Page 1

13 | Automação | Agosto 2018

A fonte de informação em automação industrial

TÜV RHEINLAND INAUGURA CENTRO DE EXCELÊNCIA GLOBAL DE CIBERSEGURANÇA INDUSTRIAL NA MALÁSIA

23 ABB LANÇA TRANSFORMADOR DE POTÊNCIA DIGITALMENTE INTEGRADO

28 AUTOMAÇÃO EM PROCESSOS ALIMENTÍCIOS: INDÚSTRIAS SINALIZAM TENDÊNCIA PARA MODERNIZAÇÃO

4

NACIONAL, SENSOR FOTOELÉTRICO M18, DA SCHMERSAL, TEM VERSÕES EM CORPO PLÁSTICO ABS OU INOX

34


13 | Automação | Agosto 2018

REVISTA AUTOMAÇÃO

BAUMER

4

10 EMERSON

11 IFM ELECTRONIC

12

KEYENCE

KOLLMORGEN

13

14

NORD DRIVESYSTEMS

ROCKWELL AUTOMATION

16

18

TÜV RHEINLAND

23 ABB

28

AQUARIUS

22

MITSUBISHI ELECTRIC

ROCKWELL AUTOMATION

24

26 BAUMIER AUTOMATION

29 ANUNCIANTES: NORD 7 • NATIONAL INSTRUMENTS 9 • LENZE 17

www.revista-automacao.com

DANFOSS

30


EMERSON

PILZ

SCHMERSAL

31

32

34 NORD DRIVESYSTEMS

STEUTE

35

42

38

36 NORD DRIVESYSTEMS

SOURIAU

HAIMER

SECO TOOLS

45

44 INTERROLL

KNICK

46

48

NORD DRIVESYSTEMS

ARC INFORMATIQUE

50

52

SOFTING INDUSTRIAL

49 SECO TOOLS

54

Contato: Sílvia Bruin Pereira Editor: silvia@revista-automacao.com A fonte de informação em automação industrial

Press-releases devem ser enviados para: silvia@revista-automacao.com

Para receber a Revista Automação gratuitamente inscreva-se no site www.revista-automacao.com A Revista Automação é publicada pela INDUPORTALS MEDIA PUBLISHING em português para técnicos e engenheiros de automação. O seu conteúdo inclui panoramas de mercado, lançamentos de novos produtos, artigos técnicos e casos de aplicação, bem como notícias da indústria e de negócios. A Revista Automação tem um cuidado minucioso na preparação de seus textos; no entanto, não pode garantir a precisão das informações que são propostas. Suas equipes não são responsáveis pelo conteúdo dos meios de comunicação ou pelo seu uso.

INDUSTRIAL

PORTALS MEDIA


NOVIDADE

PANORAMA DO MERCADO

AUTOMAÇÃO EM PROCESSOS ALIMENTÍCIOS: INDÚSTRIAS SINALIZAM TENDÊNCIA PARA MODERNIZAÇÃO A indústria da alimentação cresceu nominalmente 4,6% em 2017, com um ganho real no faturamento de 1,01%, e atingiu a cifra de R$ 642 bilhões, significando uma correlação deste faturamento com o PIB do país da ordem de 9,8%. Estes números são do Relatório Anual da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentos (ABIA), que prevê um crescimento entre 2,5% e 2,9% para este ano. Embora a maioria das plantas de alimentos esteja na fatia de médias e pequenas, o setor sinaliza uma tendência para a modernização, em um mercado que se renova rapidamente, mesmo registrando ainda alguns processos manuais ou semiautomáticos.

C MAIS INFORMAÇÕES

onfirmando essa direção da indústria, Marco Dennenmoser, Coordenador de Vendas da Divisão Sensor Solutions da BAUMER, diz que alguns fatores são diretamente proporcionais à competitividade na indústria de processamento de alimentos e bebidas. “São eles: nível de automação, projeto básico higiênico, limpeza eficaz e, no fim das contas, segurança alimentar”, resume. “Alguns dos grandes desafios atuais da indústria de alimentos e bebidas estão relacionados à eficiência do processo, redução de desperdícios de insumos de produção e produtos de limpeza, economia de tempo de ciclos de produção e diminuição do tempo de inatividade. Para endereçar esses desafios, a inclusão de instrumentos complexos de automação de processo é cada dia mais usual, e existe uma procura permanente por produtos mais duráveis e mais inteligentes, que inibem ou reduzem falhas nos ciclos de produção. Tudo isso, sem esquecermos logicamente, da segurança alimentar, ponto chave de qualquer produtor”, explica.

13 | Automação | Agosto 2018

4

BAUMER página 10


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

KEYENCE página 13

EMERSON página 11

NORD página 16

IFM página 12 KOLLMORGEN página 14 MAIS INFORMAÇÕES 13 | Automação | Agosto 2018

5


OVIDADE PANORAMA DONMERCADO

que devem ser feitas. Isso envolve uma definição clara das características de qualidade que diferenciam um produto conforme de um não conforme, por exemplo. Graças ao modelo de vendas diretas que utilizamos, podemos auxiliar os clientes nas diversas demandas que surgirem no mercado”, defende. Caetano Paiva, Gerente de Vendas da KOLLMORGEN considera que os fabricantes de alimentos e bebidas devem proteger sua marca enquanto competem na capacidade de entregar embalagens e processamento mais inovadores, com resultado maior e um menor tempo de parada para substituições e manutenção. “É um desafio maior ainda mais pelas estritas exigências de higiene – seja com lavagens frequentes demoradas e químicos abrasivos que podem destruir rapidamente componentes de máquinas comuns”, avalia.

“Processos alimentícios cada vez mais exigem produção acelerada, qualidade inquestionável, linhas ’clean’ e alto desempenho com eficácia nas respostas da linha de produção”, analisa Eli Cesar Ribeiro, Engenheiro de Vendas da EMERSON-ASCOVAL. “Há grandes desafios a serem enfrentados, como buscar cada vez mais a integração ao conceito da Indústria 4.0 e suas nuances, e desvendar o mundo de possibilidades que temos dentro dessa nova era. Por isso, lançamos sempre novidades, como as linhas de válvulas em redes, sistemas spool lapidados, com isenção total de elastômeros internos, evitando contaminações, blocos que identificam o endereçamento de sensores com proteção IP 65, atuadores inox exigidos pelos órgãos certificadores desse setor, dentre outras inovações”, conta. Cavour Martinelli Neto, Líder de Projetos da ifm electronic declara que o segmento alimentício é de extrema importância para a companhia. “Trata-se de um dos principais mercados em que atuamos com produtos especialmente desenvolvidos para atender às necessidades dos processos encontrados nesse tipo de indústria. Algumas das soluções oferecidas são: sensores indutivos, fotoelétricos, de pressão, temperatura, nível, fluxo, módulos inteligentes IO-Link, soluções para válvulas e redes industriais. Dentre as tendências para aumentar a automação, estão o fornecimento de soluções em software para integrar as informações do processo produtivo com o sistema de gestão (ERP)”, detalha.

MAIS INFORMAÇÕES

“A importância da automação nos processos está relacionada com a consistência das etapas de produção. Ou seja, a automação permite que a produção aumente o volume produzido, sem detrimento da qualidade dos produtos”, assinala Bruno Kim, Supervisor de Marketing de Produtos da KEYENCE. Na sua perspectiva, a automação pode ajudar na estabilidade dos processos, fazendo com que sejam mais eficientes e as respectivas inspeções também. “Os desafios para que os índices de automação se elevem estão mais relacionados com a definição objetiva das aplicações 13 | Automação | Agosto 2018

6

“A nossa dificuldade hoje está em convencer os fabricantes de máquinas a investir nessas novas tendências, pois custando mais caro, afeta sua competitividade com relação às empresas que optam por não oferecer esses benefícios”, revela Claudio Falcão, CEO da NORD DRIVESYSTEMS. “Sendo assim é preciso trabalhar muito forte junto aos usuários de nossos produtos, ou seja, nos fabricantes de alimentos, para que eles entendam que o investimento em equipamentos de alta eficiência trará a eles um payback muito curto quando comparado à vida útil do equipamento/ máquina”, argumenta. EXIGÊNCIAS E TECNOLOGIA O Coordenador de Vendas da Divisão Sensor Solutions da BAUMER garante que a segurança alimentar e as normas de higiene são uma preocupação constante dos clientes da indústria alimentícia da companhia. “Os nossos produtos cumprem todas as normas de higiene internacionais vigentes, como a 3-A, a FDA e a EHEDG, e a empresa é pioneira no desenvolvimento de conexões ao processo higiênicas, a parte mais crítica do instrumento, que fica em contato direto com o alimento. O desenvolvimento da conexão ao processo BHC DN38 3-A (Baumer Hygienic Connection DN38 3-A) foi uma parceria entre a companhia e as maiores empresas do setor lácteo que estavam em busca de uma nova solução mais higiênica. Após um estudo profundo de todos os requisitos, o nosso departamento de desenvolvimento lançou uma nova série de soluções completas de conexões ao processo, com materiais antiaderentes e um design mecânico sem espaço morto, para que bactérias não possam se acumular e reproduzir. Outro efeito positivo do design inovador é o aumento da eficiência do processo de limpeza CIP, que resulta em economia de agentes de limpeza e água”, anuncia. Vale destacar que a BAUMER possui uma fábrica na Dinamarca que se dedica há décadas quase exclusivamente ao desenvolvimento e à fabricação de instrumentos higiênicos para a indústria alimentícia. “O departamento de desenvolvimento conta com uma equipe de gerentes de produto, gerentes regionais de mercado e um gerente de segmento que coordena todas as atividades relacionadas ao setor. A empresa também investe constantemente na capacitação da sua equipe de vendas externas para que possa atender os nossos clientes de maneira dedicada”, relata Dennenmoser.


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

ANTRIEB

DER

■ Confiável ■ Versátil ■ Global

NORD DRIVESYSTEMS: ■ Alta gama de potência ■ Soluções completas e flexíveis ■ Sistemas de alta eficiência

DerAntrieb.com NORD Drivesystems BRASIL LTDA. Matriz Brasil Rua Dr. Moacyr Antonio de Moraes, 127 Pq. Sto Agostinho Guarulhos, SP 07140-285 +55 11 24 02 - 88 55 info.br@nord.com Member of the NORD DRIVESYSTEMS Group The

Gear Unit

The

Motor

The

Drive Electronic

■ Rolamentos reforçados ■ Alta proteção contra corrosão

■ Alta eficiência ■ Padrões globais

■ Design compacto ■ Fácil instalação

■ Alta relação de potência x peso

■ Para todas condições de operação

■ Classe de proteção até IP 69K

“Estamos cada vez mais nos adequando às normas que regem e ditam os caminhos de ‘Food and Beverage’. Atendemos essas exigências. Uma das primeiras visões que temos que ter quando requisitados a um projeto, melhoria ou adequação na indústria alimentícia é exatamente se a área ou equipamento que será trabalhado exige a normativa de higienização, contato ou não com alimentos. E nesse contexto procuramos adequações. Essa confiabilidade é atestada pela maior variedade de certificações que possuímos de terceiros, tais como: CSA, UL Listado, NSF, UL Reconhecido, IECEx, FM, entre outras”, orgulha-se o Engenheiro de Vendas da EMERSON-ASCOVAL. Ribeiro conta que a companhia dispõe de especialistas nesse segmento e profissionais que trabalham com linhas dedicadas. “Eu desempenho minhas funções nesse mercado há quase 20 anos, e colaboro com as ideias, sugestões e apontamentos de melhorias com focos no resultado. A EMERSON-ASCOVAL possui tecnologias específicas de produtos em inox para evitar qualquer tipo de contaminação, válvulas de sistemas spool lapidado-metalmetal para mais de 200 milhões de ciclos, válvulas On-Off inox e vedações teflonadas, entre outras”, enumera.

O Supervisor de Marketing de Produtos da KEYENCE acredita que a abordagem relativa às normas de higiene é um trabalho a quatro mãos feito com o cliente. “É necessário que cada local na produção tenha claramente definido quais são os requisitos. Definitivamente precisamos do know-how do cliente a respeito do processo para dimensionamento do equipamento que será empregado no local”, ensina. “A nossa equipe de vendas é capaz de atender a indústria alimentícia, considerando os treinamentos que temos de produto e os exemplos de aplicação sobre esse segmento industrial. Em nosso portfólio, contamos com produtos com características voltadas ao atendimento de normas de regulamentação do setor alimentício também. Pelo forte trabalho da nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento, os produtos da KEYENCE possuem tamanha versatilidade que não precisam de uma customização ou desenvolvimento específico. Já vêm embarcados com ferramentas que atuam no setor alimentício também”, pontua Kim. MAIS INFORMAÇÕES

Os produtos da ifm electronic possuem certificação EHEDG e FDA e graus de proteção IP68/IP 69K. “Eles são comumente aceitos pelos nossos clientes. Os materiais utilizados (aço inox e PEEK) garantem compatibilidade química com uma enorme gama de produtos químicos. Porém, uma preocupação frequente é a temperatura, tempo de exposição e concentração de ácidos e bases fortes. Para isso, a empresa conta com engenheiros químicos em sua matriz na Alemanha que nos apoiam no processo de especificação”, esclarece Cavour. “O portfólio de produtos da ifm electronic para a indústria alimentícia compreende sensores de posição, sensores de processo,

sistemas de controle e tecnologia de conexão. Eles possuem um invólucro resistente e se distinguem pela resistência a altas temperaturas, infiltração e processos de limpeza com produtos químicos agressivos e sob alta pressão. A tecnologia de conexão patenteada ecolink com graus de proteção IP 68 / IP 69K completa a gama de produtos”, salienta.

O Gerente de Vendas da KOLLMORGEN atesta que a empresa possui produtos específicos para o segmento alimentício, sendo o AKMH o principal deles. “A linha de produtos AKMH foi desenvolvida com base nas diretrizes para higienização de máquinas e equipamentos, estabelecidas pelos institutos internacionais: norte – americano (NAMI), europeu (EHEDG) e aprovado pela FDA (Food and Drug Administration)”, 13 | Automação | Agosto 2018

7


MAIS INFORMAÇÕES

OVIDADE PANORAMA DONMERCADO

certifica Paiva. “Com mais de 70 anos de experiência, a KOLLMORGEN possui o conhecimento específico do setor alimentício, ajudando os nossos clientes a atingir resultados mensuráveis. Não lidamos apenas com soluções superiores de software e hardware. Lidamos com a construção de relacionamento de engenharia colaborativa, que auxilia os fabricantes de máquinas ou usuários finais a romperem as barreiras do desempenho. O servomotores da Série AKMH foram projetados para agilizar a limpeza de máquina ou processo. O que chamamos de CIP (Clean-In-Place), permite que seja montado sem precisar de proteções contra respingos de matéria prima, facilitando na hora da limpeza do equipamento, maximizando o tempo de produção efetiva da máquina. Com design higiênico, ausência de cantos vivos ou orifícios permitem o contato direto com o alimento sem haver riscos de contaminação, agilizando o processo de higienização”, assegura.

A Fispal Tecnologia 2018, realizada em junho passado em São Paulo, contou com um número expressivo de fornecedores e fabricantes da área de automação, sinalizando que a indústria de alimentos e bebidas é um mercado vigoroso para negócios. Outra evidência do maior interesse em automação das micro, pequenas e médias indústrias de alimentos e bebidas veio da nova edição do Demonstrador da Indústria 4.0 – em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) –, que permitiu aos visitantes acompanharem uma linha de produção totalmente automatizada. A Indústria 4.0 foi ainda o tema do Fórum Fispal Tecnologia, cujos painéis abordaram o incentivo e os investimentos públicos para o desenvolvimento da Indústria 4.0 no Brasil, a transição e os custos para a implantação da tecnologia, as análises corretas das métricas, os robôs colaborativos, a Internet das Coisas, e o surgimento do novo profissional da indústria.

A NORD DRIVESYSTEMS possui uma linha aprovada pelo FDA, que permite que os motoredutores estejam expostos ao ambiente e resistam à limpeza. Trata-se da linha de alumínio nsd tupH. “A abordagem é a não necessidade de coberturas para proteger o equipamento, evitando invólucros que possam propagar a contaminação. O produto em questão, por não ser pintado, não tem riscos de soltar fragmentos desse material nos alimentos. As demais linhas de produtos são acondicionadas conforme as áreas solicitadas”, elucida o CEO da companhia. “A NORD DRIVESYSTEMS possui uma pessoa em nossa matriz dedicada à área de alimentos e bebidas. Alguns desenvolvimentos, como o nsd tupH, foram desenvolvidos através da equipe de engenharia que analisou uma demanda de produtos sujeitos à agressividade salina. Além desses produtos, temos pinturas especiais e linhas de inversores de frequência com grau de proteção até IP 69K. Nossas linhas de inversores estão aptas a receber redes de comunicação preparadas para a indústria 4.0, através de CLP on board e entradas e saídas digitais/analógicas”, conclui Falcão.

Usuários preparados. Soluções disponíveis. Conta fechada.

13 | Automação | Agosto 2018

8

Sílvia Bruin Pereira - Editora - REVISTA AUTOMAÇÃO


PANORAMA DO MERCADO

CONEXÃO AO PROCESSO BHC DN38 3-A BAUMER

Mais higiênico = Mais eficiente: A conexão ao processo BHC DN38 3-A foi desenvolvida pela Baumer em conjunto com clientes da indústria de laticínios para atender à necessidade de uma solução mais higiênica, robusta e fácil de instalar.

O

MAIS INFORMAÇÕES

design inovador com inserto e vedação na ponta do instrumento permite a instalação faceada na tubulação ou no tanque. A completa ausência de espaços mortos, que ocorre em conexões tradicionais como o TriClamp, evita o acúmulo e a reprodução de bactérias. A facilidade de limpar a conexão flush da Baumer, também aumenta a eficiência do processo de lavagem CIP, e ajuda a diminuir o tempo dos ciclos e o desperdício de recursos valiosos, como agentes de limpeza e água.

13 | Automação | Agosto 2018

10

Seja um medidor de pressão, temperatura, condutividade, nível ou fluxo, toda a linha da Baumer está disponível com a conexão BHC DN38 3-A. Além do instrumento, a Baumer fornece também a solução completa, composta pela luva de solda, abraçadeira, vedação e o cabo IP69K. www.baumer.com


PANORAMA DO MERCADO

ILHAS DE VÁLVULAS G3 COM PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DEVICELOGIX™ EMERSON-ASCOVAL

O revolucionário terminal de válvulas pneumáticas G3 fornece um display com linguagem simples em cada módulo, com botões acessíveis e menus intuitivos para configurações e diagnósticos incrivelmente simples.

O

utra diferença marcante: a arquitetura de distribuição dos módulos de I/O mais flexível e acessível da indústria. Possui Módulos I/O idênticos (digitais ou análogos) que podem ser utilizados em terminais centralizados como também em terminais remotos direcionados para onde forem necessários em sua aplicação. Único no mercado com Módulo de Recuperação Automática (ARM – Automatic Recovery Module) salva e restitui todos os dados de configuração do terminal para assegurar uma troca rápida.

A plataforma G3 da Numatics apresenta fácil configuração, comissionamento e diagnóstico, além da vantagem de possuir diversos protocolos de comunicação integrados, como: DeviceNet™ / DeviceNet™ w/Quick Connet / DeviceNet™ w/DeviceLogix™ / Ethernet/IP™ / PROFIBUS-DP® / PROFINET® / CANopen® / EtherNet Modbus-TCP. www.ascoval.com.br

MAIS INFORMAÇÕES 13 | Automação | Agosto 2018

11


PANORAMA DO MERCADO

MESTRES IO-LINK IFM ELECTRONIC PARA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA

Especialmente para a aplicação segura em áreas úmidas da indústria alimentícia.

• 4 ou 8 portas de IO-Link • Módulo de campo IP-69K para a indústria alimentícia • Mestres e sensores configuráveis via software LR DEVICE • Preparado para a Indústria 4.0 • Tensão de alimentação via cabo M12 padrão Módulos de campo robustos para aplicações exigentes Os IO-Link master servem de gateway entre sensores inteligentes e o CLP. O material especial do invólucro com grau de proteção IP 69K possibilita a aplicação direta em áreas úmidas da indústria alimentícia.

MAIS INFORMAÇÕES

VANTAGENS E UTILIDADE PARA OS CLIENTES Configurar sensores com LR DEVICE O software intuitivo encontra todos os dispositivos na rede e cria uma visão geral de todo o sistema. Além disso, todos os sensores conectados são representados com os respectivos parâmetros. Assim, é possível realizar a parametrização de todos os sensores no sistema a partir de uma localização central.

13 | Automação | Agosto 2018

12

Conexão simples do sensor A conexão de sensores e atuadores é realizado através de cabos de conexão padrão M12 sem blindagem. Entre 4 e 8 sensores IO-Link (dependendo da versão) podem ser conectados e alimentados com um total de até 3,6 A. O comprimento do cabo pode ser de até 20 m. Dados digitalizados seguros Os dados dos sensores são transmitidos digitalmente. Diferentemente dos sinais analógicos, a resistência de contato e as interferências eletromagnéticas dos sinais não influenciam na transmissão dos dados. Conexão direta para o TI O LR AGENT EMBEDDED integrado envia, se solicitado, os valores do processo sem desvio para os sistemas ERP através do CLP. Este segundo caminho de comunicação está disponível paralelamente ao barramento de campo. www.ifm.com/br


PANORAMA DO MERCADO

NOVO SISTEMA DE VISÃO DE ALTA VELOCIDADE E ALTA CAPACIDADE KEYENCE

O Sistema de Visão Keyence série CV-X400 traz uma tecnologia que deixa as imagens ainda mais estáveis para a realização de inspeções visuais automáticas.

C

om processamento paralelo avançado com o maior número de núcleos do setor e processamento estável de alta velocidade, o novo controlador Série CVX400 conta com a tecnologia LumiTraxTM, que permite a integração de câmera, iluminação e algoritmo de inspeção, permitindo a geração de imagens estáveis e com bom contraste para que as inspeções tenham maior estabilidade. A série CV-X400 analisa instantaneamente imagens múltiplas para criar imagens de formato e de textura. A série CV-X400 permite conectar um painel de toque para que se possa melhorar a eficiência no local. Isso assegura uma operação fácil mesmo quando não há um mouse disponível. A eficiência pode ser aumentada ainda mais através da combinação com um menu personalizado.

A interface é de fácil utilização para aplicações que vão desde presença/ausência, passando por controle de qualidade e medição, até identificação. Não só a tecnologia desse sistema de visão progrediu, mas também a facilidade para o usuário acompanhou esse mesmo avanço. Tão importante quanto um equipamento robusto e confiável é a sua fácil utilização para maior aderência nos processos. www.keyence.com.br

MAIS INFORMAÇÕES 13 | Automação | Agosto 2018

13


OVIDADE PANORAMA DONMERCADO

NOVOS SERVOMOTORES AKMH™ DE AÇO INOXIDÁVEL DA KOLLMORGEN

Design higiênico robusto e limpeza mais rápida e fácil simplificam o saneamento, maximizam a produtividade da máquina e garantem a conformidade com a segurança dos alimentos, reduzindo o risco de recalls de produtos.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Kollmorgen apresenta sua nova linha de aços inoxidáveis robustos AKMH ™ Motors baseados na aclamada série AKM®. Projetados especificamente para atender a Lei de Modernização da Segurança de Alimentos (FSMA), esses servomotores síncronos com classificação IP69K apresentam um projeto de alojamento higiênico que atende às diretrizes EHEDG, NSF, BISSC e 3A.

O servomotor AKMH é construído com materiais para proporcionar uma operação longa e sem problemas, mesmo com exposição diária a produtos químicos e lavagens de alta pressão. A solução de cabo único da AKMH reduz o número de potenciais modos de falha e minimiza o tempo de instalação. O design de superfície lisa e o uso de aço inoxidável 316L altamente resistente à corrosão reduzem o risco de recalls de produtos, reduzindo a possibilidade de crescimento de bactérias. O AKMH não requer proteção adicional e pode ser higienizado sem cobri-lo ou removê-lo da máquina. Como resultado, OEMs de alimentos, bebidas, embalagens, produtos médicos, farmacêuticos e de conversão podem projetar e construir máquinas mais confiáveis e produtivas que sejam mais fáceis e rápidas de limpar, minimizando assim o tempo de inatividade não programado para os usuários finais. Soluções sob medida para desempenho superior com torques contínuos de 0,3 a 22 Nm e milhares de configurações padrão para escolher, os servomotores AKMH da Kollmorgen oferecem os atributos e o desempenho

13 | Automação | Agosto 2018

14


N O V I D A D E DO MERCADO PANORAMA

exatos necessários para praticamente qualquer aplicação. O design de cabo único reduz o tempo de limpeza e integração, aumentando o tempo de atividade da máquina, reduzindo as peças e os possíveis modos de falha. O design inovador integra um método exclusivo de ventilação para evitar a condensação interna e prolongar a vida útil do motor nos ambientes mais difíceis. Disponível como um pacote completo e otimizado Os Servomotores AKMH podem ser combinados com um servo drive AKD® ou AKD® PDMM para um sistema de movimento de alto desempenho completamente otimizado que oferece uma vantagem competitiva distinta para OEMs e traz economia de custos aos usuários finais maior confiabilidade e menor tempo de limpeza. A Kollmorgen está tão confiante na qualidade e no desempenho da combinação AKMH / AKD que a empresa oferece uma garantia de dois anos contra a entrada de água – a melhor garantia do setor. www.kollmorgen.com.br MAIS INFORMAÇÕES 13 | Automação | Agosto 2018

15


PANORAMA DO MERCADO

NSD TUPH: TRATAMENTO SUPERFICIAL RESISTENTE À CORROSÃO PARA ACIONAMENTOS EM ALUMÍNIO

Redutores, motores lisos, inversores de frequência e soft-starters, resistentes à corrosão na carcaça de alumínio otimizada para ser lavável são extremamente robustos e têm longa vida útil, graças ao tratamento superficial especial: Proteção superficial NORD nsd tupH.

P

ara o uso em ambientes severos a NORD oferece o tratamento anticorrosivo especialmente resistente nsd tupH, para acionamentos em alumínio. Neste processo o material é temperado até abaixo da superfície. O tratamento superficial cria uma camada protetora permanentemente ligada ao material de base. Ela é baseada em um processo eletrolítico e confere ao alumínio uma resistência à corrosão semelhante à do aço inoxidável. A superfície resistente ao risco torna-se sete vezes mais dura do que ligas de alumínio não tratadas. A limpeza dos acionamentos com lavadoras a jato de vapor de alta pressão ou mesmo o contato com produtos agressivos não representa problema.

