Page 1

P ró-Vocações e Missões Franciscanas BOLETIM INFORMATIVO

PROVÍNCIA FRANCISCANA DA IMACULADA CONCEIÇÃO DO BRASIL SÃO PAULO |Nº 127 - 2010| E-MAIL: pvf@franciscanos.org.br

Outubro 23 DE OUTUBRO

05 DE OUTUBRO

São João de Capistrano

São Benedito

25 DE OUTUBRO

19 DE OUTUBRO

Santo Antônio de Sant’Ana Galvão

São Pedro de Alcântara

04 DE OUTUBRO

São Francisco de Assis

Mês franciscano VOCACIONAL Frei Jhônatha será ordenado presbítero no dia 25 de setembro Pág. 2 Oito frades farão a Profissão Solene na Província da Imaculada Pág. 3


|2|

E

Frei Jhônatha vai ser ordenado no Convento Santo Antônio Há muitos anos, o Convento Santo Antônio não via uma ordenação sacerdotal. No próximo dia 25 de setembro, Frei Jhônatha Gerber será ordenado presbítero pela imposição das mãos de Dom Frei Severino Clasen, OFM, bispo da Diocese de Araçuaí (MG). A celebração será na capela do Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, às 10 horas. A Primeira Missa será às 10 horas, no domingo, dia 26. Frei Jhônatha Gerber é natural de Taió (SC) e nasceu aos 25 de junho de 1981. Atualmente sua família mora em Papanduva (SC). É o segundo filho e o caçula. Frei Jhônatha iniciou sua caminhada franciscana no seminário de Ituporanga (SC) em 1995, onde fez a 7ª e 8ª séries do ensino fundamental. De 1997 a 1999 estudou em Agudos (SP), onde cursou o Ensino Médio e fez o aspirantado. No ano de 2000 fez o Postulantado; em 2001, o Noviciado; e, de 2002 a 2005, viveu os primeiros anos da formação inicial em Rondinha. Nos anos de 2006 e 2009, morou nas Fraternidades do Sagrado Coração de Jesus e Santa Clara, em Petrópolis. No Congresso Capitular, no final do ano passado, foi transferido para o Convento Santo Antônio do Rio de Janeiro. Frei Jhônatha professou solenemente na Ordem em 2 de agosto de 2008 e foi ordenado diácono no dia 22 de agosto de 2009.

CONVENTO SANTO ANTÔNIO:

Mais de quatro séculos no Largo da Carioca Os franciscanos se fixaram no Rio de Janeiro em 1592. No dia 19 de abril de 1607, o governador doou aos frades o já chamado Morro de Santo Antônio. No dia 4 de junho de 1608, foi posta a pedra fundamental do Convento e da Igreja, dedicados a Santo Antônio. À festa compareceram todas as autoridades e o povo da vila de São Sebastião do Rio de Janeiro. Este Convento teve intensa atividade até 1740, quando, por ter-se tornado insuficiente, foi substituido por outro, o atual. Já a igreja continuou a mesma e continua até hoje com algumas modificações. Atualmente, o Convento e a Igreja de Santo Antônio estão passando por um grande restauro.


l

|3|

Oito frades farão a profissão solene na Província No dia 2 de outubro, um pouco antes da Festa de São Francisco de Assis, sete frades da Província da Imaculada Conceição do Brasil irão emitir a profissão na Ordem dos Frades Menores, pelas mãos do Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel. A celebração será na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, às 10 horas, em Petrópolis. Somente Frei Marcel Freire da Silva fará a profissão solene em sua cidade natal, São Lourenço (MG), em dezembro (no boletim de novembro divulgaremos data, local e horário). Este momento solene para o frade menor, é descrito assim nas Constituições Gerais da Ordem: “Levando à maior plenitude a consagração batismal e respondendo ao chamado divino, os irmãos entregam-se totalmente a Deus, sumamente amado, pela profissão da obediência, da pobreza e da castidade, que deve ser vivida segundo o espírito de São Francisco; contraem uma aliança com Deus, e sua vida se torna, por toda a existência, um sacrifício oferecido a Deus na caridade”. Conheça um pouco cada um dos professos:

ADILSON WILBERT Nascimento: 19.06.1976 Naturalidade: Gaspar, SC Vestição: 08.01.2004

ALEXANDRE VERARDI Nascimento: 06.08.1982 Naturalidade: Xaxim, SC Vestição: 09.01.2003

CLAUZEMIR MAKXIMOVITZ Nascimento: 13.11.1985 Naturalidade: Getúlio Vargas, RS Vestição: 08.01.2005

