Page 1

Edição nº 1.352 - Ano 26 | 26 de dezembro a 1 de janeiro de 2018 | www.panrotas.com.br

R$ 11,00

SEGURO

PRE MIA DO

O brasileiro incorporou o hábito de viajar protegido, e a concorrência entre as empresas de seguro viagem aumentou. Nesta edição, confira os melhores executivos de vendas deste segmento no Rio de Janeiro

Sem título-2 1

18/12/2018 17:35


Sem tĂ­tulo-1 2

18/12/18 12:51


Sem tĂ­tulo-1 3

18/12/18 12:51


PRESIDENTE

ÍNDICE

nº 1.352 | 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 | www.panrotas.com.br

José Guillermo Condomí Alcorta CHIEF EXECUTIVE OFFICER (CEO) José Guilherme Condomí Alcorta (guilherme@panrotas.com.br)

DIRETORA DE MARKETING E EVENTOS Heloisa Prass

CHIEF TECHNOLOGY OFFICER (CTO) Ricardo Jun Iti Tsugawa REDAÇÃO

CHIEF COMMUNICATION OFFICER (CCO) E EDITOR-CHEFE: Artur Luiz Andrade

(artur@panrotas.com.br) Coordenadores: Henrique Santiago, Raphael Silva e Rodrigo Vieira Reportagens: Danilo Alves, Karina Cedeño, Marcel Buono e Renato Machado Estagiários: Leonardo Ramos, Marcos Martins e Marina Marcondes (RJ) Fotógrafos: Emerson de Souza, Jhonatan Soares e Marluce Balbino (RJ) MARKETING Analista: Erica Venturim (erica@panrotas.com.br) PRODUÇÃO Aline Monteiro (aline@panrotas.com.br) Pedro Moreno (pedro@panrotas.com.br)

SEÇÕES 05 Editorial

O bom agente de viagens é atento aos detalhes

06 Check-in

A análise das mais lidas do ano no Pancorp

20 Ladevi

Notícias da Argentina

10 O maior navio de cruzeiros do Brasil MSC Seaview finalmente chegou ao País

COMERCIAL Executivos: Flávio Sica (sica@panrotas.com.br) Priscilla Ponce (priscilla@panrotas.com.br) Renato Sousa (rsousa@panrotas.com.br) Rene Amorim (rene@panrotas.com.br) Ricardo Sidaras (rsidaras@panrotas.com.br) Sônia Fonseca (sonia@panrotas.com.br) Big Data: Igor Vianna (igorvianna@panrotas.com.br) Jéssica Andrade (jessica@panrotas.com.br) Assistentes: Ítalo Henrique (italo@panrotas.com.br) Rafaela Aragão (rafaela@panrotas.com.br) FALE CONOSCO Matriz: Avenida Jabaquara, 1.761 – Saúde São Paulo - Cep: 04045-901 Tel.: (11) 2764-4800 Brasília: Flavio Trombieri (flavio@panrotas.com.br) Tel: (61) 3224-9565 Rio de Janeiro: Simone Lara (simone@panrotas.com.br) Tel: (21) 2529-2415/98873-2415

22 Seguro Viagem

Os melhores promotores de vendas do Rio de Janeiro

MARKETING DE DESTINOS Pires e Associados (jeanine@pireseassociados.com.br) ASSINATURAS Chefe de Assinaturas: Valderez Wallner Para assinar, ligue no (11) 2764-4816 ou acesse o site www.panrotas.com.br Assinatura anual: R$ 468 Impresso na Referência Gráfica (São Paulo/SP)

Quer ler a revista PANROTAS antes de ir para a gráfica? No seu celular? Então manda um WhatsApp pra gente! PANROTAS Conteúdo: 11 95609-1507 Media Partner

Associações

Parceria Estratégica

4 4.indd 4

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 17:36


Editorial

PLANEJAR SEMPRE

S

eja na nova forma de vender ingressos para os parques Disney, ou na hora de fazer reservas aéreas para viagens a lazer, na compra antecipada para aquele show em Las Vegas, Nova York ou Rio, ou para a viagem naquele iate, resort ou navio exclusivos, que demandam a compra com meses e meses de antecedência, planejamento significa garantia do produto e da viagem certos, melhor preço (mas nem sempre, pois a exclusividade tem seu valor), menos dor de cabeça. Mesmo em um país como o nosso, em que o planejamento vai por água abaixo antes da quarta-feira de cinzas, dá para identificar os passos seguintes de nossa indústria, o movimento dos eventos e feiras, as melhores temporadas para negociação, o tempo certo de apostar em novas parcerias, a hora exata de reservar lugar nos lançamentos do ano. Melhor ter tudo planejado e ajustável, do que sair correndo atrás daquela experiência que seu cliente pagaria muito para fazer. Saber quando a hotelaria está mais em conta nos destinos, ou mesmo os voos no Brasil e no mundo, já não é tão difícil, por conta da tecnologia a nosso favor. Mas o conhecimento pessoal de cada profissional, suas relações de mercado e a expe-

riência de anos de Turismo farão a diferença e agregarão aos buscadores e apps da vida. Cada tropeço ou surpresa é mais uma página no caderninho de insights de um bom agente de viagens. No caso das viagens corporativas, onde teoricamente tudo é mais previsível, com acordos anuais fechados e políticas rigorosas que os viajantes devem seguir, também existem surpresas (da mudança de regra de um fornecedor às viagens de última hora, que podem ser muito comuns em alguns perfis de empresas), mas o planejamento é, mais que obrigatório, essencial. E a participação dos viajantes ao menos com o feedback em relação às políticas deve ser incluído na rotina dos gestores (confira nesta edição os temas mais buscados no Pancorp em 2018, que ratificam essa preocupação). Planejar com certo distanciamento, com a cabeça fresca ou no calor das emoções e com os acontecimentos ainda quentes na memória? Planejar com dados, números, análises sérias é mais importante. Ouvir quem está mais afastado também, além dos clientes internos. Bom planejamento a todos. Um Feliz 2019 e sigamos juntos semanalmente aqui na revista PANROTAS e a qualquer momento em nossos canais digitais.n

Artur Luiz Andrade Editor-chefe e Chief Communication Officer da PANROTAS artur@panrotas.com.br

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

5.indd 5

5

18/12/18 16:41


RETRÔ Check-in

Na semana passada publicamos, em nossa Retrospectiva 2018, as notícias mais lidas no canal Pancorp, canal de viagens corporativas do Portal PANROTAS. Incluímos notícias que também estavam presentes em outros canais e que tinham assuntos do interesse do viajante corporativo, mas também de toda a indústria. Esta semana decidimos refinar a pesquisa e trazemos as notícias mais ligadas a temas como gestão e política de Viagens e outros mais relacionados aos trabalhos das TMCs e dos gestores. Um bom farol para saber os temas que afligem esse segmento e o que esperar de 2019.

1 Smartrips dá ao viajante metade do que ele economiza; conheça a plataforma Engajar o viajante não apenas na política de viagem, mas nos processos da gestão dessa política é uma tendência. Há empresas que premiam o colaborador com bônus específicos, gerenciados por empresas como a Smartips ou a Rocketrip, caso ele opte por viajar de econômica em vez de executiva, por exemplo. Ter a cabeça do dono (como se o dinheiro gasto fosse seu), ajudar na economia inteligente de gastos e manter a viagem produtiva (e confortável) são desafios que precisam andar juntos.

6 6 a 9.indd 6

2 Estes são os benefícios em reservar aéreo com antecedência

Nem sempre dá para planejar com antecedência uma viagem a trabalho. Sabemos que as passagens aéreas estão mais baratas de 14 dias a dois meses antes da viagem. Mas mesmo nos pedidos de última hora dá para tentar economizar. Fazer contas em relação a taxas de mudança e cancelamentos é uma tarefa importante. Não à toa essa notícia está em segundo lugar neste ranking.

3 American Express Global Business compra Grupo HRG

Felipe La Porte, CEO da Smartrips

A consolidação de empresas é um tema contínuo na indústria. E os gestores de Viagens estão atentos a essas mudanças e seus impactos nos custos e na qualidade do atendimento. Alguns preferem os gigantes (e precisam deles), outros, como a Merck KGaA mostrou em entrevista ao Connect Stories, do Portal PANROTAS, preferem estruturas mais flexíveis e até alternativas.

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 17:35


Ô

2018 PAN CORP

Viagens Corporativas

5 Exigir aprovação para compra de passagens? Veja prós e contras Em algumas empresas é preciso de aprovação para tudo. Em outras, o app de reservas já tem a política e autoriza automaticamente para boa parte das viagens. Tudo depende do perfil da empresa e do viajante. Não há certo ou errado, mas a tecnologia está aí para ajudar.

6 Agora 100% japonesa, Alatur JTB mira aquisições de concorrentes Todos os olhos voltados para a Alatur JTB, agora nessa fase 100% japonesa. Será que repetirá no Brasil parcerias que funcionam lá fora?

Dreamstime

4 Colocar o viajante 'na linha' é maior desafio do corporativo É a famosa adesão à política de viagens, levando em consideração o bem estar do viajante, sua segurança, os objetivos da viagem, a política de gastos... O estresse do gestor de Viagens não é pequeno, mas há ferramentas e novas soluções que têm ajudado nesse trabalho.

7 Cerca de 80% dos viajantes corporativos preferem usar chatbots Os robôs estão sempre felizes e com as informações precisas. Certo? Se for assim, está ótimo. Mas e na hora da crise? A inteligência artificial não é vista como inimiga pelos viajantes, mas precisa funcionar em todos os momentos.

9 Veja o perfil dos fraudadores de despesas em viagens corporativas Burlar a política de viagem é algo que sempre vai existir. As empresas precisam deixar claro o que é um jeitinho e o que é flexibilidade. O que rende uma advertência ou uma demissão. Por isso muitas são contra a prática do bleisure, uma das mais polêmicas tendências do segmento.