MAIS INFORMAÇÕES

Acionamentos de alumínio no cultivo de ostras Os modelos nsd tupH da NORD são usados em numerosos transportadores de uma fazenda de cultivo de ostras, entre outros. Enquanto que, devido à corrosão progressiva, os motoredutores de ferro fundido cinzento duram apenas de um a dois anos no ambiente severo e salino, os acionamentos de alumínio do norte da Alemanha oferecem uma solução resistente e de baixo custo, a qual geralmente supera o ciclo de 10 anos de vida útil nas esteiras transportadoras por eles 13 | Automação | Agosto 2018

16

movidas. Assim o usuário economiza muito tempo e gasto com manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos. Uma alternativa com muitas versões e baixo custo Desta forma, os acionamentos nsd tupH representam uma alternativa robusta, de longa vida útil e baixo custo em relação aos motoredutores de ferro fundido cinzento pintado ou suas versões de aço inoxidável. Um tratamento nsd tupH está disponível para todos os produtos NORD de alumínio, diferentemente das versões de aço inoxidável, as quais a maioria dos fabricantes oferece somente para alguns poucos tipos de acionamento. Nos acionamentos de alumínio nsd tupH, as peças DIN e normalizadas bem como os eixos de saída são em aço inoxidável. Os motores lisos sem ventilador não contribuem para a disseminação de germes e também asseguram um funcionamento silencioso. Eles estão disponíveis com motores síncronos ou assíncronos e atendem as classes de rendimento IE2 e IE3 (assíncrono) e IE4 (síncrono). www.nord.com


Bem-vindo ao mundo Lenze, a Terra do Movimento! Movimento é o que nos distingue como uma empresa inovadora. É o elemento central da nossa motivação, é o que pensamos, sentimos e fazemos todos os dias, no mundo dos negócios e pessoalmente. Nós não apenas garantimos o funcionamento das máquinas de nossos clientes, mas também oferecemos conceitos e ideias que contribuem para o aumento de desempenho e eficiência.

As melhores máquinas e indústrias ao redor do mundo usam Lenze.

Somos um dos líderes mundiais em tecnologia e soluções de automação industrial e atuamos na vanguarda na Indústria 4.0 com pesquisa e desenvolvimento. Tecnologia alemã de ponta é garantia de performance para seu projeto de automação industrial, sempre com os melhores Controladores Programáveis, IHMs, Inversores de Frequência, Servo motores, Servo drives, Motores e Motoredutores. Suportamos seu projeto com estrutura de engenharia e serviços diferenciados no Brasil para garantir sua produtividade.

Indústria 4.0 desde 1947.

5 Passos para sua liberdade

1

2

3

4

5

DESENVOLVENDO IDEIAS

ESBOÇANDO CONCEITOS

IMPLEMENTANDO SOLUÇÕES

CONSTRUINDO MÁQUINAS

GARANTINDO PRODUTIVIDADE

Fácil assim... www.lenze.com.br Lenze Brasil – Contact Center 19 3846-3500 vendas@lenze.com.br


N OT Í C I A

ROCKWELL AUTOMATION ABORDA SOLUÇÕES E TENDÊNCIAS PARA A INDÚSTRIA 4.0 EM SEMINÁRIO

Encontro promovido pela Rockwell Automation reuniu mais de 400 profissionais de grandes empresas para discutir como a manufatura avançada da Indústria 4.0 pode melhorar a produtividade e aprimorar os recursos das indústrias.

N

o dia 19 de julho, a Rockwell Automation reuniu em São Paulo mais de 400 profissionais de grandes empresas em seu 1º Seminário de Automação, que teve como tema principal a Jornada para a Indústria 4.0. O objetivo foi discutir como a manufatura avançada da Indústria 4.0 pode melhorar a produtividade e aprimorar os recursos da indústria nos setores Automotivo, Farmacêutico, Alimentos e Bebidas, Bens de Consumo, Óleo e Gás, Mineração, e Metais e Cimento. Entre os assuntos tratados estiveram temas como: as tendências e soluções da Rockwell Automation, os principais desafios para a Indústria 4.0, cenários, casos de sucesso e debates com os participantes.

Indústria 4.0 Na abertura do evento foi exibido um vídeo convidando os participantes para a Automation Fair 2018, promovida pela Rockwell Automation anualmente, e que será realizada nos dias 14 e 15 de novembro próximo, na Filadélfia, Pensilvânia (EUA). O Líder Regional de Marketing, Jorge Rosa, deu boasvindas à plateia e convidou o Diretor Regional da Rockwell Automation no Brasil, Rodrigo Marangon, para iniciarem a primeira apresentação do dia: a Visão da Rockwell Automation para a Jornada 4.0.

MAIS INFORMAÇÕES

Mas, o que significa 4.0? Jorge Rosa explicou que é a integração no eixo vertical da comunicação do chão de fábrica, passando por todos os setores até chegar à área corporativa e, no eixo horizontal, o compartilhamento da logística, do fornecedor e a comunicação com o usuário. Segundo Marangon, ainda existe um caminho longo a ser percorrido na implantação dessas inovadoras tecnologias nas empresas. “Queremos trazer o conceito de Indústria 13 | Automação | Agosto 2018

18


N OT Í C I A

4.0 para a vida das pessoas, oferecendo, cada vez mais, soluções simples e conectadas. Trabalhamos a integração de três elementos fundamentais para a empresa conectada: pessoas, processos e tecnologia. E, a convergência mais desafiadora são as pessoas, que são o principal componente da Indústria 4.0”, esclareceu. Há a necessidade das empresas se inovarem permanentemente. “Temos que ser disruptivos”, ressaltou Rosa, complementando que hoje a Rockwell tem a maior oferta de digitalização do mercado, fruto da recente aliança estratégica com a PTC.

Uma das soluções da Rockwell para a indústria apresentadas no evento foi o Analytics. A tecnologia consegue mapear os dados do chão de fábrica e os dados da área corporativa da empresa que estão conectados na rede. Ele transforma esses dados em ação e mostra as tendências de comportamento do chão de fábrica e do mercado de forma precisa e rápida.

Indústria conectada Os Gerentes de Produtos Controladores e Software, Renato Luciano e Maurício Barbarulo; o Líder Regional de Marketing, Jorge Rosa; e Felipe Ribeiro, Líder de Desenvolvimento de Serviços apresentaram as diversas soluções da Rockwell para a indústria conectada. O Gerente de Produtos Controladores e Softwares, Renato Luciano, falou dos “smart devices”, sensores inteligentes que são o primeiro passo para a evolução da digitalização da manufatura na jornada 4.0. E comentou que a Rockwell sempre esteve focada na experiência do usuário. “Queremos facilitar a utilização da tecnologia para que o profissional na empresa possa se concentrar no que é importante no seu negócio”, explicou Luciano. Mauricio Barbarulo, Gerente de Produtos Controladores e Softwares, perguntou à audiência o que o Uber, o Airbnb e a Amazon tinham em comum. Após alguns minutos de silêncio, respondeu: “pessoal, nenhuma das empresas citadas têm ativos. E o que é vendido? Dados”. Ele detalhou que a solução da Rockwell para dados, além do Analytics, é o Factory Talk Team One, aplicativo de chão de fábrica, semelhante ao WhatsApp, onde a máquina participa e “conversa” com os integrantes do grupo e todas as ações são

MAIS INFORMAÇÕES

Jorge Rosa lembrou que as tecnologias e os modelos de negócio têm mudado com o passar dos anos, e que há 30 anos o software era gravado numa fita cassete e os programas, por uma questão de segurança, guardados num cofre. “Hoje em dia armazenamos as informações na nuvem e utilizamos a tecnologia de cibersegurança. E os modelos de negócio estão mudando. Atualmente, o procedimento para autenticar um documento é digital. Não há necessidade de ir ao cartório”, complementou.

Um exemplo é o Projeto Sherlock, que é um Analytics da Rockwell. É a inteligência Artificial acoplada no controle dos processos. E os dados vêm de diferentes fontes.

13 | Automação | Agosto 2018

19


N OT Í C I A

feitas de forma remota. A tecnologia é aberta para iPhone e Android. Barbarulo também adiantou um lançamento da empresa. “No final deste ano vamos lançar um computador com Windows IoT (Internet das Coisas) para que plataformas de sistemas analíticos passem a ser instaladas nesse computador”.

MAIS INFORMAÇÕES

Como colocar vida e tecnologia nessa jornada? Barbarulo falou do Machine Learning, solução tecnológica embarcada na plataforma de Analytics da Rockwell Automation. Também conhecido como aprendizado de máquina, tratase de um sistema inteligente, que tem relação direta com a inteligência artificial (IA). A solução é capaz de analisar uma grande quantidade de dados por meio de métodos estatísticos específicos, além de usar uma variedade de algoritmos para encontrar padrões nos bancos de dados. Com base nesses padrões, ele consegue fazer determinações ou predições. Todos os dados podem residir no datacenter ou em nuvem. Outra tecnologia oferecida pela Rockwell é o ThinManager, solução para distribuição de conteúdo, que faz o gerenciamento centralizado de dispositivos e pessoas para a entrega segura de informações. Bens de consumo As inovações e o modo de comercializar estão se modificando. As decisões gerenciais estão se utilizando de dados em tempo real e tendências. Com as várias fusões e aquisições de empresas, nos dias de hoje, quando se compra um produto fica difícil de saber quem o produziu. 13 | Automação | Agosto 2018

20

Paulo Rocha, Consultor do setor de bens de consumo (CPG), comentou que a área também está passando por mudanças. “Em se tratando da criação de um novo produto, no modelo velho os ensaios são caros, no novo, há o modelamento. No que diz respeito aos recursos digitais utilizados, o modelo antigo contempla o digital, já o recente, digitalização integrada à produção. As decisões gerenciais no modelo antigo são baseadas em emergências; no novo, os dados são em tempo real e em tendências. A engenharia de manutenção atua no modelo antigo com ações de rotina e pós falha; no novo modelo, ações ocorrem antes da falha acontecer. Os analistas de dados no modelo antigo fazem o estudo de falhas ocorridas; no novo modelo, os dados são utilizados para aumentar desempenho e evitar perdas. Por fim, os operadores e a tecnologia, no modelo antigo, dependem de recursos externos; no padrão novo, há familiaridade e independência”, disse. “As novas tecnologias têm impactado na produção em diversos setores. É possível atualmente produzir medicamentos em uma unidade do tamanho de um container. Ou, máquina de cerveja com “cápsulas” para chope fresquinho. Ou ainda a produção de carne sem ter que matar animais”, exemplificou Paulo Rocha. Cibersegurança Dados de mercado registram que o Brasil é o País que mais recebe ataques cibernéticos na América Latina. No setor industrial, 91% dos ataques levaram menos de um dia para


N OT Í C I A

Mas, quais e como podem ser encontradas essas informações? Segundo o Consultor de Soluções da Rockwell Automation, Márcio Mizael, que apresentou o tema “Transformando dados em informação para a tomada de decisão de forma inteligente”, o Analytics na manufatura mostra dados de produção em tempo real versus previsão; os principais contribuintes do fraco desempenho da linha; a previsão de métrica de qualidade para o lote; a mudança no desempenho que exige atenção e aciona uma ordem de serviço antes que ocorra a quebra, potencializando a linha de produção. Já o Machine Learning prevê estados, os KPIs (Key Performance Indicator) futuros e identifica os comportamentos anormais. “A Rockwell dispõe dessas tecnologias e serviços que permitem minimizar os tempos de parada de planta e aumentar a utilização dos ativos proporcionando informações de quando e onde executar atividades de manutenção preventiva baseado no comportamento da máquina ou processo”, finalizou Mizael. Aliança Rockwell Automation e Cisco Treinamentos, projetos e produtos de rede são as principais razões da parceria entre a Rockwell Automation e a Cisco para preencher o espaço entre o chão de fábrica e a gestão da empresa. “Essa é uma parceria de troca de conhecimentos”, disse o Consultor para transformação digital da Cisco, Severiano Macedo, que junto ao Gerente de Negócios da Rockwell, Felipe Ribeiro falaram sobre essa aliança.

serem executados sem que as empresas percebessem. O dano é imediato. Somente um ataque foi descoberto internamente e 53% levaram meses para serem contidos. Até 2020, estima-se que 25% dos ataques identificados nas empresas envolverão a Internet das Coisas (IoT).

Segundo o Consultor da Cisco, tem muita coisa nova chegando. Muitos sensores conectados na rede. “A demanda para novas coisas está crescendo em paralelo. A próxima geração de interligação entre máquinas vai ser diferente. Vamos precisar da ajuda de outras empresas, como as start ups, para inovar”, complementou. A parceria vai além dos produtos. Foram criadas diversas soluções com o máximo de recursos para acelerar a infraestrutura. “Tivemos a ideia de gerar esse ecossistema para facilitar o acesso às informações de forma robusta”, explicou Ribeiro. De acordo com Ribeiro, o ciclo de inovação está encurtando cada vez mais. “Há a necessidade de equipes multidisciplinares, envolvendo a área de finanças, RH e Marketing. Dessa forma, consegue-se inovar e reduzir custos”, concluiu.

