Page 1

Edição nº 1.391 - Ano 26 | 25 de setembro a 1 de outubro de 2019 | www.panrotas.com.br

Sem título-2 2

R$ 11,00

20/09/2019 16:27


Apoio

AVIAÇÃO EM DESTAQUE

2019 está sendo o ano deles. Jerome Cadier, Paulo Kakinoff e John Rodgerson têm dominado as notícias, obtido bons resultados e enfrentado esafios em uma quantidade impressionante. Adversidades à parte, as conquistas e perspectivas são algumas das melhores dos últimos anos. Que mantenham esse poder e influência e que dialoguem bem com os demais 98 de nossa lista anual de 100 + Poderosos do Turismo.

Sem título-2 3

20/09/2019 16:27


Sem tĂ­tulo-8 3

19/09/2019 17:02


Sem tĂ­tulo-2 4

20/09/2019 16:27


Sem tĂ­tulo-2 5

20/09/2019 16:27


PRESIDENTE

José Guillermo Condomí Alcorta CHIEF EXECUTIVE OFFICER (CEO) José Guilherme Condomí Alcorta (guilherme@panrotas.com.br)

DIRETORA DE MARKETING E EVENTOS Heloisa Prass

CHIEF TECHNOLOGY OFFICER (CTO) Ricardo Jun Iti Tsugawa

REDAÇÃO (redacao@panrotas.com.br)

EDITOR-CHEFE E CHIEF COMMUNICATION OFFICER: Artur Luiz Andrade

(artur@panrotas.com.br) Coordenador de Redação: Rodrigo Vieira (rodrigo@panrotas.com.br) Coordenador Web: Danilo Alves (danilo@panrotas.com.br) Pancorp/Viagens Corporativas: Beatrice Teizen Conteúdo para marcas: Thelma Lavagnoli e Beatriz Contelli (estagiária) Reportagem: Filip Calixto, Marcel Buono, Marcos Martins, Isabella Tagliapietra (estagiária-SP) e Thalita Almeida (estagiária-RJ) Fotógrafos: Emerson de Souza (São Paulo) e Marluce Balbino (Rio de Janeiro) MARKETING Analista: Erica Venturim (erica@panrotas.com.br) CRIAÇÃO Aline Monteiro (aline@panrotas.com.br) Fernanda Souza (fernanda@panrotas.com.br) Pedro Moreno (pedro@panrotas.com.br) COMERCIAL Gerente: Ricardo Sidaras (rsidaras@panrotas.com.br) Executivos: Flávio Sica (sica@panrotas.com.br) João Felipe Santana (joaosantana@panrotas.com.br) Renato Sousa (rsousa@panrotas.com.br) Rene Amorim (rene@panrotas.com.br) Sônia Fonseca (sonia@panrotas.com.br) Big Data: Igor Vianna (igorvianna@panrotas.com.br) Jéssica Andrade (jessica@panrotas.com.br) Assistentes: Ítalo Henrique (italo@panrotas.com.br) Rafaela Aragão (rafaela@panrotas.com.br) FALE CONOSCO Matriz: Avenida Jabaquara, 1.761 – Saúde São Paulo - Cep: 04045-901 Tel.: (11) 2764-4800 Brasília: Flavio Trombieri (flavio@panrotas.com.br) Tel: (61) 3224-9565 Rio de Janeiro: Simone Lara (simone@panrotas.com.br) Tel: (21) 2529-2415/98873-2415 Estados Unidos: Helene Chalvire (helene@panrotas.com.br) ASSINATURAS Chefe de Assinaturas: Valderez Wallner Para assinar, ligue no (11) 2764-4816 ou acesse o site www.panrotas.com.br Assinatura anual: R$ 468 Impresso na Referência Gráfica (São Paulo/SP)

Quer ler a revista PANROTAS pelo celular? Manda um WhatsApp pra gente (11 95609-1507) ou use o QR Code ao lado. Media Partner

Associações

Parceria Estratégica

4 e 6.indd 4

19/09/19 23:36


Sem tĂ­tulo-8 5

19/09/2019 17:02


ÍNDICE 10 - Editorial e apresentação da Power List 2019 12 - Jerome Cadier – Latam Airlines 16 - John Rodgerson – Azul Linhas Aéreas 18 - Paulo Kakinoff – Gol Linhas Aéreas 22 - Adrian Ursilli – MSC Cruzeiros 23 - Alejandro Moreno – Wyndham Hotels & Resorts 24 - Alexandre Arruda – Argo Solutions 25 - Alexandre Moshe – Decolar 26 - Alexandre Oliveira – HRS 27 - Alexandre Sampaio – CNC / FBHA 30 - Ana Maria Berto – Orinter 31 - Ana Paula Oliveira – Flytour Business Travel 32 - Ana Rosa Luck – Luck Receptivo 33 - Ana Maria Santana – Schultz 34 - Andrea Leone – Agaxtur 35 - Antonio Dias – Royal Palm Hotels & Resorts 36 - Any Brocker – Brocker Turismo 38 - Bárbara Picolo – Flytour Viagens 39 - Bob Rossato – Viajanet 40 - Bruna Lima Duarte – Marriott International 42 - Bruno Lasansky – Localiza 43 - Carlos Antunes – Copa Airlines 44 - Carlos Prado – Abracorp / Tour House 45 - Chieko Aoki – Blue Tree Hotels / Noah Gastronomia 48 - Christiano Oliveira – Grupo Flytour 49 - Cinthia Douglas – Disney Destinations 50 - Claudia Menezes – GoPegasus 51 - Clovis Ruiz – Discover the World 52 - Dario Rustico – Costa Cruzeiros 53 - Dilson Verçosa Jr. – American Airlines 54 - Diogenes Toloni – Aerolíneas Argentinas 56 - Edmar Bull – Copastur 57 - Eduardo Bernardes – Gol Linhas Aéreas

4 e 6.indd 6

nº 1.391 25 de setembro a 1 de outubro de 2019 www.panrotas.com.br

58 - Eduardo Giestas – Atlantica Hotels 60 - Eduardo Kina – Alatur JTB 61 - Eduardo Vasconcellos Neto – Kontik 62 - Eduardo Zorzanello – Festuris Gramado 63 - Elisa Carneiro – Sabre 64 - Emerson Belan – CVC Lazer 66 - Estela Farina – Clia / NCL 67 - Fabiana Tourinho – Kaluah 68 - Fábio Camargo – Delta Air Lines 69 - Fábio Oliveira – Flytour Viagens / Flytour Franchising 72 - Fernando Michelini – CWT 73 - Fernando Slomp – Avipam 74 - Flávia Pirola – Tyller 75 - Francisco Neto – Aviva 76 - Gabriella Cavalheiro – Universal Orlando 78 - Gonzalo Romero – Air Europa 79 - Gustavo Paulus – GJP Hotels & Resorts 80 - Helvécio Garófalo – r o onfian a 81 - Henrique Sergio Abreu – Casablanca 82 - Igor Miranda – Latam Airlines 83 - Ingrid e Carla Davidovich – New Age 84 - Jacqueline Conrado – United Airlines 86 - Jean-Marc Pouchol – Air France-KLM 88 - Juarez Cintra Neto – Grupo Ancoradouro 89 - Leandro Carvalho – TUI 90 - Leonor Bernhoeft – LTN Brasil 91 - Luciano Guimarães – RexturAdvance 92 - Luiz Fernando Fogaça – CVC Corp 93 - Luís Vargas – Travelport 94 - Magda Nassar – Abav / Trade Tours 96 - Marcelo Álvaro Antônio – Ministro do Turismo 97 - Marcelo Bento – Azul Viagens / Azul Linhas Aéreas 98 - Marcelo Cohen – Belvitur

100 - Marcio Nogueira – HotelDo 101 - Marco Aurélio Di Ruzze – Grupo BRT 102 - Marco Ferraz – Clia Brasil 103 - Marcos Arbaitman – Maringá Turismo 104 - Maria Hulsewe – North America Destinations 106 - Mariana Aldrigui – FecomercioSP e USP 108 - Marina Gouvêa – Primetour 110 - Martin Jensen – Queensberry 111- Matt Teixeira – Best Western Hotels & Resorts 112 - Maurício Favoretto – Trend 114 - Melanie Teixeira – Omnibees 115 - Mena Mota – Grou Turismo 116 - Monica Samia – Braztoa 118 - Orlando Giglio – Iberostar Hotels & Resorts 119 - Oskar Kedor – Mobility 120 - Otávio Leite – Secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro 122 - Patrick Mendes – Accor 123 - Paula Santos – Blumar 124 - Paulo Rezende – Amadeus 126 - Peter Weber – SkyTeam 128 - Priscila Bures – CVC Corp 130 - Raffaele Cecere – ol es A io is ais 131 - Renato Franklin – Movida 132 - Ricardo Amaral – R11 Travel 133 - Ricardo Gomes – Câmara LGBT 134 - Roberto Santos – Esferatur 135 - Rodrigo Cezar – Alagev / Roche 136 - Rogério Siqueira – Beto Carrero World 138 - Ronnie Correa – Abreutur 139 - Soely Oliveira – BCD Travel 140 - Solange Vabo – Reserve 141 - Teresa Perez – Teresa Perez Tours 142 - Vinicius Lummertz – Secretário de Turismo do Estado de São Paulo 144 - Wagner Chaves – Sakura 145 - Wania Fasulo – Grupo High Light 146 - José Guillermo C. Alcorta – PANROTAS e Matcher

20/09/19 13:11


Sem tĂ­tulo-8 7

19/09/2019 17:02


PATROCINADO

DESTINOS CHEIOS DE SORTE BY BEST WESTERN Usar meias da sorte, evitar números de azar como o 13 na hora de escolher o assento no avião e até fazer alguns rituais para voltar ao destino – jogar uma moedinha na fonte já conta! – são algumas atitudes corriqueiras para aquele viajante supersticioso. Mas a verdade é que mesmo os mais céticos acabam se rendendo às tradições de alguns estinos ao re or o m n o se a ara ficar rico ter um relacionamento duradouro ou mesmo fazer aquela viagem novamente. Não custa tentar, certo? Por isso a Best Western fez uma lista com lendas de atrações famosas para colocar no roteiro. 1. San Diego, Califórnia, EUA Este destino californiano ganhou o título de mais sortudo dos Estados Unidos depois de uma análise sobre algumas questões como número de relâmpagos, menos mortes por queda de objetos, mais tacadas de golfe hole in one e ganhadores de loterias. Verdade ou não, o fato é que não dá para pensar em azar em San Diego, que tem dias de sol praticamente o ano todo e várias praias para curtir nas férias.

8

2. Fontana di Trevi, Roma, Itália Do século 4, a Fontana di Trevi é um dos principais e mais antigos monumentos da Itália. E dizem que o viajante deve virar-se de costas para ela, jogar uma moeda na fonte pelo ombro esquerdo para garantir outra viagem para Roma. 3. Túmulo do Lincoln, Springfield, EUA Você já quis esfregar o nariz com um ex-presidente? Aqui está sua chance. A três horas de Chicago, a capital de Illinois abriga o túmulo do ex-presidente americano Abraham Lincoln. Há uma estátua de bronze do político que já está desgastada no nariz, pois dizem que dá sorte tocá-lo. 4. Blarney Stone, Cork, Irlanda Este marco não é para os fracos de coração. Até pouco tempo, os visitantes eram segurados pelos tornozelos de ponta cabeça para que pudessem beijar a Pedra Blarney e ganhar o dom da eloquência. Isso mudou e agora tem uma grade de ferro de proteção e há voluntários no local para auxiliar os aventureiros que desejam tocar o monumento.

PANROTAS POWER LIST 2019

publi-best-western.indd 8

20/09/2019 00:06


5. As estátuas da Represa Hoover, Boulder City, EUA Antes de testar a sorte nos cassinos de Las Vegas, não se esqueça de conhecer a Represa Hoover. Além da arquitetura impressionante, as enormes estátuas de bronze desta represa oferecem um pouco de sorte a todo mundo que esfrega seu nariz. 6. Il Porcellino, Florença, Itália Parada obrigatória na cidade, para os viajantes em busca de sorte, a tradição aconselha fazer um pedido, esfregar o focinho da estátua de javali e colocar uma moeda em sua boca. Se a moeda cair dentro da grelha que recolhe a água, prepare-se, pois seu pedido será realizado. Não tenha receio de testar a sorte várias vezes. Todas as moedas são doadas para um orfanato local. 7. Lucky, Louisiana, EUA Está cansado da vida agitada de Shreveport? Faça uma viagem para Lucky, uma pequena vila na Louisiana, bem próxima do Mississippi e do México e teste sua sorte nos jogos de azar. 8. Colombo, Sri Lanka Aproveite para ver elefantes e macacos no safári do Kaudulla National Park. Se refresque nas águas das cachoeiras Hikkaduwa e Diyaluma, enquanto aprecia o pôr do sol. Ou ainda, caminhe pelas trilhas da montanha Adam’s Peak e conheça uma das maiores plantações de chá do mundo.

9. Zanzibar, Tanzânia As areias branquinhas e a brisa das árvores, combinadas com um passeio pelo Butterfly Centre, torna a ilha de Zanzibar o destino perfeito para quem busca relaxar e conhecer a vida animal enquanto passeia por pontos turísticos e históricos da região. Use seu tempo livre para caminhar pelas ruínas do Palácio Mtoni e se deslumbrar com uma tradicional mesquita do século 18. Não esqueça de parar nas lojinhas e levar um pouco desta ilha africana com você. 10. Anchorage, Alasca, EUA Se encante com a Aurora Boreal do Alasca nesta experiência inesquecível, lembrando que para vê-la sempre é preciso contar com a sorte. Além disso, a cidade de Anchorage é conhecida por sua diversidade e vida selvagem, especialmente para quem gosta de atividades ao ar livre. Explore o Chugach State Park, as geleiras e os lagos gelados da região. 11. Costa Amalfi, Campânia, Itália São 100 praias deslumbrantes e 13 cidades que vão de Positano a Pompéia. Aprecie a vista para o Mar Tirreno e o Golfo do Salerno. Saboreie opções gastronômicas de primeira em restaurantes à beira-mar. Independentemente das suas escolhas, sabemos que Amalfi será o destino dos sonhos. 

Sobre a Best Western:

Em plena expansão, a Best Western Hotels & Resorts tem planos de expansão global: 610 projetos de hotéis estão atualmente na projeção internacional da rede. Mais de 52% serão novas construções. Na América do Norte, a Best Western Hotels & Resorts planejou 364 hotéis com 33, 1 mil quartos, mais da metade deles para as marcas Best Western e Best Western Plus. Fora da América do Norte, mais 246 locais internacionais com mais de 25.000 quartos estão sendo implementados. Na Europa, haverá cerca de 150 novos hotéis. Hoje, a Best Western oferece marcas principais e associadas em todo o mundo. Essa diversidade oferece aos operadores de hotéis, desenvolvedores e investidores a oportunidade de selecionar o conceito certo para seu próprio produto. Ao mesmo tempo, o portfólio diversificado torna mais fácil para os viajantes escolherem o hotel certo.

PANROTAS POWER LIST 2019

publi-best-western.indd 9

9

19/09/2019 23:30


EDITORIAL

POWER LIST NONA EDIÇÃO

Bem-vindos à edição 2019 da lista PANROTAS dos 100 + Poderosos do Turismo. Uma lista que fazemos todos os anos para: 1. Reconhecer quem faz o Turismo acontecer a cada ano. 2. Reconhecer quem faz o Turismo crescer e evoluir. 3. Homenagear a história de ícones e referências de nossa indústria. 4. Registrar a movimentação anual do setor de Viagens e Turismo. 5. Incentivar a representatividade, o dinamismo, os profissionais e nichos que fazem do Turismo uma indústria vibrante e tão importante para a economia do País. É, ao mesmo tempo, uma lista onde não podemos fugir do poderio econômico e pela qual temos de incentivar os holofotes o no o no o ofi ona não vendem centenas de milhões de reais por ano, mas fazem a diferença em seus nichos, regiões ou com suas inovações. Ou seja, não dá para não reconhecermos a importância da CVC Corp, Grupo Flytour ou Decolar, mas também não podemos fazer uma lista só com os gigantes. Eles estão representados (na CVC Corp, por exemplo, com seis nomes), mas também abrimos espaços para quem está se destacando, mesmo não atingindo cifras tão altas de faturamento.

10 10 e 11.indd 10

Não é uma lista que mostra que um é mais importante que outro. Sequer mais poderoso. Mas uma lista que mostra 100 ofi ona o on o n n a a ona n o presentatividade. Quem pegar a edição 2019 da revista do Fórum PANROTAS, verá um ranking de empresas, por faturamento, e quase a totalidade dela está nessa lista. Mas quem também é leitor atento da rea o o a a o n aç o do Turismo vai muito além dessas empresas. Daí a necessidade do mix de segmentos a cada ano. Em 2018, por exemplo, reconhecemos praticamente todos os diretores de empresas aéreas internacionais e destacamos operadoras especializadas em Orlando. Em outros anos, não colocamos um político sequer. Este ano, decidimos trazer representantes do receptivo nacional e internacional, como forma de incentivo ao crescimento e organização desse segmento tão importante, e abrimos espaço para mais políticos. a a a a a o dentes das companhias nacionais Azul, Gol e Latam. A Gol já havia aparecido algumas vezes, mas Azul e Latam estreiam,

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:02


e com razão. O ano é de retomada do setor aéreo, de muitos acontecimentos, de uma competição que tem tomado as manchetes do Portal PANROTAS e de jornais para o o fina o ç a esperadas nessas companhias. Nada mais o o a Também trouxemos a lista pela primeira vez em ordem alfabética e pedimos artigos a duas das homenageadas: Mariana Aldrigui, da Fecomercio-SP e USP, e Priscila Bures, da CVC Corp. São profissionais que se destacam, que pensam o setor e que representam. Algo que a PANROTAS preza bastante e vai incentivar sempre: representatividade, inclusão e debate democrático. Vivemos de contar boas histórias para os profissionais de Turismo. Também contar o que está ocorrendo de mais importante no setor. Incentivar a indústria

10 e 11.indd 11

e mostrar números, análises, pesquisas, opiniões e caminhos. A lista dos 100 + Poderosos do Turismo é mais um desses momentos em que apresentamos um raio-X da indústria, e é a soma dos 100 perfis que vai fazer pensar, que vai suscitar o debate e as mudanças. Sozinho ninguém faz nada na vida ou nessa indústria. São representantes de Viagens e Turismo, empregadores, investidores, executivos e apaixonados pelo que fazem. Juntem-se a nós nessa jornada, visite-nos em nosso estande da Abav Expo, nos acompanhe nas redes sociais e no Portal PANROTAS, nos ajude com a grade do próximo Fórum PANROTAS e não se esqueça: #SomosTodosTurismo e juntos faremos sempre a diferença. oa a oa a o o fina 2019 e bom planejamento para 2020. 

19/09/2019 23:02


JEROME CADIER Presidente da Latam Brasil

12 12 a 14.indd 12

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:16


PRONTO PARA OS RESULTADOS Presidente da Latam Brasil desde 2017, Jerome Cadier demonstra, no encontro com a Revista PANROTAS, um misto de satisfação e dever cumprido depois de muito trabalho pós-fusão Lan/Tam, além de ansiedade pelos resultados desses investimentos, e também um certo cansaço físico (avaliação nossa, ele não reclamou) com tantos acontecimentos que culminaram em um 2019 bem atípico para a aviação nacional. Vamos às conquistas. A Latam celebra liderança em pontualidade no ano (311 dias como a mais pontual do País), a integração do Multiplus, agora sob o guarda-chuva Latam (o programa será relançado nos próximos dias, depois de investimentos de mais de US$ 300 milhões), a chegada das primeiras aeronaves Airbus e Boeing (777) com os novos assentos nas cabines econômica e

12 a 14.indd 13

executiva, e o redesenho da malha aérea doméstica para atender aos clientes corporativos. Muita coisa mesmo. Para se ter uma ideia de como algumas mudanças demoram a ocorrer, o próprio Cadier fez a seleção dos novos assentos, lá atrás, quando ainda cuidava do Marketing da companhia, baseado no Chile. Ou seja, pelo menos quatro anos até virar realidade. Mas o líder da Latam no Brasil sabe que é preciso mais agilidade e agora, com todos os entraves pós-fusão, incluindo a mudança de plataforma tecnológica, resolvidos, é hora de entregar as novidades com rapidez. Até por isso, a companhia “roubou” o executivo Paulo Miranda da Gol, para cuidar da área de Produtos do grupo. “Precisamos ter mais velocidade nas entregas e a vinda do Paulo Miranda tem a ver com isso”, garante.

19/09/19 22:16


MOMENTO BRASIL A aviação e o País respiram melhor nesse final de terceiro trimestre, e a Latam já colocou para voar dez dos 14 aviões que pegou da Avianca Brasil, mostrando que a capacidade está se ajustando e que não deve haver mais aumento de tarifas, como houve no primeiro semestre, devido à saída repentina de 50 aviões do mercado. No doméstico, a oferta se regulará, mas no inter, Cadier ainda vê um excesso para a Europa, ainda mais com a chegada de mais players. O presidente da Latam afirma que a companhia não deixará seus destinos tradicionais e investirá em melhorias onde há maior demanda, como para Portugal, que ganhará o A350 a partir de fevereiro de 2020. Mais investimentos do grupo no Brasil dependem também da estabilidade e da segurança jurídica para esses novos aportes. A atam não ficou satisfeita com as mudanças de regras na divisão de slots em ongonhas, o que acabou beneficiando a Azul, e também está preocupada com o aumento de processos judiciais no Brasil, por motivos que muitas vezes não dependem da empresa aérea, por exemplo causas naturais que podem levar a cancelamentos e atrasos, justamente os dois principais motivos das ações. Segundo ele, todos pagam mais caro por isso. Cadier também se diz favorável à entrada de mais aéreas no País e às mudanças recentes como aumento de capital estrangeiro e aos acordos de céus abertos. Mas o Brasil, em alguns itens, ainda perde em competi-

14 12 a 14.indd 14

tividade para outros mercados, o que pode atrapalhar investimentos futuros. Sobre a saída da concorrente Azul da Abear, ele diz não entender, pois assuntos comerciais nunca foram discutidos na entidade (ou por ela) e sua importância para educar e organizar o setor é indiscutível. Para os próximos meses, a expectativa é em relação à velocidade de entrega dos novos aviões, ao lançamento do novo programa de fidelidade e ao desenhos dos joint business agreements com American Airlines, Iberia e British Airways, que iniciarão logo, mas sem incluir o Chile, que recomeçará do zero o processo. Uma nova Latam está no ar, mas o trabalho não acabou. Faltam as entregas mais concretas e estar antenado e ser ágil para mudanças futuras. Jerome Cadier está satisfeito com o momento e o futuro da empresa, e atento aos movimentos no Brasil e no mundo. O cansaço com certeza desaparecerá quando os resultados chegarem com mais força.

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:16


Sem tĂ­tulo-8 15

19/09/2019 17:02


JOHN RODGERSON CEO da Azul Linhas Aéreas

16 16 e 17.indd 16

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:19


“MERECEMOS ESSE CRESCIMENTO” O executivo John Rodgerson está na Azul Linhas Aéreas desde o início, há 11 anos, e agora como presidente da companhia pode dizer que a paixão é a mesma, se não maior. E 2019 tem sido um ano atípico para a aviação em geral, muito bom para as três que sobreviveram à Avianca Brasil, e fantástico para a Azul. A empresa colocou no mercado 33 novas aeronaves, 12 das quais da Avianca, recebeu o novo 195-E2 da Embraer, estreou na ponte Rio-São Paulo (ou “Leblon-Faria Lima”, como chama Rodgerson) e ainda decidiu andar com as próprias pernas nas relações com governo e mercado em geral, saindo da Abear durante as negociações para compra da Avianca Brasil. “Estamos mais rentáveis, nossa receita por quilômetro subindo, voamos para 104 cidades, então merecemos esse crescimento. Merecemos estar na ponte Rio-São Paulo para que esse público conheça nosso serviço e as demais rotas em que operamos”, disse John Rodgerson à Revista PANROTAS. Segundo ele, nenhuma rota no mundo com a densidade da ponte aérea é servida apenas por dois players. Rodgerson já está operando na ponte (mesmo com o Santos Dumont ainda em obras , destaca a eficiência de sua empresa, os investimentos em frota e pessoal (1,5 mil colaboradores a mais neste ano), mas mesmo assim ainda diz que é difícil operar no Brasil, por conta dos custos e da legislação (que, por exemplo, culpa as aéreas por atrasos causados por fenômenos da natureza). “É fácil apontar o dedo e dizer que a passagem aérea é cara, mas é preciso entender os custos. Podemos ser mais eficientes, como a Azul é, mas o espaço que depende de nós é muito pequeno. 65% de nossos custos são dolarizados”, explica. Ele elogia as iniciativas de diminuição do ICMS sobre o combustível de aviação, como em São Paulo, e afirma que isso gera mais demanda e assim faz os preços caírem. “O que o (governador) Doria fez em São Paulo é muito importante e as companhias aéreas estão oferecendo uma contrapartida importante. Crescemos 22% em Campinas, mais que dobramos nossa operação em Guarulhos... O Doria sabe o que é bom para seu Estado, pois tudo isso gera mais empregos, mais voos, mais negócios”. Por conta do

mesmo benefício, segundo ele, a Azul criou o maior hub aéreo do Nordeste, inclusive com ligações para Europa e Estados Unidos. Ainda sobre as “altas tarifas”, e a Azul tem na Abracorp as maiores do mercado de viagens corporativas, Rodgerson diz que os custos para operar no interior do País também são mais altos. “E esses aeroportos estão abertos para nossos concorrentes. Por que eles não vão? Estamos fazendo nossa parte para ligar o Brasil por via aérea, ninguém investe tanto como a Azul”. O executivo garante também que o foco da companhia é o Brasil, aumentar o número de destinos servidos. “Queremos de seis a oito novos destinos no Brasil por ano, nos próximos cinco anos”, garante. O internacional continuará com Fort Lauderdale, Orlando e Lisboa como prioridades. “Vamos para outros destinos, mas não é o foco”, continua ele, anunciando que virão mais cedo os joint business agreements com United Airlines e Tap, modelo que aéreas do mundo todo estão escolhendo para crescer. Ele também negou que ingressará na aliança formada por Copa, United e Avianca Holdings na América Latina, preferindo o acordo solo com a empresa americana. Entrar em uma aliança global também está fora dos planos da Azul. “É como ser sócio de um clube, mas as instalações estão em outro país. Não faz sentido para a Azul”. “O Brasil não é só o Sudeste. O brasileiro ainda voa menos que seus vizinhos e esse é o nosso foco no momento”, revela, detalhando que 65% do seu movimento vem do passageiro corporativo (antes da ponte aérea) e que o mesmo percentual vem da venda indireta, ou seja, por meio de parceiros como agências de viagens, OTAs, operadoras e consolidadoras. Ele assume ainda que precisa de uma maior aproximação com esse trade, especialmente por conta do lazer. Sobre a saída da Abear ele é direto: “você acha mesmo que os interesses da Gol e Latam são os mesmos da Azul? Eles não querem aumentar a concorrência e a oferta em Congonhas, por exemplo. Acreditamos que podemos sozinhos abrir qualquer porta. Não quero me associar com quem não tem os mesmos valores , finaliza.

PANROTAS POWER LIST 2019

16 e 17.indd 17

17

19/09/19 22:19


PAULO KAKINOFF Presidente da Gol Linhas Aéreas

18 18 a 20.indd 18

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:22


LÍDER NO DOMÉSTICO E NO CORPORATIVO Em um dos anos mais tumultuados para a aviação brasileira, com acontecimentos como a saída de circulação da Avianca Brasil, a suspensão da operação dos Boeing Max e o racha na Abear depois da disputa pelos slots da Avianca em Congonhas, a Gol não tem do que reclamar. Dados da Anac de julho mostram um share doméstico de 41%, contra 34% da Latam e cerca de 25% da Azul. Já na Abracorp, no primeiro semestre, a Gol lidera com 38%, contra 30% da Azul e 25% da Latam. Ou seja, a companhia está bem posicionada, mesmo tendo sofrido perdas de R$ 30 milhões ao reacomodar, voluntariamente, os passageiros da Avianca Brasil, e ainda ter “investido” outros US$ 13 milhões na possível compra da empresa. Dinheiro que foi e que provavelmente não retorna.

18 a 20.indd 19

Mas Paulo Kakinoff, presidente da empresa, está otimista e acredita que grande parte do motivo dos bons números da companhia este ano deve-se ao projeto iniciado há quatro anos de reposicionamento do produto da empresa. “Hoje servimos todos os destinos com internet a bordo, a primeira do mundo a atingir essa marca, consolidamos os espaços diferenciados das aeronaves, com o Gol + Conforto, investimentos em tecnologia e temos o melhor aplicativo do mercado... enfim, estamos prontos para essa preferência do cliente e continuamos investindo nisso”, analisa. Tanto que a concorrência levou um de seus executivos, Paulo Miranda, que cuidava exatamente de produto. “É natural que copiem o que fazemos. Acho até que demoraram muito, pois iniciamos há quatro anos”, co-

19/09/19 22:22


cado, na aviação. Temos essa rapidez”. Com 99 destinos no Brasil, devendo chegar ao 100º ainda neste ano, a Gol celebra iniciativas de diminuição do ICMS sobre o QAV de aviação, como em São Paulo e Rio Grande do Norte, exemplos recentes. “Com isso crescemos bastante em São Paulo, fomos a primeira empresa a oferecer o stopover no Estado e conseguimos ligar as capitais do Nordeste a Buenos Aires. Também estamos atendendo melhor a demanda no Rio Grande do Sul e no Paraná”, avalia. Para chegar a destinos menores, onde o Boeing da Gol não consegue operar, a empresa tem parcerias com a Passaredo e a TwoFlex. “Por isso não faz sentido investirmos em outro tipo de aeronave. Nem no internacional, já que o alcance do Max é muito bom”.

menta Kakinoff, que anunciou Carol Trancucci como a nova executiva responsável por produtos na Gol, que conta com 127 aeronaves já com as novas configurações e serviços. Por conta da necessidade de mais aviões no mercado, depois da saída da Avianca Brasil, a Gol foi atrás de aeronaves usadas, arrendou um total de 12, com cinco já em operação. São aviões temporários que também suprem a suspensão do Max, mas Kakinoff ainda acredita que os Boeing de última geração voltem a voar este ano. A Gol também contratou 800 novos colaboradores, 300 da Avianca Brasil. Vale destacar também que, segundo ele, a Gol tem agilidade para mudar produtos e serviços onde for preciso, de acordo com as tendências de mercado e necessidades dos clientes. “Nossa proposta de valor, que é oferecer segurança, pontualidade, regularidade, i-fi, snac s org nicos e serviços via aplicativo, pode sempre ser mudada de acordo com o que está ocorrendo no mer-

20 18 a 20.indd 20

SMILES Em um movimento similar ao da Latam, de internalização do programa de fidelidade (Smiles, no caso), Paulo Kakinoff diz que o projeto ainda está no radar, mas deixou de ser prioridade com as questões de 2019, especialmente do Boeing 737-Max. “Vamos retomar esse tema em breve”, anunciou. Já sobre o tema das tarifas mais altas no começo do ano, ele acredita que a entrada das novas aeronaves das três companhias irá normalizar a situação. E diz que o fator Azul na ponte aérea não ajudou a baixar os preços. “Pelo contrário, eles têm tarifas mais altas que Gol e Latam. As tarifas em Viracopos subiram mais que em Congonhas. O que mostra que o modelo de distribuição de slots que defendíamos era mais adequado”. O maior desafio do ano, portanto, foi mesmo lidar com essa conjuntura de variáveis exógenas à companhia, que em 2019 variaram até demais. “E a Gol fez valer seu maior ativo, que é a simplicidade de nosso modelo, o que nos dá agilidade para esses momentos. Menos de 60 dias depois da suspensão do Max já tínhamos aeronaves substitutas em operação , finalizou.

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:22


Sem tĂ­tulo-8 21

19/09/2019 17:02


ADRIAN URSILLI MSC Cruzeiros

A indústria de cruzeiros continua a crescer em todo o mundo, desempenhando um papel significativo no Turismo global, e o mercado brasileiro segue essa tendência. Por aqui, o setor teve uma retomada, e isso anima Adrian Ursilli e a MSC. “As duas últimas temporadas foram de grande sucesso para a MSC Cruzeiros no Brasil. Diante disto, o meu maior desafio este ano foi manter o contínuo crescimento da companhia no País, sempre pensando em gerar novas oportunidades de negócios e trabalho para os agentes de viagens, parceiros essenciais para nós , afirma. Mesmo que não seja um papel cabível apenas MS , a companhia trabalha para superar desafios mais amplos no Brasil, como infraestrutura, regulamentação e custos. Entretanto, Ursilli mostra que a armadora faz o que está a seu alcance para continuar como uma das preferidas do brasileiro. Como? “Trazendo os navios mais modernos do mundo para o Brasil, oferecendo produtos e serviços diversificados e de alta qualidade, sistemas de alta tecnologia e segurança para distribuição de nossos produtos”, responde Ursilli. “Esse trabalho está em linha com o nosso plano de expansão global sem precedentes na indústria de 13,6 bilhões de euros, que triplicará nossa capacidade até 2027, com o objetivo de fortalecer nossa presença em mercados estratégicos.”

O executivo comanda a maior oferta de navios e leitos no litoral do Brasil, e tamb m investe para levar o brasileiro cada vez mais longe a bordo da MS Estados nidos, aribe, Oriente M dio e Europa já crescem na presença de nossos turistas nos novíssimos navios da companhia. Este ano, inovou e ousou ao levar a primeira onvenção nternacional de endas para dentro do MS Seaside, saindo de Miami. Ursilli sabe das responsabilidades de ser líder e não decepciona.

22 22.indd 22

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:04


O Wyndham Gramado Termas Resort & Spa é o primeiro hotel que a Wyndham gerencia no Brasil, mas acima de tudo, a rede encara a propriedade como um marco. Um compromisso com seus parceiros no País. “Fizemos uma entrega de qualidade, com equipe preparada e altamente qualificada para implementar o padrão internacional da marca. Além disso, é um empreendimento multipropriedade, que necessita de um know how específico , justifica Alejandro Moreno.“Somos a única rede hoteleira internacional no País que faz este tipo de modelo de negócio. sso significa que temos o conhecimento necessário para entender tanto o empreendedor quanto o consumidor.

ALEJANDRO MORENO Wyndham

Para superar esse desafio, a Wyndham, nesses últimos dois anos, passou por diversas modificações internas. “A principal foi a abertura de escritórios em cidades estratégicas como São Paulo, Buenos Aires, Cidade do México e Bogotá. Ter um escritório dentro do Brasil, com time formado e equipes presentes no País, foi fundamental para o sucesso da abertura da operação do Wyndham Gramado Termas Resorts Spa , acrescenta. O escritório também foi fundamental para demais aberturas nos últimos meses, como o upscale Wyndham Rio de Janeiro Barra, o Wyndham Olímpia Royal Hotels, o maior hotel em número de quartos do Brasil com 960 apartamento, e o Tryp Belo Horizonte Savassi.

Moreno comanda a expansão e o aumento do reconhecimento da rede na América Latina, tendo o Brasil como um dos maiores focos de investimento. A rede demorou a chegar por aqui, mas Alejandro Moreno e sua equipe têm como meta alcançar a liderança que já possuem em outros mercados.

PANROTAS POWER LIST 2019

23.indd 23

23

19/09/19 22:23


ALEXANDRE ARRUDA Argo Solutions

A transformação e a evolução de sua cultura é o maior desafio que a Argo Solutions, e consequentemente Alexandre Arruda, estão enfrentando este ano. Se no Turismo as coisas são dinâmicas, para as empresas de tecnologia no Turismo, essa mutação é ainda mais rápida. “Somos uma empresa de 13 anos e, portanto, este movimento é essencial para impactar positivamente todo o ecossistema Argo e nossa oferta de valor , afirma Arruda. “Estamos no início de uma jornada de transformação importante para nosso ecossistema de clientes e parceiros.” A estrat gia da Argo para chegar lá trazer gente nova, de outros mercados, expostos a experiências distintas daquelas vistas no setor. “Este processo está em curso e a ideia é gerar a maior diversidade de bac grounds possível em um médio prazo , completa Arruda, que conta com a ajuda de Alexandre Cordeiro e outros “agentes de transformação” nesta empreitada.

Sin nimo de tecnologia amigável e comprometida com o viajante corporativo, a Argo tem em Alexandre Arruda o líder certo para crescer acima da m dia do mercado e internacionalizar os produtos, que já têm presença de sucesso na Argentina, ol mbia, hile e M xico.

24 24.indd 24

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:04


Quem disse que as agências on-line são algo novo? A Decolar completa, em 2019, duas décadas no mercado brasileiro, e não abre mão de sua frente de inovação. Para o diretor Alexandre Moshe, a principal OTA do País está em constante transformação, sempre com a missão de proporcionar a melhor e mais completa experiência de viagem para seus clientes. “Por isso, já no primeiro semestre, apresentamos ao mercado uma nova marca e um novo posicionamento. Criamos produtos que proporcionem novas experiências para o viajante, como por exemplo, as Escapadas com opções de roteiros para viagens mais curtas. Além disso, lançamos o Para onde Viajar?, ferramenta de inteligência artificial que auxilia o viajante na escolha de seu próximo destino. Destaco também a novidade lançada neste mês de setembro, o Passaporte Decolar, programa de benefícios que coloca o nosso cliente em primeiro lugar.”

ALEXANDRE MOSHE Decolar

Moshe agradece não só à sua equipe, como toda a cadeia produtiva do setor como aliada em suas missões. “Trabalhamos com grandes players do mercado em uma sólida parceria, que nos permite lançar ofertas atrativas para beneficiar o turista brasileiro. Com isso, todo o trade se fortalece. Os fornecedores têm a garantia de ocupação e o cliente a certeza que investiu em novas experiências. Já a Decolar, a confirmação que conseguiu proporcionar uma verdadeira experiência de viagens.”

2019 é um ano de virada para a Decolar, que anunciou mudanças de produtos, investiu na Viajes Falabella, criou seu programa de fidelidade e completou, no Brasil, um ano sob a liderança de Alexandre Moshe, ex- ivelo.

PANROTAS POWER LIST 2019

25.indd 25

25

19/09/2019 23:04


ALEXANDRE OLIVEIRA HRS

Crescer e se consolidar como prioridade a seus clientes é a missão de toda empresa, mas ao mesmo tempo em que busca essa conquista, Alexandre Oliveira, da HRS, quer mais. “Queremos ser agentes de mudança, promovendo o protagonismo dos clientes e a busca por eficiência da gestão de ponta a ponta em hospedagem corporativa”, afirma o executivo. “Essa missão está sendo conquistada dia após dia, com a confiança e o reconhecimento de nossos clientes e com o talento, compromisso, competência e trabalho do time HRS.

O executivo da HRS sabe que a indústria de Viagens e Turismo, ainda mais no segmento corporativo, está em constante evolução. Por isso, a HRS está sempre ouvindo o cliente e parceiros, promovendo debates (como seu fórum anual, realizado em agosto) e investindo em inovações. A meta é crescer 20% em clientes este ano.

26 26.indd 26

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:05


Se o Brasil não é para principiantes no setor privado, tampouco é fácil de lidar com as tantas mudanças na estrutura sindical. Quem tem de lidar com ambas as esferas, é duplamente cobrado a enfrentar desafios. E diante da alteração na legislação, da crise econômica do País e dos questionamentos constantes contra o que já existe, os maiores desafios do presidente da FBHA e diretor do Cetur-CNC, Alexandre Sampaio, são a sobrevivência e o desenvolvimento do novo papel das organizações patronais, de representação formal ou associativas setoriais. Na estrutura empresarial, de hotelaria e de alimentação fora do lar, os principais desafios têm sido ultrapassar uma recessão nunca vista; lidar com um ambiente político promissor, porém conturbado; e conviver com uma concorrência informal, predatória e desonerada, que tem favorecido o desemprego, o fechamento de negócio e o desestímulo ao empreendedorismo. “Na FBHA, estamos em plena discussão para atualização do nosso planejamento estratégico, com foco em gestão por objetivos, o que vai nortear nossos caminhos para lidar com esta conjuntura. No privado, diante da pouca margem orçamentária de manobra, nos voltamos a uma administração de custos controlados, de contratos renegociados, de quase nenhum investimento, de diálogo constante com o cliente e fornecedor, e, quando inevitável, de demissões , afirma Alexandre Sampaio.

ALEXANDRE SAMPAIO CNC/FBHA

Articulador, pragmático e entendedor dos meandros da política associativa (e da política da capital federal), Sampaio está à frente de grandes lutas do Turismo brasileiro e apoia eventos e debates nesse sentido em todo o Brasil. Ele sabe que não importa o governo ou o partido no poder (já que eles vêm e vão) o Turismo tem sempre que estar na pauta de prioridades, pois os resultados são imediatos e facilmente mensuráveis.

PANROTAS POWER LIST 2019

27.indd 27

27

19/09/2019 23:05


28 Sem título-15 28

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 18:23


PANROTAS POWER LIST 2019

Sem título-15 29

29

19/09/2019 18:23


ANA MARIA BERTO Orinter

Ter equilíbrio o suficiente para poder conduzir a Orinter de forma a continuar apoiando o agente de viagens e conseguir obter resultados positivos o desafio de todos os anos para Ana Maria Berto. Em um 01 que frustrou quem não achava que seria um ano complicado para o País, a regra a mesma. “Por m, com o apoio da equipe, que está muito focada e consolidada no sentido de fazer com que a Orinter tenha seu lugar de destaque no mercado, al m do apoio fundamental do nosso parceiro agente de viagens, nós estamos confiantes em continuar crescendo , afirma Ana Maria Berto, que menciona em especial Roberto Sanches e Jesus risto como alicerces fundamentais em sua caminhada. Para esta que uma das principais mulheres do setor, o Turismo uma indústria muito aberta, evoluída, que aceita diversidade e inclui as pessoas. “A inclusão faz parte do nosso negócio. Opero pacotes para deficientes físicos, para idosos, tenho pacotes pensados para BT s, há tamb m hot is com nichos dedicados. O Turismo abraça, sim, a todos. A todos que compram viagem e a todos que trabalham no setor.

Tida como uma das maiores profissionais no segmento de Operadoras, Ana Maria alterna momentos de “vai com tudo , com outros no estilo “come quieto . Em poucos anos, fez da Orinter uma das principais operadoras do País, sempre ampliando produtos como a recente parceria com a niversal Orlando , investindo e reconhecendo os agentes de viagens e tamb m seus colaboradores, cada vez mais especialistas.

30 30.indd 30

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:06


ANA PAULA OLIVEIRA Flytour Business Travel Alguns acreditam que o pior do ano já passou nos seis primeiros meses, mas Ana Paula Oliveira acredita que o segundo semestre seguirá altamente instável. “Em tempos de menores investimentos por parte dos clientes corporativos, é necessário reduzir os custos dos processos, sem afetar a qualidade dos serviços. É um desafio trabalhar este equilíbrio quando se tem como princípios atender com excelência e gerar valor agregado , afirma a líder da Fl tour Business Travel. “Nossa estratégia para encarar este período prevê o aproveitamento de recursos tecnológicos da melhor forma, para garantir eficiência produtiva e gerar valor, atendendo nossos clientes que são o gestor de viagens e o viajante.” Ela acredita que a indústria tem percebido o tamanho de sua responsabilidade e a potência que representa, com relação a inclusão e representatividade, mas ainda há muito a se fazer. “Nós movimentamos pessoas e temos muitas responsabilidades. Juntos poderíamos mudar o patamar de acessibilidade real , lembrando que acessibilidade não rampa para cadeirantes.... vai muito, muito além disso.”

A maior TM do País comandada por uma mulher, que sabe que um dos segredos desse negócio não perder o foco no cliente. Mesmo sendo gigante, a Fl tour investe no atendimento personalizado, na tecnologia amigável e em processos que valorizem cada vez mais o bem estar de viajantes e colaboradores.

PANROTAS POWER LIST 2019

31.indd 31

31

19/09/2019 23:06


ANA ROSA LUCK Luck Receptivo

A Luck Receptivo Recife é uma escola na vida de Ana Rosa, que há alguns anos iniciou um projeto com o destino Fernando de Noronha, de receptivo do Grupo Luck neste que é um dos destinos mais peculiares do País. “Tive que me reinventar em vários aspectos. O pontapé inicial foi ajustar a empresa para o enfrentamento da crise e a mudança no modelo de negócio, tornando-o mais dinâmico e on-line”, aponta a empresária. Deste desafio, inclusive, Ana Rosa criou um novo negócio com seu sócio Cayo Almeida, o Grupo Alto da Ilha Pousadas, que hoje conta com três pousadas na ilha: Pousada Alto da Vila, Pousada Alto da Floresta e Pousada Estrela do Mar. Para vencer a crise, na qual o setor de viagens de lazer também sofre, Ana Rosa atua ao lado de seus parceiros, como o Atalaia Noronha, que também é uma empresa do Grupo Luck e que atua na ilha, para criar pacotes mais atrativos. A executiva vê o Turismo como “uma indústria inclusiva, na qual não percebo preconceito nem discriminação tanto com os clientes e com quem trabalha”. Porém, acredita que o setor ainda é tímido em representatividade.

Sinônimo de bem receber e de conhecimento dos destinos onde opera, a Luck Receptivo tem em Ana Rosa um de seus pilares. Em uma empresa familiar e altamente profissional, Ana Rosa vê com orgulho as sementes de d cadas de uc Receptivo se espalharem por todo o Nordeste, inclusive com a filha Juliana, que segue com louvor os passos e ensinamentos dos pais.

32 32.indd 32

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:24


ANA SANTANA Schultz

As incertezas políticas e econômicas do Brasil e do mundo afligem Ana Santana, uma das principais líderes do Grupo Schultz no País. Como ela sabe que não dá para ficar parada, atua, no mbito financeiro, “realizando hedge cambial, negociando melhores condições com fornecedores, acompanhando diariamente o mercado para tomada de decisões, mas sem deixar de investir em melhorias tecnológicas que visam facilitar e aumentar as vendas e também buscando novos produtos”. Para alcançar todas essas conquistas ela garante, e se enche de orgulho ao falar do tema, que tem equipe unida, forte e com propósito e que certamente, faz a diferença. Quanto ao tema inclusão, a executiva afirma que o Turismo está bem servido. Porém, ela acredita que o Brasil seria beneficiado se fizesse melhor promoção de suas vantagens como destino tanto internamente quanto no Exterior.

Ana Santana a pessoa de confiança de Aroldo Schultz para tocar o grupo no Brasil e os resultados têm se confirmado. A meta fechar o ano com vendas de R$ 180 milhões, nova sede e investimentos em produtos diferenciados no Brasil e no Exterior. Produtos que Ana faz questão de conferir pessoalmente e escolher o que está alinhado com a filosofia de bem atender e encantar os clientes da Schultz.

