Issuu on Google+

# 02 / AGO SET 2012

ROMERO A ARTE E A COR DO BRASIL

CAROL

MULHER DE KAKÁ SE REINVENTA

PIQUET 60 ANOS DE MUITA HISTÓRIA

JK

O SHOPPING DO BRASIL


Editora-chefe Paula Santana Coordenadora Marcella Oliveira Reportagem Marina Macêdo, Marcella Oliveira e Raquel Jones Editora de arte Chica Magalhães Assistente de arte Vanessa Farias Editor de fotografia Celso Junior Assistente de fotografia Davidyson Oliveira Fotografia Celso Junior, Bruno Pimentel e Pablo Valadares Produção de moda e imagem Fabrício Viana

A Revista GPS, consciente das questões ambientais e sociais, utiliza papéis com certificação (Forest Stewardship Council®) na impressão deste material. A certificação FSC® garante que a matéria-prima é proveniente de florestas manejadas de forma ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável, e outras fontes controladas. Impresso na Gráfica Coronário - Certificada na Cadeia de Custódia - FSC®.

Assistente de produção Karine Moreira Lima Assistente de imagem Allan Larcks Colaboradores Ana Luiza Favato, André Schiriló, Bruno Stuckert, Erick Carpaneda, Gian Marco Uccello, Marcio Vieira, Mauricio Lima, Patrícia Justino, Vitor Schietti e Yan Acioli Revisão Adriano de Assis Brasil Marketing e Relacionamento Guilherme Siqueira Comercial e Administrativo Rafael Badra Assistente Comercial Adriana Chaves

GPS|BRASíLiA EDitORA LtDA. www.gpsbrasilia.com.br

SóCiOS-DiREtORES PAulA SAnTAnA paulasantana@gpsbrasilia.com.br GuIlhERME SIquEIRA guilhermesiqueira@gpsbrasilia.com.br

Tiragem 30 mil exemplares

RAfAEl BADRA rafaelbadra@gpsbrasilia.com.br

Circulação e Distribuição BADF Express

SHiS Qi 05, bloco F, sala 324 Centro Comercial Gilberto Salomão CEP: 71615-560 Fone: (61) 3364-4512

Impressão e Acabamento Gráfica Coronário


colaboradores

>> 8

Chica Magalhães

Fabricio Viana

Celso Junior

Marcella Oliveira

Raquel Jones

Yan Acioli

André Schiriló

Marina Macêdo

Adriana Chaves

Davidyson Oliveira

Karine Moreira Lima

Patrícia Justino

Bruno Pimentel

Gian Marco Uccello

Ana Luiza Favato

Marcio Vieira

Maurício Lima

Allan Larcks

Vanessa Farias

Pablo Valadares


ANO 1 – Nº 2 – AGO / SET 2012 24 30 32 36 40 44 46 48 54 60 66 68 70 72 74 78 86 90 Bolsa 797 Crossbody Pouch, Tory Burch - R$ 850

92

SURFISTAS DO LAGO Esportes radicais no Lago Paranoá VELOCIDADE E EQUILÍBRIO Dois atletas paralímpicos de Brasília ACADEMIA QUE É BOUTIQUE A Bodytech se apresenta ao Iguatemi AMIGUINHOS DA VIDA Os novos personagens de Maurício de Sousa BOND, JAMES BOND Tudo sobre o cinquentenário de 007 DIGITALIZE A coluna de música de Gian Marco Uccello RAPTE-ME CAMALEOA As cores imperam na moda BRASÍLIA COM MAIS AÇÃO O cinema na capital JULIANO CAZARRÉ Conversa exclusiva com o ator brasiliense O MUNDO SEM ARTE Maurício Lima analisa a moda A COR NO CORPO A técnica de maquiar o corpo CASUALMENTE CHIQUE Peças artesanais com design LEMBRA-SE O mobiliário retrô de volta A ARTE E A VIDA Betty Bettiol conta sua história O TEMPO E O ESPAÇO As arquitetas que amam a profissão ENTRE NÓS Patrícia Justino e suas novidades MARIDO E MULHER Aline Guimarães e André Leite se casam DIA DE GRAÇA Família Abi-Ackel batiza Paulo OS FIDALGO Maria Paula em casa com os filhos


136 138 140 142 144 146 148 150 152 154 158 160 162 170 Foto Andre Schiriló Styling Yan Acioli

94 96 98 100 102 106 120 124 128 132

Univitelinas Bebel e Sandinha Dias lançam coleção Flores para sempre Os florados invadem roupas e objetos lago sUl, chegUei Animale abre terceira loja a sola escarlate O poder do scarpin Louboutin soberana As joias da estação a primavera de melissa Melissa Gontijo em sua casa ela só pensa em dançar Norma Lillia celebra cinquentenário amor qUe não acaba Mulheres que dançam ballet Felicidade Isabella Lim e seus 15 anos 40 Forever Marília Nogueira celebra os 40

172 176 180 184 196 202 204 206 210 214 216 218

agUlhas do belo A acupuntura pode ser estética envelhecer pra qUê? Novas técnicas anti-aging do sonho ao pesadelo Os males do metacrilato todas as cores A maquiagem multicolor qUarteto da beleza As donas de O Boticário não há tempo a perder Jovens empresários de Brasília morada dos sonhos Daniel Dall’Oca e seus imóveis vida em segUrança A dupla que conquistou o País arqUivo nas nUvens Lugar de informação é no céu ana paUla Empresária faz sofisticado almoço na paz Fernanda Villa Boas e sua noite bingooo Tiffany&Co. em tarde beneficente nelson piqUet 60 anos de muita história onde andas e o qUe Fazes O novo rastreamento oito dias nUma Ferrari Um passeio pela Toscana Franceses em terras nordestinas Novo spa no Nannai Resort mUndo da ana A viagem de Ana Luiza Favato ela é tUdo de bom Carol Celico estrela o editorial o shopping do brasil Um passeio pelo JK qUe nem elton John Os óculos mais que divertidos exame de dna Os relógios que identificam tempo de realizar Agnelo Queiroz e seus projetos naty&co. Naty Alckmin em seu mundo blue a Fazendinha Sabrina e Samanta festejam os filhos morangUinho Raphaella celebra quatro anos entrevista Romero Britto – o homem que colore a vida


228 232 236

Bolsa The Orchard, Burberry - R$ 6.995

238 240 242 244 248 254 258 266 272 274 276 Romero Britto fotografado por Celso Junior, com produção de Paula Santana. Figurino: acervo pessoal

282 290

O de sempRe Os lanches clássicos da cidade À mesa Marcio Vieira na gastronomia petit cOmité Brasileiros em Paris servem em casa Rei dO cOnhaque A seleta safra do Louis XIII saúde gOuRmet Um cardápio sustentável gRaças a sãO patRíciO Empório de quitutes naturais iRResistível Brigadeiros e suas performances hORa dO chá Os tipo de ervas e seus benefícios cada um nO seu quadRadO As dietas customizadas Fala seRiÖs O colégio que inova na educação O JudiciáRiO em sua melhOR FORma Os tribunais e suas obras suRpResaaa Adriana Chaves em almoço com amigas twO giRls Luiza Nasser e Camila Nereu celebram #BRunaeFelipe Em Trancoso, noivos se casam BOm de veR As cenas de Celso Junior últimO suspiRO A peça dos sonhos da temporada


GUILHERME SIQUEIRA

Quando o segundo sol chegar

c

onfeccionar uma revista não é nada simples. São semanas de doação total e intensa, que ao findar o trabalho, conclui-se: tem que amar muito o feito. como diz Guilherme siqueira, estreante no segmento editorial, para o veterano Rafael Badra: “A vida não é um sonho!” Pois foi munido de todo esse empenho que chegamos na segunda edição, pessoalmente uma publicação complexa, uma vez que a comparação com a primeira sempre será inevitável. Por isso, decidimos que ela teria, dentro de seu dNa e conceito gráfico, uma estética especial. E queríamos dizer isso logo na capa. assim surgiu romero britto. Uma das pessoas mais adoráveis que tive o prazer de entrevistar. Foram dois dias em seu estúdio, em Miami, onde descobri o quão empreendedor, dedicado e talentoso ele é. Uma bela história que vale a leitura. surpreendente também foi a conversa com Nelson Piquet, que celebra 60 anos e fala de seu universo empresarial em sua garagem dos sonhos. Uma presença que nos honra é

RAFAEL BADRA

carol celico. entre idas e vindas ao brasil, ela posou para as lentes de andre schiriló, ilustrando nosso editorial de moda. Na mesma linha, a convidada especial da revista é Melissa Gontijo, anunciando a primavera na capital. Num momento inédito, o Judiciário de brasília se revela. Pelas lentes de Celso Junior surgiu um ensaio fotográfico de obras da arte e da arquitetura que tais monumentos abrigam e poucos conhecem. E ainda uma infinidade de receitinhas e fórmulas para iniciar o preparo para o verão. Para o momento de relax, passeios sedutores por Pernambuco e pela Toscana. Não poderíamos deixar de reverenciar o lago Paranoá, que tem estado lindo. em suas águas navegam verdadeiros surfistas em seus brinquedos maravilhosos. dá muita vontade de se aventurar nos esportes aquáticos. Nas próximas páginas, queremos que você se divirta na leitura. e aprecie o conteúdo que procuramos construir com a leveza que a primavera traz. Fresh and cool. Nos vemos novamente em novembro.


radIcal

>> 24

sUrFIsTas do laGo Por Marina Macêdo Fotos Celso Junior

J

á é hábito em brasília. em dia de sol, amigos se reúnem em lanchas e jet ski para desfrutar as delícias que o lago Paranoá oferece, mas nem só de lazer vive o lago. Velas, pipas, pranchas e manobras radi-

cais colorem e desafiam a paisagem. em pleno cerrado, é possível encontrar atletas profissionais se aventurando em esportes radicais como windsurf, kitesurf, wakesurf e stand up paddle. com clima seco e quente, as práticas atraem brasilienses e capacitam atletas para campeonatos mundiais.

Marcello Morrone, 41 anos, é bicampeão nacional e vice-campeão sul-americano de windsurf. Ele veleja pelas águas do lago há 30 anos. “o lago Paranoá abraça a cidade e recebe muito bem esses esportes. atualmente, brasília está entre as maiores flotilhas do Brasil”, afirma. o windsurf é composto por uma prancha e uma vela,

onde os atletas conseguem planar sobre a água com a força do vento. “Na capital, o esporte é mais voltado para práticas como regatas, percursos e provas de velocidade”, ressalta Morrone. Outro esporte em alta é o stand up paddle, uma espécie de surf praticado em pé na prancha, com o auxilio de remos.

Integrantes das olimpíadas de 2016, os esportes radicais na água elegem brasília como o principal centro de treinamento do País


25 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Almyr Barros é campeão na prática do windsurf


radical

Já o kitesurf embarca o atleta em uma aventura, onde se prende uma pipa à cintura, utilizando a prancha com suporte para os pés. impulsionado pelo vento, começa a aventura. João Henrique Ferreira, 37 anos, é referência quando o assunto é o kite. conhecido por suas manobras ousadas, ele é bicampeão cearense no esporte e terceiro colocado no circuito brasileiro. começou a surfar aos nove anos, pelos

quatro cantos do Brasil. aos 22, resolveu estudar e se aventurar nas ondas do Hawaii. aos 27, conheceu o kitesurf e atualmente se dedica em campeonatos nacionais e mundiais. Para o atleta, treinar em Brasília exige maior movimentação. “No mar, as ondas te pegam e te levam. No lago, é preciso correr atrás das ondas. O esporte é bem completo. Trabalha músculos, força, exige habilidade e treino”, explica

>> 26

Ferreira. “Vivemos um momento importante no kitesurf. a Federação internacional de vela anunciou que o esporte fará parte dos Jogos Olímpicos de 2016”, comemora o campeão. E quem disse que no lago Paranoá não tem onda? O rastro formado pelo trajeto das lanchas permite que se pratique o wakesurf. a pentacampeã brasileira no esporte, Vanessa azevedo, garante que é possível projetar boas ondas

no lago. “Elas chegam até meio metro de altura. Quem treina wind e kite na cidade está apto a praticar em qualquer lugar. Já o wakesurf, ele aprimora o surf no mar”, diz Vanessa Sobre o clima, Morrone revela que o vento sofre muita influência dos arredores do lago Paranoá. antes de chegar no lago, o vento passa por uma série de obstáculos e toma diferentes direções. Essas condições deixam o atleta mais sen-


27 <<

www.gpsbrasilia.com.br

sível. “conseguimos praticar os esportes à vela o ano inteiro. Temos vento para velejar entre três e quatro vezes por semana, mas nem sempre os dias caem no final de semana. Fazemos nossa programação de acordo com o vento”, ressalta. Os melhores períodos são os meses de julho, agosto, dezembro e janeiro. almyr Barros, diretor técnico de Fórmula Windsurfing e Experience, é atleta assíduo dos

esportes radicais. conheceu o windsurf durante umas férias e logo quis se aventurar. além do esporte, pratica wakesurf e stand up paddle. Sobre as técnicas, ele revela que quem treina na cidade fica mais atento do que quem treina no mar. “como o lago é menos denso, a prancha afunda mais rápido que no mar. Sendo assim, quem realiza a prática em Brasília tende a fazer mais força e prestar mais atenção às mudanças do vento”.

João Henrique em pleno movimento no kitesurf, enquanto Fernanda Barros dribla as ondas no wakesurf

Qual a diferença? • Stand Up Paddle – É a modalidade da moda. Uma espécie de surf praticado em pé na prancha com o auxílio de remo • Windsurf – Uma prancha e uma vela permitem que o atleta plane sobre a água com a força do vento • Kitesurf – com uma pipa presa na cintura, o atleta utiliza uma prancha com suporte para os pés e é impulsionado pelo vento • Wakesurf – O rastro da lancha forma ondas, permitindo que o atleta mostre suas habilidades Onde praticar . Clube Katanka – SCES Trecho 4 Conjunto 11 Parte A (Dentro do Clube da Nações). Telefone (61) 8172-5233 . Quiosque Náutico - No Pontão do Lago Sul. Telefone (61) 9982-3562


esPorTe

>> 30

VelocIdade e eQUIlíbrIo Nada é fácil na vida. em especial para dois atletas paralímpicos, que representam o País em londres e dizem que mais difícil que lidar com as limitações físicas é conseguir reconhecimento Por Marcella Oliveira Foto Celso Junior

d

epois dos Jogos olímpicos de londres 2012, o foco agora é nos atletas especiais. eles chamam atenção não apenas pela limitação física, motora ou mental, mas pelo esforço. A delegação paralímpica brasileira tem 163 atletas, apoiados pelo programa federal bolsa atleta. a luta, além de física, é também por apoio e patrocínio. E, é claro, por fãs. o desempenho brasileiro nas paralimpíadas é muito bom. em 2004, em atenas, o brasil conquistou 33 medalhas (14º lugar), e em Pequim, 2008, foram 47 medalhas (9º melhor país). Números melhores que o dos Jogos olímpicos, que em 2004 trouxe dez medalhas (16º lugar), e em 2008 foram 15 (23º lugar). a GPS|Brasília apresenta a história de dois dos 16 atletas brasilienses que estão em londres.

BRASIl nOS JOGOS PARAlíMPICOS londres 2012 163 atletas brasileiros na delegação Pequim 2008 9º lugar – 16 de ouro – 14 de prata – 17 de bronze = total de 47 medalhas Atenas 2004 14º lugar – 14 de ouro – 12 de prata – 7 de bronze = total de 33 medalhas

Rapidez Quinze segundos. esse é o tempo que dura uma prova de 100 metros de atletismo adaptado. e o mais veloz das américas está aqui, bem pertinho. ariosvaldo Fernandes silva, 34 anos, o Parré, mora em ceilândia. Ganhador de duas medalhas de ouro nos Jogos Parapan-americanos de 2011, ele é o mais rápido nas provas de 100 e 200 metros na classe T53. a modalidade é realizada com uma cadeira de rodas adaptada, uma forma específica de sentar. além de concentração e muita força nos membros superiores. “Já participei de dois pan-americanos, uma paralimpíada e dois mundiais. É um sonho representar uma nação”, diz Parré. Paraibano, Parré chegou a brasília aos dois anos de idade, na busca por um tratamento para a poliomieli-

Parré treina no Cief na Asa Sul

te. Mas a doença o deixou em uma cadeira de rodas. aos 19 anos, iniciou a prática desportiva, com o basquete. depois, mudou para o atletismo. “Praticar esporte foi um dos meios que encontrei para mostrar que sou capaz de fazer algo diferente”, conta. além de um ritmo de treinamento acelerado, Parré trabalha com a fabricação e manutenção de cadeiras de rodas. “A maior dificuldade que já enfrentei foi a falta de recursos para manter no esporte e investir no meu equipamento. Não é fácil.

as grandes empresas têm de acreditar e investir mais. o que temos hoje não dá para se manter no esporte”, revela.

ConCentRação demonstrar domínio sobre o cavalo. Parece difícil, imagina para quem tem dificuldade motora. em mais de dez anos no esporte, o atleta brasiliense sérgio oliva, 30 anos, conquistou diversos títulos: um brasiliense, quatro brasileiros, um sul-americano, um pan-americano e um


31 <<

www.gpsbrasilia.com.br

mundial, o mais importante, conquistado na Inglaterra em 2007. Além da participação nas Paralimpíadas de Pequim, conquistando o oitavo lugar. sérgio é trigêmeo de Flávio e eduardo. Foi o último a nascer de um parto prematuro. a falta de oxigenação no cérebro causou paralisia cerebral e afetou o desenvolvimento motor, deixando um problema de dicção. Mas o intelecto não foi afetado. Formou-se em Direito, fez pós-graduação e, desde 2003, é concursado do Tribunal de Justiça do dF.

Serjão, como é conhecido, começou a montar em 1989, com a equoterapia, um tipo de fisioterapia. Com o passar dos anos, migrou de um hobby para uma modalidade olímpica, em uma prova que é feita no passo, diferente do galope ou trote. Independente, Serjão tem uma rotina agitada. além do treino no hipismo, corre, nada e faz musculação. Adora uma balada com os amigos, e ainda mora sozinho. “Temos uma relação muito próxima, somos muito unidos. saímos juntos, nos ajudamos sempre

que possível e estamos sempre na torcida por ele”, conta o irmão Flávio. O grande desafio é ter um cavalo próprio para treinar no brasil. É importante uma sintonia entre cavalo e cavaleiro, que se adquire com o tempo. e também quer o reconhecimento dos brasileiros. “o envolvimento com esporte foi por acaso, mas agora eu levo a sério. Tenho orgulho em poder representar o brasil. espero que cada vez mais as pessoas se interessem pela competição e nos prestigiem”, conclui o atleta.

História os primeiros Jogos Paralímpicos (não mais Paraolímpicos) foram realizados em 1960, em roma, na Itália. Mas tudo começou com neurologista austríaco ludwig Guttmann, que após a II Guerra Mundial iniciou um trabalho com os veteranos lesados, por meio de prática de esportes. o resultado foi um sucesso e inspiraram a realizar competições nos moldes dos Jogos olímpicos.


MalHação

>> 32

acadeMIa QUe M É boUTIQUe

Por Marcella Oliveira Fotos: Bruno Pimentel

conheça as dependências da bodytech no shopping Iguatemi brasília. o que há de mais moderno em técnicas e aparelhos está inserido na terceira unidade da rede na capital federal

ais do que malhar. ser bem tratado, usufruir de uma infraestrutura moderna e ter orientação personalizada dos profissionais. essa é a ideia da academia bodytech lago Norte, localizada no shopping Iguatemi brasília, que traz para brasília o conceito boutique. com acabamento moderno e amplas janelas com vista espetacular da região, o ambiente clean ocupa 1.300 m² do último andar do Iguatemi brasília. “Mais do que um lugar para fazer exercícios,


33 <<

www.gpsbrasilia.com.br

o aluno precisa se sentir bem, estar feliz aqui. esse é o conceito boutique”, explica Helder rodrigo souza, gerente da unidade. antes de começar a nova vida atlética, o aluno passa por uma avaliação completa na sala cárdio, com pesagem, medição, teste de esforço, frequência cardíaca e percentual de gordura. “a partir da avaliação, o professor pode direcionar o aluno para a melhor atividade, de acordo com seu objetivo”, explica o gerente da unidade. diante do conceito de boutique, um dos objetivos é proporcionar um atendimento personalizado. a academia trabalha com a proporção de um professor para sete alunos. A sala de musculação apresenta equipamentos de última geração das marcas Technogym e life Fitness, as mais qualificadas do mundo nesse setor. “Nossa equipe de professores é orientada para dar uma atenção especial aos alunos,

para que eles treinem com supervisão”, explica Helder. São quatro programas diferentes para a musculação. o primeiro é o express, para quem tem pouco tempo. Um treino de 30 minutos que mescla musculação, aeróbica, e alongamento é feito para o aluno. A opção Client é para quem precisa se adaptar à prática de exercícios, em que o professor ajuda a experimentar novas aulas e faz um acompanhamento de perto. Já o programa care é para quem tem algum tipo de especifidade e precisa de um trabalho personalizado, como problemas no joelho ou na coluna. o último programa é o leading, um treinamento para quem já tem mais experiência. Para aqueles que estão 24 horas por dia conectados à internet, a academia oferece dois aparelhos chamados vario, que simulam o movimento de corrida sem impacto e têm acesso à rede. Uma plataforma vibratória também é uma das

novidades, que o aluno pode usar para estimular a circulação sanguínea e também se alongar no final do exercício. As esteiras e bicicletas têm televisão com mais de 20 canais. Perto da área de musculação, uma sala separada oferece aparatos para os chamados exercícios funcionais. “os alunos podem simular movimentos de remo, natação, tênis, arremesso. São estímulos diferentes em um espaço reservado”, explica Helder.


malhação

>> 34

SalaS eSpeciaiS Uma das salas é específica para as aulas de ginástica localizada, uma das atividades mais praticadas pelas mulheres em Brasília. Para a unidade do Iguatemi Brasília, a Bodytech importou o carioca Wallison Maia, 29 anos, que inova nas aulas e tem conquistado as alunas. Há cinco meses na cidade, ele passou pelas unidades do Lago Sul e do Sudoeste. Ao lado de Hermes Silva e Almyr Barros, ele compõe o time de professores de uma das modalidades mais assediadas da cidade. A outra sala coletiva é para modalidades como boxe e pilates. A academia tem três aparelhos diferentes para aulas de pilates: o sliding (uma espécie de esteira onde o aluno faz movimentos deslizando), o flow (um carrinho para uma aula que mistura pilates com dança) e o barrel (que trabalha postura e força). a sala de indoor cycle tem 23 bicicletas, ambiente iluminado, duas televisões e uma entrada USB em cada bicicleta para que você salve seu treino para fazer uma tabela comparativa de velocidade, tempo e gasto de calorias. a sala de running class tem dez esteiras. “A corrida de rua é uma das modalidades que mais cresce em Brasília e a aula de corrida é uma maneira de treinar no seu ritmo, mesmo em grupo”, diz Helder Souza.

A academia visa a integração dos espaços e tem ambientes comuns. Os vestiários são grandes, com armários, chuveiros e secadores. Quem esquecer sua toalha pode alugar uma na rouparia. O lanche antes e depois da malhação pode ser feito na Belini, que tem um cardápio saudável e adequado para os alunos. O diferencial da unidade é estar dentro de um shopping. Os alunos têm três horas gratuitas de estacionamento. E além de malhar, podem se esbaldar nas compras.

GrUpo BOdytEcH A unidade no Iguatemi Brasília é a terceira academia da rede na cidade e foi inaugurada em 26 de junho, um investimento de R$ 6,5 milhões. A primeira Bodytech em Brasília foi inaugurada no Lago Sul em

2007 e atualmente conta com mais de 3 mil alunos. A segunda unidade foi a do Sudoeste, aberta em março de 2012. Ao todo, são 31 academias pelo Brasil, mais de 65 mil alunos e 3.400 funcionários. a holding Bodytech nasceu em 2005 e é a rede composta pelos maiores e mais completos centros de atividades físicas, esportes, bem-estar e lazer do País. totalmente inserida em um moderno conceito de wellness, que busca promover

a saúde física e mental de toda a família, a Bodytech se tornou referência no mercado nacional de fitness. O técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho, é presidente do comitê técnico do Grupo Bodytech. Serviço Bodytech Lago Norte Shopping Iguatemi Brasília Telefone (61) 3468-1101 Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 6h às 23h, sábado das 8h às 20h, e domingo das 9h às 14h. Três horas gratuitas de estacionamento


caMPaNHa

>> 36

aMIGUINHos da VIda Incentivado por um brasiliense, o cartunista Maurício de sousa apresenta os dois novos amiguinhos da Mônica e do cebolinha portadores do vírus HIV. lançamento será em brasília Por Marcella Oliveira

I

gor e Vitória. Você ainda não os conhece, mas eles vão invadir uma das turmas mais famosas do brasil. em setembro, Mônica, Magali, Cascão e cebolinha ganham dois novos personagens em uma edição especial do gibi: Amiguinhos da Vida com a Turma da Mônica. Eles vão mostrar como conviver com pessoas portadoras do vírus da aIds e reforçar que o preconceito deve ficar no passado. com oito e sete anos, respectivamente, Igor e Vitória são crianças saudáveis, com uma vida normal, mas que são portadoras do vírus HIV. Igor gosta de andar de

skate e Vitória é expert em patins. “os personagens foram criados para demonstrarem para os leitores que a convivência com crianças soropositivas é normal. bastam alguns cuidados especiais em situações de acidentes”, explica Maurício de sousa, cartunista criador da turma. a ideia partiu da oNG brasiliense amigos da Vida e foi apresentada para a Maurício de sousa Produções. “a criança tem a inocência roubada pela aIds em decorrência da irresponsabilidade dos pais, uma vez que hoje é possível nascer sem a doença. Nossa ideia foi estimular o diálogo entre pais e filhos, combatendo a desinformação

e o preconceito que ainda permeiam a discriminação no convívio social e escolar de crianças afetadas pela AIDS”, conta o presidente da oNG, christiano ramos. a revistinha vai abordar temas como as formas de infecção da AIDS, o que é o vírus, como conviver com crianças soropositivas e o impacto social causado pela patologia. “a criança se alfabetiza com os quadrinhos. Inserir esses assuntos é estimular a discussão. A história acontece na escola que é quando todos estão juntos”, adianta Maurício de sousa. Para Maurício de sousa, promover a inclusão de portadores de HIV é importante


37 <<

www.gpsbrasilia.com.br

para o futuro das crianças. “Uma criança não tem culpa de ter contraído o vírus e é vista com receio pelos próprios coleguinhas e seus pais. com esse trabalho de inclusão desde a infância, eles serão adultos melhores”, acredita o cartunista. o lançamento da edição especial da revistinha será no dF, com a presença do cartunista e criador da Turma da Mônica, Maurício de sousa. O projeto tem apoio da Embaixada da austrália no brasil e da Petrobras no dF. a distribuição dos 30 mil exemplares será feita nas brinquedotecas do distrito Federal, nas pediatrias dos hospitais da rede amil, postos de gasolina da rede Petrobrás e em hospitais públicos da secretaria de saúde do GDF. “A revista não será vendida, é um produto gratuito. Nosso objetivo é levar a informação para as crianças e conscientizá-las da maneira que elas mais gostam: lendo juntamente com a Turma da Mônica”, explica Ramos. Esta não é a primeira vez que a Turma da Mônica recebe amigos especiais. Já foram produzidos gibis sobre acessibilidade de pessoas com deficiência visual (personagem dorinha) e cadeirantes (personagem lucas). Teve também a personagem Tati, para explicar sobre a síndrome de down. “atualmente, também estamos desenvolvendo campanhas contra as drogas com a Turma da Tina. Produzimos material até para campanhas internacionais”, revela Maurício.

bruno Pimentel

Christiano Ramos, presidente da ONG, em uma das seis brinquedotecas Renato Russo

sobre a oNG a oNG amigos da Vida existe há 12 anos. “ela foi criada quando assumi minha soropositividade”, conta Christiano ramos, 44 anos. ele descobriu a doença aos 19. o carro-chefe é o atendimento jurídico aos portadores e seus familiares, além de um recorte especial para as crianças. A organização é responsável por seis brinquedotecas em hospitais públicos do dF, montadas com o objetivo de promover o entretenimento entre as crianças durante o tratamento, com um ambiente

lúdico. Mas a maior demanda da ONG é ajudar trabalhadores que são demitidos quando os patrões descobrem que eles têm a doença. o distrito Federal conta com 580 crianças infectadas pelo vírus e em torno de 4.900 adultos. “acreditamos que esse número seja maior, pois só é registrado quem procura tratamento e

ainda tem muita gente que nem sabe que tem a doença”, afirma Ramos. Para ele, o mais importante é mostrar para a população que a AIDS hoje não é mais uma sentença de morte, é apenas uma limitação de vida. “as pessoas acham que vão encontrar uma pessoa magra, doente, mas isso não é mais realidade. Temos uma vida normal, com cuidados, como uma pessoa que tem diabetes ou hipertensão”, garante o presidente da oNG. Serviço lançamento do gibi Amiguinhos da Vida com a Turma da Mônica Data: 17 de setembro de 2012, às 17h Local: Livraria Cultura do iguatemi Shopping, auditório Eva Hertz


HIsTÓrIa

Bond, James Bond

cinquentenário do agente britânico 007 mobiliza capital londrina e revitaliza carros, relógios, lugares e drinks icônicos

>> 40


41 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Por Raquel Jones

M

y name is Bond, James Bond. essa frase ficou célebre em todo o mundo quando o escritor Ian Fleming começou a narrar, a partir de 1953, a história de um agente fictício do serviço de espionagem britânico. Na mesma década, o personagem foi apresentado ao público em livros de bolso. em 2012, o mundo comemora os 50 anos do primeiro filme da série de cinema que popularizou o agente.

a saga apreciador de dry Martini, James bond é descrito por Fleming como um homem alto, moreno e sedutor, com idade entre 30 e 40 anos. No cinema foi representado primeiro, em 1962, pelo ator escocês sean connery. em 1969, o ator australiano George lazenby substituiu connery no filme 007 – A serviço secreto de sua majestade. dois anos depois, connery voltou a atuar como o agente no filme Os diamantes são eternos. de 1973 a 1985, o agente secreto passou a ser interpretado pelo britânico roger Moore. Nos quatro anos seguintes, foi a vez do também britânico Timothy dalton. entre 1995 e 2002, o ator irlandês Pierce brosnan foi James bond, antecedendo o atual daniel craig. o ator inglês estrela este ano o seu terceiro filme, Skyfall.

em 50 anos, foram 23 filmes oficiais de James bond. existem duas gravações consideradas não oficiais: Casino Royale, interpretado pelo ator britâncio david Niven no cinema e pelo ator americano barry Nelson numa série de televisão, e 007 – Nunca mais outra vez, interpretado novamente por sean connery. Ambos os filmes não foram produzidos pelo detentor dos direitos do personagem para o cinema, o produtor albert broccoli.

Bond Girls com um belo rosto e um corpo escultural, a bond girl de Ian Fleming “tem a pretensão de ser o exemplo da espécie: dócil e pouco exigente, bonita, mas inocente, vivendo ao ar livre, fisicamente forte, implicitamente vulnerável sem reclamar e, em seguida, tragicamente morta, antes ou pouco depois de seu casamento”, dizia um colunista do The Times, ben Macintyre. É por essas mulheres que o agente 007 se envolve, mas apenas uma realmente foi amada por bond. No romance Casino Royale, bond se apaixonou pela bela Vesper lynd. a beldade, porém, trai o agente e, como forma de “sacrifício”, morre para salvá-lo. a partir daí, bond se torna mais frígido e, apesar de manter inúmeros relaciona-


HIsTÓrIa

>> 42

CurioSiDaDe: Muriel Wright foi provavelmente a inspiração para todas as bond girls criadas por Ian Fleming . Ela tinha 26 anos e era “excepcionalmente bela”. Ela e Fleming se conheceram em 1935. Muriel era pilota, esquiadora e jogadora de polo talentosa, era também modelo e independente financeiramente. Em 1944, morreu durante um ataque aéreo na Segunda Guerra Mundial. Fleming dizia que Muriel “era boa demais para ser verdade”.

Das telas para a vida real

mentos, não se apaixona por nenhuma delas. em 1969, Vesper lynd foi interpretada pela atriz suíça Ursula andress. a atriz foi símbolo sexual na época, considerada uma das mais belas bond girls de todos os tempos. Foi ela quem fez a famosa cena onde a personagem sai do mar vestida de biquíni branco, cena repetida por Halle berry. a última Vesper lynd foi a atriz sueca eva Green. as bond girls já foram

interpretadas por mais de cinquenta atrizes, de países como estados Unidos, Jamaica, Itália, Malásia, Nicarágua, Japão ou Grã-Bretanha. Entre as atrizes que interpretaram a mulher poderosa e sensual, destacamos: Grace Jones, Honor blackman, Mie Hama, diana rigg, Jill st. John, Jane seymour, britt ekland, barbara bach, lois chiles, carole bouquet, Maud adams, denise richards e Kim basinger.

Bond mania os acessórios e artefatos tecnológicos usados por James bond viraram e continuam a virar obsessão mundial. entre eles, o carro inglês aston Martin dbs, usado por ele em Casino Royale; o relógio omega seamaster; a clássica pistola Whalter PPK calibre 7.65mm, e a lancha aquariva.

Uma viagem ao universo do personagem. É assim que se sente o visitante na exposição Designing 007 – 50 anos do estilo de James Bond, no barbican art centre, em londres, até 5 de setembro. a partir de 19 de outubro até janeiro de 2013, a mostra estará no TIFF de bell lightbox, em Toronto, no canadá. Os figurinos usados pelo agente, suas bond girls e vilões estão expostos ao público na exposição. Figurinistas de Hollywood e grandes nomes da moda que ajudaram a criar o estilo de Bond também são lembrados, incluindo Giorgio armani, roberto cavalli, Tom Ford, Hubert de Givenchy, Prada Miuccia e donatella Versace. além do vestuário, fotos, automóveis e gadgets – os famosos dispositivos eletrônicos que a cada filme desafiavam a tecnologia. Para contextualizar, alguns sets de filmagem foram recriados num ambiente multisensorial. o público também poderá beber o coquetel predileto de bond, o dry Martini. No bar Martini, a bebida é servida para que os fãs possam experimentar o estilo 007.


dIGITalIze

>> 44

Por GIaN Marco Uccello

do outro lado do mundo, no mundo todo o sucesso mundial do Gotye com Somebody that I used to know apresenta ao mundo a neo zeolandesa Kimbra. Ninguém resiste a esses encantadores olhos azuis. o video de Settle Down é imperdível. estética é tudo.

o pink tá Floyd Roger Waters foi capa da edição americana da Revista Billboard em julho com a tour The Wall Live. a mais rentável nos estados Unidos, ela passou por terras brasileiras ano passado, aqui também lotando estádios. Prova que música boa não tem época, afinal The Wall tem 33 anos.

marketing aguerrido Todos sabem que as maiores preocupações do comitê olímpico Internacional são as ações de marketing de empresas não patrocinadoras dentro do ambiente dos jogos, o chamado marketing de guerrilha. Todos pensavam que na china a coisa ia rolar solta, mas pelo visto londres será o case. Foram vistos os headphones fashion de dr. beat, de dr. dre em vaááários ouvidos olímpicos; pulseira de uma marca de refrigerante em pulso de atleta, e até camisetas promocionais com bra de um grande banco brasileiro no meio da plateia. Imagina como vai ser por estas bandas de cá?!


45 <<

www.gpsbrasilia.com.br

A música é um negócio, o artista é uma marca, e o fã é rei Cada vez mais com o avanço da internet, a música se mostra um negócio rentável para vários que estão nela. A internet, apesar de ser um território livre, já mostrou que pode ser uma boa fonte de rendimentos para os artistas, não importa seu tamanho. Para isso, é necessário que o artista apenas trate bem quem mais lhe interessa, o seu fã. Quem já se tocou disso está à frente dos milhares que ainda acham que na internet “é tudo de graça”. Se liga!

Não existe almoço grátis A velha frase cada vez mais atual: por que o músico tem que dar a música de graça? Aquilo custou ao menos seu suor e ele deve ser recompensado. Insistir na ideia de que tudo na internet é de graça está ultrapassado. Hoje existem inúmeras formas de se fazer receita no mundo digital. Os artistas mais conectados já viram esse caminho. E nem precisa ser famoso. Vejam o caso de Amanda Palmer, dispensada por uma grande gravadora por vendas pífias, e logo após conseguiu mais de USD 1 milhão de seus fãs para gravar seu novo disco e excursionar. Hellooo!!!

Quem será a Rainha? Lady Gaga ou Madonna? Quem vai conseguir colocar mais público no Brasil? Façam suas apostas: Gaga em novembro, e menos de um mês depois tem tia Madonna. E o que será que srta. Gaga vai aprontar em terras tupiniquins? Qual será o efeito de caipirinhas em seu cérebro? Medo!

Na onda do 3D Quem passou voando pelo Rio foi Kate Perry, fez questão de prestigiar o lançamento do seu filme Kate Perry: Part of me, em 3D. Além disso, ela agora é garota-propaganda da marca de salgadinhos Popchips, nos states.

MAis boAs soNoRiDADes A cAMiNho • • • • •

Pink! No Doubt – primeiro disco de estúdio desde 2001 Green Day – com três discos The XX – Coexist Alanis Morissette também soltou um novo e muito mais

Faltaram brasileiros !!!! Sim, dessa vez faltou, mas prometo uma coluna completa de brasileiros na próxima.


CORES Lenço Scarf Me - R$ 328

Rapte-me camaleoa

Christian Louboutin R$8.540 Schutz - R$ 750

>> 46

É tão bom quando as cores invadem o guarda-roupa. Festivas e elevadoras do humor, tê-las por perto podem revigorar não só o look como a alma. Uma cor pode dizer tudo a seu respeito. Deixe-se levar por elas... mesmo que temporariamente Look Miss Fancy Relógio Hamilton - R$ 5.960

Pandora Charm em Ouro e Murano - R$ 95

Zeferino - R$ 1.222 Clutch Spiked, Christian Louboutin - R$ 2 mil

284 - R$ 229 Melissa para Salinas - R$ 98

Samsonite Spinner - R$ 799,90

Arezzo - R$ 229,90


cINeMa

>> 48

brasílIa coM câMera e MaIs ação Por Marcella Oliveira

b

bruno Pimentel

rasília ainda tem 52 anos. cheia de rótulos, é vista como a cidade da política, do funcionalismo público, dos concursos, e vive culturalmente na rebarba das bandas de rock que daqui saíram nos anos 80. Pouco se conhece da arte produzida na capital federal, principalmente a mais recente. E no cinema, não é diferente. Uma prova disso é o próprio Festival de brasília do Cinema Brasileiro. Na edição deste ano, dos 580 filmes inscritos 103 eram de produções locais e apenas um foi selecionado para a mostra competitiva. Seria estranho se não fosse

A produção cinematográfica brasiliense não para. Filmes, diretores, atores e técnicos destacam-se no universo do cinema, mesmo que precisem primeiro do reconhecimento lá fora

recorrente. “Isso é um não reconhecimento da secretaria de Cultura em relação à produção da casa. É vergonhoso não entrar produções de Brasília”, lamenta o cineasta e roteirista João Paulo Procópio. o cineasta destaca o grande reconhecimento que as produções brasilienses têm, especialmente, com o júri popular. “Quem é cinéfilo sabe a posição privilegiada que os filmes de Brasília vêm alcançando”, afirma. Ganhador de um candango de Melhor Filme 16mm em 2003 com seu primeiro curta-metragem, Suicídio Cidadão, o cineasta Iberê carvalho, 36 anos, viu por duas vezes seus filmes serem deixados de lado em brasília para se tornarem reconhecidos em outros festivais. em 2009, o curta-metragem Para Pedir Perdão ficou de fora da mostra competitiva. Já na Mostra brasília foi um dos mais aplaudidos. e o reconhecimento internacional veio com o Prêmio coral, inédito para brasília, de melhor curta latino americano do Festival Internacional de cinema de Havana, em cuba.


49 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Fotos: Divulgação

o mesmo se repetiu recentemente com o filme Procura-se. sem conseguir uma vaga no Festival de brasília em 2010, o filme de Iberê já foi exibido em festivais em los angeles, seattle, Huston, Havana, Munique e diversos festivais brasileiros. dentre os prêmios que recebeu destaca-se o Prêmio cartoon Network de Melhor Filme Infantil, do Festival Prix Jeunesse Ibero-americano em 2011.

Produção em conjunto Um grupo de amigos e profissionais que trabalham com produções culturais em brasília resolveu se unir para trabalhar juntos. Assim, há um ano e meio, surgiu o coletivo casa30, formado pelas empresas start Filmes, Pavirada Filmes, TMTa, Menina dos olhos, e Quartinho direções artísticas. a equipe formada por 12 pessoas divide um espaço comum, otimiza custos e compartilha trabalhos, além de reunir ideias e talentos para impulsionar o desenvolvimento cultural e o potencial criativo de brasília. Fazem direção, roteiro, cenografia, fotografia, preparação de elenco, eventos e cursos. “somos parceiros”, disse André Cunha. Nas estantes da casa 30, colecionam-se estatuetas dos festivais de brasília, cuiabá, Maringá, Florianópolis, Gramado, Grande Prêmio brasil de cinema (Ministério da cultura), Festival luso-bra-

sileiro de cinema (Portugal), MTV awards brasil, HaYaH Film Festival (Panamá), o cobiçado Troféu coral do Festival de Havana, a estatueta do Festival Prix Jeunesse Ibero-americano 2011, entre outros. O grupo tem uma visão otimista da cultura de brasília, com bons trabalhos no cinema e no teatro. “Eu fiz o caminho inverso, vim do rio para brasília e fiquei encantada com o público e com os profissionais que encontrei aqui”, revela a atriz e preparadora de elenco Fernanda rocha, da empresa Menina dos olhos.

Festival de brasília o público de brasília é conhecido como um dos mais críticos. Vaias e aplausos demonstram o que pensam os frequentadores do Festival de brasília do cinema brasileiro, que no dia 17 de setembro abre a sua 45ª edição. Este ano, a principal novidade é a nova casa do festival. com o cine brasília em reforma, a sala Villa lobos do Teatro Nacional, que há anos recebe

as cerimônias de abertura e encerramento, também será palco da mostra competitiva principal. São esperadas cerca de 1.300 pessoas por noite. os organizadores lamentam a mudança de lugar, mas reconhecem a necessidade de uma reforma no cine. “Lá é o templo, a tradição do festival. Mas era preciso uma renovação”, afirma Fidalgo. a mostra competitiva durará seis noites. diferente dos anos anteriores, foi dividida em duas etapas. Primeiro, às 19h, será exibido um curta e um longa de documentário.


cinema

>> 50

Fotos: Diego Bresani

Já às 21h30, é a vez de um curta de animação, um curta de ficção e um longa-metragem também de ficção. “Não haverá mais a reprise no mesmo dia, apenas no dia seguinte”, explica o coordenador do festival, Sérgio Fidalgo. A separação ocorreu devido ao grande número de inscrições de filmes no estilo documentário. “A quantidade de documentários sempre foi maior”, afirma Fidalgo. Paralelamente, ocorre o Festivalzinho e a Mostra Brasília. Dos 580 filmes inscritos, foram selecionados apenas 30 películas: seis longas de ficção, seis longas

Profissionais do cinema se uniram no Coletivo Casa30 para dar força à produção local

documentários, seis curtas ficção, seis curtas animação e seis curtas documentários. A seleção gerou revolta na cinematografia brasiliense. mas quem quiser conferir a produção local pode assistir a Mostra Brasília, organizada pela Câmara Legislativa do DF, que será exibida em duas sessões na sala Martins Penna do Teatro Nacional. Serão quatro longas e oito curtas.


51 <<

www.gpsbrasilia.com.br

polêmicos, fora de um padrão comercial. “Lançamos jovens diretores ou trazemos diretores que há tempos não produziam. É um festival para um público bem exigente”, afirma. O Festival de Brasília é visto como o mais autoral. Enquanto Gramado tem o lado artístico, e o do Rio de Janeiro foca no comercial, Brasília promove debates políticos. “O festival resiste há 45 edições. Já passou pela ditadura, administrou crises, e hoje é muito querido, faz parte da história afetiva da cidade”, opina João Paulo Procópio. Para Sérgio Fidalgo, os cineastas de Brasília têm uma força muito grande. “A importância deles é reconhecida, eles levam muito a sério o trabalho e são muito talentosos”, afirma.

Dos diretores brasileiros que já tiveram filmes premiados no festival, destacam-se o veterano Vladimir Carvalho, o brasiliense José Eduardo Belmonte, o polêmico Julio Bressani, o talentoso Cláudio assis, o documentarista eduardo coutinho e a mais popular, Laís Bodanzky. Para Sérgio Fidalgo, uma das características do festival de Brasília é ter filmes mais autorais,


cINeMa

>> 52

Fotos: Divulgação

Cenas do filme Procura-se, de iberê Carvalho, vencedor do Prêmio Cartoon Network de Melhor Filme infantil, do Festival Prix Jeunesse ibero-Americano em 2011

Para os cineastas, um exemplo é o cinema pernambucano. “lá, a política pública acontece e o festival é muito forte para a cultura local”, diz o produtor Cleber Machado. E tem conquistado o Brasil. Dos 12 longas-metragens selecionados para Brasília, quatro são pernambucanos. “A gente quer ser reconhecido, é uma ambição a curto prazo. Os organizadores precisam ouvir os realizadores”, esperam. Mas a vontade de fazer cinema passa por cima de todas as dificuldades. Os produtores e cineastas tiram dinheiro do próprio bolso, contam com ajuda de amigos. E o resultado tem dado certo. Os filmes brasilienses têm bom histórico em participações em festivais. e, principalmente, o público continua aplaudindo de pé.

Política cultural Para o fotógrafo e cineasta andré cunha, falta um entendimento por parte do governo de que este é um ramo com potencial econômico local. “Se há produção em Brasília, há circulação de verba com mão de obra, material, e outras diversas áreas. Só que muitas vezes precisamos buscar isso fora daqui”, lamenta. Além de ajuda do governo, é preciso também que os empresários da cidade valorizem as produções locais. “Brasília já foi capital do rock, do choro, e está numa perspectiva muito forte de ser capital do cinema, pela produção e pelos talentos que temos aqui. Mas sem investimento, as pessoas vão embora”, afirma Procópio. “Um passo fundamental e urgente que precisamos dar é a aprovação de uma lei de incentivo local, que reduza o ICMS dos empresários da cidade que invistam em cultura”, opina Iberê Carvalho. No Brasil, 19 unidades da Federação possuem leis de incentivo fiscal com intuito de estimular o investimento das empresas na cultura local.

Serviço 45° festival de Brasília do Cinema Brasileiro De 17 a 24 de setembro de 2012 Teatro nacional de Brasília Confira a programação no site: www.festbrasilia.com.br


celebrIdade

>> 54

texto Marcella Oliveira Fotos Celso Junior

Rio de Janeiro – ele arranca boas risadas do público de avenida brasil, da TV Globo, com as pérolas do divertido Adauto. O jeito engraçado e cheio de erros ao falar do ex-gari conquistou os telespectadores e o personagem cresceu ao longo da trama. Na vida real, o ator Juliano cazarré é tímido, educado e muito discreto. Com 32 anos, já fez sete peças teatrais, 13 longas-metragens, três séries de tevê e duas novelas. Filho do escritor lourenço cazarré e da pedagoga Maria luiza, nasceu em Pelotas (rs), mas com um mês de vida chegou a brasília, onde cresceu ao lado dos irmãos, Érico, 29, e Marieta, 27, e iniciou sua carreira. cursou artes cênicas na Universidade de brasília (Unb), atuou com diretores de cinema e teatro locais, e deixou a capital para se aventurar por São Paulo e rio de Janeiro. Juliano também tem arrancado suspiros das mulheres. o corpo malhado ele conquistou com o tempo. Já praticou natação e hoje mantém uma vida saudável, com atividades físicas regulares. Há três anos está com letícia bastos, 28 anos, com quem casou em novembro de 2011 e tem dois filhos, Vicente, de 2 anos, e Inácio, que deve nascer em meados de setembro. como a esposa é funcionária pública em brasília, Juliano vive na ponte aérea sempre que a agenda de gravações permite. “cheguei a ir para brasília e não ficar nem 24 horas”, conta. A novela está perto do fim, mas quem quiser ver Juliano em ação poderá assistir ao filme Véi, que dirigiu com o irmão, na Mostra Brasília do Festival de brasília do cinema brasileiro. e aguardar a estreia de 360, do diretor Fernando Meirelles. em setembro, Juliano lança um livro de poesias, Pela Janela.

Introspectivo, disciplinado, culto e romântico, o ator ganha


55 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Quando descobriu que levaria a sério a profissão de ator? Nunca imaginei que seria ator. só comecei a estudar interpretação quando entrei para a Universidade de brasília (Unb), em 1999. sempre achei que seria jornalista, mas no fim do terceiro ano caiu alguma coisa do céu e eu peguei.

ando. Ou seja, contando estórias. contar estórias também é a função do jornalista, mas no jornalismo existe a objetividade, temos a impressão de que a notícia é a verdade. Me interesso mais pela ficção. Às vezes, fantasio também com a culinária, abrir um restaurante, mas é um sonho distante, talvez só um delírio.

Chegou a estudar jornalismo, imagina-se jornalista ou em outra profissão? Hoje em dia só consigo me imaginar em alguma profissão ligada às artes. Seja escrevendo, dirigindo ou atu-

Como foi a trajetória em São Paulo? o mercado em brasília é muito pequeno, as pessoas vão pouco ao teatro e não têm a cultura de pagar um preço decente por um espetáculo. se fosse viver da mi-

nha arte, teria que dar aulas ou trabalhar com produção. E quando me formei, queria ser ator, afinal tinha me preparado anos para isso. Em São Paulo fiz duas séries para a televisão e alguns filmes. Foi importante para mim. Quando foi para o rio de janeiro? Por quê? Já tinha muitos filmes e séries no currículo e achei que precisava ganhar mais reconhecimento para continuar crescendo na carreira. Fui chamado para fazer a segunda temporada de Força Tarefa e achei que era o momento de mudar para o rio.

Fazer TV te dá mais popularidade nas ruas. Como você lida com isso e o que acha disso? essa popularidade me coloca em contato com muita gente. Tem gente educada e gente inconveniente. confesso que eu gostaria de não ficar tirando tantas fotos, parece uma bobagem, mas isso toma um tempo e uma energia danados. Acho que ser ator é uma profissão como outra qualquer e não consigo entender porque um ator pode causar tamanha comoção. Entendo que é reconhecimento de um trabalho, mas eu preferia poder caminhar pela rua como qualquer pessoa.

JUlIaNo cazarrÉ

fama, mas sonha em voltar para brasília e para a família


celebrIdade

Você tem algo em comum com o adauto? como o adauto eu sou um cara sincero, que não consegue disfarçar os sentimentos, não tenho segundas intenções. o que eu estou sentindo aparece no meu rosto. o adauto é assim. Você tem uma relação especial com o cinema. Por que se aventurou pela TV? eu me preparei para ser um ator. a tevê é muito forte no brasil e dá credibilidade e legitimidade ao ator. o cinema é um sonho, ainda mais num país pobre como o nosso. Tive muita sorte de participar desse sonho, e espero que ainda o faça várias vezes. Mas tenho me divertido muito na televisão e ainda quero fazer bastante coisa por lá. Qual sua opinião sobre o cinema brasileiro atual? o cinema está crescendo e se desenvolvendo. como espectador e como ator, acho que há projetos interessan-

tes, novos diretores talentosos e que muitos bons filmes vem por aí. Temos grandes profissionais em todas as áreas do cinema, mas sinto que ainda temos que melhorar um tanto os nossos roteiros. a crença romântica de que o cinema é uma câmera na mão e uma ideia na cabeça nos atrasou bastante. Você mora no rio atualmente, e sua esposa e filhos em Brasília. Pretende voltar a morar na capital ou levar a família para o rio? Vamos ver. Ainda não tenho essa resposta. Morar em Brasília é um sonho, não curto metrópoles muito grandes. Hoje, a distância da família dói muito. Qual sua relação com Brasília? o que sente falta? sinto falta do vazio, do espaço, do horizonte que te-

>> 56

mos em brasília. sinto falta da beleza das superquadras, dos eixos. sinto saudade de percorrer distâncias em pouco tempo e de ter vaga para estacionar. sei que isso está mudando, mas não dá para comparar com o caos urbano de Rio e São Paulo. Sinto falta dos amigos antigos e da família. brasília proporciona uma excelente qualidade de vida, pelo menos no Plano Piloto, onde sempre vivi. Mas brasília tem que se preparar para o futuro, investir num metrô mais eficiente e completo, e investir em ciclovias. Fale um pouco do Juliano na intimidade. sou caseiro, gosto de ficar em casa e acordar cedo.

eu me divirto à noite, com amigos e família, gosto de tomar uma boa cerveja ou um vinho, mas em geral acho o dia muito mais divertido que a noite. Gosto de correr de manhã cedinho. Sou tímido e reservado, e isso tem se acentuado com os anos, acho que minha profissão me exige uma dose muito alta de exposição, que acabo compensando e me fechando mais na vida pessoal.


57 <<

www.gpsbrasilia.com.br


celebrIdade

>> 58

onde ver Juliano cazarré filmes longa metragem • • • • • • • • • • • • •

360 (a ser lançado, direção de Fernando Meirelles) A Febre do Rato (2011, direção de Cláudio Assis) Assalto ao Banco Central (2011, direção de Marcos Paulo) Bruna Surfistinha (2011, direção de Marcus Baldini) VIP’S (2009, direção de Toniko Melo) Salve Geral (2009, direção de Sérgio Rezende) Augusta (2008, direção de Francisco César Filho) A Festa da Menina Morta (2007, direção de Matheus Nachtergaele) Tropa de Elite (2006, direção de José Padilha) O Magnata (2006, direção de Johnny Araújo) Meu Mundo em Perigo (2006, direção de José Eduardo Belmonte) Uma História Real (2006, direção de Murilo Salles) A Concepção (2004, direção de José Eduardo Belmonte)

Trabalhos na televisão • •

• • •

Novela Avenida Brasil (2012, TV Globo, direção amora Mautener) – Personagem: adauto Novela Insensato Coração (2011, TV Globo, direção dennis carvalho e Vinícius coimbra) – Personagem: Ismael série Força Tarefa (2010, TV Globo, direção José alvarenga Jr) série Som e Fúria (2008, TV Globo, direção Fernando Meirelles) série Alice (2007, Canal HBO, direção de Karim aïnouz e sérgio Machado)

Peças teatrais • • • • • • •

Adubo ou a Sutil Arte de Escoar Pelo Ralo (2007, direção de Hugo rodas) A Obscena Senhora (2007, Texto: Hilda Hilst, direção de Catarina accioly) Eu, Você, Gregos e Troianos (2005, direção de Adriano e Fernando Guimarães) Rosanegra, uma Saga Sertaneja (2002, direção de Hugo Rodas) Preciosas Promessas (2004) Álbum Wilde (2000) Arlequim (2000)


arTe

>> 60

Por MaUrícIo lIMa

I

magine um lugar onde todas as casas são do mesmo tamanho, da mesma cor e com o mesmo projeto arquitetônico. Nessa mesma região, todas as pessoas usam o mesmo corte de cabelo, vestem as mesmas roupas, todas na cor cinza, e as mulheres não usam maquiagem. Só existe um modelo de carro, e os móveis de todas as residências são iguais e distribuídos da mesma forma. Até mesmo as plantas do jardim seguem um único padrão. Não há música nem literatura. A escrita serviria apenas para registro histórico. esse seria um mundo sem arte. Um lugar chato e sem estímulos, onde, no momento em que alguém fizesse o primeiro questionamento sobre essa forma de viver, provavelmente, tratar-se ia de um artista. Muitas pessoas questionam a produção artística atual, dizendo que o que é feito hoje não é arte. Mas é exatamente isso

o MUNd0

seM

arTe

Composição ii em vermelho, azul e amarelo, óleo sobre tela, 1930


61 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Composição com amarelo, azul e vermelho, óleo sobre tela, 1937-42

que a torna arte. É o pensamento fora do padrão, inovador, diferente e que, muitas vezes, incomoda. só ela poderá gerar algum tipo de influência e modificação no meio em que vivemos. E pode ter certeza, a arte exerce influência sobre praticamente tudo. Para melhor ilustrar essa afirmação, pode-se utilizar o trabalho do artista Pieter cornelis Mondrian (1872-1944), mais conhecido como Pieter Mondrian. Provavelmente você já teve contato com a obra dele. Se não, essa será uma ótima oportunidade para conhecer um pouco mais sobre esse importante artista.

Composição 10, óleo sobre tela, 1939-42

com medo de enfrentar o pai, que era um pastor calvinista muito rígido e que desejava que o filho seguisse a carreira clerical, Mondrian usou como desculpa, para justificar seus estudos em arte, uma suposta vontade de ser professor. No entanto, sua inquietude e vontade de se aprofundar na arte o deixou insatisfeito com o magistério. Mais tarde, Mondrian entrou em contato com a Teosofia – doutrina que acredita na integração da Filosofia, Religião e Ciência para trilhar um processo evolutivo pessoal – e percebeu que a arte encaixava-se nesse caminho. com isso, ele conseguiu a aceitação do pai e de si próprio, abrançando por completo a vida de artista. após passar por alguns estilos, Mondrian tornou-se o principal expoente do Neoplasticismo. esse movimento artístico defendia uma limpeza espacial da pintura, reduzindo-a a seus elementos mais puros, utilizando apenas as cores primárias em seus tons mais saturados, assim como o branco e preto absolutos, que inexistem nessa forma na natureza, dando um aspecto artificial proposital, por se tratar de uma criação humana – não natural.

Mesmo que para alguns suas obras estejam entre aquelas sobre as quais se costuma ouvir o comentário “eu também consigo fazer isso”, e que na verdade deveria ser “eu consigo copiar isso”, é preciso lembrar que, na época em que foram desenvolvidas, elas fugiam completamente de um padrão que hoje, por influência dessas obras, estamos acostumados a ver. o movimento artístico Neoplasticismo e a obra de Mondrian influenciaram várias áreas do conhecimento, tais como a arquitetura, moda, design de interior, publicidade, mobiliário, paisagismo entre outra.

arquitetura Por defender a total limpeza espacial, o Neoplasticismo e seus princípios influenciaram muitos arquitetos que aderiram ao estilo. dentre eles destaca-se Jacobus Johannes Pieter oud, conhecido como J.J.P. oud, que desenvolveu o planejamento urbano de rotterdam, na Holanda. Para ele, era necessária uma rigorosa junção do racional com o científico, que trazia uma construção com custo-benefício eficiente, ao contrário dos projetos da época, que apenas atendiam às necessidades psicológicas e estéticas dos usuários. Na casa neoplástica, observa-se que planos formam “caixas ocas”, com clareza linear e plana. oud foi um dos primeiros auto-


arTe

>> 62

Casa Schroder em Utreque, projeto de Gerrit Rierveld

Café De Unie em Rotterdam, projeto de J.J.P. Oud

res das “caixas” arquitetônicas. Seu projeto de 1917 para casas de praia em scheveningen é exemplar, descrevendo um conjunto de caixas absolutamente regulares, empilhadas umas sobre as outras. Um projeto de destaque de oud é o café Unie, em rotterdam, de 1925. Nesse prédio, nota-se a combinação e a ordem estritamente linear e retangular, com fluxo e movimento assimétricos, influência direta da obra de Mondrian. a fachada contrapõe-se à arquitetura já existente no local, em área histórica da cidade, o que tornou o projeto totalmente autônomo. outro arquiteto que sofreu grande influência de Mondrian e o movimento Neoplástico foi Gerrit rierveld, que desenvolveu a casa schroder em Utreque, na Holanda. Projetada em 1923, essa casa segue rigorosamente a composição de linhas verticais e horizontais e utiliza cores primárias, tanto na arquitetura quanto na decoração.

design de interior e mobiliário durante o auge do movimento Neoplástico, a influência do trabalho e conceitos adotados por Mondrian podem ser vistos em móveis que se transformaram em clássicos, como a cadeira de Gerrit rietveld. Também usando cores primárias e linhas pretas, essa cadeira foi uma das primeiras obras tridimensionais geradas por esse movimento. o móvel original pode ser visto no Museu de arte Moderna (MoMa), em Nova York. Ainda hoje, as formas de Mondrian influenciam vários designers por todo o mundo, tanto no desenvolvimento de objetos quanto no design de interior.

Cadeira Vermelha e Azul, projetada por Gerrit Rietveld, 1917


63 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Lareira projetada por Dominique imbert

Banheiro público na Dinamarca

Moda

Vestido YSL, 1965

Grandes estilistas, como Vivienne Westwood e Marc Jacobs, já declararam que fazem visitas periódicas às galerias de arte e museus, com intuito de conhecer as novas produções artísticas, e que constantemente se inspiram em novas formas e cores adotadas pelos artistas plásticos contemporâneos. A influência da arte sobre a moda não é algo recente, e os principais nomes da moda mundial desenvolvem coleções com relações diretas a determinados artistas. as linhas e cores simples de Mondrian não poderiam passar despercebidas por grandes casas da moda. em 1965, Yves saint laurent fez o vestido Mondrian. ainda durante o auge do movimento Neoplástico, em 1930, lola Prusac, estilista da casa Hermès, criou uma linha completa de bolsas e malas com cortes vermelhos, amarelos e azuis.

Coleção Prada outono inverno, 2011

Coleção da australiana Sarah Schofield, 2010

As linhas de Mondrian geram uma grande influência sobre a moda. Em sua coleção de outono inverno de 2011, a marca Prada fez uma releitura dos conceitos estabelecidos pelo movimento Neoplástico. da mesma forma, outros estilistas também continuam se inspirando na obra do mestre.


conceito

coR no coRPo técnicas conceituais de maquiagem ganham título artístico e visibilidade em cidades apegadas ao novo. em meio a elas, a jovem Ana Siqueira e a body art

>> 66

Por Marina Macêdo

A

maquiagem é uma arte? Já pensou que a arte pode ser algo além de um incremento da beleza? o aparente ato de pincelar o rosto pode significar também uma revigorante manifestação cultural? A maquiagem tem a sua força. Exige que o profissional possua um elevado nível de criação e domínio da técnica. A brasiliense Ana Siqueira, 25 anos, é maquiadora artística. Formada em Psicologia na Universidade de Brasília e com especialização em neuropsicologia, deu uma reviravolta quando resolveu investir em uma vida mais criativa. estudou sobre maquiagem em livros, internet, e fez curso no Senac. Declaradamente apaixonada pelo assunto, Ana trocou


www.gpsbrasilia.com.br

a capital federal por Nova York. Na big apple, resolveu se aperfeiçoar e aprender novos métodos na escola Make-up designory (MUd). lá, teve contato com técnicas de efeitos especiais, maquiagem artística vanguard, e outros. “No exterior, o maquiador não possui o estigma de ser apenas a pessoa que realiza uma maquiagem de beleza. espera-se de um profissional um potencial artístico, capaz de expor em uma galeria ou até mesmo publicar um livro”. Outro grande diferencial é acessibilidade dos produtos. “lá, é mais fácil encontrar e o preço é muito mais barato”, conta Ana. em Nova York, ana assina editoriais de moda, trabalha com videoclipes e está em um momento de expansão. Em recente visita ao brasil, resolveu enfrentar um Fotos: Vitor schietti

desafio: aventurar-se na body art. associada à arte conceitual e ao minimalismo, a técnica é uma manifestação das artes visuais onde o corpo do artista ou de um terceiro é utilizado como meio de expressão. Uma performance. Na capital, ana resolveu homenagear um dos grandes nomes da arte brasiliense, Athos Bulcão, e desenvolveu um projeto sobre os painéis do artista. Um trabalho em conjunto com o fotógrafo Vitor schietti e com direção de arte de Natália Keshi. “O projeto nasceu da ideia de misturar modelo e cenário. Elegemos Athos, afinal é uma representação de brasília. resolvi investir em uma luz suave, para minimizar o contraste entre o painel e a modelo”, conta o fotógrafo. Foram feitos dois painéis: na Igrejinha e no Brasí-

celso Junior

67 <<

lia Palace Hotel. Para pintar meio corpo da modelo, foram mais de cinco horas. “Um trabalho preciso e demorado”, ressalta a artista. “Nunca tinha trabalhado com um projeto em que a maquiagem fosse tão indispensável. ela sempre foi mais um detalhe. conseguimos o que idealizávamos, mostrar essa arte por meio de uma fotografia”, ressalta Schietti. ana tem como referência alex box, maquiadora e diretora criativa da Illamasqua, e o renomado Kabuki, também maquiador. alex é britânica, formada em artes Visuais, tem grande histórico com a arte no corpo. Já Kabuki trabalhou com grandes produções, como o videoclipe e.T., de Katy Perry. Sobre seu novo universo, finaliza: “Adoro trabalhar com maquiagem. acredito que é uma maneira de expressão e autodescobrimento. Você usar isso na sua face e poder apagar. É uma maneira de se conhecer e se explorar, criar personagens e todas as facetas da sua identidade”.


desIGN

>> 68

casUalMeNTe cHIQUe Peças artesanais com design contemporâneo dos mais nobres ateliês do mundo desembarcam em brasília

o

mercado de móveis em brasília está cada vez mais sofisticado. e o exigente público brasiliense não precisa sair daqui para ter acesso a marcas importadas. Um bom exemplo é a Móveis, que desembarcou há pouco na capital, já trazendo uma boa nova: as chamadas grifes de mobiliário. Nomes como Flexform, Poliform, de Padova, roda, living divani, Gervasoni, Paola lenti, royal botania, Gloster, Brown Jordan e Tribu estão entre as 50 marcas de diferentes designers expostas no showroom da loja. Mobiliários fabricados na bélgica, Inglaterra, Itália impressionam pela funcionalidade e contempora-

neidade. É o caso dos sofás Flex Form, confeccionados da plumagem do ganso; a cadeira no formato de cela de cavalo, da marca de Padova. e ainda, produtos para área externa da roda, em madeira teca amadurecida há 50 anos, e almofadas com sistema antidrenagem e proteção solar. o proprietário da marca em brasília, edmond Yedid, diz que o diferencial é a exclusividade dos produtos. “A Casual é a Ferrari dos móveis. São as marcas mais conceituadas do mundo no que diz respeito a móveis contemporâneos”, afirma. Serviço Casual Móveis www.casualmoveis.com.br CasaPark, 1º piso telefone (61) 3202-3922


reTrÔ

>> 70

Desmobília R$ 2.920,00

Sideboard , Boca do Lobo - R$ 28.350

Geladeira Brastemp retrô - R$ 7.999 Luminária Cindy Lamp, Kartell - R$ 476

Mesa Green Desmobília R$ 890

Poltrona Copo D’Água, Studio Ovo - R$ 3.000

Fone Gold, Native Union – R$ 80

televisor Slim Flat LG - R$ 3.699

Poltrona isabelle tuchband - R$ 9.720

lembra-se reviver épocas é mais que natural. em especial aquelas que foram expressivas no design. É exatamente isso que está havendo na decoração. ao lado de móveis tecnolócigos e contemporâneos, há espaço para o mobiliário vintage numa convivência mais que harmônica

Batedeira KitchenAid customizada pelo designer Melão. Preço sob consulta

Bar pixel, Boca do Lobo – R$ 54.000

Nespresso CitiZ - R$ 745


• Conjunto Nacional 3326-1230 • Pátio Brasil 3226-8432 •112 Sul 3346-5842 • 303 Sul 3321-0905 • 308 Sul 3352-2826 • Sudoeste 3342-1062

• Conjunto Nacional 3326-1230 • Pátio Brasil 3226-8432 •112 Sul 3346-5842 • 303 Sul 3321-0905 • 308 Sul 3352-2826 • Sudoeste 3342-1062


lifestyle

>> 72

ArtistA e AventureirA, elA chegou em BrAsíliA cheiA de sonhos. reAlizou quAse todos: pilotA seu Avião, pintA em seu trem e tem umA BelA cAsA onde ABrigA seu Acervo

A Arte e A vidA de


73 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Por Marina Macêdo Foto Bruno Pimentel

e

la é referência quando o assunto é artes plásticas. talentosa. Admirada. inovadora. colecionadora de obras. esse lado de Betty Bettiol todos conhecem. mas poucos sabem que a esposa dedicada, mãe e avó coruja é pioneira de Brasília e já se aventurou mundo afora para garimpar arte de diferentes estilos. desde criança, Betty transitava no universo das artes. seu pai, oswaldo gentil, era cantor de coral, pintor conhecido e um verdadeiro boêmio. sua mãe, herdeira de uma beleza alemã, comandava uma estamparia. De lá, saíam brilhantes figurinos de teatro. A família adorava receber amigos em sua casa. era hábito jantares com artistas como francisco rebolo, lucas pennacchi e Alfredo volpi. o jovem luiz carlos Bettiol frequentava os mesmos ambientes que Betty. exposições de arte. teatros. espetáculos. na época, ela tinha 14 anos, e ele, 19. quando se encontraram pela primeira vez, ele anotou o telefone da jovem loirinha. mas a ligação só aconteceu cinco anos depois, quando se reencontraram e, seis meses depois, casaram-se. em 1962, Betty então com 20 anos, recém-casada com o já advogado Bettiol, desembarcou em Brasília. A cidade ainda estava por se erguer. e foi na capital federal que ela decidiu cons-

truir seu lar e criar os quatro filhos. uma paulista de nascimento e candanga de alma. Somente quando os filhos estavam mais velhos, em 1979, Betty pôde se dedicar integralmente à arte. no mesmo ano, compraram o primeiro computador. Betty usava uma impressora que demorava 15 minutos para imprimir um desenho. e foi assim que misturou a fotografia com o computador. A novidade resultou em suas primeiras gravuras em metal. Anos mais tarde, a artista se aventurou na pintura. na sequência, inovou com as esculturas. foi quando presenteou a cidade com a obra Venturis Ventis, assentada na entrada da ql 12 do lago sul, com cinco toneladas de aço-carbono distribuídas em dois planos retangulares e o brasão do país. A obra situa quem admira, apontando o norte, sul, leste e oeste. depois, Betty dedicou-se a aquarelas e instalações de madeira. paralelamente, resolveu desbravar o céu do Brasil. foi quando Betty e Bettiol aprenderam a pilotar aviões. hoje, os dois comandantes pilotam seu próprio avião Brasil afora, com a missão de garimpar arte popular. As paisagens são inspirações para as obras de Betty, que rotulamos como artista geômetra.

Seu grande desafio foi o livro recém-lançado Arte Brasileira na Coleção de Bettiol. durante cerca de um ano e oito meses, a artista fotografou, digitalizou e catalogou cada uma das suas duas mil peças de acervo. A obra se divide em pintura, escultura, mobiliário, gravura, arte indígena, arte popular brasileira e arte sacra. o livro marcou um conjunto de datas para a artista. 50 anos de casados, 50 anos de advocacia Bettiol e os 70 anos da artista. Além do livro, o casal resolveu celebrar com uma aventura antiga. A comemoração das Bodas de ouro seria pelo mesmo local percorrido na lua de mel. na época, atravessaram os Andes, e percorreram 11 mil quilômetros de fusca. conheceram uruguai, Argentina, chile, Bolívia e Brasil. desta vez, os destinos foram os mesmos, mas com um King Air, uma aeronave bimotor de propriedade da família, os dois pilotaram o avião e reviveram as lembranças do início do casamento. Betty é uma sonhadora. sonha alto. tem um projeto em mente: construir um museu de arte popular brasileira, onde ela quer dividir seu acervo e servir de referência para gerações futuras. Afinal, para ela: “A arte é uma transmissão de emoção”.


arQUITeTUra

>> 74

o TeMPo e o esPaço elas transformaram suas vidas confortáveis para se dedicar à arquitetura. Jovens e multiculturais, essas mentes criativas impressionam ao integrar suas obras a brasília texto: Raquel Jones Fotos: Celso Junior

U

ma nova geração de arquitetos é responsável pela mudança nas áreas residenciais da capital federal. Dentre elas, duas lindas mulheres. Elas nasceram em Brasília e já assimilaram o modernismo de Oscar Niemeyer e Lucio Costa. Na faculdade, não muito distante de suas vidas, estudaram outros mestres, como Isay Weinfeld, Márcio Kogan, e o japonês Tadao Ando. Aprofundaram-se na volumetria, nas linhas retas e formas puras. A sustentabilidade já não é mais novidade para elas, frutos da geração 2000. Com acesso a mais informação, elas absorveram com rapidez as tendências mundiais. constroem ambientes integrados e mostram aos seus clientes que o mundo está girando. Nos dias de hoje, tudo o que serve para o design convém para a moda e também para a casa, exemplificam. A revista GPSiBrasília buscou as representantes que traduzem essa contemporaneidade.

Isabela ValeNça sair da zona de conforto e deixar o empreendimento familiar, para seguir uma carreira própria, não é uma decisão fácil. Mas, Isabela Valença optou pela arquitetura. Formada há quase dois anos, Isabela já é sócia de um dos maiores escritórios da capital

federal, Valéria Gontijo Studio de arquitetura. “resolvi entrar para a faculdade aos 35 anos. Fiz estágio no escritório da Valéria. antes de me formar, ela me convidou para ser sócia”, conta Isabela. Isabela é da escola de Kogan e Isay, gosta da arquitetura

mais simples, que brinca com as volumetrias e linhas retas. o concreto aparente, o uso da madeira, do tijolo e das pedras são características de seus projetos. Não foi diferente na casa de um cliente na asa Norte, onde mantém a cor do cimento nas paredes e,


75 <<

www.gpsbrasilia.com.br

para contrastar o cinza, obras de arte de Galeno, fotografias de adriana duque, Vik Muniz, além de móveis arthur casas e da marca italiana diesel. Isabela Valença utiliza poucos, mas bons objetos, valorizando sempre uma peça que não é de loja. A arquiteta gosta de arte contemporânea, em especial de fotografia. Entre os seus prediletos estão: Adriana Varejão, Miguel Rio

branco, beatriz Milhazes e adriana duque. Isabela valoriza o Brasil em seus projetos, nossos designers e nossa arquitetura de um modo geral. se tivesse que escolher uma casa clássica para morar, viveria numa do estilo colonial brasileiro. segundo ela, a casa que combina com a cidade deve ser aberta. em vez de janelas, portas que se abrem para o lindo céu de brasília.

Objeto de desejo - “sofás da marca italiana Flex Form, modelo Ground Piece, à venda na loja Casual do Casa Park” Arquitetos e designers referência - além de Isay e Kogan, arne Jacobsen, a obra interior de artur casas. dos brasileiros, sérgio rodrigues Dicas de decoração - “Na hora de projetar, é preciso pensar numa casa aberta, contextualizada com a natureza. O paisagismo é muito importante. O jardim veste a casa. A integração é outro fator importante. Na decoração, recomendo usar poucos móveis e peças de antiguidades, que não saem de moda”.


arQUITeTUra

>> 76

FerNaNda adrIaNo

N

eta de uma italiana e de um político maranhense, Fernanda adriano teve acesso ao que há de melhor de arte, design e decoração. Na infância, percorria lojas de móveis, dos antiquários da cidade e das belas recepções da sociedade. o bom gosto e o senso estético vieram naturalmente, mas Fernanda buscou uma formação acadêmica completa. Cursou Administração de Empresas, depois Design de Interiores e, há quatro anos, completou o curso de Arquitetura. “Cheguei a trabalhar com matemática financeira, mas minha vocação falou mais alto, e optei pela Arquitetura”, conta. a arquitetura de Fernanda valoriza as linhas modernas, mas mantém traços clássicos. a casa onde vive, desenhada por ana Maria Viera santos, traduz exatamente o seu estilo. A planta tem o formato de U, com o jardim no meio. Seu lema é: menos informação na arquitetura e mais detalhes no interior, como se a construção fosse uma moldura para a área interna. segundo Fernanda, a ênfase deve estar nos objetos. A arquiteta valoriza o pé-direito alto em seus projetos, a exemplo da sua casa, que excede os seis metros de altura. o uso de vidro também é uma alternativa usada por ela para receber a luz natural. Uma marca da arquiteta é o uso do branco em seus projetos, em especial nos móveis e revestimentos dos banheiros.

Objeto de desejo – “obras de arte. estou encantada pelos quadros do burle Marx e do Amilcar de Castro” Arquitetos e designers referência - Isay Weinfeld, pelas linhas retas e os volumes puros; o japonês Tadao Ando, o italiano antonio Titelli, que desenhou o Hotel Bulgari, em Milão, e do design do inglês andrew Matteus. No brasil, ana Maria Viera santos Dicas de decoração - “Na hora de projetar, deve-se pensar na funcionalidade, na integração e no aconchego da casa. outra dica é utilizar a moda na decoração e no design“


eNTre NÓs

>> 78

Por PaTrícIa JUsTINo Luxury Hair Care products o verdadeiro luxo traduzido em uma linha de cuidados para os cabelos: oribe. aliás, é o mesmo nome de quem a lançou, o cubano radicado nos eUa é um dos cabeleireiros mais influentes de todos os tempos, Oribe Canales. Como hair stylist, assinou importantes editoriais e campanhas de marcas poderosas como chanel, louis Vuitton e Tom Ford. após 30 anos atendendo celebridades em seus salões em New York e Miami, ele foi além e buscou experts para desenvolver produtos com o mais alto nível de desempenho e sofisticação. As embalagens são chiquérrimas e o conteúdo 100% ativo. Meus favoritos: shampoo, condicionador e spray for magnificent volume, o resultado é incrível! >> orIbe.coM

etiqueta para secretárias do lar Vai dar o que falar o curso de treinamento e aperfeiçoamento de secretárias domésticas que a Quintal Produções está preparando para o mês de setembro. em data e local a confirmar, a produtora trará de alagoas duas experts no assunto: ana Waleska bulhões e Aline Rijo, que ministrarão o curso durante dois dias. Serão abordados temas como: ética, serviço à francesa, serviço à americana, como atender telefone, organização de armários, dicas de lavanderia, uso de uniforme, economia, organograma de trabalho, como receber visitas, uso de elevadores, entre outros. as vagas são limitadas! Reservas de inscrições estão sendo feitas pelo email: quintalproducoesdf@ gmail.com.

american two shop Duas jovens descoladíssimas estão dando o que falar em New York: stephanie Krasnoff (ex-Theory) e a artista Olivia Wolfe. amigas de infância, ambas com 27 anos, abriram há poucos meses a american Two shop - uma lojinha super transada para homens e mulheres numa das melhores ruas do soHo, a Grand street. com arquitetura moderna e relax, o espaço possui um café-bar muito charmoso e conquistou consumidores diferenciados como editores de moda, artistas e pessoas com olhar apurado. lá você encontra raros achados vintage, livros e uma seleção bem editada de roupas e acessórios de novos designers nova-iorquinos. além disso, o espaço abriga exposições de obras de arte e apresentações de DJ’s. É muito legal! >> 135 Grand street, New York, NY. Tel: +1 212-925-3403


79 <<

www.gpsbrasilia.com.br

twins

Restaurante miami Já imaginou um menu com uma trilogia das cozinhas francesa, japonesa e peruana? É essa fantástica experiência que nos oferece o restaurante Juvia, em Miami. Importado de st. barth, o local abriu as portas como uma penthouse cheia de estilo no edifício garagem da lincoln road. lá, o cliente é surpreendido por um deck de madeira que acomoda dois ambientes: um lounge a céu aberto com um lindo jardim vertical e um salão fechado por paredes de vidro, bem cosmopolita e com um toque praiano. a vista panorâmica da cidade e do mar completam o cenário. difícil é escolher o que comer entre tantas excelentes opções dos estrelados chefs: Gregory Gourreau (que trabalhou com alain Ducasse e François Payard), Kaoru Chang (ex-Nobu) e Cantineu Laurent. Vale a pena visitar!

em recente viagem, uma nova forma de vestir dos jovens asiáticos me chamou a atenção: casais de namorados usando looks iguaizinhos, dos pés à cabeça. do chinelinho ou tênis, passando pelos shorts e t-shirts, alguns até com casaquinhos e chapéus idênticos! Achei, no mínimo, divertido, e fui procurar saber. Por causa dos rígidos costumes, eles não demonstram afeto em público. Então, essa é uma forma que eles encontraram de mostrar ao mundo o quanto se gostam. Fofo, não é?

>> 1111 lincoln road, Miami beach, Fl 33139, estados Unidos Tel: (305) 763 8272

Gadget No trabalho ou lazer, nada como ter à mão uma boa máquina fotográfica para chamar de sua. recentemente, saiu uma novidade de babar: Sony NEX-7K/B. Sua versão anterior já havia conquistado as blogueiras e amantes da fotografia pela qualidade de imagem alcançada por uma câmera de bolso, só que agora ela está ainda melhor: com 24.3 megapixel, lente de 18-55mm, capta mais de dez fotos por segundo, vídeos em Hd, além de possuir muitas outras funções que só encontramos em equipamentos profissionais, geralmente superpesados. Esguia, cabe em qualquer bolsa... Uma ótima solução para colocar sua criatividade em ação. (preço: cerca de Usd 1.350) >> soNYsTYle.coM

members-only Se você adora viajar em grande estilo e ainda não é membro do Leaders Club, não sabe o que está perdendo! São U$ 150 para se associar por um ano e inúmeros os benefícios recebidos. No site, o interessado se cadastra, efetua o pagamento da taxa de adesão, e lá mesmo faz reservas nos luxuosos hotéis credenciados ao leading Hotels of the World, que seguem padrões especiais na estrutura física e nos serviços oferecidos. reserva feita, é só aproveitar os vários mimos em suas estadias: up grades de categoria de quartos, uma diária grátis a cada cinco estadias, café da manhã e internet grátis, além de surpresinhas personalizadas de cada hotel. >> lHW.coM/leadersclUb


socIal

>> 86

Marido e mulher aline e andré cabral casam-se em uma bela noite enluarada FOtOS: CELSO JUNiOR E BRUNO PiMENtEL

Os noivos André Leite e Aline Guimarães


87 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Bebeto GuimarĂŁes, JĂşlia Cabral e iran Neto

Santina Covre e Daniel Almeida

Rosangela Predtechensky e Cassio Veiga


socIal

>> 88

Sabrina Covre e Alisson Magalhães

Marcelo Pimenta

Kleyber e tetê Valença

A cantora indiana

Padre Abdon

Vera Guimarães entre Alisson Guimarães, Guilherme Siqueira, Bebeto Guimarães, Ricardo Oliveira, André Campos e Georg Predtechensky

Rita e Átila Lins

André Mattos e Omar Debs

Cristiano Araújo e Mariana Lovis


socIal

>> 90

dIa de Graça Padre abdon recebe a família abi-ackel para batizar Paulo

Janaina Ortiga e Paulo Abi-Ackel batizam o herdeiro Paulinho

Padre Abdon com bebê

A família reunida: Nathalia, Paulo, Janaina com Paulinho e Paula

O bebê na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


socIal

>> 92

os FIdalGo Maria Paula veio a brasília festejar o aniversário do filho Felipe ao lado dos pais e amigos próximos FOtOS: BRUNO PiMENtEL

Marial Paula com Felipe e Maria Luiza

Wilson e Gilka Fidalgo

Karla e Cyro Fidalgo

isabel e Deborah Pinheiro

Fabiana Fidalgo e Thiago Mafra

Luana, Cristina e tainá Beze

Marial Paula, Felipe e Cinira Fidalgo


socIal

>> 94

UNIVITelINas bebel e sandinha dias marcam encontro com suas clientes para apresentar as joias da designer cristina Pessoa FOtOS: BRUNO PiMENtEL

Bebel e Sandinha Dias

Cristina Pessoa e Joyce Cardoso

Vera Villela, Karina Lima e Benigna Ven芒ncio

Mima Marys, ilca e Marita Oliveira

Vict贸ria e isabela Lira

Maria Beatriz Sarney


esTaMPas

>> 96

Flores para sempre Elas são eternas companheiras. Nunca no jardim da moda deixará de haver inúmeras espécies de flores e folhagens. rústicas ou tecnológicas, orgânicas ou simétricas elas definitivamente darão todo o frescor que a primavera sugere

Vestido Print Prime Flower Blue Osklen - R$ 697

Casaco Print Prime Flower Blue Osklen - R$ 747

Seis tulipas, Flores Online - R$ 94,00 Lampe Berger Paris Pollinisation - R$ 450

Cadeira dobrável preguiçosa Butzke - R$ 1024

Maleta Celina Dias - pequena R$ 198/ grande R$ 220

Chaise Celina Dias - R$ 4.834

A Florista, Flores Online - R$ 99

Colcha trousseau - R$ 974 Jogo de lençol trousseau - R$ 974

Almofada Celina Dias R$ 190


Fotos: Divulgação

VareJo

a gigante animale desembarca na QI 05 do nobre bairro cheia de charme, conceito e foco no público aa

laGo sUl, cHeGUeI Por Marina Macêdo

H

>> 98

á 52 anos, um bairro se destaca na capital federal, o icônico lago sul. Ponto de encontro de várias gerações, abriga restaurantes, parques, comércios e imponentes mansões. além de ser abraçado pelo lago Paranoá. com um olhar mais apurado, é possível diagnosticar uma grande movimentação no

comércio da QI 5, onde há boa concentração de lojas de luxo. a rua traz nomes como carla amorim, ana Paula, lia, linun e lenny. ainda neste semestre, mais uma marca integrará esse hall. O estilo Animale já é adepto das brasilienses. sua primeira loja abriu as portas no Parkshopping e a segunda no Iguatemi brasília. a unidade do lago sul será a terceira

da capital, mas a primeira com conceito de loja de rua. Fundada em 1991 pelos irmãos Roberto, Gisella e Claudia Jatahy, o grupo investe no varejo de luxo, e atualmente integra o ranking das cinco maiores empresas de moda do País. contabiliza uma produção de três mil peças por dia e um milhão por ano. A loja ocupará o espaço deixado por amélie, das proprietárias lilian lima e Marina slaviero, que fechou as portas recentemente. “A Animale já estudava abrir sua primeira loja de rua em Brasília. Por acaso, conhecemos a aida catel, supervisora, durante lançamento de coleção. Depois de seis meses, eu e lilian entramos em contato com a empresa, pois gostamos da identidade da animale e queríamos suas peças em nossas araras.

Foi quando surgiu a proposta”, conta Marina slaviero. Amélie não deixou suas clientes órfãs. “Tenho certeza de que a animale receberá e vestirá muito bem o público do lago Sul. A loja trará um conceito diferenciado, como a nova marca do grupo animale, a a.brand. além de aderir à dinâmica das lojas do comércio local, como levar as peças para a cliente experimentar em casa e ter profissionais atentos ao estilo de cada uma”, finaliza Marina. o espaço está em obras e desperta curiosidade. a revista GPS|Brasília bate um papo com a aida catel, supervisora da marca, e conta as novidades do novo empreendimento. Como a animale atua no mercado de Brasília? a animale entrou no mercado de brasília para


99 <<

www.gpsbrasilia.com.br

no atendimento customizado, pois sei que esse público está acostumado a isso. Vamos nos integrar de uma forma leve e profissional.

conquistar e crescer. estamos aqui para dar certo. além da nova loja no Lago Sul, outra novidade é a chegada da a.brand no Parkshopping. e quem sabe mais.

A unidade do Lago Sul terá coleções ou produtos diferenciados? A loja do Lago Sul ganhará a nossa marca premium do grupo animale, a a.brand, com coleções especiais. Para começar. Teremos sempre mais novidades.

Qual é a expectativa em relação ao Lago Sul? desde que comecei a supervisionar a região, entendi a real necessidade de expandir para aquele lado. o lago sul possui um público seleto com o qual queremos nos relacionar. Como pretende interagir com esse público aa? a marca tem um dNa que combina muito com o lifestyle dessas mulheres. conseguimos agregar qualidade, conceito e beleza. Para completar, estamos treinando nossa equipe para ser mestre

Aida Catel

a loja terá embaixadora? É um projeto em análise. Mas há interesse. a animale começou timidamente no mercado e hoje é um grupo expressivo no País. Trabalha com foco, dedicação e amor. Creditamos nosso sucesso a todos que fazem parte da família animale. clientes e equipe.

o Grupo animale é comandado pelo empresário carioca roberto Jatahy. em 2010, o grupo negociou a compra de 30% da carioca Farm, originando o grupo animaleFarm. ao lado de Marcello bastos, da Farm, roberto planeja ser dono de uma ampla rede de marcas criadas a partir das duas originais. a proposta é que cada uma tenha, num prazo de cinco anos, cerca de 100 lojas em todo o País. Para 2012, estão previstos investimentos de r$ 70 milhões. Tudo com dinheiro do próprio grupo. atualmente, a animale-Farm abriga também a linha infantil Fábula, a premium A.Brand e a jovem FYI (for your information). ainda na expansão, haverá a inserção de linhas de lingerie, modapraia e joias.


FeTIcHe

>> 100

a sola escarlaTe

Para quem vai se aventurar no fabuloso universo do solado vermelho, a dica de seu criador, christian louboutin: comece pelo scarpin preto

Por Paula Santana

d

esde que o sapateiro francês christian louboutin criou a famosa sola em seus sapatos, um novo código de sofisticação foi criado no universo feminino. Não só de requinte, uma vez que o par custa em média r$ 2 mil, mas também de desejo. Tanto para mulheres quanto para homens, que não escondem o fetiche ao ver uma bela perna torneada em cima de um scarpin preto com acabamento vermelho no alto de seus 12, 13 centímetros de altura. Não é preciso dizer que a mulher se transforma num absoluto monumento, uma verdadeira escultura. louboutin costuma dizer que um sapato seu “é a base da linguagem corporal, da atitude feminina”. Os pares que já ganharam status de obra de arte, e até integram o acervo permanente do Instituto de Moda do Metropolitan Museum, de Nova York, têm um acesso, uma porta de entrada que comunga com todo o espírito louboutin.

É o scarpin preto. o designer diz que trata-se da porta de entrada para esse universo do fetiche e do luxo que o modelo provoca mundo afora. O famoso “tem que ter”. criado pela influência da pop art, o stiletto de louboutin veste das icônicas da vida real, adele e blake lively, às personagens cinderela e carrie bradshaw, do cinema dos sonhos. A sua confecção, no entanto, é mais que notória. e tem seu valor. apesar de louboutin dizer que conforto não é sua prioridade, e sim a beleza, os sapatos são de excelência. os modelos, grande parte deles em couro ou verniz, são revestidos com seda. sua altura corrige a postura, afina a silhueta e torneia as pernas. e mais, a sola vermelha nada mais é, no imaginário do sapateiro, que o reflexo de um tapete vermelho, onde, segundo ele, toda mulher merece sempre andar.


JoIa

>> 102

Brinco Silvia Furmanovich Preço sob consulta

Brinco argola com diamantes, Grifith - R$ 27.660

soberana Época de pedras. as mais nobres, especiais, raras. Tempos de opulência em formatos maxis. Na joalheria, harmonizar cores, metais, design e pedrarias é a grande jogada para seduzir tão exigentes olhares. Sem execesos. Eleja a peça e ela bastará

Crucifixo, Talento Jóias Preço sob consulta Brinco turmalina, Antônio Henrique Preço sob consulta

Fotos: Divulgação

Anel trinity, Cartier - R$ 37.100

Aliança tiffany Villa Paloma bangles by Paloma Picasso for tiffany & Co Preço sob consulta


103 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Coruja com safiras, espinélios e citrinos, Mariana Vital Brazil - R$ 4.980 Anel em ouro branco com rubi e brilhantes, Mario Pantalena - R$ 36.300

Anel Brumani, Grifith - R$ 13.570

Brinco Ciranda crisoprazio, Carla Amorim - R$ 16.860

Brinco safiras e corais, Mariana Vital Brazil - R$ 23.480 Brincos em ouro branco, com safiras e brlhantes, Mario Pantalena R$ 49.500

Ouro amarelo com lápis lázuli e malakita, Coleção Silvia Badra - R$ 3.200

Anel em ouro negro com diamantes negros e kunzita, Grifith - R$ 19.230

Brinco em ouro amarelo com esmeralda, rubi, quartzo fumê e diamantes chocolates, Ara Vartanian - R$ 28.600


A primAverA de

melissA Por Paula Santana Fotos Celso Junior Styling Fabrício Viana

e

ste ano, melissa Gontijo celebra 40 anos. e vai festejar a data. Afinal, ela vive uma fase plena. Feliz no casamento, em harmonia com a família, realizada no trabalho. Tudo está em ordem. do jeito que ela gosta. Amante da fotografia, melissa aceitou com prazer o nosso convite para ilustrar essas páginas. dedicada, ela pesquisou roupas e complementos, locações e cenários... tudo que pudesse contribuir para a concretização do editorial. Na verdade, melissa é o retrato fiel de uma madame, no sentido literal do substantivo francês. ela é discreta, conhece a etiqueta, tem postura, é culta, frequenta os eventos sociais com parcimônia, e sempre que surge em cena está impecável. sua relação com a moda é saudável. longe de ser refém dela, melissa pouco se importa com marca, tendência ou preço. preza por qualidade e peças duradouras, mesmo que só use uma única vez. “eu gosto de ficar bonita. Se a moda pode contribuir, ótimo”.

sua paixão são as joias. influência da mãe, Ana, que ama e entende de joalheria. mas também se rende a sapatos. e não se importa em passar horas em função da beauté. ela costuma dizer que o melhor amigo das mulheres é o salão de beleza, os creminhos, a maquiagem, a massagista... No dia a dia, melissa é reservada com quem não conhece. e uma adorável pessoa entre os amigos. Boa de papo, inteligente, rápida. sábia do que quer, ela argumenta bem quando almeja algo. ela também é descontraída e leve no trato. Quando sente prazer em algo, se entrega. de corpo e alma. “eu me preocupo com as pessoas. Não gosto de injustiças. Tudo tem o seu valor na vida”. Foi assim que ela se comportou neste ensaio que a revista GPS|Brasília realizou, anunciando a primavera no Cerrado. melissa tem fascinação por flores. Em sua casa, elas estão por toda parte. Nas páginas a seguir, conheça um pouco mais sobre o seu lifestyle e como a sua elegância natural faz com que esteja sempre linda.


look 1 Vestido Missoni Sapato Louboutin Joias Carla Amorim look 2 Vestido Fillitty Brinco e anel Sara Joias Pulseira Carla Amorim look 3 Calça Fato Camisa seda Fato Braceletes Forever XXi Bracelete Antonio Bernardo Anel Carla Amorim Colar e brinco acervo pessoal look 4 Vestido Blumarine Sandália Sergio Rossi Joias Valentina Joias look 5 Calça e top de tule bordado Christian Lacroix Sandália Gucci Anel e bracelete Sara Joias look 6 Vestido Pucci Joias Carla Amorim look 7 Vestido André Lima para Ana Paula Brinco Cartier Anel e bracelete Sara Jóias look 8 Vestido Sue Wong para Or tiga Joias Cartier Beleza: Ohara


balleT

>> 120

ela sÓ PeNsa eM daNçar Por Marcella Oliveira Fotos: Celso Junior

“N

o r m a lillia não é um prédio?”, perguntou certa vez uma criança, referindo-se ao edifício na 108 sul onde fica a escola de dança que leva o nome da bailarina. Não, ela não é um prédio, mas é um patrimônio cultural de brasília. Na cidade desde

1962, a bailarina Norma lillia Hermano biavaty contribuiu, e ainda contribui, para história artística da capital. “dançar é uma paixão”, declara. A bailarina não consegue se separar da Norma. sempre de coluna ereta, até para fazer atividades do dia a dia, como pentear o cabelo ou tomar banho, ela mantém a pose. aos 67 anos, Norma tem uma rotina agitada e garante: “minha idade cronológica não obedece a física”.

Mais que reconhecida e admirada por sua contribuição artística em brasília, a bailarina Norma lillia celebra 50 anos de dança na capital


121 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Norma lillia nasceu em Goiânia, em 17 de maio de 1945. A mãe era dona de casa, e o pai, bancário. a primeira apresentação de dança foi aos três anos, durante um congresso de jornalistas na capital goiana. o comunicador assis chateaubriand se encantou pelos movimentos da menina e a levou para estudar no rio de Janeiro, com apoio do Governo de Goiás e dos diários associados. aos seis anos, começou as aulas de dança no Teatro Municipal do rio, mas só pôde ingressar no curso regular um ano depois. Por seis anos, conciliou os estudos com o ballet e formou-se bailarina clássica aos 14 anos. em fevereiro de 1962, a família foi transferida para brasília. “Fiquei desesperada. a

cidade não tinha nada. Pensei: o que vou fazer aqui?”, lembra. Para não ficar longe do ballet, conseguiu uma sala pequena em um colégio e passou a dar aulas para crianças. Foram dez anos antes de voltar a dançar. Foi quando se dedicou à carreira de bailarina. Fez cursos e apresentações na rússia, na Inglaterra, nos estados Unidos, na França e na Itália. estudou pedagogia da dança. “Eu não podia ser só bailarina, queria ser professora de ballet”, conta. A profissão de dançarina foi vivida com intensidade até os 33 anos, quando engravidou do terceiro filho.

50 anos da escola Lá se vão cinco décadas desde a pequena sala em um colégio de brasília até o atual prédio na 108 sul, onde está desde 1972. desde seus 30 e poucos


balleT

>> 122

que estar de uniforme, com cabelo arrumado e, durante a aula, a dedicação é exclusiva. “É preciso ter uma postura correta, trabalhar o físico, concentrar-se. É uma disciplina onde espero que o aluno leve para o resto da vida, para qualquer atividade que venha a desenvolver”, afirma.

amor por brasília

Ao fim de um espetáculo, Norma, com seu corpo de baile, recebe o carinho do público

anos, Norma lillia dedica-se exclusivamente a dar aulas e administrar a academia. Ela faz questão de acompanhar de perto a técnica passada aos alunos. a rotina começa antes da 7h da manhã, quando ela sai de casa no lago Norte e vai para a academia. De lá, só sai quando já escureceu. “eu vivo aqui, só vou em casa para tomar banho e dormir. Na minha geladeira não tem nada. Passo tanto tempo na academia que nem vi brasília crescer. Tem horas que me assusto com o tamanho que a cidade é hoje”, revela.

A formação completa dura oito anos, quatro no básico e quatro no avançado, quando recebe o certificado, reconhecido a nível nacional. A companhia já formou diversas personalidades das artes cênicas, como as atrizes Françoise Fourton, Mariane Vicentini e Maria Paula Fidalgo, além de Fauzi Nelson, Primeiro bailarino do ballet da Ópera de zurique, e amanda edge, Primeira bailarina do New York city ballet. “eles sempre me escrevem, mandam bilhetes de agradecimento, mandam fotos. É emocionante”, revela.

Norma foi a única artista sul-americana convidada a apresentar uma obra sua na Telemaratona de chernobyl, em Moscou, ao lado de mais de três mil artistas de diversas partes do mundo, em favor das vítimas do acidente nuclear ocorrido naquela cidade. além disso, criou o ballet Isadora para a bailarina ana botafogo. coreografou e montou diversos clássicos, como Giselle, o lago dos cisnes, o Quebra-Nozes, don Quixote. atualmente, cerca de mil alunos passam por ano pela escola de ballet. “algumas já são netas das primeiras alunas”, conta Norma. Conhecida pelo seu jeito exigente, a bailarina reforça que não é fácil dançar ballet. Tem

“Não sei por que fiquei em brasília, mas sei que aqui cresci e é aqui que vou morrer”, garante Norma Lillia. “Sou apaixonada pelos ipês, pelo céu e pela lua”, revela. Ela também admira a Torre de TV, a fonte luminosa, o Cine Brasília. “São pontos que me trazem o cheiro da terra vermelha, que grudava na perna da gente”, relembra. o reconhecimento em brasília veio ao longo dos anos. É comendadora da ordem do Mérito de Brasília, Cidadã Honorária de brasília, Homenageada Especial pelo Conjunto da obra do Prêmio oK de cultura, e cavaleiro da ordem do Mérito cultural de brasília. com o criador de brasília, JK, Norma lillia tem uma história engraçada. após uma apresentação no Rio de Janeiro, quando adolescente, foi convidada para jantar na casa da filha de JK, Maristela. “Juscelino chegou em mim e perguntou: ‘a bailarina não dança?’ Fiquei tão nervosa que pisei três vezes no pé dele, morri de vergonha. Foi o maior vexame da minha vida”, diverte-se.


MoVIMeNTo

>> 124

aMor QUe Não acaba

o ballet clássico é uma verdadeira paixão. Adultos e ex-bailarinos praticantes se deixam envolver pela dança que disciplina, dá postura, flexibilidade, e ainda serve como terapia

Por Marcella Oliveira Fotos Celso Junior

U

ma paixão de infância ou um sonho nunca realizado. Nada de crianças aprendendo a rodopiar ou fazer um perfeito plié. o sonho de calçar a primeira sapatilha, ou tirar a poeira das que estão guardadas no armário, leva adultos para as aulas de ballet. ao som de músicas clássicas, bailarinas e bailari-

nos se soltam. Mais do que um exercício, o ballet para adultos é uma terapia. Faz bem para o corpo e para a alma. o trabalho físico do ballet em adultos é intenso e bem diferente do que é realizado na musculação, por exemplo. a dança trabalha a distensão da musculatura e, consequentemente, o fortalecimento dos músculos. a tonificação muscular vem com o tempo. o exercício também

é bom para postura, flexibilidade e coordenação motora. a bailarina Norma lillia, professora há 50 anos, explica que as turmas de ballet adulto são baseadas em um ballet mais livre, diferente do ensinado para crianças. “É um trabalho de consciência do corpo, respiração, alongamento do músculo. elas não querem ser dançarinas profissionais, querem se exercitar, se divertir. Tem uma importância psicológica muito grande”, analisa a bailarina, de 67 anos. Um ponto muito importante é o alongamento. “com a idade, perde-se a elasticidade. o ballet trabalha a flexibilidade para que uma mulher madura consiga pegar um objeto que caiu no chão, por exemplo, sem dificuldade”, explica Norma lillia.


125 <<

www.gpsbrasilia.com.br

regina Maura, que por 12 anos foi bailarina do Teatro Municipal do rio, está há 32 anos em brasília. aos 69 anos, ela é prova do benefício do ballet. dança com as alunas e tem energia de sobra para brincar com os netos. “o ballet é bom para o corpo, para a movimentação. Eu tenho um físico privilegiado”, orgulha-se a bailarina. A filha de Regina, Mônica berardinelli, é professora desde os 13 anos na companhia da mãe. A bailarina ressalta que o ballet é um exercício completo. “Trabalha flexibilidade, alongamento, e dá tônus muscular. e engana-se quem pensa que não cansa. a gente termina a aula suadas, cansadas, mas muito felizes e de bem com nós mesmas”, ressalta a professora. além de toda a parte física, o ballet ainda tem o lado cultural. “Tem uma música que envolve, um lado lúdico que a malhação, por exemplo, não tem. os benefícios ao corpo são consequência, o mais importante é por ser o momento delas”, defende Mônica. As alunas conhecem o repertório dos principais ballets do mundo, como dom Quixote, Gisele, lago dos cisnes.

Ballet, uma paixão a primeira turma de ballet adulto na companhia de dança regina Maura surgiu quando uma avó de 62 anos queria colocar a neta na aula de ballet. Era uma paixão dela, não

A ex-bailarina Claudia Salomão retomou as aulas de ballet com tais, professora particular da Bodytech

da neta. “Não tínhamos uma turma, criamos para ela e a turma foi crescendo. A motivação delas é outra”, conta Monica. Para Mônica, as alunas adultas são as mais comprometidas. “Elas estão aqui porque querem. Não estão atendendo

o sonho de ninguém, estão porque gostam. É uma grande diversão”, conta. “Eu vejo a transformação delas com o tempo, tanto física quanto psicológica, elas têm mais prazer em viver, são contaminadas pelo vírus do ballet”, completa.


MoVIMeNTo

>> 126

A bailarina Mônica Berardinelli dá aulas para adultos na academia Regina Maura

a funcionária pública ana soares, 37 anos, sempre quis dançar ballet. o tempo foi passando, ela via como uma atividade adolescente e nunca se arriscou. até que há um ano criou coragem e se matriculou numa aula. Foi quando se apaixonou. “Me sinto realizada quando danço. É um momento único, feminino, em que relaxo. além de ser ótimo para o físico, meu corpo mudou muito nesses meses”, conta.

Momento solo a empresária cláudia Salomão, 42 anos, nunca pensou em ser bailarina profissional. a alta estatura e as pernas grossas a diferenciavam das meninas com o biotipo para

a carreira. Mas a paixão a fez dançar por anos. começou aos cinco e foi até os 18 anos. depois deu aulas por quatro anos. em seguida, mudou de atividade e dedicou-se à ginástica e musculação. “Eu fazia pela flexibilidade de horário, mas era tudo meio obrigatório, não estava satisfeita”, lembra. cláudia sempre quis voltar a dançar. Há quatro anos, resgatou as sapatilhas do armário. continua com a musculação e a ginástica, e vê o ballet como uma terapia. ‘É um momento em que paro tudo, escuto a música, tenho um momento introspectivo. É um prazer. além do ballet ser ótimo para a postura e alongamento, que outras atividades não têm”, avalia.

Para a empresária, toda mulher deveria fazer ballet em alguma época da vida. “É uma atividade que dá feminilidade e uma postura que você nunca perde. e é bom para a musculatura, equilíbrio e gasto de energia”, afirma Cláudia Salomão. Foi também na infância que clarissa angélica começou a dançar ballet. dos seis aos 18 anos, participou de inúmeras apresentações pelo brasil, ganhou prêmios. Mas parou. “Por um momento cheguei a sonhar com a profissão de bailarina, mas a vida me levou para outro caminho”, lembra. Hoje, aos 35 anos, Clarissa voltou a dançar, depois de casada e formada. “É um exercício que eu gosto de fazer, me dá prazer. Já tentei academia,

mas não gosto. Minha paixão mesmo é o ballet”, afirma. Expressão corporal, exercício para a mente, resistência, flexibilidade, cultura e, além de tudo, benefícios para a saúde. o que você está esperando? Pegue as sapatilhas e vá dançar. Serviço Ballet norma lillia Asa Sul – SCLS 108 Bl E Lj 01 telefones (61) 3242-3883 / 3242-9377 Sudoeste – CLSW 102 Bl C Galeria telefone (61) 3341-1888 Bodytech lago Sul Setor de Clubes Sul, trecho 2, conjunto 36, parte A, 101 telefone (61) 3224-4149 Studio de Dança Regina Maura CLS 116, bloco B, Loja 31 telefone (61) 3245-1000 Academia lucia Toller EQS 108/308 Bloco C telefone (61) 3443-4015


socIal

>> 128

FelIcIdade Isabella lim faz incrível festa de 15 anos em noite que celebra as boas energias FOtOS: CELSO JUNiOR E BRUNO PiMENtEL

isabella, Guigui e o pai in Loon Lim

Família Lim


129 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Bárbara Reis, Maria Victória Salomão e Marcela May

Sônia Lim com as convidadas de sua filha Isabella

Zeca Alckimim, Marcos Salomão e Paulo Henrique Chaves


socIal

Jo達o Marcelo, Luiz Eduardo Couto e Luis Filipe Campelo

>> 130

Duda Favato, isadora Amaral e Ana Fl叩via Napoli

Elma e Ana Luisa Casc達o com Adriana Amaral

isabella na percuss達o

Diomedio e Margot Santos, Guilherme Siqueira, Juliana Souza e Benedito Oliveira


SOCIAL

>> 132

40 fOrever Marilia Nogueira, toda linda, reuniu os amigos na Q5 Club para celebrar a nova idade FOTOS: CELSO JUNIOR E BRUNO PIMENTEL

Aline Oliveira, Maria Nogueira e Flรกvia Siqueira

Marilia Nogueira aniversariante

Georgia De Luca e Fernanda Adriano

Clรกudia Salomรฃo


133 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Rodrigo Nogueira com cunhado ivan Pinheiro Filho

ticiana Monteiro e Saulo

Paulo e Denise Zuba

Marcelo Carvalho, Luiz De Luca e Lutfalla Farah

Benedito Oliveira e Juliana Sousa

Luiz AndrĂŠ e Denise Reis


socIal

Maura e Sérgio Mendes

>> 134

iza Mathias e Jane Godoy

Andrea Zorzeto e Cristina Coelho

Glauco Santana e Alessandra

Ana Paula Lawall e Marcelo Ulpiano

Daniela, Flávio e Cristiana Machado

Edmur e Bia Araújo

Flávia Siqueira e Luiz Henrique

Maria Thereza e Leo Lince

Lara Calaça


esTÉTIca

>> 136

aGUlHas do belo Por Raquel Jones Fotos Celso Junior

U

ma técnica milenar da medicina chinesa, a acupuntura estética, é redescoberta pela nova geração. O método, aplicado pelas concubinas e imperadores, agora é usado por aficionados por beleza. as agulhas no rosto e corpo viraram o novo segredinho do momento: uma forma natural de tratamento, onde o colágeno é estimulado e traz de volta a vitalidade. a acupuntura estética pode ser usada para preenchimento de rugas, linhas de expressão, tratamento de manchas e cicatrizes de acnes. o boom dessa técnica aconteceu há oito anos, após uma série de publicações a respeito, em especial da atriz norte-americana angelina Jolie, que disse utilizar o micro needling para ficar mais bonita.

chega a brasília a acupuntura estética, técnica chinesa ampliada que elimina males da beleza, como celulite, manchas, cicatrizes e acnes

Nos estados Unidos, há muitas clínicas especializadas em acupuntura estética. No brasil, uma consulta com um especialista no rio de Janeiro chega a r$ 500. o método chegou a brasília em maio de 2012 e é realizado no Nuwa spa pelo acupunturista Marcelo sartório, formado na renomada Universidade de Pequim, International acupuncture Training centre. de acordo com sartório, a ideia é trazer a beleza de dentro para fora. “a acupuntura estética revitaliza o rosto, estimula o colágeno, a circulação do sangue e a energia para a face com as agulhas. retoma o brilho natural por meio da tonificação da energia, o Chi”, explica o acupunturista. além das agulhas na face, uma outra evolução da acupuntura traz bons resultados em casos mais graves. o antigo martelinho, que reunia mais de uma agulha para tratar a pele, virou um cilindro com mais de 580 agulhas microscópicas. A técnica hoje é conhecida como microacupuntura. “Pesquisas mostram uma superioridade da microacupuntura com relação ao laser facial e

corporal. ao invés de queimar a primeira camada da pele, como o laser, ela perfura sem danificar e aflora o colágeno”, explica Marcelo Sartório. “Não há contraindicações, e a cicatrização ocorre de 24 a 48 horas”, acrescenta. a brasiliense Patrícia andrade, adepta ao tratamento, já conseguiu eliminar algumas linhas de expressão com a microacupuntura. “o resultado é fantástico. Fiz dez sessões e agora faço uma a cada 15 dias para manter. além de ter eliminado rugas e clareado a pele, passei a dormir melhor com o tratamento”, revela. As agulhas também são usadas para tratamento de celulite, cicatriz de cesariana e redução de medidas. Até em casos de calvície e alopecia feminina pode haver aplicação, uma vez que estimula a irrigação e aumenta a absorção de produtos dermatológicos, já indicados pelos dermatologistas. Para a proprietária do Nuwa spa, em brasília, estela boner, com a acupuntura você alia saúde e estética. No rosto, a partir da segunda aplicação já há uma melhora aparente. No corpo, uma sequência de tratamento pode proporcionar a perda de quatro a oito centímetros na região do abdômen. A duração do procedimento é de aproximadamente uma hora. estela acredita que outra vantagem da acupuntura estética é o contato humano e a troca de energia. “Nos tratamentos de beleza e bem-estar, o fundamental é receber alguma coisa. Um toque ou um carinho recarrega as energias e te habilita a ter qualidade de vida”, resume Estela.


137 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Tratamentos • Facial: preenchimento de rugas, linhas de expressão, clareamento de manchas, cicatrizes e acne • corporal: celulite, cicatriz de cesariana e redução de medidas Técnica • o colágeno é estimulado por meio das agulhas. em casos mais graves, utilizase a microacupuntura, um cilindro com mais de 580 agulhas microscópicas

Contraindicação • Não há contraindicações e a cicatrização ocorre de 24 a 48 horas Valor • A sessão custa R$ 150 SERViçO nuwa Spa ícone Parque (Setor de Clubes Sul) (61) 3225-2000 Shopping iguatemi (61) 3468-7877


WellNess

>> 138

eNVelHecer PRA QUê?


139 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Novas técnicas e fórmulas mais avançadas de anti-aging estreiam no mercado às portas do verão

texto Marcella Oliveira e Raquel Jones Fotos Bruno Pimentel

a

dermatologia tem investido na tecnologia para ajudar nos tratamentos anti-aging. Máquinas cada vez mais modernas amenizam a dor, têm menos efeitos colaterais e são mais eficientes nos tratamentos da pele. Mas é preciso tomar cuidado. a principal preocupação do paciente é verificar se o aparelho tem comprovação científica. “A máquina ser liberada pela anvisa significa que não oferece risco de morte ao usuário, mas é preciso conhecer o fabricante e os estudos científicos do aparelho”, explica o dermatologista Gilvan Ferreira alves, membro da sociedade brasileira de dermatologia. “Há clínicas que injetam produtos baratos e perigosos, como o metacrilato, que pode causar complicações, como caroço endurecido no rosto”, alerta Alves. Para ele, o preenchedor mais seguro é o ácido hialurônico. Uma novidade do mercado no combate aos pneuzinhos ainda pouco conhecida foi testada pessoalmente pelo

dermatologista ricardo Fenelon, presidente da sociedade brasileira de laser em Medicina e cirurgia – regional centro-oeste: a criolipólise. o médico importou para brasília a técnica que congela o tecido da pele, ajudando a eliminar até 20% da gordura, por sessão. “O resultado, semelhante ao obtido por meio de cirurgias de lipoaspiração, aparece após três semanas da primeira aplicação, e se consolida entre dois e quatro meses após o início do tratamento. Não tem agulha, cirurgia ou pós-operatório”, garante.

aparelhos e produtos produto hidróxido Apatita de Cálcio • o produto é mais consistente, recomendado para peles com rugas mais profundas. “os efeitos são mais prolongados, a duração é, em média, de um ano e meio”, explica Gilvan Alves. Não pode ser aplicado nos lábios. R$ 1,2 mil, a sessão.

máquinas M22 • recém-lançada no mercado, a máquina é de luz Intensa Pulsada. retira manchas, fechar os poros e estimular o colágeno. “Acelera a remoção de manchas no braço, perna, colo e no rosto”, defende Gilvan Alves. Cerca de R$ 600, a sessão. laser de CO2 fracionado • Indicado para rugas e cicatrizes de acnes mais profundas. “Esse tipo de laser veio fracionado”, afirma alves. ao invés de vir raspando a pele, ele funciona como um chuveirinho de laser. o procedimento é menos agressivo, causa menos dor, e a recuperação é mais rápida. Cerca de R$ 1,5 mil, a sessão. Accent • Os efeitos são semelhantes aos da máquina Titan, que utiliza a tecnologia ultravermelha, provocando a contração do colágeno. “É indicada para firmar a pele e combater a flacidez”, explica Alves. Cerca de R$ 150, a sessão. Spectra • É um tipo de laser para tratamento de melasmas, manchas que surgem principalmente na face, e em mulheres durante a gravidez. “o procedimento atua diretamente sobre a célula responsável, sem prejudicar a pele””, esclarece Ricardo Fenelon. O laser ainda danifica as células que produzem o pigmento, dificultando o reaparecimento das manchas. Preço sob consulta. Criolipólise • o aparelho usa a técnica do congelamento controlado para reduzir gordura localizada, desenvolvida na Universidade de Harvard. ele resfria a gordura, que é eliminada nas semanas seguintes naturalmente pelo organismo. regiões como abdômen, costas, flancos e culotes reagem bem à nova terapia. “É um procedimento praticamente indolor e pouco invasivo. Não há cortes nem utilização de instrumentos como seringas ou bisturis”, explica. Profissionais consultados Gilvan Alves tel: (61) 3244-1007 Ricardo fenelon tel.: (61) 3326-2213


arTIGo

>> 140

Por erIcK carPaNeda

do soNHo ao Pesadelo o

desejo de preencher sulcos e depressões faciais com uso de materiais inabsorvíveis (materiais que permanecerão para sempre no nosso corpo) pode ser algo extremamente perigoso e com consequências desastrosas. o mais comum deles é o PMMa, ou polimetilmetacrilato. esse material é composto por milhares de esferas plásticas microscópicas que, uma vez implantadas sob a pele, ali permanecerão para sempre,

visto que são inabsorvíveis. Para entender as complicações dessa substância, injetada de modo simples e rápido com ajuda de uma simples seringa, é importante entender que todo corpo estranho colocado no nosso organismo, seja ele plástico, fio cirúrgico, próteses... sempre será reconhecido como um corpo estranho pelo nosso organismo e, como tal, terá ao seu redor a formação de uma cicatriz. em termos médicos dizemos uma cápsula. essa cicatriz que cobrirá o corpo estranho introduzido o envolve completamente e tem uma propriedade importante no entendimento das compli-


141 <<

www.gpsbrasilia.com.br

cações do PMMA: a contração. Toda cápsula contrai. Uma vez formada uma cápsula ao redor dos implantes, ela irá ao longo dos anos sofrer um processo de contração contínua, apertando e juntando cada vez mais os implantes de PMMa. com isso fica fácil entender o porquê das regiões preenchidas com PMMa terminarem deformadas e com alteração da mímica (se essa região for a face). Mas o problema não termina por aí... o corpo humano é muito sábio, ele sempre tenta expulsar corpos estranhos quando se encontram sob a pele, isso é um mecanismo de defesa importante. Um enorme ganho evolutivo dos seres vivos. Imagina como seria para um animal ter uma simples farpa sob o calcanhar se o organismo com o tempo não fosse capaz de expulsá-la? Poderia significar a morte por algo tão simples e comum. Com o PMMA não é diferente. dia após dia, o organismo trava uma batalha tentando jogar as microesferas para fora do corpo, e após muitos anos ele termina conseguindo. Forma-se uma ferida crônica na região, que passa décadas abrindo e fechando como uma espinha que nunca cicatriza, visto que são bilhões o numero de microesferas para serem eliminadas. com isso podemos traçar uma cadeia previsível pela qual passará inevitavelmente pacientes que se submeteram à bioplastia. Inicialmente, a região passará por uma vermelhidão como consequência do processo inflamatório

O cirurgião plástico Erick Carpaneda alerta sobre os riscos do polimetilmetacrilato

a busca da cirurgia plástica ideal, sem cortes, pode levar muitos pacientes a uma armadilha irreversível. a bioplastia. local. A região infiltrada começa a se deformar com formação de nódulos duros, inicialmente sentidos somente ao tato, e posteriormente visíveis, com distorção estática e dinâmica da área. E, por fim, uma ferida crônica que nunca se fecha completamente, passando por períodos de melhora parcial e agravamento. Um dos grandes problemas da bioplastia é que tais complicações demoram anos para ocorrer, digo problema

porque até que ela aconteça muitos e muitos pacientes irão fazer bioplastia, indicada pelos ótimos resultados iniciais nesse paciente. assim que termina o procedimento, a melhora é imediata e visível a todos, mas infelizmente ela não durará para sempre. em breve chegará o período das complicações. como poderia ser tratado um paciente que já realizou uma bioplastia? Infelizmente, o único tratamento é a remoção cirúrgica com consequente cicatriz inestética no local. e o pior é que muitas vezes a região preenchida é rica em nervos, principalmente se for na face, o que impossibilita ou até mesmo proíbe a remoção cirúrgica, ficando o paciente sem nenhum tratamento possível. Muitos profissionais preconizam o tratamento com corticoides injetáveis, mas infelizmente terei de discordar da conduta de alguns colegas.

Corticoides são anti-inflamatórios e, supostamente, ao retirar a inflamação local atrasariam o processo, mas não é isso que ocorre. Corticoides não resolvem a causa base, as microesferas continuam lá. o organismo irá sempre tentar expulsá-las. Nenhum remédio evitará isso. e o corticoide, como todo medicamento, tem efeitos colaterais, que no caso é o clareamento da pele de modo irreversível. Portanto, pacientes tratados com corticoide, além dos problemas citados do uso do PMMa, ficaram também com o problema do corticoide, uma mancha branca no local. Sempre que desejar realizar um procedimento estético, não busque o mais barato ou mais fácil. Vá até um cirurgião plástico de confiança. É o melhor caminho. *Erick Carpaneda é cirurgião plástico


BELEZA

>> 142

Esmalte MAC - R$ 63

Todas as cores

Jogos de sombra Nars - R$ 128

Na maquiagem, todas elas podem se encontrar se os tons forem coordenados. Enquanto no Hemisfério Norte o outono planeja vinhos e marrons, no Hemisfério Sul a primavera aposta nos laranjas e rosas. Adquira tudo. Nunca é demais

Gloss Lip-Tar - R$ 32

Blush Chanel Edição Limitada - R$ 163

Batom O Boticário - R$ 32,99 Pó Bare Minerals - R$ 30

Base líquida O Boticário - R$ 59,99 Esmalte Trouville Nars - R$ 65


NeGテ田Io

QUarTeTo da beleza

>> 144


145 <<

www.gpsbrasilia.com.br

a empresária laura oliveira e suas três filhas administram 18 das mais de 60 lojas O Boticário no distrito Federal. Juntas, criaram uma história pessoal que se mistura com a da marca

Por Marcella Oliveira

T

rês galpões em brasília guardam muita história de uma das empresas de cosméticos mais famosas do brasil. embalagens, frascos de perfumes, etiquetas, materiais de treinamento. Tudo o que a empresária laura Oliveira, 61 anos, juntou nos 34 anos em que trabalha como franqueada da marca o boticário. atualmente, ela administra 18 das mais de 60 lojas da marca no Distrito Federal, e exala sua paixão pela empresa. Tudo começou quando a então secretária contábil ganhou uma colônia acqua Fresca, em 1979. laura trabalhava na embaixada da França e, para ganhar um dinheiro extra, entrou em contato com a botica comercial Farmacêutica ltda, ou o boticário, com sede em curitiba, no Paraná. demonstrou interesse em vender os produtos em brasília. comprou alguns perfumes e colônias e vendeu para os franceses e amigos.

em 1980, laura abriu a loja Natureza, na QI 9 do Lago sul, onde vendia com exclusividade os produtos. as colônias acqua Fresca e styletto eram as queridinhas. a partir de 1982, começaram as padronizações da loja nacionalmente. com um sócio, chegou a ter 22 lojas no DF, mas em 1994 desfez a sociedade e seguiu sozinha, com apenas duas lojas em Taguatinga. “Foi um recomeço”, lembra. Cresceu e hoje administra 18 lojas no DF, com mais de 150 funcionários. em março, a marca o boticário comemorou 35 anos, dos quais 34 a laura está envolvida. “Preservar a memória é importante para reconhecer que um dia fomos extremamente pequenos, até chegar no que somos. Tudo tem um começo, e existem pessoas que marcam essa história. a laura foi muito importante para a construção de O Boticário”, disse Miguel Krigsner, fundador e presidente da marca. a história da vida da laura está totalmente ligada a O Boticário. Suas três filhas, Lanna, Aline e Laura, hoje com 34, 31 e 30 anos, respectivamente, cresceram dentro das lojas. “Quando éramos crianças, íamos para a loja ajudar a fazer as embalagens”, lembra aline. Nunca tiveram outro emprego, nem pensaram em seguir outra carreira. “Não há nada mais mágico que trabalhar com beleza e autoestima”, acrescenta aline. As três filhas são hoje o braço direito de laura. a primeira a se envolver com o tra-

balho foi a lanna, que cursou Administração e cuida da parte comercial. aline também é administradora, e responsável pela parte financeira. Luana formou em Marketing e atua na parte burocrática. “o boticário é a nossa vida. a gente tem orgulho da trajetória da minha mãe, que foi muito guerreira. Hoje, a gente foca em estruturar o escritório e ser um exemplo de gestão da franquia”, afirma Aline. a caçula luana foi a última a começar a trabalhar na empresa. “comecei no estoque, depois fui para o escritório. o boticário é uma fábrica de sonhos, que encanta, é um mundo de magia. eu considero que ela alcançou padrão internacional e não perde para as marcas lá de fora”, define. o museu que a empresária está montando com tudo o que guardou tem muita história. o contrato social, inúmeras fotos, os primeiros cremes, as primeiras embalagens, material de treinamento, caixas, colônias. “Eu não imaginava que o boticário ia crescer dessa maneira, mas eu sempre tive tanto orgulho de fazer parte desta história, que fui guardando as coisas. Tenho muito amor por o boticário. Tudo o que sou hoje, devo à marca”, emociona-se Laura. laura viu o boticário mudar. acompanhou o crescimento da marca, a evolução dos produtos. “Me sinto honrada em ser a primeira franqueada do brasil. e a minha história e da minha família se misturam com a da marca”, diz.


eMPreeNdedorIsMo

>> 146

Elany Leão entre os seus parceiros na Associação de Jovens Empreendedores do DF

Não Há TeMPo a Perder Jovens empreendedores de brasília criam associação. Unidos, formam nova parcerias e se consolidam no mercado. À frente, uma mulher: Elany Leão

Por Marina Macêdo Foto Celso Junior

o

brasil é o terceiro colocado quando o assunto se refere a número de empresas. atrás apenas da china e dos estados Unidos, temos 27 milhões de pessoas envolvidas em um negócio próprio ou na criação de um. Os dados recentes são da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GeM), fruto da parceria entre o sebrae e o Instituto brasileiro da Qualidade e Produtividade (IbQP). a pesquisa traz à tona dados identificando que a faixa etária com o maior número de empreendedores iniciais é de 25 aos 34 anos e que a mulher brasileira está entre as que

mais empreendem no mundo. Para se ter uma ideia, 51% são homens e 49% mulheres. Isso mostra que a mulher está cada vez mais se equiparando ao sexo masculino. a empresária elany Leão, 32 anos, está dentro dessa estatística. Jovem e empreendedora, é proprietária há seis anos da Indústria do conhecimento, empresa especializada em treinamentos corporativos e eventos. Vinda de Fortaleza, mora há 20 anos em brasília e garante: “brasília é a capital das oportunidades”. Formada em Administração de Empresas, com pós-graduação em liderança empreendedora, e mestranda em Administração


147 <<

www.gpsbrasilia.com.br

com foco em Psicologia social, ela preside a Associação de Jovens empreendedores do distrito Federal (aJe-dF). elany carrega em sua bagagem um espírito de liderança herdado por sua família política. A entidade reúne jovens empresários representantes de todos os setores da economia do dF: indústria, comércio, turismo e serviços. desde microempresários até sucessores de grandes grupos econômicos, e traz em seus serviços ciclos de palestras, missões empresariais, encontros com políticos, almoços com líderes, rodadas de negócios e feirão do imposto. “Fazemos um network dentro e fora da aJe. Queremos ser o elo entre o jovem empreendedor e a entidade que pode agregar. Por exemplo, Fibra e Fecomercio. além de disponibilizar contatos com diretores mais experientes para orientar esse jovem”, complementa elany. “A associação proporciona um ambiente de seriedade e oportunidades, que favorece o exercício do pensar, discutir e explorar novas ideias para a concretização e geração de negócios. Nossa missão é promover o crescimento pessoal e empresarial do associado, formando jovens lideranças comprometidas com ética, cidadania, responsabilidade social e o desenvolvimento econômico do Distrito Federal”, afirma a presidente da aJe-dF. sobre os novos empreendedores, um dado assusta:

Elany Leão: “Nada se faz sozinho. Em entidade de classe, você descobre que precisa do outro e forma aliados”

a mortalidade das empresas. “Imagine que 68% delas falem antes de completar três anos. o principal motivo é a falta de planejamento. Para montar uma empresa, é preciso um plano de negócios e foco”, diz Elany. Para conquistar um negócio de sucesso, dois ingredientes são indispensáveis: paciência e organização. A paciência merece destaque, afinal, como a nova geração é formada por jovens, é preciso ressaltar que o retorno vem com o tempo. Não é algo imediato. “Os jovens querem tudo para ontem.

É necessário lembrar que você não pode começar sua empresa do jeito que seu pai está terminando. o tempo é primordial para um retorno financeiro”, destaca a presidente. outro passo importante para essa nova geração é aprender a ouvir e criar parcerias. “Nada se faz sozinho. em entidade de classe, você descobre que precisa do outro e forma aliados. Um exemplo no setor da gastronomia é: um restaurante sozinho não tem tanta força quanto um grupo com doze restaurantes. o fornecedor, nesse caso, percebe que se trata de um grupo forte, e assim fica mais fácil uma barganha. a regra se aplica em outras situações. Juntos temos mais força, e podemos mudar até mesmo uma politica pública e o mercado”, enfatiza Elany. os encontros frequentes proporcionados pela associação também geram outros negócios e novas parcerias. Foi o caso de rodrigo Freire, proprietário do oliver e baco Pizzaria, e rodrigo bindes, proprietário do subway e Mercado 153. eles se encontraram em um dos eventos da aJe. o bate-papo resultou em uma sociedade no Parrilla Madrid. Sobre a associação, ressalta: “Nossa entidade não é filantrópica, e sim para gerar negócios. Não perdemos tempo. Nossos almoços têm sempre um propósito. Que seja um fornecedor novo, um buffet contratado. Afinal, o tempo é precioso”, finaliza Elany Leão.


Mercado

Divulgação

>> 148

Morada a dos soNHos

Por Marcella Oliveira

experiente e capacitado, daniel dall’oca investe pesado no mercado de luxo da capital. especialista em lago sul, ele conquista clientes por conhecer seus desejos de moradia

té poucos anos, o mercado empresarial de brasília era tradicional, povoado por pioneiros que vieram de todos os cantos do País para investir na capital. Mas uma nova geração surgiu vendo brasília crescer e herdando dos pais a experiência. aprenderam os observando e, além disso, procuraram se especializar. São jovens bem criados, empreendedores e que levam para seus novos negócios fôlego empresarial e dinamicidade. Um exemplo no setor imobiliário é o jovem Daniel dall´oca, 36 anos, que cresceu acompanhando o desenvolvimento da empresa do


149 <<

www.gpsbrasilia.com.br

pai, a dall´oca Imóveis, no mercado de aluguéis desde 1990. daniel começou como office-boy, tornou-se gerente, diretor de venda, sócio. Para continuar sua empreitada, formou-se em gestão imobiliária e decidiu seguir seu caminho, dedicando-se exclusivamente à revenda. em 2010, ao lado dos sócios rafael roda e Tarik Faraj, Daniel abriu a Ação dall´oca Imóveis, especializada no mercado de luxo. a empresa leva o sobrenome da família pela tradição no ramo. em um ano, a lucratividade foi tão expressiva que venderam 51% para o Grupo lopes, um dos maiores do brasil. “estamos entre as cinco maiores empresas de Brasília”, diz Daniel. A preocupação dos sócios foi criar um ambiente refinado. Na QI 13 do Lago sul, a estrutura de 300 metros quadrados de um ambiente moderno apresenta o conceito de Imobiliária boutique. a equipe é composta por 70 pessoas e está pronta para atender o público mais exigente de Brasília. São 52 corretores treinados. “Nossa principal preocupação é identificar quem vai trabalhar conosco. conhecemos todos os corretores. com um público como o nosso, não dá para contratar qualquer pessoa. Tem que ser inteligente e conhecer os lugares frequentados pelos clientes. devem falar bem o Português. o cliente quer alguém como ele”, afirma Dall´Oca.

a empresa trabalha com revenda de imóveis de alto padrão com foco no Lago Sul, onde concentra cerca de 40% da cartela de produtos. “essa é a nossa a região. A maioria dos nossos clientes, grandes empresários e políticos, mora ou quer morar no lago. Além da nobre região, a empresa tem uma filial na 206 sul e também trabalha com imóveis no lago Norte, asa sul, asa Norte, sudoeste, Noroeste e águas claras. “Temos uma política de triagem de imóveis para selecionar os melhores negócios”, garante Daniel. além da extensa carta de clientes, a Ação Dall’Oca atua com vendas em todo o território nacional e no exterior, por meio de empresas parceiras.

celso Junior

brasílIa Uma cidade ainda em crescimento, brasília tem o segundo melhor mercado imobiliário do País, perde apenas para São Paulo. Nos últimos anos, a valorização dos imóveis no distrito Federal aqueceu o ramo. “Já os lançamentos deram uma parada, mas a revenda está altamente movimentada”, garante Dall´Oca. o empresário acredita que o mercado imobiliário continuará crescendo, mas em uma velocidade menor. “Os imóveis de luxo, que são nosso foco, continuam vendendo muito bem. É um dos poucos que não entra em crise”, acredita Daniel.

Serviço: Ação Dall´Oca Imóveis www.acaodalloca.com.br telefone: (61) 3314-9000 Lago Sul – SHiS Qi 13, bloco J, loja 6 Asa Sul – 206 Sul, bloco A, loja 36

os imóveis com valores mais altos se tornaram desejo da classe a. as principais quadras do Lago Sul são as QLs 10 e 12 e a QI 11, ambas localizadas próximo à Ponte costa e silva. “a maior procura é por casas na beira do lago e grandes mansões”, revela. Para daniel, a experiência com o público é um dos diferenciais da Ação Dall´Olca. “somos moradores, fazemos parte dessa sociedade, frequentamos os mesmos locais que nossos clientes e, com isso, conhecemos bem a demanda. estamos preparados para atender quem é exigente e quer o melhor de Brasília”, finaliza o empresário.


MoNIToraMeNTo

Por Raquel Jones

c

idade grande, problemas maiores ainda. Um deles é a segurança. de acordo com dados divulgados pela secretaria de segurança Pública do dF, no primeiro semestre de 2012 os índices de criminalidade subiram 14,6% em relação ao mesmo período do ano passado. esses mesmos números confirmam o crescimento de demanda por segurança privada na cidade. a média é de um circuito interno para cada cinco habitantes. ainda na época em que brasília era considerada uma cidade sem violência urbana, dois jovens destemidos e visionários iniciaram um projeto que anos depois os transformaria no maior grupo do País no segmento. Tudo começou no ano 2000. agenor Neto e Gustavo Pena eram amigos de juventude. apesar de histórias de vida distintas, ambos resolveram unir as forças e fundar a setec, empresa de segurança e tecnologia. Ninguém sabia se vingaria o pequeno negócio

>> 150

VIda eM seGUraNça Num gesto de empreendedorismo, Agenor Neto e Gustavo Pena contam como se transformaram na maior empresa de monitoramento do País. instalado numa sala no setor bancário Norte, mas eles eram jovens e podiam arriscar. agenor era virador. bom de papo, vendia tudo. Teve até uma banca de roupas no Pedregal. Gustavo tem perfil bem diferente... estudioso, introspectivo. agenor formou-se na vida. Gustavo em engenharia. “eu tinha o conhecimento do varejo e ele tinha uns bezerros que havia ganhado do pai no valor de r$ 30 mil. com esse dinheiro, começamos a trabalhar”, lembra Agenor.

Tudo começou quando um cliente que fazia a vigilância num grande órgão nos pediu para implementar as câmeras. “Não tínhamos nada, mas era a nossa chance. Para ter uma ideia, a vontade de fazer dar certo era tanta que recrutamos os garçons do boteco que frequentávamos para fazer as instalações”, conta. O lucro do negócio deu uma sobrevida de quatro meses para a empresa, resultando na sua estruturação. empolgados, além do varejo, especializaram-se em

licitações e, em pouco tempo, arremataram contratos com correios, TcU, caixa econômica. “Sempre foi um desafio. cada demanda era maior que a outra e necessitava de investimento alto. Nunca foi fácil, algumas horas chegava a ser desesperador, mas acreditar é fundamental para ganhar força e inspiração para concretizar o trabalho”, conta Agenor. A partir de então, tudo o que ganhavam, eles convertiam em equipamentos. “comprávamos direto da fonte, em Miami”. diz Gustavo. Foi quando ambos decidiram inverter a ordem dos fatores. Mudaram o foco do mercado de venda para prestação de serviço. e lá se foram 12 anos. a empresa se transformou em grupo, ganhou o brasil. atualmente, emprega 400 profissionais e atende 22 estados brasileiros. em sua cartela há 12 mil clientes. Por ora, a dupla de amigos se dedica à construção de uma nova sede de dois mil metros quadrados, no setor de Indústria. “com o novo prédio, vamos nos concentrar de volta no mercado de Brasília”, analisa Agenor. “Haja o que houver, as pessoas sempre precisarão se sentir seguras. estamos aqui para isso. Temos qualificação e tecnologia de ponta”, diz Gustavo. “brasília é a nossa cidade de coração e atuação. Aqui tivemos a oportunidade. além de ser um ponto estratégico, pois estamos no centro do País, prontos para abraçar o Brasil”, finaliza Agenor. Serviço www.setec24h.com.br telefone (61) 2105-4222


INFORMÁTICA

>> 152

Por Marcella Oliveira

ARQUIVOS NAS NUVENS

Manter arquivos pessoais em apenas um lugar é risco certo de perda. A novidade são as nuvens, diretórios virtuais alheios a computadores e programas

F

otos, documentos profissionais, textos de estudo, músicas, planilhas e vídeos. Boa parte da sua vida está no seu computador. Já pensou em perder tudo? Com o avanço da tecnologia, os arquivos passam a ter extrema importância na vida das pessoas. Especialistas em tecnologia da informação investem no armazenamento nas nuvens, uma maneira de deixar seus arquivos no mundo virtual. Foi-se a época em que era seguro salvar em disquete, CD e até mesmo no pendrive. Um problema no disco rígido do computador, a formatação sem autorização, um HD externo que estragou por queda, um CD que quebrou, um roubo de computadores, principalmente no caso de notebooks, são algumas das maneiras de perder todos os arquivos que você tem no seu computador. Pesquisa da empresa F-Secure realizada em 14 países apontou que mais de 70% das pessoas já perderam algum documento importante. Colocar seus arquivos nas nuvens é como criar um diretório virtual em seu computador e mandar seus arquivos para essa pasta. A internet é usada como infraestrutura para tudo. Quando se fala em nuvem, remete-se à possibilidade de acessar serviços ou informações de qualquer lugar do mundo, a qualquer hora, sem ter que instalar


153 <<

www.gpsbrasilia.com.br

programas no computador. Os arquivos ficam seguros e podem ser acessados até mesmo por celular e tablets. Manter os arquivos apenas em um lugar é um risco muito grande. Por isso, há alguns anos empresas internacionais começaram a desenvolver produtos, como o iCloud, da Apple, Google Drive, da Google, Dropbox e o SkyDrive, da Microsoft.

Histórias e trabalhos perdidos As máquinas fotográficas digitais fizeram que muitas pessoas não revelassem mais as fotos. Assim, tudo fica armazenado no computador. Da mesma forma acontece com arquivos, como monografias e teses de mestrado e doutorado. A psicóloga Iriane Camargo, 42 anos, teve o computador roubado em um assalto em sua casa, em Brasília. Com ele, foram fotos tiradas durante três anos. “Perdi lembranças de férias, festas de Natal e aniversário, todas as fotos de bebê do meu filho mais novo, a formatura da minha filha mais velha. Momentos que eu não tenho mais como rever”, lamenta. Atualmente, Iriane utiliza um HD externo, mas mesmo assim fica in-

segura. “Só pego quando vou ver as fotos. Eu gosto muito de foto, acho que são lembranças inestimáveis. Ficar sem elas foi uma dor que não sei explicar, um vazio”, revela a psicóloga. A paulistana Thais Goldstein, 38 anos, viu sua memória virtual virar cinzas. Em outubro de 2010, um incêndio em sua casa a deixou apenas com a roupa do corpo. Junto com roupas, livros e móveis, o computador se foi. “Toda a minha vida acadêmica estava no computador: trabalhos da época da graduação, monografia da especialização, dissertação de mestrado, parte do doutorado, muitas fotos, músicas, cartas e textos autorais”, lamenta Thaís. O doutorado acabou sendo deixado temporariamente de lado, pois Thaís precisou parar para colocar a vida em dia. Para Thaís, a segurança foi ter conseguido recuperar algumas fotos e arquivos de texto nas redes sociais e e-mails enviados. “A perda teria sido maior se fosse numa época anterior à internet”, ela reconhece. Hoje, Thaís tem um blog intitulado Das cinzas às letras..., criado por ela após o incêndio, para facilitar a arrecadação de livros necessários à continuidade do seu doutorado. Com a solidariedade dos amigos, em pouco tempo Thaís pode repor a maioria das obras de que precisava e o blog foi se tornando sua “nova casa”, acolhendo seus poemas e reflexões desde então.

Tecnologia brasiliense Em Brasília, a SSI Tecnologia criou o UFA Backup. “Ele realiza uma cópia de segurança de todos os arquivos importantes que você tem, você apenas indica quais pastas ele deve monitorar. Qualquer alteração é automaticamente replicada para a nuvem”, explica o diretor de desenvolvimento da SSI Tecnologia, Danilo Pimentel. Todos os arquivos armazenados pelo UFA são criptografados antes de seu armazenamento. A única forma que alguém poderá acessar os arquivos armazenados é utilizando o e-mail e senha da conta. “Nenhum cliente é capaz de acessar arquivos de outros clientes, pois cada repositório é diferente, impossibilitando o acesso a arquivos de outras pessoas”, garante Pimentel. De acordo com Danilo Pimentel, o diferencial do produto brasiliense é que o UFA armazena até 30 cópias de cada um de seus arquivos, o que gera mais segurança. “O UFA também mantém o histórico das últimas 30 alterações dos seus arquivos e as deixa disponíveis para você acessar quando quiser”, explica o diretor. Além disso, o UFA também armazena por 15 dias até mesmo aqueles arquivos que você deletou em seu computador e que estavam sendo monitorados para backup, o que mais uma vez garante uma segurança e conforto ainda maior para você. Os valores de aquisição do UFA variam de acordo com o tamanho da nuvem que o cliente deseja. A partir de R$ 49 por ano, o usuário já pode ter uma licença de 150 GB para backup. O produto mais caro custa R$ 255 por ano e dá direito a 1 Tb (1024 Gb) para armazenar nas nuvens. O produto é fácil de usar e pode ser instalado por qualquer pessoa, mesmo que não seja um expert em computador. “Os arquivos são muito seguros e possuem um sistema de nível militar. A senha é a única fonte de acesso e deve ser bem guardada”, finaliza Danilo Pimentel. Salvar seus arquivos nas nuvens é como salvar sua vida virtual. Serviço Ufa Backup www.ufa.com.br


socIal

Ana Paula Gonรงalves

>> 154

GeNTe FINa

em tarde mais que elegante, ana Paula Gonรงalves realiza almoรงo em sua loja com estilistas especiais FOtOS: CELSO JUNiOR


155 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Caroline Collor e Daniela Endres

Cl谩udia Melo

Adriana Bechara, M么nica Salgado e Luciana Braga

Bruno Melo e isabella Carpaneda

Cleucy e ilca Oliveira

M么nica Paes de Andrade, Thereza Neves, Ana Maria Gontijo e Christina Queiroz

Loja lotada

Vivianne Piquet


socIal

>> 156

Patrícia Vaz e Ana Paula Gontijo

Duda Maia

Ana Paula cercada pelos estilistas

Margot Albuquerque, Juliana Sabino, Gláucia Benevides e Roseane Jordão

ingrid Caetano, Bruna Sabarense, isadora Campos e Carolina Oliveira

Cristiane Pimenta da Veiga, Andrea Cabrera e Valéria Gontijo

Cristiane Adriano e Ana Luiza Favato


socIal

O brinde com a famĂ­lia

>> 158


159 <<

www.gpsbrasilia.com.br

NA PAZ Em clima peace and love, Fernanda Villas Boas comemora seus 15 anos em noite mais que divertida FOTOS: CELSO JUNIOR

Luciana e Fabiano Cunha Campos com Bernadette Amaral

Lupi Melo e Luana Perdiz

Gilmar Saad, Pedro Cardoso e João Eduardo

Tatiana e Geninho Lacerda

Maria Eduarda Nogueira e Marcelo Bittar Cláudia e Guto Valadares

Luiz Estevão, Cleucy, Luiza e Luiz Eduardo Oliveira com Bárbara Soares

Karinne Pantazis

Henrique Gonzaga e Naty Alckmim


socIal

>> 160

bINGooo Tiffany & co. promove tarde beneficente em prol da instituição Pró Vida de Vivianne Piquet FOtOS: CELSO JUNiOR

Susan Neves ganha a primeira rodada

Cláudia Peralta e Hedwiges Siqueira

Caroline Collor e Luciana Marsicano

ivanilde Almeida, Eliana Starling e Ana Amélia Lobo

As irmãs Narciza , Viviane e Valéria Leão

Bella Bittar e Luiza Lima

Maria José Santana


PersoNaGeM

60 anos de muita Hist贸Ria

>> 162


163 <<

www.gpsbrasilia.com.br

PIQUeT


PersoNaGeM

>> 164

Fotos: Arquivo Pessoal

Por Paula Santana Fotos Celso Junior

Q

ual impressão você tem de Nelson Piquet, o destemido tricampeão de Fórmula 1? São muitas, não? Corajoso, encrenqueiro, antimarqueteiro, objetivo, genial, intolerante... ele é tudo isso mesmo, e muito, muito mais. Nelson Piquet é, sobretudo, uma lição de vida. Seus fãs são, de fato, aqueles que conhecem sua verdadeira história, que não foi nada fácil, mas está longe de ser triste. até porque uma coisa que Nelson sabe fazer é levar a vida numa ótima. sábio homem. Nas próximas páginas, você saberá um pouco mais de Nelson Piquet souto Maior, filho de dona Clotilde e doutor Estácio, irmão de Geraldo, seu grande amigo e parceiro. Vai conhecer o Nelson que poderia

ter escolhido qualquer lugar do mundo para morar, mas que elegeu brasília para construir sua nova história fora das pistas. o Nelson que é um exemplar pai de família, um exímio empresário e um doador nato. animado, Nelson recebeu a equipe do GPs|brasília em sua imensa garagem, construída na Fazenda Piquet, residência oficial da família. Um espaço que deixaria qualquer amante de carros sem ar por alguns segundos. São dezenas deles, de variadas marcas, todos catalogados, impecavelmente tratados, com direito a posto de gasolina próprio, oficina mecânica onde ele mesmo atua, estoque de peças e uma equipe compacta, mas que tem até estofador. Quantos carros têm aqui?, pergunto. “Nem sei”, diz. Mas todos têm história para contar. e ele relata com riqueza de detalhes,

Nelson Piquet celebra a nova idade. conta um pouco de sua vida, abre a sua preciosa garagem e revela o que hoje lhe dá mais prazer

se divertindo, enquanto passamos um por um. em meio a discos dos beatles e inúmeros livros de carros, nós sentamos num sofá no canto do galpão para iniciar uma prazerosa conversa. Nelson passa ali suas manhãs. “É meu grande prazer. Eu sou mecânico”, diz. Nas horas seguintes, ele revelaria um pouco de sua trajetória: “eu já morei nove meses num ônibus velho. Nessa época, se tomei banho dez vezes, foi muito” – até sua jornada de sucesso com a abertura da autotrac, em 1993, sua bem-sucedida empresa de rastreamento por satélite, instalada nas dependências da Unb. “Vendi tudo o que me restou da Fórmula 1 e investi no negócio. sempre acreditei que daria certo”. ele veio para brasília com a família ainda na década de 1960. o pai, político e médi-


165 <<

www.gpsbrasilia.com.br

co, tornou-se Ministro da saúde e aqui instalou sua morada. ele queria que Nelson fosse tenista. Tanto que o piloto optou por Piquet em seu nome de esportista para não despertar a atenção do pai, que não via com bons olhos o fato dele se enveredar pelo automobilismo. Mas Nelson relembra: “Minha mãe nunca me perguntou nada, nem uma nota do colégio. ela sabia como lidar comigo. eu sempre fiz o que quis. De certa forma, isso foi muito bom para mim”, diz, referindo-se ao fato de ser o caçula de quatro irmãos. como tenista, foi enviado aos estados Unidos para um intercâmbio. lá, conheceu a Mecânica, uma das matérias

de sua grade escolar. Na volta a brasília, descobriu que o irmão Geraldo estava envolvido com carros e corridas nas ruas empoeiradas de brasília. era o que ele precisava para aperfeiçoar sua nova atividade. Passou a desmontar os carros e instalar motores de competição. Sua especialidade inicial eram os fuscas. aliás, uma de suas vitórias foi a bordo de um. Ele “pegou emprestado” de uma tia, que havia lhe pedido para fazer uma revisão, e rumou para São Paulo. Competiu, venceu, voltou, remontou o motor e devolveu. “ela descobriu o mal feito somente vinte anos depois”, relembra Nelson, dando risada.

“TUdo o QUe eU GaNHo, eU GasTo. eU Não QUero ser o HoMeM MaIs RICO DO CEMITÉRIO”

de 1974 a 1977, os anos não foram fáceis. Certo de que buscaria seu sustento com carros, Nelson se aventurou pelo mundo e pelas categorias. Nesse meio tempo, o dinheiro era curto e seu pai faleceu de enfarto. Na estrada, alimentava-se apenas de pão de forma e polenguinho, e morava dentro de uma kombi, mas viveu grandes experiências e fez contatos que lhe renderam boas histórias e até patrocínios. “Era um sofrimento danado”. Em 1978, na europa, as coisas começaram a melhorar numa escala crescente. Foi quando estreou na Fórmula 1 pela Mclaren, seguindo para brabham. seu primeiro título veio em 1981. Foram dez anos de glórias e trabalho árduo até 1991, quando deixou a Fórmula 1. “Foi uma época boa, de grande sucesso. Tudo aconteceu na hora certa. Foi um negócio que deu certo”, relembra sem muito saudosismo. Nelson conta que o esporte lhe


PersoNaGeM

>> 166

“MINHa VIda É ÓTIMa. PODERIA TER DADO TUDO ERRADO” ensinou muito. em especial, responsabilidade e respeito ao próximo. “assim é um trabalho em equipe. Éramos muitos”. sobre o que em sua postura colaborou para sua trajetória, ele diz: “Nunca deixei nada para amanhã. Isso não existe”. a essa altura, Nelson, rico e famoso, percebeu que não gostava só de automóveis. amava veículos. adquiriu, então, avião, helicóptero e iate. “eu sempre sofri muito com fuso horário. chegava dias antes das provas para me adaptar ao relógio”. Nas raras horas de folga que tinha, fazia o que mais prezava. curtia a vida com todas as benesses e conforto que seus duros anos de trabalho lhe proporcionaram. “Tudo o que eu ganho, eu gas-

to. Eu não quero ser o homem mais rico do cemitério”, enfatiza. Nesse meio tempo, veio Sylvia, com quem teve três filhos: Kelly, Nelsinho e Julia. e Catarina, mãe de Lazlo. em 1992, Nelson sofreu o acidente no treino para as 500 Milhas de Indianapolis, fato que, segundo ele, foi determinante. “Foi ótimo. se isso não tivesse acontecido, jamais teria pensado em outra alternativa de vida sem ser o automobilismo”. Foi quando decidiu voltar para brasília e começar a pesquisa em um novo negócio, do qual havia ouvido falar em san diego, nos estados Unidos. chamava-se rastreamento. entre viagens, conversas, aprendizado e especulações,

Nelson, curioso, identificou a oportunidade. No processo que pouco conhecia, buscou informações com engenheiros da Unb, levou professores para viagens técnicas até que fechou o negócio: “Fiz o maior cheque da minha vida. Usd 2 milhões por um protótipo”. os primeiros cinco anos da nova atividade do ex-piloto, agora um empresário audacioso e perspicaz, foram difíceis. “Passei cinco anos no vermelho. eu fui de porta em porta. Vendia uma cultura e não um produto. Ninguém sabia ao certo o que estava adquirindo”, lembra ele, contando que, em 90% das vendas, tinha que dar o computador para o cliente. “e ainda dizia que se a pessoa não gostasse do produto, podia

devolvê-lo”. Hoje, a Autotrac é um fenômeno. São 300 funcionários, 40 revendas no brasil e atendimento de 75% da frota de dois milhões de caminhões que circulam no País. “eu trabalhei muito. depois do automobilismo, eu tinha que vencer de novo. eu peguei o que me restou da Fórmula 1 e investi num único negócio”, diz Nelson, contando que já havia gastado 60% do que ganhara nas pistas, quando percebeu que o dinheiro estava acabando e ele ainda tinha que explorar um novo sustento. “Hoje, eu ganho por ano na autotrac o que ganhei em toda a Fórmula 1”, conta, celebrando a boa investida. E ele ainda diz não ser empreendedor. “Eu não sei


167 <<

www.gpsbrasilia.com.br

negociar. detesto pechinchar. o que sei é vender algo em que acredito. aí sim, nessa hora sou excelente”. Nelson completou 60 anos faz pouco. celebrou a data em las Vegas na companhia de Vivianne, sua mulher há 20 anos, e um grupo de amigos. “Minha vida é ótima. Poderia ter dado tudo errado”, diz. Nelson revela que é um homem de poucos e eternos amigos. Vive para a família. “Já ajeitei a vida dos meus filhos. Vou deixá-los bem”, referindo-se ao sete: Geraldinho, Nelsinho, Kelly, Julia, lazlo e os menores, Pedro estácio e Marco, frutos de seu casamento com Vivianne, a quem ele destina os mais apaixonados elogios. “Ela é a mulher da minha vida”. de fato, Vivianne é seu alicerce, além de ser uma bela mulher. “eu tento ser um bom pai, mas acabo fazendo tudo errado. Acho que filho tem que passar aperto, mas não dou conta, protejo todos eles sem perceber”, revela. Sobre os pilotos, e filhos, Nelsinho e Pedro, ele analisa. o Nelsinho é dedicado. Teve uma vida apertada, disciplinada. “o Pedro tem talento, mas não sabe o que é dificuldade”. Nelson é um piadista. Adora uma boa confusão. “Mas sem penalizar ninguém”. Um homem simples de vontades requintadas, que é mecânico de manhã e empresário à tarde. Gosta de viajar, de falar bobagem, de ouvir boas histórias. Não tem paciência para gente chata, deslumbrada, arrogante. “É por isso que eu arrumo briga”. Autêntico e sem papas na língua, ele diz:

“HoJe, eU GaNHo Por aNo Na aUToTrac o QUe GaNHeI eM Toda a FóRMULA 1”

“Eu não faço nada errado e não devo nada a ninguém”. sobre a sua cidade eleita para viver, ele pensa: “eu adoro a qualidade de vida de brasília, mas minha decepção com o brasil é que só se faz porcaria. “Por que um asfalto só dura um ano, podendo durar dez?”, questiona. “Me deixa nervoso ver as bobagens desnecessárias que são feitas. A isso eu não me acostumarei nunca”. Já era chegada a hora de partir. Horas haviam se passado sem que percebêssemos. Nelson topou fazer fotos incríveis, uma delas em um dos seus carros prediletos, um Jaguar. E não perdeu a chance: “essa é só porque vocês são meus amigos, hein?!”. acompanhado sempre do inseparável cachorrinho, da raça Maltês, ele respondeu a uma última pergunta. ainda há algo a realizar? Ele se mexeu no sofá... pensou, e disse:

“Quero construir um barco. o projeto já está pronto. Meu tio é engenheiro naval e vamos fazer isso juntos. Vai levar dois anos e custará R$ 35 milhões”. esse é o nosso Nelson Piquet. O Piquet é campeão. o Nelson é vencedor. o Piquet colecionou vitórias, subiu ao pódio, alegrou o brasil. o Nelson se jogou para a vida. Foi com tudo. o Piquet, toda vez que dá uma declaração pública, provoca polêmica. o Nelson odeia a hipocrisia. o Piquet é determinado, sólido. o Nelson é solidário. o Piquet teve uma carreira brilhante. o Nelson tem um coração precioso. O Piquet só faz o que quer. o Nelson também. e o que Nelson Piquet quer é muito simples: sossego, conforto, diversão na medida e tempo para inventar. ah, isso ele adora. criar, construir, maquinar... Para quem o conquista, ele é uma figura adorável. Vale muito a pena ser fã de Nelson Piquet.


TecNoloGIa

>> 170

celso Junior

oNde aNdas e o QUe Fazes Sede da Autotrac instalada nas dependências da Universidade de Brasília

Nova tecnologia de rastreamento via satélite para carros e motos chega ao País, trazendo segurança e conforto ao usuário Por Paula Santana

s

ó na Fórmula 1 foram 60 pódios. Imagine, então, a quantidade de troféus que Nelson Piquet ostenta em seu acervo? Sem contar o carro, que ele grudou na parede de sua casa. Tudo isso tem o seu valor, evidente, mas para o empresário seus olhos brilham quando ele se posiciona ao lado dos prêmios que a autotrac ganhou desde seu início, há quase duas décadas. “essa é a minha grande vitória”, conta, referindo-se às instalações da empresa de rastreamento por satélite.

algumas poucas horas no local foram suficientes para entender a grandiosidade do projeto. Desde a primeira apresentação do embrião da empresa – ainda no governo Itamar Franco – até sua nova investida, a autotrac one, a cabeça de Nelson Piquet nunca mais parou de pensar em engenharia, equipamentos, softwares, transmissão de dados, satélites, links, logística e gerenciamento. Um universo à parte, mas que o deleita. Classificada como a terceira empresa de telecomunicações mais sólida do País, Piquet investe na qualidade de seus produtos. estabeleceu uma relação bastante próxima com a Universidade de brasília, e é de lá que vêm quase a totalidade de seus engenheiros e executivos. “Hoje, tenho dez diretores. Todos começaram estagiários. Fizeram suas vidas aqui dentro com plano

de carreira. eles ganham bem, são reconhecidos e valorizados. Faço questão”, diz. Visionária, a autotrac apoia inúmeras ações da Unb, como congressos técnicos, seminários e até a montagem de laboratórios. Há um programa de estágio que permite que alunos em fase final de formação iniciem suas carreiras na própria empresa. “em minha carreira, sempre trabalhei em equipe e sei da importância de um bom time para se alcançar bons resultados”, resume Piquet. No início da empresa, o foco principal eram as frotas de caminhões, já que no Brasil existem cerca de dois milhões deste veículo. em fase de pré-lançamento, a nova investida de Nelson Piquet é transportar essa expertise para carros de passeio e motocicletas. o brasil conta com uma frota de aproximadamente 35 milhões

de veículos leves e 15 milhões de motos. “conseguimos desenvolver um produto muito robusto, simples de operar e que trás inúmeros benefícios para o usuário”. o nome do produto é one, e permite ao usuário localizar o seu carro ou moto a partir do celular ou de qualquer computador conectado na internet. Além da posição do veículo, se o carro sai da área permitida ou excede a velocidade programada, o proprietário recebe uma notificação automática em seu telefone. ainda há o auxilio em situações cotidianas, como encontrar o local em que o veículo está estacionado, controlar as datas de manutenção e renovação da carteira de habilitação, e até mesmo restringir o uso do veículo pelo manobrista. “É tudo virtual. eu gastei uma fortuna, mas o resultado é compensador”, finaliza.


Fotos: Divulgação

VIaGeM

a bordo de algum modelo da grife italiana, amantes do carro podem passear pela Itália com roteiro turístico e gastronômico selecionado por experts

>> 172

oITo dIas coM UMa

FerrarI


173 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Por Marina Macêdo

I

magine desbravar e acelerar nas estradas italianas a bordo de uma luxuosa Ferrari. Uma viagem com vista espetacular, repleta de arte, boa gastronomia, lugares exclusivos e compras nas ruas de Milão. Ou mesmo ter a sensação de pertencer à equipe Ferrari. Esse é o roteiro mais desejado

pelos amantes e colecionadores de carros, batizado de Ferrari Grand Tour. Tereza Ferrari, dona de empresa de viagens de nome homônimo, é quem leva os brasileiros para a aventura. “a Ferrari Grand Tour é uma experiência fantástica. Possui um roteiro exclusivo, hotéis cinco estrelas e restaurantes luxuosos”, afirma. Sobre o perfil dos

clientes, ela destaca: “Normalmente são casais ou pais com seus filhos. Muitos dos nossos clientes têm sua própria Ferrari, mas não conseguem desfrutar do carro em suas cidades”. No país da dolce vita, o condutor da Ferrari terá o caminho conduzido por um diretor de prova, que dirigirá um alfa romeo, e terá contato via rádio com a Ferrari. o staff conta também com uma van para levar as bagagens e um mecânico para qualquer contratempo. Para a viagem, o cliente pode eleger o modelo que deseja viajar. No portfólio tem: Ferrari 458 spider, Ferrari F12 berlinetta, Ferrari FF, Ferrari 458 Italia, Ferrari califórnia, Ferrari 430 scuderia F1, Ferrari 599 GTb Fio-

rano F1, Ferrari F430 spider F1 e Ferrari 612 scaglietti F1. outro serviço exclusivo é a presença de um fotógrafo profissional, que registra os melhores momentos e oferece aos participantes um dVd da aventura. o roteiro possui um preço um tanto quanto salgado, cerca de 30 mil euros por casal. “Uma maneira única de enxergar a Itália”, finaliza Tereza.


VIaGeM

>> 174

1° dia

4° dia

Chegada a Milão e transfer privativo ao Hotel de Roussie, cinco estrelas, localizado no coração de Roma. Visita à loja da Ferrari e tempo livre para explorar Roma.

Checkout. transfer privativo para Civitavecchia “Riva di traiano”, porto turístico na costa romana. Boas-vindas ao Sporting Yacht Club, seguidas por um briefing Ferrari. A partir daí, começa a aventura. Partida de Ferrari para Bolsena. Um passeio agradável, ao longo da estrada panorâmica e encantadora da mítica Mille Miglia, passando tarquinia, Viterbo, Bolsena, Acquapendente, Radicofani. Almoço no Lago de Bolsena. À tarde, partida para San Casciano dei Bagni. Primeira parada, em Pienza, visita à terra natal do Papa Pio ii. Partida para Fonteverde Natural Spa Resort. Check-in e jantar em Cetona. La Frateria di Padre Eligio, a 25 minutos do Hotel Fonteverde.

2º dia Visita guiada pelo Coliseu, Escadaria de Espanha, Fontana di trevi e o Vaticano. Os viajantes terão à disposição um carro privativo e um guia para três horas de passeios turísticos. Jantar sugerido no restaurante La Pergola, três estrelas no Guia Michelin.

3°dia Dia livre em Roma.


www.gpsbrasilia.com.br

5° dia

7° dia

Partida para Siena. A cidade medieval é o local do famoso Palio, uma corrida de cavalos em torno da cidade em forma de Piazza del Campo. tempo livre. Almoço sugerido no restaurante Al Mangia. Partida para Florença, com passagem pela região dos vinhedos de Chianti. Check-in no Hotel Four Seasons.

Checkout e partida para Maranello. Em Maranello, visitas à Galeria Ferrari e loja da Ferrari. Almoço sugerido no Restarurante il Cavallino, em frente à fábrica da Ferrari. À tarde, partida para Milão. Check-in no Hotel town House Galleria.

6° dia Visita guiada por Florença. À tarde, partida para Bologna. Check-in no Grand Hotel Baglioni.

8° dia Dia livre para fazer compras nas luxuosas lojas de moda ou visita guiada. Checkout, transfer privativo para o aeroporto e retorno ao Brasil. Serviço Tereza ferrari Viagens Exclusivas www.terezaferrariviagens.com.br telefones: (11) 3021-1699 / (11) 3021-8708

Divulgação

175 <<


desTINo

Fotos: Divulgação

>> 176

Spa L’Occitane é a recente atração do resort Nannai. em 1,7 mil metros, um dia no local promete ser inesquecível Por Marcella Oliveira

P

rivacidade, conforto, exclusividade e uma bela paisagem. É isso que o hóspede do Nannai beach resort, na praia de Muro alto, em Porto de Galinhas (Pe),

encontra. com dez anos de existência, o hotel cinco estrelas e referência de bom atendimento no brasil conta agora com um luxuoso spa da marca francesa l´occitane, que ocupa 1,7 mil metros quadrados dentro do resort.

Inaugurado em abril, o spa em terras pernambucanas é o maior da grife francesa na américa latina. de acordo com o gerente comercial do Nannai, rodrigo lins, como o resort já utilizava os produtos da l’occitane em seus

ambientes e apartamentos, a parceria surgiu naturalmente. “Quisemos oferecer uma experiência de relaxamento e bem-estar com esse ambiente exclusivo, que transmite tranquilidade e privacidade”, afirma Lins.


177 <<

www.gpsbrasilia.com.br

O local tem um projeto moderno criado pela arquiteta uruguaia andreia Vendrasco, desenvolvido com base em referências internacionais e voltado para a preservação da natureza, utilizando material sustentável. “seguindo o conceito do hotel, a decoração segue o padrão clean, com elementos naturais”, conta o gerente. São itens que valorizam a cultura nordestina, como obras do artista local Francisco brennand, aliados a peças sofisticadas. Os detalhes foram supervisionados pela decoradora, Macira Farias. em 1,7 mil metros quadrados há 13 ambientes de tra-

tamento: sauna úmida e seca; três salas individuais e três salas duplas; três suítes duplas com banheira na varanda de até 45 m²; circuito com jatos de água em piscina; além de dois gazebos em frente ao mar, onde os clientes podem fazer a massagem com vista para a belíssima praia de Muro alto. o spa é aberto também para não hóspedes. Existem dois tipos de serviço. o day spa permite que o cliente desfrute de uma área de relaxamento com um circuito de hidromassagem nas costas, pés e pernas, piscina aquecida e sauna, por r$ 50 a diária. Já o menu de

FraNceses eM Terras NordesTINas


desTINo

tratamentos é variado, tem banhos terapêuticos, massagens e tratamentos faciais com os produtos da marca francesa, aplicados por profissionais treinadas por mais de um ano pela própria l’occitane. Por conta das essências da marca, o ambiente trabalha a parte sensorial, proporcionado relaxamento e tranquilida-

de. o cliente é recebido com um delicioso chá e um ritual de escalda pés com cubo efervescente. ele recebe um kit com toalhas, chinelos e roupão bordados com a logomarca do spa. Nos vestiários, shampoo, condicionador e gel de ducha da marca l’occitane. os atores carolina Ferraz e reynaldo Gianecchini já passaram por lá.

>> 178

o Nannai foi eleito o melhor resort de praia do brasil e concorre este ano na mesma categoria. São 91 acomodações, sendo 42 apartamentos de 45m² a 55m², e 49 bangalôs em estilo balinês, totalmente privativos, com 120m², piscina com hidromasssagem na sala, cozinha gourmet. espregui-

çadeiras recobertas com lençóis de linho à beira-mar são inesquecíveis. o resort conta ainda com academia, cyber lounge, salão de beleza e a boutique Nannai. além de cardápios dos deuses, recheados de camarões e lagostas. Serviço nannai Beach Resort www.nannai.com.br


MUNdo da aNa

>> 180

Por aNa lUIza FaVaTo Me apresentando Olá, eu sou a Ana Luiza Favato e a partir de agora estarei por aqui para trocar figurinhas com vocês e falar de tudo que a gente gosta: moda, viagem, comportamento... Confesso que fiquei super entusiasmada com o convite e ao mesmo tempo muito ansiosa com a responsabilidade de escrever em um veículo tão bacana, e principalmente para um público como vocês, mas tenho certeza que teremos um espaço cheio de novidades e interatividade.

saint-Tropez

dispensa apresentações... lugar de gente bonita e cheia de estilo, com um clima especial. Se a intenção for se divertir, não pense duas vezes, esse é o local


181 <<

www.gpsbrasilia.com.br

oNde FIcar

Música alta e chuva de champagne é o que rola por lá. Prepare-se! nioulargo: ambiente agradável. Boa opção caso você não consiga reservar nenhum dos outros.

Byblos: esse hotel é um dos mais procurados. se você tem a intenção de se hospedar nele, faça sua reserva com um ano de antecedência. a localização é perfeita. É lá onde tudo acontece, inclusive o esquenta para a boate, a cave du roy, que fica no próprio hotel. E o restaurante mega charmoso spoon, de alain ducasse, está lá também! Ainda tem o spa da Sisley, se a intenção for relaxar. Puro luxo! Sezz: hotel boutique, que combina charme e design em 37 quartos. os móveis foram criados pelo designer christophe Pillet. o bar da dom Pérignon e o restaurant Colette concentram-se por lá! o primeiro é perfeito para degustar um champagne, e o segundo, descontraído e agradável, oferece pratos leves e refinados. sem falar no spa Payot, onde se faz uma massagem relaxante ou simplesmente aproveitase a jacuzzi. Benkirai: hotel 5 estrelas com atendimento diferenciado. lá eles fazem de tudo para agradar o hóspede. Tem salão de beleza, lavanderia e porteiro à disposição. sem falar no carro com motorista, que é grátis.

Jantar Brasserie des Arts: além de ser animado, a comida é incrível! Esse restaurante é do Jack-e, dJ da boate do Byblos. Conclusão: um lugar para curtir o que toca em saint-Tropez e ainda aproveitar para comer bem.

white: o mais novo empreendimento do grupo lVMH. Uma casa antiga que foi adaptada para ser um hotel boutique, onde era a antiga Maison blanche. São somente oito quartos decorados de forma exclusiva e minimalista. super bem localizado, fica na Place Des lices, entre a Fendi e a céline. Tem um bar animadadíssimo, um champagne bar, com farto menu de Krug, Veuve clicquot, dom Perignon, ruinart, Moët chandon... le Pre de la Mer: íntimo e calmo, com apenas 12 quartos. Todos com terraço privativo.

oNde coMer almoço Club 55: o mar, o astral, o restaurante... Tem que ir! Ah! Sem falar na lojinha, com uma seleção de biquínis, braceletes, roupas... a cara de saint Tropez. les Palmiers: um dos lugares mais cotados atualmente. divertido e animado, com muita gente bonita. nikki Beach: um dos lugares mais famosos de saint-Tropez.

Cristina´s: italiano bem gostoso. o ambiente é beeem agradável. Não deixe de pedir a burrata trufada. Villa Romana: um lugar divertidíssimo e animado, com muita gente bonita, mas a comida deixa a desejar. Bahn hoi: restaurante asiático, com comida excelente. Frequentado por fashionistas, apesar de ser calmo demais. l’Escale: muito charmoso, com areia no chão e de frente para o porto. lá, você pode observar o movimento e ainda comer uma batata trufada dos deuses!


ela

É TUdo de boM

Em sua passagem pelo Brasil, Carol Celico, a mulher do jogador Kaká, esteve com a revista GPS|Brasília. Durante sessão fotográfica, ela falou de sua nova missão: dedicar-se aos seus projetos sociais Por Paula Santana Fotos Andre Schiriló Styling Yan Acioli

s

ão Paulo – Quando começamos a discutir qual seria a imagem que gostaríamos de ter estampando nosso editorial de moda, inúmeras mulheres nos vieram à mente e outras tantas nos foram oferecidas. Todas lindas. de repente, surgiu um nome especial, carol celico, e que eu descobriria o quão especial era depois de conhecê-la pessoalmente. Yan acioli, nosso fashion correspondent em São Paulo, já havia nos dito que carol era uma espécie rara de mulher. doce, agradável, natural, elegante e

linda. era o que procurávamos. Imediatamente, começamos a loucurinha de casar agendas entre marcas, modelo, styling, beauties e o megaestúdio fotográfico de André Schiriló, também nosso parceiro em sampa. Tudo acertado, lá fomos nós envoltos em malas e produções nos encontrar com carol para as fotos desta edição. Na hora combinada, chega carol numa calça sarja laranja, uma camisa branca com listras azuis e um Prada altíssimo azul. cabelos soltos e quase nada de maquiagem. discreta, cumprimentou todos e deu início ao trabalho. Trabalho esse que duraria cerca de seis horas.


logo perguntou: “Quantos looks serão”. E respondi: “Oito”, já imaginando que ela pudesse declinar. Afinal, seria um longo dia de fotos. e ela disse: “sou toda de vocês”. Já sacou logo sua nécessaire de esmaltes, ela tem mania, e disse: “a partir de agora, vocês escolhem tudo que vou usar e como devo fazer”. enquanto ela se maquiava com Henrique Martins, um super beauty de revistas de moda nacionais, ela relembrava brasília. “estive lá para o casamento de uma tia do Kaká há pouco tempo. Fazia quatro anos que eu não ia. Achei a cidade linda”, contou, dizendo que o marido prefere ficar na casa dos parentes, em ceilândia, mas dessa vez ela havia se hospedado “num lindo hotel de frente para o Lago”. carol logo emendou a conversa, dizendo que uma coisa que a impressionou foi o quanto as pessoas em brasília são ligadas. “Você acredita que fui reconhecida na rua? Tirei muitas fotos”, referindo-se a uma visita que fez no Gilberto Salomão e outra no salão Ricardo Maia. “eu achei divertido, apesar de um pouco estranho. Vivo há tanto tempo longe do brasil, e na espanha levo uma vida muito reservada”. enquanto carol se transformava numa esplendorosa mulher, com um aplique de um metro de comprimento e make em tons de laranja, ela atualizava suas mídias sociais, atendia jornalistas de revistas e ouvia as orientações de Fernando bento, seu empresário. Tudo muito light, na sintonia dela. À época, Kaká estava em pré-temporada para o campeonato europeu. “ele passa 20 vinte dias fora de casa, com o time, se preparando. Por isso estou aqui”.

UMa lINda MUlHer carol celico é uma mulher com rosto de menina. Uma menina com afazeres de uma mulher. Aos 26 anos, mãe de Luca, 3, e Isabella, um ano, ela vive para a família. Casada com o jogador Kaká há sete anos, eles são tão próximos que até se parecem. “Eu acompanho tudo do Kaká. Dos jogos aos treinos”. Mesmo nessa missão adorável, mãe e esposa, que ela parece tirar de letra, Carol sempre encontra tempo para seus projetos pessoais. Ela até já cantou, chegou a gravar um CD com músicas religiosas. Mas depois que deixou a igreja a qual pertencia, desistiu. “Faz dois anos que não vou à igreja. Minha relação com Deus agora é sem intermediários”. carol conta que reza todos os dias e ama Jesus verdadeiramente. “Maior o que está em nós, do que aquele que está no mundo”, ela faz uma citação bíblica. E diz adorar os Salmos 1, 4, 34, 91. em sua passagem pelo brasil, nestes últimos meses, carol resolveu investir em sua imagem para ampliar seus projetos sociais. “As pessoas gostam da Carol. Ela é dedicada à família, jovem, avessa à badalações, e isso desperta o interesse”, diz Fernando, seu empresário. “Queremos agora investir pesado no Amor Horizontal”, completa.


o ProJeTo dos soNHos amor Horizontal é uma ideia que surgiu de um hábito antigo. Quando criança, carol queria fazer doações, mas não tinha dinheiro. seus pais lhe davam apenas cartão de crédito. a alternativa era comprar roupas, alimentos, utensílios e material escolar com o cartão, e enviar aos destinatários. É exatamente isso que carol pretende fazer. criar uma rede de voluntários que queiram doar seus produtos para quem precisa. “É uma

plataforma de solidariedade. Tem muita gente querendo doar, mas não sabe para quem ao certo, ou se sua doação chegará nas mãos certas. o amor Horizontal fará esse trabalho na absoluta transparência”, explica. carol também pretende dar uma revigorada em seu site. “Quero me relacionar com meus leitores, dizer a eles o que aprendi nesses anos. Tenho uma boa relação com a moda por causa de mi-

nha mãe – Rosangela Lyra, representante da dior no brasil –, cuido da casa, entendo de crianças, viajo muito... posso dar várias dicas”, explica. as nossas seis horas de trabalho passaram voando. No camarim, conversávamos enquanto ela fazia as trocas de roupa e retocava a maquiagem. Tudo numa suavidade assustadora. Naquela altura, eu já tinha entendido o que Yan havia dito, e desvendado todos os seus atributos.

carol é aquela mulher que atrai. seu modo calmo, atencioso e educado faz que as pessoas queiram ficar perto dela. ela ouve, olha nos olhos, presta atenção nas pessoas. Coisa rara hoje em dia. Aproveitei para perguntar o que ela mais admirava no marido. “a disciplina e o respeito”, disse. Ao final da sessão, ela se despediu, e mandou um grande beijo para Brasília. “Quero muito estar mais próxima da cidade”.


Look 1 Trenchcoat Louis Vuitton Colar Louis Vuitton Look 2 Vestido Mary Katrantzou para Ana Paula Joias Carla Amorim e Grifith Look 3 Vestido Lacoste Joias Grifith e Carla Amorim Look 4 Vestido Doris Hoff para Ortiga Joias Carla Amorim e Grifith Look 5 Vestido Gucci Joias Carla Amorim e Grifith Look 6 Vestido Fillity Joias Carla Amorim e Grifith Sapatos Christian Louboutin Look 7 Blusa Burberry Brincos e anel Grifith Bracelete Carla Amorim Look 8 Camisa Talie para Fato Calรงa Talie para Fato Joias Grifith e Carla Amorim Beleza: Henrique Martins


coNsUMo

>> 196


197 <<

www.gpsbrasilia.com.br

o sHoPPING do brasIl

a família Kubitschek deixa brasília por um dia e segue para São Paulo para conhecer o espaço que leva o nome do patriarca, o ex-presidente Juscelino Kubitschek Por Paula Santana Fotos Celso Junior

s

ão Paulo – Para início da conversa, ele não é um shopping de luxo. É um conceito de novo luxo. Um espaço plural, sensorial, que preza especialmente pela experiência de estar integrado num local que atende vontades mutantes, referências distintas. esse é o JK Iguatemi, o mais novo empreendimento da capital paulista, idealizado pelo Grupo Jereissati. Promover experiências, contemplar todos os sentidos. É preciso visitar o local para vivenciar a proposta. em meio aos quatro andares, onde lojas e restaurantes se harmonizam com arte, lazer e tecnologia, a família Kubitschek aceitou o convite da revista GPS|Brasília para conhecer as instalações do shopping que leva o nome de seu patriarca, o ex-presidente Juscelino Kubitschek. André Kubitschek, jovem tenista e universitário, atualmente residindo em Miami, desembarcou em São Paulo acompanhado da mãe, anna christina. Nas dependências do shopping, ambos encontraram-se com Julia Ku-


Consumo

>> 198

bitschek, irmã de Anna. Com eles, Bê Barbará, o pai das garotas. Juntos, eles iniciaram uma deliciosa tarde, desbravando o JK. “Este lugar é incrível. Você se sente à vontade dentro dele”, disse Anna. E é isso mesmo. Carlos Jereissati Filho foi o idealizador. Carlos, que é adepto do não excesso ou opulência, pensou num espaço de coexistência. Tomar um café com amigos, ir ao cinema digital, dividir os corredores com obras de grandes artistas. E comprar, claro, rodeado de conforto e sem perder contato com a cidade. Isso é possível por causa de um projeto arquitetônico que provoca as mais diversas sensações. o shopping foi planejado para ser integrado ao meio ambiente. Foi construído com vidros de alta eficiência em sua fachada, que aproveitam a luz natural. o paisagismo e a bela vista da metrópole complementam a concepção. Com total vocação para o lazer e o bem-estar, a arte é um capítulo que merece destaque. Inerente ao projeto, ela tem lugar de honra no


199 <<

www.gpsbrasilia.com.br

JK Iguatemi. obras icônicas de nomes como Jeppe Hein, Marine Hugonnier, rirkrit Tiravanija e Marepe estão distribuídas em todo o espaço e ao alcance dos visitantes. “de alguma maneira, o JK se assemelha ao Iguatemi de brasília. a amplitude, o paisagismo, a luz natural, o mix de lojas. Eles vieram do mesmo embrião”, refletiu andré, que, longe de sua terra natal, brasília, identificou atmosfera similar com o projeto brasiliense. Um dos momentos mais divertidos do passeio foi quando andré se deparou com a icônica mesa de ping-pong de Tiravanija. Só existem duas no mundo. ela é confeccionada com espelho polido de aço inoxidável e coberta com painel de vidro no lugar da rede. É, ao mesmo tempo, um objeto de arte e uma funcional mesa de jogo. Ao fim do dia, os Kubitschek retornaram para casa. Felizes. e dizendo que São Paulo havia ganhado de presente um shopping que faz jus à relevância do nome que recebeu.


Consumo

>> 200

As lojas inéditas Goyard, Lanvin, miu miu, Yves saint Laurent, Topshop, sephora, Tory Burch, Paula Cahen D’Anvers, Panerai, Van Cleef & Arpels e nicole miller

As bandeiras gastronômicas André na Ladurée

Lá da Venda, Tre Bicchieri, Serafina, Varanda, Ladureé, Baccio de Lattee, Café suplicy, Tre, Pati Piva, Forneria

Galeria de arte

Julia conhece a Lanvin

As obras de arte têm uma extrema relevância no JK. Recebem a curadoria de simon Castets, um dos mais expressivos profissionais de nova York. simon selecionou trabalhos que prezam pelo apelo lúdico e pela interação com o público, incluindo peças de Elmgreen & Dragset e Iran do Espírito santo. Obras adquiridas • As fotografias de Marine Hugonnier (Paris, França)

André escolhe sua mala Goyard

A instalação de Rirkrit Tiravanija (Buenos aires, Argentina)

A instalação de pia de marepe (salvador, Bahia)

André Kubitschek se encanta com a mesa de ping-pong em uma partida com o avô Bê Barbará


201 <<

www.gpsbrasilia.com.br

• O telhado reduz o impacto dos raios solares e torna a temperatura mais amena

• Um átrio • Um jardim suspenso

• Captação da água de chuva e reutilização nas bacias sanitárias e irrigação de jardins

• Um bicicletário

• O primeiro cinema 4D da América do Sul, que provoca sensações reais

• Conciergeria

• Uma galeria de arte

• Espaço One para clientes fidelizados

• Sala de personal shopper


ÓcUlos

>> 202

Chanel R$ 1.400

Que nem elton John anote aí todas as possibilidades porque os óculos estão abusados. Não querem ficar atrás dos demais complementos que a cada dia se reinventam. Pois eles agora são bicolores, têm formatos inusitados, usam as hastes para inserir seu dNa, e investem na tecnologia das lentes Prada - R$ 697

Louis Vuitton – Preço Sob Consulta

Ray Ban Wayfarer - R$ 585

Tumi – Preço Sob Consulta Serviço Óticas Fluminense - www.oticasfluminense.com.br óticas Diniz - www.oticasdiniz.com.br

Vogue - R$ 550


TEMPO

>> 204

Cartier ID Two Concept Watch - Preço sob consulta Cartier Calibre Chocolate - R$ 26.700

Breitling Transocean Chronograph Unitime - R$ 88.000 Radiomir Panerai 8 days Cerâmica - R$ 42.550

IWC Spitifire Perpetual Calendar - R$ 137.570

IWC Father and Son. Pai - R$ 112.800/ Filho - R$ 11.408,00

Serviço Grifith ParkShopping Loja 132 H1 - térreo / Telefone: (61) 3361-5848 Gilberto Salomão Loja 305 - Lago Sul / Telefone: (61) 3248-6026 diogrifith@gmail.com

Exame de DNA Diga-me qual o seu relógio, e eu te direi quem és. Os relógios alcançaram esse status. Independentemente de valor, modelos, marca e design, podem revelar tudo sobre o seu dono. Que poder


GesTão

roberto barroso

>> 206

TeMPo de realIzar a

té o final do mandato, em dezembro de 2014, o governador do distrito Federal, agnelo Queiroz, ainda tem muitos desafios a vencer. Melhorar os indicadores de qualidade de vida e a prestação dos serviços públicos, avançar na garantia de direi-

tos à população mais carente. outro desafio é estimular o desenvolvimento econômico, atraindo para o DF indústrias não poluentes, empresas de alta tecnologia e grandes eventos internacionais. Para tal, agnelo tem concentrado

sua energia em viagens e pesquisas que possam fazer brasília sair da morosidade o mais rápido possível. em conversa com a GPs|brasília, agnelo Queiroz pontua o que já foi feito e destaca o que considera prioritário para alcançar esses objetivos.

alheio às polêmicas que envolvem o governo do dF, governador agnelo Queiroz se concentra na preparação da capital para os grandes eventos que virão. A atenção especial vai para as áreas de saúde, segurança e urbanização


207 <<

www.gpsbrasilia.com.br

E a contratação de novos servidores da saúde? em um ano e meio, contratamos mais de seis mil servidores, de todas as especialidades e áreas. É mais do que nos oito anos anteriores à nossa gestão. Temos a aprovação da Câmara Legislativa para contratar, ao todo, 11,7 mil profissionais até 2014.

Quando o senhor assumiu o GDF declarou situação de emergência na saúde. o que foi feito até agora? revimos todos os contratos e procedimentos e demos início a reformas em quase todas as unidades. retomamos a realização de transplantes de forma sistemática, e hoje somos primeiro lugar no ranking nacional de transplantes de coração, e segundo no de córnea. em parceria com a abrace, encontramos a solução jurídica para abrir o Hospital da criança José alencar, que começou a funcionar em novembro de 2011 depois de anos de espera, e atende quatro mil crianças por mês. Como o senhor avalia o atendimento público de saúde atualmente? estamos invertendo a lógica do atendimento, tirando o foco da internação para a atenção primária. Isso significa atender pelo saúde da Família ou nas UPas (Unidades de Pronto atendimento) os casos mais simples. em cinco meses de funcionamento, as UPas de samambaia e do recanto das emas desafogaram as filas nos hospitais dessas cidades. São mil pacientes a menos nos hospitais porque as UPas atendem 24h por dia e perto da casa dos pacientes. Vamos inaugurar as de São Sebastião e do Núcleo bandeirante. até 2014, serão mais dez unidades. Os casos mais graves vão para os hospitais e hoje passam por triagem nas salas de risco: nas salas vermelhas atendemos os casos mais urgentes.

ÀS CIDADES saTÉlITes. Pela PrIMeIra Vez, esTaMos sUbsTITUINdo ToTalMeNTe o asFalTo Nos eIXINHos e Na W3, À NOITE, de ForMa ININTerrUPTa, Para Não aTraPalHar o coTIdIaNo de QUeM Passa Por alI.

Fala-se muito no seu governo de ações na área de saúde da mulher. estamos buscando ser referência nessa área. Primeiro, fizemos mutirões de cirurgia de reconstrução mamária para as mulheres que tiveram câncer. A fila de espera passou de 300 para 120 pacientes. Devemos zerá-la até o final do ano. além disso, temos o Caminhão da Mulher, que, desde março, leva atendimento às regiões mais carentes. Foram realizados mais de 15 mil exames preventivos, como ultrassonografias, mamografias e Papanicolau, em oito localidades do dF. Também inauguramos a primeira sala de Apoio da Amamentação, instalada no Palácio do buriti. o espaço foi criado para que servidoras em fase de amamentação possam coletar e armazenar o leite materno. O projeto será expandido para outros órgãos do governo e para empresas privadas. a primeira-dama, ilza Queiroz, tem se envolvido nessas questões femininas. Quais outras políticas públicas para mulheres?

Médica ginecologista da rede pública há mais de 25 anos, Ilza licenciou-se para trabalhar nas ações de governo. ela coordena o comitê Intersetorial de Mulheres. Um dos projetos é o Mutirão Rede Mulher, criado para promover a emancipação e a autonomia das mulheres e combater uma situação cada vez mais noticiada no brasil, a de agressões e assassinatos. o programa está organizado em vários eixos de atuação, como o de alfabetização, o de prevenção e tratamento dos cânceres de colo de útero e mama. além da divulgação da Lei Maria da Penha. Este ano, já foram realizados 15 mutirões nas regiões administrativas, que mobilizaram 470 lideranças femininas. a meta da secretaria da Mulher é atingir 800 delas até dezembro de 2012. A população do DF tem se sentido insegura. Quais as melhorias na segurança pública? além de renovar as frotas, contratar profissionais e equipar nossas corporações, lançamos o programa Ação pela Vida, que integra as ações das polícias, detran e bombeiros. aliado à comunidade, esse programa prioriza o combate aos crimes mais comuns em cada região do DF, o que traz resultados melhores e mais rápidos. de abril pra cá, já verificamos uma redução de 9% no total de crimes e de 13% nos homicídios. Isso com inteligência e medidas simples, como iluminar


GesTão

melhor nossas ruas. Já temos 37 câmeras de monitoramento espalhadas por brasília e vamos comprar, até 2013, mais mil para todo o dF. essas aquisições fazem parte de nossos esforços também para garantir a segurança nos grandes eventos: a copa das confederações em 2013 e a copa do Mundo de 2014. Como Brasília tem se preparado para receber esses grandes eventos? São eventos potencializadores do desenvolvimento econômico. além da construção do Estádio Nacional de brasília Mané Garrincha, que já tem 70% das obras concluídas e emprega quatro mil operários, temos o programa Qualificopa, para qualificar nossa mão de obra. Em algumas turmas, 50% dos formandos foram inseridos imediatamente no mercado de trabalho. o Governo Federal está investindo cerca de r$ 3 bilhões em obras de mobilidade urbana, infraestrutura e segurança. o investimento no estádio poderá ser usufruído após a Copa do Mundo? o estádio Nacional de brasília Mané Garrincha será uma ecoarena multiuso. receberá grandes eventos internacionais, esportivos, culturais e religiosos. e mais: nossa arena é a única do mundo que caminha para receber a certificação máxima em sustentabilidade, o leed Platinum. ela será capaz de gerar 2,5 megawatts de ener-

>> 208

roberto stuckert Filho

A primeira-dama, ilza Queiroz, entre o governador Agnelo e a presidenta Dilma Rousseff

gia, o equivalente ao abastecimento de mil residências por dia. a cobertura, altamente tecnológica, também tornará o ar significativamente mais puro. os grandes eventos serão marcados pela sustentabilidade. Como o GDF ajuda os atletas brasilienses? a ideia é estimular a prática desportiva em todas as cidades do dF, por meio da recuperação de quadras poliesportivas. além dos nove centros olímpicos, onde alunos têm acesso ao esporte e à cidadania. Temos 48 atletas que estão competindo treinando nos centros olímpicos. São espaços que também recebem

nossos paratletas. Hoje, temos 16 representantes nas Paralimpíadas de londres. Como uma cidade-sede da Copa do Mundo, é preciso melhorar o transporte público. Quais os investimentos? estamos ampliando o metrô, renovando 100% da frota e implantando o expresso dF, para incentivar o uso do transporte coletivo, com um serviço de qualidade e redução da poluição atmosférica. Com o crescimento da frota de veículos, as vias públicas precisam de atenção especial. Como estão essas obras?

ao assumir este governo, nos deparamos com obras viárias totalmente paradas, por problemas em licitação, de licenças ambientais e pendências junto ao Tribunal de contas. Nesse um ano e meio, concluímos todas, o que melhorou a fluidez no trânsito em vias importantes rumo às cidades satélites. Pela primeira vez, estamos substituindo totalmente o asfalto nos eixinhos e na W3, à noite, de forma ininterrupta, para não atrapalhar o cotidiano de quem passa por ali. Faremos o mesmo em outros pontos da cidade porque o que queremos é fazer de brasília um exemplo de civilidade, em todas as áreas.


socIal

>> 210

NaTY & co. em uma suntuosa noite, Naty alckmin revive o universo Tiffany para celebrar seus 15 anos FOtOS: CELSO JUNiOR

Naty recebe os convidados com um vestido de Sandro Barros

Naty com a famĂ­lia

Detalhe das lembranças


211 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Fernanda Valença e Beatriz Oliveira

João Pires e Vitória Pimenta

Rafaela Amaral e Luiza Fregonassi

Kakay e Valéria de Almeida Castro

Geiza se diverte na pista de dança com os jovens

Carla Amorim e Fábio Andrade


social

Caroline Anjo e Juliana Marques

>> 212

Nathalia e Bruno De Luca

Danilo Ribeiro e Jade Santana

João Pedro Negri e Luana Perdiz

Sandro Barros e Renata Moraes

Lúcia e o Ministro Alder Passarinho Júnior

A galera

Maria Eduarda Amaral, Isabella Lim e Catharina Hoff

Pura diversão

Os amigos da aniversariante


socIal

>> 214

a FazeNdINHa samanta e sabrina estrella comemoram os aniversários dos filhos Duda e Rico FOtOS: BRUNO PiMENtEL Eilane Estrella, Suzane, Simone, Fábio Carvalho e Samanta

Patrícia Guimarães e Olivia

Samanta e Sabrina Estrella com os filhos Duda e Rico

Márcia Bittar com os filhos Matheus, Pedro, Gabriela e Mariana

Sandra e Lucas Venuto

Sabrina, Rico e Ricardo Queiroz

Leonardo, Carla e Arthur Almeida


socIal

>> 216

MoraNGUINHos daniela e Milton lyra criam o universo da Moranguinho nos quatro anos da filha Raphaella FOtOS: BRUNO PiMENtEL

Daniela e Milton Lyra com a filha Raphaella

Raphaella se diverte

Celine e Cecile Collor

Marina, Bia Farah e Gabriela Bittar

Mateus e Lテコcia Bittar

Soninha e Luiz Guilherme Lim

Paulo Henrique Gontijo

isadora e ticiana Monteiro

Margot Albuquerque e Ana Luisa Cascテ」o

Luciana, テ「rea Farah e Clテ。udia Vilhena


ENTREVISTA

O HOMEM QUE COLORE A VIDA

>> 218


219 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Obra de Romero Britto sendo catalogada

Por Paula Santana Fotos Celso Junior

M

iami – Já na entrada do seu ateliê, uma frase que define Romero britto: art is for everyone. em um generoso espaço no design District, um galpão absolutamente preto, mas repleto de cores, se destaca. lá dentro, uma engrenagem surpreendente, composta por 82 funcionários. eles se acomodam num espaço de 40 mil metros quadrados, divididos em oito departamentos sincronizados, que vão desde o relacionamento com galeristas até a embalagem do produto. Há, inclusive, uma sala toda na cor rosa, destinada às reuniões, criada especialmente para estimular a criatividade.

esse é o estúdio do mundialmente famoso romero britto, pernambucano, 49 anos, casado, pai de brendon e residente nos estados Unidos há duas décadas. Sua trajetória se inicia aos 14 anos, quando ele se envolveu com uma família de diplomatas ingleses e percebeu que o mundo era bem maior que imaginava. como amava pintura, ele começou a desenhar. “eu fazia coisas de criança. Nunca imaginei que viveria de arte”. sua história começou quando a Organização dos Estados americanos adquiriu um quadro seu. Ganhou uma bolsa de estudos e cursou direito, mas abandonou para tentar a vida de artista em Miami. entre um

trabalho aqui, outro ali, veio a oportunidade que mudaria sua vida, em 1988: assinar o rótulo da vodka absolut. Foi aí que arnold schwarzenegger o conheceu, tornando-se seu melhor cliente entre os famosos. depois veio Madonna, rainha silvia, bill clinton, Ivo Pitanguy... romero teve uma infância difícil ao lado de sua mãe e nove irmãos. “Eu precisava mudar a minha vida. Eu não tinha história, tinha que fazer a minha”. Ele fez. Dono de um patrimônio que ele não consegue estimar, emprega toda a família em diversos setores de seu gigantesco negócio, inclusive a mãe, que havia falecido dias antes desta entrevista. “Mamãe vivia aqui. Me ajudava no ateliê, pintando”.


entrevista

>> 220


221 <<

www.gpsbrasilia.com.br


entrevista

O encontro com a revista GPs|Brasília começou com o seu irmão, antonio, que fez um tour minucioso pelo espaço com nossa equipe. Mais velho, ele é o anjo da guarda de romero. Cuida de tudo. abre e fecha o galpão, conta histórias, dá notícia de todas as suas obras e até integra a equipe do ateliê. “eu faço as texturas”, diz ele, envaidecido. Fã do irmão, ele também nos conta que romero está em 180 galerias do mundo e até já coloriu dois navios inteiros da royal Caribbean. após conhecer todo o espaço, eis que chega o momento de conhecer romero, que havia chegado do Brasil horas antes. em sua sala privativa, uma infinidade de objetos que ele guarda com carinho. são presentes. De uma tela pintada pelas mãos do príncipe Charles a um trenchcoat da Burberry customizado por Christian Bailey. num outro lado, inúmeras encomendas esperando para receber o toque do artista. entre elas, uma Birkin branca, bolsa da Hermès que em breve receberia os traços de romero. extremamente gentil e afetuoso, a conversa discorreu ao longo de uma tarde inteira. e voltou a acontecer dias depois, quando voltamos para realizar a sessão fotográfica. Entre inúmeros figurinos grifados e vistosos, muitos confeccionados apenas para ele, contou que o amarelo é a sua cor favorita. revelou

>> 222

Tela que Romero enviou para o amigo Oscar Niemeyer

que os corações que tanto usa significam amor à vida, e as flores o renascimento, a adorada primavera. inquieto, ele levanta, senta, levanta de novo, procura algo, nos mostra... “você precisa ver isso aqui”, diz, com sotaque pernambucano americanizado. “Não gosto de ficar parado, acho perda de tempo”. romero conta que faz tudo com amor. “não podia ser diferente. sou abençoado”. É como diz seu amigo, Paulo Coelho: romero navega num oceano de cores e desembarca numa ilha de harmonia. Escultura Garota de Ipanema

Como é seu processo criativo? a minha cabeça não para. não há um começo ou um fim quando crio. A ideia surge em momentos e lugares inesperados. veja você, faz anos que eu tento criar minha própria moldura. e foi durante um concerto em Campos do Jordão, há pouco, que me veio a imagem. a música me tirou dali onde estava e me fez visualizar o que eu pretendia.

outra é acontecer. eu sou apenas uma parte do processo. na verdade, queria ser mil para poder fazer tudinho. eu dependo de muita gente, e ter que explicar complica toda a engrenagem.

O caminho da criação ao produto final é longo? Uma coisa é sonhar, a

Mas é possível ser sistemático lidando com arte?

Isso faz de você uma figura centralizadora? sou, sim. acompanho tudo do início ao fim. Tento ser organizado. Dentro do meu estúdio, preciso ter o controle de tudo.


223 <<

www.gpsbrasilia.com.br

eu tento ser, e isso me ajuda bastante. Eu crio sistemas para simplificar. Por exemplo, há 20 anos uso a mesma tela, e havia 15 anos que eu não introduzia uma nova cor na minha arte. se você me perguntar sobre uma obra da década passada, eu sei tudo sobre ela. Quando você percebe sua arte reconhecida? algo que me orgulha é saber que eu tenho obras na maior coleção privada de arte do mundo, a de carlos slim, no México. ele ama arte e tem um acervo de 65 mil obras. Apenas 500 são expostas. E quais obras você tem com ele? eles se tornou amigo. Agora, estou finalizando um quadro de Carlos com os filhos, mas há obras minhas na casa onde moram, o que eu acho mais incrível. cerca de 35.

O irmão Antonio em sua sala de trabalho

nhado em construir um complexo de arte. em seis anos, quero ter uma grande galeria, um restaurante, um jardim para acomodar esculturas e o meu estúdio. Um local para ser visitado e compartilhado com o público. Muita gente quer conhecer o meu espaço, mas não posso abrir para todos. eu imagino um local de vidro, e no segundo andar as pessoas caminhando do alto, acompanhando o trabalho no ateliê.

Você pode ter tudo o que quiser, mas vive para o trabalho. O que considera ser o verdadeiro luxo? certamente, o tempo e o espaço. Gostaria muito de ter esses dois componentes a mais na minha vida. E no dia a dia? eu gosto de carros. Tenho uma Ferrari amarela, e recentemente fui voando até o brasil num Gulfstream-550.

O que já existe de concreto? estou negociando um pedaço de terra bem grande perto do aeroporto de Miami. lá será a residência permanente da minha arte, o meu escritório e a minha fundação.

Quais seus projetos futuros? Queria fazer tantas coisas, mas estou empeColeção desenvolvida para a Disney


eNTreVIsTa

>> 224

Você é muito positivo e determinado. isso ajudou na consolidação do seu trabalho? estou sempre atento a todas as portas que se abrem para mim. Quando isso acontece, se você não se empenhar as oportunidades se vão. Sua obra é muito assediada para parcerias comerciais. Como você lida com isso? Muita gente quer realizar projetos comigo, mas não dá. Não consigo atender todos. e só faço quando percebo que isso pode levar boas energias para as pessoas. Você agora está envolvidíssimo com a FiFA. Conte um pouco sobre sua participação na Copa do Mundo. estou criando uma coleção que celebra o Brasil. São obras gigantescas que serão expostas mundo afora e nas cidades-sede, peças de 80x96 m. Você vai ficar sa-

Entrada do ateliê

bendo em breve. Eu não posso me alongar nesse tema. Em Brasília, só há uma obra sua, no aeroporto. Por que tão pouco? Porque nunca me solicitaram. Tenho muitas obras espalhadas pelo brasil, em especial no rio de Janeiro, a cidade que mais abriga minha arte. sempre que vou

lá, desenho com crianças do morro. em breve, levarei a Garota de Ipanema. Você tem se relacionado bem com grandes obras. O que te leva a criar para áreas públicas? eu gosto de superdimensionar a arte porque acho que preciso dividir minha obra com as pessoas. É muito bacana ter algo seu na sala privada de uma casa. eu agradeço, me envaideço, mas minha arte é muito positiva. Quero que ela seja acessível. Que ela seja tocada, vista e guardada na memória. A imensa pirâmide do Hyde Park, em Londres, ainda hoje gera comentários. Esse projeto foi fantástico. eu o criei em dez minutos e levei um ano e meio para torná-lo real, tamanha a sua complexidade. eram 44 metros de altura, o material veio de dubai,

Romero e o príncipe Charles

e tive que enviá-lo para a alemanha. Lá, montei um galpão enorme com técnicos. depois de meses, dezenas de caminhões transportaram a obra pelo túnel até Londres. Ela ficou três meses exposta, e hoje está instalada na arábia saudita. Onde mais há obras públicas suas? No rio de Janeiro, há vários painéis nas favelas santa Marta e Morro do Alemão. E a avenida brasil vai ter o maior mural do mundo! São Paulo tem também uma no Terminal rodoviário do Tietê. Na cidade do México, fizemos uma das maiores existentes, no prédio las Pantalones. e, recentemente, instalamos uma na estação de Moscou, que se tornou o mascote da região. Você associa muito a sua arte a obras sociais. isso tem a ver com a sua infância difícil?


225 <<

www.gpsbrasilia.com.br

eu sempre fui assim. desde criança compartilho as coisas, mesmo quando não tinha nada. Nunca imaginei que tantas possibilidades surgiriam no meu caminho. Pontualmente, de que maneira você se solidariza com a população carente? com a minha presença como estímulo, e doando a minha arte. Faço trabalhos para várias organizações. cerca de 300 obras do meu acervo são doadas para esses fins, em especial na área de educação.

Área reservada aos galeristas

O seu ateliê onde ficam as obras a serem finalizadas

Atualmente, você se considera mais artista ou empresário? Os dois, se não a casa cai. Muitos avaliam seu trabalho como comercial. isso o incomoda? Picasso em sua época era comercial. andy Warhol,

também. Quando Picasso morreu, deixou Usd 900 milhões em obras. andy vendia por Usd 500 um quadro que hoje vale USD 7 milhões. A Igreja encomendava obras a Michelangelo e leonardo da Vinci; naquela época, a arte deles era também comercial. o fato é que eu compartilho

a minha arte entre todas as idades e culturas. se as pessoas gostam, é isso que importa. Fico triste quando o mundo das artes pensa de uma maneira tão cartesiana. Você é o artista pósmoderno da atualidade? Tire você as conclu-

sões, não quero ser presunçoso. Mas me deixa muito feliz quando crianças identificam meu trabalho. as pessoas só se interessam por arte quando estão mais velhas. seria importante que outros artistas tentassem criar obras acessíveis aos olhos de todos.


eNTreVIsTa

Você separa a sua imagem da sua obra? Eu não sou o moço da novela, mas acho divertido quando elas me identificam na rua. Quem não gosta de ser reconhecido? Certa vez, uma moça me identificou no Japão. Você tem amigos famosos, como Michael Jackson e Arnold Schwarzenegger. o Michael fez uma festa para mim em Neverland quando criei a capa de um cd dele. do brasil, estava apenas emerson Fittipaldi. Fiquei tão encantado, que guardei o sabonete de lembrança e emoldurei. Já o arnold, nos tornamos amigos.

Porta de saída

Que lugar no mundo te atrai? a Inglaterra, por preservar a sua história mantendo-se conectada com o presente. Você não tem vontade de voltar ao Brasil? Tenho, mas para passar longas temporadas. Penso em ficar por três meses, desfrutando do país. Gostaria de ter um apartamento no rio e outro em recife. Você tem alguma conexão com Brasília? Nunca estive em brasília, a não ser a trabalho. Preciso mudar isso. Tenho muita admiração por Oscar Niemeyer.

>> 226

Qual sua impressão sobre Dilma Rousseff? ela é uma simpatia. o país tem muita sorte, ela é muito correta e muito apaixonada pelo brasil. ela me disse quando estivemos juntos: “Você queria ser diplomata e se tornou um artista, e eu queria ser uma artista e me tornei presidente”. Há algo especial que você gostaria de fazer se tivesse acesso ao Congresso Nacional? Não de imediato, mas para daqui a dez, vinte anos. Gostaria de dar toda a atenção para a educação e planejamento familiar. As

coisas no brasil mudariam completamente. As pessoas amam seus retratos. Quem quiser encomendar...? o processo começa com o envio de uma foto. Quanto mais pessoas, mais complexo. o tempo é de cerca de um ano e meio de espera. eu faço o desenho, elejo os tons. Meus assistentes saturam a cor, e depois eu entro com o traço e o acabamento. Quanto custa? o céu é o limite. Mas elas podem variar entre Usd 50 a Usd 150 mil, dependendo do tamanho.


clássIcos

>> 228

o de seMPre entra ano, sai ano, eles estão lá. Simples, modestos. em meio a restaurantes estrelados ou lanchonetes sofisticadas, um quarteto se eterniza em brasília. em comum, trabalho em família, produção caseira e receitas guardadas a sete chaves Por Marina Macêdo Fotos: Celso Junior

Combinação perfeita – Pizza dupla com mate “Morava na 703 sul. Frequento a pizzaria dom bosco desde os meus 16 anos. Quem não conhece o seu sabor, não conhece Brasília. A combinação de pizza e mate é parte da nossa identidade. A Dom Bosco agrada todas as tribos e idades”, ressalta liliane roriz, deputada distrital (Psd-dF), cliente assídua do local

dom bosco

e

ntre. Seja bem-vindo a Brasília. com apenas 52 anos, nossa cidade é muito querida. Inaugurada em 21 de abril de 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek, é imponente com seus monumentos e sedutora com suas curvas. encanta com seus ipês coloridos. com clima desértico, brasília surpreende a cada dia os seus 2,6 milhões de habitantes com um esplêndido céu. Majestosa, cultua tradições que passam de geração para geração. em meio a todo esse cenário, surgem tradições deliciosas, que atravessam décadas. Quem nunca comeu uma pizza dupla da dom Bosco? Ou mesmo se fartou com um pastel e caldo de cana na Viçosa? E o cachorro-quente do landi, nem se fala, né? Por falar nisso, já foi na Vitamina Central hoje? A GPS|Brasília foi às ruas e apresenta a história por traz dos lanches icônicos da cidade.

Fundada na década de 60, sob o comando dos irmãos Hely, Elcir e Enildo, a pizzaria Bom Bosco abriu sua primeira loja na 107 Sul, rua da tradicional Igrejinha, onde dezenas de famílias lanchavam após a missa. A loja estreita, onde é preciso comer de pé no balcão, serviu e encantou os pioneiros do Planalto Central. Hoje, já atende os bisnetos dos primeiros clientes. o sabor único oferecido, muçarela, carrega um segredo de família: o molho. Na receita, uma massa sempre fresca, coberta de muçarela, molho especial de tomate e orégano. Para beber o tradicional mate ou suco de caju. Vai até um cajuzinho de sobremesa. A tradição da pizza dupla, uma fatia sobe a outra, cresceu e hoje atende em diversos pontos do Distrito Federal. São eles: 107 Sul, 103 Sul, 306 Norte, Praça de Alimentação do UniCEUB, Sudoeste e Taguatinga.


229 <<

www.gpsbrasilia.com.br

cachorro-quente do landi A entrada da 405 Sul já virou parada obrigatória em Brasília. desde 1986, a barraquinha de cachorro-quente do landi ancora na quadra e ganha cada vez mais adeptos. sob o comando do proprietário, Landi Inácio de Oliveira, e suas irmãs, diolândia, dioleni e diolete, a barraquinha carrega em sua lateral conceituados prêmios gastronômicos. o segredo está no trabalho em equipe, no toque caseiro e no atendimento ao cliente. O pão, molho e batata-palha são de fabricação própria da família oliveira. landi ressalta que o antigo trabalho na padaria delícia foi fundamental para seu sucesso. além de conhecer os frequentadores da quadra, aprendeu a fazer pão e sanduíches. outro destaque da barraquinha de cachorro-quente é o serviço drive-thru. Para aqueles que não querem descer do carro, o atendimento vai até o cliente.

Combinação perfeita – um completo com refrigerante “sou uma verdadeira apaixonada por cachorroquente. Quando cheguei na capital, logo procurei um lugar para lanchar com minha família. descobri o landi pelo prêmio Veja Comer & Beber e hoje não largo por nada. além da qualidade que é indiscutível, o landi oferece um atendimento singular”, conta Mima Marys, vinda de sergipe há cinco anos, cliente fiel da barraquinha do landi.


clássIcos

>> 230

Combinação perfeita – Pastel de carne e caldo de cana

POEMA

“Frequento a pastelaria Viçosa desde os meus 20 anos. entre um ônibus e outro, lanchava na Viçosa. A combinação de pastel de carne e caldo de cana entrou na minha poesia e faz parte da história da nossa cidade”, revela Nicolas Behr, poeta da cidade, nascido em Cuiabá, mora em brasília desde 1974

subo aos céus Pelas escadas rolantes da rodoviária de brasília

Pastelaria Viçosa desde os anos 1960, a Pastelaria Viçosa atende milhares de pessoas por dia na rodoviária do Plano Piloto de brasília. o local mais movimentado da cidade, onde inúmeras pessoas correm para pegar o ônibus e seguir viagem. Mas tudo começou quando Sebastião Gomes da Silva, o Tião Padeiro, perdeu seu ônibus em plena lua de mel. Chateado, resolveu lanchar ali mesmo com sua mulher, Ivanildes. a escolha foi um pastel do ambulante eugenio apolônio. Uma escolha certa, que resultou em uma sociedade entre os recém-conhecidos. a dupla montou sua primeira loja na rodoviária de Brasília e cresceu. Ampliou o leque de sabores e aumentou a estrutura física para atender a demanda de revender para todo o distrito Federal. O caldo de cana é atração à parte: a pastelaria possui um canavial próprio.

o corpo de cristo Aqui não é pão, É pastel de carne o sangue de cristo Aqui não é vinho, É caldo de cana o Padroeiro desta cidade É Dom Bosco ou Padim Ciço? (Nicolas behr)


231 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Vitamina central entre a correria e o vai e vem da W3 sul, um ponto se destaca, a Vitamina central, situada na 506 sul. Há 35 anos no mesmo local, é um ponto de encontros e reencontros. Há 19 anos sob a gestão de Clovis de Carvalho silva, ganhou um conceito de bem-estar e trabalho em família. com mais de 50 combinações entre sucos e vitaminas, a empresa cultua a tradição de comer no balcão. Clovis trabalha de segunda a segunda, faz questão de abrir as portas de seu estabelecimento e receber seus clientes. Há três anos, o espaço ganhou uma grande reforma. Uma repaginada e informatização para os pedidos, mas sem perder sua identidade. outro destaque fica a cargo dos salgados vendidos na Vitamina Central. Como a empresa não trabalha com congelados, os produtos são caseiros e feitos na hora.

Combinação perfeita – Saborosa (laranja, mamão, banana e abacaxi) e pão de batata “Frequento a Vitamina central desde os meus 20 anos. Na época, eu fazia karatê e, em dia de treino, parava no local para tomar uma vitamina. Uma bela lembrança”, diz Elson Cascão II, empresário e piloto de rally, cliente antigo do local


À MESA

>> 232

coM MarcIo VIera

SANTA GASTRONOMIA, AMIGO!

N

ão há nada melhor do que ser bem recebido pelos amigos. Para mim, um dos maiores prazeres da vida. o queridíssimo carlos de lannoy, correspondente da TV Globo em Jerusalém, dá uma dica imperdível: um passeio pelo Mehane Yehuda, um mercado de frutas, verduras, queijos e produtos frescos, que ferve nas manhãs de sexta-feira. A duas quadras fica o restaurante com o mesmo nome. São dois andares com vista para a cozinha interativa. O cardápio depende da estação. E os cozinheiros selecionam os legumes guardados em caixas colocadas entre as mesas do restaurante. entradas a base de polenta, miúdos de cordeiro e tartar de peixe. o black risotto acompanhado de couve-flor e mexilhões é uma especialidade. Dica mais do que anotada, Lannoy! O mercado fica na Mahane Yehuda Street, Jaffe Road and Kiach Street, Jerusalém, Israel.

direto de las Vegas Os amigos estão com tudo nesta edição. Geórgia Wortmann é amiga da faculdade de Jornalismo no rio. a dica é de uma recente viagem a las Vegas. ao sobrevoar o Grand canyon de helicóptero, uma parada em meio às montanhas com um visual lindíssimo de céu, com uma mesa rústica com legumes, frutas e queijos, e champanhe. “a aventura foi muito especial”, garante. outra dica, agora com os dois pés no chão, é saborear o crabcake (bolinhos de caranguejo tipicamente americanos) do famoso Joe’s stone crab. de sobremesa, a Havana Pie. acompanhado de um vinho branco da califórnia, chamado Paradigma. o Joe´s stone Crab fica no 3500 Las Vegas boulevard south las Vegas, NV 89109.

celso Junior

Congratulations!! Meus amigos bruno e Mauro rappel têm muito a comemorar. a casa acaba de completar 15 anos e os irmãos nos brindam com dois pratos LPG (Luxo, Poder e Glória)! Dá para escolher entre medalhões de filé com manteiga de alecrim e risoto de funghi misto ou peito de frango recheado com queijo, molho de amora e risoto de abóbora. A Rappel fica na 210 Norte. Telefone: (61) 3272-2426.

das arábias Oriental fino Jun Ito sabe fazer a diferença. em uma recente viagem a trabalho com exigentes empresários japoneses da indústria de atum, eles garantiram que em brasília um dos melhores lugares para degustar sashimis é o Nippon. Para brindar os leitores da GPs|brasília, Jun Ito servirá

apenas no restaurante da 403 sul iguarias que nos deixam felizes. Teremos sequência de frutos do mar, que vem com lula baby, camarões gigantes, polvo, shitaki, aspargos e yakimeshi de camarão. O preço é R$ 63,90, para duas pessoas. o prato será servido no almoço e no jantar sempre na casa da 403 Sul, bloco A, lojas 20 a 28. Telefone: (61) 3224-0430.

Meus amigos Guilherme e rodrigo me levaram a um dos mais deliciosos almoços árabes de brasília, no Marzuk, na 106 Sul. As esfihas são imperdíveis. o quibe tem massa fina. Acredito que leva zattar libanês com gergelim e summac, vendidos no empório. Aliás, pastas, pães, charutos. Tudo você pode levar para casa. chegue cedo, a casa lota. Telefone: (61) 3443-0329.


eM casa

>> 236

Uma das boas e recentes surpresas em Paris é conhecer o apartamentorestaurante de um casal de brasileiros, que cozinha para dez pessoas a alta gastronomia francesa

PeTIT coMITÉ Por Marcella Oliveira

c

entro de Paris. a dois quilômetros da famosa Torre eiffel, um apartamento pequeno, perdido em meio a tantos outros, revela uma grande surpresa. o casal de chefs célia Miranda Mattos e Gustavo dalla colletta Mattos abre a porta da sua casa para receber quem está interessado por uma noite diferente na cidade luz. batizado de chez Nous chez Vous (em português “Minha Casa, Sua Casa”), o local tem um ambiente para

quem quer algo bem diferente dos restaurantes turísticos e cheios, como se encontra muito pelas ruas de Paris. “Não posso chamar de restaurante, não tem placa, as pessoas não vem aleatoriamente. São convidadas ou indicadas por quem já veio. É algo íntimo, para deixar todos bem à vontade”, define Célia. E o local realmente não tem cara de restaurante. da mesa, é possível ver o preparo do seu menu na cozinha, que é conjugada com a sala. “No outro apartamento, sempre que recebíamos os ami-

Fotos: Divulgação


237 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Serviço Chez nous Chez Vous 116 Bis, Rue Saint Charles, 75015 – Paris, França. telefones: +33 (0) 1 45 30 58 92 e +33 (0) 6 70 78 57 45 www.cheznouschezvous.com.br contato@cheznouschezvous.com.br • Reservas com pelo menos sete dias de antecedência. Mínimo de duas e máximo de dez pessoas. • Pagamento: não aceita cheques nem cartões de crédito • Menu tradicional (entrada, prato e sobremesa): 120 Euros • Menu degustação (cinco pratos salgados e duas sobremesas): 150 Euros

gos, ficávamos separados, pois a cozinha era minúscula e não era integrada. Foi quando nosso amigo alfredo brandi sugeriu a proposta de um ambiente só”, revela Gustavo. a arquiteta Márcia Jardim elaborou o projeto e também a decoração do ambiente, que segue uma linha clean, diferente do que se encontra na maioria dos restaurantes de Paris, conhecidos pelo estilo clássico, rebuscado e provençal. Os móveis são do designer francês Philippe starck, com design contemporâneo. Da janela, a vista para a Torre eiffel. “Nosso ambiente foi pensado para que os convidados se sintam em casa. eles têm liberdade para conversar, falar na altura que se sentirem à vontade e vão embora na hora que querem, sem limite de horário. os restaurantes normalmente impõem uma certa etiqueta e têm hora para fechar”, diz Célia. a aventura do casal em Paris começou em 2005. casados há dez anos, moravam em

São Paulo, onde ela trabalhava como professora de inglês e ele era publicitário. apaixonados por gastronomia, resolveram fazer um curso na balada escola cordon bleu, na capital francesa. Trabalharam em restaurantes renomados – Gustavo trabalhou no Maison blanche e celinha, no apicius, de Jean-Pierre Vigato e luc besson –, e desde novembro de 2008 resolveram abrir a porta de casa. conhecer o chez Nous chez Vous é um programa tão diferente que quem quiser pode até chegar mais cedo e acompanhar os chefs na compra dos ingredientes. “Na rua de casa, temos uma quitanda, três açougues, sendo que um deles é especializado em aves e caça. Padarias, lojas de chocolate, floricultura, especialistas em queijos e vinhos, supermercados e uma feira incrível, que acontece todas as terças e sextas”, revela Célia. Um programa diferente para se fazer em Paris e que atrai, em sua maioria, os brasileiros.

o convidado (é como se sente quem vai lá) pode escolher pelo menu tradicional (120 euros), que inclui uma entrada, um prato principal e uma sobremesa, ou o menu degustação (150 Euros), no qual saboreia cinco pratos salgados e duas sobremesas. “servimos alta gastronomia com tendência francesa. em alguns casos, podemos até misturar algum ingrediente tipicamente brasileiro, mas sempre com uma técnica francesa”, explica Célia. o restaurante abre duas vezes por semana para, no máximo, dez pessoas, que ficam

sentadas na mesma mesa. a reserva tem de ser feita com pelo menos sete dias de antecedência. O Chez Nous Chez Vous já recebeu o diplomata Hermano Telles ribeiro a estilista alessa Migani, o ex-ministro rubens ricupero, e Guilherme leal, um dos fundadores e sócios da Natura. carnes, peixes ou aves. chocolate, cremes ou frutas. cada noite, um cardápio diferente. Tudo preparado com ingredientes nobres e o estilo tradicional da conceituada cozinha francesa. Pronto para um jantar secreto no Chez Nous Chez Vous?


coNFrarIa

>> 238

reI dos coNHaQUes

Produto de deleite, o louis XIII de seletos apreciadores inicia em brasília seus rituais de degustação Por Marina Macêdo

É

essa fama que impera quando o assunto é o tradicional conhaque louis XIII. criado em 1874 pela Maison rémy Martin, louis XIII é produzido na região da grande champagne, a mais fértil das seis regiões de cultivo de uvas de cognac, na França. com processo de amadurecimento em barris centenários, o destilado é um elo entre o passado, o presente e o futuro.

“o nome faz uma singela homenagem ao rei francês que governou o país e instituiu as normas para produção de conhaque na região”, ressalta a embaixadora da louis XIII, Jessia lobo. com cor âmbar, o conhaque surpreende o paladar com toque apimentado e harmonia de figos, gengibre e sândalo. além de sua excelência e raridade, o produto possui requinte em sua garrafa. esculpida com precioso cristal baccarat por cerca de onze artistas especializados, leva um total de 48 horas para ser finalizada. Já sua tampa é esmaltada em ouro de 20 quilates. “o louis XIII desembarcou há dez meses no brasil. a resposta tem sido bastante positiva. É uma bebida

para seletos apreciadores. Para ter uma ideia da exclusividade do conhaque, ele foi servido à rainha elizabeth II, em 1957, durante sua visita ao Palácio de Versalhes, e a Winston churchill, que festejou sua vitória na eleição de 1951”, ressalta Jessia. cada dose do conhaque remete a diversas gerações. os visionários do conhaque têm um papel fundamental para manter a singularidade do produto e levar seu legado. “estamos aqui para prepará-lo e levar sua história e tradição adiante. somos simplesmente os cúmplices e adoradores de Louis XIII”, afirma Dominique Hériard dubreuil, presidente da Maison rémy Martin.

Para manter os padrões, a cada ano, são apresentadas ao controle de degustação do louis XIII 800 amostras, das quais apenas doze são aprovadas. Após a seleção, as eaux-de-vie passam pelo processo de envelhecimento, que dura de 40 a 100 anos. sobre sua apreciação, Jessia Lobo dá a dica: “o recomendado para degustar o conhaque é molhar os lábios com algumas gotas para sentir o gosto. Um preparo para envolver o segundo gole”. Com 40% de álcool, a bebida costuma criar clubes de apreciação e unir com eventos de charutos. o preço sugerido é de r$ 10,5 mil e pode ser encontrado em renomados restaurantes da capital, como no bottarga ristorante, Piantella e a bela sintra.


natural

SaúDE GOurMEt Por Marina Macêdo

Q

uem foi que disse que comer fora de casa não é saudável? Ou mesmo que comidas naturais não são saborosas? Cada vez mais, os ingredientes orgânicos e integrais ganham as cozinhas de importantes restaurantes nos quatro cantos do Brasil. Carnes apenas de fazendas com rastreabilidade. Peixes, só aqueles que não estejam ameaçados de extinção. na hora do preparo, aproveitamento integral dos alimentos, evitando o desperdício. assim é a gastronomia sustentável. Ela tem ganhado cada

vez mais adeptos entre renomados chefs nacionais. O movimento é uma tendência no mercado e traz inovações em cardápios tradicionais do segmento. É o caso da chef nutricionista Michele Merlo, proprietária do restaurante Club nature, no Setor de Clubes Sul. Inventiva, Michele aposta em um estilo de vida saudável e investe, há três anos, em um cardápio saboroso e variado. Para a chef, ser saudável é uma necessidade. “Cada vez mais os brasilienses buscam alimentação balanceada. um dos segredos da nossa cozinha é um equipamento de última

Celso Junior

>> 240

Gastronomia sustentável é o nome da nova mania entre os adeptos da boa alimentação que precisam comer fora de casa

geração, o forno alemão rational Selfcooking Center. Ele cozinha de dentro para fora, garantindo assim o padrão de qualidade”, ressalta. Com ambiente agradável, o Club nature apresenta uma enorme variedade de saladas, além de carnes, aves e peixes. Durante o almoço, é servido buffet gourmet. Já à noite, caldos, sanduíches, saladas, pizzas. O restaurante tem preocupação com a origem dos produtos. “Quando não tinha o restaurante, não comia folhagem fora de casa. Afinal, não sabia como era higienizado”, lembra. E complementa: “todas

nossas preparações são assadas. não fazemos frituras. também tentamos minimizar ao máximo os produtos industrializados. Sempre penso naquele toque caseiro”. Michele promete mais uma novidade até o final do ano. abrirá as portas do Sustenta – Gastronomia Saudável, em sua casa. a loja venderá comidas congeladas saudáveis, e no local serão ministradas aulas de higienização, modo de preparo e como congelar os alimentos. Serviço Club Nature Setor de Clubes Sul (ao lado o Pier 21) Fone: (61) 3224-9425 www.clubnature.com.br


EMPórIO

>> 242

GraçaS a SãO PatríCIO Chega a Brasília uma casa onde é possível apreciar alimentos naturais e saborosos Por Marina Macêdo

Celso Junior

a

nália aragão é o nome à frente do São Patrício Empório & Café. Situado na esquina da QI 21 do lago Sul, o empreendimento virou ponto de referência entre os adeptos de uma vida saudável. Com fachada sofisticada, a loja carrega em seu nome uma singela homenagem ao padroeiro da Irlanda. Já o trevo de três folhas simboliza a Santíssima trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. a ideia de montar o negócio surgiu de uma dificuldade pessoal: um dos filhos do marido é alérgico a glúten. a situação a fez buscar novos produtos. Foi quando percebeu a falta de opção na cidade, e resolveu abastecer a demanda. Englobando, além de produtos sem glúten, produtos saudáveis que almejam o bem-estar. nas prateleiras, itens orgânicos, pastas sem glúten, sem lactose, artigos in natura, algas marinhas tostadas, biscoitos integrais, azeites

Anália Aragão é o nome à frente do novo empório na cidade

trufados, sementes de chia, e até mesmo vinhos orgânicos. Até o final do ano, anália revela que pretende expandir o empreendimento. Montará ao lado da loja um restaurante com receitas leves e saudáveis. a novidade promete duas cozinhas, uma tradicional e outra com receitas sem glúten.

Faz sucesso agave a agave é uma planta de origem mexicana capaz de substituir o açúcar. Com poder de adoçar três vezes mais, não exige grande quantidade e tem baixo índice glicêmico. O produto é uma boa fonte de minerais, ferro, cálcio, potássio e magnésio.


243 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Doce de leite O doce de leite la Salamandra está entre os melhores do mundo. Sem conservantes e aditivos químicos, trata-se de um produto natural e artesanal. Com frescor e textura inconfundíveis, é um digno doce de leite argentino.

Energético O Organique Energy Drink é a primeira bebida energética orgânica do Brasil. livre de estimulantes químicos como a taurina ou o inositol, é o resultado de anos de pesquisa. uma grande novidade no mercado. Fotos: Bruno Pimentel

JOY original e wasabi. Sem glúten ou conservantes, é feito de algas nori, importadas da Coreia do Sul. além de ser uma ótima fonte de iodo, é rica em ferro e cálcio. uma pedida crocante e gostosa.

Chia alfarroba Para os chocólatras, a dica é substituir as adoradas barrinhas por alfarrobas. a alfarroba é um fruto de uma árvore nativa da região do Mediterrâneo. Com sabor similar ao do chocolate, possui baixo teor de lipídeos, ausência de glúten,

estimulantes e substâncias com potencial alérgico, como teobromina.

algas marinhas as algas marinhas tostadas estão em alta. lançamento da empresa Fidbõ Produtos naturais, o aperitivo possui duas opções de sabor:

a semente de chia é conhecida no mercado pelos seus milagres. acelera o metabolismo e facilita a queima de gordura, em especial na região da barriga. rica em ômega 3, a chia possui ação antiinflamatória, atuando contra envelhecimento e celulite. Outro destaque é que o item reduz a fome.

Com embalagem divertida, o refresco é uma boa pedida para quem busca uma vida mais saudável. O produto não possui conservantes e corantes artificiais. Há um leque variado de sabores, entre eles: uva, pêssego, maça e limão.

Vinho Gê Item indispensável na adega. O vinho Gê recebe o selo de produto orgânico. Com sabor envolvente, é produzido com uvas biodinâmicas. D.O. Valle de Colchagua, Fundo los robles, no Chile. Safra 2008. Serviço São Patrício Empório & Café QI 21 – Lago Sul Telefone: (61) 3364-4538


DOCE

>> 244

Irresistível

Caixa Swarovski, Puro Brigadeiria – a partir de R$ 110

Quem resiste a um suculento brigadeiro? A nova gastronomia não para de inventar receitas para incrementar e deixar mais gostoso, diferente e chique a mistura do leite condensado com achocolatado em pó. Novos formatos, sabores e apresentações deixam o famoso docinho de festa de aniversário fazer qualquer um fugir da dieta. Escolha o seu

Brigadeiro cremoso, Puro Brigadeiria – R$22

Caramelos artesanais, Maria Brigadeiro – R$ 45

Kit Beleza, Ateliê Brigadeiro Gourmet

Kit Santo Antônio, Maria Brigadeiro – R$ 72 (100g)

Brigadeiro com ouro, Brigadeirando – R$ 30

Brigadeiro líquido, Ateliê Brigadeiro Gourmet

Bisnaga de brigadeiro, Ateliê Brigadeiro Gourmet – R$ 8


Noite

Por Marina Macêdo Fotos Celso Junior

D

iretamente da Flórida, nos estados Unidos, desembarca em Brasília a boate Mokaï. A filial brasiliense promete abrir as portas até o final de setembro, no shopping Pier 21, com grandes inovações na noite da cidade. os investimentos vão desde um gigante painel de LeD com altíssima qualidade até som e iluminação de última geração. “elegemos a Mokaï para a cidade, pois é uma boate de renome e conhecida pelos brasilienses que fazem a ponte aérea Brasília-Miami”, conta Amilcar Ribeiro, que comandará a balada ao lado dos jovens empresários Hugo Caetano, Marco Aurélio Silva, Paulo R. De Freitas e Fernando ewerton. Com projeto assinado pelo designer de interiores Marcel Bucar, a boate terá pé direito duplo e investirá nas cores preta, roxo e dourado.

Let’S HAVe FUN Desembarca em Brasília a franquia norteamericana, Mokai, uma das casas mais badaladas de Miami e que aportará em cinco capitais do País

>> 246

Com um único andar, a Mokaï abrigará um palco de doze metros quadrados e treze lounges ao redor da pista de dança. o espaço contará ainda com dois bares: um central e outro que dará suporte aos lounges. Com 600 metros quadrados, a Mokaï terá capacidade para um total de 650 pessoas. “Procuramos mostrar uma boate diferenciada. Uma identidade única. traz tecnologia de ponta e toques modernos, que são quebrados com elementos retrôs como nichos dourados e pista de dança preta e branca, elementos dos anos 60”, explica Bucar. “Viajamos pelos quatro cantos do mundo e trouxemos inovações vistas nas melhores casas noturnas. Além da estrutura inovadora, procuramos trazer experiências encontradas no exterior como o uso do nitrogênio, itens em neon e outras surpresas” ressalta o sócio Fernando ewerton.

Sobre os residentes que assumirão as picapes, o sócio Marco Aurélio Silva revela: “A Mokaï Brasília terá entre quatro a seis residentes. outro destaque fica a cargo do intercâmbio. o Brasil ganhará um total de cinco filiais da boate, e elas se comunicarão, fazendo um circuito com seus residentes e atrações internacionais”. A filial traz ainda um cartão ViP assinado por Giovanna Lettieri. “os clientes ViPs terão regalias, como desconto no serviço de vallet, entrada liberada com um acompanhante, preferências nas reservas de lounges e recepção diferenciada para check-in e check-out “, diz o sócio Hugo Caetano. Programação Quarta-feira – Sertanejo Sexta-feira – House Music Sábado – Música variada Serviço Mokaï No shopping Pier 21, a partir das 22h Ingressos: R$ 100 (Masculino) e R$ 50 (Feminino)


Prazer

chá Hora do

ele alimenta, hidrata e cura. além de seus benefícios para a saúde, ele também passa a integrar confrarias e arrebanhar estudiosos

>> 248


249 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Por Marcella Oliveira

Q

uem nunca tomou um chá de boldo para ajudar na digestão, ou um de camomila para acalmar? o chá é a segunda bebida mais consumida, perde apenas para a água. atualmente, ele é apreciado assim como um bom vinho ou um champanhe. a fervura de ervas e folhas serve como alimento, mas também pode trazer muitos benefícios à saúde. Índia, Paquistão, Turquia, Marrocos, rússia, china, Irlanda, estados Unidos e Reino Unido estão entre os países mais consumidores da bebida. No brasil é muito comum na região Sul, por conta da tradição do chimarrão. A bebida tem ganhado espa-

ço na alta gastronomia, com safras raras e harmonizações especiais com os alimentos. a partir dos diferentes graus de fermentação e oxidação das partes da planta camellia sinensis são confeccionados quatro grupos de chás, com cores e sabores diferentes: o verde (feito das folhas jovens), o branco (quando os brotos passam por um processo de secagem, pequena fermentação), o vermelho (preparado a partir das folhas, moderada fermentação) e o preto (usa-se as folhas e os caules, alto grau de fermentação). os benefícios de ingerir chá regularmente ainda não foram comprovados, mas contém princípios ativos importantes para a saúde. “os chás são alimentos, não têm

ação terapêutica, mas podem trazer muitos benefícios”, diz o farmacêutico rogério Tokarski, da Farmacotécnica. Para edna almeida, da Farmacotécnica, uma das preocupações é em relação à procedência do chá. “deve-se tomar cuidado com o local da compra, para ter certeza de que a secagem e armazenamento foram feitos da maneira correta”, afirma. Os cuidados devem se estender no armazenamento, em recipientes fechados, para não estimular o aparecimento de micro-organismos. Há diversas formas de produção do chá. A mais comum é por infusão, quando se colocam folhas e flores em água fervente e deixa tampadas por alguns minutos. outra

forma é a decocção, quando se fervem frutos, raízes, caules e cascas junto com a água. “Tem ainda a maceração, quando a erva fresca é colocada em água natural por 12 horas, e os chás solúveis, que são extratos das plantas, já industrializados, mas que mantêm as propriedades e podem ser consumidos quente ou frio”, explica Naira Nunes, da Farmacoténica. o chá é barato, de fácil acesso e muito comum no brasil. “devíamos aumentar a cultura do chá como alimento, como hidratante. Quem consome chá tem mais saúde e qualidade de vida. Afinal, cuidar da saúde está diretamente ligado ao tipo de alimento consumido”, conclui rogério Tokarski.


Prazer

algumas ervas Capim-cidreira • Parte utilizada – Folhas • Indicação – Insônia; dores de cabeça; nervosismo e flatulência • Modo de usar – Chá das folhas por infusão Erva cidreira • Parte utilizada – folhas e inflorescências • Indicação – Alivia o nervosismo, angústia e insônia; dores de cabeça; enjoos, gases, flatulência, indigestão e cólicas • Modo de usar – Chá por Infusão Guaco (cipó-caatinga, erva-de-cobra) • Parte utilizada – Folhas (preferencialmente as mais jovens), planta florida frescas ou secas • Indicação – Problemas respiratórios (tosse, bronquite, rouquidão, asma); febre; inflamações na garganta; pruridos e eczemas • Modo de usar – Infusão, decocção Camomila • Parte utilizada – Capítulos florais • Uso interno – No sistema digestivo (colite, cólicas intestinais, gases, diarreias infantis); tem ação calmante, trata feridas na boca e enxaquecas • Uso externo – Anti-inflamatório da pele, nos casos de acne e queimaduras do sol; eczemas, úlceras, dermatites e outros problemas de pele • Uso cosmético: preventivo de rachaduras em peles sensíveis e secas; para clarear os cabelos • Modo de usar: chá por infusão

>> 250

Espinheira-santa • Parte utilizada – Folhas • Indicação – Para úlceras e outros problemas estomacais como azia, má digestão e gastrite, curar a ressaca alcoólica • Modo de usar – Chá por infusão Alcachofra • Parte utilizada – Folhas e fruto (culinária) • Indicação – Tratamento de doenças do fígado e vesícula biliar; alivia os males gástricos e renais; reduz a taxa de colesterol; diurética; hipoglicemiante • Modo de usar – Infusão Carqueja • Parte utilizada – Toda a planta, principalmente a parte aérea • Indicação – Gastrite, má digestão, azia, cálculos biliares, prisão de ventre, diurético e protege o fígado • Modo de usar – Chá por infusão hortelã • Indicação – Distúrbios gastrointestinais (gases, cólicas, vômitos da gravidez, intoxicações, má digestão, doenças do fígado); doenças respiratórias (asma, bronquite, sinusite); ação expectorante; vermífugo (giárdia e ameba) • Modo de usar – Chá por infusão Anis estrelado • Indicação – Distúrbios gastrointestinais (dispepsia), gases, aerofagia, flatulência, tosse, resfriados, mau hálito • Modo de usar – Chá por infusão unha de gato • Indicação – Fortalecimento do sistema imune • Modo de usar – Chá por infusão

Fonte: Farmacotécnica


saúde

cada UM No seU QUadrado Saiba quais são as dietas customizadas que ajudam no emagrecimento sem perder a saúde e a massa muscular

>> 254

Por Raquel Jones

I

ndividualidade. essa palavra tem sido muito utilizada pelos profissionais da nutrição moderna. Para recuperar a forma e valorizar a saúde, as dietas cada vez mais específicas são feitas, levando em consideração o tipo físico, as necessidades de cada indivíduo e a predisposição genética. É o fim das “dietas de gaveta”. o nutricionista Vinícius lacerda, da academia bodytech, explica que uma dieta que é boa para um paciente pode ter um efeito ruim em outro. “existem pacientes com histórico familiar de insuficiência renal e, dessa forma, não colo-


255 <<

www.gpsbrasilia.com.br

camos muita proteína na sua dieta. Já outros têm casos de hereditariedade de diabetes, e por isso trabalhamos com uma quantidade maior de fibra alimentar”, explica. as recentes descobertas no campo dos alimentos têm ajudado os profissionais da saúde a montar o roteiro de refeições. alimentos que eram considerados vilões, como o ovo e o chocolate, agora são nutrientes importantes na refeição para quem quer diminuir o colesterol e os efeitos anti aging. “descobriram que ovo tem na sua composição alguns nutrientes que vão atuar inibindo a absorção de colesterol, ao contrário do que se pensava. o chocolate, que também já foi considerado abominável, na verdade possui capacidade antioxidante 80 vezes maior que um suco de acerola”, explica Lacerda. A nutrição é uma ciência dinâmica, que está sempre em mudança. o nutricionista leonardo rocha de Moura, da academia bodytech, lembra de alimentos que viram moda. “Há cerca de um ano e meio, os carros-chefes eram a farinha de linhaça e a de quinua. agora, descobriram que a chia é um alimento mais completo. Tem mais ferro que o espinafre, mais ômega 3 que o salmão e mais cálcio que o leite”, explica. Mas é preciso cuidado com os alimentos considerados milagrosos. Um exemplo recente é o óleo de coco. Para a nutricionista edis rodrigues, da Faculdade LS, não há nenhum estudo que comprove a funcionalidade do óleo de

Dieta detox •

Indicação: para quem quer limpar o organismo e eliminar as toxinas

elimina o álcool, o açúcar e a cafeína. o álcool possui etanol, uma substância tóxica que causa efeitos indesejáveis no organismo, como a náusea. Já o açúcar é muito prejudicial, pois pode levar ao acúmulo de gordura visceral de forma geral. Por último, a cafeína pode interferir na qualidade do sono noturno. É durante o sono que o organismo elimina toxinas e recupera a energia. em apenas uma semana de dieta, o individuo já percebe uma melhora. Para um excelente resultado, estima-se 1 mês de desintoxicação.

Dieta da mandioca •

Indicação: fisiculturistas e praticantes ativos de musculação. Para quem quer definir a musculatura e diminuir o percentual de gordura

a mandioca é um tipo de carboidrato com índice glicêmico baixo, é rica em fibra, o que aumenta o tempo de absorção do carboidrato pelo organismo. a mandioca deve ser ingerida, assada ou cozida, no lanche da manhã, da tarde ou da noite. Pode ser associada com uma gordura ou proteína de qualidade.

coco no processo de queima de gordura corporal. Por ser um alimento laxativo, quando o óleo é ingerido em muita quantidade ajuda a pessoa a emagrecer, mas não de uma forma saudável. “Pacientes que estão apresentando quadro de diarreia devem evitar o óleo de coco, visto o seu poder laxativo”, afirma a nutricionista. especialistas orientam que, para o emagrecimento e uma alimentação saudável, as dietas devem ter uma variedade de alimentos e levar em consideração as particularidades de cada indivíduo.


saúde

>> 256

Dieta mediterrânea

Dieta do verão

Indicação: pessoas com colesterol elevado e problemas cardíacos

com alimentos à base de frutas e peixes de água fria, como o salmão, atum, bacalhau e a sardinha. Alimentos ricos em substâncias antioxidantes e à base de gordura de alta qualidade como o ômega 3 e o ômega 6. o antioxidante combate o envelhecimento precoce e os radicais livres, que estão associados às doenças crônicas, como o diabetes, a hipertensão e a cardiopatia. Pode acrescentar o chocolate com teor de cacau mínimo 70%. A ingestão desses alimentos ajuda a combater a oxidação do colesterol ruim (ldl) na parede de vasos e artérias.

Indicação: para os que querem manter a pele saudável e bronzeada e não querem perder massa magra

consumo de nutrientes ricos em zinco, que atua na produção do colágeno e melhora a elasticidade da pele. o zinco pode ser encontrado nos vegetais, nas folhas verdes escuras e nos alimentos derivados do trigo. Também são recomendados os alimentos que contêm vitamina E, C e Beta Carotenos, que são os amarelados e avermelhados, como a manga, cenoura, abóbora e o mamão. Esses alimentos contêm antioxidantes. durante o dia, é preciso ingerir proteínas magras, como peixe, frango e ovo, para diminuir a perda de massa magra. o uso de proteínas vegetais é também uma boa opção como o grão-de-bico.

Dieta vegetariana •

Indicação: pessoas que não comem proteína animal ou com intolerância à lactose

Alimentos à base de soja, como o tofu. Na soja há substâncias como a isoflavona, que é responsável por diminuir a mutação do DNA e, dessa forma, atua no combate ao câncer.

Dieta para a terceira idade •

Indicação: pessoas acima de 60 anos

Baseada na ingestão de alimentos que contêm magnésio, cálcio e vitamina c. exemplos: castanhas, frutas secas, chia, derivados do leite, folhas verdes escuras e frutas cítricas. A combinação desses três nutrientes é importante. se o nível de magnésio no corpo estiver baixo, por exemplo, a ingestão do cálcio não fará diferença no organismo. Também é recomendada a ingestão de peixes e de óleo de bacalhau, fonte de ômega 3 e 6, que previnem doenças como o alzheimer e o Parkinson.

Profissionais consultados: Nutricionistas Leonardo Rocha de Moura e Vinícius Lacerda. telefone (61) 3365-1235


edUcação

Fala serIös

>> 258

P

rojeto pedagógico baseado em pesquisas, corpo docente valorizado e infraestrutura de escolas de primeiro mundo. com essa proposta, o colégio seriös iniciou os trabalhos na capital federal no início do ano. A união de um grupo de professores aos empresários do agronegócio resultou em um projeto de ensino diferenciado e de excelência. o colégio, localizado na asa sul, iniciou suas atividades com foco na Educação


259 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Infantil e ensino Fundamental I, atendendo crianças de dois a dez anos. atualmente, tem cerca de 200 alunos, número que vem crescendo paulatinamente, conforme o planejado. “Contrariamos as estatísticas, e o colégio recebeu vários alunos durante o semestre letivo”, comemora andréa bichara, diretora pedagógica da instituição. o colégio seriös tem uma proposta pedagógica semelhante ao que já é realizado nas escolas consideradas as melhores do mundo: investimento em altos salários para os professores, a capacitação que gera resultados diferenciados, uma estrutura física com recursos didáticos de altíssimo nível, e objetivos bem definidos de onde se pretende chegar. “Para nós, educadores do corpo docente do colégio seriös, é altamente estimulante contar com quem quer investir na educação sem visar apenas lucros, mas a qualidade e reconhecimento dos professores”, relata andréa bichara. a meta principal da instituição é a excelência do ensino e, por não ser o principal negócio dos mantenedores, não há interesse em crescer sem qualidade. o corpo docente é composto por cerca de 20 professores, além da diretora, profissionais administrativos e três consultores. Na contratação de integrantes do corpo docente, há uma preocupação na afinidade de valores e por um ideal comum. “o colégio antecipa resultados e garante a quali-

Fotos: bruno Pimentel

dade do trabalho, sem gerar insegurança na clientela que acompanha, fidelizando a proposta pedagógica que já gerou excelentes resultados na formação dos filhos mais velhos”, afirma a diretora. a mais recente contratação foi do professor de Educação Física Rolando Menendes. cubano, ele tem vários títulos na área e é referência como treinador físico. desde agosto, ele comanda a escolinha de vôlei do colégio. Todas as salas de aula do colégio seriös contam com lousas digitais, que tornam as aulas interativas. Laptops são

disponíveis para atendimento individual do aluno. os ambientes de aprendizagem foram planejados especificamente para cada atividade, como teatro, tecnologia, sala de leitura. o colégio seriös traz para brasília o conceito que o aprender acontece junto com o brincar. a riqueza e a variedade de recursos didáticos, nunca vistos antes, oferecem aos professores condição para um trabalho ilimitado em benefício dos alunos. aulas criativas, com recursos modernos, exemplos contextualizados ao universo da criança. a grade curricular

da instituição tem diferenciais, como aulas de gastronomia infantil, educação financeira, ética, tecnologia, artes circenses, artes plásticas, música. atualmente, o colégio oferece turmas do Maternal I ao 5º ano. em 2013, terá turmas do 6º ao 9º ano, complementando a oferta do ensino Fundamental. Para isso, a instituição está em processo de seleção e treinamento de novos professores. “como a nossa proposta é diferenciada e muito particular, o treinamento do nosso corpo docente necessita ser iniciado com antecedência”, explica Andréa.


edUcação

>> 260

Fotos: bruno Pimentel

esPelHo Nas escolas eUroPeIas a exemplo dos países que mudaram sua economia e educação, assumindo o tempo de permanência dos alunos na escola acima de oito horas diárias, o colégio seriös cumprirá com o que já foi preconizado na lei de diretrizes e bases da Educação, antecipando uma tendência de mercado e fazendo a sua parte social, sem esperar que só o governo busque melhores resultados no processo de ensino-aprendizagem. Para 2013, haverá o ensino em período integral. Investir no período integral é a quebra de um paradigma, em um país de famílias superprotetoras e que ainda não percebem a educação como um investimento inquestionável e permanente. “com a nova organização familiar, a dificuldade da empregada doméstica, a garantia de contato na maior parte do tempo com o uso da língua correta, o cansaço gerado nas crianças e a pouca qualidade de vida com muitas atividades devem ser considerados. dessa maneira, os pais perceberão que o custo benefício de uma

escola em período integral é superior ao que se imagina”, analisa andréa bichara. após estudos realizados por consultores da instituição, o projeto foi criado. “com mais tempo na escola, a criança terá mais contato com atividades estruturadas, sendo possível estimular o raciocínio crítico, uma exigência do mundo real”, ressalta Albertina Mitjáns, professora doutora na área de criatividade e Inovação Educativa e consultora do colégio seriös. Para o professor cristiano Muniz, da Universidade de brasília, o conceito de escola em período integral já está mais amadurecido pelos pais. “o difícil é o processo de desapego dos filhos, a coragem em deixá-los por mais tempo nas escolas tem mudado”, avalia o professor. ao aumentar o tempo que o aluno fica na escola, a proposta do Seriös não é ter mais conteúdo programático, mas reforçar o que já é ensinado e garantir eficiência no aprendizado. diferente de outras instituições, que focam em atividades esportivas e re-


261 <<

www.gpsbrasilia.com.br

creativas, o seriös terá como finalidade uma educação integral em tempo integral, com a ampliação da carga horária dos componentes curriculares obrigatórios em destaque, Português e Matemática. No contraturno, o aluno também terá ensino da língua inglesa. Serão seis aulas por semana. o diferencial da proposta seriös para as escolas bilíngues é que o trabalho será na perspectiva do sistema brasileiro de educação, buscando a proficiência na língua inglesa e na língua materna, a fim de que possam ingressar no ensino Médio com os pré-requisitos necessários para a sua formação. Para alcançar excelentes resultados na língua inglesa, está sendo monta-

do um centro de línguas, com profissionais altamente qualificados e com a expedição de certificação na 2ª língua. As aulas acontecerão em turmas formadas por níveis de desempenho: básico, intermediário e avançado, simultaneamente dentro da matriz curricular, com avaliações periódicas. o investimento em um ensino da língua inglesa de qualidade a ser oferecido na instituição é para garantir um aprendizado como nos bons cursinhos. ao invés dos pais gastarem com cursinhos, deslocamento e aulas particulares, o valor será pago para uma escola integral. Serviço Colégio Seriös www.colegioserios.com.br

a oRiGem do seRiös a história do colégio seriös se confunde com a da sua mantenedora, aurora seriös, uma multiplicadora de sementes de soja, pioneira na região dos cerrados brasileiros. Originária de uma herança familiar, já existente há 25 anos, só ganhou reconhecimento após a nova gestão implantada, com contratação dos melhores profissionais do país, elevando sua produção e qualidade a níveis nunca vistos no segmento do agronegócio. em apenas dois anos, a aurora seriös atingiu sua meta, conquistou prêmios e hoje é reconhecida como uma organização responsável, confiável, que incorpora em seu nome seu principal valor, a seriedade de que conduz seus negócios. detentora de títulos importantes na sua área – como o primeiro lugar em qualidade de sementes no cerrado e foco no cliente –, estende seu nível de exigência para a educação, criando novos rumos e resultados para o cenário educacional brasileiro.


ensaio

>> 266

as dependências do tribunais de Brasília são exímias obras de arquitetura e abrigam valiosos acervos de arte. Criados por oscar niemeyer, vale muito a pena conhecer os tesouros da capital da República

Colunas torcidas formam arestas de vidro e concreto, obra de Marianne Perretti para o STJ


267 <<

www.gpsbrasilia.com.br

o judiCiáRio em sua melhoR foRma Por Raquel Jones Fotos: Celso Junior

não só de leis são feitos os tribunais de Brasília. Por trás das paredes, eles guardam muita história, com obras de arte, exposições, museus e mobiliário especial. são detalhes que humanizam a obra do arquiteto oscar niemeyer, autor dos quatro projetos arquitetônicos que a GPs|Brasília destacou. Cada tribunal carrega uma fase do arquiteto. os prédios são abertos à visitação, mas pouca gente conhece o que tem lá dentro. os objetos espalhados pelos tribunais parecem ter memória. o sóbrio ambiente jurídico transforma-se em uma atmosfera de arquitetura arrojada, repleto de arte e cultura.

Supremo Tribunal de Justiça (STJ) no complexo do sTj, pode-se observar a fase anos 1980 de niemeyer. ele explora o concreto e os vãos livres. são seis prédios que se unem por meio de um corredor que forma a espinha dorsal. o sTj tem as formas piramidais e lembram as superquadras de Brasília por ser amplo e envolver prédios menores e horizontais. destacam-se obras de marianne Perretti, Valandro Keating, Tomie othake, inima de Paula, Wesley duke lee. o tribunal abriga o museu do extinto Tribunal federal de Recursos e o espaço memória e ação apresenta exposições permanentes. o espaço Cultural do sTj traz exposições temporárias.

Tribunal Superior do Trabalho (TST) a arquitetura do TsT é imponente. são seis pavimentos que abrigam os gabinetes dos 27 ministros, incluindo o auditório e o salão nobre. os espaços são bem distribuídos e devem refletir o ideal de justiça social que se busca alcançar. o prédio tem o formato da letra K. Curiosamente, em vista panorâmica, forma com o Tse as iniciais do nome do ex-presidente juscelino Kubitscheck. na entrada do tribunal e no salão de recepções, há dois painéis de athos Bulcão. o memorial da justiça do Trabalho traz um pouco da história do ex-presidente Getúlio Vargas, do primeiro ministro do Trabalho e idealizador da legislação Trabalhista do Brasil, lindolfo Collor, e as primeiras carteiras de trabalho confeccionadas no Brasil.


ensaio

>> 268

Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Vista lateral do TST

Auditório do TSE

o Tse é o mais recente dos tribunais, inaugurado em 15 de novembro de 2011. o prédio tem nove andares. em vista panorâmica forma a letra j por ter as extremidades inclinadas. na frente do prédio, três esferas de concreto submergem do chão. são os dois auditórios e um Plenário que nascem do subsolo e afloram na superfície. na Pedra fundamental, foram depositados documentos e jornais da época de 2005 que serão revelados após 50 anos. Próximo ao plenário há o espaço cultural de 730 metros quadrados, com um museu e exposições temporárias. o museu Pilares da democracia é fixo e conta a construção do prédio do tribunal, focando no trabalho dos operários. a exposição contempla documentos da construção, estudos do niemeyer.


269 <<

www.gpsbrasilia.com.br

O formato redondo do Plenário do TSE

Procuradoria Geral da República (PGR) o edifício-sede da Procuradoria Geral da República tem a beleza das formas e a arquitetura moderna características de niemeyer. o complexo é composto por seis edifícios que tem formato de círculos, todos in-

terligados. um deles chama atenção por não ter pilastras sustentando o prédio. Curiosamente, niemeyer deixou de lado o concreto aparente usado em outros tribunais e usou o vidro espelhado azul, da cor do céu, no acabamento. o arquiteto chegou a ser criticado pelo projeto do prédio por se aproximar do pós-modernismo. Segundo o filósofo espanhol eduardo subirats, o

Painel Athos Bulcão localizado na entrada do Plenário do TST

arquiteto imitou a “porcaria da arquitetura das cidades financeiras norte-americanas”. os diversos blocos abrigam os gabinetes dos subprocuradores-gerais da República e também os setores administrativos, auditório, restaurante e serviço médico. a construção foi realizada entre 1996 e 2002 e, pela concepção arquitetônica arrojada, o conjunto demandou soluções de alta comple-

xidade na área estrutural e nas instalações prediais. o memorial do mPf resgata a história do órgão. os visitantes têm acesso a documentos, vídeos, móveis e peças históricas (as mais antigas datam de 1871). dois terminais multimídia ficam disponíveis aos visitantes. diferente dos outros tribunais, a PGR não tem obras de arte, apenas espaços culturais para exposição temporárias e permanentes.

Fachada espelhada da Procuradoria Geral da República


ensaio

Obra Mรฃo de Deus de Marianne Perretti localizada no Plenรกrio do STJ

Vista para o Lago Paranoรก nos corredores do TST

>> 270


socIal

Marcela Villas Boas

>> 272

Paula Santana

Cláudia Pohl

SURPRESAA! adriana chaves ganha almoço de aniversário das amigas no restaurante Gero FOtOS: BRUNO PiMENtEL

Adriana recebe o presente das amigas

Marcus Barozzi

ilca Oliveira e Mônica Haddad

Patrícia Justino Vaz


socIal

>> 274

TWo GIrls luiza Nasser e camila Nereu celebram o aniversário juntas no restaurante bottarga FOtOS: BRUNO PiMENtEL

Luiza Nasser e Camila Nereu

Luciana Abraham e Raissa Araújo

Bárbara Silveira e João Paulo da Costa

Sofia Peixoto e Isadora Mendes

Deborah toni e Luciano Faria


socIal

>> 276

#casaMeNTobrUNaeFIlIPe TraNcoso FOtOS: BRUNO StUCKERt E PLíNiO RiCARDO


277 <<

www.gpsbrasilia.com.br

A m達e e as irm達s com a noiva

Padrinhos com o noivo


socIal

>> 278

O noivo ansioso com sua mãe Lilian

Bruna e seu pai Sérgio Slaviero


279 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Roberto e isabela Lima

Kiko Scartezini e Ketlin Feitosa

Felipe Leão, Carolina Oliveira e Mariana Ferrer

Nathália Abi-Ackel

Valéria Bittar e Paulo Renato Roriz

Marcos Botelho e Amanda Senna

Luca e Marina Slaviero

Pedro Neto e tainá Machado


social

Francisco Flávio Leão com a noiva

Karla Lobo, Vandira Peixoto e Ana Paula Fonseca

Luiz e Andrea Bettio

>> 280

Pedro Cunha Campos, Vanda Riccioppo, Luciana Cunha Campos e Lula Mattos

Mônica Cesnik e Rosangela Lacerda

Cláudia e César Canhedo

Hadil Viana, Isabel Veiga e Nardim Junior

Gege Albanezi, Márcio Manate e Soraya Fagury

Sandro Covre e Amanda Guerra

Luiz Felipe e Luiz Paulo Leal

Sheila e Vinícius Coelho

Virna Smith e Tatiana Lacerda

Mayra Gadelha e Andrea DP

Larissa Benevides, Mariana Tajra e Jerusa Vasconcelos

Bruno Stuckert


ceNas

bom de ver a elegância está nas minúcias. a cada evento uma boa novidade é flagrada FOtOS: CELSO JUNiOR

>> 282


INForMe PUblIcITárIo

>> 284

clínica otoplus comemora dez anos e inaugura unidade em águas claras

P

ara comemorar dez anos de mercado, a clínica otoplus abriu uma nova unidade. Quase cem pessoas prestigiaram o coquetel de lançamento em águas claras. A mais recente operação do grupo mantém os conceitos da matriz, na asa sul: experiência, qualidade no atendimento e nos serviços, e corpo médico especializado. “águas claras merece uma clínica como a nossa. o bairro é jovem, a população é grande, e eles não tinham especialistas na nossa área. receberam uma clínica pronta. Temos o know-how de dez anos”, conta o diretor-técnico e proprietário, alexandre Prado. a mesma equipe de profissionais atende nas duas unidades. São ao todo sete médicos especialistas, além de fonoaudiólogos e dentistas. as especialidades permancem: ortodontia, fonoaudiologia, cirurgia bucomaxilo, cirurgia de cabeça e pescoço, otorrinolaringologia, medicina do sono. A realização de exames completa o pacote de serviços.   Em Águas Claras, os pacientes ganharam um plus. São três leitos para polissonografia – exame que mede a qualidade do sono –, e um equipamento que faz audiometria sem estimulo verbal.

Alexandre Prado e a esposa Raquel Golenia

Fotos: Bruno Pimentel e Gustavo Lima

Luiz Cláudio teixeira, Dimitri Homar, Alexandre Prado e Adriana Graziano

Francisco Caputo e Alexandre Prado

Raffael Ruzzante, Diderot Parreira, Leandro de Medeiros e José Afrânio Rios

Virgínia Cestari e Marcelo Castello Branco


>> 288

oNde eNcoNTrar academia lúcia Toller ............................................. (61) 3443-4015 ana Paula Gonçalves .............................................. (61) 3364-1060 animale ................................................................. (61) 3468-6487 antônio Henrique Jóias únicas.................................(61) 3248-0774 ara Vartanian ..........................................................(11) 3044-0133 arezzo ...................................................................... (61) 3577-5656 autotrac .................................................................. (61) 3307-7000 balenciaga ....................................................... www.balenciaga.com ballet Norma lillia ..................................................(61) 3242-3883 bare Minerals .......................................................... (11) 3666-3153 boca do lobo .................................................. www.bocadolobo.com bodytech Iguatemi .................................................. (61) 3468-1101 bodytech lago sul.....................................................(61) 3224-4149 brastemp ....................................................... www.brastemp.com.br burberry ...................................................................(61) 3468-6286 butzke ..................................................................... (47) 3312-4000 calvin Klein ..............................................................(61) 2109-2122 carla amorim ......................................................... (61) 2106-2350 cartier .....................................................................(11) 3081-0051 casual ......................................................................(61) 3202-3922 celina dias............................................................... (11) 5093-0447 chanel ......................................................................(11) 3032-7294 chez Nous chez Vous ......................www.cheznouschezvous.com.br chloé ........................................................................ www.chloe.com christian louboutin ................................................. (61) 3577-5811 clínica dermatológica ricardo Fenelon................... (61) 3326-2213 clínica Gilvan alves ................................................ (61) 3244-1007 club Nature ............................................................. (61) 3224-9425 desmobilia..............................................................0800-05207777 dior ..............................................................................www.dior.com drogaria rosário ......................................................(61) 3212-1000 Farmacotécnica ........................................................(61) 3245-7667 Fato Vestimenta ...................................................... (61) 3248-4159 Fendi ..........................................................................www.fendi.com Fernanda adriano arquitetura e Interiores ............. (61) 9986-6655 Fillity ........................................................................ (61) 3577-5511 Firma casa .............................................................(11) 3068-0380 Flores online ............................................. www.floresonline.com.br Germaine de capuccini ............................................(11) 2169-2969 Grifith ...................................................................... (61) 3361-6234 Gucci ....................................................................... (61) 3577-5000 Hamilton .................................................. www.hamiltonwatch.com Harley-davidson ...................................................... (61) 2101-0210 Isabelle Tuchband ...................................................(11) 8433-3251 JK Iguatemi ............................................................(11) 3152-6800 Kartell .....................................................................(11) 4063-3439 Kitchenaid ......................................................................4004-1759 lampe berger Paris .................................. www.lampeberger.com.br landi..................................................................................... 405 sul

le lis blanc beauté ..................................................(61) 3361-7579 lG ............................................................................. www.lg.com.br louis Vuitton ............................................................ (61) 3577-5110 Mac ........................................................................ (61) 3346-3908 Maria Filó................................................................ (61) 3039-5301 Mariana Vital brazil ................................................. (11) 3568-2443 Mário Pantalena .......................................................(11) 3266-7169 Melissa .....................................................................(61) 3234-6114 Miss Fancy ............................................................... (61) 3364-4401 Missoni ....................................................................(61) 3577-5159 Miu Miu ................................................................ www.miumiu.com Nannai.................................................................... (81) 3552-0100 Nars ........................................................... www.narscosmetics.com Native Union ................................................. www.nativeunion.com Nespresso ..........................................................www.nespresso.com Nippon................................................................... (61)  3224-0430 NUWa .....................................................................(61) 3225-2000 o boticário ............................................................. (61) 3244-8072 ortiga ..................................................................... (61) 3349-3036 osklen ......................................................................(61) 3468-4555 Óticas diniz ............................................................ (61) 3248-3896 Óticas Fluminense ...................................................(61) 3352-2826 Pandora charm......................................................www.pandora.net Pastelaria Viçosa .................................................... (61) 3340-6668 Pedrart ...................................................................(61) 3233-2520 Pizzaria dom bosco .................................................(61) 3347-0904 Prada ........................................................................www.prada.com rappel .....................................................................(61) 3272-2426.  salinas ....................................................................(61) 3327-3007 samsonite......................................................... www.samsonite.com São Patrício Empório & Café ....................................(61) 3248-6238 scarf Me ................................................................. (61) 9989-5662 schutz.....................................................................(61) 3468-4008 setec ........................................................................ (61) 2105-4222 silvia Furmanovich ................................................. (11) 3168-6545 st remy .........................................................www.remymartin.com studio de dança regina Maura .............................. (61) 3245-1000 stúdio ovo ............................................................. (11) 3045-0309 studio schiliró ........................................................ (11) 3032.5150 Studio Valéria Gontijo Arquietura............................ (61) 3248-2824 Talento Jóias ...........................................................(61) 3361-6354 Tânia bulhões ..........................................................(61) 3362-0199 Tereza Ferrari Viagens exclusivas ............................ (11) 3021-1699 Tiffany ...................................................................... (61) 3577-5350 Trousseau ................................................................ (61) 3245-1108 UFa backup.............................................................. www.ufa.com.br Vitamina central .....................................................(61)3244-2866 Welt Motors ............................................................(61) 3364-9200 zeferino ................................................................... (61) 3365-1165


Último suspiro

Coleção Tiffany Soleste com tanzanita e diamantes assentados em platina. Peças sob encomenda Brincos - R$ 19.545,00 Pendente - a partir de R$ 23.585,00 Anel - a partir de R$ 17.520,00

>> 290



Revista Gps Brasília 2