7Partilhas nº32 - outubro

Page 1

Este boletim tem como objetivo fundamental divulgar o trabalho realizado no âmbito da Autonomia e Flexibilidade Curricular.

7 PARTILHAS porque somos 7 escolas. 7 PARTILHAS porque o 7 significa renovação. 7 PARTILHAS porque sai próximo do dia 7 de cada mês. Nº32 - Outubro 2022

Em setembro assinalamos mais um momento significativo que marca o ritmo das nossas vidas: o regresso ao trabalho, após um merecido período de descanso. Contudo, se para a grande maioria se trata de voltar à sua escola, para outros, este é um primeiro contacto com o Agrupamento de Escolas de Azeitão. A todos, os meus votos de um bom ano letivo. Somos o único Agrupamento de Escolas em Azeitão. Sabemos que temos um papel importante na construção de uma sociedade responsável, livre e consciente e que as gentes de Azeitão confiam em nós, enquanto profissionais da Educação. O nosso compromisso com esta comunidade passa por mantermos viva a arte de ser professor. Permanecermos motivados e sermos capazes de motivar os nossos alunos. Sermos uma escola inclusiva, com práticas de diferenciação pedagógica, de modo a que cada aluno seja capaz de encontrar o seu caminho, o seu projeto… ser feliz! Em tempos de incerteza e mudança, a resiliência, o trabalho em equipa, a partilha de saberes, a consciência de que cada um de nós faz parte da solução são ingredientes essenciais para o nosso sucesso. Nunca poderemos esquecer que o professor é insubstituível, que cada um de nós deixa uma marca nos seus alunos… Que eles nos recordem sempre com felicidade, com a certeza de que fomos importantes no seu percurso de vida. Quero que saibam que a Direção do Agrupamento estará sempre presente disposta a promover o diálogo e a estabelecer consensos, por outras palavras, disposta a encontrar respostas que promovam o desenvolvimento pessoal e profissional de todos os que dedicam os seus dias à educação e formação de crianças, jovens e adultos.

A todos um excelente ano letivo!

A Diretora do Agrupamento de Escolas de Azeitão Maria Clara Félix


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Ainda sobre o ano letivo 2021-2022…

Cenários de Aprendizagens nos projetos eTwinning

O que é um projeto eTwinning? “O eTwinning é uma Ação do Programa Erasmus + da União Europeia. Tem como principal objetivo criar redes de trabalho colaborativo entre as escolas europeias, através do desenvolvimento de projetos comuns, com recurso à Internet e às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).” In https://www.etwinning.pt/site/o-que-e-o-etwinning. Durante o ano letivo transato, nós, Adelaide Rodrigues e Joana Silva, integramos dois desses projetos, de dezembro de 2021 a maio de 2022, com as turmas E e F, 5º ano. Para dar sentido a este trabalho, decidimos, enquanto diretoras de turma, desenvolver cenários de aprendizagem, nas Oficinas do 5@bER sem Fronteiras, utilizando a metodologia de trabalho de projeto, onde os alunos têm um papel bastante ativo na sua aprendizagem, procurando informações e utilizando diferentes saberes relacionados com os temas. Os alunos tiveram ainda a oportunidade de aprender mais sobre a língua inglesa, fundamental para comunicar com todos os parceiros do projeto (sete escolas, sete países), e conhecer igualmente as diferentes culturas e tradições. Algumas desses atividades foram divulgadas noutros “7Partilhas”.

O trabalho colaborativo é muito importante e esse foi sem dúvida conseguido de uma forma bastante positiva, não só entre nós com as fundadoras do projeto e parceiras eTwinning, mas também entre os professores dos dois conselhos de turma. Acreditamos que não há barreiras entre disciplinas e a participação e o envolvimento dos professores nas diferentes fases dos projetos foi fundamental para o sucesso alcançado. Assim sendo, gostaríamos de agradecer esse empenho e colaboração dos docentes Rita Carrilho, Gisélia Piteira, Elisabete Gomes e Miguel Lobato. Mas os nossos Parabéns vão principalmente para os nossos alunos, E e F. Sem eles nada tinha sido possível. Com eles foram feitas as planificações, e, em conjunto, delineámos os nossos caminhos.

Foram então distinguidos pelo prémio Selo de Qualidade pelos projetos: Eco Green School – 5ºE Math Geeks and Science Freaks – 5ºF


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão

As docentes Adelaide Rodrigues e Joana Silva


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Supervisão Colaborativa entre Pares No dia 19 de julho, na sede do Agrupamento de Escolas de Azeitão, decorreu mais uma sessão de Partilha de Boas Práticas entre os docentes do agrupamento. A seleção das 10 práticas partilhadas resultou de uma escolha feita com base nas reflexões dos momentos de supervisão realizados ao longo do ano 2021/2022, no âmbito do projeto de supervisão que nasceu há dez anos no nosso agrupamento: Supervisão Colaborativa Entre Pares. O projeto Supervisão Colaborativa Entre Pares tem como objetivo final contribuir para transformar a escola num lugar onde todos aprendem mais e melhor. Para tal, os docentes constituem-se em pares, observam mutuamente aulas de acordo com um foco previamente selecionado e refletem sobre as suas práticas, cruzando os olhares e a experiência de cada um. Todos os docentes são observadores e observados, estando implícita neste processo uma mudança de papéis, confiança, cooperação, vontade de aprender e de partilhar. Inscreveram-se nesta ação de formação cerca de 50 docentes, tendo correspondido a uma manhã de partilha de práticas, num excelente momento de co-formação. Depois de todos responderem a um desafio com uma questão no mentimeter, os professores oradores convidados fizeram as suas apresentações.


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão O professor Paulo Bonito partilhou com os presentes uma rubrica construída colaborativamente pelos professores e os alunos. A rubrica foi criada no Teams e permitiu avaliar os trabalhos desenvolvidos nas Oficinas do 5@bER envolvendo as disciplinas de Português, Ciências da Natureza, Cidadania e TIC. De seguida, a professora Ana Neves partilhou uma prática transdisciplinar centrada no trabalho experimental, cruzando saberes de Ciências Naturais e Físico-Química, relacionada com as chuvas ácidas e o 13º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável. Os alunos simularam a formação de chuvas ácidas através da combustão do enxofre e depois verificaram os efeitos dessa chuva na vegetação e animais marinhos de esqueleto calcário. A animação Stop Motion apresentada pelas professoras Rita Carrilho e Joana Silva animou os docentes com os inúmeros desafios que oferece. Com base nos conteúdos de geometria comuns às disciplinas de Matemática, Educação Visual e Educação Tecnológica e integrado no Cenário de Aprendizagem “Aprender pela Arte”, construíram elementos geométricos à escala retirados da obra de Kandinsky e realizaram uma animação em Stop Motion. Ficámos a saber que para um segundo de animação (profissional) são necessários cerca de 24 frames! O professor Francisco Fernandes desafiou-nos a criar Cadernos Diários Digitais onde podemos colocar os Planos de Trabalho, utilizando a ferramenta OneNote da Microsoft. Desenvolve-se a autonomia, a participação e motivação dos alunos nas atividades de aula permitindo organizar todos os materiais de consulta e trabalho da disciplina numa única plataforma.


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Antes do intervalo ainda aprendemos com a colega Luísa Sanches os benefícios da utilização da ferramenta digital ClassDojo. Das várias possibilidades que esta ferramenta oferece, destaca-se o controlo do som da aula, com um sistema de pontuação individual ou em equipa, contribuindo para uma melhoria do ambiente em sala de aula. Depois do intervalo, a professora Sílvia Rodrigues envolveu-nos numa fantástica Escape Room criada no Genially, apresentando-nos um desafio criado com os alunos sobre os sistemas excretores. Com o Wordwall os alunos criaram um jogo num programa de televisão para o Cenário de Aprendizagem e sortearam aleatoriamente as suas apresentações dos trabalhos sobre interculturalidade. Mais uma vez, reconhecemos a importância da utilização de ferramentas digitais motivadoras para apresentações de trabalhos e avaliação formativa. O Aquário e a geometria do foguetão foram a partilha feita pelas professoras Antónia Félix e Carla Cachão. Alunos do 1ºciclo estudaram figuras e sólidos geométricos e depois de muita investigação, construíram o seu próprio foguetão; partindo da leitura do livro “O aquário”, de João Pedro Mésseder, os alunos construíram aquários originais. Aprenderam Matemática, Português, Estudo do Meio e Expressão Artística trabalhando criativos cenários de aprendizagem. A estrutura dos Planos de Trabalho, um instrumento utilizado no Trabalho Autónomo, foi-nos apresentada pelo docente Carlos Teixeira, juntamente com o recurso Khan Academy, uma organização sem fins lucrativos que tem como missão proporcionar uma educação gratuita e de qualidade para todos os alunos e todos os contextos educativos.


