Issuu on Google+

Distribuição Gratuita ANO 3 - NÚMERO 11 - ABRIL A JUNHO DE 2014

EDIÇÃO DE OUTONO // Fragale Fala - Como ter o melhor ano da sua vida! Dicas simples que podem determinar o seu ano. | Cultura - Compreenda mais sobre termos religiosos e o real poder deles na sua vida. | Saúde - O que você não sabe sobre os efeitos da maconha.


“OS

caminhos de Deus são misteriosos”

Quem nunca ouviu uma afirmação dessas? Isto é, se não tivermos falado algo do tipo nós mesmos. Geralmente afirmamos isso quando não entendemos aquilo pelo que estamos passando. Realmente, há muitas coisas que ainda não entendemos por completo, mas precisamos descansar no fato de que Deus está no controle, sempre. Existe, no entanto, um problema com afirmações do tipo. Elas geralmente abrem margem para uma espécie de comodismo. “Não vou fazer nada porque Deus permite coisas que às vezes não entendemos”, ou “Deus está me deixando aprender uma lição” ou algo do tipo. Mas existe um fundamento que precisamos ter como base para abordarmos cada situação da nossa vida: Deus é bom. E Ele nos ama, e deu seu Filho para não somente nos salvar, mas para que também reinássemos com Ele em vida. Então às vezes podemos até não entender como tudo vai acontecer, e nesse sentido, sim, a vida é um mistério, mas uma coisa é certa: Deus tem planos de paz e alegria para cada um de nós. Nunca estaremos desamparados, nunca precisaremos andar em angústia ou preocupados, e nunca seremos punidos por Deus, porque Ele já levou sobre si nossas ofensas. Pode ser que você, como muitos outros, esteja passando por uma fase em que não está entendendo nada. Não se conforme! Busque sempre o caminho de Deus para você. Deixe que Ele seja a solução, seja te dando oportunidades que você jamais imaginaria ter, ou mesmo te dando a Sua paz, que é inexplicável.

2

20 NOSSOS CONTATOS

@LifeUpMagazine fb.com/lifeupmagazine (21) 2431-2114 contato@lifeupmagazine.com.br

Av. das Américas 10.300 - Barra da Tijuca Rio de Janeiro - RJ


EXPEDIENTE

8

SAMARA GOMES Editora

EDINELSON ALVES Redator

PROJETERIA

15

Projeto Gráfico

DENISE FRAGALE Colaboradora

31

TIMÓTEO GOMES Colaborador

ÍNDICE BRUNO DÖHLER Colaborador

NEIVA KOPPE DE MORAES Colaborador

15. Geração Nova 2. Fragale Fala Como ter o melhor ano Eu tenho um superda sua vida herói

24. Lição de vida Escola Bíblica de Phnom Penh

4. Ritmos da Graça Slack-line

16. Chave Bíblica Arme-se

26. Mini Novas Recomenda

6. Mini Novas

18. Atualidade O rolezinho e o fim da cordialidade

28. Testemunho A aventura de nossas vidas

20. Saúde A verdade sobre a maconha

30. D.I.Y. - Faça Você Mesmo Porta-copo de CDs

8. Somos Vibe Jesus é e eu sou 10. Cultura Uma nova realidade

31. Receita Smootie de Frutas

3


| Fragale Fala

Como ter o

MELHOR ANO da sua vida

eixe-me mostrar para você algumas dicas que podem te auxiliar a andar em vitória sobre os empecilhos que possam vir para que 2014 não seja o melhor ano da sua vida. Essas dicas devem estar bem firmes na sua mente para que você possa combater as tentativas do inimigo de não permitir que o plano de Deus para esse ano se cumpra.

#2 - Ore em línguas todos os dias. As línguas são um sinal, o selo de aprovação e carimbo de que o batismo com o Espírito Santo realmente aconteceu. Se você não é batizado, ore e peça a Deus e Ele não vai negar! Não deixe que esse dom seja mistificado. Ele é muito mais do que emoção, lágrimas e arrepio, ele te leva a falar em línguas.

#1 - Medite na Palavra de Deus todos os dias. Ler a Bíblia é uma coisa, meditar na Palavra é outra. Aquilo em que você medita, em que você constantemente pensa, é aquilo que você pratica. Conseguimos tomar conta do nosso pensamento? Sim, você tem toda autoridade e condição de tomar conta e controle do seu pensamento. O Ap. Paulo nos aconselha em Filipenses 4:8 – “(...) se há alguma virtude e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Só duas coisas sobre vantagens, benefícios e bênçãos que vem quando oramos em línguas:

D

É você quem determina o que vai ocupar a sua mente. Se você ocupa a sua mente ou permite que ela fique flutuando com pensamentos de preocupação, de ansiedade, planos malignos ou que envolvem o materialismo, na sua prática do dia a dia, o que você vai viver é o que os seus pensamentos dizem. Siga o conselho que Deus deu para Josué, em Josué 1:8: “Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tanto quanto nele está escrito; então farás prosperar seu caminho e serás bem-sucedido.” 4

1- Orar em línguas traz refrigério. Isaías revela essa propriedade que orar em línguas tem, que é trazer refrigério, descanso. Essa é uma fórmula ANTI-STRESS. Tomar remédios são para remediar algo, mas o que precisamos é da cura. O remédio é de fora pra dentro e o de línguas é de dentro pra fora. 2- Orar em línguas é uma forma de crescer espiritualmente. Você não pode abrir mão disso, como se fosse algo banal ou opcional. Não rejeite esse dom! Tome posse do que é benção de Deus para a sua vida. #3 – Seja uma pessoa mais generosa. Lemos, em Atos 20:35, que é mais bem-aventurado dar do que receber. Essa palavra, ‘bemaventurado’, significa feliz, próspero, abençoado! Precisamos sair dessa mentalidade de que precisamos que alguém nos dê, como se fossemos carentes e necessitados. Quando saímos


Fragale Fala |

dessa mentalidade de um simples receptor para a de um doador, Deus muda a nossa vida. Tire seus olhos dessa visão pobre, pequena e infeliz, e coloque-os na visão da Palavra. #4 – Seja uma pessoa grata. Pessoas gratas são pessoas mais felizes! Pessoas que têm o hábito de agradecer, de dar graças, que são gratas a Deus e gratas uns aos outros são pessoas mais felizes. São cinco pontos só! Coloque-os em prática não só nesse ano, mas em qualquer época, em qualquer fase da sua vida. (Cl 2:6 e 7) “Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças.” Ele diz “crescendo em ações de graças”, ou seja, sendo cada vez mais gratos. Planeje ser cada dia mais grato! Compre uma moldura e coloque algo nela que diga: “Dar Graças”, e posicione-a na sua mesa de cabeceira para você já acordar todos os dias se lembrando. (1 Ts 5:18) “Em tudo, dai graças, porque esta É a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

#5 – Faça desse ano um tempo de reconciliação. Não permita chegar o final de dezembro tendo no seu coração mágoa, ira, ódio, ressentimento ou qualquer coisa contra quem quer que seja. Se existe uma possibilidade de você estabelecer uma reconciliação, estabeleça. Entenda isso, que o processo de transformação de Deus na nossa vida é um processo radical de metamorfose! E muitos de nós precisamos sofrer mudança, talvez não em todas as áreas das nossas vidas, mas em alguns setores. Se Deus não realizar isso, não vai ser o seu esforço que vai conseguir realizar essa transformação. (Rm 12:18) “Façam todo o possível para viver em paz com todos”. Às vezes não depende só de você, mas no que depender de você, tenha paz com as pessoas. São cinco pontos só! Coloque-os em prática não só nesse ano, mas em qualquer fase da sua vida. Em qualquer época, tempo e ano e vai dar certo porque não são princípios que vêm da cabeça do homem, mas do coração do próprio Deus. “Cresça em fé, viva vencendo, seja uma benção!” MAURÍCIO FRAGALE Pastor Principal da NOVA Igreja 5


SLACK | Ritmos da Graça

homem precisa reconhecer seus limites”. Eu não sei quem disse isso, mas, quem quer que seja, ele tem um ponto. Então, aqui estou, reconhecendo os meus: eu não sou um bom equilibrista. Desde pequeno eu tinha dificuldade de ficar em um pé só, de caminhar sobre superfícies estreitas e coisas desse tipo. Eu nunca fui bom e até hoje isso me persegue. Tive essa comprovação com a invenção desse novo “esporte” chamado slack-line, que é bem maneiro, partindo do pressuposto que você é um ninja.

