__MAIN_TEXT__

Page 1

NÚMERO 2

DEZEMBRO 2017

GLOBAL NEWS Distribuição gratuita a todos os nossos clientes, fornecedores e amigos

Espumante de Touriga Nacional Requinte neste Natal

CASA DE SANTAR

Reforça gama com espumante

WINE ENTHUSIAST

Vinha dosAmores Touriga Nacional

PARCERIA

Quinta do Cerrado com a GW

Já se encontra disponível no mercado a novidade Vinha dos Amores Blanc de Noir Bruto 2014. O espumante de Touriga Nacional que irá trazer mais requinte à sua mesa neste Natal.

A Wine Enthusiast coloca o Casa de Santar Vinha dos Amores Touriga Nacional Tinto 2011 entre os 100 melhores vinhos de guarda. Uma escolha feita após a prova de mais de 22 mil referências.

A Global Wines estabeleceu uma parceria operacional com mais um “player” da região. Desta feita, a escolha residiu na conhecida Quinta do Cerrado.

Leia tudo na página 2

A história completa na página 3

Saiba mais na página 4

ENTREVISTA

Osvaldo Amado: o enólogo do Dão Osvaldo Amado, enólogo diretor da Global Wines, recorda as vindimas mais desafiantes ao longo da sua carreira profissional, entre outras questões.


Global News - Número 2 / Dezembro de 2017

Editorial ESPUMANTE DE TOURIGA NACIONAL: REQUINTE À MESA

A

mais emblemática propriedade vinícola do Dão, a Casa de Santar, apresenta ao mercado mais um produto de excelência que vai conferir um requinte maior à sua mesa neste Natal.

JORGE PINA A D M I N I S T R A D O R G LO B A L W I N E S

Terroir e ilusão

N

ã o t e n h o m u ito a a cres c e n ta r s o b re a q u a d r a má g ic a q u e em b re v e ire mo s v i v e r. O Na ta l re ú n e à m e s a a f a mí l i a n u m a ce le b r a ç ã o d e f ra t e rn i d a d e e es p ir itu a lid a d e . E m P o rt u g a l , o u n o e s tr a n g eiro , u m a n o i t e t ã o e sp ec ia l c o m o e s ta m ere c e se r v i v i d a , ce le b r a d a , s e n tid a c o m o q u e d e m e lh o r a n a tu rez a p o d e p ro p o rc io n a r. A cred ito q u e o s n o sso s v i n h o s fa r ã o p a r te d e s s a e sc o l h a . A f i n a l, s ã o m u ito s e b o n s o s mo t i v o s p a r a ce le b r a r co m n é c t a re s d a G lo b a l Win es e n e s ta me sma e d i ç ão d a m o s -lh e co n ta d e ma i s a l g u n s. Vin h o s p a r a b e b er a g o ra , p a ra g u a rd a , p a r a d e s fr u t a r e v i v e r, seja q u a l fo r o m o tiv o p o rq u e d e c i d im o s a b r ir u m a g a rra f a d e v i n h o . Te n h o a f i rme co n v ic ç ã o d e q u e a e st ra t é g i a d e fo c o q u e tem o s se g u i d o n o s ir á lev a r a in d a m a is l o n g e . A c rí t ic a e a im p re n s a n a c i o n a l e i n te r n a c io n a l a s s im o c o n f i rma m. Nã o é u m a s u s p eita , é u ma c e rt e za , s u s te n ta d a n o tr a b a l h o f e i t o n a o r ig em e n a q u a lid a d e i n q u e st i o n á v e l d a s m a rca s q u e f a ze mo s c h e g a r a té s i. Ao s n o sso s p a rc e iro s , fo r n e c e d o re s, c o l a b o r a d o res e clie n tes , d e se j o d e u m F eliz Na ta l e u m P ró sp e ro A n o No vo . P o d e m c o n t ar co n n o s c o p a r a o f u t u ro ! 2

Uma proposta diferenciadora, que vai ao encontro do romantismo e diferenciação trazida por aquela que é, provavelmente, a mais extraordinária paisagem da região do Dão: o Alto dos Amores. Razão pela qual, desde tempos idos, que o Alto dos Amores se apresentava como ponto de encontro dos casais apaixonados da vila de Santar. Se em tempos passados a magia dessa paisagem idílica servia como enquadramento natural para conquistar corações, hoje as uvas ali nascidas servem para seduzir o gosto mais exigente de todos os apaixonados por vinhos.

