Page 1

20 | Automação | Outubro 2019

A fonte de informação em automação industrial

HONEYWELL AJUDA A TRANSFORMAR OPERAÇÕES DE PETROQUÍMICA NO MÉXICO

16 ADVANTECH PROMOVE A INTEGRAÇÃO DE SOFTWARE E HARDWARE DA INTERNET DAS COISAS (IIOT)

31 AUTOMAÇÃO EM LOGÍSTICA: TECNOLOGIAS PARA VENDER MAIS E MELHOR

4

NOVO TESTADOR DE LOOP PARA VÁLVULA DE CONTROLE FLUKE

36


20 | Automação | Outubro 2019

REVISTA AUTOMAÇÃO

KEYENCE

4

8 NORD

9 ULMA HANDLING SYSTEMS

ELIPSE SOFTWARE

DANFOSS

12

10

14

HONEYWELL

ABB

16

18

AQUARIUS GE DIGITAL

19

HMS NETWORKS

INTERROLL

NORD

20

22

23

MITSUBISHI ELECTRIC

ROCKWELL AUTOMATION

24

26

ANUNCIANTES: LENZE 11 • BÜRKLIN 13 • FLIR 30

www.revista-automacao.com

ROMI

27


PEPPERL +FUCHS FACTORY AUTOMATION

SPI

28

ADVANTECH

31

29 LEUZE ELECTRONIC

EMERSON

32

EPLAN

34

33

FLUKE

PILZ

SCHMERSAL

36

38

39

RED LION

40

SCHNEIDER ELECTRIC

UNIVERSAL ROBOTS

42

43

SUPPLYPOINT

WIKA

YASKAWA

44

46

47

NORD

48

PEPPERL +FUCHS PROCESS AUTOMATION

50 Contato: Sílvia Bruin Pereira Editor: silvia@revista-automacao.com

A fonte de informação em automação industrial

Press-releases devem ser enviados para: silvia@revista-automacao.com

Para receber a Revista Automação gratuitamente inscreva-se no site www.revista-automacao.com A Revista Automação é publicada pela INDUPORTALS MEDIA PUBLISHING em português para técnicos e engenheiros de automação. O seu conteúdo inclui panoramas de mercado, lançamentos de novos produtos, artigos técnicos e casos de aplicação, bem como notícias da indústria e de negócios. A Revista Automação tem um cuidado minucioso na preparação de seus textos; no entanto, não pode garantir a precisão das informações que são propostas. Suas equipes não são responsáveis pelo conteúdo dos meios de comunicação ou pelo seu uso.

INDUPORTALS

MEDIA PUBLISHING


PANORAMA DO MERCADO

AUTOMAÇÃO EM LOGÍSTICA: TECNOLOGIAS PARA VENDER MAIS E MELHOR As atuais vedetes da Automação Industrial – Indústria 4.0 e Inteligência Artificial – estão fazendo com que as empresas, se não aumentem, pelo menos cultivem, seus investimentos em Logística. As razões são evidentes: o exponencial crescimento do e-Commerce (40% em 2018) aliado aos avançados sistemas automatizados à disposição no mercado, que tornam grande parte das tarefas mais rápidas e eficientes. A seguir estão as entrevistas feitas com especialistas de três grandes fornecedores de produtos e serviços diferenciados para o setor de Logística: sensores a laser e leitores de código; sistemas de acionamentos de esteiras e de paletização; e sistemas automatizados para movimentação e armazenagem de materiais. O resultado é uma abundância de informações que pode ser um orientador no momento de especificar a automação da cadeia logística.

KEYENCE MELHORAR A FLUIDEZ DOS ITENS AO LONGO DO PROCESSO

MAIS INFORMAÇÕES

“Quando o assunto é economia de tempo, temos que separar as possíveis fontes que podem tomar tempo desnecessariamente no processo produtivo. Desse modo, podemos dividir em três grupos: instalação/programação, operação e troubleshooting”, instrui Bruno Kim, Gerente de Marketing da KEYENCE. Na instalação e programação, segundo Kim, o fator crucial é a facilidade de uso dos sensores. E o motivo é bem simples: quanto mais o sensor for fácil de operar, menos tempo será consumido para colocá-lo em operação. Já durante a operação, diz ele, a estabilidade de funcionamento é um dos fatores que tem mais influência, porque se o sensor, por exemplo, possui um funcionamento instável, falhas intermitentes serão provocadas e, por motivos óbvios, surgirão paradas de linha ocasionalmente. E as situações não previstas, que ocorrem por diversos motivos, sejam externos à aplicação em si e, por muitas vezes, evitá-las em 100% dos casos é irrealista.

20 | Automação | Outubro 2019

4


PANORAMA DO MERCADO

KEYENCE página 8

NORD DRIVESYSTEMS página 9 ULMA HANDLING SYSTEMS página 10

20 | Automação | Outubro 2019

5


PANORAMA DO MERCADO

O gerente ensina que, pensando em minimizar o tempo por situações de troubleshooting, quanto mais rápido e fácil for a identificação e remediação desse problema, maior a economia de tempo. E a solução está nos sensores a laser para detecção de peças em geral, que trabalham com robustez por não serem influenciados pela geometria ou material das peças a serem detectadas, o que mitiga o risco de erros durante a operação. “A fácil programação desses sensores é outra característica que reduz o tempo de instalação e programação, fazendo com que a operação seja iniciada o quanto antes. E, pelo fato de termos mensagens de erro que são facilmente identificadas e descritas, o troubleshooting ocorre de forma mais rápida”, explica. Fornecedor e usuário – O que a automação pode fazer na área de Logística? Qual produto ou solução o usuário deve especificar? O executivo da KEYENCE responde: “Por atuarmos no modelo de vendas diretas, temos um grande know-how acumulado em questão de resolução de aplicações de forma estável. Se analisarmos friamente, no que tange ao alcance da companhia, estamos falando de aplicações que podem sofrer grande variação devido ao tipo de peça que deve ser detectada, ou a algum fator do processo dos clientes. Nesse sentido, não só os fatores da aplicação em si são levados em consideração, mas também o ambiente no qual essa aplicação está inserida. Por exemplo: vamos considerar uma esteira transportadora de produtos em uma aplicação de intralogística. Vamos considerar também que, nesse exemplo, as peças sofrem variação de cor, tamanho e material. A especificação, nesse caso, levará em consideração todas essas variações explícitas, em adição às condições da esteira, como velocidade de movimentação, cor da esteira, possíveis oscilações e demais fatores do local que podem influenciar na aplicação. Uma vez que esses elementos conjunturais são levantados, também realizamos o teste para certificar que a solução funciona de acordo com as expectativas. Dessa forma, o cliente tem a garantia de que a solução está bem dimensionada e aderente ao processo ao qual será incorporada”, detalha. O Gerente de Marketing da KEYENCE avalia que, tecnicamente falando, um dos propósitos da automação logística é melhorar a fluidez dos itens ao longo do processo, para que os índices de produtividade sejam atingidos e, enfim, para corresponder às expectativas estabelecidas. “Claro que isso depende de diversos fatores; mas, existe uma grande correlação entre a necessidade desse tipo de automação com o volume que é produzido dentro de um determinado intervalo de tempo. Essa correlação, por sua vez, está relacionada também com o quão automático o processo produtivo é, porque, com menos interações de operadores no fluxo operacional, em tese, a quantidade produzida tende a ser mais alta por consequência”, observa.

MAIS INFORMAÇÕES

Com base nessa essa hipótese, Kim afirma que a tendência é que os processos que possuem essas características tenham uma demanda maior de automação logística. Obviamente, ele acrescenta que é necessário considerar mais fatores, como o valor dos produtos, de que forma a justificativa desse investimento se dá nos diferentes casos e a viabilidade técnica em relação à infraestrutura previamente estabelecida. “O ponto positivo disso é que torna a maior parte dos segmentos e setores como possíveis candidatos ao incentivo à automação logística”, finaliza. 20 | Automação | Outubro 2019

6

NORD ENTREGAS RÁPIDAS, SEM ERROS E COM O MENOR CUSTO POSSÍVEL A agilidade dos processos é um dos principais benefícios da Automação em Logística, com o objetivo de economizar tempo. Na área específica de atuação da NORD DRIVESYSTEMS DO BRASIL, seu Diretor Executivo, Claudio Falcão, fala dos principais avanços tecnológicos que resultaram em benefícios aos usuários: Solução completa eletrônica e de acionamentos – Os equipamentos estão cada vez mais dedicados e automatizados. Há uma tendência forte na descentralização dos drives e o uso de redes interligando todos os acionamentos. Sustentabilidade no foco na redução de consumo de energia – Não adianta falar em automação sem falar em redução do impacto do sistema no meio ambiente. Quando se trata de consumo de energia, é comum somente olhar para o consumo do motor elétrico, negligenciando o restante do rendimento do equipamento mecânico. Instalação conjugada com a facilidade de manutenção – Os usuários não têm tempo para parar suas linhas para manutenções não previstas. Com um investimento inicial pouco maior do que o sistema convencional, pode-se garantir uma redução drástica na hora de parada de produção de uma linha, aumentando a disponibilidade da máquina. TCO obrigatório – Falcão destaca que o usuário final, ao se deparar com um novo projeto de logística interna, deve iniciar a pesquisa de fabricantes de máquina que possam atender à sua demanda. “A partir dos dados de produção e armazenamento, os orçamentos podem variar muito se o usuário não definir exatamente o que ele quer no escopo da automação, que pode ser desde um simples painel elétrico até um sistema complexo de lógica de manufatura envolvendo a chamada Indústria 4.0.”, continua. Por esta razão, o Diretor da NORD DRIVESYSTEMS DO BRASIL, é enfático ao declarar que a falta de informação do usuário final sobre o custo total de aquisição de um sistema é o principal obstáculo na implantação de novas


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

tecnologias. “Ao comprar uma máquina, o uso do TCO (Total Cost Ownership – Custo Total de Propriedade) se torna obrigatório para avaliação do melhor fornecedor”, orienta. Falcão lembrou que, desde a década de 90, o uso do CLP e sua programação são amplamente usados na indústria. “As novidades vieram na melhoria da velocidade de processamento, na conectividade com todos os equipamentos da máquina ou sistema, e na redução de custo da tecnologia. Ao ter acesso à automação local, todos os componentes de uma máquina conseguem conversar com um sistema central de controle”, celebra. Ou seja, com o custo mais acessível e uma tecnologia individual mais avançada, todos os equipamentos estão se conectando e fazendo da máquina um fluxo contínuo de informações. No seu entender, a Indústria 4.0 nada mais é que um nome novo que incorpora esta tendência. Sobre Inteligência Artificial, o executivo da NORD DRIVESYSTEMS DO BRASIL resume: “Nenhum equipamento pensa sozinho sem que tenha um bom programador por trás do projeto.“Programar uma máquina e habilitar decisões individuais nada mais é do que a definição de padrões processuais ao equipamento, associado a uma entrada de informação”, pontua. E exemplifica: “Somos um fabricante de acionamentos mecânicos e elétricos. Através de inputs vindos do processador central, as velocidades das esteiras, a abertura de portas, etc., irão se interconectar com os inversores de frequência para evitar colisões, e também direcionar a mercadoria para o local correto, mantendo o máximo de eficiência de velocidade nos momentos de picos e a conservação de energia nas ociosidades. Somos um facilitador dos programadores de sistemas da inteligência do equipamento”. Falcão recomenda que toda a indústria deve se preocupar com a automação da logística interna. “A velocidade de resposta e o controle de custos fazem da automação de logística um fator fundamental para a participação das empresas no mercado. Em outras palavras, entregas rápidas, sem erros e com o menor custo possível. Este é o cenário da automação logística”, arremata. ULMA PROCESSOS INTRALOGÍSTICOS 100% EFICAZES E RENTÁVEIS

Para vender seu peixe ao mercado, Bueno vai direto ao ponto. “Nosso principal argumento relacionado ao ganho com a automação na logística é a inovação. Nesse contexto de ganho para logística com a automação de processos, nos consideramos e mostramos ao cliente que somos um

Vale destacar que a empresa possui uma equipe qualificada de engenharia, focada em pesquisa e inovação, o que permite à ULMA HANDLING SYSTEM oferecer soluções personalizadas e flexíveis, além de serviços de manutenção. “Além disso, temos uma plataforma exclusiva para gerenciar produtos, gerenciar a informação 4.0 e oferecer processos intralogísticos 100% eficazes e rentáveis. Buscamos entender os negócios de nossos clientes e a dinâmica das cadeias de abastecimento, para poder oferecer soluções de engenharia que sejam aderentes às necessidades das empresas, visando tornarem-se mais eficientes e competitivas, de forma que tenham instalações logísticas que possam ser utilizadas por longo período e assimilem novas tecnologias”, garante. As soluções da companhia combinam hardware e software. Os projetos de hardware incluem a robótica colaborativa e a robótica de todo tipo para poder manipular, sequenciar e identificar todos os produtos. Em software, oferece soluções que proporcionam o controle de toda a instalação logística, utilizando recursos como o IoT (Internet das Coisas) e outras tecnologias para obter, monitorar e tratar informações com total visibilidade de todas as etapas da cadeia logística. Logística 4.0 – No entender do CEO da ULMA HANDLING SYSTEMS as mais recentes tecnologias de automação industrial, surgidas dentro do conceito de Indústria 4.0, podem contribuir para a automatização no setor de logística no sentido de proporcionar total conectividade entre os sistemas em instalações logísticas. “A nossa empresa já está completamente alinhada aos conceitos de Indústria 4.0 e também aos de Logística 4.0, com recursos para garantir a total conectividade entre os sistemas de um armazém para que, além de produtividade, essa instalação logística ofereça visibilidade das operações, possibilite antecipação ou prevenção de ocorrências, ou mesmo a detecção de oportunidades de melhoria na operação. A tecnologia facilita muito o monitoramento remoto da instalação logística e, graças à Internet das Coisas e à Inteligência Artificial, conseguimos monitorar remotamente nossas instalações logísticas e saber o que está acontecendo a cada momento, possibilitando tornar uma instalação inteligente e sua gestão mais assertiva para a tomada de decisões”, sublinha. Bueno confirma que a automação das áreas de logística não é uma preocupação de um nicho ou setor específico. “A logística é um processo crítico das indústrias como um todo ao proporcionar redução de custos, ganho de produtividade, competitividade, além de ser um campo fértil para inovações, como a recente conectividade alcançada dentro do conceito derivado da Indústria 4.0”, conclui.

MAIS INFORMAÇÕES

“Os mais recentes avanços tecnológicos observados no setor em que ULMA HANDLING SYSTEMS atua – o de sistemas automatizados para movimentação e armazenagem de materiais – são direcionados para a alta conectividade entre os sistemas em funcionamento em uma instalação logística: sistemas robóticos, softwares, inteligência artificial, dispositivos móveis, entre outros, conta Marcelo Bueno, CEO da companhia, acrescentando que a empresa lançou recentemente uma suíte de soluções que contempla ferramentas que apoiam a cadeia logística dos usuários com alta tecnologia e alta performance.

elemento estratégico em sua cadeia de abastecimento, e colocamos à sua disposição aquilo que temos de mais inovador em conceitos e em sistemas eletromecânicos, sistemas robóticos, sistemas de software e de rede para que as informações de nossos clientes estejam disponíveis para serem acessadas de qualquer parte do planeta e sua eficiência logística esteja garantida”, orgulha-se.

Sílvia Bruin Pereira - Editora - REVISTA AUTOMAÇÃO

20 | Automação | Outubro 2019

7


PANORAMA DO MERCADO

LEITOR DE CÓDIGOS 1D E 2D – SÉRIE SR-1000 KEYENCE

A melhor capacidade de leitura de códigos no mercado.

P

ossui uma tecnologia extremamente avançada na leitura de códigos, incluindo todos os ajustes de foco e filtros corretores de imagem de forma automática, dispensando qualquer experiência necessária com esse tipo de tecnologia. Basta posicionar o leitor e através de três passos e o produto já está em condições de realizar o trabalho.

MAIS INFORMAÇÕES

Lentes e iluminação já estão embutidas e não necessita de periféricos, fazendo disso uma solução all in one, e evitando transtornos para os usuários no que diz respeito à gestão de estoque de peças sobressalentes. Dessa forma, garante que a leitura seja estável e contribui para os altos índices de produtividade que as linhas de produção demandarem.

20 | Automação | Outubro 2019

8

Em adição, possui diversos protocolos de comunicação, fazendo com que seja facilmente integrado nas redes industriais mais utilizadas pelas empresas. Lembrando que, pelo modelo de vendas que a Keyence utiliza, são realizados testes in loco para dimensionar e comprovar o bom funcionamento da aplicação antes que a solução seja adquirida. Tudo isso sem custo adicional para os clientes, que contam também com um suporte técnico ilimitado, além de um estoque local, contribuindo para o bom funcionamento das linhas através do suporte e da resposta rápida. www.keyence.com.br


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

LOGIDRIVE NORD DRIVESYSTEMS – ALTA EFICIÊNCIA E BAIXA MANUTENÇÃO EM DRIVES PARA INTRALOGÍSTICA

Unidades de acionamento padronizadas em três versões altamente eficientes e fáceis de usar para requisitos típicos das aplicações de transporte.

A

linha de sistemas LogiDrive permite uma seleção mais rápida do acionamento adequado para uma determinada aplicação, bem como diminuir a variedade de versões para um número reduzido de modelos. Os motores síncronos IE4 com potências nominais de 1,1 kW, 1,5 kW e 2,2 kW são combinados com redutores cônicos de engrenagens helicoidais de 2 estágios para um intervalo de velocidades de 0 a 565 rpm (tamanho 1) ou 0 a 482 rpm (tamanhos 2 e 3). As reduções são continuamente variáveis no intervalo de 1 a 500. Os inversores de frequência descentralizados para instalação próxima aos motores na estrutura dos transportadores garantem uma ótima acessibilidade. Eles possuem uma chave interruptora para desligar a unidade da energia da fábrica e uma chave comutadora de direção para configuração local.

Os sistemas LogiDrive são projetados para transportadores horizontais ou inclinados. Eles integram as funções de segurança STO e SS1 de acordo com as normas DIN EN 61800-5-2 e DIN EN 60204-1. Os motores possuem uma capacidade de sobrecarga elevada. O sistema é totalmente modular: todos os componentes podem ser reparados separadamente. Isso reduz significativamente os custos com manutenção e reparos. A NORD integra todas as interfaces standard Fieldbus e de Ethernet Industrial diretamente nos acionamentos vetoriais AC. Os sistemas LogiDrive oferecem desempenho confiável em qualquer parte do mundo e são adequados para frequências de 50 Hz e 60 Hz. www.nord.com MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

9


PANORAMA DO MERCADO

UHS SERVICIOS E SISTEMA U-MIND ULMA HANDLING SYSTEMS

O mais recente lançamento global da companhia com foco na automação para o setor de logística.

A

MAIS INFORMAÇÕES

UHS Servicios busca reformular o serviço no ciclo de vida de uma instalação logística, partindo da premissa de que os clientes estão concorrendo para ter a melhor cadeia de abastecimento de seu segmento de atuação, já que isso permite satisfazer às necessidades de seus clientes no menor tempo possível. Para isso, a empresa está se desenvolvendo em dois pilares: melhorar a disponibilidade da instalação logística automatizada, com a oferta de serviços, pelos quais cuida da operação, com ferramentas de monitoramento, inclusive sendo responsável por toda a condução do processo. O segundo pilar é uma aproximação maior do dia a dia dos clientes, para estudar tendências, observar ocorrências na cadeia de valor, fazer reengenharia e estudar diferentes cenários para modificar a instalação logística automatizada, chegando assim a um cenário previsto de médio prazo como uma de suas prioridades.

20 | Automação | Outubro 2019

10

O U-MIND é uma suíte/pacote de softwares de logística, que oferece as ferramentas mais completas para acompanhar a atividade dos clientes, entre elas acompanhamento e garantia de disponibilidade, bem como ferramentas de gestão da operação e ciclo de vida da instalação logística. A nova suíte U-MIND abrange diferentes soluções para diferentes problemas, mas sempre focando de uma mesma perspectiva: que os clientes maximizem o valor de suas instalações logísticas. www.ulmahandling.com.br


Bem-vindo ao mundo Lenze, a Terra do Movimento! Movimento é o que nos distingue como uma empresa inovadora. É o elemento central da nossa motivação, é o que pensamos, sentimos e fazemos todos os dias, no mundo dos negócios e pessoalmente. Nós não apenas garantimos o funcionamento das máquinas de nossos clientes, mas também oferecemos conceitos e ideias que contribuem para o aumento de desempenho e eficiência.

As melhores máquinas e indústrias ao redor do mundo usam Lenze.

Somos um dos líderes mundiais em tecnologia e soluções de automação industrial e atuamos na vanguarda na Indústria 4.0 com pesquisa e desenvolvimento. Tecnologia alemã de ponta é garantia de performance para seu projeto de automação industrial, sempre com os melhores Controladores Programáveis, IHMs, Inversores de Frequência, Servo motores, Servo drives, Motores e Motoredutores. Suportamos seu projeto com estrutura de engenharia e serviços diferenciados no Brasil para garantir sua produtividade.

Indústria 4.0 desde 1947.

5 Passos para sua liberdade

1

2

3

4

5

DESENVOLVENDO IDEIAS

ESBOÇANDO CONCEITOS

IMPLEMENTANDO SOLUÇÕES

CONSTRUINDO MÁQUINAS

GARANTINDO PRODUTIVIDADE

Fácil assim... www.lenze.com.br Lenze Brasil – Contact Center 19 3846-3500 vendas@lenze.com.br


APLICAÇÃO

CONVERSORES DANFOSS NA MAIOR OBRA DE SANEAMENTO DO BRASIL NOS ÚLTIMOS 20 ANOS

Solução contribui com o bom funcionamento da automação da planta e aumenta a vida útil dos equipamentos do sistema.

I

naugurado em abril de 2018, o Sistema Produtor São Lourenço (SPSL) é uma das grandes obras de engenharia e saneamento realizadas para atender à necessidade crescente de água para a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O SPSL conta com uma estação de bombeamento de água bruta, estação de tratamento de água, 83 quilômetros de adutoras e reservatórios para armazenar até 125 milhões de litros de água, entre outras estruturas. A água captada pelo Sistema Produtor São Lourenço atende setores que eram servidos anteriormente pelos sistemas Cantareira, Alto Cotia e Baixo Cotia, por exemplo.

Com custo total de R$ 2,2 bilhões, o Sistema Produtor São Lourenço é fruto de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sabesp e um consórcio privado com o objetivo de construir um novo sistema produtor de água para a RMSP. Maior obra de saneamento do Brasil nos últimos 20 anos, o sistema bombeia até 6,4 mil litros de água por segundo da represa Cachoeira do França, em Ibiúna, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) em Vargem Grande Paulista. Essa água abastece cerca de dois milhões de pessoas nos municípios de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista.

MAIS INFORMAÇÕES

A Cápua Engenharia, responsável por toda a parte elétrica, eletrônica e de automação da obra, escolheu a Danfoss para o fornecimento de conversores de frequência. Foram aplicados três conversores de frequência do tipo LHD VLT® AQUA Drive FC 202 – que garantem níveis baixos de distorções harmônicas em torno de 5% de THD – que alimentam as bombas de baixa carga da captação do sistema, sendo estas as grandes responsáveis pelo abastecimento do sistema de alta carga. “A Danfoss foi escolhida para atender nossa necessidade de termos um produto que nos garantisse confiança e 20 | Automação | Outubro 2019

12


24 / 7 / 365 www.buerklin.com

Our services: n 1.5+ million articles from

500+ renowned manufacturers n 75,000+ articles in stock in Munich, Germany n 500,000+ additional articles readily available

qualidade. A Danfoss supriu todas as expectativas deste projeto complexo”, comenta Thiago Campos, supervisor de projetos da Cápua Engenharia. Com a implantação dos conversores de frequência da Danfoss no SPSL, os níveis de distorções harmônicas ficaram baixos, garantindo a qualidade da energia elétrica sem a geração de ruídos na rede. Deste modo, a solução contribui com o bom funcionamento da automação da planta e aumenta a vida útil dos equipamentos do sistema, pois os equipamentos da Danfoss evitam acionamentos bruscos nas partidas dos motores, além de protegê-los de forma eficaz. Com instalação e operação simples, os VLT® AQUA Drive FC 202 são de fácil parametrização e programação com softwares gratuitos. Seu design moderno e robusto poupa espaço na instalação. www.danfoss.com.br

n Delivery promise:

Same day shipping for all orders received by 6pm n Online Shop: buerklin.com n Industry-focus line cards of well-known and reliable

manufacturers n eProcurement solutions: OCI, API, electronic catalogs, EDI n Large teams of multilingual inside sales and field sales

in Germany n Sales representatives in Italy, France, United Kingdom,

Ireland, Scandinavia, Eastern Europe, Brazil and the Middle East

www.buerklin.com YEARS

20 | Automação | Outubro 2019

13


APLICAÇÃO

REALENGO ALIMENTOS ECONOMIZA ENERGIA COM O ELIPSE E3

Fábrica da Realengo Alimentos em Santo Antônio da Patrulha, RS.

Solução provê o controle remoto dos equipamentos responsáveis pelo beneficiamento de arroz da fábrica sediada em Santo Antônio da Patrulha, RS.

A

Realengo Alimentos nasceu na cidade de Turvo, extremo sul de Santa Catarina, com a missão de levar um produto saudável e qualificado à mesa do consumidor. Em 1982, iniciou suas atividades com o objetivo de produzir arroz de forma sustentável, contribuindo para o desenvolvimento da região e preservando o meio ambiente.

Para agregar mais agilidade e segurança a seus processos, a Realengo Alimentos – produzir arroz de maneira sustentável desde 1982 – decidiu utilizar o E3, solução SCADA da Elipse Software, na automação do beneficiamento de arroz realizado em sua filial de São Antônio da Patrulha, interior do Rio Grande do Sul. A aplicação foi implementada pela Nexxus Evolution Systems, empresa de tecnologia da informação.

MAIS INFORMAÇÕES

A operação ocorre de forma fácil e intuitiva, apresentando telas distribuídas por áreas para monitorar todas as etapas do beneficiamento do arroz, desde a peneira, descasque, brunimento, polimento, mistura até o ensaque do produto. O sistema possibilita, entre outras coisas, o acionamento dos equipamentos em cascata. Ao iniciar as etapas do processamento da matéria-prima, cada equipamento entra em operação através de intervalos de tempo prédeterminados, tornando o fluxo de produção contínuo e provendo mais economia de energia. Além de monitorar todas as etapas do beneficiamento de arroz, a solução “comanda” máquinas, equipamentos e instrumentos, permitindo, inclusive, acompanhar e operar 20 | Automação | Outubro 2019

14


Tela do Elipse E3 que permite controlar o ensaque do arroz.

as rotas de transporte automaticamente. Caso haja qualquer falha em algum instrumento ou equipamento, o software também dispõe de um sistema de alarmes, que informa o operador caso haja alguma anomalia e se é necessária a intervenção da equipe de manutenção para avaliação e correção do problema.

www.elipse.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

Os farelos e as quireras, principais subprodutos provenientes do processo de beneficiamento do arroz, são todos captados durante a produção e destinados a silos de armazenagem adequados para posterior comercialização ou utilização pela própria Realengo. A casca de arroz, por exemplo, é reaproveitada para cogeração de energia nesta mesma unidade da empresa.

diminuindo consideravelmente as paradas desnecessárias do processo. Já o coordenador de manutenção, Diego Favaro, destaca o fato de a solução apresentar uma interface intuitiva, proporcionando fácil interação e utilização por parte do operador.

Segundo João Luiz Pereira dos Santos, gerente de produção da Realengo Alimentos, o Elipse E3 trouxe mais segurança em relação ao funcionamento dos equipamentos, 20 | Automação | Outubro 2019

15


APLICAÇÃO

HONEYWELL AJUDA A TRANSFORMAR OPERAÇÕES DE PETROQUÍMICA NO MÉXICO

A solução Intelligent Wearables (dispositivos portáteis inteligentes) ajudará a melhorar a conformidade e a produtividade na planta Braskem Idesa em Veracruz

A

MAIS INFORMAÇÕES

Honeywell anunciou que a Braskem, maior fabricante de resinas termoplásticas das Américas e de polipropileno nos Estados Unidos, adotou uma solução tecnológica conectada, portátil, sem o uso das mãos na sua planta Braskem Idesa em Veracruz, México. Os Intelligent Wearables (dispositivos portáteis inteligentes) da Honeywell permitirão que a Braskem Idesa melhore a produtividade e a conformidade de procedimentos operacionais, capturem a expertise dos funcionários mais experientes e a transmitam efetivamente aos trainees e aos funcionários de apoio no campo.

A tecnologia portátil que inclui hardware, software e serviços, também acelerará o treinamento e garantirá a segurança dos operadores de campo nas instalações da Braskem Idesa. O complexo petroquímico com capacidade de produção de 1,05 milhão de toneladas de etileno e polietileno é uma das maiores unidades de produção das Américas. “Com essa solução, a Braskem Idesa está abraçando a transformação digital que nos permitirá reter a nossa liderança na indústria de petroquímicos”, disse Roberto Velasco, Diretor Industrial da Braskem Idesa. “Capturar todos os dados e expertises relevantes dentro da organização e disponibilizá-los aos funcionários onde e quando eles precisarem, ajudará a levar mais rapidamente os trainees ao campo com segurança e assegurará que cada funcionário opere de acordo com os mais altos padrões da Braskem Idesa”. De acordo com a empresa, a Braskem Idesa não somente deu um passo importante para a Indústria 4.0, mas agora também substituiu as operações manuais e em papel por uma sofisticada solução digital e sem fio. Os headsets de computadores portáteis controlados por voz e softwares

20 | Automação | Outubro 2019

16


avançados eliminam a necessidade de pranchetas, canetas e lanternas. A oferta da Honeywell ajudará a Braskem Idesa a capturar a expertise, documentar as tarefas críticas e fora da rotina e assegurar a conformidade com os procedimentos operacionais padrão. Conectando os funcionários de campo com o aconselhamento remoto, os dispositivos portáteis inteligentes da Honeywell reduzirão também a necessidade de visitas dos especialistas com base no Brasil às suas unidades. Uma série abrangente de aplicações da Honeywell aumentará a velocidade, a segurança e a confiabilidade dos funcionários de campo graças a: • Expert on Call (Consulta remota aos especialistas): Oferece aos funcionários de campo acesso ao vivo e em tempo real aos especialistas na sala de controle central ou em qualquer outro lugar para solução de problemas, suporte e recomendações.

desempenho dos seus funcionários, o que é crítico para o sucesso de qualquer empreendimento industrial, disse José Fernándes, VP e General Manager de Performance Materials Technologies da Honeywell América Latina. “Além disso, ela permite que os funcionários da Braskem Idesa continuem seu aprendizado, tornem-se melhores profissionais e compartilhem de modo efetivo seu conhecimento com seus pares.” A Honeywell está fornecendo uma solução completamente baseada em resultados que rastreia indicadores de desempenho-chave específicos e integra hardware, software e serviços. Além disso, ela implementa uma infraestrutura de Wi-Fi completa para apoiar o uso da solução em toda a planta. www.honeywell.com

MAIS INFORMAÇÕES

• Video support (Suporte por vídeo): Permite que os usuários assistam vídeos demonstrativos das principais tarefas. • Paperless rounds (Instruções sem papel): Fornece instruções passo a passo para tarefas comuns e complexas. “A solução da Honeywell para competência e produtividade dos funcionários de campo permite que a Braskem Idesa vincule o desempenho da sua planta diretamente ao 20 | Automação | Outubro 2019

17


N OT Í C I A

ABB INICIA CONSTRUÇÃO DE NOVA FÁBRICA DE ROBÓTICA EM SHANGHAI

A fábrica será aberta no início de 2021, utilizando os mais recentes processos de fabricação automatizados e digitais

A

ABB iniciou a construção de sua nova instalação para pesquisa e fabricação de robôs na China, o maior mercado de robótica do mundo. A fábrica, que deve entrar em operação em 2021, representa um investimento total de US$ 150 milhões.

