Page 1


coelismo e da necessidade que od iom rad lo pe o ixã pa ssa no enA RCmag surgiu da informação, divulgação dos ev de o tip tro ou a so es ac ter meçámos a sentir em conhecer os nossos pilotos e a r da , ios sa en s, po tem ssa tos, reportagens, dicas, pa diferente. tivesse as pistas, usando um formato ples e actual, onde a imagem sim to, tui gra so es ac de e lin Uma revista on numa presença marcante. jecto, que julgamos ser alicia pro o m co r ça an av os im cid Depois de ponderar, de ta por Arnaldo Guedes, Luís os mp co é a uip eq ssa no A o. te, mas também ambicios lidade em várias escalas. da mo da tes an tic pra s nó os mos a Cardoso e Sandra Santos, tod a foi tomando forma e agendá ist rev a , um da ca de ow -h Usando o know ra 1 de Janeiro de 2011. pa g ma RC da o içã ed a eir im pr RC, como tal, queremos leitodo tes an am os nte me ial nc se O público alvo são es es e opiniões para podermos stõ ge su o nd da a, ist rev na res activos que participem balho melhor. evoluir e fazer sempre um tra vas e troféus. Acreditapro s, ino tre s ito mu e, nd gra consiA época de 2010 terminou em g no meio do radiomodelismo, ma RC da a nç se pre a m co , mos que em 2011 úgio. te nosso pequeno mundo e ref es is ma da ain r iza am din s gamo Esperemos que gostem do que preparámos para vocês… mail@rcmag.net

Arny Luís e Sandra


O mundo do modelismo ainda é novidade para mim, mas foi com muito orgulho que aceitei este desafio. Coordenador Design

Sendo de momento a única presença feminina no rádiomodelismo, para mim a RCmag será um desafio onde poderei explorar, aprender e divulgar informação Coordenadora Editorial

Às vezes as boas ideias aparecem quando não estamos à espera, assim foi com a RCmag. De uma ideia louca a um projecto real, em apenas alguns dias. Obrigado Equipa! Coordenador Geral


Nesta edição a nossa redacção foi em reportagem até ao Montijo (Troféu Margem Sul Indoor 2011), Póvoa da Galega (Winter Series 2011) e ao Troféu CRO indoor em Sintra. Para onde iremos no próximo mês? Será que vamos estar na tua pista a fotografar o teu evento? Precisamos do vosso apoio, se vai haver um evento em que achas que devíamos estar presentes não hesites em contactar-nos para mail@rcmag.net


Este troféu consiste em aproveitar as classificações das provas já existentes, nas datas mencionadas e assim n Os troféus serão oferta do C


nomear o melhor piloto indoor em várias superfícies. Mais detalhes e quem sabe mais datas na próxima edição. Clube de radiomodelismo CRO


No dia 6 de Fevereiro realizou-se a 2ª prova do Troféu Margem Sul, RCHobby Center, com 46 inscrições. Rui Crespo mais uma vez liderou como director de prova e com o seu briefing impôs algum respeito. O dia prolongou-se um pouco mais do que estava previsto, não sendo possível começar à hora marcada, não por culpa da direcção de prova, mas de alguns pilotos que continuam a não dar o número de tranponder ou a não fazer a inscrição no tempo estipulado. Embora ainda haja algumas arestas a limar, o respeito entre os pilotos é cada vez maior, o que tornou o ambiente saudavelmente competitivo e numa amena cavaqueira, onde não faltou o Ti Maneli com a suas tostas mistas. Estrearam-se em prova os jovens João Luís e David Silva na classe buggy 2wd e André Neves na SC 2wd. Nos Buggy´s 2wd tivemos a presença de 4 Mad Rats da Ansmann. Tivemos uma novidade na pista. Ah pois é amigos pilotos, muito à frente, para quem ficou em casa teve a oportunidade de assistir à prova em directo… Live Streamming no Forum Umdez.

Após as mangas de qualificação, o TQ na clas se SC2wd foi para Nuno Roque, nas SC4wd para Tiago Parreira, nos Buggy´s 2wd para Mário Ribeiro e nos Buggy´s 4wd para Nuno Roque.

Final B SC2WD – a meio da primeira final, restaram apenas 3 pilotos, André Neves, Fernando Oliveira e Sandra Santos, no último minuto Sandra passa Fernando e acaba por fazer primeiro lugar devido à desclassificação de André Neves por ter usado marcha atrás. A destacar a evolução de João Pereira que fez primeiro lugar na segunda final, e também de Sandra Santos que na terceira final manteve-se até 2 minutos do fim sempre na liderança, mas os nervos deitaram tudo a perder e João Pereira conseguiu passá-la. Após as 3 finais, João Pereira alcançou o primeiro lugar seguido de Sandra Santos e André Neves. Final A SC2WD – Finais com muito andamento por parte de todos os pilotos que estão cada mais competitivos, a destacar a disputa pela liderança entre Nuno Roque e Carlos Cândido seguidos de muito perto por Arnaldo Guedes.


s- Final SC4wd – Tivemos 10 pilotos em pista foi a loucura!!! os pistadores que se cuidassem, principalmente os que ficaram ao pé do Tsunami, com andamento e prego a fundo Tiago Parreira liderou as mangas, mas Ricardo Antunes, Orlando Condeço e Paulo Leocádio também se destacaram, assim como João Pereira e António Salvador.

z e

,

Final A Buggy’s 2WD – Uma final espectacular, os pilotos sempre em alta deixaram o público ao rubro, Mário Ribeiro detentor do TQ destacou-se, seguido de António Costa e José Figueiredo.

Final Buggy´s 4WD – Esta final foi de cortar a respiração, pilotos na mesma volta separados apenas por meio segundo, grande disputa entre Nuno roque, Tiago Parreira e Tiago vieira, que fizeram o pódio. Não podemos o deixar de destacar o andamento de todos os outros pilotos que deram ritmo e adrenalina às mangas. Texto: Sandra Santos Fotos: Arnaldo Guedes


Low c de bri Na An dá-no carro A mon turalm tamos está n IKEA s

Os pla presa. para a tem p é prec safio d Todos chave e agra justa. ficarem primei te ade Aligeir rodar ficar s ajuste


cost não é nesta marca sinónimo inquedo, ou “Carrinho de rua”. nsmann o preço (70€ versão kit) os o essencial para conduzir um em ritmo de competição a sério. ntagem vem documentada. Namente é necessário saber o que ess a montar para interpretar o que no manual, mas as instruções do são bem mais complexas.

asticos são uma (muito) agradável sur. São firmes e suficientemente profundos aguentar bem todos os parafusos. Não pontos frágeis ao aperto, pelo contrário, ciso estar preparado para resistir ao dede apertar. s os parafusos usam a mesma medida de e o que torna a montagem mais simples adável. Os plásticos encaixam de forma Eu caí na tentação de os aligeirar para m soltos, mas há que resistir pois os iro minutos de rodagem farão o ajusequado, pois há um acamar da peças. ra-los pode levar a folgas. Só depois de se pode rever toda a montagem e verise há algum ponto que justifique algum e com um pouco de lixa. Acabamos com um carro com aspecto sólido, mas elegante e leve. O pneus do kit são bastante macios com bastante grip, mas o seu piso natural será certamente a terra.

Os amortecedores sendo todos em plástico são de montagem dos vedantes(O’rings) pelo exterior com porca exterior o que é uma mais valia, na facilidade que trazem à sua substituição e mesmo ajuste, pois através do aperto permitem regular a pressão. O babar dos amortecedores está dentro dos padrões médios (bom), e não justificam sequer “re-encher” de uma prova para outra, muito menos de uma manga para outra como já tive noutro modelos de competição. Nota negativa para a placa de aluminio do motor, que cedeu ao apertar os parafusos de fixação. Como solução há uma placa em aluminio mais grosso e duro, com frisos de refrigeração melhorada. Ainda nota negativa para a fixação da antena que carece de ser colada, não tem parafuso de fixação, o que em rádio que não sejam de 2.4Ghz (antenas muito curtas), é desagradável. A solução passa uma vez mais por um fixador de antenas, ou assumir que se cola e ponto.


Finalmente, ainda sobre materiais, a carroçaria (e asa) irão certamente justificar uma substituição a curto prazo, quanto mais não seja porque já vem pintada e os pilotos de competição gostam de ter as suas personalizadas (ou acabam a guiar o carro uns dos outros sem se aperceberem ....) Mas saltemos para a pista... Estamos nas nuvens...o carro é extraordinariamente dócil fruto da sua traseira colada ao chão, com bastante grip na frente quando se está a rolar ou em travagem, deslizando a frente quando se está em aceleração (normal em buggy segundo dizem). Este efeito de deslizar da frente em aceleração é fácilmente controlado por ajuste da slipper. Voa perfeito, tanto em saltos compridos como curtos. À medida que ganhamos confiança queremos cada vez mais. Para quem passa a barreira do primeiro impacto com ENORME GOZO ( o que acontece ao fim de 15 a 30 min) começamos à procura de mais tal é a confiança que fica.


A primeira medida é rever o camber, 2º à frente e

2º a trás. Os afinadores são bastante sólidos, mas se não queremos ajustar no local, vale a pena considerar a instalação do kit de turnbukles. Se ainda assim precisamos daquele bocadinho adicional de frente em velocidade, mas sobretudo em aceleração, 10 a 20gr de chmbo colados sobre o servo da direção farão milagres. Estamos óbviamente a falar num contexto de motores e variadores de competição, onde estamos claramente a explorar os limites da física. Investimento mínimo pronto a competir Kit Mad Rat - 60€ Rolamentos - 10€ Upgrade aconselhados: Afinadores Turnbukles - 9,50€ Placa motor - 15€ Texto: Pedro Albuquerque Fotos: Arnaldo Guedes


Já está em construção a nova pista Outdoor de astro na Terrugem Godin TTrace, com o fim da pista do Mag8, Luís Godinho resolveu pôr mãos à obra e criar um novo espaço, apelativo, onde se consiga conjugar o bem-estar e o RC. O verão está a chegar e nada melhor do que provas em outdoor, em astro para os que não gostam de terra, o objectivo é proporcionar bons momentos a todos os pilotos e familiares. Uma pista, provas, horário semanal, zona de bancadas, bar com esplanada, parque infantil, estacionamento, vista para a serra… A RCmag já visitou o espaço e podem esperar uma pista brutal, mais novidades em breve….fiquem atentos!!!!


Já abriu o novo espaço indoor em Torres Vedras. Um espaço com 500 m2, situado mais propriamente no Ramalhal a 2 minutos da A8, junto ás instalações “Valouro”. Pista em carpete com cerca de 260 m2, destinada á vertente tt e tc. Continuaremos tb com a competição mini z, dentro em breve mais novidades. Horário: quartas feiras: 21.00 -0.00 | sextas: 21.00 - 03.00 | sábados: 10.00 - 03.00 | domingos: 14.00 - 0.00 Para mais informações contactar info@geniracer.com


rticip

pa para

e-

as ar n

çado a a r t g um Gale icarm R a o d o c l u óvoa odel. lotos o de Pa , uma i P p à s o té te *M rg am a a Super templou ve a ca e exigen o que s r o f otos Series d riço con ova este brutal rápidas, pediu o l i p s r a r iro o Winter uno Ca ão de p o estav as bem gicas im humida e r e u ç v d m n N té à e Fe o Trofé bitual, de e direc o traça com zo as estra devido d a A d 0 l d . a 2 s u Dia a prova sendo h e todos s piloto les mas em zon manhã dific a m p n a ifagund já vem fez tudo de algu tava sim de pinos inicio d uve algu B a s d o i s o Com que sat opinião pista e locação dos. No ilhão h tacular. a “bela o v a o a pa pec o para Ac ra t s o a novo egundo bólica, . e o de d p p d l i u u t o o a o r r t c v a c t e S r r do. ente pa bom se i benéfi ntir den tempo fi om inte r div mento e s o r l f e c u po te anda exce ava a um o que se fez s ssar do osição o b a a a p c t en obrig s de pis ão) que com o p boa dis finais. critos, a u excel anças. ortar c ç e d e s e cort ondensa rip, mas ívio e d para as ilotos in trou o s stas an ngas de Carlos e v s s g c de ( algum i de con a posto s de 3 p ar e mo streou n com ma io entre rreiro d a r g o e e o obte biente f sim tudo ça apen eiro lu que se dament pelo pó uno Gu m i n N s a O am stava a a prese fez o pr s Sousa rande an disput 4 seg.) a e e , e rou Com cimento e Uliss ez um g ir, grand s por 0 . e na”, d i D l o t s v no W ra do SC4 iogo Na ão Perei is uma fez sen separa io Coelh a, Afons com gra a e r D a n ver, do de Jo raram m speito s ma volt es e Má drenali sempre l a i s t e d o igue segu D Mos nde o r ,(na me ldo Gue eias de car Gril M o o h s W e a Hug car o a SC2 iração, o Roqu de Arn ntes e c edo e Ó e gu n esta . o a ir sp e u d d n r e e i t N r o u i u A n g c a inho oi e Vieira. do e dio seg is emo José Fi f i d d o o i n Câ o pó D Fina ido de ir Play. … o pód e Tiago e Luís G a u i rilo ow ue sub y’s 2W ão segu uito fa h G q s o tudo r R a a m g m ç c i v a o s g s r a e n t Bu ira po ens lotos de de Nu finais Ó h es g 7 e a 1 s o i s m s p a id as ta pri ta d ltrap WD Os el ,segu m a es l u o v s a r v de y’s 4 impará que der e po g s g o d a Bu steve ipula a lut t e s e e e qu ento ários r m o a h d an u os o r e p a su a casa. des v o r Gue p o o d l s A s rna egre tos:A r o F e s d o Sant o: Text

ra

Sand


Nuno Carriço, trabalha na área de informática, começou no mundo do radiomodelismo no TT eléctrico, numa altura em que só existia esta modalidade, ia fazer treinos e corridas em Alenquer, já vão 15 anos. Hoje em dia corre pontualmente, não entra nos campeonatos por falta de tempo, dedicando-se exclusivamente à cronometragem das provas que organiza. Numa altura, que não havia muita oferta na área dos eléctricos em Portugal, decidiu abrir a Super*Models, já lá vão 5 anos. No início apenas um negócio online, neste momento associou a Super*Models à organização de eventos, nomeadamente provas de TT e de Turismo no pavilhão desportivo da Póvoa da Galega. Umas das desvantagens neste tipo de organização, é a mão-de-obra, o montar e desmontar da pista em apenas um fim semana. O ideal seria ter um espaço permanente, mas o aluguer do mesmo é muito dispendioso e infelizmente o nú

mero de pilotos activos não seria o suficiente para cobrir os gastos. Quanto a eventos Outdoor diz serem aliciantes, no entanto, a sua manutenção é complicada, mas está nos seus planos lá para o verão fazer um troféu outdoor, usando o piso de Astro. A Super*Models patrocina no TT eléctrico, Bruno Carmo (buggy’s) e Claus (Short Course). Nos Turismos eléctricos o bi-campeão nacional de stocks Bruno Castela e o piloto Jorge Simões. No que diz respeito ao “mundo” do radiomodelismo em Portugal, Nuno Carriço acha que as lojas deviam estar mais envolvidas na organização dos eventos. Em 2011 a Super*Models iniciou-se com o troféu Winter Series em Astro constituída por 4 provas. Dia 20 de Março é já a terceira prova do troféu. Texto: Sandra Santos Fotos: Arnaldo Guedes


O Fórum UMDEZ surgiu há um ano e tal, da necessidade de existir no meio do radiomodelismo português um espaço dedicado à informação e divulgação do TT. Evoluiu, aproximou pilotos e conta com um elevado número de utilizadores. O projecto é suportado por algumas lojas de RC, que através do fórum divulgam os seus produtos e actividades. Mário Ribeiro teve a iniciativa de formar o Team UMDEZ, procurava pilotos de 1/10 TT que fossem competitivos, com espírito de equipa e que de certa forma acabassem por divulgar/representar o fórum UMDEZ, convidou Tiago Vieira e Nuno Roque em Novembro de 2010 para em conjunto formarem o Team UMDEZ, o resultado tem sido muito positivo em termos de resultados, têm sentido alguma evolução como pilotos e treinam para

obter bons resultados. Mário Ribeiro corre actualmente em 2 classes Buggy’s 2WDe 4WD, Nuno Roque por sua vez dedica-se ao Buggy 4WD e SC2WD e Tiago Vieira ao Buggy 4WD. O seu objectivo é sempre tirar bons resultados quer a nível pessoal quer a nível de equipa, para isso treinam semanalmente na pista RC Hobby Center no Montijo, perto de casa. Acham essencial trocar ideias a nível técnico e de condução, fazem testes, manutenção aos carros, compram material, ou seja, tudo o que lhes possa servir para evoluir, e melhorar o desempenho da equipa. O carro eleito pelos 3 é o Team Durango, e têm o apoio da HPmodelismo mas apenas no chassi.


Começou no RC há cerca de 3 anos com um RTR, iniciou-se num 1/8 TT, mas rapidamente percebeu que não era aquilo que queria para si. Experimentou 3 marcas diferentes: Team Associated, Team Losi, e XRAI. Participou em 3 provas, a última em Évora no Regional Sul em 2010. Desde essa altura começou a dedicar-se aos eléctricos 1/10 TT e 1/10 TC. Optou por comprar um Buggy Team Durango. Segundo ele tem o melhor chassi do mercado, pela construção, design, e pela assistência que a marca tem em Portugal através da Hpmodelismo. É da opinião que não é um bom carro que faz um bom piloto, mas um bom piloto que faz o carro, pelo menos no nível em que estão os pilotos nacionais.

Está neste meio à cerca de logo no 1/10 TT por isso nã escalas. Começou com um amigo, fez uma prova no M do experimentou o carro do rango vendeu o dele e com tory Team foi comprada pro a resistência da RC Hobby C piada resolveu continuar e está a obter bons resultado seus resultados devem-se e que tem ao hobby, tenta tre por semana na pista perto d faz manutenção ao carro e alturas de prova leva 3 a 4 parar o carro. É a favor da do set up, no entanto, acha set up tem que ser adequad piloto, pois cada um tem a dução. Quando acha que o está bom para o seu nível d condução tenta não mexer muito. No durango tenta desenvolver coisas novas e tenta perceber o que não correu bem para conseguir evoluir.


8 ou 10 meses, começou ão traz vícios de outras B44, por influência de um Mag8 e nessa altura, quano Tiago Vieira o Team Dumprou logo um. A SC Facopositadamente para fazer Center, mas como achou competir nesta classe, e os. Nuno Roque diz que os essencialmente à dedicação einar uma a duas vezes de casa RC Hobby Center, diz que em dias a predivulgação a que cada do a cada sua concarro de

Começou em 2005 na classe 1/8 TT fez o regional completo, com bons resultados, mas com a abertura da pista do Montijo acabou por aderir ao 1/10 TT devido à proximidade de casa, comprou o Buggy Team Durango e iniciou-se nesta classe em Agosto do ano passado. Optou por esta marca porque a seu ver é o carro que mais se aproxima dos carros de 1/8 TT, pela sua construção ser mais sólida, por ter os diferencias de satélites e se adaptar melhor à forma da sua condução. Já experimentou outras marcas mas não ficou satisfeito. Segundo Tiago é um carro mais trabalhoso do que outras marcas pois requer alguma manutenção. Tal como o Nuno Roque, Tiago Vieira já tem encomendada a SC4wd Team Durango, estão desejosos que chegue o kit para fazer a montagem da carrinha e testá-la. Texto: Sandra Santos


d o primeiro luw 4 s ´ y g g u B s o N Tiago Parreira a o íd u ib tr a i fo gar disputa directa que esteve em e, seguido de com Nuno Roqu Mário Ribeiro. D, Arnaldo Na classe SC 2W excelente anGuedes com um Q e destacoudamento fez o T. rimeiro lugar p o u ti n ra a g , e -s segunda final. a n o g lo io d ó p no ava diabólica, A sua “truka” est fazer 17 voltas, sendo a única a mo 4WD. tanto em 2WD co ar ficou Carlos Em segundo lug de Nuno RoCândido seguido

vereiro realizoue F e d 6 2 ia d o N va do Troféu ro p a ir e m ri p a -se iciativa foi bem Indoor CRO. A in ilotos habituacolhida pelos p a presença dos ais. De salientar em sul que ade rg a m a d s to ilo p odemos dizer P . so e p m e m rira “casa cheia”. que esteve uma um bom traçaContámos com a geral agradou do, que de form fa nova tinha a todos, a alcati cia e a recta uma boa aderên r os motores. dava para estica ro elevado de e m ú n o a o id v e D vemos duas ti s to ri sc in s to pilo que. gy´s 2wd e de mais mangas de Bug wd Na loucura das SC4wd 2 C S e d s a g n a Tiago Parreira, 4wd, e duas m ra a p a e ri u ó q it z v e v a um primeira ae e SC4wd. Foi a Joaquim Regueir e , d ta o n id ju u g d w se 4 ” a k se viu tanta ”tru es de ando Condeço. çõ rl ri O sc in 6 1 … ra roblemas foi a loucu evido a alguns p D cronometragem SC4wd. a m co s o ic cn té d José Marcos por volta das w 2 u o s ´ in y g rm g te u B va s o ro N ap s não o primeiro z fe e e -s ã, alguns piloto u h n co a a m st a de d 4 o estie Carlos Cândid ima final e não lt ú a m ra lugar seguido d ze fi ga dos a classe à relasentes na entre re p m ra que aderiu a est e v tempo e já se s. tivamente pouco e Antó- prémio d o id u g se o g lo faz notar, es s: Arnaldo Gued ndra Santos Foto Sa . o: a xt st Te o C nio


mail@rcmag.net

Revista RC Magazine Portugal #3  

Radiocontrol online magazine. 1/10 offroad, mini-z...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you