“UM

Basicamente consiste em amarrar um elástico bem fino em duas pilastras (ou árvores) e o seu objetivo é ficar em pé e andar em cima desse elástico. Esse é o nível amador. A parada fica mais tensa a medida que você vai avançando! Eu já vi caras plantarem bananeiras, darem piruetas, fazerem coisas que desafiam a gravidade, se equilibrando sobre aquele pequeno pedaço de corda. Eu não consigo nem ficar em pé no elástico por mais de 2 segundos. Me apoio em alguém pra subir e é só a pessoa me soltar que eu já começo a balançar e caio. Eu já tentei várias vezes e tudo o que consegui foi frustração (você pode perceber isso ao ler minhas palavras). Ao perguntar para os ninjas como eles conseguiam ficar de pé e andar naquela coisa, eles me contaram o segredo: “olhe para um ponto fixo”. Esse é o segredo? E eu esperando uma receita do tipo: “Deixe seus joelhos levemente dobrados, abra os braços e tente ajustar o seu centro de gravidade balançando o seu corpo”. Mas aparentemente é muito mais fácil. É só olhar para um 6

JOÃO EMÍLIO MEDINA

ponto fixo e não para o seu corpo desequilibrado. A verdade é que esse é um retrato da nossa vida cristã. A todo tempo nós estamos tentando nos equilibrar, nos manter de pé, aguentar a pressão do mundo, a correria do dia a dia e nos manter andando na linha fina que parece ser o caminhar com Jesus. E talvez, como eu, você não seja um bom equilibrista. Talvez você tenha dificuldade para caminhar no “slack-line da fé”. Você parece estar balançando em meio aos ventos que sopram constantemente sobre a sua vida. Um dia você está em chamas por Jesus, amando-O com todas as forças, vislumbrado com tudo o que Ele é e fez e de repente você parece não estar mais tão animado e o seu amor por Ele não parece ser tão grande como era antes. Se formos honestos, nem sempre a gente tem a capacidade de sustentar o amor que temos por Deus. Constantemente eu me pego pensando se eu tenho dado a Ele o amor que Ele realmente merece. Constantemente eu sinto como se eu tivesse vacilado e meu amor parece falhar. Qual é o segredo? O que fazer? Ouçamos os ninjas do slack-line: “olhe para um ponto fixo”. Mas talvez você não queira ouvi-los. Ok! Justo. Então vamos à Palavra: Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. (Hebreus 12:1,2)


LINE Ritmos da Graça |

Tudo bem, você diz, mas como eu faço isso exatamente? A maneira mais prática de fazer isso é olhar para o Amor dele. Afinal, Ele é Amor. Veja, a principal razão das nossas variações é porque o nosso foco está no nosso amor por Deus, e esse amor é inconstante. Estamos preocupados em provar o nosso amor por Ele, demonstrar o nosso amor por Ele, sentirmos que estamos amando-o o suficiente. Mas isso varia. Isso não é fixo. E é por isso que não estamos nos mantendo equilibrados. Por outro lado, se colocarmos os nossos olhos no Amor de Jesus por nós, esse Amor nunca muda. O resultado é que nós realmente nos tornamos capazes de nos manter, porque estamos firmados em algo que é sólido e constante. Estamos olhando para um ponto fixo. 1 João 4:10 nos traz a definição do Amor. E você ficaria impressionado em saber o que ele diz: “Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.”

Deus não está preocupado em saber o quanto você o ama. Ele está preocupado em que você saiba o quanto Ele te ama. Isso é o Amor. Esse deve ser o tema das nossas vidas. Isso deve estar nas nossas mentes, palavras, ações, tweets (se é que alguém ainda faz isso), posts, feeds e por aí vai. Tudo partindo de uma revelação do quanto Ele nos ama. É assim que eu quero viver. Muitas vezes eu me esqueço disso e me volto para observar o meu amor por Ele e aí eu começo a cambalear no slack-line da vida. Meu papel é rapidamente ajustar o meu foco e olhar para Jesus, o autor e consumador da minha fé, a personificação do Amor que numa cruz de um pecador tomou todo o juízo que era destinado a mim para poder ter um relacionamento íntimo comigo. Isso nunca vai mudar. Isso permanece para sempre. Se você não lembrar de mais nada do que eu falei nesse texto, oro para que pelo menos essas três palavras, simples, batidas, muitas vezes repetidas religiosamente, sejam gravadas no seu coração e ganhem um novo sentido para você: JESUS TE AMA!

A todo tempo nós estamos tentando nos equilibrar, [...] e nos manter andando na linha fina que parece ser o caminhar com Jesus. 7


| Mini Novas

RAIO DE SOL A Unilever lançou seu mais novo projeto, denominado Project Sunlight, uma ação global cujo foco são crianças. Se trata de um conjunto de ações que se relacionam à preservação do meio ambiente, à sustentabilidade, à saúde, à cidadania e ao acesso às necessidades básicas. Confira em www.ProjectSunlight.com.br

SEM SUSTOS O Google Chrome, o browser de Internet da Google, lançou uma nova versão em que o usuário é alertado visualmente sobre a aba que está produzindo som, seja do YouTube, ou aquelas páginas que, uma vez acessadas, abrem um vídeo por conta própria. Chega de susto e chega de ficar horas procurando de onde vem a fonte do tal barulho inesperado! Maiores informações sobre a versão no blog do Chrome: http://chrome.blogspot.com.br/

8


CORREIO DE BRINQUEDO O ToyMail é uma maneira de pais se comunicarem com os filhos menores, sem expor precocemente ao mundo dos smartphone e afins. Basta usar o aplicativo do brinquedo em seu celular, e o brinquedo irá passar a mensagem ao seu filho. Para saber mais, acesse www.ToyMail.co

AINDA VALE? Quem nunca se pegou em dúvida se deveria jogar determinada comida fora ou não, mesmo ela estando na geladeira? Descobrimos dois sites que ajudam a tirar a dúvida. Visite foodsafety.gov ou stilltasty.com

MOVA

+

Marcos Gomes, criador da Boo-Box, empresa de publicidade, e consiglieri do Grupo Jovem Nerd, está em vias de lançar um novo empreendimento, o Mova+. A ideia é acompanhar sua rotina de exercícios físicos, e recompensar os esforços físicos nos principais programas de benefício e milhagem do Brasil. Já imaginou ganhar milhas por se exercitar? E o serviço é grátis. Saiba mais em http://vem.movamais.com


| Somos Vibe

JESUS É e eu sou JUNIOR RANGEL

R

ecentemente li um livro, do pastor americano Judah Smith, chamado “Jesus is_______”.