Noir Bruto 2014. A mais recente adição a esta gama de eleição e que passa a disponibilizar, agora, um espumante de Touriga Nacional, de cor cristalina e bolha fina e persistente. De aroma complexo e distintivo, é frutado e a sua acidez irreverente transmite-lhe elegância, persistência e originalidade. Uma nova estrela que vai conferir ainda maior requinte à sua mesa neste Natal. Pela sua história, dimensão e prestígio, os vinhos da Casa de Santar distinguem-se pela tradição, autenticidade e nobreza, argumentos que tornam esta marca do Dão tão especial e reconhecida pela sua história de mais de 200 anos.

Inspiração, enquadramento natural para a Global Wines apresentar ao mercado uma gama de alto recorte que traz a excelência do Dão e a magia da Vinha dos Amores até à sua mesa.

A Casa de Santar possui a maior vinha contínua do Dão, com 103 hectares, dos quais 90 de castas tintas e 13 de uvas brancas. É esta imensidão de vinha que está na origem de alguns dos mais elegantes vinhos de Portugal, que têm conseguido conquistar as mais altas pontuações e prémios junto dos críticos nacionais e internacionais.

Gama composta pelas monocastas Touriga Nacional e Encruzado, a que se junta, agora, a novidade Vinha dos Amores Blanc de

Vinhos únicos e inimitáveis, agora com renovados motivos de interesse e diferenciação. Vai resistir a provar?


www.globalwines.pt

Casa de Santar em destaque No Top 100 Cellar Selection da Wine Enthusiast

93

pontos. É quanto a influente publicação Wine Enthusiast, na sua análise dos 100 melhores vinhos de guarda abaixo de 100 dólares - o Top 100 Cellar Selections -, atribui à novidade Casa de Santar Vinha dos Amores Touriga Nacional 2011. Uma das novidades apresentadas este ano ao mercado pela Global Wines e que continua a dar que falar por esse mundo fora. Dos mais de 22 mil vinhos ana-

lisados ao longo do ano transato, menos de 4% foram selecionados para esta restrita lista do Top 100 Cellar Selection que é agora dada a conhecer ao grande público. Com capacidade de guarda até 2028, segundo a publicação especializada norte-americana, este néctar que nasce de uma parcela da Vinha dos Amores apresenta-se como “impressionantemente maduro” e que se pauta pelos seus “densos taninos”. “Cheio de especiarias,

com textura de pele de ameixa negra e acidez equilibrada, é sério”, pode-se ler na crítica realizada na edição deste mês da Wine Enthusiast e que coloca o Vinha dos Amores Touriga Nacional 2011 no Top 100 de vinhos selecionados para aquisição imediata e a pensar no futuro. Caso tenha espaço em casa, não hesite! E vá provando. Verá como à medida que o Vinha dos Amores Touriga Nacional evolui irá, seguramente, des-

pertar-lhe novas sensações a cada “tasting”. Ou não fosse, o vinho um dos mais valiosos artigos colecionáveis do mundo, apresentando-se, ao longo dos últimos anos, como um investimento mais estável do que, por exemplo, carros clássicos, peças de arte ou joias, com o seu preço médio a disparar em algumas referências. Quem sabe se no futuro o Vinha dos Amores Touriga Nacional 2011 não será um deles? Vai mesmo deixar passar esta oportunidade?

INICIATIVA

C A S A D E S A N TA R E PAÇ O D O S C U N H A S

Cabriz une Portugal e China

Suíços visitam Casa de Santar

Realizou-se, em Pequim, no dia 30 de outubro, a conferência promovida pelo Ministério do Mar em conjunto com a administração chinesa intitulada “China & Portugal Blue Partnership and 21st Century Maritime Silk Road”. A Global Wines foi a empresa fornecedora oficial dos vinhos para o almoço VIP com a presença de Ana Paula Vitorino, ministra do Mar, de Wang Hong, da State Oceanic Administration, e de Yang Ya, CEO da China Tree Gorges. Os vinhos degustados foram Cabriz Tinto, Branco, Reserva e Espumante Branco. Já o Cabriz Encruzado Branco e Casa de Santar Tinto foram os néctares servidos no jantar de receção e boas vindas realizado na Embaixada de Portugal, igualmente em Pequim, à comitiva composta por 39 empresas nacionais ligadas ao sector do mar e liderada pela ministra da tutela.

A Casa de Santar e o Paço dos Cunhas de Santar receberam a visita de uma comitiva da ViniPortugal composta por alguns profissionais de renome provenientes do mercado suíço. A saber: Johannes Real, elemento da equipa de sommeliers do renomado Grand Resort Bad Ragaz; Sabrina Schmidt, do Restaurant Schloss Schauenstein, pontuado com 19 pontos no prestigiado guia Gault Millau; Jörg Slaschek, gerente do restaurante e hotel Attisholz há 17 anos; Rudolf Trefzer, jornalista freelancer, especializado em “wine and food”, que colabora com a rádio nacional suíça e com a revista de economia Handelsblatt. Estes profissionais tiveram oportunidade de visitar as vinhas e adega da Casa de Santar e realizar uma prova no Paço dos Cunhas, seguida de um almoço, onde puderam verificar a harmonização dos vinhos aqui produzidos com a gastronomia. 3


Global News - Número 2 / Dezembro de 2017

OS VINHOS QUE CASAM COM AS IGUARIAS DO NATAL

O SOMMELIER RECOMENDA

2

017, mais um ano que passou a “correr”, como todos os anos anteriores quando nos lembramos que a quadra de Natal e Reveillón estão à porta. A família reúne-se, muitos fazem a viagem para uma ou mais refeições “comungadas” pelos ingredientes de diferentes regiões portuguesas que enriquecem e fazem perdurar as tradições. À mesa, o vinho continua a ter um papel muito importante e são essas escolhas que venho partilhar consigo, as minhas escolhas. Nos anos de experiência que levo de sugestões, precisamos trazer uma velha máxima de que com bacalhau o vinho branco é “rei” e, casos como esse, são o Casa de Santar Reserva Branco 2015 num perfil harmonioso entre a fruta, frescura e o sabor leve da barrica selecionada. Um trunfo para qualquer refeição com bacalhau incluído. Se a sua escolha recair no polvo cozido, o Casa de Santar Tinto 2014 tem a frescura e a leveza necessárias para este prato bem marcado pelo sabor. Se neste prato existir a oportunidade para surpreender os convidados da mesa, selecione o Quinta do Encontro Preto & Branco 2012 ob-

4

tido das castas Bical, Baga e Touriga Nacional, que recupera uma técnica ancestral de “domagem” do vinho tinto pela enxertia de cepas produtoras de uvas brancas na mesma planta e assim tornar este vinho um caso sério de genialidade. Nos pratos de carne, sempre mais saborosos pela utilização de recheios e outros condimentos, temos o peru assado com o Cabriz Touriga Nacional 2013. Fruta preta muito fresca, com taninos polidos e final marcante como só esta casta sabe tornar. Se o seu gosto procura intensidade, e se para a mesa vem o cabrito assado, a escolha no Casa de Santar Reserva Tinto 2012 vem tornar este momento ainda mais marcante pela sua estrutura, taninos ricos obtidos pela mais alta qualidade de barricas utilizadas, especiarias com frutas pretas intensas e um final que vai deixá-lo rendido a esta referência que tem décadas de prestígio na região do Dão. Chegados aos doces não esqueça que o Bolo Rei parece muito rico, mas tem uma estrutura mais leve e, por isso, o Outono de Santar 2012 é a escolha acertada, de final fresco e com notas de geleia que vão muito bem com a fruta cristalizada. É caso para dizer que não lhe sairá a “fava” com esta escolha. Sonhos, rabanadas e outros doces cheios de notas fumadas obtidas pela fritura crocante, canela e utilização de frutos secos deixam-me sem “defesa” quando tem à sua disposição o mais rico dos néctares envelhecidos durante muitos anos em pequenas barricas, que concentraram os sabores enriquecidos com frutos secos. Falo do Cabriz Ímpar, proveniente das castas típicas da região do Dão, loteado pelo enólogo com um único propósito, deixar todos a desfrutar de um momento único, ímpar. Nas badaladas de um novo ano, deixe entrar em sua casa a alegria e graça de um espumante de qualidade, com bolha fina, agradável e notas de framboesa. O Quinta do Encontro Bruto Rosé no copo, ou numa leve sangria com os frutos levemente cortados, marcará o seu novo ano como a Global Wines o deseja, perfeito! Desejo-lhe uma feliz quadra, com grandes vinhos. Sérgio Pereira - Sommelier sergio.pereira@vinalda.pt

PARCERIA

Global Wines em parceria com a Quinta do Cerrado

A Global Wines estabeleceu uma parceria operacional com mais um “player” da região, a Quinta do Cerrado. Como empresa com uma ligação emocional muito forte à Beira Interior, apesar de deter marcas no Alentejo, Beira Litoral e na região do Douro e Vinhos Verdes, a Global Wines está atenta a oportunidades de parceria que possam criar valor, particularmente em casos como o da Quinta do Cerrado, que já mostrou ter potencialidades para produzir dentro do que de melhor o Dão tem para oferecer na área vitivinícola. Nesta fase, a Global Wines está a prestar apoio comercial, apoio técnico nas diferentes áreas operacionais e na área financeira e o seu know-how de mercado, não estando descartada a possibilidade de aprofundar a relação agora iniciada, nomeadamente ao nível de uma eventual participação no capital da sociedade. A Quinta do Cerrado, localizada em Carregal do Sal, concelho onde também está sediada a Global Wines, tem cerca de 20 hectares de vinha onde se cultivam as castas típicas da região e uma casa rural onde funciona um espaço para prova de vinhos. A adega tem capacidade para um milhão de litros e está equipada com adequada tecnologia para produzir os característicos vinhos do Dão. Em quatro lagares de granito fazem-se os vinhos topo de gama da marca, com a seleção das melhores uvas, usando os métodos mais tradicionais de vinificação. A capacidade total de armazenamento é de três milhões litros, repartidos entre depósitos em inox e em betão.


www.globalwines.pt

5


Global News - Número 2 / Dezembro de 2017

Seis questões a Osvaldo Amado Enólogo diretor da Global Wines Global Wines - Enquanto enólogo, qual foi o melhor ano de sempre para si? Porquê? Osvaldo Amado – Efetivamente, é uma pergunta difícil. Já lá vão mais de 30 anos e é difícil eleger uma. Rapidamente, tenho de memória os anos de 1985, 2000, 2005, 2011 e 2015, sendo que 2017 se avizinha também de excelência. Nestes anos, tanto para o Dão como para a Bairrada, obtivemos vinhos de notoriedade pela sua intensidade e concentração, com capacidade de guarda e sem perder elegância. GW - Por oposição, qual foi o ano mais difícil? OA - Difíceis e negativos, pela baixa qualidade, lembro-me de 1986 e 2006. Foram anos qualitativamente difíceis pela generalidade de vinhos de baixa qualidade, mas houve exceções. Por exemplo, em 2013, que até a nível pessoal 6

foi menos grato devido a um acidente de viação que me ia vitimando, mas com o apoio da minha magnífica equipa de enologia, a Global Wines conseguiu arrebatar o primeiro Tinto Nobre de Portugal com o Casa de Santar. GW - Que vinho da Global Wines lhe dá mais gozo produzir? O que está na base desta escolha? OA - Um dos vinhos que me dá mais gozo produzir é, sem dúvida, o Cabriz Colheita Selecionada Tinto. A produção deste vinho obriga-me a um grande esforço para que a sua qualidade seja notória e consistente. Dá-me muita satisfação quando ouço dizer que “é bom e barato” e vejo nos rostos de quem o prova um ar de indignação positiva. Mas num portfólio tão diversificado como o da Global Wines, que tem vinhos das mais importantes regiões vitivinícolas de Portugal, seria algo

injusto se não me lembrasse de vinhos como o Ímpar, o Vinha do Contador Tinto, o Encontro 1 Branco e o Special Cuvée, propostas que também complementam a minha satisfação. GW - Com as condições presentemente ao seu dispor (vinha, adega, barricas, média de condições climatéricas, etc.), se tivesse que selecionar uma única referência do portfólio da Global Wines para impressionar o mundo, e que fosse possível economicamente a empresa viver exclusivamente das vendas desse mesmo vinho, qual seria o vinho que escolheria? OA - Cabriz Reserva Tinto e Santar Reserva Branco e Tinto. GW - Em que é que se distingue esses néctares face a outros do portfólio? É uma escolha pelo presente perfil de consumo ou futuro? OA - São os verdadeiros embaixadores da região do Dão