MAIS INFORMAÇÕES

A nova fábrica de 67.000 m2 em Kangqiao, situada próximo a Xangai, implantará os mais modernos processos de fabricação, incluindo machine learning, soluções digitais e colaborativas. Será a fábrica mais avançada, automatizada e flexível da indústria de robótica do mundo – um centro onde robôs fabricarão robôs. A nova fábrica também abrigará um centro de P&D no local, que ajudará a acelerar as inovações em Inteligência Artificial (IA). O centro servirá como um núcleo de inovação aberto, onde a ABB vai colaborar estreitamente com seus clientes e co-desenvolver soluções de automação adaptadas às necessidades de cada um deles.

20 | Automação | Outubro 2019

18

A ABB prevê que as vendas mundiais de robôs crescerão de US$ 80 bilhões hoje para US$ 130 bilhões em 2025. A China é o maior mercado de robótica do mundo; um em cada três robôs vendidos globalmente em 2017 foi para a China. https://new.abb.com/br


N OT Í C I A

AQUARIUS E GE DIGITAL DISCUTEM INDÚSTRIA 4.0

A

Aquarius Software, empresa brasileira que atua como integradora de soluções para a indústria, e a GE Digital, líder mundial em soluções digitais para a indústria, promoveram um encontro em 18 de setembro, em São Paulo, para debater ferramentas e tendências para acelerar o desenvolvimento da Indústria 4.0, marcando a ampliação da parceria estratégica entre as duas empresas.

A principal palestra do evento foi promovida pelo diretor de marketing de produtos da GE Digital, Ganesh Hedge, que falou sobre a importância da digitalização e da IIoT para o sistema lean de manufatura. Também participaram das discussões o sócio e diretor técnico da Aquarius, Ricardo Caruso, o gerente de consultoria em transformação digital e negócios da Atos, Sérgio Saad, e Cássio Saad, arquiteto de soluções na GE Digital. https://www.aquarius.com.br/ https://www.ge.com/br/

MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

19


N OT Í C I A

HMS NETWORKS APRESENTA ESTUDO EXCLUSIVO SOBRE O 5G NA COMUNICAÇÃO INDUSTRIAL

A pesquisa mostra que metade dos profissionais do setor é claramente positiva a respeito do 5G na fabricação e o veem como uma forma de obter conectividade universal.

A

MAIS INFORMAÇÕES

HMS Networks, líder global em soluções para comunicação industrial e IIoT, entrevistou 50 profissionais da indústria internacional para perguntar sobre o posicionamento da comunicação sem fio em suas empresas e ver como estão se preparando para o lançamento do 5G. O artigo da HMS, intitulado “5G: o setor está pronto?”, apresenta os resultados desse estudo e fornece informações de última geração sobre a situação atual do setor de fabricação em termos de preparação para o 5G.

O artigo da HMS Networks oferece uma visão geral das opiniões do setor a respeito da tecnologia 5G como uma tendência emergente e um padrão futuro no setor de fabricação e automação industrial. Ele também aborda a utilização das tecnologias sem fio no setor atualmente e as direções futuras desta tecnologia. Estas são as principais conclusões da pesquisa: • Mais da metade (54%) das pessoas entrevistadas indicou utilizar soluções de comunicação sem fio para o monitoramento remoto e operação remota de ativos. Um terço dos entrevistados (34%) declarou que suas empresas utilizavam a comunicação sem fio para diferentes tipos de IIoT. • Metade das pessoas entrevistadas (48%) era claramente positiva a respeito do 5G na fabricação – eles destacaram principalmente o fato de que a tecnologia substituirá os cabos, o Wi-Fi não confiável e os vários padrões industriais utilizados atualmente.

20 | Automação | Outubro 2019

20


• Para a maioria (58%) dos entrevistados, a confiabilidade e a robustez dos sistemas sem fio desempenham um papel decisivo na adoção ou não do 5G, e isso foi expresso igualmente por representantes de TO e TI. Mais de um quarto (26%) das pessoas entrevistadas mencionou a baixa latência como importante. “A pesquisa mostrou claramente que o setor está se conscientizando cada vez mais sobre os benefícios do 5G para a comunicação industrial. O que o setor realmente precisa é de informações técnicas e exemplos práticos”, explica Marcela Alzin, gestora de programas do HMS Labs da HMS Networks, que conduziu a pesquisa. “Foi por isso que criei um modelo fictício de um profissional típico de TO e sua atitude em relação 1/2 ao 5G. Isso deve ajudar a entender melhor a situação no mercado”, conclui. Para fazer o download de uma cópia gratuita do estudo, acesse https://www.hms-networks.com/industrial-iotsolutions/5G/ready MAIS INFORMAÇÕES

www.hms-networks.com

20 | Automação | Outubro 2019

21


N OT Í C I A

INTERROLL DUPLICA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO NOS EUA

O volume de investimento planejado será de aproximadamente 11 milhões de dólares para a expansão.

O

Interroll Group, fornecedor global de soluções de fluxo de material, anunciou a criação de uma fábrica adicional junto à já existente em Hiram, perto de Atlanta, Geórgia. A empresa está investindo um total de cerca de 11 milhões de dólares nessa expansão e a conclusão da segunda fábrica está prevista para o final deste ano.

MAIS INFORMAÇÕES

Na Interroll, a região das Américas continua a ver um alto nível de atividades de projeto e as vendas de 2018 resultaram em um crescimento na ordem dos dois dígitos. Ao mesmo tempo, a empresa está introduzindo soluções inovadoras a um ritmo rápido para satisfazer as exigências do mercado em constante evolução.

Importantes tendências empresariais como o aumento da automação para armazéns e aeroportos e o crescimento do comércio eletrônico continuam sustentando essa perspectiva positiva. “Continuamos assistindo a uma elevada procura de soluções Interroll nas Américas”, afirma Richard Keely, vice-presidente executivo da região das Américas. “Por causa disso, estamos nos preparando através do aumento das capacidades para garantir aos nossos clientes e usuários finais tempos de entrega rápidos nos próximos anos”. O volume de investimento planejado será de aproximadamente 11 milhões de dólares. O projeto adiciona 11.300 metros quadrados de área útil, dos quais 1.400 metros quadrados serão usados como escritórios. www.interroll.com

20 | Automação | Outubro 2019

22


N OT Í C I A

NORD BRASIL FESTEJA 20 ANOS EM ROTA DE CRESCIMENTO

Entre 15.000 e 20.000 equipamentos saem por ano da produção da Nord Drivesystems em Guarulhos, o dobro de cinco anos atrás.

Q

uer seja na mineração, indústria alimentícia, tratamento de água, indústria química, mecanismos elevatórios ou logística interna, quem precisa de tecnologia de acionamentos potente e com viabilidade futura no Brasil, desde 1999 conta com a Nord Drivesystems. A filial brasileira foi fundada em 5 de julho de 1999 e hoje se localiza na cidade de Guarulhos, no Estado de São Paulo. “Graças ao nosso grande estoque, bem como nossa alta flexibilidade, conseguimos realizar a melhor solução personalizada para os nossos clientes, em pouquíssimo tempo”, declarou o Diretor Geral Cláudio Falcão.

Desde a fundação há 20 anos houve grande investimento no local. Atualmente, entre 15.000 e 20.000 equipamentos saem por ano da produção, o dobro de cinco anos atrás. Para o futuro, Falcão espera um crescimento semelhante, calculando um aumento de no mínimo 40% para os próximos três anos. “A tendência mais importante é o uso de produtos com maior rendimento, permitindo que nossos clientes tenham uma boa economia em energia, reduzindo os custos totais”, relata Falcão. Recentemente a Nord Drivesystems Brasil ampliou o seu portfólio com novos motores IR3 de alto rendimento. www.nord.com MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

23


N OT Í C I A

MITSUBISHI ELECTRIC APRESENTA SOLUÇÕES NA JAPAN HOUSE SÃO PAULO

Terceira edição do Total Solution Exhibition reforçou a presença da companhia no país com palestras gratuitas sobre Indústria 4.0 e eficiência energética.

A

Mitsubishi Electric, uma das principais empresas de automação industrial do mundo, promoveu, de 3 a de 5 de outubro, a terceira edição do Total Solution Exhibition na Japan House São Paulo. O evento, realizado anualmente, visou trazer um panorama completo das suas soluções no território nacional por meio de ativações tecnológicas, como robôs.

Além da exibição das soluções, este ano a Mitsubishi Electric também ofereceu uma série de palestras gratuitas durante os três dias de evento. Alguns dos temas apresentados foram: “A indústria 4.0 e suas novas tecnologias”, “Uso de robôs na indústria” e “Formando os profissionais do futuro”. Especialistas da empresa e professores convidados conduziram as apresentações com meia hora de duração.

