Issuu on Google+

EMPREGOS, CONCURSOS & NEGÓCIOS

SALVADOR DOMINGO 3/6/2012

Instituto Mauá / Divulgação

NEGÓCIOS Segmentos associados ao turismo, como artesanato e comidas típicas, oferecem 88 oportunidades para micro e pequenos empresários e empreendedores individuais

Copa do Mundo abre mercado para produtos da cultura baiana Série 4/9 ESTA É A QUARTA MATÉRIA SOBRE AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS PARA MICRO E PEQUENOS EMPRESÁRIOS GRAÇAS À REALIZAÇÃO DA COPA EM SALVADOR. O TEMA DA PRÓXIMA SEMANA SERÁ AGRONEGÓCIO

“Estávamos preocupados em inovar sem perder a essência da identidade local”

O artesão Marcos Viana já começou a projetar itens que pretende comercializar em 2014

Para Maria Porto, do Mauá, evento potencializa tendência

INVISTA

Áreas de produção associada ao turismo ARTESANATO

- Comercialização de artesanato em argila, fibra, madeira, fio de algodão, tecido, cascas e sementes

ARTIGOS DE USO PESSOAL

- Comercialização de roupas e acessórios

PEDRINA DO ROSÁRIO, da Jatimane

ATIVIDADES ARTÍSTICAS

- Companhias musicais, grupos de dança, circenses, de manifestações folclóricas, companhias de teatro, produtores de televisão, fotógrafos de cinema e TV

EDELY GOMES

A oferta de produtos da cultura baiana aos turistas que aqui chegam é uma atividade já explorada hoje, mas que tem grande chance de crescimento com a Copa do Mundo. Seja através do artesanato, comida típica ou até mesmo grupos teatrais, o setor associado ao turismo conta com 88 oportunidades de negócios para pequenos empresários e empreendedores individuais mapeadas pelo Sebrae. Mas se o objetivo é cativar o visitante, não dá para contar apenas com a diversidade e tradição do estado. Também é preciso caprichar no atendimento e apresentação dos produtos. De acordo com o estudo realizado pelo Sebrae, das 88 oportunidades encontradas no mapa 12 estão ligadas à produção e comercialização de produtos como artesanato, biojoias ou alimentos típicos da região. Para a assessora técnica do Instituto Mauá, Maria Porto, o megaevento potencializa uma tendencia já explorada. “O turista quer sempre levar uma coisinha da terra que visitou e é aí que o artesão entra. O artesanato é aquilo que representa o estado para o turista. É aquele pequeno berimbau que ele vai levar para um parente”, afirma. De olho neste nicho, o artesão Marcos Viana já começou a projetar os itens que estará comercializando em 2014. A ideia é juntar símbolos conhecidos como a baiana de acarajé com elementos do universo esportivo da Copa. Como não trabalha diretamente com o público e sim fornecendo para vendedores, Marcos ainda não enxerga

BEM-ESTAR

- Artigos de perfumaria e cosméticos, de produtos esotéricos e de chás e ervas medicinais

ECONOMIA CRIATIVA

- Design de produtos, de espaços expositivos e gráfico e editorial - Ensino de artes, dança, artes cênicas, culinária e gastronomia

Arquivo pessoal

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS

- Apresentações folclóricas e festas populares - Organização de espetáculos circenses, de artes cênicas, de dança, de shows, de exposições, de espetáculos de som e luz, de shows pirotécnicos

PROGRAMAS DE CAPACITAÇÃO SEBRAE Programa de Qualificação para o Turismo/ Gestão Empresarial / Incentivo a novos Negócios e Formalização Empresarial / Melhoria da Infraestrutura Física e de Acesso / www.sebrae.com.br

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ASSOCIADOS AO TURISMO

- Comercialização de produtos derivados da bovinocultura e da avinocultura, de bebidas alcoólicas artesanais, de temperos, doces, grãos selecionados e massas

SERVIÇOS DE APOIO

INSTITUTO MAUÁ Tecelagem / / Arte em retalho / Bordado à mão / Pintura de tecido / Bordado à máquina / Cerâmica escultórica / Cerâmica no torno / www.maua.ba.gov.br

- Agenciamento de artistas - Consultoria em gastronomia - Lapidação de pedras preciosas e semipreciosas - Locação de equipamentos Veja a tabela completa no A TARDE On Line Gildo Lima / Ag. A TARDE

a necessidade de se capacitar para atendimento. “Estou em busca de cursos e oficinas mais voltados para a confecção das peças além de certificado para os produtos”, afirma.

Profissionalização

Seja por meio dos tradicionalmente conhecidos souvenirs do mercado modelo ou dos quitu-

tes da culinária baiana, os vendedores e produtores da Bahia ganham força com a proximidade da Copa. Entretanto, com um mercado ocupado predominantemente por pequenos empresários e empreendedores individuais, o setor ainda carece de profissionalização. É preciso “profissionalizar” a produção e venda. “Existem cursos para ca-

pacitação em gestão e produção, mas nada vai adiantar se ele não estiver interessado”, lembra Maria. À despeito do potencial, os entraves são criados pelos próprios empreendedores, que devem tomar a iniciativa. “Há um potencial gigantesco a ser explorado. Mas se eles realmente querem se tornar competitivos

devem procurar se institucionalizar e estar legalizados e com a documentação correta”, avisa a técnica da Unidade de Atendimento Coletivo – Economia Criativa, Luciana Santana. Cuidados com a gestão e forma de comercialização são itens que devem ser levados em consideração por quem quer fortalecer a competitividade do negócio.

5 Agência Sebrae / Divulgação

Luciana Santana, do Sebrae, aborda diferencial necessário

Profissionalização torna pequeno empresário mais competitivo Buscar a profissionalização é o caminho para deixar os pequenos negócios mais competitivos e isto é o que tem feito Pedrina do Rosário. Com apenas 22 anos, a presidente da Associação Quilombola Jatimane, em Ituberá, está à frente do projeto de qualificação de um restaurante mantido pela comunidade. Servindo em média 150 pratos por dia, os integrantes do estabelecimento já estavam acostumados a receber turistas que visitam o baixo sul. Apesar disto, Pedrina percebeu a necessidade de inovar para melhorar o empreendimento. “Estávamos preocupados em inovar sem perder a essência da identidade local”, afirma. Sempre em busca de qualificação, os moradores da comunidade quilombola buscaram o conhecimento de consultorias do Sebrae. O passo seguinte foi desenvolver uma miniloja criativa em frente ao restaurante, com itens produzidos em Jatimane e em cooperativas e comunidades de outras regiões. Entre os produtos comercializados estão ecojoias, artesanato, piaçava, palmito, entre outros. “Queremos arrumar estes produtos para que fiquem mais atrativos para os visitantes. A ideia é que aqueles que visitam o restaurante também conheçam a loja e vice-versa”, diz. Outro projeto em andamento é a criação de roteiros ecoétnicos que envolvam toda a comunidade. Para Pedrita, o trunfo do negócio é fortalecer a economia local ao mesmo tempo que atrai os turistas. “Queremos potencializar o processo de formação dos indivíduos com o fomento do turismo”, reflete. A técnica do Sebrae Luciana Santana aprova a iniciativa: “É preciso que o empreendedor procure um diferencial agregador”, afirma.

CURTAS Nube tem 134 chances de estágio na Bahia Boa notícia para os estudantes que almejam ingressar no mercado de trabalho: 3.809 oportunidades de estágio estão sendo disponibilizadas através do Núcleo Brasileiro de Estágio, o Nube. Na Bahia, 106 empresas oferecem um total de 134 vagas. Dessas, 115 vagas estão concentradas em Salvador. Estudantes de ensino médio, técnico ou superior que frequentem as aulas nos turnos matutino ou noturno podem participar das seleções. As bolsas oferecidas variam entre R$ 400 e R$ 1.600. Para se inscrever, o interessado deve se cadastrar

junto ao Núcleo Brasileiro de Estágio em www.nube.com.br. Diariamente, o site publica novas vagas.