GUSTAVO MEDELLA Nascimento: 19.09.1978 Naturalidade: Petrópolis, RJ Vestição: 08.01.2004

JEÂ PAULO ANDRADE Nascimento: 21.07.1986 Naturalidade: Imbuia, SC Vestição: 08.01.2005

MARCEL FREIRE DA SILVA Nascimento: 18.08.1986 Naturalidade: São Lourenço, MG Vestição: 08.01.2005

MARCOS PRADO DOS SANTOS Nascimento: 24.07.1980 Naturalidade: Carmo de Minas, MG Vestição: 08.01.2005

RODRIGO DA SILVA SANTOS Nascimento: 30.04.1984 Naturalidade: São Lourenço, MG Vestição: 08.01.2005


|4|

V

Há mais de 800 anos, na pequena cidade italiana de Assis, nascia por ação do Espírito Santo e pelo ardor evangélico de um jovem chamado Francisco, uma nova Ordem. Não que este fosse o objetivo do jovem, aliás, viver o Evangelho e a paixão pelo Cristo pobre, humilde e crucificado foram seus principais ideais, contudo seu testemunho inspirou muitos outros, que no decorrer dos séculos seguintes aumentaram as fileiras dos santos e santas da Ordem Franciscana. Destacamos alguns santos neste mês, aliás, o mês da festa de São Francisco, por excelência, o mês franciscano. 4 DE OUTUBRO SÃO FRANCISCO DE ASSIS

FRANCISCO E A IGREJA Frei Atílio Abati, OFM No século 13, a Igreja deixava muito a desejar. Parte dos leigos já não procurava a instituição, enquanto outros se insurgiam contra a autoridade eclesiástica e os abusos do clero. De fato, é notória a decadência e a fraqueza moral do clero da época, mais preocupado com problemas de domínio e de poder do que com a vivência do Evangelho. A propósito, surgiram movimentos como os cátaros, os valdenses, os albigenses e outros, que apontavam os pecados e os escândalos dos eclesiásticos. Todavia, foram longe demais. Entraram em conflito com verdades de fé, a ponto de se tornarem heréticos. Na prática, desligaram-se da Igreja com suas acirradas críticas, E entre o clero havia divisão: os letrados, mais preocupados com o dinheiro e o bem-estar do que com o Evangelho. O baixo clero, com pouca instrução, vivia pobre entre os pobres e nas periferias. Muitos deles, aliás, levavam uma vida dúbia. Eram os sinais da decadência. Francisco, aos 25 anos de idade, não se revolta contra esta realidade, mas tenta criar algo novo. Por isso, ele não maldiz a riqueza da Igreja, mas procura fazer-se pobre; não rompe com a igreja do poder, mas encaixa-se, estritamente,

dentro dos apelos do Evangelho. Com sua vida de fraternidade, Francisco opõe-se a uma Igreja dominadora. Em 1209, Francisco vai, com os 11 frades, a Roma e apresentase ao Papa Inocêncio III. Dele recebeu a aprovação oral de seu projeto de vida e colocou-se a serviço desta Igreja, não numa atitude arrogante e frontal, como os fanáticos cátaros e albigenses. Do Cristo de São Damião recebera a ordem: “Vai e restaura a minha Igreja”. Ele iria restaurá-la e renová-la, sim, mas não pelo protesto nem pela contestação, mas pela sua forma de vida, sem jamais opor-se ao Papa e aos Prelados. Ele queria sempre estar em comunhão com o Sumo Pontífice e com seus pastores. Francisco queria, pois, viver em sintonia com a Igreja, sem deslizar para o campo da contestação. Segundo Francisco, foi o próprio Senhor quem tomou a iniciativa , para que ele vivesse esta inspiração evangélica. Nesse seu agir há, naturalmente, uma crítica velada à Igreja hierárquica, que se esquecera dos pobres e que se distanciara dos homens. Portanto, uma nova luz invadiu a Igreja de Jesus Cristo, trazendo esperança, revitalização e transformação. A nova Igreja sonhada por Francisco, desejada pelo próprio Cristo e inspirada pela ação do Espírito Santo, começava a ser realidade. Era um novo Pentecostes a trazer nova vida, a sedimentar a fé e a propagar o Evangelho a todos os povos, como queria o Senhor.

Outu

Mês fra 05 DE OUTUBRO SÃO BENEDITO É, certamente, um dos santos mais populares do Brasil, cuja devoção nos foi trazida pelos portugueses. Nasceu por volta do ano 1526, em São Filadelfo, nas proximidades de Messina, na Sicília (Itália). Nascido de pais escravos levados da Abissínia (atual Etiópia) para a Itália - ele sofreu preconceito desde pequeno. Por sua pele negra foi ridicularizado, chamado de “o mouro”. Trabalhou como pastor de rebanhos. Era irmão Franciscano. Em 1578 foi nomeado guardião (superior) do convento onde vivia, cargo que aceitou com


ubro

|5| gramática e filosofia em Alcântara e leis canônicas e civis na Universidade de Salamanca. Aos 16 anos ingressou na Ordem Franciscana. Aos 20 anos já era superior do convento de Babajoz. Ordenado em 1524 com 25 anos, ele ficou conhecido por ser um exímio pregador. Um recluso por natureza, ele vivia no convento de Santo Onóphrius, um local remoto onde ele podia estudar e orar. Não obstante, foi nomeado Provincial (cargo máximo dentro de uma Província) em 1538. Trabalhou em Lisboa em 1541 ajudando na reforma da Ordem. Em 1555, ele iniciou as reformas “Alcantarinas”, hoje conhecidas como as da “Estrita Observância”. Amigo e confessor de Santa Tereza d’Ávila, ele a ajudou durante o trabalho de reforma da sua Ordem Carmelita. Morreu em 18 de outubro de 1562 em Estremadura, Espanha, de causas naturais. Foi canonizado em 1669 pelo Papa Clemente IX. O Papa Pio IX em 1862 o declarou Padroeiro do Brasil.

23 DE OUTUBRO SÃO JOÃO DE CAPISTRANO Altar mor do Convento São João nasceu em Capistrano (Itália), em Francisco (SP). São Pedro 1386. Cursou os estudos jurídicos na de Alcântara olha para o padroeiro São Francisco. universidade de Perugia. Juiz de direito, casado e nomeado governador de uma cidade na Itália, acabou na prisão por causa de intrigas políticas. Diante do sistema do mundo, frágil, felicidade muita resistência por ser analfabeto. Foi terrena, e após a morte de sua esposa, admirado por todos, a todos dedicando João quis entrar numa Ordem religiosa. profundo respeito, amor desinteressado, Com este objetivo teve João a coragem condescendência pelas faltas e fraquezas de vender os bens, pagar o resgate de alheias, zeloso e carinhoso com os sua missão, dar o resto aos pobres e doentes e necessitados, terno e sábio. A seguir Jesus como São Francisco de Assis. tradição popular enriqueceu sua vida com Ordenado sacerdote consagrou-se no numerosos milagres. Terminou os seus apostolado da pregação; viveu de modo dias como cozinheiro. Morreu em 4 de profundo o espírito de mortificação. abril de 1589. João de Capistrano enfrentou a ameaça dos turcos contra a Europa e a tentativa 19 DE OUTUBRO de desunião no seio da própria Ordem SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA Franciscana. São João tinha muita Nasceu em 1499 em Alcântara, habilidade para a diplomacia; era Estremadura, Espanha. Filho de Pedro sábio, prudente, e media muito bem Garavita que era governador. Estudou seus julgamentos e suas palavras. Sabia

anciscano

tratar muito bem às pessoas. Por isso quatro Pontífices empregaram-no como embaixador em muitas e delicadas missões diplomáticas. Três vezes os Sumos Pontífices quiseram nomeá-lo bispo de importantes cidades, mas preferiu seguir sendo humilde pregador, pobre e sem títulos honoríficos. Morreu aos 71 anos em 23 de outubro de 1456. Foi canonizado pelo Papa Alexandre VIII em 1690. 25 DE OUTUBRO SANTO ANTÔNIO DE SANT’ANA GALVÃO O 1º santo brasileiro nasceu em Guaratinguetá (SP), em 1739, de uma família de muitas posses. Aos 13 anos foi estudar na Bahia com os jesuítas, que eram os que possuíam os melhores colégios na época. Contudo, ao regressar para sua terra natal renuncia a uma brilhante situação no mundo e ingressa na Ordem Franciscana. Foi ordenado sacerdote no Convento Santo Antônio (RJ), contudo ficou pouco tempo por lá. Foi na capital de São Paulo que Frei Galvão passou quase a vida inteira. Amado pelos paulistanos, grande pregador e porteiro, morou por mais de 60 anos no Convento São Francisco. Fundou, em 1774, juntamente com Madre Helena Maria do Espírito Santo, o Recolhimento de Nossa Senhora da Luz, na capital paulista. Não somente formou e conduziu espiritualmente as religiosas desse mosteiro, mas também o edificou materialmente, ao longo de 48 anos de esforços contínuos. Sacerdote procurado e estimado por todos, era chamado “Homem da Paz e da Caridade”. Entregou sua alma a Deus em 1822. Foi beatificado em 1998. No dia 11 de maio de 2007, Frei Galvão foi solenemente elevado a glória dos santos, numa missa realizada no Campo de Marte (SP) celebrada pelo papa Bento XVI. Até hoje sua sepultura, na capela do mosteiro, é visitada por multidões que acorrem a lhe pedir graças e milagres, e também à procura das prodigiosas “pílulas de Frei Galvão”.