Em sua introdução, o autor descreve uma experiência que realizou com moradores cristãos e não cristãos de sua cidade, Seattle (WA), com o objetivo de chamar a atenção para Jesus, fazen10

do as pessoas pensarem sobre o significado de Jesus na vida delas. Baseado nessa experiência, durante o Vibecamp de inverno do último ano, quis ressaltar algumas características básicas de Cristo para nós, em nós e por nós, trazendo um olhar sobre três aspectos através da Palavra.


Somos Vibe |

Na maior definição acerca deste conceito, tantas vezes confundido com um mero sentimento, podemos reconhecer a profundidade do amor de Deus por nós e como ele se expressa, em 1 João 3:16, a Palavra nos afirma: “Nisto conhe-cemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos”. Jesus é a própria expressão do amor de Deus e, por causa do Seu amor por nós, somos capazes de responder a este chamado de amarmos uns aos outros. 

JESUS É AMOR.

Pode parecer estranho, e até mesmo óbvio, mas muitas vezes deixamos esta realidade de lado e vivemos como se Ele estivesse distante. E, além de Jesus habitar em nós, há algo mais de extrema importância, combinado a esta realidade: justamente por sua vida se manifestar em nós podemos esperar pelo melhor, podemos confiar que situações, aparentemente, de fracasso são na verdade, degraus para o sucesso, pois a Palavra nos diz que fomos justificados pela fé e por isso temos paz com Deus; pela fé obtivemos acesso à graça de Deus e podemos nos gloriar na esperança da glória de Deus (Rm 5: 1-5).

JESUS É VIVO EM NÓS.

Mas o que é esta esperança em que devemos nos gloriar? Justamente a verdade de que Cristo habita em nós, e por isso devemos esperar sempre pelo melhor. A própria glória de Deus se manifestará em nós, conforme está escrito em Colossenses 1: 26 e 27: “O mistério que esteve oculto durante épocas e gerações, mas que agora foi manifestado a seus santos. A ele quis Deus dar a conhecer entre os gentios a gloriosa riqueza deste mistério, que é Cristo em vocês, a esperança da glória”. 

Mesmo conhecendo todos os nossos pecados e transgressões, Deus nos perdoou através do sacrifício de Cristo por nós na cruz. Raciocine comigo, quando alguém é ofendido, quem deve ser satisfeito? Aquele que foi ofendido e não o ofensor, certo? Se o homem ofendeu a Santidade de Deus, quem deveria ser satisfeito? Deus. Pois então Cristo satisfez toda exigência que havia contra nós! A justiça de Deus está satisfeita! E por isso, hoje, podemos dizer que a Santidade de Deus está do nosso lado por meio de Cristo, e todos os dias Ele quer garantir que sejamos seguros, abençoados, em paz, realizando aquilo que Deus nos designou pra fazer. Por causa do sacrifício perfeito de Jesus, Deus não se lembra mais de nossos pecados. É importante deixarmos sempre testemunhas da própria Palavra de Deus dizerem aquilo que pretendemos mostrar, portanto fiquemos com Hebreus 8, versos 12 e 13: “Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados. Chamando nova esta aliança, ele tornou antiquada a primeira; e o que se torna antiquado e envelhecido está a ponto de desaparecer”; e Hebreus 10, dos versos 16 ao 18: “Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor. Porei as minhas leis em seu coração e as escreverei em sua mente;” e acrescenta: “Dos seus pecados e iniqüidades não me lembrarei mais. Onde esses pecados foram perdoados, não há mais necessidade de sacrifício por eles”. Que você possa sempre se lembrar e se alegrar, porque Jesus realmente é amor, a esperança da glória, que habita em nós e está sempre do nosso lado, porque Ele é por nós. 11


Uma NOVA | Cultura

Rea li DARREN DAVIS Pastor Principal da The Harbour Church em Ft. Lauderdale/FL (EUA)

12


a i

Cultura |

ais importante do que ler as palavras por si só, é sempre preciso ter revelação delas para entender seu significado. Quando na Bíblia lemos palavras como “apóstolo”, ou “igreja”, ou ainda “cristão”, o que essas palavras significam? Para saber de fato, é preciso entender o que estava acontecendo a dois mil anos atrás. Sem esse conhecimento, você não terá revelação da linguagem e as palavras serão simples termos religiosos, que não carregam qualquer poder ou autoridade. Elas serão ineficazes em te moldar e em transformar sua vida para carregar o poder da cultura do Reino de Deus.

M

Contextualizando Nos dias de Jesus, o mais poderoso império da terra era o Império Romano. E quando o Império conquistava uma nação, ele não se contentava apenas com uma vitória militar. O objetivo de César era “reculturalizar” as pessoas de acordo com a cultura de Roma, ou seja, mudar seu sistema de crenças, sua mentalidade, seus valores, sua linguagem, e até a comida que eles comiam e a roupa que eles vestiam. Por quê? Porque ele queria dominar o mundo, e para isso, ele iria usar de sua força militar. Essa nação poderosa e opressora estava a ponto de subjugar os judeus, e para os judeus, sua cultura, suas tradições, seus costumes, sua comida, estava ligada a quem eles eram. Quatro mil anos de cultura e eles estavam sendo oprimidos pela cultura romana para serem conforme a sua semelhança. É por isso que muitos judeus rejeitaram Jesus

enquanto Messias, porque eles queriam um líder militar que se levantasse para defendê-los da opressão de Roma! Mas Jesus tentava mostrar para seus discípulos que a sua missão também era dominar o mundo, porém não através da opressão, nem através de força militar, mas através de uma realidade completamente diferente. Os separados Quando Roma conquistava uma nação, o César enviava um representante denominado apóstolo, que significa “o enviado”. Ele colocava um anel em seu dedo como símbolo da sua autoridade, para que ele pudesse dispor de todo poder, todos os recursos e todas as finanças de Roma, a fim de realizar seu trabalho de transformar a cultura daquele lugar. Então esse apóstolo selecionava um grupo de líderes que se sentava nos portões da cidade, e nada entrava ou saía de uma cidade a não ser que passasse pelos portões da cidade, com a permissão desses líderes. Você sabe qual era o nome desse grupo? Eclesia em grego, que significa “separados”, e é de onde vem a palavra ‘igreja’. Eles tinham autoridade dada pelo apóstolo para sentar nos portões da cidade e julgar o que entrava e saía, porque o que eles permitiam entrar ou sair afetava a cultura daquela cidade. Nova perspectiva Em Isaías 9:7, lemos que o reino que está sobre Jesus irá crescer e não terá fim. Isso significa que o Pai mandou Jesus para a terra como um apóstolo. Mais adiante na Bíblia, lemos que somos participantes desse seu chamado divino, não 13