Os interessados devem se cadastrar junto ao Núcleo Brasileiro de Estágios no site www.nube.com.br

Braskem prorroga Abertas vagas seleção de estagiário residuais na Ufba Até 10 de junho, estudantes com previsão de formação entre junho de 2013 e junho de 2014 podem se inscrever no Programa de Estágio da Braskem que terá duração de dois anos e poderá ser realizado nas unidades localizadas nos estados de Alagoas, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Ao menos 53 vagas serão disponibilizadas. O processo seletivo inclui análise de currículo, dinâmica, painel com líderes e entrevistas. Inscrições devem ser feitas em www.jovensbraskem.com.br

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo destinado às vagas residuais na Ufba. Os interessados em concorrer a uma das vagas por transferência externa, matrícula para portador de diploma de nível superior, transferência interna ou integralização curricular de ex-aluno têm até o dia 5, terça-feira, para se inscrever. O edital com mais informações como, por exemplo, os prazos, exigências, vagas por curso e outras normas relevantes estão disponíveis em www.vagasresiduais.ufba.br

Gerdau realiza Olimpíada Voluntário Esta semana será iniciada a 4ª Olimpíada Voluntário Gerdau. A ação é uma iniciativa do Instituto Gerdau, responsável pela coordenação das políticas e diretrizes de responsabilidade social da Gerdau – empresa brasileira líder no ramo de aços. Durante 8 semanas, mais de 12 mil colaboradores em nove países estarão envolvidos no planejamento e execução de atividades que envolvam conceitos de segurança em escolas da rede pública, instituições sociais e micro e pequenas empresas localizadas nas regiões onde a Gerdau está presente.

AGENDA SEBRAE / JUNHO

Curso oferece capacitação para internet Montar um website ou cadastrar minha empresa numa rede de relacionamentos? Criar um perfil público num microblog? Criar um blog? Como captar possíveis clientes e manter contato com os que já conquistei? Diante dos milhares de caminhos possíveis através da internet, é normal que o empreendedor sinta-se perdido. Para orientá-lo, o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) irá promover, entre os dias 11 e 15 de junho, o curso de capacitação Internet

As atividades envolvem conceitos de segurança em escolas, instituições sociais e micro e pequenas empresas

Sebrae / Divulgação

TECNOLOGIA

RAISA ANDRADE

Só no Brasil, serão 10,3 mil voluntários envolvidos em atividades em quase todas as regiões do País.

para pequenos negócios, no valor de R$ 100. “Quando você insere uma empresa na web, suas portas se abrem para o mundo”, ressalta o gestor de Capacitação Empresarial do Sebrae, Fabrício Barreto. Porém, ainda segundo o gestor, o empreendedor deve pensar além de manter ou não manter sua empresa conectada e atentar para alguns pontos. “O fundamental é planejamento. Reconhecer quais pontos sua empresa precisa alcançar e então pensar em quais ferramentas usar e em um projeto gráfico, por exemplo”,

aconselha Barreto. A proposta do curso de capacitação oferecido pelo Sebrae é preparar o pequeno e médio empresário a se colocar no ambiente virtual de forma efetiva e alcançar, assim, o maior numero possível de dividendos para o seu negócio.

Mundo virtual

A pedagoga Viviane Anchieta mudou a sua área de atuação e trocou o ensino pela possibilidade de trabalhar em casa, na internet. Antes mesmo de decidir qual rumo tomará – entre vendas e turismo – procurou a

INTERNET PARA PEQUENOS NEGÓCIOS Curso acontece entre os dias 11 e 15 de junho, de 18h30 às 21h30, e custará R$ 100

capacitação do Sebrae. “O curso é uma oportunidade de expandir as minhas ideias pelo conhecimento e pela proximidade com profissionais com interesses similares aos meus”, diz. Além do largo alcance de público que a internet oferece aos empresários, os baixos custos entram como grande atrativo. “Esse é o ponto: mostrar ao empresário que certas ações virtuais podem demandar pouquíssimo investimento e grande retorno”, diz Barreto. MAIS INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS NO SITE WWW.SEBRAE.COM.BR/UF/BAHIA

ANÁLISE DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO Os interessados pelo curso deverão investir R$ 100. O período é de 11 a 15 de junho, entre 14h e 17h GESTÃO DE ESTOQUE Curso programado para acontecer entre os dias 11 e 15. Das 14h às 17h. O investimento é, também, de R$ 100

Barreto, do Sebrae, ressalta que a internet abre portas

PLANEJANDO A ABERTURA DE SUA EMPRESA A palestra gratuita acontecerá no dia 13, das 10h às 12h


oportunidades da copa - 4