__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


Lo na Fla tB an


Bo ar d Fo an

11 98754-0107 11 3589-6557 brasil@arclad.com www.arclad.com @ARclad_SA


Sumário

28

O INUSITADO MUNDO DA IMPRESSÃO EM TECIDOS

Uma matéria que vai abrir novos horizontes para você que está buscando inovar em sua empresa. Saiba tudo sobre os processos, equipamentos e nichos de mercado que se abrem com esta oportunidade.

06

editorial e EXPEDIENTE

08

ARTIGO

5 passos para atrair clientes do mercado de comunicação visual através do facebook

10

ARTIGO CHRISTIAN BARBOSA

13

GF NEWS

EFI participa da 1ª Semana Inova Klabin

14

GF CENTRO DE CAPACITAÇÃO

Tudo sobre a importância da profissionalização no mercado de comunicação visual

17

GF INTEGRA

26

GF Show

Porque ideias e inovações são incríveis

39

CANTINHO DA PRODUÇÃO

Novidade no centro de capacitação da gf

40

20

Segunda avaliação sobre o desafio de vinis da gf

artigo bruno costa

21

GF news

Imprimax brinda sucesso de sua linha fantástica de lançamentos

22

COBERTURA FEIRA SIGN Confira as principais novidades

DESAFIO DE MARCAS

42

ARTIGO MARCELO CHAGAS

44

GF NEWS

Um olhar de quem conhece a inovação pelo mundo!


COMUNICAÇÃO VISUAL NA ANTALIS

LINHA COMPLETA DE COMUNICAÇÃO VISUAL Lona

INSUMOS GRÁFICOS

Vinil PAPÉIS

COMUNICAÇÃO VISUAL INSUMOS PARA EMBALAGENS

Lançamento Antalis

Tecido

UV Látex Solv. Eco-Solv. Sublimação

Backlite Filme PVC Expandido Foam Board Roll Up Papel com Qualidade Fotográfica

Já conhece nosso site?

antalis.com.br Portfólio completo de insumos para sua empresa, solicite seu login para compras online.

(11) 4617 - 8600 falecom@antalisbrasil.com.br

facebook.com/antalisbrasil instagram.com/antalisbrasil


EDITORIAL

Expediente Julho/Agosto 2017 | Ano 11 – nº 122 Editora/Diretora Luciana Cristina Andrade editora@grandesformatos.com

Quem ama o que faz vive entre os melhores amigos!

jornalista Andressa Fonseca MTB 9186/PR faleconosco@grandesformatos.com

Atendimento ao leitor +55 (41) 3023-4979

Queridos leitores Me perdoem os ateus, mas Graças a Deus nosso mercado parece estar de volta! Participando das feiras, conversando muito com leitores e fornecedores podemos concluir que existe sim a “luz no final do túnel”, ou até arrisco “o arco íris após a tempestade”! Ainda não temos instabilidade econômica neste pais que nos de tranquilidade, pelo contrário, porém acredito que as pessoas pararam de chorar e sofrer para ir atrás de “fazer acontecer”. RESILIENCIA. Adjetivo chave que, ao meu ver, define o empresário brasileiro (principalmente da comunicação visual!). Ao se verem em apuros dificilmente se entregaram, largaram suas empresas, na verdade, eu mesma vi muitos querendo, ouvi apelos de pedido de ajuda para venda, mas não se efetivaram, e sabe o que mais? Arregaçaram as mangas e hoje estão a todo vapor! Como? A motivação vem de dentro. Acontece quando entram nas empresas e olham seus funcionários que dependem daquele emprego, quando olham para trás e veem tudo que já construíram, quando falam com um cliente antigo e são elogiados, quando entram em um shopping e olham seus trabalhos expostos. Na verdade, tudo isto é o que o dinheiro não paga. Uma breve reflexão: um cliente que está satisfeito com as soluções que VOCÊ ajudou a criar, que conseguiu expandir suas lojas com esta solução, que aumentou seu Market share. Ao tomar um café com ele, te agradece. O que vale mais? Compraria com qual valor esta percepção de capacidade de fazer melhor para o seu próximo? Será que sua empresa está focada mesmo em lucros? Ou são a consequência do seu propósito? Arrisco dizer que a maioria dos empresários está mais focada no seu propósito! Que bom! Sinal de que agora bastam os investimentos em publicidade serem mais efetivos e “boom”, empresas crescendo novamente, e melhor...enxutas. Afinal a crise serviu para enxugar tudo, aparar arestas do desnecessário e então qual a consequência? Maior lucratividade! Vamos torcer para nosso governo nos ajudar, pedir a Deus que arrume esta bagunça! Enquanto GF estamos lançando iniciativas bem bacanas, que gostaria de ter o aval de vocês: GF SHOW – um quizz sobre o mercado de comunicação visual como um programa de auditório! Acontecerá dia 6 de outubro na feira Signs Nordeste em Fortaleza, inscreva sua dupla e estudem muito! Será um show de prêmios! www.grandesformatos.com GF Integra - onde cada anunciante proporcionará que uma pessoa da comunidade carente seja treinada gratuitamente no GF Profissional e vamos ajudar a recolocação! Vamos fazer nossa parte. Caso queira conversar sobre o projeto estou à disposição! Um grande abraço

Luciana Andrade Editora editora@grandesformatos.com 6

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

Atendimento e Cursos Antonio Escobar capacitacao@grandesformatos.com

Anúncios atendimento@grandesformatos.com editora@grandesformatos.com

Projeto e desenvolvimento gráfico Malorgio Studio welcome@malorgiostudio.com

To dos os direitos reservad os . A reprodução total ou parcial deste material é permitida mediante autorização prévia expressa pela GF Editoração Ltda e desde que tenha citada a fonte. O conteúdo dos artigos é de responsabilidade dos autores, não expressando necessariamente a opinião da revista. Os informes técnicos são de caráter informativo, não são comercializados e a revista é imparcial, não prevalecendo nenhum fabricante em detrimento de outro. Os anúncios são de total responsabilidade dos anunciantes. Visite nosso portal www.grandesformatos.com


artigo

5

passos

para atrair clientes do mercado de comunicação visual através do Facebook Por Andressa Fonseca Hoje começamos a nossa série “5 passos”. Ela estará focada em te ensinar passos simples para melhorar a sua interação com os seus clientes, nos mais diversos meios de comunicação. Escolhi começar pelo Facebook, pois frequentemente recebo dúvidas de empresários, de como usar essa ferramenta social e gratuita, para atrair mais clientes. Confesso que transformar em 5 passos não será a tarefa mais fácil, pois o Facebook é muito mais que curtir, comentar e compartilhar. Mas vamos lá.

1

Curtidas e curtidores não são a mesma coisa que clientes. Pare de perseguir um número alto de curtidas em sua página. Preocupe-se com a qualidade. Tenha em mente, que você precisa ter em sua fanpage, pessoas que interajam, que conheçam a sua marca, e que estejam ali porque realmente querem ter mais informações sobre você, sua marca, seus produtos e/ou serviços. Preocupe- se com o conteúdo dos seus posts e não somente com a quantidade de posts por dia.

2

Antes de postar, faça um planejamento de conteúdo. “Não queime cartuchos”, não desperdice sua audiência com conteúdo irrelevante. Já que é para postar, o faça com inteligência. Pense no seu público alvo, o que pode ser interessante para ele. Pense

8

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

nele como uma pessoa. O que ele gosta de ler? O que ele gosta de fazer? O que ele precisa? Para daí então oferecer a solução! Mas cuidado. Facebook não é catálogo de vendas. Não exponha o serviço apenas com produto e preço. Gere valor a sua marca, use a criatividade. O público do facebook não gosta de ver “anúncios de jornal”, por isto ele já está navegando na internet. Use a linguagem dele.

3

Cuidado com a foto. Ela deve comunicar mais que o próprio texto. Usuários gostam de interagir com fotos reais, que gerem empatia. Fuja dos bancos de imagens, mais uma vez sua criatividade deve ser colocada em prática. E lembre-se que foto deve ter o mínimo de texto possível.

comentário com agilidade e educação. Espero que estas cinco dicas possam te ajudar. Lembrando que o Facebook é apenas uma das ferramentas digitais que temos à mão para melhorar a comunicação com os nossos clientes. Sempre sugiro aos meus clientes, que façam um plano de comunicação completo, pois os meios de comunicação devem ser complementares uns aos outros e construir uma mensagem, não apenas comunicar as mesmas coisas. Em outras palavras, não basta apenas veicular um anúncio em diversos canais: é preciso veicular um anúncio que estimule, por exemplo, o acesso à um outro canal para que o público continue a interagir com a campanha definida. Você pode ter o melhor produto, o melhor serviço, a melhor marca, a melhor empresa. Mas do que adianta tudo isso, se ninguém ficar sabendo? Se você tem interesse em saber mais sobre como um plano de comunicação pode te ajudar, entre em contato comigo, terei o maior prazer em indicar as ações para que sua empresa tenha destaque. Envie um email para faleconosco@ grandesformatos.com E aguarde os próximos artigos “5 passos”

4

Vai postar um link para seu site? Use um encurtador de links, isso vai te ajudar a te posicionar melhor nas buscas, e analisar melhor o comportamento do seu cliente. E claro, se vai direcioná-lo para um site, lembre-se de colocar informações importantes lá, senão ele nunca mais volta. Nem para o site, e nem para o Facebook.

5

Tem comentários em seu post? Interaja. Responda, este é o momento de estreitar o relacionamento e converter o usuário em cliente. Chame inbox se for necessário falar sobre valores e condições, mas sempre responda o seu

Andressa Fonseca é Jornalista, especialista em mídias sociais, com experiência em redação, produção de conteúdo e assessoria de imprensa. Atua como Jornalista Responsável na Revista Grandes Formatos.


