Page 1

LIGAÇÕES. Itinerário de educação à Fé


r Arcomrisoca s

outros 8


Este livroée para ti.

coràa tua vida, Os encontros de Catequese vao dar mas queremos que grafites ainda mais a tua historia.

E se enchesses o teu mural com os desafios que te propomos?

os (nã o) s o es tra nh lá de casa

Arriscas? Aquele date!

A Bíblia na vida

Desafios sobre e com a família

Momentos de oração com Deus

Mini-teste atitudinal

,

4

Para pensar e ir mais além

Frases que vale a pena gravar

Atuar concreto


Indice 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12.

Uma luz cá dentro Sou com os outros Construir pontes e comunhão Gerir conflitos Eu vim para Fiel até ao fim Em relação com o Pai A oração de Jesus Ser um grupo com Jesus As regras do jogo Fermento na massa Um só corpo

5

6 14 22 30 38 46 54 62 70 78 86 96


6


catequese

Uma luz cรก dentro

7

1


Lc 8, 16

A minha luz: escondida ou à mostra

Já te aconteceu ficares sem luz em casa, de noite? Mesmo assim, podes usar uma lanterna. E se as pilhas se acabam? Não se vê nada. É assustador! Durante milénios foi assim que as pessoas viveram. A luz era preciosa. A luz é o contrário das trevas e representa a vida, a verdade, a saúde, a alegria. Para os cristãos, Deus é luz (1 Jo 1, 5) que Se mostra em Jesus: «Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não anda às escuras mas tem a luz da vida». (Jo 8, 12)

Tens aqui um conjunto de 14 perguntas que te ajudarão a perceber se és capaz de exprimir o teu mundo interior.

1. Ficarei embaraçado ao contar que passei as férias em casa a ajudar os meus pais? Sim. Não. Mais ou menos.

2. Habitualmente digo a verdade,

mesmo se isso me trouxer problemas? Sim. Não. Mais ou menos.

3. Em caso de necessidade, consigo olhar de frente quem quer que seja e mentir calmamente? Sim. Não. Mais ou menos.

4. Algumas vezes, evito partilhar as minhas ideias com receio que os outros não gostem delas? Sim. Não. Mais ou menos. 5. Sou reservado à hora de revelar os meus sentimentos? Sim.

33 8

Não.

Mais ou menos.


1 SOluções

6. Dizem que sou uma pessoa que gosta de fazer as coisas à sua maneira? Sim. Não. Mais ou menos.

Na tabela, procura a pontuação correspondente a cada uma das tuas respostas às 14 perguntas. Soma os pontos obtidos em cada linha.

7. Consigo esquecer-me dos aborrecimentos e preocupações sempre que quero? Sim. Não. Mais ou menos.

8. Deverei moderar a minha tendência a ajudar

os outros a resolver os seus problemas? Sim. Não. Mais ou menos.

Pergunta

1

Não.

Mais ou menos.

7

8

9

10

11

12

13

De 12 a 18 pontos: Sentes-te bem contigo mesmo. Não precisas de esconder pensamentos, sentimentos, comportamentos. És sociável e no relacionamento com os outros aceitas a crítica. De 19 a 25 pontos: És sincero e espontâneo. És tolerante. Tens confiança em ti e mostras a tua luz.

mesmo quando não me apetece? Sim. Não. Mais ou menos.

12. Se uma ideia minha que eu acho acertada não é tida em consideração, procuro propô-la de novo? Sim. Não. Mais ou menos.

13. Há alturas em que não me apetece ver ninguém? Mais ou menos.

14. Com uma pessoa pouco conhecida, prefiro falar de nós? Não.

6

De 6 a 11 pontos: Provavelmente, estás a esconder a tua luz. Podes crescer em confiança e abrir-te mais aos outros.

11. Agrada-me ser simpático com os outros

Sim.

5

Mais ou menos

pensamentos, sem ser interrompido por ninguém? Sim. Não. Mais ou menos.

Não.

4

Não

10. Há alturas durante o dia em que quero estar só com os meus

Sim.

3

Sim

9. É-me difícil admitir os meus erros? Sim.

2

Mais ou menos.

33 9

14

Total


Mariah Carey

A minha luz é tua Senhor, ser cristão nos dias de hoje é um desafio. Nos tempos em que tenho de lutar, sou tentado(a) a esconder a minha luz, para permanecer no anonimato, mantendo-me calado por vergonha.

Aquele date!

Senhor, eu Te peço: quando a chama da minha candeia enfraquecer e se apagar fortalece o seu brilho para que eu seja, novamente, um portador de luz, um guia de esperança para todos aqueles com quem me cruzo diariamente.

10

Hero

Herói (adaptado para ser cantável)

There’s a hero If you look inside your heart You don’t have to be afraid Of what you are There’s an answer If you reach into your soul And the sorrow that you know Will melt away

Há um herói Se olhares dentro do teu coração Não precisas de ter medo Do que tu és Há uma resposta Se procurares dentro da tua alma E a tristeza que conheces Desaparecerá

And then a hero comes along With the strength to carry on And you cast your fears aside And you know you can survive So when you feel like hope is gone Look inside you and be strong And you’ll finally see the truth That a hero lies in you

E então um herói virá Com a força para continuar E deixas os teus medos de lado Sabes que podes sobreviver E quando sentes que já não há esperança Olha dentro de ti e sê forte E finalmente verás a verdade Que existe um herói em ti.

It’s a long road When you face the world alone No one reaches out a hand for you to hold You can find love If you search within yourself And the emptiness you felt Will disappear

É um longo caminho Quando enfrentas o mundo sozinho Ninguém te estende uma mão para segurares Podes encontrar amor Se procurares dentro de ti E o vazio que sentiste Desaparecerá

[refrão]

[refrão]

Lord knows Dreams are hard to follow But don’t let anyone Tear them away (Just) Hold on There will be tomorrow In time You’ll find the way

Deus bem sabe É difícil seguir os sonhos Mas não deixes que ninguém Os destrua Não desistas Haverá o amanhã Com o tempo O caminho encontrarás

[refrão]

[refrão]

That a hero lies in … you That a hero lies in … you

Que existe um herói em … ti. Que existe um herói em … ti.


1 Inunda este lugar Vem inunda-me (6x) Inunda este lugar do Teu Espírito, Senhor Que eu possa respirar Teu amor e Teu perdão (bis) Vem, inunda todo o meu ser de Ti Vem e muda tudo em mim por Ti Inunda este lugar do Teu Espírito, Senhor Que eu possa respirar Teu amor e Teu perdão (bis) Vem, inunda todo o meu ser de Ti Vem e muda tudo em mim por Ti (bis) Vem inunda-me (6x)

“Assim como uma vela acende outra e pode acender milhares de outras velas, da mesma forma, um coração ilumina outro e pode iluminar milhares de outros corações”. L. Tolstoi

11


os (nã o) s o es tra nh lá de casa Experimentem passar uma noite em família sem usar nenhum aparelho elétrico. (Podem deixar o frigorífero ligado para que a comida não se estrague). Nada de televisão, telemóveis, rádio, ou computador. Que tal juntarem-se na sala, à luz da vela, a contar histórias ou a jogar às cartas? Que tal fazer esforço para se verem, apesar de haver pouca luz?

,

A melhor luz

Era uma vez um rei que chamou os seus filhos e disse-lhes: – Estou a ficar idoso, o meu trono será para quem me trouxer a luz mais maravilhosa. O rei deu a cada um uma bolsa de ouro e os três partiram à aventura. O primeiro chegou a casa de um cientista que acabava de inventar a eletricidade. Trouxe o seu pai uma lâmpada elétrica e o rei achou-a formidável. O segundo chegou a um país muito quente e seco. Subiu a uma montanha e todas as manhãs, ao nascer do sol, ia com um cofre colher o mais brilhante raio de sol. Guardou-o e correu para o palácio do rei seu pai. Logo que abriu o cofre, saiu uma luz brilhante que a todos encantou. O terceiro filho, o mais novo, passou a primeira noite numa cabana de uma família pobre. Encheu-se de compaixão para com aquela gente, deu-lhes a bolsa de ouro e regressou ao palácio. Pelo caminho, encontrou um grupo de lenhadores junto de uma fogueira a aquecerem-se. Pensou em pedir-lhes uma brasa, mas porque eram pobres abandonou a ideia. Já era noite. Perto do palácio, e de mãos vazias, encontrou um pirilampo. Pensou em levar essa luzinha, mas o pirilampo disse-lhe: – Não me leves, deixa-me em liberdade. O principezinho assim fez. Ao chegar, contou ao pai todas estas aventuras. Enquanto contava isto tudo, o rei alegrou-se e disse: – Meu filho, o trono será para ti pois não há nada de mais brilhante no mundo que o amor ao próximo. in Ferreira, P. (2009), Toma e Lê, 4º Edição, Edições Salesianas. Porto.

Comentário: Quem ama o próximo, brilha neste mundo egoísta e individualista como uma estrela na noite. 12


1 Com confiança, venho a Ti, meu Deus, para que me ajudes a aceitar-me. Gasto muito tempo a criticar-me. Tantas vezes, não gosto do que vejo ao espelho. Sinto-me mal comigo mesmo. Fecho-me aos outros e até desconfio que nem Tu me aprecias.

Podes encontrar pessoas com olhares apagados e tristes. Faz algo para “reacendê-los”.

Todos: Hoje, quero partilhar a luz que sou. Ajuda-me a estar bem comigo, a ver-me como Tu me vês. Ajuda-me a aceitar o meu corpo, com a sua beleza e as suas imperfeições. Dá-me a tua sabedoria para eu recordar sempre como o teu amor é maior do que os meus medos. Ajuda-me a ser sempre autêntico, verdadeiro e honesto.

Se vires um amigo ou uma pessoa querida, conta uma história divertida, dá-lhe um hi-5, ou faz uma saudação engraçada! O que importa é que isso saia do fundo do teu coração.

Todos: Hoje, quero partilhar a luz que sou. Eu bem sei que Tu me amas. É o teu amor que me dá confiança, que me faz superar o medo de ser rejeitado. É no teu amor que eu descubro que já não preciso de viver escondido e a fingir. Todos: Hoje, quero partilhar a luz que sou.

Tu também podes ficar triste. Tenta recuperar imediatamente com a ajuda de um amigo. Pede-lhe que te escreva algo que te ponha bem disposto. Em troca, tu farás o mesmo com ele! É preciso pouco para reencontrarmos e partilharmos boas razões para sermos felizes.

Tu estás sempre comigo. Por isso, deixo de ter medo de fazer escolhas, de assumir as minhas responsabilidades, de dar o primeiro passo para comunicar com os outros. Tu estás sempre ao meu lado, mesmo nos momentos de fracasso e dificuldade. Contigo, não desespero, não desanimo. Todos: Hoje, quero partilhar a luz que sou. Hoje, vou deixar brilhar a luz que puseste em mim. Ajuda-me a amar-Te acima de tudo, a amar os outros e a trata-los com dignidade. Ajuda-me a viver feliz e a não ter medo de me mostrar aos outros.

Quero partilhar a luz que sou Guião do vídeo

Todos: Hoje, quero partilhar a luz que sou. 13


14


catequese

Sou com os outros

15

2


Sou especial

És um AMIGO sério?

Ganhamos força, coragem e confiança a cada experiência em que verdadeiramente paramos para enfrentar o medo. Eleanor Roosevelt

Sou o(a)… Odeio… Uma qualidade…

Tens atitudes de um amigo verdadeiro?

1. Quando um(a) colega(a) pergunta em voz alta se alguém lhe empresta um fólio ou uma borracha, deixas tudo para o(a) atenderes rapidamente? a. Frequentemente. b. Algumas vezes. c. Só se eu me der bem com ele(a). d. Raramente. e. Nunca.

Encontro alegria em… Sonho com… Preocupa-me… Espero que… Coloco sempre em primeiro lugar… Indispensável para mim é… Alguém que admiro é… porque… Li nas minhas contas bancárias que sou…

2. Tens um bom amigo(a)?

a. b. c. d.

Sim. Não. Eu só tenho muitos companheiros. Não. Sim, mas mudo muito de amigos.

3. Tens a impressão de que os outros te procuram (procuram tua companhia), porque se sentem confortáveis contigo (que gosta de estar contigo)? a. Sim b. Não c. Não sei

16


2 4. Às vezes parece que os outros ... a. Procuram estar contigo. b. Estar longe de ti ou contra ti. c. Eles não se importam contigo e muitas vezes deixam-te sozinho(a). d. Isso depende 5. Qual dessas qualidades

é a mais importante para ti? a. Coragem / Valentia b. Força c. Amizade d. Tolerância e. Inteligência

6. Que defeito te censuras frequentemente? a. b. c. d. e.

Agressão Falsidade Falta de entusiasmo Individualismo ou egoísmo Falta de superação / melhoria pessoal.