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Chegados a este ponto, o momento foi de festa no pré-escolar com uma abordagem às ciências com as educadoras Ana Russo e Paula Cuco. A partir da história “A Rainha das Cores”, as crianças misturaram corante com leite e depois com detergente e procuraram o segredo (explicação científica) para tanta magia! Foi uma verdadeira explosão de cores num cenário de aprendizagem colorido e divertido! Com a hora do almoço a aproximar-se, o cenário de aprendizagem não podia ser mais adequado: a “Hortense – horta pedagógica”, partilhado pelas professoras Maria Simas e Paula Marçal. Partindo de um texto sobre os animais das hortas e informação sobre várias plantas cultivadas na horta da escola, contruíram textos informativos dos animais e plantas acerca dos quais incidiram as suas pesquisas e enriqueceram os seus trabalhos com desenhos de observação feitos a lápis de grafite (no espaço da horta) e com a técnica de pintura com aguarela (na sala de aula), cruzando saberes de Português, Educação Visual, Educação Tecnológica e Ciências da Natureza. No final, os professores foram convidados a fazer uma avaliação formativa das aprendizagens da sessão resolvendo umas palavras cruzadas (em papel ou formato digital) e um kahoot, onde o entusiasmo imperou. Com esta ação de formação, para além da importante partilha de algumas das boas práticas do nosso agrupamento, foi também possível reconhecer o excelente trabalho que se faz neste agrupamento e contribuir para a planificação do trabalho a desenvolver neste ano letivo que agora tem início. Na qualidade de coordenadora da supervisão e do nosso projeto Supervisão Colaborativa Entre Pares, agradeço, mais uma vez, a todos os professores oradores pela partilha, aos presentes pela participação e empenho, e às colegas Ana Galrinho e Clarisse Paulino pelo trabalho de equipa na organização desta ação.

Parabéns e votos de um Bom Ano 2022/ 2023.

A Coordenadora da supervisão e responsável pelo projeto Supervisão Colaborativa Entre Pares Anabela Aguieiras


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Acolhimento aos alunos do 5º ano – Academia de Líderes Ubuntu No dia 14 de setembro, de manhã, decorreu o acolhimento aos alunos do 5º ano. Este acolhimento passou pelo contacto com o diretor de turma e também foi extensível aos encarregados de educação. A palavra Ubuntu é um termo africano que significa “eu sou, porque tu és”, ou seja: o meu bem-estar só é verdadeiramente alcançado, na medida em que promovo esse mesmo bemestar junto daqueles com quem me cruzo. A Academia de Líderes Ubuntu (ALU) que, desde o ano passado, faz parte do conjunto de iniciativas do Agrupamento de Escolas de Azeitão, tem (portanto) a Ética do Cuidado como um dos seus pilares. Nesse âmbito, a ALU tem uma atividade que visa a alegria no local de trabalho/estudo, o que levou a que alguns alunos de 9º ano “apadrinhassem” os colegas mais novos, na qualidade de voluntários. Foi assim que os discentes de 5º ano foram acompanhados por colegas mais velhos, que os encaminharam para os diferentes espaços da escola e explicaram o funcionamento de cada setor, contribuindo para a atividade que estava subjacente: um peddy paper, em que passava à etapa seguinte, mediante a resposta a algumas perguntas. Sabendo nós do impacto que a figura de alunos mais velhos tem junto dos colegas mais novos, esperamos que os voluntários ALU tenham ficado como referências, não só de alguém com um percurso já de alguns anos no Agrupamento de Escolas de Azeitão, mas também de pessoas que se preocupam com os outros e a quem podem recorrer.

Deixamos o testemunho da Carolina, uma das alunas de 9º ano, que esteve nesta iniciativa: “Lembro-me, como se tivesse sido ontem, quando eu entrei naquela escola pela primeira vez. Tinha 10 anos, uma criança completamente perdida, numa escola em que havia mais blocos do que sei lá o quê, e no meu campo de visão só havia pessoas mais velhas e intimidantes. Quando reflito, rio-me dessas memórias e da Carolina do passado, e na altura até podia ser engraçado, mas o sentimento que mais vinha à tona era o medo e o desespero; reconheço, hoje em dia, que seria muito mais fácil se tivesse alguém mais velho e mais experiente para me guiar. Assim que vi a notícia de que tínhamos a oportunidade de ser padrinhos e madrinhas dos nossos colegas do 5º ano, fiquei extasiada. Aceitei. Foi tão gratificante poder guiar aquelas pequenas (mas grandes) pessoas no seu primeiro dia, saber que elas podem contar comigo.


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão

Estou ansiosa para poder encontrar-me com eles novamente, e ver como está tudo a correr, para saber se eles estão tão assustados como estava, e então poder reconfortá-los e dizer que está tudo bem sentirem-se assim; professores, alunos, engenheiros, astronautas, e até o ídolo deles, já se sentiram assim, é necessário sentir isso pelo menos uma vez na vida.” De referir, ainda, que, no âmbito da atividade que visa a alegria no local de trabalho/ estudo, os professores da ALU estiveram no acolhimento aos seus colegas de todos os ciclos de ensino, na Escola Básica da Brejoeira e também intervieram no acolhimento ao pessoal não docente, com dinâmicas que tiveram o objetivo de criar momentos de boa disposição, promovendo a coesão dos grupos.

A Equipa da Academia de Líderes Ubuntu (ALU) em Azeitão


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Dia Europeu do Desporto Escolar No dia 30 de setembro, assinalou-se o Dia Europeu do Desporto Escolar. Esta comemoração tem como principal objetivo promover o desporto e a atividade física, através de um conjunto alargado de atividades. As turmas dos 2º e 3º ciclos visitaram o espaço de Educação Física e participaram, com muito entusiasmo, nas atividades propostas: padel, xadrez, basquetebol, voleibol, atletismo, ténis de mesa, ginástica acrobática e canoagem. O Desporto Escolar também tem estado presente nos cenários de aprendizagem, nas Oficinas do 5@bER sem Fronteiras, dos diferentes ciclos. Destacamos o “Na lagoa e no mar, o que observar?”, onde os alunos tiveram a oportunidade de praticar canoagem na Lagoa de Albufeira, em Sesimbra, para além de outras atividades. Este ano vamos complementar esse trabalho com novas propostas, noutros locais. Em breve daremos notícias.

O Coordenador do Clube de Educação Física e Desporto Escolar Fernando Alves


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão Cenário de aprendizagem “Vamos à descoberta…”

No início do ano letivo, é tempo de irmos à descoberta de novas emoções, novos conhecimentos, novas aprendizagens, novos professores… é tempo de estabelecer novos compromissos. A turma E do 6º ano decidiu repetir a experiência do ano passado e voltar ao “Jogo da Teia”. Os alunos ficam sentados em círculo e o processo inicia-se… com um novelo na mão. O aluno ou professor identifica um objetivo/um compromisso/uma expetativa e depois passa o novelo a outro colega… até chegar ao último aluno. Formamos uma teia, estamos juntos, estamos unidos para ajudar a cumprir esse compromisso. Cada aluno identificou, para este ano letivo, um objetivo e prometeu dar o seu melhor para o conseguir atingir. Depois, levou consigo um pedaço do novelo. Alguns colocaram no estojo, outros na mochila e outros ainda nos ténis. O importante é relembrar, durante o ano letivo, o que ficou ali prometido. Foi bonito ver que a maior parte ainda traz consigo o pedaço de novelo do ano letivo passado. O nosso compromisso, das diretoras de turma, do ano anterior e deste ano, continua a ser o mesmo “Estamos sempre aqui, para acompanhar, para ajudar, para orientar os nossos alunos nesta jornada”.

As Docentes Adelaide Rodrigues e Rita Carrilho


Nº32

Agrupamento de Escolas de Azeitão

Responsável Editorial Paulo Bonito Colaboração Mª Adelaide Rodrigues e Brigada Caça-Notícias