PANROTAS POWER LIST 2019

33.indd 33

33

19/09/19 22:25


ANDREA LEONE Agaxtur

Andrea Leone e a Agaxtur estão tendo a “dor de cabeça ou melhor, o desafio que muitos empresários do Turismo gostariam de estar encarando. Com a equipe da empresa em franco crescimento, tanto com abertura de novos escritórios para atendimento a agências, como no lançamento de novas franquias, ela põe na contratação e capacitação de profissionais grande parte de seus esforços este ano. E “capacitação , para ela, mais do que um termo. “É fazer o time atender o cliente com um diferencial humano, ir além do que o robô pode fazer, ser ágil, entender as necessidades das agências e fazer a diferença superando todas as expectativas , afirma. “Buscamos trazer novos formatos de treinamentos internos, saindo um pouco das técnicas de vendas, produtos, destinos e sistemas e indo al m , exemplifica Andrea, citando a gerente de R e apacitação da Agaxtur, Aline Belotti, como uma das grandes aliadas. A respeito da inclusão, Andrea Leone acredita que o Turismo “pode ser bastante aberto para quem tem vontade de aprender, independentemente da classe social, raça, cor ou escolha sexual, e que o mais importante é ter jogo de cintura e espírito de curiosidade aguçado .

Se o irmão é quem mais aparece e circula pelo trade, é Andrea quem segura as rédeas no dia a dia da operadora, com uma estratégia de crescimento sustentável, focando na parceria com os agentes de viagens, em um projeto de franquias e tamb m na diversificação de produtos, sem esquecer de carros-chefe como cruzeiros e Orlando.

34 34.indd 34

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:07


ANTONIO DIAS Royal Palm Hotels & Resorts

A inauguração do três estrelas Hotel Contemporâneo, no início deste ano, foi a última etapa do complexo Royal Palm Campinas, um desafio encarado e concluído por Antonio Dias. “Para nossa felicidade, fomos extremamente bem-sucedidos neste período de operações, recebendo grandes eventos de empresas de todo o País. Executamos com maestria nossa proposta do complexo Royal Palm Campinas e, hoje, alguns meses após sua finalização, podemos dizer que ele se consolida como uma referência no mercado de eventos brasileiro.” Líder do grupo, que em seu complexo principal ainda conta com um resort de 500 apartamentos, um quatro estrelas e o majestoso espaço de eventos Royal Palm Hall, Antonio Dias é um entusiasta do trabalho em equipe. “Todos os colaboradores sempre acreditaram no projeto desde o início. Tenho muita sorte de ter um time de profissionais excepcionais, muitos dos quais com a carreira toda construída dentro do grupo, acho que isso os torna ainda mais apaixonados pela nossa marca e dispostos a encarar qualquer desafio.

Quem frequenta os hotéis Royal Palm há tempos não se surpreenderá com a grandiosidade e qualidade do complexo Royal Palm Hall. Antonio Dias, como fez com o resort original, construiu um equipamento pensando na usabilidade do cliente, na flexibilidade para qualquer evento e no conforto dos hóspedes e visitants. Padrão Royal Palm, padrão da família Dias.

PANROTAS POWER LIST 2019

35.indd 35

35

19/09/2019 23:07


ANY BROCKER Brocker Turismo

Clientes cada vez mais exigentes e tomadores de decisão exigem que as empresas se adaptem a uma nova realidade de mercado. É isso que a Brocker, na posição de um dos principais receptivos da Serra Gaúcha, vem se dispondo a fazer. “Temos de estar em todos os canais de vendas, assim como formatar e oferecer o produto e o serviço que o cliente quer comprar, e não necessariamente o que queremos vender , exemplifica An Brocker. Portanto, criação de novos produtos e reforço dos tradicionais são prioridade do receptivo, além de trabalhar nichos de mercado, competindo com produtos exclusivos, não apenas com preços Any, que agradece ao apoio de suas sócias Carlise Bianchi e Luiza Brocker Boeira, além de José Augusto Reck, o Guto, acredita que o Turismo é, sim, uma indústria de inclusão. “Tenho o privilégio de morar em uma região onde 88% da economia vive do Turismo, ou seja, todos vivem, entendem e trabalham para que a atividade aconteça , afirma a executiva, lamentando que no cenário nacional o Brasil não aproveita tanto de seus recursos para fazer do País uma potência turística.

A paixão de Any Brocker pela Serra Gaúcha e pelo bem receber é evidenciada no cuidado da equipe da empresa com clientes e parceiros. E nos produtos diferenciados que evidenciam o melhor dos destinos visitados. Visitar a Serra Gaúcha com o sorriso e a competência dos Brocker é certeza de querer voltar sempre.

36 36.indd 36

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:07


Sem tĂ­tulo-8 37

19/09/2019 17:02


BARBARA PICOLO Flytour Viagens

Se a economia do País não dá sinais de melhora, quem precisa se mexer é o empresariado. Neste cenário, reinventar-se é sempre um desafio. E se tem uma coisa que Bárbara Picolo não gosta de ficar parada. Ou seja, ela é a executiva feita para todos os momentos, da seca bonança. “Desde sempre nosso papel é estreitar o relacionamento com o agente de viagens, encontrar a forma de vender com assessoramento e ferramentas. o caso do Fl tour Partner, lançado recentemente pela Flytour Viagens, que tem o intuito de ser um aliado do agente tradicional contra a feroz concorrência on-line”, afirma Bárbara, que confia plenamente em sua equipe de Vendas, a quem chama de “seu cartão de visitas . Para ela, o Turismo é uma das indústrias que aprenderam a dar inclusão. “Olhando a cadeia de ponta a ponta, temos desde o vilarejo que atende nossos clientes até o escritório, que agrega o menor aprendiz, o portador de necessidades especiais. A Fl tour Viagens consegue incluir a todos, o que é muito positivo para a empresa, pois são pessoas que vêm com gás total, ideias novas, visões desprendidas.

Incansável, “chata” em busca de qualidade e benefícios para seus clientes, apaixonada por descobrir novidades, fã de Star Wars e dos parques de Orlando em geral, Bárbara Picolo a profissional exemplar do setor de Operações. Aquela que sabe ligar todos os pontos e produtos para produzir uma viagem inesquecível, com qualidade e boas lembranças para todos.

38 38.indd 38

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 12:22


BOB ROSSATO Viajanet A quebra da Avianca Brasil demandou um trabalho exaustivo da Viajanet para conseguir atender a todos seus clientes, mas esse não o único desafio encontrado por Bob Rossato e sua equipe neste ano. A variação cambial, bem como as incertezas econômicas, têm feito a OTA repensar suas estratégias. “O ano começou incrivelmente bem, aproveitando os ânimos de um novo governo. Investimos em novos canais de vendas, desenvolvemos novos produtos, meios de pagamentos, como parcelamento no boleto em até 15 vezes, e investimos fortemente em times de tecnologia, os famosos squads , afirma, revelando alta de 25% no primeiro semestre em comparação ao mesmo período de 2018. Juntamente com Alex Todres e Paulo Nascimento, a quem agradece a parceria, Bob Rossato afirma que uma das conquistas até aqui é manter na cultura Viajanet o DNA de startups. “Enxutos e rápidos”, comemora. “Temos o que chamamos de tripulação Viajanet, com colaboradores altamente qualificados e de alta performance, que entregam os nossos resultados diariamente. Temos orgulho de ter o nosso ‘dream team’!”

Um dos sócios da OTA que se tornou uma das principais do País, Bob Rossato está sempre inquieto atrás de inovações, de qualidade, preço e diferenciais para continuar crescendo em um ambiente altamente competitivo, em que qualquer detalhe fará a diferença para o cliente. Bem relacionado e sempre bem-humorado, é um dos executivos mais queridos do setor.

PANROTAS POWER LIST 2019

39.indd 39

39

19/09/19 22:26


BRUNA LIMA DUARTE Marriott International

Não tem tempo ruim com a carioca Bruna Lima Duarte, que ajudou a Marriott International a se consolidar no País e conhece gerente, diretores e executivos da rede em todo o mundo. Quem vende com um sorriso no rosto já sai na frente, quem faz isso com paixão e profissionalismo made in Brazil vai al m, não mesmo, Bruna

40 40.indd 40

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:09


Sem tĂ­tulo-8 41

19/09/2019 17:03


BRUNO LASANSKY Localiza

Locadoras de automóveis apoiam seus crescimentos no setor de viagens corporativas e este, por sua vez, desafiador na visão de Bruno Lasansky. “O setor viu um movimento de retratação nos últimos três anos, que chegou a 13%. De acordo com dados Abracorp, as receitas provenientes de locações de carro cresceram apenas 6% no segmento em 2019, número muito inferior ao da indústria”, lamenta o executivo. Lamenta, mas não desiste. “Encaramos o desafio de mostrar para todos a grande oportunidade que o aluguel de carros representa e sua capacidade de gerar receita adicional para as agências.” Porém, a líder de mercado Localiza Hertz enxerga os obstáculos como oportunidades de alcançar resultados extraordinários. “Conhecemos a jornada do nosso cliente, portanto investimos em inovação para qualificar ainda mais sua experiência. Hoje, uma pessoa pode alugar um carro pelo celular, sem passar pelo balcão, pode passar pelos pedágios sem necessidade de parar, além de poder acumular pontos em nosso programa de recompensa , afirma. “Essa paixão pelo cliente fez com que a Localiza Hertz crescesse 14% em suas receitas na Abracorp no primeiro semestre de 2019.”

Em pouco tempo Bruno Lasansky foi promovido da unidade de Rent a Car (Localiza Hertz) para o comando das operações de todo o grupo. A liderança da Localiza na indústria é visível em números e na presença em toda a América Latina, mas também na vontade de executivos como Bruno Lasansky, sempre em busca do passo que manterá a empresa à frente dos concorrentes (bem à frente, aliás), mas também na mente dos clientes como a melhor opção.

42 42.indd 42

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:09


CARLOS ANTUNES Copa Airlines

Carlos Antunes deixou a Alitalia para se tornar gerente regional de Vendas da Copa Airlines e cuidar das operações em Brasil, Paraguai, ruguai e Bolívia para a a rea panamenha. O executivo ficou dois anos como countr manager da Alitalia, mas soma mais de 1 em endas e Mar eting no Turismo. Tap, Etihad Air a s e Air Se chelles estão nessa lista de companhias em que liderou atividades como o lançamento de novas rotas e processos de reestruturação e novos negócios. Seu respaldo fica claro pela voz do vice-presidente global de endas da a rea, ristophe Didier, que, no ato de sua contratação depositou confiança em sua “rica vivência profissional e perfil multicultural . Mais mudanças estão a caminho na opa Airlines.

PANROTAS POWER LIST 2019

43.indd 43

43

19/09/2019 23:37


CARLOS PRADO Tour House e Abracorp

O maior desafio da Tour ouse em 01 está sendo promover a mudança cultural da empresa. “Estamos em um ciclo virtuoso de investimento em Tecnologia com novos produtos, recursos e possibilidades, e o grande desafio que chega com toda essa capacidade tecnológica e oportunidades de negócios puxar na mesma velocidade a mudança cultural dos colaboradores, mantendo o DNA da empresa , afirma arlos Prado. Para chegar lá, Prado investe em capacitação, desafiando os líderes em todos os momentos, trabalhando dentro de uma metodologia clara de indicadores. Entendemos que com o investimento no time ganhamos no alinhamento das atividades de todas as áreas, al m de gerar maior engajamento, fazendo com que toda a equipe assuma responsabilidades com maior capacidade de execução.

Outra figura inquieta em nossa lista, arlos Prado não para de buscar novos caminhos para atender bem o viajante corporativo. E ainda guarda um tempo para trabalhar para o setor frente da Abracorp, que vive um de seus momentos mais produtivos e disruptivos. Nada como aliar conhecimento a vontade política.

44 44.indd 44

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:10


CHIEKO AOKI Blue Tree Hotels e Noah Gastronomia

Quem é que não passa por momentos difíceis? Em tempos de recessão, são poucos, ou quase nenhum empresário que tem esse privilégio. No entanto, há aqueles que se queixam das adversidades, mas também há quem com elas aprenda. “Sou grata ao período difícil que atravessamos, pois a nossa equipe se fortaleceu, melhorando a operação, a competência de cada um e, assim, nos unimos em um único objetivo: sairmos melhores e mais fortes de cada baixa do mercado , afirma Chieko Aoki. “Agora estamos mais competitivos e especializados em nossas competências.” Uma das principais lideranças femininas do setor, Chieko acredita que todas as indústrias podem e devem ser inclusivas. “O Turismo pode colaborar muito pelo volume de pessoas que movimenta e por ser indústria da paz que, pelo próprio conceito, deve ser o segmento que celebra a diversidade, em que todas as pessoas, culturas, práticas e até as naturezas diversas, são fontes e formas de sermos melhores com aprendizado e conhecimento.”

Passam-se anos, décadas até, e a imagem de grande dama da hotelaria brasileira continua colada em Chieko Aoki. Fruto de muito trabalho, atenção aos detalhes, de alianças importantes com clientes e amigos influentes, e do DNA de bem servir que ela jamais perde de vista

PANROTAS POWER LIST 2019

45.indd 45

45

19/09/19 22:27


Sem tĂ­tulo-8 46

19/09/2019 17:03


Sem tĂ­tulo-8 47

19/09/2019 17:03


CHRISTIANO OLIVEIRA Grupo Flytour

Muitas empresas, ao traçarem seus planejamentos estratégicos, seguem à risca norma por norma, indicador por indicador dessa programação. Já Christiano Oliveira, à frente de um dos maiores conglomerados do Turismo brasileiro, acredita que “a melhor jogada se faz durante o jogo”. Trata-se de uma das máximas aprendidas com a consultoria OKR, à qual o Grupo Flytour foi submetida neste ano. “Por mais que você tenha um planejamento estratégico orçamentário, durante o jogo as coisas mudam. E como você muda uma empresa do nosso porte de maneira rápida e dinâmica e, principalmente tendo o desafio de comunicar e alinhar o time todo às mudanças, é o que vai fazer a diferença”, aponta o empresário. Segundo o EO, os desafios continuam os mesmos nos últimos três anos. A instabilidade política afeta a economia, o dólar sobe e as viagens corporativas enfraquecem. Mas, com trabalho bem feito, o grupo está resistindo às adversidades. “O grupo cresce em relação ao ano passado em faturamento. Cresce menos em número de processos, mas o tíquete médio subiu por conta do câmbio. Estamos crescendo relevantemente em produtividade”, garante Oliveira.

A pressão de suceder um ícone de nossa indústria apenas inspirou Christiano Oliveira a continuar investindo no crescimento do Grupo Flytour, prezando pela atenção com os colaboradores, investimentos em novas frentes, como uma empresa de seguro viagem, e recuos estrat gicos quando necessários. O jogo de xadrez do Turismo, afinal, não termina nunca e ele sabe disso.

48 48.indd 48

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:10


CINTHIA DOUGLAS Disney Destinations “Meu maior desafio esse ano aqui no Walt Disney World foi criar e liderar uma nova equipe, um time 100% dedicado ao Brasil”, crava Cinthia Douglas. Sem dúvida, é um processo que requer pessoas e profissionais de diferentes áreas e habilidades, e achar talentos no mercado de fato não é simples. Ela ainda ressalta o desafio de equilibrar vida pessoal e profissional. “Mas tenho sorte de trabalhar para a Disney, uma das maiores e mais benquistas empresas, líder no mercado, e que as minhas crianças amam visitar!” Cinthia, que trabalha em uma das mais almejadas empresas da indústria, acredita que o Turismo só melhora no sentido de dar inclusão às pessoas. “Vejo mais mulheres, por exemplo, e pessoas de várias idades e raças que têm oportunidades profissionais na indústria do Turismo. Sempre advoguei pelo crescimento profissionalmente baseado em mérito e capacidade, independentemente de idade, gênero, orientação sexual ou credo. No Walt Disney World, por exemplo, inclusão e representatividade são uma das nossas premissas”, conclui.

Para quem acha que produtos como Disney se vendem sozinhos, é sinal de que não entendem da complexidade por trás da marca. As novidades, aquisições e inaugurações recentes do mundo Disne fizeram com que inthia e seu time estivessem mais presentes no Brasil que nunca, com treinamentos, parcerias, eventos e reuniões, mostrando que toda a cadeia do Turismo tem que funcionar no mesmo ritmo na hora de vender ingressos, resorts, navios e momentos mágicos para toda a família. E vem mais por aí, rumo aos 50 anos de Walt Disney World, em 2021. Portanto, esperem Cinthia e sua equipe mais presentes ainda por aqui.

PANROTAS POWER LIST 2019

49.indd 49

49

19/09/2019 23:10


CLAUDIA MENEZES GoPegasus

A GoPegasus está em constante transformação. Orlando, o principal destino de atuação da DMC, demanda isso. E manter-se atualizada e pronta para atender a todos os detalhes de um consumidor tão exigente, isto é, a par com todas as tendências do mercado, que mudam rapidamente, vem sendo o maior desafio de laudia Menezes neste ano. “Estamos conseguindo aqui na GoPegasus. Fazendo as mudanças necessárias para nos adaptar de forma prática e rápida, treinar os funcionários, fazer contratações corretas. Antigamente, era muito relevante a rapidez das respostas e o conteúdo da internet. Agora é bom ter rapidez e conteúdo, mas a velocidade é tanta que as pessoas voltaram a precisar da figura do agente de viagens mais presente. Voltamos à necessidade de ter um profissional que possa te direcionar em meio a tanto conteúdo.” Claudia vê o Turismo como uma atividade “autodidata”. “Turismo não é só viajar, conhecer e interagir. É ter toda a sensibilidade que é despertada pela profissão. Estar em contato com tanta cultura diferente, tanta forma de viver diferente e tanta forma de pensar diferente.”

A praticidade de Claudia Menezes se une à sua inquietação para experimentar e descobrir novos restaurantes, lojas e atrações na Flórida. O resultado é uma especialista em Orlando e região, sempre pensando no melhor para cada tipo de cliente. Com frota própria de veículos, a GoPegasus se transformou este ano para apresentar produtos cada vez mais personalizados e focados em cada necessidade do viajante (do esporte às compras, do bem estar às viagens em família). Blogueira do Portal PANROTAS, desbravadora do mercado chinês, sempre com um sorriso para nos receber bem em Orlando, Claudia Menezes é sinônimo de hospitalidade com qualidade.

50 50.indd 50

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:28


CLOVIS RUIZ Discover the World

A missão da Discover the World é ser um parceiro estratégico dos clientes e participar das decisões e da implementação de planos de negócios. Atuar lado a lado dos clientes, ajudá-los com intensa cooperação e adaptabilidade em busca de resultados positivos. “Nós representamos companhias estrangeiras que se utilizam de muitas informações, e é nosso papel transmiti-las com frequência para que nossos parceiros ajustem seu mix de produtos e assim otimizem a performance”, afirma lovis Ruiz. “Desenvolvemos treinamento interno para a melhoria técnica e de processos dos funcionários. Temos uma excelente relação com nossos clientes, agências de viagens, operadoras e OTAs.” Neste ano, a Discover investiu no aumento da cobertura com novos gerentes de ontas baseados em Porto Alegre, Estado de São Paulo, além de outras capitais com potencial de novos clientes. “Também participamos de eventos em conjunto com a aliança Oneworld , além de visitar ou ter estande próprio nas maiores feiras de negócios do setor.”

Este ano, a Discover the orld tamb m deu um passo importante no País ao incorporar a Discover ruises, e Ruiz tem em mãos um portfólio mais robusto ainda para fidelizar os agentes de viagens e ajudá-los a venderem mais e estarem mais capacitados em um mercado tão competitivo. Ter a Discover como aliada, portanto, faz a diferença.

PANROTAS POWER LIST 2019

51.indd 51

51

19/09/2019 23:11


DARIO RUSTICO Costa Cruzeiros

No Brasil, a Costa Cruzeiros terá uma temporada 2019/20 maior do que a anterior e um navio novo, o Costa Luminosa, para 2020/21. Boas notícias e um mercado em crescimento. O grande desafio de Dario Rustico este ano, contudo, tem sido na Argentina, e sua “grande incerteza econômica e política, a desvalorização do peso e o forte cenário de inflação”. Mas o executivo parece incansável, e teve a missão de convencer a diretoria global da Costa “a investir estrategicamente na América do Sul no período 2021-2024, substituindo a abordagem tática e oportunista que pode ser típica de economias com altos e baixos”. Para chegar lá, Rustico teve de adotar uma estratégia de total transparência, proximidade nos relacionamentos e implementação da governança correta para que o continente permaneça alinhado aos planos estratégicos globais de desenvolvimento da Costa. “Além disso, estamos mantendo a capacidade de aproveitar oportunidades locais e servir adequadamente nossos parceiros comerciais e clientes. Por fim, mas não menos importante, passamos a atuar no mais alto nível de comprometimento e profissionalismo para envolver, explicar e convencer.” O novo momento da Costa Cruzeiros no Brasil e no mundo é evidenciado pela maior proximidade da empresa com o trade, pelo investimento em produtos, como o novo Costa Smeralda (que será lançado no próximo mês) e o atendimento em português para os brasileiros a bordo dos navios em todo o mundo, além da diversidade de destinos servidos. Há 71 anos no Brasil, a Costa está mais jovem que nunca, sob a liderança de Dario Rustico em toda a América do Sul.

52 52.indd 52

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:12


DILSON VERCOSA JR. American Airlines

“Depois de muitos anos no setor e uma carreira consolidada dentro da American Airlines eu já estava pensando em me aposentar”, revela Dilson Verçosa Jr. “Foi quando recebi uma promoção e me tornei responsável por uma grande área da América do Sul e da América Central e passei a cuidar de uma enorme equipe da maior companhia aérea do mundo.” Com a promoção, claro, vieram novos desafios, mesmo com quase três d cadas de American Airlines, e a única maneira de encará-los é com a disposição de um novato. “Tenho enfrentado com o entusiasmo de alguém que está no início da carreira: viajando muito, conhecendo novos países, novas culturas e muita gente incrível. Passei a comandar uma equipe muito grande, com pessoas de diferentes localidades, o que me deu a oportunidade de me conectar com diferentes costumes e pessoas talentosas.“

São 29 anos de American Airlines, que fazem com que Verçosa conheça bem os movimentos do mercado, os gostos dos brasileiros e como manter a American na liderança de operações entre o Brasil e os Estados Unidos. O futuro joint business agreement com a Latam, provavelmente na comemoração dos 30 anos de Brasil da AA, só tendem a melhorar esse posicionamento.

PANROTAS POWER LIST 2019

53.indd 53

53

19/09/2019 23:11


DIOGENES TOLONI Aerolíneas Argentinas

Se no Brasil a situação econômica é instável, na Argentina, como mostra o noticiário, o buraco é ainda mais embaixo. magine, portanto, o tamanho do desafio de Diogenes Toloni à frente da companhia aérea que tem nos dois países seus principais mercados. Sem lamentos, o executivo encara e, com muito trabalho, faz os resultados acontecerem. “Esperávamos um 2019 muito mais estável, mas mesmo assim tem sido um ano bastante bom. O Destino Argentina vem crescendo muito. Nós já crescemos 50% até o momento, visto que a diferença cambial ajuda muito o passageiro brasileiro.” Seu trabalho neste ano está pautado em políticas comerciais mais arrojadas, prospectando novos mercados, “somando destinos e produtos que antes não tínhamos aqui no Brasil, Europa, Estados Unidos, Caribe e América do Sul no geral”. Toloni afirma que está sendo mais criativo, fazendo o que pode ao invés de deixar de fazer o que não pode.”

Tempo de mudanças também na Aerolíneas Argentinas, com novo posicionamento, mais produtos e ligações com o Brasil. E também no time, agora comandado por Toloni, que vem de uma experiência com os aeroportos da Argentina, mas que conhece muito bem o mercado brasileiro.

54 54.indd 54

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:31


Sem tĂ­tulo-8 55

19/09/2019 17:03


EDMAR BULL Copastur

As empresas de Turismo podem ter um propósito maior, e é esse um dos grandes desafios de Edmar Bull neste e em outros anos. Ele tem propriedade para falar, pois presidiu duas das maiores entidades do setor, a Abav Nacional e a Abracorp. Portanto, tem uma visão macro como poucos do setor. “Agências de viagens e todas as outras empresas podem impactar diretamente a vida das pessoas que com elas se relacionam. Buscamos fazer isso mostrando na prática por meio de nossos colaboradores , afirma. Quem ajuda Bull nessa missão seu sócio e filho Edmar Mendoza, “mas seríamos nada sem todos os gerentes, supervisores e todos os nossos colaboradores que acreditam no crescimento sustentável”.

Ex-presidente da Abav e da Abracorp, Bull divide a direção da opastur com o filho, Edmar Mendoza, mas continua ativo nas articulações da indústria, com fornecedores ou em Brasília. Não estranharemos se em breve retornar aos holofotes na política associativa, algo ao qual continua se dedicando, nos bastidores.

56 56.indd 56

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:12


EDUARDO BERNARDES Gol

Em um ano movimentado para a aviação, Bernardes segurou as rédeas comerciais e de Marketing da Gol, em meio à instabilidade do dólar, à saída da Avianca Brasil do mercado e à retirada temporária de operação dos Boeing Max. Edu Bernardes não tem parado, mas os resultados estão aí para serem comemorados.

PANROTAS POWER LIST 2019

57.indd 57

57

19/09/2019 23:13


EDUARDO GIESTAS Atlantica Hotels

“Equilibrar um crescimento agressivo de receita, com foco muito grande no aumento de ADR de nossos hot is, em eficiência operacional e em gestão efetiva de custos por meio de nossa plataforma de serviços, que abrange todas as áreas de um hotel, desde Marketing e Vendas até áreas como RH e Finanças, passando por todo o suporte operacional do dia a dia do hotel.” Esse é o task list de Eduardo Giestas. Ciente de que não existe desafio fácil, o executivo da Atlantica Hotels, que continua em franca expansão no volume de hotéis administrados, os enfrenta com a maior disposição possível. “Temos utilizado todas as nossas ferramentas de Revenue Management bem como a força de nossas estruturas regionais para direcionar e apoiar os hotéis nesse sentido. Estamos vendo uma tendência crescente de ADR, sem afetar a ocupação, o que trouxe um equilíbrio bastante interessante de Revpar. sto nos ajudou a fechar o primeiro semestre com mais de meio bilhão de reais em receita, quase 0 superior ao ano passado. Em paralelo ao ganho de receita e custo, ele afirma que a Atlantica tem conseguido expandir consideravelmente seu portfólio de hot is. “Adicionamos mais de um hotel por mês no primeiro semestre, e devemos fechar 2019 com a adição de mais de 1 hotéis novos sob a administração da Atlantica.

m tanto distante do trade, mas focada em sua expansão, a nova Atlantica otels comandada por Eduardo iestas e ainda se posiciona como a segunda força da hotelaria nacional entre as redes. Mas com outros pla ers querendo não o segundo, mas o primeiro lugar do mercado, iestas com certeza já está desenhando os próximos passos da gigante hoteleira no Brasil.

58 58.indd 58

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:13


Sem tĂ­tulo-8 59

19/09/2019 17:03


EDUARDO KINA Alatur JTB

O maior desafio de Eduardo Kina no começo de 01 foi completar o processo de aquisição dos 100% da JTB na AJ. A compra propriamente dita ocorreu no final de 01 , mas foi esse ano que demandou ajuste dos processos internos, regras de compliance e governança e redefinição da estrat gia para o mercado brasileiro. E como ina vem cumprindo a missão? “Como sempre, arregaçando as mangas e metendo a mão na massa , afirma, com bom humor. “Sempre que nos deparamos com uma grande mudança, as primeiras coisas que aparecem não são os benefícios que ela trará, mas os problemas e desafios que impedem a sua execução. E nesses casos não há outra receita temos que atuar em cima dos ‘senões’ e por ns , dos mais relevantes para os menos, e com isso fazendo a roda da mudança se movimentar. Romper a in rcia no fundo o grande desafio.

Kina soube conduzir a Alatur JTB por um grande período de turbulência interna, que levou à saída dos sócios brasileiros da TMC, e agora prepara a empresa para um novo ciclo. O mercado está ansioso para saber o que ele preparou para os próximos anos.

60 60.indd 60

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:31


EDUARDO VASCONCELLOS NETO Kontik

“Ser empresário é enfrentar desafios constantes no nosso dia a dia. O maior desafio deste ano está sendo a própria economia do País, onde muitos acreditavam em um ano melhor, com crescimento maior do que o real.” Quem capaz de discordar de Eduardo asconcellos Neto, o Duda Mas os desafios pontuais, temporais, tamb m existem. “Foi a quebra da Avianca Brasil, que forçou uma mudança de comportamento no mercado. frente de uma das principais TM s brasileiras, Duda afirma, quase como um coach, que “se você estava esperando que as coisas saíssem melhor do que realmente saíram, e investiu para isso, hora de arrumar a casa, novamente, e de se estruturar para o momento real que estamos vivendo.

m dos mais atuantes articuladores do setor de viagens corporativas, Duda mais visto nos bastidores que na primeira página dos sites de notícia. Mas não se engane quem levou a onti a um faturamento anual de R 1 bilhão entende muito do que faz e sabe ir atrás dos objetivos, da empresa ou pelo setor. Só que sem o gosto pelo exibicionismo, apostando mais na atuação lo profile.

PANROTAS POWER LIST 2019

61.indd 61

61

19/09/19 22:34


EDUARDO ZORZANELLO Festuris Gramado

À frente de uma das mais prestigiadas feiras do Turismo no Brasil, Eduardo Zorzanello é de um setor que sente o cenário de incerteza e instabilidade econômica. “As negociações estão sendo difíceis. Diante disso, precisamos nos reinventar e criar novas situações e ambientes de negócios para favorecer nossos clientes”, afirma um dos líderes do Festuris. Contudo, tais obstáculos não são nada do que a feira e o próprio empresário já passaram. “O desafio superado com muito trabalho, dedicação e uma incessante busca por novidades. Viajar muito e estar conectado com nosso cliente é uma forma de ultrapassar as barreiras que se apresentam. Também realizamos benchmarking com mercados e outras feiras de negócios que nos possibilitem ampliar a rede de contatos”, afirma. “Tenho a minha sócia Marta Rossi como uma grande parceira na perseguição das nossas metas, em uma estrat gia e filosofia coletiva com toda a equipe que faz do Festuris a principal feira de negócios turísticos da América do Sul”, completa, não sem mencionar grande parte de sua equipe, como Vânia Oliveira, Andréa Oliveira, Sérgio Prade, Sabrina Knevitz e Luciana Reck.

Edu orzanello aprendeu com duas das melhores mestres do Turismo brasileiro. O profissionalismo da mãe Silvia orzanello e da sócia Marta Rossi estão nele, assim como o sorriso, a doçura e o acolhimento da primeira, e a inquietude e o inconformismo da segunda. O Festuris Gramado segue em boas mãos.

62 62.indd 62

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 00:42


As companhias de tecnologia do Turismo têm de ser amplas aliadas dos agentes de viagens. Para o Sabre, não basta ser mais um mero distribuidor GDS, é preciso ser completo, uma ferramenta que abrange todas as necessidades. “A atualização de nossa plataforma de vendas para os agentes, Sabre Red 360°, é um projeto muito importante para a companhia e de extrema valia para nossos clientes que podem agora contar com um sistema preparado para as novas dinâmicas de distribuição de conteúdo que serão demandadas pelo mercado”, afirma Elisa arneiro. Pelo tamanho e extensão do projeto, toda a equipe de Vendas e onsultoria T cnica do Sabre no Brasil está envolvida. “A eles devemos nossos agradecimentos por um projeto bem conduzido que finaliza o ano com cerca de 95% de nossa base de clientes migrada, incluindo as principais agências do País”, reconhece Elisa. A executiva acredita no Turismo como uma indústria de alto potencial de inclusão. “Mas creio que ainda estamos aquém do que poderíamos fazer. No quesito inclusão, por exemplo, temos muitas oportunidades de trazer profissionais com limitações motoras por termos muitos postos que não exigem locomoção frequente. Apesar das mudanças que temos visto ao longo dos anos, ainda vemos poucas mulheres em cargos de liderança de nossa indústria, além de outras minorias não serem representativas na categoria. Há muito a se trabalhar nesse quesito.”

ELISA CARNEIRO Sabre

á cerca de dois anos frente do Sabre no Brasl, Elisa arneiro mant m a empresa próxima dos principais pla ers e evidenciando seu compromisso com a inovação e a adaptação aos novos processos e tecnologias, como no caso do ND .

PANROTAS POWER LIST 2019

63.indd 63

63

19/09/2019 23:14


EMERSON BELAN CVC Lazer

Alta do dólar, dificuldade econômica e política afetam qualquer operadora de lazer. Com tanto volume, qualquer declínio nas vendas da pode significar cifras enormes, mas a empresa dirigida por Emerson Belan não só cresceu como foi um dos principais vetores da alta do maior grupo de viagens da América do Sul. “E ainda tivemos um desafio a mais com a saída da Avianca Brasil do mercado. Tudo fez com que a CVC tivesse que atuar de uma forma ativa para continuar conquistando seus objetivos”, revela. Belan acredita que a CVC Lazer aproveita que o brasileiro incorporou a cultura de viajar. “O Turismo é um setor resiliente , afirma o executivo. “Mesmo com toda adversidade, os consumidores querem viajar, por isso o que temos feito, desde o início do ano, é adaptar a viagem ao bolso do consumidor, com mais promoções, diversificando o portfólio com roteiros mais curtos, retomada das viagens rodoviárias, negociação constante com os fornecedores, reforçando a venda agregada de produtos, planos de pagamentos diferenciados, entre outras ações. Já em relação à Avianca, a CVC atuou em caráter de força-tarefa, por meio de sua área de Atendimento a Clientes - CCO - que atua 24 horas e sete dias por semana de forma permanente.

Maior operadora do País, com a maior rede de lojas próprias, a CVC Lazer é dirigida por Emerson Belan, que vem investindo em tecnologia para cada vez mais oferecer opções personalizadas e de acordo com os gostos de cada viajante CVC. Uma das marcas mais valiosas do País, a empresa continua sinônimo de viagens acessíveis e vem muito mais por aí.

64 64.indd 64

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:14


Sem tĂ­tulo-8 65

19/09/2019 17:03


ESTELA FARINA NCL e Clia Brasil

O ano começou muito positivo para a NCL no Brasil e Estela Farina comemorou crescimento nos primeiros meses de 2019. “Mas, infelizmente, o bom humor e otimismo no início do ano não foram suficientes e estamos observando uma retração em função da alta do dólar”, admite a executiva. Não bastasse o obstáculo cambial, a NCL enfrenta o desafio com sua equipe de Atendimento, que passou também a dar suporte para o restante da América Latina. “Formar uma equipe especialista em cruzeiros e trilíngue não é simples.” Ela acredita, porém, na retomada dos bons ventos do início do ano. “Entramos com promoções bastante agressivas, com descontos de até 20% e aumentamos o valor agregado, através de promoções que podem incluir bebidas a bordo, excursões ou mesmo crédito na viagem. Com relação ao atendimento, desenvolvemos em conjunto com o escritório do Reino Unido um programa de treinamento que está sendo implantado nas próximas semanas.” Estela agradece e conta com o apoio de seu time gerencial no Brasil e as equipes de Miami e Reino Unido. No País, André Mercanti, diretor comercial, Ana Terra Rondino, gerente de Atendimento e Serviço ao Cliente e Patrícia Curvello, gerente de Marketing. “Eles são fundamentais no nosso sucesso.”

Chair da Clia Brasil, Estela Farina comanda o escritório da NCL no Brasil. É uma das referências quando o assunto é cruzeiro marítimo e sabe indicar o roteiro e o navio certos para cada passageiro. Com números nas mãos e conhecimento de causa, Estela aposta no crescimento cada vez mais consistente desse segmento tão importante para o Turismo e os agentes de viagens.

66 66.indd 66

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:14


Conhecimento de público-alvo é um dos principais atributos de um empresário de sucesso. Por mais que Orlando seja um destino para famílias, é evidente, ano após ano, com a idade média dos millennials crescendo, que essa geração tem cada vez mais influência nos hábitos e poder de consumo. E Fabiana Tourinho, da Kaluah Tours, se dedica cada vez mais a compreender esses jovens. “Adequar a nossa empresa e serviços de acordo com o que este público está buscando, especialmente no Brasil com a alta do dólar, é nosso maior desafio este ano , afirma.

FABIANA TOURINHO Kaluah Tours

“É por isso que inovamos com a criação de uma nova identidade, estamos mudando nossa forma de trabalhar e valorizando cada vez mais nossa equipe de colaboradores. Todos agora têm o mesmo propósito, alinhados com uma nova estratégia. Estamos tendo novas oportunidades e frentes de negócio, como o KYP – Kaluah Youth Programs com roteiros de imersão para Orlando e viagens em grupo para adolescentes e jovens para o mundo todo , soluciona Fabiana. Para ela, o Turismo inclui, pois uma indústria de profissionais liberais e livres de preconceito em sua grande maioria, à frente de muitas outras indústrias mais tradicionais.

Outra brasileira que vive em Orlando e transformou sua paixão em trabalho, e vice-versa. Fabiana tem diversificado sua atuação (do receptivo tradicional aos esportes, como o apoio à Florida Cup, das casas de aluguel, via Intteli, aos programas educacionais com conteúdo diferenciado , mas continua apostando no bem receber, na simpatia e no profissionalismo para unir todas as pontas da cadeia. E ela sempre diz que não acredita em concorrência e sim na união de todos em prol do Turismo, do receptivo de Orlando e das vendas pelos parceiros no Brasil. Todo mundo ganhando junto.

PANROTAS POWER LIST 2019

67.indd 67

67

19/09/19 22:35


FABIO CAMARGO Delta Air Lines

“Ainda estamos confiantes na retomada do Brasil, mas ainda não vimos se materializar”, admite Fábio Camargo, da Delta Air Lines. O cenário não é para qualquer um, e é nessas horas que os bons gestores aparecem, e não desistem. O time comandado por Camargo no Brasil trabalha dentro de uma disciplina de capacidade para que possa maximizar os resultados da aérea e colocar o Brasil no caminho de ser de novo um país importante para investir. De toda forma, a Delta está há 23 anos voando ao Brasil e o executivo garante comprometimento com nosso mercado. “Somos a número um em Nova York globalmente e temos investido bastante nessa ligação e tentado desenvolvê-la. Na rota a partir do Rio de Janeiro, por exemplo, temos adicionado voo sazonal, que começa em janeiro, que é um dos nossos grandes investimentos. Em São Paulo também investimos para sermos atrativos para o passageiro, desde o lançamento do novo serviço de bordo da cabine econômica até o início das operações do A330 no mês que vem. Por fim, já colocamos venda o nosso novo produto, o B764 reformulado, que vem com quatro cabines, com o lançamento da Delta Premium Select e a nova executiva”, finaliza Fábio amargo.

Camargo comanda a companhia no País com os pés no chão, mostrando que há momentos de recuar e de inovar. A parceria com a Gol e os investimentos da Delta pelo mundo da irgin possibilidade de fazer parte da nova Alitalia só favorecem solidez dos negócios no Brasil, que vão bem, mesmo com dólar a R .

68 68.indd 68

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:15


É difícil ser empresário de Turismo no Brasil e mencionar apenas um desafio enfrentado em 2019, na visão de Fábio Oliveira, de Fl tour iagens e Fl tour Franchising. “Esse foi um ano para entender as oportunidades que havia na mesa e não perder a sinergia que ambas as operadoras, Fl tour iagens e MMT apnet tinham. Tivemos de equalizar tudo isso, sem abrir mão do nosso foco principal que o agente de viagens , afirma Oliveira, que colocou a Fl tour iagens para baixo do seu guarda-chuva neste ano.

FABIO OLIVEIRA Flytour Viagens e Flytour Franchising

Segundo ele, os obstáculos estão sendo superados, e prova disso são os resultados da empresa. “Não perdemos vendas, e o retorno do agente de viagens tem sido muito positivo. sso, aliás, nosso principal term metro, o agente de viagens. Estamos neste mercado para sermos competitivos, sempre com gestão. A base do rupo Fl tour sempre foi a boa gestão comercial, financeira, administrativa, de sistema... , completa o empresário. Oliveira menciona o Fl tour Partner como uma das ferramentas que mais agradaram o agente neste ano. Anunciada no começo de agosto, a tecnologia tem o papel de destacar anúncios no oogle, Faceboo e nstagram ao consumidor final. om um clique no anúncio, o possível cliente encaminhado ao agente de viagens credenciado mais próximo para concretizar sua compra com o diferencial da consultoria.

Mr. Simpatia no quesito relacionamento, Fabinho sabe tamb m a hora de ser mais duro em negociações ou mais flexível com parceiros. Tudo com números na ponta da língua e uma gestão humanizada que faz a diferença. Agora reformulando a Fl tour iagens, Fábio Oliveira comanda um time comprometido com ele, com a empresa e o Turismo brasileiro.

PANROTAS POWER LIST 2019

69.indd 69

69

19/09/2019 23:37


Sem tĂ­tulo-8 70

19/09/2019 17:03


Sem tĂ­tulo-8 71

19/09/2019 17:03


FERNANDO MICHELINI CWT

A CWT cresceu 38% em 2018 na comparação com o ano anterior, e é de responsabilidade de Fernando Michelini manter a alta da TMC no Brasil. Segundo ele, a missão tem sido cumprida com sucesso. “Estamos mantendo o mesmo ritmo, o que é positivo, pois a indústria mostra certa recessão. Fazer uma empresa crescer neste cenário econômico é um enorme desafio.” Se no âmbito profissional Michelini consegue superar seus obstáculos, o mesmo se pode dizer, com louvor, de seu lado pessoal. “Tive de enfrentar um diagnóstico de câncer na tireoide, tendo de fazer uma cirurgia às pressas”, afirma o líder, sem baixar a guarda. “Isso faz parte, temos de seguir lutando e cumprindo com nossos objetivos e buscando sempre um equilíbrio entre a vida corporativa e a pessoal.” Disciplina é a palavra-chave para o empresário e a pessoa Fernando Michelini. Enquanto o lado profissional supera os desafios sendo fiel ao planejamento e as reverberações dos indicadores econômicos ao longo do ano, no lado paciente, resta seguir as orientações, sem deixar de ser fiel ao que os médicos dizem, seguindo à risca. “Planejamento, controle e disciplina são fundamentais para passar pelos desafios”, afirma.

Gestão, conteúdo, tecnologia, inovação, pesquisas... a CWT mundial dá as diretrizes para que ela lidere as mudanças no segmento de viagens corporativas em todo o mundo, inclusive no Brasil, onde Michelini é o comandante dos negócios.

72 72.indd 72

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:38


FERNANDO SLOMP Avipam

Não bastasse a lenta recuperação da economia brasileira, a Avipam também encara o cenário internacional como desafiador em 2019. E é com espírito de equipe que Fernando Slomp enfrenta tamanhas dificuldades. Ele vem conseguindo. “Temos superado os desafios, como essas incertezas, contando com um excelente time de profissionais, experientes, na Avipam , afirma Slomp. “Temos a confiança de nossos clientes, parceiros internacionais, e o apoio de nossos fornecedores.” Ao lado dele nesta empreitada estão os líderes da diretoria e toda equipe Avipam. “Nazio Mamede, Humberto Machado, Peterson Prado, Decio Slomp e mais de 320 colaboradores, nossos parceiros globais da Travel Leaders Network, centenas de clientes e fornecedores”, agradece, sem se esquecer das companhias aéreas, bancos, parceiros tecnológicos como Sabre e SAP, hotéis e locadoras.

Há décadas nesse mercado, Slomp sempre mexe em sua Avipam para que acompanhe as tendências de mercado e continue sendo uma das principais TMCs do País, seja em voo solo ou em parcerias.

PANROTAS POWER LIST 2019

73.indd 73

73

19/09/19 22:39


FLAVIA PIROLA Tyller

O desafio da Tyller, como o da maioria do setor, é crescer, aumentar vendas e rentabilidade em um período de incertezas econômicas e de um dólar de alta abrupta. Junto com isso, Flávia Pirola está lançando a consolidação terrestre na empresa, com hotéis e seguro viagem, todos na mesma plataforma de front office, a mesma do rodoviário, que já oferece há seis anos. “Tenho superado essa fase com muito trabalho em equipe, dedicação e foco. A rotina é bastante pesada e se não tiver foco fica difícil vencer qualquer desafio , afirma Flávia, que conta com a força de seu sócio Ricardo Paci, além de Lucas Paci, para tomar as decisões mais assertivas para a T ller. “Fora isso, conto com uma equipe genial. São pessoas extremamente competentes e que nos acompanham ao longo dos anos e nos ajudaram a chegar aos 47 anos agora.” Flávia Pirola considera o Turismo como um setor pioneiro em inclusão. “ oje fala-se muito em igualdade de gêneros e para o nosso setor não considero isso uma novidade.

Consolidadora tradicional na indústria, a Tyller aposta no atendimento personalizado para concorrer com as gigantes. E em profissionais como Flávia Pirola, din mica e antenada com as tendências.

74 74.indd 74

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 13:08


FRANCISCO NETO Aviva

O Grupo Rio Quente comprou a Costa do Sauípe há pouco menos de dois anos. A Aviva, nova marca que une esses dois resorts de referência no Brasil, foi criada há menos de um ano. E não é fácil administrar mudanças deste porte. É justamente aí que está o desafio de Francisco osta Neto. “Implementar nova cultura vem sendo nosso maior desafio neste ano , aponta. “Estamos executando o projeto conforme esperado, colocando mais gente no barco , completa o CEO. Ao seu lado rumo ao objetivo de implementar nova maneira de trabalhar na Aviva estão todos os membros do comitê executivo e departamento de Marketing e Inovação da Aviva. Ele menciona ainda a consultoria externa da Mapie, de Carolina Sass Haro e Trícia Neves

Neto comanda uma das maiores transformações do Turismo brasileiro. De um resort no interior do País a uma empresa de entretenimento com dois grandes complexos hoteleiros, dá gosto acompanhar o nascimento e a evolução da Aviva. Francisco Neto também comanda um dos melhores times da hotelaria (ou do entretenimento) nacional.

PANROTAS POWER LIST 2019

75.indd 75

75

19/09/2019 23:16


GABRIELLA CAVALHEIRO Universal Orlando Resort

O que acontece no Brasil, um dos mercados líderes em emissão internacional de turistas para a Flórida, é sentido diretamente nos negócios da Universal Orlando. “O desafio que estamos vivendo afeta o Turismo como um todo. O momento é delicado, com a renovação política, a segurança pública e a queda no índice de confiança do consumidor, mas o País tem rápida capacidade de recuperação e a expectativa é de um 2020 melhor”, afirma Gabriella Cavalheiro, da Universal. Isso não significa, entretanto, que sua empresa parou. “Investimos em novas atrações e acabamos de inaugurar Hagrid’s Magical Creatures Motorbike Adventure, além disso abrimos mais um hotel, o Universal’s Endless Summer Resort – Surfside Inn and Suites, e em março chegaremos a oito hotéis dentro do complexo”, afirma. Mãe da Maria Luisa, garotinha de dois anos portadora de Síndrome de Down, ela acredita que o Turismo tem a melhorar no sentido de inclusão. “Temos uma oferta turística parcialmente acessível por não abarcar todos os tipos de deficiência, falta de políticas públicas, formação qualificada, consciência e principalmente sensibilidade, o que nos impede de contarmos com serviços de excelência.”

Transformação também é palavra de ordem na Universal Orlando. A empresa ousou e inovou com o Mundo de Harry Potter e continua sendo referência na aplicação de personagens do cinema em atrações e experiências. Na América Latina, o comando de Gabriella Cavalheiro é diferencial para operadores, agentes de viagens e demais players.

76 76.indd 76

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:40


Sem tĂ­tulo-8 77

19/09/2019 17:03


GONZALO ROMERO Air Europa

O principal desafio da Air Europa a consolidação da marca no mercado brasileiro, com foco no B B, mas sem abrir mão dos consumidores em geral, al m da busca de fortalecer sua imagem como uma companhia de ponta ao viajante de negócios. “Temos trabalhado muito forte. O objetivo mostrar o nosso produto e ser uma das principais opções de escolhas para viagens Europa , afirma onzalo Romero, que vem colhendo resultados positivos. “Já tivemos acr scimo de ocupação em nossos voos de uarulhos SP , Salvador e Recife. O mais importante mantermos o tíquete m dio por boa ocupação. m dos nossos focos tem sido a abertura da rota entre Fortaleza e Madri, que será nossa quarta porta de entrada e saída do Brasil, com início no fim do ano. Estreitar cada vez mais o relacionamento com os agentes um dos caminhos, segundo Romero, que ainda revela, para 0 0, “um investimento muito forte em capacitação e tamb m no trabalho interno para conseguirmos mais eficiência e produtividade . “ ale lembrar que a Air Europa tem investido muito forte em equipamentos e frota. Por exemplo, a partir de outubro mudaremos o equipamento em São Paulo para um Dreamliner - 00.

Romero aceitou o desafio de abraçar a causa da Air Europa e a companhia foi uma das mais faladas e comentadas no Brasil este ano. Al m de investir em novos produtos entre a Espanha e o Brasil e a Argentina, a Air Europa pode vir a operar voos entre cidades brasileiras.

78 78.indd 78

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:16


Apesar das dificuldades de anos anteriores, 2019 vem apresentando recuperação na economia nacional, e a hotelaria segue crescendo e com excelentes perspectivas para os próximos meses anos. Assim enxerga o otimista ustavo Paulus.

GUSTAVO PAULUS GJP

“A JP registra um crescimento de 1 em receita em relação ao ano passado, triplicando o EB TDA. Nos últimos três anos, a companhia vem passando por um processo de turnaround e o resultado reflexo de um time de ponta e foco no cliente , afirma o executivo. “Estamos com uma equipe nova, motivada, focada em resultados. Podemos dizer que hoje a JP reúne as melhores lideranças do nosso mercado e com foco na experiência do hóspede. Para isso, aperfeiçoamos o produto, lançamos processos e procedimentos, alinhamos o posicionamento das marcas, renovamos o design e arquitetura dos hot is, reinventamos o A B com nova padronização, programação dedicada e exclusiva de lazer e entretenimento em todas as unidades e, principalmente, inovação em tecnologia. Nesse sentido, fomos ao mercado buscar startups, lançamos produtos in ditos na hotelaria do Brasil. novação o combustível para a transformação dos negócios e um seguro para o futuro das empresas. Filho de um dos ícones do Turismo brasileiro, Paulus aceitou o desafio de tocar a rede hoteleira da família e transormá-la em referência, com hot is e resorts renomados em ramado RS , Natal e Foz do guaçu PR . Setor aguarda com ansiedade o projeto de um hotel de luxo em São Paulo.

PANROTAS POWER LIST 2019

79.indd 79

79

19/09/19 23:33


HELVECIO GAROFALO Confiança

uando empresas iniciantes no Turismo traçam crescimento de dois dígitos ano após ano, dificilmente tais metas saltam aos olhos da concorrência e do mercado. No entanto, quando uma consolidadora do tamanho da onfiança, tão reconhecida pelos fornecedores inclusive com vários prêmios como uma das melhores vendedoras de bilhetes a reos do Brasil, planeja crescer 0 em um ano tão pesado, realmente para prestar atenção. “Estamos obtendo êxito at o momento , garante elv cio arófalo. “ laro que esses resultados não vêm sem total dedicação e muito trabalho, al m de ações específicas e muito investimento , completa. Para isso, a onfiança conta com a ajuda de um conjunto de pessoas e empresas, como afirma o empresário. “Meus colaboradores, em especial gerentes e diretores. Os fornecedores em geral, com destaque para quatro que acreditaram mais em nosso projeto de crescimento. Segundo arófalo, as perspectivas da onfiança são excelentes. Muito disso por conta da expansão da empresa em território nacional. “A boa aceitação dos clientes nos mercados novos onde a onfiança iniciou a atuar está sendo fundanental e gratificante.

A onfiança a prova da força do interior do Brasil, do agronegócio e do empreendedorismo fora do eixo Rio-São Paulo. m Brasil que merece ser mais explorado, e que arófalo e sua família já conhecem e dominam como poucos.

80 80.indd 80

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:43


HENRIQUE SERGIO ABREU Casablanca Turismo

Dólar caro e baixo crescimento do PIB são os grandes desafios enfrentados pela Casablanca, de Henrique Sérgio Abreu, em 2019. Perguntado como ele vem tentando superar esses desafios, ele revela uma reestruturação da TMC. “Estamos enxugando nosso corpo profissional e nossa estrutura e investindo em Tecnologia. Conto com o apoio da equipe interna da empresa, dos departamentos de Finanças, TI e RH, além da associação à Agência Global”, afirma o líder “A expectativa é seguir com crescimento moderado, conquista das melhores e maiores contas do corporativo, al m de foco no mercado high end no lazer’, revela.

Fora do eixo Rio-São Paulo tamb m a asablanca se destaca, com a liderança de enrique S rgio Abreu e sua família. om sede em Fortaleza, a TM uma das forças da Abracorp e do segmento de viagens corporativas do Nordeste.

PANROTAS POWER LIST 2019

81.indd 81

81

19/09/2019 23:16


IGOR MIRANDA Latam

“Em 2019 tivemos um desafio bom. Depois de revisarmos o modelo corporativo, começamos a concretizá-lo em ações. Por exemplo, com a chegada das novas aeronaves, com as quais teremos o melhor produto para o viajante a negócios no internacional e no dom stico , afirma gor Miranda, uma das principais frentes da atam no Brasil. Segundo ele, poucas coisas são mais gratificantes, depois de anos de reestruturação e de investimentos, como ver que o trade já olha a atam com outra perspectiva. Miranda sabe e conhece os ciclos do Turismo e enxerga uma nova atam, “que desenhamos com muito cuidado . “O que eu espero para os próximos meses Resultados cada vez melhores, frutos desse investimento, e o reconhecimento do passageiro. Sem dúvidas em dois anos teremos uma nova empresa , conclui.

gor Miranda atravessou um período turbulento da atam no País e na Am rica atina, muito por conta do processo de fusão e suas consequências. Agora está de volta ao jogo e já colhe elogios e resultados em todos os segmentos. Para 0 0 a meta ser a primeira opção do viajante corporativo e dos demais passageiros no País.

82 82.indd 82

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:45


Ser um empresário no Brasil já um desafio por si só e, como empresárias no setor de Turismo, o cenário o mesmo, ou at pior, por conta de oscilação econ mica e alta do dólar, ainda mais para quem trabalha tanto com destinos e produtos internacionais. As dificuldades da maioria do setor também são as de Ingrid e Carla Davidovich, da Ne Age. “ om tudo isso, nosso grande desafio criar produtos diferenciados, com boa relação custo-benefício, e oferecer uma gama variada de opções para poder atender os diferentes orçamentos que as pessoas têm para suas f rias , afirmam as irmãs. A solução da operadora variar o portfólio. “Al m de criarmos pacotes com destinos nacionais e internacionais, desde mais econ micos como tamb m os mais completos, estamos oferecendo formas de pagamento diferenciadas, que podem ser em até 12 vezes sem entrada. Para ngrid e arla, o Turismo e deve ser sempre pertencente indústria da paz. “Deve promover destinos com sustentabilidade, respeitando o meio ambiente, entorno e as pessoas locais. oje estamos vivendo um momento em que todos os setores estão procurando ser cada vez mais inclusivos e procurando ter uma maior representatividade. No nosso setor temos tido a oportunidade de participar de seminários e debates, e como exemplo, citamos alguns seminários de capacitação da Braztoa, voltados para o Turismo BT.

INGRID E CARLA DAVIDOVICH New Age

riativas, inquietas e inseparáveis, elas só poderiam estar juntas aqui em nossa Po er ist. arla e ngrid souberam trilhar um caminho de evolução e crescimento para a Ne Age, sem perder o cuidado que toda a operação merece, dos detalhes em cada roteiro ao investimento nos colaboradores e na parceria com os agentes de viagens.

PANROTAS POWER LIST 2019

83.indd 83

83

19/09/19 22:46


JACQUELINE CONRADO United

Com poucos anos de aviação e de United, Jacqueline Conrado conquistou a posição de diretora da companhia americana no País. A confiança do chefe Alex Savic e o comprometimento da equipe, al m de uma nova nited no ar globalmente, formaram o cenário ideal para que implantasse suas ideias e uma gestão moderna na empresa.

84 84.indd 84

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:36


Sem tĂ­tulo-8 85

19/09/2019 17:03


JEAN-MARC POUCHOL Air France-KLM

Consolidada com voos em São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza, a Air FranceKLM mira as pequenas e médias empresas do Brasil com o VoeBiz, programa destinado a este perfil de viajante corporativo, e um dos grandes desafios de Jean-Marc Pouchol neste ano. “O oeBiz desafiador por ter nascido como de fato uma novidade ao mercado, e para chegar onde estamos e onde queremos chegar, precisávamos mostrar as facilidades a um segmento que não era atendido. E agora essas empresas têm à disposição uma ferramenta totalmente integrada entre Gol, Delta e Air France-KLM, que juntas voam para mais de 400 destinos no Brasil e no mundo , afirma o líder da a rea europeia no País. O VoeBiz atende a uma necessidade em um mercado que movimenta mais de R$ 8 bilhões por ano. A Air France-KLM trabalha em busca de aumentar o número de cadastrados no programa. “Hoje já passamos de 12 mil e seguimos evoluindo com agilidade. Desenvolvemos grupos de trabalho técnico, de divulgação e de relacionamento para entender onde podemos aprimorar e ter feedback das empresas e principalmente das agências que gerenciam as viagens conosco.”

Pouchol comandou um momento histórico da empresa no País, com a inauguração do hub em Fortaleza e a intensificação da parceria com a Gol. Ainda em 2019 celebra os 100 anos da KLM.

86 86.indd 86

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:47


Sem tĂ­tulo-8 87

19/09/2019 17:03


JUAREZ CINTRA NETO Ancoradouro

Os desafios não mudam na Ancoradouro. A cada ano é superar o ano anterior. Dito assim, parece simples, mas Juarez Cintra Neto deposita muito tempo e dedicação para superar os obstáculos que muitas vezes são inerentes a ele. “Contudo, mesmo na recessão e na crise, a Ancoradouro veio crescendo. Neste ano o crescimento no primeiro semestre foi muito bom. No nosso caso a estratégia sempre foi ter foco muito bem direcionado no agente de viagens, tanto na consolidação quanto na operadora”, afirma. Recentemente, o grupo de Campinas (SP), assinou um acordo com os mineiros da Picchioni e atingiu três novos mercados. “É uma aliança estratégica e estamos de olho principalmente em Minas Gerais, que vai nos trazer capilaridade e aproveitar crescimento em novos territórios”, afirma Cintra Neto, que também revela o investimento para trabalhar em nicho. “Neste e no próximo ano estamos com foco maior em agentes de viagens que desejam ou que já trabalham com nichos específicos. São modelos que necessitam da curadoria dos nossos parceiros agentes, e estamos aqui para ajuda-los.” Ju Neto aos poucos mostra como sua gestão une as qualidades herdadas do pai com a ousadia de apostar em novas frentes, como a parceria recém-anunciada com o Grupo Picchioni, chegando a três novos mercados.

88 88.indd 88

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 00:07


LEANDRO CARVALHO TUI Brasil Parte de um dos principais grupos de Turismo do mundo, a T Brasil, na figura de Leandro Carvalho, tem como maior desafio o impacto do cenário internacional e da política brasileira na variação cambial. “O impacto foi grande pois temos alto fluxo de transações internacionais, mas estamos em busca dos melhores resultados com desenvolvimento contínuo por meio de feedback validado: foco no Turismo doméstico, especificamente em resorts, que proporcionam maior tíquete médio e possibilidade de combinar com outros serviços”, revela. O reconhecimento dos fornecedores é o principal termômetro do sucesso da TUI Brasil, segundo Carvalho, que agradece ao empenho de toda equipe da operadora. “Todos eles estão sempre dispostos e comprometidos com os resultados , afirma. “E nossos fornecedores e parceiros, como a própria PANROTAS, também são fundamentais nesse progresso, além, claro do Grupo TUI, que sustenta nossas operações no Brasil e garante a confiança e credibilidade que só maior do mundo é capaz de oferecer.”

Maior operadora do mundo, aos poucos vai revelando seus planos para o Brasil, os produtos para os agentes de viagens e as novidades tecnológicas, sob o comando, a partir de Curitiba, de Leandro Carvalho.

PANROTAS POWER LIST 2019

89.indd 89

89

19/09/2019 23:17


LEONOR BERNHOEFT LTN Brasil

Leonor Bernhoeft é incansável. Está sempre buscando as melhores opções para seus clientes e expansão do leque de negócios da LTN Brasil. “Neste ano, investimos no fortalecimento e engajamento do time, para que todos abracem as oportunidades de novos negócios que chegaram para nos desafiar a grandes mudanças”, afirma a empresária. “Quem não tem ousadia não aprende e não vai se desenvolver, acima de tudo. É nos desafios que aprendemos”, completa Leonor, que anda ao lado de seu sócio Gustavo Bernhoeft e agradece o apoio de seu parceiro e marido Carlinhos Vazquez. Para Leonor, o Turismo é uma indústria evoluída em termos de inclusão. “Mas ainda temos o grande desafio que é mudar mais a sociedade e toda a estrutura dos seus sistemas sociais comuns, as atitudes, o comportamento. Acredito que evoluindo cada vez mais, o mecanismo da inclusão passa a ser realizado beneficiando o indivíduo excluído e o mesmo passa a exercer os seus direitos, pois há muito potencial a ser explorado. O Turismo pode ser uma grande fonte de inclusão pela diversidade de serviços e ações que ele oferece.” Leonor representa nesta lista os novos tempos de empresas tradicionais, como a LTN, que começa a apostar também no luxo, e ainda o empreendedorismo das mulheres de sua geração, que avançam com os pés no chão e a mente nos desejos dos novos consumidores.

90 90.indd 90

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:18


A oscilação do dólar frente ao real naturalmente exigiu maior dinamismo na oferta de produtos da maior consolidadora do Brasil. Seu diretor geral, Luciano Guimarães, comandando uma empresa de mais de 30 anos de mercado, trabalha para apresentar uma série de ferramentas para possibilitar que seus clientes, os agentes de viagens, encontrem tarifas de acordo com as necessidades de seus passageiros – inclusive de budget.

LUCIANO GUIMARAES RexturAdvance

“Por meio de nossa plataforma on-line, o Reserva Fácil, conseguimos oferecer uma extensa gama de produtos, de diferentes categorias e faixas de preço, possibilitando combinações entre tarifas e produtos que melhor atendem às necessidades de seus respectivos clientes , afirma uimarães. “Nossas equipes estão criando e oferecendo em nossa plataforma on-line novos produtos como opções de complemento à viagem – como são os casos recentes que lançamos, com os voos em helicópteros e em táxi aéreo.” Neste ano, a empresa da CVC Corp também implementou pesquisa de satisfação baseada na metodologia NPS – Net Promote Score. “O índice fará parte de um processo de melhoria contínua, visto que nos trará indicadores atualizados de oportunidades que podem ser implementadas para fidelizar nossos clientes e oferecer produtos ainda mais assertivos diante da sua necessidade.”

Na CVC Corp, seja na apresentação de resultados ou em conversas informais, só há elogios para o momento da RexturAdvance, e a gestão de seu diretor, Luciano Guimarães. Como bater meta todos os meses, crescer mesmo já vendendo mais de R$ 3,5 bilhões e ainda melhorar as funcionalidades do Reserva Fácil e os índices de atendimento aos agentes? Luti tem essa fórmula.

PANROTAS POWER LIST 2019

91.indd 91

91

19/09/2019 23:18


LUIZ FERNANDO FOGACA CVC Corp

Haja responsabilidade. Como se não bastasse assumir a principal cadeira do maior grupo de viagens da América Latina, Luiz Fernando Fogaça está há cerca de um ano em função que já foi ocupada por grandes líderes. Mas grandes líderes têm afinidade por desafios, e o peso de uma liderança desse tamanho não parece intimidá-lo. E desafios não faltaram em seu primeiro ano como CEO da CVC Corp. “Tivemos uma das maiores crises do setor aéreo do Brasil, com a saída de uma empresa que tinha quase 15% de mercado , afirma Fogaça. “No entanto, nos quase 50 anos de atuação no mercado, a CVC e demais empresas da CVC Corp já enfrentaram cenários bastante desafiadores, tanto do ponto de vista de economia como da indústria do Turismo. Em linha com a história e valores da companhia, colocamos os nossos consumidores como ponto central, não medindo esforços para viabilizar o mais rápido possível a viagem que eles tinham tanto sonhado e adquirido conosco. Conforme nossos resultados de primeiro e segundo trimestres, absorvemos custos importantes para mitigar ao máximo o impacto aos nossos consumidores.” Fogaça conclui agradecendo a toda a vasta equipe CVC Corp, com menção especial a “todo apoio e dicas de Falco, Valter Patriani e Guilherme Paulus, para superarmos tantos desafios ao mesmo tempo”.

O primeiro ano da gestão Fogaça no comando da orp teve desafios como a saída da Avianca Brasil do mercado, mais aquisições, como no caso da Almundo, e o avanço das plataformas tecnológicas. ontinuidade foi a palavra-chave, afinal ele já era o CFO na gestão anterior de Luiz Eduardo Falco.

92 92.indd 92

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:50


Garantir que toda a cadeia produtiva entenda as tendências da indústria, quais são seus impactos em cada país em que atua o desafio da Travelport em todos os anos, visto que cada mercado, principalmente na América Latina, tem suas peculiaridades. “Este ano, entretanto, um dos maiores desafios e comum a todos os mercados, é apresentar aos atores da indústria como a Traveport vem investindo em tecnologia para distribuição, com o objetivo de tornar cada vez melhor a experiência do passageiro , quando atendido por nossos clientes, os agentes de viagens , afirma uís arlos argas, responsável pela empresa de tecnologia no Brasil e na Am rica atina. omo exemplo, ele menciona a liderança da Travelport no projeto ND , da ata. “Nós da Travelport fomos os primeiros a obter a certificação de evel pela ata, bem como o primeiro a emitir um bilhete pelo padrão ND .

LUIS CARLOS VARGAS Travelport

Para conseguir essas e outras conquistas, a Travelport uniu, neste ano, as principais áreas parceiras para apresentar soluções que representem as necessidades de clientes de diferentes áreas de atuação, sejam consolidadores, OTAs , TM s , operadores e agências de lazer. “A parte mais difícil a ser superada é obter a atenção por parte dos agentes com relação import ncia destas mudanças e consequentemente, destes desafios no negócio para que possam manter a relev ncia para o cliente final, o passageiro.

argas enfrenta os concorrentes no País por meio da fidelização de parceiros selecionados, mais tecnologia para clientes de pequeno porte e com os produtos lançados globalmente e que chegam de imediato no Brasil.

PANROTAS POWER LIST 2019

93.indd 93

93

19/09/19 22:52


MAGDA NASSAR Trade Tours e Abav Nacional

No dia 31 de maio, Magda Nassar, da Trade Tours e Trade Tech, deixou a presidência da Braztoa. Quando achou que conseguiria respirar, ela, uma das principais lideranças femininas do setor, se viu diante de outra questão. E então, em 12 de junho, assumia a Abav Nacional, a pouco mais de quatro meses da 47ª Abav Expo, o principal evento da indústria no País, pela qual ela seria a responsável. “Tenho minhas duas empresas, minha vida profissional de verdade. São duas empresas em franco crescimento, em transformação, além, claro, da minha vida pessoal. E assim que eu saí da Braztoa, me vi diante deste outro grande desafio que seria a Abav Nacional”, relata. Mas então, Magda Nassar, por que aceitar essa nova responsabilidade? “Por causa das pessoas. Sou apaixonada pelo Turismo, por quem nele trabalha. Aliás, sou apaixonada por tudo no setor. Amo o que faço na Trade, na Abav, sou apaixonada pelo que fiz na Braztoa. Estou sempre acompanhada de profissionais brilhantes, o que um privilégio.” A respeito de representatividade e inclusão, Magda passa o recado: “As pessoas têm de lutar mais. Quando reclamam da falta de mulheres... as mulheres precisam levantar a cabeça e se fazerem mais presentes. Se as pessoas te criticam, o que você está fazendo para mudar isso?”, questiona. “Turismo é uma indústria de inclusão, sim, vemos isso cada vez mais, mas precisamos melhorar.”

Desde a gestão à frente da Braztoa, Magda Nassar se destaca como uma voz consciente, lógica e assertiva na política associativa. Foi graças a seu empenho e à liderança da equipe da Abav que a Abav Expo se transformou em sucesso de venda, com a volta do prestígio perdido pela falta de conhecimento pela indústria do evento e das ações da Abav em prol do agente de viagens e do setor.

94 94.indd 94

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:21


Sem tĂ­tulo-8 95

19/09/2019 17:03


MARCELO ALVARO ANTONIO Ministro do Turismo

“ ncluir o Turismo em definitivo na agenda estratégica de um país como o Brasil, com vários desafios complexos a enfrentar, tem sido, sem sobra de dúvidas, o meu maior desafio , começa o ministro do Turismo. “Aos poucos temos conseguido mostrar que o nosso setor um meio para alcançarmos os nossos objetivos. Só teremos Saúde, Educação e Segurança se tivermos recursos e uma economia saudável, com emprego para o cidadão. nesse contexto que o Turismo se insere , completa Marcelo lvaro Ant nio. O líder da pasta vê o diálogo como o melhor caminho a ser seguido para atingir suas metas. Ele afirma que assim está conseguindo ganhar seu espaço e demonstrar, em todo o contexto do governo, do que o Turismo capaz. “Todos entenderam muito rapidamente o poder da atividade para promover o desenvolvimento do País. Esse um diferencial da atual gestão, os ministros estão alinhados em prol do desenvolvimento do País.

O novo ministro aprendeu rapidamente sobre a importância do Turismo, mostrou prestígio e bom relacionamento com o Planalto e conseguiu medidas inéditas e há muito almejadas pelo setor, como a isenção de vistos para alguns países, mais investimentos em portos e aeroportos, financiamento para as empresas do Turismo e outras ações que virão por meio de uma esperada MP.

96 96.indd 96

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 22:53


MARCELO BENTO Azul Linhas Aéreas e Azul Viagens

A Azul Viagens chegará ao fim desse ano com o dobro do tamanho que tinha em 01 . o que promete Marcelo Bento. Segundo ele, a operadora, assim como o grupo Azul, tem metas agressivas de crescimento para 01 , a despeito de uma economia ainda lenta e da alta cotação do dólar. “Não tem sido fácil, mas estamos chegando lá graças a fortes parcerias com nossos fornecedores consolidação, aprimoramento e dedicação do time e ao fortalecimento de nossa presença local nos principais destino, lista o executivo, sem abrir mão de mencionar seus principais parceiros. “Destinos, em especial com Porto Seguro BA , Maceió, Porto de alinhas PE , Natal, ramado RS , Foz do guaçu PR e Orlando, nos ajudaram muito. Tanto o pessoal das secretarias de Turismo quanto associações, hot is e receptivos. A união faz a força e seria injusto citar nomes de apenas alguns, sendo que tanta gente discreta dá o sangue pelo Turismo no Brasil.”

At parece que a política das duas empresas incomodar e muito a concorrência. A primeira tem destinos exclusivos, tarifas mais altas que os concorrentes e aeronaves de ponta da Airbus e da Embraer. A segunda cresce alinhada com os destinos da a rea e já uma das operadoras de maior sucesso do País. Marcelo Bento está no centro de tudo isso.

PANROTAS POWER LIST 2019

97.indd 97

97

19/09/2019 23:18


MARCELO COHEN Belvitur

O que era uma TM se tornou uma empresa com um amplo leque de Turismo. A Belvitur vem, este ano, exigindo de Marcelo ohen, o desafio de melhorar suas margens e rentabilizar sua operação corporativa que, em sua visão, “vem sendo canibalizada e desvalorizada por nossos colegas de profissão . O empresário conta com sua força de venda e alianças estrat gicas com o os fornecedores para ser bem-sucedido em suas missões. “Foco nos principais parceiros, que valorizam a relação conosco, oferecendo a nossos novos clientes produtos e transparência em nossas operações , afirma. “Para isso conto com nossa equipe maravilhosa e super comprometida que, ao longo dos nossos anos nos ajudam a cuidar de todos os processos.

Diversificar negócios, para não depender das margens cada vez menores do agenciamento, e apostar em tecnologia e novas frentes são atributos top of mind para Marcelo ohen, que tamb m investiu este ano em hotelaria e negócios fora do Turismo.

98 98.indd 98

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:19


Sem tĂ­tulo-8 99

19/09/2019 17:03


MARCIO NOGUEIRA HotelDo

ários desafios são enfrentados pela otelDo em ano tão conturbado como este, mas adaptar o planejamento da operadora de acordo com as oscilações políticas e econ micas está entre o maior deles. A empresa esperava um 01 de cenário mais tranquilo para trabalhar. “O que vimos foi um ano de altos e baixos, com meses muito bons e outros nem tanto o que acaba por exigir um pouco de malabarismo por parte da empresa , afirma Márcio Nogueira. O executivo tem de ser o principal “malabarista” da empresa, mas não o único que rege o espetáculo. “Temos uma equipe muito madura, com profissionais qualificados e experientes, com muitos anos de Turismo e de casa, o que nos permitiu poder nos mover e atuar de acordo com o comportamento do mercado. Tudo no final se resume a trabalho e dedicação , afirma. “Tem uma frase, que eu gosto muito, e reflete bem a nossa filosofia de pensamento a vaca não dá leite . Realmente não dá. Se você quiser leite você terá que ir lá e tirar. É assim que trabalhamos por aqui. Buscamos criar novas demandas e não depender do que o mercado nos entrega.”

Sob o comando de Nogueira, a HotelDo, já conhecida na América Latina, se consolidou no Brasil como uma das operadoras aliadas dos agentes de viagens, oferecendo produtos, preço e tecnologia. Tornar o agente mais competitivo é uma das missões da empresa, que este ano tamb m lançou um novo portal para o profissional.

100 100.indd 100

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 00:11


Muitos desta lista vão se sentir representados por Marco Aurélio Di Ruzze em relação a seu principal desafio. “ a gestão do tempo, sem dúvida , ele crava. “Em 01 , completei 11 anos sem limpar minha caixa de entrada de e-mails. Para mim, hoje, o canal mais importante de comunicação é o hatsApp , afirma o jovem e promissor executivo da BRT. “ oje temos de ser objetivos, rápidos, assertivos, e há grandes vantagens nessa ferramenta registro das conversas, não requer agendamento, contatos sempre mão.

MARCO AURELIO DI RUZZE Grupo BRT

Entretanto, claro que há ônus em uma comunicação tão instant nea, como pouco respeito aos horários de descanso, informalidade excessiva e, o que para ele o pior: a comunicação pode ser falha. Em relação BRT, que oficializou recentemente sua entrada no maior mercado do País com um Iata em São Paulo, Di Ruzze afirma que continua na constante busca para se manter relevante para os agentes de viagens, que em sua visão sempre existirão. “Nossa recente expansão e a diversificação da nossa g ndola prova dessa crença. E por falar em comunicação, logo logo vem novidade por aí na forma de atendimento da BRT.

De uritiba para o Brasil inteiro, a BRT atravessa fronteiras e tem na mente ativa de Di Ruzze uma figura profissional e antenada com as mudanças e tendências do setor. A chegada em São Paulo apenas o início de uma fase que promete incomodar concorrentes bem maiores...

PANROTAS POWER LIST 2019

101.indd 101

101

19/09/2019 23:19


MARCO FERRAZ Clia Brasil

Entre os vários desafios do ano, como infraestrutura, custos altos, carga tributária e regulação excessiva, um dos mais árduos para Marco Ferraz vem sendo o esforço junto aos Tribunais Trabalhistas com relação aos tripulantes brasileiros a bordo, a isenção de Imposto de Renda nas remessas para pagamentos no Exterior e a ratificação da M onvenção para Trabalho Marítimo) no ongresso Nacional. “Existe um trabalho específico para cada uma dessas demandas. Para a questão das remessas ao Exterior, temos conversas semanais no Ministério do Turismo e contatos com os ministérios da Economia e asa ivil, todas voltadas para a volta da não incidência ou para a prorrogação da ei que reduz de para a alíquota sobre remessas enviadas ao Exterior, para cobertura de gastos com viagem e pagamentos de serviços turísticos , afirma o presidente executivo da lia Brasil. “No mbito trabalhista, estamos desenvolvendo um trabalho que conta com o auxílio de vários escritórios especializados em Direito do Trabalho, além de visitas constantes ao Tribunal Superior do Trabalho em Brasília e alguns Tribunais Regionais nos Estados.

Ferraz forma com Magda Nassar e Edmar Bull a trinca que reorganizou a forma como o Turismo se relaciona com os poderosos de Brasília. Profissional, discreto, cauteloso e embasado por números e pesquisas, se achou na política associativa, com uma gestão bem segura frente da lia Brasil.

102 102.indd 102

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/2019 00:33


O maior desafio da Maringá Turismo em 01 foi o momento das companhias a reas e a dificuldade que isso trouxe para o mercado com a situação da Avianca Brasil. A alta súbita do dólar tamb m foi sentida pelo grupo. Mas não há terra arrasada. “Por outro lado, sentimos um retorno, uma retomada das grandes empresas de suas viagens a negócios. E em setembro temos que citar que a nossa principal rota, a ponte a rea, enfrenta dificuldades pela reforma da pista central de SD . Segundo Arbaitman, um líder nato, não existe outra solução para esses e outros problemas a não ser reforçar o trabalho. “Nada resiste ao trabalho. A uma equipe poderosa e vontade e dedicação enorme. E superamos tudo, tanto que em vendas, atendimentos de aeroporto e do nosso horas, estamos batendo recorde de frequência e utilização, e melhorando as vendas em todos os sentidos. A prova disso que as nossas três empresas voltaram a contratar profissionais. Para ajudá-lo nesta missão, ele destaca o vice-presidente Siderle Santos, o diretor financeiro, Alexandre Ferreira, o diretor de T , Alexandre Agostinho, e o diretor de R , Sandro Pires, al m de Sandro onçalves, que cuida de Operações e das equipes de Atendimento no aeroporto.

MARCOS ARBAITMAN Maringá Turismo

Arbaitman formou uma equipe profissional e engajada para tocar a Maringá, mas não se enganem ele acompanha tudo de perto, sabe como sua empresa está posicionada em relação concorrência e continua apostando no Turismo de São Paulo para ajudar a alavancar os negócios.

PANROTAS POWER LIST 2019

103.indd 103

103

19/09/2019 23:20


MARIA HULSEWE North America Destinations

“Entramos em 2019 com muito otimismo e alegria por chegarmos aos 25 anos de North America”, comemora Maria Hulsewe. “Nosso maior desafio foi, e está sendo, as inconstâncias do mercado, como a instabilidade do dólar, além do novo comportamento do consumidor, que está cada vez mais exigente, mas que, infelizmente, muitos agentes de viagens e operadores ainda não se deram conta”, completa a empresária. Uma das grandes novidades da empresa nessa comemoração de 25 anos é a criação do braço de transportes Viking Charters, “além da contratação de um profissional que conhece e entende o mercado brasileiro para nos ajudar na gestão e criação de novos produtos”. Para Maria, o Turismo é uma das indústrias-chave no sentido de dar inclusão. “Mas isso também depende de cada gestor e da filosofia que adota. Naturalmente o Turismo deve ser inclusivo e representativo, basta que se pratique sua essência e se invista de maneira correta para que todos tenham oportunidade”.

ma das mais reconhecidas profissionais do receptivo nos Estados nidos, Maria, ao lado do marido John, tem investido em novidades nos últimos anos, seja em equipe, produtos ou em novos negócios, como uma empresa com frota própria moderna de veículos.

104 104.indd 104

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:20


Sem tĂ­tulo-8 105

19/09/2019 17:03


ARTIGO

MARIANA ALDRIGUI FecomercioSP e USP

DE BOAS INTENÇÕES, TEM LUGAR EM OVERBOOKING Há uma sensação generalizada de dúvidas e inseguranças em relação aos rumos do Brasil nos próximos meses e anos. Os indicadores que mais inspiram empresários e empreendedores, como sinalização para o crescimento do PIB e valorização da moeda brasileira em relação ao dólar americano, por exemplo, têm sido revistos e não trazem mensagens positivas. Curiosamente, apesar da apreensão generalizada em relação às políticas econômicas, à necessária revisão da carga tributária e da falta de coerência nas mensagens emitidas pelo governo nacional, as notícias sobre o setor de Turismo seguem mantendo a aura positiva com expressões de otimismo, quando não de ufanismo. Na mudança de governo, a manutenção do Ministério do Turismo foi encarada como uma sinalização positiva, porém a nomeação de um deputado recém-eleito para o seu segundo mandato, e sem histórico de vinculação com o tema repetiu o que já havia acontecido em anos anteriores – a necessidade de recomeçar a orientação, recompor as ações em prol da representatividade e compreender de que forma as pautas relevantes do setor seriam tratadas em momentos de total revisão das políticas nacionais.

Em um setor acostumado a sufocar opiniões em relação a políticos e política, Mariana se posiciona, opina e justifica tudo o que diz. À frente do Conselho de Turismo da FecomercioSP, debate com outros players do setor e abre a indústria às tendências e novas empresas. Também faz a ligação (ainda tênue) da academia com a indústria.

106 106 e 107.indd 106

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/2019 00:39


Para além das suspeitas que ainda cercam o titular da pasta, alvo de investigação pela Polícia Federal, há também a mudança drástica na condução das estratégias de promoção internacional do País, por meio da Embratur, que consegue seu espaço de mídia nomeando “embaixadores de Turismo” sem lógica aparente, dispensando a explicação de como serão avaliados os resultados de tal programa. Mais uma vez, e sem nenhum sinal de que isso possa ser alterado no curto prazo, a concepção de gestão pública do Turismo está vinculada à maneira que um pequeno grupo de pessoas entende o setor. Não há evidências do uso de informações relevantes e confiáveis para tomada de decisão, da mesma forma que não se recorre ao extenso repositório de experiências bem-sucedidas internacionalmente, para fins de benchmarking ou mesmo apenas inspiração. O diagnóstico possível é o de total descolamento da realidade – ou a fé cega de que turistas que vêm ao Brasil não se informam sobre o País. Gestores públicos ignoram inclusive suas próprias experiências como turistas e sugerem projetos completamente descabidos, como é o caso da lamentável nova marca do Turismo brasileiro. Há pelo menos dois aspectos rele-

vantes do Turismo que não podem ser ignorados, a qualquer tempo. O primeiro, que trata do Turismo doméstico, reconhece a dimensão econômica de um mercado de praticamente 100 milhões de pessoas aptas a realizar viagens, e entende seu processo de decisão e de gastos. Estão hoje, fora do radar dos dados oficiais, praticamente todas as viagens realizadas em carro ou ônibus, utilizando-se de hospedagem em casas de amigos e parentes. Em estudo realizado em meados dos anos 2000/2010, esse grupo representava mais de 60% de todas as viagens domésticas. Por não usar aéreo ou hotel, são desimportantes economicamente? E o segundo, mais visível, ainda que não necessariamente tão grande, trata do turismo internacional – de negócios e de lazer, e que se caracteriza por uma demanda mais madura, e esclarecida, portanto bastante consciente das notícias internacionais. A imagem do Brasil no Exterior não é, para tal público, a propaganda oficial, mas sim as notícias que circulam nos veículos da grande mídia. Atualmente, o Brasil é um país cuja imagem internacional está manchada por notícias de violência contra mulheres, racismo, homofobia, destruição do patrimônio ambiental, preconceitos de toda forma, e corrupção. Tais notícias se multiplicam sem custo aos co-

fres nacionais, sem patrocínio de empresários, e na velocidade das redes sociais. Não há orçamento de promoção capaz de competir com essa máquina de destruição de reputações, especialmente quando há um sem número de países e destinos se fortalecendo justamente sobre os pontos fracos de seus competidores. A alteração deste caminho de consequências terríveis passa pelo reconhecimento da incompetência técnica de quem responde pela área, em diversos níveis, e da humildade para aceitar que formação e vivência são fundamentais, no Turismo e na política. Tapinhas nas costas e ternos puídos não funcionam no marketplace competitivo do Turismo. A chave está no uso da inteligência, recorrendo não somente ao que se produziu de conhecimento no Brasil, mas especialmente em países com características similares como Austrália, Rússia, Índia, África do Sul e Quênia. Não há dissociação possível entre Turismo e ambiente econômico, de modo que só faz sentido o desenvolvimento de políticas de estímulo ao Turismo que estejam alinhadas aos objetivos econômicos dentro de um sólido referencial de sustentabilidade e responsabilidade social. Ou, em outras palavras, se seguirem inventando os dados, terão em breve que inventar os turistas.

PANROTAS POWER LIST 2019

106 e 107.indd 107

107

20/09/2019 00:39


MARINA GOUVEA Primetour

Inovar constantemente. Esse o maior desafio de Marina Gouvêa à frente da Primetour. Para que isso aconteça, ela adota a filosofia de que cada dia acorda obsoleta em relação ao dia anterior. “Tento superar esse desafio com investimentos e quebras de paradigmas. Quem me ajuda nesta missão são os ecossistemas de negócios da China. Fomos a uma viagem de conhecimento da SMD (Grupo Gouvêa de Souza), visitamos os modelos de negócios e voltamos entusiasmados e transformados , afirma. Na visão de Marina, o Turismo é um dos ramos mais inclusivos que existem. “A inclusão e dar oportunidades está em nossos valores, fazem parte de nosso DNA. Acreditamos que todos temos o direito e a capacidade de desenvolvimento. Todos somos iguais perante o universo.”

ma das referências em luxo, Marina ouvêa tamb m tem investido em novos nichos e em viagens corporativas, transformando a Primetour em uma corporação com diversas soluções, para diversos clientes, mas com o DNA do serviço personalizado e do atendimento excepcional

108 108.indd 108

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 00:35


Sem tĂ­tulo-8 109

19/09/2019 17:03


MARTIN JENSEN Queensberry

“Para alcançar nossa meta em 2019, que como a de todos os anos é de continuar aumentando nossas vendas sem redução de margem bruta, o maior desafio foi de tentar acertar na decisão de fazer hedge cambial ou não. ontratos de hedge tendem a ser bem mais caros no Brasil do que em países do primeiro mundo, especialmente em empresas relativamente pequenas no contexto geral e não só no contexto de Turismo , afirma Martin Jensen. “As margens de lucro em Turismo são bem menores que em muitos outros setores da economia, portanto uma decisão de se proteger com hedge cambial pode reduzir dramaticamente qualquer chance de sair com lucro no fim do ano , completa o líder da ueensberr . Segundo ele, at o fim de julho, a decisão da operadora de luxo de não fazer hedge parecia acertada, “especialmente ao ler o boletim semanal de um dos principais bancos no Brasil, que anunciou que estava rebaixando a sua previsão da taxa de câmbio para o fim do ano de R , 0 para R , 0. Por m, a euforia durou pouco mais de uma semana . Segundo Jensen, at o fim de julho, as vendas embarcadas) da Queensberry estavam 10% acima do ano passado e a margem bruta estava acima. “Evidentemente, estas porcentagens sobre as vendas dos últimos quatro meses do ano serão negativamente impactadas pela situação atual, mas ainda acreditamos que a decisão será comprovada correta.

A tradição e seriedade da ueensberr estão diretamente ligadas imagem de seu presidente, que tamb m tem equipe fiel e dedicada e produtos experimentados e testados por eles. As saídas com guias em português no Exterior são marca registrada e criação de Jensen.

110 110.indd 110

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:00


Para Matt Teixeira, um dos impactos mais ben ficos da expansão da tecnologia de hospitalidade tem sido a riqueza de canais de distribuição de hotéis para o inventário de quartos. “Agora, os hotéis podem ser extremamente segmentados quando se trata de distribuição, ajuste de preços e disponibilidade em canais individuais para gerar mais inventário com mais lucro”, ilustra o executivo da Best Western. “Por outro lado, os hotéis podem escolher uma estratégia independente de canal e contar com alguns parceiros com escala global para distribuir inventário”, completa. Neste cenário, um de seus desafios deste ano tem sido a distribuição combinada. “Embora seja vantajosa, porque aumenta a visibilidade de um hotel em vários canais, ela também gera muito mais consultas para os ecossistemas, deixando as informações menos claras quando se trata de onde provém o inventário, quem é a fonte da disparidade e como avaliar vantajosamente os quartos”, analisa. “Trabalhar com todos os parceiros B2B e B2C em todos os pontos de contato do ecossistema de distribuição é a abordagem adotada. Sem atribuição clara, um hotel nem sempre sabe como uma tarifa específica de quarto chegou a estar disponível em determinados intermediários.”

MATT TEIXEIRA Best Western Hotels & Resorts

Um brasileiro no QG de uma das maiores redes hoteleiras mundiais faz a diferença. E Matt Teixeira soube investir em parcerias e relacionamentos no Brasil, além de comunicação para informar a transformação por que tem passado a rede nos últimos anos. A compra recente da Worldhotels é prova disso.

PANROTAS POWER LIST 2019

111.indd 111

111

19/09/2019 23:21


MAURICIO FAVORETTO Trend

Neste ano, a Trend “arrumou a casa” e retomou o crescimento em vendas. Mauricio Favoretto assumiu a operadora hoteleira da CVC Corp em janeiro e aos poucos passou a implementar seu modelo de trabalho. “Formamos a equipe e investimos forte em infraestrutura de tecnologia, com a troca de servidores, unificação do site corporativo e lazer, além de software de CRM”, lista o diretor geral da companhia, que foi outro membro da CVC Corp a implementar a ferramenta de NPS para captar o feedback de seus clientes. “Resgatamos o DNA Trend e motivamos o nosso time. Tudo isso para levar ao agente de viagens, nosso único canal de vendas, a melhor equipe e os melhores produtos e serviços. Estamos superando todos os desafios fazendo o diagnóstico correto, com planejamento e disciplina para executar o plano”, afirma Favoretto. “Mas não fazemos nada sozinhos, portanto tenho que agradecer muita gente que está fazendo parte desta conquista: todo o time da CVC Corp, com suas aéreas de Suporte, como TI, Produtos, entre outras, além de toda a equipe da Trend, composta por mais de 500 colaboradores espalhados pelo País e nossos fornecedores.’

Favoretto dirige uma das empresas mais estratégicas da CVC Corp, e tem investido no relacionamento com o mercado, promoções pontuais e em produtos diversificados. A hotelaria para o viajante corporativo um dos pilares da operadora.

112 112.indd 112

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:21


Sem tĂ­tulo-8 113

19/09/2019 17:03


MELANIE TEIXEIRA Omnibees

Este ano vem sendo transformador para a Omnibees, e Melanie Teixeira comemora as conquistas. Mas claro que não há vitória sem luta, e para chegar lá vários foram os desafios da empresa de tecnologia para o Turismo. “Destaco aqui a transformação que estamos promovendo na jornada do nosso cliente. A Omnibees sempre esteve preocupada em escutá-los, entregar novidades e principalmente em ter um produto que gerasse valor para a hotelaria – de pequenos empreendimentos às grandes redes internacionais , afirma a executiva. “Este é justamente o desafio já que o RS Omnibees sempre esteve pronto para atender todos os clientes, porém nós sentíamos que deveríamos apoiar muito mais os empreendedores donos de pequenos hotéis em capacitações para suas equipes, soluções integradas à Omnibees que apoiem sua gestão, troca de experiencias, contatos e caminhos para contratações de novas OTAS, operadoras e outros canais de vendas para maximizar seus resultados.” Em sua percepção, o mercado ainda precisa de muito esforço para ser mais inclusivo e representativo. “Um exemplo é o Omnibees Academy, que oferece conteúdo e capacitação aos hoteleiros, porém, vejo que o potencial de uma iniciativa conjunta aumentaria substancialmente esse potencial e alcance , afirma.

onectar hot is e distribuidores e oferecer produtos para cada pla er fizeram da Omnibees uma das referências de mercado. Melanie Teixeira, ao lado de Luís Ferrinho, vislumbra agora a internacionalização da empresa, que já está em outros mercados da América Latina.

114 114.indd 114

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:22


O perfil do consumidor mudou muito, e o setor de receptivo é um dos que mais sentem as necessidades de adaptação, pois é uma das pontas finais da cadeia de lazer. Mena Mota, da Grou Turismo, está ciente e trabalha para se adaptar a essa nova realidade. “Vivemos um momento de intensa mudança de paradigmas no mercado consumidor turístico, seja pelo rearranjo político/econômico, seja pela evolução das tecnologias, que atingem diretamente o perfil e o apetite do cliente. Este consumidor quer preço e valor agregado, quer suporte e quer encontrar as marcas em que pode confiar , afirma.

MENA MOTA Grou Turismo

Ao invés de se queixar dos novos entrantes e ficar na zona de conforto, Mena arregaça as mangas e busca oportunidades. “O tempo todo usamos a criatividade para enfrentamento, adaptação e inovação no mercado. A todo momento a direção da empresa lança desafios à equipe para que retornem com respostas s transformações , completa a executiva, acrescentando que está sempre de olho no feedback dos clientes e na atuação da concorrência. “O primeiro pela constante cobrança por novas soluções, além do debate acerca de novos cenários. O segundo por nos mover em busca de melhores preços, soluções e inovações para estarmos frente.

Na Bahia, Mena Mota e sua Grou Turismo são sinônimo de tradição e bem receber. Mas ela foi além e levou a hospitalidade baiana para Sergipe e Portugal, com sucesso.

PANROTAS POWER LIST 2019

115.indd 115

115

19/09/2019 23:23


MONICA SAMIA Braztoa

Cada vez mais a cara da Braztoa, Monica Samia é outra que atesta que o momento atual é de profundas transformações. “Convivemos, de um lado, com demandas e modelos de trabalho tradicionais. De outro, com novos formatos inovadores e, ao mesmo tempo, estamos de olho nas tendências que já surgem no radar. Tem sido um grande desafio conciliar tudo isso, dar respostas eficazes para as demandas diárias permanecendo conectada ao espírito deste novo tempo”, afirma. Sobrevivem, em sua opinião, os fortes, incansáveis, determinados. “A solução é trabalhar com foco, administrando a ansiedade, estudando, exercitando o desapego de padrões que estão perdendo aderência, ousando conhecer e experimentar novas possibilidades.” Na visão de Monica, o Turismo é um setor transversal, imenso e diverso. “Não temos ‘uma’ indústria, temos uma infinidade delas, com diferentes tipos de empresas e perfis. á as que atuam de forma hermética e os que buscam oportunidades na diversidade. Acredito que a adaptação seja uma questão de tempo”, conclui, mencionando como exemplo de inclusão e representatividade o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade. “Cada vez mais nos deparamos com empresas que têm trabalhado com esses pilares em seu DNA. É inspirador!”

claro que em uma entidade, a figura do presidente determinante para o ritmo da gestão, dos acontecimentos internos e das relações externas. Mas o papel do gestor fixo o fiel da balança e garante, al m de continuidade, o compromisso com os associados. Monica Samia representa aqui os operadores da Braztoa mas tamb m os profissionais que se dedicam gestão de entidades de classe.

116 116.indd 116

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:24


Sem tĂ­tulo-8 117

19/09/2019 17:03


ORLANDO GIGLIO Iberostar Hotels & Resorts

“Conseguir com que meus hóspedes, meus clientes, consigam preço justo para uma viagem à Bahia. Está aí o grande desafio que eu venho enfrentando neste ano , afirma, sem rodeios, Orlando Giglio, sobre o tíquete médio de um voo de seu principal mercado, o Sudeste, rumo à região onde ficam os principais empreendimentos da Iberostar no Brasil. “Por mais que se flexibilizem as tarifas dos hotéis e resorts, nem sempre a do aéreo acompanha. Tenho certeza de que esse não é um sentimento só meu.” om tantos desafios, iglio não desiste da luta. Dia após dia em contato com seus principais vendedores. “As operadoras têm tentando flexibilizar da melhor maneira possível com bloqueios, com pré-compra, garantindo voos para ver se conseguem tarifa mais acessível. Estamos tentando jogar junto delas para que os pacotes fiquem mais acessíveis , afirma. Como suas principais aliadas, ele menciona as “Estrellas” do Iberostar, que é como a rede espanhola chama seus principais vendedores no País.

O Grupo Iberostar é um dos mais poderosos do Turismo mundial e no Brasil Orlando Giglio comanda as vendas para os resorts nacionais e também em destinos internacionais.

118 118.indd 118

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:23


O planejamento estratégico da Mobility em 2019 teve três pilares: Pessoas, Tecnologia e rescimento. “O desafio está em desenvolver e para capacitar nossos colaboradores atuarem em cada uma dessas frentes. Outro objetivo é internalizar nosso TI, melhorando e agilizando processos , afirma Os ar edor. “Isto já está sendo feito em parceria com a Wooba e logo teremos novidades’, promete o empresário.

OSKAR KEDOR Mobility

Segundo ele, a empresa que agrega locadoras de automóveis está crescendo com vigor dentro das metas e, apesar da instabilidade cambial, segue otimista com este e o próximo ano. Tanto que está focada em expandir ainda mais sua atuação no Brasil e na América Latina. O segredo? Inovação! “Criamos uma rotina gerencial bastante produtiva com comitês temáticos. Cada comitê tem um líder e cumpre agenda com extrema disciplina. A palavra de ordem é eficiência, empoderamento de nossos líderes e a tomada de decisões firmes e alinhadas com nossa estratégia de longo prazo”, revela. “Nosso objetivo, com a implementação dos comitês é melhorar nossos processos e juntamente a isso o serviço entregue aos nossos clientes e a integração com as consolidadoras. Além disso, temos um SAC diferenciado, estruturado para atender nossos clientes em todas as suas demandas, solucionando problemas e sanando possíveis dúvidas em todo o processo de locação e orientando sobre como agir em situações específicas.

A busca por inovação e pela disseminação do produto de aluguel de veículos, para vários nichos, é uma das lutas de Kedor há vários anos. A Mobility é uma referência para o setor como um todo e a cada temporada apresenta ferramentas e produtos para os mais diferentes tipos de clientes dos agentes de viagens.

PANROTAS POWER LIST 2019

119.indd 119

119

20/09/19 00:19


OTAVIO LEITE

Secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro

A luta no Confaz, Conselho Nacional de Política Fazendária, para que o Rio de Janeiro pudesse ter o direito de praticar uma alíquota reduzida no QAV da aviação foi um dos grandes desafios do secretário de Turismo fluminense. Otávio eite afirma que foram quatro tentativas sequenciais, desde a posse do governador Wilson Witzel. “Foi uma articulação de bastidores tensa e dura que resultou numa vitória que nos abre a oportunidade de sermos competitivos. Do contrário, o Rio estaria num verdadeiro precipício aéreo”, comemora o líder da pasta. “Para essa conquista ser concretizada, foram muito importantes o governador Wilson Witzel que, por diversas vezes, tratou diretamente com outros governadores a fim de superar divergências e obstáculos, além do secretário estadual de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho”, agradece. Para os próximos meses, Leite está confiante em um aumento do receptivo no Rio. “Estamos desenvolvendo na Setur-RJ uma reestruturação institucional, apoiando os municípios com iniciativas de promoção dos nossos múltiplos destinos turísticos, dando visibilidade a novas experiências e a tudo o que o Rio já tem como consagrado de atrativos para os visitantes , afirma.

Parlamentar por vários anos, Otávio Leite tem sido um dinâmico secretário estadual de Turismo, colocando o setor nas ações do governador e em seus discursos. Falta a contrapartida na capital fluminense e enquanto isso não vem brilha sozinho na política turística do Rio.

120 120.indd 120

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:25


Sem tĂ­tulo-8 121

19/09/2019 17:03


PATRICK MENDES Accor

Surpreendentemente, e contra a maioria das opiniões, a Accor enxerga um cenário econômico positivo na América do Sul, e a rede conseguiu se recuperar fortemente em 2018, graças à retomada da atividade econômica no Brasil, desde o último trimestre de 2017. “Apesar deste cenário positivo, algumas questões ainda são desafiadoras e podem impactar nosso mercado, desde internas, como as reformas que estão sendo propostas, quanto externas, como as tensões entre China e Estados Unidos e o Brexit”, analisa Patrick Mendes. Ademais, a rede francesa planeja seus investimentos para longo prazo e não apenas no momento, como ele explica. “Com relação ao Brasil, somos muito otimistas não apenas por amor, mas, sobretudo, porque vemos um país com muita força econômica a ser explorada. Para se ter uma ideia, na América do Sul, o RevPar cresceu 12,3%, e o EBITDA cresceu 22,8%, comparado ao ano anterior. Além disso, abrimos 52 hotéis (7,8 mil quartos) na região, o segundo maior crescimento global logo após a Ásia, o que demonstra o potencial de desenvolvimento da nossa região. Também assinamos 45 novos contratos, sendo 23 apenas no Brasil, que representarão novos seis mil quartos em nossa operação América do Sul”, conclui.

Para manter a liderança da Accor na América do Sul, Mendes tem investido em aquisições (com o portfólio da BHG), expansão dos hotéis econômicos e no crescimento em países de língua hispânica. A abertura do Fairmont Rio, onde a rede tem alguns hotéis fechados em reforma, foi um dos destaques do ano.

122 122.indd 122

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:01


O grande desafio da Blumar competir com as tarifas hoteleiras diante das OTAs e on-line holesalers, que comercializam camas em hot is em qualquer lugar do mundo. “Eles vendem direto ao consumidor final ou diretamente aos operadores internacionais com margens muito pequenas. Nós, do receptivo, por incrível que pareça, ainda temos uma cadeia que muitas vezes ainda inclui um operador internacional e um agente de viagens antes de chegar ao consumidor , compara Paula Santos.

PAULA SANTOS Blumar

“ sso sem falar no custo de venda do produto como um todo. Batalhamos muito para trazer essa venda ao Brasil. Desenvolvemos produtos turísticos no País em diversos Estados, batemos na porta dos operadores, fazemos treinamentos constantes, investimos em trazer essas empresas para conhecer o destino , completa a empresária, que se queixa da falta de propaganda do Brasil no Exterior para combater a mídia negativa que reverbera sobre o País internacionalmente. Mas como boa brasileira, Paula Santos não desiste. “Seguimos investindo no desenvolvimento de produtos e conteúdo, que motive o cliente e mostre como nosso País maravilhoso , afirma. “A solução ter ideias originais e produtos únicos. nvestimos em sistemas que nos permitam aprimorar nossas conexões com a hotelaria. nvestimos em nosso staff, que um de nossos grandes diferenciais.“

O desmonte do receptivo antigo do Rio serviu para o aparecimento de novas empresas e a consolidação de outras, como a Blumar, referência no segmento na cidade e no País. Reservada e focada em negócios ao redor do mundo, Paula Santos uma das experts que souberam reinventar seu negócio e multiplica-lo.

PANROTAS POWER LIST 2019

123.indd 123

123

19/09/2019 23:25


PAULO REZENDE Amadeus

“O grande desafio que a Amadeus enfrentou nos primeiros meses deste ano, e seguimos enfrentando agora no segundo semestre, foi manter um crescimento muito bom, acima do crescimento org nico do mercado, o que conseguimos em 01 , afirma Paulo Rezende. “E estamos conseguindo. Seguimos crescendo mais que o mercado e ganhando participação. Os esforços de Rezende e da Amadeus estão principalmente em dar atenção ao serviço ao cliente e estarem atentos s novas necessidades das agências. “Seguimos sendo a empresa de tecnologia totalmente dedicada indústria de viagens que mais investe em tecnologia. Em 01 a Amadeus investiu milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento, o equivalente a 1 de nossa receita , afirma. “Agradeço ao time da Amadeus em geral, em especial equipe baseada aqui no Brasil. Estão realizando um grande trabalho.

O crescimento da Amadeus no País está ligada a uma mudança de estrat gia no mundo, com foco em conteúdo, novos produtos e novas lideranças, como Paulo Rezende, um dos mais ativos nomes do segmento de tecnologia para o Turismo no Brasil.

124 124.indd 124

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 00:21


Sem tĂ­tulo-8 125

19/09/2019 17:03


PETER WEBER SkyTeam

Neste ano, a SkyTeam substituiu completamente todos os postos chave da empresa na matriz, em Porto Alegre. Com estas mudanças conseguiu-se disseminar uma nova política de vendas, como afirma Peter eber. “Essas mudanças foram prioritariamente focadas em melhores negociações e atendimento às agências atendidas pela empresa”, explica o empresário. “ riou-se, ainda, uma visão de foco concentrado nos itens rentabilidade e gestão de custos, que vêm apresentando excelentes resultados.” Segundo ele, a perspectiva para os quatro meses restantes do ano permanece indefinida face ao quadro econômico e cambial, o que não indica claramente a possibilidade de melhorias de curto prazo no cenário do Turismo emissivo. “Nossa previsão para 2019 é um ligeiro crescimento sobre o ano anterior, porém com incremento acelerado do resultado”, conclui.

A consolidadora SkyTeam é uma das que mais cresceram nos últimos anos, graças ao senso de oportunidade e ao dinamismo do empresário Peter Weber, que também investe na expansão pelo País.

126 126.indd 126

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/19 13:10


Sem tĂ­tulo-8 127

19/09/2019 17:03


ARTIGO

PRISCILA BURES CVC Corp

Priscila comanda a comunicação do maior grupo de iagens e Turismo da Am rica atina e aqui representa os profissionais que atuam na maioria das vezes nos bastidores, ajeitando os holofotes para os porta-vozes oficiais, mas que tamb m merecem reconhecimento por sua atuação no relacionamento com a imprensa, órgãos institucionais, investidores e as hoje tão temidas redes sociais.

128 128 e 129.indd 128

PANROTAS POWER LIST 2019

20/09/2019 00:41


QUANTO VALE A SUA REPUTAÇÃO? Reputação não se constrói de um dia para o outro. É algo intangível, que vai se formando ao longo do tempo, se solidificando a partir de uma somatória de experiências boas ou ruins com algum produto, marca ou pessoa. DIRIA QUE SE O CLIENTE É O REI, A REPUTAÇÃO É A ALMA DO NEGÓCIO. Você pode até tentar traçar uma opinião sobre determinada marca, empresa ou pessoa baseado exclusivamente nas primeiras impressões que se tem a respeito ou a partir das interações que teve recentemente. Mas serão apenas impressões – equivocadas ou verdadeiras. E VOCÊ, JÁ PENSOU SOBRE A SUA REPUTAÇÃO? Marcas bem construídas ou pessoas íntegras, que aplicam na prática seu propósito e discurso, com valores e princípios transparentes aos seus públicos, contribuem para gerar boa reputação das empresas (e empatia aos demais), ao agregarem “comerciabilidade” e “confiabilidade” aos produtos, serviços ou à própria companhia ou pessoa em si, também contribuindo na sua “perpetuidade” ou “popularidade” ao longo do tempo. E pensando em viagens, esse é um dos setores onde a confiança é a base de tudo: o agente faz uma reserva, o cliente parcela a viagem e sai da loja no máximo com um voucher virtual, confiando 100% que o serviço será entregue ou possibilitado, pelo agente de viagens, meses adiante. Quer mais prova de confiança que se tem no agente de viagens do que essa?

É por isso que, nesse universo do mundo das selfies e redes sociais, vale a pena refletir quem são seus “amigos virtuais, afinal toda a exposição ou comentários que você faz no seu perfil pode servir ou “desservir” para a recomendação de seus serviços, afinal as redes sociais são muito poderosas quando se trata de criar uma marca pessoal. Seja na construção ou na consolidação da sua carreira, posicionar-se como líder ou influenciador na sua área, compartilhando informações consistentes de fontes confiáveis, bem como interagir com seus seguidores frequentemente e agregando valor ao que dissemina, pode ser um bom caminho para conquistar seguidores e ganhar potenciais clientes e fãs. O que você deixa de rastro nas redes sociais se converte em opinião pública, então procure sempre apresentar a sua melhor versão. Fazer a gestão da reputação – seja a sua, pessoal, ou da sua marca e empresa – requer sempre alinhar percepção e realidade a favor do negócio. É A SUA REPUTAÇÃO QUE ESTÁ EM JOGO. Priscila Bures é jornalista e publicitária, com especializações em Marketing, Comunicação e Responsabilidade Social Corporativa. Já atuou durante 15 anos no mercado publicitário, em agências de publicidade e veículos de mídia dirigidos a propaganda e marketing. Há 12 anos atua no segmento de viagens, na área de relações-públicas e comunicação corporativa. Atualmente, é gerente de Comunicação Corporativa, Assessoria de Imprensa, Patrocínios Incentivados e Comunicação Interna da CVC Corp

PANROTAS POWER LIST 2019

128 e 129.indd 129

129

20/09/2019 00:41


RAFFAELE CECERE R1 Soluções Audiovisuais

Dificilmente um hotel ou espaço de eventos relevante em São Paulo não tem a parceria da R1 Audiovisual. Essa presença, no entanto, não vem sem muito esforço e dedicação de Raffaele Cecere e sua equipe, como ele mesmo testemunha. “A crise está muito alongada e os clientes estão cada vez mais exigentes e com pouco recurso. Acredito que o maior desafio deste ano inovar em um ambiente muito incerto , explica o empresário, mostrando que nesses momentos difíceis é que ele vê oportunidades. “Por outro lado, pelo mesmo motivo, as empresas nos buscam para que ajudemos a encontrar uma solução inovadora e que dê resultados em um curto espaço de tempo, outro grande desafio. Temos obtido sucesso em nossas operações por conta desta agilidade de transformação, nossa equipe está superando todas as expectativas.” Como ninguém chega ao topo sozinho, ele elenca seus principais aliados para o sucesso da R1. “Em especial os sócios do grupo, como por exemplo o Marcelo hanoft, que nosso sócio na TES enografia e foi até a Belgica fechar uma grande parceria para o grupo”, agradece. “Outro destaque para o Juan Pablo de Vera, nosso CEO, que tem viajado ao Exterior buscando parceiros estrat gicos. Fizemos mudanças importantes na diretoria da empresa, nomeando pessoas que já trabalham há muito tempo na R1, como por exemplo a nomeação da Andréia Chiarato como diretora comercial. sso foi importante para que tivéssemos uma gestão mais homogênea.”

Empresa referência na tecnologia para eventos, a R1 de Raffaele Cecere está sempre buscando novidades e produtos para que os clientes realizem encontros memoráveis, onde o conteúdo seja ressaltado pelo uso correto de aparatos. Sempre atrás de inovações, Cecere está também por trás dos melhores eventos do setor.

130 130.indd 130

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:06


O maior desafio da Movida para este ano foi manter o forte crescimento no mercado de locações, tanto nas imagens corporativas, quanto no de lazer, e garantir uma base de evolução sustentável.

RENATO FRANKLIN Movida

“Para mantermos este crescimento sustentável, tivemos que imprimir um ritmo ainda mais intenso no lançamento de novos grupos e produtos, com destaque para o S de uxo com sete lugares, o Tiguan, o Executivo Premium Passat e o S St le T- ross , afirma Renato Fran lin. “ riamos um novo formato na área de T , trabalhando em squads e usando a abordagem Agile, o que vem nos dando uma boa vantagem competitiva em velocidade e qualidade dos lançamentos. Seguindo este novo conceito, desenvolvemos um grande pacote de serviços diferenciados, alguns pioneiros e exclusivos no mercado. Foi o caso do R ode nas reservas e dos totens de autoatendimento, soluções que permitirão transmitir de forma rápida e segura as informações, reduzindo o tempo de retirada de veículo na loja , completa. Segundo ele, a Movida saiu na frente do mercado com parcerias como a firmada com o Sem Parar e suas soluções de pagamento contactless em pedágios e estacionamentos. “E para reforçar o nosso principal motivo de existir, a satisfação do nosso cliente, aumentamos ainda mais a frequência de nossos treinamentos, buscando cada vez mais qualidade e agilidade em nosso atendimento. omandada por Renato Fran lin, a Movida chegou disruptiva e moderna, chacoalhando o segmento de locadoras de veículos. Promete mais novidades para breve, e uma atuação in dita na Abav Expo este ano.

PANROTAS POWER LIST 2019

131.indd 131

131

19/09/2019 23:26


RICARDO AMARAL R11 Travel

Em 2016, Ricardo Amaral tomou a decisão de iniciar um novo ciclo. “Investir na transição de executivo bem-sucedido para empreendedor”, como ele afirma. “Muitos antes de mim já atestavam que ser empresário no Brasil é complexo e cheio de nuances. Logo de saída ficou claro que a frase ‘O Brasil não é para amadores’ reflete uma grande verdade, mas o que temos plantado desde 2016 nos ajuda e dá solidez em 2019”, afirma o presidente da R11 Travel, que detém as vendas exclusivas das empresas do Grupo Royal Caribbean. Enquanto muitos lamentaram as dificuldades de 01 , Amaral viu o ano como “excepcional”. “Batemos todos os recordes com performance de vendas e resultados incríveis em um ano difícil de transição no País”, comemora o líder. “Isso me motivou a investir esforços e valores relevantes no aumento da equipe e do espaço físico, além de novos projetos e sistemas, visando ao longo prazo.” O próposito da R11 é oferecer aos agentes de viagens um suporte cada vez maior, com soluções em sistemas de bac office, RM, eb e conteúdo. “Um ótimo exemplo é o investimento que fizemos em nossa inovadora sala de Realidade Virtual e Aumentada que, com tecnologia de ponta, nos trouxe ótimos resultados.”

Diversificando produtos dentro e fora do segmento de cruzeiros marítimos, Amaral está construindo um mar etplace completo, que conta com sua experiência e expertise no setor. Seu lado empreendedor casa-se com perfeição com sua criatividade e inquietação marqueteira.

132 132.indd 132

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:12


Um dos expoentes da causa do Turismo LGBTQ no Brasil, Ricardo omes afirma que seu maior desafio deste ano foi, como o de todos os outros, tentar construir uma imagem de um País que aberto diversidade e que recebe o turista BT . “A luta difícil, ainda mais com um governo federal que vai no caminho inverso e na contramão do que os países comprometidos com a economia e como Turismo têm feito para atrair o Turista BT, que segundo dados da OMT o mais rentável , afirma omes, estendendo a queixa.

RICARDO GOMES Câmara LGBT

“Temos um acordo assinado com o MTur e a Embratur que tem validade at junho de 0 . No entanto este acordo de cooperação foi simplesmente congelado pela atual administração e o MTur nem sequer responde os nossos ofícios e e-mails. omes fala em um plano de trabalho que tem este ano, que contempla participação em feiras no Brasil, em eventos Internacionais, treinamentos e capacitações, pesquisa sobre o Turismo LGBT no País e outras ações, mas que tudo ficou na geladeira. Entretanto, não são esses revezes que desencorajam seu trabalho. “Estamos nos aproximando das cidades para desenvolvermos o Turismo BT e tamb m com os Estados. Já temos assinado um acordo de cooperação com as cidades de Rio de Janeiro e São Paulo e, durante a nossa onferência nternacional, em agosto, assinamos com o Estado de São Paulo , afirmou, entre outras várias ações mencionadas.

omes conseguiu de certa forma unificar as lutas pela causa BT no Turismo, e promove o maior e mais respeitado evento do segmento, al m de ter parcerias com diversas entidades internacionais. Posicionamento, seriedade e criatividade são suas qualidades.

PANROTAS POWER LIST 2019

133.indd 133

133

19/09/2019 23:26


ROBERTO SANTOS Esferatur

Muitos foram os desafios de Roberto Santos em 2019. Em 7 de setembro de 2018 ele trocou sua vida em Blumenau (SC) para viver em São Paulo, graças ao negócio fechado entre a Esferatur, empresa de sua fundação, com a CVC Corp, o maior grupo de Turismo da América do Sul. Só a mudança para a maior metrópole do País já seria um desafio a ser destacado. “Mas transformar a Esfera de uma empresa ‘familiar’ para fazer parte de uma grande corporação traz desafios s vezes imensuráveis”, ele atesta. “O nível de exigência para comigo mesmo aumentou muito. Graças a Deus, sempre tive a capacidade de ter pessoas que sempre estiveram ao meu lado e sempre me apoiam nos momentos mais importantes de minha vida.” Para superar esses desafios, ele conta com um grande aliado: o tempo. “O tempo sempre é o melhor remédio para tudo. Desde que tenhamos uma meta, um plano de ação, paciência, perseverança e, olhando o passado como aprendizado, o presente como lição e o futuro como objetivo, sabendo equalizar todos estes componentes, a missão se torna mais fácil e os resultados começam a aparecer.”

Em uma nova fase, agora como parte da CVC Corp, Beto Santos está em fase de transição e transformação de “sua” Esferatur, que em breve anuncia nova plataforma tecnológica e novo desenho no mercado.

134 134.indd 134

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:13


Primeiro presidente da Alagev depois da “era Academia de Viagens Corporativas”, com a dupla Viviânne Martins e Patricia Thomas, Rodrigo Cezar assumiu em 01 o desafio de colocar em prática o plano de ações proposto no planejamento estratégico da associação, elaborado e aprovado recentemente pela Diretoria e Conselho, no qual foram definidos não só o propósito e visão de futuro, mas os rumos da associação para os próximos cinco anos.

RODRIGO CEZAR Roche e Alagev

“Desde 01 fizemos mudanças estruturais na organização, profissionalizamos nossa gestão e inovamos na forma como nos relacionamos com nossos associados e mantenedores e pretendemos cada vez mais ampliar e intensificar essas ações , afirma. “Temos ainda a responsabilidade de criar e promover canais de capacitação e conhecimento para profissionais atuantes no trade.” A principal conquista, segundo Cezar, foi a reconstrução do principal evento de viagens corporativas do País, o Lacte. “Em 2019, o evento veio completamente reformulado, mais dinâmico, colaborativo e interativo e, com isso, tivemos recorde de participações e um alto nível de satisfação em relação ao novo formato”, afirma. “Tamb m redefinimos o nosso Estatístico, que agora é Pesquisa Anual de Viagens orporativas, um relatório anual completo com informações valiosíssimas para o gestor de viagens.”

A principal entidade de iagens orporativas, comandada por Rodrigo ezar e com uma equipe executiva bem ativa, deu uma guinada nos últimos dois anos. Segue contribuindo para o desenvolvimento do setor, seja com eventos como o Lacte, encontros menores com players que debatem o dia a dia dos gestores de viagens, e a interação com demais entidades do trade.

PANROTAS POWER LIST 2019

135.indd 135

135

19/09/2019 23:27


ROGERIO SIQUEIRA Beto Carrero World

“O meu maior desafio este ano foi manter o crescimento de dois dígitos e aumentar a abrangência do Beto arrero orld, trazendo mais visitantes das regiões Sudeste e entro Oeste tamb m na baixa temporada. assim que o presidente do Beto arrero orld, Rog rio Siqueira, define o seu maior desafio em 01 e, que segundo ele mesmo, foi bem superado. Na avaliação do executivo, os bons resultados só foram alcançados graças cooperação de muita gente. Marcelo lvaro Ant nio MTur , laiton Armelin orp , Flávia Didomenico Santur e An Broc er Broc er Turismo são alguns dos exemplos citados por ele, al m, claro, de toda sua equipe. “São pessoas, que assim como os acionistas do parque, acreditam na nossa missão e nos nossos valores, e nos ajudam a crescer cada vez mais , afirma. Para Siqueira, não há sucesso sem trabalho. Para superar o seu desafio em 01 , o parque contou com a essencial parceria do trade turístico, por meio de roadsho s, capacitações e eventos em geral. “ oje, posso afirmar, sem dúvida alguma, que o Beto arrero orld já está consolidado como um parque e um atrativo nacional, e não mais regional como no passado .

O maior parque temático do País reconhecido por sua qualidade atestada pelas avaliações do TripAdvisor e mais de , milhões de visitantes por ano e Siqueira comanda um time empenhado em entregar o melhor entretenimento para famílias e grupos que visitam o empreendimento catarinense.

136 136.indd 136

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:04


Sem tĂ­tulo-8 137

19/09/2019 17:03


RONNIE CORREA Abreutur

O principal desafio da Abreutur no Brasil em 2019 foi estruturar processos e equipes em busca de aumentar a competitividade e produtividade das vendas dos segmentos Nacional, Estados Unidos e Destinos Exóticos. “Para lidar com eles, nós ajustamos as equipes, melhoramos as ferramentas e reforçamos as negociações comerciais. É claro que a instabilidade econômica tem um impacto nas vendas, mas acreditamos que esta é uma questão passageira e que temos que manter o foco nas melhorias internas , afirma Ronnie orrêa, ciente de que este é um desafio permanente. “Precisamos apresentar constantemente as novidades, tanto em termos de produtos quanto em termos tecnológicos. Não podemos parar ou nos acomodar. Já superamos algumas etapas e fizemos diversas entregas internas para as agências de viagens, onde já obtivemos resultados positivos.” Segundo ele, estes são desafios que envolvem diferentes áreas. “Acreditamos no trabalho em equipe de nossos colaboradores e também na parceria de nossos fornecedores.”

Operadora europeia centenária, a Abreutur tem produtos para todo o mundo, incluindo Brasil e Estados Unidos, e esse tem sido um dos papeis de Ronnie Correa e equipe no mercado brasileiro. Mostrar tradição e qualidade, mas com diversidade e competitividade.

138 138.indd 138

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:27


Elencar apenas um desafio talvez seja o maior desafio de Soel Oliveira. “Todos os dias temos obstáculos a serem vencidos, problemas a serem resolvidos e metas a serem cumpridas. Eu sempre procuro focar na solução da melhor forma possível, ser uma gestora em uma crise tão prolongada como a que temos vivido tem me fortalecido e me auxiliado a vencer os desafios que se apresentam diariamente.

SOELY OLIVEIRA BCD Travel

Seus maiores aliados são sua família Soel casada há quase 0 anos e tem filhas, a quem agradece pelo apoio incondicional. “Tamb m sou grata B D Travel que, com certeza, representada pelo Paul Barr , countr manager no Brasil, sempre confiou e reforçou minha posição de líder na companhia. Miguel Sanson e David Mitchell, meus líderes Regional e lobal, que dão suporte a todas as nossas iniciativas e ao meu time arla, Barbara e Marco. Ningu m faz nada sozinho . ma das grandes referências do Turismo nacional, Soel acredita que a indústria ainda precisa de mais para ser considerada inclusiva. “Basta ver a quantidade de mulheres em posição de liderança em nossa indústria. sto obviamente não acontece somente no Turismo, mas um tema que vem sendo amplamente discutido. Todavia, mais do que lamentar preciso agir, levando em consideração os benefícios que a inclusão e a equidade de gênero trazem ao negócio.

Profissional respeitada em viagens corporativas, Soel Oliveira está sempre participando de eventos e viagens, apostando no relacionamento com fornecedores e nas tendências e boas práticas de mercado.

PANROTAS POWER LIST 2019

139.indd 139

139

19/09/2019 23:28


SOLANGE VABO Reserve e Solid Viagens

Muitos dizem que o Turismo é feito de pessoas, e parece que Solange Vabo concorda com a máxima, visto que, para ela, seu desafio de todos os anos é justamente esse. “Os talentos, os times que formam nossas empresas. Acredito que este é um desafio não só nosso, mas de todas as empresas nos últimos dez anos: atração, formação e retenção de talentos. Tudo começa e termina com pessoas”, afirma. Mas e então, o conflito entre ser humano e tecnologia? Como uma empresária do ramo digital faz esse balanço? “As novas tecnologias estão exigindo que as pessoas se atualizem cada dia mais e mais. A percepção da contagem do tempo está mudando, o dia-adia está cada vez mais acelerado, criando uma geração de imediatistas. Ninguém espera mais nada, não há planejamento de carreira, é a geração do superficial e imediato.” Considerando que dentro de um time as expectativas são variadas, Solange diz que procura promover um ambiente de oportunidades que equilibre o sonho digital representado por megaempresas como Google, Apple e Facebook com a realidade brasileira, suas restrições ao empreendedorismo, sua formação profissional aquém das oportunidades e seu ambiente de negócios. “Atraímos os melhores, uma turma pequena, mas extremamente valorosa e produtiva, e ficam conosco os excepcionais, aqueles que topam perseguir um sonho grande, são os obstinados como sempre fomos, os viciados em inovação e em resultados.”

Pioneira no Turismo desde a época das vendas on-line com a Solid Viagens, Solange Vabo também inovou e acertou com o Reserve, empresa que está entre os principais players de tecnologia da indústria.

140 140.indd 140

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:28


TERESA PEREZ Teresa Perez Tours

Se hoje a empresa presidida pelo filho, a imagem do pioneirismo e empreendedorismo de Teresa Perez continua e impossível falar em viagens de luxo e experiências sem lembrar na hora da mulher que empresta seu nome operadora.

PANROTAS POWER LIST 2019

141.indd 141

141

19/09/2019 23:29


VINICIUS LUMMERTZ Secretário de Turismo do Estado de São Paulo

Experiente no cenário político e com vivência no Turismo, Vinicius Lummertz garante que a atual gestão já desenvolve medidas práticas para superar os desafios que vislumbrou em sua chegada. “Está acontecendo. Temos um governador que entende a força econômica e social do Turismo e isso facilita essa missão”, comenta. “Este ano já baixamos o ICMS sobre o querosene de aviação (QAV), propusemos aumentos de frequência em aeroportos do interior (temos 626 frequências anunciadas e dez municípios que serão servidos at o final do ano , lançamos uma campanha de marketing criando uma marca para São Paulo, temos o compromisso de liberar R$ 366 milhões para cidades de interesse turístico (recorde desde 2011), além de propor outras ações”, complementa. Alguns índices, citados pelo próprio secretário, mostram alguns resultados das ações da secretaria. “A prova mais cabal de como o Turismo é valorizado em São Paulo está nos números. No primeiro semestre, o PIB da economia brasileira cresceu 0,4%, em São Paulo este índice foi de 0,7% de alta. No Turismo, o crescimento do País foi de 3,1%; em São Paulo o aumento foi de 7,7%. O Turismo está no centro da agenda do Estado e isso pode ser justificado pelo potencial de geração de emprego e renda que o setor tem”, reitera.

Ex-ministro do Turismo, Lummertz conseguiu em São Paulo, com o governador Doria, o que nenhum secretário havia conseguido antes: a redução do ICMS sobre o querosene de aviação, que deslanchou uma campanha com as empresas aéreas que promete revolucionar o Turismo no Estado. Parte das novidades estará espalhada pela Abav Expo 2019.

142 142.indd 142

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:24


Sem tĂ­tulo-8 143

19/09/2019 17:03


WAGNER CHAVES Sakura

O mercado está reagindo lentamente às mudanças pelas quais o Brasil passa em termos de governabilidade, mas até compreender como todos reagiriam, a Sakura adotou cautela. “Não poderia ter uma perspectiva tão positiva, pois todo início de governo tem seus desafios , justifica agner haves, que ainda acredita que o cenário é crítico, mas está brevemente otimista com o que vem pela frente. “Tenho expectativa de que o segundo semestre seja um pouco melhor que o anterior , afirma, acrescentando que sua grande expectativa está em 2020, por tudo o que conseguiu desenhar e colocar para funcionar em 2019. O pensamento positivo é motivado por algumas mudanças na consolidadora neste ano. “Decidimos enfim dar mais um passo quanto à nacionalização da Sakura. Tínhamos o desenho, mas não foi fácil tomar essa decisão. Essa foi nossa grande superação, tirar do papel e fazer acontecer é uma grande mudança e um grande investimento, desde pessoas, infraestrutura, capital financeiro, entre outros. “Nos preparávamos há muito tempo para esse momento e ele chegou em uma crise, para uns um cenário ruim para nós foi o cenário propício, pois se estivéssemos com as vendas aquecida e o mercado em alta escala, acredito que teríamos adiado mais uma vez essa ação de estar em mais lugares.

Uma das mais recentes surpresas do mundo da consolidação, a Sakura teve em Wagner Chaves o estopim para inovar, crescer e até contratar talentos de concorrentes com mais tradição no mercado.

144 144.indd 144

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/2019 23:29


“Estamos fazendo uma reorganização interna na High Light, com remanejamento de verbas e reestruturação funcional, principalmente dos executivos, além de contenção de despesas , afirma ania Fasulo, da High Light. Segundo ela, o ano desafiador e demandou o equilíbrio de custos. “Temos de readequar despesas, investimentos e receitas com o nosso momento atual, considerando os resultados previstos para a economia nos próximos meses no Brasil e em particular no Rio de Janeiro, matriz do Grupo High Light.

WANIA FASULO Grupo High Light

Ela agradece a todos os sócios e diretores da companhia. “Para nossos planos darem certo, todos têm que estar de acordo com tudo e geralmente as ideias ‘batem’”, acrescenta a empresária. Wania acredita que o Turismo é uma das principais indústrias em termos de dar oportunidades de inclusão e representatividade. “É uma atividade que permite inclusão tanto de jovens de pouca experiência, quanto pessoas com qualquer idade e vivência, independente de sexo, cor, religião ou time de futebol , afirma. “ omo exemplo aqui na High Light, sempre tivemos estagiários e alguns hoje são supervisores, temos colaboradores de 20 a 75 anos. Eu considero nosso ramo super inclusivo.”

No Rio de Janeiro, difícil quebrar a hegemonia da igh ight, dirigida por ania Fasulo, com sua boa visão de mercado e bons relacionamentos e conhecimento com as companhias aéreas internacionais

PANROTAS POWER LIST 2019

145.indd 145

145

19/09/2019 23:38


JOSE GUILLERMO C. ALCORTA PANROTAS e Matcher

“No nosso País e no Turismo, há diversos fatores que não podemos controlar. Podemos torcer para que dê certo, mas nós empresários não conseguimos mudar o câmbio ou a economia, por exemplo. Ao longo de 45 anos, a PANROTAS sempre fez a sua parte, estando ao lado da indústria e contribuindo para seu desenvolvimento. No ano passado, olhando o receptivo brasileiro e as mesmas reclamações de que precisamos quebrar a barreira desse número pequeno de turistas, decidi mais uma vez fazer o que estava a meu alcance. Assim, ao lado de minhas sócias Ana Donato e Jeanine Pires, criamos o Matcher, evento que reuniu cerca de 100 compradores internacionais em Fortaleza, com fornecedores de todo o Brasil. A edição 2020 será em 19 e 20 de maio, de novo em Fortaleza, terra que tão bem nos acolheu.”

Aos 80 anos, José Guillermo C. Alcorta acumula diversas conquistas na indústria de Viagens e Turismo, e em 2019 celebra os 45 anos da PANROTAS. Mas decidiu não ficar parado e, como diz, continuar fazendo sua parte. Empreendeu mais uma vez e criou o Matcher, único evento de receptivo internacional do País, cuja primeira edição ocorreu em maio, na capital cearense.

146 146.indd 146

PANROTAS POWER LIST 2019

19/09/19 23:09


PATROCINADO

SEGURO VIAGEM TAMBÉM PODE SER VIP Atenta às necessidades e desejos dos viajantes, a APRIL lança o primeiro plano VIP do mercado durante a 47ª ABAV Expo, de 25 a 27 de setembro, em São Paulo. A cobertura do produto vai de R$60 mil a R$1 milhão, com diferenciais como indenização por danos à mala e assistência para despesas veterinárias com pet. Ambos benefícios estão disponíveis para os demais planos como upgrades. A cobertura de despesas com pet garante a proteção dos animais que viajam com seus donos. O serviço funciona por reembolso e é válido para cães e gatos em consultas veterinárias, atendimentos clínicos hospitalares emergenciais e despesas com medicamentos prescritos. Além disso, a APRIL incluiu em suas condições gerais 50 modalidades esportivas que serão aceitas em qualquer plano da empresa, não sendo consideradas riscos excluídos. Sem adicional para esportes, a empresa fornece seguro

viagem para várias equipes profissionais, como clubes de futebol e confederações de esportes de neve. Entre as novas modalidades aceitas estão surfe, escalada e paraquedismo. Esportes como esqui e snowboard já estavam cobertos. “Estamos sempre buscando inovar e oferecer o melhor para nossos clientes e, por isso, ouvimos suas necessidades. A partir do feedback dos agentes de viagens e profissionais de turismo, trabalhamos para desenvolver soluções adequadas, oferecendo produtos de qualidade e que supram a demanda dos passageiros”, afirma Claudia Brito, diretora comercial da APRIL Brasil Seguro Viagem. Vale lembrar que esses benefícios estão disponíveis no sistema de emissões da APRIL Brasil Seguro Viagem desde 1º de setembro. Conheça todas as novidades da APRIL na ABAV Expo. Ela estará no estande 36, espaço Braztoa. Mais informações em: aprilbrasil.com.br  PANROTAS POWER LIST 2019

147.indd 147

147

19/09/2019 23:35


Untitled-1 1

20/09/19 12:19


PATROCINADO

COMO CONCILIAR VIAGENS E SUSTENTABILIDADE? O setor de transporte aéreo é hoje a maneira mais ágil de unir pessoas e promover o intercâmbio de cidadãos pelo mundo, seja a lazer ou a negócios. A Air France e a KLM agem com responsabilidade para satisfazerem as expectativas tanto de clientes e colaboradores quanto de agentes de viagens, operadoras e consolidadoras, ao mesmo tempo em que conciliam o crescimento constante das operações no Brasil e no mundo com a proteção ambiental e o desenvolvimento de seus hubs e destinos. Mas em meio a tudo isso, cabe lembrar que, atualmente, as companhias aéreas respondem por cerca 2% das emissões de CO2 na atmosfera e as expansões aumentarão esse impacto no futuro não tão distante. Portanto, é cada vez mais importante olhar para o meio ambiente e pensar em alternativas sustentáveis para seguir operando no setor. Pioneiro, o grupo Air France-KLM faz isso há anos ao ter iniciativas como renovação constante da frota, uso de biocombustíveis em larga escala e redução de emissão de CO2. Não por acaso, o grupo recebeu o título de líder entre as companhias aéreas mais sustentáveis do mundo pelo Índice de Sustentabilidade Dow Jones por 12 anos consecutivos. Voar com Responsabilidade | O Fly Responsibly é um programa da KLM cujo compromisso é assumir a liderança na criação de um futuro mais sustentável para a aviação. flyresponsibly.klm.com Uso de biocombustíveis | A forma mais eficaz ao com-

bate ao CO2 é o uso de biocombustível, que reduz as emissões de cada voo em até 85%. Em 2009, a KLM começou com o desenvolvimento de combustível sustentável; em 2011 fez o primeiro voo comercial com ele; e, no ano seguinte, lançou o Programa Corporativo de Biocombustível, para empresas. Hoje usa 57 vezes mais biocombustível do que em 2011, mesmo com uma produção ainda muito abaixo da demanda. Para desenvolver opções com óleo de cozinha usado e resíduos de outras indústrias, em breve vai inaugurar a primeira usina de tipo na Holanda em parceria com o SkyNRG. Pegada de carbono e reflorestamento | A KLM oferece o serviço CO2ZERO para compensar a participação individual dos clientes nas emissões de CO2 do voo e se compromete a reverter as contribuições em ações de reflorestamento. Eliminação de plástico em voos Air France | Até o final de 2019, a Air France eliminará 210 milhões de itens de plástico de uso único que serão substituídos por alternativas mais sustentáveis nos voos. Os produtos são feitos de biomateriais em vez dos descartáveis e resultarão na eliminação de 1.3 mil toneladas de plástico. Aproveite para se cadastrar no Agent Connect e receber mensalmente as novidades das companhias sobre produtos e serviços, notícias e instruções, além de políticas de reservas. agentconnect.biz  PANROTAS POWER LIST 2019

149.indd 149

149

19/09/2019 23:34


Sem tĂ­tulo-8 154

19/09/2019 17:03


PATROCINADO

HAHN AIR COMPLETA 20 ANOS DE DISTRIBUIÇÃO DE PASSAGENS Mais de 100 mil agências em 190 mercados, 350 companhias parceiras e proprietária da maior base de dados em emissão de bilhetes, a Hahn Air está celebrando seu 20° aniversário em um cenário de inovações e adaptações da indústria aérea. A empresa, que começou com um pequeno mercado na Alemanha e cinco companhias da América do Sul, hoje é líder no setor como especialista em sistemas de distribuição de passagens aéreas via GDS. Para falar um pouco mais do cenário atual da empresa, confira a entrevista com o General Manager e cofundador da Hahn Air, Nico Gormsen, que logo adianta: “juntamente com nossos parceiros, estamos prontos para os próximos 20 anos.” Este ano, vocês estão comemorando o 20º aniversário do seu negócio de emissão de bilhetes. Você pode nos contar mais? Tudo começou com uma ideia de negócio em 1999: a Hahn Air queria dar aos agentes de viagens acesso a companhias aéreas que não estavam representadas nos Billing and Settlement Plans (BSPs) de seus mercados ou que não concediam autoridade de emissão de bilhetes em seus países. Foi quando criamos uma solução única ao disponibilizarmos voos de companhias aéreas parceiras com o bilhete HR-169 da Hahn Air. Começamos com um mercado, a Alemanha, um GDS e cinco companhias parceiras da América do Sul. Hoje, somos líderes, cooperando com mais de 350 companhias aéreas parceiras e criando oportunidades de emissão de bilhetes para mais de 100 mil agências de viagens em 190 mercados. Como exatamente os agentes de viagens podem aumentar seus negócios com a Hahn Air? Com nossas soluções, facilitamos os negócios entre

companhias aéreas e agentes de viagens em todo o mundo, mesmo em mercados onde a companhia aérea não faz parte do BSP local.Como resultado, os agentes de viagens podem oferecer rotas e destinos adicionais a seus clientes, o que significa vender mais passagens. Também proporcionamos aos agentes de viagens acesso a companhias aéreas que não têm presença própria em um GDS. Por meio do produto H1-Air, os serviços dessas companhias aéreas parceiras podem ser emitidos em nosso bilhete HR-169. Existem mais benefícios para a comunidade de agentes de viagens? Em 2010, lançamos o Securtix®, nosso seguro de insolvência gratuito, que é incluído automaticamente em todos os bilhetes HR-169. No acumulado do ano, foram emitidos mais de 38 milhões de bilhetes HR169 com seguro de insolvência. Os agentes de viagens também contam com o suporte de nosso Service Desk 24 horas por dia, sete dias por semana, uma dispensa de ADM por ano corrente e nossa garantia de reembolso de 14 dias. Quais são seus planos para o futuro? Aumentaremos nossa rede de parceiros, oferecendo ainda mais opções de emissão de bilhetes para os agentes de viagens. Também continuaremos desenvolvendo e introduzindo novas soluções, como nossa plataforma NDC. Mais informações: O Service Desk da Hahn Air pode ser contatado gratuitamente no Brasil, através do telefone 0800 892 2037 ou e-mail service@hahnair.com. 24 horas por dia, sete dias por semana.

PANROTAS POWER LIST 2019

151.indd 151

151

19/09/2019 23:34


Sem tĂ­tulo-8 148

19/09/2019 17:03


PATROCINADO

COBRANÇA DE RAV FICA MAIS FÁCIL COM YUPAID

Avanços tecnológicos mudam quase que diariamente a indústria do Turismo, especialmente quando o assunto é solução de pagamento para fornecedores e cliente. Uma das últimas novidades do segmento foi desenvolvida pela empresa Yupptec: a YuPaid é a mais nova maquininha para o setor do Turismo totalmente online e exclusiva para cobrança da RAV. Ela foi totalmente pensada nas agências de viagens que oferecem diferentes serviços para o cliente em um mesmo pacote. Através da maquininha, a agência pode cobrar qualquer taxa, incluindo a taxa terrestre ou a taxa do despachante, tudo em até 12 vezes. Além disso, o nome da agência não aparece na fatura do cliente, mas sim as opções personalizadas já cadastradas, como taxa aérea, multa aérea ou pacote turístico, diminuindo o risco de chargeback. VANTAGENS DA SOLUÇÃO A Yupptec já é conhecida por trazer produtos que beneficiam o mercado do turismo há 5 anos, mas com a nova solução, a YuPaid, promete descomplicar o trabalho do dia a dia das consolidadoras e agências. PRATICIDADE Os pagamentos feitos pela maquininha são

depositados em contas de qualquer banco em até sete dias, sem a necessidade de uma conta virtual. Exclusiva a consolidadores Por meio do site do consolidador, é encaminhado um login e uma senha para a agência acessar o sistema da YuPaid. O serviço também permite criar usuários “atendentes” que estão liberados apenas para fazer transações. Relatórios e gráficos O sistema da maquininha dispõe de relatórios com informações e gráficos online de todas as operações e transações, recebidas e a receber, com a opção de exportá-los no formato de planilhas. Cancelamento em até 24 horas Cancelamentos de vendas podem ser realizados na própria YuPaid quando solicitado pelo cliente e ele recebe o estorno do valor cobrado em até 24 horas. A YuPaid garante que o processo não tem perigo de furto, quebra ou perda. Para adquirir sua maquininha online YuPaid, basta entrar em contato com a sua consolidadora agora mesmo e aproveitar todos os benefícios.  PANROTAS POWER LIST 2019

153.indd 153

153

19/09/2019 23:34


Sem tĂ­tulo-8 150

19/09/2019 17:03


Sem tĂ­tulo-8 155

19/09/2019 17:03


Sem tĂ­tulo-8 156

19/09/2019 17:03

Profile for PANROTAS Editora

PANROTAS 1.391 - Power List 2019  

2019 está sendo o ano deles. Jerome Cadier, Paulo Kakinoff e John Rodgerson têm dominado as notícias, obtido bons resultados e enfrentado de...

PANROTAS 1.391 - Power List 2019  

2019 está sendo o ano deles. Jerome Cadier, Paulo Kakinoff e John Rodgerson têm dominado as notícias, obtido bons resultados e enfrentado de...

Profile for panrotas