Page 1

SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019 • Nº 81 OFERECIMENTO

Dicas para os

petlovers JP Image

Profissionais ensinam como adequar a morada para receber e proteger os amigos de quatro patas

Decoradores ensinam a prestar a atenção na escolha dos tecidos


SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

Guilherme Pucci

JP Image

2

 Estilo. A caminha pode receber um tecido que combine com o sofá

Graziela Costa

redacao@folhadealphaville.com.br

Carinho, atenção, latidos de alegria, uma amizade para toda a vida: os pets são companheiros para todas as horas. Os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2013, mostram que há 132 milhões de pets no Brasil. Ainda segundo a pesquisa são 53 milhões de cachorros, 38 milhões de aves, 22 milhões de gatos, 18 milhões de peixes ornamentais, alm de 2,7 milhões de pequenos répteis e mamíferos. Apesar de muito gratificante, alguns cuidados precisam ser tomados antes de comprar ou adotar o novo melhor amigo. Incorporar caminha, “banheiro”, brinquedos, recipientes para água e comida, ou seja, a estrutura básica, com a decoração do apartamento ou da casa não é uma tarefa fácil. Porém, é possível construir um ambiente que seja bom tanto para os humanos quanto para os bichinhos, contribuindo para uma convivência feliz e saudável. Pensando nisso, o Estúdio Cipó – formado pela arquiteta Fernanda Angelo e a designer Elisa Meirelles, o arquiteto Pietro Terlizzi e o designer de interiores Henrique Freneda reuniram dicas essenciais na hora de montar um décor prático, confortável e sem deixar de lado o estilo e a personalidade dos moradores. Segurança, móveis, adaptações, pisos e revestimentos ideais para tornar o lar perfeito para todos.

 Para gatos. Nichos

Julia Ribeiro

de parede do Estudio Cipó servem de brinquedo

 Liberdade. Abertura para passagem dos pets do projeto Korman Arquitetos

muito amor envolvido. Profissionais do arqdecor mostram como adequar a morada para receber e proteger os amigos de quatro patas

Segurança em primeiro lugar: Antes de qualquer coisa, medidas de segurança precisam ser tomadas para proteger o bichinho. Colocar rede de proteção nas janelas e varandas do apartamento evitará acidentes graves. Os animais, sobretudo gatos e cachorros, gostam de subir nos batentes para tomar sol, brincar e até mesmo quando ficam assustados. “É essencial que a tela esteja bem presa à parede para oferecer maior segurança”, alerta Henrique Freneda. Seja nos quartos, na varanda ou na cozinha, o importante é pesquisar a melhor marca, acompanhar a instalação junto ao profissional e certificar-se quanto à resistência da rede. Já os fios dos aparelhos eletrônicos devem ser encapados ou embutidos em painéis de madeira. Tecidos ideais para os animais: Ter um animal em casa exige mudanças, mas isso não significa que o estilo do morador deve ser deixado de lado. Para achar um meio termo, o ideal é saber exatamente o que pode facilitar essa convivência. Os bichos de estimação soltam muitos pelos, não tem como evitar. Por isso, os tecidos que revestem sofás, poltronas, cadeiras e almofadas recebem uma atenção especial.“Esses móveis devem ser revestidos com materiais fáceis de limpar, como couro, microfibra e poliéster”, conta o arquiteto Pietro Terlizzi. Entre os pets, os gatos apresentam a particularidade de afiar as garras, por isso o melhor é evitar tecidos que desfiem facilmente ou com texturas. E os tapetes? Ao trazer filhotes para casa, tenha em mente que eles demoram a aprender o lugar certo de fazer xixi. Por isso, vale considerar um tempo sem os tapetes, até os pets estarem treinados. Se não for possível retirar, materiais como o sisal e a fibra sintética são mais fáceis de limpar. “Além do desinfetante comum, a espuma mágica é um produto essencial para tapetes e sofás”, diz a arquiteta Fernanda Angelo. Proteção para a sua cama: Geralmente, cãezinhos e gatinhos são muito apegados. Muitas vezes, eles acabam indo dormir na cama junto com seus donos. “Nesse caso, vale investir num protetor de colchões. Caso haja acidentes, o líquido não afeta o colchão”, aconselha Terlizzi. Outra dica importante é investir em móveis resistentes sob medida que aguentem os impactos dos possíveis saltos dos bichos. Sem deixar de lado o conforto e harmonia da decoração. Piso e revestimento: Tudo precisa ser planejado antes de ter um animal em casa. Os mínimos detalhes dos ambientes precisam ser adaptados para o bem-estar. No chão, para impedir que os cachorros e gatos se machuquem ao escorregar, o ideal é escolher um piso não poroso. Assim, revestimento cerâmico e porcelanato rústico ou antiderrapante se mostram como as melhores opções. Já o de madeira deve receber um selador para fechar os poros, evitando a infiltração de urina e fezes em possíveis acidentes.“Além de práticos, esse materiais são fáceis de limpar”, afirma Henrique Freneda. Os revestimentos das paredes também exigem atenção especial. Os lisos com painéis de madeira e os de tijolinho acrescentam no décor e facilitam o dia-a-dia.

Oito dicas essenciais para os petlovers

Objetos de decoração: Todo o cuidado é pouco quando se trata dos objetos de decoração perto dos animais. O minimalismo evitará dores de cabeça se os pets da casa forem muito bagunceiros. Entretanto, caso não seja possível seguir este estilo, a dica é guardar os itens frágeis ou muito pesados dentro de estantes com portas fora do alcance dos pets. “Assim como com as crianças, o melhor é deixar peças pontiagudas longe para afastar a possibilidade de acidentes”, recomenda Elisa Meirelles. Plantas por todos os lados: É possível ter bichos de estimação e plantas ao mesmo tempo? Claro! Tomando as medidas de segurança necessárias, todo mundo ficará feliz. Jamais tenha espécies venenosas ou com espinhos, principalmente perto dos animais que podem comer essas folhas e passarem mal. Além disso, é fundamental evitar as plantas que acumulem água, pois se o líquido for ingerido poderá causar doenças. Mamona, carambola, jasmim manga e comigo-ninguém-pode são proibidas pela toxicidade. Já as espécies fênix, cactos, babosa, coroa-de-cristo não podem ser compradas pela presença de espinhos. “As melhores espécies são jabuticaba, lavanda, alecrim, hortelã, calêndula e limão siciliano”, disse Fernanda Angelo. A solução é pendurar vasos de médio e pequeno porte em lugares inalcançáveis. Decoração adaptada: Basta ter criatividade para integrar os objetos dos pets na decoração da casa. A caminha, por exemplo, pode receber um tecido que combine com o sofá, as almofadas e a cortina, compondo um estilo divertido na sala. Uma ideia interessante é reproduzir um móvel dos donos em escala menor e deixar o ambiente mais fun. Além disso, é possível planejar um mobiliário que incorpore os itens dos bichinhos. Estantes, aparadores e mesas de centro que tragam nichos para encaixar os potinhos e caixas de brinquedo. Pensando nisso, o Estúdio Cipó projetou um criado-mudo com uma caminha embutida na parte de baixo. Desse modo, o cachorrinho da família ganhou um espaço bem pertinho dos donos. Os moradores que possuem gatinhos, por sua vez, precisam se preocupar com a tendência a escalar todos os móveis.


SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

1

6

6. Móveis sob medida A solução mais prática é buscar os construídos sob medida em detrimento dos planejados. Dessa maneira, o mobiliário sairá exatamente como o residente sonhou. Os espaços serão preenchidos e aproveitados perfeitamente.

7

home sweet home. O designer de interiores Henrique Freneda reúne orientações essenciais na hora de decorar a primeira morada

7 dicas valiosas para montar o primeiro apartamento sem dor de cabeça Gláucia Arboleya

2.Tamanho do apartamento O tamanho do imóvel deve ser levado em conta na hora de decidir a decoração. Para apartamentos pequenos a dica é escolher um mobiliário prático que atenda as necessidades dos habitantes. Ocupar todos os cantos da casa também é uma orientação importante. Além disso, o décor também compreende responder às necessidades relacionadas ao número de moradores do imóvel, que pode ser desde uma pessoa sozinha, amigos que dividem apartamento e até um casal que começa sua vida matrimonial.

2

3

redacao@folhadealphaville.com.br

Na vida adulta, uma das primeiras expectativa é a compra do primeiro apartamento. Montar o seu próprio imóvel do zero pode ser ao, mesmo tempo, divertido e desafiador. Para que tudo saia perfeito é importante ter algumas informações básicas em mente. Escolher a decoração da casa pela primeira vez não é uma tarefa fácil. Mas, calma. Para ajudar nessa hora de tantas decisões, o designer de interiores Henrique Freneda (www.frenedainteriores.com.br) reuniu dicas que ele trabalha com seus clientes durante essa empreitada.

5

5. Custo benefício “Não precisa ter apenas dinheiro, pois prevalece o bom gosto”, conta Freneda. Fazer as escolhas certas e utilizar produtos de qualidade protegem o morador de gastos desnecessários. Durante a obra, o importante é definir um orçamento e tentar ao máximo permanecer nesse valor. “Mesmo que haja imprevistos durante a obra, meu compromisso é não sair do budget combinado inicialmente”, explica o profissional

4 4. Produtos de qualidade Evitar gastos exorbitantes na hora de montar o primeiro apartamento é sempre bem-vindo. Dessa forma, eleger produtos de qualidade é a solução mais coerente aplicada no projeto. Investir em piso de porcelanato ou de madeira, iluminação, revestimentos dos banheiros de marcas conhecidas com garantia. Assim, depois de um ano não será necessário fazer alterações urgentes que gerarão novos dispêndios financeiros.

Fotos: Divulgação

Equilibrar expectativas Após anos se preparando para este momento, o primeiro apartamento carrega muitas expectativas. O designer de interiores Henrique Freneda conta que sua relação com o cliente é equilibrar ao máximo esse sentimento de forma a evitar frustrações mais adiante. Apresentação do projeto inicial, imagens em 3D e referências dentro do pedido do cliente são recursos que o auxiliam na hora de balancear a ansiedade. “Na maioria das vezes, o resultado até supera os desejos iniciais do cliente”, finaliza Freneda.

1. Personalidade do morador Incialmente, antes de comprar qualquer móvel, é importante definir o estilo do morador. “Na conversa inicial procuro conhecer o gosto do cliente para depois imprimir a personalidade no projeto”, conta Henrique Freneda. Seja clássico, moderno, sofisticado ou descolado, o essencial é dar uma vestimenta para o apartamento ou casa. O designer de interiores conta que seu processo de trabalho consiste em escolher cortinas, tapetes, papel de parede, cor de tinta, objetos decorativos, entre outros elementos, que humanizem e tragam vida para os ambientes.

3

3. Moderação na decoração Para não errar no décor, a dica do especialista é moderação. Apostar no estilo minimalista evitará que o morador se arrependa ou enjoe das suas escolhas no futuro. Em relação às cores, Freneda afirma que, se o apartamento for temporário, o melhor é fugir dos tons vibrantes. Nesse caso, o melhor é seguir o modelo monocromático. Os pontos coloridos podem ser incluídos nos itens soltos de decoração, como tapetes, almofadas e papel de parede, que não atrapalhariam a venda mais tarde. O estilo escandinavo, com poucos móveis, linhas retas e tonalidades neutras, é muito utilizado.


4

SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019


SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

5


6

SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

 Foco. Decoração e organização são fundamentais para o rendimento

Black Stok.

Tok&Stok inicia mês especial de descontos e promoções

Graziela Costa

Com as mudanças nas relações de trabalho e o cenário econômico do Brasil, trabalhar em casa tem se tornado uma realidade cada vez mais comum. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de brasileiros que decidiu trabalhar por conta própria atingiu um dos maiores índices dos últimos quatro anos no primeiro trimestre de 2019. Entre os trabalhadores “independentes”, mais de 4,5 milhões geram ou complementam sua renda trabalhando de casa. Seja para quem é freelancer ou para quem decidiu empreender, criar um escritório em casa representa um novo estilo de vida e uma forma de reduzir custos. Nessa tarefa, a decoração e a organização são fundamentais para o rendimento e também para o andamento dos negócios. “É preciso delimitar os ambientes para que o trabalho seja produtivo e o lazer mais aconchegante”, aconselha Pietro Terlizzi, arquiteto à frente do escritório Pietro Terlizzi Arquitetura (@pietro_terlizzi_arquitetura). Neste projeto, o profissional converteu o sobrado que pertencia à família do morador em sua casa e escritório. O andar de baixo acomoda os espaços de trabalho, enquanto a parte superior concentra a área íntima. Se há um espaço específico para o escritório, é possível usar mobiliário próprio para projetos corporativos. “Mas se os ambientes forem integrados, a melhor opção é selecionar móveis residenciais com linhas retas, além de cadeiras ergonômicas e confortáveis”, sugere o profissional.

IBGE diz que 4,5 milhões geram sua renda trabalhando em casa

Fotos: Guilherme Pucci

redacao@folhadealphaville.com.br

Integrado. O arquiteto Pietro Terlizzi dá orientações para criar um espaço de trabalho adequado e receber clientes em casa

Home office: como conciliar o corporativo e o residencial no décor Na casa construída nos anos 1960, a antiga sala de jantar se transformou no escritório. A mesa foi substituída por uma mais apropriada para acomodar a equipe e a marcenaria foi projetada para dispor os equipamentos do escritório. O projeto de iluminação foi adaptado para maior produtividade: a luz natural que entra pela janela é complementada pelo pendente e por um trilho com spots direcionáveis.  Iluminação. A luz natural que entra pela janela é complementada pelo pendente

 Receber clientes. Sem

objetivos muitos pessoais, os espaços ficam apresentáveis

Recepção dos clientes Para quem também precisa de um espaço de recepção, é importante conciliar o residencial e o corporativo na decoração, para que o cliente se sinta confortável e ao mesmo tempo num ambiente profissional. “Ambientes organizados e sem objetos muito pessoais, como porta-retratos, são espaços apresentáveis para receber os clientes. Mesmo sabendo que está em uma casa, ele vai perceber o profissionalismo”, diz Pietro.

Com o objetivo de oferecer ainda mais opções ao consumidor que já tem o mês de novembro como um período de promoções, a Tok&Stok realizará, até 2/12, a Black Stok. Serão mais de sete mil itens, entre móveis e acessórios, com até 70% de desconto. Durante o período, a marca promoverá diversas ações tanto no e-commerce quanto nas lojas físicas. O Shopping Iguatemi tem unidade da rede. “Para a Tok&Stok é importante utilizar este momento tão aguardado pelos consumidores como mais uma forma de democratização, dando a oportunidade de redecorar ou comprar itens por um preço especial”, afirma Maurício Ferro, Head de Comunicação & Marketing da Tok&Stok. Em todas as madrugadas de novembro, a Tok&Stok oferecerá um item com valor especial. A ação acontece das 22h às 7h apenas no e-commerce da marca e os itens especiais serão divulgados pelo próprio site, ações de mídia, no Instagram Stories e através de e-mail marketing. Os horários de atendimento de algumas lojas Tok&Stok podem sofrer alterações durante a Black Stok. As informações serão atualizadas no site da marca. Será possível definir quando, como e onde a mercadoria será retirada. Ao realizar uma compra online, o consumidor pode selecionar a loja mais conveniente para retirada. Quem optar pelo método de retirada, não terá custo extra e pagará o valor do produto em “Preço Loja”.


SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

Mix de estilos. Reformado para um casal que acabou de ganhar um bebê

Campanha.

Arquiteto renova apartamento para nova fase da família

Até o dia 20, Leroy Merlin realiza Festa da Bricolagem

Gláucia Arboleya

Como a moradora trabalha em casa, a home office ocupa uma parte da marcenaria da sala

Guilherme Pucci

redacao@folhadealphaville.com.br

Habitado por objetos de decoração herdados da família e outros trazidos de diversas viagens, o apartamento de 85 m² é repleto de memórias. Localizado no bairro da Vila Leopoldina, em São Paulo, o imóvel foi renovado pelo arquiteto Pietro Terlizzi (@pietro_terlizzi_arquitetura) para atender as novas necessidades dos moradores: um casal que acabou de ganhar um bebê. Na reforma, o profissional à frente do escritório Pietro Terlizzi Arquitetura fez alterações na planta e apostou em um mix de estilos para a decoração. A sala foi ampliada, ganhando espaço de um dos três quartos, e as paredes que a separavam do terraço foram derrubadas. O piso da varanda foi nivelado ao do living para integrar os ambientes, ampliando o espaço de lazer para receber mais pessoas. Já a cozinha, originalmente americana, foi fechada para comportar o ar condicionado. Os pontos de cor no mobiliário ressaltam sobre a base neutra nas paredes e nos estofados do living. Com parede de tijolinhos e piso de madeira, o décor da sala prioriza a funcionalidade. As poltronas giratórias, por exemplo, atendem tanto o estar quanto a sala de TV. Como a moradora trabalha em casa, o home office ocupa uma parte da marcenaria da sala. Já a sala de jantar, onde o mobiliário traz a madeira e o verde militar, ganhou três pendentes diferentes com acabamento em cobre. A integração com o terraço possibilitou criar um cantinho de

leitura, assim como a mesa redonda na área gourmet permite que as refeições mais intimistas tenham uma paisagem agradável. Para o novo membro da família, os pais não queriam um quarto de bebê clássico. Com atmosfera moderna, as paredes brancas receberam adesivos de bolinhas em três tons, substituindo o tradicional papel de parede. A poltrona de amamentação, de design vintage em tecido xadrez azul marinho, é o ponto de destaque para quem entra no ambiente. Em amarelo, a porta, os nichos e as molduras trazem alegria e fogem do tradicional quarto azul para meninos. O banheiro do bebê, que também funciona como lavabo para as visitas, segue a mesma base neutra, mas a marcenaria em tom amendoado traz um ar mais social. O box sanfonado permite encaixar a banheira do bebê com conforto, facilitando a remoção quando há necessidade de utilizá-lo do modo convencional.

7

 Reforma. A sala foi ampliada, ganhando espaço de um dos três quartos

 Moderno. As paredes brancas receberam adesivos de bolinhas em três tons

Até o dia 20 deste mês, a festa mais esperada do ano chegou, a Festa da Bricolagem, conhecida como a maior campanha promocional da Leroy Merlin e seu DNA. Durante o período o APP, o Marketplace e todas as 41 lojas da rede espalhadas pelo Brasil, incluindo a unidade no Tamboré, estarão com ofertas imperdíveis para que seus Clientes possam preparar a casa para receber suas visitas nas festas de fim de ano e começar o ano com um lar completamente renovado. A quantidade de ofertas associadas às possibilidades de projetos concebidos pelos Clientes faz antever um grande movimento de pessoas nas lojas Leroy Merlin pelo país, ou seja, Bricolagem é hoje muito difundida. Nesses dias de ofertas o cliente poderá economizar até 30% na compra de materiais de construção, acabamentos, decoração e jardinagem. “Por ser uma época promocional tradicional na Leroy Merlin, afinal acontece todos os anos, temos de reforçar os estoques, com isso conseguimos negociar os melhores preços com os fornecedores e, assim, temos melhores ofertas para nossos Clientes em todas as plataformas de vendas”, afirma André Tavares, diretor da Leroy Merlin Rio Norte. Frete grátis Em novembro, a primeira compra feita pelo aplicativo tem frete grátis, mesmo depois da Festa da Bricolagem. Isso vale para qualquer um dos mais de 100 mil produtos oferecidos pela marca. Telefone: (11) 4020-5376.


8

SEXTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2019

Profile for Folha  de Alphaville

Edição 837 Folha de Alphaville - Especial Casa & Decoração  

Edição 837 Folha de Alphaville - Especial Casa & Decoração Sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Edição 837 Folha de Alphaville - Especial Casa & Decoração  

Edição 837 Folha de Alphaville - Especial Casa & Decoração Sexta-feira, 8 de novembro de 2019