Page 1

3 Capítulo

ANEXOS Este terceiro capítulo do livro do Projeto Eco-Escolas, constará do material de apoio mais relevante, às diferentes atividades. Tivemos a colaboração da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, da GNR e Centro de Saúde, que elaboraram material pedagógico para as atividades em que participaram.


Observações:

No nosso

A copa desta árvore pode chegar aos 10 metros de altura. É muito ampla e densa, e tem os ramos caídos.

recreio:

O tronco da alfarrobeira é um tronco curto e irregular, com uma casca acinzentada.

2

As folhas da alfarrobeira são perenes (ou seja, mantêm-se na árvore todo o ano), compostas, parapinuladas, de cor verde mais ou menos intensa. As flores são muito pequenas e surgem reunidas em cachos. A cor das flores das alfarrobeiras é verde-arroxeada. O fruto da alfarrobeira é a alfarroba, que tem entre 10 a 30 centímetros de comprimento e 1,5 a 3 centímetros de largura. Inicialmente as alfarrobas são verdes, mas quando atingem a maturidade tornam-se castanho-escuras. Os frutos só aparecem nas alfarrobeiras fêmeas a partir dos 15 anos.

IDENTIFICAÇÂO: Espécie (nome da árvore): Alfarrobeira Nome Científico: Ceratonia siliqua

Curiosidades:

Família: Leguminosae Altura: 10 m
 Diâmetro: 6 m

A alfarrobeira é uma árvore muito cultivada por causa do seu fruto. Os frutos são utilizados como alimento (a sua vagem origina uma farinha utilizada como sucedâneo do cacau para fabrico de chocolate), nas rações de animais, fabrico de aguardente, xaropes e produtos farmacêuticos (laxativos no estado verde e antidiarreicos no estado maduro), ornamental (jardinagem).

Origem: Mediterrânea Propagação: Semente Persistência das folhas: Persistente

Pensa-se que as suas sementes foram usadas, no antigo Egipto, para a preparação de múmias.

Época de Floração:Agosto – Novembro Frutos: Alfarroba 31


Observações:

No nosso

A copa da casuarina é alta e bastante irregular.

recreio:

O tronco tem a casca cinzenta nos ramos novos e castanho-escuros nos velhos.

6

As folhas são perenes (mantêm-se na árvore todo o ano), escamiformes (fazem lembrar escamas) e pequenas. À primeira vista são parecidas com as folhas dos pinheiros. As flores das casuarinas são unissexuais (só têm um sexo). As masculinas estão dispostas em cachos terminais e as femininas em cachos laterais. Os frutos desta árvore são em formato de globo (ou globosos). Têm até 2,4 centímetros de diâmetro e parecem-se com uma pinha.

IDENTIFICAÇÃO: Curiosidades: Espécie (nome da árvore): Casuarina A casuarina é uma árvore bem adaptada ao clima seco e ao ar salgado. Esta árvore é plantada como cortina quebra-ventos, para melhorar as condições do solo, como ornamental, para conservação de solo e fixador de dunas. É tolerante aos solos calcários e/ou ligeiramente salinos; não cresce bem em solos pesados como argila.

Nome Científico: Casuarina equisetifolia L Família: Casuarinaceae Altura: 30 m.
 Diâmetro: 6 m.

A madeira tem um peso específico de 0.8-1.2, é moderadamente durável, razoável para preservar, difícil de trabalhar, serrar e secar; é muito dura. A madeira serrada é usada para construções em geral e para construção de barcos.

Origem: Australia
 Propagação: 
 Persistência das folhas: Persistente

As cinzas da sua madeira são usadas para fabrico de sabão e o material que se retira da casca (chamado extractivo) pode ser utilizado para tingimento

Época de Floração:

A casuarina adapta-se a vários ambientes e é usada como decoração e principalmente como cortina quebra-ventos.

Frutos: semelhante a uma pequena pinha 32


Observações:

No nosso

O Cipreste é uma árvore de copa piramidal a colunar muito utilizado nas zonas urbanas.

recreio:

As suas folhas são em escamas, ovaladas, acuminadas, aromáticas, perenes e de cor verde-acinzentada. 
 Por se tratar de uma espécie monóica, apresenta flores masculinas e femininas na mesma planta. As inflorescências femininas são cones globosos e axilares, enquanto que as masculinas são cones cilíndricos e terminais.

1

Os frutos apresentam 6 a 8 escamas apiculadas e têm cor cinzaesverdeada quando imaturos, sendo que à medida que amadurecem tornam-se castanhos. As sementes são castanhas, pequenas e aladas.

IDENTIFICAÇÃO:

Curiosidades:

Espécie (nome da árvore): Cipreste português Nome Científico: Cupressus lusitanica

O Cipreste Portugues é uma bela árvore para praças e parques, onde a forma natural da sua copa pode se desenvolver plenamente e ser apreciada.

Família: Cupressaceae Altura: 20 m
 Diâmetro: 5 m

O Cipreste produz madeira clara, leve e de baixa densidade, porém de textura fina e alta estabilidade dimensional (não encolhe, empena ou racha), o que justifica o seu uso na indústria naval e marcenaria.

Origem: América Central e México
 Propagação: 
 Persistência das folhas: Persistente.

Esta árvore não se adequa às regiões litorais ou a altitude menor que os 600 metros. É tolerante à poluição, a ventos e a períodos curtos de estiagem. Não resiste ao frio intenso.

Época de Floração:
 Frutos: Pequenas gálbulas

O Cipreste Português multiplica-se por semente.

33


Observações:

No nosso

A copa é larga e arredondada.

recreio:

O tronco da Oliveira é curto, irregular e grosso. A casca é cinzenta e ganha cavidades com a idade. Isto é, tende a retorcer-se à medida que envelhece.

9

A Oliveira é uma árvore de folhas persistentes (ou perenes, ou seja, mantêm-se todo o ano), de cor verde-acinzentada e escura. São brilhantes na página superior e cinzentas esbranquiçadas, na página inferior. As flores da Oliveira são muito pequenas, de cor branca e em cachos. Os frutos da Oliveira são as azeitonas, inicialmente têm cor verde e depois passa à cor negra, e ao amadurecer ganham um formato oval e o corpo torna-se carnudo.

IDENTIFICAÇÃO: Espécie (nome da árvore): Oliveira

Curiosidades:

Nome Científico: Olea europaea Os frutos só podem ser consumidos depois de processados, na forma de conserva ou de azeite.

Família: Oleaceae Altura: 5 m.
 Diâmetro: 5 m.

A lenha desta árvore é um óptimo combustível e produz um excelente carvão. O azeite que se produz a partir dos seus pequenos frutos é uma preciosidade e pode ser utilizado para fins culinários e medicinais.

Origem: Mediterrâneo.
 Propagação: Estaca.
 Persistência das folhas: Persistente.

Planta cultivada para produção de azeitonas, usadas para extrair o azeite. 
 Em média, uma oliveira pode render 20 Kg de azeitonas e, para se ter uma ideia, são necessários cerca de 5 a 6 Kg para produzir 1 litro de azeite.

Época de Floração: Abril - Junho Frutos: Azeitona 34


Observações:

No nosso

O Sobreiro tem uma copa larga e arredondada, de formato irregular.

recreio:

O tronco do sobreiro é grosso e largo. A sua casca é castanha, flexível e muito resistente ao fogo.

1

As folhas do sobreiro são pequenas e simples, de cor verde-escuro na página superior e acinzentada na página inferior. As folhas têm entre 2,5 a 10 centímetros de comprimento e as suas margens são serradas. As flores masculinas surgem dispostas em cachos de 5 a 6 centímetros. As femininas aparecem isoladas ou em pequenos grupos. Os frutos do sobreiro são bolotas secas e cilíndricas, que têm entre 2 a 4,5 centímetros de comprimento e cor castanho-amarelado. Estas bolotas são revestidas por uma cúpula que parece um carapuço. O período de frutificação (produção de frutos) é no Outono.

IDENTIFICAÇÃO: Espécie (nome da árvore): Sobreiro Nome Científico: Quercus suber

Curiosidades:

Família: Fragácea Altura: 12 m
 Diâmetro: 8 m

É do tronco do sobreiro que se extrai a cortiça, normalmente de nove em nove anos. A cortiça é um óptimo isolador do frio, calor e som, sendo por isso usada em inúmeros materiais de isolamento na construção de edifícios.

Origem: Mediterrânea Propagação: Semente

Não vai além dos 500 m de altitude.

Persistência das folhas: Persistente

Vive cerca de 300 anos.

Época de Floração: Abril – Maio

O nosso País é o maior produtor de cortiça do mundo. A maior parte dessa cortiça é usada para fabrico de rolhas de garrafas. É com essa finalidade que o sobreiro é cultivado desde a antiguidade.

Frutos: Bolota 35

Eco-Escolas - Parte III_Anexos2  

Livro sobre as atividades do projeto Eco-Escolas, durante o ano letivo 2011/12, na Escola Básica Nº1 de Alcácer do Sal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you