Page 1

COMBATER O CÂNCER COM HUMANISMO, CIÊNCIA E AFETO

RELATORIO ANUAL 2011


LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

SUPERINTENDÊNCIA

PRESIDENTE Claudiane Lígia Minari

SUPERINTENDENTE José Clemente Linhares

VICE-PRESIDENTE Janice Gastaldon

COORDENADORA DO HOSPITAL ERASTO GAERTNER Ana Luiza Wiermann

CONSELHEIROS Aldino Beal Algaci Tulio Edison Luiz Machado de Camargo João Antônio Guerreiro Massakazu Kato Maria Cecília Gaertner Lacerda Pinto Rodrigo Leite de Morais Sérgio Bruno Hastchbach

PRESIDENTE DA REDE FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER Walkyria Gaertner Boz COORDENADOR DO INSTITUTO DE BIOENGENHARIA ERASTO GAERTNER Giovanni Targa

GERÊNCIAS REPRESENTANTES ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Deputado Nereu Moura ASSOCIAÇÃO DE COLABORADORES DA LPCC ( ACLPCC) Caroline Godoy Mello e Silva ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PARANÁ (ACP) Edmundo Kosters

ASSESSORIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Mario Bosso CENTRO DE PROJETOS DE ENSINO E PESQUISA Leandro Carvalho Ribeiro GERÊNCIA ADMINISTRATIVA Maria Rachel de Castro GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING Anderson Straub

CÂMARA DE VEREADORES Aldemir Manfron Francisco Garcez

GERÊNCIA DE CONTROLADORIA João Carlos Kjellin

CORPO CLÍNICO Carlos Afonso Maestri

GERÊNCIA DE ENGENHARIA Elaine Regina Signoretti

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO PARANÁ (FIEP) Ari Paiva Siqueira

GERÊNCIA DE RELAÇÕES HUMANAS Jefferson Davis de Paula Junior

REDE FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER Walkyria Gaertner Boz

GERÊNCIA DE TECNOLOGIA E INFORMAÇÃO Vandré Dall’Agnol

SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE Charles London Marcia Huçulak

CONSELHEIROS FISCAIS Angela H. Zanlorenzi Antonio José França Antonio Augusto Grellert


MISSテグ Combater o cテ「ncer com humanismo, ciテェncia e afeto.


Instituição

Referência no tratamento de câncer no sul do país.

A Liga Paranaense de Combate ao Câncer, mantenedora do Hospital Erasto Gaertner, é composta por três unidades: o próprio Hospital, o Instituto de Bioengenharia e a Rede Feminina de Combate ao Câncer.


Hospital Erasto Gaertner Centro de excelência em diagnóstico e tratamento de câncer, referência no sul do país. É filantrópico e atende mais de 90% de seus pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com profissionais altamente capacitados.

Instituto de Bioengenharia Unidade voltada ao desenvolvimento e fabricação de próteses ortopédicas, bucomaxilofaciais, cateteres venosos e materiais de uso hospitalar. Único fabricante nacional de cateter totalmente implantável.

Rede Feminina de Combate ao Câncer Formada por aproximadamente 400 voluntárias e voluntários que atuam em diversos setores, dentro e fora do Hospital Erasto Gaertner. Reconhecida pelas ações de assistência a pacientes e familiares, prevenção e arrecadação.


Sumário 8 10 12 13

Superintendência Coordenação Geral do Hospital Registro Hospitalar de Câncer Hospital Erasto Gaertner em números - 2011

14 20 22 24 26

Corpo Clínico Enfermagem Radioterapia Quimioterapia Diagnóstico e Terapêutica Serviço de Imagem / Fisioterapia / Banco de Sangue / Análises Clínicas / Anatomia Patológica

30 Atendimento 32 Suporte Técnico Farmácia / Central de Misturas Intravenosas / Nutrição / Psicologia / Arquivo Médico e Estatística / Serviço de Suporte Operacional / Central de Material e Esterilização

40 Instituto de Bioengenharia Erasto Gaertner 42 Rede Feminina de Combate ao Câncer 44 46 47 48 50 52 54 56

Administração e Planejamento Comissões Qualidade Controladoria Relações Humanas Engenharia Tecnologia de Informação Central de Logística

58 Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa 60 62 64 75

Relações Institucionais Comunicação e Marketing Projetos e Parcerias Agradecimentos

78 Demonstrações Financeiras


SUPERINTENDÊNCIA

Institucional

Mensagem do Superintendente Há 29 anos no Hospital Erasto Gaertner, posso dizer que conheço de perto o desafio de estar à frente de uma Instituição que depende de tantos recursos e que mesmo assim mantém boa imagem e atende milhares de pacientes que dependem dela na luta contra o câncer. Em 2011 tive a oportunidade de estar envolvido nesse projeto e dar continuidade a esse trabalho maravilhoso.

Com a ampliação de espaços e realocação de departamentos, pudemos aproveitar cada centímetro do espaço físico, sempre tentando minimizar os problemas estruturais que temos. E demos um passo importante na área da saúde, com a chegada de um profissional para dar consultoria oncogenética e outro que em breve trabalhará com cirurgias robóticas – é a tecnologia nos chamando!

O Erasto Gaertner luta contra o câncer há décadas, sempre com dificuldades, mas constantemente buscando a excelência, dificilmente vista em outras instituições que atendem pacientes carentes. Isso é fruto do grande esforço administrativo levado à risca nos últimos anos. Sim, só existimos para essa missão, atender as pessoas portadoras de câncer com humanismo, ciência e afeto.

Mais uma vez fomos até a capital nacional para o Café em Brasília, em que visitamos o Ministério da Saúde e fizemos bons contatos com deputados e senadores.

O trabalho é árduo, exige desprendimento e sacrifícios, mas é recompensado pela sensação de fazer o bem ao próximo.

Resgatamos nossa história e tivemos uma manhã emocionante com a inauguração do Memorial dos Superintendentes e a participação de familiares e das fundadoras da Rede Feminina. Ao finalizar minha gestão agradeço a confiança e o apoio recebido, e o esforço desempenhado para suprir as eventuais falhas oriundas da falta de recursos. Todos os colaboradores e voluntários executam seu trabalho com vocação de cuidar bem das pessoas que nos confiaram seu bem mais precioso, a saúde. E é por isso que somos um porto seguro para nossos pacientes. Por fim, é preciso dizer que os projetos em andamento fazem parte de um planejamento maior de gestão que ultrapassa os períodos de gestores. É isso que tem levado a Instituição à frente, a continuidade administrativa. Somos todos passageiros no Erasto Gaertner, o que sempre permanecerá serão os pacientes e é para eles que a Instituição existe.

O trabalho é árduo, exige desprendimento e sacrifícios, mas é recompensado pela sensação de fazer o bem ao nosso próximo. Todos os anos há dificuldades financeiras, diferenças que só podem ser cobertas graças a campanhas como a do Instituto Ronald McDonald, de arrecadação do Marketing Social, da Rede Feminina e ao trabalho de todos os integrantes do Hospital. Em 2011, destaco o recorde de arrecadação no McDia Feliz e o aumento de mais de 50% arrecadado pelo projeto Adote um Leito. Recebemos a ilustre visita do ator Lima Duarte e de sua família para o lançamento da campanha Toda Vida Vale a Pena, que busca a igualdade entre as pessoas, ou seja, direcionar recursos para que recebam um tratamento digno e de qualidade, independentemente de sua condição econômica.

8

Dr. José Clemente Linhares Superintendente do Erasto Gaertner

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Institucional

SUPERINTENDÊNCIA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

9


COORDENAÇÃO GERAL DO HOSPITAL

Institucional

Mensagem da Coordenação Estes são tempos preocupantes para a oncologia no sul do Brasil. Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que, nos últimos anos, a região sul tem liderado a incidência de casos de câncer. O Erasto Gaertner atendeu 280 mil pacientes em 2011 e, diante deste quadro, busca melhorias constantes para que toda esta demanda seja atendida com humanismo, ciência e afeto. Embora o câncer continue a ser uma causa importante de morte e sofrimento, avanços recentes trazem a esperança de que podemos ser capazes de virar a maré, com detecção precoce, tratamento e cura de grande número de pessoas. No ano que passou concentramos nossa atenção, recursos e esforços em cinco eixos básicos, difundidos em todos os departamentos: a segurança do atendimento, a qualidade deste, a agilidade, a cortesia e a otimização de recursos. Apesar das dificuldades enfrentadas, obtivemos com satisfação o cumprimento de 100% das metas pactuadas junto ao Gestor Municipal do SUS.

Ousamos assumir as pessoas como nosso bem mais valioso: as que confiam suas vidas a nós e as que se dedicam trabalhando conosco. Diariamente, o Hospital buscou a melhor utilização do tempo e do espaço, para oferecer ao paciente um diagnóstico inicial e tratamento sem filas de espera ou com um mínimo destas. O princípio que fundamentou tal direcionamento foi muito simples: juntos podemos mais. Em 2011, ousamos assumir as pessoas como nosso bem mais valioso: as que confiam suas vidas a nós e as que se dedicam trabalhando conosco.

10

Na Radioterapia, modificações no fluxo de atendimento e ampliação de horários fizeram com que o tempo de espera para tratamento caísse para cerca de 21 dias em dezembro, padrão comparável a países como Canadá e Reino Unido. A média do tempo de espera em 2011 foi de 38 dias. A implantação do projeto Cirurgia Segura, que atende a requisitos internacionais de assistência, é um exemplo da preocupação da Coordenação Geral em garantir redução de riscos para aqueles que confiam sua saúde aos nossos cuidados. Outro exemplo desta iniciativa foi a reabertura da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, tão importante para um atendimento infantil de primeira. Retomamos as reuniões conjuntas e periódicas com as várias comissões constituídas do Hospital, com a intenção de afinar estratégias e embasar as ações do dia a dia. E em conjunto com o Departamento de Enfermagem, trabalhamos a autonomia e liderança de suas equipes assistenciais. Promovemos ainda a primeira reunião de Inovação em Saúde, envolvendo os gestores internos. Estas e outras inúmeras ações e procedimentos implantados têm uma única finalidade: fazer com que o crescimento de 10% no número de pacientes atendidos anualmente seja revertido em cura e qualidade de vida para todos eles.

Dra. Ana Luiza Wiermann Coordenadora Geral do Hospital

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Institucional

COORDENAÇÃO GERAL DO HOSPITAL

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

11


REGISTROS HOSPITALARES

Institucional

Registro Hospitalar de Câncer Tumores mais frequentes

Tratamentos realizados na Instituição

Do total de 8.398 casos admitidos no RHC do Hospital Erasto Gaertner de 2005 a 2009, as topografias mais frequentes totalizaram 79,7% e foram colo do útero, pele, mama, próstata, cólon e reto, cavidade bucal, estômago, esôfago, pulmões e orofaringe.

O tratamento realizado na Instituição incluiu cirurgia exclusiva em 48,0% dos casos (5.013), quimioterapia exclusiva em 988 (9,5%) casos, radioterapia exclusiva em 659 (6,3%) casos, hormonioterapia exclusiva em 250 (2,4%) casos e formas combinadas de tratamento em 3.505 (33,6%) dos casos.

Distribuição percentual segundo localização topográfica por sexo Masculino

Pele - 23,8% Próstata - 18,7% Cavidade Bucal - 6,1 % Cólon e Reto - 5,5% Esôfago - 5,3% Estômago - 5,3% Orofaringe - 4,3% Laringe - 4,2% Pulmão - 3,3% Bexiga - 3,2% Outras - 20,3%

Total de 4.052 tumores. Feminino

Distribuição percentual segundo tratamentos realizados na Instituição Cirurgia Radioterapia

Colo do Útero - 42,6% Mama - 18,3% Pele - 14,3% Cólon e Reto - 3,7% Corpo do Útero - 2,1 % Pulmão - 1,7% Ovário - 1,7% Linfonodos - 1,7% Estómago - 1,4% Sist . Hemato. - 1,3% Outras - 11,2%

Total de 6.389 tumores.

48,0% 6,9%

Quimioterapia

9,3%

Outros

2,6%

Combinados

33,8% % 0,0

10,0

20,0

30,0

40,0

50,0

Total de 10.441 tumores.

Estado do paciente após 1ª fase do tratamento Quanto ao estado dos pacientes após o término do primeiro tratamento, 71,7% estavam sem evidência de doença, 9,7% com remissão parcial, e 7,4% de óbitos. Sexo

Estado do paciente após 1ª fase do tratamento

Masculino Freq. %

Feminino Freq. %

Freq.

%

2.556

63,1

4.925

77,1

7.481

71,7

Remissão parcial

394

9,7

614

9,6

1.008

9,7

Doença estável

161

4,0

123

1,9

284

2,7

Doença em progressão

229

5,7

168

2,6

397

3,8

3

0,1

4

0,1

7

0,1

453

11,2

316

4,9

769

7,4

5

0,1

2

0,0

7

0,1

251

6,2

237

3,7

488

4,7

4.052

100%

6.389

100%

10.441

100%

Sem evidência da doença (remissão)

Fora de possibilidade terapêutica Óbito Não se aplica Sem informação Total

Fonte: Relatório Epidemiológico: 1990 a 2009. - Curitiba: LPCC, 2011. 124 p.: il.

12

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

Total


Institucional

REGISTROS HOSPITALARES

Hospital Erasto Gaertner em números - 2011 Pacientes atendidos SUS

Quantidade

%

Sessões de Fisioterapia SUS

Quantidade

%

255.297

91,2

77.763

90,8

Convênios

22.701

8,1

Convênios

7.838

9,1

Particulares

2.031

0,7

Particulares

82

0,1

280.009

100%

85.683

100%

Quantidade

%

936.062

87,4

Convênios

127.564

11,9

Particulares

7.498

0,1

1.071.124

100%

Quantidade

%

Total

Procedimentos realizados SUS

Total

Doses de quimioterapia SUS

48.810

88,4

Convênios

6.388

11,6

Particulares

46

0,1

55.244

100%

Total

Aplicações de radioterapia SUS

Quantidade

%

168.489

73,7

Convênios

56.465

24,7

Particulares

3.737

1,6

228.691

100%

Quantidade

%

Total

Cirurgias SUS

6.016

78,2

Convênios

1.570

20,4

Particulares

108

1,4

7.694

100%

Total

Procedimentos ambulatoriais

Quantidade

%

139.687

95,4

Convênios

5.685

3,9

Particulares

1.109

0,8

146.481

100%

SUS

Total

Total

Pacientes atendidos pelo Serviço de Nutrição e Dietética SUS

Quantidade

%

16.724

82,6

Convênios

3.381

16,7

Particulares

154

0,8

20.259

100%

Total

Pacientes atendidos pelo Serviço Social SUS

Quantidade

%

15.460

100

Convênios

-------

----

Particulares

-------

----

15.460

100%

Total

Procedimentos no Banco de Sangue SUS

Quantidade

%

56.329

85,7

Convênios

9.168

13,9

Particulares

242

0,4

65.739

100%

Total

Procedimentos do Serviço de Análises Clínicas

Quantidade

%

205.031

92,9

Convênios

15.325

6,9

Particulares

361

0,2

220.717

100%

SUS

Total

Procedimentos de Psicologia SUS

Quantidade

%

3.618

100

Convênios

-----

----

Particulares

-----

----

3.618

100%

Total

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

13


CORPO CLÍNICO

Atendimento Hospitalar

Ser atestada pelo Ministério da Saúde como referência em oncologia no sul do país envolve a valorização e o reconhecimento dos profissionais que compõem o corpo clínico do Hospital Erasto Gaertner. Os médicos passam horas em salas de cirurgia e nos ambulatórios, em jornadas diárias de dedicação e atenção aos pacientes. Além disso, são responsáveis pela constante produção de conhecimento e busca por aperfeiçoamento, em todas as especialidades.

Além do Dr. Sérgio Hatschbach, Dr. Reitan Ribeiro esteve envolvido com a produção de artigos para revistas científicas, em conjunto com os residentes. Foram duas publicações na Uningá Review , uma na Revista Brasileira de Mastologia e outra na Support Care Cancer . Estes são exemplos que reforçam a posição de referência em diagnóstico e tratamento de câncer, bem como o incentivo à pesquisa e produção de conhecimento.

Um dos exemplos da reconhecida qualidade destes profissionais foi o convite recebido por quatro cirurgiões do Hospital para o III Curso Internacional de Cirurgia Oncológica , que aconteceu na cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Na ocasião, Dr. Benedito Valdecir de Oliveira (Cabeça e Pescoço) recebeu uma homenagem especial por sua iniciativa de internacionalização da Residência Médica em Cirurgia Oncológica. Também receberam homenagem pela participação neste programa de residência: Dr. Sergio Bruno Bonato Hatschbach (Ginecologia e Mama), Dr. Massakazu Kato e Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich (Cirurgia Abdominal). Durante o curso, Dr. Sergio ministrou palestras sobre câncer de mama e de colo uterino e Dr. Flavio falou sobre câncer do reto e gástrico.

Outro grande reconhecimento que o Hospital Erasto Gaertner recebeu foi o convite da Prefeitura de Araucária para capacitar os profissionais do município na área de patologia cervical. Dr. Carlos Afonso Maestri, Dra. Fernanda Villar Fonseca e Dr. Roberto Cattini Maluf ministraram um treinamento de seis meses para a equipe que implantou um novo serviço de detecção e tratamento precoce de câncer de colo uterino, que está em pleno funcionamento.

Durante sessão solene que aconteceu no Plenário, a Câmara Municipal de Curitiba homenageou Dr. Luiz Antonio Negrão Dias (Cirurgia Abdominal) com o prêmio Cidade de Curitiba . Ele também recebeu o título de Cidadão Benemérito de Andirá, pela Câmara Municipal de Andirá – Paraná; participou da banca de avaliação para conferir o título de Cirurgia Oncológica pela Sociedade Brasileira de Cancerologia e foi convidado para presidir a comissão do Mercosul no próximo Congresso Brasileiro de Cancerologia (Concan) . O serviço de Cirurgia Abdominal também contou com a incorporação do Dr. Murilo de Almeida Luz, que fez residência em Cirurgia Oncológica no Erasto Gaertner e especialização em cirurgia robótica e oncologia urológica pela McGill University, no Canadá. Reconhecido pela qualidade e pelos anos de experiência, o chefe do Serviço de Ginecologia e Mama, Dr. Sergio Bruno Bonatto Hatschbach, foi empossado como Acadêmico Titular e passou a ocupar a cadeira 20 da Academia Paranaense de Medicina. Após dois anos de trabalho, médicos do HEG publicaram capítulos no livro Tratado de Mastologia da Sociedade Brasileira de Mastologia – 2011 . O material contou com a contribuição de 493 profissionais, das mais diferentes áreas da especialidade. Entre eles, representaram o Hospital Erasto Gaertner: Dr. José Clemente Linhares, Dr. Reitan Ribeiro, Dr. João Antônio Guerreiro, Dra. Claudiane Minari, Dr. Sergio Bruno B. Hatschbach, Dra. Paula Soares, Dra. Ana Luiza Wiermann e a ex-residente Corina August Siemens.

14

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

O Serviço de Ginecologia e Mama também comemorou a formatura da primeira médica na Residência em Mastologia (Dra. Danila Pinheiro Rubie) e as defesas de mestrado do Dr. José Clemente Linhares e da Dra. Fernanda Villar Fonseca, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Através do mesmo convênio com a PUCPR, Dr. Leandro Carvalho Ribeiro, do Serviço de Pele e Melanoma, e o ex-residente Dr. Felipe Sedrez dos Santos conquistaram o título de mestre. Durante o mestrado, os quatro profissionais foram orientados pelo Dr. Flavio Tomasich. Ainda destacando as conquistas acadêmicas, 2011 foi um ano importante para o Serviço de Cirurgia Plástica, com a obtenção do título de Cirurgia Craniofacial pela Dra. Maria Cecilia Closs Ono, a defesa de doutorado da Dra. Anne Groth e a aprovação do Dr. Alfredo Duarte em concurso para professor do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Paraná. O Serviço de Oncologia Clínica continuou a desenvolver intensa atividade como demonstram os números: mais de 18.000 atendimentos pelo SUS e 1.000 pelos convênios. Os tratamentos se deram em todas as áreas da oncologia, sendo notado incremento no atendimento de pacientes onco-hematológicos, por ser o serviço referência no estado. E foram realizados 60 transplantes de medula óssea, entre alogênicos e autólogos. Além do atendimento clínico dos pacientes, os médicos da Oncologia Clínica participam ativamente de estudos multicêntricos realizados através do setor de pesquisa do Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa (Cepep). O serviço esteve nos principais

RELAÇÃO DE CORPO CLÍNICO

congressos da área, como o da American Society of Clinical Oncology (ASCO) , European Society of Medical Oncology (ESMO) , Congresso Mundial de Câncer de Pulmão (com apresentação de trabalho) e Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica (com participação em mesas redondas). Também recebeu prêmio por publicação de trabalho na área de câncer do pulmão. E membros da equipe participaram da diretoria da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) paranaense e nacional, e também do HEG. Dr. Fabricio Augusto Martinelli de Oliveira é mais um destaque da Instituição. No último ano, ele recebeu o Certificado em Boas Práticas Clínicas , concedido pela Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica (SBPPC). Para conseguir esta certificação, o profissional precisa atingir um escore padronizado e passar por uma avaliação criteriosa. Garantindo presença constante de oncologistas pediátricos no setor, a equipe da Pediatria destacou-se em vários aspectos ao longo do ano. Dr. Ricardo Reis Blum concluiu mestrado em Ciências da Saúde, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e Dra. Carolina Martins de Almeida Peixoto iniciou mestrado no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, da Universidade Federal do Paraná, ambos sob orientação da Dra. Mara Albonei Dudeque Pianovski. Dr. Ricardo coordenou reuniões mensais de revisão de literatura journal , envolvendo a equipe multidisciplinar. E reuniões de controle de qualidade de quimioterapias prescritas e aplicadas, em conjunto com a Central de Misturas Intravenosas, garantiram a aplicação segura de quimioterápicos para as crianças e adolescentes. Houve ainda a participação em

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

15


CORPO CLÍNICO

Atendimento Hospitalar

pesquisa clínica de aplicação em pediatria, no desenvolvimento de novas drogas, entre elas, quimioterápico, anti-emético e antifúngico, de protocolos internacionais. A equipe também participou do programa de diagnóstico precoce do Instituto Ronald McDonald, ministrando aulas e conduzindo oficinas de trabalho, para profissionais da estratégia de saúde da família, do município de Campo Largo. E foram realizados transplantes autólogos de medula óssea, em pacientes com linfoma de Hodgkin. Representando o Serviço de Tórax, Dr. Gerardo Valladares e Dr. Vinicius Basso Preti participaram da 91st Annual Meeting – American Association for Thoracic Surgery 2011 . O evento aconteceu na Philadelphia (Estados Unidos) e foi uma oportunidade de compartilhar experiências e novos conhecimentos sobre a especialidade. Em frequente atualização no exterior, os médicos da Neurocirurgia fazem cursos de aperfeiçoamento a cada seis meses. Em 2011, Dr. Andrei Leite de Morais esteve na cidade de Columbus, no estado de Ohio (Estados Unidos), para curso de tratamento em tumores de base de crânio com utilização de neuroendoscópio. Dr. Rodrigo Leite de Morais fez um curso de cirurgia de coluna em Cleveland (Estados Unidos), complementando conhecimentos adquiridos em anos anteriores no Congresso Americano de Neurocirurgia e nos estágios internacionais de neuroendoscopia em Pittsburgh (Estados Unidos), neurocirurgia em Tübingen (Alemanha) e no Hospital MD-Anderson, especializado em câncer, em Houston (Estados Unidos).

ram o sucesso das operações, com as melhores condições para os procedimentos. O lançamento da ferramenta Cirurgia Segura, por sua vez, foi uma das maiores contribuições do Serviço de Infectologia para a qualidade da Instituição. A nova ferramenta é mais uma forma de garantir segurança nos procedimentos realizados no Centro Cirúrgico do Hospital e segue padrões internacionais. Todos os atendimentos e exames realizados pelo Serviço de Cardiologia foram igualmente essenciais para assegurar o bom andamento do tratamento on-

7.694 CIRURGIAS

78.972

CONSULTAS - AMBULATÓRIO

O Serviço de Cirurgia Vascular iniciou o ano de 2011 trazendo para o HEG o estudo internacional de um novo medicamento para tratamento da trombose venosa profunda, com menos efeitos colaterais e, portanto, menor chance de complicações, no qual estão participando serviços de diversos países. Além disso, Dr. Fabiano Luiz Erzinger esteve no norte da Itália, realizando estágio em cirurgia minimamente invasiva (endovascular), inclusive no Hospital da Universidade de Pádova, uma das instituições de ensino mais antigas da Europa. E com a aquisição de novos equipamentos para o Centro Cirúrgico, foi possível a realização de mais cirurgias, como o implante de filtro de veia cava e outros procedimentos complementares ao tratamento oncológico. O Serviço de Endoscopia e Colonoscopia adicionou alguns procedimentos que eram realizados externamente e agora passaram a ser ofertados no Hospital Erasto Gaertner, aumentando os atendimentos desempenhados pela equipe em 2011. Com o maior grupo entre todas as especialidades, o Serviço de Anestesiologia foi fundamental para a concretização das 7.694 cirurgias realizadas durante o ano. Além de monitorar os sinais vitais e manter a estabilidade dos pacientes, os profissionais garanti-

16

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

cológico. Assim como a atuação do Setor de Iodoterapia, com a busca de tratamento alternativo eficaz com os mínimos efeitos colaterais possíveis. Do Serviço de Ortopedia, destaque para a publicação de quatro artigos científicos, na Revista Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (RBO) e na Revista da Sociedade Brasileira de Cancerologia . Além disso, Dr. Glauco Mello, Dr. Geraldo de Freitas Filho e Dr. Mario Armani Neto participaram do Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) . Representado por Dr. Glauco, o serviço esteve ainda no Congresso Americano de Doenças Osteometabólicas (ASBMR) , em San Diego (Estados Unidos), e no Congresso Mundial de Doenças Osteometabólicas , em Toronto (Canadá). A equipe do Serviço de Cabeça e Pescoço também manteve participação significativa em eventos científicos nacionais e internacionais, bem como produziu pesquisas científicas na Instituição. O volume de procedimentos tanto ambulatoriais como de pacientes internados acompanhou o crescimento histórico e anual do HEG. Desde a prevenção, até a recuperação do paciente, considerando-o como um ser humano completo, os titulares trabalham juntamente com a equipe multidisciplinar, sedimentando uma das principais características da Instituição: “Tratar as pessoas como pessoas. De forma completa. Num lugar só”.

RELAÇÃO DE CORPO CLÍNICO

nares, das voluntárias da Rede Feminina e diversos parceiros, como o Grupo Mãos Unidas, que além de fazer a doação de um aparelho (concentrador de ar), financia todo o suplemento alimentar receitado pelas nutricionistas e médicos do serviço. O Grupo Mãos Unidas reúne mais de 100 voluntários e também beneficiou o Serviço de Urologia do Hospital, com a destinação de recursos para a compra de um equipamento novo. Trata-se de um ressectoscópio, avaliado em mais de 40 mil reais. A conquista, que teve ainda o apoio da empresa H. Strattner, proporcionou um tratamento menos invasivo. Do mesmo modo, o Setor de Oftalmologia registrou significativas aquisições por meio de doações efetivadas no ano de 2011. A chegada de um retinógrafo com sistema para digitalização de imagens, além de mobiliário para o consultório e mobiliário em aço para a sala de procedimentos e aplicação de laser foi resultado da parceria entre o Distrito (D.) 4730: Rotary Club Curitiba Bom Retiro, Rotary Club Curitiba Cidade Industrial, Rotary Club Curitiba Guabirotuba e Fundo de Contribuição Distrital para Projetos do Mesmo Distrito; Fundação Rotária do Rotary International: Rotary Club of Abbotsford-Sumas – D. 5050 e D. 5390 (respectivamente dos Estados Unidos e Canadá).

Entre os tumores mais frequentes, o câncer de pele liderou as estatísticas de incidência no Hospital Erasto Gaertner, com mais de 20% dos casos registrados nos últimos 20 anos. Por isso, o Serviço de Pele e Melanoma manteve o constante crescimento e o aprimoramento da equipe.

Um laser de diodo para tratamento conservador de tumores intra-oculares em crianças e adultos e um microscópio para córnea foram destinados pelo Programa de Voluntariado Paranaense (Provopar), representado pela presidente Lucia de Melo e Silva Arruda, referente à gestão do governador Roberto Requião. E um exoftalmômetro foi doado pela Loja Maçônica Hugo Simas.

Acompanhando o aumento no número de casos de câncer, o Serviço de Pronto Atendimento atingiu uma média de mais de 80 atendimentos por dia. Este volume de trabalho na emergência exige atendimento ágil e profissionais prontos para resolver as questões diárias.

Também em 2011, a incorporação de um dos maiores nomes em Oncogenética no Brasil, Dr. João Claudio Casali, deu início ao desenvolvimento de um novo trabalho na Instituição, voltado ao estudo dos riscos de pacientes com histórico familiar de câncer.

O Serviço de Terapia Intensiva também apresentou números expressivos, com uma média de 96 pacientes por mês, gerando um total de 1.161 internações no ano. Preparada para atender aos casos de alta complexidade, a UTI registrou 2.896 diárias no ano (aproximadamente 210 diárias por mês), superando em 15% a meta contratualizada. Tudo isso sem perder de vista o caráter humanizado da unidade, um dos diferenciais do Hospital.

Fazendo parte do diferencial multidisciplinar da Instituição, o Serviço de Fonoaudiologia recebeu encaminhamentos feitos pelos médicos e postos de saúde. Nestes casos, foi responsável pelo restabelecimento de funções que são de fundamental importância para a qualidade de vida do paciente (como sucção, deglutição, mastigação, fala e respiração) e pela reinserção social.

Mantendo outro grande valor do Erasto Gaertner, o respeito pela vida, o Serviço de Cuidados Paliativos registrou um total de 121 pacientes atendidos em domicílio no ano de 2011. A equipe atende de segunda à sexta-feira na parte da manhã e conta com a colaboração diária de profissionais multidiscipli-

Entre as equipes multidisciplinares, o Serviço de Cirurgia BucoMaxiloFacial também foi um destaque do ano. Com o apoio do SESC/PR, do Projeto Justiça no Bairro, da Secretaria Municipal de Saúde e do Centro de Projeto de Ensino e Pesquisa do Erasto Gaertner, os titulares da equipe e os residentes realizaram um total de 25 projetos de Ação Comunitária,

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

17


CORPO CLÍNICO

Atendimento Hospitalar

Relação do Corpo Clínico

em 25 cidades do Paraná. Através de palestras sobre prevenção e diagnóstico de câncer bucal, profissionais de saúde em todos esses municípios receberam treinamentos. Além disso, houve um trabalho de esclarecimento da população acerca de lesões da boca, com a realização de exames clínicos da cavidade bucal e coleta de dados pessoais dos examinados para traçar um perfil dos indivíduos. Ao todo, foram 2.138 exames, com o registro de 357 lesões, sendo 38 com características de câncer. 103 pacientes foram encaminhados para o HEG e 230 para centros de especialidades. Com uma grande aceitação por parte do público, a campanha de prevenção de câncer bucal atingiu o objetivo proposto, gerando expectativa para novas ações. Todas as pesquisas e eventos, com troca de informações entre especialistas nacionais e internacionais, bem como as participações na mídia e em campanhas, demonstram o elevado nível técnico dos profissionais do HEG e a grande experiência decorrente do expressivo volume de pacientes atendidos na Instituição.

SERVIÇO DE ANÁLISES CLÍNICAS Dr. Dionisio Abrão

SERVIÇO DE ANATOMIA PATOLÓGICA Dr. Sergio Ossamu Ioshii Drª Emy Fukuda Drª Juliana E. Jung

SERVIÇO DE ANESTESIOLOGIA Drª Berenice Maria K. Sato Drª Fabiana Helena Godoy Drª Alzira Tokie Koike Dr. Eduardo Alves Toledo Drª Simoni R. Shiomi Drª Edna Emiko Tomita Drª Saori Lucia Fukui Dr. Felipe Penner Falcão Drª Samara Vaz Carneiro Drª Melissa Spena Stueber Drª Nadjela M. K. Yamaguchi Drª Ana Carolina Lemos Perrini

SERVIÇO DE CABEÇA E PESCOÇO Dr. Benedito Valdecir de Oliveira Dr. Gyl Henrique A. Ramos Drª Paola Andrea G. Pedruzzi Drª Marja Cristiane Reksidler

SERVIÇO DE CARDIOLOGIA Dr. Mauricio N. Friedrich

SERVIÇO DE CIRURGIA ABDOMINAL Dr. Dr. Dr. Dr.

Massakazu Kato Luiz Antonio Negrão Dias Flavio Daniel Saavedra Tomasich Giovanni Zenedin Targa

SERVIÇO DE CIRURGIA PLÁSTICA Drª Anne Karoline Groth Dr. Alfredo B. Duarte da Silva Drª Maria Cecilia Closs Ono

SERVIÇO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA Dr. Miguel A. S. Andrade

SERVIÇO DE CIRURGIA VASCULAR Dr. Fabiano Luiz Erzinger

SERVIÇO DE CUIDADOS PALIATIVOS Drª Clarice Yanomuchi Drª Lilian Trindade Dr. Carlos Afonso Maestri Diretor Clínico

SETOR DE ENDOSCOPIA Drª Poliana N. Buiar Dr. Wanderlei R. C. Junior

18

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

SERVIÇO DE GINECOLOGIA E MAMA Dr. Sergio B. B. Hatschbach Dr. José Clemente Linhares Dr. João Antonio Guerreiro Drª Claudiane L. Minari Dr. Carlos Afonso Maestri Drª Fernanda Villar Fonseca Dr. Roberto Cattini Maluf Dr. Reitan Ribeiro

RELAÇÃO DE CORPO CLÍNICO

Dr. Sergio A. M. Ferreira Dr. Jose Carlos G. Pereira Dr. Isidoro Jose Cestari Drª Paula Regia M. Soares Dr. Carlos Pereira Neto Dr Gustavo Smaniotto

SERVIÇO DE TERAPIA INTENSIVA

SERVIÇO DE INFECTOLOGIA Dr. Ignacio Alejando Borges Cuevas

SETOR DE IODOTERAPIA

Dr. José Henrique Wasilewski Dr. João Antônio Guerreiro Dr. Adilson Alves Dias

SERVIÇO DE TÓRAX

Dr. Guido Ludwig

Dr. Gerardo C. G. Valladares Dr. Vinicius Basso Preti

SERVIÇO DE NEUROCIRURGIA

SETOR DE UROLOGIA

Dr. Alceu Correia Dr. Andrei Leite de Morais Dr. Rodrigo Leite de Morais

Dr. Dr. Dr. Dr.

Agenor F. da Silva Filho Osny de Barros Júnior Bruno Brambilla Marcelo Mangini

SETOR OFTALMOLOGIA Dr. Fernando Abib

RELAÇÃO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR

SERVIÇO DE ONCOLOGIA CLÍNICA Dr. Nils Gunnar Skare Dr. Johnny F. C. Camargo Drª Rosane Do Rocio Johnsson Drª Ana Luiza G. M. Wiermann Dr. Fabricio A. M. Oliveira Dr. Eduardo Cilião Munhoz Dr. Luciano S. Biela

SERVIÇO DE ORTOPEDIA

SERVIÇO DE CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL Laurindo Moacir Sassi Jose Luis Dissenha Ricardo Leandro Simette Fernando Luiz Zanferrari Maria Isabela Guebur Roberta Targa Stramandinoli Juliana Lucena Schussel

SERVIÇO DE FISIOTERAPIA

Dr. Glauco J. P. Mello Dr. Geraldo de Freitas Filho Dr. Mario Armani Neto

Drª Mara Albonei D. Pianovski Drª Leniza Costa Lima Dr. Ricardo Reis Blum Drª Carolina Martins de A. Peixoto

Cesar Costa Ariovaldo Donizeti de Abreu Woldir Wosiacki Filho Edison Luiz Machado de Camargo José Renato Almeida de Oliveira Monica Hildebrand Rosemari Alves Pires Marciele Nascimento da Silva

SERVIÇO DE PELE E MELANOMA

SETOR DE FONOAUDIOLOGIA

SERVIÇO DE PEDIATRIA

Dr. Dr. Dr. Dr.

Marcos F. Montenegro Luciano Jose Biasi Marcio Barbieri Leandro Carvalho Ribeiro

Adriana Karly

SERVIÇO DE RADIODIAGNÓSTICO Dr. Alfredo Wallbach Dr. Augusto V. Goedert Dr. Jose Augusto Barbosa Dr. Sergio Kenji Akamine Drª Tatiana Zacharow Dr. Gustavo Adolfo Antonik

SERVIÇO DE RADIOTERAPIA Dr. Raul Fernando Pizzatto

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

19


ENFERMAGEM

Atendimento Hospitalar

Os números mostram que o índice de satisfação do paciente orientado pela equipe de Enfermagem do Erasto Gaertner é de 98%, um reflexo do trabalho desses profissionais que são conhecidos como os anjos de carteira assinada. O departamento recebe pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde, convênios e particulares, transferências internas entre setores de internação ou atendimento ambulatorial e contra-referência para outros serviços de saúde. É também responsável pela assistência de enfermagem de alta e média complexidade nos níveis ambulatorial e internação. Entre os eventos de 2011 realizados pelo Serviço estão: a X Jornada de Enfermagem Oncológica , palestras no Hospital Santa Casa de Ponta Grossa e no Simpósio de Sistematização da Assistência de Enfermagem, do Hospital Pilar. Também esteve envolvido no V Fórum de Educação Continuada em Enfermagem : o impacto do acompanhamento do líder no desenvolvimento da equipe profissional , organizado pelo Núcleo de Enfermeiros de Educação Continuada (NEEC).

O índice de satisfação do paciente orientado pela equipe de Enfermagem do Erasto Gaertner é de 98%.

O setor também esteve em fóruns de gestão promovidos pelo COREN–PR, na coordenação e preceptoria da Residência Multidisciplinar em Cancerologia na Área Específica de Enfermagem, no projeto de pesquisa em parceria com a Universidade Positivo para avaliar o perfil do enfermeiro egresso e na organização e coordenação do curso de capacitação pedagógica para enfermeiros do Erasto Gaertner. Com uma média mensal de 274 horas de treinamento realizados, 15 colaboradores fizeram Pós-Graduação Latu Sensu em Enfermagem Oncológica. Durante todo o ano, a Enfermagem promoveu ações educacionais sobre prevenção do câncer aos pacientes e seus acompanhantes, assistência domiciliar para pacientes em cuidados paliativos pelo Grupo Interdisciplinar de Suporte Terapêutico Oncológico (Gisto) e tratamento especializado de feridas oncológicas pelo Grupo de Estudos em Lesões de Pele (Gelp). Em 2011 foram recebidos novos monitores cardíacos e criados protocolos de assistência especializada, além da implantação da visita multidisciplinar, retomando processos para composição do Comitê de Ética em Enfermagem. O Serviço de Enfermagem desenvolveu também o projeto Tomada de Tempo: custo, técnica e tempo de enfermagem por procedimento , a elaboração dos diagnósticos de enfermagem com base na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE), a reestruturação no processo seletivo de Enfermagem e a implantação do protocolo de cirurgia segura. Entre os indicadores de maior expressão, no que se refere ao impacto no serviço, foram 7.694 cirurgias realizadas e 1.071.201 procedimentos.

20

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

ENFERMAGEM

21


RADIOTERAPIA

Atendimento Hospitalar

A Radioterapia ofereceu tratamento com tecnologia de ponta para mais de 6 mil pacientes no ano, número que não pára de crescer. Seu parque tecnológico possui estrutura de vanguarda, que foi ainda mais aprimorada no ano de 2011. O departamento recebeu um software para Radioterapia com Intensidade Modulada (IMRT), um novo Acelerador Linear Varian e estações de planejamento computadorizadas. Além disso, os colaboradores receberam treinamento internacional e cursos para implantação do IMRT, oferecido pela Varian, e um curso anual de proteção radiológica. Representantes do departamento participaram do Congresso Brasileiro de Radioterapia e visitaram o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Desta forma, os profissionais se mantêm atualizados sobre tudo o que acontece no âmbito nacional e internacional. Referência no sul do país, o Serviço de Radioterapia aumentou o número de aplicações em 6% em relação ao ano anterior. Já o número de pacientes atendidos cresceu 3,5% em relação a 2010. Os investimentos na modernização do parque tecnológico com aquisição de novas tecnologias de tratamento fazem com que o serviço se aprimore cada vez mais, oferecendo um tratamento completo com segurança e qualidade.

Realizar tratamento radioterápico com humanismo, oferecendo novas tecnologias de tratamento, é um compromisso que se renova a cada dia. O tempo de espera para tratamento, por exemplo, vem diminuindo mensalmente. Em 2011, o departamento teve uma média de 38 dias, índice com tendência de queda, uma vez que em dezembro o resultado foi de 21 dias. O planejamento anual do setor para 2012 estabelece como meta um tempo igual ou inferior a 15 dias, valor este que começa a ser contabilizado após a indicação de tratamento pela equipe médica do serviço. O desempenho é superior a outras instituições brasileiras, conforme

22

relatório de auditoria operacional do Tribunal de Contas da União. Outro destaque do último ano, o serviço de Braquiterapia apresentou uma média de 60 procedimentos por mês. Além disso, houve mudanças internas para melhorar o atendimento, como a incorporação de profissionais de outras áreas. A formação de uma equipe multiprofissional, com enfermeiros, médicos, nutricionistas, psicólogos e serviço social, oferece um tratamento global para o paciente. O reconhecimento do trabalho de recepcionistas, técnicos e auxiliares de radioterapia e equipe médica do setor é o bem-estar do paciente, que se reflete em diversos elogios deixados na Ouvidoria, destacando o humanismo e carinho no atendimento.

2010 Consultas Gerais Aplicações Pacientes

SUS

CONV.

PART.

TOTAL

9.726

794

95

10.615

153.247

58.952

3.231

215.430

5.611

716

79

6.406

2011 Consultas Gerais Aplicações Pacientes

SUS

CONV.

PART.

TOTAL

10.059

586

89

10.734

168.489

56.465

3.737

228.691

5.927

560

75

6.562

6.562

PACIENTES POR ANO

60

PROCEDIMENTOS

DE BRAQUITERAPIA POR MÊS

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

RADIOTERAPIA

23


QUIMIOTERAPIA

Atendimento Hospitalar

Trabalhar com uma equipe multidisciplinar e disposta a melhorias constantes foi essencial em 2011. Pequenas mudanças fizeram a diferença no atendimento ao paciente, como a modificação da recepção da Quimioterapia, o que agilizou o atendimento. Todos os pacientes são criteriosamente identificados, obedecendo normas de segurança. No ano, foram 18.142 atendimentos, incluindo tratamento de continuidade e casos novos. Os pacientes encaminhados pela Secretaria Municipal da Saúde, para a Oncologia Clínica e de demandas internas dos demais serviços do Hospital recebem um tratamento personalizado e especializado. O trabalho das equipes multidisciplinares é reconhecido por pacientes e familiares por meio de elogios da Ouvidoria e com uma média anual de 98% de satisfação. Outro destaque foi a Quimioterapia Convênio Adulto, que desde 2009 tem se tornado referência e em 2011 superou seus números com mais de 1.030 atendimentos.

18.142 atendimentos prestados com humanismo, ciência e afeto, em harmonia com a missão do Erasto Gaertner.

O sistema de faturamento das Autorizações de Procedimento de Alto Custo (APACs) é reconhecido pela Secretaria Municipal de Saúde como modelo, pois permite agilidade na fase burocrática do tratamento. Por isso, a mesma indicou o departamento para outros hospitais gerando visita destas instituições que conheceram de perto a forma de trabalho. Sempre em busca do aprimoramento profissional de sua equipe, o setor participou do IV Seminário FEMIPA , da Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná. O evento abordou questões importantes, como acreditação, perspectivas para a saúde, custos hospitalares e oportunidades para o setor.

24

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

QUIMIOTERAPIA

25


DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA

Atendimento Hospitalar

Serviço de Imagem O setor de Imagem atende diretamente pacientes do Ambulatório, alas de internação, Centro Cirúrgico e pessoas encaminhadas pela Secretaria Municipal de Saúde. Sua missão é oferecer diagnóstico de qualidade que contribua para o melhor tratamento. 2011 foi marcado pela mudança na rotina de controle de qualidade do procedimento de mamografia, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer e Colégio Brasileiro de Radiologia. Entre os treinamentos que o setor participou estão: Programa Municipal de Garantia de Qualidade em Mamografia, Treinamento em Equipamento de Tomografia Computadorizada Avançada, Controle da Qualidade da Imagem do Mamógrafo, Controle de Qualidade do Equipamento, Fórum de Gerenciamento de Risco, Controle e Prevenção de Infecção Hospitalar e Ferramentas da Qualidade. Esteve em congressos e reuniões com o Colégio Brasileiro de Radiologia e recebeu visita do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional do Câncer e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Dois novos equipamentos chegaram no último ano: um tomógrafo e um ecógrafo. O setor recebeu também o Selo de Controle de Qualidade de Mamografia , concedido pelo Colégio Brasileiro de Radiologia.

A média mensal de atendimentos ambulatoriais de mamografia foi de 829, a de tomografia 658 e 644 pacientes fizeram ecografia.

Os números de 2011 reforçam a grande responsabilidade no sentido de oferecer o melhor diagnóstico: a média mensal de atendimentos ambulatoriais de mamografia foi de 829, a de tomografia 658 e 644 pacientes fizeram ecografia. Números significativos para o setor que cresce a cada dia.

26

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA

Fisioterapia Atenção à saúde funcional da população, com especial cuidado ao paciente em tratamento oncológico, é tarefa diária da Fisioterapia do Hospital Erasto Gaertner. O setor recebe pacientes encaminhados pela Secretaria Municipal de Saúde, consultórios e clínicas privadas, além das demandas internas. O último ano foi marcado pela ampliação do setor de atendimento e pela implantação de novos exames clínico-funcionais para fisioterapia cardiorrespiratória. Houve doações de equipamentos para o setor, como eletroestimuladores, ultrassom, maca, simulador de caminhada, bicicleta, infravermelhos e dispositivos para cinesioterapia motora. O setor também participou de diversos congressos e cursos de aperfeiçoamento; recebeu visitas técnicas de instituições como o Instituto Nacional do Câncer (INCA), Hospital A.C. Camargo e Hospital do Câncer de Barretos; bem como atividades e eventos internos.

Atender a saúde funcional da população, com especial cuidado ao paciente com câncer, abordando o indivíduo com ciência, humanismo e afeto.

Residentes da Fisioterapia foram aprovados em concursos públicos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Mestrado na Universidade de São Paulo (USP), o que caracteriza a qualidade na formação profissional. E profissionais do setor foram solicitados como consultores no Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), na área de Oncologia. Em 2011, o setor recebeu elogios pelo empenho e dedicação da equipe, que tem como missão: “Atender a saúde funcional da população, com especial cuidado ao paciente com câncer, abordando o individuo com ciência, humanismo e afeto”.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

27


DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA

Atendimento Hospitalar

Banco de Sangue Garantir um serviço de qualidade, presteza e comprometimento com foco na melhoria das condições de vida dos pacientes é imprescindível no Banco de Sangue. Além de atender doadores, o setor faz o importante trabalho de fornecer produtos e serviços hemoterápicos, com segurança e credibilidade para toda a Instituição. Seu principal benefício para a comunidade é o cadastro de doadores voluntários de medula óssea e suporte transfusional aos pacientes em tratamento de câncer. Em 2011, 6 mil pessoas se cadastraram voluntariamente como doadores de medula óssea, reforçando um trabalho que possibilita salvar vidas. No último ano, as mudanças nos processos de exames sorológicos e imuno-hematológicos proporcionaram a melhoria dos testes aplicados. O setor realizou visitas técnicas nos Hemocentros do Paraná e do Rio de Janeiro. E marcou presença no Congresso da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO) e no Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia (HEMO). Ao todo, foram 5.202 solicitações de transfusões atendidas, com 92,5% de satisfação do cliente, e 85 coletas de células tronco hematopoiéticas periféricas e criopreservação para Transplante de Medula Óssea.

Seu principal benefício para a comunidade é o cadastro de doadores voluntários de medula óssea e suporte transfusional aos pacientes em tratamento.

28

5.202

TRANSFUSÕES ATENDIDAS

6.000

CADASTROS DE DOADORES DE MEDULA ÓSSEA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA

Análises Clínicas

Anatomia Patológica

O Laboratório de Análises Clínicas realiza internamente 95% dos exames solicitados pelos médicos para pacientes do internamento ou do ambulatório. O setor também monitora a qualidade de suas coletas. E, com o indicador de comunicação de limites críticos, verifica a eficiência dos colaboradores em comunicar aos responsáveis resultados que indicam risco de vida ao paciente. Em 2011, foram realizados em média 30.000 exames por mês e nenhum paciente deixou de ser atendido por problemas internos.

O setor de Anatomia Patológica busca ser um laboratório de excelência e referência nacional na área de patologia oncológica. Recebe pacientes externos encaminhados pelas secretarias de saúde e de setores internos, como ambulatórios, Centro Cirúrgico e clínica de imagem. O trabalho do setor possibilita oferecer diagnóstico de qualidade, que contribui significativamente na definição do melhor tratamento aos pacientes, dando segurança aos médicos.

Foram realizados em média 30.000 exames por mês. Em busca do aprimoramento da equipe, no último ano a supervisão do setor participou do Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e todos os colaboradores estiveram em treinamentos de reciclagem realizados pela Qualidade. Foi implantada neste ano a realização de culturas de vigilância epidemiológica em setores críticos, o que contribuiu no controle de infecções hospitalares. Também foi instalado o equipamento de Quimiluminescência Vitros ECi, que propiciou a realização de exames que antes eram feitos fora da Instituição. A intenção é que com o novo equipamento, outros exames também se tornem disponíveis no Hospital em 2012.

Em 2011, participou de reuniões internas de departamentos e do Corpo Clínico. Externamente, esteve no Congresso Brasileiro de Patologia, Congresso da Associação Americano-Canadense de Patologia, workshop de Linfoma, workshop de Câncer Gástrico e reunião sobre a Rede Brasileira de Bancos de Tecidos. Recebeu treinamentos em citologia de meio líquido, avaliação do her-2 em câncer gástrico e sobre diagnóstico de linfomas malignos. Os participantes do programa de residência médica do Hospital de Clínicas (UFPR) estiveram no setor, que também realizou visita técnica à unidade de patologia da Universidade do Texas, em San Antonio (EUA). Por meio da parceria com o Laboratório Ioshii diagnósticos e patologia, recebeu um processador automático de tecidos e o equipamento Ventana, para coloração imunoistoquímica automatizada. O ano foi marcado pelo aperfeiçoamento contínuo da Residência Médica em Patologia e inserção de nova tecnologia de forma consistente.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

29


ATENDIMENTO

Atendimento Hospitalar

O Atendimento é um setor que atua diretamente no contato com o paciente, por isso, sua missão é atender o cliente respeitando sua privacidade e individualidade, e os princípios éticos da profissão. O departamento engloba Serviço Social, Internamento SUS, Convênio e Recepção Central. Sem perder o foco no humanismo, o índice de satisfação superou a meta (90%) e chegou a 99,72%, não tendo nenhum registro de ouvidoria negativa.

O índice de satisfação superou a meta (90%) e chegou a 99,72%. Em 2011, os colaboradores do Serviço Social participaram de eventos sobre cuidados paliativos, transplante de medula óssea e prevenção do câncer de mama. Entre os treinamentos de rotina recebidos, está o curso Direitos do Paciente com Câncer , realizado no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A efetivação dos direitos dos pacientes com câncer como cidadãos é a premissa básica deste trabalho. Em 2011, o setor contribuiu com treinamentos realizados para técnicos de enfermagem das Unidades Básicas de Saúde, em que a equipe multiprofissional do Erasto Gaertner e residentes estiveram presentes para orientação sobre a prevenção do câncer de mama.

26.366

ATENDIMENTOS DOS ASSISTENTES SOCIAIS

22.494 ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS

O processo de reestruturação iniciado em 2010 teve continuidade neste ano. O Serviço Social teve sua equipe técnica ampliada, o que proporcionou o início de novos projetos e a continuidade de antigos. O total de atendimentos dos assistentes sociais foi de 26.366, sendo 22.494 atendimentos ambulatoriais e 3.872 pacientes internados.

30

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

ATENDIMENTO

31


SUPORTE TÉCNICO

Atendimento Hospitalar

Farmácia O setor de Farmácia inclui a seção de Dispensação, Farmácia Ambulatorial, Farmácia Satélite do Centro Cirúrgico e Farmacotécnica Hospitalar. Seu principal objetivo é promover o uso racional de medicamentos e produtos para saúde, prestando assistência farmacêutica integrada, com qualidade, ética e humanismo. É responsável por suprir todos os setores do Hospital que utilizam medicamentos, materiais hospitalares e saneantes, além de dispensar medicamentos diretamente aos pacientes. No último ano, o setor organizou o I Fórum de Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica de Curitiba , que teve a presença de farmacêuticos de diversas instituições hospitalares de Curitiba, São Paulo e Santa Catarina. Participou do Congresso Brasileiro de Farmácia Hospitalar (Salvador) e do Congresso Brasileiro de Farmacêuticos Clínicos (São Paulo), com um trabalho publicado na revista Racine . Esteve no evento Entendendo a Leucemia Mielóide Crônica (São Paulo) e lançou o 1º Guia Farmacoterapêutico do Hospital Erasto Gaertner , contendo informações técnicas e científicas sobre medicamentos para equipe de saúde em mais de 250 páginas.

Setor premiado pelo Conselho Federal de Farmácia.

Ao todo, foram 118.141 comprimidos fracionados, 322.372 ampolas etiquetadas e 2.349.743 itens dispensados para as alas de internação. Com 32.500 pacientes atendidos, o índice de satisfação da Farmácia Ambulatorial foi de 94,49%. Neste ano, houve uma mudança na dispensação de medicamentos, que agora é feita por lote de prescrição, o que tornou o processo mais seguro e eficaz. A informatização das baixas de estoque no Centro Cirúrgico permitiu maior controle de estoque e agilidade no lançamento dos itens nas contas hospitalares e a rastreabilidade dos medicamentos utilizados. Foi criado um consultório farmacêutico na Farmácia Ambulatorial para atendimento e orientação aos pacientes e Alertas de Farmacovigilância passaram a ser emitidos para a equipe técnica assistencial. Também foram realizados treinamentos sobre Erros de Medicação, Descarte Correto de Resíduos, Controle de Validade e Processos de Qualidade em Hospital.

118.141

COMPRIMIDOS FRACIONADOS

2.349.743 ITENS DISPENSADOS

E com o artigo Da teoria à prática: experiência de implantação de atividades de farmácia clínica em um Hospital Oncológico, o setor recebeu o 2º lugar no Prêmio Jayme Torres 2011, promovido pelo Conselho Federal de Farmácia.

32

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

SUPORTE TÉCNICO

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

33


SUPORTE TÉCNICO

Atendimento Hospitalar

Central de Misturas Intravenosas Fornecer produtos e serviços com qualidade e segurança, em tempo hábil, com custo adequado e obedecendo à legislação e aos procedimentos técnicos é a função da Central de Misturas Intravenosas (CMIV). As doses unitárias são passadas para as equipes de Enfermagem ou pacientes, e ambos recebem orientação sobre o uso dos produtos. Em 2011, a média mensal superou 4 mil doses de medicamentos antineoplásicos.

Em 2011, a média mensal superou 4 mil doses de medicamentos antineoplásicos. O setor se dedica para oferecer o melhor da ciência e da tecnologia aos pacientes. Em 2011, iniciou o seguimento farmacoterapêutico, direcionando o uso seguro e racional dos medicamentos. Houve a ampliação da equipe e em 2012 o horário de funcionamento será estendido, reduzindo o tempo para que os medicamentos sejam preparados e espera dos pacientes, além de ajustes nas rotinas para atender a crescente demanda por doses mais complexas. Os treinamentos para equipes da Enfermagem, Central de Logística e Farmácia Ambulatorial sobre acidentes com quimioterápicos, transporte e acondicionamento dos antineoplásicos foram realizados em duas etapas. Para a CMIV, foram realizados treinamentos sobre resíduos de serviços de saúde e preparo asséptico das mãos, além dos treinamentos aplicados pela Gerência de Relações Humanas e Comissão de Qualidade. Foram recebidos diversos visitantes no setor para conhecer a rotina de preparo de antineoplásicos. Já a Promotoria do Estado conheceu de perto os processos internos para atendimento das demandas judiciais e alguns patrocinadores de estudos clínicos se interaram sobre o processo de controle e preparo dos medicamentos.

34

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

SUPORTE TÉCNICO

Nutrição O cotidiano do Serviço de Nutrição e Dietética se baseia na responsabilidade da alimentação equilibrada de usuários da creche e também pacientes, colaboradores e usuários de todo o Hospital, somando mais de 480 mil refeições servidas em 2011. O serviço oferece uma alimentação saudável de acordo com a viabilidade da Instituição e presta assistência nutricional aos pacientes, contribuindo com o tratamento oncológico. No ano de 2011, o setor participou como congressista no Congresso Brasileiro de Nutrição Oncológica (Rio de Janeiro), no Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada (São Paulo) e no Congresso Brasileiro de Nutrição Enteral e Parenteral (Curitiba), e como palestrante do 7º Fórum Nacional de Nutrição (Curitiba), além de colaborar na elaboração do Consenso Nacional de Nutrição Oncológica – Volume II.

Mais de 480 mil refeições servidas em 2011. Houve também neste período a informatização do processo de prescrição de suplementações artesanais aos pacientes, reduzindo sensivelmente o tempo na hora da prescrição, bem como facilitando a quantificação. Com a utilização do software de gestão integrada, pode-se verificar o custo com insumos do almoço, contribuindo com o processo de gestão. O manual da qualidade foi inteiramente revisado, sendo modificados vários processos, contribuindo com melhorias no setor. O departamento recebeu uma nova lavadora de louça que contribuiu com a realização de uma atividade imprescindível do setor, sem necessitar de manutenção constante. As bancadas de inox foram trocadas para reposição das antigas. Um dos destaques foi a contratação de uma nova nutricionista para atendimento clínico e o redimensionamento da equipe, priorizando a assistência aos pacientes. O atendimento realizado aos pacientes pelas copeiras da Instituição é destaque na Ouvidoria, além de receber vários elogios em bilhetes manuscritos. E o índice de satisfação dos colaboradores no refeitório foi de 92% no almoço e 80% no jantar.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

35


SUPORTE TÉCNICO

Atendimento Hospitalar

Psicologia O serviço de Psicologia presta assistência aos pacientes e seus familiares, visando promover o bem estar emocional em todas as fases do tratamento. O atendimento é determinado por profissionais da equipe de saúde da Instituição ou quando o próprio psicólogo detecta a demanda de pacientes e acompanhantes. A partir das questões trazidas durante o atendimento, avalia-se a necessidade de encaminhamento para outros profissionais. Em 2011, o número de atendimentos psicológicos foi histórico: uma média de 820 por mês. A Psicologia participou da X Jornada de Enfermagem Oncológica, do VIII Congresso Brasileiro de Psicologia Hospitalar e do XI Fórum de Psicologia Hospitalar. Destaque também para a Residência Multiprofissional em Cancerologia do Erasto Gaertner, com o objetivo de formar profissionais humanistas, críticos e reflexivos, que pautem sua atuação em aspectos éticos da psicologia.

Em 2011, o número de atendimentos psicológicos foi histórico: uma média de 820 por mês.

O trabalho do setor busca melhorar a qualidade de vida dos pacientes e familiares, e assim, fortalecer a missão do Hospital de combater o câncer com humanismo, ciência e afeto.

36

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

SUPORTE TÉCNICO

Arquivo Médico e Estatística Por trás do atendimento no Erasto Gaertner existe muito trabalho e comprometimento para cumprir o desafio de dar assistência para mais de mil pacientes diários entre casos novos e retornos. Por isso, a missão do Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME) é manter a guarda e o zelo dos documentos gerados para a composição do prontuário único do paciente. O serviço compreende: Cadastro, Arquivo, Seguimento, Documentações Médicas e Administrativas e Registro Hospitalar de Câncer.

A movimentação geral do prontuário único em 2011 teve uma média mensal de 23.000, para atendimento nos diversos serviços. O serviço participou da XVII Reunião da Associação Brasileira de Registros de Câncer (em Poços de Caldas/MG) e de treinamentos internos. A movimentação geral do prontuário único em 2011 teve uma média mensal de 23.000, para atendimento nos diversos serviços. No acompanhamento mensal por amostragem, a qualidade da informação do prontuário de alta hospitalar teve uma média de 76,8% e o prontuário de primeira consulta (casos novos) a média de 85,3%. Esses resultados impactam diretamente na qualidade do tratamento realizado pela equipe multiprofissional do Erasto Gaertner. O setor de Registro Hospitalar de Câncer possui um banco de dados com uma série histórica de coleta contínua de informações do prontuário único de 43.196 tumores analisados. Estes dados fazem parte de um banco nacional sobre o câncer, integrado ao Registro de Câncer do Ministério da Saúde, informações de uso frequente para discussões de políticas de saúde pelas Secretarias Estadual e Municipal da Saúde. Com base neste registro, este ano foi finalizada a publicação Duas Décadas de Coleta de Dados , na qual é apresentado um panorama de tumores de pacientes de 1990 a 2009, que foram tratados no Hospital. O material está disponível no site do Erasto Gaertner.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

37


SUPORTE TÉCNICO

Atendimento Hospitalar

Serviço de Suporte Operacional Qualidade e sustentabilidade norteiam o trabalho do Serviço de Suporte Operacional. Com a missão de garantir ao paciente, por meio da higienização, camareria, rouparia e coleta de resíduos, um ambiente limpo e seguro, o serviço aprimora suas rotinas diariamente. Em 2011, o setor participou da 1º Jornada de Hotelaria Hospitalar , realizada na Pontifícia Universidade Católica do Paraná e promovida pela Aliança Saúde, e fez treinamentos internos sobre controle de infecção e reciclagem de rotinas pertinentes ao setor. Recebeu dois carros coletores de resíduos e um carro hoteleiro que melhoraram a rotina da equipe e substituíram os antigos que estavam danificados.

É um serviço complexo, que se destaca por suas inovações em procedimentos internos e diferenciais no que se refere às questões de sustentabilidade. Responsável pela operacionalização do plano de gerenciamento de resíduos, o SSO destina de forma ecologicamente adequada cerca de 15 mil kg de resíduos mensais. Possui uma estação de tratamento de esgoto evitando que contaminações da água sigam para efluentes na cidade, e um programa de redução e reciclagem de resíduos, sendo que o valor da venda é revertido para a própria Instituição. Também é responsável pelo processamento de roupas. Em média, cada paciente utiliza 6 kg de roupa por dia, que são enviadas à lavanderia terceirizada, sempre com a supervisão e acompanhamento dos processos de qualidade. O tempo de higienização dos quartos e leitos, feita em uma hora, demonstra a qualidade do serviço para a atuação dos produtos químicos utilizados para desinfecção e controle de infecção hospitalar. É um serviço complexo, que se destaca por suas inovações em procedimentos internos e diferenciais no que se refere às questões de sustentabilidade.

38

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

SUPORTE TÉCNICO

Central de Material e Esterilização A Central de Material e Esterilização (CME) é responsável pelos processos de limpeza, inspeção, classificação, empacotamento, esterilização, controle de qualidade da esterilização, armazenamento temporário ou definitivo e distribuição aos setores de artigos médico-odonto-hospitalares. O trabalho inicia com a entrega dos materiais das unidades de assistência direta aos pacientes. Entre os números de 2011, destaque para a média mensal de 16.200 pacotes esterilizados por vapor saturado, sendo 100% de produtos aprovados nos processos de qualidade do setor, desde a limpeza até a distribuição. A CME recebeu no último ano treinamentos específicos a respeito dos processos de trabalho do setor e participou da II Meeting de Central de Material e Esterilização , do Hospital Nossa Senhora das Graças.

100% de produtos aprovados nos processos de qualidade do setor, desde a limpeza até a distribuição.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

39


IBEG

Instituto de Bioengenharia Erasto Gaertner

O Instituto de Bioengenharia foi criado para o desenvolvimento e fabricação de próteses ortopédicas, cateteres totalmente implantáveis e materiais de uso hospitalar. Surgiu, para ser solução em bioengenharia para clientes internos e externos, e oferecer novos produtos com qualidade e tecnologia na indústria nacional. Há 26 anos, o IBEG visa que o paciente oncológico tenha um tratamento de alto padrão, conforto e segurança.

Produtos distribuídos por 22 parceiros em todo o Brasil. Para atender estes objetivos, o IBEG continuou em 2011 a ampliação da sua rede de distribuidores e parceiros no Brasil, aumentando assim as vendas de cateteres totalmente implantáveis em 8% em relação ao resultado de 2010. Destaca-se a consolidação do Cateter Life-Port no Instituto Nacional do Câncer (INCA). O Instituto esteve presente nos seguintes eventos: Congresso Brasileiro de Oncologia (Minas Gerais e São Paulo), Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia (Rio de Janeiro), Feira da Semana Acadêmica de Mecânica e no ciclo de palestras com o tema Atuação do farmacêutico no setor de produtos para saúde (Curitiba). Visando o aprimoramento e aperfeiçoamento dos seus colaboradores em processos de qualidade, foi realizado um curso para formação de auditor interno RDC 59/00 sobre Boas Práticas de Fabricação (BPF) e Distribuição de Produtos para Saúde.

40

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Instituto de Bioengenharia Erasto Gaertner

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

IBEG

41


RFCC

Rede Feminina de Combate ao Câncer

A história e o dia a dia do Hospital se fundem com a Rede Feminina de Combate ao Câncer intensamente. Formada por aproximadamente 400 voluntários e voluntárias em seus 19 setores, a RFCC está presente em todos os cantos da Instituição, prestando assistência ao paciente e ainda com a missão de educar e conscientizar a sociedade paranaense sobre a prevenção e o combate ao câncer, através de campanhas e de atividades de caráter educacional, assistencial, sociocultural, mobilizando todo o voluntariado e os vários segmentos da sociedade. Um dos fortes pilares é disseminar a informação sobre o câncer, para contribuir na prevenção da doença. Por isso, em 2011, foram realizadas 37 palestras que abordaram 220 temas e atingiram quase 10 mil pessoas. Os voluntários também realizaram panfletagem com os folderes 12 Atitudes para viver bem e 9 sinais de alerta em terminais de ônibus e no Largo da Ordem. No contato direto com os pacientes, foram 32.133 atendidos no Ambulatório, 23.337 nas Alas, 1.818 na Quimioterapia, 2.151 na Radioterapia e 7.291 na Pediatria. Ao todo, foram 119.056 bolachas e 192.591 chás distribuídos a pacientes e acompanhantes. E a produção de 46.591 curativos utilizados na Instituição ajudou a reduzir gastos. Entre os eventos realizados estão: comemorações na Pediatria, Festa Julina, Pedágio Solidário, Baile de Gala no Clube Três Marias e bingos. No McDia Feliz deste ano, a RFCC vendeu 17.400 tíquetes, participou da gincana do Instituto Ronald McDonald, desenvolveu produtos e teve forte atuação nas mídias sociais, em parceria com a Gerência de Marketing. Com a tradicional venda de cartões de Natal, a unidade teve o retorno líquido de R$83.472. Já a venda de roupas doadas rendeu R$158.364,97 e as peças produzidas pelas voluntárias do artesanato, R$8.292. Todo o dinheiro arrecadado pela Rede Feminina ajuda na manutenção do Erasto Gaertner. Além de conquistar recursos para a Instituição, promover ações educacionais de prevenção e combate ao câncer, as chamadas “anjos cor-de-rosa” e os “anjos de azul” fizeram a diferença ao atender com dedicação e afeto mais de 66 mil pacientes em 2011.

42

Foram realizadas 37 palestras que abordaram 220 temas e atingiram quase 10 mil pessoas.

66.730

PACIENTES ATENDIDOS

46.591

CURATIVOS PRODUZIDOS

192.591

COPOS DE CHÁ DISTRIBUÍDOS

119.056 PACOTES DE BOLACHA DISTRIBUÍDOS

17.400

TÍQUETES VENDIDOS PARA O McDIA FELIZ

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Rede Feminina de Combate ao C芒ncer

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

RFCC

43


ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO

Administração

Administração A Gerência de Administração tem como objetivo praticar a administração com excelência, de forma sistêmica em todos os níveis da organização. Por isso, busca constantemente a profissionalização e o senso de equipe, proporcionando a integração das unidades. Sua função é tornar possível, dentro do processo de gestão, o cumprimento da missão institucional.

Sua função é tornar possível, dentro do processo de gestão, o cumprimento da missão institucional. Dentro deste objetivo, coordena, planeja e promove suporte técnico para o desenvolvimento de atividades que são realizadas por todas as instâncias da organização. As atividades de trabalho acontecem em duas pontas: para quem gera a demanda e nas interfaces envolvendo áreas interligadas. Segue ainda com orientações de direcionamento que vão ao

44

encontro das políticas institucionais. Neste ano, o setor participou da Conferência Municipal e Estadual de Saúde, IV Seminário FEMIPA , reuniões temáticas da FEMIPA sobre cenário da saúde e sustentabilidade, reuniões ordinárias do Conselho Municipal de Saúde e Semana da Qualidade Erasto Gaertner . Os colaboradores participaram de atividades internas para aperfeiçoamento dos conhecimentos, como os treinamentos da Qualidade, Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e brigada de incêndio. O cotidiano da gerência é demonstrar que é possível fazer administração profissional em uma organização com visão, características e práticas de filantropia, o que coloca o Erasto Gaertner no rol de 1% de organizações que alcançam processos de qualidade eficazes. É o trabalho desenvolvido diariamente pela administração que torna real o desempenho da Instituição como um todo. Além das atividades de administração e planejamento, o setor também preza pela relação com o cliente. Telefonistas, profissionais da segurança e Ouvidoria expressam a aproximação das necessidades dos clientes frente às atividades desenvolvidas pela Instituição.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO

Relação com o cliente

Planejamento

No atendimento da Ouvidoria em 2011, destaca-se a classificação dos registros, a manutenção das Caixas de Sugestão (colocadas em vários pontos no Hospital), além do registro online realizado pessoalmente. Há também o recebimento de correspondência convencional e e-mail, e a possibilidade de registro pelo site.

Em 2011, o Planejamento Estratégico foi revisado de forma a mensurar a efetividade dos processos hoje estabelecidos na organização. Periodicamente, foi avaliado todo o grupo de indicadores de desempenho, no qual destacam-se os indicadores de produção que, relacionados ao registro de satisfação do cliente e resultados de auditorias internas, garantem a análise da atuação de cada área interna da Instituição.

A divulgação constante dessa ferramenta como canal de comunicação possibilita a cada ano a participação cada vez maior de nossos clientes. Em 2011, o setor alcançou o registro de 618 relatos. À medida que crescemos, evoluímos também na necessidade de atendimento dos anseios dos clientes, sendo necessário ter a manutenção do canal de comunicação aberto, e não somente olhar as manifestações como queixas. Essa constatação é observada pelo crescente número de elogios e sugestões que são também recebidos pelo setor. Esse processo gera um círculo de ações por parte dos gestores para ajustar processos, considerando os relatos e visando sempre a melhoria da qualidade.

À medida que crescemos, evoluímos também na necessidade de atendimento dos anseios dos clientes.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

45


COMISSÕES

Administração

Durante o ano, importantes atividades que dão suporte para toda a organização foram executadas pelo grupo de comissões temáticas que assessoram a Instituição. As comissões são formadas por grupos de profissionais de diferentes setores, que se reúnem objetivando avaliar questões éticas e outros valores envolvidos nas decisões que dizem respeito ao tratamento de pacientes, ações de aconselhamento, de apoio, de prognóstico e diagnóstico médico.

Equipe Multiprofissional de Terapia Antineoplásica; Comissão de Sistematização do Serviço de Enfermagem; Comissão de Reprocessamento de Artigos Médicos; Comissão de Suporte Nutrição Enteral/Parenteral; Comissão Interna de Prevenção de Acidentes; Comissão de Controle de Infecção Hospitalar;

Desempenhando papéis importantes, esses grupos estão atrelados à coordenação e enriquecem a gestão. O Hospital tem 20 comissões, em diferentes áreas de atuação. São elas:

Comissão de Registro Hospitalar de Câncer; Comissão de Gerenciamento de Resíduos; Comissão de Gerenciamento de Riscos; Comissão de Farmácia e Terapêutica; Comissão de Humanização;

Desempenhando papéis importantes, esses grupos estão atrelados à coordenação e enriquecem a gestão.

Comissão de Prontuários; Comissão da Qualidade; Comissão de Óbitos; Comitê de Transplante de Medula Óssea; Comitê Transfusional Multidisciplinar; Comitê de Proteção Radiológica; Comitê de Ética e Pesquisa; Comitê de Ética Médica; Conselho de Ética em Enfermagem.

46

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

QUALIDADE

Pioneiro em muitos aspectos da área da Qualidade, o Hospital Erasto Gaertner orgulha-se das conquistas e continua trabalhando voltado à excelência. Para isso, conta com o envolvimento de todas as áreas. Em 2011, foram destaques da Qualidade: Auditorias internas, de acompanhamento e verificação de processos, e auditorias conjuntas, para verificação de organização dos setores; Continuidade do Programa de Gerenciamento de Risco em todas as áreas da organização, o que visa minimizar os riscos relacionados ao processo assistencial; Implantação e avaliação da ferramenta HFMEA (Hospital Failure Modes and Effects Analysis) ; Reuniões sistêmicas de análise crítica dos indicadores de desempenho da organização e as reuniões setoriais de orientação geral acerca dos processos de qualidade que fazem apoio para os profissionais;

Pioneiro em muitos aspectos da área da Qualidade, o Hospital Erasto Gaertner orgulha-se das conquistas e continua trabalhando voltado à excelência.

Manutenção do programa de resíduos, referência no gerenciamento e descarte de materiais. Entre as principais conquistas de todo o trabalho estão a manutenção de certificações de Licença Sanitária, Licença Ambiental, Boas Práticas Farmacêuticas e Hospital de Ensino.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

47


CONTROLADORIA

Administração

Trabalhar com recursos escassos sem baixar a qualidade no atendimento. Esse é o desafio diário dos 33 colaboradores da Gerência de Controladoria (Gecon) que estão distribuídos entre o prédio do Hospital e o Centro Administrativo Lourdes Canet . Diariamente, a equipe do Financeiro, Faturamento, Contabilidade, Custos, Controle de Convênios e Auditoria Médica luta contra uma matemática exata para gerenciar os recursos do HEG, de modo que eles sejam aplicados da melhor forma. A gerência recebe demandas de departamentos internos e gerências, bancos, fornecedores e governo municipal, estadual e federal e administra todos os recursos que entram e saem da organização. Além disso, a Gecon desenvolve um trabalho de controle de gastos, evitando o desperdício. Outro papel importante é a busca por fornecedores que compreendam a missão do Erasto Gaertner e se tornem também parceiros da Instituição. Desde 2005, a rotina de trabalho vem se aprimorando para controlar as despesas e seguir de maneira fidedigna sua missão de promover a eficácia organizacional, viabilizar a gestão econômico-financeira e participar ativamente do planejamento e do controle das operações. O desafio é respeitar o orçamento anual, que é acompanhado mensalmente, sem deixar de lado cada particularidade da Instituição. Em 2011, o setor recebeu a visita de diversos hospitais do Paraná interessados em conhecer o modelo de faturamento, considerado transparente e funcional. Oferecer condições para tratar o paciente, mesmo não tendo contato direto com ele, e reverter, com o apoio da comunidade, as dificuldades financeiras em esperança, têm sido o foco da Gecon.

48

Oferecer condições para tratar o paciente, mesmo não tendo contato direto com ele, e reverter, com o apoio da comunidade, as dificuldades financeiras em esperança.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

CONTROLADORIA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

49


RELAÇÕES HUMANAS

Administração

Motivar os colaboradores do Erasto Gaertner diariamente a trabalhar com humanismo, ciência e afeto no tratamento do câncer é uma tarefa constante. A Gerência de Relações Humanas (GERH) compreende que a qualidade de vida dos colaboradores é primordial, e por isso busca a cada dia melhorar o ambiente de trabalho. Em 2011, a GERH contratou uma assistente social, estreitando as relações com os colaboradores. Houve também a substituição do sistema eletrônico de registro de ponto, agilizando o processo e em cumprimento da Lei do Ponto Eletrônico, que exige a emissão do recibo. A confecção dos crachás passou a ser responsabilidade da gerência, reduzindo consideravelmente a demora na entrega. O processo de Avaliação de Desempenho, em que os colaboradores ativos, com mais de seis meses de casa, são avaliados em dez fatores, foi retomado. Ao todo, 157 colaboradores foram premiados com uma bonificação em dinheiro pelo seu desempenho. O setor promoveu treinamento de atendimento a clientes para o Ambulatório, formação de Brigada de Emergência e NR32 (Norma do Ministério do Trabalho que cuida dos profissionais da área da saúde), além de palestras sobre finanças pessoais com o professor Dr. Roberto Guindani, em que aproximadamente 100 colaboradores puderam aprender a administrar sua vida financeira de forma mais tranquila.

No total foram 8.300 horas em treinamentos, cursos e palestras, sempre investindo no aperfeiçoamento profissional dos mais de 1.200 funcionários.

No total foram 8.300 horas em treinamentos, cursos e palestras, sempre investindo no aperfeiçoamento profissional dos mais de 1.200 funcionários. Em agosto, os colaboradores da GERH participaram do Encontro Paranaense de Saúde , quando foram discutidos temas como assédio moral nas relações de trabalho, a qualidade dos profissionais de enfermagem de nível médio, lançamento oficial do Índice de Custos Hospitalares (ICH) – ISAE/FGV e desafios do setor de saúde para os próximos anos. A GERH também participa ativamente do Benchmarking Paranaense de Recursos Humanos , em que 11 indicadores são levantados e comparados a 160 empresas paranaenses de diversos segmentos, permitindo a busca por melhores resultados.

50

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

RELAÇÕES HUMANAS

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

51


ENGENHARIA

Administração

A Gerência de Engenharia (Gereng) busca atender com agilidade as solicitações, para gerar maior conforto, bem estar e segurança aos pacientes, acompanhantes, voluntários e colaboradores. É um setor estratégico já que se relaciona com praticamente toda a Instituição, mas que curiosamente não atua diretamente no tratamento do paciente. Entretanto, assim como os demais departamentos, também tem que apresentar alta produtividade, para que os problemas sejam resolvidos satisfatoriamente, tanto em relação ao tempo, quanto à confiabilidade. Seu foco é atender de modo eficiente e eficaz para garantir o desenvolvimento e implantação de novos projetos, o atendimento das solicitações de manutenções preventivas e corretivas e as reformas necessárias que asseguram o adequado funcionamento dos equipamentos e de toda a infraestrutura do campus. Na imprensa, o setor foi destaque nacional com reportagens sobre a célula de energia, além de ter participado do 2º Fórum de Sustentabilidade Hospitalar, no Hospital de Araucária.

Na imprensa, o setor foi destaque nacional com reportagens sobre a célula de energia.

Entre as reformas entregues, estão a nova sala do Estar Médico e a sala da Associação dos Colaboradores, o novo espaço para o Ambulatório de Oftalmologia, o Memorial dos Superintendentes, a primeira etapa da ampliação da Quimioterapia Pediátrica e recepção da Pediatria, a revitalização da rampa da Fisioterapia e retrofits internos que aperfeiçoaram áreas administrativas que envolveram a GERH, Gerad, Gecon, Same, entre outros. Em 2011, o setor apresentou uma média mensal de 1.000 Ordens de Serviço (OS) concluídas, emitidas através de solicitações de todos os setores da Instituição, sendo 12% destas de manutenção preventiva em equipamentos médicos.

52

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

ENGENHARIA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

53


TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Administração

A aliança entre a tecnologia e a saúde, com o fornecimento de informações seguras ao profissional para o tratamento do paciente, é o principal benefício da Gerência de Tecnologia da Informação (GTI) do Erasto Gaertner. E promover de forma ágil e eficiente a sinergia entre a Tecnologia da Informação e a Instituição é uma das principais premissas da GTI. Por isso, o setor adota soluções integradas e alinhadas com os objetivos estratégico-organizacionais. O trabalho do setor, na grande maioria, é gerado pelos clientes internos, que trazem idéias que saem do papel e são aplicadas na prática, além de solucionar necessidades de redução de custo e de trabalho. Como os processos de tecnologia estão em constante evolução, a gerência busca a melhoria contínua, com novos padrões internos e intercâmbios. Profissionais da GTI se aperfeiçoaram com cursos e novas certificações, como Project Management Professional (PMP) e Foundation Certificate in IT Service Management (ITIL). O setor recebeu a visita do Hospital Cruz Vermelha e foi conhecer o Hospital Angelina Caron. Na imprensa, foi destaque na revista Fornecedores Hospitalares como um case no uso de melhores práticas de TI na área de saúde.

Referência em práticas de TI na área da saúde.

A reestruturação do setor, como espaço físico, treinamentos e novos processos internos, minimizou o impacto aos clientes internos. E a atualização dos sistemas de segurança da informação da Instituição e aquisição de antivírus profissional trouxe ainda mais confiabilidade para o departamento.

54

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

55


CENTRAL DE LOGÍSTICA

Parte do mérito da organização e otimização do tempo e dos materiais do Erasto Gaertner se deve à Central de Logística (Celog). O sistema promove a logística de reabastecimento de todos os setores, a partir de atividades como compras, recebimento, conferência, registros contábeis, armazenamento customizado, conservação, controle, administração de estoque e distribuição de produtos. Os indicadores de 2011 demonstram que foram emitidas 8.815 ordens de compra, com um tempo médio de reposição interna de cinco dias, o que garante o bom funcionamento de toda a Instituição. A dupla checagem na liberação de produtos e o controle de medicamento a vencer mês a mês foram implantados, o que garante uma melhor administração dos produtos, evitando desperdícios. O setor recebeu diversos treinamentos visando melhorar os processos de trabalho. Os temas abordados foram: indicadores e análise crítica; cálculo de miligrama total contido em uma ampola; instrução sobre preenchimento adequado do formulário de avaliação de recebimento; noções práticas de compra – Sistema Tasy, e noções básicas de compras via plataforma Bionexo.

56

Administração

Armazenamento customizado, conservação, controle, administração de estoque e distribuição de produtos.

8.815

ORDENS DE COMPRA NO ANO

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Administração

CENTRAL DE LOGÍSTICA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

57


CEPEP

Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa

O Erasto Gaertner é referência na pesquisa e no combate ao câncer e também um importante formador de profissionais da área. E o Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa (Cepep) é o responsável por fazer parcerias com universidades, possibilitando aos estudantes realizar especializações, cursos, congressos e palestras. Para os profissionais, o Cepep também oferece excelentes oportunidades de reciclagem. Em maio, o Cepep recebeu membros do Ministério da Educação (MEC), para avaliação da residência médica, os quais se mostraram satisfeitos com o trabalho realizado. Esse reconhecimento solidifica cada vez mais o alicerce da residência médica e residência multiprofissional em cancerologia do Erasto Gaertner, com profissionais altamente qualificados e preparados para o mercado de trabalho.

Ensino

29

TRABALHOS DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA

10

CURSOS ANUAIS ORGANIZADOS

1.058

ESTAGIÁRIOS E ACADÊMICOS

A demanda de trabalho do setor de Ensino inicia a partir das instituições que possuem convênio com o Cepep. No total, foram 1.058 estagiários e acadêmicos em 2011, número 17,42% maior que em 2010. Em outubro, foram realizados o III Congresso Médico Acadêmico e o processo seletivo de acadêmicos de medicina plantonista.

177

PROFISSIONAIS TREINADOS

Os cursos organizados pelo Cepep também dão idéia da importância da organização para o meio acadêmico. A Pós-Graduação manteve, com recursos próprios, além dos seus 25 médicos residentes, mais quatro especializandos não médicos. Recebeu mais 70 médicos residentes de instituições conveniadas, 30 residentes multiprofissionais em cancerologia da área de saúde e seis residentes em Odontologia da área profissional da saúde. Também organizou o processo seletivo para ingresso de novos alunos Lato Sensu em Farmácia Oncológica, que iniciou as aulas com a quantidade prevista de 18 alunos, e finalizou o processo Lato Sensu em Enfermagem Oncológica, com a apresentação de trabalho de conclusão de curso de 24 alunos. Ao todo, foram 177 profissionais treinados pelo Erasto Gaertner.

58

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa

CEPEP

Pesquisa Desde o ano 2000, o setor de Pesquisa recebe estudos clínicos. Nesses 11 anos, o centro já tratou 253 pacientes com os esquemas propostos. Um dos líderes em estudos clínicos internacionais para a cura do câncer, durante os anos de 2007 a 2011 o Erasto Gaertner recebeu mais de 150 propostas, com 57 estudos patrocinados por 18 diferentes laboratórios farmacêuticos. Em 2011, o setor também se dedicou à continuidade da reestruturação física do centro, de acordo com as normativas nacionais e internacionais. O intercâmbio em pesquisa também foi um destaque para o Cepep, com a participação em eventos em Istambul (Turquia), Buenos Aires (Argentina), São Paulo, Rio de Janeiro e Foz de Iguaçu.

Um dos líderes em estudos clínicos internacionais para a cura do câncer.

Biblioteca O principal objetivo da Biblioteca é desenvolver ações para disseminar informações técnico-científicas para os pesquisadores. No último ano, o setor implantou um sistema de empréstimo eletrônico, ministrou treinamentos em bases de dados e normas para a apresentação de trabalhos e participou de oficinas de Gestão da Qualidade. Além disso, fez uma parceria com o Instituto Brasileiro de Informações em Ciência e Tecnologia (IBICT), o que permitiu a divulgação do acervo de periódicos da biblioteca para outras instituições, e concluiu o projeto de conversão do acervo de VHS para DVD. O acervo da biblioteca fechou 2011 com 4.170 livros, 12.123 fascículos de periódicos, 449 multimeios (cd-rom e dvd) e 126 títulos de revistas científicas.

Eventos Para acompanhar o avanço educacional, o setor de Eventos tem como objetivo promover, organizar e dar suporte para os eventos científicos. Suas demandas surgem de setores internos com projetos de ensino, eventos científicos e ações comunitárias que dependem do auxílio do Cepep. Em 2011, foram 16 reuniões clínicas, 10 cursos anuais, III Congresso Médico Acadêmico e o V Curso de Capacitação em Oncologia aos profissionais dos postos de saúde da Prefeitura de Curitiba. Entre os eventos externos, o setor organizou a X Jornada de Enfermagem Oncológica e a XXIII Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

59


RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Projetos e Parcerias

As necessidades do Hospital Erasto Gaertner são permanentes e por isso a Assessoria de Relações Institucionais desempenha um importante papel junto aos parlamentares, governo e autoridades. Com esses contatos, busca recursos que são destinados para a modernização dos equipamentos, melhoria na infraestrutura e manutenção. Duas vezes ao ano, a ARI promove um evento em Brasília, realizado para agradecer o apoio, prestar contas dos investimentos e solicitar recursos aos senadores e deputados. Entre as reuniões e encontros realizados em 2011, estão as audiências com os ministros Alexandre Padilha (Saúde), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Paulo Bernardo (Comunicações), e com o assistente especial da Vice-Presidência da República, Rocha Loures.

Recebeu Menção Honrosa da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa. Essas parcerias proporcionaram o destino de R$1.500.000 do Ministério da Saúde, R$3.150.000 de parlamentares federais (senadores e deputados federais), R$1.200.000 da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná e R$550.000 de vereadores de Curitiba. No último ano, a Assessoria recebeu Menção Honrosa da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa e Menção Honrosa da Comissão da Saúde da Câmara dos Vereadores da Cidade de Curitiba. Ambas as homenagens referem-se ao trabalho desenvolvido, que permite colocar à disposição dos pacientes as melhores tecnologias e estrutura para que possam ser atendidos com dignidade e respeito.

60

VALORES RECEBIDOS EM EMENTAS PARLAMENTARES:

R$3.150.000 SENADORES FEDERAIS

E

DEPUTADOS

R$1.500.000 MINISTÉRIO DA SAÚDE

R$1.200.000 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ

R$550.000 VEREADORES DE CURITIBA

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

61


COMUNICAÇÃO E MARKETING

Através das campanhas e projetos, a Gerência de Comunicação e Marketing desempenha um papel fundamental na arrecadação de recursos para a Instituição, auxiliando na manutenção dos serviços hospitalares com a qualidade característica e na execução de melhorias estruturais. Além disso, este setor tem a missão de gerenciar e fortalecer a marca do Erasto Gaertner, através do relacionamento com diferentes públicos. O primeiro semestre de 2011 foi marcado pela primeira edição do Café no Erasto, reunindo representantes de grandes empresas paranaenses para apresentação de campanhas do Hospital. Na ocasião, ocorreu o lançamento do projeto Toda Vida Vale a Pena, com o objetivo de irradiar o conceito de responsabilidade social nas empresas e na sociedade, com ações de prevenção. O projeto tem como padrinho o ator Lima Duarte, que esteve presente no evento, assim como a Secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. A marca do projeto Toda Vida Vale a Pena foi registrada e duas empresas a licenciaram, para gerar royalties ao Hospital Erasto Gaertner através de produtos e serviços alinhados à missão de promover a saúde e combater o câncer. Em 2011, houve um crescimento de 15% nas captações de doações pelo Marketing Social, com a entrada de mais de R$4.200.000, incluindo a venda de 55 mil cupons da campanha Ação entre Amigos (R$275.000), de 1.920 tíquetes para o McDia Feliz (R$19.000) e a entrada de mais de R$250.000 para o projeto Erasto ao Cubo, com 77 novos patrocinadores. A captação para o projeto Adote um Leito, por sua vez, cresceu 57% em relação ao ano anterior, com arrecadação recorde de R$768.353,69. Somados os valores, em 2011, o Marketing captou mais de R$5 milhões para a Instituição. Os números expressivos são resultado de quase 300.000 ligações efetuadas pelo Marketing Social, conquistando mais de 1.000 novos doadores, além de inúmeras visitas e concretizações de parcerias com empresas e instituições de médio e grande porte realizadas pela gerência e o staff de captação externa.

Projetos e Parcerias

MAIS DE

R$ 5 MILHÕES ARRECADAÇÃO TOTAL

R$ 768.353,69 ARRECADAÇÃO DO PROJETO ADOTE UM LEITO

R$ 275.000 ARRECADAÇÃO DO PROJETO AÇÃO ENTRE AMIGOS

R$ 250.000 ARRECADAÇÃO DO PROJETO ERASTO AO CUBO

1.131 NOVOS DOADORES

298.213 LIGAÇÕES EFETUADAS

Além da captação de recursos e do desenvolvimento de novos projetos, o Marketing dá suporte a ações internas, desenvolvendo materiais de comunicação para os diferentes setores. Para fortalecer o relacionamento entre a Instituição e seus colaboradores, manteve eventos como o Mês da Enfermagem, Mês do Médico e Café dos Aniversariantes. O Dia Mundial sem Tabaco (31 de maio) contou com uma ação de conscientização em parceria com grupo de voluntárias da Rede Feminina, que abordou pacientes e acompanhantes no Hospital para entregar folders explicativos e simulacros.

62

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

COMUNICAÇÃO E MARKETING

Mas a atuação em 2011 foi além dos muros do Hospital. A marca teve destaque na mídia, com mais de 800 inserções equivalente a um valor estimado de R$6 milhões de reais. Além de assumir um novo posicionamento nas mídias sociais, conquistando mais de 500 seguidores no Twitter e 600 fãs no Facebook. Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), os internautas puderam participar de um sorteio de cinco bonecos Wilson e reforçar a luta contra este hábito que causa diversas doenças. A interatividade com postagens de textos, fotos e vídeos foi importante na comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Câncer (27 de novembro), com o lançamento do quadro semanal Compartilhe Saúde, que leva informações sobre prevenção e é assinado pelo Dr. Murilo de Almeida Luz.

Forte presença na imprensa e nas mídias sociais

Neste ano, também foi lançada a boneca ecológica Wendy, a versão feminina do já consagrado Wilson. Os dois simbolizam a luta de milhares de pacientes em tratamento, que perdem os cabelos e passam por uma espécie de renascimento. No final de 2011, o Marketing revisou e redesenhou a marca do Erasto Gaertner e ainda formatou um manual de comunicação a ser seguido interna e externamente, na comunicação institucional a partir de 2012. O setor também prestou apoio às campanhas da Rede Feminina de Combate ao Câncer, com o desenvolvimento de materiais para o McDia Feliz e do catálogo para os Cartões de Natal, além de comerciais de TV, anúncios para jornal e demais divulgações, contando com o auxílio de parceiros.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

63


Projetos e Parcerias

PROJETO TODA VIDA VALE A PENA

Portal Toda Vida Vale a Pena

O projeto Toda Vida Vale a Pena, apadrinhado pelo consagrado ator Lima Duarte e apoiado pela Secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social do Paraná, Fernanda Richa, foi lançado pelo Hospital Erasto Gaertner no mês de maio de 2011 e tem por objetivo irradiar o conceito de responsabilidade social nas empresas e na sociedade, disseminando a ampliação das atividades de diagnóstico, tratamento e prevenção do câncer. As duas primeiras atividades fazem parte do cotidiano do Hospital Erasto Gaertner, que realizou em 2011, mais de 78.972 consultas no ambulatório, 12.255 internamentos e registrou 5.109 casos novos de câncer. As ações de prevenção também são valorizadas pela Instituição. No entanto, devido à escassez de recursos e ao direcionamento prioritário dos investimentos para o atendimento dos pacientes através do SUS, seus números ainda precisam crescer muito. Por isso, para arrecadar recursos para manter a qualidade das atividades de diagnóstico e tratamento do câncer já realizadas com êxito pelo Hospital, e ao mesmo tempo intensificar as atividades de prevenção, o projeto Toda a Vida Vale a Pena foi desdobrado em cinco projetos e outras atividades para captação de recursos (eventos), listados a seguir:

64

O objetivo de construir e manter um portal na internet que trate especificamente dos temas de tratamento, diagnóstico e prevenção do câncer é democratizar o conhecimento sobre esta doença. O Hospital Erasto Gaertner acumulou 40 anos de experiência no combate ao câncer e é referência nacional sobre este tema. Este conhecimento acumulado fez surgir um departamento interno: uma unidade de ensino que promove cursos técnicos e de pós-graduação, estágios e pesquisas científicas, denominada Centro de Projetos de Ensino e Pesquisa (Cepep). A ideia do portal, que levará o nome do projeto, é disponibilizar para todas as pessoas, tanto as leigas como os profissionais especialistas no assunto, o que o Hospital produziu de conhecimento sobre tratamento, diagnóstico e prevenção do câncer ao longo de todos esses anos. Além disso, profissionais trabalharão diariamente este conhecimento, abordando temas específicos, gerando conteúdo para as mídias sociais e disseminando ainda mais essas informações.

Campanha para Diagnóstico e Prevenção do Câncer O objetivo da campanha publicitária é o diagnóstico e a prevenção do câncer. Esta orientação foi definida através de pesquisas científicas, subsidiadas pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, e realizada internamente pelo nosso departamento de estatística. As pesquisas comprovam que as pessoas, em sua maioria, demoram a procurar o diagnóstico do câncer. Este fato, do diagnóstico tardio, lhes provoca uma sobrevida menor. Por consequência, o Hospital Erasto Gaertner assume um custo maior durante o

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

PROJETO TODA VIDA VALE A PENA

tratamento do câncer, que é uma das doenças mais dispendiosas, devido a sua complexidade. Observase também nas pesquisas que alguns tipos de câncer de maior incidência, como por exemplo o câncer de pele, poderiam não ocorrer se os pacientes tivessem tido hábitos de vida diferentes no passado, prevenindo o aparecimento da doença.

Revista Erasto Gaertner - Revista acadêmica sobre o câncer O objetivo da revista acadêmica, que levará o nome do Hospital Erasto Gaertner em seu título, será incentivar o debate no meio acadêmico da medicina sobre o tratamento, diagnóstico e prevenção do câncer. Neste sentido, enquanto o portal e os programas de rádio foram idealizados para democratizar a informação sobre o câncer para um público majoritariamente leigo, esta revista terá como finalidade incentivar o debate entre os profissionais especializados no tema.

Em relação à televisão, frequentemente os profissionais do Erasto Gaertner participam como fontes em programas e reportagens. Aproveitando este potencial, serão produzidos programas de entrevistas para serem retransmitidos em TVs educativas e comunitárias.

Eventos para Captação de Recursos Através de parcerias com empresas e a sociedade, o Hospital Erasto Gaertner organizará e executará eventos durante todo ano para a captação de recursos, com o objetivo de arrecadar investimentos. O primeiro grande evento do ano será realizado com a parceria firmada com o Grupo Lanteri, que há 28 anos encena a Paixão de Cristo na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba. Nesta parceria, o ingresso exigido em anos anteriores - um quilo de alimento - será substituído por uma doação espontânea para o Projeto Toda Vida Vale a Pena, que beneficiará o Hospital Erasto Gaertner.

Os assuntos abordados nesta revista, assim como nos programas de TV e rádio, também estarão disponibilizados no portal.

Revista Toda Vida A ideia desta revista, que não é acadêmica, é levar à população, público não especializado, informações sobre qualidade de vida e saúde em geral e, intrinsecamente a esses temas principais, informações sobre o diagnóstico e tratamento do câncer. Esta revista, de periodicidade trimestral, de conteúdo mais leve e genérico, objetiva captar recursos com a venda de publicidade e através da sua comercialização em pontos de varejo.

Programas de Rádio e TV com temas sobre Tratamento, Diagnóstico e Prevenção do Câncer Assim como o portal na internet , a finalidade é democratizar todo o conhecimento nos veículos de TV e rádio, através de programas com linguagem acessível para a população leiga sobre tratamento, diagnóstico e prevenção do câncer. O Hospital possui experiência nesta atividade, pois há mais de cinco anos tem um estúdio de rádio em suas instalações, criado para produzir entrevistas com especialistas do Hospital. Estas entrevistas, pautadas sobre os diversos tipos de câncer, são retransmitidas para diversas rádios de Curitiba e interior do Paraná, através do programa Alô Doutor, que já ganhou um importante prêmio nacional de responsabilidade social. As gravações do programa foram realizadas de 2003 a 2008, e até hoje são utilizadas para disseminar informações sobre prevenção.

Foto: Acervo Grupo Lanteri

Além deste, ao menos dois eventos de grande porte estão programados, para os meses de maio e dezembro, nos quais serão prestigiados os fiéis colaboradores do Hospital Erasto Gaertner. Estes momentos também serão aproveitados para prestar contas sobre os recursos doados e apresentar novos projetos.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

65


Projetos e Parcerias

PROJETO TODA VIDA VALE A PENA

Licenciamento da marca do Projeto Toda Vida Vale a Pena A marca do projeto Toda Vida Vale a Pena foi registrada pelo Hospital Erasto Gaertner e objetiva a realização de parcerias com empresas que tenham a responsabilidade social como parte de sua missão. Estas empresas parceiras irão desenvolver produtos e serviços que disseminarão, através do uso da marca, a responsabilidade social relacionada ao diagnóstico, tratamento e prevenção do câncer, gerando royalties ao Hospital Erasto Gaertner. A WBM do Brasil, no fim de 2011, a licenciou para lançar a partir de 2012 cartões de benefícios no setor farmacêutico. Utilizando o nome do Projeto Toda Vida Vale a Pena, este cartão irá beneficiar empresas e pessoas físicas que o aderirem, reduzindo sensivelmente seus gastos mensais com medicamentos e ao mesmo tempo, através de parte da anuidade para sua manutenção, gerando recursos para o projeto e contribuindo para o diagnóstico, tratamento e prevenção do câncer.

A Editora Bicho Esperto, de Blumenau, por sua vez licenciou a marca para utilização em uma linha de produtos editoriais didáticos infantis, que no decorrer de 2011 foi ofertada em escolas públicas e privadas de ensino fundamental da Grande Curitiba.

A seguir estão relacionadas as escolas de Curitiba e Região Metropolitana que gentilmente abriram suas portas e receberam o Projeto Toda Vida Vale a Pena: C.E. Dezenove de Dezembro C.E. Xavier Silva CEI Baby Center CEI Abelhinha CEI Aquarela CEI Art & Manha CEI Augusto Cesar Sandino CEI Be-a-bá da Diversão CEI Caminho do Futuro CEI Castelinho do Saber CEI Construir CEI Doce Começo CEI Estação Criança CEI Estrela de Davi CEI Estrelinha de Davi CEI Hello Kitty CEI Little Kids Bilingue CEI Magêmolê CEI Maria José Coutinho Camargo CEI Matita Perê

66

CEI Meu Amore CEI Minha Doce Infância CEI Minha Infância CEI Momentos de Magia CEI Mundo Encantado CEI Mundo Feliz CEI Olivio Soares Sabóia CEI Papitoco CEI Profª. Lina Maria Martins Moreira CEI Recanto dos Baixinhos CEI Soc. Anjo Gabriel CEI Sonho de Criança CEI Tia Lúcia CEI Trem da Alegria CEI Turminha da Mônica CEI Universo do Saber CEI Vovó Chiquinha CMEI Arco Iris CMEI Bandeira

CMEI Barigui CMEI Bela Vista CMEI Berneck CMEI Branca de Neve CMEI Caiuá-Ilhéus CMEI California CMEI Campina da Barra CMEI Cantinho do Sol CMEI Centro CMEI Conjunto Itatiaia CMEI Costeira CMEI Dal Negro CMEI Dalla Torre CMEI Estação CMEI Estrela CMEI Gralha Azul CMEI Iguaçu CMEI Iguatemi CMEI Industrial CMEI Ipês CMEI Itapema CMEI Jardim Aliança CMEI Jardim do Conhecimento CMEI Jardim Gabineto CMEI Julia Pallu Zen CMEI Leoni Décimo Dal Negro CMEI Meu Cantinho CMEI Moradias Augusta CMEI Oswaldo Cruz I CMEI Otilia Teixeira Pinto CMEI Paquetá CMEI Pequenos Brilhantes CMEI Planalto CMEI Plínio CMEI Primavera CMEI Profª. Ivone Nester Ravaglio CMEI Rosi Galvão CMEI Santa Clara CMEI Santa Quitéria CMEI São Leonardo CMEI Tambaú CMEI Tia Déo CMEI Tio João CMEI Trem da Alegria CMEI Trindade CMEI Tupi CMEI Vila Angélica CMEI Vila Rosinha Colégio Adventista Bom Retiro Colégio Anchieta Colégio Cidadão do Amanhã Colégio Expoente Água Verde Colégio Expoente Boa Vista Colégio Integral Colégio João Paulo II Colégio Marista (São Lourenço) Colégio Stella Maris E.M. Abigail Cândido Krazota E.M. Aleixo Grebos E.M. Alexandre Bordes E.M. Almir Ferraz E.M. Ambrosio Iantas E.M. America da Costa Sabóia E.M. Antonio Andrade E.M. Antonio Cavassim E.M. Antonio Franco E.M. Antonio Nunes Rios E.M. Augusto Cesar Sandino E.M. Ayrton Senna da Silva E.M. Azurea Busquette Belnoski E.M. Balbina Pereira de Souza E.M. Cândido Portinari E.M. Caramuru E.M. Carlos Fontoura Falavinha E.M. Castro Alves E.M. CEI Ano 300 E.M. CEI Doutel de Andrade E.M. David Carneiro

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

E.M. dos Vinhedos E.M. Egipciana Swain Paraná Carrano E.M. Eglé Cordeiro Machado E.M. Elvira Nodari Alberti E.M. Elvira Pilotto Carrano E.M. Enéas Marques dos Santos E.M. Felipe Zeni E.M. Foz do Iguaçu E.M. General Celso de Azevedo E.M. Genoveva Sicuro de Brito E.M. Guilherme Ceolin E.M. Ibraim Mansur E.M. Jardim Ana Maria E.M. Jardim Fonte Nova E.M. João Batista Salgueiro E.M. João L. Jacomel E.M. João Leal E.M. João Martins E.M. Jose Brunetti Gugelmin E.M. Julia Amaral Di Lenna E.M. Juscelino Kubitschek de Oliveira E.M. Lauro Esmanhoto E.M. Leci Caldeira E.M. Lirio Jacomel E.M. Lourdes Bonin E.M. Madre Antonia E.M. Marçal Justen E.M. Marcelino Luiz Andrade E.M. Maria Robertina SchafferTrevisan E.M. Maringá E.M. Mundo Encantado E.M. Narciso Mendes E.M. Nossa Senhora da Luz E.M. Odile Charlote Bruinje E.M. Olivia Nogueira E.M. Padre Durval Secchi E.M. Paranaguá E.M. Paulo Pimentel E.M. Pedro Alberto Costa E.M. Pedro Biscaia E.M. Pedro Constantino da Rocha E.M. Planalto dos Pinheiros E.M. Poty Lazzarotto E.M. Pres. Tancredo Neves E.M. Profª Maria Aparecida Saliba Torres E.M. Profª Miracy Rodrigues de Araújo E.M. Profª Miracy Rodrigues de Araújo E.M. Profª. Ceci Sueli da Silva Cantador E.M. Profª. Maria de L. L. Pegoraro E.M. Profª. Nadir Alves Pinto E.M. Profº. Herley Mehl E.M. Raul Gelbeck E.M. Santa Izabel E.M. Senador Marcos Freire E.M. Tancredo de Almeida Neves E.M. Thereza Correa Machado E.M. Thomaz Coelho E.M. Ulisses Falcão Vieira E.M. Vitório Manoel Franceschi E.Rural M. Edvino Nowak Escola A Mão Cooperadora Escola Madre Cecilia Cros Escola Peter Pann Escola Reino Encantado Faculdades FACEL


Projetos e Parcerias

PROJETO AÇÃO ENTRE AMIGOS

A campanha Ação entre Amigos chegou à quinta edição. Trata-se de uma importante forma de contribuir na arrecadação de recursos para o Hospital. Cada cupom tem o valor de cinco reais e proporciona a chance de concorrer a cinco prêmios. Em 2011, foram vendidos mais de 55 mil cupons, gerando uma receita de aproximadamente R$276.000. Este é o resultado do engajamento de muitas pessoas físicas e jurídicas. A Fiat Florença fez a doação do automóvel, a Jarol Carrocerias foi responsável pela doação da motocicleta e do refrigerador e a Maxi Gráfica patrocinou a produção de metade dos cupons da campanha. O Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado do Paraná (Sigep) também apoiou a campanha, como em todos os anos. A Instituição faz um agradecimento especial aos patrocinadores e a todos que adquiriram cupons.

Apoiadores Registro da entrega dos prêmios realizada em 16 de dezembro de 2011

CARROCERIAS

LTDA.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

67


PROJETO ERASTO AO CUBO

Para atender a atual demanda e aumentar o número de atendimentos, o Hospital precisa crescer. A Instituição está ampliando suas instalações em uma obra de 3.500 metros quadrados, orçada em mais de R$12 milhões. O espaço abrigará uma nova Unidade de Transplantes de Medula Óssea, 30 leitos de internação, 22 consultórios com capacidade para atender 650 pessoas por dia, um novo Pronto Atendimento com sete leitos, entradas setorizadas, entre outros benefícios. Já foram realizadas as seguintes etapas: projetos; reforço estrutural e construção do pavimento técnico; estrutura metálica e telhas da cobertura, construção da platibanda e instalação do sistema de captação de águas pluviais; paredes externas (frontais e laterais), bases das paredes do pavimento inferior, instalação dos contra-marcos das esquadrias metálicas e impermeabilizações. Para concretizar esse sonho, é fundamental o apoio de pessoas e empresas através da campanha Erasto ao Cubo - Solidariedade na medida certa. Cada cubo representa um metro quadrado da obra e a doação de R$3.500 ou R$35 mil (cubo d’ouro). Desde o início do projeto, já foram arrecadados R$1.133.919. Em 2011, foram 77 novos patrocinadores, gerando um total de R$283.206.

Apoiadores

68

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

Projetos e Parcerias


Projetos e Parcerias

PROJETO ERASTO AO CUBO

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

69


Projetos e Parcerias

PROJETO ERASTO AO CUBO

Patrocinadores 2008 - 2010

Cubo

Parceiros que apoiaram o projeto desde o seu início no ano de 2008 até o ano de 2010:

Abi Belem Cia Ltda Abigraf Paraná Almaq Equipamentos para Escritório Amigos da Nobex Andecar Auto Peças Ltda Antenor e Ana Paulico Arilton Zanlorenzi – In Memorian Arnaldo Feitoza BC Industrial Benedito V. de Oliveira Breno Trautwein Cabral Natação Calcem Indústria de Minérios Ltda Casamata Engenharia Cia de Automóveis Slaviero Cicles Jaime Claudiane B. Crisóstomo Pasquale Cleiton Kielse Clínica Anna Aslan Condor S/A Daniel Carvalho Danka Bolsas Del Pozo Transportes Diógenes Cosmo e Lídia Binhara Ecoproj Consultoria e Assessoria Eglê Design e Marcenaria Embrepar Distribuidora de Peças Ltda Eros Rodrigues, Alfredo Duarte e Anne Groth Esteio S/A F. Slaviero e Filhos S/A Fábio B. Crisóstomo Família Buschle Familia Florenzano Familia Forte Carneiro Família Frech Gouveia Familia Linhares Família Nascimento Família Negretto Siqueira Machado Família Rando Família Ruy Pigatto Famílias L.Talamini e A. Fraxino Flavio Saavedra Tomasich Gilberto João Goedert Gino M. Oyamada Greca Asfaltos Heinz Herwig e Família Hotel Bourbon de Curitiba Ltda. Hotel Palacio Ltda Paranagua Incomap Ind e Com de Maq Ltda Industria e Comercio de Fumos Goiano Industria Metalúrgica Ablass Ltda Inepar S.A Injepecas Com e Imp de Peças Íris Stern, Levy Falcão e Filhos Irmãos Passaura S.A Isadora e Bernardo Moscardini Jaime Penteado e Jaime Sommer Janice Gastaldon João Goedert Neto Jose Delcio de Farias José Marcos Sarabia Jose Morello Scariott Keli Monali do Rocio Portella Kanitani Kielse B. Crisóstomo Lausane Pastre Loja Concórdia 0368 GBO PR Lomas Negras

Co-idealizadores do projeto Patrocinadores do evento de lançamento do projeto em 2008

Espaços

Consultórios 44 e 45

Posto de Enfermagem

Secretaria

Consultório 11

Cubo D’oro

70

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

PROJETO ERASTO AO CUBO

Lucia e João Silva Luciane Dzierwa de Lima Luciano Drigo Peres Luiz Antonio Fadel Luiz Haluhiko Shin Ike e Família Macopá Ltda. Magna Corretora de Seguros Maison Veridiane Maria do Rocio Ferraz Marcon Maria Helena Velloso Zattar Maria e Luiz Carlos Moscardini Maria Lourdes de Almeida Paulo Mariane Wiederkher Massakazu Kato Medalhão Persa Ltda Meret Distribuidora Ltda Miguel Krigsner Mirian Maria Bevilaqua Moinho Campo Largo Novo Hotel e Restaurante Marcassa Ozana de Campos P & G Comercial Ltda Pamplona & Braz Paradiso Assessoria Empresarial Paraná Granitos Paulo Antonio B. Kroetz Peninsula Fertilizantes PLM Plásticos Plus Santé Emergências Médicas Pneu Flex Prefeitura Municipal de Dois Vizinhos Prefeitura Municipal de Farol Propex do Brasil Ltda Radiante Engenharia Reginaldo Anestor Rei das Espumas Rita Soares Bertoli Roberto Arbex Roberto Demeterco Rodolatina Logistica e Transporte Ltda Rosa Maria Rotary Clube Curitiba - Av. das Torres – Gestão 2008/2009 Sal Diana Saul e Fabiano Sérgio B. B. Hatschbach Servopa S/A Comercio e Indústria Severo Bulka e Família Silvana Gomes e Filhos Statomat Máquinas Especiais Succespar Engenharia Ltda Tequaly Técnica Industrial Ltda Tereza Maria Josefina de Castro Tomasoni Indústria de Máquinas Vadislau Grenteski Valdemar Acadrolli Vale Fértil Ltda Valeria e João Kupka Wladimir Olimpio Trombini Xibiu Comércio Reciclagem de Pneus Xingu Engenharia Ltda Yegros e Gusman ZHC Consultores Zimato Administração e Participações

Patrocinadores 2011 Cubo D’oro

Paulo Henrique Siqueira Born

Cubo Aluisio Shwartz Teixeira Aramis Demeterco Arnaldo Feitoza Alves Associação e Oficinas de Caridade Santa Rita de Cássia – São José dos Pinhais Bonacim e Bonacim Geologia e Meio Ambiente Ltda Churrascão Gaúcho Classic Eletronics do Brasil Ltda Colégio Alto Padrão Colégio João Paulo II de Pinhais Confeitaria Rosangela Construtora Tomasi Ltda DGA Comércio de Materiais de Escritório Ltda. Diva Pereira Gomes Djalma Riesemberg Elizabete Nascimento Emilio Hoffmann Gomes Família Krigsner Família Roland Jung Fox Lux Ltda Frigorífico Juliatto Fundo Municipal de Fernandes Pinheiro Gasparini do Brasil S/A Irmãos Mottin Ltda João Carlos Parra Kondor Imóveis Ltda Lauri Margraf Leonardo Afonso Grosskopf LST Consultoria Pedagógica Ltda Luiz Fernando Kucaniz Luke Company Representacoes Ltda Lume Serviços de Tecnologia Ltda. Lysandro Antunes Sampaio Júnior Maria Helena Velloso Zattar Marise Pereira Vosgerau MSB Indústria e Comércio Ltda. Mundiseg Vigilancia Nedier Brusamolin Muller Nélio Baptista Loureiro Nilda de Paola Gonçalves Olga Thome Fachin Pontual Brasil Petróleo Ltda Prefeitura Municipal de Antônio Olinto Prefeitura Municipal de São Jerônimo da Serra Prefeitura Municipal de Cruz Machado Prefeitura Municipal de Goioxim Programa Pesca e Prosa Restaurante Morgenau Ritta Alcina Requião Fontoura Só De Sapato Produções e Promoções Artísticas Ltda Therezinha Bernaski Valéria e João Kupka

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

71


PROJETO ADOTE UM LEITO

Um dos projetos que ajuda a manter o Hospital é o Adote um Leito, registrado no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comtiba), que monitora o trabalho de entidades sociais e garante a seriedade das iniciativas. Por meio do projeto, parte do imposto de renda pode se transformar em doação para a Pediatria do Erasto Gaertner. No caso de pessoa jurídica, 1%, e no caso de pessoa física, até 6% do imposto pode ser destinado a quem realmente precisa. Ainda que privilegie a Pediatria, as pessoas que colaboram com o projeto ajudam toda a Instituição, pois a verba que seria empregada na ala infantil pode ser investida nas demais áreas do Hospital. Em 2011, a captação para o projeto Adote um Leito foi 57% maior que em 2010, com arrecadação recorde de R$ 768.353,69.

Apoiadores - Pessoa Jurídica Beaulieu do Brasil Brasceras S.A Indústria e Comércio Buschle & Leper S/A Compensados Drabecki Ltda Coveright Surfaces do Brasil Indústria e Comércio E Drabecki & Cia Ltda Gelopar Refrigeração Paranaense Ltda Genetiporc do Brasil Ltda. Gerdau Aços Longos Greca Distribuidora de Asfaltos Ltda Greca Transportes de Cargas Ltda Gregor Participações Ltda Ibratec-Industria Brasileira de Artefatos Técnicos Ltda Intertechne Consultores S.A Irmãos Passaúra S/A Itambé Energética S/A Itiquira Energética S/A Jasmine Comércio de Produtos Alimetícios Ltda Mahal Empreendimentos e Participações Orpec Engenharia Indústria e Comèrcio Paranapart Participações Societárias Peróxidos do Brasil Ltda Plaza Veículos e Serviços Ltda Servopa S/A Comércio e Industria Sevec Veículos Ltda Siena Trading Comércio Importação Exportação Ltda Sirama Participações Ltda Sita Transporte de Cargas S/A Spaipa S/A - Industria Brasileira de Bebidas Vecodil Comércio de Veículos Ltda Volvo do Brasil Veículos Ltda

72

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

Projetos e Parcerias


Projetos e Parcerias

PROJETO ADOTE UM LEITO

Apoiadores - Pessoa Física Amanda Gonçalves Stoppa

Adamo Cazadei Adelia Ayres Silveira de Padua Adevanir Pavarin Adilson Miranda Alberto Cruz Alceu Pinto de Almeida Filho Aldair Albrecht Ramos Aldo Galicioli Alexandre do Carmo Sankio Altevir Burbello Alvino Franzoni Alzira Tokie Koike Ambrosio Alves de Souza Ana Luzia Pedri Anair Tambosi Andre Bier Johannpeter André Cruz Moreira Andre Diogo Moscheto Andrea Muhlmann Anton Patrick Lichtsteiner Antonio Augusto da Silva Antonio Carlos Peron Antonio Carlos Ribeiro Antonio Farias Filho Antônio José França Antonio Otavio dos Santos Arcenio Kunz Ari Francisco Ariovaldo Alves Nery Jr Ariovaldo de Andrade Ferreira Bianca de Freitas Mazur Carlos Eduardo Gouvêa da Costa Carlos Katsuyochi Myamoto Carlos Roberto Avelino Cesar Kamitani Christian Carlos Souza Mendes Claudiney Vellozo Daniel Candido da Silva Dayse Do Rocio Soares Da Silva Denise Carvalho de Souza Pinheiro Dhyson Abel Weiss Benedito Diego de Oliveira Leite Dinaura de Sales Diogo Adamy Barreto Dirceu Felix Henn Diva Zenedim Edgard Fernando Barbosa Edison Luiz Endres Edson Luis Filipaki Edson Nunes Gouvêa Edson Pereira De Souza Edson Salgado Turri Eduardo Kovalczuk Eduardo Suprinyak Filho Elcio Aristeu Kuhn Elga Maria Pedri Elio Melchioretto Emerson Jose Carli Eriza Takae Umeda Ernani Carmelo Druszcz Ernani Luiz Pedri Ernesto Galvão Ramos de Carvalho Erodes Berbetz Esmael de Souza Rodrigues Eva Maria Los Ezio Sadlovski Fabiana Tondato Borgonhone Fabio Roberto Moselin Fabrício Augusto Martinelli de Oliveira Fernando Soto Rodriguez Flavio Daniel Saavedra Tomasich Flavio Guterres Ferreira Alves Floriano GrochoskiI Francisco Borghi Francisco Cardozo Oliveira Francisco Niesciur Gabriela Miraglia Ribeiro Gildson Bais Leal Guaraci Humberto Ferraro Pires

Guilherme Dias Reisdorfer Hatiro Hirata Helena Winkler Flores Herminia Varesqui Pereira Hilario Correa Humberto Bernardes Junior Humberto Remigio Gamba Igor Kipman Ines Otilia Czepaniki Menezes Inge Altmann Baungrotz Iroçalete Tzeciuk Alves de Israel Henrique Bini Ivo Marchesi Ivonne Helena Boff Jaci de Nadai Costa Jairo Moreira Pinto Jandira Ferreira de Queiroz Januario Rompkovsi Jefferson Chapieski João Afonso Felchak Joao Alfredo Filgueira João Alfredo Hoepers Joao Benedito Da Silva João Carlos Ferrer Garcia João Carlos Parra João Luiz Ricetti Margarida Jorge Luis Moran Jose Ademir Garlet José Claudio Dias Negrão José Clemente Linhares José Edésio de Mattos José Maurício Pinto de Almeida José Teles Ribeiro José Tentoni Filho Juarez Jose de Assis Jurandir Hermes Fonseca Keli Monali do Rocio Portella Kilder Kubis Ribeiro Kleber dos Santos Ribeiro Laisi Teresinha Soares Stoco Larissa Novaes Fernandes Larissa Tais Leite Silva Leila Garcia Lopes Leoni Cristina Pedri Leonir Valmorbida Lidia Sleian Lilian Adriane Tibes Luciana de Cassia Hilgemberg Luciana Emilia Machado Garcia Lucineide Almeida De Jesus Ludmila Mealha Cabrita Luis Claudio Bach Luis Eduardo Knesebeck Luiz Affonso de Loyola Buquera Luiz Angelo Fabiani Luiz Antonio da Costa Maciel Luiz Carlos Beraldi Luiz Carlos Sottomaior Luiz Celso de Medeiros Luiz Felipe Kuchnier Luiz Felipe Rauen Luiz Fernando de Lima Luz Junior Luiz Ideraldo Ferreira da Silva Mara Albonei Dudeque Pianovski Marcelo Capeline Furman Marcelo Rio Branco Márcia Fernandes Brito Marcio Dias Silva Marcio Ferreira de Queiroz Marcos Eduardo Faraco Marcos Pedri Marcos Vinicius Pereira Marcus Vinicius Telles Fadel Maria Aparecida Borges Maria do Rocio Micheletto Maria Inês Bohn Thomaz Maria Lucia Valenga Parizotto Maria Terezinha Bandeira Mário Cesar Sens Mario Ossamu Saimi

Maristela Drabik Marley Santin Garcia Mauri Pedro Fabri Mauricio Kuehne Mauricio Mombelli Meire Marques Caro Benetti Michelle Camargo Major Moacir Kaminski Myriam Muhlmann Pedri Nancy M. de Medeiros Nicolas Natália Mealha Cabrita Natalina Cesar da Silva Natiely Costa Nazira Zenidin Nelio Shigueo Cidreira Kubo Nelson Francisco Nelson Jesus Saboia Ribas Nereu Collini Filho Neri Gorges Neulzi Teresinha Nichele Neuza Nogueira dos Santos Newton Kimura Nils Gunnar Skare Noemy Nagayama Norival Geraldo Capassi Osmahir Pereira Rosa Osni Antonio Pinto Osvaldo Luiz Goinski Oswaldo Terçariol Paulo Fernando Berger Paulo Roberto Neves Costa Pedro Alberto de Lara Pedro do Rosário Lexinoski Pedro Luiz Garcia Pedro Luiz Viesser Pedro Marcelo Mosse Galvão Rafael de Sampaio Cavichioli Rafael Ferreira do Nascimento Rafael Wagner Regina Maria Michelotto Reinaldo Pereira Ricardo Reis Blum Roberto Rebelo Larangeira Robson Westphalen de Souza Ramalho Ronald Heinrichs Ronaldo Ribas da Silva Rosa Maria Brunetti Rosana Pecini Ruben Penna Wageck Rubens Kuhl Rute Ines Pedri Ruth Elizabeth Gomes Pereira Ribas Ruy Francisco Thomaz Salesio Felix Hoffmann Salvador Raymundo Marin Sandro Arilsom Krohn Maia Sergio Bruno Bonato Hatschbach Sergio de Almeida Sergio Sampaio Monteiro Sidney Pinheiro Silmar Cunha da Silva Silvania Klug Pimentel Silvio Laertes Polak Silvio Silva Sonia Regina Virmond Valdecir Miguel do Nascimento Valdir Largura Valentin Pedri Valter Scroccaro Virgilio Eyti Inoue Vitor Hugo Dlugokenski Viviane de Fátima Dobginski Wagner De Souza Oliveira Wanda Wiehe Rodrigues Wanderlei Precoma Wolney Serpa Sá Yoshio Kawakami

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

73


Projetos e Parcerias

McDIA FELIZ

Em 2011, a parceria do Hospital Erasto Gaertner com o Instituto McDonald completou 17 anos. Desde 1994, os recursos da campanha destinados à Instituição foram investidos em diversas melhorias na Pediatria e fizeram a diferença na vida de crianças, adolescentes e suas famílias.

Parceiros

Na campanha McDia Feliz 2011, cada cupom, vendido por R$9,75, dava direito a um sanduíche Big Mac que devia ser trocado em qualquer loja da rede McDonald’s no dia do evento. A destinação dos recursos é específica para tratamento infantojuvenil do câncer, grande parte pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Neste ano, as voluntárias da Rede Feminina conquistaram um recorde de arrecadação (R$219.483,43), venderam 17.400 cupons, além de participar das diversas atividades da campanha. Também recolheram os tíquetes de pessoas que não tiveram interesse em comer o sanduíche e distribuíram 1.540 lanches para crianças carentes da Vila Parolin.

Padrinhos

TECIDOS PROFISSIONAIS

74

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

AGRADECIMENTOS SETOR PRIVADO

Agradecimentos ao Setor Privado A Instituição também agradece publicamente às empresas que colaboraram com o Hospital Erasto Gaertner, cedendo equipamentos, serviços ou produtos. Quando chamadas a cooperar em situações diversas, demonstraram a solidariedade de verdadeiros amigos. Ao longo dos anos, esses gestos sedimentam vínculos de parceria e beneficiam milhares de vidas.

Parceiros

CSE Mecânica e Instrumentação Ltda. Neo Odontologia Restaurante Napolitana Santos e Tavares Dados e Informações Ltda. Scatto Ltda Salão Recanto Campeiro

Agradecimentos à Sociedade Essa homenagem é destinada a todos os doadores fidelizados e pessoas que se engajaram nas causas do Erasto Gaertner. Independentemente do valor da contribuição, representam a certeza de que a missão de combater o câncer com humanismo, ciência e afeto continuará sendo cumprida. A generosidade desses parceiros e a confiança depositada na Instituição têm um valor inestimável.

G R Á F I C A

&

Francisco Feitosa - Empresário Guto Mocelin - Empresário Joeci Camargo - Desembargadora Juraci Luciano da Silva - Empresário Marcelo Pizani - Empresário Sérgio Lenzi - Empresário

E D I T O R A

A lista completa de pessoas e empresas que realizam doação continuada, cadastradas no Marketing Social, contém mais de 18 mil nomes, e está disponível no site: www.erastogaertner.com.br M o b i l i á r i o p a r a E v e n t o s

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

75


Projetos e Parcerias

AGRADECIMENTOS GESTÃO PÚBLICA

Agradecimentos ao Setor Público O contínuo crescimento do Hospital Erasto Gaertner também é resultado do apoio de representantes do Setor Público comprometidos com a saúde da população. Por meio de emendas parlamentares e parcerias em campanhas, diversas ações de modernização da estrutura técnica e física já foram viabilizadas. Na constante busca pela qualidade e aperfeiçoamento dos tratamentos oferecidos, o maior beneficiado é sempre o paciente. Por isso, esses profissionais merecem um agradecimento especial.

GOVERNO FEDERAL PODER EXECUTIVO Presidência da República Dilma Rousseff Casa Civil Gleisi Hoffmann Secretaria Geral da Presidência Gilberto Carvalho Ministério das Comunicações Paulo Bernardo Ministério da Saúde Alexandre Rocha Santos Padilha Relações Institucionais da Vice-Presidência da República Rodrigo Rocha Loures PODER LEGISLATIVO Senador Alvaro Dias Senador Roberto Requião Senador Sérgio Souza Deputado Federal Abelardo Lupion Deputado Federal Alex Canziani Deputado Federal Alfredo Kaefer Deputado Federal André Vargas Deputado Federal André Zacharow Deputado Federal Angelo Vanhoni Deputado Federal Assis do Couto Deputado Federal Barbosa Neto Deputada Federal Cida Borghetti Deputado Federal Dilceu Sperafico Deputado Federal Dr. Rosinha Deputado Federal Edmar Arruda Deputado Federal Eduardo Sciarra Deputado Federal Fernando Francischini Deputado Federal Giacobo Deputado Federal Hermes Parcianello

76

Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal memoriam) Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputada Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal Deputado Federal

João Arruda Leopoldo Meyer Luiz Carlos Setim Luiz Nishimori Moacir Micheletto (in Nelson Meurer Nelson Padovani Osmar Serraglio Ratinho Júnior Reinhold Stephanes Roseane Ferreira Rubens Bueno Sandro Alex Takayama Zeca Dirceu

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ PODER EXECUTIVO Governo do Estado Beto Richa Flávio Arns Secretaria da Saúde Michele Caputo Neto Rene José Moreira dos Santos Maria Goretti David Lopes Márcia Cecília Huçulak Charles London Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Alípio Santos Leal Neto Sérgio de Jesus Vieira Gerson Luiz Koch Secretaria do Trabalho, Emprego e Economia Solidária Luiz Claudio Romanelli Secretaria da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul Ricardo Barros Secretaria da Fazenda Luiz Carlos Hauly Secretaria do Planejamento e Coordenação Geral Cassio Taniguchi

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Projetos e Parcerias

AGRADECIMENTOS GESTÃO PÚBLICA

PODER LEGISLATIVO Deputado Estadual Ademar Luiz Traiano Deputado Estadual Ademir Bier Deputado Estadual Alexandre Curi Deputado Estadual André Bueno Deputado Estadual Agostinho Zucchi Deputado Estadual Caíto Quintana Deputada Estadual Cantora Mara Lima Deputado Estadual César Silvestri Filho Deputado Estadual Cleiton Kielse Deputado Estadual Dr. Batista Deputado Estadual Elio Lino Rusch Deputado Estadual Elton Welter Deputado Estadual Enio Verri Deputado Estadual Fábio Camargo Deputado Estadual Fernando Scanavaca Deputado Estadual Francisco Buhrer Deputado Estadual Gilberto Ribeiro Deputado Estadual Gilson de Souza Deputado Estadual Hermas Brandão Júnior Deputado Estadual Jonas Ribeiro Deputado Estadual Leonaldo Paranhos Deputada Estadual Luciana Rafagnin Deputado Estadual Luiz Accorsi Deputado Estadual Luiz Eduardo Cheida Deputado Estadual Marcelo Rangel Deputado Estadual Marla Turek Deputado Estadual Mauro Moraes Deputado Estadual Nelson Garcia Deputado Estadual Nelson Justus Deputado Estadual Nereu Moura Deputado Estadual Ney Leprevost Deputado Estadual Pedro Lupion Deputado Estadual Péricles RIbeiro Deputado Estadual Professor Lemos Deputado Estadual Rasca Rodrigues Deputado Estadual Reni Pereira Deputado Estadual Roberto Aciolli Deputado Estadual Rose Litro Deputado Estadual Stephanes Junior Deputado Estadual Tadeu Veneri Deputado Estadual Teruo Kato Deputado Estadual Valdir Rossoni Deputado Estadual Waldyr Pugliesi PREFEITURA DA CIDADE DE CURITIBA PODER EXECUTIVO Governo Municipal Luciano Ducci Secretaria Municipal da Saúde Eliane Chomatas Inês Kultchek Marty Wagno Rigues Anna Paula Lacerda Penteado Olga Regina Cotovicz de Deus Fundação de Ação Social Marry Ducci

PODER LEGISLATIVO Vereador Aladim Luciano Vereador Aldemir Manfron Vereador Algaci Tulio Vereador Beto Moraes Vereador Celso Torquato Vereador Denilson Pires Vereador Dirceu Moreira Vereadora Dona Lourdes Vereador Emerson Prado Vereador Felipe Braga Côrtes Vereador Francisco Garcez Vereador Jair Cézar Vereador Jairo Marcelino Vereador João Claudio Derosso Vereador João do Suco Vereador Jonny Stica Vereador Juliano Borghetti Vereador Julião Sobota Vereadora Julieta Reis Vereadora Nely Almeida Vereadora Noemia Rocha Vereador Pastor Valdemir Soares Vereador Paulo Frote Vereador Paulo Salamuni Vereador Pedro Paulo Vereadora Professora Josete Vereador Professor Galdino Vereadora Renata Bueno Vereador Roberto Aciolli Vereador Roberto Hinça Vereador Sabino Picolo Vereador Serginho do Posto Vereador Tico Kuzma Vereador Tito Zeglin Vereador Zé Maria AGRADECIMENTOS A ANTIGOS PARLAMENTARES Airton Roveda Alceni Guerra Chico da Princesa Gustavo Fruet Luciano Pizzato Marcelo Almeida Orlando Pessutti Wilson Picler

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

77


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Relatório da Diretoria Em atendimento às disposições legais e estatutárias, apresentamos aos membros do Conselho de Administração e ao Conselho Fiscal da Liga Paranaense de Combate ao Câncer (LPCC), o Balanço Patrimonial e demais demonstrações financeiras correspondentes ao período encerrado em 31 de dezembro de 2011.

Curitiba, 31 de dezembro de 2011.

José Clemente Linhares Superintendente

78

João Carlos Kjellin Gerente de Controladoria

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 BALANÇO PATRIMONIAL Em R$ 1

ATIVO 31/12/2011 CIRCULANTE

DISPONIBILIDADES

31/12/2010

01/01/2010

REAPRESENTADO

REAPRESENTADO

13.642.700

13.206.658

14.905.631 6.534.847

3.263.188

3.305.834

Caixa e Bancos

1.880.946

2.045.066

1.632.261

Aplicação de Liquidez Imediata

1.382.242

1.260.768

4.902.586

10.372.245

9.889.757

8.342.088

7.000.740

7.019.658

6.441.725

REALIZÁVEIS Créditos por Funcionamento Estoques

2.850.362

2.269.298

1.317.100

Adiantamentos a Colaboradores

319.965

256.023

229.788

Adiantamentos a Fornecedores

201.178

344.778

353.475

7.267

11.067

28.696

38.881.815

38.403.405

36.107.730

1.155.933

552.930

287.639

DESPESAS DO EXERCÍCIO SEGUINTE NÃO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Depósitos Judiciais

1.043.133

440.130

174.839

Outros Créditos

112.800

112.800

112.800

INVESTIMENTOS

24.513

24.513

24.513

37.081.892

37.661.021

35.589.402

619.477

164.941

206.176

52.524.515

51.610.063

51.013.361

IMOBILIZADO INTANGÍVEL

TOTAL DO ATIVO

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

79


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 BALANÇO PATRIMONIAL Em R$ 1

PASSIVO 31/12/2011

31/12/2010

01/01/2010

REAPRESENTADO

REAPRESENTADO

19.160.893

17.072.163

12.501.532

Fornecedores

5.019.867

6.524.607

3.046.617

Empréstimos e Financiamentos

7.543.288

5.570.975

4.827.976

Remunerações e Provisões

3.371.947

2.906.167

2.689.789

809.262

495.515

535.062

CIRCULANTE

Impostos, Taxas e Contribuições Diversas Parcelamento - Encargos Sociais

343.181

285.347

290.640

Fornecedores por Concessão de Serviços

684.935

460.996

312.834

1.388.413

828.556

798.614

23.214.823

23.076.998

29.547.328

16.375.803

17.352.313

22.524.748

Outras Contas a Pagar NÃO CIRCULANTE Empréstimos e Financiamentos Parcelamento - Encargos Sociais Recursos de Convênios Parcelamento Dívidas Com Fornecedores Provisão para Contingência Trabalhista

3.772.171

3.862.656

4.148.004

1.460.544

957.668

1.585.029

-

426.194

782.746

971.671

35.648

236.001

634.634

442.519

270.800

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

10.148.799

11.460.902

8.964.501

PATRIMÔNIO SOCIAL

370.052

370.052

370.052

RESERVAS DE REAVALIAÇÃO

9.153.889

9.551.884

9.949.879

RESERVAS DE CAPITAL

3.883.332

3.993.891

2.643.298

DÉFICIT ACUMULADO

(3.258.474)

(2.454.925)

(3.998.728)

52.524.515

51.610.063

51.013.361

PIS S/Folha em Processo Jurídico

TOTAL DO PASSIVO + PATRIMÔNIO LÍQUIDO

80

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 DEMONSTRAÇÃO DO SUPERÁVIT (DÉFICIT) DO EXERCÍCIO Em R$ 1 31/12/2011

31/12/2010

66.907.710

61.424.400

57.044.101

53.873.853

424.410

297.138

66.673

50.572

Receitas de Venda de Produtos

1.515.286

1.451.821

Receitas de Doações

7.857.240

5.751.016

(1.447.736)

(1.479.970)

RECEITA OPERACIONAL BRUTA Receitas da Área de Saúde Prestação de Serviços - Educação Prestação de Serviços - Assistência Social

DEDUÇÕES Órteses e Próteses Glosas Outras Deduções

(1.131.038)

(961.675)

(268.805)

(460.157)

(47.893)

(58.138)

Encargos - INSS Patronal

(4.812.880)

(4.356.315)

Contribuições e Impostos

(5.179.475)

(5.049.359)

Isenções Obtidas

9.992.355

9.405.674

65.459.974

59.944.430

(54.905.103)

(47.937.770)

(52.791.109)

(46.142.649)

(866.629)

(596.459)

(151.887)

(122.882)

(1.095.478)

(1.075.780)

10.554.871

12.006.660

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA CUSTOS OPERACIONAIS Custos da Área de Saúde Custos Prestação Serviços - Educação Custos Prestação Serviços - Assistência Social Custos Produtos Vendidos RESULTADO OPERACIONAL BRUTO RECEITAS / (DESPESAS) OPERACIONAIS

(11.358.420)

(10.462.857)

Despesas com Pessoal

(4.740.875)

(4.233.124)

Despesas Gerais e Administrativas

(3.412.853)

(3.664.517)

Receitas Financeiras Despesas Financeiras

197.341

172.629

(4.155.371)

(3.961.511)

Despesas Tributárias

(294.312)

(68.399)

Outras Receitas Operacionais

1.047.650

1.292.065

RESULTADO OPERACIONAL LÍQUIDO

(803.549)

1.543.803

SUPERÁVIT/DÉFICIT DO EXERCÍCIO

(803.549)

1.543.803

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

81


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Em R$ 1 PATRIMÔNIO SOCIAL SALDOS EM 31/12/09 - REAPRESENTADO

370.052

Doações e Subvenções

RESERVA DE CAPITAL 2.643.298

RESERVA REAVALIAÇÃO

SUPERÁVIT / DÉFICIT ACUMULADO

9.949.879

(3.998.728)

1.350.593

Depreciação das Reavaliações Superávit do Exercício 370.052

Doações e Subvenções

3.993.891

9.551.884

82

1.543.803

(2.454.925)

11.460.902 (110.559)

(397.995)

Déficit do Exercício SALDOS EM 31/12/11

(397.995) 1.543.803

(110.559)

Depreciação das Reavaliações

370.052

3.883.332

8.964.501 1.350.593

(397.995)

SALDOS EM 31/12/10 - REAPRESENTADO

TOTAL GERAL

9.153.889

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

(397.995) (803.549)

(803.549)

(3.258.474)

10.148.799


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO Em R$ 1

Superávit/Déficit do Exercício Depreciação/Amortização Caixa Gerado no Período

31/12/2011

31/12/2010

(803.549)

1.543.803

592.528

380.136

(211.021)

1.923.939

(Acréscimo) Decréscimo em Ativos Operacionais Creditos por Funcionamentos Estoques Adiantamentos Despesas Antecipadas Outros Ativos

18.918

(577.933)

(581.064)

(952.199)

79.658

(17.538)

3.800

17.629

(603.003)

(265.291)

(1.081.691)

(1.795.332)

(1.706.995)

3.269.600

Acréscimo (Decréscimo) em Passivos Operacionais Fornecedores Remunerações e Provisões

465.780

216.378

313.747

(39.547)

Encargos Sociais Parcelados

159.464

(118.922)

Outros Passivos

559.857

29.942

Recursos de Convênios

502.876

(627.361)

Impostos, Taxas e Contribuições Diversas

Provisão para Contingências

936.023

(200.353)

1.230.752

2.529.737

(61.960)

2.658.344

Aquisição de Imobilizado

(357.069)

(2.808.514)

Aquisição de Intangível

(508.861)

-

Doações e Subvenções de Convênios

(110.559)

1.350.593

Caixa Líquido Proveniente das Atividades de Investimentos

(976.489)

(1.457.921)

Caixa Líquido Proveniente das Atividades Operacionais Atividades de Investimentos

Atividades Financeiras Pagamentos de Empréstimos de Capital de Giro

1.972.313

742.999

Aquisição de Empréstimos de Capital de Giro

(976.510)

(5.172.435)

Caixa Líquido Proveniente das Atividades de Financiamentos

995.803

(4.429.436)

Aumento (Redução) das Disponibilidades

(42.646)

(3.229.013)

Disponibilidades Saldo no Início do Período

3.305.834

6.534.847

Saldo no Final do Período

3.263.188

3.305.834

(42.646)

(3.229.013)

Aumento (Redução) das Disponibilidades

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

83


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 DEMONSTRAÇÃO DO SUPERÁVIT (DÉFICIT) ABRANGENTE DO EXERCÍCIO Em R$ 1 31/12/2011

31/12/2010

Superávit/Déficit do Exercício

(803.549)

1.543.803

Realização de Reserva de Reavaliação

(397.995)

(397.995)

(1.201.544)

1.145.808

Superávit/Déficit Abrangente do Exercício

84

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER CNPJ Nº 76.591.049/0001-28 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011

1 - Contexto Operacional A Liga Paranaense de Combate ao Câncer (LPCC) é uma associação filantrópica, sem fins lucrativos, de direito privado e utilidade pública, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial. A LPCC tem como finalidade combater o câncer em seus múltiplos aspectos, promovendo, realizando, incentivando, instituindo e mantendo a assistência médico-hospitalar e ambulatorial, assistência social, bem como o ensino, a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico. Toda a receita, renda ou resultado operacional, bem como doações e subvenções, são aplicados integralmente no território nacional e na manutenção e no desenvolvimento de seus objetivos institucionais. São unidades mantidas pela Liga Paranaense de Combate ao Câncer: - Hospital Erasto Gaertner; - Instituto de Bioengenharia Erasto Gaertner; - Rede Feminina de Combate ao Câncer.

2 - Apresentação das Demonstrações Contábeis As demonstrações contábeis da LPCC estão sendo apresentadas em conformidade com as práticas contábeis adotadas no Brasil, as quais incluem as normas de contabilidade para entidades sem fins econômicos, orientações específicas emanadas do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional do Seguro Social e da Lei das Sociedades por Ações. Por se tratar de uma entidade sem fins lucrativos a LPCC não se enquadra no parágrafo único do art . 3º, da Lei nº 11.638/07. Entretanto, conforme facultado pela Deliberação da CVM nº 565, de 17/DEZ/08, que aprova o pronunciamento Técnico CPC 13, a LPCC está adotando a Lei nº 11.638/07 e a Lei nº 11.941/09, quando compatível com as operações, para o exercício findo em 31/DEZ/11. 2.1 – Principais Práticas Contábeis a) As Aplicações de Liquidez Imediata estão registradas pelo valor original, acrescidas dos rendimentos auferidos até as datas de encerramento das Demonstrações Contábeis, apuradas pelo critério pró-rata temporis, o que equivale aos seus valores de mercado. b) Os créditos por financiamento são reconhecidos pelo regime de competência e estão refletidos pelo valor presente, estimado de realização. c) A Provisão para perdas com créditos de liquidação duvidosa, quando aplicável, é fundamentada em análises dos créditos pela administração da LPCC, que leva em consideração o histórico e os riscos envolvidos em cada operação e é constituída em montante considerado suficiente para cobrir as prováveis perdas na realização das contas a receber. A administração da LPCC não identificou valores relevantes que devessem ser provisionados. d) Os estoques estão registrados pelo custo médio de aquisição ou da produção e não excedem aos seus custos de reposição ou valores de realização, deduzidos de provisão para perdas, quando aplicável. e) Os Bens do Imobilizado estão registrados pelo custo de aquisição, ou construção mais reavaliação menos a depreciação acumulada, a qual foi calculada e contabilizada até 31/DEZ/04, pelo método linear. A partir do Exercício de 2010 a administração optou em contabilizar o valor das despesas com depreciação no Resultado. f) Os saldos de Reserva de Reavaliação serão mantidos até a sua efetiva realização, conforme faculta a Lei nº 11.638/07. g) O valor contábil líquido do Ativo Imobilizado, assim como de outros ativos de longa duração não excedem ao seu valor recuperável, em conformidade com as disposições do CPC 01 – Redução ao Valor Recuperável de Ativos.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

85


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

h) O Intangível está registrado pelo custo de aquisição e refere-se a software de manutenção de sistema, deduzido da amortização acumulada até 31/dez/04. A partir do Exercício de 2010 a administração optou em contabilizar o valor das despesas com amortização no Resultado. i) Os demais ativos estão demonstrados pelos valores de realização, incluindo, quando aplicável, os rendimentos e as variações monetárias e cambiais, auferidas (em base pró-rata dia) e provisão para perda, quando julgada necessária. Os passivos demonstrados incluem os valores conhecidos e calculáveis, acrescidos dos encargos e das variações monetárias e cambiais incorridas (em base pró-rata dia). j) Os Empréstimos e Financiamentos são reconhecidos inicialmente pelo valor justo líquido dos custos de transação incorridos, posteriormente são mensurados ao custo de amortização com base no método taxa de juros efetivos. Estão demonstrados pelos valores de contratação, acrescidos dos encargos pactuados, que incluem juros e atualização monetária ou cambial incorridos. k) Os Empréstimos e Financiamentos são classificados no Passivo Circulante, exceto quando as parcelas que podem ser liquidadas, após 12 meses, da data de encerramento do Balanço e das Demonstrações Contábeis. l) A provisão para contingência trabalhista é constituída com base na expectativa de perda provável nas respectivas ações em andamento, o que ocasionaria uma provável saída de recursos para a liquidação das obrigações. m) As receitas são reconhecidas no resultado, quando todos os riscos e benefícios inerentes ao produto ou serviço são transferidos para o usuário. Uma receita não é reconhecida quando há incerteza significativa de sua realização. n) O resultado das operações é apurado em conformidade com o regime contábil de competência de exercícios. 2.2 – Reapresentações das Demonstrações Financeiras de 2010 A Associação reconheceu na conta “Ajuste de Exercícios Anteriores” em 31/dez/2011, o montante de R$ 1.015.121, referentes a processos trabalhistas já encerrados e arquivados na varas da justiça do trabalho, conforme relatório fornecido pelo consultor jurídico da LPCC. De acordo com CPC 23 – Políticas Contábeis, que versa em seu item 42, sujeito ao disposto no item 43, a LPCC faz retificação de erro quanto as Demonstrações Contábeis divulgadas referente a exercícios anteriores a 2010, do saldo da conta de Depósitos Judiciais Trabalhistas.

ATIVO - BALANÇO AJUSTADO Composição de Saldo Descrição

31/12/2010

01/01/2010

Em R$ 1

Em R$ 1

SALDO PUBLICADO Ativo Não Circulante

SALDO AJUSTADO

39.418.526

38.403.405

Realizável a Longo Prazo

1.568.051

Depósitos Judiciais Trabalhistas

1.455.251 52.625.184

Total do Ativo

SALDO PUBLICADO

SALDO AJUSTADO

37.122.851

36.107.730

552.930

1.302.760

287.639

440.130

1.189.960

174.839

51.610.063

52.028.482

51.013.361

PASSIVO - BALANÇO AJUSTADO Composição de Saldo Descrição

31/12/2010

01/01/2010

Em R$ 1

Em R$ 1

SALDO PUBLICADO

SALDO AJUSTADO

Patrimônio Líquido

12.476.023

11.460.902

Déficit Acumulado

(1.439.804)

Total do Passivo

52.625.184

86

SALDO PUBLICADO

SALDO AJUSTADO

9.979.622

8.964.501

(2.454.925)

(2.983.607)

(3.998.728)

51.610.063

52.028.482

51.013.361

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO AJUSTADO Composição de Saldo Descrição

31/12/2010

01/01/2010

Em R$ 1

Em R$ 1

SALDO PUBLICADO Superávit/Déficit Acumulado

SALDO AJUSTADO

(1.439.804)

SALDO PUBLICADO

(2.454.925)

(2.983.607)

SALDO AJUSTADO (3.998.728)

3 - Aplicações de Liquidez Imediata Instituições Financeiras

Em R$ 1

Modalidade

31/DEZ/2011

Banco Bradesco S/A

Poupança

Banco do Brasil S/A

Certificado de Depósito Bancário

Banco Itaú S/A ABN Amro Real S/A Caixa Econômica Federal

Certificado de Depósito Bancário

31/DEZ/2010 3.795

3.532

-

141.450

Poupança

4.548

4.230

Fundo de Investimentos

8.380

8.336

1.365.519

1.103.220

1.382.242

1.260.768

Total

As aplicações no Banco Bradesco, Banco Itaú, ABN Amro Bank e Caixa Econômica Federal correspondem aos recursos obtidos por meio de convênios e parcerias com entidades públicas nacionais para desenvolvimento de novos projetos e pesquisas. A obrigação está contabilizada no Passivo Não Circulante.

4 – Créditos por Funcionamento O saldo da conta está composto pelos seguintes valores:

Descrição

Em R$ 1 31/DEZ/2011

31/DEZ/2010

Convênio Entidades Públicas

2.540.096

3.256.105

Convênio Entidades Privadas

3.512.656

3.188.984

Duplicatas de Mercadorias

476.228

253.263

Valores Diversos

471.760

321.306

7.000.740

7.019.658

Total

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

87


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

5 – Estoques O saldo da conta está composto pelos seguintes valores: Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/2011

Estoque de Medicamentos Estoque de Materiais Estoque de Nutrição e Dietéticos

31/DEZ/2010

1.153.037

881.037

463.459

438.933

49.765

60.189

Estoque de Instrumentos de Bioengenharia

490.992

315.693

Estoque de Terceiros Consignados

693.109

573.446

2.850.362

2.269.298

Total

O inventário físico de estoque realizado em dez/2011 foi ajustado nos estoques contábeis no valor de R$ 457.436,67.

6 – Depósitos Judiciais Trabalhistas Os depósitos judiciais trabalhistas, realizados por bloqueio online, estão reconhecidos contabilmente pelos débitos em conta corrente, realizados pela Justiça do Trabalho , havendo suporte dos consultores jurídicos externos da LPCC.

7 - Imobilizado O saldo da conta está composto pelos seguintes valores: COMPOSIÇÃO

2011 Custo Aquisição

Descrição

2010

Deprec Acumulada

Saldo Liquido

Saldo Liquido

Taxa

Vida Útil

Em R$ 1 Terrenos

9.411.642

-

9.411.642

9.508.801

-

-

Edificações e Benfeitorias

13.702.501

(631.982)

13.070.519

12.530.944

4%

25 anos

Máquinas e Equipamentos

14.231.740

(3.965.767)

10.265.973

7.789.694

10%

10 anos

1.330.183

(672.450)

657.733

609.255

10%

10 anos

223.448

(85.351)

138.097

144.098

20%

5 anos

2.269.910

(955.346)

1.314.564

1.307.656

20%

5 anos

47.877

(36.106)

11.771

11.771

10%

10 anos

2.211.593

-

2.211.593

5.758.802

43.428.894

(6.347.002)

37.081.892

37.661.021

Móveis e Utensílios Veículos Equiptos. de Informática Biblioteca Imobilizações em Andamento Totais

A movimentação das contas do Imobilizado foram assim efetuadas: Descrição

2010 Saldo Líquido

Imobilizado

88

37.661.021

2011 Aquisições 357.069

Depreciação (936.198)

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

Saldo Líquido 37.081.892


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

8 - Intangível O saldo da conta está composto pelos seguintes valores: COMPOSIÇÃO

2011 Custo Aquisição

Descrição

2010

Amortização Acumulada

Saldo Liquido

Saldo Liquido

Taxa

Vida Útil

64.302

20%

5 anos

Em R$ 1 Moldes

80.378

Registro de Marcas e Patentes

(32.151)

48.227

16.445

(6.578)

9.867

13.156

20%

5 anos

Softwares

618.214

(56.831)

561.383

87.483

20%

5 anos

Totais

715.037

(95.560)

619.477

164.941

A movimentação das contas do Intangível foram assim efetuadas: Descrição

2010

2011

Saldo Líquido

Aquisições

Amortização

Saldo Líquido

Moldes

64.302

-

(16.076)

48.226

Registro de Marcas e Patentes

13.156

-

(3.289)

9.867

87.483

508.861

(34.960)

561.384

164.941

508.861

(54.325)

619.477

Softwares Totais

A administração optou a partir do exercício 2010, contabilizar o valor das despesas com a depreciação e amortização nas contas de resultado.

9 – Empréstimos de Capital de Giro O saldo de Empréstimos e Financiamentos contraí dos junto às instituições financeiras está assim demonstrado:

Em R$ 1

Encargos Descrição

Vencimento

ao ano

Em 31/DEZ/11 Circulante

Não Circulante

Caixa Econ. Federal

10/08/14

15,39%

6.428.319

11.383.869

Caixa Econ. Federal

10/06/16

16,76%

1.105.148

4.991.934

HSBC Bank Brasil

31/01/12

233,00%

9.821

Total

7.543.288

16.375.803

Em 31/DEZ/10 Circulante

Não Circulante

5.570.975

17.352.313

5.570.975

17.352.313

Os empréstimos junto à Caixa Econômica Federal foram firmados conforme segue: Em 27/JUL/09, no valor principal de R$ 27.530.000 e R$ 970.000, por meio de contrato de Mútuo de Dinheiro, a uma taxa de TR + 1,2% ao mês. Em 24/MAI/11, no valor principal de R$ 6.500.000, por meio de contrato de Mútuo de Dinheiro, a uma taxa de TR + 1,3% ao mês. Os valores do HSBC Bank Brasil se referem a Saldo Devedor existente em conta corrente.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

89


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Para os empréstimos firmado em 27/JUL/2009, as amortizações dos empréstimos serão em 60 meses em parcelas fixas de R$ 650.693,11 e R$ 22.926,71, sendo que a primeira parcela foi quitada em 10/SET/09 e a última será em 10/AGO/14. Para o empréstimo firmados em 24/MAI/2011, a amortização do empréstimo será em 60 meses em parcelas fixas de R$ 157.842,31, sendo que a primeira parcela foi quitada em 10/JUL/11 e a última será em 10/ JUN/16. Os referidos contratos são antecipação dos recebimentos de recursos oriundos da prestação de serviços ambulatoriais e/ou de internação, ao SUS, a serem pagas pelo Ministério da Saúde. A destinação dos recursos será para pagamento de fornecedores e impostos, bem como a aplicação na manutenção e no desenvolvimento dos objetivos institucionais. A garantia principal é a cessão de direitos creditórios da Associação junto ao Ministério da Saúde, em decorrência da prestação de serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS). Além da garantia principal há garantia na forma de co-devedor e caução de recebíveis de planos de saúde.

10 – Remunerações e Provisões O saldo da conta está assim composto: Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/2011

Salários a Pagar

31/DEZ/2010

1.065.486

Rescisões Contratuais

897.838

13.530

4.940

Provisão de Férias

2.292.931

2.003.389

Total

3.371.947

2.906.167

11 – Impostos, Taxas e Contribuições Diversas Descrição

Em R$ 1 31/DEZ/11

31/DEZ/10

FGTS a Recolher

236.244

202.166

INSS a Recolher

287.958

136.433

IRRF a Recolher

248.782

116.522

ISS a Recolher

4.237

1.270

PIS/COFINS/CSLL a Recolher

3.896

19.799

28.145

19.325

809.262

495.515

Outros Total

12 – Parcelamento - Encargos Sociais Os valores de R$ 343.181 e R$ 3.772.171, no Passivo Circulante e Passivo Não Circulante, respectivamente, são provenientes do parcelamento dos tributos retidos na fonte, correspondente ao período de JUL/02 a SET/05, conforme Lei nº 11.345 de 14/SET/06 e IN nº 681 de 05/OUT/06.

90

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

13 – Provisões para Contingências Passivas Foi constituída pela Associação em 31/dez/2011, provisão para contingências trabalhistas, baseados nos processos trabalhistas em execução, conforme relatório fornecido pelos consultores jurídicos externos da LPCC. Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/11

Provisão Para Contingências Trabalhistas

971.671

Total

971.671

A Associação apresenta abaixo os valores das contingências cíveis possíveis conforme relatório fornecido pelos consultores jurídicos externos da LPCC. Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/11

Congingências Cíveis Possíveis

210.000

Total

210.000

A LPCC possui desde o ano de 2006 uma liminar concedida pelo Mandato de Segurança nº 2006.70.00.0141736, 8ª Vara Civil Federal de Curitiba, que a isenta do recolhimento da conta patronal do INSS, Seguro de Acidente do Trabalho, Terceiros, Cofins e Contribuição Social sobre o Lucro. A administração optou por não constituir a Provisão dos valores referentes a estes tributos.

14 – PIS sobre Folha de Pagamento A LPCC possui desde Junho/2008, uma Liminar concedida por Mandato de Segurança nº 2008.70.00.0100962 pela 7ª Vara Federal de Curitiba, que, isenta do recolhimento do PIS sobre a folha de pagamento. A administração da LPCC optou pelo não recolhimento deste valor através de depósito judicial.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

91


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

15 – Recursos de Convênios Os saldos dos Recursos obtidos por meio de convênios e parcerias com Entidades Públicas Nacionais para desenvolvimento de novos projetos e pesquisas estão assim compostos:

DISCRIMINAÇÃO

2011

Conv nº 04/07 SETI C/C 6361-4 B Brasil S/A Conv nº 54/08 SETI C/C 1057-3 CEF

2010

-

var.%

SITUAÇÃO

(245.174) Finalizado

6.444

67.789

Processo Licitação

Conv nº 072/10 SESA C/C 1325-4 CEF

151.889

306.449

Processo Licitação

Conv nº 0277415-59/08 MS C/C 453015-5 CEF

111.816

104.004

Processo Licitação

495.184

453.216

Processo Licitação

1.155

48.165

Processo Licitação

-

21.718

Conv nº 680/10 FNS C/C 20303-4 CEF

95.029

-

Processo Licitação

Conv nº 682/10 FNS C/C 20300-0 CEF

86.162

-

Processo Licitação

Conv nº 679/10 FNS C/C 20304-2 CEF

95.029

-

Processo Licitação

Conv nº 743553/10 FNS C/C 20301-8 C EF

54.350

-

Processo Licitação

Conv nº 900/09 FNS C/C 1543-5 CEF

91.798

-

Processo Licitação

Conv Amigos do Erasto Gaertner C/C

5.203

-

Processo Licitação

Convenio McDia Feliz - 2008 C/C 832-3 CEF

-

13.671

Finalizado

Convenio McDia Feliz - 2009 C/C 832-3 CEF

-

13.550

Finalizado

Convenio McDia Feliz - 2010 - C/C 1557-5 CEF

22.688

174.280

Convenio McDia Feliz - 2011 - C/C 1894-9 CEF

243.797

Conv nº 830/09 FNS C/C 1433-1 CEF Conv Provopar C/C 1461-7 CEF Conv nº 1293/08 FNS C/C 621008-6 CEF

TOTAIS

1.460.544

-

Finalizado

Processo Licitação Processo Licitação

957.668

16 – Patrimônio Líquido O Patrimônio Líquido está assim apresentado:

Descrição Patrimônio Social

Em R$ 1 31/DEZ/11

31/DEZ/10

370.052

370.052

Reservas de Capital - Doações

3.883.332

3.993.891

Reservas de Reavaliação

9.153.889

9.551.884

(2.454.925)

(3.998.728)

(803.549)

1.543.803

10.148.799

11.460.902

Déficit Acumulado Superávit/Déficit do Exercício Total

92

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

17 – Aplicação de Recursos No exercício de 2011, o Hospital da Liga Paranaense de Combate ao Câncer aplicou integralmente os resultados obtidos na sua atividade institucional, em atendimento às disposições da Lei nº. 9.532/97. Os Decretos nº. 2.536/98, nº. 3.048/99 e nº. 4.327/02 estabelecem que a LPCC ofereça e preste, efetivamente, pelo menos, 60% dos seus serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS), enquadrando-se desta forma dentro dos critérios de entidade filantrópica, usufruindo assim das isenções previstas nos referidos diplomas legais. Os atendimentos em 2011 e 2010, de acordo com critério estabelecido no Decreto nº. 4.327/02 são: 2011

Descrição

Internações

SUS

2010 %

48.128.629

Internações 91%

41.989.811

% 91%

Convênio / Particulares

4.662.480

9%

4.152.838

9%

Totais

52.791.109

100%

46.142.649

100%

18 – Ocupação Hospitalar A ocupação hospitalar no exercício de 2011 totalizou 153 leitos, sendo 280.029 pacientes atendimentos. Destes, 125 leitos foram para 255.297 pacientes atendidos pelo SUS, o que representa 91% de pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde. Ultrapassando assim, o limite mínimo estabelecido de 60% conforme legislação em vigor, usufruindo da isenção das contribuições da Cofins, INSS cota patronal e ISS.

19 – Tributos e Contribuições A isenção para as Contribuições do exercício de 2011 está garantida pela Liminar concedida pelo Mandado de Segurança da 80º Vara Cível de Curitiba da Justiça Federal. Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/11

Cofins

31/DEZ/10

1.953.559

1.839.337

INSS

4.812.880

4.356.315

ISS

2.972.684

2.806.781

CSLL

253.232

403.241

Total

9.992.355

9.405.674

20 – Doações No ano de 2011 a entidade recebeu doações de pessoas físicas e jurídicas: Em R$ 1

Descrição

31/DEZ/11

31/DEZ/10

Doações de pessoas físicas/jurídicas

7.857.240

5.751.016

Total

7.857.240

5.751.016

No exercício de 2011, a Liga Paranaense de Combate ao Câncer, teve diminuição no valor de R$ 110.559 na conta de “Doações e Subvenções” da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, referente contrapartida de Convênios Públicos para aquisição de equipamentos.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

93


DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Controladoria

21 – Cobertura de Seguros A Associação possui cobertura de seguros contra incêndio e riscos diversos, para os Estoques e Imobilizado. A vigência das Apólices é 31/MAI/11 até 31/MAI/12, 05/JUN/11 até 05/JUN/12, 09/JUN/11 até 09/ JUN/12, e 02/SET/11 até 01/SET/12.

22 – Outras Receitas Operacionais A Associação fez a reclassificação da conta “Outras Receitas Operacionais” especificada na Demonstração do Superávit (Déficit) do Exercício transferindo do grupo “Receita Operacional Bruta” para o grupo “Receitas/ Despesas Operacionais”, de acordo com a Lei 11.638/07. Curitiba, 31 de dezembro de 2011

José Clemente Linhares Superintendente

94

João Carlos Kjellin Gerente de Controladoria

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

Cerilo Mateus Contador CRC-PR-024402/O-8


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CANCER CNPJ 76591049/0001-28 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2.011

PARECER DO CONSELHO FISCAL Os membros do Conselho Fiscal da Liga Paranaense de Combate ao Câncer, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, analisaram as Demonstrações Contábeis quando lidas em conjunto com as notas explicativas que as acompanham apresentam adequadamente, em seus aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da LPCC em encerrado em 31 de dezembro de 2011. Em nossa opinião, exceto pelo efeito do assunto descrito no parágrafo abaixo, o que nos permite dar parecer favorável, submetendo-o à aprovação final da Assembleia Geral de Sócios. Conforme mencionado em Nota Explicativa nº 13, a administração da LPCC optou por não constituir provisão desde 2006 dos tributos referente a isenção da cota patronal do INSS, do seguro acidente de trabalho, terceiros, COFINS e da contribuição social sobre o lucro, com base na liminar concedida Mandado de Segurança nº 2006.70.00.014173-6 da 8ª Vara Cívil Federal de Curitiba.

Curitiba, 16 de fevereiro de 2012.

Antonio José França Conselheiro Fiscal

Antonio Augusto Grellert Conselheiro Fiscal

Ângela H. Zanlorenzi Conselheiro Fiscal

As assinaturas são feitas no dia da Assembleia Geral, a realizar-se no dia 28 de março de 2012 no Hospital Erasto Gaertner.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

95


DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Controladoria

Moreira - Auditores À DD. DIRETORIA DA LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC CURITIBA – PR

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Examinamos as demonstrações contábeis da LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2011 e as respectivas demonstrações do superávit ou déficit , do superávit ou déficit abrangente, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas.

Responsabilidade da Administração sobre as demonstrações contábeis A administração da LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro.

Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objeto de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidências a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos da LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião com ressalva.

96

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011


Controladoria

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Moreira - Auditores Base para opinião com ressalva sobre as demonstrações contábeis Conforme mencionado na Nota Explicativa no 13, a administração da entidade optou por não constituir provisão desde 2006 dos tributos referente à isenção da cota patronal do INSS, do seguro acidente do trabalho, terceiros, COFINS e da contribuição social sobre o lucro, com base na Liminar concedida ao Mandado de Segurança no 2006.70.00.014173-6, da 8ª Vara Cívil Federal de Curitiba.

Opinião com Ressalva Em nossa opinião, exceto pelos efeitos do assunto descrito no parágrafo Base para opinião com ressalva sobre as demonstrações contábeis, essas demonstrações contábeis quando lidas em conjunto com as notas explicativas que as acompanham apresentam adequadamente, em seus aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da LIGA PARANAENSE DE COMBATE AO CÂNCER – LPCC em 31 de dezembro de 2011, o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil.

Ênfase Conforme descrito na Nota Explicativa nº 2.2, no exercício de 2011 a entidade reconheceu ajustes de exercícios anteriores e está reapresentando as demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2010, atendendo ao disposto no CPC 23. Nossa opinião não contém modificação em função deste assunto.

Curitiba, 7 de fevereiro de 2012.

UHY MOREIRA - AUDITORES CRC RS 3717 S PR

HERALDO S.S. DE BARCELLOS Contador CRC RS 11609 S PR CNAI Nº 43 Responsável Técnico

FLÁVIA TATIANE SILVEIRA WERNER Contadora CRC RS 70524 Auditora

As assinaturas são feitas no dia da Assembleia Geral, a realizar-se no dia 28 de março de 2012 no Hospital Erasto Gaertner.

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

97


Atendimento Hospitalar

98

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011


Atendimento Hospitalar

Erasto Gaertner Rua Dr. Ovande do Amaral, 201 Jardim das Américas Curitiba - Paraná / CEP: 81520-060 Telefone: (55) 41 3361-5000 Fax: (55) 3266-1822 www.erastogaertner.com.br Editor Anderson Straub Coordenação Thaís Mocelin Planejamento Anderson Straub Thaís Mocelin Projeto Gráfico e Arte Final Brian Guimarães Eneo Lage Redação e Revisão Página 1 Comunicação Thaís Mocelin Fotografia Daniel Sorrentino Marcello Caldin Impressão Optagraf - Editora e Gráfica Tiragem 2.000 exemplares Data de Edição Março/2012

Hospital Erasto Gaertner | Relatório Anual Corporativo | 2011

99


Atendimento Hospitalar

WWW.ERASTOGAERTNER.COM.BR HOSPITAL ERASTO GAERTNER @ERASTOGAERTNER 100

Hospital Erasto Gaertner | Relat贸rio Anual Corporativo | 2011

Relatorio Anual 2011  

Relatorio Anual do Erasto Gaertner 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you