Issuu on Google+

www.minasemcena.com.br

CAPA 1

COMPORTAMENTO Conheça grandes mulheres por trás de homens de sucesso

TURISMO Destinos incríveis para passar a virada do ano NEGÓCIOS Empresas mineiras conquistam o mundo

AS VÁRIAS FACES DE BÁRBARA PAZ A estrela global fala sobre as dificuldades no início da carreira e da sua intensa força dramática


2


3


Com projetos conhecidos no Brasil e no exterior, a arquiteta Myna Porcaro revela qual o “cantinho” favorito da sua casa e quais os artigos de decoração não podem faltar em uma residência.

36

Descubra porque os esportes radicais têm atraído um número cada vez maior de admiradores e praticantes.

CAPA

DECORAÇÃO

18

ESPORTE

SUMÁRIO

42

Em entrevista exclusiva à Minas em Cena, a atriz Bárbara Paz fala da sua trajetória profissional e do sucesso em Amor à Vida.

LEIA TAMBÉM 10

12

14 4

LEITOR EM CENA A diretora da Solides, Mônica Hauck, conta a sua experiência na livraria de um aeroporto, quando se deparou com uma infinidade de títulos sobre gestão feminina.

EM CENA Em dezembro, a capital mineira recebe a cantora lírica inglesa Sarah Brightman, com a turnê Dreamchaser.

PERFIL NEGÓCIOS Empresas nascidas em Minas Gerais têm apostado na ampliação da sua área de atuação e conquistado outros estados do Brasil e do mundo.

22

32

40

GESTÃO O especialista em gestão, Hélio Loredo, fala sobre a importância de saber liderar.

BELEZA Confira as tendências e novidades da indústria de esmaltes e aprenda como manter as unhas bonitas e saudáveis.

MOBILIDADE URBANA O especialista em mobilidade urbana, José Aparecido Ribeiro, fala sobre a polêmica das ciclovias em BH

46

52

66

EDITORIAL DE MODA Combinadas e com uma certa dose de ousadia, peças com bordados e transparências criam um visual moderno com referências clássicas.

CENAS DE MARKETING O publicitário Cefas Alves fala sobre o universo da Comunicação e as últimas novidades do setor.

JURÍDICO Guilherme Cobra fala sobre a Teoria da Perda da Chance.


Ainda não sabe onde passar a virada do ano? Confira os melhores destinos para brindar a chegada de 2014 ao lado de amigos, família ou namorado.

70

77

80

MARKETING Guilherme Guerra fala sobre como os empresários podem se inspirar na agilidade do polvo para melhorar os resultados da sua organização.

CRÔNICA Como é envelhecer no Brasil? Em um país onde o número de idosos cresce a cada dia, o diretor-presidente da OABPREV-MG, Roberto Perecini, reflete sobre o assunto.

INTELIGÊNCIA DIGITAL Leonardo Bortoletto fala a segurança nas páginas da internet

74

Conheça as ceias ao redor do mundo e aprenda deliciosas receitas para celebrar as comemorações de final de ano.

82

84

88

BH EM CENA Jussara Naves apresenta tudo o que acontece no mundo empresarial e nos mais badalados eventos sociais da capital mineira.

SOLIDARIEDADE O trabalho do Instituto Ativa Brasil ajuda entidades em oito estados do país e já transformou a vida de quase nove mil pessoas.

COMPORTAMENTO Conheça as histórias de mulheres que foram fundamentais na carreira de sucesso dos maridos.

MODA

GASTRONOMIA

TURISMO

62

78

A consultora de imagem e conselheira de moda Mari Michalik traz as últimas tendências do mundo da moda.

89

94

102

ANÁLISE A psicanalista Simone Demolinari responde a questões dos leitores.

EVENTOS Lançamento de novas empresas do Grupo Meet; do primeiro hotel Holiday INN; do livro infantil da escritora Fernanda Mello e coquetel da Dellanno Móveis. Veja a cobertura dos eventos que agitaram BH.

DIVERSÃO E NEGÓCIOS Entretenimento e negócios em um mesmo espaço. A coluna do presidente da Abrasel-MG e fundador do Espaço Meet, Fernando Júnior, apresenta novidades do setor.

5


EDITORIAL Caro leitor, Você acaba de receber a edição nº 23 da revista Minas em Cena com os mais interessantes e diversificados assuntos selecionados especialmente para você. A nossa matéria de capa traz a estrela Bárbara Paz, que nos conta um pouco sobre sua carreira, seu sucesso na novela amor à vida e sua paixão pela dramaturgia. No leitor em cena contamos com contribuição da diretora da empresa Solides, Mônica Hauck, que aborda a questões relacionadas à gestão feminina em grandes empresas. E ainda dentro desse “universo feminino”, na editoria Negócios vocês poderão conhecer histórias de mulheres que são peças fundamentais na carreira de seus maridos. Além disso, em Beleza, trouxemos as últimas tendências e novidades da indústria dos esmaltes.

EXPEDIENTE

DIRETOR GERAL

Edgar Bessa (31) 8700-1651 DIRETOR COMERCIAL

Rene Salviano COMERCIAL

Brand New Soluções CONCEPÇÃO EDITORIAL

Luana Caldeira PROJETO GRÁFICO

2 Pontos Comunicação DIREÇÃO DE CRIAÇÃO

Gustavo Rios

Para os mais aventureiros sugerimos a  matéria sobre esportes radicais que traz modalidades como oSkydiving, Mountainboard e Canionismo, que prometem muita adrenalina e emoção. Esta edição conta também com a participação da renomada arquiteta Myrna Porcaro, que revela o espaço favorito da sua casa e enumera os objetos que não podem faltar em uma residência.

DESIGN

Filipe Alvarenga OPERAÇÕES

Patrícia Jales MARKETING

Paula Bernardes

E aproveitando os preparativos para as festividades do final de ano, apresentamos seções especiais para você tornar o momento ainda mais inesquecível. Em Turismo, conheça sugestões de lugares para curtir o Réveillon solteiro, ao lado da família ou a dois. Na editoria de Gastronomia, demos uma volta ao mundo para propor deliciosas receitas que irão dar mais sabor a sua ceia. 

ADMINISTRATIVO

Bon Appétit!

PRODUÇÃO, REDAÇÃO E EDIÇÃO

Edgar Bessa

Helenna Dias FINALIZAÇÃO

José Carlos Saldanha PRODUÇÃO GRÁFICA

Karla Iannini FOTO CAPA

Felipe Hellmeister Com Você Comunicação Editora: Fabíola Mesquita Jornalista responsável: Kátia Portilho Jornalistas: Bruna Cruz, Camila França, Luiza Rocha e David Oliveira Jornalista colaboradora: Helenna Dias IMPRESSÃO

Rona Editora Gráfica TIRAGEM

10 mil exemplares SITE

2 Clicks ASSESSORIA JURÍDICA

Guilherme Mangia Cobra A revista Minas em Cena é uma publicação da Minas em Cena – ME Av. Raja Gabáglia, 4977, 4º andar - Santa Lúcia - CEP: 30360-663 Contato: (31) 8700-1651 - edgarbessa@minasemcena.com.br Site: www.minasemcena.com.br SUGESTÕES DE PAUTAS E CARTAS

redacao@minasemcena.com.br A revista Minas em Cena não se responsabiliza pelo conteúdo de artigos assinados e anúncios.

6


COLABORADORES EDIÇÃO 23

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 8

1. DANIEL MANSUR é fotógrafo e proprietário do Stúdio Pixel. Atua nas áreas de publicidade, moda, editorial e corporativa. 2. FERNANDO JÚNIOR é presidente da Abrasel/MG e fundador do Grupo Meet. Ele foi responsável por trazer e administrar dez casas de alimentação fora do lar, além de ser o idealizador do Grupuai que gerencia e comercializa franquias. 3. GIGI REIS é antiquária e administradora de empresas pela UFMG. Filha e neta de músicos, tem a arte em sua vida, desde sempre. É empresária de antiguidades e trabalha com produções artísticas, cenários e treinamento de equipes. 4. GIOVANNI BESSA é publicitário, pós-graduado em comunicação empresarial, fotógrafo e editor cinematográfico. Proprietário da empresa Artes em Video que atua na cobertura de eventos sociais e empresariais. 5. GUILHERME GUERRA é publicitário, pós-graduado em marketing e mestre em administração com ênfase em marketing. Possui mais de 17 anos de experiência no mercado de comunicação e marketing de MG. Atualmente é sócio e diretor executivo do Grupo Minas Marca. 6. GUILHERME MANGIA COBRA é advogado especialista em direito de empresas e pós-graduado em direito empresarial. 7. HÉLIO LOREDO é empresário, auditor de sistemas de gestão da qualidade, life, professional e executive coach. Atua na melhoria de performance de empresas e no desenvolvimento de competências pessoais e de equipes. 8. JOSÉ APARECIDO é administrador, bacharel em turismo, jornalista, consultor e estudioso em assuntos urbanos, mobilidade e trânsito. Atua como presidente das ONG´s SOS Rodovias Federais e SOS Mobilidade Urbana, além de ocupar a presidência do Conselho Empresarial de Política Urbana da ACMinas. 9. JUSSARA NAVES é publicitária, empresária e assessora de imprensa das mais queridas e requisitadas de Minas Gerais. Hoje está focada em sua empresa de comunicação, localizada em BH. 10. LEONARDO BORTOLETTO é diretor presidente da Web Consult e vice-presidente de Inteligência Digital da Sucesu-MG. Ministra palestras há 13 anos sobre marketing digital, e-commerce, internet e inteligência digital. 11. LEONARDO SOLTZ é diretor presidente da Cultura Livre e Superintendente Brasil - Oriun Soluções Web. 12. MARI MICHALIK é apresentadora de TV, Consultora de imagem e conselheira de moda. Formada pela Nuova Accademia di Belle Arti de Milão (NABA), onde cursou Fashion Styling e pelo Instituto Marangoni de Londres onde estudou Consultoria de Imagem. 13. SIMONE DEMOLINARI é mestra em Análise do Comportamento; pós-graduada em Marketing e Gestão Empresarial pela FGV. Psicanalista em formação, Consultora, Palestrante, Professora de Aspectos Comportamentais e Colunista diária da Rádio 102,9 FM. Terapeuta, dedica a maior parte do tempo à clínica. 14. VICENTE DUARTE é jornalista e diretor da Woll Agency. Atua como produtor de casting nas principais campanhas de moda e publicidade no Brasil e no exterior.


O MELHOR DE BH. No cardápio, na playlist e na lista de convidados.

De terça a domingo, uma programação especial a cada dia.

namatabh.com.br Rua Marília de Dirceu, 56, Lourdes 31 3654.1733 facebook.com/namatacafebh

Uma empresa do

9


LEITOR EM CENA

NAS ASAS

DA GESTÃO FEMININA

Foto acervo pessoal

E

stou no aeroporto aguardando o embarque para São Paulo, onde vou participar de um fórum promovido pela jornalista Ana Paula Padrão, que tem como proposta debater o papel da mulher na sociedade. Dirijo-me a uma livraria e meus olhos são direcionados para uma infinidade de títulos sobre gestão. Coincidentemente, a gestão feminina. Dou uma folheada, mas tenho a sensação de que esses livros são de Marte e eu sou do Brasil. Compro alguns e lendo-os por inteiro mantenho minha posição: a maioria das obras retrata um contexto que não é o meu. Embora possamos aprender muito com elas, devemos ficar atentas a alguns itens que me parecem ser potencialmente perigosos para a liderança feminina. Quem disse que nós, que, além de mulheres e profissionais e, muitas vezes esposas e mães, não damos conta do recado, sem deixarmos de lado algumas das principais características do sexo feminino e tão importantes no ambiente corporativo como: compreender, acolher e motivar? Com a tecnologia disponível atualmente e com tantas tarefas a serem cumpridas diariamente, é possível desenvolver uma gestão mais flexível e,

10

mesmo assim, termos total aproveitamento do nosso tempo em todas as esferas da nossa vida. Participo do evento e volto cheia de ideias para o aeroporto onde aguardo meu embarque. Deparo-me novamente com os tais livros, mas em outra livraria. Pego um, outro, vários... Minhas mãos começam a pesar. No fundo, bem escondido, encontro um livro sobre beleza e poesia. Abandono todos os outros e fico com ele. Está escolhido. Por hoje, esse será o livro que me ajudará a construir o meu modelo de gestão. Eu sei quem sou e até onde posso chegar, de forma alguma isso abala minha imagem e minha capacidade de ser uma mulher de negócios. Mônica Hauck, mulher, mãe e diretora da Solides

Este espaço é para você, nosso leitor. Conte a sua experiência, envie a sua história para: leitoremcena@minasemcena.com.br E não se esqueça: as fotos devem estar em alta resolução.


Pode reParar, Por trás de uma imPressão de qualidade tem a marca Pad. A história de sucesso da PAD começou com a padronização e comercialização de bancas de revista como espaço publicitário. Sempre pioneira, a PAD lançou no Brasil o formato de empenas em edifícios e, mais tarde, o projeto PAD DOOH, um circuito com 10 painéis de LED localizados nas principais avenidas e vias de acesso da capital mineira. Nesses 18 anos, a qualidade da PAD ganhou visibilidade, e hoje o grupo é um dos mais bem sucedidos do Brasil no segmento de mídia exterior e comunicação visual, com mais de 500 engenhos de publicidade em 29 cidades de Minas Gerais e um conjunto completo de soluções para fazer a sua marca crescer e aparecer.

• Mídia exterior: bancas de revista, empenas, outdoor, front-light e painéis de led. • Comunicação visual: impressão digital, impressão com tecnologia UV em materiais flexíveis e rígidos, adesivação de carro e frotas, projetos de comunicação e sinalização de empresas, router fresadora com usinagem 2D e 3D, placas de empresas, fachadas com revestimento em ACM, letra caixa e totens em MDF, acrílico, PVC expandido, vidro e aço inox, confecção de estruturas, instalação de projetos especiais para eventos e decoração de ambientes.

18 anos

11

www.pad.com.br


EM CENA

BH RECEBE

SARAH BRIGHTMAN

Foto divulgação

Estrela internacional traz a BH a turnê mundial “Dreamchaser”

A

cantora lírica inglesa, Sarah Brightman, traz ao Brasil a turnê Dreamchaser, título do seu novo trabalho. Ela se apresenta na capital mineira, no dia 3 de dezembro com um espetáculo capaz de despertar experiências múltiplas por meio de um jogo de luzes e efeitos especiais que remetem à atmosfera espacial, embalados por uma orquestração ímpar. O álbum tem como conceito o universo e sua relação com os seres humanos. Com mais de 30 milhões de álbuns vendidos e reconhecida mundialmente por sua capacidade de inovação, Sarah é considerada uma artista crossover, pois busca novas experimentações na fusão de sonoridades do erudito ao popular. Ela já se apresentou em grandes eventos, como no musical da Broadway O Fantasma da Ópera e em duas cerimônias de abertura dos Jogos Olímpicos. A turnê que se iniciou em junho, na China, percorrerá cinco continentes, totalizando mais de 100 apresentações.

12

SERVIÇO Local: Chevrolet Hall, Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi Data: 03 de dezembro Horário: 21h30 Ingressos: Cadeira premium R$ 600 (inteira) R$300 (meia) Cadeira setor 1 R$500 (inteira) R$250 (meia) Cadeira setor 2 R$400 (inteira) R$200 (meia) Arquibancada R$250 (inteira) R$125 (meia) Informações: (31) 4003-5588


13


ALÉM DAS

MONTANHAS DE MINAS

Por Kátia Portilho

Empresas genuinamente mineiras estão conquistando seu espaço em outros estados do país e do mundo

P

ara garantir o sucesso de uma empresa não existem receitas prontas e nem um manual de orientações, mas é fundamental que o empreendedor tenha um espírito criativo, arrojado, além da ambição de conquistar novos mercados.

Várias empresas mineiras têm identificado potencial de negócios em outros mercados e vêm conquistando reconhecimento nos territórios nacionais e internacionais, se projetando além das montanhas de Minas. Conheça algumas empresas, nascidas em Minas Gerais, que têm investido em outros mercados e apostado na ampliação da sua área de atuação para outros estados do Brasil e até mesmo do mundo. 14

Foto Divulgação

NEGÓCIOS


Reconhecida internacionalmente, a tradicional indústria de alimentos congelados e líder de mercado na comercialização de pães de queijo no Brasil, a Forno de Minas, também representa com maestria o seleto grupo de empresas mineiras bem sucedidas. Fundada em 1990, a Forno de Minas nasceu do sucesso da receita caseira de pão de queijo da Dona Dalva e hoje já pode ser provada em diversos países do mundo. Só neste ano, cerca de 110 mil caixas de pão de queijo mineiro devem chegar aos mercados dos Estados Unidos, Canadá, Portugal, Inglaterra, Chile, Uruguai e aos Emirados Árabes, com a estimativa de chegar em 2016 exportando 25% de sua produção. “Fechamos importantes parcerias com a Inglaterra e com o Chile e estamos em fase final de negociação para envio do primeiro

contêiner para os Emirados Árabes. Até o final deste ano, nosso objetivo é conquistar os mercados da Holanda, Suíça, Escandinávia, França, Angola e Colômbia”, explica o diretor de Marketing e Desenvolvimento de Negócios, Ricardo Machado (foto ao lado). Acreditando na boa perspectiva de globalização do pão de queijo, a Forno de Minas reestruturou recentemente sua área de exportação de forma a viabilizar os vários projetos que está conduzindo simultaneamente. “Acreditamos que o pão de queijo tem tudo para ser um produto global, por isso estamos trabalhando para levar a iguaria mineira para os quatro cantos do mundo”, destaca o diretor. Solução para crescer

Com o objetivo de oferecer soluções tecnológicas aos seus clientes, a Zethos

atua há 10 anos no setor de tecnologia brasileiro e também é uma das empresas mineiras que têm vislumbrado novos espaços para o seu segmento. A companhia, que conquistou o título de representante da SAP – líder do mercado mundial de tecnologia e em software de administração de negócios –, cresceu em média 40% nos últimos cinco anos e espera alcançar receitas de mais de 20 milhões até 2016. Focada na proposta de acompanhar o crescimento promissor do mercado de tecnologia da informação (TI) – que segundo expectativa da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (Abradisti), deve movimentar cerca de 84,6 bilhões no país só neste ano – a Zethos está apostando na expansão para o interior dos estados de Minas Gerais e São Paulo e, ainda, para a região Centro-Oeste do país, nas capitais Goiânia, Cuiabá e Brasília. “Sabemos

Foto Giovani Bessa

Do forno de Minas para o mundo

15 O diretor-presidente da Zethos, Valmir Neves


Foto Divulgação

“A IDEIA É CONTINUAR AMPLIANDO O NEGÓCIO E LEVANDO AS NOSSAS SOLUÇÕES PARA TODO O BRASIL”

16 O diretor-presidente da Conartes, José Francisco

que o desafio é grande e vamos nos esforçar ao máximo. Estamos engajados na formação de parceiros locais que complementem nossas equipes de vendas e operações, aumentando a capilaridade nas regiões. A ideia é continuar ampliando o negócio e levando as nossas soluções para todo o Brasil”, afirma o diretor-presidente da Zethos, Valmir Neves. Expandindo horizontes

Há mais de 33 anos no segmento de empreendimentos residenciais e comerciais de alto luxo, a mineira Conartes Engenharia e Edificações conquistou credibilidade no mercado imobiliário nacional pela qualidade de seus projetos e adoção de constantes inovações no seu processo construtivo. Com o objetivo de expandir seu mercado, a empresa faz seu segundo investimento em São

Paulo, com a expectativa de repetir o sucesso de vendas do primeiro empreendimento realizado na cidade, o Edifício Voir Ibirapuera. O diretor-presidente da Conartes, José Francisco Cançado, encara o lançamento do novo residencial na capital paulista como um grande marco na história da empresa. “Investimos em São Paulo em função de a cidade ser o maior mercado do Brasil. Demos um passo importante para a marca da empresa, que é forte em Minas e vem conquistando espaço também em SP”, ressalta. O empreendimento será no bairro da Aclimação, região nobre da capital, e promete repetir o sucesso do Voir Ibirapuera, que teve 100% de suas unidades vendidas ainda na planta. “A experiência foi extremamente positiva, o que motivou a continuidade de nossos empreendimentos na cidade”, afirma Cançado.


AD

Siga

@

_BH

@

_BH

@

_BH e acompanhe as novidades!

17


ARQUITETURA E DECORAÇÃO

LAR,

DOCE LAR

Por Bruna Cruz Fotos Daniel Mansur

A arquiteta Myrna Porcaro fala do espaço favorito da sua casa e revela os objetos que não podem faltar em uma residência

18


Com a correria do dia a dia, nada melhor do que o conforto e aconchego de estar em casa. Além da sensação de bem-estar e amparo proporcionados pelo lar, a casa também é um reflexo da personalidade de quem vive nela, trazendo para os seus ambientes características próprias do morador. Nesse sentido, o arquiteto tem o papel fundamental de interpretar os desejos do habitante, conseguindo materializar e transmitir as necessidades e anseios para o espaço em questão, sem deixar de lado a qualidade e comodidade. Famosa por projetar coberturas e mansões da alta sociedade na capital mineira, além de projetos conhecidos no Brasil e no exterior, a arquiteta Myrna Porcaro contou um pouco da sua intimidade e revelou qual o “cantinho” que mais gosta em sua casa. “Tenho vários cantos favo-

ritos no meu apartamento. Um deles é o ângulo principal do living. Montei o espaço com sofisticação, mas com conforto e tecnologia para ser um delicioso home theater no dia a dia”, explica.  No ambiente, entre dois grandes sofás completamente diferentes e de design ultra contemporâneo, a arquiteta colocou uma mesa de estilo em madeira e, logo na frente, uma composição de mesas em superposição, uma tendência que Myrna confessa que adora. Embaixo de tudo, um grande tapete em patchwork iraniano feito com tapetes antigos com novo tingimento, uma releitura do clássico sem perder a qualidade milenar. Nos móveis do espaço, é possível observar os traços que caracterizam e marcam os projetos da arquiteta. “Contrastes de materiais e texturas, iluminação dosada e cênica, um

acúmulo ordenado de objetos que amo e fazem parte da minha vida, história e cultura”, ressalta. A laje nervurada do edifício, exposta, atravessada por eletrocalha e ductos artisticamente organizados marcam a estrutura superior do ambiente. “Ao redor, por todos os lados, amplas janelas com uma vista magnífica da cidade, montanhas e horizonte”, conta. A arquiteta usa o belíssimo e sofisticado espaço para receber os amigos, ver filmes e noticiários, ler livros, navegar na internet e admirar a lua. “Ali me sinto confortável, sossegada, protegida, feliz comigo mesma”, destaca. De acordo com Myrna, o fato do seu apartamento estar em um edifício de planta elíptica, torna o projeto de arquitetura de interiores e layouts mais desafiador. “Quando comecei a projetar o interior do apartamento, decidi que o 19


living deveria ser inteligente e acolhedor para funcionar todos os dias e não só quando recebesse visitas”, afirma.

uma estrutura tubular. Não deve ser colocado junto a paredes. Sempre solto para ser observado e assimilado como o design arte que é”, esclarece.

Renove sua decoração!

Utilizando como exemplo objetos que fazem parte do seu charmoso living, Myrna também falou um pouco sobre os artigos de decoração que acredita que não podem faltar em uma casa. Um exemplo é o sofá Flap, da griffe Edra, design de Francesco Binfare. “Acompanhei seu lançamento na feira de Milão, em 2006, e desde o primeiro instante que vi me apaixonei por essa peça. Tem um design revolucionário, encostos e assentos articulados sobre 20

A arquiteta também destaca o colorido tapete patchwork, flores naturais (sempre!) e muranos. “Adoro o efeito dos vidros soprados e trabalhados, de design tradicional ou contemporâneo”, destaca. Além dos objetos, Myrna ressalta que, acima de tudo, procura respeitar a história, cultura e referências dos seus clientes. “Em uma casa não pode faltar principalmente a identidade da família, conceito pessoal, objetos de estimação das pessoas que nela vivem. Energia, alegria, improviso e generosidade”, finaliza.

Myrna Porcaro


A diferença em ter uma marca registrada.

Registrar uma marca, assim como uma patente, é proteger o seu maior patrimônio e também o da sua empresa. É deixar claro que ela pertence a você e garantir sua exclusividade de uso. A WSouza oferece a agilidade e a segurança de quem atua na área da propriedade intelectual e industrial há 22 anos. 31 2552-6955 | www.wsouza.srv.br |

/wsouzapropriedadeintelectual


GESTÃO

PODER

UM TUMOR QUASE MALIGNO

Por Hélio Loredo Ilustração Rodolfo Xavier

C “

omeça devagar. Tomando pouco a pouco o paciente. Os sintomas pioram e começam a se estender. Corrompendo, infectando cada vez mais. Até consumir por completo o portador. O poder é uma doença fatal!” Escutei esta declaração em um comercial de um canal de TV. Imediatamente lembrei-me de um conhecido de outros tempos... Marcelo (vou chamá-lo por este pseudônimo) nasceu em uma cidade próxima a BH. Sem o pai, sua mãe era a única provedora de uma família de cinco filhos. Cedo, ainda uma criança, Marcelo aprendeu a trabalhar, a ser sempre positivo, alegre e humilde. Serviu a muitos, como carregador, jardineiro, entregador e tantas outras oportunidades que teve para sobreviver. Até que um dia a vida lhe fez uma grande desfeita. Marcelo, admirado por aqueles que contratavam seus serviços, recebeu um convite para trabalhar em uma indústria. Começou office boy, aos 17 anos. Dedicado, curioso, determinado e sem nenhuma preguiça, em dois anos era representante comercial e com mais dois anos, era o melhor deles. Mais três anos e era o gerente geral da unidade inteira! Agora ele tem poder e muito dinheiro, um verdadeiro “sucesso”. Sete anos se passaram desde que Marcelo aceitou aquela oportunidade e eu não me lembro exatamente quando a mutação ocorreu. Aquele jovem humilde e de visão positiva,

22

alegre, morreu. Em seu lugar há agora um chefe mau, carrasco dos funcionários, excessivamente exigente, mal humorado e sempre reclamando da performance de seus pares “que nada fazem para melhorar”. Triste, muito triste. Um terreno infértil, incapaz de reconhecer, muito menos desenvolver um talento. Lamento muito por este seu suposto “sucesso”. Infelizmente, em minha carreira como consultor, coach e treinador, muitas vezes tenho visto esta história verídica se repetir em todos os setores da economia: pessoas que têm algum conhecimento técnico, que se destacam por uma boa performance, recebem poder e transformam-se em chefes disfarçados de líderes, lobos em pele de cordeiro. Saber fazer é bom para um líder. Essencial para um líder é saber dar as condições ideais para o melhor aproveitamento de cada potencial de todo liderado. É preciso saber reconhecer talento e desenvolvê-lo, não pela simples cobrança, mas pelo estímulo dos motivos, das razões, do prazer e do talento de cada liderado. Líder não se apropria do poder, nem é por ele apropriado! Líder torna seus liderados empoderados. E estes atributos de um líder também podem ser desenvolvidos e aperfeiçoados. E você, já se vacinou contra o poder?


Leve a vida numa boa.

somusicaboa.com.br Aplicativo Android disponível em

informação, cultura e música boa 24 horas por dia, no rádio, computador ou celular.

23


EDITORIAL DE TURISMO

24


Nem tente resistir ao charme da pequena e aconchegante Tiradentes. Nem tampouco diga que  é mais uma das inúmeras cidades históricas escondidas no mar de montanhas de Minas Gerais. Seria quase um pecado mortal, desses que a gente não tem coragem, sequer, de confessá-lo às paredes. Para dizer a verdade, a sós ou acompanhado, aqui é o lugar ideal para quem não dispensa por nada nesse mundo o pecado da gula. E tantos outros pecadinhos.... e prazeres também! Inspiração e motivos certamente não faltam para quem procura arte, cultura e história.  E, tudo isso sem perder de vista a tradição e a hospitalidade do povo mineiro. Enfim, Tiradentes é destino único e inesquecível. Poesia viva na memória de quem a conhece.

Por Helenna Dias Fotos Daniel Mansur

25


26


27


28


29


30


31


MOSTRE

SUAS GARRAS Por Bruna Cruz Fotos Giovani Bessa

Conheça as últimas tendências e novidades da indústria dos esmaltes e confira algumas dicas para manter as unhas sempre belas e saudáveis

H

oje é quase impossível ver alguma mulher sem nenhuma cor nas unhas. Seja colorido, básico, aromatizado ou com glitter, os esmaltes têm conquistado um número cada vez maior de mulheres das mais variadas idades e estilos. Por essa razão, o mercado dos vidrinhos tem lançado a cada estação inúmeras novidades e tendências que prometem fazer a cabeça e “as mãos” das apaixonadas pelos esmaltes, com cores e texturas que vão das mais discretas às mais chamativas.

32

Foto Banco de imagem

BELEZA


As cores da estação

Com a chegada da Primavera-Verão 2014, os tons vivos e coloridos são a grande aposta para a temporada. As cores fortes e escuras, típicas do inverno, são esquecidas e dão espaço para os nudes, laranjas, verdes, azuis, roxos e os rosas, que vêm com força total! De acordo com a profissional do Salão Clip Imagem, Cléo Rocha, as cores vibrantes estão em alta e atraem olhares para as mãos. “As mulheres devem abusar dos pinks. Outra dica é apostar em tons metalizados, flúor, azul e candy colors (cores pastel, de sorvete e bala). É passar e arrasar!”, afirma. Novidades

Além de cores e texturas diferentes e ousadas, a indústria de esmaltes tem lançado a cada dia novas tecnologias e

modos inovadores de aplicação. “Uma boa dica para quem vai viajar ou não tem muito tempo para ir ao salão é utilizar a Shellac, unha em gel que permanece por até 20 dias. É utilizado um equipamento e aplicação de várias camadas de um esmalte especial. As cores são lindas e o brilho natural é maravilhoso!”, explica Cléo. Segundo a profissional, cores texturizadas, holográficas, neón, com metais de prata, entre outras, também fazem sucesso entre as mulheres modernas e antenadas. Outras novidades chegam às prateleiras com a promessa de agradar aos mais variados estilos. A inovadora coleção de Primavera-Verão da marca norte-americana Nubar traz esmaltes com efeito duochrome, que mudam conforme o reflexo da luz. A linha, com formula 3Free (livre de Formaldeído, Tolueno e Phthalate) é

composta por oito esmaltes: Magic Potion, Sweet Whispers, Pink Flame, Cherry Cordial, Gold Feather, Wildlife, Purple Beach e Indigo Illusion. Unhas bonitas e saudáveis

Manter as unhas sempre saudáveis e bonitas está entre as preocupações e cuidados com a beleza das brasileiras. Por isso, todos os dias surgem uma infinidade de produtos para deixar mãos e unhas cada vez mais bonitas. Com tanta variedade, surgem dúvidas na hora de saber como tratar adequadamente as unhas e conciliar beleza com saúde. Afinal, é errado remover as cutículas? Usar esmalte frequentemente faz mal? Como evitar unhas quebradiças? Acetona ou removedor? Confira as dicas para cuidar das unhas e novidades para mantê-las sempre belas: 33


SERVIÇO SALÃO CLIP IMAGEM Clip Mangabeiras: Av. Bandeirantes, 372 Contato: (31) 3261-0100 Clip Savassi: Rua Lavras, 42 Contato: (31) 3223-6355

Tirar ou não tirar? Eis a questão

Vá de removedor

A cutícula é a proteção das unhas. Ao cortá-la com o alicate, você está tirando uma barreira de proteção para as suas mãos e para o seu organismo. Uma dica é hidratá-la com a cera nutritiva da Granado que pode ser encontrada no site da marca, em farmácias e em lojas especializadas.

A principal diferença entre a acetona e o removedor é que o segundo não deixa as unhas ressecadas. Hoje, é possível encontrar removedores aromatizados hidratam as unhas e as cutículas. Além disso, esses produtos contam com aromas agradáveis que passam longe do cheiro forte da acetona. O removedor aromatizado da Farmax pode ser encontrado em supermercados e farmácias.

A cera nutritiva da Granado hidrata as cutículas e pode ler levada na bolsa

Unhas bonitas por mais tempo

Adeus unhas fracas

A esmaltação permanente revolucionou o mundo das unhas. Trata-se de um tipo de esmalte que se aplica de uma forma rápida e fácil e que consegue a durabilidade de até 21 dias. Os valores estão em torno de R$20,00 a R$50,00 e podem ser encontrados em sites e nos salões de beleza mais requisitados do país.

Suas unhas estão fracas e quebradiças? A última novidade é o fortalecedor em forma de caneta, ideal para ser carregado na bolsa. É absorvido no momento da aplicação e as unhas ficam mais resistentes à quebra e lascas, além de restaurar o crescimento. Os produtos da Dermage podem ser encontrados nas lojas da marca e especializadas.

O vidrinho preto serve para conservar a consistência do gel e as cores podem ser

34

escolhidas por meio da ‘janelinha’ de coração.

Fotos Divulgação

Site: www.clipimagem.com.br


Em um almoço com clientes

ou

em um evento de negócios

B E LO H O R I ZO N T E

Seu sucesso passa por aqui. A s o l u ç ã o p e r f e i t a p a r a f e c h a r ó t i m o s n e g ó c i o s n o m e s m o l u g a r. AV.

R A JA G A B ÁG L I A , 2 67 1 | SÃO B E N TO |

31

3293 8787

35


ESPORTE

ALÉM

DOS LIMITES

Por Luiza Rocha

Os esportes radicais estão em alta mais do que nunca e ganham a cada ano milhares de adeptos em todo o mundo

P

ara quem adora sentir aquele friozinho na barriga e não dispensa momentos repletos de adrenalina, é bom saber que hoje existe uma enorme diversidade de esportes radicais capazes de atender a todos os perfis de atletas. A escolha depende do gosto de cada um e o local onde a prática esportiva é realizada vai de praias a cachoeiras, passa por ruas e estradas e chega a sistemas ecológicos como matas, florestas e montanhas. Confira alguns dos esportes radicais que estão em alta e teste seus limites, aventurando-se por esse universo cheio de energia e emoção!

36 Divulgação / Avis Rara Paraquedismo


Divulgação / Avis Rara Paraquedismo

Mergulho no céu

Já imaginou saltar de um avião e cair pelo ar a quase 200 km/h? O Skydiving pode proporcionar essa sensação única aos seus praticantes. O esporte é uma modalidade do paraquedismo e consiste em saltar de grandes altitudes, caindo na posição de barriga para baixo, atrasando ao máximo a abertura do paraquedas.

Divulgação / Swell Skateboard

Antes de saltar, é importante que o atleta fique atento a uma série de cuidados. Em geral, os skydivers possuem seu próprio equipamento e são os responsáveis por checar e dobrar o paraquedas. O próximo passo é ligar o AAD (Automatic Activation Device, dispositivo de abertura automática), vestir o macacão e colocar o contêiner dos paraquedas (principal e reserva) nas costas. Também é fundamental verificar se todo o equipamento e as correias para ombros e pernas estão fixadas. Após observar esses cuidados, o praticante está pronto para entrar no avião e viver uma experiência inesquecível de “mergulho” no céu. A aeronave sobe até a altitude do salto (acima de 2 mil metros), permitindo ao atleta cerca de 45 segundos de queda livre – período entre a saída do avião e a abertura do paraquedas. Quando a aeronave está devidamente alinhada sobre o local do salto, os paraquedistas pulam e, em função da resistência do ar, podem atingir uma velocidade terminal de 200 km/h, valor que depende de fatores como altura e peso da pessoa. A cerca de 750 metros de altitude, o praticante aciona o piloto, um pequeno paraquedas que abre o equipamento principal. É hora de se alinhar e pousar! Desafio sobre rodas

Para aqueles que sempre sonharam em surfar ou esquiar, mas não moram em uma cidade que tenha mar ou neve, o Mountainboard é o esporte perfeito. A modalidade revolucionária possui influência de vários esportes 37


Divulgação / Swell Skateboard

radicais e mistura as sensações do skate, do surfe e do snowboard, oferecendo ao praticante a versatilidade de explorar diversos tipos de terrenos. O equipamento, composto por uma prancha com eixos de alta resistência, presilhas para encaixar os pés e quatro pneus com câmaras de ar, possibilita que o atleta arrisque uma série de manobras radicais e encare condições adversas em terra, asfalto, areia, grama ou pedra, podendo chegar a uma velocidade de até 70 km/h. O Mountainboard foi a solução encontrada por snowboarders de São Francisco, na Califórnia, que sentiam falta de praticar os esportes de neve durante o verão e, desde a sua criação, em 1993, já acumula mais de um milhão de praticantes em todo o mundo. No final dos anos 90, chegou ao Brasil, que se tornou um dos destinos mais cobiçados devido ao clima e relevo do país. Hoje, o Circuito Brasileiro de Mountainboard é o evento nacional mais 38

expressivo da modalidade, onde os atletas se preparam para quatro tipos de provas: Downhill, Boarder Cross, Slopestyle e Big Air. As duas primeiras são realizadas no mesmo tipo de pista, que costuma ser a descida, em alta velocidade, de um morro ou terreno inclinado de até 300 metros com curvas acentuadas e obstáculos, como corrimões, escadas e paredes. A Slopestyle é uma das manobras que mais se assemelham às praticadas no skate, vencendo aquele que fizer a melhor volta no circuito, superando o máximo de obstáculos. Já o Big Air possibilita diversas manobras aéreas por meio de rampas para impulsionar os atletas. Os praticantes do Mountainboard devem usar equipamentos de segurança específicos, como capacete, cotoveleira, joelheira, luva e protetor vertebral. Aventura na água

O Canionismo é o esporte radical mais indicado para o atleta que tem o objetivo de vivenciar uma grande aventura,

mas não dispensa o contato com a natureza. A modalidade, de origem franco-espanhola, consiste na exploração a pé nas gargantas e cânions nas cabeceiras dos rios, utilizando-se de diversas técnicas: subir, escalar, pular, deslizar, fazer rapel, nadar, entre outras. O caminho é o rio, seguindo sempre o sentido da correnteza, driblando todos os obstáculos, como corredeiras, cânions, cachoeiras, poços e pedras cobertas pela mata. Por ser realizada em um piso muito liso e irregular, a atividade exige habilidade para andar sobre as pedras dos rios e é uma aventura perfeita para aqueles que adoram sentir as emoções à flor da pele. Por ser uma atividade arriscada, o ideal é que seja acompanhada por um guia. O esporte proporciona contato direto com água, árvores e a natureza em geral, por isso é também é aconselhável o uso de roupas resistentes, que retém o calor do corpo e ainda contam com um acolchoamento para amortecer possíveis impactos.


Fotos Divulgação / Ativa Rafting e Aventuras

A origem do Canionismo remete às atividades desenvolvidas por espeleólogos, na França, ainda no século XIX e foi introduzido no Brasil no final da década de 80. O esporte tem ganhado grande importância no país, devido à riqueza dos rios e descoberta de novos locais propícios para a prática da atividade.

SERVIÇO AVIS RARA PARAQUEDISMO TELEFONE: (31) 3288-1980 SITE: WWW.AVISRARABRASIL.COM.BR VALOR: R$500,00 SWELL SKATE CAMP TELEFONE: (51) 9836-1977 E-MAIL: FERNANDO@SWELLSKATE.COM.BR VALOR: R$ 50,00 POR AULA. ATIVA RAFTING E AVENTURAS TELEFONE: (47) 3388-0066 SITE: WWW.ATIVARAFTING.COM.BR VALOR: R$ 80,00

39


Foto Banco de imagem

MOBILIDADE URBANA

CICLOVIAS EM BH

Por José Aparecido Ribeiro

A

s ciclovias seguem causando polêmica e transtornos desnecessários. Já se passaram quatro anos, desde que as primeiras foram implantadas na Savassi. Mas a ideia da BHTrans de tentar mudar a cultura, parece não ter dado certo. As ciclovias continuam vazias e atrapalhando o trânsito da cidade, onde a frota de veículos não para de crescer. Os poucos ciclistas que são vistos pedalando pela cidade, inclusive este humilde cidadão que escreve, o faz aos domingos, quando as ruas estão tranquilas, sem carros, com menor risco de acidente e sem poluição.

Lá, a prática da bicicleta funciona bem nos finais de semana. Sem concorrer com os carros, elas ganham as ruas em faixas demarcadas horizontalmente e com informações de que, no domingo, quem deseja sair de carro precisa ficar atento, pois as vias são preferenciais para as “magrelas”. Os bicicletários funcionam bem e onde é possível praticar o ciclismo durante a semana, as bikes não concorrem com outros meios de transporte. É cada macaco no seu galho em nome da civilidade e do bom-senso.

O problema é que para alguns, o uso da bicicleta deixou de ser uma atividade prazerosa e saudável e passou a ser motivo de autoafirmação. O projeto das ciclovias, que está contido no PLAMOB, prevê 380 km de pistas, mas não avalia se a tentativa de mudar a cultura está sendo aceita pela população. Na prática, a ideia não emplacou. E ao que tudo indica, não vai emplacar por razões diversas: cultura, clima, topografia, poluição, falta de espaço adequado, riscos de acidentes, comodismo e um rosário de causas que faz a maioria da população ser contra elas. Não é só aqui que o modelo falhou. Campinas entendeu o que BH ainda resiste em compreender.

Não há disputa por espaço durante a semana, sobretudo em vias saturadas. Até porque, pedalar no meio da fumaça e do trânsito é prejudicial à saúde. Enquanto os governantes daqui não dão o braço a torcer e os poucos defensores cegos das bicicletas não acordam, em BH motoristas e ciclistas seguem disputando espaço em uma guerra em que todos perdem. Vaidades à parte, são poucos os que arriscam a vida em cima de uma bike no trânsito caótico da Capital. Basta ver que as ciclovias estão na maior parte do tempo às moscas ou servindo aos motociclistas mais abusados, colocando em riscos pedestres inocentes.

40


41


CAPA

ELA É

BÁRBARA!

Por Bruna Cruz

No auge da carreira, Bárbara Paz fala da sua trajetória profissional e da paixão pela dramaturgia

42


Q

uem conhece a história de vida da atriz Bárbara Paz não duvida de que ela nasceu predestinada ao sucesso. Natural da pequena cidade de Campo Bom, no interior do Rio Grande do Sul, a atriz possui uma trajetória digna de roteiro de novela das oito e mesmo com as dificuldades que encontrou ao longo do caminho, nunca desistiu de correr atrás dos seus sonhos. “Sempre tive a certeza de que o palco seria meu companheiro neste espetáculo da vida”, revela. Foi toda essa convicção que moveu a caçula de quatro irmãs a seguir em frente e ir para São Paulo, aos 17 anos de idade, atrás do sonho de ser modelo.

Foto Felipe Hellmeister

Na maior metrópole do Brasil, ela teve a oportunidade de fazer teatro, fotos publicitárias, editoriais de moda, desfiles, participações na TV e testes de novela. Em 2001, foi convidada para participar do primeiro reality show da televisão brasileira e foi a grande vencedora. Era só o começo de uma longa e marcante trajetória de sucesso. Após protagonizar novelas no SBT e dar vida a personagens fortes no cinema e no teatro, a atriz vem se superando a cada dia e atualmente faz parte dos grandes talentos do seleto elenco da Rede Globo. Atualmente no ar em horário nobre, na novela Amor à Vida, Bárbara interpreta a estilista Edith, casada com o vilão Félix, vivido por Mateus Solano. A atriz acredita que apesar do marido de sua personagem ser homossexual, existe um sentimento recíproco na relação. “O casamento não é bem de fachada, pois ela o ama. Mesmo com o passado dela, ela acabou se apaixonando por ele e o perdoou mais de uma vez. Por ele, ela pode fazer tudo, pois a lealdade deles é muito grande. Há muita cumplicidade”, ressalta. Além da polêmica relação do casal, a personagem de Bárbara tem chamado a atenção por possuir um dos guarda-roupas mais modernos da trama, sendo um dos looks mais cobiçados pelas telespectadoras da novela. Na vida real, a atriz revela que também é muito ligada à moda e fica encantada pelos figu-

rinos de sua personagem. “Adoro vestir roupas diferentes, ser várias em muitos estilos. Por isso, me apaixonei pelo papel de Edith”, afirma. Nasce uma estrela

O mundo dos adultos sempre exerceu um grande fascínio sobre Bárbara Paz. Desde pequena, a atriz gostava de inventar figurinos, se maquiar e “fazer seu próprio circo em casa”. Ela teve sua paixão pela dramaturgia aflorada por influência de um pequeno circo que ficou durante três meses na esquina da sua casa, em Campo Bom. “Minhas memórias vêm de uma vontade louca de fugir com o circo. Tudo começou ali. Minha paixão pelo lúdico, pela vontade de inventar novas histórias, criar personagens, me reinventar!”, destaca. A atriz, que perdeu o pai aos 6 anos de idade e a mãe aos 17, teve que amadurecer muito cedo e buscar sozinha o caminho que gostaria de trilhar. Aos nove anos de idade, começou a pintar esculturas de gesso e vender na praça da sua cidade. Também trabalhou em uma fábrica de calçados, loja de rou-

“O TEATRO É A BASE DE TUDO. PRECISO DELE PARA RESPIRAR, CRIAR, APRENDER E ESTUDAR”

43


A realização de um sonho

Em São Paulo, Bárbara trabalhou como modelo, ganhou alguns concursos e foi dirigida por grandes nomes do teatro nacional. Após alguns testes e participações na televisão, foi convidada para integrar o elenco do programa Casa dos Artistas, transmitido pelo SBT, em 2001. Após sair como vencedora, ganhou visibilidade em todo o país e se viu pela primeira vez estampada na capa de jornais e revistas. A partir daí, a atriz conquistou papéis como protagonista na emissora paulista, trabalhou com prestigiados grupos teatrais e recebeu prêmios por sua atuação em diversos curta-metragens. Em 2010, foi contratada pela Rede Globo, ganhando um personagem de grande destaque na novela Viver a Vida, de Manoel Carlos, onde interpretou Renata, que sofria de anorexia alcoólica.

“QUANDO A VIDA ME DESAFIOU, EU DOBREI A APOSTA. CONQUISTEI MUITA COISA. NÃO IMAGINAVA QUE CHEGARIA TÃO LONGE”

44

Foto Ségio Gallo / Editora Globo

pas e agência de publicidade, onde começou a fazer seus primeiros trabalhos como modelo e, logo após a morte de sua mãe, decidiu se mudar para São Paulo, “cidade de grandes realizações, cidade dos sonhos”, como ela mesma descreve.


Foto Felipe Hellmeister

O talento multifacetado de Bárbara se divide em trabalhos no teatro, cinema e televisão, que, segundo ela, são artes que se complementam. “O teatro é a base de tudo. Preciso dele para respirar, criar, aprender e estudar. A TV é o exercício sendo colocado em prática, um aprendizado diário, o estar vivo aqui, agora e inteiro. O cinema é a grande arte, a pintura trabalhada detalhadamente em cada fragmento”, acredita. Dona de um olhar impactante e cheio de personalidade, Bárbara é hoje uma das atrizes mais cotadas para viver personagens fortes e dramáticos. No teatro, ela percorreu todo o país com a peça Hell, um trabalho de alto esforço emocional para a atriz, que interpretou uma garota rica, consumista e usuária de drogas, que se apaixona por Andrea, vivido pelo ator Ricardo Tozzi, também imerso nesse mundo de excessos e vazios. Ela conta que gos-

ta de desafios e admite que tem sim uma força dramática muito forte. “Esse caminho chega mais fácil a mim e não posso negar que adoro a densidade dos personagens, a loucura, o drama, o incerto”, confessa. Mineira de coração

A atriz está em cartaz com a peça “Vênus em Visom”, espetáculo de David Ives, onde ela divide o palco com o ator Pierre Baitelle e é dirigida pelo marido, o cineasta Hector Babenco. A turnê da peça ainda não tem datas definidas, mas se depender de Bárbara com certeza logo passará por Minas Gerais. “Amo Minas! Já fui com vários espetáculos. Adoro essa terra! Terra de artistas, poetas, músicos. Voltarei sempre!”, revela. Casada com Babenco, desde 2010, a atriz tem dividido seu tempo entre o teatro e as gravações da novela, além de

novos trabalhos que estão a caminho, como a direção de documentários, lançamento de livro e projetos no cinema. “Quando não estou trabalhando, gosto de ir ao cinema, ler, viajar e ficar em casa quietinha com meu amado”, conta. Aos 38 anos de idade, a atriz mantém a forma fazendo aulas de ginástica, yoga e spinning. “Adoro me exercitar. Gosto de cuidar de mim!”, destaca. Apesar dos vários “nãos” que recebeu no início da carreira, a atriz conta que nunca se escondeu ou pensou em desistir e hoje se sente orgulhosa de sua trajetória. “Quando a vida me desafiou, eu dobrei a aposta. Conquistei muita coisa. Não imaginava que chegaria tão longe”, afirma. Exemplo de superação na vida pessoal e profissional, Bárbara revela a receita para quem deseja seguir a carreira artística. “Estudar, estudar e estudar. Foco e persistência”, aconselha. 45


EDITORIAL DE MODA

ANOTHER DAY Bordados e transparências sempre são sinônimos de elegância e glamour. Peças combinadas entre si com ousadia criam um visual moderno, com referências clássicas com um toque da versatilidade urbana moderna Fotos: Rafa Borges Styling: Anna Gazzola

46


Casaaco plumas - Cosh Calรงa - APTO 03 Anel - Acervo


Vestido - Cosh Jaqueta couro - Zara


Vestido bordado - Cosh

49


Casaco e calテァa - APTO 03 Camiseta - Thiago Bernardo Colar - Otra cosa mariposa por Manu Romano テ田ulos - Ray Ban

50


Saia - APTO 03 Colar - Otra cosa mariposa por Manu Romano

Fotos: Rafa Borges (Coletivo Nove) Assisinte iluminação Leonardo Luchini (Coletivo Nove) Styling: Anna Gazzola (Coletivo Nove) Beuty: Manu Segal Modelo: Bianca Annoni (Woll Agency) Coordenação geral: Vicente Duarte


CENAS DE MARKETING

CENAS DE MARKETING

Por Cefas Alves Meira

José Luiz da Silva é presidente da Associação Mineira de Propaganda e diretor da agência Populus. Foi professor da Newton Paiva, Estácio de Sá, PUC Minas e Faculdade Metropolitana (BH). Um pouco sobre o pensamento de José Luiz, eleito Publicitário do Ano no prêmio Melhores da Propaganda Mineira, em 2002 e 2004.

O que aflige mais nosso mercado de comunicação?

José Luiz: De alguns anos para cá, perdemos um grupo expressivo de empresas que estavam entre aquelas que mais se utilizavam das ferramentas da comunicação. Grandes clientes da indústria alimentícia, bancos, varejo de linha branca, do setor de super e hipermercados foram incorporados pela onda da globalização. Precisamos lutar urgentemente pelo surgimento de novas marcas no nosso mercado. Como reconquistar grandes anunciantes que foram embora? Como fidelizar os atuais?

Entender porque foram embora. Para fidelizar os atuais é fundamental a ampliação da prestação de serviços. Minas ganhou 3 estatuetas em Cannes nos últimos três anos. Como você analisa essa performance?

Administramos muito bem o tripé talento/tecnologia/ informação, que é a base de uma boa comunicação. O mercado mineiro é muito competente. Muito forte. Muito competitivo.

Divulgação AMP

Academia de Ideias

Depois de ganhar a conta em licitação, a Academia de Ideias, do empresário Alexandre Michalick, está desenvolvendo a implementação do Projeto Circo Sesi em todo o Estado. A empresa atua na pré-produção, coordenação das montagens e relacionamento com empresas públicas, privadas e a própria população da comunidade onde a troupe se apresenta. O Circo Sesi já esteve em Belo Horizonte, Betim, Contagem, Nova Lima, Divinópolis, Ipatinga e Governador Valadares. 52


Ensino

Leva a assinatura da Aliás Comunicação a nova campanha da rede de ensino Coleguium. Os anúncios estão sendo veiculados em painéis digitais (LCD) espalhados pela capital mineira, além de jornais, revistas, bancas de revista, internet, rádio, TV e backbus.  Em Lagoa Santa, foi montado um mega painel de 400 metros na rodovia MG-10 que dá acesso à cidade e ao aeroporto de Confins. Já em Nova Lima, a mídia inclui painel digital, backbus, revista e anúncios impressos.

A Lápis Raro é para mim, sem medo de errar, a melhor agência brasileira em campanhas de motéis. Depois de encantar Minas e todo o país em 2007, com a campanha “Bichos” para os motéis Forest Hills e GreenPark, onde casais de girafas, papagaios e outros animais apareciam nos outdoors “namoricando”, a agência das meninas Carla, Simone e Letícia voltam a arrasar. Sensacional a ação “Fantasias”, com as peças desvendando o subconsciente de cada um de nós – aqueles lugares onde você gostaria de estar namorando, sem lenço e sem documento. Celeiro, ilha deserta, cachoeira e até uma sóbria sala de reuniões foram utilizados nas peças como fantasia “geossexual”.

As peças desenvolvem o conceito “Educação com disciplina. Resultado para toda a vida!”, que representa a filosofia adotada pela escola, que oferece da educação  infantil ao ensino médio e pré-vestibular. RC 40 anos

“Desde que foi criada, em 1973, a RC vem sendo pioneira e é por essa característica que queremos continuar sendo reconhecidos. Fomos a primeira agência de Minas a atender uma conta nacional, a primeira a abrir uma filial fora do estado, a RC Brasília, e a primeira e única a conquistar o Yahoo Big Idea Chair, por exemplo, que premia a melhor ideia do ano no Brasil”. É Álvaro Rezende, fundador e presidente da agência, falando sobre os 40 anos da RC, comemorados neste mês. A RC recebeu homenagem especial da Assembléia Legislativa, no último dia 10 de outubro. 

20 anos da Bordeaux Peugeot

A FALA! foi a agência escolhida pela Bordeaux Peugeot para a criação do selo comemorativo pelo aniversário de 20 anos da concessionária. Pertencente à BVL Automotive, a marca foi a primeira do grupo e a primeira Peugeot de Minas Gerais. A criação da logomarca de 20 anos da Bordeaux foi pensada para transmitir os valores que consagraram a marca. “A tipologia em estilo 3D faz uma alusão à tecnologia Peugeot e a cor, em tons de azul, em harmonia com a logomarca original da concessionária”, explica Thiago Seabra, responsável pelo atendimento na agência. O selo estará estampado em todas as peças publicitárias, além dos veículos comercializados pela concessionária. “Usaremos esse marco de 20 anos de concessionária Peugeot no mercado mineiro como gancho de nossas campanhas até o final do mês”, explica a gerente de Marketing e Qualidade, Érika Munhoz. 53


CORO

Foto Juliana Leão

ESPAÇO CÊNICO

MADRIGALE

Por Gigi Reis

Q

uem ainda não teve o privilégio de se deleitar com a apresentação do Coro Madrigale, não insista nesse pecado. O grupo aborda um repertório sinfônico muito amplo, nos brindando com trabalhos desde a renascença, compositores contemporâneos e brasileiros. O canto erudito, para nós, que transitamos de forma leiga pelo universo da música, pode oferecer a estranheza do desconhecido... Mas, eis aí seu encantamento: ouvir uma apresentação do Madrigale é abraçar esse estranhamento com toda força, calor e emoção que a boa música pode nos oferecer. É tocante, é íntimo, como se estivesse dentro de nós desde sempre e alguém, num passe de mágica, nos enchesse de sonoridade embriagadora e cativante. Arnon Oliveira, maestro do grupo desde sua fundação, além de ser Graduado em Piano e Regência pela UFMG, é Mestre em Musicologia, com ênfase em Música Brasileira, pela UNIRIO. As emocionantes apresentações do grupo desfilam pérolas do repertório erudito e do popular. E, embora a especialidade do Coro Madrigale seja o canto erudito, a delicadeza e criatividade do maestro nos oferecem apresentações

54

ecléticas, concertos tocantes, de encher nossos corações de alegria. O que mais me encanta nesse trabalho sério, que envolve profissionais altamente qualificados, cantores graduados, com formação acadêmica que se distingue pela abnegação e pelo amor a música, é exatamente essa comunhão pela arte, onde a afinação precisa, a harmonia encantadora das vozes nos abraça com a impactante força lúdica da música coral. O Coro Madrigale foi fundado em 1993, a partir da união de cantores dos antigos corais Newton Paiva e Coro da Igreja Menino Jesus. A principal idealizadora do coro foi a musicista Kátia Malloy. Conheça a agenda de apresentações e, como sugestão, fica a dica: Apresentação de Natal na Igreja da Boa Viagem. Momento ímpar para se enveredar pelos caminhos riquíssimos da música inebriante produzida por este talentoso grupo de artistas. Um tesouro das Minas Gerais. O Coro Madrigale tem calendário extenso de apresentações, que podem ser conferidas no blog: ww.blogdomdrigale. blogspot.cm.br.


Ambientes que refletem o seu estilo.

Av. Bandeirantes, 1689, Mangabeiras Belo Horizonte, MG | Tel. (31) 2526-4402 www.dellanno.com.br

55 mangabeiras


A ARTE

DE RESTAURAR

Por Bruna Cruz

A bela e minuciosa técnica de restauração devolve vida e identidade à arquitetura histórica local

A “

arte é o espelho da pátria. O país que não preserva os seus valores culturais jamais verá a imagem de sua própria alma”. A citação do compositor e pianista Chopin, retrata brilhantemente o valor e a importância da arte da restauração para a história e cultura de uma comunidade. A técnica consiste no reparo e recuperação de bens do patrimônio artístico, histórico e cultural de uma cidade, mas visa, sobretudo, preservar a estrutura original do que está sendo restaurado. “Todo ato de recuperação de um patrimônio artístico é sempre bem vindo, porém, devemos tentar criar uma nova mentalidade diante das nossas relíquias. O principal objetivo do restauro é devolver as características de um bem, procurando respeitar ao máximo aquilo que identifica o seu autor e o seu tempo. Devemos restaurar conversando com a obra e ouvindo o que ela lhe pede”, explica o conservador e restaurador Turinã Inácio, filho de um dos principais nomes da história da restauração do país, Jair Afonso Inácio.

56

Fotos Artur Vitor Iannini

ARTE


Tesouro de Minas

Famosa por sua belíssima paisagem, capaz de contar parte da história do país, a cidade mineira de Mariana preserva ainda hoje a arquitetura colonial que enfeita seu cenário histórico desde o século XVIII. Construída em 1770, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário representa a terceira fase do Barroco Mineiro, o Estilo Rococó, e é um dos clássicos exemplares da expressiva arte da cidade. Responsável pelo restauro da Igreja do Rosário, em 1986, Turinã Inácio conta que o processo utilizado na obra foi inovador para a época – só tinha sido aplicado na Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto – , por isso durou três meses. “Hoje esse tempo seria reduzido para praticamente um mês, em função de já termos desenvolvido metodologia para o uso dessa técnica. A novidade, na ocasião, se traduziu pela fixação da camada pictórica com elementos à base de álcool polivinílico, quando anteriormente se faria por meio do processo de fixação à base de gelatina”, destaca. De acordo com Turinã, no processo de restauro, os profissionais encararam cada caso como um novo desafio e se confrontam com todas as dificuldades possíveis. “Devemos identificar, por exemplo, que tipo de pigmento foi utilizado numa obra para, assim, utilizarmos o mesmo ou algum similar durante o trabalho, evitando qualquer tipo de incompatibilidade no processo de recuperação que posteriormente possam danificar ou alterar características da obra”, ressalta. Ele explica que em toda obra de restauro se desenvolve uma técnica específica, o que preserva, assim, a sua peculiaridade. “Tanto para a Igreja do Rosário como para cada obra que executamos são desenvolvidos procedimentos específicos à sua necessidade que fazem dela uma obra única. É assim que podemos definir o que significa a arte do restauro”, completa. 57


Fotos Divulgação / Árvore de Comunicação

“(...) RESTAURAR NÃO É REFAZER E SIM DEIXAR EM BOAS CONDIÇÕES AQUILO QUE FOI FEITO. O TEMPO É IMPLACÁVEL E DEIXA SUAS MARCAS (...)”

58

A premissa básica para o conservador e restaurador é interferir o mínimo possível na obra. O primeiro objetivo deve ser sempre o de conservar e, se houver a necessidade, restaurar. “O conservador restaurador é, acima de tudo, um apaixonado pela história. Restaurar não é refazer e sim deixar em boas condições aquilo que foi feito. O tempo é implacável e deixa suas marcas. Algumas podem ser minimizadas, sem deixar perder as características da obra, mas outras permanecerão para sempre ‘machucadas’, pois eliminar suas ‘feridas’ poderia significar sacrificar a sua originalidade. A principal mudança é quanto ao estado de conservação da peça, pois, a sua essência, a forma como a história a registrou através dos tempos, jamais deverá ser mudada”, finaliza. No coração da capital

Em 1999, um dos mais importantes e tradicionais teatros de Belo Horizonte exibia sua última sessão de cinema. Quase 15 anos se passaram e, depois de ser totalmente restaurado, o Cine Theatro Brasil Vallourec reabriu suas portas, em outubro deste ano, para oferecer acesso à arte e à cultura para a população de Belo Horizonte. Proje-


tado em 1930, pelo arquiteto Alberto Murgel, o Cine Theatro Brasil representa um marco na arquitetura da capital mineira: foi o primeiro prédio da cidade sob a influência do estilo Art-Déco, inspirado na arquitetura francesa, com volumes geométricos bem definidos, pouca ornamentação, vitrais de ferro e vidro martelado e revestimento das fachadas em pó de pedra. Com o passar das décadas, o espaço foi perdendo prestígio e sua infraestrutura ficou prejudicada. O prédio fechou as portas em 1999 e, em 2006, foi adquirido pela Fundação Sidertube, entidade mantida pela Vallourec, para abrigar um centro cultural. De acordo com o arquiteto e co-autor do projeto de restauro do Cine Theatro Brasil, Wanderson Ferreira, o prin-

cipal objetivo da obra foi devolver o prédio para a Praça Sete com a mesma proposta do passado. “O maior desafio foi transformar o local sem distanciá-lo do seu caráter vanguardista, ou seja, um centro totalmente inovador, com tecnologia atual, mas preservando a história da década de 30”, revela.

de tinta. Logo após a remoção destas camadas, com o uso de bisturis e solventes especiais, foi feito o nivelamento da superfície com a posterior reintegração cromática, o que permitiu devolver à cidade o que é considerado o maior acervo em pinturas parietais no estilo Art-Déco do país”, conta.

Segundo Wanderson, uma das grandes surpresas durante o processo de restauro foi a descoberta de pinturas parietais, situadas nas paredes que circundam o grande teatro e nas galerias laterais de entrada. “São aproximadamente 320 metros quadrados de pinturas decorativas no estilo Art-Déco que são atribuídas ao artista italiano Ângelo Biggi e que estavam escondidas debaixo de seis camadas

A reabilitação do espaço - reforma e restauro - foi feita em seis anos e contou com a criação de quatro novos espaços. “Praticamente toda a estrutura original do prédio foi mantida. A novidade é que para todo acréscimo de peso foi construída uma fundação nova e independente. A ideia foi entregar a estrutura arquitetônica original aliando o modelo tradicional da época à modernidade e tecnologia dos dias de hoje”, explica o arquiteto. 59


MARKETING

O

POLVO ESTRATEGISTA

Por Guilherme Guerra

V

ocê sabia que o polvo é um exímio estrategista?

De acordo com Jennifer Hord, em artigo traduzido por HowStuffWorks Brasil, além das habilidades em camuflagem e da capacidade de evitar predadores, o polvo possui um sistema nervoso bem desenvolvido e órgãos sensoriais complexos. Seus olhos, por exemplo, são tão avançados que os fabricantes de câmeras utilizaram os mesmos para melhorar suas lentes. Não é à toa que este animal é excelente na identificação de presas e no alcance do ponto exato para fisgá-las. Para quem não sabe, o cérebro de um polvo é proporcionalmente tão grande quanto os de pássaros e mamíferos. Isso demonstra um alto nível de organização para realizar tarefas. Os tentáculos do polvo são incrivelmente fortes e flexíveis. Sem ossos nem juntas para limitar movimentos, seus membros têm uma grande abrangência de movimento. Além

60

disso, recente pesquisa sugere que esses tentáculos possuem sistema nervoso independente e podem ter vontade própria. Isso revela que o cérebro pode simplesmente delegar ordens, enquanto o membro é responsável por decidir exatamente como executá-las. Um bom número de pessoas no mundo da tecnologia observa atentamente o polvo. Alguns programadores de computador, por exemplo, estão interessados no processamento descentralizado que acontece entre os tentáculos e o cérebro deste animal. O fato de um centro de controle básico não ser necessário para fazer funcionar uma rede complexa poderia levá-los a novos desenvolvimentos na tecnologia. Prezado empresário, que tal se inspirar no polvo, utilizando todos os tentáculos de sua organização para valorizar cada vez mais seus clientes, criar obstáculos para a concorrência, trazer felicidade aos seus colaboradores e resultados efetivos aos demais stakeholders, tudo isto ao mesmo tempo?


Pensamento Inovador Atitude Empreendedora Foto realizada durante o programa de Shanghai Jiao Tong University em outubro de 2011.

Fotografia: Fabio Tadeu do Carmo Aluno do MBA Internacional em Gestão Empreendedora

Denis Teixeira, e-commerce Aluno do MBA Internacional em Marketing do B.I. International

Anderson Penha, Inovação Professor do B.I. International

Daniel Egger, Futurologia Aluno formado no Master em Empreendedorismo e Inovação e professor do B.I. International

O B.I. International é uma escola de educação executiva que propõe um Modelo Único de Educação baseado no desenvolvimento das competências de cada aluno, de maneira a estimular em todos o pensamento inovador, a visão global e a atitude empreendedora. UNIDADES BELO HORIZONTE | BRASÍLIA | SÃO PAULO | RIBEIRÃO PRETO

www.biinternational.com.br - (31) 3517-5400 MBA 2014 – Matrículas abertas Negócios Contábeis | Gestão e Liderança em Saúde | Gestão em Mineração | Gestão de Projetos Inovadores | Vendas e Inovação Gestão de Empresas e Negócios | Recursos Humanos | Trade Marketing | Marketing Digital PARCERIAS INTERNACIONAIS

61


TURISMO

NÃO PASSE 0

ANO NOVO “EM BRANCO”

Por Bruna Cruz Fotos Divulgação

Confira os melhores destinos para quem deseja passar a virada do ano com amigos, família ou namorado

O

Réveillon se aproxima e todo ano o dilema é o mesmo: qual destino escolher? Alguns lugares são mais indicados para quem deseja curtir solteiro ao lado dos amigos, enquanto outros locais possuem uma atmosfera mais romântica para os “pombinhos”, sem se esquecer daqueles que escolhem comemorar ao lado da família. Se você ainda não decidiu onde vai brindar a chegada de 2014, fique de olho nas dicas que a Minas em Cena preparou para que a sua comemoração seja inesquecível!

62


Foto Banco de imagem

Para curtir a dois

A praia particular do resort Ponta dos Ganchos, em Santa Catarina, é o lugar ideal para uma agradável e romântica viagem a dois. Localizado no pequeno município de Governador Celso Ramos, uma pacata vila de pescadores que fica em uma das faixas de areia mais bonitas do Brasil, o hotel é considerado um dos mais exclusivos resorts de praia do mundo. Charmoso e sofisticado, o hotel conta com 25 luxuosos bangalôs privativos com vista para o exuberante mar da Costa da Esmeralda e é perfeito para quem viaja em busca de um refúgio romântico. Sua posição é considerada privilegiada por estar situado a 40 km de Florianópolis, e, ao mesmo tempo, afastado o suficiente da civilização para garantir o clima de privacidade dos hóspedes. Mas engana-se quem pensa que não há nada para se fazer no paradisíaco e aconchegante Ponta dos Ganchos. Quem se hospeda no resort tem à sua disposição sala de ginástica, cinema, business center, restaurante, bar, lounge, sala de jogos, quadra de tênis, piscina térmica, tendas para massagem, SPA e trilhas ecológicas. Fora do hotel, os turistas podem aproveitar a praia deserta e encontrar o melhor lugar para mergulho do sul do Brasil, a ilha do Arvoredo, assim como belíssimos lugares para passeios de barco, como a ilha de Anhatomirim e a Baía dos Golfinhos. Ano novo, vida radical

Para quem deseja fugir do tradicional e passar a virada do ano vivendo uma aventura de tirar o fôlego, uma excelente escolha é reunir a família ou os amigos e esquiar em Aspen, no Colorado. Conhecida 63


mundialmente por suas montanhas e clima propício para a prática da atividade, a pequena cidade, de pouco mais de seis mil habitantes, é o maior centro de esportes de inverno dos Estados Unidos e chama a atenção pela organização e infraestrutura impecáveis, além da extraordinária beleza da região. A mistura de requinte com uma natureza exótica faz da charmosa Aspen uma região diferente da maioria dos resorts de esqui e é um dos destinos mais procurados pelas celebridades americanas. A cidade oferece grande variedade de acomodações e os preços variam de acordo com o luxo do lugar e a proximidade das montanhas. A dica é se hospedar no famoso The Little Nell, um hotel cinco estrelas localizado próximo a Aspen Mountain. Os equipamentos esportivos estão disponíveis para aluguel em todas as montanhas e a temporada de esqui começa no final de novembro e termina em abril. Diversão em família

Viajar é sempre um momento divertido para toda a família. Melhor ainda quando é possível encontrar, em um só lugar, opções de entretenimento para os adultos, crianças, adolescentes e pessoas da terceira idade. O Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá é um dos mais importantes hotéis de lazer do Brasil e é conhecido nacionalmente por suas famosas águas termais. 64


Junior Suite, do El Hotel Pacha

Localizado na cidade de Araxá, no triângulo mineiro, a aproximadamente 370 km de Belo Horizonte, o hotel possui 283 apartamentos e oferece uma infraestrutura completa de serviços e atividades de lazer, como piscinas, charrete, caiaque, bicicletas, arco e flecha, arvorismo, pedalinhos, passeios a cavalo, caminhadas, lago e pescaria, quadra poliesportiva, playground, tirolesa, trilhas ecológicas, além do Kids Club, com uma equipe de monitores responsáveis pela diversão das crianças. Interligada ao Tauá Grande Hotel de Araxá por uma galeria suspensa, decorada com afrescos de paisagens e de pontos turísticos do estado, as Termas são uma atração à parte e se destacam pela grandiosidade e sofisticação de sua arquitetura. A beleza e estilo do local fazem com que ele ofereça aos hóspedes muito mais do que relaxamento, mas uma imersão em cultura, história e conhecimento.

Caia na balada!

Para fechar o ano com chave de ouro, nada melhor do que programar uma viagem entre amigos. Se você procura por lugares badalados e cheios de animação, então não perca mais tempo e vá para Ibiza. A ilha, que faz parte do arquipélago de Baleares, a 179 km do litoral da Espanha, atrai turistas do mundo inteiro em busca de diversão nas famosas festas e boates que embalam a agitada vida noturna da cidade. Pacha, Space, Privilege, Amnesia, El Divino e Café Del Mar são apenas algumas das majestosas baladas de Ibiza, onde os maiores DJs do planeta se reúnem. Durante o dia, a diversão também não para e vai dos clubes para as belas praias da região. Para quem não deseja perder nem um minuto de badalação, a dica é se hospedar no El Hotel Pacha.

Além de estar localizado no coração de Ibiza, todos os hóspedes têm direito à entrada livre para o Pacha Ibiza Club, maior nightclub do mundo.

SERVIÇO Ponta dos Ganchos Resort Telefone: (48) 3953-7000 Site: www.pontadosganchos.com.br E-mail: reservas@pontadosganchos.com.br The Little Nell Site: www.thelitlenell.com Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá Telefone: (34) 3669 -7000 Site: www.tauaresorts.com.br E-mail: reservas@taua.com.br El Hotel Pacha Site: www.elhotelpacha.com

65


JURÍDICO

TEORIA DA PERDA DA CHANCE

Por Guilherme Cobra

A

Teoria da Perda da Chance cuida de nova vertente na responsabilidade civil, a possibilidade de reparação pela perda de uma chance.

A teoria da perda da chance (perte d´une chance) surgiu na França na década de 60 do século passado e foi bastante difundida na Itália. No Brasil, a adoção da responsabilidade civil baseada na perda de uma chance é absolutamente nova. Seu estudo e aplicação ficam a cargo da doutrina e da jurisprudência, uma vez que o Código Civil de 2002 não fez menção a ela. Existe, ainda, ausência de critérios argumentativos que tragam uniformidade aos casos. Esta teoria prega a indenização em favor daquele que perde a viabilidade de uma futura vantagem, daquele que tem frustrada uma futura oportunidade, daquele que tem apagada uma esperança. Temos um caso bastante conhecido, em que uma pessoa teve frustrada a chance de ganhar o prêmio máximo de R$ 1 milhão no programa “Show do Milhão”, em virtude da formulação de uma pergunta imprecisa. No presente caso, a participante do programa chegou a pergunta do milhão, no entanto, achou por bem não respondê-la, por entender que não existia resposta correta. Perguntava-se qual percentual do território brasi-

66

leiro a Constituição Federal reconhece aos índios, dando-se como possíveis respostas 22%, 2%, 4% ou 10%. Considerando que nenhuma dessas respostas encontrava guarida no artigo 231 da Constituição Federal, a candidata ajuizou ação pleiteando exatamente o valor de R$ 500.000,00 que, segundo ela, deixara de ganhar em razão da questão erroneamente formulada. A sentença de primeira instância acolheu a teoria da responsabilidade civil pela perda da chance e concedeu o pedido de R$ 500.000,00, porém, o STJ, que apreciou o Recurso Especial interposto pela parte vencida, entendeu que as chances matemáticas que a autora da ação tinha de acertar a resposta da pergunta do milhão, se formulada corretamente, eram de 25%, reduzindo a condenação para R$ 125.000,00. Assim, mesmo timidamente, sem dar uniformidade aos casos, os Tribunais vem reconhecendo a aplicação da teoria da perda de uma chance, pois no estágio de evolução que se encontra o direito brasileiro não é possível que deixe sem proteção a vítima de danos que deverão ser ressarcidos. O tema é novo e merece reflexões para se evitar desvirtuamentos, enquadramentos errôneos e até mesmo corrida desenfreada e irresponsável na busca de indenizações para qualquer situação.


O Instituto Mário Penna, instituição dedicada ao estudo, à prevenção, ao tratamento e à cura do câncer, realiza anualmente mais de 1.300.000 procedimentos oncológicos. Atende 70% dos casos de câncer da Região Metropolitana de Belo Horizonte e mais de 20% dos casos de câncer do Estado, destes 70% do SUS. Atualmente, conta com três unidades hospitalares, totalizando 389 leitos nos Hospitais Mário Penna e Luxemburgo e na Casa de Apoio Beatriz Ferraz. Esta última acolhe pacientes oncológicos carentes do interior do Estado. Um dos pilares da instituição é o reconhecimento da sociedade por meio de doações.

Seja um doador. ajude-noS a Salvar vidaS.

inStituto mário Penna. deSde 1971, na luta contra o câncer.

67


EDITORIAL DE DECORAÇÃO

Projeto assinado pelos arquitetos Andrea Macruz e Eduardo Altino em parceria com a Lichia Lighting (Rafaela Romitelli) - O conceito deste projeto são linhas de iluminação que delineiam os espaços não pertencentes às áreas de trabalho como a recepção, biblioteca, circulações, banheiros, halls e refeitório. Estas linhas de iluminação têm desenho interno assimétrico, que proporciona o efeito “wallwasher”, já que orienta o fluxo luminoso em uma só direção. Para as áreas de trabalho adotou-se distribuição uniforme de luminosidade e luminárias aletadas que possuem rigoroso controle de ofuscamento para excelente conforto de trabalho

Fotos Gustavo Xavier 68


69


70


Projeto assinado pela arquiteta Fernanda Curi - Ambientes

clean e funcionais sugeriram a utilização de tons de cinza, azul, branco e madeira, conferindo modernidade e conforto ao ambiente. Foi utilizada iluminação da Everlight prevendo baixo consumo de energia. A iluminação em fitas de LED azul destacam os mobiliários dando ênfase ao conceito utilizado.

71


Assinado pela arquiteta Ângela Roldão - Emblemático cinema da cidade, o Cine Palladium foi desativado e comprado, anos depois, pelo SESC para se transformar no 2º maior teatro da cidade. As cabeças esculpidas por Ronaldo Mafra representam as sete artes: música, dança, pintura, escultura, teatro, literatura e cinema. O vidro azul (executado pelos arquitetos Fabiano Faria e Luana Maciel), por sua vez, remete ao antigo néon. A iluminação executada pela Iluminar, mais dramática, destaca ainda mais as esculturas e contribui para a atmosfera teatral.

72


73


Foto Giovanni Bessa

GASTRONOMIA

CEIAS AO

Peito de peru bolinha laqueado ao molho de frutas vermelhas

REDOR DO MUNDO

Por David Oliveira

É possível fugir da tradicional ceia de fim de ano e surpreender os convidados com receitas típicas de outros países

A

s celebrações que marcam o fim do ano possuem suas peculiaridades e seus encantos. Cada país possui a sua forma de comemorar a data, alguns com danças e orações outros com enfeites de Natal e troca de presentes. Em meio a essa diversidade de costumes, eis que surge a grande estrela da comemoração, a tradicional ceia. Seja alemã, francesa, grega ou brasileira, ela dá mais sabor as festividades mundo afora!

74


Foto Divulgação

Confit de Pato e risoto de cogumelos frescos com redução de açaí

À brasileira

O Brasil, país muito conhecido por sua diversidade cultural, integra em suas festividades elementos de várias partes do mundo. As receitas ganham um toque especial nas mesas dos brasileiros quando feitas com frutas secas, nozes e castanhas, principalmente na farofa, que também está sempre presente nas ceias. Das carnes encontram destaque o lombo, o pernil suíno, o chester e o peru. Segundo o chef do restaurante Quinto do Ouro, Hélio Santos, os brasileiros gostam sempre de inovar, incrementando nos pratos regionais toques internacionais. “O peru é um prato tradicional, mas nada impede que ele ganhe uma pitada de inovação quando feito com ingredientes diferentes e tropicais. O molho feito com frutas frescas é uma ótima pedida”, salienta. (receita completa na página 76) Delícias francesas

A França é uma das maiores referências mundiais quando o assunto é alta gastronomia. Na hora de preparar a ceia não é diferente, os pratos mesclam sofisticação e tradição. Compõem a mesa carnes recheadas e aves, sempre acompanhadas de um bom vinho. Uma carne que ganha destaque no

festim francês é o faisão ou o pato, elemento sempre presente nas mesas. O chef Robson Viana, do restaurante Ephigênia Bistrô, ressalta que as pessoas buscam, cada vez mais, inovar na hora do preparo da ceia. “O pato é o mais consumido nas ceias francesas e para deixá-lo ainda mais atraente os chefs buscam sempre acrescentar novos ingredientes para tornar o que é habitual à mesa uma novidade,” explica Viana. Temperos do mediterrâneo

Na Grécia, ao celebrarem as festas de final de ano, as crianças costumam ir de casa em casa, ofertando doces, frutos secos e prendas, acreditando levar positividade e sorte a quem as recebe. Na culinária encontramos simplicidade aliada ao requinte. Os ingredientes frescos, com misturas de especiarias, ervas e azeites, acompanham o cordeiro, peixes, lulas, frutas e o christopsomo, um pão típico da região. De acordo com o Chef do restaurante Acrópoles, Mario de Carvalho, um dos mais tradicionais restaurantes gregos em São Paulo, um prato muito comum nas ceias é a lula recheada, cozida ao vinho tinto e acompanhada de batatas ou risoto de frutos do mar. “A receita fica perfeita para ser servida na ocasião”, ressalta Carvalho. 75


Foto Bruno Senra

Joelho de Porco acompahado de chucrute e repolho roxo

Sabores da tradição

Na Alemanha, as festividades começam logo no início de dezembro. No país, as ceias possuem como característica principal a fartura e os diferentes tipos de carnes que variam entre ganso, veado, salsichas e o javali, constituindo um verdadeiro banquete. Vale lembrar que, para acompanhamento, a cerveja é a mais consumida, sobretudo por esse ser considerado o país que produz as melhores marcas. Uma carne que não pode faltar no menu é o Porco. Para Paula Cardoso, Chef do tradicional restaurante alemão Haus München, a carne suína é a mais aclamada. “O cardápio do Haus é baseado na carne de porco, o que dialoga com a culinária mineira, porque o brasileiro também está habituado a comer a carne.” No restaurante o joelho de porco ganha um sabor diferenciado ao ser assado no vapor combinado, pois nesse processo de cocção o joelho mantém suas características, ficando suculento por dentro e dourado por fora. 76

PEITO DE PERU BOLINHA LAQUEADO AO MOLHO DE FRUTAS VERMELHAS Ingredientes • 2k de peito de peru bolinha • 1 galho de alecrim • 1 galho de tomilho • 2 cebolas • 3 batatas em rodelas para forrar • a assadeira • 100 g de manteiga • Sal • Pimenta-do-reino • 5 l de água • 500 g de sal • 200 ml de molho para laquear Molho para laquear • 100 g de cebola finamente picada

forno, descolar a pele do peito do peru, com as mãos. Retirar o peru, secar com papel toalha e marinar com alecrim, tomilho, cebola, sal e pimenta do reino por 24 horas. Forrar uma assadeira com as batatas em rodelas. Colocar o peru sobre elas e cobri-lo com papel alumínio. Espalhar a manteiga entre a carne e a pele. Levar ao forno médio (160º C) por aproximadamente 4 horas – ou até que o pino que indica que a ave ficou pronta levante. Retirar o papel-alumínio, aquecer o forno a 220º C e dourar o peru por 15 minutos. Retirar do forno, pincelar o peru com o molho laqueado. Voltar ao forno por 2 minutos. Repetir mais três vezes o procedimento até que o molho fique brilhante sobre ele. Decore com grãos de café previamente moídos.

• 10 g de semente de coentro • 20 g de mel • 100 ml de aceto balsâmico • Azeite quanto baste Modo de preparo Esfriar a solução e deixar o peru imerso nela por 1 hora. Esquentar a água, acrescentar o sal e mexer até que fique totalmente diluído. Antes de ir para o

Modo de preparo Fazer um mix de frutas vermelhas (morango, amora e framboesa). Cozinhar em fogo baixo até as frutas desmancharem. Finalizar com manteiga e aceto balsâmico, sal e pimenta a gosto.


Banco de Imagens

CRÔNICA

A DOR E A

DELÍCIA DE ENVELHECER

Por Roberto Dias Perecini

P

assamos a vida inteira ouvindo sobre o quão triste e angustiante é a chegada da velhice. Mas será mesmo? Hoje sei que os idosos são representados por mais de quinze milhões de brasileiros! Sim, isso mesmo, quinze milhões! Além disso, até 2060 eles serão quase cinquenta e quatro milhões no país. Espantados? Com estas previsões, estar próximo ou não dos 65 anos de idade se tornou motivo para refletir sobre tudo aquilo que estamos passando e poderemos vir a passar na terceira idade. Esse fenômeno da longevidade tem levado muita gente a repensar sobre seus planos e projetos de vida, visando um futuro que a cada dia está mais próximo e incerto. Quem não almeja uma aposentadoria de qualidade, com opções de lazer, entretenimento e um sistema de saúde satisfatório? Existem muitos aliados que devem ser planejados desde agora como, por exemplo, a prática constante de exercícios físicos, planos de saúde e uma previdência privada que vai garantir rentabilidade e segurança no futuro. Afinal, todos nós merecemos envelhecer com bem-estar e tranquilidade. Acredito que as transformações serão significativas e as políticas públicas precisam se mobilizar em prol desta realidade. Como não pensar sobre as adequações que o governo e, claro, a sociedade precisam implementar para dialogar com os velhinhos nesse novo cenário? Como empresas podem se preparar melhor para oferecer serviços de entretenimento e educação para os idosos cheios de energia que vivem cada vez mais? Num futuro próximo a nova “setentinha” será a antiga “quarentinha”. Sem deixar de lado todas estas reflexões econômicas e sociais, envelhecer também tem suas maravilhas. Ahhh... as memórias! As lembranças dos prazeres e amarguras já vividos... Ao contrário do que muitos pensam, acredito que as rugas e solidão são meros coadjuvantes nessa fase da vida. As linhas de expressão me emocionam e representam uma das mais belas e genuínas formas de vitalidade e experiência adquiridas por um ser humano ao longo de sua trajetória. Afinal, como já dizia Simone de Beauvoir, “a velhice é a paródia da vida”. E você, está preparado para envelhecer?


MODA

A SUBVERSÃO DO GLAMOUR

Por Mari Michalik

A

temporada internacional de inverno 2014 foi  rock’n’roll e pelo visto o punk ainda renderá boas coleções e temporadas. O espírito transgressor tomou um banho de glamour e voltou em versão sofisticada; foi o que demonstrou nas passarelas Saint Lauren, Givenchy, Versace, Prada, Gucci e Chanel em seus fashions shows no início do ano. Cada um a seu modo, mas de forma unânime, incorporaram o espírito punk em suas coleções. Mas aí me perguntam: é punk ou grunge essa onda fashion do rock transgressor? O espírito revolucionário do punk se baseia na completa subversão dos costumes. Originário lá na segunda metade da década de 1970, ele teve sua primeira manifestação com a banda Ramones. Ah! Lembrou da febre das camisetas de banda e das tantas camisetas dos Ramones circulando pelas ruas, não mais exclusivas dos mais cults e dos amantes do rock, mas hoje de tantas fashionistas?   Pois é, o punk foi caracterizado por um revolucionismo da cultura rock n’roll. Trazendo a cultura do rock para perto dos ouvintes, com uma música simples e, instigando nos jovens o poder de qualquer um poder ter e formar uma banda. Já o grunge, que é um subgênero rebelde  da família do punk - no sentido literal grunge significa sujo - surgiu no final dos anos 80 e início dos anos 90 e trouxe da sua profunda essência o desejo pela liberdade. Enquanto os punks eram bem darks, mas num estilo uniformizado, veio o grunge e acabou de bagunçar tudo. O hit era a blusa podrinha, a camisa xadrez, mantendo sempre os indispensáveis companheiros de ambos, o coturno, a calça rasgada e, é claro, as correntes. Todo analogismo para dizer que assim como o rock, o punk rompeu com o distanciamento das antigas estrelas do rock. As maisons trouxeram coleções que ditam referências, mas não impõem estilos ou padrões. É a tendência de estilos sofisticados com elementos simples. Uma moda que cansou do pa-

78


Fotos www.ysl.com

dronizado, certinho e lançou a autonomia de se criar um estilo rebelde, cada uma pela sua própria razão. Quem quiser se inspirar num look mais grunge com elementos contraditórios, mas pra lá de sensuais, vá nas diretrizes de Saint Lauren com vestidos estilo camisolinha, usados sob blazers boyfriend ou sob polêmicos, mas lindos, casacões de pele. Camisas xadrez, símbolo máximo do grunge, acompanhadas de muito couro, meias arrastão e coturno. Já quem deseja uma inspiração numa pegada punk menos chocante, mas muito glamourosa, siga os lampejos de Gucci num look mais femme fatale com saias de couro acinturadas, saltos e botas altíssimas acompanhadas por transparências que insinuam, mas não mostram, além de muitas penas e plumas. Não importa a escolha do estilo, o que importa é o conforto e a autenticidade em se arriscar num espírito transgressor com um caos contrastante, mas ao mesmo tempo belo e harmônico. Afinal não era mesmo isso que o eterno grunge Kurt Coiban queria nos dizer quando cantava “come as you are, as you trend, as friend, as an old memory”.... 79


INTELIGÊNCIA DIGITAL

SEGURANÇA

NAS PÁGINAS DA INTERNET

Por Leonardo Bortoletto

T

ecnologia, compras online, inovação, redes sociais, segurança. A lista de palavras relacionadas à Internet é grande, porém, as cinco citadas se complementam positivamente. A tecnologia aliada à segurança permite que empresas inovem em seus produtos e serviços e proporcionem estabilidade aos internautas no acesso a sites de compras, a redes sociais e a páginas de busca. Segundo pesquisa da Cisco, estes sites possuem maior concentração de ameaças na rede e a probabilidade do internauta receber conteúdo malicioso em sites de softwares pirata, por exemplo, é 21 vezes menor do que em páginas de e-commerce e 27 vezes menor do que em sites de busca. Os dados refletem na atitude dos internautas brasileiros. De acordo com estudo da consultoria F-Secure, 84% dos internautas brasileiros têm medo de fazer compras online. A pesquisa foi realizada em 14 países e o Brasil teve o maior índice entre os mercados analisados.

80


Depois do país, a Índia teve porcentagem de 77%; seguida dos Estados Unidos, 63%; Canadá, 62%; Japão, 58%; e Europa, 48%, fazendo uma média entre Alemanha, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Holanda, Itália e Suécia. Nota-se que o receio de comprar pela web vai de um canto a outro no mundo. A nomenclatura país ‘em desenvolvimento’ ou ‘desenvolvido’ não indica, necessariamente, os avanços tecnológicos de cada lugar. Podemos considerar que a tecnologia está bem avançada no Brasil, mas ainda faltam ajustes relacionados, principalmente, à segurança das páginas. O comércio eletrônico deve ter atenção especial em suas plataformas. Não adianta empresas venderem seus produtos com uma ferramenta sem

flexibilidade e barata. Com baixo investimento, as vendas podem não ser tão satisfatórias quanto o esperado. Trocar a plataforma é uma boa opção, no entanto, exige planejamento adequado. O cuidado deve ser redobrado com a mudança de tecnologia, no endereço dos produtos, nas formas de pagamento e na visualização. No mês de migração é comum que o site perca posições nas páginas de busca. Entretanto, com a adesão de uma plataforma mais segura, mais usuários terão confiança para acessar e finalizar a compra pela Internet. Outra prova de que inovação, tecnologia e segurança se completam. Em contrapartida, os consumidores também devem atentar em qual página

estão entrando e comprando. O internauta precisa entender as políticas de segurança da loja virtual antes de finalizar a compra, assim como verificar se na página tem contato de telefone e email válidos. Em recente levantamento da consultoria Grant Thornton UK, o Brasil é considerado o sétimo país mais atrativo para investimentos em tecnologia. Fatores relacionados a estabilidade econômica, a base de investidores locais e a classe C ascendente são atrativos para os investimentos na área. A avaliação é de que o nosso país tem pleno potencial de reduzir as estatísticas de ameaças virtuais e receio do comércio eletrônico. Basta procurar meios para manter a página segura, com todos os certificados e selos digitais. O sucesso da loja virtual depende de inovação, planejamento e, claro, segurança.

Viajar por aqui é viver a história, os sabores, as pessoas e os lugares. Minas não cabe em definições e, por isso, quem a conhece não esquece, jamais. Nossos principais serviços: • Atendimento corporativo • Receptivo e logística para eventos em Minas Gerais • Viagens nacionais e internacionais

/libertasreceptivo • (31) 2516-0333 libertasviagens.com.br contato@libertasviagens.com.br81


OPINIÃO

TÉDIO,

VÍCIO E NECESSIDADE

Por Leo Soltz Ilustração Rodolfo Xavier

E

m uma das minhas andanças recentes pelas ruas de BH, diga-se de passagem, insuportáveis pelo caótico transito que estamos enfrentando, me deparei com uma “perola” da comunicação. Atrás de um ônibus, por longo período, pude observar uma campanha de órgão público institucional com dizeres contra o trabalho dos engraxates juvenis, menores de idade. Denuncie – Não compre. Eram as palavras de ordem juntamente com uma imagem de um garoto engraxando um sapato. Há muito venho percebendo que nossos valores estão na contramão do que se entendia como ético, correto, adequado, possível. Estamos criando leis e regras que vem modificando amplamente nossa sociedade. Leis estas pouco discutidas e dialogadas com a sociedade ou impostas por pessoas que não representam efetivamente o sentimento e o desejo do cidadão. Estamos nos movendo ou sendo movidos por impulsos. Venho aqui nesta coluna ao longo do último ano pontuando estes dissabores e antagonismos que nos afligem, nos afetam, em inúmeras áreas. Nem sempre palavras podem mudam o posicionamento das pessoas, mas precisamos reagir a uma maré que, ao invés de desaguar em um mar de oportunidades, transborda, nos afunda.

82

Precisamos pensar como indivíduos e não apenas sermos levados por “bandeiras”. Esta campanha muito me assusta por generalizar o assunto e pelo fato de criar uma falsa impressão de que o trabalho juvenil deve ser coibido. E separo aqui desta reflexão qualquer tipo de oficio de periculosidade imposto e principalmente, o trabalho escravo. A esse e a quem os comanda, cadeia. Ocorre que não podemos colocar tudo em uma mesma lacuna e tentar coibir ou penalizar uma prática daqueles que querem ou mesmo precisam do trabalho para sustentar suas famílias ou a si próprios. O trabalho dignifica, enobrece. Dá princípios e nos leva a um entendimento do que é a vida e das estradas que precisaremos trilhar rumo à nossa evolução. Para os puristas de plantão: trabalho pode ser conjugado com estudo, com lazer. Muitos de nós temos exemplos em casa de pessoas que hoje, reconhecidas pela sociedade, tiveram em sua bagagem a experiência antes da maioridade. Um engraxate de ontem pode ser um empresário de amanha. Preconceito é tentar transparecer o contrário. Como bem disse Voltaire, o trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade. É o que penso e desejo aos que, como eu, começaram cedo na estrada da vida.


21 ANOS de SuOR

pelO Seu bem-eStAR

A maior rede de academias de minas Gerais. altaenergia.com.br Fernanda Peixoto Aluna da unidade Buritis

buRitiS . CidAde NOvA . FlOReStA . CRuzeiRO . mANGAbeiRAS . pAmpulhA - CAStelO 83 SãO beNtO . SAvASSi . SeRRA . vilA dA SeRRA . SANtA lúCiA . Sete lAGOAS


SOLIDARIEDADE

APRENDER A CAMINHAR

Por Camila França Fotos Banco de Imagens

Programa ATIVA Brasil realiza projetos em todo o país visando o desenvolvimento de entidades do terceiro setor

84


O “

importante não é dar o peixe, mas ensinar a pescar”. Inspirado nesse provérbio chinês que o Instituto ATIVA Brasil desenvolveu mais um projeto de sucesso e de alcance nacional: o programa Ativa Brasil. Com a proposta de fortalecer e garantir autonomia para as entidades do terceiro setor, as ações do programa visam mostrar para essas organizações que é possível caminhar sozinhas. Além de oferecer suporte financeiro para as entidades do terceiro setor, o programa Ativa Brasil realiza a capacitação de profissionais e a divulgação dos projetos das ONGs. Ao todo, são 28 organizações no país que recebem o apoio do programa, que proporciona amparo e inserção social a milhares de pessoas carentes. O programa ATIVA Brasil nasceu da necessidade de apoio e da insuficiência de ações sociais no Brasil. “Verificamos a necessidade de valorizar a cidadania nos municípios brasileiros resgatando trabalhos já realizados pelas entidades do terceiro setor, que, muitas vezes, têm pouca visibilidade e passam por dificuldades para realizar as suas atividades”, destaca o presidente do Instituto ATIVA Brasil, Christiano Rocco.

“O PROGRAMA ATIVA BRASIL ORGANIZA PESSOAS E INSTITUIÇÕES, DE FORMA IGUALITÁRIA E DEMOCRÁTICA, EM TORNO DE UM OBJETIVO COMUM: O DE TRANSFORMAR VIDAS”

85


As entidades que recebem o auxílio do programa são escolhidas por meio de uma seleção rigorosa da Rede Educare, instituição parceira do ATIVA Brasil. Durante um ano, o programa realiza diversas ações nas entidades com a finalidade de ajudá-las a seguir adiante com novos projetos. Após esse período, a organização já está pronta para “pescar” e, assim, garantir a continuidade de iniciativas inovadoras que contribuem para ajudar a quem precisa e a construir um país mais igualitário.  Redes solidárias

Apoiar entidades e suas práticas foi o primeiro passo do programa ATIVA Brasil para estimular e promover o desenvolvimento social. Entre seus trabalhos mais relevantes estão os programas sociais desenvolvidos nos estados do Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maceió, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. O programa beneficia hoje cerca de 12.000 usuários diretos e possui convênios para repasse de recursos financeiros com 28 organizações não governamentais em todo o país.  Segundo a educadora da Rede Educare, Kátia Rocha, o objetivo é construir um trabalho em rede. “O programa ATIVA Brasil organiza pessoas e instituições, de forma igualitária e democrática, em torno de um objetivo comum: o de transformar vidas”, ressalta. Nesse sentido, o trabalho em rede realizado pelo programa ATIVA Brasil favorece não apenas o desenvolvimento das instituições, mas também o da comunidade. A atuação do programa permite que as informações e soluções de problemas possam ser compartilhadas por todos, favorecendo a formação de uma cultura de participação, de cooperação e de responsabilidade. Pontapé inicial

No Piauí encontra-se a prova de como uma boa ideia pode ser o ponto de partida de um projeto transformador. 86

Na comunidade de Usina Santana, onde a entidade atua, a transformação começou por uma escolinha de futebol idealizada por um morador. Com a chegada do programa ATIVA Brasil, a escolinha ganhou o papel de retirar as crianças das ruas e incentivar o gosto pelo esporte e, principalmente, pelos estudos. Com a atuação do programa ATIVA Brasil, as aulas de futebol ganharam o nome de “Bom de Bola e Legal na Escola”, e o projeto passou a atrair crianças e adolescentes de toda a região que passaram a ter um acompanhamento na frequência e boas notas obtidas nas escolas locais. O resultado foram alunos mais interessados e uma comunidade mais integrada.


Situada na zona rural, a Fundação enfrentava dificuldades para mudar a realidade dos moradores. “Com a parceria, a fundação conseguiu construir a sua primeira sede, onde atualmente realiza diversas atividades sociais como cursos, oficinas, palestras e outros projetos destinados a crianças, jovens e

adultos da comunidade de Usina Santana”, explica o presidente da entidade, Marlon Araujo. Para o pedagogo e supervisor dos projetos do Instituto ATIVA Brasil, Fernando Bandeira, o programa mudou o histórico de vulnerabilidade com o qual a comunidade convivia. “As crianças agora possuem uma expectativa com relação ao futuro. Aspectos como criminalidade, drogas e violência diminuíram consideravelmente na comunidade, que está cada vez participativa e interessada nos projetos”, destaca. Hoje, a Fundação Ivan de Assunção Santiago já tem estrutura para dar seus próprios passos. A sua atuação junto à comunidade se tornou em exemplo de como é possível contribuir para um Brasil melhor.

Imagem Divulgação

Com o sucesso do projeto “Bom de Bola e Legal na Escola”, outras ações começaram a ser desenvolvidas para atender toda a comunidade e em consequência disso foi criada a Fundação Ivan de Assunção Santiago, que através da parceria com o ATIVA Brasil passou a oferecer atividades voltadas para crianças, jovens, adultos e idosos. Com a ampliação, foi identificada uma mudança em toda região da Usina Santana.

87


Foto Vinícius Silva / Portre Imagens

COMPORTAMENTO

NOS

BASTIDORES DO SUCESSO

Conheça as histórias de mulheres que são peças fundamentais na carreira vitoriosa de seus maridos

P

or trás de todo grande homem existe uma grande mulher”. O famoso ditado faz todo o sentido para alguns casais e se aplica perfeitamente às histórias que você está prestes a ler. Enquanto alguns casais mal podem imaginar trabalhar juntos ou estarem à frente do mesmo negócio, outros conseguem estender a parceria que têm na vida para o trabalho, descobrindo um equilíbrio perfeito no amor e também nos negócios. Ela é craque

Karin Lopes é parceira do marido Nilton dentro e fora de campo. Juntos desde 2008, a mulher do volante do Cruzeiro Esporte Clube está por trás da carreira de sucesso do jogador, acompanhando todos os jogos e fazendo análises sobre a atuação do atleta em campo. Formada em Educação Física e Fisioterapia, Karin 88


Foto Pedro Vilela

largou tudo para se dedicar exclusivamente à carreira do marido. “Estou por trás de tudo o que se refere ao trabalho do Nilton. Por ser uma carreira curta, cuido da sua alimentação e observo seus horários de descanso. Fora de campo, também procuro fazer tudo o que a equipe do clube faria. Se ele se machuca, seguimos os tratamentos à risca para que ele se mantenha no eixo certo”, explica. No momento mais difícil da carreira de Nilton, Karin também estava presente. Em 2010, o jogador foi dispensado do Corinthians e foi jogar no Vasco, onde sofreu duas lesões e ficou um ano parado. “Nesta época, ele ainda estava crescendo na carreira e chegou a pensar em desistir, mas o apoiei e mostrei a ele todo o seu potencial. Tive que ser praticamente uma psicóloga”, conta Karin. A esposa de Nilton acredita que para fazer a relação dar certo, a mulher deve saber ceder, ser amiga, companheira e realmente abraçar o casamento por inteiro. “A mulher tem que querer alavancar a carreira do marido e que ele esteja sempre em alta. Acredito que se o atleta não tiver uma esposa que ofereça uma boa estrutura, tudo fica mais difícil. É um mal necessário (risos)!”, afirma. Construindo juntos

Referência no setor da construção civil de Minas Gerais, a EPO Engenharia também conta com a administração de um casal que divide a parceria na vida e no trabalho. Juntos desde 1986, o diretor-presidente da construtora, Gilmar Dias, e a diretora de Comunicação e Marketing da empresa, Eliana Pimentel, estão à frente da EPO. “Quando nos casamos, eu trabalhava em uma construtora e, em poucos meses, nos tornamos sócios da empresa, onde ficamos por 5 anos. Saímos de lá e já faz 22 anos que realizamos o sonho de ter nosso próprio negócio, a EPO Engenharia, hoje uma empresa de grande reconhecimento no mercado mineiro de alto padrão”, destaca Eliana. 89


Foto Giovanni Bessa

Ela conta que o início foi difícil. Vários conflitos, dúvida e insegurança surgiram, mas só serviram para dar mais força para o casal seguir em frente. “Dificuldades sempre vão fazer parte da rotina de uma empresa. Temos que procurar enxergar o lado positivo e estar preparados para conviver com essas situações. Sou administradora mas aprendi a gostar de obra. Me realizo nas minhas reformas em casa e palpitando nos projetos. Faço questão de apreciar todos e acredito que esse apego me estimulou a apoiar meu marido na sua escolha. Temos o mesmo gosto pelas coisas e isso facilita”, ressalta. Eliana destaca ainda que uma mulher forte e persistente faz toda a diferença na vida de um homem. “Eu cresci ouvindo que por trás de um grande homem sempre existe uma grande mulher. Para mim, grandes mulheres são as seguras, 90

que prezam pelo valor de uma coisa chamada cumplicidade. Também destaco o companheirismo, respeito, diálogo e admiração”, enumera. Parceria sem fronteiras

A mineira Cristiane Diniz e o australiano John Bel também formam o autêntico casal “juntos no amor e nos negócios”. Namorados há quase dois anos, eles estão no comando do Bar do John, localizado no bairro Sion, região centro-sul de Belo Horizonte. Cristiane conta que, quando se conheceram, John já tinha o bar, mas que apesar de já ser um sucesso na capital, sua área administrativa era falha. “O espaço sempre foi muito bom e ficava lotado, mas não dava lucro. Pecava quando a questão era organização, controle de funcionários e negócios em geral”, afirma.

Analista de Sistemas por formação, Cristiane abriu mão de seu trabalho e decidiu ajudar o namorado à frente da administração do bar. “Por ter outra cultura, John não impunha certas regras e os funcionários tinham horários muito flexíveis. Além dos lucros terem aumentado, todo o funcionamento da casa melhorou muito”, revela. Hoje é Cristiane quem está à frente de todas as negociações com fornecedores, do marketing do bar, entre outras tarefas. Segundo John, o trabalho que ela desenvolve é de extrema importância já que quando o empresário chegou a Minas não conhecia muito o mercado. “Sem a ajuda dela, o bar não seria o sucesso que é até hoje”, destaca.


ANÁLISE

SUA QUESTÃO EM CENA

Por Simone Demolinari

Iniciei uma relação amorosa onde entrei totalmente bem intencionada, mas aos poucos fui percebendo que ele não era o que aparentava ser. Tive uma decepção enorme, saí da relação deprimida, mas o que mais me doeu foi a reação da minha família, que ao invés de me apoiar disseram que fui eu quem permitiu que isso ocorresse?

E

xiste um ditado popular, segundo qual “ninguém faz com o outro o que ele não permite”. Considerando essa frase correta, as equações sempre se resumirão em apenas um culpado: o que permitiu. É preciso muito cuidado com essa afirmativa, pois corre-se o risco de condenar a vitima e inocentar o algoz. É preciso avaliar com profundidade cada situação e “dar a Cesar o que é de Cesar”. Quando se inicia uma relação amorosa é esperado que ambos estejam em harmonia. Infelizmente, nem sempre é assim. Mas como saber se não vivenciar? Para que a sintonia de um casal funcione é preciso que haja absoluta transparência das intenções, isso permite ao outro a opção de seguir em frente ou não. O contrario disso é mentir ou omitir, o que dá no mesmo, ausência de clareza.

Já as pessoas egoístas, tendem a ser mais maliciosas e trazem consigo uma boa dose de desconfiança. Este receio lhes assegura uma reserva emocional e por isso tem menos decepções. No caso aqui apresentado, é possível que ambos tenham suas parcelas de responsabilidades, não é justo que apenas um a carregue. Certa vez ouvi a seguinte narrativa: “Apesar de o meu marido ter me batido, me traído e abandonado os filhos, eu sei que eu permiti e que no fundo ele tem um coração de ouro”. Confesso que passei alguns dias tentando entender a lógica daquela fala. Refleti sobre o ouro, um metal frio e duro, assim concluí que há possibilidades do coração daquele senhor ser realmente de ouro. Sorte e paz. Te espero na próxima edição.

Relação amorosa onde não reina a sinceridade, certamente reinará a dor, nesse caso os generosos sofrem mais. Há exceções, mas a maioria das pessoas “do bem” tende a ser menos desconfiadas, mais sonhadoras, crédulas na confiança e na boa intenção alheia, por isso acabam sendo objeto de abuso e exploração dos mais espertos.

Simone Demolinari Envie suas questões para redacao@minasemcena.com.br


BH EM CENA

JUSSARA NAVES

Foto Divulgação

Colaboração Marcelo Moreira

A arquiteta e proprietária da loja virtual “Era uma Casa”, Michele Luz, comemora sucesso do quarto do bebê da Casa Cor 2013 e o crescimento da loja virtual www.eraumacasa. com.br. A propósito, o comércio eletrônico deve fechar com um faturamento de R$ 28 bilhões, que representa um crescimento de 25% em relação a 2012.

Foto Cadú Brandão

INOVAÇÃO NO MERCADO DE VINHOS

O diretor do Krug Bier, Herwig Gangl

92

O restaurante O Conde acaba de implantar um novo sistema de serviço de vinhos: os modulares ByTheGlass. O equipamento possibilita o comércio e o consumo de vinhos finos por taça. Além disso, o sistema ByTheGlass climatiza a bebida na temperatura ideal para consumo (6C° a 20C°). Também é possível controlar as doses, que são programadas no próprio equipamento, proporcionando um atendimento de altíssima qualidade e excelência, combinando conservação, temperatura e dosagem.

MERCADO CERVEJEIRO A Kaiser, quinta maior marca da Heineken no mundo, foi mais uma vez a escolhida para trazer inovação aos consumidores brasileiros e lançar uma nova categoria dentro do mercado cervejeiro. Após lançar o barril de 4 litros, a marca traz ao Brasil a receita Radler, que combina cerveja com suco natural de limão. Já o Krug Bier lançou recentemente a cerveja Áustria Imperium - Imperial IPA, a primeira de uma série de cervejas extraordinárias da linha Áustria Imperium. De acordo com Herwig Gangl, diretor do Krug Bier, a nova bebida é produzida com os mais selecionados maltes e lúpulos e alcança um teor alcoólico de 9,5% vol.


Foto JDrika Vianna

ALTO VERÃO

Foto Divulgação

As irmãs Célia Bicalho e Izabela Bicalho; ao centro Leleti Mares Guia

A UH Premium (antiga Última Hora), tradicional grife mineira liderada pelas irmãs Célia e Izabela Bicalho, foi um dos destaques da última edição do Minas Trend Preview e acaba de lançar a coleção Alto Verão. O coquetel de lançamento reuniu blogueiras e imprensa especializada durante prestigiado evento no restaurante O Conde. Entre os diferenciais da marca está o mix de estampas e texturas e a aplicação de rendas. Em BH, é possível encontrar as peças da UH Premium em conceituadas lojas como Mares, Espaço Deluxe e Iris Clemência.

PINCEL DE OURO Com talento reconhecido, Rosângela Rocha, proprietária do salão Maison Rocha, acaba de receber mais um prêmio significativo para sua carreira. O Pincel de Ouro, promovido por EP Produções & Scarpa Produções, tem como principal objetivo reconhecer o trabalho de profissionais que se destacam no ramo da maquiagem. Rosângela está entre o seleto grupo de profissionais brasileiros que podem ostentar este importante troféu.

93


EVENTOS

Cristina Morethson, Valéria Leão, Erica Rolim, Iara Santos, Janaína Veiga, Ana Andreia, Ana Paula e Laura Santos

COQUETEL

Maria Cristina Salles, Erica Rolim e Sauma Freitas

DE LUXO

Fotos Giovanni Bessa

P

ara celebrar mais um ótimo ano, a loja Dell Anno Mangabeiras promoveu, no dia 24 de outubro, um requintado coquetel, reunindo importantes decoradores do cenário de BH. A anfitriã Erica Rolim recepcionou seus convidados com saboroso buffet e deliciosos drinks. Além da confraternização, os profissionais puderam conferir os luxuosos móveis da marca.

94 Iara Santos, Débora Magalhães e Laura Santos

Erica Rolim e Fatima da Matta


Valéria Alves, Iara Santos, Luciana Catão, Kelly Amaral, Janaína Veiga, Erica Rolim e Sandra Mota

Erica Rolim, Ana Andreia e Ana Paula

Erica Rolim e Luciana Catão

Valéria Alves, Angelo Coelho, Erica Rolim, Cristina Morethson, Janaína Veiga, Iara Santos e Sandra Mota

Ana Andreia, Rodrigo, Erica Rolim, Vinícius Raphael e Laura Santos

Erica Rolim e Vinícius Raphael

95 Débora Magalhães, Cassio Diniz, Iara Santos, Erica Rolim, Ana Andreia, Laura Santos e Flaviane Pereira

Angelo Coelho, Erica Rolim e Cristina Morethson


EVENTOS

FERNANDA MELLO LANÇA LIVRO INFANTIL

Fotos Alessandra Duarte

A

escritora e publicitária Fernanda Mello lançou, em Belo Horizonte, o livro “O menino que queria abraçar o mundo”. Querida pelo público jovem adulto, com textos diretos e sensíveis, que abordam assuntos comuns a esse universo, Fernanda agora se arrisca a conquistar o delicado mundo das crianças. Com ilustrações de Bruno Nunes, o livro usa a linguagem infantil para falar da busca pelos sonhos, mostrando, de forma simples e inteligente, um mundo normal onde coisas fantásticas acontecem. Fé em si mesmo, realização, alegria e gratidão são valores presentes nesta nova empreitada.

Barral Lima e Fernanda Mello

96 Marcelo Wanderley e Fernanda Mello

Guilhermina, Fernanda e Márcio Mello


Rodrigo Brasil, Flávia Van Der Maas, Pedro Brasil (a criança) e Fernanda Mello

FLAVIA AZEVEDO e MÁRCIA LOPES

Camilla Lopes e Fernanda Mello

Ludmila Carvalho, sua filha Nina, Fernanda Mello e Rogério Flausino

97 Fernanda Mello, Marco Túlio, Lara Angela e Filhos

Fernanda Mello e Eduardo Fonseca


EVENTOS

Erika Brum e Igor Trindade

Nando Júnior com a dupla sertaneja Vitor e Guilherme

GRUPO MEET

LANÇA NOVAS EMPRESAS

Fotos Giovanni Bessa

F

estas, casamentos, eventos corporativos e muito mais. A Meet Produtora e o Na Mata Drinks chegaram com tudo! Empreendimentos do Grupo Meet, as empresas foram apresentadas ao público em um coquetel requintado e cheio de atrações, que aconteceu no Na Mata Café. Com a presença de, aproximadamente, 300 convidados, os sócios Fernando Júnior e Felipe Santiago comemoraram os novos negócios, que prometem conquistar o mercado. Com um casting de artistas

de segmentos variados – DJ’s, instrumentistas, bandas, duplas -, a Meet Produtora trará, além de qualidade musical, uma equipe treinada para oferecer aos clientes soluções e pacotes personalizados. Já o Na Mata Drinks levará para eventos externos, a diferenciada e completa carta de bebidas do Na Mata Café. Além dos mais de 20 drinks, o projeto também oferece uma equipe bem treinada, que conta com o premiado bartender Felipe Costan, eleito como o melhor de Belo Horizonte.

98 Nando Júnior, Rafaela Nejm, Annie e fernando Viana

Daniel Gramigna e Amanda Velloso


Giselle Baião e Luciana Fonseca

Pedro Salles e Letícia Brion

Ana Paula Aguiar, Kleber Kalvan, Myriam Letícia e Isabela Antunes

Camilla Bastos

99 Patricia Silveira, Júnior Costa e Monica Penna

Ana Luiza Medina e Nicole Gonçalves


EVENTOS

José Aparecido Ribeiro e Alex Veiga

Francisco Garcia

Bernardo Farkasvolgyi

Lucas Couto, Alex Veiga e Fernando Campos

HOLIDAY IN CHEGA A BH

Fotos Vitor Maciel

A

InterContinental Hotels Group (IHG), uma das maiores e mais inovadoras redes hoteleiras do mundo anunciou, no final de outubro, a inauguração para março de 2014 do primeiro hotel com bandeira HOLIDAY INN, na capital mineira. Com um projeto arquitetônico moderno que equilibra eficiência, conforto e bem-estar, o novo empreendimento possui um complexo de 216 apartamentos de 27 m2, distribuídos em 12 andares. Um restaurante com 90 lugares que servirá, sempre, do café da manhã ao jantar, um cardápio diferenciado para atender ao público que aprecia a boa gastronomia. E ainda, um Centro de Convenções com quatro salas que comportam até 200 pessoas com diversas possibilidades de formatação; business center; internet gratuita de alta velocidade; piscina; sauna, fitness center e estacionamento para 84 vagas com manobristas.

Alex Veiga, Heloísa Veiga, Renata Veiga e Lucas Couto

Francisco Garcia e Alex Veiga

100 José Aparecido Ribeiro, Jacqueline Salles e Maarten Van Sluys

Alex Veiga, Bernardo Farkasvolgyi e Mauro Werkema


Rafael Niquini, Guilherme Dicosi, Isabela Grecco, Marco Almeida e Alexandra Freitas

Regina Salomão e André

Chiara Besenzoni

Zeca Perdigão com Cristina e Regina Salomão

LANÇAMENTO LINHA PREMIUM

Fotos Francisco Drumond

A

empresária Regina Salomão recebeu em sua loja, no charmoso bairro de Lourdes, clientes e formadores de opinião para o lançamento da linha Premium da sua marca. A trilha sonora e o desfile foram assinados pelo multimídia Leandro Rallo, que animou a festa e garantiu a diversão dos convidados até altas horas.

Carla Machado e Lindsey Passos

101 Alexia Carvalho

Leandro Rallo e modelos

Nolli Mehighi


DIVERSÃO E NEGÓCIOS

MENU

DEGUSTAÇÃO Fotos Flávio Borges

Por Fernando Júnior

Entrada

Festas, casamentos, eventos corporativos e muito mais. A Meet Produtora chega ao mercado com artistas diferenciados e propostas de trabalho que vão conquistar o público. Com sucesso absoluto em todos os seus negócios, entre eles Espaço Meet, Meet Bar, Meet Buffet e Na Mata Café BH, o Grupo Meet acrescentou mais uma opção de serviços aos seus clientes. Com um casting de artistas de segmentos variados – DJ’s, instrumentistas, bandas, duplas -, a Meet Produtora terá, além de qualidade musical, uma equipe treinada para oferecer aos clientes soluções e pacotes personalizados de acordo com cada evento.

Zezé di Camargo em apresentação no Na Mata Café BH Prato Principal

Felipe Santiago e Fernanda Valle

O sucesso de uma festa exige produção bem cuidada. Mas não adianta ser criterioso se o trabalho não começa com boas energias, entusiasmo, solidariedade e boa vontade. Essa combinação deu o tom na 9ª edição do evento organizado pela coluna Hit para a Jornada Solidária do Jornal Estado de Minas, que reuniu 300 pessoas de várias gerações no Na Mata Café BH. Os convidados vibraram com a performance de Zezé di Camargo, convidado especial da dupla Alan e Alex. Sobremesa

Num restaurante de estrada, um cliente reclama: – Garçom, este filé de peixe está com gosto de inseticida. E o garçom: – Cliente nunca está satisfeito. Quando tem barata, reclama. Quando a gente toma providência, também... Ahhh... Leonardo Starling e Fabiana Arabe Apoio técnico:

102


Viaje no tempo. a música te leVa para os anos 80, 90. os drinks, para sexta-feira.

CAPA 3

Um dos programas de maior audiência da rádio 102,9 FM virou uma superfesta. toda terça-feira, os maiores hits de todos os tempos mixados e remixados em versões exclusivas pelo dj julio Guedes, do programa top flash.

Com uma terça dessas, até a segunda vai ficar mais simpática.

realização

Leve a vida numa boa.

apoio Rua Marília de Dirceu, 56, Lourdes. 103 31 3654-1733


SE A VIDA É FEITA DE MOMENTOS, SÃO NOS PEQUENOS DETALHES QUE A FELICIDADE ACONTECE.

CAPA 4 PEQUENOS LUXOS, DOCES PRAZERES, LEMBRANÇAS INESQUECÍVEIS. Na Pequena Tiradentes você encontra a combinação perfeita de requinte e aconchego, serviços e atendimento personalizado, em uma estrutura completa de lazer e de descanso. Tudo para você respirar a história, a arte, a cultura e o bem viver de Tiradentes em cada mínimo detalhe. E querer voltar sempre.

www.pequenatiradentes.com.br 104

/Pousada Pequena Tiradentes


2p 078 13 minas em cena no 23 virtual