Page 16

16

lazer folha da rua larga

setembro – outubro de 2013

dicas da cidade Renovação nos Filhos de Talma Emílson Ramos, presidente da Sociedade Dramática Particular Filhos de Talma, informa que a entidade está sofrendo reforma emergencial, conforme prometido pela prefeitura do Rio, mas ainda não tem data para a reabertura. Ele lembra que a Sociedade foi fundada por um grupo de portugueses em homenagem ao dramaturgo francês François-Joseph Talma, que mudou a forma de vestir nos palcos da Europa. Esporte e Cultura no Galpão Gamboa O Instituto Galpão Gamboa oferece cursos de muay thai, kickboxing, jiu jitsu, judô, yoga, teatro, canto e dança gratuitos para moradores da região. A entidade, dirigida por Marco Nanini e Fernando Libonati, está sempre com programação cultural intensa. Confira no site: galpaogamboa.com.br. Jongo no Centro Cultural Justiça Federal Utilizando percussão, dança coletiva, canto e improvisações poéticas, o Jongo é uma conjugação da dança profana com componentes de religiosidade oriundos dos ancestrais negros. O Grupo Cultural Jongo da Serrinha, com um espetáculo intimista e festivo, lança seu mais novo CD, Vida ao Jongo, nos dias 19 e 20 de outubro, às 19h, no Centro Cultural Justiça Federal, da redação na Cinelândia. redacao@folhadarualarga.com.br

Pioneirismo na transformação do Centro do Rio Exposição traz curiosidades sobre origem e trajetória de Pereira Passos Divulgação

Francisco Pereira Passos, uma das figuras públicas mais emblemáticas que o Rio já teve, é tema da exposição Pereira Passos – Cidadão de São João Marcos, no Centro Cultural Light. Prefeito da cidade entre 1903 a 1906, ele esteve à frente de projetos como a estrada de ferro do Corcovado, a reconstrução do Palácio Monroe, o Obelisco na Avenida Central, a Avenida Atlântica, o túnel do Leme, com acesso para Copacabana, o mercado Municipal na Praça XV e a Escola Nacional de Belas Artes. Para Luís Felipe Younes do Amaral, analista de Comunicação da Light, “falar de Pereira Passos é trazer à tona a história de um homem que impulsio-

A fotografia de Augusto Malta mostra Bernardelli esculpindo o busto de Pereira Passos

nou o Rio de janeiro ao desenho de uma verdadeira metrópole, digna desse título e comparável a outras grandes cidades da Europa”. Para ele, as mudanças pelas quais passa o Porto hoje tornam tal referência ainda mais forte e oportuna.

A exposição conta detalhes pouco conhecidos da trajetória da vida de Pereira Passos, que vão além de sua passagem pela prefeitura do Rio, como a origem de sua família, na cidade de São João Marcos, suas viagens à Europa e alguns de seus escritos. Na exposição, que conta com textos assinados por Aloyzio Clemente Breves Beiler, o público poderá conferir ainda detalhes de importantes trabalhos ligados às ferrovias no país, como a Ferrovia Santos– Jundiaí, inaugurada em 1867, a Ferrovia Bagé– Uruguaiana, de 1869, e a viagem à Europa em companhia do Barão de Mauá, para tratar do capital envolvido na construção da Estrada de Ferro São Paulo Railway.

A exposição Pereira Passos – Cidadão de São João Marcos conta ainda com elementos interativos como um mapa do Rio de Janeiro à época das reformas. Ele estará à disposição do público para ser preenchido com ímãs contendo imagens de lugares que passaram por transformações durante a gestão de Passos, como o Largo do Machado e a Avenida Central. Iniciativa do Instituto Light, realizada pelo Instituto Cultural Cidade Viva, a exposição ficará em cartaz até o dia 24 de outubro.

da redação redacao@folhadarualarga.com.br

Folha da Rua Larga Ed.41  

Jornal de circulação gratuita no Centro do Rio e Zona Portuária.