Page 1

guia da secretaria municipal de cultura | setembro 2015 | nº 92

| Projeto encena sete peças infantis no Teatro Alfredo Mesquita, pág. 28

| Mês da Cultura Independente chega à 9ª edição, pág. 8

| 1ª Festa Literária de Cidade Tiradentes (Flict) promove mais de 70 atividades gratuitas na zona leste, pág. 54 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

1


2

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


editorial

Seminários participativos auxiliaram o poder público na formatação da política para o Carnaval de Rua de São Paulo Sylvia Masini

A

Prefeitura de São Paulo (PMSP), desde o início da atual gestão, tem como prioridade a participação de todos os cidadãos e cidadãs na construção das políticas públicas por meio de ações e ferramentas desenvolvidas nos vários âmbitos e órgãos municipais. A inclusão da sociedade, no que diz respeito à discussão e definição das políticas realizadas na cidade, também é um eixo orientador na Secretaria Municipal de Cultura (SMC). Foram exemplos disso a Conferência Municipal de Cultura, realizada em 2013; as discussões para a formatação do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB) e os seminários para a formulação da política pública para o Carnaval de Rua. Esse último trouxe experiências inspiradoras tanto do Brasil como de outros países famosos por seus carnavais, entre eles, Barbados e Estados Unidos (Nova Orleans). A cada ano, a SMC tem consolidado uma aproximação cada vez maior com a população, as instituições e os demais interessados em participar da gestão da cidade. Agora está às vésperas de vivenciar duas oportunidades distintas, porém igualmente importantes: a implantação do Conselho Municipal de Política Cultural –cujo http://www.facebook.com /SaoPauloCultura

projeto de lei tramita na Câmara Municipal de São Paulo– e a formatação do Plano Municipal de Cultura da cidade de São Paulo. Entre novembro de 2013 e março de 2014, ficou aberta a consulta pública do anteprojeto de lei de reformulação do Conselho Municipal de Cultura com o intuito de reorganizá-lo e ativá-lo, tornando-o mais plural e contemporâneo. A proposta final (Projeto de Lei nº 248/15), que inclui a alteração da denominação para Conselho Municipal de Política Cultural, é resultado de debates realizados virtual e presencialmente com coletivos culturais e delegados eleitos na III Conferência Municipal de Cultura. Esse Projeto de Lei já foi aprovado pela Comissão de Justiça da Câmara Municipal e aguarda a análise de mais duas comissões. Assim como o Plano Municipal de Cultura, o Conselho é um componente básico do Sistema Municipal de Cultura. A PMSP assumiu o compromisso de implantá-lo quando aderir ao Sistema Nacional de Cultura (SNC). Até o próximo ano, a participação de todos será decisiva para, ao lado da Prefeitura, discutir, opinar e construir as políticas culturais que irão resultar na cidade que queremos. siga-nos no twitter: @revistaemcartaz @smcsp emcartaz | SETEMBRO DE 2015

1


Lígia Jardim

Curta-metragem “Um menino, um muro e um burro”

12

35

índice

Nossa programação é fechada com antecedência e está sujeita a alterações.

2

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema exibe filmes sobre essa cultura segundo a ótica de cineastas de diversos países

12

Peças infantis no Teatro Alfredo Mesquita (capa)

28

Estreia “Suburbano coração”, texto de Naum Alves de Souza com direção de Nelson Baskerville

35

Ópera “Manon Lescaut”, de Puccini, ganha montagem no Theatro Municipal de São Paulo

36


Obra de Daniel Steegmann Mangrané

Layza Vasconcelos

42 46 42

Edson Beserra e Seu Composto de Ideias, de Brasília, estreia em São Paulo o espetáculo de dança “Vinil de asfalto”

EDITORIAL 1 NOTÍCIAS 4 EM FOCO 6

46

51

Casa Modernista exibe obras do artista belga Philippe van Snick e do catalão Daniel Steegmann Mangrané; mostra chega, simultaneamente, ao MAM-Rio

Exposição de fotografia e arte “Essa cidade é invisível? SP|NYC”, no Centro Cultural São Paulo, trata de mobilidade urbana nas duas cidades, com foco nas bicicletas

EVENTOS ESPECIAIS 8 CINEMA 12 TEATRO E CIRCO 28 MÚSICA 36 DANÇA 42 EXPOSIÇÕES 46 CURSOS E OFICINAS 52

54

1ª Festa Literária de Cidade Tiradentes - Flict (capa)

PALESTRAS, DEBATES E ENCONTROS 54 NOSSOS ENDEREÇOS 70

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

3


notícias

Com 2,7 km de extensão e inaugurada em junho deste ano, a Ciclovia da Avenida Paulista vai da Praça Oswaldo Cruz à Avenida Angélica

VEM DE BIKE!

Leon Rodriqgues/Secom

acesse o mapa da rede cicloviária da cidade

Em 22 de setembro, é celebrado o Dia Mundial Sem Carro e nesse mês, entre os dias 18 e 25, também acontece a Semana da Mobilidade. Para festejar essas datas, o EmCartaz preparou um roteiro especial para você aproveitar a vida sobre duas rodas e desembarcar em espaços culturais da cidade

O

incremento da malha cicloviária da cidade é uma diretriz da atual gestão da Prefeitura de São Paulo, que estimula a utilização da bicicleta como meio de transporte. No último dia 23 de agosto, São Paulo ganhou mais 750 m de faixas exclusivas para bicicletas, separadas fisicamente do tráfego comum, desta vez, na Avenida Bernardino de Campos, que liga a Avenida Paulista à Rua Vergueiro. Com essa inauguração, chegou-se a 356,8 km de malha cicloviária, incluindo 31,9 km de ciclorrotas (vias com velocidade máxima reduzida e com sinalização específica, indicando o compartilhamento do espaço entre veículos motorizados e bicicletas). Esta gestão inaugurou 260,2 km de ciclovias desde junho de 2014. Antes, São Paulo possuía 64,7 km. Distribuídas por todos os cantos da cidade e utilizadas como rotas de transporte de forma recorrente pelos cidadãos, o que pouca gente sabe, 4

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

ainda, é que também é possível chegar a muitos espaços culturais por estas novas rotas, como ao Centro Cultural São Paulo, ao Theatro Municipal de São Paulo, às bibliotecas públicas etc. Há também a ciclovia no Centro Histórico, localizada no corredor das Ruas Silva Pinto e Três Rios, na região do Bom Retiro (zona central da cidade). Este trecho amplia para 18 km o percurso e faz a interligação cicloviária entre Centro, Bom Retiro, Luz, Barra Funda, Santa Cecília e República. No bojo do Dia Mundial Sem Carro (22/9), também acontece, em setembro, entre os dias 18 e 25, a Semana da Mobilidade. Por esse motivo, preparamos um roteiro que traz algumas sugestões de espaços da Secretaria Municipal de Cultura que oferecem acesso por meio das ciclovias. | Giovanna Longo


Veja abaixo alguns exemplos de equipamentos culturais que já podem ser acessados por meio das ciclovias: - Theatro Municipal de São Paulo

- Ponto de Leitura Vila Mara

Rede Cicloviária Centro - 5ª etapa Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 3,2 km

Ciclovia Jardim Helena/São Miguel - 2º trecho (acesso pela R. São Gonçalo do Rio das Pedras) Inauguração: 23/10/2014 Extensão: 8,2km

- Praça das Artes

- Galeria Olido

Rede Cicloviária Centro - 5ª etapa Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 3,2 km

Rede Cicloviária Centro - 5ª etapa (acesso pela R. Conselheiro Crispiniano) Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 3,2 km

- Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo

- Centro Cultural São Paulo

Ciclovia na Av. Pedroso da Silveira Inauguração: 14/1/2015 Extensão: 0,5 km

Ciclovia Liberdade/Vergueiro (acesso pela R. Vergueiro) Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 4,4 km

- Biblioteca Pública Mário Schenberg (Temática em Ciências)

- Biblioteca Mário de Andrade

Ciclovia Coriolano (acesso pela R. Coriolano) Inauguração: 20/6/2015 Extensão: 1,6 km

- Bosque da Leitura Parque Jardim da Luz Ciclovia na Região Luz/Bom Retiro (acesso pela R. Prates) Inauguração: 13/9/2014 Extensão: 1,6 km

- Ponto de Leitura de São Mateus

- Casa da Imagem e Solar da Marquesa de Santos Rede Cicloviária Centro - 5ª etapa (acesso pela R. Boa Vista) Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 3,2 km

- Cine Caixa Belas Artes Ciclovia da Av. Paulista (acesso pela Av. Paulista) Inauguração: 28/6/2015 Extensão: 2,7 km

Sylvia Masini

Sossô Parma

Ciclovia Parque São Rafael (acesso pela R. Agostinho de Andrade) Inauguração: 5/3/2015 Extensão: 1,9 km

Rede Cicloviária Centro - 5ª etapa (acesso pela R. Dr. Bráulio Gomes) Inauguração: 23/8/2014 Extensão: 3,2 km

Ciclovias dão acesso à Praça das Artes (à esq.) e ao Centro Cultural São Paulo emcartaz | SETEMBRO DE 2015

5


emfoco freestyle session brazil 2015 - latin america Entre os dias 3 e 7, será realizada em São Paulo a etapa América Latina do Festival Freestyle Session Brazil 2015. Em parceria com a Phenomenal Produções, o Centro Cultural da Juventude (CCJ) recebe mais de 400 bboys em competições individuais e em trios. Cinco jurados de países como Rússia, França e Holanda escolhem os vencedores, que se apresentarão na etapa final, em San Diego (EUA), entre os dias 7 e 9 de novembro. Dentre os destaques deste ano está o 1° Prêmio de Breaking Latino-Americano.

satyros no cinema Estreou em 20 de agosto “Hipóteses para o amor e a verdade”. Trata-se de uma visceral adaptação para cinema da peça homônima do grupo Os Satyros, encenada em 2010. O filme acompanha a trajetória de 11 personagens que se cruzam numa determinada noite em São Paulo. Em comum, eles carregam o sentimento desesperado de solidão. Para chegar ao roteiro, foram entrevistados frequentadores da região central, entre eles, moradores, prostitutas, traficantes, empresários, transexuais, michês, atores e músicos, enfim, todo o universo humano que circula pela Praça Roosevelt, onde fica a sede do grupo.

Willian Machado

A programação conta também com oficinas e encontros e chega a vários espaços além do CCJ, como o Centro Cultural São Paulo (abertura), a Casa de Cultura Salvador Ligabue, o Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes, o Centro Cultural da Penha e a Galeria Olido. Veja mais informações no site http://www. phenomenalcreative.com/. A entrada é franca.

Com roteiro de Ivam Cabral, que também atua no longa, e direção de Rodolfo Garcia Vázquez, o filme traz ainda no elenco Luiza Gottschalk, Nany People (foto), Phedra D. Córdoba, Cléo De Páris, Robson Catalunha e outros. O longa pode ser visto às 20h30, na sala Spcine Aleijadinho, do Cine Caixa Belas Artes. A produção foi contemplada pelo Programa de Investimento da Spcine, em parceria com o Fundo Setorial do Audiovisual, da Ancine.

tango no ccsp Desde 2012, dançarinos se encontram na cidade de São Paulo para ocupar áreas urbanas com o objetivo de demonstrar a prática e celebrar o tango. A atividade chega, agora, ao espaço Flávio Império (foyer), do Centro Cultural São Paulo, aos sábados (12 e 26), das 13h às 15h, com entrada franca. 6

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


dança no vale do anhangabaú

editais de dança no ccsp

O grupo IAdança - Núcleo ContemporanIA, em parceria com o Centro de Referência da Dança de São Paulo, leva para a Praça Ramos, no Vale do Anhangabaú, a obra “O vale dos desejos”. Denominado “Vale in situ”, este projeto discute as relações do corpo com o espaço urbano, geopolítico e arquitetônico do local. O espetáculo ao ar livre tem coordenação de Kathya Godoy, orientação coreográfica de Ítalo Rodrigues, que também participa da apresentação, e reúne outros sete intérpretes-criadores, entre eles, Beatriz Santiago, João Luiz Bindandi, Juliana Montoia e Pedro Falco. A encenação é embalada pelas músicas “Carcará” e “Baianá”, do grupo de percussão corporal Barbatuques, “Mawaca”, do grupo vocal feminino homônimo, entre outras.

Interessados em participar do edital CCSP Semanas de Dança 2015 - Gala de Balé têm até dia 4 de setembro para se inscrever. Serão selecionadas nove coreografias nas linguagens clássica e neoclássica para a programação da Gala de Balé do Centro Cultural São Paulo, que integrará em dezembro o projeto Semanas de Dança 2015. Informações completas podem ser obtidas no site http://www.centrocultural.sp.gov.br/ CCSP_editais.html#gala_bale . Também em setembro, até dia 25, estarão abertas inscrições para o edital CCSP Semanas de Dança 2015 Mostra de Videoarte - 1ª edição, que selecionará oito audiovisuais. O evento ocorrerá entre os dias 24 de novembro e 13 de dezembro, também durante as Semanas de Dança 2015. Mais informações podem ser vistas no site http://www.centrocultural.sp.gov.br/ CCSP_editais.html#mostra_videoarte

As apresentações, gratuitas, acontecem às sextas-feiras e sábados (18, 19, 25 e 26), sempre às 16h.

inauguração da calçada regina silveira A Biblioteca Mário de Andrade inaugura no dia 1º, às 19h, a Calçada Regina Silveira. Projetado pela artista plástica gaúcha, o pavimento tem forma de mosaico e se estende entre as entradas da Rua da Consolação e da Avenida São Luis. Seu traçado lembra um extenso bordado em ponto de cruz que justapõe palavras escritas em diferentes alfabetos em uma configuração próxima a uma colcha de retalhos com a palavra “biblioteca”, representada e multiplicada em diversas versões. Sylvia Masini

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

7


eventos especiais

LEE RANALDO É ATRAÇÃO DA 9ª EDIÇÃO DO MCI

R

Guiliano Iannotta

ealizado desde 2007, o Mês da Cultura Independente (MCI) chega à sua 9ª edição com muitas atividades ao longo do mês de setembro. Variada, a programação inclui shows com músicos brasileiros e internacionais, performances, oficinas e mostras de cinema. Todas as atrações têm em comum sua realização de forma independente e acontecem em diversos locais da cidade de São Paulo, promovendo uma verdadeira ocupação do espaço público. O grande destaque desta edição é o músico Lee Ranaldo, ex-guitarrista da banda norte-americana de pós-punk Sonic Youth. Ranaldo, acompanhado de seu grupo The Dust, faz um show gratuito no Largo da Batata, em Pinheiros, com abertura dos músicos nordestinos do Cidadão Instigado. As apresentações acontecem

Lee Ranaldo e The Dust se apresentam no Largo da Batata 8

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

no dia 26, a partir das 19h. Neste ano, o MCI realiza Música nas Alturas, novo projeto que leva uma série de concertos de jazz e improvisação instrumental para o terraço no topo do Edifício Martinelli, na região central. A abertura ocorre no dia 16, com show do compositor holandês Jozef van Wissen e seu som minimalista construído com alaúde. Nos dias 23 e 26, os ingleses Trevor Watts e Veryan Weston fazem um duo de saxofone e piano, apresentando o melhor do improviso no jazz. O encerramento fica por conta do saxofonista, clarinetista e compositor dinamarquês Lars Greve, que mostra, no dia 30, faixas de seu álbum “Breidablik”, totalmente baseado na improvisação. Ainda tendo em vista a ocupação do espaço público, o projeto Centro Aberto no Largo São Francisco contará com shows, sessões de cinema e karaokê, transformando a área num verdadeiro centro cultural a céu aberto. No dia 19, apresentam-se no local artistas de diversos países em um único encontro de música eletrônica e global bass: a Grave Mundial. As atrações programadas são o norte-americano Maga Bo, o “eletrônico-tropical-extra-terrestre” dos argentinos do Frikstailers, o DJ norte-americano Chief Boima, além dos DJs residentes Dago e Viní. Já no dia 20, é a vez dos argentinos do Faauna, com ritmos que mesclam cumbia, dubstep e kuduro; e do Instituto Mexicano del Sonido (IMS), com música eletrônica regada de folclore latino-americano. O Centro Cultural São Paulo (CCSP) exibe, entre os dias 9 e 24, a Mostra Internacional de Cinema Independente. A programação traz o panorama de uma nova geração de cineastas e filmes que tiveram pouca visibilidade. Ainda no CCSP, nos dias 19 e 20, acontece o Ugra Zine Fest, festival voltado ao universo dos zines e publicações independentes impressas. O evento promove atividades diversas sobre o tema, entre elas, exposição, oficinas, debates, shows, feira de publicações, bate-papo e sessão de autógrafos com os artistas. | Luísa Bittencourt


Camila Miranda

MÊS DA CULTURA INDEPENDENTE (MCI) DIVERSOS ESPAÇOS | GRÁTIS | GRÁTIS | Veja programação completa no site www.mci.prefeitura.sp.gov.br

Música

NME Coletivos no CCSP - Música Instrumental.

O coletivo NME comemora quatro anos e mais de 50 concertos, oficinas e programas de rádio realizados, com uma mostra de atividades que valoriza a experimentação e a relação da música com outras linguagens artísticas. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Dia 3, 20h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 18h30)

100% FAVELA Tradicional festa do rap, que mais uma vez é realizada com apoio da Secretaria Municipal de Cultura. Nesta edição, sobem ao palco Mano Brown, Ferrez, Facção Central, Negredo, Rincon Sapiência, Detentos do Rap, Rosana Bronks, Yzalú, entre outros. | R. Adoasto de Godoy, 4, Capão Redondo (próximo da estação de metrô Capão Redondo). Dia 5, a partir das 15h

Rapper Mano Brown participa da festa 100% Favela

CIRCUITO DE IMPROVISAÇÃO LIVRE Criado em 2012 para atrair artistas e entusiastas da prática da improvisação livre, o coletivo realiza séries mensais de concertos em diversos espaços. Nesta apresentação, sete integrantes com diferentes trajetórias e instrumentos, do oboé a recursos eletrônicos, revezam-se no palco em curtas sessões com duos e trios. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Dia 12, 20h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 18h30)

REJUNTE Coletivos no CCSP - Música Instrumental.

Formado por músicos e produtores, o coletivo Rejunte realiza, mensalmente, saraus para que artistas de diferentes gêneros musicais toquem e discutam políticas mais abrangentes na cidade de São Paulo. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 5, 18h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 16h30)

SP NA RUA Coletivos atuantes da cidade se encontram no centro antigo para uma contemplação lúdica de ruas e lugares históricos. Durante toda madrugada até o sol raiar, serão várias pistas de dança ao ar livre, além de palestras, instalações e intervenções artísticas. | Entre as Ruas São Bento, Álvares Penteado e XV de Novembro. Dia 5, das 22h às 6h

CLUBE DO CHORO Com mais de 100 músicos paulistanos, o grupo promove uma grande roda no CCSP, reunindo alguns de seus integrantes e misturando diferentes gerações e vertentes do choro. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 6, 17h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 15h30)

A BRAZA E POST Coletivos no CCSP - Música Instrumental: projeto +Instrumental.

Criado inicialmente como uma revista eletrônica, o projeto +Instrumental traz ao CCSP os shows das bandas A Braza e Post, além de um bate-papo sobre o selo Sinewave e sobre novas tecnologias digitais e mídias experimentais. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 13, 17h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 15h30)

MÚSICA NAS ALTURAS Novidade na programação do MCI 2015, este projeto apresenta, às quartas-feiras, uma série de concertos no topo de edifícios do centro da cidade. Uma das atrações é Lars Greve, saxofonista, clarinetista e compositor dinamarquês. Seu trabalho solo tem repercutido na cena europeia atual por conta do álbum conceitual “Breidablik”, baseado na improvisação e lançado em julho de 2014 em colaboração com o produtor Aske Zidore (ganhador do prêmio Steppeulven de Melhor Produtor de 2012). Em suas apresentações, Greve utiliza material pré-gravado e improvisa ao vivo, interagindo com as características acústicas e espaciais do ambiente. | Edifício Martinelli – terraço. Av. São João, 35. Centro. Dias 16, 23 e 30, 19h30 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

9


CENTRO ABERTO LARGO SÃO FRANCISCO

O MCI ocupará o projeto Centro Aberto no Largo São Francisco durante o mês de setembro, com shows, sessões de cinema, karaokê, entre outras atividades que transformarão o local num verdadeiro centro cultural a céu aberto. Confira abaixo as atrações confirmadas: | Grave Mundial: Frikstailers (Argentina/México), Maga Bo (EUA), Cheif Boima (EUA), Viní e Dago. Dia 19, 16h | Mexican Institut of Sound (México) e Faauna (Argentina). Dia 20, 16h | Bananada Showcase: Boogarins + O Terno, Hellbenders, Carne Doce e DJ set de Lucas Manga. Dia 25, 19h | Exibição de filmes ao ar livre. 5ª, 19h30 | Largo São Francisco. Centro

LEE RANALDO Ex-guitarrista da banda norte-americana de pós-punk Sonic Youth se apresenta com seu grupo The Dust. Show de abertura: banda nordestina Cidadão Instigado. | Largo da Batata, s/no, Pinheiros. Zona Oeste. Dia 26, a partir das 19h

JAZZCO E SPEAKING JAZZ Coletivos no CCSP - Música instrumental: Movimentos Elefantes.

O Movimento Elefantes foi criado em 2009 da união de várias big bands paulistas. Duas delas marcam presença no CCSP: Jazzco, com 41 anos de estrada, apresenta composições próprias e músicas inéditas; e Speaking Jazz, que conta com repertório de famosas big bands, como Count Basie Orchestra e Stan Kenton Orchestra. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 26, 18h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 16h30)

ÁFRICA LÁ EM CASA E HUEY Coletivos no CCSP - Música Instrumental: Frigideira Independente.

Frigideira Independente surgiu com o objetivo de promover eventos com bandas independentes, duas delas tocam no CCSP: África Lá em Casa, grupo de jazz contemporâneo com influências de rock, música brasileira, erudita e eletrônica; e quinteto Huey, que apresenta seu álbum “Ace”. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 27, 17h30 (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 15h30)

Cinema

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA INDEPENDENTE +16 anos.

Panorama de uma nova geração de cineastas e de produções independentes. A seleção traz filmes 10

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

do mundo inteiro que tiveram pouca visibilidade, passando longe dos grandes festivais e do mercado comercial. Nesta edição, ocorrem o foco especial latino e pequenas retrospectivas. Além das sessões nas duas salas de cinema do CCSP, haverá outras ao ar livre, no Jardim Suspenso, e debates com Andre Novaes e com a produtora Diana Almeida. Confira a programação no site www.mci.prefeitura.sp.gov.br | Centro Cultural São Paulo – Salas Lima Barreto e Paulo Emilio Salles Gomes. Centro. De 9 a 24. R$ 1

Fanzines

UGRA ZINE FEST 2015 5ª EDIÇÃO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS Ugra Zine Fest é um festival voltado ao universo dos zines, fanzines e das publicações independentes impressas. Suas duas últimas edições (2013 e 2014), no CCSP, foram indicadas na categoria Melhor Evento do Troféu HQ Mix (maior premiação relacionada aos quadrinhos do Brasil). O Festival contará com exposição, workshops, palestras, debates, shows, feira de publicações independentes, batepapo e sessão de autógrafos com os artistas. | Não é necessário retirar ingresso para a maioria dos encontros.

EXPOSIÇÃO Publicações recebidas para a convocatória do Panorama Internacional de Zines Publicações Independentes 2015. Ocupação Fanzinoteca Mutação (Rio Grande/RS). | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). De 19/9 a 4/10. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h

OFICINA: PROCESSOS GRÁFICOS EM PAPEL Coord.: Renan Cruz.

Nesta oficina, serão vistos alguns métodos artesanais de impressão que podem ser utilizados de forma criativa nos fanzines. | Inscrições por ordem de envio para o e-mail gibiteca@ prefeitura.sp.gov.br (escrever nome, idade, e-mail e telefone). Espaço Mário Chamie. Dia 19, das 10h às 11h45

BATE-PAPO: MEU ZINE, MINHA ESCOLA Com Weaver Lima (Coletivo Monstra), Zé Rodolfo (Editora Gato Preto) e Rodrigo Lariú (gravadora Midsummer Madness). Mediação: Eduardo Ribeiro (Vice).

A experiência multidisciplinar de criar e publicar um fanzine estimula o faneditor a desenvolver habilidades diversas e a vivenciar, na prática, situações do dia a dia de diferentes áreas. Os três convidados deste debate iniciaram suas carreiras editando fanzines. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 19, das 12h às 13h30


FEIRA DE PUBLICAÇÕES INDEPENDENTES A feira dura os dois dias do evento e conta com sessões de autógrafos de lançamentos. | Piso Flávio de Carvalho. Dias 19 e 20, das 12h às 17h30

PALESTRA: A TRAJETÓRIA DOS SERES URBANOS Com Weaver Lima (criador do coletivo Seres Urbanos).

Seres Urbanos foi um importante coletivo de zineiros cearenses que esteve em atividade entre 1991 e 1998. O grupo, ligado à movimentação da música independente e das artes gráficas que estava em ebulição em Fortaleza na época, produziu dezenas de fanzines de quadrinhos e tornou-se referência no underground brasileiro. Parte de seus trabalhos foi recentemente compilada no livro “Seres urbanos - Antologia do quadrinho underground cearense”, lançado de forma independente. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 19, das 15h30 às 16h15

BATE-PAPO: MACHISMO, REPRESENTAÇÃO E FEMINISMO NOS QUADRINHOS Com Luciana Foraciepe, Camila Torrano, Sirlanney (Magra de Ruim) e Laerte. Mediação: Gabriela Borges.

Cada vez mais, mulheres reivindicam seu espaço como autoras e leitoras dos quadrinhos. O encontro tem o tema como pauta. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 19, das 16h30 às 18h (para assistir a esta atividade, deve-se retirar ingresso, até dois por pessoa, a partir das 14h30)

OFICINA DE DESENHO Coord.: Fábio Zimbres. | 15 vagas. Inscrições por ordem de envio para o e-mail gibiteca@prefeitura.sp.gov.br (escrever nome, idade, e-mail e telefone). Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 20, das 10h às 11h45

BATE-PAPO: QUADRINHOS INDEPENDENTES NO BRASIL OPORTUNIDADES E DESAFIOS Com Tiago Lacerda (Revista Beleléu), Janaína Larsen (Editora Mino) e Murilo Martins (autor de Love Hurts). Mediação: Daniel Lopes (Pipoca e Nanquim).

O quadrinho independente brasileiro teve um aumento de publicações lançadas por autores ou pequenas editoras, evidenciando o amadurecimento do trabalho desses artistas. Apesar disso, problemas como formação de público, distribuição e divulgação ainda desafiam a produção. A partir das experiências de projetos

editoriais independentes com diferentes perspectivas, o bate-papo procura entender quais são os pontos positivos do atual cenário e como os pontos fracos podem ser superados. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 20, das 12h às 13h30

PALESTRA: CONCEPÇÃO E PLANEJAMENTO DE PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE Com Marcatti (quadrinista com mais de quatros décadas de atuação no mercado de produção de HQ).

O célebre quadrinista independente acompanha os caminhos de uma publicação desde o surgimento da ideia até o leitor. Durante a conversa, ele questiona o que o autor/editor deve ter em mente para elaborar um projeto gráfico, calcular custos, definir preços e distribuir. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 20, das 15h30 às 16h15

BATE-PAPO: O LEGADO DA REVISTA ANIMAL Com Fabio Zimbres, Rogério de Campos e MZK. Mediação: Gual.

A revista Animal, editada entre o fim dos anos 1980 e o início dos 90, foi um marco para a cultura independente e para os quadrinhos no Brasil. Criada por Rogério de Campos, Celso Singo Aramaki, Newton Foot e Fábio Zimbres, foi a primeira revista a traduzir e publicar no Brasil os mais importantes nomes do quadrinho autoral europeu da época, como os italianos Tamburini e Liberatore (Ranxerox), os espanhóis Jaime Martín (Sangue de Bairro) e Max (Peter Pank), além de publicar HQs de Milo Manara e Vuillemin. Dos colaboradores brasileiros, passaram pela revista nomes como Lourenço Mutarelli, Jaca e André Toral. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 20, das 16h30 às 17h45

SHOWS: EVIL IDOLS E AUTO Banda curitibana, Evil Idols está na ativa desde os anos 2000 e toca garage/punk. Seu baixista, Chico Félix, é também quadrinista e autor da revista Gente Feia na TV (Prego Publicações). De São Paulo, a Auto é veterana no underground brasileiro. Formada em 1997, experimenta diferentes sonoridades. Seu guitarrista, Carlos Issa, é autor de diversas publicações e coorganizador da Feira Plana. | Sala Adoniran Barbosa. Dia 20, das 18h às 19h40 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

11


cinema

“Cairo drive”, de Sherief Elkatsha, foi filmado entre o início da revolução egípcia e a eleição presidencial (2009 e 2012), e retrata a complicada mobilidade urbana nessa populosa capital

MOSTRA ÁRABE DE CINEMA COMPLETA 10 ANOS

C

onsiderada parte integrante do calendário cultural audiovisual paulistano, a Mostra Mundo Árabe de Cinema traz o que há de mais expressivo em curtas e longas-metragens representativos da cultura árabe mundial. Uma das curiosidades desta décima edição do evento é o filme “Que teus olhos sejam atendidos” (1998), dirigido pelo cineasta brasileiro Luiz Fernando Carvalho. O longa foi rodado durante uma viagem ao sul da Espanha, Líbano e Síria, registrando aspectos da cultura árabe, e serviu como material de pesquisa para o elenco de “Lavoura arcaica” (2001), do mesmo cineasta. Outro título selecionado é “Festival Pan-Africano”, de William Klein, produção que acompanha o megaevento musical realizado na Argélia, em 1969, com as participações das cantoras Nina Simone e Miriam Makeba e do saxofonista Archie Shepp. Celebrava-se naquela ocasião a esperança de uma África mais fraterna. Dentre os filmes recentes, a programação traz o franco-argelino “Yema”. Produção de Djamila Sahraoui selecionada para a Mostra Horizontes do Festival de Veneza, em 2012, o

12

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

longa relata o drama de uma família no interior da Argélia, vitimada pela violência de grupos extremistas islâmicos. Já o documentário “Cairo drive” (2013), de Sherief Elkatsha, foi coproduzido por Egito e Estados Unidos e retrata a vida de uma das cidades mais populosas do mundo a partir da dinâmica de sua complicada mobilidade urbana. A Mostra conta com produções do Brasil, Argélia, França, Estados Unidos, Egito, Alemanha, Marrocos e também da Palestina que, a partir desta edição, passa a ser contemplada com uma sessão permanente na programação. Exibindo desde preciosidades dos anos 1960 até filmes de 2015, a 10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema chega a diversas salas da cidade, entre elas, o Centro Cultural São Paulo, entre os dias 1º e 8 de setembro, e o Cine Olido, de 5 a 12 desse mês. Confira a programação completa no site www.icarabe.org.br. | Carolina Bressane | Veja a programação do Cine Olido na página 17.


CINEBIBLIOTECA RAIMUNDO DE MENEZES: ORGULHO E PRECONCEITO

REDES E RUAS: MORRO DOCE UM BAIRRO EM TRANSFORMAÇÃO

(Pride and prejudice, França/Reino Unido/EUA, 2005, 127 min). Com Keira Knightley, Matthew MacFadyen, Brenda Blethyn e outros. Livre.

(Brasil, 2015, 35min). Dir.: Bruno Pog, Jeferson Silva e Renan Mateus

Quando uma senhora recebe a notícia que um solteirão rico e seus amigos passarão uma temporada na mansão vizinha, ela fica animada com a possibilidade de ter potenciais pretendentes para suas cinco filhas. | Biblioteca Pública Raimundo de Menezes. Zona Leste. Dia 25, 9h30 (dublado). Dia 25, 14h30 (legendado). Grátis

ENCONTRO COM O REALIZADOR: BRÓDER (Brasil, 2010, 93 min). Dir.: Jeferson De. Com Caio Blat, Jonathan Haagensen, Silvio Guindane e outros. +14 anos.

Três amigos de origem pobre seguem rumos diferentes na vida: um joga futebol num clube europeu, outro trabalha como corretor de seguros e o terceiro se envolve com o crime. No dia do aniversário de um deles, os três se reencontram. O filme ganhou vários prêmios. Após a exibição, ocorre um bate-papo com o diretor Jeferson De e serão distribuídos exemplares da Revista de Cinema. | Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dia 1º, 14h. Grátis

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS: BATMAN (EUA, 1989, 126 min, DVD). Dir.: Tim Burton. Com Michael Keaton, Jack Nicholson, Kim Basinger e outros.

Na cidade de Gotham City, o milionário Bruce Wayne, cujos pais foram assassinados quando ele era criança, resolve combater o crime anonimamente como Batman, o Homem-Morcego, e tem de enfrentar seu maior desafio, o astuto Coringa. | Biblioteca Pública Vicente de Carvalho. Zona Leste. Dia 15, 15h. Grátis

Produzido dentro do projeto Mecanismo de Evolução, idealizado pelo coletivo Lado Sujo da Frequência, “Morro Doce - Um bairro em transformação” conta parte da história dos 23 bairros que formam a região de Anhanguera, zona noroeste da cidade de São Paulo. Realizado com apoio do edital Redes e Ruas, da Prefeitura de São Paulo, o documentário é resultado de oficinas práticas de produção audiovisual oferecidas aos moradores da região. O filme aborda temas como ocupação do solo, movimentos sociais, educação, cultura, desenvolvimento desordenado, dentre outras pautas importantes para uma das áreas da cidade que mais cresceu nos últimos anos. Redes e Ruas é resultado de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Cultura e Serviços e Direitos Humanos e Cidadania, e é voltado às propostas de inclusão, cidadania e cultura digital. | Galeria Olido – Cine Olido. Centro. Dia 3, 19h. Grátis

SESSÃO ESPECIAL: SEM DENTES: BANGUELA RECORDS E A TURMA DE 94 (Brasil, 2014, 110 min, Blu-ray). Dir.: Ricardo Alexandre.

Documentário sobre o selo Banguela Records. Liderado por Carlos Eduardo Miranda e financiado pelos Titãs, o selo, que teve curta duração, lançou alguns dos nomes mais importantes do rock brasileiro nos últimos anos, como Raimundos e Mundo Livre S/A. | Galeria Olido – Cine Olido. Centro. Dia 18, 19h. R$ 1

Diretor do premiado “Bróder”, Jeferson De participa de um bate-papo após a exibição do filme na Biblioteca Alceu Amoroso Lima emcartaz | SETEMBRO DE 2015

13


SESSÃO FOLHETIM: GAME OF THRONES (EUA, 2012/2013, 55 min). Dir.: David Benioff, D.B. Weiss. Com Peter Dinklage, Lena Headey, Emilia Clarke e outros. +18 anos.

Exibição de episódios da série televisiva “Game of thrones”, que acompanha a saga de sete reinos na disputa do concorrido trono de ferro que dá poder sobre todos. | Biblioteca Pública Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 6, 16h (temporada 3, episódios 3 e 4). Dia 13, 16h (temporada 3, episódios 5 e 6). Dia 20, 16h (temporada 3, episódios 7 e 8). Dia 27, 16h (temporada 3, episódios 9 e 10). Grátis

SINDICATO DE LADRÕES (On the Waterfront, EUA, 1954, 108 min). Dir.: Elia Kazan. Com Marlon Brando, Lee J. Cobb, Eva Marie Saint e outros. +14 anos.

Gângster atua nas docas de Nova York (EUA) e no sindicato e é assessorado por um inescrupuloso advogado que usa o próprio irmão, um ex-boxeador, para intimidar os trabalhadores locais. Quando um destes morre, o gângster resolve lutar contra os criminosos. | Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 24, 14h30. Grátis

CINE IMIGRANTE: ESPECIAL CONGO GALERIA OLIDO | CINE OLIDO | CENTRO | DE 26/9 A 6/10 | R$ 1

Espaço para debate sobre as demandas que envolvem as comunidades imigrantes de São Paulo. Neste mês, as produções exibidas, todas inéditas no circuito comercial brasileiro, vêm do Congo, país que ocupa o quarto lugar no número de refugiados por aqui. Dentre os filmes selecionados está o documentário premiado “Exame de Estado” (2014), de Dieudo Hamadi, que circulou por alguns dos mais importantes festivais de cinema do mundo. No sábado (26), às 19h, após a exibição do filme, ocorre uma conversa com Papi Nkanu, presidente da Associação Comunidade Congolesa do Brasil. Parceria: produtora Kinopedia.

| Dia 26, 17h (após esta exibição ocorre debate). Dia 2/10, 19h. Dia 4/10, 15h

VIVA RIVA! (Bélgica/França/República Democrática do Congo, 2010, 98 min). Dir.: Djo Tunda Wa Munga. Com Patsha Bay, Manie Malone, Hoji Fortuna e outros.

Num país onde tudo está à venda, homem ambicioso e com muito carisma tenta a todo custo entrar no ramo do petróleo, paralelamente, não pode se apaixonar pela mulher de outro homem. | Dia 27, 17h. Dia 2/10, 15h. Dia 6/10, 17h

IDENTIDADE (Pièces d’identités, Congo/França, 1998, 97 min). Dir.: Mwenze Dieudonné Ngangura. Com Dominique Mesa, Gérard Essomba, Hebert Flack e outros.

Velho rei de uma província congolesa decide partir em busca da filha que mandou estudar na Bélgica, aos 8 anos, e de quem está sem notícias há anos. | Dias 1º e 6/10, 15h. Dia 3/10, 19h

CINECLUBE DO IPIRANGA BIBLIOTECA PÚBLICA ROBERTO SANTOS | ZONA SUL | SÁB. | +14 ANOS | GRÁTIS | Os filmes são exibidos em DVD. No último sábado do mês, o suporte da projeção é em 16mm.

JOGADA DECISIVA (A big hand for the litle lady, EUA, 1966, 95 min). Dir.: Fielder Cook Warner. Com Henry Fonda, Joanne Woodward, Jason Robards e outros.

Durante uma viagem à Califórnia (EUA), casal ingênuo chega a uma cidade onde ocorrerá um grande campeonato de pôquer e decide participar. Apesar de ser péssimo jogador, o homem aposta todo o dinheiro que tem, mas sofre um ataque cardíaco no meio da partida e sua esposa toma seu lugar, sem entender nada de pôquer. | Dia 5, 19h

MALENA

| Os filmes são exibidos em DVD.

(Itália, 2000, 92 min). Dir.: Giuseppe Tornatore. Com Monica Bellucci, Giuseppe Sulfaro

EXAME DE ESTADO

Em 1941, numa pequena vila localizada na Sicília (Itália), um grupo de garotos de 13 anos de idade nutre uma profunda paixão por Malena, a viúva de um soldado local, vivenciando, então, uma história de amor, perda e coragem.

(Examen d’État, Congo, 2014, 90 min). Dir.: Dieudo Hamadi.

Grupo de estudantes congoleses se prepara para o exame National Diploma, em Kisangani. Retornando à cidade natal para narrar a situação desses estudantes, o diretor também expõe 14

a corrupção no sistema educacional do país.

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

| Dia 12, 19h


Sophia Loren e Marcello Mastroianni estão no clássico “Os girassóis da Rússia”, de Vittorio De Sica

OS GIRASSÓIS DA RÚSSIA

MIB - HOMENS DE PRETO

(I girasoli, França/Itália, 1970, 101 min). Dir.: Vittorio De Sica. Com Sophia Loren, Marcello Mastroianni, Lyudmila Savelyeva e outros.

(Men in black, EUA, 1997, 98 min). Dir.: Barry Sonnenfeld. Com Will Smith, Tommy Lee Jones, Linda Fiorentino e outros.

História de um casal separado na Segunda Guerra Mundial. Após anos sem ter notícia do marido que foi para a batalha, ela viaja para a Rússia atrás de seu paradeiro, atravessando cidades e campos de girassóis.

A agência secreta dos Estados Unidos fiscaliza os alienígenas que já vivem na Terra. Rapaz novato na organização, em parceria com um agente veterano, tenta impedir a destruição do planeta.

| Dia 19, 19h

DESESPERADO (Desperate, EUA, 1951, 85 min, 16mm). Dir.: Anthony Mann. Com Steve Brodie, Audrey Long e outros.

Caminhoneiro é contratado para pegar mercadoria de um armazém, sem saber que vai transportar uma carga roubada por um grupo de criminosos. | Dia 26, 19h

CINEMA NA CORA BIBLIOTECA PÚBLICA CORA CORALINA | ZONA LESTE | 5ª | LIVRE | GRÁTIS | Os filmes são exibidos em DVD.

LABIRINTO - A MAGIA DO TEMPO

| Dia 10, 14h30

JAMAICA ABAIXO DE ZERO (Cool runnings, EUA, 1993, 98 min). Dir.: Jon Turteltaub. Com Leon Robinson, Doug E. Doug, John Candy e outros.

História real de quatro atletas jamaicanos que se reúnem para montar a primeira equipe de trenó do país e disputar as Olimpíadas de Inverno de 1988, em Calgary (Canadá). | Dia 17, 14h30

A DEFESA DO CASTELO (Castle keep, EUA, 1969, 108 min). Dir.: Sydney Pollack. Com Burt Lancaster, Patrick O’Neal, Jean-Pierre Aumont e outros.

Frustrada por ter de cuidar do irmão caçula enquanto seus pais estão fora, uma adolescente sonha em se livrar da criança que não para de chorar.

No final da Segunda Guerra Mundial, soldados norte-americanos ocupam um antigo castelo na Bélgica, repleto de obras de artes, e tentam transformá-lo numa fortaleza para deter o avanço dos alemães.

| Dia 3, 14h30

| Dia 24, 14h30

(Labyrinth, EUA, 1986, 101 min). Dir.: Jim Henson. Com David Bowie, Jennifer Connelly, Christopher Malcolm e outros.

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

15


O CRIME NÃO COMPENSA BIBLIOTECA PÚBLICA ROBERTO SANTOS | ZONA SUL | DOM. | GRÁTIS | Os filmes são exibidos em DVD.

O QUARTO DO PÂNICO (Panic room, EUA, 2002, 113 min). Dir.: David Fincher. Com Jodie Foster, Kristen Stewart, Forest Whitacker e outros. +14 anos.

Mulher é surpreendida com a invasão de três homens em sua casa. Para proteger a filha, elas se trancam em um quarto secreto, construído especialmente para situações de emergência. | Dia 6, 16h

MEU NOME NÃO É JOHNNY (Brasil, 2008, 124 min). Dir.: Mauro Lima. Com Selton Mello, Cleo Pires, Flavio Bauraqui e outros. +14 anos.

João Guilherme Estrella é um típico jovem da classe média carioca. Inteligente e simpático, ele é adorado pelos pais e popular entre os amigos. Abusando do espírito aventureiro e boêmio, torna-se rei do tráfego de drogas da zona sul e é preso. | Dia 6, 18h

CÃES DE ALUGUEL (Reservoir dogs, EUA, 1993, 100 min). Dir.: Quentin Tarantino. Com Harvey Keitel, Tim Roth, Michael Madsen e outros. +18 anos.

Criminoso experiente reúne seis bandidos para um grande roubo de diamantes. Como eles não se conhecem, utilizam cores como codinome, mas algo dá errado no assalto. | Dia 13, 16h

A HONRA DO PODEROSO PRIZZI (Prizzi’s honor, EUA, 1985, 130 min). Dir.: John Huston. Com Jack Nicholson, Kathleen Turner, Robert Loggia e outros. +14 anos.

Mafioso perigoso, mas respeitado, trabalha como matador para a família Prizzi. Ele se apaixona por uma bela mulher, sem saber que é uma assassina de aluguel, contratada pela mesma família para matar um traidor. | Dia 13, 18h

UM CRIME PERFEITO (A perfect murder, EUA, 1998, 104 min). Dir.: Andrew Davis. Com Michael Douglas, Gwyneth Paltrow, Viggo Mortensen e outros. +16 anos.

Dona de uma fortuna de 100 milhões de dólares, casada com um decadente homem de negócios, se apaixona por um pintor conhecido do casal. Ao saber do caso, o marido o procura para fazer uma proposta incomum. | Dia 20, 16h 16

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Selton Mello interpreta o traficante João Guilherme Estrella em “Meu nome não é Johnny”

ASSASSINOS POR NATUREZA (Natural born killers, EUA, 1994, 118 min). Dir.: Oliver Stone. Com Woody Harrelson, Juliette Lewis, Robert Downey Jr. e outros. +18 anos.

Casal se une pela atração que um sente pelo outro e por amar a violência. Em apenas três semanas, os dois matam dezenas de pessoas, mas sempre deixam alguém vivo para contar quem cometeu os crimes. | Dia 20, 18h

REI DE NOVA YORK (The king of New York, EUA/Reino Unido/Itália, 1990, 100 min). Dir.: Abel Ferrara. Com Christopher Walken, David Caruso, Laurence Fisburne e outros. +16 anos.

Ex-chefão do tráfico de drogas, recém-saído da prisão, tenta recuperar o controle do comércio de entorpecentes nos guetos de Nova York (EUA) para distribuir o lucro às pessoas menos favorecidas. | Dia 27, 16h

MIAMI VICE (EUA/Alemanha, 2006, 134 min). Dir.: Michael Mann. Com Colin Farrel, Jamie Foxx, Gong Li e outros. +16 anos.

Dois detetives que investigam o tráfico de drogas nos Estados Unidos são enviados em uma operação secreta ao Haiti para capturar um poderoso traficante. | Dia 27, 18h


10ª MOSTRA MUNDO ÁRABE DE CINEMA

UM MENINO, UM MURO E UM BURRO

GALERIA OLIDO | CINE OLIDO | CENTRO | DE 5 A 12 | +14 ANOS | R$ 1

Três meninos querem gravar um filme e mostrar a visão que têm da realidade. No entanto, sem qualquer equipamento, eles não desistem e decidem gravar, usando as câmeras de segurança que os rodeiam.

Apoio: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Programação completa, inclusive do Centro Cultural São Paulo, no site www.icarabe.org.br

Veja destaque na página 8. | Os filmes têm projeção digital.

CAIRO DRIVE (Egito/EUA, 2013, 77 min). Dir.: Sherief Elkatsha.

O documentário retrata a vida de uma das capitais mais populosas do mundo, Cairo, a partir da dinâmica de sua mobilidade urbana. Filmado no período de 2009/2012, que compreende o início da revolução egípcia até a última eleição presidencial do país.

(A boy, a wall and a donkey, Palestina/Alemanha, 2008, 6 min). Dir.: Hany Abu-Assad.

A PEDRA DE SALOMÃO (Solomon’s stone, Palestina/Espanha, 2015, 25 min). Dir.: Ramzi Maqdisi.

Jovem palestino de Jerusalém recebe uma carta do correio israelense para que compareça em pessoa e assim receber uma encomenda, mas descobre que tem de pagar U$ 20 mil para retirar o pacote. | Exibições em sequência. Dia 10, 19h

A ESCOLA DE BABEL

| Dia 5, 17h

(La cour de Babel, França, 2013, 94 min). Dir.: Julie Bertuccelli.

FESTIVAL PAN-AFRICANO

Em uma escola secundária no 10º distrito de Paris (França), existe uma turma de adaptação na qual alunos imigrantes, entre 11 e 15 anos de idade, aprendem as primeiras lições de francês.

(Argélia, 1969, 102 min). Dir.: William Klein.

Em julho de 1969, o diretor filmou o primeiro Festival Pan-Africano de Argel. Este grande evento espalhou uma sensação de euforia, exuberância, festividade e esperança por uma África livre e fraterna. | Dia 6, 15h

| Dia 11, 19h

PRÓXIMA ESTAÇÃO MUSICAL: MARROCOS (Next music station: Morocco, Qatar/Marrocos, 2015, 106 min). Dir.: Fermin Muguruza.

O filme é resultado da viagem de Luiz Fernando Carvalho pelo Líbano, Síria e sul da Espanha, quando o diretor brasileiro registrou aspectos dessas culturas para depois apresentá-los como pesquisa ao elenco e equipe de seu longa “Lavoura arcaica”.

Viagem musical guiada pela cantora Oum, a sensação da nova música marroquina. Ela se encontra com o diretor na cidade fronteiriça de Tanger e o leva pelas cidades de Tetuan, onde se encontram com a Orquestra Chekara, e depois por Rabat, em que o músico Hamid el Kasri apresenta ao público o estilo de música Gnawa.

| Dia 8, 19h

| Dia 12, 15h

QUE TEUS OLHOS SEJAM ATENDIDOS (Brasil, 1998, 70 min). Dir.: Luiz Fernando Carvalho.

YEMA (Argélia/França, 2012, 90 min). Dir.: Djamila Sahraoui.

Em uma pequena casa abandonada, isolada no interior da Argélia, mulher aguarda pelo enterro do filho militar, mas ela suspeita que seu outro filho, líder de um grupo extremista islâmico, o tenha assassinado. | Dia 10, 15h

MUROS (Brasil, 2015, 25 min). Dir.: Camele Queiroz e Fabricio Ramos.

A precariedade urbana e arquitetônica de comunidades brasileiras é colocada em questão por Rogério Ferrari, fotógrafo brasileiro que conviveu e registrou o povo palestino em Gaza, na Cisjordânia, e em campos de refugiados.

“A escola de Babel”, de Julie Bertuccelli, mostra jovens imigrantes estudando francês emcartaz | SETEMBRO DE 2015

17


Adolescente desconfia que seu novo vizinho é um vampiro sedutor em “A hora do espanto”, versão de 1985 dirigida por Tom Holland

EM CARTAZ NO CINE OLIDO GALERIA OLIDO | CINE OLIDO | CENTRO | DE 1º A 13 | LIVRE| R$ 1 Projeto que apresenta no Cine Olido, a preço popular, filmes também exibidos no circuito de salas comerciais. “Campo de jogo”, de Eryr Rocha, é um documentário que captura a riqueza coreográfica e a experiência poética do futebol.

CAMPO DE JOGO (Brasil, 2014, 71 min, Blu-ray). Dir.: Eryk Rocha.

No Rio de Janeiro, próximo ao estádio do Maracanã, palco da grande final da Copa do Mundo de 2014, está o campo de futebol popular do bairro Sampaio. Lá o futebol se manifesta como expressão da cultura brasileira. Disputado aos domingos, o campeonato anual de futebol de comunidades reúne 14 times, cada um representando as cores e rituais de seus moradores. | Dias 1º, 2, 3, 4, 5, 11, 12 e 13, 15h. Dia 1º e 5, 19h. Dia 4, 10, 11, 12 e 13, 17h

A HORA DO ESPANTO BIBLIOTECA PÚBLICA VIRIATO CORRÊA | ZONA SUL | 6ª | GRÁTIS | Os filmes são exibidos em DVD.

MADRUGADA DOS MORTOS (Dawn of the dead, EUA, 2004, 100 min). Dir.: Zack Snyder. Com Sarah Polley, Ving Rhames, Jake Weber e outros. +18 anos.

Grupo de sobreviventes se refugia num shopping 18

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

abandonado para escapar do ataque de uma legião de zumbis. | Dia 4, 15h

A HORA DO ESPANTO (Fright night, EUA, 1985, 106 min). Dir.: Tom Holland. Com Chris Sarandon, William Ragsdale, Amanda Bearse e outros. +14 anos.

Rapaz, fascinado por programas de terror na tevê, começa a ficar apreensivo quando um vizinho misterioso e sedutor se muda para a casa ao lado da sua, desconfiando que se trata de um vampiro. | Dia 11, 15h

CLOVERFIELD - MONSTRO (EUA, 2008, 85 min). Dir.: Matt Reeves. Com Odette Yustman, Mike Vogel, Lizzy Caplan e outros. +14 anos.

Às vésperas de morar no Japão, jovem vê sua festa de despedida fracassar quando a cidade onde vive, Nova York (EUA), passa a ser atacada por um monstro gigantesco. | Dia 18, 15h

ARRASTE-ME PARA O INFERNO (Drag me to hell, EUA, 2009, 99 min). Dir.: Sam Raimi. Com Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver e outros.

Após negar um empréstimo bancário a uma velha cigana endividada, funcionária é amaldiçoada por ela e enfrenta situações assustadoras ao ser perseguida por um ser das trevas. | Dia 25, 15h


MÁRIO DE ANDRADE: QUE CIDADE QUEREMOS? BRASIL: SELVA EM MOVIMENTO

se envolve em diversas aventuras em busca de um talismã mágico. | BP Milton Santos. Zona Leste. Dia 8, 10h | BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 12, 14h

BIBLIOTECAS PÚBLICAS ALCEU AMOROSO LIMA | LENYRA FRACCAROLI | MENOTTI DEL PICCHIA | MILTON SANTOS | PAULO SETÚBAL | PEDRO NAVA | VIRIATO CORRÊA | GRÁTIS

Sessão de curtas: Caravana Farkas Cultura e religiosidade popular

| Os filmes são exibidos em DVD.

(Brasil, 2004, 16 min). Dir.: Walter Lima Jr.

Sessão de curtas: Leon Hirszman +14 anos

PEDREIRA DE SÃO DIOGO (Brasil, 1962, 18 min). Dir.: Leon Hirszman.

Um dos episódios da série “Cinco vezes favela”, no qual trabalhadores da Pedreira de São Diogo se mobilizam para impedir uma detonação que destruirá os barracos da favela onde muitos deles moram.

MAIORIA ABSOLUTA (Brasil, 1964, 16 min). Dir.: Leon Hirszman. Narração: Ferreira Gullar.

Filmado em 1963 e montado no início de 1964, o documentário denuncia a desigualdade social do país por meio de depoimentos de trabalhadores rurais analfabetos do Nordeste.

CANTOS DE TRABALHO (Brasil, 1975/76, 33 min). Dir.: Leon Hirszman.

Trilogia produzida pelo MEC sobre os cantos entoados pelos trabalhadores rurais de cana-de-açúcar, em Feira de Santana (BA); dos plantadores de cacau, em Itabuna (BA); e de mutirões em Chã Preta (AL).

MEGALÓPOLIS (Brasil, 1973, 12 min). Dir.: Leon Hirszman.

Destinado ao público universitário, este documentário mostra como a falta de planejamento urbano no Brasil é uma doença sem tratamento e como o eixo Rio-São Paulo já estava saturado na década de 1970.

ECOLOGIA (Brasil, 1973, 13 min). Dir.: Leon Hirszman.

Primeiro documentário a denunciar os efeitos nefastos do crescimento industrial descontrolado sobre o meio ambiente e a exploração desenfreada dos recursos naturais. | Exibições na sequência. BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 5, 14h

MACUNAÍMA

Livre

THOMAs FARKAS, BRASILEIRO Homenagem ao húngaro que, nos anos 1970, tornou-se um dos maiores fotógrafos do Brasil e expoente da história do documentário brasileiro. Com sua visão muito particular do País, produziu, ao lado de outros grandes diretores da época, a série de documentários intitulada “A condição brasileira”, também conhecida como “Caravana Farkas”.

OS IMAGINÁRIOS (Brasil, 1970, 9 min). Dir.: Geraldo Sarno. Narração: Othon Bastos.

Documentários sobre o trabalho dos artesãos santeiros de Juazeiro do Norte (CE), entre eles o conhecido Mestre Noza e o gravador popular Walderedo Gonçalves, enfocando a adaptação dos artistas tradicionais às exigências do mercado turístico.

VITALINO, LAMPIÃO (Brasil, 1969, 9 min). Dir.: Geraldo Sarno. Narração: Othon Bastos.

A arte de Mestre Vitalino, um dos maiores artesãos do Nordeste, é revelada pelas mãos de seu filho a partir do instante em que pega barro para transformá-lo em uma imagem de Lampião para ser comercializada na famosa feira de Caruaru, em Pernambuco.

JORNAL DO SERTÃO (Brasil, 1969, 13 min). Dir.: Geraldo Sarno.

A literatura de cordel, a cantoria, as emboladas e o canto do coco são retratados como formas de comunicação responsáveis por levar informação aos lugares em que outros meios não estavam acessíveis nos anos 1960.

VISÃO DE JUAZEIRO (Brasil, 1970, 19 min). Dir.: Eduardo Escorel.

Em 1969, a cidade de Juazeiro do Norte (Ceará) inaugurava uma grande estátua de concreto para homenagear seu morador mais conhecido e venerado: padre Cícero Romão Batista. Imagens de arquivo mostram a cidade e o sacerdote em contato com os fiéis.

(Brasil, 1969, 108 min). Dir.: Joaquim Pedro de Andrade. Com Grande Otelo, Paulo José, Dina Sfat e outros. +12 anos.

FREI DAMIÃO: TROMBETA DOS AFLITOS, MARTELO DOS HEREGES

História do personagem criado por Mário de Andrade, Macunaíma, herói sem caráter que

O religioso franciscano frei Damião, objeto

(Brasil, 1969, 20 min). Dir.: Paulo Gil Soares.

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

19


de culto popular, chega à cidade de Taperoá (Paraíba) em 1969, para uma visita missionária anunciada pelos cantadores das feiras e mercadores da cidadezinha. | Exibições na sequência. BP Paulo Setúbal. Zona Leste. Dia 8, 15h

ABC DA GREVE (Brasil, 1979/90, 85 min). Dir.: Leon Hirszman. Narração: Ferreira Gular. Livre.

Documentário sobre a primeira greve brasileira fora das fábricas. O filme acompanha a trajetória do movimento de 150 mil metalúrgicos do Grande ABC (SP), em luta por melhores salários e condições de vida. | BP Milton Santos. Zona Leste. Dia 10, 14h30 | BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 26, 14h

Sessão de curtas: Ritmos brasileiros +10 anos

PARTIDO ALTO (Brasil, 1976/82, 23 min). Dir.: Leon Hirszman. Narração: Paulinho da Viola.

O filme fala do partido alto, gênero derivado do samba com raízes na batucada baiana que, com versos simples e improvisados, reúne músicos pelo prazer de se divertir.

GUILHERME DE BRITO (Brasil, 2008, 21 min). Dir.: André Sampaio. Narração: Guilherme de Brito.

Passeio cinematográfico pelas memórias e pelo universo do poeta, compositor, cantor, artista plástico e autor de clássicos como “A flor e o espinho”.

| BP Pedro Nava. Zona Norte. Dia 16, 14h | BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 19, 14h | BP Menotti Del Picchia. Zona Norte. Dia 25, 14h

TERCEIRO MILÊNIO (Brasil, 1981, 90 min). Dir.: Jorge Bodanzky. Livre.

O documentário acompanha a trajetória do senador Evandro Carreira em visita às suas bases eleitorais no Amazonas. Com depoimentos de caboclos, madeireiros e índios, brasileiros e peruanos, revela-se a potencialidade econômica da região e a corrupção na política indigenista.

AMAZONAS, AMAZONAS (Brasil, 1966, 15 min). Dir.: Glauber Rocha. Livre

Primeiro ensaio em cores de Glauber Rocha, o documentário mostra as belezas e riquezas naturais da região amazônica, além das preocupações nacionais características do cineasta. | Exibições na sequência. | BP Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dia 16, 16h | BP Paulo Setúbal. Zona Leste. Dia 22, 15h

OS BRASILEIROS (Brasil, 2011, 53 min). Dir.: Philippe Barcinski. +12 anos.

O pesquisador de folclore e violinista Antonio Nóbrega e os dançarinos Carlinhos de Jesus, Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira falam sobre as origens do samba, do frevo, do maracatu e de outras manifestações da cultura popular brasileira. | BP Lenyra Fraccaroli. Zona Leste. Dia 24, 15h

MINHA VIOLA E EU (Brasil, 2002, 15 min). Dir.: Waldir de Pina.

Documentário sobre a vida e obra do violeiro e rabequeiro Zé Coco, nascido em Riachão, em Montes Claros (MG).

MARACATU, MARACATUS (Brasil, 1995, 14 min). Dir.: Marcelo Gomes.

Diferenças culturais entre várias gerações de integrantes do maracatu rural, ritual afro-indígena que tem suas origens nos engenhos de açúcar de Pernambuco.

MOLEQUE DE RUA: O NOBRE PACTO (Brasil, 1991, 11 min). Dir.: Márcio Ferrari.

Documentário sobre a banda Moleque de Rua, da periferia de São Paulo, que fabrica seus próprios instrumentos com sucata.

RAP: O CANTO DA CEILÂNDIA (Brasil, 2005, 15 min). Dir.: Adirley Queirós.

Diálogo com quatro artistas do rap nacional: X, Jamaika, Marquim e Japão, todos moradores de Ceilândia, cidade-satélite de Brasília. | Exibições na sequência. 20

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Pixinguinha e a Velha Guarda do Samba são tema de curta-metragem dirigido por Ricardo Dias e Thomas Farkas


MÁRIO DE ANDRADE: QUE CIDADE QUEREMOS? FOLCLORE E CANÇÕES POPULARES

Em abril de 1954, nos festejos do IV Centenário de São Paulo, Thomas Farkas filmou uma apresentação de Pixinguinha com a Velha Guarda do samba. O filme recupera esse material, perdido por 50 anos.

BIBLIOTECAS PÚBLICAS ADELPHA FIGUEIREDO | BELMONTE | GILBERTO FREYRE | MENOTTI DEL PICCHIA | PEDRO NAVA | RICARDO RAMOS | INFANTOJUVENIL MONTEIRO LOBATO | LIVRE | GRÁTIS

| Exibições na sequência. | BP Pedro Nava. Zona Norte. Dia 2, 14h | BP Menotti Del Picchia. Zona Norte. Dia 11, 14h

| Os filmes são exibidos em DVD.

Sessão de curtas: Samba e Bossa Nova Música do Brasil

BRASIL (Brasil, 1981, 13 min). Dir.: Rogério Sganzerla.

Registro dos bastidores da gravação de “Brasil”, décimo disco de João Gilberto, que teve participações de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethânia.

ÁLBUM DE MÚSICA (Brasil, 1974, 11 min). Dir.: Sérgio Sanz.

O curta traz músicas de Pixinguinha, Ismael Silva, Nelson Cavaquinho e Cartola, além de depoimentos de Nara Leão e Nelson Motta sobre música popular brasileira.

CARIOCA, SUBURBANO, MULATO, MALANDRO - JOÃO NOGUEIRA (Brasil, 1979, 13 min). Dir.: Jom Tob Azulay.

Documentário sobre João Nogueira, sambista e compositor do Rio de Janeiro.

HEITOR DOS PRAZERES (Brasil, 1965, 14 min). Dir.: Antonio Carlos da Fontoura.

Memórias do sambista e pintor primitivista Heitor dos Prazeres em seu ateliê na Cidade Nova, bairro em decadência do Rio de Janeiro, fonte de sua inspiração.

MARTINHO DA VILA, PARIS 1977 (Brasil, 1977, 8 min). Dir.: Ari Candido Fernandes.

O filme registra a turnê do cantor e compositor carioca Martinho da Vila por Paris (França) em 1977.

NOEL POR NOEL (Brasil, 1981, 10 min). Dir.: Rogério Sganzerla.

Ensaio documental sobre a música e o tempo de Noel Rosa, com colagens de imagens de arquivo, fotografias de época e filmagens de blocos carnavalescos em Vila Isabel (Rio de Janeiro).

PIXINGUINHA E A VELHA GUARDA DO SAMBA (Brasil, 2006, 10 min). Dir.: Ricardo Dias e Thomas Farkas.

LÁ VEM HISTÓRIA - HISTÓRIAS DO FOLCLORE BRASILEIRO I (Brasil, 1995, 75 min). Com Bia Bedran.

Apresentação de 20 histórias do folclore popular brasileiro, narradas pela contadora Bia Bedram: “A estrela-do-mar”, “O conjunto musical”, “A onça e a cutia”, “O roubo do fogo”, “O canto do uirapuru” e outras. | BP Gilberto Freyre. Zona Leste. Dia 4, 14h | BP Adelpha Figueiredo. Zona Leste. Dia 4, 16h

Sessão de curtas Humberto Mauro

BRASILIANAS (Brasil, 62 min). Dir.: Humberto Mauro.

Apresentação de curtas-metragens, entre eles, “Chuá-chuá e Casinha pequenina” (1945), "Azulão e pinhal" (1948), “Aboio e cantiga” (1954) e “Meus oito anos” (1956). | Exibições na sequência. BP Ricardo Ramos. Zona Leste. Dia 17, 14h

LÁ VEM HISTÓRIA - HISTÓRIAS DO FOLCLORE BRASILEIRO II (Brasil, 1995, 53 min). Com Valdeck de Garanhuns. Livre.

Histórias do folclore brasileiro apresentadas pelo cordelista e artista mamulengo Valdeck de Garanhuns. Dentre os contos narrados estão “Saci-Pererê”, “A galinha azul e os pinheiros”, “Uauiara, o boto”, “Iara ou Mãe-d’água” e “O negrinho do pastoreio”. | BP Adelpha Figueiredo. Zona Leste. Dia 18, 16h | BP Belmonte. Zona Sul. Dia 19, 11h

O SACI (Brasil, 1953, 65 min). Dir.: Rodolfo Nanni. Com Paulo Matozinho, Lívio Nanni, Aristeia Paula Souza e outros.

Baseado na obra homônima de Monteiro Lobato, o filme narra as aventuras de Pedrinho, Emília e Narizinho, no Sítio do Picapau Amarelo, às voltas com personagens do folclore brasileiro, como o Saci e a Cuca. | BIJ Monteiro Lobato. Centro. Dia 29, 14h30

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

21


MÁRIO DE ANDRADE: QUE CIDADE QUEREMOS? INFÂNCIAS BIBLIOTECA PÚBLICA MÁRIO SCHENBERG | ZONA OESTE | 6ª | GRÁTIS | Os filmes são exibidos em DVD.

ONDE VIVEM OS MONSTROS (Where the wild things are, EUA, 2009, 100 min). Dir.: Spike Jonze. Com Catherine Keener, Mark Ruffalo, Pepita Emmerichs e outros. +10 anos.

O clássico livro homônimo de Maurice Sendak ganha versão cinematográfica que mistura atores reais com animação computadorizada. A história mostra um garoto que, após discutir com a mãe, refugia-se em um mundo imaginário habitado por monstros. | Dia 4, 16h

MINHA VIDA EM COR-DE-ROSA (Ma vie en rose, França/Reino Unido/Bélgica, 1997, 88 min). Dir.: Alain Berliner. Com Michèle Laroque, Jean-Philippe Écoffey e outros. +14 anos.

Menino, filho caçula de uma tradicional família francesa, decide que quer ser uma menina e subverte os rígidos conceitos dos pais e da comunidade onde vive. | Dia 11, 16h

A CULPA É DO FIDEL! (La faute à Fidel!, França/Itália, 2006, 95 min). Dir.: Julie Gavras. Com Julie Depardieu, Stefano Accorsi, Olivier Perrier e outros. Livre

Garota de 9 anos mora em Paris (França) e leva uma vida tranquila, dividida entre a escola e a família. Porém, ao presenciar a prisão e morte do tio comunista e visitar o Chile, logo após a eleição de Salvador Allende, tem sua vida e a dos pais transformadas. | Dia 18, 16h

MÚSICA E AUDIOVISUAL NA OLIDO GALERIA OLIDO | CINE OLIDO | CENTRO | SÁB. | +18 ANOS| R$ 1 Inaugurado em maio, este projeto apresenta, em um domingo do mês, as tradicionais sonorizações ao vivo de filmes, passando também por propostas conceituais e diálogos entre músicos e artistas visuais. Nesta edição, o convidado é VICTIM!, projeto solo de noise e power-electronics do artista Cadu Tenório, que sonoriza o filme experimental de terror “Begotten” (1991), de Elias Merhige. Nome importante da atual cena eletrônica e experimental carioca, Cadu Tenório é compositor, músico, autor de projetos como Sobre a Máquina, Ceticências e Gruta, além de manter parcerias voltadas à improvisação livre. Parceria: Produtoras Brava e Norópolis.

VICTIM! APRESENTA BEGOTTEN (EUA, 1991, 78 min, Blu-ray). Dir.: Elias Merhige.

Filme experimental de terror, baseado na história bíblica do Gênesis e da criação. Sem diálogos, filmado em preto e branco granulado e espectral, o longa conduz o espectador a um estado em que a comunicação verbal cede lugar ao poder das imagens. | Dia 6, 17h

QUARTA FORA DA LEI GALERIA OLIDO | CINE OLIDO | CENTRO | 4ª | +14 ANOS | R$ 1 Sessão permanente, às quartas-feiras, dedicada aos fãs de faroeste. | Os filmes são exibidos em DVD.

SEM LEI E SEM ALMA (Gunfight at the O.K. Corral, EUA, 1957, 122 min). Dir.: John Sturges. Com Burt Lancaster, Kirk Douglas, Rhonda Fleming e outros.

Lendário homem da lei, Wyatt Earp vai visitar a família em Tombstone, no Arizona (EUA). Lá se une a um pistoleiro doente e viciado em jogo, com quem combate um temido bandoleiro. | Dia 2, 19h

OS INCOMPREENDIDOS (Les quatre cents coups, França, 1959, 100 min). Dir.: François Truffaut. Com Jean-Pierre Léaud, Claire Maurier, Albert Rémy e outros. +14 anos.

Depois de ser agredido pela mãe ao descobrir que tem um amante, adolescente problemático decide fugir de casa e viver de pequenos furtos. | Dia 25, 16h

22

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

FÚRIA NO ALASCA (North to Alaska, EUA, 1960, 122 min). Dir.: Henry Hathaway. Com John Wayne, Stewart Granger, Ernie Kovacs e outros.

George e Sam trabalham em um garimpo no Alasca. Certo dia, George vai a Seattle, cidade natal de ambos, para buscar a noiva do colega e descobre que esta se casou. | Dia 9, 16h


Gary Cooper está em “O homem do Oeste”, de Anthony Mann, filme exibido na sessão Fora da Lei, no Cine Olido

DUELO NA CIDADE FANTASMA

WINCHESTER 73

(The law and Jake Wade, EUA, 1958, 86 min). Dir.: John Sturges.Com Robert Taylor, Richard Widmark, Patricia Owens e outros.

(EUA, 1950, 92 min). Dir.: Anthony Mann. Com James Stewart, Shelley Winters, Dan Duryea e outros.

Xerife de uma cidade ajuda um velho amigo de quadrilha a escapar da prisão. Porém o favor não é retribuído e o xerife e sua mulher são sequestrados e forçados a buscar um tesouro enterrado em terras indígenas. | Dia 9, 19h

LATIGO, O PISTOLEIRO (Support your local gunfighter, EUA, 1971, 91 min). Dir.: Burt Kennedy. Com James Garner, Suzanne Pleschette, Jack Elam e outros.

Comédia sobre um conquistador de mulheres obrigado a fingir ser um destemido pistoleiro. | Dia 16, 16h

O DIA DA VINGANÇA (La resa dei conti, Itália, 1966, 110 min). Dir.: Sergio Sollima. Com Lee Van Cleef, Tomas Milian, Walter Barnes e outros.

Xerife deixa seu posto para ir em busca de um mexicano acusado de matar e estuprar uma menina de 12 anos. | Dia 16, 19h

O HOMEM DO OESTE (Man of the West, EUA, 1958, 100 min). Dir.: Anthony Mann. Com Gary Cooper, Julie London, Lee J. Cobb e outros.

Ex-fora da lei vive tranquilamente como fazendeiro, mas é forçado a seguir sua antiga quadrilha e cometer novos roubos.

Caubói encontra um rival de longa data em uma pequena cidade, mas ambos são impedidos pelo xerife de duelar, obrigando-os a deixar o local. Nessa empreitada, se envolvem numa guerra entre índios e soldados americanos. | Dia 30, 16h

CÉU AMARELO (Yellow sky, EUA, 1948, 98 min). Dir.: William A. Wellman. Com Gregory Peck, Anne Baxter, Richard Widmark e outros.

Grupo de bandidos se refugia em uma cidade fantasma após assaltar um banco. Nela, são abordados por uma misteriosa garota. | Dia 30, 19h

SESSÃO NOSTALGIA BIBLIOTECA PÚBLICA ROBERTO SANTOS | ZONA SUL | 4ª | +14 ANOS | GRÁTIS Os filmes são exibidos em DVD.

AS PROFECIAS DO DOUTOR TERROR (Dr. Terror’s house of horrors, Inglaterra, 1965, 93 min). Dir.: Freddie Francis. Com Christopher Lee, Peter Cushing, Donald Sutherland e outros.

Durante uma viagem de trem, o destino de cinco passageiros é definido pelas cartas do doutor Terror, que revelam experiências terríveis. | Dia 2, 19h

| Dia 23, 16h

A PRESIDENTA

EMBOSCADA EM CIMARRON PASS

(La presidentessa, Itália, 1952, 85 min). Dir.: Pietro Germi. Com Silvana Pampaninni, Carlo Dapporto, Ave Ninchi e outros.

Sargento é obrigado a atravessar um perigoso vale dominado por índios e, para tanto, terá que contar com a ajuda de um grupo de ex-confederados.

O filme faz uma crítica bem-humorada ao sistema de Justiça francês por meio da história de uma ex-bailarina do cabaré Moulin Rouge que enfrenta as autoridades locais, intencionadas em expulsá-la da cidade.

| Dia 23, 19h

| Dia 9, 19h

(Ambush at Cimarron Pass, EUA, 1958, 73 min). Dir.: Jodie Copelan. Com Scott Brady, Margia Dean, Clint Eastwood e outros.

emcartaz | SETEMBRO DE 2015

23


A TORTURA DO SILÊNCIO (I confess, EUA, 1953, 96 min). Dir.: Alfred Hitchcock. Com Montgomery Clift, Anne Baxter, Karl Malden e outros.

Zelador de uma igreja em Quebec (Canadá) é pego roubando uma casa onde trabalha como jardineiro e mata o proprietário. Desesperado, ele confessa o crime ao padre, que não pode revelar à polícia. Porém tudo se complica quando o padre se torna o principal suspeito.

leva a passagens subterrâneas, armadilhas traiçoeiras e a um antigo navio pirata cheio de dobrões de ouro, uma turma de garotos corre para ficar um passo à frente de uma família de bandidos que tenta se apoderar da fortuna. | Biblioteca Pública Malba Tahan. Zona Sul. Dia 11, 14h. Grátis

A MARCHA DOS PINGUINS

| Dia 16, 19h

(La marche de l’empereur, EUA/França, 2005, 85 min, dublado, DVD). Dir.: Luc Jacquet. Livre.

CIÚMES

Este documentário ganhador do Oscar acompanha a saga dos pinguins imperadores para preservar a procriação da espécie em um local no interior da Antártica.

(Gelosia, Itália, 1953, 83 min). Dir.: Pietro Germi. Com Erno Crisa, Marina Berti e outros.

Jovem camponesa divide seu amor entre o marido e um antigo amante.

| Biblioteca Pública Belmonte. Zona Sul. Dia 5, 11h. Grátis

| Dia 23, 19h

O ÉBRIO (Brasil, 1946, 120 min). Dir.: Gilda de Abreu. Com Vicente Celestino, Gilda de Abreu, Walter D’Ávila e outros.

Depois que seu pai perde os bens, jovem do interior, com grande talento para a música, passa a beber e viver pelas ruas até que um padre o convida a morar no anexo da sacristia. Com o incentivo do religioso, o rapaz enfrenta os obstáculos para realizar seu sonho de se tornar um médico de sucesso. | Dia 30, 19h

A PRINCESA E O SAPO (The princess and the frog, EUA, 2010, 98 min, animação, dublado, DVD). Dir.: Ron Clements e John Musker. Livre.

Garota trabalha como cozinheira enquanto sonha em ter seu próprio restaurante em Nova Orleans (EUA), berço do jazz. Com a chegada de um príncipe na cidade, mais tarde transformado em um sapo por um feiticeiro, ela embarca numa aventura que muda seu futuro e sua forma. | Biblioteca Pública Jovina Rocha Álvares Pessoa. Zona Leste. Dia 2, 11h e 14h. Grátis

Infantojuvenil

CINE ALEGRIA: MALÉVOLA (Maleficent, EUA, 2014, 96 min, dublado, DVD). Dir.: Roberto Stromberg. Com Angelina Jolie, Elle Fanning, Lesley Manville e outros. +10 anos.

Livremente adaptado do conto “A bela adormecida”, o filme mostra porque a feiticeira Malévola quer se vingar da princesa Aurora e sua família. | Biblioteca Pública Affonso Taunay. Zona Leste. Dia 25, 10h e 13h. Grátis

FRANKENWEENIE (EUA, 2012, 87 min, animação, dublado, DVD). Dir.: Tim Burton. Livre.

Inspirado por uma aula de ciências da escola, garoto constrói uma máquina que permite reviver seu cachorro de estimação, morto atropelado. O fato traz inúmeros problemas para toda a cidade. | Biblioteca Pública Narbal Fontes. Zona Norte. Dia 2, 14h30. Grátis

OS GOONIES (The goonies, EUA, 1985, 114 min, dublado, DVD). Dir.: Richard Donner. Com Sean Astin, Josh Brolin, Jeff Cohen e outros. Livre.

Seguindo um misterioso mapa do tesouro que 24

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Angelina Jolie é “Malévola”, filme exibido no Cine Alegria, na Biblioteca Affonso Taunay


Ator Raul Cortez empresta sua voz para Giramundos, Dono do Circo, personagem da animação lúdica “Garoto cósmico”, de Alê Abreu

CINEGAROTADA BIBLIOTECA INFANTOJUVENIL MONTEIRO LOBATO | CENTRO | 3ª | LIVRE | GRÁTIS | Os filmes são dublados e exibidos em DVD.

MUPPETS - O FILME (The Muppet movie, EUA, 1979, 95 min). Dir.: James Frawley. Com Jason Segel, Amy Adams, Chris Cooper e outros.

O GATO DE BOTAS (Puss in boots, EUA, 2011, 90 min, animação). Dir.: Chris Miller.

O Gato de Botas, personagem que participou da saga do ogro Shrek, parte em uma aventura solo em busca dos feijões mágicos, roubados por um casal de bandidos, e da mítica gansa que bota ovos de ouro. | Dia 22, 14h30

O sapo Caco decide ir para Hollywood buscar espaço no show business, mas acaba nas mãos do Doutor Hopper, perigoso dono de uma rede de restaurantes.

CINELITERATURA INFANTIL

| Dia 1º, 14h30

| Os filmes são animações dubladas e exibidas em DVD.

ROBÔS

PONYO - UMA AMIZADE QUE VEIO DO MAR

(Robots, EUA, 2005, 99 min, animação). Dir.: Chris Wedge e Carlos Saldanha.

Robô parte para a cidade de Robópolis para conhecer seu ídolo, o Grande Soldador. Lá ele terá que contar com a ajuda de novos amigos para enfrentar situações perigosas para a existência da cidade. | Dia 8, 14h30

BIBLIOTECA PÚBLICA ANNE FRANK | ZONA OESTE | 3ª E 4ª | LIVRE | GRÁTIS

(Gake no ue no Ponyo, Japão, 2008, 100 min, animação). Dir.: Hayao Miyazaki.

Garoto de 5 anos mora em um penhasco com vista para o mar. Um dia, ao brincar na praia, encontra um peixinho dourado cuja cabeça está presa em um pote de geleia, e tem início uma grande aventura no fundo do oceano. | Dias 1º e 2, 9h30

PLANETA DO TESOURO

GAROTO CÓSMICO

(Treasure planet, EUA, 2002, 95 min, animação). Dir.: John Musker e Ron Clements.

(Brasil, 2007, 77 min). Dir.: Alê Abreu. Com as vozes de Raul Cortez, Belchior, Vanessa da Mata e outros.

Adolescente encontra o mapa de um grande tesouro, escondido tempos atrás por um pirata espacial. Ele convence seus amigos a buscar a fortuna, sem saber que será traído por um deles.

Durante uma atividade escolar, três garotos do futuro, que habitam num planeta onde as vidas são inteiramente programadas, descobrem um mundo de aventuras em um local comandado pelo dono de um circo.

| Dia 15, 14h30

| Dias 15 e 16, 9h30 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

25


Biblioteca Roberto Santos exibe “Alice no país das maravilhas”, clássico da Disney lançado em 1951

CINEMA NA HANS BIBLIOTECA PÚBLICA HANS CHRISTIAN ANDERSEN | ZONA LESTE | 4ª | LIVRE | GRÁTIS

e o Come-Pedra se juntam a ele. | Dia 16, 14h

O CÃO E A RAPOSA

| Os filmes são dublados e exibidos em DVD.

(The fox and the hound, EUA, 1981, 83 min, animação). Dir.: Richard Rich, Ted Berman e Art Stevens.

AS PERIPÉCIAS DE UM RATINHO DETETIVE

Um filhote de raposa e um cachorrinho caçador viram grandes amigos, apesar de pertencerem a mundos diferentes.

(The great mouse detective, EUA, 1986, 77 min, animação). Dir.: Ron Clements.

Basil, um tipo de Sherlock Holmes dos roedores, investiga o desaparecimento de um famoso fabricante de brinquedos. Durante as buscas, o ratinho descobre que Ratagão, seu arqui-inimigo, planeja sequestrar a rainha. | Dia 2, 14h

A HISTÓRIA SEM FIM (The neverending story, EUA/Alemanha, 1984, 92 min). Dir.: Wolfgang Petersen. Com Barret Oliver, Noah Hathaway, Tami Stronach e outros.

Garoto pega emprestado um misterioso livro e, ao virar a primeira página, é levado a um mundo de fantasia onde passa a interagir com os personagens da história.

| Dia 23, 14h

CASTELO RÁ-TIM-BUM, O FILME (Brasil, 1999, 105 min). Dir.: Cao Hamburger. Com Marieta Severo, Rosi Campos, Sérgio Mamberti e outros.

Garoto de 300 anos, aprendiz de feiticeiro, quer ser um menino comum. Seus planos tomam outro rumo quando uma bruxa da família rouba o livro de magia de sua tia Morgana, o que causa a perda dos poderes dela e do seu tio Victor. | Dia 30, 14h

CLÁSSICOS DISNEY BIBLIOTECA PÚBLICA ROBERTO SANTOS | ZONA SUL | SÁB. | LIVRE | GRÁTIS

| Dia 9, 14h

A HISTÓRIA SEM FIM II

| Os filmes são dublados e exibidos em DVD.

(The neverending story II: The next chapter, Alemanha/EUA, 1990, 89 min). Dir.: George Miller. Com Jonathan Brandis, Kenny Morrison, Clarissa Burt e outros.

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

Bastian deve salvar Fantasia de uma terrível feiticeira e encontrar a coragem que lhe falta na vida real. Velhos amigos, Atreyu, o menino guerreiro, Falkor, o dragão da sorte,

Menina cai em um buraco no interior de uma árvore e descobre um mundo fantástico, dominado pela terrível Rainha de Copas.

26

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

(Alice in Wonderland, EUA, 1951, 75 min, animação). Dir.: Clyde Geronimi, Hamilton Luske e Wilfred Jackson.

| Dia 5, 16h


A ESPADA ERA A LEI (The sword in the stone, EUA, 1963, 79 min, animação). Dir.: Wolfgang Reitherman.

Arthur é um jovem aprendiz de escudeiro que sonha em se tornar cavaleiro. Para ajudar seu patrão durante um torneio, ele retira a espada encantada que está cravada numa rocha, sem saber que isso o transformará rei da Inglaterra. Para ensiná-lo a cumprir essa nobre missão, o sábio Mago Merlim o submete a duras e proveitosas tarefas. | Dia 12, 16h

BERNARDO E BIANCA (The rescuers, EUA, 1977, 76 min, animação). Dir.: Art Stevens, John Lounsbery e Wolfgang Reitherman.

A Sociedade de Proteção e Ajuda, formada por camundongos de diversos países, se reúne no prédio da ONU devido à descoberta de uma garrafa contendo uma mensagem de pedido de ajuda, enviada por uma garota órfã prisioneira da perversa Medusa. Os ratinhos Bernardo e Bianca saem em missão para resgatá-la. | Dia 19, 16h

PETER PAN (Austrália/EUA/Reino Unido, 2003, 105 min). Dir.: P.J. Hogan. Com Jason Isaacs, Jeremy Sumpter, Rachel Hurd-Wood e outros.

Três irmãos recebem a visita de um menino que voa e não envelhece e, em sua companhia, conhecem a Terra do Nunca, onde vivem aventuras e enfrentam o terrível Capitão Gancho. | Dia 26, 16h

Mickey é o Aprendiz de Feiticeiro na animação “Fantasia”

jacarés, avestruzes e hipopótamas. | Dia 6, 14h

VOLTE PARA CASA SNOOPY (Snoopy, come home, EUA, 1972, 92 min). Dir.: Bill Melendez.

Snoopy visita a ex-dona, uma garotinha que está no hospital, e fica em dúvida se deve voltar para seu dono e amigo Charlie Brown.

INFANTIL NA VIRIATO

| Dia 13, 14h

BIBLIOTECA PÚBLICA VIRIATO CORRÊA | ZONA SUL | DOM. | LIVRE | GRÁTIS

101 DÁLMATAS

| Os filmes são animações dubladas e exibidas em DVD.

FANTASIA (EUA, 1940, 120 min). Dir.: James Algar, Samuel Armstrong, Ford Beebe, Hamilton Luske, Jim Handley, Norman Ferguson, T. Hee, Wilfred Jackson, Bill Roberts e Paul Sattersfield.

Clássico dos estúdios Disney que ilustra com cenas de animação peças da música erudita, como “A pastoral”, de Ludwig van Beethoven, que mostra seres mitológicos; e “A dança das horas”, da ópera “La Gioconda”, de Almilcare Ponchielli, dançada por

(One hundred and one dalmatians, EUA, 1961, 79 min). Dir.: Clyde Geronimi, Hamilton Luske e Wolfgang Reitherman.

Para a felicidade de seus donos, casal de dálmatas tem 15 filhotes, sem saber que a malvada Cruela deseja transformá-los em um casaco de peles. | Dia 20, 14h

MEGAMENTE (Megamind, EUA, 2010, 95 min). Dir.: Tom McGrath.

Para dominar a cidade de Metro City, cientista malvado precisa eliminar seu adversário Metro Man e criar um super-herói para livrar sua vida da monotonia. | Dia 27, 14h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

27


teatro e circo TEATRO ALFREDO MESQUITA RECEBE SETE PEÇAS INFANTIS

A

João Caldas Fo

partir do dia 15, o Teatro Alfredo Mesquita recebe o projeto Leva ao Teatro, que traz espetáculos infantis em apresentações únicas e gratuitas. No mês de setembro, são ao todo sete peças, encenadas de terça a quinta, sempre às 14h30. A programação começa com “2POR4”, do Grupo Esparrama, montagem que busca introduzir as crianças ao universo da música erudita. Na trama, dois desajeitados palhaços-maestros disputam para ver quem será o regente de um quarteto de cordas. No repertório estão trechos de canções icônicas de compositores

Inspirado no clássico “Macbeth”, de Shakespeare, “Bruxas da Escócia”, da Cia. Vagalum Tum Tum, foi escolhido Melhor Espetáculo com Texto Adaptado para Crianças pela APCA, em 2014 28

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

como Vivaldi, Beethoven e Mozart, além de músicas para crianças. O popular e o erudito se misturam com humor como, por exemplo, quando o ator Rani Guerra interpreta o clássico infantil “A dona Aranha” em uma versão que imita uma ária de ópera. No dia 16, é apresentado “Simbad, o navegante”, da companhia Circo Mínimo. Adaptadas do livro de contos populares árabes “As mil e uma noites”, as aventuras do marujo Simbad são recontadas misturando teatro, dança e circo. No palco, uma estrutura de bambu é remontada várias vezes, criando diversos objetos, como um navio e as asas de um pássaro. Já no dia 22, a magia do cinema chega ao Alfredo Mesquita com o musical “Filminho”, da Cia. Corpo Rastreado. Trazendo canções de produções como “Frozen”, “Rei leão” e “A pantera cor-de-rosa”, a peça conta a história de um galã que foge da tela para a sala de exibição. Adaptação do clássico “Macbeth”, de William Shakespeare, “Bruxas da Escócia” é apresentado no dia 30. Encenado pela Cia. Vagalum Tum Tum, o espetáculo conta a história de um nobre que encontra três feiticeiras. Elas fazem previsões sobre seu futuro, informando que um dia se tornaria rei da Escócia. Influenciado pela mulher ambiciosa, Lady Macbeth, o nobre faz de tudo para ser coroado, mas logo recebe outra visita das bruxas. A peça foi contemplada com o prêmio de Melhor Espetáculo com Texto Adaptado para Crianças, da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), em 2014. Completam a programação de setembro “Bessarábia, uma feira de histórias”, da Cia. Teatral As Graças; “A condessa e o bandoleiro”, do Barracão Cultural; e “Felpo Filva”, com direção de Claudia Missura. | Gabriel Fabri | Veja programação na página 34.


CIDADE TIRADENTES

Centro de Pesquisa da Máscara. Dir.: Luciana Viacava. Com Fernando Martins, Naiara Bastos e Eddy Stefani. 50 min. Livre.

Grupo Pombas Urbanas.

Homem recebe uma carta aparentemente comum, mas, na realidade, se trata de uma declaração de amor. Com o uso de máscaras, o grupo acompanha a história de um casal, com seus encontros e desencontros. | Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dias 18 e 19, 20h. Dia 20, 19h. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes)

AQUI ESTAMOS COM MILHARES DE CÃES VINDOS DO MAR

Mago Alfredo sonha com uma companhia de circo, mas não sabe onde encontrar artistas. Em suas andanças, ele vê nascer uma linda menina cigana e, mais adiante, encontra um menino lavrador que sonha aprender a desaparecer. Crescido, o garoto torna-se mágico e se casa com a menina, agora uma mulher vidente. Viajando pelo Brasil numa carroça puxada por um jumento inteligente chamado Roucinol, eles encontram Zimbo, um macaquinho de circo perdido na floresta e formam a Grande Companhia do Circo Místico.

Texto: Matéi Visniec. Dir.: Rodrigo Spina. Com Lia Maria Ricciaardi Brisighello, Domitila Gonzales Freire, Carlos Eduardo Mendes de Araújo Cardoso e outros. 110 min. +14 anos.

| Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 21, 20h. Grátis

Espetáculo baseado na coletânea de peças curtas “Cuidado com as velhinhas carentes e solitárias”, do romeno Matéi Visniec. Composta por 14 cenas, em tons cinza, branco e preto, desde a cenografia até a maquiagem, a encenação trata da vida no limite absoluto a partir de situações tragicômicas.

ENTRE NÓS - UMA COMÉDIA SOBRE DIVERSIDADE

| Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (anexo). Centro. De 11/9 a 25/10. 6ª e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 20 (ingressos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com.br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes da apresentação). Dia 2/10, preço popular: R$ 3 (ingressos, até dois por pessoa, no dia da encenação a partir das 19h)

CAESAR - COMO CONSTRUIR UM IMPÉRIO Texto: William Shakespeare. Adapt. e dir.: Roberto Alvim. Com Caco Ciocler e Carmo Dalla Vecchia. 60 min. +16 anos.

“Caesar” (“Julius Caesar”, no original em inglês, peça escrita em 1599 por Shakespeare) retrata a conspiração contra o governante romano, seu assassinato e as terríveis consequências, revelando ambiguidades e sutilezas que envolvem o poder e o jogo político.

teatro e circo

ALVORADA

Texto e dir.: João Sanches. Com Igor Epifânio e Anderson Dy Souza. Trilha sonora ao vivo: Leonardo Bittencourt. 60 min. +14 anos.

Esta comédia sobre diversidade é encenada por dois atores que tentam inventar, na hora, uma história de amor entre dois jovens gays. Para isso, eles se revezam na criação de 13 personagens que enfrentam situações conflitantes e engraçadas até decidirem o destino dos protagonistas, com intervenções de música ao vivo num diálogo direto com a plateia. Em 2012, a peça venceu o Prêmio Braskem de Teatro nas categorias Melhor Espetáculo, Texto e Ator (Igor Epifânio). | Centro Cultural da Juventude – anfiteatro. Zona Norte. Dia 27, 18h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

| Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. De 18/9 a 25/10. 6ª e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 30 (ingressos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com.br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes da apresentação). Dia 2/10, preço popular: R$ 3 (ingressos, até dois por pessoa, no dia da encenação a partir das 19h)

A CASA TOMADA Texto: Lucas Lassen. Dir.: Tatiana Bueno. Com Everson Romito, Luciana Cacioli e Marcello Barranco.

Inspirada livremente no conto homônimo de Julio Cortázar, a história é centrada em dois irmãos, mergulhados na mesma rotina na casa em que vivem. Subitamente invadidos por fenômenos inusitados e desprovidos de razão, os protagonistas, movidos pelo terror, não veem outra saída senão abandonar o casarão. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 14, 20h. Grátis

Caco Ciocler e Carmo Dalla Vecchia estão em “Caesar - Como construir um império”, texto adaptado de Shakespeare emcartaz | SETEMBRO DE 2015

29


teatro e circo

ERANKO (circo) Circo de Ébanos. Dir.: Lu Lopes. Com Jéssica Nogueira, Allan Marcelino, Tom Ramos e outros. 60 min. Livre.

Eranko (animal em yorubá) se baseia na potência do homem contemporâneo como ser animal, no qual o instinto, o visceral e a simplicidade resgatam a essência da natureza selvagem no ser humano. | Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 8, 21h. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 20h)

GODOFREDO E ALICE (Im) Pertinente Trupe Con Trastes. Texto: Newton Moreno. Dir.: Cecília Schucman e Tatiana Caltabiano. Com Amanda Gasparetto, Bruno Lourenço, Caio Alencar e outros. 80 min. +14 anos.

Fábula musical sobre o amor juvenil fora dos padrões: Godofredo é uma adolescente à procura de uma princesa e Alice, um jovem em busca de seu príncipe. Ao se encontrar por acaso, veem na diferença a possibilidade para o amor cheio de desafios. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Até dia 14/10. 3ª e 4ª, 20h. R$15 (ingressos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com.br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes do evento). Dias 8 e 22/9 e 13/10, não haverá apresentação. Dia 15/9, sessão fechada para escolas agendadas. Dia 6/10. Grátis (retirar ingresso a partir das 18h)

O HOMEM DA CAMISA BRANCA PARA ALÉM DA FRESTA Phila7. Texto e interpretação: Beto Matos. Dir.: Marcos Azevedo. 45 min. +12 anos.

Monólogo que procura analisar os acontecimentos da Praça da Paz Celestial, na China, em 1989, sob a ótica do condutor do primeiro tanque que se deteve diante de um jovem após os protestos de estudantes. O espetáculo revela diferentes pontos de vista a partir do indivíduo,

as ressonâncias construídas pela mídia e faz um paralelo com as manifestações atuais. | Teatro Martins Penna. Zona Leste. Dia 5, 20h | Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dias 11 e 12, 20h. Dia 13, 19h | Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 18 e 19, 20h. Dia 20, 19h | Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 25 e 26, 21h. Dia 27, 19h | Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes)

MÁQUINA DE DAR CERTO Cia. Bruta de Arte. Texto: o grupo. Dir.: Roberto Áudio. Com Ana Lúcia Felippe, Angela Ribeiro, Dagoberto Macedo e outros. 70 min. +10 anos.

Pessoas trancadas em um cômodo são submetidas a uma série de estímulos sonoros e visuais que transformam em show o condicionamento humano. Como nos experimentos de Frederic Skinner, elas são constantemente testadas, tendo que executar tarefas e coreografias determinadas por um comando cuja identidade é desconhecida. | Teatro Flávio Império. Zona Leste. Dias 18 e 19, 20h. Dia 20, 19h | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. De 24 a 26, 21h. Dia 27, 19h | Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes)

A MENINA QUE FOI ARQUIVADA Núcleo Cênico Projeto BaZar.

Baseado em uma pesquisa desenvolvida no arquivo Miroel Silveira, da USP, que contém mais de seis mil processos de censura ao teatro paulista, foi criado este conto sobre uma menina que sobreviveu a um aborto mal-sucedido. Durante sua vida, ela encontra personagens históricos que a fazem questionar sua moral. | Biblioteca Pública Cassiano Ricardo. Zona Leste. Dia 18, 13h. Grátis

Com direção de Lígia Cortez, “Morte e vida Severina” é representada pela Cena Urbana Cia. Teatral 30

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


#SOMOSTODOSOTELO

Dir.: Pablo Perasso. Com Bárbara Francesquine. 20 min. Livre.

Núcleo Teatral Simbiótico. Concepção: o grupo. Dir.: Caetano Martins. Com Claus Xavier, Clayton Olimpio, Gabriel Marttin e Roni Diniz. 50 min. +12 anos.

Performance que utiliza bambolês com tinta para expressar diferentes estados emocionais de uma mulher. Por meio destes, a artista busca relacionar cores às sensações e estas a movimentos, transformando os bambolês em pincéis adaptados ao corpo. | Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 19, 20h. Grátis (retirar ingresso, um por pessoa, a partir das 19h)

1915 Grupo Arca. Dramaturgia: Arthur Haroyan. Dir.: Rogério Rizzardi. Com Airyn Vishnevsky, Alice Martins, Arthur Haroyan e outros. 80 min. +12 anos.

Espetáculo que aborda o primeiro genocídio do século 20, ocorrido contra o povo armênio no território do Império Otomano, em 1915. | Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. De 25/9 a 25/10. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h. R$ 10

MORTE E VIDA SEVERINA Cena Urbana Cia. Teatral. Texto: João Cabral de Melo Neto. Adapt.: o grupo. Dir.: Lígia Cortez. Com Alexandre Menezes, Fernando Ghirardelli, Isabela Amaral de Moraes e outros.

Interpretada por 20 atores formados pela Escola Superior de Teatro Célia Helena, de São Paulo, a montagem atualiza o clássico da literatura brasileira que acompanha a saga do imigrante Severino desde o sertão da Paraíba até a capital de Pernambuco. | Teatro Flávio Império. Zona Leste. Dias 4 e 5, 20h. Dia 6, 19h. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes)

A MULHER DO TREM Texto: Maurice Hennequin e Georges Mitchell. Dir.: Fernando Neves. Com Carlos Ataide, Cris Rocha, Eduardo Reyes e outros.

Em 1940, na cidade do Rio de Janeiro, no dia de seu casamento, rapaz decide persuadir o sogro a ser mais liberal em relação à esposa ditadora. Para tanto, narra a aventura de um jovem solteiro que, dentro de um trem, conhece uma mulher misteriosa que cobre o rosto com um véu. Ouvindo a conversa, a sogra resolve se vingar dizendo ao genro que era ela a tal mulher. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 28, 20h. Grátis

SEXO VERBAL - SACANAGEM NÃO É O QUE FAZEMOS NA CAMA, É O QUE FAZEM CONOSCO Núcleo Cênico Projeto Bazar. +16 anos.

Atriz representa uma ex-prostituta que recebe outros atores e o público para conversar sobre o universo da sexualidade humana, baseando-se em palavras, imagens, rituais, fantasias, cultos e no mundo literário. | Biblioteca Pública Cassiano Ricardo. Zona Leste. Dia 25, 19h. Grátis

Com base na tragédia “Otelo”, de William Shakespeare, esta encenação intimista mostra o mouro de Veneza acusado pelo pai de Desdêmona de tê-la enfeitiçado para despertar sua paixão. Ao se defender, Otelo revela amor e confiança nela, despertando a inveja do suboficial Iago, que trama contra o casal. | 68 lugares. Galeria Olido – sala café. Centro. De 29/9 e 7/10. 3ª e 4ª, 20h. Grátis (retirar ingresso, um por pessoa, a partir das 19h)

teatro e circo

MEUS TONS DE MULHER

SUBURBANO CORAÇÃO Texto: Naum Alves de Souza. Dir.: Nelson Barkerville. Com Aldine Muller, Luiza Jorge, Fernando Fecchio e outros. 60 min. +14 anos. Estreia.

Veja destaque na página 35. | Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 11/9 a 1º/11. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

TEATRO DE BONECAS Em Ensaio. Dramaturgia: Milena Filó. Dir.: Adriano Cypriano. Com Milena Filó e Jackeline Stefanski. 60 min. +12 anos.

Duas atrizes, inspiradas pela personagem Nora, de Ibsen, trazem à cena suas próprias realidades e se confrontam com questões de seu ofício, explorando as incessantes construções e perdas de identidade. | Teatro Martins Penna. Zona Leste. Dia 4, 20h | Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 11 e 12, 20h. Dia 13, 19h | Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 18 e 19, 21h. Dia 20, 19h | Teatro Zanoni Ferrite. Dias 25 e 26, 20h. Dia 27, 19h | Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes)

TIRANDO OS PÉS DO CHÃO Cia. Cênica Nau de Ícaros. Dir.: Erica Rodrigues. Intérpretes-criadores: Álvaro Barcellos, Beatriz Evrard, Celso Reeks e outros. 60 min. +12 anos.

Misturando dança, teatro e circo, o espetáculo é inspirado no livro “Myrna - Não se pode amar e ser feliz ao mesmo tempo”, de Nelson Rodrigues, e mostra o amor em suas mais variadas perspectivas. Para desenvolver a encenação, o grupo criou ações performáticas em que o público pôde participar. | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. De 11 a 20. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h | Teatro Flávio Império. Zona Leste. Dias 25 e 26, 20h. Dia 27, 19h | Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes) emcartaz | SETEMBRO DE 2015

31


Layza Vasconcelos

teatro e circo

MOSTRA GRUPO SONHUS TEATRO RITUAL TEATRO JOÃO CAETANO | ZONA SUL | DE 11 A 27 | GRÁTIS | Retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes.

Q.Q.ISS!? AS AVENTURAS DE PENDÚ E CAMÍ - DO OUTRO LADO DA LUA E DO ARCO-ÍRIS Dir.: Miquéias Paz. Intérpretes-criadores: Nando Rocha, Pablo Angelino, Jô de Oliveira e Lorrana Flores. 80 min. Livre.

Acostumado a cuidar da plantação, um espantalho conhece outro que foge da roça para percorrer o mundo. Juntos enfrentam situações inusitadas e lidam com a curiosidade que move a humanidade em busca de aventuras. | Dias 11 e 12, 21h. Dia 13, 19h

TRAVESSIA KANÜ-SHI Dir.: Nando Rocha. Atores-dançarinos: Pablo Angelino, Jô de Oliveira e Lorrana Flores. 50 min. +10 anos.

“Travessia Kanü-Shi” (canoa em japonês) é um poema corporal. Morada para toda a vida, o corpo é impreciso ao expressar os rastros por onde passa e preciso em sua ancestralidade. Já uma canoa de papel é imprecisa e vulnerável como a vida. Estes contrapontos regem o espetáculo. | Dias 18 e 19, 21h. Dia 20, 19h

1936 - LORCA E O OVO DA SERPENTE Dir.: Nando Rocha. Com Pablo Angelino, Jô de Oliveira, Lorrana Flores e Nando Rocha. 60 min. +10 anos.

No ano de 1936, em Fuente-Vaqueros (Espanha), um escritor e um assassino chegam à cidade. A morte ronda a poesia nos bilhetes deixados com suas vítimas. A iminência de um golpe militar e a ameaça de uma possível nova ditadura invadem o país. Realidade factual documentária se confunde com realidade fictícia, construída sobre os rastros da experiência das pessoas daquele tempo. | Dias 24 e 25, 21h

I BELIEVE Texto: Carlos Brandão. Dir.: Nando Rocha. Com Pablo Angelino e Jô de Oliveira. 45 min. +12 anos.

Jornada em busca do conhecimento e da afirmação com o propósito de se viver mais. Espetáculo performático, poético e multimídia que utiliza técnicas de teatro de sombras, máscara, mímica corporal e animação em vídeo. | Dia 26, 21h. Dia 27, 19h 32

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

“1936 - Lorca e o ovo da serpente” integra a mostra do grupo Sonhus Teatro Ritual

Últimos dias

OS DOIS CAVALHEIROS DE VERONA Cia. da Matilde. Texto: William Shakespeare. Dir.: Kleber Montanheiro. Com Isis Valente, Evas Carretero, Erike Busoni e outros. 85 min. Livre.