7. Quem procuras nos momentos difíceis? a. b. c. d. e. f.

Seus pais Teu irmão / irmã Teu parceiro(a) / companheiro(a) / namorado(a) Um(a) professor(a) O teu melhor amigo Os teus colegas

SOLUçoes

Assinala as respostas e soma os pontos conseguidos em cada questão: 1

Pergunta

2

3

4

5

6

7 Total

Alínea

Entre 20 e 25 pontos: És um amigo(a) amiga excelente, sempre disposto a ajudar (fazer favores) e a escutar. Mas não te esqueças de ocupar-te de ti e das tuas coisas. Continua sempre assim aberto aos demais.

Pontos

Cotação Pergunta

1

2

3

4

5

6

7

a.

5

4

4

5

2

4

1

b.

3

3

1

2

2

5

2

c.

2

1

2

1

5

2

3

d. e. f.

Mais de 25 pontos: És um super amigo(a) que todos queriam ter, embora não te dês conta disso

x 3 2 1 0 x x 2 2 x x x x x x x 1

3

17

2 4 5

Entre 12 e 19 pontos: Podes ficar tranquilo, ninguém entrará em luta para ser teu amigo. Talvez porque preferes viver de forma independente. Menos de 19 pontos: Atenção, se continuas assim corres o risco de converter-te num solitário e só dares conta disso, talvez, demasiado tarde, de que a solidão tem um gosto muito amargo; sobretudo quando está acompanhado do desprezo dos outros. Faz um esforço e começar por escutar os outros. Te darás conta de que é muito mais bonito ser um bom amigo que montar-te-lo (??) tu sozinho na vida.


Coro 1: Querido Deus, a Ti que és meu Pai, meu amigo, que me amas tanto… Coro 2: Quero dizer-Te obrigado! Muito obrigado!

Aquele date!

Coro 1: Obrigado pela minha vida, por toda a minha vida, pela minha pessoa, por ser quem sou.

Aceito a tua mão Amigo Jesus, Tu estendeste-me a mão E impediste que eu me afogasse. Não sei se é orgulho ou medo… Mas custa-me confiar nos outros. Tu sabes como tenho tantos amigos nas redes sociais. Mas a eles mostro apenas a minha máscara. Custa-me muito partilhar quem eu sou verdadeiramente. Mas vou descobrindo, como Pedro, que posso confiar em Ti. Mesmo quando eu duvido, Tu estendes-me a mão. Ajuda-me a perceber que sou mais feliz com os outros.

Coro 2: Há tantas coisas que posso sentir; fizeste de mim uma pessoa valiosa. Tenho os meus defeitos mas, para Ti, sou sempre valioso.

Ensina-me a aceitar a mão que me estendem. Faz-me perceber que, se Tu me amas assim como sou, Também os outros me podem aceitar e respeitar.

Coro 1: Porque Tu me amas eu sinto-me especial, diferente dos outros e completamente único Coro 2: Agradeço-Te também por me teres feito capaz de comunicar de entrar em diálogo com os outros. Coro 1: Não existo isolado. É com os outros que posso ser feliz. Coro 2: Ajuda-me, Senhor Deus, a confiar mais nos outros, a não ter medo de me apresentar como sou. Coro 1: E ajuda-me a acolher os outros como são, a respeitá-los e a encorajá-los. 18


Mt 14, 22-23

2 Caminhar sobre as águas

A fé e o medo. Muitas pessoas “perdem” a fé por acharem que a ciência e a técnica explicam tudo e dão todo o sentido à vida. Outros desistem de acreditar por causa do mau exemplo de alguns cristãos. Mas para Jesus o principal inimigo da fé é o medo. Jesus é claro: ou vives dominado pelo medo, ou confias n’Ele. Pode ser medo de te afogares (como Pedro), pode ser medo de chumbar, de sofrer bullying, de que os teus pais se separem… Há razões para ter medo! Mas mais forte ainda é a razão para confiar nesse Jesus que te estende a mão. Sempre.

As palavras dos discípulos

As palavras de Jesus

Os gestos (verbos) dos discípulos

Os gestos de Jesus

Qual a atitude principal dos discípulos?

Qual a atitude principal de Jesus?

19


,

Cortar a corda!

Era uma vez um alpinista que procurava sempre desafios mais intensos para se superar. Assim, depois de muitos anos de preparação, resolveu, escalar uma alta montanha. Mas ele queria a glória apenas para si, por isso resolveu escalar sozinho, sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada daquela dificuldade e risco. Começou a subir e as horas foram passando, e não levava material para acampar nem roupas para o aquecer e, apesar disso, resolveu continuar a escalada, decidido a atingir o topo. Escureceu e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível ver absolutamente nada. Tudo era escuridão, zero de visibilidade porque não havia lua e as estrelas estavam cobertas pelas nuvens. A 100 metros do topo, o alpinista escorregou e caiu… Caiu a uma velocidade vertiginosa, sem compreender o que estava a acontecer naquela escuridão, e sentia a terrível sensação de ser sugado pela força da gravidade. Durante a angustiante queda, passaram pela sua mente todos os momentos felizes e tristes que tinha vivido. De repente, sentiu um forte puxão que quase o partiu a meio … tinha parado de cair e estava pendurado pela corda de segurança! Como qualquer alpinista experiente, tinha cravado estacas de segurança com grampos ao longo da subida. Naquele momento de silêncio, suspenso pela corda e na completa escuridão, com a sua última réstia de esperança, dirige-se a Deus: – Oh, meu Deus! Ajuda-me! De repente uma voz grave e profunda vinda do céu respondeu: – Meu filho, o que queres de mim? -Por favor, meu Deus, salva-me! - respondeu o alpinista.

- Acreditas mesmo que eu te posso salvar? - Eu tenho a certeza que sim, meu Deus. - Então pega na tua faca e corta a corda que te mantém pendurado… Houve um momento de silêncio e reflexão. O homem agarrou-se ainda mais à corda e chegou à conclusão que se cortasse a corda não sobreviveria. O pessoal de resgate no dia seguinte encontrou o alpinista congelado, morto, agarrado com força a uma corda … a tão somente dois metros do chão. Comentário: Esta história fala-nos de muitas coisas. Em primeiro, desta nossa necessidade de subirmos sozinhos às nossas montanhas, aos nossos objetivos, muitas vezes irrazoáveis e que nos consomem todas as nossas energias (e às vezes a vida). Deixando para trás as pessoas que nos podem ajudar ou mesmo salvar nas dificuldades da vida. Depois, recorda-nos que temos de estar atentos aos sinais e perceber o que é importante: conseguir os objetivos (mesmo que sejam quase impossíveis de alcançar) ou preservar a vida (a saúde, a família, os amigos)? E por fim, questiona-nos sobre a nossa confiança em Deus. Sempre que questiono Deus, oiço a sua resposta e ajo de acordo, ou mantenho a minha postura de sempre e queixo-me que Deus não me ajudou? E se fosses tu, soltarias a corda? Como anda a tua fé e a tua relação com Deus? Autoria de Liliane Mendonça, retirado do site: https://juvenil.net

20


2 Para fazer e manter amigos

Toma a iniciativa. Não fiques sentado à espera. Mostra aos outros que estás interessado neles e no que fazem.

Nada Temo

Escuta os outros com atenção.

os (nã o) s o es tra nh lá de casa

Arrisca dizer aos outros quem és. Não sejas vaidoso. Sê honesto e franco. Sê delicado. Aprende a identificar os “amigos” que não te fazem bem.

Que tal fazer voluntariado… em família? Quando ofereces o teu tempo e talentos a um projeto, sentes-te bem contigo e ajudas os outros. E se o fazes com toda a tua família melhor ainda!!! Vê quando é o próximo Banco Alimentar contra a fome ou outra iniciativa.

21

Se me envolve a noite escura E caminho sobre abismos de amargura, Nada temo porque a Luz está comigo. Se me colhe a tempestade E Jesus vai a dormir na minha barca, Nada temo porque a Paz está comigo. Se me perco no deserto E de sede me consumo e desfaleço, Nada temo porque a Fonte está comigo. Se os descrentes me insultarem E se os ímpios mortalmente me odiarem, Nada temo porque a Vida está comigo. Se os amigos me deixarem Em caminhos de miséria e orfandade, Nada temo porque o Pai está comigo.


http://ligacoes.net

Rua Duque de Palmela, 11 4000-373 Porto Tel.: 22 53 657 50 Fax: 22 53 658 00 editora@edicoes.salesianos.pt www.edisal.salesianos.pt

Itinerário de educação à Fé

Profile for Edicoes Salesianas

Arriscar com os outros (Livro do Catequizando - 8º ano - Ligações.Itinerário de educação à Fé)  

"Arriscar com os outros" destina-se à catequese do 8º ano do projeto "Ligações.Itinerário de Educação à Fé". Aqui, o desafio é aprofundar a...

Arriscar com os outros (Livro do Catequizando - 8º ano - Ligações.Itinerário de educação à Fé)  

"Arriscar com os outros" destina-se à catequese do 8º ano do projeto "Ligações.Itinerário de Educação à Fé". Aqui, o desafio é aprofundar a...

Advertisement