ACABAMENTO DIGITAL SIMPLIFICADO

Kongsberg C64 (área de trabalho de 3,20mx3,20m) com alimentador automático de material

Tenha controle total de sua operação de

produtividade e flexibilidade que você precisa,

comunicação visual e, ao mesmo tempo,

além de inteligência para conectar o seu fluxo

aumente os seus lucros. A solução de

de trabalho de grandes formatos.

acabamento digital Esko conta com a nova

Esko: Acabamento Digital Simplificado.

mesa de corte Kongsberg, que entrega toda a www.esko.com

Info.la@esko.com


artigo

Os 5 erros básicos que estão engolindo o seu tempo. Às vezes você tem a sensação de que o seu tempo está indo pelo ralo? Por Christian Barbosa Muitas pessoas que eu conheço se sentem assim… parece que estão sempre sobrecarregadas pelas demandas da vida. Elas estão ficando cada vez mais ocupadas e deixando seus sonhos de lado. É muito comum encontrar este tipo de pensamento: Assim que eu conseguir um novo emprego, vou ter algum tempo para respirar; Assim que os meus filhos crescerem, vou ter algum tempo para mim; Assim que eu terminar este trabalho atual, vou poder dedicar tempo para um projeto pessoal. Mas o tempo passa. Novas demandas aparecem. E, logo, uma situação aparentemente passageira vai se tornando permanente. Você já parou para pensar em como a vida é curta?

10

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

Eu sempre digo que tempo é a coisa mais importante da vida! Por isso, neste artigo vou comentar sobre 5 erros básicos que estão engolindo o seu tempo e como você pode mudar a forma de lidar com isso, hoje mesmo, através de pequenas mudanças de atitude. Vamos lá?

1

Achar que não tem tempo

Começamos a semana com 168 horas, mas nunca parece o suficiente, não é mesmo? Trabalho, família, religião, exercícios, lazer… como podemos dar conta de tudo isso? A verdade é que a grande maioria das pessoas se queixa de não ter tempo suficiente. Porém, se você se identificou com isso, eu tenho uma notícia importante: você está se concentrando na coisa errada! O problema não é que temos

pouco tempo para viver, mas que desperdiçamos muito tempo fazendo as coisas erradas. “A mais lamentável de todas as perdas é a perda do tempo.” – Philip Chesterfield Tudo é uma questão de percepção em nosso cérebro. Se você fica alardeando para todo mundo que está correndo, que não tem tempo ou que vive estressado, esse será seu padrão de realidade. Se você quer começar a ter mais tempo, primeiro mude a forma como expressa isso no seu dia a dia. Você perceberá que, na verdade, você tem tempo sim. Só que às vezes não enxerga isso, porque acaba se bloqueando. Experimente, durante os próximos dez dias, mudar o discurso e observar com mais propriedade os momentos que tem para você.


2

Não ter tempo para você

Se eu estou dizendo que não tenho tempo pra nada, como posso ter tempo para mim mesmo? Essa é a questão. Se você não se coloca na agenda, o que vai acontecer é que sua energia, sua disposição, sua motivação serão drenadas e com isso, você terá menos foco, produtividade e concentração para executar suas atividades. Quando estiver mais esgotado, mais cheio de atividades é nesse momento que precisa acrescentar algo que só você pode fazer por você: um esporte, um hobby, uma meditação, um filme etc. Aqui vai uma dica importante para você conseguir fazer isso: marque uma reunião com você mesmo.

3

Excesso de planejamento

Quem planeja demais acaba perdendo a flexibilidade, a espontaneidade, a liberdade… e o tempo! Eu sou totalmente favorável a fazer planejamento, desenvolver metas e ter uma visão de longo prazo, mas não é necessário ter uma visão tão precisa na qual você planeja os mínimos detalhes. Uma vez eu conheci um cara que fazia o seu planejamento no excel e tinha planilha para planejar absolutamente tudo: tinha planilha pra corrida, para bike, para nutrição, planilha financeira, planilha para o tempo dele, planilha para as metas… cara, que loucura! Planejar é fundamental, essencial e é algo que você deve fazer constantemente. Porém, excesso de planejamento pode ser um jeito fantasioso de procrastinar. Um exemplo clássico pode ser observado quando a pessoa fica o dia inteiro em reuniões, mas havia planejado umas seis tarefas para fazer no mesmo dia. Em que horário ela irá fazer isso? Vai roubar tempo pessoal? Um dia ou outro, tudo bem. O problema é quando isso se torna um hábito. Planeje, mas com bastante consciência das suas capacidades de execução.

12

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

4

Negligenciar água e alimentação Será que você tem energia para fazer as coisas que precisam ser feitas? Falta de energia e cansaço podem reduzir a sua tolerância ao estresse, o seu foco, a sua imunidade e, por fim, o seu engajamento. Nos últimos anos, devido ao livro “Equilíbrio e Resultado” e algumas pesquisas que estou participando, descobri como coisas simples fazem a diferença para aumentar nossa produtividade. Tomar mais água ao longo do dia, por exemplo, ajuda na sua concentração, no seu foco e execução. A quantidade ideal, eu não posso dizer, cada um tem uma necessidade específica, afinal, até água em excesso faz mal. Outra questão é a alimentação. Aquela história de comer de três em três horas realmente é muito funcional, ajuda tanto quanto a água. Não acredite em mim, faça um teste: durante dez dias, deixe uma garrafa de água e algo saudável para que você possa comer ao longo do dia quando sentir fome ou que precisa de algum nutriente. Veja a diferença de ter esse bom hábito e de não tê-lo. Vale a pena agendar uma consulta com um nutricionista ou nutrólogo para definir uma vida mais equilibrada.

Sempre temos algum tempo que parece desperdiçado. Comece a observar esses momentos e encaixar algo produtivo neles.

Conclusão

É a mente que cria o seu tempo. A forma como você toma decisões, lida com problemas e escolhe prioridades pode liberar ou engolir o tempo que você tem. Chega de desculpas! O mundo está cheio delas, não seja mais um. Aproveite melhor o seu tempo começando por evitar os 5 erros que eu apresentei neste artigo. Um forte abraço e até a próxima!

5

Não aproveitar o tempo que parece inútil

O trânsito não está fácil em quase todas as cidades brasileiras. Temos também diversos momentos de espera em clientes, consultórios, filas etc. Enfim, temos um monte de tempo que teoricamente não poderíamos fazer nada, mas se pararmos para pensar ele pode ser muito útil. Eu recomendo você aproveitar todo esse tempo. No carro, por exemplo, você pode comprar áudio livros, CDs de curso de inglês, espanhol ou até mesmo baixar o MP3 de vídeoaulas que você veria pela Internet. Você pode andar com um caderninho ou tablet e na sala de espera do médico começar a rascunhar os passos para o seu objetivo.

Christian Barbosa,

Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é CEO da TriadPS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros “A Tríade do Tempo”; “Você, Dona do Seu Tempo”; “Estou em Reunião”; co-autor do “Mais Tempo, Mais Dinheiro”; e “Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?”. Sua mais recente obra: “60 Estratégias práticas para ganhar mais tempo”.

www.triadps.com.br www.maistempo.com.br


gf news

EFI participa da 1ª Semana Inova Klabin Com o objetivo de debater as tendências do mercado de papelão ondulado e apresentar o seu portfólio completo para o segmento, a EFI™, líder mundial em inovação e tecnologia para impressão digital, foi convidada para o evento “1ª Semana Inova Klabin”. Com a participação de executivos da Klabin e convidados, o encontro acontecerá no recém-inaugurado Centro de Tecnologia da fabricante de papel e celulose, na cidade Telêmaco Borba, no Paraná, entre os dias 15 e 17 de agosto.

No primeiro dia do encontro (15/8), os participantes conhecerão, no espaço EFI, os novos equipamentos e soluções desenvolvidos pela multinacional americana para a produção de pontaa-ponta de embalagens de papelão ondulado. Entre os destaques, uma equipe de especialistas do Brasil, Espanha e México, apresentará o software Corrugated Packaging Suite e aplicações realizadas na impressora EFI Nozomi C18000, lançada na feira Drupa e destaque em diversos eventos ao redor do mundo.

1ª Semana Inova Klabin Organizado pela Klabin, o evento terá debates e fóruns sobre tecnologias e tendências, além de discutir a produção de papéis e cartões para embalagem, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. O encontro reunirá profissionais interessados em conhecer novas formas de impulsionar o segmento e empresas renomadas.


gf profissional

Profissionais Qualificados têm melhores Oportunidades! Quem não sonha em ser ou ter um profissional qualificado em sua empresa? Pessoas com bom conhecimento em assuntos específicos que agreguem valor ao trabalho? Que auxiliem no aumento da produtividade, conseqüentemente, no aumento dos lucros? Que previnam uma possível parada do equipamento que evite o retrabalho? Desde 2011, o GF Profissional vem contribuindo com o mercado 14

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

de comunicação visual e hoje é o primeiro centro de capacitação do país e referência em cursos focados na impressão digital com mais de 700 alunos capacitados no Brasil. Em breve estarão disponíveis Cursos EAD. A GF vem desenvolvendo aulas digitais, gravações e material didático numa plataforma totalmente interativa e de fácil acesso. Os alunos poderão assistir as aulas, interagir com os instrutores e tirar várias dúvidas com

os tutores. Haverá um tempo máximo para a finalização do curso e uma prova na qual deverá ser atingida uma nota mínima para a obtenção do certificado. Com esse empreendimento a GF levará conhecimento a todos os cantos do país. O GF Profissional conta com diversos cursos como:


• Operacional em Impressoras Sublimáticas (Em breve) O curso envolve todo o trabalho de um impressor sublimático, o funcionamento do equipamento, sistemas de impressão, noções básicas de cabeçotes de impressão, processo de impressão, tecnologia de impressão e utilização do software RIP.

• Técnico em Suprimentos de Comunicação Visual (Em breve) Focado para vendedores e impressores, o curso ensinará a diferença de diversos substratos existentes no mercado de impressão digital como Lonas (diferenciação entre backligh e frontlight, tramas, texturas e gramaturas), Adesivos

(diferenciação entre cast, calandrado, alta performance, reposicionável, adesivo para impressão e decoração), Chapas (PS, PVC, Acrílico, Vidro, FOAM entre outras).

• Operacional em Impressoras Digitais de Grandes Formatos O curso abrange o cotidiano do impressor e por intermédio de aulas teóricas e práticas, ensina a importância da função, do processo produtivo e dos equipamentos. O aluno conhecerá os tipos de impressoras, as etapas de trabalho, o sistema de cabeças e a diferença entre as cabeças de impressão, para que servem e como funcionam, a tecnologia de impressão e a diferença entre os sistemas de impressão digital, reconhecendo e eliminando problemas nos equipamentos e na impressão, e ainda, conhecimento em mídias, tintas e temperaturas.

• Curso Técnico em Impressoras Digitais de Alta Resolução Indicado aos profissionais que já tem conhecimento e noções de impressão. Estes terão a oportunidade de aprender técnicas para reparos em diversos tipos de equipamentos, capacitando a receber uma impressora digital em laboratório, o funcionamento do equipamento de alta resolução, conhecimento dos cabeçotes de impressão, desmontagem, montagem e reforma geral da impressora; calibrações físicas e eletrônicas, identificando e resolvendo não conformidades de uma impressão digital.

Dê mais brilho e destaque aos seus letreiros e sinalizações

Q

uer dar aquele brilho e muito mais impacto aos letreiros que sua empresa produz? É só usar os LEDs LightForce®. São mais eficientes (até 95 lúmens por watt) e tem maior ângulo de abertura (160°), o que permite iluminar mais usando menos LEDs. São, ainda, completamente impermeáveis (IP-67), o que traz muito mais segurança e confiabilidade às instalações. Use LightForce® em seu próximo trabalho. Sabe quem vai gostar muito mais? – O seu cliente!

® O Poder da Luz!

Seja nosso Revendedor Fone: (47) 3340-0157 comercial@blutrade.net.br www.blutrade.net.br

Distribuidor exclusivo


Diversas turmas que já passaram pela capacitação GF Profissional

• Gerenciamento Avançado de Perfil de Cores O aluno aprenderá os procedimento e tecnologias de cores consistentes em todo o processo produtivo do conteúdo digital, desde sua concepção até sua publicação final, prática de calibragem de monitores, equipamentos de impressão digital, gerenciamento do perfil de cores pantone e manual e o mecanismo softproof.

16

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

• Fechamento de Arquivos O curso é focado nos requisitos para fechamento de arquivos, melhores formatos, Corel ou PDF, vetor x imagem. O aluno aprenderá sobre a resolução correta para cada arquivo e os melhores métodos para escaloná-lo. Conhecimento do melhor padrão de cores, como CMYK ou RGF, os melhores programas; exportação de arquivos e o funcionamento do RIP.

• Aplicação Inicial e Avançada de Adesivos No curso para iniciantes, os alunos terão conhecimento sobre os diversos adesivos existentes no mercado, sua aplicabilidade e durabilidade, noções sobre ferramentase envelopamento de diversos materiais e superfícies.

No curso avançado, os alunos aprenderão a envelopar partes de veículos e chapas (PS, PVC, Acrílico, Vidro, Chapa corrugada com rebites) e superfícies para trabalhos junto ao mercado de decoração e arquitetura, técnicas de adesivação com sobreposição, perfurados, jateados, cast, calandrado, entre outras, refile e acabamento.

Quer saber mais detalhes dos cursos? Entre em contato pelo nosso e-mail. Outros cursos estão sendo desenvolvidos. Se você tem interesse em saber mais sobre a grade curricular e agenda, ou em como se tornar um apoiador do Centro de Capacitação, entre em contato com Antonio Escobar, através do email: capacitação@ grandesformatos.com ou ligue para (41) 3023-4979.


gf profissional

GF Profissional lança GF Integra Ação social conta com a participação de grandes nomes do segmento de comunicação visual O GF Profissional, primeiro centro de capacitação do mercado de comunicação visual, lança o GF Integra, um programa que vai beneficiar às comunidades carentes, oferecendo capacitação e

oportunidades no mercado de trabalho. Agora todos os anunciantes da Revista GF podem contribuir de forma ainda mais significativa com a qualificação profissional em nosso mercado. Cada anúncio na revista, será revertido em uma matrícula em dos cursos ofertados pelo Centro de Capacitação. O anunciante receberá o selo GF INTEGRA, e o aluno, poderá se matricular em qualquer um dos cursos oferecidos pelo GF Profissional.

“A iniciativa é uma forma de aumentar o número de pessoas qualificadas, em um

mercado hoje tão escasso de mão de obra especializada, e contribuir para a diminuição do desemprego em nosso país, oferecendo uma oportunidade para quem tem desejo real de mudança de vida”, afirma Luciana Andrade, Diretora da Revista GF.

Você quer participar desta ação? editora@grandesformatos.com


se é

comercial digital editorial Rótulos embalagem comunicação visual têxtil

impressão é expoprint 2018 inscreva-se agora no maior evento de impressão das américas

www.expoprint.com.br

APOIO ENTIDADES | ENTITIES SUPPORT | APOYO ENTIDADS

APOIO INTERNACIONAL | INTERNATIONAL SUPPORT | APOYO INTERNATIONAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE FORMULÁRIOS, DOCUMENTOS E GERENCIAMENTO DA INFORMAÇÃO

21/07/2017

20 a 24 de Março, 2018 - São Paulo - SP - Brasil Expo Center Norte - Pavilhões Azul e Branco


CONQUISTE

NOVOS

INFORMAÇÕES

+55 41 99244-0504 +55 41 99165-5560

HORIZONTES

DESIGN integrado do carro para proteger as cabeças de danos externos.

www.imagineps.com.br

FORMATO SUPERWIDE com plataforma integrada de Zonas de Vácuo independente.

CABEAMENTO industrializado, visual mais limpo que facilita a manutenção.

% QUALIDADE sem igual

DESEMPENHO surpreedente

ACESSIBILIDADE inacreditável

ATUALIZÁVEL congurações únicas

Com tamanho de gotas variáveis de 7 a 21PL e com a última tecnologia em Cabeças de Impressão Ricoh essa impressora é capaz de entregar trabalhos de altíssima Qualidade em Resoluções de até 1200x1200 Dpi.

Construído em nossa comprovada tecnologia FlatBed e Híbrida para simplicidade, durabilidade e facilidade de operação, as impressoras da RSERIES irão se destacar e atender as suas mais exigentes expectativas.

Em comparação a impressoras semelhantes no mercado, a RSERIES apresenta custo de investimento inicial consideravelmente menor somado a menores custos operacionais de longo prazo. Isso trará a seu negocio um retorno de investimento muito mais rápido.

Desde a conguração inicial totalmente customizável como Cores Light e Cores Especiais ( B r a n c o e Ve r n i z ) a t é atualizações On Site como a adição da segunda linha de Cabeças de Impressão.


artigo

Ampliando seu Mix de Serviços com Tecido Por Bruno Costa Atender as necessidades dos clientes seja qual for seu porte é uma tarefa obrigatória para os Bureaus de Comunicação Visual. Exigentes e indiscutíveis, cada vez mais os clientes procuram empresas que investem em novidades e inovações, pois o desafio sempre será surpreender o seu cliente final que geralmente somos nós, consumidores. Pensando nisso, fabricantes de matérias-primas tem investido em produtos versáteis e com características exclusivas para as diversas tecnologias de impressão digital, solvente e ecosolvente, látex ou UV, como é o caso dos tecidos para impressão direta. Antigamente pequenos e médios bureaus que não possuíam recursos para montar seus departamentos de sublimação e estamparia se viam reféns da pouca opção de tecido para oferecer ao seu nicho de atuação. Sem muita alternativa, a solução era buscar parceria por meio de terceirização, algo que nem sempre conseguia atender em preço ou em prazo. Hoje o mercado se modernizou e as opções de substratos tratados para impressão direta em tecido cresceram absurdamente, possibilitando uma gama maior de aplicações e um aumento no Mix de Serviço dessas empresas.

20

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

Quando falamos de expansão do Mix por meio de aquisições, alguns pontos devem sempre ser levados em conta, tais como: Valor do investimento em aquisição de novos equipamentos de impressão ou acabamento, nível de maturidade do mercado em que atua, possibilidade de abrir novos clientes com tais diferenciais, entre outros fatores mais específicos. Assim empresas de pequeno e médio porte hoje possuem uma vasta gama de atuação com tecidos, seja na produção de banners e faixas, bandeiras, peças de cenografia, Backdrops, Painéis Backlights, Papéis de Parede e muitas outras soluções sem a necessidade de grandes investimentos ou da terceirização. Para que a seleção do tecido seja assertiva converse com seus fornecedores sobre quais materiais são indicados para a sua tecnologia de impressão. Exija amostras de todos os materiais compatíveis e em quantidade suficiente para efetuar testes de impressão e acabamento. Crie um perfil que consiga trazer a maior fidelidade possível das cores sem deixa-las lavadas, veja quais os tecidos que melhor se comportaram em seus equipamentos, formate os custos corretamente desses novos produtos e oferte aos seus clientes como uma opção para substituição de materiais tradicionais que já não causam tanto impacto visual ou ainda utilize para

desenvolver novas peças Promocionais, de Sinalização Interna, Mídia OOH, Cenografia e Eventos ou Projetos Especiais. Por fim seja OUSADO e CRIATIVO, pois seu cliente busca isso em você.

Bruno Costa estudou publicidade, se especializou em vendas consultivas, gestão de equipes e de processos, produtividade e liderança. Possui mais de 12 anos de experiência no segmento e hoje atua como consultor na empresa consulSIGN, empresa especializada em consultoria para empresas de Comunicação Visual.


gf news

Imprimax brinda sucesso de sua linha fantástica de lançamentos antes da feira Evento reuniu mais de 200 pessoas na sede da Imprimax em São Paulo. Imprensa, revendedores e os principais clientes da empresa estiveram presentes para conferir os lançamentos. Segundo o Diretor da Imprimax, Almir Bifulco,foram lançados mais de cem novos vinis entre a linha automotiva e de decoração, e o esperado vinil cromado para veículos. Sabendo da qualidade dos produtos Imprimax, todos queriam conferir bem de pertinho antes mesmo da Feira Sign começar, e é claro, nós também.

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

21


cobertura

a i f a r g i r e S a r i e F Estivemos na 27ª Edição da Feira Serigrafia Sign. O evento aconteceu no pavilhão do Expo Center Norte em SP, nos dias 12 a 15 de julho E atraiu 36 mil visitantes. A GF apresentou um estande com o tema: “O que te move na comunicação visual?”. Convidamos visitantes para gravar um vídeo conosco sobre o tema! Vários empresários participaram e contaram o que “os move”, o que os faz acordar e ir com brilho nos olhos a cada dia fazer vencer os obstáculos neste segmento tão peculiar! Os vídeos estão disponíveis no GF APP, no portal www.grandesformatos. com e no Facebook da Grandes Formatos.

22

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

A Comunicação Visual no Brasil não passou por ótimos momentos em 2016. Assim como inúmeros setores prejudicados com nossa instabilidade econômica. Porém, assim como já observamos na Fespa em março, agora não foi diferente: O mercado está voltando a funcionar! Isto nos traz certeza de que nosso mercado ainda tem muito a percorrer. Que realmente precisamos fazer com que este “leve despertar” seja bem absorvido e assertivo para uma grande retomada em algum tempo. Aliás,

a crise no Brasil não acabou. O que está deixando de ser uma relevante manchete diária são os escândalos do nosso país. Continuamos tendo, porém, hoje o maior foco das pessoas é em seu “ganha pão”. Neste cenário o mercado está retomando e por isto fizemos uma breve pesquisa na feira com visitantes:


Sign 2017 Intenção de compra de impressoras Feira Sign 12 a 14 de Julho (pesquisa com 198 pessoas) 120 100 80 60 40 20 0 solvente 98

uv 29

corte 31

latex 21 sublimação 19

Esta é uma pequena amostra da retomada. Mercado parado não vende equipamentos. RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

23


Em meio a tantas novidades para atender esta nova demanda perguntamos para Neliane Miguel, Coordenadora de marketing da Antalis Brasil sobre sua percepção:

GF Qual foi a principal estratégia da Antalis em expor na feira Sign? Neliane Miguel O fator decisivo para estarmos na feira Serigrafia Sign em 2017, mesmo sabendo da enorme amplitude de negócios que nos oferece, foi a oportunidade de mostrar aos visitantes uma nova visão de trabalho, abrir o leque de opções que poderão oferecer aos seus clientes, o projeto Decor Express. A estratégia da Antalis é oferecer a solução a seus clientes e com esse projeto da Serigrafia Sign, pudemos colocar em prática essa necessidade. Idealizávamos há algum tempo, a possibilidade de termos nossos materiais aplicados e foi o que conseguimos. Tivemos todo portfólio incrivelmente demonstrado em dois ambientes em uma simulação de apartamento decorado: quarto e sala. A Antalis já participou de projetos similares na Europa e o apresentado no Brasil no Decor Express foi muito elogiado 24

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

por nossos parceiros, tivemos a visita da gerente regional para Comunicação Visual, Maribel Sanchez, que ficou encantada com a organização. O trabalho de equipe realizado tem que ser ressaltado, foi ótima a parceria entre a equipe da feira e as empresas Roland, com a impressão dos insumos, a Bianka Mugnatto, arquiteta com o desenvolvimento do projeto e a Unique Mood, com a confecção de todos os móveis. GF Vocês trabalharam bastante as soluções de comunicação visual para o segmento de decoração de ambientes. Como veem este mercado? Neliane Miguel A Antalis, sendo uma multinacional francesa, presente em 43 países, segue a tendência de suas unidades europeias, identificando essa oportunidade de mercado que a área de negócios apresenta. Eu e a gerente de produtos para comunicação visual, Rose Santos, falamos em palestra na arena técnica durante a feira exatamente sobre esse tema: as diversidades e inovações disponíveis para os substratos para diferentes tecnologias de impressão – látex, UV, solvente e eco solvente. Demonstramos para os profissionais de comunicação visual que eles podem encontrar novidades para oferecer aos seus clientes, como por exemplo a lona Coala FlatBan. Durante a palestra apresentamos vídeos com depoimentos de alguns de nossos clientes que consomem esse material e já conseguem agregar valor ao seu produto final devido a sua incrível impressão em todas as tecnologias citadas acima e, também, por seu efeito visual diferenciado, já que não possui trama. Ainda durante a palestra falamos sobre as ideias de soluções com tecidos utilizados no Decor Express são cinco novas opções de tecidos na linha Coala da Antalis. Nosso contato direto com a arquiteta do projeto e muitos clientes voltados para o mercado de decoração na feira, nos fez

constatar a possibilidade dos profissionais de comunicação visual invadirem o mundo da decoração e obterem lucro, principalmente quando percebem a viabilidade de produzir algo único, personalizado. GF Em relação a comunicação visual tradicional. Como você enxerga o crescimento? Neliane Miguel No estande da Antalis, onde tínhamos amostras impressas de nossos insumos na máquina da Roland (eco solvente), e da HP (látex) – dois grandes parceiros -, pudemos observar a diversidade entre os profissionais, quanto as tecnologias. Também podemos confirmar um alto índice de interesse em compra de novas máquinas, muitos clientes e não clientes, buscando junto aos nossos profissionais, informações sobre nossos parceiros para tomarem suas decisões de compra. Além dessas constatações importantes, identificamos o que são classificados como “novos entrantes” – muitos visitantes do estande com o intuito de conhecer o mercado para iniciar o investimento. GF Como foi a feira em relação as expectativas? O que mais te surpreendeu? Neliane Miguel A Serigrafia Sign 2017 superou as expectativas da Antalis. Podemos falar com relação a parceria durante o processo de desenvolvimento do Decor Express e resultado de negócios. A equipe Antalis contatou leads de qualidade e importantes projetos estão sendo acompanhados por nossa equipe de vendedores especializada em Comunicação Visual. O que mais nos surpreendeu foi a alta procura e interesse pelos produtos que lançamos durante a feira: Tecidos para impressão em todas as tecnologias. Muitos visitantes buscavam alternativas para impressão direta no substrato, e foi essa opção que oferecemos como lançamento.


Os tecidos foram aplicados em sofás, poltronas, cortinas, almofadas, cabeceira de cama, puff, quadros com reproduções artísticas. GF Deixaria uma mensagem para nossos leitores? Neliane Miguel A Antalis conta com ampla variedade de produtos em seu portfólio, dividida em quatro áreas de negócios, o que a diferencia no mercado. Contamos com linhas papéis, papéis especiais, instrumentos gráficos, insumos gráficos, comunicação visual e

insumos para embalagens. O portfólio está pronto para atender o gráfico em todos os segmentos, comercial, promocional, editorial. Reconhecendo os avanços e modificações estratégicas de nossos clientes, hoje, temos um site atualizado e que possibilita suas compras online. O objetivo da Antalis é facilitar a rotina de compras de nossos clientes. Estamos trabalhando forte para que a equipe de consultores de vendas especialistas em comunicação visual possa estar, cada dia mais, solucionando as dúvidas e apoiando

nossos clientes. Outros lançamentos estão por vir para o segundo semestre e continuaremos focados em acompanhar o desenvolvimento do mercado, buscando produtos que o satisfaça.

“Day Brasil celebra os 50 anos e faz “SETEMBRO - O MÊS DO CLIENTE”, aproveite as promoções e condições especiais de venda e celebre com a DAY Brasil.”


gf show

Porque ideias e inovações são incríveis! Mas conhecer o que você faz é insuperável!

Data: 06/10/2017 Local: Feira Signs Nordeste – Fortaleza/CE. Horário: 18 às 20h em auditório Prêmio: Troféu de campeão para a empresa + prêmios.

O que é GF SHOW? É um quizz composto por perguntas e respostas referente a técnica, especificações e utilizações de suprimentos, equipamentos do mercado de impressão digital em grandes formatos e comunicação visual. O jogo fomentará o ensejo dos participantes pela obtenção de conhecimento e de se capacitar no mercado em que atuam, tudo isso contribuindo para um mercado ainda melhor e mais avançado.

Regras do Show • Cada empresa poderá inscrever apenas uma dupla para participar do quiz; • O número de empresas participantes não poderá ultrapassar o limite de 20;

• Serão feitas 10 perguntas para cada 2 empresas competidoras, totalizando para as 20 empresas 110 perguntas, essas que selecionarão os finalistas; • As classificações serão feitas por ranking de pontuação, as duas empresas com maior pontuação participarão da final contendo mais 10 perguntas; • Serão sorteadas as empresas que competirão uma com a outra assim como as perguntas; • Serão feitas perguntas simultâneas para cada dupla; • Após a pergunta formulada, o mediador dará o sinal de “valendo”, e a dupla que apertar o botão de alarme primeiro terá direito de resposta; • A resposta estando correta pela primeira dupla valerá 2 pontos; • Se a resposta estiver errada o direito de resposta passará para a dupla adversária valendo apenas 1 ponto; • Se nenhuma das duas duplas participantes souber a resposta; a plateia terá chance para responder e concorrer no final do jogo a um curso de Gerenciamento de Perfil de Cores ministrado pelo Instrutor Marcelo Chagas em Curitiba/PR. Desde que a plateia atinja a pontuação mínima de 10 pontos. • Cada pergunta para a plateia valera 1 ponto;

PATROCINADORES:

26

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

• O jogo será composto por perguntas de diversos temas: • Conhecimentos Básicos de Impressão Digital e Comunicação Visual • Conhecimentos Aprofundado sobre Suprimentos de Impressão Digital: Lonas / Adesivos / Tecidos / Chapas • Conhecimentos sobre equipamentos de impressão digital: Impressora Solvente / Látex / UV / Têxtil / Corte • Conhecimentos sobre aplicação e utilização técnica de suprimentos e equipamentos. • Após a Rodada das duas empresas Finalistas será computado as notas das perguntas e somado ao ranking de cada empresa para ser dado o resultado final. CAMPEÃO!

Prêmio da empresa Campeã Troféu para a empresa vencedora + Vouchers de prêmios das empresas patrocinadoras + 1 assinatura da Revista GF por 2 anos. Obs.: Os prêmios serão entregues no final do jogo a dupla e empresa campeã.

Solicite a ficha de inscrição da sua empresa em: atendimento@ grandesformatos.com


capa

O INUSITADO MUNDO DA IMPRESSÃO EM TECIDOS Desvendando o caminho do sucesso com este grande aliado

28

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F


Por Andressa Fonseca Eles estão invadindo as feiras e não é difícil descobrir o motivo. Com grande foco na personalização, os tecidos abrem novas possibilidades aos empresários do nosso segmento. E é claro que estamos atentos a este novo caminho, e nesta matéria exploramos todos os detalhes para você que busca novas oportunidades de expandir seu negócio. Este é o nosso terceiro especial sobre impressão em tecidos. No primeiro, em 2015, exploramos os passos iniciais, explicamos tudo sobre os processos de impressão, e identificamos que o mercado de comunicação visual estava a poucos passos de conhecer um novo gigante, uma nova porta que abriria um imenso caminho rumo ao sucesso. Em 2016, mesmo vendo o crescimento do mercado de sublimação, nossa linha editorial pedia cautela, mas não devido ao segmento em si, mas sim devido à crise econômica que o país estava atravessando. A grande maioria estava com medo de investir e começar um novo negócio. Portanto, nossa orientação e de nossos entrevistados, foi analisar muito bem o mercado antes de entrar de cabeça. E agora em 2017? O que o nosso especial sobre Impressão em tecidos vai abordar? Um pouco de tudo o que já vimos. Mas agora vamos dar dicas “matadoras” para você que quer crescer em seu negócio. Nossa intenção com as nossas matérias especiais, é sempre mostrar que não há dificuldade, que possa parar uma mente visionária. Que não há nada que possa impedir seu crescimento, desde que você esteja aberto para conhecer todas as possibilidades que a vida lhe oferece. Quer ver só? Leia tudo com atenção e foco, e depois claro, venha nos contar a sua impressão!

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

29


MERCADO DE IMPRESSÃO EM TECIDOS Que o mercado está expandindo, isto já sabemos. Mas na hora de investir, são muitas as dúvidas que aparecem. Qual equipamento adquirir, qual tecnologia, quais substratos, e principalmente: “Quem serão meus clientes?” Então antes de entrar para o mercado, siga três passos:

1

CONHECIMENTO Antes de qualquer investimento deve vir o conhecimento. Busque informações, não invista em nada sem antes fazer uma pesquisa de mercado. E para isso vale tudo: Internet, pessoas que já estão trabalhando no ramo, visitas às empresas e sempre, coloque tudo no papel.

2

ENTENDA SOBRE PROCESSOS Comprar um equipamento sem saber como ele funcionará, com quais substratos, com quais tintas, pode ser um grande tiro no pé. Não basta adquirir, tem que saber usar. Então antes descubra tudo sobre as máquinas disponíveis no mercado, para identificar qual será melhor para o seu negócio.

3

FOQUE E INOVE Siga um foco, apesar de poder explorar vários nichos, escolha um e especializese. Profissionais do mercado de sublimação precisam fugir das soluções triviais. Inove na solução oferecida para o seu cliente, não seja apenas mais um.

30

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

ENTENDA OS PROCESSOS Pode ser que você já saiba tudo isso que vamos falar agora, se for esse seu caso, aproveite para relembrar, e claro, se ver que esquecemos de algo, será um prazer tê-lo como fonte em nosso próximo especial. E se os processos de impressão em tecido são novidade para você, leia com atenção, pois é o primeiro passo antes de investir.

Impressão Digital em Tecidos A impressão digital é um método no qual a imagem gerada a partir da entrada de dados digitais, é enviada através de um computador para uma impressora de grandes formatos. Processo de beneficiamento do tecido através do processo de sublimação. Como sabemos, sublimação é a mudança do estado sólido para o estado gasoso, sem passar pelo estado líquido. Através da impressão digital, a tinta é depositada no papel especial, próprio para o desenvolvimento do processo.

1º passo O papel impresso pela impressora digital é colocado sobre qualquer tecido que tenha 100% de poliéster em sua composição.

2º passo Uma máquina de termo transferência, com alta pressão e temperatura, transfere a imagem do papel para o tecido, através da sublimação, penetrando em sua fibra, transferindo também a qualidade e definição de uma impressão digital.


Impressão Direta ou Sublimação? Agora que entendemos a sublimação, sabemos que ela restringe-se a estampar apenas tecidos compostos de fibras sintéticas (poliéster) ou recoberto de uma resina também a base de poliéster. Isso significa que, para um tecido ser estampado com qualidade e de forma permanente, deverá ter na sua composição Poliéster. Daí logo nos ocorre à pergunta: “Qual a porcentagem ideal de poliéster?”. A resposta a esta pergunta está relacionada à qualidade e ao resultado que você espera obter no produto final. Quanto maior a porcentagem de poliéster, melhor a qualidade da estampa, isso significa cores mais vivas e um aspecto mais

uniforme na imagem. Quanto menor a quantidade de poliéster, mais espectro “lavado” terá a peça final. Assim, é o percentual de Poliéster que determina o acabamento final da peça. Muitas vezes até ouvimos a seguinte afirmação: “sublimei em algodão e a estampa fixou no tecido”. Sim, o tecido pode até ficar estampado, porém não resistirá às lavagens. Em umas 5 lavadas, não existirá mais a estampa. A impressão sublimática é indicada para bureaus e estamparias de moda fashion, moda esportiva, decoração de interiores e comunicação visual.

Impressão direta em tecidos Com a evolução do mercado, tanto na moda como na comunicação visual, surgiu a necessidade de uma nova tecnologia para atender demandas exclusivas. Com isso, essa técnica está ganhando cada vez mais espaço no mercado de sublimação. O papel (em folhas ou bobinas) é impresso em máquinas que ocupam pouco espaço e demandam intervenção mínima do operador. Alcançando alta velocidade de impressão, com qualidade superior às impressões analógicas, o digital também proporciona a produção de itens exclusivos e personalizados, principalmente no mercado de moda.

Em comparação com a sublimação, o processo de impressão direta é mais complexo, já que trabalha com fibras naturais, como a seda e o algodão, as quais precisam de pré-tratamento (para o recebimento da tinta) e póstratamento (para melhorar a ancoragem do insumo). Para receber a impressão direta, os tecidos devem ser submetidos a pré e pós-tratamentos que melhoram a ancoragem da tinta. Ou seja, para impressão direta em tecidos, são necessários equipamentos auxiliares de pré e pós-tratamento. Atualmente, tanto a impressão digital sublimática quanto a direta estampam tecidos com alta qualidade

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

31


VANTAGENS E DESVANTAGENS Após conhecer os processos, a próxima etapa é identificar as vantagens e desvantagens de cada tecnologia. E isto quem vai nos contar são nossos amigos especialistas, cada um com seu ponto de vista.

Ernande Ramos, Diretor de Vendas da EFI para a América Latina, deu boas dicas. “Para a escolha entre

sublimação e impressão direta, o empreendedor deve pensar qual é sua intenção (qualidade, quantidade, velocidade) e qual tipo de tecido pretende.

32

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

usar. As duas formas de impressão apresentam grandes vantagens, mas se diferenciam de acordo com a aplicação. O método de sublimação é mais simples e barato se comparado à impressão direta, pois os dois processos estampam tecidos com alta qualidade, mas a sublimação utiliza tintas à base d’água e realiza a passagem direta da substância no estado sólido para o gasoso. A impressão direta envolve mais custos por precisar de pré e pós tratamento do tecido, o que exige equipamentos específicos e gasta muita água. De forma resumida, a sublimação tem menor custo de produção, mas exige gastos com climatização da sala de produção, por consequência, a produção implica poluição do meio ambiente. Além disso, este método está limitado a estampar em tecidos sintéticos. Já a impressão direta é capaz de imprimir em diversas fibras naturais, porém utiliza muita água em tratamentos pré e pósprodução, maquinário e eliminação dos resíduos, resultando em custos mais altos de produção”, afirma Ernande.

“O mercado de comunicação visual vem evoluindo muito e não temos dúvidas que muitos dos trabalhos feitos com lonas, hoje já estão sendo incorporados ao processo de sublimação, haja visto seus menores custos, facilidade de operação e qualidade dos produtos entregues.”, opina Nelson Balker Junior, Coordenador de Vendas Nacional da Metalnox.

Já Fabio Tolosa, Gerente Regional de Negócios da Epson, afirma que a sublimação tem mais vantagens sobre a impressão direta. “Para

impressão em sublimação, o capital de investimento é menor, assim como o tempo total de confecção das peças. O seu processo foi desenvolvido para tecidos a base de poliéster, que por sua vez não necessitam de tratamento. A impressão direta foi desenvolvida para tecidos a base de celulose, por esse motivo necessitam de tratamento para receber a tinta, o tempo de preparo é longo e os equipamentos para esta preparação não são baratos, a intensidade de cor e durabilidade são superiores à sublimação”, declara Fabio.

Felipe Simeoni, Gerente Comercial da Global Química & Moda, explica que independente de impressão sublimática ou direta no tecido, o

mercado de impressão digital vem crescendo em torno de 25% ao ano e este número é crescente.


Cassio Arrizabalaga Rodrigues, Gerente de Produto da Alphaprint, cita uma vantagem da impressão direta com relação à sublimação “O custo de

impressão da direta em relação à sublimação é em alguns casos até menor, pois o custo da tinta é semelhante ao da sublimação, e não há a necessidade de um segundo processo com calandra, nem a necessidade de se adquirir papel, o que às vezes, é mais caro que a impressão em si”, afirma.

Nas nossas conversas pelos corredores das feiras, sempre encontramos quem cita vantagens e desvantagens de uma tecnologia em relação à outra, e ponderamos todas. E chegamos à conclusão que independentemente disso, o futuro é promissor para as duas tecnologias. Quem acompanha o mercado de impressão digital testemunhou a grande ascensão da sublimação nos últimos cinco anos, e estima-se que esta tecnologia vai se manter em alta pelos próximos anos.

TIPOS DE TINTAS Falamos das tecnologias, mas ainda precisamos falar de substratos. Tinta e papel. Vamos conhecer um pouco mais? Tintas para impressão direta Conheça as tintas empregadas na impressão direta, bem como os tecidos e os tratamentos relacionados: Pigmentada – estampa algodão ou mistura de algodão com poliéster. Pode exigir pré-tratamento de coating específico e lavagem como pós-tratamento. Reativa – estampa tecidos à base de celulose (algodão). Exige pré-tratamento de coating específico. Também necessita de pós-tratamento, isto é, vaporização (para melhorar a ancoragem) e lavagem (de seis a oito, para retirar o excesso). Ácida – estampa seda, poliamida, nylon e lã. Precisa de prétratamento de coating específico e exige pós-tratamento de vaporização (para melhorar a ancoragem) e lavagem (de seis a oito, para retirar o excesso). Dispersa – estampa tecidos de poliéster. Necessita de pré-tratamento de coating específico e pós-tratamento de polimerização (para melhorar e ancoragem) e lavagem (de uma a duas, para retirar o excesso). Para aplicações em impressão direta com corante disperso temos: Tecidos planos oriundos da moda como MicroFibra, Oxford e Elanca são usados comumente em aplicações como totens, antenas de alarme de lojas, painéis e revestimento. A principal característica deste grupo é seu baixo custo. Tecidos como Flag (ou bandeira), são usados, como o próprio nome diz, como bandeiras em mastros, gotas e muito mais – sua principal característica é a trama mais aberta, permitindo que a imagem transpasse para o verso do tecido com a mesma nitidez e cor da impressão no anverso. BackLight e frontlight em tecidos planos – como suas principais características a leveza e a elevadíssima resistência, são usados em outdoors e mídia externa em geral. Blockout – tecidos planos com verso com alto bloqueio à luz, para outdoor e indoor em aplicações de frontlight. Alguns fabricantes de tecido para impressão direta os fornece com tratamento anti-chama classe M1, o que permite sua utilização em ambientes fechados, como por exemplo, cenários de TV e Filmes e lojas em geral.

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

33


NICHOS DE MERCADO A esta altura da matéria, você já deve estar com o “seu radar empreendedor” ligado. Continua com este foco de atenção, e presta atenção nas dicas destes profissionais do mercado. “Na sublimação é possível atuar em diversas áreas, como moda, brindes, comunicação visual, fardamento esportivo, personalização, entre outros. É uma excelente oportunidade para ampliar o leque de produtos. E na impressão direta, quando falamos em impressora localizada, é possível criar a própria marca, trabalhar em eventos, personalizações, criar peças pilotos para estamparias, assim como repor estoque”, afirma Felipe Simeoni.

“Atualmente, a impressão direta em tecido pode ser utilizada em diversos segmentos de mercado. A tendência do momento é o de decoração de interiores e os foto produtos, em que há alta qualidade e valor agregado”, aposta Fabio Tolosa

34

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

“A sublimação tem seu espaço na linha dos tecidos sintéticos (100% poliéster ou mistos), hoje gerando muito valor agregado em seus produtos finais e melhorado ainda mais seus processos, custos operacionais reduzidos, menor capital em estoque, flexibilidade de produção, menor custo final de produto comparado as fibras naturais. O processo de sublimação continua a evoluir muito com bases diferenciadas de tecidos que estão sendo criadas e desenvolvidas pelos fornecedores de fios do mercado. Hoje eles têm apresentado várias bases diferenciadas ajustando as necessidades do mercado e fugindo apenas da visão dos Poliester Dry, Elanca etc. Hoje já temos tecidos canelados, dry texturizados, meia malha entre outras bases novas sendo utilizadas no mercado da moda”, comenta Nelson Balker.

“O empresário que deseja entrar neste mercado precisa identificar claramente o nicho que deseja atingir, qual é seu público-alvo e, em seguida, elaborar um planejamento de investimento e expansão. O segmento de Comunicação Visual em Tecido é um dos mais promissores e está em forte ascensão. Atualmente, é possível realizar a produção de aplicações têxteis sem costuras e outras mídias de alta qualidade como: gráficos para eventos, murais de parede, cortinas para teatro, bandeiras, banners, displays retroiluminados e segmentos como decoração de interiores, moda esportiva, moda fashion, entre outros”, afirma Ernande Ramos.


# dicas de ouro GF MERCADO DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO Assim como um executivo bem-sucedido leva tempo para se vestir e causar uma boa impressão, as casas também precisam estar “bem vestidas” para se tornarem mais aconchegantes aos moradores. Por este motivo, o setor de decoração está investindo cada vez mais em trazer inovações. O que abre enormes possibilidades para quem trabalha com estamparia têxtil, pois os tecidos decorativos e personalizados ganham cada vez mais espaço.

Tecidos Para aplicações em almofadas, estofados, poltronas e sofás: Conhecidos como Ratiers e Ratiers Estruturados, temos o algodão, o xadrez, o panamá, a lonita, a sarja e o linho, que são bastante versáteis, porém resistentes possibilitando a aplicação de diversas estampas

Colchas e pequenas almofadas, pequenos detalhes: Os tecidos brihantes, são mais finos e muito valorizados na decoração. São usados para dar um charme extra na decoração

Mercado Pet Os fios supermacios, de toque aveludado, são mais confortáveis e super resistentes. São muito utilizados em casas com animais de estimação, para camas, almofadas e outros utensílios para cães e gatos Uma breve descrição de tecidos e um grande leque já se abriu em sua mente não é verdade? Não é difícil entender porque esse nicho é uma grande oportunidade de negócio.

Para cabeceiras, colchas e paredes: Conhecidos por sua alta durabilidade, os jacquards são tecidos entrelaçados com uma infinidade de fios, o que permite a formação de desenhos complexos e, até mesmo, relevos.

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

35


CHECK LIST DO SUCESSO NO RAMO DE IMPRESSÃO EM TECIDOS Entenda seu negócio: Leia a respeito, informe-se, esteja atento as novidades do segmento, conheça a fundo o mercado; Faça um Plano de Negócios Ideal para que você tenha controle de quanto irá investir, como irá fazer isso e principalmente, quanto tempo levará para obter o retorno de investimento;

Nicho de mercado O leque de possibilidades é vasto, estude seu público alvo e torne-se um especialista. Se você é especialista em algo, você terá grandes chances de ser único no mercado e ter uma empresa bem-sucedida.

36

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

Divulgação A divulgação da sua empresa deve ser direcionada para o usuário final, com o objetivo de estimulá-lo a consumir o seu produto; folhetos, displays, totens, redes sociais, veículos segmentados, são ótimas maneiras de divulgar o produto e a sua marca. Entretanto, o contato pessoal é imprescindível particularmente para aqueles empreendedores que se propõem a atender às grandes empresas compradoras.

Olhos atentos Lembre-se que o mercado está em expansão, e a sublimação permite produção em grande escala, logo, maior valor agregado aos impressos. Busque estar atento às novidades e entender o mercado. E conte sempre conosco para te ajudar em suas escolhas! Dê sua opinião.


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Gostou da matéria? Dê a sua opinião! Envie suas impressões sobre esta matéria para faleconosco@ grandesformatos.com com seu nome, empresa, Cidade e Estado, ou ligue para: (41) 3023-4979 Facebook.com/RevistaGF


paolomalorgio.com


cantinho da produção

Cantinho da Produçao Por David Mendes Olá amigos que interagem, e que debruçam na ideia, de fazer o coração de uma empresa mais pulsante! Nessa nossa conversa vamos analisar a situação delicada em que vivemos em termos de País, emprego e empenho. É notório que estamos atravessando turbulências e que para se manter nesse mercado estamos nos reinventando. Nesse processo vou levantar uma questão que é pertinente a este cenário. Percebo que as empresas estão “enxugando” seu quadro de funcionários, para diminuir os custos. Até aí tudo normal, mas nessa mecânica surge uma “solução” que até então não era tão usual, nem tão atrativa... É o tal do Severino. Aquele funcionário que “chuta, cruza e cabeceia para o gol”, na verdade ele sempre esteve ali... Pode ser o impressor que sabe adesivar, ou o operador de router que sabe montar, ou o colaborador da produção que nunca foi para uma instalação.

Por conta da demanda com custos baixos e satisfatórios, sempre enxergamos esses profissionais com uma única função, porém, mediante a crise, descobrimos agilidades que nos dão a possibilidade de enxugar a equipe sem perder a qualidade. Lembrando sempre que agora os números são menores, tanto de pessoas quanto de tempo produtivo. Por outro lado, essa habilidade do profissional, até então oculta, se aflora na própria percepção do colaborador que ao ver as dificuldades da empresa, e como um instinto de defesa, se manifesta de maneira aguçada, criativa e proativa. Enfim, penso que essa tempestade é passageira e que novos tempos virão. Que sejam tempos mais azuis e que o mar não seja tão revolto, aí sim, é hora de reconhecer e diferenciar quem remou com mais de um leme nosso barquinho. E o mais importante, reconhecer que o funcionário que acumulou função, “não tapou buraco”, ele apenas agregou cargo, e assim se superou e com maestria solucionou as demandas, ou seja, não tem porque voltar a ser o mesmo. Essa mosca azul que sempre desafia nossos limites é comum em todos os

setores, algumas não tão despertas, mas elas sempre aparecem, de uma forma ou de outra. Um bom conselho para as empresas, é a confiança no colaborador (pois ele também vai errar nesse processo) a organização no processo de produção (pois teremos menos colaboradores e com mais responsabilidades) e claro, o reconhecimento!

David Mendes é Gerente de Produção da Identidade Visual, do Rio de Janeiro RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

39


gf news

DESAFIO DE MARCAS confiram a Segunda avaliação do nosso desafio de marcas por profissionais qualificados

Como você tem acompanhado nas edições anteriores, o GF Desafio de Marcas voltou, e está a todo vapor. Desde maio, o Veloster envelopado da GF está rodando pelas ruas de Curitiba, colocando a prova os vinis dos patrocinadores: Imprimax, Arclad e Arlon, e com a impressão realizada pela Ampla. Durante um ano o veículo será analisado por profissionais do ramo, que vão dar sua opinião aqui na Revista, e você vai poder conferir de perto, como será a performance de cada vinil, na visão deles. No mês de Julho tivemos um curso de envelopamento, onde o Instrutor Diomedes Souza avaliou o carro do Desafio de Marcas de Vinil junto com seus alunos! Na avaliação Diomedes tirou as dúvidas dos alunos, principalmente sobre impressão UV para utilização em veículos. Ele explica que: “a única diferença entre solvente

40

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

e UV no vinil é que o solvente amolece o material, enquanto a impressão UV deixa um pouco mais firme. E quanto a durabilidade da impressão em UV é bem maior. Com relação a “craquelar” não aconteceu, pois, a tinta utilizada tem ótima flexibilidade”. Os alunos perguntaram também sobre os tipos de refiles, pois em algumas partes do carro o vinil parece apresentar retração, segundo ele “representa retração quando na lataria ficam sinais de cola, para identificar se retraiu temos que avaliar muito bem o espaço para ver se foi um “refile seco”, o qual parece apresentar retração ou o próprio vinil que retraiu”. Em agosto voltamos na CMYK, onde Alcimar e Andre avaliaram a performance de cada material. Segundo Alcimar o vinil Arlon, o qual parecia apresentar uma pequena retração não é caracterizada. Para ele o espaço se deu por conta da forma de refile feita em curto espaço de tempo que os aplicadores tinham. Alcimar e André parabenizam as empresas Arclad, Imprimax e

Arlon que participaram do Desafio de Marcas, para Alcimar: “Eu, por exemplo, nunca tinha visto um vinil Arclad sendo utilizado. Hoje posso ver que o desempenho dele é da forma que gosto de trabalhar! As linhas da Imprimax e Arlon eu já utilizava, porém colocava outras marcas também, as vezes movido por preço. Hoje vou dar prioridade ao que consigo ver na pratica como esta o comportamento, entre nacionais e importados, pois temos clientes que preferem um ou outro. Assim como temos clientes para cast e calandrado. Por isto o Desafio é muito importante para nós!” segundo André: “Eu preciso de confiança na performance de cada material para oferecer ao meu cliente. No Desafio eu consigo esta tranquilidade!” Vejam os vídeos das avaliações na integra no site grandesformatos.com; nas nossas mídias sociais e em nosso canal no youtube!


Galeria de fotos

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

41


artigo

10 coisas que

o mercado de comunicação visual e os fabricantes de impressoras de grandes formatos devem considerar ao investir em um pacotes de software RIP de grandes formatos e o mercado de comunicação visual devem procurar ao escolher um RIP?

1

Os RIP ofertados oferecem um bom valor?

Por Marcelo Chagas Nascimento, Diretor de Vendas e Técnico para América Latina, SAi. No início da era digital, o RIP era a principal ferramenta de impressoras e copiadoras. Hoje, os dispositivos de saída ocupam lugar de destaque junto com compartilhamento de arquivos, acesso remoto e aplicativos de armazenamento em nuvem. Então, o que os bureaus de impressão

42

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

O valor está no olho do observador, depende do ponto de vista. Existem muitos e excelentes pacotes de software RIP de fornecedores líderes que vem junto com as impressoras. Uma compra de RIP / que vem junto com uma impressora (pacote) é uma boa maneira de garantir a compatibilidade, mas os usuários devem olhar além das promessas e do preço. Uma coisa importante a lembrar que esta é uma decisão de negócios. Qual é o seu negócio? Serviço rápido e barato? Oferece qualidade superior em tudo? Ou é algo intermediário? Esses fatores devem influenciar sua decisão de compra.

2

Você sabe quem criou o pacote de softwares com as impressoras? Qual é o histórico do fornecedor?

Conhecer a origem do seu software ajudará na sua decisão. Se você é proprietário de uma de impressora de grandes formatos, descubra o máximo possível sobre suporte, atualização, escalabilidade e flexibilidade. Você deve saber tudo sobre o fornecedor do seu RIP, você deve confiar na empresa. Como você lida com um problema de gerenciamento de cores? Onde você vai buscar apoio ou suporte? Se você realmente ama a sua impressora, descubra se ele irá utilizar o software RIP de um fornecedor com o qual você conhece.

3

O pacote de software RIP, melhorará a versatilidade e a flexibilidade que sua empresa precisa? Isso permitirá que o seu negócio cresça?

Para jogar bem no golfe, você precisa de mais do que apenas um taco de ferro. Procure as ferramentas que você precisa para executar bem o trabalho. Procure por coisas que você pode precisar no futuro: quão fácil é adicionar novos


dispositivos? Nosso sofisticado software Flexi, por exemplo, oferece um conjunto abrangente de ferramentas para oferecer aos fabricantes de impressão em grandes formatos e a máxima versatilidade de fabricantes.

4

Como isso beneficiará o seu negócio?

Procure por software RIP que irá suportar a maioria dos seus equipamentos. Por exemplo, se você faz muitos banners e tiver mais de uma impressora e uma máquina de corte, talvez seja necessário um software RIP que possa combinar essas funções e dirigir todos os seus dispositivos. Ele simplificará a operação, agilizará o fluxo de trabalho e minimizará o treinamento.

5

Qual suporte está disponível? De quem é? Quão bem apoiados / treinados são eles pelo fornecedor? Para os bureaus de impressão de grandes formatos ocupados no mercardo, estas questões são primordiais. As equipes de suporte não existem apenas para solucionar problemas inesperados, porém, o quão rápido e quão bem eles fazem isso é extremamente o que importa. Eles podem fornecer conhecimento especializado em configuração, eficiência de fluxo de trabalho, informações sobre tendências da indústria, consultoria de aplicativos e produtos, bem como consultoria de desenvolvimento de negócios. Um bom revendedor de software quer construir um relacionamento, não apenas enviar alguns CDs e passar para a próxima venda. Aprender sobre o suporte oferecido antes de investir deve ser item número 1 em seu check list.

6

Integração dosoftware com a maquina CNC permitirá a produção de comunicação e impressão 3D? A comunicação e o mercado de grandes formatos tem cada vez mais se diferenciado de sua concorrência. Os pedidos para o novo e o original só aumentarão. As exigências de novos materiais, cores e formatos manterão a pressão sobre sua

equipe de produção. No topo da lista das tendências crescentes é a produção de comunicação usando maquinas CNC. Alguns pacotes de software RIP para o mercardo de comunicação agora oferecem essa capacidade. Por exemplo, o novo SAi + EnRoute para Flexi é um que simplifica drasticamente a limpeza de arquivos e a preparação do caminho das ferramentas de arquivos de design Flexi 2D ou 2.5D para saída CNC. Fazendo a produção da comunicação CNC (2D, 2.5D ou 3D) parte de sua oferta é prover para seus clientes uma oportunidade que vale a pena explorar antes de decidir sobre um pacote RIP.

7

Requer um grande investimento de capital, ou tem outras opções de compra disponíveis? Comprar um RIP pode ser um grande investimento, e o custo pode até impedir que as empresas atualizem o pacote de software RIP que é melhor para seus negócios. Uma assinatura mensal é uma opção muito econômica e pode ser uma pequena despesa de receita em vez de um grande custo de capital. SAi introduziu o primeiro software RIP baseado em assinatura, oferecendo períodos de subscrição de até um mês para maximizar a flexibilidade e o valor. Além disso, os assinantes têm todos os recursos mais recentes, então, eles estão usando o melhor e o mais recente que está disponível.

8

É facil atualizar? Com que frequência devo fazer a atualização? Como todos os do mercado de comunicação sabem, nada é estático. Novos recursos, novas demandas, novos materiais e cores significam que a capacidade de atualização é essencial. Quão caro isso é, e quão fácil é fazer são fatores importantes e podem estar intimamente relacionados. Uma atualização de software barata que exige muito tempo de inatividade é pior que um valor mais elevado que pode ser instalado rapidamente. Esse problema não existe com o software que está sempre atualizado. Para se manter competitivo, você deve manter seu software RIP atualizado. Se você não fizer isso, estará dando a seus concorrentes algumas vantagens, porque eles terão os recursos mais recentes que tornam sua produção mais eficiente. Por exemplo, o Flexi 12 inclui uma aprovação de

Artefato on-line automatizada, que ajuda a assinar e imprimir tarefas de ativação de negócios mais rapidamente e obter mais vendas. As empresas sem esse recurso não são tão competitivas.

9

Possui conectividade em nuvem? Quais serviços de valor agregado estão disponíveis? Mais e mais trabalho é feito longe do escritório, e é importante que os gerentes possam visualizar o trabalho em andamento e em vários locais. Um software RIP habilitado para a nuvem, como o Flexi, permite o armazenamento seguro de tarefas e a colaboração do design de comunicação. Além disso, refletindo a tendência de estar longe do escritório, o aplicativo móvel Flexi Cloud da SAi, o primeiro a ser introduzido, dá aos proprietários de empresas acesso ao status do trabalho, informações e tendências de produção de praticamente qualquer lugar para mantê-los no controle de seus negócios.

10

Qual é a sua capacidade de velocidade? Tem a capacidade de saída para vários dispositivos? Compreender o “ponto doce” de um pacote de software RIP de grandes formatos irá ajudá-lo a tomar uma decisão. Deve corresponder de perto ao tipo de trabalho que você faz em termos de velocidade, qualidade, funcionalidade e requisitos de saída. Se o preço não fosse o principal, o que você compraria? Tente encontrar algo o mais próximo possível. Lembre-se, o bom e suficiente para hoje, talvez não seja o bom e suficiente em seis meses. O software RIP continua a ser um item hiper importante e pode ter um efeito a longo prazo sobre a sua operação. Fazer a escolha certa permitirá que você obtenha o máximo de seu hardware e da sua empresa.

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

43


gf news

UM OLHAR DE QUEM CONHECE A INOVAÇÃO PELO MUNDO!

44

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

Há 18 anos atuando no mercado de Comunicação Visual, Rogério Silva, responsável pelas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento e Negócios Internacionais da Serilon Brasil, tem como maior foco pesquisar e encontrar produtos, soluções, novas tecnologias e parceiros por todo o mundo. Alinhado com o posicionamento estratégico e cultura da empresa, seu objetivo é criar uma verdadeira parceria com marcas de destaque no mundo e trazer ao Brasil soluções completas para Comunicação Visual.


GF Rogério, quais países você já visitou nessa busca por inovação em Comunicação Visual? Rogério Silva Eu já tive a oportunidade de visitar mais de 20 países pelo mundo. Os mais relevantes no que se refere a Comunicação Visual foram: China, Coréia do Sul, Alemanha, EUA, Taiwan, Itália e Japão. GF O que define um produto como algo inovador? Rogério Silva “Nós geralmente não sabemos o que queremos até que alguém nos mostre o que precisamos”. Eu gosto de lembrar desta frase, pois é exatamente o que fazemos com o mercado brasileiro para trazer os produtos inovadores. Definimos como um produto ou uma solução inovadora aquilo que nos leva a pensar em novas aplicações, novos mercados, novos clientes e um mix maior de oportunidades. Muitas vezes o mesmo portfólio com algumas modificações e melhorias já trazem inovação suficiente para gerar mais resultados com o mesmo.

GF Diante de tantas novidades que o mundo oferece, como você seleciona o que deve ou não trazer para o Brasil? Qual o critério? Rogério Silva Sigo como principais critérios: • Posicionamento estratégico da empresa; • Qualidade dos produtos e estrutura; • Seguir as tendências internacionais de mercado; • Suprir as necessidades dos clientes em competitividade e inovação; • Sustentar o posicionamento de referência da Serilon no mercado.

GF Em sua opinião, que rumo a inovação em Comunicação Visual está tomando no mundo? Rogério Silva A Comunicação Visual é, certamente, um dos mercados mais desenvolvidos e maduros quando se refere a Impressão Digital - melhor alternativa de impressão. Possui um vasto portfólio de mídias e equipamentos que proporcionam muitas alternativas para diferentes tipos de trabalhos em vários segmentos. Estudos mostram um crescimento exponencial desse mercado para os próximos anos e esta expansão precisa ser acompanhada de soluções inovadoras e de qualidade. Há uma preocupação geral das empresas em manter esse mercado gerando valor sem perder competitividade, para isso a Serilon busca manter sempre um portfólio inovador e de alto padrão de qualidade. Podemos também identificar um crescimento exponencial da tecnologia Látex, por oferecer versatilidade de materiais e aplicações, proporcionando grandes oportunidades de novos negócios para quem já atua nesse mercado. É muito claro o quanto a Impressão Digital está crescendo rapidamente em outros mercados, entre eles podemos citar: Industria têxtil, Cerâmica, Embalagens, Etiquetas, etc... Estamos acompanhando essa tendência bem de perto, pois pretendemos participar com nossa estrutura de negócios nesses mercados. GF Existem muitos produtos de baixa qualidade sendo oferecidos como de alta qualidade aqui no Brasil? Rogério Silva Entendemos que produto de baixa qualidade não beneficia ninguém a longo prazo na cadeia de produção. Produtos para curta aplicação são necessários, mas não podem canibalizar o que gera valor na cadeia. Por isso a preocupação da Serilon em posicionar os produtos de forma correta, orientando os clientes sobre qual produto utilizar para cada aplicação. Infelizmente não é uma pratica geral do mercado e muitas vezes o principal prejudicado é o cliente final que desconhece totalmente a diferença entre eles. Isso também prejudica o segmento, pois a médio e longo prazo a qualidade do trabalho aparece. Mesmo para curta duração, é importante se preocupar em suprir qualidade,

RE V IS TA G F • J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7

45


segurança e garantia para qualquer aplicação. Não se constrói valor usando produtos baratos de baixa qualidade para aplicações não recomendadas, isso é um grande risco para qualquer empresa!

GF Quais países trazem mais inovação para o segmento de Comunicação Visual? Rogério Silva Em minhas pesquisas e negociações, tenho como referencia os EUA, Coréia do Sul e alguns países da Europa. É onde encontramos os principais players e feiras desse mercado. GF Quais países estão a frente quando o assunto é Comunicação Visual? Rogério Silva Em minha opinião, devidos as feiras, fabricantes, associações e soluções é os EUA. GF O que o mercado brasileiro precisa fazer para chegar no mesmo nível deles? Rogério Silva Mudar a cultura

46

J u l h o | A g o s t o 2 0 1 7 • RE V I S TA G F

de usar o produto barato para qualquer aplicação e construir valor na cadeia produtiva. Além disso, treinamento, treinamento, treinamento... Empresas treinadas vendem valor e criam oportunidades. E por fim, a criação de uma associação como ISA e SGIA para profissionalizar o mercado em todos os níveis de gestão: Vendas, Produção, Aplicação e etc. GF Qual a importância das Feiras do

segmento de Comunicação Visual? Rogério Silva As feiras são super importantes para: Network, acompanhar tendências, descobrir novos produtos e aplicações, e ampliar o leque de oportunidades.Tanto as feiras no Brasil quanto as do exterior podem proporcionar uma perspectiva de oportunidades incrível para os bureaus de impressão. É importante a participação

da equipe de vendas, compras, produção e tomadores de decisão.

GF Que dica você dá para as empresas que buscam inovar em Comunicação Visual? Rogério Silva A principal dica é pensar além! Com produtos básicos de comunicação visual é possível ir para diferentes mercados e oferecer soluções inovadoras. Para isso, é necessário que você estude bastante e conheça 100% seus materiais. Além disso, é muito importante apostar em qualidade. Somente produtos de qualidade pode dar esta abertura de possibilidade com garantia de ótimos resultados.


www.signsnordeste.com.br

Comerical:

Informações:

Herton Madeira herton@fcem.com.br (48) 99935-8816

FCEM SÃO PAULO: (11) 5589.2880 saopaulo@fcem.com.br

Fábio Madeira fabio@fcem.com.br (41) 99264.8383

FCEM PORTO ALEGRE: (51) 3382.0700 fcem@fcem.com.br

Apoio:

Agência de viagens oficial:

www.feiratur.com.br

Empresa Associada:

Promoção:


UMA INOVAÇÃO REVOLUCIONÁRIA NA IMPRESSÃO EM TECIDO

EFI VUTEk FabriVu

Isso muda tudo. Conquiste o lucrativo mundo da comunicação visual em tecido com a tecnologia líder mundial em produtos têxteis de alta qualidade. A série de impressoras digitais têxteis EFITM VUTEk® FabriVU oferece imagens de alta qualidade com resolução de até 2400 dpi. Até 500m2 por hora. E até 95% de recirculação de tinta, para uma impressão mais ecológica e com baixo TCO. Saiba mais em efi.com

DEIXE-NOS IMPULSIONAR SEU SUCESSO

©2016 Electronics For Imaging, Inc. All rights reserved.

Profile for Revista Grandes Formatos

Edição nº 122 | O inusitado Mundo da Impressão em Tecidos  

Desvende o caminho do sucesso com esse grande aliado. Confira também as matérias do GF Profissional e da Feira Serigrafia Sign 2017. Conquis...

Edição nº 122 | O inusitado Mundo da Impressão em Tecidos  

Desvende o caminho do sucesso com esse grande aliado. Confira também as matérias do GF Profissional e da Feira Serigrafia Sign 2017. Conquis...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded