos, não descobriremos uma alavanca para a resistência”. E cita eloquentemente Fernando Pessoa: “Pedras no caminho? Guardoas todas. Um dia construirei um castelo”.

Procure um “treinador” Tal como um atleta aprende a preparar-se para provas difíceis, um profissional também precisa de alguém que o ensine a questionar certos passos. É um processo que dói. Se o fizermos sozinhos, passamos rasteiras em nós próprios. “Precisamos de alguém que nos dispute e nos proponha a pensar de outra maneira sobre o mesmo tema”, observa Isabel.

Tire partido de ser mulher Muitos dos rótulos que nos estampam – mais sensíveis, menos racionais – não são verdadeiros. “A racionalização e emotividade estão presentes nos dois sexos”, observa Isabel. “Precisamos de um exercício de humildade para pensar que não somos iguais aos homens e nem queremos ser. Quando temos um filho, ele não sabe nos dizer por que chora e somos desafiadas a perceber por que o faz. O homem também teria essa competência se fosse desafiado nesse sentido”, explica a especialista. Esses desafios biológicos também podem ser trunfos no trabalho. “As mulheres bem sucedidas que conheço são muito femininas. Se a mulher se assumir, sem competir com os homens, só tem a ganhar”, diz Raquel.

Não se sinta culpada Por um lado, o trabalho nos realiza e nos dá independência econômica. Por outro, sentimos culpa por não acompanharmos mais a fundo nossa família. “Propomos a nós próprias expectativas irrealistas!”, diz Isabel. “A melhor coisa que podemos dar aos nossos filhos é sermos felizes e estarmos de bem conosco. Não é preciso ter agendas executivas que digam que passamos três horas com eles, que estivemos presentes”. Para alcançarmos o equilíbrio é preciso nos organizar bem, aponta Raquel. “A melhor maneira de transmitir coerência e segurança em relação a esse tema é deixar tudo bem claro logo de início. Mas, primeiro, é preciso criar uma imagem de rigor e seriedade”. Isso consegue-se mostrando que, dentro daquele horário, podem contar com você 100% e estabelecer os dias em que pode ficar trabalhando até mais tarde. “Essa fama de rigor irá preceder e permitir ter o outro lado da moeda”, e o outro lado da moeda é ter tempo para si, sem a consciência pesada.

autoestima

“É preciso ter a noção de que trabalhar é apenas uma parte da vida e não a vida toda”, diz Raquel. “Este é um erro muito cometido por muitos jovens profissionais: metem os ovos todos no mesmo cesto”. O seu trabalho consiste em ajudar pessoas a triunfar profissionalmente, seja na promoção que ambicionam, num novo negócio ou até a saírem do emprego.

75


Salão de eventos do restaurante A Bela Sintra é excelente opção para confraternizações diversas, especialmente as de fim de ano Espaço localizado no primeiro andar do restaurante é garantia de conforto e comodidade para os convidados, além de oferecer maravilhosos pratos da alta culinária portuguesa em eventos com preços a partir de R$40 por pessoa

fim de ano

O

76

fim do ano se aproxima e, com ele, as diversas confraternizações que a data ocasiona. Especializado em alta gastronomia lusitana, o restaurante A Bela Sintra atende os requisitos necessários para ser um dos melhores locais para confraternizações. Além de ambiente agradável, comida excepcional e atendimento especialíssimo, a casa possui um salão de eventos com capacidade para comportar, com muito conforto, até 90 pessoas sentadas ou 150 em pé. O charmoso ambiente é opção para as famosas trocas de presentes de fim de ano, confraternizações de empresas, festas de noivados, casamentos e aniversários, além de reuniões de negócios. Os preços são cotados de acordo com o formato de cada evento. Coquetéis, por exemplo, podem ser feitos a preços a partir de R$40 por pessoa. Almoços e jantares a partir de R$130 por conviva.

Estrutura O salão de eventos possui acesso por

elevador ou escada, banheiros masculino, feminino e para portadores de necessidades especiais. A iluminação diferenciada e a central de sonorização possibilitam que a casa adapte sua estrutura de acordo com o ambiente desejado pelo cliente. O andar também oferece um bar e aconchegante lounge que abriga sofisticada adega climatizada. Toda a estrutura permite que o convidado aproveite a comemoração sem precisar se deslocar para o salão inferior, criando um ambiente em que o restaurante A Bela Sintra pode ser exclusivo para você e seus convidados!

Sobre o A Bela Sintra Culinária que encanta em todos os sentidos. Esse é o conceito que permeia a chegada do restaurante A Bela Sintra em Brasília, e que abriu as portas ao público a partir de 29 de junho de 2011. Com funcionamento diário no almoço e no jantar, o empreendimento de 900m² é o maior da rede do restaurateur Carlos Bettencourt – que também está à frente das casas paulistas A Bela Sintra, Trindade São Paulo, Trin-

dade Alphaville e do Buffet Bela Sintra. O nome do restaurante foi dado em homenagem à cidade de Sintra, em Portugal, além de ser um trocadilho com o nome da rua onde está localizado nos Jardins, em São Paulo, na Rua Cintra, com “c”. Na capital federal, funciona na 105 Sul. Serviço: end: CL, Quadra 105 Bloco D – Loja 35 – Asa Sul Telefone: (61) 3242-4001/4005 Capacidade: 90 lugares no térreo. Salão de eventos no primeiro andar com capacidade para 100 pessoas Horário de funcionamento: almoço – segunda a domingo, 12h/16h. Jantar, segunda a sábado, 19h/1h Couvert: r$19 Almoço executivo: r$63 (couvert e prato principal) Cartões: todos Cheques: aceitam Tíquetes: não aceita estacionamento: r$12 observações: possui ar-condicionado, música ambiente, acesso para deficientes e wireless rolha: r$100 Site: www.abelasintra.com.br



Fio a fio,

mecha

por mecha Mulheres ao redor do mundo estão antenadas com as novidades da moda, e seus cabelos não ficam de fora Por Camila Bocchino – Fotos: Divulgação

Verão 2012

D

78

as passarelas para os salões de beleza, as tendências de coloração, corte e penteados chegam com um ar de renovação para acompanhar o clima de verão. Em uma das estações preferidas dos brasileiros, os cabelos chegam com ar de praticidade e frescor típicos da estação. Tons suaves, cabelos curtinhos, em camadas, mais naturais. Esta é uma estação de libertação e os cabelos ficam casa vez mais de acordo em a estação. Para saber o que usar nessa estação com cara de sol e mar, é só prestar atenção nas passarelas. As maiores grifes desfilaram uma grande variedade de sugestões para que as mulheres brasileiras pudessem tomar como inspiração para o que vamos ver pelas praias do país.


Emma Stone

Blake Lively

Jessica Biel

com textura, assim como o bem liso, que pode ser usado no dia a dia. “Os lisos, bem lisos, chegam para fazer a cabeça da brasileira, assim como o cabelo com gel e o rabo de cavalo liso”, explica Ricardo Maia, hair stylist da capital. Os coques continuam tendência e chegam nas mais variadas formas, bailarina, banana, bagunçado, certinho, coque-trança. A sofisticação fica por conta da ocasião e podem ser combinados com acessórios de acordo. Os comprimentos chegam até a altura do ombro, podendo passar um pouco disso. “O que vemos são cabelos até um palmo abaixo do ombro com tons de dourado bem natural, quase como um reflexo. Tons mais para o marrom e dourado”, conta Ricardo Maia.

Giovanna Lancellotti

Suely Maeda, hair stylist da equipe Helio Diff

Verão 2012

Os tons chegam mais perto do natural, embora possamos ver, também, tons mais avermelhados, as atrizes Scarlett Johansson, Blake Lively e Ema Stone andaram desfilando por ai. Outra coloração que vemos sendo desfilada por ai nas madeixas das famosas é o ombre hair, com cabelo mais escuro na raiz com pontas mais claras associadas a um corte degradé dá um toque de ousadia, como no cabelo das atrizes Jessica Biel e Giovanna Lancellotti. “Tons iluminadores chegam com tudo, assim como os curtos, as franjas... Tudo valorizando o cabelo pelo o que ele é”, conta a hair stylist Suely Maeda, do salão Helio Diff. As mais ousadas podem apostar em cortes mais modernos, como o pixie com uma franja mais alongada e as pontas desencontradas, uma as tendências da estação. Cabelos como o usado por Deborah Secco, com tons suaves, naturais e várias ondas são sempre tendência para a estação com o seu ar de “queimado pelo sol”. As franjas, tranças e os coques ganham um ar desconstruído e chegam com tudo. Os fios soltos dão o toque de sofisticação ao look, que pode ser utilizado durante o dia e à noite. Entre os penteados mais desfilados nas passarelas brasileiras estão o rabo de cavalo

79


Coque Verão 2012

Verão 2012

Scarlett Johansson

80

Trança Verão 2012

Outro tipo de corte que chegou para ficar algumas estações atrás e volta para a estação mais ensolarada do ano é a franja. Companheira de muitas brasileiras, ela volta trazendo um ar de frescor típico do verão. “As franjas são uma boa pedida, mas os cortes vão variar de acordo com o que valorizar mais o cabelo e a pessoa”, explica Suely Maeda. O que vemos é uma mistura que permite que a mulher brasileira se sinta mais livre para escolher o que quer para seu cabelo e continuar na moda. O que vale é o que fica bem para cada uma, por isso essa variedade de opções chegam com o calor do verão. A tendência é se sentir bem com o seu tipo de cabelo, ou mudá-lo para que você se sinta mais livre, bonita e, por que não, dentro das tendências das passarelas.. SERVIÇO Helio Diff SHIS QL 08 Conj.01 Casa 03 (61) 3364-2000 Ricardo Maia SHIS QI 7 Bloco D, Lojas 1/3 (61) 3248-3141


Luli Festas Um novo conceito de festas chega a Brasília unindo elegância e sofisticação, com a garantia de momentos inesquecíveis. Essa é a promessa da empresa de decoração para eventos Luli Ateliê de Festas

Por Juliana Dantas / Fotos: Beto Silva O lançamento da empresa aconteceu em outubro, na comemoração do batismo da pequena Luiza, com o tema “Contando Carneirinhos”. As empresárias montaram um ambiente aconchegante e delicado utilizando tons pastéis, móveis de demolição e arranjos de flores naturais. Os serviços prestados pela empresa incluem mobiliário, peças decorativas e a organização completa do evento. Não há limites para a realização de um sonho, tudo é possível.

SERVIÇO Luli Ateliê de Festas – 61 3208-3111 atendimento@lulifestas.com.br www.lulifestas.com.br Doces: Angela Simone – 61 8112-8686 angelasimonedoces@gmail.com www.angelasimonedoces.blogspot..com

luli festas

I

dealizada pelas empresárias Fernanda Rodrigues e Luciana Braun, a empresa tem como objetivo oferecer um serviço diferenciado. “Não existe uma festa igual à outra. Cada detalhe é planejado e executado usando materiais requintados”, afirma Fernanda Rodrigues. Luciana Braun destaca que os elementos da ambientação são produzidos de forma artesanal e que o conceito de sustentabilidade está presente nas decorações que realizam.

81


Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro “Quando Deus quer uma obra, os obstáculos são meios”. Padre Júlio Chevalier

P

Irmã Inês Mendes de Jesus – Diretora

Como educadora, acredito na escola que é espaço de crescimento intelectual; que promove e acompanha as experiên­ cias de convívio social, respeitando as diferenças do próximo. No Perpétuo, o incentivo à formação completa dos estu­ dantes é visível, por esse motivo, é per­ ceptível, em nossos alunos, pessoas cien­

ensino

erpétuo é o nome que, carinhosa­ mente, utilizamos para nos repor­ tarmos ao colégio que, há 51 anos, contribui para a formação de crianças e jovens, educando gerações e se dedican­ do a transmitir valores para toda a vida. Nossa história teve início com a cons­ trução de Brasília, quando algumas Ir­ mãs da Congregação das Filhas de Nos­ sa Senhora do Sagrado Coração vieram para a capital, para juntas aos Padres Re­ dentoristas, constituir uma escola como parte integrante do conjunto paroquial. Trouxeram na bagagem experiências edu­ cacionais, métodos e propostas de ensino e, é claro, prezando pelos ensinamentos religiosos, morais e éticos. As famílias dos nossos primeiros alu­ nos apostaram na construção de uma nova cidade e acreditaram na escola con­ fessional que aqui nascia: o então Insti­ tuto Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Hoje, fazemos parte da Rede Sagrado Coração, juntamente a mais cinco esco­ las no Brasil. Estamos presentes nos cin­ co continentes, uma vez que há 137 anos, concretizamos nossa história fundamen­ tada em uma educação sólida e de valores que passam primeiro pelo coração.

Ensino Médio – Sala de aula 82

Biblioteca

tes de suas responsabilidades e deveres como bons cidadãos. Os projetos que estimulam a partici­ pação dos nossos jovens e das nossas crianças em ações sociais, como visitas a instituições beneficentes, campanhas de arrecadação e doação de produtos, no de­ correr do ano, são desenvolvidos de forma intensa e prazerosa por todos. É uma ex­ periência maravilhosa e gratificante para mim, ver os alunos praticando a partilha, a solidariedade e a caridade, dons tão pre­ ciosos, que personificam a Bondade de Nosso Deus, que está sempre atento às ne­ cessidades de nossa sociedade. Conquistar novos alunos e fidelizar os que já estão conosco é desafiador e es­ timulante. Mas, percebo, ao longo dos anos na direção do Colégio Perpétuo So­ corro, que possuímos diferenciais per­ ceptivos, que facilitam esse processo, dentre eles, ser uma escola confessional, que preza pela qualidade de ensino alia­ da à formação cristã católica. Estamos di­ recionados a um público bem específico e, potencialmente, abertos para os novos imperativos educacionais e tecnológicos, os quais venham a auxiliar na crescente caminhada de nossos alunos.


Projeto literário – Escritor Tino Freitas

Tecnologia

NOSSO COLÉGIO

bilidades, aprimorando a capacidade de argumentar, discutir e investigar. O aprendizado multidisciplinar é prio­ ridade no Perpétuo, o que garante um resultado amplo no ingresso de nossos estudantes nas melhores universida­ des do país.

O Colégio Perpétuo contempla todas as etapas da Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Trata­se de uma das escolas mais anti­ gas e consagradas no Lago Sul. Dispõe de modernas instalações, oferecendo conforto aliado à excelência educacio­ nal, promovida por docentes, altamente, qualificados para atuar em cada etapa.

EDUCAÇÃO INFANTIL O espaço da Educação Infantil foi, es­ pecialmente, desenvolvido para os pe­ quenos, estimulando a livre escolha e despertando o interesse para a própria aprendizagem.

ENSINO FUNDAMENTAL As competências e habilidades de cada aluno são estimuladas para que ele aprenda a aprender, o que é um dos maiores objetivos da educação. O aluno do Perpétuo Socorro é incentivado a re­ solver seus próprios desafios e a desen­ volver sua autoestima por meio de ativi­ dades intelectuais, lúdicas e culturais.

ENSINO MÉDIO Nossos jovens ganham maior inde­ pendência e assumem mais responsa­

Missão Promover uma Educação fundamentada em va­ lores cristãos, contribuindo para a formação da pessoa humana, que atue na sociedade de forma, justa e compassiva, criativa e empreendedora. Visão Tornar­se uma instituição reconhecida pela sociedade, através da excelência em seus ser­ viços e atendimentos educacionais Valores • A exemplo de Maria, ser no mundo, o coração de Deus; • Visão cristã em todo processo educativo; • Educação solidária que passe pelo coração; • Compromisso com os necessitados; • Valorização da vida e da biodiversidade; • Atitude ética e valorização das relações interpessoais; • Respeito à diversidade; • Interação entre escola, família e comunidade • Práxis pedagógica para a construção da autonomia; • Qualificação e competência profissional; • Tecnologia a serviço da humanização.

Arte

TECNOLOGIA Atento às novas tecnologias, que estão cada dia mais presentes em todas as áre­ as, o Perpétuo conta com a SMART BOARD em todas as salas de Ensino Médio, no Laboratório de Ciências, no auditório e em formato móvel.

PROJETOS PEDAGÓGICOS O Colégio Perpétuo Socorro estimula e promove o desenvolvimento de inúmeros projetos ao longo do ano. Alguns bem tra­ dicionais como Feiras e Saídas de Campo, outros inovadores, que permitem aos nos­ sos alunos a compreensão do seu verdadei­ ro papel no mundo como pessoa humana. ­ Simulados; ­ Preparatório para o PAS e ENEM; ­ Feira Cultural; de Ciências e da Saúde; ­ Projetos atrelados à Campanha da Fra­ ternidade; ­ Teatro: Via Sacra; Auto de Natal e Musi­ cal de Encerramento; ­ Dia do Estudante e Dia do Amigo; ­ Projeto literário: Escritor do futuro. Veja muito mais em nosso site: www.perpetusocorro.com.br MaTrÍCUlas 2012 PrÉ-MaTrÍCUla (reservas) a partir de 17/10/2011

MaTrÍCUlas NoVas a partir de 05/12/2011

ensino

Laboratório

83


Alimentação balanceada faz parte da saúde bucal Para especialista, a saúde dos dentes está diretamente ligada à saúde do corpo

Higiene Bucal

Por Márcia Casali – Fotos: Ricardo Padue e Ariel Costa

84

P

ara muitos pode ser uma novidade, mas a saúde dos dentes e gengivas está ligada à saúde do corpo. Dentes que não são bem tratados são frágeis e vão responder com mais facilidade às agressões a que estão sujeitos. Especialistas advertem sobre os cuidados que as pessoas devem ter, pois estão comendo muita comida industrializada e

poucos alimentos naturais. Uma boa alimentação, rica em cálcio e vitaminas, contribui para a saúde bucal. Segundo o ortodontista Wells Trigueiro, as pessoas bem nutridas estão livres de várias doenças e de seus sintomas na cavidade oral. Para ele, desde cedo a pessoa deve evitar o açúcar, o que é uma regra de ouro para o sorriso. “Contudo, poucos


O ortodontista Wells Trigueiro reforça a importância das vitaminas para a saúde bucal

A nutricionista Joana Lucyk explica que os hábitos alimentares são determinantes no aparecimento das cáries dentais

lesões bucais. De acordo com a nutricionista, uma alimentação composta por vitaminas como A e C, por exemplo, faz grande diferença na saúde bucal, desde que a alimentação seja equilibrada como um todo. “As vitaminas apresentam funções diversas no organismo e são direcionadas para suas funções se garantimos todos os micronutrientes, vitaminas e minerais de forma adequada. Isso é possível com alimentação equilibrada e saudável”, diz. Para Joana Lucyk, a alimentação deve ser variada, rica em frutas e vegetais. Sempre adequada à necessidade do organismo, com todos os grupos de alimentos, como a quantidade certa de carboidratos, proteínas e lipídeos, além de vitaminas e minerais, e também de água. “Devem ser evitados alimentos ricos em açúcar simples, como doces em geral, ricos em gordura trans, como biscoitos recheados, ricos em sódio, que são os embutidos e enlatados, além dos ricos em gordura saturada, como carnes gordas”, explica a especialista. Segundo o ortodontista Eduardo Effori, as vitaminas e minerais são importantes na época da formação dos dentes, desde

a fase de vida intrauterina até o final da infância. Após esse período, com os dentes já totalmente formados, os fatores que podem influenciar em uma maior resistência da superfície do esmalte contra os agentes acidogênicos são os íons cálcio, fosfato e o flúor. Porém, eles apenas fornecem uma proteção superficial, que necessita de uma manutenção diária, de higiene bucal e dieta alimentar controlada. “As vitaminas podem, de certo modo, atuar na cavidade bucal, pois uma carência de vitaminas, como qualquer outra doença sistêmica, geralmente se reflete na cavidade bucal. Muitos profissionais concordam e acreditam, com base em evidências científicas, que a boca é o espelho do organismo”, diz Effori. De acordo com o especialista, o açúcar

Higiene Bucal

conhecem o papel das vitaminas e dos sais minerais para a saúde bucal”, destaca o ortodontista. Quando esses nutrientes estão ausentes na dieta, a pessoa fica mais propensa ao aparecimento de doenças nas gengivas e cáries. O especialista esclarece que as vitaminas importantes para a saúde bucal são: A, C, D, K, vitaminas do complexo B e vitamina PP ou niacina. Segundo Trigueiro, a deficiência da vitamina C, por exemplo, pode causar o escorbuto – inflamação da gengiva com fácil sangramento. “Esta vitamina é responsável pela síntese do colágeno e pela cicatrização dos tecidos”, comenta. Ele observa que a ausência da vitamina D, que atua na absorção do cálcio e é sintetizada pelo organismo no contato da pele com o sol, pode dificultar a osseointegração – processo essencial nos implantes. De acordo com Wells Trigueiro, os sais minerais também são protagonistas na formação das estruturas dos dentes, em especial o cálcio, fósforo, flúor e magnésio. “O flúor é um importante elemento no controle das cáries e é bastante utilizado pela odontologia para prevenir o surgimento dessa doença bacteriana, fortalecendo o esmalte dentário”, ressalta. Para a nutricionista Joana Lucyk, os hábitos alimentares são determinantes no aparecimento das cáries dentais. Estudos mostram que crianças que entraram em contato precocemente com o açúcar tiveram maior prevalência dessas

85


Eduardo Effori reforça durante o tratamento os cuidados não só com a alimentação, mas com a higiene bucal

deve ser evitado ao máximo nas dietas alimentares, especialmente a sacarose – um tipo de açúcar encontrado em alimentos como açúcar refinado, biscoitos, balas e doces em geral. Segundo ele, preferencialmente os açúcares devem ser consumidos logo após as refeições principais e realizando uma higiene bucal adequada em seguida. “Os açúcares, principalmente a sacarose, servem como substrato das bactérias causadoras da doença cárie e doença periodontal, bactérias estas já presentes na cavidade bucal”, explica Effori. O ortodontista afirma que só inicia um processo patológico quando ocorre um desequilíbrio quanto à higiene bucal, juntamente com o excesso de ingestão de açúcares. Em tratamento há dois meses, a secretária Dilma Pereira Mariano, 32 anos, está realizando o clareamento dos dentes. Ela foi orientada a evitar alimentos que contenham açúcares fora das refeições principais. Porém, se for necessário ou eventualmente ocorrer sua ingestão, ela sabe que deve realizar uma higiene bucal adequada logo após o consumo.

Para Dilma, todo cuidado com a saúde bucal vale a pena, por isso ela mudou o cardápio e certos hábitos alimentares para ter sucesso no tratamento. “Evito comer doces e alguns alimentos que o dentista orientou. Mas a dificuldade é deixar de tomar café”, comenta Dilma. Seguem algumas dicas para turbinar sua alimentação: Vitamina A: gema de ovo, leite e derivados; Vitamina C: vegetais e frutas frescas, principalmente as cítricas; Vitamina D: vegetais verdes e leite e derivados; Vitamina K: vegetais verdes ; Vitamina PP (mais conhecida como vitamina B3): Levedo de cerveja, peixes, aves, carne de vaca e amendoim; Cálcio: vegetais verdes, leite e derivados; Fósforo: carnes, aves, peixes, ovos e grãos; Magnésio: vegetais verdes e cereais integrais. Serviço Effori Odontologia: 3037-5253 Orthos Odontologia: 3901-2000 Clínica Saúde Ativa: 3244-2034



paladar

Queijos & Vinhos 88


Par perfeito, queijo e vinho formam uma dupla antiga e tradicional, mas podem entrar em atrito Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

A

paladar

tradição francesa de combinar queijos e vinhos, sempre na companhia de pães, pode dar a impressão de que se trata de dois elementos de fácil harmonização. Pelo contrário: especialistas em enogastronomia explicam que a gordura e o sal do queijo tornam a sua combinação com o vinho extremamente complexa. Mas nada desesperador. Seguindo algumas dicas e, acima de tudo, o seu gosto pessoal, é possível degustar os dois com prazer. “Os franceses comem queijos com vinhos tintos, salada e pão”, diz o chef francês Olivier Anquier. Para ele, essa é a tradição e, portanto, os vinhos brancos não são a melhor opção. “Mas não acredito que exista um vinho específico que combine mais com queijos. O prazer depende do momento”. Outro francês, o enólogo da Borgonha Cédric Grelin, indica que os queijos em geral combinam melhor com vinhos brancos. Uma heresia? Talvez pelo contrário. Grelin afirma que, para se apreciar plenamente o sabor dos queijos e dos vinhos, os brancos e doces se saem melhor, apesar de a tradição francesa preferir os tintos.

89


paladar 90

Grelin conta que seu próprio pai guarda o vinho tinto mais nobre, mais antigo, para combinar com os queijos. “Já cansei de explicar para ele que os brancos harmonizam melhor, mas não adianta. O prazer dele está em abrir a melhor garrafa de tinto da refeição na hora dos queijos”, diz o especialista. Uma provável explicação para a popularidade da combinação entre queijos e tintos é que, na França, eles são servidos depois do prato principal, acompanhados de salada. Segundo Anquier, essa é a forma clássica de consumir uma seleção de queijos. Para Grelin, como os pratos principais em geral são acompanhados de tintos, não faz sentindo passar para os brancos depois, já que eles devem ser degustados primeiro. “Eu, particularmente, prefiro comer os queijos antes da refeição, para que possa harmonizá-los com vinhos brancos antes de passar para os tintos. Não há nada de errado nisso”, diz Grelin.

ELEMENTOS DA HARMONIZAÇÃO O consultor em vinhos Arthur Azevedo explica que a harmonização tem três bases: os componentes, os aromas e as texturas. Esses três elementos, tanto do vinho como do alimento, devem ser considerados na hora de combiná-los. “A acidez do vinho tem um papel importante na harmonização com queijos. Vejamos o caso do roquefort, por exemplo, que tem muita gordura e é muito potente. Se acompanhado de um vinho também muito potente, vai amplificar sua força e impedir que a força do vinho seja sentida”, explica Grelin. Segundo o sommelier Marcelo Silveira, os queijos muito salgados aumentam a percepção dos taninos do vinho tinto. Por isso vão melhor com vinhos doces. “A principal combinação que merece atenção é entre o sal dos queijos e a tanicidade dos vinhos”, explica.


ORDEM DE DEGUSTAÇÃO Quando vários vinhos serão provados ao longo de uma refeição ou degustação, deve-se partir dos brancos mais secos, passando para os brancos mais encorpados, depois para os tintos e por último os tintos com mais açúcar – como o porto ou vinhos de sobremesa Se a harmonização entre os vários tipos de vinho e os queijos for bem feita, a ordem de degustação dos queijos também evidenciará os seus sabores.

DOIS MUNDOS Para quem prefere o vinho tinto como acompanhamento para queijos – como a grande maioria –, a dica de Grelin é procurar alguns vinhos do Novo Mundo, ou seja, de fora da Europa. “É verdade que a base das regras de harmonização leva em

conta os vinhos europeus. Mas no Novo Mundo (Américas, África e Oceania) os tintos são mais adocicados, com bastantes taninos, e às vezes surpreendem na harmonização com queijos”, afirma o especialista. Ele recomenda tintos de acidez mais marcada, como um pinot noir da Nova Zelândia, um carmenère ou um cabernet sauvignon da América do Sul ou mesmo um bonarda. Além disso, queijos fortes como o gorgonzola podem funcionar com vinho tinto, “desde que com bastante açúcar”, ressalta Grelin. Outra importante dica do especialista para quando servir queijos com vinho tinto é não usar vinagre para temperar a salada, de forma alguma, para não dificultar ainda mais a percepção do sabor real do vinho.

Está claro que qualquer harmonização depende do gosto de cada pessoa. No entanto, há algumas regras básicas que diminuem as chances de erro. “Mas o ditado já diz que todas as regras são feitas para serem quebradas”, lembra Cédric Grelin. Aqui, portanto, estão várias dicas de diferentes especialistas, tanto para quem prefere a maior parte dos queijos com tintos como com brancos. Queijos frescos com baixa acidez e sal (ricota, minas frescal, cottage, mozarela de búfala, cabra fresco) com vinhos brancos leves e secos (sauvignon Blanc, riesling ou chardonnay jovem e não barricado). Queijos frescos e sem casca, como os cremosos, o mascarpone ou a mozarela, pedem vinhos brancos leves (riesling ou chardonnay), rosés ou tintos jovens e frescos, como o beaujolais francês e o italiano bardolino. Queijos macios de meia-cura, como camembert e brie, pedem brancos estruturados como um chardonnay barri-

paladar

QUEIJOS E VINHOS PRINCÍPIOS BÁSICOS

91


cado ou tintos leves como um pinot noir, ou mesmo italianos populares como o valpolicella. Quanto mais macio for o queijo, mais acidez deve ter o vinho. O mofo branco reveste a língua e dificulta a percepção do vinho. Os queijos de massa semidura (emental, minas meia-cura, gouda) sugerem tintos de médio corpo, como um merlot chileno ou um crianza espanhol. Evite vinhos muito tânicos.

Também podem ir bem com brancos como chardonnay. Os de massa dura (parmesão, pecorino, minas curado) são tipicamente combinados com tintos tânicos e estruturados, como um cabernet sauvignon mais alcoólico. As uvas são suficientemente robustas pra não perder a estrutura. A ressalva é apenas quanto ao excesso de sal que caracteriza esses queijos.

O sal e o tanino dos tintos encorpados são uma combinação perigosa, pois ambos tendem a secar a boca. A opção é usar um vinho doce, como um late harvest (colheita tardia). Para os queijos de mofo azul (gorgonzola, roquefort, stilton), o clássico infalível é usar um porto Ruby ou um vintage novo. Sempre prefira vinhos com bastante açúcar.

HARMONIZAÇÕES CLÁSSICAS

Algumas sugestões dos especialistas para cada tipo de queijo: BRIE – Branco chardonnay ou, no caso de um queijo mais maduro, até um tinto Shiraz. Champanhes também combinam. Se servido com geleia, prefira um vinho doce. CAMEMBERT – Tinto Shiraz para os mais maduros ou chardonnay para os jovens. Vai muito bem com espumantes, de preferência champanhe. CHEVRE (queijo de cabra cremoso) – sauvignon Blanc. EMENTAL – Tinto pinot noir e cabernet sauvignon. FONDUE – Chardonnay de bom corpo, mais frutado, enaltece a cremosidade. GOUDA – Chardonnay com madeira ou cabernet sauvignon do Novo Mundo. GRUYÈRE – Shiraz. MAASDAM – Chardonnay com madeira, porque sem madeira será ácido demais, ou cabernet sauvignon do Novo Mundo. PARMESÃO – Barbera ou, se não for muito salgado, vai bem com um merlot francês, mais estruturado. Também se recomenda um cabernet sauvignon. PECORINO – Vinhos brancos secos e potentes. PROVOLONE – Difícil por ser defumado. Pode ir bem com um jerez ácido ou com tintos pinot noir e san giovese Roquefort – brancos mais doces como gewürztraminer de colheita tardia, sémillon colheita tardia ou sauternes, ou outros com muito açúcar. STILTON – Vinho do porto. TILSIT – Chardonnay amadeirado, menos ácido, ou cabernet sauvignon do Novo Mundo.

OS TRÊS ELEMENTOS COMPONENTES: Componentes Os elementos mais importantes da harmonização são seis: acidez, amargor, doçura, salgado, taninos e álcool.

paladar

Acidez: Deve ser equilibrada entre o vinho e o alimento, fazendo com que a acidez seja correspondente à do outro.

92

também são importantes elementos de textura. Não combinam com ovos, peixes e queijos em geral. Vinhos tânicos vão bem com alimentos mais pesados e gordurosos. Álcool: Também importante elemento de textura, porque dá peso aos vinhos. Altos teores alcoólicos devem ser evitados quando os alimentos contêm muito sal.

Amargor: Elemento pouco comum tanto nos vinhos como na comida, deve ser usado com cuidado na harmonização. Se o vinho e o prato forem amargos, o resultado não será bom.

ARomAs

Doçura: A regra prática é que a doçura do vinho deve ser sempre igual ou maior que a do alimento. O doce contrasta bem com os ácidos e salgados.

É possível harmonizá­los tanto por similaridade quanto por contraste. São sensações complexas, que muitas vezes pedem um teste prático.

salgado: Faz bom contraste com a doçura e a acidez, mas alimentos salgados não combinam com vinhos muito tânicos ou de alto teor alcoólico.

teXtURAs

taninos: São substâncias que causam a sen­ sação de amargor e adstringência, como a sentida quando se come uma banana verde, por isso

Envolvem o tato e a temperatura, e também podem ser harmonizadas por similaridade ou contraste. O conceito é: vinhos com menos peso na boca não devem ser “esmagados” por alimentos pesados.



Exclusividade

e requinte O Studio Márcia Nascimento oferece qualidade e variedade quando se trata de apliques

BELEZA

C

94

om uma experiência de mais de 20 anos na área, a especialista em apliques e próteses capilares Márcia Nascimento abriu as portas de seu Studio para contar um pouco mais sobre a sua arte. Referência na capital, o Studio Márcia Nascimento é o único na cidade especializado em apliques. A especialista Márcia Nascimento oferece diversas técnicas e tipos de cabelo, mostrando que cada peça é única e exclusiva. Cabelos loiros, morenos, ruivos, longos, curtos, médios, de todos os tipos. O grande estoque que possui permite que o Studio possua uma distribuidora de cabelos, que funciona tanto em atacado como em varejo. Por sua vasta experiência, Márcia também oferece cursos de aplique, com turmas de no mínimo quatro alunos. As técnicas oferecidas nos cursos e no próprio Studio para as

clientes são: apliques de polímero de queratina, apliques em tela (tic-tac), fio a fio, apliques a laser, great lengths, entrelaça-

dos (ponto invisível, nó italiano e ponto americano), próteses fixas e perucas. Localizado no Hangar 5, na QI 5 do Lago Sul, local de fácil acesso, ao lado do Gilberto Salomão, o Studio conta com equipamentos modernos e uma equipe de profissionais altamente qualificados. O espaço reservado e o atendimento VIP garantem a privacidade das clientes. São feitos vários atendimentos diariamente. Além disso, vale dar uma passadinha no site e conferir com exclusividade as especialidades do Studio. Lá você encontra informações sobre os serviços, além de um email para tirar dúvidas e fazer orçamentos. Vale conferir. SEVIÇO Studio Márcia Nascimento SHIS QI 5 Bloco D – Edifício Hangar 5 – loja 6, Lago Sul – Tel: (61) 3248-0965 satudiomarcianascimento@hotmail.com www.studiomarcianascimento.com.br



Tratamentos que aliviam as dores na

coluna Ao sinal de algum desconforto, o primeiro passo é buscar ajuda de um especialista para diagnosticar o problema e realizar o tratamento adequado

Por Márcia Casali – Fotos: Ricardo Padue

COLUNA

P

96

ara viver com mais saúde é preciso ter alguns cuidados. A recomendação não tem nada de errado, mas é preciso encarar a realidade e entender que tudo na vida tem limites. Não é raro ouvir alguém se queixar de dores na coluna ou que deu um mau jeito nas costas. As dores na coluna podem não ser de uma causa específica, mas já é comprovado que as mais comuns estão relacionadas a ficar sentado por muito tempo, o que se agrava com a grande utilização do computador, má postura até mesmo ao dormir, o sedentarismo, a prática de exercícios sem a devida orientação e as alterações degenerativas naturais que, com a idade, vão ocorrer nas estruturas vertebrais.


Gustavo Velloso reforça a importância da prática de exercícios físicos, mas com cautela

com o perfil de cada pessoa. “Apesar de todos os indivíduos apresentarem alterações degenerativas com o passar dos anos, nem todos sofrerão de um quadro constante de lombalgia”, explica Velloso.

Tratamentos indicados

Cristina Calegaro utiliza técnicas e exercícios supervisionados

A professora de educação física Cristina Calegaro explica que as principais causas para a dor de coluna podem ser tratadas. Em parceria com a fisioterapeuta Cris Lúcia Barros de Freitas, ela utiliza técnicas que buscam oferecer um tratamento eficaz. Segundo Cris Lúcia, na fase aguda da crise, são recomendados tratamentos conservadores, consistindo de fisioterapia, acupuntura, massagens, medicação, entre outros, com o objetivo de diminuir a dor e tratar a inflamação, se existente. “À medida que a dor for amenizando, já se deve pensar na sua causa, sendo que a

COLUNA

Todas essas causas poderão acarretar desvios posturais na coluna vertebral e outras patologias que levarão ao desconforto. Mas, se essa dor for constante, o ideal é procurar um profissional da área para descobrir a causa e orientar o tipo de tratamento mais adequado. O culto à beleza leva as pessoas ao exagero nas academias, e a busca por resultados rápidos pode colocar a saúde em risco. De acordo com o ortopedista e professor da Universidade de Brasília (UnB) Gustavo Velloso, praticar exercícios físicos é recomendável, mas depende da intensidade e tempo de execução. Ele reforça que antes de qualquer tratamento é importante determinar a origem dos sintomas que causam a dor, além de avaliar as condições físicas do paciente. Dessa forma é possível estabelecer uma meta de tratamento de acordo

97


COLUNA

Reeducação Postural Global (RPG) é uma excelente conduta”, diz. Para a fisioterapeuta, o objetivo é tratar a dor, orientar e tirar dúvidas do indivíduo quanto à postura, e se não tiver como resolver completamente os desvios posturais, a RPG vai evitar que as dores piorem e que outras patologias apareçam. Com mestrado em Hérnia de Disco Lombar, a professora de educação física Elaine Wetler há 15 anos trabalha com ginástica postural corretiva e atende pessoas com diversos problemas de coluna. Elaine explica que um tratamento conservador, além do baixo custo, vem apresentando os melhores resultados em cerca de 89 a 90% dos indivíduos com hérnia discal lombar. Para Elaine, a hérnia pode regredir com o tratamento clínico, fisioterápico, infiltrações, dentre outros. Ela chegou à conclusão de que não é possível viver sem dor, mas existem meios de sobreviver a isso. A forma de tratamento

98

utilizado conta com a consciência do paciente participativo. “Minha parte é individualizar os alongamentos musculares, baseados numa avaliação biopsicossocial, pois é preciso entender o significado da dor para cada sujeito”, comenta Elaine. Ela observa que, após o tratamento, a hérnia de disco tende a desaparecer, devido à reabsorção espontânea. O professor Silvano de Oliveira, por estar acima do peso, começou a correr sem orientação de um especialista, o que só aumentou as dores. Após vários tratamentos, foi diagnosticada uma Discopatia Degenerativa. Silvano explica que tentou acupuntura, RPG e fisioterapia, mas foram os exercícios de alongamento e hidroterapia que trouxeram benefícios. “Eu temia uma cirurgia, pois noto que as pessoas que fizeram continuam com as dores. No meu caso, o alongamento fez toda a diferença”, comenta o professor, que perdeu 20kg após dar início ao tratamento.

O primeiro passo é diagnosticar o problema De acordo com o neurocirurgião Márcio Vinhal, as causas de dores na coluna são diversas. Dentre elas estão os tumores, infecções, fibromialgia, hérnia de disco e desgaste das estruturas da coluna vertebral. Vinhal explica que o médico deve fazer o diagnóstico correto para dar início ao tratamento específico, de preferência que venha a ser de utilidade para toda vida. Para o médico, uma reabilitação postural, boa alimentação, parar de fumar, controlar diabetes e obesidade, iniciar ou aprimorar o desempenho físico e tratar do emocional têm sempre lugar de honra na profilaxia. Vale lembrar que as pessoas trabalham muito tempo, e isso sob regime estressante, com prazos, competições, dentre outros. Se for observar, os alongamentos, exercícios físicos, a boa postura vão

A professora de educação física Elaine Wetler trabalha com ginástica postural corretiva e acredita que não é possível viver sem dor, mas existem meios de sobreviver a isso


O neurocirurgião Márcio Vinhal reforça que toda a coluna é inervada e cada local têm um tipo de dor com tratamento específico

sendo deixados de lado e um dia a pessoa terá que pagar essa “conta” ao seu corpo. As dores na coluna, que consistem nas queixas mais comuns, podem ser constantes, esporádicas ou restritas a uma região. Para Vinhal, há desgaste de algumas articulações, sendo as da coluna, joelhos e ombros consideradas as piores. “Temos pacientes com características genéticas de predisposição. Apesar de o gene ainda não ser devidamente explícito, o caráter familiar é de grande importância”, explica. Segundo o neurocirurgião, toda a coluna é muito inervada. O disco tem pequeninos nervos, as articulações, os músculos, os ossos, cada local tem um tipo de dor predominante e tratamento bem específico. Quanto ao tipo de dor, seja ela lombar ou cervical, não há predominância em um dos sexos. Em caso de atletas, há lesões em ambos os sexos, pois tanto o homem quanto a mulher trabalham com os limites do corpo. Para Vinhal, ao sinal de desconforto, o primeiro passo é procurar ajuda médica. Desde um clínico geral, um reumatologista, geriatra, ortopedista ou até mesmo um neurocirurgião, caso tenha suspeição de compressão de nervo. Segundo o médico, um diagnóstico errado pode levar a cirurgias desnecessárias. Um alongamento sem a devida investigação em casos de compressão de medula pode levar a tetraplegia imediata e irreversível.

Além de uma infecção mal diagnosticada, que pode levar a um abscesso e até a complicações maiores. Por isso, um bom diagnóstico tem que ser almejado desde o início, o que leva a um melhor resultado, que são pacientes felizes, praticando esportes, musculação e sem necessidade de cirurgia. De acordo com Vinhal, mesmo em excelentes mãos os resultados clínicos e cirúrgicos não são 100% excelentes. “Se não melhorar com tratamento clínico, tem que procurar um especialista que trate de forma progressiva a dor, para evitar que ela se torne crônica”, explica o neurocirurgião. SERVIÇO Instituto Vértebra: 3321-1013 Vital Recor: 3242-2157 Secretaria de Educação: 3901-7618 Faculdade de Medicina UnB: 3107-1701


Paris ficará ainda mais linda com você

N

Promoção inédita da Onodera presenteia suas clientes com uma viagem para a bela Paris

ada melhor do que uma viagem para nos fazer ainda mais felizes, não é mesmo? Ainda mais se essa viagem for para uma das cidades mais bonitas do mundo, a Cidade Luz, Paris. Com a promoção “A cidade luz vai piscar para você”, a maior rede de clínicas de estética corporal e facial do país une os conceitos de beleza e felicidade para melhorar ainda mais a vida de suas clientes. Entre os dias 1º de setembro e 30 de novembro, a cada R$500 em tratamentos estéticos dá direito a um cupom para concorrer a uma viagem com um acompanhante para Paris. Paris é uma cidade mágica, cultural e elegante, reconhecida por seu glamour e mulheres charmosas, perfeita para se desfilar com um corpo e rosto que transmitem o orgulho de se

sentir ainda mais bonita. Com 51 unidades em 14 estados, a Rede Onodera se consolida como a maior rede de clínicas de estética do Brasil, comemorando, em 2011, 30 anos de história e a marca de mais de 500 mil mulheres atendidas. A Onodera oferece uma extensa gama de tratamentos faciais e corporais, bem como massagens, limpeza de pele, peeling e aplicação de Toxina Botulínica. Consulte o regulamento em nossa Clínica no Sudoeste ou no site www.onodera.com.br. Serviço: Onodera Unidade Brasília Endereço: CLSW 102, Bloco A, Loja 80 - Sudoeste Tel.: 3046-8240



planeta

SUSTENTA B

102


A BILIDADE Todos podem contribuir

Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

Q

ue cidade e planeta queremos deixar para as futuras gerações? Ao refletir sobre essa questão, é preciso levar em conta o que cada um de nós pode fazer para deixar as cidades menos poluídas e mais verdes. Não é necessário tornar-se um eco-chato, mas é preciso ter consciência de que cada ação individual contribui para prejudicar ou melhorar o meio ambiente. A sacola de plástico é derivada do petróleo, um material que, se descartado inadequadamente, pode causar a morte de pei-

xes e outros elementos marinhos que se alimentarem com o produto. Outro problema grave é que o plástico demora mais de 100 anos para se decompor. Imagine a destruição que milhões de sacolinhas plásticas causam ao meio ambiente. O plástico, quando cai na rede de esgoto, dificulta o tratamento deste. Já o papel leva apenas de três a seis meses para se decompor. As sacolas de papel são tão resistentes quanto as de plástico e, nas versões pardas, não é necessário usar produtos químicos para alterar a cor e transformá-las em papel branco. A sua reciclagem é mais fácil de ser feita e ela ainda pode ser reutilizada para guardar pães e biscoitos.

LAVAR O CARRO A SECO X LAVAR COM ÁGUA A lavagem a seco gasta menos água, já que a limpeza do veículo é feita com vapor. Outra vantagem dessa técnica é a utilização de detergentes biodegradáveis. Quando se lava o carro com água, em casa ou nos lava-rápidos, o desperdício do líquido é muito grande. Outro ponto negativo é que o cidadão contribui com a degradação do meio ambiente, afinal, a água que sobra da lavagem pode vir com óleo e combustível, o que contribui para a contaminação do solo e da própria água.

FORNO DE MICRO-ONDAS X FOGÃO CONVENCIONAL Os fogões comuns não são vinculados ao uso de energia elétrica e têm maior durabilidade. Outro benefício é que o gás GLP polui bem menos. O maior problema em relação ao forno de micro-ondas é o consumo de energia elétrica, que, muitas vezes, sobrecarrega a rede, principalmente nos horários de pico. Ele também é bem mais limitado que o forno convencional no preparo de alimentos.

O algodão é menos agressivo à natureza, já que usa menos produtos químicos para a produção de tecidos e roupas. Ele ainda tem alta durabilidade. Para produzir o tecido sintético são usadas altas quantidades de substâncias químicas, como ácidos, para deixar o material mais maleável e, principalmente, para fixar a cor. O maior problema é que esses produtos acabam caindo na água e, consequentemente, poluem o planeta.

planeta

ALGODÃO X TECIDO SINTÉTICO

103


TRANSPORTE COLETIVO X CARRO Os transportes coletivos – metrô, trem e ônibus – são sempre a melhor opção, pois carregam maior número de passageiros em um único veículo. Se for subterrâneo, como o metrô, melhor ainda, pois não libera tanta fuligem, causada pelo atrito do pneu com o asfalto, na atmosfera. Quando o ônibus usa combustível alternativo, como o gás natural, polui menos o ar. O carro movido a gasolina libera a mesma quantidade de poluentes e substâncias nocivas que um carro maior, como caminhonete ou furgão. O automóvel, em muitos casos, carrega uma só pessoa. Com isso, também provoca o aumento dos congestionamentos.

VIDRO X PLÁSTICO O vidro é a melhor escolha, já que é 100% reciclável. Como é mais fácil de limpar, pode ser usado como embalagem retornável. Outra vantagem é que a tecnologia para reciclá­lo é bem mais simples e barata – basta quebrar o vidro e aquecer o material. O plástico, oriundo de um combustível fóssil, o petróleo, necessita de uma tecnologia de reciclagem mais elaborada. Não é muito reutilizado, porque é mais poroso e absorve maior quantidade de produtos químicos e odores. Exemplo: uma embalagem de um produto com cheiro forte não pode ser usada para armazenar água de beber.

ALGUMAS ATITUDES PARA AJUDAR NA RECICLAGEM Reduzir a quantidade de lixo produzido nas casas e nas indústrias. Aproveitar tudo o que puder dos alimentos, economizando também nas quantidades. Pensar bem antes de jogar fora os restos dos alimentos. Será melhor dar aos que têm fome do que alimentar os ratos dos lixões. Reutilizar diversos produtos antes de

jogá-los fora, usando-os para a mesma função original ou criando novas formas de utilização. Doar o que ainda está em bom estado para outras pessoas e instituições de caridade. Exemplos: roupas com pequenas reformas a serem feitas, móveis restaurados, vidros e plásticos transformados em utilidades. Repensar os hábitos de consumo e de

ECOLOGICAMENTE CORRETO:

PEQUENOS PASSOS PARA A SUSTENTABILIDADE

Construir uma casa totalmente ecológica é uma atitude importante, mas nem sempre viável. Afinal, se você já tem uma casa pronta, seria mais danoso ao meio ambiente derrubá-la para construir outra do que mantê-la e adequá-la. Sem contar que, em Brasília, boa parte da população mora em apartamentos.

planeta

Mas nada disso impede que você tenha uma rotina mais preocupada com o bem estar do planeta. Uma dica é trocar as lâmpadas incandescentes por versões fluorescentes, além de diminuir o uso do ar-condicionado e a duração do banho.

104

A sustentabilidade envolve a criatividade das pessoas. Reaproveitar garrafas para a entrada de luz natural na casa, usar pets para fazer canteiros de plantas, colocar tijolos na caixa d’água da descarga para economizar água, ir de bicicleta para o trabalho, consumir alimentos de produtos locais, e parar de usar sacolas plásticas quando vai ao mercado são atitudes que ajudam a manter a saúde do meio ambiente .

desperdício. Consumir o necessário e sem exageros. É importante também consumir produtos mais duráveis. Não jogar papéis, latinhas e bitucas de cigarro nas ruas, pois esses artigos vão direto para os bueiros, causando entupimentos e enchentes. Os únicos responsáveis pela poluição das águas, mares, rios e lagos somos nós, a população.

Evite comprar legumes, frios e carnes em bandejas de isopor. Evite acender lâmpadas durante o dia. Abra janelas, cortinas, persianas e deixe a luz do sol iluminar a casa.

Com a torneira aberta, são desperdiçados de 50 a 80 litros de água enquanto se escova os dentes ou se faz a barba.

Use menos o carro. Ande de bicicleta, caminhe e utilize mais transportes públicos. Cada quilômetro que deixar de percorrer de carro, você evita a emissão de cerca de 300 gramas de dióxido de carbono.

Opte sempre pelo papel reciclado, imprima só o necessário, no modo econômico e utilize os dois lados da folha.

Crie o saudável hábito de substituir o elevador pelas escadas. Além de economizar energia você fará um bem para sua saúde.



Para estar em forma e em

plenitude Vida saudável, boa forma, disposição. Costumeiramente, são termos que todos ouvem quando o assunto em questão é estar em forma. Mas esse conceito vai muito além. Implica, antes, ter condições de desenvolver uma vida com qualidade, sem doenças e desempenhando atividades com muita disposição Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

comportamento

E

106

star em forma, ao contrário do que muitos supõem, não é exibir abdômen “rasgado” ou “sarado”, ter bíceps “marcados” ou manter o “bumbum empinado”. Estar em forma é, sim, estar com o coração funcionando bem, respondendo aos momentos de estresse durante o dia, carregar as compras do mercado e terminar o dia de trabalho ainda com energia suficiente para realizar atividades pessoais. Para tudo isso, bastam alguns poucos minutos de atividade física diária.


comportamento

E dedicar um mínimo de tempo diariamente à saúde é bem mais fácil do que se imagina. E uma necessidade, considerando um estilo de vida caracterizado por sedentarismo e estresse. Basta olhar para as nossas crianças, já obesas, que requerem mais atenção da família do que os próprios pais. Algo está errado: temos de criar uma consciência dentro de casa e no local de trabalho para que todos possam viver de forma saudável e em plenitude. A Organização Mundial de Saúde é direta ao esclarecer que para “estar em forma” basta desenvolver alguns hábitos, como caminhada, andar de bicicleta, fazer uma corrida leve, nadar. Tudo no mínimo três vezes por semana. Agora, pergunto: em seu escritório, quem faz isso? E na sua família? Quem, mesmo sabendo da importância do exercício físico, tenta buscar essas melhoras mesmo depois de ver um amigo hipertenso durante 19 anos diminuir a medicação após começar a correr apenas três vezes por semana? Não fique parado. Vá atrás desse ingrediente que falta em sua rotina. E diga não, de uma vez por todas, ao sedentarismo, à obesidade, à pressão alta. Pura questão de opção. Já fez a sua escolha?

107


A

biscoito mineiro

Casa de Biscoitos Mineiros, que comemora 15 anos de tradição e qualidade em 2011, inaugura as novas instalações de sua loja na 106 Sul, que conta agora com espaço mais confortável e charmoso para seus clientes e funcionários, projeto assinado pela arquiteta Mônica Pinto. O evento organizado pela produtora Ana Amaral, no dia 5 de outubro, contou com a presença de clientes, amigos e familiares que apreciaram as delícias mineiras e os produtos caseiros e artesanais servidos. Maria e suas filhas receberam todos com muita alegria e aproveitaram também para comemorar o aniversário da loja na 106 Sul, que completou neste mês 10 anos de sucesso. Uma empresa familiar que preza pela qualidade no atendimento e na fabricação cuidadosa de suas consagradas receitas.

108

Família Biscoitos Mineiros

Luciana, Daniele, Ricardo, Maria Madalena, Aguinaldo, Andréia e Márcia

A sócia da Casa de Biscoitos Mineiros, Márcia Teixeira, e os proprietários da loja Parabéns

Um brinde à nova loja!

A arquiteta Mônica Pinto, a proprietária Márcia Teixeira, a chef Isaura e a produtora de eventos Ana Amaral

Márcia Teixeira, Andréia e amigas

Andréia e suas amigas

Giselma, André, Márcia e Andréia

Márcia, Renato Franco, o prefeito da quadra 106 Sul, Altair e sua esposa

A turma do café da manhã

Renato Franco, Márcia Teixeira, o arquiteto Ney Lima, Fabrício Viana e a arquiteta Mônica Pinto

Homenagem do grupo Néia e Nando



ETIQUETA

Por Consuêlo Badra e Silvia Seabra

1

Adorei a blusa de uma amiga, mas fiquei sem graça de perguntar onde ela comprou. É indelicado pedir este tipo de informação?

É feio...

Não, de forma alguma. Mas jamais pergunte o preço. E se vocês frequentam o mesmo círculo de amizades, evite comprá-la da mesma cor.

etiqueta

2

110

...estacionar seu carro de qualquer maneira ocupando mais de uma vaga.

Quando devolvemos um prato, devemos mandar sempre algum quitute junto ou não se usa mais gentilezas como essa?

3

arrume no prato, faça um embrulho bonito e envie junto com um amável cartão.

Essa é uma ótima ideia trazida dos Estados Unidos e da Europa. Anexe ao con-

Tenho visto muita gente pedir, em vez de presentes de casamento, doações em dinheiro para instituições de Adoro esses costumes antigos. Prepare algo ou compre biscoitos finos ou um doce, caridade. Como posso fazer o mesmo?

vite um cartão-padrão, de 9,5cm x 5,5cm, com um texto impresso enxuto, do tipo: “Agradecemos a generosidade dos amigos que, em vez de nos enviar presentes, fizerem doações a uma das seguintes instituições (relacione as entidades e os telefones)”. Converse com as instituições


8

Encontro as mesmas pessoas todos os dias na empresa. Sou obrigada a cumprimentá-las, considerando que ainda não fui apresentada formalmente?

escolhidas e avise-as de que estarão recebendo doações. Peça que registrem o nome das pessoas para que depois vocês possam mandar-lhes um cartão – jamais a quantia.

4

Meu chefe me pediu que fizesse algo que considero antiético. Devo cumprir a ordem ou contestálo, correndo o risco de ir para a rua?

5

Meu apartamento está sendo reformado e, com certeza, isso incomoda muito os meus vizinhos. Qual é o modo mais gentil de agir nessa situação?

Descubra com o zelador os nomes de seus vizinhos e mande uma caixa de bombons para cada apartamento, anexando um cartão com os seguintes dizeres: “Desde já, peço que me desculpem o transtorno causado pela reforma do meu apartamento. Um abraço”. Para evitar problemas, alerte também o empreiteiro de que precisa respeitar o horário de trabalho permitido pelo condomínio.

9 6

As pessoas levam seus cães para defecar na calçada da minha rua. Algumas recolhem o cocô, mas a maioria deixa os detritos lá, sujando o lugar público. É correto abordá-las e pedir que limpem a caca?

Se, para não criar problemas, você aceita que um sujeito ponha o cachorro para fazer cocô na sua calçada, está indo contra sua consciência. Em Paris, havia esse costume, que só mudou por força da lei. O filósofo francês Montaigne dizia que o costume é um grande tirano. É preciso coragem para confrontá-lo. Mas é melhor ser chamada de chata do que deixar para lá.

7

Tenho uma amiga que sempre quer dominar as conversas e não deixa ninguém abrir a boca. Existe regra para isso?

Claro que sim! Saber ouvir é tão importante quanto saber falar. Essa competência deve fazer parte da nossa rotina, é regra de boa convivência e fundamental para quem deseja alcançar o sucesso. Aprenda como ser chique: evite interromper a sua amiga e escute tudo antes de emitir a sua opinião. Ao questioná-la sobre algo, olhe nos olhos dela. Faça uma pergunta de cada vez e dê tempo para a resposta. Ajude-a na conclusão do raciocínio e também a fornecer mais informações.

Uma babá que me deixou na mão acaba de se empregar numa nova casa e a atual patroa está me ligando para colher referências. A moça aprontou comigo, mas sei que precisa trabalhar – e a certa altura me ajudou muito. Devo falar toda a verdade? Ela pode ter mudado...

As pessoas têm capacidade de amadurecer e mudar, acredita o padre Ronaldo Zacarias, diretor do Campus Pio XI do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Usinal). Para ele, se o que a babá aprontou tem muito mais a ver com um comportamento infantil momentâneo do que com descuidos e atitudes irresponsáveis, é melhor não falar nada para a nova patroa. Agora, se ela não tratou bem a criança ou simplesmente foi embora do dia para a noite, é o caso de contar tudo. A mãe que a contratou precisa saber realmente se pode confiar ou não nessa profissional.

etiqueta

Você tem o direito de se negar a realizar o trabalho. Explique que a ordem se choca com os seus valores e que você está à disposição para outras atividades, mas não para essa. Você pode ser demitida, mas será que uma empresa que pede atitudes antiéticas lhe interessa? Se houver um canal para fazer críticas à atitude de um gestor, denuncie, mas cuidado para não parecer fofoca.

Você não é obrigada a dar “bom dia” para cada ser vivo que cruza seu caminho, mas é de bom tom. Essas pequenas gentilezas são bem-vindas. Então, comece já! Sorria para a recepcionista, dê bom-dia a um colega no elevador, pergunte como foi o fim de semana de outro. Especialistas dizem que isso contribui para um ambiente profissional saudável e ainda aumenta a chance de crescer na carreira.

111


10

Como deve ser servido o champanhe?

Não é pão-durismo, não. As taças de champanhe devem ser servidas só até a metade para a bebida não esquentar antes de se chegar ao fim.

11

Estou programando uma viagem de fim de ano com a família, mas meu marido, eu e meus filhos queremos ir para destinos diferentes. Como resolvo o impasse? Uma boa ideia é propor um jogo para que a família chegue a um consenso. Assim: definida a quantia a ser gasta, cada um tem dez dias para eleger um destino e pesquisar sobre ele (passeios, hotéis, comidas típicas). Depois cada pessoa prepara uma apresentação sobre a cidade e a mais convincente ganha.

12

etiqueta

No aeroporto, posso pedir à pessoa do lado o computador para acessar a Internet e checar meus e-mails?

O que se pega primeiro: o salgadinho ou o guardanapo de papel?

13

a orientação e adquirir o presente em outra casa, estarei sendo muito indelicada?

O guardanapo, que é logo passado para a mão esquerda. Segura-se então o salgadinho com a direita e, depois de comê-lo, limpa-se a mão com o guardanapo. O que se faz muito, principalmente com salgados e doces folhados ou que tenham algum molho, é colocar a mão esquerda com o guardanapo sob a mão direita, um pouco distante, para servir de anteparo. Nunca se amassa o guardanapo depois de usá-lo.

Dar presentes não é obrigatório. Portanto, a escolha do local da compra segue o mesmo princípio. A lista de presentes é feita para facilitar a escolha e orientar os convidados que, por não conhecer o gosto e as necessidades dos noivos, ficam em dúvida sobre a melhor opção. De qualquer forma, a lista só deve ser apresentada quando solicitada.

16

Como vou me casar só no civil, estou um pouco constrangida em receber as manifestações de carinho de amigos e parentes. Posso Mesmo que o garçom esteja passando aceitar o chá de cozinha que minhas sempre longe, não se deve persegui­-lo amigas querem oferecer? E presentes em busca de salgadinhos ou bebidas. de casamento? Também não sei se Cabe a ele se aproximar dos convidados. fica bem dar uma festa.

14

Quero me servir de um salgadinho ou uma bebida e, o garçom sumiu. Que devo fazer?

Aí então pode-se dizer discretamente: “Por favor, não estamos sendo servidos”.

15

Minha prima vai se casar e anexou ao convite o endereço da loja onde está a sua lista de casamento. Isso significa que tenho de comprar o presente lá? Se eu ignorar

A cerimônia de casamento, mesmo que só no civil, poderá ser celebrada com uma recepção para seus amigos. Receba sem nenhum constrangimento os presentes dos convidados e participe do chá de cozinha com suas amigas. Procure combinar o horário do cartório com a recepção, assim vocês já estarão vestidos para a festa.

Esqueci o nome da pessoa que me apresentaram há cinco minutos. Posso perguntar de novo? A melhor maneira de resolver isso sem entrar em uma saia justa é a velha fórmula: “Qual é o seu nome completo mesmo?”. A pessoa ficará com a sensação de que, na verdade, você quer saber o sobrenome dela e lhe dirá sem constrangimento. Se ficar esquisito o fato de você se interessar pelo sobrenome, invente uma desculpa. Por exemplo, que você tem a sensação de já tê-lo visto antes e queria confirmar. Não falha nunca!

Minha querida leitora, só em caso de vida ou morte! Esse tipo de eletrônico é muito pessoal. Nele guardamos muitos dados íntimos, como fotos, arquivos importantes, dados bancários... E eles não podem ficar vulneráveis nas mãos de um desconhecido. Na hora do aperto, recorra aos serviços de uma lan house, aquelas casas de informática e Internet próprias para isso. Elas já estão em diversos aeroportos. Você paga pouco para usar e resolve o problema sem causar transtornos a ninguém.

Aulas de etiqueta com a Silvia Seabra – (61) 3366-2277 / 9257-6173 – Email: sseabra@gmail.com 112



Primavera Enxovais no Teen’s Fashion Day

E

PRIMAVERA ENXOVAIS

m homenagem ao dia das crianças, aconteceu no último dia 4 de outubro, na Praça Central do Gilberto Salomão, o Teen’s Fashion Day. Na ocasião especial, as irmãs e proprietárias da Primavera Enxovais, Sueli e Andreia Ribeiro, apresentaram em um desfile totalmente exclusivo para a criançada a coleção divertida da Primavera Enxovais para o público infanto/juvenil. Ao lado da marca, participaram também do evento: Agiafatto, Fruto Futuro, Galeria, entre outras marcas. A Primavera Enxovais, reconhecida no mercado por representar as maiores marcas do segmento de cama, mesa e banho, mostrou em seu desfile roupões exclusivos com capuz de bichinhos diversos, e personagens de filmes infantis. Para a geração teen, a Primavera e a Buddemeyer lançaram para as meninas uma linda coleção floral e outra com motivos de

114

coruja que está super na moda. Para os meninos, lençóis, colchas e toalhas com motivos de bike para deixar a hora do banho e de dormir bem mais bacana. Outra novidade, lançamento exclusivo Primavera, são os pijamas divertidos que seguem a linha das fronhas com frases no estilo: “O melhor filho do mundo é o meu”, “A melhor neta do mundo é a minha. As fronhas da linha são produtos exclusivos da marca que já fazem sucesso há anos. O pijama vem confeccionado por malha bem fresquinha e agradável. As proprietárias acreditam no lançamento e garantem o sucesso que ele fará. Confira! SERVIÇO Primavera Enxovais – Gilberto Salomão (61) 3248-4703 www.primaveraenxovais.com.br



Fernando Fernandes: “Andar é meu plano A, mas hoje eu vivo no meu plano B. Quero voltar a andar”

Por Kátia Cubel – Fotos: Divulgação

A

os 31 anos, com 1,89 de altura, carreira internacional de modelo e trajetória de celebridade, o atleta Fernando Fernandes integra o grupo de cerca de 35 milhões de brasileiros que são portadores de necessidades especiais. Em 2009, após ter ampliado sua fama como participante do reality show BBB, da TV Globo, ele sofreu um acidente de carro. Ficou paraplégico. Naquele momento, ele se preparava para estrelar uma campanha publicitária mundial para a grife Dolce & Gabbana. Para “virar o jogo”, buscou recuperação física e emocional no esporte. Sob os cuidados do hospital Sarah Kubistchek, em Brasília, instituição responsável por sua reabilitação, iniciou-se na paracanoagem, no Lago Paranoá. Hoje, é bicampeão mundial na categoria K-1 masculino de 200 metros. Prepara-se para disputar as próximas Paraolimpíadas. Além de fama e beleza, Fernando Fernandes tornou-se também um exemplo de superação, pela maneira com que vem enfrentando sua nova vida, agora em uma cadeira de rodas. No dia 11 de outubro, ele esteve em Brasília para ser homenageado pela arquiteta Juliana Santana, na Casa Cor. Ela criou a Suíte do Rapaz inspirada nele. “Além de homenagear o Fernando, a quem admiro muito, meu objetivo foi criar um espaço bonito, dentro das tendências atuais da decoração, com pegada urbana, e adaptado às normas de acessibilidade. Quis mostrar que é possível conciliar necessidades especiais, beleza e intensidade da vida. Fernando Fernandes representa esse conceito”, conta a arquiteta. Simpático e sorridente, ele empunha a bandeira de sua causa. “Essa homenagem não é só para mim. Sou apenas a ferramenta. Sei que posso estar abrindo portas para muitas pessoas. Deficiência e eficiência todas as pessoas têm. Tenho eficiências que muitas pessoas não têm e uma deficiência que é visível. Então, eu me sinto nessa responsabilidade de ser essa peça, essa pessoa que pode estar servindo de exemplo”, disse ele. A seguir, entrevista exclusiva concedida por Fernando Fernandes para a revista Foco.

superacão

Qual o seu primeiro sentimento após o acidente?

116

Não tem como ser outro, senão o de desespero. Na verdade, não é um sentimento, mas um turbilhão de sentimentos. Eu pensei: e agora, o que eu vou fazer da vida? Minhas pernas não estão funcionando. Sempre gostei de esporte. E esse foi meu caminho de superação. Comecei a treinar quinze dias

após o acidente. Corri a São Silvestre, numa cadeira de rodas, seis meses após a lesão. Os médicos disseram que eu não iria aguentar. Respondi a eles: se eu quebrar minha mão, vocês vão consertar. Se eu quebrar a minha cabeça, ninguém conserta. Em Brasília, li que ia ter uma competição de canoagem e liguei lá para me inscrever. Comecei a treinar.


Agradeço a oportunidade que encontrei na canoagem, onde posso me locomover sozinho, desfrutar a liberdade.

O que realmente mudou para você desde então? Consegui reconquistar minha essência e ser um ser humano mais alerta e mais disponível para as pessoas que estão ao meu lado. Hoje, meu leque está aberto, e posso ajudar muito mais gente. As pessoas estão interessadas na minha essência mais do que num cara bonito. Sempre pensei nos outros, mas isso não era importante para a mídia. Sempre sonhei ser atleta e viver do esporte. Agora, mesmo dessa forma, esse sonho irá se realizar.

Qual é o lado positivo dessa experiência? Poder ser referência. Quando uma criança deficiente – tem muitas crianças que já nascem sem uma perna ou sem poder se locomover – fala que se inspira em mim, isso é muito emocionante. Quando uma mãe me conta sobre o impacto positivo que meu desempenho no esporte causa sobre seu filho, fico muito gratificado. Com essa reviravolta da vida, pude me voltar para minha essência. Vou virar campeão olímpico.

Para você, o que é superação? Fazer com intensidade e verdade aquilo que você se propõe a fazer. Isso é superação.

Como a participação no BBB tem influenciado em sua vida? A principal influência é o reconhecimento nacional, as pessoas saberem quem eu sou. Para mim, para minha pessoa, não foi tão marcante, apesar de ter sido grandioso. Vivi outros fatores que foram muito mais marcantes, como ir para Nova York aos 18 anos, ser modelo, morar num bairro negro, ver o World Trade Center cair e viver aquela experi-

ência da guerra. Isso me fez crescer.

O que você faria diferente no BBB, olhando sob o ângulo de hoje? Não me arrependo de nada na minha vida. Com os erros eu aprendi e cresci. Com as vitórias eu comemorei. Aprendi com isso.

Como ficou sua relação com as mulheres após o acidente? Parece que melhorou. A mulher se interessa pela pessoa, diferentemente do homem, que primeiro vê a beleza física

superacão

Mais fácil? Não teve nada. Graças a Deus tenho condições financeiras boas que me deram alguns privilégios, como não ter necessidade de andar de ônibus, por exemplo. Isso seria muito mais difícil. Tive meu carro, familiares. Mas de fácil não teve nada. Difícil? Tudo! Você saber que não vai andar é muito difícil. Consegui trabalhar o psicológico em relação a isso. É difícil aceitar o ocorrido. Uma vez, quando eu estava no Sarah, o paciente da cama ao lado, que tinha ficado tetraplégico, me disse: eu queria estar como você. Na hora ia passando um senhor que andava com dificuldades, amparado numa muleta. Eu respondi: e eu queria estar que nem ele. Temos que viver a nossa realidade.

Foto: Joel Rodrigues

O que foi mais fácil e mais difícil nesse período?

117


custa três mil. Isso é um absurdo. É o custo da burocracia do Brasil.

Quais são os seus projetos e o seu maior sonho na vida?

O que mais te incomoda em ser cadeirante?

Você é tido como um exemplo de superação. O que pode transmitir às pessoas que têm problemas e que podem se espelhar em você?

Ter que pagar tão caro por uma cadeira de rodas. Não vou falar o preço porque vão me roubar na rua. Mas é o preço de um fusquinha. Hoje em dia a cadeira tem que pagar muito imposto. Sou patrocinado por um fabricante português, mas tenho que pagar pelos tributos para trazer a cadeira ao Brasil. São cinco mil reais só para entrar no país. Um caiaque

O que mais gosto de transmitir às pessoas, sinceramente, é a superação. Para mim, é tão natural praticar meu esporte. Quando estou num caiaque, me movimento igual aos outros. Sou competitivo e gosto de competir. Isso vai me motivando. Sobre a lesão, aos poucos é que a minha ficha vai caindo, vou entendendo que eu posso ajudar as pessoas.

Elevar o esporte adaptado a um nível respeitado. Tornar o paraesporte grandioso, fazer as pessoas sentirem o quão isso é difícil para quem está ali, treinando e competindo. Mas meu maior sonho é andar. Andar é meu plano A, mas hoje eu vivo no meu plano B. Tem tanta coisa acontecendo na Medicina, na ciência. Há muitos avanços, pesquisas nas universidades. Creio que não esteja longe o dia em que pessoas que tiveram acidentes medulares, como eu, possam voltar a andar. Falo em cinco ou dez anos. Sou crente em Deus, tenho muita fé e religiosidade. Quero voltar a andar.

para depois saber quem está por trás. Para a mulher, ver a beleza é ótimo. Mas vocês valorizam primeiro um conjunto de características. Hoje, tenho uma namorada, que se chama Carolina e é empresária em Miami.

superacão

Respeito às diferenças inclui acessibilidade

118

Outro exemplo de superação é o iatista Lars Grael. Campeão olímpico, ele perdeu a perna num acidente no mar. Desde então, anda com a ajuda de muletas. Além de dar a volta por cima, tornou-se também uma referência para a sociedade. Em entrevista à Foco, ele comentou sobre a acessibilidade para os portadores de necessidades especiais no Brasil. “Estamos avançados em relação à legislação, mas não ao cumprimento dela. O Brasil tem um grande problema, institucional e cultural, de facultar à sociedade o não cumprimento das leis”, comentou ele. Segundo Lars Grael, os logradouros públicos não atendem as normas arquitetônicas definidas pela ABNT para a acessibilidade. “O exemplo precisa vir do Poder Público. Temos um avanço, que é lento”, acrescenta ele, que identifica três gargalos na relação da sociedade com a mobilidade do deficiente físico: escadarias e rampas fora do padrão adequado, banheiros sem adaptação e vagas de estacionamento que, mesmo sinalizadas, não têm espaço lateral para o cadeirante desembarcar sem ajuda. Ele elogia empresas que já aderiram à acessibilidade, e alerta: “Há shoppings em que o segurança coloca um cone para resguardar a vaga para o deficiente: essa atitude retira a acessibilidade do local”. Valorização – Levantamento feito pelo Sistema Cofeci-Creci (autarquia que regulamenta e fiscaliza a profissão de corretor de imóveis) aponta que um imóvel arquitetonicamente adaptado a necessidades especiais tem uma valorização de até 30%. Sua comercialização é rápida quando são colocados à venda ou para locação. “A procura por esse tipo de propriedade tem crescido bastante. Além de portadores de necessidades especiais, idosos, obesos e até gestantes preferem imóveis com essas características”, informa o presidente do Cofeci (Conselho Federal de Corretores de Imóveis), João Teodoro da Silva.







A Copa começa aqui! Brasília sediará o jogo inaugural da Copa das Confederações e receberá sete partidas do Mundial de 2014, entre elas uma das disputas da Seleção Brasileira na primeira fase e a definição do terceiro lugar

GDF 124

Foto: Fifa/Divulgação

O

s brasilienses têm um motivo a mais para comemorar. A Fifa anunciou, no dia 20 de outubro, a capital federal como sede da abertura da Copa das Confederações de 2013. Com isso, a diversão já tem data marcada para começar, já que a Seleção Brasileira jogará no Estádio Nacional de Brasília no dia 15 de junho de 2013. Com o sorteio da Fifa, Brasília também garantiu, ao lado do Rio de Janeiro, sete jogos da Copa do Mundo de 2014, entre eles, uma partida com a Seleção Brasileira na primeira fase e a disputa do terceiro lugar. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, presente no evento em Zurique, recebeu o anúncio com entusiasmo. “É fantástico para Brasília esse resultado tão positivo. O anúncio da Fifa é um reconhecimento, prova que a Federação está convencida de que Brasília apresentou todas as garantias e está cumprindo todas as exigências. Esse é um momento histórico e uma grande vitória para o DF”, afirmou o governador Agnelo Queiroz. A Copa das Confederações é o grande evento que introduz a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, é quando se dá a contagem regressiva para o grande Mundial. Esse evento teste da Copa de 2014 contará com 16 jogos de futebol com as melhores seleções do mundo. Nesta edição, a Copa das Confederações será realizada em quatro cidades, podendo se estender para mais duas sedes. O número de jogos por cidade-sede, durante o Mundial, varia entre três e sete. Brasília ganhou um destaque privilegiado: será palco de diversos jogos ao longo de todo o mês da realização da Copa do Mundo, em uma média prevista de um evento a cada três dias. Durante o Mundial, a capital federal também sediará a disputa pelo terceiro lugar. “O estágio avançado das obras de nosso estádio foi determinante para Brasília ter tantos jogos desta competição. Brasília se

Agnelo Queiroz e autoridades da Fifa

empenhou bastante para esse momento. Esse é o reconhecimento da nossa competência e o resultado do nosso esforço e intenso trabalho durante esses dez meses”, disse o governador do DF, de Zurique. Comemoração também nas ruas – Os brasilienses acompanharam, das ruas, o anúncio da FIFA sobre as sedes da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014. Ao saber que a capital receberá a cerimônia de abertura da competição de 2013 e sete jogos do Mundial de 2014, a torcida concentrada na Rodoviária do Plano Piloto ficou satisfeita. “É muito grande a expectativa para ver a seleção jogar aqui em Brasília, numa competição tão importante”, comemorou o repositor de supermercados Eduardo Ribeiro, de 32 anos, morador de Ceilândia. Ele se disse contente com a abertura da Copa das Confederações na capital do país e afirmou não estar nem um pouco decepcionado com o anúncio de que a partida inaugural do Mundial de 2014 será em São Paulo. “Já estava esperando”, concluiu. Já o cobrador de ônibus Antônio Sérgio, 31, do Recanto das Emas, estava de folga e fez questão de vestir a “amarelinha” e ir ao local de trabalho para torcer. “Estou ansioso para ver o jogo do Brasil aqui em Brasília”, disse. Eles se juntaram aos torcedores que foram logo depois do almoço até a plataforma inferior da Rodoviária do Plano Pilo-

to, onde um telão foi montado para que a população acompanhasse o anúncio feito na sede da FIFA, em Zurique (Suíça). Calendário – A 20ª edição da Copa do Mundo da FIFA terá 64 partidas, disputadas em 12 cidades brasileiras. São Paulo receberá o jogo de abertura no dia 12 de junho de 2014, enquanto o Rio de Janeiro será a casa da final, em 13 de julho. Em Brasília haverá a disputa pelo terceiro lugar, no dia 12 de julho. As semifinais ocorrerão em Belo Horizonte e São Paulo. Além do jogo pelo 3º lugar, a capital do país receberá ainda outras seis partidas, nos dias 15, 19, 23, 26 e 30 de junho, e 5 de julho. Quanto à Copa das Confederações, Brasília será palco do jogo de abertura. A tabela completa será divulgada somente em junho do ano que vem. A competição vai ocorrer de 15 a 30 de junho de 2013. A final também será no Rio de janeiro e as semifinais, em Belo Horizonte e Fortaleza. Cinco das oito equipes já estão classificadas para o torneio: o Japão, campeão asiático; o México, campeão da Copa Ouro da Concacaf; o Uruguai, que venceu a Copa América; o Brasil, anfitrião, e a Espanha, atual campeã do mundo. As cidades de Recife e Salvador ainda podem ser confirmadas como sedes da Copa das Confederações, mas, para isso, precisam garantir a conclusão de obras pendentes.



Boas

e Escolinha do Flamengo Chega a Brasília a Escola de Futebol de Campo Fla-DF/Assejus. Aos pais e alunos/atletas é oferecido um programa de treinamento padronizado com a metodologia das Escolas Fla. As aulas para crianças de 4 a 17 anos são ministradas por profissionais de Educação Física, especializados em Futebol. A atividade é orientada para o ensino técnico/tático com preparação física, seja a nível amador, para lazer, por indicação médica, ou para quem almeja tornar-se até mesmo um jogador profissional. Além disso, busca disseminar a máxima de que esporte é saúde e não combina com sedentarismo e drogas. O objetivo é conscientizar os alunos para a importância da dedicação a um objetivo, da superação de limites, da convivência em grupo, dentre outros benefícios advindos do esporte. Mais informações pelo e-mail escolaflaassejus@gmail.com.

Tel.: (61) 4141-2569 / 8282-2795

Nova Unidade Anchieta Em outubro, a Radiologia Anchieta inaugurou a Unidade I no Pronto Socorro do Centro Médico Hospitalar Anchieta. Na ocasião, foi feita uma homenagem com uma placa em nome de uns dos sócios-fundadores da Radiologia – Dr. Sebastião Aparecido Alves (in memorian). Formado na primeira turma da UnB, o médico trabalhou no Hospital HFA e na Secretaria de Saúde do DF. A nova unidade foi totalmente reformada e modernizada, concentrando tecnologia de última geração quando se trata de digitalização. Funcionando em regime de plantão, a empresa possui todas as modalidades de exames: radiologia convencional e contrastada, ultrasonografia, doppler, tomografia computadorizada, ressonância magnética e biópsias. A Radiologia Anchieta é considerada centro de referência em diagnóstico por imagem na região Centro-Oeste.

Tel.: (61) 3966-7000

Comer bem e sem engordar Para quem busca equilíbrio e saúde, a solução chama-se Substância Gastronomia Light. Sucesso em várias cidades do Brasil, a Substância é uma empresa gaúcha com 20 anos de experiência no mercado e agora pode ser encontrada em Brasília. Especializada em produzir o melhor da culinária mundial em versão light, oferecendo um cardápio completo, do café da manhã até o jantar, a filosofia é buscar, todos os dias, alimentos que possibilitem às pessoas viver mais e melhor. A especialidade da marca é servir pratos gostosos, saudáveis e extremamente práticos, e ela oferece também programas de reeducação alimentar, com refeições para os sete dias da semana, organizadas de acordo com a sua necessidade calórica. é possível apreciar o mesmo cardápio no bistrô aconchegante da Substância ou com serviço delivery.

Tel.: (61) 3322-0092 / 3223-3505 126


Moda feminina e acessórios Idealizada pela brasiliense Márcia Marques, a loja ZENSKA, que significa mulher, em homenagem a uma linda lenda eslovena, onde uma mulher virou estrela e adquiriu o poder de encantar a todos que a olhassem no céu, foi criada com o intuito de atender mulheres modernas, descoladas, decididas, estilosas e em busca de novidades. Sempre conectada às últimas tendências da moda, a loja oferece às clientes o “look” completo, com roupas, bolsas, sapatos e acessórios. Se você se identificou com o perfil, não perca tempo. Venha conhecer este espaço que foi feito para lhe atender. As marcas EQUUS, ANNE, BOTSWANA, NAGUCHI, MAMÔ BRASIL, SIM ANGELITTA, CHOCOLEITE, JEANSERIA e outras estão te esperando. Para mais informações, visite a página www.lojazenska.com.br.

Tel.: (61) 3877-3359 / 9159-1204

Yogen Früz no Sudoeste Em 1986, dois jovens irmãos abriram uma loja revolucionária de frozen iogurte, adotando um conceito inovador, em Toronto, Canadá. Foi um esforço modesto: uma pequena loja com um produto extraordinário e um maravilhoso design. O conceito foi desenvolvido de forma a fornecer aos clientes uma experiência saudável, diferente de qualquer outra já provada por eles. Foi paixão à primeira vista e o empreendimento se desenvolveu de forma impressionante. Hoje, a Yogen Früz cresceu a ponto de se tornar a líder mundial na categoria de frozen iogurte, com mais de 1100 localidades, operando em mais de 20 países. No ano de 1999, a Yogen Früz recebeu o primeiro lugar na revista Entrepreneur’s Franchise 500. A Yogen Früz fornece sobremesas congeladas deliciosas e nutritivas, exatamente o que você precisa para levar uma vida saudável.

Tel.: (61) 8151-0088

S.C.A. Mobiliário Contemporâneo Recentemente, a S.C.A. Mobiliário Contemporâneo inaugurou sua nova sede em Brasília, agora no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA). A celebração de mais esse sucesso da empresa foi dividida em dois momentos: o primeiro, apenas para convidados, no qual houve um lindo showroom com as novidades da marca. Logo em seguida, para fechar a noite em grande estilo, um delicioso coquetel foi oferecido a arquitetos, convidados e formadores de opinião. Um verdadeiro sucesso! O novo espaço ganhou 750m² de pura sofisticação, mais um projeto que segue aliado ao prazer de viver bem, em ambientes completos, com atmosfera aconchegante, que não perdem a identidade minimalista pela qual a S.C.A. já é conhecida. A S.C.A. fornece opções para as mais diversas áreas, sempre adaptadas às necessidades de seus clientes.

Tel.: (61) 3233-1016 127


INVESTINDO NO QUE GOSTA DE FAZER Um jovem com projetos que saíram do papel e deram certo. Thales Sabino, 27 anos, formado em Jornalismo, depois de passar por estágios em rádios e jornais, resolveu investir no jornalismo para web e assim criou dois sites com os amigos, o reconhecido portal de moda Finíssimo e o site voltado para o público LGBT, Paroutudo. Além de comandar a redação dos dois sites, Thales é diretor artístico e produtor da festa Let´s Club e sócio no bar Glow Lounge. Além dos projetos que mantém, atualmente está focado nas obras da Victoria Haus, boate que deve inaugurar em breve na capital, e espera que os brasilienses a recebam bem. Sempre fazendo tudo com muito entusiasmo, quando Thales olha para o futuro, pede serenidade e clareza para enfrentar os desafios que surgem no caminho.

DIRETOR EXECUTIVO E PALESTRANTE Fernando Duarte, 36 anos, formado em administração pelo Uniceub, especialista em Docência Universitária e diretor executivo da Hightouch, Interação e Aprendizagem, é um comunicador nato. Já realizou palestras em diversos estados brasileiros e em outros países, como Colômbia e Espanha. Sua grande paixão é a palestra Deixando Marcas, ministrada por ele e por uma equipe de voluntários ao longo dos últimos 10 anos. O trabalho é realizado para diversos tipos de organizações, desde escolas, universidades, empresas, institutos, órgãos públicos e hospitais. A Deixando Marcas já foi vista por mais de 50 mil pessoas. Em 2011, voluntários comandados por Fernando cumprem a premissa da palestra: tocar profundamente seus participantes, motivando-os para novas atitudes. Por meio de reflexões, os palestrantes convidam todos a realizarem mudanças em si mesmos e no mundo.

PRESTIGIANDO MITOS DO TEATRO BRASILEIRO A argentina Cecília Boal prestigiou a apresentação de Mitos do Teatro Brasileiro, no CCBB, que homenageou a trajetória de seu falecido marido Augusto Boal. Cecília garantiu que todo o acervo do seu companheiro ficará no Brasil. Ela fez questão de esclarecer a polêmica de que o trabalho do diretor de teatro, dramaturgo e ensaísta carioca não ficará sob a tutela da New York University (NYU), nos Estados Unidos. Boal, que morreu de leucemia em 2009, é conhecido mundialmente por desenvolver as bases do Teatro do Oprimido, método adotado mundo afora. A viúva do homenageado, Cecília Boal, também presenteou a plateia com lembranças do companheiro. O projeto, que contribui para consolidar a memória das artes cênicas, encerra a temporada de apresentações no dia 22 de novembro no CCBB. 128





nas novidades Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

novidades

É a América-mania, traduzida nas cores e nas formas, mas também nas referências culturais. Bolsa em jeans Dolce & Gabbana. Sapato listrado para o verão Salvatore Ferragamo.

132


novidades

FESTA A alegria dos países sul-americanos é uma fonte inesgotável de tendências à qual os designers recorrem ciclicamente. A principal referência dessa inspiração é Carmem Miranda, a portuguesa que se fixou no Brasil e influenciou uma geração com maneirismos e alegria contagiante, mas sobretudo com misturas arrojadas de looks. A combinação de padrões, a alternância de cores e a sobreposição de acessórios fazem do excesso uma declaração de estilo para o próximo verão, sem pôr em causa a elegância. Detalhes de construção como babados, cores vivas e bordados juntam-se para acrescentar volumes a uma nova silhueta inspirada nos fatos mais divertidos dos musicais do final dos anos 30. A inspiração nesse gênero de cinema foi, aliás, referida por Miuccia Prada no final do seu desfile em Milão, onde não dispensou as estolas coloridas, os brincos em forma de banana e solas de borracha em sapatos de salto alto, que relembram os de Carmem Miranda. Uma lição de como um corte clássico bem aliado a cores e a fusões de estampados torna uma coleção um exemplo a seguir. Clutch em cetim, para a noite, de Christian Louboutin. Os óculos do momento: Sunglass Hut, por R$1.023

133


ClAro TrAz lG opTimuS 3D

NA poNTA DoS DEDoS

novidades

OPI chega ao Brasil e promete chacoalhar o mercado de esmaltes. Mais uma razão para correr semanalmente para a manicure, com mais de 300 cores em sua cartela. Os esmaltes best-sellers são: o cinza chumbo You Don’t Know Jacques, o fúcsia Too Hot Pink to Hold’em e o nude Dulce de Leche. Estão à venda em salões, farmácias, perfumarias e pela Internet. OPI: SAC 0800 709 9440.

134

A Claro trouxe para seus clientes o primeiro smartphone 3D do mundo, o LG Optimus 3D, com a oferta mais agressiva do mercado. Por R$599, no Plano Sob Medida 220, o cliente leva para casa o smartphone com tela de 4.3”, que oferece uma experiência completa tanto na gravação quanto na reprodução de conteúdo sem a necessidade de utilizar o óculos 3D. Além disso, o aparelho vai além do Dual-Core, ele é Tri-Dual: Dual-Core, Dual Channel e Dual Memory, que permite ao usuário aproveitar o excelente ganho de performance e de velocidade de navegação.

A mistura de peças de cores vivas transforma os looks em autênticos blocos de cor que imprimem ainda mais energia aos dias de calor que se avizinham.


FlorESTAS

oCEANoS Os mais diferentes tons de água refletem as misturas de azuis que colorem as passarelas de todo o mundo.

novidades

As muitas flutuações da cor da natureza ganham características mais cosmopolitas neste verão e vestem as mais diferentes inspirações.

135


Recordista de vendas A chegada no Distrito Federal da maior rede em transações imobiliárias do mundo, com sede em Denver – Colorado, nos Estados Unidos, veio para trazer mudanças radicais no mercado da cidade

re/max

A

136

RE/MAX busca fazer um trabalho qualitativo, diferenciado e idôneo e tem regionais pelo Brasil, assim como no DF. Hoje conta com o diretor executivo Saulo Carneiro, que depois de ter passado por grandes imobiliárias, recebeu o convite para fazer parte da equipe e conta porque aceitou: “Quero ficar no melhor time, num time de ponta, estruturado e mundialmente conhecido, que traz com a força desta marca mais visibilidade no mercado, tanto para o cliente, quanto ao franqueado. Amo o que faço, lidero equipes extremamente competitivas no Distrito Federal”, diz. A função de Saulo é expandir o mercado em relação a franquias em Brasília, bem como dirigir a imobiliária modelo da RE/MAX. O tripé RE/MAX consiste em marca, reconhecida por estar consolidada em 88 países; sistema online, dispondo todos os imóveis e com diversas ferramentas que auxiliam na gestão empresarial, como acompanhamento de metas, filtros, etc. A partir do momento em que um imóvel é inserido em algum país, ele estará disponível imediatamente em todo o mundo, para que as pessoas possam visualizar, fazer propostas e assim gerar negócios com mais velocidade. E, por fim, treinamento com a Universidade RE/MAX, formando profissionais preparados para trabalhar com excelência. Esse tripé é a base da empresa e o que a diferencia das demais. Em 1997, a empresa registrou seu slogan, onde afirma: Ninguém vende mais imóveis que a RE/MAX. Brasília ainda não vê essa realidade, mas os gráficos

Saulo Carneiro, diretor executivo da RE/MAX no Distrito Federal

mundiais geram grandes expectativas de crescimento nos próximos meses. O corretor RE/MAX não será o mesmo, ele terá participação, será mais valorizado e reconhecido, mas para isso ele passará por diversos treinamentos, e esses treinamentos também fazem parte da função de Saulo Carneiro. “Nossos franqueados não se preocupam mais com corretor, eu me preocupo por eles, eu recruto, eu treino, eu entrego”, diz. E destaca: “Viemos para mudar a mentalidade do mercado”. Além da imobiliária, há uma regional no DF, o que é uma proposta ímpar, tudo que a empresa do franqueado precisa ele

encontra em sua regional, contando até com a ajuda de um consultor que visita os franqueados para orientar e corrigir a tempo se alguma falha for encontrada. “Fornecemos aos franqueados todas as ferramentas para tornar seu negócio mais rentável”, explica Saulo.

SERVIÇO: RE/MAX Regional-DF 61 7819-0298 / 61 9963-3839 SHS Quadra 6, Conj. A, Bloco E lojas 64, 68 e 72 Centro Empresarial Brasil 21 - Brasília/DF


RE/MAX Unique

A

DISTRITO FEDERAL

re/max

imobiliária Unique Imóveis se tornou franqueada RE/MAX, sendo a primeira no Distrito Federal. Os sócios Roberto Pantoja e Ian Beekman se interessaram pelo tripé RE/MAX, seu sistema online, sua marca e o treinamento que é oferecido. Roberto Pantoja afirma que a RE/MAX vende mais, pois seus corretores são profissionais e têm uma formação diferenciada, e acrescenta: “O corretor é o ponto chave, e hoje os corretores no Brasil têm pouca formação, mas a RE/MAX oferece cursos de formação, vídeos, treinamentos constantes”. A marca está, a cada dia, sendo mais expandida pelo mundo. Ian Beekman valoriza o grande investimento em publicidade (1 bilhão de dólares por ano). “A publicidade coloca a marca em muita evidência, e ela é visualizada no mundo todo, o que facilita o trabalho dos corretores e ajuda a atender as expectativas dos clientes”. E assim a Imobiliária que mais vende no mundo conquista cada vez mais franqueados e clientes.

137


Coração cor-de-rosa O risco de se ter um infarto existe tanto para homens quanto para mulheres. Mas o número de mulheres com doenças das coronárias tem aumentado muito nos últimos tempos. Se você faz parte deste grupo de risco, saiba como se proteger

infarto

Por Fernanda Caixeta - Fotos: Ricardo Pádue

138

O

infarto é a falta de circulação em uma área do músculo cardíaco, cujas células morrem por ficarem sem receber sangue com oxigênio e nutrientes. Se você fuma, come muita gordura, trabalha fora, tem vida sedentária e ainda por cima está acima do seu peso ideal, é

forte candidato a sofrer um ataque cardíaco. O quadro fica ainda pior se você for diabético ou tiver casos de infarto na família. O maior responsável pela obstrução coronariana é o excesso de gordura – colesterol e triglicérides – no sangue. São elas que formam a maior parte das “placas de ateromas”, camadas de gordura depositadas nas paredes arteriais. Essas placas, compostas basicamente de colesterol “ruim”, o LDL, podem “entu-


“A obesidade mórbida aumenta a ocorrência de doença cardiovascular, incluindo o infarto”, diz Dr. Luiz Fernando

equivalentes. Isso é decorrente do ritmo de vida acelerado que as mulheres estão levando hoje em dia. Com sua emancipação, elas passaram a ficar expostas aos mesmos fatores de risco que sempre

“As enfermidades do coração são seis vezes mais frequentes na mulher do que o câncer”, diz Dr. Maurício

açoitaram o coração masculino, como estresse, tabagismo, dietas desequilibradas, entre outros. Dessa forma, foi aberto um caminho para que o coração feminino começasse a mostrar vulnerabilidade. O coração delas bate mais rápido, as artérias coronárias são mais estreitas e até o modo como as placas de gordura se depositam nos vasos sanguíneos é diferente. Isso faz com que o processo de obstrução no sexo feminino seja mais veloz e difuso. Cristina Calegaro afirma que a probabilidade de uma mulher morrer em consequência de um infarto é 50% maior que um homem com a mesma idade. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares respondem por um terço das mortes entre mulheres no mundo, com 8,5 milhões de óbitos por ano, mais de 23 mil por dia. As enfermidades do coração são seis vezes mais frequentes do que o câncer na mulher, explica o Dr. Maurício Beze, cardiologista da clínica Cardios. Já se sabe que muitas doenças cardiovasculares se apresentam de forma diferente no sexo feminino, como também há padrões diversificados de respostas femi-

infarto

pir” as coronárias. Porém, o lado “bom” do colesterol, o HDL, protege a pessoa contra os problemas coronarianos. Esse processo de entupimento das artérias chama-se aterosclerose. O cirurgião do aparelho digestivo e bariátrico Luiz Fernando Córdova explica que 75% dos pacientes portadores de obesidade mórbida são mulheres. A obesidade mórbida aumenta, em média, 20 vezes a ocorrência de doença cardiovascular, incluindo o infarto do miocárdio. “Portanto, podemos afirmar que com o aumento da obesidade na população também está aumentando a incidência de infarto, principalmente nas mulheres, com a vida moderna, o estresse, tabagismo, entre outros”, ressalta. De acordo com a especialista em Reabilitação Cardíaca e Condicionamento para Grupos Especiais Cristina Calegaro, à frente da Academia Vital Recor – Saúde e Reabilitação, são grandes as diferenças anatômicas e fisiológicas do coração feminino comparado ao do homem. Na década de 50, para cada dez vítimas fatais de problemas do coração pertencentes ao sexo masculino, havia uma do feminino. Quarenta anos mais tarde, essa relação era de seis para uma. Atualmente é de duas para uma, sendo que a previsão é de que as proporções não demorem a ficar

139


infarto

“Para a prevenção de infarto, deve-se fazer atividade física e é fundamental ter uma alimentação saudável”, afirma Cristina Calegaro

140

ninas quanto a medicamentos e hormônios. Ambos os sexos foram avaliados em uma pesquisa, os quais tinham dor precordial de característica atípica e foram submetidos ao cateterismo cardíaco. O estudo mostrou que as mulheres têm três vezes mais probabilidade de apresentar resultados considerados normais que os homens. Mas desses resultados normais, as mulheres têm quase três vezes maior probabilidade de serem internadas por apresentarem quadro coronariano agudo no ano seguinte que os homens. Para diminuir a propensão às doenças coronarianas, Cristina coloca que a mulher precisa ser ativa desde criança. “Para a prevenção, deve-se fazer qualquer tipo de atividade física e é fundamental ter uma alimentação

saudável”, acrescenta. A profissional reforça tal prática, já que a doença aterosclerótica – crônica degenerativa, que leva à obstrução das artérias (vasos que levam o sangue para os tecidos) pelo acúmulo de lípides (principalmente colesterol) em suas paredes – começa na infância. Com as evidências de hoje, e com o que há de vir, o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares em mulheres pode ser muito maior do que se imaginava. Além de exercícios, Cristina Calegaro enfatiza que parar de fumar, controlar o estresse e dormir bem são fundamentais para que o problema possa ser amenizado. Serviço: Gastromed – (61) 3704-9017 / Vital Recor – Saúde e Reabilitação – (61) 3242-2157 / Cardios (61) 3346-1288.



VACINA DE SAPO

Literatura

Livro escrito por Zélia Gattai contando seu romance com Jorge Amado. O tempo real deste texto é o da agonia de Jorge Amado: os três anos do lento avanço para o silêncio de quem existira, até então, numa contínua e efervescente inquietude, num plano de criação artística e participação social tão intensas, tão eloquentes, capazes de interessar em qualquer parte do mundo quantos ansiavam por fazer suas as aspirações de paz e confraternização entre todos os homens. Ele soube dar vida a esse sonho. Editora Record, com 111 páginas. A CIÊNCIA DE FICAR RICO Este é um livro pragmático, não filosófico; um manual prático, não um tratado teórico, escrito por Wallace D. Wattles. Destina-se a homens e mulheres cuja necessidade mais premente é ganhar dinheiro; destina-se aos que querem enriquecer primeiro e filosofar depois. E àqueles que até agora não encontraram tempo, meios ou oportunidade para estudos profundos de metafísica, mas que desejam resultados e estão dispostos a aceitar as conclusões da ciência como base para a ação, sem precisar conhecer os processos por meio dos quais as conclusões foram alcançadas. Editora BestSeller, com 107 páginas.

LIVROS

O PORQUÊ DE ESTE MUNDO NÃO SER MELHOR

142

Escrito por Tonide S. Silva, é uma obra sedimentada na percepção do limite da degradação humana, provocada pela nuance crescente da divergência da índole do homem. Se a miséria humana conduz ao questionamento da importância da vida, o poder, no seu mais amplo sentido, conduz ao questionamento da índole. Neste livro, Tonide procura mostrar que a fome, a humilhação e o poder não se enquadram na mística da vontade de Deus. Com 125 páginas, editado pela Thesaurus.

FAZENDO NEGÓCIOS NA CHINA O boom chinês dos últimos tempos vem chamando a atenção dos investidores estrangeiros. Muitas oportunidades estão crescendo. Porém, antes de aventurar-se, você deve conhecer o país, as diferenças culturais, a etiqueta local, as leis e as regras específicas, familiarizarse com o idioma, entre outros aspectos. Este guia ajudará você – investidor, executivo ou empresário – a expandir suas oportunidades de negócios na China. O autor Ted Plafker chegou à China em 1989. Editora Prumo, com 304 páginas.

DR. CABELO Este livro apresenta as mais recentes e importantes informações sobre o avanço da ciência na área da tricologia (disciplina médica focada na recuperação capilar). Redigido de forma direta, com clareza, seu objetivo é desmistificar os antigos paradigmas que cercam tudo o que se relaciona com os cabelos. Além de atualizar conceitos, esta obra pretende demonstrar que a medicina integrativa, pioneiramente aplicada pelo autor, Dr. Luciano Barsanti, no tratamento e embelezamento dos cabelos, consegue equilibrar corpo e mente a fim de obter os melhores resultados estéticos. Editora Elevação, com 183 páginas. DEUSES E DEUSAS Este livro, escrito pela Dra. Elizabeth Hallam, reúne mais de 130 divindades e lendas da mitologia mundial. Os deuses e deusas aqui apresentados refletem as crenças que se desenvolveram por muitos séculos – talvez milênios – da existência humana em sua eterna busca por iluminação espiritual. Não se trata de comparação religiosa, nem de estudo da mitologia. Concentrase nas próprias divindades e suas características “humanas”, suas origens e lendas, rituais, aparências e atributos. Editora Prestígio, com 214 páginas.



Os trajes

masculin É preciso saber interpretar corretamente os dizeres de um convite, para evitar constrangimentos Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

elegância

É

144

preciso saber interpretar corretamente os dizeres de um convite, para evitar constrangimentos. É o tipo da coisa que pode proporcionar uma dose extra de segurança e traquejo em momentos em que isso é, sim, bastante importante. Principalmente nas festas ou em reuniões onde a presença é quase uma continuidade do trabalho. TRAJE ESPORTE: Significa sem gravata. É claro que vai depender do caso a opção por usar jeans, tênis ou caprichar um pouco, simplesmente dispensando a gravata, mas não o blazer e a camisa. Evidentemente, em um evento onde tenha sido especificado por escrito “traje esporte”, é preciso levar em conta que é esportivo sim, mas não a ponto de usar o bom e velho tênis. Assim, um dock sider ou mocassim podem cair melhor. TRAJE PASSEIO: Para se levar ao pé da letra, o traje passeio ou “tenue de ville” (pernosticamente colocado em alguns convites) é normalmente indicado para eventos à luz do dia e mais informais. Na prática, significa um blazer com calça social, camisa de cor clara, uma gravata mais divertida, enfim, é a gravata em sua forma informal. Em tempo: traje passeio é o que, no Brasil, erroneamente, algumas pessoas insistem em chamar de “esporte fino”. Isso não existe.


inos TRAJE PASSEIO COMPLETO: Significa terno. Escuro e mais informal. De preferência marinho bem escuro ou grafite. Com camisa social branca ou azul mais clara e gravata de estampa, mas discreta. A RIGOR (OU BLACK TIE): Não tem erro: é o smoking e, como diz o nome black tie, com gravata-borboleta preta. Sem tentações de variar usando faixa e gravata em cetim violeta, azul ou prata... Ainda: se no convite estiver escrito “habillé”, leia black tie. É a versão francesa de “a rigor”. GALA: É a casaca, isto é, paletó preto com cauda bipartida, como aquela dos mágicos dos desenhos animados, gravata-borboleta branca e camisa de colarinho alto com as pontas viradas, traje usado muito raramente no Brasil. É o traje exigido para jantares mais formais e recepções de menor cerimônia e também, em alguns países, para almoços formais. Os homens devem usar terno escuro com camisa branca ou de cor clara. As mulheres devem usar vestidos ou tailleurs. No caso dos homens, a camisa até pode ser em outras cores que não o branco. Entretanto, convém lembrar que, no social, os tons devem ser sempre mais cla-

elegância

UM PASSEIO COMPLETO...

145


elegância) ou vestidos “de coquetel”, na altura dos joelhos, com acessórios mais caprichados. Nada de longo. Os sapatos devem combinar com a bolsa, que deve ser pequena, e joias ou bijuterias mais finas.

elegância

DETALHES DA MODA MASCULINA

146

ros. Assim, o azul e o pêssego, o vinho e o verde-alface não são aconselháveis. Passeio completo deve ser entendido como terno escuro, que, por sua vez, deve ser grafite-escuro, marinho ou cinza -chumbo. Nada mais claro do que isso. Esses tons combinam bem com o branco, o rosa e o azul-claro mencionados acima. A estampa de gravatas nessas ocasiões deve ser ainda mais discreta, não ultrapassando um centímetro cúbico. E nada de listras. Hoje, não se usa mais o colete do terno. Porém, em climas mais frios, nada impede que se faça. Os modelos de terno – dois, três ou quatro botões, jaquetas ou não – variam de acordo com a altura do homem: os mais altos podem usar um com até cinco botões. Já os mais baixos têm de optar por um terno com no máximo três. Homens mais gordinhos ficam bem com o jaquetão, que “segura” melhor a barriga. Os sapatos masculinos devem ser sociais, com ou sem cadarço, nada de mocassins ou modelos com fivelas grandes, assim como o cinto, que também deve ter fivela discreta e acompanhar a cor do sapato. O passeio completo para mulheres é o que se conhece no Brasil como “social”, que, convenhamos, não esclarece muito. Assim, longuetes, aqueles vestidos com o comprimento bem abaixo do joelho, batendo mais ou menos no meio da panturrilha, são bem aceitos, bem como pantalonas finas (tanto no tecido quanto na

Ouve-se muito falar que hoje a moda está “mais democrática”. Uma das grandes mudanças ocorreu no visual masculino: já não há mais aquela sisudez obrigatória dos ternos, sapatos ultraclássicos e tons sóbrios. Antigamente, mesmo nas cidades litorâneas, os homens usavam ternos escuros, chapéu e bengala. Hoje, vale quase tudo. Veja bem, eu disse “quase”... Porque é nesse novo universo tão colorido e descontraído que podem ocorrer os maiores erros. TERNOS: Tons e caimento fazem diferença. As alternativas de textura e cores oferecidas hoje são muito mais diversificadas que antigamente. Ainda assim, evite os tons de pêssego, verdinhos e outras cores que lembram sorvetes. São gritantes e feios. Cuidado com os ternos muito justos: não há nada que torne um homem mais deselegante do que um paletó repuxado ou aberto atrás em consequência de alguns quilos a mais. E tome especial cuidado com o comprimento da manga: manga de paletó muito mais curta que o braço também não é recomendada. Por outro lado, há quem defenda os modelos mais largos em nome de um visual falsamente descontraído ou “desestruturado”, mas o resultado é uma aparência amarfanhada, como se o defunto fosse maior. Isso também não é nada elegante. GRAVATAS: Em certos eventos mais informais, elas ganham muito mais colorido e uma enorme gama de motivos em suas estampas: raquetes de tênis, bichinhos ou flores. Umas gracinhas. Desde que o tamanho desses motivos não ultrapasse a marca de um centímetro. É isso aí: nada de andar por aí ostentando uma paisagem ambulante. Gravatas com o Mickey estampado ou com qualquer outro personagem de desenho animado podem até ser engraçadas. Mas fica difícil levar a sério alguém que faz questão de pendurar um rato no pescoço, concorda?

TERNO SOB MEDIDA Quando feito sob medida, um terno pode corrigir defeitos de postura do homem, como a diferença entre os ombros ou uma perna mais longa. Mas, ao comprar um modelo pronto, certifique-se de que a estrutura do paletó não é maior que a largura de suas costas de ombro a ombro. O comprimento ideal do paletó tem relação com a altura das mãos de quem o veste. Estenda os braços ao longo do corpo e feche as mãos. Se a manga alcançar a palma da mão com os braços nessa posição, estará certo. Há também duas opções de comprimento para a manga: uma mais clássica, que cobre totalmente o punho da camisa, e uma mais moderna, que deixa cerca de 0,5cm à mostra com o braço dobrado. Seja o terno de dois, três ou quatro botões, o paletó deve sempre estar com o primeiro botão de baixo para cima aberto. Homens mais barrigudos devem dar preferência ao modelo jaquetão, pois disfarça melhor o volume e fica mais elegante.


Certifique-se de que o comprimento da barra da calça esteja aproximadamente um centímetro acima do salto do sapato. Em relação à gravata, um bom nó de gravata não fica nem muito grande nem muito estreito. E faz simetria perfeita com o desenho da gola da camisa e da lapela do costume. Assim como deve ser proporcio-

nal à largura do pescoço e dos ombros. O comprimento da gravata nunca deve ultrapassar a fivela do cinto. Um visual clássico pede a ponta da gravata na altura da fivela. Já os ternos mais modernos ficam bem com gravatas um pouco mais curtas. Em relação aos prendedores de gravatas,

hoje pouca gente usa. Mas, se quiser usar, não há problema algum. Apenas certifique-se de que são bem fininhos e discretos. A altura deve ser de quatro a cinco dedos acima do umbigo. Evite os que têm símbolos, desenhos ou qualquer referência a marcas. O ideal é que sejam muito finos e lisos, como grampos de cabelo.




moda


151

moda


152

moda


153

moda


154

moda


155


Dr. Gilvan Alves

C

Fotos: Gui Teixeira

maura charlotte

açula de uma família de nove irmãos, Gilvan Alves sempre sonhou grande. Tinha certeza de que queria ganhar o mundo e começou se mudando da pequena Pinheiros, no Espírito Santo, para Coronel Fabriciano, em Minas Gerais, um pouquinho maior. A essa altura já tinha planos diferentes dos irmãos, que estudaram ou engenharia ou administração. Queria ser médico e lá se foi ele para Belo Horizonte. Em 1992, já formado pela UFMG, veio para Brasília e logo seguiu para Londres, onde se especializou em dermatologia, área em que hoje é uma das referências, sendo Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia seção Distrito Federal. Hoje, muito mais que um especialista em estética, é autoridade em dermatoses da gravidez, tendo lançado o livro Dermatologia e Gravidez, em co-autoria com Adilson Costa e Luna Azulay. Não são poucos os predicados – especializações, no caso – que o gabaritaram a ser Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia seção Distrito Federal. Os títulos não param por aí. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, American Academy of Dermatology, International Academy of Cosmetic Dermatology e Royal Society of Dermatology e jogador de golfe... Jogador de golfe? É, o doutor é dessas pessoas que acreditam que com organização e disciplina é possível arrumar tempo para tudo, principalmente para cuidar de si. Então, não interessa nem como nem onde, atividade física e suas partidas de golfe cabem sempre em sua agenda. Em relação ao sonho de ganhar o mundo, ele foi mais que bem sucedido e está sempre viajando, principalmente para palestras, seminários e congressos, como o último de que participou, em Lisboa, no mês de outubro. Como ele acha complicado misturar viagem de trabalho com lazer, também dá um jeito de encaixar merecidas férias em sua agenda. De uns três meses para cá, porém, nada lhe dá mais prazer que ficar em Brasília. É que ele acaba de se instalar com toda sua equipe em sua nova clínica, que ocupa um andar inteiro do Edifício Vital Brasília, na Asa Sul. Agora, num mesmo local, ele tem condições de oferecer o que há de melhor em procedimentos técnicos e estéticos na área da dermatologia. Com projeto de Ney Lima, o espaço une design e comodidade numa atmosfera sofisticada e aconchegante. Ele fez questão de comemorar o máximo possível, pois tal como quando era pequenino e queria ganhar o mundo, sabe que para se “chegar lá” é possível dar passos firmes e seguros, mas um de cada vez.

156

Na nova clínica, projetada pelo arquiteto Ney Lima, a sala de espera de seu consultório, com cores primárias, móveis de linhas elegantes e peças de design como a luminária DNA, é o seu espaço favorito


Em co-autoria com Adilson Costa e Luna Azulay, o médico lançou no mercado o livro Dermatologia e Gravidez

Para o novo consultório, o Doutor fez questão de ter uma nova logomarca desenvolvida pelo artista plástico Darlan Rosa

A leitura é sempre uma boa companhia. Atualmente ele tem recomendado Travessuras da Menina Má, de Mario Vargas Llosa, e The Widow Clicquot, “leitura obrigatória para quem aprecia umas borbulhas”

Como esporte e hobbie, o golfe tornou-se uma atividade frequente na vida do Doutor Gilvan

CINCO SENTIDOS Audição: A seleção de musicas que a Lysa Lobo fez para o meu consultório. Visão: A de Brasília vista do avião quando volto de férias. Tato: Uma pele bem tratada. Paladar: Sopa de carne com macarrão da Jordelina (secretária do lar que está na família do médico há 50 anos). Olfato: Cheiro das boas lembranças.

As máquinas CO2 e M22, as duas mais novas aquisições do consultório, oferecem à clientela tecnologia de ponta, ressurfacing e foto rejuvenescimento


É TEMPO DE DECIDIR

educacão

O

158

poder de decidir é um dos grandes privilégios dos seres humanos. Decisões certas re­ querem escolhas maduras, alicerçadas em atos responsáveis, valores e princípios capazes de impactar positi­ vamente a nossa vida e as daqueles com quem convivemos. É comum, no entanto, que pais de crianças ou adolescentes diagnosticados com Dislexia, TDAH – Transtorno do Dé­ ficit de Atenção e Hiperatividade, TOD – Transtorno Opositor Desafiante, TA – Transtornos de Aprendizagem, entre ou­ tros, apresentem insegurança para deci­ dir os rumos que devem tomar com seus filhos, principalmente no que diz respei­ to ao seu processo de aprendizagem. Que profissional da saúde deve acompanhá­ ­lo? Que terapias oferecem melhores possibilidades de desenvolvimento pes­ soal? Qual a melhor escola para ele? Inicialmente é importante ressaltar que o conceito de aprendizagem está di­ retamente atrelado à visão de homem e de mundo e apesar das diferentes linhas de pensamento que discutem esse assun­ to, existe um consenso de que a aprendi­ zagem é decorrente de experiências ca­ pazes de gerar modificações duradouras no indivíduo. Como já nasce propenso à aprendiza­ gem, esse indivíduo só precisa de estí­ mulos (internos ou externos) para que ela aconteça. Algumas aprendizagens são decorrentes da necessidade do próprio in­ divíduo e desenvolvem­se naturalmente. Outras, no entanto, são decorrentes da in­ terferência de fatores externos. À medida que se desenvolvem e alcan­ çam idade escolar, algumas crianças po­ dem oferecer pistas de que o seu processo de aprendizagem não condiz com o espe­ rado. Nesse contexto, pais e educadores devem apurar seus olhares no sentido de acompanharem a frequência e a inten­ sidade de determinados comportamen­ tos. Oscilação de humor, dificuldades na aquisição da linguagem, do raciocínio,

na manutenção da concentração, cum­ primento de comandos, inabilidades motoras e/ou visoespaciais, entre outros, devem se observados. A busca por uma equipe multidisci­ plinar composta por médicos, fonoau­ diólogos, psicopedagogos e psicólogos é de suma importância. Esses profis­ sionais são habilitados a avaliarem os sintomas apresentados e emitirem um parecer acerca do acompanhamento adequado para o bom desenvolvimento desses indivíduos. Assim, caro leitor, cientes da impor­ tância da tomada de decisões acertadas quando o assunto é escolher caminhos que proporcionam desenvolvimento ade­ quado às crianças e adolescentes, o Cone­ xões – Equipe Multidisciplinar de Pesqui­ sa escreveu a coleção “Que bicho é esse?”. É uma série de histórias emocionantes

cujos personagens possuem característi­ cas peculiares: PATANA, uma simpática patinha com Transtorno de Aprendizagem; ZOIOLA, a sábia corujinha diagnostica­ da com Dislexia; NINA ROSA, a preguiça serelepe que tem TDAH; e MAVERICK, um majestoso cavalo com Transtorno Bipolar. “Que bicho é esse?” é uma ferramenta de incomparável valor para pais, educa­ dores e profissionais da área de saúde. Você vai se surpreender! CONEXÕES - EQUIPE MULTIDISCIPLINAR Prof. Dr. Carlos Nogueira Aucélio – Neurologista Infantil Prof. Adriana Rosaly Dutra – Pedagoga Dra. Maria José Amorim – Psicóloga Dra. Zenilda Lúcia Almeida – Fonoaudióloga – Psicopedagoga



Em grande estilo

O

Fotos: Cristiano Sérgio

ParkShopping promove corrida e pré-estreia para convidados

ator e modelo Carlos Casagrande completou 43 anos em 16 de outubro e comemorou o seu aniversário em plena forma. Ele participou da segunda etapa de 2011 da Track&Field Run Series ParkShopping. Nem mesmo o tempo nublado que fazia na Capital Federal ou o horário de verão desanimaram o galã da novela Fina Estampa. Ao lado de outros 600 participantes, Casagrande percorreu o primeiro dos dois circuitos que compõem a prova – 5km e 10km. Na categoria feminina, Mônica Carvalho, sua colega de elenco, também marcou presença. O ParkShopping teve uma noite de muita ação e aventura no dia 18. Foi a pré-estreia do filme da Dreamworks Gigantes de aço. Convidados especiais assistiram à película com direito a pipoca e refrigerante. Nas telas, Hugh Jackman treina um robô lutador para se aproximar do filho. A plateia aprovou a produção com direito a palmas ao fim da exibição.

André Bouchardet, Jaina Barreto, Daniel Suassuna e Tainá Soares, instrutores do Método DeRose

PARKSHOPPING

Cristiane Maruyama e Alessandra Guimarães

160

Carlos Casagrande, a gerente de marketing do ParkShopping, Cilene Vieira, e Mônica Carvalho

César Rebouças e Alex Macedo

Plínio Rabelo, Celso Jabour e Alaor Paris

Mário Júnior, Carolina Sofia e Thiago Vieira

Raíssa Lomonte e Marina Cardozo

Rosana Targino e Amanda Guedes

Ceci Santoro, Carlos Casagrande e Simone Jabour

Danniel Curvelo, Mônica Carvalho, Miúcha Magalhães e Marcelo Bálbio

Fabrício Monteiro e Miguel Jabour

Teka Camargo e Beth Mattos



162

perfil


Giancarlo Bolla O Grand Seigneur da alta gastronomia chega à Brasília

Por Consuêlo Badra – Fotos: Arquivo pessoal

C

onheci o charmoso e querido Giancarlo Bolla em 1970, quando ele abriu, ao lado de amigos, o extinto Gallery e comandou com primor o restaurante da badalada boate. Dessa parceria nasceram vários outros empreendimentos, como os também extintos restaurantes Mezzaluna e Manhattan, que fizeram muito sucesso na época. Cansado do ritmo que tudo isso exigia, decidiu sair da sociedade, por volta de 1988, para dedicar-se apenas ao La Tambouille. No dia 21 de julho de 1971, Giancarlo Bolla, um visionário empreendedor, inaugurava o La Tambouille, que se transformou num dos ícones da cidade de São Paulo, frequentadíssimo por

pessoas famosas e badaladas. “Todos achavam, na época, que eu era louco em abrir um restaurante fora do centro da cidade, onde estavam todos os de renome. Mas eu queria ficar perto das casas dos meus clientes”, comenta ele. No início de 1990, Giancarlo resolveu voltar às noites de badalação, convidado pelos amigos Jorge Elias, Fernando Dhelomme e Chico Lima, fazendo parte do Leopolldo, na Avenida Faria Lima, que teve vida curta e inesquecível por conta das obras de ampliação da famosa avenida. Hoje, Giancarlo se divide entre o La Tambouille, as duas unidades do Bar des Arts, no Itaim e em Higienópolis, e o Leopolldo, com seus eventos.

perfil

Caçarola de frutos do mar com tagliolini Nero

163


Camarões ao champagne

perfil

A HISTÓRIA DE VIDA

164

O pai do Giancarlo, o Sr. Mário, veio para o Brasil em 1950 e ele ficou com a mãe, Nuccia, na Itália. “Ajudava no que fosse preciso e já com 9 anos de idade gostava de fazer massa fresca, picar os temperos, rechear os raviólis”, conta. Aos 12 anos teve seu primeiro emprego, na época das férias escolares, num desses bares que abrem apenas no verão. Quando o pai resolveu ficar no Brasil, Giancarlo veio para São Paulo com a mãe. Dessa época, lembra do primeiro emprego, sem falar português, numa casa de discos. “A música Conceição fazia Giancarlo Bolla aos 15 anos o maior sucesso”, lembra. Assim que apren- de sua bem-sucedida carreira. deu um pouco a língua, voltou a fazer o que Depois de mudanças notáveis em seus gostava: trabalhar em restaurantes. Come- menus, com a criação de um almoço çou numa pequena casa italiana no bairro executivo de primeira ordem, o MezzoVergueiro, mas seu foco eram os restauran- giorno, sucesso instantâneo desde seu tes mais sofisticados. lançamento, e da divisão das gastrono“Tem duas casas onde trabalhei que fo- mias francesas e italiana no cardápio à ram verdadeiras escolas: o restaurante do la carte, agora chegou a vez da decoração. Grande Hotel Ca’d’Oro e o Rubaiyat, do Giancarlo Bolla e seu velho amigo Ugo Belarmino Fernandes Iglesias”, relembra. di Pace, lendário arquiteto que planejou Em 1959, Giancarlo foi para o Rubaiyat, na alguns dos mais sofisticados ambientes época, no centro da cidade, onde ficou até da cidade de São Paulo, transformaram 1961. Depois de passar por outras casas, tra- o primeiro salão da casa, originalmente balhou no Ca’d’Oro de 1964 a 1969, voltando chamado de terraço, num gazebo estiliao Rubaiyat como maître gerente, de onde zado que deu ao espaço um ar ainda mais saiu para abrir sua própria casa. charmoso e arejado – com os três novos janelões dando para um jardim externo, DE CARA NOVA AOS 40 ANOS mas mantendo a privacidade dos clienCelebrando os 40 anos do La Tam- tes. Um espelho ocupa a parede do funbouille, o restaurante acumula realiza- do e gera dimensão de profundidade. Os ções, prêmios e muitos amigos ao longo clientes do La Tambouille que costuma-

Sunday antepasto

vam sentar-se no terraço agora têm a impressão de estar num ambiente inteiramente renovado – para degustarem, em nova roupagem, a cozinha sempre clássica e impecável do festejado quarentão da cidade da garoa.

UM POUCO DO GRANDE CHEF E EMPRESÁRIO Vaidoso, Giancarlo, que é oriundo da região de San Remo, na Itália, acorda às sete da manhã e faz spinning por uma hora, tomando sol, além de frequentar a academia. Entre seus hobbies estão cuidar de plantas e dirigir. “Adoro guiar, principalmente na estrada, e sou apaixonado por pickups. Mas sou um purista, tem de ser a de cabine simples”. Casado pela segunda vez com a charmosa e bonita Gisele, é pai de Carla e Claudia, que lhe deu os netos gêmeos Giancarlo e Valentina, de 3 anos. Giancarlo Bolla chega a Brasília com seu La Tambouille na praça vip de restaurantes do ParkShopping, no começo de novembro. Sua grande pergunta à repórter era o que os brasilienses estão achando da invasão dos restaurantes paulistas à Capital Federal. Respondi: até que enfim os paulistas começaram a enxergar Brasília como a grande cidade da gastronomia do país. Giancarlo também inaugura brevemente seu La Tambouille em um shopping na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A disposição é enorme, ainda bem.



rangelcavalcante@uol.com.br

COM O DEDO Era a votação do projeto de resolução propondo a cassação do mandato da deputada Jaqueline Roriz, acusada de receber propina do chamado “mensalão do DEM”, um dos grandes escândalos de corrupção na política de Brasília. O plenário da Câmara estava praticamente cheio, com os deputados prontos para decidir pelo voto secreto o que todo mudo previa: a rejeição da proposta de cassação. A maioria dos ilustres deputados garantia ter votado a favor da punição da colega, filmada quando recebia dinheiro do esquema de corrupção, embora os números no painel eletrônico afirmassem exatamente o contrário. O voto secreto é dado apenas com o apertar de um botão situado num pequeno visor localizado na frente da poltrona de cada parlamentar. Terminada a votação e proclamado o resultado, os jornalistas procuravam os deputados para perguntar como eles votaram. Foi quando um dos repórteres quis saber a posição do deputado Tiririca. – Deputado, como o senhor votou? Sem titubear, o deputado mais votado do país informou: – Com o dedo!

A ENTREVISTA Esta é dos tempos da ditadura implantada no país pela “revolução redentora”. Os repórteres que faziam a cobertura da área militar, na sala de imprensa do então Ministério da Guerra, em Brasília, viviam à míngua de notícias. Só recebiam releases burocráticos distribuídos, que sempre terminavam na “sexta página”, como a turma chamava as cestas de lixo das redações. Numa tarde, os repórteres credenciados foram avisados de que o coronel encarregado do setor de imprensa iria conceder uma entrevista coletiva na manhã seguinte. Foi geral a expectativa. Chegada a hora, os jornalistas, à frente o Jorge Honório, decano do grupo, foram convocados por um soldado para tomarem assento à grande mesa de reuniões. Logo veio o cafezinho. Cada um recebeu um bloquinho de notas e um lápis com a ponta bem feita. Minutos depois entrou o coronel. Simpático, sorridente, cumprimentou a todos e acomodou-se na cabeceira da mesa de jacarandá. Em seguida, já se levantando, anunciou, solenemente: – Hoje, infelizmente, não tenho nada a informar aos senhores. Está encerrada a entrevista!. E foi embora.

RANGEL CAVALCANTE

DE PALMAS

166

O Miguel Colares Penha manda contar, jurando que é verdade, que, a certa altura de um show em Lisboa, o vocalista Bono parou de cantar, pediu silêncio à plateia e, ao som de uma música suave, quase em surdina, começou a bater palmas. A música prosseguia e ele batendo palmas. A um sinal, a orquestra também silenciou e só as palmas do Bono ecoavam pelo estádio lotado. Foi quando ele disse, em tom solene: – Eu quero que vocês pensem bem nisso. A cada batida das minhas mãos, uma criança morre de fome ou vítima da violência na África! O silêncio do público foi quebrado pela voz estridente de um lusitano das arquibancadas: – Ora, pois, então para de bater palmas seu f.d.p!


INGLÊS? Raimundo Bona Carbureto é um desses políticos nordestinos que poderia escrever um livro com o título “Eu Me Fiz Por Si Próprio”. Começou a vida como magarefe em Campo Maior, no Piauí. Homem sem instrução, mas dotado de grande sabedoria, exerce forte liderança na sua região. Já foi deputado estadual e hoje é prefeito do seu município pela terceira vez. Em 1998 tentou voltar à Assembleia Legislativa, mas teve a candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral. Às vésperas do pleito, substituiu o seu nome na chapa pelo de uma de suas irmãs e a elegeu com mais de 13 mil votos. Certa feita ele discursava na Assembleia. O tema era o controle da natalidade e Carbureto defendia não apenas uma imediata campanha de esclarecimento junto às famílias mais pobres quanto à necessidade de limitar o número de filhos, mas também uma distribuição ampla de anticoncepcionais. Ia ainda mais longe: – Senhor presidente, senhores deputados, o governo do estado precisa urgentemente iniciar um programa para estimular os homens a que se submetam a uma operação de ligação de trompas, como forma de evitar a superpopulação de nossas áreas mais pobres. Surpreso diante da proposta, um deputado aparteou: – Nobre deputado Carbureto, Vossa Excelência labora num grave erro. O nome da operação a que os homens se submetem para não procriar é vasectomia e não ligação de trompas. Carbureto logo esclareceu: – Nobre colega, eu digo ligação de trompas porque não sei dizer essas palavras em inglês como Vossa Excelência.


RestauraCar Pier 21:

no coração do mercado Classe AAA

Cada cantinho tem de ser limpo, num serviço de alta qualidade os poucos o conceito de “Car Care” se fixa em Brasília. A limpeza do carro deixou de ser algo casual e assumiu seu verdadeiro lugar na manutenção do veículo e do capital investido pelo dono. Mais ainda: deixou de gastar a preciosa água da Caesb e de poluir os já cansados mananciais do DF. Com alto IDH e poder aquisitivo de Primeiro Mundo, a capital teve na RestauraCar do Brasília Shopping o início de uma nova mentalidade. “Foi ali que tomamos contato, pela primeira vez, com uma equipe gestora de shoppings de altíssimo nível, que nos lança desafios e nos instiga a melhorar cada vez mais”, diz Flavio Bonfá, proprietário da marca. “Percebemos que os shoppings são nosso habitat”, completa. O sucesso não demorou e novas lojas surgiram no Liberty Mall, Taguatinga Shopping e até no Rio de Janeiro, pois pedidos de franquias chegam quase diariamente. “A inauguração da loja do Pier 21 nos coloca junto ao Lago Sul, Tribunais Superiores, Ministérios e Asa Sul, sem falar nos que já frequentam o shopping, que está cada dia mais dinâmico, com novas lojas e restaurantes, inclusive a melhor academia de Brasília. É um público Classe AAA”, completa Vitor Bonfá, diretor de Marketing da rede.

car care

A

168

Os carros ficam como novos

No mix de produtos de toda a rede, o forte são os serviços de Revitalização de Pintura, Higienização do Interior (você não acredita o cheiro que fica no carro!) e vários tipos de Eco-Lavagem, todos com poluição zero e garantia por escrito. Tem até uma surpreendente garantia de chuva! Isso mesmo. Se chover em até 24h depois do serviço eles fazem a limpeza de novo, sem custo. Esses empreendedores de Brasília... cada vez mais criativos. “Os clientes ficam impressionados e temos o maior prazer em limpar de novo. Estamos muito entusiasmados”, explica Rubeny Ximenes, gerente da nova unidade.

Limpeza de motor a seco. Essa ninguém tem

Equipamentos inéditos no DF garantem qualidade

O mais interessante é que você pode agendar pelo site www.restauracar.com.br e só aparecer na hora do serviço, curtir o Pier 21 e pegar o carro como novo. O fone é 3226-0005. “Em breve os moradores do Lago Sul terão uma surpresa, será uma espécie de delivery”, revela Edmilson Laranjeira, outro gerente da rede, sem mostrar o jogo todo.



Foco

RESPONDE Por Dr. Plínio Brant

Depois de um exercício puxado, tem que relaxar?

Uma noite mal dormida tem efeito semelhante ao do exercício estafante

Relaxe. Mas relaxe mesmo. Isso se você quiser salvaguardar seu coração. Pesquisadores da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, concluíram que até mesmo uma atividade intelectual feita logo após a ginástica pode fazer a pressão arterial disparar. Eles pediram a dois grupos de voluntários que decorassem uma sequência de letras. O primeiro, que acabara de malhar, sofreu um aumento de pressão muito superior ao da segunda turma, que não tinha se mexido. Os hipertensos correm maior risco de um dano cardiovascular, mas mesmo os que não sofrem disso estão sujeitos a uma arritmia.

PERGUNTAS & RESPOSTAS

Melatonina contra envelhecimento?

170

A Rede Nacional de Pesquisa do Envelhecimento Espanhola alcançou um dos grandes desafios da ciência: conseguiu que os humanos envelheçam nas melhores condições de saúde. Um trabalho realizado por pesquisadores de várias universidades espanholas concluiu que a ingestão de melatonina, uma substância natural (conhecida como o “hormônio do sono”) produzida pelo cérebro em pequenas quantidades e que está presente em muitos alimentos, neutraliza o estresse oxidativo e os processos inflamatórios próprios da idade, aumentando a longevidade. A melatonina encontra-se em algumas frutas e verduras como a cebola, as cerejas e as bananas; em cereais como o milho, a aveia e o arroz; em algumas ervas aromáticas e no vinho tinto.

Sabia que... ...A retenção de líquidos é o mesmo que excesso de peso? Se está farta de dizer a todos que não está gorda, só tem retenção de líquidos, tente encontrar outra desculpa para não entrar em dieta. O excesso de peso caracteriza-se por um excesso de gordura e não de água. Forçar a perda de líquidos com diuréticos ou suando em excesso não só não a faz perder gordura como pode ter consequências negativas para a sua saúde.


Vegetarianos gordos por que razão? A pergunta joga por terra o mito de que quem só come produtos de origem vegetal não engorda. Pois bem, podemos optar por um regime em que não ingerimos produtos de origem animal e ainda assim engordar. Por quê? Porque para engordar é preciso seguir uma regra básica: a energia que se ingere tem que ser maior que a energia que se gasta. Por isso, embora seja mais difícil alcançá-lo, pois é necessário ingerir um maior volume de alimentos, é possível engordar sendo vegetariano. Basta prestar atenção ao fato de os alimentos farináceos, como o pão, os cereais, o arroz, a massa ou a batata, nos fornecerem uma quantidade razoável de energia. Além disso, os legumes, como boas fontes de proteínas vegetais, também têm um conteúdo calórico assinalável. Não podemos esquecer também a influência dos métodos culinários empregados na preparação das refeições e da utilização de gorduras vegetais, igualmente calóricas. Por último, no outro lado da equação, existe sempre o dispêndio energético, que se for reduzido contribui igualmente para o ganho de peso. Por isso, o segredo para um peso corporal equilibrado está num compromisso entre a energia ingerida e a energia despendida, e não num regime alimentar que elimine algum tipo de alimento.

Regra básica A energia que se ingere tem que ser menor qua a energia que se gasta.

Estou grávida e vivo constantemente gripada. De que forma posso baixar a febre naturalmente? As flores de sabugueiro são um suplemento alimentar seguro e muito eficaz como antipirético geral. Faça uma infusão com 1 colher de sopa dessa planta medicinal para 1 xícara e beba de 4 em 4 horas. Concomitantemente, é necessário que descubra a causa da febre com o seu médico de forma a resolver o problema pela raiz, com o mínimo de problemas para o bebê.

O dramaturgo inglês William Shakespeare (1564-1616) disse que o vinho provoca o desejo, mas deixa a desejar na atuação. A frase tem tudo a ver com a revisão de estudos que foi publicada pela Universidade de Guelph, no Canadá. Os autores detalham a melhora do desempenho sexual proporcionada por alimentos como gengibre e açafrão. Diferentemente do chocolate, que tem uma influência mais psicológica, ou do álcool, que prejudica a performance, essas especiarias turbinam o desempenho na cama. “Elas dilatam os vasos sanguíneos, contribuindo, no caso dos homens, para a ereção”, conta José Alves Neto, nutrólogo da Associação Brasileira de Nutrologia.

PERGUNTAS & RESPOSTAS

Existem especiarias para apimentar o sexo?

171


Durma com os anjos Convencionou-se dizer que devemos dormir oito horas por noite, mas a necessidade de sono varia muito consoante a pessoa. Há quem fique bem com seis horas, há quem precise de 10 Por Consuêlo Badra – Fotos: João Telles Sá

sono

P 172

assar a noite em claro ou dormir de forma intermitente faz mal à saúde física e psicológica. As insônias são um tormento, mas têm cura. Se as noites mal dormidas são uma constante, não deixe de ler. Se nada é tão revigorante como uma boa noite de sono, também não há nada tão debilitante como dormir pouco ou mal. Já sabe que se dormir menos do que precisa, acordará cansada. Mas o que fazer se, por vezes, mesmo que se deite cedo, não consegue conciliar o sono? Ou até adormece rapidamente, mas acorda no meio da noite? Nunca lhe aconteceu abrir os olhos às quatro da manhã e desejar que já fossem horas de se levantar, mas depois, quando o despertador toca, estar “morrendo” de cansaço?

Na verdade, mais importante do que o tempo que se dorme é que o sono seja consecutivo. Por quê? Se o seu padrão de sono se torna irregular, resumindo-se a uma série de “sonecas” seguidas, não conseguirá restabelecer o corpo e o espírito. Ao fim de várias noites mal dormidas, a sua capacidade de concentração estará reduzida, a sua memória prejudicada, o seu raciocínio perturbado, será menos criativa e até a capacidade de se exprimir será bastante inferior. Um quadro preocupante, mas que pode ser evitado. O sono reflete o dia, por isso há coisas do cotidiano que são importantes para que a noite decorra sem sobressaltos: fazer exercício, ter refeições regulares, apanhar sol, principalmente pela manhã, e ter um dia equilibrado em todas as suas ver-


Dormir junto do seu bebê ajuda-o a respirar com regularidade. O contato físico íntimo com a mãe regula os sistemas corporais da criança

Para cada problema, uma solução Se o problema de sono não é ainda muito grave, pode tentar minimizá-lo sozinha, sem recorrer a um especialista, identificando o que está na origem das insônias ou na dificuldade em adormecer. Se acorda enjoada e inchada, deve se assegurar de que, antes de ir para a cama, coma pouco, porque a posição horizontal não a deixa completar a digestão. Evite, sobretudo, alimentos gordurosos. Se, por um lado, o mais difícil é adormecer e dá voltas e mais voltas na cama pensando em tudo o que se passou durante o dia, evite dormir após o almoço e deite-se apenas quando tiver sono. Se não consegue adormecer em 20 minutos, não fique inquieta na cama vendo o tempo passar no despertador da mesinha de cabeceira. Levante-se e leia, mas sentada na sala, até sentir sonolência. Se sente dificuldade em pular da cama pela manhã, reeduque o seu relógio biológico. Levante-se e deite-se sempre à mesma hora, até nos fins-de-semana. Por último, se acha que é a ansiedade que não a deixa dormir, siga estes conselhos: não veja

televisão na cama, não fume nem beba álcool nem café até quatro horas antes de se deitar e tome um banho quente cerca de 90 minutos antes de dormir. Bons sonhos!

Tipos de sono O sono REM (sigla em inglês de “Movimento Rápido dos Olhos”) ocorre a cada 90 minutos. É durante este que o cérebro processa as informações armazenadas na memória temporária, eliminando o que é supérfluo e retendo o que é relevante na memória de longo prazo. A falta desse tipo de sono resulta em problemas emocionais. O sono não-REM (sem sonhos, ou lento) divide-se em quatro estágios: 1°: Sonolência ou sono superficial. Os músculos relaxam e as ondas cerebrais são irregulares e rápidas. Ocorre várias vezes por noite e dura entre 30 segundos e 7 minutos. 2°: Quando começamos mesmo a dormir e o comprimento das ondas cerebrais aumenta. Passamos 20% da noite neste estágio. 3° e 4°: O sono torna-se progressivamente mais profundo. Esses dois estágios juntos são chamados de sono delta, durante o qual o cérebro gera ondas elétricas, longas ou lentas. É durante esse período que o corpo se regenera e que, no caso das crianças e dos adolescentes, o corpo cresce. Ocupa geralmente cerca da metade de uma noite de sono e quem não passa por essa fase passa o dia cansado, apático ou até deprimido.

Dormir pouco engorda A falta de sono pode levar ao aumento do índice de massa corporal (IMC). O cortisol, hormônio que, entre outras funções, armazena gordura no corpo, age mais intensamente em quem dorme pouco. Além disso, passar demasiado tempo acordado leva à diminuição da produção de leptina, uma proteína que controla a saciedade. Menos leptina é igual a mais fome. Por outro lado, a obesidade pode contribuir para o aparecimento de alguns distúrbios do sono, nomeadamente a apneia, que dificulta a respiração ao dormir.

sono

tentes, profissional, familiar e outras, o que minimiza o stress. Vamos levantar, também, algumas premissas para contornar as insônias: evitar estimulantes, não beber álcool após o jantar, evitar exercícios à noite, não levar preocupações para a cama, dormir num quarto confortável em termos de ruído, luz e temperatura, e evitar trabalhar até ir para a cama e não fazer tentativas desesperadas para dormir. Os comprimidos para dormir podem também não ser a melhor solução. No caso de algumas insônias, como aquelas causadas por problemas físicos ou psicológicos, as terapias comportamentais têm melhor efeito do que os medicamentos. Só vai um alerta para a má fama desses remédios, que advém do fato de serem usados irrefletidamente e que qualquer médico se sente no direito ou na obrigação de prescrever um medicamento para dormir, mesmo quando não consegue fazer um diagnóstico preciso da insônia.

173


Um convidado em sua própria

festa!

Organizar um evento requer paciência, dedicação e, acima de tudo, disponibilidade de tempo. Por isso, para relaxar, muitos optam por contratar Por Flávia Landim – Fotos: Divulgação

festa

E

174

laborar festas nunca foi uma tarefa fácil, pois acima de tudo requer tempo e disponibilidade, as bases primordiais para qualquer evento. Porém, com a rotina dos dias atuais nos deparamos com situações controversas a isso. De modo a resolver esse impasse, surge a Duppla Eventos Personalizados, com direção das empresárias Monique Mihessen e Melissa Scolari – uma empresa focada na organização de festas e que tem como objetivo cuidar de cada detalhe envolvido no evento. Como? A história abaixo retrata bem o que é o trabalho da empresa: a funcionária pública Júlia Andrade e o advogado André Sampaio são casados, pais de dois filhos e trabalham o dia todo. O primeiro passo deles para realizar a festa de 10 anos da filha foi procurar um bufê.


175

festa


festa 176

Mas lá perceberam que ainda teriam que “correr atrás” de um espaço para o evento, da decoração, dos convites, dos manobristas, do bolo e dos doces... Enfim, de tudo que envolve a realização de uma festa. Como fazer tudo isso e ainda trabalhar, cumprir a rotina diária da casa, dos filhos, do casal, deles mesmos? Não seria ótimo se existisse alguém que fosse até eles para resolver cada detalhe? A boa notícia é: existe! Depois de alguns anos trabalhando no mercado de eventos corporativos, Monique e Melissa perceberam que o mesmo serviço desenvolvido para empresas poderia ser aplicado a festas pessoais, de pequeno ou grande porte. O que perceberam é que, cada vez mais, tanto homens quanto mulheres têm seus dias consumidos por diversos compromissos diários e, por mais que queiram e gostem, não têm tempo livre em suas agendas para organizar um aniversário de família, um batizado, uma festa de final de ano, entre tantos outros. Com foco nesse mercado, a Duppla Eventos Personalizados se propõe a “resolver” a vida dessas pessoas que não abrem mão de fazer um evento agradável, com estilo e organização, mas não têm como realizá-lo sozinhas. A empresa vai até o local e com horário de preferência do cliente, faz o briefing do evento, levanta o perfil do anfitrião e dos convidados e prepara uma proposta inicial de acordo com as necessidades, vontades e investimento pretendidos. A partir daí, dá início aos trabalhos. Após aprovação da proposta, o cliente só precisará se preocupar em aproveitar o evento com seus convidados. Outras empresas fornecem detalhes que enriquecem e dão um charme todo especial à sua festa. A exemplo, Sorbê – Sorveteria Artesanal, pois comidas gostosas e guloseimas são fundamentais em uma festa, principalmente se estiver recheada com picolés de primeira qualidade. Para que a comemoração seja completa, a Sorbê, além de fazer muito sucesso com seus sorvetes exóticos, possui carrinhos de picolés para festas, com deliciosos sabores. Com destaque para banana caramelada, pistache, manga, araticum

Organizar um evento requer dedicação e disponibilidade de tempo. Brasília conta com profissionais capacitados para realizar toda a sua festa

com doce de leite, blue ice, com cor azul, aromatizados com baunilha e morango; chocomaltine com flocos de ovomaltine, frutas do bosque; bombom de maracujá com flocos de chocolate branco, bacuri (fruta amazônica); casquinha de chocolate com recheio de trufa de chocolate; romeu e julieta (queijo com goiabada); tapioca; frutas naturais e vários outros. A sorveteria aluga carrinho para festas e eventos com os variados produtos da

marca, basta avisar a quantidade de convidados e os sabores preferidos que a Sorbê entrega no local que desejar. Com essa inovadora forma de programar festas, as empresárias responsáveis desenvolveram grandes parcerias, o que faz com que o projeto final seja bem sucedido. Em sua lista de parceria, encontra-se a Ballonática, a cake designer Maria de Fátima e a Banqueteria Rio 40. Segundo Monique Mihessen, uma parceria de sucesso é fundamental para o bom andamento do trabalho, não apenas por ter garantida a qualidade do produto oferecido, mas principalmente por liquidar problemas advindos de uma má mão de obra. “Já produzi mais de 30 festas contando com os produtos da Maria de Fátima e nunca tive reclamação, o que já me aconteceu quando não tinha a parceria dela”, acrescenta a empresária, que ainda destaca o fator conhecimento como facilitador do trabalho. Ela relata que ao trabalhar em parceria, o empresário acaba por conhecer o trabalho desenvolvido pelo parceiro, o que facilita na hora de contratação do produto para a festa a ser organizada, indo a favor do que realmente o dono da festa deseja. O outro lado também se sente favorável. “Foi graças à parceria com a Duppla que consegui aumentar ain-


A Duppla cuida de cada detalhe envolvido no evento e firma parcerias

“Organizamos festas – desde pequenas comemorações a grandes eventos corporativos”, dizem Melissa e Monique

da mais a minha carta de encomendas, o que me fez buscar novidades na gastronomia e com isso oferecer bolos, tortas, doces de forma ainda mais diferenciada, sem perder a qualidade. E, hoje, isso me diferencia no mercado”, afirma a cake designer Maria de Fátima, que mantém a parceria há mais de dois anos com a Duppla Eventos. Maria de Fátima atende os clientes da Duppla e entrega as encomendas para que as profissio-

nais montem a mesa de doces, bolo, lembrancinhas, mesa personalizada de guloseimas e de café. A cake designer faz toda a parte doce da festa, até mesmo os biscoitinhos para acompanhar a mesa do café, bem como as casquinhas de laranja. Sem contar os bem-casados, o bolo de maquete e de copa e os famosos doces. “Os clientes adoram o trabalho da artista Maria de Fátima, então, não deixo de indicá-la”, diz Monique. O resultado dessa parceria é visto na concepção da festa, onde toda a programação é posta à prova e os resultados positivos são vistos sem direito a uma segunda vez. “Conheci o trabalho desenvolvido pela Duppla Eventos por meio de um parceiro da empresa e essa apresentação me rendeu e me rende bons frutos até hoje, pois foi uma maneira de aliar qualidade, bom gosto e criatividade em uma festa. Algo que sozinha não conseguiria fazer, principalmente com relação ao preço dos produtos, já que com a Duppla consegui coincidir o meu desejo ao custo da festa”, diz Cristina Oliveira, cliente da empresa. Serviços: Duppla Eventos: (61) 3033-8683; Sorbê: (61) 3447-4158; Maria de Fátima Cake Designer & Café Designer: (61) 3368-9321; Banqueteria Rio40: (61) 3273-1657 Ballonática: (61) 3364-2334


178

REMÉDIO NATURAL


HOMEOPATIA

UMA CIÊNCIA À PARTE

Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

O NASCIMENTO Hipócrates e Paracelsus descreveram essa lei das similaridades, e muitos povos, dos Maias aos índios norte-americanos, passando pelos chineses, os gregos e os indianos, a aplicaram. Mas o fundador da homeopatia foi o alemão Samuel Hahnemann (1755-1843), que codificou essas várias leis numa ciência médica sistematizada. Químico respeitado, mas também audacioso nas suas ideias e sem medo de as proferir, sabia sete línguas, o que lhe permitiu traduzir e escrever importantes livros e documentos médicos e farmacêuticos. No século XVIII, essa nova maneira de olhar para o corpo tornou-se extremamente popular nos Estados Unidos e na Europa, tendo como fervorosos adeptos a realeza europeia, empresários americanos, escritores e líderes religiosos. Ao mesmo tempo, começou também a ser objeto de grande animosidade e oposição por parte dos médicos convencionais. Eles acreditavam que a homeopatia dissimulava os sintomas do doente, podendo mascarar doenças mais sérias e mais profundas, o que tornava mais difícil sua análise. Porque, para o homeopata, as características particulares dos sintomas são o guia principal para a seleção individual dos remédios. Em 1844 foi criado o Instituto Americano de Homeopatia, que se tornou a primeira sociedade médica americana. Mas a Socie-

dade Americana de Medicina, criada em 1846, resolveu fazer “guerra” a esta instituição, mantendo os médicos homeopatas fora das suas sociedades, desencorajando qualquer tipo de ligação com eles e chegando a expulsar um médico por consultar com uma homeopata a sua própria mulher. Essa rivalidade foi importada pela Europa e, em 1830, a prática da homeopatia tornou-se ilegal na Áustria. Mas a sua popularidade continuava em crescimento, devido ao sucesso no tratamento de várias epidemias infecciosas que flagelavam os EUA e a Europa no século XIX. Os homeopatas de Cincinatti tiveram tanto sucesso com os seus tratamentos durante a epidemia de cólera de 1849 que apenas 3% dos pacientes morreram, contra os 48/60% de casos de fatalidade na medicina convencional. Assim, apesar de todas as vozes contra a homeopatia, esta sobreviveu e, em 1900, existiam 22 escolas de Medicina Homeopática, mais de 100 hospitais, mais de 1000 farmácias nos EUA e um número crescente de seguidores, entre eles os escritores Mark Twain, Charles Dickens, W.B. Yeats, Goethe, a família real britânica e o multimilionário John D. Rockfeller, que se tratou homeopaticamente durante as últimas décadas da sua vida, chegando aos 99 anos de idade.

SEGUIDORAS FEMININAS As mulheres sempre foram as grandes seguidoras dessa ciência, não só como pacientes, mas também como médicas. Em

REMÉDIO NATURAL

Para o homeopata, a saúde é o estado em que o indivíduo tem a liberdade para chegar ao seu potencial na vida. Assim, esta ciência não trata tanto as doenças específicas, mas antes procura o equilíbrio e a força que permitem que a nossa capacidade de autocura natural se desenvolva

179


1848 nasceu o primeiro colégio feminino de medicina, o homeopático Boston Female Medical College, que mais tarde foi integrado na Universidade de Boston (só a partir de 1899 é que as mulheres puderam ingressar em algumas das universidades de medicina convencional). Com o passar do tempo, a medicina convencional evoluiu muito, deixando de ser tão bárbara e até incluindo elementos homeopáticos, o que criava uma certa confusão entre os pacientes, que já não sabiam distinguir entre um médico convencional e um homeopata. Houve também muitos homeopatas que deixaram de ser completamente fiéis aos ensinamentos de Hahnemann.

RENASCIMENTO

REMÉDIO NATURAL

Em 1950, praticamente todas as escolas de homeopatia tinham fechado ou deixado de ensinar essa ciência. Mas nos últimos anos, a homeopatia tem ganhado novamente um número crescente de adeptos. O jornal The New York Times divulgou que as visitas aos médicos homeopatas têm tido um crescimento de 39% por ano na Grã-Bretanha e o The Times descobriu que 48% dos médicos aconselhavam uma consulta com um médico homeopata aos seus pacientes. Na França, aproximadamente 25% da população já experimentou ou está fazendo um tratamento homeopático e mais de 20.000 farmácias vendem esses produtos. A homeopatia é ainda mais popular na Ásia,

180

nomeadamente no Paquistão, no Sri Lanka e na Índia, onde Mahatma Gandhi foi um dos seus grandes incentivadores. No Brasil existem aproximadamente 3000 médicos que utilizam remédios homeopáticos e é interessante saber que as farmácias especializadas precisam de um curso em Farmacologia Homeopática para se formarem. Em Portugal, a homeopatia tem encontrado mais e mais seguidores, até porque se tem verificado uma grande tendência para as ciências mais naturalistas. Pode, de fato, fazer uma autoavaliação, mas uma visita a um médico homeopata é sempre mais aconselhável, mesmo quando não se está com nenhum problema de saúde latente. No livro Guia Completo de Homeopatia pode ler-se: “A boa saúde não se define apenas pela ausência de doenças, mas por um bem-estar físico e emocional. Um estilo de vida saudável, a capacidade de lidar bem com o stress e uma postura emocional forte são essenciais na prevenção das doenças”. Assim, o médico homeopata examina os sintomas de determinada doença e classifica as pessoas segundo os tipos constitucionais. Entram em consideração fatores gerais, como o tempo e a influência que este exerce sobre o estado de espírito do paciente, as suas preferências alimentares, a sua

O livro Guia Completo de Homeopatia, de Dr. Andrew Lock e Dra. Nicola Geddes, é uma obra bastante abrangente e simples de entender. Contém testes de autoavaliação, explica em pormenor todos os remédios e lista desde os problemas mais comuns até os mais invulgares

personalidade e o seu temperamento e também os seus medos ou fobias. Existem muitas causas para a doença, algumas mais óbvias, como é o caso de uma contusão, e outras mais escondidas. Até parece um milagre não andarmos todos muito doentes, pelo simples fato de estarmos constantemente expostos a um enorme desgaste de origem interna e externa. Uma alimentação desequilibrada, uma constituição sobrecarregada e o stress contribuem para uma desarmonia interior que acaba por se manifestar em doenças. O nosso sistema imunitário fica


“O famoso violinista e humanitário Yehudi Menuhin, também presidente da The Hahnemann Society, disse uma vez: “A homeopatia é uma das poucas especialidades médicas que só trazem benefícios, sem quaisquer efeitos prejudiciais” simplesmente sobrecarregado ao combater todos estes problemas. Samuel Hahnemann chamou a isto a “força vital”, que varia de pessoa para pessoa. Há um bom exemplo para defini-la descrito no livro Homeopatia – Remédios simples para uma Saúde Mental, de Robin Hayfied: “Suponhamos que há uma epidemia de gripe e duas das crianças da família a apanham. A primeira adoece rapidamente, literalmente da noite pra o dia, com febre muito alta, faces vermelhas e o corpo extremamente quente. Os sintomas da segunda surgem lentamente, ao longo de vários dias. Tem muito menos febre, mas treme, tem arrepios e doem-lhe todos os músculos. É a mesma gripe em ambas as crianças, mas a força vital produziu sintomas completamente diferentes. Por essa razão,

cada uma necessita de uma resposta diferente”. É nesse sentido que atua a homeopatia, que não só procura curar patologias como também dá mais força aos pontos mais fragilizados do corpo, ajudando-o a defender-se melhor.

NOS PRATOS DA BALANÇA A conclusão? Cabe a cada um decidir se lhe agrada a ideia de resolver certos problemas de saúde de uma maneira mais “suave” ou não, até porque o único efeito secundário pode ser uma bolsa mais leve. E como em tudo, há que se usar o senso comum, pedindo segundas opiniões, não confiando cegamente e sendo capaz de discernir em que momento deve consultar um médico de medicina convencional.




Um ano de Casa do Oleiro

juliana albuquerque

“Dispõe-te, desce à casa do oleiro e lá te farei ouvir as minhas palavras”, livro de Jeremias, capítulo 18, versículo três. Há um ano, esse é o texto chave que abre todos os cultos da Casa do Oleiro realizados às quartas, às 20h, na Igreja Batista Central de Brasília. No dia 28 de setembro, o Pr. Ricardo Espindola, vice-presidente da Central e idealizador do culto, os pastores de casa, convidados e toda a equipe que trabalha em prol das reuniões estiveram presentes para celebrar o aniversário de um ano de Casa do Oleiro. A palavra da noite ficou por conta do Pr. Márcio Rocha, líder da Comunidade Evangélica da Zona Norte, no Rio de Janeiro. Durante a celebração, o Pr. Ricardo Espindola compartilhou com os presentes como o culto surgiu. As reuniões começaram na casa do pastor e foram crescendo até tomarem a forma que têm hoje. “Pelo que vivi, eu pude entender e crer que há um Deus que nos coloca na roda, nos molda e muda a nossa história”, destacou.

184

Cidadão Honorário de Brasília No dia 18 de outubro, o conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, José Roberto Paiva Martins, recebeu a outorga do título de Cidadão Honorário de Brasília. Brasília se orgulha desse cidadão honorário! Parabéns!

Um novo tempo para a Faculdade Batista Central - FBC A aula magna marca o início do Curso de Pós-Graduação lato sensu em Aconselhamento Cristão da Faculdade Batista Central - FBC. A aula magna foi realizada no dia 30 de setembro, e tanto proporcionou a inauguração desse curso como também marcou um novo tempo para a FBC. “É uma nova fase com novas estratégias e cada aluno deve aproveitar ao máximo, pois uma pós-graduação é o primeiro passo para quem quer se especializar, e a qualidade do curso que a FBC está oferecendo hoje, nessa área, não se encontra em outro lugar em Brasília”, disse o diretor geral da FBC, Pr. Ricardo Espíndola. A especialização em Aconselhamento Cristão da FBC é uma iniciativa que conta com a parceria da Faculdade Unida, de Vitória (ES). Trata-se de um curso com duração de 12 meses, com aulas presenciais a cada 15 dias, às sextas e aos sábados. O curso nasce para atender a uma demanda crescente, uma vez que cada vez mais pessoas buscam igrejas e instituições religiosas para obter auxílio e aprender a lidar com a complexidade inerente a questões espirituais, emocionais e/ou existenciais na vida moderna. “A idéia é formar substantivamente lideranças religiosas para lidar com essas questões características de contextos sociais complexos, além de estruturar ações práticas na perspectiva das relações pessoais e do cuidado mútuo, em resposta às características do Evangelho e da prática religiosa em geral”, destaca o diretor acadêmico da FBC, Jonilto Sousa. Dentre as estratégias traçadas pela Faculdade Batista Central para o biênio 2011/2012, o início desse curso de pós-graduação em aconselhamento cristão marca um novo momento, e antecede o lançamento de novos cursos em áreas de formação teológica, humanística e social, no âmbito das Ciências Humanas, de modo a ofertar à comunidade, com profissionalismo e capacidade de reflexão, a criação de espaços para aquisição de novos saberes e ao desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes, no sentido de preparar os interessados para lidar com a complexidade das questões sociais em nosso tempo.



Vida social e cultural de Brasília Aqui vão algumas fotos da noite de autógrafo do livro de Romildo Azevedo, João Henrique Serra Azul – O Príncipe dos Poetas, com a presença do colunista Gilberto Amaral. Também vão as fotos de outros eventos de que participamos

Vemos o autor do livro, Romildo Azevedo, e o biografado Serra Azul autografando para Beth Gameiro

Romildo, Serra Azul, Reinaldo e Dilson

Fagundes, Romildo, Serra Azul, Raimunda ladeada pelo casal Reinaldo e Mônica

Fagundes, Romildo, Serra Azul e Rodrigo

Serra azul

Sentados: Moema, Raimunda, Luzinete e Serra Azul; em pé: Durval, Gentili e Romildo

186

Eilein, Fagundes, Romildo, Serra Azul, Helena e Áureo Mello

Serra Azul com Gilberto Amaral e o presidente da Academia, Gentili

Gentili, Romildo e Serra Azul

Romildo, Serra Azul e Dr. Hamilton

Serra Azul e Natal, presidente da Record

Isabel, Sílvio e Raimunda

Gilberto Amaral com Raimunda e Remy

Serra Azul, Gilberto Amaral, Raimunda Ildebrando e Gil



A união de

Dulcyane Mendes e Amaury Fernandes

F

Fotos: Marcos Araújo

oi como uma das mais belas e românticas histórias de amor o casamento de Dulcyane Mendes e Amaury Fernandes, realizado na Igreja Batista Central de Brasília, que estava toda decorada pela Onoyama flores, que ao colocar o tapete de espelho iluminava e refletia toda a nave e as flores nobres que completavam o local. A noiva, linda em um vestido de Fernando Peixoto e maquiada por Ricardo Maia, encantou a todos com sua beleza e felicidade estampada no rosto. Bolo e bombons por Marina. Os noivos com seus pais, Carolino e Derly Mendes, Maria Estela e Agnelo Fernandes, recepcionaram os convidados no Espaço da Corte Eventos com uma festa digna de elogios, preparada com muito carinho, alegria e elegância. Para completar a felicidade do momento, os noivos seguiram dia após a cerimônia para a Flórida e, de lá, para um romântico cruzeiro pelo Caribe. Confira as fotos!

Pais dos noivos: Dr. Agnelo Fernandes e Dra. Maria Stela Fernandes; os noivos: Dra. Dulcyane Mendes e Dr. Amaury Fernandes; pais da noiva: Dra. Derly Neiva Mendes e Dr. Carolino Pinto Mendes

A troca das alianças de Dulcyane e Amaury

Dra. Caroline Mendes Caparelli e Dr. Tiago Capparelli

Damas e pajens: Gabriela Sarmento, Guilherme Augusto, Giovanna Pizzi, Pedro Ribeiro, Bruna Raphaela

Dra. Janete Vaz e Dr. Marco Aurélio Neiva

Dr. Nestor e Dra. Maryza Fernandes

UNIão

Madrinhas: Dayanne, Paula, Dannia, Adriana, Nadja, Evelyse, Georgina, Marysa, Caroline, Daviane, Roselmira, Janete Vaz, Gessy, Naara, Dalva e Celina

188

Dra. Dalva Augusta Neiva e Paula Freitas

Celebrantes, Pr. Vilarindo e Pr. Ricardo Espindola

Padrinhos: Flávio, Nestor Filho, Nestor, Tiago, Juaci, Marco Aurélio, Amaury, Marcelo, A recepção foi realizada no Espaço da Corte Marcus, Cassival, Camilo, José Aurélio, Cid Ney, Luiz Eduardo, Marco Antonio e Wildemar



Casamento de Felipe de Faria e

Isabella Oliveira

F

elipe de Faria e Isabella Oliveira reuniram 900 convidados para a celebração de seu casamento, que ocorreu no Recanto das Águas. Para que o branco absoluto das flores sobressaísse, os tons da noite foram cristal, prata e dourado.

Leandro Felipe, Dire Felipe, Felipe de Faria, Isabella de Faria, Milton Oliveira e Sonia Oliveira

Casamento

Marinho, Sônia, Suely e Imar Braga

190

Adelmir Santana e Maria José, Paulo Zuba e Denise

Carolina Arruda, Valentina Faraj, Miguel Fernandes, Lamys Kouzak e Pedro Felipe


Antônio Cândido, Lilian Luiza Oliveira, Raphael Fernandes e Denise Ribeiro

Padre Abdon com os noivos

Álvaro e Patrícia Silveira

Mônica e senador Eunicio Oliveira

Leila Rouzar, Marco e Neide Fernandes

Gustavo e Sílvia Coimbra

Thiago Oliveira, Sandre Souza, Vanessa e Fábio Oliveira

Marisa e Ronaldo Junqueira

Vitor e Ruskaya Nogueira

José Augusto e Simone Novaes, Maiga e Múcio Vianna

Cláudia e César Canhedo

João Neto, Soraia Faraj Vieira e Kallil Faraj

Jacqueline Arruda, Fabiana França e Samantha Fernandes

Dirce Felipe, Leandro e Pedro de Faria

Casamento

Cláudio Santos, Eliene Bastos, Márcia e George Zardo

Mara Amaral, Lourenço e Rosália Peixoto

191


CRMDF comemora 50 anos de atividade a serviço de Brasília

A

CRM-df 50 anos

festa foi realizada no Clube do Exército, na noite de sábado 15 de outubro, com um concorrido baile animado pela Banda Esquema Seis. Além da conceituada banda, também se apresentou um mini-trio elétrico que, através de um sistema próprio, se elevou acima do solo com um palco flutuante, causando grande impacto entre os presentes. As comemorações, que também homenageiam o Dia do Médico – comemorado em 18 de outubro –, tiveram o patrocínio de várias empresas de Brasília. Durante toda a noite também foi servido um lauto banquete com vinhos importados e deliciosas sobremesas, tendo sido organizado pela empresa Adriana Buffet. O número de presentes extrapolou as expectativas, com quase 2 mil pessoas presentes, entre médicos, familiares e amigos de todas as idades, que se confraternizaram até a manhã do domingo. Várias autoridades estiveram representando entidades como

192

Palco- comemoração dos 50 anos: Dr. Iram, Dimitri, Ricardo, Antonio Carvalho e Socorro Ferreira

Secretaria da Saúde, OABDF, AMB e Sindmédico-DF. Também foram sorteados prêmios aos presentes e distribuídos brindes comemorativos da efeméride. As comemorações dos 50 anos do CRMDF tiveram uma caminhada no Parque da Cidade Sarah Kubitscheck, realizada no domingo, 9 de outubro. No dia 17 de outubro, a Câmara Legislativa do Distrito Federal-CLDF, em Sessão Solene, realizou moção de homenagem, pelos serviços prestados à comunidade, aos médicos Iran Augusto Gonçalves Cardoso e Dimitri Gabriel Homar, respectivamente Presidente e Vice do CRMDF, entre outros médicos brasilienses. Em 19 de outubro, a CLDF prestou homenagem relativa ao cinquentenário do CRMDF em Sessão Especial. A semana de festividades do Dia do Médico e dos 50 anos do CRMDF foi concluída com a homenagem aos médicos que completaram 50 anos de formados, em solenidade realizada no Memorial JK, com a entrega de diplomas do mérito ético-profissional.

Secretário de Saúde, Rafael Barbosa, Dr.Marcos Gutemberg(Sinmedica), Dr.Lairson Vilar e Dr. Dimitri

Secretário de Saúde, Dr. Rafael Barbosa, Dr. Dimitri, Iram e Dr. Ricardo


Conselheiro Dr. Antonio Carvalho, esposa e sua neta Stefanie

Conselheiro Dr. Alexandre Castilho da Silva e Dr. Rodrigues

Conselheiro Dr. Ricardo Theotonio e sua esposa, Elayne Amaral

As organizadoras do evento, Leila,Gisele e Socorro Ferreira

Dr. Iram e esposa e Dr. Ricardo e esposa, Dra. Elayne Amaral

Conselheiro Dr. José Nava Rodrigues Neto e Farid Buitrago Sanchez

O presdiente da Caenge Construtora, Dr. Cassio Dr. Edna e Dram Rian, Conselheiras CRM - DF

Dr. Iran Augusto Cardoso e esposa, Dr. Dimitri Homar, vice presidente e esposa

Dra. Sandra (Lab. Sabin), Dra. Suzana e Dra. Janete

Dr. Procopio Miguel dos Santos, conselheiro CRM

Socorro Ferreira e Fred Ferreira (apresentador do DFTV – Rede Globo)

CRM-df 50 anos

Conselheira Dra. Marcela e Família

193


Ministro Pádua Ribeiro comemora aniversário em festa no Ilhas do Lago

N

a noite de sexta-feira, 21 de outubro, o Ministro Antônio de Pádua Ribeiro reuniu a família e os seus melhores amigos para celebrar o seu aniversário. O bolo, um campo de futebol com o escudo do Fluminense, time do coração do aniversariante, foi motivo de brincadeiras futebolísticas durante a noite, marcada pela elegância e pela animação dos convidados. Antes dos parabéns, Pádua Ribeiro recebeu carinhosa homenagem de seus filhos e netos que, em texto discursado por Clodoaldo Silveira Neto, relevaram a integridade e a sabedoria do aniversariante, com as quais todos a seu redor sempre contam. A responsável pela organização do evento foi a Dra. Ívis Glória, esposa do aniversariante, que cuidou de todos os detalhes indispensáveis ao enorme sucesso da noite juntamente com Maristela Borella e Maria Ivone, Ana Art Vídeo e Foto, o fotógrafo Paulo Lima e Creps Buffet. Ao som de um competente sexteto de músicos, o ministro Antônio de Pádua Ribeiro não conseguia disfarçar a emoção e a alegria de ver reunidos todos aqueles queridos convidados que o prestigiaram. Estavam presentes à festa diversas personalidades do mundo político e jurídico brasileiro.

Dr. Clodoaldo Silveira Neto, Matteo de Pádua Ribeiro Portella, Dra. Andréa Guimarães, Dra. Antonieta de Pádua Ribeiro Löwel, Dra. Ívis Glória Guimarães de Pádua Ribeiro, o aniversariante Ministro Antônio de Pádua Ribeiro, Yasmine de Pádua Ribeiro Portella, Dra. Glória de Pádua Ribeiro Portella e Dr. Gabriel Portella

aniversário

A família fazendo brinde em comemoração aos parabéns para você

194

Os irmãos Matteo e Yasmine de Pádua Ribeiro Portella com o Presidente José Sarney

Ministro Pádua Ribeiro e Dra. Ívis Glória

Dr. Cícero de Sousa Almeida Júnior, Dra. Clarice Galvão Almeida, Dra. Ívis Glória de Pádua Ribeiro, Ministro Pádua Ribeiro, Ministro César Rocha e sua senhora Magda Rocha


Dra. Angêla Vieira, Ministro Pádua Ribeiro e Ministro Dácio Vieira

Ministro Pádua Ribeiro, Dra. Jandira Siqueira e Dra. Ívis Glória

Casal Dr. Bonfim Abraão Tobias e Graça entre o casal Ministro Antônio de Pádua Ribeiro e Ívis Glória

As irmãs Ísis de Maria Guimarães Ferreira, Ílis do Rosário Lopes Guimarães e Ígis Benigna Guimarães Vidal

Ministro Pádua Ribeiro, Dr. Walterloo, Dra. Jandira Siqueira e Dra. Ívis Glória

Dr. Álvaro Ribeiro, Juiza Federal Fátima e o casal de jornalistas Cláudia Carneiro e Dr. Fernando Mesquita

Ministro Francisco Falcão, Dra. Ívis Glória, Dra. Ana Falcão, Ministro Pádua Ribeiro e Presidente José Sarney

O casal de Ministros Luiz Carlos Madeira e Cristina Peduzzi, Ministro Pádua Ribeiro e o casal Ministro Ilmar Galvão e Dra. Terezinha Galvão

Casais Ministro Pádua Ribeiro e Dra. Ívis Glória, Dra. Ígis Benigna e Dr. Milton Luiz Vidal

Ministro Pádua Ribeiro, Ministro Mauro Campbell e senhora Dra. Lúcia Clara, Ministro Humberto Martins e senhora Dra. Rita de Cássia, Dra. Lourdes Veras, Dra. Ívis Glória de Pádua Ribeiro, Dr. André Veras e Dr. Íris de Jesus Guimarães

Casal Ministro Aldir Passarinho e Dra. Yesis Passarinho com o casal Ministro Pádua Ribeiro

Desembargador Federal Carlos Mathias, Dra. Ívis Glória, Dra. Maria Luiza Mathias e Ministro Pádua Ribeiro

Dr. Miguel Fonseca de Campos e sua senhora Dra. Tânia Campos

As irmãs Paola, Maria Clara e Elisa Guimarães com as primas Yasmine e Glória de Pádua Ribeiro Portella e Antonieta de Pádua Ribeiro Löwel

Casal Pádua Ribeiro e Casal Dr. Ronaldo e Dra. Marisa Polletti

Dr. Amário Cassimiro da Silva e senhora Érica, casal Pádua Ribeiro e casal Reis Cassimiro da Silva

Ministro Hamilton Carvalhido e sua senhora, Procuradora Eunice Carvalhido

O aniversariante Ministro Pádua Ribeiro com os casais Dr. Gabriel e Dra. Glória Portella e Desembargador Dr. Mário César Ribeiro e Dra. Cristina Ribeiro

Casal Ministro Pádua Ribeiro com o Presidente José Sarney

Casal Dr. Ínis Adonir Guimarães e Elaice Guimarães ladeados pelo casal Ministro Pádua Ribeiro

aniversário

Casais Ministro Pádua Ribeiro e Dra. Ívis Glória e Ministro Costa Leite e Dra. Mônica

195


Foco na política O

Partido dos Trabalhadores (PT) vai montar uma “patrulha virtual” e treinar militantes para fazer propaganda e criticar a imprensa em sites de notícias e redes sociais como Twitter e Facebook. O partido quer promover cursos e editar um “manual do tuiteiro petista”, com táticas para a guerrilha na Internet. A ideia é recrutar a tropa a tempo de atuar nas eleições municipais de 2012. “Vamos espalhar núcleos de militantes virtuais por todo o país”, promete o petista Adolfo Pinheiro, 36, encarregado de apresentar um plano de ação ao presidente da legenda, Rui Falcão. Os filiados serão treinados para repetir palavras de ordem e usar as janelas de comentários de blogs e portais noticiosos para contestar notícias “negativas” contra o PT. “Quando sai algo contra um governo petista, a mídia faz escândalo, dá página inteira no jornal. Temos que ir para cima”, diz Pinheiro. “Nossa única recomendação é não partir para a baixaria e manter o nível do debate político”, afirma ele. A criação dos chamados MAVs (núcleos de Militância em Ambientes Virtuais) foi decidida no 4º congresso do partido, em setembro. O encontro foi marcado por ataques à imprensa e pela defesa da “regulamentação dos meios de comunicação”. O militante à frente do projeto atuou na campanha de Aloizio Mercadante ao governo paulista em 2010. No mês passado, tentou articular um ato contra a revista Veja após a publicação de reportagem sobre o ex-ministro José Dirceu. Os petistas dizem que a nova ferramenta também poderá ajudar seus candidatos a enfrentar boatos na rede com maior rapidez. “No ano passado, demoramos demais a rebater calúnias contra Dilma Rousseff sobre aborto e luta armada”, afirma Pinheiro.

(www1.folha.uol.com.br/poder/992264-pt-treina-patrulha-virtual-para-atuar-em-redes-sociais.shtml)

DIREITO DOS PASSAGEIROS

Sempre bom lembrar, não só aos políticos, mas a todos que se utilizam do sistema de transporte aéreo nos aeroportos brasileiros. Os direitos dos passageiros existem e devem ser cumpridos. A partir de uma hora de atraso, a empresa aérea tem de fornecer comunicação gratuita (acesso a Internet ou telefone) ao passageiro. Após duas horas, ela deve oferecer alimentação (voucher, lanche, bebidas etc.). Para atrasos superiores a quatro horas, o cliente tem direito a acomodação ou hospedagem, além de transporte gratuito do aeroporto ao local onde será hospedado. No caso de cancelamento do voo, a empresa aérea deverá oferecer ao passageiro, além da assistência material, opções de reacomodação ou reembolso. O reembolso poderá ser integral, incluindo a tarifa de embarque. Caso o voo tenha sido cancelado, a companhia deve remarcá-lo para data e horário da conveniência do passageiro, sem custo. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material. Se o passageiro preferir, pode exigir que a empresa aérea o acomode no próximo voo, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino. Neste caso, a empresa deverá oferecer assistência material. Se o passageiro estiver fazendo conexão, ele deve ser acomodado no próximo voo da mesma empresa ou de outra aérea para o mesmo destino, sem custo, se houver disponibilidade de lugares. Também tem a opção de concluir a viagem por outra modalidade de transporte (ônibus, van, táxi etc).

aluízio torrecillas

FOCO NO CONGRESSO

196

O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), protocolou representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro dos Esportes, Orlando Silva. Após denúncias de que um esquema de desvio de recursos públicos de programas do Ministério dos Esportes pode ter chegado R$ 40 milhões, Dias quer a investigação de crimes de corrupção passiva, formação de quadrilha, prevaricação, probidade administrativa e fraude em licitação. Com o voto contrário do senador Cyro Miranda (PSDB-GO), a comissão aprovou em decisão terminativa o PLS 429/11, do senador José Sarney (PMDB-AP), que muda o nome do aeroporto da capital paulista para “Aeroporto de Congonhas

– Senador Romeu Tuma”. Se não houver recurso para votação em Plenário, a matéria segue direto para a Câmara dos Deputados. A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional - CREDN realizará audiência pública para avaliar as ações referentes à recepção de estrangeiros no país durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. A reunião, em data a ser agendada, foi solicitada pela deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF). Serão convidados para audiência: a representante do Departamento de Estrangeiros do Ministério da Justiça, Izaura Maria Soares Miranda; o superintendente da Infraero, Antônio Evaldo Sales; e o superintendente de Segurança Aeroportuária Washigton Santana da Silva. foconapolitica@revistafoco.com.br aluiziotorrecillas.blogspot.com

“A felicidade não entra em portas trancadas. Quem aprende a ouvir com atenção, aprende a falar com proveito”(Emmanuel)



Os ministros Delfim Netto e Guido Mantega com o deputado Cunha Bueno e o empresário Gito Chammas

MANTEGA: O ECONOMISTA DO ANO

GILBERTO AMARAL

Dos mais prestigiados o jantar promovido, em São Paulo, pela Ordem dos Economistas do Brasil e o Instituto Deputado Adib Chamas para a premiação dos economistas e dos profissionais que atuam nos mais diferentes setores, bem como a cerimônia de entrega do XVI Prêmio Corecon SP de Excelência em Economia ao ministro Guido Mantega. O grande homenageado da noite foi o economista Carlos Francisco Jereissati, que, pego de surpresa ao receber a honraria, fez um discurso dos mais inteligentes e com muita espirituosidade, aplaudido com muito entusiasmo. O vice-presidente Michel Temer não pode comparecer para receber a Medalha de Honra ao Mérito, mas enviou um DVD agradecendo. Ainda entre os homenageados, Andrea Calabi. Foi extremamente gratificante para este colunista ser o laureado especial, pelo trabalho que desenvolvemos há anos publicando, a partir de Brasília e em vários jornais do Brasil, fatos de relevância para o país.

198

Gito Chamas e Gilberto Amaral

Marcelo Takaoka, Carlos Jereissati e Francisco Coelho

Guilherme Barros, Carlos Jereissati e Patricia Barros

Fotos de Petrônio Cinque


Priscilla Bueno

Juliana Ramires

Fotos de Paulo Lima

Lindas e Maravilhosas Fotos de Paulo Lima

Juliana Cunha Campos com Thiago e Sabrina Lanza

No elegante jantar de lugares marcados, que Fabiano Cunha Campos e Luciana, linda num modelo Pucci, ofereceram em torno do novo diretor-executivo da Organização Internacional do Café, Robério Silva, o assessor internacional do presidente Sarney, Bernard Klingl, o homenageado e o casal anfitrião. Robério vai assumir o cargo no dia primeiro de novembro

GILBERTO AMARAL

Um casal bonito e elegante, Guadalupe e o embaixador Tovar da Silva Nunes, porta-voz do Itamaraty

199


Pomona Politis OPINIÃO Marcos Azambuja deixou no Itamaraty uma trajetória de competência marcada pelo humor. A maioria dos colegas o estimava. Um pequeno número o temia. Aposentado e comentarista internacional da TV Globo e articulista aposentado da revista Piauí, que os leitores bem informados sabem que nada tem a ver com o estado do Sarney...

PROGRESSO Miguel Torres será embaixador no Togo, de acordo com a política de aumentar nossas representações diplomáticas na África. Tem mais: Fernando Aparício irá a Guiné Bissau.

PRESTÍGIO O professor José Graziano toma posse em janeiro do comando da FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, com sede em Roma.

O MAIOR

diplomacia

Patrono da diplomacia brasileira, o Barão do Rio Branco terá seu nome incluído

200

no “Livro dos heróis da pátria”, armazenado no Panteão da Pátria, na Praça dos Três Poderes.

TEM MAIS Para celebrar o centenário do falecimento do Barão do Rio Branco, o Itamaraty organiza um concurso de redação sobre a vida do diplomata. Data: 10 de fevereiro de 2012.

O QUE SE DIZ Paulo Pires do Rio é forte candidato a presidente do Jockey Clube Brasileiro. Como se sabe, Pires do Rio, perfeito gentleman, é embaixador aposentado.

É ISSO AÍ Para surpresa geral dos economistas dos EUA e da Europa, os grandes bancos latino-americanos estão em plena expansão.

MAIS UM O novo representante do Brasil junto à Agência Internacional de Energia Atômica, em Viena, será o físico Laércio Antonio Vinhas, que chefiava a seção de Radioproteção e Segurança Nuclear da CNEN.

Patrick Luna, estrelíssima figura da Assessoria de Imprensa do Itamaraty, é grande destaque entre os jovens da carrière. Outro promissor destaque no setor: Tatiana Carvalho Teixeira. • Entre os cinco novos embaixadores, cujas promoções ocorrerão em dezembro: Carlos Henrique de Abreu. É de alta competência. • O Brasil doará, por meio do Programa Mundial de Alimentos da ONU, cerca de 4 mil toneladas de alimentos ao Sri Lanka. • Em dezembro terá lugar a eleição geral para comando da ABL. • E por falar na Academia Brasileira de Letras, o ministro e poeta Luiz Felipe Fortuna é candidato à imortalidade. • O novo embaixador na Eslovênia será Gilberto Fonseca Guimarães, que deixará a chefia do Departamento

LÁPIS NA MÃO O embaixador acadêmico Alberto da Costa e Silva conclui, em pleno segredo, um livro sobre o seu profundo saber: África. Revelações inéditas causarão enorme surpresa aos leitores

PAPAI NOEL Segundo a rádio Itamaraty, haverá “dança das cadeiras” em dezembro, atingindo diplomatas na Secretaria de Estado do Brasil e no exterior, além de promoções na carrière. Remoções surpreendentes é bom não comentar, evitando, assim, desde já, fila de postuladores de olho em... Fiquemos de bico calado.

ELE FICA O Foreign Office mantém seus embaixadores por três anos no exterior. Assim, Thomas Shannon, que assumiu o posto em Brasília em maio de 2009, deixará a função em 2012.

MUITO BOM O premier Recep Tayyip Erdogan exibe suas prerrogativas a fim de alavancar o relacionamento com o Brasil, onde,

de Mecanismos Inter-Regionais do Itamaraty a fim de assumir o posto na bela capital Liubliana. • O embaixador Eduardo Gradilone assumirá nossa missão diplomática na Nova Zelândia. • O embaixador Pedro Bório retornou de Sri Lanka a fim de assumir a chefia da Assessoria Federativa e Parlamentar do Itamaraty. • O embaixador do Brasil na ilha caribenha de Santa Lúcia será Joaquim Augusto Whitaker Sales. • O brilhante acadêmico Antonio Carlos Secchin realizou cinco conferências sobre a poesia de João Cabral de Melo Neto, em Paris, Madri, Coimbra, Porto e Salamanca. • China decidiu enviar um professor residente ao Brasil. Objetivo: lecionar mandarim em uma escola pública, no Rio. • O bailarino brasileiro Marcelo


além do comércio, há imensa colônia do importante país do Oriente Próximo e da Europa, entre o Mediterrâneo e o Mar Negro. Turcos vivem nos cinco continentes, cuja população ao todo é impossível contabilizar.

BOA ATUAÇÃO O Itamaraty realizou o seminário internacional “O Brasil e o sistema de solução de controvérsias da Organização Mundial do Comércio”. Desde a criação da OMC, em 1995, nosso país acumulou expressivas vitórias nos 104 contenciosos de que já participou, e em apenas um deles teve decisão desfavorável.

APLAUSOS PARA ELE O chanceler Antonio Patriota foi enorme sucesso na Assembleia Geral da ONU. Ex-embaixador em Washington, Patriota possui múltiplos admiradores de parte de autoridades civis e da mídia.

FIGURA Thiago de Mello lançou na livraria Travessa, em Ipanema, pala Global Editora, a antologia Poeta da América de centro castelhano. O trabalho levou dez anos para ficar pronto, reunindo poetas de toda a América Latina, selecionados e traduzidos pelo nosso genial autor.

DESTINO O jovem empresário Ruy Barreto foi eleito membro benemérito do Conselho Superior da Associação Comercial do Rio. Segue os passos do pai.

OLHEM Cresce o número de empresas internacionais interessadas em se instalar no interior do Rio de Janeiro. Há possibilidade de essa região ultrapassar São Paulo, comentam especialistas.

É ELA A presidente Dilma esteve em Pretória (no original Tshwane), onde participou da V Cúpula do Fórum IBAS (Índia, Brasil e África do Sul).

INÉDITO A presidente Dilma guarda da infância algumas palavras de sua origem búlgara transmitidas por seu pai. E conferiu isso agora que esteve lá, bem como o fato de que o idioma tem influência turca.

CONTAGEM DIFÍCIL A dispersão dos povos judeus no decorrer dos séculos fez com que eles habitassem em abundância países pelo mundo afora. Seria inimaginável realizar a contagem do quanto essa população se instalou – e se instala – no planeta. Estatística de dura realização.

Gomes tem encantado a exigente plateia russa no espetáculo “Os reis da dança”, que junta alguns dos maiores astros do ballet internacional. • Luiz Felipe Lampreia completou 70 anos em outubro. Figura de enorme expressão e inteligência de nossa diplomacia. • O dissenso de Washington é o livro que Rubens Barbosa acaba de lançar pela Livraria Argumento. Foi embaixador em Washington por cinco anos na era Bill Clinton. Figuraça. • Maria Auxiliadora Figueiredo será embaixadora na Malásia. • Passaram férias em Paris, hospedados com nosso embaixador José Maurício Bustani, os acadêmicos Marcos Vilaça e Domício Proença Filho. • Brasil na moda: esteve no Brasil o primeiro-ministro da República de Fiji, Vorege Bainimarana. Inaugurou em Brasília a primeira embaixada de seu país na América Latina. • Antonio Patriota, maravilhoso estadista, proferiu palestra sobre a integração sul americana no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, no Rio.


Fotos: Paulo Lima, Lincoln Iff, Júlio Dutra

cenas

em

FO CO

O Brasil 21 Cultural é reservado para espetáculos, apresentações e exposições. O novo ambiente abriga três confortáveis salas com capacidade para receber até 300 expectadores. Além dos teatros, foi criado um foyer para exposições temporárias, que recebe em primeira mão uma exposição de Rui Faquini com diversas fotos que contam a história da construção do complexo Brasil 21.

Campos, Juca Chaves, Fabiano Cunha Campos, Dr. Arnaldo Cunha sa, Anna Christina espo a e vio Octá o Paul pos, Josina Cunha Cam ção dos teatros gura inau de fita Kubitschek, durante o corte da

Fabiano Cunha Campos com a esposa, Luciana, e os filhos Pedro e Juliana

Dr. Arnaldo Cunha Campos e a esposa Josina Cunha Campos

Juca e Yara Chaves com as filhas Maria Clara e Maria Morena

flashes

Maria Clara, Dr. Arnaldo Fotógrafo Rui Faquini, Juca Chaves e a filhasecretário de Cultura do DF osa, Barb ilton Ham e pos Cunha Cam

202

Roberta Ribeiro, Rosi Tunes, Rogério Tonatto e Wylza Magalhães

Luiz Flávio e Mônica Brant

Juca Chaves em apresentação no palco do Brasil 21 Cultural


A S.C.A. Mobiliário Contemporâneo inaugurou a nova sede em Brasília, agora no SIA. Um grande evento, ao qual compareceram muitos arquitetos, designers, empresários, embaixadores, representante s de grandes construtoras, imprensa, formadores de opinião, entre outros.

O médico Oscar Moren, Vera Coimbra, embaixador Peter Collecott, Elinor Moren e Irany Poubel

Roger Coelho, Fernando Oliveira e Raoni Araújo

Família: Rodrigo Barros, Ricardo Barros e o pai Celso Martins

Moema Leão ladeada por Luciana Cunha Campos e Vandira Peixoto

Norton Allan, Luiz Domenico e Sergio Manfroi

A empresária Moema Leão ladeada pela filha Viviane Piquet e Priscila Manfroi

O empresário Celso Martins e o casal Elvira e Cesar Barney

flashes

Sérgio Manfroi e sua esposa Ivete ao lado dos diretores Rodrigo Barros e Sandra Maia

203


derico de Azevedo: muito Casamento de Fernanda Vasconcelos e Fre

.

singelo e com presenças de inúmeros amigos

Ministra Cristina Peduzzi e o casal Terezinha e ministro Ilmar Galvão Os noivos Frederico e Fernanda

Ministro Brito Pereira e Rejane Pimenta ao lado de Flávia Falcão e Maurício Tosi

Deputado Átila Lins e Rita

Geraldo e Maria Vasconcelos com a neta Mariazinha Viana

flashes

ladeada A mãe do noivo, Ana Margarida de Azevedo,o Gueiros pelos pais da noiva, Claudia e Hug

204

ra.

Comemoração do aniversário de Fabiano Dut

s Aragão

Paulo Lôbo, Jeanne e Fabiano Dutra com Deny

Jamil e Verônica Suaiden


O Espaço da Corte se tornou conto de fadas. Isso porque a linda jovem Júlia Rodrigues realizou o sonho dos 15 anos, com muita alegria, descontração, emoção e comes e bebes da melhor qualidade.

A aniversariante e a avó paterna, Maria Aparecida

A aniversariante Julia entre os pais, Adilson Bezerra e a mãe

Tatiana Rodrigues

Júlia e a avó materna, Glória Rodrigues O casal Raul Leão e Claudia Galdina ao lado de Lorena Porto

O embaixador do Equador, Horácio Sevilla-Borja, ofereceu um coquetel, na residência oficial, por ocasião da apresentação das cartas credenciais.

Marino e Lucimar Zanetti e Morella Bustamonte

Elcira e embaixador Horacio Sevilla Borja

Wilson Sánchez, Cecília Andrade, Patrício Mora e Tatiana

Estrella

flashes

Os ciclistas: Eppa Recife, Ricardo Prudente, Guilherme Medeir os, Márcio Padilh Emba a, Bruno ixador Martin Horác s e Guilhe io Sevilla rme Gonça Borja e Marco Aurélilves o Garcia

205


Galvão realizado na Casamento de Cristiane Coelho e Jorge ão no Clube Naval. Catedral Metropolitana seguido de recepç

em e Reni e Os noivos Cristiane e Jorge com os pais Carmas daminhas com ão Galv r Ilma stro mini e Terezinha

Tarcísio de Carvalho e Ludmila

Alexandre e Candice Jobim

Marcelo e Aline Galvão

dos Procuradores – APDF homenagearam A Procuradoria Geral do DF e a Associação

o ministro Humberto Gomes de Barros.

Jorge Galvão e ministro Mauro Campbell

flashes

stros Humberto Daniel Mesquita (presidente da APDF), minirio Leite Chaves Rogé e os Barr Martins e Humberto Gomes de

206

r

Bitta Márcia Bittar, Diana Moraes, Lúcia e Cláudia

em sua Caroline Issa comemorou seu aniversário gas. ami ças sen pre residência no Lago Sul, com

A aniversariante com os filhos Amir e Carlos

Issa



recebeu das mãos da Indústria da Construção Civil do DF, ato dic Sin do nte side pre es, Per ar Ces o Júli prêmio como exemplo de profissional. o a, ent Pim los Car o Joã , aria enh Eng do presidente do Clube de

Júlio Cesar Peres e João Carlos Pimenta

Deputado Aylton Gomes, Júlio Cesar Peres

e senador Gim Argello

ur Peres.

Foi comemorado o aniversário de Luís Art

Dario Clementino e Irene

r Peres

Luís Artur com os pais Cristiane e Gylwande

reira.

Casamento de Abdou Ghazal e Julia Fer

Deputado Júnior Coimbra e Laudecy

flashes

ira (pais da noiva), Julia e Abdou Genoveva Freire Coêlho e José Coêlho Ferre l Abdou Ghazal (pais do noivo) Kama e (noivos), Siham Mtanios Massouh

208

Deputado Raad Massouh e Adila, Bassan e Rebeca Ghazal e Priscila Noronha

Hanna Massouh



que o casal No delicioso jantar de lugares marcados u ao Luciana e Fabiano Cunha Campos oferece cional do diretor executivo da Organização Interna Café, Robério Silva.

Pinheiro Jack Corrêa e sua Tatiana e o casal Deborah

e Bolívar Rocha

l Juliana Cunha Campos, Robério Silva e o casa pos Cam ha Cun ano Fabi e anfitrião Luciana

Simone e Maurício Sebba , Robério Silva

eado Mara e Bernadette Amaral cercam o homenag

O movimentado chá de bebê de Amanda

Lacerda.

as

Ana Carolina Lacerda, Renato e Luciana Chag

flashes

Guilherme Medeiros, Os ciclistas: Eppa Recife, Ricardo Prudente, herme Gonçalves as Guil e tins Mar o Brun Márcio Padilha, Aide Pacheco, Amanda Lacerda e Leila Chag

210

Coriolano Sousa e Arnaldo Chagas el-Niklahs Laís e Rodrigo do Amaral com Marian Ried



Prestigiada a comemoração do aniversário da querida Andréa Ghisi, em sua belíssi ma

Álvaro Souza entre a sogra Sônia e a mulher Andréa Ghisi

Ana Paula e Rodrigo Fonseca

flashes

Maria Clara e Maria Lívia Leão, Amanda Sousa, André Araújo e Roberta de Paula

212

Esteves Colnago e Gláucia Benevides

casa do Lago Sul.

Marco Lomanto e Lígia Azevedo

Marisa e Ronaldo Junqueira

Ministro Carlos Fernando Mathias e Maria Luiza ao lado do casal Geraldo e Maria Vasconcelos

Renato Riella e Márcia Lima



s. A renda foi

contou com a presença de 500 convidado O desfile Madame Simões, na Casa Cor, márias. destinada à aquisição de 54 próteses ma

inha Falcão, o Anna Maria Maciel, Carmen Minuzzi, Tereze Moema Leão iroz Que Ilca ator Marcos Paulo,

Antonia Fontenelle e Marcos Paulo

Hedwiges Siqueira e Beatriz Fausto

Erika Reimann e Valeska Kouzak

al Anna Christina Kubitschek Pereira.

idenci Durante o coquetel de lançamento do Res

flashes

o Octávio Pereira Paulo e Denise Zuba, Anna Christina e Paul

214

e Paniago Antônio Augusto de Moraes e Brunilde, Cleir

e Maurício Gomes

li rto Mac toreliel AlbeMar n e Lara ica e José MônNilso

oso

Fernanda Hernandez, Marcos e Keila Card



oreando os Consuêlo Badra e sua filha Ana Claudia sab tra. deliciosos pratos do restaurante A Bela Sin

aurante Gero A alegre Lilian Farah reuniu amigas no rest para comemorar seu aniversário.

A aniversariante com a filha Liliana Farah Consuêlo Badra e Ana Claudia

do seu livro José Rossini Corrêa durante o lançamento Jurídica, no Saber Direito – Tratado de Filosofia Conselho Federal da OAB. Gláucia Benevides e Mônica Oliveira

-se Carla Mundy e Evandro Campelo uniram matrimonialmente no dia 1° de outubro.

José Rossini Corrêa

A Rede Gasol inaugurou sua 100ª Biblioteca na Vargem Bonita, ParkWay.

flashes

Rodrigues Carlos Henrique Amorim Gaguim e Rosane a Mundy Carl e pelo Cam dro Evan rim, Amo ira Pere

216

Zampronha e Danielle Moreira, Antônio Matias, Marlucy do ParkWay) ador José Benevenuto Estrela (Administr

Estenio Campelo e Ana Cristina Mendes, Carolina Frota e Guilherme Campelo



Latina, Inauguração da 1ª Flagship da América Le Creuset do Brasil, no ParkShopping.

Hebert Lima e Rosa Vilaça

Marcos Pinto e Mara Alcamin

Maria Eduarda, Marcelo e Ingrid Piuccio Maria do Carmo Araujorge e Marcio Borsoi

iera no Inauguração do Showroom do Grupo Riv SIA regado a delícias do chef Carlitos.

Antônio Castelo Branco, Dora e Giovanini

Lettieri

flashes

, a), e Med herm ente, Prud da marc oseiros llo (don Cere isaGuil e Helo ando Os ciclistas: Eppa Recife, Rica Armrdo s çalve Gon e herm Guil e loja) tins da Mar os o (don Márcio Padilha, Brun Cintia e Alessandro Campos

218

Edvardo Ramos e Karla Bruno Saraiva e Mariana Sabino




Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.