Page 1

Infante

Revista do Município de Penela

08/2016 Câmara Municipal homenageou António Arnaut Novo horário dos serviços de atendimento ao público HIESE de portas abertas


01 Editorial

02 Obras

03 Obras

04 Obras

05 Obras

06 Turismo

07 Turismo

08 Turismo

09 Eventos

10 Eventos

11 Eventos

12 Eventos

13 Eventos

14 Desenvolvimento Económico

15 Desenvolvimento Económico

16 Desenvolvimento Económico

17 Protecção Civil

18 Educação

19 Educação

20 Educação

21 Educação

22 Acção Social e Cultura

23 Cultura

24 Desporto

25 Desporto

26 Desporto

27 Penela na Imprensa

28 Gestão e Organização

Ficha Técnica Propriedade: Município de Penela Director: Presidente da Câmara Edição: Paula Leal, Patricia Mendes, Manuela Ferraz, Pedro Ferreira, José Reis Fotografia: Paula Leal, João Horta, Margarida Meneses, Academia de Basquetebol, AJP Revisão: Luís Matias Paginação: Gabinete de Comunicação e Imagem Periodicidade: Semestral Distribuição: Gratuita Câmara Municipal de Penela, Praça do Município, 3230-253 Penela Telf. - 239 560 120 Fax - 239 569 400 Email - gab.imprensa@cm-penela.pt


EDITORIAL

Caros Conterrâneos, É com satisfação que retomamos a edição da revista Infante – o boletim municipal de informação – como ferramenta de comunicação do Município com os Penelenses. Prestar contas do que fazemos é dos actos mais nobres do exercício autárquico, mostrar o que se faz, como se gerem os dinheiros públicos, dar transparência à nossa acção. A edição da revista municipal é, também, um momento de balanço, sempre necessário, e de avaliação da nossa acção. Não obstante a conjuntura do País e da Europa, óbice para alguma das nossas realizações, a avaliação da nossa acção é claramente evidenciadora pela positiva daquilo que persistimos em fazer e fizemos, agora com um controlo cada vez maior. O desafio é de fazer mais com menos. E conseguimos, de forma escrupulosa, consolidar as nossas contas e criar melhores condições para investir, viver e trabalhar! Este tempo, marcado por intenso trabalho, de toda uma estrutura que soube garantir um elevado padrão de qualidade no serviço público prestado, não obstante as limitações ao nível dos recursos com que nos deparamos, apenas foi possível porque temos uma equipa com elevado sentido de responsabilidade e compromisso, porque pautamos a nossa gestão por uma racionalização dos custos. Fizemo-lo sem prejudicar o investimento necessário à melhoria da qualidade de vida dos Penelenses e à competitividade do território. E assim, alcançámos uma situação financeira equilibrada, sem pagamentos em atraso e com prazo médio de pagamentos reduzido! Demos continuidade ao trabalho desenvolvido no âmbito das linhas estratégicas fundamentais para o desenvolvimento do concelho, e que se sintetizam numa visão do território como um espaço de potencialidades. No quadro de preparação da gestão do futuro desafiámos a comunidade local para a revisão do Plano Director de Inovação, Competitividade e Empreendedorismo, que se constitui como o documento estratégico municipal, que nos permitirá olhar para a próxima década com uma estratégia colectiva sustentável e com um conjunto de projectos que permitirão consolidar Penela como um território atractivo para viver, investir e trabalhar, multiplicando oportunidades e promovendo a solidariedade e bem-estar social para todos. É esta visão partilhada pela comunidade que procura promover o reforço da competitividade do concelho de Penela, reforçando o seu papel na região e no país, reforçando a sua identidade e potenciando as suas “marcas distintivas” que nos deve orgulhar! Seria fastidioso enunciar, nesta breve nota, todas as nossas realizações, que nos deixam satisfeitos com o trabalho desenvolvido (especialmente se considerarmos que foi realizado num período, particularmente, difícil e exigente para os Municípios), mas não poderei deixar de realçar algumas concretizações, que ganham mais importância se considerarmos que foi possível alcançar investimentos muito significados num período de transição do quadro comunitário de apoio e com muitas dificuldades em garantir o acesso aos fundos europeus de coesão. Mas ainda assim foi, já, neste últimos meses que garantimos a construção do HIESE (o maior investimento municipal realizado no Concelho), que melhoramos a rede de caminhos agrícolas e florestais e que iniciámos um forte investimento na ampliação da rede de saneamento e na reabilitação da rede de abastecimento de água. É este o Concelho! As nossas terras, a nossa gente, a conjugação da nossa condição histórica, do nosso património cultural, com a dinâmica económica e social que reforça os laços comunitários e a nossa auto-estima, porque nos devemos orgulhar do bom que temos e o bem que fazemos, juntos! Não vamos parar, porque não nos falta que fazer! Abraço Amigo, Luís Lourenço Matias 01


OBRAS PÚBLICAS

HIESE - HABITAT DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM SECTORES ESTRATÉGICOS

Um grande “passo” no Desenvolvimento do concelho...

02

A Quinta do Vale do Espinhal, pelas suas amplas dimensões, cariz agrícola dos seus solos e localização privilegiada entre a Zona Industrial de Penela e a Vila do Espinhal, foi o terreno escolhido pela Câmara Municipal de Penela para implantar um equipamento que potencie a valorização dos recursos da região. Este equipamento, designado por HABITAT DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM SECTORES ESTRATÉGICOS – HIESE, pretende, como o nome indica, incentivar a criação e o funcionamento de empresas que explorem e dinamizem os sectores estratégicos de Penela, tais como os seus produtos endógenos (queijo do Rabaçal, vinho das Terras-de-Sicó, mel, noz, azeite, produção animal), a experimentação de energias renováveis, a floresta, tecnologias de base rural, brm como, o desenvolvimento de produtos e serviços orientados para os territórios de baixa densidade. Para este efeito, o HIESE deverá proporcionar, para além de alojamento, serviços de consultadoria, formação, marketing, acesso a financiamento, entre outros, necessários ao desenvolvimento das novas empresas. Para além de disponibilizar um gabinete a cada uma das 15 empresas que se poderão instalar, incluirá também um espaço agrícola e florestal para o desenvolvimento das suas atividades. Este projeto representa um investimento total de 1.529.845,61 euros, com uma comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 1.165.513,83 euros.


OBRAS PÚBLICAS

03


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

25 de abril marcado com inauguração das propostas do OP As comemorações do 42.º aniversário do 25 de Abril realizaram-se no salão nobre dos Paços do Concelho, com uma sessão solene que incluiu discursos dos líderes dos partidos com assento na Assembleia Municipal. As intervenções políticas terminaram com o discurso do Presidente da Câmara Municipal, Luís Matias, que teve como principal enfoque a importância do poder local já que “é reconhecidamente, uma das maiores conquistas do 25 de Abril”. “É ao poder local democrático e à sua gestão que se deve, em boa parte, o acesso aos equipamentos sociais, culturais e desportivos modernos, a renovação urbana das aldeias, vilas e cidades de Portugal, a criação de redes de proteção social dos mais desfavorecidos, a promoção da equidade cívica, o estímulo aos investimentos e à industrialização das comunidades do interior, a identidade entre os cidadãos e os agentes políticos” sublinhou o autarca penelense. A sessão solene integrou, ainda, a abertura do Ciclo de Conferências

04

do Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut (CEHLR SDA) que irão decorrer ao longo de todo o ano sob o tema “40 anos do Poder Local” e culminará com a publicação de uma monografia sobre a ação das autarquias locais no Concelho de Penela, nos últimos quarenta anos. A abertura das Conferências coube ao Professor Doutor Luís Reis Torgal, Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e um dos maiores investigadores sobre o período do Estado Novo, que, centrando-se precisamente sobre este período da nossa história que durou 48 anos e antecedeu a revolução dos cravos. O momento alto das cerimónias do 25 de Abril em Penela decorreu com as inaugurações dos projetos vencedores do Orçamento Participativo de 2014, o “Ginásio ao Ar Livre / Fitness Parque”, uma proposta de Cristiana Ramalho, e o “Skatepark” de Tomás Mendes, ambos alunos no Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro.


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Bispo de Coimbra em visita pastoral a Penela O Bispo da Diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes visitou, entre 23 e 28 de fevereiro, as Paróquias de Penela, Espinhal, Podentes e Rabaçal, no âmbito da sua Visita Pastoral onde aproveitou para conhecer a realidade concelhia. A visita decorreu durante seis dias com uma agenda completa, que incluiu a passagem por várias empresas e instituições do concelho. O presidente da câmara municipal de Penela fez questão de receber D. Vírgilio Antunes no seu gabinete, para que este registasse, no livro de honra do Município, o seu testemunho desta passagem pelas paróquias de Penela. Seguiu-se, no salão nobre dos Paços do Concelho, uma breve cerimónia protocolar onde não faltaram os funcionários da autarquia, da conservatória e finanças, entidades públicas com presença física nos paços do concelho, e ainda de muitos munícipes que o quiseram acompanhar. No átrio da câmara, ainda houve tempo para uma breve atuação do Grupo Etnográfico da Universidade Sénior de Penela que foi precedida da bênção da Bandeira da US de Penela pelo Bispo de Coimbra. A visita terminou no domingo com um momento de encontro e de celebração no Pavilhão Multiusos de Penela, onde os jovens das comunidades foram crismados.

