Page 1

www.informationmanagement.com.br

A revista dos profissionais da informação Ano 14 - Número 101 Agosto/Setembro - 2021

LGPD: começam as penalidades e empresas precisam se preparar Lei entrou em vigor em 2020, mas após um ano e com multas altíssimas, muitas empresas não se adequaram Cibersegurança é solução evitar prejuízos com ataques digitais - Pag 20

www.informationmanagement.com.br

A Black Friday está aí. Você já estreou na live commerce? - Pag 29

5 razões pelas quais o software híbrido é o combustível da próxima geração de software - Pag 37


to Go e Sit 2

REVISTA ABEINFO | 2021


2021 | REVISTA ABEINFO

3


r

LGPD: começam as penalidades e empresas precisam se preparar

conteúdo do mês Entrevista Cibersegurança é solução evitar prejuízos com ataques digitais

página 20 A Black Friday está aí. Você já estreou na live commerce?

página 29 5 razões pelas quais o software híbrido é o combustível da próxima geração de software

página 37 www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

página 08

PUBLISHER

Eduardo David PUBLISHER eduardo@guiabusinessmedia.com.br

Eduardo David eduardo@guiabusinessmedia.com.br CONSELHO EDITORIAL

Walter Koch - WiltonCONSELHO Tamane EDITORIAL - José Guilherme Junqueira Dias

Angelo Volpi - Cinthia Freitas - Luiz Alfredo Santoyo - Christian Ribas Walter Koch - Wilton Tamane - José Guilherme Junqueira Dias Angelo Marcio Teschima Carlos Bass Volpi - Cinthia Freitas - Luiz Alfredo- Santoyo - Christian Ribas Marcio Teschima - Carlos Bassi ATENDIMENTO AO CLIENTE AO CLIENTE GiceliaATENDIMENTO Azevedo gicelia@iima.com.br

Gicelia Azevedo gicelia@iima.com.br REPÓRTER/EDITOR

REPÓRTER/EDITOR Prado Junior pradojr@iima.com.br

Prado Junior pradojr@iima.com.br PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA

Flavio Pavan Flavio Pavan WEB DESIGNER

Igor de Freitas igor@iima.com.br WEB DESIGNER

Igor de Freitas igor@iima.com.br ADMINISTRAÇÃO

ADMINISTRAÇÃO Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br

Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br Mariana Dantas mariana@iima.com.br Mariana Dantas mariana@iima.com.br

CENTRAL (11) 3392-4111 CENTRALDE DE ATENDIMENTO ATENDIMENTO - (11)- 3392-4111 – Revista especializada nono tema INFORMATION MANAGEMENT INFORMATION MANAGEMENT – Revista especializada temaGerenciamento Gerenciamento de

Machine Learning nas empresas: o que é e como aplicá-lo

página 43

de Informações, Documentos DigitalDistribuição Business. Distribuição Nacional. Informações, Documentos e Digital e Business. Nacional. Publicação oficial do INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT – IIMA - Rua do Bosque, 1589, Cjs. 809 e 810 Publicação oficial do Barra Funda - São Paulo – SP - 01136-001 INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT – IIMA

Rua Anhanguera, 627 - Barra Funda - 01135-000 São Paulo - SP

O INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA é uma organização que reúne profissionais e empresas que trabalham com processos envolvendo o gerenciamento de documentos e informações. Sua missão é promover a capacitação profissional e o desenvolvimento do mercado por meio um amplo portfólio de serviços como Cursos, Congressos, Consultoria, Livros e Publicações, Certificações, Workshops, Programas Educacionais ao vivo, entre outros. Um corpo multidisciplinar composto por Consultores, Analistas, Professores, Jornalistas e Pesquisadores está na base da produção do conhecimento gerado diariamente pelo INSTITUTO com o objetivo de ajudar os profissionais e empresas a lidarem com o Caos da Informação e a constante evolução tecnológica. O IIMA conta hoje com 40 mil profissionais participantes. DIREÇÃO

Eduardo David eduardo@guiabusinessmedia.com.br

Análise de sistemas completos - mecânicos, elétricos, eletrônicos e software

Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br CONSULTORIA E CURSOS

Wilton Tamane consultoria@iima.com.br ATENDIMENTO AO ASSOCIADO

Gicelia Azevedo

gicelia@iima.com.br

CONSELHO TÉCNICO:

página 49 A transformação digital da saúde veio e não deve voltar atrás

Walter Kock consultor, autor, palestrante Wilton Tamane consultor, professor e palestrante Márcio Teschima empresário, palestrante Tadeu Cruz professor, autor , palestrante Angelo Volpi notário, professor, autor e palestrante Carlos Bassi consultor, professor e palestrante José Guilherme J. Dias professor, consultor e palestrante Cínthia Freitas professora, autora consultora e palestrante PARA SE ASSOCIAR LIGUE: (11) 3392-4111 ramal 29 ou acesse: www.abeinfobrasil.com.br INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA Rua do Bosque, 1589, Cjs. 809 e 810 Barra Funda - São Paulo – SP - 01136-001 Tel: (11) 3392-4111

página 57 www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 5


to Go e Sit


MATÉRIA DE CAPA

LGPD: começam as penalidades e empresas precisam se preparar Lei entrou em vigor em 2020, mas após um ano e com multas altíssimas, muitas empresas não se adequaram Por Prado Junior

A

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) foi construída com base na legislação europeia, a GDPR. Ela assegura regras de proteção e traz transparência na forma de tratamento dos dados pessoais coletados em território brasileiro. A LGPD foi sancionada em 2018, foi promulgada em 2020, e as penalidades começaram em 1º de agosto deste ano. Por isso, é muito importante que as empresas estejam adequadas para não incidir em multas, que podem chegar a 2% do faturamento da empresa e atingir até R$ 50.000.000,00. O advogado e sócio-gestor da 8 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

RGL Advogados, Rubens Leite, explica que começarão a ser aplicadas as penalidades que a lei prevê - desde advertência, até multas de 2% do faturamento, chegando até a possibilidade da autoridade nacional Regulador de Proteção de Dados (RPD) aplicar uma penalidade de suspensão do tratamento de dados. “A conformidade com a LGPD traz uma competitividade muito grande para as empresas, além de trazer o conceito da própria exigência legal a necessidade de um sistema de Governança, que nada mais é que um conjunto de regras e procedimentos que visam criar um sistema de proteção para a lei”, es-

clarece o advogado.

Para advogado Rubens Leite treinamentos constantes com toda a equipe é fundamental

Pensando em quem gostaria de evitar transtornos para as emprewww.informationmanagement.com.br


sas, o especialista listou cinco dicas para quem deseja se adequar à LGPD. 1. Crie um comitê de adequação à LGPD “A primeira etapa para realizar qualquer tarefa deve ser sempre traçar uma estratégia. Dessa forma, construir um comitê, que será responsável por este processo, é fundamental. É importante que ele seja composto de membros de tecnologia, processos, do jurídico e também de consultores externos”, explica.

gar no servidor, criptografados. A empresa, que coleta os dados dos seus clientes, fornecedores e funcionários, por exemplo, assumirá o papel de “controlador” pela LGPD, independentemente de quem será o “operador” – pessoa de dentro da empresa, responsável por transformar os dados em informações. Se o operador fizer mau uso ou perder os dados, a culpa recairá sobre o controlador. Portanto, é extremamente importante mapeá-los e fazer um acompanhamento constante”, complementa o advogado.

2. Mapeie seus dados “É essencial saber onde estão armazenados os dados coletados e por onde eles passaram até che-

3. Reforce sua política de segurança “Capriche no Termo de Uso dos dados da empresa e torne público

www.informationmanagement.com.br

aos usuários, sejam eles internos ou externos. Explique quais serão os dados coletados, como eles ficarão armazenados, quem mais terá acesso a eles, por quanto tempo serão retidos e como eles serão destruídos após o uso. Não colete nenhuma informação que não seja extremamente necessária para o negócio. Além disso, deve ser feito um termo de consentimento para permissão de tratamento de dados pelos seus titulares”, explica o especialista. 4. Crie uma cultura de conscientização “A empresa, que será a “controladora” dos dados, precisa repassar suas normas de segurança para INFORMATION MANAGEMENT | 2021 9


MATÉRIA DE CAPA

diretamente o negócio, já que cadastros podem incluir dados pessoais de clientes (nome, e-mail, contato) que ficam armazenados nos sistemas e arquivos. Um dos principais pontos trazidos pela LGPD é a transparência no tratamento dos dados, que reforça a experiência do usuário no que se refere à finalidade do tratamento das informações e transações realizadas, trazendo um crescimento mais estruturado e exponencial não só para as empresas de tecnologia, mas também oportunidades de as empresas iniciarem o processo de digitalização para oferta de seus produtos e/ou serviços. “As plataformas de e-commerce, que serão utilizadas por esses empreendedores, precisam ter uma política de adequação com a LGPD. Assim facilita que o lojista também esteja em dia com a lei permitindo que os consumidores finais estejam seguros, tanto com a loja virtual quanto com a plataforma”, explica Marcelo Lima, gerente do departamento jurídico da Locaweb. todos os seus funcionários e fornecedores, para que eles estejam em conformidade com os procedimentos. Investir numa cultura de segurança é fundamental, para que ninguém, do menor ao maior nível hierárquico da empresa, infrinja a LGPD. Por isso, treinamentos constantes com toda a equipe é fundamental para o sucesso da implementação”, entende. 5. Faça uma auditoria externa “Por mais que os profissionais de TI e segurança da informação estejam a par dos processos, uma auditoria externa e especializa10 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

da é imprescindível para apurar se os processos estão realmente adequados à LGPD e quais são as possíveis falhas e riscos, para poder corrigi-los. Esse é o início de um programa de implementação de LGPD, mas existem ainda outras etapas e documentos para que o programa seja completo, de sucesso e para se evitar o vazamento de dados pessoais”, conclui o advogado Rubens Leite. E-Commerce Para quem trabalha no e-commerce, as novas medidas afetam

Para Marcelo Lima a LGPD facilita a vida do lojista e traz segurança para os consumidores www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

Todos os lojistas, independentemente da plataforma de e-commerce escolhida, tem como responsabilidade analisar qual base legal deseja utilizar para seguir com o tratamento dos dados pessoais e adaptar seus produtos de acordo com as respectivas implicações. • Cadastro de clientes: na maioria dos e-commerces, o cadastro para a compra é obrigatório e, por motivos de segurança e por questões legais é importante deixar claro o porquê é necessário efetuar o cadastro e onde esses dados serão armazenados. • Lista de desejos: É uma forma muito utilizada para entender o perfil de compra do cliente, e é útil tanto para a empresa, quanto para o cliente. No entanto, é muito importante esclarecer sobre como funciona esse recurso em sua página. Isso também se aplica aos formulários, é fundamental passar a informar a finalidade, o tratamento que aqueles dados receberão e se eventualmente sua empresa compartilha esses dados com terceiros.

segurança técnica e organizacional aptas a proteger os dados pessoais, que incluem, por exemplo, medidas de criptografia, regras de anonimização etc.”, esclarece o gerente. Além disso, a Tray - unidade de commerce do Grupo - começou o processo de adequação no início de 2019, por isso, nossa dica é firmar com os seus clientes e usuários o compromisso em relação às medidas de segurança, políticas que reiteram seu compromisso com a transparência e tranquilidade nas operações realizadas em ambiente virtual”, completa Marcelo Lima.

bilhões de tentativas de ataques virtuais, ocupando o primeiro lugar no ranking LATAM. A diretora jurídica da ADP na América Latina, Amanda Lee, explica que a LGPD impactará fortemente a área de RH das companhias. “A Lei Geral de Proteção de Dados estabelece que a empresa na qual o funcionário está empregado é a responsável por seus dados”, explica.

Ataques cibernéticos Principalmente no cenário pandêmico e com a alta adesão do home office, a segurança online nunca foi tão necessária para garantir a proteção dos dados de clientes e instituições. Os dados da Fortinet, companhia de segurança, mostram que apenas nos três primeiros meses deste ano o país teve mais de 3,2

Amanda Lee diz que a LGPD impactará fortemente a área de RH das companhias

O Pipefy, software de gerenciamento de processos de negócios

• Pesquisa de informação: O cliente passa a ter direito a solicitação sobre a situação dos seus dados, podendo averiguar a finalidade e também o anonimato ou exclusão dos dados. A empresa terá o prazo de 15 dias para disponibilizar o retorno da solicitação. É importante que os e-commerces criem protocolos para o caso de que algum cliente queira verificar seus dados. “As empresas do Grupo Locaweb atuam como operadoras de dados em grande parte das atividades, no entanto temos por premissa a implementação de medidas de www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 11


to Go e Sit 12 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

que capacita times a automatizar seus próprios fluxos de trabalho, anunciou recentemente o cumprimento integral às regras exigidas pela GDPR, a nova estrutura regulatória da União Europeia para privacidade e proteção de dados. A empresa, que tem se concentrado em fornecer segurança em escala desde sua fundação, estava a um ano trabalhando pela segurança de dados. Em junho de 2021 obteve a certificação da Organização Internacional de Padronização (ISO) para seu Sistema de Gerenciamento de Segurança da Informação. “A privacidade e a segurança de nossos clientes estão no centro de tudo o que fazemos na Pipefy”, afirma Alessio Alionço, fundador e CEO da empresa.

em apoiar os direitos individuais de nossos clientes e garantir as melhores práticas, ao mesmo tempo em que lidam com dados pessoais de forma segura”, destaca Alionço. Guia LGPD

Alessio Alionço privacidade e a segurança dos clientes devem ser o centro de tudo

“Estamos totalmente de acordo com os padrões de privacidade e proteção de dados mais rigorosos do GDPR e do LGPD. Como um parceiro de tecnologia confiável para mais de 3 mil organizações em todo o mundo, estamos comprometidos www.informationmanagement.com.br

Mesmo após as sanções da Lei Geral de Proteção de Dados entrarem em vigor neste mês, muitas empresas estão se limitando apenas a cumprir os itens básicos para atender à legislação, sem desenvolver mecanismos de adequação continuada para garantir a proteção de dados e segurança cibernética da organização de maneira eficiente. Frente a isso, a Claranet, multinacional de tecnologia, preparou um guia para esclarecer aos empreendedores que a LGPD está muito além de apenas acatar regras e rever contratos. Antes de tudo, é importante es-

clarecer que essa legislação não foi criada para dificultar ou prejudicar os empresários, e sim para garantir a segurança e transparência no modo em que os dados pessoais são tratados. “O que vemos são empresas, principalmente as menores, buscando apenas ajustar contratos para que estejam em conformidade com a lei. Porém, elas não incluem no planejamento o investimento em um programa contínuo que traga uma cultura de segurança de dados para o negócio. Por isso que a contratação de uma consultoria, que disponha de todo esse conhecimento, é tão importante para garantir, não apenas as implementações necessárias, como também criação de mecanismos internos que incentivem treinamento de pessoal e a compreensão sobre privacidade de dados e segurança cibernética”, pontua Adilson Magalhães, CCO da Claranet. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 13


GESTÃO AVANÇADA DE DOCUMENTOS to Go e i St

A MYCROARQ Atua nos diversos segmentos de tecnologia mais avançada da informação desde 1991. Nosso compromisso é aplicar as tecnologias mais avançadas, de modo a garantir os nossos serviços. Tudo isso visando a atender as necessidades da sua empresa.

CONHEÇA ALGUNS SERVIÇOS

GUARDA DE DOCUMENTOS E MÍDIAS

DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS E MICROFILMES

GESTÃO DOCUMENTAL

MICROFILMAGEM CONVENCIONAL E ELETRÔNICA

21 98473-1518 21 2410-3152 14 INFORMATION MANAGEMENT | 2021 21 2410-3173

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO ON SITE/ CLOUD

ORGANIZAÇÃO DE DOCUMENTOS E ARQUIVOS

www.mycroarq.com.br

TABELA TEMPORALIDADE DOCUMENTAL (TTD)

mycroarq@mycroarq.com.br www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

e implementações necessárias e também a possibilidade de criar todo um mecanismo rígido a fim de evitar vazamento de informações ou ataques hackers. • Repassar a gestão de dados pessoais às empresas especializadas

Adilson Magalhães diz que empresas buscam apenas ajustar contratos para que estejam dentro da lei

Pensando nisso, o executivo separou cinco pontos de atenção para as empresas durante este processo de adequação da lei. • Adequação da LGPD não pode ser isolada As empresas devem expandir o consentimento sobre o uso de dados de terceiros para todos os departamentos. Normalmente, as companhias limitam a adequação apenas à revisão de contratos e ao entendimento da lei de forma superficial, esquecendo que esse processo não é exclusivo apenas à área de TI. Todos aqueles que fazem parte da corporação precisam ser treinados e motivados a compreender a gravidade do uso indevido de dados e a importância da segurança da informação.

A adequação à LGPD permite, sobretudo, que as empresas definam estratégias de segurança cibernética e, neste ponto, repassar o controle de dados pessoais para uma companhia especializada é sempre uma escolha recomendável do ponto de vista de gestão, pois estas conseguem não somente tratar do banco de dados dos clientes, como também proteger informações internas da própria instituição. • Conhecer os dados que são armazenados Para garantir a privacidade de informações, é fundamental que as

empresas tenham pleno conhecimento sobre o que é armazenado, pois, assim, é possível limitar o que pode ou não ser feito com o que foi coletado. Dessa forma, os administradores do sistema protegido podem especificar com exatidão os acessos e uso dos dados geridos. • Vazamentos de informações comprometem a imagem da empresa Por último, é sempre importante reforçar que o vazamento de dados pessoais pode acabar, de vez, com a reputação de uma organização. Se, por um lado, a LGPD garante maior segurança, por outro o seu rígido cumprimento permite zelar pela imagem da companhia. Multas ou adequação, o que sai mais barato? Na prática, ainda é possível perceber que grande parte dos negócios não se adequou ou demonstrou pequeno esforço para se adequar as

• Contratar uma consultoria é imprescindível Paralelo a isso, a contratação de uma empresa especializada em adequação em LGPD é fundamental. Dessa forma, a empresa obtém todo o direcionamento de ajustes www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 15


to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

regras da LGPD, conforme informa Ivan Paiva, especialista em governança corporativa da Flowti, empresa especializada em soluções robustas para melhorar a performance no ambiente de TI dos negócios. “A partir de agosto deste ano, estão sendo aplicadas as penalizações previstas na Lei. Apesar da possibilidade de serem efetivamente multadas, é possível perceber uma grande quantidade de empresas que ainda não compreendem a importância e os benefícios que a adequação à LGPD pode trazer para a companhia”, afirma Paiva Com a vigência da Lei, ele ressalta que para evitar multas e garantir a segurança e tratamento de dados pessoais, os negócios precisam buscar a adequação. “Não é da noite para o dia que alguém conseguirá se adequar à Lei. O processo, dependendo do porte da organização, pode levar meses e a partir deste mês, o risco de penalizações é iminente”, enfatiza.

Ivan Paiva afirma que não é da noite para o dia que alguém conseguirá se adequar à Lei.

O especialista reforça que a adequação à LGPD é o melhor caminho. “Para os que descumprirem as regras que a normativa impõe, além www.informationmanagement.com.br

da multa aplicada, que pode chegar até 2% do faturamento da empresa, limitada a R$ 50 milhões, a LGPD também coloca em risco e prejuízos a reputação e a imagem da empresa perante seus clientes, colaboradores, fornecedores, e dentre outros titulares de dados”. Segundo Paiva, a maneira mais eficaz de acelerar o processo de adesão à LGPD é implementar um programa de adequação. “O programa ajuda as empresas a organizarem, mapear e diagnosticar o uso dos dados. Desta forma, fica mais fácil implementar um aculturamento interno para a proteção e uso de dados dentro do propósito da Lei”, orienta. “A Flowti, por exemplo, já ajudou muitos negócios a alcançarem a conformidade à LGPD, conduzindo as organizações por meio de uma metodologia própria para a adequação. Como principais benefícios, podemos citar a conscientização de toda a empresa, o levantamento de vulnerabilidades de segurança da informação, sejam elas físicas ou digitais, mapeamento de todos os processos em que são tratados dados pessoais, revisão do controle de acesso às informações vitais, con-

formidade documental e jurídica, resultando no aumento da credibilidade da empresa perante o mercado e diminuição do risco de multas e danos de imagem para o negócio”. Entretanto, o programa precisa ser contínuo, mudando a cultura de uso de dados no negócio e mantendo a conformidade à LGPD ativa nas empresas. “É necessário que a prática faça parte do dia a dia de funcionários e outras pessoas que tenham acesso a qualquer tipo de informação pessoal. Deve-se ter cuidado especial com a rotatividade de pessoal, treinando constantemente novos colaboradores, permitindo que a companhia mantenha, ao longo do tempo, sua conformidade com o que a LGPD determina”, comenta Paiva. Por fim, outro ponto que é de extrema importância para o especialista é eleger e treinar o encarregado de dados para ajudar a promover essa mudança. “O Data Protection Officer (DPO) é uma parte fundamental para que o processo tenha eficácia, já que é ele que será o responsável por zelar pela proteção dos dados da empresa e demais envolvidos a longo prazo”, conclui Ivan Paiva. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 17


Aumente a produtividade da sua empresa digitalizando processos burocráticos. A Latourrette Consulting tem diversas soluções que simplificam sua gestão de negócio. Faça parte da transformação digital. saiba mais


ACOMPANHE A TRANSFORMAÇÃO DAS EMPRESAS D E S U C E S S O. to Go e Sit


ENTREVISTA

Cibersegurança é solução para evitar prejuízos com ataques digitais O primeiro semestre de 2021 teve uma movimentação fraudulenta a cada 8 segundos Por Prado Junior

Os ataques cibernéticos cresceram no último ano em todo mundo. Alguns fatores contribuíram para que os hackers atuassem. Um deles é a dependência da internet de pessoas e empresas, principalmente por causa da pandemia. O home office, adotado pelas empresas a toque de caixa, mostrou a vulnerabilidade e a falta de preparo para se adotar o trabalho remoto. Segundo a União Internacional das Telecomunicações (UIT), as perdas globais causadas por crimes cibernéticos são estimadas entre US$ 1 trilhão em 2020 e US$ 6 trilhões em 2021. Em consequência disso, grandes impactos negativos afetam as empresas. Por exemplo, a Lojas Renner teve um ataque cibernético e ficou com seu site e aplicativo fora do ar. 20 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

Os efeitos que a empresa sofreu foram enormes, além do risco do vazamento de bancos de dados, houve queda de 1,5% na Bolsa. A Serasa Experian divulgou seu Indicador de Tentativas de Fraude e aponta que o primeiro semestre de 2021 teve uma movimentação possivelmente fraudulenta a cada 8 segundos. Foram 1,9 milhão de ataques ao longo dos seis primeiros meses deste ano, um aumento de 15,6% com relação ao mesmo período de 2020. O Relatório de Risco Global para PC, da Avast, aponta que a chance geral de usuários corporativos serem atingidos por ameaças cibernéticas para computadores aumentou 24% em todo o mundo em apenas um ano. Ainda conforme o levantamento, no Brasil, essa probabilidade é de

17,52%. O Instituto Information Management conversou com Fabiano Brito, CEO da FC Nuvem, empresa do Grupo FCamara, parceira Gold da Microsoft e especialista em transformação digital segura. IM – A transformação digital trouxe com ela o risco de ataques cibernéticos?

FB – Sim. Na verdade, os ataques cibernéticos sempre existiram, mas os riscos foram acentuados pelo aumento na demanda por ser digital, assim como a urgência dada pelas oportunidades de negócio, além do aumento exponencial da quantidade de sistemas, dispositivos e dados trafegados. Não é trivial desenvolver uma plataforma ou provisionar um ambiente que trate os aswww.informationmanagement.com.br


ENTREVISTA

considerar que soluções simples como um antivírus ou firewall vão resolver esse problema. É preciso construir uma arquitetura em camadas que possa gerar barreiras a serem transpostas pelos hackers e com isso não apenas desmotivá-los a continuar com a invasão, mas também proporcionar meios para rastrear e evitar o sucesso do ataque.

pectos de segurança como essenciais, e isso acabou deixando muitas brechas abertas para que os ataques cibernéticos acontecessem em maior quantidade. IM – Que estratégias as empresas devem utilizar, para evitar esses ataques? FB – A estratégia primordial e urgente é admitir que você pode ser o próximo a ter todos os dados da sua empresa sequestrados. Fazer com que a alta liderança da empresa tenha real consciência disso é o primeiro passo para uma estratégia de segurança de sucesso. Em paralelo deve-se buscar apoio consultivo para uma análise profunda e imparcial dos riscos e a criação de um plano de ação para atacar rapidamente os pontos levantados criando as camadas de segurança necessárias. É de extrema importância ter controle e visibilidade do seu ambiente e para isso existe uma série de recursos que apoiam esse processo: ferramentas de avaliação de postura de segurança, análises contínuas de vulnerabilidades como SAST e DAST, correlacionadores de Logs (SIEM), detectores de vulnerabilidades (EDR, XDR) e adoção de metodologias e frameworks voltados para segurança, como security by design, DevSecOps e o Zero Trust. Não se deve esquecer que a segurança não é somente no ambiente de servidores, na área de TI, a segurança também se aplica aos usuários, cada laptop e cada caixa de e-mail pode se tornar uma brecha de segurança se não estiver envolvida nessa estratégia. www.informationmanagement.com.br

Para Fabiano Brito ninguém está livre de ataques cibernéticos, pois estamos dependentes da internet

IM – A LGPD ajuda (obriga) as empresas a ficarem mais atentas às questões de segurança digital?

FB – Sim, empresas que já iniciariam o processo de adequação à LGPD vão ganhar muito em segurança da informação, principalmente relacionado a brechas de segurança do usuário final. O capítulo 7 da lei aborda a questão de aplicação de boas práticas e medidas de segurança técnicas, para garantir confidencialidade, integridade e disponibilidade de nos meios digitais. IM – Quais soluções devem ser utilizadas para evitar a ação de hackers?

FB – É importante entender que a ação dos hackers não irá diminuir. O objetivo é fazer com que os hackers não tenham sucesso em suas ações, e que os ataques sejam identificados em tempo real. Com ataques cada vez mais elaborados, não podemos mais

Entrando um pouco mais em detalhes, uma solução de XDR é indispensável pela detecção de vulnerabilidades em várias camadas e a capacidade de agregar Machine Learning para análise de comportamentos suspeitos. Sistemas expostos ao público, como sites institucionais e e-commerces precisam ter WAF e proteção anti DDoS, que são recursos de proteção robustos e capazes de fazer a mitigação de ataques. Soluções avançadas de gestão e proteção de identidade com análise de riscos, autenticação de dois fatores e políticas de proteção proativas também devem ser adotadas. Uma ferramenta de CASB deve ser adotada para evitar o chamado Shadow IT, muito comum com a transformação digital e adoção de home office, onde é difícil ter o controle sobre o ciclo e a viagem dos dados. Todos as informações e eventos gerados por essas ferramentas devem ser facilmente visíveis em um SIEM, que também inclua capacidade de SOAR para respostas proativas para determinados eventos, como bloquear um IP malicioso no WAF, ou remover a permissão de um usuário que execute uma autenticação de um local suspeito. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 21


22 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ENTREVISTA

Crédito: © Unicef/Elias

forma segura. A rápida mudança das empresas para o home office fez com que muitas brechas de segurança ficassem abertas, já que isso exige uma mudança de mindset, treinamento do time e adequação da estratégia de segurança da empresa.

É preciso aumentar vigilância para o uso malicioso das tecnologias digitais

IM – Quais categorias mais comuns para proteção de redes?

IM – O que as empresas devem fazer, com seus colaboradores em home office, para evitar esses ataques?

FB – Olhando para arquitetura clássica de uma rede temos perímetro, rede interna, DMZ e server farm. No entanto, com a LGPD e a migração de grande parte da força de trabalho para o formato remoto, a proteção de endpoints, de aplicações, de bancos de dados e de usuários se tornam mais relevantes.

segurança mais complexas. Uma vez que o ataque contra o usuário é bem-sucedido, as chances de roubar dados e comprometer outros recursos da empresa aumentam de forma exponencial. Os ataques de ransomware geralmente se aproveitam de um primeiro ataque contra um usuário, muitas vezes utilizando técnicas de phishing, outras vezes utilizando ataques de força bruta para conseguir uma senha.

IM – O trabalho home office contribuiu para o aumento de casos de vazamento e ataques cibernéticos?

De toda forma, é importante ressaltar que o formato de trabalho remoto não é um problema, ele só precisa ser feito de

FB – Sim. As empresas estavam muito acostumadas a criar barreiras que eram pensadas para proteger apenas infraestruturas de grande porte. Com o home office o usuário passou a trabalhar e acessar os dados de fora do perímetro da empresa, inclusive muitas vezes utilizando dispositivos pessoais. Nesse contexto, o usuário se tornou o “elo mais fraco” e, portanto, o primeiro alvo da ação dos hackers, pois dessa forma não é necessário um grande esforço para vencer soluções de

Foram 1,9 milhão de ataques ao longo dos seis primeiros meses de 2021

www.informationmanagement.com.br

FB – Treinamento e conscientização a toda a empresa, e não apenas restrito a equipes que trabalham com tecnologia, é a primeira medida fundamental para trazer mais segurança para a primeira camada de acesso. Além disso, a utilização de ferramentas de segurança e metodologias como o Zero Trust, onde nenhum usuário ou dispositivo é tratado como confiável e deve passar por verificações e análises de forma contínua, é essencial para que a empresa possa operar de forma controlada e segura com seus colaboradores trabalhando remotamente.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 23


ENTREVISTA

A transformação da Iron Mountain A empresa foi fundada em 1950 e a essência dela é a gestão da plataforma de conteúdo. Por Instituto Information Management Ao completar 20 anos de Brasil, a Iron Mountain mantém o foco na gestão de conteúdo com olhar holístico para o que é físico e digital. A empresa utiliza tecnologias como Inteligência Artificial, RPA e Machine Learning. Em entrevista exclusiva ao Instituto Information Management, Orlando Souza, presidente da Iron Mountain Brasil, explica como a transformação digital impulsionará ainda mais os negócios da empresa. IM - A Iron Mountain completa 20 anos no Brasil e 70 anos no mundo. Ao longo destas décadas, como a companhia se transformou?

OS - A Iron foi fundada em 1950 e a essência dela é a gestão da plataforma de conteúdo. Começou com a guarda de documentos e foi evoluindo para outros tipos de guardas. Tem casos de empresas como HBO e Disney que chegamos a guardar cenários, fitas, fotos; temos originais de fotos da Declara24 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

ção da Independência dos Estados Unidos. Fazemos o processo de busca dos documentos e temos uma ferramenta nossa proprietária que faz isso muito bem. Daí, o cliente começou a pedir isso de forma digital e esse foi o começo de uma digitalização do documento. A gente pegava o arquivo, digitalizava e, em vez de levar o físico, passamos a oferecer a imagem sob demanda. Para você ter uma ideia, isso existe desde os anos 1990. Agora, está potencializando. Com essa necessidade de subir a imagem, passamos a oferecer o cloud storage, uma guarda digital. IM - Como foi o processo de evolução de portfólio?

OS - No Brasil, temos 5 mil clientes, desde SMB, que é pequena empresa, até os maiores bancos, setor público, maiores e menores varejistas, empresas de bens de consumo, grandes escritórios de advocacia, grandes consultorias. Eles começaram a perceber que precisam de certa expertise na guarda, como na forma de guardar,

qual é o tempo que você precisa para destruir o documento em relação à legislação, LGPD. Nós temos especialistas internos para fazer esta aferição e essa consultoria para os nossos clientes. Então, começamos a entrar no negócio de BPO no qual entramos em alguns processos como gestão de contratos, gestão de RH. IM - Ou seja, vocês cruzam os documentos com as legislações, catalogam e gerenciam?

OS - Fazemos a catalogação e existe outra etapa, que é você conseguir transformar o processo atual dele em um processo híbrido ou 100% digital. Como exemplo vou pegar um varejista: a loja pegava o documento das pessoas que queria contratar, colocava no malote e mandava para matriz, onde alguém abria o malote e checava a documentação e voltava o malote, se estivesse faltando a documentação. Esse processo era lento. A gente entendeu esse processo e, hoje, existe um scanner em cada loja para digitalizar o documento www.informationmanagement.com.br


ENTREVISTA

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 25


e subir na plataforma que a gente criou. Isso gera um workflow, que é um processo automatizado dentro do sistema, e já chega para matriz checar se a documentação está OK. Assim, quando volta, é online, indicando se está certa ou não a documentação. E, quando chega ao RH, ele só efetiva. A gente consegue fazer backoffice e também uma transformação digital grande no processo de RH. Em alguns casos, isso já está nascendo cada vez mais sem o documento físico, fazendo o onboarding digital. IM - Dentro disso, qual é o desafio?

OS - Nosso desafio agora passou a ser quanto tempo a gente consegue reduzir a aprovação de, por exemplo, um crédito, um processo de sinistro, como a gente consegue ajudar na busca de contratos. Bancos, escritórios de advocacia sobem tudo na plataforma e conseguem fazer buscas em todos os documentos. E essa busca é de forma inteligente e não somente em documentos, mas também em vídeos. É um processo bastante transformacional que temos feito. Além disso, conforme eu vou fazendo também o inventário e a catalogação, eu consigo ajudar o cliente no processo de definir o que pode ser destruído de forma segura. Assim, a Iron Mountain passou a oferecer a destruição segura tanto de documentos quanto de equipamentos de tecnologia, que chamamos em inglês de IT asset disposition, que é a destruição segura e de forma ecologicamente correta. IM - Como a transformação digi26 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

tal das empresas impactou a Iron Mountain?

como fazer isso. E nós temos expertise nisso.

OS - Tem um dado da McKinsey do fim de 2020 dizendo que, com a pandemia, aqui no Brasil, houve aceleração do processo de transformação digital em mais ou me nos quatro anos. Toda a reunião que participo com cliente a pauta é essa. Nós tivemos uma procura maior em todas as frentes. De novo, 70% do mercado de guarda ainda é in house e houve um aumento da procura de guarda externa para fazer inventário, catalogação, entender o que se tem. Aumentou também a questão da destruição segura de equipamentos de tecnologia e de documentos em função do inventário.

IM - A ferramenta de vocês faz uso de inteligência artificial, RPA, machine learning?

IM - Como vocês se diferenciam no armazenamento na nuvem, algo bastante ofertado no mercado?

OS - Todos estão oferecendo cloud storage, mas o que é diferente é a forma como você oferece a busca da informação dentro do arquivo. Você consegue buscar pelo que está dentro do arquivo, por exemplo, no caso de uma imagem, pelo reconhecimento facial. No caso de um contrato, por alguma cláusula. É uma ferramenta que nós temos que é muito poderosa e que se conecta ao sistema do cliente. A Iron está evoluindo muito e é bacana, porque o cliente fala com uma empresa do físico ao digital; que tem o conhecimento para qualquer etapa. A grande dificuldade das empresas que eu sinto é que todo mundo tem a meta de digitalizar, de se transformar para ser 100% digital, paperless, mas a dúvida é

OS - Nossa ferramenta é baseada em machine learning e inteligência artificial sim. Para você criar essa automação é importante entender o processo no detalhe e saber quais são os aceleradores para você transformar eles para quando jogar isso em um machine learning, em IA, em um sistema de workflow para não ir com os vícios dos físicos. IM - Como você avalia os avanços dessas novas tecnologias?

OS - Eu costumo usar uma analogia de que IA e machine learning são como você ter uma criança. Toda vez que você vai colocar algo de pé, o grande problema é que você tem de ensinar aquela criança a falar, a fazer as correlações, a entender. Nós, como estamos com vários cases ao redor o mundo — por exemplo, em saúde, no mercado financeiro, no crédito imobiliário, em gestão de contratos, em gestão de RH, na aprovação de créditos, nos processos de sinistros de seguros —, eu já tenho uma criança um pouco mais evoluída, que já sabe buscar na ferramenta e fazer as buscas certas, o que acelera muito o processo de efetividade de uma implantação de inteligência artificial e machine learning. IM - Com relação à LGPD, como vocês se adaptaram?

OS - A LGPD potencializa o que a www.informationmanagement.com.br


ENTREVISTA

gente tem como principal ativo que é vender para os clientes uma segurança. A Iron surgiu para prover segurança na guarda de documentos e ativos importantes. E esse equity nunca perdemos. A LGPD colocou holofote na importância de se proteger os dados. Lá fora tem acontecido muitos ataques e agora aqui também. Estão tendo sequestros que hackers pegam dados e só devolvem se pagam alguns milhões; tem vazamento de informações. Estamos sentindo que as pessoas estão prestando mais atenção à segurança, começando a entender um pouco melhor e pedindo ajuda para solidificar os processos delas. Acho que isso vai acelerar ainda mais. Todo mundo está falando, mas, na prática, ainda tem pouca gente tomando decisões. IM - Em quais segmentos potenciais você enxerga crescimento?

OS - Acho que bastante os mercados financeiros e de saúde como um todo; o varejo é um grande contratante e o mercado de serviços também. Esses são mercados-chave para gente. O que temos feito também é tentar ajudá-los a ter a informação mais disponível e aí juntar cloud storage com o que o cliente tem no físico e jogar tudo isso numa única plataforma. Por exemplo, uma empresa que tenha call center com milhares de gravações para acessar junto com os contratos que já existem, colocar tudo na mesma plataforma e conseguir ver tudo que tem de uma pessoa lá é muito poderoso e facilita para quando precisar de algo. Um grande ponto da LGPD é a origem do dado, quem está usando www.informationmanagement.com.br

e como. Então, acho que todo esse traqueamento em um cadastro, no contrato ou de RH vai ser onde estará a palavra do nosso jogo. IM - Ao longo dos anos, a Iron Mountain comprou várias empresas. Como foi o processo de M&A?

OS - Vou falar especificamente do Brasil, porque essa estratégia muda de país para país. Lá fora a gente tem a divisão de datacenter e estamos expandindo a capacidade. No Brasil, nos últimos dez anos, compramos nove empresas. Sempre olhamos o mercado de guarda de documentos, que era e ainda é bem fragmentado, e nisso foi a maior parte das compras e também em BPO. Também olhamos a geração de caixa e de receita, o portfólio de clientes para não ter concentração grande no mercado e a diversidade da carteira. A Iron Mountain é bem diversificada, não temos concentração em um único setor; temos 15 setores enormes. Também olhamos a geografia. No Brasil, atuamos em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Sul e, em cada uma das praças, em várias cidades, em um total de 24 cidades. Estamos presentes em mais ou menos 70% do PIB, somando os PIBs dos Estados. ] IM - Está nos planos trazer a oferta de mercado de data centers para o Brasil?

OS - É uma possibilidade, mas não tenho um horizonte de quando vai acontecer isso. Mas acho que será uma entrada natural. O Brasil é um mercado superimportante para o

grupo e isso deve acontecer mais cedo ou mais tarde. Hoje, temos uma infraestrutura suficiente para ofertar para o mercado o que chamamos de cloud storage, consigo armazenar qualquer tipo de arquivo que você tenha, mais de 50 extensões. IM - E como essas tecnologias mudam efetivamente os negócios? OS - O grande ponto hoje é que essas tecnologias, para mim, aceleram o acesso a uma informação estratégica. Por exemplo, você tem uma cliente que tem um relacionamento longo com uma empresa, via call center e outros produtos. Como você consegue agrupar tudo isso e entender todo o ciclo do cliente e cruzar isso com modelo preditivo de análise de propensão a crédito e compra, de tendência de produto, de consumo? Como você gera informação muito rapidamente? Acho que a beleza dessas tecnologias é acelerar esses modelos. IM - Que resumo você faz da mudança da Iron Mountain e como isso trouxe oportunidades de negócios?

OS - A gente como empresa, às vezes, não conseguimos usar todas as informações a que temos acesso. Como a gente conseguiria simplificar a gestão da plataforma de conteúdo? Como deixar o que é importante não se perder? Como deixar aquilo ser presente de forma rápida e simples? Acho que o nosso papel na sociedade aqui na Iron Mountain é gerar uma gestão de plataforma de conteúdo eficiente, tanto do físico como do digital. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 27


to Go e Sit

28 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

ALESSANDRO CAUDURO CIO do Ecossistema Haus e CEO da Huia

A Black Friday está aí. Você já estreou na live commerce?

O live commerce, formato inovador de vendas online que integra transmissões ao vivo com o e-commerce, está acelerando no mundo todo após bombar na China, onde foi criado. Por lá, o formato já representou 10% de todas as vendas online de 2020 e a projeção é que esse número atinja 20% já em 2022 - um modelo pra lá de consolidado. Em uma pesquisa da AlixPartners, feita no www.informationmanagement.com.br

final do ano passado, dois terços dos chineses afirmaram que haviam comprado por meio do live commerce nos últimos 12 meses. No Brasil, por conta da pandemia, para sobreviver e não perder contato com seus consumidores, as marcas começaram a fazer transmissões nas redes sociais no ano passado. O brasileiro, um early adopter por natureza e en-

tusiasta das redes, gostou do formato e, em pesquisa de tendências emergentes apresentada pelo Facebook no começo do ano, 91% desses entusiastas manifestaram o desejo de aumentar sua experiência com live shopping no Brasil. Acompanhamos bem de perto a tendência desde 2019 e avaliamos que tinha tudo para decolar INFORMATION MANAGEMENT | 2021 29


to Go e Sit

COMERCIAL@AUTOMATE.COM.BR

(11) 9 6189 5881 @AUTOMATEBRASIL 30 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

MODA É UM DOS PRINCIPAIS SEGMENTOS QUE ADERIRAM AO FORMATO DE LIVE COMMERCE, NO ENTANTO, NOS DEPARAMOS COM UM DESAFIO INUSITADO NO SETOR IMOBILIÁRIO. no Brasil também, uma vez que aqui o consumidor é bastante engajado nas redes sociais e gosta de interagir. A partir dessa visão, criamos em 2020 uma solução de live commerce integrada às principais plataformas de e-commerce do mercado para as marcas venderem por este novo formato, sem precisar criar mais um canal de venda. Vimos o interesse das empresas acelerar no começo de 2021, com muitas empresas começando a experimentar o formato para entender como ele funciona e, claro, aprender e evoluir para obter mais resultados. Algumas marcas já avançaram e passaram da fase de avaliação para incorporar o formato dentro do seu mix de vendas. De roupas a apartamentos Como toda inovação, o modelo trouxe aprendizados nas mais variadas frentes. E gosto de diwww.informationmanagement.com.br

zer que, para aprender, tem que começar a errar para acertar. As emoções e experiências vividas em transmissões ao vivo para mais de 30 clientes de diversos segmentos geraram o amadurecimento e apontaram para soluções mais concretas, com abordagens que foram incorporadas a partir das lições aprendidas e dessa verdadeira tropicalização do live commerce, já que temos as nossas peculiaridades. Moda é um dos principais segmentos que aderiram ao formato de live commerce, no entanto, nos deparamos com um desafio inusitado no setor imobiliário. Em transmissões via live commerce feitas no mesmo dia para uma incorporadora em três capitais brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), foram vendidos oito apartamentos. Esse feito inédito no Brasil com um produto desse porte só confirma a força de vendas deste sistema e como ele pode ser explorado como um mecanismo bem-sucedido por muitos produtos e marcas. Se é possível vender um apartamento, conseguimos vender qualquer coisa! Além da plataforma, é fundamental ter uma produção mais cuidadosa e elaborada e, nesse aspecto, é importante contar com o trabalho profissional e especializado de uma produtora para integrar todo o processo de live commerce. Preparação e planejamento do conteúdo são essenciais para se atingir bons resultados, já que o formato ao vivo tem características próprias. Todos os envolvidos nessa grande produção precisam estar atentos a todos os detalhes e surpresas desse espetáculo para que tudo flua

da melhor forma possível. Temos que estar preparados para os imprevistos. O crescimento do tema no Brasil exige soluções integradas que vão além da plataforma e conteúdo. Além das entregas, é necessário montar squads especializados dentro das empresas que pretendem investir no formato para ser uma nova fonte de receita, e, com isso, desenvolver as melhores práticas customizadas para cada marca, inclusive formando seus próprios influenciadores. Assim, fica mais fácil garantir que a sua live commerce seja um sucesso. Aprenda antes da Black Friday Com a retomada da economia, a Black Friday deste ano promete vir com tudo e a concorrência deve ser ainda mais acirrada. As lives commerce devem ser um grande atrativo durante a semana de grandes promoções que acontecem no final do mês de novembro e, para tanto, esse formato precisa ser mais bem explorado nos próximos meses, com ações que vão servir para testar as demandas e preferências do público. A frequência de lives trará experiência e irá aumentar a conversão e resultado pela recorrência e pelos aprendizados a cada evento online. Esse formato promete ser uma oportunidade de fidelização, ajudando a construir engajamento e preferência para as marcas em longo prazo. Por tudo isso, não espere a Black Friday para estrear no live commerce. Melhor testar antes para já chegar afiado, certo? INFORMATION MANAGEMENT | 2021 31


A ESCOLHA PERFEITA PARA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL DE SEU NEGÓCIO

Desde 1989, a Central Inf atua no segmento de BPO (Business Process Outsourcing) disponibilizando soluções e processos com o mais alto padrão de qualidade e tecnologia, além de equipe treinada e especializada.

SEGURANÇA

Através de uma assessoria personalizada, desenhamos soluções exclusivas para os departamentos e verticais de sua empresa.

TECNOLOGIA

Nosso objetivo é ser mais que um fornecedor, é ser seu parceiro de negócio, trazendo melhorias significativas nas operações de backoffice e permitindo que você concentre seus esforços em ações estratégicas.

EFICIÊNCIA

CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES EM www.centralinf.com.br Matriz: Avenida Francisco Matarazzo, 524 Bloco 01 32 INFORMATION MANAGEMENT | 2021 Água Branca / CEP: 05001-000 | São Paulo/SP

Filial: Avenida Piracema, 1411 Galpões 11 e 12 Tamboré CEP: 06460-030 | Barueri/SP

to Go e Sit

Contato: (11)3665-2000 | (11)3668-2000 www.informationmanagement.com.br falecentral@centralinf.com.br


ARTIGO

POR ALEXANDRE VEIGA Head de Cyber Intelligence da Stefanini Rafael, empresa do Grupo Stefanini.

Cibersegurança: como se prevenir de ataques de hackers

Os cuidados com a cibersegurança nunca estiveram tão em evidência quanto nos últimos tempos. Os constantes vazamentos e comprometimentos sofridos pelos mais variados segmentos econômicos, mais uma vez, abrem espaço nos alertam para mantermos o olhar atento aos cuidados preventivos que o tema requer. www.informationmanagement.com.br

O sequestro de dados, por exemplo, vem ocorrendo de forma geral nas empresas que sofrem esse tipo de ataque de hackers, que têm abusado da técnica de phishing (abordagem por meio de um email sobre algum assunto de interesse do alvo, pede-se que haja alguma interação (click) e há uma grande chance de o usuário final clicar nos links e, a

partir deste ponto, o processo de distribuição do malware se inicia e o hacker passe a ter acesso ao computador infectado). Considerando que a digitalização da indústria é necessária e que traz uma série de benefícios como ganho de eficiência, informações on-line ao corpo administrativo e diversos outros INFORMATION MANAGEMENT | 2021 33


+55 (61) 3521-5600 www.provervnext.com.br

O jeito inteligente de organizar os documentos da sua empresa Digitalização

to Go e i St

Documentos impressos também no ambiente online

OPTICAL CHARACTER RECOGNITION Converta imagens de texto em texto real

DOCUMENTO MODELO Criação de templates com preenchimento online

ASSINATURA ELETRÔNICA OU DIGITAL Solicite ou envie assinaturas com validação jurídica

ARMAZENAMENTO EM NUVEM Gerenciamento de arquivos em nuvem, fácil e seguro

APPLICATION PROGRAMMING INTERFACE Integração entre sistemas que possuam linguagem totalmente distintas 34 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

benefícios de automação e controles, a indústria passou a estar muito próxima dos benefícios da tecnologia moderna e dos riscos e ameaças latentes. Quando um hacker infecta algum computador e passa a ter acesso a esta máquina, ele inicia seu processo de busca por informações relevantes ao negócio da empresa e/ou alvos internos que tenham grande representatividade. Os computadores de controle de produção, gestão de equipamentos de automação e/ou supervisão de produção são alvos de alto impacto ao negócio e com potencial risco, inclusive risco de vida, caso o hacker altere algum parâmetro de configuração e/ou interrupção de linha de produção sem o correto procedimento de parada. Uma vez que os computadores são ‘dominados’ pelo hacker, ele normalmente faz uma cópia de uma série de dados relevantes, guardando-a para si e, em seguida, realiza a criptografia das informações (arquivos de configurações, imagens gráficas de terminais, base de dados, entre outros) para, em futuro breve, fazer o pedido de resgate financeiro em troca da senha para descriptografar as informações. Desta forma, a indústria atacada não consegue realizar qualquer tipo de alteração de parâmetros de produção/configuração e até mesmo a monitoração da indústria fica comprometida e, com isso, pode ocasionar uma série de problemas, sendo o mais grave o risco de vida, pois pode-se ficar sem a possibilidade de conwww.informationmanagement.com.br

trole ou interação ao processo industrial, gerando risco de vida aos operários e/ou a planta industrial. Esse sequestro de dados irá impactar não somente a indústria, entretanto toda empresa que sofrer este tipo de extorsão terá graves consequências econômicas e outros possíveis prejuízos. Nos Estados Unidos, recentemente, foi registrado um caso de invasão em uma planta industrial, onde foram interrompidos o fornecimento de combustível em algumas linhas de distribuição de da empresa, ocasionando grande impacto para os negócios e para a economia daquela região. No caso de uma indústria sofrer algum tipo de ataque, é importantíssimo que a sua equipe de segurança cibernética esteja preparada e capacitada para gerenciar o incidente, identificando qual a porta de entrada e equipamentos comprometidos. A companhia deve possuir, de forma bem estruturada em sua área de segurança, os processos de monitoramento, proteção, detecção, resposta ao incidente, recuperação e análise post-mortem. Infelizmente, sabemos que não é possível evitar 100% que os hackers parem de tentar invasões e sequestro de dados. De acordo com algumas pesquisas, as estatísticas indicam que este mercado rendeu aos hackers no ano de 2021, e até o momento, U$$ 350 milhões, ou seja, a movimentação financeira é um atrativo e as leis internacionais são lentas quando há ocorrências entre distintos países.

NO CASO DE UMA INDÚSTRIA SOFRER UM ATAQUE, É IMPORTANTÍSSIMO QUE A SUA EQUIPE DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA ESTEJA PREPARADA E CAPACITADA PARA GERENCIAR O INCIDENTE. No entanto, um bom plano estratégico tático, possuir as ferramentas adequadas que possibilitem os técnicos atuarem tempestivamente, ter processos de segurança maduros e equipe de tratamento de incidentes bem treinada são mais que recomendáveis para a prevenção necessária e urgente. Trabalhar com todos os colaboradores um plano de conscientização cibernética, com campanhas periódicas de phishing (com e-mails simulando uma tentativa de distribuição de malware) no decorrer do ano vai contribuir para a eficácia da cibersegurança de toda empresa. Este tipo de simulação permite às corporações entender a maturidade de seus colaboradores por área e ramo de atuação e, assim, entender qual perfil está mais sujeito a “cair” em um e-mail de phishing verdadeiro. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 35


to Go e Sit

36 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR ANDRÉS DAGOTTO Vice-presidente, Líder de Technology Technical Community na IBM América Latina

5 razões pelas quais o software híbrido é o combustível da próxima geração de software

O ano passado testou a resiliência das operações de negócios, de todas as maneiras imagináveis. A pandemia pressionou as cadeias de abastecimento, dificultou o gerenciamento da força de trabalho e fechou partes de nossa economia. Hoje, mais e mais empresas são software. Isso significa que quando seu software não está mais disponível, todo www.informationmanagement.com.br

o negócio não está mais disponível. O investimento insuficiente em automação de nuvem, bem como a falta de compreensão de como os provedores de software baseados em SaaS realmente operam “nos bastidores”, colocou as empresas em risco. O que impulsiona a próxima geração de resiliência é o mo-

delo do software híbrido. Ele foi descrito como um software que pode ser executado em qualquer nuvem, mas o maior valor vem da automação, que conta com “operadores”. A maneira mais simples de descrever esses operadores é a automatização de tarefas comuns que uma equipe de operações de TI tradicionalmente faria manualmente. Isso é o que temos INFORMATION MANAGEMENT | 2021 37


automação de

CONTAS A PAGAR Robôs para lançamento de notas fiscais Buscadores de documentos nas origens Extração de dados de documentos Validações automáticas dos campos

Com uma visão integrada, automatizamos processos de pagamentos desde a captura da imagem ao lançamento no sistema, alinhando as regras de negócio aplicáveis à cada tipo de documento fiscal ou não fiscal pertinente, utilizando as tecnologias de OCR e RPA.

Robôs personalizados para o seu ERP Mais produtividade com zero digitação Redução de custos operacionais

o

t Go to go e site Sit

Suporta o crescimento do negócio

Base de conhecimento de documentos:

NFS-e NF-e CT-e

Energia Boletos Notas de Água débitos Telefonia bancários e recibos

38 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

(011) 2429-9160 vendas@earqconsultoria.com www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

feito há muito tempo em ambientes SaaS para reduzir custos operacionais. A diferença aqui é que agora integramos e entregamos essa automação junto com o produto, portanto, ela também passa por um nível muito mais alto de testes. É o que permite que o software seja executado em qualquer lugar, para citar uma de suas muitas vantagens. 1. O software de nuvem híbrida é muito mais confiável As empresas que compram software nem sempre têm tempo ou recursos suficientes para aprender todos os segredos de um aplicativo. Por isso, elas pedem aos fornecedores de software para gerenciá-lo, mas isso não as dispensam de ter que garantir a resiliência em um ambiente de nuvem. Isso pode ser difícil de conseguir com a maioria dos provedores de SaaS, pois eles não querem deixar os clientes “olha-

www.informationmanagement.com.br

rem para os bastidores”. A nuvem híbrida resolve esse problema permitindo que a equipe de TI da empresa, se necessário, execute tudo em seu ambiente de teste e depois o implante em toda a organização. Como alternativa, você também pode fazer com que o fornecedor do software o execute para você, proporcionando um nível mais alto de controle e visibilidade, bem como maior confiabilidade. Ao mesmo tempo, esse modo isola sua organização das consequências que um ambiente SaaS mal gerenciado pode ter. Se necessário, para garantir resiliência, a empresa pode reimplantar o software para outra nuvem ou provedor de serviços. 2. Gerenciamento simplificado do ciclo de vida dos aplicativos De atualizações de recursos do sistema a patches de segurança necessários, todo software passa por um ciclo de vida de

aplicativos que as organizações precisam manter atualizado. Particularmente em uma situação de violação de segurança muito crítica, a emissão de atualizações de software e a garantia de que toda a força de trabalho as baixe pode expor toda a organização a vulnerabilidades e, ao mesmo tempo, aumentar o tempo de inatividade do aplicativo. Em vez disso, as plataformas de nuvem híbrida permitem a entrega contínua de patches para manter a segurança e os que que melhoram a forma como o software funciona. 3. Operação global Nem mesmo os maiores provedores de nuvem têm data centers que oferecem cobertura global completa. Para operar com alcance mundial, as empresas precisarão de um conjunto mais amplo de data centers localizados, com flexibilidade para migrar de uma nuvem para outra se um

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 39


to Go e Sit

40 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

PARA MAIOR RESILIÊNCIA, AS EMPRESAS TAMBÉM PRECISARÃO DE MAIS FLEXIBILIDADE PARA AUMENTAR OU DIMINUIR SUA CAPACIDADE DE COMPUTAÇÃO EM PARALELO COM A DEMANDA. centro estiver offline. A pandemia e as mudanças climáticas deixaram claro que as empresas globais devem esperar o inesperado.

SaaS. Vamos pensar nisso como uma versão mais bem testada e mais comercializada do ambiente SaaS.

4. Automação das tarefas do “Dia 2”

Outro desenvolvimento interessante é que às vezes uma solução vem montada com componentes de vários fornecedores de software ou código aberto. Você prefere ter um operador desenvolvido diretamente pelo fornecedor do software ou pelo departamento de TI de uma empresa de software que pode não ter o mesmo nível de especialização? É o ecossistema de fornecedores de software que tornará as soluções completas mais confiáveis.

O software híbrido vem com automação integrada, o que significa que ele pega as tarefas do “Dia 2” e as automatiza. Dia 2 é um termo usado para descrever o que precisa ser feito desde o dia em que o software é instalado ou comprado. E, essencialmente, concluir essas tarefas do Dia 2 é o que os fornecedores de software oferecem. Infelizmente, essa dinâmica permite que eles usem atalhos porque esse comportamento não é visível para os clientes. Em contraste, com o software híbrido, as tarefas do Dia 2 vêm integradas como operadores, permitindo que os departamentos de TI observem mais de perto como o software está operando, mesmo em um ambiente www.informationmanagement.com.br

5. Escala automática para atender à demanda Para maior resiliência, as empresas também precisarão de mais flexibilidade para aumentar ou diminuir sua capacidade de computação em paralelo com a demanda. Um varejista pode ex-

perimentar uma multiplicação da demanda por seus produtos durante a temporada de compras de final de ano ou com a perspectiva de um possível fechamento ou falta de suprimentos. Um dos recursos avançados que a nuvem híbrida oferece é a capacidade de redimensionar o software com escala automática, adicionando mais capacidade horizontal e verticalmente. É uma coisa maravilhosa, especialmente porque mais provedores de nuvem estão facilitando o consumo de capacidade dinâmica. A automação é a chave para superar os desafios de negócios hoje, e a nuvem híbrida é o combustível que impulsionará essa nova geração de software. Na IBM, estamos convertendo portfólios inteiros de software para o modo híbrido. O motivo é garantir maior resiliência para nossos clientes, mas também reduzir o custo de operação do software para eles. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 41


Business Solution ELO Contract

Todos os contratos sob controle.

to Go e Sit

O

ELO Contract permite o gerenciamento e monitoramento de todos os tipos de contratos durante o seu ciclo de vida. A gestão de contratos digital da ELO é uma forma eficaz e segura para controle dos termos, durações e prazos dos seus contratos atendendo todos os requisitos legais, nunca perdendo dados ou datas importantes. As informações e os documentos relevantes são facilmente acessíveis em um local central no repositório do

ELO. Os fluxos de trabalho do ELO automatizam e unem processos em um único sistema, melhorando a colaboração interdepartamental e otimizando a produtividade. Esta solução baseia-se em métodos das melhores práticas para processos contratuais e pode ser personalizada para se ajustar aos seus requisitos. ELO Contract é uma solução testada e aprovada na prática. Você cria contratos, o ELO cuida do resto. www.elo.com/pt/contract · www.elo.com

42 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR BRUNO RAMOS Founder e CEO global da HartB

Machine Learning nas empresas: o que é e como aplicá-lo

É evidente que a tecnologia se tornou essencial para alavancar os negócios das empresas. De acordo com um estudo de 2021, realizado pela ThoughtWorks, consultoria especializada em TI, as companhias brasileiras que se declaram proficientes em tecnologia são as mais otimistas do mundo, e apontam 82% de crescimento em 2021. Nesse sentido, o Machine Learning tem se destacado como um dos www.informationmanagement.com.br

recursos mais promissores para os próximos anos. Mas, o que é e como aplicar o Machine Learning nas empresas? Braço importante da Inteligência Artificial e cada vez mais presente na atualidade, o Machine Learning, ou em tradução livre “aprendizado de máquina”, é um conjunto de técnicas computacionais que visam utilizar dados es-

truturados ou não estruturados para a elaboração de algoritmos que possam aprender padrões de forma independente. Trata-se de um aspecto da tecnologia que permite que os computadores consigam aprender sozinhos a tomar decisões. Essa ferramenta pode detectar padrões que não foram percebidos por humanos e, assim, propor soluções não pensadas antes. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 43


to Go e Sit

44 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

Nesse contexto, qualquer empresa pode aplicar o aprendizado de máquinas, desde pequenas e médias, até grandes companhias. Para isto, é necessário ter uma base sólida de dados dos problemas a serem solucionados. Nesse cenário, surge o profissional que terá uma função primordial na aplicação do Machine Learning nas empresas: o cientista de dados. Esse especialista irá analisar toda a problemática e traçar a melhor maneira de solucionar o desafio. Quando falamos sobre experiência do consumidor, por exemplo, o Machine Learning pode ser aplicado em agentes de atendimento automatizados como uma solução para responder às dúvidas de clientes por meio do processamento de linguagem natural. Assim, a tecnologia oferece ao usuário respostas ao chamado com qualidade e promove um atendimento mais ágil e assertivo. Desta forma, as técnicas de Machine Learning permitem o aumento da produtividade de

COM UM ESTUDO APROFUNDADO SOBRE MACHINE LEARNING E UMA APLICAÇÃO ADEQUADA NOS PROCESSOS, INÚMERAS ÁREAS DA EMPRESA PODEM SER IMPACTADAS POSITIVAMENTE. diversos processos em uma empresa, uma vez que é um conceito amplamente utilizado para automatizar processos, tornando-os mais rápidos e, consequentemente, mais práticos e eficientes. Assim, o Machine Learning contribui para a diminuição dos erros humanos e redução de custos das empresas a longo prazo.

As múltiplas aplicações do Machine Learning nas empresas Apesar de parecer complexo, essa tecnologia já é realidade e está extremamente presente em nosso dia a dia. Os tradutores de texto, por exemplo, contam com o Machine Learning presente em sua rotina. Isto porque, para viabilizar o trabalho, é preciso que um software assemelhe diversas questões relacionadas à língua, tanto com relação a ortografia, quanto expressões regionais. Outro exemplo, são os sites de compras online e aplicativos de geolocalização, além de outras tecnologias como reconhecimento facial e as próprias redes sociais. Existem alguns desafios que devem ser levados em conta durante a aplicação do Machine Learning nas empresas. Dentre eles, podemos citar a elaboração de bases de dados que atendam os algoritmos, além da importância do entendimento dos conceitos e técnicas por parte dos gestores da empresa. Também há uma importante necessidade de encontrar especialistas capacitados e, assim, evitar possíveis gaps durante a aplicação do recurso. Com um estudo aprofundado sobre Machine Learning e uma aplicação adequada nos processos, inúmeras áreas da empresa podem ser impactadas positivamente. Independente do campo ou do tipo de empresa, o Machine Learning pode otimizar toda a produtividade presente na cadeia dos colaboradores. No final, os resultados serão coletados, tanto pela instituição, quanto pelo cliente.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 45


POR SOFIA PAEZ Gerente de Marketing da Mercusys no Brasil

Dia da Informática e a importância dos profissionais da área

De acordo com um levantamento realizado pela IDC, empresa de pesquisa de mercado, o setor de Tecnologia da Informação deve crescer impressionantes 11% em 2021. Isso porque o segmento encontra-se em constate desenvolvimento devido à alta demanda por mão de obra qualificada e aos avanços tecnológicos que as empresas têm passado. 46 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

Não à toa, os profissionais especializados em TI se tornaram fundamentais no mercado de trabalho atual. Por isso, ao comemorarmos o Dia da Informática em 15 de agosto, é importante entendermos a importância dos responsáveis por garantir uma boa interação entre os usuários e o seu computador, criação de softwares e sites, suporte técnico, organização de

banco de dados, configurações em redes de computadores, entre outras funções. No passado, a principal função desse profissional era prevenir erros do sistema. Atualmente, ele atua de forma abrangente, possuindo um papel importante para o segmento empresarial. Com consumo da tecnologia fazendo parte dos negócios, as www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

empresas estão buscando a migração mais aprimorada e qualitativa para os meios digitais. As soluções adotadas pela área de TI passam a ter como principal meta a expansão da empresa, aperfeiçoando seus processos e focando em resultados. Para isso, um acesso estável e seguro das conexões de internet com a ajuda de dispositivos de rede é primordial. Nas organizações, eles garantem a integração e gerenciamento das nuvens, além da percepção das necessidades específicas do processo operacional, indicando quais devem ser as principais medidas para cada etapa. Por isso, são fundamentais no planejamento estratégico, contribuindo para uma visão assertiva de projetos e estabelecendo as atitudes tecnológicas necessárias para que os objetivos sejam alcançados. Com a pandemia da covid-19, as corporações tiveram que se reinventar, dando continuidade às suas atividades de forma remota. Para isso, a tecnologia foi o ponto principal. Os profissionais de TI tiveram que personalizar computadores para que pudessem ser utilizados em casa, possibilitando o acesso aos dados e aplicações da empresa. Esse trabalho veio acompanhado de ajustes na infraestrutura para suportar essa nova realidade. Segundo dados da Brasscom, Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, estima-se que até 2024 a demanda do segmento cresça, chegando em 421 mil profissionais. As procuwww.informationmanagement.com.br

COM CONSUMO DA TECNOLOGIA FAZENDO PARTE DOS NEGÓCIOS, AS EMPRESAS ESTÃO BUSCANDO A MIGRAÇÃO MAIS APRIMORADA E QUALITATIVA PARA OS MEIOS DIGITAIS. ras das empresas serão de 25% para Internet das Coisas (IoT),

11% em segurança, 10% em Big Data, 6% em Nuvem e 2% em Inteligência Artificial (AI). Hoje, quase todos os processos realizados nos meios coorporativos necessitam da tecnologia. Seja uma atividade simples, como o envio de um e-mail para um cliente, ou até algo mais complexo, como a segurança dos dados da empresa, tudo está ligado ao meio digital. Então, uma prática que tem sido muito adotada nesses ambientes é o investimento em dispositivos de Wi-Fi que otimizem e facilitem os acessos à internet. Assim, é possível ter um aumento de produtividade, facilitando as atividades que necessitam ser realizadas. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 47


to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR DALE TUTT Vice-presidente de soluções para os setores aeroespacial e defesa da Siemens Digital Industries Software

Análise de sistemas completos - mecânicos, elétricos, eletrônicos e software

Você acredita na rapidez do avanço da aeronave elétrica? E na promessa de táxi aéreo autônomo? Parece que a cada dia surgem notícias sobre como a mobilidade aérea urbana mudará a maneira de nos movimentarmos pelo planeta. Vivemos tempos incríveis para o nosso setor, com muitas inovações. www.informationmanagement.com.br

Nunca imaginei que trabalharíamos em aeronaves de emissão zero. É realmente incrível. Centenas, senão milhares, de empresas estão nesse segmento. Desde os fabricantes aos parceiros da cadeia de suprimentos, há uma grande pressão para ser o primeiro a comercializar um produto seguro e confiável. Na realidade, muitas das práticas

que funcionavam há 20 anos não atendem às complexidades e aos desafios de hoje, forçando os OEMs aeroespaciais e a sua cadeia de suprimentos a reformular sua abordagem de desenvolvimento de produtos, que começa com a engenharia de sistemas. Enquanto as empresas exploram os benefícios e custos de centenas de configurações de projeto e se preparam para os desafios INFORMATION MANAGEMENT | 2021 49


50 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

da certificação de aeronaves elétricas, a engenharia de sistemas permanece fundamental para o seu sucesso. Com a complexidade dos sistemas autônomos, controles de voo e integração de sistemas, as empresas muitas vezes têm dificuldade quando precisam contar com processos baseados em documentos para a engenharia de sistemas. Os requisitos podem estar em um banco de dados, planilha ou documento. A modelagem do sistema pode ser em Microsoft Visio ou SysML. A análise de segurança do sistema pode estar distribuída em uma variedade de ferramentas. Os dados de verificação e teste geralmente acabam em outra planilha do Excel. Tudo está desconectado. Para piorar a situação, grande parte dessa atividade ocorre em silos de trabalho isolados. Na área em constante evolução das aeronaves de futuro, conforme surgem novos requisitos e arquiteturas de sistema, essas abordagens baseadas em documentos são inviáveis, pois é quase impossível gerenciar a rastreabilidade ao tentar lidar com dezenas ou centenas de milhares de interações de sistemas. Certamente, uma abordagem mais digitalizada é a solução. Uma abordagem que possa conectar todos os aspectos de conceito, projeto, fabricação e manutenção. Quais funções de simulação, projeto generativo, certificação, manufatura aditiva e outras funções fundamentais poderiam ser conectadas em um fluxo contínuo e altamente automatizado? www.informationmanagement.com.br

MBSE em aeronaves elétricas As possibilidades ilimitadas neste segmento crescente de viagens aéreas podem ser vistas em todos os lugares, desde a Heart Aerospace na Suécia com seu avião regional totalmente elétrico que pode transportar 19 passageiros, até a Bye Aerospace com sua aeronave de aviação geral, além das várias startups de eVTOL (aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical). Existem dezenas de exemplos que combinam de forma única de propulsão, projeto de asa/rotor e aerodinâmica. As empresas líderes nesse segmento reconhecem a importância da engenharia de sistemas baseada em modelos (MBSE). A MBSE está ganhando popularidade porque é uma abordagem mais disciplinada à engenharia de sistemas. Ela garante um novo nível de integração e eficiência aos sistemas e processos complexos de vários desafios de diferentes domínios que os fabricantes de aeronaves do futuro enfrentam hoje. Quando as empresas migram para a MBSE, a colaboração é mais fácil entre os domínios e em toda a cadeia de suprimentos. É importante perceber que uma abordagem de MBSE vai além da modelagem funcional ou lógica. Ela serve como a “espinha dorsal digital” que une as atividades de engenharia, manufatura, cadeia de suprimentos e gerenciamento de programa, criando um thread digital abrangente. O thread digital é um composto de linhas digitais entrelaçadas e interconectadas, criando um ecossistema para a excelência na execução do programa.

Mas como a MBSE satisfaz os fabricantes de aeronaves elétricas hoje? Veja alguns exemplos: • Suporte para todo o ciclo de vida de desenvolvimento de produto A MBSE permite que as equipes solucionem, explorem e identifiquem o resultado ideal, que é então compartilhado durante o ciclo de vida do produto. O thread digital de MBSE é como a espinha dorsal digital, então o que acontece em um domínio ou disciplina é compartilhado por todo o ciclo de vida do produto e os dados são comunicados em todo o processo. Por exemplo, o motor elétrico é muito diferente do motor de turbina tradicional. O centro de gravidade está em um local diferente. Também tem um peso diferente. Antes de instalar o moto em uma aeronave, os engenheiros precisam pensar sobre as compensações gerais de peso e equilíbrio e como esses efeitos afetarão as atividades posteriores Outro desafio é: onde colocar as baterias? Uma aeronave totalmente elétrica apresenta um peso significativo devido às baterias. O uso de uma abordagem de MBSE permite que as equipes sejam diretas sobre como projetar e construir uma estrutura que agora inclui mais eletrificação. Obviamente, as baterias e, ainda mais importante, a densidade de potência são fatores fundamentais em uma aeronave elétrica (Figura 1). Vários novos desafios de projeto precisam ser tratados. E, ao superar os desafios de projetos, o risco do produto é reduzido e a certificação se torna mais fácil. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 51


Experimente uma maneira mais inteligente de trabalhar! O M-Files entrega os documentos que você precisa e automatiza tarefas tediosas. Com ele, você economiza tempo e dinheiro para reinvestir no que faz sua empresa crescer. Gestão de seus contratos, cláusulas críticas, assinaturas digitais, Gestão de RH ou Contas a Pagar. Tenha uma visão 360° centralizada, integrando seu Teams, Salesforce, G Suite, recuperando automaticamente o conteúdo que você precisa e quando você precisa. Não importa o que seja ou onde esteja salvo.

Simplifique as tarefas com o uso intensivo de documentos, minimize o erro humano e agilize os processos. As informações fluem com facilidade e segurança, mantendo os negócios e os cronogramas em dia. Acesse, de forma simples, os fluxos de trabalho de cada documento dentro de um processo e na etapa em que se encontra. Aumente sua produtividade e a satisfação de seus clientes.

M-Files é flexível e se adapta ao seu dia a dia. Solicite uma avaliação: www.ibsdocs.com.br INFORMATION MANAGEMENT | 2021 (11)52 3877-0047

to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

A propulsão elétrica provou ser mais confiável e fácil de manter. No entanto, a energia elétrica instalada aumenta a potência e a densidade da energia, gerando uma série de desafios de integração.

• Certificação

reguladoras.

A MBSE está se tornando amplamente utilizada, já que as empresas buscam certificar sistemas mais complexos e altamente integrados. A Federal Aviation Agency (FAA) dos Estados, a European Union Aviation Safety Agency (EASA) da União Europeia, além de outras agências reguladoras, estão exigindo uma abordagem de engenharia de sistemas mais organizada para os fabricantes e seus parceiros. O Departamento de Defesa (DoD) dos Estados Unidos também reconhece a necessidade da MBSE. O DoD considera a MBSE como um meio de comunicar os requisitos de forma mais eficaz aos OEMs e verificar se todos os requisitos foram atendidos. Um robusto thread digital de MBSE permite que as empresas acelerem seus processos de desenvolvimento e certificação de produtos e melhorem a comunicação com várias agências

E não é apenas o sistema de propulsão que é diferente. É toda a configuração do veículo. A FAA tem regras para aeronaves de asa fixa, regras para aeronaves de asas rotativas, e quando os primeiros rotores de pás inclinadas foram lançados no Bell 609, a FAA encarou o desafio de certificar um produto que estava entre uma aeronave de asa fixa e uma aeronave de asas rotativas. Tudo isso aumenta a complexidade dos requisitos de certificação, tornando a MBSE um componente fundamental na certificação de aeronaves.

www.informationmanagement.com.br

• Gerenciamento da arquitetura do produto A arquitetura do produto precisa garantir que os OEMs gerenciem todas as interfaces do produto. Como uma equipe conhece as interfaces do sistema elétrico com o sistema de con-

trole de voo que, por sua vez, faz interface com o sistema de propulsão? Todas essas funções representam interfaces que devem ser gerenciadas. Com a MBSE, as equipes têm um bom processo de gerenciamento de requisitos e podem vincular todos os modelos do projeto. Isso também garante ao OEM um bom plano de verificação. Os engenheiros podem usar a verificação no nível do componente, no nível do subsistema e no nível da aeronave, sabendo que todos os requisitos foram atendidos. Um thread digital de MBSE conecta os requisitos ao modelo, projeto, análise e, por fim, aos processos e artefatos de verificação. A automatização dessas transferências de dados usando um thread digital fornece rastreabilidade total. Além dos aspectos acima, outras áreas principais incluem gerenciamento térmico e tratamento da interferência eletromagnética. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 53


to Go e Sit

54 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

Abraçando a transformação digital Um thread digital de MBSE cria um processo de engenharia de sistemas baseado em modelo que conecta vários domínios dentro da empresa digital. Além de um thread digital de MBSE, há threads digitais adicionais de cada um dos domínios essenciais, conforme ilustrado na figura abaixo:

até o serviço, todos os dados pertinentes precisam estar facilmente acessíveis. É isso que quero dizer com um thread digital abrangente. Ele precisa funcionar para todos, independente da preferência do usuário por uma determinada ferramenta, e deve ser baseado em um ecossistema flexível e aberto que possa acomodar uma variedade de ferramentas para requisitos e modelagem de sistema, ga-

O thread digital de MBSE é a espinha dorsal de uma empresa digital e conecta o escopo técnico de um programa.

Por meio da forte integração de um thread digital de MBSE, as equipes desses domínios podem testar e ultrapassar os limites sem comprometer o trabalho posterior ou os prazos do projeto. Quando as empresas fazem a transição da modelagem de sistema para uma abordagem de thread digital, elas se beneficiam de um ecossistema aberto que permite o uso de qualquer ferramenta de modelagem de sistema e se conectar com todo o ciclo de vida de dados e informações necessários para certificar, entregar e manter novos produtos. Desde o projeto conceitual www.informationmanagement.com.br

rantindo aos clientes a capacidade de transportar suas ferramentas legadas e de arquitetura enquanto desenvolvem seus recursos de MBSE. Faça a migração hoje Muitas empresas do setor acreditam que a engenharia de requisitos ou modelagem de sistema significa MBSE. Até certo ponto isso é verdade. Mas a MBSE é muito mais que isso, pois também inclui segurança do sistema, engenharia de software, verificação - tudo bem conectado ao projeto do produto, otimização, manufatura e suporte ao produto.

As empresas aeroespaciais envolvidas no segmento de aeronaves elétricas estão implementando o thread digital Siemens MBSE para acelerar o desenvolvimento de produtos e se tornarem as primeiras do mercado. Elas estão avançando mais rápido do que a concorrência e atendendo às normas de orçamento do programa. Elas estão reduzindo o risco de alterações no projeto. E quando há uma mudança, elas têm um melhor entendimento de como fazer essa mudança e como lidar com os efeitos que podem surgir. Seja qual for a configuração em que você está trabalhando hoje - ou pensando em usar no futuro - a MBSE é a escolha certa para liderar nosso setor durante este período incrível.

A MBSE PERMITE QUE AS EQUIPES SOLUCIONEM, EXPLOREM E IDENTIFIQUEM O RESULTADO IDEAL, QUE É ENTÃO COMPARTILHADO DURANTE O CICLO DE VIDA DO PRODUTO. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 55


/metrofileoficial

/company/metrofilebrasil

A VELOCIDADE que os processos

de RH

PRECISAM

Solução para acompanhamento & gestão das informações dos colaboradores

Processos automáticos e mais ágeis de RH

Acompanhamento de atividades e status via dashboard

Lembretes de prazos e documentos faltantes

Formalização e análise documental dos prontuários ativos e inativos

Soluções de digitalização e guarda de documentos gerenciada

Assinatura eletrônica de documentos para validação

Tecnologia na identificação automática de documentos, armazenamento e extração de dados

to Go e Sit

www.metrofile.com.br www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR DR. CAIO SOARES Diretor médico da Teladoc Brasil

A transformação digital da saúde veio e não deve voltar atrás

Da agropecuária à prestação de serviço, seja qual for o setor da economia, os avanços tecnológicos já vinham impactando os mais diversos negócios nos últimos anos. A área da saúde não foge à regra. Porém, a pandemia do novo coronavírus expôs ainda mais o sistema de saúde a inovações que podem trazer melhorias para toda a cadeia: atendimento médico, medicina diagnóstica e procedimentos www.informationmanagement.com.br

cirúrgicos. Mais do que otimizar os processos, essas soluções digitais podem ainda aliviar a sobrecarga nos hospitais, melhorar o acesso à saúde e reduzir desperdícios importantes de tempo e recursos. Fatores essenciais agora, principalmente em países como o Brasil, em que apenas 25% da população tem plano de saúde, enquanto o SUS sofre falta de investimentos e demandas acima da capacidade de

atendimento. Engana-se quem pensa que inovações na saúde envolvem somente inteligência artificial, machine learning e robôs. Pelo contrário, a popularização de smartphones e o acesso à internet móvel rompeu a barreira entre online e offline, tornando possível a criação de recursos que são mais acessíveis e práticos para os brasileiros de difeINFORMATION MANAGEMENT | 2021 57


to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

rentes regiões do país. É o caso da telemedicina, que é uma tendência mundial e foi autorizada no Brasil pelo Ministério da Saúde em março do ano passado e vem auxiliando na Gestão de Saúde Populacional, que é responsável por promover o desenvolvimento e a disseminação de estratégias destinadas a melhorar a saúde da população. A regulamentação do governo é um passo crucial para que o setor continue se desenvolvendo e investindo cada vez mais em soluções digitais, que além de salvar e ajudar pacientes, podem trazer mais qualidade de vida aos brasileiros. Em outros países, o recurso já é amplamente utilizado, principalmente para atendimento de medicina básica, que totaliza cerca de 80% a 90% das necessidades de saúde de um indivíduo ao longo de sua vida. A telemedicina pode auxiliar no acesso aos cuidados primários, que segundo dados de uma pesquisa da Carolina do Norte, cerca de 60% dos problemas dos pacientes poderiam ter sido solucionados no modelo de atenção primária, o que teria gerado uma economia de três a sete vezes no custo total. Diante da pandemia da Co-

www.informationmanagement.com.br

A REGULAMENTAÇÃO DO GOVERNO É UM PASSO CRUCIAL PARA QUE O SETOR CONTINUE SE DESENVOLVENDO E INVESTINDO CADA VEZ MAIS EM SOLUÇÕES DIGITAIS. vid-19 no Brasil e no mundo, a aceitação e curva de utilização de novas tecnologias vem se acentuando, tanto para profissionais quanto pacientes. A telemedicina plena se destaca e vem sendo amplamente utilizada, já que à princípio demanda apenas o uso de um smartphone ou computador com acesso à internet. Este novo recurso tem sido muito usado na rede pública e privada de saúde para proporcionar atendimento médico à distância em casos de procedimentos eletivos

das mais diversas especialidades, assim como para tirar dúvidas da população sobre o novo coronavírus, sem que precise sair de casa. Apesar de parecer um contato impessoal à primeira vista, nas teleconsultas o médico profissional pode dar ainda mais atenção ao paciente por ter mais tempo disponível, diferente do que pode acontecer nos hospitais públicos durante um plantão em que há alta procura e o atendimento precisa ser mais ágil. Outra vantagem é melhorar o acesso à saúde em regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos, uma vez que a tecnologia elimina a distância. Além das teleconsultas, a telemedicina pode ser usada também entre os próprios profissionais da saúde para discutir casos e prescrever tratamentos mais assertivos de acordo com cada paciente. Essa transformação digital na saúde é um modelo ganha-ganha, uma vez que também torna a prática da medicina mais fácil e ágil para os profissionais. Por enquanto, no Brasil os atendimentos via telemedicina têm sido utilizados amplamente na Atenção Primária, por médicos da família e clínicos gerais, porém, já há uma adoção significativa de teleconsultas por praticamente todas as especialidades médicas e nas demandas por saúde mental e nutricional, por exemplo, muito ligadas a qualidade de vida e bem-estar do indivíduo. Portanto, a tendência para os próximos anos é que essa transformação digital ocupe todos os espaços disponíveis que hoje são analógicos e a telemedicina plena terá papel determinante nos sistemas de saúde. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 59


EVOLUINDO A MANEIRA COMO O MUNDO GERENCIA A INFORMAÇÃO

PRESTANDO O MELHOR SERVIÇO Soluções precisam físicos e

Access, fazer

ou

a

para gestão

digitais,

ciência.

empresas de

com

que

documentos

segurança

Soluções Access:

e

to Go e Sit

Estamos esperando o seu contato São Paulo

Itupeva

Rio de Janeiro

Curitiba

11 3612.6070 | 21 3541.3100 | 41 4063.8667 60 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.accesscorp.com.br

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR FILIPE MONTEIRO Gerente na ICTS Protiviti

Auditoria integrada: mirar o futuro para a geração de valor

Nos últimos anos, a atividade de auditoria interna tem sido questionada. A dúvida que persiste é se ela realmente agrega valor e não é só uma burocracia e uma despesa no fim do ano. Somado a isso, outra grande dificuldade é a auditoria interna conseguir mensurar de forma efetiva seu sucesso e o retorno de suas atividades para as companhias. No cenário atual, conforme as práwww.informationmanagement.com.br

ticas internacionais, a auditoria interna deve ser baseada em riscos para ser efetiva e auxiliar a companhia no atingimento de seus objetivos estratégicos. Outro viés importante da auditoria é o apoio ao compliance nas chamadas auditorias especiais derivadas de denúncias, ou avaliações independentes quanto à aderência da companhia a regulações como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) ou quanto a normas e políticas

internas, como a de suprimentos e gestão de terceiros. Uma nova visão e atribuição para a auditoria interna, que aparece como grande oportunidade para mostrar seu valor e conquistar de vez uma posição de destaque dentro das companhias, é a auditoria integrada. Este conceito surge a partir do modelo de pensamento integrado da Value Reporting Foundation, que reINFORMATION MANAGEMENT | 2021 61


to Go e Sit

62 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

presenta hoje a maior esperança de um framework consolidado de apresentação de informações financeiras e pré-financeiras, entre elas questões como o ESG (Environmental, Social and Governance). Neste modelo de pensamento integrado, a ideia é fugir um pouco da visão apenas interna da empresa e da mitigação de riscos para o atingimento da estratégia. A lógica por trás do pensamento integrado é levar em consideração a conectividade e as interdependências entre uma gama de fatores que afetam a capacidade de uma organização de gerar valor ao longo do tempo. Dentro desse conceito, incluem-se os capitais utilizados ou afetados pela organização, bem como as interdependências críticas, inclusive as compensações entre elas; a capacidade da organização de atender aos legítimos interesses e necessidades das principais partes interessadas; a adequação da organização ao seu modelo de negócios e de sua estratégia ao seu ambiente externo e aos riscos e às oportunidades enfrentados e as atividades; o desempenho financeiro ou pré-financeiro e os impactos de uma organização em termos dos capitais - passados, presentes e futuros. O pensamento integrado, desta maneira, busca garantir a sustentabilidade de uma empresa ao longo do tempo apoiado na geração de valor, que irá derivar de sua adequada utilização dos capitais financeiro, tais como aplicações, caixa, empréstimos; manufaturado, como máquinas, imóveis, estoques - exceto naturais; intelectual, ou seja, patentes, licenças, softwares; humano, a exemplo de competências e habilidades das pessoas; social, que inclui o relaciowww.informationmanagement.com.br

A AUDITORIA INTERNA VEM SE APRIMORANDO AO LONGO DO TEMPO. NO INÍCIO SE LIMITAVA A OLHAR PARA O PASSADO E APONTAR O QUE OCORREU DE ERRADO. namento com as partes interessadas, marca e reputação; e natural, como água, energia, biodiversidade. Em uma sociedade na qual os ativos intangíveis representam cerca de 80% do valor das empresas, inversamente proporcional à realidade dos anos 70, não faz mais sentido que a auditoria direcione todos os seus esforços para as questões financeiras e operacionais. Precisa haver uma atualização de conceito. Em paralelo com o crescimento do conceito do capitalismo de stakeholders, é hora de a auditoria gerar informações para o board de maneira independente, contemplando diversos temas relevantes aos principais stakeholders da empresa e antecipando a perda de valor ou demonstrando oportunidades de geração de valor. Para tornar possível esta nova visão e função da auditoria interna dentro das empresas é fundamental uma mudança de mentalidade. Em primeiro lugar, o perfil dos auditores internos terá que ser cada vez mais empreendedor, com visão de negó-

cios, inovador e orientado ao futuro e com conhecimentos múltiplos para realizar interface com diversas áreas dentro das organizações, além de proporcionar uma visão independente sobre como os recursos e capitais dentro de uma organização estão sendo geridos e utilizados. Outra consideração fundamental é a necessidade de digitalização da auditoria interna e o suporte da tecnologia por meio de ferramentas para que seja possível à auditoria pensar em oportunidades sem desistir de avaliar os riscos, ou seja, pensar no apoio ao ataque para “fazer o gol” sem deixar de resguardar a defesa. O resultado favorável se dá por fazer mais gols do que tomar. Neste quesito, a automação de controles, o monitoramento contínuo, a utilização de robôs e sistemas de GRC (Governança, Gestão de riscos e Compliance) são obrigatórios para que a auditoria mantenha sua função sendo realizada da forma adequada e ainda tenha tempo para a avaliação de fatores externos - percepção de stakeholders e megatendências com um olhar para o futuro. A auditoria interna vem se aprimorando ao longo do tempo. No início se limitava a olhar para o passado e apontar o que ocorreu de errado. Em um segundo momento, passou a mitigar a materialização de eventos de risco negativos utilizando ferramentas tecnológicas como apoio. Por fim, chega o momento de olhar para frente, auxiliar o board na tomada de decisão futura, permitindo ajustes de rota de maneira planejada e antecipada, já visualizando as tendências para garantir a perenidade e a sustentabilidade ao longo do tempo por meio da geração de valor, tanto para os shareholders, como também para os stakeholders. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 63


to Go e Sit

64 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR GUSTAVO HILSENRAD Gerente de Vendas Empresariais da Vertiv para a região SSA

O papel do data center na indústria de mineração

Mineração biticonA digitalização mudou profundamente as estruturas do setor de mineração. As empresas usam dados para lidar com desafios em áreas como a competitividade, o desenvolvimento sustentável, a coesão entre processos, a continuidade operacional e a gestão de capital humano especializado. Trata-se de um avanço muito importante para um setor que faturou, no www.informationmanagement.com.br

Brasil, em 2020, 209 bilhões de reais, o que representa uma participação de 2,5 no PIB (dados do Ministério de Minas e Energia). Esse é um segmento fortemente exportador, que disputa mercados com gigantes globais e vê a tecnologia digital como um elemento essencial para o crescimento dos negócios. Algumas das aplicações mais adotadas dizem respeito à Indústria 4.0, BigData, Business

Intelligence, Inteligência Artificial e IoT. Todos esses user cases dependem do data center para se tornarem operacionais. De acordo com o estudo “Impacto de las Nuevas Tecnologías en las Habilidades Requeridas en la Industria Minera” (Impacto das Novas Tecnologias nas Competências Requeridas na Indústria de Mineração), de 2018, realizado INFORMATION MANAGEMENT | 2021 65


to Go e Sit

66 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

pelo Conselho Mineral e Fundação do Chile, essa indústria tem operado usando um modelo misto que inclui tanto controle remoto como automatização. O setor é caracterizado pela tomada de decisões com base em dados e a coleta de informações detalhadas, a serem processadas nos data centers. Em 2050, o setor deve alcançar um nível de otimização que lhe permitirá a maximização do seu potencial tecnológico ao longo da cadeia de valor e de todas as operações. Na medida em que os processos industriais se tornam mais complexos, precisam estar disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. Tudo se inicia em um data center corporativo (TI) que pode estar a diversos quilômetros de distância e culmina com a convergência de vários

www.informationmanagement.com.br

processos de Tecnologia Operacional (TO), onde o trabalho é realizado. Espera-se que a tecnologia dos data centers contribua para um setor mineral mais limpo e mais competitivo ao proporcionar o desenvolvimento sustentável, riscos reduzidos, economia de custos e otimização de recursos (eletricidade e combustível).

radoras precisam ser capazes de expandir a capacidade em intervalos muito curtos, já que várias fontes de dados podem produzir dados melhores e em maior quantidade por períodos de tempo curtos.

Essa perspectiva é compartilhada pelo estudo Big Data in Mining (Big Data na Mineração), de 2020, realizado pela Escola de Ciências, Física e Matemática da Universidade do Chile, o qual destaca a importância dos equipamentos interconectados como um fator fundamental no desenvolvimento e na transformação do processamento mineral. Além de lidar com grandes volumes de dados por longos períodos de tempo, os data centers das mine-

O data center que atuará nos ambientes de produção do setor de mineração precisa ser projetado para aguentar as condições mais severas dos ambientes industriais, incluindo corrosão, umidade, ambientes com alta salinidade, altas temperaturas, poeira, grandes altitudes, terremotos e neve.

Data center implementado em ambientes industriais

Uma resposta a esse desafio pode ser o uso de data centers modulares pré-fabricados. Tra-

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 67


to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

ta-se de soluções que podem se adaptar às diferentes necessidades e realidades geográficas das empresas de mineração. Em termos de arquitetura digital da empresa de mineração, é comum que o data center modular

O DATA CENTER QUE ATUARÁ NOS AMBIENTES DE PRODUÇÃO DO SETOR DE MINERAÇÃO PRECISA SER PROJETADO PARA AGUENTAR AS CONDIÇÕES MAIS SEVERAS DOS AMBIENTES INDUSTRIAIS.

implementado na área de produção atue como um data center de Edge Computing ou um nó do data center principal. É fundamental garantir que todos os data centers da empresa de mineração otimizem ao máximo o consumo de energia. É recomendável, ainda, que sejam escaláveis e redundantes (para maior disponibilidade), com um Tempo Médio para Reparos (MTTR) satisfatório e sistemas de refrigeração que reduzem o consumo de energia em pelo menos 30% através do uso de economizadores de energia, baterias de íon-lítio e tecnologia de freecooling. Além disso, para os locais que demandam alimentação de energia constante, é importante incluir nesse projeto o uso de retificadores, inversores e unidades de UPS industriais. Desta forma, a continuidade de energia pode ser usada para dar suporte às redes LTE (Long Term Evolution) em sites e nos Sistemas para Execução na Manufatura (MES).

Monitoração e serviços especializados Outro elemento crítico do data center utilizado no setor de mineração é o uso de sistemas de monitoramento dessa infraestrutura crítica. Há data centers que contam com câmeras para monitoramento visual, além de sensores automáticos de temperatura, umidade, fluxo de ar e vazão de líquidos (monitoramento físico). Estes sensores suportam a operação autônoma do data center, de forma a prever potenciais problemas antes que eles ocorram e gerando respostas ágeis. Há casos de uso em que é fundamental contar com serviços especializados em gerenciamento, operação e manutenção dos data centers do setor de mineração. Isso permitirá diagnósticos preventivos e serviços de monitoramento, programas de manutenção, upgrades, trocas e retrofits. Serviços especializados oferecem, também, avaliações e testes profissionais que identificam lacunas na infraestrutura de energia para que haja uma maior disponibilidade dos sistemas de TI/ TO, bem como informações para planejar capacidade adicional. A adoção de BigData proporcionou uma mudança positiva para a mineração, combinando excelência no gerenciamento de dados com monitoramento eficaz do processo e, também, economia de energia. Projetar, implementar e gerenciar de acordo com as melhores práticas o data center é essencial para garantir a continuidade operacional de um setor estratégico para o Brasil.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 69


POR PAULO FRANÇA Gerente de Digital Consulting and Innovation da Engineering

A vez da tecnologia na adequação à LGPD

Sancionada em 2020, a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) continua trazendo dúvidas e incertezas sobre qual a forma correta de se adequar e quais passos devem ser seguidos para minimizar a exposição de dados. Isso acontece devido ao fato de que nunca houve uma legislação que remetesse a tantas disciplinas diferentes, envolvendo não só pilares jurídicos, como também de governança, cultu70 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

ra, processos, controles, tecnologia e segurança da informação, além dos seus respectivos subprocessos. O primeiro passo das empresas, que começou no segundo semestre de 2020, e continuou nos seis primeiros meses de 2021, foi o de olhar a adequação sob o aspecto jurídico, ou seja, fizeram uma avaliação e criaram um plano de adequação para mi-

nimizar riscos legais e fazer o mínimo necessário para poder ter uma resposta em eventual solicitação do órgão regulador, a ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais). Passada essa fase, agora já acompanhamos organizações se movimentando para implantar controles, ou seja, tecnologias e ações que buscam minimizar os riscos envolvendo esta disciplina, até então não tratada. www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

É válido afirmar que, assim como as necessidades jurídicas não têm uma resposta padrão e dependem de uma análise de cada empresa, a tecnologia também deve servir a essas particularidades. Um trabalho coeso de adequação à LGPD envolve, entre outras atividades importantes, o foco na análise de riscos atrelados às fragilidades que a empresa naturalmente possui e que merecem uma investigação própria e minuciosa. Sabendo quais são as suas fragilidades e quais os riscos a empresa está correndo, fica muito mais fácil e menos custoso fazer um plano de ação que vise diminuir as preocupações. A empresa pode se valer tanto de ferramentas simples que já existem no mercado ou desenhar uma solução própria de acordo com suas necessidades. Por isso, o primeiro passo é procurar auxílio de profissionais qualificados com experiência em tecnologia e LGPD. Num segundo momento é chegada a fase de análise de cada necessidade e particularidade da empresa para, só depois, tomar a melhor decisão. Em relação à coleta de dados, a empresa deve demonstrar visibilidade, transparência, intenções e motivações de seus processos, mas sigilo total no armazenamento e processamento. Ou seja, quando um titular disponibiliza seus dados a uma empresa, ele deve saber o que será feito com as informações e quais vantagens ele terá nessa operação, bem como se certificar de que outras pessowww.informationmanagement.com.br

as envolvidas não terão acesso a esses dados. Desta forma, o dado tem seu ciclo de vida completo, no qual é coletado, utilizado e posteriormente excluído. Hoje, toda empresa deve conhecer com exatidão o ciclo de vida dos dados pessoais e sensíveis que fazem parte da sua operação. Com esse conhecimento em mãos e entendendo o nível de exposição ao risco referente às áreas de tecnologia e segurança da informação sobre cada etapa do ciclo de vida, a organização poderá então avaliar quais as melhores tecnologias que atendem às necessidades de proteção dos dados durante este ciclo, entendendo os riscos, as arquiteturas, as integrações e as plataformas, entre outros. Vale lembrar que não existe receita de bolo ou um software específico que fará tudo isso, mas sim conceitos, tecnologias, e diversos serviços e frameworks que, isoladamente ou em conjuntos parciais, poderão atender na medida as necessidades do negócio.

A EMPRESA DEVE DEMONSTRAR VISIBILIDADE, TRANSPARÊNCIA, INTENÇÕES E MOTIVAÇÕES DE SEUS PROCESSOS, MAS SIGILO TOTAL NO ARMAZENAMENTO E PROCESSAMENTO.

empresa. Claro que boa parte do esforço em sequestrar dados pode estar atrelado ao dinheiro, mas em alguns ataques as motivações são diferentes. O hacker que vazou dados de 700 milhões de usuários, por exemplo, diz ter feito isso por diversão. Já a plataforma Lattes pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) saiu do ar por uma falta de manutenção dos equipamentos, Vale ressaltar que, sejam por meio de um servidor descoquais forem as necessidades da nectado. empresa, todo cuidado é pouco e as ações devem ser tomadas. Como, então, saber medir o Gigantes da tecnologia como investimento suficiente que gaLinkedIn e Twitter tiveram da- ranta segurança e não inviabilize dos violados, informações so- as operações? Conduzindo um bre compradores de ingressos processo de adequação e mada Olimpíada de Tóquio foram nutenção da LGPD de maneira distribuídas e milhões de dados responsável e com profissionais pessoais de brasileiros vazaram qualificados para que as tecnoe ainda não se tem certeza qual logias aplicadas sejam as mais a origem desse acontecimento. eficientes e menos custosas e possam garantir a proteção de Mas, a pergunta que fica é clientes, funcionários e stakese isso pode acontecer com sua holders. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 71


to Go e Sit

72 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MARCELO CARREIRA Diretor de Marketing da Access

Cinco benefícios de convergir para um RH baseado na web

A convergência de sistemas de tecnologia modernos traz muitos benefícios para sua empresa e funcionários, incluindo produtividade, facilidade de uso e controle de custos. Aplicativos de software complicados geralmente exigem manutenção e suporte caros. Convergir para um sistema de RH baseado na web aumenta a eficiência e libera recursos para outras atividades de RH. www.informationmanagement.com.br

O gerenciamento de recursos humanos baseado na web maximiza os investimentos, fornecendo uma visão holística da força de trabalho. Isso permite que os gerentes tomem decisões de negócios mais rápidas, reduzam custos e melhorem a produtividade. Sem fácil acesso aos dados dos funcionários, as empresas não conseguem antecipar e responder adequadamente às ne-

cessidades de recursos. Velocidade aprimorada Os departamentos de recursos humanos administram remuneração, benefícios e treinamento dos funcionários. A convergência de funções para um sistema baseado na web normalmente reduz o número de tempo administrativo necessário para conINFORMATION MANAGEMENT | 2021 73


to Go e i St

74 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

cluir tarefas e elimina a papelada desnecessária. Em vez de esperar no escritório ou ao telefone por ajuda, um funcionário realiza transações por conta própria. Funções comuns de autoatendimento geralmente permitem que os funcionários mantenham informações pessoais e insiram informações de cartão de ponto para aprovação do gerente. Além disso, os funcionários geralmente podem acessar um sistema de RH baseado na web a partir de suas casas ou na estrada. O fácil acesso os torna mais propensos a concluir transações, como relatórios de despesas, em tempo hábil. Maior eficiência Automatizar o processamento da folha de pagamento e outras transações reduz o número de pessoal necessário para gerenciar essas funções. Além disso, os sistemas baseados na web fornecem comunicações de dados seguras, backup de dados regular e um calendário consolidado da empresa. Em vez de instalar, configurar e gerenciar vários aplicativos de software, um único site baseado na web atende às necessidades. A equipe de um departamento de RH tem mais tempo para responder a perguntas pessoais e ajudar a resolver disputas de pessoal. Redução de custos Convergir para um sistema de RH baseado na web normalmente permite que as empresas criem um repositório de documentos para documentos de políticas e procedimentos. Isso permite que eles reduzam os custos www.informationmanagement.com.br

AUTOMATIZAR O PROCESSAMENTO DA FOLHA DE PAGAMENTO E OUTRAS TRANSAÇÕES REDUZ O NÚMERO DE PESSOAL NECESSÁRIO PARA GERENCIAR ESSAS FUNÇÕES. associados à impressão, embalagem e distribuição desses manuais. Além disso, esses sistemas baseados na web permitem que os funcionários insiram quadros de horários, solicitações de férias e informações de revisão de desempenho. Isso minimiza a manutenção e impressão de cópias em papel.

Consistência Quando uma empresa cresce rapidamente, garantir armazenamento e relatórios consistentes e seguros é um desafio. Os sistemas de RH baseados na Internet facilitam a inserção de descrições de cargos, competências, funções em aberto, salários, benefícios para funcionários e informações disciplinares no mesmo formato. Todos da equipe têm acesso a informações, eventos e recursos de treinamento. Planejamento mais preciso Uma gestão eficaz de recursos humanos garante que uma pequena empresa tenha a força de trabalho de que precisa para atingir seus objetivos estratégicos. O software de RH baseado na web geralmente permite que os gerentes gerem relatórios que mostram a utilização, o desempenho e o absenteísmo dos recursos. Usando essas informações, um gerente pode detectar tendências e reagir rapidamente. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 75


to Go e Sit


ARTIGO

POR MÁRCIA PILZ Coordenadora de BPO Jurídico do Grupo Benner

O impacto da decisão do STF na provisão financeira das empresas

Por muito tempo discutiu-se o índice de correção a ser aplicado nos débitos trabalhistas. A combinação de edição de leis, medidas provisórias e de interpretações jurisprudenciais acerca do tema, alteraram sucessivamente a aplicação dos índices de correção, ora INPC, IPCA-E ou TR, ora uma combinação de aplicação destes últimos. www.informationmanagement.com.br

No dia 18/12/2020, o Colegiado do Supremo Tribunal Federal - STF, após ser instado a se manifestar sobre o tema pelas Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) nº 58 e 59 e das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 5867 e 6021, decidiu pela inconstitucionalidade de aplicação da Taxa Referencial (TR) para

correção monetária dos débitos trabalhistas e dos depósitos recursais e por maioria de votos. Foi também decido que, até que o Poder Legislativo delibere sobre a questão, devem ser aplicados o Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo Especial (IPCA-E), na fase pré-judicial e, a partir da citação, a taxa Selic, índices de correção monetária INFORMATION MANAGEMENT | 2021 77


to Go e Sit


ARTIGO

vigentes para as condenações cíveis em geral. Tal decisão foi publicada dia 07/04/2021, sendo embargada conjuntamente pela ANAMATRA e a OAB, requerendo posicionamento quanto ao juro mensal de 1% a.m (art. 39, parágrafo 1º, da Lei nº 8.177), além do posicionamento quanto à taxa Selic, pois consideram que estes pontos nunca foram levantados nas ADCs e ADIs e, portanto, não poderiam fazer parte da decisão. Caso esses pontos não sejam revisitados, requerem que os efeitos da decisão só passem a valer a partir do dia 12 de fevereiro deste ano, quando foi publicada a ata de julgamento. A nova decisão categoricamente indicou que, do vencimento da obrigação até a citação, o índice aplicado deverá ser o IPCA-E, a partir da citação até o pagamento, deverá

A DECISÃO REPERCUTIRÁ EM NOVOS PROCESSOS; EM TODOS OS PROCESSOS TRABALHISTAS QUE ESTÃO EM FASE DE CONHECIMENTO; E NAS DECISÕES QUE TRANSITARAM EM JULGADO. www.informationmanagement.com.br

ser aplicado a taxa Selic. É importante considerar que a taxa Selic não poderá ser aplicada juntamente com juros mensal indicado no artigo 883 da CLT, uma vez que tal taxa, em sua composição, já abarca tanto a correção quanto os juros. A decisão, com a finalidade de respeitar o quesito julgado, trouxe modulação, indicando quando aplicá-la ou não. A decisão repercutirá em novos processos; em todos os processos trabalhistas que estão em fase de conhecimento; e nas decisões que transitaram em julgado, mas não deixaram expresso o índice de correção e juros. No entanto, a decisão não repercutirá nas decisões com trânsito em julgado, desde que tenham sido expressamente indicados os índices de correção e juros; e nos pagamentos já realizados. Considerando as informações trazidas e considerando o passivo trabalhista que a grande maioria das empresas possuem, podemos verificar, de forma genérica, que essa decisão trará impactos significativos. Claro que ainda falta observar a decisão que será exarada em virtude dos Embargos de Declaração, ainda não julgado. Com a aplicação da taxa SELIC é de se esperar que o valor do processo judicial trabalhista sofra uma redução, tendo em vista que no ano de 2020 o valor acumulado ficou em 2,45% e a expectativa para esse ano

é de chegar a 3,75% a.a., e não mais se aplica juros de 12% a.a. (artigo 883 CLT) na apuração dos débitos trabalhistas. O período do cálculo será determinante para indicar se a nova regra trará redução ou não ao valor do processo. Desta forma entendemos ser importante revisitar todos os processos que se enquadram na modulação da Decisão do STF, para readequá-los, considerando os índices IPCA-e e Selic. Comparativo de Valores Abaixo, é possível observar alguns exemplos da aplicação dessa decisão, considerando as regras antigas e a nova:

Nesse sentido, essa decisão trouxe possibilidades de reduzir o passivo trabalhista, dependendo da modulação a ser aplicada e do ano considerado em cada ação. Buscando a assertividade na quantificação do passivo, deve-se considerar uma análise individual de cada processo para se verificar a provável redução. A utilização de tecnologias como o BPO Jurídico de Cálculo, é possível garantir processos ágeis, por meio de recursos capazes de realizar todos os cálculos que envolvam valores da seara trabalhista, bem como fazer análises quantitativas do passivo das empresas. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 79


to Go e Sit

80 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MARIA ISABEL NORONHA Diretora da Cybersource

Como as empresas brasileiras estão se preparando para combater fraudes

O ecossistema de comércio digital no Brasil teve um avanço notável nos últimos meses, com a entrada de consumidores no mundo virtual e uma mudança profunda nos hábitos de consumo dos brasileiros. Muitos compraram em canais digitais pela primeira vez, passaram a usar novos meios de pagamento, como pagamento por aproximação e transferências em tempo www.informationmanagement.com.br

real, e se mantiveram afastados das lojas físicas. Em resposta a esse movimento, os estabelecimentos comerciais tiveram - e continuam tendo - que inovar para atender às preferências e comportamentos do consumidor, investindo em soluções para manter e crescer o negócio em tempos de crise econômica.

O efeito contrário desse movimento, no entanto, é o aumento dos ataques de fraudadores no mundo virtual. Aproveitando-se de vulnerabilidades em muitos e-commerces, realizam roubos de contas e dados e aplicam golpes cada vez mais elaborados. A segurança das transações, que sempre foi uma preocupação para quem compra e para quem INFORMATION MANAGEMENT | 2021 81


to Go e Sit

to Go e Sit

82 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

vende, tem se tornado um elemento ainda mais fundamental. E como os estabelecimentos comerciais estão se preparando para combater essas ameaças? Foi exatamente o que analisou uma pesquisa da Cybersource, empresa da Visa especializada em gerenciamento de pagamentos digitais, em parceria com o E-Commerce Brasil, realizada com empresas brasileiras de diversos portes e segmentos (varejo, bens físicos e digitais, serviços, viagem e entretenimento) nos meses de maio e junho deste ano. A preocupação com as fraudes ficou evidente. Do total de empresas entrevistadas, 77% afirmaram que sofreram ataques no último ano. Dentre os atributos que as empresas julgam ser mais eficientes no combate a fraudes, desponta, em primeiro lugar, com 46%, a análise do dispositivo utilizado na compra. O dispositivo, que pode ser o computador ou o smartphone, contém informações úteis para o antifraude, relacionadas a geolocalização, configurações do aparelho, histórico de uso. Ou seja, a análise de dispositivos viabiliza uma análise mais precisa do comportamento de uma pessoa em um site ou app. E, com esta variável, torna-se possível separar bons clientes dos fraudadores. Em seguida na pesquisa, aparecem a análise do comportamento do cliente e a autenticação de dois fatores por telefone. Quando olhamos para os níveis de chargeback (índice de contestações por parte do comprador, de compra realizada com seu cartão de crédito) por fraude nas emprewww.informationmanagement.com.br

COMO MEDIDA DE PROTEÇÃO EFICAZ PARA SEUS NEGÓCIOS, 77% DAS EMPRESAS AFIRMARAM QUE FAZEM USO DE SOLUÇÕES ANTIFRAUDE DE TERCEIROS PARA SE PROTEGEREM DE ATAQUES. sas consultadas, constatamos que eles ainda representam perdas financeiras significativas para o negócio: 54% afirmaram que seus índices atualmente alcançam até 0,5%; outros 43% dos consultados dizem que variam entre 0,5 e 1%. Reduzir esses indicadores é um dos principais desafios de empresas com forte presença no comércio digital. Como medida de proteção eficaz para seus negócios, 77% das empresas afirmaram que fazem uso de soluções antifraude de terceiros para se protegerem de ataques. O que chama a atenção é quando olhamos separadamente o comportamento das microempresas que participaram da pesquisa. Das empresas pesquisadas, as que não utilizam nenhuma solução antifraude são microempresas, apesar de 60% delas já contarem com ferramentas antifraude de terceiros. Isso reforça a percepção de que esses pequenos estabelecimentos comerciais entraram no mundo online muito rapidamente

durante a pandemia, mas não estavam necessariamente preparados para lidar com essas ameaças. É importante destacar que as soluções de gerenciamento de fraudes de terceiros agregam componentes de machine learning à inteligência e conhecimento de mercado para aprovar cada vez mais transações boas, barrando as transações suspeitas. Essa análise mais acurada é capaz de melhorar os índices de aprovação, aumentando cada vez mais as receitas do negócio. Quando perguntadas quais as três principais áreas de melhoria para o próximo ano, 74% das empresas pesquisadas apontaram que devem melhorar suas análises de fraude, 37% apontaram querer melhorar os processos de disputas, enquanto 49% do total respondeu que buscam melhorar suas taxas de aprovação de pedidos. O equilíbrio entre aceitar mais transações e barrar fraudes, nem sempre é simples. Por isso, soluções de gestão de fraudes devem entregar dados e insights suficientes para uma decisão mais assertiva. Pode-se concluir também pela pesquisa que uma predisposição das empresas em atualizar suas estratégias de prevenção de fraude para operar num comércio omnichannel que se tornou realidade no Brasil, oferecendo uma experiência ao usuário fluida e segura. A maioria dos entrevistados (60%) acredita que o e-commerce continuará ganhando importância em seus negócios. É um caminho que não deve ter volta! Cabe às empresas se prepararem para um mundo cada vez mais digital. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 83


Trabalhe de forma inteligente com o Ábaris Solução de gestão de conteúdo e automação de fluxos Com o Ábaris você faz a gestão de toda informação corporativa por meio de uma plataforma 100% digital

Captura Multicanal

Gestão de Documentos

Gestão de Processos

Certificação Digital

Saiba mais em abaris.com.br

to Go e Sit

84 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

by

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MATT MONTENEGRO CEO e cofundador da Pingback

Como encontrar sua audiência: 5 dicas para quem quer escrever e se identificar com o leitor

Escrever na internet se tornou algo muito comum e acessível para as pessoas, seja pelas redes sociais ou por sites especializados em notícias. Foi de olho nesse mercado que acabei criando a Pingback, que tem por premissa dar espaço para que escritores, sejam eles profissionais ou não, publiquem seus textos sem qualquer intervenção editorial, permitindo que conquistem sua prówww.informationmanagement.com.br

pria audiência. Pensando no público de quem quer escrever e encontrar sua audiência, preparei cinco dicas que vão te ajudar nesse processo. Confira abaixo: 1 - Pesquise sobre o assunto: Pode parecer óbvio, mas é muito importante pesquisar sobre o tema que deseja escrever. Isso

serve para termos veracidade na história, não passar fake news, trazer fontes confiáveis e também domínio no assunto. Não podemos escrever um texto com fatos que não foram checados. Lembre-se que mesmo pesquisando sobre o tema, é possível escrever sua opinião e defender seus argumentos. 2 - Saiba para quem você está esINFORMATION MANAGEMENT | 2021 85


Juntos por menos esforço e tributação mais inteligente

Tributação correta e atualizada diariamente no seu ERP

Parametrização Fiscal A resposta mais rápida e segura nas operações diárias de faturamento, e escrituração fiscal da sua empresa. Alíquotas e regras tributárias corretas, sempre! ICMS e ICMS/ST dos 26 estados e DF, IPI, PIS, COFINS, facilmente integráveis a ERPs, e-commerces ou outros sistemas.

Systax Light Parametrização fiscal voltada para pequenas e medias empresas. Solução econômica para saneamento de cadastro de produtos com as regras tributárias! Mantenha-se atualizado com as tributações de todas as suas operações com mercadorias, sendo elas: ICMS, ICMS/ST, IPI, PIS e COFINS, CEST, CST, DIFAL e muitos outros!

to Go e Sit

Para mais informações sobre nossas soluções para área fiscal e tributária: comercial@systax.com.br

(11) 3177-7707

R. Pamplona, 145 - 11º andar São Paulo/SP

86 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

systax.com.br www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

crevendo: Esse é o ponto principal para começar um texto. Para se ter uma escrita objetiva, rica e sem ser cansativa, é necessário saber qual o seu público-alvo. Por isso, pesquise o nível de conhecimento deles, procure saber o que eles leem, que tipo de assunto é interessante e quais os pontos relevantes. Dessa forma será possível tornar o texto mais específico e direcionado. 3 - Não escreva frases muito longas: Vivemos em na época do imediatismo, em que as pessoas buscam objetividade e informações rápidas. Por isso, procure escrever sentenças curtas e mais objetivas, dessa forma, o leitor não se cansa e nem desistirá da leitura. 4 - Use recursos linguísticos de www.informationmanagement.com.br

acordo com o seu público: Nem sempre escrever um texto é tão fácil quanto parece. Um texto é composto não só por conteúdo, mas também necessita de conhecimentos da língua. Entretanto, para que esses resultados sejam positivos, é preciso unir esses domínios linguísticos com as informações que você tem sobre seus leitores. Por exemplo, não adianta escrever com palavras difíceis e termos técnicos para leitores que não dominam o tema ou sejam leigos no assunto. 5 - Revise o texto: Por fim, por mais que você tenha lido diversas vezes enquanto produzia o texto, é essencial que ao concluir, faça uma revisão criteriosa para verificar se há alguma informação faltando, palavras repetidas, assunto fora do contexto ou er-

NEM SEMPRE ESCREVER UM TEXTO É TÃO FÁCIL QUANTO PARECE. UM TEXTO É COMPOSTO NÃO SÓ POR CONTEÚDO, MAS TAMBÉM NECESSITA DE CONHECIMENTOS DA LÍNGUA. ros gramaticais e ortográficos. Faça a revisão com calma para não deixar passar erros que poderiam ser evitados. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 87


to Go e Sit

88 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MICHELE LIGUORO Sales Director da Engineering

Por que as telcos devem adotar a estratégia Cloud Centric?

Quando falamos de Transformação Digital abordamos mudanças radicais de paradigmas em qualquer tipo de corporação e mercado. O setor de Telecomunicações, por exemplo, foi um grande precursor desse movimento ao iniciar a jornada de expansão de seu portfólio de serviços, indo além da tradicional oferta de voz e dados para soluções de conectividade, serviços de mídia, IoT e Enterprise Cloud. Somado a esse pioneirismo, a crise ocasionada pela Covid-19 produziu a aceleração de todas as www.informationmanagement.com.br

tendências de digitalização, e o setor deve aproveitar a oportunidade para intensificar a inovação de processos operacionais e de negócios, assim como criar receitas reinventando os modelos de negócios existentes. Essa transformação exigirá uma compressão significativa de custos e, acima de tudo, sobre como tornar o conteúdo disponível e utilizável. Neste ponto de vista, a visão centralizada das atividades e a integração completa com fornecedores externos certamente irão agili-

zar os processos. E, para suportar todas as inovações e tendências de digitalização, a nuvem é a chave da transformação digital porque é certamente o primeiro passo – Cloud Centric – para soluções escaláveis, resilientes, hiper personalizadas, repletas de Inteligência Artificial e omnicanalidade. Além disso, com a nuvem, as operadoras podem diminuir o foco em frentes como gerenciamento da infraestrutura e dar foco ao que, de fato, é necessário: o cliente. Hoje, ainda à luz da crise atuINFORMATION MANAGEMENT | 2021 89


to Go e Sit

90 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

al, a demanda por conectividade avançada tem se destacado dentro da estrutura da cadeia de valor do ecossistema. E o desenvolvimento de 5G terá um papel fundamental ao habilitar serviços para coexistir na mesma rede, com a garantia de segurança e eficiência. Neste sentido, o Network Slicing (ou, fatias de rede) proporcionado pela Edge Computing (Computação de Borda) torna possível subdividir a rede em várias “redes virtuais”, mas com base em uma infraestrutura comum, e, portanto, capaz de atender aos requisitos específicos de diferentes aplicativos, serviços, dispositivos e clientes. Esse tipo de infraestrutura facilita o desenvolvimento de novos modelos de negócios ao possibilitar a gestão simultânea e a consequente necessidade de suporte dos serviços diferenciados em termos de capacidade de transmissão e processamento imediato das informações coletadas dos sensores em campo, latência quase nula e confiabilidade, proporcionando assim uma solução viável para a crescente complexidade da rede. Para que isso seja possível, existem somente duas alternativas: ter Data Centers próprios, que são altamente onerosos, espalhados em todo o País, ou contar com um cloud provider robusto e com cobertura capilar do território brasileiro. Como vimos, o desafio 5G coloca o foco na importância de várias estratégias e avaliações operacionais. A evolução da rede e seu uso eficiente, por meio da automação e virtualização de funções, forma a base sobre a qual as telcos construirão serviços de valor agregado. Isso permitirá que eles se tornem verdadeiros provedores multisserviços, www.informationmanagement.com.br

AS OPERADORAS DE TELECOMUNICAÇÃO ESTÃO COMEÇANDO A SE MEXER. PROJETOS DE BIG DATA E OU SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO DIGITAL NA NUVEM JÁ SÃO UMA REALIDADE. capazes de oferecer complexas soluções que integram serviços proprietários e de terceiros, plataformas e tecnologias digitais, que por sua vez servirão como integradores. As operadoras de telecomunicação estão começando a se mexer de forma mais consistente nos últimos tempos. Projetos de Big Data e ou sistemas de integração digital na nuvem já são uma realidade, mas ainda muito precisa ser feito. Esse caminho exige grandes investimentos a curto e médio prazos, tanto na rede como na infraestrutura de TI, assim como na organização (processos e pessoas), que deve se tornar ágil e alavancar o capital humano. Dentro das operadoras já existe uma movimentação grande para esta jornada com programas de capacitação de seus profissionais e adoção de arquiteturas e tecnologias orientadas a dados, que permitem uma visão abrangente dos clientes e da organização, bem como o apoio a novos modelos de negócios. Como parte da ruptura digital

enfatizada pela crise da Covid-19, o desenvolvimento do setor depende da capacidade de customização dos serviços, que deve ser realizado com base no conhecimento completo do cliente, garantindo que ele tenha uma experiência de usuário positiva. Os dados pessoais são a chave para personalizar os serviços oferecidos, enquanto as técnicas de Analytics e Inteligência Artificial podem oferecer uma vantagem competitiva fundamental para o alcance desta meta desafiadora. As telcos, portanto, devem substituir a infraestrutura obsoleta e frágil, evoluindo no sentido de soluções que facilitem uma redução significativa dos custos, o que, consequentemente, conduzirá ao aumento da competitividade do setor e de mais flexibilidade perante a eventos sazonais com picos de procura, como Black Friday, dia das mães e Natal, por exemplo. Para conseguir isso, será necessário contar com integradores de sistema, ou melhor, parceiros, capazes de apoiá-los nesta profunda transformação de infraestrutura, processos e modelos de negócios. Isso significa que será necessário focar, incialmente, na nuvem para tornar as estruturas mais ágeis e, posteriormente, em automação com Blockchain, Inteligência Artificial, Análises Avançadas e RPA para oferecer um conjunto de produtos inovadores voltados para o aprimoramento e à eficiência da infraestrutura, com a consequente redução dos custos de gestão. Portanto, as palavras de ordem devem ser: visão estratégica, alavancagem das existentes ativos, centralidade da experiência do cliente e capacidade de colaborar na cadeia de valor de todo ecossistema. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 91


to Go e Sit

92 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR NATASHA DE CAIADO CASTRO Fundadora e CEO da Wish International

Revolução de costumes: A pandemia mudou a rotina e nos aproximou da ciência. Quais serão as tendências daqui pra frente?

O mundo não saiu ileso das mudanças provocadas pela pandemia da Covid-19, é claro, e agora especialistas vêm tentando entender e explicar qual cenário podemos esperar para o futuro. Meu trabalho é conectar pessoas e empresas de dentro do Vale do Silício e, frequentando esse ambiente fervilhante de inovação, tecnologia e ciência, venho notando também que as alterações sociais e econômicas cauwww.informationmanagement.com.br

sadas pela pandemia já começam e vão afetar cada vez mais nossas pequenas atividades do cotidiano e mínimos hábitos do dia a dia.

fenômeno: as roupas ficaram mais sóbrias e confortáveis, afinal, passaram a ser usadas para outros fins.

De 2020 até agora, o mundo ficou mais preso em casa, frequentou menos as ruas e socializou pouco. Assim, as lojas, bares e restaurantes tiveram que inovar em suas tecnologias para entrega, por exemplo. A moda acompanhou o

Mas agora, aos poucos as coisas retornam ao que a gente conhecia. Por aqui, no Vale do Silício, a máscara já não é obrigatória e o mundo parece mais com o anterior. O que vemos, em todas as áreas e o tempo todo, é que esse período de INFORMATION MANAGEMENT | 2021 93


WEBNEWS

to Go e i St 94 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

pandemia, é claro, levou a uma mudança profunda de paradigmas em quase todos os aspectos da vida, inclusive nas pequenas coisas, que podem passar despercebidas. A mudança para o home office dos profissionais, por exemplo, impactou até o mercado de sapatos, pois ninguém mais viu necessidade de usar certos tipos de calçados como saltos. Ou os cosméticos, como maquiagem. De casa, para que usar essas coisas? Há uma pequena revolução de hábitos e costumes acontecendo, estamos realmente reconfigurando nossas rotinas. Tudo isso só foi possível porque as mentes pensantes do mundo precisaram buscar inovação. A gente acompanhou isso com as vacinas, por exemplo, a capacidade do homem de inovar a partir de conhecimento e pesquisa, mas esse impulso não ficou apenas na ciência médica, mas em tudo. Na tecnologia para nos servir. Nas artes para entreter. Na moda para nos sentirmos melhor com a nossa própria pele durante o isolamento e trabalhando de casa. Tudo mudou e a pandemia nos mostrou como ino-

NESTE “NOVO NORMAL” OS AVANÇOS VÃO CHEGAR CADA VEZ MAIS RÁPIDO NO DIA A DIA DAS PESSOAS, JÁ QUE A IDEIA É QUE NÃO HÁ MAIS TEMPO A PERDER. var é necessário. E todas essas pequenas revoluções vão levar a uma outra mudança fundamental: a nossa aproximação ainda maior com a tecnologia e a inovação. Neste “novo normal” os avanços vão chegar cada vez mais rápido no dia a dia das pessoas, já que a ideia é que não há mais tempo a perder. A própria população

agora já sabe que não podemos mais prever o dia de amanhã com tanta certeza, então, vão exigir, buscar e querer soluções cada vez mais rápidas, eficientes e personalizadas. Com isso, listei algumas tendências que venho observado ao navegar pelas empresas e pessoas que compõem o Vale do Silício e vão ditar os rumos da inovação. Precisamos estar atentos e preparados já que o tal novo normal é o futuro de fato. Transportes - Tecnologia que vem desenvolvendo vários tipos, desde carros drones, trens supersônicos, turismo para o espaço, frotas particulares de aviões supersônicos etc. Todos já estão em estado avançado de estudo no Vale. Inteligência artificial - Há uma busca pela substituição, agora cada vez mais forte, de quase tudo que não seja intelectual por robótica e inteligência artificial, coordenadas por códigos e máquinas. O cérebro humano ficaria mais direcionado para questões estratégicas, éticas e filosóficas. Personalização - De tudo. Desde remédios com os exames rápidos feitos em casa e lidos pela telemedicina que se desenvolve exponencialmente durante a COVID-19, até a indústria farmacêutica, que se prepara para desenvolvimento de medicação exclusiva e entregue em casa. Mas também em vestuário personalizado, por exemplo, com espelhos inteligentes e mundo 3D. Biotecnologia - Estudos que têm permitido erradicar doenças e malformações embrionárias. Órgãos capazes de se adaptarem a organismos, possibilitando estender a vida na Terra.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 95


to Go e Sit

96 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR OTAVIO ARGENTON Country Manager da SoftwareONE

Liderança nas empresas: a chave para o sucesso dos negócios

Atingir o sucesso com o seu negócio está entre os principais objetivos de muitos C-levels ao redor do mundo. No entanto, o desempenho de um líder, está diretamente ligado aos resultados alcançados dentro de uma organização, uma vez que é este profissional que conduz e influencia o trabalho de toda equipe. De acordo com estudos da Gallup, o líder possui influência de até 70% www.informationmanagement.com.br

no engajamento dos funcionários com o negócio. Mas, qual é o verdadeiro papel da liderança nas empresas para que as metas sejam alcançadas? A grande fórmula para uma boa liderança nas empresas é promover um “palco” que contemple todo o time. Para isto, é necessário direcionar e construir um relacionamento saudável com os co-

laboradores. Não se trata apenas de conhecê-los ou estabelecer conexões, mas também garantir que todos estão buscando o mesmo propósito e promovendo uma comunicação aberta. Segundo o Fórum Econômico Mundial e Accenture, em seu Modelo dos Cinco Elementos de Liderança, os líderes atuais precisam desenvolver e exercer competências novas no INFORMATION MANAGEMENT | 2021 97


to Go e Sit

98 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

rias sejam avaliadas e possivelmente aprovadas. Dessa maneira, além de garantir maior interação entre os líderes e colaboradores, todos se sentirão inclusos nas decisões importantes da empresa. Outra prática interessante é a implementação da cultura de portas abertas, para que os colaboradores não tenham receio de abordar seus líderes para comentar suas percepções e sugestões para aplicar nas áreas em que atuam. As organizações que não incentivam esses tipos de iniciativas podem ter gargalos no futuro, uma vez que não estão ouvindo, principalmente, o que as novas gerações estão buscando. ambiente corporativo, como emoção, intuição, missão, propósito, intelecto, percepção, tecnologia, inovação e inclusão de stakeholders. Nesse contexto, os aspectos citados precisam fazer parte da rotina de um líder. Outros pontos importantes incluem escutar o ponto de vista de quem está no mesmo barco, seja por reuniões em grupo ou até feedbacks individuais, principalmente neste momento em que grande parte das organizações adotaram o trabalho remoto. Desta forma, é essencial oferecer uma resposta para essas dores e fazer com que o time entenda que soluções para resolvê-las estão sendo tomadas a curto, médio ou longo prazo. Como diminuir a distância entre os colaboradores e a liderança nas empresas? Os comitês são uma ótima opção para aproximar os colaboradores. Formados por funcionários que não têm um cargo de gestão, os grupos www.informationmanagement.com.br

NÃO SE TRATA APENAS DE CONHECÊ-LOS OU ESTABELECER CONEXÕES, MAS TAMBÉM GARANTIR QUE TODOS ESTÃO BUSCANDO O MESMO PROPÓSITO E PROMOVENDO UMA COMUNICAÇÃO ABERTA. podem abordar temas como cultura, desenvolvimento organizacional, saúde e bem-estar, entre outros. A sugestão é que os comitês se reúnam periodicamente e as possibilidades estabelecidas durante as reuniões sejam levadas aos gestores e ao time de liderança, para que o orçamento ou as ações necessá-

Investir no potencial dos colaboradores Além de acreditar no desenvolvimento da empresa, investir nos colaboradores valoriza e incentiva cada vez mais a equipe. Existe uma analogia sobre chegar com o elevador no último andar e mandá-lo de volta. Quanto mais indivíduos são auxiliados a alavancarem as suas carreiras e características de liderança, melhor. Desta maneira, compreender que o papel desempenhado pela liderança nas empresas não é apenas para a organização, mas também para a vida dos colaboradores é essencial. De nada adianta ser um grande líder e não ter em mente o momento da empresa, do mercado e de seus funcionários. É preciso ouvir, entender, estar aberto a mudanças, humanizar as relações e agir de forma resiliente para que o sucesso da organização se conecte ao da liderança. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 99


A ATS Tecnologia está no mercado há mais de 20 anos, oferecendo soluções inovadoras capazes de tornar mais simples e mais ágeis as operações diárias de seus clientes, garantindo o aumento de produtividade e a total segurança de seus dados.

AUTOMATIZE SUAS TAREFAS! A ATS utiliza as melhores ferramentas, oferecidas por parceiros considerados referências mundiais, como UiPath, OpenText, Workshare, SoftExpert, Litera, Alfresco, Equinix entre outros. O conhecimento técnico e a empatia a torna capaz de personalizar as soluções na medida exata para cada um de seus clientes.

Automação da Elaboração de documentos

Comparação automática de documentos

Repositório inteligente de documentos (ECM)

Automação do fluxo de trabalho com dashboard (BPM)

Automação de tarefas com robôs (RPA)

Infraestrutura em nuvem e Plano de Continuidade de Negócios

to Go e i St

100INFORMATION MANAGEMENT | 2021

11 3871-4119 www.atstecnologia.com.br www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR LUCIANA ALMEIDA

POR LINCOLN RIBEIRO

Head Comercial na Callflex

Head de Operações na Callflex

O desafio da cobrança digital: a personalização de jornadas em meio a massificação do atendimento Que o formato de cobrança digital possui inúmeras vantagens, todos nós sabemos. Quase 50% das pessoas entrevistadas em uma pesquisa realizada pelo IGEOC já negociaram uma dívida por um canal digital. Mas se tem tantas vantagens, tanto do ponto de vista da empresa como do usuário final, e ainda tantas pessoas acessando esse formato, por que ainda vemos alguns problemas recorrentes? Falta considerar a jornada, seja no planejamento, no histórico do cliente, nos acionamentos, nos canais, entre outros tantos pontos. É importante saber planejar os acionamentos, como entender o melhor dia para acionar aquele usuário, as datas de pagamentos de um boleto de acordo com o acionamento, a importância de considerar o histórico do cliente entregando diretamente o que ele precisa assim que o sistema o reconhece. Ou seja, se aquela pessoa tem um boleto em aberto, o sistema pode oferecer diretamente para ele a opção de uma segunda via, www.informationmanagement.com.br

por exemplo. Outro ponto a ser considerado é a importância de humanizar as operações. O uso de uma linguagem apropriada de acordo com o perfil do público, com vozes regionalizadas e expressões adequadas podem aumentar o desempenho de uma operação em cerca de 10%.

COM UMA JORNADA PERSONALIZADA, ENTENDENDO O SEU PÚBLICO, COM SCRIPTS ADEQUADOS, É POSSÍVEL SIM PERSONALIZAR A JORNADA MESMO COM GRANDES VOLUMES DE COBRANÇA.

É importante também conhecer e oferecer os canais mais adequados para o cliente, sem esquecer das possibilidades do negócio. No mercado digital é preciso ser multicanal e trazer a cobrança como forma não apenas de recuperar o valor devido, mas trazer aquele cliente de volta ao jogo, mantê-lo ativo no seu negócio. Sendo assim, o problema da cobrança digital não está no formato, mas sim na construção e aplicação da jornada. Com uma jornada personalizada, entendendo o seu público, com scripts adequados, é possível sim personalizar a jornada mesmo com grandes volumes de cobrança. É necessário que as tecnologias desenvolvidas sejam pensadas para melhorar o relacionamento entre empresas e clientes. Entender o negócio, o público e desenhar a jornada mais adequada, sempre tendo a tecnologia como suporte para uma melhor experiência de todos, este é o melhor caminho. INFORMATION MANAGEMENT | 2021101


WEBNEWS

Equipes de engenharia de software 50% mais eficazes Equipes de engenharia de software mais eficazes, ou seja, que apresentam maior desempenho, oferecem resultados 53% melhores na experiência e produtividade dos funcionários. A Pesquisa de Eficácia da Equipe de Engenharia de Software da Gartner de 2020 revelou os 3 fatores que determinam a eficácia dessas equipes no cumprimento das metas de valor para as partes interessadas e capacidade de resposta.

3 razões para ter um analista de negócios especializados em ECM para aumentar a assertividade A acirrada concorrência e a grande quantidade de dados gerados todos os dias pelas empresas aumentam os desafios da gestão. Prova disso é o resultado da pesquisa global da Experian, onde 95% das empresas disseram que a má qualidade das informações é o principal motivo da ineficiência das operações. Capturar e gerenciar dados com excelência é essencial para que o fluxo de trabalho tenha agilidade e fluidez. Mas, diante desse excesso de referências, como tornar esse processo dinâmico?

Empresa carioca se junta à uma das maiores companhias do mundo, no segmento de RPA Em um mundo de negócios onde o trabalho humano se desafia e se adapta, a chegada intensa da tecnologia se faz necessária, para que líderes possam buscar melhores maneiras de redesenharem seus processos internos. A automação RPA, é uma das saídas atuais para resolução dos problemas das maiores instituições existentes. Neste quesito, a carioca Redesign vem agregando inteligência e personalizadas estratégias às operações de grandes grupos, sendo hoje, eleita como proprietária de um dos melhores métodos da América Latina e consequentemente, responsável por amplos planos de solução.

A importância do armazenamento em multicloud híbrida As organizações estão enfrentando uma ampla e crescente variedade de desafios, causados pelo rápido crescimento do volume de dados, cujas soluções podem ficar restritas aos orçamentos disponíveis, que não acompanham esse ritmo exponencial. Qualquer que seja o alcance e a extensão de tais problemas, eles invariavelmente se combinam para diminuir o valor dos dados de uma organização.

Tecnologia da Oystr apoia escritório de advocacia Fundado em 1999, na Bahia, o escritório Matos, Valverde, Trindade & Leahy é uma sociedade de advogados que atua em todo o território nacional oferecendo serviços de contencioso cível, do consumidor, direito do trabalho, previdenciário, entre outras esferas do âmbito jurídico. Para lidar com o crescimento de suas operações e com o avanço tecnológico no segmento, o escritório optou por uma parceria em automação. Nesse processo, contou com o apoio da Oystr, referência no desenvolvimento de robôs inteligentes para a integração de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos

102INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


Conheça o que a Transformação Digital pode fazer pela sua área fiscal e Contábil. Reduza tempo de seus processos e ganhe eficiência e mais competividade! A TSCTI - Soluções Fiscais possui soluções exclusivas que automatizam, gerenciam e higienizam as informações de entradas dos ERP´s, garantido o máximo de Compliance das operações transacionadas e posteriormente a apuração e automação de geração de obrigações acessórias. A solução baseada em RPA | IA proporciona o mínimo de investimentos de implementação, manutenção e rápida instalação.

Se conecta aos principais ERP´s do mercado

Solicite um especialista e conheça a solução!

R. Dr. Geraldo Campos Moreira, 164 - 7° andar Brooklin | 04571-020 São Paulo - SP www.informationmanagement.com.br

www.tscti.com.br

to Go e Sit INFORMATION MANAGEMENT | 2021103


WEBNEWS

Panorama de Ameaças da Kaspersky: ciberataques crescem 23% no Brasil em 2021 O Panorama de Ameaças 2021 da Kaspersky - levantamento anual feito pela equipe de Pesquisa e Análise da empresa na América Latina - mostra aumento de 23% dos ciberataques no Brasil, nos oito primeiros meses de 2021, em comparação com o mesmo período do ano anterior. O relatório leva em conta os 20 malwares mais populares. Juntos, eles totalizaram 481 milhões de tentativas de infecção - média de 1.395 bloqueios por minuto. A conclusão dos especialistas é clara: a segurança do trabalho remoto precisa ser levada a sério e a pirataria deve ser removida das casas e ambientes empresariais.

4 dicas do escritório do futuro De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria KPMG, 66,2% das empresas entrevistadas já voltaram ou pretendem voltar presencialmente ao longo do ano de 2021, sendo que 87,3% dos entrevistados afirmam que adotarão um modelo híbrido. Este formato permite que os funcionários tenham a flexibilidade de trabalhar de casa e ir aos escritórios somente em dias determinados da semana.

Divisão Enterprise da NVIDIA lança solução para síntese de fala expressiva A Inteligência Artificial (IA) transformou a fala sintetizada do tom monótono das ligações automáticas e dos primeiros sistemas de navegação GPS para o tom profissional de assistentes virtuais em smartphones e speakers inteligentes. Mas ainda há uma lacuna entre a fala sintetizada por IA e a fala humana que ouvimos nas conversas diárias e na mídia. As pessoas falam com um ritmo, entonação e timbre complexos que são desafiadores para a IA produzir.

Compras online via smartphones atingem 87% dos brasileiros O acesso a smartphones, redes wi-fi e pacotes de dados com preços acessíveis transformaram o comportamento do consumidor no Brasil. Nos últimos anos, as visitas às lojas físicas têm sido substituídas por pesquisas de preço e compras via internet. E com um celular à mão, o brasileiro modificou a forma como são feitas as compras pela internet, e já é um caminho sem volta. De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, 91% dos consumidores conectados realizaram alguma compra em lojas online no último ano.

Robótica vai crescer até o fim da década e pode gerar até U$S 260 bilhões em 2030, projeta estudo do BCG O Boston Consulting Group (BCG) projeta um crescimento expressivo do setor de robótica até o final da década. Impulsionado por inovações de startups e empresas menores, avanços tecnológicos e mudanças no comportamento do consumidor, o mercado deve saltar de US$ 25 bilhões de faturamento em 2021 para entre US$ 160 bilhões e US$ 260 bilhões em 2030, diz a consultoria. Outra previsão do estudo é que os robôs de serviço, que hoje representam uma parcela pequena do mercado, devem se tornar os líderes do setor no final da década, representando de U$S 90 bilhões a US$ 170 bilhões do faturamento global em 2030.

104INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


Seja parceiro W3K Com o nosso programa de parcerias e canais realizamos alianças, com o objetivo de buscar sinergia e levar soluções cada vez mais completas ao mercado. Utilize as tecnologias da W3K para complementar a sua oferta, ampliando seu mercado endereçável e obtendo vantagem competitiva.

REVENDA ESPECIALIZADA

EXPERT NETWORK Participe de uma rede de indicação que beneficia a todos.

ENGINEERING CHANNEL Focado em empresas de engenharia, que desejam complementar sua oferta, incluindo tecnologia de EDMS e gestão de processos de engenharia em seu portfólio.

Comercialize com altas margens de retorno, soluções robustas adaptáveis às mais diversas necessidades em controle da informação. Implante serviços diretamente aos seus clientes com todo o suporte da W3K Tecnologia.

OEM Para empresas que oferecem soluções em software ou serviços e desejam estender sua oferta, incluindo tecnologia de ECM e BPM em seu portfólio.

ISV Upgrade do contrato de OEM com ampliação de margens e atendimento exclusivo. to Go e Sit

Aponte a câmera do seu celular para o código e tire todas as suas dúvida através do whatsapp www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021105


to Go e i St

106INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br

Profile for Guia Information Management

Revista Information Management JUL_AGO 2021  

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded