Issuu on Google+

ALT AR

Á!

FOLHA EXTRA

A1

OS

EN

HO

OM

EU

PA S

TO R

EN

AD AM

EF

T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

10 anos

O JORNAL DO NORTE PIONEIRO

27 DE MAIO DE 2014

DIRETOR ALCEU OLIVEIRA DE ALMEIDA

TERÇA-FEIRA

acesse folhaextra.net

Nº 1146 ANO 10

R$ 2,50

JABOTI

População está satisfeita com administração, aponta pesquisa LUCAS ALEIXO - FOLHA EXTRA

Ao lado do vice Dito Tavico, prefeito Lei da Lica vistoria obras em Jaboti

Prefeito de Ibaiti participa de encontro de produtores

Padovani e Ratinho reúnem lideranças em Siqueira Campos FOLHA EXTRA

DIVULGAÇÃO

Em apenas um ano e meio de mandato, a atual administração municipal de Jaboti parece ter encontrado o caminho certo. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa feita recentemente, onde o prefeito local, Vanderlei de Siqueira e Silva, o Lei da Lica (PSDB), aparece com uma margem de grande aprovação entre os moradores do município.A pesquisa aconteceu em sete bairros distintos, e ouviu pessoas de diferentes idades, classes sociais, escolaridade e profissão. Em praticamente todos os segmentos, o prefeito tem a aprovação da maioria dos entrevistados – algo raro em qualquer tipo de pesquisa do gênero. Por exemplo, entre os bairros, a melhor avaliação da administração municipal vem da Vila Rural, onde 90% dos entrevistados consideram a gestão como boa ou ótima. PÁGINA A6

Curso de Odontologia no Norte Pioneiro será anunciado na próxima sexta-feira O governador Beto Richa (PSDB) estará na próxima sexta-feira (30) em Jacarezinho para assinar o decreto de implantação do curso de Odontologia na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). O pedido foi formalizado no mês de março pelo prefeito do município, Sérgio Eduardo de Faria, o Dr. Sérgio (DEM), o deputado estadual Pedro Lupion (DEM) e o movimento “Amigos de Jacarezinho”. DIVULGAÇÃO

O prefeito de Ibaiti, Roberto Regazzo, o Betão (PSB), participou do 1º Encontro de Produtores de Leite do município, realizado durante a última sexta-feira (23). PÁGINA A3

O encontro regional do PSC reuniu dezenas de lideranças de todo Norte Pioneiro durante o último sábado (24) em Siqueira Campos. Tendo os deputados Nelson Padovani e Ratinho Júnior como grandes nomes, o evento atraiu prefeitos, vice prefeitos, vereadores, e lideranças da região, que praticamente lotaram o pavilhão de festas do Santuário do Bom Jesus da Cana Verde. PÁGINA A3

PÁGINA A4

Caminhoneiro bêbado causa destruição em Santo Antônio da Platina Um homem provocou diversos prejuízos na noite de sábado (24) em Santo Antônio da Platina após dirigir embriagado. Ele acabou detido pela Polícia Militar na rua 19 de Dezembro, no centro da cidade PÁGINA A5


OPINIÃO A 2

T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

A barbárie está chegando

N

ada, não existe absolutamente nada no mundo que justifique um linchamento. Por pior que seja a crueldade, a atrocidade, justiça com as próprias mãos (ainda mais desta forma) torna os agressores tão ruim quanto o agredido supostamente seria. Comum em grandes centros, os linchamentos têm se espalhado e começam a chegar também no interior. No último final de semana um caso do gênero aconteceu em Ourinhos (SP), do lado de lá do rio Paranapanema, fazendo divisa com municípios do Norte Pioneiro. Ali, dois homens estariam tentando forçar a janela de uma casa para supostamen-

te praticar um furto. A vizinhança ouviu o barulho e partiu para cima da dupla. Um fugiu, o outro não. Qual o resultado? Um homem agredido violentamente em uma sessão de brutalidade que só acabou com a chegada da polícia. Não é difícil perceber que a barbárie está chegando (e aqui não é uma referência à Copa do Mundo e seus gastos tão brutais quanto um espancamento). Assim como várias outras coisas, algo tem início em grandes centros, se populariza e ruma com direção ao interior. Só que agora não é uma moda, ou uma mania, e sim o cúmulo da selvageria humana. Agora, caros governantes do

Brasil, saibam que cada vez que um caso desses acontece os senhores também têm sangue nãos mãos. E mais: cada vez que a população

dos por uma multidão. A culpa é só de quem chutou a cabeça de alguém indefeso? Não. A culpa é também daqueles que contribuíram

Agora, caros governantes do Brasil, saibam que cada vez que um caso desses acontece os senhores também têm sangue nãos mãos. E mais: cada vez que a população pratica um linchamento, tenham plena ciência de que muitos queriam os senhores ali, caídos, sendo massacrados por uma multidão.

pratica um linchamento, tenham plena ciência de que muitos queriam os senhores ali, caídos, sendo massacra-

para que pessoas vivessem em condições subumanas, às margens da sociedade, no limite da tolerância con-

sigo próprio e com aqueles ao seu redor. Como já foi dito, é impossível justificar o injustificável, e ponto final. Entretanto, em um país onde nem todos têm acesso a educação, e vivem sob preconceitos e todos os dramas que os limites financeiros impõe, ver alguém tentando lhe roubar o pouco que conseguiu muitas vezes em anos de trabalho vai gerar revolta. Para quem sempre estudou em boas escolas, tem plano de saúde, acesso a lazer e cultura, trabalha sob o regime das leis trabalhistas e quase sempre com um ar condicionado a tira colo, é fácil falar de revolta. E para quem vive no oposto disto? E para o pai de famí-

lia que precisa sustentar a casa com um salário mínimo, depende de transporte público, não tem acesso à saúde e vê seus filhos penando na rede pública de ensino, o que é revolta? Talvez só quem sinta isso na pele possa responder. Portanto, também pratica linchamento não só quem desvia recursos públicos, mas todos aqueles que fazem mau uso deles. Quem governa para si e para seus aliados, e não para a massa, está lá, massacrando alguém indefeso. Quem pode fazer algo para mudar o cenário social e não faz, é outro que tem as mãos (e os pés) manchados por sangue.

COMENTE O ASSUNTO. ACESSE WWW.FOLHAEXTRA.NET E DÊ SUA OPINIÃO.

Charge

A frase que antecede o beijo Por LEONARDO LUZ Entenda os Homens

E Esquecimento Por ANA VALÉRIA MORAES Educadora

C

Com aquela era bem a quinta volta que dava. Não se conformava com isso. Sabia que já não era mais nenhuma cocota (só a palavra que lhe ocorria lhe denunciava a idade), mas também ainda não estava senil. Contudo, eventos como esse estavam se tornando uma rotina, o que fazia com que ela começasse a mudar de opinião quanto a isso, não sem protesto. Com a cara amarrada pela própria falta de noção espaço temporal, resolveu dar-se mais uma chance. Iria olhar outra vez, e seguiu adiante em direção à rampa. Eram vários andares, todos muito iguais, simetricamente dispostos de forma a aproveitar melhor o lugar. Realmente, aos mais distraídos, percorrê-los constituía-se numa sequência de déjà vu's, sem quase nenhuma distinção a cada volta. O tom cinza das paredes só tinha sua monotonia monocromática quebrada com avisos também praticamente iguais. E, além disso, apenas colunas e luzes de led. Suando pelo abafado do ambiente,

olha o que foi dito!

percebeu que aquela tarefa estava se tornando algo maior do que podia suportar. Nem Hércules, se também estivesse na meia idade, teria vencido tamanho desafio com mais facilidade. Quarenta minutos andando sem nem saber direito onde estava enlouqueceria qualquer um. Mas isso não a consolou por muito tempo e pensou em desistir e simplesmente chorar. Cada lágrima que insistia em querer cair teria uma justa razão: a primeira, pela velhice que se avizinhava, a segunda, pela decrepitude consequente, a terceira, pelo atabalhoamento, a próxima, por ser tão idiota, depois, a outra, por ser uma completa cretina, blá, blá, blá... Então, encostou-se a uma parede, desconsolada. - Que ideia de jerico ter vindo aqui! - Tanta coisa para fazer e ela, feito uma tonta, sem conseguir ir embora! E mais se angustiava. Foi então que percebeu sua salvação se aproximando: um formoso rapaz sobre uma bicicleta, que ao perceber suas idas e vindas constantes, resolveu abordá-la.

Há muito tempo não ficava tão feliz ao ser procurada por um homem. Até porque esse tipo de encontro havia ficado lá atrás em sua longa vida de solteira. Era certamente um anjo enviado do céu. A solução de seus problemas. A prova que Deus existe! Recompôsse, assim, o mais rápido possível, enquanto ele se aproximava. - O que está acontecendo? - Perguntou ele, testemunhando sua aflição. - Ah, meu jovem, é que perdi meu carro. Quero dizer, não sei onde o estacionei, mas agora tenho certeza que com sua ajuda hei de encontrá-lo. Já estou aqui há quase uma hora, rodando feito uma barata tonta. - Poxa, senhora, que alívio! Pensei que alguém havia tentado molestá-la sexualmente... Nessa hora ela abriu um sorriso. Talvez não estivesse assim tão acabada, já que o bonitão pensou que ela ainda pudesse despertar algum desejo em alguém. Quem sabe, se tivesse sorte, até nele mesmo, pensou faceiramente, enquanto

ajeitava a postura. - Ah, querido, o que é isso? Na minha idade... - sorriu, enquanto fixava nele os olhos, esquecendo até do carro. Ele, em uma praticidade invejável, interrompe logo a tentativa de insinuação. - Pois bem, então me diga: qual o tipo de automóvel, a cor e a placa? Na mesma hora, ela parou de sorrir e emudeceu-se, fechando completamente o semblante. - Ah, não! – Agora não havia mais desculpa. – Como assim? – O espírito da caduquice tomava seu lugar, finalmente. Percebeu que tinha certeza de quais eram o carro e a cor, mas, a placa, a placa... E, esquecendo a toda a pose de dama e mulher fatal, praguejou encostada ao piloti mais próximo, desconsolada, lágrimas rolando. – M____ de idade!!! COMENTE O ASSUNTO. ACESSE WWW.FOLHAEXTRA.NET E DÊ SUA OPINIÃO.

O ser humano é o único animal que supervaloriza. Sempre fomos assim. Desde a supervalorização do pôr do sol (que acontece todos os dias, salvo engano), até a supervalorização do batom vermelho. Quando eu era adolescente e tímido e míope e com mullets e magrelo e nerd e virgem, eu tinha muitos problemas com as mulheres. Não que eu ainda não os tenha, mas hoje são outros. Eu via os homens abordando mulheres em boates, bares, e ficava maravilhado. Mas por um motivo diferente. Eu não queria saber como eles tinham coragem de ir até lá, nem em que momento eles decidiram isso. Isso tudo é supervalorizado, qualquer um toma essa decisão. O difícil mesmo, que eu levei anos para entender, era o famoso “e na hora, eu falo o que”? - E aí, pegou? - Peguei, pô! - Mas e aí, como foi? - Como foi o que? Pegar ela? - Não, como você chegou nela? - Cara, como assim? Cheguei chegando, cheguei e pronto. - Mas chegou como? Você falou o que? - Porra, falei que queria ficar com ela e tal. - Você chegou lá e falou “aí, quero ficar com você, e tal”? - Lógico que não, animal! Falei que queria ficar com ela, joguei um papo e rolou. - Mas que papo é esse? - Cara, papo, papo, falei do tempo, sobre o que poderia quebrar garras de adamantium, sei lá, sobre várias coisas. - Porra, mas isso tudo eu também falo, quero saber o pulo do gato. Onde acaba o papo furado e vem a frase que antecede o beijo! Você fala o que? - Sei lá o que eu falo, cara! Na hora, rola! E essa foi a dúvida da minha vida

“Na campanha não prometi emprego para ninguém, e escolhemos pessoas qualificadas para assumir os cargos, e não aliados políticos, como muito se faz por aí”

“O campo é um dos pilares da nossa economia e a produção de leite é um ramo que tem muito a crescer, e este crescimento só é possível com qualificação e incentivo”

Lei da LicaPrefeito de Jaboti

Roberto Regazzo o BetãoPrefeito de Ibaiti

durante muitos anos. Eu sabia falar sobre a guerra nas Balcãs, sobre os pinguins viajarem entre continentes sem se perder ou sobre arte barroca, mas eu não sabia o tchan, o pulo do gato, a frase que muda do “será que ele tá flertando comigo” para “Meu Deus, ele me quer! Preciso fazer alguma coisa”. E durante anos, eu não soube. Como uma cobra, eu enrolava, enrolava, enrolava e, em um momento de vulnerabilidade, arremessava meu bico armado na direção da boca da vítima, assim, do nada, sem aviso prévio. Algumas vezes funcionou, outras eu tive que me explicar pra segurança do prédio. Ganhei alguns beijos ardorosos como recompensa pela minha ousadia, mas também já ganhei uns olhares bem estranhos por essa minha “coragem”. E assim eu cresci, sempre entrando no assunto pela tangente, rodeando, entrando no assunto. Mas teve vezes que eu não tive voragem de dar o bote. Acontece. E, com muita vergonha, admito que ainda sou um pouco assim. Ainda não tenho a frase mágica que antecede a trilha sonora romântica. Ainda rodeio, rodeio, rodeio, e deixo para dar o bote quando tiver quase certeza da vulnerabilidade da vítima. Eu já tentei sondar amigos, perguntar para as mulheres, mas parece que é uma espécie de maçonaria, se você não sabe, nunca vai saber até ser convidado por alguém. Já comprei livros, DVDs, assisti palestras de gurus e nada. Já tentei até ouvir conversas escondido pra tentar flagrar o exato momento, mas foi tudo em vão. Mas ainda desconfio que nada disso exista e que as pessoas me digam isso só pra rir de mim pelas costas. Só pode.

“O próprio campus onde funciona o Centro de Ciências da Saúde, que já tem os cursos de Educação Física e Fisioterapia, pode abrigar o curso de Odontologia” Sérgio Eduardo de Faria o Dr. SérgioPrefeito de Jacarezinho


T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

SIQUEIRA CAMPOS

POLÍTICA A TODO VAPOR

Com Padovani e Ratinho Jr, PSC reúne lideranças para encontro

POLÍTICA A 3 Dois Tempos NOVELA SEM FIM

PT pede ao TSE mandato de André Vargas na Câmara

Deputados federais Padovani e Ratinho Júnior, dois dos principais nomes da sigla no Paraná, estiveram em Siqueira Campos para o encontro regional do partido DIVULGAÇÃO

DA REDAÇÃO Siqueira Campos editorial@folhaextra.net

O encontro regional do PSC reuniu dezenas de lideranças de todo Norte Pioneiro durante o último sábado (24) em Siqueira Campos. Tendo os deputados Nelson Padovani e Ratinho Júnior como grandes nomes, o evento atraiu prefeitos, vice prefeitos, vereadores, e lideranças da região, que praticamente lotaram o pavilhão de festas do Santuário do Bom Jesus da Cana Verde. “É uma honra vir até Siqueira Campos e encontrar tantas pessoas interessas em discutir política, mas não politicagem, e sim política, aquilo que lutamos diariamente para melhorar a vida da população de diversas formas”, destaca Padovani. “Tudo que foi falado aqui, discutido, apresentado, será levado a diante, seja em questões do nosso partido, seja em questões a população em geral. Siqueira Campos é um município muito próspero e batalhamos sempre para conseguir mais e mais recursos aqui para Siqueira e obviamente para todo Norte Pioneiro”, continua o deputado. Para Ratinho, é importante que o partido esteja alinhado para

DIVULGAÇÃO

Ratinho Júnior com lideranças de SIqueira Campos durante o encontro

“É uma honra vir até Siqueira Campos e encontrar tantas pessoas interessas em discutir política, mas não politicagem, e sim política, aquilo que lutamos diariamente para melhorar a vida da população de diversas formas”, destaca Padovani. que os representantes regionais possam levar até outras esferas questões de cada localidade. “É fundamental que coordenadores regionais, deputados e lideranças estejam em sintonia, para que a voz da

população chega até nós, deputados”, discursa. “E para mim vai ser sempre uma alegria vir a Siqueira Campos, uma cidade que sempre me recebeu de braços abertos e que eu sempre procurei retri-

buir todo este carinho”, completa Ratinho. REQUERIMENTO Durante o evento o advogado Laércio Ademir dos Santos, presidente do PSC de Tomazina, entregou aos deputados Padovani e Ratinho Júnior um requerimento pedindo aos parlamentares a abertura de uma investigação sobre a possível construção de uma hidrelétrica de pequeno porte no rio das Cinzas, próxima ao Salto Cavalcanti, o que poderia prejudicar um dos maiores pontos turísticos do Norte Pioneiro.

COMENTE O ASSUNTO. ACESSE WWW.FOLHAEXTRA.NET E DÊ SUA OPINIÃO.

Prefeito de Ibaiti participa de encontro de produtores de leite DIVULGAÇÃO

DA ASSESSORIA Ibaiti editorial@folhaextra.net

O prefeito de Ibaiti, Roberto Regazzo, o Betão (PSB), participou do 1º Encontro de Produtores de Leite do município, realizado durante a última sexta-feira (23). Na ocasião o prefeito ressaltou a importância da aquisição de conhecimentos sobre questões atuais relacionadas a cadeia do leite, troca de informações com fornecedores e prestadores de serviços do setor e oportunidades de negócios entre a cadeia. “O campo é um dos pilares da nossa economia e a produção de leite é um ramo que tem muito a crescer, e este crescimento só é possível com qualificação e incentivo”, ponderou.

Prefeito Betão destaca importância da produção de leite para a economia local

EVENTO Durante todo o dia, os produtores tiveram a oportunidade de participar de um conjunto de palestras, para melhorar a produção leiteira do município. Entre as palestras estavam: Qualidade do Leite e Legislação, com o médico veterinário do Senar, Claudio

Livramento; Palestra com o médico veterinário da CRI Genética do Brasil, Ricardo Mancilha; Alimentação e Manejo Animal, Gado de Leite com o zootecnista da Tortuga, Edgar Moser; Irrigação de pastagem, com o engenheiro agrônomo da empresa Irrigarural, Fábio Antonio Cagnin. e Mecanização do leite, com a Pontrale,

através do palestrante Diego Fernando Simão e Marcos Ribas. No final houve entrega dos certificados dos cursos do Senar. O evento foi promovido pela prefeitura de Ibaiti em parceria com diversos comércios e empresas ligados a agropecuária.

Prefeitos vão a Brasília por rede de esgoto DA REDAÇÃO editorial@folhaextra.net

Dois prefeitos do Norte Pioneiro devem embarcar hoje rumo à Brasília com o objetivo de pleitear recursos para a instalação da rede de coleta e tratamento de esgoto para os

municípios de Jaboti e Pinhalão. Desta forma, os prefeitos dos dois municípios, respectivamente, Vanderlei de Siqueira e Silva, o Lei da Lica (PSDB), e Claudinei Benetti (PSD), devem desembarcar na capital federal e seguir rumo à Fundação Nacional de Saúde, onde se encontrarão com dirigentes

do órgão e irão expor a necessidade urgente da construção de redes de coleta e tratamento de esgoto para ambas as cidades. “Atualmente nossa coleta de esgoto é zero, não temos absolutamente nada, e do jeito que está não pode ficar. Então vamos para Brasília para tentar fundos para construir a

rede de esgoto aqui em Jaboti”, explica Lei da Lica. “Hoje em dia ter uma rede de esgoto é o básico de quem se preocupa com saúde, e eu e o Lei precisamos destes recursos para nossas cidades. Esperamos que a viagem dê frutos e que o mais rápido possível a gente consiga essas verbas”, pontua Benetti.

O Partido dos Trabalhadores (PT) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para decretar a perda do cargo do deputado federal André Vargas por conta da desfiliação do parlamentar do partido, em abril. A defesa do parlamentar informou que não foi notificada sobre a ação e só vai se manifestar depois. André Vargas é alvo de denúncias de envolvimento com o doleiro Alberto Yousseff, preso pela Polícia Federal (PF) na Operação Lava Jato. A operação investigou um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. O parlamentar é suspeito de fazer tráfico de influência no Ministério da Saúde. Ele também admitiu ter viajado em um jatinho fretado pelo doleiro preso pela PF. Por conta das denúncias, no dia 25 de abril, Vargas se desfiliou do PT. Nesta segunda, após reunião da Comissão Executiva Nacional da legenda, em Brasília, o presidente do partido, Rui Falcão, confirmou que o pedido já foi feito e que, na avaliação dele, a cadeira de Vargas deve ser ocupada pelo suplente dele, o deputado Marcelo Almeida (PMDB-PR).“O que me perguntaram na reunião hoje e eu confirmei [aos dirigentes] é que nós estamos pleiteando o mandato do André Vargas”, disse Rui Falcão. Ao TSE, o partido argumento que o deputado foi eleito pelo PT para exercer o mandato e que o documento apresentado sobre a desfiliação "não expõe os motivos de sua iniciativa". "Resta caracterizado, a toda evidência, o desligamento voluntário da agremiação e exposição de motivos pessoais alheios ao programa partidário ou que denotem discriminação."

ÍCONE DO PARANÁ

Richa anuncia restauro do Teatro Guaíra

DIVULGAÇÃO

O governador Beto Richa anunciou nesta segunda-feira (26), em Curitiba, o início das obras de restauro dos auditórios do Teatro Guaíra, que serão executadas em parceria com a Renault do Brasil. “É um momento histórico para todos nós e uma alegria anunciar a primeira grande reforma do Guairão e Guairinha, uma necessidade de décadas”, disse Richa. Richa destacou que a revitalização do Guaíra demonstra o compromisso deste governo com a cultura e a educação. “Teremos este espaço, que é um ícone cultural, completamente recuperado para oferecer mais segurança, conforto e comodidade não só para o público mas também para os artistas que aqui se apresentam”, disse o governador. O anúncio foi feito durante solenidade no Guairão, o grande auditório, com as presenças do presidente da Renault, Olivier Murguet, do secretário de Estado da Cultura, Paulino Viapiana, a diretora-presidente do Centro Cultural Teatro Guaíra, Monica Rischbieter e o vice-presidente da Renault do Brasil, Alain Tissier. Richa enfatizou a participação da Renault na iniciativa. “Além de investir R$ 2 bilhões na unidade fabril, a empresa está presente também em outras áreas, com investimentos culturais, como é o caso deste projeto”, ressaltou o governador.


T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

FORMAÇÃO DE GESTORES

Curso de Odontologia no Norte Pioneiro será anunciado na próxima sexta-feira DIVULGAÇÃO

DA ASSESSORIA Jacarezinho editorial@folhaextra.net

O governador Beto Richa (PSDB) estará na próxima sexta-feira (30) em Jacarezinho para assinar o decreto de implantação do curso de Odontologia na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). O pedido foi formalizado no mês de março pelo prefeito do município, Sérgio Eduardo de Faria, o Dr. Sérgio (DEM), o deputado estadual Pedro Lupion (DEM) e o movimento “Amigos de Jacarezinho”. Naquela mesma semana, os prefeitos pertencentes à Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) também assinaram um documento apoiando o pleito da cidade pelo curso superior. Naocasião, o reitor em exercício da UENP, Rinaldo Bernardelli Junior, explicou efetivamente como estava a situação. “Existe um projeto pronto que já foi aprovado pelo Conselho Universitário e protocolado na Secretaria Estadual de Ciência e Ensino Superior em 2010”, explica. Representantes da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), regional de Jacarezinho, sinalizaram que a entida-

ESTADO A 4 EmResumo SEM BURACOS

Prefeitura recupera 10 mil metros quadrados de asfalto em Ribeirão Claro

DIVULGAÇÃO

Beto Richa ao lado do reitor da UENP, RInaldo Bernardelli Júnior de poderia auxiliar até mesmo financeiramente com R$ 100 mil para a instalação do curso. “Temos esta quantia em nossa conta que seria um investimento para futuros profissionais da área”, argumenta Élson Luiz de Almeida, representante da ABO. O prefeito de Jacarezinho sinalizou que espaço para iniciar o curso já existe juntamente com alguns itens necessários. “O

próprio campus onde funciona o Centro de Ciências da Saúde poderia abrigar o curso de Odontologia”, comenta o Dr. Sérgio. Ele ainda explica que a parceria com o Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro (Cisnorpi) é importante. Além disto, o governo Federal disponibiliza um Centro de Especialidades Odontológica (CEO), do tipo 3, que conta

com oito cadeiras para estabelecimentos de saúde. REMARCADO O anúncio deveria ter acontecido na semana passada, quando Richa estaria em três municípios do Norte Pioneiro (além de Jacarezinho, Wenceslau Braz e São José da Boa Vista receberiam também o governador), porém as fortes chuvas adiaram a visita.

COMENTE O ASSUNTO. ACESSE WWW.FOLHAEXTRA.NET E DÊ SUA OPINIÃO.

Projeto prevê modernização da entrada de Siqueira Campos

A prefeitura de Ribeirão Claro executou a recuperação asfáltica de 10 mil metros quadrados de ruas do perímetro urbano. Ao todo cinco ruas foram incluídas nas obras com investimento de R$ 100 em recursos próprios e operários da Secretaria de Obras. A iniciativa faz parte do programa de recuperação de ruas criada pelo prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV). Nessa etapa foram recuperados trechos das ruas Altamiro Batista de Araújo, Doutor Antônio Lemgruber, Osvaldo Amaral de Oliveira, Luiz Carlos Paraná e Joaquim Ribeiro Gomes. Ao todo foram gastos 15 dias para executar a obra por um total de 10 quadras. Uma nova operação tapa-buracos está prevista para iniciar assim que as condições climáticas forem favoráveis.

MAIS MÉDICOS

DIVULGAÇÃO

Médicos cubanos já reforçam atendimento em Jacarezinho

DIVULGAÇÃO

Novo trevo de acesso pela rua Rio Grande do Sul (imóveis não estão inclusos na projeção gráfica) DA ASSESSORIA Siqueira Campos editorial@folhaextra.net

O departamento de Planejamento, Obras e Urbanismo da prefeitura de Siqueira Campos está finalizando os orçamentos para a execução da obra que

deverá ser feita pela própria prefeitura municipal visando à urbanização da entrada da cidade no trevo de acesso pela Rua Rio Grande do Sul, principal entrada rumo ao centro siqueirense. A previsão da obra é para o mês

de agosto de 2014. O objetivo é transformar e modernizar a chegada da cidade com nova iluminação, sinalização e paisagismo. O projeto apresentado vem chamando a atenção da população pela transformação que deverá acontecer no

local conforme esboço apresentado pela engenharia. Vale ressaltar que nesta ilustração não estão inseridos os imóveis localizados no entorno das ruas e a divulgação está sendo feita apenas para conhecimento da população.

Os médicos cubanos David Velazquez Cordovi, Dayana Salgado Arevich, Victor Manuel Cordova Tamame e Yudisleydis Almaguer Corrales já começaram os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Jacarezinho. Um ficará no bairro de Marques dos Reis, dois no bairro Aeroporto e um na Vila São Pedro. Para o prefeito Sérgio Eduardo de Faria, o Dr. Sérgio (DEM), é uma ação importante que irá auxiliar a população com atendimento médico pelo sistema básico. “Distribuímos no Marques dos Reis por ser mais distante da área central e nos dois bairros mais populosos de nossa cidade”, enfatiza Dr. Sérgio. Para o secretário Municipal de Saúde, Geraldo Romão, eles estarão a disposição da comunidade por 6 horas diárias. “Voltaremos a ter aquele acompanhamento dos médicos irem até as casas das pessoas e ter aquele contato mais próximo”, argumenta. O objetivo do programa, lançado em julho do último ano é levar mais médicos às regiões carentes, principalmente nos municípios do interior e na periferia das grandes cidades. O programa também prevê investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e ampliar o número de médicos. O prefeito Dr. Sérgio também anunciou durante a apresentação dos médicos cubanos que mais três profissionais brasileiros deverão começar a atender ao Programa de Saúde da Família (PSF). O Processo Seletivo Simplificado aconteceu no mês de fevereiro.


RADAR A 5

T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

Caminhoneiro bêbado causa destruição em Santo Antônio

Um homem provocou diversos prejuízos na noite de sábado (24) em Santo Antônio da Platina após dirigir embriagado. Ele acabou detido pela Polícia Militar na rua 19 de Dezembro, no centro da cidade. O condutor do caminhão baú com placas de Andirá, o agricultor Vander Lúcio Neves, de 35 anos, trafegou por várias

quadras na contramão até atingir pelo menos quatro carrosestacionados, uma caçamba para armazenar entulhos e um semáforo. Os donos dos veículos se revoltaram e chegaram a ameaçar o agricultor. O homem precisou ser retirado do local com a ajuda da polícia. O teste de bafômetro apontou que o motorista havia consumido o dobro de bebida alcoólica permitido em lei. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para à 38ª Delegacia Regional de Polícia.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br DIVULGAÇÃO

O veículo trafegou por várias quadras na contramão até atingir pelo menos quatro carros estacionados, uma caçamba para armazenar entulhos e um semáforo DA REDAÇÃO Santo Antônio da Platina editorial@folhaextra.net

PALAVRASCRUZADAS © Revistas COQUETEL

Telefone (red.) De pouco peso

Reserva Museu de (?), local Arte (?): como a está situado Ilha do Mel em Niterói

(?) Moreira, locutor brasileiro Terminal de estrada de ferro

Substância para rejuntamento de pisos Pôr em (Constr.) ordem

DIVULGAÇÃO

Acrescentar; juntar Atento; vigilante

Sílaba de "murro" A meta no futebol

Forma da casquinha de sorvete Cair flocos de gelo Chá, em inglês

Votam Vento brando; brisa Cobertura de circos Saudação popular

Primeira mídia eletrônica

Local do porto onde se atraca

Pancada com a mão

Morada das princesas nas histórias

Funcional; utilitário Cartilha de leitura A pessoa sem vida Melodia simples e monótona

Aponta para o alvo Relação; listagem

Item que torna mais caro o produto

Carinhosas; afetuosas Travessura de menino (bras.)

Ana Néri, enfermeira Exímio (fig.)

Consoantes de "nato"

Veículo causou grande destruição até parar Afio (faca) Retirar o dinheiro do banco

Traficante é preso em Jacarezinho

Solução C I C A D I R M UR G E M O N A L T R C O A B C I R A S A S N T I C E M O LO

rios), quatro buchas de cocaína e duas balanças de precisão. Com Luan, os PMs encontraram R$10,00, provavelmente o dinheiro da droga vendida ao usuário que estava com ele. Luan Felipe Silveira Capelari já pos-

suía antecedentes criminais e os PMs receberam várias denúncias sobre o envolvimento dele com o narcotráfico. Luan recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Jacarezinho.

Dois traficantes são presos com 7 Kg de maconha

Uma operação conjunta entre as Polícias Civis de Arapoti e Jaguariaíva e a Polícia Militar prendeu na última sexta-feira (23) mais dois traficantes. Durante a tarde, os policiais receberam uma denúncia de que dois rapazes viriam para Arapoti trazendo drogas para distribuir na cidade e na região. Os investigado-

res então trabalharam para identificar possíveis suspeitas e o meio de transporte da droga. Mesmo com muita chuva, os policiais montaram o cerco na rodovia por onde passaria o veículo. Por volta das 21h um veículo Pálio passou pelo local e tentou fugir da polícia, mas foi abordado. No seu interior foi encontrado 7 Kg de maconha. Adan Rodrigo Alves, 23 anos, e Thiago Alves Teixeira, 22 anos, foram presos em flagrante pelo crime de tráfico e associação ao tráfico de drogas.

L O G E A V A R E L E E R R O A T I D A I M O R O O R L T A

SOBRESEXO

ARAPOTI

DA REDAÇÃO Arapoti editorial@folhaextra.net

A S

Policiais Militares realizaram a prisão de Luan Felipe Silveira Capelari, 20 anos, por volta das 23h50min de sábado (24), flagrado no crime de tráfico de drogas. A equipe da PM realizava patrulhamento pela rua Iguaçu, Vila Maria, momento que avistaram Luan e outro jovem, em atitude suspeita, visto que Luan já era conhecido no meio policial. Com a aproximação da viatura, os policiais visualizaram o rapaz

que estava com Luan dispensar algo, que verificado na seqüência, constataram ser uma bucha de maconha. O jovem disse que havia acabado de comprar a droga de Luan. Diante dos fatos, os PMs solicitaram autorização à sogra de Luan para busca na residência, visto que os suspeitos estavam em frente à casa dela, bem com a droga dispensada pelo usuário foi jogada no quintal da residência. A dona da casa permitiu a entrada da equipe policial, sendo encontrado no quarto de Luan um tablete da maconha, um pedra grande de “crack” (que fracionada renderia aproximadamente 300 pedras para revenda a usuá-

63

F E C O C O N N E T T E A M U P R T O A R A M N A P E R R A CA

DA REDAÇÃO Jacarezinho editorial@folhaextra.net

3/tea. 5/rádio — sacar — toada. 9/ecológica — peraltice.

BANCO

DIVULGAÇÃO

Todos os órgãos sexuais femininos são do mesmo tamanho?

Em qual lugar da vagina se dá o prazer feminino?

Os órgãos sexuais externos das mulheres (vulvas) são muito variáveis em relação ao aspecto e ao tamanho. Pode-se dizer que dificilmente encontraremos uma vulva igual à outra.

A mulher tem terminações nervosas que dão a sensação de prazer nos primeiros 3cm a 4cm a partir de seu intróito (abertura externa). O fundo da vagina não tem sensação.

Tenho lubrificação e excitação, mas não consigo gozar, devo ir ao médico?

Traficantes foram levados para Delegacia de Arapoti

Sim, em especial a um(a) terapeuta sexual que fará com você um estudo de seu relacionamento sexual para que, por meio de mudanças de compor tamento

e de orientação sexual, você sinta o orgasmo. Muitas vezes são atitudes guardadas no seu interior que fazem com que você não se permita ter prazer.


DESTAQUES A 6

T E R Ç A - F E I R A , 2 7 D E M A I O D E 2 0 1 4 - E D. 1 1 4 6

JABOTI

População está satisfeita com administração, aponta pesquisa LUCAS ALEIXO - FOLHA EXTRA

LUCAS ALEIXO Jaboti

Em apenas um ano e meio de mandato, a atual administração municipal de Jaboti parece ter encontrado o caminho certo. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa feita recentemente, onde o prefeito local, Vanderlei de Siqueira e Silva, o Lei da Lica (PSDB), aparece com uma margem de grande aprovação entre os moradores do município. A pesquisa aconteceu em sete bairros distintos, e ouviu pessoas de diferentes idades, classes sociais, escolaridade e profissão. Em praticamente todos os segmentos, o prefeito tem a aprovação da maioria dos entrevistados – algo raro em qualquer tipo de pesquisa do gênero. Por exemplo, entre os bairros, a melhor avaliação da administração municipal vem da Vila Rural, onde 90% dos entrevistados consideram a gestão como boa ou ótima. Já quando a divisão é por idade, os jovens parecem ser os

Moradores de Jaboti, em sua grande maioria, apontam gestão de Lei da Lica como boa ou ótima; além disso, se eleição fosse hoje prefeito teria grande parte das intenções de voto COMO VOCÊ AVALIA A ADMINISTRAÇÃO DO PREFEITO LEI DA LICA? Prefeito tem gestão aprovada pela população de Jaboti que mais estão satisfeitos com o trabalho do prefeito e sua equipe. Dos entrevistados com idade entre 16 a 20 anos, 88% classificam a administração como boa ou ótima. Paralelo a isso, os aposentados estão como a classe de maior satisfação com a gestão da prefeitura. Para 91% dos entrevistados que compõe este segmento o trabalho tem sido

Frio chega com força na região Previsões indicam que temperaturas tendem a cair ainda mais no decorrer da semana VINCIUS AZEVEDO - FOLHA EXTRA

Frio fez moradores tira casacos e gorros do guarda roupa VINICIUS AZEVEDO Wenceslau Braz

Parece que este ano o inverno chegou mais cedo – e aparentemente, mais rígido. O Instituto Tecnológico Simepar afirmou que essa semana deve ficar ainda mais fria que o último final de semana. Então os leitores podem se preparar para o frio intenso porque as temperaturas vão ficar ainda menores. Hoje o dia terá uma maior cobertura de nuvens entre os Campos

Gerais e o litoral, por isso segue uma tendência de temperaturas não muito amenas ao longo do dia. Nas demais regiões amanhece com temperaturas baixas, mas no período da tarde o tempo fica mais agradável. Pode-se esperar temperaturas inferiores a 8° C durante o inicio da manhã. As baixas temperaturas se dão devido a chegada de uma frente fria. Apesar das baixas temperaturas esperadas não está prevista a formação de geadas, nem de chuvas para os próximos dias Portanto, o recado do tempo é: não saia sem seu casaco porque o inverno está chegando.

até agora bom ou ótimo. SECRETARIAS A pesquisa também “dividiu” a administração municipal por secretarias. O grande desafio de todas as administrações, a Saúde Pública, tem boa avaliação entre os entrevistados. Para 67% dos entrevistados a Saúde de Jaboti é boa ou ótima. Com relação a Educação, os índices também são favoráveis. Questionados a respeito da qualidade do Ensino Fundamental, 53% dos moradores de Jaboti apontaram este quesito como bom ou ótimo. Já quando a avaliação teve como alvo a secretaria de Agricultura, outra bela margem de aprovação. 65% dos entrevistados afirmaram que o trabalho desta secretaria é bom ou ótimo. Por fim, a última área específica avaliada foi a secretaria de Viação e Obras. Neste ponto a atuação é boa ou ótima para 55% dos entrevistados. VOTARIAM 62,50% NÃO OPINARAM 19,85% REELEIÇÃO Quando a pergunta teve como objeto de estudo uma possível candidatura de Lei da Lica à reeleição, mais uma vez uma porcentagem grande da população se mostra favorável ao prefeito – até como conseqüência do trabalho dono da ampla aprovação. Perguntados se, caso a eleição fosse hoje, votariam para a reeleição de Lei da Lica, 62% dos moradores locais afirmaram que sim, enquanto apenas 17% disseram não, sendo o restante

Entre pessoas com idade entre 16 a 20 anos, Lei da Lica tem 88% de aprovação A Saúde Pública de Jaboti é boa ou ótima para 67% da população em geral A secretaria de Agricultura do município tem aprovação de 65% dos entrevistados

BOA 70,53%

REGULAR 14,71%

RUIM 8,09%

PÉSSIMA 1,47%

ÓTIMA 0,74%

NÃO OPINARAM 1,47%

VOCÊ VOTARIA EM LEI DA LICA PARA MAIS UM MANDATO? 83% dos idosos votariam na reeleição de Lei da Lica No bairro Samambaia, 76% dos entrevistados reelegeriam o atual prefeito

VOTARIAM 62,50% NÃO OPINARAM 19,85% NÃO VOTARIAM 17,65%

Lei da Lica conta com o apoio para a reeleição de NÃO VOTARIAM61,76% 17,65%dos agritultores

Pesquisa realizada por DataPrévia no mês de maio de 2014 no município de Jaboti-PR. Autorização de divulgação conforme Lei 9610/98 - artigos 28-33 e 87, I e III

deste número composto por pessoas que não opinaram. “MÉRITO DA EQUIPE” Procurado pela reportagem da Folha Extra para comentar os altos índices de aprovação, o prefeito atribui os números ao trabalho de toda sua equipe de administração, que resultou em diversas obras e melhorias em todo o município.

“O mérito é da equipe da prefeitura. Na campanha não prometi emprego para ninguém, e escolhemos pessoas qualificadas para assumir os cargos, e não aliados políticos, como muito se faz por aí. O resultado é isso aí que estamos vendo”, ressalta. O prefeito ainda destaca o grande número de obras em execução no município. “Temos calçamento acontecendo no

bairro da Água Branca, depois já vamos começar na Vila 15. Também temos dezenas de casas populares e dois postos de saúde, um já com obras avançadas e outro para começar, também na Água Branca. O povo vê isso, e felizmente tem entendido que o nosso trabalho é sério e está apoiando a gente a fazer cada vez mais por Jaboti”, finaliza.


Ed 1146 A