Page 1

ANTÓNIO FEIO


A escolha de António Feio para o meu trabalho de astrologia prende-se pelo facto de o admirar como ator, pelo contributo que deixou em Portugal ao teatro e à comédia em tempos difíceis, em que nem sempre era compreendido nem aceite pelos produtores de espectáculos. António Feio foi um homem que lutou sempre pelos seus ideais, com uma capacidade extraordinária de minimizar as dificuldades que foi encontrando ao longo da sua vida em prol de uma vontade efervescente de atingir os seus objectivos, demonstrando-o com suas atitudes positivas com uma maneira muito simples de abordar a vida, tendo como pano de fundo o humor e o amor que partilhou com todos aqueles que de uma maneira ou outra fizeram parte de sua vida e ao público a quem, com toda a certeza deixou saudade. Resumo da vida de António Feio Biografia de António Feio António Feio nasceu em Lourenço Marques a 06 de Dezembro de 1954, foi um ator, encenador e dobrador português. Viveu em Moçambique até aos sete anos, idade que veio para Lisboa com a família. Estreou-se aos onze anos no teatro com a peça Miguel Torga, dirigida por Carlos Avillez, no Teatro Experimental de Cascais. Chega cedo à televisão e ao cinema participando ainda em folhetins na radio e campanhas publicitárias. Em 1969 profissionalizado na companhia teatral de Laura Alves volta a Moçambique em digressão com a peça “Comprador de Horas”. Retirou-se dos palcos, tendo trabalhado como desenhador num atelier de arquitectos. Em 1974 regressa de novo aos palcos, e é no Teatro Experimental de Cascais conjuntamente com Fernando Gomes que sai para formar o Teatro Aquarius. Passa de seguida para a Cooperativa de Comediantes Rafael de Oliveira, Teatro Popular- Companhia Nacional I, Teatro S


Luíz, Teatro Adoque, Teatro ABC, Casa da Comédia, Teatro Alberto, Teatro Variedades, Teatro Nacional D Maria II. Começa a encenar com o espectáculo “Pequeno Rebanho Não Desesperes” de Christian Giudicelli, na Casa da Comédia. Segue-se Vincent de Leonard Nimoy no Teatro Nacional D. Maria II e o Verdadeiro Oeste de Sam Shepard, no Auditório Carlos Paredes. Faz, como actor Inox-Take 5 (1993) com José Pedro Gomes e é o início de um trabalho conjunto e de uma “dupla” que durou até ao fim da carreira de António Feio. Começa a dirigir cursos de formação de atores no Centro Cultural de Benfica e formou com alguns alunos alguns grupos: “O Esquerda Baixa” e o “Pano de Ferro”, e com alguns fez alguns espectáculos. Seguiram-se muitas outras encenações, entre as quais a Partilha de Miguel Falabela e o que diz Moleiro de Diniz Machado (Teatro Nacional de D. Maria II); Perdidos em Yonkers de Neil Simon e Duas Semanas com o Presidente de Mary Morris (CCB e Teatro Nacional S João); PopCorn de Bem Elton ao lado de Helena Laureano. Deixa-me Rir de Alistair Beaton; Jantar de Idiotas e O Chato de Francis Veber (Teatro Villaret). Para além do teatro, fez televisão (popularizou-se em sitcoms como Conversa da Treta ou programas como 1,2,3); algum cinema com Alfredo Tropa, Eduardo Geada, Luís Filipe Costa e Fernando Fragata, traduções e muitas dobragens. Fez rádio com uma crónica humorística na TSF. Foi condecorado a 27 de Março de 2010, por Cavaco Silva, Presidente da República com o grau honorífico de Comendador da Ordem do Infante D Henrique. Faleceu no dia 29 de Julho de 2010 às 23h 40, na unidade de Cuidados Paliativos do Hospital da Luz, vítima de um cancro no pâncreas contra o qual lutava à largos meses.


Signo Solar – Lugar do Sol O posicionamento do Sol é no MC (12h00), e o ponto de partida é o ascendente que começa às 6h da manhã, assim podemos constatar que este Sol encontrase às 20h, tendo em atenção o fuso horário, António Feio nasceu em Lourenço Marques, em Moçambique, portanto no hemisfério Sul. Vemos este Sol de Sagitário na casa 6, ou seja um signo de fogo numa casa de terra. Este posicionamento deu a António Feio uma natureza confiante e optimista, um amor à vida, aos prazeres, às experiências, às viagens, à fé e ao conhecimento. Como já referimos o posicionamento do sol, vamos verificar o ascendente, que neste caso é Caranguejo.


Regente do Ascendente – A Lua Sabendo que o Sol está em Sagitário na casa 6, o ascendente Caranguejo recebe o regente do signo solar, Júpiter em conjunção com Úrano. Este ascendente fala-nos de um forte apego aos valores familiares, às suas raízes e tradições, procurando manter sempre os laços com a família. António Feio é o filho mais novo de quatro irmãos, e pai de quatro filhos, No seu livro “Aproveitem a Vida” escreveu: “Talvez porque cresci numa família grande, com imensos irmãos, desde muito cedo desejei, um dia, vir a ter imensos filhos. Queria o mesmo para mim. Sonhava ter quatro e este foi o sonho mais feliz que concretizei na vida.” A forma como melhor podemos interpretar este Sol em Sagitário na vida de António Feio, prende-se pelo facto de ter sido um homem idealista, movido pela sua fé e que sempre acreditou profundamente nas suas convicções. Júpiter, o planeta regente deste signo encontra-se no signo do seu ascendente conjunto a Úrano que lhe ampliou todas as características da sua personalidade desenvolvendo o talento para mobilizar os seus ideais e as suas crenças. Estando o Sol posicionado a 14 graus em Sagitário, podemos dizer que tem uma assinatura de Touro, o que vem potenciar a sua valorização em todos os aspectos:

profissionais,

pessoais,

financeiros,

pois

encontra-se

na

dodecatemória de Touro. Características do signo do ascendente Se o posicionamento do Sol se encontra na casa 6 em Sagitário vamos encontrar o ascendente em Caranguejo. O planeta regente é a Lua que se encontra em Carneiro na casa 10, a casa da carreira, que no caso de António Feio se destacou pela sua profissão como ator, encenador e dobrador, recebendo como dádiva do seu trabalho o reconhecimento do público. A expressão emocional que a Lua posicionada neste signo conferiu a António Feio foi de uma lua reativa, corajosa, impetuosa, competitiva e impulsiva. António Feio não tinha medo de pôr em prática os seus ideais, lutava por aquilo que acreditava e acima de tudo, não desistia. Esta Lua situa-se numa casa angular que também lhe conferiu uma maior visibilidade, potenciando os seus objectivos profissionais no teatro e na comédia. Esta Lua nunca poderia encontrar rotinas, a mente de António Feio necessitava de desafios, iniciativas e uma necessidade de liberdade para pôr em prática a sua intuição. Para entender melhor este ascendente, podemos olhar para o grau 05º de Caranguejo e perceber que ele tem a duodenária de Virgem, portanto água e terra,


permitindo dar foco aos seus projectos com sensibilidade, criatividade e emoção, de uma forma minuciosa e criteriosa e por fim mantê-los seguros e firmes, com trabalho e ao serviço do público.

Características do signo solar Qual a característica deste sol? Em que casa se encontra? Que aspectos faz a este sol? Que ligações faz ao restante mapa? O Sol em Sagitário é um signo de optimismo e de fé. Os sagitarianos amam a vida, os prazeres, as experiências, as viagens, o conhecimento, algo que acrescente, que produza e que amplie. Procuram o sentido da vida através de uma compreensão mais abrangente de tudo o que os rodeia a nível físico, mental, cultural e espiritual. No mapa de António Feio, o Sol em Sagitário deulhe uma energia fogosa, quente, dinâmica para trabalhar com o público, com as pessoas, dinamizar a sua força dentro do espectáculo. O Sol encontra-se na casa VI, casa natural de Virgem onde a busca pela perfeição é uma constante. É a casa do serviço, do trabalho do dia-a-dia, de hábitos, de rotinas. O Sol e o Meio do Céu formam um belo trígono que traduziu na vida de António Feio uma energia criativa, ambiciosa e de auto-confiança gerada pelo seu Sol que envolvida ou embuída com a energia do meio do céu, que é a nossa direcção de vida, projectou-o numa carreira de ator, que soube abraçar com talento, onde desenvolveu o gosto pelo teatro, pela representação, e pelo público, aqui em conjunção com a lua, evidenciando a sua sensibilidade para o espectáculo. “Para mim o Teatro é prazer, é festa, é prazer de quem faz, prazer de quem vê. Para mim o Teatro será sempre festa” Mercúrio Como este indivíduo comunica? Onde está o seu mercúrio? Qual o signo? Qual a casa? Que ligação faz ao restante mapa? Este nativo tem o Mercúrio na casa V, a casa onde se encontra a auto-expressão nas suas mais variadas formas, do teatro, da comédia, da dramatização, das brincadeiras, dos hobbies, do romance, dos filhos, das diversões do dia-a-dia. Neste mapa, o arquétipo de Leão representa a casa II, o sentido de valorização dos seus recursos que se manifesta na casa V, dando a indicação que António Feio valorizava a arte como forma de se expressar na sua vida tanto a nível


pessoal como profissional. O regente de Leão encontra-se na casa VI, onde recebe toda a criatividade (derivada da casa V) para depois a transformar ao serviço do público. A forma como conduzia o seu pensamento, a sua comunicação, a sua potencialidade de expressão era trabalhada através da arte de representar e projectada para o público, conforme verificamos no belo trígono que faz ao planeta Júpiter. Quando Mercúrio e Júpiter estão em trígono misturam suas forças de forma harmónica e profunda. Assim as qualidades de Mercúrio ficarão amplificadas pelas qualidades jupiterianas e as qualidades jupiterianas, facilitadas. Neste caso, António Feio soube abraçar esta energia com confiança e inteligência no sentido que soube criar a diferença e originalidade no seu trabalho (Úrano conjunto a Júpiter) em tempos muito difíceis como foram os de inicio de carreira, quando os espectáculos estavam confiados a meia dúzia de grupos independentes e onde não havia investimento nas gerações mais jovens. Nesta análise astrológica também podemos verificar uma quadratura entre os planetas Mercúrio e Marte ligados por um ângulo tenso, que poderia ter levado António Feio a pensar ou idealizar (Mercúrio) uma coisa e fazer (Marte) outra, ou pensar com uma mente inquieta, profunda e por vezes confusa, uma vez que Marte se situa no signo de Peixes e na casa VIII. Vénus Como António Feio se relacionava com a expressão do amor? Onde se encontra Vénus? Em que signo e casa? A natureza do amor e do pensamento é expressa em Escorpião, que lhe conferiu uma maneira muto própria e profunda de amar e de partilhar a natureza de Vénus. António Feio foi um sedutor impar, soube utilizar a arte de conquistar para atrair quem lhe interessava. Foi casado com Lurdes Feio durante seis anos, tive um relacionamento de união de facto com Cláudia Cadima dezanove anos e outras relações que não são do conhecimento público. No livro “Aproveitem a vida “ escreveu sobre os amores da sua vida, do qual transcrevo esta citação “Sou um apaixonado por mulheres. E sempre fui um pinga-amor, durante toda a vida. A verdade é que sou muito fácil. Apaixono-me em trinta segundos e se me derem conversa num ano tenho um filho!” Daqui se conclui que António Feio foi um homem de afetos, de paixões intensas e fervorosas e um pinga-amor como ele próprio se identificou, que assenta nas características da casa IV, casa natural de Caranguejo, onde a sensibilidade impera e o amor e protecção à família ganham dimensão. Vénus encontra-se


em conjunção com Saturno, causando uma forte responsabilidade na sua atuação com quem ama. Como Vénus é o regente de Touro e este encontra-se na casa XI, os seus valores estão ligados aos grupos, às organizações, às amizade, às causas humanitárias. Sobre isto escreveu: .”…fiquei amigo de quase toda a gente com quem trabalhei. Desde cenógrafos, figurinistas, iluminadores, pessoal de palco…” ….”Adorei trabalhar com o grupo dos Monty Python. Foi o grupo com quem me senti mais ligado em palco…” ….”é preciso que as pessoas entendam que se têm que envolver nas causas, pensar sobre as causas, ajudar os que estão envolvidos e a sofrer…..” Como Vénus é também o regente de Balança, que por sua vez abre a casa IV, casa das raízes, das origens, da família, sabemos o quanto António Feio valorizava a família. “ O meu pai sempre me influenciou muito na forma como encarava a vida e no modo como me passava a sua maneira de ver as coisas. Eram básicas as coisas que para ele faziam parte de uma educação saudável: a honra, o respeito, a simplicidade e honestidade.” “…Entre mim a minha irmã Nica existia uma empatia muito grande. Gostávamos das mesmas coisas e tínhamos até um discurso semelhante. A nossa maneira de estar era parecida, assim como a nossa visão da vida. Tínhamos traços muito paralelos.” MARTE Onde o nativo encontra o caminho para os seus desejos? Onde se encontra Marte? Em que signo e casa se encontra? Como ele usa a energia? Marte encontra-se em Peixes, o signo da capacidade de agir de forma compassiva, na cúspide da casa VIII, que sugere transformação e renascimento. A energia é direccionada para a mudança no sentido de que a “morte” pode também significar mudança e o renascimento, novos começos. Marte em trígono a Neptuno no signo de Balança, fala-nos do quanto António Feio necessitava de equilíbrio nos processos de transformação que a sua vida foi desenvolvendo, numa fase inicial toda a luta que teve que levar a cabo na sua conduta profissional, foi perdendo uns projectos e ganhando outros. Numa fase mais recente a doença, que o ensinou a ver a vida de outra forma. Escreveu: “Se as pessoas começarem a parar por um momento para olhar para casos como o meu, ou, simplesmente, para a sua própria vida com olhos de ver, talvez


comecem a relativizar os seus próprios problemas e possam perceber o que de facto vale a pena na vida. Talvez a consiga aproveitar melhor.”. Marte faz ainda um trígono ao seu ascendente, Caranguejo, o que lhe conferiu uma acção mais harmoniosa e fluída ao seu “EU”, em conjunção ao seu nodo sul que lhe proporcionou experiências e memórias já passadas, que com certeza se socorreu delas quando necessárias. Marte faz uma oposição a Plutão no signo de Leão na casa II, em que Plutão exercia uma acção transformadora na sua valorização, na forma como foi ganhando os seus recursos, tanto financeiros como pessoais e os foi transformando, tendo Marte no seu signo oposto (Peixes), a criar tensões, cortes, medos ocultos, que nos leva a perceber que a vida de António Feio teve altos e baixos, muitas vezes ficou sem trabalho o que colocava os seus recursos e valorização pessoal em causa. Podemos ainda, verificar um sextil à Lua em Carneiro, que se confirma como a mãe teve um papel importante na escolha da sua profissão, Casa X. Escreveu: “…a minha mãe, cujo grande sonho era ter sido atriz, apesar de não ter passado dos grupos amadores……eu costumava ir com ela assistir aos ensaios, todos já me conheciam e engraçavam comigo.” JUPITER O que abunda na vida do nativo? Onde se encontra Júpiter? Qual o signo e a casa? Júpiter como já vimos, encontra-se na Casa I, nesta posição António Feio ampliou todas as características da sua personalidade, nomeadamente a sensibilidade, a emotividade, o espirito de família, o sonho, o romance, a protecção, a insegurança. Verifica-se que Júpiter se encontra exaltado no signo de Caranguejo, o que revela que estas energias convivem harmoniosamente. Júpiter forma uma conjunção com o planeta Úrano em Caranguejo, que lhe trouxe diferenciação e inovação na forma como projectou os seus espectáculos como ator e como encenador. Júpiter forma duas quadraturas entre Neptuno em Balança na casa IV e a Lua em Carneiro na casa X. Com Neptuno em Balança, António Feio tinha tendência para mergulhar em fantasias e tinha dificuldade em equilibrar o seu lado familiar ou seja o lado mais reservado com o lado mais público. “Hoje penso, às vezes, que teria sido possível ter gerido melhor o meu tempo e ter conseguido fazer tudo o que fiz profissionalmente, sem perder o lado pessoal, que era o mais importante”. Com a Lua em Carneiro e na casa X, forma uma quadratura com Júpiter em Caranguejo, o que revela que António Feio poderia ter apresentado certas


dificuldades em lidar com a mãe, se por um lado o conduziu na escolha da sua profissão como já foi referido anteriormente, por outro lado poderia ter sido uma mãe com autoridade, provocando-lhe certos desajustes emocionais. SATURNO Onde podemos esperar restrições? Onde se encontra Saturno? Qual a casa e o signo? Estas restrições têm aspectos de alívio? Se sim, como? Saturno encontra-se na casa IV em Escorpião, podemos encontrar restrições na sua estrutura familiar, nomeadamente o pai, na sua biografia publicou, que este, foi um homem dedicado à sua profissão, engenheiro agrónomo e director de uma empresa de algodão e que devido às suas responsabilidades viajava imenso. “Já em África as ausências do meu pai eram frequentes. Passava metade do ano a viajar”. O regente de Saturno, (Capricórnio) abre a casa VII, a casa dos relacionamentos, das parcerias, das sociedades, dos casamentos, cujo regente natural, é Vénus que neste mapa encontra-se em conjunção com o já referido Saturno na casa IV. Aqui, a valorização assume uma grande importância no sentido de que António Feio, manifestava a sua valorização no campo material e no campo dos afetos, nomeadamente nos relacionamentos, no desejo por tudo o que era belo, no gosto pela fotografia, pelos porches, pela música, pela representação, pelo palco, enfim, por tudo o que lhe fazia sentido valorizar. Como já foi referido, Vénus encontra-se em conjunção a Saturno, que nem sempre lhe conferiu resultados mágicos e imediatos, mas sim com o tempo foi construindo e reforçando as bases, para depois com o seu amadurecimento tirar o proveito e o encantamento das coisas e das situações ou seja, da sua valorização. “Tento encontrar mais as pessoas, porque sinto que realmente perdi isso em diferentes momentos da minha vida, e hoje sinto a sua falta…”; “Dou muito valor à amizade e acho que uma das coisas boas da doença é, por um lado, aprendermos a valorizar os nosso amigos e, por outro, ficarmos a saber quem são eles, de facto.”


ÚRANO Onde se encontra o desejo de liberdade no mapa? Onde se encontra Úrano? Que ligação faz ao restante mapa? Úrano confere poder mental e a sua influência é avançada, revolucionária e transformadora

na

vida

de

qualquer

nativo.

Determina

genialidade,

originalidade, intuição e aspiração. Encontrámos Úrano na casa I em Caranguejo, que embora se encontre exilado, ou seja a força deste planeta neste signo esteja mais reduzida, não deixou de trazer a António Feio versatilidade, originalidade, intuição e independência na sua personalidade. Neste mapa verificam-se duas quadraturas a Úrano, uma com a Lua e outra com Neptuno. Na quadratura de Úrano com a Lua na casa X, podemos referir algumas tensões, (políticas, económicas e sociais) que enfrentou na sua vida profissional, quando o teatro estava nas mãos de alguns grupos independentes e não se acreditava nos atores das novas gerações, tensões essas geradas por esta incompatibilidade e incompreensão da mudança, que mais tarde com liberdade e independência António Feio e outros atores puderem alterar este cenário. Na quadratura de Úrano com Neptuno na casa IV, esta energia pode ter trazido alguma confusão, algum distanciamento entre o seu eu, a sua identidade de alguma forma revolucionária, inquieta e original com as suas raízes, a herança familiar, os seus alicerces emocionais, tudo aquilo que foi absorvido na sua infância e adolescência e se foi manifestando na sua personalidade, com certeza mutos ajustes tiverem que ser feitos entre tudo o que foi herdado e construído na casa IV com a essência do seu “eu” manifestada na casa I. “ Neste mapa, Úrano também forma uma oposição com Kiron na casa VII, a casa dos relacionamentos, onde com o tempo António Feio foi aprendendo de uma forma estruturada a curar a sua ferida, trazendo luz à sua consciência no sentido de valorizar o ser humano enquanto ser na sua essência, manifestada no plano físico e espiritual. Sobre esta temática, escreveu: “Deviam criar-se mais programas de voluntariado para estar ao lado de quem precisa de modo a envolver mais a população nestas situações. É preciso humanizar com urgência a nossa sociedade. Tudo o que possa levar as pessoas a preocuparem-se mais com as outras, que as obrigue a parar para pensar sobre elas próprias, sobre a vida que têm, sobre a forma como reagem a tudo o que as rodeia, só pode tornar a vida delas melhor e a dos outros também.”


NEPTUNO Onde encontramos o idealismo? Onde está Neptuno? Onde o indivíduo falha na sua visão de forma clara? Que ligação faz ao restante mapa? Neptuno encontra-se em Balança, na casa IV, onde se verifica que efectivamente foi nas suas raízes, no seu lar que nasceu o gosto pela representação, foi onde encontrou a sua semeadura. Neptuno faz um sextil a Plutão na casa II e em Leão, o que reforça as grandes transformações na vida de António Feio que passaram impreterivelmente pela valorização da sua carreira de uma forma criativa, entusiasta, expansiva, sempre ligada à sua base familiar, onde se socorria quando necessitava de ir em busca de um suporte emocional. Neptuno também cria um aspecto tenso, uma quadratura a Quiron em Capricórnio na casa VII, em que prováveis tensões e bloqueios poderiam ter acontecido nos seus relacionamentos quer pessoais quer profissionais e em que Neptuno teve um forte desígnio, o desenvolvimento da sua espiritualidade como uma possível cura para as suas feridas. PLUTÃO Onde podemos esperar transformações e quando? Onde está Plutão? Onde está a força? Que ligação faz ao restante mapa? Plutão ocupa a casa II, da valorização, da segurança, dos ganhos e das perdas obtidas pelo esforço próprio, do sentido da auto-avaliação e do seu comportamento face às aquisições materiais (dinheiro, bens, riqueza). António Feio sofreu ao longo da sua vida transformações na forma como foi adquirindo os seus recursos financeiros, a sua segurança, a sua valorização, nutrição e inspiração. É do conhecimento público que António Feio em inicio de carreira teve privações, onde teve que se ir moldando às circunstâncias da época, as companhias não tinham dinheiro e o público pouco interagia com as salas de teatro. “Passamos momentos difíceis, porque nessa época quase não havia dinheiro para nos pagarem, o que nos deixava numa situação difícil”. No entanto ao longo da sua carreira foi acabando uns projectos e começando outros, até conhecer o Zé Pedro Gomes, que foi sem dúvida o ponto de viragem da sua carreira. O grande salto foi a “Conversa da Treta”, foi um projecto que nasceu do trabalho de ambos e o último que António Feio partilhou com o público. ”Com a treta tínhamos uma ligação emocional especial e foi por isso


que nasceu a “A Verdadeira Treta”, o último espectáculo que fiz até ao momento como ator.” NODOS LUNARES Onde estão os nodos? Qual a necessidade de criar pontes na sua vida? Que equilíbrio precisa? Que ligação faz ao restante mapa? O nodo norte encontra-se em Capricórnio na casa VII, o signo da estruturação, do rigor, da disciplina, da restrição em trígono à Lua. António Feio era de facto um Homem de parcerias, direccionado para os outros, neste caso o público, pois o regente encontra-se na casa IV em Escorpião, onde o alimento emocional direccionava as relações. O nodo sul encontra-se na casa I em Caranguejo, o signo da sensibilidade, protecção e emoção, indicando que o individuo chega ao seu propósito doando-se ao colectivo. Trás da sua zona de conforto a sua intuição, os seus instintos, a protecção e a sensibilidade. António Feio encontrou o equilíbrio entre doar-se ao colectivo através da vida artística, usando toda a sua intuição e sensibilidade captada nas suas memórias do passado para o colectivo, interagindo com a sua criatividade na arte de representar de uma forma estruturada e com rigor “sou um perfeccionista, não gosto de fazer coisas mal feitas, logo, às vezes prefiro não fazer do que fazer mal”. Planetas nos ângulos Se existirem, onde se encontram os planetas nos ângulos? O individuo tem autocontrolo, ou perde o controlo por causa dos outros? O nativo é mais virado para o público ou mais virado para uma vida mais privada? Falamos dos ângulos da casa I e VII (Asc e Dsc), da casa IV e X (FC e MC) do mapa. O Meio do Céu ou Zénite, que representa a cúspide da casa X, é o ponto mais alto e por isso mais visível de uma mapa. Neste mapa encontramos a Lua a ocupar a casa X, desafiando-o a explorar as suas emoções e forçando-o a viver uma vida mais direccionada para o público e para o palco. Outro planeta que encontramos no ângulo é Neptuno que simboliza a ilusão, a magia, a fantasia desafiando a sua criatividade e projectando a sua intuição para o signo oposto que é Carneiro, onde a capacidade de trabalho foi determinante na vida de António Feio e a entrega do seu trabalho ao público, um desafio na sua carreira.


Os nodos lunares encontram-se no eixo ascendente e descendente, ou seja a ponte entre estes nodos encontra-se numa valorização do eu no colectivo, ou seja o nodo sul encontra-se na casa 1, em Caranguejo, signo da intuição e da criatividade, indicando que o individuo chega ao seu propósito de vida doandose ao colectivo, utilizando a sua experiência intuitiva e criativa no teatro, na televisão, na encenação, enfim, ao serviço dos outros. Breve Conclusão Neste estudo, pude constatar que a astrologia é uma ferramenta potentíssima na análise de uma personalidade. No caso de António Feio foi muito gratificante verificar o posicionamento dos planetas nas casas e nos signos e constatar a energia de cada planeta, a sua interacção com outros planetas nos mais diversos signos ou arquétipos, formando aspectos, criando uma linguagem simbólica, assente no estudo da minha análise ao seu mapa astral, ao estudo da sua personalidade, verificando as suas potencialidades e destacando a suas fragilidades ou desafios. Termino este estudo com a consciência que ainda tenho um longo caminho para desbravar na astrologia, mas também ciente que a cada dia que passa vai crescendo em mim uma vontade de aprender mais e mais…..finalizando com uma saudação especial à memória de António Feio e ao respeito pelo seu trabalho.


Consultas de Apoio FEIO, António com a colaboração de Maria João Costa – Aproveitem a Vida GUIMARÃES, Isabel – Manual de Formação – Curso de Astrologia níveis I e II GUIMARÃES, Isabel (2016) – Guia de Interpretação do Mapa Astrológico em 22 passos (Nicolau Breyner) GUIMARÃES, Isabel (2016) – Guia de Interpretação do Mapa Astrológico em 22 passos (Edgar Cayce) WATTERS, Joanna – Astrologia para os dias de hoje JULIA E DEREK PARKER – Manual Completo de Astrologia SCHULMAN, Martin – Os Nódulos Lunares – Astrologia Cármica-I http://astrologiaeradeaquario.blogspot.pt/ http://astrologiaautoconhecimento.blogspot.pt/ http://cova-do-urso.blogspot.pt/ http://astroldestino.com.br/ http://ekatala.blogspot.pt/


Profile for FacesIsabelGuimaraes

Caso de estudo astrológico de António Feio  

Trabalho de final do nível II - Curso de Formação Profissional em Astrologia pela formanda, Sílvia Agra

Caso de estudo astrológico de António Feio  

Trabalho de final do nível II - Curso de Formação Profissional em Astrologia pela formanda, Sílvia Agra

Advertisement