MAIS INFORMAÇÕES

Segundo o Gerente em Serviços de Consultoria de TI/OT da Rockwell, Eduardo Fernandes, a grande maioria dos ataques são feitos para extrair informações sigilosas sem que a vítima perceba. E o melhor antivírus do mercado, consegue bloquear somente 62% dos ataques. “Se nem um bom antivírus consegue bloquear a maior parte dos ataques, pode-se afirmar que a questão da segurança não é o fim da jornada 4.0. É o começo”, ressaltou Fernandes, que prosseguiu destacando duas medidas fundamentais que as empresas precisam estar atentas para evitar os ataques cibernéticos: “Não acredite em ninguém que diga que a solução dele pode resolver o problema da sua empresa e defina um padrão de segurança industrial”. Além dessas medidas, Fernandes também fez um alerta para a importância de a empresa adotar uma defesa em profundidade (rede, computador, dispositivo) para poder retardar o ataque.

A Rockwell e a Cisco começaram a trabalhar juntas para fazer o processo de integração de TI/ OT (Operational Technology). A parceria também criou treinamentos e capacitação para habilitar profissionais de automação, com a certificação CCNA Industrial e um Centro de Inovação. “Acreditamos que cada profissional precisa se transformar digitalmente”, comentou Ribeiro.

www.rockwellautomation.com

Tomada de decisão Quando o assunto é Indústria 4.0, os maiores desejos das empresas são poder analisar os dados de processo e produção, antecipar uma reação de processo ou prevenir uma parada de máquina em tempo real. 13 | Automação | Agosto 2018

21


N OT Í C I A

AQUARIUS REALIZA WORKSHOPS SOBRE INDÚSTRIA 4.0

Carlos Paiola

Ricardo Caruso

Os palestrantes são Ricardo Caruso, sócio e diretor da área técnica, e Carlos Paiola, sócio e diretor da área comercial, ambos da Aquarius Software.

R

io de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Ribeirão Preto foram palco dos primeiros Workshops Regionais sobre Indústria 4.0 que estão sendo promovidos pela Aquarius Software, e que aconteceram nos meses de junho e julho.

MAIS INFORMAÇÕES

Com duração de quatro horas e tendo como público alvo profissionais da indústria envolvidos com iniciativas tecnológicas, o evento permite que especialistas que discutem manufatura avançada, transformação digital e IoT, possam observar de que forma a sua realidade operacional, através do emprego de diferentes tecnologias que estão por trás desses conceitos, modifica a forma como cada empresa e negócio se relaciona com clientes e fornecedores, afetando diretamente a competividade.

13 | Automação | Agosto 2018

22

O workshop da Aquarius apresenta um roteiro compacto com o objetivo de permitir a compreensão do atual contexto tecnológico da indústria, além dos principais passos que devem ser trilhados para a concepção, viabilização, implantação e ampliação de iniciativas baseadas em conceitos da Indústria 4.0. A próxima edição acontece em 29 de agosto em Salvador. www.aquarius.com.br


N OT Í C I A

TÜV RHEINLAND INAUGURA CENTRO DE EXCELÊNCIA GLOBAL DE CIBERSEGURANÇA INDUSTRIAL NA MALÁSIA

O centro, localizado em Kuala Lumpur, possui um novo laboratório de Tecnologia Operacional, que avalia ameaças para as plantas industriais e para os sistemas industriais de Internet das Coisas.

A

TÜV Rheinland, que atua em certificação, inspeção, gerenciamento de projetos e treinamentos, anuncia o lançamento do seu Centro de Excelência Global em Cibersegurança Industrial, localizado em Kuala Lumpur, capital da Malásia. O centro vai atender às necessidades de segurança cibernética de clientes industriais, como companhias de manufatura, plantas operacionais, companhias públicas e de energia, e sistemas de operação de transporte e de trânsito, para garantir o ambiente de tecnologia operacional de cada um deles. Em uma rápida evolução da digitalização em todos os mercados, há uma demanda significativa por ferramentas e por expertise em segurança industrial, que este novo centro de excelência vai desenvolver para o mundo todo.

A TÜV Rheinland também anuncia seu primeiro Laboratório de Segurança de Tecnologia Operacional, localizado na mesma cidade, que servirá como o hub regional para a demonstração da tecnologia de cibersegurança industrial, para compartilhar conhecimento e para reuniões com clientes. O laboratório irá fornecer um ambiente seguro e controlado para os clientes experimentarem cenários baseados em simulações de testes e demonstrações da vulnerabilidade dos sistemas industriais e das ameaças de segurança cibernética. A unidade terá equipamentos para demonstrar os processos de fabricação industrial, gerando dados industriais em tempo real, que serão integrados com tecnologias que detectam ameaças e protegem essas instalações industriais. MAIS INFORMAÇÕES

https://www.tuv.com/world/en/ot-security.jsp

13 | Automação | Agosto 2018

23


N OT Í C I A

VENDAS DA MITSUBISHI ELECTRIC CRESCEM 70% NO BRASIL NOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS

Com um portfólio completo de soluções em automação industrial, companhia atende às necessidades da indústria de maneira eficiente em todo o país

N

o Brasil desde 1975, a Mitsubishi Electric registrou crescimento expressivo nos últimos anos: de 2014 a 2017, a divisão de Automação Industrial (IA) aumentou suas vendas em 70% e, de 2016 a 2017, incrementou o número de colaboradores em 34%, além de expandir o estoque local em 28%.

MAIS INFORMAÇÕES

O crescimento no período foi suportado pelo aumento expressivo da rede de parceiros de vendas, composta por distribuidores e integradores de sistemas. De 2015 a 2018, o número de distribuidores aumentou 118% e a quantidade de integradores parceiros teve incremento de 320%.

Como resultado do crescimento da demanda, a companhia também teve de ampliar sua capacidade de operação. Nesse sentido, duas iniciativas recentes merecem destaque: a inauguração do centro de reparos próprio no País, proporcionando maior agilidade na manutenção de produtos e a inauguração de um novo escritório comercial em Blumenau, com o objetivo de atender de maneira ainda mais eficiente o público da região Sul. “Em 2018, nosso principal intuito é continuar crescendo de maneira sustentável, com o apoio de integradores, distribuidores e clientes finais. Nossa meta é dobrar a divisão até 2020. Para isso, contamos com o lançamento de novos produtos, como a linha de baixa tensão, além de continuar investindo no treinamento de profissionais da área.”, afirma Fabiano Lourenço, gerente geral da divisão de Automação Industrial da Mitsubishi Electric. Ao todo, a divisão de Automação Industrial trabalha com sete principais linhas de produtos: Controladores (CLP), Dispositivos de visualização (IHMs), Servo Acionamentos, Inversores de Frequência, Robôs Industriais, Produtos de Baixa Tensão e Soluções de Monitoramento de Energia.

13 | Automação | Agosto 2018

24


NOVIDADE

O controlador Melsec iQ-R, um dos produtos da ampla linha da Mitsubishi Electric.

Dentro desse escopo, foram lançados recentemente soluções como robôs com capacidade de carga de até 70 kg, GOT Mobile (solução de controle remoto de IHMs) e o sistema supervisório McWorks 64, cuja principal função é possibilitar uma visão ampla da operação da planta, tornando a tomada de decisões mais rápida e eficiente. Tudo isso para facilitar o dia a dia de quem precisa contar com agilidade e eficiência para desempenhar tarefas dentro da indústria.

empresas, que vão desde sistemas de automação e energia até satélites espaciais. www.mitsubishielectric.com.br/ia

Para garantir amplo entendimento sobre todas as funcionalidades e encorajar futuros profissionais a ingressar no mercado industrial, a companhia também investe em treinamentos próprios e na parceria com instituições de ensino renomadas. Desde 2016, já foram treinados mais de 1 mil profissionais da área em eventos próprios, além de um investimento de mais de R$ 300 mil em kits de demonstração de produtos. Neste mesmo período, mais de 10 instituições de ensino já receberam doação de produtos da companhia para seus laboratórios, o que representa um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão. MAIS INFORMAÇÕES

Na Mitsubishi Electric, o slogan “changes for the better” vai muito além de um posicionamento de marca e traduz a missão global da companhia, de fornecer soluções para apoiar o desenvolvimento industrial global. Criada em 1921 no Japão, com o objetivo de transformar motores elétricos para embarcações, hoje o grupo está presente em 40 países, promovendo soluções completas de tecnologia para 13 | Automação | Agosto 2018

25


N OT Í C I A

ROCKWELL AUTOMATION E PTC FECHAM PARCERIA PARA IMPULSIONAR A INOVAÇÃO INDUSTRIAL

A Rockwell Automation fará um investimento de capital de US $ 1 bilhão na PTC.

A

MAIS INFORMAÇÕES

Rockwell Automation e a PTC anunciaram um acordo para uma parceria estratégica para acelerar o crescimento de ambas as empresas, permitindo que elas sejam o parceiro estratégico dos clientes em todo o mundo que desejam transformar suas operações físicas com a tecnologia digital. Como parte da parceria, a Rockwell Automation fará um investimento de capital de US $ 1 bilhão na PTC, e o Chairman e CEO da Rockwell Automation, Blake Moret, ingressará no conselho de diretores da PTC com o fechamento da transação.

A parceria aproveita os recursos, as tecnologias, o conhecimento do setor e a presença no mercado das empresas, e incluirá a colaboração técnica em todas as organizações, bem como iniciativas conjuntas globais de entrada no mercado. Em particular, a PTC e a Rockwell Automation concordaram em alinhar suas respectivas tecnologias de fábricas inteligentes e combinar as premiadas plataformas de realidade aumentada (AR) ThingWorx® IoT, Kepware® e Vuforia® com o melhor da classe da Rockwell Automation, Plataformas MES, FactoryTalk Analytics e Automação Industrial. O resultado será uma solução inigualável de informações integradas que permitirá aos clientes alcançar maior produtividade, maior eficiência da planta, menor risco operacional e melhor interoperabilidade do sistema. “Essa aliança estratégica fornecerá à indústria o mais amplo conjunto integrado de tecnologia de ponta, apoiado pela PTC, líder em IoT e realidade aumentada, e pela Rockwell Automation, líder em automação industrial e informações. Nossa base de clientes combinada se beneficiará de duas organizações de classe mundial que compreendem seus negócios e oferecem soluções abrangentes, inovadoras e

13 | Automação | Agosto 2018

26


NOVIDADE

integradas”, disse Jim Heppelmann, Presidente e CEO da PTC. “Unir a tecnologia de software e controle industrial da Rockwell Automation, com a forte marca e a especialização de domínio que a tecnologia premiada da PTC oferece, permite que as empresas industriais aproveitem as promessas da Industrial IoT. Estou muito empolgado com esta parceria e com a oportunidade que ela oferece para abastecer nosso futuro”.

das empresas na região. “Agora podemos atuar com uma plataforma completa de automação industrial e acelerar o desenvolvimento local da Indústria 4.0, garantindo, assim, a competitividade do parque industrial brasileiro”. www.rockwellautomation.com www.ptc.com

MAIS INFORMAÇÕES

Blake Moret, presidente e CEO da Rockwell Automation, disse: “Acreditamos que essa parceria estratégica nos permitirá acelerar o crescimento, baseando-se nos registros de inovação das duas empresas para ampliar o valor da Connected Enterprise e aprofundar nossos relacionamentos com os clientes. À medida que TI e OT (Operational Technology) convergem, há um alinhamento natural entre nossas empresas. Juntos, ofereceremos a plataforma mais abrangente e flexível de IoT no espaço industrial. Nosso investimento em capital na PTC reflete nossa confiança na parceria e a significativa vantagem que esperamos que ela crie para as duas empresas, enquanto trabalhamos juntos para aumentar lucrativamente a receita”. No Brasil desde 1997, a PTC tem projetos estratégicos de IoT, IIoT, Realidade Aumentada e PLM em empresas e instituições como: Embraer, Cielo, Coca-Cola Andina, Tramontina, Trox Brasil, Metalfrio, ITA, FIEMG e outras. Segundo Ronaldo Oliveira, diretor regional Latam Sul da PTC, a parceria com a Rockwell Automation irá acelerar o crescimento 13 | Automação | Agosto 2018

27


NOVIDADE

ABB LANÇA TRANSFORMADOR DE POTÊNCIA DIGITALMENTE INTEGRADO

A linha de produtos ABB Ability™ incorpora os transformadores à era digital, aumentando a sua confiabilidade e a eficiência.

O

Transformador de Potência ABB Ability™, apresentado recentemente na Alemanha, será a primeira solução integrada do mundo para transformadores de potência digitais, mudando fundamentalmente o paradigma dos transformadores. Todos os transformadores de potência que saírem das fábricas da ABB estarão, em breve, habilitados com recursos digitais, permitindo o monitoramento remoto e a análise de dados de seus principais parâmetros em tempo real. Isso aumentará a confiabilidade e permitirá um melhor aproveitamento dos ativos da rede e das redes de energia.

MAIS INFORMAÇÕES

O transformador incorporará um controlador digital que permitirá o aproveitamento de uma série de dispositivos inteligentes em uma plataforma modular com recursos plug-and-play. Essa modularidade e escalabilidade fará com que o sistema esteja preparado para o futuro, que por sua vez, dará aos usuários o controle total em sua jornada digital. A ABB também anunciou o lançamento do ABB Ability™ TXplore, uma solução de serviço que implanta um robô submersível para inspeção de transformadores. O robô sem fio pode ser manobrado dentro de um transformador de 13 | Automação | Agosto 2018

28

potência imerso em óleo isolante para realizar inspeções internas de forma rápida, segura e econômica, que pode ser compartilhada remotamente em tempo real com especialistas em todo o mundo. Essa abordagem inovadora, outra inovação mundial, aumenta a segurança reduzindo o risco para os colaboradores, reduz o tempo de indisponibilidade do transformador – as inspeções são feitas em questão de horas, em vez de dias, e reduz em 50% ou mais os custos de inspeção. A ABB apresenta ainda o recém-lançado transformador de distribuição ABB Ability™ TXpert™, o primeiro transformador de distribuição digital do mundo. O TXpert™ fornece inteligência para maximizar a confiabilidade, otimizar os custos de operação e manutenção e gerenciar os recursos com mais eficiência, aproveitando a plataforma ABB Ability™ e os dispositivos conectados para gerar ações inteligentes. Este produto é o primeiro de sua categoria a integrar a tecnologia de sensoriamento diretamente no transformador durante o processo de fabricação, resultando em maior precisão. www.abb.com


NOVIDADE

CONHEÇA A SOLUÇÃO CNREACH N500 DA CAMBIUM NETWORKS

Solução de comunicação sem fio que opera em frequências de 220 a 900 MHz.

A

Ideal para cobrir longas distâncias e zonas de difícil acesso, o cnReach proporciona conectividade confiável e segura para os setores petroquímico, de transportes, de concessionárias de energia elétrica, e de concessionárias de água, esgoto e águas pluviais.

Oferece conectividade sem fio de banda estreita acessível para automação de distribuição, controle de comutação e circuito de subestação e telemetria SCADA.

Vantagens • Opera em frequências de 220 a 900 MHz. • Configurações ponto a ponto, ponto a multiponto e frame relay no mesmo hardware. • C onfigurações de rádio simples e duplas para aplicações avançadas de retransmissão back-to-back e armazenamento e encaminhamento. • LINKPlanner – ferramenta de planejamento sem custo que permite aos projetistas de redes preverem a capacidade e a disponibilidade de redes que abrangem todas as tecnologias da Cambium. • Suporte do software cnMaestro para monitorar o status de redes inteiras que transportam tráfego através de sensores.

Transporta dados de monitoramento e controle de processos desde o sensor remoto até o centro de operações permitindo análises contínuas e em tempo real. O cnReach facilita a migração para redes modernas, combinando E/S serial e analógica/digital de legado com conectividade TCP/IP e Ethernet. Combinando os rádios cnReach, de banda estreita licenciada ou não, com as tecnologias de banda larga da Cambium Networks, organizações industriais estão oferecendo hoje soluções de IIoT de ponta a ponta.

MAIS INFORMAÇÕES

s soluções da Cambium IIoT integram voz, vídeo, e-mail e tráfego da Web, juntamente com dados SCADA de RTUs, sensores e pontos de controle, em uma única rede totalmente IP, com administração centralizada de ponta a ponta.

www.baumier.com.br

13 | Automação | Agosto 2018

29


NOVIDADE

DANFOSS LANÇA INTERFACE HOMEM/MÁQUINA ROTATIVA HMR

À medida que o mercado se move para display sem botões (touchscreen), o codificador rotativo próximo ao operador se tornará mais comum para a navegação no display e para operar as funções da máquina.

P

ensando nisso, a Danfoss desenvolveu uma Interface Homem/Máquina Rotativa CAN. A interface HMR permite que o operador movimente o cursor na tela do display, de forma simples e ergonômica, sem a necessidade de mover o braço do apoio do assento do piloto.

MAIS INFORMAÇÕES

“A HMR é uma interface do usuário com a eletrônica da máquina. A Interface Homem/Máquina Rotativa tem várias aplicações, tais como acionamento de dispositivos periféricos, seta, limpador de para-brisa e acendimento de faróis, mas a principal é permitir que o operador navegue na(s) tela(s) do display, enquanto o botão no centro tenha a função enter ou selection”, explica Dario Bruno, engenheiro de software da Danfoss. “A melhor ergonomia e a redução de esforços repetitivos reduzem a fadiga do operador e previnem lesões que podem afastar o operador do trabalho”, complementa o engenheiro.

13 | Automação | Agosto 2018

30

O HMR foi desenvolvido para ser utilizado em todos os tipos de máquinas, onde o operador necessite de seleção de funções e opções em um display. Os botões do HMR podem ser usados para qualquer entrada digital no veículo, como “teclas de atalho” para a exibição ou execução de funções do veículo. Os ícones nos botões são selecionáveis em uma biblioteca e/ou personalizáveis para atender aos requisitos do cliente. Os botões e o codificador rotativo são retroiluminados por LED de brilho ajustável e contam com barras indicadoras de LED RGB que podem ser controladas externamente para atender às necessidades do cliente. www.danfoss.com.br


NOVIDADE

O NOVO APP PARA O MANÔMETRO WIRELESS DA EMERSON MELHORA A CONVENIÊNCIA E A SEGURANÇA

O aplicativo Plantweb™ Insight da Emerson fornece uma visão dinamizada dos manômetros wireless Rosemount™ ligados à rede, ajudando o pessoal de manutenção a permanecer informado e seguro.

A

Emerson anuncia um novo aplicativo Plantweb Insight para o manômetro wireless que exibe os dados em um painel de fácil compreensão para os líderes de manutenção e o pessoal de instrumentação e componentes elétricos (I&E). Um conjunto abrangente de aplicativos do Plantweb Insight ajuda coletivamente os usuários a entenderem os dados da fábrica de maneira rápida e a criarem uma lucratividade geral para a empresa. Este aplicativo da Internet Industrial das Coisas (Industrial Internet of Things, IIoT) fornece dados de campo a partir de um conjunto de manômetros wireless, com uma frequência de uma vez por minuto. Ao manter os operadores atualizados remotamente sobre as condições variáveis, o app permite ao pessoal realizar menos rodadas e minimizar a sua exposição às áreas classificadas.

O novo aplicativo é a mais recente integração ao Plantweb™ Digital Ecosystem da Emerson, um portfólio escalável de tecnologias, software e serviços que aproveita as inovações da IIoT para ampliar os benefícios da automação além do controle de processos para empresa completa, aprimorando as operações, fortalecendo as tomadas de decisão e institucionalizando as melhores práticas. Facilmente integrado com uma variedade de medidores WirelessHART e sensores de campo remoto, os aplicativos Plantweb Insight combinam dados contínuos e em tempo real, fornecidos pelas estratégias Pervasive Sensing™ da Emerson, com a análise preditiva, a fim de fornecer ao pessoal de manutenção e operações as informações de processo acionáveis e atualizadas em qualquer local, melhorando a confiabilidade, segurança, produção e gerenciamento energético.

MAIS INFORMAÇÕES

O próprio medidor, o primeiro manômetro WirelessHART® utiliza a tecnologia do sensor de pressão da Rosemount, aprovado pela indústria, para oferecer as leituras de pressão confiáveis. Ele fornece proteção contra sobrepressão de até 150x em comparação com os medidores tradicionais, usando a tecnologia do tubo Bourdon e duas camadas de isolamento de processo para um ambiente de campo

mais seguro. O medidor, que tem uma vida útil de 10 anos, também reduz os custos de manutenção, eliminando os pontos débeis comuns encontrados em manômetros mecânicos.

www.Emerson.com/Plantweb-Insight 13 | Automação | Agosto 2018

31


NOVIDADE

PILZ LANÇA SCANNER DE SEGURANÇA A LASER

O PSENscan oferece monitoramento de área bidimensional com grande ângulo de abertura de 275°.

U

m novo scanner de segurança a laser PSENscan é o mais novo lançamento da multinacional alemã Pilz do Brasil, líder em sistemas de automação e em soluções de segurança para máquinas. O PSENscan confere o monitoramento de até três zonas (e até 70 configurações comutáveis) simultaneamente e de forma independente, aumentando de modo significativo a produtividade da planta.

Pedro Medina, diretor da Pilz do Brasil, informa que até quatro scanners de segurança a laser podem ser conectados em série, de acordo com o princípio mestre-escravo, reduzindo consideravelmente o trabalho de cabeamento e instalação, entre outros benefícios técnicos do produto. “Com este novo grupo de produtos de scanners de segurança a laser flexíveis e configuráveis, a gama de aplicação da empresa se estende desde monitoramento de área estacionária, veículos guiados automáticos (AGV) até o robô colaborativo (HRC). Quando combinado com os microcontroladores configuráveis PNOZmulti ou com os controladores no sistema de automação PSS 4000, nosso cliente obtém uma solução completa e econômica”, explica o diretor da Pilz do Brasil.

MAIS INFORMAÇÕES

O scanner de segurança a laser oferece monitoramento de área bidimensional com grande ângulo de abertura de 275°, aplicável a vários lados adjacentes de uma máquina ou AGV, podendo ser monitoradas e implementadas com menos dispositivos, se comparado a um scanner de 180°. Isso reduz despesas e aumenta a relação custo-benefício da aplicação.

13 | Automação | Agosto 2018

32


NOVIDADE

Facilmente integrado nas mais variadas aplicações, graças à configuração livre de zonas de aviso e zonas de segurança, o PSENscan se adapta às condições estruturais existentes. A capacidade de se adaptar de forma simples e flexível às mais variadas condições estruturais economiza tempo e esforço durante o modo de configuração. Além disso, com um campo de proteção de 3 a 5,5 metros de zona de segurança, áreas grandes podem ser cobertas com apenas um dispositivo. A zona de aviso abrange até 20 metros e permite que uma pessoa seja avisada em tempo hábil, por um sinal sonoro, por exemplo, ou permite uma reação da máquina, como desaceleração, caso seja acionada. Isso protege a aplicação de paradas e ao mesmo tempo aumenta a segurança e a produtividade.

MAIS INFORMAÇÕES

O scanner laser de segurança PSENscan foi projetado para proteção tipo IP65. Desta forma, toda a estrutura do dispositivo foi otimizada para que os erros desencadeados por partículas de poeira sejam detectados e evitados. O dispositivo mostra informações de status ou mensagens de erro, como um prompt de limpeza, na tela integrada. Se qualquer pessoa ou objeto estiver dentro da zona de alerta ou zona de segurança, isso será sinalizado no visor com um destaque de cor, para que possa ser facilmente identificada mesmo a longa distância. O PSENscan é configurado através da ferramenta de software PSENscan Configurator. www.pilz.com.br 13 | Automação | Agosto 2018

33


NOVIDADE

NACIONAL, SENSOR FOTOELÉTRICO M18, DA SCHMERSAL, TEM VERSÕES EM CORPO PLÁSTICO ABS OU INOX

Solução da Schmersal é indicada para as indústrias alimentícia e embalagem, gráfica, envase, farmacêutica, têxtil, cerâmica, produção de móveis, robótica, automotiva, máquinas e aparelhos eletrônicos.

N

a maioria das plantas industriais automatizadas é necessário analisar o processo para que o controlador identifique a saída do sistema e tome as providências necessárias. Também são de extrema importância o posicionamento, a contagem e a análise do material. Para isso existem os sensores industriais. Os sensores fotoelétricos são utilizados em processos de automação industrial para detectar diversos tipos de materiais. Seu princípio básico de funcionamento é por meio de emissão e recepção de luz e é ideal para aplicações em que é preciso detectar objetos sem o contato físico, sendo possível utilizá-los em pequenas ou longas distâncias.

MAIS INFORMAÇÕES

Indicada para as indústrias alimentícia e de embalagem, gráfica, envase, farmacêutica, têxtil, cerâmica, produção de móveis, robótica, automotiva, máquinas e aparelhos eletrônicos, a linha de sensores fotoelétricos M18 da Schmersal trabalha principalmente com luz infravermelha. Os sensores possuem versões em corpo plástico ABS ou inox, o que permite a instalação em ambientes mais agressivos, ambos com saída a cabo ou conector M12, grau de proteção IP67 e modelos PNP ou NPN. 13 | Automação | Agosto 2018

34

Os sensores fotoelétricos são indicados para processos de automação em geral, como contagem de peças, determinação de posição e de fim de curso sem contato mecânico. “Por não terem elementos mecânicos que se desgastam, tais como atuadores e contatos, a vida útil dos sensores é praticamente ilimitada, além de possuírem pontos de acionamento constante e uma frequência de acionamento altíssima”, acrescenta Marcos Haselmann, coordenador de produtos da Schmersal. Os principais benefícios do sensor fotoelétrico M18 incluem a facilidade de conexão, instalação prática e simples de qualquer modelo e distâncias de detecção longas mesmo em invólucros pequenos. www.schmersal.com.br


NOVIDADE

AVANÇO ENTRE SENSOR SEM FIO E SISTEMA DE TI

Sensor Bridge como middleware para o sWave.NET®

C

om o Sensor Bridge, a unidade de negócios steute “Wireless” apresenta um novo e importante componente para sua rede sem fio sWave.NET®. Como um middleware clássico, essa interface de software processa todas as mensagens recebidas de dispositivos wireless no campo os agrupam por pontos de acesso. O Sensor Bridge retransmite essas mensagens para aplicativos registrados especificamente para esse fim. Por um lado, instalação do Sensor Bridge sWave.NET® em uma fábrica fecha a lacuna entre os requisitos de alta segurança de uma área de produção, e por outro o mundo integrado de serviços digitais por outro. O Sensor Bridge atua como um “tradutor” entre diferentes protocolos e o nível de administração da rede sem fio sWave.NET®.

A integração de dados simplificada, pré-processamento local seguro, bem como as estatísticas detalhadas de uso, são outras funções do Sensor Bridge, qualificando-o como um hub de dados central para ambientes de produção de última geração e modelos de negócios digitais na indústria. Devido à conectividade universal da interface, o Sensor Bridge sWave.NET® pode ser integrado em todo tipo de ambiente de produção. A gama de protocolos suportados está em constante crescimento e inclui atualmente, por exemplo, REST (XML/json), Notificações http(s) e MODBUS TCP, tudo sem a necessidade de hardware adicional.

MAIS INFORMAÇÕES

As primeiras aplicações para o Sensor Bridge sWave. NET® estão sendo realizadas em sistemas E-Kanban e na comunicação entre veículos guiados automaticamente (Automated Guided Vehicles – AGV) e seus sistemas de controle superordenados. www.steute.com.br

13 | Automação | Agosto 2018

35


NOVIDADE

MANUTENÇÃO PREDITIVA: CUIDADOS INTELIGENTES COM A SAÚDE DOS REDUTORES INDUSTRIAIS

Com seu design Unicase, os redutores industriais da NORD DRIVESYSTEMS são silenciosos e têm uma longa vida útil.

Os redutores industriais são pesos pesados da tecnologia de acionamentos que lidam com grandes torques. Devido às grandes forças envolvidas, pequenos defeitos que não são detectados a tempo podem resultar rapidamente em grandes avarias. Isso não seria apenas oneroso, mas também desastroso: os principais componentes da planta permaneceriam parados até que uma substituição fosse providenciada e realizada. Devido á isso, a NORD DRIVESYSTEMS utiliza o monitoramento de condições e a manutenção preditiva para alcançar a máxima disponibilidade da planta e o melhor custo/eficiência.

E MAIS INFORMAÇÕES

mbora o monitoramento de condições permita apenas detectar o estado de desgaste, a manutenção preditiva pode possibilitar que uma data de manutenção seja planejada com antecedência. Isso significa maior disponibilidade da planta, redução de custos, vida útil mais longa dos acionamentos e, acima de tudo, sem paradas não planejadas – um conceito ideal, especialmente para redutores industriais, pois esses pesos pesados tecnológicos são frequentemente usados em plantas altamente complexas, nas quais as paradas podem ter consequências particularmente graves.

Análise de dados em vez de apenas leitura de dados Isso requer inversores de frequência inteligentes com CLPs integrados, que podem tomar decisões autônomas e avaliar os dados de status do motor e do redutor a partir dos sensores físicos e virtuais. Com a ajuda de sensores virtuais baseado em algoritmos matemáticos, do CLP que é integrado ao inversor de frequência NORD e da combinação com as características físicas conhecidas do óleo do redutor, o tempo de vida do óleo pode ser determinado com suficiente precisão por cálculos no acionamento que é definido a partir de dados elétricos medidos. Isso permite uma avaliação do grau de uso do óleo do redutor e a data prevista para a troca de óleo. Frequências de vibração fornecem clareza Para redutores industriais, sensores de temperatura e sensores de vibração são econômicos e recomendados.

13 | Automação | Agosto 2018

36


NOVIDADE

O monitoramento contínuo no nível de campo e a vinculação de dados de comunicação, sensor e processo permitem o monitoramento completo do estado dos sistemas de acionamento da NORD.

Especialmente os sensores de vibração oferecem uma série de vantagens. Existem bancos de dados detalhados dos fabricantes para todos os rolamentos que são instalados nos redutores industriais. Esses bancos de dados contêm as frequências de vibração características para todos os componentes de cada tipo de rolamento. As frequências individuais podem, portanto, ser claramente identificadas e atribuídas a componentes específicos. O espectro de frequências pode ser analisado com base em sinal no tempo ou em uma análise FFT (Fast Fourier-Transform – Transformada Rápida de Fourier). Isso não apenas permite que o tempo de manutenção ideal ou necessário seja calculado, mas também indica a localização da falha e quais peças de reposição são necessárias.

Como padrão, os inversores de frequência NORD são equipados com um poderoso CLP integrado. Desta forma é possivel coletar e avaliar todos os dados de status disponíveis. Esse é um pré-requisito para aplicações da Indústria 4.0, como monitoramento de condições e manutenção preditiva.

MAIS INFORMAÇÕES

Conexão em nuvem para serviço em rede O acionamento autônomo comunica seus dados de status para uma nuvem segura. Lá, esses dados estão disponíveis para avaliação com ferramentas de filtro e análise, para que o monitoramento das unidades de acionamento possa ser realizado de qualquer lugar do mundo. Os dados são apresentados de forma transparente em uma interface Web baseada em navegador e a planta pode ser vista de relance em uma clara ilustração 3D. www.nord.com

13 | Automação | Agosto 2018

37


APLICAÇÃO

INTERFACE PARA USINAGEM CONFIÁVEL EM PROCESSOS

A Schweiger Tool and Mould Making é especializada na usinagem de peças grandes e cavidades profundas. Os especialistas em fresagem usam mandris com contração de retroprojeção HAIMER para sua usinagem, em alguns casos provenientes da ampla linha de produtos padrão do fornecedor e em outras soluções especiais feitas sob medida. Imagens: HAIMER

Fabricante de moldes em grande escala confia na tecnologia HAIMER.

A

Schweiger Formenbau (Schweiger Mould Making) conta com automação para produzir moldes de injeção de alta precisão a custos competitivos na Alemanha. A fim de alcançar a confiabilidade necessária e alta do processo, o fabricante de moldes em grande escala não faz concessões. Para ferramental, eles contam com suportes de ferramentas, indução térmica, balanceamento e tecnologia de pré-ajuste de ferramentas do fornecedor do sistema HAIMER.

MAIS INFORMAÇÕES

O Gerente proprietário da Schweiger GmbH & Co. KG de Uffing em Staffelsee, na Baviera, especializou-se numa das indústrias mais exigentes: a indústria automobílistica. Para o diretor administrativo Anton Schweiger e seus cerca de 75 funcionários, isso significa ter que atender aos mais altos padrões de precisão e qualidade em todos os moldes de injeção produzidos. Além disso, eles estão competindo em um mercado global, que, entre outras coisas, está sujeito a uma enorme pressão de custos.

13 | Automação | Agosto 2018

38

No entanto, enfrentando a tensão da competição global, o fabricante de ferramentas e sua equipe qualificados se ajustaram e se posicionaram de acordo. Eles contam com uma cadeia de processo automatizada que garante segurança absoluta, o que gera moldes de injeção que atendem a todos os requisitos. Em 2016, por exemplo, a empresa construiu uma nova área de produção e investiu em dois centros de usinagem DMC 210U e 270U de 5 eixos DMG Mori, capazes de processar até mesmo componentes XXL em uma única operação de fixação. Equipadas com uma automação de paletes adequada, as máquinas funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana – e todas com turnos de apenas uma pessoa. Nos fins de semana eles correm completamente sozinhos. Isso requer a mais alta confiabilidade do processo em todos os componentes e funções relevantes. A esse respeito, Anton Schweiger também se concentrou na tecnologia de fixação de ferramentas, a interface frequentemente negligenciada entre o fuso e a ferramenta. É de grande responsabilidade a qualidade da usinagem, a vida útil do fuso e a vida útil da ferramenta.


NOVIDADE

Tudo a partir de uma única fonte: A Schweiger Tool e a Mold Making utilizam porta-ferramentas, encolhimento, balanceamento e tecnologia de préajuste da HAIMER.

Funcionamento fino, suave e em uma ampla gama de designs especiais: um número de quatro dígitos de porta-ferramentas HAIMER garante processos estáveis e alta precisão na Schweiger.

Os especialistas em fresagem da Schweiger confiam a este respeito no apoio e conselho da HAIMER GmbH, Igenhausen. Em 40 anos, a empresa familiar tornou-se líder de mercado na tecnologia de fixação de ferramentas na Europa e é considerada líder mundial em tecnologia de indução térmica e balanceamento de ferramentas. Qualidade faz a diferença Para Andreas Orterer, gerente de produção da Schweiger, o principal argumento para essa forte parceria é a qualidade da HAIMER: “Com os produtos da Haimer, podemos ter certeza de que receberemos sempre a qualidade que atende aos nossos altos padrões”. A Schweiger usa atualmente milhares de porta-ferramentas HAIMER com tecnologia por contração térmica. Além disso, há dois dispositivos de indução da linha Power Clamp e um dispositivo de balanceamento Tool Dinamic na produção.

Isso também é verdade para a máquina de pré-ajuste UNO Autofoco Microset 20 | 70, que tem seu lugar entre a indução térmica e os dispositivos de balanceamento na Schweiger.

Andreas Haimer, diretor administrativo da Haimer GmbH, explica: “Com a aquisição da Microset Tool Presetting Technology, nos tornamos um fornecedor de sistemas para gerenciamento de ferramentas. A Microset complementa perfeitamente nosso portfólio existente de ferramentas de alta precisão, fixação, retração e técnologia de balanceamento de tal forma que nos permita oferecer um apoio ainda maior aos nossos clientes”. Automaticamente maior precisão de rotação O nível de satisfação de Anton Schweiger, vice-presidente da Associação de Fabricantes Alemães de Ferramentas e Moldes (VDWF), em sua parceria com a HAIMER e seus porta-ferramentas, pode ser medido pelo fato de usá-los há mais de duas décadas.

MAIS INFORMAÇÕES

Andreas Orterer acrescenta: “Da Haimer, obtemos todas as ferramentas de uma única fonte, o que nos convém muito bem. Além disso, você percebe que os dispositivos por indução e balanceamento foram desenvolvidos por operadores de máquinas. Eles são fáceis de usar e levam a resultados rápidos.”

Esta máquina tornou-se um produto “HAIMER” desde que a empresa bávara assumiu a tecnologia Microset Tool Presetting Technology em Bielefeld no início de 2017. Em comparação com a versão manual, o foco automático UNO é capaz de focar automaticamente a ponta de corte para medição do eixo C. Especialmente quando se trata de ferramentas com várias arestas de corte na circunferência, esta opção demonstra ser extremamente econômica. Tudo somado, o dispositivo permite reduções de tempo de set-up de até 70% apenas a partir do pré-ajuste fora da máquina.

Quando o fabricante de ferramentas comprou a primeira máquina HSC há cerca de 20 anos, ele trocou os mandris de 13 | Automação | Agosto 2018

39


APLICAÇÃO

Trabalho em equipe para a melhor solução: gerente de produção da Schweiger Andreas Orterer (à direita) com Oliver Lechner (centro), gerente de vendas da HAIMER para o sul da Alemanha, e operador de máquinas Rafal Stawski (à esquerda).

pinças mecânicas por mandris com fixação por contração HAIMER devido à precisão aprimorada da saída. Em comparação com os produtos de outros fornecedores, os mandris shrink fit da HAIMER o conquistaram com sua qualidade superior, “uma meta da empresa que a HAIMER e nós mesmos temos em comum”. “Se você pegar o exemplo dos mandris com ajuste por contração, isso pode ser visto na precisão de rotação, que é, por padrão, abaixo de 3 μm”. Este é um pré-requisito importante para os fabricantes de ferramentas da Uffing. Afinal, eles não produzem moldes de injeção para consumíveis baratos, eles criam moldes altamente sofisticados usados em veículos premium – por exemplo, usados para fazer placas de extremidade de faróis em moldagem por injeção de 2 componentes. Esses clientes exigem muito dos produtos finais e não aceitam o menor defeito. Assim, os moldes de injeção devem atender a requisitos semelhantes: como regra, as superfícies devem ser lisas como vidro e tolerâncias inferiores a 2/100 mm devem ser mantidas. MAIS INFORMAÇÕES

Uma das principais áreas de foco da Schweiger na produção é a moagem de moldes muito complexos, em que peças individuais podem pesar até nove toneladas. As cavidades são frequentemente muito profundas. Normalmente entre 300 a 400 mm, às vezes até 500 ou 600 mm de profundidade. Isso requer porta-ferramentas de ajuste fino, o uso de extensões de fixação por indução, bem como ferramentas com hastes extremamente longas. “Outra força da Haimer. 13 | Automação | Agosto 2018

40

A empresa oferece uma grande variedade de portaferramentas padrão. Se necessário, no entanto, podemos sempre solicitar uma ampla gama de projetos especiais”, enfatiza o gerente de produção da Orterer. Ele aponta novamente para as excelentes propriedades de exatidão de runout, que se aplicam igualmente aos projetos de portaferramentas padrão e especial. Não só contribuem para excelentes resultados de usinagem, como também poupam o fuso e as ferramentas. Uma vida longa útil da ferramenta permite operação não supervisionadas Em geral, uma vida de fuso mais longa significa economia considerável de custos, mas a vida útil da ferramenta é ainda mais importante na produção automatizada. “Para trabalhar sem supervisão, preciso de um sistema de fuso, porta-ferramentas e ferramenta absolutamente confiável e duradouro”, explica Anton Schweiger. A Schweiger usina muitos moldes grandes de injeção automaticamente em uma operação de fixação – para 40 a 50, às vezes até 100 horas, sem parar. Uma ferramenta quebrada ou até mesmo um dano no fuso durante a operação não supervisionada seria fatal. Além disso, uma conexão rígida e estável é importante para alcançar a qualidade da superfície solicitada. “Uma chave para isso são os detentores da ferramenta Haimer”, acrescenta o proprietário da empresa, “eles permitem uma usinagem confiável no processo”.


NOVIDADE Anton Schweiger, proprietário e diretor administrativo da Schweiger, produtora de moldes: “Para poder operar totalmente automatizada, eu preciso de um sistema 100% confiável e duradouro a partir do fuso, porta-ferramenta e ferramenta. A HAIMER nos apoia no domínio de gestão de ferramentas com produtos da mais alta qualidade.”

Nem todos os requisitos do fabricante de ferramentas podem ser satisfatoriamente atendidos com os porta-ferramentas padrão. Anton Schweiger aprecia especialmente a estreita colaboração com os especialistas da HAIMER e a flexibilidade da empresa em Igenhausen. “Para nós é importante que a Haimer ouça os usuários”, enfatiza o empresário. Seu contato na HAIMER, Oliver Lechner, gerente de vendas do sul da Alemanha, sempre responde rapidamente às perguntas. Lechner comenta: “Depois disso, fornecemos à Schweiger os produtos customizados necessários, tais como mandris especiais para fachadas em formato cônico que permitem a usinagem de cavidades de até 360 mm de profundidade.” Anton Schweiger acrescenta: “Esses porta-ferramentas são perfeitamente adaptados ao diâmetro da ferramenta e às respectivas cavidades. É assim que posso, sem qualquer preocupação, deixar as máquinas trabalharem sem supervisão – mesmo para desbaste”.

seus primeiros níveis. Além da produção automatizada com processos padronizados, a Schweiger vê sua força em soluções turn-key. Os serviços variam desde o suporte no desenvolvimento de produtos até a produção em série e serviços de pós-venda. www.haimer.biz

MAIS INFORMAÇÕES

Especialista em moldes complexos de grande porte A empresa fabricante de ferramentas e moldes, Schweiger, foi fundada em 1962 por Erich Schweiger. Hoje, sob a gestão do seu filho Anton Schweiger, tem cerca de 75 colaboradores e gera cerca de 10 milhões de euros em vendas por ano. Seu negócio principal consiste em moldes de injeção complexos que pesam entre 5 e 30 toneladas, 99% dos quais são fornecidos para a indústria automotiva. Eles são usados principalmente para a produção de coberturas de faróis, componentes ópticos e visuais. Os clientes incluem fabricantes premium alemães, bem como 13 | Automação | Agosto 2018

41


NOVIDADE

A ESTERLINE CONNECTION TECHNOLOGIES – SOURIAU POSSUI UMA AMPLA GAMA DE SOLUÇÕES DE FIBRA ÓPTICA

A SOURIAU desenvolve conectores de fibra óptica há quatro décadas. Assim que as fibras ópticas começaram a ser usadas em telecomunicações e manufatura, foi preciso inventar soluções de conectores adaptadas a essa tecnologia, que eram radicalmente diferentes daquelas projetadas para conexões elétricas.

MAIS INFORMAÇÕES

A Fibra óptica oferece vantagens importantes Em comparação com o uso de uma ligação elétrica para transferir grandes volumes de dados, a fibra óptica oferece inúmeras vantagens: peso mais leve, menor uso de espaço, imunidade natural a emissões eletromagnéticas e maior largura de banda e rendimento, comparados a uma ligação elétrica equivalente.

Uma tecnologia que se tornou popular Desde o início dos anos 2000, o uso de fibra óptica tem visto um crescimento explosivo em todos os setores de atividade. A indústria aeronáutica, em particular, emprega essa tecnologia para a transmissão de dados, tanto para passageiros no entretenimento em voo, quanto para a cabine nas câmeras, nos displays aéreos, etc. As condições ambientais na atmosfera da aeronave, em termos de vibrações e restrições mecânicas, exigiam o desenvolvimento de soluções específicas. Isso levou ao desenvolvimento da linha ELIO® pela SOURIAU, e a sua adoção pela Airbus no sentido de oferecer uma solução robusta para condições ambientais severas. Ofertas de tecnologia da SOURIAU A solução ELIO® é um contato do tipo físico, chamado de junta de extremidade, que garante a transmissão de luz entre os contatos. A SOURIAU também oferece a ELIOBEAM®, uma solução de contato do tipo feixe expandido usando lentes, que não requer contato físico e, portanto, é mais resistente

13 | Automação | Agosto 2018

42


NOVIDADE

e é um padrão muito popular, particularmente no mercado americano.

SOURIAU e ambientes severos A SOURIAU, especialista em conectores para ambientes severos, optou por direcionar a sua linha de conectores de fibra ótica em aplicações sujeitas a condições adversas. No campo da aeronáutica, o ELIO® está presente no Airbus A330, A350, A380 e A400M. A fibra tomou conta dos sistemas de informação e entretenimento de passageiros, que exigem altas velocidades de transferência para transmitir dados para as telas individuais. Isso permite que os passageiros tenham uma grande variedade de filmes e videogames à sua disposição.

Um mercado que está em constante evolução Agora que a fibra ótica provou a sua confiabilidade em aplicações clássicas, seu uso está se espalhando para sistemas mais críticos nos domínios aeronáutico, militar e aeroespacial, com o crescente uso de sensores ou mesmo aplicações OptoPyro; está substituindo as soluções elétricas tradicionais. Em resposta a todas essas evoluções no mercado, a SOURIAU está constantemente desenvolvendo novos produtos em colaboração com seus clientes e os conectores de fibra óptica da SOURIAU estão encontrando novas oportunidades.

Uma ampla linha de produtos O design do ELIO® permite que ele seja incorporado em diferentes tipos de invólucros de conectores, dependendo dos requisitos: o tipo circular MIL DT 38999 ou o tipo retangular ARINC para aplicações aeronáuticas. Também foi adotado pelo setor ferroviário, em conectores circulares com travamento tipo baioneta. Nas telecomunicações, os conectores SOURIAU para fibra ótica estão presentes nas antenas de transmissão GSM e Internet para os links FTTA (Fiber To The Antenna) e FTTH (Fiber To The Home) para conexões externas em edifícios. A SOURIAU também adicionará o padrão ARINC 801 à sua gama de soluções que complementarão a faixa padrão atual. Esta solução oferece alta densidade de contato em um espaço reduzido

www.souriau.com

MAIS INFORMAÇÕES

a múltiplas conexões/desconexões, bem como à poluição no ambiente externo.

13 | Automação | Agosto 2018

43


NOVIDADE

MÓDULO PROFISAFE PARA MAIOR SEGURANÇA

O módulo PROFIsafe da NORD DRIVESYSTEMS cumpre os requisitos de segurança mais exigentes e garante uma comunicação segura em redes PROFINET.

A segurança funcional das fábricas e nas máquinas é de uma importância vital na produção. Com o módulo de interface SK TU4-PNS PROFIsafe, a NORD DRIVESYSTEMS oferece ainda mais segurança. O módulo opcional satisfaz os requisitos de segurança mais exigentes, permite a integração fácil de vários componentes de segurança e garante uma comunicação segura em redes PROFINET.

P

ROFIsafe é uma tecnologia líder mundialmente em segurança de redes, geralmente utilizada para aplicações em segurança de produção e automação de processos. Com SIL3 e a Categoria 4 de PLe (Nível de desempenho e), o protocolo de comunicação à prova de falhas cumpre os requisitos de segurança mais exigentes. Em combinação com um CLP de segurança, a eletrônica de acionamento comunica com confiabilidade em redes PROFINET através do PROFIsafe.

MAIS INFORMAÇÕES

Entradas e saídas seguras, por exemplo para interruptores de parada de emergência e barreiras de luz, podem ser conectadas à aplicação com conectores. Um codificador rotativo pode ser conectado para controlar o funcionamento seguro do acionamento. O módulo está equipado com dois microprocessadores redundantes e capacidade de auto monitoramento.

13 | Automação | Agosto 2018

44

Várias funções de movimento seguro podem ser facilmente integradas que ampliam as funções de parada de emergência das unidades de acionamento: SLS (velocidade limitada de segurança), SSR (gama de velocidade de segurança), SDI (direção segura), SOS (parada operacional segura) e SSM (monitoramento de velocidade seguro). Com isso, o módulo PROFIsafe oferece segurança abrangente para o funcionamento confiável de fábricas e máquinas. O módulo é adequado para instalação em armários de controle e para instalação descentralizada, e está disponível para as séries de inversores NORDAC LINK, NORDAC FLEX e NORDAC PRO. www.nord.com


NOVIDADE

NOVAS FRESAS SECO DE PONTA INTERCAMBIÁVEL AUMENTAM A FLEXIBILIDADE NO FRESAMENTO DE LONGO ALCANCE

A Seco Tools expandiu sua família de fresas helicoidais T4-12 com a inclusão de cinco novas fresas para operações de fresamento de desbaste e semiacabamento econômicos e versáteis. Três novos tamanhos em sistema métrico e dois imperiais tornam a linha Seco de fresas helicoidais tangenciais de longo alcance com pontas intercambiáveis a mais completa do setor, com diâmetros de 40 mm a 100 mm (2" a 4").

P

rojetadas especificamente com foco nos fabricantes do setor aeroespacial, as novas fresas de longo alcance com extremidade traseira HSK-100A otimizam as operações de fresamento lateral. Com pontas intercambiáveis, as fresas permitem soluções personalizadas quando necessário e dão capacidade de substituir a primeira linha de alojamentos sem substituir todo o sistema. As fresas se sobressaem em aplicações com materiais viscosos, como aços inoxidáveis e ligas de alta temperatura. As geometrias e classes de pastilhas de corte livre permitem um fluxo de cavacos eficiente e proporcionam estabilidade. MAIS INFORMAÇÕES

Para obter mais informações sobre a linha de fresas helicoidais tangenciais de longo alcance com pontas intercambiáveis T4-12, acesse www.secotools.com

13 | Automação | Agosto 2018

45


APLICAÇÃO

UM QUILÔMETRO DE MCP DA INTERROLL NO NOVO ARMAZÉM DA EPRICE

A ePRICE confiou à empresa integradora de sistemas Incas S.p.A. todo o sistema de logística de um novo centro de distribuição em Truccazzano (Milão). A Interroll forneceu as soluções para o manuseio de mercadorias no novo armazém da ePRICE.

O

novo armazém automático da ePRICE, o primeiro operador de comércio eletrónico italiano, encontrase em Truccazzano, mesmo às portas de Milão. O projeto “greenfield” foi confiado à empresa integradora de sistemas Incas, que desenvolveu e projetou o centro de distribuição.

Este enorme aumento fez com que a ePRICE voltasse a analisar a logística do seu extenso catálogo de produtos – e tomasse a decisão de construir um novo armazém, confiando à Incas o respetivo design e construção. Por sua vez, a Incas contou com a tecnologia de manuseio de materiais da Interroll.

O mercado de comércio eletrônico italiano tem crescido exponencialmente no passado recente. Os números de 2017 apresentaram um aumento de 17% em comparação com os do ano anterior, elevando o valor global de vendas online para 23,6 mil milhões de euros.

De fato, a necessidade de processos de logística perfeitos é fundamental em mercados com elevado crescimento como o do comércio eletrônico. A eficácia e a flexibilidade das operações tanto da Incas como da Interroll resultaram num centro de distribuição pronto para lidar com os aumentos de volume esperados com o aumento da procura por parte dos clientes.

MAIS INFORMAÇÕES

O armazém é totalmente automatizado e permite uma gestão muito mais eficiente e eficaz da fase de alocação de entregas desencadeada pelas compras online na ePRICE. Na fase de entrada, as paletes, subdivididas em caixas, são transportadas em direção ao armazém nos transportadores modulares (Modular Conveyor Platform – MCP) da Interroll e continuam a ser transportadas na MCP do armazém até a 13 | Automação | Agosto 2018

46


NOVIDADE

zona de seleção, para preparação das encomendas na fase de expedição. É aí que são efetuadas a pesagem, a cintagem, a leitura dos códigos de barras e a impressão e aplicação de rótulos.

interna perfeita é essencial para conseguir o máximo de satisfação do cliente final. A Interroll tem os produtos e a tecnologia e ainda a experiência necessária para concretizar o objetivo.”

O comprimento total da MCP da Interroll instalada chega a quase um quilômetro (920 metros). Com a MCP, foram instalados um total de 10.150 rolos, 560 Rollerdrives (rolos motorizados a 24Vdc) e o mesmo número de células fotoelétricas.

www.interroll.com

O principal elemento da plataforma é um robusto sistema modular que inclui os vários elementos fundamentais de sistemas de transporte de forma a alcançar uma solução de fluxo de material completa que forneça os serviços necessários. A modularidade da plataforma permite instalações plug-and-play fáceis que garantem flexibilidade e escalabilidade. Os módulos são pré-montados, o que simplifica a instalação do sistema.

MAIS INFORMAÇÕES

Para acessar os diferentes níveis da instalação da MCP, a Interroll também instalou elevadores RM6008. Claudio Carnino, diretor de vendas e porta-voz nacional da Interroll Itália, realçou a excelente cooperação com a Incas. “Tem sido uma honra colaborar na otimização do armazém do principal operador de comércio eletrônico italiano”, declara. “Este setor está em franca expansão e uma logística 13 | Automação | Agosto 2018

47


NOVIDADE

NOVO TRANSMISSOR COMPACTO PARA INTEGRAÇÃO ECONÔMICA MEMOSENS-MODBUS

MemoRail Modbus A1405N para integração Modbus completa das estações de monitoramento Memosens

A

Knick Elektronische Messgeräte expande a sua série de transmissores Memosens compactos MemoRail para instalação de gabinete de controle com uma versão de interface Modbus: O MemoRail Modbus A1405N é o primeiro analisador de parâmetros múltiplos que fornece aos operadores de tecnologia de processo um transmissor econômico e compacto para integração completa de estações de monitoramento Memosens no padrão fieldbus. Até agora, os operadores só podiam escolher entre analisadores integralmente equipados com um display ou transmissores compactos com funcionalidade limitada.