e de Portugal. São o exemplo vivo da diferenciação, da elegância e da harmonia. São vinhos intemporais, com grande capacidade de fazer harmonizações estupendas, mas que, pontualmente, também podem ser consumidos em lazer. GW - É mais “fácil” conquistar o mundo e a crítica internacional com um vinho branco ou tinto? OA - Com vinhos brancos pelo carácter intrínseco das castas portuguesas que transmitem frescura, elegância e persistência aos nossos vinhos. Efetivamente, como país Atlântico que somos, a seu tempo o mundo irá encontrar e reconhecer a nossa diferenciação.


www.globalwines.pt

PORTUGAL

VINALDA S.A.: PARCEIRO EM SOLO NACIONAL

C

riada em 1947, logo a seguir ao término da II Grande Guerra Mundial, a Vinalda é uma das mais antigas distribuidoras nacionais, tendo contribuído, ao longo dos seus 70 anos de atividade, para a importação, comercialização, construção e distribuição de diversas marcas. “Na Vinalda, mais que distribuir, procura-se conhecer a fundo cada vinho, desde o momento do seu nascimento até ao momento de o servir. Consciente da constante mutação do mundo do vinho, a Vinalda leva até ao consumidor, em cada marca que representa, todo o know-how, que lhe permite sugerir, inovar e, acima de tudo, surpreender”, introduz José Espírito Santo, CEO da Vinalda. Para além de distribuidora, a Vinalda assume-se como consultora especializada, procurando fazer a ponte entre o produtor e o consumidor mais exigente. “Isso reflete-se no portfólio de excelência de que se orgulha”, reforça o responsável. Ao todo, são 36 pessoas que dão corpo a este parceiro de negócio, dos quais 20 dedicadas às tarefas comerciais, com a Vinalda a ser a escolha em solo nacional de 20 produtores parceiros nacionais e 10 internacionais, o que contribui, de forma ativa, para a visão de presente e futuro desta casa: “ser a maior e melhor distribuidora independente de vinhos do mercado”. Meta que pretende ser atingida com uma estratégia de foco na componente de serviços/consultoria, de modo a desenvolver uma relação com os clientes do canal On-Trade numa permanente base de confiança e credibilidade. Caminho que se apresenta tão mais necessário quando a estabilização da qualidade média dos vinhos

se apresenta num nível cada vez mais alto. “No Off-Trade, o maior desafio é limitar o nível de investimentos de forma a contrariar a concorrência muito agressiva das marcas exclusivas e brancas, sem desequilibrar o frágil nível de rendibilidade dos produtores e distribuidores”, explica José Espírito Santo. Uma estratégia de foco de modo a promover a diferenciação, o bom serviço e o acompanhamento do mercado. Valores que estão na base da atividade comercial da Vinalda e que têm conduzido à representação de um alargado naipe de marcas em território nacional. NOVIDADE

CLUBE 19|90 CHEGA EM 2018 O Clube 19|90 é muito mais do que um clube de vinhos. É um clube de experiências, onde o vinho está sempre presente. Com um carácter exclusivo, apenas os membros poderão ter acesso a vinhos, espumantes e espirituosos, experiências vínicas e acessórios, em condições especiais e com entrega na morada desejada. Todos os vinhos apresentados no clube são vinhos produzidos em quantidades limitadas e com pontuações internacionais iguais ou superiores a 90 pontos, assim como algumas raridades, muitas vezes difíceis de encontrar no mercado. É também possível encontrar no clube vinhos que já não se encontram no mercado. Mais novidades na próxima edição deste jornal.

7


Global News - NĂşmero 2 / Dezembro de 2017

8

Profile for 19|90 Premium Wines

19|90 Premium Wines Magazine #2 Português  

Espumante de Touriga Nacional – Requinte neste Natal. Casa de Santar - Reforça gama com espumante. Wine Enthusiast - Vinha dos Amores Tourig...

19|90 Premium Wines Magazine #2 Português  

Espumante de Touriga Nacional – Requinte neste Natal. Casa de Santar - Reforça gama com espumante. Wine Enthusiast - Vinha dos Amores Tourig...

Advertisement