|6|

V

Um Dia com Maria e Frei Galvão Frei Alvaci Mendes

No dia 22 de agosto, o Pró-Vocações e Missões Franciscanas promoveu um dia de oração e reflexão com os benfeitores da cidade de São Paulo. Este dia de oração já é tradicional entre os benfeitores e, ocorrendo duas vezes ao ano, tem como título “Dia com Maria e Frei Galvão”, justamente pelo fato de acontecer nas cidades de Aparecida e Guaratinguetá, junto à Basílica de Nossa Senhora Aparecida e do Seminário Franciscano Frei Galvão. Partimos da capital paulista às 7 horas da manhã em direção a Aparecida. Depois de uma pequena parada, chegamos à Basílica da Mãe Maria, onde nos encontramos com Frei Airton (Soneca). Iniciamos nossa procissão até o altar de Nossa Senhora, onde rezamos juntos por todos os benfeitores e colaboradores do Pró-Vocações. Logo em seguida, partimos para Guaratinguetá, cidade natal de Frei Galvão.

Lá almoçamos com os postulantes franciscanos e com a fraternidade do Seminário Frei Galvão. Percebia-se em todos uma grande alegria de estar ali juntos com os franciscanos e fazendo parte de uma grande família franciscana. Visitamos as dependências do Seminário e celebramos juntos a Eucaristia. Momento de agradecermos os dons recebidos e nos colocarmos diante de Deus como filhos e filhas amados Dele. Depois visitamos o Convento

EXPEDIENTE

INTENÇÕES DE MISSA

Nome:_________________________ Data: _

/

Franciscano de Nossa Senhora das Graças, a Casa de Frei Galvão e a Catedral Santo Antônio, em Guaratinguetá. No fim do dia, todos estavam cansados, mas felizes por terem passado um dia em romaria e oração, diante de Nossa Senhora e de nosso querido Santo Antônio de Sant’Ana Galvão. Que todos os nossos benfeitores possam sempre ser abençoados por Deus e continuem nos ajudando neste belo trabalho que depende do empenho de cada um de nós.

/

Use este espaço para solicitar aos Franciscanos que celebrem a Santa Missa nas suas intenções. Caso não queira recortar este Boletim, você também pode usar uma outra folha de papel, ou até mesmo fazer xerox deste formulário e enviar para: Caixa Postal 900 - 01031-970 - São Paulo - SP. Um meio mais rápido é fazer pela Internet, através do email: pvf@franciscanos.org.br

BOLETIM PVF Edição bimestral Escritório: Largo São Francisco, 133 Centro – São Paulo (SP) CEP 01005-010. Tel.: (11) 3291-2416 Emails: pvf@franciscanos.org.br Site: www.franciscanos.org.br/pvf Coordenadores: Fr. Atilio Abati e Fr. Alvaci Mendes da Luz Edição: Moacir Beggo (jornalista responsável - Mtb 14.888) Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil


MÊS MISSIONÁRIO

|7|

Angola, vinte anos de missão “Em Angola, Francisco deve tornar-se um angolano”. (Frei José Rodríguez Carballo, Ministro Geral) Em 20 anos de missão nas terras angolanas, os frades missionários da Província da Imaculada Conceição do Brasil viveram dois momentos distintos: a destruição causada pela guerra civil nas últimas décadas do século passado e a reconstrução do país que está sendo feita nos dias de hoje. Em meio a muitos desafios, nasceu a Fundação Imaculada Mãe de Deus de Angola, que hoje colhe os primeiros frutos da presença franciscana: dois frades professos solenes, um professo temporário e três noviços. A residência dos frades em Kibala, que havia sido destruída durante a guerra, foi reconstruída e funciona hoje a etapa Da esq. para dir.: Frei Afonso, Frei Antônio e Frei Fidêncio do Postulantado. Ministro Geral para que “não cessem tal esforço” serve Atualmente, a Fundação tem cinco fraternidades: São também como incentivo para continuar plantando ali a Francisco de Assis, São Damião, Monte Alverne, Santo semente do Evangelho. Antônio e Porciúncula. Neste ano, em abril, a Fundação Neste mês, a Província está fazendo uma campanha para realizou o Primeiro Capítulo. ajudar a Missão de Angola. Entre em contato com o PróOs desafios são muitos na Missão, mas o pedido do Vocações e Missões Franciscanas!

ORAÇÃO MISSIONÁRIA Maria Santíssima, mãe de Jesus! Ouve a prece que lhe dirijo ao anoitecer. Ajoelho-me a seus pés para pedir-lhe pelas crianças africanas. A noite cai. Estou sentado sobre a cama e ouço o choro das crianças. Mãe Maria, sei que choram porque falta quem lhes acaricie. Suas mães, pobres mães negras, cansadas pelo árduo e contínuo trabalho de carregar água, lenha, mandioca, pisar o “bombo”, preparar o fungi, o peixe e a quisaca, já não têm mais a calma necessária para cuidar dos miúdos (crianças) com paciência. Faltam missionários para ensinar as mães a banhar diariamente seus filhos, a fim de evitar que contraiam doenças por falta de higiene. Faltam missionários professores para ensinar as crianças e os jovens a ler e a escrever. Assim, poderão ter mais conhecimento e sabedoria. Faltam missionários engenheiros, arquitetos e construtores para ajudar a reconstruir as estradas, as pontes, as escolas, os hospitais e as casas destruídas pela guerra ou deterioradas pela falta de conservação. Faltam missionários médicos, enfermeiros e agentes de saúde dispostos a dar a vida para ajudar a cuidar da saúde de tantos doentes que vivem em regiões isoladas.

Muitos deles não têm recursos financeiros suficientes para adquirir os medicamentos. Faltam missionários agrônomos, técnicos agrícolas e agricultores que possam ajudar o povo a pensar e a implantar novas formas de produção agrícola que proporcionem uma alimentação mais saudável e nutritiva. Faltam missionários ambientalistas que ajudem o povo a compreender que a floresta e os rios devem ser preservados. O fogo que, anualmente, devora a floresta causa muita poluição ambiental e sérias doenças respiratórias. Faltam missionários interessados em repensar as relações econômicas que geram uns poucos muito ricos e condenam a grande maioria do povo a uma miséria deplorável. Faltam missionários que, junto com o povo, leiam, compreendam e vivam o Evangelho. Faltam jovens corajosos e entusiasmados que percorram as cidades e aldeias testemunhando a fé cristã e ajudando outros jovens a descobrir e seguir Jesus Cristo. Mãe Maria, dê coragem a todos os missionários do mundo para que não desanimem em sua missão. O choro das crianças, amadas e pridiletas de Jesus, continua a clamar aos céus para que sejam chamados e enviados mais e novos missionários, a fim de fazer acontecer o Reino de Deus. Amém. Frei Angelo Vanazzi


|8|

R

Selos ajudam missões

Há mais de 50 anos funciona no Convento do Sagrado Coração de Jesus, em Petrópolis, RJ, o Centro Filatélico Franciscano. O serviço existe com o objetivo de arrecadar recursos para as Missões Franciscanas na África. O Centro Filatélico recebe selos novos e usados vindos de todas as regiões do Brasil e também de outros países. Todo material recebido é repassado a colecionadores e os recursos são integralmente aplicados na Missão Franciscana em Angola, na África. Os missionários atuam em diversas frentes: paróquias, projetos sociais, trabalhos de reestruturação agrícola, entre outros. Angola é um país em reconstrução, pois esteve em guerra até pouco tempo. Quer colaborar? Não arranque os selos dos envelopes. Recorte-os deixando uma margem de papel ao redor. Envie para: Estudantes Franciscanos – Caixa Postal 90023 – CEP 25689-900 – Petrópolis – RJ.

Outros (especificar) Informação Porteiro Endereço Insuficiente

Mudou-se

Não Procurado

Recusado

Não existe o nº indicado Desconhecido

Falecido Ausente

Data: Assinatura e nº do entregador Reintegrado ao serviço postal

Para uso exclusivo do Correio CORREIOS DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

CAIXA POSTAL 900 01031-970 - SÃO PAULO - SP

PRÓ-VOCAÇÕES E MISSÕES FRANCISCANAS

5735/01 - DR/SPM Província Franciscana

Impresso Especial

boletim_127_100910  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you