MAIS INFORMAÇÕES

Os novos módulos MemoRail Modbus da Knick, que possuem um invólucro modular com uma largura de apenas 17,5 mm, não apenas transmitem todos os dados e leituras do sensor para o mestre Modbus usando o formato de dados MODBUS RTU. Ao contrário das soluções compactas convencionais, elas também permitem acesso irrestrito à configuração do dispositivo e calibração do sensor via Modbus. Até 32 transmissores podem ser conectados a um mestre Modbus. Para a medição de pH/ORP, condutividade ou oxigênio, o MemoRail Modbus pode ser combinado com sensores digitais e Memosens, seja de vidro pH, IsFET, oxigênio ou condutividade (condutor e indutivo). Além disso, o módulo de trilho DIN é o único analisador de sua classe que permite a conexão de sensores LDO (Luminescent Dissolved Oxygen – Oxigênio Dissolvido Luminescente) para a medição óptica de oxigênio. Os novos dispositivos vêm como versões de um ou dois canais com parâmetros ou 13 | Automação | Agosto 2018

48

sensores livremente combináveis. Também podem ser conectados dois sensores Memosens selecionáveis livremente ou um sensor Memosens e um SE 740 LDO. Além disso, os transmissores permitem a conexão dos novos sensores de combinação SE 554 X/1-AMSN e SE 555 X/1-AMSN que medem de forma síncrona os valores de pH e ORP. Desta forma, um modelo MemoRail de dois canais oferece quatro leituras assim como a temperatura. O endereço de rede para a configuração rápida MODBUS é definida através de interruptores DIP no painel frontal. A alimentação de 24 V CC pode ser conectada ou através de TBUS ou de um cabo conectado aos terminais na parte traseira. Os LEDs vermelho e verde indicam o status do dispositivo, interrupções de comunicação, sensores defeituosos ou configurações do dispositivo inadequadas para o sensor, bem como os requisitos de manutenção do dispositivo. A Knick fornece uma garantia de três anos nos transmissores MemoRail Modbus. www.knick-international.com/pt_BR/


NOVIDADE

SOFTING APRESENTA UMA INTERFACE MÓVEL MULTIPROTOCOLOS PARA CONFIGURAÇÃO DE DISPOSITIVOS DE CAMPO

Com a introdução do mobiLink no dia 1 de abril de 2018, a Softing é a primeira empresa a oferecer acesso aos principais protocolos de automação de processos, HART, Foundation Fieldbus e PROFIBUS PA, com uma única interface. O mobiLink comunica através de USB ou Bluetooth, sendo perfeitamente adequado para comissionamento e manutenção com dispositivos anfitriões portáteis.

O

mobiLink da Softing simplifica o acesso móvel a dispositivos de campo por parte de operadores de fábricas, integradores de sistemas, desenvolvedores de dispositivos e outros usuários nas indústrias de processos. Em combinação com o software relevante, por exemplo, o Communication Configurator da Softing, é adequado para configuração, comissionamento, diagnóstico e monitoramento. O mobiLink suporta aplicativos de estrutura FDT e as principais ferramentas de engenharia. Permite acesso a dispositivos HART e Foundation Fieldbus como transmissores ou válvulas. O acesso a dispositivos PROFIBUS PA está disponível desde 1 de julho de 2018.

“No passado, os clientes tinham que lidar com uma interface para cada protocolo. Agora, com o mobiLink, a Softing é a primeira empresa a oferecer acesso aos três protocolos com somente um dispositivo. Graças ao mobiLink, nossos clientes podem acessar dispositivos de campo com o máximo de flexibilidade e mobilidade e realizar um grande número de tarefas de configuração” informa Thomas Hilz, gestor de marketing de programas na Softing Industrial.

MAIS INFORMAÇÕES

O mobiLink funciona a bateria, é extremamente robusto e adequado para uso em áreas explosivas. Comunica com dispositivos anfitriões portáteis, como smartphones e tablets através de Bluetooth, e possui uma interface USB para operação de dispositivos anfitriões. www.softing.com

13 | Automação | Agosto 2018

49


NOVIDADE

ACIONAMENTOS PARA TECNOLOGIA DE TRANSPORTADORES DE PALETES: TECNOLOGIA CONFIÁVEL COM UM DESIGN ROBUSTO

A tecnologia de transportadores de paletes exige, em primeiro lugar, soluções em acionamentos econômicos com elevada capacidade para suportar sobrecargas.

A

MAIS INFORMAÇÕES

NORD DRIVESYSTEMS fornece combinações perfeitas em soluções de tecnologia de acionamentos flexíveis e individualmente configuráveis, que permitem reduzir o número de versões e minimizar custos, especialmente para o transporte de paletes e racks com transportadores de rolos ou de correntes.

Para simples aplicações de tecnologia de transportadores de paletes, a NORD desenvolveu uma combinação de acionamento eficiente que consiste em um motor assíncrono e um inversor de frequência NORDAC BASE. Essa solução em acionamento foi personalizada especialmente para os requisitos da tecnologia de transportadores de paletes, constituindo uma solução tecnologicamente confiável com um design robusto. Pode ser combinada com todos os motoredutores NORD e ampliada de maneira flexível em conformidade com os requisitos necessários ou com as especificações dos clientes. A padronização resulta em uma redução do número de versões. Isso permite reduzir consideravelmente o estoque de peças de reposição, otimizar as tarefas de manutenção e economizar no custo total de propriedade. Os motores assíncronos trifásicos fornecem potências de até 1,5 kW e apresentam elevada capacidade para suportar sobrecargas, uma mão de obra sólida e uma longa vida útil. Os inversores de frequência são instalados junto ao motor e estão equipados com um CLP integrado. O CLP livremente programável processa os dados de sensores e atuadores, apresenta opções de diagnóstico e comunica

13 | Automação | Agosto 2018

50


NOVIDADE

com o controlador de nível mais alto. Incluem um software pré-instalado para controle, parametrização e diagnóstico que está configurado para os requisitos de acionamento especiais da tecnologia de transportadores de paletes. As unidades de acionamento podem ser integradas em todos os sistemas BUS comuns. As interfaces AS e E/S são especialmente adequadas como soluções simples e rentáveis para comunicação na tecnologia de transportadores de paletes. Caso se apliquem requisitos mais sofisticados, pode ser utilizado um sistema BUS diferente sem qualquer problema. Confiável, flexível, robusta e de revisões e manutenção fáceis – com a combinação de um motor assíncrono e do NORDAC BASE, a NORD criou uma solução de acionamento orientada para a respetiva aplicação para a tecnologia de transportadores de paletes. www.nord.com MAIS INFORMAÇÕES 13 | Automação | Agosto 2018

51


APLICAÇÃO

ADEUNIS E ARC INFORMATIQUE UNEM FORÇAS PARA CRIAR UMA SOLUÇÃO DE SISTEMA DE GERENCIAMENTO PREDIAL INTEGRANDO O UNIVERSO IOT NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GRENOBLE ALPE

Dois players reconhecidos em tecnologias de IoT estão integrando suas soluções para alcançar uma integração de equipamentos de IoT sem precedentes com um Sistema de Gerenciamento Predial (BMS) existente usando a tecnologia LoRaWAN no coração do sistema.

A

s equipes técnicas do Hospital Universitário Grenoble Alpes queriam instrumentar e controlar vários equipamentos de maneira rápida, barata e sem cabeamento (Ethernet e energia). O Hospital de Grenoble perguntou à Adeunis e à ARC Informatique a questão de como melhor resolver esse desafio operacional.

Além disso, o Hospital expressou o desejo de fazer isso com seu software BMS existente sem adicionar camadas adicionais de software. A supervisão do PcVue, publicada pela ARC Informatique, é o BMS encarregado de gerenciar dois sites do Hospital, as unidades GTB e GTE. O primeiro passo desse projeto consistiu de um estudo de cobertura de rádio LoRaWAN do site. Esse estudo, feito pela equipe da Adeunis, que são especialistas nesse campo, permitiu identificar a melhor localização da antena LoRa, para garantir que as zonas (andares, edifícios, estacionamentos, etc.) sejam corretamente cobertas para permitir o posicionamento desejado dos sensores Adeunis® IoT.

MAIS INFORMAÇÕES

A arquitetura LoRaWAN possibilita a configuração de uma rede privada, especificamente em configurações internas e internas profundas, enquanto aproveita a cobertura de rádio da rede “Long Range” da LoRaWAN. Na verdade, apenas uma antena no topo de um prédio (15º andar) pode cobrir quase todos os edifícios do site, mas também alcança um segundo site a cerca de 6 km de distância. O custo da infraestrutura 13 | Automação | Agosto 2018

52


NOVIDADE

de rede é, portanto, muito pequeno quando comparado a uma solução WiFi.

muitos novos serviços através de sensores adicionais integrados aos recursos de tratamento de dados do PcVue.

Após a preparação e instalação da infraestrutura LoRaWAN pela equipe da Adeunis, os sensores Adeunis® “PULSE” IoT foram instalados para medir as leituras dos medidores de água em vários locais externos do Hospital Universitário de Grenoble. Outros sensores detectam variações de temperatura em locais sensíveis, como áreas de armazenamento de medicamentos.

Concluindo, essas soluções híbridas GTB, que permitem o controle de equipamentos de automação padrão e instrumentação simplificada graças ao uso de tecnologias Adeunis® IoT, são claramente parte de uma abordagem moderna e inovadora.

A integração da rede LoRaWAN no coração da solução GTB PcVue permite o feedback dos sensores usados com a supervisão existente do BMS. Os dados “brutos” do sensor (Temperatura, Ligado/Desligado) são aprimorados pelo poder do PcVue de enriquecer e tratar esses dados, incluindo criação de limite, alarmes, simulação, curvas e arquivamento.

Essa parceria tecnológica entre a Adeunis e a ARC Informatique resolverá muitos casos de aplicações em outros setores, como infraestrutura, água, meio ambiente ou a indústria do futuro, segmentos nos quais esses dois players já adquiriram forte expertise. www.pcvuesolutions.com

MAIS INFORMAÇÕES

A integração dos dados de manutenção de equipamentos IoT também é implementada com o monitoramento da vida útil restante da bateria dos sensores e da posição do sensor no prédio. Esse projeto proporciona ao operador uma economia significativa tanto no comissionamento quanto na operação das instalações do Hospital. Além disso, a instalação da infraestrutura LoRaWAN permite o desenvolvimento de 13 | Automação | Agosto 2018

53


NOVIDADE

NOVO JETSTREAM TOOLING® DA SECO APLICA REFRIGERAÇÃO DE ALTA PRESSÃO DURANTE TORNEAMENTO DE ROSCAS

A Seco Tools lançou a tecnologia de refrigeração de alta pressão Jetstream Tooling® para suportes de hastes de roscamento. A nova linha inclui suportes de haste quadrada para aplicações externas, barras de mandrilar para aplicações internas e cabeças GL para uso com barras Steadyline.

O

s suportes de torneamento para roscamento Jetstream Tooling proporcionam um jato de refrigeração de alta pressão (até 150 bar/2.175 psi ou conexões de mangueira para entradas de líquido de refrigeração de até 275 bar/3.988 psi) com posicionamento otimizado próximo à aresta de corte, possibilitando guiar ou direcionar os cavacos para uma direção determinada longe do corte. Os porta-ferramentas estão disponíveis para tipos de cabeça 22 externas, 28 internas e 14 GL em tamanhos 16, 22 e 27 de alojamento de pastilha.

MAIS INFORMAÇÕES

Para peças de titânio ou de materiais semelhantes, a tecnologia Jetstream Tooling consegue quebrar os cavacos de roscamento rígidos para aumentar a vida da ferramenta. Ao roscar aço e aço inoxidável, o controle de cavaco aprimorado das novas ferramentas de torneamento de rosca oferecem velocidades de corte de 30% a 60% maiores sem comprometer a qualidade da superfície roscada. Os suportes de haste quadrada também incluem os recursos JETI e Duojet. JETI fornece líquido de refrigeração pelos suportes sem usar uma conexão de mangueira e DuoJet 13 | Automação | Agosto 2018

54

aplica um ou mais jatos adicionais de líquido de refrigeração a partir de uma segunda direção. A adição dessas características otimiza a remoção do calor e a eliminação eficiente dos cavacos, proporciona vida da ferramenta mais previsível e longa, e oferece qualidade para a superfície da rosca em operações de torneamento. O uso do recurso JETI com suportes de haste quadrada requer adaptadores. A nova linha inclui adaptadores de montagem de face e de montagem de estrela para torres Seco-Capto™ C5, C6 e C8 e adaptadores de montagem de estrela para interfaces de eixo-árvore HSK-T 63 para várias tarefas. Os adaptadores acomodam hastes quadradas de tamanhos de 20 mm e 25 mm. Para obter mais informações sobre os suportes e adaptadores de torneamento de rosca Jetstream Tooling, entre em contato com um representante local da Seco ou acesse a página de produto para Jetstream Tooling. www.secotools.com


Encontre todas as novidades em: www.revista-automacao.com

A fonte de informação em automação industrial

Profile for Induportals Media Publishing

Automaçao 13  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Automaçao 13  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...