Page 1

EZEQUIEL NEITZKE

Terça-feira, 13 de agosto de 2019

Em tarde inspirada, Alviazul começa a Copa Seu Verardi com vitória de 4 a 2 sobre o grupo de transição do Grêmio.

NA NOVELA

De Lajeado para a tela da Globo

Ano 16 - Nº 2400 |

Avulso: R$ 2,50

Fechamento da edição: 21h

RISCO DE EPIDEMIA

LAJEADENSE

Início promissor

|

ALERTA DE DENGUE Primeiros casos contraídos no Vale preocupam gestores Em Teutônia, pelo menos dois casos de dengue contraída no município foram constatados neste mês. Governo intensifica ações de prevenção. Ao todo, 20 cidades do Vale do Taquari são

consideradas infestadas pelo mosquito transmissor da doença. A situação coloca em alerta a comunidade regional para o próximo Página 5 verão, época em que os insetos mais se proliferam. FÁBIO KUHN

DIVULGAÇÃO

Atriz lajeadense Gabriela Munhoz passa a integrar elenco de Órfãos da Terra. Ontem foi o primeiro dia de gravações. Página 12

OPINIÃO DEOLI GRÄFF

Ator abraça Fundef Marcos Caruso conheceu trabalho da entidade em Lajeado.

OPINIÃO RODRIGO MARTINI

Porto seco no Vale Especialistas divergem sobre a viabilidade da proposta.

DIÁRIAS EM ESTRELA

DIVULGAÇÃO BM

ASSALTOS A BANCOS

Vereadores solicitam apuração

Quadrilha teria núcleo em Lajeado

Dois parlamentares da base governista mencionaram ontem que suspeitas em torno de secretário da Fazenda são graves e pediram esclarecimentos. Página 8

Duas mulheres de Lajeado foram presas ontem, em Venâncio Aires. Elas tentariam resgatar criminosos que participaram de ataPágina 11 que em Vale Verde.


PĂĄgina 2

2

A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

ABRE ASPAS

EDITORIAL

“Uma das obras mais famosas ĂŠ a Antaâ€?

Perigo real FĂ BIO KUHN

Mais conhecido pelo nome artĂ­stico “Vickâ€?, o estrelense TarcĂ­sio Sulzbach, 54, ganha reconhecimento nacional graças Ă s pinturas e esculturas. Uma das obras mais famosas, segundo ele, ĂŠ a “Antaâ€?, que decora a praça no centro de Anta Gorda FĂ BIO KUHN fabiokuhn@jornalahora.inf.br

• O senhor Ê mais conhecido como Tarcísio ou como Vick? Mais conhecido como Vick. AtÊ os vizinhos lå de Estrela, muitos nem me conhecem pelo nome. Quem sabe meu nome mesmo Ê o pessoal do colÊgio por causa da chamada (risos).

• O senhor Ê muito conhecido pelo seu trabalho? Sim. Eu vivi e sobrevivi por muitos anos só da pintura e escultura estilo gravura, calcogra¤PT\UTaa^\PSTXaPTR^]RaTc^P[Ĵ\ST_PX]ĴXbSTTbcĨSX^U^c^Vaĝ¤R^CT]W^\dXcPbcT[Pb que foram vendidas para todo o Brasil.

• Da onde veio toda essa inspiração? Sou a quarta geração de artistas na minha família. Tenho trabalhos desde o meu bisavô TP_aT]SXR^\\X]WP\ÌT2^\^bTSXi�¤[W^ de peixe, peixinho Ê’. Depois eu segui o ramo e estudei no Atelier Livre de Porto Alegre por mais de sete anos.

• Quais são as vantagens de viver da arte? AlÊm de fazer o que gosta, sempre pude via-

jar. Conheci muitas pessoas, muitos atelieres e muitas cidades. Tinha ĂŠpocas que passava quase 200 dias no ano em hotel. As despesas eram altas, mas o conhecimento tambĂŠm era muito bom.

triz de Arroio do Meio e restauração das imaVT]bSPEXPBPRaPST5^a`dTcP=PFTbcUĝ[XP¤i a imagem do Sapato de Pau que Ê de concreto.

• Quantas horas você trabalha por dia?

Uma das obras mais famosas Ê a Anta de Anta Gorda. Apareceu atÊ no Fantåstico em função do nome estranho. Esse trabalho foi feito buscando o histórico da cidade e comunidade. Conversei com pessoas que dizem que encontraram uma anta muito maior do que o habitual. Houve atÊ a preocupação de saber qual a direção que ela estava seguindo quando foi vista. Fiz essa pesquisa e tentei reproduzir a história da própria cidade.

• Qual foi a principal obra, na sua opinião?

Não tem horårio. Depende muito da inspiração e do meu bem-estar. Preciso estar bem comigo, pois senão não funciona. Mas para sobreviver da arte Ê preciso se dedicar e trabalhar muito.

• Nessa vida dedicada a pinturas e esculturas, quantas obras você jå produziu?

• Quanto tempo pretende trabalhar com arte?

Não sei. São muitas. As obras maiores que tenho na região são a Anta, de Anta Gorda, as pinturas na igreja de São Caetano (Arroio do Meio), a restauração das imagens da Igreja Ma-

O tempo que Deus me permitir, porque o gosto pela arte estĂĄ no sangue.

INDICADORES ECONÔMICOS MOEDA

Diretor-geral Adair G. Weiss

Diretor de ConteĂşdo Fernando A. Weiss

Diretor comercial Sandro Lucas

Fundado em 1Âş de julho de 2002 Vale do Taquari - Lajeado - RS REDAĂ‡ĂƒO Editor-chefe: Filipe Faleiro Machado Av. Benjamin Constant, 1034/201 Fone: 51 3710-4200 CEP 95900-104 - Lajeado - RS www.jornalahora.com.br editor@jornalahora.inf.br

COMERCIAL e ASSINATURAS Av. Benjamin Constant, 1034/201 CEP 95900-104 - Lajeado - RS comercial@jornalahora.inf.br assinaturas@jornalahora.inf.br entrega@jornalahora.inf.br

Os artigos e colunas publicados não traduzem necessariamente a opinião do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. 8\_aTbbÌ^ITa^7^aP6aĝ¤RP

Filiado Ă

COMPRA

VENDA

TAXAS E CERTIFICADOS

DĂłlar Comercial

4,007

4,008

TJLP ANO

DĂłlar Turismo

3,850

4,170

SELIC META

Euro

4,494

4,495

Libra

4,755

4,757

Peso Argentino

0,089

0,089

Fonte: Infomoney (dia anterior atĂŠ Ă s 20h).

MĂŠS

% MĂŠS

% ACUMULADO ANO

ICV (Dieese)

09/2018

0,55

3,15

IGP - DI (FGV)

08/2018

0,68

6,64

IGP - M (FGV)

09/2018

1,52

8,30

INPC (IBGE)

09/2018

0,30

3,14

Ă?NDICE

O

s dois casos recentes de dengue contraída de forma autóctone em Teutônia deixam a região em alerta. Ao todo, conforme levantamento da Coordenadoria Regional da Saúde, são 20 cidades do Vale infestadas pelo mosquito transmissor da dengue, Chikungunya e Zika Virus. A falta de cuidados da comunidade, P[XPSPP^SĴ¤RXcSTPVT]cTb\d]XRX_PXbST endemias, expþe carências organizacionais da sociedade. Se em pleno inverno, a doença se prolifera no Vale, o que esperar do próximo verão? Hå cerca de dez anos, falar em dengue no RS era um tema despreocupante. No entanto, a falta de cuidados da população e a incompetência dos governos para barrar o avanço do mosquito vetor tornaram o perigo cada vez mais próximo. O quadro Ê alarmante. Frente ao descuido com a prevenção, o Vale vive o risco de uma epidemia. Ainda que não sejam muitos os registros das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti nas cidades da região, a sua proliferação acontece de modo bastante råpido. Com dois casos autóctones jå constatados, o perigo de uma epidemia Ê ainda maior. É preciso um cuidado que vå alÊm das campanhas de conscientização. O movimento tem de ser orgânico. Estar com as agentes de saúde. Estar no contato diårio com a população. O assunto deve ser debatido de forma ampla e contínua. Nos últimos anos, diversas cidades

MĂŠS

% MĂŠS

6.98 6.4

TR

10/2018

0,00

0,00

CDI MENSAL

09/2018

0,47

4,81

OURO E PETRĂ“LEO

FECHAMENTO

DATA

OURO (Onça Troy)

US$ 1497,70

11/8/2019

00:00

US$ 66,55

11/8/2019

21:00

PETRĂ“LEO

BOLSAS MUNDIAIS

PONTOS

%

IBOVESPA

80352.94

+0.60

DOW JONES (EUA)

25316.67

-0.53

INCC

09/2018

0,17

3,22

S&P 500 (EUA)

2818.82

-0.66

IPC-A (IBGE)

09/2018

0,48

3,34

NASDAQ (EUA)

7630.489

-1.38

DAX 30 (ALE)

12798.2S

-0.48

NIKKEI (JAP)

22712.75

-0.74

SALĂ RIO MĂ?NIMO ANO: 2019 - R$ 998,00

% ACUMULADO ANO

HORĂ RIO

DATA

cotação do dia 30/07 atÊ 17h46min

Com dois casos autóctones jå constatados, o perigo de epidemia Ê ainda maior� ¤iTaP\SXPbSTR^\QPcTP^\^b`dXc^ Servidores e atÊ o ExÊrcito estiveram nos bairros para eliminar os focos das larvas dos påtios, casas e quintais. O poder público, nas três esferas, precisa fazer mais. É urgente, por exemplo, RaXPa\TRP]Xb\^b_PaPXST]cX¤RPaST forma mais ågil os locais onde hå risco de transmissão e combater o mosquito em ĝaTPbcÌ^Tb_TRݤRPb`dP]c^_^bbİeT[ A situação merece ainda maior atenção devido às reiteradas temporadas epidêmicas, que elevam a probabilidade de quadros graves da doença. Hå razþes para esperar uma escalada real nas infecçþes. Cabe ressaltar, essa não Ê uma luta só dos poderes públicos. É uma responsabilidade de todos. Com mudanças meteoro[ďVXRPbPRT]cdPSPb]Ì^bTcT\ST¤]XSP as quatro estaçþes. O frio não interfere mais na proliferação do mosquito. Os cuidados são conhecidos. Evitar o PRĨ\d[^STĝVdP_PaPSPbXV]X¤RPaTSdiXa as chances de o inseto sobreviver. O alerta Ê nacional. Para o Vale, cabe açþes conjuntas do poder público e a vigilância da comunidade.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

3

Homenagem Estrela vai fazer merecida homenagem ao ex-deputado estadual e ex-prefeito HĂŠlio Musskopf, dia 22. Ele nasceu em Bom Retiro do

Sul, em 23 de agosto de 1939. O local serå o ColÊgio Santo Antônio, entrada pelo Calçadão, com início às 19h30min.

TragĂŠdia

deoli@jornalahora.inf.br

DEOLĂ? GRĂ„FF

DEOLĂ? GRĂ„FF

Encontro costeiro

Ator abraça causa da Fundef SIMONE WOBETO/DIVULGAĂ‡ĂƒO

Lidiane, Miorim, SĂŠrgio Pezzi e Steiner participaram do debate

00bb^RXPäÌ^S^b?a^¤bsionais de Imprensa do Vale do Taquari (API) promoveu såbado o 4º Pauta de Såbado. O psicólogo SÊrgio Pezzi falou sobre a cobertura de tragÊdias. Foram convidados para contar suas experiências

Ator Marcos Caruso com integrantes da equipe da Fundef

O ator, diretor e roteirista Marcos Caruso, da TV Globo, esteve em Lajeado semana passada para apresentação de peça teatral no Teatro da Univates. Ele aproveitou sua passagem pela cidadde para conhecer a Fundef. Interagiu com pacientes, conheceu a estrutura da entidade, conversou

R^\PT`dX_TST_a^¤bbX^]PXb> ator se emocionou com a histĂłria da instituição. No vĂ­deo em que gravou a impressĂŁo ao conhecer a Fundef, declarou: “Estou emocionado de estar aqui e conhecer o trabalho da Fundef de recuperar o sorriso das pessoas. Eu apoio esta RPdbPÂœP¤a\^d

o repĂłrter policial MĂĄrcio Steiner, a fotĂłgrafa Lidiane Mallman e o jornalista Alexandre Miorim. O mediador foi o jornalista e vice-presidente da API NĂ­colas Horn. Foi um debate proveitoso e de muito aprendizado.

195 anos de Imigração AlemĂŁ. O principal assunto do encontro foi a palestra da doutoranda em SociolinguĂ­stica na UFRGS AngĂŠlica Prediger. Ela explicou os processos de variação da lĂ­ngua alemĂŁ falada em comunidades boemias no Rio Grande do Sul. O conteĂşdo estĂĄ relacionado Ă sua tese de doutorado, que tem como professor orientador ClĂŠo Altenhofen. DIVULGAĂ‡ĂƒO

AngĂŠlica (de vestido) apresentou estudo sobre a lĂ­ngua alemĂŁ na reuniĂŁo dos pesquisadores em genealogia do Capef

Condomínio residencial É quarta-feira, 19h30min, no CTC, o lançamento do condomínio residencial de alto padrão Sunday

Village Care. O empreendimento tem a frente os sĂłcios: Ito Lanius, Tiago Johann e Wolnei Brietzke.

DEOLĂ? GRĂ„FF

Adote O Grupo de Apoio a Adoção de Lajeado (Gaal), da presidente Naide Heemann, vai promover palestra com a professora e escritora LĂ­dia Weber. Ela vai falar sobre o tema: “Adote com carinhoâ€?.

SerĂĄ dia 26 de agosto no auditĂłrio do prĂŠdio 16 da Univates, com inĂ­cio Ă s 19h30min. Como ingresso, sĂŁo sugeridos itens de higiene pessoal a serem entregues ao Trezentos de Gideon e Saidan.

Capef – 24 anos O Centro de Apoio a Pesquisas e Encontros Familiares (Capef) realizou såbado, dia 10, o encontro mensal no Convento em Daltro Filho, Imigrante. O presidente Ademir Jantsch e o vice Darci FTa[T¤iTaP\QaTeTaT[Pc^WXbcďrico sobre os 24 anos de existência da entidade. Dois associados fundadores estiveram presentes: Nelma Fritsch e Lucildo Ahlert. No encontro foram lembrados os

O Grupo Costeiro do Rio Taquari, do presidente Nelson Kuga, vai promover o 15º Encontro Costeiro de 29 de agosto a 1º de setembro no Camping da Cascalheira, interior de Cruzeiro do Sul. A programação iniciarå na quinta-feira com tertúlia. Na sexta-feira, haverå apresentação de músicas e poesias inÊditas sobre tema livre. No såbado, à noite, serão apresentadas as composiçþes sobre tema especifico. O evento deverå reunir nomes consagrados da música nativista gaúcha. Convites pelo fone/whatsApp 99991-6544.

Obituårio • Dona Ozília - Faleceu, sexta-feira, 9, internada no Hospital Bruno Born, aos 86 anos, Ozilia Bedinoto. Ela participou, por muitos anos, do clube de mães do CTG Bento Gonçalves. Como costureira, tinha entre suas especialidades, confeccio-

nar vestidos de prenda. Costurou o traje de muitos grupos de dança do CTG, com destaque para o Rastro do CT\_^S^`dP[P¤[WPFP[SXaTne era participante.

• Nicolau Heck - O professor universitårio e escritor, pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Católica de Goiås, JosÊ Nicolau Heck, faleceu, aos 73 anos, dia 8 de junho em Bela Vista de Goiås, Estado de Goiås. Ele nasceu em Arroio do Meio . Foi padre e chegou a assumir como vigårio paroquial em

Lajeado. Depois de deixar o sacerdócio, residiu na Alemanha, onde casou e cursou Direito e doutoraS^T\5X[^b^¤PR^\cTbTb^QaT Platão e Freud. Publicou oito livros e dezenas de artigos em aTeXbcPbRXT]cݤRPb

Kuga ĂŠ o presidente dos Costeiros

Título A Câmara de Vereadores de Estrela aprovou projeto de autoria do vereador Mårcio Mallmann (PP), que concede o Título de Cidadão Estrelense ao mÊdico gastroenterologista Ademir Pivatto. Ele Ê natural de Roca Sales e reside em Estrela desde 1993.

Romaria de Rincão A 31ª Romaria da Assunção estå marcada para dia 18 de agosto, no santuårio de Rincão São JosÊ de Taquari. Haverå missa festiva, às 10h, no santuårio e, às 13h30min, inicia a procissão. A saída serå na Igreja das Graças atÊ o Santuårio, terminando com missa celebrada pelo bispo Dom Carlos Rômulo da diocese de Montenegro.

Livro O lançamento do livro Aventuras de Verão nos Vales do Rio das Antas e do Rio Taquari, escrito por Ana Cecília Togni, serå nesta quarta-feira, 9h no Auditório da Sesc de Lajeado. A obra tem a assinatura da editora do Grupo A Hora.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

4

Turismo no Porto

Vale do Transporte

Ainda sobre o Porto, representantes da Amturvales devem propor ao prefeito de Estrela, Carlos Rafael Mallmann (MDB), a reserva de um espaço para turismo dentro da årea portuåria. A ideia Ê garantir um lugar para a movimentação de turistas, ônibus e eTİRd[^bT\VTaP[_aďgX\^bP^¤\SP[X]WPS^caT\ Isso porque, futuramente, o jå denominado Trem dos Vales deverå fazer o trajeto entre Estrela e GuaporÊ. Os representantes da associação sugerem um local para estacionamento e tambÊm para eventos ligados ao setor turístico. O assunto tambÊm serå debatido com os tradicionais mentores da Multifeira e Cacis.

0D]XePcTbR^]¤a\^dPaTP[XiPäÌ^S^ ˆ2dab^ de Formação para Condutores de VeĂ­culos Pesados, iniciativa idealizada pelos competentes empreendedores da associação Vale do Transporte. A novidade serĂĄ realizada em trĂŞs datas: 14 e 21 de setembro, 5 e 19 de outubro, e 9 de novembro. Todas as aulas ocorrem aos sĂĄbados, das 8h20min Ă s 11h40min e das 13h30min Ă s 16h50min. O valor ĂŠ de R$ 600 por participante, com coffe break. Entre as temĂĄticas, regras de segurança e a gestĂŁo operacional do trabalho. Hoje, o nĂşmero estimado de motoristas nos vales do Taquari e Rio Pardo RWTVPPRX]R^\X[_a^¤bbX^]PXb

RODRIGO MARTINI SugestĂľes, crĂ­ticas, contrapontos: rodrigomartini@jornalahora.inf.br

Um Porto Seco para o Vale?

Ciclovia intermunicipal

Membro do PTB regional, o estrelense Fabiano Diehl inicia abaixo-assinado na internet (www.peticaopublica.com) para apoiar a construção da ciclovia intermunicipal de 37 quilômetros entre Estrela, Colinas e Imigrante. O orçamento passa de R$ 6 milhþes, conforme estudo jå entregue pelos prefeitos ao MinistÊrio das Cidades. E a provocação Ê justamente para não deixar esse custo só sob a responsabilidade do poder público. É preciso a participação da sociedade civil e da iniciativa privada. O empreendimento tem tudo para ser referência nacional e, assim sendo, elevarå ainda mais a marca de quem participar. Volta e meia o assunto volta à tona. A instalação de um Porto Seco junto à årea portuåria de Estrela jå foi debatida no início da dÊcada de 90. Dessa vez, com a iminente municipalização S^_^ac^¼deXP[^cT\Pe^[cPP_PdcPa alguns debates entre empresårios e gestores públicos do Vale do Taquari. A ideia Ê ousada e requer altos investimentos. E se tornaria ainda mais custosa se for levada adiante a sugestão de criar um recinto alfandegårio de uso público, explorado por entidade privada por meio de concessão ou permissão. Para uns, Ê inviåvel. Para outros, pode ser um grande avanço para a economia regional. Essa Ê apenas mais uma das tantas concepçþes ventiladas para a melhor ocupação e exploração do Porto de Estrela. Mas vem tomando forma na medida em que empresårios do setor logístico demonstram entusiasmo com tal possibilidade. A proposta Ê criar uma zona secundåria (portos marítimos e aeroportos são as zonas primårias) para receber as mercadorias importadas e a serem exportadas, em regime comum ou especial, mas sempre em årea delimitada pela Receita Federal. Oferecer o serviço de armazenagem, movimentação e despacho e se

valer do DepĂłsito Alfandegado Certi¤RPS^302_^a\TX^S^`dP[Ä´UTXcP a exportação dos produtos, seriam as formas de garantir a sustentabilidade T^aTc^a]^¤]P]RTXa^_PaPPb^_TaPdoras do espaço. É fato que os portos secos tornam o comĂŠrcio exterior muito mais viĂĄvel para empresĂĄrios, especialmente em função da economia e agilidade no escoamento dos negĂłcios. No nosso caso, o entroncamento hidro-rodo-ferro-aeroviĂĄrio ĂŠ um fator predominante. Desde que receba altos investimentos em melhorias e ampliaçþes. Por outro lado, especialistas demonstram ceticismo. E esse “pessi\Xb\^ÂœbTYdbcX¤RP_T[^bP[c^bRdbc^b O cercamento eletrĂ´nico de toda a estrutura, a instalação de câmeras de vigilância 24 horas, o funcionamento de um posto da Receita Federal dentro da ĂĄrea e ainda a compra do maquinĂĄrio necessĂĄrio sĂŁo investimentos que demandariam uma movimentação altĂ­ssima e constante de mercadorias. É um projeto ousado, reforço. No interior do Estado – afora as regiĂľes da fronteira –, essas estruturas jĂĄ existem em Novo Hamburgo, Caxias do Sul e Canoas. 4]TbbTb_^]c^bÄ´_^bbÄ°eT[eTaX¤RPa bons e maus exemplos. Como quase tudo na vida.

Prefeito x Câmara A queixa sobre o acúmulo de requerimentos junto ao Executivo de Lajeado parece que surtiu efeito. Desde que o vereador, Carlos Ranzi (MDB), apresentou os números no plenårio da câmara – eram mais de 400 pedidos dos vereadores sem respostas por parte do prefeito no início de julho –, o negócio começou a engrenar. Mais de 200 foram respondidos atÊ agora. É um bom sinal. Atender os parlamentares Ê uma das obrigaçþes da administração municipal. É isso que consta na lei. E foi isso que Marcelo Caumo (PP) prometeu naquele documento registrado em cartório durante a campanha de 2016.

Kayser e as TilĂĄpias O MP instaurou inquĂŠrito para investigar denĂşncia contra o governo de Lajeado por suposto crime ambiental. O caso ĂŠ referente ao manejo sem a devida licença de peixes da lagoa do Parque dos Dick para o Rio Taquari. Segundo os denunciantes, e sob a ordem do servidor pĂşblico e suplente de vereador, Carlos Kayser (PP), tilĂĄpias – espĂŠcie exĂłtica – foram irregularmente levadas atĂŠ o Taquari, conforme matĂŠria da prĂłpria Assessoria de Imprensa da prefeitura. No documento do MP consta a defesa do municĂ­pio. Segundo o texto, as cX[Äť_XPbU^aP\[TePSPb_PaPS^Xb[PV^bPacX¤RXPXb]^QPXaa^ Olarias e no Parque do Engenho, e os peixes realocados para o Taquari eram de uma espĂŠcie nativa: o popular “Cascudoâ€?.

Iluminação artística O prefeito de Muçum, Lourival de Seixas (MDB), esteve em Brasília na semana passada. Entre os pedidos, recursos para um projeto turístico de iluminação artística, com uso de tecnologia LED de alta performance e 32 cores diferentes, que seria instalado da Ponte Brochado da Rocha, atÊ o Viaduto de entrada da cidade. Jå no gabinete do Deputado Federal, Alceu Moreira (MDB), o gestor reforçou pedido de recursos para custeio dos serviços na Unidade de Saúde.

TIRO CURTO • As especulaçþes sobre um rompimento entre MDB e PP em Encantado aumentaram após a demissão de Alexandre Cornelli (PP) na sexta-feira. Ele ocupava Cargo Comissionado na Secretaria de Obras e concorreu a vereador em 2016. Aliås, deve concorrer novamente em 2020; • A Câmara de Imigrante ana[XbPW^YTP_a^_^bcPST¤]P]ciamento de R$ 2 milhþes para a årea de infraestrutura. Se aprovado, o recurso serå utilizado para pavimentação em quatro estradas – Boa Vista 37, Linha Rechts e Garibaldi, Linha Rosenthal e Linha Seca Baixa – e outras três ruas;

- Em Estrela, vereadores estĂŁo preocupados com o excesso de viagens a BrasĂ­lia por parte de membros do Executivo considerados do “terceiro escalĂŁoâ€?; • Ainda em Estrela, o Executivo vetou o artigo de um projeto de lei aprovado pela câmara, que obriga a divulgação em atĂŠ 90 dias – no site do Executivo – dos medicamentos em falta no municĂ­pio. Entretanto, o veto foi derrubado pelos parlamentares. • Os vereadores de Arroio do Meio agendaram uma reuniĂŁo com a RGE, conces-

sionåria responsåvel pelo fornecimento da energia elÊtrica. O encontro ocorre às 16h do dia 21, na Câmara. Em pauta, problemas recorrentes de quedas de luz e as previsþes de investimentos; • Tolerância zero em Teutônia. Na noite de såbado, um veículo foi recolhido por estar com som alto por volta da 1h, na Avenida Um Leste, próximo à esquina com a Rua Ricardo Luersen, no Bairro Centro Administrativo. Segundo a BM, o flagrante foi realizado após diversos moradores ligarem para reclamar do barulho.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

5

Novos casos de dengue ampliam risco de epidemia FĂ BIO KUHN

Pacientes de TeutĂ´nia foram infectados de forma autĂłctone pela primeira vez no Vale. Ao todo, sĂŁo 20 municĂ­pios infestados na regiĂŁo MATHEUS CHAPARINI matheus@jornalahora.inf.br

T

Agentes epidemiolĂłgicos analisam larvas encontradas em TeutĂ´nia

gre. Jå uma mulher apresentou bX]c^\PbTcTeT^RPb^R^]¤a\Pdo por exame clínico. O município possui laboratório próprio para detectar as larvas do Aedes. Jå os exames que constatam a doença no paciente são realizados no Lacen.

Atenção redobrada em TeutĂ´nia 0_ÄŹb P R^]¤a\PäÌ^ S^b RPb^b ^ \d]XRÄ°_X^ X]cT]bX¤R^d Pb PĂ¤ĂœTb de prevenção. Na semana passada, foi feito um levantamento de Ă­ndice rĂĄpido (Lira) por agentes

20 municĂ­pios infestados* no Vale

Casos no Centro Administrativo A Vigilância Sanitåria acredita que os pacientes tenham sido picados pelo mosquito próximo ao local de trabalho. Foram feitos levantamentos em um raio de 150 metros das residências e não foram encontradas larvas. Ambos trabalham no mesmo lugar, no bairro Centro Administrativo. >bRPb^bU^aP\R^]¤a\PS^b]^ dia 2 de agosto. Um homem teve doença detectada por meio de exames feitos no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Porto Ale-

MÊdico infectologista do Hospital Bruno Born (HBB) e professor da Univates, Guilherme de Campos Domingues discorre sobre a dengue e o risco de uma epidemia no Vale. A Hora - Quais os principais sintomas da dengue e o que o paciente deve fazer ao percebê-los? Guilherme Domingues - Os principais sintomas são febre alta e dor ]^R^a_^>_PRXT]cT¤RP muito debilitado, com cansaço. A recomendação Ê procurar atendimento mÊdico. Um dos cuidados Ê não tomar Aspirina, porque a doença pode levar a risco de hemorragia. O quanto antes se diagnosticar a doença, melhor. Para poder ter os cuidados e evitar maiores problemas. É uma doença que, na forma hemorrågica, pode matar. A partir dos primeiros casos autóctones, hå risco de epi-

VALE DO TAQUARI

TdcÄŞ]XPaTVXbca^dS^XbRPsos de dengue contraĂ­dos no prĂłprio municĂ­pio, os chamados casos autĂłctones. Um homem e uma mulher cXeTaP\ R^]¤a\PäÌ^ SP S^T]äP Eles tiveram fortes dores de cabeça, dores nas articulaçþes, nĂĄusePb eÄŞ\Xc^b bX]c^\Pb cÄ°_XR^b SP dengue, que duram cerca de uma semana. Ambos jĂĄ estĂŁo estĂĄveis e retornaram Ă s atividades normais. De acordo com a 16ÂŞ Coordenadoria Regional de SaĂşde (CRS), a ocorrĂŞncia destes episĂłdios demonstra que novos casos autĂłctones podem acontecer. A coordenadoria informa que as alteraçþes climĂĄticas, como as variaçþes temperaturas e do volume de chuvas, registradas nos Ăşltimos meses, favorecem o desenvolvimento dos mosquitos. ?PaP P 2AB Pb SdPb R^]¤a\PĂ¤ĂœTb ST CTdcÄŞ]XP X]SXRP\ `dT ^ R^]ca^[T b^QaT ^ eTc^a ]ĂŚ^ U^X T¤caz e, por outro lado, que a vigilânRXPS^\d]XRÄ°_X^TbcPePbd¤RXT]cTmente em alerta. “A coordenadoria estĂĄ preocupada e jĂĄ de mais tempo atrĂĄs vem treinando e assessorando os municĂ­pios e suas equipes na execução das atividades de vigilância S^ 0TSTbÂœ P¤a\P ^ R^^aST]PS^a SĂŠrgio Schneider.

“A chance de termos casos de dengue neste verĂŁo ĂŠ bem grandeâ€?

AtÊ 2015, não havia nenhum registro de infestação de Aedes aegypti . Em 2016, foram constatadas larvas do inseto em quatro cidades. Em 2017, outras quatro. No ano passado, foram mais dez. Ao todo, são 20 municípios infestados.

* Um municĂ­pio ĂŠ considerado infestado quando sĂŁo encontrados dois ou mais focos prĂłximos.

do municĂ­pio. Foram encontradas larvas do mosquito em quatro bairros: Centro Administrativo, Canabarro, Languiru e Alesgut. “As larvas do mosquito contaminado jĂĄ nascem contaminadas. NĂŁo se descarta que possam aparecer novos casos futuramente,

demia da doença na região? Domingues - Claro. Temos RPb^bR^]¤a\PS^bT\CTdcĪ]XP e Santa Cruz. Temos que estar preparados porque a chance de termos casos de dengue neste verão Ê bem grande. O mosquito pode transmitir ou não. Eles se contaminam no momento que cruzam com mosquito infectado ou que picam uma pessoa infectada. AlÊm da dengue, o mosquito vetor tambÊm transmite chinkungunya e Zika virus. Quais as principais diferença entre elas? Domingues - Os sintomas são parecidos, mas têm pequenas diferenças. A chikungunya se caracteriza por dores muito fortes nas articulaçþes, tem pacientes que não conseguem caminhar direito. Mas não tem risco de sangramento e morte. O Zyka tem då mais lesþes de pele e para a gestantes tem risco de microcefalia no nenê.

devido ao que ocorreu agora�, alerta o coordenador da Vigilância Sanitåria, Evandro Borba. Borba ressalta a importância de se receber os agentes nas residências. Ele destaca ainda a importância do uso de repelente, principalmente nas crianças.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

6

“A partir da prĂłxima semana, nĂŁo teremos mais radares mĂłveisâ€?

CLEBER CAETANO/DIVULGAĂ‡ĂƒO

Presidente Bolsonaro diz que fiscalização nas rodovias ĂŠ uma “IndĂşstria da multaâ€? e definiu prĂĄtica como uma “roubalheiraâ€? para enriquecer poucos FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

ESTADO

A

passagem do presidente Jair Bolsonaro foi marcada por ataque Ă s ideologias de esquerda, anĂşncios de investimentos em infraestrutura e o compromisso do governo federal em “acabarâ€? com P ¤bRP[XiPäÌ^ _^a aPSPaTb ¤g^b T mĂłveis nas rodovias federais. Entre aplausos e gritos de “mitoâ€?, Bolsonaro inaugurou um caTRW^ ST ## `dX[ÄŞ\Tca^b ST Sd_[XRPäÌ^]P1A %=^SXbRdab^ agradeceu o apoio dos gaĂşchos na eleição do ano passado, criticou o candidato a presidĂŞncia da Argentina, Alberto FernĂĄndez. “NĂŁo se esqueçam que mais ao sul da Argentina, o que aconteceu nas eleiçþes de ontem. A turma da Cristina Kirchner, que ĂŠ a mesma da Dilma Rousseff, que ĂŠ a mesma de Maduro e ChĂĄvez e de Fidel Castro, deram sinal de vida aqui. Povo gaĂşcho, se essa ‘esquerdalha’ voltar aqui na Argentina, nĂłs poderemos ter sim no Rio Grande do Sul um novo Estado de Roraima. E nĂŁo queremos isso: irmĂŁos argentinos fugindo para cĂĄ, tendo em vista, o que de ruim parece que deve se concretizar por lĂĄ, caso essas eleiçþes realizadas ontem se

Presidente esteve ontem no RS para acompanhar obras na BR-116

R^]¤a\T\PV^aP]^\âbST^dcdbro�, disse o presidente durante o discurso de inauguração. 1^[b^]Pa^cP\QĴ\P¤a\^d`dT vai suspender o uso de radares móveis nas estradas federais. Disse que a medida serå implementaSP[^V^›4bbP\ĝ¤PST\d[cP`dT vai para o bolso de alguns poucos aqui dessa Nação. É uma roubalheira, essa Ê a verdadeira indústria da multa que existe no Brasil. Anuncio para vocês que, a partir da semana que vem, não teremos mais radares móveis no Brasil.� No RS hå 22 radares móveis nas rodovias federais. Os apare[W^b ¤RP\ T\ [^RPXb P_^]cPS^b com alto índice de acidentes.

Hidrovias e Porto de Estrela Na coletiva de imprensa após a inauguração, o ministro de InfraescadcdaPCPaRXb^ST5aTXcPbP¤a\^d que o governo federal pretende investir na dragagem da Lagoa dos Patos e do Rio Taquari. Para tanto, P¤a\^d `dT Wĝ caPcPcXePb R^\ P

Segundo presidente, radares deixarĂŁo de operar no Brasil

Câmara homenageia presidente de ONG de proteção aos animais ARQUIVO A HORA

LAJEADO

Presidente da ONG Amando, Protegendo e Ajudando Muitos Animais (Apama), Ana Rita da Silva Azambuja receberå na noite de hoje, 13, na câmara de vereadores, a Comenda Doutora Regina Aesse NÜthen. A homenagem serå entregue durante sessão solene, prevista para iniciar às 18h30min. A iniciativa de entregar a honraria para Ana Rita partiu do vereador Carlos Eduardo Ranzi (MDB). Ela criou a entidade hå pouco mais de cinco anos, iniciando com um grupo pequeno de animais e poucas doaçþes. Atualmente, a Apama atende cerca de 250 animais abandonados ou vítimas de maus tratos, que são abrigados em um sítio no bairro Conventos. 0]PR^]cPR^\^P_^X^SP¤[WP e de cerca de 20 voluntårios. O caPQP[W^ SP T]cXSPST Ĵ ¤]P]ciado por meio de doaçþes ou outras açþes, como rifas, venda de calendårios, eventos e reciclagens.

Ana Rita da Silva Azambuja recebe hoje a Comenda Doutora Regina Aesse NĂśthen

A Comenda InstituĂ­da em 2013, por iniciativa do vereador Ildo Salvi, a Comenda Doutora Regina Aesse Nothen, surgiu com o propĂłsito de homenagear as mulheres que se destacam na comunidade e contribuem com o desenvolvimento do municĂ­pio.

ORDEM DO DIA bancada gaĂşcha para usar recursos das emendas parlamentares. O senador Luis Carlos Heinze (PP) acompanhou a comitiva prebXST]RXP[ 4[T P¤a\^d `dT WÄť d\ processo de concessĂŁo em andamento para o Porto de Estrela. O prefeito de Estrela, Carlos Rafael Mallmann relata que ainda ]ĂŚ^ WÄť ]PSP ^¤RXP[ > \d]XRÄ°_X^ ingressou com uma proposta para municipalização do complexo portuĂĄrio. “O convĂŞnio estĂĄ em anĂĄlise. NĂŁo houve avanço nos Ăşltimos mesesâ€?, relata. A ideia do governo municipal ĂŠ abrir um contrato de concessĂŁo Ă iniciativa privada assim que tiver a autonomia sobre o porto.

EstĂŁo previstos para votação na sessĂŁo de hoje trĂŞs projetos de lei, todos de autoria do Executivo. Entre eles, estĂĄ o que atualiza a legislação referente ao Centro de Controle e Prevenção de Zoonoses e Vetores. Entre as mudanças propostas, um aumento no valor das multas para quem praticar maus tratos contra animais. Os novos valoaTb ¤RPaXP\ T]caT A '' _PaP X]UaPĂ¤ĂœTb [TeTb PcÄ´ A ## \X[ para faltas gravĂ­ssimas. TambĂŠm prevĂŞ ainda a castração e chipagem gratuita de animais recolhidos pelo CCZV, encaminhados por entidades protetoras

de animais ou de pessoas em situação de vulnerabilidade social. O projeto foi debatido semana passada, na reunião das comissþes, e gerou polêmica em virtude da possibilidade de famílias terem mais de cinco animais em suas residências, medida criticada por ONGs que atuam na defesa dos animais. Ainda estão na pauta duas aberturas de crÊdito especial, bT]S^ d\P ST A % \X[WÌ^ para a restituição de valores do Fundo Estadual da Saúde aos <d]XRİ_X^bTd\PSTA !\X[ para a Secretaria Municipal de Obras.


7

A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

VOLTA DOS PEDÁGIOS

Socorro pela BR

Guinchos e ambulâncias em prontidão pela BR-386

Bases operacionais na 386 VICTOR GRAEFF SOLEDADE FONTOURA XAVIER POUSO NOVO LAJEADO NOVA SANTA RITA

FILIPE FALEIRO PAVERAMA

Concessionária antecipa serviços na rodovia. Previsão era começar no dia 15, mas desde ontem o suporte aos motoristas está disponível

Dos 37 veículos da concessionária,

29 ficarão na BR-386. • Seis ambulâncias pré-hospitalares;

• Duas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) móveis;

FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

• Sete guinchos leves; • Dois guinchos pesados; • Sete veículos de inspeção

VALE DO TAQUARI

O

s trechos concedido à CCR ViaSul em três rodovias federais no RS já contam com socorro aos motoristas. Desde as 7h de ontem, a empresa disponibiliza atendimento 24h, com atendimento mecânico, ambulâncias e inspeção de tráfego. O contato deve ser feito pelo 0800 000 0290, que é interligado ao Centro de Controle Operacional, responsável por administrar o modelo de atuação na rodovia, bem como o atendimento em casos de urgências. São 37 novos veículos voltados ao atendimento nos 375 quilômetros das BRs 386, 101 e 290. Serão 11 bases operacionais. Pela análise da empresa, os pontos facilitam a interação da concessionária com as ocorrências. As equipes de atenSX\T]c^câ\!&_a^¤bbX^]PXb O Gestor de Atendimento e Operações da CCR ViaSul, Fausto Camilotti, ressalta que o suporte proporciona mais segurança aos condutores. “A assistência mecânica evita acidentes, promove conforto e rapidez nos deslocamentos.” O contrato entre Agência Nacional de Transportes Terrestres

de tráfego;

• Dois caminhões pipa; • Dois caminhões boiadeiro; • Um caminhão munck. Reinício da cobrança está previsto para fevereiro. Antes, concessionária precisa garantir serviços aos condutores e manutenção da rodovia

(ANTT) e CCR ViaSul foi assinado no dia 15 de fevereiro. Entre as exigências, estão os serviços para os condutores, bem como as obras de recuperação da pista antes do reinício da cobrança. Outra novidade se trata dos painéis de mensagens. Os equipamentos oferecem informações instantâneas aos motoristas sobre as condições do tráfego.

Obras na pista De acordo com a empresa, há '_a^¤bbX^]PXbe^[cPS^bP^bbTaviços de recuperação de pavimento,

tapa buraco, sinalização horizontal e vertical, roçada, drenagem, limpezas em geral e outros trabalhos. Na BR-386, são oito equipes. Algo próximo dos 150 trabalhadores. Uma das frentes de trabalho atua na melhora da iluminação. O início do cronograma foi antecipado para junho e a expectativa é de que a conclusão aconteça até dezembro deste ano, diz a CCR ViaSul. Já foram substituídas mais de 300 luminárias na BR-386, nos trechos urbanos de Nova Santa Rita, Lajeado, Soledade e Estrela. Desde a semana passada também são construídas as novas praças de pedágio. São quatro na BR-386. Ficam em Montenegro, Paverama, Fontoura Xavier e em Victor Graeff. De acordo com a concessionária, os projetos estão T\PeP[XPäæ^¤]P[Yd]c^è0=CC

Plano de investimentos Duplicação de 225 quilômetros • 20,3 km entre Marques de Souza e Lajeado: entre 2021 e 2023; • 5,1 km entre Lajeado e Estrela: entre 2022 e 2023; • 25,6 km entre Soledade e Fontoura Xavier: entre 2023 e 2024; • 30,5 km entre Tio Hugo e Soledade: entre 2024 e 2025; • 54,9 km entre Fontoura Xavier e Marques de Souza: entre 2026 e 2028; • 34,6 km entre Carazinho e Tio Hugo: entre 2029 e 2030; • 59,3 km entre Tabaí e Canoas: entre 2034 e 2036.

Ao todo, são 56 acessos

Construção de 27 retornos

• Quatro passando por Marques de Souza, Lajeado e Forquetinha; serão feitos entre 2021 e 2022. O contrato prevê vias paralelas. Na região: • Entre 2021 e 2022 serão 13 quilômetros em Lajeado • Serão 28 interconexões com vias urbanas, entre novas e reformuladas.

• Dois em Marques de Souza (entre 2021 e 2022) • Nove entre Fontoura Xavier e Marques de Souza (entre 2026 e 2028) • Dois meios retornos em Paverama (entre 2031 e 2033)

Passagem inferior • Serão três em Lajeado (entre 2021 e 2022)

18 passarelas • Quatro em Marques de Souza e Lajeado (entre 2021 e 2022) • Sete em Lajeado, Tabaí, Triunfo, Montenegro e Nova Santa Rita (entre 2022 e 2023) • Uma em Estrela (em 2024)


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

8

Em três anos, acidentes de trânsito reduzem quase a metade em Teutônia Governo atribui queda à intensificação de açþes de conscientização e obras e melhorias na sinalização de trechos considerados críticos MATEUS SOUZA mateus@jornalahora.inf.br

TEUTĂ&#x201D;NIA

M

unicípio com problemas históricos no trânsito, Teutônia experimenta, nos últimos três anos, uma queda no número de acidentes nas vias da cidade. Entre os anos de 2016 e 2018, por exemplo, esse percentual foi de 48,41%, reduzindo de 378 para 195 casos. Ou seja, caiu quase pela metade.

EDSON SCHAEFFER/DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

O levantamento foi feito pelo Departamento de Trânsito de TeutĂ´nia, ĂłrgĂŁo ligado Ă Secretaria Municipal de Planejamento, e computa dados de acidentes atendidos pela Brigada Militar na ĂĄrea urbana. Neste ano, atĂŠ o momento, sĂŁo 93 casos, bem menos do que os 216 registrados no mesmo perĂ­odo em 2016. O coordenador do Departamento de Trânsito do municĂ­pio, Carlos Alberto da Silva, atribui a queda a dois fatores: o trabalho de conscientização e Ă s melhorias em trechos considerados crĂ­ticos. Ele cita obras de recuperação na extensĂŁo das ruas Major Bandeira e Carlos Arnt, duas das vias mais movimentadas da cidade. â&#x20AC;&#x153;Fiz um detalhamento dos piores lugares, com maior incidĂŞncia de acidentes. Trabalhamos em cima desses locais, melhorando a sinalização das vias, instalando redutores de velocidade e mudando

Acidentes no municĂ­pio 2016 2017

41

2018

47

2019*

378

79

30

246 195

CIDADE RODOVIA

93

*de janeiro a junho

FONTES: DEPARTAMENTO DE TRĂ&#x201A;NSITO DE TEUTĂ&#x201D;NIA E PELOTĂ&#x192;O RODOVIĂ RIO DA BM

Segundo governo, açþes de conscientização ajudaram na redução de acidentes desde 2016

locais de faixas de segurança e de paradas de Ă´nibus. Tudo isso foi feito conforme o CĂłdigo de Trânsito Brasileiroâ&#x20AC;?, comenta. Silva avalia que essas vias nĂŁo foram projetadas para suportar o VaP]STÂĽdg^STeTÄ°Rd[^b?^aT[Pb passam muitos motoristas do interior e de outros municĂ­pios que nĂŁo sĂŁo acostumados com o trĂĄfego intenso.

Campanha nas escolas Policial militar aposentado, Silva diz conhecer a realidade do trânsito do município. Ele lembra que foram intensificadas

as açþes de conscientização nos Ăşltimos anos, como a realização de açþes nas escolas. â&#x20AC;&#x153;Estamos direto fazendo campanhas e entregando folderes e material informativo. TambĂŠm faço esse trabalho nos dois CFCs daqui e dou palestrasâ&#x20AC;?, salienta. O trabalho de conscientização ĂŠ realizado com o apoio da Câmara de IndĂşstria e ComĂŠrcio de TeutĂ´nia (CIC), de empresĂĄrios do municĂ­pio, da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e BatalhĂŁo RodoviĂĄrio. Silva ressalta ainda que a conscientização continuarĂĄ sendo o foco, buscando diminuir, cada vez mais, o nĂşmero de acidentes.

Rodovias

O municĂ­pio de TeutĂ´nia ĂŠ cortado por trĂŞs rodovias estaduais â&#x20AC;&#x201C; ERS-128/Via LĂĄctea, RSC-453 e ERS-419 -. Depois de apresentar `dTSP bXV]X¤RPcXeP ST ! % _PaP 2017, caindo de 79 para 41 ocorrĂŞncias, o total de acidentes dentro do perĂ­metro voltou a subir no ano passado, atingindo 47. O levantamento foi disponibilizado ao governo municipal pelo Grupo RodoviĂĄrio da Brigada Militar de TeutĂ´nia. Ainda, conforme o balanço, de janeiro a junho deste ano jĂĄ foram registrados 30 acidentes. No balanço divulgado, o Departamento de Trânsito lembra que ainda que nĂŁo constam os registros feitos pela internet.

Vereadores cobram investigação sobre uso de diårias MATHEUS CHAPARINI

Dois parlamentares da base consideraram graves as suspeitas em torno do secretårio da Fazenda e pediram apuração do governo

dou o episĂłdio em sua fala. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; uma denĂşncia importante e espero que a gente consiga investigar a fundo para saber as circunstancias exatas em que isso aconteceu.â&#x20AC;?

Fell levou caso ao MinistĂŠrio PĂşblico

MATHEUS CHAPARINI matheus@jornalahora.inf.br

ESTRELA

Repercutem no Legislativo municipal as suspeitas sobre mau uso de diårias por parte do secretårio municipal da Fazenda, Henrique Lagemann. Na sessão de ontem, dois parlamentares da base do governo se manifestaram a respeito do caso. Darlã Belini (PSB) defendeu importância do direito de defe-

Suposto uso irregular de diĂĄrias repercutiu na sessĂŁo de ontem

sa, mas cobrou a investigação das suspeitas. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; uma questĂŁo grave que precisa ser apurada. Se for constatada a irregularidade, tem que

haver a devida punição. Temos que tomar as providĂŞncias para evitar que novos casos assim aconteçamâ&#x20AC;?, afirmou. JoĂŁo Braun (PP) tambĂŠm abor-

O caso foi citado pela primeira vez na sessĂŁo do dia 5 de agosto pelo vereador de oposição Norberto Fell (PPS). Ontem, ele fez uma apresentação no telĂŁo da câmara com os fatos dispostos em ordem cronolĂłgica â&#x20AC;&#x153;NĂŁo cogito uma CPI, porque acredito ainda nas autoridades que irĂŁo analisar o caso e acredito que o prefeito tomarĂĄ uma medida dura para dar uma resposta Ă co\d]XSPSTÂ&#x153; P¤a\^d > eTaTPS^a encaminhou as informaçþes sobre o caso ao MinistĂŠrio PĂşblico.

Vereadores derrubaram veto O projeto aprovado pela câmara que obriga o governo a divulgar a lista de medicamentos disponĂ­veis e indisponĂ­veis na FarmĂĄcia Central recebeu veto parcial do Executivo. >PacXV^"`dTST¤]Td\_aPi^ST 90 dias, foi vetado pelo prefeito Rafael Mallmann. Os vereadores votaram e rejeitaram o veto. Agora, o projeto volta ao Executivo, que tem atĂŠ 48 horas apĂłs o recebimento para promulgar a lei. Caso nĂŁo o faça, o texto volta para a câmara, onde o presidente da casa pode fazer a promulgação. â&#x20AC;&#x153;O municĂ­pio propĂľe retirar o artigo 3, mas nĂŁo retira o 4, que diz que a lei entra em vigor imediatamenteâ&#x20AC;?, argumenta a vereadora DĂŠbora Martins, autora da proposta.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

9

Município abre consulta o`q`cdÚmhqa`rdbtqqhbtk`q DIVULGAÇÃO

Ação inédita será realizada de 20 a 31 de agosto. Propósito é coletar contribuições da comunidade escolar e cidadãos em geral

Além da consulta popular, pro¤bbX^]PXb SP TSdRPäæ^ Xaæ^ _PacXcipar de quatro encontros sobre a base curricular comum. O primeiro deles ocorreu em julho. Questionário também será aplicados para professores. “Todos vão participar dessa construção”, acrescenta Greicy.

FÁBIO KUHN

Italiano nas escolas

fabiokuhn@jornalahora.inf.br

ENCANTADO

U

ma pesquisa possibilitará ao cidadão encaminhar críticas e sugestões sobre o ensino municipal. O link para participar da consulta popular na educação TbcPaĻSXb_^]İeT[]P_ĻVX]P^¤RXP[ do Facebook ou no site do governo de Encantado (encantado-rs.com. br) no ícone “Referencial Curricular – Dê sua contribuição”. Esta é uma ação inédita na região que busca instigar a participação da comunidade nas escolas.

Governo também organiza encontros com professores sobre base curricular

As opiniões devem ser encaminhadas no período de 20 a 31 de agosto, podem fazer parte da base curricular personalizada de Encantado e serem aplicadas a partir de 2020. “Agora é a oportunidade legítima para as pessoas escreverem o que querem na educação de Encantado”, reforça a secretária de Educação e Cultura, Greicy Weschenfelder. O intuito da proposta, conforme ela, é estimular o

envolvimento com a educação . “A família e comunidade precisam se sentir pertencentes nesse processo. Ninguém pode se redimir da responsabilidade”, defende. As sugestões sobre o que deve constar no currículo das escolas municipais serão analisadas por um grupo de redatoras. “Podem surgir questões interessantes, \Pb bT\ eXPQX[XSPST ¤]P]RTXaPmente ou legal para ser executada”, esclarece.

Uma das mudanças já divulgadas pelo governo no currículo de Encantado é a língua italiana. A novidade vai englobar cinco escolas municipais que terão a disciplina na carga horária. Até o momento, duas escolas ( Batista Castoldi de Palmas e Osvaldo Aranha) já ensinam o idioma em sala de aula. Greicy STbcPRP`dTSTcP[WTbbæ^¤]P[XiPdos para inserir o conteúdos nos demais educandários. Expectativa da administração municipal é que todas as escolas municipais tenham o italiano no currículo até setembro.

COMO VAI FUNCIONAR? *O link direto para a consulta popular estará disponível na o…fhm`nÚbh`kcnfnudqmncd Encantado no Facebook e site pelo link “Referencial Curricular – Dê sua contribuição”; *Na primeira página, haverá uma introdução sobre a consulta popular. A pessoa terá a opção cdrdhcdmshÚb`qbnlmnldd oqnÚrr‰n: *A segunda página fará o questionamento: “qual conhecimento na área cultural/econômica/ social que considera relevante para o aluno?”. A resposta será escrita pelo participante. *Professores da rede pública municipal e estadual escolhidos pelo governo farão a triagem do material. A análise sera feita com base na aplicabilidade e legalidade das ideias.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

10

Ataques a cemitĂŠrios revoltam moradores do interior de Estrela FĂ BIO KUHN

Em duas semanas, foram registrados cinco casos de furto em dezenas de sepulturas FĂ BIO KUHN fabiokuhn@jornalahora.inf.br

ESTRELA

â&#x20AC;&#x153;D

o jeito que estĂĄ logo vĂŁo tirar os mortos do tĂşmulo para roubar tambĂŠmâ&#x20AC;?, lamenta Maria Ivone Schneider, 79, ao ver a se_d[cdaP SP]X¤RPSP SP ¤[WP ]^ RTmitĂŠrio catĂłlico de Linha Lenz, interior de Estrela. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; uma tristeza ver a lĂĄpide assimâ&#x20AC;?, complementa o marido Oscar. O casal foi atĂŠ o local ontem, 12, para averiguar os estragos. Ao total, cerca de 30 sepulturas foram alvo dos ladrĂľes com o roubo das cruzes. Familiares de sepultados perceberam o crime na sexta-feira, 9. No sĂĄbado, 10, outra comunidade que sofreu com o furto de RadRX¤g^b [TcaTXa^b T \^[SdaPb foi a Linha Santa Rita. Os ladrĂľes aproveitaram a proximidade e arrancaram materiais metĂĄlicos das sepulturas nos cemitĂŠrios catĂłlico e evangĂŠlico. A comunidade estima que o crime ocorreu na noite de sexta-feira. >]Ĩ\Ta^STcĨ\d[^bSP]X¤RPS^b nĂŁo foi divulgado. Com essas trĂŞs ocorrĂŞncias, somam-se cinco ataques nos cemitĂŠrios do interior de Estrela. >dca^b S^Xb ^R^aaTaP\ ]^ ¤\ ST julho no CemitĂŠrio EvangĂŠlica da Beija Flor, em CostĂŁo e cemitĂŠrio catĂłlico de Linha SĂŁo JosĂŠ.

Maria e Oscar Schneider lamentam furto de cruz na sepultura de parentes

Sem suspeito

A semelhança dos crimes, todos realizados Ă noite com furtos de objetos metĂĄlicos, e proximidade dos cemitĂŠrios faz o delegado da PolĂ­cia Civil de Estrela, Juliano Stobbe, cogitar a possibilidade dos ataques terem sido realizados pelo mesmo grupo criminoso. â&#x20AC;&#x153;O modus operandi ĂŠ o mesmo. Mas nĂŁo se pode afirmar com total certeza que apenas um grupo realizando os crimesâ&#x20AC;?, sustenta. Por enquanto nĂŁo hĂĄ suspeitos para os crimes, destaca o delegado. â&#x20AC;&#x153;NĂŁo houve testemunha em nenhum dos crimes e nĂŁo chegaram para nĂłs, atĂŠ o momento, imagens de câmeras de segurançaâ&#x20AC;?, ressalta. Conforme Stobbe, os objetos metĂĄlicos e de bronze conspurcados dos tĂşmulos sĂŁo derretidos ou atĂŠ recolocados no mercado como sucatas. O fato dos cemitĂŠrios estarem em locais sem vigilância facilita a ação dos bandidos, percebe.

ATAQUES Ă&#x20AC; CEMITĂ&#x2030;RIOS EM ESTRELA 28 de julho Mais de 50 tĂşmulos sĂŁo alvo de furto no CemitĂŠrio EvangĂŠlico de Beija Flor, em CostĂŁo. K`cqÂ&#x2122;drqnta`q`lbqtbhĂ&#x161;wnr+ letreiros e molduras. 31 de julho Ataque acontece no cemitĂŠrio catĂłlico de Linha SĂŁo JosĂŠ com cerca de 90 tĂşmulos c`mhĂ&#x161;b`cnr-OqditÂ?yndrshmado pela comunidade foi de R$ 38 mil. 9 de agosto O`qdmsdrcdrdotks`cnr odqbdadlnetqsncdbqtydrdl cerca de 90 tĂşmulos do cemisÂ&#x152;qhnb`sÂ&#x2022;khbncdKhmg`Kdmy- Crime provavelmente ocorreu na madrugada. 10 de agosto Os cemitĂŠrios catĂłlicos e evangĂŠlicos de Linha Santa Rita sĂŁo alvos dos ladrĂľes. O nĂşmero de sepulturas daniĂ&#x161;b`c`rmÂ&#x2030;nenhhcdmshĂ&#x161;b`cn-

OBITUà RIO ILMA HORST faleceu ontem. O sepultamento ocorreu no CemitÊrio EvangÊlico Betânia Boa Vista, Teutônia. Para informar falecimentos, contate o A Hora: WhatsApp: (51) 92487689 Fone: 3710 4200 E-mail: editor@jornalahora.inf.br


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

11

Pt`cqhkg`cd`rr`ks`msdrcda`mbnr sdqh`mÂ&#x161;bkdnmnU`kd+rtrodhs`onkÂ?bh` DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O BM

Prisão de quatro pessoas em Venâncio Aires, sendo duas mulheres do Vale do Taquari, reforça tese. Comandante da BM do Vale do Rio Pardo diz que hå ligação com casos de Monte Alverne e Cristal

Casos recentes Mortes em Cristal

Dupla tentaria resgatar bandidos responsĂĄveis por ataque em Vale Verde

MATEUS SOUZA mateus@jornalahora.inf.br

ESTADO

A

prisão de quatro pessoas na manhã de ontem, no interior de Venâncio Aires, trouxe à tona mais uma tentativa de resgate de integrantes de quadrilhas no Rio Grande do Sul especializadas em assaltos a banco. E tambÊm reforça a possibilidade da existência de um núcleo em Lajeado. Do grupo detido, duas eram mulheres, companheiras de criminosos que atacaram a agência do Sicredi em Vale Verde, na última `dX]cPUTXaP 4[Pb bTaXP\ _a^¤bsionais da saúde e residiam em cidades do Vale do Taquari.

Segundo o comandante regional da Brigada Militar no Vale do Rio Pardo, coronel Valmir JosĂŠ dos Reis, com elas foi preso um homem, parente de um dos criminosos, e que tambĂŠm participaria do resgate. Os trĂŞs irĂŁo responder por associação criminosa e formação de quadrilha. Com eles, foram apreendidos dois carros. O quarto preso, um jovem de 20 anos, teria tido participação direta no assalto. Por isso, ele responderĂĄ por roubo a banco. Reis diz que o cerco aos criminosos continua. â&#x20AC;&#x153;Temos informaçþes de que eles PX]SP_Ta\P]TRT\[ÄťÂ&#x153;aTbd\T

LÂ&#x152;sncnqnshmdhqn Chama a atenção das autoridades mais um caso da utilização de

familiares para o resgate de criminosos. Desde julho, ĂŠ a terceira vez que isso ocorre no estado. Em dois, houve o envolvimento de pessoas do Vale do Taquari, enquanto uma das tentativas aconteceu em Paverama, hĂĄ duas semanas. Conforme o coronel Reis, as duas mulheres presas ontem carregavam materiais de primeiros socorros, indicando que um dos assaltantes esteja ferido. â&#x20AC;&#x153;Elas jĂĄ estavam sendo monitoradas hĂĄ mais tempo. Teriam ido ao local na sexta Ă noite e foram novamente ]TbbP\PSadVPSPÂ&#x153;Tg_[XRP

Núcleo em Lajeado A ligação entre os casos de assaltos a banco dos últimos meses, conforme o comandante da BM

. Na noite de terça-feira, 16 de julho, duas mulheres e uma criança de 4 anos, moradoras de Lajeado, foram mortas após uma tentativa de furar bloqueio montado pela Polícia Federal em Cristal. Daniela Weizemann e Aline Pirola morreram na hora, enquanto o filho de Daniela, Vitor Gabriel, teve morte cerebral confirmada dois dias depois, no HPS. O marido, Marcos Berghann, foi encontrado morto dentro da cela na superintendência da PF em Porto Alegre. Para a Polícia Federal, tratava-se de uma tentativa de resgate de assaltantes, que teriam atacado uma agência do Bradesco em Dom Feliciano, dez dias antes. O grupo era formado por entre 3 e 5 criminosos e, na fuga, trocou tiros com a Brigada Militar.

Assalto em Monte Alverne . Cinco dias antes do assalto a

do Vale do Rio Pardo, aponta para P TgXbcâ]RXP ST Â&#x203A;]ĨR[T^bÂ&#x153; ]^ AB Um deles seria em Lajeado. â&#x20AC;&#x153;HĂĄ tambĂŠm gente de Porto Alegre, da zona sul do estado e de Santa Cruz S^Bd[Â&#x153;R^\T]cP O delegado regional de PolĂ­cia do Vale do Taquari, JosĂŠ Roma-

banco em Dom Feliciano, uma agĂŞncia bancĂĄria no distrito de Monte Alverne, em Santa Cruz do Sul, foi alvo de uma quadrilha. Armados com fuzis, cinco bandidos renderam clientes e funcionĂĄrios, fazendo um cordĂŁo humano com 15 cerca de refĂŠns. Segundo o comandante regional do Vale do Rio Pardo, parte do bando seria do mesmo grupo que furou o bloqueio em Cristal.

Morte em Paverama . No dia 2 de agosto, um criminoso morreu e sete pessoas foram presas em confronto com a Brigada Militar, em uma chĂĄcara no interior de Paverama. A vĂ­tima, identificada como Laerti da Siqueira, era natural de Santa Cruz do Sul e estava foragido. Ele estaria envolvido no assalto a banco em Monte Alverne e tambĂŠm em um ataque a agĂŞncias bancĂĄrias de Gramado Xavier, em 2017.

ci Reis, tambĂŠm entende que hĂĄ um grupo atuante no municĂ­pio. â&#x20AC;&#x153;Em quase todos os assaltos a banco existe a participação de lajeadenses. E essas mulheres que vĂŁo buscar os assaltantes no mato, indiretamente, tambĂŠm estĂŁo parcXRX_P]S^Â&#x153;PeP[XP

MÂ&#x161;bkdncdldch`Â&#x2039;Â&#x2030;nĂ&#x161;ql`l`hrcd5/`bnqcnrdlcnhr`mnr MATHEUS CHAPARINI

Entidade mantida por voluntårios atua na solução de conflitos sem necessidade de acionar a Justiça

alizada audiĂŞncia tiveram como resultado um acordo.

@oqnwhl`Â&#x2039;Â&#x2030;n bnltmhsÂ&#x2026;qh` De acordo com o vice-presidente, Enio Thomas, o trabalho visa tambĂŠm melhorar as relaçþes entre os membros da comunidade. â&#x20AC;&#x153;A ideia ĂŠ aproximar, porque muitas vezes as partes chegam lĂĄ estremecidas, um nĂŁo olha para o outro. No final da audiĂŞncia, normalmente as pessoPb bPT\ bT Rd\_aX\T]cP]S^Â&#x153; afirma o vice-presidente do NMA, Enio Thomas.

MATHEUS CHAPARINI matheus@jornalahora.inf.br

ESTRELA

Com objetivo de solucionar demandas por meio de acordo e reduzir a quantidade de processos que chegam à Justiça foi criado hå dois anos no município o Núcleo de Mediação e Arbitragem. O grupo atua na mediação extrajudicial de casos de Direito Civil que envolvam disputas de valores. 0 T]cXSPST QdbRP ¤a\Pa PR^aS^b entre as partes, de modo a evitar a judicialização. São casos como dívidas, acidentes de carro com danos materiais e cobranças de valores em geral envolvendo pessoas físicas ou jurídicas. Qualquer pessoa que queira buscar ressarcimento de deter-

Criado em 2017, núcleo atua na mediação extrajudicial de demandas cíveis

minado valor pode procurar o nĂşcleo. Ă&#x2030; cobrada uma taxa de R$ 50 para os custos de acionar a parte demandada. Se ambos concordarem, ĂŠ marcada uma audiĂŞncia para buscar um acordo, com auxĂ­lio de trĂŞs mediadores comunitĂĄrios. AlĂŠm de buscar soluçþes mais rĂĄpidas para os conflitos, o mĂŠ-

todo busca harmonizar as relaçþes comunitĂĄrias. â&#x20AC;&#x153;O cidadĂŁo nĂŁo ĂŠ chamado de aÄ´d ]X]VdÄ´\ ¤RP bPQT]S^ T T[T nĂŁo ĂŠ intimado, ĂŠ apenas convidado a buscar uma solução. Essa ¤[^b^¤PÄ´^`dTSÄť^SXUTaT]RXP[Â&#x153; P¤a\P ^ _aTbXST]cT SP T]cXSPST Antonio Luiz Rucker. Ele destaca que todos os casos em que foi re-

@bnqcnrsÂ&#x17D;l u`khc`cditqÂ?chb` Conforme os mediadores, os PR^aS^b¤a\PS^bYd]c^P^]ĨR[T^ nĂŁo podem ser revisados pela Justiça comum. â&#x20AC;&#x153;Aquilo que ĂŠ discutido na mediação nĂŁo se discute mais. Mas o acordo nĂŁo impede que alguma das partes ingresse na Justiça para solucionar alguma outra questĂŁo

RESULTADOS EM DOIS ANOS Foram abertas 153 demandas, das quais 86 jĂĄ foram encerradas: â&#x20AC;˘ 40 foram solucionadas por meio de audiĂŞncia â&#x20AC;˘ 24 resultaram em acordo direto sem necessidade de audiĂŞncia â&#x20AC;˘ 22 a parte demandada nĂŁo aceitou a mediação

eX]Rd[PSPÂ&#x153;Tg_[XRPCW^\Pb O NĂşcleo ĂŠ uma associação civil bT\¤]b[dRaPcXe^bR^\_^bcP_^a cinco mediadores voluntĂĄrios. A entidade funciona em duas salas dentro da faculdade La Salle e ĂŠ vinculada ao Mediar Brasil, que tem sede em Porto Alegre. Outros nĂşcleos da mesma rede atuam tambĂŠm em TeutĂ´nia e Santa Cruz do Sul, entre outras cidades. Em Arroio do Meio hĂĄ um grupo em formação. Para se tornar mediador ĂŠ necessĂĄrio fazer um curso de um ano, oferecido pela Mediar.


12

A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

PARA TODO O BRASIL

Atriz de Lajeado integra elenco de novela da Globo Gabriela Munhoz vai interpretar MĂĄgida, uma mulher sĂ­ria que se separa da filha, em Ă&#x201C;rfĂŁos da Terra

ARQUIVO PESSOAL

DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

GESIELE LORDES gesiele@jornalahora.inf.br

LAJEADO

A

atriz Gabriela Munhoz vai dar vida Ă personagem MĂĄgida, na novela Ă&#x201C;rfĂŁos da Terra, exibida na faixa das 18h da Globo. A atuação da lajeadense poderĂĄ ser conferida nos episĂłdios que vĂŁo ao ar a partir dos Ăşltimos dias de agosto. Morando no Rio de Janeiro, Gabi falou por telefone com a reportagem do A Hora na tarde de ontem, em meio aos compromissos do primeiro dia de gravação. Ela conta que MĂĄgida ĂŠ uma mulher sĂ­ria,

Novela tem como pano de fundo conflitos na SĂ­ria e movimentos migratĂłrios Lajeadense Gabriela Munhoz participa da novela das 18h, Ă&#x201C;rfĂŁos da Terra

com uma histĂłria sofrida e marcaSP_T[PbT_PaPäÌ^SP¤[WP MĂŁe de um menino de dois anos â&#x20AC;&#x201C; o Francisco â&#x20AC;&#x201C;, a atriz

de 35 anos se identifica com a personagem. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; uma mulher guerreira, muito forte. E como a maternidade ainda estĂĄ muito aflorada em mim, a histĂłria estĂĄ mexendo bastante comigo.â&#x20AC;? O convite partiu por escolha do diretor Gustavo FernĂĄndez, que jĂĄ havia acompanhado um outro teste

da gaĂşcha, hĂĄ mais de cinco anos. Â&#x203A;2TacP\T]cT Ä´ ^ \PX^a STbP¤^ ligado Ă televisĂŁo da minha carreira. Fiquei muito lisonjeada com o convite, pois eu admiro muito esse diretorâ&#x20AC;?, diz. Ela ressalta ainda a importância social da temĂĄtica, `dT PQ^aSP ^b R^]ÂĽXc^b ]P BÄ°aXP T movimentos imigratĂłrios.

0 ]^eT[P TbcÄť ]P aTcP ¤]P[ T STeTXaP^PaPcÄ´^¤\STbTcT\Qa^ PorĂŠm, Gabriela nĂŁo sabe durante quanto tempo MĂĄgida irĂĄ durar na trama. â&#x20AC;&#x153;A gente vai sabendo aos poucos, mas ĂŠ uma personagem que tem histĂłria para contarâ&#x20AC;?, comenta. A lajeadense vai contracenar com o nĂşcleo protagonista, que inclui nomes como Renato GĂłes e Alice Wegmann. Por questĂľes contratuais com a emissora, Gabriela nĂŁo deve se T]e^[eTa^dca^b_a^YTc^bPcÄ´^¤\ do ano, mas garante que 2020 terĂĄ ]^eXSPSTb BdP caPYTcÄŹaXP T]e^[eT passagem pelo cinema e, principalmente, no teatro. A lajeadense ĂŠ formada em Artes DramĂĄticas pela UniverCidade, do Rio de Janeiro, graduada em Psicologia pela Unisinos e pĂłs-graduanda pela Escola de Dança Angel Vianna-RJ. Trabalha tambĂŠm como empresĂĄria e gestora de projetos, e atualmente tem um restaurante em Ipanema.

Acampamento Farroupilha serĂĄ lançado nesta quinta-feira DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

TEUTĂ&#x201D;NIA

O tradicionalismo gaúcho estarå em evidência com a terceira edição do Acampamento Farroupilha. A programação que ocorre entre os dias 13 a 20 de setembro serå apresentada às 19h30min desta quinta-feira, 15, em solenidade no Galpão Farroupilha do Centro Administrativo. Entre as atraçþes do evento tradicionalista estão

shows, fandangos e desfiles. Conforme o prefeito, Jonatan BrĂśnstrup, o Acampamento Farroupilha valoriza as entidades tradicionalistas de TeutĂ´nia. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; um acampamento organizado, seguro e que mantĂŠm as principais caracterĂ­sticas da cultura tradicional gaĂşcha. O tradicionalismo faz com que a gente traga as famĂ­lias para algo bom a fazer, aproximando-as da arte e cultura gaĂşchaâ&#x20AC;?, enaltece.

O evento serå realizado no Pavilhão Multiuso do Centro Administrativo, no Galpão Farroupilha e nos piquetes do acampamento. Nas årea localizada ao lado do Centro Administrativo, onde acontecerå o acampamento, jå estão sendo construídos piquetes e galpþes em madeira. Toda a programação terå entrada franca. A realização Ê da Prefeitura de Teutônia e das entidades tradicionalistas.

Programação serå de 13 a 20 de setembro, no Centro Administrativo


13

A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

Imec arrecada R$ 63 mil nas Noites da Solidariedade VALE DO TAQUARI

A

pós nove eventos realizados em diferentes municípios, de junho a agosto, a temporada 2019 das Noites da Solidariedade ũ5YIMNSWI:MRLSWGLIKEESƤQ Com mais de 1,6mil pessoas que participaram das ações, cerca de R$ 63 mil foram arrecadados e repassados a diversas entidades como escolas municipais, APAE’s, hospitais e Ligas Femininas de Combate ao Câncer. A temporada iniciou dia 6 de junho, em Lajeado, e também passou por Vacaria, Estrela, Cachoeira do Sul, Montenegro, Candelária, Rio Pardo e Farroupilha. A última edição da noite solidária ocorreu em Dois Irmãos no dia 8 de agosto, em parceria e em prol da Liga Feminina de Combate ao Câncer. O valor repassado para a entidade foi de R$8.885,00, entre venda HIGSRZMXIWIPIMPɪSFIRIƤGIRXI realizado no evento. A Noite da Solidariedade, em Dois Irmãos, teve apoio da Basso Vinhos e Espumantes, Cervejaria Hunshuck, Salames Majestade, Queijos Tirolez, Orquídea, Excelsior Alimentos, Água da Pedra e Italianinho Alimentos. Também participaram dos eventos solidários nas edições anteriores Vinícolas Garibaldi, Casa Valduga, Aurora, Salton e Nova

No dia 08 de agosto foi divulgada a “Nota Conjunta nº 01/2019 SEPRT/ RFB/SED” que trata da simplificação do programa. Confira!

Mais de 1,6 mil pessoas participaram dos nove eventos realizados em diferentes cidades do Estado

Aliança, Porto a Porto Vinhos Importados, Cooperativa Santa Clara, Farinhas Nordeste e Maria Inês e Cata Festa. De acordo com o Diretor Comercial e Marketing da Rede Imec, Eneo Karkuchinski, após dois meses e meio de eventos, o resultado de R$63 mil arreGEHEHS ɰ QYMXS WMKRMƤGEXMZS PI-

vando em consideração que em 2018 o montante foi de R$ 50 mil. “Com certeza no ano que vem será superior, pois a intenção é podermos contribuir ainda mais com as entidades assistenciais que tanto depende do apoio da comunidade para realizarem os seus trabalhos.”

Números • Mais de 1,6 mil participantes • R$ 63 mil arrecadados ŵIRXMHEHIWEWWMWXIRGMEMWFIRIƤGMEHEW • 9 edições em cidades diferentes (Lajeado, Vacaria, Estrela, Cachoeira do Sul, Montenegro, Candelária, Rio Pardo, Farroupilha e Dois Irmãos) • Duração de dois meses e meio

Sicredi encerra participação em Conferência Mundial VALE DO TAQUARI

% 7MGVIHM MRWXMXYMɮɪS ƤRERceira cooperativa, encerra mais uma participação na Conferência Mundial do Woccu (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito), maior encontro do segmento no mundo, realizado entre os dias 28 e 31 de julho, em Nassau, nas Bahamas. Uma comitiva de 134 integrantes, entre dirigentes, executivos, colaboradores e associados ao Sicredi, se uniu aos cerca de 2 mil representantes de cooperativas de crédito de mais de 50 países. O crescimento no número de associados do Sicredi no Brasil rendeu à instituição o prêmio Growth Award. Recentemente, o Sicredi ultrapassou a marca de 4 milhões de associados

eSocial divulga nota para esclarecer pontos HEWMQTPMƤGEɭɩS

Comitiva da Sicredi Ouro Branco apresentou o case cooperativas escolares

e 1.736 agências em mais de 1.300 cidades brasileiras. A Sicredi ainda levou à Conferência 11 projetos desenvolvidos por colaboradores e associados e dois deles foram premiados no WYCUP – World

Council Young Credit Union People. A Sicredi Ouro Branco RS apresentou o case das Cooperativas Escolares, mostrando o resultado obtido com os jovens e professores, de sua área de atuação.

Haverá alteração na forma de transmitir as informações trabalhistas e previdenciárias? As obrigações comuns decorrentes da folha de pagamento com repercussões trabalhistas, previdenciárias e tributárias, inclusive relativas aos órgãos públicos, continuarão a ser transmitidas para o ambiente único nacional, disciplinado em ato conjunto da Secretaria Especial da Previdência e Trabalho e da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil. As informações tributárias serão transmitidas de que forma? As informações de natureza tributária, inclusive para o financiamento da previdência social, serão tratadas na Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, módulo do Sistema Público de Escrituração Digital, instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. Quando teremos a substituição ou eliminação das obrigações que estão em duplicidade com o eSocial? Com o intuito de garantir a segurança jurídica e a previsibilidade no ambiente de negócios das empresas, a Secretaria Especial da Previdência e Trabalho e a Secretaria Especial da Receita FeHIVEPIHMXEVɪSɅRSTVE^S de até 30 de setembro

Autora: Marta Pierina Verona

de 2019, ato normativo conjunto que disciplinará a forma de envio das informações ao ambiente único nacional, bem como o cronograma de substituição ou eliminação das seguintes obrigações: • GFIP - Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à PrevidênGME7SGMEPɅ • CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados para controlar as admissões e demissões de empregados sob SVIKMQIHE'08Ʌ • RAIS - Relação Anual de Informações Sociais; • LRE - Livro de Registro HI)QTVIKEHSWɅ • CAT - Comunicação de %GMHIRXIHI8VEFEPLSɅ • CD - Comunicação de (MWTIRWEɅ • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social; • PPP - Perfil ProfissioKVɨJMGS4VIZMHIRGMɨVMSɅ • DIRF - Declaração do Imposto de Renda Retido RE*SRXIɅ • DCTF - Declaração de Débitos e Créditos TribuXɨVMSW*IHIVEMWɅ • QHT – Quadro de Horário de Trabalho; • MANAD – Manual Normativo de Arquivos (MKMXEMWɅ • Folha de pagamento; • GRF – Guia de Recolhimento do FGTS; • GPS – Guia da Previdência Social.


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

14

Cruzadas

Resumo das novelas

www.coquetel.com.br /

Dona do Pedaço

Camilo investiga a morte de Lucas Jô volta para casa e Evelina desconfia. Maria da Paz e Amadeu falam sobre seus sentimentos. Rock afirma a Téo que Jô mente para ele. Camilo investiga a morte de Lucas. Jô finge apoiar Maria. Agno descobre que Fabiana lhe aplicou um golpe e jura vingança. Lyris e Rael ficam juntos. Chico arma uma luta entre Rock e Paixão. Chiclete promete contar sobre sua vida para Vivi. Zé Hélio engana Kim para ajudar Téo a descobrir os segredos de Jô. Márcio informa a Maria que ela não tem como pagar seu empréstimo. Otávio desconfia que Agno tenha

usado Fabiana. Jô sugere que Maria passe a fábrica para seu nome. Maria da Paz pede ajuda a Antero sobre a simulação da negociação com Jô. Jô assina o contrato da fábrica de bolos.

Periférico de micros chamado "rato" em Portugal (ing.) (?) do Panamá: separa o oceano Pacífico do Atlântico

Calo (?), formação em fraturas (Med.)

Letra que precede o apóstrofo

Tempo da translação terrestre (Astr.) "(?) White People", série da Netflix O comportamento relacionado à rotina

Condição de quem cumpre pena em Bangu I

(?) e bordar: fazer travessuras (pop.) Letra da roupa do Super-Homem (HQ)

Fonte de água usada no combate a incêndios O soldado, ao prestar continência

que a Prado Monteiro editará seu livro. Silvana arma para Marcos e finge para os fotógrafos que o editor a pediu em casamento. Ramon deixa Gabriela treinar no time. Paloma pede para ler a entrevista com Silvana que Alberto descartou. Alberto se assusta quando Bezinha parabeniza Marcos pelo casamento com Silvana. Paloma fala com Lulu sobre Marcos e Ramon escuta.

"Me Chame pelo Seu (?)", filme Bebida gasosa Sangramento nasal que pode ser provocado pelo frio Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral

BANCO

"The (?) Herald", revista de humor Mikael (?), ex-nadador "Rico (?) à toa" (dito)

Particípio do verbo "ir" (Gram.)

Magdalena Tagliaferro, pianista fluminense

32

L U L E A N E D S U A O S D I A M D R A A Z M P O A N P I O C R R A N I S R N T O O D E A R L I P G R I O I N D N T E A R F R R O M E A U I M T G I A T A S

se apavora ao constatar que Marco avisou sobre o encontro dos dois para outras pessoas. Filipe enfrenta Lara. Marco e Góes são alvejados por tiros.

A U D A E O U S S U S T M E S I O D H I R A F I I J U C O D A I D I N O D E R

Malhação Anjinha teme pela segurança de Marco. Marco apresenta Peixoto a Percival, o promotor que ajudará na delação de Góes sobre a morte de Zé Carlos. Rita e Jaqueline tentam acalmar Anjinha. Tadeu insiste para que Rita aceite fugir com ele e Nina. César encoraja o namoro de Milena e Daniel, e Karina se irrita com o marido. Thiago pergunta a Jaqueline se eles estão namorando. Raíssa tem sua primeira aula com Sophia. Filipe promete que ajudará Rita. Rita afirma que não quer se envolver com Filipe. Tadeu observa Cida com Nina. Montenegro afirma a Sophia que Raíssa não está pronta para ficar diante das câmeras. Cléber, Carla e Anjinha se preocupam com Marco. Góes

Corpo encontrado em sarcófagos

P F R I M E I P R O M G I N T I S T R M O

Ramon pergunta para Paloma quem é Marcos. Nana escuta Batista comentar com Leila e Bezinha que Marcos já conhecia Paloma. Paloma explica a Marcos sua conexão com Alberto. Alberto expulsa Silvana de sua casa. Thaíssa sugere que Evelyn se esforce para chamar a atenção de Felipe. Vicente incentiva Ramon a deixar Gabriela treinar no time. Marcos promete a Silvana

Royal Air Force (sigla) Triture com os dentes

Fixar (normas) Comuna italiana

Bairro carioca onde nasceu Tim Maia

Solução

Bom Sucesso

Progressão geométrica Sílaba de "rinse"

Mente, Cada aplicação em inglês de vacina Figura feminina do baralho

Tem o som /s/, em "arroz" (Gram.)

natureza no passeio com Péricles. Cibele sente a presença de Davi, e Benjamin e Martin se preocupam. Camila se machuca e Valéria a ajuda. Souza encontra as drogas plantadas por Gabriel e dá voz de prisão a Almeidinha.

Lagoa da Zona Sul do Rio de Janeiro Papai (?), figura inspirada em São Nicolau

3/orn. 4/dear — mind. 5/mouse — piauí — údine. 6/tijuca. 10/rinorragia.

Gabriel garante a Dalila que a denúncia contra Almeidinha será feita. Helena chega ao passeio, e Missade se irrita. Abner e Latifa sofrem longe um do outro. Eva fica triste ao descobrir que Omar foi embora. Ester pede que Latifa volte para sua casa para ficar com Abner. O delegado comunica a Tomás a denúncia feita contra Almeidinha. Elias discute com Helena na frente de todos, e Missade o repreende. Faruq e Muna falam sobre sua primeira noite juntos. Hussein se aproxima de Helena. Todos contemplam a vista da

Cargo que foi ocupado Boto cor-de-rosa e Cobra Norato por Winston Churchill, (?) de ambientes, (Folcl.) na política britânica aparelho que evita a A 6ª nota Interjeição de surpresa formação de mofo musical

"Minuto", em "rpm" Mamífero africano que pode ter mais de 5 metros de altura

Orfãos da Terra

© Revistas COQUETEL

O negócio baseado em ilegalidade

Loterias DUPLA SENA Concurso nº 2178 - 10/8/19

02-16-21-42-50-56 ACUMULOU!

Concurso nº 1972 - 10/8/19

02-06-11-14-27-41 25-27-38-45-47-48 ACUMULOU!

Concurso nº 5043 - 10/8/19

17-29-33-44-70 1 GANHADOR!


A HORA | Terça-feira, 13 de agosto de 2019

15

Horóscopo ÁRIES: O momento é favorável para aperfeiçoar mecanismos afim de promover os seus resultados. Observe então os seus métodos de maneira sensata e objetiva. É tempo de aprimorar a qualidade do seu trabalho. TOURO: É provável que agora você conquiste resultados que vinha esperando. Lembre-se de que com boa administração e prudência, os frutos podem se multiplicar. É tempo de fazer bom uso do que a vida ofertar. GÊMEOS: As parecerias e alianças nos levam além, e por isso é importante ter por perto pessoas em que você pode confiar para poder compartilhar suas metas e intenções. É tempo de progredir através da colaboração. CÂNCER: Uma boa maneira de testar a sua autoconfiança é percebendo a maneira como você recebe os elogios que lhe são feitos. Tenha em mente o tamanho da sua luz e de seu merecimento. É tempo de se sentir admirado. LEÃO: Para favorecer a sua produtividade, é preciso que você estabeleça certos limites agora, evitando a sobrecarga e a exaustão. Afinal, a saúde do corpo e da mente são fundamentais. É tempo de se poupar. VIRGEM: A melhor forma de lidar com as adversidades neste momento é simplificando cada situação para poder perceber com clareza as soluções mais eficazes. É tempo de manter uma postura madura e pragmática. LIBRA: É provável que os seus sentimentos pareçam mais compreensíveis hoje, o que possibilita entendimentos importantes para o seu crescimento e equilíbrio. É tempo de se comprometer com o autoconhecimento. ESCORPIÃO: As dúvidas que vinham permeando a sua mente tendem a ser encerradas hoje, graças à maneira determinada com que você encara agora seus questionamentos. É tempo de confiar no seu poder de decisão. SAGITÁRIO: Aproveite o dia para refletir sobre a sua jornada de maneira realista, percebendo os métodos que auxiliam o seu crescimento e também aqueles que precisam ser transformados. É tempo de se aprimorar.

TERÇ A-F

E I R A , 13 D E

Será que você sabe?

Leia as charadas e ligue cada uma ao desenho da sua resposta posta

O que é que anda com os pés na cabeça?

O que é que tem coroa mas mão é rei, tem escamas mas não é peixe?

O que é que cheira chulé?

CAPRICÓRNIO: As aventuras e os sonhos que você deseja viver podem ser mais facilmente alcançados agora. O importante é elaborar o seu caminho de maneira sensata e eficaz. É tempo de materializar as suas intenções.

PEIXES: Para evitar atitudes desmedidas, busque concentrar a sua atenção nas suas emoções e sensações, possibilitando que os seus gestos sejam harmônicos e gentis. É tempo de se observar minuciosamente.

O que é que tem pernas mas não pode andar?

Respostas: 1 – piolho/ 2 – abacaxi/ 3 – nariz/ 4 - mesa

AQUÁRIO: Ao desapegar do que não leva adiante, você permite que as suas realizações se deem com mais qualidade e agilidade. O importante é se manter atualizado. É tempo de saudar novas ideias e perspectivas.

AGOSTO DE 2019


Terça-feira, 13 de agosto de 2019

MÍN: 8º MÁX: 16º

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado.

Sesc oferece promoção especial para palestra de Gustavo Borges DIVULGAÇÃO

Ex-nadador é também empresário e economista. Ele participa hoje à noite do projeto Conexão de Ideias, em Lajeado LAJEADO

U

m dos principais nomes da história do esporte brasileiro, o medalhista olímpico Gustavo Borges estará hoje em Lajeado para falar das suas conquistas e da busca por motivação. A palestra do projeto Conexão de Ideias, promovido pela Sistema Fecomércio-RS/Sesc, será às 19h30min, no Teatro da Univates. Para aproximar o público desta referência do esporte, o Sesc Lajeado está com uma promoção de ingressos: quem comprar a entrada nesta semana, terá direito a

Ex-atleta vai falar sobre empreendedorismo, a partir das 19h30, na Univates

mais uma de cortesia. Os ingressos podem ser adquiridos na Unidade Sesc do município (rua Silva Jardim, 135) ou pelo site www. sesc-rs.com.br/conexaodeideias e custam R$ 40 para pessoas que possuem o Cartão Sesc/Senac nas categorias Comércio e Serviços ou Empresários e R$ 80 para o públi-

co em geral. Na palestra “Atitude de Campeão”, Borges falará sobre a importância de ter sonhos e de exercer o protagonismo para conquistá-los a partir da sua experiência pessoa T _a^¤bbX^]P[ 2^\ `dPca^ \TSPlhas olímpicas e 19 pan-americanas, o ex-atleta se tornou exemplo

de motivação e foco dentro e fora das piscinas. Além do esporte, ele é economista formado pela Universidade de Michigan e abordará estratégias que podem ser aplicadas no mundo corporativo. Gustavo Borges é comentarista esportivo da Rede Globo e tem um projeto social denominado "Nadando com Gustavo Borges”, que atende aproximadamente 400 crianças no interior de São Paulo. Recentemente, foi homenageado pelo International Swimming Hall of Fame. Na cidade, o evento conta com apoio de Sindilojas, Sindicabes, Sirecom, Universidade do Vale do Taquari (Univates), Unimed VTRP, Jornal A Hora, ImpeaPcaXi7^cT[T6aĻ¤RP;PYTPST]bT

Conexão de Ideias O projeto Conexão de Ideias é um circuito de palestras com o objetivo de debater importantes temas sociais como educação, sustentabilidade, bem-estar, criatividade, inovação e superação. A

CONEXÃO DE IDEIAS COM GUSTAVO BORGES EM LAJEADO Data: 13 de agosto (hoje) Horário: 19h30min Local: Teatro da Univates (Rua Avelino Talini,171) Ingressos: R$ 40 para pessoas que possuem o Cartão Sesc/Senac nas categorias Comércio e Serviços ou Empresários e R$ 80 para o público em geral. Na promoção especial, quem comprar um ingresso, ganha outro de cortesia

maratona prevê a realização de 40 palestras em 39 diferentes cidades do Rio Grande do Sul, superando 88 horas de atividades com participação de palestrantes nacionais e internacionais. O projeto é uma iniciativa do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, em parceria com sindicatos empresariais locais.

Profile for Jornal A Hora

A Hora 13 de agosto de 2019  

A Hora 13 de agosto de 2019