8 Saiba por que ofertas personalizadas são o futuro da aviação Personalização da viagem, inclusive para passageiros a negócios, é tendência em qualquer segmento. A aviação já entendeu isso e prepara escolhas a serem feitas já na fase de planejamento da viagem.

10 Quatro tendências que impulsionam as viagens corporativas nos EUA O que ocorre nos Estados Unidos serve sim de exemplo para o Brasil. A tropicalização existe e funciona, mas sabemos que as tendências começam por lá (e também na Europa).

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

6 a 9.indd 7

7

18/12/18 17:35


Viagens Corporativas 11 Empresas voltam a investir em viagens e eventos corporativos Depois da crise brasileira, o mercado gostou de saber que voltaram os investimentos em viagens e eventos. Com cautela, mas voltaram.

15 Avipam amplia estrutura de eventos com projeção otimista para 2018 Uma das mais tradicionais TMCs do País, a Avipam teve um ano bastante ativo e transformador. E nós noticiamos várias dessas mudanças. Divulgação

12 Quatro tendências de iluminação em eventos corporativos Luz em evento pode determinar seu desastre ou sua glória. Nessa notícia, boas dicas para os organizadores no Brasil.

13 Veja como os gestores estão lidando com a alta do dólar Há alguns anos esse tema vem assombrando gestores de Viagens no Brasil, mas também em diversos mercados pelo mundo, pois a moeda americana está valorizada ao redor do planeta.

14 Veja como os gestores medem a qualidade de suas viagens Ter a resposta dos viajantes, usar métricas de satisfação e de aderência à política de viagens, saber como a empresa olha seu departamento, entender como melhorar os contratos com fornecedores... O gestor de viagens tem várias ferramentas para medir seu desempenho, antes que sejam chamados na diretoria...

16 4 práticas indispensáveis para otimizar a política de viagens Notícias como essa são líderes em engajamento e compartilhamento. A troca de informações e boas práticas é uma constante no segmento de viagens corporativas. Grupos como a Alagev, TMG e Hsmai sabem disso e investem em eventos e canais que estimulem essa troca.

17 Lacte 13 chega ao fim no Hyatt São Paulo; veja as fotos Maior evento de viagens corporativas do País, o Lacte 13 foi sucesso mais uma vez, e a Alagev promete uma 14ª edição mais robusta, interativa e disruptiva. Será em 25 e 26 de fevereiro, no WCity Golden Hall, em São Paulo.

Pancorp.com.br – Notícias, coberturas e entrevistas do mundo de viagens corporativas

8 6 a 9.indd 8

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 17:59


Artur Andrade, da PANROTAS, com Carolin Schindler, da Merck KGaA

18 Opus comemora resultados notáveis em 1ª reunião para colaboradores Novos players, com soluções personalizadas e inovadoras estão se destacando no mercado. A Opus mostrou que não só de gigantes vive o segmento e também teve um 2018 bastante ativo e de conquistas.

Jenny Baumann, da Delta em Detroit

19 Bleisure torna viajantes mais produtivos, revela estudo Quanto maior a empresa, menor o engajamento em relação ao bleisure, é o que parece. Nas grandes corporações, a preocupação com segurança e responsabilidade da empresa é bem evidente. Mas cada caso é um caso e os chefes de departamento têm autonomia para aprovar o bleisure. Muitas vezes, ele está presente dentro do período da viagem corporativa e se mescla à mesma. O tema não parece polêmico, mas é. E precisa de regras.

À esquerda, entrevista com Lívia Spinelli, da Scania, que irá ao ar em 2019

20 Primetour contrata ex-Maringá para Corporativo e Eventos A movimentação de profissionais, assim como no Portal PANROTAS, também é bastante monitorada pelos leitores do Pancorp. Afinal, empresas são feitas de pessoas e os robôs ainda não chegaram tão longe assim.

Acompanhe essas e outras notícias no

Connect Stories Em 2018, iniciamos uma parceria com a Gol, Delta e Air France-KLM, para a produção e exibição de entrevistas com alguns dos maiores gestores de viagens do mundo. Em que empresas gigantes podem inspirar os gestores de viagens brasileiros? Quais as tendências em gestão de Viagens? O que aflige os gestores lá fora? Em que estão investindo? Já estão no ar, no www.panrotas.com.br/ connectstories, as entrevistas com Carolin Schindler, da europeia KGaA, Kim Burns, da Lear Corporation, Fiona Lapoint, da Cargill, Cecile Mutch, da Kellogg Company, e Ken Sharpe, da Ford Motor Company. Vêm por aí em 2019 mais entrevistas, como com a GM, Accenture e Scania, e outras novidades. Aguardem.

PANROTAS.COM.BR Siga a PANROTAS portalpanrotas portalpanrotas

Vídeos mais vistos Connect Stories Ken Sharpe – Ford Motor Company Cecile Mutch – Kellogg Company Fiona Lapoint – Cargill Kim Burns – Lear Corporation Carolin Schindler – Merck KGaA 

PANROTAS Editora portalpanrotas

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

6 a 9.indd 9

9

18/12/18 17:59


Cruzeiros Raphael Silva, MSC Seaview

DIVISOR DE ÁGUAS Salvador (BA), Búzios (RJ), Ilha Grande (RJ), Ilhabela (SP), Ilhéus (BA), Balneário Camboriú (SC) e Porto Belo (SC) estão entre os destinos brasileiros do MSC Seaview

10 10 a 19.indd 10

Há cerca de seis meses, o MSC Seaview era inaugurado em Gênova, na Itália, com a promessa de ser o maior e mais moderno navio de cruzeiros a navegar pela costa brasileira. Na primeira semana de dezembro, a armadora europeia trouxe seu novo transatlântico para o País com direito a festa de lançamento prestigiada pela madrinha da MSC no Brasil, a apresentadora Xuxa Meneghel. As mais de duas mil cabines, cinco piscinas, 11 restaurantes e bares, além de uma oferta completa de entretenimento, que vai de pistas de boliche a um simulador de Fórmula 1, já estão à disposição

do viajante a bordo daquele que já é apontado como um divisor de águas para a indústria brasileira de cruzeiros. A grand voyage – travessia da Europa à América do Sul – passou por Salvador, Rio de Janeiro e chegou a Santos (SP), o porto de partida do meganavio pelos próximos quatro meses. A bordo, os principais executivos da MSC, tanto para o Brasil como em nível global, puderam explicar o que representa a chegada do transatlântico. O CEO da armadora, Gianni Onorato, veio prestigiar o lançamento e destacou o novo patamar que o Brasil alcança no segmento.

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:38


Divulgação

“Isso comprova o que dizemos sobre o País ser um dos nossos mercados-chave. Não só para nós, mas toda a indústria de cruzeiros, que será estimulada com a vinda do Seaview”, afirmou Onorato. As expectativas da MSC, assim como em outros anos, é de ter 100% de ocupação no Seaview durante a temporada de estreia por aqui. Serão mais de 20 saídas do porto de Santos, com possibilidade de embarque em Salvador, em cruzeiros de três a sete noites com Búzios e Ilha Grande (RJ), Ilhabela (SP), Ilhéus (BA), Balneário Camboriú e Porto Belo (SC) entre os destinos.

POESIA E FANTASIA A líder de mercado no Brasil – 63% do market share é da MSC – não quer só se manter no topo, mas também converter quem nunca realizou um cruzeiro. Pensando nisso, se prepara para oferecer viagens adequadas a todos os perfis. Para os cruzeiristas mais experientes há os mais longos, como os de sete noites do Seaview ou os que partem rumo a Argentina e Uruguai no Poesia. Já para quem quer começar a viajar de navio, os mini-cruzeiros de três e quatro noites são os ideais, segundo o diretor geral da MSC para o Brasil, Adrian Ursilli.

“Nossa marca é reconhecida pelo viajante brasileiro e ele sabe que poderá encontrar o que busca de melhor para as suas férias a bordo dos nossos navios”, destacou Ursilli. Segundo ele, a demanda segue alta pelas reservas tanto no Seaview quanto no Poesia e Fantasia – navio que estreia cruzeiros a partir do Rio de Janeiro –, mantendo a expectativa de movimentar 280 mil passageiros em cruzeiros pelo Brasil nesta temporada. LONGE DO IDEAL Diante de um novo momento político e, possivelmente, econômico, a MSC já se mo-

Madrinha da MSC no Brasil, Xuxa Meneghel cortou a fita na festa de inauguração do Seaview em Santos

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

10 a 19.indd 11

11

18/12/18 18:16


Diretor da MSC para o Brasil e o CEO da armadora, Adrian Ursilli e Gianni Onorato

Divulgação

vimenta em busca de oportunidades pelo crescimento do mercado. No entanto, muitos problemas ainda precisam ser resolvidos para que o segmento de cruzeiros volte a ter números próximos das temporadas que bateram recorde por aqui. Ursilli aponta as altas taxas portuárias, custos operacionais e infraestrutura como as grandes barreiras a serem derrubadas antes de voltarmos a ver os cruzeiros no auge de seu potencial para a indústria turística brasileira. Segundo o diretor, “o Brasil precisa amadurecer profissionalmente, parar de pensar em soluções imediatistas e aprender a se planejar” para, então, compreender a capacidade de criação de empregos e geração de renda que o Turismo e, mais especificamente, os cruzeiros têm. “Não é à toa que empresas internacionais deixaram de operar no Brasil”, completou. Ursilli ainda confirmou que a MSC pode apresentar possibilidades de negócios pela construção de terminais ao novo governo, reafirmando o desejo de investir no crescimento do setor. DOMÍNIO GLOBAL Ao longo dos próximos dez anos, a MSC Cruzeiros investirá mais de 13,6 bilhões de euros em seu plano de expansão global. Serão 14 novos navios – totalizando uma frota de 29 até 2029 – construídos para atender às ambiciosas pretensões da armadora: dominar 25% de toda a oferta global de cruzeiros. As previsões apontam que essa fatia de mercado representará a movimentação de cerca de 5,5 milhões de passageiros por ano.

Promenade 360o do MSC Seaview

12 10 a 19.indd 12

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:39


Sem tĂ­tulo-1 1

18/12/18 12:47


Divulgação

Para o CEO da MSC, a consolidação da marca nos mercados em que já detém a liderança, vide América do Sul e Europa, será seguida pelo investimento em locais onde a armadora ainda não tem a representação desejada, como Estados Unidos e Ásia. “América do Norte, Reino Unido e, agora, a China estão no nosso foco para o futuro, pois apresentam uma oportunidade de crescimento real”, analisou Onorato. Para 2019, seguindo o plano de expansão, dois novos navios serão entregues: MSC Bellissima e Grandiosa. O primeiro dará sequência à chegada do MSC Splendida à Ásia, sendo mais uma opção para os cruzeiristas de China e Japão. O Grandiosa, por sua vez, já tem sua viagem inaugural marcada para novembro, partindo de Hamburgo, na Alemanha, rumo ao Mediterrâneo, onde ficará durante a temporada. ULTRA-LUXO SOBRE AS ÁGUAS De olho na diversificação de produtos, a MSC Cruzeiros confirmou que entrará definitivamente no mercado de cruzeiros de ultra-luxo em breve. A empresa confirmou o pedido de quatro navios, a serem entregues anualmente a partir de 2023, junto ao estaleiro italiano Fincantieri, ao qual pagará a quantia de aproximadamente dois bilhões de euros. Serão embarcações com cerca de 500 cabines e uma proposta totalmente voltada aos clientes mais exigentes. De acordo com Gianni Onorato, essa novidade representa uma extensão do sucesso que o MSC Yacht Club tem feito entre os viajantes. “Hoje, temos o Yacht Club em dez navios, o que representa cerca de mil cabines. Com os novos navios, vamos adicionar mais alternativas a quem busca esse produto e ir além, com, por exemplo, destinos que não podem ser alcançados pelos grandes navios”, destacou.

14 10 a 19.indd 14

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:39


Divulgação

Ao incluir o Brasil no sucesso do Yacht Club, o CEO também revelou que o nosso mercado é o que esgota as cabines de luxo com mais rapidez. “O viajante brasileiro está em busca de novidades e gosta de um serviço premium, o que confirma nossa expectativa de trazer o Yacht Club para cá”, concluiu.n O Portal PANROTAS viajou a convite da MSC Cruzeiros.

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

10 a 19.indd 15

15

18/12/18 16:39


Sem tĂ­tulo-1 2

18/12/18 12:52


Sem tĂ­tulo-1 3

18/12/18 12:52


Inauguração MSC Seaview

Gianni Onorato, CEO da MSC Cruzeiros Capitão do Seaview, Giuseppe Galano, entre o CEO e o diretor geral para Brasil, Gianni Onorato e Adrian Ursilli

Adrian Ursilli, diretor geral da MSC no Brasil, e Guillermo Alcorta, presidente da PANROTAS

Eduardo Simões, gerente de Marketing da MSC para o Brasil, entre os responsáveis pelas vendas; Waldir Munhoz (região Norte e Nordeste), Rafael Sacomani (SP) e Vitor Spirandelli (região Sul)

Ex-jogador do Santos e da Seleção Brasileira, Pepe autografou uma camisa que ficará exposta no Sports Bar do Seaview

Guilherme Paulus (fundador da CVC e GJP) e Adrian Ursilli (MSC)

MSC entregou placas comemorativas a autoridades de Salvador, RIo de Janeiro e São Paulo

18 10 a 19.indd 18

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:39


Inauguração MSC Seaview

Deputado Herculano Passos conversa com o presidente da Clia Brasil, Marco Ferraz

Marcelo Álvaro ao lado de Antônio Henrique Borges, diretor Nacional de Relações Institucionais do Senac

Marcelo Álvaro, futuro ministro do Turismo, e Herculano Passos (Frentur)

Márcia Leite, diretora de Operações da MSC no Brasil

Herculano Passos (Frentur) e Guillermo Alcorta, presidente da PANROTAS, junto ao futuro e o atual ministro do Turismo Marcelo Álvaro e Vinicius Lummertz

Orlando Souza (Fohb), Guillermo Alcorta (PANROTAS), o futuro ministro Marcelo Álvaro, Magda Nassar (Braztoa), Herculano Passos (Frentur) e Toni Sando (Unedestinos)

Rogério Siqueira, Carolina Beber e Roberto Vertemati (Beto Carrero World) junto ao novo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, e Herculano Passos (Frentur)

Sucessão do MTur: Marcelo Álvaro assumirá o lugar de Lummertz a partir de janeiro

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

10 a 19.indd 19

19

18/12/18 16:39


O NOVO E IMENSO PARQUE ARGENTINO No último mês, o Congresso da Nação da Argentina aprovou a criação do Parque Nacional Iberá, situado na província de Corrientes, uma grande reserva natural de milhares de quilômetros quadrados que agrega mais de quatro mil espécies de flora e fauna típicas da região. A formação do parque o oficializa como o maior de seu tipo em território argentino, responsável por receber mais de 30 mil visitantes por ano e agora investindo ainda mais em projetos de desenvolvimento econômico ligados ao ecoturismo. “Hoje é um dia para celebrar. Depois de muitos anos de trabalho, fomos ao encontro do sentimento do povo de Corrientes para criar o Parque Nacional Iberá, protegendo-o para gerações futuras enquanto surge uma nova atração turística de nível internacional”, analisou a diretora executiva da CLT Argentina, entidade responsável pela preservação e expansão de parques nacionais, Sofia Heinonen. A iniciativa começou a tomar forma há quase 20 anos, mas só agora pôde ser concluída. Como primeiro

20 20 e 21.indd 20

passo, a CLT se estabeleceu após a aquisição de uma fazenda de dez mil hectares no local e passou a administrar o território como parte do Projeto Iberá. Eles, então, continuaram a aquisição de terras particulares até ultrapassarem os 150 mil hectares. Entre as inúmeras ações realizadas estão o aumento das populações de Veados dos Pampas, Araras-vermelhas e diversos outros animais ameaçados de extinção. A criação do Parque Nacional Iberá permitirá promover um modelo econômico baseado no ecoturismo, visando estabelecer fontes sólidas de renda para habitantes das cidades vizinhas por meio do desenvolvimento de empreendimentos sustentáveis a longo prazo. Atualmente, existem quatro locais que já estão se beneficiando dessa formação: Colonia Carlos Pellegrini; Ituzaingó; San Miguel e Concepción del Yaguareté. A ideia é continuar adicionando comunidades para contar com uma infraestrutura pronta para receber 100 mil turistas por ano, expectativa para ser atingida em uma década.n

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:48


Parque Nacional Iberรก

20 e 21.indd 21

18/12/18 16:48


OS MELHORES PROMOTORES DE

SEGURO VIAGEM RIO DE JANEIRO A falsa imagem de que vender seguro viagem é complicado dificultava a vida das empresas deste segmento. Diversos eram os motivos da resistência em viajar protegido, chegando até ao absurdo de que comprar um seguro viagem pode atrair infortúnios na jornada. Atualmente, contudo, cada vez mais viajantes buscam entender melhor este serviço e se surpreendem com sua importância e benefícios. O maior desafio dos promotores de vendas de seguro viagem, portanto, é a concorrência. Várias empresas entraram na disputa a partir do momento que a cultura do brasileiro em viajar protegido prosperou.

22 20 a 28.indd 22

No Rio de Janeiro, nove destes promotores se destacaram na eleição da PANROTAS com agentes de viagens, operadores e mais profissionais da indústria. Ao todo foram 890 votos na categoria. Destaque para a April Brasil, que emplacou a líder e mais uma profissional no ranking, e para a Intermac, que ganhou como a equipe mais votada e figurou com quatro profissionais na categoria individual. Como algumas empresas têm mais executivos do que outras, também separamos o ranking por equipe. Para isto, somamos os votos destinados a cada companhia, independentemente do profissional apontado.

Marina Marcondes

por equipe: 1o Intermac 2o April Brasil 3o Affinity 4o GTA 5o Travel Ace (empate) Ita (empate)

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:41


EMPRESA: April Brasil IDADE: 40 anos CARGO: Executiva de Contas TEMPO DE TURISMO: 17 anos TEMPO DE EMPRESA: 5 anos OUTRAS EMPRESAS: Travel Ace e Assist Card QUALIDADES PROFISSIONAIS: Dedicação, determinação e atendimento de qualidade PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Claudia Brito, diretora comercial da April Brasil COMO ENXERGA O SETOR: Em crescimento. Os viajantes estão cada vez mais conscientes da importância e dos benefícios de ter um seguro viagem PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Os de alta cobertura COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Mostrando a reputação e o alcance da April Brasil dentro e fora do País. Recomendo que conte ao cliente sobre nossa plataforma de atendimento 24 horas em português, com acesso remoto OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: A crise econômica atual e a disputa com os cartões de crédito O QUE BUSCA NA PANROTAS: Informações e novidades sobre o mercado

26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

20 a 28.indd 23

t

1O GRAZIELLA PICCOLO

SOBRE A LÍDER: Para Graziella Piccolo, a chave para o sucesso no segmento de seguro viagem é excelência em atendimento. Segundo ela, ter disponibilidade de horário, entender o perfil dos consumidores e ter empatia com os mesmos é essencial para destacar os serviços do profissional diante da concorrência. "Cada um tem sua essência, mas todos devem vestir a camisa da empresa e lutar pelos interesses de seus clientes. Nossa tarefa é dar o suporte necessário para nossos parceiros, demostrando assim o valor do nosso trabalho", afirmou a executiva.

23

18/12/18 16:41


t

2O PAOLA OLIVEIRA EMPRESA: Intermac IDADE: 37 anos CARGO: Supervisora de Vendas TEMPO DE TURISMO: 20 anos TEMPO DE EMPRESA: 8 anos OUTRAS EMPRESAS: Vasp, STB e April Brasil QUALIDADES PROFISSIONAIS: Paixão pela profissão e pela empresa. Eu visto a camisa e busco entregar um atendimento qualificado e funcional PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Eduardo Aoki, CEO da Intermac COMO ENXERGA O SETOR: O seguro de viagens é um produto indispensável, então acredito que só podemos crescer. As pessoas deixaram de ver este produto como um luxo e entenderam que é uma necessidade PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Planos internacionais, devido à exigência em alguns destinos. Nos Estados Unidos o custo médico é muito alto, então recebemos muitos pedidos. O doméstico tem crescido muito, por causa da crise nos hospitais. Os viajantes preferem pagar por um seguro e não se arriscar

3O ROGÉRIO GOMES 24 20 a 28.indd 24

COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Avalie o tempo em que estamos no mercado, demonstre a qualidade de nossos produto e a confiança que o mercado tem com a nossa marca OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: É o pessimismo do agente de viagens. Eles estão desanimados com a chegada da internet, então temos que ficar os motivando o tempo todo O QUE BUSCA NA PANROTAS: Além das notícias sobre seguros, acompanho diariamente para ficar por dentro das novidades. Lá eu consigo ver qual agência veio para o Rio e qual diretor mudou de empresa, e com isso consigo uma brecha para oferecer meu produto e expandir minha rede de parceiros

EMPRESA: Affinity IDADE: 47 anos CARGO: Executivo de Contas TEMPO DE TURISMO: 30 anos TEMPO DE EMPRESA: 4 anos OUTRAS EMPRESAS: Soletur, Urbi et Orbi e Marsans QUALIDADES PROFISSIONAIS: Dedicação e foco com o cliente PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Alexandre Lança, da Affinity COMO ENXERGA O SETOR: Hoje passamos por um processo complicado. Os cartões de crédito e a internet se mostraram fortes concorrentes, então continuamente temos que buscar formas de destacar nosso produto no mercado PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Affinity 40, cobertura mundial COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Mostrando seus atrativos, como a préassistência que damos nos pacotes, as coberturas integrais para gestantes, entre outros OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: Concorrência e foco no cliente O QUE BUSCA NA PANROTAS: Informações atualizadas sobre o mercado e movimentação de profissionais

t

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:41


Sem tĂ­tulo-2 1

18/12/18 15:02


t

4O MÁRCIO FERREIRA

EMPRESA: Intermac IDADE: 50 anos CARGO: Gerente de Produtos TEMPO DE TURISMO: 30 anos TEMPO DE EMPRESA: 8 anos OUTRAS EMPRESAS: PANROTAS, Assist Card, Touristcard QUALIDADES PROFISSIONAIS: Seriedade e dedicação PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Alexandre Milessis, da Milessis Turismo, e Eduardo Aoki, CEO da Intermac COMO ENXERGA O SETOR: Nos últimos três anos, muitos profissionais do ramo buscaram se capacitar, então hoje o mercado é muito competitivo. Essa qualificação serviu para elevar o nível do atendimento e deslanchar as vendas PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Pacote Gold, com um bom valor de cobertura global, e o Embassy, com cobertura na Europa COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: No último ano segmentamos bastante nossos produtos, então agora o agente encontra facilmente o melhor produto para seu cliente. Temos muitas opções, então o agente tem que estudar e buscar um serviço adequado, que atenda às necessidades do viajante OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: A internet e os cartões de crédito são concorrentes muito grandes O QUE BUSCA NA PANROTAS: Matérias sobre destinos e mercado

5O REYNALDO GOMES (EMPATE) EMPRESA: Intermac IDADE: 58 anos CARGO: Gerente de Contas TEMPO DE TURISMO: 25 anos TEMPO DE EMPRESA: 8 anos OUTRAS EMPRESAS: Touristcard QUALIDADES PROFISSIONAIS: Sempre priorizo o cliente, corro atrás dos melhores negócios para eles e me deixo disponível 24 horas por dia PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Eduardo Aoki, CEO da Intermac, e Ricardo Celso Lopes, da Touristcard COMO ENXERGA O SETOR: O brasileiro não gosta de fazer seguro, entretanto hoje eles começam a perceber a importância deste serviço PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Embassy COMO RECOMENDA QUE O AGENTE

VENDA SEUS PRODUTOS: Mostre que nós trabalhamos com o melhor câmbio do mercado, todas as coberturas e alcances OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: A internet. O usuário fica atraído pelo preço e não entende a importância de um serviço qualificado. No final, ele acaba com um produto que não atende suas necessidades O QUE BUSCA NA PANROTAS: Ficar por dentro das novidades do mercado t

26 20 a 28.indd 26

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:41


26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019 — PANROTAS

Sem título-1 25

25

18/12/2018 13:34


t

5O MELISSA DE AMORIM (EMPATE) EMPRESA: GTA IDADE: 26 anos CARGO: Executiva de Contas TEMPO DE TURISMO: 2 anos TEMPO DE EMPRESA: 2 anos QUALIDADES PROFISSIONAIS: Assistência 24 horas para os meus clientes PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Philip Kotler, autor do Marketing 3.0 COMO ENXERGA O SETOR: As pessoas tinham muito receio de comprar, achavam até má sorte, agora entendem sua importância PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Euromax, cobertura mundial

7O FLAVIA RIBEIRO (EMPATE)

COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Sempre falo que a segurança não é só para quem viaja, mas também para quem fica. Também é importante enfatizar que o seguro não é somente auxílio médico, mas que também cuida de outros aspectos da viagem OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: A forte concorrência O QUE BUSCA NA PANROTAS: Todas as novidades do mercado

EMPRESA: Affinity IDADE: 51 anos CARGO: Executiva de Contas TEMPO DE TURISMO: 22 anos TEMPO DE EMPRESA: 5 anos OUTRAS EMPRESAS: April Brasil QUALIDADES PROFISSIONAIS: Objetividade e transparência, além do atendimento personalizado PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Alexandre Lança, da Affinity, e o consultor Marilberto de França COMO ENXERGA O SETOR: Temos vivido tempos difíceis com a chegada da internet, mas acredito que o futuro será melhor. O seguro viagem agora é mais aceito pelo público, as pessoas estão mais conscientes PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Intercâmbio e Europa COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Sempre seja transparente, passe corretamente as informações e tire todas as dúvidas do seu cliente. Também se preocupe com o pós-venda, busque saber como foi a viagem e se tudo correu bem OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: Conseguir amenizar o impacto da internet. Precisamos conquistar o cliente e mostrar a importância da nossa profissão O QUE BUSCA NA PANROTAS: As ações de outras operadoras e a movimentação dos profissionais do setor t

28 20 a 28.indd 28

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:41


Sem tĂ­tulo-1 1

18/12/18 12:48


t

7O MARCIA CRISTINA PASSOS (EMPATE)

EMPRESA: Intermac IDADE: 48 anos CARGO: Supervisora de Vendas TEMPO DE TURISMO: 25 anos TEMPO DE EMPRESA: 1 ano e meio OUTRAS EMPRESAS: Schultz e Americatur QUALIDADES PROFISSIONAIS: Dedicação, carisma e amor pela atividade PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Eduardo Aoki, CEO da Intermac COMO ENXERGA O SETOR: Muito promissor, com potencial de crescimento, pois os consumidores já começam a entender a importância do produto PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Gold, cobertura mundial, e Embassy, cobertura na Europa COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: Mostrando a credibilidade da empresa, a qualidade e a diversidade de produtos OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: A internet virou um grande desafio. Ela agrega, mas também dificulta a venda dos profissionais O QUE BUSCA NA PANROTAS: Todas as notícias do mercado nacional, qual segmento está em evidência e quais profissionais têm se destacado

9O ÉRIKA ALONSO EMPRESA: April Brasil IDADE: 34 anos CARGO: Executiva de Contas TEMPO DE TURISMO: 8 anos TEMPO DE EMPRESA: 5 anos OUTRAS EMPRESAS: Intermac QUALIDADES PROFISSIONAIS: Dedicação com as agências e os clientes PROFISSIONAIS DE INSPIRAÇÃO: Claudia Brito, da April Brasil COMO ENXERGA O SETOR: Um segmento delicado, mas promissor PRODUTOS MAIS VENDIDOS: Os de alta cobertura COMO RECOMENDA QUE O AGENTE VENDA SEUS PRODUTOS: É importante que o agente venda com 30 20 a 28.indd 30

propriedade, entendendo seu cliente e oferecendo uma cobertura condizente para assisti-lo em qualquer cenário OS MAIORES DESAFIOS DO SETOR: Mostrar como nosso produto é primordial e indispensável O QUE BUSCA NA PANROTAS: Novidades e tendências do mercado

PANROTAS — 26 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019

18/12/18 16:41


Sem tĂ­tulo-1 1

18/12/18 12:53


Sem tĂ­tulo-1 1

18/12/18 12:54

Profile for PANROTAS Editora

PANROTAS 1.352  

O brasileiro incorporou o hábito de viajar protegido, e a concorrência entre as empresas de seguro viagem aumentou. Nesta edição, confira os...

PANROTAS 1.352  

O brasileiro incorporou o hábito de viajar protegido, e a concorrência entre as empresas de seguro viagem aumentou. Nesta edição, confira os...

Profile for panrotas