| Cultura

apenas para irmos para o céu, mas para trazer o céu para a terra! Por isso conseguimos entender melhor quando, em Mateus 28, Jesus nos diz: “Toda autoridade, todo poder no céu e na terra me foram dados”, ele diz, “Agora estou dando a você”. Eis aqui a grande comissão que ele dá: “Vá e faça discípulos em todas as nações”, ou seja, “reculturalize” as nações da terra segunda a cultura do Reino de Deus! Você se lembra que Jesus começou a pregar, dizendo “arrependa-se”? Quando ouvimos isso, pensamos que é outro termo religioso cujo significado nem conhecemos direito. Mas arrepender vem da palavra grega metanoia, que significa “mudar o modo como você pensa”. Como é que essa mudança é feita? Através da Palavra de Deus. Obstáculos da mente Existem coisas, que fazem parte da cultura de pensamento desse mundo, que impedem que nós tenhamos a total compreensão da realidade sobre nós mesmos. O inimigo não quer que saibamos quem somos em Cristo, porque quando ele consegue fazer isso, mesmo que sejamos destinados para o céu, nos tornamos sem efeito e impotentes para mudar o mundo a nosso redor. Quando os discípulos foram enviados, em Atos 2, pelo poder do Espírito Santo, eles mudaram por completo o mundo naquela época, um mundo que continha cerca de 200 milhões de pessoas! De algum modo, todo mundo ouviu 14

falar do que estava acontecendo na vida desses 12 crentes, e o número aumentou para 120, e cresceu a partir daí. Eles iam para uma cidade, e nem diziam nada com suas bocas necessariamente. E então, uma pessoa doente, que estava jogada ali na calçada, era curada pela sombra de um discípulo que estava simplesmente de passagem. Paulo ia para cidades completamente entregues à idolatria. Eram cidades loucas, como Corinto, Éfeso, cuja mentalidade e sistema de crença eram diametralmente opostas ao Reino de Deus. Ele ia para essas cidades e ele simplesmente trabalhava, e a sua presença naquela cidade começava a mudar a atmosfera espiritual dali. Uma vida de propósito Existe uma busca nos corações de uma geração, que está ansiando por mais, por algo maior. E tudo que eles precisam é que alguém acredite neles. Se olharmos para os discípulos, eles não eram ninguém, eram negligenciados, eles viviam em um lugar de insignificância, mas Jesus viu algo neles que ninguém mais viu. Eu não sei você, mas estou cansado dessa cultura do mundo influenciar meu coração de um modo que ele não foi feito para ser influenciado. E de sentir os efeitos disso. Mas essa cultura que está nos oprimindo não é mais forte, não é mais poderosa do que Cristo em nós. Ela não tem qualquer comparação com Jesus. Ele é poderoso e forte. Acredito que o Espírito Santo tem começado a nos visitar e a nos tocar de modo tangível, nos dando uma prova do Reino dos Céus. É por isso que esse reino não é um reino


Cultura |

natural. Não é algo que pode ser conquistado com o poder da carne. É um reino sobrenatural.

Mais importante do que ler as palavras por si só, é sempre preciso ter revelação delas para entender seu significado. Existe um exército de Deus que está levantando, e esse exército não poderá ser parado, porque todos que fazem parte têm o poder de transformar a realidade desse mundo. O inimigo da sua alma está tentando te convencer de que você não carrega algo poderoso, por mais que você saiba que Jesus está dentro de você. Em sua mente, ele está tentando diminuir esse fato. Deus está falando que você tem que andar em confiança. Você carrega Jesus e a presença do Deus Todo Poderoso em você!

aaa a 15


Novo Lançamento! Melhor Dia é o EP mais recente da Vibe. Foi gravado no VibeCamp de Verão 2013. Download grátis: www.SomosVibe.com


Geração Nova |

Eu tenho um...

NEIVA KOPPE DE MORAES Psicopedagoga e Coordenadora do ministério infantil Geração Nova

S U PPEERR HER OÍÍ!!!!!! super-heróis dos filmes e histórias em quadrinhos são muito presentes na vida das crianças, assim como o foram na nossa infância. Arrisco-me a dizer que eles ainda são na vida de muitos adultos. Mas, afinal, qual é o poder desses heróis na vida dos pequenos?

OS

Os super-heróis foram criados a partir da necessidade do homem de imaginar que existe alguém que seja forte o suficiente para acabar com o mal do mundo. Não consigo contar as muitas vezes que meus filhos vieram com a pergunta: “Se você tivesse um superpoder, qual seria?”. E, pasmem, eu tinha a resposta, que no meu imaginário, seria a perfeita: “teletransporte!” As crianças vestem suas marcas, compram os brinquedos dos seus ídolos e, dependendo da idade, até acreditam na existência deles. Não é

difícil encontrar um mini super-herói andando pelos shoppings, supermercados ou mesmo salas da Geração Nova. Por entender esse fascínio pelos super-heróis na vida da criança é que percebemos a grande oportunidade de mostrar às crianças que elas têm um que é real. Aquele que o vento e o mar obedecem e está em todos os lugares ao mesmo tempo, sabe tudo o que acontece, e até o que ainda vai acontecer, e tem todos os poderes já vistos. Esse super-herói é Jesus! Ele possui todos os superpoderes necessários para nos salvar de todas as enrascadas do dia a dia. Ele é sobrenatural, pode realizar qualquer coisa. É imbatível, invencível! Nunca, em toda a história, perdeu alguma batalha! (Efésios 3:20) “Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós.” Jesus é nosso super-herói! E ele tem todo poder. 17


| Chave Bíblica

Arme-se BENÉ GOMES Pastor da NOVA Igreja

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.” (2 Coríntios 10:4,5)

N

Nesse trecho, Paulo fala sobre a nossa milícia, uma guerra travada não no mundo natural, mas no mundo espiritual. Sabemos que Deus nos deu, juntamente com Cristo, todas as coisas, mas o diabo não se dá por vencido, e nos ataca sempre que pode. Sua maior tática é lançar sobre nós pensamentos errados, de orgulho, de mágoa e condenação, que nos levam a agir em cima de falsas afirmações. Em um momento de meditação na Palavra, li este versículo e comecei a orar. Durante a oração, eu percebi no meu espírito que Deus tem algumas armas preparadas para que nós usemos nesta guerra; e eu gostaria de compartilhar três delas com vocês agora.

18

Perdão A primeira arma que Deus falou ao meu espírito foi o perdão. Em Provérbios 18:19, Salomão nos fala sobre a discussão entre amigos, afirmando que “é mais difícil ganhar de novo a amizade de um amigo ofendido do que conquistar uma fortaleza”. Essa pode ser a situação do seu coração hoje. Talvez ele tenha se transformado em uma fortaleza, onde ninguém consegue entrar, e você também não consegue sair dela. Você já foi tão ofendido por tantas pessoas que agora, para se defender, você vive num forte. Este é o momento de liberar perdão e sair dessa fortaleza maldita. Quem foi ofendido e não li-


Chave Bíblica |

ALEGRIA

Mude a sua atitude com relação a coisas que estão dando erradas na sua vida, não continue agindo da mesma forma. Tire seus olhos das suas necessidades e supostos direitos, e olhe para o Senhor. Toda vez que decidimos louvá-Lo em vez de reclamar e murmurar sobre a situação, isso faz com que Deus aja em nosso favor.

Alegria Por incrível que pareça, a alegria é uma das armas mais poderosas que temos no nosso combate espiritual contra o império das trevas. Jesus descreve, no evangelho de João 16:20-24, a verdadeira alegria como sendo aquela que é baseada em Cristo, e justamente por isso não nos pode ser tirada; nem quando estamos enfrentando provações (Tg 1:2). Isso porque quando sabemos tudo que Jesus conquistou por nós, não temos como ficar tristes! E, além disso, Jesus continua dizendo que Deus dará tudo que pedirmos em seu nome, para completar a nossa alegria. A Bíblia nos fala sobre uma alegria indizível e gloriosa (1 Pe 1:8); uma alegria que é fonte de força (Ne 8:10), beleza (Pv 15:13) e saúde (Pv 17:22). Essa alegria é plena (Sl 16:11) e constante (Pv 15:15).

