Issuu on Google+

Por dentro da cidade janeiro de 2014 | n° 4 | Prefeitura Municipal de Itaboraí | Assessoria de Comunicação

Investindo no futuro Itaboraí valoriza jovens da cidade ao lançar programa de formação de médicos. Prefeitura irá custear ensino superior de medicina para que os futuros profissionais atuem no município. > p.2 e 3

Prefeitura atua na Itaboraí se prepara limpeza de valões para para oferecer ensino prevenir enchentes > p.2 integral > p.4


Por dentro da cidade - Itaboraí

Curtinhas do mês Natal de Luz

itaborai.rj.gov.br

Prefeitura vai pag Jovens de Itaboraí terão oportunidade de cursar medicina de graça, desde que se comprometam a trabalhar nos postos de saúde municipais

Pela primeira vez, a Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro, foi iluminada para receber Papai Noel, os músicos da orquestra Cândido Mendes, e o Auto de Natal composto por artistas locais e alunos de teatro da Casa do Artista. O mesmo aconteceu nos outros oito distritos da cidade. Em Venda das Pedras, a praça ganhou novo chafariz, brinquedos para as crianças e Academia da Terceira Idade.

Limpeza de córregos e valões Uma grande ação de limpeza de rios e valões foi coordenada pela Secretaria de Serviços Públicos nos bairros Joaquim Oliveira e Vale do Sol como forma de prevenir as fortes chuvas de verão.

IPTU com desconto A Secretaria de Fazenda divulgou o calendário do IPTU 2014. Os contribuintes que pagarem o imposto de uma só vez até 31 de março terão desconto de 30% no valor total. Outra medida para facilitar a vida dos moradores é o Refis, que permite o pagamento de dívidas de tributos em atraso com até 100% de anistia sobre juros e multas. Mais informações em www.itaborai.rj.gov.br

Parque Paleontológico A Prefeitura deu o pontapé inicial para a recuperação do Parque Paleontológico. A Lafarge, que explorou o local até a década de 80, terá que recuperar a área degradada. Quem coordena os trabalhos é a arqueóloga Maria Beltrão, diretora do parque e especialista no assunto.

I

taboraí acaba de dar um importante passo para estimular a formação de novos profissionais de medicina e ampliar o atendimento médico à população. Por meio do programa social “Mais Médicos para Itaboraí”, criado por Lei em dezembro passado, o município irá custear o curso superior de medicina a estudantes que tiverem feito todo o ensino fundamental e médio em escolas públicas da cidade e foram classificados no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Em contrapartida, assim que encerrarem o curso, os beneficiários terão de trabalhar como médicos na rede de saúde pública municipal por pelo menos cinco anos. A proposta é para reforçar o atendimento médico na cidade, estimulando as pessoas que nela vivem. Afinal, Itaboraí apresentou crescimento considerável após o anúncio do Comperj e a rede pública precisa se adaptar à nova realidade. Segundo dados do IBGE, o número de moradores saltou de 218 mil para 225 mil em apenas três anos, o que representa um crescimento de 3,32%.

Jovens d

No

Curso de medicina Itaboraí foi a única cidade da Região Metropolitana pré-selecionada pelo Ministério da Saúde para receber o curso superior de medicina da rede privada, o que torna o sonho de formar médicos da cidade ainda mais próximo da realidade. O resultado, publicado no Diário Oficial da União no fim de dezembro, faz parte do programa “Mais Médicos”, do Governo Federal. Ao todo, foram pré-selecionados 49 municípios brasileiros. No Estado do Rio também constam da lista Angra dos Reis e Três Rios. A seleção levou em conta, entre outros critérios, a estrutura dos equipamentos públicos e programas de saúde existentes no município.

Médicos


facebook.com/prefeituradeitaborai

Por dentro da cidade - Itaboraí

gar formação de novos médicos

de Itaboraí que quiserem estudar medicina poderão disputar as vagas custeadas pela Prefeitura, depois terão que atuar na cidade

ovos profissionais chegam à cidade No total, 15 médicos de Cuba e um da Argentina já trabalham na atenção básica pelo programa “Mais Médicos”

cubanos atuam na prevenção

Doze médicos de Cuba começaram a trabalhar na rede de saúde municipal de Itaboraí neste mês de janeiro. Eles reforçam o atendimento junto com outros três cubanos, um argentino e cinco brasileiros que chegaram à cidade no

fim do ano passado. Todos são contratados pelo programa “Mais Médicos”, do Ministério da Saúde, em parceria com a Prefeitura. De acordo com as regras do programa, os novos profissionais foram destinados aos bairros onde faltavam médicos. Eles atuam prioritariamente na prevenção de doenças. “Estamos preparados para agir e prestar um bom serviço à população, oferecendo aos pacientes o melhor atendimento possível”, afirmou o cubano Joel Torres. Atualmente, Itaboraí possui 40 postos de saúde, que garantem cobertura de 70% da população. A meta é atingir 100%.


Por dentro da cidade - Itaboraí

Prefeitura aumenta frota de ônibus Eram nove veículos e agora são 22 no transporte gratuito dos alunos de áreas mais afastadas

O

ano começou com boa notícia para os pais e alunos da rede municipal que vivem em áreas mais distantes das escolas. A Prefeitura mais que dobrou o número de veículos que fazem o transporte escolar. No início do ano, os alunos tinham à disposição nove ônibus para levá-los de casa até as unidades escolares. Agora são 22, sendo 14 ônibus convencionais e oito micro-ônibus. A medida é resultado da parceria com a Fundação Nacional de Desenvolvi-

Os ônibus do transporte gratuito de estudantes são adaptados para deficientes

mento da Educação (FNDE) e atende não só aos estudantes de locais mais afastados, mas aos portadores de necessidades especiais e os alunos do En-

sino de Jovens e Adultos. A rede municipal conta com 32 mil estudantes, seis mil deles são atendidos pelo transporte escolar gratuito.

Escola em tempo integral Unidade modelo do projeto está sendo construída em Itambi A nova escola está com 80% das obras concluídas e será entregue este ano

Está sendo construída no loteamento Grande Rio, em Itambi, a escola modelo que oferecerá ensino integral a partir deste ano. A unidade está com 80% das obras concluídas e contará com 12 salas de aula, sala de informática, dança, teatro, além de quadra poliesportiva coberta. Ela atenderá em média 600

alunos da educação infantil e ensino fundamental I (1° ao 5° ano), com atividades regulares e no contraturno escolar, de segunda a sexta-feira.

Exemplo do Tocantins Para viabilizar a proposta de oferecer ensino integral aos alunos da rede municipal, equipes da Secretaria Muni-

cipal de Educação foram conhecer de perto o modelo adotado nas escolas de Palmas, no Tocantins, e que se tornou referência em todo o Brasil. Questões como financiamento para implantação do projeto, dificuldades e resultados foram apresentadas às educadoras de Itaboraí.

EXPEDIENTE: Prefeitura Municipal de Itaboraí - Prefeito Helil Cardozo, Vice-prefeito Audir Santana, Coordenador de Imprensa e Jornalista Responsável: Paulo Marcio Vaz (RTB: 28.612), Coordenador de Marketing Tenório Cavalcanti Filho, Subcoordenador de Imprensa Gilson Barcellos, Jornalistas Priscila Marins, Renaldo Sousa, Renata Nery e Thaís Azevedo, Fotógrafos Sandro Giron e Edmilson Domingos, Estagiário Maxwell Pereira de Souza.


Prefeitura Municipal de Itaboraí - Por dentro da cidade - Janeiro 2014