Apesar de comprometido com Júlia, que mora na cidade de Verona (Itália), Proteu viaja até Milão, onde se encanta pela bela filha do duque, por quem seu amigo Valentino é apaixonado. Sem se importar com a amizade, Proteu tenta conquistá-la. | Teatro João Caetano. Zona Sul. Até dia 6. 5ª a sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 10 (5ª) e R$ 20 (de 6ª a dom.)

HAMLET AO MOLHO PICANTE Cia. Paródia. Texto: Aldo Nicolaj. Trad.: Cláudia Borioni. Dir.: Dagoberto Feliz. Com Rosi Campos, Luciana Paes, Paulo de Pontes e outros. 90 min. +12 anos.

Ambientada na cozinha do castelo onde se desenvolve a peça “Hamlet”, de William Shakespeare, esta comédia acompanha o plano elaborado pelo cozinheiro ao descobrir que sua mulher o traiu com o atual rei, assassino do pai de Hamlet. Para tanto, se disfarça como fantasma do monarca e aparece para o príncipe bobalhão e cheio de dúvidas, exigindo que este vingue sua morte, dando início a uma série de mal-entendidos e confusões. | Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Até dia 6. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 10

MINHA CIDADE PODE NÃO SER A SUA Núcleo Urbanos de Teatro. Texto: Walmir Pavam. Dir.: Paulo Fabiano. Com Clayton Campos, Lígia Botelho, Lilian Domingos e Walmir Pavam. 80 min. +12 anos.

Na cidade, narradores contam uma história, seus personagens, outra, os personagens desta contam mais uma história e, por fim, o ciclo se fecha quando se percebe que os primeiros narradores são também personagens. | Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. Até dia 6. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h. R$ 10


Dramaturgia: Sidnei Caria. Dir.: Fernando Escrich. Com Camila Ivo, Eder dos Anjos, Lucas Luciano e outros. 75 min. +18 anos.

Ao mesmo tempo em que integrantes de um grupo de mendigos, que ocupa os baixos de um viaduto em São Paulo, demonstram situações de dominação e poder, uma equipe de filmagem se estabelece próxima ao local para realizar uma produção sobre pedintes na cidade. | Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. Até dia 6. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

O BECO DOS GATOS Núcleo Educatho. Texto: Lívia Gaudêncio. Dir.: Juliano Barone. Com Daniela Mota, Leila Bass, Lucas Lentini e outros. 50 min. Livre.

Os gatos Pepê, Mortadela, Edgar e Socorro vivem em um beco. Seu único amigo, o morador de rua Zé do Gatos, que divide a área com eles, adora dar-lhes presentes, até que um grupo de empresários decide comprar o beco. Para reverter a situação, eles criam uma companhia de teatro e salvar seu lar. | Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. De 26/9 a 25/10. Sáb. e dom., 16h. R$ 10

teatro e circo

MOSTRA 10 ANOS CIA. MARACUJÁ LABORATÓRIO DE ARTES: SPON SPOFF SPEND

NOTÍCIA PRA EMBRULHAR PEIXE Circo Navegador. Dramaturgia: Luciano Draetta e Roberto Rosa. Dir.: Roberto Rosa. Com Luciano Draetta. 60 min. +12 anos.

Vendedor só conhece o mundo por meio das notícias divulgadas nas folhas dos jornais em que ele embrulha os peixes que comercializa. De maneira ácida, o personagem denúncia as mazelas da condição humana, a falência das instituições, a sociedade do controle, e conta a tocante história do “homem cortado ao meio”. | Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. Até dia 6. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h. R$ 10

WHY THE HORSE? Cia. Pândega de Teatro. Dramaturgia: Fábio Furtado. Dir. e interpretação: Maria Alice Vergueiro. Com Luciano Chirolli, Alexandre Magno, Carolina Splendore e Robson Catalunha. 80 min. +12 anos.

O espetáculo surgiu de um pedido feito pela diretora artística da companhia, a atriz Maria Alice Vergueiro, aos seus integrantes: morrer em cena. Instigada pelo tema da morte e reconhecendo seu próprio e natural receio diante do fim, bem como a força artística que o envolve, ela decidiu ensaiar seu derradeiro momento. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Até dia 6. 6ª e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 20 (ingressos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com.br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes do evento)

Infantojuvenil

ACHADOS E PERDIDOS Cia. De Feitos. Dramaturgia e dir.: Carlos Canhameiro. Com Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas e Paula Serra. 50 min. Livre.

Garoto encontra um pinguim na porta de sua casa. Sem saber o que fazer com o ele, o menino inicia uma aventura para descobrir como devolver o estranho visitante à sua terra natal, mesmo que tenha de ir até o Polo Sul. | Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 12/9 a 18/10. Sáb. e dom., 16h. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 15h)

CHAPEUZINHOS COLORIDOS Núcleo Cênico Projeto Bazar. Livre.

Inspirado no livro de Torero e Pimenta, o espetáculo mostra uma Chapeuzinho Vermelho com chapéu não vermelho, um Lobo bonzinho, uma avó perversa e outras inversões ao conto clássico dos irmãos Grimm. | Biblioteca Pública Cassiano Ricardo. Zona Leste. Dia 11, 13h. Grátis

A NOVA ROUPA DO REI Cia. do Núcleo. 50 min. Livre.

Rei frívolo só se preocupa com a aparência. Após a chegada na corte de dois estrangeiros malandros que fingem ser grandes alfaiates, o monarca lhes pede para confeccionar o mais belo traje jamais criado. | Biblioteca Pública Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dias 5 e 19, 11h. Grátis

REFUGO URBANO Trupe DuNavô. Texto: Gabi Zanola e Renato Ribeiro. Dramaturgia: Nereu Afonso. Dir.: Suzana Aragão. 55 min. +5 anos. Estreia.

Dois palhaços se conhecem: um lixeiro comedido e organizado e uma moradora de rua vibrante e emocional, que guarda um universo único debaixo de seus sacos plásticos e papelões. Entre o lixo e os restos de sobrevivência, juntos descobrem o que há de mágico na trágica crueza das ruas. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Até dia 25/10. Sáb. e dom., 16h. R$ 10 (ingressos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com. br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes do evento). Dia 5/9, preço popular: R$ 3 (até dois ingressos por pessoa, que podem ser adquiridos a partir das 14h). Dias 11/9, 14h, e 11/10, 16h. Grátis emcartaz | SETEMBRO DE 2015

33


teatro e circo

LEVA AO TEATRO TEATRO ALFREDO MESQUITA | ZONA NORTE | DE 15/9 A 7/10 | LIVRE | GRÁTIS

Veja destaque na página 28. | Retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes.

2POR4 Grupo Esparrama. Dir.: Kleber Brianez. Com Kleber Brianez e Rani Guerra. 45 min.

Quarteto de cordas chega para uma apresentação e é surpreendido por dois palhaços que disputam quem será o grande regente do dia. Durante essa competição, eles mostram suas habilidades e apresentam os instrumentos utilizados e as propriedades do som. | Dia 15, 14h30

SIMBAD, O NAVEGANTE Circo Mínimo. Texto: Alexandre Roit, Carla Candiotto e Rodrigo Matheus. Dir.: Carla Candiotto. Com Ronaldo Aguiar e Rodrigo Matheus. 60 min.

Dois palhaços vão de cidade em cidade contando suas histórias. Nesta apresentação, eles enfocam Simbad, o Navegante, usando bambus para criar animais, barcos, desfiladeiros e tempestades. | Dia 16, 14h30

BESSARÁBIA, UMA FEIRA DE HISTÓRIAS Cia. Teatral As Graças. Dramaturgia: Juliana Gontijo. Dir.: David Tayiu. Atrizes-manipuladoras: Eliana Bolanho, Juliana Gontijo e Sylvie Layla (convidada). 50 min.

Três velhas senhoras criam uma feira de histórias com pequenos bonecos vindos de Bessarábia, país que não existe mais. Como em um conto de fadas, esses antigos bonecos e as mulheres atravessam o tempo e os mares para criar um lugar mágico, onde memórias esquecidas, objetos jogados no lixo, reis e princesas revelam uma Bessarábia imaginária, que todos carregam dentro de si. | Dia 17, 14h30

FILMINHO Núcleo Corpo Rastreado. Dramaturgia e dir.: Marcelo Romagnoli. Músicos-intérpretes: Natalia Mallo, Ramiro Murillo, Mariá Portugal e outros. 60 min.

O espetáculo acompanha filmes marcantes da infância e suas músicas inesquecíveis que passam de geração em geração e aquelas novidades do cinema reveladas pelos filhos aos pais e aos parentes mais velhos. | Dia 22, 14h30

FELPO FILVA Texto baseado em livro homônimo de Eva Furnari. Adapt.: Marcelo Romagnoli. Dir.: Claudia Missura. Com Marat Descartes e Gisele Calazans. 50 min.

34

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

O espetáculo celebra o amor por meio de um coelho solitário que escreve coisas bonitas, mas tristes. Um dia, ele se surpreende com a chegada de um envelope lilás, amarrado com fita de cetim, e a partir daí sua vida se transforma. O espetáculo permite às crianças ter contato com várias formas de texto, entre elas, poema, fábula, carta, bula e autobiografia. | Dia 23, 14h30

A CONDESSA E O BANDOLEIRO Barracão Cultural. Dramaturgia: Angelo Brandini. Dir.: Fernando Escrich. Com Eloisa Elena, Thiago Andreuccetti, Fabio Ferretti e outros. Espetáculo vencedor do 1º Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem na categoria Melhor Espetáculo Jovem. 60 min.

Condessa sente-se entediada com sua riqueza, mesmo assim, decide ir a um baile, acompanhada de sua ama e um barão. No caminho, em meio à floresta, são obrigados a pernoitar em uma taberna e encontram um temido bandoleiro que os coloca diante de um novo mundo, mudando suas visões de si e dos outros. | Dia 29, 14h30

BRUXAS DA ESCÓCIA Cia. Vagalum Tum Tum. Texto e dir.: Angelo Brandini. Com Tereza Gontijo, Christiane Galvan, Anderson Spada e outros. 90 min.

Livremente inspirado em “Macbeth”, de William Shakespeare, o espetáculo conta a história de um nobre escocês que, após vencer uma batalha, é surpreendido por três bruxas que fazem previsões sobre seu futuro, entre elas, a de que seria rei em breve. | Dia 30, 14h30

Últimos dias

CELOFANE Pequeno Teatro de Torneado. Dramaturgia e dir.: William Costa Lima. Com Aguida Aguiar, Beatriz Barros, Bruno Lourenço e outros. 70 min. Livre.

Conto de fadas urbano narrado a partir do olhar de uma menina capaz de transformar o mundo ao seu redor: na sua imaginação, um mendigo vira palhaço e uma drag-queen, sua fada madrinha. Junto a outros personagens inusitados como esses, ela parte em uma viagem rumo à Cidade de Celofane, desbravando as ruas cinzentas de uma grande metrópole e transformando-a em um lugar colorido e especial. | Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 5 e 6, 16h. R$ 10

CONTOS DOS CINCO CANTOS Cia. Tranquila de Teatro. Dramaturgia: Simone Boer. Dir.: Bete Dorgam. Com George Gottheiner, Juliana Tedeschi, Letícia Rodrigues e outros. 60 min. Livre.

Cinco atores não conseguem dormir, pois precisam


| Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dias 5 e 6, 16h. R$ 10

MOSTRA 10 ANOS DA CIA. MARACUJÁ LABORATÓRIO DE ARTES: E.TERRA Texto e dir.: Sidnei Caria. Com Camila Ivo, Lucas Luciano, Ronaldo Liano e Sidnei Caria. 50 min.

Família de extraterrestres deseja mudar-se para a Terra. Para tanto, precisa passar por uma prova mostrando seu conhecimento sobre o ser humano. Ao terem de vivenciar diversas situações familiares dos terráqueos, questionam suas próprias contradições na forma como educam suas crianças. | Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 5 e 6, 16h. Grátis (os ingressos, até dois por pessoa, devem ser retirados a partir das 15h)

NAVIO FANTASMA - O HOLANDÊS VOADOR Texto: Paulo Rogério Lopes. Dir.: Kleber Montanheiro. Com Ricardo Gelli, Gustavo Haddad, Suzana Alves e outros. 70 min. Livre.

O espetáculo trata de temas como amor, maldição e morte no universo marítimo, por meio de canções de trabalho, contos de pescador e relatos de viagem. | Teatro João Caetano. Zona Sul. Até dia 27. 4ª, 15h e 20h. Grátis (retirar ingresso, até dois por pessoa, a partir de uma hora antes). Sáb. e dom., 16h. R$ 10

REMETENTE: GANDHI Texto e dir.: Tiago Real. Com Marta Caetano e Tiago Real. 60 min. Livre.

Com a ajuda de um “telão encantado”, os atores contam a história do grande líder pacifista indiano Mahatma Gandhi, enfocando momentos marcantes de sua vida.

A

comédia “Suburbano coração”, baseada em música de Chico Buarque, foi encenada pela primeira vez em 1989. Agora volta aos palcos sob a direção de Nelson Baskerville com um humor menos ingênuo e sem a característica de musical. A montagem, vencedora do Prêmio Zé Renato, da Secretaria Municipal de Cultura, estreia dia 11, no Teatro Cacilda Becker. Escrito por Naum Alves de Souza, o texto acompanha as desilusões e investidas amorosas de Lovemar (Luiza Jorge), uma jovem que pretende encontrar o grande amor e permanecer virgem até o casamento. Paralelamente, a história mostra as mudanças na vida de duas amigas da protagonista. Diretor de peças elogiadas como a recente “1 gaivota - É impossível viver sem teatro”, Baskerville conta que a concepção da montagem nada mais é do que uma homenagem ao autor, por isso não fez grandes alterações no texto. “É uma comédia simples, refinada e popular, que caracteriza uma personagem que está sempre à procura da felicidade”, conta. | Letícia Andrade | +14 anos. Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 11/9 a 1º/11. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

Ligia Jardim

| Teatro Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 5 e 6, 16h. R$ 10

SUBURBANO CORAÇÃO ESTREIA NO TEATRO CACILDA BECKER

teatro e circo

narrar contos dos cinco cantos, lugares onde encontraram crianças para brincar e inventar histórias. Em cena, surgem os personagens divertidos e poéticos descritos naquelas narrativas, entre eles, as corujas gigantes, o dragão preso na torre e um delicioso bolo de aniversário.

“Suburbano coração” acompanha uma mulher em busca da felicidade e que deseja se casar virgem emcartaz | SETEMBRO DE 2015

35


música

Laura Marie Duncan

VENCEDOR DO TONY VIVE LESCAUT EM ÓPERA DE PUCCINI

Barítono paulista Paulo Szot integra o elenco de “Manon Lescaut”

A

penas nove anos depois do compositor francês Jules Massenet ter adaptado o romance “L’histoire du chevalier Des Grieux et de Manon Lescaut”, de Abade Prévost, o italiano Giacomo Puccini compôs a sua primeira ópera de sucesso internacional, “Manon Lescaut”. Sua versão passou pelas mãos de cinco libretistas até ficar satisfeito. Trazendo a visão de um italiano para o romance, o espetáculo estreou em 1893, na cidade de Turim (Itália). Agora a ópera ganha nova montagem, até dia 10, no palco do Theatro Municipal de São Paulo, com direção cênica de Cesare Lievi e regência de John Neschling. Segundo o compositor Leandro Oliveira, Puccini teve uma leitura dramática mais realista em comparação com a adaptação de Massenet. “Isso é típico

36

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

da ópera italiana da época, é um tempero a mais”, declara. Essa versão se aproxima do verismo, corrente artística que mostra “a vida como ela é”. Além de retratar um pouco da realidade social do contexto, Puccini traz uma visão do romance de Prévost com “paixão desesperada”, como o próprio artista descreveu na época da estreia. “É essa ideia do italiano ser mais veemente nas emoções”, explica Oliveira. O compositor conta que Puccini mostra em “Manon Lescaut”, sua terceira ópera, sinais de maturidade. “É uma peça onde ele já prevê muito claramente como vai desenhar a carreira”, afirma. Ele exemplifica com as canções do espetáculo, pois considera o músico italiano um dos maiores melodistas da história. “Em cada um dos quatro atos, já têm duas ou três melodias daquelas que a gente sai assobiando no intervalo”, afirma. Além desta ópera, Puccini compôs clássicos como “La bohème”, “Tosca” e “Madama Butterfly”. Esta nova montagem de “Manon Lescaut” mantém a ambientação do libreto original, situado no século 18. A ópera conta a história de amor entre a personagem-título, uma garota prometida para ser freira, e o estudante Des Grieux. Trilhando carreira internacional, o barítono paulista Paulo Szot, vencedor em 2008 do Prêmio Tony de Melhor Ator pelo musical da Broadway “South Pacific”, foi convidado a integrar o elenco no papel do irmão de Manon. Há quase duas décadas, Szot começou sua trajetória artística no palco do Theatro como integrante do Coro Lírico na ópera “Turandot”, também de Puccini, e, em seguida, foi o protagonista de “O barbeiro de Sevilha”, de Gioachino Rossini. Completam os principais papéis da montagem as sopranos Maria José Siri e Adriane Queiroz (Manon Lescaut), os tenores Marcello Giordani e Martin Muehle (Des Grieux), Valentino Buzza e Miguel Geraldi (Edmondo), o baixo Saulo Javan (Geronte) e Guilherme Rosa, que se reveza com Szot. | Gabriel Fabri | +10 anos. Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dias 1º, 3, 5, 8, 10, 20h. Dia 6, 18h. R$ 50 a R$ 120


RETIRADA DE INGRESSOS PARA SHOWS GRATUITOS Para apresentações na Sala Olido, no Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes e nos teatros, deve-se retirar senha, uma por pessoa, a partir das 14h, e trocá-la pelo ingresso uma hora antes do show. No Teatro Martins Penna, no auditório da Biblioteca Mário de Andrade e nas bibliotecas públicas, deve-se retirar ingresso uma hora antes. Nos Centros Culturais São Paulo e da Juventude, as distribuições de ingressos são feitas de forma variada (veja abaixo).

ALANA MORAES A cantora lança seu primeiro álbum solo, “Alana Moraes”, disco percussivo com canções inéditas de novos compositores brasileiros e produção musical do violonista Gabriel Selvage. | Teatro Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 27, 19h. Grátis (retirar ingresso a partir das 14h)

CADEIRA DE BALANÇO Com forte presença de percussão, o grupo de choro também toca um instrumento raro no gênero, o pífano. Seu primeiro CD, “Bagunça generalizada” (2013), tinha composições próprias e outras de Hamilton de Holanda, Nelson Ayres, Toninho Ferragutti e Edson Alves. Nesse mesmo ano, o grupo foi convidado a gravar com a cantora Dona Inah, considerada a dama do samba de São Paulo, e participou do Festival de Choro em Paris (França). | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 12, 15h. Grátis

FÁBIO PERON

| Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 26, 15h. Grátis

INFINITO MENOS Show: “Objetos, preparações e técnicas expandidas”. Com Henrique Iwao, Mário Del Nunzio e Matthias Koole.

Formado em 2012, o trio promove uma série de experimentações em seu show, mesclando música de improvisação livre, de ruído, técnicas instrumentais expandidas e projetos multimídia, como instalação, vídeo e dança. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 8, 20h. Grátis

NELSON FARIA Com 12 CDs lançados, oito livros publicados – dois deles editados nos Estados Unidos, Japão e Itália–, um DVD com o grupo Nosso Trio e a videoaula “Toques de mestre”, Nelson Faria tem composições suas gravadas em mais de 200 discos de artistas nacionais e internacionais. O show faz parte do projeto BMA Instrumental. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 25, 20h. Grátis

PAULO MONARCO E DANDARA Show: “Dois tempos de um lugar”.

Monarco e Dandara apresentam um espetáculo no qual os personagens se entrelaçam por meio de canções que dão vida à história de dois jovens artistas, suas inquietudes e necessidades de se reinventar. No repertório estão canções de Monarco e seus parceiros e de outros compositores, como Mauricio Pereira, Túlio Borges e Celso Viáfora. | Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 20, 18h. Grátis (retirar ingresso a partir das 14h)

Manu Oristanio

O bandolinista é um dos expoentes da nova geração de instrumentistas brasileiros e já se apresentou ao lado de artistas como Paulo Vanzolini, Nailor Proveta e Arismar do Espírito Santo. Em 2011, gravou o disco “Fábio Peron

- em boa companhia”, seguido por outros lançados mais tarde.

Dandara e Paulo Monarco levam seu show “Dois tempos de um lugar” para a Sala Olido emcartaz | SETEMBRO DE 2015

37


PRODÍGIO

ZÉ MANOEL

Show de lançamento do álbum "Poesias do asfalto”.

Show do disco “Canção e silêncio”. Acompanhamento musical: Rostan Jr. (bateria), Israel Silva (baixo), Lara Klaus (percussão). Participação especial: Isadora Melo (cantora).

O CD tem participações de Nelson Triunfo, DJ Erick Jay, Ytallo Bezerra (filho de Bezerra da Silva), André Pinguim (ex-Charlie Brown Jr.), Lena Papini (ex-A Banca), entre outros. No show, Prodígio recebe convidados especiais, em uma apresentação que mistura rap, samba, reggae, rock e MPB. | Galeria Olido – Vitrine da Dança. Centro. Dia 19, 19h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

QUATERNAGLIA GUITAR QUARTET Com Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney Molina.

Com 20 anos de estrada, o quarteto de violonistas interpreta obras de compositores brasileiros dedicadas a essa formação, entre elas, músicas de autoria de Egberto Gismonti, Paulo Bellinati e Almeida Prado. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 22, 19h30. Grátis

SAMBA NA VARANDA: ADRIANA MOREIRA E O CORDÃO Com Adriana Moreira (vocal), Junior Pita (violão), Lucas Arantes (cavaquinho), Allan Abaddia (trombone), Roberto Amaral (pandeiro), Raphael Moreira, Rafael Toledo e Alfredo Castro (percussão). | Biblioteca Mário de Andrade – terraço. Centro. Dia 19, 14h30. Grátis

O cantor, pianista e compositor pernambucano mostra faixas do novo disco, entre elas, “Cheio e vazio”, “Sereno mar” e a que dá título ao álbum. | Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 12, 18h. Grátis (retirar ingresso a partir das 14h)

BAIÃO DE QUARTA GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 4ª | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

BANDA COISA DE ZÉ Com Dudu Lima (zabumba), Diego Germano (triângulo e vocal), André Moita (sanfona) e Abner Brasil (percussão).

Criada em 2009 em São Paulo, a banda trabalha com o resgate da originalidade da música nordestina e nortista, com foco especial no forró pé de serra. | Dias 2, 9, 16, 23 e 30, 19h

DOMINGO, MEIO-DIA CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA JARDEL FILHO | CENTRO | DOM. | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

GRUPO DE PERCUSSÃO DO INSTITUTO BACCARELLI Dir.: Rubén Zúñiga. | Dia 6, 12h

ERICSSON CASTRO O violonista apresenta um programa dedicado ao centenário de Hans Joachim Koellreutter. | Dia 13, 12h

ADÉLIA ISSA Recital: “Consciência de ser Eunice Katunda”. Acompanhamento musical: Rosana Civile (piano).

A soprano apresenta um recital de canções de Eunice Katunda para celebrar seu centenário de nascimento. | Dia 20, 12h

OBRA ABERTA Recital: “HJK 100 - Tributo a Koellreutter”.

Zé Manoel apresenta músicas do novo disco “Canção e silêncio” 38

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Celebração do centenário de nascimento de HJK com este concerto do grupo Obra Aberta e o lançamento do livro ”Hans-Joachim Koellreutter: Ideias de mundo, de música, de


educação”, de Teca Alencar de Brito. O Obra Aberta é um grupo de música experimental que tem a improvisação como principal ferramenta. Haverá, ainda, uma conversa sobre a proposta pedagógica e o pensamento de HJK. | Dia 27, 12

QUINTA DO SAMBA ROCK GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 5ª | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

QUARTABÊ Homenagem a Moacir Santos.

Grupo criado a convite do Festival Moacir Santos e que surgiu a partir da banda Claras e Crocodilos, projeto de Arrigo Barnabé. Seu repertório vai do free jazz escandinavo ao afrobeat e revela aspectos da multifacetada música de Moacir Santos. | Dia 17, 20h30

SIZÃO MACHADO

GAMELEIRA

Homenagem a Moacir Santos. Acompanhamento musical: Josué dos Santos (saxofone e flauta), Joabe Reis (trombone) e Carlos Ezequiel (bateria).

O cantor, músico e compositor apresenta samba rock, que inclui clássicos do gênero de autoria de Tim Maia, Jorge Ben Jor, Jackson do Pandeiro, entre outros, além de seu trabalho autoral, “Gameleira corrente do bem”.

O contrabaixista mostra o repertório de seu novo CD, “Bênção”, um tributo ao maestro Moacir Santos, com músicas e arranjos inéditos de sua autoria e também de grandes artistas.

| Dias 3, 10, 17 e 24, 19h

QUINTA NA FAIXA CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA JARDEL FILHO | CENTRO | 5ª | GRÁTIS | Retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 18h30.

PIXSONS Espetáculo: “Quadros sonoros em exposição”.

Inspirado na obra “Quadros de uma exposição”, do compositor russo Modest Mussorgsky, o projeto PixSons surge do diálogo entre imagens e músicas, pixels e sons, explorando esta relação no campo da música instrumental brasileira.

| Dia 24, 20h30

TERÇA DE SAMBA GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 3ª | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

MINISTÉRIO DO SAMBA Criado no ano 2010, em Osasco, o grupo procura resgatar o samba tradicional, gravado por intérpretes ilustres como Adoniran Barbosa, Paulinho da Viola, Chico Buarque, Leci Brandão e Cartola. | Dias 1º, 8, 15, 22 e 29, 19h

| Dia 10, 20h30

Ministério do Samba faz show todas as terças-feiras na Vitrine da Dança, da Galeria Olido emcartaz | SETEMBRO DE 2015

39


Música erudita

CONCERTOS CCSP

CONCURSO JOVENS SOLISTAS OER 2015

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA JARDEL FILHO | CENTRO | 3ª | +12 ANOS | R$ 10

| Praça das Artes – Auditório da Escola Municipal de Música de São Paulo. Centro. Dias 30/9 e 2/10, 17h. Grátis (retirar ingressos a partir das 16h)

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE Regência: Luiz Marchetti. Dir. artístico: Martinho Lutero Galati de Oliveira.

No programa estão três “Missas” de Wolfgang Amadeus Mozart: “Spaur em Dó Maior, K. 258”, “Spatzen em Dó Maior, K. 220” e “Órgão solo em Dó Maior, K. 259”. | Theatro Municipal de São Paulo – Salão Nobre. Centro. Dia 11, 20h. R$ 20 (além da bilheteria, os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.compreingressos.com/theatromunicipaldesaopaulo)

MANON LESCAUT Ópera de Giacomo Puccini. Com Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo e Coro Lírico Municipal de São Paulo. Regente-assistente: Michelangelo Mazza. Dir. cênica: Cesare Lievi. Cenografia: Juan Guillermo Nova. Figurinos: Marina Luxardo. Desenho de luz: Luigi Saccomandi. Solistas: Manon Lescaut - Maria José Siri / Adriane Queiroz, Des Grieux Marcello Giordani / Martin Muehle, Lescaut - Paulo Szot / Guilherme Rosa, Geronte - Saulo Javan, Edmondo - Valentino Buzza / Miguel Geraldi, Acendedor de Lampiões - Walter Fawcett, Professor de Dança - Matheus Pompeu, Músico Malena Dayen, Taberneiro - Leonardo Pace. +10 anos.

Veja destaque na página 36. | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dias 1º, 3, 5, 8, 10, 20h. Dia 6, 18h. R$ 50 a R$ 120 (além da bilheteria, os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.compreingressos.com/theatromunicipaldesaopaulo)

| Ingressos na bilheteria ou pelo site www. ingressorapido.com.br, podendo ser adquiridos, via internet, a partir de 30 dias antes do evento.

UFUK & BAHAR DÖRDÜNCÜ E DUO CONTEXTO As pianistas Ufuk e Bahar Dördüncü se unem ao Duo Contexto, formado pelos percussionistas Ricardo Bologna e Eduardo Leandro, para apresentar a “Sonata”, de Béla Bartók, e “Rofu”, de Nik Bärtsch. | Dia 1º, 20h30

QUATRO PEÇAS DE PAULO CHAGAS Com Lars Hoefs (violoncelo), Paulo Passos (clarone), Joaquim Zito Abreu (percussão) e Paulo Chagas (eletrônica e projeções).

O programa traz quatro obras de câmara do compositor brasileiro Paulo Chagas. | Dia 8, 20h30

DUO KANDINSKY O violinista Corrado Bolsi e o pianista Emili Brugalla apresentam um programa eclético com compositores catalães, clássicos do século 20 e a “Sonata em Sol Maior”, de Claude Debussy. | Dia 15, 20h30

Aeromosca toca na série Instrumental no Conservatório, na Praça das Artes 40

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


CAIO PAGANO Caio Pagano, um dos grandes pianistas brasileiros, apresenta obras de compositores do século 20: Koellreutter, Gilberto Mendes, Pousseur e Olivier Messiaen. | Dia 22, 20h30

CELINA CHARLIER Recital: “Sonoridade 20 anos”.

A flautista reproduz seu recital de formatura (Unesp, 1995) e apresenta solos de flauta de 14 compositores brasileiros contemporâneos, com repertório que vai do barroco à vanguarda e à improvisação. | Dia 29, 20h30

CONCERTOS NA PRAÇA DAS ARTES PRAÇA DAS ARTES | SALA DO CONSERVATÓRIO | CENTRO | +10 ANOS | R$ 20 | Além das bilheterias da Praça das Artes e do Theatro Municipal, os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.compreingressos.com/ theatromunicipaldesaopaulo.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE DE SÃO PAULO Convidado: Gaetano Nasillo (violoncelo).

O programa apresenta obras de Luigi Boccherini (“Quinteto nº 4, Op. 29, em Lá Maior” e “Quinteto n° 5, Op. 18, em Ré Menor”) e Ludwig van Beethoven (“Sonata nº 1, Op. 5” - versão para quinteto de Ferdinand Ries). | Dia 3, 20h

TRÊS NA MANGA Com Mané Silveira (saxofone e flautas), Tiago Costa (piano) e Fernando De Marco (contrabaixo acústico).

A apresentação integra a série Instrumental no Conservatório.

einmal anders!” - arranjos de Franz Hasenöhrl, 1954). | Dia 10, 20h

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE DE SÃO PAULO O programa apresenta peças de autoria de Felix Mendelssohn-Bartholdy (“Quarteto Op. 12, em Mi Bemol Maior”) e de Robert Schumann (“Quarteto nº 1, Op. 41, em Lá Menor”). | Dia 17, 20h

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE ENCONTRA A DANÇA Série do Coral Paulistano que enfoca gêneros dançantes. Nesta edição, serão apresentadas danças latino-americanas. | Dia 19, 17h

ORQUESTRA EXPERIMENTAL E REPERTÓRIO Intercâmbio Universidade de Música de Zurique. Regência: Dominic Limburg. Solista convidado: Hani Song (violino).

O programa traz obras de Claude Debussy (“Prélude à l’après-midi d’un faune”), Wolfgang Amadeus Mozart (“Concerto para violino em Lá Maior”) e Franz Schubert (“Sinfonia nº 5”). | Dia 21, 19h

AEROMOSCA Com Gian Correa (violão 7 cordas), Messias Brito (cavaquinho), Rafael Toledo (pandeiro) e Henrique Araújo (bandolim).

A apresentação integra a série Instrumental no Conservatório e reúne as músicas “Bateu Messias!”, de Gian Correa, “Perigoso”, de Esmeraldino Salles e Orlando Silveira, “Aeromosca”, de Gian Correa, Messias Britto e Gabriel Rosário, e outras.

| Dia 9, 20h

| Dia 23, 20h

QUATRO PONTOS DE VISTA

PIAP

Com Paulo Calligopoulos (violino), Pedro Visockas (viola), Mariana Amaral (violoncelo), Taís Gomes (contrabaixo), Rodrigo Nagamori (oboé) e Diogo Maia (clarinete), Matthew Taylor (fagote) e Eric Gomes (trompa).

A apresentação reúne música de câmara da Europa no século 20, em obras de Benjamin Britten (“Phantasy Quartet, Op. 2”), Sergei Prokofiev (“Quinteto Op. 39”), Carl Nielsen (“Serenata in vano - allegro non troppo, ma brioso”) e Richard Strauss (“Till Eulenspiegel,

Grupo de Percussão do Instituto de Artes da Unesp. Dir.: Carlos Stasi. Com Alisson Amador, Carlos Stasi, Gustavo Surian, Heri Brandino, José Gonçalves, Rafael Costa e Rogério Alves.

O grupo interpreta Mario Bertancini (“Tune”) e faz as primeiras audições mundiais de obras de compositores como Alisson Amador (“Atenção sem escolha”), Arthur Rinaldi (“Digressões... Ionisation”), entre outras. | Dia 24, 20h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

41


dança

Bailarinos do grupo Edson Beserra e Seu Composto de Ideias traduzem em dança sensações provocadas por Brasília e, ao fundo, projeções da cidade são exibidas, como a do Estádio Nacional Mané Garrincha Renato Mangolin

COREÓGRAFO BRASILIENSE CRIA BALÉ EM HOMENAGEM À CIDADE

C

ompor um poema em forma de dança para homenagear sua cidade natal. Foi essa a ideia central que levou o bailarino e coreógrafo brasilense Edson Beserra (pronuncia-se Bezerra) a criar “Vinil de asfalto”. O espetáculo, encenado pela primeira vez em São Paulo, pode ser visto entre os dias 3 e 13, na Galeria Olido, com entrada franca. Segundo Beserra, que foi bailarino do Grupo Corpo, de Belo Horizonte (MG), durante oito anos, Brasília encanta a todo o visitante por sua arquitetura e planejamento urbano extremamente singulares, devido ao plano piloto em que foi edificada. “Além da presença marcante de Oscar Niemeyer em seus edifícios, a cidade se impõe pelos imensos espaços vazios, por seus enormes vãos, trajetos, linhas e curvas, onde o movimento acontece naturalmente, como que obedecendo ao ritmo de uma grande sinfonia de concreto e asfalto. Daí o nome que eu dei ao trabalho: ‘Vinil de asfalto’.” Para expressar em dança essas sensações, Edson Beserra e Seu Composto de Ideias, nome do grupo brasiliense, leva ao palco os bailarinos

42

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

André Liberato e Lavínia Bizzotto, ambos cariocas, que, junto com o coreógrafo, apresentam uma encenação metafórica sobre o cotidiano do Distrito Federal. Enquanto eles se movimentam, com direito a improvisações que fazem cada espetáculo ser uma experiência única, em três telas brancas são projetadas cenas da cidade filmadas pelo assistente de direção e também bailarino Marcos Buiati. Na trilha sonora, encomendada especialmente para este trabalho, Tomás Seferin, além de piano e violão, se vale de ruídos urbanos característicos de Brasília, como os sons das cigarras, dos carros, do vento e até do silêncio. O figurino remete ao asfalto e à arquitetura da capital e se utiliza de tecidos leves, em tons cinza e branco, enquanto o desenho de luz, de Moizes Vasconcellos, privilegia o branco, quebrado apenas pela iluminação vinda das projeções e por um âmbar nos minutos finais da encenação. | Gilberto De Nichile | Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. De 3 a 13. 5ª a sáb., 20h. Dom., 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes)


CCSP DANÇA: JAM DE DANÇAS URBANAS Acompanhamento musical: DJ Niko.

Procurando reviver o clima existente durante o surgimento do movimento hip-hop em São Paulo, quando dançarinos se reuniam, nos anos 1980, em espaços como a estação São Bento do Metrô, o CCSP promove até dezembro um encontro mensal com artistas de dança de rua. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 8, das 17h às 20h30. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, na semana do evento)

CIA. DANÇA SEM FRONTEIRAS E CIA. DRAMÁTICA EM EXERCÍCIO Espetáculo: “Olha o passarinho”. Dramaturgia: Suia Legaspe. Coreografia: Fernanda Amaral. Intérprete-criador: Beto Amorim. 35 min. Livre.

O solo investiga a dualidade imobilidade-movimento contida em poses-posturas corporais icônicas das artes plásticas e do cotidiano profissional de um modelo vivo. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 12, 21h. Grátis

DOUBLE LOCK Intervenção: “Double lock 5 anos”. Com Darlita Albino, Diego Henrique Nascimento, Ana Souto e Edu Basílio.

Fundado em 2010, este grupo tem foco na dança locking e convida outros grupos para esta intervenção. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 5, 21h. Grátis

GRUPO IADANÇA NÚCLEO CONTEMPORANIA Projeto Vale in Situ: “O vale dos desejos”. Coord.: Kathya Godoy. Intérpretes-criadores: Beatriz Santiago, Ítalo Rodrigues, João Luiz Bindandi e outros. Parceria: Centro de Referência da Dança de São Paulo. 60 min. Livre.

Percurso coreográfico que discute as relações do corpo com o espaço urbano, geopolítico e arquitetônico do local, neste caso, o Vale do Anhangabaú. | Início na Praça Ramos de Azevedo - Vale do Anhangabaú. Centro. De 18 a 26. 6ª e sáb., 16h. Grátis

JAM OLIDO DE DANÇAS URBANAS Dir.: Frank Ejara. DJs residentes: Frank Ejara, André Bidu e Niko.

Todo primeiro domingo do mês, praticantes de dança de rua se encontram na Olido para trocar experiências e fazer apresentações. A atividade procura reviver o clima existente durante o surgimento do movimento hip-hop em São Paulo, quando dançarinos se reuniam, nos anos 1980, em espaços da estação São Bento do Metrô, lugar na área central que ficou conhecido como “templo do hip-hop”. | Galeria Olido – Vitrine da Dança e corredor. Centro. Dia 6, das 15h às 20h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

Com cinco anos de existência, Double Lock convida outros grupos de locking para uma intervenção no Centro de Referência da Dança de São Paulo emcartaz | SETEMBRO DE 2015

43


NINA GIOVELLI

STYLO URBANO

Espetáculo: “Desviante ou glory box – Estudos para uma dança inadequada”. Concepção, criação e interpretação: Nina Giovelli. 45 min. Livre.

Espetáculo: “Das ruas para o palco”. Coreógrafo: Kally Stilo Urbano.

Resposta em dança às inquietudes provocadas num corpo feminino por uma cultura de adequação. Segunda esta, o corpo não se fixa, ele transita, desvia, e o gesto inventa o corpo. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 13, 20h. Grátis

PALMARES DREAMS CREW Espetáculo: “Street dreams”.

O grupo tem 13 anos de atuação em breaking, pop e danças sociais. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 6, 20h. Grátis

#PASSINHO Cia. Na Batalha. 60 min. Livre. Estreia em São Paulo.

Resultado de uma pesquisa sobre a potencialidade do gênero de dança conhecido como passinho na cidade do Rio de Janeiro. O funk é uma colagem de batidas negras, que dão ao movimento do passinho ritmos de precisão e virtuosismo. Com origens no frevo, break e samba, jovens das comunidades ‘rabiscam’ o chão por onde dançam, revelando suas histórias, emoções e união.

| Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 4, 21h. Grátis

TANGO NA RUA SP Com Valéria Garcia Rodrigues, Adriana Nogueira e Sandro Ramos.

Desde 2012, dançarinos de tango se encontram e ocupam alguns espaços da cidade. Agora, o encontro também chega ao CCSP, onde praticantes e público integram a atividade e estreitam suas relações com o espaço. | Centro Cultural São Paulo – Espaço Flávio Império (foyer). Centro. Dias 12 e 26, 13h. Grátis

TUBO DE ENSAIO: HELL DANCE CORPORATION Espetáculo: “Hell”. Dir.: Cíntia Alves. Com Elenita Queiroz e Edson Calheiros.

O projeto Tubo de Ensaio apresenta, neste mês, o espetáculo em construção da Hell Dance Corporation, que reúne, dentro de um ringue, duas pessoas ‘lutando’ pela preferência da plateia. Seus embates têm referência nos concursos de aeróbica da década de 1980, nas disputas televisivas realizadas aos domingos, nas lutas livres e em elementos do universo sado-masoquista. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 16, 15h. Grátis

Marcos Aurelio

| Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. De 17 a 27. 5ª a sáb., 20h. Dom., 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes)

Fundado em 2004, o grupo de 15 dançarinos estuda e pratica danças urbanas, além de sua conexão com outros estilos. Após a apresentação, ocorre um bate-papo.

Maria Paula Costa Rego interpreta “Terra”, coreografia inspirada no universo indígena e suas tradições 44

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


Renato Mangolin

DANÇA SEM FRONTEIRAS CENTRO DE REFERÊNCIA DA DANÇA DE SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS

CIA. VIDANÇA Espetáculo: “Corpos sobre tela”. Com Marcos Abranches.

Solo inspirado na vida e obra do pintor irlandês Francis Bacon. | Dia 18, 21h

MULHERES DO PERA Espetáculo: “No meio fio”. Com Adriana Santos, Márcia Ribeiro de Carvalho, Maria Mercês Ribeiro e outras.

O grupo leva um balde como objeto inanimado e água para perturbar e gerar movimento na busca pelo equilíbrio e reorganização no espaço. | Dia 19, 21h

CIA. DANÇA SEM FRONTEIRAS Espetáculo: “Olhar de neblina”. Dir. e coreografia: Fernanda Amaral.

Nina Giovelli faz o solo “Desviante ou glory box - Estudos para uma dança inadequada”

Espetáculo inspirado na obra do fotógrafo e filósofo esloveno Evgen Bavcar, cego desde os 12 anos de idade.

VINIL DE ASFALTO

Veja destaque na página 42. | Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. De 3 a 13. 5ª a sáb., 20h. Dom., 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes)

| Dia 20, 20h Ricardo Teles

Edson Beserra e Seu Composto de Ideias (Goiás). Dir., coreografia e concepção geral: Edson Beserra. Com Lavínia Bizzotto, Edson Beserra e André Liberato. 45 min. Livre. Estreia em São Paulo.

CULTURA POPULAR CENTRO DE REFERÊNCIA DA DANÇA DE SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS

GRUPO GRIAL Espetáculo: “Terra”. Dir.: Eric Valença e Maria Paula Costa Rego. Intérprete-criadora: Maria Paula Costa Rego.

Coreografia inspirada no universo indígena e suas tradições. | Dias 25 e 26, 21h

CIA. BASÍLICA Espetáculo: “Canteiro de obra”. Dir. e intérprete-criadora: Deca Madureira. Dir. artística: Tutti Madazzio. Músicos: Adriano Salhab e George Costa.

O bailarino explora o espaço levando em seu carrinho de mão as ‘ferramentas’ do seu trabalho, conduzindo o público a um canteiro de obras onde, além de se deparar com experimentações sonoras e rítmicas baseadas na construção civil, verá um operário que mergulha em sua rotina criativa. | Dia 27, 20h

Baseada na obra do fotógrafo e filósofo cego Evgen Bavcar, Cia. Dança Sem Fronteiras apresenta “Olhar de neblina” emcartaz | SETEMBRO DE 2015

45


exposições

MOSTRA SIMULTÂNEA RIO/SP UNE ARTISTAS BELGA E CATALÃO

P

hilippe van Snick é belga, tem 69 anos e é considerado um dos mais importantes artistas contemporâneos de seu país. Daniel Steegmann Mangrané tem 38, nasceu na Catalunha (Espanha) e possui forte ligação com a arte e a natureza do Brasil. Em comum, ambos são artistas plásticos europeus modernos, reconhecidos internacionalmente, e seus trabalhos completam-se na interação com o público e com os espaços onde são expostos. Este mês, em uma mostra simultânea abrangendo o eixo Rio/São Paulo, algumas de suas obras serão conjuntamente exibidas, respectivamente, no Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro), de 5 de setembro a 1º de novembro, e na Casa Modernista, entre os dias 19 de setembro a 1º de novembro. Para Marta Mestre, assistente do MAM-Rio e curadora da exposição, a ideia é promover um diálogo tanto entre o trabalho dos dois artistas como com as arquiteturas modernas de ambos os espaços expositivos: o MAM-Rio é um projeto do arquiteto brasileiro Affonso Eduardo Reidy, desenvolvido em 1953; e a Casa Modernista

foi desenhada pelo ucraniano, naturalizado brasileiro, Gregori Warchavchik, em 1927. O exemplar, localizado no bairro Vila Mariana, é considerado a primeira obra arquitetônica modernista do país. No MAM, a exposição apresenta grandes mesas de madeira que ocupam a arquitetura dos vazios transversais do piso 2, abertos à paisagem do Aterro do Flamengo, justapondo trabalhos dos dois artistas, individualmente e em parceria. Já na Casa Modernista, van Snick ocupa o piso térreo com “Mexican dream cabin” (2015) e a área do jardim com “Sun umbrella” (1979/2015), duas intervenções que mostram o quanto, para ele, a cor da superfície pintada não existe isoladamente como elemento científico, mas antes se descreve pela experiência física espacial de cada espectador. Steegmann, por sua vez, ocupa os quartos do piso superior com “Família moderna” (2015), trabalho no qual ironiza a normatividade do sujeito e o ideário contemporâneo. | Gilberto De Nichile | Casa Modernista. Zona Sul. Abertura: dia 19, 15h. De 20/9 a 1º/11. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

Exposição traz obras que dialogam com o espaço, concebidas pelo catalão Daniel Steegmann Mangrané e pelo belga Philippe van Snick 46

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz


“Adaptável ao espaço que as palavras ocupam”: instalação de Jimson Vilela exposta no Centro Cultural São Paulo a partir do dia 19

Abertura

corrida espacial.

ADAPTÁVEL AO ESPAÇO QUE AS PALAVRAS OCUPAM

| Centro Cultural São Paulo – Piso Flávio de Carvalho. Centro. Abertura: dia 1º, 19h. De 2/9 a 1º/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

Artista plástico: Jimson Vilela. Curadoria: Liliane Benetti. Projeto contemplado pelo ProAC Artes Visuais, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo.

Esta instalação propõe um diálogo entre a pesquisa recente do artista, voltada às questões suscitadas pelo livro enquanto objeto e suas possibilidades espaciais, e a arquitetura do CCSP. | Centro Cultural São Paulo – Piso Flávio de Carvalho. Centro. Abertura: Dia 19, 15h. De 20/9 a 15/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

DANIEL STEEGMANN E PHILIPPE VAN SNICK Curadoria: Marta Mestre.

Veja destaque na página ao lado. | Casa Modernista. Zona Sul. Abertura: dia 19, 15h. De 20/9 a 1º/11. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

16’39’’, EXTINÇÃO DO REINO DESTE MUNDO Curadoria: Ana Luísa Lima.

Exposição e livro baseados em pesquisa sobre o trabalho de um grupo de pequenos agricultores, no interior da Paraíba, sobre a preservação de sementes de várias espécies ameaçadas de extinção (sementes crioulas). O projeto pretende trazer à tona o processo paradoxal que a humanidade construiu para si: de um lado, os modos capitalistas de exploração e destruição dos recursos naturais em nome do progresso econômico e avanços tecnológicos; do outro, ações e planejamentos pontuais de tentativa de preservação desses mesmos recursos em exaustão que ameaçam a própria vida humana na Terra e, ao mesmo tempo, incentivam a

ESSA CIDADE É INVISÍVEL? SP|NY Cocuradoria: Baixo Ribeiro (Galeria Choque Cultural SP) e Jeanne Hilary (artista de Nova York, fundadora da Bicycle Utopia, organização que trabalha com projetos interativos de arte pública transmídia).

Na abertura da mostra, dia 12, serão anunciados, no jardim suspenso do CCSP, os ganhadores do Prêmio Invisível? SP|NYC de Fotografia e Arte. Veja destaque na página 51. | Centro Cultural São Paulo – diversos espaços. Centro. Abertura: Dia 12, 10h. De 13/9 a 8/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

INAUGURAÇÃO CALÇADA REGINA SILVEIRA | Biblioteca Mário de Andrade – saguão e calçada da R. da Consolação. Centro. Dia 1º, 19h. Grátis

9XMÁRIO Em comemoração aos 90 anos da BMA e 70 anos da morte de Mário de Andrade, a Biblioteca promove uma série de pequenos encontros comemorativos. Ao todo, serão nove ilustradores e nove contadores de histórias que trabalharão em duplas em torno dos contos do autor, explorando as relações entre desenho e oralidade. Para o mês de setembro, o convidado é Thiago Lémon. O artista fará uma ilustração inspirada no conto “Nízia Figueira, sua criada”. No dia 4, será apresentado o trabalho final do artista em conjunto com a narração feita por Mariana Per. | Biblioteca Mário de Andrade – saguão. Centro. Dia 4, 19h30. Grátis emcartaz | SETEMBRO DE 2015

47


ARQUIVO DÉCIO PIGNATARI: UM LANCE DE DADOS Curadoria: Maria Adelaide Pontes e Marcio Harum. Convidado: Walter Silveira.

A exposição compreende as diferentes vertentes do poeta, ensaísta, publicitário, tradutor, professor e teórico Décio Pignatari e sua rede de relações nacional e internacional, apontadas a partir de seu arquivo pessoal, por meio de uma seleção de fotografias, estudos, jornais, datiloscritos, correspondências e publicações de poesias concretas dos mais variados autores. O público poderá acessar mais informações desse arquivo por meio de um catálogo eletrônico, um banco de dados. Poema “Beba Coca-Cola” integra a mostra “Arquivo Décio Pignatari: Um lance de dados”

80 ANOS DE MAURÍCIO DE SOUsA Exposição do acervo da Gibiteca Henfil que traz personagens criados por Maurício de Sousa, um dos mais importantes quadrinistas brasileiros, que completa 80 anos em 2015. | Centro Cultural São Paulo – Gibiteca Henfil. Centro. De 15/9 a 15/12. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

TER LUGAR PARA SER Artistas plásticos: Clara Ianni, Leonardo Finotti, Mayana Redin, Pollyana Morgana, Rodrigo Sassi e outros. Curadoria: Mario Gioia.

As relações entre artes visuais e arquitetura estão no centro desta mostra coletiva com artistas que exibem obras de variadas linguagens e que trazem abordagens e estratégias das mais diversas sobre esses elos. | Centro Cultural São Paulo – Piso Caio Graco. Centro. Abertura: Dia 19, 15h. De 20/9 a 22/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

| Centro Cultural São Paulo – Piso Caio Graco / Sala Tarsila do Amaral. Centro. Até dia 25/10. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

BAILES DO BRASIL Curadores: Ricardo Feldman e Jum Nakao. Parceria: Museu da Cidade de São Paulo. Patrocínio: C&A, por meio da lei de incentivo estadual de cultura - ProAC.

Exposição de acervo de fotografias, músicas e vídeos que trata da relação entre moda, dança e música a partir da Primeira República, no final do século 19. As imagens foram fotografadas por nomes como Thomas Farkas, Vania Toledo, Luiz Carlos Barreto, Otto Stupakoff, Maureen Bisilliat e Pierre Verger. A música é resultado de uma pesquisa sobre aspectos rítmicos brasileiros e permite uma imersão do visitante aos ambientes expostos. Três videoinstalações com seis figurinos brancos escolhidos por Jum Nakao, sobrepostos por projeções, serão exibidas. | Solar Marquesa de Santos. Centro. Até dia 25/10. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

Em cartaz

ANEKDOTA Artista plástica: Laura Belém.

Ao relacionar de modo livre a ausência de documentação factual sobre a origem da Capela do Morumbi, Laura Belém promove uma espécie de entropia e reafirma a subjetividade da história: no interior da Capela vê-se o recorte e a reprodução da parede frontal de alvenaria, assentada no chão. Já o jardim é trazido para o interior do espaço, ocasionando uma contiguidade com a área exterior. | Capela do Morumbi. Zona Sul. Até dia 18/10. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis 48

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Fotografia feita por Marcel Gautherot exposta em “Bailes do Brasil”


Praça Marechal Deodoro fotografada por B. J. Duarte em 1950 e exibida em “Paisagem desaparecida”, no Solar da Marquesa de Santos

DA INDEPENDÊNCIA AO GRITO: HISTÓRIA DE UMA CASA DE PAU A PIQUE Curadoria: Margarida Andreatta (arqueóloga do Museu Paulista).

A mostra revela aspectos da casa histórica do Parque da Independência por meio de imagens, desenhos e fragmentos do cotidiano. | Casa do Grito. Zona Sul. Até dez. de 2016. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

DIÁLOGOS ENTRE TÉCNICAS E GERAÇÕES Exposição de trabalhos dos alunos dos cursos de xilogravura, realizados em 2009 e coordenados pelos artistas Eduardo Ver e Ezequiel. | Biblioteca Pública Belmonte – sala de oficinas. Zona Sul. 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h. Grátis

DISCOTECA 80, UM PROJETO MODERNISTA Em comemoração aos 80 anos da Discoteca Oneyda Alvarenga, referência da música brasileira, esta exposição foca o poeta Mário de Andrade e a patrona do espaço, Oneyda Alvarenga, primeira diretora da Discoteca Pública Municipal. A mostra retrata os ideais modernistas no período entre guerras que nortearam boa parte das ações dos intelectuais envolvidos no projeto, por meio de documentos e objetos de época, como gravadores, discos, microfones e equipamentos. | Centro Cultural São Paulo – Discoteca Oneyda Alvarenga. Centro. Até dia 4/10. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

ESCAVANDO O PASSADO - A ARQUEOLOGIA NA CIDADE DE SÃO PAULO Curadoria: Cíntia Bendazzoli (arqueóloga).

Exposição de arqueologia com fragmentos en-

contrados na cidade de São Paulo nos últimos anos, como pedras lascadas, cerâmica indígena e materiais históricos. | Sítio Morrinhos. Zona Norte. Até dez. de 2016. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

HOJE TEM ESPETÁCULO Curadoria: Verônica Tamaoki. Projeto expositivo: Carla Caffé.

A exposição traça um panorama da história do circo no Brasil, apresentando, entre outros itens, uma linha do tempo com os principais acontecimentos entre 1830 e 2009, a classificação das artes circenses e a maquete de circo do Mestre Maranhão. | Galeria Olido (térreo do Centro de Memória do Circo e sobreloja da Galeria). Centro. Até dez. de 2016. 2ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 13h às 20h (não abre às 3ªs). Grátis

INVENTO | AS REVOLUÇÕES QUE NOS INVENTARAM Curadoria: Marcello Dantas e Agnaldo Farias. Patrocínio: HSBC e Goethe-Institut.

Nesta exposição, cerca de 30 grandes artistas contemporâneos recriam importantes invenções desenvolvidas nos últimos 150 anos, da lâmpada elétrica ao elevador, da máquina de escrever ao raio-X, do concreto à asa-delta, das cápsulas de remédio à psicanálise. Dentre os objetos exibidos, muitos interativos, estão a guitarra personalizada por Andy Warhol para a banda de rock norte-americana Velvet Underground e o ferro de passar elétrico concebido por Man Ray. | Museu da Cidade - Oca. Zona Sul. Até dia 4/10. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis emcartaz | SETEMBRO DE 2015

49


“Cavalos”, de Romy Pocztaruk”, e “No calor da hora”, de Wagner Malta Tavares, podem ser vistas na 2a Mostra do Programa de Exposições 2015

MÃOS NO BARRO DA CIDADE: UMA OLARIA NO CORAÇÃO DE PINHEIROS

Wagner Malta Tavares expõe um projeto seu recente, realizado a convite da curadoria de artes visuais do CCSP.

A tecnologia utilizada nesta exposição permite a interatividade com o visitante a partir de material encontrado em escavações no bairro da zona oeste nas últimas décadas.

| Centro Cultural São Paulo – Piso Caio Graco. Centro. Até dia 25/10. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

| Sítio Morrinhos. Zona Norte. Até dez. de 2016. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

URBANISMO ECOLÓGICO

PAISAGEM DESAPARECIDA Seleção de imagens guardadas pela Prefeitura de São Paulo para registrar a paisagem que desapareceu no processo de renovação da cidade. As obras expostas pertencem à Coleção de Fotografia Iconográfica do Museu da Cidade de São Paulo e expressam os diversos modos de registrar a capital entre 1860 e 1950.

Exposição itinerante baseada no livro homônimo editado por Gareth Doherty Moshen Mostafavi, que reúne olhares interdisciplinares sobre o tecido urbano e a ecologia. | Arquivo Histórico do Município de São Paulo. Centro. Até out. de 2015

VISAGENS: VISÕES COMUNS, VISÕES SUBLIMES Artista plástico: Ernesto Bonato.

| Solar da Marquesa de Santos – térreo. Centro. Até dia 11/10. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

Xilogravuras feitas a partir de retratos de pessoas que circulam, trabalham ou moram no entorno da biblioteca.

O PAPAGAIO DE HUMBOLDT

| Biblioteca Pública Belmonte – hall de entrada. Zona Sul. 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h. Grátis

Curadoria: Alfons Hug.

Quinze artistas latino-americanos desenvolvem esta exposição, montada no último andar da Oca, próximo de sua cúpula. Trata-se de uma instalação sonora que resgata idiomas indígenas em risco de extinção. | Museu da Cidade - Oca. Zona Sul. Até dia 4/10. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

2ª MOSTRA DO PROGRAMA DE EXPOSIÇÕES 2015 Em 2015, o Programa de Exposições do CCSP celebra 25 anos. Nesta segunda mostra, os artistas selecionados Danielle Fonseca, Renato Valle, Romy Pocztaruk e Vijai Patchineelam participam de individuais, enquanto que 50

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Últimos dias

PAPÉIS EFÊMEROS DA FOTOGRAFIA No início do século 20, surgiram lojas de comércio especializadas no atendimento ao fotógrafo amador, novo hábito na cidade que registrou o cotidiano e as histórias individuais. Entre as boas práticas de estímulo ao consumo, estava a produção de informativos e de material para uso no atendimento ao cliente, ambos descartáveis e que nesta exposição auxiliam a contar novas histórias da fotografia. | Casa da Imagem – térreo. Centro. Até dia 20. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis


EXPOSIÇÃO NO CCSP DISCUTE MOBILIDADE URBANA

TRAVESSIA Fotógrafo: Guilherme Maranhão. Curadoria: Fausto Chermont.

A mostra exibe 31 imagens feitas com filmes preto e branco fora da data de validade, há 20 anos, expostos nesse período à ação de fungos e outros agentes deteriorantes. O trabalho fala sobre um percurso, um aprender, que acontecem tanto ao viajar como durante o passar do tempo. Projeto vencedor do Prêmio Marc Ferrez Funarte 2014.

D

| Casa da Imagem – 1º andar. Centro. Até dia 13. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

UMA MULHER MODERNA - FOTOGRAFIA DE GERTRUDES ALTSCHUL Parceria: Museu da Cidade de São Paulo e Estúdio Madalena. Apoio: Goethe Institut.

A exposição exibe 27 fotografias feitas pela alemã, radicada no Brasil, Gertrudes Altschul, uma das raras mulheres atuantes do Foto Cine Clube Bandeirante, nas primeiras décadas do século passado. Composta por ampliações vintage e uma tiragem especialmente impressa, a mostra permite reconhecer o pensamento difundido pelo fotoclubismo paulistano, também conhecido como Escola Paulista de Fotografia, presente nas cenas urbanas, na construção de abstrações e geometrismos e na experiência com solarização e sobreposições.

Anderson Capuano

| Casa da Imagem – 1º andar. Centro. Até dia 13. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

e que maneira o uso da bicicleta é capaz de reformular tanto a utilização do espaço público como as relações humanas? A resposta a essa pergunta pode estar na exposição de fotografia e arte “Essa cidade é invisível? SP|NYC”, que chega ao Centro Cultural São Paulo (CCSP), no dia 12, tendo a cidade como motivação –com suas ruas, pessoas e relações– e a bicicleta como pretexto. O projeto original, denominado “Am I invisible”, surgiu em Nova York (EUA), em 2013, idealizado pela fotógrafa Jeanne Hilary, fundadora da organização Bicycle Utopia. Este foi trazido para o Brasil pela fotógrafa Sylvia Sanches, da CicloUtopia, criando um diálogo visual entre as duas metrópoles. “No que diz respeito à ocupação do espaço público e à mobilidade, o que está acontecendo em São Paulo também acontece em Nova York”, conta Sylvia. Segundo ela, a ideia é promover esse diálogo para ver o ponto de vista sobre a cidade tanto do brasileiro quanto do norte-americano, partindo da bicicleta. A mostra chega, simultaneamente, ao North Brooklyn Farms, em Nova York. A curadoria é dividida entre Jeanne Hilary e Baixo Ribeiro, fundador do Instituto Choque Cultural. Ao todo, são 16 obras de brasileiros e norte-americanos, dos coletivos Garapa, TEC, Bijari, 6Meia e de Felipe Russo. As peças estarão expostas em diversos pontos do CCSP e também nas ruas próximas e nas ciclovias que levam ao polo cultural. “Mais do que pensar em uma imagem, estamos pensando na relação entre elas, criando um circuito. Além disso, a ideia é proporcionar um diálogo da parte interna do CCSP com a rua e do ciclista com a exposição”, diz Sylvia. | Luísa Bittencourt

“Carro verde”: instalação do coletivo Bijari presente em “Essa cidade é invisível? SP|NY”

| Centro Cultural São Paulo – diversos espaços. Centro. Abertura: Dia 12, 10h. De 13/9 a 8/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis emcartaz | SETEMBRO DE 2015

51


cursos e oficinas ARTESANATO | Biblioteca Pública Paulo Setúbal. Zona Leste. 4ª, 9h30. Grátis

| Galeria Olido – Vitrine da Dança. Centro. 3ª a 5ª, das 15h às 17h. 6ª, das 15h às 17h e das 19h às 21h. Sáb., das 15h às 17h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

CAPOEIRA

DANÇA DE SALÃO NO CCJ

Coord.: Grupo Afroartnativa. Supervisão: Grão Mestre Miguel (projeto Capoeira como Arte e Educação). Instrutores: Thiago Urso e José Cícero.

Além dos ensinamentos básicos de capoeira, haverá oficinas de musicalidade com ritmos e manifestações afro-brasileiras. | Livre. Inscrições na recepção do CCJ. Centro Cultural da Juventude. Zona Norte. 4ª e 6ª, das 15h às 17h (espaço sarau). Dom., das 11h às 13h (estúdio). Grátis

CARATÊ Coord.: Evandro Luiz de Oliveira e Danilo das Neves Bejas (integrantes do Projeto Bushido Karatê Shotokan, filiado à Federação Paulista de Karatê Interestilos - FPKI).

Oficina de caratê no estilo shotokan que aborda as técnicas de defesa pessoal: kata (luta imaginária), kumite (luta propriamente dita), além da teoria, história e fundamentos do caratê. | Menores de 12 anos somente acompanhados por responsáveis. Centro Cultural da Juventude – espaço sarau. Zona Norte. 3ª e 5ª, das 20h30 às 21h30. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

CULINÁRIA LATINA

Oficina de culinária que ensina receitas do continente latino-americano, como barbecue chicken jamaicano, ceviche peruano, choclo rice e banana da terra em guava sauce. | +12 anos. 20 vagas. Inscrições na recepção do CCJ ou pelo site www.inscricoes.ccj.art.br. Centro Cultural da Juventude – cozinha experimental. Zona Norte. Dia 10, das 15h às 17h. Grátis

DANÇA CIRCULAR

Unindo crianças e adultos, esta atividade física procura melhorar a qualidade de vida dos participantes. | Biblioteca Pública Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 12, 11h. Grátis

DANÇA DE SALÃO NA OLIDO Projeto: Acredita e se Atira!. Coord.: Rogério Da Col. Coord. substituta: Adriana Cabral.

Oficina de dança de salão que ensina desde elementos básicos, relacionando os movimentos com o dia a dia, respiração, estudo das forças opostas e balanço natural do corpo. A ideia é integrar participantes jovens, adultos e idosos. Salsa e zouk | 3ª, 15h Forró universitário e rock soltinho | 4ª, 15h Samba rock e sertanejo universitário | 5ª, 15h Bolero e samba de gafieira | 6ª, 15h Samba rock | 6ª, 19h Baile com todos os ritmos | sáb., 15h 52

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Dentre as técnicas apresentadas nestes encontros estão forró, samba de gafieira, rock soltinho, anos 60, mescladas com poesia, filosofia e outras linguagens. | Centro Cultural da Juventude. Zona Norte. 5ª, das 19h30 às 21h (espaço arena). Dom., das 15h30 às 17h (mirante). Grátis (não é necessário fazer inscrição)

ESTUFA DE BAMBU

Ensino de técnicas e práticas das artes e ofícios manuais de iniciação em bioestruturas em bambu e permacultura, com foco em sustentabilidade e desenvolvimento socioeducativo, cultural e ambiental. Participantes aprendem a manter uma horta em estufa agrícola feita de bambu. | +12 anos. 20 vagas. Inscrições na recepção do CCJ ou pelo site www.inscricoes.ccj.art.br. Centro Cultural da Juventude – horta comunitária. Zona Norte. De 9 a 30. 4ª, das 14h às 17h. Grátis

FOLHETARIA ABERTA: ATELIÊ ABERTO Coord.: Hermes dos Reis, Frederico Heer e Guilherme Boso.

Projeto aberto ao público que realiza oficinas dentro da Folhetaria, ateliê de artes gráficas do CCSP, permitindo ao participante a complementação de trabalhos artísticos pessoais ou o desenvolvimento de trabalhos. Interessados apenas em conhecer o espaço podem fazer agendamento às 6ª-feiras, às 11h, pelo email ccspfolhetaria@ prefeitura.sp.gov.br . | +18 anos. Ateliê aberto para quem já tenha conhecimento em gravura e serigrafia. 20 vagas. Centro Cultural São Paulo – Folhetaria (porão). Centro. 4ª, das 19h15 às 22h. 6ª, das 14h às 18h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

GRAFFITI Coord.: Projeto Lixação. Apoio: Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais (VAI).

O projeto chama a atenção para o cuidado com a limpeza e organização do espaço urbano por meio da pintura de lixeiras públicas, usando a técnica do graffiti. | 14 a 25 anos. 15 vagas. Inscrições na recepção do CCJ. Centro Cultural da Juventude – ateliê. Zona Norte. De 12/9 a 28/11, das 14h às 18h. Grátis

GRAFFITI E ARTE NAS RUAS Coord.: Caio Sivieri "Remo".

Oficina de grafitagem e intervenção artística que aproxima o participante da natureza por meio de exercícios de ilustração temática sobre a Mata Atlântica. | +12 anos. Inscrições pelo e-mail bmclarice@gmail.com ou pelo telefone 3672-1423. Biblioteca Pública Clarice Lispector. Zona Oeste. Dias 1º e 3, 15h. Grátis


INICIAÇÃO EM DESENHO

| BP Paulo Setúbal. Zona Leste. 4ª, 6ª e sáb., 14h

Coord.: Jeniffer (jovem monitora cultural). | Biblioteca Pública Jovina Rocha Álvares Pessoa. Zona Leste. Dias 10 e 24, 11h e 14h. Grátis

Ensino das regras necessárias para a prática do jogo de xadrez e seu aprendizado de forma autossuficiente.

MITOLOGIA GREGA

Coord.: Washington Luiz dos Santos. | BP Vicente de Carvalho. Zona Leste. 5ª, 10h e 15h | Livre. Grátis

Coord.: Wládia Beatriz.

A partir da leitura de textos mitológicos, procura-se traçar um paralelo entre a mitologia e a vida real. Os mitos são metáforas que convidam o participante a olhar através de outras janelas e entrar por outras portas. | Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. 5ª, 15h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

OFICINA ARTÍSTICO-PEDAGÓGICA Coord.: Cia. do Núcleo.

Por meio de jogos teatrais e exercícios que relembram a infância, brincadeiras e músicas tradicionais, esta oficina trabalha o resgate de histórias reais dos participantes e, ao final, realiza um sarau como o resultado. | +16 anos. 40 vagas. Inscrições na unidade. Biblioteca Pública Hans Christian Andersen. Zona Leste. 6ª, 14h. Grátis

OFICINA COMUNITÁRIA MÃO NA RODA Coord.: Ciclocidade - Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo.

Espaço coletivo de aprendizado, convivência e prática da manutenção de bicicletas, que empresta ferramentas e materiais para uso dos ciclistas. | Centro Cultural São Paulo – Espaço Oficina Mão na Roda (próximo da central de informações). Centro. De 1º a 29. 3ª, das 19h às 22h. Sáb., das 14h às 19h. Dom., das 15h às 20h. Grátis

RPG EDUCA 1

A oficina ensina como construir uma personagem de RPG, abordando concepções, métodos e reflexões necessárias para desenvolver uma história. | +14 anos. 40 vagas. Biblioteca Pública Rubens Borba de Moraes. Zona Leste. Dia 14, 14h. Grátis

RPG EDUCA 2

A oficina ensina como elaborar cenários para aventuras de RPG, ressaltando sua importância na história e mostrando as estruturas e os elementos básicos para seu funcionamento.

AGRICULTURA URBANA: PRÁTICAS DE AGROECOLOGIA PARA A PRODUÇÃO DE ESPAÇO PÚBLICO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | JARDIM SUSPENSO | CENTRO | Grátis

OFICINA PLANTAS MEDICINAIS Coord.: Coletivo Caminho Natural. | Inscrições pelo site www.centrocultural.sp.gov.br. Dia 12, das 10h às 14h

MUTIRÃO NA HORTA COMUNITÁRIA DO CCSP Coord.: Marina de Toledo Marchesi. | Não é necessário fazer inscrição. Dias 13 e 26, das 10h às 16h

OFICINA IDENTIFICAÇÃO DE PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO-CONVENCIONAIS (PANCs) Coord.: Gui Reis. | Inscrições pelo site www.centrocultural.sp.gov.br. Dia 26, das 10h às 14h

FESTIVAL AUDIOGROOVE CENTRO CULTURAL DA JUVENTUDE | ZONA NORTE | GRÁTIS O CCJ e o Festival AudioGroove, evento que busca relevar novos talentos do hip-hop em seus quatro elementos, realizam oficinas de dança, graffiti, MC e DJ. O resultado das oficinas será exposto nas finais do Festival, na casa de shows espaço Áudio Club. | Inscrições até dia 6. Informações pelo telefone 9-4452-1307 ou pelo e-mail jean@ccj.art.br. Site do festival: www.audiogroovefestival.com.br.

GRAFFITI | 15 vagas. De 8 a 22. 3ª e 5ª, 14h30

DANÇA

| +14 anos. 40 vagas. Biblioteca Pública Rubens Borba de Moraes. Zona Leste. Dia 28, 14h. Grátis

| 20 vagas. De 8 a 22. 3ª e 5ª, 17h

TAI CHI CHUAN

| 15 vagas. De 9 a 23. 4ª e 6ª, 14h30

Coord.: monja Sauniasini-Shadhu Shakta.

MC

Prática física de raízes orientais que alivia o estresse e a tensão, além de melhorar a postura, a digestão, entre outros benefícios. | Inscrições pelo e-mail bmadelphafigueiredo@yahoo.com. br ou pelo telefone 2292-3439. Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo. Zona Leste. 4ª, 16h. Grátis

XADREZ A atividade é ensinada em duas bibliotecas públicas (BP).

Noções básicas para iniciantes, abordando regras fundamentais e xadrez intermediário.

DJ

| 20 vagas. De 9 a 23. 4ª e 6ª, 17h

Infantojuvenil

BRINCANDO EM INGLÊS Coord.: Tatiana Sant’Anna.

Brincadeiras e jogos visando aproximar crianças e adolescentes da cultura inglesa por meio de linguagem lúdica e de conteúdo didático. | +10 anos. Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Centro. 5ª, 17h30. Grátis emcartaz | SETEMBRO DE 2015

53


palestras, debates e encontros

Escritores Sérgio Vaz e Ferréz participam de encontros com autores

CIDADE TIRADENTES SEDIA SUA PRIMEIRA FESTA LITERÁRIA

O

Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes (CFCCT) se transforma em um polo irradiador de literatura neste mês, entre os dias 11 e 19, quando acontece a 1ª Flict - Festa Literária de Cidade Tiradentes. Nesta iniciativa inédita, realizada por meio das Secretarias Municipais de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, de Cultura, de Educação, de Saúde e de Transportes, em parceria com a Subprefeitura de Cidade Tiradentes, a experiência da leitura poderá ser vivida em atividades diversas, desde encontro com os autores até contações de histórias e intervenções literárias. Maior espaço cultural do bairro, o CFCCT abriga 22 das mais de 70 atrações, incluindo a abertura do evento, com a participação de escritores, cordelistas, repentistas e autoridades municipais. A Flict também vai se espalhar pela região leste, ocupando outros locais públicos, como Centros Educacionais Unificados (CEUs), bibliotecas, espaços comunitários e de organizações da sociedade civil. Uma curadoria colegiada foi responsável por formatar a programação, conferindo a ela um caráter plural. Integraram esse núcleo representantes do próprio CFCCT, do Centro Estação da Juventude, do Mocuti (Movimento Cultural de Cidade Tiradentes), do Instituto Pombas Urbanas, do Coletivo de Esquerda Força Ativa, entre outros. 54

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Uma das atrações da Festa são os encontros com nove escritores. Dentre os convidados está Ferréz, um dos ícones da chamada “literatura marginal” e autor de obras como “Fortaleza da desilusão” e “Ninguém é inocente em São Paulo”. Ferréz fala sobre “O jovem e a literatura”, abordando o protagonismo literário dos moradores de Cidade Tiradentes. Outra importante voz da periferia que marca presença nesta Flict é Sérgio Vaz, poeta e criador da Cooperifa, um dos maiores saraus da cidade de São Paulo. Seu trabalho aborda a criação poética e a leitura como instrumento de arte e cidadania. No encontro, ele deve apresentar alguns de seus poemas e reforçar a importância de se ler no dia a dia. “Quero falar sobre como o conhecimento é uma arma de libertação pessoal”, afirma. Autora de mais de 50 livros referência para o público infantojuvenil, Heloisa Prieto também participa da Flict, assim como o cordelista Pedro Monteiro, que mostra seu folheto “Chico, o menino das cem mentiras”, entre outros trabalhos. Em seu encontro, ele destaca o uso do cordel como ferramenta de sensibilização para a leitura. | Giovanna Longo | Veja programação na página 59.


CCSP DANÇA EM DIÁLOGO Coord.: Cássia Navas (professora-doutora do Instituto de Artes da Unicamp, especialista em gestão e políticas culturais).

Ciclo de atividades sobre dança, arte e cultura contemporâneas com o intuito de ampliar o debate sobre dança a partir da exposição de temas e discussão de espetáculos. | +16 anos. Centro Cultural São Paulo – sala de ensaios 1. Centro. Dias 1º e 15, das 18h às 19h30 (1ª parte: para até 30 participantes, inscritos e previamente selecionados; inscrições: http://bit.ly/ccspdancaemdialogo); das 19h30 às 21h (2ª parte, de acordo com o tema do dia, os encontros serão abertos para mais 40 participantes, sem necessidade de retirar de ingressos). Grátis

CCSP DANÇA: PARTILHA DO SENSÍVEL Elaboração e coord.: Claudia de Souza, Danilo Patzdorf, Robson Ferraz e Patricia Zuppi.

Resultado da ação poética promovida em 2014 pela coreógrafa Claudia de Souza a partir de seu projeto #Feira de Trocas. Nesta última edição do projeto em 2015, ocorrem os “Encontros na história”. Será elaborada uma rede histórica ligando os partilhadores –e os trabalhos compartilhados– à história da dança paulista e seu fundadores icônicos, assim como seus desdobramentos nas gerações posteriores. | +14 anos. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 22, das 19h às 21h. Grátis (retirar ingressos, até dois por pessoa, na semana do evento)

CLUBE DE LEITURA Parceria: editora Companhia das Letras.

Roda literária que, neste mês, discute o livro “Festa no covil”, de Juan Pablo Villalobos. | Biblioteca Mário de Andrade – 3º andar. Centro. Dia 9, 19h. Grátis

CONVERSAS LITERÁRIAS Encontro que aborda, mensalmente, um determinado autor. Em setembro, o escritor escolhido é Jô Soares. | Biblioteca Pública Castro Alves. Zona Sul. Dia 11, 15h. Grátis

DRAMATURGIAS DA DANÇA: PENSANDO OS CONCEITOS DE OBRA, COREOGRAFIA E IMPROVISAÇÃO Com Helena Katz e Rosa Hercoles. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 8, 19h. Grátis

ENCONTROS DE ESTUDO DA PALHAÇARIA Encontro de troca de informações e apresentações entre palhaços aprendizes e profissionais. | Galeria Olido – Centro de Memória do Circo. Centro. 2ª, 14h. Grátis

ESCAMBO LITERÁRIO Parceria: BMA e SP Escola de Teatro.

Feira literária que oferece a oportunidade aos participantes de trocar livros entre si. | Biblioteca Mário de Andrade – deck. Centro. De 3 a 24. 5ª, das 10h às 12h e das 14h às 16h. Grátis

IDART 40 ANOS Como parte das comemorações dos 40 anos da criação do Departamento de Informação e Documentação Artísticas (Idart), o CCSP realiza uma série de depoimentos com profissionais que fizeram parte da instituição e da Divisão de Pesquisas do Centro Cultural, ambos desativados atualmente. | Centro Cultural São Paulo – sala de debates. Centro. 4ª, das 11h às 15h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

IMAGEM DO BRASIL PROFUNDO Em 2014, a BMA iniciou, sob a curadoria do prof. Jair Marcatti, o projeto Imagens do Brasil Profundo. Nessa primeira fase, foram convidados violeiros para falar sobre as ligações de sua música com a cultura caipira. Em 2015, o programa se ampliou, abrangendo outros aspectos das diversas culturas regionais do Brasil, que serão abordados em diferentes formatos: shows, encontros, debates e palestras. Em setembro, o convidado é João Arruda, que participa de um bate-papo musical. Cantador, tocador de viola, rabeca e percussão, o artista recria em seu trabalho canções da cultura popular brasileira e, ao lado de Ivan Vilela, já integrou a Orquestra Filarmônica de Violas, entre 2005 e 2006,

DIÁLOGOS COM A LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA

| Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 2, 20h. Grátis

Com João Luiz Marques.

INFORMATION LITERACY: O NOVO DESAFIO PARA BIBLIOTECAS DO SÉCULO 21

Encontros mensais para conversar sobre a leitura de autores brasileiros contemporâneos, previamente selecionados e lidos. Livro do mês: “Escuta” (poesia), de Eucanaã Ferraz (ed. Companhia das Letras). | Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Centro. Dia 18, 20h. Grátis

Com Giovanni Solimine (professor na Università la Sapienza de Roma, presidente do Fórum do Livro e membro do Conselho Superior do Ministério da Cultura Italiano; autor de mais de 200 publicações científicas e diretor da revista Biblioteche Oggi Trends). Parceria: Istituto Italiano di Cultura São Paulo.

Na Itália, vê-se, atualmente, uma troca de emcartaz | SETEMBRO DE 2015

55


paradigma: das bibliotecas centradas em documentos para as outras voltadas aos serviços e às pessoas. Segundo o palestrante, pode-se falar até em nascimento de uma “biblioteconomia social” em que a information literacy é o novo desafio para as bibliotecas. Será concedido certificado ao participante desta palestra. | +18 anos. Para bibliotecários da rede municipal e estudantes de biblioteconomia. 99 vagas. Inscrições até dia 10 pelo site www.centrocultural.sp.gov.br. O resultado será divulgado a partir do dia 11 no site. Centro Cultural São Paulo – Sala Lima Barreto. Centro. Dia 14, das 15h às 17h. Grátis

LANÇAMENTO: VERTIGEM, de Wilson Alves-Bezerra Lançamento do livro “Vertigem” (editora Iluminuras), de Wilson Alves-Bezerra, autor também de “Histórias zoófilas e outras atrocidades” (EDUFSCar/ Oitava Rima). “Vertigem” contém 29 poemas em prosa e seu prefácio é assinado pelo poeta e ensaísta Claudio Willer, que também participa do evento. | Biblioteca Mário de Andrade – terraço. Centro. Dia 5, 19h30. Entrada franca

LANÇAMENTO: SÃO PAULO DEVE SER DESTRUÍDA - A HISTÓRIA DO BOMBARDEIO À CAPITAL NA REVOLTA DE 1924, de Moacir Assunção O autor resgata os eventos que cercaram o bombardeio à capital paulista autorizado pelo governo do então presidente Arthur Bernardes para conter o levante da antiga Força Pública de São Paulo, em 1924. | Biblioteca Mário de Andrade – terraço. Centro. Dia 18, 18h30. Entrada franca

AS MULHERES DO CIRCO Por ser essencialmente patriarcal, o mundo do circo não deu a devida importância à presença da mulher em suas atividades. Para homenageá-las, o Centro de Memória do Circo promove este encontro. | Galeria Olido – Centro de Memória do Circo (sobreloja). Centro. Dia 23, 15h. Grátis

OCUPAÇÃO PRETA Uma vez por mês, este projeto leva ao Centro Cultural da Penha uma programação para discutir as relações raciais no Brasil por meio de diversas manifestações artísticas, como shows, intervenções culturais e rodas de conversa, realizadas pela população negra de São Paulo. Tema de setembro: “Cultura negra: entre trocas e apropriação cultural”. | Centro Cultural da Penha. Zona Leste. Dia 26, das 15h às 21h. Grátis 56

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

PASSEIO NO ESCURO Ação de sensibilização que, a partir da experiência do uso do piso tátil (aquele em relevo, utilizado por pessoas com deficiência visual para se orientar), pretende aproximar os participantes da perspectiva daqueles que não enxergam e usam o piso para percorrer o CCSP. Ocorre um bate-papo após o trajeto. | Centro Cultural São Paulo. Centro. Ponto de encontro: Biblioteca Louis Braille. Dia 24, 15h (para outros dias, grupos, entre quatro e dez pessoas, devem agendar pelo telefone 3397-4036 ou pelo email visitasccsp@prefeitura.sp.gov.br; a atividade será orientada por um guia não vidente). Grátis

PIÁ 2º ENCONTRO DE PROCESSOS ARTÍSTICOS “Processos artísticos, cidade e infância” é o tema deste encontro focado em discussões sobre a infância em seus diversos aspectos por meio das atividades desenvolvidas pelo PIÁ (Programa de Iniciação Artística). São atividades de iniciação artística com crianças, encontros com famílias e outras ações compartilhadas. Haverá também palestras, rodas de conversa, vivências processuais e intervenção artística, além do lançamento da publicação referente ao encontro de 2014. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 25, 10h, credenciamento; das 10h às 11h, lançamento da publicação Processos Artísticos, Tempos e Espaços, com representantes das Secretarias Municipais de Cultura e Educação, dos DEC (Divisão de Formação da SMC) e DACE/CCSP; das 11h às 13h, palestra; das 14h às 15h, performance; e das 15h às 17h, roda de conversa. Grátis

PSICODRAMA PÚBLICO CCSP Coord.: Rosane Rodrigues.

Com base na dramaturgia improvisada, seguida de bate-papo, a encenação livre propõe vivenciar temas que fazem parte do cotidiano dos participantes. Cada sessão é aberta a todos os interessados e não é necessário fazer inscrição. Pedro Mascarenhas | Dia 5 Moysés Aguiar e equipe | Dia 12 Camila Salles Gonçalves, Glória Hassan e Regina Fourneaut Monteiro | Dia 19 Raul Araújo | Dia 26 | Informações pelo telefone 3397-4037. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Sáb., das 10h30 às 13h. Grátis

RODA DE CONVERSA NA BIBLIOTECA Mediação: Jeane Silva.

Encontro em que pessoas acima de 60 anos interagem e contam suas histórias por meio do contato com literatura, música, expressão corporal, dentre outras formas de arte. | Biblioteca Pública Raimundo de Menezes. Zona Leste. Sáb., 10h. Grátis


SARAU CAFÉ DO CIRCO

Sarau circense que contará com a participação do apresentador Camilo Torres, do músico Ayrton Mugnaini Jr., do artista visual Manu Muniz, dos artistas Nina Sprovieri e Joy Domingos, de Vivane Figueiredo (palhaça Espalha Brasa), de Mafê Vieira (bufona Mendiva), de Alexandra Syqueira, Levy Orion, entre outros. | Galeria Olido – Centro de Memória do Circo (sobreloja). Centro. Dia 25, das 18h às 21h. Grátis

SARAU DAS ARTES Dir. artística: Maria Zélia Wolff.

Sarau semanal que apresenta diversas formas de arte, como canto, música instrumental, dança e poesia. | Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Centro. 6ª, 14h. Grátis

SARAU ENCONTRO DE UTOPIAS Participantes são convidados a cantar, tocar instrumentos e escrever, com espaço aberto para apresentação de poesia e textos. | Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Centro. Dia 15, 19h. Grátis

SARAU LITEROMUSICAL DA ZONA NORTE Com o Grupo de Poetas, Cantores, Declamadores Independentes Voluntários de São Paulo. Coord.: Terezinha Dias Rocha. Levantamento bibliográfico: Maria Marta Vavassori.

Encontro que reúne apresentação de poesia, crônicas e música na última sexta-feira do mês. Autor enfocado em setembro: Alberto Caieiro. | Biblioteca Pública Nuto Sant’Anna. Zona Norte. Dia 25, 14h. Grátis

SER PÚBLICO: ACOLHER A DIVERSIDADE NO PALCO E NA PLATEIA (III) Com Cia. Dança Sem Fronteiras.

Reflexão sobre a importância e o preparo para se acolher uma arte, assim como um público que represente a verdadeira diversidade da sociedade em que vivemos. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 19, 10h. Grátis

SOBRE POESIA Participação: Alessandro Barbosa (mestre em Literatura com dissertação sobre os três primeiros livros de Manoel de Barros) e Jean Palavicini (autor dos livros “Peles da voz” e “Erotismo da forma”). | Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dias 14 e 21, 19h. Grátis

TECENDO LEITURAS Confecção de bordados, crochê e tricô, acompanhada de histórias e poesias. | Biblioteca Pública Castro Alves. Zona Sul. 3ª e 5ª, 14h30. Grátis

VISITA MONITORADA PELA EXPOSIÇÃO: HOJE TEM ESPETÁCULO Educadores do Centro de Memória do Circo acompanham interessados em conhecer melhor a exposição sobre a história circense brasileira, “Hoje tem espetáculo”, montada na Galeria Olido. | Galeria Olido – espaço expositivo. Centro. 2ª, 15h (nesse dia, a exposição estará aberta somente para a visita). Grátis

BREVÍSSIMO PANORAMA DA LITERATURA BRASILEIRA: LIVROS PARA O VESTIBULAR CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA ADONIRAN BARBOSA | CENTRO | SÁB. | LIVRE | GRÁTIS Ciclo de palestras sobre os livros de leitura obrigatória para o vestibular da Fuvest, abordando também as escolas literárias. | Retirar ingressos, até dois por pessoa, no Espaço Flávio Império (foyer), meia hora antes.

PARNASIANISMO/SIMBOLISMO Com Simone Rossinetti Rufinoni (professora de Literatura Brasileira da USP e autora de livros como “Favor e melancolia, estudo sobre A menina morta, de Cornélio Penna”). | Dia 5, das 10h30 às 12h30

MODERNISMO E DEPOIS Com Yudith Rosenbaum (professora doutora da USP na área de Literatura Brasileira e autora de livros como “Manuel Bandeira: uma poesia da ausência”). | Dia 12, das 10h30 às 12h30

O CORTIÇO, de Aluísio Azevedo Com Émerson Inácio (professor doutor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP). | Dia 19, das 10h30 às 12h30

SENTIMENTO DO MUNDO, de Carlos Drummond de Andrade Com Vágner Camilo (professor associado de Literatura Brasileira da USP). | Dia 26, das 10h30 às 12h30

DANÇAR COM O PENSAMENTO: ENCONTROS SOBRE CORPO E FILOSOFIA CENTRO DE REFERÊNCIA DA DANÇA DE SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS

ABJEÇÃO E NARCISISMO - ABERTURA DO PROCESSO CRIATIVO EM DANÇA CONTEMPORÂNEA FILOSOFIA DO RALO Com Cadu Ribeiro (professor de Dança Arte Filosofia/Unifesp). | Dia 1º, 17h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

57


DANÇA COMO METÁFORA DO PENSAMENTO? Com Cadu Ribeiro e Ítalo Rodrigues (respectivamente, professores de Dança Arte Filosofia/Unifesp; e do Instituto de Artes Unesp e da Faculdade Paulista de Artes - FPA). | Dia 23, 14h30

DEMOCRACIA NA HISTÓRIA: DIREITO À CIDADE BIBLIOTECA MÁRIO DE ANDRADE | AUDITÓRIO | CENTRO | 5ª | GRÁTIS

NABIL BONDUKI Atual secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki é urbanista e professor-titular da FAU-USP, com experiência nas áreas de habitação, planejamento urbano e regional, história urbana e meio ambiente. Atua, principalmente, em temas sobre política habitacional e urbana, movimentos sociais, condições de moradia, urbanismo, história urbana e meio ambiente. | Dia 3, 19h30

CHRISTIAN DUNKER Christian Dunker é psicanalista e professor catedrático da Universidade de São Paulo (USP) e ganhador do Prêmio Jabuti de Melhor Livro em Psicologia e Psicanálise em 2012 com o título “Estrutura e constituição da clínica psicanalítica”. Dunker é também colunista das publicações Revista Mente & Cérebro e Revista Cult.

blogueira da página SOU gordinha SIM) e Evelyn Queiróz “Negahamburguer” (grafiteira).

Esta roda de conversa trata de assuntos recorrentes ao tema, como o preconceito mascarado de preocupação com a saúde, a padronização midiática do corpo perfeito e o fim das chacotas. | Área de convivência. Dia 10, 17h

EXPOSIÇÃO: GRITO CONTRA A GORDOFOBIA O público foi convidado a mandar fotografias e frases para esta exposição que ficará em cartaz até o fim do mês. | Hall de entrada. Abertura: dia 10, 17h. De 11 a 30. 3ª a sáb., das 10h às 22h. Dom. e feriados, das 10h às 18h

MEDIAÇÃO DE LEITURA PARA VÁRIAS IDADES BIBLIOTECAS PÚBLICAS | GRÁTIS Bibliotecas públicas (BP) promovem atividades dirigidas a participantes de diversas faixas etárias, visando estimular o gosto pela leitura.

Livre

LER É DIVERTIDO Leitura de livros acompanhada de jogos e brincadeiras, indicada a crianças e acompanhantes. | BP Camila Cerqueira César. Zona Oeste. 3ª, 14h

| Dia 10, 19h30

CHÁ COM LEITURA

RAQUEL ROLNIK

Atividade dirigida a leitores de todas as idades.

Livre-docente pela FAU-USP (2015), Rolnik trabalha desde 1979 como professora universitária no campo da arquitetura e urbanismo. Urbanista, foi diretora de planejamento da capital paulista, consultora de cidades brasileiras e latino-americanas em política urbana e habitacional e relatora internacional do Direito à Moradia Adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU (2008-2014). | Dia 24, 19h30

ESPECIAL GORDOFOBIA CENTRO CULTURAL DA JUVENTUDE | ZONA NORTE | GRÁTIS No dia 10 de setembro, é celebrado o dia do gordo com o objetivo de conscientizar sobre a questão, contrariando piadas ofensivas.

| BP Paulo Setúbal. Zona Sul. Dias 2 e 30, 15h

BAÚ DE HISTÓRIAS | BP Gilberto Freyre. Zona Leste. 5ª, 14h

RODA DE LEITURA O público tem contato com livros da literatura infantojuvenil. Para grupos, é necessário fazer agendamento pelo e-mail bmraimundodemenezes@gmail.com ou pelo telefone 2297-4053. | BP Raimundo de Menezes. Zona Leste. 5ª, 14h30

BRINCANDO DE LER Contação de histórias, parlendas e músicas tradicionais para bebês e crianças. | BP Castro Alves. Zona Sul. 5ª, 15h

LIVRE HISTÓRIA

RODA DE CONVERSA: 0% GORDOFOBIA

Com Andréa Regis.

Com Mayara Torres (ex-jovem monitora cultural do CCJ e militante feminista contra a gordofobia), Jéssica Ipólito (blogueira do Gorda e Sapatão), Patrícia Nechar (modelo plus size e

| BP Chácara do Castelo. Zona Sul. 6ª, 15h

58

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Leitura para crianças realizada em uma sala especialmente ambientada.


OS LIVROS FALAM E A ALMA RESPONDE

Sarau

Com Beth Filipini. | BP Thales Castanho de Andrade. Zona Norte. Dias 21 e 28, 10h

CANTORIA E POESIA

0 a 6 anos

PROJETO PRIMEIRA INFÂNCIA Com Elias Barbosa, Cléo Lima e Silene Lima.

Atividade de mediação literária que integra a ação intersecretarial Projeto São Paulo Carinhosa, em parceria com o CEI Geraldo Magela Perón. | BP Cora Coralina. Zona Leste. 2ª, 14h30

1ª FESTA LITERÁRIA DE CIDADE TIRADENTES (FLICT) DIVERSOS ESPAÇOS | ZONA LESTE | DE 11 A 19 | LIVRE | GRÁTIS Realização: Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias Municipais de Cultura; de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo; de Educação; de Assistência e Desenvolvimento Social; de Transportes e da Subprefeitura de Cidade Tiradentes.

Veja destaque na página 54.

Exposição

POESIA NOS MUROS Curadoria Silvana Martins.

Intervenção poética que, em sua primeira etapa, se espalhou pelas periferias da zona sul da cidade. Dessa ação, foram produzidos cerca de 650 cartazes lambe-lambe com versos que homenageiam os 25 anos de carreira do poeta Sérgio Vaz. Essa intervenção é considerada um livro aberto para a população. O poeta é convidado da Flict para o projeto Encontro com Autor no dia 18, às 15h, no Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes.

Com Moreira de Acopiara, Edmilson Ferreira e Antonio Lisboa.

Considerada uma das principais duplas de repentistas da nova geração, Edmilson Ferreira e Antonio Lisboa dividem o palco com o escritor e cordelista Moreira de Acopiara, trazendo para esta apresentação versos bem-humorados e originais sobre o universo literário. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – teatro. Dia 11, das 20h às 21h

Feiras

FEIRA INFOLITERÁRIA: HQ - O MUNDO EM QUADRINHOS Esta feira é uma mobilização do CEU Água Azul (Emef) e contará com a presença do artista multimídia Danyael Lopes, que falará sobre seu projeto de HQ recém-lançado, Cidadão N. Haverá também oficinas. | CEU Água Azul – Emef. Dia 12, das 10h às 15h

FEIRA DE TROCA DE LIVROS Nesta feira, o público pode trocar livros ou gibis sem custo. Para participar, devem-se levar publicações de todos os gêneros literários e trocá-las na base de uma por uma. Já que o objetivo é fomentar a leitura de textos literários, não serão aceitas obras de caráter informativo (didáticas, técnicas ou escolares). As pessoas podem trocar seus livros e gibis em bancas ou entre si. | Centro de Formação Cultural Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 12, das 11h às 15h

| Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – espaço expositivo. De 11 a 19, das 10h às 20h

Intervenções literárias

Debate

OS SETE PECADOS CAPITAIS E O ANTI-HERÓI MACUNAÍMA

O DIREITO À LITERATURA

Orientação artística: André Bumenschein.

Com Claudia Canto (escritora), Priscila Arse Oliveira (professora), Call Gomes (articulador cultural) e Michelle Dias Silva (assistente social e militante do movimento feminista).

Os convidados desta mesa de debate desenvolvem processos práticos e reflexivos de apropriação literária, reconhecidos dentro e fora do distrito de Cidade Tiradentes. | Centro de Formação Cultural Cidade de Tiradentes – teatro. Dia 11, das 19h às 20h

Como etapa da pesquisa sobre os sete pecados capitais, definidos pelo papa Gregório Magno no final do século 6, participantes do Programa Vocacional Teatro do CFCCT apresentam pequenas cenas que procuram identificar essas características humanas no romance “Macunaíma”, de Mário de Andrade. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 12, das 11h às 11h30 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

59


FLUXO LITERÁRIO

REFRESCO DE RIMAS

Com Pombas Urbanas, Filhos da Dita, Aos Quatro Ventos, Palombar, As Três Marias, o Sol e a Lua e o Movimento Cultural de Cidade Tiradentes (Mocuti).

Cia. Circo de Trapo.

Encontro de grupos e artistas do bairro de Cidade Tiradentes que promove uma festa pelas ruas. Serão coletivos de teatro, circo e música em um grande bloco que terá, em seu trajeto, intervenções teatrais e números circenses, relacionando a produção literária à realidade local. | Concentração em frente ao Centro Cultural Arte em Construção. Praça 6.5. Dia 12, das 14h às 19h

Encontros com autor

ALBATROZ (ALLAN REGIS) Allan Regis nasceu em Guaianases, periferia de São Paulo, lançou seu primeiro livro “Reminiscências” aos 14 anos. Além desta obra, escreveu “Mil horas sem fim” e, em 2014, lançou a antologia “Ler-te integral - Escritos tipo A". | CEU Água Azul – biblioteca. Dia 12, das 15h às 16h30

ANDRÉ VIANCO

Autor de obras sobrenaturais que misturam terror, suspense, fantasia e romance, André Vianco foi escritor da seção de humor na rádio Jovem Pan e redator do departamento de jornalismo da emissora. Seu primeiro best-seller foi o livro “Os sete”, lançado em 2000. Escreveu, ainda, “O senhor da chuva”, “Sétimo”, entre outras obras. Dirigiu, também, curtas-metragens, entre eles, "A flor", baseado em um conto de Carlos Drummond de Andrade. | Centro de Formação Cultural Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 12, das 16h às 17h30

Música

MÚSICA E LITERATURA

Dois artistas, representando sorveteiros, circulam pela feira livre do bairro Vila Iolanda II com suas caixas de ‘palavras refrescantes’. Nelas, as pessoas encontrarão diversas poesias, entre prontas, inacabadas, trágicas ou engraçadas. As palavras, que dão origem às poesias criadas junto ao público, saem dos palitos de sorvete ou são ‘pescadas’ entre as pessoas. | Feira Livre Vila Iolanda II. R. Dr. Ademar Ferreira de Carvalho, s/nº, V. Iolanda II. Dia 13, das 11h às 11h45

Contação de histórias

ACEITA UMA HISTÓRIA? Com Rita Nasser.

Narração de histórias assustadoras, divertidas ou encantadoras, entre elas, a de Éire. | Ponto de Leitura Parque do Rodeio. Dia 13, das 14h às 14h45

Performance literária

POETAS AMBULANTES Coletivo Poetas Ambulantes.

Inspirando-se nos vendedores ambulantes que circulam dentro dos coletivos oferecendo suas mercadorias, o Poetas Ambulantes oferece ao público poesia falada e escrita. O coletivo estará no Terminal Cidade Tiradentes para declamar e entregar poemas autorais ou de autores que frequentam saraus da cidade. | Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº, Cidade Tiradentes. Dia 13, das 15h às 17h

Debate

LITERATURA PERIFÉRICA E/OU MARGINAL? Com Sacolinha e Ruivo Lopes.

| CEU Água Azul – biblioteca. Dia 12, das 17h às 19h

Difundida, principalmente, pelos saraus periféricos, essa forma de literatura traz, em suas escritas narrativas, as margens da cidade, resistindo às tentativas de silenciamento pelos padrões literários e preconceito.

Intervenções literárias

| Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes. Dia 13, das 16h às 17h30

A GRANDE IDA

Performance literária

Com Eduardo dos Santos.

Ao som de violão, Eduardo dos Santos conta a trajetória literária e a biografia de diversos autores e músicos.

Cias. d’artê.

Série de encontros em que os participantes, utilizando o Sistema Ida (metodologia de investigação do imaginário) e seus desdobramentos, produzem obras em diversas linguagens, como dança (Ida do Corpo), literatura (Ida Literária) e artes visuais (Ida Imagética). | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes. Dia 12, das 19h às 21h 60

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

TENDA LITERÁRIA Coletivo Tenda Literária.

Atividade dedicada à produção e promoção da literatura periférica que teve início com o debate “Literatura periférica e/ou marginal?” e termina com este grande encontro poético e literário. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – área do circo. Dia 13, das 17h às 21h


Debate

O JOVEM E A LITERATURA Com Ferréz (autor dos livros “Fortaleza da desilusão”, “Capão pecado”, entre outros) e Gabriel Maciel.

Bate-papo informal com adolescentes. O objetivo é discutir e promover o protagonismo literário dos jovens de Cidade Tiradentes. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 14, das 10h às 11h30

Contação de histórias

PEGA TROUXA DE PAPO FURADO Cia. Grama Verde.

Baseado na hilária obra do escritor Ricardo Azevedo, esta narração fala sobre as desavenças de dois irmãos bobos e briguentos, sobre o caso do mentiroso que afirma ter acabado de chegar do céu e sobre a anedota do chapéu que, no lugar de um pássaro raro, exibe um monte de excrementos. | Cebech Castro Alves. R. Sara Kubitschek, 221, Cj. Cohab Castro Alves. Dia 14, das 10h às 10h40

Mediações de leitura

PARADA LITERÁRIA Com alunos da Emef Mailson Delane. 60 min. | Emef Mailson Delane. R. Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes. Dia 14, 10h, 16h e 21h

MEDIAÇÃO Com alunos da Emef Senador Luis Carlos Prestes. | Emef Senador Luis Carlos Prestes. R. Igarapé Guará, 90, Cidade Tiradentes. Dia 14, das 14h às 15h

Contação de histórias

O DRAGÃO E A PAREDE QUE BRILHAVA Com Vanessa Meriqui.

Quando as paredes do quarto de um menino começam a brilhar, surge um buraco e ele vive uma grande aventura. | Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº, Cidade Tiradentes. Dia 14, das 15h às 15h45

Encontro com autor

A MÃO LIVRE DO VOVÔ Com Michel Gorski e Sílvia Zatz.

O arquiteto João Batista Vilanova Artigas inventou um mundo de imagens para seus netos, que pediam para que desenhasse máquinas, objetos e animais. Michel Gorski e Sílvia Zatz selecionaram esses desenhos e os organizaram de forma narrativa em “A mão livre do vovô”, que conduz

o leitor a uma viagem repleta de curiosidade e prazer, desvendando o amor que existe entre adultos e crianças. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 14, das 15h às 16h30

Intervenção literária

TRILHAS E TRAMAS NO PARQUE DA CIÊNCIA Coord.: Movimento Cultural Cidade Tiradentes (Mocuti).

O público é convidado a participar de uma trilha literária pelo Parque da Ciência na qual compartilham textos sobre os nomes dos equipamentos que frequentam, além de tomar parte de outras manifestações literárias espontâneas. | Centro Comercial Alvorada. Av. dos Metalúrgicos, 1.081, Cidade Tiradentes. Dia 15, das 8h às 10h

Mediações de leitura

TENDA LITERÁRIA - POESIA AO PÉ DO OUVIDO Com alunos da Emef Olinda Menezes Serra Vidal. | Hospital Cidade Tiradentes. Av. dos Metalúrgicos, 1.797, Cidade Tiradentes. Dia 15, das 10h às 11h

VOZES DA PERIFERIA Com alunos da Emef Celia Regina Andery.

A atividade tem como objetivo mostrar o papel da literatura na valorização da voz da periferia e retratar o bairro de Cidade Tiradentes por meio de textos literários de escritores locais. | Emef Celia Regina Andery. R. Henrique Adamus, 15, Cidade Tiradentes. Dia 15, das 10h às 11h

DIFERENTES ESPAÇOS DE LEITURA Com alunos da Emef Mailson Delane. 60 min. | Emef Mailson Delane. R. Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes. Dia 15, 10h e 14h

CARDÁPIO LITERÁRIO - DA FOME À DEGUSTAÇÃO Com alunos da Emef Saturnino Pereira. 60 min. | Emef Saturnino Pereira. Estr. Iguatemi, 4.977, Jardim Pedra Branca. Dia 15, 10h, 16h e 20h

Contação de histórias

CONTOS DO CHAVEIROEIRO Com Mafuane Oliveira e Cia. Chaveiroeiro.

Esta narração traz contos de vários povos, entre eles brasileiros e africanos, mostrando suas cantigas e brincadeiras. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes. Dia 15, das 10h às 10h45 emcartaz | SETEMBRO DE 2015

61


Slam de poesias

RACHÃO POÉTICO - COPA MUNDÃO DE POESIA Curadoria: Rodrigo Ciríaco.

Considerado o primeiro slam (batalha) de poesia em equipes do Brasil, este encontro tem início com microfone aberto ao público, no estilo sarau, e, na sequência, equipes formadas por dois ou três poetas participam de uma competição de performances com textos autorais, avaliada pelo público presente. O time vencedor das três etapas ganha um troféu e prêmios culturais. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 15, das 14h às 15h30

Contações de histórias

CARRINHO DE HISTÓRIAS Cia. Mapinguary.

Com um carrinho carregado de histórias, surge o contador diante do público. A manipulação dos livros permeia a narração de histórias, ora como elemento principal, ora como uma ponte entre um conto e outro.

TRILHAS E TRAMAS NO PARQUE DA CONSCIÊNCIA NEGRA Coord.: Movimento Cultural Cidade Tiradentes (Mocuti).

O público é convidado a participar de uma trilha literária pelo parque na qual serão compartilhados textos sobre os nomes dos equipamentos que frequentam, além de tomar parte de outras manifestações literárias espontâneas. | Parque da Consciência Negra. R. José Francisco Brandão, 320, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 8h às 10h

Atividade de leitura

ÔNIBUS-BIBLIOTECA O projeto Ônibus-Biblioteca participa da Flict para possibilitar aos moradores de regiões não cobertas por equipamentos públicos de leitura, em Cidade Tiradentes, de ter acesso a livros, jornais e gibis, além de programações culturais diversificadas. | Emef Wladimir Herzog. R. Francisco José Viana, 894, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 10h às 16h

Debate

| Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº, Cidade Tiradentes. Dia 15, das 15h às 15h45

POLÍTICAS PÚBLICAS DE LIVRO, LEITURA E LITERATURA

CONTO ÀS AVESSAS

Com Miro Nalles, Cristina Ap. Reis Figueira, Tiago Cruz, Ricardo Queiroz e Nando Comunista (Força Ativa).

|CEU Água Azul – biblioteca. Dia 15, das 15h às 15h40

O objetivo do encontro é reunir representantes do poder público e da sociedade civil para um debate sobre o desenvolvimento e efetivação de políticas públicas de apoio ao livro e à leitura na região.

Intervenções literárias

| Biblioteca Comunitária Solano Trindade. R. dos Têxteis, 1.050, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 10h às 12h

Com Guto Correa.

O narrador apresenta “Conto às avessas”, baseado em uma adaptação de Ana Maria Machado.

CANTIGAS, BRINCADEIRAS E POESIAS: UMA BRINCADEIRA POÉTICA Coord.: Biblioteca Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes.

Participantes são recebidos com cantigas populares e, depois, convidados a recuperar memórias, coletivamente, e brincadeiras da infância. Em seguida, são estimulados a escrever poesias curtas a partir das sensações despertadas por essas brincadeiras, que serão lidas ao fim da atividade. | Fábrica de Cultura de Cidade Tiradentes. R. Henriqueta Noguez Brieba, 281, Cohab Fazenda do Carmo. Dia 15, das 15h30 às 16h30

CONTOS NEGREIROS E A CIDADE TIRADENTES Orientação artística: André Bumenschein.

Oficina

LITERATURA DE CORDEL A oficina busca aproximar o público da literatura de cordel, valorizando a cultura popular e nordestina. Neste encontro, o público aprende um pouco sobre xilogravura, estrutura e tipos de estrofes, rima e ritmo, até a produção literária de cordéis. | CJ Estação da Juventude. Av. dos Metalúrgicos, 2.520, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 10h às 11h

Mediações de leitura

Inspirados pelo livro do escritor pernambucano Marcelino Freire, “Contos negreiros”, os participantes do Programa Vocacional Teatro do CFCCT e do CEU Inácio Monteiro apresentam pequenas cenas, que procuram dialogar com a obra do autor.

MEDIAÇÃO

| Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 15, das 19h às 20h30

| CEI Prof. Mário Pereira Costa. R. Arroio Arapongas, 159, Cohab Santa Etelvina III. Dia 16, 10h30 e 14h

62

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Com alunos-mediadores da Emef Claudia Bartolomazzi. 60 min.

Mediadores de histórias do projeto Adolescer realizam leituras literárias.


CIRCUITO LITERÁRIO

Intervenção cênica

Com alunos da Emef Mailson Delane. 60 min. | Emef Mailson Delane. R. Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes. Dia 16, 10h, 14h e 21h

CAPOEIRA NO BRASIL

LEITURA SIMULTÂNEA: FÁBULAS E OUTROS CONTOS Com alunos da Emef Senador Luís Carlos Prestes.

Mediação de leitura com fábulas e contos na qual alunos declamam, simultaneamente, em diversos espaços da escola. | Emef Senador Luís Carlos Prestes. R. Igarapé Guará, 90, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 10h às 11h

Contações de histórias

O BAÚ DE HISTÓRIAS Filhos da Dita.

Livre adaptação inspirada em um conto de origem africana, recontado por Gail E. Haley, entre outras histórias. | Ruas do bairro Jardim Maravilha. Dia 16, das 11h às 12h

MANIA DE EXPLICAÇÃO: CONTOS AFRICANOS SOBRE A CRIAÇÃO DO MUNDO E DOS ANIMAIS Com Elaine Rodrigues Dauzcuk.

Entre versos, canções e sons misteriosos, a contadora narra histórias de países como Índia, Rússia e Brasil, além do continente africano, para falar, entre outros temas, do conto que engana a morte. | Ônibus-biblioteca em frente à Emef Wladimir Herzog. R. Francisco José Viana, 894, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 14h às 14h50

MALAS PORTAM HISTÓRIAS Cia. Malas Portam.

Neste encontro, ocorre a apresentação de contos, trava-línguas, parlendas e cantigas populares vindos diretamente da Mala Pout-Pourri. | Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 15h às 15h45

Encontro com autor

ILAN BRENMAN Ilan Brenman é um dos mais importantes autores de livros infantis do Brasil. Nascido em Israel, mora aqui desde 1979. Possui mais de 60 livros publicados e ganhou diversas vezes o selo Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil (FNLIJ). É autor de obras como “O alvo”, “14 pérolas da Índia” e “Telefone sem fio”, todos ganhadores do prêmio FNLIJ. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 16, das 15h às 16h30

Ateliê de Capoeira Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes.

Viagem no tempo recontada cenicamente pelos aprendizes do ateliê de capoeira sobre a história dessa arte no Brasil, desde sua ancestralidade aos dias atuais. No fim da apresentação, ocorre uma roda de conversa. | CEU Inácio Monteiro. Dia 16, das 15h30 às 16h10

Cinema - debate

SABOTAGE: MAESTRO DO CANÃO (Brasil, 2015, 107 min). Dir.: Ivan 13P.

Reunindo depoimento de artistas e cenas de arquivo, o documentário faz ressurgir a figura do rapper e ator Sabotage, assassinado em 2003, falando, de forma aberta e espontânea, sobre a infância, a desigualdade, o descaso, a solidariedade, o passado e o futuro. Trata-se do retrato de um músico que se tornou lenda após sua morte, e ainda é um dos nomes mais importantes do rap nacional. Após a exibição, ocorre um debate entre o diretor Ivan 13P, Denis Feijão e Toni C, biógrafo de Sabotage. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – cinema. Dia 16, das 19h às 20h50

Encontro

CAFÉ MEMÓRIA

Este encontro tem por objetivo o fortalecimento da identidade local. Nele, os moradores são convidados a ouvir e contar histórias do bairro Cidade Tiradentes enquanto tomam um cafezinho. A conversa é permeada de “causos”, músicas e cenas, destacando a interação entre as histórias da comunidade e a produção artística local. | Centro Cultural Arte em Construção – Pombas Urbanas. Av. dos Metalúrgicos, 2.100, Cidade Tiradentes. Dia 16, das 20h às 22h

Mediação de leitura

PROTAGONIZANDO A LEITURA Com alunos do Ciclo Autoral da Emef Mailson Delane. | CEI Madre Paulina. R. Alexandre Davidenko, 801, Barro Branco. Dia 17, das 10h às 11h

Atividade de leitura

ÔNIBUS-BIBLIOTECA O projeto Ônibus-Biblioteca participa da Flict para possibilitar aos moradores de regiões não cobertas por equipamentos públicos de leitura, em Cidade Tiradentes, ter acesso a livros, jornais e gibis, além de programações culturais diversificadas. | Emef Caio Sérgio. Av. Nascer do Sol, 1.360, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 10h às 16h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

63


Contação de histórias

Debate

PEGA TROUXA DE PAPO FURADO

A VIDA EM VERSOS: A MULHER COMO PROTAGONISTA LITERÁRIA

Cia. Grama Verde. 40 min.

Veja sinopse na página 61. | CCA Arte Nossa. R. Francisco Jose Viana, 382, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 10h às 10h40

Música

CIA. CANTOS & CONTOS Show: “Saracuteia”. Dir. musical e participação: Edu de Paulo.

O grupo apresenta seu primeiro CD, “Saracuteia”, com 25 músicas. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 17, das 10h às 11h30

Intervenção literária

PALAVRAS ANDANTES Coord.: Beatriz Miguez, Bruna Amado, Glauce Medeiros, Marília Macedo e Renata Casemiro.

Intervenção itinerante em que artistas do PIÁ (Programa de Iniciação Artística) circulam por diversos espaços do CFCCT, recolhendo palavras dos frequentadores e funcionários. Estes são convidados para uma roda de criação de histórias coletiva a partir dos depoimentos. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. R. Inácio Monteiro, 6.900, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 11h às 12h30

Com Patrícia Candido, Tula Pilar e Claudia Canto.

Encontro entre mulheres poetas que tratam, em suas obras, de memórias, dores, lutas, emancipação e novos horizontes. | Casa Ser. Av. Dr. Guilherme de Abreu Sodré, 485, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 14h às 16h

Encontros com autor

HELOISA PRIETO

Heloisa Prieto tem mais de 50 obras publicadas e ganhou, diversas vezes, o selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil. A série “Mano”, escrita em parceria com Gilberto Dimenstein, inspirou o filme "As melhores coisas do mundo", de Laís Bodanzky. Dentre os livros infantis de sua autoria, estão “Heróis e guerreiras”, “Divinas desventuras” e “Monstros e mundos misteriosos”. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 17, das 15h às 16h30

PEDRO MONTEIRO O poeta, ator teatral e agitador cultural Pedro Monteiro estreou na literatura de cordel com o elogiado folheto “Chico, o menino das cem mentiras”. | Água Azul – biblioteca. Dia 17, das 20h às 21h30

Contações de histórias

Performance literária

A GATA INGÊNUA

POETISA COLOMBINA E O HOMOEROTISMO FEMININO NO INÍCIO DO SÉCULO 20

Cia. Teatral Aos Quatro Ventos.

Em uma fazenda do interior, vive um casal de velhinhos que tem como animal de estimação uma gata preguiçosa. Quando surge um rato na casa, ela é obrigada a caçá-lo para não ser posta na rua. Porém, como nunca estudou e não sabe como é um rato, a gata se mete em diversas confusões em busca do esperto roedor. | Ruas do bairro Paulistinha. Dia 17, das 11h às 12h

MANIA DE EXPLICAÇÃO: CONTOS AFRICANOS SOBRE A CRIAÇÃO DO MUNDO E DOS ANIMAIS Com Elaine Rodrigues Dauzcuk.

Veja sinopse na página 63. | Ônibus-Biblioteca em frente à Emef Caio Sérgio. Av. Nascer do Sol, 1.360, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 14h às 14h45

Mediação literária

PROTAGONIZANDO A LEITURA Com alunos do ciclo interdisciplinar do projeto Adolescer da Emei Mailson Delane. | CEI Madre Paulina. R. Alexandre Davidenko, 801, Barro Branco. Dia 17, das 14h às 15h 64

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Orientação artística: André Bumenschein. 20 min.

Integrantes do Programa Vocacional Teatro do CFCCT interpretam poemas de Yde Schloenbach (1882-1963). Conhecida como Colombina, a poeta brasileira traz em sua obra temas considerados tabus, como sexualidade feminina e homoerotismo, numa época (início do século 20) marcada pelo moralismo e pela hipocrisia de convenções sociais, que impediam as mulheres e outros escritores de se manifestar a respeito desses assuntos. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 17, das 19h às 19h20

Debate

LITERATURA LGBT Com Dário Neto (membro do Conselho Estadual LGBT de São Paulo) e Karina Dias (autora dos livros “Aquele dia junto ao mar”, vencedor do prêmio PapoMix da Diversidade 2014 na categoria Melhor Literatura LGBT, e “Diário de uma garota atrevida”).

A literatura LGBT ganha, mesmo que timidamente,


espaço nas livrarias físicas e virtuais. A conversa trata dos desafios que ainda precisam ser vencidos nessa área, entre eles, o preconceito. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 17, das 19h30 às 21h

Mediação literária

EU TAMBÉM SOU POETA Com alunos da Emef Mailson Delane. | Emef Mailson Delane. R. Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes. Dia 17, das 20h às 21h

Oficina

REPENTE

Encontro com autor

SÉRGIO VAZ Autodenominado “vira-lata da literatura”, Sérgio Vaz publicou diversos livros, entre eles, “A poesia dos deuses inferiores” e “Literatura, pão e poesia”. Ganhou os prêmios Unicef em 2007 e Trip Transformadores em 2011. É também criador da Cooperifa (Cooperativa Cultural da Periferia) e um dos fundadores do famoso sarau que leva o mesmo nome, na periferia da zona sul da cidade. Seu projeto Poesia Contra a Violência percorre as escolas da periferia. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 18, das 15h às 16h20

Coord.: equipe Estação da Juventude.

Teatro

Serão demonstradas formas de utilização da métrica nas composições e o público é incentivado a produzir rimas.

CORDEL DO AMOR SEM FIM

| CJ. Estação da Juventude. Av. dos Metalúrgicos, 2.520, Cidade Tiradentes. Dia 18, das 10h às 11h

Encontro

MOSTRA DAS ATIVIDADES REALIZADAS NA FESTA LITERÁRIA Com alunos da Emef Mailson Delane. 60 min. | Emef Mailson Delane. R. Rua Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes. Dia 18, 10h, 14h e 20h

Mediação de leitura

LEITURA SIMULTÂNEA: FÁBULAS E OUTROS CONTOS Com alunos da Emef Senador Luis Carlos Prestes

Alunos declamam, simultaneamente, em diversos espaços da escola. | Emef Senador Luis Carlos Prestes. R. Igarapé Guará, 90, Cidade Tiradentes. Dia 18, das 10h às 11h

Intervenção artística

CHARANGA DA JAPIRA Cia. Palombar.

Este grupo de circo-teatro, devidamente caracterizado, sai pelas ruas contando histórias. | R. Cachoeira das Garças, s/nº, Cidade Tiradentes. Dia 18, das 11h às 12h

Contação de histórias

CARRINHO DE HISTÓRIAS Cia. Mapinguary.

Veja sinopse na página 62. | Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº. Dia 18, das 15h às 15h45

Com Sinhá Zózima. +12 anos.

Espetáculo que acontece dentro de um ônibus que percorrerá as ruas de Cidade Tiradentes. A narrativa traz histórias interioranas que têm o Rio São Francisco como cenário, protagonizadas pelos personagens Teresa, Antônio, Carminha, Madalena e José. | 28 lugares. O ônibus sai do Terminal Cidade Tiradentes. Av. Souza Ramos, s/nº. Dia 18, das 17h às 17h50

Música

CORO CIDADE TIRADENTES Regência: Regina Lucatto. Acompanhamento musical: Rodrigo Garcia (piano). Assessor de produção: Daniel Lopes.

Com 20 integrantes e criado há um ano, este é o primeiro grupo surgido do projeto Pontos Corais, do Coral Paulistano Mário de Andrade, da Fundação do Theatro Municipal de São Paulo, que tem coordenação geral do maestro Martinho Lutero Galati de Oliveira. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – teatro. Dia 18, das 19h30 às 19h50

Debate

MÁRIO DE ANDRADE: LITERATURA E PERIFERIA Com Carlos Augusto Calil, Luiz Armando Bagolin, Telê Ancona Lopes e Eduardo Augusto Sena.

Lembrando os 70 anos de morte do escritor Mário de Andrade, este debate aborda sua obra, bem como as atuações que teve tanto no movimento modernista brasileiro, como na difusão e implantação de políticas públicas de cultura que aproximassem a população comum dos bens culturais, quando esteve à frente do Departamento emcartaz | SETEMBRO DE 2015

65


Municipal de Cultura de São Paulo (atual Secretaria Municipal de Cultura). Hoje, 70 anos após sua morte, a herança de suas ideias está mais presente do que nunca. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – teatro. Dia 18, das 20h às 21h30

Seminário

1º SEMINÁRIO DE LITERATURA NEGRA Com Eduardo de Assis Duarte, Miram Alves, Esmeralda, Ligia Ferreira, Cuti, Oubi e José Abílio.

Seminário que traz palestras e debates sobre a vida e obra de Maria Firmina dos Reis e Luís Gama. No ano de 1859, publicaram, respectivamente, os livros “Úrsula” e “Trovas burlescas de Getulino”, ela no Maranhão, ele em São Paulo. As obras inauguraram a literatura negra no Brasil. O objetivo do seminário é discutir e refletir sobre o processo de construção do conceito dessa forma de literatura. O debate em torno de Maria Firmina dos Reis será realizado por Eduardo Assis, Miram Alves e Esmeralda; e sobre Luís Gama, por Ligia Ferreira, Cuti, Oubi. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes – teatro. Dia 19, das 10h às 18h

Encontro com autor

LUIZ RUFFATO Contista, romancista e poeta, Luiz Ruffato estreou na prosa com o volume de contos “Histórias de remorsos e rancores”, seguido de “(os sobreviventes)”, que ganhou Menção Especial no Prêmio Casa de las Américas, em Cuba. Em 2001, lançou o romance “Eles eram muitos cavalos”, traduzido para outros idiomas e vencedor dos prêmios da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) e Machado de Assis, da Fundação Biblioteca Nacional. Dentre outras obras suas publicadas, está “Vista parcial da noite”, ganhadora do Prêmio Jabuti. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Dia 19, das 16h30 às 18h

Performance literária

RESISTÊNCIA PRETA Coord.: Coletivo de Esquerda Força Ativa.

Atividade cultural que encerra a Flict, este encontro une diversas linguagens artísticas e gêneros literários que dialogam com a cultura afro-brasileira e com os direitos humanos. Os participantes são desafiados a se aproximar do universo da literatura. | Centro de Formação Cultural de Cidade de Tiradentes – Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis. Dia 19, das 19h às 21h 66

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

PROJETOS DE MEDIAÇÃO EM ARTE - 4ª EDIÇÃO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS O edital concurso Projetos de Mediação em Arte, iniciativa pioneira em instituições culturais, tem como objetivo abrir espaço de experimentação para artistas-mediadores no CCSP e estabelecer debates sobre diversos temas artísticos. | Atividades sem necessidade de inscrição ou retirada de ingresso.

OVISUNGO: BRINCA AÊ! Com Bruno Souza de Lima Santos, João Vicente Silva Pinto Lopes, Jodson Pereira de Santana e Marina Coelho dos Santos.

Por meio de várias linguagens artísticas, especialmente dos ovisungos (cantos afroindígenas), o coletivo Água Benta criará ações de diálogo e troca com o público para recontar, vivenciar e aprofundar o conhecimento sobre a história negra e indígena no Brasil. | Prática de Ovisungo. Cortejo com cantos em coral e batuques inspirados em ritmos afro-brasileiros. Área de convivência. De 1º a 29. 3ª, das 15h às 18h | Criação plástica – maquiagem. Experimentação de maquiagens por meio de uma seleção de fotografias de pinturas corporais de tribos africanas, que utiliza tintas produzidas a partir de ingredientes naturais, como urucum, açafrão e argila. Sala da DACE. De 4 a 25. 6ª, das 15h e 18h | Brincando no CCSP. Encontros que visam ampliar os conhecimentos sobre brincadeiras populares e cantos africanos. Área de convivência. Dias 14 e 28, das 14h às 17h

COISOLÂNDIA 2: LUGAR DE SILÊNCIO E SONS Com Cintia Regina Alves Pereira, Juliana Keiko Kawachi, Leonardo Barbosa Castilho e Philipe Uzun Teixeira.

Rodas de conversa e oficinas artísticas com o objetivo de investigar o acesso das pessoas surdas à arte e à cultura. São atividades artísticas com surdos e ouvintes que tenham interesse em experimentar processos silenciosos de trabalho ou por Libras (Língua Brasileira de Sinais). | Música no corpo. Experiência da música gerada diretamente no corpo, observando os pontos de vibração e ressonância e explorando possibilidades rítmicas. 20 vagas. Sala de ensaio 2. De 1º/9 a 8/12. 3ª, das 14h às 17h | Uma hora de silêncio. Atividade comemorativa do dia do surdo. O atendimento ao público nas bibliotecas, bilheteria, central de informações e equipe da DACE será feita, exclusivamente, em Libras. Dia 26, das 16h às 17h

DIÁLOGOS E PALESTRAS Este projeto tem o objetivo de elaborar um mapeamento do CCSP sobre a comunidade surda que frequenta seu espaço, por meio de conversas sobre a relação dos surdos com a arte e questões práticas relacionadas à tradução em Libras, legenda e sinalização.


| Diálogos significativos - Conversando sobre acesso à Cultura World Café. Espaço oficinas. Dia 1º, das 18h às 22h | Diagnósticos participativos. Espaços do CCSP e Sala da DACE. De 8 a 22. 3ª, das 14h às 18h | Hell ou por um pouco de brilho e euforia ou o incrível duelo entre Elle Driver e Ed Boy ou o seu dinheiro de volta. Espetáculo de dança que mostra um casal em um ringue. Concepção: Edson Calheiros e Elenita Borges de Queiróz. Dir.: Cintia Alves. 60 min. Livre. Sala Adoniran Barbosa. Dia 4, 20h |Slam do corpo. Competição entre poetas e recitadores que, neste caso, se expressam por meio de Libras. Coord.: Coletivo Corposinalizante. Mediação: Cibele Lucena e Leonardo Castilho (surdo). Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 5, das 18h às 22h | Fotroca. Encontro entre apreciadores da fotografia com a participação de um fotógrafo surdo convidado. Haverá interpretação em Libras. Coord.: Coletivo Olhar Plural. Mediação: Ricardo Biserra. Espaço Oficinas. Dia 12, das 10h às 14h | Música circular. Área de convivência. Dia 19, das 14h às 16h30

GENERX: MEDIAÇÕES ARTÍSTICAS E TEÓRICAS PARA TRABALHAR COM QUESTÕES DE IDENTIDADE E DIFERENÇAS DE GÊNERO Nestas oficinas filosóficas de introdução aos estudos de gênero e à teoria queer, os participantes são instigados, por diversos meios, a refletir e produzir textos para serem publicados no site do CCSP. Serão abordadas as violências de diversas formas contra as minorias, como as populações LGBT, negra, indígena, e suas origens na história. Em setembro, ocorrem os módulos androcentrismo e (contra)sexualidade. Com Anna Sousa, Bruna Coelho, Lia Urbini e Lucas Paolo Vilalta. | Androcentrismo (módulo 2): Trabalho das mulheres. Com Bruna Coelho. +14 anos. Sala de debates. Dia 3, das 14h30 às 17h30 | Androcentrismo (módulo 2): Mulher, trabalho e história. Com Joana Salém. +14 anos. Sala de debates. Dia 10, das 14h30 às 17h30 | (Contra)sexualidade (módulo 3): História da sexualidade. Com Fernando Sepe. +14 anos. Sala de debates. Dia 17, das 14h30 às 17h30 | (Contra)sexualidade (módulo 3): Diferença sexual e saberes médicos. Com Lia Novaes. +14 anos. Sala de debates. Dia 24, 14h30 às 17h30

ATELIÊ Espaço de produção voltado à temática de gênero, introduzindo técnicas plásticas como serigrafia, pintura e produção de cartazes (lambes). | Tipografia e produção de cartazes. Coord.: Anna Sousa. +14 anos. Folhetaria. Dia 15, das 19h às 22h | Tipografia, serigrafia, xilogravura e cartazes. Coord.: Anna Sousa. Folhetaria. +14 anos. Dia 22, das 19h às 22h

CONVERSAR NO MEIO - INTERVENÇÃO E DEBATES PÚBLICOS SOBRE GÊNERO | Mulheridades na universidade: Machismo, cissexismo, transfobia e racismo. Área de convivência. Dia 12, das 15h às 18h | Roda de samba e conversa: A representação da mulher na canção popular brasileira. Jardim Eurico Prado Lopes (rampa de acesso ao Metrô). Dia 26, das 16h às 19h

GENERAR PALAVRAS Ações de experimentação, discussão e produção literária a partir de temas e questões surgidas ao longo das ações do projeto. | A representação da mulher na canção popular brasileira. Para discutir esse tema, ocorre uma visita à Discoteca Oneyda Alvarenga do CCSP, que comemora 80 anos em 2015. Serão selecionadas canções para a discussão de suas letras, analisando como as mulheres têm sido estigmatizadas e se tornaram objeto. Com Lucas Paolo Vilalta. +14 anos. Sala da DACE. Dia 23, das 14h às 17h

HISTÓRIAS CRUZADAS Narrativas dos frequentadores do CCSP enfocam os limites da história real e suas ideias de “verdade”. Com Giuliana Maria de Oliveira, Juliana Maria Nascimento Biscalquin, Juliana Thomaz Batista e Luisa Setton. | Jogos. A cada encontro, após uma breve dinâmica de apresentação, os participantes percorrem espaços do CCSP coletando histórias do público para a confecção das cartas do jogo. Essas histórias, reunidas, serão fixadas nos vidros da Sala da DACE. Sala DACE e Folhetaria (porão). Dias 11, 16, 23 e 30, das 10h às 12h

RODAS DE CONVERSA NO CENTRO DA DANÇA CENTRO DE REFERÊNCIA DA DANÇA DE SÃO PAULO | CENTRO | GRÁTIS

MEMÓRIAS DA DANÇA URBANA PAULISTANA Com Eduardo “Duh” França, Edgar Marques e Paulinho "Smurf". Mediação: Ivo Alcântara e Penha Silva. Colaboração: coletivos Sampa Cinza City e Psyco Crew. | Dia 5, 11h

POR TRÁS DA CENA Com profissionais atuantes fora da cena. | Dia 12, 10h

POLÍTICAS PÚBLICAS DE CULTURA Com Celso Frateschi. | Dia 24, 19h30

CULTURA POPULAR Com Andréa Soares e Maria Paula C. Rego. | Dia 26, 10h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

67


Infantojuvenil

CIA. FAÍSCA

UMA HISTÓRIA COMUM ESOPO EM DÓ MAIOR

Duas amigas se encontram, mas acaba a luz. Iluminadas por palitos de fósforos, elas contam histórias cheias de aventura, que compõem a série narrativa “Alumia”.

Com Anselmo Mancini (piano e vocal), Rafal Amaral (guitarra elétrica, cavaco e vocal) e Markito Alonso (narração e ruídos).

Esopo em Dó Maior é um projeto criado em 2014 com a proposta de oferecer uma nova forma de criação artística infantojuvenil por meio da união das artes de compor e de escrever. As crianças recebem giz de cera e papel com desenhos elaborados pelo grupo para que possam colorir e desenhar suas interpretações da composição apresentada. Neste sexto encontro na BMA, será interpretado “Uma história comum”, inspirado no conto de Machado de Assis que fala sobre a ascensão social de um alfinete. | Biblioteca Mário de Andrade – deck. Centro. Dia 12, 11h. Grátis

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

| Ponto de Leitura Parque do Rodeio. Zona Leste. Dia 4, 10h | Ponto de Leitura de São Mateus. Zona Leste. Dia 11, 11h | BP Adelpha Figueiredo. Zona Leste. Dia 17, 14h | BP Afonso Schmidt. Zona Norte. Dia 24, 14h | BP Cora Coralina. Zona Leste. Dia 30, 14h

CIA. MAPINGUARY Com Carlos de Godoy, Gelson dos Santos, Vanessa Meriqui e outros.

Utilizando teatro de animação, o grupo narra contos diversos, entre eles, “Macaquices”, “João e Maria e outras histórias” e “Além das montanhas”. | CCSP. De 5 a 27. Sáb. e dom., 14h30 (no último fim de semana, haverá interpretação em Libras)

CIA. DAS CORES

ESPAÇOS DE LEITURA | LIVRE | GRÁTIS

Com 15 anos de existência, o grupo apresenta histórias com bonecos e objetos sonoros.

Contadores de histórias se apresentam na Biblioteca Infantojuvenil Sérgio Milliet, do Centro Cultural São Paulo (CCSP); na Biblioteca Jayme Cortez, do Centro Cultural da Juventude (CCJ); em outras bibliotecas públicas (BP) e pontos de leitura.

| Ponto de Leitura Parque do Piqueri. Zona Leste. Dia 6, 11h | Ponto de Leitura Praça do Bambuzal. Zona Sul. Dia 9, 14h | Ponto de Leitura Jardim Lapenna. Zona Leste. Dia 10, 10h | BP Affonso Taunay. Zona Leste. Dia 21, 14h | BP Nuto Sant’Anna. Zona Norte. Dia 17, 14h30 | BP Sylvia Orthof. Zona Norte. Dia 25, 14h

TELMA CONTA HISTÓRIAS

CIA. MAPINGUARY

Serão apresentadas as histórias "As cantigas de Lia", de Risinha, e "O boneco de mel", de Walt Disney. | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dias 1º e 15, 14h

ANA LUISA LACOMBE Narração de histórias dos povos portugueses, indianos, africanos e indígenas brasileiros, acompanhada por canções tocadas no ukelele. | BP Vinicius de Moraes. Zona Leste. Dia 2, 14h30 | BP Malba Tahan. Zona Sul. Dia 15, 14h | BP Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 23, 14h | BP Belmonte. Zona Sul. Dia 25, 14h | BP Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo. Zona Leste. Dia 29, 14h

CIA. BISCLOF Com recursos visuais, elementos sonoros e brincadeiras, são narradas histórias ambientadas em circos, castelos, ruas e florestas, protagonizadas por palhaços, princesas, bailarinas, crianças e leões. | Ponto de Leitura Parque do Rodeio. Zona Leste. Dia 4, 10h | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dias 5 e 15, 10h | BP Álvaro Guerra. Zona Oeste. Dia 19, 11h | BP Milton Santos. Zona Leste. Dia 19, 14h | BP Vicente Paulo Guimarães. Zona Leste. Dia 24, 14h | BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 27, 15h 68

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Acompanhado de música ao vivo, o grupo traz contos tradicionais infantis brasileiros, africanos e lendas japonesas. Na apresentação, são utilizados recursos de livros-imagens, bonecos e teatro de sombras. | Ponto de Leitura Tide Setúbal. Zona Leste. Dia 8, 11h | BP Rubens Borba de Moraes. Zona Leste. Dia 9, 10h | BP Ricardo Ramos. Zona Leste. Dia 15, 14h

PONTOS DE FIANDEIRAS O grupo apresenta o projeto Pé de Conto, definido por ele como “uma sementeira de histórias pronta para ser desfrutada e apreciada por todos”. | BP Aureliano Leite. Zona Leste. Dia 8, 14h | BP Thales Castanho de Andrade. Zona Norte. Dia 14, 10h | BP Paulo Setúbal. Zona Leste. Dia 17, 14h30 | BP Malba Tahan. Zona Sul. Dia 22, 14h | Ponto de Leitura da União dos Moradores do Anhanguera. Zona Oeste. Dia 24, 10h | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 29, 14h

JANE E LÚCIA CONTAM HISTÓRIAS Histórias conhecidas como "Rumpelstiltskin", "A moura torta" e "O flautista de Hamelin" compõem esta narração dirigida a crianças entre 6 e 8 anos. | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 8, 14h30


CIA. CIRCO DE TRAPO Entre brincadeiras com palavras e canções, artistas contam histórias tiradas de novelos mágicos e coloridos, que serão tricotados durante a apresentação. | BP Raimundo de Menezes. Zona Leste. Dia 9, 10h | BP Sérgio Buarque de Holanda. Zona Leste. Dia 16, 14h | BP Clarice Lispector. Zona Oeste. Dia 17, 10h | BP Raul Bopp. Zona Sul. Dia 23, 14h30 | BPs Cassiano Ricardo/Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 24, 14h

GRUPO TRÊS MARIAS E UM JOÃO Dois contadores narram histórias, encenam e cantam três contos vindos de vários cantos do mundo. | BP José Mauro de Vasconcelos. Zona Norte. Dia 9, 14h | BP Menotti Del Picchia. Zona Norte. Dia 11, 10h | BP Lenyra Fraccaroli. Zona Leste. Dia 19, 11h | BP Anne Frank. Zona Oeste. Dia 28, 10h

KELLY ORASI O Núcleo Histórias e Objetos, da contadora Kelly Orasi, apresenta "Do céu da boca ao pé do ouvido", repertório de contos da literatura oral e escrita, apresentado com objetos. | BP Narbal Fontes. Zona Norte. Dia 9, 14h | BP Affonso Taunay. Zona Leste. Dia 19, 14h | BP Prefeito Prestes Maia. Zona Sul. Dia 23, 14h | BP Brito Broca. Zona Norte. Dia 30, 14h

CIA. FARNEL DE ARTE Com animação de objetos, música ao vivo e jogos, esta narração traz histórias populares de origem indígena, africana e europeia, além de contos clássicos de Andersen, Grimm, entre outros. | BP Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 10, 10h | BP Mário Schenberg. Zona Oeste. Dia 16, 14h | BP Érico Veríssimo. Zona Norte. Dia 18, 14h | BIJ Monteiro Lobato. Centro. Dia 21, 14h

FERNANDA MUNHÃO Esta narração de histórias da “Casa da Vó” traz contos como o do “Homem do saco”, além de aventuras de bicho, trava-línguas e bilhetes bordados. | BP Marcos Rey. Zona Sul. Dia 10, 10h | BP Jamil Almansur Haddad. Zona Leste. Dia 17, 10h | BP Jovina Rocha Álvares Pessoa. Zona Leste. Dia 18, 14h | BP Helena Silveira. Zona Sul. Dia 24, 14h | BP Gilberto Freyre. Zona Leste. Dia 30, 14h

ORIGAMANDO HISTÓRIAS E PRIMAVERAS

SIMONE GRANDE

Há mais de 20 anos, a contadora narra histórias da tradição oral de vários cantos do mundo, utilizando objetos, figurino, pequenos instrumentos percussivos e adereços. | BP Paulo Duarte. Zona Sul. Dia 10, 14h30 | BP Paulo Sérgio Duarte Milliet. Zona Leste. Dia 17, 10h | BP Pedro Nava. Zona Norte. Dia 24, 14h | BP Chácara do Castelo. Zona Sul. Dia 30, 14h

OUVIR E LER HISTÓRIAS | CCJ. Zona Norte. Dias 12 e 26, 15h

VOCÊ CONSEGUE VER? Com Beth Filipini. | BP Thales Castanho de Andrade. Zona Norte. De 14 a 28. 2ª, 14h30

AMANHÃ GENTE GRANDE: TRAPACINHA E LOROTINHA A atividade procura analisar porque as crianças mentem e como ajudá-las a se livrar disso. | Para crianças. Dia 19, 14h

A atividade procura questionar a razão pela qual as crianças cometem erros e se estes são corrigidos em suas causas ou consequências. | Para pais e educadores. Dia 19, 14h45 | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste.

GISELE SASAKI Apresentação de “A arte de ouvir as histórias para depois contá-las”. | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 22, 10h

GRUPO PRANAYAMA Na apresentação “Fio da meada”, o grupo conta histórias de diversos cantos do mundo, fazendo uso de tecidos que representam a diversidade cultural e as civilizações, e interpretando cantigas de trabalho. | BP Aureliano Leite. Zona Leste. Dia 22, 10h | BP Amadeu Amaral. Zona Sul. Dia 29, 14h

MALA DE HISTÓRIAS Com palhaço Fuzuê.

Contação de história mesclada com apresentações de mágica, mímica e brincadeiras. | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 22, 14h

LANÇAMENTO DE LIVRO: DINOSSAUROS, O COTIDIANO DOS DINOS COMO VOCÊ NUNCA VIU Com Luiz Eduardo Anelli e Celina Bodenmuller.

Contação de histórias e bate-papo sobre dinossauros.

Com Lau Moraes.

| BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 26, 11h

Com música, histórias e brincadeiras, Lau se apresenta e confecciona origamis.

VAMOS OUVIR HISTÓRIAS E PRATICAR YOGA?

| BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dias 10 e 24, 14h

Com Márcia Pavão e Ana Gama. | BP Hans Christian Andersen. Zona Leste. Dia 26, 14h emcartaz | SETEMBRO DE 2015

69


Sylvia Masini

nossos endereços Biblioteca Pública Cora Coralina - Temática Feminista

Acervo da Memória e do Viver Afro-Brasileiro Caio Egydio de Souza Aranha R. Arsênio Tavollieri, 45, Jabaquara. Zona Sul. | tel. 5011-2421 e 5011-1430 | Atendimento: 2ª e 5ª, das 8h às 17h; 3ª, 4ª e 6ª, das 8h às 22h; Sáb., das 8h às 19h; Dom., das 8h às 18h. Nos finais de semana, os horários variam de acordo com a programação.

Arquivo Histórico de São Paulo Edifício Ramos de Azevedo. Pça Coronel Fernando Prestes, 152, Bom Retiro. Próximo da estação Tiradentes do metrô. Centro. | tel. 3396-6000 | Atendimento: 2ª a Sáb., das 9h às 17h.

Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque Ibirapuera (portão 3), Ibirapuera. Zona Sul. | tel. 3629-1075

Beco do Pinto R. Roberto Simonsen, 136. Próximo do Pátio do Colégio, ao lado do Solar da Marquesa. Centro. | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h. 70

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato R. General Jardim, 485, Vila Buarque, Centro. | tel. 3256-4122, 3256-4438 e 3256-4038 | Atendimento: 2ª a 6a, das 8h às 18h. Sáb., das 10h às 17h. Dom., das 10h às 14h.

Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima (Temática em Poesia) Av. Henrique Schaumann, 777, Pinheiros, Próximo da Praça Benedito Calixto. Zona Oeste. | tel. 3082-5023 e 3063-3064 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo

Biblioteca Pública Álvares de Azevedo

Pça Ilo Ottani, 146, Pari. Zona Leste. | tel. 2292-3439 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h. Tem estacionamento.

Pça Joaquim José da Nova, s/nº, Vila Maria. Zona Norte. | tel. 2954-2813 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Affonso Taunay R. Taquari, 549, Parque da Mooca, Mooca. Zona Leste. | tel. 2292-5126 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Afonso Schmidt Av. Elísio Teixeira Leite, 1.470, Freguesia do Ó/Brasilândia. Zona Norte. | tel. 3975-2305 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Álvaro Guerra R. Pedroso de Moraes, 1.919, Pinheiros. Zona Oeste. | tel. 3031-7784 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Amadeu Amaral R. José Clóvis Castro, s/nº, Jardim da Saúde. Zona Sul. | tel. 5061-3320 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.


Biblioteca Pública Anne Frank

Biblioteca Pública Castro Alves

R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste.| tel. 3078-6352 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

R. Abrahão Mussa, s/nº, Jardim Patente. Zona Sul. | tel. 2946-4562 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo R. Restinga, 136, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2295-0785 e 2092-0108 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Aureliano Leite R. Otto Schubart, 196, Parque São Lucas. Zona Leste.| tel. 2211-7716 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Belmonte (Temática em Cultura Popular) R. Paulo Eiró, 525, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5687-0408 e 5691-0433 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Brito Broca Av. Mutinga, 1.425, Pirituba. Zona Norte. | tel. 3904-1444 e 3904-2476 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Camila Cerqueira César R. Waldemar Sanches, 41, Butantã. Zona Oeste. | tel. 3731-5210 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis (Temática em Direitos Humanos) (dentro do Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes) R. Inácio Monteiro, 6.900 Tel.: 2555-2442 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 17h

Biblioteca Pública Chácara do Castelo R. Brás Lourenço, 333, Jardim da Glória. Zona Sul. | tel. 5573-4929 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Clarice Lispector R. Jaricunas, 458, Bairro Siciliano. Zona Oeste. | tel. 3672-1423 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Cora Coralina (Temática Feminista) R. Otelo Augusto Ribeiro, 113, Guaianases. Zona Leste. | tel. 2557-8004 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Érico Veríssimo

Biblioteca Pública Helena Silveira R. João Batista Reimão, 146, Campo Limpo. Zona Sul. | tel. 5841-1259 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Jamil Almansur Haddad R. Andes, 491-A, Guaianases. Zona Leste. | tel. 2557-0067 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública José Mauro de Vasconcelos Pça Comandante Eduardo de Oliveira, s/nº, Parque Edu Chaves. Zona Norte. | tel. 2242-8196 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública José Paulo Paes (Centro Cultural da Penha) Largo do Rosário, 20, 1º andar, Penha. Zona Leste. | tel. 2295-0401 | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Biblioteca Pública Jovina Rocha Álvares Pessoa

R. Diógenes Dourado, 101, Cohab Parada de Taipas. Zona Norte. | tel. 3972-0450 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Padre Francisco de Toledo, 331, Cohab Manoel da Nóbrega, Artur Alvim. Zona Leste. | tel. 2741-7371 e 2741-0371 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Gilberto Freyre

Biblioteca Pública Lenyra Fraccaroli

R. José Joaquim, 290, Sapopemba. Zona Leste. | tel. 2143-1811 e 2227-2453 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Cassiano Ricardo (Temática em Música)

Biblioteca Pública Hans Christian Andersen (Temática em Contos de Fadas)

Av. Celso Garcia, 4.200, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2092-4570 e 2942-9952 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Celso Garcia, 4.142, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2295-3447 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Pça Haroldo Daltro, 451,Vila Nova Manchester . Zona Leste. | tel. 2295-2295 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Malba Tahan R. Brás Pires Meira, 100, Interlagos. Zona Sul. | tel. 5523-4556 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. emcartaz | SETEMBRO DE 2015

71


nossos endereços

Biblioteca Pública Marcos Rey Av. Anacê, 92, Jardim Umarizal. Zona Sul. | tel. 5845-2572 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Narbal Fontes Av. Conselheiro Moreira de Barros, 170, Santana. Zona Norte. | tel. 2973-4461 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia (Temática em Arquitetura e Urbanismo) Av. João Dias, 822, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5687-0513 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h

Biblioteca Mário de Andrade R. da Consolação, 94, Consolação. Próximo da estação Anhangabaú do metrô. Centro. | tel. 3775-0002 | Atendimento: Seção Atualidades: 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30. Sáb., das 10h às 17h; Seções Artes: 2ª a 6ª, das 10h às 19h; Coleção Geral: 2ª a 6ª, das 10h às 17h; Raros e Especiais/Mapoteca: 2ª a 6ª, das 10h às 17h (para consultas na Seção Raros e Especiais, é necessário fazer agendamento).

Biblioteca Mário de Andrade – Seção Circulante e Coleção SP Av. São Luís, 235. Próximo da estação República do metrô. Centro. | tel. 3775-0004/06 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30. Sáb., das 10h às 17h.

Biblioteca Pública Nuto Sant’Anna

Biblioteca Pública Raimundo de Menezes

Pça Tenório Aguiar, 32, Santana. Zona Norte. | tel. 2973-0072 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Nordestina, 780, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2297-4053 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Padre José de Anchieta

Biblioteca Pública Raul Bopp (Temática em Meio Ambiente)

R. Antônio Maia, 651, Perus. Zona Norte. | tel. 3917-0751 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

R. Muniz de Sousa, 1.155, Aclimação. Ao lado do Parque da Aclimação. Zona Sul. | tel. 3208-1895 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. das 9h às 16h. Dom., das 10h às 16h.

Biblioteca Pública Paulo Duarte (Temática em Cultura Negra) R. Arsênio Tavollieri, 45, Jabaquara. Zona Sul. | tel. 5011-8819 e 5011-7445 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Mário Schenberg (Temática em Ciências)

Biblioteca Pública Paulo Sérgio Duarte Milliet

R. Catão, 611, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3672-0456 e 3675-1681 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Pça Ituzaingó, s/nº, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2671-4974 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Menotti Del Picchia

Biblioteca Pública Paulo Setúbal (Temática em Literatura Policial)

R. São Romualdo, 382, Bairro do Limão. Zona Norte. | tel. 3966-4814 e 3956-5070 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Milton Santos Av. Aricanduva, 5.777, Jardim Aricanduva. Próximo do Shopping Aricanduva. Zona Leste. | tel. 2726-4882 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

72

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Av. Renata, 163, Vila Formosa. Zona Leste. | tel. 2211-1508 e 2211-1507 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Pedro Nava Rua Helena do Sacramento, 1.000 – Mandaqui. Zona Norte. | tel. 2973-7293 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Ricardo Ramos Pça do Centenário de Vila Prudente, 25, Vila Prudente. Zona Leste. | tel. 2273-4860 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Roberto Santos (Temática em Cinema) R. Cisplatina, 505, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2273-2390 e 2063-0901 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Rubens Borba de Moraes R. Sampei Sato, 440, Ermelino Matarazzo. Zona Leste. | tel. 2943-5255 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Sérgio Buarque de Holanda R. Victorio Santim, 44, Itaquera. Zona Leste. | tel. 2205-7406 | Atendimento: 2a a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.


Biblioteca Pública Sylvia Orthof Av. Tucuruvi, 808, Tucuruvi. Zona Norte. | tel. 2981-6263 e 2981-6264 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Thales Castanho de Andrade R. Doutor Artur Fajardo, 447, Freguesia do Ó. Zona Norte. | tel. 3975-7439 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Vicente de Carvalho R. Guilherme Valência, 210, Itaquera (Cohab José Bonifácio). Zona Leste. | tel. 2521-0553 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Viriato Corrêa (Temática em Literatura Fantástica) R. Sena Madureira, 298, Vila Mariana. Zona Sul. | tel. 5573-4017 e 5574-0389 | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. e dom., das 11h às 18h.

Bosque da Leitura Parque Anhanguera Av. Fortunata Tadiello Natucci, 1.000, Perus. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque do Carmo Av. Afonso de Sampaio e Souza, 951, Itaquera. Zona Leste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Cidade de Toronto

R. Jaguar, 225, Vila Curuçá. Zona Leste. | tel. 2035-5322 e 2034-0646 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Cardeal Motta, 84, Parque São Domingos., Pirituba. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Biblioteca Pública Vinicius de Moraes

Bosque da Leitura Parque Ibirapuera

Av. Jardim Tamoio, 1.119, Itaquera (Cohab José Bonifácio). Zona Leste. | tel. 2521- 6914 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. República do Líbano, 1.151 Portão 7, Moema. Zona Sul. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

R. Canuto Abreu, s/nº, Tatuapé. Zona Leste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Guarapiranga Av. Guarapiranga, 1.091 Portão 2, Guarapiranga | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Lions Club Tucuruvi R. Alcindo Bueno de Assis, 500, Tucuruvi. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Jardim da Luz R. Ribeiro de Lima, 99, Luz. Próximo da estação Luz da CPTM. Centro. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Raposo Tavares R. Telmo Coelho Filho, 200, Butantã. Zona Oeste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Sylvia Masini

Biblioteca Pública Vicente Paulo Guimarães

Bosque da Leitura Parque Esportivo dos Trabalhadores

Centro Cultural da Penha emcartaz | SETEMBRO DE 2015

73


Sylvia Masini

nossos endereços Capela do Morumbi

Bosque da Leitura Parque Rodrigo de Gásperi Av. Miguel de Castro, 321, Vila Zatti, Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Santo Dias R. Jasmim da Beirada, 71, Capão Redondo. Zona Sul. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Lajeado R. Antonio Thadeo, 74, Lajeado. Zona Leste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque do Trote R. São Quirino, 905, Vila Guilherme. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Capela do Morumbi Av. Morumbi, 5.387, Morumbi. Zona Sul. | tel. 3772-4301 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h. 74

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Casa de Cultura da Brasilândia Pça Benedicta Cavalheiro, s/nº Brasilândia. Zona Norte Tel.: 3922-9123

Casa de Cultura do Butantã R. Junta Mizumoto, 013, Jardim Peri Peri. Zona Oeste Tel.: 3742-6218/ 3744-4369

Casa de Cultura Campo Limpo Nathalia Rosemburg R. Aroldo de Azevedo, 100 - Campo Limpo. Zona Sul Tel: 5841-8164

Casa de Cultura Chico Science Av. Tancredo Neves, 1265 - Moinho Velho. Zona Sul. Tel.: 2969-7066

Casa de Cultura Cidade Tiradentes (Espaço Cultural Casa da Fazenda) Av. Sarah Kubitschek 165 – Cidade Tiradentes Tel.: 3396-0106

Casa de Cultura Cora Coralina R. Sant’Ana, 201, Vila São Pedro. Zona Sul Tel.: 5631 0740

Casa de Cultura Itaim Paulista R. Barão de Alagoas, 340 - Itaim Paulista. Zona Leste Tel.: 2963-2742

Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça Pça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434, Santo Amaro. Zona Sul Tel: 5522-8897

Casa de Cultura M’boi Mirim Av. Inácio Dias da Silva, s/nº - M’Boi Mirim. Zona Sul Tel.: 5514 3408

Casa de Cultura Paço Cultural Julio Guerra (Casa Amarela) Pça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434 - Santo Amaro. Zona Sul Tel.: 5523-6455

Casa de Cultura Palhaço Carequinha R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252 Capela do Socorro. Zona Sul Tel.: 5531-0382

Casa de Cultura Raul Seixas (Parque Raul Seixas) R. Murmúrios da Tarde, 211, Cohab José Bonifácio - Itaquera. Zona Leste Tel.: 2521-6411

Casa de Cultura Salvador Ligabue Largo da Matriz, 215 - Freguesia do Ó. Zona Norte Tel.: 3931-8266


Casa de Cultura São Miguel Paulista - Antonio Marcos

Casa Modernista

Escola de Dança de São Paulo (Praça das Artes)

R. Irineu Bonardi, 169, Vila Pedroso - São Miguel Paulista. Zona Leste Tel.: 2297-9177

R. Santa Cruz, 325, Vila Mariana. Zona Sul. | tel. 5083-3232 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa de Cultura São Mateus

Centro Cultural da Juventude

R. José Francisco dos Santos, 502 - São Mateus. Zona Leste Tel.: 3793-1071

R. Guaicurus, 1.100 - Lapa. Zona Oeste Tel.: 3862 1837

Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641, Vila Nova Cachoeirinha. Próximo do Terminal de Ônibus Cachoeirinha. Zona Norte. | tel. 3984-2466 | Atendimento: 3ª a sáb., das 10h às 22h. Dom. e Feriados, das 10h às 18h.

Casa de Cultura do Tremembé

Centro Cultural da Penha

R. Maria Amália Lopes de Azevedo, 190 - Tremembé. Zona Norte Tel.: 2991-4291

(Teatro Martins Penna | Biblioteca José Paulo Paes) Largo do Rosário, 20, Penha. Próximo do Shopping Penha. Zona Leste. | tel.2295-0401 | Atendimento: 3ª a dom., das 10h às 22h.

Escola Municipal de Iniciação Artística

Centro Cultural São Paulo R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Próximo da estação Vergueiro do metrô. Centro. | tel. 3397-4001 / 3397-4002 | Atendimento: 3ª a dom., das 10h às 22h.

Centro de Memória e Convívio da Lapa. R. Araçatuba, 522, Vila Romana Zona Oeste. | tel. 3834-0004 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes

Espaço de Leitura Zalina Rolim

R. Inácio Monteiro, altura do nº 6.900, esq. com Rua Alexandre Davidenko, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel.: 2555-2840.

Centro de Convívio e Cultura da Vila Mariana. R. Corredeira, 26, Vila Mariana. Zona Sul. | tel. 5573-2606 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Casa de Cultura Tendal da Lapa

Casa do Bandeirante | Pça. Monteiro Lobato, s/nº, Butantã. Zona Oeste. | tel. 3031-0920 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Grito Parque Independência, s/nº, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2068-0032 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Sertanista (Casa do Caxingui) Pça Dr. Ênio Barbato, s/nº, Caxingui. Zona Oeste. | tel. 3726-6348 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Tatuapé R. Guabiju, 49, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2296-4330 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa da Imagem (antiga Casa nº 1) R. Roberto Simonsen, 136-B. Próximo da estação Sé do metrô. Ao lado do Pátio do Colégio. Centro. | tel. 3241-4238 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Centro de Referência da Dança de São Paulo Baixos do Viaduto do Chá - Galeria Formosa. Centro. Próximo da estação Anhagabaú do metrô. | tel.: 3214-3249. | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 21h. Sáb. e dom. das 14h às 22h

Chácara Lane R. da Consolação, 1.024. Centro. |tel. 3129-3574 |Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Av. São João, 281, 4º andar. Próximo das estações Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3241-1332

Escola de Música de São Paulo (Praça das Artes) Av. São João, 281, 2º andar. Próximo das estações Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3209-6580

R. Volkswagen, s/nº, Jabaquara. Próximo da estação Conceição do metrô. Zona Sul. | tel. 5017-7552 e 5017-2192

Espaço de Leitura Cecília Meireles

Galeria Olido Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3331-8399 e 3397-0171 | Atendimento: Bilheteria: 3ª a dom., das 14h às 20h; |Espaço Expositivo: 3ª a dom., das 13h às 20h; Sala de Pesquisa e Acervo em Dança: 3ª a 6ª, das 14 às 18h; Centro de Memória do Circo: 2ª a 6ª, das 14h às 18h. emcartaz | SETEMBRO DE 2015

75


nossos endereços

Hemeroteca da Biblioteca Mário de Andrade

Ponto de Leitura Graciliano Ramos

R. Dr. Bráulio Gomes, 125/139, Próximo da estação Anhangabaú do metrô. Centro. | tel. 3775-1402 / 3775-1401 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 18h (mediante agendamento).

Calçadão Cultural do Grajaú. R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252, Parque América, Grajaú. Zona Sul. | tel. 3496-9638 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 17h.

Monumento à Independência – Capela Imperial

Ponto de Leitura Jardim Lapenna (Galpão de Cultura e Cidadania)

Parque Independência, s/nº, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2068-0032 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Museu da Cidade - Oca Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº. Dentro do Parque Ibirapuera. Acesso pelo portão 3 (entrada de carro) ou portão 1 (entrada de pedestres). Zona Sul.

R. Serra da Juruoca, s/nº, Jardim Lapenna. Zona Leste. | tel. 2297-3532 | Atendimento: 2ª a sáb., das 9h às 18h.

Ponto de Leitura Juscelino Kubitschek Av. Inácio Monteiro, 55, Cidade Tiradentes. | tel. 2556-3036 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

Pavilhão das Culturas Brasileiras

Ponto de Leitura Olido

R. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Vila Mariana. Dentro do Parque Ibirapuera. Acesso pelo portão 10. Zona Sul. | tel. 5083-0199 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3397-0176 | Atendimento: 2ª, das 13h às 18h. 3ª a sáb. das 10h às 20h. Dom. e feriados, das 13h às 19h.

Ponto de Leitura André Vital

Ponto de Leitura Parque do Piqueri

Ponto de Leitura de São Mateus R. Fortaleza de Itapema, 268, Jd. Vera Cruz, São Mateus. Zona Leste. | tel. 2019-1718 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 16h.

Ponto de Leitura Severino do Ramo R. Barão de Alagoas, 340, Itaim Paulista. Zona Leste. | tel. 2936-2742 | Atendimento: 2ª a sáb., das 9h às 18h.

Ponto de Leitura Tide Setúbal R. Mário Dallari, 170, Jd. São Vicente, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2297-5969 | Atendimento: 2a a 6a, das 9h às 18h. Sáb., das 10h às 17h.

Ponto de Leitura da União dos Moradores do Parque Anhanguera R. Amadeu Caego Monteiro, 209, Parque Anhanguera. Zona Oeste. | tel. 3911-3394 e 3911-3048 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 17h.

Ponto de Leitura Vila Mara Av. dos Metalúrgicos, 2.255, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel. 2282-2562 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

R. Tuiuti, 515, Tatuapé. Próximo da marginal do Rio Tietê. Zona Leste. | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 9h às 16h.

R. Conceição de Almeida, 170, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2586-2526 e 2585-2466 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Praça das Artes Ponto de Leitura Butantã R. Junta Mizumoto, 13 - Jd Peri Peri. Zona Oeste. | tel. 3742-6218 e 3744-4369 | Atendimento: 2ª, das 14h às 17h. 3a a 6a, das 9h às 17h. Sáb., das 9h às 13h.

Ponto de Leitura Parque do Rodeio R. Igarapé da Bela Aurora, s/nº, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel. 2555-4276 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

Ponto de Leitura Carolina Maria de Jesus

Ponto de Leitura Praça do Bambuzal

Rua Terezinha do Prado Oliveira, 119, Parelheiros. Zona Sul. | tel. 5921-3665 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 16h.

R. da Colônia Nova, s/nº, Praça Nativo Rosa de Oliveira (conhecida como Praça do Bambuzal), Jd. Ângela. Zona Sul. | tel. 5833-3567 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h.

76

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

(Fundação Theatro Municipal de São Paulo) Av. São João, 281, Centro | Atendimento: 4571-0542 – Cepdoc (Centro de Documentação/Museu do Theatro Municipal); 4571-0485 – Escola de Dança de São Paulo; 4571-0523 – Orquestra Experimental de Repertório; 45710519 – Arquitetura 4571-0503 – Gabinete Diretoria de Gestão.


Sylvia Masini

Sítio Morrinhos

Sítio da Ressaca R. Nadra Raffoul Mokodsi, 3, Jabaquara. Próximo da estação Jabaquara do metrô. Zona Sul. | tel. 5011-7233 | Atendimento: 3ª a dom, das 9h às 17h.

Sítio Morrinhos R. Santo Anselmo, 102, Jardim São Bento. Zona Norte. | tel. 2236-6121 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Solar da Marquesa de Santos R. Roberto Simonsen, 136. Próximo da estação Sé do metrô. Ao lado do Pátio do Colégio. Centro | tel. 3105-6118 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Teatro Alfredo Mesquita Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte. | tel. 2221-3657 Estacionamento próprio.

Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo

Teatro Martins Penna (Centro Cultural da Penha)

Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste. | tel. 2604-5558

Largo do Rosário, 20, Penha. Próximo do Shopping Penha. Zona Leste. | tel. 2295-0401

Teatro Cacilda Becker

Teatro Paulo Eiró

Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513

Teatro Décio de Almeida Prado R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste. | tel. 3079-3438.

Teatro Flávio Império R. Prof. Alves Pedroso, 600, Cangaíba. Zona Leste. | tel. 2621-2719.

Teatro João Caetano R. Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. | tel. 5573-3774 e 5549-1744

Teatro Leopoldo Fróes R. Antonio Bandeira 114, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5541 7057

Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5546-0449 e 5686-8440 | Em reforma.

Teatro Zanoni Ferrite (dentro da Biblioteca Paulo Setúbal) Av. Renata, 163, Vila Formosa. Zona Leste. | tel. 2216-1520.

Theatro Municipal de São Paulo Pça Ramos de Azevedo, s/nº, Centro | Bilheteria: 3053-2090, de 2ª a 6ª, das 10h às 19h, ou até o início do espetáculo. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 17h, ou até o início do espetáculo. Nos concertos aos domingos, às 11h, aberta excepcionalmente às 9h; Ação Educativa: 3053-2092 (visitas monitoradas). emcartaz | SETEMBRO DE 2015

77


Sylvia Masini

nossos endereços Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo - sede do Clube do Choro de São Paulo

­­Ônibus-biblioteca 72 roteiros Horário de atendimento: 3a a dom., das 10h às 16h. Telefone de informações ao público: 2291-5763. Roteiros: www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/ secretarias/cultura/bibliotecas/ onibus_biblioteca/

CEUs - cENTROS EDUCACIONAIS UNIFICADOS CEU ÁGUA AZUL Av. dos Metalúrgicos, 1.262. Cohab Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel.: 3396-3520 CEU ALTO ALEGRE R. Bento Guelfi, s/n o. Jd. Laranjeira, Iguatemi. Zona Leste. | tel.: 2075-1000 CEU ALVARENGA Estrada do Alvarenga, 3.752. Balneário São Francisco, Pedreira. Zona Sul. | tel.: 5672-2544

78

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

CEU ARICANDUVA R. Olga Fadel Abarca, s/nº, Vila Aricanduva. Zona Leste. | tel.: 2723-7549

CEU CAPÃO REDONDO R. Daniel Gran, s/nº, Capão Redondo. Zona Sul. | tel.: 5873-8067

CEU AZUL DA COR DO MAR R. Ernesto de Souza Cruz, 2.171. Cidade A.E. Carvalho. Zona Leste. | tel.: 3397-9000

CEU CASA BLANCA R. João Damaceno, s/nº, Vila das Belezas. Zona Sul. | tel.: 5519-5201

CEU BUTANTÃ Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia 1.870, Jardim Esmeralda. Zona Oeste. | tel.: 3732-4551 CEU CAMINHO DO MAR Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5.241, Jabaquara. Zona Sul. | tel.: 3396-5600 CEU CAMPO LIMPO Av. Carlos Lacerda, 678, Pirajussara. Zona Sul. | tel.: 5843-4801 CEU CANTOS DO AMANHECER Av. Cantos do Amanhecer, s/nº, Jardim Eledy. Zona Sul. | tel.: 3397-9720

CEU CIDADE DUTRA Av. Interlagos, 7.350, Interlagos. Zona Sul. | tel.: 5668-1955 CEU FEITIÇO DA VILA R. Feitiço da Vila, s/nº, Chácara Santa Clara, Capão Redondo. Zona Sul. | tel.: 3397-6550 CEU FORMOSA R. Sargento Claudiner Evaristo Dias, s/n o, Parque Santo Antônio - Vila Formosa. Zona Leste. | tel.: 2216-4622 CEU GUARAPIRANGA Estrada da Baronesa, 1.120, Jd. Ângela. Zona Sul. | tel.: 3397-9550


CEU INÁCIO MONTEIRO R. Barão Barroso do Amazonas, s/nº, Cohab Inácio Monteiro, Guaianases. Zona Leste | tel.: 2518-9048

CEU PARELHEIROS R. José Pedro de Borba, 20, Jardim Novo Parelheiros - Capela do Socorro. | tel.: 5926-0510

CEU JAÇANÃ R. Antonio Cezar Neto, 105, Jd. Guapira - Jaçanã/Tremembé. Zona Norte. | tel.: 3397-3979

CEU PARQUE ANHANGUERA R. Pedro José de Lima, s/nº, Jd. Anhanguera - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3911-5274

CEU JAGUARÉ Av. Kenkiti Simomoto, 80. Jaguaré. Zona Norte. | tel.: 3719-2343

CEU PARQUE BRISTOL R. Professor Arthur Primavesi, s/nº, Parque Bristol - Ipiranga. Zona Sul. | tel.: 2334-1405

CEU JAMBEIRO Av. Flores do Jambeiro s/nº, Jd. Moreno - Guaianases. Zona Leste. | tel.: 2960-2056 CEU JARDIM PAULISTANO R. Aparecida do Taboado, s/nº, Brasilândia. Zona Norte. | tel.: 3397-5410 CEU LAJEADO R. Manuel da Mota Coutinho, 293, Lajeado - Guaianeses. | tel.: 3397-6950 CEU MENINOS R. Barbinos, s/nº, São João Clímaco - Ipiranga. Zona Sul. | tel.: 2945-2560 CEU NAVEGANTES R. Maria Moassab Barbour, s/ nº, Parque Residencial Cocaia Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5976-5527 CEU PARAISÓPOLIS R. Doutor José Augusto Souza e Silva, s/nº, Jardim Parque Morumbi - Campo Limpo. Zona Sul. | tel.: 3501-5666

CEU PARQUE SÃO CARLOS R. Clarear, 643, Jardim São Carlos - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2045-4250 CEU PARQUE VEREDAS R. Daniel Muller, 347, Chácara Dona Olívia - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2563-6247 CEU PAZ R. Daniel Cerri, 1.549, Jardim Paraná - Freguesia do Ó/ Brasilândia. Zona Norte. | tel.: 3986-3401 CEU PÊRA MARMELO R. Pêra Marmelo, 226, Jardim Santa Lucrecia - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3948-3964 CEU PERUS R. Bernardo José de Lorena, s/ nº, Vila Malvina - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3915-8745 CEU QUINTA DO SOL Av. Luiz Imparato, 564, Cangaíba - Penha. Zona Norte. | tel.: 3396-3430

Pontos de distribuição do guia EmCartaz

Equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura: Arquivo Histórico Municipal Bibliotecas Públicas Bosques da Leitura Capela do Morumbi Casa do Sertanista Casa do Tatuapé Centro Cultural da Juventude Centro Cultural da Penha Centro Cultural São Paulo Escola Municipal de Iniciação Artística Galeria Olido Monumento à Independência Sítio da Ressaca Sítio Morrinhos Teatro Alfredo Mesquita Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo Teatro Cacilda Becker Teatro Décio de Almeida Prado Teatro Flavio Imperio Teatro João Caetano Teatro Leopoldo Fróes Teatro Martins Penna Theatro Municipal de São Paulo Teatro Zanoni Ferrite Outros locais: Auditório Ibirapuera Casa das Rosas Museu da Casa Brasileira Museu da Imagem e do Som Museu do Imigrante Museu da Língua Portuguesa Pinacoteca do Estado Memorial da América Latina Museu Paulista (do Ipiranga) Espaço Os Satyros Espaço Parlapatões Aeroporto de Congonhas rodoviárias emcartaz | SETEMBRO DE 2015

79


nossos endereços

CEU ROSA DA CHINA R. Clara Petrela, s/nº, Jd. São Roberto - São Mateus. Zona Leste. | tel.: 2701- 2300

CEU TRÊS PONTES Rua Capachós, s/nº, Jd. Célia - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 3397-6410

CEU SÃO MATEUS R. Curumatim, 201, Parque Boa Esperança. Zona Leste. | tel.: 2732-8139

CEU UIRAPURU R. Nazir Miguel, s/nº, Jd. João XXIII - Butantã. Zona Oeste. | tel.: 3782-3143

CEU SÃO RAFAEL R. Cinira Polônio, 100, Jd. Rio Claro - São Mateus. Zona Leste. |tel.: 2752-1001 CEU SAPOPEMBA R. Manuel Quirino de Mattos, s/nº, Jd. Sapopemba - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2075-9100 CEU TIQUATIRA Av. Condessa Elizabeth Robiano com a R. Kampala, 270, Penha. Zona Leste. | tel.: 2075-7450 CEU TRÊS LAGOS Estrada do Barro Branco, s/ nº, Barro Branco - Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5976-5642

CEU VILA ATLÂNTICA R. Coronel José Venâncio Dias, 840, Jaraguá - Pirituba. Zona Norte. |tel.: 3901-8743 CEU VILA CURUÇÁ Av. Marechal Tito 3.400, Jd. Miragaia - São Miguel Paulista. | tel.: 2563-6146 CEU VILA DO SOL Av. dos Funcionários Públicos, 369, Jd. Angela - Campo Limpo. Zona Sul. | tel.: 3397-9800 CEU VILA RUBI R. Domingos Tarroso, 101, Vila Rubi - Grajaú/Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5661-6518

Editor-chefe Luiz Quesada Editora-assistente Giovanna Longo Redação Carolina Bressane Etelvina de Oliveira Gabriel Fabri Gilberto De Nichile Leticia Andrade Luísa Bittencourt Projeto gráfico Maria Rosa Juliani Diagramação Viviane Lopes Isoda Fotografia Sylvia Masini Secretária de redação Ivani Yara dos Santos Estagiários Mariane Roccelo (redação) Maria Eugênia Ferreira (revisão) Priscila Izo (diagramação) Impressão Plural

Capa 1a Festa Literária de Cidade Tiradentes

guia da secretaria municipal de cultura | setembro 2015 | nº 92

Tiragem 45.000 exemplares | Projeto encena sete peças infantis no Teatro Alfredo Mesquita, pág. 28

| Mês da Cultura Independente chega à 9ª edição, pág. 8

EmCartaz é uma publicação da Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Cultura Endereço Av. São João, 473 | 10º andar São Paulo | SP | CEP. 01035-000 Tel: 3397-0000 | Fax: 3224-0628

Ilustração Viviane Lopes Isoda

e-mail leitoremcartaz@prefeitura.sp.gov.br Site da Secretaria Municipal de Cultura | 1ª Festa Literária de Cidade Tiradentes (Flict) promove mais de 70 atividades gratuitas na zona leste, pág. 54

80

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

www.prefeitura.sp.gov.br/cultura


Grátis

Em setembro, a programação do Clube do Choro de São Paulo continua. Além das apresentações no palco do Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo, acontecem rodas de choro no saguão, todos os sábados, das 18h às 20h30, antecedendo os espetáculos.

Shows no palco: Nosso Choro Danilo Brito

Amando Sempre - Maiara Moraes

interpreta composições de Garoto e de seu novo álbum autoral

interpreta Copinha

Choro de Gafieira

| Dia 4, às 21h

| Dia 5, às 21h

| Dia 6, às 19h

com Gafieira do Pinheiro

| Os ingressos são distribuídos a partir das 14h dos dias das apresentações. emcartaz | SETEMBRO DE 2015

81


cenários paulistanos

FOTO: Sylvia masini

Monumento à Independência

82

SETEMBRO DE 2015 | emcartaz

Em Cartaz - Setembro de 2015  

Edição de setembro de 2015 do guia de programação cultural da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

Advertisement