Issuu on Google+

19

DE OLHO NOS FATOS

ANO XIX -  Nº 337

Gazeta São Mateus 2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Fórum em Sapopemba luta por subprefeitura própria

S

apopemba é um dos bairros paulistanos mais adensados. Mora, trabalha, circula e se relacionam socialmente por lá tanta gente que diversas lideranças retomaram antiga luta que ficou parcialmente no ostracismo atrás de conseguir a instalação e funcionamento de uma subprefeitura própria desmembrada da atual que compartilha com a Vila Prudente. Por conta dessa articulação os membros do Fórum Social de Desenvolvimento de Sapopemba, nome fantasia que agrega esses esforços fizeram reunião no dia 27 de fevereiro na Escola Mundo da Música, na Avenida Sapopemba, gentilmente cedida pelos seus proprietários também entusiastas da reivindicação.

Página 8

Opinião

E ditorial

A

É preciso evitar a reciclagem mal feita

Porque faz tanto calor?

cada começo de verão se repete o noticiário. É sempre o começo de verão mais abrasador dos últimos anos. Se procura associar o calor ao aquecimento global. Nós temos certeza que existem fenômenos ocorrendo, no aquecimento do planeta.

Página 2

E

B

em que eu gostaria que tudo fosse às mil maravilhas. Que para além de ouvir e concordar que a reciclagem é importante para a preservação do planeta em que vivemos, nos entendêssemos a importância de nossa ação e colocássemos mãos a obra da forma correta e responsável Página 2

Assembléia de SP aprova Ficha Limpa

feitos não são retroativos e funcionários nomeados em cargos em comissão que estão inelegíveis não precisam ser demitidos; presidente da Casa tem 15 dias para promulgar a proposta. A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na quarta-feira, 29, por unanimidade, uma proposta de emenda constitucional (PEC) que institui os critérios da Lei da Ficha Limpa para nomeações nos cargos de confiança nos três poderes do Estado. Página 3

Voluntários budistas fazem plantio na Aricanduva

Sub São Mateus homenageou São Paulo plantando árvores

C

omo parte das comemorações do aniversário da cidade de São Paulo, onde está inserida, a Subprefeitura de São Mateus, através da sua Unidade de Áreas Verdes realizou no dia 24/01, o plantio de quase 500 unidades de mudas de diversas espécies de árvores nativas da Mata Atlântica às margens do Córrego Aricanduva, na altura do número 9291. Página 6

C

P

or entender que a solução dos problemas ambientais, da prática da coexistência pacífica e a construção de uma nova sociedade passa também pela adoção de pequenas ações feitas individual ou coletivamente alguns membros da Associação Brasil-SGI (BSGI), pertencentes ao núcleo Sudeste da cidade de São Paulo, participaram juntamente com o apoio da Subprefeitura de São Mateus do plantio de árvores no canteiro central da Avenida Aricanduva. Página 7

Vereadores aprovam Ficha Limpa paulistana

om 44 votos favoráveis dos 55 vereadores, a Câmara de São Paulo aprovou nesta terça-feira, 28, um projeto de lei que cria o Ficha Limpa no funcionalismo municipal. A votação decidida a reboque da decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF) não tem previsão para ser votada em segunda discussão e, em seguida, ser sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). A regra também só vale para as futuras nomeações em cargos comissionados. Projeto que propõe barrar nomeações de fichas-sujas para servidores ou agentes públicos ainda vai passar por audiência pública antes de nova votação na Câmara. Página 3

U

80% das mulheres agredidas sofrem violência

m balanço divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República aponta que 80,31% das mulheres agredidas que ligaram para o 180 --Central de Atendimento-- em 2011 sofrem violência com uma frequência muito alta. Página 5


Página 2

Gazeta São Mateus

E ditorial

A

Porque faz tanto calor?

cada começo de verão se repete o noticiário. É sempre o começo de verão mais abrasador dos últimos anos. Se procura associar o calor ao aquecimento global. Nós temos certeza que existem fenômenos ocorrendo, no aquecimento do planeta. E que estes fenômenos tem ligação certa com fatores antrópicos e fatores geológicos naturais. Não temos dados para afirmar o quanto é influência de cada um destes fatores, mas é possível afirmar sem medo de errar que ambos os fatores influem nesta ocorrência. Mas a previsão é que ocorram elevações de 1 ou 2, dependendo dos níveis de CO2, até mesmo 3 ou 5 graus nas temperaturas médias em intervalos de tempo muito grande, de forma que a incidência fenomenológica será sentida mais pelas suas conseqüências sobre disponibilidade hídrica e movimentos de população e outras mudanças, do que propriamente pela temperatura. O aquecimento global e as conseqüentes mudanças climáticas e suas conseqüências sobre a vida das populações, principalmente as populações de baixa renda que tem menos recursos de auto-proteção é um fato pouco contestável. Mas é honesto dizer também que está sensação de calor que nos acompanha a cada chegada de verão, muito provavelmente não tenha relação direta com o aquecimento global. Embora possa ser até mesmo um pouco pedagógico ressaltar este pânico diluído que ocorre. Mas não é honesto. A média das temperaturas acima de 35 ou próxima a 40 é sempre desconfortável e incomoda para as populações humanas. Mas é e sempre foi comum em grandes porções do país. Talvez influenciada por oscilações sobre a umidade relativa do ar, devido a outros fenômenos climáticos, esta sensação seja mais desagradável ainda.

Gases como metano, dióxido de carbono e óxido nitroso, os chamados Gases de Efeito Estufa (GEE) formam uma espécie de telhado invisível ao redor do globo, como se fossem o teto de uma estufa de produção de flores ou hortifrutigranjeiros. A radiação eletromagnética proveniente do sol, que entra em baixos comprimentos de onda e altas freqüências e deveria sair em altos comprimentos de onda e baixas freqüências tem dificuldades de retornar ao espaço em volume adequado e causa um sobre aquecimento da terra, pois retorna para a atmosfera na forma de raios infra-vermelhos. Ao encontrarem os gases de efeito estufa que funcionam como uma espécie de teto não visível, faz com que uma parte importante dos raios infra-vermelhos que deveria retornar para o espaço acabe sendo absorvida pelas moléculas dos gases, sendo enviada novamente em direção à superfície da terra, que é então novamente aquecida e podemos dizer sobre-aquecida. Este fenômeno é importante na manutenção da temperatura da terra e na existência de vida, mas não pode ser potencializado acima do limite natural, como ocorre com os gases de efeito estufa. Os gases de efeito estufa ajudam a aumentar a temperatura da terra e em alguma medida devem ter alguma influência na sensação de abafamento que aumenta a cada estação quente. A gente pode ter dúvidas sobre o quanto as alterações climáticas são efeito da natureza e quanto é devido à poluição antrópica. Mas que a poluição devida à ação humana existe, isto é indubitável. Os gases de efeito estufa estão se acumulando fazem 30 anos ou mais, de alguma forma este fenômeno acompanha a revolução industrial. Que este fenômeno de concentração de gases gera um sobreaquecimento na terra, não se observam opi-

Profº Janilson das Neves Pinheiro CRA/SP 45.080 OAB/SP 102.159-E CRC/SP 1SP156862/0-9

• Administração: De bens, empresas e condomínios; • ADVOCACIA: Causas Cíveis, Família e Trabalho; • ARQUITETURA: Projetos, Decoração e Desdobro; • CONTABILIDADE: Abertura, Alterações e Encerramentos; • INFORMÁTICA: Organização, Sistema e Programa; • ENGENHARIA: Plantas, Regularização e Construções;

niões discordantes notórias. As estimativas indicam que conforme aumentar ou não a concentração de CO2, as temperaturas até o ano de 2.100 pode aumentar em uma dimensão que varia de 1 a 4 graus, conforme o trabalho que serve de fonte, seja o IPCC o outra fonte. O aquecimento acima das necessidades da terra e acima das expectativas provoca uma grande variabilidade climática no globo terrestre. Correm descongelamento de geleiras, elevação dos níveis dos mares, alterações nos regimes atmosféricos por causa das mudanças nos gradientes térmicos, formação de tempestades, ciclones e tufões em áreas antes livres destes fenômenos. A ocorrência do fenômeno conhecido como “El Niño” também auxilia a produzir um aquecimento nas condições climáticas, embora o fenômeno tenha uma ocorrência moderada. Todo este conjunto de situações gera uma inconsistência climática que foge dos padrões regulares para os quais as previsões funcionam, pois os modelos em que estas previsões operam também funcionam. Mas dentro da inconsistência climática instalada as previsões perdem sentido e as irregularidades passam a ser o padrão, tamanha a quantidade de fatores intervenientes que estão fora de controle ou de projeções lógicas. O que ocorre mesmo é o aumento da variabilidade climática, que é interpretado pela maior parte dos pesquisadores como sendo um sintoma de aquecimento global. Mas mesmo que fosse esfriamento global, como pensa a outra parte dos cientistas, o fato é que estamos vivendo uma fase de intensa inconsistência climática, marcada pela notável visão da imprevisibilidade do clima.

o ã i in

Op

É preciso evitar a reciclagem mal feita

B

em que eu gostaria que tudo fosse às mil maravilhas. Que para além de ouvir e concordar que a reciclagem é importante para a preservação do planeta em que vivemos, nos entendêssemos a importância de nossa ação e colocássemos mãos a obra da forma correta e responsável. Entretanto, desejos são desejos e como se sabe, o caminho entre a terra e o inferno está cheio de boas intenções que não deram certo. A reciclagem feita nos bairros é uma delas. Pode ser bem intencionada, mas nem sempre realizada da forma adequada. O problema é grave e os números do que se gera e do que se recicla são assustadores. O volume médio de resíduos coletados diariamente na cidade de São Paulo cresceu 12,5% entre 2009 e 2011. Isso significa que passou das 16 mil toneladas diárias para 18 mil. A quantidade de itens enviados para a reciclagem, porém, continuou representando 1% desse total, quando o ideal, segundo a arquiteta e urbanista Nina Orlow, da Rede Nossa São Paulo “era que a cidade estivesse reciclando pelo menos 25% do total de lixo produzido”. Como se percebe estamos muito , mas muito distante do ideal. Vale lembrar que a geração e destino dos Resíduos Sólidos Urbanos – RSU, que resumidamente é aquele lixo não orgânico das nossas

comidas, são um problema constante de natureza estética, sanitária, econômica e legal e, na maioria das vezes, tem alta prioridade. Para as grandes cidades trata-se de um grande problema, se não o maior deles e, às vezes, falta de espaço, recursos, equipamentos somam-se a falta de colaboração dos munícipes. Se os problemas do lixo que são de ordem toda ordem, desde estética até contaminação e geração de vetores a sua incorreta disposição serve também para entupir bueiros, canais e córregos quando das enxurradas. É nesse aspecto que, principalmente das ações dos moradores, poderia resultar impactos positivos para minorar um pouco mais os efeitos de tanto lixo que se produz. O problema é que, o que mais se tem visto, em diversos momentos e locais, é a reciclagem feita de forma atabalhoada, confusa e até mesmo irresponsável. Tal procedimento já tem gerado conflitos diversos entre pessoas que tentam fazer a reciclagem montando de maneira precária e inadequada postos de recebimento e vizinhança. Até registros de queixas vem sendo feita nos departamentos de vigilância a saúde, nas áreas sanitárias e de zoonoses espalhados pela cidade. Via de regra, a proliferação de vetores de doenças, ratos e baratas em sido a motivação das queixas. Virou até mesmo caso de polícia o

Luci Mendonça

Diretora do Jornal

armazenamento do lixo a ser reciclado tomando conta de calçadas e ruas que depois de manipulados deixam muita sujeira pelas calçadas e ruas. O mais grave, entretanto é o efeito invertido da mensagem que poderia estar sendo passado sobre a importância da reciclagem. Se a idéia é convocar toda a sociedade nos esforços de reaproveitamento e reciclagem esse comportamento irresponsável e “porco” começa a produzir efeito contrário. Por mais de uma vez foi possível ouvir pessoas reclamando contra a presença de catadores e principalmente da instalação nas proximidades de suas residências de espaços onde começam a ser armazenados o chamado lixo reciclável. Claro que o assunto precisa ser tratado, com todo o cuidado e percebido até mesmo em sua origem. Todo mundo sabe o quão difícil é se livrar corretamente de algum material que possa ser aproveitado, mas não por você. Espero que a existência da dificuldade não passe a ser motivo para que desistamos de lembrar e praticar sempre, tanto quanto estiver ao nosso alcance, a parcimônia no consumo, a reutilização, a reciclagem responsável de forma que consigamos fazê-la de forma correta.

Gazeta São Mateus

Dr. Roberto Naime, colunista do EcoDebate, é Doutor em Geologia Ambiental. Integrante do corpo Docente do Mestrado e Doutorado em Qualidade Ambiental da Universidade Feevale

19

DE OLHO NOS FATOS

G  ASSESSORIA E CONSULTORIA Site: www.geassessoria.com.br @Mail: geassessoria@geassessoria.com.br

As eleições estão ai...

F: 2010-0543 - Fax: 2015-0883 Av. Satélite, 539 – Cidade Satélite – São Mateus

G azeta S ão M ateus Empresa Jornalística Gazeta São Mateus Administração, Publicidade e Redação: Rua Libra, 85 - Jd. Santa Bárbara São Mateus - São Paulo - Cep: 08330-370 Fone:/Fax: 2962-3172 - Cel: 9431-7658 e-mail: gazetamateus@terra.com.br

Diretora: Luci Mendonça Diretora Comercial: Cristina Mendonça da Silva Jornalista Responsável: Luci Mendonça – Mtb 43029-SP Redação: J. de Mendonça Neto Colaboradores: Marcelo Doria, Dra. Cibelle Mendes e Cristiane Ortega Repórter Fotográfico: Giuseppe Celestino WebDesigner: Guilherme Celestino - guilherme@gcelestino.com.br Diagramação: Guilherme Celestino - Cel: 6398.2360 (Obs: Matérias assinadas não representam, necessariamente, a opinião do jornal) Fotolito e Impressão: Gráfica Pana - Fone: 3208-2487 CNPJ - 02.740.573/0001-87 Proibida a reprodução total ou parcial dos textos Tiragem: 20 mil exemplares Circulação: São Mateus, Itaquera, Guaianazes, Vila Formosa, Mooca, Vila Prudente, São Miguel, Tatuapé e Mauá Distribuição gratuita

2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Clóvis Chaves Ex. Subprefeito de São Mateus

C

omo se sabe, em outubro teremos as eleições municipais, as cadeiras de Prefeitos, Vice, Vereadores, estarão sendo disputadas em todo o território nacional, hoje já observamos a movimentação dos pré-candidatos assim como os atuais ocupantes dos cargos que pleiteiam a reeleição. Daqui até o dia 7 de ou-

tubro teremos grande movimentação, muitas reuniões, os ocupantes dos mandatos alardeando as conquistas que obtiveram, o trabalho e o sacrifício realizado em prol da comunidade que tanto amam, as promessas eventualmente não cumpridas não foram por falta de empenho seus, lutaram até o limite de suas forças mais foi a ineficiência de outros que atrapalharam os seus propósitos, tornando impossível cumprir as promessas da última eleição mais que agora mais experientes com certeza irão cumpri-las integralmente, pedem novamente um voto de confiança. Os novos postulantes mostrarão as suas propostas inovadoras, a criatividade que falta naqueles que ocupam os cargos do legislativo e executivo, tentarão emplacar que são melhores, mais preocupados, enfim que se eleitos trarão benefícios nunca antes

recebidos pela comunidade que irão representar. De todo o exposto, convido o eleitor a refletir sobre o seu voto, saber da importância que tem para o futuro dos seus filhos, o voto é uma das poucas coisas que valorizam com igualdade as pessoas, o voto do pobre tem o mesmo valor que o voto do milionário, o voto do Doutor é igual ao do seu funcionário mais humilde, votar em alguém porque é engraçado, bonitinho, canta bem, aparece na televisão, deu um par de meias, uma camiseta, um churrasco, enfim te compra o voto por uma insignificância qualquer, no mínimo, mostra a falta de amor a si próprio, aos seus filhos, vizinhos, ao bairro e a cidade que vive. Entendo que os candidatos devam ser analisados com alguns critérios, se já eleito, quais as promessas foram cumpridas? Quais as razões que o levaram a não

cumpri-las? Efetivamente participou dos movimentos sociais em prol da comunidade? Continuou frequentando os locais onde ia antes de ser eleito? Manteve as mesmas amizades? Mesmo aquilo que era difícil para atender ouviu o eleitor, esgotou todas as possibilidades de solução ou simplesmente o encaminhou para assessores “empurrarem com a barriga”?. Se nunca foi eleito, o que já fez em prol da comunidade como cidadão? Que entidades já ajudou com recursos ou trabalho? Qual tem sido o seu comportamento diante das lutas e solicitações das causas coletivas locais? Quais são os seus projetos e compromissos após eleito? Feitas as análises, o eleitor poderá votar consciente e diminuir a possibilidade de arrependimento, não terá vergonha de dizer que votou naquele cidadão e certamente não esquecerá em quem votou e terá orgulho da sua atuação.


2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Campanha pelo fim das sacolas plásticas foi suspensa por conselho regulamentador

Vereador Francisco Chagas afirma que a distribuição gratuita das sacolinhas é um direito do consumidor e que vai lutar para garantir a manutenção dessa embalagem no comércio de São Paulo

N

a última quinta-feira (01/03) o CONAR – Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária suspendeu toda e qualquer propaganda que indique em seu conteúdo o fim das sacolas plásticas. Na semana do carnaval, o presidente da Apas - Associação dos Supermercados Paulistas - João Galassi declarou em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, que a campanha para por fim as sacolinhas nas redes de supermercados foi um grande fracasso.Com toda essa movimentação, o vereador Francisco Chagas, que é um grande defensor da manutenção das sacolas plásticas e de sua distribuição gratuita no comércio paulista, comemorou, reafirmando seu compromisso com o cidadão. “O mês de março é o mês do consumidor e não vamos deixar passar em branco essa questão das sacolinhas que é

um direito. Agora, mais do que nunca, vamos lutar por essa causa”, ressaltou. O vereador lembrou que o banimento das sacolas plásticas não é lei e a Lei Municipal nº 15.374 sancionada no início de 2011, que previa o banimento das sacolas plásticas está suspensa por uma ação do Tribunal de Justiça de São Paulo. “O fim previsto

para as sacolas plásticas foi um acordo feito entre o governo do Estado, a prefeitura de São Paulo e as redes de supermercados”, apontou. No início de fevereiro, entretanto, a Apas foi notificada a assinar um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Estado de São Paulo e o

Procon. Esse termo garante a distribuição das sacolinhas no comércio. Para o vereador Francisco Chagas a distribuição gratuita é mais do que justa, pois “o valor das sacolinhas já está incorporado ao preço das mercadorias”. Ele lembrou ainda que pesquisas Datafolha apontaram que essas embalagens são reutilizadas por 87% dos usuários para diversos fins, em especial para acondicionar o lixo. “É importante que o cidadão fique atento à questões que dizem respeito à sua saúde e que não aceitar caixas de papelão como alternativas para transportar suas compras”. Chagas destaca que essas embalagens são verdadeiros focos de contaminação por bactérias, comprovada por pesquisas de órgãos de saúde. “É preciso, sim, exigir as sacolas plásticas nos supermercados”, finalizou o parlamentar.

Assembleia de SP aprova Ficha Limpa

Efeitos não são retroativos e funcionários nomeados em cargos em comissão que estão inelegíveis não precisam ser demitidos; presidente da Casa tem 15 dias para promulgar a proposta

A

Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na quarta-feira, 29, por unanimidade, uma proposta de emenda constitucional (PEC) que institui os critérios da Lei da Ficha Limpa para nomeações nos cargos de confiança nos três poderes do Estado. De autoria do deputado Orlando Morando (PSDB), líder do partido na Casa, a proposta foi votada em dois turnos e tem 15 dias para ser

promulgada pelo presidente da Assembleia, Barros Munhoz (PSDB) - por se tratar de uma emenda constitucional, não precisa ser sancionada pelo governador. Os efeitos da PEC não são retroativos, ou seja, os funcionários nomeados em cargos em comissão que estão inelegíveis pela Lei da Ficha Limpa não precisam ser exonerados. Segundo Morando, sua assessoria entendeu ser inconstitucional a exoneração de funcionários que

foram indicados quando o regime de contratação era outro. Na semana passada, na esteira da aprovação da Ficha Limpa pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o governador Geraldo Alckmin anunciou que pretendia publicar até o fim do mês de março um decreto impedindo a nomeação de servidores con condenação em órgão colegiado para cargos de confiança no Executivo paulista. Na ocasião, o governa-

Por Fernando Gallo

dor afirmou que o decreto seria retroativo e valeria para os atuais servidores, que poderiam ser exonerados de seus cargos caso se encaixassem nas condições de inelegibilidade da Ficha Limpa. “Vamos formatar o decreto que, pronto, vai ser divulgado e publicado”, disse Alckmin na ocasião. “Ele não é só para os novos funcionários, mas para todos, independentemente do tempo que tiverem de serviço”.

Vereadores aprovam Ficha Limpa paulistana

C

Projeto que propõe barrar nomeações de fichas-sujas para servidores ou agentes públicos ainda vai passar por audiência pública antes de nova votação na Câmara

om 44 votos favoráveis dos 55 vereadores, a Câmara de São Paulo aprovou nesta terça-feira, 28, um projeto de lei que cria o Ficha Limpa no funcionalismo municipal. A votação decidida a reboque da decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF) não tem previsão para ser votada em segunda discussão e, em seguida, ser sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). A regra também só vale para as futuras nomeações em cargos comissionados. Na avaliação dos líderes de bancada, porém, a votação do projeto serve para reduzir, em ano eleitoral, o desgaste do Legislativo, a instituição pior mal avaliada pela população segundo recente pesquisa feita em parceria entre Ibope e a Rede Nossa São Paulo. Neste ano 52 dos 55 vereadores disputam a reeleição – só não participam do pleito em outubro Carlos Apolinário (DEM) e Carlos Neder (PT), que não querem mais ser vereadores, e Domingos Dissei (PSD), prestes a ser indicado para o Tribunal de Contas do Município (TCM). Assim como a lei que concedeu anistia de até quatro anos para 987 mil comerciantes irregulares, aprovada pelos vereadores no final do ano passado, o Ficha Limpa

Diego Zanchetta, de O Estado de S.Paulo

municipal deve se transformar em “bandeira eleitoral” para alguns parlamentares. Na fila para os discursos em favor do projeto formada ontem no plenário, o vereador Dalton Silvano (PV) gritava, ao chamar os colegas: “Ficha Limpa já!”. Onze vereadores paulistanos não participaram da votação. Além de Aurélio Miguel (PR) e David Soares (PSD), ambos de licença, não estavam no plenário os vereadores Zelão (PT), Souza Santos (PSD), Juscelino Gadelha (PSD), Juliana Cardoso (PT), Donato (PT), Cláudio Fonseca (PPS), Arselino Tatto (PT), Antonio Carlos Rodrigues (PR) e Adilson Amadeu (PTB). Vigor Caso a Lei Ficha Limpa de São Paulo entrasse em vigor, Kassab teria de demitir, por exemplo, o titular da Secretaria de Participação e Parceria, Uebe Rezeck, ex-prefeito de Barretos que tem contra si seis condenações judiciais, uma delas confirmada em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Réu em 93 ações nos últimos 14 anos, ele é primeiro suplente a deputado estadual pelo PMDB e afirma que recorreu de todas as decisões. Também alega ser vítima de perseguição política na cidade que comandou por três mandatos.

Página 3

Gazeta São Mateus

Com 44 votos favoráveis dos 55 vereadores, a Câmara de São Paulo aprovou nesta terça-feira, 28, um projeto de lei que cria o Ficha Limpa no funcionalismo municipal. A votação decidida a reboque da decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF) não tem previsão para ser votada em segunda discussão e, em seguida, ser sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). A regra também só vale para as futuras nomeações em cargos comissionados. Na avaliação dos líderes de bancada, porém, a votação do projeto serve para reduzir, em ano eleitoral, o desgaste do Legislativo, a instituição pior mal avaliada pela população segundo recente pesquisa feita em parceria entre Ibope e a Rede Nossa São Paulo. Neste ano 52 dos 55 vereadores disputam a reeleição – só não participam do pleito em outubro Carlos Apolinário (DEM) e Carlos Neder (PT), que não querem mais ser vereadores, e Domingos Dissei (PSD), prestes a ser indicado para o Tribunal de Contas do Município (TCM). Assim como a lei que concedeu anistia de até quatro anos para 987 mil comerciantes irregulares, aprovada pelos vereadores no final do ano passado, o Ficha Limpa municipal deve se transfor-

mar em “bandeira eleitoral” para alguns parlamentares. Na fila para os discursos em favor do projeto formada ontem no plenário, o vereador Dalton Silvano (PV) gritava, ao chamar os colegas: “Ficha Limpa já!”. Onze vereadores paulistanos não participaram da votação. Além de Aurélio Miguel (PR) e David Soares (PSD), ambos de licença, não estavam no plenário os vereadores Zelão (PT), Souza Santos (PSD), Juscelino Gadelha (PSD), Juliana Cardoso (PT), Donato (PT), Cláudio Fonseca (PPS), Arselino Tatto (PT), Antonio Carlos Rodrigues (PR) e Adilson Amadeu (PTB). Vigor. Caso a Lei Ficha Limpa de São Paulo entrasse em vigor, Kassab teria de demitir, por exemplo, o titular da Secretaria de Participação e Parceria, Uebe Rezeck, ex-prefeito de Barretos que tem contra si seis condenações judiciais, uma delas confirmada em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Réu em 93 ações nos últimos 14 anos, ele é primeiro suplente a deputado estadual pelo PMDB e afirma que recorreu de todas as decisões. Também alega ser vítima de perseguição política na cidade que comandou por três mandatos.

TITITI em São Mateus Mais um coronel

A

s lideranças do bairro Sapobemba, cansados de ficar de chapéu na mão,decidiram lutar para que o bairro seja contemplado com uma subprefeitura. O movimento está dando o que falar e várias reuniões vêm sendo feitas. O pessoal está cansado de ir à Vila Prudente, cerca de 10 quilômetros, muito longe para fazer suas reivindicações Parabéns para a iniciativa.

Escorpiões a vista

S

egundo um funcionário da sub Vila Prudente, o distrito Teotônio Vilela está cheio de escorpiões. Isso mesmo; aquele bichinho que pica e pode até matar. Segundo o funcionário, a Sub da Vila Prudente não faz nada, porque não tem carro pra ir atender a população. Que feio! “O” sub da Vila Prudente, sei que é longe, mas vai ver isso de perto, senão na próxima edição vamos lá fotografar os bichinhos.

Mais cadê o carro

G

ente do céu isso e muito grave! Ele disse que tem milhares dos bichinhos passeando lá no Teotônio e que falta transporte para ir fazer o serviço. O povo que se dane? Bom, minha gente, esse ano temos eleições. Vejam bem em quem votar para não se arrepender e ficar reclamando mais quatro anos. Boca fechada não entra mosquito Lá no movimento pela subprefeitura do Sapopemba não vi a participação dos moradores. Vi gente querendo ser o pai ou mãe da criança, porque anos atrás se tentou a mesma coisa, mas acabou em nada. A Laura do

jornal do Sapobemba soltou os cachorros e foi embora, porque será? O pessoal não concordou com ela e foi uma pena ela não ter ficado pra ouvir a resposta do pessoal que está na luta.

Novas revelações

Por falar em eleições, este ano vamos ter revelações por aqui no pedaço. O japonês Pedro Kaká, vem com tudo; o Paulo Monteiro, do Sapobemba, esta montando um esquema da hora e ainda tem o Edinaldo Costa.

Saidinha de banco

Os moradores do Parque São Rafael estão apreensivos e assustados com as tais ‘saidinhas de banco’ nas agências e nas casas lotéricas. É uma vergonha uma região tão próspera estar caída de ronda e/ou posto policial. Cadê base? Cadê a polícia?

Cadê o patrulhamento

No Jardim Santa Bárbara a situação também está periclitante. Até mulheres com seus filhos no colo são assaltadas quando estão se dirigindo as UBS. É o Jardim Santa Bárbara à mercê dos malacos.

Vexame na apuração

Vinte e três milhões e meio foi à verba destinada ao carnaval Paulistano, essa grana toda se fosse utilizada para moradia, saúde, educação, etc., sem falar nos córregos todos abandonados a Deus dará seria bem mais aproveitado, Isso ocorre porque o povo brasileiro ainda não acordou para a realidade, passam três dias na farra e padecem o resto do ano nas filas dos hospitais com seus filhos nos braços reclamando atendimento de terceiro mundo. E na apuração uma baderna tremenda. Você tem dúvida disso, eu não!

Terceiro livro da série Novos Bairros conta a história do Jd. São Francisco

N

esta sexta-feira (2/3) o prefeito de São Paulo esteve no Conjunto Promorar Rio Claro, na Zona Leste da cidade, para participar do lançamento do livro Jardim São Francisco – Projeto Global de Urbanização. Trata-se de um registro completo que reúne dados importantes do programa de urbanização de favela, que é realizado desde 2009 na área em que residem aproximadamente 30 mil pessoas (Censo de 2010). A cerimônia foi realizada em um espaço de convivência da comunidade e contou com a presença de secretários municipais, de moradores e de líderes comunitários. “Este livro simboliza a finalização de mais uma etapa de trabalhos importantes que aconteceram nos últimos anos e as transformações. A comunidade, parceira do Poder Público, ajudou a identificar as soluções e está muito feliz pelas conquistas. Conseguimos cumprir nosso compromisso de melhorar a qualidade de vida dos que aqui vivem com a construção de novas habitações, novos parques e a melhoria da infraestrutura”, disse o prefeito. Nas 160 páginas do livro é possível encontrar o histórico da região que começou a ser ocupada no início do século 19 e que é considerada o maior assen-

tamento irregular da Zona Leste. Também é possível encontrar detalhes das intervenções realizadas pelo Poder Público desde 1980 com o Promorar até a elaboração do Plano Municipal de Habitação (PMH), em 2005. “Este é um dos livros mais bonitos que a Prefeitura já produziu até agora por meio da Secretaria Municipal de Habitação. Conta toda a história do São Francisco e mostra também o atual projeto global de urbanização. O mais bacana é a união, a força dos moradores que sentimos ao folhear esse livro”, destacou a superintendente de habitação popular da Sehab. O exemplar traz, ainda, muitas fotos e depoimentos de arquitetos e moradores sobre as principais mudanças e conquistas dos últimos anos. “Esse conhecimento foi adquirido, não só pelos estudos específicos que realizamos, mas a partir da participação da comunidade. Isso contribuiu para as nossas decisões e para a implantação e, por isso, decidimos reunir tudo num livro, de modo a perpetuar esse conhecimento. Dessa maneira, outros assentamentos precários poderão se basear no que foi feito aqui e transformar sua realidade”, disse o secretário municipal da Habitação e presidente da Cohab.


Página 4

Gazeta São Mateus

Saia plissada: como usar

Mantenha a dengue longe do jardim Deixar os vasos secos é principal medida no combate ao mosquito

2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Por: Roberto Flório: Advogado em São Paulo, Atuante no ramo do Direito Civil e especialista em Direito Previdenciário

Ela voltou com força total e promete deixar seu verão ultrafeminino. Veja como usar e com o que acessórios combinar.

Direito do Consumidor Bancos Lideram os rankins de reclamações no PROCON e uma das principais insatisfações dos clientes são as cobranças indevidas

P

ara evitar o mosquito da dengue é preciso remover a água dos pratos dos vasos e das plantas O verão é a mais esperada estação do ano, mas devido à alta quantidade de chuvas, pode ser um grande vilão. Quem tem vasos ou jardim em casa deve tomar cuidado com o acúmulo de água limpa, que propicia a proliferação do mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti. Aline Fini, engenheira agrônoma do Instituto Brasileiro de Paisagismo (Ibrap), explica que é preciso remover a água dos pratos dos vasos e evitar que o excesso de água fique exposto. Para que isso não ocorra, o mais indicado é colocar areia nos recipientes. Outras medidas importantes são escovar e lavar com cloro as bordas de piscinas e espelhos d´água, não deixar acumular entulho, tampar caixas d’água, virar a boca de latas e garrafas para baixo, e trocar a água das fontes toda semana, com a ajuda de uma bomba. Borra de café contra as larvas A aplicação da borra de café nas plantas também é eficaz. Pesquisas realizadas pelo Departamento de Biologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de São José do Rio Preto (SP), apontam que o pó de café, depois da passagem da água fervente, contém substâncias que bloqueiam o desenvolvimento das larvas de Aedes aegypti, causando sua morte nessa fase. Larvicidas também são úteis, mas Francisco Hideo Aoki, professor de Infectologia do Departamento de Clínica Médica da Unicamp, lembra que, mais importante que usar qualquer

19

DE OLHO NOS FATOS

produto é evitar o acumulo de água nos recipientes. Quando regar Para a paisagista Helena Justo, a frequência de rega deve ser seguida conforme a necessidade de cada vegetação. “É melhor molhar um pouco, de duas a três vezes por semana, do que molhar muito de uma só vez.” Uma maneira fácil de saber se a planta está ou não necessitando de água é colocar o dedo na terra. “Se a terra estiver úmida, significa que não há necessidade de água. Porém, se a pessoa sentir que a terra está seca, é melhor irrigar”, diz. Bromélias e helicônias Espécies muito usadas em jardins, as bromélias têm suas folhas dispostas em formato de roseta, o que favorece o acúmulo de água, que é absorvida lentamente pela planta. Portanto, sempre que for regá-las, lembre-se de derramar a água represada em seu centro. De acordo com Helena Justo, algumas espécies de helicônias também acumulam água. Se for criar um jardim, evite-as ou redobre a atenção na época de chuvas. Arranjos Em vasos com flores naturais cortadas, Aline indica trocar semanalmente a água e esfregar as laterais. “Pode-se também adicionar uma solução de água com hipoclorito de sódio (água sanitária) a 2%, na proporção de 40 gotas para 500 ml de água, que funciona como larvicida e não prejudica a planta.” Sintomas É preciso estar atento aos principais sintomas da dengue: febre, dores musculares, cefaleia, dores oculares e nas articulações, mal-estar geral, vômitos e, no caso de dengue hemorrágica, sangramento gengival e nasal.

R Foto: Getty Image Ela foi onipresente nos desfiles das marcas mais renomadas e, apesar de controversa, caiu no gosto da mulherada. A saia plissada, que fez sucesso em décadas passadas e andava sumida do cenário fashion voltou com força total. Famosas como Sarah Jessica Parker, Keira Knightley, a primeira dama americana Michele Obama e mais são fãs do modelo. Seguindo algumas regrinhas, você acerta no visual e fica com ares de mulher antenada.A saia plissada aparece em diversos tecidos, da seda ao algodão e também

nos mais variados comprimentos. Por ser uma peça romântica e delicada, ela deve fazer parte de composições mais leves. Evite acessórios pesados e fuja de combinações caricatas para não ficar com aquele ar de vovó. Lembre-se: o plissado é o charme do visual. Uma dica é utilizar cintos para marcar a cintura e deixar a silhueta bem feminina. Nos pés, invista em sapatos com salto alto. Eles são ótimos para alongar a silhueta e deixam o conjunto mais bonito para que você saia arrasando nesta “nova” moda por aí.

Franjas mil

As franjas vão invadir as ruas no outono/ inverno 2012. Elas vão estar presentes em botas, sapatos, bolsas e acessórios. Confira as cores e estampas da moda.

ecente divulgação do Procon SP, aponta os 02 maiores Bancos brasileiros – Itaú e Bradesco - liderando entre as 4 empresas com mais reclamações, sendo uma das principais delas, as cobranças indevidas de tarifas bancárias. Sabemos que hoje muitas são as facilidades de crédito para adquirirmos cartões de crédito, carros e até mesmo imóveis. O que, infelizmente, muitas vezes não sabemos, é o quanto nos custa tantas facilidades que nos são colocadas como ótimas oportunidades. Com certeza, muitos de nós já tivemos a oportunidade de adquirir bens e produtos à prazo e repudiar os altos juros cobrados nos cartões de crédito e contratos de financiamento. O fato é que muitas vezes não nos é informado que, além dos absurdos juros financeiros, também estão embutidos nos contratos as tarifas bancárias. A mais conhecida delas é a tarifa de boleto bancário que, normalmente, é cobrado entre R$ 3,00 até R$ 6,00 por cada boleto, sendo que em um contrato de financiamento de veículo para pagamento em

60 parcelas, chegaríamos ao valor final de R$ 360,00 cobrados indevidamente pelos Bancos. Além disso, existem diversas outras tarifas com valores muito superiores a esta, como por exemplo, a “tarifa máxima”, no valor de R$ 5.000,00, cobrada em alguns contratos de financiamento de veículos. Existem ainda as tarifas de cadastro, do registro do contrato, da promotora de vendas, da avaliação de bens, serviços de terceiros, etc. O Código de Defesa do Consumidor proibiu a cobrança de muitas tarifas e apesar de várias multas aplicadas pelo Procon aos Bancos, as Instituições ainda persistem nas cobranças, já que na realidade, “ainda” são poucas as pessoas que reclamam no Procon e até mesmo se socorrem do Poder Judiciário para requererem os seus direitos e, nestes casos, os Bancos são devidamente condenados a restituir em dobro os valores ilegalmente cobrados. Obvialmente, a cobrança de tais tarifas aumentam ainda mais os juros pagos aos Bancos e não seria diferente que eles tenham os maiores lucros do país.

Você sabe economizar na pintura?

Escolha a tinta mais adequada às suas necessidades

S

eja dia ou noite, as franjas vêm com tudo na próxima temporada. Elas aparecem cheias de charme e feminilidade em tons de marrom, caramelo, vinho e em estampas animais, como as de cobra e de onça (que resiste bravamente às estações). O toque diferente fica por conta das cores que dá nova roupagem ao animal: piton rosa, verde, azul marrom, vinho, vermelho e bege. Um luxo!

Gazeta São Mateus

Aqui seu anúncio é LEGAL Tel: 2962-3172 / 94317658

gazetamateus@terra.com.br / www.gazetasaomateus.com.br

Sapatos e botas com franja casam com assessórios mil: bolsas, colares, pulseiras e braceletes ganham o detalhe, seguindo o mesmo estilo dos calçados. A onda será usar peças integradas, como em uma composição. Para os especialistas em moda os acessórios com franjas são itens importantes, invista em sapatos ou bolsas, mas atenção aos detalhes:Dica mulheres baixinhas: Optar por vestidos mais curtos e as franjas são ótimas para alongar a silhueta.Dica mulheres cheinhas: Escolher modelos com pequenos detalhes ou detalhes nas mangas. Para os especialistas em moda os acessórios com franjas são itens importantes, invista em sapatos ou bolsas, mas atenção aos detalhes: Optar por vestidos mais curtos e as franjas são ótimas para alongar a silhueta. Escolher modelos com pequenos detalhes ou detalhes nas mangas.Para os especialistas em moda os acessórios com franjas são itens importantes, invista em sapatos ou bolsas, mas atenção aos detalhes: Optar por vestidos mais curtos e as franjas são ótimas para alongar a silhueta. Escolher modelos com pequenos detalhes ou detalhes nas mangas.

Gazeta São Mateus

E

scolha a tinta certa Ter planejamento e alguns cuidados ao iniciar um processo de pintura podem evitar gastos extras, além de garantir a qualidade do acabamento final da sua casa. O consumidor tem à disposição diversos produtos específicos para necessidades diferenciadas, a exemplo das tintas sem cheiro ou perfumadas, de secagem rápida, para ambientes internos e externos, à base de água ou solvente, que oferecem os mais diversos acabamentos. Por isso, é importante que o consumidor pesquise as opções, suas diferenças e características para que a escolha seja a mais adequada. Fazer a compra do produto certo é outra forma de economizar. “Hoje é possível saber qual o tipo de tinta que está sendo adquirida, pois existe uma classificação regulamentada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que determina rendimento, resistência e cobertura e as tintas são classificadas pelos tipos Econômica, Standard e Premium”, destaca Douver Gomes Martinho, diretor do Sitivesp (Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo). Confira algumas dicas na hora

de escolher sua tinta com Douver Gomes Martinho, diretor do Sitivesp (Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo): Analise cada superfície a ser pintada. Em um mesmo ambiente podem ser encontradas patologias diferentes, necessidade de soluções específicas para paredes novas e repintura, troque ideias com pintores e vendedores de tinta. Economize na compra do material, verifique as medidas da área a ser pintada e comparando-as com os rendimentos de cada produto (indicados na própria embalagem). Evite comprar itens em excesso e o desperdício. Respeite as etapas de pinturas e repinturas para reduzir os custo. Para isso siga as seguintes etapas: preparação correta da superfície (que deve estar limpa, corrigida e selada), diluição correta da tinta, ferramenta adequada para aplicação e demãos necessárias para cobertura Não utilize produtos de qualidade duvidosa, analisando somente o preço. Por isso, soluções de qualidade com melhor rendimento e performance.


2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

O

Falso policial é preso extorquindo cantor sertanejo

Ocorrência Policial

Bandido passava-se por investigador da Divecar e chegou a exigir R$ 1 milhão da vítima

estelionatário Guilherme Mozer de Souza, de 36 anos, foi preso, na noite de quarta-feira, 29, num posto de combustível, na Marginal do Tietê, próximo à Ponte da Freguesia do Ó, zona norte da capital paulista, no momento em que encontrava a vítima, um dos integrantes de uma dupla sertaneja de São José do Rio Preto, interior paulista. Utilizando um distintivo da Polícia Civil, identificando-se como Denis e afirmando ser um investigador da Divisão de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos e Cargas (Divecar), do Deic, Souza e um comparsa, que utilizou o prenome “Julião”, supostamente também investigador da Divecar, foram, na última sexta-feira, 24, em um Fiat Pálio Weekend vermelho, até a chá-

cara do cantor, em Rio Preto. “Eles buzinaram e se identificaram como policiais, mostrando o distintivo. Eu deixei eles entrarem. Um deles tinha uma arma na cinta e ficava mexendo nela a todo momento”, contou o cantor, que não quis se identificar. Os estelionatários mostraram fotos de caminhões e da fachada da ex-empresa da vítima, de reforma de caminhões, alegando que haviam descoberto funcionar no local um desmanche. “Eles pediram R$ 1 milhão para não me prenderem. Depois de negociar, baixaram para R$ 60 mil. Desconfiei, primeiro porque o esquema não existia, e depois porque eles diminuíram muito o valor pedido”, afirmou a vítima. Eles então deram um número de telefone para marcar o ponto de encontro. Na quarta-feira, ao vir para a capital, o cantor

procurou seu advogado, que conhecia os policiais Julião e Denis. Entraram em contato com o Deic e descobriram que eles haviam sido transferidos para o 69º Distrito Policial, de Teotônio Vilela, zona leste. O delegado titular do 69º DP, Antonio José Pereira, suspeitou da autenticidade dos policiais. “Não poderia ser o Julião e Denis pois eles estavam trabalhando no dia do encontro relatado”, contou Pereira. Os policiais então instruíram o cantor a marcar um local para a entrega do dinheiro. De perto, mas à paisana, os policiais acompanharam o encontro entre Souza, o “Denis”, e o cantor no posto Texaco localizado na pista local da Marginal do Tietê, sentido Castello, próximo à Ponte da Freguesia do Ó, onde o estelionatário foi preso após descer do Fiat

Pálio, mesmo carro utilizado pela dupla em São José do Rio Preto. Ao volante do Fiat estava o comparsa de Souza, que se passava pelo policial “Julião”. O criminoso chegou a trocar tiros com os policiais civis, mas conseguiu fugir. O estelionatário preso foi autuado em flagrante no 69ºDP por extorsão e uso ilegítimo de distintivo. Ele já tem passagem por estelionato em Minas Gerais. Como o distintivo usado pelo criminoso não possuía nome, a Polícia Civil não sabia se era falso ou não. Pedro da Rocha, do estadão.com.br

80% das mulheres agredidas sofrem violência

U

m balanço divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República aponta que 80,31% das mulheres agredidas que ligaram para o 180 --Central de Atendimento-- em 2011 sofrem violência com uma frequência muito alta. Os dados apontam que 58,64% delas dizem que são agredidas diariamente e, em 21,67% dos casos, a violência é semanal. A ocorrência é mensal para 5,29% ou acontece raramente para 9,19% delas. No total, a Central de Atendimento à Mulher totalizou 667.116 ligações em 2011--uma média de 1.828

por dia. As denúncias de agressão física contra mulheres corresponderam a 61,28% das 74.984 ligações relacionadas à violência. “Isso não significa, necessariamente, que a violência aumentou, mas sim que as mulheres estão procurando mais os seus direitos”, afirma Aparecida Gonçalves, secretária Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres da SPM. No período, houve 343 chamadas referentes a mulheres em situações de cárcere privado, um dos dados que mais chamou a atenção da secretaria. No fim do ano passado, o serviço foi expandido para o exterior. Desde então, foram 12 ligações em dezembro e 35 ligações em janeiro de 2012. Em Casa Em 72,23% dos casos, a violência é cometida por companheiros e cônjuges das vítimas e 2,23% são namorados. Há ainda um elevado número de casos de violência cometidos por ex-maridos (11,82%) e ex-namorados (4,47%). Isso demonstra que quase 91% das agressões são

cometidas por pessoas com quem a vítimas tem ou teve algum vínculo afetivo. O estudo ainda aponta que 83,34% das mulheres agredidas têm filhos e que 66,12% deles presenciam a violência. Outros 19,35%, são violentados junto com a mãe. “Isso mostra que a violência doméstica é um problema da sociedade. Essas crianças vão crescer e, no futuro, podem virar agressores de suas mulheres ou se comunicar com a sociedade de forma violenta”, diz Cida Gonçalves. Quanto ao tempo de relação da vítima com o agressor, 40,59% mantém relações há 10 anos ou mais. Em 58,27% dos casos, o agressor não está sob o efeito de álcool ou droga. Em 2011, 94 ligações tratavam de registros contra parceiras lésbicas. O número corresponde a 0,17% das ocorrências --uma chamada a cada quatro dias. Perfil Das ligações recebidas pelo 180, 98,97% foram de mulheres --houve 3.402 ligações feitas por homens. A maioria das denunciantes

possui ensino fundamental (45,49%) ou tem ensino médio (41,29% ). Há 11,3% com ensino superior e apenas 1,93% é analfabeta. O serviço também é mais procurado por mulheres adultas: de 20 a 29 anos (31,19%); de 30 a 39 anos (32,08%) e de 40 a 49 anos (17,88%). “Elas estão na idade economicamente ativa, o que, de uma forma geral, afeta a economia do país. Isso porque as mulheres que sofrem violência faltam para ir ao médico, têm vergonha e autoestima baixa --o que dificulta a ascensão profissional”, diz a secretária. De acordo com o dados, a maior parte das vítimas (59,51) não é dependente financeiramente do agressor. Além da central 180, as vítimas podem procurar 924 centros que fazem parte da rede de atendimento à mulher. São centros de referência, casas abrigos, defensorias, delegacias especializadas, juizados, varas e promotorias. Por MARCELLE SOUZA

GCM flagra homem furtando fios de cobre em Parque Municipal na Cidade Tiradentes

Desde janeiro deste ano a Guarda Civil metropolitana flagrou 22 ocorrências contra o patrimônio público

N

esta segunda-feira (27/02), por volta das 18h20, a Guarda Civil Metropolitana flagrou um homem furtando cerca de 120 metros de fios de cobre do Parque Vila do Rodeio, localizado na Rua Nova Guaianases, s/n – Cidade Tiradentes.

O infrator foi encaminhado ao 49º DP, onde o delegado de plantão elaborou o boletim de ocorrência e o manteve preso. O material furtado permanece apreendido na delegacia. A GCM, com vistas ao Programa de Prote-

Gazeta São Mateus

ANUNCIE CONOSCO (11) 2962-3172 (11) 9431-7658 (claro) (11) 2228-5255 (livre) (11) 9502-8208 (vivo)

gazetamateus@terra.com.br

www.gazetasaomateus.com.br

Página 5

Gazeta São Mateus

ção ao Patrimônio Público, realiza policiamento fixo no Parque Vila do Rodeio. A população pode ajudar a coibir crimes contra o patrimônio público ligando para o telefone 153 da GCM. De janeiro deste ano até o momento, a Guarda

Civil Metropolitana atuou em 22 ocorrências contra o patrimônio público, como furtos e depredações. A Proteção é realizada em todo o município por meio de rondas periódicas e policiamento fixo, de acordo com os índices de vulnerabilidade.

Restaurante e Casa do Norte

Recordações Nordestinas

De terça a domingo pizza e esfihas (à partir das 18)

A melhor cozinha típica nordestina da região

Telefones: 2751-7673 2751-7607 w w w. r e c o r d a c o e s n o r d e s t i n a s . c o m . b r

Av. Sapopemba, 16.048 - Jd. Rodolfo Pirani - SP

Policiais do 55º D.P. Parque São Rafael, investigando casos de roubos a residência Corridos na circunscrição da unidade policial, chegaram á autoria de um roubo ocorrido em data de 13/09/2011 na residência da Sra. CLAUDIA ROBERTA CURTOLO GUILHEN , onde dois Individuos armados, aproveitaram-se do momento em que esta aguardava a abertura do portão automático para adentrar em sua casa , quando então renderam a vítima, seu marido e uma inquilina de pré-nome MARIA, mantendo-os de joelhos, juntamente com duas crianças que estavam na casa, passando a engatilhar a arma na cabeça das vitimas, obrigando-as a entregar dinheiro e objetos de valor que tinham em casa , evadindo-se em seguida.

sem sombra de duvidas os Individuos EDIVAN NASCIMENTO DA SILVA e BRUNO HENRIQUE FERRAZ DELPHORNO como sendo os autores do delito , e, em razão disso ambos tiveram suas prisões decretadas pelo MM. Juiz de Direito do DIPO. Ambos possuem vasta folha de antecedentes criminais, principalmente pela prática de roubos .

Presentes nesta Delegacia de Polícia em data de 08/02/2012 a Vitima reconheceu fotograficamente e

DR. ROBERTO BUENO MENEZES Delpol Titular 55º D.P. Pq. São Rafael Tel. p/ contato 2919.5582

EDIVAN foi prẽso por investigadores do 55º D.P. Pq. São Rafael e BRUNO encontra-se foragido. Demais vitimas dessa modalidade de roubo estão sendo convocadas a comparecer na Delegacia de Polícia com a finalidade de proceder reconhecimento .

Trio de traficantes é preso com 36kg de drogas em Mauá

E

m três endereços da cidade de Mauá, três traficantes de uma mesma quadrilha foram presos no início da manhã dessa quarta-feira (22), por três investigadores da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Santo André. Com as prisões foram apreendidos mais de 36 kg de drogas, entre cocaína e maconha. Por meio de interceptação telefônica autorizada pela Justiça, os policiais da Dise monitoraram os desempregados O.V.F., 32 anos, A.D.C., 25 anos, vulgo “Maca”, e A.N.M., 22 anos, vulgo “Magrão”, todos residentes em Mauá e integrantes de uma quadrilha especializada em tráfico de drogas. Na quarta-feira, os investigadores souberam que “Magrão” pegaria drogas na casa de O. à Rua Leocádio Pereira, em Itapark (Mauá), e então montaram campana próxima ao local. “Magrão” chegou dirigindo um Gol preto, 2009, e ao celular falava com O., que lhe daria sinal verde para a aproximação, nesse momento foi que os policiais os abordaram. Na garagem da casa de O. foram encontrados, divididos em dois sacos plásticos de lixo, 8 mil micro tubos com cocaína, e dentro do imóvel, outros 400 eppendorfs (cápsulas) com a mesma droga, além de 13 munições calibre 38 intactas, extratos bancários, folhas de cheque e um caderno com a

contabilidade do tráfico. Interrogado, o desempregado indicou aos policiais o local onde também tinha drogas guardadas, uma casa vazia na Rua Luiz Gonzaga, também em Itapark, Mauá. Lá os policiais localizaram 12 tijolos de maconha, em um total de 8,333 kg do entorpecente. Com O. e A.N. presos, os policiais foram à procura de A.D.C., cujo endereço já conheciam e também foi confirmado por O. Nessa casa de fundo, na Rua América Central, “Maca” foi encontrado e preso, e no seu quarto, em sacos plásticos escondidos sob a cama e o guarda-roupa, foram apreendidos 24 mil micro tubos com cocaína. A intenção dele nessa quarta-feira era abastecer uma “biqueira” da Vila Assis, em Mauá. O trio foi preso em flagrante por formação de quadrilha ou bando, tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo, encaminhado à cadeia pública local, e deles foram apreendidos mais de 32 mil micro tubos com cocaína, pesando no total 27,903 kg, 4 celulares, um Corsa Wind cinza, 1995, que tinha um fundo falso no painel para ocultação e transporte de entorpecentes, e uma moto Honda NX-4 Falcon vermelha, 2000, usada pelos traficantes para a entrega de drogas, conforme apurado nas interceptações telefônicas – ambos os veículos adquiridos por O. com dinheiro do tráfico.

Gazeta São Mateus (11) 2962-3172

www.gazetasaomateus.com.br


Página 6

Gazeta São Mateus

Novos tempos para o Parque Zilda Arns?

C

erca de dois anos depois de sua inauguração com a presença do então governador de São Paulo, José Serra e do Prefeito da Cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, o Parque de Integração Zilda Arns, um investimento de R$ 22 milhões de uma parceria entra a Sabesp e a Prefeitura, foi objeto de reportagem da TV Globo que mostrou o abandono em que o complexo se encontrava. Construído junto à tubulação da Sabesp, a intervenção para construção do parque foi em 7,5 quilômetros de extensão em uma área de 224 mil metros quadrados. Deveria oferecer esporte, lazer e cultura simultaneamente a proteção da adutora gerando maior conforto e segurança para as comunidades envolvidas da Vila Prudente, Sapopemba e São Mateus. A previsão era de que mais de 300 mil pessoas fossem beneficiadas com pistas de caminhada, ciclovias, bicicletários, quadras poliesportivas, de bocha e malha, mesas de dama e xadrez, parquinhos, campos de futebol, pista para skate, postos para

Polícia Militar, praças e espaço para eventos. De antiga reivindicação da comunidade que, com a duplicação da adutora, pedia a urbanização da área; dois anos depois, pode a reportagem mostrar o descaso e abandono que o local se encontra. Se nos primeiros dias as coisas funcionaram conforme previsto nos planos, com o tempo e o descaso da Sabesp e colateralmente do poder público com a manutenção do espaço, a sua utilização foi sendo desvirtuada ou abandonada. Como exemplos a reportagem da TV pode flagrar: motociclistas usando as pistas de caminhada como forma de encurtar distâncias e guaritas e banheiros públicos abandonados e depredados. Efetivamente, a reportagem da Gazeta São Mateus, há tempos, vem sentindo e constatando a sub e má utilização do espaço por conta e responsabilidade da própria comunidade que, para variar, não sabe dar valor aos equipamentos públicos. “Como não é meu, nem está no meu quintal é de ninguém e não tenho porque cuidar”, reproduzem criticamente

essa mentalidade para a reportagem os moradores mais conscientes. “É isso que escutamos”. É uma pena que essa demonstração de falta de cuidado com a coisa pública seja tão fácil de comprovar. Dois anos depois da inauguração o que a reportagem da TV não disse em todas as suas letras é sobre esse comportamento condenável e irresponsável da própria comunidade. O que vem por ai Durante a reportagem, no início deste ano, o supervisor de negócios de produção de água da Sabesp, Marco Antônio Lopes Barros disse que os problemas serão resolvidos. “Uma das primeiras ações que a Sabesp vai fazer de recuperação é a pista de skate. A gente se compromete a fazer o desentupimento dela e a recuperação de alguns buracos que tem na pista”. O mais emblemático, entretanto, é a negociação que a Sabesp está empreendendo para passar a responsabilidade da manutenção do parque para a Secretaria do Verde que, a princípio, aceita essa

transição após a Sabesp assumir seus compromissos com a manutenção e a execução das obras mais complexas a ser entregues para ficar próxima das condições em que o parque foi entregue na sua inauguração. Isso incluirá a reconstrução de banheiros e guaritas, por exemplo. Em relação à falta de segurança, a Polícia Militar informou que não usa os quiosques do Parque Zilda Arns porque eles não atendem os requisitos técnicos para a instalação de postos policiais. A PM disse que há três postos policiais ao longo dos 7 km do parque e que existe uma base comunitária próxima à Avenida Arquiteto Vila Nova Artigas. Espera-se que esse contingente possa ter alguma atenção para com o que venha a ocorrer no parque. É ver e acompanhar como será essa próxima fase desse importante equipamento. Tomara que a população convença-se da importância de fazer a sua parte na sua manutenção. É um equipamento público, usado por todos, mas principalmente por eles próprios.

B oca no Trombone

Nova lei para as calçadas está em vigor

Responsabilizando os responsáveis pelos imóveis, prefeitura tenta, com nova lei, melhorar a qualidade das áreas de passeio público na capital. Entretanto, precisa cuidar das que estão sobre sua responsabilidade

2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Sub São Mateus homenageou São Paulo plantando árvores

C

Zeladores de praças marcaram presença

omo parte das comemorações do aniversário da cidade de São Paulo, onde está inserida, a Subprefeitura de São Mateus, através da sua Unidade de Áreas Verdes realizou no dia 24/01, o plantio de quase 500 unidades de mudas de diversas espécies de árvores nativas da Mata Atlântica às margens do Córrego Aricanduva, na altura do número 9291. Para a subprefeitura de São Mateus a ação não é nenhuma extravagância, pelo contrário, é a subprefeitura de São Paulo que tem sempre estado entre as que mais realizam ações de plantio. Em termos de quantidade plantada foi a primeira nos anos de 2007 e 2009 com cerca de 9 Mil árvores plantadas e segundo lugar em 2006 e 2008 com a mesma média. No dia 24 a ação contou com a participação do subprefeito José Guerra Junior, do secretário Adjunto do Trabalho, Luiz Antonio Medeiros Neto, dos zeladores de praça do programa Zeladoria de Praças e da comunidade local e as margens do córrego ganhou sementes das espécies: Pata de Vaca, Ingá, Grumixama, Murraia, Mirindiba, Orvalho, Ipê Amarelo, Pitanga, Araçá Vermelho, Cabeludinha, Bracatinga, Manacá da Serra, Quaresmeira, Angico Branco e Alecrim, segundo informou a engenheira agrônoma Fer-

nanda Soliga Voltam. Cidades altamente adensadas e com alto índice de impermeabilização como São Paulo estão cada vez mais cinzentas e tornam-se ilhas de calor cada vez mais quentes resultando em impactos negativos diversos, quase todos relacionados à saúde e ao bem estar. Prédios altos que impedem a dispersão de poluentes, vias ampliadas e impermeabilizadas para priorizar os transportes individuais tem que encontrar nas ações de replantio algum contraponto. Segundo especialistas, as folhas são excelentes indicadores da qualidade do ar nos quarteirões. A importância do plantio e manutenção para o crescimento de árvores também pode ser medido quando constatamos que um exemplar adulto de praticamente toda árvore é capaz de absorver do solo até 250 litros de água por dia o que é uma importante contribuição no sentido de evitar enchentes. Em contrapartida, uma árvore do mesmo porte libera, em forma gasosa, 60 litros de água por dia, de acordo com o SOS Mata Atlântica. Isso já seria suficiente para ajudar a dissipar a poluição. Mas estudos vão além e mostram que uma árvore nova libera, por conta do seu crescimento, mais oxigênio no ar que as mais antigas. Enfim, uma árvore por perto é sempre bem vinda.

Equipe de funcionários que contribuíram com a natureza

S

e desde o dia 09 de janeiro, 700 fiscais da prefeitura de São Paulo estariam fiscalizando as condições das calçadas da cidade, baseado na nova legislação, sancionada dias antes, que prevê multa de R$ 300 por metro linear para os responsáveis

O

s moradores das proximidades da Avenida Riacho dos Machados, na altura do número 33, enviaram a redação, reclamação do que consideram um serviço mal feito pela Siurb ou pela subprefeitura num trecho próximo de uma ponte e muro de contenção. Para ilustrar o que diziam enviaram também as fotos. Segundo lideranças já fizeram reclamação na subprefeitura onde foram informados que esta obra seria de responsabilidade da Siurb. De

pelas calçadas que não estiverem conservadas; como eles estariam vendo as calçadas de responsabilidade da própria prefeitura? Se não estão vendo nada ou ainda ao tiveram tempo pra isso, cabe ao cidadão denunciar, através do telefone 156, a situação daqueles

passeios públicos que, por exemplo estiverem com buracos ou criando dificuldades para a circulação. Se o poder público cuidar do seu, é possível que a regulamentação garanta melhores calçadas em toda a cidade. Para dar nossa contribuição segue fotos de

calçada na Avenida Aricanduva, subprefeitura de São Mateus. A lei 15.542 muda a largura mínima de 0,90 para 1,20 metro para passagem dos pedestres, mas em algumas situações permite a analise caso a caso e dá outras providências.

Carta do Leitor

Gazeta São Mateus Aqui o seu anúncio é LEGAL!

Para anunciar 2962-3172 gazetamateus@terra.com.br

www.gazetasaomateus.com.br qualquer forma, em uma dessas reuniões entre moradores e poder público, o Dr. Glaucio informou que a obra tem uma garantia de cinco anos. Por essa razão mesmo, a comunidade solicita uma nova vistoria o mais rápido possível em função da obra já estar apresentado sinais de rachadura e expansão lateral, em forma de barriga indicando que com a pressão pode vir a cair com o impacto da passagem intensa de carros e transportes coletivos como ônibus.


2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Página 7

Gazeta São Mateus

Voluntários budistas fazem plantio na Aricanduva

O grupo reunido para guardar a recordação do evento.

Vista parcial da Avenida Aricanduva

P

or entender que a solução dos problemas ambientais, da prática da coexistência pacífica e a construção de uma nova sociedade passa também pela adoção de pequenas ações feitas individual ou coletivamente alguns membros da Associação Brasil-SGI (BSGI), pertencentes ao núcleo Sudeste da cidade de São Paulo, participaram juntamente com o apoio da Subprefeitura de São Mateus do plantio de árvores no canteiro central da Avenida Aricanduva. Ao todo 230 voluntários participaram da ação que compos parte de suas propostas de atuação, principalmente aquela que denomi-

nam “Fazer do meu lugar o melhor lugar do mundo”. Concomitantemente ao plantio de cerca de 500 mudas de árvores, a BSGI realizou, em parceria com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, a exposição Sementes da Mudança: a Carta da Terra e do Potencial Humano. O que é a BSGI A BSGI é representante no Brasil da SGI Soka Gakkai Internacional que congrega associados com base na filosofia humanística do Budismo do Nitiren Daishonin. Desde 1960, quando foi fundada pelo filósofo Daisaku Ikeda, a BSGI tem exercido importante papel social

na realização de diversas atividades, como exposições, intercâmbios com universidades e museus, fóruns; além de promover ações voltadas às questões ambientais, bioéticas, educacionais e culturais. A entidade também desenvolve reuniões de diálogos e visitas familiares a fim de cultivar o autoaprimoramento, com a perspectiva de que a mudança global se inicia com a transformação de cada indivíduo. O Núcleo Sudeste da BSGI é composto pelos bairros cobertos pelas Subprefeituras da Vila Prudente, Sapopemba e São Mateus e seus associados tentam contribuir no desenvolvimento da educação e

Anhaia Mello terá corte de 360 árvores

A

retirada de árvores do canteiro central da Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, na zona leste da capital, para as obras do segundo trecho do monotrilho Expresso Tiradentes (Oratório – São Mateus) está deixando os moradores da região indignados. No dia 26 de janeiro, o Metrô iniciou o corte de 360 árvores no trecho de 4,5 Km de extensão da via que fica entre as Ruas Isaac Valadão e Manuel de Arruda Castanho. Deverão ser mantidas 486 árvores e outras 35 serão transplantadas para praças e áreas verdes do entorno. Como compensação, o Metrô informa que serão plantadas 1.640 mudas de árvores sob as estruturas. As obras nesse trecho devem ser concluídas no próximo semestre. “O canteiro é a única área verde que temos na região. E vão acabar com ele. É nele que as pessoas caminham, andam de bicicleta, jogam bola ou simplesmente ficam sentadas conversando”, disse a dona de casa Darci Uccelli, de 50 anos. Ela conta que mora na altura do número 6.000

da avenida há 25 anos e viu crescer boa parte das 881 árvores contabilizadas neste trecho pela Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. Faltam praças e parques na Vila Ema e São Lucas, bairros vizinhos ao trecho da avenida que receberá o monotrilho. A única opção é o Parque Ecológico da Vila Prudente, ao lado do cemitério da Vila Alpina, como verificou o Jornal da Tarde na semana passada. Apesar dos benefícios que o monotrilho levará à região, quem mora e trabalha na Anhaia Mello diz não acreditar que as medidas de compensação ambiental melhorarão a qualidade de vida. “Aqui já passam muitos veículos e agora teremos uma série de torres de concreto onde só havia árvores e era nossa área de lazer”, diz o funcionário público e morador da Vila Ema Alexandre Soares, de 33 anos. A possibilidade de aumento das enchentes na via também preocupa os moradores. “A avenida sempre alaga neste trecho quando a chuva é mais forte. Esse canteiro ajuda a amenizar

porque acaba absorvendo mais água. Agora com esse monte de vigas, o solo ficará mais impermeabilizado e os efeitos das chuvas serão mais dramáticos”, lamenta a vendedora e psicopedagoga Silvana Camargo, de 45 anos, que trabalha há 12 anos em uma oficina na avenida. O urbanista o arquiteto Valter Caldana, diretor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie, diz que a preocupação dos moradores é pertinente. “A arborização e a existência de áreas de desconcentração, como o canteiro desta avenida, são questões importantes para qualidade de vida, que é um sistema muito maior que o transporte de qualidade”, diz. Segundo o Metrô, o local também receberá uma ciclovia. Além das mudas a serem plantadas, um valor referente a outras 1.803 mudas será depositado no Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Prefeitura. A quantia, segundo a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, será utilizada em diversos projetos. CRISTIANE BOMFIM

Compra, Venda e Administração de Imóveis Temos departamento jurídico próprio. Dispomos de estacionamento em frente para melhor atendê-lo.

da cultura como base para edificar um mundo de paz. Para tanto oferecem a oficina pedagógica “Ação Educativa Makiguti” entre

São Paulo, 29 de fevereiro de 2012 Ass. Admir Linares Pretel Administrador

- 1º Eleição da nova Diretoria - 2º Reformulação do Estatuto

CDL São Mateus Endereço: Rua Livio Zambecari, 58 - São Mateus - São Paulo Telefones: (11) 2018-2752 / (11) 2018-2748

KAKÁ Imóveis Creci: 5511-J

Compra - Venda - Administração

www.kakaimoveis.com.br

FONE: 2919-6299 / 2919-6707

O imóvel do seus sonhos você encontra aqui.

Não perca tempo, saia do aluguel: Consulte nossas ofertas. Sapopemba Apto c/ 02 dorm. R$ 120.000,00 Financiamento

Como correspondente bancário , fazemos o seu financiamento com agilidade e segurança. Venha conferir. Pq. São Lourenço

São Mateus

Casa c/ 02 Dorm.

Apto. c/ 02 Dorm. 1 vaga.

R$ 220.000,00

1ª casa: 2 dorm., sala, cozinha, wc, área de serviço. 2ª casa: 1 dorm., sala, cozinha, wc,área de serviço.

Ref. 12.422

Mobiliado

+ Sobrado nos fds.

Ref. 12.278

Casa com

Casa c/ 02 Dorm.

R$ 180.000,00

02 dorm. 2 vagas.

02 vagas.

Ref. 12.408

02 dorm., sala, wc, cozinha, 02 vagas de garagem, área de serviço coberta

São Mateus

R$190.000,00

R$ 275.000,00

03 dorm., 1 suíte, sala, copa, cozinha, sacada, portão automático, 03 vagas de garagem.

R$ 195.000,00

Ref. 12.037

Jd. Sta Bárbara

Jd. Tietê

Casa c/ 02 dorm.,

R$ 250.000,00

R$ 190.000,00

Jd. Tietê

ref. 1054

Terreno c/ 234m². c/ 3 casas.

Ref. 12.336

R$ 250.000,00 Sobrado c/ 03 Dorm. 02 vagas.

02 vagas.

Ref. 12.368

R$ 250.000,00 São Mateus

Pq. Boa Esperança

ref. 1118

feminina: Nova Era Kotekai e masculina: Tiyo Ongakutai com as quais que marcam presença em eventos da região.

Edital de Convocação de Assembléia Geral

Pq. São Rafael

ref. 1175

escola, família e comunidade. Promovem palestras de saúde preventiva; mantém um coral de adultos e crianças e as bandas,

Eu Admir Linares Pretel, Brasileiro, viúvo, portador do RG: 4145250-SSP/SP, CPF: 345.724.658-00, nomeado administrador da SACISMAT - Sociedade Amigos da Cidade de São Matheus, convoco os moradores de São Mateus e adjacências para a Assembléia Geral extraordinária à ser realizada no dia 18/03 às 10:00 e às 11:30 em segunda convocação cuja a pauta segue embaixo:

Tel: (11) 2919-4433

Jd. Tietê

Alexandre Pires ex-chefe de gabinete da sub, Lucy Mendonça, Admir Linares e Marcelo Doria todos contribuindo com a natureza.

R$ 150.000,00

Ref. 12.174

Visite nosso site e confira nossas LOCAÇÕES.


Página 8

Gazeta São Mateus

2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Fórum em Sapopemba luta por subprefeitura própria

Composição da mesa registro civil próprio para a região. Não menos que oito anos. O deputado entretanto alertou aos presentes para que entendam que não

Vereadora Juliana, declara apoio à sub de Sapopemba da Música, na Avenida Sapopemba, gentilmente cedida pelos seus proprietários também entusiastas da reivindicação. Entre dezenas de lideranças também lá estiveram Paulo Monteiro, Professor Matias, Professor Lima, representantes do Rotary Sapopemba, o ex-prefeito de São Mateus, Clóvis Luis Chaves, Laura Kamikaki e Bete, respectivamente liderança e presidente do PSDB de Teotônio Vilela; Márcia Gusmão, liderança comunitária, Milton, presidente do PT Sapopemba, Pastor Nando, da Assembléia de Deus da Fazenda da Juta, professor Zacarias, Albertino, líder religiosos e de pastorais do bairro. Cleide em nome dos servidores públicos aposentados que trabalharam na subprefeitura de Vila Prudente, lojistas, comerciantes e a vereadora Juliana Cardoso e o deputado estadual Zico Prado, ambos do PT. Via de regra, todos se posicionaram favoráveis a criação da subprefeitura de Sapopemba. A composição da mesa que coordenou a reunião fo i feita a partir da seleção de algumas entre essas lideranças. Primeiro a se manifestar após convite da coordenação o deputado Zico Prado elogiou a iniciativa da comunidade, não sem antes lembrar que mora em São Mateus, bairro próximo desde 1979 e reconhecer as dificuldades por que passam os moradores e as lideranças moradoras em bairros da periferia quando tem que se dirigir ou reivindicar junto ao poder público, mesmo que parcialmente descentralizado. O deputado lembrou que essas dificuldades não vêm de hoje. Para isso relatou as dificuldades e a demora para a realização do seu projeto que criava um cartório de

O 2012 de São Mateus

O

S

apopemba é um dos bairros paulistanos mais adensados. Mora, trabalha, circula e se relacionam socialmente por lá tanta gente que diversas lideranças retomaram antiga luta que ficou parcialmente o ostracismo atrás de conseguir a instalação e funcionamento de uma subprefeitura própria desmembrada da atual que compartilha com a Vila Prudente. Por conta dessa articulação os membros do Fórum Social de Desenvolvimento de Sapopemba, nome fantasia que agrega esses esforços fizeram reunião no dia 27 de fevereiro na Escola Mundo

por Marcelo Dória marcelo.doria@terra.com.br

basta a chegada de prédio ou estrutura própria para o bairro. “Tem que ser com alguma autonomia, receita e algum poder de deliberação na região. Apenas um prédio bonito e pouco eficiente não deve interessar ao bairro”, indicou. A vereadora Juliana Cardoso reafirmou a indicação anterior do deputado e lembrou antes da tradição de lutas populares na região leste de São Paulo, na qual Sapopemba está inserida. Para ela as dificuldades e as demandas populares mesmo que diferentes das de anos atrás ainda fazem sentido e são necessárias como exercício da cidadania. A reivindicação, então, de uma subprefeitura própria para descentralizar o atendimento do poder público faz sentido para criar condições para desenvolver a região. “O prefeito Kassab, já se manifestou não favorável a criação de novas subprefeituras, mas o período eleitoral que se aproxima é um bom momento para se pressionar contra isso”, sugere. A coordenação da mesa aproveitou a deixa para lembrar que todos os vereadores e, principalmente, parlamentares com alguma proximidade com a região foram convidados a participar. Segundo este, dias antes da reunião em curso correu um boato de que alguns vereadores desautorizaram sequer a presença de seus assessores no evento. Ainda no início do encontro, o ex-subprefeito de São Mateus, Clóvis Luis Chaves também endossou a reivindicação, desde que seja esta a vontade da comunidade e destacou o trabalho suprapartidário que pode estar em curso nesse esforço. Para ele, ligado ao PSDB, não há nenhuma dificuldade em

trabalhar em conjunto com os petistas presentes. “É o que indica a relação correta e amistosa que tive com a vereadora e o deputado aqui presente”, lembrou. Lideranças destacam retomada da luta O representante do Rotary lembrou das dificuldades em “implorar para a Vila Prudente” determinadas coisas necessárias a Sapopemba. “A nossa reivindicação é muito justa, porque necessária. O tamanho da nossa região e nossa representatividade já faz por merecer uma sub própria e faz tempo”, indicou. O coordenador de Educação do NAE 8 insistiu na necessidade de descentralizar.... O poder da prefeitura para as regiões, com forma de contribuir com o desenvolvimento destas. “Será uma forma de viabilizar a discussão e a adoção de projetos inovadores e responsáveis para a nossa comunidade”. Capoeira inaugurou uma

Entre os presentes, Paulo Monteiro esta cuidando da parte mais jurídica. Disse que nosso atual prefeito Kassab é contra a abertura de novas subprefeituras. “Uma Lei, de 92, da Erundina deu essa divisão de subs atendendo constituição federal. Entretanto com a dinâmica do crescimento de Sapopemba, temos no bairro Teotonio Vilela um aumento da população muito grande”. “Se temos no plenário vereadores Juliana e três prés candidatos presentes, um dos nossos caminho é obter compromisso da nova gestão municipal. Caso eleitos, tentem junto ao executivo mudar esses critérios e aumentar as subprefeituras.” “Tem vereadores lá na Câmara que também querem abrir novas subprefeituras isso pode estar dificultando também. Um desses caminhos é o compromisso dos eventuais eleitos”. “Outro caminho é resgatar o projeto do João An-

Clovis Chaves, ex subprefeito de São Mateus acha merecida a luta dos moradores série de depoimentos que lembrou aos presentes o quanto essa demanda é antiga. “A gente levantava essa reivindicação e por diversas vezes o assunto era abafado por algumas lideranças, mas principalmente pelos prefeitos de antes. Mesmo contando com o apoio do vereador petista João Antonio que apresentou um projeto de ampliação do número de subprefeituras para a cidade de São Paulo, que contemplaria Sapopemba, a coisa não prosperou na Câmara, fora às vezes em que foi vetado pelo executivo. Entre os organizadores do encontro alguns estão com a incumbência de tentar resgatar, mesmo que parcialmente os termos do projeto do ex-vereador e atual deputado estadual. Certamente a executiva formal ou informal do Fórum deve apresentar algum resultado desse assunto.

tonio – tem gente tentando levantar isso, porém temos alguns caminhos distintos. O principal marcar um tempo com o governo municipal e entrar com mandato de segurança baseado na constituição federal, tentando manter a discussão”, explicou. “Sapopemba merece sua subprefeitura”, bradou uma das lideranças femininas presentes Maria Gusmao PSDB, mas que testemunhou até uma conversa com o ex-prefeito Paulo Maluf que dá uma idéia aproximada de quantas décadas esse assunto é pauta entre as lideranças. “Sapopemba não pode continuar perdendo e isso vem ocorrendo por conta também da falta de uma subprefeitura própria” indicou a liderança sendo apoiada quase que por unanimidade. Fotos: Cobra

Brasil terminou 2011 na posição de sexta maior economia do mundo, ultrapassando o Reino Unido. Porém, as indefinições sobre como o País será afetado neste novo ano pela crise internacional que se arrasta desde 2008 são um grande desafio para economistas e técnicos dos setores público e privado. Segundo previsões do Ministro da Fazenda, Guido Mantega, o crescimento do PIB - Produto Interno Bruto – do Brasil, em 2012, será de 5%, e o combate à inflação terá prioridade máxima. Manteve-se a meta de inflação anual máxima de 4,5%, com tolerância de 2 pontos percentuais para cima, a qual por muito pouco não foi superada no ano passado, quando batemos nos exatos 6,5%. Inflação alta é ruim para todos, principalmente para as faixas de menor renda da população. Apesar desse horizonte toldado de nuvens, no extremo Leste da Cidade de São Paulo, mais especificamente em São Mateus e bairros vizinhos, as perspectivas são otimistas, diante das desafiadoras necessidades da região e de seu grande potencial econômico, que ainda mal foi explorado. Este artigo tem por objetivo mostrar algumas tendências regionais que justificam o otimismo sobre o 2012 de São Mateus. Economia A economia de São Mateus tem como destaque a força de seus pólos comerciais, que estão em processo de desenvolvimento em decorrência do aumento do poder de consumo das classes C e D. Vale ressaltar a crescente profissionalização das Micro e Pequenas Empresas da região, que buscam aprimorar seus processos através de ferramentas de gestão apresentadas pelo Ponto de Atendimento do SEBRAE-São Mateus e da Câmara de Dirigentes Lojistas de São Mateus. Em 2012 a região receberá diversos investimentos públicos e privados, o que irá alavancar a economia local. Social Sem desvalorizar o que já foi conquistado, a Cidade e o Estado de São Paulo ainda têm uma divida social com São Mateus. Os moradores e as lideranças da região estão atentas em relação às políticas sociais que,

principalmente em anos eleitorais como este, podem ser utilizadas como ferramentas de promoção de políticos e partidos, menosprezando a inteligência dos munícipes da região. Como teremos eleições, com certeza muito será “investido” em promessas para a área social, porém a região continua necessitando de políticas sociais efetivas, de longo prazo, e não paliativas e temporárias, que se esgotam no dia da votação. Política O ano que se inicia é um ano especial para a maior zona eleitoral do mundo: a 375ª Zona de São Paulo, que abrange São Mateus e região, é a maior zona eleitoral do País, e o Brasil é o maior pais democrático do mundo. Teremos a possibilidade de usar esse enorme contingente de eleitores para escolher nossos representantes de forma responsável e exigir deles um presente e um futuro melhores. Acredito que com o aumento do poder de consumo das pessoas, e seu maior acesso a informações, elas possam escolher melhor seus representantes. Devemos pesquisar a vida pregressa dos candidatos que se apresentam e analisar suas propostas e sua relação com o bairro. Outro fator decisivo será a participação dos jovens da comunidade no processo de construção política, utilizando as redes sociais como forma de transmitir informações relevantes sobre os melhores projetos para a região. Minha conclusão, como empresário e analista, é a de que o cenário é de muito otimismo, em especial por ser um ano de definições políticas que contribuirão para o desenvolvimento econômico de São Mateus e região. Na área social, com certeza, teremos maior atenção do Município, do Estado e da Federação. Está em nossas mãos fazer que com nosso bairro, em 2012, seja mais rico, mais justo e mais feliz. PS.: encontro Você na próxima edição, e agradeço aos leitores que enviaram emails comentando o artigo da edição anterior. Marcelo Dória, Empresário, pós graduado em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Especialista em Varejo pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas. marcelo.doria@terra.com.br

Gazeta São Mateus


2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

Aniversariantes Janeiro

Página 9

Gazeta São Mateus

Sacudindo a terra Lição do cavalo

Recomeçar...

02/01 - Clóvis Chaves 19/01 - Marcos Roberto Mendonça 22/01 - Admir (Peru) carinhosamente chamado por todos 25/01 - Jornal Gazeta São Mateus

Aniversariantes Fevereiro

02/02 - Dr.Fernando Pina 04/02 - Larissa D. Mendonça 28/02 - Rhogert Will Mendonça

Netos são a luz mais moderna na criação de Deus. Netos são a realização completa de um sonho de continuidade da geração da humanidade. É a bênção de premiação, pela segunda vez, por nosso Criador, Deus Pai. Que Deus os abençõe sempre, meus queridos netos! Parabéns especial da sua vovó Lucy, seus parentes e amigos.

08/02 - Helena Jesse 10/02 - Leticia Andrade

Ser criança é maravilhoso, pois podemos olhar o mundo sem medo e pensar que ele nos pertence. O futuro está nas mãos das crianças, que quando crescer será uma grande pessoa.

Parabéns no dia de hoje, ele é todinho seu para se alegrar e sorrir muito. Seus tios Guilherme e Yandra.

28/02 - Cecilia Sarto 28/02 - Carlos Eduardo

Que os raios da felicidade continuem a todo momento irradiando luz necessária para que todos os seus dias permaneçam aquecidos de muitas chamas e calor. Por estar completando mais um ano de vida, meus parabéns! São os votos dos funcionários e amigos do AMA Laranjeiras

U

m dia, o cavalo de um camponês caiu num poço. Não chegou a se ferir, mas não podia sair dali por conta própria. Por isso o animal relinchou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer. Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que o cavalo já estava muito velho e não servia mais para nada, e também o poço já estava mesmo seco, precisaria ser tapado de alguma forma. Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o cavalo de dentro do poço. Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar vivo o cavalo. Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço. O cavalo não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele, e relinchou desesperadamente. Porém, para surpresa de todos, quietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou. O camponês finalmente olhou para o fundo do poço e se surpreendeu com o que viu. A cada pá de terra que caía sobre suas costas o cavalo a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão. Assim, em pouco tempo, todos viram como o cavalo conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali trotando.

A vida vai lhe jogar muita terra, todo o tipo de terra. Principalmente se você já estiver dentro de um poço. O segredo para sair do poço é sacudir a terra que se leva nas costas e dar um passo sobre ela. Cada um de nossos problemas é um degrau que nos conduz para cima, não devemos reclamar do que ocorre conosco e sim, buscar forças para vencer. Podemos sair dos mais profundos buracos se não nos dermos por vencidos. Use a terra que te jogam para seguir adiante e vencer seus obstáculos. Recorde as 5 regras para ser feliz: 1 – Liberte o seu coração do ódio; 2 – Liberte a sua mente das preocupações; 3 – Simplifique a sua vida; 4 – Dê mais e espere menos; 5 – Ame mais e… aceite a terra que lhe jogam, pois ela pode ser a solução, não o problema. Autor desconhecido, infelizmente. “Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido…”

Cozinhando com a Bruxa

C

ozinha também é lugar de bruxa. O ato de preparar alimentos funciona como uma verdadeira alquimia. Os ingredientes utilizados são os mesmos encontrados em qualquer casa: arroz, feijão, condimentos, ervas aromáticas. A diferença está nos detalhes e no objetivo que se deseja alcançar, ou seja, na magia da mente e dos atos. Cozinhar em panela de barro atrai abundância financeira e saúde, a de vidro é apropriada para conquistas amorosas e a de ferro favorece os pedidos em geral e qualquer tipo de bruxaria. Nunca use colheres de alumínio, pois pode quebrar o feitiço. O importante é mentalizar o que desejamos enquanto preparamos os alimentos. E as asas de morcego, rabo de escorpião e patas de urubu? As bruxas não queriam que os conhecimentos da Arte caíssem em mãos erradas por isso colocaram coisas tenebrosas para que as pessoas tivessem nojo ou medo e não usassem esse conhecimento para o mal.

N

ão importa onde você parou... em que momento da vida você cansou... o que importa é que sempre é possível e necessário “Recomeçar”. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo... é renovar as esperanças na vida e o mais importante... acreditar em você de novo. Sofreu muito nesse período? foi aprendizado... Chorou muito? foi limpeza da alma... Ficou com raiva das pessoas? foi para perdoá-las um dia... Sentiu-se só por diversas vezes? É por que fechaste a porta até para os anjos... Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora... Pois é...agora é hora de reiniciar...de pensar na luz... de encontrar prazer nas coisas simples de novo. Que tal um novo emprego? Uma nova profissão? Um corte de cabelo arrojado... diferente? Um novo curso... ou aquele velho desejo de aprender a pintar... desenhar... dominar o computador... ou qualquer outra coisa... Olha quanto desafio... quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando. Tá se sentindo sozinho? besteira... tem tanta gente que você afastou com o seu “período de isolamento”... tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para “chegar” perto de você. Quando nos trancamos na tristeza...

nem nós mesmos nos suportamos... ficamos horríveis... o mal humor vai comendo nosso fígado... até a boca fica amarga. Recomeçar... hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você quer chegar? Vá alto... sonhe alto... queira o melhor do melhor... queira coisas boas para a vida... pensando assim trazemos prá nós aquilo que desejamos... Se pensamos pequeno... coisas pequenas teremos... já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... o melhor vai se instalar na nossa vida. E é hoje o dia da faxina mental... jogar fora tudo que te prende ao passado... ao mundinho de coisas tristes... fotos... peças de roupa, papel de bala... ingressos de cinema... bilhetes de viagens... e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados... jogue tudo fora... mas principalmente... esvazie seu coração... fique pronto para a vida... para um novo amor... Lembre-se somos apaixonáveis... somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes... afinal de contas... Nós somos o “Amor”... Carlos Drummond de Andrade

Simpatia de Amarração DICIONÁRIO DE COZINHA DA BRUXA: • Asa de Morcego: Pimenta do reino • Coração de Boi: Tomate • Barriga de Sapo: Pepino · Sangue de Moça Virgem: Vinho tinto •Rabo de Escorpião: Salsa ou coentro •Moscas Mortas: Uvas passas •Olho de Sapo: Azeitona •Terra de Túmulo: Chocolate •Elfos Negros: Chá preto •Ossos Moídos: Farinha de trigo •Beijo da Sereia: Sal •Pernas de Aranha: Alecrim •Penas de Fênix: Louro •Saliva de Dragão: Vinagre •Pêlos de Unicórnio: Açúcar •Lágrimas de Moça: Cebola

Gazeta São Mateus

1 maçã bem vermelha. 7 fitas coloridas(exceto cor preta) Um pouco de açúcar cristal Um pouco de mel Um pedaço de papel branco sem linhas 1 vela vermelha. Modo de fazer: 1ºLave a maçã,e depois faça uma tampa na parte de cima(com a faca),em seguida, retire o miolo da maçã,fazendo assim,um buraco, reseve. Escreva o nome completo da pessoa que deseja amarrar no papel,se não tiver o nome completo,escreva ex: (fulano pé e cabeça), e

coloque o papel dentro da maçã,ponha também,dentro da maçã o açúcar cristal e o mel. 2º Tampe a maçã,com a sua propria tampa,e em seguida amarre a maçã com as 7 fitas,uma de cada vez, pensando na pessoa amada. Depois de amarrado a maçã,ascenda uma vela ao lado dela, pedindo a Maria Padilha que lhe dê a pessoa amada. 3º Esse trabalho deve ser deixado no mato ou grama após 7 dias de feito. O mais importante para que o trabalho dê certo é a FÉ, pois sem ela nada na vida dá algum resultado.


Página 10

Gazeta São Mateus

2ª Quinzena de Fevereiro de 2012

6ª Caminhada pela Igualdade e Paz em Itaquera

A

caminhada das mulheres de Itaquera está em sua 6ª edição e comemora o Dia Internacional da Mulher. O CCMI - Centro de Cidadania da Mulher de Itaquera e a Subprefeitura de Itaquera convidam para a 6ª Caminhada pela Igualdade e Paz em Itaquera, que acontecerá na quinta-feira, 08/03, a partir da 8 horas. O evento marca as comemorações ao Dia Internacional da Mulher. A concentração e a largada para a caminhada será na Praça da Estação, localizada entre a Rua Gregório Ramalho e Avenida José Pinheiro Borges, no centro de Itaquera. Antes da caminhada, as pessoas reunidas realizarão alongamentos e exercícios físicos, e em seguida percorrerão algumas ruas do bairro, em busca de Igualdade e Paz. Na edição passada, a Caminhada reuniu cerca de 600 mulheres,

que após receberem kits com materiais informativos, foram às ruas celebrar essa importante data marcada pela conscientização dos direitos da mulher. As mulheres saem às ruas para buscar seus direitos e conquistarem um espaço maior na sociedade. Entre os participantes, vão estar reunidas as lideranças comunitárias, grupos de melhor idade, feministas, servidoras e frequentadoras do CCMI. O Centro de Cidadania da Mulher é vinculado à Secretaria Municipal de Participação e Parceria. O Centro de Cidadania da Mulher está localizado à Rua Ibiajara, 495 - Pq. XV de Novembro, oferece diversos programas de atendimento como orientação social e psicológica às mulheres vítimas de violência, maternidade precoce, saúde reprodutiva, formação profissional, cursos e muitas atividades na área de lazer, esporte e cultura.

IMÓVEIS

Engenharia - Advocacia

Dr. Jair Hessel Jr. Diretor Jurídico

Ricardo Hessel Corretor Imobiliário Engenheiro Civil CREA 5061362089 Acadêmico de Direito

CEMESMA - CENTRO MÉDICO SÃO MATEUS S/C LTDA Várias Especialidades FONES: 2919-5146 Dr. Mitsuo Koshimizu 2962-5176

Oftalmologia

w w w.etruriaimoveis.com.br Av. Sapopemba, 13.874 - São Mateus - SP Fone: (11) 2919-0077 / 8414-1000

CRM 35459

Av. Mateo Bei, 3471 - São Mateus - SP EXAME MÉDICO PARA MOTORISTA CREDENCIADO PELO DETRAN Rua Elísio Ferreira, 544 – São Mateus – SP (Próx. ao Cartório de São Mateus) – Fone: 2919-0769

Profº Janilson das Neves Pinheiro CRA/SP 45.080 OAB/SP 102.159-E CRC/SP 1SP156862/0-9

• Administração: De bens, empresas e condomínios; • ADVOCACIA: Causas Cíveis, Família e Trabalho; • ARQUITETURA: Projetos, Decoração e Desdobro; • CONTABILIDADE: Abertura, Alterações e Encerramentos; • INFORMÁTICA: Organização, Sistema e Programa; • ENGENHARIA: Plantas, Regularização e Construções;

G  ASSESSORIA E CONSULTORIA Site: www.geassessoria.com.br @Mail: geassessoria@geassessoria.com.br

F: 2010-0543 - Fax: 2015-0883 Av. Satélite, 539 – Cidade Satélite – São Mateus

Favela que vira bairro. Antes não tinha, agora tem. O Programa de Urbanização de Favelas da Prefeitura de São Paulo vem mudando a vida de muita gente. Mais de 45 favelas estão recebendo novas unidades habitacionais, além de ruas asfaltadas, saneamento básico, iluminação e serviços públicos essenciais para milhares de famílias.

20 mil novas unidades habitacionais (3.870 já entregues). Paraisópolis

85 mil famílias estão sendo beneficiadas. Investimento de 2,5 bilhões de reais. Real Parque

11.671 famílias beneficiadas com o Programa de Recuperação de Cortiços.


Gazeta São Mateus - Edição 337