Page 1

RELATÓRIO DE RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ATIVIDADES DO

INSTITUTO INSTITUTO

BANCORBRÁS BANCORBRÁS

2017 2017


Criada em 2008, a Associação Bancorbrás de Responsabilidade Social, também conhecida como Instituto Bancorbrás, é o agente social das Empresas Bancorbrás e tem como função, além de exercer o papel de empresa consciente e que acredita em um futuro melhor, incentivar o público-alvo a ser responsável socialmente. Por meio de boas práticas sociais voltadas para educação, meio ambiente, cidadania e esporte, o Instituto empreende programas que promovem o protagonismo de indivíduos e instituições através do desenvolvimento educacional e esportivo, da capacitação profissional de jovens e adultos e da promoção do voluntariado organizado, bem como dos conceitos e práticas de sustentabilidade.

MISSÃO Ser o agente social das Empresas Bancorbrás, promovendo o protagonismo de pessoas e instituições, por meio da oferta de qualidade de vida à comunidade, com práticas que fomentem a educação, o desenvolvimento sustentável e a cidadania.

VISÃO Ser reconhecida nacionalmente como instituição comprometida com o desenvolvimento humano. Em 2017, foram mais de 14.700 pessoas beneficiadas direta e indiretamente pelos programas e projetos sociais desenvolvidos pelo Instituto.


MEIO

EDUCAÇÃO

AMBIENTE

ÁREAS DE ATUAÇÃO CIDADANIA

ESPORTE


sumário

EDUCAÇÃO Programa Educação Programa Adote um Estudante

5 8 15

CIDADANIA CORPORATIVA Programa Eu Abraço Essa Causa

20 21

MEIO AMBIENTE Programa Saúde do Planeta

30 31

ESPORTE Programa Esporte e Qualidade de Vida

34 35

Apoio a iniciativas socioambientais

42

REESTRUTURAÇÃO E MUDANÇAS PARA 2018

53

EXPEDIENTE

54

CONTATOS

55


EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO


PROGRAMA EDUCAÇÃO

Os 30 educadores sociais participaram de ao menos

O principal programa do Instituto Bancorbrás busca

Vida, Jéssica Souza, “o treinamento foi enriquecedor,

o desenvolvimento humano de crianças, adolescentes e

agregado de conhecimento e práticas metodológicas de

adultos. Tem a intenção de contribuir com o ensino

aprimoramento e aperfeiçoamento do conteúdo proposto.

profissionalizante, a ampliação do universo sociocultural, a

Adorei as dinâmicas aplicadas e as palestras também. O

inclusão social e o fortalecimento de vínculos familiares e

ambiente foi totalmente de troca de experiências e

comunitários. Oferece à comunidade a possibilidade de

conhecimentos.”

duas das capacitações e destacaram que a oportunidade é essencial para a motivação cotidiana para o desenvolvimento dos projetos.

De acordo com a educadora do projeto Educar Para

atendimento nas áreas de assistência social, de educação e de trabalho.

Reforçando o comprometimento do Instituto com

o desenvolvimento técnico dos educadores sociais, foram realizados três encontros para a capacitação desses profissionais. O ciclo de formação tem o objetivo de oportunizar

uma

autoconhecimento

qualificação e

para

o

voltada

para

o

desenvolvimento

de

competências, possibilitar o aprimoramento das técnicas dos educadores para uma maior contribuição com a evolução dos beneficiados e a importância de valorizar as lideranças e o fortalecimento de equipes. Encontro de Educadores.

7


PROJETOS

Educar Para a Vida

básicos sobre o mercado de trabalho e conseguem perceber

fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Os jovens atendidos têm a oportunidade de aprender conceitos a importância desse curso, como demonstra o beneficiado na

Realizado em parceira com instituições sociais, o

turma do primeiro semestre de 2017, do Lar Fabiano de Cristo:

projeto completou 12 anos de existência em 2017, com mais

“O Projeto Educar Para a Vida é voltado para o público jovem, iniciando

de 2.565 adolescentes beneficiados. No ano, foram duas

sua vida profissional, com o objetivo de preparar e capacitar. O Lar

formaturas. A turma do primeiro semestre participou da

Fabiano de Cristo e o Instituto Bancorbrás sempre serão um ponto de

solenidade nos dias 11 e 13 de julho e a do segundo semestre

referência na dedicação e por acreditarem em nosso potencial.”

nos dias 11 e 14 de dezembro. Nas formaturas, mais de 400

Waleuska Martins, ex-educanda.

pessoas, entre pais, adolescentes, parceiros e demais convidados

presenciaram

momentos

de

emoção

e

conquista dos atendidos. Ao todo, 420 adolescentes participaram do projeto que oferece curso voltado a noções básicas de cidadania, serviços administrativos, informática, redação oficial e matemática financeira. Com uma evasão de 14%, ao fim do ano, 361 jovens foram formados no projeto.

8

O principal objetivo do projeto é promover o

Em parceria com Organizações da Sociedade Civil –

OSCs, o projeto iniciou suas atividades em 2005 e já esteve presente nas cidades de Samambaia, Recanto das Emas, Areal, Riacho Fundo II e Planaltina, todas do Distrito Federal/DF.


1° semestre

Casa Azul unidade Samambaia

Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

86

64

8

4

52

2° semestre Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

105

60

9

5

46

1° semestre

Casa Azul unidade

Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

85

60

0

7

53

Riacho Fundo II

2° semestre Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

102

60

7

2

51

1° semestre

Lar Fabiano de Cristo unidade Planaltina

Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

100

90

4

4

84

2° semestre Inscritos

Selecionados

Desistências

Encaminhados para o mercado de trabalho

Formados

102

90

16

6

75

Tabela I. Beneficiados pelo Educar Para a Vida

9


ACONTECEU NO PROJETO

O ano foi repleto de ações educacionais que

contribuíram para o aprendizado dos adolescentes. No terceiro mês de curso, os beneficiados pelo projeto Educar Para a Vida conheceram as instalações das Empresas Bancorbrás. A visita faz parte do cronograma do curso e tem o objetivo de promover uma experiência corporativa para os adolescentes.

Os jovens conheceram alguns departamentos da

mantenedora do Instituto e, com o apoio de voluntários do programa Eu Abraço Essa Causa, aprenderam sobre as rotinas de cada área. Além de entenderem o funcionamento da Empresa na prática, os beneficiados receberam muitas mensagens inspiradoras dos colaboradores.

O conteúdo programático do projeto não se prende

apenas à sala de aula. Atividades extracurriculares são essenciais para a ampliação do universo sociocultural dos adolescentes. Os beneficiados pelo projeto participaram de passeios e visitas a centros culturais, museus, feiras, entre outros. Foram realizados também eventos nas instituições que incentivam a interação entre os jovens, além de desenvolver

neles

habilidades

e

talentos

até

então

desconhecidos. Outra ação que já faz parte do calendário é Formanda do projeto Educar Para a Vida.

10


a Semana de Mercado de Trabalho, na qual se busca desenvolver as potencialidades dos adolescentes por meio de palestras, oficinas e atividades que simulam o ambiente corporativo, desenvolvendo nos participantes uma postura mais profissional e uma mentalidade crítica. A Semana geralmente é realizada no terceiro mês de curso.

Um diferencial em 2017 foi a participação dos

adolescentes na Campus Party, uma das experiências mais tecnológicas do mundo. O movimento promove um festival de inovação, criatividade, ciências, empreendedorismo e universo digital.

Notas e Canções

O Instituto Reciclando Sons já recebia o apoio das

Empresa Bancorbrás antes mesmo da criação do projeto Notas e Canções. Em 2018, a parceria completará 15 anos. Abaixo, a quantidade de participantes do projeto e faixa etária dos beneficiados.

Matrículas e rematrículas Inscritos Desistentes Participantes

114 57 57

Tabela II. Notas e Canções

Teve início em 2012, em parceria com o Instituto

Reciclando Sons. O projeto busca oferecer a inclusão social por meio da música, da formação artística, cultural e social de crianças e adolescentes moradores da Cidade Estrutural/DF, além de contribuir para criação de vínculos afetivos entre os beneficiados por meio da interação social. O Notas e Canções tem uma média de 60 atendidos anualmente.

Faixa etária 9 a 12 anos 13 a 16 anos

37% 63%

Tabela II. Idade dos atendidos

11


O acompanhamento e envolvimento familiar são muito importantes para a evolução

dos atendidos. Foram realizados encontros da associação de pais e responsáveis, nos quais foi possível identificar aspectos como a baixa escolaridade e alto índice de desemprego dos responsáveis.

Por meio do monitoramento contínuo dos coordenadores, dos educadores e da

assistente social da instituição, foram detectados os seguintes benefícios aos atendidos:

12

Se declararam mais felizes – 96%

Maior dedicação aos estudos – 55%

Desenvolvimento de novas amizades – 95%

Aprimoramento das habilidades artísticas – 51%

Mais iniciativa para resolver tarefas – 77%

Maior concentração – 50%

Maior independência – 75%

Mais respeito às diferenças – 47%

Maior disciplina – 64%

Mais compreensão de cidadania e direitos individuais – 39%

Melhoria no relacionamento com educadores e colegas – 61%

Aumento do desempenho musical – 33%

Melhoria na convivência coletiva – 56%


Uma das educandas do Notas e Canções relata o

sentimento ao ser beneficiada pelo projeto: “Eu sempre quis ser cantora. Um dia, acompanhei minha mãe ao Instituto Reciclando Sons e vi uma prima tocar. Percebi que ali eu poderia estar mais perto do meu sonho. Entrei em 2015 para aprender violino. Ao longo desses anos, passei a dar mais valor às conquistas e a colaborar com as pessoas. Hoje, sou capaz de ensinar a minha prima e incentivar os outros a melhorar a cada dia.” Geovana Alves de Oliveira, beneficiada pelo projeto.

FOTO

De acordo com relatos dos pais e responsáveis, após

a participação dos educandos no projeto, foram perceptíveis as mudanças no ambiente familiar, fortalecendo os vínculos e aumentando a participação cidadã.

O Instituto Reciclando Sons implementou estratégias

pedagógicas para a melhoria do projeto. O curso intensivo noturno foi uma delas e tem como objetivo diminuir a evasão dos beneficiados, por meio de lições individuais de instrumentos. Outra proposta de melhoria foi o diário de bordo, que permite que os instrutores acompanhem o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes e que os educadores promovam relatórios para as reuniões de acompanhamento semanal com a coordenação.

Pedro Henrique Ribeiro - beneficiado pelo projeto Notas e Canção.

13


ACONTECEU NO PROJETO

Durante todo o ano foram realizados treinamentos

para educadores, apresentações públicas da Orquestra Jovem Reciclando Sons e do Coral do Notas e Canções, além de visitas institucionais e domiciliares.

Em julho, foi promovida a Semana Interdisciplinar

com palestra e oficinas para aprimoramento técnico, físico e emocional dos educandos.

Em agosto, os beneficiados pelo projeto participaram

de uma ação para a comemoração do Dia Nacional do Voluntário, na qual os voluntários do Instituto Bancorbrás levaram as crianças do Notas e Canções ao cinema.

O Instituto Reciclando Sons disponibilizou aulas de

reforço de língua inglesa, duas vezes por semana, e aumentou o monitoramento e orientação pedagógica dos educandos.

Mais um resultado positivo foi a aprovação de três

ex-beneficiados e monitores para a graduação de música, da Universidade de Brasília – UnB. Jhosué Jefferson, de 24 anos, Damon Eric, de 21, e Arthur Felix, de 24, são educadores do Notas e Canções e moradores da Cidade Estrutural/DF. Valéria Aroucha Serra - beneficiada pelo projeto Notas e Canções.

14


Entrando na roda

O projeto apoiado pelo Instituto Bancorbrás é

executado pela Casa Azul, unidade Samambaia/DF. Tem o objetivo

de

desenvolver

o

empreendedorismo

e

o

protagonismo de mulheres em situação de vulnerabilidade social da comunidade local.

A necessidade surgiu pela avaliação dos trabalhos

que já eram desenvolvidos com a família dos beneficiados por outros projetos da instituição. Percebeu-se que era necessário promover um projeto estruturado, buscando a sustentabilidade das famílias dos atendidos.

São desenvolvidos cursos, oficinas e palestras

oferecidas pelo SENAC (Imagem Pessoal e Gestão) e SEBRAE (Empreendedorismo) às mulheres com a perspectiva de melhoria da qualidade de vida. O apoio do Instituto foi para uma turma de 40 mulheres, no curso de culinária. Beneficiadas pelo projeto Entrando na roda.

15


PROGRAMA ADOTE UM ESTUDANTE

objetivos de estudar e trabalhar. Levarei por toda a minha vida a gratidão por essa empresa que mudou completamente meu destino! O programa Adote um Estudante gerou em mim imensa vontade de devolver ao mundo um pouco do bem que me foi proporcionado.” Nayara Santos, cirurgiã-dentista, ex-beneficiária do projeto Bolsa Universitária.

O programa Adote um Estudante oferece assistência

a acadêmicos em situação de vulnerabilidade social que estejam

devidamente

matriculados

em

universidades

públicas. Em contrapartida, os estudantes beneficiados pelo Programa atuam em ações sociais empreendidas pelo Instituto Bancorbrás. O programa já contribuiu para a formação de 92 estudantes em todo o Brasil, pelos projetos Auxílio Material, Bolsa Universitária, Extensão Universitária e Iniciação Científica. A jovem beneficiada, entre 2013 e 2017, relata a gratidão por ter feito parte do programa: “É chegado o momento da realização do meu sonho: tornei-me cirurgiã-dentista pela Faculdade de Odontologia da UFMG. A felicidade que estou sentindo neste momento é indescritível. Toda essa alegria vem acompanhada de uma certeza: jamais teria chegado até aqui sem a ajuda de Deus e o suporte e incentivo do Instituto Bancorbrás! Ver o orgulho de meus pais enche meu coração. A gratidão da minha família à Bancorbrás fica expressa na emoção de me ver alcançando os

Nayara Santos - UFMG.

16


PROJETOS

Joyce dos Santos, de Letras, da

Universidade de São Paulo – USP;

Bolsa Universitária

Marcelo Daga, de Ciências Naturais, da

Universidade de Brasília – UnB;

para aquisição de materiais didáticos e para participação da

Marlon Teodoro, de Música, da

colação de grau. Os selecionados participam de um estudo

Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG;

Murilo Rodrigues, de Artes Visuais, da

universidades.

Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG;

Nayara Santos, de Odontologia, da

Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG;

Ravena Ramos, de Ciências Naturais, da

Universidade de Brasília – UnB;

Renan Lisboa, de Direito, da

Trata-se de auxílio financeiro mensal, além de apoio

socioeconômico,

realizado

pela

equipe

do

Instituto

Bancorbrás, com o apoio do setor de assistência social das

Em 2017, quatro estudantes do Distrito Federal e

oito das localidades onde a Bancorbrás possui filial foram beneficiados pelo projeto, são eles:

Andrea Araujo, de Gestão Ambiental, da

Universidade Federal de Goiás – UFG;

Universidade de Brasília – UnB;

Sheila Rodrigues, de Ciências Naturais,

Jacqueline Vasconcelos, de Psicopedagogia, da

da Universidade de Brasília – UnB;

Universidade Federal da Paraíba – UFPB;

Thiago Gadelha, de Física, da

Jane Silva, de Letras, da Universidade

Universidade Estadual do Ceará – UECE.

Federal do Rio de Janeiro – UFRJ;

17


ACONTECEU NO PROJETO

Extensão Universitária e Iniciação Científica

Realizados em parceria com a Faculdade UnB de

Planaltina/DF – FUP, os projetos buscam a ampliação do aprendizado de jovens graduandos em situação de vulnerabilidade

Os participantes do projeto apoiaram as ações de

social. O projeto de extensão denominado como Educação e

voluntariado realizadas durante o ano, com as entregas dos

Psicologia: mediações possíveis em tempo de inclusão é

donativos das Campanhas do Agasalho e de Natal, além de

orientado e coordenado pela Profa. Dra. Juliana Eugênia

palestrarem na Semana Interna de Prevenção de Acidentes

Caixeta, psicóloga pesquisadora da área do desenvolvimento

do Trabalho - SIPAT, realizada nas filiais da Bancorbrás.

humano e aprendizagem. Em 2017, onze estudantes foram atendidos.

Além dos integrantes da FUP, o projeto conta com a

participação de integrantes de outros cursos da UnB, alunos do ensino médio e professores mestres que atuam nas áreas de ciência e educação. As atividades do projeto são desenvolvidas por meio de parcerias com instituições de ensino no Distrito Federal, em Goiás e em outros estados.

Entre os objetivos desses grupos de pesquisa e extensão,

está o foco no desenvolvimento de estratégias mediacionais que promovam inclusão. Para tanto, a psicologia se torna aliada da educação, justamente na área que trata sobre o desenvolvimento humano e aprendizagem. Os beneficiados recebem uma bolsa-auxílio mensal e, como contrapartida,

18

Marlon Teodoro, estudante de música, em ação social promovida pela filial de Belo Horizonte - MG.

desenvolvem projetos próprios para a comunidade.


Um dos projetos implementados pelos estudantes

foi o do Euler Brennequer dos Santos Alves, graduando do curso de Ciências Naturais, cujo objetivo foi oferecer um cursinho popular nomeado por todos os participantes como “Quebrada Vive”, tendo como perspectiva, a Educação Libertadora, proposta por Paulo Freire. “Viver esta experiência me mostrou o quanto Paulo Freire está certo em dizer que o educador aprende ao ensinar e o educando ensina ao aprender. Hoje, entendo que é a partir das redes solidárias que iremos avançar. Sozinhos somos capazes de fazer coisas, mas em união, somos capazes de muito mais. Analisando os impactos que a “Quebrada Vive” trouxe no bairro em que moro, traço um projeto futuro de um coletivo para a construção de uma casa cultural aqui no próprio bairro. Nessa casa, objetivo trazer as reflexões e práticas educativas que encontrei na pesquisa, que ressignificam projetos de vida e que todos/as que querem uma sociedade melhor estão carecas de saber ‘cultura, educação, responsabilidade social, lazer e conhecimento’ mudam vidas, pensando sempre, em que e pra quem.” Euler Alves.

Já o projeto de Iniciação Científica contribuiu para a

participação de dez estudantes também das áreas de

Euler Alves - estudante da Faculdade UnB de Planaltina.

psicologia, sustentabilidade e pedagogia, na 47ª Reunião

19


Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, realizada entre os dias 24 e 27 de outubro de 2017, em São Paulo/SP. O Instituto Bancorbrás disponibilizou as passagens e as hospedagens aos estudantes.

Lídia Moreira de Lima, estudante de Ciências Naturais

e beneficiada pelo projeto participou da Reunião como autora de três trabalhos intitulados: “Educação de Jovens e Adultos Interventiva: dificuldades e pretensões para o ensino superior”; “As contribuições do PIBID para o processo de formação de professores na Universidade de Brasília” e “Reflexões sobre o uso de narrativas na pesquisa qualitativa: especificidades e possibilidades”. “Considero que a oportunidade contribuiu para o meu crescimento acadêmico, profissional e cultural, além de ter me motivado como

20

estudante em meu curso, assumindo uma postura mais crítica sobre os conteúdos ministrados em sala de aula. Por todas as experiências vividas e sonhos realizados, agradeço o Instituto Bancorbrás de Responsabilidade Social, a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal, o projeto Educação e Psicologia: mediações possíveis em tempos de inclusão e todos os participantes envolvidos na pesquisa.” Lídia Moreira.


CIDADANIA CIDADANIA


PROGRAMA EU ABRAÇO ESSA CAUSA

Já nas filiais, o processo seletivo foi feito de forma

diferente. Os gerentes selecionaram as instituições da região para serem beneficiadas. Ao todo, foram 13 organizações selecionadas.

Instituição

Cidade/UF

Quant. de beneficiados

Abrigo Bezerra de Menezes

Ceilândia/DF

20

Bancorbrás. Além disso, oferece auxílio para instituições sociais,

Ação Social N. S. Perpétuo Socorro - Promovida

São Sebastião/DF

217

possibilitando a melhoria no serviço prestado para seus

Associação Lar da Amizade

Porto Alegre/SP

26

Associação Voluntário da Amizade - CVV

Brasília/DF

64

Núcleo de Parcerias em Projetos e Ações – O Proação Filhos de Nazaré

Belo Horizonte/MG

27

Grupo de Apoio à Criança com Câncer

Ribeirão Preto/SP

249

Instituto Batucar

Recanto das Emas/DF

80

Hospital Napoleão Laureano

João Pessoa/PB

3.674

Lar Mãe da Divina Graça

Samambaia/DF

80

Pestalozzi do Brasil

Rio de Janeiro/RJ

300

Sociedade de Assistência ao Excepcional - CHAMA

São Paulo/SP

30

Sorriso da Criança

Fortaleza/CE

1.086

Vila São Cottolengo

Goiânia/GO

720

Total

6.573

O programa Eu Abraço Essa Causa tem o objetivo de

propagar os princípios e as práticas de cidadania, sustentabilidade e de voluntariado para os públicos interno e externo da

beneficiados.

PROJETOS Bancorbrás Social

Tem em vista fortalecer as Organizações da Sociedade

Civil - OSCs parceiras por meio de doações. O objetivo é alcançar resultados significativos na realidade dos beneficiados dessas instituições.

Em 2017, foi lançado um edital para a seleção de cinco

instituições para receberem o auxílio financeiro no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) para a aquisição de materiais de emergência e/ou reformas estruturais.

22

Tabela IV. Instituições e quantidade de beneficiados direta e indiretamente:


“Com o apoio financeiro recebido, melhoramos a qualidade do espaço social adquirindo nova lona para o teto da tenda com dimensões de 10x10 e realizamos a cobertura, com telhado, da arquibancada que tem capacidade de 120 pessoas. O diferencial do apoio dado pelo Instituto Bancorbrás é a facilidade de acesso ao recurso, um processo mais fácil, rápido e sem muita burocracia, pois em outros processos seletivos não encontramos essas qualidades. É muito importante esse tipo de apoio, pois muitas instituições precisam de ajuda financeira para dar continuidade às atividades e não têm condições de atender as burocracias dos atuais certames.

Hoje, nosso Instituto Batucar pode realizar eventos como: Sarau

Batucar, Oficinas de arte cultura, apresentações de espetáculos musicais e entre outras ações de acesso à cultura em nossa comunidade com maior aconchego, bem abrigados em um espaço coberto e mais seguro.” Alceu Avelar, administrador do Instituto Batucar.

Alceu Avelar - Instituto Batucar

23


Doação de mobiliário de Caldas Novas

A Bancorbrás, por meio do seu Instituto, realizou a

doação de todos os móveis usados dos apartamentos próprios dos hotéis em Caldas Novas/GO. Com a troca do mobiliário, 438 itens ficaram disponíveis para doação às instituições da localidade. As organizações selecionadas foram indicadas pela Secretaria de Ação Social de Caldas Novas/GO. São elas:

Doações de mobiliários dos apartamentos da Bancorbrás em Caldas Novas-GO.

24

Paróquia Bom Pastor – 102 itens;

Abrigo dos Idosos – 88 itens;

Paróquia Nossa Senhora das Dores – 97 itens;

PETI Serviço de Convivência e Fortalecimento

de Vínculo – 59 itens;

Centro Social Pró-Família – 46 itens;

Centro de Recuperação de Alcoólatras – 46 itens.

Juntas, as instituições beneficiam cerca de 1.100 pessoas em situação de vulnerabilidade social na região.


A ação foi um complemento da atividade

A Campanha de Natal arrecadou 3,3 toneladas

realizada em dezembro de 2016, na qual cerca de dez

de alimentos e onze instituições foram beneficiadas.

mil peças do enxoval foram doadas, beneficiando 2.500

Cerca de 1.600 crianças e adolescentes foram atendidas.

pessoas, aproximadamente, atendidas em instituições locais e no Distrito Federal.

Campanhas e Causas Sociais

Pretendem engajar, sensibilizar e conscientizar

os públicos interno e externo da Bancorbrás sobre as práticas de cidadania e responsabilidade socioambiental.

Na Campanha do Agasalho, foram arrecadadas

2 toneladas de doações. A parceria com o Instituto Sabin, com o apoio do Instituto Cooperforte, da Empresa Brasil de Comunicação – EBC conseguiu beneficiar aproximadamente três mil pessoas no Distrito Federal. As filiais da Bancorbrás e Laboratórios Sabin em outros estados também beneficiaram entidades em suas localidades. Ao todo, 33 instituições receberam os donativos,

que

variam

entre

roupas,

agasalhos,

cobertores, sapatos e acessórios. Dra. Janete Vaz - Presidente do Conselho de Administração do Grupo Sabin, Jorge Tomio - Vice Diretor do Instituto Bancorbrás, Roberta Abreu - Coordenadora do Instituto Bancorbrás.

25


As instituições beneficiadas, na Campanha de Natal, foram:

• Mãos Solidárias – 150 crianças. Ceilândia/DF; • Obras Sociais Grupo Fraternidade Irmã Celina – 45 crianças. Ceilândia/DF; • Obras Assistenciais São Sebastião – 60 crianças. Gama/DF; • PROMOVIDA – 217 crianças. São Sebastião/DF; • Sociedade Pestalozzi do Brasil – 350 beneficiados, entre famílias e crianças. Rio de Janeiro/RJ; • Casa Espiritual Redenção – 100 famílias. Belo Horizonte/MG;

26

• Obras das Filhas do Amor de Jesus Cristo – 407 crianças. Fortaleza/CE; • Clínica Esperança de Amparo a Criança – 45 crianças. Porto Alegre/RS; • Lar Vó Miriam – 40 crianças. São Paulo/SP; • Associação Donos do Amanhã – 200 crianças. João Pessoa/PB; • Lar Espírita Canuto Oliveira – 40 crianças. Goiânia/GO.


Voluntários Bancorbrás Beneficiados em Campanhas Sociais Instituições

Pessoas

Campanha do Agasalho

33

3.000

Campanha de Natal

11

1.600

Tabela V. Campanhas Sociais

Tem o objetivo de estimular e oferecer ao público

interno da Bancorbrás a possibilidade de exercer a cidadania, por meio do trabalho voluntário estruturado.

Nos dias 20 e 21 de fevereiro, foi realizado o 6º

Encontro de Voluntários. Além dos colaboradores do projeto, participaram também parte dos líderes da Empresa, dirigentes, superintendentes, chefes de departamento e gerentes executivos, reconhecendo a necessidade de

“Orgulhamo-nos dos resultados alcançados e das pessoas impactadas

mobilização

e

engajamento

desse

público

com nossas ações. É um trabalho gratificante e que vem gerando bons

desenvolvimento das atividades do projeto.

para

o

resultados. Acreditamos que nesse último ano foi possível melhorar a qualidade de vida de algumas pessoas e contribuir para um mundo

O evento teve 62 participantes e contou com a

melhor.” Fernanda Arruda, gerente da Filial João Pessoa/PB e voluntária

consultoria das profissionais da empresa Conexão Trabalho

do programa Eu Abraço Essa Causa.

e do Centro de Voluntariado de São Paulo, Giuliana Preziosi e Silvia Naccache, respectivamente, ambas são referências no âmbito de responsabilidade social e voluntariado no Brasil. Os temas abordados foram o poder do voluntariado dentro e fora do ambiente de trabalho, o engajamento e o

27


protagonismo no trabalho voluntário, assim como os desafios e as várias vertentes do tema.

Após esse encontro você acredita que poderá engajar e envolver seus colegas nas ações do programa Eu Abraço Essa Causa? 27 respostas

Sim Não Talvez

Dos líderes participantes, 92% declararam que após

o encontro poderão engajar e envolver mais as suas

100%

respectivas equipes nas ações do programa Eu Abraço Essa Causa, já dos voluntários, 100% dos participantes declararam que podem fazer o mesmo para incentivar seus colegas a

“Quero agradecer a toda equipe do Instituto Bancorbrás por ter nos

participarem das ações.

proporcionado um treinamento de excelência, com uma visão diferenciada sobre o que de fato é ser voluntário. Parabéns!” Juliana Nogueira, colaboradora e voluntária.

Os colaboradores participantes também destacam a

importância da prática voluntária e como ela contribui para o crescimento profissional. Em sua opinião, a prática do voluntariado empresarial contribui para:

FOTO

27 respostas

Desenvolvimen...

21 (77,8%) 18 (66,7%)

Estreitamento de...

17 (63%)

Melhoria da ima... O alcance aos ...

10 (37%) 0 (0%)

Não contribue ... 0

Voluntários da Matriz em ação: Dia do Amor.

28

5

10

15

20

25

(questões: Melhoria da imagem institucional da Bancorbrás; Estreitamento do relacionamento da empresa com a comunidade; O alcance aos objetivos estratégicos da empresa; Desenvolvimento de competências e habilidades dos colaboradores; Não contribui em nada que seja relevante.


“Acho importante essa interação, a oportunidade que é oferecida aos funcionários de poder contribuir pelo menos um pouquinho com a chance de um mundo melhor, acho lindo a forma que a Bancorbrás olha e valoriza o social. O melhor de tudo é que não só contribuem e agregam valor ao lado profissional mas sim, ao pessoal, nos fazendo

Semana de Responsabilidade Social

mais humanos, despertando o interesse em ser cada vez melhor, em todas as situações e nos pequenos detalhes, e esse aprendizado e evolução ninguém pode tirar da gente.” Quelle Costa, colaboradora e voluntária.

No ano, foram cinco ações voltadas para os

voluntários, incluindo as visitas, as entregas de donativos das Campanhas do Agasalho e de Natal, além do Dia do Amor, ação realizada com os idosos beneficiados pelo projeto Viver Bem, apoiado pelo Instituto. O diferencial das ações de 2017 foi o envolvimento com os projetos que já são apoiados pelo Instituto.

Promovida entre os dias 25 e 29 de setembro de

2017, o evento contou com atividades para colaboradores da Bancorbrás, representantes de organizações da sociedade civil e universitários da Faculdade UnB de Planaltina. Com o apoio de parceiros, as ações foram realizadas nos auditórios da Fecomércio e da Casa de Ismael, em Brasília/DF.

Com a apresentação do BancorEco, mascote da

Campanha

Uso

Consciente,

o

Instituto

Bancorbrás

desenvolveu uma Blitz do Uso Consciente nas dependências das Empresas Bancorbrás, com orientações sobre o descarte

Inscrições no projeto

correto dos resíduos e do consumo consciente de copos

Brasília/DF

23

Filial Fortaleza/CE

16

Filial Belo Horizonte/MG

8

Total

47

Tabela VII. Novas inscrições

descartáveis. Os colaboradores puderam sugerir ações internas para a melhoria da Campanha.

Foi apresentada uma palestra sobre a importância

do trabalho voluntário, tendo como facilitador Roberto Ravagnani, da ONG Canto Cidadão. Foram 70 pessoas impactadas, entre colaboradores e parceiros.

A maioria de novos inscritos foi de colaboradores da

matriz da Bancorbrás.

29


“A palestra foi muito agradável e descontraída. O tema abriu os nossos olhos sobre a responsabilidade que temos, como cidadãos, perante a sociedade e a importância de nos preocuparmos com o outro.” Iliana Justino, colaboradora e voluntária do Instituto.

Por fim, a principal atividade foi o curso de

elaboração de projetos e captação de recursos, ministrado por Ricardo Falcão, profissional com mais de 40 anos de experiência na área. A capacitação atingiu 24 instituições, com carga de 24 horas/aula. “Achei o treinamento muito proveitoso, pois focou em temas com os quais as instituições têm muitas dificuldades. Os exemplos práticos deram mais clareza para os conceitos de planejamento de projetos e captação de recursos.” Ana Paula Soares Fernandes, psicóloga da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Um dos objetivos da Semana de Responsabilidade

Social é contribuir para a disseminação dos conceitos e práticas de sustentabilidade e responsabilidade social, além de colaborar para a formação técnica de Organizações da Sociedade Civil - OSCs, de modo que aumente o seu grau de maturidade e sustentabilidade dos projetos. Treinamento - Elaboração de Projetos e Captação de Recursos.

30


MEIO MEIO AMBIENTE AMBIENTE


PROGRAMA SAÚDE DO PLANETA

construção de uma ponte sobre a nascente da trilha Khraô, para evitar impactos devido ao trânsito de pessoas na trilha.

O Instituto Bancorbrás se preocupa com os impactos

da sociedade no meio ambiente e procura desenvolver ações que utilizam os recursos naturais de forma responsável e sustentável. Com base nisso e pensando nas gerações futuras, o Programa Saúde do Planeta contribui para a conscientização política, institucional e comunitária dos públicos interno e externo da mantenedora em relação à

Doação de mudas - SOS.

preservação dos recursos naturais.

Plantando o Futuro

Com a doação de 33.000 mil mudas, foram

beneficiados oito municípios, em quatro estados, somando um total de 13,2 hectares reflorestados, o equivalente a 18

Por meio do Projeto, o Instituto renovou a parceria

com a Fundação SOS Mata Atlântica, totalizando 33 mil

campos de futebol, além da neutralização de cerca de 5.500 toneladas de emissões de CO² na atmosfera.

mudas doadas em sete anos de projeto. Além disso, em 2017, continuou a parceria com o Jardim Botânico de Brasília

– JBB. A terceira etapa do projeto teve o objetivo de plantar

início da parceria com a Fundação:

1.500 mudas de espécies nativas em áreas degradadas. Além da recuperação, o recurso foi utilizado também para a

32

Veja o detalhamento das doações realizadas desde o


Ano

Quantidade de mudas

Local beneficiado

2011

5.000

Município de Santo Antônio do Amparo, na Fazenda Pinhal/MG

2012

5.000

Município de Sandovalina, na Fazenda San Thiago/SP e no Município de Cachoeiras de Macacu, na Fazenda Água Branca/RJ

2013

5.000

Município de Ijaci, na Fazenda Bela Vista/MG

5.000

Município de Piquerobi, na Fazenda Saltinho/SP

ações para os colaboradores da mantenedora buscando a

5.000

Município de Centenário do Sul, no Parque Estadual do Ibicatu/PR

a coleta seletiva e, consequentemente, a preservação do

2016

5.000

Município de Taubaté, na Fazenda Santa Helena/SP

2017

3.000

Município de Reginópolis, no Reservatório de Promissão/SP

Total

33.000

2014

2015

Tabela VIII. Plantio de mudas

Campanha Uso Consciente

Desde 2010, o Instituto Bancorbrás desenvolve

conscientização desse público sobre o consumo consciente, meio ambiente.

Em 2017, foram realizadas três visitas à cooperativa

Recicle a Vida, com oito colaboradores em cada, e três Blitz do Uso Consciente, na qual cerca de 500 funcionários da Bancorbrás receberam orientações sobre a importância da separação correta dos resíduos. O Instituto Bancorbrás

O projeto consiste na doação de mudas de espécies

ressaltou que a política dos 3R’s (reduzir, reciclar e reutilizar)

nativas da Mata Atlântica e do cerrado para compensar parte

deve ser praticada por todos. Por isso, trocou pelas

das emissões de CO² na atmosfera. De acordo com o cálculo

dependências da Empresa os adesivos dos banheiros e

desenvolvido pelo Laboratório de Estudos e Pesquisa em

bebedouros.

Artes e Ciências – LEPAC da UNICAMP, a quantidade de árvores plantadas, desde 2011, no JBB e SOS Mata Atlântica, corresponde a seis mil toneladas de carbono compensadas no meio ambiente.

33


“A visita à Cooperativa Recicle a Vida nos deu a oportunidade ímpar de conhecermos o trabalho de coleta seletiva, fazendo-nos refletir sobre a importância do tratamento consciente e sustentável do lixo que produzimos no nosso dia a dia. O lixo, se descartado de maneira adequada, possibilita a geração de renda e sustento para muitas famílias, incrementando a economia, além da importante e vital preservação do meio ambiente. Visita legal. Nota 10 para o Instituto Bancorbrás”. Ricardo Figueiredo Nepomuceno, Gerente Executivo da

FOTO

área de Seguros da Bancorbrás.

De acordo com relatórios da cooperativa, nos dois

anos de parceria com o Instituto, foram arrecadadas 6 toneladas de resíduos recicláveis, o que demonstra um aumento no engajamento dos colaboradores à Campanha.

Blitz do BancorEco

34


ESPORTE ESPORTE


PROJETOS PROGRAMA ESPORTE E QUALIDADE DE VIDA

Acreditando no esporte como uma ferramenta de

desenvolvimento social, o Instituto Bancorbrás, por meio do Programa Esporte e Qualidade de Vida, incentiva a prática de atividades físicas por pessoas que residem em comunidades de baixa renda no Distrito Federal. Além disso, estimula a prática do esporte, por meio de apoio financeiro a jovens atletas.

Viver Bem

Em parceria com o Centro Presbiteriano de Idade e

Experiência – CPIE, na execução do projeto Viver Bem, o Instituto Bancorbrás pôde beneficiar idosos de Santa Maria, Guará e São Sebastião, todas regiões administrativas do Distrito Federal. Dentre as atividades desenvolvidas estão: hidroginástica, pilates, alongamento, terapia comunitária e introdução ao mundo digital. Foram atendidos, em média, 148 idosos com alimentação, materiais esportivos, transporte para o local onde são desenvolvidas as atividades, no próprio CPIE, além de ter apoiado vários eventos no decorrer do ano, em especial o Dia do Amor, com a participação dos voluntários do programa Eu Abraço Essa Causa.

De acordo com pesquisa realizada pelo CPIE, 74%

dos atendidos são analfabetos ou sequer concluíram o ensino fundamental. A maioria dos beneficiados são mulheres, cerca de 96%.

36


O objetivo do projeto é proporcionar uma melhora

na autoestima, além de contribuir para a saúde física e emocional dos participantes. Os beneficiados, em uma avaliação do ano de 2016, demonstraram a satisfação de participarem do Viver Bem, por se sentirem envolvidos, acolhidos e valorizados.

FOTO

Padrinhos do Esporte

Incentiva

atletas

profissionais

de

diversas

modalidades a permanecerem no esporte por meio de apoio para treinamento e para participação em competições. Em contrapartida, eles atuam como padrinhos de projetos sociais de cunho esportivo, acompanhando atividades realizadas em parceria com o Instituto Bancorbrás. Atualmente, Antônio Alves, de corrida de rua, Elianay Pereira, de marcha atlética, Glauber Silva, de natação e Pedro Maia, de jiu-jítsu, são os beneficiados. Beneficiados pelo Projeto Viver Bem

37


Antônio Alves

O time de padrinhos do esporte do Instituto

Bancorbrás está maior. O corredor de rua Antônio Alves, o Ceará, é o mais novo beneficiado pelo projeto. Em 25 de outubro de 2017, foi formalizado o apoio para o atleta na forma de concessão de passagens e hospedagem, além de auxílio financeiro para compra de uniforme, inscrições e uma bolsa mensal.

Em 2017, participou de duas competições: a XIX

Volta Internacional da Pampulha 18 km, em Belo Horizonte/

FOTO

MG, e a 93ª Corrida Internacional de São Silvestre 15 km, em São Paulo/SP.

O atleta mora em Planaltina/DF com a esposa e três

filhos. Veio para Brasília em 1993, em busca de melhores condições de vida. Desde 2004, trabalha como lavador e cuidador de carros no estacionamento da sede do Banco do Brasil, na Asa Norte/DF. Antes da parceria com o Instituto, o apoio para participar das competições partia de funcionários do Banco.

38


A atleta participou de três competições internacionais

e duas nacionais, destacando-se no USATF Race Walk – Hauppauge, Nova York, competindo com atletas de todo o

Elianay Pereira

mundo. Na ocasião, a atleta ficou na vice-liderança.

Mês

Competição

Local

Colocação

Março

Copa Brasil de Marcha Atlética

Bragança Paulista/SP

4ª colocada

Abril

Challege IAAF

Rio Maior/Portugal

15ª colocada

São Bernardo/SP

2ª colocada

Suzhou/China

8ª colocada por equipes

Hauppauge/NY

2ª colocada

Junho Setembro Outubro

Troféu Brasil de Atletismo Circuito Internacional da China USATF 30 km Race Walk

Tabela IX. Competições da atleta Elianay Pereira.

Em 2018, o maior objetivo da atleta é a obtenção do

índice para o campeonato mundial de atletismo e participar de quatro competições internacionais, sendo o sulamericano de Marcha Atlética em Sucua, no Equador; a Copa do Mundo de Taicang, na China; o Challenge em La Coruna, da Espanha e da etapa final, na China. “Quero bater o recorde brasileiro nos 50 km e ser a primeira do ranking neste ano”. Elianay Pereira.

39


O nadador participou de cinco competições em

2017, sendo três nacionais e duas internacionais. O atleta mudou de treinador e intensificou o ritmo dos treinos. Glauber encerrou o ano entre os dez melhores nadadores do Brasil nas provas de 50 e 100 metros borboleta, além de estar no top 30 mundial, também na categoria 50 metros

Glauber Silva

borboleta.

Mês

Competição

Local

Colocação

Março

Nacional Paraguayo

Assunção/Paraguai

Duas medalhas de prata e duas de bronze

Julho

Challege IAAF

Rio Maior/Portugal

15ª colocada

Outubro

Torneio Centro Oeste De Clubes

Campo Grande/MS

Três medalhas de ouro e uma de prata

Novembro

Jogos Abertos Do Interior

São Paulo/SP

Três medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze

Dezembro

Torneio Centro Oeste De Clubes

Campo Grande/MS

Três medalhas de ouro e uma de prata

Tabela X. Competições do atleta Glauber Silva

“A autoconfiança e a certeza em um bom trabalho vão fazer 2018 ser incrível, se Deus quiser a volta ao topo e a busca do índice panamericano e olímpico”. Glauber Silva

40


Pedro Maia

O jovem atleta de jiu-jítsu competiu durante todo o

ano. Foram quinze competições, 18 medalhas e um troféu, sendo 10 de ouro, 3 de prata e 5 de bronze. O maior desafio foi competir com atletas da categoria adulto, com mais experiência, em seu primeiro ano na faixa roxa. As principais conquistas foram lugar no pódio do Campeonato Europeu, do Grand Slam em Los Angeles nos Estados Unidos, o penta campeonato brasiliense e a conquista do troféu no desafio faixa roxa Centro-Oeste.

41


Mês

Competição

Local

Colocação

Janeiro

Europeu de Jiu-Jitsu

Lisboa/Portugal

3º colocado

Fevereiro

Brasiliense GI & NO GI

Brasília/DF

1º colocado

Março

Pan-Americano

Califórnia/EUA

Não obteve colocação no Pódio.

Abril

World Pro

Abu Dhabi /Emirados Árabes

Não obteve colocação no Pódio.

Maio

Brasileiro

Barueri/SP

Não obteve colocação no Pódio.

Junho

Rio Winter OPEN

Barra da Tijuca /RJ

2º colocado

Julho

São Paulo BJJ PRO

Barueri /SP

3º colocado

Agosto

Vitória OPEN GI & NO GI GP JK

Vitória/ES Brasília/ DF

1º colocado – 1º colocado 1º colocado + Troféu

Setembro

Brasília Pro GI & NO GI Grand Slam Los Angeles Aberto Guará

Brasília/DF Califórnia/EUA Brasília/ DF

1º colocado – 1º colocado 3º colocado 1º Peso & Absoluto

Outubro

Rio BJJ PRO

Barra da Tijuca/ RJ

3º Peso & Absoluto

Novembro

Sul-Americano

Barueri/SP

Não obteve colocação no Pódio.

Dezembro

Brasília OPEN GI & NO GI

Brasília/ DF

1º colocado – 1º colocado

Janeiro

Europeu de Jiu-Jitsu

Lisboa/Portugal

3º colocado

Tabela X. Competições do atleta Pedro Maia

Para o ano de 2018, Pedro pretende participar das principais competições nacionais e

internacionais e conquistar um lugar no pódio. “Acredito que com uma boa preparação poderei trazer bons resultados. Todas essas conquistas foram possíveis graças ao

42

apoio do Instituto Bancorbrás”. Pedro Maia


APOIO APOIO AA INICIATIVAS INICIATIVAS

SOCIOAMBIENTAIS SOCIOAMBIENTAIS 43


FÓRUM INTERAMERICANO DE FILANTROPIA ESTRATÉGICA – FIFE

Realizado entre os dias 4 e 7 de abril de 2017, em Foz

do Iguaçu - PR, o evento contou com a participação de

FOTO

cerca de 700 pessoas de organizações do terceiro setor. A iniciativa do Instituto Filantropia tem como objetivo reunir temas variados voltados à gestão do setor. Em 2017, foram 100 atividades que abordaram temas voltados à legislação, contabilidade, administração,

captação

de

recursos

recursos, humanos,

comunicação, voluntariado,

sustentabilidade, tecnologia, entre outros. Além de apoiar o evento financeiramente, o Instituto Bancorbrás também participou das atividades por meio dos colaboradores Alessandra Amaral, Claudio Alves, Danyelle do Amaral, Suelen Pereira e Tiago Queiroz.

44

Colaboradores do Instituto Bancorbrás no FIFE.


TOP CUFA DF

Trata-se de um projeto que, por meio do

empoderamento e valorização da estética feminina e do combate de toda forma de preconceito, busca oportunizar a realização do sonho de jovens que vivem em regiões de vulnerabilidade social do Distrito Federal, o de brilhar no mundo da moda.

O Instituto Bancorbrás foi um dos apoiadores da

iniciativa que teve início em abril e término em julho. Foram quatro fases de seleção, com mais de 200 candidatas, moradoras da periferia. O evento é promovido pela Central Única das Favelas – CUFA.

As

ganhadoras

tiveram

a

oportunidade

de

participação em um evento de moda, em São Paulo, mais um workshop em uma grande agência de modelos. Além disso, elas ganharam um curso de modelo oferecido pela Agência Scouting; um kit de produtos do Salão Cachos Brasil; um curso de costura e modelagem oferecido pela “Costuras e Vinil”; e, também, acesso às fotos que foram

Participantes do Concurso Top Cufa DF.

produzidas durante a seleção.

45


FEIRA JOVEM PROTAGONISTA – FIJE

O

Congresso

Ibero-americano

de

CORRIDA SOLIDÁRIA DA CEILÂNDIA Jovens

Empresários foi realizado entre os dias 8 a 10 de setembro

Organizada pelo Instituto Crê-Ser Tecnologia e

de 2017, no JK Shopping, em Taguatinga, no Distrito Federal.

Educação, instituição que tem como objetivo oferecer bem-estar social por meio de projetos de esporte, cultura e

Foi uma feira com atividades presenciais em quatro

lazer para crianças e adolescentes de Ceilândia/DF, a corrida

países: Brasil, Chile, Espanha e Portugal, para que os

teve como intensão, além de fortalecer o esporte na

parceiros do projeto Jovem Protagonista oferecessem

comunidade, beneficiar instituições sociais com a doação

estágios, empregos, capital inicial para a montagem de

de cerca de 1,5 tonelada de alimentos não perecíveis, que

novos negócios/startups e mentorias para jovens em

foram arrecadados na inscrição da corrida. O evento foi

situação de risco e vulnerabilidade social. O propósito foi

realizado dia 30 de julho de 2017 e contou com a participação

oferecer oportunidades no mercado de trabalho e a

de uma média de mil pessoas.

capacitação profissional para jovens entre 16 e 29 anos.

46


TAÇA DAS FAVELAS

Organizado pela Central Única das Favelas – CUFA,

o Taça das Favelas é considerado um dos maiores torneios de futebol de campo entre favelas do mundo. Ao todo, mais de 100 mil jovens participaram da competição, que tem início nas peneiras internas nas comunidades até a grande final. A competição teve a abertura em junho e a grande final foi em agosto de 2017.

A competição teve o objetivo de contribuir para a

promoção da inclusão social por meio do esporte, influenciando positivamente a realidade de crianças e jovens brasileiros. Uma oportunidade de promover a integração das comunidades, a ressignificação do território e o fortalecimento da autoestima da juventude das favelas.

Participantes do campeonato Taça das Favelas - DF.

47


MCDIA FELIZ

Promovido no dia 26 de agosto de

2017, o McDia Feliz contou, mais uma vez, com o apoio do Instituto.

A campanha

nacional empreendida pelo Instituto Ronald McDonald tem o objetivo de contribuir para a melhoria na qualidade de vida de crianças com câncer e de suas famílias. O Instituto é um dos padrinhos da campanha e ainda comprou antecipadamente os tíquetes para serem distribuídos aos beneficiados pelos projetos Educar Para a Vida, Notas e Canções, Entrando na Roda, Bolsa Universitária e Voluntários

Bancorbrás.

A

instituição

beneficiada em Brasília/DF foi, mais um ano, a Abrace.

48

Evento de abertura do MC Dia Feliz.


EXPEDIÇÃO AMAZÔNIA

Entre os dias 3 e 12 de setembro de 2017, 12 pessoas

de diferentes estados do Brasil dedicaram-se ao máximo para a construção do viveiro de mudas do Centro

mobilizadora do grupo de voluntários da expedição.

O objetivo da expedição foi propiciar impacto social

positivo nas comunidades da RESEX por meio do turismo de voluntariado, oferecendo aos turistas, além da oportunidade de desenvolver uma atividade voluntária, o contato direto com os comunitários, possibilitando a experiência da cultural local.

Experimental Floresta Ativa – CEFA, na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns – RESEX, na Floresta Amazônia, em Santarém/PA. A iniciativa partiu da Iris Social em parceria com o Projeto Saúde e Alegria, atuante na RESEX há 30 anos.

A construção do viveiro com capacidade para 150

mil mudas, que beneficiará as 74 comunidades ribeirinhas e indígenas da RESEX, teve o apoio do Instituto Bancorbrás com recurso financeiro e com a participação de uma colaboradora na atividade. “Finalizamos a nossa maior missão bem a tempo, no último dia de trabalho! Muito suor, muitos dias de dedicação e aprendizagem, testando os nossos limites, mas o viveiro foi concluído com muito sucesso e não poderíamos estar mais felizes. Muito obrigada a todos que contribuíram para essa missão, especialmente a todos os

Participantes da Expedição Amazônia.

voluntários e ao Instituto Bancorbrás pelo apoio! Que venham muitos desafios como esse!” Natalia Teichmann, fundadora da Iris Social e

49


PROJETO KALUNGA LITRO DE LUZ

A ação nacional na maior comunidade quilombola

do Brasil, os Kalungas, localizada na região da Chapada dos Veadeiros/GO, foi realizada entre os dias 3 e 10 de setembro de 2017. Com a participação de mais de 30 voluntários de todo o país trabalhando juntos para trazer luz para mais de 600 pessoas. Foram instalados 57 postes e mais de 80 lampiões.

O Litro de Luz leva energia elétrica até comunidades

locais que não possuem acesso ou que vivem sem luz em suas casas. É utilizada uma tecnologia simples, econômica e ecologicamente

sustentável,

composta

por

garrafas

plásticas, painéis solares e lâmpadas LED. Utilizam a metodologia de Desenvolvimento Social que permite mapear comunidades, entender necessidades, capacitar moradores e mobilizar voluntários para as ações.

50

Voluntários do Projeto Kalunga.


SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SNCT

EVENTO REDE ENTRE NÓS

A Rede Entre Nós realizou, no dia 11 de dezembro

de 2017, em Brasília-DF, com o apoio do Instituto Bancorbrás

Realizada entre os dias 23 e 29 de outubro de 2017,

a palestra Captação com o apoio do Instituto Bancorbrás a

em Brasília-DF, a SNCT contou com a presença de uma

palestra Captação de Recursos através de Leis de Incentivo,

média de 100 mil pessoas. O evento tem o objetivo de

ministrada

popularizar a ciência e a tecnologia na sociedade brasileira e

contabilidade para o Terceiro Setor. O evento contou com a

reforçar a importância da matemática para o aprendizado,

participação de instituições parceiras nos projeto do

além de proporcionar conhecimento extracurricular. O

Instituto.

por

Nailton

Cazumbá,

especialista

em

apoio do Instituto foi na aquisição de brindes para serem distribuídos aos participantes.

51


FORMATURA INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA - IFB

O IFB promove vários eventos direcionados a alunos

e públicos sociais, um deles é o Projeto de Cerimônia de Formatura para estudantes da rede pública do Distrito Federal. O projeto tem o apoio da Secretaria de Educação do Distrito Federal que indicou a Escola Classe Rural Aspalha, do núcleo rural Vale do Palha, no Lago Norte, para ser beneficiada. O IFB solicitou o apoio do Instituto Bancorbrás na contratação de buffet para a formatura. A cerimônia foi realizada em dezembro de 2017 e contou com a participação de 250 pessoas.

52

Formandos da Escola Classe Rural Aspalha.


DEZEMBRO VERMELHO – TROFÉU SOLIDARIEDADE

Promovido pela ONG Amigos da Vida, o Troféu

Solidariedade foi realizado no dia 1ª de dezembro de 2017, onde foi lançado o aplicativo HIVE de relacionamentos para a comunidade soropositiva e o vídeo da campanha de combate e prevenção do HIV/AIDS para 2018. O Instituto Bancorbrás apoiou o evento por meio da disponibilização de passagens aéreas para uma das homenageadas e palestrantes do Troféu, a estilista e modelo transexual brasileira Leandra Medeiros Cerezo, Lea T.

Homenageados no Troféu Solidariedade

53


REESTRUTURAÇÃO E M U D A N Ç A S PA R A 2018

O Instituto Bancorbrás tem credibilidade certificada. Com registros do Conselho dos Direitos da Criança e do

Adolescente – CDCA e do Ministério Público como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, desenvolve com idoneidade programas e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável e para o fortalecimento da comunidade em situação de vulnerabilidade social.

Em 2017, foi realizado um trabalho de redirecionamento institucional, no qual foi identificada a causa do

Instituto, a promoção do protagonismo de indivíduos e instituições. Com o trabalho de reflexão sobre a essência dos projetos, foi proposta a inclusão da causa na missão do Instituto.

Em 2018, o Instituto completará 10 anos de existência. Trata-se de uma excelente oportunidade de reavaliar

a atuação durante esse período, o real impacto na vida dos beneficiados e apresentar mudanças para o aprimoramento das ações e projetos, buscando sempre a excelência e o desenvolvimento sustentável.


Expediente: Nº 3 – ano 2017

PRESIDENTE DAS EMPRESAS BANCORBRÁS

PEDAGOGA

Alfredo Leopoldo Albano

Alessandra Amaral

ASSOCIAÇÃO BANCORBRÁS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL – INSTITUTO

ASSISTENTE SOCIAL Núbia Carrijo ASSESSORAS Danyelle Amaral

BANCORBRÁS

Leandra Santos

DIRETOR EXECUTIVO

ASSISTENTES TÉCNICOS

Elimário Araújo Santos

Caroline Rodrigues

VICE-DIRETOR EXECUTIVO

Claudio Junior

Jorge Tomio Guiyotoku

AUXILIARES ADMINISTRATIVOS

COORDENADORA Roberta Abreu

Suelen Pereira Tiago Queiroz


Entre em contato TURISMO CLUBE DE TURISMO BANCORBRÁS CENTRAIS DE ATENDIMENTO Capitais e regiões metropolitanas: 3004 1516. Demais localidades: 0800 814 1516. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 20h, e sábado, das 8h às 14h. SUPORTE À HOSPEDAGEM Apoio ao cliente com problemas durante a hospedagem. Nacional: 0800 814 2250. Internacional: 55 (61) 3314 1227*. E-mail: suporte.hospedagem@bancorbras.com.br Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 20h, e sábados e feriados, das 8h às 15h. ATENDIMENTO AO HOTELEIRO E-mail: comercial.hoteis@bancorbras.com.br Tel.: (61) 3314 7490. Fax: (61) 3325 2760/(61) 3323 5019. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30. AGÊNCIA DE VIAGENS BANCORBRÁS Pacotes turísticos, passagens aéreas, locação de automóveis, traslados, cruzeiros marítimos e fluviais. Consulte-nos. Capitais e regiões metropolitanas: 3004 9912. Demais localidades: 0800 729 9912. Belo Horizonte/MG: Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 9h às 12h. Brasília/DF: Setor Comercial Sul – Ed.Brasal II. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 18h, e sábado, das 9h às 12h. Pátio Brasil Shopping – Atendimento: 2ª a sábado, das 10h às 22h. Goiânia/GO: Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 8h30 às 12h30. João Pessoa/PB: Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30, e sábado, das 8h às 12h. Porto Alegre/RS: Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 18h. Ribeirão Preto/SP: Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30. E-mail: agencia.bancorbras@bancorbras.com.br CONSÓRCIO CENTRAL DE RELACIONAMENTO Tel.: 0800 726 8484. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h. E-mail: consorcio@bancorbras.com.br VENDAS Anápolis/GO: Tel.: (62) 3703 4999.

Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 8h às 12h. Belo Horizonte/MG: Tel.: (31) 4009 3400. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 9h às 12h. Brasília/DF: Tel.: (61) 3223 6000. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 8h às 12h. Fortaleza/CE: Tel.: (85) 3304 6999. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30. Goiânia/GO: Tel.: (62) 4009 6000. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 8h30 às 12h30. João Pessoa/PB: Tel.: (83) 2108 3000. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30, e sábado, das 8h às 12h. Taguatinga/DF: Tel.: (61) 2103 9990. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h, e sábado, das 8h às 12h. SEGURO Tel.: 0800 7070 020. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h. E-mail: seguros@bancorbras.com.br INSTITUTO BANCORBRÁS Tel.: (61) 3314 7338/7049. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30. E-mail: instituto@bancorbras.com.br Site: institutobancorbras.org.br SETOR DE RELACIONAMENTO COM INVESTIDORES (ACIONISTAS) Tel.: (61) 3314 7036. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 17h30. E-mail: bep@bancorbras.com.br SETOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Sugestões, dúvidas e reclamações. Tel.: 0800 61 2255. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 20h, e sábado, das 8h às 14h. E-mail: sac@bancorbras.com.br OUVIDORIA Denúncias, críticas e reclamações**. Tel.: 0800 814 2252. Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. E-mail: ouvidoria@bancorbras.com.br FILIAIS Anápolis/GO: (62) 3703 4999. Belo Horizonte/MG: (31) 4009 3400. Fortaleza/CE: (85) 3304 6999. Goiânia/GO: (62) 4009 6000. João Pessoa/PB: (83) 2108 3000. Porto Alegre/RS: (51) 2108 0750. Ribeirão Preto/SP: (16) 3238 7272. Rio de Janeiro/RJ: (21) 2557 0655. São Paulo/SP: (11) 3371 6700. REPRESENTANTES E AGÊNCIAS CREDENCIADAS*** CENTRO-OESTE Distrito Federal RM Representações RC Brasília: Tel.: (61) 3033 2875. Star Representações e Serviços Brasília: Tel.: (61) 3225 5920. Goiás Bancor Rézio Representações CT

Caldas Novas: Tel.: (64) 3453 7084. Mato Grosso Centro-Oeste Tur Viagens e Turismo AC. Cuiabá: Tel.: (65) 3023 2001. NORDESTE Ceará DELPA Representações AC. Juazeiro do Norte: Tel.: (88) 8845 1695. Maranhão Unibens CT. São Luís: Tel.: (98) 3311 4040. Paraíba Sevynor – Representações e Serviços CT. João Pessoa: Tel.: (83) 3244 2632. Pernambuco Sobrinho e Santos CT. Recife: Tel.: (81) 3074 4248. Rio Grande do Norte. Aquarela Brasil AC. Mossoró: Tel.: (84) 9924 4000. NORTE Pará Gmani CT Belém: Tel.: (91) 3228 1000. SUDESTE Minas Gerais Affinity Master RT. Uberlândia: Tel.: (34) 3228 3400. CENM – Serviços e Soluções RT. Guanhães: Tel.: (33) 3421 1007. KRM Empreendimentos Imobiliários CT. Belo Horizonte: Tel.: (31) 2127 0775. Isa Tour Adventure AC. Formiga: Tel.: (37) 3321 2425. Talentus Turismo AC. Ipatinga: Tel.: (31) 3825 1339. Virtual Turismo AC. Caratinga: Tel.: (33) 3321 0097. AC Agência Credenciada ao Clube de Turismo Bancorbrás. RC Representante de Consórcio RT. Representante do Clube de Turismo Bancorbrás. CT Representante de Consórcio e do Clube de Turismo Bancorbrás. *Caso seja necessário, as ligações internacionais poderão ser feitas a cobrar. **Neste caso, será necessário o protocolo de atendimento fornecido pelo SAC ou pela Central de Relacionamento da Bancorbrás Administradora de Consórcios. ***Essa relação de representantes e agências credenciadas poderá sofrer alterações sem prévio aviso.


institutobancorbras.org.br SCS, Qd. 04, Bloco A, nº 230, Ed. Israel Pinheiro, 5° andar – Brasília/DF – CEP 70304-914

Relatório de Atividades do Instituto Bancorbrás 2017  

Temos orgulho de compartilhar com você p nosso Relatório de Atividades de 2017. Conheça as ações empreendidas e apoie as transformações soci...

Relatório de Atividades do Instituto Bancorbrás 2017  

Temos orgulho de compartilhar com você p nosso Relatório de Atividades de 2017. Conheça as ações empreendidas e apoie as transformações soci...

Advertisement