MAIS INFORMAÇÕES

“Queremos fortalecer a relação com nossos parceiros e criar um ambiente em que as pessoas possam conhecer mais sobre a Mitsubishi Electric de forma rápida e dinâmica. Com o avanço da indústria 4.0 no Brasil, usamos essa oportunidade para desmistificar o tema e endossar ainda mais a presença da marca no país”, afirmou Fabiano Lourenço, vice-presidente da Mitsubishi Electric do Brasil. Além de fortalecer a presença da marca no país com conhecimento técnico, a companhia também aproveitou a oportunidade para reforçar seu apoio a talentos do tênis de mesa nacional. No sábado, 5 de outubro, Hugo Hoyama, um dos maiores nomes do esporte no país e atualmente treinador da seleção nacional, e que hoje é patrocinado pela Mitsubishi Electric, marcou presença na exposição. Os 20 | Automação | Outubro 2019

24


participantes puderam acompanhar a palestra “O saque da vitória”, que abordou os principais ensinamentos obtidos por ele ao longo de sua trajetória. Além de Hoyama, outros dois atletas no esporte contam com o apoio da Mitsubishi Electric: Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi, que buscam marcar presença nos Jogos de 2020. “A Mitsubishi Electric acredita no esporte em âmbito global e essa ação só reforça o quanto queremos consolidar a nossa presença no Brasil”, finaliza Lourenço. www.MitsubishiElectric.com

MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

25


N OT Í C I A

EVENTO DA ROCKWELL AUTOMATION DESTACA CIBERSEGURANÇA E INDÚSTRIA 4.0

TechED, evento promovido em São Paulo pela Rockwell Automation, atualizou parceiros e clientes e difundiu a Indústria 4.0.

I

ndústria 4.0 e cibersegurança foram os temas de destaque do TechED, evento promovido pela Rockwell Automation em agosto passado no Expo Center Norte, em São Paulo. Com 16 sessões técnicas, 16 laboratórios práticos e 8 techtours, o TechED foi uma oportunidade de atualização e capacitação para clientes e parceiros da Rockwell Automation.

O programa contou também com apresentações e encontros hands on sobre controle, informação, processo, rede, sistemas e visualização. Alguns dos temas explorados foram: Desenvolvimento de programas com o Studio 5000 Logix Designer; Elaboração de Aplicações com FactoryTalk Innovation Suite; Implementação de Arquiteturas de Rede Resilientes; Gerenciamento de Processos em Batelada; Implementação de segurança no ambiente industrial – IIoT; Implementação de Solução para Gestão de Conteúdo – ThinManager; Redes Neurais e Inteligência Artificial. O TechED registrou 300 participantes de todo o Brasil.

MAIS INFORMAÇÕES

www.rockwellautomation.com

20 | Automação | Outubro 2019

26


N OT Í C I A

ROMI PARTICIPA DA FEIRA INTERNACIONAL DE MÁQUINASFERRAMENTA EMO HANNOVER

Romi manteve seu histórico de participação no evento, que é o maior do mundo no segmento.

A

Para o diretor-presidente da companhia, Luiz Cassiano Rando Rosolen, participar da EMO Hannover foi importante para consolidar a Romi no mercado internacional e apresentar as novas tecnologias e gerações de máquinas. “A Nova Geração foi desenvolvida pensando na nova fase da indústria, que busca aplicar cada vez mais o conceito de produtividade, rentabilidade e conectividade dentro da fábrica”, comentou.

Um dos destaques foi o seu portfólio de Centros de Torneamento. A empresa apresentou ao mercado europeu a Nova Geração da Linha Romi GL, exibindo os modelos Romi GL 300S, Romi GL 250M e o Romi GL 450M, equipamentos projetados para operar em ambientes de média e alta produção. Os modelos contam com sistema de compensação térmica, que garante resultados dimensionais estáveis mesmo durante longos períodos de trabalho, além de serem equipados com cabeçote com motor tipo built-in, que permite alto torque em baixas rotações, alta estabilidade e excelente nível de potência e de desempenho.

https://www.romi.com

MAIS INFORMAÇÕES

Romi, líder na indústria brasileira de máquinas e equipamentos industriais, participou da feira EMO Hannover, que aconteceu de 16 a 21 de setembro na Alemanha. Na edição deste ano, o evento trouxe como tema principal “Tecnologias inteligentes impulsionam a produção de amanhã” e reuniu mais de 2.100 expositores de 47 países. A Romi manteve seu histórico de participação no evento, o maior do mundo no segmento de máquinas-ferramenta.

20 | Automação | Outubro 2019

27


N OT Í C I A

SPI É PARCEIRA DA ROSAS DE OURO PARA O CARNAVAL 2020

Empresa viabilizará proposta de levar a Revolução 4.0 para o desfile em São Paulo.

A

tradicional escola de samba paulistana Rosas de Ouro escolheu a tecnologia para desenvolver seu enredo “Tempos Modernos” para o Carnaval 2020. A diretoria da agremiação uniu carnavalescos, acadêmicos e especialistas para viabilizar a proposta de falar sobre a Revolução 4.0, incluindo temas, tais como: robótica, tecnologia, inteligência artificial e realidade aumentada. Para desenvolver e adequar essas tecnologias ao Carnaval 2020, a escola contará com o apoio de várias empresas e de quatro universidades (Instituto Mauá de Tecnologia, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Insper e Centro Universitário FEI).

“O Carnaval não é apenas a melhor forma para apresentar a Revolução 4.0 para o mundo, mas também uma oportunidade ímpar para a sociedade experimentar a revolução por meio de experiências digitais”, diz Élcio Brito, diretor de tecnologia da SPI Integração de Sistemas LTDA. “Nós, da SPI – em parceria com as instituições mais competentes da academia e da indústria de automação – estamos honrados e prontos para apoiar a Rosas de Ouro com inovação e nossa experiência de aplicação das tecnologias de ponta do mundo físico e digital da Revolução 4.0, de forma a ajudar a escola a montar um desfile campeão”, completa.

MAIS INFORMAÇÕES

http://www.spi-integradora.com.br/pt

20 | Automação | Outubro 2019

28


N OT Í C I A

PEPPERL+FUCHS DESTACA SISTEMA PARA NUVEM NEOCEPTION

Os dados das Cabeças de Leitura RFID são enviados através do Gateway IdC para a Nuvem Neoception, onde estão sempre disponíveis.

O Neoception Asset Tracker oferece monitorização baseada na nuvem de equipamento de produção. Os leitores RFID do Sistema IDENTControl da Pepperl+Fuchs utilizam uma etiqueta para identificar ativos, cujas informações específicas do objeto são enviadas através de um gateway para a Nuvem Neoception, onde é possível visualizar os dados a qualquer momento. Isto resulta numa visão geral mais detalhada e facilita o planeamento de processos de produção.

O

número de ciclos de determinados componentes durante a produção é definido através de RFID, sendo assim criada uma visão geral mais exata da atualização real da unidade de produção. A solução RFID genérica e baseada na nuvem possibilita a monitorização de um vasto leque de equipamentos de produção que exigem manutenção. Além de elevados níveis de fiabilidade e autossuficiência, oferece diversas outras vantagens.

www.pepperl-fuchs.com MAIS INFORMAÇÕES

Os leitores RFID do Sistema IDENTControl da Pepperl+Fuchs utilizam uma etiqueta para identificar ativos, cujas informações específicas do objeto são enviadas através de um gateway para a Nuvem Neoception. Os usuários do serviço podem visualizar os dados na nuvem a qualquer momento e a partir de qualquer local. A interface de usuário intuitiva permite ajustar diversos parâmetros para configurar os ativos e gerir notificações.

O sistema é altamente personalizável, o que significa que pode ser perfeitamente adaptado aos requisitos de unidades de produção específicas. Por exemplo, é possível definir um limiar para o número de ciclos que os ativos podem efetuar antes de ser gerada uma notificação de manutenção. Isto facilita o planejamento da manutenção de dispositivos e previne falhas. Também é possível integrar múltiplas linhas de produção no sistema. Os usuários podem efetuar pedidos de estado e associar ou dissociar etiquetas a/de objetos no painel do utilizador da Nuvem Neoception.

20 | Automação | Outubro 2019

29


DETECTE INCÊNDIOS ANTES QUE ELES SE TORNEM GRANDES PROBLEMAS Com o uso da tecnologia de Imagens Térmicas da FLIR você poderá identificar pontos de incêndios e solucionar rapidamente, controlando e agindo diretamente no foco do problema.

Saiba mais acessando: www.FLIR.com.br/A310


NOVIDADE

ADVANTECH PROMOVE A INTEGRAÇÃO DE SOFTWARE E HARDWARE DA INTERNET DAS COISAS (IIOT)

Empresa promove no Brasil a plataforma Wise-PaaS IIoT, ferramenta que permite montar rapidamente soluções industriais para os mais diversos cenários.

A

WISE-PaaS Cloud Platform é composta por aplicativos escalonáveis e fáceis de ser integrados, possibilitando o aproveitamento de dados e capacidades operacionais de dispositivos inteligentes, o que melhora a gestão de ativos, o processo de negócio e a manutenção preditiva. A plataforma reúne aquisição de dados, data services, análise e visualização de dados, possibilitando modelos reais de negócios em nuvem baseados em IIoT em vários mercados e setores.

A plataforma WISE-PaaS da Advantech está em fase de popularização e expansão em diversos mercados como fábricas inteligentes, o setor de energia, hospitais e cidades inteligentes. De acordo com Tutilo, a plataforma é capaz de reduzir consideravelmente os custos e desperdícios no longo prazo. “A modernização da infraestrutura é uma tendência mundial cada vez mais acelerada, então vislumbramos um crescimento contínuo do interesse pela ferramenta aqui no País”, afirmou Tutilo. https://www.advantech.com

MAIS INFORMAÇÕES

Além disso, oferece uma conexão segura entre dispositivos industriais e plataformas de nuvem para acesso a armazenamento altamente durável, computação de baixo custo, bancos de dados de alto desempenho e ferramentas de gerenciamento. Esses serviços podem ajudar as empresas a reduzir custos de TI e crescer em escala.

mais inteligentes sem a necessidade de troca de todo o maquinário, o que é uma solução interessante para o empresário que precisa se tornar mais competitivo”, destacou.

Para Rodrigo Tutilo, gerente de IoT da Advantech Brasil, a plataforma pode ter um papel indispensável no processo de popularização da Internet das Coisas. “As pequenas e médias empresas brasileiras ainda têm receio de investir grandes valores em automação. A plataforma Wise-PaaS mostra que é possível tornar fábricas e linhas de produção 20 | Automação | Outubro 2019

31


NOVIDADE

EMERSON EXPANDE COBERTURA DE GESTÃO DE ATIVOS

O novo suporte HART-IP simplifica a conexão entre os dispositivos de campo e o AMS Device Manager, reduzindo custos de instalação do projeto para a gestão de ativos em até 85%.

A

Emerson expandiu o AMS Device Manager com suporte HART-IP, facilitando a conexão com dispositivos e sistemas de controle. É utilizado para simplificar a instalação de dispositivos de campo durante projetos de capital, aumentar o tempo de atividade do sistema de segurança e testar dispositivos da sala de controle de modo rápido e seguro. Ao eliminar multiplexadores, pode ser usado para configurar, calibrar, validar e documentar mais dos seus dispositivos de campo e sistemas habilitados para HART.

O HART-IP — agora nativo no AMS Device Manager — permite que o sistema de gestão de ativos dispense os multiplexadores e acesse de forma direta as informações de medição e diagnóstico de dispositivos de campo habilitados para HART, usando a infraestrutura de rede Ethernet existente na planta. A interface atual foi testada para conectividade com sistemas de segurança Triconex Tricon CX da Schneider Electric, sistemas de segurança HIMA HIMax e multiplexadores Phoenix Contact. A Emerson continuará a testar e a adicionar novos sistemas à lista de sistemas oficialmente compatíveis com a interface.

MAIS INFORMAÇÕES

https://www.emerson.com/pt-br

20 | Automação | Outubro 2019

32


NOVIDADE

SCANNER LASER DE SEGURANÇA LEUZE

Em sua ampla linha de produtos para segurança no trabalho, a Leuze dispõe também de um scanner laser de segurança.

A

s principais características únicas do scanner RSL400 da Leuze, incluem:

Resolução angular de 0,1°: principal diferencial de desempenho quando opera de forma segura e confiável em ambientes com poeira, neblina ou particulados em suspensão.

Sistema de troca rápida: graças ao seu sistema de troca simplificado, a troca de um scanner ocorre em menos de 30 segundos e sem a necessidade de reprogramação ou grande tempo de parada de linha. http://www.leuze.com.br

Comunicação PROFINET: transmissão simultânea dos dados de processo e de funcionamento interno para sistemas de Indústria 4.0, Manutenção Preditiva e Nuvem de Dados.

MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

33


NOVIDADE

PLATAFORMA EPLAN FACILITA TRANSFERÊNCIA DE DADOS DE APLICATIVOS PARA NUVEM

Usuários podem utilizar os serviços da Plataforma Eplan e aproveitar o valor agregado dos serviços baseados em nuvem ao mesmo tempo.

O

MAIS INFORMAÇÕES

objetivo central da informatização é otimizar processos, aumentar a eficiência e, assim, aumentar a disponibilidade de máquinas e sistemas. O desenvolvimento contínuo da Plataforma Eplan suporta esse processo. Na fase de engenharia, o foco está no gêmeo digital de um painel de controle. A base para isso são os dados 3D de alta qualidade que representam a caixa e os acessórios que são complementados com informações de componentes e cabos relevantes para o projeto. Os dados podem ser exportados sem qualquer interrupção de mídia e usados em outros subprocessos, como produção, incluindo cabos. A engenharia interdisciplinar também oferece um potencial significativo para otimização. Isso possibilita armazenar informações em um local central – no Projeto Eplan – incluindo salvar dados de parâmetros de sensores inteligentes e usá-los em processos posteriores.

20 | Automação | Outubro 2019

34

Interfaces abertas e padronizadas, como o AutomationML (AML), por exemplo, disponibilizam esses dados para qualquer usuário sem nenhum formato específico de aplicativo ou estrutura de dados. Por exemplo, os usuários podem ser máquinas para processamento de painel de controle ou processamento de cabos, ou funcionários que estão realizando a cablagem com a ajuda de informações digitais. Durante a fase de operação, o objetivo é maximizar a disponibilidade do sistema e minimizar os tempos de inatividade em caso de falhas do sistema. Os códigos QR em componentes instalados ajudam a encontrá-los no sistema e fazem com que seus atributos –incluindo números de peça e dados técnicos para aquisição de peças de reposição – estejam disponíveis em qualquer lugar nos sistemas e a qualquer momento via tablet ou smartphone. O Eplan ePulse suporta satisfatoriamente esses cenários. Se os dados do projeto mencionados são salvos lá, nada está impedindo o acesso a qualquer momento e de qualquer local. A Plataforma Eplan utiliza essa abordagem inovadora, dando aos usuários a possibilidade de transferir dados gerados nos aplicativos usados para a nuvem com apenas um clique. O Projeto Eplan pode ser compartilhado no


Eplan eView com os parceiros necessários para colaboração. As empresas se conectam em rede com seus clientes e fornecedores, tornando a troca de dados fácil e segura. O Projeto é, portanto, o modelo digital central de uma solução de automação construída com várias aplicações, como Eplan Electric P8, Eplan Pro Panel ou Eplan Fluid, e está disponível como a fonte única de dados. Por fim, fornece os dados necessários para todos os processos de recebimento de dados. Os usuários podem aproveitar os benefícios da Plataforma Eplan e, ao mesmo tempo, explorar o valor agregado dos serviços baseados em nuvem, como o Eplan eView e o Eplan Cogineer. https://www.eplan.com.br/br/inicio

MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

35


NOVIDADE

NOVO TESTADOR DE LOOP PARA VÁLVULA DE CONTROLE FLUKE

O novo Testador de Válvula de Controle Fluke 710 portátil acelera a medição das válvulas de controle inteligente HART com testes integrados para garantir resultados confiáveis e rápidos.

O

MAIS INFORMAÇÕES

teste da válvula de controle demanda testadores complexos que requerem treinamento extensivo, remoção da válvula e, frequentemente, longos períodos de teste na bancada. O novo testador de válvula de loop 710 da Fluke Corporation, líder global em tecnologia portátil de teste e medição, permite que os técnicos forneçam o sinal 4-20 mA ao mesmo tempo em que examinam os dados com protocolo de comunicação HART para coletar informações essenciais sobre a posição e status da válvula, fornecendo testes rápidos das válvulas de controle enquanto estão em uso.

Com procedimentos de teste integrados e interface intuitiva, o Fluke 710 permite que os técnicos realizem testes de válvulas com rapidez e facilidade. Por meio de uma verificação ágil dos resultados dos testes da válvula, o equipamento fornece um diagnóstico instantâneo para que seja possível tomar decisões de manutenção rapidamente. Com a função de comunicação HART integrada ao testador, os técnicos podem fornecer um sinal de 4-20 mA para fazer com que a válvula de controle inteligente se mova e, ao mesmo tempo, interpretar o sinal de retorno da válvula HART para determinar se a válvula está se movendo para a posição esperada. Além de informações sobre a posição, a pressão medida fornecida pelo I/P interno da válvula (que move a válvula) pode ser determinada através do protocolo de comunicação HART. O testador de válvula de loop 710 possui testes préconfigurados de válvulas confiáveis e que podem ser repetidos. A rotina integrada apresenta: - Teste manual do sinal de mA e visualização da posição e das informações da variável de pressão via Hart.

20 | Automação | Outubro 2019

36


- Teste de Rampa total 4 a 20 a 4 mA. Durante o teste é possível ainda gravar a posição de 0-100-0% ou das pressões aplicadas, que movem a válvula de 0-100-0%. - Teste de Step e avaliação do sinal de mA na entrada para a válvula e avaliação da resposta das válvulas às alterações de entrada em mA. - Testes de velocidade para determinar o quão rápido a válvula pode abrir ou fechar. - Testes de curso parcial e de resposta que ajudam a testar as válvulas em uma parte da sua faixa para que possam ser testadas no processo.

MAIS INFORMAÇÕES

Os resultados do teste são armazenados na memória do 710 e podem ser adicionados ao software de análise do ValveTrack™ incluso. O ValveTrack permite que os usuários façam upload e registrem os testes da válvula obtidos em campo; comparem testes carregados anteriormente com testes recentes; visualizem o histórico de testes da válvula por ID e exportem os dados de testes da válvula para um arquivo CSV para análise adicional no Microsoft Excel. https://www.fluke.com/pt-br

20 | Automação | Outubro 2019

37


NOVIDADE

NOVAS LINHAS DE CORTINA DE LUZ PILZ DO BRASIL

Novo design, elevada robustez e ausência de pontos cegos estão entre as principais características técnicas dos novos produtos.

A

Pilz do Brasil expande seu portfólio, lançando no mercado novas linhas de cortina de luz, a PSENopt II e a PSENopt slim.

A PSENopt II apresenta como principais características técnicas o fácil diagnóstico por LED (reduzindo o tempo de parada), codificação integrada e alta resistência a choques, sendo indicada nas aplicações com robôs, máquinas de embalagem e prensas.

MAIS INFORMAÇÕES

Já as cortinas de luz PSENopt slim são apropriadas para áreas com problemas de espaço em máquinas e intervenções cíclicas como, por exemplo, nos trabalhos de embutimento, ou na colocação e retirada de materiais. Analisadas individualmente, as novas cortinas de luz oferecem aos usuários facilidade na instalação, mais eficiência e confiabilidade.

Além dos recursos de segurança como a proteção dos dedos, das mãos e do corpo, as cortinas de luz são flexíveis e possuem características especiais e, dependendo da versão, podem realizar uma diversidade de funções adicionais, tais como: muting, blanking e ligação em cascata. Desse modo, a cortina de luz pode ser ajustada às demandas desejadas, conforme as necessidades das empresas. Para o portfólio de cortinas de luz, a empresa dispõe do software PSENopt Configurator. Da instalação até as funções como muting, blanking e ligação em cascata, a configuração das barreiras de luz é realizada com uma única ferramenta. Também é possível fazer um diagnóstico rápido e objetivo, além de rastrear imediatamente o local e a causa de uma interrupção. Pode-se também ler a memória de erros com mensagens claras de texto. Todos esses recursos da ferramenta reduzem os tempos de parada e aumentam a disponibilidade da instalação. https://www.pilz.com/pt-BR

20 | Automação | Outubro 2019

38


NOVIDADE

NOVO CONTROLADOR DE AUTOMAÇÃO EFAS DA SCHMERSAL O portfólio contempla diversos modelos de módulos de expansão como, por exemplo, entradas e saídas digitais e analógicas.

A

Schmersal lança ao mercado global o novo controlador de automação EFAS (EtherCat Fast Automation System). A linha EFAS contempla um portfólio completo para a automação modular e funcional por meio do barramento de sistema de alto desempenho EtherCAT, considerado o mais rápido sistema de bus de campo baseado em Ethernet.

Por se tratar de um sistema de módulos de expansão I/O e de módulos dedicados à conexão de sinais do processo e implementação de funções especiais em uma rede EtherCAT, o portfólio contempla diversos modelos de módulos de expansão como, por exemplo, entradas e saídas digitais e analógicas, entrada de temperatura analógica, sistemas de

A programação é feita com o CODESYS, plataforma de software familiar a muitos usuários e que permite configuração prática e de fácil utilização, combinando a programação por meio das linguagens IEC61131 (FBD, LADDER, STL, ST, IL) com diversos outros recursos, como depurador e funções online, editor de visualização e controle de movimentos em um mesmo ambiente, entre outros inúmeros complementos de software e bibliotecas que facilitam a programação e sua utilização. Além da elevada resistência a influências ambientais, o controlador EFAS integra várias funções que permitem uma rápida resolução de problemas por meio de diagnósticos feitos no local ou remotamente, minimizando os tempos de inatividade da máquina e gerando alta disponibilidade; eleva, assim, o rendimento e a produtividade do processo fabril. MAIS INFORMAÇÕES

Os controladores modulares EFAS são mini-IPCs com base em ARM com CODESYS SPS e podem ser expandidos de maneira fácil e flexível por meio da conexão lateral E-Bus, utilizando módulos de I/O EtherCAT presentes no portfólio. A troca de dados com outros sistemas ocorre por meio das interfaces industriais integradas Ethernet e RS232, bem como interface de barramento de campo CAN/ CANopen adicional, simplificando a integração do novo sistema aos controles e supervisões já existentes como, por exemplo, IHMs ou supervisórios, flexibilizando a leitura e o monitoramento de informações presentes no processo ou equipamento. Com a utilização de um módulo extender EFAS, também é possível a ativação de dispositivos escravos externos em EtherCAT.

controle de acionamento integrados para motores de passo ou BLDC, bem como módulos para operações de contagem rápida e interruptores de came, entre outros.

www.schmersal.com.br

20 | Automação | Outubro 2019

39


NOVIDADE

RED LION ACRESCENTA NOVA IHM À LINHA GRAPHITE

Nova IHM Graphite externa de 12.1” para atender às suas aplicações mais exigentes legíveis à luz solar.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Red Lion Controls, especialista em comunicação, monitoramento e controle para automação industrial e redes, anunciou o lançamento da adição à série Graphite de Interfaces Homem-Máquina (IHM), uma nova IHM Graphite externa de 12,1” para atender às necessidades de aplicações mais exigentes legíveis à luz solar. Com toda a construção em alumínio fundido, a série Graphite fornece a primeira solução IHM robusta da indústria para combinar uma ampla gama de módulos plug-in versáteis com conversão de protocolo, registro de dados e monitoramento e controle baseados na web.

A série Graphite da Red Lion permite que os clientes conectem, monitorem e controlem facilmente os processos em setores que incluem manufatura, petróleo e gás e saneamento. A série Graphite oferece uma variedade de módulos plug-in que possibilitam aos usuários integrar facilmente E/S digitais e analógicas, bem como módulos de comunicação avançados para criar soluções IHM poderosas, com uma opção para expandir e atender aos requisitos de negócios em constante mudança. A IHM Red Lion Graphite 12.1” possui uma tela brilhante de proteção UV com formato panorâmico e resolução de 1280 x 800, tornando-a facilmente visível mesmo sob luz solar direta. Com 1000 nits ou brilho menor, o novo modelo Graphite exterior de 12,1” apresenta um visor brilhante de 1600 nits, permitindo aos usuários monitorar e controlar mais facilmente o equipamento de produção em qualquer condição de iluminação. As IHMs Graphite estão disponíveis em oito modelos diferentes, em tamanhos que variam de 7” a 15”, com molduras que fornecem uma tela relativamente grande, dada à sua dimensão geral. A 12,1” une as IHMs de 7” e de

20 | Automação | Outubro 2019

40


10,4” como modelos legíveis à luz do sol. Combinados com a embalagem robusta da Graphite, esses modelos são ideais para ambientes externos agressivos. Esta nova IHM é suportada pelo software Crimson 3.1 da Red Lion, tornando fácil e rápido configurar protocolos, definir etiquetas de dados, configurar aplicativos sofisticados e criar uma interface de usuário atraente. O Crimson 3.1 também suporta Cliente e Servidor OPC UA, conectores MQTT para Amazon Web Services, Google Cloud, Microsoft Azure e Ignition Sparkplug, além de muitos outros recursos avançados. www.redlion.net

MAIS INFORMAÇÕES 20 | Automação | Outubro 2019

41


NOVIDADE

NOVO RELÉ DE PROTEÇÃO PARA REDES DE MÉDIA TENSÃO SCHNEIDER ELECTRIC

O produto permite conectividade do painel, facilitando a gestão de energia em ambientes de missão crítica.

A

Schneider Electric traz ao mercado o Easergy P5, novo relé de proteção para aplicações de média tensão. Voltado aos setores de energia, mineração, siderurgia e metalurgia, e óleo e gás, o dispositivo traz conectividade ao painel, facilitando a gestão dos processos com segurança e confiabilidade.

O Easergy P5 dispõe de tecnologia de cibersegurança de última geração, e foi desenvolvido para realizar proteção e controle em redes críticas por meio de uma inovadora experiência digital, inclusive via aplicativo móvel. Além disso, por meio do relé é possível trabalhar com suporte para oito protocolos de comunicação, incluindo conformidade com o padrão IEC 61850, e ainda conexão com a abrangente caixa de ferramentas digital da Schneider Electric, que inclui: Software eSetup Easergy Pro, servidor da web integrado, aplicativo EcoStruxure Power Device e o aplicativo móvel mySchneider.

MAIS INFORMAÇÕES

O relé de proteção Easergy P5 é de fácil instalação, uso e manutenção. Devido a seu design exclusivo, com backup de memória e frente extraível, o relé permite o retorno às operações em 10 minutos após a manutenção – o que representa integração e engenharia simples para montadores de painéis, e redução do custo total de ativos para os usuários finais. https://www.se.com/br/pt

20 | Automação | Outubro 2019

42


NOVIDADE

UNIVERSAL ROBOTS LANÇA COBOT HEAVY-DUTY PARA AUTOMAÇÃO COLABORATIVA

O UR16e expande as soluções de robôs colaborativos, acrescenta capacidade de carga útil e acelera automação.

A

Universal Robots acaba de lançar o UR16e, que possui 16 kg de capacidade de carga útil. O novo modelo combina a carga útil elevada com um alcance de 900 milímetros e a repetibilidade de +/- 0, 5 mm, tornando-o ideal para automatizar tarefas como a manipulação de partes e materiais pesados. O UR16e celera a automatização com baixo risco. A programação e a integração são simples – independentemente da experiência do usuário ou da base de conhecimento. Pode ser desembalado, montado e programado para executar uma tarefa em menos de uma hora. Com uma área de trabalho pequena e um alcance de 900 milímetros, pode ser facilmente integrado em qualquer ambiente de produção.

O UR16e é ideal para automatizar aplicações de alta carga e de máquina CNC (Controle Numérico Computadorizado), incluindo manuseio de várias partes, sem comprometer a precisão. Como com outros cobots da série “e” da UR, possui sensor de força embutido, 17 funções de segurança configuráveis, incluindo tempo de parada personalizável e distância de parada e um programa intuitivo de fluxo. O novo modelo atende aos mais exigentes regulamentos de conformidade e normas de segurança para a colaboração humano-robô desobstruída, incluindo EN ISO 13849-1, PLd, categoria 3 e Full EN ISO 10218-1. www.universal-robots.com MAIS INFORMAÇÕES

Com capacidade de carga útil de 16 kg, o UR16e elimina os desafios ergonômicos e de produtividade associados ao levantamento e movimentação de peças e produtos pesados, redução de custos e redução do tempo de inatividade.

20 | Automação | Outubro 2019

43


NOVIDADE

SOLUÇÕES DA SUPPLYPOINT GERENCIAM E CONTROLAM APARELHOS PORTÁTEIS

As soluções RotoPoint (sistema carrossel) e os armários tipo Clear Front Locker da SupplyPoint garantem que as fábricas possam obter segurança e acesso fácil a itens valiosos.

O

RotoPoint fornece uma solução viável e econômica, com o sistema carrossel, para o gerenciamento seguro de uma ampla gama de equipamentos portáteis. Disponível em 120V, a alta capacidade de armazenamento o torna ideal para o gerenciamento e controle de scanners e equipamentos portáteis.

MAIS INFORMAÇÕES

Disponível em três tamanhos, oferecendo até 468 compartimentos com disponibilidade 24/7, todos os compartimentos podem ser facilmente reconfigurados para atender as necessidades de cada item, os divisores de coluna do RotoPoint podem ser removidos, alternadamente, permitindo que cada compartimento tenha o dobro da largura para se adequar a equipamentos maiores.

Para se obter uma segurança máxima, o acesso a cada compartimento é controlado pelo sistema, com todas as transações registradas por usuário e centro de custo, fornecendo recursos completos e precisos de rastreabilidade, auditoria e relatórios. É importante ressaltar que a maioria dos compartimentos no RotoPoint ficam ocultos atrás de uma resistente porta de correr, enquanto o conteúdo pode ser distribuído aleatoriamente pelo carrossel, reduzindo ainda mais o risco de uma retirada não autorizada. O RotoPoint pode ser expandido em até 10 unidades por sistema, onde cada um possui até 468 compartimentos seguros, gerenciados e controlados pelo poderoso software de gerenciamento de inventário da SupplyPoint, controlando todas as atividades de gerenciamento dos ativos, incluindo retirada, retorno e troca. O Sistema Clear Front Locker fornece uma solução econômica de acesso ao estoque. O sistema é ideal para scanners de mão maiores ou dispositivos móveis; cada armário é composto por três colunas verticais que podem ser configuradas usando três, seis ou nove portas todas contendo o controle eletrônico. Esses armários inteligentes

20 | Automação | Outubro 2019

44


e funcionais podem conter tomada para recarga e rastreamento de etiquetas de série /etiquetas de ativos via o recurso de escaneamento. O software SupplyPoint fornece uma trilha de auditoria completa que permite a rastreabilidade do gerenciamento para saber quem, o que, quando, por que e para onde, o material foi retirado. O acesso ao conteúdo do armário é restrito através do uso de nome de usuário, senha, identificação biométrica, leitores de cartão ou uma combinação dessas opções. As fechaduras das portas são de alta resistência e não podem ser forçadas a abrir em uso normal ou agressivo. O armário ainda conta, como opção, com a possibilidade da gravação de vídeo para cada transação.

MAIS INFORMAÇÕES

O armário pode ser configurado com um mix de portas de diferentes tamanhos para fornecer entre 9 e 27 compartimentos seguros em um único equipamento, até 9 armários adicionais podem ser conectados permitindo a expansão até 270 compartimentos seguros em um único sistema. www.supplypoint.com

20 | Automação | Outubro 2019

45


NOVIDADE

NOVA VÁLVULA MONOFLANGE WIKA

A nova válvula monoflange Wika modelo IVM, para conectar instrumentos de medição de pressão ao processo, é particularmente adequada para aplicações envolvendo líquidos críticos, gases e vapores.

A

válvula monoflange é fabricada e testada para atender a várias normas comuns, como o ASME BPVC. É projetada para uma longa vida útil, mesmo sob condições difíceis. As válvulas trabalham de forma durável, suave e precisa, mesmo em altas pressões. A sede de metal da ponta do fuso não rotativa é testada quanto a estanqueidade. Para evitar falhas e vazamentos, a montagem rosqueada dos castelos não está em contato com o meio. Gaxetas especiais também evitam emissões fugitivas de acordo com TA-Luft (VDI 2440) e ISO 15848-1.

Em uma versão com castelo OS & Y, testada com a API API 607 e ISO 10497 / BS 6755-2, a IVM também pode ser montada diretamente no processo sem o primeiro isolamento adicional. Para a combinação da monoflange (ou outros dispositivos de proteção) com um instrumento de medição de pressão, a Wika oferece montagem profissional. Os clientes recebem uma solução completa específica para a aplicação (“hookup”), pronta para instalação e testada contra vazamentos.

MAIS INFORMAÇÕES

www.wika.com.br

20 | Automação | Outubro 2019

46


NOVIDADE

YASKAWA LANÇA INVERSOR DE FREQUÊNCIA PARA APLICAÇÕES EM GRUAS, PÓRTICOS E PONTES ROLANTES

O CR700 aumenta a produtividade, economiza energia de forma inteligente, e reduz custos em suas aplicações.

A

Yaskawa Elétrico do Brasil, empresa do grupo Yaskawa Electric Corporation, coloca à disposição do mercado nacional o novo inversor de frequência CR700, detentor de sistema antibalanço que diminui drasticamente a oscilação da carga, criando estabilidade, sendo ideal para aplicações de transporte de carga, como gruas, pórticos e pontes rolantes.

www.yaskawa.com.br MAIS INFORMAÇÕES

Apresenta como diferencial gestão econômica de energia, capaz de controlar com eficiência os motores, de modo inteligente, diminuindo o consumo. “O CR700 possui sistema de carga leve, ou seja, permite trabalhar com velocidade superior à nominal, de acordo com o peso da carga, diminuindo de forma significativa o tempo de operação, explica Anderson Sato, diretor técnico da Yaskawa. Segundo ele, isso acontece porque o sequenciamento de freios previne recuo ou escorregamento de carga, liberandoos apenas quando o torque for suficiente. Ao detectar sobrecarga ou sobretorque, o CR700 vai parar o motor de forma automática, aumentando a segurança e prevenindo mau funcionamento. “O CR700 é capaz de monitorar tempo de operação e consumo de energia, em tempo real”, acrescenta Sato.

Entre suas principais características, destacam-se: tipo de motor por indução, com capacidade de sobrecarga 150% por 60 segundos, e frequência de saída de 0 até 590 Hz, apresentando grau de proteção IP 20, e operando em temperatura ambiente de -10 a 40 °C, podendo chegar até 60 °C (com redução de potência). Contém ainda certificações globais UL, CSA, CE, RCM, RoHS, e com sistema de segurança funcional Safe Torque Off, SIL3 conforme norma IEC 62061,PLe conforme norma ISO 13849-1. Possui comunicação de rede padrão: Modbus RTU, RS-485, 115 kbps; e opcional: EtherNet/IP, DeviceNet, Modbus TCP/IP, PROFINET, PROFIBUS-DP, CanOpen, EtherCat, Mechatrolink II e III.

20 | Automação | Outubro 2019

47


NOVIDADE

MÓDULO PROFISAFE DA NORD DRIVESYSTEMS OFERECE SEGURANÇA EXTRA

O módulo PROFIsafe NORD SK TU4-PNS atende aos mais rigorosos requisitos de segurança e garante comunicação segura em ambientes PROFINET.

A segurança funcional da planta e do maquinário é de vital importância na produção. O módulo opcional NORD SK TU4-PNS da NORD DRIVESYSTEMS auxilia no processo de respostas simples e seguras. Em combinação com um CLP de segurança, a eletrônica do acionamento se comunica de forma confiável através do PROFINET existente via PROFIsafe.

A

segurança funcional está se tornando cada vez mais importante como um componente fundamental do projeto moderno de máquinas e instalações, e é um aspecto indispensável dos sistemas de acionamentos da NORD. Atualmente, a NORD DRIVESYSTEMS fornece inversores de frequência com STO e SS1 integrados. A especialista em acionamentos fornece funções de comunicação de falha segura e de movimento seguro de acordo com a norma IEC 61800-5 com o módulo PROFIsafe SK TU4-PNS.

Funções como SLS (Safety Limited Speed – Velocidade Limitada de Segurança), SSR (Safe Speed Range – Faixa de Velocidade Segura), SDI (Safe Direction – Direção Segura), SOS (Safe Operation Stop – Parada de Operação Segura) e SSM (Safe Speed Monitor – Monitor de Velocidade Segura) podem ser integradas e expandidas com as funções de parada segura das unidades de acionamento. Com isso, o módulo de interface PROFIsafe oferece segurança abrangente para a operação confiável de instalações e maquinário.

MAIS INFORMAÇÕES

Comunicação confiável de dados relevantes de segurança O PROFIsafe é a tecnologia líder mundial e geralmente usada para aplicações de segurança para produção e automação de processos. Com SIL3 e PLe (Performance Level e – Nível de Desempenho e) Categoria 4, o protocolo de comunicação de falha segura atende aos mais rigorosos requisitos de segurança. A extensão do protocolo de falha segura PROFIsafe para PROFINET permite que informações padrão e seguras sejam transmitidas com segurança funcional 20 | Automação | Outubro 2019

48


NOVIDADE O módulo PROFIsafe NORD SK TU4-PNS oferece segurança extrafuncional: se o usuário chegar através da grade de luz a toda velocidade, o sistema será parado. Na velocidade segura, o sistema continua funcionando.

integrada entre a máquina de nível superior ou o sistema de controle da planta e os acionamentos NORD em um único cabo de rede. A eliminação da tecnologia convencional de segurança com cabo reduz a quantidade de fiação do projeto e, portanto, reduz os custos. Além disso, a rede via PROFIsafe torna os extensos dados de máquina relevantes de segurança acessíveis e disponíveis globalmente. Opere acionamentos com segurança A interface de barramento PROFIsafe SK TU4-PNS monitora a conformidade segura com os valores limites e fornece entradas e saídas seguras. Se um valor limite for excedido ou não atingido, os interruptores da interface do barramento mudam para um estado seguro. A tensão é desconectada de todas as saídas, as informações de entrada são redefinidas e transmitidas para o controlador de falha segura de nível mais alto. Isso é essencial para o uso do módulo PROFIsafe.

MAIS INFORMAÇÕES

A integração de funções de segurança na unidade de acionamento oferece muitas vantagens em comparação com uma solução de acionamento com tecnologia de segurança discreta. Menos espaço de instalação é necessário, o número de componentes de segurança externos é menor e o sistema é modularmente escalável. A quantidade de fiação é reduzida ao mínimo, já que apenas um cabo de rede é necessário. Outra vantagem é a disponibilidade global dos dados da máquina relacionados à segurança. www.nord.com 20 | Automação | Outubro 2019

49


NOVIDADE

PROTEÇÃO SIMPLES CONTRA SOBRETENÇÕES COM SISTEMA DA PEPPERL+FUCHS

Módulos da família M-LB-2000 – ideais para aplicações com o mínimo de especificações.

O novo sistema M-LB-2000 oferece proteção contra sobretensões apenas com recurso a uma função de desconexão do circuito para facilidade na manutenção e na colocação em funcionamento, tornando-o ideal para aplicações que apenas exijam o mínimo de especificações.

O

sistema M-LB-2000 também pode ser usado como alternativa superior para blocos de terminais com proteção contra sobretensões. Os blocos de terminais podem ser substituídos pelos módulos compactos – 6,2 mm – sem que seja necessário espaço adicional. Os dispositivos de um elemento podem ser instalados em calhas DIN padrão, estão homologados para aplicações classificadas com até SIL 3 e estão certificados em conformidade com a diretiva ATEX e as normas IECEx até à Zona 1. Isto faz com que o sistema M-LB-2000 seja o complemento ideal para o sistema de proteção contra sobretensões M-LB-5000 – o sistema composto por dois elementos que oferece funções de diagnóstico.

MAIS INFORMAÇÕES

O M-LB-5000 com função de monitorização do estado inclui diagnósticos patenteados e usa um algoritmo especial para detectar diferentes situações de sobrecarga que podem causar o desgaste da funcionalidade de proteção contra sobretensões. Isto melhora a disponibilidade da função de proteção e, por isso, todo o sistema, minimizando simultaneamente os custos de manutenção. O visor com lógica tipo semáforo de cada módulo de proteção reduz significativamente os trabalhos de teste, uma vez que 20 | Automação | Outubro 2019

50

as falhas detectadas podem ser atribuídas a circuitos de sinalização específicos. Este sistema também oferece vantagens consideravelmente superiores às de outras soluções no que se refere à manutenção. Por exemplo, um módulo base instalado numa calha DIN impede a interrupção do sinal quando o módulo de proteção está desconectado. Assim, o módulo de proteção pode ser substituído sem afetar o funcionamento da unidade de proteção em questão. No entanto, se o circuito de sinalização tiver que ser interrompido propositadamente – para testes de isolamento durante a colocação em funcionamento, por exemplo – basta rodar o módulo de proteção 180 graus e conectá-lo- Neste caso, o circuito de sinalização é interrompido através de uma função de isolamento integrada. www.pepperl-fuchs.com


Encontre todas as novidades em: www.revista-automacao.com

A fonte de informação em automação industrial

Profile for Induportals Media Publishing

Automação | 20 - Outubro 2019  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Automação | 20 - Outubro 2019  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded