Issuu on Google+

JORNAL

ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Ei, Táxi JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

O jornal dos taxistas da Bahia

www.eitaxi.com.br

Julho 2015 | Salvador - Bahia | ANO V - nº 59 | Edição mensal - Distribuição Gratuita. 10.000 exemplares

Alvos vulneráveis: taxistas sofrem com criminalidade Foto: Mateus Pereira/GOVBA

POLÍTICA Pág.03 Pág.16

Proposta pede 5% de táxis para deficientes físicos FISCALIZAÇÃO Pág.08

Operação da Cotae apreende 22 carros clandestinos POLÍTICA Pág. 08

Projeto endurece medidas contra clandestinos ATRASO Pág.16

Agerba atrasa processos e prejudica Taxistas SOLIRARIEDADE Pág. 17

Pág. 10

Rayane, de 18 anos, procura o pai que é taxista em Salvador


www.eitaxi.com.br 02

EDITORIAL

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

Ei,Táxi

Precisamos da sua participação

H

á cinco anos começamos uma caminhada com um objetivo, o de fazer um jornalismo de cara nova, e uma certeza, a de que a informação é fundamental para o exercício da cidadania. A novidade, o furo de reportagem, se não impossível, passa a ser improvável para os jornais impressos a partir da rapidez da internet e dos meios eletrônicos. Por isso, nos renovamos a cada dia e isso, com certeza, você já percebeu ao longo dos últimos anos. A bola da vez é que constatamos que só com a sua participação podemos criar conteúdos exclusivos, que contemplem a quem mais nos interessa: o leitor Ei, Táxi. A partir de hoje, investimos na sua participação. Através do nosso site (www.eitaxi.com.br), da nossa página (facebook. com/eitaxi) ou pelo WhatsApp exclusivo da redação (71 8168-7951) o leitor pode manter um contato direto conosco e enviar denúncias, sugestões de matérias, fotos vídeos e áudios que serão usados em todos os nossos portais de comunicação. Sua participação pode ser anônima, ou não. Caso nos permita, daremos os devidos créditos para que todos

saibam quem colabora conosco. Em relação a esta edição, trazemos os temas mais relevantes discutidos pelo segmento atualmente. Como matéria principal, apontamos o crescente índice de violência no estado, que afeta diretamente o taxista. Para saber mais sobre a situação, conversamos com representantes da categoria, além de representantes do poder público. Outra reportagem exclusiva que trazemos neste mês é a situação do transporte irregular em Salvador. Recentemente, a Cotae realizou uma operação de fiscalização que apreendeu 22 veículos clandestinos. Representantes da Coastaxi e Atas parabenizam a iniciativa, mas pedem a manutenção das ações. Reforçando a importância da participação dos nossos leitores na produção das edições, o presidente da Associação dos Taxistas Autônomo de Santo Amaro (Atasa), José Roberto da Conceição, nos procurou para denunciar a vagarosidade em que se encontram as análises de recursos na Agerba. Em contato com o órgão, fomos informados que ainda estão sendo analisados processos de 2012.

RUA DIRETA Nº 19 VILA CANÁRIA (EM FRENTE AO CONDOMÍNIO) - www.capotariadoeverton.com.br

PONTOS DE APOIO COM EXPOSITORES EM SALVADOR

ENDEREÇO ENDEREÇO

LOCAL

Paralela / Aeroporto Paralela / Aeroporto Av. Dorival Caymmi Paralela / Rodoviária Rodoviária Rodoviária Rodoviária Acesso Norte BR 324 Av. Barros Reis / Retiro BR 324 BR 324 Av. San Martin Av. Barros Reis / Rótula Via Expressa São Joaquim (Ferry boat) Largo da Madragoa Dois Leões

Posto BR Alphaville Posto Coopmetro Posto Adota Posto Shell Narandiba Estoque da fila de Táxi Posto BR Rodoviária Posto Mataripe Posto Shell Tic Posto Shell Barros Reis Posto Shell Jaqueira Posto BR Porto Seco Posto Plus Brasil Posto Shell Sol Posto Ipiranga Gás Online Estoque da fila de Táxi Posto BR Unicom Posto BR Dois Leões

ENDEREÇO ENDEREÇO

LOCAL

Vila Laura - Ladeira do Capoteiro Vale do Ogunjá Bonocô / Iguatemi Av. ACM Iguatemi (Shopping da Bahia) Av. Tancredo Neves Costa Azul Jardim Armação Av. Manoel Dias Amaralina / Rio Vermelho Amaralina / Pituba Av. Octávio Mangabeira

Posto Coopmetro Posto Shell Ogunjá Postos BR Mataripe Posto BR Nota 10 Estoque da fila de Táxi Posto BR Escola Posto BR Flamingo Posto Coopmetro Posto Shell Pituba Posto Shell Gás Online Posto Shell Gás Online Posto BR Camuripim

PONTOS DE APOIO COM EXPOSITORES NA REGIÃO METROPOLITANA CIDADE/ENDEREÇO Lauro de Freitas - Acesso Bambuzal Simões Filho - Rod. BA 093 Simões Filho - R. Rui Barbosa, box 1 e 2 Camaçari - Av. Radial B, 783

LOCAL Posto Coopmetro Posto Paraki 2 ATASF Posto Radial

CIDADE/ENDEREÇO

LOCAL

Dias D'Ávila - Av. Raul Seixas Candeias - Rod. BA 552, KM 10 Pojuca - R. JJ Seabra, Centro