05


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Penela apresenta Smart Rural Living Lab em Aljustrel O Município de Penela foi convidado para apresentar, na primeira edição das Conferências de Aljustrell, o Smart Rural Living Lab e sua estratégia de desenvolvimento territorial. As Conferências de Aljustrel receberam mais de 300 participantes com uma edição de 2 dias sobre cidadania, inovação e território tendo ilustres oradores e especialistas de todo o país. Luís Matias, Presidente da Câmara de Penela foi um dos oradores dessa tarde, onde participou na sessão dedicada a “Intervenções de Projectos & Iniciativas” destacando a importância do “trabalho em rede” como “um caminho de partida para o desenvolvimento sustentável de territórios de base rural” que corresponde a 80% do território de toda a Europa e a 25% da respectiva população. Como colegas de painel, o edil de Penela partilhou esta sessão com Miguel Torres da ACERT e António Saraiva da CIP proporcionando desta forma uma partilha de ideias e exemplos que cativou toda a plateia. Os LIVING LABS são comunidades 06

SMARTRURAL LIVING LAB tem como missão a promoção da inovação e o desenvolvimento de investigação em novas tecnologias, metodologias e aplicações de modo a obter uma integração deste território de baixa densidade demográfica num mundo global competitivo, permitindo assim o aparecimento de novos serviços/produtos e oportunidades de negócio e promover a participação dos cidadãos na sua definição e nos seus testes.

O Município de Penela é líder do consórcio Smart Rural Living Lab que faz parte da Rede Europeia de Living Labs (ENoLL). Desde 2007 que o Município de Penela apostou numa estratégia de inovação, competitividade e empreendedorismo através do seu Plano Director de Inovação, Competitividade e Empreendedorismo (PD-ICE).


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

CISED um projeto “de todos para todos” O Centro de Interpretação do Sistema de Espeleológico do Dueça (CISED), nas Ferrarias, promove visitas guiadas à gruta natural do Soprador do Carvalho, em que é possível navegar de bote em águas subterrâneas. O espaço foi concessionado através de Concurso Público pelo Município de Penela onde durante os próximos três anos, Paulo Rocha que durante uma década chefiou a Federação Portuguesa de Espeleologia, dinamizará o CISED através uma panóplia de ofertas turísticas, garantindo “uma gestão sustentável do espaço” ditada por visitas à gruta do Soprador do Carvalho, estritas a grupos de oito pessoas no máximo, garantindo “uma gestão sustentável do espaço” . Luís Matias acredita que este projeto irá ajudar a “divulgar, promover e conservar um espaço que existe há milhares de anos e constitui um património natural único”, constitui um recurso de elevadíssimo valor científico, concomitantemente, um elemento claramente diferenciador numa perspetiva de desenvolvimento do território assente no turismo científico.

07


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Comunidade estrangeira encontra-se com Penela

“Considerando que existe um número significado de cidadãos estrangeiros que se fixaram no Concelho de Penela e na sub-região, assumimos o interesse e a vontade em melhorar os canais de comunicação com estas comunidades” e foi sob este mote que o Município de Penela organizou o Encontro da Comunidade Estrangeira a viver no concelho de Penela, o “Penela Caleidoscópio”. Os objetivos deste encontro “passam por perceber de que modo pode o Município contribuir para que as comunidades migrantes tenham maior facilidade na integração social, cultural e profissional no território” elucidou o presidente da Câmara Municipal de Penela, Luís Matias na sessão de abertura que contou com a presença de meia centena de pessoas de várias nacionalidades. De lembrar que o Município de Penela, indo de encontro a melhorar as sinergias para uma integração dos imigrantes na nossa comunidade, oferece gratuitamente o ensino de português, no Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut, no âmbito das atividades da Universidade Sénior. No primeiro ano letivo que agora terminou, o saldo é favoravelmente positivo tendo a tido a aceitação de mais de três dezenas de alunos estrangeiros.

08

Jovens ao Serviço da Comunidade

A Câmara Municipal de Penela, através do Projeto “Jovens ao Serviço da Comunidade”, oferece a oportunidade durante quatro períodos, para os meses de julho e agosto, aos jovens que distribuídos pelos diferentes espaços do Concelho, possam vivenciar experiências em contexto de aprendizagem não-formal ou em contexto ativo de trabalho, permitindo desenvolver capacidades e competências e contribuindo para uma ocupação dos tempos livres de forma saudável. O dia de trabalho tem duração de quatro horas (entre as 9H00 e as 13H00), recebendo, em contrapartida, uma bolsa diária e um voucher Aventura, seguro de acidentes pessoais e todo o equipamento necessário.


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Penela na rede do CREALAB avança com a implementação do FabLab

O Municipio de Penela integrou o Projeto CREALAB - Rede de Living Labs Criativos do Espaço SUDOE, cofinanciado pelo Programa de Cooperação Territorial INTERREG IV B – (SUDOE). O CREALAB é uma rede de territórios de experimentação, em ambiente de Living Lab, que visa desenvolver novos produtos e serviços, através da articulação com o setor criativo e os setores tradicionais. Para tal centra-se na criação e experimentação de um modelo de living lab a nível local/regional e na sua dinamização através de uma rede transnacional no espaço SUDOE de forma a ultrapassar as dificuldades de cooperação entre os diferentes atores estratégicos, nomeadamente empresas, centros de investigação, organismos públicos e utilizadores, numa lógica de inovação aberta.

Uma das componentes do CREALAB consiste na implementação de um Laboratório Experimental (FabLab) com características distintas, que se materializa numa pequena infra-estrutura que servirá de base à constituição de uma rede de “Living Labs” regionais, na articulação do setor criativo com as indústrias tradicionais, através da oferta de serviços para a investigação, teste e desenvolvimento de projetos inovadores aos diferentes atores, não só a nível local, mas também ao nível da Rede Transnacional. Esta infraestrutura física está implementada no espaço do Smartes e comporta ferramentas tecnológicas necessárias ao teste de novas soluções. Este laboratório oferece apoio técnico a todos os que quiserem desenvolver as suas ideias criativas, tem como principal objetivo a imputação de inovação e criatividade, nos produtos e serviços que atualmente as principais indústrias tradicionais da região desenvolvem, mas também a geração de novos negócios que promovam a dinamização e diversificação da economia local e regional.

09


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Programa estratégico de desenvolvimento sustentável “Penela 2020” já concluído

O Município de Penela, na sequência do trabalho que tem desenvolvido ao longo dos últimos anos, procurou atualizar e fazer evoluir o “Programa Diretor de Inovação Competitividade e Empreendedorismo - PD-ICE”, numa procura contínua e permanente de ferramentas que permitam perseguir o desenvolvimento sustentável do concelho. Para o efeito foi constituída uma equipa multidisciplinar composta por técnicos superiores do município, que representam, no grupo de trabalho, as temáticas chave a ser incorporadas na estratégia, tendo ficado da responsabilidade do Gabinete de Planeamento Urbanístico e Projetos a dinamização, coordenação e a articulação de todos os contributos. Paralelamente, com recurso ao processo da Agenda XXI Local, promoveu-se a participação pública dos cidadãos, dando oportunidade aos diversos dirigentes políticos, aos agentes representativos dos diversos setores e a outros representantes da comunidade em geral, presentes no território, de participarem na construção do processo. Este procedimento implicou a execução de dois Fóruns Participativos e um Workshop que culmina numa ferramenta facilitadora da implementação de ações concretas no terreno, no sentido, do cumprimento dos objetivos e o atingir das metas propostas. O programa é composto por 29 grandes projetos, que por sua vez são compostos por um conjunta variável de subprojectos a serem implementados tanto pelo setor público como pela cidadania em geral.

10

Em alinhamento com a Estratégia EUROPA 2020, com o Programa Operacional Regional do Centro de Portugal, o Plano Estratégico de Desenvolvimento da Região de Coimbra e as Estratégias Europeia e Nacional de Desenvolvimento Sustentável, o Município de Penela pretende auxiliar na construção e implementação da Estratégia de Desenvolvimento Regional proposta para o CENTRO de PORTUGAL ao longo do período temporal 2014-2020, contribuindo, de forma assertiva, para que a Região atinja os objetivos que ambiciona alcançar: • Ser Innovation Leader • Representar 20% do PIB Nacional • Diminuir em 10% as Assimetrias Territoriais (em particular entre litoral e interior e entre áreas urbanas e rurais) • Ter 40% da População Jovem com Formação Superior • Taxa de Desemprego Inferior a 70% da Media Nacional Para o efeito assumimos como ponto de partida o trabalho já desenvolvido até à presente data, nomeadamente: • O Programa Diretor de Competitividade Inovação e Empreendedorismo, • O Smart Rural Living Lab, • O processo da Agenda XXI Local cruzado com a Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável • O Plano Diretor Municipal. e através da incorporação das novas realidades locais e regionais, dos novos enquadramentos geopolíticos e das metas que nos propomos alcançar, pretendemos construir um Programa Operacional de Desenvolvimento Sustentável que permita alcançar os principais objetivos estratégicos assumidos para o município, que são: • Dinamizar a base económica local promovendo a cooperação e as parcerias entre agentes de desenvolvimento; • Consolidar novos fatores competitivos centrados na educação e formação, criando uma cultura de Inovação Competitividade e Empreendedorismo; • Valorizar o território como suporte do desenvolvimento


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Nove Áreas de Reabilitação Urbana aprovadas Visando promover o desenvolvimento sustentável do concelho, a reabilitação urbana há muito que constitui uma das prioridades do município. A estratégia que se pretende adotar com este projeto, além de pretender melhorar a imagem do espaço urbano, visa sobretudo fixar e atrair a população e dinamizar as economias locais. Para o efeito prevê-se a adoção de políticas globais que incentivem os particulares a reabilitar o edificado, através da criação de mecanismos que facilitem a obra física e a revitalização sócio económica das áreas de intervenção, contribuindo para um desenvolvimento sustentado do concelho. É, pois, neste sentido que se deu início ao procedimento de Delimitação das ÁREAS DE REABILITAÇÃO URBANA (ARU) do Município, permitindo disponibilizar desde já benefícios fiscais associados a obras de reabilitação do edificado. A Câmara Municipal de Penela promoveu a definição das áreas de reabilitação urbana (ARU) dos centros urbanos mais antigos do concelho, com o objetivo de promover a requalificação do espaço público e património edificado municipal, o estímulo ao investimento privado no parque edificado e nas atividades que nele se apoiam, possibilitando ao Município a preparação ponderada das Operação de Reabilitação Urbana das áreas agora delimitadas:

• Área de Reabilitação Urbana de Penela; • Área de Reabilitação Urbana do Rabaçal; • Área de Reabilitação Urbana de Podentes; • Área de Reabilitação Urbana do Espinhal; • Área de Reabilitação Urbana da Cumieira; • Área de Reabilitação Urbana do Esquio; • Área de Reabilitação Urbana do Pessegueiro; • Área de Reabilitação Urbana Ferraria de São João; • Área de Reabilitação Urbana dos Pardieiros; Assim, com o intuito de promover a reabilitação urbana, o Município de Penela concede aos proprietários dos imóveis inseridos nas áreas correspondentes às ARU, cujos imóveis necessitem de intervenção profunda, um conjunto de benefícios fiscais dos quais se destacam: • isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) por um período de cinco anos, para edifícios reabilitados; • a isenção de Imposto Municipal sobre as Transações Onerosas (IMT) na primeira transação de prédios ou frações de prédios urbanos, para habitação permanente; • a isenção das taxas referentes a emissão de alvarás, pela realização de vistorias, isenção de taxas de publicidade comercial associada a imóveis em reabilitação e a isenção do valor das taxas relativas a ocupação da via pública durante o decurso das obras. • Cedência dos serviços de arqueologia. 11


RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Fundação PT e autarquia penelense ativam escolas do concelho A Câmara Municipal de Penela e a fundação PT assinaram um protocolo de colaboração no âmbito da formação em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) que permite promover e impulsionar a literacia digital e o empreendedorismo junto da população penelense. Este novos espaços, que permitiram a reativação das Escolas das Grocinas, Ferrarias, Fetais Cimeiros e Podentes contemplam um conjunto de recursos tecnologicos destinados a promover o envelhecimento ativo e estimular o empreendedorismo entre a 12

população mais jovem. Para a concretização desta iniciativa, a Fundação PT disponibilizou quarenta e oito portáteis, quatro impressoras e quatro telas de projeção, assegura a instalação de uma ligação à internet em cada uma das escolas de ensino desativadas. À autarquia compete garantir que as escolas estejam aptas a acolher as atividades a realizar no âmbito das TIC e empreendedorismo, nomeadamente, obras de melhoria e requalificação e supervisionar o planeamento das ações a desenvolver.


TURISMO E REDES DE COOPERAÇÃO TERRITORIAL

Munícipes de Penela já contam com plataforma de informação WEBSIG Em linha com as políticas desenvolvidas e as ações já implementadas, estamos a dar mais um passo no processo de modernização administrativa do município, ao reforçar e estreitar a relação com o cidadão disponibilizando-lhe um novo serviço – o WebSig Penela. Este novo serviço consiste numa plataforma online que permite a disponibilização de informação geográfica do Município, através da qual, qualquer cidadão, em qualquer lugar, poderá consultar e descarregar os conteúdos que mais lhe interessarem. Nesta fase inicial, a informação disponibilizada centra-se sobretudo em dados estatísticos produzidos pelo INE e nos instrumentos de gestão do território, que se encontram em vigor para o município, permitindo obter todos os elementos cartográficos necessários à instrução de processos. Progressivamente pretendemos reforçar a informação disponibilizada, alargando os conteúdos a diferentes áreas temáticas, tais como: atividade económica, cultura, desporto, turismo, toponímia, etc. É também nosso objetivo desenvolver funcionalidades, que agilizem a interação entre o município e o cidadão, através do envio de sugestões, reclamações, pedidos de informação, para um local devidamente identificado. Acreditamos que ao possibilitar o livre acesso a um conjunto de dados, que se encontravam reservados nos serviços do município, e ao reforçar os canais de transferência de informação, estamos a melhorar a comunicação, a promover a transparência e a facilitar a intervenção cívica e ativa dos cidadãos, criando condições para uma maior eficácia na resposta dos serviços públicos.

13


DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

Queijo atrai centenas de pessoas ao Rabaçal MERCADO DO QUEIJO E DOS ROMANOS O Rabaçal voltou a receber mais uma edição do Mercado do Queijo e dos Romanos, desta feita, nas ruas da antiga escola primária. O queijo e os romanos são o mote do evento, mas o maior queijo Rabaçal, confecionado com 500 litros de leite, com setenta e cinco quilos, um metro de diâmetro e 45 dias de cura, constituiu a principal atração do dia e deliciou todos os visitantes. O mercado contou com a presença de mais de 50 expositores, 15 dos quais produtores de queijo, sendo os restantes dedicados a outros produtos regionais como o azeite, o vinho, o mel, o pão e o artesanato. Para além das trocas comerciais, o certame incluiu um conjunto de recriações históricas alusivas à época romana, reforçando a importância do património histórico para o Concelho de Penela. Integrado num conjunto de objetivos cuja implementação se considera estratégica para o desenvolvimento do concelho, o Mercado do Queijo e dos Romanos, organizado pelo Município de Penela em colaboração com a União das Freguesias de S. Miguel, Stª Eufémia e Rabaçal e com a APRORABAÇAL – Associação de Produtores Rabaçal, constitui um passo decisivo na criação de uma base de sustentabilidade para a economia local, assente num dos pilares estratégicos que o Município desenhou para o concelho: a promoção dos produtos endógenos.

14

JORNADAS DE LATICÍNIOS UM IMPORTANTE MOMENTO DE DEBATE Com o objetivo de disseminar conhecimento técnico e as suas principiais inovações o Município de Penela promoveu uma vez mais as Jornadas de Laticínios, enquadrado no Mercado do Queijo e dos Romanos do Rabaçal. Este evento contou com a presença de organizações ligadas ao sector e as principais empresas de laticínios da região do Sicó. A realização de diversos temas de reflexão permitiram a todos os profissionais do sector a oportunidade de se inteirarem e debater quer os desafios e as oportunidades que se colocam ao setor. Além de contribuir para a formação e especialização dos profissionais, o evento também é um momento de encontro de toda a indústria de laticínios da região. A ideia é levar aos participantes uma visão estratégica do futuro, em que predominará a competitividade empresarial.


DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

Ormesson recebeu produtores no mercado de natal Ormesson-sur-Marne recebeu os produtores Luís Reis e Isaura Reis (Produtores de Vinho Terras de Sicó), no Mercado de Natal promovido pela cidade francesa geminada com Penela, nos dias 6 e 7 de Dezembro. Em exposição estiveram os produtos endógenos, nomeadamente, Vinho Terras de Sicó dos vários produtores do concelho (Isaura Reis, Lapa dos Reis, Manuel Alegre, Júlio Dias e Rui Simões), Queijo do Rabaçal (Serqueijos e Queijeira), Azeite (Ouro de Sicó e AgriRabaçal) Mel, Nozes, artesanato (vime) e algum merchandising de promoção turística do concelho. Pela excelente relação que se tem vindo a desenvolver ao longo destes últimos anos, a presença penelense no Mercado de Natal de Ormesson tem sido constante, fortalecendo e enriquecendo a partilha de tradições, saberes e culturas.

15


DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

Rabaçal já tem associação de produtores de leite e queijo Um grupo constituído por produtores de leite de ovinos e caprinos e por produtores de queijo da região demarcado do Queijo Rabaçal DOP (denominação de origem protegida) criou a APRORABAÇAL – Associação de Produtores Rabaçal. A APRORABAÇAL é uma entidade coletiva de direito privado que tem como principais objetivos: - Promover a produção de leite de ovelha e cabra e a produção de queijo Rabaçal com vista à manutenção e gestão da DOP do Queijo Rabaçal, assim como a obtenção do registo da diferenciação de qualidade para outros produtos pecuários da região; - Promover o desenvolvimento regional e local através da realização, apoio e participação em eventos que se revistam de particular interesse; - Promover a formação e transferência de conhecimento relacionadas com a gestão, a conservação e a exploração sustentável do Queijo Rabaçal DOP e outros produtos regionais com qualidade diferenciada. Poderão ser associados da APRORABAÇAL, cooperativas agrícolas, pessoas singulares ou coletivas produtoras de leite e/ou queijo de ovelha e cabra e/ou produtores de outros produtos pecuários da região demarcada do Queijo Rabaçal DOP.

16

ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES RABAÇAL Edifício do Mercado Municipal de Penela, Loja 9 3230-348 Penela E-mail: aprorabacal@gmail.com


AMBIENTE

engenAIR e Pastel do infante as ideias vencedoras O auditório municipal de Penela encheu, para conhecer os 10 projetos de alunos do concelho de Penela que disputaram a final do 3º Concurso Municipal de Ideias de Negócio promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra em parceria com o Município de Penela. Rúben Manuel Silva Félix, Rúben Miguel Ramalho e Luís Pedro Lopes Rainho receberam o primeiro lugar do ensino secundário com o projeto “EngenAIR”. Já na categoria do 3º CEB os alunos Ana Carolina Gomes, Andreia Esteves e Tatiana Marques convenceram o júri com a degustação do “Pastel do Infante” , um doce que inclui os produtos endógenos do concelho – o mel e as nozes – como ingredientes base. Os objetivos do concurso passam por sensibilizar e motivar os jovens para as práticas empreendedoras, promover o espírito de iniciativa, de cooperação e criatividade e proporcionar aos jovens uma experiência real na área do empreendedorismo. A vitória deu a estes alunos, além de um vale tecnológico no valor de 75€, ainda a oportunidade de representar o Município de Penela nas finais intermunicipais da CIM da Região Centro.

Famílias com mais de 2 filhos pagam menos IMI A assembleia municipal de Penela aprovou por unanimidade, a redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para as famílias com filhos, na sequência da proposta aprovada pela Câmara Municipal. As famílias com 1 filho vão ter um desconto de 5%, com 2 filhos vão pagar menos 12% e com 3 ou mais filhos vão ter o IMI reduzido em 20%. Para beneficiar deste desconto é necessário que o prédio afeto à habitação própria e permanente da família esteja situado na área territorial do município de Penela e coincida com o domicílio fiscal declarado. Com a aprovação desta medida, a Câmara pretende reforçar o estímulo à natalidade com a diferenciação positiva das famílias com maior número de filhos, fixando um desconto ligeiramente superior por cada filho nas famílias com 2 ou 3 filhos.

17


ACÇÃO SOCIAL, SAÚDE E APOIO SÉNIOR

Cercipenela organizou o seminário sobre Economia Social Um colóquio com a temática “Economia Social – Novos Desafios/Novas Oportunidades”, organizado pela Cercipenela, reuniu no dia 20 de maio, no salão nobre dos paços do concelho de Penela, dezenas de técnicos e dirigentes das entidades com intervenção na área da ação social, para debater os problemas e as oportunidades que preocupam os profissionais da área. Ramiro Miranda, Diretor do Centro Distrital de Coimbra do ISS deu as boas vindas aos presentes seguido de Joaquim Campeão, Presidente da Direção da Cercipenela que fez a introdução e contextualização do tema do encontro. “As IPSS e os novos desafios. A AFID – uma realidade” foi o primeiro tema da tarde, abordando os desafios e as oportunidades da “Fundação AFID Diferença” uma instituição de solidariedade social com várias valências com sede na Amadora. “Fundraising – afinal quem quer dar” , uma temática que muito apreende as instituições, apresentada por Madalena Eça de Abreu, Professora no ISCAC. Carolina Leite, Diretora da Responsabilidade Social do Grupo CH explorou, por seu turno, o tema “Empresas e setor social – parcerias ativas” . O papel que as empresas têm na sociedade e na economia social foi exposto por Rui Pedroto, Presidente da Comissão

Executiva da Fundação Manuel António da Mota com a temática “A importância para a Fundação Manuel António da Mota do seu envolvimento com entidades da economia social” . Luis Matias, Presidente da Câmara Municipal de Penela, fez o encerramento do encontro agradecendo à Cercipenela pela organização do evento e por toda a dinâmica que impõe no concelho, dando como exemplo, o protocolo que o Município tem com a instituição, há já largos anos, para a manutenção dos espaços verdes e limpeza dos espaços públicos, uma forma não lucrativa, de enquadrar os seus utentes na sociedade que os rodeia e de valorizar as competências e aptidões dos cidadãos com deficiência.


ACÇÃO SOCIAL, SAÚDE E APOIO SÉNIOR

Penela + Inclusiva dá mote ao novo CLDS O Município de Penela em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Penela apresentou o CLDS 3G – Contrato Local de Desenvolvimento Social “Penela + Inclusiva” , numa cerimónia pública que contou com a presença de Ramiro Miranda, Diretor Distrital da Segurança Social de Coimbra. Um ano passado após a implementação no concelho do Programa CLDS+, com resultados práticos bastante positivos e significativos, Penela garante agora o acesso a um novo programa que, com uma dotação de 300 mil euros, financiados em 85% pelo Fundo Social Europeu e 15% pela Contribuição Publica Nacional, visa promover a inclusão social dos cidadãos e combater a pobreza persistente e a exclusão social. Composto por uma equipa jovem e multidisciplinar, o CLDS 3G “Penela+Inclusiva” terá uma duração de três anos e a missão de responder às necessidades detetadas nos três eixos de intervenção do projeto: “emprego, formação e qualificação; intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil; capacitação da comunidade e instituições” . Ramiro Miranda justificou os objetivos do CLDS 3G como sendo um do programa, que deverá abranger mais de 1200 beneficiários, prosseguindo o desenvolvimento social no sentido de “potenciar os territórios, capacitar os cidadãos e famílias e promover a equidade dos territórios”. Num concelho de baixa densidade populacional como Penela, onde todos se conhecem, para Luís Matias, presidente da Câmara Municipal de Penela este projeto poderá contribuir para tornar o território “mais competitivo e com maior número de oportunidades”, tendo em conta que o anterior CLDS+, apesar do sucesso, teve um prazo curto, de nove meses, que não permitiu mais implicações no território. A equipa - Penela CLDS + 3G:

Rosário Esteves Coordenadora Técnica

Cátia Carvalho

Paula Lopes

Paula Sá

Técnica Superior dinamizadora do projecto

Técnica Superior dinamizadora do projecto

Técnica Superior dinamizadora do projecto


OBRAS E PROJETOS

Centro de Cultural e do Vinho da Terra de Sicó é em Podentes O Centro da Cultura e do Vinho da Terras de Sicó, em Podentes, era um espaço há muito reivindicado pela população. Fazendo justiça à voz das gentes de Penela, o Município e a junta de freguesia investiram mais de 160.000,00€, numa infraestrutura que em muito valoriza o território, em particular, da freguesia de Podentes.

XXIV Concurso de Vinho “Terras de Sicó” Com a finalidade de promover a qualidade dos vinhos Terras de Sicó e aumentar a sua notoriedade, uma vez mais, o Município de Penela em parceria com Vinisicó e a junta de freguesia de Podentes realizaram o XXIV Concurso de Vinhos Terras de Sicó. O Júri do concurso teve a Presidência de Gonçalo Moura Costa e contou com os seguintes provadores Eng.ª Diana Ventura – Two friends, Eng.º José Meneses de Almeida – Comissão Vitivinícola da Bairrada, Carolina Zagalo – Associações de Escanções de Portugal e José Carlos Melo – Jornalista no Jornal “Terras de Sicó”. 20

Esta nova infraestrutura assume-se agora, como um espaço de exposição e de referência para o vinho, mas também, para os demais produtos da terra que compõem o excelente cabaz do Sicó que, em reconhecimento dessa realidade beneficiou do apoio e financiamento pelo FEADER no âmbito da ação 3.2.1 – Conservação e Valorização do

Património Rural do PRODER através do GAL Terras de Sicó. A produção de vinho no concelho de Penela é uma realidade ancestral que, ao longo dos últimos 20 anos, vem beneficiando dum sólido movimento de modernização e inovação, aportando maior valor acrescentado a um produto de elevada qualidade cada vez mais reconhecida.

MEDALHADOS DO XXIV CONCURSO DE VINHOS TERRAS DE SICÓ

VINHOS TINTOS: • Vale da Brenha, Tinto Reserva 2013 – Medalha de Prata • Lapa dos Reis, Tinto 2014 – Medalha de Prata • Casa d´Alfafar, Tinto 2015 – Medalha de Prata • JGD, Tinto 2015 – Medalha de Prata • Encosta da Criveira Aragonês, Tinto 2015 – Medalha de Prata • Casa d´Alfafar, Tinto 2014 – Medalha de Ouro • Tapada de Sabogos, Tinto 2015 – Medalha de Ouro • Encosta da Criveira Touriga Nacional, Trincadeira, Baga e Alfrocheiro, Tinto 2015 – Medalha de Ouro

VINHOS BRANCOS: • Lapa dos Reis, Branco 2014 – Medalha de Prata • Tapada de Sabogos, Branco 2015 – Medalha de Prata • Casa d´Alfafar, Branco 2015 – Medalha de Prata • JGD, Branco 2015 – Medalha de Prata • Encosta da Criveira, Branco 2015 – Medalha de Prata


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

PODENTES PROMOVEU VINHO DAS TERRAS DE SICÓ A oitava edição da “Vinália, o Sabor de Podentes”, que decorreu no último fim-de-semana do mês de Junho, foi um verdadeiro sucesso. O evento especialmente dedicado ao vinho da região de Sicó, que o município, em parceria com a freguesia de Podentes, a Vinisicó e a Associação Cultural e Recreativa de Podentes iniciou há oito anos com o objetivo de sensibilizar todos os envolvidos para a importância da inovação enquanto caminho para a obtenção de vinhos de qualidade acrescida. A feira é já o espelho das potencialidades do setor vitivinícola do concelho de Penela, quer através de um vasto leque de expositores que ofereceram uma viagem ao mundo do vinho e da vinha, quer pelas Jornadas de Vitivinicultura que lotaram o Centro de Cultura e do Vinho Terras de Sicó para ouvir falar sobre os temas “Terras de Sicó – Uma região” e a “Análise sensorial do bago”. O certame incluiu ainda o “Mercado de Agricultura Familiar” e o XXIV Concurso de Vinho “Terras de Sicó”, iniciativas que proporcionam, igualmente, o contacto entre produtores, apreciadores do vinho da região e visitantes.

Este ano demarcou-se no programa a visita às adegas “Monte Formigão” e “Lapa dos Reis” com prova de vinhos, no âmbito do culminar do projeto “Rotas do vinho de Sicó”, uma iniciativa de Filipe Alexandre Santos, um jovem penelense finalista no Curso Profissional de Técnico de Turismo em Condeixa-a-Nova que surpreendeu pela excelência, durante a tarde de Domingo, todos os que se deixaram seduzir pelos aromas e pelas cores, tão singulares como a paisagem e a própria gastronomia do nosso Concelho.

21


ACÇÃO SOCIAL E CULTURA

Centenas de avós de Penela comemoraram o seu dia O Município de Penela organizou, uma vez mais, no passado dia 16 de junho, no Pavilhão Multiusos, o Dia dos Avós com um conjunto de atividades com vista a celebrar a experiência e reconhecer o valor da sabedoria. Esta iniciativa, que integrou o programa do festival ASAS, contou com a preciosa colaboração da Santa Casa da Misericórdia de Penela, da Associação Quinta das Pontes, da Naturidade e da Cercipenela num espaço de partilha de experiências que reuniu centenas de participantes. A festa teve início com uma aula de yoga, animadamente participada pelas crianças da Associação Tempos Brilhantes e do Jardim de 22

Infância da EBI que deram outro ânimo aos idosos que aplaudiam alegremente cada exercício executado. Ainda durante a manhã, os avós tiveram a oportunidade de presenciar uma missa celebrada na capela do Convento Santo António. Os avós com maior dificuldade de locomoção tiveram à sua disposição a hora do conto dinamizada pela Biblioteca Municipal de Penela. Findadas as atividades da manhã, realizou-se um almoço convívio, oferecido pelo município de Penela, seguido da atuação do Grupo de Cantares da Santa Casa da Misericórdia, do Grupo de Música e Dança da CERCIPenela e do Asas ao palco, uma performance

resultante do workshop de expressão dramática e musical com as crianças natour. O Grupo de Danças Cantares e Memórias da Universidade Sénior de Penela, uma vez mais, fez o encerramento da festa e encantou os presentes com os seus trajes, cantigas e danças. Na sua intervenção, o vicepresidente da Câmara Municipal, Emidio Domingues, agradeceu a presença de todas as instituições, congratulou todos os avós e ao mesmo tempo, deixou uma palavra de reconhecimento aos funcionários do municípios que “saíram da sua zona de conforto para ajudar na organização deste dia tão especial, dedicado aos avós de Penela”.


ACÇÃO SOCIAL E CULTURA

23


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Feira Medieval atraiu milhares de pessoas a Penela

A Ceia Medieval encerrou a 22º edição da Feira Medieval de Penela, juntando mais de duas centenas de pessoas, no Castelo de Penela, para vivenciar um dos principais momentos do quotidiano da nobreza medieval – partilhar uma refeição com os pares, acompanhada de momentos de animação e convívio da época. Além dos trajes e da decoração alusivos à época, a ementa incluía entre outras iguarias, javali, veado e perdiz, muita música e dança medievais. O evento foi organizado pelo Município de Penela e a refeição foi totalmente preparada pela Escola Tecnológica e Profissional de Sicó – Pólo de Alvaiázere. A chuva, que chegou a importunar momentaneamente, foi rapidamente relegada para plano inferior pela comida farta e pelo divertido enredo recriado pela companhia de teatro Vivarte, que assegurou a animação deste serão medieval.

Organizada pelo Município de Penela, em conjunto com o Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro e a respetiva Associação de Pais e Encarregados de Educação, sob o tema “Ao tempo de El-rey D. Dinis, nos idos das Maias”, a 22.ª edição da Feira Medieval de Penela, decorreu nos dias 21 e 22 de maio, no castelo, atraindo milhares de visitantes. Os ritmos medievais vieram de várias terras longínquas, com as sonoridades da gaita-de-foles, do bombo e da caixa de guerra devolveram ao Castelo de Penela o ambiente da época medieval, aliado a momentos de animação, música, dança e teatro, dinamizado pela companhia de teatro Vivarte. Sendo este um evento, lúdico e pedagógico, que envolve toda a comunidade educativa de Penela, a organização fez questão, nas dinâmicas do evento, de envolver os alunos, professores e população em geral. A azáfama no Castelo foi constante, respirou-se uma atmosfera com características particulares, num ambiente e cenário únicos, em que dezenas de bancas com diferentes produtos partilharam o espaço com as tabernas onde as iguarias da época seduziam os visitantes enquanto os artesãos mostravam as suas artes. 24

A música e a diversão foram asseguradas por mais de 100 figurantes que, trajados a rigor, promoveram uma recriação histórica muito apreciada pelo público, ao mesmo tempo que degustava os repastos da época.


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Escavações arqueológicas revelam nova Villa romana em S. Simão No concelho de Penela não existe uma Villa romana mas sim, duas. No âmbito do acompanhamento da obra de execução da rede pública de drenagem de águas residuais no lugar de Serradas da Freixiosa, realizaram-se escavações na zona envolvente à Capela da Senhora da Graça, em São Simão, incluindo a escavação de material osteológico (esqueletos em conexão). Na sequência destas escavações arqueológicas, podemos concluir que estamos na presença de uma Villa romana com ocupação efetiva datada do período compreendido entre os séculos I e IV, um novo achado arqueológico que em muito vem enriquecer o património arqueológico do nosso território.

25


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Segunda edição do Festival ASAS repetiu êxito Em vários espaços das vilas de Penela e do Espinhal, decorreu o Festival ASAS. Com concertos, cinema, workshops, espetáculos diversos e serviço educativo, o festival dirigido a públicos de todas as idades, apostou na diversidade artística e inovação com a apresentação de espetáculos realizados maioritariamente por autores e intérpretes da comunidade local. A base do festival era levar a comunidade a fazer parte dos espetáculos e foi bem alcançado. Dezenas de participantes entraram numa encenação artísticas que percorreu os três dias de espetáculo e contaram um pouco da nossa história. A organização mostrou-se surpreendida com o ambiente e a reação da comunidade que se associou, de forma incondicional ao projeto. Divulgar o património cultural, material e imaterial, efetivo e afetivo, das comunidades envolvidas, ajudando a perpetuar o saber pelas gerações mais novas, atrair visitantes e dinamizar a região, foram alguns dos objetivos alcançados com esta iniciativa. O Festival ASAS foi uma iniciativa do Município de Penela, da Junta de Freguesia de São Miguel, Sta. Eufémia e Rabaçal e do Espinhal em colaboração com a Associação Tempos Brilhantes.

26


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Inverno Cultural um evento que promove o intercâmbio associativo pelo Concelho Qualificar, descentralizar e diversificar são os objectivos que estão na base de mais uma edição do “Inverno Cultural”. De Janeiro a Abril, o Município de Penela e as diversas Associações Concelhias impulsionaram um vasto programa de animação cultural que percorreu as diversas aldeias e vilas do Concelho – o “Inverno Cultural 2016”. Este evento tem como principal objectivo proporcionar momentos de elevado valor cultural a todas as pessoas do concelho, em especial àqueles que, por razões de vária ordem, estão mais votados ao isolamento e sem acesso a espectáculos desta natureza. Paralelamente, dinamizar as associações e os centros culturais, proporcionar o convívio entre as populações, fomentar o intercâmbio associativo, apoiar os grupos culturais do Concelho e formar novos públicos, constituem objectivos complementares para mais uma das muitas iniciativas culturais promovidas pela Câmara Municipal de Penela.

Penela abraça Economia Cívica “Um modelo de saúde inteligente e preventiva para um maior bem-estar de todos” A Comunidade para a Economia Cívica de Penela organizou um Projeto-bandeira que tem como objetivo promover em Penela e com todos os Penelenses: UM MODELO DE SAÚDE MAIS INTELIGENTE E BASEADO NA PREVENÇÃO, cujo objetivo é melhorar as condições de saúde e de bem-estar da população mediante a promoção de um conjunto de iniciativas inovadoras e integradas na área da saúde, do desporto, da alimentação, do lazer, do conhecimento, da educação e da cultura. No desenvolvimento deste projeto uniram-se a autarquia, Unidades de Saúde locais (USF e UCC), Associação Medicina Preventiva, Escolas, empresas privadas, IPSS, associações culturais, sociais e desportivas, a Universidade de Coimbra, entre outros.

27


AMBIENTE

Praia da Louçainha – Hastear da Bandeira Azul 2016 A Praia da Louçainha, na freguesia do Espinhal, ostenta uma vez mais a Bandeira Azul e Praia Acessível, hasteada em cerimónia simbólica com a presença de crianças do concelho que utilizam este espaço na época balnear no âmbito das Férias Desportivas e Férias Brilhantes. Foi um ato protocolar de demonstração da importância do trabalho e empenho que o Município de Penela tem naquele que é um dos locais mais bonitos e emblemáticos do concelho - a Serra do Espinhal e que contou com a presença do comandante da GNR de Penela, Luís Carlos Dias, da entidade parceira no cumprimento do Programa Bandeira Azul, a ARHC representada por Edmea Silva, da Junta de Freguesia do Espinhal, representada por Elisabete Gonçalves e pelo diretor da ETP Sicó, Fernando Inácio Medeiros, parceiro do Município de Penela no programa Vigilância Azul na Louçainha. Naquele que é já o oitavo ano que a Louçainha patenteia o galardão máximo de qualidade, o presidente da Câmara reafirmou as suas “condições absolutamente excecionais, com água transparente, com equipamentos como o restaurante e o parque de merendas, que garantem um espaço de referência para quem nos visita”. Para Luís Matias, a praia da Louçainha é uma aposta valorizada anualmente pela autarquia, “que garante todo o trabalho na melhoria das infraestruturas, sendo um postal de visita do nosso património”. 28


AMBIENTE

Dia Mundial da Criança e do Ambiente comemorado no Castelo de Penela O Município de Penela e o Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro assinalaram, o Dia Mundial da Criança (1 de junho) e o Dia Mundial do Ambiente (5 de junho), no Castelo de Penela, com o espetáculo “Catrapum” , um teatro lúdico-pedagógico que levava a “pequenada” a juntar-se à ação e explorarem o mundo dos sons entre frascos, instrumentos musicais e malas. Cerca de 300 crianças do pré-escolar e do 1º ciclo, divertiramse naquele que é o “seu dia” numa iniciativa que incluiu um almoço volante fechado com o sempre apetecível gelado. A iniciativa visa desenvolver o convívio e confraternização entre a comunidade escolar, bem como a fruição do património natural e cultural do concelho. Foi um dia muito bem passado e divertido.

Lavagem de contentores do lixo no concelho de Penela A Câmara Municipal de Penela procedeu a uma operação de lavagem e desinfeção dos contentores de resíduos sólidos urbanos existentes no concelho. Esta intervenção, adjudicado à empresa especializada Calado & Duarte, uma vez que o município não dispõe de meios humanos e mecânicos suficientes para a realização deste trabalho, contempla um total aproximado de 500 de contentores de deposição dos RSU’s, com capacidade que varia entre 1100 litros e 240 litros. A ação enquadrase no esforço que a autarquia tem desenvolvido em garantir cada vez melhores condições de limpeza e higiene urbana. A autarquia apela à população para “todos efetuarem o correto acondicionamento do lixo doméstico em sacos fechados, não depositando resíduos soltos no contentor, pois irá sujá-lo e gerar a propagação de maus cheiros” .

Como utilizar corretamente os contentores:

1.

3.

2. Coloque sempre o lixo em sacos de plástico e feche-os.

Colocar o saco plástico fechado dentro do contentor.

Fechar sempre a tampa do contentor.

28


AMBIENTE

Crianças e seniores festejaram o Carnaval em Penela

Dia da árvore, água e poesia comemorados no HIESE

Em Penela o Carnaval saiu à rua! As crianças dos jardins-de-infância do concelho e os alunos da Universidade Sénior festejaram o entrudo percorrendo as principais artérias da Vila de Penela. Os professores da Associação Tempos Brilhantes marcaram o passo, ao som dos tambores. Seguiam-lhe o caminho as principais personagens desta história que teve início nas Escolas de Penela, junto à EBI Infante D. Pedro, seguindo pela Rua de Coimbra e Mercado Municipal, onde familiares orgulhosamente acenavam às suas crianças, terminando ao final da manhã, no Parque de Águas Romanas. A organização da responsabilidade da Câmara Municipal de Penela em colaboração com o Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro e o CLDS 3G “Penela + Inclusiva” visa, tal como nos anos anteriores, promover o meio ambiente.

Cantar poesia, visitar estufas de cogumelos e hidroponia, não faltando a tradicional plantação de árvores foram as atividades que as nossas crianças do Pré-Escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico, muito entusiasticamente, realizaram nos dias 7 e 8 de Abril, no âmbito das comemorações do Dia da Árvore, da Água e da Poesia. O HIESE (Habitat de Inovação Empresarial em Sectores Estratégicos de Penela) um espaço recém-construído pelo Município de Penela, foi a plataforma física que acolheu as cerca de 350 crianças nestes dias destinados à sensibilização dos mais novos para a importância da plantação de árvores e proteção das existentes. A iniciativa que se repete anualmente no início da primavera foi promovida pelo Município de Penela com o apoio do Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro, dos Bombeiros Voluntários de Penela e da Associação Tempos Brilhantes.


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

A festa da boa Broa foi na Cumeeira A festa da Broa da Cumeeira evento organizado pela Câmara Municipal de Penela, em colaboração com o Centro Cultural da Cumeeira, a Kumytuna e a Junta de Freguesia da Cumeeira, decorreu no dia 3 de Julho e já faz parte do roteiro turístico do concelho. A confeção tradicional da broa de trigo é uma arte quase desaparecida, estando presente na memória coletiva sentir o sabor deste delicioso pão. Com fortes tradições na produção dos cereais que compõem a feitura da broa, a freguesia mais a sul do Concelho de Penela, recebeu uma vez mais, este evento que tem como objetivo mostrar o ciclo curto da confeção e degustação da boa broa da Cumieira. Mas a feira não se ficou pela tradicional broa de trigo da freguesia. Os muitos visitantes que passaram pela Cumeeira, para além da música tradicional, também encontraram no Mercado de Agricultura Familiar e Tradicional, o queijo Rabaçal, o vinho Terras de Sicó, o azeite, o mel e outros produtos de origem local. Tratou-se de uma festa dos produtos endógenos do concelho mas a rainha da festa, foi sem dúvida, a broa onde serviu de mote para a atividade desportiva. A 7ª Rota da Broa – Cumeeira é já uma prova obrigatória para os amantes do BTT que puderam desfrutar de 40 quilómetros de pura adrenalina. Por outro lado, os pedestrianos que participaram na caminhada Rota da Broa, traçada pela ACP-Associação Caminheiros de Penela, fizeram-se aos “trilhos” mais belos da região.


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Câmara Municipal homenageou António Arnaut No dia em que se comemorou o octagésimo aniversário de António Arnaut, a Câmara de Penela homenageou o advogado e escritor, numa cerimónia que contou com a presença do ministro da cultura, João Soares, onde foi descerrada a placa de atribuição do seu nome à Biblioteca Municipal e inaugurado a exposição sobre a sua obra com o nome “O Homem e a Obra” . As instalações, agora com o nome do penelense, nascido na freguesia da Cumeeira, foram pequenas para receber tantos amigos que quiseram estar presentes, bem como, da sua família. António Arnaut agradeceu, considerando que “foi uma grata surpresa que o concelho onde nasci tenha valorizado a minha condição de escritor”, recordando que escreveu o seu primeiro livro com 18 anos, só depois seguindo os “caminhos inseparáveis da política e da advocacia”, segundo referiu. Para o presidente da Câmara Municipal de Penela, Luís Matias “esta é uma homenagem ao homem e ao seu percurso de vida, à sua missão cívica na defesa da liberdade e na melhoria da qualidade de vida dos portugueses” .


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

António Arnaut ofereceu manuscrito da última obra a Penela Na semana em que o Presidente da República condecorou António Arnaut, com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, o autor concelhio fez questão de oferecer à Biblioteca Municipal de Penela, um exemplar da sua última obra literária “Era um rio e chorava – 80 poemas para 80 anos”. O autor aproveitou o momento para entregar também, em mãos ao Presidente da Câmara Municipal de Penela, Luís Matias, o manuscrito original, com as emendas finais da obra, para que o mesmo possa ficar na Biblioteca como testemunho do trabalho que antecede a publicação.


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

A Rainha Santa instruía “os mais velhos” a boas práticas

Casa cheia no lançamento do livro no CEHLR SDA

A anteceder a Ceia Medieval, decorreu no Salão Nobre dos Paços do concelho a conferência “Recomendações alimentares da Rainha Santa Isabel para um envelhecimento saudável“, proferida por Helena Saldanha, Professora Catedrática da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e pioneira nos estudos sobre nutrição para as pessoas idosas. Luís Matias, presidente da Câmara Municipal de Penela, lançou a questão “De que forma é que o conhecimento científico pode melhorar a nossa qualidade de vida?”. Helena Saldanha, médica, professora e investigadora com obra feita e reconhecida sobretudo no campo da nutrição, respondeu à questão do autarca em contexto histórico, fazendo uma pequena resenha do “regime alimentar da Rainha Santa Isabel”. Reza a história que a esposa de D. Dinis se preocupava com a alimentação dos idosos e com o envelhecimento saudável. Com uma cultura extraordinária, os documentos históricos provam a dinâmica intelectual da rainha e apontam como eram utilizados alguns alimentos para combater doenças. Por exemplo, contou a palestrante, a indicação da rainha em utilizar “a clara de ovo para ajudar a sarar as feridas dos leprosos” . O vinho também teve a sua importância. Durante a época “negra” da história, o vinho ajudava a combater a desnutrição, sabendo-se que o vinho de outrora, consumido pelo povo, era composto maioritariamente por água, sendo o “bom vinho” destinado aos nobres. Apesar de alguns séculos de intervalo, entre o século XIV e os nossos dias, esta é uma temática comum, a preocupação em “saber envelhecer” .

O livro comemorativo do centenário do nascimento de Salvador Dias Arnaut “Penela - um percurso pelo tempo” que publica textos de Jorge de Alarcão, Maria Helena Coelho, Leontina Ventura, Raquel Vilaça, Ana Isabel Ribeiro, Cristóvão Mata e Guilhermina Mota foi lançado no passado sábado, dia 27 de fevereiro, no Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut que foi pequeno para acolher todos os que se quiseram associar à inciativa. “A nossa história é um pedaço do património deste Concelho [Penela], da região e do país. É a expressão da nossa identidade, sendo elemento essencial na nossa afirmação comunitária e territorial. Não existe território sem memória colectiva e sem História. O desconhecimento da História ensombra o presente e cega o futuro” foram as palavras do Presidente da Câmara, Luís Matias, na nota prévia à obra que assinala este importante momento do Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut, reafirmando a importância da cultura nas dinâmicas de desenvolvimento sustentado dos territórios. Com a “chancela” do Município de Penela e da Palimage, o livro conta com a coordenação científica de Margarida Sobral Neto e apresenta um valioso contributo para o conhecimento da História de Penela desde a época pré-histórica até ao século XX. A obra foi apresentada por João Marinho dos Santos, Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.


ARTES, CULTURA E PATRIMÓNIO

Novo horário dos serviços de atendimento ao público Na sequência da publicação da Lei nº 18/2016, de 20 de Junho, que estabelece, a partir de 1 de Julho de 2016, como período normal de trabalho dos trabalhadores em funções públicas 35 horas de trabalho como limite semanal e 7 horas como limite diário, o horário dos serviços que funcionam no edifício dos Paços do Município passa a ser o seguinte: Horário de funcionamento: 9.00 horas – 17.00 horas Horário de atendimento ao público: 9.00 horas – 16.00 horas (ininterruptamente)

Penela começou a mudar iluminação pública para LED A Câmara Municipal de Penela substituiu recentemente oitenta iluminarias por tecnologia LED nas vilas de Penela e Espinhal. Uma medida que vai permitir uma redução de custos com a iluminação pública. A aposta da autarquia na iluminação LED surge no seguimento da aprovação da candidatura apresentada ao Programa Operacional Temático de Valorização do Território

(POVT), Eixo Prioritário II - Sistemas Ambientais e de Prevenção, Gestão e Monitorização de Riscos, Domínio de Intervenção Energias Renováveis e Eficiência Energética, envolvendo uma comparticipação financeira do Fundo de Coesão de 10.442,56€, num investimento total de 12.285,36€. Com a implementação desta intervenção a Câmara municipal terá uma economia energética prevista de 15.903,42 kWh/ano e 2.226,48 Euros/ano, tendo como base o consumo e custo faturado pela EDP em 2013. No que diz

respeito à eficácia energética e económica da intervenção, ela representa 8,09%, uma vez que num consumo global de 196.719,60 kWh/ano, terá uma redução para 15.903,42 kWh/ ano. A economia energética e consequente redução da fatura é a grande vantagem da utilização da tecnologia LED, evitando assim o recurso a medidas como o desligar de lâmpadas, redução do horário de funcionamento ou do índice de iluminação por ponto de luz, com inconvenientes para a população.


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Participação do Município de Penela no Seminário da Rede das Cidades Criativas Decorreu no passado dia 31 de Março de 2016, no Espaço Ó, na vila de Óbidos, onde contou com a presença aproximada de 50 participantes, o Seminário da Rede das Cidades Criativas. Este evento foi organizado pelos 14 municípios promotores de um ecossistema coletivo de experimentação de políticas públicas para a dinamização da criatividade e inovação, onde Penela se inclui, e serviu para a apresentação pública da Rede de Cidades Criativas que contou com a presença do Sr. Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Dr. Nelson de Souza. Este evento teve como objetivo a apresentação do Programa Estratégico, elaborado numa lógica de estratégia/ação em que, para alem da identificação das áreas temáticas a desenvolver, ousa dar exemplos de ações concretas que podem ser realizadas pelos parceiros. Estas sugestões de ações pretendem ser mecanismos que os municípios possam utilizar rapidamente para começar a trabalhar a agenda da criatividade e inovação.

Participação do Município de Penela no evento ineo Start Demo Day Decorreu no passado dia 11 de Março de 2016, o ineo Start Demo Day, na aceleradora de negócios do IPN (Instituto Pedro Nunes), em Coimbra, onde contou com a presença aproximada de 60 participantes e de 14 equipas que apresentaram as suas ideias de negócio. O Município foi convidado para o evento na lógica de “scouting” a novas ideias de negócios passíveis de serem acolhidas no HIESE. Esta acção teve como objectivo a promoção e divulgação do ecossistema empreendedor de Penela, da capacidade de atracção de investimento, na divulgação do território e da inovação através de instrumentos como o Smart Rural Living Lab e o HIESE Habitat de inovação empresarial nos sectores estratégicos.

Participação do Município de Penela no evento fi@ Coimbra no âmbito do programa SOULFI/FIWARE O Município foi convidado para o fi@Coimbra, um momento alto do programa SOULFI/FIWARE, coordenado pelo IPN, sendo uma das 16 aceleradoras europeias no programa FIWARE, que é centrado na temática das smart cities. O evento contou com a presença das empresas aceleradas neste programa, decisores municipais, investidores e um representante da Comissão Europeia. Esta acção teve como objectivo a promoção e divulgação do ecossistema empreendedor de Penela, da capacidade de atracção de investimento, na divulgação do território e da inovação através de instrumentos como o Smart Rural Living Lab e onde especificamente tivemos uma participação em reuniões bilaterais com 6 empresas inovadoras que mostraram interesse em desenvolver em Penela projectos pilotos de teste aos seus novos produtos ou serviços.


INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO

Participação na definição da estratégia Inov C Universidade de Coimbra Decorreu no passado dia 19 de Junho de 2015, na Quinta das Lágrimas, a apresentação dos resultados do programa INOV.C com um workshop de preparação da estratégia para a elaboração de uma nova candidatura ao novo quadro comunitário de forma a dar seguimento ao programa INOV.C promovido pela Universidade de Coimbra e que conta com imensos parceiros da região de Coimbra e Leiria (entre eles muitos municípios). Um programa que permitiu ser uma valiosa oportunidade para operacionalizar projectos de promoção do empreendedorismo e de inovação empresarial no concelho de Penela. Nesta sessão de trabalho foi definida a visão e o caminho seguir para onde queremos que caminhe a inovação na região.

Toponímia e números de polícia A atribuição de toponímia, que é uma competência dos Municípios é indispensável para um correto endereçamento postal e para a localização de moradas. No Município de Penela, ao longo dos anos, o assunto da Toponímia e Números de Polícia foi tratado de forma pouco sistematizada e com muitos e diferentes atores envolvidos, o que conduziu a um tratamento não uniformizado do assunto, à existência de muitas localidades sem toponímia e números de polícia atribuídos e a uma dispersão da informação e dos documentos produzidos. Por sua vez, a evolução registada nos últimos anos, ao nível dos recursos informáticos disponíveis, veio permitir o tratamento e a gestão desta temática de forma mais eficaz. Face a esta realidade, o Município apostou novamente neste processo e tem vindo a tomar medidas no sentido de dar resposta às diversas situações que neste momento se colocam aos munícipes, O trabalho, que está a ser desenvolvido por fases, tem três objetivos fundamentais: 1. A sistematização de todo o trabalho já desenvolvido e a desenvolver, com recurso à produção de bases de dados associadas a informação geográfica, que posteriormente será disponibilizada ao público em geral, através da plataforma WebSig, na página da Internet do Município. 2. A análise e a identificação de situações anómalas e a elaboração de propostas para a sua correção. 3. A atribuição de toponímia aos arruamentos, nas localidades onde esta ainda não foi feita. 4. A atribuição de números de polícia, de forma generalizada, a todos os imóveis localizados em aglomerados urbanos. Atualmente encontram-se já aprovados os processos de atribuição de toponímia nos arruamentos dos lugares de Cumieira, Grocinas, Cerejeiras, Nogueira das Cerejeiras, Porto Judeus, Ferrarias e Sobral, estando neste momento a decorrer o processo de aquisição das placas, com a referida identificação, cuja colocação contará com a colaboração das respetivas Juntas de Freguesia. Foram já enviados para a Comissão Municipal de Toponímia os processos para atribuição de toponímia aos arruamentos dos lugares de Cabeça Redonda, Chainça, Camarinha, Espinheiro, Rabaçal, Besteiro, Carvalhal de Santo Amaro, Santo Amaro e Covão.


DESPORTO

Penela recebeu I Trilho do Infante Quase nove centenas de pessoas deslocaram-se, a Penela para participar na 1.ª edição do Trilho do Infante. Nem a chuva estragou a “festa” solidária, que apoiou os bombeiros voluntários do concelho. Organizada pela Associação Infante Dom Pedro, a iniciativa foi distribuída em três “vertentes”: trail (26 quilómetros), minitrail (14 quilómetros) e uma caminhada (10 quilómetros). Parte do valor das inscrições (um euro cada) revertem a favor dos bombeiros voluntários, parceiros da prova. A caminhada foi a prova que recebeu mais inscrições, “garantindo” mais de metade da totalidade de participantes (450 pessoas). O minitrail, com 260 atletas, e o trail, com cerca de 180, fecharam as “contas” da iniciativa, que decorreu durante o período da manhã. Para além de receberam uma t-shirt da competição, todos os participantes tiveram direito a almoço oferecido pela organização.


DESPORTO

Final Four da Taça Nacional de Basquetebol Sub 16 Realizou-se nos dias 11 e 12 de Junho, em Penela, a “Final Four da Taça Nacional de Basquetebol Sub 16”. Com a participação de 90 jogadores em representação de 4 equipas (Académico do Porto, Imortal de Albufeira, Operário Desportivo dos Açores e Escola Fernando Franco da Madeira) o evento trouxe a Penela algumas centenas de apoiantes e contribuiu para a divulgação da modalidade junto dos mais jovens.

Campo de Treino++

O Campo de Treino++ foi uma semana dedicada em Penela ao basquetebol e reuniu 56 atletas de basquetebol, de diferentes pontos do país, com idades entre os 10 e os 17 anos. Durante uma semana, estes jovens atletas evoluiram tecnicamente no seu desporto de eleição, fizeram novos amigos e, claro, passaram uma semana bem divertida.

Torneio Internacional Apolino Teixeira

A equipa madeirense do CDEF Franco e a turma lisboeta de Queluz foram os protagonistas do Torneio Internacional Apolino Ribeiro que se disputou durante três dias no Pavilhão Multiusos de Penela e no Pavilhão da Escola Infante D. Pedro e teve evrca de 300 atletas.

Férias Desportivas VERÃO 2016 Como já vem sendo hábito, a Associação de Jovens do Concelho em parceria com a Câmara Municipal de Penela organizaram uma vez mais as Férias Desportivas de Verão. Estas atividades são totalmente dirigidas para as crianças e jovens do Concelho (6 aos 15 anos) num conceito de diversidade de atividades e de mobilidade que permite aos participantes conhecer e explorar o nosso concelho, bem como outras localidades, culturas, espaços e atividades.


URBANISMO E REDE VIÁRIA

Mau tempo provocou estragos por todo o concelho O mau tempo voltou a fazer estragos no Concelho de Penela durante o Inverno passado. A chuva forte que se fez sentir causou várias inundações e cortes de estradas, tendo sido accionado o plano municipal de emergência. A exemplo do que aconteceu por todo o país, este agravamento das condições meteorológicas provocou vários incidentes, nomeadamente, cheias e desabamentos de terras. Várias estradas estiveram cortadas à circulação automóvel, entre outras, no Ribeirinho/Venda das Figueiras, Ferraria/S. João do Deserto, Infesto, Carregã, S. Sebastião e o acesso a Valoiro/Vale de Arinto. Na praia fluvial da Louçainha devido à chuva intensa o talude da margem direita em frente ao restaurante, desabou provocando elevados prejuízos. Em vários outros locais, o anormal caudal do rio Dueça chegou mesmo próximo de algumas casas mas sem provocar situações de grande alarme para a proteção civil.

Apresentação de Propostas para OP até 15 de Agosto A Câmara Municipal de Penela realizou, nas últimas semanas, as Assembleias Participativas em algumas localidades e junto da comunidade associativa penelense, no âmbito do processo Orçamento Participativo de Penela para 2017. Para além da apresentação do Orçamento Participativo foi feita a explicação do modo de formalização das propostas bem como da forma como se processa a votação na plataforma http://orcamentoparticipativopenela.pt/. Até ao próximo dia 15 de Agosto, todos os cidadãos que, comprovadamente, residam, estudem, trabalhem ou representem o movimento associativo e restantes organizações da sociedade civil em Penela, podem propor o projeto que considerem dever integrar o orçamento municipal para o ano de 2017, tendo como única limitação o limite da verba global fixado em 70 mil euros.


URBANISMO E REDE VIÁRIA

Covão

Casal d’ Azenha

Chainça

Penela com melhores caminhos agrícolas e florestais O Projeto de construção e requalificação de caminhos agrícolas, aprovado pelo Programa de Desenvolvimento Rural, no âmbito da Acão .6.5 - “Projetos estruturantes”, da Medida 1.6 – “Regadio e outras infraestruturas coletivas”, integrada no Subprograma 1 – “Promoção da competitividade”, teve como objetivo melhorar as condições de acessibilidade às

explorações agrícolas, florestais e às pequenas agro-indústrias e contribuir para o ordenamento dos espaços florestais. Este projeto contemplou a beneficiação de 12 caminhos agrícolas e a construção de um caminho, num total de 9,62 km, distribuídos pelas diferentes freguesias do concelho.

Hortas

CAMINHOS AGRÍCOLAS

Os caminhos florestais correspondeu a um investimento de 336.274,04€ e os caminhos agrícolas 387.304,24€

Fartosa

Rabaçal

Grocinas

Santo Estevão

CAMINHOS FLORESTAIS


URBANISMO E REDE VIÁRIA

1

2

3

Obras públicas melhoram qualidade de vida da população penelense A Câmara Municipal de Penela tem vindo a desenvolver um conjunto de projetos, no âmbito das Obras Municipais, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos munícipes, dotando o concelho de infraestruturas e equipamentos atuais e eficientes. Neste processo de avanço de Obras Públicas, a autarquia tem em curso as obras de: Execução da Rede de Saneamento de Venda dos Moinhos, Grocinas, Casal Novo, Viavai, São Paulo, Ribeirinho e Gagos - 1ª Fase - valor de investimento 81.880,01€; Execução da Rede Pública de Drenagem de Águas Residuais no lugar de Serradas da Freixiosa - valor de investimento 67.513,16€; Execução da Rede Pública de Drenagem de Águas Residuais de St. Amaro, Covão e Espinheiro (Penela) - 1ª Fase - valor de investimento 93.307,81€; pavimentações em várias lugares e drenagem - Penela / Espinheiro / Pastor - valor de investimento 18.280,00€; alargamento do troço da EM 563 e troço da estrada Espinheiro - Besteiro - valor de investimento 82.457,57€.

1 Execução da Rede de Saneamento de Venda dos Moinhos, Grocinas, Casal Novo, Viavai, São Paulo, Ribeirinho e Gagos - 1ª Fase 2 Execução da Rede Pública de Drenagem de Águas Residuais no lugar de Serradas da Freixiosa 3 Execução da Rede Pública de Drenagem de Águas Residuais de St. Amaro, Covão e Espinheiro (Penela) - 1ª Fase


www.cm-penela.pt

Revista Infante nº 8  

Revista Municipal do Município de Penela. Saiba tudo o que se passa neste território.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you