Page 1

09 DE OUTUBRO DE 2013

A1

Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

QUARTA-FEIRA nº 1032, ANO 10 R$ 2,00

FUTEBOL REGIONAL

EMPOLGANTE, COPA AMUNORPI CHEGA A FASE SEMI-FINAL A Copa Amunorpi 2013 chegou a fase semi-final de forma empolgante. Agora, quatro equipes disputarão o troféu após “sobreviverem” ao mata-mata. Wenceslau Braz enfrenta Figueira enquanto Guapirama encara Tomazina. Os jogos de ida acontecem no próximo dia 20 e a volta no final de semana seguinte. PÁGINA A8

DIVULGAÇÃO

WILLIAN NUNES - FOLHA EXTRA

WENCESLAU BRAZ

Câmara aprova crédito adicional de R$ 376 mil à município A câmara de Wenceslau Braz aprovou na sessão desta terça-feira (8), o projeto de lei que autoriza o executivo a alterar o plano plurianual do município. A reunião aconteceu em caráter extraordinário e aprovou por unanimidade os projetos de lei 067, 068 e 069 sobre crédito adicional especial, advindo do município. De acordo com o vereador Valdenir Aparecido Pontes (PC do B) o projeto tem por finalidade destinar um valor de R$ 376.636,97 a setores municipais. PÁGINA A3

CAMBARÁ

A história de uma torcida que tem estádio, mas não tem time

Produção industrial do Paraná tem o melhor resultado do País A produção industrial paranaense registrou o melhor resultado do País em agosto, com avanço de 12,3% sobre o mesmo mês de 2012. Na média nacional, houve recuo de 1,2%. É a quinta taxa positiva consecutiva do parque fabril do Estado nesse tipo de comparação, e a mais intensa desde março do ano passado (15%). PÁGINA A8

Mobilização Social pela Educação avança em Joaquim Távora e recebe visita do MEC Professores da rede municipal de ensino de Joaquim Távora participaram na última semana da Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. Entre os objetivos da atividade, está o de ampliar e fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola-comunidade que já vêm sendo desenvolvidas no município por iniciativa de educadores da Escola Municipal São Sebastião, sob a liderança da professora Adriana Ribeiro Freirias da Silva com o total apoio da diretora Valdirene Cabrera Mendes. PÁGINA A3 DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Em Cambará um grupo de torcedores encarna uma peculiaridade: eles são os proprietários do estádio da cidade, com capacidade para 20 mil pessoas, mas já não contam com um time para torcer. O esforço de anos para construir um campo que abrigasse o Matsubara, equipe que já foi uma das forças do interior do estado, resultou em uma desilusão para os apoiadores, que ficaram órfãos quando o clube abandonou a cidade - um dos últimos passos antes de deixar de existir. PÁGINA A4

FIM DO PRAZO

OBRAS

Concurso público de Wenceslau Pavimentação continua Braz encerra inscrições hoje em Jaguariaíva PÁGINA A4

PÁGINA A3


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

A2

OPINIÃO

COMIDA CASEIRA DE SABOR ÚNICO

Resolver conflitos sem violência Por HELOÍSA ARRUSSUL BRAGA Assistente social, bolsista de apoio técnico do CNPq e integrante do Gepaz.

No dia-a-dia, vivenciamos várias situações que nos causam estresse, angústia, raiva, tristeza, ódio e impotência. Muitas vezes, não sabemos como lidar com estes fatos que nos causam desconforto e sofrimento. Acabamos reproduzindo a violência sofrida ou nos isolando e não resolvendo o conflito. Você já ouviu falar em comunicação não violenta? Ela baseia-se em habilidades de linguagens e comunicação que fortalecem a nossa capacidade de continuarmos humanos, mesmo em condições adversas. É um processo conhecido por sua capacidade de solidariedade. Destaca-se a empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro), fundamental para a comunicação não violenta. Vem sendo utilizada por uma rede mundial de mediadores e facilitadores, com o objetivo de intervir e agir em favor da paz, através de sua abordagem aplicada a todos os níveis de comunicação e conflitos das relações sociais. Um dos estudiosos em comunicação não violenta é Marshall Rosenberg. Ele argumenta que, quando recebemos uma mensagem negativa, temos quatro opções de resposta: a) culpar a nós mesmos; b) culpar aos outros; c) escutar nossos próprios sentimentos e necessidades; e d) escutar os sentimentos e necessidades dos outros. Através da comunicação não violenta aprendemos que o outro nunca é a causa dos nossos sentimentos, podendo ser o estímulo. Isso implica que devemos ter consciência da maneira como recebemos o que outro diz ou faz. Em Porto Alegre existe um projeto piloto em escolas públicas e privadas na implementação de grupos de estudos em comunicação não violenta e círculos restaurativos, em parceria com a 3ª Vara do Juizado Regional da Infância e da Juventude, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Estadual de Educação, juntamente com a Faculdade de Serviço Social da PUCRS. Práticas restaurativas Existe uma alternativa pacífica de resoluções de conflitos que busca uma relação não hierárquica, de escuta, diálogo e respeito por todos os envolvidos. São as práticas restaurativas, que vêm sendo usadas em diversos espaços como escolas, poder judiciário, comunidades

e no dia-a-dia das pessoas. A ideia é proporcionar um encontro onde as pessoas diretamente envolvidas numa situação de violência ou conflito possam conversar e identificar suas necessidades não atendidas. Busca a responsabilização coletiva pela situação de conflito e construção de alternativas de resolução não violenta, visando a restaurar as relações rompidas. Alguns valores são essenciais para a realização do encontro tais como participação, respeito, honestidade, humildade, interconexão, responsabilidade, esperança e empoderamento. Nas escolas, essas práticas são conhecidas como círculos restaurativos. O círculo restaurativo está dividido em três momentos (compreensão mútua, autorresponsabilização e acordo). Somente são realizados se os envolvidos no conflito quiserem par ticipar e assumirem a autoria do fato (situação de violência ou conflito). Tem que ter foco definido (ex. J. chutou M.). Este é o fato que será trabalhado no círculo restaurativo, tentando compreender as motivações para tal ato e as necessidades não atendidas. O encontro restaurativo não se destina a apontar culpados ou vítimas, nem a buscar o perdão e a reconciliação, mas a percepção de que nossas ações nos afetam e afetam aos outros, e que somos responsáveis por seus efeitos. Existe um roteiro pré-definido para a realização do encontro onde a comunicação não violenta será utilizada a partir do quadro abaixo. Lançamos o desafio de buscarmos conhecer mais sobre esta nova forma de resolução de conflitos que vem resultando em experiências positivas e gratificantes na vida das pessoas. Cerca de 80% das que passaram por um círculo restaurativo se sentiram satisfeitas com o processo.

Comente o artigo http://issuu.com/ folhaextra

“Virei paciente” Por KAREN CÂMARA

Escritora do ‘Fãs de Psicanálise’

N

ão gosto que minha rotina seja quebrada ou bagunçada de repente, sem meu consentimento, sem aviso prévio. Acho que ninguém gosta. Na segunda-feira passada tive uma sessão de terapia que provocou um abalo sísmico dentro de mim. Eu era a analisanda, não a analista. De repente algumas placas tectônicas internas se moveram, enxerguei uma porção de coisas, fiquei agitada, desarrumada por dentro, os pensamentos confusos. Saí da terapia e fui direto para o trabalho. O enfermeiro que trabalha comigo viu que eu estava meio estranha e começou a verificar meus sinais vitais: pressão arterial, frequência cardíaca, glicemia. A pressão subiu. O coração não só acelerou como passou a bater fora do compasso. Os pensamentos ficaram confusos e se manifestavam em uma fala repetitiva, sem muita lógica. Pois é. Somatizei. Converti. Claro que eu queria continuar meu dia conforme o costume, mas não me deixaram. O enfermeiro chamou minha filha, que foi me buscar no trabalho e me levou direto para o hospital. Passei por vários médicos, todos com um jeitinho muito simpático, mas com idade para serem meus netos. Eu, num mau humor daqueles, questionava tudo, discordava

de tudo, só queria ir embora para casa. Eles tateando, tentando me tourear, talvez meio intimidados pelo fato de eu ser médica e ter cabelos brancos. Olhei os CRMs nos carimbos: todos altos, três vezes maiores que o meu, todos

S

Estabeleceu uma linha investigativa. Disse quais os exames iria pedir e por que. Deu um prognóstico. Aprendi muito naqueles poucos minutos de visita. Ufa, encontrei um médico de verdade! Como os de antigamente.

Baixei a cabeça. Murchei as orelhas. Fui para meu lugar. Naquela instante, naquele lugar, meu papel era de paciente. Cabe ao paciente, e só a ele, relatar seus sintomas. Cabe ao médico, e só a ele, elaborar hipóteses diagnósticas. formados há pouco tempo. Depois de uma verdadeira campanha de convencimento, fui internada, muito a contragosto. Sabe aquela situação em que você diz “aceito, mas não concordo”? No dia seguinte, depois de uma noite péssima, eis que surge um médico que parecia bem mais velho que eu. “O que você teve?” ele perguntou. “Uma arritmia e uma suspeita de AIT”, disse eu. (Obs: AIT quer dizer Acidente Isquêmico Transitório, ou seja, um pequeno derrame). Ele franziu a testa, cerrou as sobrancelhas, fez uma cara feia. “Isso é diagnóstico! Eu quero saber dos seus sintomas!” disse ele

Soul Eater oul Eater é um mangá japonês escrito e ilustrado por Atsushi Okubo, que adaptado para anime. Primeiro, posso afirmar que Soul Eater é uma obra excelente. Contudo, não afirmo que Soul Eater é daquelas obras obrigatórias. Não vamos ser exagerados. Você pode morrer sem ler Soul Eater. Mas o que a torna excelente? Esta é uma obra criativa, em todos os pontos. Percebe-se um autêntico esforço em fazer o diferente, o inesperado, o surpreendente, sem que o seja de uma forma forçada. Meus amigos, ser criativo, ter boas idéias, é uma coisa muito complicada, pois não é sempre que baixa a luz divina para nos inspirar. Daí que se diz que nada é original. Tudo se repete. Soul Eater vence o desafio da criatividade. Não sei se o autor de Soul Eater retirou suas idéias doutros lugares. Se tirou, soube muito bem como encaixar idéias alheias em sua obra. Essa criatividade permeia todo o interesse que se tem pela continuação do shonen. Você vai lendo o mangá, e se pergunta – o que vai acontecer? Mas não é como se faz comumen-

peremptoriamente. Baixei a cabeça. Murchei as orelhas. Fui para meu lugar. Naquela instante, naquele lugar, meu papel era de paciente. Cabe ao paciente, e só a ele, relatar seus sintomas. Cabe ao médico, e só a ele,

elaborar hipóteses diagnósticas. É claro que os dois têm que trocar informações e um ajuda o outro. É uma parceria. Mas cada um no seu lugar. De repente fui lembrada disso e, meu Deus, que alívio! Finalmente começou a verdadeira consulta, através do estabelecimento claro dos papéis e de suas funções naquela nascente relação médicopaciente. Alguém que vai me ouvir, que quer saber o que eu senti. Ele assumiu o papel de médico e me tratou como paciente, que era meu papel naquele momento. Me ouviu, me examinou com calma, viu meus exames anteriores com atenção. Explicou a gravidade do que eu tinha e os possíveis riscos.

Eles ainda existem. Ele pediu um exame e colocou seu carimbo. Uau! Um CRM baixo! Precisou surgir alguém com um CRM muito menor que o meu para me colocar em meu lugar. É nessas ocasiões que percebemos que não somos nada, apenas desempenhamos papéis diferentes nas mais diversas situações.

Comente o artigo http://issuu.com/ folhaextra

Por JOHNNY LAMS

Escritor do Recanto das Letras

te e outras estórias, pois Soul Eater faz misturas que nunca vi na minha vida em outras obras. Como assim? Bem. Soul Eater, como todo bom shonen, tem boas lutas e comédia. Isso é o padrão. O fora de padrão é parte filosófica e estética. Sim! A obra explora muitos aspectos da filosofia (teologia também?), principalmente na discussão sobre o devir entre a ordem e o caos, a civilização e a loucura, construção e destruição, poder e ética, coragem e medo. A obra se utiliza mais dos termos ordem vs. loucura. Os heróis da estória, membros de Shibusen, representam a ordem, que lutam contra a loucura representada pelas bruxas e kishin´s. No final das contas, observa-se que significado da estória é que devese buscar o equilíbrio: e tudo isso é refletido na estética da obra, de uma forma que foi planejada desde o começo da obra. Puxa! Fazer uma ligação filosófica e estética entre o começo da estória e o fim da estória é coisa de gente grande, gente gênio. Enfim, a obra consegue, permeada por coisas fúteis, brincar com coisa séria, criativamente debater questões filosóficas, planejadas esteti-

camente do começo ao fim – tudo propositalmente colocado. Não é todo dia que encontro uma obra assim. Veja bem. Eu sei que isso pode parecer estranho, pois leitores de mangás não são fãs de filosofia. Mas fiquem tranquilos: não falta comédia e porrada. Só que tem mais que isso. Agora vamos para os pontos médios ou baixos da obra – defeitos, dependendo do modo que você enxerga. Os personagens são bons? De modo geral, sim. Todavia eu não gosto muito do Soul Eater e a Maka Albarn. A Maka eu não gosto, pois ela foi feita para ser uma menina chata. Mas o Soul foi feito para ser legal, e eu não acho ele tão legal assim. O resto eu gosto. Meus personagens preferidos são Stein, Medusa, Black Star, Kid the Death e Justin Law. Porém, o legal é a interação entre todos os personagens. O problema é que penso que os personagens não são devidamente desenvolvidos. Há muitas arestas a serem aparadas. De toda forma, a obra não foi feita para ter uma estória perfeita, mas para ser visualmente “estilosa”. Outra questão a se criticar é que

em muitas situações o autor se utiliza dos diálogos para desenhar menos. Eu desconfio, inclusive, que ele se aproveita de quadros já desenhados para economizar trabalho (ex.: toma um quadro doutro volume, ou do mesmo, altera alguns pontos e traços, e coloca o balão do diálogo). Isso não acontece sempre, óbvio – se não a obra seria uma merda –, mas percebe-se uma preguiça em alguns pontos. Por fim, algumas lutas e questões ligadas a estória não são tão bem explicados. Mas acho que não posso criticar muito nesse ponto, em virtude de ter lido a obra em inglês – pode ser que não tenha entendido algo por culpa das minhas próprias deficiências linguísticas. No mais, acho que vale a pena conhecer a obra. Penso que o traço dela pode incomodar no começo. Se você chegar até volume 15 e não gostar, talvez a obra não seja para você.

Comente o artigo http://issuu.com/ folhaextra


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

A3

CIDADES

Mobilização Social pela Educação avança em Joaquim Távora e recebe visita do MEC Durante o evento, os profissionais da Educação conheceram as metas e estratégias do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE), bem como exemplos bem-sucedidos de sua aplicação em diversas localidades. Foram apresentados, ainda, os fundamentos da interação família-escola, dados da educação brasileira, os principais programas do poder público de apoio à Educação Básica, além de sugestões de atividades e dicas para a formação de Comitês de Mobilização DA ASSESSORIA Joaquim Távora

Professores da rede municipal de ensino de Joaquim Távora (PR) participaram na última semana da Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. Entre os objetivos da atividade, está o de ampliar e fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola-comunidade que já vêm sendo desenvolvidas no município por iniciativa de educadores da Escola Municipal São Sebastião, sob a liderança da professora Adriana Ribeiro Freirias da Silva com o total apoio da diretora Valdirene Cabrera Mendes. Durante o evento, os profissionais da Educação conheceram as metas e estratégias do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE), bem como exemplos bem-sucedidos de sua aplicação em diversas localidades. Foram apresentados, ainda, os

fundamentos da interação família-escola, dados da educação brasileira, os principais programas do poder público de apoio à Educação Básica, além de sugestões de atividades e dicas para a formação de Comitês de Mobilização. As exposições da Oficina foi conduzida pela representante da equipe do PMSE no Ministério da Educação (MEC), Luiza Catarina de Souza Carvalhal. Com o intuito de estimular a realização de atividades que conscientizem a comunidade local sobre a importância da interação família-escola, foi sancionada pela prefeitura de Joaquim Távora, no dia 13 de setembro, a Lei Municipal nº 1300/2013, que instituiu o Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação. O projeto de lei, que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia da Mobilização, havia sido aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores. O texto da Lei é de autoria do vereador Alexandre Almeida de Oliveira, em parceria com mobilizadores da Escola Municipal (EM) São Sebastião. A gestora da EM São Sebastião, Valdirene Cabrera Mendes, co-

DIVULGAÇÃO

Participantes da oficina conheceram de Joaquim Távora memora a aprovação da Lei, que também é resultado do esforço dos educadores. "Os mobilizadores da Escola Municipal São Sebastião agradecem o empenho do prefeito Gelson Mansur Nassar e dos vereadores na aprovação da Lei, em especial o vereador Alexandre, que abraçou a causa e tornou o anseio do grupo uma realidade", afirmou. Na abertura do evento o prefeito

Gelson Mansur Nassar (PSDB) e a diretora do Departamento Municipal de Educação profª Delzuita Vieira de Souza deram as boas-vindas e agradeceram a visita de Luiza Catarina e agradeceram também a presença de todos os cursistas, inclusive os componentes da solenidade de abertura, entre eles representante da Assistência Social; representantes das Igrejas; representante a

WILLIAN NUNES - FOLHA EXTRA

Pavimentação continua em Jaguariaíva DA ASSESSORIA Jaguariaíva

Os projetos foram aprovados por unanimidade pelos vereadores DA REDAÇÃO

A câmara de Wenceslau Braz aprovou na sessão desta terçafeira (8), o projeto de lei que autoriza o executivo a alterar o plano plurianual do município.

A reunião aconteceu em caráter extraordinário e aprovou por unanimidade os projetos de lei 067, 068 e 069 sobre crédito adicional especial, advindo do município. De acordo com o vereador Valdenir Aparecido Pontes (PC do B) o projeto tem por finalidade destinar um valor de R$ 376.636,97 a setores municipais. Conforme foi explicado R$ 81.182,36 será destinado ao hos-

pital municipal, R$ 200 mil será correspondente a suplementação para despesas relacionadas à saúde, para pagamentos de material de consumo, pessoa jurídica, física e folha de pagamento. R$ 20 mil é para pagamento do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público). R$ 5 mil será um valor proveniente a débitos bancários, lançados junto ao Fundo de Pre-

Ao final do encontro a técnica do MEC Luiza Catarina de Sousa Carvalhal recebeu os agradecimentos pela disponibilidade, presença e pela formação e criação do Comitê de Mobilização Social pela Educação através das palavras proferidas pela professora e diretora da Escola Municipal São Sebastião Valdirene e da diretora do Departamento Municipal de Educação profª Delzuita.

OBRAS

WENCESLAU BRAZ

Câmara aprova crédito adicional de R$ 376 mil à município

Secretaria de Educação de Jacarezinho (PR), representante do NRE, representante das Escolas Estaduais do Município. O evento contou com apresentações da comunidade tavorense, a Fanfarra Batucanção da APAE, regida pela professora Patrícia Negrini, a cantora e voluntária Magali Silveira e alunos da Escola Municipal São Sebastião – EF ensaiados por Alana Cristine.

vidência. A educação também receberá investimento. A merenda escolar receberá R$ 50 mil advindos de recurso federal passado através do salário educação e relativo a despesa para material de consumo à secretaria de Saúde, será destinado um valor referente a R$ 20.454,61. Os projetos foram aprovados por unanimidade pelos vereadores.

A prefeitura de Jaguariaíva, que agora tem à frente o prefeito José Slobodá (PHS), continua com o projeto de expansão da pavimentação na cidade, visando beneficiar cada vez mais moradores jaguariaivenses com ruas transitáveis e com bom escoamento de águas pluviais. As mais recentes vias com serviços em andamento são a Canguru e a Francisco Beltrão, no Jardim Primavera, e a Ypê e Pinheiros, no Taquaral. As ruas em execução receberão poliedro irregular. Na Canguru o

trecho pavimentado fica entre as vias Pato Branco e Avenida Sertaneja. Na Francisco Beltrão, o ponto beneficiado fica entre a Avenida Paranaguá e Rua Guaraí e entre a Marechal Cândido Rondon e João Martins da Costa Passos. Somadas, as ruas Canguru e a Francisco Beltrão receberão 10.917 m2 de calçamento em poliedro irregular; 2.654 m2 de meio-fio; 48 rampas de acessibilidade; 336 m2 de lombadas; 3.981 m2 de passeios; 1.393 metros lineares de galerias e 88 bocas-de-lobo. O investimento é de R$ 766.910,91. No Taquaral o custo estimado para pavimentação de 1.410 m2 nas ruas Ypê e Pinheiros é de quase R$ 132.862,82. Para essas ruas estão previstas as construções de mais de 466 m2 meio fio; 467,50m2 de passeios; 329 metros lineares de galerias; oito rampas de acessibilidade e 20 bocas-de-lobo. DIVULGAÇÃO

Mais ruas de Jaguariaíva são pavimentadas


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

A história de uma torcida que tem estádio, mas não tem time ARQUIVO PESSOAL OVANIR DE JESUS

G1-PR CAMBARÁ

Em Cambará um grupo de torcedores encarna uma peculiaridade: eles são os proprietários do estádio da cidade, com capacidade para 20 mil pessoas, mas já não contam com um time para torcer. O esforço de anos para construir um campo que abrigasse o Matsubara, equipe que já foi uma das forças do interior do estado, resultou em uma desilusão para os apoiadores, que ficaram órfãos quando o clube abandonou a cidade - um dos últimos passos antes de deixar de existir. Criado em 1974 por Sueo Matsubara, um empresário do ramo agrícola, o clube encerrou suas atividades em 2009 na terceira divisão do campeonato Paranaense. O time foi celeiro de atletas de expressão, entre eles o atacante Nilmar (ex-Inter e seleção brasileira), contou com o jogador Neto (ex-Corinthians) e teve o ator Nuno Leal Maia como técnico. Porém, apesar da tradição que criou no interior paranaense, acabou trocando de cidade. Foi uma frustração especialmente para a Torcida Organizada do Matsubara, a TOM, criadora do movimento de construção do estádio. Apesar do desgosto, o grupo tenta permanecer unido, marcado pela herança dos tempos em que a cidade se mobilizou para dar de presente ao Matsubara um local para mandar seus jogos no Campeonato Paranaense. A história começou nos anos 80, quando os torcedores organizaram rifas, arrecadaram dinheiro e fizeram um mutirão com trabalhadores voluntários para colocar em pé o Estádio Regional, que se transformou na casa do time. Foram mais de dez anos jogando ali sem problemas, até o início da década de 90, quando o time se destacou no quadrangular final do Campeonato Paranaense de 1993. O que parecia motivo de comemoração teve um gosto amargo, pois o regulamento previa que apenas

Estádio sobrevive mesmo sem ter um time locais com capacidade mínima de 20 mil pessoas poderiam receber jogos. O Matsubara teve que mandar suas partidas em Maringá, no estádio Willie Davids. Apaixonados pelo time, os torcedores voltaram a mobilizar toda a cidade para reunir mais recursos e dar ao Matsubara um estádio ampliado, que pudesse receber até mesmo a final do Paranaense, como sempre sonharam. Foram dois anos de muito esforço até o dia da entrega do estádio, agora maior. Pouco antes do início dos preparativos para o Campeonato Paranaense de 1995 e com a conclusão das obras, a torcida do Matsubara foi surpreendida pela notícia de que o time estava sendo transferido para Londrina. Atrás de mais recursos, os dirigentes do clube decidiram trocar sua casa, seu estádio e deixar para trás toda a TOM. “Assim que fomos entregar as chaves do estádio, com uma lotação boa, que poderia render muito ao Matsubara, o presidente comunicou que estava deixando Cambará para conseguir mais público e renda em Londrina. Justamente no dia em que o povo tinha se sacrificado e terminado as obras”, lembra Ovanir dos Anjos, atual vice-presidente do TOM. A AVENTURA EM LONDRINA, OS CRAQUES E A VOLTA MELANCÓLICA Em Londrina, a primeira temporada

do Matsubara empolgou o clube. A diretoria investiu alto contratando o jogador Neto (ídolo do Corinthians e campeão Brasileiro em 1990), além de uma equipe forte que ficou na terceira colocação, que lhe rendeu o título de campeão do interior. Em 1996, já sem Neto, a nova tentativa de atrair a atenção foi a contratação do ator Nuno Leal Maia como técnico, mas o time naufragou na 15ª posição. O ano seguinte foi o último da aventura do Matsubara em Londrina. O clube não conseguiu atrair torcedores, os investimentos cessaram e a equipe voltou para sua antiga casa. Em Cambará, porém, o Matsubara encontrou os torcedores ainda irritados com o abandono. “Quando ele (Sueo Matsubara) voltou, a cidade estava revoltada. Ele sempre reclamou que aqui não dava mais renda, mas ele queria o quê? Nos abandonou e achou que todos estariam de braços abertos? Ele acabou com a história do clube. Hoje em dia, os meninos de 18 anos nem sabem mais o que é o Matsubara”, desabafou Ovanir dos Anjos. Sem apoio em Cambará, o clube foi definhando e caindo até jogar em 2009 a terceira divisão do Paranaense mandando seus jogos na cidade de Santo Antônio da Platina. O clube encerrou suas atividades no mesmo ano, depois de não conseguir voltar para a segunda

divisão. TORCEDORES MANTÊM O ESTÁDIO E A MEMÓRIA Atualmente, o estádio construído com a força da cidade de Cambará está sem uso, mas continua administrado e cuidado pela TOM. O último grande evento ocorrido foi um jogo envolvendo o time master do Corinthians, que vistou a cidade para uma partida beneficente e levou mais de 5 mil pessoas. De resto, o Regional é usado para eventos esportivos e escolares do município. Os dez integrantes que restaram da TOM lutam para manter a história do grupo intacta. Entre as atividades, existem encontros no estádio e reuniões para saber o futuro do grupo. A luta atual é para trocar o nome do estádio para Regional Vicente de Camargo - organizador da arrecadação e das obras da construção na década de 80. Apesar de não ser utilizado há mais de um ano, Dos Anjos rebateu a ideia de que o estádio esteja abandonado. Sua preocupação atual é preservar o trabalho árduo dos moradores de Cambará na década de 80. Ele relembra o sacrifício que foi erguer um estádio do nada. “O Vicente criou uma comissão de construção. Compramos o terreno, um lugar que não tinha nada, era só mato. Começamos do zero e em seis meses entregamos o estádio para o Matsubara jogar”, disse.

Concurso público de Wenceslau Braz encerra inscrições hoje Salários variam de R$ 678 a R$ 4.500; inscrições custam até R$ 100. Inscrições devem ser feitas até hoje no site da prefeitura DA REDAÇÃO

As inscrições para concorrer as 207 vagas ofertadas pelo concurso público da Prefeitura de Wenceslau Braz, terminam hoje, quartafeira (9). São mais de 40 cargos com vagas abertas e as inscrições podem feitas no site da prefeitura. Os salários variam de R$ 678 a R$ 4.500 e as jornadas de trabalho podem ser de 20, 30 ou 40 horas

semanais, dependendo de cada função. A previsão é de que as provas sejam aplicadas no dia 10 de novembro e o resultado final deve ser divulgado até o dia 17 de dezembro. As inscrições custam R$ 40, para os cargos de nível fundamental, R$ 60 para os cargos de nível médio e R$ 100, para nível superior. A inscrição só será efetivada após a confirmação do pagamento da taxa de inscrição. De acordo com o edital, a validade do concurso é de dois anos contados a partir da data de publicação da homologação, que pode ser prorrogada ape-

A4

CIDADES

nas uma vez conforme necessidade da prefeitura. Entre os cargos ofertados para nível fundamental há 40 vagas para auxiliar de serviços gerais, 16 para agente de limpeza pública, 15 para vigia e dez para agente de obras e construção. Para os de nível médio, são 20 vagas para agente administrativo e seis para técnico em enfermagem, por exemplo. Alguns dos cargos ofertados para nível superior são para advogado, contador, enfermeiro, engenheiro civil, médico e psicólogo. A avaliação consiste em prova objetiva, prova prática e exame médico. Os locais

de prova ainda devem ser divulgados pela prefeitura. A previsão é de que o gabarito seja divulgado no dia 11 de novembro. Os candidatos que não acesso a internet podem realizar a inscrição nos computadores disponibilizados pela prefeitura na sede da Secretaria de Educação Municipal, na Rua Barão do Rio Branco, 271, ou na sede da Biblioteca Municipal Maria de Lourdes Alves, na Rua Nicolau Dabul, 65, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h.

COLUNA DA PÁGINA AGRONEGÓCIOS

Preço do milho chega ao menos nível em três anos, aponta Cepea Os preços do milho mantiveram a pressão de baixa nos últimos dias e atingiram o menor nível em três anos. A informação é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A oferta interna ainda é grande e o produtor tem dificuldade em escoar a produção para o mercado interno e externo. O indicador Cepea/Esalq/BM&FBovespa, com referência em Campinas (SP), que serve de referência para a liquidação de contratos na bolsa brasileira, registrou baixa de 2,66% entre os dias 30 de setembro e 7 de outubro. Na segunda-feira (7/10), a saca fechou cotada a R$ 23,68. No indicador de mercado físico, também com referência em Campinas, a queda é de 2,57% no período, com a saca de 60 quilos valendo R$ 23,26 (valor de segunda-feira, dia 7). “Em meio a esse cenário, o governo brasileiro tem disponibilizado políticas de apoio ao setor, via leilões, mas produtores, especialmente os de Mato Grosso, já começam a analisar a possibilidade de produzir etanol de milho, assim como é feito nos Estados Unidos”, informa o alerta de mercado, divulgado nesta terça-feira (8/10). Em Sapezal (MT), o preço do cereal, que esteve em R$ 9,48 por saca no dia 30 de setembro, a chegou a bater os R$ 10, mas encerrou a semana passada em R$ 9,75. Os dados são do Instituto de Economia Agropecuária do Estado (Imea). Apesar da leve valorização, as cotações ainda estão bem abaixo dos praticados no município na mesma época em 2012. No dia 30 de setembro do ano passado, a saca valia R$ 17,80. Em 4 de outubro, R$ 17. “Comparado ao mesmo período de 2012, as cotações deste ano em Sapezal estão em média 43,4% mais baixas, devido, sobretudo, à superoferta desta safra, que já lota as embarcações até o fim do ano, com preços que desestimulam a comercialização do cereal”, informou o Imea no boletim semanal divulgado nesta segunda-feira (7/10). Sobre o mercado internacional, o Imea avalia que, neste momento, há pressão da entrada do milho dos Estados Unidos no mercado. O viés baixista para os preços ocorre mesmo com atraso no desenvolvimento das lavouras e da colheita atrasada em relação ao ciclo passado. “De forma geral, a expectativa do mercado é de que os fundamentos baixistas continuem ao longo desta safra, uma vez que a elevação dos estoques do grão nos EUA e na América do Sul gera excedente da commodity. No curto prazo, o aumento da oferta imediata do produto com o avanço da colheita norte-americana pode pressionar ainda mais os preços do grão”, informa o Imea.

Governo negocia 100% das ofertas de opção com ágio de 7,3% O leilão de contratos de opção de venda de café, encerrado nesta terça-feira, negociou 100% da oferta 4.058 contratos, os quais não foram comercializados nos três leilões anteriores, realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O leilão de hoje corresponde a 405,8 mil sacas de 60 quilos. O prêmio a ser pago pelosprodutores ficou em R$ 1,84 por saca, o que representa um ágio de 7,3%, em comparação com o valor de abertura, que era de R$ 1,7150 por saca. O prêmio pago pelo cafeicultor garante o direito de vender o produto ao governo no vencimento dos contratos, em março de 2014, caso o preço de mercado esteja abaixo do valor de referência, que foi estabelecido em R$ 343 a saca. Atualmente, a saca de café, tipo exportação, similar ao exigido pelo governo nas opções, está cotada em cerca de R$ 260/R$ 270. Os grãos são originários de Espírito Santo, Bahia e Paraná e não foram arrematados nos pregões realizados nos dias 13, 20 e 27 de setembro. No total, os leilões de opção ofertaram 30 mil contratos, o equivalente a 3 milhões de sacas. Cada leilão foi composto de 10 mil lotes. O consultor Felipe Kamia, da Pharos, informa que os agentes do Estado de São Paulo foram o que adquiriram a maior parte dos lotes ofertados, arrematando 2.936 lotes, ou 293.600 sacas. No Estado de Minas foram adquiridos 851 lotes, ou 85.100 sacas. Por fim, foram adquiridos 271 lotes, ou 27.100 sacas por produtores e cooperativas do Paraná.


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

IBAITI

JABOTI

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA O MUNICIPIO DE IBAITI, CNPJ 77.008.068/0001-41, torna a público o pedido de LICENÇA PRÉVIA, junto ao IAP Instituto Ambiental do Paraná do Loteamento Urbano – BOM PASTOR, Localizado nesta Cidade de Ibaiti-PR.

PORTARIA Nº 162/2013 DE 1º DE OUTUBRO DE 2013.

WENCESLAU BRAZ

PREFEITURA MUNICIPAL DE WENCESLAU BRAZ ESTADO DO PARANÁ HOMOLOGAÇÃO e ADJUDICAÇÃO REF.: Pregão Presencial – Registro de Preço n° 55/2013 OBJETO: “Seleção de propostas visando ao registro de preço para contratação de Empresa Especializada em Serviços de confecção de Impressos Diversos destinados a Secretaria Municipal de Saúde”. Face ao contido no Parecer, do Departamento Jurídico, homologo o presente procedimento licitatório e a Pregoeira Municipal Adjudica seus Objetos as proponentes: MARQUINHOS ARTES GRAFICAS LTDA – ME, ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE IBIPORÃ. Wenceslau Braz - Pr, em 08 de outubro de 2013. Atahyde Ferreira dos Santos Junior Prefeito Municipal

Mônica de Oliveira Pregoeira Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE WENCESLAU BRAZ - PR EDITAL DE HABILITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DA PROPOSTA REF: PREGÃO PRESENCIAL – REGISTRO DE PREÇO 56/2013 A pregoeira comunica aos interessados no fornecimento do objeto do Pregão Presencial para Registro de Preço - nº 56/2013, que após a análise e verificação da documentação apresentada pelas proponentes, decidiu habilitar e classificar: Nº. Proponente Item Valor Total Recamax Comercio de Pneus 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 9, 10, 01 R$ 127.040,00 Ltda 11, 12, 13, 14 e 16 M & M Comercio de Pneus Ltda 02 15 R$ 20.100,00 Epp Reconor Recapagem de Pneus 03 8 R$ 16.672,00 Ltda Wenceslau Braz-Pr, 07 de outubro de 2013. Mônica de Oliveira. Pregoeira Municipal

A pregoeira comunica aos interessados no fornecimento do objeto do pregão presencial nº 57/2013, que após a análise e verificação da proposta e documentação apresentada pelas proponentes, decidiu habilitar e classificar: Nº. Proponente Item Valor unitário 01 Raninne Bus Comércio e Representação Ltda. 1 R$ 135.000,00

JABOTI PORTARIA Nº 161/2013 DE 1º de outubro de 2013. SÚMULA: NOMEIA MEMBROS PARA COMPOR O CONSELHO FISCAL DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE JABOTI. O Prefeito Municipal de Jaboti, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por Lei, R E S O L V E: Artigo 1º. Ficam nomeados para compor o Conselho Fiscal do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Jaboti - PR, por um período de 4 (quatro) anos, composta pelos seguintes membros: VALDELENA DA SILVA CURAN CPF Nº 340.563.199-87. WALDERMINA CURAN RIBEIRO CPF Nº 016.847.299-63. TEREZA RIBEIRO JACINTO CPF Nº 452.214.139-49. SUPLENTES: MARIA GONÇALVES REIS CPF Nº 739447859-91. MIGUEL PROENÇA CPF Nº 038777369-04. MALVINA RAMALHO CECILIATO CPF 005.577.658-12.

VANDERLEY DE SIQUEIRA E SILVA PREFEITO MUNICIPAL

JOAQUIM TÁVORA

Mônica de Oliveira. Pregoeira Municipal

DECRETO 2.899/2013. O Prefeito Municipal de Joaquim Távora, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o contido na Lei Municipal 696/91, que instituiu o Conselho Municipal de Saúde,

DECRETO 2.900/2013 O Prefeito do Município de Joaquim Távora, Estado do Paraná, fazendo uso das prerrogativas de suas funções, e; Considerando, o disposto no parágrafo 3º, do Artigo 120 da Lei Orgânica deste Município; Considerando, que a associação vem se utilizando do imóvel cedido, efetuando a perfeita e correta conservação do mesmo; DECRETA :

DECRETA ART. 1º. O Conselho Municipal de Saúde para o biênio 2013/2015 será composto pelos Conselheiros, abaixo nominados, nas condições de titulares e suplentes, respectivamente indicados pelo Poder Executivo e pelos segmentos da sociedade civil, conforme exigência legal: 12,5% GESTOR Titular: ADALGIZA PANICHI Suplente: SAUL BERNARDINO DE OLIVEIRA 12,5% PRESTADOR SERVIÇOS DO SUS Titular: SILVANA CAMARGO IZIDORO Suplente: LEIDINÉIA CORIMBABA RIBEIRO 25% TRABALHADORES DA ÁREA DE SAÚDE Titular: PAULA RENATA BRISSOLA MASSANARES Suplente: FERNANDA APARECIDA DOMINGUES VIEIRA Titular: IRONDINA RODRIGUES DE LIMA Suplente: ERENIZE CRISTINA SAI SILVA

Artigo 1º. Fica concedida ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO À MATERNIDADE E À INFÂNCIA DE JOAQUIM TÁVORA, pessoa jurídica de direito privado, com fins filantrópicos, inscrita no CNPJ sob nº 78.595.592/0001-29, com sede na Avenida Senador Souza Naves, 348, permissão de uso de bem público constante QUIOSQUE construído em tijolos à vista, coberto com telhas de barro tipo romana, medindo 8,42 m2 de área construída, situado na PRAÇA XV de Novembro, pelo prazo de 02 (dois) anos, nos termos do Artigo 120, § 3º da Lei Orgânica Municipal, podendo sofrer prorrogações à critério exclusivo e unilateral da Administração Municipal. Artigo 2º. O presente Decreto entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Joaquim Távora, 30 de setembro de 2013.

50% USUÁRIOS Representantes do Asilo São Vicente de Paulo Titular: CLAUDIO IZIDORO DOS SANTOS Suplente: DANIELE BARBOSA DE ALMEIDA Representantes dos moradores do Bairro Asa Branca Titular: REINALDO ROMÃO SABIÁ Suplente: FABIANO DE OLIVEIRA Representantes dos Moradores de São Roque do Pinhal Titular: NATALINA PANICHI DE OLIVEIRA Suplente: ELDA AURORA DE SOUZA Representantes dos Produtores Rurais - APR Titular: MARIA DA CONCEIÇÃO TRINDADE DE OLIVEIRA Suplente: CLARA DEISE APARECIDA MORGUETI Art. 2º. Ficam revogadas as disposições em contrário, entrando este decreto em vigor nesta data. Joaquim Távora, em 30 de setembro de 2013. GELSON MANSUR NASSAR PREFEITO MUNICIPAL

JUNDIAÍ DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL PORTARIA Nº 115/2013 O Prefeito do Município de Jundiaí do Sul, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, considerando o § Único do Artigo 101, Seção V, da Lei Municipal nº 90/97, de 20/03/1997 (ESMJS), RESOLVE Conceder Licença Especial Remunerada de 03 meses ao servidor municipal, Sr. Élvero Arantes Pereira, Motorista, portador da CTPS nº. 0934574 Série 001-0 PR, referente ao período trabalhado de 26.06.2005 a 26.06.2010 com início a partir de 01.10.2013 e término em 01.01.2014. Revogam-se as disposições em contrário, e com posterior publicação. PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE Gabinete do Prefeito do Município de Jundiaí do Sul – PR, 08 de outubro de 2013. Marcio Leandro da Silva Prefeito Municipal

R E S O L V E: Artigo 1º - Ficam nomeados para compor o Conselho Deliberativo do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Jaboti - PR, por um período de 4(quatro) anos, composta pelos seguintes membros: REPRESENTANTE DOS SEGURADOS: ROSANE SIQUEIRA DE OLIVEIRA CARVALHO CPF Nº 565.291.639- 72. INES APARECIDA DE OLIVEIRA SIQUEIRA CPF Nº 480.759.229-72. MARIA HELENA DA SILVA CPF Nº 480.760.589-53. SUPLENTES: NELSON CORREA MACHADO CPF Nº 015.736.249-00. GENEROSA DAS DORES SILVA CPF Nº 611.155.419-00. JOAO MARQUES DE AZEVEDO NETO Nº 313.842.349-34. REPRESENTANTE DO LEGISLATIVO: LETÍCIA REGINA DA CUNHA CPF Nº 008.491.949-38. SUPLENTE: ADRIANE APARECIDA DA SILVA MORAES CPF Nº 049.920.959-17. REPRESENTANTE DO EXECUTIVO: JOSÉ CARLOS JACINTO CPF Nº 739.967.189-34. SUPLENTE: CIRLÉIA DA SILVA SOUZA CPF Nº 763.514.249-68. Artigo 2º - Esta Portaria entrará em vigora a partir de sua publicação, Revoga-se a Portaria 08/2012. Gabinete do Prefeito Municipal de Jaboti, 1º de outubro de 2013. VANDERLEY DE SIQUEIRA E SILVA PREFEITO MUNICIPAL

Gabinete do Prefeito Municipal de Jaboti, 1º de outubro de 2013.

Wenceslau Braz-Pr, 08 de outubro de 2013.

JOAQUIM TÁVORA

NOMEIA MEMBROS PARA COMPOR O CONSELHO DELIBERATIVO DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE JABOTI. O Prefeito Municipal de Jaboti, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por Lei,

Artigo 2º - Esta Portaria entrará em vigora partir da publicação, revogam-se a Portaria nº 07/2012. PREFEITURA MUNICIPAL DE WENCESLAU BRAZ - PR EDITAL DE HABILITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DA PROPOSTA REF: PREGÃO PRESENCIAL 57/2013

A5

EDITAIS

GELSON MANSUR NASSAR Prefeito Municipal

DECRETO 2.901/2013 O Prefeito do Município de Joaquim Távora, Estado do Paraná, fazendo uso das prerrogativas de suas funções, e; Considerando, o disposto no parágrafo 3º, do Artigo 120 da Lei Orgânica deste Município; Considerando, interesse social premente em fornecer moradia digna a familia de baixa renda; Considerando, que a família que já vem se utilizando do imóvel cedido, efetuando a perfeita e correta conservação do mesmo; DECRETA : Artigo 1º. Fica concedida ao Sr. SEBASTIÃO PEREIRA DINIZ, brasileiro, casado, servidor publico, portador da cédula de identidade R.G. nº 3.879.162-1-SSP-PR., e inscrito no C.P.F. sob nº 439 424 749-72, residente e domiciliado nesta cidade, permissão de uso de bem público constante de Uma casa de alvenaria, com a área aproximada de 40m2, sito nesta cidade, localizado no pátio da Escola Municipal São Sebastião, pelo prazo de 01 (um) ano, nos termos do Artigo 120, § 3º da Lei Orgânica Municipal, podendo sofrer prorrogações à critério exclusivo e unilateral da Administração Municipal. Artigo 2º. O presente Decreto entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Joaquim Távora, 30 de setembro de 2013.

GELSON MANSUR NASSAR Prefeito Municipal

PINHALÃO

LEI 1160/2013 Súmula: Abre Crédito Adicional Suplementar no orçamento geral do exercício de 2013, e dá outras providências. A Câmara Municipal de Pinhalão, Estado do Paraná aprovou, e, Eu, Claudinei Benetti, Prefeito Municipal sanciono a seguinte lei: Art. 1º. - Fica autorizado ao Poder Executivo Municipal a abertura de Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no exercício de 2013, no valor de R$ 38.000,00 (trinta e oito mil reais), conforme segue: 02 – EXECUTIVO 01 – GABINETE DO PREFEITO 04.122.0008.2.002 – MANUTENÇÃO DO GABINETE DO PREFEITO 014 – 3.3.90.14.00.00.00.00 – 1000 – Diárias-pessoal civil..............................R$ 5.000,00 018 – 3.3.90.39.00.00.00.00 – 1000 – Outros serv. de terc.-pesoa jurídica.....R$ 6.000,00 03 – ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS 01 – ASSESSORAMENTO SUPERIOR 04.123.0006.2.003 – MANUT DAS ATIV DA SEC DE ADM E FINANÇAS 027 – 3.3.90.14.00.00.00.00 – 1000 – Diárias-pessoal civil.............................R$ 2.000,00 033 – 3.3.90.36.00.00.00.00 – 1000 – Outros serv. de terc-pessoa física........R$ 4.000,00 036 – 3.3.90.39.00.00.00.00 – 1000 – Outros serv. de terc.-P. jurídica............R$ 14.000,00 04 – VIAÇÃO E OBRAS PUBLICAS 02 – VIAÇÃO RURAL 26.782.0011.2.013 – MANUT DO SISTEMA DE VIAS VICINAIS 061 – 3.3.90.30.00.00.00.00 – 1000 – Material de consumo............................R$ 5.000,00 09 – ASSISTENCIA SOCIAL 02 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL 244 – 3.3.90.14.00.00.00.00 – 1000 – Diárias-pessoal civil..............................R$ 500,00 10 – INDÚSTRIA, COMERCIO, TURISMO E MEIO AMBIENTE 04 – FUNDO MUN DO MEIO AMBIENTE 305 – 3.3.90.14.00.00.00.00 – 1000 – Diárias-pessoal civil..............................R$ 1.500,00 TOTAL...........R$ 38.000,00 Art. 2º . – Para cobertura do crédito aberto no artigo anterior, serão utilizados recursos provenientes da anulação ou redução das seguintes dotações, como segue: 02 – EXECUTIVO 01 – GABINETE DO PREFEITO 04.122.0008.2.002 – MANUTENÇÃO DO GABINETE DO PREFEITO 013 – 3.1.90.13.00.00.00.00 – 1000 – Obrigações patronais..........................R$ 3.000,00 10 – INDÚSTRIA, COMÉRCIO, TURISMO E MEIO AMBIENTE 01 – INDÚSTRIA 22.661.0007.1.017 – INSTALAÇÃO UNIDADE DE BENEF IND. DO PESCADO 291 – 4.4.90.51.00.00.00.00 – 1000 – Obras e instalações.............................R$ 35.000,00 TOTAL.......R$ 38.000,00 Art. 3º. - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Pinhalão, em 08 de outubro de 2013. CLAUDINEI BENETTI Prefeito Municipal


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

JUNDIAÍ DO SUL

OUTRAS PUBLICAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ESTADO DO PARANÁ

APAE – ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS Escola “Maria Carvalho de Oliveira” Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial CNPJ 01.425.133/0001-72 UTIL. PÚB. MUNICIPAL – LEI Nº 71/96 UTIL. PÚB. ESTADUAL – LEI Nº 12448 UTIL. PÚB. FEDERAL – LEI Nº 505-7 RUA: SEBASTIÃO FERNANDES DA SILVA NETO, 15 – CEP: 84.930-000 JABOTI – PARANÁ FONE / FAX: (0**43) 3622-1106 Site : www.jaboti.apaebrasil.org.br e-mail: apae_jaboti@yahoo.com.br

RATIFICAÇÃO DO ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 040/2013 Ratifico o ato da Comissão de Licitação, nomeada através da Portaria nº. 28/2013, de 04 de março de 2013, que declarou Dispensável a Licitação, com fundamento no Art. 24, Inciso II, a favor da (s) empresa(s): CASA DO DOCE LTDA CNPJ nº 109011427/0001-14, no valor de R$ 1.771,60 (um mil, setecentos e setenta e um reais e sessenta centavos), na aquisição de guloseimas para serem distribuídos para todas as Crianças do Município e Crianças atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo, em Comemoração ao Dia das Crianças, face ao disposto no Art. 26 da Lei nº 8.666/93, vez que o processo se encontra devidamente instruído.

A6

EDITAIS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA, CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E CONSELHO FISCAL DA APAE DE JABOTI

PUBLIQUE-SE Jundiaí do Sul, 08 de outubro de 2013. Marcio Leandro da Silva Prefeito Municipal

A APAE de Jaboti, com sede nesta cidade, na Rua Sebastião Fernandes da Silva Neto, nº 15, bairro Samambaia, através de sua Diretoria Executiva, devidamente representada por seu Presidente Sr. José Carlos da silva , CONVOCA através do presente edital, todos os associados especiais e contribuintes da Apae, para Assembleia Geral Ordinária, que será realizada na sede da Apae, às 19:30 horas, do dia 28 de Novembro de 2013, com a seguinte ordem do dia: 1-

Apreciação e aprovação do relatório de atividades da gestão 2011/2013.

2- Apreciação e aprovação das contas dos exercícios 2011/2013, mediante parecer do Conselho Fiscal.

SANTANA DO ITARARÉ SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA A Prefeitura Municipal de Santana do Itararé, PR, torna público que requereu ao IAP, a Licença Prévia, para LOTEAMENTO – PROGRAMA DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL / PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA, sito no bairro Alferes Fabrício, imóvel parte da matricula n° 3.422. SANTANA DO ITARARÉ, 08 DE OUTUBRO DE 2013.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO ITARARÉ – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N° 039/2013

3- Eleição da Diretoria Executiva, Conselho de Administração e Conselho Fiscal da APAE de Jaboti, em cumprimento ao disposto no artigo 25, inciso III e 26 do novo Estatuto padrão da APAE de Jaboti. 4- A inscrição das chapas candidatas deverá ocorrer na Secretaria da Apae até 20 (vinte) dias antes da eleição, ou seja, no período de 09 (nove) de outubro de 2013 a 07 (sete) de novembro de 2013 que se realizará dentre as chapas devidamente inscritas e homologadas pela comissão eleitoral. (art. 58, inciso I, do novo Estatuto padrão das Apaes.) 5- Somente poderão integrar as chapas os associados especiais que comprovem a matrícula e a frequência regular há pelo menos 1 (um) ano nos programas de atendimento da Apae, e os associados contribuintes, exigindo-se, destes, serem associados da Apae há, no mínimo, 1 (um) ano, estarem quites com suas obrigações sociais e financeiras, e terem, preferencialmente, experiência diretiva no Movimento Apaeano. (art. 58, inciso II, do novo Estatuto padrão das Apaes) 6- É vedada a participação de funcionários da Apae na Diretoria Executiva, no Conselho de Administração e no Conselho Fiscal, com vínculo empregatício direto ou indireto (art. 58, inciso VI, do novo Estatuto padrão das Apaes) 7- A Assembléia Geral instalar-se-á em primeira convocação às 19:30 horas, com a presença da maioria dos associados e, em segunda convocação, com qualquer número, meia hora depois, não exigindo a lei quorum especial (art.24, §2º, do novo Estatuto padrão das Apaes). Jaboti, 09 de outubro de 2013. ___________________________ JOSÉ CARLOS DA SILVA Presidente da APAE

Encontra-se aberta na Prefeitura Municipal de Santana do Itararé, Estado do Paraná, o PREGÃO PRESENCIAL N° 039/2013, TIPO MENOR PREÇO, que trata da aquisição de um (01) veiculo de fabricação nacional, do tipo ônibus (rodoviário), usado, Conforme anexo do edital. O protocolo das empresas interessadas será no dia 24/10/2013, até às 08:45 horas, o credenciamento dos representantes das empresas interessadas e a abertura da sessão pública com recebimento dos envelopes com “ proposta de preços”, “documentos de habilitação’’ e abertura de envelopes de “proposta de preços”, dia 24/10/2013, às 09:00. O edital em inteiro teor estará a disposição dos interessados, de segunda à sexta-feira das 08:00 horas às 11:00 horas e das 13:00 horas às 17:00 horas, na Praça Frei Mathias de Gênova, 184, Centro, CEP 84970-000, Município de Santana do Itararé Telefone (43) 3526 1458 / 3526 1459, ramal 202. O edital será fornecido a partir do dia 09 de outubro 2013 no setor de licitações na prefeitura municipal, mediante a apresentação de recibo de pagamento no valor de R$ 20,00 (vinte reais) para o edital, seus respectivos modelos e anexos impressos.

SANTANA DO ITARARÉ PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO ITARARÉ – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N° 040/2013

JOSE DE JESUS ISAC PREFEITO MUNICIPAL

Encontra-se aberta na Prefeitura Municipal de Santana do Itararé, Estado do Paraná, o PREGÃO PRESENCIAL N° 040/2013, TIPO MENOR PREÇO, que trata da aquisição de materiais elétricos para manutenção da iluminação Pública do Município, Conforme anexo do edital. O protocolo das empresas interessadas será no dia 24/10/2013, até às 09:45 horas, o credenciamento dos representantes das empresas interessadas e a abertura da sessão pública com recebimento dos envelopes com “ proposta de preços”, “documentos de habilitação’’ e abertura de envelopes de “proposta de preços”, dia 24/10/2013, às 10:00. O edital em inteiro teor estará a disposição dos interessados, de segunda à sexta-feira das 08:00 horas às 11:00 horas e das 13:00 horas às 17:00 horas, na Praça Frei Mathias de Gênova, 184, Centro, CEP 84970-000, Município de Santana do Itararé Telefone (43) 3526 1458 / 3526 1459, ramal 202. O edital será fornecido a partir do dia 09 de outubro 2013 no setor de licitações na prefeitura municipal, mediante a apresentação de recibo de pagamento no valor de R$ 20,00 (vinte reais) para o edital, seus respectivos modelos e anexos impressos. JOSE DE JESUS ISAC PREFEITO MUNICIPAL

Paraná passa a integrar Conselho Mundial da Água DIVULGAÇÃO

AEN

Pela primeira vez na história, o Paraná passa a integrar o Conselho Mundial da Água - instituição que congrega governos, empresas públicas e privadas, universidades e organizações políticas e sociais do mundo todo. O certificado de filiação foi entregue, nesta terça-feira (08), em Budapeste, na Hungria, ao secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida, durante a Conferência Mundial sobre a Água. Cheida explica que o engajamento no Conselho Mundial permitirá ao Estado apresentar recomendações concretas para a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), principal órgão deliberativo global, que definirá a agenda de desenvolvimento pós-2015. "Somos a primeira Secretaria do Meio Ambiente do Brasil convidada à integrar o Conselho e participar diretamente da formulação de propostas mundiais na área de recursos hídricos", declarou Cheida ao receber o certificado, em Budapeste. Para ele, só a partir de discussões internacionais é possível chegar a um consenso entre as partes sobre a água, atingindo os objetivos da política de saneamento universal. O Paraná foi convidado para integrar o Conselho Mundial da Água pelo presidente da en-

O Conselho foi criado em 1996 tidade, Benedito Braga, durante o Fórum Mundial do Meio Ambiente, realizado no mês de junho, em Foz do Iguaçu. No Brasil, apenas o estado de São Paulo integra o Conselho. “É uma honra ter a Secretaria do Meio Ambiente do Paraná como integrante do Conselho, pois o Paraná é um estado importantíssimo e tem trabalhado muito bem a questão da conservação dos recursos hídricos e, portanto, tem muito a contribuir neste debate internacional”, declarou Benedito Braga. Como requisito, a Secretaria do Meio Ambiente entregou à sede do Conselho, que fica em Marselha, na França, a Carta de Interesses e um livro com todas as ações do governo relacionadas à água. O Paraná está à frente de muitos estados brasileiros no que se refere a gestão integrada e descentralizada das bacias hidrográficas. Estamos implementando o Pagamento Por Serviços Ambientais da Água

no Programa Bioclima, temos oito comitês de bacias instalados, promovemos o monitoramento da qualidade e quantidade da água dos nossos rios e implementamos à cobrança pelo uso da água. São iniciativas de vanguarda", enumera Cheida. CONSELHO MUNDIAL - O Conselho Mundial da Água foi criado em 1996, em resposta à preocupação global sobre as questões relacionadas aos recursos hídricos. A missão do Conselho é promover a conscientização, o compromisso político em questões críticas da água em todos os níveis, incluindo a tomada de decisão para facilitar a gestão eficiente. Ao todo, 311 membros integram o Conselho. Entre os fundadores, estão a União Internacional para a Conservação da Natureza, a Associação Internacional da Água, a ONU, Agência do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNDU), Unesco e Banco Mundial.


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

SOBRE

SEXO 10 maneiras de ter uma aparência melhor VOCÊ PUXA A CALÇA PARA CIMA? Ficar com a calça caindo a toda hora é sinal de que perdeu peso e não comprou novas roupas ou seu estilo inclui calças muito largas. De qualquer modo, está na hora de renovar seu guarda-roupa. É mais fácil ser levado a sério se vestir calças que realmente sirvam em você. Tente comprar um número menor e invista em cintos. ROUPAS MUITO GRANDES É comum achar que roupas maiores vão esconder aqueles quilinhos extras, mas infelizmente roupas maiores só fazem você parecer… maior. Procure roupas que não fiquem apertadas, mas que se adaptem ao seu físico. Opte por peças estruturadas como blazer e leve ao alfaiate para que caibam perfeitamente em você. VOCÊ É MUITO MAIS BONITO EM FOTOS ANTIGAS Claro que é impossível parecer ter 25 anos quando se tem 50, mas se as pessoas olham fotos suas de 5 ou 10 anos atrás e ficam surpresas de ver como era bonito – ou pior, não te reconhecem -, quer dizer que agora está muito largado. Se engordou, descubra o motivo e comece a comer melhor, a fazer exercícios e a dormir mais. PELE RESSECADA Ter a pele muito ressecada indica que é preciso cuidar da hidratação. Uma pele rachada leva a um tom de pele ruim e rugas mais marcadas. Beba ao menos 8 copos de água por dia, abuse de frutas e vegetais nas refeições e passe hidratante no rosto pela manhã e à noite. MESMOS EXERCÍCIOS Fazer exercícios é ótimo para manter o corpo saudável e forte. No entanto, manter o mesmo treino por muito tempo fará os músculos se acostumarem e, aqueles que não são trabalhados, irão enfraquecer. Mude a rotina de exercícios a cada 4 ou 6 semanas. Não precisa mudar tudo, mas experimente um aparelho diferente, por exemplo.

Mostra relembra Mazzaropi em seu centenario

DIVULGAÇÃO

Com ingressos a R$4 (inteira), a mostra exibe 26 filmes, entre eles "Jeca Contra o Capeta", "O Puritano da Rua Augusta" e "Jecão, um Fofoqueiro no Céu" DAS AGÊNCIAS

Um dos maiores ícones do cinema nacional, Amácio Mazzaropi, foi ator, diretor, roteirista e produtor. Em homenagem ao seu centenário, a Caixa Cultural apresenta a partir desta terça (8) a mostra "Mazzaropi - O Jeca Fez 100 Anos!". Com ingressos a R$4 (inteira), a mostra exibe 26 filmes, entre eles "Jeca Contra o Capeta", "O Puritano da Rua Augusta" e "Jecão, um Fofoqueiro no Céu". A obra de Mazzaropi é marcada pela forma cômica de abordar assuntos sérios e questões que incomodavam a sociedade. Além dos filmes, fazem parte da mostra palestras sobre a vida de Mazzaropi e um curso sobre cultura popular. Veja a programação completa do evento: QUARTA (9) 17h30 - "Portugal Minha Saudade", de Amácio Mazzaropi (1974, 100', ficção, DVD, livre) 17h45 - "O Vendedor de Linguiças", de Glauko Mirko Laurelli (1962, 95', ficção, DVD, livre) 19h30 - "O Lamparina", de Glauko Mirko Laurelli (1964, 104', ficção, 35mm, livre) 19h45 - "Meu Japão Brasileiro", de Glauko Mirko Laurelli (1965, 102', ficção, DVD, livre) QUINTA (10) 17h30 - "O Jeca Macumbeiro", de Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner(1975, 87', ficção, DVD, livre) 17h30 - "Mazzaropi", de Celso Sabadin (2013, 105', documentário, DVD, livre) 19h30 - "O Jeca e a Égua Milagrosa", de Pio Zamuner (1980, 102', ficção, DVD, livre)

A7

VARIEDADES PASSATEMPO FOLHA CAÇA-PALAVRAS SEMANA DA CRIANÇA

Chegamos à semana da criança, quem nunca gostou de brincar? Com o passar do tempo algumas brincadeiras foram deixadas de lado e a tecnologia passou a fazer parte do divertimento da garotada. Vamos relembrar algumas brincadeiras encontrando-as no caça-palavras? ADOLETA – AMARELINHA – ALERTA – BAMBOLÊ – BATE E CORRE – BATE FIGURINHA – BILBOQUÊ – BOBINHO – BOCA DE FORNO – BOLINHA DE GUDE – BOTÃO – CATA-VENTO – CAMA DE GATO – CHEFE COMANDA – CHINELO – CIRANDA – COBRINHA – ESCRAVOS DE JÓ – ESTÁTUA – FORCA – GATO E RATO – IOIÔ – JOÃO BOBO – MORTO-VIVO – PASSA ANEL – PEGA-PEGA – PETECA – PERNA DE PAUPIPA – QUEIMDA

19h30 - Palestra: A vida de Mazzaropi e a mais recente produção em sua homenagem, o documentário "Mazzaropi" SEXTA (11) 17h30 - "Um Caipira em Bariloche", de Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner (1973, 100', ficção, DVD, livre) 17h45 - "O Grande Xerife", de Pio Zamuner (1972, 95', ficção, DVD, livre) 19h30 - "Zé Do Periquito", de Amácio Mazzaropi e Ismar Porto (1960, 100', ficção, 35mm, livre) SÁBADO (12) 13h - Curso Cultura Popular e Mazzaropi com Silvia Oroz (Parte 1) 14h - "Tristeza do Jeca", de Amácio Mazzaropi (1961, 95', ficção, DVD, livre) 15h - "Jecão… Um Fofoqueiro No Céu", de Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner (1977, 105', ficção, DVD, livre) 16h - "O Jeca e a Freira", de Amácio Mazzaropi (1968, 102', ficção, DVD, livre) 17h - "Mazzaropi", de Celso Sabadin (2013, 105', documentário, DVD, livre) 18h30 - "O Corintiano", de Milton Amaral (1967, 98', ficção, 35mm, livre) DOMINGO (13) 14h - "Portugal Minha Saudade", de Amácio Mazzaropi (1974, 100', ficção, DVD, livre) 14h30 - "Chofer de Praça", de Milton Amaral (1959, 97', ficção, DVD, livre) 16h - "O Puritano Da Rua Augusta", de Amácio Mazzaropi (1965, 102', ficção, 35mm, livre) 16h30 - "Casinha Pequenina", de Glauco Mirko Laurelli (1963, 95', ficção, DVD, livre) 19h - "Jeca e Seu Filho Preto", de Pio Zamuner e Berilo Faccio (1978, 104', ficção, DVD, livre)

08/10/13

L P A Â Ô Ç F O R C A A H N I L E R A M A Ã A Y R

P A E S C R A V O S D E J Ó Á M A T R E L A P J S

C

P O N R O F E D A C O B B J C H A E C L A Ô I O I

C T Z Í X Q J A T E L O D A N Á Ú S H E Ô Ê P Á C

H Ü U E Ô X Ü O V I V O T R O M P T E N J L C Ã Í

I A I S C A M A D E G A T O U H Ò Á F A O O A H B

N Ê B O L I N H A D E G U D E Ü C T E A Ã B T Í O

E H H S B H B A T E E C O R R E Â U C S O M A Ã B

L Ü Ç O O Ê M P Â É A D M I E U Q A O S B A V Q I

O U T A H N I R U G I F E T A B Ô Í M A O B E Ê N

Õ Ã B I L B O Q U Ê Ü Ê D B Í I R O A P B K N Â H

O C D D À O J A D N A R I C Á Ó O T N R O W T V O

Á P E R N A D E P A U Ã Â H É S B Í D V Ü À O Ó É

à L O T A R E O T A G E P A G E P R A Õ J Á X V V

PREVISÃO ASTRAL ÁRIES (21 MAR. A 20 ABR.) Pique e boa disposição para um dia em que você vai precisar muito disso pra convencer clientes e sócios. Embora esteja num momento bom para ampliar seus interesses e seu território profissional, é sua convicção que convencerá os outros. Paixões no ar!

LIBRA (23 SET. A 22 OUT.) Você receberá ajuda e apoio de uma irmã ou de uma colega de trabalho; a presença feminina confiante e amiga será fundamental pra você se reposicionar. Há boas notícias no âmbito do trabalho, e nas vizinhanças de onde mora. Controle os gastos...

TOURO (21 ABR. A 20 MAI.) Mercúrio e Saturno unem forças no signo oposto ao seu. O significado disto é que você terá de escolher se entra de cabeça e pra valer numa relação ou parceria, ou cai fora de vez. Compromissos e responsabilidades assumidas no passado pesarão.

ESCORPIÃO (23 OUT. A 21 NOV.) Mercúrio e Saturno armam conjunção, reforçando a sintonia entre pensamento e ação. Seu senso de limites está apurado, mas procure não se podar! Vá até onde sente segurança, mas ande.

GÊMEOS (21 MAI. A 20 JUN.) Hoje o astral está mais leve pra você - e com um faro todo especial pra se conectar com as pessoas certas no momento certo, seu dia fluirá bem! Embora os planos possam mudar de um momento para o outro, você navegará bem nas aguas incertas da vida.

SAGITÁRIO (22 NOV. A 21 DEZ.) Lua e Vênus se encontram em seu signo, configurando um dia maravilhoso pra você melhorar o visual! Inclua sua inspiração nos relacionamentos afetivos - amigos e amores irão adorar seus mimos e atenções!

CÂNCER (21 JUN. A 21 JUL.) Você anda bem consciente da importância que tem, em sua vida, o equilíbrio familiar, e uma intimidade harmoniosa. Hoje é um ótimo dia para decidir algo mais sério sobre seu relacionamento com irmãos e parentes próximos também.

CAPRICÓRNIO (22 DEZ. A 20 JAN.) Clima astral sério que pede passos importantes - escolhas difíceis até. Um plano terá de ser adiado, um amigo pode furar na hora H. Argumentos consistentes serão importantes. Conte com o tempo, ele está a seu favor.

LEÃO (22 JUL. A 22 AGO.) Namorar e vencer desafios são os pontos altos do dia! Com todo o gás da Lua e de Vênus juntas em Sagitário, você solta sua paixão e inflama corações. Criativo e convinwww.lideranca.org/word/palavra.php cente, animado pela esperança e pela fé, poderá avançar na direção de seus desejos.

AQUÁRIO (21 JAN. A 19 FEV.) Sua vida social está colorida, promissora e animada hoje! Pode aproveitar pra encontrar os seus irmãos de fé e com eles reforçar esperanças. Uma pessoa amiga se revelará mais do que isto. Mercúrio e Saturno decidem seu futuro profissional.

VIRGEM (23 AGO. A 22 SET.) Dia de reunir a família em casa, brindar algo feliz, trocar afeto e reforçar laços que entusiasmam e levantam o moral dos que andam acabrunhados. Também dia de ter uma conversa bem séria com alguém. Estudos e comunicações exigem atenção maior.

PEIXES (20 FEV. A 20 MAR.) O assunto de hoje é compromisso com estrangeiros, aulas, publicações, algo que não pode ser adiado, e tem de ser assumido hoje. Lua e Vênus aumentam seu encanto, sua beleza e sua visão ampla da vida. Dia de sucesso, de se libertar e de mostrar seu valor.


Q U A R T A - F E I R A , 0 9 D E O U T U B R O D E 2 0 1 3 - E D. 1 0 3 2

Produção industrial do Paraná tem o melhor resultado do País DIVULGAÇÃO

Governo trabalha para garantir obras em estradas pedagiadas DA ASSESSORIA

Das 14 atividades industriais pesquisadas no Paraná, dez registraram alta AEN

A produção industrial paranaense registrou o melhor resultado do País em agosto, com avanço de 12,3% sobre o mesmo mês de 2012. Na média nacional, houve recuo de 1,2%. É a quinta taxa positiva consecutiva do parque fabril do Estado nesse tipo de comparação, e a mais intensa desde março do ano passado

(15%). Das 14 atividades industriais pesquisadas no Paraná, dez registraram alta. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal Regional - Produção Física (PIMPF), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e divulgada nesta terçafeira (08/10). A pesquisa mostra que a indústria do Paraná também ganha destaque no comparativo da passagem de julho para agosto, com uma variação positiva de 3,6%, contra uma taxa nula para o País. Nesta avaliação, o Estado teve o melhor desempenho entre os 14 locais pesquisados no Brasil.

No ano (janeiro a agosto), do setor fabril paranaense acumula alta de 3,1%, versus evolução de 1,6% para a indústria brasileira. Neste comparativo houve aumento na produção em dez dos 14 setores pesquisados. Na avaliação da economista Ana Silvia Martins Franco, técnica do Núcleo de Macroeconomia e Conjuntura do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), as estatísticas do IBGE revelam consistente recuperação da indústria paranaense, desde o mês de abril de 2013. Ela destaca que o salto positivo da indústria paranaense é re-

sultado do bom momento do agronegócio, da vitalidade do mercado de trabalho e das obras de infraestrutura em execução no Estado. Com isso, houve aumento da operação de setores importantes como química e petroquímica, metalmecância e insumos para a construção civil. Ana Silvia ressalta também que começam a aparecer os primeiros efeitos dos investimentos de cerca de R$ 25 bilhões atraídos pelo programa Paraná Competitivo, “a exemplo da recente inauguração das fábricas de caminhões DAF e de pneus Dunlop, em Ponta Grossa e Fazenda Rio Grande, respectivamente”.

COPA AMUNORPI

Definidos semi-finalistas da edição 2013 Wenceslau Braz enfrenta Figueira e Tomazina encara Guapirama; primeira rodada da semi-final acontece dia 20 LUCAS ALEIXO Wenceslau Braz

A edição da Copa Amunorpi de Futebol de Campo de 2013 chega a sua fase semi-final. Wenceslau Braz, Figueira, Tomazina e Guapirama avançaram e um destes times será o campeão da competição esportiva mais importante do Norte Pioneiro. Alguns dos favoritos já ficaram pelo caminho, como o atual campeão Jacarezinho, o atual vice-campeão Siqueira Campos e o invicto na primeira fase Santo Antonio da Platina.

Nas quartas-de-final, porém, o destaque fica para Wenceslau Braz, que aplicou duas sonoras goleadas sobre Quatiguá (5x2 e 7x1) e garantiu passagem a próxima fase. Agora, com a melhor campanha entre as equipes participantes, Wenceslau Braz já é considerada por muitos como a favorita ao título. No entanto, para chegar à final o time brazense terá um adversário a altura: Figueira. Três vezes campão da Copa Amunorpi e outras duas vezes vice, Figueira que sofreu, mas eliminou Pinhalão após ganhar um jogo e empatar o outro e mais uma vez faz sua tradição se consolidar dentro de campo. Na outra semi-final a promessa

DIVULGAÇÃO

Jogadores de Tomazina postam fotos em redes sociais com as lesões sofridas no jogo

também é de muito equilíbrio. Tomazina conseguiu se classificar na primeira fase mesmo estando no “grupo da morte” e depois ainda eliminou Santo Antonio da Platina na disputa de pênaltis em um jogo polêmico (detalhes no Box), até então e melhor equipe da competição. Já Guapirama, a segunda melhor campanha da primeira fase, foi responsável por eliminar o inicialmente favorito Jacarezinho também na disputa por pênaltis após os dois jogos da série terminarem empatados. Os primeiros jogos da semi-final serão no dia 20, quando Figueira recebe Wenceslau Braz e Tomazina, jogando em Jaboti por ainda não ter seu estádio reconstruí-

A8

DESTAQUES

do, enfrenta Guapirama. No dia 27 o mando dos jogos se inverte e o Norte Pioneiro conhecerá os dois grandes finalistas da competição. “A expectativa é de equilíbrio até o fim, mas depois dos nossos resultados recentes não tem como não dizer que acreditamos no título”, afirma Marcelo Prestes Matochek, técnico de Wenceslau Braz. “Como conseguimos ter a melhor campanha temos a vantagem de decidir em casa, e para nós isso é muito importante. Nosso time fez valer o mando de campo até agora e dentro de casa somos muito mais fortes”, completa o técnico do time com a melhor defesa e o melhor ataque da Copa Amunorpi.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), Nelson Leal Junior, afirmou na CPI do Pedágio da Assembleia Legislativa que o Governo do Paraná está trabalhando para incluir mais obras e reduzir as tarifas ao longo do Anel de Integração. Na manhã desta terça-feira (08), Leal Junior mostrou que a atual gestão busca soluções para os contratos d as seis concessionárias, que tiveram redução ou diminuição de até dois terços dos valores das obras previstas, ao longo de 16 anos de contrato de concessão “O governador Beto Richa herdou, dos dois governadores anteriores, contratos com aditivos e ajustes, retirando obras, como duplicações e contornos, ou alterando os valores de obras programadas, com custos previstos nos aditivos inferiores ao valor real”, disse o diretor do DER aos deputados da CPI. As planilhas de alterações e de valores das obras podem ser acessadas no site da Secretaria de Infraestrutura e Logística (www.infraestrutura.pr.gov.br), no banner sobre a CPI do Pedágio, com a apresentação do diretor do DER. RETIRADAS Os aditivos dos anos 2000 e 2002 e o ajuste de 2005 retiraram obras importantes ao longo de 2.493 quilômetros do Anel de Integração. Foram retirados 487 quilômetros de construção de novas pistas de rolamento (terceira faixa, duplicações e marginais), dos 885 quilômetros previstos, e eliminados 12 contornos de cidades, além de mais 261 intersecções (trevos e viadutos). Até 2007, houve aumentos acima da inflação (degraus) e o adiamento de obras para o fim do contrato. Em 2005, o trecho entre Cascavel e Foz do Iguaçu foi retirado, para promover a redução tarifária de 30% da concessionária Ecocataratas. Dentro desta mesma linha também

foram retiradas as obras futuras da concessionária Caminhos do Paraná. Os aditivos e o ajustes refletiram na definição dos custos das obras previstas em contratos. Leal Junior citou, por exemplo, a duplicação e contorno de Campo Mourão e Cascavel, na BR-369, onde os investimentos previstos (já com a correção atual) eram de R$ 481 milhões. No entanto, com os aditivos, este valor caiu para R$ 180 milhões, sendo postergado para os últimos anos da concessão. O mesmo aconteceu com a duplicação da Rodovia do Café, entre Apucarana e Ponta Grossa, em que o valor da obra caiu de R$ 1,2 bilhão para R$ 800 milhões. NEGOCIAÇÕES Leal Junior explicou aos deputados que o governo de Beto Richa (PSDB) tem trabalhado para antecipar as obras. Já conseguiu o Contorno de Mandaguari, duplicação entre Jandaia e Apucarana, Medianeira e Matelândia, contorno de Campo Largo. Também iniciou recentemente a duplicação entre Guarapuava e Relógio, com as construções de marginais e terceiras faixas na BR-373 e BR-277; a duplicação entre Cambé e o distrito de Warta, na região de Londrina; e vão começar as duplicações da Rodovia do Café e na BR-277, na região de Cascavel. O diretor-geral do DER esclareceu aos deputados que as novas obras têm taxa interna de retorno (TIR) diferente do contrato original. Quando foram firmados, as taxas foram fixadas entre 17% a 22,5%. Nos ajustes feitos pelo governo Beto Richa, a TIR está entorno de 8%. No ano passado, as concessionárias faturaram R$ 1,6 bilhão e pagaram R$ 383 milhões em impostos federais e municipais. “Mais de R$ 300 milhões foram para o governo federal, que nos últimos 16 anos deixou de investir R$ 850 milhões por ano nas rodovias federais, hoje concessionadas”, disse. Dos quase 2.500 quilômetros concessionados, dois terços são rodovias federais. Para o deputado e presidente da CPI do Pedágio, Nelson Luersen (PDT), as afirmações do diretorgeral do DER foram esclarecedoras. O deputado Douglas Fabrício (PPS) também elogiou a apresentação de Leal Junior, dizendo que foi a que mais dados e informações proporcionou à CPI. DIVULGAÇÃO

CONFUSÃO E POLÍCIA EM CAMPO O jogo entre Santo Antonio da Platina e Tomazina tem fortes reclamações por parte dos tomazinenses, que saíram vencedores do jogo, porém revoltados com a violência em campo. “O que aconteceu lá foi um absurdo. O juiz da partida não coibiu a violência e fomos massacrados em Santo Antonio da Platina, a palavra é essa: massacre”, reclama um dirigente de Tomazina que pediu para não ter o nome citado. “Queremos uma punição para jogadores e comissão técnica de Santo Antonio da Platina, que agiram sempre pressionando a arbitragem e o nosso time,

e usando de violência até. Um jogador nosso chegou a ir para o hospital com suspeita de fratura no rosto, e também vamos pedir punições para o trio de arbitragem”, completa o dirigente. A confusão generalizada começou após o lance que culminou com a grave lesão do atleta de Tomazina e a Polícia Militar teria disparados tiros de bala de borracha para acalmar os ânimos. Como a decisão foi para os pênaltis, mais uma vez foi necessária a presença dos policiais para que as cobranças pudessem acontecer normalmente.

Pedágios não são sinônimos de grandes melhorias no Paraná

FOLHA EXTRA ED 1032  

FOLHA EXTRA ED 1032

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you