Posto Casanova Posto Milênio ASTAP

Eventos festejam dia do taxista

Helton Carlucho jornalismo@eitaxi.com.br

Construa o Ei, Táxi conosco. Envie sua mensagem, entre em contato pelos canais: 71 3498-9731 | 71 8135-9002 jornalismo@eitaxi.com.br | www.eitaxi.com.br

Expediente

Diretor Executivo: Adriano Rios, Jornalista e Editor: Helton Carlucho, Revisão: Anariel Rios, Diagramação: Helton Carlucho, Edição: mensal, Tiragem: 10.000 exemplares, Distribuição Gratuita: Salvador e Região Metropolitana de Salvador - RMS (Lauro de Freitas, Simões Filho, Camaçari, Mata de São João, Dias D’Ávila, Candeias e Pojuca), Impressão: Gráfica do Correio. O conteúdo das colunas, anúncios e informes publicitários são de responsabilidade dos autores e não, necessariamente, expressam a opinião do jornal. Anuncie: (71) 3498-9731 | 8135-9002 | comercial@eitaxi.com.br | Jornalismo: jornalismo@eitaxi.com.br

A

tradicional homenagem que o Sindicato dos Taxistas de Camaçari (Sintac) realiza todos os anos para homenagear São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, vai ocorre no dia 26 de julho. Uma carreata de táxi vai

sair da Igreja Matriz, no centro da cidade, às 9h, seguindo para a Igreja de São Cristóvão, no bairro Jardim Limoeiro, onde será celebrada uma missa. Também em comemoração ao dia do motorista, depois será servida uma feijoada.

Frutosdias

O

ferece um café da manhã ao taxista, no dia 25/07, às 8h, na loja de Água de Meninos. A empresa convida a classe a participar.


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

POLÍTICA 03

Indicação pede que 5% da frota de táxi seja adaptada a deficientes

O

projeto de Indicação 227/15, do vereador Leo Prates (DEM) solicita do prefeito de Salvador, ACM Neto, que um novo regulamento destine a reserva de 5% da frota atual de táxis para veículos adaptados a receber pessoas com deficiência. Segundo o a proposta do parlamentar, "considerando que o atual regulamento da cidade não admite a emissão de mais alvarás de táxis porque a lei vigente permite apenas um táxi para cada 500 habitantes, e que um novo regulamento deve contemplar a reserva

da frota atual. O documento explica ainda que o serviço deverá ser praticado por motoristas licenciados do serviço individual de passageiros com deficiência, que comprovem a participação em cursos específicos sobre transporte dessas pessoas; ser prestado 24 horas por dia, inclusive finais de semana e feriados; ser feito por veículos adaptados com plataforma elevatória na extremidade traseira ou lateral; ter identificação por adesivo do símbolo universal de sua utilização por pessoas com deficiência e capacidade

o objetivo de Iniciativa Com amparar familiares de taxistas que venham a auxilia falecer, o Clube da Solifamílias dariedade incentiva a a fazer doações de taxistas categoria no valor de R$ 20,00, por taxista, a serem entregues mortos diretamente às famílias

Ascom/Curitiba

para transportar até dois acompanhantes, além do motorista. Para que a proposta seja regulamentada, é preciso que o executivo municipal encaminhe projeto de lei à Câmara e seja aprovado pelos demais vereadores.

Em 2007, a cidade do Rio de Janeiro foi a primeira no país a adotar de táxi adaptado.

Proposta foi encaminhada ao prefeito ACM Neto Foto: CBN Salvador

das vítimas. Os primeiros beneficiados pelo projeto foram os parentes do taxista Antonio Carlos da Silva Santos, assassinado no dia 25 de junho, no Stiep. As doações foram feitas através de depósito bancário.

Segundo Capitão Tadeu, um dos idealizadores da ação, “O clube já vinha sendo discutido há oito meses, no Núcleo de Apoio ao Taxista (NAT), e os recentes casos fizeram com que fosse colocado em prática com mais celeridade”.

O processo de divulgação para ampliação do Clube da Solidarieda acontece através de panfletos e redes sociais. Interessados em participar podem entrar em contato através do número de WhatsApp (71) 9375-0097.


04

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

05


06 TAXISTA, SE LIGUE!

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

Foto: Ei, Táxi

Ministério Público vai ao STF contra licença hereditária para táxi

O

Reunião aconteceu no Sindicato dos Bancários, em Salvador

Atas realiza primeira assembléia após fundação

A

associação dos Taxistas Auxiliares de Salvador (Atas) realizou, na manhã do dia 13/07, sua primeira assembléia após a fundação, em dezembro de 2014. O ato aconteceu no auditório do Sindicato dos Bancários, na Avenida Sete, em Salvador, e teve a participação do presidente da ins-

24x19 Nissan Taxi SSA 1007.indd 1

tituição, Jairo Conceição; do presidente da Coastaxi, Gilberto Souza, além do vereador de Salvador Everaldo Augusto (PCdoB) e do ex-deputado estadual Capitão Tadeu (PSB). Segundo Jairo Conceição, o objetivo da assembléia, além de discutir temas relacionados à categoria, é fazer uma pres-

tação de contas sobre os últimos meses. “Queremos unir a categoria e mostrar o que já foi feito até aqui”, explicou. Outro tema abordado na reunião foi o projeto de lei 146/15 que tem como objetivo ampliar os direitos dos taxistas auxiliares de Salvador, de autoria de Everaldo.

Ministério Público Federal entrou com uma ação pedindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) declare inconstitucional a comercialização de autorização de táxi e a chamada licença hereditária. Para o procurador geral da República, Rodrigo Janot, a medida fere a Constituição ao violar os princípios de isonomia e impessoalidade. Em entrevista à agência Folhapress, Janot disse que a livre comercialização ou transferência das autorizações é incompa-

tível com a Constituição Federal. Por isso, o poder público precisa impedir que taxistas autorizados repassem, mediante pagamento, as autorizações a quem lhes oferecer maior retribuição. "Cessado o desempenho da atividade por parte do taxista, por qualquer motivo (aposentadoria, morte, desinteresse, caducidade etc.), a autorização deve caducar e ser oferecida a outro interessado que preencha os requisitos", defende o procurador na ação.

projeto para isentar taxistas

O

deputado federal Mário Negromonte Júnior (PP) apresentou, no dia 14/07, o Projeto de Lei n° 1.536/2015 que propõe alterar o Código de Trân-

sito Brasileiro para isentar os taxistas, mototaxis e motofretes do pagamento da taxa de vistoria. Fonte: Bahia Notícias.

13/07/15 18:08


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Banco do Brasil suspende financiamento para taxistas Foto: wikepedia

Taxistas já cadastrados não serão afetados pela suspensão

A

legando “motivos operacionais”, O Banco do Brasil (BB) suspendeu o cadastro de taxistas que pleiteiam financiamento para a compra de carro novo por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), no dia 09/06, pelo prazo de

30 dias. O crédito concedido exclusivamente pelo banco é para a compra de carro, fabricado no Brasil, para auxiliar na renovação da frota de táxi no país, onde os taxistas podem obter financiamento de até 90% do valor do carro para pagar em 60

E

ECONOMIA 07

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

parcelas fixas, com taxa de juros (6% ao ano) + 4% ao ano, considerando o prazo máximo da linha. Em relação aos permissionários de Salvador e região metropolitana, a medida parece não afetar. Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia repre-

sentantes do Sinditáxi, que congrega boa parte dos taxistas da cidade, afirmaran que a situação “não afeta os taxistas baianos, porque 90% deles são financiados pela Desenbahia”. Esse é o caso de oito taxistas entrevistados pela nossa reportagem. Apesar dos juros praticados pelo BB serem menores, eles costumam optar pelo crédito dado pela empresa do estado. Edésio Campos, taxista há 35 anos, desconhece o FAT taxista. “Sempre me dei bem com a Desenbahia. Troco de carro a cada três anos”, explicou. Passados os 30 dias informados pela central do BB, nossa equipe voltou a entrar em contato com o banco. A informação é de que novos cadastros ainda continuam suspensos. Ainda, segundo o banco, “taxistas que já cadastraram suas propostas não serão afetados”.

Usando o WhatsApp

O

aplicativo deixou de ser apenas diversão há muito tempo. Quem confirma a informação são os taxistas da Cidade Baixa, que usam o WhatsApp para alertar colegas sobre as condições de trabalho no dia a dia. O taxista Wallas Souza, administrador do grupo, entrou em contato com a nossa reportagem para explicar a novidade: “engarrafamentos, acidentes, ruas esburacas. Todos postam comentários ou fotos no grupo para alertar sobre as condições de trabalho”. Pelo menos 80 pessoas já fazem parte da iniciativa que tem facilitado o enfrentamento ao trânsito de Salvador. Com o propósito Para participar do grupo, que ainda restam 20 vagas, o taxista precisa enviar o seu número de WhatsApp para 8861-3802.


08

FISCALIZAÇÃO

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Operação da Cotae apreende 22 clandestinos Fotos: Cotae

Proposta aprovada na Câmara endurece medidas contra clandestino

E

Mesmo com a intensificação das ações, categoria acredita ser necessário continuidade

A

iniciativa da Secretaria de Mobilidade, através da Coordenadoria de Táxis e Transportes Especiais (Cotae) realizou operações de combate ao transporte clandestino no Aeroporto, Rodoviária e Elevador Lacerda. No total, 22 veículos irregulares foram apreendidos e levados para o pátio. Mesmo com a intensificação da fiscalização, a categoria acredita que é necessário a continuidade das ações. Uma semana após as apreensões, é possível encontrar carros oferecendo transporte clandestino na rodoviária de Salvador, por exemplo. O presidente da Coatax, Gilberto de Oliveira Silva, considera a ação “acanhada”, levando em consideração o número de clandestinos na cidade. “A operação precisa de mais ênfase, 22 apreensões é pouco em um final de semana”, reclamou. Mas, ainda assim, Gilberto parabenizou a Cotae: “Temos que incentivar para que ganhe fôlego.” Jairo Conceição, presidente da Associação dos Taxistas de Salvador (Atas)

diz que é preciso continuidade e não ações esporádicas. “tem que ser incessante. Atualmente se faz uma ação e para, só volta quando reclamamos”.

Clandestinos aliciam passageiros Em mercados, no Ferry boat, na rodoviária e no Aeroporto não é difícil ser abordado por alguém que faça transporte irregular. Devido à facilidade de agir, clandestinos vão até o passageiro e oferecem transporte que chega a custar metade do valor que seria pago em um táxi, isso porque em suas cobranças não entram encargos e taxas que os permissionário são obrigados a pagar. Carla Rocha, moradora de Lauro de Freitas, confessa utilizar os serviços clandestinos na saída de um mercado, quando faz compras. “Eles cobram mais barato”, pontuou. Mesmo utilizando o serviço, ela considera inadequado: “os carros são velhos e os mo-

toristas não são tão preparados. Com certeza não podemos comparar ao serviço de um táxi.” Em alguns supermercados, clientes chegam a confundir clandestinos, com transporte regular. “Imaginava que era um serviço oferecido pelo supermercado, por isso uso sem problemas, já que o valor cobrado é mais baixo”, confessa Érica pires, surpresa ao saber que se tratava de transporte ilegal. Fazer transporte de pes-

soas, sem licença para esse fim, é considerado infração gravíssima, com penalidade de multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir. Para saber sobre a continuidade das operações, a nossa reportagem entrou em contato com a Cotae, mas não obteve resposta até o fechamento da edição. Também contatados a direção do Siditaxi, para saber o reposicionamento da entidade, mas não fomos atendidos.

m discussão há algum tempo, as questões relacionadas ao transporte clandestino tiveram uma nova etapa. Recentemente, foi aprovado na Câmara Federal o Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015 (Proveniente da Medida Provisória nº 673, de 2015) que altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 - Código de Trânsito Brasileiro. A ação teve como relator o deputado federal baiano José Carlos Aleluia (DEM). O texto base, entre outros assuntos, versa sobre o transporte clandestino e suas sanções. O artigo 231 inciso VIII diz que quem for abordado “efetuando os seguintes tipos de transporte remunerado: a) transporte de pessoas, quando não for licenciado para esse fim, salvo com permissão da autoridade competente” está sujeito a “Infração: gravíssima; Penalidade: multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir”. A proposta foi encaminhada ao Senado para apreciação.


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

09


10 CAPA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Pelo menos seis taxistas foram assassinados em 2015

S

egundo o site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), de janeiro a março de 2015 foram cometidos 7.088 crimes no estado. Na soma, estão furto de veículo (1.278), roubo de veículo (3.496), roubo a ônibus (786), latrocínio (55) e homicídio doloso (1.473). O órgão não possui um levantamento específico das ocorrências envolvendo taxistas. O alto índice vem sendo refletido no dia a dia da população e inclui taxistas, expostos diariamente devido à rotina de trabalho. O presidente da Coastaxi, Gilberto de Oliveira, informa que só neste ano já aconteçam seis assassinatos de taxistas: quatro roubos seguidos de morte e duas execuções. Um dos casos mais recente é o do taxista Antonio Carlos Silva Santos, 52, morto no dia 25/06, durante assalto no bairro de Stiep. O ocorrido está sendo investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Para Gilberto a categoria é uma presa fácil para bandidos. “O taxista não pode recusar uma corrida quando o passageiro é suspeito, ou quando o local é perigoso”, reclama. Ainda segundo ele, descartar passageiro ocasiona multa e suspensão dada pela Cotae. Argumento unânime entre a categoria é a necessidade de ações mais enérgicas do governo do estado. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou, no dia 06/07, ter se reunido com representantes da classe e que medidas seriam tomadas.

PM diz ter feito 17 mil abordagens a taxistas. Categoria nega Segundo informações do Governo do Estado da Bahia, as abordagens aconteceram nos cinco primeiros meses de 2015. “Somente em 2014, a PM promoveu 39 mil abordagens a taxistas, bem como aos usuários deste tipo de transporte. De acordo com

Foto: Atas

Taxista é preso com revolver calibre 38Foto: Divulgação

Luciano é o terceiro da esqueda para a direita

P

Em protesto, categoria realizou carreata pelas ruas de Salvador Foto: Edilson Lima/Ag. A TARDE

oliciais da 15° CIPM prenderam Luciano Ribeiro dos Santos, que conduzia um veiculo táxi na região do Areal, Bairro da Paz. Foram encontrados um revólver calibre 38, com numeração raspada, e cinco cartuchos intactos. Luciano e mais dois indivíduos que o acompanhava foram conduzidos à delegacia. O condutor já responde a processo por posse de entorpecentes

Assassino do Taxista Manoel Francisco é preso

Foto: Divulgação

Taxista é executado com 15 tiros em Tancredo Neves

o capitão Ramos, até maio deste ano, cerca de 17 mil abordagens a táxis foram feitas nas blitzes”. Representantes da categoria contestam a informação. Gilberto Oliveira acha impossível esse número de abordagens em cinco meses. “Nós não vemos essa quantidade tantas de blitz a taxistas nas ruas”, pontuou. O vice-presidente do

Sinditaxi, Luiz Santana, confirma que são feitas ações de fiscalização, mas também contesta os números. “17 mil em apenas cinco meses é um pouco duvidoso”. Entramos em contato com a PM para saber sobre a continuidade das ações, mas, até o fechamento desta edição, não fomos atendidos. Sobre o andamento das

investigações dos assassinatos dos taxistas, entramos em contato com a DHPP e fomos informados que nos casos que aconteceram em Tancredo Neves e Camaçarí, as investigações estão em andamento e os suspeitos ainda não foram identificados. Os suspeitos do assassinato de Antonio Carlos foram identificados, mas ainda não foram presos.

M

arcos Antônio Mota Evangelista foi preso pela morte do taxista Manoel Francisco dos Santos, 72 anos. O crime ocorreu em janeiro de 2012. Cachoeira, localizado a 110 km de Salvador. Em depoimento, Marcos disse à polícia que o taxista reagiu ao assalto e tentou tomar a faca das mãos dele.


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Crise ou Oportunidade? POR EDNEI TEÓFILO*

O

lá amigos leitores! Nesta edição do Jornal Ei, Taxi trago um artigo sobre como encarar o momento que passamos em nosso país, situação política e econômica complicadíssima e uma guerra de conflitos de interesses sociais. O que esperar de um cenário como este? Estabelecer a crise e navegar no mesmo barco que muitos estão, ou encaro este momento como uma oportunidade de rever os gastos, estrutura, custos, investimento e enxergar além do horizonte, para não paralisar meus sonhos? O cenário atual depende de nossa visão sobre ele, transformá-lo em uma crise ou vislumbrar uma grande e poderosa oportunidade, em todos os sentidos?

EMPREENDEDORISMO

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

A crise é uma mudança brusca no desenvolvimento de qualquer evento ou acontecimento, é uma situação complicada ou de escassez, que pode comprometer o desenvolvimento ou a continuidade de um processo, seja ele espiritual, físico, ou histórico. Devemos considerar a crise como um momento ideal para revisar estratégias. É preciso olhar de forma positiva para crise, analisando o aspecto ameaçador e visualizando um futuro promissor, agindo no presente, com foco, determinação, superação e atitude. Afinal, o futuro, nós é que construímos, nós escolhemos, temos o poder de determinar nossas escolhas ao longo da vida, da nossa família, da nossa empresa...

Devemos agir com prudência, pois o momento realmente é complicado, porém não devemos agir com medo porque ele nos paralisa. É preciso pensar diferente, ter visão de futuro, sair do quadrado, fazer algo novo que gere novos resultados e principalmente planejar, pois a atitude de planejar faz toda a diferença. Albert Einstein (físico alemão radicado nos Estados Unidos; aquele mesmo da teoria da relatividade) dizia que: “insanidade é continuar fazendo as mesmas coisas e esperar resultados diferentes”. Então se oportunidade é um acontecimento capaz de melhorar o estado atual de um indivíduo e uma situação nova que traz benefícios, segue a grande dica deste artigo.

Aproveite seus recursos, potencial, diferencial e supere o medo que paralisa; transforme a crise na oportunidade que precisa para reverter este cenário negativo. Faça análise dos seus custos, mapeie suas despesas, substitua despesas elevadas, busque alternativas similares e mais baratas, avalie seus investimentos, evite desperdícios, seja assertivo e otimize suas receitas. Uma ótima ferramenta neste momento é usar o Orçamento Familiar para vida pessoal (saiba onde e como está gastando seus recursos...) e Fluxo de Caixa para sua empresa (para onde está indo o meu lucro e quais as categorias dos meus gastos, quanto entra e quanto sai...); tenha seus gastos controlados e suas receitas no visor, mantendo o equilíbrio financeiro. Quem encara este cenário como crise deixa de crescer, fica retraído, deixa de viver momentos preciosos com a família, sociedade, empresa e acaba sucumbindo em meio aos noticiários negativos sobre o momento atual. Agora quem encara este momento como uma oportunidade de dar a

11

volta por cima, vai sempre em frente, busca e alcança, aproveita todas as oportunidades, valoriza o que realmente importa e acaba percebendo que o grande momento nós que construímos e ele pode ser o melhor possível. Então repense, reavalie sua situação e crie novas oportunidades diante da crise, não desista dos seus sonhos na primeira dificuldade, siga em frente, transformando CRISE em OPORTUNIDADE.

*Ednei Teófilo é Consultor, Coach e Palestrante; Diretor Executivo – Novo Caminho Gestão e Representação. Ltda. www.novocaminhoconsultoria.com.br

traga seu ipi e icms para a gente e aproveite nossas ofertas especiais.

Ar-condicionado Chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas Direção hidráulica

Faróis de neblina

HSD (High Safety Drive) - Airbag duplo (motorista e passageiro) e ABS com EBD Rodas de liga leve 6.0 x 16" + Pneus 195/55 R16 (Baixa resistência a rolagem) Rádio Connect CD MP3/WMA integrado ao painel com RDS, entrada USB, Viva-voz Bluetooth® e função Audio Streaming Travas elétricas + Trava automática das portas a 20 km/h Vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento

GRAND SIENA ESSENCE 1 .6 16V FLEX 4P 2o16

OFERTA VÁLIDA DE 10/07/2015 ATÉ 15/08/2015. COR: BRANCO BANCHISA. CARRO NÃO DISPONÍVEL NO ESTOQUE DA CONCESSIONÁRIA. VENDA SOB ENCOMENDA.

PEDESTRE, USE SUA FAIXA.

R$

32.400, À vista


12

ANO V . NรšMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

Ei,Tรกxi


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

Renda fixa: investimentos em CDB E LC

E

POR EDVALDO LANDULFO*

sse ano será muito bom para quem deseja iniciar ou ampliar seus investimentos, e o mais importante, sem ajuda de intermediários. Será necessário seguir à risca: “se pagar primeiro antes de qualquer coisa”. O governo continua elevando os juros básicos da economia com o objetivo de conter a inflação, portanto, investimentos em renda fixa, como o: CDB, LC, LCA e LCI ajudarão a construir uma carteira diversificada. É fundamental compreender que a poupança não é investimento e sim, um mecanismo que deve ser utilizada como uma reserva de emergência devido a sua alta liquidez, ou seja, facilidade na retirada a qualquer momento que necessite do valor “guardado”. Antes de investir precisamos entender so-

bre a taxa de referência para essas aplicações financeiras, o CDI – Certificado de Depósito Interbancário, que tem como principal objetivo realizar transações financeiras entre os bancos, onde as instituições bancárias tomam e emprestam dinheiro entre si para equilibrar suas reservas no curtíssimo prazo, sendo calculada diariamente. É uma taxa importante no mercado interbancário que serve de parâmetro para outras taxas praticadas pelos bancos. Sendo assim, o investidor não investe em CDI, mas em outras aplicações como: CDB e LC por exemplo, que rendem um “percentual do CDI”. O CDB – Certificado de Depósito Bancário é um depósito a prazo que você faz ao banco e recebe juros por este empréstimo,

sendo um investimento de baixo risco e com retorno garantido devido à alta rentabilidade negociada. É diferente dos valores depositados em conta corrente onde não há nenhuma remuneração ou na poupança por um baixo rendimento - vale a pena lembrar, que o banco capta dinheiro com baixo custo para emprestar a juros altíssimos, já que a principal função do banco é vender “dinheiro” meu amigo - O CDB pode ser prefixado ou pós-fixados e seguem o mesmo raciocínio aplicado aos títulos públicos. O primeiro você negocia uma taxa fixa para rentabilizar a aplicação, enquanto, os pós é acordado por um indexador (que pode ser o percentual do CDI – variando de 80% a 120%). O cliente precisa definir o valor que

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

depositará na instituição, determinar o prazo do empréstimo e o banco irá oferecer uma taxa de juros pelo valor ora depositado (as instituições menores, por exemplo, pagam muitas vezes taxas acima de 100% do CDI). Importante salientar que quanto mais tempo ficar investido, menor será o imposto de renda cobrado sobre o lucro na operação. Vantagens do CDB: Garantia do FGC – Fundo Garantidor de Crédito – em caso, de “quebra” do banco, até o limite de R$ 250.000,00 por CPF ou instituição financeira, a mesma garantia da poupança; O IR - Imposto de Renda, com alíquota regressiva dependerá da duração do investimento e age sobre o lucro da operação (entre 22,5% e 15%); O IOF - Imposto sobre Operações Financeiras, somente será cobrado para resgates da aplicação com menos de 30 dias; Rentabilidade acima da poupança; Negociação simples e segura. A LC – Letra de Câmbio é um titulo de renda fixa,

13

com as mesmas características do CDB, com um detalhe, a emissão não é feita por um banco, e sim, por uma financeira para captar recursos no mercado e emprestar para pessoas físicas. As LC’s têm as mesmas vantagens do CDB’s, sendo um investimento de baixo risco por ter garantia assegurada pelo FGC até o limite de R$ 250.000,00. O importante é continuar aprendendo e desenvolvendo sua inteligência financeira. Saia da “zona de conforto” e comece a investir com segurança, baixo risco e rentabilidade acima da poupança. No próximo artigo falarei sobre LCI‘s e LCA’s, até breve.

*Edval Landulfo é Economista, Coach e Educador Financeiro. Landulfofinancas.com.br


14

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

15


16 FUNCIONALISMO

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

Agerba atrasa processos e prejudica permissionários Foto: Wikipedia

argumentou. Ainda segundo ele, "a equipe foi ampliada e estão sendo feitos mutirões". A expec-

Multa por fazer transporte intermunicipal custa R$3.012,00 tativa é que ainda neste ano já sejam apreciados processos de 2013. A nossa equipe também tentou contato com Agerba confirma que porcessos de 2012 ainda estão sendo analisados o responsável pelo setor, Lázaro Ferreira Martins, axistas autuados por Sem saber se o recurso Garibaldi França, confirma mas foi informada de que fazer transporte In- foi deferido ou indeferido, a situação. Segundo ele, ele se encontrava de férias. termunicipal, práti- o taxista fica impedido de pelo menos dois de seus ca proibida desde 2009, a vender seu veículo, já que cooperados se encontram Opinião do Diretor partir da regulamentação existe uma restrição no na mesma situação: sem o da Lei nº 11.378, que dis- Detran. Em alguns casos, resultado do recurso e sem Executivo, Adriano Rios põe sobre organização, por essa situação, o per- poder quitar a multa que Tudo bem, entendi. Fisplanejamento, fiscaliza- missionário é forçado a fa- custa R$ 3.012. “É impossíção e poder de polícia do zer o pagamento da multa vel para qualquer taxista calização que puna o taSistema de Transporte Ro- mesmo antes do processo fazer esse pagamento”, re- xista com os rigores da lei existe e é constantemente doviário Intermunicipal finalizado. A necessidade clama. de Passageiros do Estado da venda do veículo autuA nossa equipe entrou aplicada. Certo, está cumda Bahia (SRI), são pre- ado, para a compra de um em contato com a Ager- prindo com o dever. Agora, será que não é judicados pela lentidão novo, é um exemplo. ba e foi informada que há da análise de recursos na O taxista Dagoberto bastantes processos atra- um clássico exemplo de Agerba. A informação é do Neri, também de Santo sados. Segundo o assessor “Dois pesos e duas medipresidente da Associação Amaro, entrou com o re- técnico do departamento das”? Como faz o taxista que dos Taxistas Autônomo curso em 2011, mas não que faz as análises dos rede Santo Amaro (Atasa), teve seu processo finaliza- cursos, Frank Pereira, eles precisa trazer um passaJosé Roberto da Conceição, do. “Recentemente, quan- estão trabalhando sobre geiro ao aeroporto ou hosque afirma haver recursos do fiz a renovação do veí- os processos do ano de pitais da capital? Participando de reuem análise há mais de seis culo, fui informado que a 2012. "Em 2012, outras pesso- niões e audiências com anos. Ainda, segundo ele, restrição ainda estava lá”, as trabalhavam no depar- representantes do Minispelo menos cinco taxistas explicou. O diretor da Coopetax, tamento e não estavam tério Público, os mesmos da sua associação estão de Feira de Santana, José dando conta do trabalho", foram objetivos na avaliacom esse problema.

T

ção deste fato. Para os procuradores, é preciso uma regulamentação mais específica sobre o assunto e enquanto não há, o uso do bom senso é a melhor saída. Para eles, seria possível o taxista fazer o transporte desde que estivesse com todos os dados tanto da viagem quanto do passageiro, para que numa eventual blitz todas as informações necessárias fossem apresentadas. Fica evidente, neste caso, o quanto a Agerba é eficiente na fiscalização ao taxista. Já no outro lado da moeda, quando o assunto é fiscalizar o clandestino, é notório outro comportamento do órgão. As estradas estão lotadas de transportes clandestinos. Vale ressaltar ainda a demora em se tratando de julgamento de recursos. Aproveito a oportunidade para deixar uma pergunta no ar: Já que a Agerba fiscaliza e multa o taxista em mais de R$ 3 mil, por que a Semob, em Salvador, não aplica o mesmo rigor na fiscalização e multa aos clandestinos que atuam na capital? Depois de tantos anos sofrendo com esses problemas de apreensões, multas e concorrência desleal, não há como enxergar boa vontade da esfera pública para com o taxista. Lamentável!

Cidades proíbem utilização do Uber O s constantes protestos contra o aplicativo de carona remunerada Uber, no Brasil e no exterior, têm surtido efeito. Recentemente, cidades brasileiras instituíram, através de projetos de lei, a sua proibição. É o caso da cidade de São Paulo, que aprovou em primeiro turno a suspensão. A proposta de autoria do vereador Adilson Amadeu (PTB) volta a ser votado em agosto e tem como punição para quem for pego desrespeitando a norma, pagamento de multa de R$ 1,7 mil e a possível apreensão do veículo. Para presidente da Comissão de Direito Viário da OAB SP, Maurício Januz-

zi, quem trabalha por meio do aplicativo não possui alvará e nem paga os mesmos impostos que os taxistas, portanto, a concorrência não é justa. “Privilegia um tipo de transporte em detrimento do que está legalmente constituído”, considera o advogado que acredita que “atualmente o Uber é uma forma de burlar a necessidade do alvará exigida para o transporte individual de passageiros e, portanto, deve ser proibido”. As medidas levam em consideração a concorrência desleal e falta de preparo dos motoristas Uber para conduzir passageiros. Em quanto taxistas precisam de curso de capacita-

Foto: Wikipedia

São Paulo aprovou, em primeiro turno, a suspensão do Uber

ção, até inabilitados dirigem pelo aplicativo. Segundo a Associação Brasileira das Associações e Cooperativas de Motoristas de Táxi (Abracomtaxi)

houve queda de 30% no atendimento de corridas noturnas desde a chegada do Uber no país. Em Campo Grande (MS) também já existe projeto

para “evitar concorrência desleal com taxistas cadastrados na capital”. Cidades como Brasília e Cotia também se direcionam no mesmo sentido.


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

SOLIDARIEDADE 17

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

Rayane procura o pai que é taxista

R

ayane Silva acabou de completar 18 anos, mora em Itanhem, no Sul da Bahia, e tem um grande sonho: conhecer o pai que hoje seria taxista em Salvador. Através das redes sociais, ela começou a sua busca no início de Julho, quando encontrou a página do Ei, Táxi no Facebook (facebook.com/JornalEiTaxi) e nos contou a sua história. “Oi. Sou Rayane, de Itanhem - Bahia, procuro por Hugo Leonardo, taxista no Porto da Barra”. Ela viu no nosso jornal a oportunidade de contar sua história aos demais taxistas e ampliar a possibilidade de encontrar seu pai. Entre as poucas informações que possui: “Ele é um pouco alto, forte, tem olhos verdes e aproximadamente 35 anos. Ela conta que sempre buscou informações, mas sua mãe, Roseane Silva, que preferia não comentar sobre o assunto. “Desde pequena tenho o sonho

Foto: Arquivo pessoal

Rayane entrou em contato com o Ei, Táxi através do Facebook

de conhecer o meu pai, de saber como ele é, poder abraçar, tocar, trocar olhares, dizer eu te amo, poder chamar de pai. Minha mãe sempre deixou isso mudo e quando eu perguntava mudava de assunto. Com isso a vontade de conhecê-lo aumentava a cada dia.

Foi daí que tocou em mim que eu preciso conhecer o meu pai”, nos confessou. Com a insistência da menina, a mãe contou que em 1996, com 19 anos, teria conhecido Hugo Leonardo, de 17 anos, durante um período que passou em Salvador, e mantiveram um

relacionamento por cinco meses. Voltando para sua cidade de origem, Roseane optou por não avisar ao namorado que estava grávida e perdeu todo o contato. Mesmo com as dificuldades ela diz não perder a esperança. “Sei que as in-

“Sei que as informações não são muitas, mas acho que há possibilidade de encontrálo” formações não são muitas, mas acho que há possibilidade de encontrá-lo.” “Se encontrasse ele não sei qual seria minha reação, pois não sei se ele já tem filhos, mas eu nunca perdi a esperança de ter o amor de pai. Eu quero dizer para ele que nunca é tarde para começar”, finalizou. Qualquer informação sobre o taxista Hugo Leonardo pode ser dada através do contato com a redação do Ei, Táxi no e-mail jornalismo@eitaxi.com .br ou pelos telefones (71) 3498-9731 / 8135-9002


18

Classificados

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA


ANO V . NÚMERO 59 . JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

TAXISTA, CONTE SUA HISTÓRIA! 19

"Precisamos de mais amor, mais companherismo" A

ntônio Cesar Bastos, natural de são Gonçalo dos Campos, chegou em Salvador com 19 anos de idade, serviu às Forças Armadas, onde se tornou cabo e trabalhou como auxiliar mecânico de aviões. Mas foi como taxista que construiu a sua vida. Na praça há 21 anos, Cesar mostra um perfil de atuação em prol da classe, e foi assim que a nossa redação chegou até ele. Nos grupos de WhatsApp da categoria, seu posicionamento firme o destaca nas conversas.

O início

“Quando sai do quartel, as empresas aéreas estavam demitindo muita gente, o que impossibilitou minha inserção no mercado de trabalho. Achei no transporte a primeira oportunidade, quando uma amiga me convidou para trabalhar com o tio dela”, explicou. “Fui ficando, comecei a aprender as ruas, já que a prefeitura não dá um curso ao taxista. Eu achava que tinha que estudar. Fui aprender a cidade, os pontos turísticos, aprender a conduzir o cliente. Comecei a ter criatividade. Em vez de dar um cartão, dava um adesivo pequeno, o cliente gostava e me chamava novamente. Percebi que precisava investir em comunicação.

Adpeto de tecnologias, Cesar costuma usar aplicativos e mantém um site na internet: o nossotaxi.com

Tecnologia

Adepto das inovações, seu táxi, um Chevrolet Spin amplo e confortável, possui internet wifi disponível, boa música e doces. Mas o diferencial é o bom tratamento dado ao cliente. Entre os itens de tecnologia que usa, estão o

Fotos: Ei, Táxi

WhatsApp, Facebook, além de programas de interação com o cliente específicos da categoria. “Hoje você tem vários aplicativos. Inclusive eu tenho um site na internet”, nos contou. Trata-se da página nossotaxi.com que mantém há 11 anos. Lá, ele expõe um pouco da sua atividade, além dos contatos para serviços.

"Você tem que contornar a situação e usar a educação que você recebeu"

Dificuldades

“A prefeitura diz que você precisa dirigir bem, ser gentil, mas você não faz uma avaliação de conhecimento para ver se você está preparado para ser taxista. Ela joga você, você vai ser taxista. Para aprender, comprei um mapa e conheci as ruas. Assim veio a experiência, você passa a conhecer mais a cidade”. Outra reclamação é a falta de reconhecimento dos taxistas auxiliares. “O direito do auxiliar é o direito de ficar calado, alguns dizem. Passei um tempo me sentindo como um profissional de segunda classe. Dentro da própria profissão existe essa segregação. Existe o permissionário e o auxiliar. Não existe apenas o taxista.

Reflexão

"Precisamos trabalhar com amor, com honestidade e respeito ao outro, saber lhe dar com as situações. Às vezes o cliente não está bem com a vida e descarrega em cima de você. As pessoas vem com mal humor e você fica mal humorado também. Você tem que contornar a situação e usar a educação que você recebeu. Acho que falta muita relação humana, hoje a coisa está muito individualizada. Precisamos de mais companheirismo."


20

ANO V . NÚMERO 59. JULHO 2015 . SALVADOR-BA

JORNAL EI,TAXI - WWW.EITAXI.COM.BR

NOVO

KA+ COMPLETO

SEU CLIENTE VAI ADORAR ESSA NOVIDADE DA INDIANA, E VOCÊ TAMBÉM.

(Cat. ZFC5)

SE 1.5 2015

AR-CONDICIONADO • DIREÇÃO ELÉTRICA • VIDROS ELÉTRICOS DIANTEIROS • TRAVA ELÉTRICA DAS PORTAS COM CONTROLE REMOTO • 2 AIRBAGS FRONTAIS (MOTORISTA E PASSAGEIRO) • FREIOS ABS COM EBD & CBC E MAIS: • Motor 1.5 Sigma • Ford Easy-Start • My Connection Gen. 3: (Rádio AM, FM / USB / Bluetooth / Controle p/ iPod) com My Ford Dock • Chave canivete com controle remoto • Maçanetas e espelhos retrovisores externos na cor do veículo • Desembaçador do vidro traseiro • Abertura elétrica do porta-malas • Ajuste de altura da coluna de direção • 4 tapetes de carpete • Roda de aço de 14” com calota integrada • Pneus verdes 175/65 • 21 porta-objetos • Faróis dianteiros cromados • Grade dianteira com 4 barras • Indicador de troca de marcha no painel • Palhetas do tipo “Flat-Blade” • 3 anos de garantia.

A PARTIR DE

31.341

R$ ,00 TAXA ZERO R$18.805,00

À VISTA

OU COM

ENTRADA DE

+ SALDO EM 30X DE

R$ 449,87

OFERTA ESPECIAL PARA VOCÊ QUE TEM ISENÇÃO DE IPI E ICMS. Procure um consultor na Indiana e conheça as condições para taxista sem isenção.


Jornal Ei, Táxi n° 59 - Julho de 2015