Revista Information Management DEZ 2021

Page 1

www.informationmanagement.com.br

A revista dos profissionais da informação Ano 15 - Número 103 Dezembro - 2021

FAÇA SUA INSCRIÇÃO ANTECIPADA NA FEIRA

A maior feira de tecnologias para o gerenciamento de

DADOS . DOCUMENTOS . INFORMAÇÕES DIAS 16 E 17 DE MARÇO EVENTO PARALELO

AMCHAM BUSINESS CENTER São Paulo/SP

Clique Aqui para fazer sua inscrição e visite a feira para

CONCORRER AO SORTEIO:

11a EDIÇÃO

Maior evento brasileiro sobre

ECM e Digital Business www.informationmanagement.com.br


2 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


www.informationmanagement.com.br

A revista dos profissionais da informação Ano 15 - Número 103 Dezembro - 2021

Tecnologia embarcada na cozinha Em parceria com a Tramontina, Ayga utiliza tecnologia IoT e desenvolve o Guru, cooktop inteligente. Por Prado Junior O que o Open Insurance muda para os usuários brasileiros? - Pag 14 www.informationmanagement.com.br

Oito passos para garantir o ingresso na carreira de desenvolvimento de software - Pag 21

Tudo será online? O que o ano de vendas online ensinou para o varejo físico - Pag 67

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 3


CONHEÇA OS APPS

RH – PRONTUARIOS, ADMISSÕES, GESTÃO DE DOCUMENTOS – FIS

Reduza custos, agilize os processos de contratação da sua empresa de forma descomplicada, ágil e segura por meio do APP e sistema WEB. Você efetua o cadastro do funcionário de maneira simples e descomplicada com captura da foto, assinatura e aceite de documentos para admissão, manutenção e demissão. Tudo isso com captura de documentos pessoais e profissionais mantidos em sistema de gestão com total segurança e controle. Seguindo a tendência do mercado corporativo, o grupo Arktec desenvolve projetos e soluções em BPO (Business Process Outsourcing) por meio de sistemas específicos, em conformidade com a necessidade de sua empresa.

Disponibilização de sistema web para a consulta; Velocidade na recuperação da informação; Baixo custo de pesquisa; Preservação da integridade do documento original; Auditoria de login; Armazenagem das imagens nos servidores da Arktec.

4 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

ENTRE EM CONTATO

 arktec@arktec.com.br www.informationmanagement.com.br ✉ www.arktec.com.br


para documentos de:

SCAL – CTE’S – DANFE’S – POD’S – JURIDICO – CONTRATOS

to Go e Sit

Unidade Barueri, Avenida Gupê, 10.565 Jardim Belval – Barueri/SP - (11) 4707 3351 www.informationmanagement.com.br

Unidade Campinas, Estrada Municipal Joannine Caumo, 302 Aparecida – Campinas/SP - (19) 3281 0154MANAGEMENT | (19) 3282| 2021 02045 INFORMATION


Tecnologia embarcada na cozinha Em parceria com a Tramontina, Ayga utiliza tecnologia IoT e desenvolve o Guru, cooktop inteligente.

Conteúdo do Mês O que o Open Insurance muda para os usuários brasileiros?

página 17

Oito passos para garantir o ingresso na carreira de desenvolvimento de software

página 27 Mobilidade Urbana: o compromisso com as próximas gerações

página 33 www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

página 10

PUBLISHER

Eduardo David eduardo@iima.com.br CONSELHO EDITORIAL

Walter Koch - Wilton Tamane - José Guilherme Junqueira Dias Angelo Volpi - Cinthia Freitas - Luiz Alfredo Santoyo - Christian Ribas Marcio Teschima - Carlos Bass ATENDIMENTO AO CLIENTE

Gicelia Azevedo

gicelia@iima.com.br

Luciana Gottsfritz luciana@iima.com.br REPÓRTER/EDITOR

Prado Junior

pradojr@iima.com.br

PRODUÇÃO GRÁFICA

Kevin Habara WEB DESIGNER

Igor de Freitas

igor@iima.com.br

ADMINISTRAÇÃO

Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br Mariana Dantas mariana@iima.com.br CENTRAL DE ATENDIMENTO - (11) 3392-4111 INFORMATION MANAGEMENT – Revista especializada no tema Gerenciamento de Informações, Documentos e Digital Business. Distribuição Nacional. Publicação oficial do INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT – IIMA - Rua do Bosque, 1589, Cjs. 809 e 810 Barra Funda - São Paulo – SP - 01136-001

Como a tecnologia inicia uma era de cuidados personalizados com a saúde

página

51

O INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA é uma organização que reúne profissionais e empresas que trabalham com processos envolvendo o gerenciamento de documentos e informações. Sua missão é promover a capacitação profissional e o desenvolvimento do mercado por meio um amplo portfólio de serviços como Cursos, Congressos, Consultoria, Livros e Publicações, Certificações, Workshops, Programas Educacionais ao vivo, entre outros. Um corpo multidisciplinar composto por Consultores, Analistas, Professores, Jornalistas e Pesquisadores está na base da produção do conhecimento gerado diariamente pelo INSTITUTO com o objetivo de ajudar os profissionais e empresas a lidarem com o Caos da Informação e a constante evolução tecnológica. O IIMA conta hoje com 40 mil profissionais participantes. DIREÇÃO

Eduardo David eduardo@iima.com.br

Tudo será online? O que o ano de vendas online ensinou para o varejo físico

Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br CONSULTORIA E CURSOS

Wilton Tamane consultoria@iima.com.br ATENDIMENTO AO ASSOCIADO

Gicelia Azevedo

gicelia@iima.com.br

CONSELHO TÉCNICO:

página 73 A era dos Ys e Zs: o que as gerações mais desafiadoras têm ensinado às marcas?

Walter Kock consultor, autor, palestrante Wilton Tamane consultor, professor e palestrante Márcio Teschima empresário, palestrante Tadeu Cruz professor, autor , palestrante Angelo Volpi notário, professor, autor e palestrante Carlos Bassi consultor, professor e palestrante José Guilherme J. Dias professor, consultor e palestrante Cínthia Freitas professora, autora consultora e palestrante PARA SE ASSOCIAR LIGUE: (11) 3392-4111 ou acesse: www.abeinfobrasil.com.br INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA Rua do Bosque, 1589, Cjs. 809 e 810 Barra Funda - São Paulo – SP - 01136-001 Tel: (11) 3392-4111

página 89 www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 7


Sua equipe hoje é estratégica ou passa o dia fazendo atividades repetitivas?

Atualizações de sistemas, conferência de documentos, envio de e-mails padronizados, atualização de planilhas, análises de quantidade massiva de dados e tantas outras atividades são repetidas diariamente por centenas de profissionais ao redor do mundo. Já parou para pensar como esses profissionais podem estar sendo utilizados de maneira pouco estratégica? Tarefas repetidas e com regras bem definidas não deveriam ser feitas por seres humanos. Mas talvez possam ser feitas por robôs.


Automação robótica de processos (Robotic Process Automation, RPA) é uma tecnologia de software fácil de usar para automatizar tarefas digitais. Com RPA, os usuários de software criam robôs de software, ou “bots”, que podem aprender, simular e executar processos de negócios baseados em regras. A automação RPA permite que os usuários criem bots observando as ações digitais humanas. Os bots de software de automação de processos robóticos podem interagir com qualquer aplicativo ou sistema da mesma forma que as pessoas, exceto que os bots RPA podem operar ininterruptamente, sem parar, muito mais rápido e com 100% de confiabilidade e precisão.

Características e benefícios do RPA: • Automatizar qualquer processo de negócio, de ponta a ponta; • Reduzir os obstáculos operacionais; • Organizar processos e dados complexos; • Fácil de usar; • Dimensionamento quase infinito; • Seguro; • Sem necessidade de suporte de TI; • ROI rápido e agilidade de implantação; • E muitos outros!

to Go e Sit

Saiba mais sobre os serviços especializados de RPA da AX4B e sobre a plataforma Automation Anywhere, principal solução de RPA do mundo.

AX4B.COM

CONTATO@AX4B.COM

(11) 3230-2760

Siga @ax4bgroup nas redes sociais


MATÉRIA DE CAPA

Tecnologia embarcada na cozinha Em parceria com a Tramontina, Ayga utiliza tecnologia IoT e desenvolve o Guru, cooktop inteligente. Por Prado Junior

A

internet das coisas (IoT) auxilia, cada vez mais, na rotina das pessoas em diferentes necessidades e por todos os cantos do mundo. Esta certeza, levou o engenheiro especializado em microeletrônica embarcada e empreendedor da inovação Luiz Francisco Gerbase a criar a empresa Ayga. Há quatro anos, ele vem dedicando seu conhecimento na construção de projetos que utilizem IoT para gerar impacto na sociedade. E a persistência trouxe como resultado o primeiro cooktop inteligente do Brasil, desenvolvido pela Ayga em parceria com a Tramontina. A expertise e a visão de futu-

ro do executivo o levaram a incrementar o desejo da Tramontina de incorporar tecnologia de ponta em seus produtos. O cooktop inteligente que, inicialmente, contaria com recursos para mensuração de peso e temperatura dos alimentos, ganhou mais funcionalidades, tornando-se altamente conectado com banco de dados de receitas e um aplicativo de interface. Mas a inovação aplicada vai além desse ponto, já que o Guru foi concebido para ensinar pessoas que não têm familiaridade com a cozinha a cozinhar. É a inteligência dos dispositivos domésticos alçada a um novo patamar, garantindo mais eficiência

e efetividade a qualquer atividade, das mais simples às grandiosas. “Quando o projeto foi concebido, há quatro anos, a pretensão de lançar no mercado um cooktop capaz de ensinar pessoas a cozinhar era bastante ousada. Hoje, a conectividade de dispositivos é uma realidade cada vez mais presente”, observa o CEO da Ayga, Gerbase. Para ele, as novas redes de comunicação IoT, como Sigfox, LoRaWan e redes de celular, como 5G, estão viabilizando uma série de aplicações de supervisão a longa distância e baixo custo. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO E TESTES Do conceito ao lançamento, o cooktop Guru levou cerca de quawww.informationmanagement.com.br


tro anos para ser desenvolvido, testado e, só então, disponibilizado ao mercado.

recerem todos os conceitos,” diz ele. Ao longo do projeto, diversos protótipos foram utilizados antes de existir o cooktop inteligente que está sendo lançado no mercado. “A cada teste, as pessoas alcançavam melhores resultados e isso nos motivou ao longo de todo o processo”, acrescenta Moraes.

João Ricardo Wagner de Moraes, sócio e CTO (Chief Technology Officer) da Ayga, conta que o primeiro passo foi consolidar o método de mensuração da temperatura do alimento através da medição indireta. O procedimento funcionou e, a partir daí, o cooktop começou a ser desenhado, com todas as suas funcionalidades. “Hoje, parece óbvio ter o aplicativo e as funções (balança, sensor de temperatura, controle de potência), mas na época era muito conceitual”, lembra Moraes.

www.informationmanagement.com.br

Equipe da Ayga realizou dezenas de testes em busca de melhorias contínuas para o produto Sem benchmarking no mercado, o desenho do projeto foi feito por meio de design sprints e muita interação multidisciplinar com diferentes equipes da Tramontina. “Levantamos ideias, abrimos possibilidades e apresentamos protótipos funcionais para aos poucos amadu-

A experimentação deu origem às melhorias contínuas. No primeiro teste realizado foi observado que seria mais adequado manipular o sistema a partir do próprio cooktop do que do aplicativo no celular, principalmente, durante o processo de preparação das receitas. Com o conceito desenhado, o projeto começou a ser desenvolvido, inclusive o banco de dados que se tornaria um diferencial do cooktop Guru. MoINFORMATION MANAGEMENT | 2021 11


Trabalhe de forma inteligente com o Ábaris Solução de gestão de conteúdo e automação de fluxos Com o Ábaris você faz a gestão de toda informação corporativa por meio de uma plataforma 100% digital

Captura Multicanal

Gestão de Documentos

Gestão de Processos

Certificação Digital

Saiba mais em abaris.com.br

by

12 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


MATÉRIA DE CAPA

raes argumenta que o resultado foi surpreendente por permitir que alguém sem habilidade para cozinhar conseguisse executar uma receita complexa. “Ensinar pessoas a entrar nesse mundo usando tecnologia é simplesmente incrível”, resume. João Ricardo salienta ainda que há diferentes maneiras de usar o produto. Para quem dispensa a orientação ou não sente a necessidade de seguir uma receita, é possível usufruir a vantagem de controlar remotamente o fogão e de obter dados importantes, como as medidas precisas de peso e temperatura. O Guru é um cooktop de indução com recursos inteligentes viabilizados pela tecnologia IoT. Assim como outros smart products, tem na conectividade sua característica central e, graças a ela, é capaz de coletar, armazenar e processar uma série de informações, entregando praticidade para os usuários. A conectividade do dispositivo é feita por meio de bluetooth e Wi-Fi.

Luiz Francisco Gerbase e João Ricardo Wagner de Moraes exibem o cooktop Guru

www.informationmanagement.com.br

SOBRE A AYGA O projeto do cooktop Guru marcou o início das atividades da Ayga, empresa com sede no Parque Tecnológico da Universidade do Vale dos Sinos (Tecnosinos), que já nasceu embasada pela extensa experiência de seu CEO, Luiz Francisco Gerbase. O executivo contabiliza em sua trajetória o desenvolvimento de mais de 500 produtos de hardware e software de classe mundial, atualmente exportados, e que fazem parte do acervo tecnológico da Altus Sistemas de Automação, empresa que co-fundou no início dos anos 1980Gerbase também é cofundador das empresas Teikon e HT Micron, que lançaram as tecnologias de montagem de produtos com tecnologia SMT e packaging de microeletrônica, vetores tecnológicos fundamentais para o desenvolvimento do país. Além disso, é o responsável técnico no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio Grande do Sul (CREA-RS) pelos equipamentos e projeto de automação de mais de 22 plataformas de petróleo da Petrobrás – oito delas operando em campos do pré-sal. Seu sócio e CTO da Ayga, João Ricardo Wagner de

Moraes, é engenheiro de controle e automação com mais de 15 anos de experiência na área de P&D de produtos embarcados, incluindo o setor de automação industrial com papéis de coordenador de projeto e gestor de equipe em projeto de hardware e software, além de experiência internacional. Para Gerbase, o projeto do cooktop Guru é uma amostra do potencial e da qualidade dos serviços desenvolvidos pela Ayga. A empresa, como fornecedora de solução em IoT, desenvolve sistemas de controles inteligentes que podem ser manipulados de forma remota, como a gestão de temperatura de medicamentos termolábeis (como vacinas) ou da cadeia de frios, por exemplo. “Nosso sonho grande é estar entre as líderes mundiais de Internet das Coisas (IoT)”, comenta Gerbase. “Estamos convictos de que, com o conhecimento e a experiência que temos no mercado global, conseguimos projetar e fabricar esses sistemas de forma muito competitiva”, complementa Moraes. A dupla adianta que “tem muito produto de alto impacto vindo por aí”. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 13


14 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 15


to Go e i St

16 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR ALEX KÖRNER

Cofundador e CIO da 180° Seguros

O que o Open Insurance muda para os usuários brasileiros?

O

lhando o mercado de seguros, que vem passando por profundas mudanças nos últimos anos, uma das pautas de maior discussão, atualmente, é a agenda do Open Insurance, que segundo bem define a Superintendência de Seguros Privados (Susep) é a possibilidade de consumidores de produtos e serviços de seguros, previdência complementar aberta e capitalização permitirem o compartilhamento de suas informações entre diferentes sociedades autorizadas/credenciadas, de forma segura, ágil, precisa e conveniente. Para entregar esses benefícios ao consumidor, o Open Insurance operacionalizará e padronizará o compartilhamento de dados e serviços por meio de abertura e integração de sistemas, com privacidade e segurança. Mas, o que muda, de fato, para o cliente? Parece uma reflexão simples, mas vejo, muitas vezes, pessoas perdendo oportunidades, pois não param para analisar profundamente as mudanças que podem ocorrer, para além citadas globalmente, tal como transparência, aumento da competitividade entre

www.informationmanagement.com.br

os concorrentes, surgimento de novas empresas, preço mais justo para o cliente e outras menções. E esse combo é muito bacana, mas, na prática, não responde como pode mudar a vida de cada cliente, individualmente, e como cada pessoa que tem seguro de cartão, vida, residencial e auto (para carros) pode aproveitar o Open Insurance em seu dia a dia.

Como player, entendo que a primeira mudança será no que costumo chamar de arena de competição, no qual empresas que estão em cada mercado não atuam mais somente em seu próprio cenário, mas além - sejam bancos, varejistas ou, no nosso caso, no setor de seguros. Isso porque, alguns dos principais atores de cada setor estão,

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 17


to Go e Sit

18 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

naturalmente, expandindo e aumentando seus ecossistemas em novos negócios que façam sentido ao seu modelo de negócio principal, movimento que é acelerado por inúmeros fatores - principalmente as novas regulamentações estruturadas pelo Banco Central, que começam em 2010, com a abertura do mercado de adquirência do Brasil; seguido em 2013, pelo Marco Legal da Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB); e depois uma série de regulamentações. Essas iniciativas criam novas possibilidades de empresas e negócios, ao mesmo tempo em que estabelecem uma convergência na qual, mesmo sem sair de seus setores (bancos ou varejistas, por exemplo), empresas que ofereçam os mesmos produtos ou serviços - como, por exemplo, carteira digitais com ofertas de empréstimos - acabam competindo entre si. O cliente é de todos! Junto a arena de competição, o Open Banking lidera a mudança, permitindo que cada consumidor final um controle suas finanças de forma 100% digital, integrada e, quem sabe, a partir de um único aplicativo.

de Programação de Aplicativos) das seguradoras/insurtechs disponíveis para conectar em qualquer lugar. O cliente, nessa perspectiva, terá acesso ao seu dado e é dono dele. O que ainda precisa ser definido é quanto o ambiente tecnoló-

JUNTO A ARENA DE COMPETIÇÃO, O OPEN BANKING LIDERA A MUDANÇA, PERMITINDO QUE CADA CONSUMIDOR FINAL UM CONTROLE SUAS FINANÇAS DE FORMA 100% DIGITAL, INTEGRADA E, QUEM SABE, A PARTIR DE UM ÚNICO APLICATIVO.

gico das empresas que participam direta ou indiretamente no mercado de seguros vai estar pronto para dar essa nova experiência digital. São muitas perguntas que ainda não temos resposta, mas com o Open Banking, as seguradoras e insurtechs poderão já vislumbrar elementos que podem direcionar, possivelmente, para os impactos no mercado de seguros. Em um cenário de convergências, no qual os desafios são a experiência digital do cliente, o trunfo será como se diferenciar nessa nova arena. Uma das respostas pode estar no “Be cliente”, ou seja, pensar e direcionar produtos e serviços a partir da ótica do consumidor. Uma vez que ficamos, cada vez mais, parecidos, o que nos separa e diferencia como players é como podemos atender os clientes como gostaríamos de ser atendidos, seja no produto, na jornada, na experiência ou no atendimento. A grande diferenciação nos fará voltar ao básico (e principal): os clientes!

O Open Insurance, por sua vez, permitirá ao cliente/usuário ter uma carteira digital apenas de seguros, podendo comprar, cancelar ou abrir um sinistro de forma 100% online, possivelmente também a partir de um único app. Em seguros, a iniciativa regulatória considera o acesso de APIs (Application Programming Interface, ou, em português, Interface

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 19


A Growtec deseja à todos um Feliz Natal e Próspero Ano Novo repleto de saúde, felicidades e relizações.

20 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


A Growtec é uma empresa brasileira e conta com mais de 20 anos de experiência no mercado de TI, atuando no mercado nacional e internacional, com centenas de projetos e cases de sucesso. Hoje, é referência em projetos de automação e extende sua atuação além de RPA para projetos de hiperautomação com Chatbots, Low Code, Process Mining, Deep Learning, Cibersecurity e Gerenciamento de Dados. to

Go e Sit

Grupo Growtec grupogrowtec www.informationmanagement.com.br

Saiba Mais

(11) 3288-3355

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 21


to Go e i St to Go e Sit

22 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR ALFREDO FREITAS

Diretor de Educação e Tecnologia da Ambra University

Brasil com escolas híbridas em 2022 O número de professores atuantes no ensino remoto é duas vezes maior que no presencial - somente no Ensino Superior. Nesse cenário, como se dá a interação pedagógica nesse ambiente virtual? Segundo estudo da Organização Todos Pela Educação, seis em cada 10 professores estavam matriculados na formação em EAD. Só na rede Privada, que forma atualmente 72% dos futuros professores do Brasil, dobrou o número de graduados em cursos EAD em 4 anos: foram 49,4 mil concluintes em cursos a distância em 2013 e 98,5 mil em 2017.

A

lenta retomada das aulas presenciais nas escolas e universidades brasileiras tem estimulado que muitos recursos adotados durante o ensino remoto - ampliado pela pandemia - incorporem o currículo escolar também em 2022, tornando o ensino híbrido uma realidade. Dados divulgados pelo Inep, indicam que há mais ingressantes nos cursos EAD do que nos presenwww.informationmanagement.com.br

ciais. Os números mostram que a quantidade de alunos em graduações a distância no Brasil saltou 378% em dez anos. No Brasil, aumentou o número de estudantes via Educação a Distância (EAD), em 378% em dez anos, de acordo com a pesquisa divulgada recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Nessa nova realidade conectada e interativa, como funciona a prática pedagógica no dia a dia, na interação professor-aluno? Ao longo dos mais 15 anos de experiência, atuando como diretor de ensino na universidade americana Ambra University - que ensina totalmente online em português a mais de 10 anos nos EUA, acredito na importância do ensino online e a interação professor-aluno nas atividades acadêmicas. Nós da Ambra University acreditamos que o estudante não é o único responsável pela excelência acadêmica. Seria uma falácia dizer que ‘quem faz o curso é o INFORMATION MANAGEMENT | 2021 23


A ATS Tecnologia está no mercado há mais de 20 anos, oferecendo soluções inovadoras capazes de tornar mais simples e mais ágeis as operações diárias de seus clientes, garantindo o aumento de produtividade e a total segurança de seus dados.

AUTOMAÇÃO DE TAREFAS! A ATS utiliza as melhores ferramentas, oferecidas por parceiros considerados referências mundiais, como UiPath, OpenText, Workshare, SoftExpert, Litera, Alfresco, Equinix entre outros. O conhecimento técnico e a empatia a torna capaz de personalizar as soluções na medida exata para cada um de seus clientes.

Automação da Elaboração de documentos

Comparação automática de documentos

Repositório inteligente de documentos (ECM)

Automação do fluxo de trabalho com dashboard (BPM)

Automação de tarefas com robôs (RPA) "robot process automation"

Infraestrutura em nuvem e Plano de Continuidade de Negócios

11 3871-4119 11 47808157

to Go e i St

w w w . a t s t e c n o l o g i a . c o m . b r 24 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

aluno’. Isso só faz sentido em uma instituição sem padrão de qualidade. Já nas de excelência, percebemos uma corresponsabilidade: instituição de ensino, corpo docente e estudante. Essa é a base que promove ensino de qualidade em sua totalidade. Mesmo diante das incertezas, uma das maneiras de minimizar os efeitos da quarentena é investir em redes de apoio para o trabalho docente, oferecer boas ferramentas de trabalho e o empenho dos estudantes. É preciso acabar com o pensamento de que não há interação entre professor e aluno no ensino via internet. A interação é o elemento-chave na educação, que resulta em atitudes mais positivas. Essa ferramenta no ambiente virtual desempenha um papel fundamental no aprendizado. O

MESMO DIANTE DAS INCERTEZAS, UMA DAS MANEIRAS DE MINIMIZAR OS EFEITOS DA QUARENTENA É INVESTIR EM REDES DE APOIO PARA O TRABALHO DOCENTE, OFERECER BOAS FERRAMENTAS DE TRABALHO E O EMPENHO DOS ESTUDANTES.

ambiente de aprendizagem à distância, pode fornecer criatividade e inovação na educação em massa para todos. A interação professor-aluno é a representatividade que afeta os processos de ensino. No ambiente remoto, a tecnologia potencializa a ação do professor garantindo a ele a competência de domínio entre as falas dos alunos. Tais ferramentas proporciona subsidio para que ele organize o recebimento dos sinais verbais e não-verbais para ajustar o processo de instrução em tempo real. Essas ferramentas são maneiras de estimular o foco e permitem que estudantes desempenhem suas atividades e uma organização maior por parte do educador. Tudo isso seria mais complexo de se controlar no ensino presencial. A intenção é atender às necessidades de cada aluno, sem interferências ou desgastes. No ensino via internet a interação entre professor e estudante pode ser ainda maior e mais eficaz que no ensino presencial. O ensino via internet é uma realidade que já ganhou um novo impulso devido a pandemia, então é necessário que o aluno fique atento a esta nova realidade. Pesquisa recente da Organização americana Recruitment and University mostrou que o crescimento do ensino via internet já era acelerado antes da pandemia. Nos EUA já há um debate sólido com relação às práticas pedagógicas do ensino online e isso deverá ocorrer também no Brasil.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 25


to Go e Sit

26 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


POR ANDERSON BUZZI

Diretor de tecnologia da Paytrack

Oito passos para garantir o ingresso na carreira de desenvolvimento de software Com a competitividade se intensificando a cada dia, algumas dicas podem auxiliar nessa caminhada em busca da primeira oportunidade. PARTICIPE DE EVENTOS NA COMUNIDADE Esta é uma oportunidade para aprender não somente sobre codificação ou linguagens de programação, mas também sobre os processos de desenvolvimento e, até mesmo, de empreendedorismo. Além de aprender, foque em conhecer as pessoas e fortalecer seu networking.

O

grande viés tecnológico adotado por empresas no último ano fez com que a busca por profissionais qualificados na área da tecnologia aumentasse em mais de 600% somente em 2020, de acordo com um levantamento realizado pela CNN. Com este movimento a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação

www.informationmanagement.com.br

(Brasscom) calcula que o país deve contratar até 2024, mais de 400 mil profissionais da área. Liderando o número de vagas, a tecnologia entrou na lista de profissões do futuro. Em um mercado que não para de crescer a pergunta mais frequente, daqueles que desejam ingressar no segmento, é “como faço para conseguir uma oportunidade se não possuo experiência?”.

Existe uma série de eventos gratuitos e, praticamente todos, permitem incrementar a rede de contatos e a troca de experiências. Não fique envergonhado com a falta de experiência, deixe isto claro e aproveite o momento para falar que está estudando e disponível para entrar no mercado de trabalho. TENHA UMA CONTA NO GITHUB A maioria das grandes empresas utilizam uma ferramenta de controle de versões de seus projetos, e muitas delas utilizam um sistema baseado no GIT. No entanto, INFORMATION MANAGEMENT | 2021 27


to Go e i St 28 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

muitos não possuem uma conta. Esta é uma informação importante nos currículos e nas entrevistas. Ter uma conta ativa demonstra organização e de quebra você estará utilizando e aprendendo uma ferramenta de controle de versões. Lá é possível compartilhar trabalhos acadêmicos, individuais ou em grupo. Se for em grupo, aproveite para aprender e aplicar conceitos de pull request em seus projetos. DOCUMENTAÇÃO E LEGIBILIDADE DO CÓDIGO Muitas empresas enviam desafios para os candidatos. Você sabia que estes desafios, muitas vezes, são corrigidos por um desenvolvedor que trabalhará com você? Uma dica nestes projetos enviados é não se preocupar apenas com o resultado do código gerado, mas também com três aspectos: Documentação: como que a pessoa que vai corrigir o seu projeto saberá como executá-lo? Muitos aplicativos demandam uma série de configurações e pré-requisitos. Deixe tudo bem claro. Crie um código que seja fácil de entender e manter: “mesmo um código ruim pode funcionar, mas se ele não for limpo, pode acabar com uma empresa de desenvolvimento.” Trecho do livro O código limpo de Robert C. Aproveite para publicar o desafio. Esta é uma boa oportunidade para você exercitar a dica anterior. Projetos publicados no Git podem ser documentados utilizando o arquivo README.MD. Este arquivo é

www.informationmanagement.com.br

a documentação e ficará visível na página inicial do seu projeto. SEJA ATIVO EM PROJETOS OPENSOURCE NO GITHUB A maioria das bibliotecas OpenSource utilizadas no mercado estão lá no GitHub. Aproveite para interagir nestes projetos criando issues, dando estrelas e seguindo pessoas. TREINAMENTOS Não se limite aos conhecimentos repassados na universidade. Busque cursos em outros meios. No YouTube também existe muito material gratuito ou canais que ensinam diversas ferramentas ou linguagens. Colocar em prática tudo que se aprende é crucial para fixar o conhecimento e se desenvolver. Isso também ajuda a exercitar as dicas dadas anteriormente. IDEIAS DE APLICATIVOS, SITES E “NOVOS FACEBOOKS” E “UBERS” Quem nunca teve uma ideia de aplicativo para ficar bilionário? Ou só milionário? Executou esta ideia e não deu certo? Não fique triste, publique o resultado no GitHub. A simples atitude de ter uma ideia e tentar já pode abrir muitas portas pra você! Eu converso com várias pessoas que possuem estas ideias implementadas e não divulgam em seu portfólio, com vergonha pois não deu certo. Mas saiba que este é um grande diferencial nos processos de triagem. ATUALIZE SEU LINKEDIN Atualize seu LinkedIn com seu

Github, seus treinamentos e acrescente como experiências suas tentativas de criar aplicativos. Toda experiência é bem-vinda, inclusive aquelas que você desenvolveu sozinho. Isso demonstra seu comprometimento e vontade de conhecer e se especializar no segmento. NÃO SE APAIXONE PELA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Leve esta dica para toda sua jornada profissional: se apaixone por resolver problemas. A linguagem, seja ela Java, PHP, Python ou qualquer outra, é apenas o meio. Eventualmente surgem novas bibliotecas, linguagens e você precisa estar preparado para entender em quais problemas elas serão úteis.

NÃO SE LIMITE AOS CONHECIMENTOS REPASSADOS NA UNIVERSIDADE. BUSQUE CURSOS EM OUTROS MEIOS. NO YOUTUBE TAMBÉM EXISTE MUITO MATERIAL GRATUITO OU CANAIS QUE ENSINAM DIVERSAS FERRAMENTAS OU LINGUAGENS.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 29


POR ARIEL ABRANCATO

Diretor de Vendas LATAM da Kodak Alaris

O mundo aprendeu a ser digital?

A

lenta retomada das aulas presenciais nas escolas e universidades brasileiras tem estimulado que muitos recursos adotados durante o ensino remoto - ampliado pela pandemia - incorporem o currículo escolar também em 2022, tornando o ensino híbrido uma realidade. Dados divulgados pelo Inep, indicam que há mais ingressantes nos cursos EAD do que nos presenciais. Os números mostram que a quantidade de alunos em gradu30 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

ações a distância no Brasil saltou 378% em dez anos. No Brasil, aumentou o número de estudantes via Educação a Distância (EAD), em 378% em dez anos, de acordo com a pesquisa divulgada recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O número de professores atuantes no ensino remoto é duas vezes maior que no presencial - somente no Ensino Superior. Nesse cenário, como se dá a interação pedagógica

nesse ambiente virtual? Segundo estudo da Organização Todos Pela Educação, seis em cada 10 professores estavam matriculados na formação em EAD. Só na rede Privada, que forma atualmente 72% dos futuros professores do Brasil, dobrou o número de graduados em cursos EAD em 4 anos: foram 49,4 mil concluintes em cursos a distância em 2013 e 98,5 mil em 2017. Nessa nova realidade conectada e interativa, como funciona a prática www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

pedagógica no dia a dia, na interação professor-aluno? Ao longo dos mais 15 anos de experiência, atuando como diretor de ensino na universidade americana Ambra University - que ensina totalmente online em português a mais de 10 anos nos EUA, acredito na importância do ensino online e a interação professor-aluno nas atividades acadêmicas. Nós da Ambra University acreditamos que o estudante não é o único responsável pela excelência acadêmica. Seria uma falácia dizer que ‘quem faz o curso é o aluno’. Isso só faz sentido em uma instituição sem padrão de qualidade. Já nas de excelência, percebemos uma corresponsabilidade: instituição de ensino, corpo docente e estudante. Essa é a base que promove ensino de qualidade em sua totalidade. Mesmo diante das incertezas, uma das maneiras de minimizar os efeitos da quarentena é investir em redes de apoio para o trabalho docente, oferecer boas ferramentas de trabalho e o empenho dos estudantes. É preciso acabar com o pensamento de que não há interação entre professor e aluno no ensino via internet.

MESMO DIANTE DAS INCERTEZAS, UMA DAS MANEIRAS DE MINIMIZAR OS EFEITOS DA QUARENTENA É INVESTIR EM REDES DE APOIO PARA O TRABALHO DOCENTE, OFERECER BOAS FERRAMENTAS DE TRABALHO E O EMPENHO DOS ESTUDANTES. domínio entre as falas dos alunos. Tais ferramentas proporciona subsidio para que ele organize o recebimento dos sinais verbais e não-verbais para ajustar o processo de instrução em tempo real.

Essas ferramentas são maneiras de estimular o foco e permitem que estudantes desempenhem suas atividades e uma organização maior por parte do educador. Tudo isso seria mais complexo de se controlar no ensino presencial. A intenção é atender às necessidades de cada aluno, sem interferências ou desgastes. No ensino via internet a interação entre professor e estudante pode ser ainda maior e mais eficaz que no ensino presencial. O ensino via internet é uma realidade que já ganhou um novo impulso devido a pandemia, então é necessário que o aluno fique atento a esta nova realidade. Pesquisa recente da Organização americana Recruitment and University mostrou que o crescimento do ensino via internet já era acelerado antes da pandemia. Nos EUA já há um debate sólido com relação às práticas pedagógicas do ensino online e isso deverá ocorrer também no Brasil.

A interação é o elemento-chave na educação, que resulta em atitudes mais positivas. Essa ferramenta no ambiente virtual desempenha um papel fundamental no aprendizado. O ambiente de aprendizagem à distância, pode fornecer criatividade e inovação na educação em massa para todos. A interação professor-aluno é a representatividade que afeta os processos de ensino. No ambiente remoto, a tecnologia potencializa a ação do professor garantindo a ele a competência de www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 31


Provendo transformação digital e ac e l e ra n d o a a uto ma ç ão de pr oc e s sos !

Suíte de aplicativos

Com a suíte Ellos, organizações têm acesso a inúmeras vantagens na gestão de documentos eletrônicos em nuvem e automatização de fluxos de processos em empresas de todos os portes e segmentos de mercado.

SCAN Solução voltada a digitalização, tratamento de imagem, classificação, validação e exportação de documentos. A partir do armazenamento em nuvem você gerencia seus documentos por soluções tecnológicas diversas, tais como, GED/ECM, ERP, CRM, entre outras.

to Go e Sit

ECM

Tenha processos ágeis, seguros e personalizados com tecnologia de ponta na gestão de conteúdo empresarial, com recursos de inteligência artificial e robôs de automação, você otimiza sua rotina, tarefas e departamentos do seu negócio.

Entre32em contato e faça parte dessa INFORMATION MANAGEMENT | 2021 evolução tecnológica para a sua empresa!

contato@osas.com.br www.informationmanagement.com.br www.osas.com.br


ARTIGO

AURÉLIE DOS SANTOS

Gerente de Smart Cities da Green4T

Mobilidade Urbana: o compromisso com as próximas gerações

E

m novembro, mais de 200 países se reuniram em Glasgow para um dos eventos sobre sustentabilidade mais importantes do mundo, a COP26. Juntos, discutiram planos de reduzir os impactos das mudanças climáticas, com destaque para o corte de emissões, até 2030. A agenda da COP se propôs a limitar o aquecimento global a 1,5°C até 2100 e evitar uma catástrofe climática. A mobilidade urbana terá um papel importante neste contexto. De acordo com estudo divulgado pelo consórcio internacional de cientistas Global Carbon Project durante o evento, a retomada econômica voltou a se basear nos combustíveis fósseis. As emissões provocadas pelo uso do petróleo devem aumentar 4,4% em 2021. No entanto, todo este processo precisa ter o seu ritmo desacelerado, como se confirmou nos compromissos assumidos pelas nações ao final da cúpula global do clima: Tomar as medidas alinhadas ao teto de aquecimento global, o que implica reduzir as emissões de gases em 45% até 2030. Voltando os olhares para os estados e cidades, constatamos que, para atingir a meta almejada, é necessário aderir às iniciativas que possam, em seu www.informationmanagement.com.br

todo, contribuir para o compromisso mundial de preservação do meio ambiente. A discussão do uso de combustíveis limpos e renováveis no transporte, tanto coletivo quanto particular, para a descarbonização do sistema, é um ponto central nesta agenda. Desta forma, tecnologias inteligentes ajudam a iniciar esta transformação.

pósito de impactar positivamente a mobilidade urbana, relacionando os benefícios da qualidade de vida dos cidadãos à preservação do meio ambiente. Entre elas, estão as de startups que nasceram com o ideal de conectar pessoas e promover o deslocamento urbano de maneira coletiva e a baixo custo, em vez de priorizar o transporte individual.

Nas últimas décadas, muitas iniciativas têm surgido com o pro-

Além de ajudar a descongestionar as vias em horários de pico, INFORMATION MANAGEMENT | 2021 33


automação de

CONTAS A PAGAR Robôs para lançamento de notas fiscais Buscadores de documentos nas origens Extração de dados de documentos Validações automáticas dos campos

Com uma visão integrada, automatizamos processos de pagamentos desde a captura da imagem ao lançamento no sistema, alinhando as regras de negócio aplicáveis à cada tipo de documento fiscal ou não fiscal pertinente, utilizando as tecnologias de OCR e RPA.

Robôs personalizados para o seu ERP Mais produtividade com zero digitação Redução de custos operacionais

to Go e Sit

go to site

Suporta o crescimento do negócio

Base de conhecimento de documentos:

NFS-e NF-e CT-e

Energia Boletos Notas de Água bancários débitos Telefonia e recibos

34 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

(011) 2429-9160 vendas@earqconsultoria.com www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

favorecendo a mobilidade, elas contribuem para tornar o ar menos poluído pela quantidade de carros que deixam de circular nas cidades. Isso é possível graças à tecnologia fornecedora de dados cruciais para o planejamento urbano no aspecto de intermodalidade. Um bom exemplo é a integração entre metrô e bicicleta compartilhada. Aplicativos como a Quicko ajuda os usuários a trocar os modais de forma prática e eficiente. Essas tecnologias, por meio dos algoritmos, dados em tempo real e históricos, informam ao usuário qual é o trajeto mais rápido ou mais barato. Tais plataformas permitem antecipar o trajeto com parâmetros diversos de escolha, como rapidez e conforto. CIDADES DE 15 MINUTOS Outra visão inovadora no sentido de trazer mais sustentabilidade urbana por meio da mobilidade é o conceito de “cidades de 15 minutos”, criado pelo urbanista Carlos Moreno, professor da Universidade de Sorbonne, na França. A ideia é garantir que as pessoas dentro de um perímetro tenham acesso a todos os equipamentos, serviços e necessidades – ou até mesmo ao local de trabalho – deslocando-se a pé em até um quarto de hora. A ideia foi abraçada pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo. A espinha dorsal do plano de Anne é a implantação em larga escala de ciclovias em todas as ruas de Paris, algo que

www.informationmanagement.com.br

NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, MUITAS INICIATIVAS TÊM SURGIDO COM O PROPÓSITO DE IMPACTAR POSITIVAMENTE A MOBILIDADE URBANA, RELACIONANDO OS BENEFÍCIOS DA QUALIDADE DE VIDA DOS CIDADÃOS À PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE. já vem sendo feito durante o seu mandato. Além das ruas 100% amigáveis à bicicleta, o plano também prevê a remoção de espaços para carros, como vagas na rua e faixas de rodagem, para a ampliação de calçadas para pedestres.

ções para encontrar um equilíbrio entre crescimento econômico e preservação ambiental, temos uma boa sinalização: na década de 2010, as economias de 23 países cresceram, mas suas emissões diminuíram. A maioria desses países eram desenvolvidos, o que significa que as iniciativas influenciaram a queda da geração de gases de efeito estufa. Vale ressaltar que, ao final da COP26, China, Índia, EUA e União Europeia se comprometeram a eliminar progressivamente os combustíveis fósseis, o que abre espaço para uma mobilidade urbana mais sustentável, em prol das futuras gerações. Agora resta a cada um de nós, como cidadãos e empresas de tecnologia, estar lado a lado em prol do meio ambiente e acompanhar cada etapa para que nosso compromisso traçado aqui, se cumpra até 2030. É cada um fazendo sua parte!

A proposta também inclui tornar as principais vias da capital da França inacessíveis aos carros, transformando avenidas e rotatórias em praças para pedestres, como foi feito com a região da Times Square, em Nova York. Quem sabe este modelo poderia ser adotado em cidades brasileiras, a partir de um planejamento baseado na melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida? Apesar das dificuldades das na-

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 35


14 anos fazendo do seu negócio a melhor notícia!

Nossos serviços:

• Assessoria de Imprensa e PR • Mídias sociais • Linkedin para executivos • Blog, Newsletters e Editoriais • SEO

36 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


A NB Press Comunicação é uma agência de assessoria de imprensa, conteúdo e redes sociais com soluções 360º que cria valor e dá visibilidade às marcas após um criterioso planejamento estratégico de comunicação. A agência tem 14 anos de mercado, e apesar dessa longa data percorrida, nunca deixou de lado o espírito inovador. Seu lema é ser proativo e surpreender o cliente diariamente, entendendo seu negócio e trabalhando sua estratégia a cada pauta montada.

Mais de 80.000 pautas entregues

250 clientes satisfeitos

Índice de 90% de satisfação

Clientes de diversos setores

99% dos clientes vem de indicação

Equipe proativa

Método diferenciado de atendimento to Go e Sit

Nossos clientes

www.nbpress.com.br faleconosco@nbpress.com Telefones: (11) 3254-6464 (11) 99937-3715

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 37


+55 (61) 3521-5600 www.provervnext.com.br

O jeito inteligente de organizar os documentos da sua empresa

to Go e Sit

Digitalização Documentos impressos também no ambiente online

OPTICAL CHARACTER RECOGNITION Converta imagens de texto em texto real

DOCUMENTO MODELO Criação de templates com preenchimento online

ASSINATURA ELETRÔNICA OU DIGITAL Solicite ou envie assinaturas com validação jurídica

ARMAZENAMENTO EM NUVEM Gerenciamento de arquivos em nuvem, fácil e seguro

APPLICATION PROGRAMMING INTERFACE Integração entre sistemas que possuam linguagem totalmente distintas 38 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


POR CAROLINA REZEMINI

Diretora Regional de Vendas para a América Latina da Credolab

Satisfazer o consumidor é também exercitar a sua saúde financeira possa acessar as condições mais favoráveis de pagamento por essas aquisições.

U

ma população financeiramente mais saudável é também um mercado consumidor muito mais potente. Trata-se de um pensamento lógico irrefutável e até óbvio, mas que nem sempre é observado nas práticas de negócio. Quando, porém, os sistemas que regem a economia e a sociedade se atêm a esse tipo de giro virtuoso da roda, todos saem ganhando. Observemos, por exemplo, uma tendência que tem crescido no comércio. Grandes players do varejo têm investido, geralmente em

www.informationmanagement.com.br

parceria com bancos e fintechs, no desenvolvimento de plataformas tecnológicas com soluções financeiras próprias para a sua base de clientes -- e não só. Em tempos de conquista e valorização de um consumidor cada vez mais exigente e bem-informado, o grande objetivo é cercá-lo de benefícios e comodidades para que se sinta em um ambiente seguro e acolhedor. Assim, além de encontrar os melhores produtos e serviços que deseja adquirir, nada melhor que nesse mesmo local ele

É aí que entra o cartão de crédito da loja ou do supermercado, com vantagens exclusivas, benefícios de cashbacks ou a facilidade do crediário digital, que permite o parcelamento no site ou no aplicativo. Ao se tornar fornecedor de serviços financeiros, o varejo amplia a própria capacidade de envolvimento com o frequentador de seu ecossistema, aumentando os pontos de contato para conhecer mais a fundo e encantar de modo mais certeiro esse cliente. Afinal, quanto mais ele circula pelo “quintal de casa”, mais dá à marca condições de decifrar seus hábitos e preferências para, a partir desse conhecimento, fortalecer a relação por meio de ofertas personalizadas. E isso inclusive em termos de serviços financeiros, levando em conta características de seu comportamento na hora de financiar ou quitar um débito. Bancos, por seu lado, passam a hospedar marketplaces em suas plataformas e aplicativos, provando INFORMATION MANAGEMENT | 2021 39


to Go e Sit

40 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

que as fronteiras entre o universo varejista e o financeiro têm sido cada vez mais difusas. VISÃO DE LONGO PRAZO Os novos ecossistemas do varejo me lembram outra onda que ganhou corpo alguns anos atrás: a dos condomínios que passaram a agregar serviços para os moradores, caso das academias de ginástica nas áreas comuns. Tornou-se uma maneira de oferecer praticidade à vida dos condôminos, que não precisariam se deslocar pelo trânsito das grandes cidades para fazer o seu exercício físico diário. O objetivo de uma plataforma de e-commerce ou de um aplicativo bancário não é muito diferente: também envolve comodidade. Se a academia do condomínio está a um elevador ou alguns lances de escada de distância, a oferta ideal de compra pode estar a um clique -e carregar “a tiracolo” um sistema eficiente e vantajoso de pagamento. Ou vice-versa. Mas, no prédio, não adianta

www.informationmanagement.com.br

OS NOVOS ECOSSISTEMAS DO VAREJO ME LEMBRAM OUTRA ONDA QUE GANHOU CORPO ALGUNS ANOS ATRÁS: A DOS CONDOMÍNIOS QUE PASSARAM A AGREGAR SERVIÇOS PARA OS MORADORES, CASO DAS ACADEMIAS DE GINÁSTICA NAS ÁREAS COMUNS. comprar os equipamentos e deixá-los lá sem manutenção ou o acompanhamento de um profissional que dê suporte às atividades dos frequentadores. Sem esse olhar de zelo e acolhimento, o que deveria ser uma mão na roda pode

se tornar apenas estorvo -- uma inútil ocupação de espaço, ou o risco de contusões devido à falta de orientação na prática dos exercícios. O mesmo raciocínio vale para a “fintechzação” do varejo. O cliente pode ter tudo no mesmo lugar, mas isso deve ser proporcionado a ele com uma visão estratégica de longo prazo e bem-estar contínuo. Caso contrário, esse consumidor pode representar para o ecossistema da marca uma perda em dose dupla -- tanto em termos de consumo de produtos ou serviços de seu “core business” como em relação à contratação dos produtos e serviços financeiros oferecidos. Por sinal, uma má experiência no braço financeiro da plataforma pode custar a permanência do cliente no ecossistema como um todo. Na comparação com o condomínio, seria o caso do morador que não só busca uma academia fora do prédio como também acaba decidindo ir atrás de outro lugar para morar. O que se pretendia como uma estratégia de aproximação se transformaria, então, no prejuízo de um afastamento.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 41


to Go e Sit

42 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR DIEGO FREIRE CEO da Huggy

Metaverso e a nova realidade virtual

A

pós a empresa Facebook anunciar que mudou o nome para Meta, uma alusão ao Metaverso, o termo passou a ser pesquisado por muitos brasileiros. A palavra não é uma criação particular de uma das redes sociais mais usadas no mundo, ela representa um novo ecossistema ligado ao universo virtual.

www.informationmanagement.com.br

O fato é que o Metaverso é um tema bastante discutido há algum tempo na ficção científica e tem como objetivo trazer essa nova geração da internet, ideia que agradou o criador do Facebook. A partir disso, ele acreditou nesse novo conceito de um ambiente virtual capaz de estar cada vez mais próximo da realidade, fazendo com que as pessoas consi-

gam estar presentes umas com as outras dentro de um espaço digital. Entre as qualidades que o definem é a sensação de estar realmente com uma pessoa ou em um local, mesmo que isso não seja o que de fato está acontecendo na realidade, facilitando o convívio e contato com o mundo, que durante essa pandemia percebemos ser essencial para a vida humana.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 43


to Go e i St

44 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

Com a acessibilidade por meio de qualquer dispositivo e aplicativo, os usuários irão utilizar o Metaverso para qualquer coisa, desde jogar até trabalhar. Inclusive, será possível ter vários metaversos. É capaz do Facebook se tornar o mundo dos metaversos e os outros se tornem cidades e até estados. Na prática, será possível utilizar a internet normalmente como já vem acontecendo, mas poderão fazer alguns acréscimos, que se achava impossível até então, como por exemplo utilizar avatares para realizar reuniões e outras atividades mais formais, que serão fundamentais para essa tecnologia atual e transformadora.

COM A ACESSIBILIDADE POR MEIO DE QUALQUER DISPOSITIVO E APLICATIVO, OS USUÁRIOS IRÃO UTILIZAR O METAVERSO PARA QUALQUER COISA, DESDE JOGAR ATÉ TRABALHAR. INCLUSIVE, SERÁ POSSÍVEL TER VÁRIOS METAVERSOS.

novidade que irá chegar de forma avassaladora e transformar tudo de uma vez, até mesmo, porque já vivemos de certa forma em um, considerando que muitos de nós já adentramos nessa tecnologia, por meio das redes sociais, aplicativos de conversas e outros, transferências bancárias e pagamentos pelo celular, entre outros serviços disponibilizados pela tecnologia. O objetivo é fazer com que o mundo virtual complete ao máximo o mundo real, para que todas nossas atividades sejam facilitadas, conseguindo realizá-las em minutos e em um único lugar. Esse é o futuro e essa é uma das tendências de mercado para 2022.

E inclusive, essa será uma das maiores tendências para 2022, em relação ao Metaverso, o contexto de estar cada vez mais presente no dia a dia, a chegada de moedas digitais, que já estão sendo incluídas há alguns anos na nossa economia e que se encontra nos padrões dessa atualização, as transações digitais, entre outros mudanças. Pode parecer algo fora do comum, mas o poder de transformação que esse ideal vem gerando fará com que esses avatares, que serão nossas representações virtuais, terão tanta força em cima do nosso cotidiano, que iremos investir nele da mesma forma que investimentos em nós. Ou seja, assim como compramos roupas para vestirmos, teremos vontade de comprar para o nosso avatar. Por fim, é importante ressaltar que o Metaverso não será uma

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 45


to Go e i St 46 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


POR ERONIDES JÚNIOR

Chief Operations Officer (COO) da SoftwareONE

Conectividade: a aposta do mercado de tecnologia para 2022

O

mundo corporativo atual depende de inovações tecnológicas para sobreviver e o mercado de tecnologia tem passado por um processo de transformação digital cada vez mais acelerado e quase que obrigatório nas empresas, gerando um nível de maturidade tecnológica diferente para cada setor. De acordo com relatório do Gartner, 69% das companhias têm a aceleração digital como o objetivo de permanecerem competitivas em seus negócios. O dado reforça como as organizações estão atentas às tendências tecnológicas que estão por vir. Mas, o que esperar do mercado em 2022? AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS E CONECTIVIDADE 5G Não é de hoje que o tema automação de processos está em alta nas empresas. Há um bom tempo percebeu-se que não era preciso alocar um humano apenas para operar máquinas ou processos repetitivos, podendo aplicar o tempo dos funcionários em outras atividades mais estratégicas do negócio. Portanto, as automações de meios de produção, planilhas, sistemas e processos tendem a

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 47


Conheça o que a Transformação Digital pode fazer pela sua área fiscal e Contábil. Reduza tempo de seus processos e ganhe eficiência e mais competividade! A TSCTI - Soluções Fiscais possui soluções exclusivas que automatizam, gerenciam e higienizam as informações de entradas dos ERP´s, garantido o máximo de Compliance das operações transacionadas e posteriormente a apuração e automação de geração de obrigações acessórias. A solução baseada em RPA | IA proporciona o mínimo de investimentos de implementação, manutenção e rápida instalação.

Se conecta aos principais ERP´s do mercado

Solicite um especialista e conheça a solução!

to Go e i St

R. Dr. Geraldo Campos Moreira, 164 - 7° andar Brooklin | 04571-020 São Paulo - SP 48 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.tscti.com.br

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

ser aperfeiçoadas e cada vez mais aceleradas. O conceito de hiperautomação será pauta importante em 2022, pois o avanço da tecnologia proporcionou um novo patamar ao processo de automatização tradicional, que agora também inclui recursos disruptivos como Machine Learning e Inteligência Artificial, por exemplo. Porém, uma nova tecnologia chega como uma quebra em relação aos processos de automação: o 5G. O novo serviço de tecnologia móvel traz menos latência e maior capacidade e velocidade de conectividade, permitindo que, por meio de uma rede de um dispositivo móvel, sejam acessadas bilhões de informações de maneira muito mais rápida e conectada. Ou seja, a partir da tecnologia 5G, diversos dispositivos estarão conectados entre si, e consequentemente, a automação também será beneficiada por máquinas que estarão conectadas a uma internet muito mais eficiente. AUMENTO DA DEMANDA DE CLOUD COMPUTING O ecossistema do mercado de tecnologia com mais conectividade e maior volume de informações requer maior capacidade computacional, sendo necessário sistemas e softwares de análise e Inteligência Artificial, para trabalhar os dados que estarão sendo gerados e demandados de forma mais eficiente. Nesse sentido, a infraestrutura necessária para suportar esse enorme volume de dados interconectados e automatizados só pode ser encontrada em um serviço: a cloud. No próximo ano, as aplicações www.informationmanagement.com.br

tecnológicas relacionadas à nuvem seguirão em evidência. A nuvem atende com excelência qualquer tipo cenário, positivo ou negativo, por conta de sua flexibilidade de escalabilidade e alta disponibilidade. Além disso, a cloud foi e continua sendo uma grande aliada para empresas de todos os portes, oferecendo capacidade computacional ilimitada, serviços inovadores, segurança e atualizações contínuas. GOVERNANÇA E SEGURANÇA DIGITAL Com tanta aceleração digital, especialmente ocasionada nos últimos dois anos com a irrupção da pandemia, muitas brechas foram criadas dentro das companhias e a governança dos processos foi ligeiramente danificada. Com isso, as organizações precisarão repensar seus sistemas de cibersegurança e reforçar os treinamentos e orientações aos colaboradores, uma vez que de nada adianta ter o melhor antivírus, se a equipe não está preparada para enfrentar as armadilhas da segurança digital. Além disso, com a pandemia, foi preciso adaptar-se ao regime home office, no entanto, recentemente, muitas companhias demonstraram preferência ao modelo híbrido de trabalho. De acordo com um levantamento realizado pelo site Vagas. com, 42% dos trabalhadores preferem o modelo híbrido. Com mais flexibilidade, certamente a demanda por cibersegurança torna-se prioritária para garantir a segurança dos dados nas empresas. Isto, somado, à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), cujo primeiro ciclo de monitoramento terá início

a partir de janeiro de 2022. Com tantas tendências do mercado de tecnologia em vista, é certo afirmar que a transformação digital é um processo constante e contínuo de digitalização e, portanto, cabe às empresas decidir acompanhar ou não a velocidade de capacitação e atualização que o mercado de tecnologia mundial continuará enfrentando em 2022. Tamanha conectividade, que só cresce a cada dia, demandará ainda mais infraestrutura, de serviços e de profissionais e equipes técnicas especializadas e eficientes.

O CONCEITO DE HIPERAUTOMAÇÃO SERÁ PAUTA IMPORTANTE EM 2022, POIS O AVANÇO DA TECNOLOGIA PROPORCIONOU UM NOVO PATAMAR AO PROCESSO DE AUTOMATIZAÇÃO TRADICIONAL, QUE AGORA TAMBÉM INCLUI RECURSOS DISRUPTIVOS COMO MACHINE LEARNING E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 49


to Go e Sit 50 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR FELIPE BURATTINI

Fundador e CEO da Healthtech Dandelin

Como a tecnologia inicia uma era de cuidados personalizados com a saúde

M

inha família, assim como muitas outras, em algum momento já se sentiu desamparada com planos ou operadoras de saúde quando mais precisavam. Mesmo pagando há anos, tiveram que desembolsar valores que não foram planejados em momento de vulnerabilidade física e emocional. E essa é uma experiência que acaba se tornando comuns no segmento quando as empresas priorizam custos ao invés da saúde dos clientes. Segundo a Organização Mundial da Saúde, menos da metade da população mundial têm acesso a serviços básicos de saúde. Todos os anos, 800 milhões de pessoas gastam www.informationmanagement.com.br

pelo menos 10% do seu orçamento doméstico em médicos e, pelo menos, 100 milhões de pessoas são levadas à extrema pobreza devido a custos inesperados de saúde. No Brasil, a situação não é diferente. 80% da população não tem seguro e, para a grande maioria, os custos com consultas particulares são inviáveis, o que faz com que a única opção para grande parte dos brasileiros seja o SUS, que sabemos que com a demanda em excesso, infelizmente, pode levar meses para que seja possível agendar uma consulta, por exemplo. É hora de aceitarmos que as desigualdades na saúde não são uma nota de rodapé para os problemas que en-

frentamos, são os principais problemas de saúde. Acesso a saúde deveria ser um direito básico de todos. Acredito que novas tecnologias, são ferramentas fundamentais para melhorar o acesso não só a serviços, mas também a informação, principalmente para a base da pirâmide. Hoje, já temos serviços que combinam, por exemplo, inteligência artificial, machine learning e big data para dar diagnósticos mais precisos, sem precisar efetivamente consultar um médico, em poucos cliques e com algumas perguntas respondidas em um app, no sofá da sua sala, você pode ter alternativas de diagnósticos que tem mostrado um grau de assertividade excelente, um exemplo disso seria o ADA, empresa europeia de inteligência artificial voltada para diagnósticos. Já é possível usar robótica para cirurgias de precisão ou inclusive cirurgias a distância, nanotecnologia para diagnóstico ou para o combate direcionado a doenças específicas. Também é possível, inclusive, por um valor extremamente acessível, ter todo o seu mapeamento genético através de serviços como o 23andme, coisa que antes era inimaginável devido ao custo. Não podemos esquecer os wearables que estão cada vez mais presentes nos mais diversos tipos e formatos e conseguem traquear suas funções corporais, como índice INFORMATION MANAGEMENT | 2021 51


to Go e i St

52 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

glicêmico, batimento cardíaco, oxiIsso, por exemplo, é um problema genação, pressão arterial etc. que pode ter parte da sua solução na telemedicina, que é uma solução Outra tecnologia que ainda está ainda recente no Brasil, mas já funem fase de desenvolvimento e aper- ciona regularmente em muitos oufeiçoamento, a computação quân- tros países e vejo como uma ferratica, tem mostrado que será uma menta fundamental para promover ferramenta fundamental para iniciar ainda mais o acesso à saúde. Agora uma era de cuidados de saúde extre- as pessoas não precisam mais viamamente personalizados. As pos- jar ou ir ao hospital para conseguir sibilidades com novas tecnologias atendimento com profissionais de são inúmeras e muitas soluções que qualquer parte do Brasil na hora vão surgir ainda são inimagináveis. que quiserem. Muitos ainda têm reMas, o fio comum que podemos ceio sobre as novas tecnologias que observar em sua grande maioria é substituem médicos ou o toque huvoltada para o poder da informa- mano. Essas tecnologias ajudarão a ção e da individualização. Estamos humanizar ainda mais a saúde, por embarcando em um momento em oferecerem grande ajuda em anáque cada indivíduo terá seus pró- lises de imagens, medicamentos, prios dados médicos e o poder da diagnósticos, ou seja, na detecção computação para processá-los no e combate à doença, acaba sobrancontexto de seu próprio mundo. Ha- do muito mais tempo e espaço para verá informações médicas abran- os profissionais de saúde cuidarem gentes sobre uma pessoa que será da parte mais importante dessa facilmente acessível, analisável e equação, o paciente. transferível. Isso configurará uma mudança de potência tectônica, colocando o indivíduo, o paciente, no centro do palco. E só esse “shift”, onde o poder passa dos vendedores para os compradores e os pacientes estiverem mais no comando, já tornará o acesso e cuidados de saúde muito menos frustrantes. Quando falamos em acesso, não podemos nos referir apenas a parte financeira. Não é quanto você tem que é o fator mais importante, mas sim, o que você pode fazer com o que você tem. A grande maioria da força médica e dos grandes nomes da medicina no Brasil estão concentrados nas regiões sul/sudeste. Em muitas cidades afastadas das grandes capitais, é quase impossível ter acesso a hospitais e clínicas no momento que quiser ou que precisar, independentemente de quantos recursos você tenha. www.informationmanagement.com.br

AS POSSIBILIDADES COM NOVAS TECNOLOGIAS SÃO INÚMERAS E MUITAS SOLUÇÕES QUE VÃO SURGIR AINDA SÃO INIMAGINÁVEIS. MAS, O FIO COMUM QUE PODEMOS OBSERVAR EM SUA GRANDE MAIORIA É VOLTADA PARA O PODER DA INFORMAÇÃO E DA INDIVIDUALIZAÇÃO.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 53


Única empresa a mapear e atualizar diariamente operações mercantis para todos os segmentos, nas 27 UF. São mais de 21 milhões de regras tributárias!

Juntos por menos esforço e tributação mais inteligente

to Go e Sit

Gestão, Guarda e Auditoria de Documentos Fiscais Eletrônicos

DFE

Docs

O Systax DFE foi desenvolvido para Gestão, Guarda e Auditoria de variados Documentos Fiscais Eletrônicos, principalmente, as Notas Fiscais Mercantis (“NF-e”).

O módulo DOCS, serve como um repositório de documentos diversos, tendo como sua principal finalidade a padronização de documentos que, por sua natureza, não possuem um padrão definido, principalmente, das Notas Fiscais de Serviços (“NFS-e”). Essa base de padronização conta com cerca de 800 municípios mapeados.

Validação Tributária das NF-e emitidas e recebidas.

Para mais informações sobre nossas soluções para área fiscal e tributária: comercial@systax.com.br

(11) 3177-7707

R. Pamplona, 145 - 11º andar São Paulo/SP

54 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

systax.com.br www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR FERNANDA BORGES DOS SANTOS

Gerente de desenvolvimento de negócios de soluções de Weather da IBM América Latina

Como avançar os objetivos de negócios sustentáveis

As empresas normalmente não dão tanta importância aos desafios crescentes gerados pelas mudanças climáticas. Em todo o mundo, os eventos meteorológicos provocaram um prejuízo estimado de 2,5 trilhões de dólares em danos entre 2011 e 2020, 50% mais que na década anterior. Esses eventos afetam as organizações de diferentes maneiras, por exemplo, com a interrupção de operações, falhas em serviços públicos, na de cadeia de suprimentos, da-

www.informationmanagement.com.br

nos de ativos e perda de estoques, entre outros. Em paralelo, as empresas também devem responder ao aumento das expectativas do consumidor e cumprir as regulamentações locais. De acordo com uma pesquisa da IBM, 80% dos consumidores acreditam que a sustentabilidade é importante e 60% estão dispostos a mudar seus hábitos de compras para reduzir o impacto ambiental. Por essas e outras razões, abordar o risco climático

tornou-se um imperativo de negócio chave, que requer o uso de dados climáticos e meteorológicos para que as organizações possam estar mais bem preparadas para interrupções relacionadas ao clima e tenham a capacidade de planejar seus investimentos e estratégias de negócios no longo prazo, considerando a sustentabilidade em suas decisões. As organizações ao redor do mundo, inclusive na América Latina, já estão empregando tecnologias avanINFORMATION MANAGEMENT | 2021 55


to Go e i St

56 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

çadas de clima e inteligência artificial (IA) para enfrentar esses desafios. Por exemplo, a empresa brasileira de etanol, bioeletricidade e açúcar, a BP Bunge Bioenergia, usa dados ambientais e analítica geoespacial para entender melhor sua produção de cana-de-açúcar e otimizar suas estimativas inteligentes de mercado. Na Espanha, o líder agroindustrial Cajamar usa insights extraídos de dados para ajudar os agricultores locais a melhorar o seu desempenho e reduzir o impacto ambiental. Infelizmente, existem alguns fatores que limitam a expansão desse tipo de inovação para que possa ser explorada por todas as indústrias. Por um lado, os processos para unir a ciência climática e as operações de negócios são complexos e trabalhosos. Avaliar os riscos climáticos

www.informationmanagement.com.br

requer uma análise massiva de conjuntos de dados geotemporais, uma tarefa que envolve muito trabalho manual e poder computacional. As habilidades avançadas necessárias, como análise de dados e de clima, modelagem, entre outras, podem ser difíceis de encontrar para as empresas. Por último, os métodos atuais de coleta de dados e relatórios sobre as emissões de carbono são frequentemente executados manualmente e sob demanda, o que gera uma sobrecarga de trabalho e não entrega resultados oportunos ou consistentes. As organizações podem se beneficiar de softwares que combinem IA, dados meteorológicos, climáticos e operacionais em um só lugar, para facilitar a gestão dos riscos climáticos que afetam as empresas e, ao mesmo tempo, permitam que avancem em seus objetivos ambientais e

DE ACORDO COM UMA PESQUISA DA IBM, 80% DOS CONSUMIDORES ACREDITAM QUE A SUSTENTABILIDADE É IMPORTANTE E 60% ESTÃO DISPOSTOS A MUDAR SEUS HÁBITOS DE COMPRAS PARA REDUZIR O IMPACTO AMBIENTAL. de sustentabilidade mais amplos. Ao adotar novas tecnologias, é possível atingir um novo nível de preparação como usar visão artificial ou visão de computador para monitorar a infraestrutura das barragens, até utilizar IA para modelar qual vegetação é suscetível a incêndios florestais. Com esses tipos de soluções, as organizações podem gerenciar as condições ambientais, prever melhor os potenciais impactos, assim como medir e relatar sua contabilidade de carbono. Os desafios colocados pelo risco climático são substanciais. Mas a boa notícia é que a tecnologia necessária para que as empresas encarem esses desafios é cada dia mais poderosa, acessível e confiável. Ao aplicar as mais recentes pesquisas em ciência do clima e AI para seus próprios desafios de negócios, as organizações podem desempenhar um papel crítico na construção de uma economia mais sustentável e um futuro mais seguro para a sociedade. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 57


to Go e i St 58 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR HECTOR GUSMÃO

CEO da Fábrica de Startups

Afinal, o que é inovação corporativa? negócios e banco de dados global, afirma que 42% das startups fracassam porque não atendiam a necessidade do mercado. A zona de conforto pode matar uma corporação, ou você é inovador ou você será descartado. A inovação, além de fazer algo novo visando resultados inéditos, é também fazer diferente algo que já é realizado no dia a dia, visando maior eficiência, produtividade e redução de custos.

I

novação corporativa é um ciclo constante da busca pelo novo. Pode-se realizar inovação disruptiva ou incremental, em diferentes níveis de profundidade, porém sempre com o foco em solucionar desafios de uma forma diferente, que traga um novo olhar sobre os problemas que surgem. É também uma maneira de se posicionar à frente da concorrência, de se preparar para o futuro que www.informationmanagement.com.br

necessariamente irá exigir mudanças, mais cedo ou mais tarde. Uma pesquisa recente da McKinsey & Company, líder mundial no mercado de consultoria empresarial, aponta que 80% dos executivos das empresas tradicionais acreditam que seus modelos de negócios atuais estão em risco. Enquanto isso, a pesquisa da CB Insights, empresa especializada na análise de

Com as constantes transformações digitais e mudanças de comportamento do consumidor é natural que ocorra uma corrida pela diferenciação e consolidação da atuação da empresa, e a inovação corporativa permite que essas companhias promovam estratégias para melhorar seu posicionamento no mercado, tanto pelo desenvolvimento de novos produtos, serviços e tecnologias, quanto por canais de distribuição, processos organizacionais, novas formas de competir ou cooperar, novos modelos de negócios etc. Por meio das ferramentas adequadas e de metodologias acertadas, a empresa que alcança a inovação tem mais possibilidades de ganhos nos negócios e reconhecimento de mercado, uma vez INFORMATION MANAGEMENT | 2021 59


to Go e i St

60 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MEIO DAS FERRAMENTAS ADEQUADAS E DE METODOLOGIAS ACERTADAS, A EMPRESA QUE ALCANÇA A INOVAÇÃO TEM MAIS POSSIBILIDADES DE GANHOS NOS NEGÓCIOS E RECONHECIMENTO DE MERCADO, UMA VEZ QUE ELA PASSA A DETECTAR OS DESAFIOS COM EXATIDÃO E IDENTIFICAR OU IMPLEMENTAR A CULTURA DE INOVAÇÃO. que ela passa a detectar os desafios com exatidão e identificar ou implementar a cultura de inovação. Isso abre o leque de atuação e amplia o network com startups nos mais diferentes níveis de maturidade, levantando oportunidades de apoio e mentoria por meio da apresentação de soluções que satisfaçam melhor o público e as suas expectativas.

ta pelo matchmaking. Porém o crash cultural pode ser uma barreira intransponível. É importante preparar o terreno, conhecer seus desafios, seu mercado e trabalhar a cultura interna para receber o novo. Ter apoio externo é um bom começo, pois é muito difícil mudar a cultura estabelecida internamente sem um suporte e expertise de parceiros.

Hoje além de ser possível, é extremamente necessário que as corporações tradicionais de décadas de história, também sejam inovadoras. Essa visão mantém a empresa à frente dos concorrentes, possibilitando o aumento de receita, redução de custos e maior eficácia em seus processos. É uma constante renovação, para se manter relevante. Um dos cases de sucesso é a Magazine Luiza, uma empresa “tradicional” até pouco tempo atrás, mas que abriu sua frente de inovação, adquiriu dezenas de startups e chegou a comprar até o Jovem Nerd, empresa voltada para conteúdo.

Um dos processos inovadores

que podem transformar o dia a dia das empresas é a ação de digitalizar processos de backoffice, esse é um exemplo de como a inovação traz redução de custos. Conhecer e fazer negócios com retail techs pode aumentar as vendas da corporação em questão de meses e novas soluções de onboarding e treinamento de funcionários, pode trazer maior retenção de talentos a médio prazo. Também usar soluções de descarbonização ou de edutechs voltadas para a diversidade traz velocidade às metas de ESG das empresas. São inúmeras possibilidades que só dependem da disposição das empresas em dar o primeiro passo de início para inovar. Não saber por onde começar, faz parte do processo, porém felizmente, existem soluções que contemplam tal necessidade, contribuindo para analisar, orientar, desenvolver e executar as ações necessárias para a inovação organizacional.

Muitas corporações querem iniciar o projeto de inovação aberwww.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 61


Aumente a produtividade da sua empresa digitalizando processos burocráticos. A Latourrette Consulting tem diversas soluções que simplificam sua gestão de negócio. Faça parte da transformação digital. saiba mais

62 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ACOMPANHE A TRANSFORMAÇÃO DAS EMPRESAS D E S U C E S S O. to Go e i St

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 63


to Go e Sit

64 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

JULIANA GOMES

Líder de novos negócios e projetos da Wolters Kluwer, Health no Brasil

Como as ferramentas de suporte à decisão clínica podem contribuir para a sustentabilidade econômica dos hospitais?

À

medida que a digitalização do mercado de saúde amadurece, novos conceitos tecnológicos ganham força para contribuir para a aceleração do desenvolvimento deste setor, não somente no cuidado ao paciente, mas na união de outros pilares complexos do sistema de saúde como a garantia de acesso, os custos e a qualidade do atendimento. Neste sentido, a interoperabilidade na saúde tem se destacado como um importante conceito para a melhoria do gerenciamento hospitalar e da sustentabilidade econômica das instituições. Diante deste cenário, a tecnologia assume papel estratégico em todas as áreas destas instituições e o investimento em ferramentas digitais torna-se cada vez mais necessário. De acordo com um estudo realizado pela International Data Corporation, o investimento em tecnologias na área da saúde na América Latina deve chegar em US$ 1.931 milhão até 2022, o que equivalente a quase R$ 10 bilhões. Este dado demonstra que o www.informationmanagement.com.br

avanço tecnológico é uma das pautas prioritárias no segmento. A partir disto, é preciso compreender a maneira como esta evolução acontece no mercado de saúde, bem como as vantagens que determinadas ferramentas agregam ao setor e à gestão das instituições de saúde.

O PAPEL DAS FERRAMENTAS DE SUPORTE À DECISÃO CLÍNICA PARA A GESTÃO HOSPITALAR A efetividade clínica é ponto chave quando se trata de saúde. As ferramentas de suporte à decisão clínica colaboram, não apenas com a melhoria do cuidado ao paciente, mas também com a gestão INFORMATION MANAGEMENT | 2021 65


to Go e Sit

66 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

e a sustentabilidade econômica das instituições, uma vez que, na medicina, a melhor prática é, muitas vezes, a abordagem mais economicamente efetiva. A utilização desses recursos promove o acesso a informações que garantem melhores decisões clínicas, tornando-as mais ágeis e assertivas. As decisões baseadas em evidências colaboram com a redução da variabilidade clínica, de eventos adversos, desperdícios e no tempo de internação do paciente, o que impacta diretamente nos custos da instituição. Desta forma, o primeiro ponto para uma gestão de qualidade é garantir eficiência e assertividade no atendimento e cuidado ao paciente. A CONEXÃO DE SISTEMAS E A NECESSIDADE DA INTEROPERABILIDADE NA SAÚDE Além da ampliação do escopo de tecnologias, é necessário que estas soluções estejam interligadas e consolidem um ecossistema dentro das instituições. A interoperabilidade na saúde permite que boa parte das ações e estratégias definidas pelos gestores aproximem-se do corpo clínico e garantam a assertividade e a rapidez necessárias para o planejamento e o desenvolvimento das atividades.

perabilidade na saúde ainda é baixo. De acordo com o levantamento, somente 29% das instituições participantes possuem interoperabilidade entre sistemas. É fato que o primeiro passo para a transformação digital foi dado com a implementação de prontuários eletrônicos e registro de informações de pacientes. O próximo passo é garantir a integração entre este sistema digital a outras ferramentas tecnológicas, como as soluções de suporte à decisão clínica, por exemplo. Este é um desafio que pode ser superado a partir do alinhamento do corpo clínico e do departamento de TI, uma vez que discutir o processo e o que pode ser aprimorado em conjunto garante subsídio de informações à administração destas instituições e, consequentemente, facilita a tomada de decisão, reforça a eficiência do atendimento clínico e permite a tão necessária sustentabilidade econômica dos hospitais e clínicas de saúde.

A INTEROPERABILIDADE NA SAÚDE PERMITE QUE BOA PARTE DAS AÇÕES E ESTRATÉGIAS DEFINIDAS PELOS GESTORES APROXIMEM-SE DO CORPO CLÍNICO E GARANTAM A ASSERTIVIDADE E A RAPIDEZ NECESSÁRIAS PARA O PLANEJAMENTO E O DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES.

Segundo a pesquisa “ TIC Saúde 2021 “, divulgada em novembro de 2021 pelo “Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação” (Cetic), embora mais de 90% das instituições de saúde contem com sistemas eletrônicos para registro de informações sobre os pacientes, o número de empresas que investem em intero-

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 67


to Go e Sit 68 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

LUCAS SOARES

Supply & Generation Leader na BossaBox

Sete dicas para fazer retrospectivas que geram ações efetivas

F

inal de ano é momento de olhar para trás e ver todos os projetos e avanços que fizemos no período e já começar a pensar nos próximos passos. Eu sempre odiei as cerimônias de retrospectiva tradicionais e o grande motivo é que elas geram (nos contextos que eu trabalhei) muitos post-its, muitas reclamações (que são extremamente importantes), mas pouco planos de ação, ou pouco acompanhamento do andamento destes. Entretanto, nos últimos meses venho trabalhando com um time de produto incrível, e que já possuíam uma dinâmica de retrospectiva muito interessante, e principalmente muito adaptável para diversos cenários de sprint, seja uma ótima sprint, ou uma péssima. Com o tempo trabalhando juntos, nós fomos evoluindo essa dinâmica e sentimos que tem feito diferença no trabalho, melhorias nas ações que geramos e concluímos. Com isso, aproveito para compartilhar 7 dicas de como melhorar as cerimônias de retrospectivas, sejam elas anuais ou por sprint. 1. TEMPO DA CERIMÔNIA Não dá para se falar sobre o que rolou de bom e ruim em 15 dias, em um time inteiro, em uma www.informationmanagement.com.br

hora, além disso a dinâmica acontecia de forma muito fluída e com muita voz para todo mundo. Por isso, não tenha pena de gastar tempo do time nessa cerimônia, engaje as pessoas num fluxo que faça sentido, crie um ambiente seguro para que elas possam falar, e você vai perceber que o tempo passa rápido quando a conversa é relevante, quanto mais tempo você gasta em conversas relevantes agora, menos tempo você precisará gastar em cerimônias no futuro. 2. COISAS QUE FORAM RUINS É ideal começar pelos proble-

mas, já que eles demoram mais para serem descritos e também para serem discutidos. Em um cenário onde vamos estourar o tempo da reunião, é importante que pelo menos os problemas sejam discutidos, e só por isso começamos por eles. Neste momento falamos sobre tudo o que rolou de ruim e isso transcende os limites profissionais, exemplo: “Essa sprint eu não consegui render tanto, porque tive que mudar de apartamento e consequentemente consegui focar menos porque estava extremamente preocupada”.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 69


to Go e Sit

70 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

É importante dar esse espaço, essa transparência para que não haja pré-concepções sobre os membros do time, sobre uma entrega que não foi feita, ou que demorou mais para ser feita. É importante um espaço seguro para que as pessoas reconheçam suas falhas e que não recebam julgamentos, mas sim ajuda para gerar planos de ação que serão cumpridos para que não aconteça mais esses problemas. 3. COISAS QUE FORAM BOAS Então, falamos sobre coisas boas que aconteceram durante a sprint e que foram muito boas, e mais uma vez nós abrimos o espaço para que isso transcenda os limites profissionais, exemplo: “A mudança foi super complicada, porém estou extremamente feliz com o meu novo apartamento”. Este ponto parece simples, mas acredito veementemente nessa conexão além do trabalho para gerar mais empatia e responsabilidade com cada membro do time. Na correria do dia a dia dos times de produto é importante relembrarmos que todos somos seres humanos e compartilhar um pouco sobre o que foi bom e o que foi ruim além das demandas. 4. ELOGIOS PARA PESSOAS QUE FORAM INCRÍVEIS Reconhecer é uma maneira genuína de trazer as coisas boas que aconteceram e direcionarmos para aquelas pessoas que merecem elogios pelo que fizeram. Essa etapa tem uma grande responsabilidade no entrosamento e o carinho que o time tem um pelos outros. É importante saber o que as pessoas gostam e admiram www.informationmanagement.com.br

em cada um de nós, e ter espaço para falar sobre isso frente a frente tem se tornado cada vez mais efetivo em mostrar como somos gratos por trabalhar num time com tantas pessoas incríveis. 5. PLANOS DE AÇÃO Os planos de ação geralmente saem da discussão do que foi ruim. Uma possibilidade é que a pessoa que teve a ideia seja responsável por falar o que ela significa, seja em qual etapa for, isso gera interação e evita gaps de comunicação. Após a pessoa explanar o que ela quis dizer com aquilo que foi ruim, é a hora de separar em problema, solução e owner. No fim desta etapa podem-se gerar vários planos de ação, e por isso deve-se priorizar o que vai ser entregue. É extremamente importante que o problema esteja descrito, a solução mais viável (pode ser desde: falar com tal pessoa ou fazer tal documentação), e principalmente é importante cada um dos planos de ação terem um responsável por executar aquela tarefa, simples assim. 6. ACORDOS DO TIME Nem tudo gera uma ação, porque nem tudo é uma ação, às vezes é necessário só um acordo para que alguns problemas não aconteçam novamente, exemplo: toda quarta-feira vamos fazer X para gerar Y e precisamos acompanhar periodicamente isso para nos certificarmos que estamos mantendo esse acordo. 7. ACOMPANHAMENTO Nada do que eu falei antes vale alguma coisa se não houver um acompanhamento, portanto antes de começarmos esse fluxo

É IDEAL COMEÇAR PELOS PROBLEMAS, JÁ QUE ELES DEMORAM MAIS PARA SEREM DESCRITOS E TAMBÉM PARA SEREM DISCUTIDOS. EM UM CENÁRIO ONDE VAMOS ESTOURAR O TEMPO DA REUNIÃO, É IMPORTANTE QUE PELO MENOS OS PROBLEMAS SEJAM DISCUTIDOS, E SÓ POR ISSO COMEÇAMOS POR ELES. todo da cerimônia, é preciso: • Revisitar os acordos do time para relembrar se aquilo que foi combinado foi cumprido, e se não qual foi o motivo (às vezes pode gerar um plano de ação); • Revisitar os planos de ação para entender com os owners o que foi feito, o que não e por quê; • Começar a nova cerimônia de retrospectiva Esses pontos vêm de experiência prática e na minha visão, trabalhando há mais de 7 anos com produto, foi a estrutura mais efetiva para essa cerimônia. Mas existem muitas outras estruturas e o ideal é encontrar a perfeita para o seu time, garantindo agilidade, propositividade e, no final, a entrega. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 71


to Go e Sit

72 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

LUIS TOMASETTI

CEO da Passarela

Tudo será online? O que o ano de vendas online ensinou para o varejo físico

O

varejo digital não para de crescer e foi ainda mais acelerado diante do que vivenciamos desde o início de 2020 com as diversas restrições de circulação que foram necessárias. Com isso, se antes já ouvíamos que o varejo físico morreria no futuro, as

www.informationmanagement.com.br

especulações passaram a ganhar uma força ainda maior. Cenário que não acredito! Gosto de fazer uma analogia com o mercado de mídia e conteúdo mundial. No início da Era do Rádio, anunciaram que os impressos

morreriam. Posteriormente, com a chegada da televisão, avisaram que o rádio também passaria por isso, e assim sucessivamente com a chegada de produtos que são novidades. Mas por que estamos sempre propensos a pensar que uma coisa substitui a outra? Nada disso morreu até hoje. É verdade que alguns modelos podem perder um pouco de força, mas em geral cada um desses canais de comunicação procurou compreender sua importância, seu posicionamento e seu lugar dentro de uma nova composição na estrutura do mercado. Com o varejo físico e digital o cenário também é complementar. Os anos de 2020 e 2021 foram sem dúvidas o do e-commerce no Brasil e no mundo. Não nos surpreende, pois este movimento já vinha acontecendo mesmo antes da pandemia. Em 2020 a taxa de crescimento do varejo digital foi de 40% em relação ao ano anterior e se manteve em 2021, com um crescimento de 23%. Mas quando começamos a olhar para a retomada da vida fora de casa, sabemos que os consumidores sentem falta da experiência e do contato humano dos ambientes físicos. Um dado divulgado pelo Think With Google mostra que INFORMATION MANAGEMENT | 2021 73


Experimente uma maneira mais inteligente de trabalhar! O M-Files entrega os documentos que você precisa e automatiza tarefas tediosas. Com ele, você economiza tempo e dinheiro para reinvestir no que faz sua empresa crescer. Gestão de seus contratos, cláusulas críticas, assinaturas digitais, Gestão de RH ou Contas a Pagar. Tenha uma visão 360° centralizada, integrando seu Teams, Salesforce, G Suite, recuperando automaticamente o conteúdo que você precisa e quando você precisa. Não importa o que seja ou onde esteja salvo.

Simplifique as tarefas com o uso intensivo de documentos, minimize o erro humano e agilize os processos. As informações fluem com facilidade e segurança, mantendo os negócios e os cronogramas em dia. Acesse, de forma simples, os fluxos de trabalho de cada documento dentro de um processo e na etapa em que se encontra. Aumente sua produtividade e a satisfação de seus clientes.

M-Files é flexível e se adapta ao seu dia a dia. Solicite uma avaliação: www.ibsdocs.com.br 74 INFORMATION MANAGEMENT | 2021 (11) 3877-0047

to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

17% dos entrevistados afirmam que continuarão a fazer compras exclusivamente presenciais. Outros 12% dizem que irão fazer a maior parte de suas compras em lojas físicas e o restante digitalmente. Olhando pelo outro ângulo, 24% escolheram fazer a maior parte das compras digitais e a menor presencialmente, enquanto 25% devem comprar exclusivamente online. O que isso nos mostra? Que, independentemente da frequência das compras, mais de 50% ainda escolhem em algum momento o físico. Se fosse algo a morrer em breve, será que a Amazon estaria investindo no varejo físico? Ainda temos muito mercado pela frente, mas precisamos ser realistas para compreender que assim como os canais de comunicação, precisamos de reinvenção - uma palavra que está na moda nos últimos anos, mas que não deixa de ser atual. Para isso, passamos a olhar para uma das coisas que o varejo digital sabe fazer de melhor: ler e compreender os dados, analisar e aprender

com eles. Mais importante do que isso, precisamos parar de colocar o que acreditamos como regras para o mercado e passar a ouvir o que o consumidor tem a dizer. O comércio eletrônico faz isso de forma brilhante monitorando toda a navegação, entendendo profundamente o cliente, suas vontades e necessidades. Como o varejo físico pode aprender com isso? Compreendendo que não é somente o online que dá acesso a informações dos nossos consumidores. Os dados também estão nas lojas físicas e devem ser apurados a partir da observação, da escuta, da atenção ao consumidor, além de toda tecnologia que puder utilizar para otimizar a captação de informações. Assim, podemos aprofundar o conhecimento sobre os nossos clientes e, assim, entregar o que ele realmente quer. Uma loja física não pode ser só uma vitrine. Ela deve ser um local de experiência, de coleta de informações, de relacionamento. Para quem vive

AINDA TEMOS MUITO MERCADO PELA FRENTE, MAS PRECISAMOS SER REALISTAS PARA COMPREENDER QUE ASSIM COMO OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO, PRECISAMOS DE REINVENÇÃO - UMA PALAVRA QUE ESTÁ NA MODA NOS ÚLTIMOS ANOS, MAS QUE NÃO DEIXA DE SER ATUAL. do varejo tradicional, não é um passo simples nem fácil. É necessário treinar gerentes, vendedores, estoquistas, VM, empacotadores. É preciso treinar e orientar todo o time das lojas para que eles também sejam parte integrante desse universo conectado. As pessoas querem voltar ao varejo físico, mas não querem deixar de lado a experiência personalizada que ele proporciona aos consumidores. Quando uma empresa consegue unir esses dois mundos, ela avança em termos de negócio e estratégia, pois consegue ser muito mais assertiva ao direcionar os esforços para o que realmente importa.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 75


to Go e i St

76 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


MARCELO BRAGA

Vice-presidente da IBM Brasil

O futuro dos bancos: como se antecipar ao consumidor digital nativo

C

ostumo dizer que a tão falada transformação digital não é um tema liderado pelas empresas, mas sobre como as empresas estão se adaptando para atender a uma sociedade que já é digital. Nesse contexto, um novo consumidor ganha força: o nativo digital. O primeiro que utilizará uma nova “moeda” para medir as empresas: a confiança digital. E sabemos que a confiança, uma vez perdida, é difícil de reconstruir. Estima-se que os nativos digitais representem 44% da população do Brasil até 2025, segundo estatísticas do CEPAL. Como consumidores, suas demandas por uma experiência digital de fato, que será comparada com a melhor experiência que eles têm com seus outros serviços digitais, não poderá ser ignorada pelas empresas. O setor financeiro já está atento a esse novo tipo de consumidor. A procura por uma experiência digital nativa está tocando esse segmen-

www.informationmanagement.com.br

to, que não é mais formado somente pelos grandes bancos, mas também por startups de serviços financeiros e a integração desse ecossistema através do open banking. Desde o “compre agora, pague depois”, assistentes virtuais para atendimento, até criptomoedas, essas instituições estão se transformando em verdadeiras empresas de tecnologia. Agora são repositórios de dados massivos,

com todos os riscos e responsabilidades que carregam, já que gerenciar cada vez mais dados requer mais proteção, base fundamental para se ter confiança. Nesse cenário, os serviços financeiros devem ser simples, ágeis, resilientes e seguros. Seus ambientes de missão crítica, junto com enormes quantidades de dados que administram, requerem INFORMATION MANAGEMENT | 2021 77


O

O

EVOLUINDOAAMANEIRA MANEIRACOMO COMOOO MUNDO MUNDO EVOLUINDO GERENCIAAAINFORMAÇÃO INFORMAÇÃO GERENCIA

PRESTANDOOOMELHOR MELHOR SERVIÇO SERVIÇO PRESTANDO

Soluções Access, para empresas que Soluções Access, para empresas que precisam fazer a gestão de documentos precisam fazer a gestão de documentos físicos ou digitais, com segurança e físicos ou digitais, com segurança e e ciência. e ciência.

Soluções Access: Soluções Access:

to Go e Sit

Estamos esperando o seu contato

Estamos esperando o seu contato

São Paulo Itupeva Rio de Janeiro Curitiba 11 3612.6070 | 21 3541.3100 | 41 4063.8667 São Paulo Itupeva Rio de Janeiro Curitiba 78 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.accesscorp.com.br 11 3612.6070 | 21 3541.3100 | 41 4063.8667

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

uma capacidade computacional e escala excepcionais e, ao mesmo tempo, devem conseguir unir o cumprimento normativo com inovação de seus serviços. Seu sucesso neste processo determinará se podem ganhar e manter a confiança dos nativos digitais, e proteger sua vantagem competitiva durante a próxima década. Para conquistar o nativo digital, a indústria de serviços financeiros deve adotar três princípios chave: MANTER TODOS SEUS DADOS EM SÓ UM LUGAR NÃO É UMA BOA ESTRATÉGIA Determinar quais dados devem permanecer dentro dos servidores locais e quais devem migrar para a nuvem é o primeiro desafio. Nem todos os dados se criam da mesma maneira e, por isso, nem todos requerem um nível idêntico de controle e supervisão. Combinar a inovação no local com uma abordagem em nuvem híbrida permite obter até 5 vezes mais valor que uma nuvem pública. Atualmente, apenas 10% das cargas de trabalho das instituições bancárias foram movidas para a nuvem, o que compromete a evolução da experiência do cliente e o crescimento. É necessária uma base sólida para o futuro, com uma arquitetura central modernizada, “livre” de antigas heranças e reinventada para os mainframes atuais, com velocidade em tempo real, segurança e agilidade, que se adaptarão

www.informationmanagement.com.br

ATUALMENTE, APENAS 10% DAS CARGAS DE TRABALHO DAS INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS FORAM MOVIDAS PARA A NUVEM, O QUE COMPROMETE A EVOLUÇÃO DA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE E O CRESCIMENTO. a bilhões de transações sem uma maior latência, fundamental para aproveitar a Inteligência Artificial. A PLURALIDADE DE PROVEDORES GERA INOVAÇÃO SEGURA A abordagem de um só provedor é restritiva e complexa, não satisfazendo as demandas de um cliente nativo digital. Um estudo realizado pela IBM agora no segundo semestre de 2021, aponta que 70% das organizações de serviços financeiros acreditam que ficar preso a um fornecedor gera um obstáculo significativo para melhorar o desempenho de seus negócios. Se uma organização opera com algemas, em forma de silos e restrições impostas pelos provedores

de tecnologia, dificilmente conseguem capturar essa nova realidade de mercado. Para que uma empresa seja ágil é necessário ter uma base interoperável e diversa. Esse ambiente se encontra na intersecção entre as instalações e as nuvens, onde a combinação de diferentes infraestruturas, tecnologias e aplicações permite que ela cumpra com seus objetivos competitivos de forma segura. A SEGURANÇA E A PRIVACIDADE GERAM CONFIANÇA Em um momento de abertura de plataformas, maior interconectividade do mercado e incremento das regulamentações, as medidas de segurança são ainda mais necessárias e requeridas. Com esta abordagem, a segurança pode ser alcançada amplamente, oferecendo visibilidade de uma atividade suspeita na rede ou uma possível fraude e uma resposta rápida a essas ameaças suportadas com um uso de inteligência artificial. A privacidade também pode ser reforçada com tecnologias desenhadas para que os dados não possam ser manipulados, nem mesmo pelo provedor da nuvem, apenas seu proprietário. Esses três princípios são a base para que as instituições financeiras atendam às experiências esperadas pelos nativos digitais e que requer arquiteturas abertas, híbridas (usando nuvem e seus próprios data centers) e que usam IA para escalar suas operações.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 79


80 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

to Go e Sit www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR MARCO ANTÔNIO BARBOSA

Especialista em segurança e diretor da CAME do Brasil

A corrida contra a violência só está começando

O

ano de 2021 demonstrou um enorme avanço para o mercado de segurança. A pandemia acelerou o processo de integração e automatização de sistemas e transformou o setor. A previsão, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), é que o setor tenha um crescimento de 16%, batendo os 13% de aumento computados em 2020. Sendo obrigadas a ficarem mais

www.informationmanagement.com.br

dentro de casa, as pessoas investiram em reformas (a construção civil deve crescer até 7,6%) e também em novos sistemas de IoT (Internet das Coisas), o que também inclui o setor de segurança privada. Cada vez mais, plataformas únicas irão comandar todas as funções de uma casa, por exemplo. Do celular, você poderá controlar tudo, inclusive os sistemas de automatização de portas e portões, câmeras, interfones, entre

outros. Tudo para colocar o usuário em primeira pessoa, com cada vez menos intermediários, como porteiros ou zeladores. Somente como parâmetro, a busca por portarias remotas aumentou 30% neste ano e ainda tem muito para expandir. A Abese estima que o Brasil tem cerca de 180 mil condomínios, sendo 50 mil só em São Paulo. Desses, somente duas mil portarias são atendidas a distância atualmente, INFORMATION MANAGEMENT | 2021 81


to Go e i St

82 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

ou seja, há um oceano a ser desbravado nesse quesito. E esse crescimento ainda pode ser maior com a chegada do 5G. A velocidade da internet, que deve ser implantada em 2022, vai revolucionar ainda mais a forma como consumirmos tecnologia, e o mercado de segurança deve nadar de braçada nesse novo cenário. Outro fator constante, que sempre pende na balança do crescimento do mercado, é a violência no Brasil. Apesar de uma ligeira queda, apontada pelos últimos dados, o número ainda segue alto e afeta até mesmo locais que eram oásis, como os condomínios empresariais e residenciais. Os dados mais recentes apontam para um crescimento nessa modalidade, o que impulsionou também a busca por soluções mais modernas e de alta segurança.

ver segurança para a população precisa ser preenchida, e é aí que as empresas privadas aparecem como solução. A combinação entre avanço tecnológico e dados de violência de um país em guerra mostra uma tendência de que a corrida por novos sistemas de segurança só deve aumentar nos próximos anos. Contudo, é preciso estar atento a propagandas de serviços milagrosos que possam surgir, para não abafar o trabalho sério feito pelo setor. As tecnologias funcionam para auxiliar a evitar crimes, mas devem sempre vir acompanhadas de uma estratégia personalizada para o local e região onde serão instaladas. É necessário oferecer segurança de fato e não apenas a sensação de estar seguro.

TECNOLOGIAS UTILIZADAS CONTRA O TERRORISMO NOS ESTADOS UNIDOS E NA EUROPA, AQUI SÃO USADAS PARA EVITAR INVASÕES. E NÃO SÃO POUCOS OS CASOS QUE COMPROVAM A NECESSIDADE DESSES EQUIPAMENTOS.

Tecnologias utilizadas contra o terrorismo nos Estados Unidos e na Europa, aqui são usadas para evitar invasões. E não são poucos os casos que comprovam a necessidade desses equipamentos. Roubos a empresas de valores ou até aeroportos, como o ocorrido em Viracopos, acontecem com frequência e ganham destaque nos noticiários, aumentando a sensação de insegurança. O aumento da pobreza e desigualdade social culmina no aumento da violência que, por sua vez, faz disparar a busca por novas proteções. É um ciclo vicioso de décadas e, apesar de pequenas quedas recentes, os números ainda são altos e assustadores. A lacuna deixada pelo Estado em não prowww.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 83


to Go e Sit

84 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

PAULO MANZATO

Vice-presidente regional de vendas da Talkdesk

Contact Centers e o futuro da experiência do cliente

E

ntramos em uma nova era na qual os Contact Centers modernos podem fornecer resultados palpáveis de negócios por meio de interações mais eficientes, personalizadas e conectadas. As novas soluções e recursos estão permitindo que empresas de todos os tamanhos e tipos melhorem seus serviços,

www.informationmanagement.com.br

criando experiências unificadas entre canais de atendimento. O gestor que imagina que os Contact Centers ainda oferecem funcionalidades limitadas ou de papel secundário nas operações de uma empresa certamente está abrindo mão de uma parte essencial de qualquer estratégia moder-

na de experiência do cliente (CX). Graças aos aplicativos baseados em nuvem, inteligência artificial (IA) e recursos omni-channel, os Contact Centers estão se consolidando como uma base que centraliza a jornada do cliente, capazes de mapear as interações e proporcionar experiências INFORMATION MANAGEMENT | 2021 85


ELO HR Recruiting

Contrate os melhores candidatos

to Go e Sit

YOUR WORK FLOWS

G

erencie seu ciclo de recrutamento de forma eficaz e transparente com a Business Solution ELO HR Recruiting. A ferramenta tudo em um que permite a você enviar facilmente solicitações de vagas de emprego, aceitar candidaturas e armazenar convenientemente as informações do candidato em seu sistema de RH ou no arquivo de pessoal digital ELO. Além de economizar tempo e recursos, graças às funções de

exclusão automática e ao conceito de permissões baseadas no usuário, também atende aos requisitos de proteção de dados pessoais. A Business Solution ELO HR Recruiting oferece suporte profissional na otimização de seus processos de recrutamento. Contacte-nos para obter mais informações sobre a Business Solution ELO HR Recruiting ou visite-nos em: www.elo.com/pt/recruiting

Enterprise Content Management · Gerenciamento de documentos · Arquivamento · Fluxo de trabalho 86 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

personalizadas, mesmo quando a interação com um mesmo cliente acontece em diferentes canais. A Pandemia, certamente, tem influência na chegada desta nova era. Ela exigiu soluções para que agentes de Contact Centers pudessem trabalhar de casa acessando sistemas com a mesma facilidade que de dentro da empresa. Mais velozes e flexíveis, os Contact Centers em nuvem guardam informações dos clientes, como seus hábitos e preferências sobre produtos e serviços, possibilitando, por exemplo, criar um mosaico de um cliente específico com estratégias de CX apropriadas para ele. O Avanço da IA também tem um papel essencial nesta evolução: Com algumas rotinas auto-

www.informationmanagement.com.br

matizadas, os agentes ficam livres por mais tempo para se concentrar em solicitações mais complicadas e se envolver em oportunidades de vendas. Outra possibilidade para os agentes é o “human-in-the-loop”, onde os próprios agentes podem se tornar instrutores especialistas em IA usando seu próprio produto e conhecimento do cliente. Na verdade, a tecnologia está disponível hoje e pode ser usada para automatizar 80% das interações. Com tantas inovações tecnológicas disponíveis, o contact center moderno está provando seu valor, emergindo como um recurso estratégico que pode equipar qualquer empresa não apenas para liderar a revolução CX, mas também se adaptar rapidamente ao que está por vir.

A PANDEMIA, CERTAMENTE, TEM INFLUÊNCIA NA CHEGADA DESTA NOVA ERA. ELA EXIGIU SOLUÇÕES PARA QUE AGENTES DE CONTACT CENTERS PUDESSEM TRABALHAR DE CASA ACESSANDO SISTEMAS COM A MESMA FACILIDADE QUE DE DENTRO DA EMPRESA.

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 87


to Go e Sit

88 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

POR RAPHA AVELLAR

Fundador da Adventures

A era dos Ys e Zs: o que as gerações mais desafiadoras têm ensinado às marcas? mos anos. Além disso, as marcas precisam estar de olhos e mentes abertos para entender o que é importante para esses novos consumidores. Para isso, é preciso analisar o cenário como um todo. Mesmo com as diferenças que a própria tecnologia propôs, o contexto atual que estamos vivendo também impactou diretamente em como as pessoas se comportam hoje e no futuro.

N

unca se falou tanto sobre gerações como no último ano! De acordo com um levantamento que realizamos aqui na Adventures, o interesse no assunto nunca foi tão alto. Houve um aumento de 127% na busca pela geração Z , 37% pela Y e 33% pela X. Na verdade, acredito que a curiosidade em relação ao tema sempre existiu, mas atualmente ele está mais evidente princiwww.informationmanagement.com.br

palmente pela enorme diferença entre pensamentos, interesses e valores, que tem intrigado as marcas a respeito do que esses novos consumidores esperam e como podem conquistá-los. O fato é que nós, como sociedade, precisamos estar atentos a cada detalhe novo que se apresenta para entendermos mais profundamente como serão os próxi-

De todas as gerações, a Y e a Z, são as que mais estão sentindo os efeitos desse novo panorama. Por exemplo, diante das circunstâncias em que estamos inseridos, são elas que passam por índices recorde de desemprego e inflação. Vemos aqui o poder de compra diminuir, o que abalou a preocupação e, consequentemente, a felicidade desse grupo de pessoas. O Brasil vive uma onda de desempregos desde 2012, sendo agravada com a pandemia, em que 64% das pessoas tiveram seus trabalhos afetados, em especial os Gen Z e 50% dos millennials, que estão vendo sua situação financeira piorando ou mais estagnada no próximo ano. Outro ponto importante que se transformou devido ao cenário atuINFORMATION MANAGEMENT | 2021 89


A TAREFA REPETITIVA FICA COM A GENTE

to Go e Sit

ENQUANTO SUA EQUIPE FOCA NOS RESULTADOS

COMERCIAL@AUTOMATE.COM.BR

(11) 9 9977-8578 @AUTOMATEBRASIL 90 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

al foi a cultura organizacional. De um lado, as incertezas trazidas pela Covid-19 aumentaram a parcela de Millennials que desejam ficar mais de cinco anos no mesmo emprego (de 28% para 35%). Do outro, as companhias estão se adaptando às necessidades dessas gerações e fornecendo o suporte necessário para enfrentar esse período. Ou seja, torna-se cada vez mais necessária a atenção das empresas a esses fatores de retenção e a mudança de mentalidade. Entre os assuntos que preocupam as gerações Y e Z, temos as questões climáticas como grande destaque desde a pré-pandemia. Inclusive, durante a pandemia, o assunto ficou em 2º lugar após as preocupações com a saúde. Os efeitos da redução da emissão de carbono durante o lockdown causaram um otimismo ambiental. Com isso, 40% das pessoas (millennials e gen Z) acreditam que o comprometimento para tomar ações pessoais para os problemas ambientais será maior após a pandemia. Assim, a intenção de causar mudanças positivas nas comunidades locais e globais tem crescido, mas em um nível de atitudes individuais e com menor expectativa governamental ou privada. Porém, mesmo que essas gerações entendam que para alcançarmos uma mudança real é preciso começar em casa, elas valorizam muito as empresas que causam um impacto positivo na sociedade. E, apesar de ainda desconfiarem das suas reais intenções, é fundamental que as companhias entendam a importância dessas atitudes para que se construa essa percepwww.informationmanagement.com.br

ção global, aos poucos. Cerca de 75% das pessoas afirmam que, quando a pandemia melhorar, vão se esforçar para comprar de negócios locais e/ou pequenos comércios e 60% vai comprar de grandes empresas que atuaram positivamente durante a pandemia. Questões como igualdade e inclusão, também não foram esquecidas, e com certeza são preocupações reais para elas. Observando todos esses pontos o que fica cada vez mais escancarado é que, apesar de estarem passando por situações desafiadoras, ambas as gerações acreditam que as empresas e governos têm mostrado respostas positivas frente à pandemia, e acreditam em novas oportunidades. E, ao mesmo tempo que entendem que o seu papel dentro dessas transformações não é “esperar que as coisas aconteçam”, mas sim de “fazer acontecer”, eles também já sabem muito bem quem querem ao lado nessa luta: marcas que compreendam e deem suporte às necessidades de toda a sociedade e que estejam atentas aos seus anseios e desejos pessoais. Assim, o papel dos negócios hoje é ir muito além do arroz com feijão. Eles precisam entender seu público a fundo, todas as suas preferências, gostos, expectativas, entre outros. Para isso, é imprescindível que coletem e analisem uma quantidade imensa de dados e, apesar de parecer difícil hoje, essa tarefa é mais simples, até porque o mundo online é o universo dos consumidores de agora e tudo está lá, no celular. Atualmente, todas as intera-

ENTRE OS ASSUNTOS QUE PREOCUPAM AS GERAÇÕES Y E Z, TEMOS AS QUESTÕES CLIMÁTICAS COMO GRANDE DESTAQUE DESDE A PRÉ-PANDEMIA. INCLUSIVE, DURANTE A PANDEMIA, O ASSUNTO FICOU EM 2º LUGAR APÓS AS PREOCUPAÇÕES COM A SAÚDE. ções nas redes sociais, sites etc., geram dados que, se analisados da maneira correta, serão o grande divisor de águas entre quem ganha e quem perde o game. Afinal, ter a capacidade de entender onde as pessoas colocam a sua atenção, e assim, estruturar uma maneira de entregar conteúdo para que elas conquistem ou tenham o que desejam alcançar é fundamental para o sucesso nos dias de hoje. Além disso, mais do que oferecer o produto ou serviço que apresente a solução para determinada “dor”, é essencial também que essa empresa tenha valores reais e enraizados que se conectem com os seus consumidores, verdadeiramente. INFORMATION MANAGEMENT | 2021 91


/metrofileoficial

/company/metrofilebrasil

A VELOCIDADE que os processos

de RH

PRECISAM to Go e Sit

92 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

Solução para acompanhamento & gestão das informações dos colaboradores

Processos automáticos e mais ágeis de RH

Acompanhamento de atividades e status via dashboard

Lembretes de prazos e documentos faltantes

Formalização e análise documental dos prontuários ativos e inativos

Soluções de digitalização e guarda de documentos gerenciada

Assinatura eletrônica de documentos para validação

Tecnologia na identificação automática de documentos, armazenamento e extração de dados

www.metrofile.com.br www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

ROBERTO YANG

Consultor da Populos

Endpoint mobile a serviço da experiência do colaborador

A

comunicação móvel é um dos grandes vetores da transformação digital, que será potencializada a partir do ano que vem, quando o 5G entrar em escala comercial. Com essa nova realidade conectada, soluções orientadas à experiencia do usuário passaram a ser cruciais para provedores de aplicativos, que buscam entregar a máxima usabilidade, em interfaces leves, intuitivas e funcionais para diferentes tipos de dispositivos e conexões. A Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel - registrou mais de 234 milhões de acessos móveis à internet no Brasil em 2020. É inegável que parte dessa estatística é atribuída ao trabalho remoto, modalidade que cresceu com a pandemia, aumentando a demanda por soluções que permitissem a realização de atividades online, sem prejuízos para as operações. Pesquisa da instituição comercial sem fins lucrativos Mobile Ecosystem Forum (MEF), em parceria com a On Device Research, realizada em janeiro deste ano com 6,5 mil brasileiros, aponta que 66% dos trabalhadores do Brasil aderiram ao uso de smartphones

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 93


SOLUÇÃO Para documentos corporativos.

Gestão de documentos digitais e físicos aliada às melhores práticas arquivísticas do mercado. Guarda física estruturada com armazenamento inteligente, digitalização e controle de descarte de documentos. Conte com nossa equipe para manter seus documentos seguros e organizados, sempre em busca de melhoria contínua e sustentabilidade.

Vantagens: • BPM para automatização de processos • BI para dashboards e indicadores • Integração com outros sistemas • Assinatura Digital • Online/Cloud

to Go e Sit

Aponte a câmera do seu celular para o código e tire todas as suas dúvidas através do WhatsApp

94 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

pessoais para realizar tarefas profissionais, número 5% maior que o registrado em 2019. Mas utilizar o telefone móvel para o trabalho não é exatamente uma novidade, e mesmo antes da pandemia, ainda em 2018, estudo da consultoria Deloitte mostrava que, de cada 10 brasileiros, nove já utilizavam o celular para alguma atividade laboral fora do escritório e do horário de expediente. Com a modernização das tecnologias de comunicação mobile, a tendência é que dispositivos móveis, sobretudo telefones, sejam cada vez mais adotados como ferramenta de trabalho, apoiando a realização de tarefas no modelo híbrido que deve permanecer no “novo normal”. DISPOSITIVOS DEDICADOS OU BYOD? Hoje é possível rodar aplicações de workplace em equipamentos intermediários e de custo acessível, sem perda de tempo ou produtividade. Mas, se por um lado, a liberdade de acessar o escritório remotamente e em qualquer hora e lugar mantém a produtividade e garante a continuidade das operações, por outro, traz desafios em relação à forma como arquivos e aplicações são acessados e compartilhados.

