Issuu on Google+

Distribuição Gratuita ANO 1 /// NÚMERO 2 FEV. 2012 /// MAR. 2012

POR UMA VIDA SAUDÁVEL NAS FINANÇAS 10 PRINCÍPIOS PARA A BOA ADMINSTRAÇÃO

CHARITY WATER ACEITA-SE DOAÇÃO DE ÁGUA LIMPA

MARCEL POWEL

Honrando sua herança artística


Foto: Marcela Vaz

“Mesmo que eu...


- Fragale Fala.................................................. Pág. 3 - Geração Nova ................................................ Pág. 4 - Blogs................................................................... Pág. 6 - Mini Novas........................................................... Pág. 8 -Charity Water............................................................. Pág. 10 - Mini Novas Rio ................................................................ Pág. 16 - Criar necessidade e exercitar Fé...................................... Pág. 17 - Que sejeamos um................................................................ Pág. 18 - Marcel Powell ......................................................................... Pág. 20 - Punta Cana................................................................................. Pág. 22 - Mulheres unidas e em ação....................................................... Pág. 26 - Para uma vida saudável nas finanças........................................... Pág. 27 - Empadinhas de doce de leite............................................................ Pág. 30 - Estação DIY............................................................................................. Pág 31 - Calendário Feveireiro/Março.................................................................... Pág. 32

EDITORIAL

MATÉRIA:

Mal conseguimos acreditar que já estamos em fevereiro. O sentimento geral parecer ser de que esse ano já está “passando muito rápido”. Aliás, essa parece ser uma das frases mais repetidas nos últimos tempos. Penso logo se não estamos vivendo em um estado de distração constante, afinal, o dia continua contendo as mesmas 24 horas. Nosso incentivo é para que todos vivamos com a consciência de que cada dia é especial, mantendo o foco naquele que faz nosso tempo render: Jesus!

Índice//Colaboradores

PERFIS DE ALGUNS COLABORADORES DESTA EDIÇÃO

Rafael Melo – Sua disposição imediata em participar dessa edição não foi surpresa para ninguém. Se tem algo que sabemos sobre o Rafael é que ele é sempre animado e tem um coração de servo. Em sua coluna, ele compartilhou um dos desafios que enfrentou para começar a vida a dois com a Michelly. Shelly Sathler – Parece que ela conseguiu unir o útil ao agradável ao trabalhar com algo que ama e que lhe dá a oportunidade de viajar tanto dentro quanto fora do Brasil. Mas não é só pelo trabalho que ela viaja, afinal, o verdadeiro aventureiro está sempre disposto! Ainda bem que ela tem bons companheiros – seu marido Márcio e seu filho Davi.

EXPEDIENTE Diretor Geral: Dirceu Santos /// Editora: Samara Gomes /// Redator: Edinelson Alves /// Projeto Gráfico: Projeteria /// Fotógrafos: Leonardo Monsores e Marcela Vaz /// Colaboradores: Amanda Sorato, Gabriel Felipe, Neiva Koppe, Rafael Melo, Shelly Sathler, Thiago Lopes e Vinícius Peclat.

NOSSOS CONTATOS Website: www.lifeupmagazine.com.br /// Email: contato@lifeupmagazine.com.br /// Telefone: (21) 2431-2114 /// Twitter: @LifeUpMagazine /// Facebook: www.facebook.com/lifeupmagazine


4


Esse é mais um número da Life Up, o primeiro de 2012. Esse é um ano de grandes expectativas em nosso coração, não porque haja qualquer coisa no natural que nos indique isso, mas porque já pudemos perceber em nosso espírito que será um ano de uma grande explosão. Explosão de vida, de alegria, de vitórias, de saúde, de prosperidade, e de todas as coisas boas que Deus tem para aqueles que o amam. Esse pode ser um ano marcante na sua vida. Todo final de ano, em vários programas de TV, o que nunca falta são aqueles gurus dando as previsões para o ano seguinte. Como em geral, no fim do ano, as pessoas não se preocupam em conferir aquilo o que foi previsto no início, fica o dito pelo não dito. Na grande maioria das vezes o chute vai longe do gol. Quem teve sua morte decretada, fica vivo; quem nem sequer foi citado, passa dessa pra melhor. Quem vislumbrou algo semelhante ao desabamento daqueles três prédios no centro do Rio de Janeiro, um fato de tamanha relevância e repercussão que não poderia ficar de fora do alcance de qualquer adivinhador? Quando falamos de saber o que virá, só há um jeito de não cairmos em armadilhas que nos decepcionem: confiar na Palavra do Deus Altíssimo. Segundo o que nos ensina a Palavra de Deus, ninguém tem seu futuro preso numa forma de aço, imutável, determinado pelas estrelas ou pelo dia e hora em que nasceu, pela posição da Lua ou qualquer dos astros do espaço naquela determinada hora. Ninguém tem o seu amanhã engessado, de modo que qualquer previsão virá a se cumprir inexoravelmente, independente de qualquer coisa. Deus tem o seu futuro planejado, mas não determinado de forma pétrea. O sucesso ou o fracasso são possibilidades que estão disponíveis para todos. Toda vida humana tem propósito e a vontade de Deus para você, o plano traçado por ele para sua vida, é um plano de sucesso. Veja o que Ele diz em Jeremias 29:11: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais”. Esse é um versículo surpreendente se confrontado com as teorias e afirmações que muitos religiosos fazem acerca da vontade de Deus para as pessoas. Deus não planeja nem deseja o mal para absolutamente ninguém na face da Terra. O que acontece muitas vezes é que o mal prevalece em função do distanciamento do homem

para com Deus. E as pessoas se afastam não porque não gostem de Deus ou de Jesus, mas porque não concordam com muitas coisas que as religiões lhes dizem, com doutrinas que as colocam debaixo de uma verdadeira opressão, com dogmas que as impedem de alcançar a felicidade, que as confundem e não as deixam enxergar a verdade que elas procuram. A religiosidade dogmática com suas teorias esdrúxulas fala de um Deus que é um juiz implacável. Mas em Jesus, Deus se revelou como um Deus de Amor. Esse Deus amoroso se importa com você e tem planos para um futuro glorioso em sua vida. “Mas, afinal, se Deus tem planos maravilhosos para mim, se a sua vontade é o meu sucesso, então o que está faltando?”, você pode perguntar. Eu dou a resposta citando um outro profeta. Isaías 1:19 nos diz: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor dessa terra”. Você percebeu que desfrutar do melhor não está relacionado com a vontade de Deus, mas com a do homem? É preciso tomar decisões de qualidade para desfrutar do melhor de Deus para a sua vida. Decisões de qualidade muitas vezes exigem de nós uma firmeza muito grande, mas é preciso saber e lembrar que decisões mudam previsões. Guerras começam e acabam com decisões. Relacionamentos se estabelecem, outros se desfazem em função de decisões. Planos vão adiante, outros ficam pelo caminho em função de decisões tomadas ou deixadas de tomar. O seu futuro está desenhado no bojo das suas decisões. Deus deu ao homem a capacidade e o direito de tomar decisões. Tome em suas mãos as rédeas do seu futuro. Deus já decidiu te abençoar. Ele não mudará essa decisão jamais. Nem toda a força do inferno pode impedir que isso aconteça. Só você pode se incluir ou excluir desse plano divino. Tome a decisão de fazer de 2012 um ano onde Deus estará a frente, guiando a sua vida. Dê ouvidos ao que Deus tem para te dizer através da sua palavra. Escolha uma igreja onde seja pregada a palavra verdadeira, simples e descontaminada do Deus Vivo, onde a religiosidade não possa dominar o seu espírito, e torne-se um frequentador assíduo. Fuja de lugares onde profetas, gurus, médiuns e assemelhados tentam influenciar sua cabeça de um modo que acaba te confundindo, te prendendo e escravizando, com previsões negativas e outras que nunca se realizam. Decida ser um cristão genuíno, ouça a Palavra de Fé, e viva o melhor de Deus pra sua vida. Cresça em fé, viva vencendo, seja uma benção. - Mauricio Fragale

5


Geração

NOVA A Nova Igreja prioriza o ensino e a formação espiritual das crianças e dos adolescentes com base na Palavra de Deus. Há um trabalho desenvolvido especialmente para esse público. Quem coordena a Geração Nova é a psicopedagoga Neiva Koppe de Moraes. Nesta matéria, Neiva fala sobre a importância de semear na vida das crianças, o planejamento para 2012, a ênfase no ensino da Palavra e a elaboração de um currículo próprio de acordo com aquilo que é ministrado na Nova Igreja.

Geração Nova, um solo fértil Semear nas crianças Crianças são solo fértil porque ainda não estão “contaminadas” pelo mundo; esse é o melhor período para ensinar a Palavra de Deus. Estudos mostram que muitos cristãos se converteram quando eram crianças. A maioria dos adolescentes que permanece na igreja, nessa que é a fase mais difícil, recebeu a Palavra de Deus antes dos 10 anos. Na primeira infância, até os 7 anos, é ainda mais fácil, pois a criança é pura. Elas ainda têm aquela visão dos pais e professores como superheróis; elas conseguem se entregar e acreditar com maior facilidade. Uma coisa que sempre 6

falo, inclusive quando dou aula na Escola Atos: é extremamente importante que uma criança receba valores do Reino nessa fase de formação, antes que seja bombardeada pelas influências do mundo. Criança é muito receptiva. O adulto já é cheio de opiniões, cheio de machucados. A criança, não. Ela está pronta para receber. Divisão do ensino A Geração Nova engloba as idades de 0 a 16 anos. Temos 8 turmas diferentes: o Berçário, a Passos Firmes, a Sementinha, a Amigos, a Tribo do Leão, a H-lera, a EPA (Espaço Pré-Adolescente) e a Zoe. As reformas que temos feito em nossa estrutura é também para que cada uma delas tenha sua própria sala, seu próprio espaço. E o salão ainda fica livre para fazermos o louvor das crianças; da Amigos à EPA, todas as salas louvam juntas, antes de irem para suas próprias salas. A Zoe já assiste aos louvores na igreja, sendo preparada para participação no culto mesmo. Mas há uma resistência muito grande deles. Então no trabalho que a Jane [Mac Cormick] está fazendo no louvor, ela aproveita as crianças mais velhas para tocarem e cantarem. A maioria já está envolvida com a própria Geração Nova e muitos adolescentes estão trabalhando conosco como auxiliar de professor,


por exemplo. Para quem ainda está na Geração Nova, colocamos na escala no máximo uma vez por mês, para não ficarem perdendo as aulas, porque ainda estão em uma fase em que precisam se fundamentar melhor da Palavra. Ênfase na Palavra A ênfase na Palavra está acima de tudo. Há quatro anos temos elaborado material próprio, priorizando àquilo que acreditamos e pregamos na Nova Igreja. Há mais ou menos 6 anos, nos sentimos desafiados a montarmos nosso próprio currículo; foi quando a Janine [Koppe Eiriz], então coordenadora, montou o Pense Grande, falando sobre um Grande Deus, uma Grande Vida e sobre fazermos uma Grande Diferença nesse mundo. Todos os coordenadores passaram a montar as aulas mês a mês. Foi um “parto” gerado por 10 pessoas! No ano seguinte montamos o Vencendo a Batalha, falando sobre os inimigos da fé, que devemos combater, sobre os amigos da fé, que nos ajudam, e sobre o uso das armas espirituais para vencer o mal, que tenta nos impedir de alcançarmos o plano de Deus para nossa vida. Depois Deus me orientou a fazer um material em cima das cartas de Paulo, que tem muito a ver com a nossa igreja. Foi um trabalho muito difícil, pois é bem mais complicado de ilustrar, por isso contei com a ajuda de muita gente, como a Ana Lúcia [Queiroz], meu braço direito, para adaptar as lições das cartas para as crianças. Sempre faço uma planilha mensal sobre o que queremos focar, envio para os coordenadores e eles adaptam o material para sua turma. Logo, no mesmo dia, todas as aulas são sobre o mesmo assunto. E todas as lições têm uma confissão que é levada para casa, para que os pais saibam o que seus

filhos estão aprendendo, e também para que as crianças se habituem a confessarem em cima do que creêm. Todo o material que criamos é feito em cima do que é ensinado na Escola Atos! Nossa vida espiritual, tanto dos alunos, quanto dos voluntários, tem crescido muito. Geração Nova em 2012 Esse é o ano do Pense Grande! Como já temos o currículo pronto, vamos focar mais na vida espiritual dos voluntários e também priorizar a parte social da Geração Nova. Na realidade que vivemos, sinto que isso é muito importante. Dentro do currículo do Pense Grande, temos um período dedicado ao tema ‘Grande Diferença’, em que falamos sobre sermos socialmente significantes na vida diária, na igreja, na comunidade e na família. Fizemos, num dos anos, uma coleta em que cada turma era responsável por um alimento não-perecível, e no final daquele ano fomos ao orfanato da Igreja de Nova Vida de Teresópolis levar as doações. Incentivamos cada criança a pegar um objeto ou brinquedo próprio, que fosse legal, do qual gostassem, para doar para uma criança do orfanato mantido ali. Eles passaram o dia juntos, brincaram muito, e entregaram os presentes. Mostramos para eles os dormitórios, os banheiros, para que conhecessem a realidade de outras crianças. Eu queria aumentar isso ao longo de 2012, essa parte socialmente significante da igreja, para que as crianças possam vivenciar na prática o que é ser “Sal da Terra”. A Geração Nova está sempre procurando novos voluntários para trabalhar com as crianças. Se você sente vontade de ajudar, seja como professor, como auxiliar ou como apoio, procure a Neiva e participe desse ministério! 7


Um tipo de leitura diferente... “Os jovens de hoje em dia leem mais do que seus pais liam quando jovens” Essa afirmação pode parecer duvidosa ou até falsa para alguns, mas é a mais pura verdade. O ponto chave dessa afirmação está no uso do termo ‘lêem’, ao invés de ‘lêem mais livros’. A quantidade de leitura pode ser muito maior, mas o tipo de leitura mudou, e muito! Enquanto os pais se rendiam aos encantos de Graciliano Ramos e Guimarães Rosa, os filhos procuram textos curtos, se possível digitalizados, e inclusive autopublicações. Além de livros digitalizados, a procura por blogs tem sido cada vez maior. Na verdade, blogs são web logs, uma espécie de publicação online de cunho mais pessoal que pode ser relacionado à vida privada, ou a assuntos diversos como finanças, moda, música, viagens... Qualquer um pode abrir um blog com o simples pressionar de um botão, sem o menor custo, em “hospedeiros” como o Blogger ou o Wordpress (os mais conhecidos). Não é mesmo necessário qualquer conhecimento de design, uma vez que são fornecidos layouts já prontos. Por essa razão existe ao mesmo tempo conteúdo de péssima qualidade e de ótima qualidade dentro desse universo. É necessário saber discernir 8

entre uns e outros, descobrindo também com qual tipo se tem maior afinidade. Os blogs tem um poder de conquistar seguidores, pessoas que, uma vez interessadas pelo assunto ou pelo modo como algo é retratado ali, voltam, como uma espécie de público fiel, a fim de acompanhar os desdobramentos, opiniões ou o que for gerado ali. E uma vez leitor de um blog, não paramos de procurar novos tipos. A melhor maneira de manter a leitura atualizada é através de uma espécie de assinatura, o RSS (Really Simple Sindication) que está sempre associada a um site, seja o Google Reader, o Akrewgator, o Liferea... Neles agregamos todos os blogs que queremos acompanhar e, através deles, somos avisados sobre todas as atualizações, sem precisar ter que ir de um em um, buscando a possibilidade de terem colocado algo de novo. Nesses sites agregadores também podemos ler o conteúdo em forma de feed, um formato mais simples, sem anúncios e distrações. Quais são os blogs na sua lista? Confira aqui alguns blogs interessantes.


Phil Pringle www.philpringle.com O blog do pastor da igreja C3 Church International da Nova Zelândia traz rápidas reflexões, sempre baseadas em alguma passagem bíblica. Diferente de um post tradicional, Phil publica suas anotações feitas a caneta em rabiscos e cores trazendo interessantes insights sobre alguns versículos. Em inglês.

“Do it Yourself ”, ou “Faça você mesmo”), ela vai registrando suas “invenções” indicando o passo a passo de como fazer cada uma delas. A ideia deu certo e ela já está no seu terceiro ano do blog, aceitando doações de roupas usadas e inspirando diversas leitoras pelo mundo afora. Em inglês.

Update or Die www.updateordie.com Com novidades surgindo a todo minuto na Internet às vezes é difícil acompanhar tudo. Seguindo esse blog, essa tarefa talvez seja ainda mais difícil. Idealizado por um grupo de publicitários, e com outros agregados com o passar do tempo, o Update or Die é um blog colaborativo, ou seja, com diversos contribuintes que escrevem seus posts sobre os mais diversos assuntos: música, comportamento, ciência, tecnologia, criatividade e variedades. As novidades são tantas que é recomendada a leitura com moderação. Afinal, é muito complicado acompanhar cada viral*, cada novo hit do YouTube e cada nova banda que aparece toda semana na Internet. Mas o pessoal desse blog dá uma mãozinha. *Não entendeu o termo “viral”? Acompanhe o blog uma semana que rapidinho você fica craque. que. New Dress a Day www.newdressaday.com Esse é um daqueles blogs que se propõe a um desafio por todos os 365 dias do ano e vai registrando todo o processo. No caso do New Dress a Day, a autora, assumidamente inspirada no filme Julie & Julia (que conta um caso semelhante, de uma americana que decidiu fazer uma nova receita por dia e registrar num blog durante um ano), decidiu por não comprar nenhuma peça de roupa durante 365 dias e com um orçamento de 1 dólar por dia, customizar uma peça de roupa antiga transformando-a em algo novo. No melhor estilo DIY (da sigla

Hollywoodianas anamariabahiana.blogosfera.uol.com.br O blog da jornalista e escritora Ana Maria Bahiana aborda uma de suas principais paixões: o cinema. Uma das únicas brasileiras que faz parte da HFPA, a Hollywood Foreign Press Association (Associação dos Correspondentes Estrangeiros de Hollywood), responsável pela premiação do Globo de Ouro nos Estados Unidos, a jornalista tem uma visão dos bastidores da indústria cinematográfica e publica em seu blog críticas, novidades, entre muitas opiniões sobre filmes e o que tem acontecido nos principais estúdios de Hollywood e do mundo. Em época de premiações, como o Oscar, o Bafta e o Festival de Cannes, ela dá suas opiniões com um conhecimento de quem está por dentro de todos os acontecimentos, que na maioria das vezes não são divulgados na grande mídia, e com a experiência de quem acompanha a anos estes eventos. Pra quem curte cinema, este blog é uma boa pedida. 9


SERIADOS

Férias é tempo de se atualizar, e quer coisa melhor do que assistir seriados? A temporada trouxe ótimas estreias como a série “Revenge”, um drama que conta a vida de uma menina que tem sua vida destruída por um grupo de pessoas e após anos sumida, e já adulta, volta para fazer justiça. Para quem prefere comédias, a série “2 Broke Girls” é a aposta. Ela narra a vida de duas garçonetes, uma pobre e outra que nasceu rica mas perdeu tudo, e por trabalharem juntas acabam virando amigas. Esse início de ano ainda surpreende, com a estreia de “Smash”. A série, que conta com Steven Spielberg como um dos produtores, narra a montagem de uma peça da Broadway. Aproveitando a onda de séries-musicais, “Smash” vem para alcançar o público adulto. Já para aqueles que ficaram órfãos de “Lost”, a nova série de J.J. Abrams “Alcatraz” é a grande aposta. Contando com um elenco de primeira, o seriado é cheio de mistérios e muita ação. Fique ligado na telinha e não perca!

DÚVIDAS? ALGUÉM? É difícil imaginar como era a vida antes da existência de um Google da vida. Aonde é que as pessoas iam para tirar suas dúvidas, ou para fazer suas pesquisas escolares? Pois foi pensando nessa falta de acesso à informação (quase) ilimitada que Rose Shuman resolveu criar o projeto “Question Box” que hoje atinge regiões na Índia e na África. No caso é uma caixa através da qual a população local entra em contato com um atendente e p o d e p e r - guntar qualquer coisa. O atendente combina então de lhe retornar depois de um determinado tempo, enquanto pesquisa na Internet a resposta. Fazendeiros locais têm utilizado a tal caixa para tirar dúvidas sobre a plantação, por exemplo. Saiba mais sobre o projeto em www. questionbox.org. 10


É TÃO FOFINHO! Com um nome já bastante sugestivo, o ‘Vou Comprar’ é um site te faz de fato querer comprar... tudo! Nele encontramos blocos de nota em forma de cupcakes, pendrives em forma de pregador de roupa e até paliteiro em forma de dente. Com itens para casa, gadgets para telefone, brinquedos, maquiagem e até material escolar, o site segue a linha “style”, em que objetos mais simples do dia a dia têm um toque de, bem, fofura (e com preços interessantes)! Visite o site: www.voucomprar.com.

SEGREDOS, SEGREDOS... A Academia das Artes e Ciências Cinematográficas assinou, com a empresa tecnológica Everyone Counts, um contrato para substituir seu método de votos via correio por voto eletrônico. A partir de 2013, seus mais de 6 mil membros votarão, através do mesmo sistema utilizado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, para decidir os ganhadores das prestigiosas estatuetas do Oscar!

AND THE OSCAR GOES TO... O evento mais esperado do ano, pelo menos em relação ao cinema, o Academy Awards, ou o Oscar, acontece no domingo dia 26 de fevereiro, com transmissão no Canal TNT. Com a temporada de premiações do ano iniciada desde janeiro, com o Golden Globes, premiação da televisão e do cinema americano, e o Screen Actors Guild Awards, premiação do sindicato de atores, as especulações sobre os ganhadores já começaram. Enquanto aguardamos ansio-

sos, já podemos fazer nossas apostas, uma vez que os filmes A árvore da vida e Meia-noite em Paris já até saíram do cinema. Já outros como Os Descendentes e Millenium: os homens que não amavam as mulheres, entraram em cartaz em janeiro. O último dentre os indicados previsto para estrear no Brasil é o Tão forte e tão perto, com Tom Hanks e Sandra Bullock, que entrará em cartaz no dia 2 de março. 11


CHARITY: WATER

Foto: Acervo Charity Water

A água é um líquido precioso, essencial para a vida. No Brasil, onde a água doce ainda é abundante, muito desperdício tem sido cometido – como lavar carro com água tratada – além dos crimes por meio da poluição dos rios e mananciais. Em outros países, principalmente da África e Ásia Central a falta de água já é muito preocupante. A ONU – Organização das Nações Unidas – estima que hoje 2 bilhões de pessoas sofrem com escassez de água. Em 2025, serão 4 bilhões de pessoas com dificuldade de ter acesso a água, metade da população do planeta. Esse cenário é pessimista porque, apesar de 75% da superfície do planeta ser recoberto por massas líquidas, apenas 3% desse total é formado por água doce. 12


Foto: Acervo Charity Water

Ao conhecer comunidades inteiras que já não têm mais acesso a água, o americano Scott Harrison entendeu que era preciso fazer alguma coisa para ajudar a população pobre e sedenta, principalmente de países da África. Foi então que surgiu a Charity:Water, que abre poços de água potável em lugares áridos, onde a população clama por socorro.

Sentido para a vida Scott Harrison tem uma curiosa trajetória de vida. Nascido na Pennsylvania, mudou-se sozinho para Nova Iorque aos 18 anos para estudar Comunicação. Nesse período trabalhou em casas noturnas, e ao se formar tornou-se promoter de festas para grandes empresas, desde MTV a empresas de bebidas. Além de ganhar muito dinheiro (ele dirigia uma BMW), Scott tornou-se uma figura conhecida. Ele mesmo descreve essa época como uma “corrida atrás de modelos”, enquanto vivia desregradamente, entre baladas, bebidas e drogas. Após 10 anos, enfim se cansou. Enfrentando o que classifica como uma “crise espiritual”, aos 28 anos, Scott fez uma viagem rumo ao Uruguai que mudaria para sempre sua vida. Ali diz ter percebido seu estilo de vida egoísta e sem propósito, e decidiu mudar. Seu primeiro passo foi largar seu emprego e voluntariar-se como fotojornalista em uma organização cristã chamada Mercy Ships, que opera por meio de uma espécie de navio-hospital, provendo atendimento gratuito à população, além de promover diferentes projetos para o desenvolvimento das comunidades. Permaneceu boa parte de seu tempo de voluntariado na África, registrando situações que o levaram a querer ajudar. “Minha vida foi transformada enquanto trabalhei no navio-hospital (...), queria dedicar o resto da minha vida a Deus e aos necessitados”, relembra Scott. Após 2 anos fora, retornou para Nova Iorque, mas dessa vez sem dinheiro, e nem sequer um lugar para morar. Ele já estava certo que queria ajudar ao próximo, mas compartilhava das

mesmas preocupações de seus amigos e conhecidos, que às vezes ficavam com um pé atrás na hora de contribuir. Isso porque achava que organizações de caridade nem sempre agiam da melhor maneira, faltando transparência quanto ao uso das contribuições. Além disso, faltava algum elemento diferente que movesse as pessoas a acreditarem em uma causa. Scott conseguira juntar mais de quinze mil contatos ao longo de seus 10 anos como promotor de eventos, mas ainda não possuía uma história pra contar. “Então eu precisava de um causa, e [a crise] de água chamou minha atenção. Água toca em tudo, muda tudo”, diz. Assim nasceu a Charity:Water.

A força da mobilização Passou a usar seus contatos para trazer conscientização sobre esse assunto que lhe tocou tanto: a grave crise de falta de água em alguns países. Além disso, 80% de todas as doenças são relacionadas com a falta de água e de saneamento básico. “Em razão do meu passado, tenho a oportunidade única de caminhar entre dois mundos loucos. Às vezes vou a jantares com doadores e amigos que não têm problema algum em gastar 500 dólares em uma garrafa de vinho, ou 5 mil dólares em uma mesa de blackjack. Vejo todo esse excesso como oportunidade”, conta. Ao invés de provocar culpa nos endinheirados, Scott acredita que o caminho da inspiração é o que anima as pessoas a se engajarem. “O dinheiro está aí para ser usado. Apresento às pessoas uma oportunidade para fazer a diferença!” 13


A organização chama bastante atenção por possuir algumas premissas básicas: A Charity:Water faz o aproveitamento de 100% do valor da doação para a construção de poços em lugares onde há maior necessidade. Isso só é possível através de um sistema separado de doações para a organização, feita apenas por um grupo fiel de doadores, e outro para a obra, que pode ser feita por qualquer pessoa, através do site. Quanto à esse desafio, Scott diz: “Minha fé definitivamente cresceu. Acredito que sirvo a um grande Deus que tem todo o dinheiro no mundo. Comparado à Ele, eu frequentemente me sinto envergonhado com meus pensamentos limitados e falta de visão.” A segunda premissa: transparência absoluta na aplicação dos recursos. A organização inclui os doadores em todo o processo, atualizandoos em relação ao seu dinheiro - e aonde ele foi aplicado. A equipe de Charity:Water fornece as coordenadas do local onde o poço está sendo construído, ou seja, qualquer um pode acompanhar a construção e saber um pouco mais sobre a região que será beneficiada. É permitido, também, que os poços sejam nomeados, de acordo com o desejo do doador. Alguns deles escolhem viajar para o local, a fim de acompanhar a inauguração do poço. A terceira premissa é a do uso - e abuso - das redes sociais para promover a causa. A Charity:Water é conhecida por investir em vídeos inteligentes, que chamam a atenção pela Internet. Um exemplo desse uso foi o Twestival, evento online pelo qual 202 cidades se juntaram em uma mesma noite para levantar fundos para a construção de mais poços, que rendeu aproximadamente 10 mil dólares. Depois a equipe da fundação transmitiu o começo da construção do primeiro poço, a fim de que as cidades pudessem ver o fruto de suas doações. Em seus três primeiros anos de vida, a Charity:Water recebeu mais de 10 milhões de 14

dólares. Hoje, com quase 6 anos de atuação, já foram 6.000 projetos fundados, e a organização trouxe água limpa e potável a mais de 2 milhões de pessoas em 19 países. Sua meta é a de atender a 10 milhões de pessoas nos próximos 5 anos. Descubra muito mais sobre a organização em seu site: www.charitywater.org

Fundos de criatividade mycharity:water Há alguns anos a Charity:Water surgiu com a iniciativa de expandir o alcance da organização através do mycharity:water: uma plataforma que permite que qualquer um faça uma campanha para arrecadação de fundos. A inspiração surgiu no começo do movimento, quando em sua festa de aniversário de 31 anos, Scott mobilizou grande parte de seus convidados para contribuírem para essa causa. A partir de então Scott e sua equipe pensaram em uma maneira das pessoas “abrirem mão” dos tradicionais presentes de aniversário, para que em troca todo dinheiro fosse transferido para a Charity:Water. Desde o lançamento desta plataforma, já foram arrecadados mais de 13 milhões de dólares para os projetos, e hoje em dia a mycharity:water já conta com a participação de quase 100 mil usuários. Algumas campanhas acabam tendo maior visibilidade com a participação de pessoas públicas, como o autor Seth Godin, e até o Joel Houston e a Brooke Fraser, ambos do ministério australiano Hillsong Church. Nesse último ano, um dos projetos que ganhou maior destaque, inclusive em grandes noticiários, foi da menina Rachel Beckwith que decidiu fazer a campanha em seu aniversário de 9 anos. Infelizmente, devido a um acidente de carro, ela veio a falecer e não pôde ver o fim de sua campanha. A tragédia acabou ganhando bastante repercussão, devido à sua


disposição a ajudar o próximo ainda tão nova, e por fim arrecadou mais de 1 milhão de dólares - valor bem acima dos 320 dólares inicialmente. As previsões sobre a falta de água no mundo são catastróficas. O certo é que Scott Harrison tem feito a sua parte, exemplarmente, unindo paixão e uma boa causa.

Brooke Fraser e seu aniversário Em 2010, a exemplo de um amigo, a cantora neo-zelandesa Brooke Fraser decidiu doar seu aniversário e fazer uma campanha personalizada através do Charity:Water. Mas ao invés de só mobilizar seus parentes e amigos, Brooke decidiu abrir a campanha para todos os fãs que também quisessem participar. O resultado foi a arrecadação de mais de 50 mil dólares, um marco impressionante, e que permitirá a construção de 6 a 8 poços d’água.

também visitamos comunidades que ainda estão a espera de água potável, e outras ainda que estão em início de construção, em condições ainda precárias”, relatou Brooke. Ao visitar os poços que sua campanha havia possibilitado, Brooke foi recebida com uma grande festa de um povo grato e alegre por ganhar um presente tão precioso. “Tivemos uma cerimônia de agradecimento, ganhei abraços, carinho, cartazes, e até um bode, e também um pão que dizia ‘eu te amo’. Mas estando ali somos lembrados de que a necessidade ainda existe. (...) Muitas pessoas ainda precisam doar seus aniversários.” Para saber mais sobre a experiência da cantora, você pode acessar seu blog (www.brookefraser. com/blog), onde ela relata em detalhes como foi seu tempo na África.

Dentro de um ano, a Charity:Water estava inaugurando os primeiros poços que haviam sido construídos com esse dinheiro. Foi quando Brooke, juntamente com outros 13 doadores de aniversários, foi convidada a fazer uma viagem junto à organização para a região de Mekele, na Etiopia. “Não só inauguramos poços, como 15


Mulheres unidas e em ação A exemplo de outros departamentos da Nova Igreja, as mulheres também estão desenvolvendo diversas atividades. A proposta, segundo Jane Mac Cormick, que coordena as Mulheres com Fé Radical, “é realmente unir as mulheres, pois a igreja está crescendo e ela deve crescer unida. Sou a favor de trabalharmos em equipe, em grupos. É muito importante que as mulheres se conheçam, para quebrar barreiras e também para fortalecer esse ministério.” Cristã desde muito cedo, casada, 48 anos, mãe de dois jovens e um adolescente, membro da Nova Igreja há 4 anos, Jane sempre esteve envolvida em diferentes ministérios. Atualmente, além das mulheres, ela coordena o louvor da Geração Nova. Ela recorda que esse despertar para o trabalho com as mulheres começou em 2010, motivada durante mensagens do pastor Maurício Fragale sobre Fé Radical. Depois de apresentar sua ideia ao pastor Fragale e sua esposa Denise, Jane começou a colocar em prática esse projeto das “Mulheres com Fé Radical”. “Corri para o computador e comecei a anotar tudo, programei uma saídas com o grupo para as mulheres se conhecerem, e até criei uma camiseta para usarmos, porque sou muito evangelista. O primeiro programa foi um boliche, que con-

tou com umas 40 e poucas mulheres. Depois algumas trouxeram amigas, irmãs, mães e o grupo cresceu mais”. Jane conta que um outro programa marcante com as mulheres foi numa pista de kart. O ambiente estava tão especial que uma funcionária daquele local acabou se convertendo. “Ela estava passando por um momento difícil e, ao nos ver, fez uma promessa para Deus que se converteria, caso Ele curasse o sobrinho dela. Hoje em dia, ela frequenta nossa igreja, casou-se e está com um bebê, que acabou de apresentar.” A coordenadora também relata a visita ao Hospital Bom Jesus. Quarenta mulheres preparam um kit de higiene completo com toalha, creme de massagem, shampoo, escova de dente e sabonete para entregar aos pacientes. “Foi um trabalho coletivo com todas participando, numa experiência de comunhão muito bonita. Também já fomos a asilo, orfanato e fizemos um passeio na Ilha Fiscal.” Animada com as mais de 100 mulheres que participaram do último encontro, ela já prepara o cronograma de atividades para esse ano, incluindo jantar, reunião de oração e outros programas. Mas, Jane Mac Cormick faz questão de enfatizar que outro objetivo do grupo é evangelizar. “É muito importante impactarmos outras vidas. Aproveitamos para convidar todas as mulheres, independente da idade, a participar conosco desse grupo formado pelas Mulheres com Fé Radical.”


17


RIO

CIDADE MARAVILHOSA E LIMPA // Idealizado por um grupo de cariocas apaixonados pelo Rio de Janeiro, o movimento “Rio Eu Amo Eu Cuido” veio para conscientizar a população de que com pequenos gestos de cuidado, podemos mudar a nossa cidade. Com o objetivo de promover bons hábitos, o movimento conta com diversas ações para espalhar e motivar os cariocas a mudarem sua mentalidade. Em 2011, eles conseguiram grandes feitos, como todos os times cariocas entrarem em campo com a bandeira do movimento e o vocalista do Coldplay, Chris Martin ter usado a camisa do movimento no final do show de sua banda no Rock in Rio. Fora ações como o mutirão de limpeza no Morro da Formiga, a construção de quadra de vôlei de praia em Paciência, a limpeza das pichações da Pedra do Leme e muito mais. Com um grande número de voluntários que aderiam à causa, desde estilistas, que desenvolveram uma coleção inspirada no movimento, até skatistas do mundo todo, o “Rio Eu Amo Eu Cuido” tem se espalhado pela cidade. Para conhecer mais, entre em www.rioeuamoeucuido.com.br.

PRA EXPLORAR // Não são poucos os que conhecem a tradicional Feira Rio Antigo, ou Feira das Antiguidades, que acontece todo primeiro sábado do mês, afinal é uma média 7 mil visitantes por edição! A feira, que acontece na Rua do Lavradio, no bairro da Lapa, no Centro do Rio, tem mais de 450 expositores. Lá são vendidos antiguidades, artesanato, roupas e diversos outros artigos, desde cafeteiras dos anos 50 a tapeçaria, que atraem um público de todas as idades. Há quem recomende o uso de um tênis confortável, e muita disposição para andar por lá, mas é uma ótima oportunidade não só de fazer boas compras, mas de conhecer uma parte mais antiga dessa cidade histórica. Além de informações adicionais, o site da feira (www. novorioantigo.com.br) conta com formulário de inscrições caso haja interesse em expor na feira! 18

MOBILICIDADE // Implantado na cidade desde outubro do ano passado, o Bike Rio se trata de um projeto de aluguel de bicicletas do governo carioca, com patrocínio do Itaú Unibanco. São 60 estações espalhadas por 14 bairros da Zona Sul, com 600 bicicletas disponíveis. O preço da diária é R$5, enquanto a mensalidade, feita mediante cadastro no site, é de apenas R$10. O pagamento é feito através de cartão de crédito e o tempo de aluguel é sempre de uma hora. Visite o site: www.movesamba.com.br


Criar necessidade e exercitar Fé Certa vez me perguntei o motivo de não estar progredindo em certas áreas da minha vida, especialmente na área financeira. Esse era o período exato em que pensava em me casar. Passei a questionar Deus e a me questionar para saber qual era o real motivo dessa fase difícil, sem avanços notáveis. Nesse momento, ouvi “algo” me dizer: “Olhe pra sua vida financeira atual”. Imediatamente voltei meu olhar pra minha vida financeira, mentalizando minhas contas, salário e dia a dia. Ouvi mais duas perguntas: “Quais são suas necessidades hoje? Tem faltado alguma coisa?” Mais uma vez refleti e percebi que nada faltava, já que conseguia pagar minhas contas, e viver normalmente. Mesmo assim, ainda estava longe a possibilidade de dar um passo para o casamento. Quando percebi que todas as minhas necessidades atuais estavam sendo supridas, ouvi claramente uma voz me dizendo e lembrando: O meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir cada uma das nossas necessidades, em Cristo Jesus. (Fp 4:19). Em seguida me veio uma enorme segurança de que nada, jamais, me faltaria, baseado nesta promessa. Junto com essa segurança, recebi, como se fosse uma ordem: “Crie uma necessidade e Eu vou supri-la!” Fiquei um pouco “assustado”, mas a segurança que estava em mim me fez assumir o risco. Naquele dia avisei minha noiva que iríamos nos casar em tal dia, e assim aconteceu. Nada nos faltou, Deus supriu cada uma das necessidades “criadas”! É claro que tivemos todo apoio da família e fomos grandemente abençoados, mas

o fato é que cada desejo nosso foi cumprido. Casamos, viajamos em lua de mel para onde planejamos, conseguimos nosso apartamento, entre outras conquistas. Desde então, todas as vezes que sinto que preciso progredir, crio uma nova necessidade. Essa foi a forma que encontrei de manifestar a minha fé e posso afirmar que jamais me frustrei. Minha vida financeira multiplicou consideravelmente, tendo em vista meu momento anterior. A perspectiva pra esse ano é a melhor possível, já tenho minhas projeções e alvos – novas necessidades - e estou certo que Deus há de suprir. Isso é fato! Entenda que não estou recomendando que seja irresponsável e saia por aí criando necessidades como compras no cartão de crédito e cheques pré-datados, e depois digam para Deus que tem a necessidade de pagar o cartão e honrar o cheque”. E depois digam pra Deus que tem a necessidade de pagar o cartão e honrar o cheque. Duas premissas básicas pra colocar sua fé em prática são: conciliar a sua vontade/desejo com o de Deus e fazer a sua parte. Se isso estiver em linha de concordância, sua necessidade será suprida sem nenhuma dúvida. “Deus move o céu inteiro naquilo que o ser humano é incapaz de fazer. Mas não move uma palha naquilo que a capacidade humana pode resolver.” Crie uma necessidade! Faça a sua parte e Deus completa com a Dele. - Rafael Melo

19


Que Sejamos Quando paro para refletir um pouco sobre a vida, começo a lembrar das experiências, dos aprendizados e do amadurecimento; dos relacionamentos criados, dos vínculos, da diferença que as pessoas fizeram. Um conjunto de situações e fatores que me fizeram rir ou chorar. Mas, principalmente, penso em fatos que me fazem crescer. É bem interessante ver a mão de Deus agindo conforme os anos vão se passando. Quando olho para a Bíblia e começo a ler as histórias, tenho a consciência de que os personagens eram simplesmente pessoas comuns que acreditaram em Deus. Por causa da fé, se tornaram referências, e nos servem como exemplos de como o nosso Deus é maravilhoso e fiel. E, quando reflito mais sobre isso, penso que Ele também tem para as nossas vidas uma história que vale a pena ser contada e compartilhada durante gerações, porque Ele tem um plano que se baseia numa vida de bênçãos e milagres que impactam o mundo. Porém, muitas vezes nós perdemos tempo. Perdemos tempo comprando brigas, desgastando nossos relacionamentos, guardando rancor. Somos capazes de desfazer um laço de amizade porque alguém feriu o nosso “santo” ego. Agora, quando volto a olhar para a Bíblia, e para o plano maravilhoso que Ele tem para nós, isso inclui o fato de sermos um. Jesus fala: “amem-se”, mas muitas vezes nós respondemos: “eu não vou muito

20


com a cara dessa pessoa”. Criamos uma barreira e não damos nem uma oportunidade para começar um relacionamento. Ao retratar a igreja primitiva em Atos, o autor fala que eles estavam sempre juntos e que tinham tudo em comum, e nessa unidade muitas vidas puderam conhecer a Verdade. Num primeiro momento, Jesus intercede por nós – Igreja – para que assim como Ele é um com o Pai, que também sejamos um. Nesse novo ano, está na hora de irmos além, de aproveitarmos cada oportunidade para estarmos juntos e aprendermos uns com os outros, de derrubar os obstáculos que nos impedem de nos aproximarmos e crescermos. Com uma ênfase maior, desde o ano passado, na VIBE, temos organizado diversos eventos que nos proporcionam um tempo de comunhão e intimidade, onde podemos nos conhecer e fazer novos laços de amizades; além de fortalecer os relacionamentos com aqueles que já caminham conosco. Eventos que nos fazem rir, cantar, dançar e até mesmo fazer slack line... Momentos que nos levam a interceder uns pelos outros e ver o mover de Deus agindo em nossas vidas. Não se tratam de meros encontros sociais, mas momentos onde podemos aprender com as nossas diferenças, mostrando ao mundo a diferença. Que entendamos a importância da nossa união, e que através na nossa unidade o mundo venha a conhecer a Verdade. - Gabriel Felipe

21


CAPA

22

MARCEL POWEL


CAPA

violão & vida

B

aden Powell imortalizou seu nome como um músico genial. Com todo dom e virtuosismo, compunha e interpretava ao mesmo tempo. Gravou mais de 70 discos, 60 deles no exterior. O violão foi seu passaporte para conquistar o Brasil e os mais exigentes públicos da França, Alemanha Estados Unidos, Japão, entre outros países. Louis Marcel Powell teve Baden como pai e mestre. O conselho paterno era sempre para Marcel se dedicar muito aos estudos. No entanto, a veia artística falou mais alto: como o pai, Marcel abraçou o violão com toda determinação e tem honrado sua herança artística. MÚSICA NO SANGUE Aos três anos Marcel já “brincava” com o violino. Mas foi aos 9 anos que teve a certeza de que seguiria carreira artística. Depois de apenas 3 meses de aula com seu pai, passou a acompanhá-lo nos shows. “É por isso que desde os 9 anos eu me considero músico, pois já recebia um cachê, mesmo que simbólico”, comenta. Três anos depois participou da gravação de “Baden Powell e Filhos”, com seu pai e seu irmão mais velho, Philipe, que toca o piano. Também em família, participou de um segundo trabalho gravado e lançado somente no Japão. Por conta dos muitos compromissos no exte-

rior, Baden e a esposa Silvia moraram por muitos anos na Europa. Marcel nasceu em Paris, em 1982, e com 9 meses, a família se mudou para a Alemanha, em Baden-Baden. Aos 4 anos, voltou para o Rio de Janeiro, e aos 12 anos retornou a Paris onde ficou até os 14 anos. “Finalmente voltamos de vez para o Rio de Janeiro. Primeiro viemos meu pai e eu, depois minha mãe e meu irmão. Meus pais se separaram na época e fiquei com minha mãe, morando na Barra da Tijuca. Meu irmão depois voltou para a França.” A partir dos 15 anos, Marcel já começou a se apresentar sozinho. E apenas dois anos depois teve que enfrentar a morte de seu pai e inspirador. Aos 19 anos, gravou no Brasil seu primeiro trabalho, o qual também somente foi lançado no Japão. Foi em seu segundo disco, “Aperto de Mão”, que Marcel pôde mostrar mais o seu trabalho, com liberdade para criar e decidir. Em 2009, com o trio “Corda com Bala” gravou seu terceiro trabalho. E seu próximo trabalho deverá ser um cd solo, sob a direção seu irmão, Philipe. Além de participações especiais em projetos de Toquinho, Maria Bethânia, entre tantos outros artistas renomados, Marcel já se apresentou em palcos da França, Alemanha, Áustria e em diversos eventos pelo Brasil afora. Ao contrário de seu pai que investiu na carreira internacional, Marcel tem priorizado o Brasil. “Muitas pes23


CAPA soas falam para mim que lá fora é melhor, que a gente é mais respeitado, tem mais espaço. Já fiz turnê de um mês e a verdade é que a saudade foi grande. Por isso eu trabalho mesmo aqui no Brasil. Pelo menos para mim, é algo que me deixa muito feliz porque fico mais próximo da minha família, da minha mulher. E, por incrível que pareça, meu trabalho é bem melhor remunerado aqui”, diz. Para ter a benção do pai para ser músico, Marcel teve que aprender a viver num ritmo extremo de dedicação ao instrumento. Ele atesta: música é algo que não se pode parar de estudar nunca! “Até hoje tenho professora, e às vezes ela me ensina algo novo e eu só consigo pensar que eu não sei nada. Mesmo que eu saiba tocar muita coisa, ainda tem muito mais para aprender. Não posso ficar parado nunca. Não tem como! À medida que estudamos mais, vemos que sabemos menos, porque sempre tem muito que não conhecemos. Ontem mesmo ela estava me explicando uma parte de teoria musical, e me surpreendi porque não sabia nada daquilo. E já quero aplicar na minha música. Mas também temos que

“Deus está me re-ensinando a tocar violão” ter um certo equilíbrio, senão a gente fica se condenando demais, se criticando demais, se achando uma porcaria. Hoje em dia costumo dizer que Deus está me re-ensinando a tocar violão”. MUDANÇA DE VIDA Com o mesmo entusiasmo que fala sobre o violão e a música em sua vida, Marcel também conta como ocorreu seu processo de conversão. Várias pessoas foram usadas. O primeiro, aos 15 anos, foi Filipe, colega de escola que o convidou para passar um final de semana em São João do Meriti. No domingo, na hora do culto, toda família foi para a igreja. Para não ficar sozinho em casa, Marcel acompanhou o grupo. “Me 24

lembro de ficar sentado durante 2 horas na igreja, mas aquilo não causou qualquer mudança em mim. E no final, o pastor fez um apelo, falou algo sobre levantar a mão, mas eu não entendi direito. Então meu amigo, me incentivou aceitar o apelo porque Jesus estava me chamando. Na verdade, me senti constrangido a me levantar, a aceitar o apelo e no final todos me parabenizaram, mas eu não entendi nada. De qualquer modo, hoje sei que a semente foi plantada ali. Comecei a ler mais a Bíblia, me aproximei do meu pai, que era convertido fazia uns três anos. Depois meu pai morreu e eu abandonei tudo”, relembra. Anos depois, quando fazia um show em Brasília, por meio de seu amigo Diogo Nogueira, Marcel teve a proposta de trabalhar com um percussionista, Sandro Araújo. A partir de quando começaram a tocar juntos, os dois desenvolveram uma amizade, além da música em si. “O Sandro, além de possuir um grande talento musical, era um cara que pregava por meio do seu testemunho. Uma ótima pessoa. Ele não era uma pessoa perfeita, tinha seus defeitos, mas havia algo diferente nele. Uma vez eu perguntei para ele sobre dízimo, e ele explicou que dízimo era benção. Como eu estava querendo prosperar, então, eu parava em qualquer igreja, deixava meu dízimo e saía.” Na busca por um compromisso maior com Deus, algo que diz ter surgido naturalmente, visitou por algumas semanas uma igreja na Barra, mas não gostou. Depois, por indicação de Sandro, que passava um período no Rio e frequentava a Igreja de Nova Vida na Glória, conheceu a Nova Igreja da Barra.“Na primeira vez que fui, não me lembro o que o Pastor Fragale pregou, mas sai transformado. Frequentei durante um mês até que fizeram um apelo. Foi aí que eu entendi e decidi aceitar a Jesus Cristo como meu Senhor e Salvador”. “Depois decidi fazer a Atos – Escola Cristã de Liderança. Mas o problema era que eu nunca gostei de ler, só lia livros de 15 páginas, por isso comecei a ler o livro mais grosso, pra enfrentar


CAPA

o pior logo. Acabei lendo-o duas vezes e estou pensando em ler mais uma vez. Antes das provas da Escola Atos eu já havia lido todos os livros. A partir daí Deus me levou a um outro patamar. Comecei a ter mais entendimento. Minhas orações começaram a ter maior efeito”, comemora. Marcel faz o seguinte histórico: “Quando olho para trás, vejo Deus agindo na minha vida. Antes de entrar na Igreja eu já namorava a Carla, mas nem considerava a ideia de me casar. Deus começou a mudar muito nosso relacionamento. Pedi para a Carla perguntar para a Denise [Fragale] se realmente era necessário mesmo casar. Eu queria que ela falasse o que eu queria ouvir. Mas a Denise disse, diante da minha dúvida, que eu não estava vivendo pela fé. Na hora fiquei meio revoltado, mas Deus me mostrou o quanto ela estava certa. Meu espírito queria casar, mas minha carne não queria porque era uma prisão para mim. Graças a Deus, tomei a decisão de ler a Palavra todos os dias e minha mente foi renovada, e todo pensamento errado foi saindo. Estamos casados há dois anos.” Após sua conversão, em 2007, ele conta que passou a ter grandes experiências, inclusive na área financeira. Foi o caso de uma antiga dívida que, de repente, quando foi quitá-la, beneficiado por um milagroso desconto, o valor reduziu em quase 70%. Esse benefício permitiu a realização de uma sonhada reforma na casa. Ele também considera milagrosa a venda de um terreno, o qual tinha problema com atraso do IPTU, o que impedia a venda já que a documentação não

poderia sair no ato. Mesmo assim, apareceu um abençoado comprador que pagou o imóvel e concordou em obter a documentação posteriormente. Na sua vida profissional, Marcel diz que sempre escuta a mesma conversa: “vida de músico é muito incerta”. Agora porém, ele tem escutado Deus dizer o seguinte: “Isso pode ser incerto, mas Eu não sou.” E ainda diz: “Ele tem me mostrado como viver pela fé a cada mês. Vemos que tudo isso é uma questão de fé, e Deus tem trazido os frutos”.

“Vemos que tudo isso é uma questão de fé, e Deus tem trazido os frutos.” Marcel compartilha que, recentemente, o Pastor Fragale pregou uma mensagem sobre a Fé Verdadeira, onde ele começou a corrigir, colocar nos trilhos a nossa fé. “Eu tomei aquilo tudo para mim, comecei a ter um novo posicionamento”. Ainda seguindo o conselho do pai, Marcel estuda violão com muita dedicação, sempre em busca da excelência. Mas, confessa que desde quando conheceu a “Palavra da Fé” tudo na sua vida ganhou um novo sentido, a partir da certeza de que Deus guarda e cuida de cada detalhe da sua caminhada. 25


�unta �ana cenário de filme no �aribe

�ocali�ada no e�tremo leste da �ep�blica Dominicana, no �aribe, �unta �ana é uma e�tensão de � �uil�metros de areia branca e fina, com águas cristalinas cercada de corais, grande atrativo para turistas de todas as partes do mundo Um dia eu estava assistindo TV e vi as belas imagens de Punta Cana. Virei para o meu marido e falei: ”Um dia eu vou conhecer esse local!”. E quando eu menos esperava, consegui uma vaga na convenção da empresa em que trabalho, que foi nada mais nada menos na República Dominicana, e justamente em Punta Cana. Viajei num vôo fretado da GOL com várias escalas: RJ – Brasília – Manaus – Punta Cana. Mas já existem vôos diretos a Punta Cana, partindo de São Paulo pela Copa Airlines. Quando cheguei, me senti em um cenário de filme. Já no aeroporto, vários casais nos receberam dançando ao som do merengue, música oficial da República Dominicana, a qual o visitante ouve durante toda a sua estadia. Até 26

“Yesterday”, dos Beatles, é tocada no ritmo caribenho! Toda costa de Punta Cana é tomada de resorts, com muitas opções. Me hospedei em um Resort All, o Paradisus Punta Cana, na praia de Bávaro, com uma areia branquinha e água do mar caribenho com temperatura agradável. E para quem deseja mais sossego, existe uma área do hotel chamada Reserve, um pouco distante da área de lazer do hotel, inclusive com transporte. O hotel possui 11 restaurantes com comidas de diferentes culturas, desde a nossa tradicional comida brasileira, passando pela italiana, chinesa e japonesa, além de restaurantes somente de grelhados e sopas e frutos do mar. Todos com decoração temática. Destaca-se o


Restaurante Romântico, utilizado para jantar a dois e também para recepção de casamentos. É importante registrar que Punta Cana se tornou um lugar bem requisitado para casamentos ao ar livre; encontrei pelo menos cinco noivas passeando pelo resort! Os jardins do hotel são um espetáculo à parte, muito bem cuidados com flamingos passeando entre os lagos naturais. Sobre os passeios, conheci o Island Dolphin, que custa U$120 por pessoa, e inclui o transporte de ida e volta à praia onde você toma uma lancha até os golfinhos. Essa praia fica do lado do hotel Barceló - no trajeto você passa ladeando o campo de golfe desse hotel. Lá você encontra um receptivo (bons banheiros, um pequeno bar, etc), assiste um vídeo sobre a experiência de nadar com os golfinhos, as normas de segurança e o que pode ou não fazer. Aí a lancha vem buscar o grupo e leva até o cercadinho que fica em alto mar. Além de nadar com os golfinhos, o turista pode mergulhar com snorkel para ver arraia e tubarão e ainda assistir uma apresentação de leões marinhos. Durante a apresentação há vários fotógrafos registrando tudo: o golfinho nadando perto do visitante, beijando no rosto e até cumprimentando pela barbatana. Na praia você encontra opções de esportes náuticos motorizados como o parasailing, uma espécie de paraquedas puxado por uma lancha, custo: 75 a 85 dólares para duas pessoas - as duas pessoas sobem juntas no paraquedas. Outro destaque: o Shopping Palma Real merece uma visita, tem lojas da Diesel, Tommy, Armani e outras grifes famosas, além de cinemas e o Hard Rock Café. Foi uma viagem inesquecível: a Convenção que, originariamente seria na Bahia, em virtude do surto de meningite, foi transferida para Punta Cana, o que comprovou mais uma vez que eu tenho um Deus que tem prazer em realizar os sonhos de seus filhos! 27


Para uma vida saudável nas finanças O Reino dos Céus funciona através de princípios estabelecidos por Deus, o rei desse reino, que são devidamente registrados em Sua Palavra, as Escrituras Sagradas. Esse assunto que envolve finanças, dinheiro, riqueza e prosperidade é amplamente discorrido e difundido em toda a Bíblia. Quero começar gerando uma base sólida de apoio à nossa confiança e fé, usando alguns textos da palavra de Deus: 1 Crônicas 29:12 “Riquezas e glória vêm de ti...” Salmos 35:27 “(...) Glorificado seja o Senhor, que se compraz na prosperidade do seu servo”. Ageu 2:8 “Minha é a prata, meu é o ouro, diz o Senhor dos Exércitos”. Lucas 4:18 “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres”. 2 Coríntios 8:9 “Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos”. 3 João 1:2 “Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma”. Apocalipse 5:12 “Proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor”. A prosperidade nos pertence pela fé, da mesma forma que nos pertence pela fé a salvação, a vida eterna, o perdão de todos os nossos pecados, a

cura de todas as enfermidades, o sermos mais que vencedores, a plenitude do Espírito Santo, enfim, tudo o que Jesus conquistou na cruz, pra todo aquele que nEle crê.

[ Entendendo à mente da Palavra ] Num dia desses, eu estava transitando com o meu carro, quando me deparei com uma Kombi que chamou minha a atenção por dois aspectos absolutamente antagônicos. Primeiramente, ela estava caindo aos pedaços, realmente velha e desgastada. Em segundo lugar, havia no vidro traseiro um adesivo colado com a seguinte frase: “FOI DEUS QUEM ME DEU”. Não pude evitar que alguns pensamentos logo surgissem na minha cabeça. No primeiro momento pensei, sem usar muito o raciocínio e a lógica, que provavelmente Deus não tinha nada a ver com aquela situação, que Ele havia entrado meio que de gaiato nessa história. Ao ponderar um pouco mais, pensei que cada um anda e alcança conforme a sua fé, e que eu não estava autorizado a julgar essa situação simplesmente pelo que estava aparente aos meus olhos naturais. De repente aquela Kombi, mesmo estando num estado deplorável, pode ter sido sim, uma grande bênção de Deus para aquela pessoa. Por que não? Quem sabe aquele motorista andava e trabalhava de ônibus, e conseguiu por um milagre que alguém ofertasse aquela Kombi, ou fizesse um negócio que na sua realidade financeira, representou um grande progresso? Mas depois ainda me veio um terceiro pensamento, que acabou ganhando força no meu espírito e me fez refletir sobre um princípio que é o assunto desse artigo. Passei a ver, através daquela ocorrência, que Deus coloca coisas, 29


oportunidades e situações diante de nós, para nos ensinar princípios da boa administração. Fiquei com muita vontade de completar a frase escrita no vidro traseiro daquela Kombi: “Foi Deus quem me deu, e eu estou administrando mal”, entende? Deus não tem a responsabilidade de administrar as coisas que Ele nos dá. Essa responsabilidade é nossa! O que Ele quer e pode nos dar é sabedoria para administrarmos. Mas isso só vai acontecer se de fato estivermos dispostos a ouvir Sua voz e seguir Seus mandamentos. O apóstolo Tiago nos diz em sua carta, que se alguém tem falta de sabedoria, deve pedi-la com fé a Deus, que a todos dá liberalmente (Tg.1:5).

[ Princípios que trazem bênção ] 1º. – Se desfaça por completo de toda a mentalidade de pobreza, de escassez e privação. Essa não é a mente da Palavra, não é a mente de Deus! A pobreza definitivamente não glorifica a Deus. É claro que a mudança de mentalidade não acontece da noite pro dia, mas compensa - e muito - pagar o preço para se obter a mente da Palavra de Deus. Moisés diz que o Senhor nos porá por cabeça e não por cauda, que estaremos por cima e não por baixo (Dt.28:13). Tome posse da mentalidade de um vencedor, e descarte essa mentalidade de um perdedor. Confesse pela fé que você é o que a Bíblia diz que você é, que você possui o que ela diz que você possui, e que você pode o que ela diz que você pode! 2º. – Biblicamente, a bênção tem a ver com a riqueza, e não com a pobreza. Não seria estranho alguém dizer: “Irmãos, quanto mais Deus me abençoa, mais pobre eu fico”? Como te soa essa declaração? Não é estranho, esquisito ouvir isso? Não deveria ser “Irmãos, quanto mais Deus me abençoa, mais próspero eu fico”? A bênção não produz pobreza, ela elimina a pobreza! Olha o que Salomão escreveu: “A bênção do Senhor enriquece...” (Pv.10:22). Quanto mais abençoados por Deus, mais prósperos e bem sucedidos nós seremos. Entenda que a 30

consequência de uma vida abençoada por Deus será o progresso, sempre! Deus não promove o retrocesso, a falência, o fracasso. Tudo isso vem como fruto de escolhas erradas que fizemos ao longo da vida. A boa notícia é que Ele não vai te abandonar se você estiver no fracasso, no retrocesso e na falência. Ele vai estar com você pra te tirar disso. É a vontade de Deus que você progrida e prospere!!! 3º. – As bênçãos são direito de quem está em Cristo! E estar em Cristo é muito mais do que nascer de novo, ser batizado e frequentar a igreja. Você precisa permanecer nEle e permitir que a Sua palavra permaneça e frutifique em você. O apóstolo João diz que se permanecermos em Jesus e as palavras dEle permanecerem em nós, pediremos o que quisermos e nos será feito (Jo.15:7). 4º. – Pratique o princípio do dízimo e oferta. Segundo a palavra de Deus 10% do que ganhamos não nos pertence, e precisa ser devolvido a Deus (Ml.3:8-12). A oferta não é estipulada em porcentagem, pois deve ser dada segundo cada um propor no coração (2 Co.9:7). Tanto o dízimo como a oferta abrem as janelas do céu e derramam bênçãos sem medida. 5º. – Mesmo alcançando legalidade pela obediência aos princípios da Palavra, as bênçãos não vêm de forma automática, como fruta madura que cai do pé. O inferno resistirá e tentará impedir as bênçãos, que já são suas em Cristo, de chegarem até você no plano físico em que vivemos. Por isso é imprescindível que você use a autoridade que você tem em Cristo, para ordenar ao inferno que solte o que já é seu por direito e herança. (Dn.10:13 e Ef.1:3). 6º. – Adquira o hábito em fé de agradecer a Deus antes do milagre acontecer, antes da bênção chegar. Somos o único povo na terra que já se alegra e celebra antes da vitória acontecer. Sabe por quê? Porque temos total certeza em fé que acontecerá. Porque é a vontade de Deus que aconteça (Jo.11:41). 7º. – Viva como se a bênção já fizesse parte


“ Um bom administrador começa por coisas bem pequenas, as vezes até insignificantes.” da sua vida! Todos os dias declare que você já a tem no seu dia a dia. Se veja desfrutando e usufruindo dela. Se sinta extremamente privilegiado e feliz por isso! É assim que as coisas acontecem na dimensão da fé! (Mc.11:24). 8º. – Ao receber concretamente aqui no plano físico a sua bênção, peça sabedoria à Deus para administrá-la! A boa administração expande a nossa capacidade de conquista. É bom ressaltar que a boa administração não tem nada a ver com o muito ou o pouco. Eu não preciso de ter coisas grandes para ser um bom administrador. Um bom administrador começa por coisas bem pequenas, às vezes até insignificantes. Veja que José chegou a supervisionar presos. Parece algo tão insignificante não é mesmo? Mas isso foi importante pra Deus ao ponto de estar registrado na Bíblia (Gn.39:22). A Bíblia também diz que se você administrar bem o pouco, o pequeno, isso vai abrir oportunidades pra que você administre sobre o muito, e sobre o grande (Lc.16:10). 9º. – Vigie e guarde o seu coração para que a bênção não tire o teu foco do Reino de Deus. É muito fácil se distrair com coisas boas que acontecem nas nossas vidas. Na parábola contada por Jesus sobre o semeador, vemos que uma semente caiu entre os espinhos, e na explicação da parábola aos seus discípulos Ele disse que esses são os que ouviram e, no decorrer dos dias, foram sufocados com os cuidados, a fascinação das riquezas e deleites da vida, e segundo Jesus, os seus frutos não chegam a amadurecer. Vemos também nos evangelhos a experiência de um homem muito rico, cheio de propriedades que foi ao encontro de Jesus, para perguntá-lo sobre

o que fazer para herdar a vida eterna. Depois de ter ouvido as respostas de Jesus, devolveu dizendo ao mestre que já observava todos os mandamentos desde a sua mocidade. Então Jesus percebendo onde estava o coração daquele homem o desafiou a vender tudo o que tinha e dar aos pobres, e prometeu que se assim ele o fizesse, ele teria um tesouro no céu, e que também poderia caminhar com Ele como os demais discípulos. E todos nós sabemos que a reação do homem foi de contrariedade. Ele não gostou do que Jesus disse a ele. E triste, se retirou, porque era dono de muitas propriedades (Mc.10:17-24). O foco dele não estava no Reino de Deus, estava em si mesmo e na sua justiça própria. Nenhum de nós duvida que tudo que ele adquirira havia sido fruto das bênçãos de Deus. Mas ele ficou tão fascinado pelas riquezas que perdeu o foco. Por isso estou reforçando esse princípio: vigie e guarde o seu coração para não se desviar do alvo e perder completamente o foco (Pv.4:23). 10º.- Entenda por fim, que tudo que Deus nos dá tem o potencial de abençoar outras vidas. Se você aprender a compartilhar, dividir o que Deus tem te dado, com certeza Ele vai continuar te dando. Nada do que Deus nos dá deve ficar só para nós mesmos. Não há lugar para egocêntricos no Reino de Deus. Pelo contrário, o Reino de Deus é um reino de altruístas, de gente que se importa com a situação do seu próximo. É claro que nada é feito por obrigação, mas por amor, e sempre debaixo da direção do Espírito Santo. Esteja sempre se perguntando: Como posso abençoar vidas com as bênçãos que tenho recebido de Deus? Seja generoso sempre e abundantemente!!! (Lc.6:38) - Bené Gomes

A segunda parte dessa coluna será publicada na próxima edição da LifeUp. Enquanto isso, você pode acompanhar o Bené Gomes todas as quintas-feiras, às 20h na Nova Igreja. 31


Receita

[ Empada de Doce de Leite ] Seja para servirmos como sobremesa, ou puramente para nossa satisfação, a empada de doce de leite é perfeita para aqueles que têm pressa, e ainda mais para quem não tem grandes habilidades dentro da cozinha. É do tipo de receita praticamente infalível – não tem como dar errado!

Para executar essa receita é necessário:

Instruções:

• Forminhas específicas para cupcakes, muffins e afins

Misture todos os elementos da massa até que a consistência esteja homogênea. Então espalhe a massa por cada forminha, apertando com o dedo, de modo a cobrir a base e os lados, sem ultrapassar seus limites. Depois coloque leite condensado em cada forminha, até ultrapassar um pouco da metade. Coloque no forno, com temperatura média (mais ou menos uns 180º), e deixe por mais ou menos 20 minutos. Não abra a porta até que o recheio esteja levemente corado!

Para a massa, utilizaremos: • 125 gramas de farinha de trigo, que equivale a mais ou menos 1 copo • 65 gramas de margarina, que equivale a mais ou menos 3 colheres de sopa cheias • 1 gema • 2 colheres de sopa de açúcar

E para o recheio... • 1 lata de leite condensado

Essa receita rende 12 empadas deliciosas...

32


)78%f®3

(DO IT YOURSELF - FAÇA VOCÊ MESMO)

Seja como passatempo ou pela vontade de economizar, o “do it yourself ”, expressão americana para “faça você mesmo”, de onde vem a sigla DIY, tem o intuito de mostrar ao leitor ideias simples, que podem ser facilmente executadas. Nessa edição, aprenderemos com a Rennielli a improvisar prateleiras feitas à partir de caixas de feira: “O primeiro passo é realmente ir à feira pedir caixas de laranja. Você também pode conseguir essas caixas no Serasa ou ainda no ônibus hortifruti, que podem ser encontrados em di-

versos pontos da cidade ao longo da semana. Para pintar, pode-se utilizar qualquer tipo de tinta, mas essas foram pintados com tinta de parede. Usei 1/4 da lata grande para pintar cada caixa. Quanto mais camadas de tinta, melhor fica e mais liso. Outra dica é lixar a madeira antes de começar a pintar. O efeito é uma superfície ainda mais lisa. Você pode fazer como eu, e empilhar as caixas de lado para guardar livros, DVDs e CDs, ou ainda utilizá-las para guardar brinquedos, plantas...”

33


Fevereiro Dias 18, 19, 20 e 21- 19h - Congresso “Mantendo o Foco em Jesus” da Juventude

Dia 25 - 20h - Encontro de casais Dia 29 - 19h - Aula Inaugural da ATOS

Março

Dias 3- 09h - Café da Manhã da Geração Nova Dia 5 e 12 às 19h30 - Treinamento de Voluntários da Geração Nova Dia 9 - 20h - 1ª reunião de Mulheres com Fé Radical Dia 17 - 15h - 7 horas de adoração Dia 23 - 20h - Reunião de Empresários Os eventos acima serão todos na Nova Igreja, mas fique ligado em nosso site www.novavidanabarra.com.br e durante os encontros! Assim você estará sempre atualizado...

34

Av. das Américas, 10.200 | Barra da Tijuca | Rio de Janeiro - RJ


ainda não

veja”

(Hb 11:1)

Não sabe o que estas caixas são?

“QR Codes” são códigos de barra bidmensionais que podem ser lidos por smartphones com câmera. 1. Baixe um aplicativo leitor “QR Code”; 2. Aponte a câmera do seu dispositivo; 3. Aproveite.



Life Up #2