Page 1

Novembro 2013 nº6

Pastoral Juvenil Província de Nossa Senhora do Rosário

Queridas Irmãs e Amig@s O novo ano letivo já começou e muito há para partilhar. Este número é sobretudo para dar a conhecer o que se foi realizando, desde o passado mês de abril.

EM LINHA...

IRMÃS DOMINICANAS DE SANTA CATARINA DE SENA

Desejamos que se deliciem ao rever estes lindos momentos!! Partilhamos, também, o calendário das atividades da Pastoral Juvenil da Família Dominicana, que segue na última página. Muito ânimo, imaginação e bom Advento Com amizade, ficamos unidos na oração.

Ir. Mª Rosário Silva


Página 2

Pedro Frassati | Pinheiro da Bemposta

N O V E M B R O 20 1 3

EM LINHA...

Falaram de Pedro Frassati, muitos espantaram-se com o fato de ele ter sido uma pessoa normal. Frisaram a alegria, a caridade! Questionaram-se com a sua frase: “ O dia da minha morte será o dia mais feliz da minha vida”.

Semana Santa que se inicia! Terminaram respondendo a Deus que nos ama!

Tal como ele procuraram perceber melhor o mistério da Eucaristia aliado à

Oração Dominicana | Pinheiro da Bemposta

Belos cânticos (...) assertivos salmos e um marcante vídeo (...).

No dia 22 de Março, recebemos mais uma vez com grande alegria a presença da Ir. Flávia e companhia (Ir. Conceição e a Ana) nesta alegre terra, Pinheiro da Bemposta, para celebrar uma oração neste caminho para a Páscoa. Depois de belos cânticos, escolhidos anteriormente pelos jovens desta terra, assertivos salmos e um marcante vídeo trazidos pela Ir. Flávia, acabamos com a partilha do que retirámos da

oração e como não podia faltar, cházinho e bolinhos." Ana Raquel Rodrigues Laura Silva


Página 3

Visita Pastoral do Bispo D. António Marto ao Colégio de Leiria Deixou uma mensagem de esperança e confiança em Jesus que caminha connosco...!

Oração Dominicana | Castro Daire e Picão No dia 26 de Abril, um grupo de Irmãs Dominicanas esteve em Castro Daire, com o grupo que se prepara para o crisma! Conversamos sobre Vocações, Catarina de Sena, a necessidade de cristãos a sério na igreja e no mundo. Foi um encontro muito agradável! No dia 27, mais uma vez, estivemos no Picão, com um grupo de jovens. Passámos um dia muito bom: rezámos, brincamos, conhecemo-nos. Falámos de diversas vocações, tomando como exemplo diversos santos!

Os jovens em grupos trabalharam a história de cada Santo, descobrindo, que cada vocação na igreja é uma proposta válida para hoje! Terminámos com vontade de prosseguir este caminho no futuro, não só voltar ao Picão, que tão bem nos recebe, mas também receber estes jovens em actividades da família Dominicana. Ir. Flávia Lourenço


Página 4

EM LINHA...

Jovens em Peregrinação | Aveiro

N O V E M B R O 20 1 3

No passado sábado, dia 11 de Maio, o CUFC - Centro Universitário Fé e Cultura Aveiro organizou a peregrinação jubilar ao túmulo de Santa Joana em bicicleta, participando assim nas atividades do Dia da Peregrinação, integrado na missão jubilar dos 75 anos da restauração da Diocese de Aveiro. Após a bênção dos peregrinos, a partida deu-se pouco depois das dez da manhã. O destino? A Praia da Barra.

Entre peripécias, ventos contrários e alguns pequenos desvios nas estradas e ruas da Gafanha (...) momento de pausa com uma pequena oração

Tiago Peixinho

seguiu-se um

Entre peripécias, ventos contrários e alguns pequenos desvios nas estradas e ruas da Gafanha, o grupo de 16 pessoas chegou pouco depois das onze horas ao Molhe Sul da Praia da Barra. Aquecidos com a pedalada, os peregrinos trocaram as bicicletas pelas pranchas de surf e rumaram ao mar para

uma divertida aula de surf pelo Núcleo de Surf e Bodyboard – Universidade de Aveiro, onde, no meio de muita espuma, remada e sorrisos, levaram a técnica ao melhor e descobriram esta forma diferente de peregrinar. Com o som das ondas e a maresia a servirem de mote para relaxar, seguiu-se um momento de pausa com uma pequena oração. Mas o relógio não parava e o grupo partiu para uma nova etapa, desta vez em direção ao Santuário de Schoenstatt para um almoço partilhado com intuito de restabelecer as muitas energias gastas na longa manhã que tiveram. De estômagos cheios e forças restabelecida, as bicicletas fizeram-se uma últi-

ma vez à estrada com o Museu de Aveiro como meta final. De auto-estrada de um lado e com visão sobre as salinas e a cidade, chegaram a Aveiro e logo se juntaram aos outros tantos peregrinos. Com as bicicletas estacionadas, terminaram esta etapa da peregrinação no local que deu mote a esta peregrinação: o túmulo de Santa Joana. À noite os muitos jovens que peregrinaram até à cidade, encheram a Praça Marques de Pombal para uma oração ao estilo de Taizé, seguida de um concerto. No Domingo de manhã houve diversos workshops pela cidade, por faixas etárias, com testemunhos vocacionais, num dos grupos esteve a Ir. Flávia. Após a procissão em honra de Santa Joana, a festa culminou com a Eucaristia campal, presidida pelo Bispo, D. António Francisco.


Página 5

Campanha “Ajuda a Ajudar “| Restelo Cada vez mais, os nossos alunos preocupam-se com os outros, nomeadamente, com aqueles que têm menos que nós. De coração aberto e muito hospitaleiro para os outros, as nossas crianças, com a ajuda das professoras do 1º ciclo, organizaram dois lanches e duas vendas solidárias, em dois momentos distintos; um dos lanches realizou-se no dia 29 de Abril e o outro

realizou-se a 8 de Maio. Os alunos combinaram entre si, de forma muito organizada, o que cada um poderia trazer. O lanche foi enriquecido com os trabalhos manuais elaborados pelos próprios alunos e foram expostos, sendo que, o valor do lanche e dos trabalhos foram doados às vítimas das cheias de Xai-xai de Moçambique. A generosidade de cada criança mostra-nos a bondade de cada coraçãozinho, porque “o coração que tem espaço para o Senhor também tem espaço para os outros” (Papa Francisco).

Externato de São José | Restelo Os alunos do 8º Ano também

por exemplo, jogos tradicio-

a alegria de um sorriso; a partilha

abriram a porta do seu cora-

nais, venda de bijuteria, músi-

de conhecimentos e experiên-

ção pois “a abertura não é

ca ao vivo e karaoke, passeios

cias; a esperança de um mundo

uma questão de palavras mas

de poné, e entre outras.

melhor para todos, deste modo,

gestos” (Papa Francisco). Os

Numa época em que nem tudo

alunos do 1º Ciclo e do 8º

se compra e nem tudo se ven-

Ano tiveram gestos construti-

de, algumas características dos

vos no seu coração e no cora-

nossos alunos não têm preço,

ção dos outros.

por exemplo, a paciência para solidariedade,

os outros; o amor para com o

além do lanche, os alunos

próximo; doados às vítimas

proporcionaram a todos os

das cheias de Xai-xai de

alunos diversas atividades,

Moçambique.

Com

mais

os valores monetários angariados foram doados às vítimas das cheias de Xai-xai de Moçambique .


Página 6

CAMPO DE TRABALHO EM LINHA...

Dominismissio | Aveiro Dominismissio uma semana de trabalho que hesitei em participar mas depois de lá estar nunca pensei em desistir. Foi uma semana cheia de emoções, mas

divertido, mais cúmplice, umas

com uma Irmã idosa também foi

horas todos juntos fazem sempre

diferente. Nas Florinhas do Vou-

milagres! Gostei também dos

ga foi bom dar um passeio com

piqueniques, mas o da praia foi o

as idosas. Nas Florinhas do Vou-

mais marcante, e a cereja em cima

ga, no ATL, estive um dia inteiro

muito recompensadora. O grupo

do

N O V E M B R O 20 1 3

foi qualquer coisa de fenomenal, conheci pessoas que vão ficar para sempre no meu coração. Era composto por dezassete

“hesitei em partici-

jovens, provenientes de diversos sítios (Avanca, Aveiro,

par mas depois de

Leiria, Oliveira de Azeméis Pinheiro da Bem Posta, Tomar,

lá estar nunca pen-

Vale de Cambra) e três adulsei em desistir”

tos. Todas as atividades, realiza-

Carla Vaz

das por mim e na companhia

bolo

e foi um recordar da nossa infân-

nesse dia

cia, fazendo os jogos tradicionais

foi

e

mes-

no parque a brincar com as

mo a Cris-

crianças. No Patronato de Nossa

toTeca.

Senhora de Fátima – lar de ido-

Todas as

sos, foi a minha primeira expe-

eucaristias

riência com idosos mais debilita-

em

que

dos, no início, custou ao grupo

participa-

interagir com os mesmos, mas no

mos

tor-

final vim com a sensação que até

naram-se

correu bem, e que os “velhinhos”

especiais,

gostaram da presença de caras

devido

à

novas naquela tarde. No Lar do

de algumas pessoas, foram feitas

presença

Dominismissio!

Professor foi outra experiência

com todo o nosso empenho e

Em relação às instituições que nos

que ficará para sempre, passamos

dedicação. Gostei muito de pre-

receberam de braços abertos, eu

o tempo todo a cantar e os idosos

parar as avaliações dos dois dias

tive o gosto de passar por todas e

a acompanhar cantando e tocan-

e, da pequena surpresa, que fize-

notei que todas as pessoas que

do, como foi emocionante ver

mos a todo o grupo, também

estavam nas diferentes institui-

aquela professora tocar piano!

gostei. Os momentos mais dolo-

ções estavam satisfeitas. O que

Lavar vidros no CUFC foi engra-

rosos

os

denota uma grande cumplicidade

çado, a equipa era animada de tal

momentos de reflexão pois custa

entre utentes, trabalhadores e

forma que alguém acabou a tocar

-me muito expressar o que sinto

familiares. De uma forma breve,

piano e todos acabamos molha-

e não gosto de falar. Os dias

gostei muito da experiência de

dos, sem dúvida uma tarde bem

mais marcantes foram a partir de

estar na cozinha com a Dona

passada!

quinta – feira (dia de descanso),

Regina, (a cozinheira, na casa das

não por serem os últimos dias,

Irmãs Dominicanas), que no iní-

mas porque depois deste dia o

cio não nos queria lá, mas acabou

grupo ficou mais unido, mais

por gostar muito de nós; passear

para

mim

foram

do

Uma semana que fica para sempre no coração, com a expectativa de um próximo encontro com o

gr up o

Do mi ni s mi ssi o !


Pรกgina 7

Momentos do Campo de Trabalho


Página 8

EM LINHA...

Peregrinação a Fátima | Ramalhão I Testemunho

II Testemunho

Eu gostei da peregrinação a Fátima. Na

Na peregrinação do dia 17/05/2013

ida vimos um bocadinho de um filme e

foram o 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º, 8º e

rezámos 5 Avé-Marias. Quando chegá-

9º anos. Foi todo o Colégio. Fomos

mos fomos à missa. Depois

de autocarro. No nosso autocarro ia a

N O V E M B R O 20 1 3

fomos almoçar e começou a chover, por isso fomos todos para o autocarro. Depois fomos ao museu e vimos as guerras, a Nossa Senhora a aparecer aos pastorinhos e o Anjo a dar a comunhão aos pastorinhos e eu escrevi o meu nome na vela. Depois deram-nos um presente

Irmã Francisca (diretora do Colégio S. José

“ F o i

- Ramalhão), a Irmã Albertina, a professora

assim e

Carla David, a professora Sílvia e a

foi

óti-

Domingas. Foram muitos colégios e escolas com estandartes, foram mais de 100

mo.”

pessoas. O bispo celebrou uma missa em Fátima e ouvimos umas canções. Depois

e assinámos o livro de recorda-

fomos ao "Milagre de Fátima" ver a histó-

ções e eu perdi o presente. Por fim

ria de Fátima onde aprendemos várias coi-

fomos à loja das recordações e

sas. Fomos a casa das Irmãs que nos ofere-

fomos embora.

ceram um gelado, depois fomos à loja de

Pedro Marques 3º A

lembranças. Depois fomos todos para o Colégio a gritar: Ramalhão um, dois, três. Foi assim e foi ótimo.


Página 9

Atividades da Pastoral Juvenil da Família Dominicana QUARESMA JOVEM | FÁTIMA

FESTIVAL DA PREGAÇÃO | FÁTIMA


IRMÃS DOMINICANAS DE SANTA CATARINA DE SENA Contatos dos membros da equipa da Pastoral Juvenil da Província Ir. Mª Rosário Silva

96 6542330

Ir. Flávia Lourenço

91 1074369

Ir. Encarnação Freitas

96 847 6384

Ir. Inês Agostinho

96 747 4315

Ir. Alzira Marques

96 810 7124

Celina Machado

91 982 9996

João Paulo Jesus

91 730 7829

Liliana Santos

91 8696084

E-mail: pastoralidscs@live.com.pt Estamos na web pastoraljuvenilidscs.blogspot.pt

Em linha---  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you