Issuu on Google+

REVISTA IDR

Edição Especial Dezembro - 2011

DENIZARD RIVAIL Revista IDR - Dezembro 2011

Mostra de Poesia - 2011 Apresentação Literária na Saraiva Megastore

Atividade cultural na Assembleia Legislativa

Atividade teatral - Educação infantil

Ensino Médio - Unidade 1

A EDUCAÇÃO É A BASE DA a Intern o ã ç a Circul a Proibida Vend

VIDA

‘‘Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocamos nela, corre por nossa conta’’. Chico Xavier


Educação Infantil

Ensino Fundamental

Ensino Médio

MELHORES MOMENTOS

Melhore seu desempenho no Enem. Leia mais!


Instituto de Educação Prof. Denizard Rivail - 17 anos educando com sabedoria MANOEL P. SERQUEIRA Diretor Geral

VERALÚCIA GOMES SERQUEIRA

Hippolyte Léon Denizard Rivail Patrono do IDR

Diretora Pedagógica - Sede

LORENA GOMES SERQUEIRA Diretora Pedagógica - Unidade 1

MARIA DO ROSÁRIO F. DE SOUZA Coordenadora - Unidade 1

MARIA OLIVEIRA DE ABREU Coordenadora - Unidade 1

ANTÔNIO ROCKLANE REBELO Coordenador - Unidade 1

Manoel P. Serqueira Diretor Geral

ALCEMIRA PEREIRA MAIA Coordenadora - Sede

VERONEIDE SILVA FERNANDES Coordenadora - Sede

REVISTA IDR - 2011

MARIA OLIVEIRA DE ABREU

Professora Veralucia G. Serqueira Diretora Pedagógica

Elaboração e Redação

FELIPE THIAGO Arte Gráfica

FRANCISCO ALVES Apoio Administrativo

INSTITUTO DENIZARD RIVAIL End. Av. Torquato Tapajós, 5238 - Flores Fone-SEDE: (92) 2121-2000 Fone-UNIDADE 1: (92) 3654-3040 Site: www.denizardrivail.com.br

Professora Lorena G. Serqueira Diretora Pedagógica


Mensagem da Direção

IDR - SEDE

A educação é o bem mais precioso de uma nação. É por meio dela que se formam cidadãos íntegros e competentes, capazes de transformar a sociedade. Em Manaus, na década de 90, foi criado o INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PROFESSOR DENIZARD RIVAIL – IDR, com a finalidade de servir à comunidade manauense, priorizando a educação em valores humanos, a postura ética e o espírito inovador. Para tanto, conta com uma equipe de profissionais qualificados e dedicados, comprometidos com a missão de educar. Este compromisso fez com que o referido Instituto de Ensino se tornasse parte da tradição educacional do Estado do Amazonas, colocando-o entre as instituições escolares mais respeitadas de Manaus. As instalações modernas propiciam atendimento de excelência aos educandos, pois o Instituto de Educação Professor Denizard Rivail, dispõe de laboratório de informática, laboratório multidisciplinar, quadra esportiva, biblioteca, etc. Ademais, essa parte visível, que pode ser percebida com facilidade, é apenas a base material da qual necessitamos para executar o essencial - uma educação que

tem como maior objetivo a formação de seres humanos capazes de ir além da competência meramente técnica. Pessoas capazes de se colocarem a serviço do bem comum, serem solidárias, afetivas, dispostas a aprender sempre mais. Para melhor atender nosso aluno e facilitar nosso fazer pedagógico, elaboramos Nossa Agenda com o objetivo de informar aos pais e / ou responsáveis, alunos e professores, a filosofia de nossa Escola, o funcionamento de nossas atividades educativas e pedagógicas, englobando as normas que as norteiam, bem como a história de nossos 17 anos de trabalho em educação na comunidade manauara. Através deste veículo de comunicação, transmitiremos informações necessárias que ajudarão na melhor compreensão do sistema de trabalho de nossa Instituição Educativa. Esperamos ver nossos objetivos alcançados, pois sabemos que é importante a comunicação entre escola/comunidade, para o bom desenvolvimento de todos os sujeitos que envolvem o processo ensino-aprendizagem. IDR - UNIDADE 1

COTIDIANO ESCOLAR O cotidiano escolar é marcado por uma imensa programação realizada por professores, coordenadores e alunos, quando são utilizados todos os recursos disponíveis para o desenvolvimento das diferentes atividades curriculares, como por exemplo: Assembleia - para acolhida dos alunos: participam professores, supervisores, psicólogo (s) e diretores. Nesse momento, desenvolvese a educação dos sentimentos através da música, textos reflexivos e oração espontânea; O Projeto Educação e Vida: tem a participação de todos para que os objetivos traçados sejam efetivados com sucesso. Para tanto, são trabalhados valores como: amor, honestidade, verdade, justiça, ética, disciplina, integridade e paz (autoestima, autocontrole, autoconfiança, autoaceitação e desapego). Todos os anos são realizadas atividades relacionadas à solidariedade e à fraternidade para o desenvolvimento do senso moral e ético a partir de campanhas solidárias, com ampla participação dos estudantes. Projeto Exposição Científica, Artística e Cultural: é direcionado para toda a Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio). Esse projeto visa à integração do aluno ao meio em que vive. Convém enfatizar que, em todo o ano letivo, são desenvolvidos temas diferentes e multidisciplinares. Projeto Mostra de Poesia: propicia ao educando o desenvolvimento da leitura, da escrita e da sensibilidade, ao mesmo tempo em que o coloca em contato com diversos poetas nacionais e estrangeiros, enriquecendo o seu universo cultural. Projeto Noite da Harmonia: destinado para confraternização e comemoração, no encerramento das atividades letivas. Para tanto, é feito um rodízio de pizza – sendo aberto à comunidade, com direito a prestigiar o Festival de Música Popular, onde os alunos são compositores e intérpretes de suas canções. É uma forma dos jovens se divertirem, extravasando a energia junto aos amigos e familiares. A renda do evento é toda revertida para a compra de mantimentos que são transformados em cestas natalinas para serem distribuídas pelos alunos e professores em asilos e creches. São ações humanas com o objetivo de desenvolver um espírito participativo e colaborador, junto aos mais carentes.

4

Revista IDR


Educação Infantil e a Feira de Livros

O encantamento das crianças da Educação Infantil foi enorme diante dos materiais expostos na Feira do Livro, no Studio 5.

O prazer da leitura entre os pequenos estudantes é visível. Daí a importância de a escola desenvolver esses projetos diversificados que propiciem constante estímulo entre os leitores Iniciantes. Parabéns à Coordenação e aos professores!

DIA DA CRIANÇA é dia de mais alegria no Instituto Denizard Rivail. Sob o comando do amigo palhaço, muitas brincadeiras gostosas, muitas risadas e música.

Revista IDR

5


IDEÁRIO DO EDUCADOR 1. Pensar, falar e exemplificar o bem 2. Ser comedido nas palavras, correto na ação e ponderado nas emoções. 3. Cultivar a alegria, evitar a leviandade e mostrar-se sempre sincero. 4. Amar sem apego, ser doce com a sociedade e firme sem dureza no coração. 5. Procurar a Sabedoria com humildade, prezar a inteligência com clareza e ensinar com simplicidade. 6. Fazer-se entendido por todos, amado pelos bons e respeitado pelos rebeldes. 7. Servir à sociedade, transcender as convenções e buscar o reino de Deus. 8. Ser puro de coração, elevado no pensamento e nobre no proceder. 9. Servir aos homens com o a quem serve a Deus, amar todas as crianças como suas e conviver amistosamente coma juventude. 10. Lutar pela educação universal, empenhar-se pela educação integral e praticar a educação pelo amor. Jan Amos Comenius (Psicografia: DoraIncontri, maio/1999) Ano Novo significa esperança de momentos melhores neste mundo conturbado. Realismo é necessário, junto com a prudência e a fé. Um Feliz Natal para todos! Queridos Alunos, desejo a todos um Natal repleto de Amor e Paz e que o Ano Novo venha coroado de realizações. Boas Férias e Boas Festas

Prof. Rogério

Prof. Eliane

6


O computador, a escola, a criança e uma eterna discussão

Estudo recentemente publicado, na Alemanha, desaconselha o uso de computadores nas escolas e nos quartos de crianças. Enquanto é inaugurada, em Munique, a segunda maior feira de tecnologia de informação da Alemanha, a Systems, um estudo publicado, no começo de outubro, pelo Instituto de Pesquisas Econômicas (Ifo), da mesma cidade, arrefece o ânimo de quem acha que todas as escolas devem ser computadorizadas. A discussão em torno da pergunta se o computador seria prejudicial ao desempenho escolar é tão antiga quanto o próprio computador. O resultado das pesquisas realizada pelo instituto bávaro foi claro: crianças com computadores em seus quartos têm piores notas, já que os usam mais para brincar do que para estudar, e o seu emprego, nas escolas, só é proveitoso se ele não for usado mais do que uma vez por semana. Crianças provenientes de famílias cujos pais possuam profissões intelectualmente mais exigentes geralmente possuem computadores em casa. Pelos pais e não pelos computadores, elas apresentam melhor rendimento. Os pesquisadores alemães sugerem, então, uma utilização moderada do computadores nas escolas, onde a comunicação entre professor e pupilo e a criatividade dos alunos não devem ser prejudicadas. Eles aconselham que as instituições invistam mais em livros e menos em máquinas. Esta opinião vai ao encontro de conclusões feitas nos primórdios da internet. O pesquisador de Ciência da Computação da USP Valdemar Setzer já escrevia em 1996 que "o computador prejudica os jovens até a idade de 16–17 anos, forçando-os a usarem uma linguagem e um tipo de pensamento que são somente adequados após muita maturidade mental".

Além disso, "o entusiasmo é por todo o aspecto visual, auditivo e de animação, enfim, é pelo cosmético e não pelo que ele embeleza". Na opinião de vários institutos, a televisão ocupa uma posição semelhante à do computador no cotidiano de crianças e adolescentes. O Instituto de Criminologia da Baixa Saxônia (KFN) realizou estudos com crianças e adolescentes em idade entre 10 e 15 anos. O resultado foi que seu principal passatempo era televisão e computador. O abandono escolar, principalmente entre alunos do sexo masculino, estaria ligado diretamente a este fato, segundo o resultado da pesquisa. O chefe do KFN, Christian Pfeiffer, desaconselha o uso descontrolado desses equipamentos antes dos 14 anos de idade. Outra pesquisa, feita pela organização não governamental Eurodata TV Worldwide entre nove países, incluindo a Alemanha e o Brasil, e divulgada na França no começo do mês, constatou que as crianças brasileiras são aquelas que mais ficam em frente da televisão no mundo, em média 3 horas e 31 minutos por dia, a americana passa 3 horas e 16 minutos e a alemã, 1 hora e meia. Na maioria das vezes, o problema da tecnologia não está nela própria, mas na falta dela. Negar a tecnologia com certeza não é solução. Os resultados destes estudos mostram sobretudo a importância da orientação familiar em um mundo midiatizado, onde tudo parece possível. Fonte: http://www.dw-world.de/dw/article/0,,1757540,00.html

‘‘O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver’’. ‘‘Um dia quando olhares para trás, verás que os dias mais belos foram aqueles em que lutaste’’ Sigmund Freud Queridos alunos, mais um ano se passou, alguns tive a oportunidade de ouvir e outros orientar e com vocês aprendi muito, mas também espero que todos vocês nunca deixem de refletir sobre a seguinte pergunta ‘‘ Quem sou eu’’ ou seja qual a minha verdadeira essência? Elisangela Araújo (Psicóloga)

Revista IDR

7


O PROJETO MOSTRA DE POESIA, no Instituto de Educação Prof. Denizard Rivail, teve início em 1997 quando foi homenageado o grande poeta brasileiro e amazonense, Thiago de Mello. As mostras anuais, a partir desta data, focalizaram outros famosos poetas nacionais e estrangeiros, sempre procurando incentivar a leitura e a escrita do público estudantil. Crianças e jovens demonstraram, no decorrer desse espaço de tempo, que a boa orientação no campo da literatura origina produções escritas belas e surpreendentes. Apesar da imensa gama de outras alternativas de cultura e lazer à disposição da juventude atual, a literatura mantém enorme potencial de sedução. É um equívoco afirmar que os jovens não gostam de ler ou escrever. Os textos produzidos por nossos estudantes, ao longo desses anos, são prova inequívoca de grande sensibilidade e competência linguística. A poesia, por suas diversas e diferentes características, é uma alternativa extremamente interessante como recurso pedagógico, pois o contato intenso com os textos poéticos possibilita a expansão da sensibilidade, da perspicácia, da reflexão e do imaginário. A proposta pedagógica do IDR propicia uma aprendizagem integral e sólida, focada no objetivo de oferecer às crianças e jovens uma educação integral, sólida, calcada no senso moral, espiritual, crítico e estético, capaz de lhes assegurar a inserção no mundo contemporâneo de forma equilibrada e não unilateral, privilegiando apenas os conhecimentos técnicos e científicos. A preocupação com os valores subjetivos e humanos, o comprometimento com a ética e o sentido de responsabilidade social norteiam um trabalho produtivo e prazeroso que faz do IDR um referencial de qualidade em nossa comunidade. Os diversos textos poéticos produzidos por nossos estudantes de Ensino Fundamental e Médio são a representação de um esforço no sentido de despertar nos jovens a criatividade e a livre expressão de seu olhar sobre o mundo. Não é nosso propósito “descobrir ou fabricar” poetas, mas sim reforçar a convicção de que a literatura – se não é a salvação da humanidade – é, com certeza “ parte da vida, não se admitindo que possa haver conflito entre uma e outra. Através das obras literárias, tomamos contato com a vida, nas suas verdades eternas, comuns a todos os seres humanos e lugares, porque são as verdades da mesma condição humana.” ( Afrânio Coutinho) Maria Oliveira de Abreu Coordenadora Pedagógica


O T E J O A R P STR A I O M OES P E D CAMINHOS POÉTICOS DA JUVENTUDE

XV MOSTRA DE POESIA A poesia brasileira contemporânea

‘‘Projeto Educação e Vida’’

ORIDES FONTELA MANAUS - 2011


X V - M O S T R A Encontro Literário na Livraria Saraiva Megastore - Shopping Manauara

Equipe IDR na Saraiva

Orides Fontela sendo representada por Jéssica Amorim, ex - aluna do IDR e estudante de Jornalismo na UFAM

Público presente ao Sarau gostou e aplaudiu as apresentações

O IDR esteve na Livraria Saraiva, em dois momentos de 2011, apresentando com sucesso o Projeto Mostra de Poesia, com destaque para a poeta Orides Fontela. Na ocasião, os 15 anos de existência do projeto foram comemorados com entusiasmo e alegria.

Visão geral do evento literário IDR na Saraiva Megastore

Jéssica Amorim representando Orides Fontela, ex - aluna do IDR

10


D E

P O E S I A

Declamação de poema durante o evento

Poeta Max Carpenthier prestigiando IDR- 15 anos de Poesia

Evento Literário - Momento musical coordenado pelo prof. Jozuer Brandão

11


ORIDES FONTELA - Poeta Homenageada na XV Mostra de Poesia Biografia Orides nasceu em 21 de abril de 1940, em São João da Boa Vista, interior de São Paulo. Desde criança escrevia versos, e muito cedo começou a publicar seus poemas nos jornais da cidade. Nos anos 60, mudou-se para São Paulo e estudou filosofia na USP. Em 1969, era publicado seu primeiro livro, Transposição. Depois vieram Helianto (1973), Alba (1983), Rosácea (1986) e Teia (1996). Com Alba, Orides ganhou o prêmio Jabuti. Os quatro primeiros livros foram reunidos no volume Trevo, que fez parte da coleção Claro Enigma, da Editora Duas Cidades. Na França, os poemas foram publicados em dois volumes com o título Trèfle. A Cosac Naify lançou, em 2006, o volume Poesia Reunida. Professora primária e bibliotecária, Orides viveu sempre em meio a grandes dificuldades. Sempre com os nervos à flor da pele, meteu-se em encrencas e provocou escândalos com seus melhores amigos. Orides Fontela (1940-1998) morreu na mais completa miséria, aos 58 anos, num sanatório de Campos do Jordão, mesmo sendo considerada um dos nomes mais importantes da poesia brasileira contemporânea.

A equipe administrativa do IDR - Unidade 1 deseja a todos um feliz natal e um 2012 repleto de sucesso e alegrias!

Francisco Alves Márcia, Bruna, Edna, Silvaney e Paula

Caros alunos! Saber o que buscar em um mundo de tentações nos deixa meio desconcertados, mas se traçarmos metas, jamais nos deixaremos seduzir pelo aparente e instável.

A vida é feita de grandes e pequenas oportunidades. O estudo é uma grande oportunidade de mudarmos a sociedade em que vivemos. Felicidades e Boa Festas!

12

Felicidade a todos! Alcione Alves

Christian Souza


Noite da Harmonia

O Instituto Denizard Rivail realizou no dia 03 de dezembro a XV Noite da Harmonia com o rodízio de pizzas, muita música e apresentações teatrais dos estudantes. A finalidade do evento é propiciar um momento de alegre interação entre a escola, alunos e seus familiares, ao mesmo tempo em que arrecada fundos com a venda de ingressos para organizar centenas de cestas básicas que são doadas às famílias carentes da Colônia Antônio aleixo. A entrega é realizada com a participação voluntária de estudantes e professores no período das festas natalinas. O Instituto Denizard Rivail enfatiza a importãncia da solidariedade, da fraternidade e da interação dos jovens com as camadas menos favorecidas de nossa sociedade , a fim de promover uma saudável reflexão sobre os problemas sociais de nossa cidade e de nosso país.

Estudantes do Instituto Denizard Rivail visitam famílias carentes da Colônia Antônio Aleixo durante as campanhas solidárias promovidas pela direção da escola tendo como objetivo aproximar os jovens dos menos favorecidos socialmente.

13


PROJETO: NEGRO, QUEM TU ÉS? Em novembro os estudantes do Ensino Médio apresentaram o projeto: Negro, quem tu és? sob a orientação da professora Alcione Oliveira. O objetivo do projeto foi alcançado plenamente: analisar a situação do negro na sociedade atual, identificando os aspectos sociais, geográficos, econômicos, culturais e históricos que permeiam a vida moderna dos negros. Foi realizada uma pesquisa sob o modo de vida e a adaptação do negro à sociedade capitalista após a abolição. Também foi estudada a influência positiva dos negros na arte, esporte, cultura e economia mundial.

14


Auta de Souza - Biografia Nasceu em Macaíba (RN), em 12 de setembro de 1876, filha de Eloy Castriciano de Souza e Henriqueta Leopoldina de Souza e irmã de dois políticos e intelectuais, Henrique Castriciano e Eloy de Souza. Aos 14 anos apareceram os primeiros sinais da tuberculose, obrigando-a a abandonar os estudos e a iniciar uma longa viagem pelo interior em busca de cura. Auta de Souza deve ser considerada a poetisa norterio-grandense que mais ficou conhecida fora do Estado. Sua poesia com leves traços simbolistas, circulou nas rodas literárias do país despertando sempre muita emoção e interesse, e foi fartamente incluída nas antologias e manuais de poesia das primeiras décadas. Como a maioria dos escritos femininos, sua obra poética deixou-se contaminar pelas experiências vividas, o que, aliás, não compromete o lirismo e o valor estético de seus versos. Aos 24 anos, no dia 7 de fevereiro de 1901, Auta de Souza morria tuberculosa. No ano anterior havia publicado seu único livro de poemas sob o título de Horto, com prefácio de Olavo Bilac, que obteve significativa repercussão na crítica nacional. Em 1910 saía a segunda edição, em Paris, e, em 1936, a terceira, no Rio de janeiro, com prefácio de Alceu de Amoroso Lima.

SONETO

Antes de serem reunidos em O Horto, parte de seus poemas foram publicados em jornais como A Gazetinha, de Recife, O Paiz, do Rio de Janeiro, e A República, A Tribuna, o Oito de Setembro, de Natal, e nas revistas Oásis e Revista do Rio Grande do Norte. Os poucos poemas inéditos que deixou foram recolhidos e publicados nas edições seguintes de o Horto.

Tudo o que é puro, santo e resplendente, N’este mundo cruel de desenganos, Toda a ventura dos primeiros anos N’um’alma que desabrocha sorridente; Tudo o que ainda vemos de potente Na vastidão sem fim dos oceanos, E da terra nos prantos soberanos Trazidos pela aurora refulgente; Tudo o que desce do infinito ousado: O sol, a brisa, o orvalho prateado, A luz do amor, do bem, das esperanças; Tudo, afinal, que vem do Céu dourado A despertar o coração magoado, - Deus encerrou nos olhos das crianças! AUTA DE SOUZA

Revista IDR

15


Prof. Sanlei ‘‘A vida é para quem topa qualquer parada e não para quem para em qualquer topada’’ Por mais difíceis que as coisas possam parecer, há sempre a possibilidade do recomeço, portanto levante-se em cada queda com a certeza de que a força está em levantar e continuar a caminhada.

Meus queridos, ‘‘Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças’’ (Charles Darwin) Um abraço a todos e sem farelo!

Parabéns a todos por mais um ano letivo. Paz, Amor, Sucesso, Feliz Natal e um excelente Ano Novo de muita harmonia e principalmente estudo!

Prof. Jefferson

Professora Camila

Vencedores da Olimpíada de Física 2011

Orlando L. Bertollo de Oliveira, Felipe Manzoni e Gabriel Sabóia conquistaram o terceiro lugar na Olimpíada de Física 2011. Na foto, os vencedores e a professora de Física, Eliane. Parabéns!

16


Projeto: A cor do preconceito

Leticia Teles apresentando o Projeto

Professoras Veralúcia (Diretora), Alcemira (Coordenadora), Neide Fugolari e Marlu Cortez

Dramatização sobre o tema: A cor do preconceito

Presença do IDR na Assembléia Legislativa do Amazonas

Obteve enorme sucesso e grande participação dos estudantes e professores do ensino fundamental ( 6° ao 9° ano) o projeto A cor do preconceito, elaborado de modo interdisciplinar. Professores e alunos envolvidos de modo pleno revelaram muita criatividade e animação. Apresentação Teatral: A cor do preconceito

O amor... Ah, o amor... O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças... Não há vida decente sem amor! E é certo, quem ama, é muito amado. E vive a vida mais alegremente... (Artur da Távola)

17


Obrigada a todos que colaboraram conosco em 2011. Desejamos um Feliz Natal e um 2012 cheio de amor e harmonia para a Família Denizard!

Feliz IDR - 2012

Coordenadora Veroneide Silva (Ed. Infantil e Fundamental)

A aprendizagem é constante em nossas vidas! Começa quando somos concebidos e prolonga-se por toda a existência. Devemos, portanto, estar atentos à leitura do Grande Livro da Vida. Feliz Natal à FAMÍLIA DENIZARD e um 2012 repleto de Paz, Amor, Saúde e Sucesso! São os votos da Direção e Coordenação do IDR - Unidade 1

IDR - Unidade 1 - Coordenadores: Maria do Rosário, Rocklane, Meire e Diretora Lorena

18


os um d o t a Deseja ro 2012 E D R - SE um Pr贸spe D I e p i Equ atal e Feliz N

S茫o os votos do Professor Vagner e Felipe Thiago


Patrocinadores

Instituto de Educação Prof. Denizard Rivail: 17 Anos educando com sabedoria.


JDR