UTILIZAR O TELEFONE MÓVEL PARA O TRABALHO NÃO É EXATAMENTE UMA NOVIDADE, E MESMO ANTES DA PANDEMIA, AINDA EM 2018, ESTUDO DA CONSULTORIA DELOITTE MOSTRAVA QUE, DE CADA 10 BRASILEIROS, NOVE JÁ UTILIZAVAM O CELULAR PARA ALGUMA ATIVIDADE LABORAL FORA DO ESCRITÓRIO E DO HORÁRIO DE EXPEDIENTE. Nesse sentido, as organizações vêm apostando na utilização de terminais próprios, configurados para o trabalho remoto, com acesso monitorado e aplicações direcionadas à função ou necessidade do usuário, padronizando processos e permitindo maior controle por parte dos gestores, inclusive, sobre a performance de cada colaborador. Deste modo, as organizações conseguem prover a melhor experiência ao usuário nas atividades remotas, dentro do ambiente digital da empresa e com regras de acesso e segurança pré-estabelecidas por

ela, de acordo com o modelo de negócio, compliance e aderente à área de atuação de cada usuário. Somado a isso, no caso de perda ou extravio de um dispositivo, existem aplicativos de rastreio que em muitos casos levam ao resgate do equipamento. Mas, caso o dispositivo não seja recuperado, há softwares que “zeram” o aparelho à distância, ou bloqueiam seu acesso às redes, garantindo a integridade de informações críticas.

Outro ponto de atenção é a segurança dos dados corporativos, que saíram dos datacenters internos para múltiplas nuvens e passaram a circular fora dos ambientes protegidos de rede, especialmente quando o colaborador utiliza o próprio equipamento (BYOD).

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 95


SOLUÇÕES EM BPO E GESTÃO

DE DOCUMENTOS SOLUÇÕES EM BPO E GESTÃO DE DOCUMENTOS

Conjunto de soluções com foco em automatizar os processos de negócio e a gestão documental de sua empresa

A Central Inf atua no segmento de BPO (Business Process Outsourcing) e de Gestão de Documentos disponibilizando soluções e processos com o mais alto padrão de qualidade e tecnologia, além de equipe treinada e especializada. Através de uma acessoria personalizada, desenhamos soluções exclusivas para os departamentos e verticais de sua empresa. Nosso objetivo é ser maisque um fornecedor, é ser seu parceiro de negócio, trazendo melhorias significativas nas operações de backoffice e permitindo que você concentre seus esforços em ações estratégicas.

to Go e Sit

SISTEMAS ESPECIALIZADOS PARA AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS E GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS

SIMPLIFICANDO PROCESSOS

INOVAÇÃO

EFICIÊNCIA

Soluções Web integradas para o Gerenciamento de processos, informações e Documentos.

Serviços executados com adoção de melhores práticas do mercado e equipe permanentemente treinada e capacitada.

SEGURANÇA

INFRAESTRUTURA DE PONTA

Controles e procedimentos rigorosos para garantir a segurança física e lógica de nossas instilações e operações.

Data Center com servidores virtualizados de última geração com redundância de dados, link dedicado, geradores de energia entre outros.

A POLÍTICA DE QUALIDADE DA CENTRAL TEM O COMPROMISSO DE ATUAR COM OS SEGUINTES VALORES: Confiabilidade

Qualidade na prestação de serviços e aprimoramento constante de nossos processos internos.

Desenvolvimento pessoal

Treinamento e qualificação de nossos colaboradores com foco no trabalho em equipe.

Visão estratégica

Busca constante por inovação tecnológica.

Contato 96 INFORMATION MANAGEMENT | (11)3665-2000 | (11)3668-2000 falecentral@centralinf.com.br

2021

Matriz Avenida Francisco Matarazzo, 524 Bloco 01 Água Branca / CEP: 05001-000 | São Paulo/SP

Filial Avenida Piracema, 1411 Galpões 11 e 12 www.informationmanagement.com.br Tamboré / CEP: 06460-030 | Barueri/SP


ARTIGO

ROBSON CALVETTI

Professor, Especialista em Engenharia de Software, Mestre em Engenharia Eletrônica e Computação

Afinal, por que a tecnologia 5G é tão importante?

A

ntes do início da aula, para uma turma de Engenharia, muitos alunos me questionaram sobre o leilão da Tecnologia 5G no Brasil, realizado, às vésperas, pelo Governo Federal. Qual seria a importância dessa tecnologia nas vidas dos brasileiros? Aproveitando a oportunidade para comentar alguns conteúdos do curso, através de um bate-papo descontraído e informal, topei o desafio. Começamos com a Internet e sua óbvia e indiscutível importância atualmente, muitos a considerando como a maior invenção de todos os tempos. Comentamos sobre a criação, na década de 1980, do chamado Protocolo de Internet, ou Internet Protocol - IP, e sua versão mais atual, a IPv6, que veio substituir a IPV4 em 2012, ampliando o número de combinações de endereços para a casa dos 340 undecilhões (340 x1036) de dispositivos que podem ser conectados simultaneamente na Internet. Falando de conexões, começamos com a Internet Fixa, que saiu da lenta e ultrapassada Internet discada, compartilhando as linhas telefônicas e alcançando taxas de transferência de dados de

www.informationmanagement.com.br

56Kbps, passou pela Banda Larga com cabeamento metálico próprio e chegou até a Banda Larga com fibras ópticas, que alcançam facilmente os 600Mbps atualmente, 10000 vezes mais rápida que a “dinossáurica” discada. Partimos, então, para a Internet Móvel, com a transmissão via ondas de rádio, evoluindo juntamente com o telefone celular. Começou, discretamente, na 2ª ge-

ração da telefonia móvel, ou 2G, já que na 1ª geração, analógica, só havia a conversação por voz. Com pífio desempenho, alcançava taxas de transferência de dados de até 64Kbps. Foi na 3G, com taxas de até 2Mbps, que a Internet Móvel se viabilizou como a conhecemos, ainda que modestamente. Daí, com a 4G, com taxas até 100Mbps em movimento e 1Gbps em baixa mobilidade, pudemos

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 97


desfrutar o que de melhor a Internet Móvel poderia nos oferecer. Será?! - Mas, Professor, e o 5G? questiona um aluno. - Calma - respondi -, ainda temos mais protagonistas nessa história. A Internet das Coisas, ou Internet of Things - IoT, responsável por conectar à rede inúmeros dispositivos, ditos “inteligentes”, de uso cotidiano. De lâmpadas a veículos, cada um utilizando um endereço de IP. E este foi um dos principais motivos para o lançamento da versão IPv6, lembra dela? E, num salto, veio a Internet de Todas as Coisas, ou Internet of Everything - IoE, onde, além dos dispositivos de IoT, se conectam pessoas, processos e dados, a Computação em Nuvem, ou Cloud Computing - CC, com algoritmos de Inteligência Artificial, ou Artificial Intelligence - AI, e de Aprendizado de Máquina, ou Machine Learning - ML, permitindo, por exemplo, a existência das Cidades Inteligentes, ou Smart Cities. Por fim, outro conceito importante: a latência, ou ping, definindo o tempo que uma requisição leva para ser concluída pela rede, ou seja, para um pacote de dados ir de um ponto ao outro. Segundo o relatório de desempenho da Internet brasileira no 2º semestre de 2021, gerado pelo SpeedTest, portal especializado em testes de velocidade e desempenho das conexões na rede, as latências médias mais baixas nesse período foram 13ms para a Fixa e

98 INFORMATION MANAGEMENT | 2021

35ms para a Móvel. - Agora, sim, podemos ir para o 5G! - informei. Segundo os editais do leilão, o 5G iniciará suas operações nas Terras Tupiniquins em meados de 2022, começando pelas capitais brasileiras. Sua tecnologia móvel será a NR - New Radio, permitindo conexões com latências entre 5ms e 20ms, podendo no futuro chegar à 1ms. As taxas de transferência de dados deverão ficar entre 10Gbps e 15Gbps, 10 vezes mais rápidas que a máxima do 4G atual. Por si só, esses números já demonstram o poder do 5G. Porém, o mais interessante está por vir. Parafraseando Steve Jobs, com o seu “One more thing…”, digo: - Mais uma coisa… se juntarmos tudo isso, o que poderemos ter? Respondo que o 5G causará impactos gigantescos em todas as áreas: saúde, transporte, educação, entretenimento, manufatura, energia, agricultura, varejo, finanças, esportes eletrônicos e por aí vai. Algumas delas para exemplificar: Na Saúde: equipamentos móveis, monitorando pacientes e enviando seus dados aos médicos o tempo todo; sistemas inteligentes de exames laboratoriais e imagens, gerando enormes quantidades de dados remotamente e processando diagnósticos através da Computação em Nuvem e Inteligência Artificial; cirurgias robóticas, controladas à distância, processando dados de sensores e atuadores, exigindo desempenho, precisão e reações em tempo real.

Saúde: HoloLens2, da Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

No Transporte: veículos privados e públicos, conectados em tempo real com as Cidades Inteligentes e suas múltiplas infraestruturas; ruas, avenidas e estradas inteligentes, melhorando a segurança, fluidez e eficiência dos transportes e usuários; veículos autônomos mais rápidos, confiáveis e seguros, trocando grandes quantidades de informações e executando suas missões, em tempo real, em seus ecossistemas.

Veículos Autônomos em Cidades Inteligentes, da Siemens (Foto: Divulgação/Siemens)

Na Educação: dispositivos móveis, utilizando as Realidades Virtual, Aumentada, Mista e Estendida, ou Virtual, Augmented, Mixed and Extended Realities - VR, AR, MR and XR, transformando o modo como as pessoas aprendem;

www.informationmanagement.com.br


ARTIGO

Educação: HoloLens2, da Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

professores desenvolvendo novas técnicas educacionais baseadas em tecnologia; estudantes realizando viagens virtuais a museus, pontos históricos, laboratórios, sistemas solares etc.

SEGUNDO OS EDITAIS DO LEILÃO, O 5G INICIARÁ SUAS OPERAÇÕES NAS TERRAS TUPINIQUINS EM MEADOS DE 2022, COMEÇANDO PELAS CAPITAIS BRASILEIRAS. SUA TECNOLOGIA MÓVEL SERÁ A NR - NEW RADIO, PERMITINDO CONEXÕES COM LATÊNCIAS ENTRE 5MS E 20MS, PODENDO NO FUTURO CHEGAR À 1MS. te-papo”, devolvendo aos alunos a pergunta:

- Afinal, por que a tecnologia 5G é tão importante?

Na Agropecuária: excelência nos processos agrícolas, com monitoramento individual e remoto; sistemas de irrigação, fertilização, controle de pragas, segurança e saúde das criações, monitoramento de culturas, controle da cadeia de abastecimento, geração e armazenamento dos produtos etc. manipulando grandes quantidades de dados, com rapidez e eficiência; integrando zonas rurais amplas e distantes.

Agricultura Digital, do Canal Agro/Shutterstock (Foto: Divulgação/Shutterstock)

E isso é só para começar. Com isto, restava encerrar aquele “bawww.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021 99


100INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


to Go e i St

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021101


to Go e Sit

102INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


WEBNEWS

Para 2022, IDC prevê 9,4% de crescimento em investimentos em TI na América Latina Apesar da pandemia, o mercado latino-americano de TI apresentou um crescimento de 8,5% em 2021, o que reflete a importância do setor no desenvolvimento econômico dos países da região. A IDC, principal empresa de pesquisa, análise e consultoria do setor de TIC, informou que em 2022 o crescimento será de aproximadamente 9,4% no mercado corporativo (excluindo o mercado consumidor), número que se destaca em suas “10 previsões” para os próximos anos.

Sky.One anuncia Robson Del Fiol como novo Head de Vendas e Marketing da divisão Integra.Sky A Sky.One, empresa especializada no desenvolvimento de plataformas que automatizam e facilitam o uso da computação em nuvem, acaba de anunciar Robson Del Fiol como novo Head de Vendas e Marketing da divisão Integra.Sky. O objetivo da contratação é escalonar a adoção do produto em Pequenas e Médias Empresas (PMEs), startups e Fornecedores de Software Independentes (ISVs). A chegada do executivo deve impulsionar o número de clientes em 10 vezes já em 2022.

Esqueça a caneta e o papel: 6 motivos para migrar os documentos da sua empresa para o ambiente digital Gastos com papel, impressão e serviços de transporte para entrega e devolução de contratos assinados por cada uma das partes interessadas estão na conta de quem utiliza o método tradicional de assinaturas a próprio punho. Conforme levantamento da unidade de negócios digitais da Sambatech, edtech de soluções para instituições de ensino e corporações, a Samba Digital, 85% dos negócios que ainda não têm iniciativas em Transformação Digital já perceberam o quanto é importante atentar para o assunto.

Iron Mountain adquire carteira de clientes da Arquivem e reforça atuação em Pernambuco A Iron Mountain, líder mundial em serviços de armazenamento e gerenciamento de informações, adquiriu a carteira de clientes da Arquivem, empresa de tecnologia voltada para gestão documental, de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife (PE). Os 65 clientes atendidos pela Arquivem, e que agora passam para o guarda-chuva da Iron Mountain, são de diferentes setores, como saúde, hotelaria, automotiva, alimentação, entre outros.

Celulares novos sobem 16%, aponta GFK, e impulsionam modelos de “uberização” de smartphones Dados GfK indicam que o preço de aparelhos novos subiu cerca de 16% entre janeiro e outubro deste ano, o que torna inviável a troca constante deles. Atualmente os brasileiros trocam de celular a cada 2 ou 3 anos e um bom celular dura até 10 anos. Segundo dados da Leapfone, apenas 10% dos brasileiros compram aparelhos usados, mas 75% preferem o “como novo” - aparelhos recertificados e reformados, categoria lançada pela Leap.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021103


to Go e Sit

104INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br


WEBNEWS

Google Cloud e Mambu: “banco do futuro” será ativado por Inteligência Artificial A inteligência artificial irá proporcional experiências personalizadas e transformar todo o universo bancário. É o que revela uma nova pesquisa conduzida pela Mambu, empresa líder mundial em soluções bancárias na nuvem, e o Google Cloud. De acordo com o estudo Bank of the Future, o “sistema bancário onipresente” será a próxima fronteira da revolução financeira digital. O levantamento também aponta três pilares que irão transformar as perspectivas em realidade.

Repositório institucional do IB chega a marca de mil documentos científicos armazenados Mais de mil trabalhos técnicos e científicos produzidos pelo Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, estão acessíveis ao público. Lançado em 06 de fevereiro de 2020, o repositório institucional do IB atingiu a marca de mil registros em setembro de 2021. Na prática, a ferramenta possibilita que os cidadãos e outros pesquisadores tenham acesso facilitado aos resultados de pesquisas desenvolvidas no Instituto.

Empresas precisam repensar estratégias de crescimento à medida que pessoas reavaliam relações com trabalho, tecnologia, marcas e o planeta, mostra relatório anual Fjord Trends da Accenture Quase dois anos de profundas disrupções na sociedade resultaram em uma mudança coletiva significativa na forma como nos relacionamos com o trabalho, consumo, tecnologia e o planeta, forçando as empresas a buscarem novas formas de fazer negócios. É o que mostra o relatório anual Fjord Trends da Accenture (NYSE: ACN).

Os benefícios de um sistema de gestão documental para empresas de transporte e logística O GED é uma das soluções mais completas para que sua empresa ganhe mais tempo e garanta mais economia para os processos de gestão documental. São diversas vantagens e soluções que trazem mais agilidade, segurança e sustentabilidade para o seu negócio. Empresas de transporte e logística emitem diariamente uma quantidade enorme de documentos como DANFE, DACTE, CT-E e diversos outros exigidos, não só pelo governo, mas também necessários para comprovar serviços e resguardar o negócio legalmente.

Quatro razões para uso de Inteligência Artificial na era pós-cookies A Fanplayr, empresa líder em personalização da experiência do cliente usando dados comportamentais primários e segmentação patenteada, destaca que a utilização de serviços de Inteligência Artificial demonstra ser a principal solução para que as empresas mantenham seu sistema de personalização de atendimento e rastreio do seu consumidor, visto que o Google anunciou a extinção do uso de cookies de terceiros já no próximo ano. A mudança terá impacto, principalmente no e-commerce, visto que a grande maioria desses sites se utiliza de cookies para aumentar a personalização no atendimento individual.

www.informationmanagement.com.br

INFORMATION MANAGEMENT | 2021105


106INFORMATION MANAGEMENT | 2021

www.informationmanagement.com.br