Issuu on Google+


sumário agenda .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

6

notícias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 LINHADIRECTA . . . . . . . . . . . . . . 8 consultório . . . . . . . . . . . . . 10 capa

•combater as alergias

. . . . . . . . .

12

saúde

•a naturopatia •remédios para crianças •glutamina •garcinia cambogia •vitamina b12 •10 passos a caminho

. . . . . . . . . . . . . . . .

dos 100

18

. . . . .

24

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

28

. . . . . . . . . .

30

. . . . . . . . . . . . . . . . .

32

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

34

•cerebro jovem

. . . . . . . . . . . . . . .

12 Combater as alergias: Para muitas pessoas, as

alergias traduzem-se em momentos de mau estar. Conheça alguns conselhos de alimentação, protecção, e as melhores plantas para as crises alérgicas.

36

sociedade

•entrevista a satish kumar

. . .

38

. . . . . . . . . . . . . .

42

. . . . . . . . . . . . . .

43

receitas

•rissol de algas •tofu recheado

Novos produtos . . . . . . . . 44 Cultura

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

48

Tendências . . . . . . . . . . . . . . . 50

18 A Naturopatia: Fazer uma dieta para conseguir alívio do colaboram neste número:

Carlos Campos Ventura, Carlos Durana, Pauline Rosier, Márcia Coelho, Manuel Núñez, Claudina Navarro, João Guerra, Esther Mira, Fernanda Vaz e Eugénia Varatojo

4 NATURAL

estômago ou meter em água fria a mão que se entalou, são exemplos de que a naturopatia existia já bem antes de ser designada como tal.


editorial

32 Vitamina

B12: A vitamina B12, também conhecida como cianocobalamina, ajuda na formação do sangue e no desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. É também benéfica no funcionamento do sistema nervoso e na conversão de gorduras, proteínas e hidratos de carbono em energia.

36

cerebro jovem : Como estão os seus neurónios? A Acetil-L-Carnitina contribui para que as suas faculdades mentais continuem intactas por muitos anos.

38

Entrevista a Satish Kumar: Fazer uma dieta para conseguir alívio do estômago ou meter em água fria a mão que se entalou, são exemplos de que a naturopatia existia já bem antes de ser designada como tal.

Chegada da Primavera Com a chegada da Primavera tudo na natureza renasce, mas nem sempre é um parto sem dor. A sensibilidade de algumas pessoas aos alergénios primaveris não é no entanto senão responsabilidades dos nossos estilos de vida mais desconectados com a natureza. A alergia pode manifestar-se em qualquer parte do nosso corpo. É, pois, uma doença sistémica e não uma doença de órgão. A mesma substância (neste caso, o pólen) pode provocar reacções diferentes – doenças alérgicas - mas, por outro lado, também as várias doenças possíveis podem ser originadas por diferentes substâncias. O factor ambiental e o estilo de vida que cada pessoa leva têm grande influência para o desenvolvimento deste tipo de patologia. Quem vive em meios urbanos apresenta um maior risco de desenvolver alergias aos pólenes, comparando com as pessoas que vivem no campo. Os poluentes do ar, próprios de zonas industriais e citadinas, em particular os que resultam do tráfego automóvel, aumentam o risco para o indivíduo desenvolver alergia aos pólenes - os poluentes interagem com estes alergénios, aumentando a sua agressividade e actuam como transportadores, facilitando a sua movimentação na atmosfera. Neste número damos-lhe alguns conselhos e sugestões para lidar de uma forma natural com as alergias. Rita Estevão

edição 101 | ABRIL edição e propriedade Mistura de Letras, Lda • director Manuel Valventos • redacção Manuel Fernandes (Chefe de Redacção), Rit a Estêvão (Colabor ador a) • d e s i g n Pedro Silva (Coordenador) • publicidade /comercial João Magalhães (Zona Sul) e João Manuel ( Zona Nor te) • direcção financeir a Elisabete Ferreira • administr ação Mistura de Letras, Lda, Apartado 9116, 1901-802 Lisboa • Tel.: 309 867 369 • pré - impressão e impressão Sogapal, Estrada das Palmeiras, Queluz de Baixo - Barcarena • d i s t r i b u i ç ão Vasp - Distribuidor a , Lda • a s s i n at u r a s e p e d i d o s a s s i n at ur a s @ b e i j a f l or n at u r a l .co m / 213 53 0 175 • p e r i o d i c i da d e Mensal • t i r ag e m 15.0 0 0 exemplares • i n f or m aç ão leg a l • Registo I.C . S. n.º 121091 • d e p ó s i to l e g a l n .º 1678 41/ 01 • I S S N - 16 45 -2 232 • AIND - Sócio n.º 1121 • online • revist abeijaf lor@ y a hoo.com • ht t p: //arev is t a n at ur al . b log s pot .com

Consultores Científicos • Carlos Ventura naturopatia • Francisco Varatojo alimentação macrobiótica • Jean-Claude Rodet naturopatia e alimentação • José Faro medicina chinesa • Manuela Tavares homeopatia antroposófica • Pedro Choy acupunctura • Pedro Escudeiro osteopatia • Pedro Lôbo do Vale médico • Serge Jurasunas naturopatia

NATURAL 5


agenda natural »»curso

agenda

Constelações – Criar Autonomia

»»No entendimento da psicoterapia de Franz Ruppert, no processo de cura temos que assumir essencialmente dois processos: aceitar partes da nossa personalidade traumatizadas, posteriormente dissociadas, que dizem respeito à nossa própria experiência de vida, e deixar ir estados sentimentais transmitidos pela mãe ou outra pessoa com quem criámos um vínculo na nossa infância (enredo simbiótico).

»» »» »»

»» »»

»» »»

»»

»»

»»

»»

»»

»»

»»

»»

Contactos para agenda: 309 867 369 ou geral@beijaflornatural.com. A Natural reserva-se o direito de excluir informação por questões de espaço, sendo completamente alheia a qualquer alteração feita pelos intervenientes de cada evento.


n tícias

curtas 






...linha directa A Natural reserva este espaço para si. Coloque as suas dúvidas sobre saúde e alimentação ao naturólogo Carlos Campos Ventura*, e envie as suas questões, até ao dia 26 de Abril para revistabeijaflor@yahoo.com, juntamente com o seu nome e localidade. Desde há meia dúzia de anos que tenho gazes. Já mudei de alimentação mas não melhorei.

João Mardel (Chaves)

É A aerofagia produz-se normalmente durante as refeições. Isto acontece com mais frequência nomeadamente quando se come ou bebe de forma demasiada rápida ou com bebidas gasosas. É frequente que estes gases se devam a um excesso de quantidade de alimentos ricos em proteínas, gorduras e hidratos de carbono na mesma refeição. Isto dificulta a digestão e pode dar azo a fermentações indesejáveis, que produzem gases. Pode dever-se também a má combinação entre estes ou outros alimentos. Neste caso, será conveniente não misturar muitos alimentos, comendo refeições mais simples. É frequente as leguminosas provocarem gases, mas estes podem ser reduzidos ou até eliminados se as leguminosas forem cozinhadas correctamente, com alga kombu e até ficarem bem macias. Outros alimentos que podem provocar gazes são o leite, as batatas e as couves (todas elas, nomeadamente de Bruxelas, repolho, flor e também brócolos). A fruta não deveria ser ingerida após a refeição mas antes ou longe da refeição. Em qualquer caso, a mastigação apropriada é sempre útil em casos de gases. Plantas úteis para combater os gases são: anis, funcho, louro, zimbro (como condimentos ou em chá). Clisteres (1 litro água morna com 1 colher de sal integral) podem ajudar. O excesso de gases pode fazer sentir palpitações, que podem ser confundidas com problemas cardíacos. Mas é só a pressão dos gases (acumulados no cólon) sobre o diafragma esquerdo.

As considerações e recomendações são muito sucintas e de forma alguma exaustivas. São apenas uma abordagem adaptada ao espaço disponível. Para o diagnóstico, o prognóstico e o plano de tratamento de cada caso, recomenda-se a consulta ao profissional de saúde que considere competente e de sua escolha.

8 NATURAL

opinião A PIA E A SANITA Ao longo do século XX, a humanidade e o planeta Terra sofreram muitíssimas mais transformações do que em toda a História. É verdade que estas transformações profundas e globais se cristalizaram na mais essencial das dimensões: a alimentação - que nutre, mantém a saúde, provoca a doença e constrói o bem-estar dos seres humanos. Mas também a habitação se transformou, com a vitória da privacidade, do conforto e da higiene. Ainda há poucas dezenas de anos, as habitações tinham meios reduzidos de escoamento dos detritos domésticos. Mas o saneamento básico, primeiro inexistente e depois incipiente, está felizmente hoje ao alcance de todos. Como já escrevi na revista Natural Beija-Flor em Julho de 2009, a cozinha, que sempre tinha sido o centro da casa, deixou nas últimas décadas do século XX de o ser. Na cozinha cozinhava-se e vivia-se; comia-se e convivia-se. Houve a lareira e desde certa altura o fogão. Dantes cozinhava-se – em todas as casas. E hoje em muitíssimas casas não se cozinha, e onde se cozinha são usados produtos que integram pré-cozinhados, pré-lavados, pré-cortados,… reduzindo os passos dos cozinhados. E havia também a pia. Esta era essencial à higiene da casa. Por ela se escoavam as águas sujas e os dejectos. Os despejos das águas das várias limpezas da casa – roupa, louça, móveis, chão, paredes, etc. – eram feitos através da pia. A sopa estragada e todos os líquidos eram despejados na pia. É preciso não esquecer que as casas de banho eram raras. Não havia portanto (na maior parte das casas) banheiras, duches, ou sanitas. Os banhos eram tomados em grandes tinas onde se punha água aquecida em grandes panelas. E depois a água utilizada era descarregada – também - pela pia. As necessidades fisiológicas eram realizadas num bacio, e depois estas fezes e urinas eram despejadas, é claro, na pia. É claro que estes procedimentos já nos são hoje em dia completamente estranhos. Em resumo, enquanto ainda há poucas dezenas de anos as águas sujas eram escoadas a partir do espaço da cozinha (onde normalmente se localizava a pia), actualmente as águas sujas produzidas têm principalmente a ver com a higiene (pessoal) e são escoadas a partir da casa de banho. Para todos os efeitos, não será incorrecto dizer que o centro da casa se deslocou da cozinha para a sala de banho – quer dizer, da saúde e limpeza interiores para as exteriores. É indubitável que a Europa viveu mais de mil de enorme sujidade e aversão à água para uso pessoal. Isso levou a doenças, nomeadamente nas cidades, onde a aglomeração de grande número de habitantes e inexistência de água nas casas, de esgotos e recolha de lixos criou situações explosivas de epidemias e doenças da mais diversa ordem. Actualmente, porém, a higiene tornou-se num mito em muitos casos prejudicial, com o uso de produtos tóxicos para o seu humano e para o ambiente, gastos inúteis de demasiada água e banhos diários com produtos de higiene e cosmética que muitas vezes fazem mais mal do que bem.


Consultório Nat ural » natural

Texto carlos durana* » Fotos D.R.

A

pesar de não ter qualquer dificuldade em adormecer, por vezes, acordo a meio da noite e não consigo dormir mais. Sinto-me sempre cansado por não ter dormido o suficiente. Que posso fazer? Antes de mais, é necessário investigar o que aconteceu durante o dia, já que é durante o dia que se “prepara” a noite. Se o dia tiver sido agitado, com preocupações acrescidas, ou até com problemas que ficaram por resolver, a noite fica comprometida e, então, o nosso sono será interrompido involuntariamente pela madrugada. Podemos, no entanto, contribuir para melhorar a qualidade do nosso sono, evitando bebidas estimulantes, chocolate, queijos curados, carne, refrigerantes com cafeína e jantares muito abundantes. Ao jantar, devemos ingerir mais hidratos de carbono, que virão a favorecer a síntese de serotonina, bem como alimentos como alface, ou flocos de aveia, que têm uma acção sedativa .Ao deitar, nada melhor que uma tisana composta de flor de laranjeira, cidreira e passiflora, a acompanhar de um comprimido de 5-HTP (5- hidroxitriptofano). Que produto natural aconselha para níveis de colesterol muito elevados? Em primeiro lugar, convém distinguir Lipoproteínas de Alta Densidade (HDL), também designadas por colesterol “bom”, e Lipoproteínas de Baixa Densidade (LDL, o “mau” colesterol). O ideal é que no nosso sangue haja HDL alta e LDL baixa, para que não se registem efeitos nefastos sobre o aparelho cardiovascular. Alguns suplementos podem dar uma ajuda: colina e inositol, importantes para o metabolismo dos lípidos e protecção hepática; alho envelhecido, porque baixa o nível de colesterol e da pressão sanguínea; vitamina C com bioflavonóides, também para ajudar a baixar o colesterol. O óleo de onagra e a borragem, que reduzem os níveis de LDL (mau colesterol). Pimenta-de-Caiena e frutos de pilriteiro são ainda plantas indicadas para ajudar a diminuir o colesterol. E já agora, não se esqueça: evite carne vermelha e lacticínios, café e álcool. Reduza o sal e gorduras, e aumente a ingestão de fibras hidrossolúveis (cevada, feijão, arroz integral e frutas).

10 NATURAL


» capa

12 NATURAL


alergias

Combater as

Para muitas pessoas, as alergias traduzem-se em momentos de mau estar. Conheça alguns conselhos de alimentação, protecção, e as melhores plantas para as crises alérgicas.

Texto Rita estêvão ritaestevao@gmail.com » Fotos D.R.

E

ntre muitas, a rinite alérgica é uma das formas mais comuns de alergia. O corrimento nasal, muitas vezes acompanhado de lacrimejo abundante, para além de espirros frequentes e sensação de pressão na cabeça, fazem parte dos sintomas desta reacção desencadeada, principalmente, pelo pólen O nosso estado de equilíbrio biológico pode ser atingido por quatro vias importantes: respiração, conjuntivas, aparelho gastrointestinal e através da pele – são estas as portas que deixam entrar e criar os vários tipos de alergias existentes, desde a rinite, a dermatites, alergias alimentares e medicamentosas ou mesmo asma.

As causas A alergia é uma reacção do organismo a determinados produtos físicos, químicos ou biológicos – é, no fundo, uma intolerância a uma ou mais substâncias aparentemente

NATURAL 13


» CAPA

Tratamentos naturais o tratamento médico padronizado para as alergias inclui os descongestionantes e os anti-histamínicos. Nos casos mais graves, os médicos procedem à imunoterapia -vacinas contra as alergias. Contudo, estes métodos tratam os sintomas das alergias, não as causas. Para além disso, os descongestionantes causam insónias e sobem a pressão arterial, enquanto que os anti-histamínicos causam sonolência. Procure prevenir-se com antecedência e reforçar o seu sistema imunitário: Alcaçuz: Capaz de estimular o sistema imunitário, esta planta funciona como um anti-alérgico, sendo um bom expectorante. eufrásia: mais indicada para conjuntivite, esta planta alivia a inflamação. Com propriedades descongestionantes, ajuda na congestão nasal, sinusite e febre dos fenos. sabugueiro: indicada para inúmeros problemas - as suas flores são descongestionantes. Pode ser eficaz em casos de rinite alérgica, asma, conjuntivite. Tanchagem: indicada para combater as inflamações e as alergias. o seu chá é eficaz em sinusites e rinite alérgica. urtiga: Considerado anti-histamínico natural. Alivia os sintomas nasais das alergias, como rinite alérgica. A vitamina C e o magnésio são também considerados anti-histamínicos naturais. Procure alimentos ricos nesta vitamina e mineral.

inocentes que, quando apreendidas pelo organismo (inaladas, ingeridas, ou por contacto com a pele) causam irritabilidade. As substâncias capazes de desencadear a alergia são chamadas alergénios: pólenes, pêlos de animais, pó, picada de insectos, alimentação ou medicamentos. Estes são identificados como substâncias estranhas ao nosso organismo pelo sistema imunológico, através de proteínas especiais que circulam no sangue e em todos os líquidos orgânicos – os anticorpos.

As váriAs reAcçÕes A alergia pode manifestar-se em qualquer parte do nosso corpo. É, pois, uma doença sistémica e não uma doença de órgão. A mesma substância (neste caso, o pólen) pode provocar reacções diferentes – doenças alérgicas - mas, por outro lado, também as várias doenças possíveis podem ser originadas por diferentes substâncias. Ou seja, para além da rinite alérgica, o pólen pode também dar origem à conjuntivite alérgica (caracterizada por um inchaço, vermelhidão e comichão em ambos os olhos); asma (normalmente associada à rinite, é caracterizada por tosse, falta de ar, chiadeira no peito); sinusite (caracterizada por uma inflamação da mucosa do nariz e dos seios perinasais. Pode também estar associada à rinite); dermatites As diferentes alergias podem coexistir no mesmo doente: estima-se que cerca de 80% dos asmáticos sofram também de rinite

14 NATurAL

alérgica e que até 40% dos doentes com rinite alérgica tenham asma. Ainda assim, a rinite é a doença alérgica mais frequente nos países ocidentais.

FAcTores exTernos O factor ambiental e o estilo de vida que cada pessoa leva têm grande influência para o desenvolvimento deste tipo de patologia. Quem vive em meios urbanos apresenta um maior risco de desenvolver alergias aos pólenes, comparando com as pessoas que vivem no campo. . . . . . . .........................................................

Quem vive em meios urbanos apresenta um maior risco de desenvolver alergias aos pólenes, comparando com as pessoas que vivem no campo . . . . . . ......................................................... Os poluentes do ar, próprios de zonas industriais e citadinas, em particular os que resultam do tráfego automóvel, aumentam o risco para o indivíduo desenvolver alergia aos pólenes - os poluentes interagem com estes alergénios, aumentando a sua agressividade e


NATURAL 15


» CAPA

A prevenção é a melhor solução . Na época da polinização não abra as janelas ao entardecer - é a altura do dia em que há mais pólen no ar. . evite viajar com as janelas do carro abertas. . Não deixe secar a roupa fora de casa – a humidade transforma-se numa autêntico ninho para o pólen. . depois de ter estado na rua num dia ventoso, pode ter transportado o pólen no seu próprio cabelo: tome um banho assim que chegar a casa. . se quiser praticar desporto ao ar livre, é melhor fazê-lo pela manhã. . As bebidas alcoólicas causam, por vezes, um aumento de sensibilidade alérgica – deve consumir pouco álcool. . A comida picante e muito condimentada alivia os sintomas das alergias respiratórias: o picante ajuda a liquidificar o muco. actuam como transportadores, facilitando a sua movimentação na atmosfera. Quando não devidamente orientadas, as alergias têm um enorme impacto na qualidade de vida das pessoas, sendo o absentismo uma consequência frequente. No entanto, existe ainda um conjunto de factores que tendem a reduzir a nossa imunidade, enunciados pela nutricionista Sara Fernandes: A falta de mastigação (essencial para a produção de enzimas digestivas primordiais para a digestão e absorção de nutrientes); o consumo contínuo dos mesmos alimentos; a prática de hábitos pouco saudáveis (consumo de bebidas alcoólicas, tabaco e falta de exercício físico); a poluição externa (tubos de escape, tabaco, fumos libertados por materiais de construção; substâncias químicas (fragrâncias, presentes em quase todos os produtos que colocamos na nossa pele e que são absorvidos passando para a corrente sanguínea; formaldeído (vernizes); lauril sulfato de sódio (pastas de dentes, shampôos, gel de banhos) presentes na grande maioria dos cosméticos e produtos de higiene.

o conTAcTo com os AnimAis Há quem defenda que o número de alergias tem aumentado porque hoje em dia existe mais higiene. À primeira interpretação, tal relação parece um paradoxo, mas este argumento

16 NATurAL


é defendido pela corrente higienista moderna, que diz que quanto mais protecção e cuidado se tem em relação aos parasitas e germes, mais aumentam os casos de reacções alérgicas. Na verdade, parece que o número de crianças alérgicas aos animais, e que mantêm contacto directo com estes é inferior em relação às que não mantêm. Seguindo esta ideia, alguns trabalhos consubstanciam que, em termos de prevenção primária da alergia respiratória, talvez possa ser útil ter um contacto, durante a infância, com alguns animais e com a sujidade e com as bactérias que esses animais transportam. Contudo, especialistas apontam como factores causais as mudanças nos hábitos de consumo, a introdução de novos alimentos, o uso de corantes e conservantes, e ainda as consequências de uma cada vez maior contaminação do meio ambiente.

inFluênciA do sTress Como acontece com muitas outras doenças, também o stress pode trazer alterações no equilíbrio da doença. Por vezes, é mesmo quando aparecem os sintomas pela primeira vez e o paciente toma conhecimento de que tem uma herança genética de alergia.

Evitar o stress é um campo vasto e aberto pois cada organismo tem necessidades diferentes. De uma forma geral, uma alimentação equilibrada, exercício físico regular, e uma boa forma de enfrentar os problemas do quotidiano parecem fazer parte da receita para viver bem. No entanto, as alergias não são consideradas doenças emocionais, mas a relação íntima entre as crises agudas e o descontrolo emocional faz parte das experiências de vida dos alergistas. . . . . . . . . .......................................................

Quando não devidamente orientadas, as alergias têm um enorme impacto na qualidade de vida das pessoas, sendo o absentismo uma consequência frequente . . . . . . . . ....................................................... Alguns conselhos Podendo existir assim várias causas, é importante que, acima de tudo, mantenha-

mos um estilo de vida saudável – esta deve ser a linha que nos rege para evitar este tipo de patologias. Para Sara Fernandes, “a alimentação tem um papel importante relativamente às alergias, e sendo a alergia uma resposta inflamatória do sistema imunitário, em termos alimentares, existem alimentos que potenciam inflamação”. Alimentos como açúcar e hidratos de carbono (especialmente o trigo, por ser um cereal com um elevado teor de glúten, gorduras saturadas (carne e lacticínios, e gorduras hidrogenadas (presentes em algumas margarinas, bolachas, alimentos empacotados e processados ex. refeições pré-confeccionadas), devem ser por isso evitados. “O leite e os derivados do trigo, como o pão, tendem a irritar as membranas mucosas e conduzir à produção de mais mucosidades (catarro, sinusite, constipações)”, explica Sara Fernandes. Contudo, não significa que estes exemplos sejam dirigidos a todas as pessoas – um mesmo alimento pode ser inócuo para uma pessoa, e ser prejudicial a outra: “o problema não é tanto o alimento em si, mas mais a forma como reagimos a ele e isso vai depen-


Naturopatia » saúde

A

Fazer uma dieta para conseguir alívio do estômago ou meter em água fria a mão que se entalou, são exemplos de que a naturopatia existia já bem antes de ser designada como tal. Texto Pauline Rosier » Fotos D.R.

O

princípio da naturopatia é identificar e tratar a causa do problema e não procurar aliviar ou suprimir os sintomas. A naturopatia encoraja a pensar de maneira positiva e a viver o mais possível, no quotidiano, em harmonia com a natureza.

Tratar-se: sem medicamentos! A naturopatia seduz! Cada vez mais pessoas assumem que querem mudar os seus hábitos e virarem-se para esta medicina natural. Ela agrupa numerosos métodos para tratar o corpo em harmonia com a Mãe-natureza. Cada paciente é considerado um caso único, e os terapeutas levam em conta todos os factores respeitantes a essa pessoa: elementos físicos, psicológicos, bioquímicos e sociais. Do bebé ao idoso, a naturopatia pode exercer-se em qualquer tipo de pessoa e agir em qualquer tipo de problema. Particularmente eficaz sobre doenças degenerativas (artroses, enfisemas, úlceras…), utiliza-se com frequência em casos de angústia e fadiga. Também se sabe que é eficaz na prevenção de problemas em certos órgãos (pulmões, rins, coração…).

Ajude o organismo a curar-se a ele mesmo! Regimes alimentares desintoxicantes são recomendados para limpar e purificar o orga-

18 NATURAL

nismo. O jejum e o regime à base de alimentos crus são recomendados pelos naturopatas. O regime à base de alimentos crus baseia-se em duas ideias principais. Por um lado, privilegia os frutos e legumes crus, na medida em que o tubo digestivo humano não é em princípio adaptado para digerir a carne. Por outro lado, o segundo objectivo é não destruir vitaminas, sais minerais, enzimas e fibras durante a cozedura. O jejum é a privação temporária e controlada de qualquer alimento sólido a fim de incitar o organismo a eliminar as doenças e agentes tóxicos, economizando as actividades de digestão. Descubra o gosto dos frutos e dos legumes! O exercício físico e em particular o desporto, permite que nos sintamos melhor, lutemos contra o stress e a ansiedade melhorando naturalmente a nossa saúde mental. Ter uma actividade física faz trabalhar os músculos, o coração, os pulmões e o sistema vascular de maneira muito eficaz. A inactividade é uma ameaça para a nossa saúde! A divisa da hidroterapia é que a água é a essência da vida, sem ela não podemos sobreviver mais que alguns dias. Sendo capaz de estimular a circulação sanguínea, vencer as substâncias tóxicas presentes no organismo, aliviar dores e, claro, descontrair, a água ajuda o corpo a tratarse sozinho, graças às suas propriedades. As massagens têm a capacidade de apagar as preocupações e as tenções musculares descontraindo o corpo e o espírito. A massagem pode também ser usada em pessoas que apresentam problemas cardíacos, circulatórios, musculares e de sono. Também têm efeito sobre dores de


NATURAL 19


» saúde

20 NATURAL


cabeça, angústias e depressões. As massagens com acção directa visam aliviar a dor de cabeça e das cervicais. Usufrua delas e descontraia. A Osteopatia é um método de tratamento manual, que tem por objectivo restaurar a mobilidade dos ossos e da relação entre eles. Os músculos, as articulações, os ligamentos e os ossos são a estrutura do nosso organismo. Diagnosticar e corrigir os problemas mecânicos, sem a intervenção de medicamentos, eis a missão de um osteopata. Não esquecer que tanto a osteopatia como as outras áreas das medicinas não convencionais não são comparticipadas pela segurança social. A respiração e o relaxamento são meios simples e acessíveis a todos para pacificar o corpo e o espírito. Eficazes contra o stress e a fadiga, estes exercícios respiratórios relaxantes permitem eliminar todas as tenções e gerar calma. A respiração é a função comandada pelo sistema nervoso mais fácil de dirigir pela vontade.

O yoga consiste em ensinar o controlo do corpo e do espírito. Originário da Índia, outrora reservado a uma elite, o yoga é um treino mental, físico e espiritual. No Ocidente, são estas

. . . . . . . . . ......................................................

Regimes alimentares desintoxicantes são recomendados para limpar e purificar o organismo. O jejum e o regime à base de alimentos crus são recomendados pelos naturopatas . . . . . . . . . ...................................................... posturas e exercícios que são mais praticados para obter serenidade mental e flexibilidade física. Os professores de yoga asseguram que uma pessoa paciente e perseverante pode obter todos os benefícios desta prática.

Adopte uma melhor higiene de vida em casa! Exemplos de técnicas de respiração e relaxação: A respiração toráxica consiste em deitar-se confortavelmente numa superfície relativamente dura pousando as mãos sobre a caixa torácica. Respire então lentamente de maneira a que as mãos se elevem e baixem com a respiração. A respiração diagfragmática pratica-se deitado com as mãos sobre o abdómen. Encha e esvazie os pulmões lentamente utilizando o diafragma, que deve subir e descer. Os naturopatas exercem geralmente como profissionais liberais mas há quem exerça em ginásios. Não hesite pois em recorrer aos seus conselhos acerca de práticas e exercícios de que necessite. Dietética, massagens, relaxação… Reforce o seu organismo graças aos métodos não convencionais e naturais! Fonte: Santé Naturelle


» publireportagem

A Terapia Floral

e as Crianças

A Terapia Floral de Bach foi criada e desenvolvida há cerca de 70 anos pelo Dr. Edward Bach, médico homeopata inglês, que encontrou a cura no caminho das flores. Texto Márcia Coelho - biotop s.a. » Fotos D.R.

A

ctua estimulando o auto conhecimento e a consciencialização, ajudando a dissolver possíveis bloqueios, restabelecendo o equilíbrio emocional.

22 NATURAL

Ao reencontrar a harmonia emocional, recupera-se a capacidade de auto cura do nosso corpo, sendo por isso uma terapia eficaz. As 38 essências florais de Bach são extraídas, na sua maioria, de plantas e arbustos silvestres, cujas energias estão muito relacionadas com as emoções humanas. A maior parte

dessas flores crescem ainda hoje, em estado natural, nos mesmos locais escolhidos pelo Dr. Bach, em Inglaterra. As essências ajudam-nos a trazer harmonia à nossa vida e a reagir contra os estados de ânimo negativos como, impaciência, autoritarismo, ressentimento, intolerância, raiva, entre outros.


Assim, os florais restauram o equilíbrio do sistema desobstruindo os canais ocupados com vibrações negativas e, deixando-os livres, para que as qualidades positivas voltem a surgir e com elas retornamos a num estado natural. Podem ser usadas junto com outros tratamentos, inclusive o homeopático, sem qualquer interferência. Não provocam efeitos colaterais, nem causam dependência. São eficazes no tratamento de pacientes em coma, bebés, crianças, pessoas idosas, indivíduos inconscientes, plantas e animais. Eis alguns exemplos de como a terapia floral pode ser aplicada em situações específicas relacionadas com as crianças. agrimony – Para as crianças que são muito bem-humoradas e despreocupadas, mas que escondem a ansiedade e preocupação atrás de uma máscara de despreocupação. Esta essência ajuda-as a expressarem as suas preocupações e receios de forma natural. aspen – Ajuda as crianças que têm medos e preocupações excessivas (medo de algo desconhecido), muito útil para as crianças que entram pela primeira vez na escola e têm medo daquilo que podem encontrar. centaury – Para as crianças que são incapazes de dizer “Não”. Ajuda-as a não serem subserviente e a perceber que também têm opinião e que esta deve ser respeitada.

impatiens – Esta essência está indicada para as crianças que têm um ritmo superior à restante turma e se desconcentram facilmente, por força do seu ritomo apressado. larch – Essência muito importante para as crianças por ser indicada para melhor a Auto-estima. É a essência que as ajuda a dizer “Eu sou capaz!”.

chestnut bud – Essência floral útil para as crianças que estão constantemente a cometer o mesmo tipo de erros.

mimulus – É a essência do medo e da timidez, ajuda as crianças que têm medo a ir ao dentista, fazer um exame e/ou teste na escola, a apresentar um trabalho para toda a turma e em muitas outras situações em que o medo e a timidez os impedem de fazer algo importante para a sua vida.

cherry plum – Ajudas as crianças à beira de um colapso nervoso, a manter o controlo mental físico e emocional.

olive – É ideal para toda a criança que se sente exausta e sem força de vontade para realizar as suas tarefas do dia-a-dia.

clematis – Esta essência ajuda à concentração das crianças demasiado sonhadoras que “viajam” constantemente, melhorando o seu aproveitamento escolar.

rock water – Para todas as crianças que são auto-exigentes e perfeccionistas. Ajuda-as a perceber que por vezes não conseguimos alcançar as metas propostas sem que isso seja entendido como uma factor negativo ou como uma falha.

crab apple – Essência floral para todos aqueles que têm uma imagem negativa de si mesmo, crianças que não gostam de ir para a escola porque os seus colega dizem que é feia, o que reforça negativamente a imagem que têm di si mesmo. hornbeam – Floral ideal para as crianças que não gostam de fazer e/ou participar nas actividades escolares, mas estão sempre prontos para qualquer actividade de lazer (por exemplo, criança que falta às aulas para jogar à bola).

scleranthus – É a essência floral para os indecisos, para as crianças que não conseguem decidir sobre qualquer situação e ficam sempre num impasse. star of bethelehem – Essência floral apropriada para crianças que sofreram algum trauma, como por exemplo, crianças vitimas de “bullying”.

sweet chestnut – Essência floral determinante para as crianças que sofrem de tristeza intensa e desespero extremo, ajuda a ver a vida com optimismo. vervain – Para a criança demasiado entusiasta que gasta as suas energias a tentar convencer todos os que a rodeia de que a sua teoria é a mais correcta. Muitas das vezes este comportamento está associado a um elevado nervosismo. vine – Para crianças que são inflexíveis e dominadoras. Ajuda-as a serem determinadas, flexíveis sem tentar constantemente dominar os que as rodeiam. Walnut – Essência floral que ajuda todas as crianças que não têm aproveitamento escolar, porque não se conseguem ambientar devido a mudança de escola e/ou turma. Water violet – Para as crianças que são demasiado reservadas ao ponto de não conseguirem estabelecer qualquer tipo de relacionamento.

PARA MAiS iNFORMAçÕES PODEM CONSULTAR oS SEGUINTES SITES: www.biotop.pt www.bachcentre.com

NATurAL 23


» sAúde

Remédios para crianças

A Terapia Floral de Bach foi criada e desenvolvida há cerca de 70 anos pelo Dr. Edward Bach, médico homeopata inglês, que encontrou a cura no caminho das flores. TEXTo manuel nÚÑeZ e claudina navarro » FoToS d.r.

A

s crianças possuem a enorme vantagem de contar com um enorme potencial de recuperação. Os remédios naturais são muito mais recomendáveis do que os medicamentos sem receita, ou que são prescritos para as preocupações dos pais, mais do que para os problemas reais das crianças. De facto, o tratamento desadequado dos sintomas agudos mediante analgésicos, corticóides ou antibióticos pode favorecer o aparecimento de doenças de repetição ou crónicas.

consTipAçÕes e gripes Como é sabido, não há tratamento que cure constipações e gripes, embora convenha pôr em prática alguns cuidados para que os processos não se compliquem e para que a criança os supere quanto antes e com as mínimas complicações. . Ao primeiro sintoma de gripe ou constipação, convém tomar vitamina C na forma de kiwi ou sumo de laranja.

24 NATurAL

. Beber amiúde ajuda a que o muco fluidifi-

. Prepara-se um litro de infusão de erva-luísa

que e se eliminem os germes. Recomendamse as infusões de malvas (Malva sylvestris) e alteia (Althea officinalis) com umas gotas de mel e uma colherzinha de limão. . São muito recomendáveis as infusões de gengibre fresco, às quais se pode juntar mel, sumo de limão e uma pitada de pimenta de cayena. . Lavagens nasais de água de mar purificada – à venda em lojas de produtos naturais – que descongestionam as vias aéreas superiores. . Os banhos de vapor com óleo de eucalipto (Eucaliptus globulus) ou tomilho (Thymus vulgaris) são anti-sépticos . Está indicada a sopa de cebola ou o seguinte remédio: pica-se a cebola, junta-se-lhe uma colherzinha cheia de mel, mistura-se e tomase uma pequena colher várias vezes por dia.

(Alosya tripbilla) e junta-se o sumo de dois limões, uma colher de sopa de açúcar integral, uma pitada de sal e outra de bicabornato. Ao longo do dia, a criança deve beber o mais possível, incluindo pequenos golos a pequenos intervalos, se não consegue reter os líquidos. Também são úteis as infusões de camomila e funcho. . Para comer, recomenda-se arroz com cenoura e banana. Uma vez iniciada a recuperação, está indicado o iogurte. . São muito eficazes para diarreia mirtilos secos. As crianças gostam e podem consumilos tantos quantos queiram.

inFecçÕes digesTivAs Causadas por rotavírus e bactérias, os sintomas são muito desagradáveis para as crianças – com sintomas como dores abdominais, vómitos e diarreia -, mas superam-se sem dificuldade de maior. A complicação que é preciso evitar é a perda excessiva de líquidos.

dor de ouvidos As otites incluem febre, mucos, dor de ouvidos e até surdez transitória. Podem ser causadas por bactérias ou vírus. A infecção cura-se sem antibióticos na maioria dos casos. . Um par de gotas de óleo de amêndoas doces pode aliviar o problema. . Corta-se cebola fina, introduz-se num saco de algodão, aperta-se com as mãos e colocase na orelha meia hora várias vezes ao dia.


NATurAL 25


» sAúde AnginAs Causadas por vírus e bactérias, os sintomas mais frequentes são as dores de garganta e de cabeça, febre muito alta, amígdalas vermelhas e gânglios linfáticos inchados no pescoço. . Mistura-se mel e sumo de limão em partes iguais e toma-se de vez em quando uma pequena colher. Mel e limão amaciam a garganta e previnem a multiplicação de bactérias que podem complicar a doença. Há que ter em conta que o mel não é recomendável para os menores de um ano. . Outro remédio consiste em aplicar um pano húmido à volta do pescoço: mete-se um pano de linho em água a 18º, escorre-se, dobra-se e coloca-se à volta do pescoço e em cima põe-se uma toalha. Retira-se após 10 minutos.

escArlATinA

Quando consultar o profissional? A FeBre NÃo É o ProBLemA A febre é fruto da luta do organismo contra a doença. Não é o problema mas parte da solução. Por isso não se deve pará-la prematura e desnecessariamente. Vigiar a intensidade da febre ajuda a realizar um bom diagnóstico e o profissional de saúde deve estar atento ao processo. Há que consultá-lo nos seguintes casos: • Mais de 38º em bebés de menos de 3 meses. • Mais de 39º em bebés até 12 meses. • Mais de 2 dias de febre em crianças de menos de 2 anos. • Mais de 38,5º em crianças de mais de 2 anos, sem que haja outros sintomas que indiquem o foco da infecção. • Em crianças de mais 2 anos, febre que dure mais de 4 dias ou mais de 40º • Febre acompanhada de rigidez da nuca. Detecta-se porque a criança não consegue agarrar uma folha de papel apertando o queixo com a boca fechada contra o peito. • Febre com convulsões. siNTomAs de ALArme • Saída de pus pelos ouvidos. • Sangue nas fezes. • Grande apatia, sonolência constante, confusão ou desorientação. • Mais de 7 dias constipado. • Dificuldades respiratórias com pieira, falta de energia. • Manchas que não desaparecem mesmo esticando a pele. • Ingestão de qualquer substância estranha. • Pancada na cabeça acompanhada de vómitos ou tonturas. • Vómitos ou diarreia que se manifestem mais de 1 dia. • Dificuldade de mover uma das extremidades.

Começa com uma inflamação de garganta por infecção bacteriana e continua com febre alta e língua inchada (que primeiro se cobre com uma capa branca e a seguir ganha manchas de cor framboesa), gânglios inflamados e erupção que começa no pescoço e se estende por todo o corpo. Há que consultar o profissional de saúde competente para que o processo esteja sob controlo. . O pano no pescoço e as infusões de salva (Salvia Officinalis) aliviam os sintomas.

polipos nAsAis Muitas crianças de 4 a 6 anos têm pólipos aumentados. Ressonam, falam de forma nasalada e respiram pela boca. Os pólipos favorecem as otites. . Para libertar as vias respiratórias são muito recomendáveis as irrigações nasais com água de mar purificada e as inalações de vapor. Faz-se uma infusão de camomila (Matricaria Chamomilla) num litro e meio de água, deixa-se repousar 15 min. E fazem-se as inalações antes de dormir.

picAdelAs de insecTos As picadelas de mosquitos, vespas e abelhas não são no geral perigosas mas causam dores agudas que podem ser tratadas por meios naturais. . O que tem que se fazer em primeiro lugar é retirar o ferrão com cuidado. Não deve retirarse com os dedos (porque pode favorecer a inoculação de mais veneno), mas arrastá-lo com o canto de um cartão de crédito ou uma faca pouco afiada. . Sobre a picadela pode pôr-se uma pasta feita com uma colherzinha de bicarbonato e umas gotas de água. Deixa-se secar. Costuma ser mais eficaz que os anti-inflamatórios de farmácia. Fonte: Integral

26 NATurAL


Glut amina » saúde

Essencial ou não?

28 NATURAL


Ajuda a preservar a massa muscular, reduz a permeabilidade intestinal e intervém no sistema imunitário. Saiba como actua o aminoácido livre mais abundante no tecido muscular. Texto D.R. » Fotos D.R.

A

glutamina é, curiosamente, a fonte de energia preferida das células de divisão rápida, como os enterócitos (células intestinais) e os linfócitos (um tipo de glóbulos brancos que se encontram no sangue).Assim, além de actuar como nutriente (energético) para as células imunológicas, a glutamina apresenta uma importante função anabólica, promovendo o crescimento muscular.Apesar de não ser um aminoácido essencial – os que se conseguem obter através da alimentação – pode ser considerado um “aminoácido condicionalmente essencial”, principalmente nos casos de exercício muito intenso, períodos pós-operatórios ou dietas muito restritivas.

Glutamina e exercício A difusão da suplementação com glutamina tem sido fortemente divulgada no mundo do desporto e exercício, no sentido de evitar uma queda acentuada na concentração deste aminoácido que se faz sentir, principalmente durante a prática de exercícios intensos e de longa duração (endurance). Estudos têm relacionado a diminuição dos níveis de glutamina com o aumento de infecções do sistema respiratório em atletas de triatlo, maratona e ciclismo, na sua maioria. Por outro lado, o excesso de treino, conhecido como overtraining, também pode originar situações de diminuição da glutamina.Treinos prolongados e intensos associados a pouco tempo de recuperação impedem a compensação necessária para adaptação a cargas progressivas.

Protecção muscular A destruição do músculo – também conhecida por catabolismo – está sempre a acontecer, seja quando treina com grande intensidade, quando não providencia proteína suficiente ao seu organismo ou até quando dorme. Por exemplo, depois de uma cirurgia, a suplementação com glutamina por nutrição atenua a perda de aminoácidos livres do músculo e ajuda a prevenir a perda de azoto. A manutenção de níveis elevados de glutamina intramuscular é essencial para prevenir a degeneração dos músculos, por isso, é fundamental que se mantenham as suas reservas. A nível molecular, a glutamina previne a perda de uma proteína específica chamada cadeia pesada da miosina (MHC), que determina as propriedades contrácteis do músculo. Se temos músculos de contracção rápida é porque temos a forma rápida de MHC, e se, pelo contrário, os nossos músculos

são de contracção lenta é porque possuímos a forma lenta de MHC.

Hipermeabilidade intestinal Uma das funções mais importantes da glutamina é a da garantir a reparação das “tight junctions”, junções que ligam as células do intestino e ajudam a compôr o revestimento da membrana intestinal.As agressões a estas junções (causadas pelo consumo excessivo de álcool ou cafeína, fármacos anti-inflamatórios, aditivos alimentares, cloro, infecções do trato intestinal) aumentam a permeabilidade do intestino, favorecendo a entrada de macromoléculas nocivas ao organismo.A hipermeabilidade intestinal é simultaneamente uma das causas e consequências mais frequentes de intolerâncias e alergias alimentares, estando também associada a doenças inflamatórias do intestino, doença celíaca, dores musculares e articulares e hiperactividade infantil.As dietas restritivas também podem provocar uma atrofia das vilosidades do intestino delgado, e com isto levar a problemas de má absorção.A suplementação com glutamina é essencial para reparar as células epiteliais e regular a função intestinal, conforme estudos publicado em Março de 2008 no Digestive Diseases and Sciences e em 2007 no Molecular & cellular proteomics.

Sistema imunitário Algumas células do sistema imunitário recorrem, como já dissemos, à glutamina como fonte de energia, pelo que níveis baixos de glutamina têm um impacto negativo na resposta imunitária. Uma suplementação com glutamina, por si só, não parece influenciar este sistema - provavelmente porque o sistema imunitário está a “roubar” glutamina de todas as partes do nosso organismo. Portanto, precisamos de ingerir glutamina para evitar que o sistema imunitário utilize as reservas deste aminoácido dos nossos músculos, protegendo, desta forma, a nossa massa muscular. Um estudo publicado recentemente no European Journal of Nutrition indica que a glutamina tem também a capacidade de proteger a função da mitocôndria em células hepáticas sujeitas a stresse inflamatório.

Dosagem Para prevenir a perda de músculo, o recomendado são 9 gramas de glutamina diárias divididas em três doses iguais, 30 minutos antes e após o treino e imediatamente antes de deitar. Nos dias em que não treine, tome 5 gramas com o lanche da tarde. Para tratamento da hipermeabilidade intestinal, poderá iniciar a sua suplementação com 3 g, que deve tomar antes de deitar.

NATURAL 29


Garcinia Cambogia » saúde

Tripla acção na perda de peso

30 NATURAL


Com origem nas florestas do Camboja, Sul da África e Polinésia, da Garcinia Cambogia extrai-se um ácido que parece “queimar” a gordura em excesso. TEXTo d.r. » FoToS d.r.

D

e tonalidade amarelada ou avermelhada, quando madura, tem o tamanho aproximado de uma laranja e a textura exterior de uma abóbora. Utilizada há muito pela medicina ayurvédica, a Garcinia Cambogia é uma fruta exótica, conhecida na costa oeste do sul da Índia por “Tamarindo do Malabar”, onde é também usada na culinária tradicional, incluída na preparação do caril e na conservação de alimentos, uma vez que não tem qualquer registo de toxicidade. Há cerca de quatro décadas, investigadores da Universidade de Brandeis, em Massachusets, EUA, descobriram que o sal de cálcio do ácido hidroxicítrico (HCA), obtido pela extracção da água do fruto da Garcinia Cambogia, inibe a actividade de uma importante enzima, essencial para desencadear o processo da formação de gordura no organismo humano. Mais tarde, investigadores da multinacional farmacêutica Hoffman-La Roche desenvolveram uma série de trabalhos sobre o uso do AHC e seus compostos no tratamento da obesidade. A partir desta altura, vários laboratórios da área da dietética dedicaram-se à comercialização da planta ou de extractos de película do fruto, padronizado em AHC.

forto gástrico ou promovem uma aversão a certos alimentos. O AHC controla o apetite através do aumento do glicogénio. Quando as reservas estão cheias, os receptores do açúcar no fígado enviam um sinal de saciedade ao cérebro, inibindo o apetite.

dieTA sAudável: sem depressão ou eFeiTo iÔ-iÔ A actuação do AHC não se limita à perda de peso, estimula também a libertação da serotonina, um neurotransmissor vital envolvido no bom humor e controlo do apetite. Desta forma, evita estados depressivos geralmente associados às dietas. Por outro lado, ao promover a oxidação das gorduras, poupando os hidratos de carbono, os níveis de colesterol e triglicéridos no sangue serão menores, logo, mais saudáveis. Para além de ser natural, a planta apresenta vantagens em relação a outros métodos de perda de peso: não estimula o sistema nervoso central, pode ser consumido por longos

períodos de tempo e não provoca o temido efeito iô-iô, quando se pára o seu consumo.

dosAgem e conTrA-indicAçÕes Especialistas aconselham 500 a 750 mg de AHC, tomados uma hora antes das principais refeições.Estabelecer uma dosagem adequada de Garcinia cambogia é uma tarefa complexa, uma vez que as reacções individuais à ingestão deste ingrediente poderem variar muito. Quando testada em animais, a planta não demonstrou toxicidade aguda. Sobre o potencial mutagénico, não foi detectado efeito negativo no organismo. Mesmo com segurança testada, as mulheres grávidas e/ou a amamentar não devem tomar produtos concentrados em AHC. Durante a gravidez existe uma maior sensibilidade às hormonas esteróides e o AHC influencia a síntese do colesterol; por consequência, a produção de estrogénio, progesterona e testosterona.

mecAnismos de AcTuAção do Ahc 1. bloqueador de gordura Todo o excesso de calorias é armazenado como gordura, sejam elas provenientes de gorduras, hidratos de carbono ou proteínas. Os hidratos de carbono só são sintetizados em gordura e armazenados se existir no organismo uma enzima, a ATP – citrato liase. O AHC bloqueia a acção da enzima e torna-a ineficaz. A gordura não é armazenada e a sua eliminação torna-se mais fácil. 2. direcciona as calorias para outro destino Na ausência da produção de gordura, o AHC usa outro processo bioquímico. As calorias que não são armazenadas sob a forma de gordura são transferidas para formar glicogénio – a forma de açúcar armazenada nos músculos e no fígado. 3. reduz o apetite Muitos inibidores de apetite causam descon-

Ficha da Planta Nome científico: garcinia Cambogia desr. Nomes populares: Tamarindo do malabar, gamboge tree ou hattan yellow (inglês), Vrkshaamla, charaka ou kokam (Ayurvedica). Família: gutiferáceas (Clusiáceas). origem: Florestas do Camboja, sul da áfrica e Polinésia. solo para cultivo: os solos mais indicados para o cultivo são os argiloarenosos, profundos, ricos em matérias orgânicas e bem drenados. Clima: Quente-húmido com chuvas bem distribuídas durante o ano. Partes mais utilizadas: Casca seca e polpa do fruto. Constituintes: ácido hidroxicítrico (cerca de 30%), lactonas hidroxicítricas, antocianósidos, compostos fenólicos (biflavonóides, xantonas, benzofenonas), sais minerais (na casca) e pectinas predominantemente na polpa.

NATurAL 31


Vit amina B12 » saúde

A vitamina B12, também conhecida como cianocobalamina, ajuda na formação do sangue e no desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. É também benéfica no funcionamento do sistema nervoso e na conversão de gorduras, proteínas e hidratos de carbono em energia.

Texto Rita estêvão ritaestevao@gmail.com » Fotos D.R.

C

omo esta vitamina desempenha um papel importante na divisão celular, é particularmente necessária em fases de crescimento, como na gravidez e lactação, nos bebés e crianças. Os sintomas de deficiência em vitamina B12 são fraqueza e fadiga, dificuldade de equilíbrio ao caminhar e dormência nos dedos dos pés e das mãos. As suas funções no organismo são várias - intervém na produção de DNA e RNA, na divisão celular, na formação de hemácias (glóbulos vermelhos), no metabolismo de nutrientes calóricos e do ferro e na actividade do cérebro e da espinal medula, ajudando a manter as camadas protectoras das fibras nervosas. No caso de deficiência da vitamina, a produção de DNA é interrompida, e podem surgir células anormais denominadas megaloblastos, resultando em anemia.

vistas na carne). O complexo B12 - factor intrínseco é então absorvido no íleo (uma das porções do intestino delgado), na presença de cálcio. Há evidências de que uma bactéria no intestino delgado é capaz de sintetizar quantidades consideráveis de B12 biologicamente activas. Desde que essa bactéria esteja presente nas porções iniciais ou intermediárias do intestino delgado, e desde que o factor intrínseco esteja sendo produzido no estômago, é possível haver absorção em quantidade suficiente da vitamina em indivíduos

A sua presença na dieta vegetariana Esta vitamina talvez seja um dos assuntos mais polémicos da dieta vegetariana: alguns estudiosos crêem que, apesar da B12 já ter sido um dia abundante em vegetais, hoje em dia praticamente apenas se encontra nos produtos animais. Na realidade ela é exclusivamente sintetizada por bactérias, nem animais de grandes dimensões nem seres vegetais a sintetizam. Mas as plantas podem contê-la, desde que estejam em contacto com bactérias que a produzem, presentes no solo. Os produtos animais são ricos em B12 apenas porque os animais ingerem alimentos contaminados com essas bactérias, ou as têm residentes nos intestinos. A absorção de B12 requer a secreção, pelas células estomacais, de uma glicoproteína, conhecida como factor intrínseco, juntamente com o ácido fólico (substância encontrada em todas as verduras escuras, hortaliças em geral, oleaginosas, nos cereais integrais e algumas frutas, em proporções nunca

32 NATURAL

95%) deve-se não à baixa ingestão da vitamina, mas às deficiências na sua assimilação. Muitos casos ocorrem, não por falta de vitamina na dieta, mas devido à má absorção da mesma, que precisa da presença de três substâncias: ácido gástrico, enzimas digestivas e um factor intrínseco.

Factores que podem levar à carência de B12 - Consumo em excesso de carne, produtos animais e hidratos de carbono refinados podem duplicar as necessidades de B12 - Uso de açúcar, drogas, álcool, cafeína, laxantes, tabaco e produtos químicos podem destruir ou remover a B12, ou as bactérias que a produzem - Quantidades maiores que 500 mg de vitamina C podem destruir 50 a 95% da B12 na comida. - A albumina e a gema de ovo podem reduzir a absorção - Metais pesados, ou falta de cálcio na comida, reduzem o aproveitamento nutricional de B12 - A lavagem , cozedura e exposição à luz dos alimentos que contêm B12 podem alterar a quantidade e/ou qualidade dessa vitamina.

Os bons alimentos e suplementos

sadios.A maior parte dos estudos, porém, parecem encontrar a bactéria que sintetiza B12 a habitar a porção final do intestino, após o íleo, que é onde ela seria absorvida.Acresce ainda que essa bactéria é muito sensível e vários factores podem levar à sua destruição. Contudo, a deficiência de vitamina B12 não parece ser mais frequente entre vegetarianos do que no resto da população.Alguns estudos mostram níveis satisfatórios de B12, mesmo em vegetarianos que tomam suplementos há mais de dez anos.A maior parte dos casos de deficiência de B12 (cerca de

Os compostos presentes em algas e em levedura de cerveja são muito ricos em substâncias similares à vitamina B12. Já durante muitos anos, os vegetarianos tomam estes suplementos, podendo assim evitar a anemia que advém da deficiência desta vitamina. Os suplementos de ferro e ácido fólico são dois bons suportes para colmatar a ausência desta vitamina. Para o médico naturista Pedro Ródenas, a maioria dos vegetarianos que não consome nenhum produto de origem animal (como ovos ou produtos lácteos), não apresenta uma deficiência de vitamina B12 que supostamente deveria ter. Isto porque há um consumo de alimentos enriquecidos com esta vitamina, que recentes estudos demonstram que a flora intestinal é capaz de produzir.


» saúde

10 Passos a caminho dos 100 Se não quer passar a vida à espera da pílula da longevidade, passe mais tempo com os outros, pratique exercício, descanse e evite excessos. Mas há mais… Quer saber como ter cem velas no bolo de aniversário?

Texto D.R. » Fotos D.R.

P

arece que a pílula que prolonga o tempo de vida vai mesmo existir. Um estudo desenvolvido pela Faculdade de Medicina Albert Einstein, em Nova Iorque, descobriu três genes que podem prolongar a vida e prevenir doenças como o Alzheimer. Dois dos genes aumentam a produção do chamado colesterol “bom”

34 NATURAL

no corpo, reduzindo o risco de doença coronária e também de derrames cerebrais, enquanto o terceiro ajuda a prevenir a diabetes. Os pesquisadores concluíram que quem tem este tipo de genes tem 20 vezes mais probabilidade de viver até aos cem anos. De acordo com o responsável da investigação, Nir Brazilai, vários laboratórios estão, neste momento, a trabalhar no sentido de produzir o efeito desses genes através de comprimidos.

Mas enquanto não é descoberto o elixir da longevidade, como podemos viver bem até aos 100? Ao que tudo indica, a melhor forma de chegar ao ranking dos centenários é através da socialização, de uma vida regrada e comedida, descanso, exercício e uma alimentação rica em frutas e vegetais. O norte-americano Robert Bender, especializado em Geriatria, elaborou uma lista com


os aspectos mais importantes para uma vida com qualidade e saúde. independentemente da idade, eis o que Bender apelida de “Pilares para envelhecer bem”. 1. socializar. A solidão prejudica a saúde. A partilha de experiências e o contacto com os outros é essencial. As actividades sociais aumentam os nossos níveis de energia. Há mesmo estudos que defendem que os casados vivem mais tempo. 2. gerir o stress. O stresse desencadeia um ciclo de reacções físicas, que prejudica e debilita o sistema imunitário. A melhor arma é mesmo pedir ajuda. Não sobrecarregue o seu corpo nem o seu horário, descanse bastante, durma e faça exercício moderado. Pense positivamente, trabalhe para atingir objectivos e carpe diem. 3. fazer exercício. Não basta envelhecer, há que fazê-lo bem. O exercício torna o coração mais forte, tonifica os músculos, aumenta os glóbulos vermelhos e queima gordura enquanto reduz o risco de doenças cardiovasculares. 4. descobrir o talento. invista no seu talento e descubra o que gosta realmente de fazer. Nunca é tarde para fazer escolhas. Uma pessoa que faz aquilo que gosta, que emprega bem o seu tempo e se sente ajustada à sua profissão, facilmente se sentirá realizada profissionalmente. Use o seu talento e veja a sua vida melhorar também noutras áreas. 5. investir na segurança. Em Portugal, morrem anualmente nas estradas mais de 700 pessoas. Incêndios e

acidentes domésticos ferem gravemente outras tantas. Não acontece só aos outros: faça da segurança um objectivo. 6. descansar. Dormir é importante, mas o descanso é fundamental. Estar activo é importante, mas o organismo precisa reabastecer-se, para a semana e para a vida. 7. evitar excessos. A moderação sempre foi um factor chave, seja em que área for. Faça uso dela para viver mais e melhor. 8. bem-estar cerebral. Uma pesquisa do Center for Disease Control and Prevention estabeleceu um protocolo de bem-estar mental com dez pessoas com problemas de memória. O protocolo incluía como recomendações a socialização, o exercício e a gestão de

stresse, associadas a uma dieta pobre em gorduras e rica em frutas coloridas e vegetais para aumentar o consumo de antioxidantes. Consumir peixes ricos em gordura ou suplementos que contenham ómega 3 são outras medidas para prevenir o envelhecimento do cérebro. 9. cultivar o espírito. Ter uma vida espiritual e cultivá-la é o objectivo deste pilar. Aprenda a perdoar, ajudar os outros e descubra a felicidade na sua rotina diária. 10. ter um bom médico e equipa médica. Consulte o seu médico pelo menos uma vez por ano. É uma recomendação importante, no entanto, é o último dos pilares. A explicação é simples: se seguir os outros nove, pode não precisar de visitar o médico tão frequentemente.

Os supercentenários 1 Kama Chinen, Japão, 114 anos e 318 dias. É considerada a pessoa mais velha do mundo, de acordo com os registos oficiais. 2 Neva morris, euA, 114 anos e 233 dias. 3 eugenie Blanchard, França, 114 anos e 36 dias. 4 Florrie Baldwin , inglaterra, 113 anos e 358 dias. 5 Eunice Sanborn, EUA, 113 anos e 247 dias. 6 Besse Cooper, euA, 113 anos e 210 dias. 7 Walter Breuning, euA, 113 anos e 184 dias. 8 Chiyono Hasegawa, Japão, 113 anos e 124 dias. 9 Venere Pizzinato-Papo, itália, 113 anos e 121 dias. 10 Shige Hirooka , Japão, 113 anos e 67 dias. 26 maria Luiza Nunes da silva, Portugal, 111 anos e 260 dias. Fonte: Los Angeles gerontology research group, “supercentenarians Table”. desta tabela, actualizada a 24 de Março de 2010, constam 75 supercentenários (pessoas que alcançaram os 110 anos de idade), 72 dos quais são mulheres e, apenas 3 são homens.


» saúde

Cérebro Jovem

Acetil-L-Carnitina

Como estão os seus neurónios? A Acetil-L-Carnitina contribui para que as suas faculdades mentais continuem intactas por muitos anos. Texto D.R. » Fotos D.R.

A

deterioração dos produtores de energia no interior da célula é uma das principais causas do envelhecimento.

36 NATURAL

Uma actividade metabólica reduzida provoca a acumulação de detritos celulares na célula, o que faz com que esta acabe por morrer. Quando falamos de células cerebrais o problema é maior, já que dificilmente se regeneram após a morte. A acetil-L-Carnitina é um aminoácido derivado

da L-Carnitina que existe naturalmente no cérebro. A sua presença optimiza a função cerebral porque é a acetil-L-Carnitina que transporta os ácidos gordos para a mitocôndria celular e a permite produzir energia. Com a idade a acetil-L-Carnitina tem tendência a


decair, daí a necessidade de reforçar o aporte deste composto.

Preservar a função neurológica A maior parte dos estudos incidiram no potencial da acetil-L-Carnitina como elemento que preserva a função neurológica. Isto acontece porque aumenta um importante neurotransmissor, a acetilcolina. A acetil-L-Carnitina ajuda a manter a memória porque faz com que os neurónios do hipocampo (zona ligada à memória) respondam melhor ao NGF (Nerve Growth Factor), um composto importante para a saúde das células cerebrais, especialmente as que produzem acetilcolina. Estudos revelam ainda efeitos positivos da acetil-L-Carnitina na disfunção cognitiva associada à doença de Alzheimer, que afecta cerca de 60 mil portugueses. Os resultados mais animadores revelaram que podem abrandar ou inverter os primeiros sinais da patologia.

Preservar a função genética A acetil-L-Carnitina tem uma acção antioxidante: atenua os danos causados pelo stresse oxidativo. Preserva a função genética, quer a

nível do ADN quer do ARN. Pode ajudar a reparar e aumentar a estabilidade da membrana celular, o que se pode traduzir na melhoria da função visual. Estudos publicados na revista científica Ophthalmologics, em 2005, associaram-no . . . . . . . . .......................................................

...a acetil-L-Carnitina que transporta os ácidos gordos para a mitocôndria celular e a permite produzir energia. Com a idade a acetil-LCarnitina tem tendência a decair, daí a necessidade de reforçar o aporte deste composto. . . . . . . . . ....................................................... à melhoria dos sintomas relacionados com degeneração macular relacionada com a idade. Para este efeito específico, a acetil-L-Carnitina funciona sinergicamente com o ácido alfalipóico, obtendo-se melhores resultados com estes dois suplementos.

Accionar o sistema anti-inflamatório A acetil-L-Carnitina é um anti-inflamatório natural que potencia os efeitos dos sistemas antioxidantes do corpo. Estas propriedades protegem a membrana celular, a primeira linha de defesa do organismo, e previnem a conversão do ácido araquidónico em químicos inflamatórios.

Doses recomendadas Os estudos mais recentes apontam, para efeitos visíveis, dosagens entre os 750-1500 mg/ dia. Como preventivo, 250mg/dia. A tolerância individual pode obrigar a ajustamentos personalizados. Mas a grande vantagem é que é um nutriente completamente natural e desprovido de toxicidade.

Em que casos tomar? Adultos com mais de 40 anos, que procuram manter a saúde cerebral ou que sintam os primeiros sintomas de declínio mental.Também é recomendado a adultos mais jovens em situações de stresse e exigência intelectual.

Quem não deve tomar? Pessoas com epilepsia ou doença maníacodepressiva.

NATURAL

37


» sociedade

Satish Kumar Entrevista a

O activista indiano acredita que a solução passa por regressar à escala local, à agricultura e ao trabalho manual e adverte para a necessidade de reestruturar o nosso sistema económico.

Texto Esther Mira » Fotos D.R.

O

pacifista e celebrado ecologista Satish Kumar é considerado conjuntamente com Vandana

38 NATURAL

Shiva um dos porta-estandartes da ecologia profunda. Muitos dizem que ele é um sábio, apesar de Satish esboçar um tímido sorriso quando escuta este elogio. É também editor da prestigiada revista Resurgence e dirige o Shumacher College de Londres, um centro

internacional que adopta formação com valores ecológicos, sociais e espirituais. Na sua última visita a Barcelona, pudemos vê-lo no Fórum Humano Europeu, onde lançou uma mensagem clara: a crise actual é uma oportunidade para alterar o rumo


da humanidade para o colapso, mas para ele é preciso que se altere a relação entre economia e ecologia. neste seu pensamento ecológico e social, como se explica a crise que estamos a viver? A nossa sociedade vive obcecada pelo dinheiro, que se converteu no único objectivo, e tudo o resto não tem valor. Sacrificamos a natureza e as pessoas unicamente para conseguir dinheiro e aumentar os lucros. Esta é uma filosofia errada que está na raiz da crise actual. Economia e ecologia devem complementar-se; de facto, provêem da mesma raiz: eco significa “casa” em grego. Etimologicamente falando, “ecologia” referese ao “conhecimento da casa” e “economia” à sua “administração”. Hoje, a nossa sociedade vive obcecada pela economia, deixando de lado a ecologia, o que é o mesmo que tentar dirigir a nossa casa sem a conhecer. Todos, em cada universidade, escola, lugar ou empresa, temos que somar economia e ecologia, porque uma não pode existir sem a outra. Hoje fala-se muito de resgatar a economia, mas não principalmente revendo o modelo ou procurando alternativas. Esta crise deveria ser uma oportunidade para redesenhar o sistema económico. O governo americano decidiu gastar 700 000 milhões de dólares, mas esta não é a solução! Esta crise não deveria ser usada para sustentar o sistema, mas para o redesenhar e o fazer sustentável e estável. estamos a tempo ainda de construir uma sociedade alternativa baseada numa economia sustentável e solidária? Sim. Temos tempo se aprendermos a lição que este momento difícil nos ensinou. Se não o fizermos, a nossa sociedade vai entrar em colapso, por isso não devemos perder tempo. Se começarmos a caminhar na direcção correcta passo a passo, ainda podemos fazer alguma coisa, mas se continuarmos na direcção errada com o fim de obtermos dinheiro e lucro a qualquer preço, então sofreremos as consequências do colapso. por onde começamos? Precisamos de desenvolver a economia real, que se baseia nas coisas que se podem fazer com as mãos, como a agricultura, que é o sector mais importante. Hoje, na Europa, 95% das pessoas vive sem cultivar a terra, mas para ter um sistema económico estável e sustentável, precisamos de mais gente que trabalhe na agricultura, produzindo alimentos de qualidade e incentivando as economias locais. A globalização está a provocar o

aquecimento global do planeta, e também economias frágeis, instáveis e dependentes. A solução passa por regressar à escala local, à economia em pequena escala e deter assim o aquecimento global e a globalização. O comércio transnacional deveria ser só uma parte mínima do todo. Se queremos recuperar desta crise actual, precisamos de economias locais fortes e estáveis. Muita gente precisa de fazer coisas com as mãos, voltar a ser artesão outra vez. Potenciar as economias locais, a agricultura e o trabalho manual, é este o caminho. será impossível então afrontar este debate político e social sem valorizar a natureza? Sim, e com urgência. A ecologia é uma disciplina espiritual, dado que o conhecimento deixa de o ser quando não se sente

paixão pelo objecto. Quer dizer, se se quer aprender filosofia não se trata simplesmente de memorizar conceitos intelectuais, tem que se amar a filosofia. Se se quer aprender arquitectura, não basta obter conhecimentos técnicos, deve-se amar a arquitectura. Conhecimento a ecologia significa amar a natureza, sentir paixão e reverência por ela. Por isso insisto que é uma disciplina prática espiritual. Quando estou na natureza, sintome em casa. Hoje passeei por Barcelona, vi a zona do Fórum coberta de cimento cinzento e senti-me no exílio. Para mim, a natureza é Deus, é divina, é misteriosa; é a minha prece. Deus não está fora do mundo, está na natureza. A ecologia significa amor pela natureza e não pretendo protegê-la dos desastres, como dizem alguns ambientalistas, mas amála. E o que amas não destróis nem poluis. O amor é o poder maior para a ecologia.

Peregrino da paz satish Kumar nasceu em rajastan, Índia, em 1936. muito afectado pela morte do seu pai, com nove anos decidiu fugir do mundo e fez-se monge jainista, e nove anos depois ingressou no ashram de mahatma ghandi. inspirado pela mensagem pacifista e pela figura de Bertrand russell, aos vinte e cinco anos empreendeu uma peregrinação por dois anos à volta do mundo sem dinheiro. A sua viagem levou-o a Londres onde começou a ensinar as suas teorias acerca da violência. Aí editou a revista resurgance e vários anos depois fundou o schumacher College, uma escola internacional para o pensamento holístico. escreveu o Buda e o Terrorista; Tu És, Logo eu sou; e recentemente A Bússula espiritual. Terra, alma e sociedade satish Kumar e Vandana shiva criaram esta trindade para resumir o seu pensamento. A chave para viver melhor radica, segundo eles, a dedicar tempo no seu quotidiano, a cada um destes aspectos. “Vimos da Terra e precisamos de nos ligar de novo a ela (…), seja através de um pequeno jardim, relacionando-nos com os animais ou contemplado plantas e árvores. Todos deveríamos estar em contacto com a natureza ao menos um dia por semana”. Também cuidar da alma é importante. “devemos cuidar do espírito - o respeito, a compaixão, a beleza nas nossas casas e nas nossas relações. Pode ser feito praticando yoga, meditando, caminhando ou estando descontraído e procurando a felicidade em si mesmo”, apesar de a sua receita para uma revolução espiritual se apoiar numa base colectiva: “Não somos seres individuais, somos de uma comunidade. Todos deveríamos gozar dos nossos direitos humanos: alimentação, roupa, um lugar para viver, saúde e educação. Cuidar da sociedade, avisa, deveria ser um interesse de cada pessoa.” Terra, alma e sociedade formam parte de um movimento holístico, segundo o qual a ecologia, a espiritualidade e a justiça social estão inter-relacionadas e são indissolúveis.

NATurAL 39


» sociedade

O senhor e Vandana Shiva dizem que qualquer paradigma ecológico e social deverá ter uma base espiritual. Quantas vezes foram criticados por outras tendências ecológicas? Com muita frequência. Muitos dizem que sou um romântico, um idealista. Eu discordo: o que fizeram esses realistas? É gente que não dá valor à natureza e que não a ama. Só a utiliza, mas é incapaz de a proteger. Se inclusivamente pensares que a natureza existe para te servir, deverias protegê-la. As teorias ambientalistas não tiveram êxito. Precisamos de devolver à natureza o seu sentido espiritual, o seu valor intrínseco e os próprios direitos. Se o ser humano tem direito à natureza, esta também tem direito a continuar. Quando amas a natureza, respeitala e reverencia-la. Os direitos humanos e os da natureza não estão separados. Estamos mais próximos desta visão agora do que quando o senhor se encontrou com Gandhi? Sim, estamos, porque quando Ghandi falava destas coisas a população mundial era metade da actual. Demo-nos conta de que sem estarmos em harmonia com a natureza não poderemos sobreviver. Por exemplo, se todo o planeta consumisse tanta carne como os europeus e os americanos, seriam necessários seis planetas para a produzir. Nos tempos em que Ghandi falava, o processo de industrialização estava a ganhar força

40 NATURAL

e o seu discurso provocou grande oposição. Mas agora chegámos ao limite e temos que fazer recuar e começar a pensar no planeta. Acreditávamos que os recursos eram ilimitados e agora a crise está a agravar-se e temos que enfrentar o aquecimento global. Estamos em melhor posição, portanto, para lutar firmemente pela protecção da natureza e das pessoas. A humanidade tem agora este grande desafio; a oportunidade de criar um movimento muito maior e mais forte que o iniciado por Ghandi. . . . . . . .........................................................

Precisamos de devolver à natureza o seu sentido espiritual, o seu valor intrínseco e os próprios direitos. Se o ser humano tem direito à natureza, esta também tem direito a continuar. Quando amas a natureza, respeita-la e reverencia-la . . . . . . ......................................................... O senhor, Vandana Shiva e Deepak Chopra são os representantes do pensamento holístico mundial que conjuga ecologia, espiritualidade e mudança social. É uma casualidade que os três sejam indianos?

Nos últimos 200 anos o Ocidente dominou o mundo, no que significou como reducionismo, racionalismo, materialismo e cientificismo. Agora é o momento do Oriente: o holístico, o espiritual, a sustentabilidade, o meio ambiente e a ecologia. Todas elas são filosofias muito antigas na Índia e na China. Na actualidade, há um grande carência de pensamento holístico e a Índia pode proporcioná-lo desempenhando um papel muito importante no encontro entre Oriente e Ocidente. A Índia tem a espiritualidade e o Ocidente a ciência. De todos os modos, Deepak Chopra é médico e Vandana Shiva é doutorada em ciências físicas, pelo que são pessoas que estão unindo ciência e espiritualidade. Isto culminará numa filosofia universal sem contradição nem conflito entre Oriente e Ocidente nem entre ciência e espiritualidade. A espiritualidade sem ciência converte-se em dogmatismo e a ciência sem espiritualidade materializa-se em engenharia genética, em armas nucleares e em exploração da natureza. Tudo isto ocorre quando não há valores espirituais nem éticos. A sociedade precisa que ciência e espiritualidade caminhem juntas. Não sei o que diria a Darwin se ele ressuscitasse. Eu dir-lhe-ia que antes de publicar a sua obra A origem das espécies, deveria de ter passado por um ashram na Índia. E a Ghandi? Eu diria que o seu contributo acerca da violência e das vantagens do trabalho manual precisa de uma aproximação ao conhecimento científico. Talvez o aconselhasse a partilhar algum tempo com Einstein. O senhor é um sábio de 72 anos, apesar de sempre se ter definido como um peregrino. Como tem sido essa peregrinação até hoje? Não sei se sou sábio ou não. Isso é algo que os outros devem dizer. O mais importante que aprendi é que Tudo é Uno. Experimentei e senti a unidade da vida nas suas múltiplas formas, algo que faz parte de uma sabedoria muito antiga. Creio que tudo está relacionado, que cada um de nós está vinculado às árvores, às plantas, à água, às outras religiões e culturas, aos aborígenes e indígenas… a Tudo. Esta é a conclusão da minha peregrinação pela Terra: todos somos irmãos e irmãs, venhamos nós de onde viermos. Em resumo, posso dizer que abracei e celebrei a diversidade na unidade da vida. Fonte: Integral


Rissol de Algas » reCeiTAs

por Fernanda Vaz

i hora | 4 pessoas iNgredieNTes

recheio: • 35g alga aramé • 1 cenoura • 1 courgette • 1 cebola • 1 colher de sopa de salsa picada • 1 colher de sopa de azeite • shoyu q.b. • sal q.b. • 1 colher de sopa de alho picado • 1 folha de louro • 1 colher de sopa de gengibre ralado massa de rissol: • 1 chávena de farinha de trigo com fermento • 1 chávena de farinha de trigo integral • 2 chávenas de água • 1 colher de sopa de azeite • sal q.b. PrePArAÇÃo recheio: • Coloque a alga de molho em água durante dez minutos. • entretanto lave e corte todos os vegetais em juliana bem fina e estufe em azeite e tempere com sal. • retire a alga de molho e escorra bem. salteie em azeite e alho picado e tempere com shoyu e gengibre e misture com os vegetais. massa de rissol:

• Leve ao lume a água o azeite e o sal e deixe levantar fervura. • Adicione as farinhas já misturadas e mexa bem até se transformar numa bola de massa bem cozida. deixe arrefecer. • Amasse até ficar bem fofa e tenda com um rolo, coloque o recheio, tape com mais massa e dê a forma que quiser. • Frite em óleo bem quente, sirva com pickles (ajuda a digestão do frito). BeNeFiCios Aramé do ponto de vista nutricional, as algas cons-tituem um alimento completo que pode ajudar a colmatar as muitas carências alimentares actuais. são ricas em aminoácidos essenciais e muito bem digeridas devido à presença de sais minerais e algumas enzimas. Também ajudam a reduzir a toxicidade provocada por metais pesados. As algas são ricas em muitas vitaminas (C, e, grupo B e betacaroteno), minerais e oliogoelementos (iodo, zinco, cálcio, ferro, sódio, magnésio). o teor de iodo das algas é importante, pois estas podem ajudar a equilibrar a disfunção da tiróide. o Aramé é uma alga muito fina que se cozinha com os vegetais, excelente para órgãos reprodutores femininos (também é boa para os homens); deve demolhar durante 15 min. e cozinhar durante mais ou menos meia hora.

42 NATurAL


Tofu recheado

por eugénia Varatojo

40 minutos | 4 pessoas iNgredieNTes • ½ kg tofu • 3 cebolas • 2 cenouras • 3 dentes de alho • 250 g de cogumelos • milho q.b. • azeite q.b. • shoyu q.b. • sal q.b. • óleo para fritar PrePArAÇÃo

• Corte o tofu em fatias, com a espessura de mais ou menos 1 cm. Absorva o excesso de líquido com a ajuda de um pano bem limpo. • Aqueça o óleo e frite o tofu. Reserve. • À parte salteie num pouco de azeite a cebola, cortada em meias luas finas, e os dentes de alho picados até dourarem. • Junte a cenoura cortada em palitos finos e os cogumelos laminados. Tempere com uma pitada de sal e um pouco de shoyu. deixe estufar 10 a 15 minutos. • Abra o tofu numa das extremidades e faça uma espécie de bolsa. Recheie o tofu com os legumes e coloque num tacho com um pouco de água no fundo. Tempere com algumas gotas de shoyu, deixe ferver e cozinhe em lume brando cerca de 15 minutos. • Retire as bolsinhas de tofu e engrosse o molho que restou com um pouco de farinha de araruta. Sirva cada bolsinha com um pouco deste molho. BeNeFiCios Cogumelos os cogumelos são um alimento de alto valor nutritivo, com quantidade de proteínas quase equivalente à da carne e acima de alguns vegetais frutas, ricos em vitaminas e com baixo teor de gordura e carbohidratos. os cogumelos estimulam o sistema imulógico e têm-se mostrado importantes aliados no tratamento complementar de doenças que afligem a população mundial como por exemplo a sida, o cancro, o Lupus, entre outras. este alimento é rico em proteínas, ajudam a renovação celular, combatem a hipertensão, e são um excelente componente em dietas de emagrecimento. são uma espécie tão rica e variada que passaram a ser estudados com mais atenção pela ciência.

NATurAL 43


» ProduTos

extrammune Constrói o próprio mecanismo de defesa do organismo DISTRIBUIDOR: ZURC E ETRAUD, LDA TEL: 217 156 614 FAX: 217 156 795 GERAL@ZURCETRAUD.COM

Produto indicado para aumentar as defesas do organismo e manter o equilíbrio do sistema imunitário. Exerce uma poderosa acção antioxidante e aumenta a resistência às agressões debilitantes do quotidiano.

44 NATurAL


C

ASSOCIAÇÕES

C

C

N atura

ALTER

câmara Nacional dos Naturologistas Especialistas das Terapêuticas Não Convencionais Pessoa Colectiva de Utilidade Pública Reconhecida pela Câmara Municipal de Lisboa Seguro Profissional Sede Social Av. S. João de Deus, Nº. 15 - 1º. Esq. 1000-227 - Lisboa - Portugal Telefone (351) - 218 464 294 - Fax (351) 218 475 514 Site - www.cnnet-web.org Email - secretaria@cnnet-web.org

ABRIL 2010

CLÍNICAS

1

Anuncie aqui!

N atura

ALTER

Telef.: 309 867 369 - E-mail: revistabeijaflornatural@gmail.com


N atura

ALTER

PRODUTOS NATURAIS (Lojas e Supermercados)

MEDICINA ALTERNATIVA Escolas - Clínicas - Associativismo Equipamentos - Tudo o que desejar saber Escolha Alternativa

Botica Homeopática Espaço de Produtos Naturais

Rua Duque de Loulé, nº 1 - 3º Esq . | Tel .: 213 593 330 | www .naturologia .net

Rua Dr. Manuel Rodrigues, 11 3000-258 COIMBRA - Tel.: 239 853 930

TAI-CHI

RESTAURANTES

ABRIL 2010

PRODUTOS NATURAIS (Distribuidores e Produtos)

2


» CuLTurA

LIVRO As NeCessidAdes e As eXPeCTATiVAs dAs CriANÇAs seguNdo o seu TemPerAmeNTo Nicole Bédard PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA Este guia, centrado na caracterologia, oferece-lhe a oportunidade de conhecer melhor o potencial da criança e de encontrar referências no que diz respeito às necessidades e às expectativas dos seus diferentes temperamentos. A autora não procura rotular as crianças; muito pelo contrário, ela lança um olhar novo e diferente sobre elas. Depois de ter lido este livro, saberá como interagir com a criança emotiva, a criança sensitiva, a criança racional e a criança activa

EAST FEST LISBOA 2010 TEXTo rita estêvão » FoTo d.r

a história da sua alma

saia da sua frente não pode evitar ser Quem é

contos de fadas para aprender a viver

AUTOR: Osho

EDITORA PERGAMINHO

PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA

EDITORA PERGAMINHO

Algumas pessoas têm comparado a alma a uma pérola que fora atirada para o mar do universo material. O objectivo da nossa vida consiste em perseguir essa pérola e recuperar a nossa verdadeira identidade. Em A História da Sua Alma, a autora narra-nos a sua história sobre como acordar e vencer as dificuldades. É uma história na qual se defende a profundidade do seu valor e da sua nobreza.

Ao longo destas páginas, com o humor e a compaixão que o caracterizam, o autor ajuda-nos a compreender um facto incontornável da vida: qualquer que seja o problema que nos preocupa – seja ele relacionado com sexo, ansiedade, emoções ou questões morais e políticas –, é a nossa mente que o está a criar. Basta-nos, por isso, sair da nossa frente, ou seja, travar a actividade nociva da mente.Assim, encontraremos a ligação com o silêncio que se encontra no centro do nosso ser – a essência de quem realmente somos.

Este livro apresenta 21 arquétipos de fadas que permitem que cada um de nós se reconcilie com uma energia e uma sabedoria ancestrais e aceda à verdade acerca de si próprio.As fadas representam um domínio da alma e um estado do ser no seu caminho evolutivo. Se perdemos o contacto com elas, foi por termos também perdido contacto com a nossa ingenuidade e fantasia. Contos de Fadas para Aprender aViver ensina-nos a recuperar esses dons tão fundamentais e demonstra como podemos deitar umas pitadas de “pózinho mágico” nas nossas vidas!

AUTOR: Elizabeth Clare Prophet

48 NATurAL

Durante 3 dias o East Fest Lisboa 2010 - primeiro grande festival internacional de dança oriental de Lisboa - acolhe grandes artistas nacionais e internacionais numa maratona dançante. São 44 horas de workshops (onde cada pessoa pode fazer o seu próprio pacote de aulas), entre os dias 9 e 11 de Abril, a decorrer no Lisboa Ginásio Clube, e ainda um grande espectáculo no dia 9 de Abril na Casa do Artista.

AUTOR: Rosetta Forner

para mais informações: www.eastfestportugal.com 213 154 002


7ª FESTA DA PRIMAVERA TEXTo rita estêvão » FoTo d.r

A Primavera chegou e exige ser celebrada. O Jardim Botânico da Ajuda promove um conjunto de iniciativas destinadas a toda a família, onde o mote é o desenlace do negrume invernal e a exultação à recriação primaveril. As festividades, a decorrer nos dias 17 e 18 de Abril, abraçam acções como uma feira de jardinagem, uma feira de produtos naturais, exposições de orquídeas, mostras de bonsais e uma venda e troca de plantas. Ainda no programa estão previstas visitas guiadas ao Jardim Botânico da Ajuda, jogos e concursos, palestras e vários ateliers. para mais informações: preço: 2€ (público em geral), 1€ (professores, estudantes e funcionários da UTL), Entrada livre (crianças menos 4 anos, associados da AAJBA e maiores 65 anos residentes na freguesia da Ajuda)


» TeNdÊNCiAs

comida bio-judaica O holandês Paul Année abriu, há cerca de 5 meses, em Lisboa, uma loja de produtos biológicos e Kosher – comida, de acordo com a lei judaica. Todos os dias saem saborosos pães de trigo integral, de centeio, com frutos secos e outros com nozes. Também os salgados (pãezinhos de tofu e borboleta de queijo), as tartes de maçã ou de tâmaras, os biscoitos de manteiga e canela, as pizzas vegetarianas e os croissants são algumas das deliciosas e saudáveis tentações deste espaço.

snoW house eco-campismo de luXo É um dos maiores e mais ecológicos parques de campismo da Europa e fica a uma dezena de quilómetros das praias da Zambujeira do Mar. o projecto está repleto de detalhes verdes: energia solar, painéis térmicos, isolamento acústico, poupança energética, reciclagem de materiais, utilização de plástico reciclado, minimização e tratamento de lixos, tratamento de águas incluindo as residuais e reutilização na rega. Quanto ao alojamento, são propostos chalés, Zvillas e hotelmóvel e ainda alvéolos (para caravanas, tendas).

Esta casa não é mais que um abrigo de montanha, funcional e energeticamente eficiente, mas muito mais que uma segunda casa tradicional, situada nas montanhas. Para funcionar como um refúgio ou chalé, o projecto enquadra-se no sítio, pretendendo, em primeiro lugar, proteger-se do frio e é especialmente concebido para receber os que gostam de praticar desportos de inverno.

parQue temático de energias renováveis Localizado em Santa iria da Azóia, este é o primeiro parque do género em Portugal, que apresenta uma vasta área verde com diversos equipamentos de lazer, fruto da conversão de um aterro sanitário. O parque permite aos visitantes tomarem contacto com as diferentes formas de utilização e produção de energias renováveis – as casas de banho possuem torneiras temporizadoras para economizar água e os painéis solares permitem o seu equipamento. As cabanas de lazer (feitas de madeira) são alimentadas através da energia eólica, com o moinho de vento a produzir energia.

50 NATurAL

a par tir do óleo, sabão Para que o óleo possa vir a ser transformado em sabão e biodiesel, José Oliveira, da empresa Filtaporto, está a desenvolver um projecto inovador em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes. O empresário criou uma nova caixa, que possibilita a retenção do óleo em condições de ser reaproveitado –a este diapositivo foi acrescentado um protótipo que faz o controlo de parâmetros como o enchimento das caixas de gordura e de acidez, não deixando ultrapassar o nível que impeça o seu reaproveitamento.



Natural 101