Portugal em Destaque, Julho 2021

Page 1

PERIODICIDADE MENSAL | DISTRIBUIÇAO GRATUITA

"SOMOS LUTADORAS, MÃES, MULHERES, DONAS DE CASA"

PATRÍCIA MAGALHÃES - CEO SECRETDEVOTION IMOBILIÁRIO, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO

LIDERANÇA

SUSTENTABILIDADE

BANDEIRA VERDE

TURISMO

PORTUGAL EM DESTAQUE | 1


2 | PORTUGAL EM DESTAQUE


ÍNDICE JULHO 2021

Editorial O Imobiliário e o Turismo são dois dos setores que mais movimentam a economia nacional e damos-lhes destaque nesta edição, com a presença de empresas de referência e exemplos a replicar. Portugal, país de empreendedores e de líderes, de investigadores e lutadores. São estas as caraterísticas que encontramos nos nossos entrevistados, pessoas que investem na formação contínua e procuram mais e melhor conhecimento e alcançam os lugares cimeiros de empresas de referência nacional e internacional, que investigam e desenvolvem produtos inovadores de forma a diminuir a pegada ecológica e com vista à redução do consumo de água. E como cabe a cada um de nós o importante papel de preservar e lutar pela sustentabilidade do planeta, damos também destaque, nesta edição, ao trabalho desenvolvido por algumas das freguesias mais sustentáveis do país, reconhecidas como Eco-Freguesia XXI, e que hoje, orgulhosamente, fazem do verde a sua bandeira.

19 Grupo Bel

22 Vitra Clinic

30 Unilever

32 Fênix Ambiente

48 JF Anta e Guetim

Boa leitura! Ana Miguel Lopes Editora

FICHA TÉCNICA PROPRIEDADE: FRASES CÉLEBRES, LDA | Edição e Publicação: Ana Miguel Lopes | Direção Editorial: Ana Miguel Lopes ana.lopes@portugalemdestaque.pt | Jornalista: Diana Correia | Direção Gráfica: Bárbara Cardoso | Publicidade e comercial: redacao@portugalemdestaque.pt | Redação e Publicidade: Rua Nova do Seixo, N.º 55, Sala 4, 4460383 Senhora da Hora / +351 910 536 121 | Distribuição: gratuita com o semanário SOL/ dec. regulamentar 8-99/9-6 artigo 12 n.id | NÚMERO DE REGISTO NA ERC 126615 | Periodicidade: Mensal | JULHO 2021 | Estatuto Editorial: https://www.portugalemdestaque.pt/estatuto-editorial

PORTUGAL EM DESTAQUE | 3


" No imobiliário, existem muitas mulheres e espero que ainda venham a existir mais, porque as mulheres querem afirmar-se perante a sociedade que está presente, que é capaz, inteligente e merecemos o mesmo lugar de igual forma que o homem. Para mim não há diferença de géneros, mas para a sociedade ainda existe"

4 | PORTUGAL EM DESTAQUE


PORTUGAL EM DESTAQUE | 5


SECRETDEVOTION

“TENHO A SORTE DE TER TIDO UM PERCURSO PROFISSIONAL MUITO ENRIQUECEDOR” É de uma forma inspiradora que Patrícia Magalhães, CEO da Secretdevotion, nos revela um percurso de resiliência que se revela determinante no sucesso da empresa que para além de vender imóveis, realiza sonhos. A Patrícia Magalhães é um exemplo na liderança, dentro e fora da Secretdevotion. Comecemos a nossa conversa por conhecer um pouco melhor a mulher por detrás do negócio e de que forma foi traçando o seu admirável percurso profissional. Tenho a sorte de ter tido um percurso profissional muito enriquecedor. Por volta dos 17 anos, comecei a trabalhar na Panasonic. Trabalhava e estudava e foram quase 20 anos dedicados a essa empresa, onde adquiri as minhas bases. Era um mundo de homens no qual me inseria, mas de uma forma muito natural me identifiquei mais a trabalhar com homens do que com mulheres, porque têm uma forma de estar diferente. Depois estive quatro anos numa outra área profissional completamente diferente daquilo que estava habituada, a Vodafone, mas quando temos talento, vendemos qualquer coisa. Após esta experiência, por questões pessoais, decidi ficar em casa, mas não me 6 | PORTUGAL EM DESTAQUE

identifiquei porque não sou mulher para ficar parada e sentia um vazio. Posteriormente, estive numa empresa e a certa altura percebi que queria mais para mim e foi aí que decidi criar a Secretdevotion, em segredo, daí o nome, e voei. É legítimo para qualquer ser humano querer mais. As denúncias e as dificuldades no início ainda me fi zeram acreditar mais no projeto. O imobiliário é de facto criar felicidade. Tenho pessoas na minha vida que me deram as bases para ser quem sou hoje, os meus pais, o meu marido, as minhas filhas e os próprios clientes, por quem muito amor e carinho tenho. Portanto, o meu percurso profissional tem sido de altos e baixos, mas fizeram quem eu sou hoje e estou feliz com o que faço e por quem faço! Quais são, na sua opinião, as principais características diferenciadoras da liderança feminina e que fazem também parte do seu ADN, enquanto líder e empreendedora?

Somos lutadoras, mães, mulheres, donas de casa e, por isso, acabamos por fazer várias tarefas. Pessoalmente, o meu marido está ausente do país, e tento gerir a minha agenda e a minha vida com as minhas filhas, os meus pais, os meus clientes. Conseguimos ser multifacetadas e o papel da mulher tem vindo a mostrar que também somos capazes. No imobiliário, existem muitas mulheres e espero que ainda venham a existir mais, porque as mulheres querem afirmar-se perante a sociedade que está presente, que é capaz, inteligente e merecemos o mesmo lugar de igual forma que o homem. Para mim não há diferença de géneros, mas para a sociedade ainda existe. Quais os serviços e produtos que a Secretdevotion oferece e de que forma a empresa vem alcançando uma posição de destaque no panorama nacional? Continuo com as mesmas ideias e com a


SECRETDEVOTION mesma forma de estar e de comunicação desde o início da Secretdevotion, primando sempre pela diferença e qualidade. Atualmente, fazemos cada vez mais vídeos, assim como o virtual tour, que corresponde à realidade exata do imóvel. O site, em termos de tecnologia, está muito avançado. Temos de saber adaptar-nos às nossas ferramentas. Por exemplo, o idealista não permitiu colocar este virtual tour, e pensei: de que modo vou conseguir? Como nós mulheres somos mais multifacetadas e criativas, decidi colocar códigos de barra nas imagens para que as pessoas consigam ver o virtual tour. Outra característica, que para mim é determinante em termos profissionais, é o contacto com o ser humano. Considero-me muito atípica no mundo comercial, porque sou muito próxima do cliente. Continuarei a ser assim, completamente despretensiosa e é isso que me torna diferente. Não vou deixar de ser eu porque tenho uma empresa e talvez seja um dos motivos do meu sucesso no imobiliário.

"As minhas visitas são sempre muito divertidas, sou formal quando tenho de ser, mas acabo por colocar os clientes completamente à vontade. Podemos estar todos ao mesmo nível, é isso que tento e tenho conseguido"

Explique-nos como são as suas visitas num processo de venda de um imóvel? O que valoriza, realça e considera importante de transmitir ao possível comprador? O que a distingue no face-to-face? Eu acho que é a segurança que transmitimos ao comprador ou vendedor na angariação e tenho a certeza de que falar o mais abertamente possível, faz toda a diferença! Já tive vendas difíceis, mas tudo se resolve. Temos de ser sinceros, muito tranquilos, porque nós somos uma balança e temos de equilibrar as situações para que seja win-win para ambos. Prezo muito a transparência, porque não gosto de mentira e falsidade. Afasto-me quando vejo que as pessoas não são verdadeiras. Valorizo muito a seriedade e a transparência e acho que só assim o ser humano se entende. As minhas visitas são sempre muito diver-

tidas, sou formal quando tenho de ser, mas acabo por colocar os clientes completamente à vontade. Podemos estar todos ao mesmo nível, é isso que tento e tenho conseguido.

o ano passado está muito abaixo, uns 50% segundo a minha análise. Criatividade, irreverência e personalidade são os alicerces e diferenciais da Secretdevotion, mas também o reflexo de uma liderança sui generis. O que podemos esperar no futuro? O futuro passa por, além da contínua transparência e qualidade, algumas melhorias. Tenho a noção de que não vou poder continuar a ser eu a fazer tudo, pois a Secretdevotion tem crescido bastante. Durante a pandemia, dado o volume de trabalho, tive de contratar uma amiga e tenho a certeza de que terei de colocar mais pessoas a trabalhar comigo, uma vez que abrangemos todo o território nacional. Portanto, um dos meus objetivos principais é colocar mais comerciais, porque não consigo estar em todas as vertentes, apesar de adorar fazer o acompanhamento aos clientes. A promoção dos imóveis no site sou eu que faço, assim como toda a descrição. É algo que tenho muito gosto em fazer, dado as minhas bases em marketing. É muito gratificante ver a Secretdevotion crescer com base na confiança.

Presentemente, qual a sua visão sobre o mercado imobiliário nacional? Deixe-nos o seu testemunho e partilhe a sua experiência. Estava com a esperança de que o mercado se alterasse um pouco, porque a Covid-19 veio alterar a vida dos portugueses. No entanto, pessoalmente, trabalhei muito mais durante a pandemia e fiz negócios, porque as pessoas estavam fechadas em casa e quem vivia nos centros urbanos começou a valorizar mais a compra de uma moradia fora desses centros para poderem respirar e ter tranquilidade. Agora, o mercado está um pouco mais estagnado, porque infelizmente os números começaram a aumentar em Lisboa e o mercado sentiu de imediato. Há muito menos procura, as pessoas ficaram receosas, não há poder de compra e, quem tem, espera que o valor imobiliário baixe, o que não acho que vá acontecer. Noto que o número de estrangeiros que nos procuravam baixou drasticamente, porque estamos na lista negra de muitos países. Tenho procura, mas comparando com

PATRÍCIA MAGALHÃES

PORTUGAL EM DESTAQUE | 7


IMOBILIÁRIO, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO Apesar de todas as dificuldades, os setores do imobiliário, arquitetura e construção têm registado uma evolução favorável, tendo inclusive sido destacados pelo Banco de Portugal pela sua resiliência e importância para a economia nacional. O tecido empresarial nacional foi e continua a ser determinante para a retoma da economia e, desde logo, as empresas da construção, arquitetura e do imobiliário têm sido um exemplo claro de resiliência e de contributo positivo para a recuperação do país. Por isso, torna-se necessário, desde logo, dirigir uma palavra aos empresários destes setores que, de uma forma geral, se mantiveram em atividade ao longo de todo este período, o que foi determinante para que as obras continuassem a ser executadas nos nossos hospitais, casas e demais infraestruturas, mantendo-as operacionais e seguras. Foi através do seu esforço, da sua capacidade de enfrentar o aumento dos custos e dificuldades operacionais, de adotar medidas capazes de promover a segurança e a saúde dos trabalhadores e de todos aqueles que contactam com estes setores, que foi possível garantir um percurso sem disrupções dignas de nota. Não obstante o ano de 2021 ser ainda um ano marcado pelos efeitos do surto pandémico, com elevado grau de incerteza, à semelhança do observado em 2020, prevê-se que a atividade dos setores do imobiliário, arquitetura e construção mantenham uma evolução globalmente positiva, graças à resiliência, capacidade produtiva e de inovação, tão característica do ADN das empresas portuguesas.

8 | PORTUGAL EM DESTAQUE


DESTAQUE-SE AQUI!

www.portugalemdestaque.pt Siga-nos nas redes sociais:

PORTUGAL EM DESTAQUE | 9


GRUPO RE/MAX CONFIANÇA

UM GRUPO DE CONFIANÇA

Ilídio de Sousa é o rosto por detrás do Grupo Re/max Confiança que conta já com três lojas abertas ao público: Re/ max Marquês, Re/max Confiança e Re/max Confiança II. Foi com ele que estivemos à conversa para melhor conhecer o ADN do grupo que há 14 anos vem conquistando o mercado imobiliário na região centro do país.

ILÍDIO DE SOUSA

Com uma vasta experiência profissional no ramo imobiliário, assume a função de diretor do Grupo Re/max Confiança, que há cerca de 14 anos se notabilizou no mercado da mediação imobiliária no centro do país. Comecemos a nossa conversa por conhecer um pouco melhor o universo do Grupo Re/ max Confiança. O Grupo Confiança conta já com 14 anos de existência. Iniciámos a nossa atividade em Pombal, com a abertura da nossa primeira loja, a Re/max Marquês. Depois de sete anos de experiência nesta região, abrimos uma segunda loja, a Re/max Confiança, na Figueira da Foz. Já em 2018, abrimos a terceira loja, a Re/max Confiança II, em Montemor-o-Velho. A partir daí, fomos desenvolvendo a nossa atividade, sempre baseados no profissionalismo, dedicação e, sobretudo, na confiança que transmitimos aos nossos clientes. Decorridos 14 anos o balanço não podia ser mais satisfatório. Confesso que, a minha entrada no mercado imobiliário aconteceu um pouco por acaso. Fui militar de carreira, onde cheguei a Oficial Superior da Força Aérea Portuguesa. Fui comandante e fundador da corporação de bombeiros da minha terra natal e passei mais de duas décadas na Autoridade de Proteção Civil. Só mais tarde, após me aposentar das minhas diversas funções, é que tive o primeiro contacto com a marca Re/max. Inicialmente não tinha nenhuma ideia sobre a empresa, mas em 2004 acabei por entrar no mundo Re/max, tomando nota dos métodos de trabalho. Decorrido todo este tempo, continuo ligado a esta atividade, que está fundamentalmente conectada às pessoas, e não tenho, para já, perspetivas de abandonar este negócio. 10 | PORTUGAL EM DESTAQUE

O êxito do projeto é evidente. Prova disso mesmo foi a abertura de uma nova agência, em junho deste ano. Fale-nos um pouco mais sobre esta novidade. Este ano avançamos para a abertura de um novo espaço. As instalações onde nos encontrávamos, na Figueira da Foz, começaram a revelar-se de pequenas dimensões. As novas instalações, também elas localizadas na Avenida 25 de Abril, contam com cerca de 700m2, o que possibilita maiores e melhores condições para receber os nossos clientes. É a única loja que conta com dois painéis publicitários eletrónicos que, em permanência, dão a conhecer alguns dos imóveis que temos em carteira. Deixo desde já um convite para que visitem as nossas instalações e comprovem a qualidade do nosso serviço. Um dos principais desígnios da Re/max é a contratação de grandes talentos. Com a Re/ max Confiança a realidade não é diferente. Como caracteriza a equipa de profissionais deste grupo e o que a diferencia no mercado? Das nossas equipas fazem parte alguns profissionais que estão connosco desde o primeiro dia. Profissionais com um percurso repleto de aprendizagens e que hoje prestam um excelente e exímio serviço aos seus clientes. Ao fim de todos estes anos, a vasta experiência que temos no ramo imobiliário é sem dúvida um dos nossos principais diferenciais. Contamos com profissionais com muita experiência e conhecimento no ramo imobiliário, capazes de prestar o melhor serviço a cada um dos nossos clientes. Para além disso, vale ressalvar que trabalhamos com a melhor marca de imobiliário a atuar em Portugal. A Re/ max é reconhecida como a marca líder no

mercado imobiliário a nível mundial. Fazemos parte de um grupo muito profissional, com muita experiência de mercado e que todos os dias luta para servir melhor os seus clientes. Esta experiência, este know-how e todo o background da marca Re/max têm sido fundamentais para o sucesso do grupo. Obviamente que, o nosso nome tem também um significado muito especial. “Confiança” é, exatamente, o que pretendemos transmitir aos nossos clientes. A Covid-19 trouxe consigo inúmeras mudanças e foram várias as áreas que sofreram o impacto provocado pela pandemia. Apesar disso, o setor imobiliário mantém as tendências de crescimento da procura registadas desde o final do ano passado. Atualmente, como avalia o mercado imobiliário na região? Importa referir que, durante este período, procuramos desenvolver a nossa atividade tendo sempre por base a segurança. Procuramos sempre assegurar a segurança das nossas equipas, mas também dos nossos clientes. Assim, desde cedo, apostamos no desenvolvimento de novas soluções, como é exemplo a realização de visitas virtuais, que nos permitiram suprir a falta de visitas presenciais aos imóveis. Estas medidas, permitiram-nos, simultaneamente, continuar a desenvolver a nossa atividade sem grandes disrupções, o que se refletiu nos resultados alcançados. De facto, como é natural, registaram-se nos primeiros meses de pandemia algumas oscilações, mas que se vieram a verificar pouco significativas. Seria expectável que os preços dos imóveis caíssem, mas não foi isso que aconteceu. Fomos verificando que os preços se estavam a manter, sendo que de facto, em


