Page 1

EMPREGOS, CONCURSOS & NEGÓCIOS

SALVADOR DOMINGO 10/6/2012

CAMPO Produtor precisa investir em itens diferenciados para aproveitar oportunidades

Copa do Mundo de 2014 abre mercados para o agronegócio

5

PRODUÇÃO ARTESANAL

DOCES, POLPAS E SUCOS

FRUTAS DESIDRATADAS

RAPADURA E CACHAÇA

Moradores da microrregião de Abaíra produzem artesanato com as fibras produzidas pelos agricultores da cooperativa local

Por meio do aproveitamento de frutas como umbu e maracujá, os produtores da Coopercuc comercializam doces, polpas e sucos

Produtores da Coopaita transformam a fruta por meio da desidratação e valorizando o produto no mercados do Sul e Sudeste do País

Dentre os itens comercializados pelos produtores de cana de Abaíra, estão doces, açúcar mascavo, rapadura e cachaça

Coopaita / Divulgação

EBDA / Divulgação

Nazaré Araújo / Divulgação

Coopercuc / Divulgação

EBDA / Divulgação

Série 5/9

INVISTA

ESTA É A QUINTA MATÉRIA SOBRE OPORTUNIDADES CRIADAS PELA COPA. O TEMA DA PRÓXIMA SEMANA SERÁ COMÉRCIO VAREJISTA

Áreas de produção associadas ao agronegócio

AGRICULTURA Cultivo de lavouras temporárias, como abacaxi, cebola, feijão, melancia e mandioca

EDELY GOMES

A Copa do Mundo é uma grande oportunidade de negócios também para os pequenos produtores rurais. Seja no cultivo de frutos típicos da região, na produção agrícola para combustíveis ou ainda no fornecimento de matérias-primas para o artesanato local, agricultores têm a chance de impulsionar a produção. Entretanto, para aproveitar as oportunidades geradas pelo evento, é preciso investir na diferenciação dos produtos. Turistas de diferentes partes do mundo abrem uma porta para quem busca novos mercados. “Acredito que o destaque estará na produção oriunda da Agricultura Familiar, e isto pode abrir mercados mesmo após os jogos da Copa do Mundo”, afirma o coordenador interino da Unidade de Agronegócio do Sebrae-Bahia, Edirlan Miranda. Para chegar lá, muitos produtores estão investindo na diferenciação dos produtos, o que, geralmente, ocorre através das associações. “As oportunidades estão vinculadas à verticalização da produção, com a transformação desses produtos em conservas, cortes especiais, doces, filés de peixe e outros, de acordo com as exigências dos órgãos de fiscalização sanitária e ambiental”, diz Miranda. Este foi o caminho da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá – Coopercuc. Produzindo frutas nativas como maracujá e umbu, eles investiram na produção industrial de compotas, geleias, sucos. A associação dos agricultores garantiu a comercializar dos produtos. “Este processo de qualificação foi hiperimportante para a preparação necessária para atender ao mercado”, afirma a presidente da Coopercuc, Jussara Dantas. Hoje, os produtos chegam à rede Pão de Açúcar e países da Europa.

Cultivo de lavouras permanentes, como banana, caju, coco, dendê, manga, maracujá, mamão, alecrim, açafrão e pimenta-do-reino Cultivo de flores e plantas ornamentais

PECUÁRIA Criação de bovinos para leite e corte Criação de frangos para corte Criação de suínos Criação de caprinos Criação de camarões e peixes Produção de ovos Apicultura

EXTRATIVISMO Extração de castanhas, como macadâmia, amendoim e castanha-de-caju

SERVIÇOS DE APOIO Em alambique, Pereira comemora beneficiamento da cana: “Conseguimos enxergar a propriedade como um todo e incrementar a renda”

Assistência técnica a produtores rurais, de rastreabilidade Assessoria para a obtenção de certificações

ONDE O PRODUTOR PODE BUSCAR QUALIFICAÇÃO SEBRAE Promove soluções em gestão, orientação para acesso ao crédito, curso de acesso ao mercado, entre outros / Tel: 0800 570 0800 / www.ba.sebrae.com.br EMPRESA BAHIANA DE DESENVOLVIMENTO AGRÍCOLA (EBDA) Programas de Assistência Técnica/Produção / www.ebda.ba.gov.br / Tel.: (71) 3116-1800 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL (SENAR) Oferece cursos de Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS) / Tel: (71) 3415-3100 / ww.senar.org.br

Produtores investem em capacitação com o objetivo de agregar valor à produção Para o produtor oferecer produtos de qualidade precisa investir em aperfeiçoamento. “Os pequenos produtores devem procurar a profissionalização. Eles serão muito mais bem aceitos se houver preocupação com itens com a criação de uma marca ou embalagem”, explica o presidente da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola, Elionaldo de Faro Teles. Para a Cooperativa dos Produtores Associados de Cana e seus Derivados, tal movimento mostrou que os agricultores podiam oferecer produtos diversos, que vão da comercialização

da cachaça, passando pela venda de doces, açúcar mascavo, etanol e até mesmo turismo rural. “A partir destas ações conseguimos enxergar a propriedade rural como um todo e incrementar a renda do agricultor”, diz o presidente da cooperativa, Nelson Luiz Pereira. Na Cooperativa de Produtores de Abacaxi de Ituberaba (Coopaita) cerca de 70 % dos participantes são pequenos agricultores que contam com área de produção que vai de dois a três hectares. Foi para viabilizar a comercialização da produção dessas famílias que o grupo foi

montado. Preocupado com a capacidade de inserção dos produtos nos mercados do Sul e Sudeste, eles investiram na verticalização através da desidratação do abacaxi. “O processo industrial agrega valor a esta fruta que naturalmente não tem tanto valor no mercado e ajuda a inserir o produto no sul e sudeste”, diz Valdomiro Vicente, presidente da Coopaita. Ele também procurou cursos para aprimorar a gestão da cooperativa. “Esta ajuda foi fundamental ou não teremos condição de enfrentar o mercado”, diz Vicente.

Serviços veterinários e de manejo de animais Preparação de terreno, cultivo e colheita Controle de pragas Locação de mão de obra temporária Serviços de bancos cooperativos e de cooperativas de crédito rural Produtos de origem vegetal Envasamento de água Fabricação de amidos e féculas; de balas e semelhantes; de polpas de frutas; de frutas secas e cristalizadas; de frutas e legumes em conserva; de especiarias; de molhos, temperos e condimentos; de farinhas e derivados; de óleos vegetais, de pós alimentícios; de derivados da cana-de-açúcar

Veja a tabela completa de oportunidades no A TARDE On line

CURTAS Petrobras inscreve para Prêmio de Tecnologia Senai Cimatec completa 10 anos Estão abertas até o dia 16 de julho as inscrições para a 6ª edição do Prêmio Petrobras de Tecnologia Engenheiro Antônio Seabra Moggi. O objetivo é reconhecer a contribuição da comunidade acadêmica para o desenvolvimento tecnológico da Petrobras e da indústria nacional de petróleo. Estudantes de graduação, mestrado ou doutorado de qualquer instituição de ensino superior brasileira podem inscrever trabalhos em um dos 9 temas tecnológicos ligados à indústria de petróleo, gás, energia e preservação ambiental. As inscrições podem ser

feitas no site (www.petrobras.com.br/premiotecnologia), onde também é possível conhecer o regulamento.

VALORES DOS PRÊMIOS Os autores dos trabalhos vencedores recebem R$ 20 mil (doutorado), R$ 15 mil (mestrado) e R$ 10 mil (graduação), além de bolsa de estudos do CNPq. Os orientadores dos premiados recebem a mesma quantia

Uneb oferece 2.154 vagas de graduação A Uneb, por meio da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), abre amanhã inscrições para o preenchimento de 2.154 vagas em cursos de graduação presenciais. Há oportunidade para transferências internas, rema-

trículas e para portadores de diploma. O processo seletivo é constituído de prova escrita, prevista para o dia 30 de julho. Informações: Prograd – Tel.: (71) 3117-2227. O prazo para inscrição termina na sexta.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) celebrará o aniversário de dez anos do Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec) com solenidade no dia 11 de junho. O evento contará com a presença do governador Jaques Wagner, representantes da CNI e da FIEB. Na ocasião, será realizada a certificação de 21 alunos egressos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que representarão os 500 primeiros formados no programa.

Gildo Lima / Ag. A TARDE

Alunos serão certificados na comemoração do aniversário

Seminário trata da cadeia produtiva do livro Há oportunidade para transferências A Secretaria de Cultura do Es- presença de palestrantes do Miinternas, tado da Bahia (Secult) está rea- nistério da Cultura, Unesp, seminário sobre a rede Edufba, Casarão do Verbo, Lirematrículas e para lizando produtiva do livro. O evento bre, entre outros. As inscrições acontece nos próximos dias 13 são gratuitas e devem ser feitas portadores de e 14 de junho, no Auditório Zé- até o dia 13, no local. Haverá diploma lia Gattai da Unijorge com a entrega de certificado.

Portugal Telecom seleciona trainee A Portugal Telecom está selecionando 10 pessoas para o cargo de analista-trainee em Salvador. É preciso que o candidato tenha nível superior completo ou esteja cursando na área de TI. Benefícios incluem assistência médica e odontológica, vale-refeição, alimentação e transporte, seguro de vida, auxílio-creche e bonificação extra de férias. Interessados devem enviar currículo e pretensão salarial, até dia 15 para: cpds@ptinovacao.com.br, mencionando no titulo “Vaga Analista Trainee SSA”.

O seminário acontece nos próximos dias 13 e 14 de junho, no Auditório Zélia Gattai da Unijorge

oportunidades da copa - 5  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you