Page 1

24 | Automação | Outubro 2020

A fonte de informação em automação industrial

TOLEDO DO BRASIL FORNECE SOLUÇÃO DE PESAGEM PARA AUTOMAÇÃO DA COOXUPÉ

14 KUKA LANÇA NOVA FAMÍLIA DE ROBÔS INDUSTRIAIS DE MÉDIO PAYLOAD

42 SISTEMAS DE VISÃO: CONFIABILIDADE DE SOLUÇÕES AMPLIA APLICAÇÕES

4

FLIR SYSTEMS ANUNCIA CÂMERAS TERMOGRÁFICAS ESPECÍFICAS PARA DETECÇÃO DE TEMPERATURA ELEVADA DA PELE

62


24 | Automação | Outubro 2020

REVISTA AUTOMAÇÃO

TOLEDO DO BRASIL

4

14 AQUARIUS

16 EPLAN

BAUMER

INTERROLL

17

18

20

SEEQ

EPLAN

YASKAWA

22

24

26

IOT SOLUTIONS

COGNEX

ABB

28

29

30

ELIPSE

EPSON

FLIR

32

33

34

ANUNCIANTES: NORD 8 • FLIR 13 • BÜRKLIN 31 • LENZE 66

www.revista-automacao.com


INGERSOLL RAND

35

HMS

IGUS

36

38

JOHNSON CONTROLS HITACHI

42

40 PILZ

45

MITSUBISHI ELECTRIC

KUKA

44

NORD DRIVESYSTEMS

ROHDE & SCHWARZ

46

48

SCHMERSAL

SIMCO

SIEMENS

50

51

52

STEUTE

BAUMER

HMS

54

56

58

STEUTE

59

HMS

FLIR

60

RED LION ROHDE & SCHWARZ

62

64 65

Contato: Sílvia Bruin Pereira Editor: silvia@revista-automacao.com A fonte de informação em automação industrial

Press-releases devem ser enviados para: silvia@revista-automacao.com

Para receber a Revista Automação gratuitamente inscreva-se no site www.revista-automacao.com A Revista Automação é publicada pela INDUPORTALS MEDIA PUBLISHING em português para técnicos e engenheiros de automação. O seu conteúdo inclui panoramas de mercado, lançamentos de novos produtos, artigos técnicos e casos de aplicação, bem como notícias da indústria e de negócios. A Revista Automação tem um cuidado minucioso na preparação de seus textos; no entanto, não pode garantir a precisão das informações que são propostas. Suas equipes não são responsáveis pelo conteúdo dos meios de comunicação ou pelo seu uso.

INDUPORTALS

MEDIA PUBLISHING


PANORAMA DO MERCADO

SISTEMAS DE VISÃO: CONFIABILIDADE DE SOLUÇÕES AMPLIA APLICAÇÕES Especialistas sugerem que os Sistemas de Visão são a nova força de trabalho. De fato, as novas tecnologias como IIoT, Aprendizado de Máquina e Inteligência Artificial, aliadas aos softwares amigáveis, tornam os Sistemas de Visão acessíveis e eficientes para atender à demanda por produtos com qualidade. Para qualquer indústria.

O

mercado de Sistemas de Visão na indústria vem crescendo nos últimos anos, especialmente em termos de adoção e tecnologia. Com a evolução, hoje são estratégicos, incluindo os setores que possuem um alto nível de regulamentação, já que fornecem imagem detalhada de produtos e a sua inspeção em tempo real. Edgard dos Santos Almeida, Gerente de Vendas da COGNEX BRASIL, avalia que o avanço tecnológico mais significativo no segmento de Sistemas de Visão é a utilização cada vez mais frequente de algoritmos inovadores, que trazem para os processos mais eficiência, robustez e flexibilidade. “Esses avanços são resultados da exigência cada vez maior da Indústria 4.0 por produtos que atendam à crescente demanda por Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina, e seu uso tem sido possível graças aos avanços tecnológicos alcançados pelos sistemas computacionais que, por sua vez, tem trazido processadores cada vez menores e mais acessíveis, os quais podem ser utilizados em pequenos componentes de automação e de campo, tal como nas nossas linhas In-Sight e Dataman”, afirma o Gerente. Em razão da maior aceitação dos Sistemas de Visão, o mercado vem ganhando novas aplicações e novos usuários. O Gerente de Vendas da COGNEX BRASIL concorda que a percepção de valor dada aos Sistemas de Visão tem se tornado cada vez mais comum na indústria, que tem se mostrado disposta a investir massivamente nessa tecnologia, e abrir processos para avaliação e validação de novas soluções. “Entre as novas aplicações, percebo uma ampla requisição por sistemas robóticos guiados por Sistemas de Visão 3D, e temos desenvolvido aplicações para orientação 3D, controle dimensional 3D, pick and place, entre outras. Na indústria automotiva, por exemplo, desenvolvemos um sistema de medição 3D de rebarbas

24 | Automação | Outubro 2020

4

OMRON

página 12


PANORAMA DO MERCADO

KEYENCE página 11

COGNEX página 10

24 | Automação | Outubro 2020

5


PANORAMA DO MERCADO

para blocos de motores. Nesse sistema um robô identifica o posicionamento dos blocos, a posição das rebarbas e efetua a remoção dessas rebarbas de forma automática. Com isso, ganha-se tempo no processo de rebarbação e redução de custos de mão-de-obra”, descreve Almeida.

gravação de código 2D em bloco de motor. Utilizando nosso Sistema de Visão com iluminação dedicada, é possível extrair gravações sem contraste e realizar a leitura com estabilidade. Nosso equipamento pode atender a essa aplicação tranquilamente”, relata Alcantara.

“O sistema de visão não é uma tecnologia recente no mercado; porém, nos últimos anos, com constantes melhorias e aprimoramentos e por exigências do mercado, a utilização por parte do cliente final vem sendo facilitada e ampliada”, observa João Paulo Pompilio de Alcantara, Gerente de Aplicação da KEYENCE. Ele entende que, mesmo com os avanços na área, é preciso buscar por um equipamento de utilização e de configuração simplificadas. “Apesar de toda a tecnologia envolvida em nossos Sistemas de Visão, um de nossos mais recentes lançamentos na área de visão (com uma iluminação especial de projeção, que possibilita inspeções 2D e 3D simultaneamente) é um equipamento com interface simples, para que qualquer usuário possa trabalhar com facilidade em sua configuração, orientada por etapas em menus guiados”, ressalta.

Já Marcelo Georgini, Especialista de Produtos/Advanced Sensing da OMRON, cita alguns fatores relevantes na tecnologia dos Sistema de Visão:

Destacando que a KEYENCE fornece soluções para todos os tipos de indústrias, seja automotiva, plástica, alimentícia, farmacêutica, eletrônica, etc., seu Gerente de Aplicação defende que, para qualquer processo que necessite uma inspeção visual, seja para verificação de montagem ou para inspeção de alguma característica, o Sistema de Visão é essencial para aumentar a qualidade, garantindo ao mesmo tempo a produtividade. “Uma das diversas aplicações de sucesso com o nosso Sistema de Visão é a verificação da 24 | Automação | Outubro 2020

6

• Resolução dos Sensores: vasta gama de resolução dos sensores (normalmente desde 0.3MP a 20MP, e além), possibilitando a utilização da melhor opção para cada aplicação específica. • Foco Automático: possibilidade de alteração de foco através de comandos/parâmetros (lentes motorizadas ou lentes líquidas), permitindo o ajuste do foco de forma dinâmica, conforme a inspeção a ser realizada (alteração de distância, ou de tamanho do produto, etc.), sem necessidade de intervenção direta do operador sobre a lente da câmera (operação mecânica). • Miniaturização: as opções de “smart cameras“ (soluções nas quais temos todos os componentes típicos de um sistema de visão – iluminação, lente, sensor, processamento e comunicação, integrados em um único “dispositivo”) tiveram redução de tamanho bastante considerável, proporcionando a instalação destes itens em espaços físicos muito limitados.


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

• Flexibilidade de Configuração: configuração flexível de acordo com as necessidades de cada aplicação, com a possibilidade de alteração em campo, de forma fácil e rápida – tanto para as soluções baseadas em componentes individuais, como nas soluções baseadas em “smart cameras” (componentes integrados). • Integração da Solução: possibilidade de integração das soluções de Sistemas de Visão de forma mais simples, tanto com os demais componentes do Sistema Automatizado de Manufatura (CLPs, PACs, MACs, Robôs, etc. – através de protocolos industriais de comunicação, mesmo com componentes de fabricantes distintos) como com os Sistemas de Gerenciamento da Produção. • Robustez de Algoritmos: de forma geral, os fabricantes de Sistemas de Visão têm investido continuamente no desenvolvimento e aprimoramento de algoritmos cada vez mais robustos, aumentando a confiabilidade da solução, e a otimização do tempo de execução. • Facilidade de Uso: com o advento de softwares de programação de Sistemas de Visão altamente intuitivos, a curva de aprendizagem dessa tecnologia tem se reduzido drasticamente, proporcionando o acesso de novos usuários de forma mais rápida e muito mais agradável. O Especialista de Produtos da OMRON comenta que hoje também as pequenas e as médias empresas já estão tendo acesso e investindo nessa tecnologia, o que antes era restrito a grandes corporações, com algumas poucas exceções. “Podemos encontrar aplicações de Sistemas de Visão, ou pelo menos a oportunidade para elas, nas mais variadas indústrias. Com a necessidade de atender à demanda por produtos com qualidade, a grande maioria dos processos de manufatura poderia ser incluída como um potencial usuário de Sistema de Visão – independentemente do tamanho da empresa ou volume de produção. Se há necessidade ou possibilidade de inspeção visual, há oportunidade para Sistema de Visão como, por exemplo: verificação de presença/ausência de características ou componentes, contagem de componentes/produtos, identificação/ localização de características do produto, leitura de códigos (1D ou 2D), decodificação de texto, verificação de qualidade


PANORAMA DO MERCADO

do código ou do texto, medição sem contato, localização para posicionamento de robô, entre outras possibilidades de inspeção”, lista Georgini. MERCADO Alguns especialistas em Sistemas de Visão acreditam que os custos de mão de obra, as exigências dos usuários e, de certa forma, a falta de padronização, podem ser entendidos como fatores de contenção para o crescimento do mercado. Contudo, o Gerente de Vendas de Vendas da COGNEX discorda. “Na minha opinião, creio que os custos de mão de obra são, na verdade, um dos principais motores para o crescimento dessa tecnologia, e não um fator de contenção para isso. Porém, a falta de padronização é ainda um obstáculo, uma vez que pode existir grande variação de processos. Dada essa ambiguidade, entendo que produtos que possuem uma proposta de valor que permita absorver variações de processos são vistos como uma oportunidade para a melhoria de processos e os Sistemas de Visão se encaixam nessa categoria de produtos”, justifica Almeida. Para o Gerente de Aplicação da KEYENCE, atualmente o principal motivo para se realizar um investimento em Sistema de Visão é a exigência do cliente final, que tolera cada vez menos problemas de qualidade no produto de seu fornecedor. “Assegurar o padrão de qualidade mantendo os níveis de produtividade é primordial para se manter competitivo no mercado. A garantia da conformidade dos produtos é importante também por envolver redução

ANTRIEB

DER

de custos em vários aspectos. Através de uma inspeção adequada é possível evitar problemas como recall de produtos ou perda de lotes e matéria-prima, por exemplo. Produtos não-conformes também podem impactar negativamente a imagem de uma empresa, um dano que pode não ser facilmente revertido, mas é facilmente evitado. O mercado vem cada vez mais se atentando para essas questões e para a importância da inspeção 100%; esses fatores contribuem para a expansão da utilização de Sistemas de Visão”, garante Alcantara.

■ Confiável ■ Versátil ■ Global

NORD DRIVESYSTEMS: ■ Alta gama de potência ■ Soluções completas e flexíveis ■ Sistemas de alta eficiência

DerAntrieb.com NORD Drivesystems BRASIL LTDA. Matriz Brasil Rua Dr. Moacyr Antonio de Moraes, 127 Pq. Sto Agostinho Guarulhos, SP 07140-285 +55 11 24 02 - 88 55 info.br@nord.com Member of the NORD DRIVESYSTEMS Group The

Gear Unit

Motor

The

Drive Electronic

■ Rolamentos reforçados ■ Alta proteção contra corrosão

■ Alta eficiência ■ Padrões globais

■ Design compacto ■ Fácil instalação

■ Alta relação de potência x peso

■ Para todas condições de operação

■ Classe de proteção até IP 69K

24 | Automação | Outubro 2020

8

The


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

Máquina e a Inteligência Artificial trazem a possibilidade de analisar os dados de uma imagem de forma muito mais estratificada. Em nosso caso, utilizamos algoritmos baseados em redes neurais multicamadas, e esses algoritmos nos permitem classificar produtos e inspecionar e absorver variações de processo sem perda de precisão na inspeção”, esclarece o Gerente de Vendas de Vendas da COGNEX.

“Acredito que a busca por ofertar produtos com qualidade, e todos os produtos com a mesma qualidade, deveria ser vista como estímulo ao crescimento do mercado de Sistemas de Visão, e não o contrário”, alerta Especialista de Produtos da OMRON. Ele diz que, além do comprometimento do fabricante com a qualidade dos produtos fornecidos, pode haver ainda, em muitos casos, a necessidade de atendimento a normas locais ou internacionais, que pode ser obtida através da implementação de soluções baseadas em Sistemas de Visão como, por exemplo a verificação de dados marcados/impressos em embalagens e rótulos (data de fabricação, data de validade, lote, etc.), além da rastreabilidade dos produtos. “Evidentemente que o Retorno Sobre Investimento deve ser considerado na implementação de qualquer solução tecnológica. Neste caso, seria interessante considerar também os possíveis Prejuízos Sobre Não-Investimento: retrabalho (quando possível) ou refugo (perda de material), redução da produção (tempo de máquina parada), não conformidade a normas (multas e cancelamento de contratos), proteção contra falsificação e recall de produtos (danos à imagem da empresa), entre outros”, aponta Georgini. TECNOLOGIAS Hoje observa-se uma tendência importante quanto ao Aprendizado de Máquina e à Inteligência Artificial em Sistemas de Visão, tecnologias que podem trazer benefícios para usuários e ampliar o leque de aplicações na indústria. “Com relação à Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina, posso dizer que os Sistemas de Visão se encaixam muito bem nessa tendência, pois são equipamentos que adquirem uma quantidade de dados muito grande. Por exemplo, uma única imagem, por si só, possui uma quantidade de dados relativamente grande. Agora, imagine uma quantidade enorme de imagens sendo adquiridas em uma linha de produção durante um turno, como numa indústria de alimentos ou bebidas. Entretanto, os algoritmos convencionais utilizam apenas uma pequena parcela dessas informações para a tomada de decisão, muitas vezes limitando o processo de inspeção. O Aprendizado de

No ponto de vista do Gerente de Aplicação da KEYENCE, o principal benefício com o avanço da tecnologia dos Sistemas de Visão é a facilidade do uso, com softwares mais amigáveis e intuitivos. Dessa forma, qualquer usuário ou indústria consegue implantar e utilizar Sistemas de Visão. “Ao mesmo tempo que nossas câmeras são intuitivas, elas oferecem alta performance, atendendo quaisquer tipos de aplicações em alta velocidade, desde medição de geometria de peças, posicionamento, leitura OCR e até verificações de qualidade utilizando o recurso 3D. O nosso Sistema de Visão também conta com a ferramenta de autoaprendizado, que torna a configuração do equipamento intuitiva. Para esse método de programação, basta salvar imagens de padrões bons, e a configuração é feita de forma automática. Qualquer detalhe na peça a ser inspecionada diferente da imagem considerada como “OK” fará a peça ser rejeitada, ou seja, o sistema considera essa uma peça com defeito”, explica. Também para o Especialista de Produtos da OMRON, uma das características relevantes dessas tecnologias é a facilidade de uso, praticamente sem necessidade de pré-requisitos, proporcionando sua utilização sem conhecimento especializado e, tipicamente, com mínimo esforço. Ao mesmo tempo, garantem resultados extremamente robustos e confiáveis. “Porém, a forma de desenvolvimento/implementação dos algoritmos bem como o procedimento para sua utilização, são específicos de cada fabricante. No nosso caso, através da Inteligência Artificial, buscamos reproduzir a sensibilidade e a experiência humana, proporcionando a inspeção de defeitos que não seriam possíveis (ou extremamente difíceis, ou com resultados pouco confiáveis) com a utilização de algoritmos convencionais. Apesar de estarmos ainda no começo dessa “nova revolução”, acredito que deva haver uma expansão significativa de aplicações de Sistemas de Visão com a utilização de Inteligência Artificial, possibilitando soluções que até então eram inviáveis pelos algoritmos disponíveis. Particularmente, estou bastante entusiasmado com a possibilidade de novas oportunidades para Sistemas de Visão”, anima-se. Utilizando o aprendizado da pandemia e caminhando para o “novo normal”, a indústria certamente vai lançar mão dos Sistemas de Visão para ser mais competitiva. Queiramos ou não, os Sistemas de Visão substituirão de forma gradual, por exemplo, a inspeção de qualidade realizada por seres humanos. A adoção de soluções com alto nível de precisão e confiabilidade são essenciais para entregar aos consumidores bens sem defeitos ou erros.

Sílvia Bruin Pereira - Editora - REVISTA AUTOMAÇÃO


PANORAMA DO MERCADO

COGNEX INTRODUZ O PRIMEIRO SISTEMA DE VISÃO INTELIGENTE ALIMENTADO COM DEEP LEARNING DO MUNDO

O In-Sight® D900 fornece solução all-in-one para desafios de inspeção em processos complexos.

A

Cognex Corporation, líder em sistemas e sensores de visão, apresenta o sistema de visão incorporado In-Sight® D900. Uma solução inédita, o In-Sight D900 possui o software com Deep Learning ViDi™ da Cognex dentro de uma câmera inteligente In-Sight de nível industrial. O sistema independente foi projetado para solucionar uma ampla gama de aplicações de inspeção em processo complexas, incluindo reconhecimento óptico de caracteres (OCR), verificação de montagem e detecção de defeitos.

MAIS INFORMAÇÕES

“Fabricantes sofisticados estão adotando cada vez mais sistemas de visão com Deep Learning para resolver inspeções muito complicadas, demoradas ou caras para programar usando a visão humana ou sistemas de visão baseados em regras”, afirma Joerg Kuechen, Vice-presidente Sênior de Produtos de Visão da Cognex. “Ao incorporar nosso software de Deep Learning ViDi no In-Sight, os clientes podem resolver até as inspeções visuais mais complexas de maneira rápida, fácil e econômica”.

24 | Automação | Outubro 2020

10

Combinando a capacidade de autoaprendizado de um inspetor humano com a robustez e consistência de um sistema de visão, o In-Sight D900 expande os limites do que pode ser inspecionado na automação de fábrica. O sistema, que pode ser configurado usando um pequeno número de amostras de imagens, aproveita a plataforma de planilha familiar e fácil de usar da Cognex e não requer um PC ou conhecimento em Deep Learning para implementar. O In-Sight D900 é ideal para automatizar aplicações de inspeção complexas em uma variedade de setores, incluindo automotivo, eletrônicos, produtos de consumo, embalagens, alimentos e bebidas, dispositivos médicos e logística. Para mais informações, visite https://www.cognex.com/pt-br/products/deep-learning/ in-sight-d900 www.cognex.com/pt-br


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

SISTEMA DE VISÃO COM ILUMINAÇÃO DE PROJEÇÃO DE PADRÃO SÉRIE CV-X KEYENCE

Inspeção 2D e 3D simultâneas.

O

mais novo recurso da série CV-X de Sistemas de Visão da Keyence é uma iluminação de projeção que permite inspeções de altura com o uso de oito fontes de luz a partir de diferentes direções. A linha permite detecções estáveis sem precedentes por meio de iluminação, câmera e controlador inteligentes. A luz multidimensional projeta padrões em alta velocidade, que são processados em tempo real para gerar uma imagem 3D. Sendo também compatível com a geração de imagens convencionais, em 2D, o sistema permite que esses dois tipos de inspeção sejam realizados simultaneamente.

A seleção flexível de câmeras e lentes garantem o atendimento de diversas aplicações em todos os setores da indústria. As diversas ferramentas de inspeção disponíveis garantem a estabilidade de detecção, e a interface intuitiva torna a configuração do equipamento simplificada. Esse é o mais avançado Sistema de Visão do mercado, promovendo maior flexibilidade e robustez nas aplicações de inspeção visual, aliado à facilidade de utilização para todos os usuários. Para saber mais, visite https://www.keyence.com.br/ss/products/vision/patternprojection/?ad_local=sitetopslbn2 www.keyence.com.br MAIS INFORMAÇÕES

24 | Automação | Outubro 2020

11


PANORAMA DO MERCADO

SISTEMA DE VISÃO FH COM A PRIMEIRA*1 IA DE DETECÇÃO DE DEFEITOS DA INDÚSTRIA

A Inteligência Artificial identifica defeitos sutis com sensibilidade semelhante à humana como inspetores experientes.

A

Omron desenvolveu a primeira IA de detecção de defeitos da indústria que reproduz as técnicas de inspetores qualificados. Essa tecnologia agora faz parte do Sistema de Visão da Série FH. Mais de 30 anos de conhecimento da Omron em processamento de imagem e inspeção visual foram incorporados a esse novo produto para maximizar a capacidade de inspeção usando IA sem aprender grandes quantidades de dados. A IA tradicionalmente exigia um ambiente especial, mas a solução leve da Omron foi integrada a um componente do sistema. Nenhum especialista de IA dedicado é necessário para configuração e ajuste em linhas de produção.

MAIS INFORMAÇÕES

Suas principais características são: IA captura defeitos com sensibilidade humana (o primeiro da indústria) – Um novo filtro de imagem baseado em IA reproduz a técnica que os inspetores qualificados usam para identificar um defeito no histórico de qualquer produto. Arranhões e manchas que antes eram difíceis de capturar agora podem ser identificados mesmo sem o uso de amostras ou ajustes.

24 | Automação | Outubro 2020

12

IA identifica bons produtos, como inspetores experientes – A série FH pode determinar tolerâncias de variação aceitáveis. Uma ferramenta IA Fine Matching aprende com os dados de imagem de produtos sem defeito para adquirir rapidamente a “experiência” que os inspetores desenvolveram ao longo de muitos anos. Isso reduz custos e aumenta a produtividade por meio da automação. IA reduz os falsos-rejeitos. Nenhum ambiente especial é necessário – A IA tradicionalmente exigia um ambiente de ponta, mas a solução leve da OMRON vem na forma de itens de processamento de fácil utilização que foram integrados ao seu popular hardware da Série FH. Nenhum hardware especial para IA ou especialista em IA são necessários. www.omron.com.br *1 Primeira IA da indústria que captura defeitos, com sensibilidade humana sem aprendizagem, em componentes de visão ou bibliotecas de visão integradas em máquinas. Com base na investigação Omron em junho de 2020.


DETECTE INCÊNDIOS ANTES QUE ELES SE TORNEM GRANDES PROBLEMAS Com o uso da tecnologia de Imagens Térmicas da FLIR você poderá identificar pontos de incêndios e solucionar rapidamente, controlando e agindo diretamente no foco do problema.

Saiba mais acessando: www.FLIR.com.br/A310


APLICAÇÃO

TOLEDO DO BRASIL FORNECE SOLUÇÃO DE PESAGEM PARA AUTOMAÇÃO DA COOXUPÉ

A precisão na pesagem em todo o processo é fundamental para o bom desempenho das atividades da cooperativa.

L

ocalizada no sudeste de Minas Gerais, a Cooxupé – Cooperativa Regional dos Cafeicultores em Guaxupé – descobriu na mecanização e na automação o caminho para figurar no ranking das maiores associações do mundo. Para se ter ideia da representatividade da Cooxupé para o mercado nacional, Minas Gerais é o maior produtor de café do País, sendo que cerca de 20% de sua safra vem dos mais de 15 mil produtores da cooperativa distribuídos em mais de 200 municípios.

Ao longo de 88 anos de experiência e grande exportadora desde 1959, a Cooxupé sempre esteve atenta à evolução de seus processos, deixando no passado remoto a antiga forma de recebimento da mercadoria em sacos de café. “Hoje em dia, o café é entregue em moegas, ou seja, estruturas empregadas para recepção de produto a granel, sendo o produto posteriormente colocado em big bags de 1.200 kg, armazenados em silos e depois disponibilizados para a indústria”, descreve Tales Silva Costa, gerente de Operações da Cooxupé.

MAIS INFORMAÇÕES

Segundo Jurandir Castilho Junior, do departamento comercial da Toledo do Brasil, empresa líder em soluções de pesagem e gerenciamento de informações, a Cooxupé sempre teve a necessidade de ter equipamentos robustos e com precisão, de modo atender o recebimento, o escoamento da produção e expedição com maior rapidez, sem perder a precisão. “Como a precisão da pesagem é fundamental na operação, a Cooxupé mantém em todo os seus processos o sistema eletrônico de pesagem de fluxo da Toledo do Brasil, denominado Tolflux”, afirma Castilho Junior, destacando que há mais de 30 anos a Toledo do Brasil desenvolve soluções de pesagem para a cooperativa. 24 | Automação | Outubro 2020

14


O gerente Operações da Cooxupé explica que “graças a esse moderno sistema de pesagem sabemos da não ocorrência de quebra na ordem de produção. Se, realmente, a quantidade de café que está sendo depositada no container é aquela comprada dos nossos clientes. Se o café que recebemos dos cooperados é aquele que foi pesado em nossas balanças rodoviárias. Enfim, o Tolflux garante a confiabilidade nos nossos processos”.

redução de mão de obra e maior segurança com equipamentos certificados com NR-12”, conclui. www.toledobrasil.com

Ainda segundo Costa, quando a cooperativa decidiu armazenar o café em bags (90% da produção) adquiriu os Tolbags da Toledo do Brasil. Os Tolbags (sistema eletrônico que pesa o café dentro dos bags) estão instalados tanto nos núcleos existentes quanto nos novos que foram construídos ou ampliados. Completam a operação, os Ensaks (sistema de enchimento de sacos), também da Toledo do Brasil, usados quando há necessidade de expedição (via granel). Na prática, os Ensaks garantem a quantidade de café (60 kg) adquirida pelos clientes da Cooxupé.

MAIS INFORMAÇÕES

“De olho na indústria 4.0 e na logística 4.0, estamos sempre buscando tecnologia de ponta para termos uma operação eficiente, sem perder qualidade nos processos, tampouco agilidade desde o recebimento, armazenagem e movimentação”, garante Costa. Além de garantir melhor produção e processo com a completa informação de pesagem – acrescenta Castilho Junior – “as soluções da Toledo do Brasil ainda conferem 24 | Automação | Outubro 2020

15


N OT Í C I A

AQUARIUS E GRUPO IMPLICO JUNTAM FORÇAS PARA ATUAR NA DIGITALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA DE ÓLEO E GÁS

As duas empresas objetivam orientar as empresas de transporte e distribuição de petróleo e derivados em sua jornada de transformação digital e ajudá-las a adequar suas cadeias de suprimentos ao futuro.

P

ara continuar sua estratégia de crescimento global e acessar um mercado muito promissor, o Grupo Implico está ansioso para trabalhar com parceiros locais fortes - especialmente na América Latina, uma importante área para o comércio de petróleo e gás de hoje e de amanhã. A empresa está particularmente motivada para trazer seu sistema de gerenciamento de terminal de última geração OpenTAS para o enorme setor de tancagem da região. Para isso, o Grupo Implico encontrou a combinação perfeita com a Aquarius Software, com sede em São Paulo, Brasil. Unindo seu profundo know-how e experiência, os dois parceiros desejam apresentar a seus clientes os diversos benefícios da digitalização, como processos simplificados, maior transparência, melhor colaboração e mais segurança ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

MAIS INFORMAÇÕES

“A Aquarius Software tem um conhecimento completo de softwares industriais, além de uma rede ampla de contatos, uma reputação impecável e uma mentalidade voltada para o futuro”, elogia Thomas Roller, Diretor de Vendas e Marketing do Grupo Implico. “Compartilhando objetivos e valores semelhantes, esperamos impulsionar a transformação digital para empresas de petróleo e gás na América Latina. Na verdade, já estamos fazendo isso. O 24 | Automação | Outubro 2020

16

acordo de cooperação já foi assinado e o primeiro projeto de implementação está bem encaminhado”. Marcia Campos, Diretora Executiva e sócia da Aquarius Software, também está animada com a parceria: “Buscamos sempre a melhor solução para nossos clientes. A Implico é reconhecida neste mercado com soluções premiadas e inúmeros clientes em todo o mundo. Existe uma sinergia natural entre as empresas, que têm um forte foco na transformação digital e uma orientação clara para os negócios de seus clientes. Tenho certeza de que esta parceria levará a mais oportunidades de projeto para ambas as empresas, bem como grandes benefícios para nossos clientes”. www.aquarius.com.br www.implico.com


N OT Í C I A

EPLAN ANUNCIA MODELO DE ASSINATURA PARA NOVAS LICENÇAS

“Queremos intensificar ainda mais o relacionamento com nossos clientes. Em tempos de transformação digital e industrial, a comunicação próxima constitui a base para o sucesso de ambos os lados”., diz o CEO da Eplan, Sebastian Seitz.

A transformação industrial está em pleno andamento. Como resultado, as condições do mercado estão mudando. A Eplan está se adaptando consistentemente a essas mudanças. A partir de agosto de 2021, novas licenças de software serão oferecidas exclusivamente por assinatura. As empresas se beneficiarão especialmente com mais flexibilidade.

A

partir de 01 de agosto de 2021, a Eplan oferecerá novas licenças exclusivamente em formato de assinaturas. O CEO da Eplan, Sebastian Seitz, explica a mudança: “Para nossos clientes, estamos alinhando nossos negócios 100 por cento em direção ao futuro. Esta decisão inovadora valerá a pena tanto para os clientes atuais quanto para os novos”. Seitz está certo de que benefícios como as condições de entrada atraentes, flexibilidade quanto à duração da assinatura, bem como o pacote abrangente de novos recursos que está sendo introduzido com o lançamento da próxima versão do Eplan, não deixarão nada a desejar.

Objetivo: Diálogo intensivo com clientes “O sucesso de nossos clientes é o foco de tudo o que fazemos”, diz Seitz. “Com os nossos desenvolvimentos em software, queremos convencê-los totalmente, bem como inspirá-los.” Esta declaração também descreve a crença da empresa: garantir e promover o sucesso de seus clientes com engenharia eficiente. Além disso, o CEO Seitz espera que o modelo de assinatura traga um diálogo ainda mais intenso com os clientes. “Queremos intensificar ainda mais o relacionamento com nossos clientes. Em tempos de transformação digital e industrial, a comunicação próxima constitui a base para o sucesso de ambos os lados”. MAIS INFORMAÇÕES

As novas condições de assinatura estão disponíveis imediatamente. No entanto, tanto os novos clientes quanto os clientes atuais podem continuar a comprar licenças novas ou adicionais como licenças perpétuas até 31 de julho de 2021. www.eplan.com.br 24 | Automação | Outubro 2020

17


N OT Í C I A

ARLA FOODS ANALISA O CONSUMO DE ENERGIA COM SENSOR DE FLUXO BAUMER

O FlexFlow® da Baumer possui uma fácil instalação e um controle eficaz da taxa de fluxo e da temperatura de fluidos.

N

MAIS INFORMAÇÕES

a localidade de Falkenberg, a cooperativa de laticínios Arla Foods obteve pela primeira vez transparência com relação à energia consumida na produção de queijo cottage. Para isso, foi utilizado o sensor de fluxo FlexFlow® da Baumer, que pode medir o fluxo, além da temperatura do meio. A futura economia potencial resultantes e a fácil instalação fizeram com que este investimento rapidamente se tornasse rentável.

24 | Automação | Outubro 2020

18

A cooperativa de laticínios Arla Foods, na localidade de Falkenberg, produz 20 000 toneladas de queijo cottage por ano, o que totaliza uma média de 76,9 toneladas diárias. Uma quantidade impressionante, mas a Arla Foods também atende praticamente toda a demanda de queijo cottage no mercado sueco e exporta para a Finlândia, a Dinamarca e a Grécia. Com volumes de produção deste nível um processo de fabricação eficiente em recursos é uma obrigação e, além disso, a Arla Foods também é pioneira em sustentabilidade: Até 2050, a cooperativa leiteira pretende tornar sua produção completamente neutral em relação ao CO2. Para isso, há um elemento importante: a eficiência energética. Mattias Abrahamsson, gerente do sistema de produção da Arla Falkenberg, relata: “Ao longo dos últimos anos, colocamos uma ênfase cada vez maior no monitoramento do consumo de energia em nossas fábricas. Entretanto, em algumas áreas nós simplesmente não sabíamos exatamente onde a energia era consumida”. O sensor de fluxo calorimétrico FlexFlow ® dos especialistas em sensores suíços da Baumer trouxeram a inovação. A Arla os instalou em pontos críticos no sistema de refrigeração e aquecimento e conseguiu pela primeira vez obter uma imagem clara sobre o consumo de energia, graças aos resultados das medições. Assim, os fabricantes


estreita colaboração nos permite conhecer os verdadeiros gargalos de nossos clientes”, disse Martin Leupold, “e com base neles, podemos desenvolver ou sugerir produtos que otimizem os processos deles de maneira verdadeiramente sustentável”. Para o problema de monitorar o consumo de energia, a escolha recaiu sobre o sensor FlexFlow®, pois ele podia ser facilmente integrado à planta existente, em uma solução com a qual tanto o fluxo quanto a temperatura pudessem ser medidos.

de laticínios podem agora realizar medidas concretas para reduzir a energia consumida.

MAIS INFORMAÇÕES

Uma cooperação a longo prazo possibilita a resolução precisa de problemas Refrigeração e aquecimento: estes eram os pontos cruciais associados ao consumo de energia da Arla Foods em Falkenberg. A fim de reduzir o balanço energético, durante a concepção da fábrica os produtores de alimentos já tinham realizado diversas ações relativas a seu compromisso com a sustentabilidade. Por exemplo, no circuito de refrigeração, que resfria o queijo produzido de 60 a 30 graus Celsius, eles aproveitam o máximo possível o frio externo do clima sueco, a fim de obter uma temperatura de resfriamento de 0,5 graus Celsius. Mas ainda assim havia perdas de energia que a Arla há tempos não conseguia localizar com precisão. “Quando ouvimos sobre as possibilidades do sensor FlexFlow®”, conta Mattias Abrahamsson, “nos interessamos imediatamente. Isso parecia exatamente ser o que estávamos procurando por um longo tempo”. “A Baumer tem com a Arla Foods uma cooperação de longa data”, diz Martin Leupold, gerente de produto de sensores de processo na Baumer “que remonta até os anos 1990”. Trabalhando juntos, uma nova conexão de processo foi criada para a produção de leite, chamado de Baumer Hygienic Connection, com a qual os tempos de limpeza puderam ser otimizados. Além disso, os sensores de temperatura da linha de produtos CombiSeries foram desenvolvidos em colaboração com a Arla e o Centro de Desenvolvimento da Baumer em Aarhus, na Dinamarca.“Esta

Facilidade de instalação e recursos interessantes A simplicidade na instalação do sensor de fluxo FlexFlow® é resultado do design equilibrado e centrado com um elemento sensor antes da ponta do sensor, através do qual o sensor pode ser instalado de maneira otimizada, independentemente da posição de montagem e da orientação no processo. “Com o nosso portfólio queremos fazer com que o comissionamento nossos clientes seja o mais simples possível», diz Martin Leupold. “Assim, eles poderão usar seu precioso tempo nas suas tarefas fundamentais.» O sensor de fluxo tem uma caixa de aço inoxidável resistente com eletrônica completa, assim uma complexa montagem em painel e fiação são desnecessárias. Além disso, o FlexFlow ® atende ao fator de proteção IP 68 (Baumer proTect+), o que, juntamente com os materiais utilizados, o torna ideal para aplicações higiênicas. Uma característica notável é sua temperatura máxima de até 150 graus Celsius, o que o qualifica para tarefas de esterilização em processo (SIP). A Arla integrou cerca de 15 dos sensores de fluxo nos sistemas dos circuitos de aquecimento e refrigeração. Na etapa seguinte, está prevista a equipagem da linha de retorno CIP com os sensores, para ali também monitorar e otimizar o consumo de energia. Mattias Abrahamsson está extremamente satisfeito: “Esta comprovou ser uma solução econômica. E devido ao fato de os sensores anteriormente instalados fornecerem os resultados confiáveis de que precisamos, vamos instalar agora cada vez mais deles”. Martin Leupold também está contente: “Esta solução permite que a Arla, nossa parceira de longa data, otimize o consumo de energia de maneira direcionada, poupe recursos e possa cumprir suas promessas de sustentabilidade. Exatamente por essas soluções, trabalhamos com a Baumer”. www.baumer.com 24 | Automação | Outubro 2020

19


N OT Í C I A

SEGUNDA FÁBRICA DA INTERROLL EM ATLANTA INICIA ATIVIDADE

A segunda fábrica da Interroll em Hiram (Atlanta), Georgia, EUA, iniciou sua atividade.

A Interroll concluiu a construção da sua segunda fábrica em seu campus em Hiram (Atlanta), Georgia. O investimento de 11 milhões de dólares permitiu à Interroll aumentar consideravelmente sua capacidade para a região.

N

a Interroll, a região das Américas continua com um alto nível de atividades de projeto. Ao mesmo tempo, a empresa está rapidamente introduzindo no mercado soluções inovadoras. Os principais fatores impulsionadores comerciais, como aumento de automação para armazéns, aumento do comércio eletrônico e elevada demanda nos serviços de correio, correio expresso e encomendas, continuam sustentando essa perspectiva positiva de médio prazo na região das Américas e em todo o mundo.

“Aumentamos as capacidades para garantir prazos de entrega reduzidos para nossos clientes e usuários finais no mercado norte-americano nos próximos anos”, informa Richard Keely, Vice-presidente Executivo para a região das américas e membro da Direção do Grupo. “Continuamos assistindo a uma elevada demanda de soluções Interroll nos setores que usam transportadores e separadores. Por isso, aumentamos nossas instalações de produção, criando simultaneamente várias células de montagem que se destacam por sua rapidez e agilidade”.

MAIS INFORMAÇÕES

O novo edifício garante 9.300 m2 de área para produção e armazenamento e aproximadamente 2.300 m2 de escritórios. Esse edifício também inclui instalações de treinamento, bem como uma sala Kaizen e instalações para os funcionários, como uma academia. O novo edifício possui linhas de montagem para a Plataforma de Transporte Modular (MCP), bem como para todos os separadores, incluindo o novo separador de correia 24 | Automação | Outubro 2020

20


cruzada de alto desempenho (HPCS) e calhas de separação. Em um futuro próximo, esse edifício também alojará uma linha de produção para Plataformas de Transporte de Paletes Modulares (MPP). “Nos últimos meses, a capacidade tem se revelado cada vez mais crítica à medida que as cadeias de suprimento enfrentam confinamentos e outras restrições. Durante esse período difícil, continuamos vendo novas oportunidades graças ao nosso compromisso de garantir prazos de entrega curtos”, afirma Keely. “Nossa equipe está totalmente empenhada em manter esse clima de excelência e está ansiosa para, no futuro, convencer mais clientes com nosso desempenho em termos de entregas”. www.interroll.com Com mais espaço total disponível na Interroll Atlanta, na primeira fábrica da Interroll foram adicionados um salão de exposições e instalações de treinamento.

MAIS INFORMAÇÕES

24 | Automação | Outubro 2020

21


N OT Í C I A

SEEQ ADICIONA INVESTIMENTOS DA CISCO E ACELERA CRESCIMENTO

A Cisco Investments se junta à Saudi Aramco Energy Ventures, Altira Group, Chevron Technology Ventures e Next47 para financiar a expansão de mercado e produto da Seeq.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Seeq Corporation, líder em software analítico avançado de manufatura e Internet das Coisas Industrial (IIoT), anunciou que fechou sua expansão da Série B com um investimento da Cisco Investments, bem como de investidores existentes. A participação renovada vem da Saudi Aramco Energy Ventures, Altira Group, Chevron Technology Ventures, Second Avenue Partners, Next47, o grupo de empreendimentos da Siemens Inc, e outros investidores existentes. Esta rodada de investimentos permitirá que a Seeq promova o crescimento de seus negócios, que foi recentemente reconhecida pela Inc Magazine como posição 261 em sua lista de 2020 das empresas de crescimento mais rápido, uma melhoria em relação a 2019, quando a Seeq foi classificada na posição 369.

A Seeq permite que engenheiros e cientistas em organizações de manufatura de processos analisem, prevejam, colaborem e compartilhem percepções para melhorar os resultados da produção. Os clientes da Seeq incluem empresas dos setores de petróleo e gás, farmacêutico, químico, de energia, mineração, alimentos e bebidas e outros setores de processo. Este financiamento irá acelerar a expansão da Seeq em recursos de desenvolvimento, vendas e marketing e ajudar a aumentar a presença da empresa nos mercados internacionais. “Temos o prazer de encerrar nossos esforços de financiamento da Série B com o suporte da Cisco para permitir que as organizações de manufatura tomem decisões baseadas em dados”, disse Steve Sliwa, CEO e cofundador da Seeq. “Com a Seeq, ‘rico em dados, mas pobre em informação’ é coisa do passado, pois os clientes podem gastar 80 ou 90 por cento de seu tempo entregando valor ao negócio, em vez de acessar dados, preparação e cálculos”. “A Cisco Investments está entusiasmada em apoiar a Seeq em sua jornada para levar recursos avançados de ciência de dados aos clientes, o que acelera os resultados operacionais

24 | Automação | Outubro 2020

22


e de negócios”, disse Amit Chaturvedy, diretor sênior de Desenvolvimento Corporativo da Cisco Investments. “A forte proposta de valor da Seeq para o mercado industrial se alinha bem com o foco da Cisco em IoT e transformação digital de negócios”. Após o fechamento, a expansão da Série B para a Seeq aumentará a capitalização em aproximadamente US $ 30 milhões, além do financiamento anterior da Série B liderado pelo Altira Group e Saudi Aramco Energy Ventures, elevando o investimento total na Seeq desde o seu início para aproximadamente US $ 65 milhões. O conjunto abrangente de aplicações da Seeq para analisar e compartilhar percepções sobre os dados de fabricação de processos inclui o Workbench para análises avançadas fáceis de usar, o Organizer para publicação de relatórios e painéis, e o Data Lab para acessar bibliotecas Python.

No Azure, a Seeq está disponível no Azure Marketplace desde 2018 e foi recentemente reconhecida como finalista no prêmio Parceiro de Energia da Microsoft de 2020. O suporte para serviços do Azure inclui o Azure Synapse, Azure Data Lake, Azure Data Explorer, Azure Time Series Insights, Notebooks do Azure para integração de aprendizado de máquina, e Power Automate. Além das parcerias em nuvem, a Seeq se conecta a um amplo conjunto de plataformas de armazenamento de dados de fornecedores de automação para compromissos locais, incluindo OSIsoft, Siemens, GE, Honeywell, Emerson Automation Solutions, Inductive Automation, AVEVA, AspenTech, Yokogawa e outros. www.seeq.com MAIS INFORMAÇÕES

A Seeq está disponível em todo o mundo por meio de uma rede de parceiros globais de integradores de sistemas, que fornece treinamento e suporte de revenda para a Seeq em mais de 40 países, além de sua organização de vendas diretas na América do Norte e Europa.

oferece suporte a muitos serviços de armazenamento de dados, incluindo Amazon Redshift, S3, além de aprendizado de máquina no SageMaker e outros serviços.

O rápido crescimento da Seeq está sendo alimentado em parte por suas parcerias e compromisso com a computação baseada em nuvem. Seeq está disponível no mercado da AWS, é um parceiro de competência industrial da AWS e 24 | Automação | Outubro 2020

23


N OT Í C I A

VOLKSWAGEN INTEGRA AS MAIS RECENTES SOLUÇÕES EPLAN E RITTAL

Andreas Bamberg: “A funcionalidade 3D adicional do EPLAN Pro Panel permite obter diretamente informações de produção para engenharia de sistemas de armários de controlo e mecanismos de comutação automatizados”, afirma Andreas Bamberg, Strategic Account Manager da EPLAN.

Markus Hülsmann: Markus Hülsmann, Global Key Account Manager Automotive da Rittal, refere: “O atual lançamento da biblioteca VASS V6 apresenta armários de controlo de referência totalmente integrados em 3D baseados no novo sistema de armários de controlo VX25 da Rittal.”

Norma VASS: agora ampliada com funcionalidade 3D e tecnologia de armários de controlo de última geração.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Volkswagen lançou recentemente a sexta geração da sua norma VASS (Volkswagen Audi Seat Skoda), que inclui uma atualização para a Versão 2.9 do EPLAN. A norma - usada em unidades de produção para modelos na plataforma MEB - também foi ampliada com funcionalidade 3D em engenharia de sistemas de mecanismos de comutação e com dados para transferências bidirecionais com ferramentas de planeamento de projetos de CLP. O novo sistema VX25 para armários de controlo da Rittal também foi integrado na norma.

A decisão da Volkswagen de começar a fornecer aos seus fornecedores dados 3D baseados no EPLAN Pro Panel nas bibliotecas da norma VASS significa que é possível representar as réplicas digitais completas de armários de controlo e os componentes instalados. Anteriormente, apenas estavam incluídas na norma representações 2D do EPLAN Electric P8. Para fornecedores, isto cria a base para dar início a expandir etapas de produção automatizadas em engenharia de sistemas de armários de controlo e mecanismos de comutação: desde maquinagem mecânica NC até montagem automatizada de terminais e processamento e suporte de cablagem. As empresa beneficiam dos modelos de design totalmente desenvolvidos fornecidos pela Volkswagen que podem ser usados como base para engenharia de sistemas, produção e colocação em funcionamento mais rápidas e de melhor qualidade. Documentação de sistemas de fábricas uniforme Andreas Bamberg, Strategic Account Manager da EPLAN, explica: “A funcionalidade 3D adicional do EPLAN Pro Panel permite obter diretamente informações de produção para engenharia de sistemas de armários de controlo e mecanismos de comutação automatizados. Os estúdios

24 | Automação | Outubro 2020

24


NOVIDADE

Daniel Gräser: “Esta expansão da Norma VASS com os mais recentes aspetos do software de engenharia da EPLAN e da tecnologia de sistemas de última geração da Rittal significa que estamos a apoiar os nossos fornecedores de forma ideal no que diz respeito à concretização de processos de produção digitais e automatizados”, afirma Daniel Gräser, da Divisão Manufacturing Automation and Digital Production da Volkswagen.

de engenharia beneficiam ainda das considerações integradas para verificação de colisões e dissipação de energia termoelétrica para componentes, o que permite um posicionamento otimizado nos armários e um design mais eficiente em termos energéticos para os sistemas de climatização da Rittal.” Um benefício extra: a adição de informações essenciais de tecnologia de controlo aos dados de dispositivos e projetos permite transferências de dados completamente bidirecionais entre o EPLAN (engenharia de hardware) e o Portal TIA da Siemens (planeamento de projetos de software) usando a interface AML. “Isto reduz significativamente o esforço necessário nas fases de engenharia e planeamento de sistemas, uma vez que as estruturas de hardware dos PLC, as entradas e saídas predefinidas e as topologias de barramento podem ser importadas diretamente do EPLAN, já para não falar da cablagem exata de portas”, declara Bamberg. Durante operações de sistemas de fábricas e para modificações ou expansões posteriores, as informações do Portal TIA podem ser transferidas de volta para o EPLAN Project. Isto garante que a documentação de sistemas de fábricas é uniforme e isenta de erros “tal como construídos” e processos iniciais mais curtos para integração na gestão de produção digital.

Assistência técnica internacional A EPLAN oferece aos fornecedores, desde 2018, uma Formação em VASS V6 com a duração de três dias e disponível em inglês e alemão. Esta formação estabelece as bases internacionais para o planeamento bem sucedido de projetos em conformidade com esta norma. Juntamente com datas regulares na Alemanha, também foram realizadas formações iniciais nos EUA e na China. www.eplan-software.com

MAIS INFORMAÇÕES

Tecnologia de armários de controlo de última geração A Rittal, com os seus armários de controlo de grandes dimensões e carcaças de pequenas dimensões, faz parte da norma empresarial da Volkswagen há vários anos, tal como a EPLAN. Conforme refere Markus Hülsmann, Global Key Account Manager Automotive da Rittal: “O atual lançamento da biblioteca VASS V6 apresenta armários de controlo de referência totalmente integrados em 3D baseados no novo sistema de armários de controlo VX25 da Rittal.” Também inclui acessórios para carcaças totalmente integrados e dez variantes da estrutura de montagem AirSTREAM da empresa Friedrich Lütze que podem ser selecionados diretamente numa lista de acessórios e posicionados como uma macro completa. Hülsmann continua, “Isto reduz consideravelmente o trabalho necessário na fase de engenharia, pois é possível começar a posicionar os componentes diretamente nos armários depois de apenas alguns cliques”. Os futuros lançamentos da VASS incluirão expansões das bibliotecas com as carcaças AX e KS da Rittal e os respetivos exemplos de montagem. Já estão disponíveis macros de carcaças associadas em 3D no Eplan Data Portal que podem ser usadas durante fases de design com o Pro Panel.

O objetivo: produção digital A produção de automóveis está a tornar-se cada vez mais desafiante, incluindo tempos de arranque ainda mais curtos, esforços de design individualizados, novas tecnologias de controlo e elevadas exigências em termos de manutenção e reparação, entre outros fatores. A Volkswagen está a trabalhar diligentemente no desenvolvimento adicional de normas de automação, que são posteriormente entregues aos fornecedores da empresa. Daniel Gräser, da Divisão Manufacturing Automation and Digital Production da Volkswagen, afirma: “Esta expansão da Norma VASS com os mais recentes aspetos do software de engenharia da EPLAN e da tecnologia de sistemas de última geração da Rittal significa que estamos a apoiar os nossos fornecedores de forma ideal no que diz respeito à concretização de processos de produção digitais e automatizados. Ao mesmo tempo, também estamos a adicionar um componente importante ao percurso que iniciámos em direção à fábrica digital”. Afinal, as réplicas digitais dos armários de controlo enquanto parte dos processos constituem uma base essencial para processos operacionais e de manutenção totalmente digitais no futuro.

24 | Automação | Outubro 2020

25


N OT Í C I A

FORMTAP ADQUIRE SETE ROBÔS DA YASKAWA MOTOMAN DO BRASIL

A parceria de sucesso envolveu também a Dardi – Jato de Água & Laser, que forneceu tecnologia de corte com jato de água e que foi integrada ao robô da Yaskawa Motoman. O resultado foi um aumento da capacidade instalada da Formtap para a produção de 7.000 tetos para veículos por dia.

A

quarta revolução industrial já é realidade, e empresas como a Formtap, integrante do Grupo Trambusti que atua no mercado automotivo há mais de 60 anos, encontra-se perfeitamente aliada a esse conceito. Sempre tendo como pilar a modernização, recentemente, a Formtap incorporou sete novas células robóticas ao seu parque fabril na unidade de Diadema, São Paulo.

O amplo projeto de automação de novas linhas produtivas consistiu na aquisição de sete robôs da multinacional japonesa líder mundial na fabricação de robôs, Yaskawa Motoman do Brasil, os quais estão integrados à área de corte d’água dos tetos para automóveis. “A aquisição dos novos robôs, da linha GP-YRC1000, os mais rápidos do mercado, permitiu à Formtap um aumento da produtividade em relação aos mais de 40 robôs das gerações anteriores da Yaskawa Motoman do Brasil, como também fortaleceu ainda mais a parceria de mais de 25 anos”, reforçou Giuliano B. D. de Lima, gerente regional de vendas da Yaskawa Motoman do Brasil.

MAIS INFORMAÇÕES

O projeto também contou com a parceria da Dardi – Jato de Água & Laser, responsável pelo fornecimento de bombas intensificadas de última geração e sistema de movimentação “coil kits”, que de acordo com o diretor da Dardi no Brasil, Marcos Ribeiro, “permite a movimentação dos robôs com melhor performance, em conjunto com cabeçotes de corte com jato de água especiais para essa aplicação”. Segundo o diretor industrial da Formtap, Edivar Pelincer, “a nova linha produtiva é destinada à fabricação de tapetes e 24 | Automação | Outubro 2020

26


de tetos moldados, sendo que para esse último a Formtap ampliou sua capacidade instalada para 7.000 tetos para veículos por dia. Dessa forma, obtém-se a expansão da capacidade produtiva, através de melhorias no processo como um todo, envolvendo também os demais itens da planta”.

mas nos mantemos firmes dentro do nosso compromisso de evoluir, mirando a Indústria 4.0”, sentenciou Pelincer. www.motoman.com.br

Pelincer ainda acrescenta que “todo esse processo de modernização, com início efetivo ainda no primeiro semestre deste ano, já pode ser avaliado positivamente no corte das peças, na flexibilização de cortes e na precisão dos mesmos”, comemora.

MAIS INFORMAÇÕES

O diretor industrial da empresa informa que a Formtap sempre investiu em seu parque fabril. “Nos anos de 2015/2016, quando o mercado automotivo sofreu severamente, em especial o de veículos pesados, intensificamos a melhoria dos processos para que pudéssemos reduzir custos. Como resultado a empresa teve um aumento de capacidade produtiva de 45%, tornando-se mais competitiva, eficiente, e disponibilizando ao mercado produtos mais leves e com menores custos”, destaca. Fornecedora para todas as principais montadoras instaladas no Brasil, a Formtap detém 40% do mercado de tapetes e 55% de tetos moldados. “Somos uma empresa nacional e temos orgulho em contribuir para a evolução do nosso País. Vivenciamos toda a transformação que o mercado já sofreu, 24 | Automação | Outubro 2020

27


N OT Í C I A

E-BOOK FOCALIZA A EVOLUÇÃO DO MONITORAMENTO DE BARRAGENS

Trata-se do primeiro de uma série de e-books que a Industrial IoT Solutions irá oferecer aos diretores e profissionais dos diversos setores industriais com o objetivo de ampliar seus conhecimentos sobre as tecnologias inovadoras e necessárias para a transformação digital.

Q

ual a diferença entre os monitoramentos estrutural e operacional? Como surgiu e qual a importância do monitoramento na área de mineração? Por que os sensores industriais automatizados são tidos como a base da Indústria 4.0? Essas e demais questões são respondidas no e-book “Monitoramento de Barragens – Da invenção dos sensores às plataformas inteligentes”, de autoria de Patric Reis, especialista técnico da Industrial IoT Solutions, que pode ser baixado gratuitamente por meio do link: https://iiotsolutions.com/pt/ebook-monitoramento-de-barragens

MAIS INFORMAÇÕES

De acordo com Hélio Samora, fundador e CEO da Industrial IoT Solutions, esse é o primeiro de uma série de e-books que a empresa irá disponibilizar para o mercado para que as empresas e indústrias de diferentes áreas de atuação possam ter mais informações sobre as soluções de última geração que são fundamentais numa estratégia de transformação digital, e também sobre suas aplicações na prática e benefícios que podem ser obtidos pelos usuários. “Em alguns segmentos industriais ainda há necessidade de mostrar e comprovar para os gestores e diretores os ganhos reais que são propiciados pelas tecnologias, não apenas em termos de aumento da segurança, produtividade e 24 | Automação | Outubro 2020

28

eficiência, como também permitem maior flexibilidade operacional e redução de custos”, destaca o empresário. Nesse primeiro e-book, a ideia é mostrar a evolução do monitoramento de barragens, desde a origem até o momento atual, e a importância da implementação de sistemas inteligentes que possibilitam a comunicação com diversas plataformas, contribuindo para otimizar as operações, reduzir perdas e, principalmente, evitar catástrofes ambientais e sociais. “Só há vantagens na implementação dessas tecnologias”, destaca Patric Reis, acrescentando que as empresas do setor de mineração que não atenderem às novas medidas estipuladas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) poderão sofrer penalidades financeiras e operacionais. “Não se trata apenas da necessidade de se adequar às normas para evitar multas e sanções, mas sim de entender as possibilidades e benefícios reais que um sistema de monitoramento automatizado pode trazer”, conclui. https://i-iotsolutions.com/pt/


NOVIDADE

COGNEX APRESENTA A LINHA DE SENSORES DE ALINHAMENTO ALIGNSIGHT

Solução tudo-em-um acessível para robótica guiada por visão (VGR) e aplicações de stage alignment.

A

Cognex Corporation, líder em sistemas de visão, apresenta a linha de sensores de alinhamento AlignSight como uma solução independente acessível para movimento guiado por visão. O AlignSight foi desenvolvido para um setup rápido e fácil aplicações com robôs para pick-and-place, carga e descarga de máquinas e montagem de componentes nas indústrias de eletrônicos de consumo e hardware.

O AlignSight apresenta a tecnologia PatMax líder do setor, calibração óculo-manual, assistente de configuração gráfico fácil de usar e uma biblioteca de interface de robô flexível. Construído na plataforma de câmera inteligente Cognex In-Sight, o AlignSight oferece alto desempenho sem a necessidade de um controlador externo para executar a aplicação. A solução pode ser configurada e calibrada em minutos, permitindo rápida localização e alinhamento de padrões e fiduciais, mesmo sob condições adversas ou alto nível de degradação. www.cognex.com/pt-br

MAIS INFORMAÇÕES

24 | Automação | Outubro 2020

29


NOVIDADE

ABB AMPLIA SUA FAMÍLIA DE ROBÔS PEQUENOS

O IRB 1300 melhora drasticamente os tempos de ciclo com uma capacidade de suspensão líder em seu segmento, precisão no alcance e trajetória, em um espaço menor de ocupação para melhorar a produtividade e flexibilidade na linha de produção.

A

Com uma melhor carga e alcance para aplicações de manuseio de materiais, alimentação de máquinas, polimento, montagem e teste, ele atende aos segmentos de eletrônica, alimentos e bebidas, automotivo, PME’s, farmacêutica e processamento de mercadorias embaladas para consumos, embalagem e logística.

Desenvolvido após o sucesso do robô IRB 1600 para cargas de até 10kg, o IRB 1300 oferece uma melhoria de 27% nos tempos de ciclo e é quase 60% mais leve e 83% menor do que o IRB 1600. Com uma área de ocupação de apenas 220 mm x 220 mm, o IRB 1300 foi projetado para uso em espaços pequenos, permitindo que mais robôs sejam implementados em áreas confinadas.

O IRB 1300 está disponível em três versões principais - 11 kg/0,9 m, 10 kg/1,15m e 7 kg/1,4 m. A carga de 11kg para o modelo de alcance de 0,9m é maior do que qualquer outro robô de outras empresas nesta categoria.

MAIS INFORMAÇÕES

ABB está aumentando sua família de robôs industriais pequenos de seis eixos com o lançamento do IRB 1300, para atender a demanda por robôs mais compactos e rápidos, capazes de levantar rapidamente objetos ou cargas pesadas e com formatos complexos e irregulares.

Alimentado pelo controlador ABB OmniCore™, o IRB 1300 oferece controle de movimento avançado e trajetória precisa de primeira qualidade, permitindo que ele controle uma variedade de aplicações como polimento e alimentação de máquinas. Para maximizar a versatilidade do IRB 1300, o controlador OmniCore pode ser equipado com uma variedade de equipamentos adicionais, incluindo protocolos fieldbus, soluções de visão e controle de força. O OmniCore também oferece uma interface simples para o usuário no intuitivo

24 | Automação | Outubro 2020

30


24 / 7 / 365 www.buerklin.com

Our services: n 1.8+ million articles from n n n

FlexPendant, que é um recurso do display multi-touch que possui gestos padrões, como por exemplo: apertar, deslizar e tocar, permitindo que os usuários se familiarizem rapidamente com a programação e operação de seu robô. O IRB 1300 oferece 20 portas de Entrada/Saída, 50% mais do que o IRB 1600, para permitir que o IRB 1300 seja usado com garras ou acessórios mais sofisticados, permitindo que os usuários melhorem a produtividade ao manusear um número maior de peças simultaneamente. Fornecido com grau de proteção IP40 como padrão de entrada, o IRB 1300 tem a opção de proteção IP67 contra partículas sólidas e entrada de água, ou Foundry Plus2 projetado contra condições muito extremas em fundição e outras plantas de processamento de metal. Ele também pode ser fornecido para padrão de proteção IPA para sala limpa.

n n n n n

500+ renowned manufacturers 75,000+ articles in stock in Munich, Germany 500,000+ additional articles readily available Delivery promise: Same day shipping for all orders received by 6pm Online Shop: buerklin.com Industry-focus line cards of well-known and reliable manufacturers eProcurement solutions: OCI, API, electronic catalogs, EDI Large teams of multilingual inside sales and field sales in Germany Sales representatives in Italy, France, United Kingdom, Ireland, Scandinavia, Eastern Europe, Brazil and the Middle East

www.buerklin.com

www.abb.com.br YEARS

24 | Automação | Outubro 2020

31


NOVIDADE

NOVA VERSÃO DO ELIPSE E3

Tela da nova versão do E3 de acesso à função para arquivar alarmes.

E3 5.5 apresenta novos recursos de alarme que atendem aos requisitos da norma ISA 18.2.

A

Elipse Software, empresa especializada no desenvolvimento de soluções para o gerenciamento de processos em tempo real, acaba de lançar a nova versão de sua plataforma para supervisão e controle. O Elipse E3 5.5 apresenta campos de usuários pré-definidos, dispondo de alarmes com novas severidades que podem ser arquivados ou suprimidos, novidades todas criadas de acordo com a norma de segurança ISA 18.2.

MAIS INFORMAÇÕES

A nova versão também permite que o usuário tenha acesso a diferentes informações sobre o servidor do software, de modo a poder monitorar se o mesmo, por exemplo, possui uma hardkey reconhecida, encontra-se em modo demo ou ativado, tanto o servidor local quanto os remotos. Vale destacar que a nova aplicação demo foi toda desenvolvida usando a biblioteca High Performance (ISA 101).

24 | Automação | Outubro 2020

32

Novos métodos e propriedades do E3 5.5 facilitam a navegação entre as telas que foram abertas anteriormente. Além disso, a nova versão teve sua performance otimizada nos domínios remotos, viewers, gerenciadores de links, montagem dos pacotes REC (protocolo de comunicação usado pelo E3) e no tag browser em drivers com muitos tags. www.elipse.com.br


NOVIDADE

NOVO ROBÔ EPSON PARA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL O C12XL com seis eixos é ideal para projetos de embalagem, carga e descarga e manuseio de materiais.

C

om forte atuação no Brasil, a Epson fabrica robôs de pequeno porte para projetos de automação de diversos setores como a fabricação de equipamentos eletrônicos, próteses e outros. “O Robô de 6 Eixos C12XL é altamente eficiente, possui tecnologias inovadoras, alcance de 1400 mm e a capacidade de carga de 12 kg, que o tornam ideal para vários tipos de aplicações, como empacotamento, carregamento, descarregamento e manuseio de materiais”, comenta Marta Machado, Gerente de Vendas da Epson. Segundo a Gerente, o C12XL é uma solução de tecnologia robótica que se aplica a qualquer indústria, principalmente de autopeças, na produção das placas eletrônicas, subconjuntos eletrônicos ou na fabricação de celulares e laptops. Estes braços mecânicos também são usados na indústria farmacêutica, alimentícia, cosméticos, indústria plástica., produtos odontológicos e médicos. É um robô simples de usar, graças ao software de desenvolvimento Epson RC+ que facilita a programação do equipamento, além dos sensores de giroscópio exclusivos da Epson”, explica Marta.

Os robôs da Epson possuem certificado de proteção e todos os modelos possuem versões sala limpa ISO 3 e ISO 4, exigidos para áreas médicas, odontológicas, alimentos e eletrônicos onde é extremamente importante não gerar e espalhar partículas no ambiente, que possam contaminar os produtos. Outro ponto de versatilidade é que as soluções têm como opcional a interface de comunicação EUROMAP 67 para a indústria de injeção de plásticos, além de aplicações na linha de montagem, parafusamento, aplicação de selantes e colas, manipulação de peças e componentes entre processos, empacotamento, alimentação de máquinas, desbaste e polimento e muitas outras aplicações que exijam repetibilidade e ciclo. “Temos vários opcionais totalmente integrados para auxiliar nestes processos repetitivos, como o sistema de visão para localização de peças e orientação, assim como vistoria e alimentadores vibratórios de peças e componentes como intelliflex”, destaca Marta Machado.

MAIS INFORMAÇÕES

O C12XL possui, ainda, o poderoso sistema servo que permite baixa vibração residual e minimiza erros - devido à suave movimentação de ponta de braço. O C12XL também oferece altas taxas de aceleração, desaceleração e ciclos de alta velocidade que otimizam a performance das peças. Seu design SlimLine e a dobra de punho compacta permitem alcançar áreas de difícil acesso, o tornando uma escolha

perfeita para espaços limitados. Modelos Sala Limpa (ISO 4) disponíveis.

www.epson.com.br

24 | Automação | Outubro 2020

33


NOVIDADE

FLIR ANUNCIA NOVA CÂMERA TÉRMICA COM PATENTEADO SISTEMA DE APRIMORAMENTO DE IMAGENS MSX

A mais nova câmera térmica pontual oferece diagnóstico aprimorado para manutenção elétrica e inspeções em geral.

A

Flir Systems anunciou o lançamento da câmera térmica TG165-X MSX® para empreiteiros elétricos, técnicos e engenheiros de manutenção de instalações, inspetores domésticos e profissionais de arcondicionado e refrigeração. Projetada para ambientes de trabalho difíceis, essa atualização da popular Flir TG165 fornece uma ferramenta de diagnóstico multifuncional com uma pistola de temperatura pontual e termovisor, aprimorada pela tecnologia patenteada pela Flir, o MSX.

MAIS INFORMAÇÕES

“Com a adição do MSX, a TG165-X oferece uma identificação mais nítida de pontos quentes que indicam falhas elétricas ou mecânicas e pontos frios que indicam vazamentos de água ou ar”, disse Rickard Lindvall, Gerente Geral de Soluções da Flir Systems. “Além disso, a TG165-X guia visualmente os profissionais para a origem do problema, para que possam diagnosticar e iniciar os reparos rapidamente”.

Construída com um detector térmico 80 X 60 com 4.800 pixels, a tecnologia de duas câmeras do Flir MSX facilita a compreensão das imagens, adicionando detalhes visuais às imagens térmicas, tornando-as mais nítidas para reconhecer as áreas de interesse. Uma nova mira a laser ajuda a identificar as áreas exatas de medição, enquanto o visor LCD a cores de 2,4 polegadas e o amplo campo de visão de 51 X 66 graus fornecem uma visão abrangente do alvo. A TG165-X possui categoria de proteção IP54 contra poeira e água e uma certificação de proteção a queda de dois metros (6,6 pés), tornando-a ideal para inspeções internas e externas. A câmera pode armazenar até 50.000 imagens e dados em uma memória interna de quatro gigabytes, que pode ser baixada no Flir Tools para criar relatórios profissionais não radiométricos. A Flir TG165-X está disponível em toda América Latina através da rede de distribuidores autorizados Flir. www.flir.com

24 | Automação | Outubro 2020

34


NOVIDADE

SECADOR DE AR SUBFREEZING DA INGERSOLL RAND CHEGA AO BRASIL

Produto recém-lançado trabalha com duas câmaras de secagem tripla e proporciona enorme eficiência.

M

antendo a sua tradição de mais de 140 anos em inovação na compressão de ar, Ingersoll Rand acaba de lançar no Brasil o Secador de Ar Subfreezing SF. O equipamento é o único regenerativo do mercado e ideal para sistemas expostos a temperaturas congelantes. O SF executa tratamento de alta eficiência e qualidade do ar (ponto de orvalho a -20°C) e é compatível com todos os tipos de compressores. A instalação é muito simples, como um sistema “plug & play”. A tela de controle é totalmente intuitiva e digitalizada, podendo ser acessada remotamente pela internet. Como não há tambor dessecantes ou qualquer outro material dessecante, que necessitam ser substituídos periodicamente, os custos de manutenção são radicalmente reduzidos.

O Secador de Ar Subfreezing é uma alternativa de alta eficiência em comparação aos secadores do tipo dessecante tradicional para aplicações ISO Classe 3 (PDP a -20 °C). O novo tipo de secador se mostra inovador, já que fornece o custo total de propriedade (TCO) a nível muito baixo e é compatível com todos os tipos de compressores. Não há perda de ar de purga e o desempenho a ponto de orvalho é baixo e independe de mudanças na demanda de ar ou condições ambientais.

MAIS INFORMAÇÕES

Como funciona o processo de regeneração? Primeiro, a energia do calor no ar é usada para regenerar uma das câmaras de secagem. Conforme o descongelamento acontece, a temperatura do ar também cai e o deixa mais seco. Depois, o ar entra na câmara de secagem com apenas 10% da umidade restante. A troca de calor do ar baixa a temperatura abaixo de congelamento (ocorrendo a criação de gelo).

Os secadores regenerativos proporcionam ar de alta qualidade. O funcionamento é com duas câmaras de secagem: enquanto uma está secando, a outra está no processo de regeneração. Após um período, existe a alternância entre elas. A secagem não consome energia externa - apenas a que foi produzida no processo de regeneração. A alta eficiência do processo pode levar a custos de energia 70% mais baixos.

www.IRCO.com

24 | Automação | Outubro 2020

35


NOVIDADE

HMS APRESENTA A SEGUNDA GERAÇÃO DO ANYBUS COMMUNICATOR

20 após o primeiro lançamento, a HMS Networks agora anuncia a segunda geração do Anybus® Communicator™ – uma linha de gateways de alto desempenho para conectar dispositivos e máquinas a redes industriais. O Anybus Communicator para EtherNet/IP já está disponível e as versões que abrangem redes adicionais serão lançadas no final de 2020 e 2021. A segunda geração do Anybus Communicator - 20 anos de experiência da HMS colocados em um novo e poderoso pacote No mercado por quase 20 anos, a linha Anybus Communicator da HMS Networks é a família de gateway líder de mercado para a conectividade serial a fieldbus e Ethernet industrial. Popular entre os fabricantes de dispositivos, construtores de máquinas e integradores de sistemas em todo o mundo, hoje milhões de dispositivos e máquinas contam com os comunicadores para a conectividade da rede em uma ampla variedade de áreas de aplicações industriais.

A HMS está anunciando uma nova linha de comunicadores de segunda geração a ser lançada em 2020. A primeira versão para EtherNet/IP já está disponível e será seguida pelas versões para Modbus TCP, PROFINET e PROFIBUS. Os novos comunicadores são gateways modernos e de alto desempenho que incorporam toda a experiência adquirida pela HMS Networks na interação com os clientes sobre a linha original do Anybus Communicator nas últimas duas décadas. As duas gerações coexistirão de acordo com um plano de ciclo de vida separado do produto.

MAIS INFORMAÇÕES

Segurança, alto desempenho e confiabilidade industrial utilizando a tecnologia Anybus mais recente Todos os comunicadores da segunda geração são alimentados pelo premiado processador de rede industrial Anybus NP40, utilizado em todas as soluções integradas da HMS, garantindo que os comunicadores atendam aos requisitos exigentes em termos de desempenho, confiabilidade e segurança.

24 | Automação | Outubro 2020

36


segunda geração. As configurações são feitas simplesmente por meio do recurso de arrastar e soltar e não é necessário nenhum software adicional. Inicialmente, o comunicador de 2.ª geração se concentra principalmente na comunicação Modbus RTU com o equipamento conectado. São suportados até 150 comandos Modbus, o que permite configurações muito complexas com vários nós. As configurações finais podem ser armazenadas e gerenciadas de maneira segura para uso futuro. Quando concluído, o gateway está pronto para ser incluído como um nó no sistema PLC do outro lado do gateway. A porta de configuração e sua interface web também permitem ao usuário monitorar e diagnosticar o tráfego da rede. O usuário pode ver imediatamente o status da conexão de rede industrial, a conexão serial e o status individual do nó serial. Os registros de comunicação são fornecidos para análise posterior pelo usuário. Personalização para fabricantes de dispositivos e máquinas - versatilidade para integradores de sistemas O Anybus Communicator está totalmente preparado para ser fornecido junto com um dispositivo ou uma máquina como um módulo de comunicação externo préconfigurado. Os fabricantes interessados nesta opção beneficiam-se de uma ampla variedade de serviços da HMS, relacionada à personalização do OEM, à marca própria e à pré-configuração de gateway. Dependendo da forma de utilização, os tempos de ciclo de dados são até 10 vezes mais rápidos do que com os comunicadores da 1.ª geração, graças aos novos hardware e software. Os usuários também podem se beneficiar de um suporte significativamente maior para a troca de dados, pois até 1.448 bytes podem ser transferidos do PLC conectado ao gateway, bem como do gateway ao PLC. Além disso, para atender aos desafios de segurança atuais e futuros, todos os produtos estão equipados com um chip de segurança. Uma inicialização segura garante que o firmware não tenha sido violado. Os comunicadores estão acondicionados em uma caixa fina, nova e atraente para a montagem direta em trilhos DIN. Com todas as certificações industriais relevantes, como as marcações CE e UL, é suportada uma faixa de temperatura de -25 a +70°C para garantir que os comunicadores continuem operacionais mesmo em condições industriais muito exigentes.

EtherNet/IP já lançada - Modbus TCP, PROFINET, e PROFIBUS em breve em 2020/2021 A primeira versão do gateway lançada agora é o Anybus Communicator para EtherNet/IP. Os usuários beneficiamse de uma implementação de EtherNet/IP pré-certificada e completa da HMS, incluindo suporte ao anel de nível de dispositivo (DLR) com modo Beacon para redundância de mídias, detecção de falhas de rede e resolução de falhas de rede. Com isso, a comunicação pode continuar fluindo mesmo após uma quebra de cabo. Durante 2020 e 2021, a HMS lançará comunicadores adicionais de segunda geração para as redes populares Modbus TCP, PROFINET e PROFIBUS. MAIS INFORMAÇÕES

Facilidade de configuração e implementação Antes de conectar o gateway a um PLC de uplink, o usuário configura o comunicador para se comunicar com uma subrede de um ou mais dispositivos/máquinas. Isto ocorre pela conexão à porta de configuração de Ethernet a partir de um computador, após isso o usuário pode abrir qualquer navegador de sua preferência para acessar a nova interface gráfica web e responsiva do usuário do comunicador de

Os integradores de sistemas se beneficiarão principalmente da maneira versátil de configurar o gateway (mencionada acima) para se comunicar com qualquer dispositivo ou máquina em uma fábrica, o que é perfeito para situações de readaptação, em que o equipamento existente precisa ser conectado a novas redes industriais de maneira rápida e harmoniosa.

www.anybus.com

24 | Automação | Outubro 2020

37


NOVIDADE

IGUS LANÇA BUCHAS AUTOLUBRIFICANTES INTELIGENTES

Buchas autolubrificantes Isense detectam desgaste e alertam sobre falha da máquina em tempo hábil.

A

MAIS INFORMAÇÕES

pós apresentar um protótipo no ano passado, a Igus desenvolveu agora a sua primeira série de buchas autolubrificantes Isense com cinco materiais Iglidur para manutenção preditiva. Seja na indústria alimentícia, máquinas têxteis, empilhadeiras ou máquinas de construção, com as buchas autolubrificantes Isense inteligentes, os usuários recebem uma solução durável, de vida útil longa e livre de lubrificação que fornece informações sobre o desgaste. A manutenção pode ser planejada em tempo hábil, evitando-se falhas de máquinas e sistemas.

24 | Automação | Outubro 2020

38

Peças resistentes ao desgaste, como buchas autolubrificantes, devem resistir a cargas extremas em máquinas e instalações. Se uma dessas buchas falhar, pode implicar em um grande problema. Por isso, a Igus apresentou o primeiro estudo de uma bucha autolubrificante inteligente na Feira de Hannover de 2019. O princípio: tecnologia integrada em bucha detecta o desgaste com antecedência e fornece ao usuário um sinal em tempo hábil quando o limite de desgaste é atingido. A manutenção pode ser planejada com antecedência, evitando substituições desnecessárias e falhas de máquinas e de sistemas não planejados. Após muitas séries de testes no laboratório de testes interno de 3800 metros quadrados, a Igus desenvolveu agora a primeira gama padrão Isense para buchas deslizantes Iglidur livres de lubrificação. “A gama do catálogo inclui cinco materiais com os quais podemos cobrir uma grande parte das aplicações de alta tensão”, diz Stefan Loockmann-Rittich, gerente da divisão de tecnologia de buchas autolubrificantes Iglidur da Igus GmbH. O material Iglidur A180 em conformidade com FDA, especificamente projetado para uso na indústria alimentícia, a bucha pesada Iglidur Q2E para uso em máquinas de construção e agronomia, o material universal Iglidur G, o maratonista Iglidur J, bem como o Iglidur P210 como especialista em


De empilhadeiras a máquinas de embalagem: as buchas autolubrificantes Isense fornecem informações sobre o desgaste e alertam em tempo hábil antes da parada da planta ou máquina (Fonte: Igus GmbH).

aplicações pivotantes e rolantes também estão incluídos. A Igus oferece todas as buchas autolubrificantes inteligentes em três dimensões cada com diâmetro interior de 20, 30 e 40 milímetros. Outros tamanhos e materiais seguirão.

MAIS INFORMAÇÕES

Conexão do sistema de acordo com os requisitos do cliente Para conectar as buchas autolubrificantes Isense, a Igus possui no seu portfólio quatro cabos adequados com revestimento externo em PUR resistente a óleos e a ambientes agressivos, em quatro comprimentos padrão de um a dez metros. Além disso, o usuário tem a opção entre dois tipos de conectores. Os operadores da máquina e do equipamento podem integrar os dados de medição dos sensores nos sistemas de diferentes formas. A Igus oferece três unidades de leitura para este fim: o usuário pode ler manualmente todos os pontos de encaixe ou instalar uma unidade de controle com um visor vermelho/verde na máquina que fornece informações sobre a condição das buchas deslizantes. Outra possibilidade é a conexão com icom.plus. Para este fim um módulo de rádio envia os dados do sensor por transmissão sem fio para o módulo de comunicação. A partir daqui a integração de dados com a IdC, o sistema de nuvem ou a rede de clientes é possível em uma base ligada por fios. “O cliente tem a liberdade de ler os dados da forma que melhor lhe convier”, explica Stefan Loockmann-Rittich. www.igus.com.br 24 | Automação | Outubro 2020

39


NOVIDADE

JOHNSON CONTROLS-HITACHI LANÇA GERENCIADOR POR APLICATIVO PARA VRF E SIGMA SPLITÃO

O airCloud Pro reduz os custos de energia, economiza tempo ao permitir acesso de qualquer lugar e garante conforto aos usuários, além de poder ser instalado em modelos mais antigos de VRF Hitachi.

A

Johnson Controls–Hitachi apresenta o airCloud Pro, novo gerenciador por aplicativo para smartphone ou via computador que controla 24 horas todas as instalações de sistemas de VRF e Sigma Splitão. Ideal para residências de alto padrão, escritórios, escolas e universidades, indústrias, hospitais, hotéis, lojas e restaurantes, o airCloud Pro reduz os custos de energia, economiza tempo ao permitir acesso de qualquer lugar e garante conforto aos usuários, além de poder ser instalado em modelos mais antigos de VRF Hitachi.

MAIS INFORMAÇÕES

Com atualizações e novas funções adicionadas regularmente e sem custo adicional, o airCloud Pro garante que o usuário esteja sempre atualizado. O novo aplicativo da Johnson Controls–Hitachi é intuitivo e qualquer um pode usar, tornando o gerenciamento dos sistemas de ar condicionado mais simples.

Ao usar a tecnologia em nuvem, os clientes agora podem acessar seus equipamentos de ar condicionado de qualquer lugar e a qualquer momento. O airCloud oferece liberdade e mobilidade máximas para maior comodidade. A tecnologia em nuvem garante uma disponibilidade futura à medida que novas atualizações de aplicativos podem ser entregues sem fio. “Percebemos que a grande maioria dos proprietários de sistemas VRF não usa controles centralizados, tornando o gerenciamento de ar condicionado um trabalho manual e repetitivo. Queríamos oferecer uma solução simples e poderosa para a mudança, que ofereça conveniência e tranquilidade a profissionais experientes e usuários iniciantes”, explica Marshal Pang, gerente sênior de produtos da Global Controls & IoT da Johnson Controls-Hitachi Air Conditioning. Controle centralizado – O airCloud Pro permite o controle de todo o sistema de VRF ou de áreas selecionadas com apenas um toque. A solução de problemas é simplificada e conta com um histórico de erros pesquisáveis, descrição rápida dos erros e informa quando uma unidade interna

24 | Automação | Outubro 2020

40


requer limpeza do filtro. Em caso de mau funcionamento, o airCloud Pro envia notificações no smartphone. O aplicativo flexibiliza o gerenciamento de usuários, possibilitando o cadastro ilimitado de usuários e permitindo personalizar restrições de acesso. A novidade gerencia sistemas VRF com até 80 unidades internas e 16 unidades externas e detecta automaticamente unidades internas e as registra rapidamente no sistema. Economiza mais energia – Gráficos simples permitem a visualização do consumo de energia, possibilitando que os usuários monitorem as unidades de uso intenso no seu sistema. Com o airCloud Pro, os operadores podem planejar e atender à demanda dos ocupantes com base no horário comercial dos edifícios. Para cada função do airCloud Pro, o usuário pode selecionar facilmente unidades internas, zonas ou mesmo todo o sistema. A criação da zona é simplificada dentro do aplicativo, com níveis ilimitados de zoneamento. A novidade da Johnson Controls-Hitachi também bloqueia o controle individual para impedir o uso inadequado do controle remoto.

Fácil de configurar – O airCloud Pro pode ser conectado via 3G/4G (opcional) ou Ethernet e permite emparelhar o sistema de VRF escaneando o QR Code. O aplicativo da Johnson Controls-Hitachi reconhece as unidades internas e o perfil de visualização do instalador, agilizando a configuração de toda a instalação. O novo airCloud Pro assegura os dados, pois adota as melhores práticas do setor, como a criptografia TLS.v1.2 e HTTPS 2038. Além disso, o aplicativo da Johnson Controls– Hitachi exige mínimas informações pessoais - somente nome, e-mail e número de telefone são necessários para instalar o App. www.jci-hitachi.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

Garante melhor conforto – O airCloud Pro ajusta com facilidade a temperatura, a velocidade e os modos de operação, criando total conforto e o clima ideal em toda a planta. Sua exibição integrada de previsão do tempo ajuda a determinar melhor as configurações para os espaços durante o ano todo. 24 | Automação | Outubro 2020

41


NOVIDADE

KUKA LANÇA NOVA FAMÍLIA DE ROBÔS INDUSTRIAIS DE MÉDIO PAYLOAD

A nova família KR Iontec, sucessor dos KR 30/60, é adequada para inúmeras aplicações e é a primeira do mercado em que se pode alterar a capacidade de carga pela própria máquina.

A

Kuka Roboter, especialista em robótica e automação, lança no mercado uma nova série de robôs, o KR Iontec que estabelece novos padrões de flexibilidade nesta categoria de carga. Projetado tanto para operações convencionais, quanto simulações digitais, se destaca por sua grande versatilidade em seu envelope de trabalho.

O KR Iontec é um equipamento de médio payload, para 30, 50 e 70 kg, com o melhor envelope de trabalho da categoria e menor base de instalação, que possibilita maior densidade de robôs na mesma área de trabalho. “Nesta nova família de robôs KR Iontec há uma nova versatilidade onde é possível mudar a capacidade de carga do robô, entre 30 e 70kg, alterando apenas sua configuração via dados de máquina e o seu posicionamento aleatório. Até o momento é algo inédito no mercado”, diz o diretor geral da Kuka Roboter do Brasil, Edouard Mekhalian.

MAIS INFORMAÇÕES

Máxima flexibilidade e pequena área de ocupação – O novo KR Iontec pode ser utilizado em qualquer posição de instalação, seja no chão, teto ou parede, ou entre ambos. Além disso, com versões de alcance máximo de 3.100 mm, tem o maior envelope de trabalho da sua categoria. Os requisitos de espaço de instalação reduzidos do robô, com uma área de ocupação 30% menor e um contorno disruptivo 10% mais esguio que a família anterior, permitem layouts de células mais compactos, ou com maior agrupamento de equipamentos numa mesma área.

24 | Automação | Outubro 2020

42


Menor custo de manutenção – Os custos de manutenção da família KR Iontec são ainda mais reduzidos, pois demanda por um número menor de peças de reposição. Além disso, somente é necessário trocar de óleo após 20 mil horas de operação. Devido ao menor consumo de energia, resultante da tecnologia aprimorada de seus controles e da redução de peso do robô, os custos de operação também são mais baixos. O novo KR Iontec se destaca em termos de custo total de propriedade e ciclo de vida (TCO). A disponibilidade técnica é superior a 99% e o tempo médio entre falhas é de cerca de 400 mil horas de operação, desde que todas as operações de manutenção preventiva sejam executadas de acordo com as instruções do fabricante.

MAIS INFORMAÇÕES

Pronto para o mundo da manufatura do futuro – O KR Iontec está pronto para uso tanto no mundo da produção convencional, quanto no digital e possui vários modos de movimento. Estes complementos de software podem ser usados para adaptar o robô de forma flexível a diferentes processos de produção, apenas pressionando um botão. O Modo Performance garante, como padrão, alta performance e eficiência. O Modo Path permite um movimento de trajetória contínua exata em todas as velocidades, com precisão absoluta. Já o Modo Dynamic pode ser usado para minimizar os tempos de ciclo. www.kuka.com/pt-br 24 | Automação | Outubro 2020

43


NOVIDADE

MITSUBISHI ELECTRIC LANÇA NOVA SÉRIE DE MULTIMEDIDORES DE ENERGIA

A nova série ME96SS Versão B, produzida no Japão, é ideal para aplicações de medição e gerenciamento de energia.

A

Mitsubishi Electric, uma das maiores empresas de automação industrial do mundo, anuncia o lançamento dos novos multimedidores de energia ME96SS Versão B, que chegam para enriquecer o portfólio completo para gerenciamento de energia da companhia. Esta nova série de multimedidores está disponível em três modelos: Econômico, Padrão e Alto Desempenho. Trazendo diferenciais como dimensões reduzidas, memória de massa interna, verificação de instalação, três contadores de energia, entre outras. Além disso, possui dimensão padrão de mercado de 96x96mm, facilitando o recorte e instalação em portas de painéis.

MAIS INFORMAÇÕES

Os multimedidores ME96SS Versão B medem variáveis básicas, como tensão, corrente, frequência, fator de potência, potência e consumo, além da medição de distorção harmônica total, inclusive no modelo Econômico. Já os modelos Padrão e Alto Desempenho são capazes de realizar a medição de harmônicas, por ordem, chegando até a 19ª no modelo Padrão e até a 31ª no modelo Alto Desempenho.

24 | Automação | Outubro 2020

44

Todos os modelos possuem comunicação MODBUS RTU integrada, além de acessórios para aumentar a conectividade do produto através de módulos de expansão no qual é possível instalar uma porta Ethernet (MODBUS TCP), Memória de Massa com expansão via cartão SD, e Entradas e Saídas digitais e analógicas. Além disso, contam com entrada de corrente via transformador de corrente com secundário de 1A ou 5A, e entrada de tensão direta até 480V ou via transformador de potencial. “Esta nova série atende todas aplicações de monitoramento ou gerenciamento de energia. Além da qualidade de um produto desenvolvido e produzido no Japão, chega com preço competitivo, diversas funcionalidades e diferenciais que não vemos no mercado”, conta Pedro Okuhara, especialista de produtos da Mitsubishi Electric. A Mitsubishi Electric oferece esta novidade e outras soluções através de seus parceiros e distribuidores. Para saber mais sobre este lançamento, acesse o link www.mitsubishielectric. com.br/me96ssb www.MitsubishiElectric.com


NOVIDADE

PILZ APRESENTA O PITGATEBOX

Trata-se da nova unidade de botão, de fácil operação para o sistema de porta segura.

L

íder em sistemas de automação e em soluções de segurança para máquinas, a multinacional alemã, Pilz do Brasil, apresenta a nova unidade de botão PITgatebox, capaz de controlar o interruptor e os sistemas de portas de segurança de forma simples e flexível. Além disso, também é possível controlar comandos como ativar, parar ou confirmar de diversos tipos de máquinas (como prensas) e instalações.

www.pilz.com/pt-BR

MAIS INFORMAÇÕES

O PITgatebox apresenta robusta unidade operacional, que pode ser montada de forma fácil e rápida nos perfis disponíveis no mercado, graças ao design compacto. Possui ainda variantes pré-configuradas com diferentes combinações de botões de pressão, interruptores com chave e botões de parada de emergência, oferecendo a flexibilidade máxima para a aplicação. Pode ser usado em combinação com os sistemas de portas de segurança PSENmlock e PSENslock da Pilz, oferecendo uma solução modular de portas de segurança adaptada às suas necessidades individuais.

Entre suas principais características técnicas estão carcaça de metal robusta com grau de proteção IP65, elevada resistência contra choques, vibrações e colisões; carcaça estreita para uma instalação com economia de espaço nos perfis disponíveis no mercado; instalação fácil e rápida sem cabeamento devido à conexão M12 de 12 polos e às terminações dobráveis; economia de custos, graças aos serviços de cabeamento reduzidos; montagem flexível devido ao suporte de montagem integrado e dobrável; e troca fácil dos elementos operacionais com as peças de reposição adequadas.

24 | Automação | Outubro 2020

45


NOVIDADE

ÚLTIMA GERAÇÃO DE INVERSORES PARA PAINEL DE CONTROLE NORD DRIVESYSTEMS

NORDAC PRO SK 500P: Os novos inversores para painel de controle da família NORDAC PRO oferecem altos níveis de conectividade, funcionalidade e modularidade. Imagem: Nord Drivesystems.

Desempenho ideal no painel de controle: Os inversores de frequência NORDAC PRO SK 500P da Nord Drivesystems estão equipados com uma interface Ethernet multiprotocolo integrada, uma interface com multicodificador para operação em múltiplos eixos e uma interface USB para parametrização livre de tensão. Perfeito para qualquer aplicação.

O

s novos inversores para painel de controle cobrem potências nominais do motor de 0,25 a 5,5 kW e apresentam níveis máximos de conectividade, funcionalidade e versatilidade. Várias versões de dispositivos podem ser alocadas de maneira ideal para vários requisitos de aplicação. Os módulos de controle de plug-in, segurança e opção garantem a máxima flexibilidade e o formato compacto em tamanho de livro permite uma instalação que economiza espaço em painéis de controle.

Interface Ethernet multiprotocolo integrada O NORDAC PRO SK 500P é a nova geração de inversores para painéis de comando. A série está equipada com uma interface Ethernet universal integrada que permite o uso dos principais padrões Ethernet em tempo real através de uma única interface. Seja para Profinet, EtherNet/IP, Powerlink ou EtherCAT, o protocolo necessário pode ser facilmente configurado por meio de parâmetros.

MAIS INFORMAÇÕES

Parametrização livre de tensão via porta USB A natureza à prova de futuro da série modular é mostrada por sua conectividade moderna, como o uso de um cartão de memória SD como meio de armazenamento para parâmetros, bem como uma interface USB que permite a parametrização “in the box” do inversor quando a energia está desligada. Ele também fornece uma interface CANopen, cinco ou seis entradas digitais e duas analógicas, duas saídas digitais e uma analógica, dois relés multifuncionais sem potencial, uma interface de codificador incremental HTL/TTL, bem como uma interface de codificador universal 24 | Automação | Outubro 2020

46


Um destaque do NORDAC PRO SK 550P é o multichip integrado para Ethernet industrial que permite o uso dos mais importantes padrões Ethernet em tempo real por meio de uma única interface. Imagem: Nord Drivesystems.

que permite a conexão de codificadores SIN/COS, BiSS SSI, Hiperface e EnDat. Interface com multicodificador para operação com múltiplos eixos O NORDAC PRO SK 500P pode ler até quatro sistemas de codificadores simultaneamente e, portanto, pode controlar vários motores no modo de posicionamento. Juntamente com recursos como o CLP integrado para controle de movimento e lógica relacionado ao motor, uma reserva de sobrecarga de 200% para desempenho perfeito de torque e velocidade, bem como controle vetorial de corrente sem sensor para motores assíncronos e síncronos (malha aberta e malha fechada), é um genuíno polivalente. A travagem de freio integrada para operação em 4 quadrantes é uma parte do equipamento básico para toda a série, assim como o gerenciamento do freio do motor, o que é importante, por exemplo, para aplicações de equipamentos de elevação. A NORD fornece aos inversores STO e SS1 integrados.

Inteligente, comunicativo e fácil de conectar: com o NORDAC PRO SK 500P, a linha Nord Drivesystems inclui inversores de frequência à prova de futuro e fáceis de usar para painéis de controle. O conceito geral foi revisado, de modo que a série de inversores fornece uma nova plataforma à prova de futuro, que promete muitos anos de potência e desempenho da NORD. A nova série é obviamente compatível com a série SK 500E atual. www.nord.com

MAIS INFORMAÇÕES

Pronto para a Indústria 4.0! O CLP integrado processa os dados de sensores e atuadores e pode iniciar de forma autônoma sequências de controle, bem como comunicar dados de acionamentos e aplicações a um centro de controle, componentes de rede ou armazenamento em nuvem. Isso permite o monitoramento contínuo das condições e, portanto, forma a base para os conceitos de manutenção preditiva, bem como para o dimensionamento ideal da planta. 24 | Automação | Outubro 2020

47


NOVIDADE

ROHDE & SCHWARZ ATUALIZA O ANALISADOR DE SINAL E ESPECTRO R&S FSW PARA UMA LARGURA DE BANDA DE ANÁLISE INTERNA DE 8,3 GHZ

Com a nova opção R&S FSW-B8001, o sofisticado analisador de espectro e sinal R&S FSW agora suporta uma largura de banda de análise interna de 8,3 GHz, líder da indústria, oferecendo faixa dinâmica e sensibilidade inigualáveis. Os engenheiros de projeto que desenvolvem as mais recentes tecnologias de radar e comunicação sem fio, bem como os futuros sistemas de satélite, se beneficiarão significativamente da largura de banda estendida disponível em uma solução única.

A

Rohde & Schwarz anuncia o lançamento da nova opção R&S FSW-B8001. Ela estende a largura de banda de análise interna do analisador de espectro e sinal de alta tecnologia R&S FSW para 8,3 GHz. O instrumento, cobrindo uma faixa de varredura de até 85 GHz, oferece uma faixa dinâmica incomparável e sensibilidade, precisão e desempenho de EVM.

Equipado com a opção de largura de banda de análise estendida e aplicações de medição dedicadas, o analisador de espectro e sinal atende aos requisitos atuais e futuros de teste e medição para análise de sinal de banda ultralarga em diferentes setores. As aplicações para o R&S FSW incluem medições de pulso de sistemas de radar A&D, teste de carga útil de satélite e testes de pré-distorção do amplificador. O instrumento também cobre análise de chirp para radar automotivo e pesquisa sobre a próxima geração de comunicação sem fio.

MAIS INFORMAÇÕES

A tendência de maior largura de banda do sinal continua em praticamente todas as aplicações de alta frequência. Na tecnologia de radar, por exemplo, larguras de banda maiores levam a uma melhor resolução de alcance para detecção de objetos. Ao desenvolver e verificar sistemas de radar e sistemas bloqueadores de radar, a aquisição de banda larga torna possível analisar saltos de frequência em detalhes, enquanto examina diferentes sistemas de radar operando em frequências diferentes. 24 | Automação | Outubro 2020

48


Larguras de banda aumentadas são a norma também na tecnologia de comunicação sem fio, com cada nova geração de tecnologia exigindo uma taxa de transferência de dados cada vez maior. Por exemplo, o padrão IEEE 802.11ay para Wi-Fi oferece suporte à vinculação de canais, o que leva a sinais com larguras de banda superiores a 8 GHz. O equipamento de teste e medição de banda larga adequado também é necessário para as próximas bandas sub-THz de comunicações gigabit, como Banda D e Banda G, que são frequentemente nomeadas como faixas de frequência potenciais para um futuro padrão de comunicação sem fio 6G.

única e amigável - combinada com recursos completos de análise de sinal, que também oferecem funcionalidades de análise de espectro. A nova opção de largura de banda de análise interna R&S FSW-B8001 agora está disponível na Rohde & Schwarz. Para obter mais detalhes, visite https://www.rohde-schwarz. com/product/fsw. https://www.rohde-schwarz.com/br

Os futuros sistemas de satélite também irão operar em frequências mais altas e larguras de banda mais amplas, visto que se espera que as larguras de banda aumentem para 3 GHz ou 5 GHz na faixa de até 90 GHz, por exemplo, para satélites de alto throughput projetados para suportar conectividade de terabyte.

MAIS INFORMAÇÕES

Para esses sistemas de banda ultralarga, a análise de sinal até agora tem sido geralmente possível apenas por meio de uma forma de envoltória. Abordagens anteriores para análise de sinal de banda ultralarga usavam analisadores de espectro e sinal como downconverter de banda larga. Os sinais convertidos para baixo foram alimentados em um osciloscópio, digitalizados e alimentados de volta para o analisador. A nova solução com o R&S FSW oferece muito mais qualidade e sensibilidade de sinal em uma solução 24 | Automação | Outubro 2020

49


NOVIDADE

CHAVE DE TRAVAMENTO AZM 201 DA SCHMERSAL TEM TECNOLOGIA RFID

Compacta e de fácil instalação, a AZM 201 da Schmersal pode ser aplicada nas indústrias automotiva, de embalagem, de papel e celulose, siderúrgica e metalúrgica.

Indicada para monitorar e travar portas de proteção em máquinas e equipamentos que tenham algum movimento perigoso, a Chave de Segurança com Travamento AZM 201, da Schmersal, é dotada de tecnologia RFID (rádio frequência). Compacta e de fácil instalação, a AZM 201 pode ser aplicada nas indústrias automotiva, de embalagem, de papel e celulose, siderúrgica e metalúrgica.

A

MAIS INFORMAÇÕES

chave de segurança AZM 201 da Schmersal é composta por unidade de travamento com tecnologia sensorial integrada (RFID + CSS) e atuador em duas versões - o B30 (maçaneta) e o B1 (reto/ simples). O atuador B30 é ideal para portas dobradiças e não é necessário instalar maçanetas avulsas. De operação fácil e intuitiva, o atuador B30 não se projeta na abertura da porta, conta com diversos tipos de maçanetas disponíveis e versões para montagem dentro e fora da zona de risco. Além disso, possui a opção de dispositivo de emergência integrado, que possibilita a abertura da porta caso um colaborador fique preso na parte interna da máquina. Já o atuador B1 é indicado para portas corrediças e conta com retorno por mola.

A AZM 201 da Schmersal tem alto nível de codificação, de acordo com a ISO 14119, e incrementa a segurança com a tecnologia RFID. São mais de 30 mil versões de codificação e seu principal diferencial é a variedade de tipos de codificação (padrão, única e variável). Além disso, a chave de segurança conta com a opção de diagnóstico em série, o que possibilita o envio de informações para o supervisório da rede. Deste modo, é possível fazer uma ligação em série de até 31 dispositivos com a mesma tecnologia, sem que a categoria de segurança do sistema diminua. Além da informação completa de diagnóstico, a chave de segurança AZM 201 da Schmersal é travada ou destravada por meio de um único cabo. O dispositivo pode ser ligado tanto diretamente através de um adaptador Y especial, quanto num quadro de comando por meio de blocos de terminais. Com a aplicação do diagnóstico em série, pode-se economizar uma entrada (de diagnóstico) e uma saída (sinal de travamento) no PLC para cada dispositivo. www.schmersal.com.br

24 | Automação | Outubro 2020

50


NOVIDADE

SIMCO LANÇA NOVOS MODELOS DE TORNOS CNC PARA USINAGEM DE PEQUENOS LOTES

Em contínuo desenvolvimento de soluções para o mercado metalmecânico nacional, a Simco aposta nas máquinas Euron Smart Turn.

A

nova linha de tornos CNC traz modelos desenvolvidos para atender à crescente demanda de usinagem de pequenos lotes e torneamento para ferramentarias.

De acordo com o diretor técnico Ricardo Oliveira, todo o projeto de engenharia aplicado nos tornos da linha Smart Turn foi desenvolvido pela Simco. Os modelos iniciais estão adequados para a maior demanda do mercado brasileiro, com características focadas em torneamento de alta complexidade em 2 eixos. As máquinas também contam com CNC Siemens 808DA.

Com seu diâmetro máximo torneável sobre o barramento 560 mm, com cursos do eixo X 250 mm e eixo Z 620 mm, a máquina abrange uma grande gama de peças. Possui 2.500 rpm de rotação máxima, torre de ferramentas com 8 posições, contra ponto hidráulico, placa hidráulica e muitos itens que fazem a diferença no torneamento de peças com alta complexidade precisão e qualidade de acabamento. www.simcomaq.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

Os modelos em destaque são a Euron Smart Turn TFL8, que possui capacidade de volteio máximo de 470 mm de diâmetro sobre o barramento, curso do eixo X 330mm e curso do Eixo Z 440 mm. Conta com capacidade de barras com diâmetro até 54mm, rotação máxima de 3.000 rpm, além de torre com 8 posições, placa hidráulica, contra ponto hidráulico e muito mais opções.

Outro modelo produzido conforme especificações do projeto Simco Máquinas é o Euron Smart Turn LB6150, sendo uma máquina para peças médias e pequenas. O LB Smart Turn se destaca pela gama de trabalho aplicada, com capacidades excelentes, principalmente para os prestadores de serviços de torno CNC, e usinagens ou tornearias de peças complexas com pequenos lotes.

24 | Automação | Outubro 2020

51


NOVIDADE

SIEMENS APRESENTA NOVA LINHA DE CONTROLADORES DESIGO

Aberto por design para integração de diferentes protocolos e dispositivos, sem necessidade de hardware ou software adicional.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Siemens Smart Infrastructure lançou seus novos controladores de automação predial, Desigo PXC4 e PXC5, para transformar edifícios em ativos de alto desempenho e eficiência energética. A nova geração de controladores de automação predial da Desigo oferece uma ampla gama de benefícios para automatizar edifícios pequenos e médios para obter a automação predial mais flexível e escalável. Graças ao novo Desigo Engineering Framework, sem licença, os dispositivos agora podem ser perfeitamente integrados no mesmo framework para engenharia intuitiva.

Recursos como o design aberto para integração bemsucedida de diferentes protocolos e fácil acesso sem fio facilitam a automação predial. Ambos os controladores foram projetados para expandir e fortalecer o complemento do portfólio da Desigo e focar em um elemento de automação específico - o Desigo PXC4 para plantas de HVAC e o Desigo PXC5 para funções e integração do sistema. Engenharia e comissionamento eficientes Os novos controladores foram lançados simultaneamente com o Desigo Engineering Framework, que consiste no HIT Portal, uma ferramenta de planejamento e seleção baseada na Web; a ferramenta de engenharia e comissionamento para usuários de PC ABT Site e a ferramenta de comissionamento para uso móvel, o aplicativo “ABT Go”. A estrutura não requer uma licença e pode suportar a construção por todo o ciclo de vida. Com um grande número de funções pré-configuradas, bem como blocos de programas e vários locais de exemplo, a ferramenta de engenharia ABT Site oferece programação simplificada para reduzir bastante a complexidade da engenharia. Graças à abordagem aberta por projeto, vários

24 | Automação | Outubro 2020

52


protocolos podem ser integrados e misturados facilmente. Com essa configuração, os projetos agora podem ser processados com mais facilidade, rapidez e confiabilidade - no local ou remotamente. Acesso remoto e no local Trabalhar remotamente nunca foi tão importante quanto hoje. Os novos controladores Desigo PXC4 e PXC5 facilitam não apenas o processo de engenharia, mas também ajudam o usuário a reduzir o tempo e o custo do projeto. Viagens desnecessárias a sites físicos podem ser evitadas devido à conectividade em nuvem integrada. Além disso, os controladores podem ser acessados com o Desigo Engineering Framework a qualquer momento e em qualquer lugar para executar engenharia, operação e monitoramento remotos.

Os novos controladores Desigo são os primeiros de uma nova gama de controladores de automação predial que expandem e fortalecem o sistema Desigo, criando edifícios de alto desempenho com altos níveis de eficiência em todos os aspectos. www.siemens.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

No local, o usuário tem acesso sem fio ao controlador e pode processar alarmes no local ou remotamente. Os controladores foram projetados com a segurança em mente, oferecendo manipulação de certificados e firmware assinado para evitar malware e vírus. Ambos os dispositivos, o PXC4 e o PXC5, têm testes rigorosos de proteção do sistema e estão preparados para o BACnet Secure Connect, o adendo ao protocolo BACnet. Além disso, a comunicação com o servidor incorporado é criptografada via https. A proteção por senha e a desativação do ponto de acesso são outros dois recursos que melhoram a segurança. 24 | Automação | Outubro 2020

53


NOVIDADE

SÉRIE DE PRODUTOS STEUTE ATUALIZADA COM NOVA APROVAÇÃO WIRELESS

Interruptores de posição e sensores sem fio para ambientes explosivos.

Wireless Ex” é uma tecnologia desenvolvida pela unidade de negócios steute Extreme, que simplifica a montagem e a operação do comutador em ambientes explosivos. Os dispositivos de comutação não estão mais conectados aos receptores no painel de controle por meio de cabos compatíveis com Ex, mas por meio de um protocolo wireless de baixa energia criado especialmente para essas aplicações. Certamente, é certificado para os padrões ATEX e IECEx.

Os engenheiros que constroem fábricas e máquinas para ambientes explosivos podem usar os interruptores de posição eletromecânicos sem fio Ex RF 96, por exemplo, em seu design fino e retangular para monitorar a posição dos componentes da máquina em movimento ou acessórios das peças. Como alternativa, as posições também podem ser monitoradas sem nenhum contato - usando sensores indutivos wireless Ex RF IS em um design cilíndrico (M 12, M 18 e M 30). Nesse caso, o transmissor universal wireless Ex RF 96 ST Ex cuida da transmissão sem fio e da fonte de alimentação descentralizada dos sensores.

MAIS INFORMAÇÕES

Esses sensores sem fio garantem alta disponibilidade de transmissão, mesmo em situações complicadas (por exemplo, coexistência com outros sistemas wireless), como geralmente ocorre em um ambiente industrial. Essas séries de produtos foram agora atualizadas pela steute e suas versões mais recentes com a nova aprovação ATEX-/IECEx foram apresentadas na SPS 2019. Tanto os interruptores de posição eletromecânicos Ex quanto os sensores Ex são aprovados com os mais recentes padrões 24 | Automação | Outubro 2020

54


ATEX-/IECEx para uso nas zonas Ex 1 e 21. Os sinais wireless requerem tão pouca energia que não há perigo de explosão, trazendo flexibilidade adicional ao projeto e à construção de máquinas e plantas à prova de explosão. As duas séries atualizadas de comutadores são adequadas para montagem em, por exemplo, máquinas e plantas em zonas Ex com partes móveis ou de difícil acesso. Como as conexões de cabo compatíveis com Ex não são mais necessárias, e como os dispositivos de comutação “saem por rádio” da zona Ex, a instalação dos dispositivos de comutação e a obtenção de aprovações Ex são bastante simplificadas. www.steute.com

MAIS INFORMAÇÕES

24 | Automação | Outubro 2020

55


NOVIDADE

ENCODERS ROTATIVOS HEAVYDUTY PARA DESLOCAMENTO EFICIENTE DE MATERIAIS Os encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner têm um longo histórico de sucesso na mineração a céu aberto. Sua resistente estrutura com mancais duplos elimina a necessidade de manutenção, além de garantir a longevidade do aparato até mesmo sob carga elevada e condições ambientais impiedosas.

O sofisticado conceito de vedação HeavyDuty da Baumer confere proteção das classes IP 66 e IP 67 em uma ampla faixa térmica, que vai até os 95 °C. A engenhosa combinação de revestimentos no eixo e no labirinto proporciona, aos encoders rotativos HeavyDuty, uma proteção duradoura e da mais alta qualidade contra todo tipo de agente externo sólido, úmido ou pastoso.

As escavadeiras e empilhadeiras de mineração são máquinas realmente monumentais. Elas efetuam as tarefas mais difíceis todos os dias, sob condições impiedosas em meio a poeira, sujeira, chuva e calor intenso. Essas condições também são um desafio para os encoders rotativos, responsáveis pela regulagem da velocidade das esteiras. É por isso que os fabricantes das máquinas optam pelos encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner. Mas que características o encoder rotativo deve ter para ser considerado “HeavyDuty”?

A MAIS INFORMAÇÕES

Minera El Abra é uma mina de cobre a céu aberto localizada 75,6 quilômetros ao norte da cidade de Calama, no Chile. Lá são retiradas mais de 200.000 toneladas de minério de cobre todos os dias. A matériaprima é direcionada para a produção de catodos. As esteiras que transportam todo esse minério ao longo de vários quilômetros devem ser robustas e de alto desempenho. Por essa razão, elas são movidas por motores elétricos de alta potência. A velocidade de giro desses motores é mensurada pelos encoders rotativos incrementais HOG 10 da Baumer Hübner, que são especialmente bem adaptados a essas condições ambientais.

24 | Automação | Outubro 2020

56

Os encoders não são afetados por toda a grande quantidade de poeira, sujeira, vibração e agentes externos encontrados nas minas a céu aberto. Um modelo análogo, o POG 10, pode ser visto trabalhando a 10.000 quilômetros dali, no porto de Roterdã. Trata-se do maior porto da Europa. Lá, são movimentados mais de 300 milhões de toneladas de carga todos os anos, dos quais mais de 55 milhões são carvão e minério de ferro. O local tem máquinas capazes de deslocar até 5.000 toneladas de materiais a cada hora. Nessas máquinas também são empregados os encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner, pois a sua grande resistência contra chuva, ferrugem e sal marinho lhes é fundamental. Esses dois exemplos mostram como os encoders rotativos HeavyDuty demonstram excelente desempenho, por anos a fio, até mesmo em face das maiores adversidades.


NOVIDADE Os encoders rotativos incrementais da série HOG10 / POG10 podem funcionar 24 horas por dia durante muito tempo, com fiabilidade até mesmo sob as condições mais adversas. O invólucro enorme e extremamente resistente, com excelente proteção contra ferrugem e conceito de vedação estável e duradoura, elimina a necessidade de interrupção das atividades em qualquer tipo de ambiente.

HeavyDuty: precisão mesmo quando puxado ao limite Traduzido para o português, o termo “Heavy Duty” significa “apto para cargas pesadas”. Isso já indica que os encoders rotativos HeavyDuty são bastante resistentes. No entanto, isso é apenas a ponta do iceberg. O HeavyDuty vai muito além da solidez estrutural: ele é uma garantia de que o encoder rotativo opera com fiabilidade e precisão por bastante tempo, sem deixar o usuário na mão. Para serem HeavyDuty, os encoders rotativos devem atender a uma série de exigências. Dentre elas, a precisão tem suma importância. É um grande equívoco imaginar que a precisão exerce um papel secundário entre os encoders rotativos de peso pesado. Na verdade, eles devem fornecer medições tão precisas quanto os modelos análogos de menor porte. Os controladores do maquinário utilizam esses sinais para monitorar a velocidade de rotação dos impulsionadores e o posicionamento de determinados componentes. Só assim é possível perceber quando a velocidade de rotação de um dispositivo impulsionador apresenta desvios em relação à velocidade ideal e tomar as providências necessárias. No deslocamento de cargas, até mesmo os menores erros de mensuração podem ter consequências catastróficas, com danos no maquinário e arredores. Tecnologia robusta, alta confiabilidade Como pode-se depreender dos exemplos da mineração e logística portuária, a constância e a confiabilidade também são muito importantes. Para o encoder rotativo operar adequadamente sob as pesadas condições das minas e dos portos, ele deve resistir, por anos e anos, a grandes impactos, vibrações e forças sobre o eixo de rotação. E tudo isso sem diminuição de acuidade. A troca de um encoder rotativo é muito custosa. Isso não se deve ao preço do dispositivo em si, mas sim ao fato de que ele costuma ficar em pontos de difícil acesso e à necessidade de parar todo o maquinário durante o procedimento. Ou seja, o invólucro tem que ser robusto, com paredes espessas, e o interior deve ter grande resistência contra impactos e vibração. Para adquirir essas características, os encoders da Baumer Hübner têm grandes mancais nos dois lados do invólucro, à maior distância possível entre si.

A vedação também é fundamental, pois eles devem ter boa proteção contra umidade, poeira e sujeira, sobretudo nos pontos considerados nevrálgicos: o eixo e o conector elétrico. Além disso, são aplicados materiais e revestimentos anticorrosivos para o funcionamento do encoder não ser prejudicado pela ação da água salgada e dos produtos químicos. O encoder rotativo HeavyDuty original A expressão “HeavyDuty” não é protegida por direitos especiais e nem se refere a uma norma estabelecida. No entanto, ela acabou se estabelecendo como um ramo do mercado de encoders rotativos. A origem desse ramo pode ser traçada à atual líder mundial do segmento, a Baumer Hübner, cuja experiência com encoders rotativos HeavyDuty remonta à década de 50. Foi com base em toda a experiência e conhecimentos acumulados que surgiu o HOG 10 – o encoder rotativo HeavyDuty original, que tem servido de base e referência para todos os outros há mais de 25 anos. A linha HeavyDuty da Baumer Hübner se destaca não apenas pela precisão, pela fiabilidade e pela durabilidade, mas também pela grande variedade de modelos mecânicos, elétricos e funcionais disponíveis. Dentre os diversos modelos incrementais e absolutos, encontram-se desde invólucros de 58 mm de espessura até medidores dimensionais para flanges de 287 mm e eixos ocos de 150 mm. Isso permite que a Baumer Hübner dê suporte a todas as interfaces digitais e analógicas relevantes. A elevada potência de saída possibilita aos sinais percorrerem grandes distâncias sem sofrer interferência e perda de energia. Dependendo da aplicação, eles podem percorrer até 550 metros. Com cabos de fibra óptica, essa distância pode subir para 1,5 quilômetro. Para garantir um funcionamento sem problemas, a Baumer Hübner faz um teste completo do funcionamento elétrico e da qualidade do sinal de todos os encoders rotativos. Como os encoders rotativos recebem numerosos certificados de qualidade, os clientes podem ter a certeza de que eles nunca os deixarão na mão. Os encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner eliminam a necessidade de interrupção das operações, tanto nas minas a céu aberto do Chile quanto na logística portuária de Roterdã, mesmo sob as condições mais extremas.

MAIS INFORMAÇÕES

Grande resistência à eletricidade também é fundamental. Isso se deve ao fato de que campos eletromagnéticos são encontrados com grande frequência nas proximidades dos encoders rotativos, sendo muitas vezes oriundos de fios sem revestimento. Sem isolamento adequado, o encoder rotativo pode acabar fornecendo sinais de medição de baixa qualidade e até mesmo sofrer danos irreparáveis. Por virtude das diferenças de potencial, pode haver fluxo de

eletricidade através do eixo. Como essas correntes podem queimar o revestimento do mancal e deixá-lo inutilizável, o isolamento elétrico é imprescindível aos encoders rotativos HeavyDuty.

www.baumer.com 24 | Automação | Outubro 2020

57


NOVIDADE

PODEROSA INTERFACE IXXAT PARA PC MULTICANAIS CANFD PARA SISTEMAS DE TESTE AUTOMOTIVOS E APLICATIVOS INDUSTRIAIS

A HMS Networks amplia seu portfólio de interfaces Ixxat® para PC com a interface multicanais CAN-IB 640/PCIe com quatro canais para conectividade com CAN-FD/CAN e LIN.

O

s sistemas automotivos modernos e os aplicativos industriais complexos incluem frequentemente várias redes CAN e CAN-FD paralelas que têm que ser conectadas para testar, monitorar e/ou controlar sistemas em simultâneo. Com a interface multicanais Ixxat® CAN-IB 640/PCIe, a HMS torna a integração e a conectividade de rede simples e rentável para os usuários. Com quatro canais para CAN-FD/CAN e conectividade LIN, respectivamente, a CAN-IB 640/PCIe satisfaz as necessidades da maioria dos aplicativos com somente uma placa. E mesmo que seja necessário mais conectividade, podem ser instaladas várias placas CAN-IB640/PCIe em paralelo - uma funcionalidade suportada por todas as interfaces Ixxat CAN, oferecendo aos usuários conexões em rede inteligentes e dimensionáveis.

MAIS INFORMAÇÕES

Foco no desempenho e na inteligência A CAN-IB 640/PCIe é uma interface para PC ativa, com um potente sistema microcontrolador integrado com capacidade para ler, colocar carimbo de data/hora e filtrar grandes volumes de dados em tempo real. A conexão de rede é realizada através de dois conectores D-Sub 9 isolados galvanicamente para proteção da placa de interface e do sistema de PC conectado.