GRUPO RE/MAX CONFIANÇA

algumas situações, chegaram mesmo a subir. A procura continua a existir e a aumentar o que é, sem dúvida, um bom presságio para o mercado. O percurso do Grupo Re/max Confiança espelha-se numa imagem de sobriedade e confiança, perante os clientes, mas também perante o mercado imobiliário. Como caracterizaria o ADN do Grupo Re/max Confiança e quais os valores que têm guiado o grupo rumo ao sucesso? O grupo desenvolveu-se com base numa marca, a Re/max. Esta marca tem uma história de cerca de 50 anos e está já presente em mais de 110 países. Efetivamente, Portugal é um dos países da Europa em que a marca tem uma presença muito forte. Somos o país em que a marca mais confiança transmite aos seus clientes. As mais de 350 lojas Re/max espalhadas por todo o país, têm seguido um modelo de confiança que conseguiu, em 21 anos, conquistar, junto da população, uma aceitação que não conseguiu noutros países. Portugal é, sem dúvida, um caso de sucesso. Também no nosso grupo damos muito valor à confiança que conseguimos transmitir aos nossos clientes. Chegamos a Pombal há 14 anos e atualmente somos líderes no mercado imobiliário de Pombal, mas também dos territórios limítrofes. Na Figueira da Foz, onde estamos presentes desde 2014, lideramos o mercado imobiliário, apesar de ser um território muito competitivo. Nesta fórmula de sucesso não podemos esquecer os nossos clientes. São eles que nos levam

a dar sempre o nosso melhor. Atualmente, é com orgulho que afirmo que temos clientes que já recorreram diversas vezes aos nossos serviços. Não há melhor prova de que estamos no caminho certo. Falar do Grupo Re/max Confiança é falar de profissionalismo, dedicação e empreendedorismo. Quais os projetos e objetivos de crescimento do grupo para o ano de 2021/2022? Neste momento estamos a desenvolver um plano de expansão de serviços, acreditamos que há espaço no mercado para crescer e para servir mais clientes. As nossas equipas

acreditam que este é o caminho a seguir: ter mais para oferecer e fazer mais pelos nossos clientes. Esta expansão de serviços, que representará uma duplicação da nossa capacidade geral, poderá também passar, no futuro, pela abertura de uma nova unidade, a norte do distrito de Leiria. Esta possível aposta pretende assim dar resposta à crescente procura por imóveis em zonas mais periféricas e de interior, muito potenciada pela pandemia, e contribuir, de uma forma sadia, para a recuperação de algumas das zonas mais despovoadas da região.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 11


ANTIQUOESTE

O MUNDO DAS ANTIGUIDADES Fundada há mais de 25 anos, a Antiquoeste é um dos maiores armazéns de antiguidades do país e prima pela relação de proximidade com os clientes, bem como pela qualidade e variedade dos produtos que dispõe. Leila Gomes e António Reis Gomes são os rostos por detrás da Antiquoeste e foi através deles que conhecemos um pouco melhor o negócio e o mais recente projeto: Garrafeira Antiga.

LEILA GOMES E ANTÓNIO REIS GOMES

Poderíamos começar a nossa conversa por conhecer um pouco melhor a Antiquoeste, o trabalho que desenvolve e de que forma foi conquistando o mercado. A Antiquoeste nasceu pela paixão do meu pai, António Luís Reis Gomes, que desde sempre teve um gosto enorme por comprar e vender e por antiguidades. A Antiquoeste tem vindo a crescer e a inovar, ao longo dos anos. Atualmente, temos uma forte presença online e procuram-nos clientes de todas as partes do país e do mundo. Claro que não seríamos o que somos hoje sem as pessoas fantásticas com as quais temos o prazer de trabalhar. Todos os nossos colaboradores são peças fundamentais para crescermos e fazermos a diferença.

A Antiquoeste dedica-se à compra e venda de antiguidades, mas também ao restauro dos mais variados objetos. Atualmente, quais os produtos que têm disponíveis e de que forma asseguram o melhor serviço a cada cliente? Temos um pouco de tudo. Desde móveis do tempo dos nossos avós, a peças exclusivas de época e até mesmo móveis mais modernos para quem gosta de um estilo mais contemporâneo. As obras de arte e as peças de coleção também são algo que os colecionadores procuram como forma de expandir o seu património. De destacar são também os serviços que prestamos, muito importantes para quem nos procura. Possuímos serviço de restauro, transporte gratuito (na zona da Grande Lisboa) e para o resto do país (preço sob consulta). Fazemos acompanhamento personalizado a cada cliente, ajudamos com a decoração do espaço, interior ou exterior, para que o cliente fique totalmente satisfeito com o resultado final. Para os amantes de clássicos existe a Antiquoeste Clássicos, que também disponibiliza veículos para eventos. Fale-nos um pouco mais deste negócio. A Antiquoeste Clássicos surgiu como um complemento à nossa atividade principal e como para nós não há sentimento melhor do que a emoção de conduzir um carro clássico e antigo, decidimos criar este negócio. Para além de comprarmos e vendermos carros clássicos e antigos também temos um serviço de aluguer. Desde o início do século XX aos anos 30 já nos passaram pelas mãos veículos icónicos, testemunho da qualidade de construção e engenharia usadas no passado. Estrada Nacional Nº9, Zona Industrial Valverde, Casalinhos de Alfaiata, 2560-525 Silveira Tel: 261 938 674

12 | PORTUGAL EM DESTAQUE

Como a Antiquoeste não para de surpreender, mais recentemente, foi criada a Garrafeira Antiga que se dedica ao comércio de todo o tipo de bebidas antigas colecionáveis, disponíveis na loja online. O que motivou a criação deste projeto e que variedade de produtos estão disponíveis? A Garrafeira Antiga é um projeto pessoal que nos deu muita satisfação e gozo fazer. A Garrafeira Antiga nasceu em plena pandemia, no início do segundo confinamento. Foi criada por mim, pelo meu pai e pelo meu namorado, André Ferreira. Um projeto em que os três se dedicaram de corpo e alma a criar, quer loja online e redes sociais, quer posteriormente a loja física, que se situa no espaço Antiquoeste. Temos um pouco de tudo, desde vinhos do porto, whiskys, cognacs, aguardentes velhas, vinho da madeira. Temos bebidas de 1795 (Vinho da Madeira) até vinhos mais recentes da década de 2000, passando por marcas bastante conceituadas no mercado, como a Barca Velha, Pêra Manca, Maccalan, James Martin’s, entre outras. Tendo sempre como principal alicerce a paixão, o profissionalismo e dedicação o que podemos esperar da Antiquoeste para o futuro? Paixão e profissionalismo é o que podem esperar sempre da Antiquoeste. A nossa equipa tem vindo a crescer e o nosso objetivo é chegar a mais pessoas, quer a nível nacional, quer internacional. Um projeto que podemos já revelar é a nossa loja online. Estamos a trabalhar para que o cliente tenha uma experiência de e-commerce mais intensa e mais independente. É um projeto ambicioso e muito desejado, devido aos milhares de peças e produtos que temos, mas que nos permitirá oferecer ao nosso cliente de forma mais cómoda e fácil o melhor que temos.


Electro Canalizadora de Camarate, lda PROFISSIONALISMO NA CONTRUÇÃO CIVIL • Contrução Civil • AVAC • Canalização e remodelações de interiores

Rua Fernando Lopes Graça, loja 3A | 1600-067 Lisboa 219 476 757 | 931 986 217 | 916 144 768 e.c.camarate@sapo.pt | ps1024ps@hotmail.com PORTUGAL EM DESTAQUE | 13


ELECTRO CANALIZADORA DE CAMARATE

PEDRO SEQUEIRA, ANA MARTINS E CLÁUDIA EVANGELISTA

EXPERIÊNCIA E PROFISSIONALISMO AO SERVIÇO DA CONSTRUÇÃO CIVIL Com sede na Rua Fernando Lopes Graça, em Lisboa, a Electro Canalizadora de Camarate é uma empresa portuguesa que conta já com um vasto conhecimento e experiência na área da construção civil. Com um diversificado leque de serviços, a empresa liderada por Pedro Sequeira assegura o melhor resultado a todos os seus clientes e parceiros, como comprova o estatuto PME Excelência alcançado em 2020. Um exemplo de rigor e profissionalismo que vale a pena conhecer nesta edição.

14 | PORTUGAL EM DESTAQUE

Com uma equipa de profissionais experiente, a empresa vem registando um crescimento sólido ao longo dos anos de atividade, como pode comprovar o estatuto PME Excelência alcançado pela empresa em 2020. Gostaria de escutar a sua reação a este reconhecimento e o que distanciou a Electro Canalizadora de Camarate no mercado nacional. A notícia de que tínhamos atingido o estatuto de PME Excelência deixou-me a mim e à equipa, que trabalha comigo diretamente, muito contentes. Foi um reconhecimento do trabalho árduo de um ano atípico. Todos os funcionários da Electro Canalizadora de Camarate contribuíram para que a empresa atingisse este estatuto. Este é um prémio de todos e um reconhecimento muito merecido. A Electro Canalizadora de Camarate conta já com uma vasta carteira de clientes e parceiros a quem a empresa dedica toda a atenção. Atualmente, quais os serviços que a empresa tem disponíveis ao mercado? Atualmente, a Electro Canalizadora de Camarate foca a sua atividade no ramo de eletricidade, AVAC, canalização e remodelações de interiores, em todas as áreas da construção civil. A Electro Canalizadora de Camarate assume como principal compromisso a dedicação e profissionalismo, de forma a satisfazer da melhor maneira todos os que procuram os seus serviços. Hoje, mais do que nunca, é imprescindível marcar a diferença no mercado? Hoje, mais do que nunca, qualquer setor de atividade tem muita concorrência e na construção civil a realidade não é diferente. Para nós, a diferença está nos pequenos detalhes. Os excelentes profissionais que temos, garantem que todo o trabalho é entregue na perfeição. Para além dos funcionários, a nossa grande preocupação é cumprir os prazos estipulados pelos nossos clientes. A estes dois pormenores, juntamos os preços competitivos que fazem também toda a diferença.


ELECTRO CANALIZADORA DE CAMARATE A pandemia provocada pela Covid-19 trouxe consigo inúmeros desafios, que tiveram o seu impacto um pouco por todo o país. Atualmente, como avalia o setor da construção civil, para o qual presta a maioria dos seus serviços? Portugal e o mundo estão a viver um momento atípico, a Electro Canalizadora de Camarate também teve que se adaptar à nossa nova realidade. As obras sofreram alterações no seu plano de saúde e segurança no trabalho. Houve uma redução de funcionários por obra e foram implementadas outras regras como trocar a cada quatro horas a máscara respiratória. Não foi fácil a adaptação, mas felizmente a Electro Canalizadora de Camarate conseguiu contornar todas as dificuldades que foram aparecendo, continuando a prestar um serviço de excelência a todos os seus clientes. Na sua opinião, quais são, atualmente, as principais dificuldades que a Electro Canalizadora de Camarate encontra no exercício das suas funções? A falta de mão de obra qualificada ainda continua a ser o principal problema? A principal dificuldade para a Electro Canalizadora de Camarate é a contratação de novos funcionários. A nossa empresa dá oportunidade a pessoas com e sem experiência. Não nos preocupamos com o fator idade, para nós todas as pessoas são uma mais-valia para a

Electro Canalizadora de Camarate. Temos funcionários de vinte e poucos anos até setenta e poucos anos. Gostamos de juntar a experiência de uma pessoa mais velha com a agilidade física de uma pessoa mais nova. É esta diversificação que permite à Electro Canalizadora de Camarate manter os clientes fidelizados.

" Temos funcionários de vinte e poucos anos até setenta e poucos anos. Gostamos de juntar a experiência de uma pessoa mais velha com a agilidade física de uma pessoa mais nova. É esta diversificação que permite à Electro Canalizadora de Camarate manter os clientes fidelizados "

A falta de mão de obra qualificada e especializada é uma situação transversal a todas as atividades, mas é sentida com particular relevância no setor da construção civil. O realinhamento da formação profissional com as necessidades do mercado e a promoção de cursos de especialização tecnológica, poderão ajudar a colmatar esta lacuna? A mão de obra qualificada é sempre uma mais-valia para qualquer empresa, esperemos que no futuro isso venha colmatar algumas lacunas. Contudo, é necessário um maior investimento do governo na qualificação da construção civil. Com um vasto portefólio de trabalhos realizados, a Electro Canalizadora de Camarate vem conquistando o mercado português, fruto da qualidade e profissionalismo. Quais os principais objetivos que a empresa ainda pretende alcançar num futuro próximo? Neste momento, o principal objetivo é que a empresa se mantenha sólida em tempo de pandemia. No futuro, aumentar a nossa equipa e a lista de clientes é o principal objetivo a alcançar.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 15


ERA LOULÉ

NUNO DIAS

ERA LOULÉ: EXPLORAR POTENCIALIDADES Nuno Dias lidera uma equipa de profissionais de excelência na ERA Loulé e quem consigo trabalha sabe que valores como a dedicação, rigor e carácter são o principal alicerce do seu percurso profissional. Que balanço faz destes anos associados ao maior operador mundial de franchising imobiliário e o que o motivou a abraçar este projeto? Tenho uma carreira de 15 anos no ramo do turismo e a dada altura senti que precisava de fazer algo diferente. Um dia encontrei num café um amigo de longa data que tem duas lojas ERA e me perguntou se queria trabalhar para ele e disse-lhe, prontamente, que não pretendia trabalhar por conta de outrem, porque isso era o que fazia anteriormente. No turismo assumia cargos de gestão, mas pretendia trabalhar por conta própria. Entretanto fez-me uma outra proposta, para abrirmos uma imobiliária ERA. Não consultei outras marcas, confiei na proposta e havia uma zona disponível em Loulé, próxima da minha área de conforto, o que também é importante. Era um mercado interessante e diferente no Algarve. Aceitei e fizemos uma proposta ao Master, que aprovou o franchising. Abrimos a loja em fevereiro de 2019 e não podia estar mais satisfeito com os resultados alcançados. 16 | PORTUGAL EM DESTAQUE

Um dos principais desígnios da ERA é a contratação de grandes talentos. Como caracteriza a equipa de profissionais desta agência e quais os valores que a têm guiado ao longo dos anos rumo ao sucesso? Tenho uma equipa com alguma dimensão. Penso que em Loulé somos a maior imobiliária em termos de equipa e volume negócios. A equipa que fomos construindo é excelente, o que pretendemos oferecer aos nossos colaboradores é boas condições e motivação para trabalhar. Preocupamo-nos com as pessoas, não só em termos profissionais. Se precisam de alguma coisa, estamos cá para ajudar. Reunimo-nos muitas vezes para motivar o espírito de grupo e de partilha, porque apesar da minha pouca experiência neste ramo já percebi que é uma atividade atroz. As pessoas, na maioria das vezes, não se respeitam entre elas. Portanto, tentamos que seja uma equipa coesa. Funcionando como grupo, conseguimos fazer mais transações, negócios.


ERA LOULÉ A Covid-19 trouxe consigo inúmeras mudanças e foram várias as áreas que sofreram o impacto provocado pela pandemia. Atualmente, como avalia o mercado imobiliário na região algarvia? Quem são os maiores investidores na região algarvia? Onde estamos inseridos, a procura deste negócio é muito feita pelo mercado nacional, cerca de 62%. O mercado internacional ficou, de alguma forma, diferente. Durante a pandemia também tivemos alguma procura do mercado inglês, belga e francês, essencialmente. A questão que se coloca é a disponibilidade das pessoas conseguirem chegar ao nosso país e verem os imóveis para poderem tomar uma decisão e efetuarem compras. Loulé é, talvez, a quarta cidade mais cosmopolita do Algarve. Muitas vezes os clientes pretendem sair daquelas zonas com grande pressão do litoral e procuram uma cidade em que haja movimento e acesso a serviços, durante todo ano e não só no verão. Procuram também um local, onde no verão não tenham de sofrer toda a pressão motivada pelo turismo e os preços são mais acessíveis. Temos também a zona da serra e para todos aqueles clientes que procuram zonas calmas, existem mais oportunidades. Existem, neste momento, muitos imóveis a muito bom preço.

fico para nós, porque há muitas oportunidades ainda por explorar. O Algarve não está completamente explorado e como tal temos tido boa procura para esses produtos. Com uma equipa de profissionais de excelência, capaz de prestar o melhor acompanhamento e serviço a cada cliente, a ERA Loulé conta já com um percurso de sucesso no mercado imobiliário nacional. Que objetivos a ERA Loulé pretende alcançar a médio/logo prazo? Os nossos objetivos são crescer enquanto imobiliária, aumentar o volume de negócio e a equipa e explorar as potencialidades da Serra de Loulé. Vão ser criadas novas oportunidades, no nosso entender, com as alterações que vão existir nos Visa Golds, que vão deixar de eleger as zonas do litoral e vão passar a eleger as freguesias de baixa densidade.

O ano foi de pandemia, mas Portugal conseguiu entrar no Top 10 das economias europeias mais atrativas para o investimento estrangeiro. De que forma a ERA Loulé, se afigura a escolha acertada no momento de comprar, vender ou arrendar casa e quais as opções diferenciadoras que propõe para o mercado de investimento estrangeiro? Juntando todas as qualidades de Loulé e escolhendo a ERA Loulé é perfeito, porque temos feito uma grande aposta na serra. Em termos de custos e recursos é elevadíssimo, porque na zona serra de Loulé temos imóveis que se encontram a 45 minutos de carro desde a cidade. Temos de fazer várias visitas para encontrar o imóvel certo o que implica muitos custos e recursos de tempo. Mas tem sido bené-

PORTUGAL EM DESTAQUE | 17


LIDERANÇA E RESILIÊNCIA Em 2020, o mundo viveu um ano sem precedentes que veio colocar à prova a resiliência de todos os mercados mundiais. Para 2021, espera-se transformação, reinvenção e adaptação. Hoje, liderar é um desafio ainda maior, numa altura em que a pandemia coloca à prova a resiliência dos colaboradores, mas também do próprio negócio. Afinal o que é a resiliência e porquê que é já considerada a competência do século? A resiliência é a habilidade do indivíduo de se adaptar positivamente a situações de pressão, adversidades, desafios e transformações, mantendo o foco, a produtividade e a eficácia. Neste momento de pandemia, torna-se, cada vez mais, essencial desenvolver essa soft skill nos líderes empresariais. Líderes resilientes não se preocupam apenas com o próprio desenvolvimento, mas também com o desenvolvimento dos que estão ao seu redor. Um líder com essa característica está disposto a mudar, a encorajar a mudança e a direcionar os esforços para onde a empresa deseja chegar. O que antes já era necessário diante de tantas transformações tecnológicas, perante um cenário de incerteza, como o que estamos a viver, passa a ser essencial. Durante esta pandemia, o tecido empresarial português mostrou, uma vez mais, a resiliência de que é feito, se dúvidas ainda houvessem, e a grande maioria das empresas tem, agora, uma melhor resiliência e agilidade a longo prazo. Perante este cenário, vale a pena também ressalvar que a liderança feminina está entre a mais resiliente no combate aos impactos da Covid-19, em Portugal. Dados recentes da Informa D&B revelam que cerca de 42% das empresas lideradas por mulheres mostram um nível de Resiliência Financeira elevado ou médio-alto, facto que lhes permite enfrentar a crise económica motivada pela pandemia da Covid-19 de forma mais robusta do que as restantes empresas, independentemente da severidade do impacto sentido no setor em que operam. Fique a conhecer alguns exemplos de liderança e resiliência nas páginas que se seguem.

18 | PORTUGAL EM DESTAQUE


"UM LÍDER ORIENTA E É O RESPONSÁVEL ÚLTIMO, PORÉM A DELEGAÇÃO FACILITA A VIDA DO GESTOR" HELENA FERRO DE GOUVEIA - GRUPO BEL

PORTUGAL EM DESTAQUE | 19


GRUPO BEL

UM EXEMPLO DE LIDERANÇA Com um percurso profissional notável, onde impera a vontade de aprender, mas sobretudo de abraçar novos desafios e experiências, a Helena Ferro de Gouveia é um conceituado exemplo de liderança e foi com ela que estivemos à conversa para mais uma edição da revista Portugal em Destaque. Fique a conhecer a mulher e profissional de referência que vem dando cartas no mundo empresarial. Conhecida pela sua enorme capacidade de liderança e poder comunicacional, acima da média, a Helena Ferro de Gouveia assume a função de Head Of Corporate Communications no Grupo Bel, há cerca de dois anos e, mais recentemente, funções na administração da Agência LUSA. Em que momento da sua vida profissional decidiu abraçar estes desafios e, assim, deixar uma marca no mundo empresarial português? Regressei da Alemanha em 2017, país onde vivi e trabalhei durante duas décadas, e aquando do regresso escolhi tirar um ano sabático para fazer o curso de Auditora de Defesa Nacional no IDN e o mestrado em Liderança na Academia Militar. Na sequência disso e graças à confiança depositada em mim e na minha competência abracei com enorme gosto o desafio de liderar a comunicação do Grupo Bel e simultaneamente por ao serviço das empresas do grupo a minha vasta experiência internacional, em quatro continentes, e tudo o que aprendi em matéria de boas práticas de gestão e organizacionais. 20 | PORTUGAL EM DESTAQUE

Tem sido uma viagem muito estimulante. No que toca à Agência LUSA é uma honra e simultaneamente uma enorme responsabilidade devido ao lugar destacado que a agência teve, tem e terá no panorama da comunicação social portuguesa, e que tem assumido na formação de jornalistas e na produção diária de jornalismo isento, rigoroso, plural e independente. Inteligência emocional, empatia na solução de conflitos, tolerância, abertura para a cooperação, são algumas das características femininas que podem fazer toda a diferença no desempenho de uma organização. Além de terem características importantes para o desempenho de papéis de liderança, as mulheres também reúnem qualidades que contribuem para a inovação, como a visão sistémica mais ampla, a criatividade e a sua capacidade multifacetada. Quais das suas características foram determinantes para o sucesso alcançado e que diariamente transporta consigo no exercício das suas funções?

Quem trabalha comigo, e é esse o olhar que me importa, reconhece-me a assertividade, uma característica agêntica habitualmente associada a líderes homens, a par da visão holística das situações – aprendi no universo castrense que é inteligente ouvir praças e sargentos e não apenas oficiais - e a empatia. Considero que talvez a característica mais determinante da liderança seja o aceitar que “eu sou só uma”, ou seja sou parte de um todo, de uma equipa onde todas as peças têm igual importância e aprendizagem de quatro ferramentas: conclusão, delegação, adiamento, eliminação. Tendo elencado prioridades há que concluir as tarefas ou executar as missões, não interromper ou sobrepor a outras, de outra forma corre-se o risco de começar tudo e não concluir nada. Delegar, um líder orienta e é o responsável último, porém a delegação facilita a vida do gestor – 80% das pessoas conseguem fazer determinadas tarefas tão bem como nós desde que esteja claro o que delas se pretende - e motiva as equipas. Adiar decisões parece um paradoxo,


"

GRUPO BEL

O Grupo Bel mantém a irreverência, a criatividade e o dinamismo, próprios da juventude conjugando-os com a responsabilidade social e a preocupação, quer com a criação, quer com a manutenção de emprego" não o sendo, todavia, os contextos importam em comportamento organizacional. Eliminar, tudo que é desnecessário. Talvez uma das minhas características mais fortes seja o pragmatismo alemão e a falta de paciência para perder tempo. Liderar um departamento de Comunicação como o do Grupo Bel e ter a responsabilidade de definir a estratégia de comunicação de um dos principais grupos do país, que atua em tão diferentes áreas, pode ser muito exigente. Quais os principais desafios que o Grupo Bel lhe veio trazer? O Grupo Bel, que este ano completa 20 anos, mantém a irreverência, a criatividade e o dinamismo, próprios da juventude conjugando-os com a responsabilidade social e a preocupação, quer com a criação, quer com a manutenção de emprego. Pela sua diversidade é um empregador estimulante e que obriga à procura constante de novas ideias e soluções. A Lusa é como disse anteriormente uma honra e uma responsabilidade.

O Grupo Bel celebra 20 anos de atividade. Qual a mensagem que este marco e celebração pretende deixar a todos quantos nos leem, a todos quantos trabalham convosco e a todos quantos usufruem dos vossos serviços e produtos? Dito de uma forma muito simples: somos um grupo empresarial de empresas de valor, com valores. Vivemos a responsabilidade social nas suas múltiplas dimensões, ética, ambiental, social e plasmamos na gestão aquilo que é o nosso ADN: inovação, respeito, transparência, rigor.

que sou. Sou também uma mulher muito bem resolvida e orgulhosa da sua família e das mulheres em que as minhas filhas se tornaram. Quanto a desafios costuma-se dizer que o céu é limite, eu acrescento, uma vez que sou paraquedista civil, nem o céu é o limite, apenas a nossa determinação, capacidade de trabalho e integridade o são.

Para finalizar, gostaríamos de saber, quem é a Helena Ferro de Gouveia de hoje? Uma mulher/profissional realizada? Quais os desafios que se seguem? Sou uma pessoa profundamente realizada como profissional, construi uma carreira que me levou a quatro continentes e mais de cinquenta países, conheci pessoas extraordinárias que com o seu conhecimento e experiência me ajudaram a tornar-me no

HELENA FERRO DE GOUVEIA

PORTUGAL EM DESTAQUE | 21


VITRA CLINIC

“QUEREMOS APENAS SER CADA VEZ MELHORES”

DR. SÉRGIO SOUSA E DR.ª ANA PRAGOSA

A Vitra Clinic inaugurou em fevereiro de 2021, o seu espaço em Lagoa. Sob a Direção Clínica da Dr.ª Ana Pragosa e do Dr. Sérgio Sousa, médicos dentistas, dedicados à implantologia há mais de vinte anos, a Vitra Clinic propõe-se a prestar tratamentos dentários diferenciados, para todas as faixas etárias, com especial enfoque no bem-estar do paciente. Fique a conhecer este projeto, que vem conquistando o mercado algarvio, pela voz e testemunho de Ana Pragosa. Recente no mercado, mas com o know-how de mais de 20 anos de experiência na área da medicina dentária, a Vitra Clinic vem conquistando o mercado algarvio. O projeto que surgiu de um sonho, abriu portas em 2021 para proporcionar uma experiência especial, agradável e feita à medida de cada um. Comecemos a nossa conversa por conhecer um pouco melhor os mentores deste projeto e o que os motivou a abrir este espaço. A Vitra Clinic nasceu da vontade de duas pessoas que trabalham juntas há 20 anos. O Dr. Sérgio Sousa é médico e médico dentista e dedica-se à Implantologia e Cirurgia Oral. Concluiu a sua pós-graduação em Implantologia na Universidade de Nova Iorque em 2006. Eu sou médica dentista há vinte e dois anos e sempre me dediquei à prótese fixa e estética dentária. Tal como o Sérgio, também fiz os meus estudos de pós-graduação na NYU. Em comum temos um percurso que se iniciou no Instituto de Implantologia em Lisboa pela mão de um dos nossos mentores, o Prof. Dr. João Caramês. Ainda em Lisboa, 22 | PORTUGAL EM DESTAQUE

fomos docentes na Faculdade de Medicina Dentária. Mais tarde, a convite do Dr. Paulo Maló, mudámo-nos para o Algarve e trabalhámos em Alvor e em Faro. A ideia de formar a Vitra Clinic vem de uma vontade de criar algo que represente toda a experiência e maturidade profissional que fomos adquirindo ao longo dos anos e que podemos agora oferecer aos nossos pacientes. A Vitra Clinic assume o importante compromisso de oferecer um serviço mais personalizado e focado no paciente. Para isso, aposta numa equipa de profissionais de excelência, que privilegia um atendimento personalizado e focado no conforto do paciente. Esta tem sido uma das principais bandeiras da Vitra Clinic e um dos seus principais diferenciais no mercado? O atendimento de excelência em Medicina Dentária pressupõe duas coisas fundamentais: experiência profissional e compromisso em querer sempre fazer o melhor para cada paciente. Nós acreditamos que isso só é pos-

sível com uma equipa competente, altamente diferenciada e estável. Todas as pessoas que trabalham na clínica, desde médicos a assistentes dentárias e rececionistas estão connosco há muito tempo o que traz conforto e transmite segurança aos nossos pacientes – somos um “porto seguro” - penso ser aqui que nos diferenciamos. Na medicina dentária existe uma busca constante por soluções inovadoras, quer em tecnologia, na ciência ou nas técnicas utilizadas, para que seja um serviço cada vez mais transversal a todo o tipo de casos e de pacientes. Tendo por base este princípio, a Vitra Clinic procura acompanhar as mais recentes inovações da medicina dentária, sem nunca esquecer o fator humano. Quais as mais recentes técnicas que a Vitra Clinic tem já disponíveis aos seus pacientes? Conseguimos reabilitar completamente um paciente, através da colocação de implantes e colocação de uma ponte fixa aparafusada em apenas algumas horas, mantendo sempre


VITRA CLINIC o conforto e bem-estar do paciente em primeiro plano. Esta não é propriamente uma “técnica inovadora”, mas o resultado final e a experiência do paciente são diferenciadores e são fruto de uma equipa experiente, que está muito otimizada. Quanto a técnicas mais inovadoras, podia destacar: o Guided Biofilm Therapy®, uma abordagem revolucionária em termos de prevenção e higiene oral; o Invisalign® que consiste numa forma de alinhar os dentes, sem necessidade de colocar um aparelho convencional com arames; os implantes cerâmicos, uma solução para repor um dente perdido totalmente “metal-free”; ou o scanner intra-oral, que dispensa moldes com silicones e moldeiras. No capítulo do atendimento a crianças, e porque acreditamos que é fundamental garantir uma boa experiência no primeiro contacto entre a criança e o médico dentista, dispomos da possibilidade de “sedação consciente”. É uma técnica muito interessante e completamente segura, com a utilização de um gás que é inalado pela criança durante o tratamento dentário e que torna a experiência muito agradável, sem traumas. Os cuidados com a Higiene Oral devem ser encarados como uma importante medida de prevenção no que diz respeito à nossa saúde oral e geral. Consciente desta realidade e da importância da prevenção a Vitra Clinic tem já disponível a tecnologia Guided Biofilm Therapy. Fale-nos um pouco mais sobre esta solução inovadora e de que forma veio revolucionar a prática de Higiene Oral por profissionais? A pessoa mais habilitada a responder a esta questão seria a Dra. Ana Sabas, a nossa higienista oral. O protocolo GBT (Guided Biofilm Therapy), utilizado na consulta de Higiene Oral consiste num tratamento que permite identificar as zonas onde o paciente não está a ser eficaz nos cuidados de higiene oral diários e depois remover de forma suave e segura, o biofilme (ou placa bacteriana), as manchas e o tártaro dos dentes naturais e implantes. O equipamento possui água aquecida - o que torna a experiência da consulta de higiene oral muito mais confortável, especialmente nos pacientes com sensibilidade dentária; possui ainda outros elementos que auxiliam de forma comprovada, o tratamento de situações de periodontite e peri-implantite. É um protocolo de motivação excecional - acreditamos que a prevenção de cáries e motivação dos nossos pacientes (principalmente os mais novos) é fundamental.

Focada em atingir o seu compromisso de qualidade, a Vitra Clinic aposta numa seleção de fornecedores capazes de garantir os melhores produtos e serviços para cada caso. A escolha dos melhores fornecedores e parceiros é imprescindível e um dos maiores aliados da Vitra Clinic? A qualidade de qualquer tratamento na nossa área assenta por um lado, na capacidade técnica e humana da equipa (clínicos, assistentes e rececionistas) e por outro, na qualidade dos materiais e equipamentos utilizados. Ao longo dos anos temos tido o privilégio de poder trabalhar com excelentes profissionais, que nos têm apoiado a par e passo e cuja dedicação e empenho se espelham na clínica que hoje temos. Estudar, conhecer e poder escolher trabalhar com produtos inovadores e outros, que não sendo novos, têm taxas de sucesso cientificamente comprovadas tem definido o nosso “standard of care”. Aqui, mais uma vez se entende a importância de ter uma equipa multidisciplinar, onde cada um se dedica à sua área e persegue o que existe de novo e mais acreditado – só assim conseguimos manter-nos atualizados nesta época de constantes inovações clínicas e tecnológicas. Temos ainda, o apoio imprescindível de um laboratório experiente, a Neolab, dotado da melhor tecnologia, onde trabalham técnicos extremamente talentosos e que nos permitem manter a nossa qualidade e ir de encontro às expectativas dos nossos pacientes.

O futuro é ainda uma página em branco. Como gostaria de escrever a história de Vitra Clinic? Que objetivos a clínica pretende alcançar a médio/longo prazo? Quando projetámos a clínica deixámos uma sala vazia para “crescer” com a abertura de mais um gabinete. A nossa previsão era de dar esse passo ao fim de um a dois anos. Em resposta à crescente procura pelos nossos serviços acabámos por ter que antecipar a abertura do novo gabinete para o próximo mês de agosto. Depois disso, não queremos crescer em dimensão, queremos apenas ser cada vez melhores, proporcionar cada vez mais conforto e satisfação aos nossos pacientes. Somos a favor de relações honestas, pessoais e duradouras.

ANA SABAS, ANA PRAGOSA, INÊS JÓIA, PEDRO ESTÊVÃO, SÉRGIO SOUSA, VERA LUZ E CATARINA VICENTE

PORTUGAL EM DESTAQUE | 23


LABORATÓRIO EDOL

A SUA EMPRESA FARMACÊUTICA LÍDER DE MERCADO Com 69 anos de história, o Laboratório Edol reforça, a cada dia, a sua posição de liderança e destaque nas áreas de Oftalmologia, Dermatologia, Dermocosméstica e, mais recentemente, Otorrinolaringologia. Fique a conhecer esta empresa farmacêutica 100% portuguesa pela voz de Mafalda Pimpão, diretora de Marketing e Vendas.

MAFALDA PIMPÃO

Ser uma empresa de referência como parceiros e promotores da saúde, do bem-estar e da qualidade de vida é um dos principais propósitos do Laboratório Edol, uma empresa farmacêutica 100% portuguesa especializada em Oftalmologia. Fale-nos um pouco mais deste projeto e de que forma foi conquistando a sua posição de destaque no mercado nacional e internacional. A nossa forma de trabalhar sempre transmitiu a nossa essência enquanto empresa 100% portuguesa e familiar. Não pretendemos ser apenas uma empresa fabricante e comercializadora de produtos farmacêuticos, mas sim uma empresa de referência no setor, que prima pela qualidade dos seus produtos e aposta em parcerias com a classe médico-farmacêutica e com as comunidades onde estamos inseridos. A nossa posição reflete essa parceria de tal forma que, temos lançado e melhorado produtos que nos são solicitados para colmatar lacunas existentes 24 | PORTUGAL EM DESTAQUE

no mercado. Esta relação de proximidade e de saber ouvir permitiu-nos este ano completar 69 anos de história. O Laboratório Edol dedica-se ao desenvolvimento, fabrico e comercialização de medicamentos, dispositivos médicos, produtos cosméticos e de higiene corporal e suplementos alimentares. Atualmente, quais as áreas terapêuticas em que o Laboratório Edol desenvolve a sua atividade? Como o nome indica (EDOL - Empresa de Oftalmologia e Dermatologia de Lisboa), temos o nosso core business assente nas áreas terapêuticas de Oftalmologia, Dermatologia e Dermocosmética. Contudo, na última década, temos vindo a desenvolver novas áreas terapêuticas, como é o caso da Otorrinolaringologia. Em todas elas produzimos produtos tópicos das mais variadas formas farmacêuticas. Podemos afirmar que, a nível nacional, somos líderes de mercado em número de unidades na área de Oftalmologia e que na Dermatologia temos uma posição de destaque. Na Dermocosmética somos líderes no mercado dos cremes hi-

dratantes em farmácias e parafarmácias com o nosso Creme ATL Hidratante. Na Otorrinolaringologia atingimos uma posição de liderança no mercado das gotas auriculares para o tratamento das Otites. É uma posição que nos traz bastante satisfação e gratidão e que espelha o trabalho árduo que temos vindo a desenvolver para sermos cada vez mais competitivos num mercado tão exigente. Reforçar a liderança no mercado português e continuar a expandir o negócio nos mercados internacionais assume-se um dos principais objetivos do Laboratório Edol, que tem vindo, desde 2005, a apostar na internacionalização através de parcerias com empresas locais. Presentemente, em que países marcam já presença os produtos exportados pelo Laboratório Edol? Tem sido um enorme desafio desde então e tem requerido bastante trabalho e dedicação por parte de toda a empresa. Mas tem trazido frutos e podemos orgulhosamente dizer que temos os nossos produtos em 34 países diferentes.


LABORATÓRIO EDOL Rigor e exigência são dois dos valores fundamentais do Laboratório Edol, que aposta no desenvolvimento de produtos e serviços com elevados padrões de qualidade, capazes de garantir a satisfação e confiança dos seus clientes. De que forma o Laboratório Edol tem vindo a inovar no sentido de assegurar a máxima qualidade e conforto aos utilizadores dos seus produtos? Uma das premissas para assegurar a máxima qualidade dos nossos produtos passa pela escolha exigente e exaustiva das matérias-primas e excipientes utilizados, a par de processos de fabrico e garantia de qualidade de elevado rigor. Simultaneamente, contamos com uma equipa especializada e multidisciplinar que trabalha diariamente para melhorar os nossos produtos, baseado no feedback de utentes e profissionais de saúde. Focado em atingir o seu compromisso de qualidade, o Laboratório Edol aposta em protocolos e parcerias com entidades de reconhecido mérito e prestígio científico, no sentido de acompanhar o desenvolvimento e a inovação de novos produtos. Quais as parcerias nacionais e internacionais de maior relevância que permitem ao Laboratório Edol satisfazer as necessidades de alargamento da gama de produtos e, simultaneamente, as exigências do mercado? Desde há muitos anos que o Laboratório Edol tem parcerias estratégicas com várias entidades, por forma a inovar nas suas áreas terapêuticas. São exemplo, Universidades e Centros de Investigação, como é o caso da Faculdade de Farmácia de Lisboa e do AIBILI (Associação para Investigação Biomédica em Luz e Imagem), do qual somos parceiros desde a sua fundação. Simultaneamente, temos também uma parceria com uma empresa alemã que é um dos principais fabricantes europeus em Oftalmologia e com os quais desenvolvemos projetos de I&D de novos produtos. Mais recentemente, fizemos uma parceria out of the box e 100% portuguesa: EDOL e DELTA. Ambas empresas juntaram o seu know-how e desenvolveram, nos últimos três anos, produtos altamente inovadores e disruptivos - os Aqtive Coffees. Tratam-se de cafés funcionais em cápsulas Delta Q, que têm como objetivo prevenir algumas patologias. Lançámos no mês passado as duas primeiras referências, uma para prevenir a Fadiga Intelectual e a outra para o Reforço do Sistema Imunitário, através da inclusão de vitaminas e minerais criteriosamente selecionadas dentro de um expresso perfeito. Estão à venda nas Farmácias e Parafarmácias aderentes, abrindo assim uma nova categoria de produtos no mercado português. Estamos confiantes que será uma

parceria vencedora. Por último, gostaríamos de reforçar a independência do Laboratório Edol que não adota parcerias baseadas em royalties.

" Temos investido em novos softwares e de novos métodos de trabalho que nos permitam revalidar a nossa posição e competitividade por muitos mais anos" O Laboratório Edol iniciou a sua atividade, a partir de uma farmácia de Lisboa, em 1952. Dez anos mais tarde, foi construída a primeira unidade fabril e em 2008 o crescimento levou a uma mudança para novas instalações. Hoje, fruto desse mesmo crescimento, encontra-se em curso a construção de uma nova unidade fabril. Fale-nos um pouco mais sobre este investimento e de que forma vem contribuir para reforçar a posição de liderança do Laboratório Edol na área de Oftalmologia. Esta unidade industrial, que se encontra em fase de conclusão, representa um investimento gigantesco (à nossa escala) que tem sido um dos nossos grandes focos nos últimos três anos. É uma unidade fabril com tecnologia de ponta, dedicada ao fabrico de estéreis, como colírios com e sem conservantes, pomadas oftálmicas e sprays nasais para Otorrinolaringologia. Esta nova instalação irá ampliar substancialmente a nossa capacidade produtiva, abrindo-nos portas para novos mercados e produção para terceiros. Paralelamente, irá permitir o desenvolvimento de novos produtos, através de métodos de fabrico de última geração. Acreditamos que com este investimento vamos reforçar e solidificar a nossa posição, como empresas de referência no fabrico de produtos de Oftalmologia.

Continuar a representar valor acrescentado para os profissionais de saúde, para os parceiros de negócio e para a comunidade onde se encontra inserido, é um dos principais objetivos do Laboratório Edol para o futuro. A par disso, que outros objetivos e projetos estão em vista para os anos de 2021 e 2022? Para além da conclusão da nova unidade fabril, está a decorrer uma fase de modernização da empresa a vários níveis. Para tal, temos investido também em projetos de aquisição de novas máquinas, de novos softwares e de novos métodos de trabalho que nos permitam revalidar a nossa posição e competitividade por muitos mais anos.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 25


LACTAÇORES

DA NOSSA TERRA PARA A TERRA DE TODOS A LactAçores foi criada em 2004, com o intuito de enaltecer a origem dos laticínios açorianos, unindo cooperativas açorianas de renome e trabalhando em sinergia. Hoje, a LactAçores assume-se uma empresa de excelência, com elevados índices de crescimento, quer no mercado interno, quer externo, sustentados pela excelência e pela qualidade dos seus produtos. Quais as bandeiras que têm guiado a LactAçores ao longo dos anos e que têm contribuído para conquistar a sua posição no mercado interno e externo? Temos vindo a inovar, desenvolvendo novos produtos, novos sabores, novo packaging. Atualmente, o consumidor está mais atento à origem dos produtos, dando clara preferência a produtos provenientes de regiões e produção mais sustentáveis e saudável, como é o caso dos produtos da LactAçores. Além disso, notamos uma maior relação dos portugueses com as nossas marcas, quer estejam em Portugal ou fora, e temos sempre isso em consideração aquando do lançamento de novas propostas e de novos projetos. A vertente da preocupação com a saúde e vida saudável é, também, uma tendência consumada, e que está muito presente na LactAçores, que tem vindo a desenvolver produtos que satisfaçam essa necessidade, tal como no caso do leite, em que fomos pioneiros na produção de leite açoriano sem lactose.

NUNO SOUSA

Respeitando sempre a natureza, a LactAçores cria os melhores laticínios, com leite proveniente de vacas que animam as paisagens paradisíacas das ilhas açorianas, levando à sua mesa os laticínios mais puros e tradicionais das ilhas de São Miguel, São Jorge e Faial, feitos de saberes e com sabor genuínos dos Açores, de acordo com elevados parâmetros de segurança alimentar e recorrendo à mais avançada tecnologia. Fique a conhecer um pouco melhor pela voz de Nuno Sousa, diretor comercial & marketing, a LactAçores que diariamente leva o melhor da natureza açoriana a casa de milhares de portugueses. 26 | PORTUGAL EM DESTAQUE

Desde a sua formação que a LactAçores se distingue pela qualidade dos produtos que comercializa. De que forma a LactAçores assegura a qualidade dos seus produtos e leva o melhor da natureza açoriana a cada um dos seus clientes? O facto de sermos uma União de Cooperativas tem-nos permitido oferecer uma maior riqueza e diversidade de produtos: atualmente, a LactAçores comercializa 12 marcas. Desde a nossa formação que nos distinguimos pelo ênfase dado à qualidade dos produtos, onde um rígido sistema de controlo de qualidade e segurança permite sermos reconhecidos como fornecedores de produtos de excelência. Acreditamos que a qualidade dos nossos produtos advém, principalmente, da nossa origem açoriana, do respeito pela natureza e em darmos o melhor da natureza dos Açores a quem mais gostamos. Aproveitamos as mais-valias de cada cooperativa e o saber da experiência construída ao longo dos anos para partilhar o que de melhor temos. Além disso, a portugalidade está sempre patente na nossa origem, e em tudo o que lançamos. Sendo os nossos produtos provenientes dos Açores, a sua origem é, por si só, diferenciadora. Um arquipélago rico em património, com uma natureza deslumbrante e com a sua autenticidade, permite-nos transmitir toda esta herança cultural e patrimonial nas nossas marcas. Proporcionamos experiências e excelência de sabores tradicionais e genuínos: desde o sabor lendário do Queijo São Jorge DOP, que remonta à ocupação da ilha de São Jorge pela comunidade flamenga, ao mais puro leite que provém diretamente dos prados açorianos, não esquecendo o delicioso queijo prato da Ilha Azul produzido na belíssima ilha do Faial.


A edição especial do Queijo São Miguel 36 meses de cura é um reflexo da versatilidade do produto e da matéria-prima, conduzida pela marca que está focada em apresentar propostas inovadoras aos seus clientes. Qual o balanço desta nova aposta e de que forma a LactAçores pretende continuar a dinamizar o mercado? Esta nova aposta no Queijo São Miguel 36 meses de cura representa o empenho e conhecimento da equipa LactAçores e dos seus produtores em desafiarem-se diariamente para apresentar os produtos mais exclusivos, criados com a melhor matéria-prima que a natureza dos Açores tem para oferecer. Com a boa aceitação deste segmento de produtos, continuaremos a trabalhar para trazer as melhores sugestões e o melhor da Natureza dos Açores para a mesa dos portugueses. Com o saber fazer consolidado ao longo de anos, iremos continuar a apostar em edições Limitadas na categoria de Queijo Ilha, muito valorizada pelos consumidores e clientes. Já na nossa oferta de leite, iremos reforçar as nossas referências Nova Açores Pastagem, com leite proveniente de vacas que pastam livremente durante 365 dias do ano. Na gama Nova Açores Pastagem, destacam-se as referências 0% Lactose, com uma aceitação cada vez maior por parte dos consumidores – um leite de pastagem dos Açores, com todo o sabor e sem lactose, sendo ideal para quem é intolerante à lactose, mas não abdica de um copo de leite açoriano. A LactAçores estimula a criatividade e inovação, através da implementação de soluções diferenciadas e do constante desenvolvimento e melhoramento dos produtos? O mercado, tanto a nível nacional como internacional, é bastante concorrencial. Para continuarmos a crescer, tentamos manter a capacidade de nos reinventarmos para continuar a surpreender os clientes, para tornar as nossas marcas mais relevantes e para inovar, conseguindo desta forma responder às tendências e às necessidades do consumidor. Continuar a promover os nossos produtos, aproximarmo-nos mais dos nossos consumidores e a dar a conhecer as riquezas que o saber e anos de experiência no mundo dos laticínios nos permitem criar, mantendo a nossa legítima essência.

A LactAçores é formada pela união de três cooperativas: Unileite, Uniqueijo e CALF. Cada uma delas representa uma das ilhas do arquipélago açoriano, fornecendo os laticínios mais tradicionais de cada região, que permitem a visita ao arquipélago, através de uma experiência de sabores tradicionais e genuínos. Quais são as vossas marcas mais conhecidas? As nossas marcas com maior presença no mercado e notoriedade são a Nova Açores (leite, queijo, manteiga e natas), Nova Açores Pastagem (leite), o Queijo São Jorge DOP (um queijo único, produzido a partir de leite cru), Ilha Azul (leite e manteiga da Ilha do Faial) e o Queijo São Miguel (queijo da ilha de São Miguel, produzido com leite pasteurizado). Temos, ainda, outras marcas que complementam o nosso portefólio e são referências que continuamos a trabalhar, com intuito de aumentar a sua expressão no mercado. A LactAçores assume hoje um forte papel na divulgação turística dos Açores? A LactAçores foi criada com o intuito de enaltecer a origem dos laticínios dos Açores e a nossa missão passa por levar o melhor da natureza açoriana a quem mais gostamos e a quem visita as nossas origens. Respeitando sempre a natureza, criamos os melhores lacticínios, com leite proveniente de vacas que animam as paisagens paradisíacas das nossas ilhas. É a combinação entre o respeito pelo bem-estar animal e pela natureza que nos permite dar vida aos nossos produtos autênticos e que são os verdadeiros embaixadores das nossas ilhas.

Levar até à mesa dos portugueses os laticínios mais puros e tradicionais das ilhas de São Miguel, São Jorge e Faial, feitos de saberes e com sabor genuínos dos Açores e de acordo com elevados parâmetros de segurança alimentar, é o principal objetivo da LactAçores que atualmente trabalha com marcas e parceiros de excelência. O que podemos esperar da LactAçores a médio/ longo prazo? O balanço tem sido muito positivo, com um crescimento anualizado a rondar os 7% desde a nossa fundação. Continuaremos sempre a trabalhar para trazer os melhores produtos e a melhor natureza dos Açores para a mesa dos portugueses. Com o saber fazer consolidado ao longo de anos, iremos continuar a apostar em edições limitadas na categoria de Queijo Ilha, muito valorizada pelos consumidores e clientes. Já na nossa oferta de leite, iremos reforçar as nossas referências Nova Açores Pastagem, com leite proveniente de vacas que pastam livremente durante 365 dias do ano. Na gama Nova Açores Pastagem, destacam-se as referências 0% Lactose, com uma aceitação cada vez maior por parte dos consumidores – um leite de pastagem dos Açores, com todo o sabor e sem lactose, sendo ideal para quem é intolerante à lactose, mas não abdica de um copo de leite açoriano.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 27


SUSTENTABILIDADE, AMBIENTE E ENERGIAS POR UM PORTUGAL + SUSTENTÁVEL O conceito de Desenvolvimento Sustentável é hoje em dia muito referenciado. Este possibilita o crescimento económico e o provimento das necessidades básicas humanas, sem o desgaste e poluição ambiental. Atualmente, a sustentabilidade baseia-se em três princípios fundamentais: sustentabilidade social, sustentabilidade ambiental e sustentabilidade económica. Os diferentes aspetos, que formam cada um destes princípios, devem agir em conjunto para que a sociedade possa atingir na plenitude o Desenvolvimento Sustentável. Conforme está bem claro, o mundo grita por socorro em virtude das rápidas transformações climáticas e das suas consequências. Com tudo isto, o mundo vem-se apercebendo de que algumas atitudes são necessárias para a melhoria do meio ambiente. Para garantir que a Terra seja um planeta ambientalmente mais sustentável, é essencial que algumas atitudes sejam alteradas e novas medidas sejam seguidas por todos nós. Já que a preservação ambiental é um dever de todos, como podemos contribuir para a preservação do meio ambiente? Com atitudes simples, mais inovadoras e que podem fazer a diferença. Usar fontes de energia renováveis e limpas, racionalizar e controlar a exploração de recursos, usar meios de transporte não poluentes, racionalizar o consumo de energia e água, reciclar o lixo, reflorestar e valorizar as áreas verdes, são apenas algumas das milhares ações que muitos de nós já colocam em prática, dentro e fora das organizações. Cabe-nos a importante missão de preservar o nosso planeta. A consciencialização para um planeta ecologicamente correto e sustentável é essencial para o bem-estar das próximas gerações. Relatórios recentes da Organização das Nações Unidas revelam que Portugal está no bom caminho da sustentabilidade. No entanto, há ainda muito mais para fazer pelo nosso país e pelo nosso planeta. Não percamos mais tempo. O futuro depende de nós. Fique a conhecer algumas empresas que fizeram do verde a sua bandeira e que, diariamente, contribuem para criação de um Portugal mais sustentável.

28 | PORTUGAL EM DESTAQUE


PORTUGAL EM DESTAQUE | 29


UNILEVER FIMA

“ASSUMIMOS NOVOS E AMBICIOSOS COMPROMISSOS” A Unilever FIMA é uma empresa global de venda de produtos de grande consumo, que produz algumas das marcas mais conhecidas a nível mundial, sendo que todas caminham no sentido de reduzir a sua pegada ambiental e aumentar o seu impacto social positivo. Ana Moreira, diretora de Food Solutions, Communications & CMI da Unilever FIMA e da Gallo Worldwide, dá a conhecer nesta edição o caminho percorrido pela empresa em prol da sustentabilidade. Em 2010, a Unilever FIMA lançou o Plano de Sustentabilidade (USLP), destinado a provar que a sustentabilidade e o desempenho empresarial de sucesso estão interligados. Decorrida a primeira década deste compromisso pioneiro, qual o balanço que faz deste plano e de que forma a Unilever FIMA contribuiu para a construção de um futuro melhor? Podemos dizer que, de forma geral, o balanço dos 10 anos do USLP foi positivo, pois atingimos parte das metas a que nos propusemos e para tal foi relevante o envolvimento dos nossos fornecedores desde o início. O USLP foi fundamental no estabelecimento de parcerias com ONG, organizações governamentais, universidades, entre outras entidades, e serviu de

30 | PORTUGAL EM DESTAQUE

base para definirmos os novos compromissos que, entretanto, lançámos. Sempre soubemos e alegámos que só é possível combater as alterações climáticas, proteger a natureza e melhorar a saúde, o bem-estar e as condições de vida das pessoas, através de uma ação coletiva, que envolve todos os stakeholders desde colaboradores até à sociedade civil. A Unilever FIMA assume-se uma empresa global com um propósito global: contribuir para que as pessoas vivam de forma sustentável. Nesse sentido, a Unilever apresentou um novo conjunto de medidas e compromissos a fim de melhorar a saúde do planeta. Quais as medidas e compromissos assumidos pela empresa? De facto, assumimos novos e ambiciosos compromissos. Com o Fundo pelo Clima e pela Natureza ambicionamos, que em 2039 todos os nossos produtos produzam zero emissões líquidas. Pretendemos ter uma cadeia de fornecimento sem desflorestação, até 2023. Iremos ainda capacitar e trabalhar com uma nova geração de agricultores e pequenos proprietários, dinamizando programas para proteger e restaurar as florestas, os solos e a biodiversidade. O programa “Futuro Limpo” foi criado com o intuito de promover o fim do uso de substâncias químicas derivadas de combustíveis fósseis nos produtos de limpeza e de lavagem de roupa até 2030. O investimento de mil milhões de euros irá financiar pesquisas em biotecnologia, utilização de CO2, de resíduos e química de baixo carbono com o objetivo de criar fórmulas biodegradáveis e eficientes no uso de água, até 2025. Em fevereiro, anunciámos uma nova meta de vendas globais de mil milhões de euros de alimentos de origem vegetal alternativos à carne e laticínios, nos próximos cinco a sete anos. Esta meta faz parte da iniciativa “Future Foods” com a qual dese-

jamos reduzir para metade o desperdício alimentar nas operações diretas, até 2025. Pretendemos duplicar a quantidade de produtos que fornecem uma nutrição positiva até 2025 e reduzir a quantidade de calorias e do teor de sal e açúcar. A iniciativa “Beleza Positiva” recentemente lançada visa ajudar a melhorar a saúde e o bem-estar e promover a igualdade e inclusão de mil milhões de pessoas por ano, até 2030. Iremos eliminar a palavra “normal” de todas as embalagens e campanhas publicitárias das nossas marcas e apoiar a proibição mundial de testes em animais nos cosméticos, até 2023. No que respeita aos plásticos, ambicionamos ter embalagens com mais de 25% de plástico reciclado e reduzir para metade o uso de plástico virgem até 2025. Pretendemos garantir que 100% das nossas embalagens de plástico são desenhadas para serem reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis. Em 2020, a Unilever foi reconhecida como líder em sustentabilidade corporativa ao ficar em nº.1 pelo 10.º ano consecutivo, de acordo com uma pesquisa da GlobeScan-SustainAbility e reconhecida como nº.1 no setor pelo Dow Jones Sustainability Index. Quais as metas que continuarão a guiar a Unilever para que mantenha a posição de líder global em sustentabilidade corporativa? Continuaremos a estabelecer metas concretizadas nas pessoas, nas marcas, na maneira como nos relacionamos com a restante indústria e parceiros e na forma como comunicamos com os consumidores. Há mais de 120 anos que somos pioneiros, inovadores e criadores do futuro e pretendemos continuar a sê-lo e de uma forma sustentável. O nosso propósito está enraizado em tudo o que fazemos e isso traduz-se numa criação de valor para a sociedade.


PORTUGAL EM DESTAQUE | 31


FÊNIX AMBIENTE

“SENTIMOS O SETOR DOS RESÍDUOS COMO UMA GRANDE PARTE DE NÓS” A Fênix Ambiente foi fundada com uma única missão: ser a agência de consultoria com os projetos mais inovadores e impactantes para o ambiente. Hoje, afigura-se o parceiro ideal no desenvolvimento de estratégias personalizadas e únicas, oferecendo sempre a vertente inovadora e de alta qualidade para o ambiente, como refere em entrevista Liliana Magalhães, diretora comercial.

A Fênix Ambiente é uma empresa focada na obtenção de soluções diferenciadoras no setor dos resíduos. Que serviços prestam na prática? A Fênix Ambiente nasce com uma experiência acumulada de mais e 20 anos no setor dos resíduos. Ao longo das últimas décadas o setor dos resíduos tem sofrido enormes desenvolvimentos em termos normativos com ambiciosos objetivos que, naturalmente, trouxeram consigo novos desafios para quem procura dotar o setor de soluções inovadoras, mas também eficazes. É neste equilíbrio que a Fênix Ambiente pretende estar, na procura de soluções diferenciadoras e que tragam ao setor aquilo que o setor precisa, apostando mesmo em soluções disruptivas com o status quo. Deste modo envolvemo-nos nos projetos desde a ideia mais remota, passando pela conceção, produção, implementação e acompanhamento. Sentimos o setor dos resíduos como uma grande parte de nós e, como tal, não poderíamos estar no mercado de outra forma que não fosse completamente envolvidos e comprometidos com os nossos

LILIANA MAGALHÃES

clientes e parceiros e com os nossos produtos e serviços. Hoje a Fênix Ambiente é uma empresa com um foco muito especial em soluções para a valorização de biorresíduos - o desafio da próxima década. A aposta na valorização de biorresíduos na origem, ou a sua compostagem descentralizada é uma solução técnica muito experimentada e com provas dadas de que é uma solução para o futuro. Assim, estamos capacitados para apoiar qualquer município na definição de solução para compostagem doméstica, compostagem comunitária e compostagem descentralizada oferecendo soluções técnicas e tecnológicas de diferentes gamas. Os biorresíduos podem ser tratados localmente, sem necessidade de os transportar para os aterros ou centrais de valorização orgânica. Faz parte do papel da Fênix Ambiente consciencializar os seus clientes das vantagens destes processos? O nosso objetivo é alargar horizontes e conseguir demonstrar em termos práticos que existem várias soluções para a valorização de biorresíduos. Se podermos valorizar na origem os biorresíduos para quê transportá-los ao longo de dezenas de quilómetros para depois termos um modo de tratamento que, tipicamente, também ele é dispendioso na sua exploração? Simplesmente queremos tornar os modelos complexos, e normalmente pesados financeiramente, em algo simples e de aplicação direta, com baixo investimento e baixo custo de exploração. O Biocompostor Big Hanna, o Compostor Doméstico e o Compostor Comunitário, são soluções autónomas e fabricadas com

32 | PORTUGAL EM DESTAQUE

material 100% reciclado. Apresente-nos estes projetos. No caso dos compostores domésticos possuímos uma vasta gama volumétrica sendo todas as soluções fabricadas em plástico reciclado. O nosso compostor comunitário resultou de um processo de inovação e de diversas experiências acumuladas que nos permitiu hoje ter um produto modular inteiramente fabricado em plástico reciclado. É uma solução simples, e que em 15 minutos se monta e está pronto a funcionar. O nosso Biocompostor BigHanna trata-se de uma solução para tratamento descentralizado de biorresíduos, sendo a nossa aposta tecnologicamente mais evoluída. Com este equipamento conseguimos tratar mais quantidades de resíduos num único local, com baixo custo de exploração. É um equipamento que nos permite uma monitorização remota, promove um revolvimento automático programável, possui sondas de temperatura e humidade e um sistema de ensacamento automático. Com o país obrigado a constituir, até 2023, uma rede de recolha dedicada para os biorresíduos, que plano está a Fênix Ambiente a delinear para responder a essa meta? Na Fênix Ambiente trabalhamos em rede com os nossos parceiros tecnológicos, fabricantes, e em especial com, e para, os nossos clientes que são o nosso principal parceiro. Desta forma, o nosso plano é tão simplesmente trazer soluções disruptivas para a compostagem na origem ou descentralizada, e incentivar os nossos municípios a experimentarem e comprovarem a realidade que é já vivida um pouco por toda a Europa – acreditamos cada vez mais que este é o (nosso) caminho.


BIOCOMPOSTOR ACELERA O PROCESSO SEM ODOR BAIXO CONSUMO DE ENERGIA SENSORES DE TEMPERATURA IDEAL PARA GRANDES QUANTIDADES MONOTORIZAÇÃO REMOTA ENSACAMENTO AUTOMÁTICO

COMPOSTOR DOMÉSTICO EM PLÁSTICO RECICLADO DIVERSOS TAMANHOS E FORMAS IDEAL PARA FAMILÍAS

COMPOSTOR COMUNITÁRIO EM PLÁSTICO RECICLADO FÁCIL MONTAGEM CONSTRUÍDO A PARTIR DE UNIDADES MODULARES IDEAL PARA COMUNIDADES

VALORIZAÇÃO DE BIORRESÍDUOS 50 % DOS RESÍDUOS SÃO ORGÂNICOS! A COMPOSTAGEM LOCAL É A SOLUÇÃO: FALE CONNOSCO! WWW.FENIXAMBIENTE.PT G E R A L @ F E N I XPORTUGAL A M B IEM E DESTAQUE N T E . P| 33T


BALBINO & FAUSTINO

“O NOSSO MUNDO É FEITO DE MADEIRA” Com um percurso marcado pelo espírito de iniciativa, pelo investimento, persistência e resiliência, a Balbino & Faustino com já com mais de 40 anos de uma história de sucesso. Marco Faustino, gerente, dá a conhecer a empresa, que se dedica à produção e comercialização de derivados de madeira. Fique a conhecer o presente e futuro do negócio que assume o importante compromisso de promover uma Gestão Florestal Sustentável, aliando a satisfação dos clientes à conservação do meio ambiente.

A Balbino & Faustino é uma empresa familiar de referência a nível nacional na produção e comercialização de derivados de madeira. Fale-nos um pouco mais deste projeto, de que forma foi traçando o seu percurso e conquistando a sua posição no mercado nacional e internacional. Com mais de 45.000.000,00€ vendidos anualmente a empresa já não permite uma gestão 100% familiar. Embora essa seja a génese e o ADN que transmitimos através da nossa política. Procuramos relações a longo prazo, quer seja com clientes, fornecedores e colaboradores. O nosso modo de estar baseia-se no serviço a prestar ao cliente numa perspetiva de geração de valor para todas as partes envolvidas. A ampla gama de espécies de madeira possibilita à, Balbino & Faustino, ter uma oferta diversificada, num conjunto de medidas, materiais e acabamentos, permitindo que os seus produtos se adaptem às várias necessidades e exigências de diferentes mercados. Esta versatilidade tem sido um dos principais aliados da empresa no processo de internacionalização? Quais os mercados onde já marcam presença e quais os que ainda pretendem conquistar? Hoje, mais que nunca, impõe-se uma necessidade de diversificar. Diversificar oferta de produtos, mas também de serviços, de acompanhamento ao cliente, de estar presente em múltiplas plataformas. A oferta de produtos complementares é fundamental em vários sentidos. Na mais-valia que representa para o mercado, mas também como fator de diversificação de mercados, sendo que este fator é extremamente importante em épocas de grande volatilidade como as que atravessamos. Setores e mercados diversificados mitigam os riscos, fazendo uma distribuição dos mesmos.

34 | PORTUGAL EM DESTAQUE

“Uma organização moderna, preparada para enfrentar os desafios atuais e futuros, servindo os seus clientes, com colaboradores motivados, fornecedores de qualidade e gerando mais-valias para todas as partes”

A Balbino & Faustino assume como um dos principais compromissos a promoção de uma Gestão Florestal Sustentável, aliando a satisfação dos clientes à conservação do meio ambiente. Quais as principais medidas adotadas pela empresa com vista a atingir este compromisso de sustentabilidade? Só por si a utilização de madeira já é um princípio mais sustentável. Por querermos ir mais alem, há muito que a otimização dos processos produtivos são uma preocupação constante, na redução de recursos. A certificação em cadeia de responsabilidade florestal, foi outro passo importante, assegurando um forte compromisso com a gestão responsável dos recursos florestais. Por fim, há um investimento continuo na redução da nossa pegada, investindo em redução de consumos elétricos em iluminação, de ar comprimido, com a utilização de meios de movimentação movidos a eletricidade, muita da qual proveniente de produção própria, bem como a utilização de todos os resíduos de madeira que são usados para a produção de calor usado.

Tendo sempre por base a qualidade, know-how, inovação e sustentabilidade o que po-

demos esperar da Balbino & Faustino para o futuro? Uma organização moderna, preparada para enfrentar os desafios atuais e futuros, servindo os seus clientes, com colaboradores motivados, fornecedores de qualidade e gerando mais-valias para todas as partes relevantes: clientes, colaboradores, fornecedores, investidores e sociedade envolvente.


Somos uma referência no fabrico e comércio de derivados de madeira e componentes para a indústria do mobiliário, estamos em todo o país e representamos diversas marcas do mercado. É isso que nos distingue, há mais de 40 anos, e que permite que os nossos clientes continuem a criar, sem amarras, movidos apenas pela Inspiração. Porque o Nosso Mundo é Feito de Madeira.

PAÇOS DE FERREIRA REIGOSO CASTELO BRANCO ALCOBAÇA LEIRIA PÊRO PINHEIRO FARO

Visite-nos também em www.balbino-faustino.pt PORTUGAL EM DESTAQUE | 35


BANDEIRA VERDE ECO-FREGUESIAS XXI 2021 Já são conhecidos os vencedores do Galardão Eco-Freguesias XXI 2021, que visa reconhecer e premiar as freguesias mais sustentáveis do país. Iniciado em 2014, o Eco-Freguesias XXI é um projeto da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que visa trabalhar com as freguesias no sentido do desenvolvimento de eco-comunidades ou comunidades sustentáveis. O projeto estrutura-se no desenvolvimento e motivação para a implementação de diversas ações/projetos à escala local, tendencialmente de caráter participado, e que contribuem para a transformação, no sentido de uma comunidade mais sustentável. Desta forma, o Eco-Freguesias XXI, enquadra-se em todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Agenda 2030, apresentando-se como uma estratégia para incrementar a sustentabilidade local, valorizando os processos de cidadania participativa e reconhecendo as freguesias que melhor qualidade de vida oferecem aos seus habitantes. No ano de 2021, a 3.ª Edição do Projeto Eco-Freguesias XXI ficou marcada por registar a maior taxa de participação e a maior taxa de concretização do Programa Eco-Freguesias XXI, tendo-se candidatado à Bandeira Verde mais 25 freguesias do que na edição anterior, tendo sido atribuídas mais 41 bandeiras verdes. A taxa de concretização passou de 60,5% em 2019 para 83,8% em 2021. Das 111 freguesias candidatas, 93 foram galardoadas com a Bandeira Verde 2021, destacando-se 13 que obtiveram a distinção de ouro. Nas próximas páginas fique a conhecer algumas das freguesias reconhecidas como Eco-Freguesia XXI e que hoje podem hastear a Bandeira Verde, como símbolo do caminho percorrido no sentido da sustentabilidade.

36 | PORTUGAL EM DESTAQUE


JUNTA DE FREGUESIA DE GÓIS

GÓIS DIZ SIM

À SUSTENTABILIDADE DO PLANETA ANA PAULA GONÇALVES

Já são conhecidos os vencedores do Galardão Eco-Freguesias XXI 2021. Entre os vencedores está a Freguesia de Góis que, desde o primeiro momento, abraçou o desafio lançado pela Associação Bandeira Verde. Ana Paula Gonçalves, presidente, assume a importância deste reconhecimento e mostra-se satisfeita com a distinção de prata alcançada pela freguesia que vem consolidando a sua política de adoção de boas práticas no domínio da sustentabilidade, em particular na vertente ambiental. A Freguesia de Góis foi distinguida com o galardão Eco-Freguesias XXI, uma iniciativa da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) que visa premiar a adoção de boas práticas no domínio da sustentabilidade, em particular na vertente ambiental, contribuindo para territórios mais sustentáveis e amigos do ambiente. Gostava de escutar a sua reação a este reconhecimento e que explanasse o que motivou a freguesia a participar nesta iniciativa. Desde a primeira hora, mesmo aquando da construção do manifesto político deste executivo que lidero, considerou-se de extrema importância abraçar o desafio da ABAE, através do programa Eco-Freguesias XXI. O que nos motiva acima de tudo são as pessoas e a promoção de práticas conscientes amigas do ambiente, com enfoque na sustentabilidade, um conceito associado ao desenvolvimento sustentável, ou seja, formado por um conjunto de ideias, estratégias e demais atitudes ecologicamente corretas, economicamente viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas, de modo a garantir a sobrevivência dos recursos naturais do planeta, ao mesmo tempo que permite aos seres humanos e sociedades soluções ecológicas de desenvolvimento.

Entre as 111 candidaturas, provenientes de 46 municípios de todas as regiões do país, a Freguesia de Góis recebeu a menção de prata, atingindo um índice de desempenho de sustentabilidade entre 70 e 90%. Quais as ações desenvolvidas pela freguesia, a fim de atingir metas de responsabilidade a caminho da sustentabilidade? Procurou-se, para além da adoção de práticas promotoras de sustentabilidade, apostar na valorização do património imaterial da freguesia, através da criação de parcerias, promotoras de um desenvolvimento local e de uma economia circular. Convidámos os nossos fregueses e colaboradores a abraçar vários desafios e ações com a comunidade - como o concurso Eco-Famílias XXI ou o projeto Eco-escolas, promover o desenvolvimento do território através de ações de apoio ao comércio local, incentivos à natalidade, zelar pela qualidade e manutenção dos espaços públicos adotando práticas mais sustentáveis, sempre, motivando para a adoção de padrões de consumo mais sustentáveis, incentivando boas práticas de gestão ambiental nos serviços da junta de freguesia. A Bandeira Verde afigura-se como um símbolo do caminho percorrido no sentido da sustentabilidade. No entanto, o trabalho não se esgota com esta distinção. De que forma a Freguesia de Góis pretende continuar a trabalhar para a sustentabilidade do território e do planeta e, simultaneamente, atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU)? Efetivamente, a obtenção do galardão/Bandeira Verde é um estímulo para continuarmos a trabalhar afincadamente em prol da sustentabilidade local e do planeta, mas é imperativo integrar metas, a curto, médio e longo prazo, nas tomadas de decisão que contribuam com o seu poder de inovação para um futuro mais sustentável e inclusivo. Naquelas que são as competências das freguesias o nosso compromisso é estabelecer parcerias para possível implementação dos objetivos, com enfoque na promoção de uma educação de qualidade, igualdade de género, possibilitar a redução de desigualdades à escala do nosso concelho, apostar em estratégias de comunidades sustentáveis e agir pela proteção e qualidade da vida terrestre e fluvial, preservando a biodiversidade através da valorização de espécies autóctones. PORTUGAL EM DESTAQUE | 37


UNIÃO DE FREGUESIAS SANTA IRIA DA AZÓIA, S. JOÃO DA TALHA E BOBADELA

NO CAMINHO DA SUSTENTABILIDADE A União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela foi distinguida com o galardão Eco-Freguesias XXI, figurando assim entre as freguesias portuguesas com os melhores índices de sustentabilidade. Nuno Leitão, presidente, dá a conhecer as ações desenvolvidas pela junta de freguesia em prol da sustentabilidade e que levaram este território a alcançar a menção de ouro.

NUNO LEITÃO

A União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela foi distinguida com o galardão Eco-Freguesias XXI. Gostava de escutar a sua reação a este reconhecimento e que explanasse o que a distanciou como uma das freguesias mais sustentáveis do país. Uma enorme satisfação a atribuição deste galardão Eco-Freguesias XXI à junta de freguesia, e ainda mais que, sendo a primeira vez que nos candidatamos, obtivemos uma classificação final de cerca de 90% o que corresponde a uma distinção com a menção de ouro. A intervenção decorreu ao longo do mandato em várias áreas, na definição de uma melhoria continua do funcionamento interno e externo, e que se materializam em produtos, equipamentos, serviços e ações assentes numa eficiente gestão de recursos, equidade social e de responsabilidade intergeracional.

38 | PORTUGAL EM DESTAQUE

O programa Eco-Freguesias XXI é implementado pela ABAE e tem como objetivo reconhecer e premiar as freguesias mais sustentáveis do país tendo por base dez indicadores alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas. O que motivou a União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela a participar nesta iniciativa? A principal motivação foi a possibilidade de enquadrar alguns projetos desenvolvidos pela junta de freguesia, alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, e de reconhecimento das boas práticas desenvolvidas, como por exemplo, o primeiro lugar no Indicador Promoção da Economia Local, destacando-se o Diretório do Comércio Local, e onde foi possível dinamizar durante o período de estado de emergência, apresentar oferta do comércio local, onde se incluía a entrega de bens e serviços à população ao domicílio. Para além deste projeto, destacam-se ainda projetos como, a dinamização do Gabinete de Apoio à Juventude (Loja Ponto Já), em parceria com o IPDJ, e o Gabinete de Inserção Profissional, em parceria com o IEFP, entre outros. Após analisar 111 candidaturas, foram eleitas 93 freguesias que se destacaram pelas suas melhores práticas de sustentabilidade nas áreas ambiental, social e económica. Quais as ações desenvolvidas pela União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela, a fim de atingir metas de responsabilidade a caminho da sustentabilidade? O principal objetivo foi uma abordagem integrada, e que coincidiu com a abordagem que a junta de freguesia concretiza no seu dia-a-dia, através de intervenções em áreas como o ambiente, a área social, a educação, a economia, os serviços de proximidade, e que com a atribuição desta distinção, colocaram também a própria comunidade envolvida em atingir metas de responsabilidade a caminho da sustentabilidade. Por exemplo o primeiro lugar no Indicador Promoção da Economia Local, onde foi possível dinamizar durante o

período de estado de emergência, apresentar oferta do comércio local, onde se incluía a entrega de bens e serviços à população ao domicílio, mas também ao nível dos indicadores mais pontuados, no desenvolvimento social cultural, com ações como o Festival de Musica Bobadela Vila Rock e Art Musica Fest, com a Academia Sénior, e com a Visão de Desenvolvimento, com a candidatura ao Eco-freguesias XXI e a dinamização do Eco-Escolas com os Agrupamentos da freguesia. De que forma a União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela pretende continuar a trabalhar para a sustentabilidade da freguesia e do planeta? Para além dos projetos que nos candidatamos, já estão em curso novos projetos que visam continuar a trabalhar em prol da freguesia, e até numa perspetiva de potenciar o lançamento de boas práticas para o ambiente. Temas como a gestão eficiente de água, reciclagem e eficiência energética farão parte do nosso dia-a-dia.


PENINA HOTEL & GOLF RESORT

A VERDADEIRA CASA DO GOLFE PORTUGUÊS Localizado em Portimão, o Penina Hotel & Golf Resort, do Grupo JJW Hotels & Resorts, é a casa original do golfe no Algarve. Este luxuoso hotel de cinco estrelas “lidera no serviço de alta classe, charme portuguese golfe excepcional”, como nos assegura Pedro Garcia e Costa, diretor regional de vendas. desde o restaurante buffet, passando pelo restaurante de praia ou mesmo o restaurante italiano ao nosso conceituado “Le Grill” – o nosso fine dinning. Para além disso, dispomos de uma concessão de praia apoiada pelo nosso restaurante “Dunas”, onde temos à disposição colmos e espreguiçadeiras gratuitas para os clientes do Hotel. Temos também disponível um shuttle do Hotel para a Praia, para quem não quiser estar preocupado com o lugar de estacionamento no local. Para os amantes de desporto temos um circuito de manutenção, ginásio, e claro o famoso Sir Henry Cotton Championship Course – O 1.º campo de golfe do Algarve, para além de mais dois campos de nove buracos para quem pretende evoluir nesta modalidade. De referir ainda, para quem viaja com crianças, que temos um Kids Club – Kangaroo monitorizado por uma equipa de animação com programas de entretenimento para os mais novos. PEDRO GARCIA E COSTA

O Penina Hotel & Golf Resort, assim como os restantes hotéis do grupo, representa a escolha ideal para quem deseja desfrutar de momentos inesquecíveis? Todo o nosso posicionamento vem nesse sentido. Temos as equipas altamente motivadas para proporcionar aos nossos clientes a melhor experiência e sabemos que o grau de exigência é alto, mas é nesse nível que queremos estar. O Penina Hotel & Golf Resort é um ícone da hotelaria não só algarvia, mas do panorama nacional, em que o que sempre nos distinguiu foi a qualidade no serviço que apresentamos e a forma com recebemos os nossos clientes.

Conhecido como a verdadeira casa do golfe português, além de ser o único resort em Portugal a oferecer três campos de golfe, foi eleito o Melhor Resort de Golfe de Portugal pelos World Travel Awards. O que este hotel tem para oferecer aos amantes do golfe? O golfe está no ADN do Penina Hotel & Golf Resort, a nossa oferta neste nível é vasta, para além dos três campos que permitem a jogadores de todos os níveis evoluírem, temos também umas fantásticas instalações de prática. Temos o maior Driving Range do Algarve, duas zonas de chipping, uma zona de putting e uma zona de bunker que possibilita o treino de 80 jogadores em simultâneo. O Penina Hotel & Golf Resort aposta num serviço de excelência e prestes a entrar na época alta do ano, que convite gostaria de deixar aos nossos leitores? O Penina Hotel & Golf Resort, está muito vocacionado para famílias. Temos disponível no mesmo espaço todas as condições para que toda a família descanse e goze as suas férias da melhor maneira. A nossa taxa de retorno de clientes é altíssima o que atesta a qualidade com que apresentamos os nossos serviços. A cultura de serviço no Penina tem sido nossa bandeira há mais de 50 anos e continua presente.

Com um total de 188 unidades de alojamento, o Hotel dispõe de todas as comodidades para que a experiência dos seus hóspedes possa ser a melhor. Atualmente, quais as comodidades e serviços que o hotel tem disponíveis aos seus hóspedes? O hotel disponibiliza todas as comodidades e serviços que um cliente pode esperar de um Hotel de 5 estrelas. De destacar o vasto leque de oferta gastronómica que disponibilizamos. Com cinco outlets de restauração, a oferta vai PORTUGAL EM DESTAQUE | 39


PORTUGAL É O MELHOR PAÍS A VISITAR NA EUROPA EM 2021

A Já entrámos no verão e grande parte dos portugueses já marcou as suas férias, sendo que metade dos que planeiam viajar tencionam fazê-lo cá dentro. Sim, é possível fazer turismo em Portugal durante as férias de verão e pode ser surpreendente em muitos aspetos, ou não tivesse sido Portugal eleito o melhor país da Europa para visitar em 2021, de acordo com o ranking do European Best Destinations, visitado por mais de seis milhões de viajantes por ano. E sabe porque é que Portugal tem estado nas bocas do mundo? Nesta edição, damos-lhe algumas pistas. Portugal tem sete regiões, o que por si indica que tem muito para visitar e conhecer, mas existem mais razões que justificam que seja uma boa escolha e que esteja na lista das viagens a fazer na vida. Entre as principais atrações destacam-se a história e a cultura, a gastronomia e os vinhos, as praias, o surf, o golfe, a variedade das paisagens e, sobretudo, o povo português, considerado afável, aberto e sincero. Do sul ao norte, passando pelos arquipélagos, há mil e uma razões para fazer férias no nosso país e para o conhecer ainda melhor, durante este verão de 2021. É também uma missão de todos os portugueses, procurar ajudar o turismo do nosso país a recuperar depois do duro golpe dos últimos 14 meses. Portugal tem um potencial turístico excecional e isso é evidente pelas estatísticas, que falam por si. Nesta edição da Portugal em Destaque damos-lhe algumas sugestões que, pelo menos, são já muito apreciadas além-fronteiras. Este ano, aceite o nosso desafio e vá para fora cá dentro, não se vai arrepender. Prometemos!

40 | PORTUGAL EM DESTAQUE


ATÉ JÁ VENHA VISITAR A

LOURINHÃ visitlourinha.ig

PORTUGAL EM DESTAQUE | 41


CÂMARA MUNICIPAL DA LOURINHÃ

HÁ MAIS PARA VER NA LOURINHÃ Entre fósseis e vestígios de dinossauros, o sol e o mar, as emoções de batalhas decisivas, o calor da aguardente e histórias de amor que perduram no tempo, ninguém consegue ficar indiferente à Lourinhã. João Duarte Carvalho, presidente, deu a conhecer em entrevista os principais projetos e iniciativas em marcha com vista a promoção turística deste território. Motivos não faltam para visitar a Lourinhã, fique a conhecê-los nesta edição. JOÃO DUARTE CARVALHO

Neste território são vários os locais de interesse para residentes, visitantes e turistas que também escolhem viver neste concelho. Atualmente, o turismo afigura-se como um dos principais motores de desenvolvimento local? A Lourinhã tem uma das maiores coleções de fósseis do período do jurássico superior, o que se deve ao trabalho do GEAL, que tem desenvolvido uma investigação de mérito nesta área trazendo à Lourinhã investigadores nacionais e internacionais. A inauguração do DinoParque, em 2018, veio reforçar a chancela de capital dos Dinossauros e, mais recentemente, o município investiu numa mostra urbana de dinossauros na vila da Lourinhã com a colocação de 12 modelos à escala real nas ruas da vila. Na Lourinhã há muitos argumentos para permanecer e circular pelo território nomeadamente o sol, o mar, o património associado à Batalha do Vimeiro, as histórias de amor de Pedro e Inês e os produtos locais, nomeadamente a Aguardente DOC Lourinhã. 42 | PORTUGAL EM DESTAQUE

A autarquia da Lourinhã apostou na aplicação da estratégia para o Turismo da Lourinhã, Estratégia para o Turismo 2020-2027. Atualmente, quais são os principais eixos estratégicos dinamizadores do turismo no concelho e de que forma contribuem para a consolidação deste objetivo? A autarquia apostou no desenvolvimento da Estratégia para o Turismo da Lourinhã 20202027 que tem como eixos estratégicos principais o Turismo Paleontológico, o Turismo Militar, o Eixo Sol, Mar e Gastronomia de Mar, o Eixo Pedro & Inês e o Eixo Produtos da Terra (Aguardente DOC Lourinhã, abóbora, pão – moinhos de vento e moinhos de água). O concelho da Lourinhã tem praias de reconhecida qualidade, mas é também um território com muita ruralidade e oferta de turismo de natureza. A Lourinhã é marcada pela temática do Turismo Militar com a preservação e divulgação da história da Batalha do Vimeiro, através do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro. Para além disso, a Lourinhã é terra

dos amores de Pedro e Inês. A Lourinhã é também território de moinhos, tanto de vento, como de água. Destaca-se um complexo de cinco moinhos de vento na Pinhôa, na Moita dos Ferreiros e um percurso pela natureza no Vale Cornaga, no Reguengo Grande, onde podem encontrar-se as azenhas. A tudo isto alia-se uma gastronomia de qualidade com os produtos do mar. A aguardente é, sem dúvida, um ex-libris do território, sendo que a Lourinhã é a única região demarcada de Portugal somente para a produção de aguardentes vínicas e uma das três do mundo.


CÂMARA MUNICIPAL DA LOURINHÃ No âmbito da Estratégia para o Turismo 20202027, o município da Lourinhã lançou também a campanha “Até breve, Até já!” que convida a conhecer este destino. De que forma esta campanha veio contribuir para a divulgação do território? Em 2021, na sequência da publicação do website dedicado ao Turismo (vistilourinha.pt) e de uma página de Instagram com o mesmo propósito (@visitlourinha.ig), o Município da Lourinhã lançou a campanha “Até breve, Até já!”. Esta campanha é composta por duas fases distintas. Num primeiro momento, a intenção foi dar a conhecer o território de uma forma virtual e digital. No segundo momento, devido ao levantamento de algumas restrições de circulação, deu-se início à segunda fase que visa a promoção de uma visitação segura e responsável do território. A campanha “Até já” reforça a oferta de natureza e de turismo ativo nomeadamente os percursos pedestres. O percurso pedestre LNH PR4 – Dos Dinossauros à Rocha dá aos visitantes um novo olhar sobre o concelho, desde a magia do Vale da Rocha à praia de Porto Dinheiro, local onde foram encontrados vestígios de Dinheirosaurus Lourinhanensis. Na esfera do Turismo Militar, o percurso pedestre LNH PR3 – Pelos Caminhos da Batalha do Vimeiro dá oportunidade aos visitantes de percorrerem os caminhos da história da Batalha do Vimeiro. Preservar e divulgar o património histórico, cultural e etnográfico, relacionado com a temática do “mar” é a principal missão do novo museu dedicado à história da pesca e à memória dos pescadores. O que trará este espaço às gentes e visitantes da Lourinhã? Foi inaugurado na Vila de Ribamar o espaço museológico “Olhar o Mar”, um espaço que mantém viva a memória das tradições piscatórias da terra e das gentes preservando e divulgando o património histórico, cultural e etnográfico relacionado com a temática do “mar”. O espaço é composto por duas salas de visitação. A primeira sala é dedicada à orientação e comunicação no mar, a outra sala é dedicada à história dos pescadores, artes de pesca, artefactos. Existe ainda uma terceira sala destinada a arquivo etnográfico onde

será feita a preservação de património material e imaterial. Neste espaço museológico, o visitante pode entrar dentro de uma “casa do leme”, pode ver um vídeo sobre as rotinas piscatórias, pode vivenciar uma experiência de realidade virtual e ver uma galeria fotográfica. O espaço museológico assume-se como uma homenagem àqueles que, com a árdua profissão de pescador, tanto contribuem para o desenvolvimento do território. O Município da Lourinhã criou recentemente a “Buy Lourinhã”, uma plataforma digital desenvolvida com o objetivo de promover o comércio local e ir ao encontro das necessidades dos seus clientes. Fale-nos um pouco mais desta iniciativa e de que forma veio dinamizar o comércio local e de proximidade? O Município da Lourinhã desenvolveu uma plataforma de compras online, que designou como “Buy Lourinhã”, apoiando a economia local em período de pandemia. A “Buy Lourinhã” apresenta-se como uma das mais importantes medidas de apoio à divulgação e promoção do comércio local, através da digitalização das empresas do território, permitindo a cada empresário ter uma presença online, durante todo o ano, e divulgando-se a diversificada oferta de negócios do concelho da Lourinhã, numa única montra que conta com mais de 100 estabelecimentos aderentes.

Conhecida como a capital dos dinossauros, há mais para ver na Lourinhã. Prestes a entrar em mais uma época alta, que convite gostaria de deixar a todos os nossos leitores? Reunindo-se as condições e respeitando sempre as orientações emanadas pela DGS no âmbito da pandemia, tragam a família à Lourinhã e venham: conhecer as praias, quatro delas distinguidas com o galardão Bandeira Azul: Areia Branca, Areia Branca-Foz, Areal Sul e Porto Dinheiro; e três delas distinguidas com o galardão Qualidade de Ouro: Peralta, Porto Dinheiro e Valmitão. Provar a gastronomia e os produtos locais nomeadamente a doçaria distinguida com o selo de qualidade "Marca Lourinhã" com produtos como as areias brancas, o pão de ló de miragaia, os reguengos, os doces e compotas de abóbora, pera rocha, figo, os bombons e os pastéis de aguardente, a pera rocha do Oeste em calda de aguardente. Visitar o DinoParque, o Museu da Lourinhã e a Mostra Urbana de Dinossauros. Sentir as emoções de um campo de batalha no Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro. Reviver a história de um amor épico através da Mostra de Arte Pública de Moledo. Divertir-se nos Moinhos da Pinhôa e no Vale Cornaga. Apreciar a Aguardente DOC Lourinhã. Aventurar-se na natureza, nos percursos pedestres. Até já!

O Município da Lourinhã foi distinguido com o galardão Bandeira Verde ECOXXI, figurando assim entre os municípios portugueses com os melhores índices de sustentabilidade. Quais as ações desenvolvidas pelo município, a fim de atingir metas de responsabilidade a caminho da sustentabilidade? Desde 2015 que é atribuído ao Município da Lourinhã o Galardão Bandeira Verde ECOXXI. Com uma pontuação crescente, este reconhecimento é reflexo do investimento que tem vindo a ser realizado nas diversas áreas em avaliação, nomeadamente na Educação para a Sustentabilidade; Sustentabilidade em Zonas Balneares; Cidadania, Participação e Governança; Transparência, Digitalização e Conectividade; Emprego; Cooperação com a Sociedade Civil; Certificação de Sistemas de Gestão, entre muitas outras.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 43


JUNTA DE FREGUESIA SANTA BÁRBARA

SANTA BÁRBARA: UM DESTINO TURÍSTICO DE EXCELÊNCIA Com 68 anos de freguesia, mas mais de 500 anos de história, Santa Bárbara é, cada vez mais, um ponto turístico de interesse para portugueses e estrangeiros que todos os anos rumam a esta freguesia do concelho da Lourinhã para ver e comprovar o que de melhor tem para oferecer. Uma freguesia com 68 anos de histórias, conquistas e mudanças. É, por isso, natural que seja um lugar privilegiado e reconhecido por quem lá vive e por todos os visitantes? A Freguesia de Santa Bárbara é reconhecida como uma freguesia amiga das famílias, que promove o bem-estar, sendo um território procurado pelas famílias para se fixarem. 68 anos de freguesia, mas mais de 500 anos de história, tendo o Centro Pastoral de Santa Bárbara uma capela que remonta ao século XVI, bem como a imagem da Padroeira, que dá nome à freguesia. A Igreja Matriz de Santa Bárbara é um templo a visitar dada a sua imponência e fantástica vista do topo da sua torre do sino. Como ponto turístico destacamos o Parque da Fonte Lima como espaço de lazer, centrado na nascente da Fonte Lima. É um local extraordinário para passar um fantástico tempo em família. O associativismo é fundamental na dinâmica da freguesia, tendo associações culturais recreativas e desportivas, em Ventosa, Pregança e Marquiteira, as principais localidades da freguesia. Destacamos a equipa de futsal de Pregança, que este ano subiu à I Divisão distrital e a tradicional Batatada na Marquiteira. A freguesia conta com uma resposta social através do Complexo de Santa Bárbara, um investimento privado, referência nacional nos cuidados paliativos e de reabilitação e nos cuidados dedicado à terceira idade. A freguesia está ligada à produção de telhas e de cal, estando localizados na localidade de Ventosa, a chaminé da última fábrica que esteve em funcionamento até ao final do século passado, e os fornos de cal que produziam cal para construção e para caiar as paredes das habitações.

Para promover e dinamizar a freguesia e o Parque da Fonte Lima, em 2014 criámos o Festival da Água, esta marca registada é um evento pensado para as famílias, com atividades de diversão, tasquinhas, artesanato e música ao vivo. A atração principal é a pista de Slip & Slide. Santa Bárbara é uma freguesia portuguesa pequena em território, mas grande em projetos e próxima dos seus habitantes. A junta de freguesia tem estado sempre atenta às necessidades dos seus habitantes? A missão da junta de freguesia é estar sempre atenta e procurar encontrar soluções para as necessidades dos seus fregueses. Procuramos dar um rumo à freguesia para que não falte à população condições e acesso aos principais serviços, tais como saúde, educação, serviços, lazer, desporto e apoio à população mais desprotegida. O meio ambiente é cada vez mais uma preocupação para a sociedade, e municípios em particular. Que trabalhos a Junta de Freguesia de Santa Bárbara tem vindo a fazer neste campo? Diria que o meio ambiente, e o seu equilíbrio, são cada vez mais o foco da população, porque um bom meio ambiente é sinónimo de saúde e bem-estar. Nesta área a Junta de Freguesia de Santa Bárbara procura, em parceria com a Câmara Municipal da Lourinhã, melhorar o processo de recolha dos resíduos urbanos, especialmente, no que respeita à reciclagem. Por outro lado, é preocupação da Junta de Freguesia de Santa Bárbara, há muitos anos, cuidar e preservar um bem tão precioso como é a água e as diversas nascentes existentes na freguesia. O grande exemplo é a nascente da Fonte Lima e o parque envolvente. A freguesia de Santa Bárbara localiza-se no concelho da Lourinhã, do distrito de Lisboa, um dos destinos mencionados no Portugal Best Destination. Qual a importância do turismo para o futuro da região? O turismo tem um papel importante na região e no concelho da Lourinhã e o tecido empresarial foi-se desenvolvendo na última década focado nesse pilar económico. A Freguesia de Santa Bárbara contribui para o sucesso do

44 | PORTUGAL EM DESTAQUE

desenvolvimento desta atividade, com a hipótese dos seus visitantes poderem usufruir de turismo habitação, com diversa oferta, com restaurante de referência na comida portuguesa, turismo cultural e religioso, turismo de natureza com um percurso pedestre que atravessa a freguesia ligado ao Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro, e inúmeros trilhos que podem ser usados para fazer passeios pedestres e de BTT, salientando a zona do “Vale da Rocha”.

SÉRGIO FERREIRA


UNIÃO DE FREGUESIAS DE RAIVA, PEDORIDO E PARAÍSO

O QUE DE MELHOR A NATUREZA TEM PARA OFERECER JOAQUIM MARTINS

Implantada nas margens do rio Douro, a União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso impressiona pela sua beleza paisagística, pelas suas tradições e pela hospitalidade das suas gentes. Um destino que vale a pena visitar e que nesta edição lhe damos a conhecer. Assume os destinos da União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso. Prestes a terminar o último ano deste mandato, quais foram as áreas alvo de especial atenção durante este quadriénio? A capacidade financeira de uma junta de freguesia desta dimensão é pouca, dado o parco orçamento anual adstrito à mesma, pelo que temos sempre pela frente um trabalho árduo e mesmo de ginástica financeira para atingirmos os objetivos propostos. O nosso objetivo principal é sempre a proximidade com a população residente, com serviços e pequenas obras também de proximidade. A nossa missão é sempre estar com as pessoas e para as pessoas. Porém, podemos sempre focar que conseguimos dotar as três freguesias de equipamentos urbanísticos importantes. A União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso é uma das mais conceituadas freguesias do concelho de Castelo de Paiva. Fale-nos um pouco mais sobre este território que provém da serra e do rio, do campo e das minas, das vinhas e das gentes. Esta freguesia tem pontos turísticas conhecidos de todos, recebendo anualmente milhares de visitantes. Ficam os exemplos do Monte de S. Domingos, na Raiva, com uma vista mag-

nífica sobre o rio Douro e Arda e sobre as cidades de Vila Nova de Gaia e Porto, bem como a zona do Choupal de Pedorido, com uma praia fluvial no Rio Douro e zona envolvente excelente para passar um dia a apreciar o que de melhor a natureza tem. A União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso é cada vez mais um destino de eleição para os amantes do turismo de natureza. Hoje, o turismo assume um papel crescente na divulgação deste território? Quais as ações já desenvolvidas pelo executivo com vista à promoção turística da freguesia? Nestes últimos anos, a junta de freguesia, numa estratégia concertada com a Câmara Municipal de Castelo de Paiva, denominada Estratégia Payva Douro, tem alavancado o a promoção turística desta região. Muitas ações foram desenvolvidas, tais como a criação de rotas pedestres, de requalificação de áreas de lazer no Choupal em Pedorido e na Croca no Rio Arda, a promoção do percurso “Viver o Douro”, com cerca de 10 quilómetros com paisagem magnífica e que passa pelas aldeias de xisto de Midões e Gondarém. As antigas Minas do Pejão têm um valor histórico e cultural enorme, com património espalhado por toda a freguesia. Neste momento, irá ser requali-

ficado o Cavalete do Fojo em Folgoso, para visitas turísticas e entrará em funcionamento dentro de poucos dias o Centro Museológico Interativo das Minas do Pejão, localizado em Pedorido, em que os visitantes poderão ter uma experiência interativa, como dentro de uma mina estivessem. Que roteiro não pode faltar numa visita à União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso, para viver uma experiência inesquecível? Não podem faltar as caminhadas junto ao Douro e também nas margens do Arda. Uma visita ao Monte de S. Domingos para apreciar a paisagem ou então um mergulho na Praia Fluvial de Pedorido. Gastronomicamente, também há motivos para visitar este território, podendo apreciar uma boa lampreia, peixe do rio ou mesmo um cabrito assado ou um bife à Santa Eufêmea, acompanhados de um vinho verde branco e tinto de Castelo de Paiva. Para dormir, além dos vários alojamentos e turismos rurais, podem sempre dormir num dos melhores hotéis do pais, o Douro Hotel 41. Prestes a entrar numa época do ano propícia a passeios e num ano em que Portugal foi eleito o melhor país da Europa para visitar em 2021, que convite gostaria de deixar aos nossos leitores para que visitem e apreciem o que de melhor este território tem para oferecer? Deixamos o convite a todos os leitores para visitarem a nossa freguesia, que como já referido tem tudo para que queiram repetir a experiência e voltarem mais vezes. Ficamos à vossa espera. PORTUGAL EM DESTAQUE | 45


CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS

ESTE ANO, OEIRAS ESPERA POR SI Com mais de 250 anos, Oeiras é um concelho virado para o futuro, mas que valoriza a herança dos séculos passados. Conserva por isso algum património histórico surpreendente que merece ser descoberto. E se a sua costa é o destino a que invariavelmente todos os caminhos acabam por ir dar, os seus espaços verdes são igualmente uma boa opção para os que gostam de atividades ao ar livre. Em tempos rodeado de fortes para se proteger da investida de inimigos, hoje o concelho abre os braços a quem vem de fora. Fique a conhecer algumas boas razões para visitar Oeiras. O Concelho de Oeiras é um dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa. A nascente faz fronteira com a capital, a poente com Cascais, a norte com Sintra e Amadora e a Sul, encontra o Rio Tejo e o Oceano Atlântico. Com uma área de 46 Km2, Oeiras está a 15 minutos do Aeroporto Internacional de Lisboa. Os acessos são variados através da autoestrada A5 ou pela estrada marginal. A rede de transportes públicos rodoviários possibilita a ligação a toda a região envolvente, sendo apoiada pela linha ferroviária que faz a ligação Lisboa, Oeiras e Cascais. O seu clima é temperado marítimo, propício a atividades de ar livre. A sul, a linha costeira estende-se ao longo de 9 Km, onde as praias da Torre, Santo Amaro de Oeiras, Paço de Arcos e Caxias, são pontos de referência com o galardão Bandeira Azul. Existem vários Fortes e Faróis, ao longo da costa, que lembram a importância estratégica deste concelho e as trocas comerciais durante o período dos Descobrimentos Portugueses. Este território foi também considerado uma zona agrícola e industrial de referência. Oeiras é a Capital Europeia da Cultura Gastronómica 2020-2021 Oeiras pretende posicionar-se como centro gastronómico a nível internacional, nomeadamente através do acolhimento da Capital Europeia de Cultura Gastronómica 2020-2021. A oferta gastronómica é variada e de qualidade, entre a cozinha tradicional portuguesa e a internacional, onde se destacam os sabores do mar e a doçaria tradicional como, os Palitos do Marquês ou as Queijadas de Oeiras. Inevitavelmente associado à gastronomia está o vinho com a Região Demarcada de Carcavelos desde 1908. O vinho de Carcavelos “Villa Oeiras”, produzido pelo município, é uma referência nacional e internacional acabando por ser uma experiência inesquecível de Enoturismo. 46 | PORTUGAL EM DESTAQUE


CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Oeiras na corrida a Capital Europeia da Cultura 2027 A oferta cultural e de lazer é, sem dúvida, uma das marcas de Oeiras que pretende ser Capital Europeia da Cultura 2027. Os Jardins e o Palácio do Marquês de Pombal, classificado como monumento nacional, é um exemplo do valioso património do século XVIII; a Fábrica da Pólvora de Barcarena; a Quinta Real de Caxias, o Parque dos Poetas, um “museu” ao ar livre; o Palácio do Egipto; o Centro de Arte Contemporânea - Palácio Anjos; o antigo Convento da Cartuxa é, a par com o de Évora, um dos dois únicos conventos cartuxos portugueses; ou o Aquário Vasco da Gama. Por todo o concelho encontramos igrejas, capelas e o Santuário de Nossa Senhora da Rocha. Os eventos desportivos têm vindo a marcar presença ao longo dos anos, como a Corrida do Tejo, a Marginal à Noite, Mexa-se na Marginal, Travessia António Bessone Basto, Triatlo Oeiras, entre outros. O programa de animação é regular e variado ao longo do ano. Grandes eventos como o NOS Alive ou o Festival Sete Sóis Sete Luas, exposições de arte, peças de teatro, concertos, recitais, animação infantil, diálogos e palestras tornam as tardes e as noites mais ricas em Oeiras. Realizam-se também feiras, mercados e festas variadas dedicadas à gastronomia ou às tradições populares portuguesas, às velharias, à arte equestre e às celebrações religiosas, com destaque para as Festas de Oeiras. Se pretende desfrutar de alguns dias de descanso, fique a saber que a oferta hoteleira, em crescimento, oferece um serviço de grande qualidade a todos os que se hospedam no concelho. A par disso, os grandes parques empresariais, como o Taguspark, o Lagoas Park, a Quinta da Fonte ou o Arquiparque, fazem com que aqui se sinta o fervilhar das atividades de negócios. Oeiras é hoje um concelho moderno, atrativo e dinâmico. Venha descobrir a vila que abraça o Tejo e a cultura.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 47


UNIÃO DE FREGUESIAS DE ANTA E GUETIM

“COLOQUEM ANTA E GUETIM NO VOSSO PROGRAMA DE FÉRIAS” É no concelho de Espinho que encontramos a União de Freguesias de Anta e Guetim. Rico em história, tradições e com um património musical e cultural de excelência mundial, este território é, cada vez mais, um destino de eleição. Nesta edição, Nuno Almeida, presidente da União de Freguesias de Anta e Guetim, convida todos os leitores a descobrir a “Capital do Violino” e dá a conhecer o que de melhor este território tem para oferecer a quem o visite. Manuel Laranjeira; entrega de suplementos energéticos e alimentares aos bombeiros e profissionais de saúde; ou ainda as fotocópias de material de estudo para as crianças acompanharem as atividades letivas.

NUNO ALMEIDA

Assume os destinos da União de Freguesias de Anta e Guetim. Prestes a terminar o último ano deste mandato, quais foram as áreas alvo de especial atenção durante este quadriénio? Este mandato fica inevitavelmente marcado pela situação pandémica, pelo que diria que as áreas da saúde, proteção civil e ação social foram as nossas prioridades absolutas e temos muito orgulho no trabalho realizado contra a Covid-19 – tivemos a primeira equipa de desinfeção de espaços e equipamentos públicos no concelho, com mais de 6000 litros de desinfetante aplicado; programas de voluntariado; apoio aos produtores locais, adquirindo mais de 200kgs de legumes para distribuir por famílias carenciadas e sem-abrigo; distribuição de viseiras, toucas, batas e outros materiais de proteção para os profissionais de saúde e do setor social; oferta de material médico ao centro de saúde; oferta de 30 tablets e 20 hotspots de ligação à internet ao agrupamento Dr. 48 | PORTUGAL EM DESTAQUE

A União de Freguesias de Anta e Guetim é uma das mais belas e importantes freguesias do concelho de Espinho e um destino por descobrir. Fale-nos um pouco mais sobre este território rico em história, cultura, tradição e beleza natural. O nosso território tem a particularidade de conjugar o melhor de dois mundos – a centralidade urbana e a beleza natural da zona mais rural. Em Anta e em Guetim podem encontrar, desde logo, uma identidade cultural muito forte, com um património histórico e cultural riquíssimo, onde as nossas associações e coletividades desempenham um papel fundamental. Não esquecemos as raízes da nossa comunidade e as tradições continuam a ser parte integrante da nossa vida social. Temos também no nosso território importantes espaços verdes que merecem ser descobertos, redescobertos e aproveitados. Uma cultura gastronómica de excelência, com algumas das casas mais famosas de toda a região e do país. Um património musical e cultural de excelência mundial. Um movimento de arte urbana em crescimento e vários eventos festivos que atraem cada vez mais pessoas a Anta e a Guetim. Atualmente, o turismo afigura-se como um dos principais motores de desenvolvimento local? De que forma o executivo tem procurado promover e divulgar toda a potencialidade turística da freguesia? O turismo tem cada vez mais impacto no desenvolvimento económico e social do nosso território e a junta de freguesia está a trabalhar para alavancar essa dinâmica e conseguir tornar o nosso território mais atrativo, tanto para quem nos visita como para quem procura investir. Por isso, temos vindo a trabalhar em alguns projetos que entendemos puderem vir a ser grandes referências na região – o Parque da Música,


UNIÃO DE FREGUESIAS DE ANTA E GUETIM

um espaço verde complementado com um auditório aberto, salas de espetáculo e um albergue para músicos; a requalificação do Parque da Picadela num verdadeiro Parque da Cidade, onde as pessoas possam usufruir da natureza e aproveitar momentos de lazer, e a criação de um corredor verde junto à Ponte de Anta e a promoção de um concurso gastronómico que promova o que de melhor se pode colocar nos pratos de quem nos visita.

Para além do sonho de construir a Casa do Violino, para já temos apostado na realização de conferências e mesas redondas com especialistas na área, workshops sobre a construção de violinos, master-classes com violinistas de renome internacional, exposições itinerantes de violinos e fotografia, e, claro, concertos e muita música sempre com o violino em destaque. Este projeto tem ainda um grande cariz social e organizamos o “Violino vai à Escola” e o “Violino vai ao Bairro”, que pretendem democratizar o acesso à música e à cultura, mostrando as virtualidades de um instrumento que nem sempre é de acesso universal.

"Venham conhecer as nossas histórias e tradições, venham provar os nossos pratos de referência e desfrutar dos nossos parques e zonas verdes. Não se vão arrepender"

Uma das ambições da autarquia é afirmar a freguesia como Capital do Violino. O que motivou este projeto e em que consiste? A vila de Anta está intrinsecamente ligada à história do violino em Portugal. É aqui que estão as raízes da família Capela, luthiers de excelência, reconhecidos internacionalmente pela qualidade dos seus violinos. Com uma ligação de mais de 90 anos à construção de violinos, Anta continua a ser uma paragem obrigatória para vários músicos portugueses e estrangeiros que confiam no Atelier Capela para garantir a singularidade e os elevados padrões de qualidade dos seus violinos. Reconhecendo o enorme património cultural associado à construção e reparação de violinos pela família Capela, a Junta de Freguesia de Anta e Guetim promove “Anta como Capital do Violino” num esforço de preservação, divulgação e valorização de uma identidade cultural singular e extraordinária.

A European Best Destination elegeu Portugal como o melhor país da Europa para visitar em 2021. Mais do que um destino, Portugal é uma experiência que impacta o turista. De norte a sul, interior ou litoral e ilhas, quem nos visita quer regressar. Numa altura em que grande parte das pessoas já começaram a planear as férias, que convite gostaria de deixar a todos os nossos leitores? Não é por acaso que, ano após ano, Portugal continua a ser eleito como um destino de excelência e que merece a confiança de milhões de turistas provenientes de todo o mundo. Temos um país seguro, com um clima muito apetecível, uma gastronomia incrível, um acolhimento fantástico e um património cultural, histórico, artístico e natural único. Se tiverem oportunidade, coloquem Anta e Guetim no vosso programa de férias. Aproveitam e venham conhecer as nossas histórias e tradições, venham provar os nossos pratos de referência e desfrutar dos nossos parques e zonas verdes. Não se vão arrepender.

PORTUGAL EM DESTAQUE | 49


PADARIA PASTELARIA CAMPOS

A SUA PADARIA E PASTELARIA EM BARCELOS

A Padaria Campos é uma empresa sediada em Barcelos, que se dedica à produção de produtos de padaria e pastelaria e onde impera a qualidade. Graças à sua dedicação, a Padaria Campos tem sido distinguida com diversos prémios ao longo dos anos, como é exemplo a certificação “TOP 5% Melhores PME de Portugal”, alcançada pela empresa em 2020, sendo que já em 2019, a empresa tinha sido distinguida como uma das "TOP 25% Melhores PME de Portugal", em termos de desempenho económico e solidez financeira.

Sabor e qualidade são os dois ingredientes secretos que a Padaria Campos coloca em tudo o que faz. Com sede em Barcelos, a empresa dedica-se desde a sua génese, à produção e comércio de produtos de pastelaria e padaria. Fique a conhecer um pouco melhor o negócio nesta edição.

Reconhecida pela qualidade e dedicação nos serviços prestados aos clientes, a Padaria Campos oferece uma vasta gama de produtos que estão presentes numa típica padaria e pastelaria e vão desde todo o tipo de pão, pastéis, bolos de aniversário, e até mesmo refeições, a preços económicos. Para isso, conta com um espaço aberto ao público, em Vila Frescainha - São Pedro, onde poderá desfrutar diariamente de toda a variedade de produtos, num ambiente acolhedor. O fabrico próprio, assente em elevados padrões de qualidade, é também um dos principais diferenciais da empresa, que conta com duas fábricas, em locais distintos, e com uma equipa de profissionais que asseguram toda a produção, de forma a satisfazer o seu pedido com a rapidez pretendida e a qualidade que a distingue. A empresa conta ainda com o serviço de distribuição de pão, porta a porta. Com várias viaturas próprias, a Padaria Campos distribui todos os dias os seus produtos porta a porta em várias freguesias de Barcelos, procurando reviver o hábito tradicional e saudável, da presença de pão fresco na mesa do pequeno-almoço. Assim, com duas fábricas e seis carros de distribuição a Padaria Campos assegura a frescura e rapidez na entrega dos produtos fabricados. O vasto know-how, aliado à dedicação e profissionalismo, fazem da Padaria Campos uma referência barcelense. Uma casa com história e um espaço de excelência, onde a qualidade e o sabor são os principais ingredientes.

Rua Dr. Francisco Sá Carneiro, nº690, Barcelos +351 253 823 051 padariacampos@gmail.com www.padariacampos.pt

50 | PORTUGAL EM DESTAQUE


VERÃO NO ALGARVE OFERTAS ESPECIAIS NO NOSSO WEBSITE A MELHOR TARIFA EM RESERVAS DIRECTAS

S PA A BE RTO ! TOTA LMEN TE R EN OVA DO

MEIA PRAIA, LAGOS

FÉRIAS IN CRÍVE IS E SEG URAS NO ALG ARVE O Verão chegou e, provavelmente mais do que em qualquer outro ano, a vontade de desfrutar de umas férias é predominante. Venha conhecer o Algarve, não só pelas fantásticas praias, mas também pela gastronomia de elevada qualidade e pelas experiências autênticas que ainda se vivem por cá. Escolha a CDBResorts para umas férias incríveis, acessíveis e seguras.

Reserve as suas férias hoje: info@cdbresorts.com | + 351 282 771 200

www.cdbresorts.com

PORTUGAL EM DESTAQUE | 51


VISITE A

QUINTA REAL DE CAXIAS INVERNO: VERÃO: 10H00-18H00 09H00-20H00

52 | PORTUGAL EM DESTAQUE