CONFIANÇA EM DEUS

berou perdão, vive remoendo a ofensa dentro de si, e se entrega a uma vida de contendas e intrigas, de discussões intermináveis. Se você foi ofendido e não conseguiu ainda liberar perdão, você é tido como refém e, sempre preso a quem te ofendeu.

Tenha um coração alegre! Decida que nada vai impedir você de ser a pessoa mais feliz do mundo.

Confiança em Deus

Hebreus 10:35 diz que não devemos abandonar a nossa confiança porque ela tem grande galardão. Devemos confiar em Deus porque ele é fiel à sua Palavra. Essa confiança é a base da nossa fé, o meio pelo qual nos relacionamos com ele e que recebemos qualquer coisa que venha de dEle.

A Bíblia nos dá pelo menos 7 motivos para confiarmos em Deus: #1 Ele nos ama profundamente (1 Jo.3:1); #2 Nossos nomes estão arrolados no céu (Lc.10:20), o que significa que todos os nossos pecados estão perdoados para sempre; #3 Deus cuida de nós nos mínimos detalhes (1 Pd.5:7) e não precisamos ficar ansiosos por absolutamente nada; #4 Tudo coopera para o nosso bem, para o nosso crescimento (Rm.8:29) #5 Fomos libertos do império das trevas e nos tornamos cidadãos do reino de Deus (Cl.1:13). Temos uma nova natureza, uma nova identidade em Cristo. #6 Somos mais do que vencedores em Cristo Jesus (Rm.8:37) pelo simples fato de acreditarmos em Deus. #7 A sua graça está sempre agindo a nosso favor e o seu amor para conosco não falha jamais (Rm.8:32). 19


| Atualidade

o Rolezinho e o uma vez um povo conhecido pela sua cordialidade. Alegre, da paz, calorosamente receptivo e que também gostava muito de futebol, carnaval e praia. Foi essa a imagem que o então presidente Lula “vendeu” do povo brasileiro, e assim venceu a disputa com outros países para trazer a Copa 2014 para o Brasil. Mas, no ano passado, com milhares de pessoas protestando - às vezes com violência - pelas ruas de dezenas de cidades, acabou morrendo o mito da cordialidade do brasileiro.

ERA

Surpresos com essa onda de manifestações, políticos e autoridades de todos os níveis tentam, mas não conseguem uma explicação que possa justificar essa mudança de comportamento, antes, historicamente passivo, e ultimamente ativo nas ruas em protestos sucessivos. Para confundir ainda mais as autoridades, surgiram os rolezinhos. O encontro de centenas de adolescentes nos shoppings virou um fenômeno social. Mas os tradicionais frequentadores desses centros de compras querem distância desta agitação, e o assunto virou tema de debate nos gabinetes do Palácio do Planalto. 20

Quando questionados do porquê desses role-zinhos, as respostas dos participantes chegam a ser ridículas, tipo: “Porque não temos espaço na periferia” ou “porque é divertido”. No fundo no fundo o rolezinho está aí para chamar a atenção, para provocar, e principalmente para quebrar a ordem e a monotonia dos centros de consumo. O Governo se comporta como o pai que não tem tempo para os filhos. Assim, troca presentes por um relacionamento de qualidade, e sempre procura passar a mão na cabeça ao invés de oferecer amor e disciplina. Como não oferece, por exemplo, ensino de qualidade, oportunidade de trabalho e outros elementos essenciais para a formação dos adolescentes, o Governo, principalmente a Prefeitura de São Paulo, passou a oferecer parques e outros espaços públicos para os rolezinhos. São adolescentes tão livres e tão emancipados por que necessitam de tutores para dizer onde devem se divertir? Assim como os participantes não sabem explicar o porquê do rolezinho o Governo também exagera nessa bajulação oficial.


Atualidade |

fim da cordialidade EDINELSON ALVES

Agitadores urbanos Em relação a violência urbana provocada pelos Black Blocs, a motivação é outra. São jovens que não se sentem representados pelos partidos políticos. E o quebra-quebra inconsequente é o máximo para esses agitadores urbanos que acreditam estar fazendo história. As manifestações são legais, mas a violência não. Também no caso dos Black Blocs o Governo, principalmente o Federal, erra feio na condução desse processo. Muitas vezes o próprio Governo desautoriza a ação da polícia. Não há aqui a defesa de uma polícia violenta, truculenta, não, mas de uma corporação que deve trabalhar para manter a ordem. Infelizmente precisou alguém morrer, no caso o cinegrafista Santiago Andrade, para que a ótica da análise dessas manifestações deixasse de ser opaca e confusa. O profissional de imprensa virou mártir de toda essa ação inconsequente que vinha se repetindo nos

grandes centros e as autoridades não sabiam qual era o seu papel. A prisão dos jovens que dispararam o rojão restabelece o preceito básico de que violência é crime e como tal deve ser combatido. Como explicar o excesso cometido pelos jovens e também o vacilo das autoridades no exercício do seu papel? Fico com as palavras do rabino Jonathan Sacks que, em recente entrevista à revista Veja, afirmou: “É o abandono de um código compartilhado de valores, que é o que liga uma pessoa a outra. Em uma sociedade moralmente relativista, portanto, os relacionamentos não se sustentam... A sociedade aos poucos começa a se dissolver, e o primeiro sinal disto é a dissolução da família”. O irônico resumo da ópera é o seguinte: os estrangeiros não conseguem entender como no chamado país do futebol a grande maioria dos brasileiros é contra a realização da Copa do Mundo. Tomara que toda essa fúria coletiva se transforme em votos conscientes na próxima eleição. 21


A verdade sobre a | Saúde

MAURÍCIO FRAGALE Pastor Principal da NOVA Igreja e Médico com especialidade em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular Há algum tempo existe um movimento ao redor do mundo no sentido de se liberar a maconha, para que esta deixe de ser uma droga ilí-cita e passe a ser um artigo de consumo legalizado. Como vejo muita gente, até mesmo com formação universitária, inteligente e articulada, emitindo opiniões que demonstram um desconhecimento completo dos fatores médicos, químicos e farmacológicos, além das implicações sociais do uso da maconha, hoje trago à tona esse grupo de informações, na tentativa de esclarecer e dar um pouco mais de base para que você possa fazer parte desse debate de forma consistente e não aleatória.

22


e a

Saúde |

A maconha contém cerca de 60 componentes chamados de canabinóides. O mais psico-ativo deles é o Delta-Tetra-Hidro-Canabinol, mais conhecido como THC. Além disso, mais de 400 outras substâncias químicas são também encontradas na planta, cujos efeitos não são ainda completamente conhecidos. Quando alguém inala o THC, estas moléculas passam dos pulmões para o sangue muito facilmente e em questões de minutos estarão agindo no cérebro. Há uma barreira biológica cerebral, chamada “barreira hemato-encefálica”, que faz uma espécie de seleção do que pode e o que não pode entrar. Ela admite o oxigênio, nutrientes, a glicose, hormônios, etc., enquanto bloqueia componentes desnecessários e muitas vezes perigosos para o cérebro. Certas substâncias psico-ativas, como o THC, no entanto, podem ultrapassar essa barreira. Um dos argumentos que se usa para convencer as pessoas, e em especial aos jovens, de que a maconha não faz mal e não somente pode como deve ser usada, é o de que a maconha não é uma droga, mas apenas uma erva natural. Esse é um dos argumentos mais falaciosos que se poderia usar para se defender o uso da Cannabis. O THC é uma substância psico-ativa poderosíssima, com efeitos bastante estudados. Um dos motivos do uso da maconha é o fator social. Como é fumada, em geral, em grupo, há uma forte sensação de ligação entre as pessoas do grupo. Sempre há alguém ali que traz mais maconha, ou está disposto a coletar dinheiro de cada um para comprar mais. Portanto, fumar maconha

acaba sendo um fator de simples aceitação social, de adesão a um grupo, da necessidade de sentir-se parte de algo. A interação do THC com os receptores das células cerebrais é o que desencadeia as alterações metabólicas das células nervosas, que produz o “barato” experimentado pelos usuários da maconha. Entre os usuários crônicos, o bombardeio contínuo dos neurônios pelo THC leva ao desenvolvimento de um fenômeno chamado de “tolerância”. Isso significa que o usuário necessita de fazer uso de doses cada vez maiores para atingir o mesmo nível de efeitos da droga. Assim, a droga começa a perder o seu caráter “social”. A pessoa começa a usá-la com mais frequência e em maior quantidade. Para obter maior rendimento da dose utilizada, alguns começam a fumá-la em cachimbos apropriados, para concentrar a fumaça numa câmera, sem desperdiçá-la. A essa altura o indivíduo não se surpreende ou se assusta com o fato de que necessita de maiores doses da droga. Para ele, aquilo é até um sinal de resistência física, ou de grande capacidade. Ninguém fica preocupado com a possibilidade do vício, pois todos dizem que a maconha vicia tanto quanto leite, e ficam a assegurar a si mesmos e a todos a sua volta, que podem parar no momento que assim o desejarem. O uso contínuo da maconha leva, inevitavelmente, ao baixo rendimento escolar e/ou profissional, com suas consequências pessoais e familiares. Alguns estudos mostram que o THC suprime o funcionamento dos neurônios de uma região cerebral chamada hipocampo, onde os eventos da memória recente são processados e então enviados para outras áreas cerebrais para serem arma23


| Saúde

zenados. Como resultado, temos que a capacidade de aprendizado e de relembrar fatos recentes fica lesada. Além disso, a fumaça da maconha é tremendamente irritadiça, causando vermelhidão nos olhos e inflamação do delicado tecido que reveste o trato respiratório. Assim, o uso regular da maconha pode levar ao desenvolvimento de diversas patologias respiratórias, incluindo a bronquite crônica, e certamente agravando os casos já existentes. Além do mais, ao contrário do que muitos pensam e dizem, os estudos científicos já comprovaram que a maconha pode cooperar no desenvolvimento de câncer, não somente nos pulmões, em função dos motivos citados anteriormente, mas de boca, língua, estômago, trato urinário, etc. Se o uso da maconha estiver associado ao uso do tabaco, as chances do desenvolvimento de câncer se potencializam em muitas vezes. No Brasil, há um movimento pela legalização da maconha que promove uma marcha pela legalização da droga no dia 27 de Novembro. Ironicamente, o grupo denomina esse dia de “dia nacional pela legalização da maconha e COMBATE AO CÂNCER”. Outros estudos têm mostrado que o uso da maconha pode interferir com o sistema imunológico, deixando o usuário susceptível a ataques virais como gripes e resfriados, herpes, além das possíveis infecções bacterianas. O THC tem ainda a capacidade de “aderir’” ao centro do apetite, causando alterações como fome exagerada e períodos prolongados de inapetência. Outra área afetada pelo uso da maconha é a glândula pituitária. Essa pequena glândula é a mestra que regula o funcionamento de todas as outras glândulas do corpo, incluindo as gônadas (testículos e ovários). Estudos têm demonstrado que o uso da maconha diminui a produção testosterona, diminuindo a produção de esperma e espermatozóides no homem, enquanto provoca a anovulação (ausência de ovulação) e alterações menstruais na mulher. Essa alteração hormonal é a razão pela 24

qual o fumante de maconha se sente desanimado e fraco, em especial pela manhã, indisposto para cumprir tarefas. A influência no sistema nervoso autônomo simpático/parassimpático faz com que haja constante sensação de mãos e pés frios; a irritação brônquica provoca tosse constante, e o somatório de tudo isso provoca mudanças inevitáveis de comportamentos e hábitos. O THC tem um efeito interessante sobre o músculo cardíaco: eleva sua necessidade de oxigênio, enquanto diminui o seu suprimento. Com isso, o THC faz com que o coração busque por uma compensação, aumentando o ritmo cardíaco de 70 batidas por minuto (média de um adulto normal), para 100 ou mais. Mas para manter esse ritmo elevado, o coração precisa de mais oxigênio. No entanto, a fumaça da maconha também eleva os níveis de monóxido de carbono no sangue (veja bem: monóxido de carbono, aquela mesma molécula tóxica que sai do escapamento de automóveis, e não simplesmente dióxido de carbono, aquela molécula produzida por nossa própria respiração!), diminuindo ainda mais o suprimento de oxigênio. O uso continuado da maconha, ao contrário do que se propagandeia, pode sim, deixar sequelas. A visão de imagens repentinas, como animais ou sombras, nos períodos em que não se está sob a influência da droga, e que podem persistir por um longo período, mesmo após o abandono do uso, é uma delas. Esses episódios, chamados de flashbacks (episódios de alucinação que podem ocorrer anos após o abandono do uso da droga) são mais comuns com drogas como o LSD, mas podem ocorrer com a maconha também. O desencadeamento de doenças mentais como a psicose, a esquizofrenia, e outras, pode ocorrer, sendo impossível prever com quem irá acontecer. Pessoas que tenham tido alguém na família com alguma dessas afecções mentais tem uma probabilidade maior, mas pode ocorrer com pessoas que não tem nenhum histórico familiar e que nunca tiveram qualquer sintomatologia ou distúrbio psi-


quiátrico ou emocional prévio. Quanto ao uso medicinal da maconha, essa é uma grande falácia. Hoje em dia, após todas as pesquisas feitas, qualquer médico ou cientista sério, dá risada diante da afirmação que a maconha pode ter qualquer efeito positivo sobre qualquer sintoma ou doença. Em primeiro lugar, os efeitos anti -eméticos ou anti-nauseantes da maconha podem ser obtidos com medicamentos mais eficazes e mais seguros, com menos efeitos colaterais. Alívio de dores para pacientes cancerosos não se justifica também, pelos mesmos motivos citados, além do risco de se piorar o estado clínico e imunológico do paciente, por si só já debilitados pela doença. O efeito de aumentar a fome para pessoas com distúrbios alimentares se justificaria, não fosse o efeito de anorexia prolongada que a maconha provoca logo a seguir (efeito rebote), piorando assim o estado do paciente, que, em geral tem associado à sua anorexia, algum distúrbio emocional, como depressão. Sendo a maconha uma droga depressora do sistema nervoso central, pode-se imaginar o resultado desastroso dessa “medicação” usada em um paciente já deprimido. A experiência dos países que liberaram o uso da maconha também não é tão positiva como se tenta fazer crer. Na própria Holanda, o país pioneiro nessa iniciativa de legalizar a maconha, a tolerância teve sucesso em tirar os consumidores da clandestinidade, mas não surtiu o mesmo efeito sobre o tráfico. Metade dos crimes cometidos no país está ligada aos entorpecentes, e o número de presos triplicou nos últimos dez anos. A tolerância em relação à maconha na Holanda criou ao menos duas contradições. A primeira é que os bares podem vender até 5 gramas de maconha por consumidor, mas o plantio e a importação da droga continuam proibidos. Querendo ou não, isso criou um incentivo ao narcotráfico. A segunda é que Amsterdã, com seus coffee shops, passou a atrair grupos de “turistas da droga”, dispostos a consumir todo tipo de composto psico-ativo, e não apenas maconha. Isso fez proliferar o comércio clandestino. A população começou, então, a rever suas ideias

e a se mostrar cada vez mais descontente com o atual tratamento dispensado a usuários e traficantes. Essas experiências negativas com a legalização e liberação do uso da maconha em países como a Holanda, não costuma ser divulgada pelos defensores da liberação da maconha no Brasil. O assunto não se esgota com esse artigo, nem é nossa pretensão fazê-lo, mas tão somente fornecer aos nossos leitores uma matéria para ser pensada, refletida, analisada. Quem sabe, numa próxima conversa sobre o assunto, você não vai poder apresentar certos argumentos científicos e estatísticos, desconhecidos até mesmo de muitas das pessoas que defendem a liberação e a descriminalização da maconha no Brasil? 25


| Lição de Vida

ESCOLA BÍBLICA DE PHNOM PENH alguns dias que eu deixei a cidade de Phnom Penh, capital do Camboja. O que era para ser apenas dois dias de conexão entre Cingapura e os “verdadeiros” pontos turísticos do país, se tornou uma agradabilíssima surpresa. Me rendo ao senso comum ao lembrar dos dias que fiquei neste país. Realmente, há uma riqueza incalculável escondida na simplicidade desta pequena cidade perdida no meio do sudeste asiático. Mas, meu objetivo aqui não é te dar dicas de onde passar as próximas férias – se quiser seguir meu conselho… #ficaadica – mas contar sobre uma lição que eu aprendi com esta experiência.

FAZ

Primeiro, deixe-me tentar te explicar o que é o trânsito por lá. Precisarei de toda a sua imaginação. Está pronto? Ok! Imagine duas avenidas. Pode ser essa aí do seu bairro. Agora tire todos 26

BRUNO DOHLER

os sinais. E setas. E faixas. E imagine que carros, motos e bicicletas possam se movimentar em qualquer direção. Sim, QUALQUER direção. Agora imagine o máximo de veículos possíveis ocupando esta nova avenida. Conseguiu ter uma ideia? Acredite em mim, por mais fértil que seja sua imaginação, o trânsito de Phnom Penh é pior. Dito isso, deixe-me voltar a lição. Eis que, no primeiro dia em que eu estava na cidade, precisei atravessar uma das ruas mais movimentadas da região. A sensação de ter que atravessar uma rua nas condições que eu te descrevi mais acima era hilária. Simplesmente não havia uma maneira lógica de se fazer isso. Até que, em um momento de sorte, abriu-se um espaço naquele mar de carros e motos e eu consegui atravessar correndo.


Lição de Vida |

Chegando do outro lado percebi que um morador da cidade estava tentando chamar minha atenção. Me virei em sua direção e ele me disse as seguintes palavras: “Nunca corra. NUNCA! Aqui você dá um passo de cada vez”. Sabe aqueles momentos em que Deus transforma uma coisa corriqueira em uma tremenda de uma sala de aula? Pois bem, foi o que aconteceu. Naquele instante caiu a ficha do que é viver pela fé. (Rm 1:17) “Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.” Perceba, o trânsito caótico não é nada diferente do que vivemos todos os dias: problemas e acusações que tentam impedir o nosso progresso. Aos olhos naturais não há um caminho lógico. Por mais que você tente, é impossível traçar um roteiro seguro. Com isso, o instinto natural é querer atravessar o mais rápido possível. Ou seja, sair correndo. Da mesma forma, nós sempre somos tentados

a dar o nosso jeitinho. Tentar resolver situações da nossa forma. O importante é que isso passe logo. Mas não. Não é assim que nós vivemos. O justo vive pela fé. O melhor jeito para atravessar uma rua no Camboja é dar um passo de fé e acreditar que o motorista vai parar o carro para você passar são e salvo. Igualmente, o melhor jeito de resolver os problemas da vida é tomar atitudes de fé. Perceba que o tamanho da atitude não é o que importa, o importante é que de fé em fé, passo a passo, o caminho vai se abrindo, Deus vai resolvendo as situações e o progresso vira consequência. Me pergunto qual passo de fé você precisa tomar hoje. Se é grande. Se é pequeno. O que eu espero com este texto é que você se sinta encorajado a tomá-lo. Tenha sempre em mente o que Cristo conquistou por nós na cruz! Não tente sair correndo e resolver este problema sozinho, dê um passo de fé e confie no Senhor nosso Deus que é fiel e poderoso para fazer infinitamente além do que pedimos ou pensamos (Ef 3.20). 27


| Mini Novas Recomenda

RECOMENDA

app

A culpa é do fuso A publicitária carioca Clarissa Ferreira se mudou para Cingapura em 2012, deixando para trás família e amigos. Ao ver-se distante de tudo o que conhecia, Clarissa encontrou dificuldade de manter contato, colocando sempre a culpa na diferença do fuso horário. Na tentativa de tentar diminuir essa distância, a publicitária decidiu criar uma web série semanal, com um novo destino na Ásia a cada episódio. Você poderá acompanhar a série, que começou em janeiro, através do site www.aculpaedofuso.com.

livro

Amor e Respeito, por Emerson Eggerichs O autor aborda o ciclo vicioso que se estabelece em tantos relacionamentos onde há falta de amor e respeito. Usando como base Efésios 5:33, ele se utiliza da sabedoria bíblica, que já estabeleceu há milênios: o relacionamento homem-mulher somente ocorre de modo saudável quando ele a ama, e ela o respeita. 28


Mini Novas Recomenda |

FILME

Frozen - Uma Aventura Congelante Continuando com a série de princesas da Disney, o filme perpetua a direção que foi tomada em filmes como A Princesa e o Sapo e Enrolados, onde as princesas deixam de ser donzelas em perigo e são mais ativas e desengonçadas. A comédia também é garantida por Olaf, o boneco de neve, dublado por Fábio Porchat. E para os aficionados por tecnologia, vale apreciar a animação realística dada à neve, uma inovação na comunidade de desenhos animados. Nos cinemas.

app

Destemperados Insatisfeitos com a falta de informações de qualidade sobre experiências gastronômicas, três amigos resolveram começar a mapear gastronomicamente o país, e a compartilhar suas experiências em bares e restaurantes através de seu site e aplicativo. Hoje, o Destemperados é uma rede composta por mais de 100 consumidores que compartilham suas experiências. Você pode conferir as dicas pelo site www.destemperados.com. br ou baixar o app para iOS e Android.

29


| Testemunho

a aventura de nossas vidas uns dois anos, enquanto eu conversava com Deus, pedi por algo que viesse para dar uma agitada na minha vida. Para ser bem específica, pedi por um terceiro filho ou então, quem sabe, ir morar no exterior... E Ele resolveu me dar os dois juntos! 

Eu sempre sonhei em ter três filhos, mas o que o mundo tem pra dizer para pessoas como eu é que somos loucos de querer muitos filhos em um mundo como o nosso; que onde comem dois comem três, mas onde estudam dois, não estudam três! Ouvi isso várias vezes! Concordo que, olhando com os olhos naturais, ter três filhos é loucura. Mas olhando com os olhos da fé, vejo um Deus que ama realizar nossos sonhos e que traz à existência abundância de recursos de todas as ordens. Já meu marido, Leandro, tinha um pouco de receio de investir em mais um filho. Por isso, passei um tempo orando para que Deus trouxesse ao coração dele uma confirmação de que era isso que Ele queria e que Ele traria o nosso sustento. Passado algum tempo, recebi a resposta dessa oração! Em maio de 2012, o Leandro me chamou para conversar e disse que queria mais um filho, e que o coração dele estava seguro de que Deus estava nos guiando nessa direção. Em setembro daquele mesmo ano, no dia do meu aniversário, descobri que estava grávida! Quatro meses depois veio a notícia de que, devido ao trabalho do meu marido, tínhamos 30

MONIQUE MARINHO

apenas 20 dias pra nos organizar para irmos morar por um ano em La Paz, na Bolívia. Uau, que turbilhão! La Paz é uma das cidades mais altas do mundo, então tive que conseguir a liberação com meus médicos para ter meu neném lá. Como eles deram o aval, lá fomos nós ter bebê em outro país, longe de tudo e de todos! Eu estava com muito frio na barriga, mas sempre com a certeza de que Deus estava ali do meu ladinho, fazendo o papel daqueles que eu queria por perto e que não podia ter. Em maio de 2013, nasceu nossa caçulinha! Tudo correu muito bem e estávamos muito felizes, mas em seu terceiro dia de vida veio uma novidade: Ela precisava de oxigênio complementar para poder se desenvolver bem. Fizemos exames cardiológicos e outros ainda para verificar se havia algum problema físico, mas estava tudo perfeito. A altura da cidade e seu ar rarefeito eram o seu único problema. O médico nos deu 2 opções: Ou eu voltaria para o Brasil com ela, ou a levaríamos pra casa com o oxigênio complementar, até que ela se acostumasse com a altura. Então, fomos pra casa com o oxigênio. O oxigênio era passado através de um canudinho que tinha que estar próximo ao nariz dela 24h por dia, ou seja, precisaríamos vigiá-la constantemente, para assegurar que o canudinho não sairia do lugar. Revezamos durante as noites, eu, meu marido, e até minha mãe e meu pai, que estavam nos visitando naquele momento. Foi assim até a nossa pequena completar três meses.


Testemunho |

Durante todo esse período conseguimos, através do Espírito Santo, ter paz e alegria. Também durante esse tempo, por várias vezes o diabo quis lançar dúvida e medo nos nossos corações, sentimentos de que éramos os culpados pelo que nossa filha estava passando, de que não tínhamos escutado bem o que Deus queria e que estávamos indo pelo caminho errado. Para vencermos essa luta, foi preciso renovar a nossa mente diariamente na Palavra para que essas mentiras fossem se afastando e as verdades de Deus fossem prevalecendo e se tornando concretas. Foi uma luta grande, mas sei que não foi Deus quem trouxe isso para as

nossas vidas. A Bíblia me diz que, ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, eu não temerei mal algum porque Ele está comigo! E foi assim que nos sentimos. É uma experiência incrível morar em outro país e Deus tem nos ensinado coisas maravilhosas, dentre elas a depender, confiar e perseverar! Deus tem planos maravilhosos para todos nós e o diabo vai tentar de todas as maneiras lançar mentiras na nossa mente! O segredo é não viver pelo que vemos, mas pelo que cremos, com nossas mentes renovadas na Palavra de Deus até que tudo aquilo que a Bíblia diz que somos, podemos e temos se concretize. 31


| D.I.Y. - Faça você mesmo

FAÇA

VOCÊ

MESMO

O QUE VOCÊ PRECISA:

PORTA-COPOS DE CD

• CDS OU DVDS • Tecido colorido (de sua preferência) • Lixa • Primer Branco em Spray • Feltro • Pistola de cola quente • Tesoura apontada • Cola para artesanado (para superfície dura) COMO FAZER?

1. Trace o CD no tecido. Repita em todos os tecidos que quiser usar. 2. Levemente lixe o lado do CD que tiver um design ou uma escrita sobre ele. Você não precisa apagar tudo, só tirar a camada de brilho. 3. Borrife duas camadas de primer nos CDs, lembrando de esperar o tempo necessário para secar entre um spray e outro. 4. Corte os círculos dos tecidos, cortando-os um pouco menores do que o traçado para permitir uma borda envolta de seus porta-copos. 5. Para cada porta-copo, cortar um círculo com um diâmetro de cerca

32

(Foto:www.cacareco.net)

de 7,6cm de feltro. 6. Quando o primer secar, cole o feltro na parte de baixo do CD com cola quente. 7. Para o topo do CD, adicionar uma camada de cola para artesanato. Gentilmente pressionar o círculo de tecido no CD revestido de cola, e pressione qualquer ruga ou vinco. Permita que seque durante 20 minutos antes de seguir para o próximo passo. 8. Aplicar duas camadas de cola para artesanato na parte de cima do CD, por cima do tecido, e espere 2 horas de secagem entre a aplicação das camadas.


Receita |

Smoothie de Frutas Smoothies não são apenas saborosos - sua quantidade de nutrientes os torna perfeitos para a saúde! INGREDIENTES: • • • • • • •

1 Banana Madura 1 Copo de fruta congelada da sua escolha (manga, morango, ...) 2 Colheres de sopa cheias de iogurte natural Um punhado de aveia Um punhado de nozes diversas 1 Copo de leite de soja, desnatado ou suco de maçã Mel líquido à gosto (opcional)

COMO FAZER? 1

Fatie a banana e coloque no liquidificador, juntamente com a fruta congelada e o iogurte.

2

Bata e adicione a aveia e as nozes

3

Acrescente o leite de soja (desnatado ou suco de maçã)

4

Bata novamente até que fique uniforme

Se achar que ficou muito espesso, adicione mais leite ou suco e bata novamente. P rove, se achar que precisa adoçar, acrescente o mel.

33


NOVA IGREJA E CIA. TEATRAL DO INVISÍVEL APRESENTAM O ESPETÁCULO MUSICAL

26 E 27 DE ABRIL - 20H - AV. DAS AMÉRICAS 10.300 ENTRADA FRANCA - TRAGA 1KG DE ALIMENTO A SER DOADO PARA INSTITUIÇÕES APOIADAS PELA IGREJA.


11 - Encontro do Novamente às 20h

20 - Culto especial de Páscoa às 20h

12 - Café da manhã dos Músicos às 9h

3 - Café da Manhã dos Professores da Geração Nova às 9h

26 e 27 - Musical Godspell às 20h 25 - Encontro das Mulheres às 20h

11, 18 e 25 - Encontro sobre Batismo

23 - Encontro do Novamente às 20h

5 a 9 - Maratona de Oração às 7h, 12h e 19h

7 - Lançamento do CD “Solo da Graça”

1 - Encontro sobre Batismo às 17h30

30 - Reunião de Casais às 20h

30 - Encontro das Mulheres às 20h

31 - Aniversário da NOVA Igreja

27 - Encontro das Mulheres às 20h

08 - Batismo nas águas 19h30

14 - Café da manhã dos Músicos às 9h

Av. das Américas 10.300 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ

35


8h30, 10h30, 17h30 e 19h30

8h 20h

GUERREIROS

DE ORAÇÃO CULTO

20h

36

CULTO

VIBE

Fique ligado em nosso site novaig.com.br e durante nossos encontros! Assim você estará sempre atualizado.


Life Up #11