24 | Automação | Outubro 2020

58

Conexão flexível e versátil ao aplicativo de PC do cliente Todas as interfaces Ixxat CAN são fornecidas com extensos pacotes de drivers para Windows e Linux, incluindo SocketCAN. Os drivers permitem o desenvolvimento simples e rápido de aplicativos específicos dos clientes, principalmente porque todas as placas Ixxat para PCI podem servir de interface a partir dos aplicativos da mesma maneira. Isso permite comutar de maneira muito flexível e versátil entre diferentes tipos de interfaces Ixxat para PC, por ex., USB, PCIe, PCIe Mini e Ethernet, sem que seja necessário adaptar todas as vezes o software do aplicativo do cliente. Uma simples ferramenta de monitoramento para Windows está incluída no âmbito de entrega, mas a HMS também oferece várias ferramentas de análise e configuração adicionais para diferentes finalidades e casos de uso. Além dos pacotes de drivers exclusivos, APIs padronizadas como J2534-Passthru ou D-PDU API estão disponíveis como opções, simplificando a conectividade com ferramentas de terceiros que usam essas APIs padronizadas. www.ixxat.com/can-interfaces


NOVIDADE

SEGURANÇA WIRELESS “Segurança wireless” para dispositivos de comando

P

pedais

e

ara as paradas de prensas e outras máquinas de moldagem e dobragem, o pedal de controle é a principal interface homem-máquina. É acionado com muita frequência (até dois milhões de ciclos de comutação por ano são realizados para instalações que trabalham em três turnos o tempo todo) e assume uma importante função de segurança porque os operadores não apenas o utilizam para acionar um movimento, mas também para interrompêlo.

e segura (disponibilidade) com tempos de resposta rápidos e garantidos. Este protocolo também apresenta baixo consumo de energia, tempos de conexão rápidos e longa duração da bateria.

Como parte de sua série GF/GFS, a steute desenvolveu um pedal de segurança de três estágios especificamente para esta tarefa. Os recursos desse comutador incluem alta estabilidade e baixa altura do pedal, permitindo atuação ergonomicamente confortável e sem fadiga. Isso é particularmente desejável ao operar uma chave de habilitação, porque o pedal deve ser mantido na posição do meio por períodos mais longos.

Os pedais de segurança sem fio com até três pedais podem ser usados em aplicações para o Nível de Desempenho e (EN ISO 13849-1) e SIL 3 (IEC 61508). Os principais fabricantes de máquinas de moldagem já estão oferecendo a seus clientes esses controles - como um componente de série ou como uma opção frequentemente escolhida. A tecnologia aplicada a todos os dispositivos e sensores de comutação sem fio steute também permite o uso do protocolo sem fio intrinsecamente seguro sWave 2.4 GHzsafe® como plataforma para outras séries de dispositivos de controle e comando.

MAIS INFORMAÇÕES

Na SPS 2019, a steute apresentou sua última geração de controles de pedal de segurança sem fio, os quais eliminam a necessidade de uma conexão de cabo ao freio da prensa. Em vez disso, eles se comunicam através do protocolo sem fio intrinsecamente seguro sWave 2.4 GHz-safe®, desenvolvido pela steute para esse fim. É possível obter tempos de resposta estáveis garantidos abaixo de 100ms, independentemente de quaisquer outros dispositivos sem fio ativos na mesma faixa de frequência. A tecnologia sem fio steute sWave.safe® fornece uma conexão sem fio robusta

A transmissão de sinal sem cabo oferece aos operadores maior liberdade de movimento e conforto ergonômico ideal em todos os momentos. Também não há desgaste dos cabos, aumentando a disponibilidade dos pedais.

www.steute.com.br

24 | Automação | Outubro 2020

59


NOVIDADE

NOVO GATEWAY INTESIS FACILITA A COMUNICAÇÃO ENTRE PROFINET E BACNET

A HMS Networks anuncia um novo tradutor de protocolo Intesis™ para comunicação entre CLPs PROFINET em chão de fábrica e Sistemas de Gestão Predial com BACnet IP/MSTP. Com isso, a integração, o monitoramento e o controle completos dos dados são permitidos entre o chão de fábrica e as instalações prediais.

MAIS INFORMAÇÕES

Os objetivos chaves podem ser alcançados com a comunicação fábrica-edifício Nas fábricas, é essencial que dimensões ambientais como temperatura, umidade e qualidade do ar sejam controladas e monitoradas automaticamente para garantir condições ideais para as equipes de produção e de serviços. E, ao garantir o controle eficiente de instalações como sistemas HVAC e iluminação, os proprietários das fábricas podem economizar muita energia e gerenciar situações de emergência de maneira segura.

24 | Automação | Outubro 2020

60

No entanto, quando os integradores de sistemas planejam a integração fábrica-edifício, normalmente enfrentam uma situação de comunicação heterogênea e desafiadora. O BACnet é normalmente o protocolo usado no Sistema de Gestão Predial (BMS - Building Management System) para controlar as instalações dentro do edifício, e o PROFINET é uma das redes de fábricas mais usadas para controlar os processos de produção. Comunicação facilitada com o gateway certificado Intesis PROFINET – BACnet Focando nessa situação, o novo tradutor de protocolo Intesis PROFINET - BACnet IP/MSTP da HMS Networks é uma solução de gateway econômica e fácil de instalar que oferece comunicação bidirecional entre CLPs PROFINET e controladores BACnet. Capaz de conectar até 1200 pontos de dados, o gateway é um servidor/escravo BACnet IP/MSTP de um lado e um dispositivo de E/S PROFINET do outro, com portas Ethernet independentes. O gateway foi certificado pela BTL para BACnet e possui a marca UL, a fim de garantir os mais altos padrões de comunicação e qualidade.


Graças ao seu posicionamento estratégico entre a fábrica e os sistemas prediais, o gateway se torna um facilitador de aplicações muito interessantes, como medição de energia de dispositivos e máquinas na fábrica a partir do sistema BMS baseado em BACnet, monitoramento de HVAC e controle do CLP PROFINET, bem como fácil definição e gerenciamento de alarmes.

para edifícios, respectivamente, com a confiança dos clientes em milhões de instalações em todo o mundo. www.intesis.com

Processo de fácil configuração e integração usando o Intesis MAPS O Intesis MAPS, a ferramenta comum de configuração para todos os tradutores de protocolo Intesis, oferece um processo de configuração muito intuitivo para integradores de sistemas que cobrem os dois lados do gateway. O MAPS ajuda os integradores ainda mais em seus projetos, fornecendo arquivos EDE valiosos para a integração BACnet, bem como arquivos GSD e arquivos TAG do portal TIA para configuração rápida de qualquer CLP PROFINET conectado.

MAIS INFORMAÇÕES

O resultado da experiência combinada da HMS em comunicações de fábricas e edifícios Estendendo a ampla gama de tradutores de protocolo Intesis BACnet existentes, a nova versão PROFINET - BACnet é o primeiro produto de uma nova linha de gateways Intesis para integração entre fábricas e edifícios que serão lançados passo a passo pela HMS Networks. Nesses gateways, a HMS combina suas comprovadas tecnologias de comunicação Anybus® e Intesis para comunicação industrial e orientada 24 | Automação | Outubro 2020

61


NOVIDADE

FLIR SYSTEMS ANUNCIA CÂMERAS TERMOGRÁFICAS ESPECÍFICAS PARA DETECÇÃO DE TEMPERATURA ELEVADA DA PELE

A linha de soluções térmicas FLIR EST inclui modo de triagem aprimorado para oferecer triagem rápida, segura e simplificada.

F

MAIS INFORMAÇÕES

LIR Systems, Inc. anunciou termovisores especificos para triagem rápida e segura para temperatura elevada da pele sem contato. As soluções de triagem térmica FLIR EST oferecem triagem nas entradas dos edifícios e em áreas de alto tráfego para melhorar a segurança e ajudar a conter a disseminação da COVID-19. As câmeras das séries FLIR Axxx-EST, FLIR T5xx-EST e FLIR Exx-EST foram projetadas para simplificar o processo de triagem, reduzindo a carga dos operadores de triagem e seguindo as diretrizes recomendadas de distância social.

24 | Automação | Outubro 2020

62

“As novas soluções térmicas FLIR EST representam quase duas décadas de experiência no design e fabricação de soluções de medição térmica para a detecção de temperatura elevada da pele”, disse Jim Cannon, Presidente e CEO da FLIR. “Essas câmeras são nossas câmeras mais fáceis de configurar e operar até hoje para a triagem de temperatura elevada da pele, exigindo treinamento limitado para começar a triar as pessoas com mais rapidez e precisão.” Modo FLIR Screen-EST As novas câmeras EST também apresentam o modo FLIR Screen-EST aprimorado na câmera, que aumenta a taxa de transferência em 25% em comparação com a versão anterior. Para melhorar ainda mais a precisão, o modo Screen-EST atualizado gera automaticamente uma média das amostras da temperatura da referência, e compara com a temperatura da pele dos indivíduos com essa referência, reduzindo a incerteza de medição das flutuações naturais da temperatura corporal e dos efeitos ambientais. Este modo gerar um sinal sonoro ou exibir um alarme quando a câmera detecta uma temperatura elevada acima de um limite definido. Se o modo de triagem detectar um indivíduo com temperatura elevada da pele, ele deverá ser avaliado usando


NOVIDADE

um dispositivo médico, como um termômetro. Além disso, as novas câmeras EST são compatíveis com o novo software de desktop FLIR Screen-EST anunciado no início de junho. Série FLIR Axxx-EST As câmeras A500-EST e A700-EST são projetadas para instalações fixas permanentes e podem ser implantadas como uma estação de triagem única e independente ou em rede. As câmeras podem ser conectadas à maioria dos sistemas de gerenciamento de vídeo (VMS), enquanto o invólucro da câmera possui vários pontos de montagem para suportar tripé ou instalações permanentes.

As séries FLIR Axxx-EST, T5xx-EST e Exx-EST estarão disponíveis para compra em todo o mundo no terceiro trimestre de 2020 no site FLIR.com e através de distribuidores autorizados FLIR. www.flir.com.br/instruments/public-safety/environmenthealth-and-safety/

Série FLIR T5xx-EST A T540-EST e a T560-EST foram projetadas para operar em uma configuração móvel ou permanente. O formato flexível permite uma operação móvel sem cabos com até quatro horas de duração da bateria ou uso sem as mãos com um tripé integrado.

MAIS INFORMAÇÕES

Série FLIR Exx-EST Leves, projetadas ergonomicamente para uso portátil e alimentadas por bateria, a E54-EST e a E86-EST oferecem a capacidade de configurações de triagem móvel com uma tela sensível ao toque integrada, brilhante e fácil de usar. Suportes de tripé também estão disponíveis para os modelos Exx-EST.

24 | Automação | Outubro 2020

63


NOVIDADE

PLATAFORMA INTELIGENTE DE AUTOMAÇÃO DE BORDA FLEXEDGE™ DA RED LION INTEGRA TI E OT

Ligação em rede avançada e automação de alto desempenho num sistema operativo.

A

Plataforma inteligente de automação de borda FlexEdge da Red Lion combina agora a escalabilidade do Linux® com as potencialidades do software Crimson® 3.2 num único sistema operativo fácil de utilizar. Esta fusão permite que um único controlador FlexEdge forneça ligação em rede, segurança e automação avançadas. Através da integração de tecnologia da Informação e tecnologia operacional, a FlexEdge ajuda os clientes a reduzir custos, melhorar a segurança de dados e aumentar a produtividade.

MAIS INFORMAÇÕES

A plataforma FlexEdge é baseada no software Crimson 3.2 e oferece aos clientes o máximo de flexibilidade para modificar facilmente as funcionalidades do controlador à medida que as necessidades de aplicação o exijam. Um controlador que faz tudo, desde ligação em rede avançada até automação. Os clientes podem ativar funcionalidades adicionais através de atualizações de software desbloqueáveis em campo que eliminam a necessidade de adquirir ou adicionar mais equipamento, o que permite poupar dinheiro e reduzir períodos de inatividade desnecessários.

24 | Automação | Outubro 2020

64

Estas novas capacidades abrem as portas para novas combinações de produtos, aumentando ainda mais o número de aplicações em que a plataforma FlexEdge pode ser implementada. Com os trenós de comunicação modulares da FlexEdge, os utilizadores podem agora implementar gateways de rádio multicelulares para aplicações de comunicação críticas. E para ambientes com requisitos exigentes, a plataforma oferece múltiplas portas de série isoladas, portas Ethernet encaminháveis, trenós de comunicação de série, USB, Wi-Fi e celular opcionais e E/S instaláveis em campo. www.flexedge.net


NOVIDADE

ROHDE & SCHWARZ APRESENTA O NOVO UPCONVERTER NA BANDA Q/V PARA TESTE DE PAYLOAD DE SATÉLITES Para possibilitar taxas de dados continuamente mais altas aos usuários finais de links de satélite, os operadores estão usando frequências mais altas, como a banda Q/V, onde estão disponíveis maiores larguras de banda. O novo upconverter de RF R&S SZV100A da Rohde & Schwarz oferece uma solução para testar transponders de banda larga nos payloads de satélites de alto throughput (VHTS). Com largura de banda de modulação de 2 GHz, o R&S SZV100A cobre toda a faixa de frequência de 36 GHz a 56 GHz.

A

banda Q/V oferece maiores larguras de banda para os feeder links de satélite. Por isso, é ideal para a implementação de links de altas taxas de bits. Isso inclui as futuras redes de comunicações e backhaul de celular que podem fornecer grandes volumes de dados aos usuários finais. Os operadores de satélites geoestacionários convencionais e LEO (Low Earth Orbit)estão descobrindo as vantagens dessas novas bandas de satélite.

A configuração do teste é constituída pelo gerador de sinais vetorial R&S SMW200A, pelo gerador de sinais de microondas e RF R&S SMA100B e pelo upconverter na banda Q/V R&S SZV100A. Com um desempenho de RF extraordinário,

O design compacto, o baixo peso e os pontos de montagem do R&S SZV100A permitem a instalação muito próximaaoDUT - por exemplo, na parte externa de uma câmara de vácuo térmica (TVAC). A distância entre a fonte de IF ou a fonte de LO e o R&S SZV100A pode ser de até 10 metros, possibilitando uma configuração de teste otimizada. O upconverter e os geradores de sinais podem ser operados remotamente com um software para PC por meio de uma conexão LAN. O software de controle remoto R&S SZV possibilita uma configuração de teste simples e conveniente. O R&S SZV100A é um upgrade de baixo custo ideal para os sistemas de teste já existentes. Devido ao software de controle, a configuração constituída pelo R&S SZV100A, R&S SMW200A e R&S SMA100B pode ser operada como se fosse um único instrumento. O R&S SZV100A já está disponível na Rohde & Schwarz.

MAIS INFORMAÇÕES

Os componentes de micro-ondas na banda Q/V são submetidos a altas demandas e, consequentemente, devem passar por muitos testes durante o desenvolvimento e verificação. Amplificadores, conversores, módulos receptores e payloads de satélite completos são alguns exemplos de componentes que devem ser testados na banda Q/V. Especialmente as payloads de satélites, os equipamentos de teste devem cumprir requisitos rigorosos referentes à qualidade desse sinal. Junto com o gerador de sinais vetorial R&S SMW200A, o upconverter na banda Q/V R&S SZV100A oferece cobertura em todas as bandas de satélite, desde VHF à V, adicionalmente, na faixa do 5G na banda Q/V.

o R&S SMW200A fornece o sinal de IF de banda larga modulada com largura de banda de até 2 GHz, ao passo que o R&S SMA100B fornece o sinal de LO de alta precisão. A potência máxima de saída do R&S SZV100A chega a +16 dBm (ponto de compressão de 1 dB).

www.rohde-schwarz.com 24 | Automação | Outubro 2020

65


Bem-vindo ao mundo Lenze, a Terra do Movimento! Movimento é o que nos distingue como uma empresa inovadora. É o elemento central da nossa motivação, é o que pensamos, sentimos e fazemos todos os dias, no mundo dos negócios e pessoalmente. Nós não apenas garantimos o funcionamento das máquinas de nossos clientes, mas também oferecemos conceitos e ideias que contribuem para o aumento de desempenho e eficiência.

As melhores máquinas e indústrias ao redor do mundo usam Lenze.

Somos um dos líderes mundiais em tecnologia e soluções de automação industrial e atuamos na vanguarda na Indústria 4.0 com pesquisa e desenvolvimento. Tecnologia alemã de ponta é garantia de performance para seu projeto de automação industrial, sempre com os melhores Controladores Programáveis, IHMs, Inversores de Frequência, Servo motores, Servo drives, Motores e Motoredutores. Suportamos seu projeto com estrutura de engenharia e serviços diferenciados no Brasil para garantir sua produtividade.

Indústria 4.0 desde 1947.

5 Passos para sua liberdade

1

2

3

4

5

DESENVOLVENDO IDEIAS

ESBOÇANDO CONCEITOS

IMPLEMENTANDO SOLUÇÕES

CONSTRUINDO MÁQUINAS

GARANTINDO PRODUTIVIDADE

Fácil assim... www.lenze.com.br Lenze Brasil – Contact Center 19 3846-3500 vendas@lenze.com.br


Encontre todas as novidades em: www.revista-automacao.com

A fonte de informação em automação industrial

Profile for Induportals Media Publishing

Automação | 24 - Outubro 2020  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Automação | 24 - Outubro 2020  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded