Boletim informativo Avante Pandavas

Page 1

Avante, Pandavas !Avante, Pandavas ! [# 05] boletim de notícias do instituto Pandavas Edição de outono mar., 2023 

o ano começou com muita alegria no ar. as crianças e adolescentes voltaram para escola e foram recebidos de braços abertos.

Professores, coordenadores e tutores pensaram em atividades especiais para o acolhimento dos estudantes neste início de semestre. E foi lindo de ver!

Conversamos com aline alves e nilton almeida silva, coordenadores do

Fundamental 1 e 2, respectivamente, que nos contaram um pouco sobre as novidades e as expectativas para 2023. também temos um texto mais que especial sobre Cultura da Paz, de Leandro uchoas, que participou da semana de planejamento da escola e deu uma palestra aberta para as famílias. nesta edição, trouxemos ainda

questões ligadas à saúde financeira da escola, à campanha de destinação de imposto de Renda e novidades na agroecologia que pretendem envolver as famílias da nossa comunidade em cursos e num

projeto piloto de compostagem comunitária.

Confira tudo isso aqui e fique de olho porque tem muito mais por vir!

Boa leitura!

02 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

Leandro Uchoas 4/ [cotidiano] o desafio da maçã Kaskão 5/

Compostagem comunitária no Pandavas

6/ Cursos de olericultura orgânica na escola 7/ Formigueiro Cultural 8/ Primeira assembleia 2023

9/ você quer contribuir com o trabalho do instituto Pandavas?

10/ [ programe-se ]

Bingo / Mutirões já agendados 11/ “semente”, AnaLu Cristina [ créditos ]

04 09 12 14 15 18 20 22 24 26 27 28 03 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023 [ nesta edição ]
2023
por destinação
iR
sem custo
1/ acolhimento e expectativas para
2/ doações
do
2023
3/ [ voz da comunidade ] Cultura de Paz

no dia 6 de fevereiro, crianças e adolescentes do Pandavas voltaram a ocupar a escola. E, esse ano, havia algo diferente no ar. Em primeiro lugar, por estarmos no terceiro ano de pandemia, já sabemos lidar melhor com as situações que nos afligiam nos anos anteriores. E, em segundo lugar, o corpo docente tinha um objetivo que levou dois anos para acontecer: a escola estava plena, todos estavam de braços abertos e sem tantas restrições para receber os alunos. tanto na turma da manhã, com os anos do EF 1, como na turma da tarde, com os anos do EF 2, tivemos uma linda recepção cheia de acolhimento.

aproveitamos para

entrevistar os coordenadores dos dois períodos para saber mais sobre as novidades e o que consideram essencial para esse ano que ainda está sendo escrito.

"Se pudéssemos significar o início do ano, usando uma única palavra, seria ‘inédito’. Essa palavra representou a nossa

intenção inicial neste período de acolhimento e diagnóstico. Ela foi materializada num planejamento incluindo a recepção das crianças dos anos iniciais com um cortejo cantado e criado pelas professoras. Elas confeccionaram estandartes para cada um dos grupos e os receberam na grande roda,

04 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
1/
acolhimento e expectativas para 2023
05 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

trazendo o tom da alegria e encantamento que deve povoar a escola”, contou Aline Alves, coordenadora do Fundamental 1.

escritos, compuseram um mosaico colorido no mural. Além disso, revisitaram o código de conduta e as rotinas funcionais da escola”.

Já no Fundamental 2, os alunos alinharam acordos e expectativas, como conta Nilton, coordenador da turma:

“Os primeiros dias são especiais, de acolhimento, de apresentação dos novos estudantes, de ressignificação das regras e procedimentos, dias para recordar e viver os valores dos Pandavas.

O primeiro dia foi dedicado a escrever as expectativas, o que eu quero e o que não quero este ano, para mim, para a escola, para a minha família. Após compartilharem seus

2023 começa com novidades e um ar de renovação na escola. Para os pequenos, “as expectativas são ressignificar a aprendizagem por projetos integrando ainda mais as aulas extracurriculares, fortalecer as práticas de Agroecologia e vivenciar a proposta de Geologia”, conta Aline.

Já na turma da manhã, "o corpo docente está melhor estruturado e muito bem qualificado para o ano de 2023 com a

06 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

colaboração de professoras especializadas na área de História, Geografia, Artes, Música, Teatro... O estudo de módulos (conjunto de perguntas agregando áreas diferentes) foi desmembrado nas áreas específicas de Ciências, Geografia e História, o que deverá permitir aprendizagem mais efetiva”. Outra novidade está ainda nos critérios de avaliação que “foram repensados para refletir ainda mais os campos atitudinais e procedimentais, valorando os trabalhos extraclasse como tarefas e pesquisas”, como explica Nilton.

remuneradas, nos dois períodos, fato que há muito vinha sendo almejado pela equipe sem que as condições financeiras permitissem.

“Isto possibilita um planejamento mais efetivo e uma harmonização dos projetos em curso, além de melhor integrar o corpo docente”, acrescenta Nilton com animação.

Outra novidade no Fundamental 2 é a participação de um representante de cada turma nas reuniões de professores para expor o ponto de vista dos alunos, suas reivindicações

Uma importante conquista é a realização de reuniões de professores semanais

e sugestões, mas as assembleias continuam sendo a ocasião para as decisões sobre

07 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

questões disciplinares e organizacionais.

No campo das atividades curriculares, conta o coordenador, “cada turma realizará um grande projeto agregador das disciplinas com atividades teóricas e práticas, saídas a campo e pesquisas autônomas.

Em suma, o ano promete ser mais organizado e mais efetivo em termos de aprendizagem”.

Já a importância da participação das famílias continua sendo uma unanimidade entre os dois.

Segundo Aline, “a participação das famílias é um dos grandes pilares e este ano estamos constituindo o Conselho das Famílias com o objetivo

de integrar ainda mais a comunidade escolar.

São muitas mudanças e novidades que permeiam o cotidiano vivo da escola e nos convidam ao inédito a todo momento”. E, na perspectiva de Nilton, “uma escola só se faz efetiva e promissora contando com a parceria da família. Os conflitos surgirão e devem ser vistos como fontes de crescimento e aprendizado desde que haja disposição e abertura para o trabalho em conjunto”.

[« para voltar ao índice]

08 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

Pelo segundo ano consecutivo, estamos realizando a nossa campanha de doação por meio da declaração do imposto de Renda Pessoa Física.

Você pode destinar 3% de seu imposto de renda devido a um fundo controlado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Monteiro Lobato (SP) chamado Fundo da Infância e da Adolescência. As doações ficam à disposição do Pandavas para serem empregadas segundo nosso plano de trabalho aprovado no CMDCA, que conta com prestação de contas rigorosa, pública e transparente. O processo é simples e não custa nada.

09 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
2/
doações por destinação do iR 2023 sem custo

Confira o Passo-a- Passo:

1

Antes de finalizar sua declaração, procure a ficha “Doações Diretamente na Declaração”. Você precisa optar pela Declaração Completa para ela aparecer.

2

Na aba “Crianças e Adolescentes”, clique em “Novo” para inserir sua doação.

3

Escolha o nível Municipal e preencha com os dados: sp-são paulo e Monteiro Lobato 15.634.027/0001-

03. Esse é o cnpj do Fundo

Municipal Dos Direitos da Criança e do Adolescente de Monteiro Lobato.

4

O programa do irp F 2023 calcula automaticamente o valor total disponível para doação, isto é, até 3% do seu imposto devido.

5

O programa do irpF 2023 vai gerar um boleto DArF para que você pague diretamente o valor doado ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Monteiro Lobato. Você deve pagar esse boleto antes de enviar a sua declaração. O sistema só vai liberar a finalização da declaração após o pagamento ser processado.

6

Depois de processado o pagamento e finalizada a sua declaração, conforme o seu caso, será gerada a DA r F para o pagamento do restante do imposto devido, já descontado o valor doado. No caso de restituição, esta não sofrerá nenhuma redução.

com o valor específico doado e a seguinte mensagem:

“Eu doei r$ X,XX para os projetos do instituto pandavas aprovados no CMDCA de Monteiro Lobato (sp)”.

por fim, mas MUiTO iMpOrTANTE >> para garantir o acesso do instituto pandavas à sua doação, envie uma cópia do boleto DArF e o comprovante de pagamento para o e-mail

pandavas.gtcp@gmail.com

Caso essa mensagem não seja enviada, sua doação será dividida entre todos os projetos aprovados pelo CMDCA. / Nossa equipe e nossas crianças agradecem!

10 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
7
11 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

voz da comunidade

Poucas vezes em nossa história, o chão da escola esteve tão repleto de desafios. Estudantes inquietos, rebeldes, introspectivos, depressivos, irritadiços, isolados, em pânico ou situação de ideação suicida. Profissionais da educação exaustos, frustrados, irritados, ansiosos, depressivos ou em burn out. a educação brasileira reproduzindo cenário de diversos países vive verdadeiro colapso socioemocional. Especialmente após a pandemia, o quadro se agravou, pois a comunidade escolar foi submetida a provações nunca antes experimentadas.

É preciso fazer dessa crise uma oportunidade. Esse caos socioemocional sempre esteve presente, principalmente em escolas que reproduzem o modelo prussiano fordista de educação. Mas quando esse caos vira colapso, ele desperta olhares para a necessidade de se buscar soluções com relativa urgência. Então, mesmo aqueles com elaboração produtivista e conteudista, que acreditam que o papel da escola é apenas transmitir conteúdo para aprovação em provas (e sabemos que a educação é mais do que isso), buscam alternativas. Porque o colapso socioemocional também faz com que educadores não ensinem e que estudantes não

12 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
3/ voz da comunidade
o imprescindível papel da educação para a paz
Leandro Uchoas

aprendam. Dessa forma, não só a saúde emocional, mas a transmissão de conteúdo também é comprometida.

E a solução é buscar outras práticas pedagógicas, como já fazem há algum tempo muitas escolas brasileiras – porque, apesar dos problemas nacionais na Educação, este país é pródigo em alternativas profícuas e intelectuais revolucionárias neste campo. Aqui, trazemos uma verdade importante: mecanismos de convivência e de capacidade de gerenciar conflitos sempre foram imprescindíveis em uma escola, embora a maioria não se preocupe com isso, por seu caráter produtivista. Viver é administrar conflitos porque seres humanos em

convivência, por serem diferentes, transbordam conflito. Cultura de Paz não é eliminar conflitos, mas sim aprender a gerenciálos. Por isso, práticas pedagógicas de Educação Para a Paz tornam-se ainda mais imprescindíveis nesse momento.

Mais do que nunca, as escolas precisam incorporar práticas de promoção de paz interior como meditação, artes manuais, música e yoga. E precisam trazer para o cotidiano as tecnologias de convivência, como a Comunicação Não Violenta, os círculos restaurativos, os jogos cooperativos e a gestão de conflitos. Mais do que nunca, a escola precisa promover atividades em reconexão com a Natureza,

práticas que naturalmente acalmam e promovem bem-estar, além de elaborar intervenções de convivência com a comunidade mais ampla.

De 2022 em diante, quando o isolamento social da pandemia começou a arrefecer e as escolas voltaram pouco a pouco à presencialidade, muita

coisa mudou. Nosso Instituto Shanti Brasil passou a ser chamado com maior frequência para a elaboração de ações concretas em diversas instituições. A maioria desses convites é para ações pontuais, o que é bom, mas tem caráter passageiro. Costumamos recomendar sempre um plano de ação mais concreto de Educação

13 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
voz da comunidade

Para a Paz. Para isso, precisa haver uma mudança de paradigma. As instituições precisam se conscientizar de que a convivência e o conflito são algo central na elaboração de suas práticas e não um problema lateral. Só há este caminho.

Leandro Uchoas é presidente do Instituto Shanti Brasil e esteve na escola durante a semana de planejamento e preparação para o início do ano letivo de 2023, ocasião em que realizou uma palestra sobre Cultura da Paz aberta à comunidade escolar. A Cultura da Paz, está presente como um dos princípios e referências fundamentais do Pandavas e vem norteando toda a sua trajetória.

Há muitos milhares de anos nossos ancestrais inventaram os números (Conjunto dos naturais) para que pudessem contar seres, objetos e eventos da natureza e, por muito tempo, eles foram suficientes para as suas necessidades. Com o início da agricultura, ou um pouco antes, esses números pararam de dar todas as respostas. os sumérios e os babilônios, claro, conseguiam dividir três vasos de cevada para quatro pessoas, mas, como eles tinham inventado um método de simbolizar e memorizar as quantidades em uma mídia de barro, perceberam que não

14 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
4/ o desafio da maçã kaskão cotidiano cotidiano

sabiam como representar essas quantidades não naturais. a História credita aos egípcios, na sua labuta anual às margens do grande rio nilo, tentando registrar quantidades de terras férteis, de plantio e de colheita, a invenção da notação fracionária (Conjunto dos Racionais).

Hoje, a matemática disponibiliza vários conjuntos numéricos e diferentes notações para representar todas as quantidades, tanto as que usamos na feira quanto as que os cientistas precisam no trabalho com vírus ou com imagens de distantes galáxias do início do universo.

na figura ao lado? Saberia dizer a quantidade se combinarmos dois ou mais desses pedaços? Saberia representar na notação fracionária? Na notação decimal? Em porcentagem? Através de um gráfico de pizza? Tente!

Você saberia dizer quanto da maçã existe em cada pedaço

Criamos esse desafio aqui na escola para os alunos do 6º. ao 8º. ano com objetivos diferentes: para se sentirem um sumério tentando descobrir como representar, um egípcio feliz que encontrou uma maneira, ou um contemporâneo se lambuzando no cardápio de opções à sua disposição. Nas imagens ao lado, alunos do 8º. ano enfrentam o desafio.

15 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
5/ Compostagem
gr U po de jardineiristas
Comunitária Pandavas: projeto piloto em compostagem, organização comunitária e educação ambiental

PRoPosta >> o trabalho da agroecologia no Pandavas hoje tem fortes alicerces em sua prática pedagógica. iniciamos 2023 com o desejo e a necessidade de estudarmos os ciclos de regeneração, decomposição e recuperação de fertilidade de solos para a agricultura e sua importância ecológica. Em nosso percurso, percebemos a necessidade de um trabalho mais direto e potente com o solo do espaço da horta, frequentado por estudantes do 1o . ao 9.oano.

para nossa região dentro dos preceitos da agroecologia. Para além disso, uma das missões básicas da agroecologia é restaurar a biodiversidade e tornar os solos mais vivos por meio do manejo humano ciente do ecossistema local.

Nesse percurso, observamos que o solo da horta ainda não apresenta boas características para plantio e colheita na melhor qualidade que podemos ter

É também conhecido o caráter comunitário dos processos que ocorrem no Instituto Pandavas. Esse é um dos alicerces do Instituto e do Centro Pedagógico, inclusive por estar inserido em um bairro rural com forte espírito comunitário e por ter grande histórico de Educação Ambiental na comunidade de seu território.

Em diálogo com este contexto potente, desenhamos um projeto piloto que reúne compostagem, organização comunitária e educação ambiental a partir da realização de compostagem de resíduos orgânicos das famílias de nossa comunidade escolar. Essa é uma proposta do grupo de Jardineiristas do Pandavas. do quE sE tRata?

A premissa do projeto é trilhar um caminho que chegue a envolver toda a comunidade escolar. Para isso, a proposta consiste no recebimento e manejo de resíduos orgânicos crus e vegetais de, a princípio, dez famílias da comunidade pelo período necessário

previsto para o projeto piloto. O local de recebimento será construído pelos jardineiristas em conjunto com os estudantes do Ensino Fundamental 2 e ocupará a área de um canteiro dentro horta. A estrutura é um caixote, inicialmente utilizado para a compostagem e, depois de 6 meses, poderá se tornar um canteiro de plantio experimental e comparativo com os demais canteiros, onde serão utilizadas outras técnicas.

Os canteiros da horta em caixotes permitem que o manejo seja mais confortável para os estudantes, que o próprio canteiro seja uma área

16 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

de compostagem bem delimitada e que o solo de plantio tenha uma boa profundidade, não seja compactado e que seja arejado.

O recebimento dos resíduos será feito por meio de baldes com tampas fornecidos às famílias participantes. Eles poderão ser entregues diretamente no Pandavas em dias e para pessoas específicas ou coletados no trecho de estrada entre o bairro do Souza e a escola pelos jardineiristas ou outra pessoa da comunidade escolar às terças no período da manhã.

P ot E nC ia L PE dagógiC o do PRoj E to

• Cooperação e pertencimento

• Comunicação e cidadania

• Responsabilidades comunitárias

• Políticas de gestão de resíduos

• Diálogo transdisciplinar

• Educação ambiental comunitária

• Conscientização do potencial fértil de resíduos orgânicos

Como esse projeto piloto de compostagem se destina especificamente à horta, os resíduos coletados têm algumas prescrições: não poderão conter carnes nem alimentos cozidos e devem ser priorizados alimentos vegetais e crus como cascas de vegetais, cascas de ovos e pó de café.

E x EMPLos dE C ont E údos

P ossív E is a s EREM a B oR dados

• Origem da vida e do solo

• Cálculo de volumes e medidas

• Ciclagem de nutrientes

• Decomposição e decompositores

• Microbiodiversidade

17 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

Parceria com o senar

o serviço nacional de aprendizagem Rural oferece cursos gratuitos para a população. Estes cursos são relacionados a diversas atividades típicas do meio e da produção rurais e contemplam diversos assuntos. Em 2023, teremos alguns destes cursos acontecendo na própria área da escola. assim, nos dias 11 e 12 de março, recebemos na área do Pandavas o curso de Compostagem do senar de Monteiro Lobato.

Ele foi conduzido pelo professor Rodolfo que, além de ser instrutor do senar há muitos anos e de

trazer muita experiência e conhecimento, é também pai de estudante da escola. No curso, a turma teve aula teórica sobre a compostagem em si: características do solo, princípios do processo de compostagem, formas de uso, técnicas de implantação e manejo. E logo partiu para a prática. Foi construída uma pilha com esterco fresco, material vegetal fresco e enriquecedores, como os microorganismos eficientes (E.M.). A pilha é feita com camadas, como uma lasanha, e a ideia é que ela contenha uma grande

quantidade e diversidade de microorganismos, os quais entrarão em intensa atividade de compostagem ao longo de 60 dias. Durante esse período, a pilha será revirada a cada dez dias, com a ajuda dos estudantes do EF2 e dos participantes do curso, para possibilitar a circulação de oxigênio. Quem quiser vir ajudar a virar a pilha será muito bem-vinde! É só verificar as datas com as jardineiristas.

Além do benefício de gerarmos mil quilos (isso mesmo, 1.000 kg!) de composto rico e vivo para a horta, com este curso

18 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
6/
L U iza s at U rnino
19 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

conseguimos fazer uma boa roçada no parque da escola, já que a própria grama fresca é insumo para composto.

Esse curso foi apenas o primeiro. Ainda teremos outros cursos do Senar na escola nos próximos meses! Além de serem muito instrutivos e cheios de importantes aprendizados para a vida rural, eles trarão bons frutos para a nossa escola. Mas eles dependem de um quórum mínimo para acontecer. Caso não se atinja o mínimo de participantes inscritos e presentes nestes cursos, eles são cancelados. Por isso, contamos com a participação ativa das

famílias da escola. Eles são gratuitos, bem estruturados e incluem almoço e muito aprendizado.

Vamos ao próximo?

uma nova iniciativa fruto de parceria com o instituto e o Circo Pandavas:

20 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
Emerge
o
Abrindo suas portas para Residências Artísticas, o Formigueiro cria um espaço de troca de 7/ Min Ho C u Ltu R a 7, 8 e 9 de Abril das 8h às 17h / no Instituto Pandavas / inscrições > (12) 99773 6368 Formigueiro Cultural
Formigueiro Cultural.

conhecimento em música, circo, dança, teatro, artes plásticas e outros saberes. As vivências ocorrem dentro do Instituto Pandavas em uma casa

próxima à floresta e seus cursos d’água.

O projeto estreou em março com duas imersões: Oficina de Aéreos, com Carol Coelho e Marcela Schreiner, e a Oficina de Música, com Agustin Kammerath e Lia Aroeira, que foram um sucesso.

Realizado por Agustin Kammerath, multiartista e professor de música do Centro Pedagógico e do Circo, esse Formigueiro promete promover muitos encontros e mergulhos artísticos, valorizando os artistas e os produtores locais e fomentando o intercâmbio com artistas de outros territórios.

Se ligue na programação:

www.instagram.com/ formigueiro_cultural_/# Todo o lucro gerado nos eventos é destinado à manutenção do Centro Pedagógico Casa dos Pandavas. Dessa forma, essa iniciativa fortalece o braço cultural do Instituto e contribui para a geração de renda dos trabalhadores da cultura e do próprio Instituto.

Longa vida ao Formigueiro Cultural!

21 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

na assembleia Extraordinária do dia 11 de março, tivemos apresentações dos grupos de gestão Financeira e de Comunicação e Captação de Recursos. Os desafios para a sustentação da nossa escola são muitos. Ainda não alcançamos a saúde financeira desejada e temos uma distância a ser percorrida para atingirmos as condições de funcionamento pleno da escola, de cuidado adequado de seus docentes, funcionários e de seus espaços. Este ano, tivemos conquistas importantes como a contratação de uma

coordenadora pedagógica para o primeiro ciclo do Ensino Fundamental e a inclusão das reuniões pedagógicas na carga horária dos educadores. Há, no entanto, muito ainda a ser feito e nossa arrecadação é insuficiente para realizar os investimentos necessários. Hoje, a principal fonte de recursos da escola são as contribuições financeiras das famílias, mensalidades e cotas em valores variados. Contamos também com doações, eventos, parceria com a Prefeitura no fornecimento de merenda e transporte e muito trabalho voluntário, mas faltam

recursos para manutenção, outras contratações e reajuste salarial justo.

O nosso desafio central é: como manter o compromisso de oferecer a gratuidade e bolsas parciais para as famílias que precisam, honrando nosso compromisso social, e ainda conseguir praticar salários justos, investir no corpo docente e administrativo e em infraestrutura?

Não existe atalho, é necessário ampliar nossa receita e atrair doações de pessoas físicas e jurídicas. Para tanto, o grupo de Captação de Recursos vem

22 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
Primeira assembleia de 2023 8/

trabalhando para abrir caminhos e já temos algumas campanhas previstas para este ano:

Doação por destinação de Imposto de Renda de Pessoa Física [consulte nessa edição, p. 09]

Temos também projetos de infraestrutura comunitária com potencial de aumentar o alcance do nosso atendimento, com contrapartidas e incentivos fiscais previstos para patrocinadores, prontos para receberem investimento.

Vinculação de créditos da Nota Fiscal Paulista [em breve, fique ligado]

Esperamos em 2023 ampliar a nossa rede de apoiadores e contamos com cada leitor desta edição para essa construção. O caminho é longo, mas juntos podemos. Seja um polinizador atuando ativamente na difusão das nossas campanhas.

Dia de Doar (29 de novembro)

Contamos com você!

23 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023

Como vemos nas notícias desse boletim, muitas famílias e amigos estão presentes no dia-adia do Pandavas com o apoio voluntário em diversas frentes e grupos de trabalho. Mas há também outros canais de doação para ajudar financeiramente a escola.

CaMPanHa RECoRREntE

doaçõEs avuLsas

Você pode doar qualquer quantia a qualquer momento. Use o QR-Code para nos enviar um Pix.

Se preferir, nossos dados bancários são:

instituto pandavas

cnpj 10.510.836/0001-90

Banco do Brasil

Agência 6739

Conta corrente 881-8

Você pode fazer parte de nossa campanha recorrente hospedada pela Benfeitoria. Nesse endereço, você pode cadastrar um cartão de crédito e doar mensalmente a quantia que desejar: https:// benfeitoria.com/projeto/ pandavasautonomo

Você pode doar anonimamente ou pode nos enviar o recibo de sua transferência pelo e-mail

pandavas.gtcp@gmail.com para integrar o grupo dos nossos doadores e receber notícias sobre tudo o que é realizado com o seu apoio.

PEssoas juRídiCas

Pessoas jurídicas já podem fazer parte do nosso Programa de apoio institucional. Para saber mais, entre em contato pelo e-mail pandavas.gtcp@ gmail.com

24 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
você quer contribuir
Pandavas ? 9/
com o trabalho do instituto
25 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023 o s E u a P oio C ont R i B ui Pa R a o i nstituto Pandavas: ◊ garantir o regime de gratuidade para todas as famílias que precisam ◊ investir no corpo docente ◊ manter a infraestrutura da escola ◊ atuar na conservação ambiental da Serra da Mantiqueira ◊ inspirar pessoas e multiplicar iniciativas que conectam educação e natureza ◊ cumprir 5 das metas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Nosso primeiro evento do ano já está sendo planejado com muito carinho. Já podemos reservar o dia 15/04, sábado, das 14h às 18h. Vamos curtir uma tarde de outono na Escola com bingo, cachorro quente, sorvete e pipoca (teremos opções veganas).

O evento será aberto. Traga a família! Para aqueles que estão longe e que não poderão estar conosco, é possível colaborar com a compra

de lanches solidários, que serão doados às famílias em situação de vulnerabilidade.

MutiRõEs

Monte seu lanche solidário: Cachorro quente completo sorvete suco pipoca

Pagamento por Pix financeiro@

institutopandavas.org.br

Envio do comprovante para (12) 99760 4798

Agora, os mutirões na escola têm data fixa para todo mundo poder se programar com antecedência. A maior parte acontecerá no último sábado de cada mês, das 8h às 13h30 com almoço e lanche. Quando houver algum evento na escola, o mutirão será antecipado. Anote na agenda as datas já definidas: 29/04, 27/05, 24/06, 19/08, 30/09 e 21/10.

26 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
Bingo na EsCoLa
E s C oL a C o M B ingo 15 de Abril das 14h às 18h M uti RõE s 29 de ABRIl 27 de MAIO 24 de JUNHO 19 de AGOSTO 30 de SETEMBRO 21 de OUTUBRO r$ 12,00 8,00 4,00 4,00
PROGRAME-SE 10/

Essa semente já vem

[ com cheiro de flor vem germinando sintonia de Amor e despertando o poder de cada grão traz harmonia

energia de união

Orando à Terra

é tempo de semear

pra recebermos

novo Sol que vai brotar

em cada folha

uma nova consciência

gota de orvalho

nossa verdadeira essência

Nossas raízes nos trazem sabedoria que vem da terra que lá foi plantada [ um dia conectando com o poder dos vegetais e praticando a lição das Ancestrais

entregues ao vento elas vão se espalhar À sua volta a paz vai frutificar Tem confiança na colheita que virá Cada botão já começa a se abrir cor e perfume

nos ensinam a sorrir

A alegria

As novas flores

mais sementes vão gerar

é fruto do sol nascente desabrochando

novo Ser, nova Semente

anaLU cristina 11/ 27 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
semente

Esse conteúdo é produzido de maneira coletiva. se você tem alguma sugestão de tema ou quer apresentar uma ideia, entre em contato com o gt Comunicação, Projetos e Captação de Recursos pelo e-mail

pandavas.gtcp@gmail.com

editoração

C INDy QUAGLIO

JOANA R ICCI redação

C INDy QUAGLIO

JOANA R ICCI

Revisão

H ENRIQUE DE TOLEDO

GROKE peças gráficas e fotografias

Acervo I NSTITUTO

PANDAVAS, AGUSTIN

K AMMERATH, E DwARTT

LOPES, E UG ê NIO V IEIRA,

H ENRIQUE DE TOLEDO

G ROKE, JANAINA P INHO e L UI z A S ATURNINO

projeto gráfico

M AROCA S AMPAIO

28 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
[
]
créditos

O outono chegou, e no Pandavas esse período é marcado por um evento especial: a frutificação do caquizeiro. O caqui anuncia a chegada do outono, e todos os anos as crianças vivem essa passagem de estação, colhendo, preparando e saboreando este fruto delicioso.

“Penso na criação de vínculos com os ciclos da natureza, e também o quão generoso e abundante é esse caquizeiro do Pandavas, muitas turmas em diversos anos já puderam aproveitar para escalar seus galhos, receber colheitas abundantes, compartilhar, observar o tempo deles amadurecerem e depois saborear a doçura dos frutos.” Relata o Jardineirista Rafael.

legenda para as imagens > capa e pp.: 11, 23, 25, 27 e 29

29 boletim instituto Pandavas [# 05] Edição de outono mar., 2023
Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.